Foto: divulgação

Entregas integram a agenda do Todos por Pernambuco. Equipamentos contemplam os municípios de Petrolina, Parnamirim e Salgueiro

Assessoria de Comunicação da Secretaria de Educação PE

O Governo de Pernambuco aproveita a passagem da comitiva pelo Sertão do Estado e, através da Secretaria de Educação e Esportes, inaugura oficialmente escolas e quadra poliesportiva nos municípios de Petrolina, Parnamirim e Salgueiro, respectivamente. As entregas acontecem dentro da programação do Todos por Pernambuco, seminários regionais que dialogam com a sociedade através de propostas que possam melhorar a qualidade de vida das pessoas. Além disso, durante os eventos, o Governo apresenta o planejamento de ações previstas para cada região. Esta é a segunda rodada do Todos por Pernambuco, que já passou pelas cidades de Floresta, Arcoverde e Serra Talhada.

Nesta quarta-feira (21), em Petrolina, a comunidade escolar será beneficiada com mais uma escola, que contemplará cerca de 1.400 estudantes. A Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Professora Maria Wilza Barros de Miranda, localizada no bairro João de Deus, recebeu investimentos na ordem de R$ 4,6 milhões e conta com uma estrutura composta por doze salas de aula, dois laboratórios, biblioteca, auditório, sala de professores, área administrativa (secretaria, coordenação, diretoria, almoxarifado e arquivo), cozinha, depósito de merenda, área de serviços, refeitório, recreio coberto e banheiros acessíveis. Além disso, a nova escola do bairro conta com quadra poliesportiva coberta com vestiários e arquibancadas. A unidade de ensino, inclusive, sediará o Todos por Pernambuco no município.

No dia seguinte, a comitiva segue rumo ao distrito de Jacaré, em Parnamirim. No município, Paulo Câmara e o secretário de Educação e Esportes, Fred Amancio, acompanhados do prefeito Tácio Pontes, realizam a entrega da Escola Municipal Domiciano Balbino da Silva. A estrutura dispõe de seis salas de aula, salas de leitura e informática, cozinha, área de serviços com despensa e depósito de material de limpeza, banheiros acessíveis, área administrativa (secretaria, coordenação, diretoria, almoxarifado e arquivo), sala de professores e pátio recreativo. Na ocasião, será assinada a formalização do Termo de Cessão do uso da escola, que foi municipalizada no início deste ano.

Na sexta-feira (23), encerrando a segunda rodada dos seminários, o Governo realizará o Todos por Pernambuco na Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Professor Urbano de Sá, em Salgueiro. Durante o evento, será oficialmente inaugurada a quadra poliesportiva da unidade. Com investimentos de R$ 395 mil reais, o equipamento, entregue através do Programa Quadra Viva, lançado em 2015, tem área total de 772,40 metros quadrados com estrutura em arco metálico e dimensões de 24,10m x 32,05m, beneficiando mais de 350 estudantes.

Ainda seu depoimento, Marzy afirmou que, em conversa pelo WhatsApp, ofereceu a Lucas R$ 10 mil para matar o pastor. Ela contou que a quantia seria paga com dinheiro que furtaria da própria vítima. Marzy alega que Lucas aceitou o combinado e afirmou que pretendia assassinar Anderson dentro da casa da família, em Pendotiba, Niterói, onde ele acabou sendo executado.

A filha adotiva de Flordelis afirma que discordou da ideia e pediu que o pastor fosse morto no caminho da igreja para casa, simulando um assalto. Marzy disse que no mesmo dia, viu que Anderson estava muito agitado, e disse ao irmão que por isso só conseguiria R$ 5 mil, mas que também pegaria três relógios da vítima. Marzy afirmou ainda que Lucas aceitou a sua proposta mas que horas depois de ambos terem conversado, ela se arrependeu e ligou para o irmão e pediu que ele não desse prosseguimento ao plano. Em seu depoimento, Lucas negou ter aceitado a proposta de Marzy para matar o pastor.

Marzy também disse, no depoimento, que contou à mãe sobre o seu plano para matar Anderson. Segundo ela, Flordelis disse apenas que não tinha dinheiro e alertou a filha para que não fizesse nada de que se arrependesse depois.

Ainda de acordo com Marzy, o próprio pastor descobriu que estavam planejando sua morte e chamou um por um na família, inclusive ela própria. Nessa ocasião, Anderson disse que grampearia todos os telefones da casa, por isso Marzy decidiu comprar um chip para falar com a mãe. Ainda de acordo com o depoimento, Flordelis também usava um outro chip que tinha para falar com a filha. Marzy também alegou à polícia que Flordelis pediu à filha para apagar todas as conversas no WhatsApp nas quais foram feitos comentários sobre a morte do pastor.

Em seu depoimento, Marzy afirma ter planejado a morte de Anderson, pois estava com raiva do pai adotivo. Ela admite ter furtado R$ 5 mil na casa, de um dos irmãos, e afirma ter sofrido retaliações de Anderson. Além disso, alega ter ficado sabendo pela própria Flordelis de que o pastor havia tentado abusar sexualmente de uma das netas.

Marzy nunca foi formalmente adotada por Anderson e Flordelis, pois já era maior de idade quando passou a morar na redisência do casal.

Lucas e o irmão, Flávio dos Santos Rodrigues, filho biológico apenas de Flordelis, já são réus pela morte do pastor Anderson. Eles foram denunciados por homicídio duplamente qualificado (por motivo torpe e com recurso que impossibilitou a defesa da vítima). De acordo comn as investigções, Flávio atirou contra Anderson e Lucas ajudou o irmão a comprar a arma do crime. A Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo desmembrou o inquérito e continua investigando a participação de outras pessoas da família na morte, entre elas Flordelis.

Procurada, a assessoria de imprensa de Flordelis afirmou que não se pronunciará sobre o depoimento por orientação do advogado da pastora

fonte:

https://extra.globo.com/casos-de-policia/filha-afirma-que-flordelis-sabia-de-plano-para-matar-pastor-anderson-23888388.html

O prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque, levou um susto junto com a família, após um princípio de incêndio na noite dessa segunda-feira (19) em sua residência, no bairro AABB. Os bombeiros foram acionados às 23h11 para combater o fogo em uma das dependências da casa. Felizmente, ninguém ficou ferido, apenas danos materiais.

A reportagem do Farol apurou que o Corpo de Bombeiros dará mais detalhes sobre o que provocou o incêndio, ainda nesta terça-feira (20). A equipe levou cerca de 45 minutos para apagar as labaredas.

PREFEITO AGRADECE SOLIDARIEDADE

Em nota publicada no Facebook, nesta terça-feira, Luciano Duque agradeceu a solidariedade de amigos e familiares, e elogiou o trabalho do Corpo de Bombeiros. Confira.

“Agradeço a todos que se solidarizaram comigo e com minha família ao saberem do incidente de ontem, na minha residência. Graças a Deus e ao eficiente trabalho do Corpo de Bombeiros, todos estamos bem. Obrigado, de coração”, reforçou.

Sequestrador desce do ônibus armado e mostra o rosto — Foto: Reprodução/GloboNews

 

Atirador de Elite da polícia

Após libertar seis reféns do ônibus em que sequestrou na ponte Rio-Niterói, no Rio de Janeiro, o suspeito acabou sendo baleado ao deixar o veículo. Por volta das 9h, o homem que estava com uma máscara no rosto para não ser identificado, desceu do coletivo e antes de retornar acabou sendo atingido pelos atiradores de elite. Segundo informações da polícia, o criminoso não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Vídeo:

Antes, ele já tinha saído do ônibus com uma arma na mão, que posteriormente foi identificada como sendo de brinquedo, e chegou a se apresentar como policial militar, ameaçou colocar fogo no veículo. Cerca de 17 pessoas estavam sendo feitas reféns. Ainda não se sabe quais as motivações do criminoso.

Motoristas e passageiros do ônibus da linha Jardim de Alcântara-Estácio, da empresa Galo Brando, foram sequestrados por volta de 5h30.  O trânsito foi bloqueado nos dois sentidos da ponte. Nas redes sociais, passaram a circular fotos do sequestrador ainda dentro do ônibus, logo depois que o veículo foi atravessado na via.

 

Governador do RJ desembarca na Ponte Rio-Niterói e comemora desfecho de sequestro de ônibus

G1

O governador do Estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, comemorou o desfecho do sequestro de um ônibus na Ponte Rio-Niterói na manhã desta terça-feira (20). O sequestrador, chamado William Augusto Nascimento, foi alvejado e 37 reféns foram libertados após mais de três horas de cerco. Segundo ele, os reféns e os familiares do sequestrador serão amparados pelo estado. De acordo com Witzel, a família do homem chegou a pedir desculpas pelo ocorrido.

“Conversei com familiares dele, um deles me pediu desculpa. Mas ele queria pedir desculpas e pediu à toda sociedade, pediu desculpas aos reféns, disse que alguma coisa falhou na criação e a mãe está muito abalada. Vamos também cuidar da família dele, tentar entender o problema para que outros não ocorram”, destacou o governador.

Witzel chegou ao local em um helicóptero e celebrou após desembarcar. Ele definiu o trabalho como uma ação “técnica” das forças de segurança e parabenizou os policiais militares e da Polícia Rodoviária Federal pela ação.

“O ideal é que todos saíssem com vida, mas tivemos que tomar a decisão de salvar os reféns”, contou.

Um homem armado e com gasolina fez reféns dentro de um ônibus desde as 5h25 desta terça-feira (20). Desde as 6h, o coletivo estava parado na Ponte Rio-Niterói.

Fotos do policial que abateu o sequestrador:

Mira telescópica

Blog: Marcos Montinelly

João Campos consolida favoritismo no Recife 

Faltando menos de um ano para o processo eleitoral começar, o deputado federal João Campos ganha ares de consolidação da sua pré-candidatura a prefeito do Recife. Politicamente ele reúne as condições, uma vez que é engenheiro e tem demonstrado significativa dedicação ao mandato de deputado federal. Eleitoralmente, a sua votação em 2018 o credenciou para almejar projetos maiores como o de ser o mais jovem prefeito da história do Recife.

Os mais de 460 mil votos em todo o estado e os 70 mil obtidos na capital pernambucana foram imprescindíveis para consolidar a sua pré-candidatura a prefeito do Recife, uma vez que ele já demonstrou ser bom de urna tal como seu bisavô Miguel Arraes e seu pai Eduardo Campos, ambos ex-governadores de Pernambuco.

Pesa a favor de João Campos a exitosa gestão de Geraldo Julio, eleito duas vezes prefeito do Recife e bem-avaliado perante o eleitorado recifense. Em 2020 Geraldo será o principal eleitor do Recife, e sua benção para a disputa dará a João Campos uma significativa competitividade. Para ampliar o favoritismo de João, a oposição segue batendo cabeça com nomes já rejeitados pelas urnas insistindo em novamente tentar eleições majoritárias.

A falta de entendimento da oposição quanto a estratégia e aos nomes a serem apresentados consolida o sentimento de continuidade que poderá prevalecer em 2020, devido à falta de um projeto consistente para a capital pernambucana. O eleitor que já conhece as gestões do PSB no estado e no Recife sinaliza não querer trocar o certo pelo duvidoso no ano que vem, sobretudo porque não enxerga nem unidade nem projeto da oposição.

É óbvio que em eleição tudo pode acontecer, mas o relógio neste momento conta a favor de João Campos e do PSB e é cruelmente contrário à oposição que a cada dia que passa evidencia sua fragilidade política e eleitoral para o duro embate do ano que vem.

Companheiro Edmar Lira

Dólar é cotado a R$ 4,0382 nesta manhã de terça-feira

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. (Foto: Reprodução)

O valor do dólar na manhã desta terça-feira (20), está cotado no valor de R$ 4,0382 com variação de 7.934%. Já o valor do dólar para o turismo está sendo cotado a R$ 4,20.

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 4,48 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 4,7061.

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. O dólar é usado tanto em reservas internacionais como em livre circulação.

Brasil proíbe entrada de funcionários do regime venezuelano

O governo brasileiro elaborará uma lista de funcionários do regime venezuelano que terão a entrada proibida no território nacional. A medida, antecipada por VEJA no início de agosto, foi confirmada em portaria publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira (20), assinada pelos ministros da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e das Relações Exteriores, Ernesto Araújo.

A decisão é justificada sob a alegação de que o governo de Nicolás Maduro “contraria princípios e objetivos da Constituição Federal [Brasileira], atentando contra a democracia, a dignidade da pessoa humana e a prevalência dos direitos humanos”.

Os nomes dos funcionários de Maduro que não poderão ingressar no território brasileiro serão ainda listados pelo Ministério das Relações Exteriores e, posteriormente, encaminhado ao Ministério da Justiça e Segurança Pública.

De acordo com o texto, uma das motivações para a elaboração da portaria foram declaração das reuniões do Grupo de Lima de 4 de janeiro de 2019 e de 25 de fevereiro de 2019. A entidade reúne representantes dos ministérios das relações exteriores de 14 países do continente americano, com o objetivo de debater soluções para a crise venezuelana.

O governo brasileiro não reconhece Nicolás Maduro como presidente legítimo da Venezuela, por considerar fraudulenta a última eleição presidencial do país, realizada em 2018. O deputado Juan Guaidó, principal opositor de Maduro e que se autodeclarou chefe de Estado, é considerado pelo Itamaraty como o governante do país vizinho.

Homem armado faz 22 reféns dentro de ônibus na Ponte Rio-Niterói

Um homem armado e com gasolina fez 22 reféns dentro de um ônibus na Ponte Rio-Niterói desde as 5h25 desta terça-feira (20). Às 8h21, havia 16 pessoas reféns, segundo a PM. Seis reféns já foram soltos, sendo quatro mulheres, uma delas desmaiada e dois homens.

O trânsito para o Rio está fechado desde então. Às 7h20, também foi interditada a pista oposta.

Não se sabe a motivação do sequestrador, mas a PM considera que a ação foi premeditada. Ele afirma ter um revólver, uma pistola de choque e o combustível. 

O criminoso ameaça incendiar o veículo. 

O ônibus, da Viação Galo Branco, faz a linha 2520 (Jardim de Alcântara-Estácio).

Afogados/ Sai lista de deferidos, indeferidos e impugnados na Corrida ao Conselho Tutelar

A Comissão Eleitoral do CMPDDCA-AI/PE, divulgou a relação de candidatos deferidos, indeferidos e impugnados para o Processo de Escolha do Conselho Tutelar em Data Unificada em Afogados da Ingazeira para o Quadriênio 2020/2023.

Segundo nota no Diário Oficial, em conformidade com o cronograma presente no Edital 001/2019.
A fase de inscrições para o Certame iniciou na data de 08 de Julho de 2019, tendo encerrado na data de 31 de Julho de 2019.
Após análise prévia da documentação, foi divulgada Lista Preliminar de inscrições deferidas e indeferidas, esta que fora publicada no Diário Oficial do Município e recebeu destaque nas mídias locais.
Encerrada a fase de interposição de recursos contra o indeferimento de candidaturas, período compreendido entre a data de 08 de Agosto de 2019 e a data de 14 de Agosto de 2019, a Comissão Eleitoral do CMPDDCA, juntamente com o Ministério Público, realizou reunião para análise dos recursos e decisão quanto à situação das inscrições.
Segundo o site de Nill Junior, a observância aos requisitos constantes na legislação vigente e no Edital 001/2019, no que diz respeito aos requisitos para inscrição e candidatura no certame, a Comissão Eleitoral do CMPDDCA e o Ministério Público, quanto a situação das inscrições dos candidatos que apresentaram recurso, decidiram da seguinte forma:
Nomes deferidos:
ROZINALDO RODRIGUES DE OLIVEIRA
VALDENICE GOMES DE MORAES
ANDRE PASCOAL SALETE VIDAL
HAVILA KEDIMA DE OLIVEIRA SILVA
IZABEL MOURA MOREIRA
IVONE SANTOS NUNES
PEDRO RAFAEL SANTANA
ROSANGELA PATRICIA DE CARVALHO SILVA
ANTONIO CARLOS VAL PACHECO
MIRIAN RENATA T. RODRIGUES FERNANDES
ALEXANDRE ALVES DA SILVA
MARIA APARECIDA PEREIRA DE OLIVEIRA
JOYCE ANDREYNA BESERRA MELO
Indeferidos e  impugnados:
SEBASTIÃO ATAIDE DA CRUZ
JACKSON HENDER S. DE SIQUEIRA E SILVA
MARIA JOSÉ FREIRE ALVES
GUSTAVO ALVES PINHEIRO
Mª DE LOURDES DOS S. ROCHA PEREIRA
CICERO ALEXANDRE SIQUEIRA DE SOUSA
FABRICIO JOSÉ SOUZA MARQUES
LINDOMERCIA GLEIDE SIQUEIRA
SIMONE MARIA XAVIER FERREIRA
LEONARDO JOSÉ MASCENA GALDINO
JOSÉ CARLOS PEREIRA DE ARAÚJO
SILVANO DA SILVA MARIANO
JOSIVAN VERAS LIBERAL

“A Lava Jato descobriu que uma empresa do atual ministro da Economia, Paulo Guedes, fez pagamento a um escritório de fachada, suspeito de lavar dinheiro para esquema de distribuição de propinas a agentes públicos no governo do Paraná”, revela o jornalista Fábio Fabrini, em reportagem publicada na Folha de S. Paulo. “A força-tarefa da operação em Curitiba apresentou denúncia sobre o caso em abril de 2018 e não incluiu no rol de acusados Guedes ou outros representantes de sua empresa. Na época, o agora ministro integrava a pré-campanha de Jair Bolsonaro (PSL) à Presidência da República”, prossegue ainda o jornalista.

É mais uma prova do viés político da operação, que prendeu o ex-presidente Lula sem provas há exatos 500 dias, para que ele fosse impedido de disputar a presidência da República e vencer as eleições, como indicavam todas as pesquisas. Com a exclusão artificial de Lula do processo político, Jair Bolsonaro pôde assumir o poder e implantar um programa de extrema-direita no Brasil.

“Os responsáveis por outras duas companhias que destinaram recursos ao escritório suspeito foram presos, denunciados e viraram réus de ação penal aberta pelo então juiz Sergio Moro”, diz Fábio Fabrini. Guedes não foi incomodado. Questionado pela reportagem, ele não conseguiu justificar o repasse.

O repasse de R$ 560,8 mil foi feito em 2007 pela GPG Consultoria, de Guedes, à Power Marketing Assessoria e Planejamento, operada por um assessor do ex-governador Beto Richa (PSDB-PR). (247)

Alemanha, Noruega…. Brasil Perdeu 133 milhões da Noruega  e 155 milhões  da Alemanha  referente o fundo Amazônia

 

Paraíba:

“Não aceito essa intervenção no PSB”, dispara João Azevêdo
João Azevêdo_crise_PSB

“Não aceito essa intervenção. Não aceito o presidente dissolver o diretório e depois ligar para mim para uma conversa”. A declaração foi dada nesta segunda-feira (19) pelo governador João Azevêdo (PSB) ao falar, pela primeira vez, publicamente, sobre a decisão da executiva nacional em intervir no diretório estadual na Paraíba.

João avisou ainda que não participará da reunião convocada pelo presidente nacional, Carlos Siqueira, prevista para amanhã, terça-feira (20) por conta de compromissos pré-agendados, mas deixou nas mãos da executiva seu futuro no partido.

Azevêdo ainda revelou que desconhece os reais motivos dessa crise e o que pode estar havendo é mera disputa sem necessidade. Mas adiantou que tomará providências caso haja boicotes.

Diante da movimentação, João, inclusive, já recebeu convites para embarcar em outras legendas e abandonar a sigla que o elegeu. Ele, no entanto, descartou essa tese, pelo menos por enquanto. “Não está nos meus planos”, arrematou.

As declarações foram dadas à imprensa nesta manhã durante evento na Capital. O Blog do Bruno Lira filmou o momento da declaração.

PB Agora

Há vagas disponíveis para os níveis fundamental, médio e superior

A Prefeitura de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, abriu uma seleção simplificada para preencher 670 vagas nos níveis fundamental (204), médio (300) e superior (166) na Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos. Entre as vagas há oportunidades para pessoas com deficiência.

