Entre setembro de 2017 e abril deste ano foram feitos 13.595 pagamentos que ultrapassaram os R$ 100 mil mensais, de acordo com levantamento feito nas folhas de pagamento do Judiciário. O teto constitucional é de R$ 39 mil.

O Judiciário brasileiro pagou salário mensal acima de R$ 100 mil a 8.226 juízes ao menos uma vez entre setembro de 2017 e abril deste ano, enquanto o teto constitucional do setor público é de R$ 39,3 mil por mês. Foram feitos 13.595 pagamentos que ultrapassaram os R$ 100 mil. Remunerações acima de R$ 200 mil foram pagas 565 vezes a 507 juízes, apontou um levantamento feito nas folhas de pagamento do Judiciário.

De acordo com reportagem publicada pelo jornal Folha de S.Paulo, foram recolhidos dados dos 27 Tribunais de Justiça estaduais, 5 Tribunais Regionais Federais, 24 cortes trabalhistas, 3 tribunais militares estaduais e dos tribunais superiores.

Os supersalários estão mais concentrados na Justiça Estadual, porque, muitas vezes, os três Poderes locais é que negociam a criação de auxílios.

As estatísticas mostraram que mais da metade dos salários pagos aos 26.177 juízes em serviço e aposentados nos últimos dois anos e oito meses superaram o teto constitucional.

Segundo os números, 95,79% dos magistrados já receberam pelo menos um salário acima do máximo permitido. “Os juízes devem ser remunerados de acordo com a legislação e com suas atribuições, considerando todas as especificidades e limitações que o cargo impõe”, disse a presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), Renata Gil.

A Constituição prevê um salário máximo, porém a concessão de auxílios, verbas indenizatórias e vantagens eventuais, como 13º salário e acúmulo de funções, aumentam a remuneração de juízes.

O presidente da Associação dos Juízes Federais (Ajufe), Eduardo André Brandão, afirmou que, após a extinção do auxílio-moradia, os cerca de 2.000 juízes federais em atividade não recebem mais verba indenizatória ou o chamado penduricalho, do qual não incide a cobrança de imposto.

O juiz negou que auxílios sejam pendurricalhos. “Quando o máximo é extrapolado, diz respeito ao recebimento de 13º, férias, mas isso está na lei e vale para qualquer brasileiro, não é um penduricalho”, disse.

Dependendo do tribunal os juízes recebem benefícios como diárias, auxílio-escolar, auxílio-moradia, auxílio-saúde, auxílio-livro e benefício para quem atua em local diverso da comarca original, entre outros.

O salário de um ministro de tribunais superiores (STJ, TST e STM) é proporcional a 95% do que ganham magistrados do Supremo Tribunal Federal e o desembargadores dos TJs é o equivalente a 90,25%.

O vencimento de um juiz federal representa 80% do teto, percentual que soube para 85% quando o magistrado é titular de uma vara. Desembargador federal recebe 90% do teto.

Com 733 novas mortes por covid-19 registradas nas últimas 24 horas, o Brasil chegou ao total de 72.833 óbitos em função do novo coronavírus. A atualização diária foi divulgada pelo Ministério da Saúde no início da noite desta segunda-feira (13). O número de casos confirmados desde o início da pandemia chegou a 1.884.967. O sistema do Ministério da Saúde contabilizou 20.286 novos casos desde o balanço de ontem (12).

De acordo com o boletim do ministério, 657.297 pessoas estão em acompanhamento e 1.154.837 se recuperaram da doença. Há ainda 4.011 mortes em investigação.

O aumento foi de 1%, tanto do número de mortes quanto do número de casos confirmados da doença se comparado com os dados de ontem (12). Mas na última semana, o número de mortes cresceu 11,2%  e o número de casos confirmados, 16,1%.

Aos sábados, domingos e segundas-feiras, o número registrado diário tende a ser menor pela dificuldade de alimentação dos bancos de dados pelas secretarias municipais e estaduais. Já às terças-feiras, o quantitativo em geral é maior pela atualização dos caso acumulados aos fins de semana.

A taxa de letalidade (número de mortes pelo total de casos) ficou em 3,9%. A mortalidade (quantidade de óbitos por 100 mil habitantes) atingiu 34,7. A incidência dos casos de covid-19 por 100 mil habitantes é de 897.

Covid-19 pelo Brasil

Os estados com mais mortes são: São Paulo (17.907), Rio de Janeiro (11.474), Ceará (6.947), Pernambuco (5.652) e Pará (5.293). As Unidades da Federação com menos falecimentos pela pandemia são: Mato Grosso do Sul (167), Tocantins (259), Roraima (397), Acre (430) e Amapá (478).

Os estados com mais casos confirmados desde o início da pandemia são: São Paulo (374.607), Ceará (137.206), Rio de Janeiro (132.044), Pará (126.509) e Bahia (106.891). As Unidades da Federação com menos pessoas infectadas registradas são: Mato Grosso do Sul (13.461), Tocantins (15.307), Acre (16.260), Roraima (22.627) e Rondônia (27.050).

Covid-19-Brasil

Agência Brasil

Autoridades encontram corpo no lago em que Naya Rivera desapareceu

Através do Twitter, o Gabinete do Xerife do Condado de Ventura escreveu que ainda estão apurando informações para o reconhecimento do corpo e as 18h da tarde (no horário de Brasília) haverá uma coletiva de imprensa.

Já a Guarda Costeira afirma que, só no ano passado, foram registrados 4.168 acidentes com