De acordo com o gerente de projetos e seleções da prefeitura, David Cordeiro, é necessário observar que há um edital diferente para cada nível de escolaridade. Para os cargos fundamental, por exemplo, a seleção consiste apenas em análise curricular.

Já os interessados em concorrer aos cargos de níveis médio e superior precisam fazer prova online, prova escrita e análise de títulos. “Temos vagas para todos os tipos de interessados”, afirmou. As inscrições podem ser feitas até o dia 26 de agosto, através do site www.selecoes.caruaru.pe.gov.br.

Confira as vagas:

Nível fundamental

Cozinheiro (a)/merendeiro (a): 15 vagas/ 2 vagas para pessoa com deficiência (PDC)
Auxiliar de cozinha: 15 vagas/ 1 vaga PCD
Auxiliar de serviços gerais: 52 vagas/ 3 vagas PCD
Lavadeiro: 11 vagas/ 1 vaga PCD
Porteiro: 50 vagas/ 3 vagas PCD
Pedreiro: 3 vagas/ 1 vaga PCD
Auxiliar de padaria: 3 vagas
Padeiro: 1 vaga/ 1 vaga PCD
Motorista: 39 vagas/ 3 vagas PCD

Nível médio

Agente social: 19 vagas/ 2 vagas PCD
Assistente de recursos humanos: 1 vaga
Auxiliar administrativo: 57 vagas/ 4 vagas PCD
Coordenação centros de convivência e fortalecimento de vínculos: 8 vagas/ 1 vaga PCD
Coordenação almoxarifado: 1 vaga
Coordenação lavanderia: 1 vaga
Coordenação logística/compras: 1 vaga/ 1 vaga PCD
Coordenação centros de qualificação profissional: 1 vaga/ 1 vaga PCD
Coordenação habitação social: 2 vagas/ 1 vaga PCD
Cuidador social: 95 vagas/ 6 vagas PCD
Educador social: 44 vagas/ 3 vagas PCD
Entrevistador cadastro único: 38 vagas/ 2 vagas PCD
Responsável técnico residenciais: 3 vagas/ 1 vaga PCD
Técnico de apoio social em habitação: 3 vagas/ 1 vaga PCD
Técnico em manutenção de informática: 2 vagas/ 1 vaga PCD

Nível superior

Técnico do Acessuas trabalho: 1 vaga
Assistente jurídico: 4 vagas/ 1 vaga PCD
Assistente social: 63 vagas/ 5 vagas PCD
Designer gráfico: 1 vaga
Educador físico – dança: 1 vaga
Educador físico – esportes coletivos: 2 vagas
Educador físico – lutas: 1 vaga
Educador físico – atividades aquáticas: 1 vaga
Educador físico – paradesporto: 1 vaga
Gastrólogo: 1 vaga
Informático (a): 1 vaga/ 1 vaga PCD
Nutricionista: 1 vaga
Pedagogo: 6 vagas/ 1 vaga PCD
Psicólogo (a): 43 vagas/ 3 vagas PCD
Coordenação cadastro único: 1 vaga
Coordenação Acessuas: 1 vaga
Coordenação benefícios eventuas: 1 vaga
Coordenação proteção social especial alta complexidade: 6 vagas
Coordenação proteção social especial média complexidade: 4 vagas
Coordenação de recursos humanos: 2 vagas
Coordenação gestão do trabalho: 1 vaga
Coordenação vigilância socioassistencial: 1 vaga
Coordenação centro de referência de assistência social: 9 vagas/ 1 vaga PCD
Coordenação de esportes rurais: 1 vaga

O jornalista Reinaldo Azevedo criticou a Lava Jato após as novas revelações do Intercept Brasil apontarem que membros da operação acessavam dados sigilosos da Receita Federal sem autorização judicial. Segundo o colunista do Uol, “a Lava Jato tem de ser oficializada como Estado policial. Fará o que bem entender com os dados sigilosos de qualquer brasileiro, a depender de suas conveniências”.

“A Lava Jato e seus defensores querem naturalizar o procedimento. Que fique claro se ainda não ficou: Roberto Leonel, braço de Sergio Moro que ainda comanda o Coaf, acessava, quando na Receita, a pedido da Lava Jato, dados sigilosos da vida fiscal de investigados e potenciais investigados sem autorização judicial. Trata-se, obviamente, de uma ilegalidade”, escreveu Azevedo em seu blog.

O jornalista critica o procurador Deltan Dallagnol. “É impressionante a vocação deste rapaz para a burla intelectual. O que a reportagem de Folha e The Intercepet Brasil evidencia é que os acessos se davam ao arrepio da lei, sem a formalidade expressa nos três casos por ele citados”, diz.

“Ora, a reportagem não denuncia que Dallagnol e Roberto Leonel cumpriram os rigores da lei. Ela só existe porque os diálogos indicam que não cumpriram. É espantoso que insista numa explicação que responde àquilo que não está em questão”, acrescenta. (247)

 

 

Compesa empossa primeira mulher para presidência do órgão

A indicação do nome da engenheira, Manuela Marinho é do governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB)

A primeira mulher a assumir a presidência da Compesa, em 48 anos de existência da companhia, inicia nova fase da gestão da empresa. A troca ocorreu nesta segunda-feira (19) na sede no bairro de Santo Amaro no Recife. Durante a cerimônia foram anunciados investimentos, com apoio de agentes credores, de um bilhão de reais para serem gastos em 2019.

A indicação do nome da engenheira, Manuela Marinho é do governador de pernambuco, Paulo Câmara (PSB). Segundo nota divulgada pela assessoria do Palácio do Campo das Princesas, a nova presidente chega no desafio de consolidar o abastecimento de água e esgotamento sanitário em Pernambuco.

 

Politicamente incorreto

Zeca Dirceu: “Bolsonaro lança programa Mais Mortes nas Rodovias”

Em sua cinta do twitter, o deputado federal Zeca Dirceu, PT, não perdeu a oportunidade de criticar medidas do presidente Jair Bolsonaro que mandou retirar radares móveis das rodovias. Para o deputado, o presidente se equivoca ao alegar a retirada dos equipamentos atribuindo a uma indústria de multas. Confira:

“Bolsonaro lança programa MAIS MORTES NAS RODOVIAS. A indústria da multa está concentrada nos radares que medem de 20 a 60km/h, mas o presidente insano retirou todos radares móveis, inclusive os que mediam altas velocidades de 100 a 102km/h. Critério Zero, radicalismo criminoso.”.

Bolsonaro antecipa que irá fazer alterações em trechos do projeto de abuso de autoridade

 Jair Bolsonaro já definiu que vai vetar alguns trechos do projeto que trata do abuso de autoridade, mas ainda não antecipa quais pontos serão modificados.

A informação foi confirmada nesta segunda-feira pelo porta-voz do Planalto, Otávio do Rego Barros.

Ontem, Bolsonaro se reuniu com o ministro da Justiça para tratar do assunto – Sergio Moro defende o veto de 9 artigos da proposta.

Segundo ele, as punições previstas na lei podem gerar insegurança para o trabalho de policiais, promotores e juízes.

Um dos itens que deverão sofrer mudanças prevê uma punição para agentes que algemarem presos sem necessidade.

Também há pressão para que o presidente vete a detenção de juízes que decretarem prisão preventiva sem amparo legal, além da punição por investigações sem indício de crime.

Tradicional comércio de Afogados depois de 60 anos ‘O Borbão’ fechará as portas em Afogados da Ingazeira

Resultado de imagem para o borbao afogados da ingazeira

Com quase 60 anos servindo a região do Pajeú, o grupo ‘O Borbão’ de Aniceto Elias de Brito fechará as portas até o final deste ano de 2019. A alegação é de que a crise que se instalou no Brasil, também atingiu o estabelecimento.

Correspondências foram enviadas às escolas informando sobre a decisão tomada e, que, a partir de 1 de setembro, somente compras à vista ou no cartão serão realizadas, onde passará a entrar no processo de balanço. Via Afogado Oline

 Prefeito Djalma é o novo presidente do PSB em Solidão 

Prefeito de Solidão Djalma Alves,  assume a presidência  (PSB),  que antes tinha como presidente  o esposo da ex-prefeita Cida Oliveirra, após o rompimento com sua ex-aliada, ele vai para reeleição provavelmente contra a ex-prefeita Cida que chegou a cogitar que conta com apoio de vereadores inclusive da situação sem revelar nomes. 

Prefeito disse que atendeu convite do Deputado Federal Ricardo Teobaldo.  

Pesquisa realizada pelo Instituto Locomotiva revela a existência no Brasil de 45 milhões de desbancarizados, ou seja, brasileiros que não movimentam a conta bancária há mais de seis meses ou que optaram por não ter conta em banco. Isso significa que de cada três brasileiros, um não possui conta bancária. De acordo com a sondagem, esse grupo movimenta anualmente no país mais de R$ 800 bilhões.

Na avaliação do presidente do Instituto Locomotiva, Renato Meirelles, a conclusão evidente do levantamento é que o Brasil sairia mais rápido da crise econômica se a bancarização crescesse. “É muito ruim para a economia brasileira. Ficou definido na pesquisa que os bancos que operam no país ainda não falam com uma parcela significativa da população e que muitas dessas pessoas que não têm conta em banco são empreendedores, entre os quais ambulantes e trabalhadores autônomos, que precisariam estar mais inseridos na economia formal.

Meirelles explicou que como essas pessoas não têm acesso ao crédito, precisam esperar até três anos para juntar dinheiro suficiente para comprar uma geladeira, um aparelho celular ou trocar de televisão, por exemplo. Se tivessem acesso ao crédito, poderiam parcelar essas compras de modo a ter hoje esse bem. Segundo ele, isso faz a economia girar. Com essa parcela gigantesca de desbancarizados, Meirelles estimou que a economia brasileira vai demorar ainda um tempo para reaquecer.

Mulheres

Realizada em maio deste ano com 2.150 brasileiros de 16 anos ou mais em 71 cidades do país, a pesquisa mostra que os desbancarizados representam 29% da população adulta do Brasil. Seis em cada dez desbancarizados são mulheres, isto é, a parcela feminina representa 59% do total, contra 41% de homens.

Sete em cada dez, ou 69% do total consultado, são negros ou pardos, contra 29% de brancos e 2% de amarelos e indígenas. “São, em grande parte, da população mais pobre, mais mulheres, com uma parcela maior de negros também”, disse Meirelles. Segundo analisou, os bancos tal como atuam hoje não respondem à demanda da maioria dessas pessoas, para as quais o dinheiro vivo, em espécie, é mais importante.

Classes econômicas

Oitenta e seis por cento dos desbancarizados estão concentrados nas classes econômicas C, D e E, que é a parcela da população menos conectada e com maior informalidade de trabalho. Desses, 49% estão na classe média (C). Dos 45 milhões de desbancarizados, 58% têm apenas o ensino fundamental ou não têm instrução; 31% disseram ter recebido algum empréstimo e 45% informaram ter recorrido a familiares e 25% a amigos. Somente 24% recorreram a bancos ou financeiras para obter um financiamento ou empréstimo.

Sessenta e nove por cento dos desbancarizados compram fiado, isto é, deixam para pagar suas compras no final do mês e 51% confessaram já ter usado o cartão de crédito emprestado de outra pessoa. Conforme explicou Renato Meirelles, a preferência por comprar no pequeno varejo é devido ao maior desconto que essas pessoas conseguem. Muitos são ex-bancarizados que não tiveram boas experiências como clientes de bancos e não acham que o dinheiro deles está bem guardado em bancos. A respeito da movimentação financeira dessa parcela dos brasileiros, que alcança R$ 817 bilhões de reais, Meirelles brincou que “é muito dinheiro para estar debaixo do colchão”.

Dinheiro vivo

Em geral, essas pessoas são de baixa renda e realizam trabalhos esporádicos, pelos quais preferem receber em dinheiro vivo. Do total de desbancarizados, 62% moram no interior, sendo que quase quatro em cada dez moram no Nordeste (39%). Meirelles explicou que embora o Sudeste seja a maior região do país em nível populacional, não reúne a maior parcela da população desbancarizada. “Quanto mais no interior e mais no Nordeste, maior é a presença da caderneta de fiado, ou caderneta de crédito que teve origem no varejo”.

Metade (50%) dos desbancarizados está na faixa de 16 a 34 anos, com idade média de 37 anos. Doze por cento, apesar de não terem conta em banco, têm cartão de crédito, às vezes mais de um, enquanto 75% evitam ao máximo recorrer a bancos. A falta de dinheiro é o motivo apontado por 31% dessa fatia da população brasileira para não ter conta em banco e 29% preferem usar dinheiro em espécie; 49% não confiam nos bancos.

Renato Meirelles foi fundador e presidente do Data Favela e do Data Popular, onde conduziu diversos estudos sobre o comportamento do consumidor emergente brasileiro, atendendo às maiores empresas do Brasil. Em 2012, Renato fez parte da comissão que estudou a Nova Classe Média Brasileira, na Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República.

Agência Brasil

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira através do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher promove nesta terça-feira (20), a partir das 8h, a 3ª Conferência Municipal de políticas para as mulheres, no auditório do Colégio Normal Ione Góes. 

A Conferência terá como tema este ano “Mulher e Democracia: uma agenda de luta por direitos iguais”, com enfoque em diversos eixos temáticos, a exemplo da descentralização e interiorização da política, o financiamento, enfrentamento da violência, participação nos espaços de poder, autonomia econômica, dentre outros itens.

Segundo Risolene Lima, coordenadora Municipal de Políticas para as Mulheres, o objetivo é discutir e elaborar propostas de políticas públicas direcionadas às mulheres, contemplando a construção da igualdade de gênero e buscando fortalecer a autonomia das mulheres. 

Manuela foi a primeira mulher a assumir a Compesa em 48 anos de existência da companhia / Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

Ao tomar posse da presidência da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) nesta segunda-feira (19), a engenheira civil Manuela Marinho apresentou propostas para a sua gestão. Entre as pautas, estão as obras da Adutora do Agreste, que segundo ela, a perspectiva para a conclusão da primeira parte está marcada para o final desse ano. 

“A perspectiva está para o final desse ano, onde a gente espera contemplar 23 cidades e estamos medindo esforços junto ao governo federal para captar recursos para iniciar a segunda fase da adutora do Agreste, que irá beneficiar mais 43 municípios, fazendo 68 no total”, explicou a nova presidente. 

No evento, também foi anunciado um investimento de R$ 1 bilhão, que serão gastos para a realização de novas obras em 2019. “A grande parte veio da casa, a própria Compesa fez o investimento do seu lucro líquido. Também tem recursos dos programas PSH, PSA, que são programas de convênios com o Banco Mundial e do próprio governo federal. Eles estão fazendo um repasse grande para a adutora”, acrescentou. 

Antes, Manuela Marinho chefiava a área de Transportes da Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos. De acordo com o Estado, a engenheira civil Manuela Marinho assume com a missão de ampliar e consolidar o abastecimento de água e esgotamento sanitário no Estado.

Recursos federais

Questionada sobre a importância dos repasses dos recursos federais para as obras no Estado, a presidente fez questão de ressaltar a importância dos investimentos próprios.

“Vou me debruçar ainda nos números, mas há obras que possuem apenas recursos próprios. Claro, que obras como a Adutora do Agreste, que mexe na casa de bilhão, elas são financiadas pelo governo federal, mas a Compesa têm investido com recursos próprios”, disse.

Para obter os dados, os procuradores contaram com a cooperação do auditor fiscal Roberto Leonel, que chefiou a área de inteligência da Receita em Curitiba até 2018 e assumiu a presidência do Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) no governo Jair Bolsonaro (PSL). Conforme as mensagens examinadas, a força-tarefa estabeleceu com Leonel uma relação de trabalho tão próxima que recorreu a ele até para verificar hipóteses dos investigadores, sem que houvesse elementos objetivos para justificar o acesso a dados do Fisco. 

No início de 2016, os procuradores usaram esse expediente com frequência durante as investigações sobre as reformas executadas por empreiteiras no sítio de Atibaia (SP) frequentado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), caso que levou à sua segunda condenação na Justiça. De janeiro a março daquele ano, a força-tarefa pediu a Leonel que levantasse informações sobre uma nora de Lula, o caseiro do sítio, o patrimônio dos seus antigos donos e compras que a mulher do líder petista, Marisa Letícia, teria feito nessa época.

Em 15 de fevereiro, o procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa, sugeriu aos colegas num grupo de mensagens do Telegram que pesquisassem as declarações anuais de Imposto de Renda do caseiro Elcio Pereira Vieira, conhecido como Maradona. “Vcs checaram o IR de Maradona? Não me surpreenderia se ele fosse funcionário fantasma de algum órgão público (comissionado)”, disse. “Pede pro Roberto Leonel dar uma olhada informal.”

O então juiz Sergio Moro, responsável pelas ações da Lava Jato no Paraná, autorizou a quebra do sigilo fiscal do caseiro uma semana depois. No processo que trata do sítio, não há nenhuma informação do Fisco sobre ele nem sinal de que a hipótese de Deltan tenha sido checada. As mensagens não permitem saber se Leonel atendeu aos pedidos – mas sugerem que o auditor era o primeiro a ser consultado sempre que a força-tarefa recebia dicas ou não tinha informações suficientes para pedir a quebra de sigilo à Justiça.

Em agosto de 2015, quando surgiram notícias de que um sobrinho de Lula fizera negócios em Angola com ajuda da Odebrecht, a primeira ideia do procurador Roberson Pozzobon foi chamar Leonel. “Quero pedir via Leonel para não dar muito na cara, tipo pescador de pesque e pague rsrsrs”, disse numa mensagem a Deltan. 

Em setembro de 2016, o procurador Athayde Ribeiro Costa informou aos colegas que pedira a Leonel para averiguar se os seguranças de Lula tinham adquirido uma geladeira e um fogão em 2014 para equipar o tríplex que a empreiteira OAS reformou para o líder petista em Guarujá (SP). O procurador enviou ao auditor da Receita nomes de oito seguranças que trabalhavam para Lula e duas lojas. Não se sabe se a verificação foi feita, mas no processo que tratou do tríplex, que levou à primeira condenação de Lula, ficou provado que a OAS comprara os eletrodomésticos, não ele. 

A legislação brasileira permite que o Ministério Público peça informações à Receita durante investigações, mas é necessário que seus requerimentos sejam formais e fundamentados. Em casos de pedidos muito abrangentes, afirmam, é preciso obter autorização da Justiça. 

Auditores da Receita têm o dever de comunicar indícios de crimes que encontrem ao fiscalizar contribuintes, mas existem limites para o compartilhamento dos dados, como dois ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) indicaram recentemente. Em julho, o presidente do STF, Dias Toffoli, suspendeu investigações baseadas em informações do Coaf, incluindo a que tem como alvo o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), filho do presidente. Para Toffoli, órgãos como o Coaf e a Receita só podem compartilhar sem aval da Justiça dados genéricos, sem detalhes sobre movimentações financeiras.

No início deste mês, o ministro Alexandre de Moraes suspendeu investigações conduzidas pela Receita sobre 133 contribuintes, incluindo as mulheres dos ministros Dias Toffoli e Gilmar Mendes. Para Moraes, a Receita selecionou seus alvos sem ter motivo razoável para investigá-los.

Roberto Leonel criticou a decisão de Toffoli publicamente, o que levou Bolsonaro a determinar sua substituição no Coaf. O governo decidiu transferir o órgão para o Banco Central. Levado para Brasília pelo ministro da Justiça, Sergio Moro, que conheceu como juiz, Leonel deverá sair após a mudança do Coaf para o ao BC.

Repasse de dados

As mensagens obtidas pelo Intercept mostram que, em pelo menos um caso, o auditor repassou à força-tarefa da Lava Jato informações sobre pessoas que nem sequer eram investigadas em Curitiba. Em maio de 2017, Leonel informou a Deltan que fizera uma representação contra os pais do ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (MDB-PR) e preparava outra contra sua ex-mulher, que acabara de declarar uma conta na Suíça.

Aliado do então presidente Michel Temer (MDB), Loures fora afastado do exercício do mandato pelo Supremo poucos dias antes, após ser flagrado carregando uma mala de dinheiro recebida de um executivo da JBS, em ação policial executada após a delação dos donos da empresa. Loures era investigado pela Procuradoria-Geral da República, num caso fora da alçada de Curitiba. 

Mesmo assim, Leonel procurou Deltan após ser questionado por seu superior, o chefe da Coordenadoria de Pesquisa e Investigação (Copei), Gerson Schaan, sobre a representação. “Ele quis saber pq fiz etc e se tinha passado está inf a vcs”, disse Leonel, no dia 24 de maio. “Disse q NUNCA passei pois não tem origem ilícita suspeita !!! Por favor delete este assunto por enquanto”. Deltan quis saber de Leonel por que a Receita suspeitava que ele poderia ter repassado à força-tarefa a informação sobre os pais de Loures. O auditor fiscal deixou a pergunta sem resposta, mas contou que iria protocolar nova representação. 

“Confidencial”, escreveu. “A ex cônjuge do dep fed Rodrigo entregou dirpf retificadora incluindo conta no banco pictet suica Não menciona na dirpf se fez ou não dercat. Mas aproveitou o embalo e inseriu saldo de 1 milhão em cc na suica aem lastro”. As mensagens são reproduzidas com a grafia encontrada nos arquivos obtidos pelo Intercept, incluindo erros de português e abreviaturas.

Segundo Leonel, a ex-mulher de Loures retificara sua declaração anual de Imposto de Renda para informar uma conta na Suíça com saldo de US$ 1 milhão. Ela parecia ter aderido ao programa lançado no ano anterior para regularização de ativos mantidos no exterior, mas ele não tinha certeza.

O auditor perguntou a Deltan se tinha informações sobre o Pictet e quis saber onde as investigações sobre Loures seriam conduzidas. Deltan respondeu que o caso estava em Brasília e prometeu a Leonel o contato de uma colega. Algumas semanas depois, o chefe da força-tarefa discutiu com o auditor a possibilidade de ter acesso amplo à lista de contribuintes que haviam aderido ao programa de regularização de ativos, que é mantida sob sigilo pela Receita Federal.

O Ministério Público e os auditores fiscais criticaram o programa publicamente na época porque temiam que corruptos e outros criminosos o usassem para legalizar dinheiro de origem ilícita sem que fossem descobertos. O programa proibia que ativos de origem ilegal fossem regularizados, mas não exigia comprovação de origem lícita na adesão dos contribuintes. 

A lei permitia a repatriação dos recursos após sua declaração e o pagamento de impostos e multa. Nada impede que a Receita analise esses dados e comunique indícios de crime, mas normas internas adotadas pela Receita restringiram o acesso às informações, para dar segurança aos contribuintes interessados no programa. 

Deltan chegou a tratar do assunto em junho de 2017 com o então secretário da Receita Federal, Jorge Rachid, e o chefe de Leonel, Gerson Schaan, numa reunião da qual participaram outros integrantes da força-tarefa, e que depois Deltan relatou ao auditor. “Bati de frente com ele, inclusive dizendo na frente de todos que ele tinha que ser o primeiro a defender as mudanças do sistema para que deixe de ser um canal de lavagem”, disse o procurador, referindo-se a Schaan, que ocupa o cargo até hoje.

Deltan pediu à Receita o cruzamento dos dados dos contribuintes que aderiram ao programa com os de investigados pela Lava Jato, o compartilhamento das informações com o Coaf e a exigência de comprovação da origem dos recursos declarados. O procurador disse que a Receita ficou de estudar os pedidos. Em sua resposta, Leonel mostrou-se decepcionado. “Acho q não vão fazer Ou se fizerem pouco abrirão ou pouco controlarão”, escreveu.

Um mês depois desse diálogo, os dois continuavam insatisfeitos com a falta de acesso às informações do programa, e Deltan consultou Leonel sobre a possibilidade de buscá-las nos computadores da Receita sem que a cúpula do órgão fosse alertada. “Se eu pedir para consultar todos os nomes, Vc não tem como assegurar que o Paulo não vá ter acesso?”, escreveu Deltan. “Vc pode dizer que recebeu a demanda, e posso fazer expressamente, exigindo garantia de que não sairá do ESPEI. E negocia com o Paulo, não?”

Paulo é o chefe da Coordenadoria de Programas e Estudos (Copes) da área de fiscalização, Paulo Cirilo dos Santos Mendes, até hoje no cargo. Ele é um dos responsáveis pelo controle do acesso aos dados do programa de repatriação. Leonel explicou a Deltan que tinha como saber a identidade dos contribuintes que haviam aderido ao programa, mas não os valores e outros detalhes, e disse que era impossível consultar as informações sem deixar rastros nos sistemas usados pelos auditores.

“Eh uma situação difícil q estou para te responder”, disse Leonel. “Não tenho como garantir q a copes não vá ter acesso.” O auditor sugeriu que uma opção seria obter uma lista completa fora dos sistemas, mas não via como conseguir algo assim: “Só por um milagre eles me passarao a listagem”.

Deltan decidiu então restringir seu pedido de acesso às informações da Receita. “Acho que o melhor é pedir a consulta excluindo os mais sensíveis mesmo”, escreveu. “Envie ofício com eventual exclusão dos mais sensíveis e ainda sob sigilo e dai veremos como proceder”, disse Leonel.

As mensagens sugerem que a força-tarefa queria acesso amplo às informações do programa de repatriação, mas, ao mesmo tempo, pretendia evitar que a Receita Federal soubesse de todos os alvos da Lava Jato, e por isso optou pela consulta restrita. O Fisco identificou mais de duas centenas de contribuintes que podem ter aderido ao programa com o objetivo de legalizar recursos de origem criminosa. Segundo um relatório publicado pela Subsecretaria de Fiscalização da Receita, 50 foram selecionados para explicar a origem dos recursos neste ano.

Outro lado

A força-tarefa da Lava Jato em Curitiba e a Receita Federal afirmaram que a troca de informações entre elas durante investigações é permitida pela legislação e ocorre dentro de limites que respeitam a proteção garantida ao sigilo fiscal dos contribuintes. Mas, ao serem informadas sobre o conteúdo das mensagens examinadas pela Folha e pelo Intercept, a força-tarefa e a Receita não quiseram se manifestar sobre o caráter informal que marca os diversos pedidos de informação feitos pela Lava Jato ao Fisco. 

O Manual do Sigilo Fiscal da Receita, por exemplo, diz que o órgão deve fornecer informações sigilosas aos procuradores sempre que houver requisição feita diretamente. Mas deixa claro também que o acesso amplo e indiscriminado a seus bancos de dados não é permitido. 

A Receita Federal afirmou que o Ministério Público Federal “tem o poder de requisitar informações protegidas por sigilo fiscal”, mas ponderou que é preciso respeitar as regras previstas no Código Tributário Nacional, que exige procedimentos formais para troca de informações. “Todos os servidores da Receita Federal estão sujeitos ao sigilo fiscal e respondem administrativa, cível e criminalmente em caso de vazamento doloso.”

A assessoria de imprensa do Ministério da Fazenda afirmou que o presidente do Coaf, Roberto Leonel, não quis se manifestar sobre as mensagens analisadas pela Folha e pelo Intercept.

Com informações da Folha e do Intercept

Foto: reprodução

Presidente da EMBRATUR, empresário versátil, ‘amigão’, máquina de trabalhar e até sanfoneiro. Estas são algumas das formas de apresentar o personagem que em 2022 poderá surgir no cenário de Pernambuco para enfrentar o candidato apresentado por Paulo Câmara para concorrer à sua sucessão. O homem de confiança de Bolsonaro em Pernambuco e um dos interlocutores mais presentes no Palácio do Planalto é pernambucano, de direita, e de um tipo contagiante.

Gilson Machado vem sendo a peça chave para destravar o setor de turismo no Brasil, o que por tabela melhora o ambiente da economia e responde rápido com a geração de empregos.

 Gilson Machado Neto. Ele poderá ser o candidato de Bolsonaro em Pernambuco.

Por meio de nota, a Frente Brasil Popular do Paraná convoca suas organizações (partidos, movimentos populares e sindicais) e a sociedade em geral para se somar às lutas em torno da bandeira Lula Livre, na data quando o ex-presidente completa 500 dias de prisão considerada política, no dia 20 de agosto (terça).

Ao lado de agenda nacional, no Paraná, haverá um ato político e cultural com concentração às 17h na Vigília Lula Livre (Rua Sandália Monzon, 184, no bairro Santa Cândida).

A nota também valoriza as ações que têm sido organizadas fora da vigília, cado de panfletaços, faixaços, atos de protesto na frente da sede do Ministério Público Federal, e que devem se repetir ao longo do dia. “convoca os comitês de Curitiba e região a fazer ações, panfletaços, faixaços, diálogos com a população, por toda a cidade, em denúncia aos 500 dias de uma prisão política”.

Leia a íntegra da nota:

NOTA DA FRENTE BRASIL POPULAR PARANÁ

500 dias. Um número que machuca e ofende. Mas que chama para a resistência. 500 são os cinco séculos que o país passou sob o domínio da elite nacional. Como nos ensinou o sociólogo Florestan Fernandes, essa elite é antinacional, antipopular, escravista, racista e patrimonialista. Nunca aceitou as medidas econômicas e sociais em favor da população pobre. E por isso querem manter Lula preso a todo custo.

Mas, dos faixaços às manifestações de apoio. Das ações dos Comitês Lula Livre às panfletagens de conscientização da população. Das denúncias da “Vaza Jato” às visitas de líderes e escritores internacionais que Lula recebe em sua prisão injusta: A sociedade civil reage e a prisão torna-se a cada dia mais absurda.

No dia 20 de agosto (terça), a Frente Brasil Popular do Paraná, de acordo com jornada de lutas nacional, convoca os comitês de Curitiba e região a fazer ações, panfletaços, faixaços, diálogos com a população, por toda a cidade, em denúncia aos 500 dias de uma prisão política.

Este dia não é de comemoração, mas de resistência e denúncia. Ao final da tarde, com concentração às 17h, as organizações que integram a Frente Brasil Popular, e todas as demais que se somam à luta por Lula Livre, estão convidadas para o ato político na Vigília Lula Livre, coração da resistência, para reafirmar nosso compromisso com a resistência, com o apoio a Lula onde ele estiver, e com a democracia.

Chamamos toda população a lutar por democracia, empr go, educação, saúde, a se somar à luta por um Brasil livre e com justiça social!

#Lulalivre

#Lulainocente

#Democracia

 

Rinha de galos faz quatro pessoas irem parar na Delegacia de Araripina

No momento da chegada do policiamento, foram encontrados 10 galos todos pertencentes aos envolvidos e todos com ferimentos

Por Roberto Gonçalves / Foto: Ilustração

Quatro homens foram parar na Delegacia de Araripina, no Sertão de Pernambuco, acusado de maus tratos a animais. De acordo com a 9ª CIPM, na manhã deste domingo (19), uma guarnição foi acionada pela central de operações para averiguar uma possível situação de maus tratos.

Ainda segundo a PM, chegando ao endereço citado (Sítio Varão, Próximo a caixa d’água, zona rural do município), foi constatado o fato, onde estava acontecendo uma rinha de galos.

No momento da chegada do policiamento, foram encontrados 10 galos todos pertencentes aos envolvidos e todos com ferimentos. Os suspeitos confessaram realizar as rinhas de galo com frequência.

Diante dos fatos todos os envolvidos e animais foram conduzidos para DPC de Araripina-PE. Os animais foram recolhidos pela patrulha ambiental.

 

 

Policia realiza operações em cidades de PE e ex-prefeita é presa

Investigações apontaram irregularidades em contratos firmados pelas prefeituras de Amaraji e Gameleira, na gestão passada. Prejuízo estimado ultrapassa R$1 milhão.

Investigações apontaram irregularidades em contratos firmados pelas prefeituras de Amaraji e Gameleira, na gestão passada. Prejuízo estimado ultrapassa R$1 milhão.

CBN Recife / Foto: Marina Meireles/G1 PE

As cidades de Gameleira e Amaraji, na Zona da Mata Sul de Pernambuco, estiveram no epicentro de duas operações contra fraudes em licitações defagrada pelo Departamento de Repressão à corrupção da Polícia Civil, o DRACO. Ao todo foram cumpridos nove mandados de prisão, um deles contra a ex-prefeita de Gameleira, Yeda Augusta.

Ex-servidores das duas prefeituras também foram presos. Além das irregularidades em processos licitatórios, o grupo é investigado pelos crimes de organização criminosa, lavagem de dinheiro e peculato, que é o desvio de dinheiro público. Ainda foram cumpridos outros 20 mandados de busca e apreensão nos dois municípios.

De acordo com a polícia, as fraudes contratuais eram realizadas por uma empresa investigada nas duas operações. Advogados ligados ao empreendimento também foram presos. O prejuízo estimado aos cofres públicos pode ultrapassar R$1 milhão.

 

A partir desta segunda-feira (19),  inicia-se o calendário de disponibilização dos recursos Programa de Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep). Neste primeiro dia, os cotistas que possuem contas na Caixa Econômica Federal e no Banco do Brasil terão dinheiro depositado em conta corrente ou em poupança. Os demais cotistas poderão fazer os resgates conforme calendário divulgado pela Caixa e Banco do Brasil.

Essa liberação das cotas do PIS/Pasep foi feita por meio da Medida Provisória 889/2019, anunciada pelo governo no início do mês. Pela MP, também houve liberação de saques do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A liberação das cotas é diferente do pagamento anual do abono salarial. Esse pagamento do calendário 2019/2020 começou no final de julho.

No caso das cotas do PIS/Pasep, os recursos ficarão disponíveis para todos os cotistas, sem limite de idade. Diferentemente dos saques anteriores, agora não há prazo final para a retirada do dinheiro, lembrou o Ministério da Economia.

Segundo o ministério, as novas regras previstas pela MP facilitam ainda o saque para herdeiros, que passarão a ter acesso simplificado aos recursos, sendo necessário apresentar declaração de consenso entre as partes e a declaração de que não há outros herdeiros conhecidos.

Têm direito ao saque todos os cotistas da iniciativa privada cadastrados no PIS e servidores públicos cadastrados no Pasep até 4 de outubro de 1988.

O PIS e Pasep constituem um fundo único, cujo saldo pode ser sacado pelo trabalhador cadastrado entre 1971 e 4 de outubro de 1988 e que ainda não tenha retirado o valor total das cotas na conta individual de participação.

PIS beneficia 10,4 milhões

Serão disponibilizados para saque R$ 18,3 bilhões, referentes a 10,4 milhões de trabalhadores que possuem cotas do PIS. Para os cotistas que possuem conta corrente ou poupança na Caixa, os créditos serão realizados de forma automática.

O cotista que não é correntista da Caixa e tem idade a partir de 60 anos poderá realizar o saque das cotas do PIS a partir do dia 26 de agosto. Já os cotistas com até 59 anos e que não possuem conta no banco podem receber o benefício a partir do dia 2 de setembro

Notificações de arboviroses aumentam 143% em Pernambuco

JC Online

Pernambuco também registrou aumento das notificações de casos de arboviroses – dengue, zika e chicungunha. São 143,14% a mais, de janeiro a agosto de 2019, em relação ao mesmo período do ano passado.

Composta por 10 cidades, todas no Sertão do Estado, a XI Gerência Regional de Saúde (Geres) foi a área que apresentou maior crescimento no número de notificações, um aumento de 1.914%. No Recife, os casos suspeitos cresceram 37,4%.

Os dados compreendem o período de 30 de dezembro de 2018 a 3 de agosto de 2019 e mostram uma crescente nas notificações. As Geres que mais alavancaram as estatísticas são as formadas majoritariamente por municípios do Sertão.

De acordo com a gerente do Programa Estadual de Controle das Arboviroses da Secretaria Estadual de Saúde (SES), Claudenice Pontes, a incidência na região está relacionada a surtos anteriores das arboviroses. “As áreas que não tiveram transmissão nos antes são as que mais estão notificando casos. Como na Região Metropolitana, por exemplo, já houve surto, as pessoas estão mais imunizadas”, explica.

A mesma lógica se repete quando analisada a faixa etária. Segundo Claudenice, pessoas de até 19 anos estão mais vulneráveis às arboviroses por não terem tido contato anterior com os vírus.

  O Governador Paulo Câmara rebate vereadores ingratos em Serra talhada

Foto: Maxciel Rodrigues

Em visita a Serra Talhada, nesta sexta-feira (16), o governador Paulo Câmara mandou um recado aos vereadores ligados ao prefeito Luciano Duque, que esta semana em debate no legislativo dispararam duras críticas ao governador, inclusive, classificando a obra do Hospital Geral do Sertão (HGS) como eleitoreira.

Indagado no Frequência Democrática sobre como encararia os ataques, Paulo disse que as eleições já passaram e vai entregar a obra como prometeu. Mas não perdeu a oportunidade de lembrar que os parlamentares da cidade deveriam “bater palmas todos o dias” pela construção do HGS no município.

“As eleições passaram e eu estou muito ciente do meu desafio de governar Pernambuco. A obra [do hospital] está muito bem planejada e executada, vai estar pronta em março de 2020. E hospital, os vereadores [de Serra Talhada] deviam se informar melhor… Hospital não se inicia funcionando 100%. Nó vamos iniciar os serviços a partir de março de 2020 até o final de 2020 vão ter 100% executado. Mas em março já vai estar funcionando com pelo menos 30%, dois meses depois vai para 40% ou 50%, isso é o normal do funcionamento de um hospital de grande porte como esse. Então, eles [vereadores] deviam se informar, porque é importante que um vereador que tem uma representatividade junto à população saber como funciona questões do serviço público, importante saber”, aconselhou Câmara, cutucando:

“A obra do Hospital Geral do Sertão, se eu fosse vereador em Serra Talhada, eu estava batendo palmas todos os dias, porque vai ser muito importante e fundamental para saúde da região.”

Farol de Notícias

 “Jamais imaginei que pudéssemos chegar onde chegamos” diz senadora em relação a Bolsonaro

Simone Tebet

“O Bolsonaro precisa vestir o terno de presidente da República, que ainda não vestiu, e parar de ficar instigando a violência”, disse a senadora Simone Tebet (MDB-MS), presidente da Comissão de Constituição e Justiça, no momento às voltas com a discussão da reforma da Previdência. “Sua bíblia, enquanto estiver presidente, tem que ser a Constituição“, afirmou, na tarde-noite calorenta do último dia 9, uma sexta, em seu apartamento de 360 metros quadrados, com salas espelhadas e quatro suítes, no centro de Campo Grande.

 “Jamais imaginei que pudéssemos chegar onde chegamos”, disse a senadora, referindo-se ao presidente da República, que acusou de estar “à beira do limite civilizatório”, e de estar “abalando a base social do Brasil, que tem, no seu DNA, o perfil de uma sociedade pacífica e unitária”. 

Indignou-a, particularmente, além da “truculência com o Congresso”, a defesa presidencial de um coronel torturador judicialmente condenado, o falecido Brilhante Ustra, recentemente promovido a “herói da pátria”. Lembrou-se, contou, da primeira celebração de Ustra, no voto de Bolsonaro pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff, em abril de 2016. “Aquilo já me arrepiou, de tão absurdo”, disse. Ela também, como se sabe, foi uma defensora entusiasmada da cassação da petista pelo Senado. “Não me arrependi”, afirmou. 

Acha absurdo, também, o presidente estar acenando com a indicação do filho Eduardo, deputado federal, para ser embaixador nos Estados Unidos – se tiver a aprovação do Senado. “É um risco total do presidente, porque ele sabe que o menino acabou de fazer 35 anos, não conhece o mundo, não conhece geopolítica como um embaixador de carreira, e será muito mais provocado durante a sabatina pela mais alta corte do Parlamento”, disse a senadora. Não quis dar palpite sobre o resultado da votação, mas lembrou duas evidências facilitadoras para o aval: a força do governo, “que pesa”, e o quórum por maioria simples. “Eu votarei contra”, declarou. “E estou convencendo mais senadores a fazer o mesmo.”

Avião que caiu matando Teori Zavascki foi monitorado por 16 dias

 O jornalista Cláudio Tognolli, do Yahoo, em furo de reportagem, descobriu que o avião que caiu no mar em Parati (RJ) na manhã de quinta,19, matando o ministro do STF, Teori Zavaski, relator da Operação Lava Jato, estava sendo monitorado desde o dia 03 de janeiro.

Segundo informações colhidas no site da empresa fabricante da aeronave, a Beechcraft Corporation, a ficha técnica da aeronave King Air C90GT Prefixo PR-SOM, pertencente ao empresário Carlos Alberto Filgueiras, no dia 03 de janeiro, foi acessada nada menos 1.885, que geraram mais de 2000 pageviews.

O fato é considerado totalmente anormal e deve ser investigado pela Polícia Federal a fim de identificar a origem dos acessos.

O delegado Marcio Adriano Anselmo, um dos principais integrantes da Força Tarefa que atua na Operação Lava Jato,  pediu a investigação “a fundo” da morte do ministro Teori Zavascki, “na véspera da homologação da colaboração premiada da Odebrecht”.

Em sua página em uma rede social, o delegado escreveu textualmente que “esse ‘acidente’ deve ser investigado a fundo”, destacando a palavra “acidente” entre aspas.

O delegado federal afirmou que a morte de Teori é “o prenúncio do fim de uma era” e disse que ele “lavou a alma do STF à frente da Lava Jato”. “Surpreendeu a todos pelo extremo zelo com que suportou todo esse período conturbado”, afirmou

A perícia técnica nos destroços da aeronave também poderá dar pistas sobre o que causou efetivamente a queda do avião, matando as cinco pessoas que estava a bordo.

Nas redes sociais, as teorias conspiratórias ganharam impulso e tem mantido o caso no topo dos trend tópics das principais mídias instantâneas.

Fonte: Pauta Extra

Delegados federais estão inquietos. Eles receberam com surpresa e indignação a ordem do presidente Jair Bolsonaro para mudança no comando da corporação no Rio – caiu, de repente, o delegado Ricardo Saadi, um especialista em investigações sobre crimes financeiros e recuperação de ativos da corrupção no exterior.

“A ingerência política na Polícia Federal é perigosíssima, pois coloca o órgão totalmente à disposição do governante, que passa a se sentir a vontade para usá-la conforme seus interesses”, alerta Tania Prado, presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia Federal em São Paulo e também diretora da Associação Nacional dos Delegados da PF.

A abrupta interferência de Bolsonaro na rotina administrativa da PF ocorreu na quinta, 15, quando, em entrevista a jornalistas, anunciou a substituição na Superintendência Regional da corporação no Rio.

Seguiu-se um imbróglio com relação à escolha do novo chefe da PF no Estado. Quem iria assumir a cadeira? O superintendente em Pernambuco ou o do Amazonas?

Na sexta, 16, o presidente disse que não é ‘um presidente banana’. “Cada um faz o que bem entende e tudo bem? Não!”

Tania Prado argumenta que ‘os detentores dos cargos em comissão são sempre escolhidos pelo diretor-geral da PF’.

A delegada ingressou na PF em 2003, em Foz do Iguaçu. Atuou nas áreas de polícia fazendária, repressão ao tráfico de drogas, corregedoria e combate à pedopornografia.

Ela é graduada em Direito pela Universidade de São Paulo, mestre em Segurança Pública na Universidade Jean Moulin, em Lyon, na França.

O senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB) saiu em defesa da união partidária dentro do PSB, que teve o Diretório Estadual destituído pela direção nacional, na noite desta sexta-feira (16), que anunciou a decisão de nomear uma comissão provisória para o partido na Paraíba.

De acordo com Veneziano, não há razões para o desentendimento dentro do partido. Ele defendeu a unidade em torno da defesa do legado do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) e do trabalho que o atual chefe do Executivo Estadual, João Azevêdo (PSB), vem desempenhando na Paraíba.

“Precisamos estar unidos em torno de um projeto de Governo levando em consideração o bom trabalho de Ricardo Coutinho e o que João Azevedo tem realizado. Não há justificativa para que nos desentendamos. Trabalharei para que não haja desavença interna”, disse Veneziano, que defendeu o trabalho de Edvaldo Rosas, presidente estadual destituído do comando da legenda na Paraíba. “Tem se mostrado ao longo dos últimos 15 anos uma pessoa dedicada, valorosa, devotada às questões do partido e agora assume uma outra função numa secretaria do Governo. Trabalharei para que não haja cizânia”.

ENTENDA

A direção nacional do PSB decidiu nomear uma comissão provisória para o partido na Paraíba. A “intervenção” acontece depois que integrantes do diretório estadual ligados ao ex-governador Ricardo Coutinho iniciaram movimento de renúncias, provocando a destituição do atual presidente, Edvaldo Rosas, e uma nova eleição na legenda, um ano antes do fim mandato.

WSCOM

Furto e receptação em Afogados da Ingazeira

Resultado de imagem para furto

Ao realizar rondas no Alto da bela Vista os policiais foram solicitados pela vítima a qual relatou que estava em sua residência bebendo na companhia da imputada, quando este se dirigiu ao banheiro e ao retornar deu por falta do seu aparelho celular marca Sansung J7, tendo a imputada saído da residência da vítima e localizada minutos depois pelos policiais, na companhia da irmã, nas imediações do cemitério parque da saudade. 
Ao ser localizada pelos policiais a acusada declarou que deixou o aparelho debaixo do colchão da cama da vítima. Ao tomar conhecimento o envolvido 3 (testemunha e filho da vítima) não localizou o aparelho no local informado pela acusada, então pegou a moto e foi à procura de um indivíduo, porém o aparelho já havia sido localizado com uma outra pessoa nas mediações da escola municipal Francisca Lira. 
O receptador foi localizado pela vítima que declarou ter comprado o referido celular a uma pessoa pela quantia de R$ 200,00 (duzentos reais). Esta pessoa e o receptador não foram localizados pela GT, a testemunha filho da vítima, não informou quem seria a pessoa com o qual o celular foi encontrado. 
Diante dos fatos as partes foram conduzidas a Delegacia de Polícia local e instaurado inquérito por portaria.

Patosonline.com  – Continua a expectativa e desespero dos familiares e amigos da jovem Maria da Conceição (Ceiça), de 32 anos, que está desaparecida desde a manhã da quinta-feira, 15 de agosto, na região de Patos.

Segundo informações obtidas pela Redação do Patosonline.com, no início da tarde deste sábado (17), junto à Polícia Militar de nossa cidade, nenhuma novidade do caso até o momento. A única informação nova, é que cerca de 30 pessoas fazem em conjunto, uma incessante busca pela jovem, principalmente no município de Quixaba (onde o corpo do ex-marido dela foi encontrado).

As buscas seguem também em outros municípios, a exemplo da zona rural de Patos e São José de Espinharas, localidades próximas a onde o corpo de Naldo foi localizado.

Ceiça é mãe de duas crianças que estão desesperadas com toda essa situação.

A família de Maria da Conceição mora no bairro Monte Castelo, zona sul de Patos.Quem souber alguma informação entrar em contato por meio do telefone:(83) 98174-0713.

Veja o apelo do radialista Marcos Oliveira do Patos Online (VÍDEO)

Rachel disse que “sextou” mais cedo para ela, no caso agora nas quintas-feiras, e que vai aproveitar bem esses dias de folga a cada semana (Foto: Reprodução/Facebook Rachel Sheherazade)

Veja a íntegra do esclarecimento da melhor  jornalista do SBT a paraibana arretada nas redes sociais.

Por que estou afastada do SBT BRASIL às sextas-feiras

Publicado por Rachel Sheherazade em Sexta-feira, 16 de agosto de 2019

A paraibana Rachel Sheherazade se pronunciou sobre seu afastamento parcial do SBT Brasil, do qual é âncora desde 2011. Em postagem no Facebook, nessa sexta-feira (16),  ela disse que está cumprindo ordens do SBT para não apresentar o telejornal nas sextas-feiras.

Rachel disse que “sextou” mais cedo para ela, no caso agora nas quintas-feiras, e que vai aproveitar bem esses dias de folga a cada semana.

A jornalista, ex-TV Tambaú (SBT em João Pessoa), também disse que vai cumprir seu contrato até o final, em setembro de 2020 e que cumpre seus contratos até o fim.

Sheherazade foi punida após publicar vídeo em que critica agentes penitenciários por massacre no Pará, com um vídeo intitulado ‘Monstros contra Monstros’.

 

 

 

Sérgio Chapelin se despede do Globo Repórter

Fotos: Divulgação

Com o fim de setembro, mudanças vão tomar conta do jornalismo da Rede Globo. Sérgio Chapelin se despede, a pedido, do Globo Repórter. Glória Maria e Sandra Annenberg assumem o posto de Chapelin na apresentação do programa. E, Maju Coutinho entra no posto que será deixado por Sandra no Jornal hoje. As informações foram comunicadas pelo diretor de jornalismo da Globo, Ali Kamel.

Sérgio Chapelin estreou na Globo em 1972, quando foi âncora do Jornal hoje substituindo Ronaldo Rosas. Logo foi comandar o maior telejornal do país, o Jornal nacional, onde fez dupla com Cid Moreira. Em 1973, quando assumiu o posto no Globo repórter, o jornalista ainda participava do Fantástico e do Jornal nacional. “Naquela época, eu apresentava o Jornal nacional, o Fantástico e o Globo repórter, não tinha moleza, mas era tudo uma grande prazer”, disse Chapelin a Ali Kamel, segundo comunicado oficial da emisora.

Ninguém melhor que Glória Maria para substituí-lo, afinal, ela é um dos grandes ícones do jornalismo brasileiro que gravou seu nome na história da emissora com diversas reportagens e grandes coberturas de eventos como a Guerra das Malvinas, em 1982, além de ter entrevistado grandes nomes mundiais como o ex-presidente americano Gerald Ford, Michael Jackson, Madonna e Fred Mercury.

Sandra, que se junta a Glória no programa, é âncora do Jornal hoje, programa que ela assumiu e dá a cara há tantos anos. Não tem como não lembrar de Jornal hoje sem atrelar a imagem de Sandra Annenberg. Quando ingressou na Globo, estreou na previsão do tempo do Jornal nacional, apresentado pela dupla Cid e Chapelin, e foi a primeira mulher a aparecer todas as noites no programa. “Foi uma transformação radical, o tempo ganhou espaço, ganhamos uma assessoria de técnicos, desenvolvemos uma linguagem própria, o clima virou notícia diária”, lembrou a jornalista, no comunicado.

Maju Coutinho iniciou a carreira na TV Cultura. Chegou a Globo em 2007, fazendo reportagens locais de São Paulo. Em 2015 estreou no Jornal nacional, introduzindo o estilo próprio de apresentação da previsão do tempo, ao vivo. Ela assume, sozinha, a bancada do Jornal hoje. Nenhuma novidade para ela, que já assumiu o posto uma vez em 2017.

“PSL terá candidato no Recife”, diz Luciano Bivar

O presidente nacional do PSL, deputado federal Luciano Bivar, durante o ato nacional de filiação ao partido ocorrido neste sábado na capital pernambucana, afirmou que o seu partido terá candidatura própria a prefeito do Recife em 2020.

Por se tratar de um dos maiores partidos do Brasil e ser a legenda do presidente da República, o PSL terá papel estratégico nas eleições municipais.

Nos bastidores o nome mais falado para se lançar na disputa seria o da delegada Patrícia Domingos.

Futebol:

Jovem Jogador de Afogados realizará teste em São Paulo para o Santos Futebol Clube

O jovem Karlos Eduardo, de 14 anos, está muito perto do sonho de se tornar um jogador de futebol profissional. Ele realizará teste no Santos FC e será avaliado na seletiva do clube juntamente com outros atletas. O afogadense se apresenta no dia 26 de agosto. Dudu como é conhecido na cidade, reside no bairro São Braz. Ele é filho de Beto Mototaxista

Uma empresa de tecnologia sediada na Califórnia e financiada pelo fundador do Google, Larry Page, construiu o Flyer, um “drone para humanos” que acomoda um passageiro e usa dez propulsores movidos a bateria para voar até 3 metros acima da água.

Segundo a Kitty Hawk, o Flyer é pilotado a partir de um joystick. E, qualquer pessoa leva, em média, 15 minutos para aprender a pilotar o modelo. O equipamento já foi testado mais de 25 mil vezes em um centro de 100 treinamento em Las Vegas.

Kitty Hawk anunciou que o veículo é “o primeiro passo para tornar os voos parte da vida cotidiana”.

Embora a velocidade padrão do drone humano seja de aproximadamente 32 Km/h, o engenheiro-chefe do projeto, Todd Reichert, garante que ela pode alcançar até 160 Km/h. Mas, para atingir tal velocidade, um paraquedas embutido seria necessário para frear o modelo.

No entanto, de acordo com as regras da Administração Federal de Aviação (FAA), por ser um veículo “motorizado”, o Flyer precisa atender a requisitos específicos, como não pesar mais de 115 Kg ou viajar mais rápido que 63 Km/h. Ele também só pode ser pilotado durante o dia e longe de aeroportos.

Ano passado, o CEO da Kitty Hawk, Sebastian Thrun, disse que o Flyer deve chegar ao mercado em 2023. Ele é uma das duas apostas da empresa para compradores ousados, e embora ainda não tenha divulgado preços, já está aceitando pedidos de reserva.

Detalhes do Flyer

Tipo de Máquina:  Aeronave Pessoal;

Poder:  Inteiramente elétrico;

Capacidade: Uma pessoa;

Limite de altura: Até 10 metros da superfície da água;

Decolagem e aterrissagem vertical:  Alimentado por 10 propulsores independentes;

Vida útil da bateria:  A duração da bateria dependerá do peso do participante, fatores ambientais e velocidade de avanço;

Tempo de voo:  12-20 minutos (a 32 Km/h).

Revista Veja Matéria: Governo de Transição Ministro Onyx Lorenzoni fala sobre estrutura do novo governo Personagem: Abraham Weintraub, economista Foto: Cristiano Mariz Data: 04/12/2018 Local: CCBB – Brasília- DF

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, disse nesta sexta-feira (16) que a aprovação da reforma da Previdência, por si só, não garante o desbloqueio do orçamento da área, mas, para ele, há sinais que indicam uma possível retomada de gastos.

Weintraub tem insistido na possibilidade de revisão dos contingenciamentos, mas assumiu que o remanejamento recente de R$ 926 milhões do orçamento da Educação para outras áreas representa, sim, um corte.

Esse valor equivale a 16% do total bloqueado no MEC (Ministério da Educação) neste ano, que soma cerca de R$ 6 bilhões. Conforme o jornal Folha de S.Paulo revelou, o MEC perdeu quase um terço dos R$ 3 bilhões que a área econômica do governo Bolsonaro quer remanejar no orçamento federal para facilitar o pagamento de emendas parlamentares, negociadas para a aprovação da reforma da Previdência.

“Isso não foi feito aqui. É um corte, esse que você descreveu é sim um corte”, disse o ministro, após questionamento da reportagem. O ministro disse que os valores se referem a emendas parlamentares e que não tem relação com gastos de custeio. “São emendas parlamentes, para projetos específicos, aí foi um corte. Não foi um corte da minha caneta”.

Um projeto de lei foi encaminhado pelo Executivo na semana passada para garantir recursos para o pagamento de emendas (verbas para projetos e ações indicadas por parlamentares) negociadas na votação em primeiro turno da reforma da Previdência.
Os R$ 926 milhões faziam parte dos recursos congelados do MEC mas sobre os quais havia, segundo o argumento recorrente do governo, a promessa de liberação futura, caso houvesse melhora na economia. Entretanto, esses valores passam a ter outra destinação definitiva -o projeto ainda precisa ser aprovado pelo Congresso.

Esse remanejamento atinge, na área da Educação, ações como o apoio à manutenção da educação infantil, concessão de bolsas na educação superior e básica e apoio ao funcionamento de instituições federais de ensino. Weintraub afirmou, entretanto, que o corte não terá impacto nas ações do MEC.

O bloqueio total de recursos do MEC atinge ações que vão da educação infantil à pesquisa. Nas universidades federais, o bloqueio foi de R$ 2,2 bilhões, o que levou preocupação a reitores com relação à capacidade de arcar com todas as contas do ano.

De acordo com Weintraub, há sinais econômicos positivos e que devem permitir o descongelamento de despesas. “Não estou falando em nome do governo que o descontingenciamento está vindo. Todos os sinais estão corroborando que o cenário é esse [de aumento de arrecadação e liberação de dinheiro] e a gente vai conseguir atravessar este ano”, diz.

As declarações ocorreram durante entrevista coletiva, em Brasília, para tratar de novas universidades portuguesas que passaram a aceitar o Enem para seleção de alunos.

Em encontro com a Andifes (entidade que reúnes os reitores das universidades federais) nesta semana, o ministro indicou que as condições econômicas do governo permitirão um desbloqueio de recursos para as instituições em setembro.

A conjuntura descrita pelo presidente Bolsonaro foi mais pessimista. Também nesta sexta, o presidente afirmou que o Brasil está sem dinheiro e que seu governo faz milagre para a sobrevivência do país.

“O Brasil inteiro está sem dinheiro”, disse. “Em casa que falta pão, todos brigam e ninguém tem razão. Os ministros estão apavorados. Estamos aqui tentando sobreviver no corrente ano. Não tem dinheiro e eu já sabia disso. Estamos fazendo milagre, conversando com a equipe econômica. A gente está vendo o que a gente pode fazer para sobreviver”, afirmou no Palácio do Planalto após cerimônia em comemoração ao Dia Internacional da Juventude.

A declaração foi feita em resposta a uma pergunta sobre a possibilidade de o CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) ficar sem recursos este ano.

Na quinta (15), o CNPq anunciou a suspensão de aproximadamente 4,5 mil bolsas de iniciação científica, mestrado e doutorado que seriam distribuídas às universidades.

Como mostrou jornal Folha de S.Paulo, o governo passa por uma compressão sem precedentes no Orçamento federal, ameaçando a paralisia de programas de ministérios nos próximos meses por falta de dinheiro. (BRASÍLIA, DF FOLHAPRESS)


Senado: consultoria confirma que indicação de Eduardo Bolsonaro é nepotismo

A indicação de Eduardo Bolsonaro à Embaixada brasileira nos EUA tem agora um parecer oficial que assegura: trata-se de nepotismo. A Consultoria Legislativa do Senado enquadrou a tentativa de nomeação como um caso clássico de nepotismo.

A tese é a de que o cargo de chefe de missão diplomática é um cargo comissionado comum e que nesse tipo de cargo, é vedado o nepotismo, por um decreto de 2010 e por uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de 2008 (247)

Políciais da 9ª CIPM de Araripina apreendem S10 roubada em Carpina-PE

Criminosos abandonaram veículo numa estrada carroçável que liga a BR-316 à Serra do Caldeirão Grande-PI e fugiram pela mata

Por Roberto Gonçalves / Foto: 9ª CIPM

Policiais militares da 9ª Companhia Independente de polícia Militar de Araripina, no Sertão de Pernambuco, apreenderam na madrugada deste sábado (17), um veículo da marca Chevrolet S10 de cor vermelha. De acordo com a corporação, o carro seria produto de roubo na cidade de Carpina-PE.

De acordo com a PM,  a apreensão aconteceu por volta das 03h, quando viaturas foram solicitadas pelo Subcomandante da Unidade, informando que o suposto veículo produto de roubo na cidade de Carpina-PE, estaria chegando à Araripina. De imediato a GE ROCAM e GTI 9.011 se deslocaram à BR-316 para realizar um bloqueio no intuito de interceptar o veículo, mais precisamente em frente ao Parque Três Vaqueiros.

Após alguns minutos, uma viatura do 7º BPM chegou informando que vinha em acompanhamento, porém, sem êxito. As guarnições se deslocaram sentido Trindade, mas sem vistas ao veículo.

Ainda segundo a 9ª CIPM, no momento em que a viatura retornava a Araripina, a GT Operações informou que o referido veículo havia empreendido fuga sentido Marcolândia-PI, e que estavam no acompanhamento.

Todas as viaturas envolvidas nesta ocorrência se dirigiram ao local para prestar o devido apoio. Diante da perseguição incessante, o(s) criminoso(s) abandonou(aram) o veículo numa estrada carroçável que liga a BR-316 à Serra do Caldeirão Grande-PI, conseguindo se evadir pela mata.

Nada de ilícito foi encontrado dentro do veículo, que estava intacto. As guarnições do GATI e PMPI adentraram à caatinga na tentativa de localizar o(s) indivíduo(s), porém sem êxito. O veículo foi guinchado até Araripina, e entregue na DPC local.

Polícia procura assaltante de lotérica em Sertânia

A polícia procura por este homem. Ele é um dos que assaltaram no fim da manhã deste sábado uma Casa Lotérica no centro de Sertânia.

Em um vídeo ele sai de um carro branco e pouco depois anuncia o assalto.

Quem tiver alguma informação deve informar à polícia. Todo o dinheiro,cujo valor não foi revelado, foi levado.

A primeira rodada da 4ª edição do Seminário Todos por Pernambuco foi finalizada com o evento em Serra Talhada, no Sertão do Pajeú, nesta sexta-feira (16). Na quarta e na quinta-feira a escuta popular aconteceu nas cidades de Floresta, contemplando a região do Sertão de Itaparica; e Arcoverde, para a população do Sertão do Moxotó. Ao todo, mais de 4.000 pessoas compareceram aos três primeiros seminários. As propostas e apoios foram contabilizadas tanto presencialmente quanto de forma digital, o que aumentou a capacidade do Governo do Estado de ouvir a população.

O Seminário Todos por Pernambuco é realizado sempre no primeiro ano da nova gestão Estadual, por meio da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag). O governador Paulo Câmara convoca grande parte do secretariado para rodar o Estado e escutar as demandas da sociedade. Representantes dos legislativos estadual e municipal também prestigiaram os eventos. Alexandre Rebêlo, secretário de Planejamento e gestão, é o responsável por abrir cada um dos seminários, apresentando toda a metodologia de funcionamento, além de mostrar as ações já realizadas pela gestão de Paulo Câmara.

“Quem ouve mais, acerta mais. É para isso que fazemos o Todos por Pernambuco. Ouvindo a população podemos fazer as escolhas certas para atingir aqueles que mais precisam, melhorar o dia-a-dia da população e projetar um futuro melhor para os pernambucanos”, afirmou Alexandre Rebêlo. O governador Paulo Câmara também definiu a essência do Seminário: “O Todos por Pernambuco é isso: ir às regiões e ouvir as propostas das pessoas, planejar e realizar entregas. Essa iniciativa tem como objetivo a construção de um Pernambuco mais forte, mais igual e que possa melhorar a vida principalmente daquelas pessoas que mais precisam. Nessa construção, que não começou agora, temos buscado imprimir um modelo de gestão que faça com que as coisas aconteçam com responsabilidade. É com esse espírito que a gente vai continuar a trabalhar para implementar as políticas públicas que vêm fazendo bem a Pernambuco, e dar mais oportunidades ao nosso povo”.

Nesta 4ª edição do Seminário, a grande novidade foi a possibilidade da participação digital da população. O site www.participa.pe.gov.br está no ar desde julho e qualquer cidadão de qualquer lugar do estado pode deixar sua proposta ou apoiar alguma sugestão já cadastrada. Nesta plataforma, 6.500 interações da população foram registradas até meio-dia desta sexta-feira (16). Nos locais de cada seminário foram montadas ilhas de propostas onde gestores governamentais da Seplag orientam os cidadãos que compareceram presencialmente a deixarem suas propostas pelo site. Neste ambiente foi registrado a maioria das 700 propostas consolidadas. Além disso, uma cabine digital também estava disponível para que os interessados gravassem vídeos com suas sugestões e propostas.

Todo esse material será sistematizado pela Seplag e servirá como insumo para a construção do Plano Plurianual (PPA), documento que contém um plano de médio prazo que orientará as ações do Governo de Pernambuco de 2020 à 2023.

A estudante de Arcoverde Adya Barbosa, 18 anos, fez questão de comparecer as ilhas de propostas para fazer suas sugestões. “Pedi ações na área da educação, sugeri a construção de uma delegacia da mulher em Arcoverde e asfalto na frente da minha escola. Gostei muito desta iniciativa de participação digital. Nós estudantes temos muitas ideias, apesar de sermos novos, e era difícil nos fazermos ouvir. Agora ficou mais fácil”, explicou Adya.

A segunda rodada do Seminário Todos por Pernambuco acontece na próxima semana, em Petrolina, Sertão do São Francisco, Araripima, Sertão do Araripe, e Salgueiro, Sertão Central. Até o fim de setembro, todas as 12 regiões de desenvolvimento do Estado terão sido contempladas com um Seminário.

O presidente da Amupe e prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota, participou nesta sexta-feira (16), da edição do programa Todos Por Pernambuco, do governo do Estado, no Sertão do Pajeú. Acompanhado do Governador Paulo Câmara, do presidente da Assembléia Legislativa de Pernambuco (Alepe), Eriberto Medeiros e de demais autoridades, o gestor fez uma análise da conjuntura nacional e exaltou as conquistas desenvolvimentistas do Nordeste nas últimas décadas.

Durante o seu discurso, Patriota destacou as riquezas culturais da região Nordeste e fez um contraponto com o atual cenário nacional. “Um governo de direita não deveria tentar comprometer a participação democrática da sociedade, acabar com as instâncias participativas do povo nos conselhos nacionais das diversas políticas. Tentar, fazer, impor um pensamento único. Desprezar e tratar com desdenhas as minorias, afinal de contas esse é um país multicultural, de diversidade.”, afirmou o gestor.

O Consórcio Nordeste, elaborado pelos 9 governadores da região no mês passado também foi elogiado por Patriota, a iniciativa tem por objetivo viabilizar parcerias entre os estados do bloco. Perante ao Governador Paulo Câmara e aos presentes, Patriota pediu para a região não se curvar. “A região Nordeste se impõe e levanta a sua voz. Eu estou percebendo governadores do Nordeste, pela primeira vez na história, juntos em defesa da democracia, em defesa do seu povo. E não se curve, não baixe a cabeça. Aqui no Pajeú, somos cidadãos que não nos curvamos facilmente”, frisou.

O presidente da Amupe citou os avanços no desenvolvimento local do interior do Estado, a exemplo da interiorização das universidades e das obras de ampliação do Aeroporto Santa Magalhães, em Serra Talhada, para recebimento de voos comerciais regulares. Além de destacar o modelo de gestão adotado pelo Nordeste nos últimos anos e a disparidade que há com a forma de gestão do Governo Federal, em especial à esfera democrática.

“Eu ainda torço para que o Governo Federal mude de posição, por que nós amamos o Brasil, somos verdadeiramente brasileiros. Nós queremos que o país dê certo. Que a economia, que a saúde pública, que a educação, que a oportunidade de emprego apresente resultados positivos”, concluiu José Patriota.

O Governador durante etapa do Programa ‘Todos por Pernambuco’ do Alto Pajeú, disse que deve entregar o Hospital do Sertão até o final de 2020.

Com um avanço de 30% das obras, a previsão é de que a etapa física seja entregue em março de 2020

SEI / Foto: Hélia Scheppa/SEI

SERRA TALHADA – O governador Paulo Câmara vistoriou, nesta sexta-feira (16.08), as obras do Hospital Geral do Sertão – Governador Eduardo Campos (HGEC), no município de Serra Talhada, Sertão do Pajeú. Atualmente, o percentual de avanço da obra está em torno de 30%, com cerca de 215 homens trabalhando no local. Os serviços de execução da  etapa física têm previsão de conclusão para o mês de março de 2020, e representam um investimento de R$ 48 milhões.

O secretário estadual de Saúde, André Longo, garantiu que, quando entregue, o hospital mudará a realidade de todo o Sertão. “É uma emergência superestruturada, com capacidade para atendimento simultâneo de até 80 pessoas, 44 pessoas na linha de cuidado de adulto, 36 pessoas na linha de cuidado pediátrico. Estamos também agregando ao projeto inicial um centro de Oncologia para cuidar dessa demanda existente em toda a região. Esse equipamento hospitalar que o governador Paulo Câmara entregará vai revolucionar a assistência à saúde no interior de Pernambuco”, garantiu Longo.

O secretário-executivo de Obras do Gabinete de Projetos Estratégicos, Nelson Holanda, assegurou que o cronograma está em dia, e adiantou que, quando a obra física for entregue, começará a fase de responsabilidade da Secretaria de Saúde, referente, por exemplo, à compra de equipamentos e à contratação de pessoal. “Com tudo isso em dia, a meta é entregar o equipamento público à população no primeiro semestre de 2020”, afirmou Nelson.

Atualmente, estão sendo realizados serviços de engenharia em todos os seis blocos da unidade, incluindo a execução de concretagem de pilares, vigas e lajes; alvenaria e emboço interno, revestimento externo, instalação de esquadrias, eletrocalhas, cabos da rede elétrica, tubos da rede pluvial e da rede de esgoto, drenagem e equipamentos da rede de climatização. A unidade hospitalar terá aproximadamente 10 mil metros quadrados (m²) de área construída.

Também está prevista a execução de serviços de engenharia destinados ao sistema viário de entorno do HGEC, que terá, ao todo, 2,4 quilômetros de comprimento e inclui uma via arterial, duas vias locais e uma via projetada às margens da BR-232, além das intervenções junto à BR-232, com a criação de uma rótula, faixas de interseção, aceleração e desaceleração. A previsão de investimentos para o acesso viário é de R$ 3,3 milhões.

O projeto do Hospital Geral Governador Eduardo Campos prevê o atendimento a uma demanda média de 462 internamentos por mês. A estrutura física contará com 5 salas de cirurgia, 60 leitos de internamento e 10 leitos de UTI, com possibilidade de expansão para um total de 140 leitos de internamento e 20 leitos de UTI.

O hospital disponibilizará atendimento ambulatorial nas especialidades de traumato-ortopedia, clínicas geral, cardiológica e neurológica, além de cirurgia geral. A unidade vai complementar a rede de saúde da III Macrorregião, que possui 35 municípios e uma população de 842.153 habitantes. Além de Serra Talhada, o HGEC atenderá os municípios sertanejos de Betânia, Calumbi, Carnaubeira da Penha, Flores, Floresta, Itacuruba, Santa Cruz da Baixa Verde, São José do Belmonte e Triunfo. A III Macrorregião é composta pelas VI, X e XI Regionais de Saúde de Pernambuco.

Novas mensagens divulgadas sugerem articulação entre procuradores, ministros e, inclusive, políticos investigados pela Operação Lava Jato

O procurador Deltan Dallagnol usou do prestígio que ganhou como coordenador da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba para fazer lobby com ministros do governo Bolsonaro (PSL), senadores e ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e emplacar seu aliado no Ministério Público Federal (MPF), o procurador regional da República Vladimir Aras, como o novo comandante da Procuradoria-Geral da República (PGR).

É o que apontam novas mensagens divulgadas nesta sexta-feira pelo UOL e enviadas por fonte anônima ao site The Intercept Brasil. Tais diálogos atribuídos ao procurador e Aras revelam seu engajamento pessoal na campanha do aliado e, ao mesmo tempo, receio que sua ajuda viesse a público. “bom ficamros [sic] na sombra”, disse Deltan a Aras.

Quem é Vladimir Aras?

O procurador Vladimir Aras é o atual coordenador do Grupo de Apoio ao Tribunal do Júri Federal da 2ª Câmara de Coordenação e Revisão do MPF. Ele já ocupou os postos de: secretário de Cooperação Jurídica Internacional da PGR na gestão do ex-PGR Rodrigo Janot e fez parte dos GTs (Grupos de Trabalho) de Crime Organizado e de Lavagem de Dinheiro e Crimes Financeiros da PGR.

Qual é a função do PGR?

Só o procurador-geral da república pode processar o presidente da República e membros do Congresso Nacional. Além disso ele é responsável por comandar a estrutura administrativa do MPF, atuar junto ao STF e acusar a inconstitucionalidade de leis, decretos e outras medidas legislativas ou o descumprimento de alguma prática inconstitucional. Ainda cabe ao PGR criar e renovar o funcionamento das forças-tarefa, como a Lava Jato.

A atual PGR é Raquel Dodge, nomeada por Michel Temer. A decisão de quem será o procurador da república é do presidente. Porém, desde 2001 os membros do MPF, sugerem três integrantes como sugestão após votação direta. Vladimir Aras ficou fora da chamada lista tríplice por ter obtido apenas 346 votos, o quinto mais votado.

Confira mensagens

Ambos começaram a articulação da candidatura antes do período eleitoral. Após a votação expressiva de Bolsonaro no primeiro turno, os procuradores começaram a planejar abordagens em torno do candidato, inclusive por meio do atual ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, e o chefe da Advocacia-Geral da União, André Luiz Mendonça. Além de envolver, ainda, políticos investigados pela Lava Jato.

11 de outubro de 2018

Vladimir: Fala com Moro sobre minha candidatura a PGR

Com Bolsonaro eleito, vou me candidatar

Deltan: Pra ter contexto, qual o objetivo de falar com ele agora? Pedir o apoio dele qnd for ministro do STF ? rs

Ver o que ele acha?

Vladimir: Precisamos ter continuidade na PGR Eu já falei com ele

Ele disse que sou bom candidato

Mas achava que era requisito ser Sub

Ele já tem prestigio agora Onyx será Casa Civil

Ele vai ser ouvido pelo presidente na indicação

Deltan: conseguimos articular sua indicação

Temos várias pessoas pra chegar lá

Várias pessoas que se associaram a nós na luta contra a corrupção

e que estão por perto dele

No dia 14 de abril, às 15h33, Deltan fala: ‘Peço reserva, mas Moro confirmou pra mim que Vc é o candidato que ele vai defender.’

No dia 19 de fevereiro, Aras pede a ajuda de Dallagnol para ter acesso à cúpula do judiciário. ‘Vc poderia me apresentar a Barroso e Fachin?”, questionou. “Preciso de aliados no STF’, disse.

Quem participa do lobby?

Em 4 de março, Deltan envia para Aras uma lista de senadores em postos de liderança que deveriam ser procurados em busca de apoio.

‘Olha o plano de conversas que o Eduardo propôs’, avisou. Foram listados 20 parlamentares, vários citados em delações da Lava Jato. É o caso de Eduardo Braga (MDB-AM); Humberto Costa (PT-PE); Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE); e Alvaro Dias (Podemos-PR). Também figurava na lista de senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP), líder da oposição no senado que, de acordo com diálogos divulgados em 7 de agosto, participou de uma articulação de Deltan.

JC Online – Com informações do UOL

Resultado de imagem para charge moro e deltan

Lei de abuso de autoridades só atinge quem passa do limite, diz Maia

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, disse nesta sexta-feira (16), que o projeto de lei de abuso de autoridades, aprovado na última quarta-feira (14), só vai causar dificuldades para servidores públicos que extrapolam os limites de suas funções. “Não tem problema para quem não passa do limite das leis”, enfatizou após palestra sobre a reforma tributária em evento promovido pelo Grupo Líderes Empresariais (Lide).

Maia disse ainda que o texto, de autoria do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), foi amplamente debatido no Congresso. “O projeto de abuso [de autoridades] gera uma polêmica para quem não leu. Esse projeto foi discutido, foi debatido, atinge os Três Poderes”, acrescentou. O texto foi encaminhado para sanção do presidente Jair Bolsonaro.

Ex-prefeito de Machados conhece experiência inovadora de Jaboatão

Foto: Matheus Britto

O ex-prefeito do município de Machados, Dr. Cido reuniu-se com o prefeito do Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira, com quem tratou sobre experiências de quando administrou o município do Agreste e o que vem acontecendo na atual gestão na segunda maior cidade do Estado. “Já tinha ouvido muitos elogios ao Complexo Administrativo de Jaboatão e como ex-prefeito tinha a curiosidade de conhecer. Fiquei impressionado com o ambiente. É uma experiência inovadora do prefeito Anderson Ferreira, que valoriza o servidor e garante uma produção mais efetiva da administração. Podemos ver muitas ações sendo desenvolvidas na cidade e quem ganha com isso é a população”, ressaltou Dr. Cido.

O ex-prefeito lembrou que, quando estava à frente da Prefeitura de Machados entre os anos de 2005 e 2012, atuou muito nas áreas social e de infraestrutura. “Erradicamos as casas de taipa e construimos de alvenaria. Também levamos água à Zona Rural, beneficiando mais de três mil pessoas. Com isso, reduzimos os índices de doenças em Machados e oferecemos qualidade de vida”, contou.

Durante a conversa, Anderson Ferreira relatou a Dr. Cido a sua preocupação em garantir moradias dignas, com a entrega de conjuntos habitacionais, pavimentação de ruas e investimento na iluminação pública com luzes de LED. Também destacou a melhora dos índices do ensino e as ações sociais que vem imprimindo, nestes dois anos e oito meses de gestão. “Dr. Cido tem um olhar especial pelo social e teve seu trabalho reconhecido em Machados. Por isso, a sua visita tem um significado importante para a nossa gestão”, disse o prefeito de Jaboatão.

Hospital Veterinário do Recife ganha o nome de Robson Melo

Foto: Andrea Rego Barros

Para deixar marcado o trabalho desenvolvido pelo ex-secretário de Direitos dos Animais, Robson Melo, o prefeito Geraldo Julio prestou uma justa homenagem nesta sexta-feira (16) e descerrou a placa que nomeia o Hospital Veterinário do Recife com o nome do ex-secretário e primeiro diretor do Hospital. Robson faleceu em março deste ano e a gestão municipal enviou projeto de lei para batizar o espaço com o nome do ex-auxiliar. Formado em veterinária, ele foi um dos principais responsáveis pela inauguração do primeiro hospital público de animais do Norte e Nordeste. Participaram da solenidade amigos e familiares do ex-secretário.

“Essa homenagem é muito verdadeira. Uma homenagem da cidade a Robson, que foi a pessoa que fez essa unidade existir. As obras estavam em andamento, mas era muito necessário fazer o que ele fez. Tomar para si, decidir e colocar para funcionar, cuidar de cada detalhe e deixar tudo bonito como ficou aqui. Cuidar dos equipamentos e materiais e do engajamento dos profissionais. E isso ele sempre fez com muito carinho e animou as pessoas a prestarem um bom atendimento”, afirmou o prefeito Geraldo Julio.

A família do homenageado estava bastante emocionada com o gesto. O irmão de Robson, Roberto Melo, afirmou que ficaram todos lisonjeados com a homenagem. “A gente acompanhava de perto o trabalho dele desde a fundação desse hospital. Ele abraçou a causa e desempenhou com muito empenho essa função. É uma homenagem muito importante para nós”, contou Robson.

O atual secretário de Defesa dos Animais, João Marcelo Figueiredo, rememorou a luta e as noites de trabalho para tirar o Hospital Veterinário do papel. “Essa é uma luta que temos desde o início da gestão Geraldo Julio, ele soube escutar a população, que carece desse serviço de atenção aos animais. Essa é uma luta que estamos consagrando também para o nosso amigo Robson Melo, foi muito tempo de trabalho para poder consolidar esse espaço. A luta é grande, mas não para”, destacou.

O HVR, primeiro hospital público de animais do Norte e Nordeste, foi inaugurado em junho de 2017. Em pouco mais de dois anos de funcionamento, já realizou 59 mil atendimentos, mais de 12 mil castrações, 3,6 mil cirurgias e aplicou mais de 1,4 mil vacinas antirrábicas nos animais do Recife.

Robson Melo era veterinário formado pela UFRPE e fez parte da equipe da secretaria-executiva dos Direitos dos Animais desde a sua criação, em 2013. Em 2016 assumiu a função de secretário-executivo dos Direitos dos Animais e participou ativamente da implantação de uma política pública de Direitos dos Animais na cidade.

HVR – Desde junho de 2017, os animais do Recife podem contar com um importante aliado da sua saúde: o Hospital Veterinário do Recife oferece gratuitamente atendimentos de urgência, consultas ambulatoriais, cirurgias, exames hematológicos e de imagem, além de tratamentos ortopédicos. O equipamento é localizado na Avenida Professor Estevão Francisco da Costa, s/n, Cordeiro e seu funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h

Via: Edmar Lira

Delegado Ricardo Saadi

Os delegados da Polícia Federal avaliam que o presidente Jair Bolsonaro age com ‘desrespeito’ e ‘atenta’ contra a autonomia da corporação. Nesta quinta, 15, ele anunciou que vai exonerar o superintendente da PF no Riodelegado Ricardo Saadi.

Bolsonaro alegou ‘questões de produtividade’ e ‘um sentimento’ para tirar Saadi do comando da PF. O presidente disse que vai substituir Saadi pelo delegado Carlos Henrique Oliveira Sousa, superintendente da PF em Pernambuco.

O presidente falou sobre sua decisão ao comentar mudanças na Receita Federal. Segundo ele, todos os ministérios podem passar por alterações. Afirmou que vai mudar o chefe da PF no Rio.

Reconhecido entre seus pares como um especialista em investigações sobre crimes financeiros e recuperação de ativos da corrupção estocados no exterior, Saadi comanda a PF no Rio desde abril de 2018.

Sob condução de Saadi, a PF deflagrou nesse período operações emblemáticas no âmbito da Lava Jato e desdobramentos contra empresários, doleiros e políticos.

Em ‘nota de repúdio‘, o Sindicato dos Delegados de Polícia Federal em São Paulo – Estado onde Saadi atuou por vários anos, antes de assumir a direção do Departamento de Recuperação de Ativos no Ministério da Justiça – assinalou que ‘a escolha de superintendentes compete ao Diretor-Geral da Polícia Federal e a fala do presidente, mais que desrespeitosa, atenta contra a autonomia da Polícia Federal’.

“A Polícia Federal é uma instituição de Estado e deve ter autonomia para se manter independente e livre de quaisquer ingerências políticas”, diz o texto.

A entidade que representa os delegados da PF em São Paulo voltou a defender a aprovação da PEC 412, em curso há 10 anos no Congresso, ‘para garantir a autonomia da instituição’.

LEIA A NOTA DE REPÚDIO DO SINDICATO DOS DELEGADOS ÀS DECLARAÇÕES DE BOLSONARO

Nota de Repúdio às declarações do presidente sobre a exoneração do superintendente da PF*

O Sindicato dos Delegados de Polícia Federal no Estado de São Paulo (SINDPF-SP) manifesta seu repúdio às declarações dadas pelo presidente da República acerca da exoneração do superintendente regional da Polícia Federal no Rio de Janeiro. Evocando um “sentimento” e alegando motivo de “produtividade”, Bolsonaro anunciou sua decisão durante entrevista a jornalistas no Palácio da Alvorada, em Brasília.

A escolha de superintendentes compete ao Diretor-Geral da Polícia Federal e a fala do presidente, mais que desrespeitosa, atenta contra a autonomia da Polícia Federal.

A PF é uma instituição de Estado e deve ter autonomia para se manter independente e livre de quaisquer ingerências políticas. Por isso é tão urgente que se aprove a PEC 412, que tramita há 10 anos no Congresso Nacional para garantir a autonomia da instituição.

 Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil
Deixe seu comentário

De 2008 até agora, a Alemanha repassou mais de R$ 400 milhões para projetos de proteção florestal no Brasil e a Noruega, R$R 3,1 bilhões para o Fundo Amazônia.

Poucos dias após a Alemanha suspender repasses de quase R$ 155 milhões destinado a projetos de preservação ambiental no Brasil, a Noruega anunciou o bloqueio de 300 milhões de coroas norueguesas, equivalente a cerca de R$ 133 milhões, destinados ao Fundo Amazônia. A Noruega é o maior financiador do fundo de proteção da Amazônia tendo doado cerca de R$ 3,69 bilhões para utilização em projetos de conservação ambiental em dez anos.

Apesar disso, o Fundo Amazônia vem sendo alvo de críticas por parte de Jair Bolsonaro e de membros do primeiro escalão do governo federal. O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, vem criticando constantemente a destinação dos repasses e sugeriu mudanças para que os recursos fossem utilizados indenizar ruralistas em ações de desapropriações em unidades de conservação. Os governos da Alemanha e da Noruega, contudo, se opõe veemente contra a iniciativa.

Resultado de imagem para Amazonia

Na semana passada, pouco depois da Alemanha anunciar que estava suspendendo os repasses voltados para preservação ambiental e que iria rever as doações para o Fundo Amazônia, Jair Bolsonaro disse que a Alemanha queria comprar a Amazônia “em prestações”. Já nesta semana, ele sugeriu que a chanceler Angela Merkel “pegue essa grana e refloreste a Alemanha, ok?”.

“INSEGURO, MEDROSO E CARICATO” – DECLARA ALEXANDRE FROTA SOBRE BOLSONARO

O deputado federal Alexandre Frota (SP) declarou em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo que o presidente Jair Bolsonaro exigiu sua expulsão do PSL. Frota afirmou que Bolsonaro seria um “idiota ingrato que não sabe de nada (…) aquela cadeira de presidente ficou grande para ele e ele se lambuzou com o mel da Presidência”.
Frota foi acusado de infidelidade partidária depois de ter feito críticas ao presidente. O deputado afirma que sua expulsão pode ser considerada “um aviso para aqueles que acham que estamos vivendo em uma democracia” e afirmou já ter recebido propostas de sete partidos, DEM, PP, MDB, PSDB, Podemos, PSD e PRB. Mas, depois de se aproximar do governador de São Paulo, João Doria, estaria tendendo a se filiar ao PSDB.
Alexandre considera que falou a verdade e acabou incomodando muitos, por criticar quem não gosta de ser criticado e não está preparado para as críticas, fato que teria pesado para o presidente Jair Bolsonaro. Na visão do deputado, o presidente “se mostra, muitas vezes, infantil”. Frota destaca que não acredita que Bolsonaro esteja preparado para o cargo para o qual foi eleito. “Eu acreditava, assim como milhões de brasileiros, que ele realmente pudesse fazer a diferença, mas não foi isso que encontrei lá. Ele acredita nas verdades criadas, nas próprias fantasias dele”.
Bolsonaro deve conteúdo, diplomacia e respeito, além de não gostar de ouvir, ser inseguro, medroso e caricato, segundo Frota. 
O deputado ainda considera que teve mais sucesso em sua carreira de ator pornô do que o presidente no Exército. As agressões, humilhações aos aliados e amigos e os que o ajudaram a ser eleito surgiriam por conta de uma visão do presidente e de sua “matilha cultural e social de extrema-direita” que acha que vai dominar o país. 
A impressão do deputado é de que Bolsonaro ainda não saiu da campanha eleitoral. “Mas o castelinho de areia uma hora vai ruir e ele vai ficar perdido como um cachorrinho vira-lata numa montanha de lixo”, comentou. Frota acredita que o governo não apresenta propostas, vivendo de momentos e insights. 
Alexandre Frota destaca que “Sair do PSL, para mim, foi receber uma carta de alforria, foi me libertar da ditadura bolsonarista. Saí com muito orgulho e pela porta da frente”. Apesar das críticas, o deputado afirma que pretender respeitar democraticamente a decisão do partido de expulsá-lo, apesar de considerar que os filiados deveriam ter liberdade para opinar, mesmo que o comentário desagrade o presidente. 
A influência do presidente em sua expulsão foi um erro, na visão de Frota, “Mostrou autoritarismo, ditadura”. A informação de que a expulsão seria um pedido do próprio presidente foi dada ao deputado por Luciano Bivar, considerado um amigo pessoal por Frota. 
A recusa a indicações de alguns cargos no governo, apontada como um dos motivadores da tensão entre o deputado e o partido foi negada por Alexandre Frota, que afirmou nunca ter realizado nenhuma indicação.
O deputado aponta que existem outros congressistas insatisfeitos com o presidente, porém, sem coragem de fazerem as críticas abertamente. Frota ressalta que apesar das divergências pretende votar com o governo quando achar necessário.
O número de convites recebidos por alguns partidos é considerado um resultado de seu trabalho coeso, honesto e com muito estudo e dedicação, na visão do deputado. Alexandre Frota filiou-se ao PSL no ano de 2018 a convite do atual presidente, Jair Bolsonaro.
Por Danielle Santana – Diário de Pernambuco
SEI / Foto: Hélia Scheppa/SEI

Nesta quinta-feira, 15, a partir das 14h30, a Autarquia de Ensino Superior de Arcoverde (Aesa) sedia o lançamento do programa “Olhar para as Diferenças”, uma iniciativa do Governo de Pernambuco voltada a crianças com deficiência de 0 a 6 anos. A ação acompanhará e fomentará as políticas públicas para o público infantil, visando melhorar a qualidade de vida dessa parcela da população.

Inicialmente serão beneficiadas crianças de Arcoverde, Buíque, Custódia, Ibimirim, Inajá, Jatobá, Manari, Pedra, Petrolândia, Sertânia, Tacaratu, Tupanatinga e Venturosa. Todas essas cidades são atendidas pela 6ª Gerência Regional de Saúde (VI GERES). “O recorte se deu a partir de um mapeamento territorial, que apontou a existência de cerca de 450 crianças com deficiência na fase da primeira infância morando na região”, explica o secretário de Desenvolvimento Social, Sileno Guedes.

O programa integrará ações das secretarias de Desenvolvimento Social, Educação e Saúde, além de promover parcerias com órgãos e ONGs. Segundo o governo estadual, o Olhar para as Diferenças vai consolidar e sistematizar ações que garantam o acesso, permanência, participação e aprendizagem das crianças à rede de assistência social, saúde e educação. Deve haver uma articulação entre Estado, municípios, sociedade civil e famílias, articulando serviços públicos e privados para o atendimento integral dos beneficiados.

 

Dólar é cotado a R$ 4,0192 nesta manhã de sexta-feira

O valor do dólar na manhã desta sexta-feira (16), está cotado no valor de R$ 4,0192 com variação de 7.426%. Já o valor do dólar para o turismo está sendo cotado a R$ 4,18.

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 4,46 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 4,6872.

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. O dólar é usado tanto em reservas internacionais como em livre circulação.

ACUMULADA:

Mega-Sena acumulada pode pagar R$ 24 milhões neste sábado

A Mega-Sena acumulada pode pagar R$ 24 milhões,  neste sábado (17). As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país ou pela internet. A aposta mínima custa R$ 3,50.

A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

 

Mundo:

Após ataque de Bolsonaro, embaixada publica vídeo sobre florestas na Alemanha

Angela Merkel

Após ataques do presidente Jair Bolsonaro (PSL) à Alemanha, a embaixada do país no Brasil publicou um vídeo que mostra parques e florestas alemães e que afirma que a Alemanha é um dos países mais densamente florestados da Europa.

“Eu queria até mandar um recado para a senhora querida Angela Merkel, que suspendeu R$ 80 milhões para a Amazônia. Pegue essa grana e refloreste a Alemanha, ok? Lá está precisando muito mais do que aqui”, disse o presidente nesta quarta (14), após o anúncio de que o país suspenderia recursos para projetos na Amazônia. 

O valor, no entanto, pode superar os R$ 150 milhões, de acordo com a ministra do Meio Ambiente do país, Svenja Schulze.

Nesta quinta (15), a Noruega anunciou que vai suspender R$ 133 milhões que iriam para o Fundo Amazônia. “A Noruega não é aquela que mata baleia lá em cima, no Polo Norte, não? Que explora petróleo também lá? Não tem nada a oferecer para nós. Pega a grana e ajuda a [chanceler alemã] Angela Merkel a reflorestar a Alemanha”, disse Bolsonaro, também na quinta.

Em Afogados, homem ameaça matar e estuprar a própria irmã

Durante a realização da Operação Combate ao CVLI e CVP, o efetivo foi acionado pela Central de Operações para verificar uma ocorrência de violência doméstica. 
Chegando no endereço, zona rural de Afogados, a vítima, uma mulher de 20 anos, relatou que seu irmão, um homem de 39 anos, tinha lhe ameaçado de morte, bem como ainda disse que iria cometer um estupro contra ela, na presença dos seus filhos e sua irmã, fato confirmado por uma testemunha. 
O imputado foi localizado na sua residência e ao ser indagado sobre as acusações, ele confirmou, bem como ainda veio novamente a ameaçar a vítima na presença do policiamento, dizendo que “ao sair ela iria ver o que era bom.” O imputado já havia sido conduzido outras vezes, pela prática do mesmo crime. As partes foram apresentadas à Delegacia de Polícia da Mulher, onde foi autuado em Flagrante Delito.
pernambuco:

“É necessário fazer grandes alianças”, avalia Luciana Santos sobre eleições em 2020

A vice-governadora de Pernambuco e presidente nacional do PCdoB, Luciana Santos, exaltou investimentos do governador Paulo Câmara no Festival de Inverno de Garanhuns 2019, relatou atenção do Governo do Estado ao combate à seca do Agreste e comentou as articulações PCdoB para as eleições 2020.
Durante entrevista concedida ao programa Cidade em Foco, Luciana falou que apesar das dificuldades, o governo do Estado tem mantido o investimento em áreas importantes. “Apesar das tempestades que a gente tem passado no âmbito federal, o que importa é que o Governador tem procurado fazer com que o Estado de Pernambuco não se contamine com esse ambiente e dando conta das ações, seja na infraestrutura urbana, das politicas sociais e de forma específica da cultura”, disse.
De acordo com a vice-governadora, o  Festival de Inverno de Garanhuns é um sucesso, pois representa identidade do povo pernambucano. “Isso é expressão da identidade do nosso povo, a capacidade de imaginação, reflexão e expressão é por isso que o FIG é esse sucesso, porque apesar da adversidade, não podemos deixar cair a peteca”.
Água – Luciano apontou ainda o compromisso do Governo do Estado com o combate a seca. “O Governador tem feito do abastecimento de água o seu carro chefe. Da capacidade de investimento do Estado, dos quatro primeiros anos, cerca de 40% foi destinado exatamente para abastecer de água a população pernambucana”, avaliou.
2020 – Como presidente nacional do Partido Comunista do Brasil a vice-governadora tem o desafio de preparar a legenda para o pleito em 2020, quando haverá eleições municipais para prefeito e vereadores. “2020 será mais uma grande disputa nacional, por mais que sejam eleições locais, elas acumulam para o processo divisor de águas que existe nacionalmente”, avaliou a mesma.
De acordo com Luciana a união do campo das oposições será de muita importância. “A gente está procurando uma equação que nosso campo de forças possa participar da eleição da melhor forma possível. Acho que o grande desafio nosso é entender que é necessário fazer grandes alianças, estratégicas em nosso campo, para firmar e acumular vitórias”, disse.
Deixe seu comentário

Moradores do Edifício Holiday, Recife, têm até a próxima segunda-feira para reaver pertences

https://imagens.ne10.uol.com.br/img/imagens/2019/03/14/d55ee81cb8_ed-holiday.jpg

Quatro meses após a completa desocupação do Edifício Holiday, em Boa Viagem, na Zona Sul, a Prefeitura do Recife alertou que os moradores têm até a próxima segunda-feira (19) para reaver os pertences do depósito municipal. Os residentes foram retirados de suas casas por força de uma decisão judicial devido ao alto risco de incêndio na parte elétrica do imóvel, além da falta de manutenção estrutural.

De acordo com a PCR, no depósito estão os bens deixados pelos moradores nos apartamentos e estabelecimentos comerciais após a desocupação, que acabou no dia 12 de abril. Todos os materiais retirados foram catalogados, fotografados e inventariados. Desde então, estão disponíveis para seus proprietários.

A Defesa Civil do Recife mantém contato permanente com os moradores e pede aos interessados na retirada que liguem para os telefones 3355-2115 ou 3355-2101 para agendar o processo.

Entenda o caso

As instalações elétricas e estruturais do prédio foram condenadas em laudos emitidos pelo Corpo de Bombeiros, pela Defesa Civil do Recife e pela Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) e, de acordo com os documentos, oferecem risco à integridade física dos cerca de dois mil ocupantes dos 476 apartamentos. Todo o imóvel ficou sem energia elétrica e, consequentemente, sem água e sem acesso ao elevador desde o dia 6 de março, quando um curto-circuito interrompeu o fornecimento de eletricidade para as unidades. Desde então, as condições do prédio, que já eram precárias, ficaram insustentáveis. Por conta do risco para os proprietários e locatários dos apartamentos, a Prefeitura do Recife solicitou à Justiça a interdição do edifício, determinada pelo TJPE.

Um contingente de 3,35 milhões de desempregados no país procura trabalho há pelo menos dois anos. Isso equivale a 26,2% (ou cerca de uma em cada quatro) pessoas no total de desocupados no Brasil. Os números do segundo trimestre deste ano são recorde desde o início da série histórica da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua), em 2012.

Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (15) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Segundo os números, no segundo trimestre de 2018 o contingente de desempregados procurando trabalho há no mínimo dois anos tinha menos 196 mil pessoas, ou seja, era de 3,15 milhões.

No segundo trimestre de 2015, o total era de 1,43 milhão de pessoas, ou seja, menos da metade do segundo trimestre deste ano.
“A proporção de pessoas à procura de trabalho em períodos mais curtos está diminuindo, mas tem crescido nos mais longos. Parte delas pode ter conseguido emprego, mas outra aumentou seu tempo de procura para os dois anos”, avalia a analista da PNAD Contínua Adriana Beringuy.

Recuo

No segundo trimestre, a taxa de desemprego do país recuou para 12%, percentual inferior aos 12,7% do primeiro trimestre deste ano e aos 12,4% do segundo trimestre de 2018.

A taxa caiu em dez das 27 unidades da Federação na passagem do primeiro para o segundo trimestre deste ano, segundo os dados divulgados nessa quinta-feira. As maiores quedas ocorreram no Acre, de 18% para 13,6%, Amapá, de 20,2% para 16,9%, e em Rondônia, de 8,9% para 6,7%. Nas outras 17 unidades da Federação, a taxa se manteve.

Na comparação com o segundo trimestre de 2018, a taxa subiu em duas unidades, Roraima (de 11,2% para 14,9%) e Distrito Federal (de 12,2% para 13,7%), e caiu em três: Amapá (de 21,3% para 16,9%), Alagoas (de 17,3% para 14,6%) e Minas Gerais (de 10,8% para 9,6%). Nas demais unidades, a taxa ficou estável.

Um Airbus A321 da Ural Airlines, com 226 passageiros e 7 tripulantes a bordo, fez um pouso de emergência nesta quinta-feira (15) em um milharal na região de Moscou, após colidir com um bando de pássaros, informaram autoridades russas.

O Ministério da Saúde da Rússia informou que 23 pessoas, incluindo nove crianças, ficaram feridas e foram hospitalizadas.

A aeronave colidiu com a revoada de pássaros logo depois de decolar do aeroporto de Jukovki, nos subúrbios de Moscou, às 3h20 (horário de Brasília), informou a agência russa de transporte aéreo federal (Rosaviatsia) em um comunicado.

O destino do voo era Simferopol, a principal cidade da península ucraniana da Crimeia, anexada pela Rússia em 2014.

Várias aves “atrapalharam a operação dos motores” e a tripulação decidiu fazer um pouso de emergência, diz a nota.

O pouso em um milharal, localizado a 1 km da pista, foi feito sem o trem de pouso.

O Comitê de Investigação da Rússia vai apurar o incidente.

Pelo projeto de lei, poderá ser considerado abuso de autoridade obter provas por meios ilícitos; executar mandado de busca e apreensão em imóvel, mobilizando veículos, pessoal ou armamento de forma ostensiva, para expor o investigado a vexame; impedir encontro reservado entre um preso e seu advogado; e decretar a condução coercitiva de testemunha ou investigado sem intimação prévia de comparecimento ao juízo – medidas que foram adotadas por Sergio Moro e Deltan Dallagnol.

Agência Brasil – O plenário da Câmara dos Deputados concluiu nesta quarta-feira (14) a votação do Projeto de Lei 7.596/17, que define os crimes de abuso de autoridade. O texto engloba atos cometidos por servidores públicos e membros dos três Poderes da República, do Ministério Público, dos tribunais e conselhos de contas e das Forças Armadas.

Após o texto-base base ser aprovado em votação simbólica, os parlamentares rejeitaram todos os destaques ao texto apresentado pelo relator Ricardo Barros (PP-PR). Como não houve alteração, a matéria segue para sanção presidencial

Aprovado no Senado em junho, o texto prevê a criação do crime de caixa 2, de compra de votos e o aumento de pena para o crime de corrupção, tornando a prática hedionda em alguns casos. Atualmente considerada crime eleitoral e não penal, com penalidade inferior à aplicada a outros crimes e passível de prescrição no prazo de um mandato, a prática de caixa 2 em campanha eleitoral poderá ser tipificada como crime.

Pelo projeto de lei, poderá ser considerado abuso de autoridade obter provas por meios ilícitos; executar mandado de busca e apreensão em imóvel, mobilizando veículos, pessoal ou armamento de forma ostensiva, para expor o investigado a vexame; impedir encontro reservado entre um preso e seu advogado; e decretar a condução coercitiva de testemunha ou investigado sem intimação prévia de comparecimento ao juízo.

No total, a proposta apresenta 37 ações que poderão ser consideradas abuso de autoridade, quando praticadas com a finalidade específica de prejudicar alguém ou beneficiar a si mesmo ou a terceiro.

Os partidos PSL, Novo e Cidadania defendiam que a proposta fosse debatida por mais tempo na Câmara e apresentaram, cada um, um destaque para ser debatido e votado em plenário. Se algum fosse aprovado, o texto voltaria para o Senado.

Todos os destaques apresentados por estes partidos foram rejeitados, como o que pretendia excluir dispositivo no qual são listados efeitos da condenação, como indenização por dano, inabilitação para o exercício de cargo, mandato ou função pública por 1 a 5 anos, apresentado pelo PSL,  e o que queria excluir do texto o artigo que tipifica como abuso de autoridade o uso de algemas em preso quando não houver resistência à prisão ou ameaça de fuga, apresentado pelo Podemos.

Brasil 247

O governador Paulo Câmara já iniciou, nesta quinta-feira (15.08), o segundo dia do Seminário Todos por Pernambuco.

Dessa vez, ele foi recebido no município de Arcoverde, no Sertão do Moxotó, juntamente com toda a sua equipe, com uma apresentação do grupo de dança popular Coco Raizes de Arcoverde.

Esta é a 4ª edição do Seminário, que tem como objetivo dialogar com a população de todo o Estado, onde o governador ouve das pessoas presentes propostas e sugestões nas mais diversas áreas.

Criado pelo ex-governador Eduardo Campos, em 2007, a ferramenta tem como objetivo conhecer a realidade econômica e social de cada região, de cada município. Ontem, o governador iniciou a 4a edição do Seminário pela cidade de Floresta, no Sertão de Itaparica, onde foram recebidas mais de 800 propostas da população.

O plenário da Câmara dos Deputados manteve, há pouco, a permissão de trabalho aos domingos com folga a cada quatro semanas sem aval do sindicato por meio de acordo coletivo. Parlamentares analisam, nesta quarta-feira (14) alterações à Medida Provisória (MP) da Liberdade Econômica, aprovada na noite de ontem (13) pelos deputados.  

O destaque proposto pelo PCdoB, rejeitado por 244 votos a 120, pretendia assegurar a manutenção do texto da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), que estabelece o descanso semanal aos domingos como regra. Em outra proposta, parlamentares também rejeitaram o destaque que pretendia condicionar o trabalho em domingos e feriados na forma definida em convenção ou acordo coletivo.

Neste momento, parlamentares de partidos da oposição ainda tentam alterar a medida. Caso seja mantido no texto, a mudança libera o trabalho aos domingos com folga a cada quatro semanas, dispensando o pagamento em dobro do tempo trabalhado nesses dias se a folga for determinada para outro dia da semana.

Para o deputado Orlando Silva (PCdoB-SP), a proposta terá um impacto na vida social do trabalhador brasileiro e não vai gerar novos empregos. “A ideia de se preservar o domingo é respeitar as tradições do Brasil. Muitos frequentam a missa, o culto religioso. O domingo é o dia do encontro da família. Essa medida desagrega a família, desrespeita tradições do Brasil”, assegurou. “Eu considero que essa medida não gerará emprego”, acrescentou.

Ao rejeitar a crítica de que a proposta “escravizaria” o trabalhador brasileiro, o líder do Novo, deputado Marcel Van Hattem (RS), afirmou que é “a medida provisória que justamente liberta o povo brasileiro dos grilhões do Estado e garante o desenvolvimento econômico, garante o trabalho, o emprego e a liberdade”.

“É um preconceito inadmissível nesta Casa o tipo de comparação que estão querendo fazer aqui entre aqueles que vão ser beneficiados, aliás, com a liberdade econômica, com a condição de poder trabalhar dignamente”, afirmou.

Liberdade Econômica

Na noite desta terça-feira, o plenário da Câmara aprovou, por 345 votos a favor, 76 contra e uma abstenção, o texto-base da MP da Liberdade Econômica. A aprovação foi possível após acordo costurado pelo presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), que retirou pontos aprovados na comissão mista considerados inconstitucionais. Entre os pontos polêmicos que foram retirados estava a criação de taxas de conselhos de Farmácia e isenção de multas por descumprimento da tabela de frete rodoviário.

Originalmente, a proposta aprovada na comissão especial estabelecia que empregados trabalhassem aos domingos, desde que fosse dada uma folga nesse dia a cada sete semanas. Para que a medida fosse aprovada, o relator precisou amenizar o texto e prever a folga após quatro semanas.

O relator também inseriu na proposta temas como a criação da carteira de trabalho digital; agilidade na abertura e fechamento de empresas e a substituição dos sistemas de Escrituração Digital de Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (eSocial).

O texto estabelece garantias para o livre mercado, prevê imunidade burocrática para startups e extingue o Fundo Soberano do Brasil.

Declaração de Direitos de Liberdade Econômica
Editada pelo presidente Jair Bolsonaro em abril, a MP institui a Declaração de Direitos de Liberdade Econômica que, entre outras medidas, permite que empreendimentos considerados de baixo risco sejam desenvolvidos sem depender de qualquer ato de liberação pela administração pública. Na prática, atividades econômicas que não oferecem risco sanitário, ambiental e de segurança não vão precisar mais de licenças, autorizações, registros ou alvarás de funcionamento.

De acordo com o texto, essas atividades econômicas poderão ser desenvolvidas em qualquer horário ou dia da semana, desde que respeitem normas de direito de vizinhança, não causem danos ao meio ambiente, não gerem poluição sonora e não perturbem o sossego da população.

A MP também equipara documentos em meio digital a documentos físicos, tanto para comprovação de direitos quanto para realização de atos públicos.

 

Receita Federal paga nesta quinta R$ 36,1 milhões em restituições do terceiro lote do IRPF 

A Receita Federal paga a partir desta quinta-feira (15), R$ 36,1 milhões em restituições do terceiro lote do Imposto de Renda a contribuintes na Paraíba. Mais de 23 mil contribuintes paraibanos tem direito a restituição, sendo 22.961 contribuintes recebem a restituição do exercício de 2019 e os demais  serão beneficiados com restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2018.

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na Internet, ou ligar para o Receitafone 146. Na consulta à página da Receita, serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nesta hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

A Receita disponibiliza, ainda, aplicativo para tablets e smartphones que facilita consulta às declarações e situação cadastral no CPF. Com ele será possível consultar diretamente nas bases da Receita Federal informações sobre liberação das restituições do IRPF e a situação cadastral de uma inscrição no CPF.

A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá fazer requerimento por meio da Internet, mediante o Formulário Eletrônico – Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.

Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

 

Dólar é cotado a R$ 4,0319 nesta manhã de quinta-feira

O valor do dólar na manhã desta quinta-feira (15), está cotado no valor de R$ 4,0319 com variação de 7.766%. Já o valor do dólar para o turismo está sendo cotado a R$ 4,19.

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 4,49 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 4,7166.

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. O dólar é usado tanto em reservas internacionais como em livre circulação.

MP realiza operação contra crime organizado na PE e mais oito estados; alvos têm ligação com o PCC

Nove Grupos de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaecos) do Ministério Público brasileiro realizam, nesta quinta-feira (15/08), operações contra integrantes de organizações criminosas em todo o país. A ação nacional é articulada pelo Grupo Nacional de Combate às Organizações Criminosas (GNCOC) – colegiado que reúne os Gaecos de todos os estados brasileiros.

Em Pernambuco, um mandado de prisão e busca e apreensão, em apoio a operação que combate a lavagem de dinheiro no Rio de Janeiro. O mandado está sendo cumprido na cidade de Petrolina, no Sertão.

Entre os alvos, estão integrantes de organização criminosa ligada ao PCC que atua com tráfico de drogas e é responsável por diversos homicídios no estado. Onze promotores de Justiça, 74 policiais militares (PM) e 99 policiais rodoviários federais (PRF) participam da megaoperação.

A ação nacional é articulada pelo Grupo Nacional de Combate às Organizações Criminosas (GNCOC) – colegiado que reúne os Gaecos de todos os estados brasileiros.

As diligências desta são realizadas simultaneamente pelos estados de Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Mato Grosso do Sul, Pernambuco e Rio de Janeiro. Com auxílio de forças policiais, os Gaecos de cada um desses estados cumprem mandados de prisão e de busca e apreensão contra integrantes de grupos criminosos. No total, estão sendo cumpridos mais de 300 mandados judiciais, entre prisões e busca e apreensões.

Acompanhando os trabalhos em uma sala especial da Coordenadoria de Segurança e Inteligência do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (CSI/MPRJ), o presidente do GNCOC, Alfredo Gaspar de Mendonça Neto, garantiu que esse tipo de enfrentamento seguirá ocorrendo em todo o Brasil.

“Os Gaecos do país inteiro estão trabalhando incessantemente para combater as organizações criminosas que tanto afrontam as forças de segurança do país. Seguiremos nesse propósito todos os dias”, assegurou Gaspar, que é também procurador-geral de Justiça de Alagoas.

 G1 PE

Um boato sobre uma bomba dentro de um avião atrasou um voo que saiu do Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes – Gilberto Freyre, na tarde desta quarta-feira (14). A Polícia Federal (PF) foi acionada para a ocorrência e informou que o caso foi informado por um passageiro, dentro da aeronave, mas que a informação não procedia.

De acordo com a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), a companhia foi acionada para a ocorrência às 14h. O voo de número 2502 estava saindo do Recife para Natal, capital do Rio Grande do Norte, operado pela companhia Azul Linhas Aéreas.

A PF disse que um idoso de 64 anos avisou que estava transportando em sua bagagem de mão líquidos inflamáveis e explosivos e, em seguida, informou a uma comissária de bordo que se tratava de uma bomba. A aeronave foi esvaziada e uma vistoria foi feita na bagagem do homem, além de outros processos técnicos de segurança.

A polícia confirmou que não havia ameaça ou substâncias explosivas na bagagem e que se tratava de uma brincadeira. Um registro da ocorrência foi feito na Polícia Federal e o passageiro poderá responder criminalmente pelo caso. Ele não embarcou no mesmo voo, mas a PF não esclareceu se ele ficou detido ou se foi liberado.

Os índices acionários europeus voltavam a recuar nesta quinta-feira (15), depois que uma forte venda foi alimentada por temores de recessão global, mas investidores se mantinham esperançosos de que os bancos centrais irão intevir para afrouxar a política monetária (com corte de juros) e acalmar os mercados financeiros.

Às 8h24 (horário de Brasília), o índice FTSEEurofirst 300 caía 0,87%, a 1.430 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdia 0,87%, a 363 pontos, depois de cair para próximo da mínima de seis meses na sessão anterior, com pouco volume de negociação, já que os mercados na Itália, Áustria e Grécia permaneciam fechados por feriado.

Uma queda no setor bancário, sensível à taxa de juros, pesava sobre o índice de referência, já que os rendimentos dos títulos dos governos da zona do euro afundavam ainda mais para o território negativo.

Os rendimentos das notas de dois anos caíram abaixo dos de 10 anos pela primeira vez desde 2007 na quarta-feira, e a diferença entre os dois estava em -0,91 pontos básicos nesta quinta, sinalizando que a maior economia do mundo pode entrar em recessão.

Investidores em ações buscavam por ativos mais seguros, com uma série de dados fracos sugerindo desaceleração no crescimento global, instabilidade nas relações comerciais entre Estados Unidos e China, assim como as tensões geopolíticas em certas economias emergentes.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuava 1,38%, a 7.049 pontos. Em FRANKFURT, o índice DAX caía 1,36%, a 11.336 pontos. Em PARIS, o índice CAC-40 perdia 1,04%, a 5.196 pontos. Em MILÃO, o índice Ftse/Mib permaneceu fechado. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrava baixa de 0,80%, a 8.454 pontos. Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizava-se 0,89%, a 4.708 pontos

Carro com R$ 11 mil em multas é apreendido em blitz da Lei Seca em Natal; 19 são autuados por embriaguez

Blitz foi realizada na madrugada desta quinta (15) na Av. Ayrton Senna, uma das mais movimentadas de Natal — Foto: PMRN/Divulgação

Um carro com R$ 11 mil em multas foi apreendido durante uma blitz da Operação Lei Seca realizada na madrugada desta quinta-feira (15) na Avenida Ayrton Senna, uma das mais movimentadas da Zona Sul de Natal. A Polícia Militar ainda conseguiu prender um homem procurado por homicídio e tráfico de drogas, e autuou outros 19 por embriaguez ao volante.

Segundo o capitão PM Isaac Paiva, coordenador da Operação Lei Seca no RN, a fiscalização abordou 611 motoristas. Além do carro ‘recheado’ de multas, outros três veículos também foram recolhidos ao pátio do Detran.

“Um homem que tinha um mandado de prisão em aberto por homicídio e tráfico de drogas tentou escapar. Ele largou a motocicleta em que estava no chão e pulou o muro de uma loja, mas nossa equipe conseguiu encontrá-lo e ele foi preso. A moto foi apreendida, e com ele ainda encontramos R$ 760 em dinheiro e cocaína”, acrescentou Isaac.

Ainda de acordo com o comandante, os outros dois veículos retidos foram rebocados porque apresentavam problemas na documentação referente à instalação de gás como combustível.

“Já os 19 autuados por embriaguez, apesar de se recusarem a fazer o teste de bafômetro, receberão multa no valor de R$ 2.934,70 e ainda devem ter a habilitação suspensa por até 12 meses”, concluiu Isaac.

Polícia prendeu Roberto Oliveira de Azevedo,  33 anos foi preso nesta quarta-feira (14) suspeito de matar o agente penitenciário, Charles de Souza Santos, em Afogados da Ingazeira, no Sertão de Pernambuco. O crime ocorreu no dia 21 de janeiro de 2017 no encontro dos motociclistas em Afogados da Ingazeira, ele  O mandado de prisão foi expedido pelo juiz da vara Criminal da comarca de Afogados da Ingazeira e cumprido pelo 5º Batalhão da Polícia Militar (5ºBPM).
Segundo a polícia, Roberto Oliveira de Azevedo Maia Neto foi preso, por volta das 13h30, no bairro São Jorge em Petrolina. Na sua casa, foi encontrada 18 gramas de maconha, uma quantia em dinheiro e uma arma de Airsoft. Ele estava de posse de documento falsificado.
Roberto e os materiais foram conduzidos para a delegacia de Polícia Civil de plantão em Petrolina. Ele será autuado em flagrante por uso de documento falso e será encaminhado na quinta-feira (15) para audiência de custódia e depois para a Penitenciária Doutor Edvaldo Gomes em Petrolina. .

Reelembre o caso:

Em 27 de abril de 2017, durante a operação Duas Rodas, a Polícia Civil prendeu dois suspeitos de envolvimento no crime, um lutador de jiu-jítsu e um ex-policial militar do Rio Grande do Norte. Outros três suspeitos ainda ficaram foragidos. 

À época, a esposa de Charles, Edivânia Barros Santos, informou que o marido foi sozinho ao encontro e foi surpreendido pelo grupo quando tentava entrar no banheiro. “Ele estava na fila do banheiro e tinha um motoqueiro lá, que era o líder, e estava impedindo a entrada das pessoas. Ele chegou a questionar, mas mesmo assim entrou no banheiro”, comentou Edivânia.

 

O agente penitenciário de 41 anos, que foi espancado no banheiro do Casa de Taipa Bar, no último sábado (21), enquanto participava do 16º Encontro de Motociclistas de Afogados da Ingazeira, realizado na Avenida Rio Branco, não resistiu aos ferimentos e faleceu nesta terça-feira (24) no hospital São Vicente em Serra Talhada.

 

 O assassinato do agente penitenciário Charles Souza Santos, de 41 anos, ocorrido no mês de janeiro 2017 durante encontro de motociclistas em Afogados da Ingazeira, no Sertão do Pajeú. Cleber Alberto Pinto, conhecido como “Gaúcho”, 47, aparece nas imagens da câmera de segurança e teria envolvimento nas agressões que levaram Charles a morte.

Cleber Alberto Pinto, que faz parte do grupo de motociclistas Abutres, foi preso após ter sido identificado pela polícia estadual como foragido da justiça do Rio Grande do Norte. Ele sequestrou um empresário em 2000 e era procurado desde 2012, quando foi condenado pelo crime.

De acordo com o delegado Ivaldo Pereira, o suspeito trabalha como caminhoneiro e foi encontrado na praia de Maria Farinha, Paulista, e estava no bar onde Charles foi morto. “Logo que vimos as imagens, identificamos as pessoas e, ao puxar a ficha do Cleber, vimos que ele era procurado pela justiça do RN”, afirmou Pereira. 

Segundo o delegado, o suspeito não confessou o crime. “Ele confirma que estava no local, mas não confirmou que tenha participado”, concluiu. Preso pela polícia pernambucana, Gaúcho será levado para o Rio Grande do Norte para cumprir pena. Ele continuará sendo investigado pela polícia de Pernambuco sobre a morte do agente penitenciário.

Vídeo foi fundamental para desvendar o assassinato:

Governador comandou abertura da 4ª edição do Todos por Pernambuco, que aportou no Sertão de Itaparica para dialogar com moradores da região

SEI / Foto: Hélia Scheppa/SEI

FLORESTA – Com o objetivo de dialogar com a população pernambucana, buscando ouvir propostas para a melhoria da qualidade de vida das pessoas, o governador Paulo Câmara iniciou, nesta quarta-feira (14.08), a 4ª edição do Seminário Todos por Pernambuco neste município, localizado no Sertão de Itaparica. A iniciativa, que acontece sempre no primeiro ano da gestão estadual, é um momento de escuta popular e de construção coletiva, em que também são apresentadas as principais realizações da atual gestão e o planejamento para as regiões.

Durante o seminário, propostas em áreas como educação, segurança, saúde e infraestrutura foram colocadas ao governador por lideranças dos municípios da região, que contaram com o apoio de intérpretes de libras, de forma simultânea, para facilitar a comunicação durante o evento. O seminário, que passará por todas as regiões de desenvolvimento (RDs) do Estado até o final de setembro, conta com uma novidade: os cidadãos também podem colaborar enviando sugestões pelo site www.participa.pe.gov.br. Essa inovação proporcionará uma maior facilidade no armazenamento das informações que, mais na frente, serão utilizadas para o planejamento governamental.

“Viemos ao Sertão de Itaparica para ouvir a população e debater o futuro dos municípios. Sabemos da nossa responsabilidade em melhorar a vida do povo, então temos que pensar nas potencialidades de cada região e possibilitar que o Estado seja um facilitador para a consolidação do desenvolvimento de todas elas. E esse olhar está nas contribuições que estamos recebendo hoje no Todos por Pernambuco, que são fundamentais para que a gente possa caminhar ouvindo as pessoas e tirando do papel aquilo que vai fazer a vida dos pernambucanos melhorar. Vamos seguir juntos para fazer mais por Pernambuco”, afirmou o governador.

Foto: Hélia Scheppa/SEI

O secretário de Planejamento e Gestão, Alexandre Rebêlo, falou do papel do Todos por Pernambuco, de contribuir com o desenvolvimento de todo o Estado a partir do processo de escuta popular. “Quem ouve mais, acerta mais. E é indo até a população, em cada região e município, que vamos saber as reais necessidades do nosso povo”, destacou o secretário, que também apresentou ações realizadas pelo Governo do Estado até o momento.

Edilene Gonçalves, de 51 anos, liderança indígena Pankará do município de Carnaubeira da Penha e professora de arte indígena, experimentou a cabine digital instalada no local do evento para colher sugestões, e considerou fundamental a proposta de ouvir a população, sobretudo moradores de cidades do interior do Estado. “A gente precisa de oportunidades como essa. Não temos como ir ao Recife ou a Brasília para conseguir falar com os líderes do nosso Estado. Então, é bom quando o governador Paulo Câmara e os secretários vêm mais próximos das aldeias da gente, pois temos vários povos indígenas aqui”, pontuou.

Merendeira do município de Jatobá, Maria Marli Santos, 46, esteve na ilha de propostas, onde são disponibilizados vários computadores para que os cidadãos deixem suas sugestões. Para ela, o Todos por Pernambuco pode ser um diferencial na vida dos moradores da região. “O governador está aqui ouvindo as reivindicações do povo, seus anseios, o que está bom e o que está  ruim, para que possa melhorar. A gente sabe que o Brasil está em crise, mas nunca é tarde para sonhar e esperar que aconteça o melhor. E eu estou aqui para dar a minha contribuição para isso”, disse.

ABASTECIMENTO – Durante o Todos por Pernambuco em Floresta, o governador também assinou a autorização das obras de implantação do Sistema de Abastecimento de Água de Agrovilas nos municípios de Floresta e Petrolândia, e de uma estação de tratamento compacta. O investimento, de R$ 4 milhões, contemplará cerca de 1.200 moradores das duas cidades. A obra consiste na captação de água no Eixo Leste da Transposição do Rio São Francisco para consumo dos habitantes das Agrovilas 04 e 05 – em Petrolândia – e a Agrovila 06, Catende, Juazeiro, Mari, Pai João e Riacho Grande, em Floresta.

O governador Paulo Câmara esteve acompanhado da vice-governadora Luciana Santos; do presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), Eriberto Medeiros; dos deputados estaduais Fabrizio Ferraz e Professor Paulo Dutra; e de todos os secretários do governo.

Durante pronunciamento em plenário o senador Humberto Costa (PT-PE) elogiou a presença das 100 mil participantes da Marcha das Margaridas, que aconteceu em Brasília nesta quarta-feira (14). A manifestação chamou a atenção para demandas como a posse da terra, políticas de educação e saúde, além de medidas contra a violência de gênero.

O ex-juiz Sergio Moro se tornou, na avaliação do líder do PT no Senado, Humberto Costa, um mero bajulador e adulador do presidente Jair Bolsonaro. Para o senador “o ministro da Justiça e Segurança Pública do governo deixou o falso papel de paladino da ética e da moralidade para assumir o de xeleléu do chefe em Brasília. Criticado até por antigos aliados devido às ilegalidades praticadas no âmbito da Operação Lava Jato.”

“O paladino da justiça foi reduzido a um xeleléu, como se diz lá em Pernambuco, de Bolsonaro. E ai dele ele se não assumir essa função, porque poderá ser demitido. Que humilhante não deve ser esse papel, ao qual ele tem se prestado nos últimos dias, de estar ao lado de um presidente que lhe faz piadas chulas e comentários escatológicos sobre regulação intestinal”, detonou.

 

Dia sim dia não:

Se a vítima for mulher, podem ser aplicadas medidas protetivas previstas na Lei Maria da Penha. (Foto: Reprodução)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – A CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado aprovou nesta quarta-feira (14) dois projetos que, na prática, transformam o “stalking” (perseguição física ou online) em crime e aumentam a pena para a prática.
Como os dois projetos são terminativos, não passam pelo plenário do Senado, seguindo direto para a Câmara.

O primeiro projeto, de autoria da senadora Leila Barros (PSB-DF) e relatado pelo senador Rodrigo Cunha (PSDB-AL), altera o Código Penal, tipificando o crime de perseguição.

De acordo com o texto, “perseguir ou assediar outra pessoa, de forma reiterada, por meio físico, eletrônico ou por qualquer meio, direta ou indiretamente, de forma a provocar-lhe medo ou inquietação ou a prejudicar a sua liberdade de ação ou de opinião” é crime sujeito a pena de detenção, de 6 meses a 2 anos, ou multa.

Há aumento de pena até a metade quando houver participação de mais de três pessoas ou se houver uso de arma. O mesmo acontece quando houver violação do direito de expressão ou quando o criminoso, por meio eletrônico ou telemático, simular a atuação de várias pessoas.

O criminoso também está sujeito às penas correspondentes à violência. Considera-se o crime qualificado se o autor for íntimo da vítima.

O segundo texto aprovado na comissão altera a Lei de Contravenções Penais e diz que “molestar alguém ou perturbar-lhe a tranquilidade, por acinte ou por motivo reprovável, direta ou indiretamente, continuada ou episodicamente, com o uso de quaisquer meios, sobretudo os virtuais” é prática sujeita a pena de prisão de 2 a 3 anos.

Se a vítima for mulher, podem ser aplicadas medidas protetivas previstas na Lei Maria da Penha.

Atualmente, quem molesta alguém ou perturba a tranquilidade de outra pessoa por acinte ou motivo reprovável está sujeito a pena de prisão de 15 dias a 2 meses.
O projeto foi apresentado pela senadora Rose de Freitas (PODE-ES) e relatado na CCJ pelo senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE).

“São claras as razões pelas quais as mulheres tendem a ser mais vitimadas: a permanência, no presente tecnológico, da mentalidade possessiva e machista do passado. Potencializada pela tecnologia, a violência arcaica adquire novas formas de machucar a todos, e às mulheres, em especial”, justifica a senadora em seu projeto.

Em sua visita à cidade de Parnaíba (PI), para inaugurar uma escola com seu nome, o presidente Jair Bolsonaro chamou a atenção ao dizer que “corruptos e comunistas” são o “cocô do Brasil”. A fala, que repercutiu instantaneamente, foi um trecho do disscurso de quase 15 minutos que ele proferiu ao lado do prefeito do município, o ex-senador e governador do estado Mão Santa (SD).

Além do ataque à esquerda, Bolsonaro também criticou governadores do Nordeste, que recentemente criticaram declarações do presidente sobre nordestinos; defendeu o acordo entre o Mercosul e a União Europeia; disse que “bandidos” tentam voltar ao poder, em referência à vitória nas prévias eleitorais da chapa de Alberto Fernández e Cristina Kirchner; e afirmou que o Estado é laico, mas o atual governo é cristão, como a maioria da população.

Veja a seguir os principais trechos do discurso:

Governadores do Nordeste
“Vemos alguns governadores querendo separar o Nordeste do Brasil. Esses cabras estão no caminho errado. O caminho do Brasil é um só. Um só povo, uma só raça, uma só bandeira verde e amarela.”
Acordo Mercosul-UE
Uma das coisas mais importantes (sobre o acordo centre União Europeia e Mercosul): lá fora, não terá barreira para importar as frutas produzidas no Brasil. A tarfia será zero. Vamos exportar mais ainda para a Europa. A fruticultura é a vocação de Parnaíba. Estou aqui para anunciar que, apesar da petralhada ter roubado quase tudo no Brasil, nós estamos fazendo muitos esforços para arranjar recursos para essa área. Queremos concluir canais de irrigação, para trazer trabalho para todos vocês.”
Honestidade
“Pela primeira vez na história do Brasil, nós temos um presidente que não mede esforços para cumprir aquilo que prometeu por ocasião das eleições. E como diz uma velha canção de vocês: o que o Nordeste precisa, e vai ter, é chuva de honestidade.”
O Estado é laico, mas…
“Fizeram uma sacanagem comigo por ocasião das eleições, quando eu falei que o Piauí ficava na Ásia. Piauí vai ser um tigre asiático. O Piauí tem tudo para crescer. Tem terra, tem água e tem um povo maravilhoso. E mais do que isso. Um povo que acredita em Deus. Nós respeitamos todas as religiões, mas 90% da população é cristã. O Estado é laico, mas nós aqui somos cristãos e acreditamos em Deus.” 
Ideologia de gênero
“Acabou com a história de bagunçarem com a família brasileira. A família brasileira é sagrada. Nas escolas, estamos vendo cada vez menos aquele lixo, aquela coisa do capeta chamada ideologia de gênero. Ideologia de gênero é a ponta da praia. Nós vamos mudar esse Brasil. Esse povo tem vontade, tem raça e tem fé. E agora vocês têm um governo cristão.” 
Argentina
“Nós juntos vamos colocar o Brasil no lugar de destaque que ele merece. Nós juntos vamos varrer a corrupção e o comunismo do Brasil. Olha o que está acontecendo na Argentina agora. A Argentina está mergulhando no caos. A Argentina começa a trilhar o rumo da Venezuela porque, nas prmárias, bandidos de esquerda começaram a voltar ao poder.” 
Armamentos

“O Brasil tem a sua vocação, tem a sua cultura, tem a sua vocação judaico-cristã. O Brasil tem um povo que ama a democracia e não vive sem a liberdade. O que esse povo de esquerda sempre quis foi roubar a nossa liberdade. Não vamos admitir isso, porque a nossa liberdade vale muito mais que a nossa vida. Por isso defendo para vocês a posse das armas de fogo, e o porte também. O povo armado jamais será subjugado. Fiz o possível por meio do decreto. Arma é sinônimo de força e liberdade.”

Em busca de conhecimento para desenvolver novos negócios, universitários de vários estados que desenvolvem startups inovadoras em diversas áreas no Startup Summit

O governo pretende encaminhar ao Congresso Nacional, até o final do ano, o Marco Legal de Startups, iniciativa que cria normas e práticas para o setor. A expectativa do Ministério da Economia é que o projeto de lei seja encaminhado até setembro.

“Acreditamos que será uma alavanca para que o Brasil se torne um dos países mais inovadores do mundo. Quando comparamos o novo marco legal com o ambiente de startups em outros países, estamos aproveitando as melhores lições, e indo além. O Brasil vai se tornar uma grande potência de startups global”, disse o secretário Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos da Costa, em entrevista à Agência Brasil. Ele proferiu palestra no Innovation Summit Brasil – 2019, evento que debate, em Florianópolis, o ecossistema brasileiro de ciência, tecnologia e inovação.

O marco legal é um projeto realizado pelos ministérios da Economia e da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações em parceria com a sociedade civil. “O marco legal foi produto de uma construção que teve a participação de 160 pessoas, e que foi colocado em consulta pública, tendo recebido 711 contribuições, com mais de 4 mil sugestões de alterações. Por isso, estamos no momento de sistematizar essas contribuições para encaminhá-lo ao Congresso Nacional no segundo semestre”, disse Igor Nazareth, subsecretário de Inovação do Ministério da Economia.

Segundo Nazareth, o marco legal estuda a melhora do ambiente de negócios, com propostas de simplificação para que as startups se tornem sociaedade anônima (S.A.) e possam receber recursos, com diminuição da burocracia e redução de custos. Também foram objetos de trabalho, a facilitação de investimentos, as compras públicas e a atração de talentos para as startups.

“Hoje temos algumas leis dispersas que tratam do tema e trazem alguns avanços. Mas o que estamos fazendo é trazer tudo isso para aperfeiçoar o que diz respeito às startups e colocar no mesmo marco legal. Não estamos trabalhando só com leis. O projeto será encaminhado ao Congresso, mas também estamos trabalhando com decretos e instruções normativas. O objetivo do trabalho e do marco legal é identificar as barreiras que dificultam o crescimento e desenvolvimento das nossas startups e propor instrumentos e políticas para apoiar seu crescimento e desenvolvimento”, afirmou Nazareth.

Emprega+

O secretário Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos da Costa, que participou do evento, disse que, até setembro, o governo pretende lançar o Emprega+, um programa que de qualificação de capital humano que tem como objetivoa elevação da taxa de emprego no país. Segundo Costa, a data de lançamento do programa ainda não foi definida porque parte dele será feita em conjunto com o Sistema S. “Mas estamos em fase final de negociação”, disse.

O programa é baseado em três instrumentos. “Primeiro, vouchers principalmente para aqueles que estão desempregados, para que treinem e voltem a se qualificar para o mercado de trabalho. Também temos os chamados contratos de impacto social, em que contratamos empresas para que elas qualifiquem as pessoas e as coloquem no mercado. As empresas ganham de acordo com o sucesso em recolocar essas pessoas. E também programas específicos, desenhados junto com as empresas para qualificarem as pessoas no futuro.”

Agência Brasil

Temor de recessão global faz dólar fechar acima de R$ 4

As divulgações de dados econômicos ruins na China e na Alemanha provocaram turbulências nos mercados financeiros de todo o planeta. No Brasil, o dólar comercial fechou acima de R$ 4 pela primeira vez desde maio, e a bolsa de valores chegou a ficar abaixo dos 100 mil pontos em alguns momentos do dia.

A moeda norte-americana encerrou esta terça-feira (14) vendida a R$ 4,04, com alta de R$ 0,074 (1,86%) em apenas um dia. Na maior cotação desde 23 de maio (R$ 4,047), a divisa acumula valorização de 5,83% em agosto.

No mercado de ações, o índice Ibovespa, da B3 (antiga Bolsa de Valores de São Paulo), fechou o dia com queda de 2,94%, aos 100.258 pontos. Por volta das 16h, o indicador chegou a ficar abaixo da barreira de 100 mil pontos, mas o ritmo de queda estabilizou-se nos minutos finais de negociação.

Mercados

Os mercados financeiros globais registraram fortes movimentos de fuga após a divulgação de que o Produto Interno Bruto (PIB, soma das riquezas produzidas) na Alemanha recuou 0,1% no segundo trimestre em relação ao trimestre anterior. Os dados indicam que a maior economia da Europa está à beira da recessão.

Na China, segunda maior economia do planeta, a produção industrial cresceu 4,8% em julho sobre o mesmo mês do ano passado. Esse é o menor ritmo mensal de crescimento desde fevereiro de 2002. Influenciada pela queda nas compras de automóveis, as vendas no varejo na China cresceram 7,6% em julho, menos que o esperado.

Na Europa, a bolsa de Londres caiu 1,42%, a de Frankfurt recuou 2,19%, e a de Paris teve retração de 2,08%. Nos Estados Unidos, o índice Dow Jones, da bolsa de Nova York, caiu 3,05% nesta quarta-feira (14). Perdas nos mercados de países desenvolvidos fazem os investidores retirarem dinheiro de mercados emergentes, como o Brasil.

É de largo alcance político a carta desta terça-feira (13) do ex-presidente Lula ao universo político-parlamentar agradecendo  os esforços de parlamentares de diversos partidos que em 7 de agosto foram ao STF pedri a suspensão de sua transferência forçada de Curitiba. Endereçada a Rodrigo Maia, líderes partidários da Câmara e deputados de quase todo espectro político, foi um gesto de primeira grandeza de Lula para iniciar a costura de uma frente antifascista no país.

Foi cuidadosamente redigida. Se a carta tinha como objetivo explícito o agradecimento de Lula à mobilização parlamentar, as duas expressões que devem ser lidas como as mais importantes do texto são “garantias individuais” e “Estado Democrático de Direito”, bandeiras-chave da luta contra a ditadura militar no Brasil e nas frentes de luta contra os regimes fascistas ao logo da história.

Não foi uma carta para a esquerda ou centro esquerda. Foi uma carta a praticamente todo o especto político do país, exceto a extrema-direita. Examinando-se com cuidado os destinatários, é imediata a lembrança da base parlamentar que sustentou os governos de Lula.

Eis os destinatários nominados por Lula: Rodrigo Maia (DEM), Marcos Pereira (PRB), presidente e vice da Câmara, e os presodentes de partidos, líderes ou vice-líderes das bancadas: Tadeu Alencar (PSB), Fábio Ramalho (PMDB), Arthur Lira (PP), André Figueiredo (PDT), Luiza Erundina (PSOL), Fábio Trad (PSD), Rubens Bueno (Cidadania), Paulinho da Força (Solidariedade), Paulo Pimenta (PT), Daniel Almeida (PC do B), Wellington Roberto (PL),  Bacelar (Podemos), Jandira Feghali (PC do B), Alessandro Molon (PSB), Gleisi Hoffmann (PT), Carlos Lupi (PDT).

Lula fez questão de dirigir-se a parlamentares de “diversos outros partidos que  compõem a Câmara dos Deputados”, num gesto de amplitude ainda maior.

Quem ficou de fora? O PSL de Bolsonaro, alguns pequenos partidos satélites, o PTB, o Novo e o PSDB. Lula lançou-os num grande isolamento político.

Em sua carta, Lula sinaliza qual é o espectro político que pretende unir para a saída da atual crise do país e na oposição a Bolsonaro. Há, dentre os destinatários, parlamentares que apoiaram o golpe contra Dilma e mesmo a perseguição e condenação de Lula. Mas o ex-presidente não faz política com o fígado, e sim com a cabeça e o coração de olhos postos no país.

O cumprimento final é igualmente significatico: “Saudações Democráticas”

Veja a carta assinada por Lula:

A carta de Lula aos parlamentares

Assista agora à leitura da carta feita por Gleisi Hoffman no plenário da Câmara. Na foto que ilustra este artigo, o momento em que Gleisi e outros parlamentares entregaram a carta, nesta terça ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia.

Floresta: Paulo Câmara abre o Todos por Pernambuco

O governador Paulo Câmara já está no município de Floresta, no Sertão de Itaparica, onde comanda a abertura da 4ª edição do Todos por Pernambuco. O seminário é promovido pelo Governo do Estado para apresentar as ações e obras já realizadas e o planejamento para a região. O prefeito Ricardo Ferraz participa como anfitrião.

Ao longo de mais de um mês, a caravana liderada por Paulo Câmara vai percorrer todas as macrorregiões do Estado. Nesta quinta, vai a Arcoverde. E na sexta, a Serra Talhada.

Este ano, a grande novidade é que os cidadãos também podem fazer suas propostas e dar suas opiniões, através do site www.participa.pe.gov.br. O Sertão do Moxotó e o Sertão do Pajeú também receberão o evento ainda nesta semana, com seminários em Arcoverde, no dia 15, e Serra Talhada, do dia 16.

Também na quarta-feira (14), durante o período da tarde, o governador percorre as cidades de Tacaratu e Petrolândia. No primeiro município, Paulo Câmara visita a obra de Implantação do Sistema de Esgotamento Sanitário Caraibeiras, na Estação de Tratamento de Esgoto Caraibeiras. Já em Petrolândia, participa da inauguração da implantação da Rede de Distribuição de Água na Comunidade de Serrota.

 

Se você é daqueles que gosta de apagar mensagens no WhatsApp ou queria poder ler o que os seus contatos apagaram, agora é possível. A extensão para o Google Chrome WA Web Plus permite que os usuários leiam o conteúdo das mensagens deletadas. A ferramenta é gratuita e funciona exclusivamente para o WhatsApp Web.

Para instalar a funcionalidade, basta apenas clicar neste link e escolher a opção “Usar no Chrome”. A extensão também possui outras funções, como borrar fotos e nomes de contatos e mensagens de uma conversa. Também há o modo noturno, que escurece a tela para o uso durante a noite. Outra opção é a inclusão de um botão “like” e a possibilidade de personalizar o plano de fundo. Há ainda uma versão paga, que custa US$ 10 dólares (cerca de R$ 39,63) e permite, também, a automação de mensagens, com exportação de contatos via tabelas de Excel. 

Cidades Acessando Blog

Panificadora Samuel

Escola Monteiro Lobato

 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!

Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

Siteemonteirolobato.com.br

Dr. Jamildo Carvalho

Desfile Cívico Escola M.L

AABB

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!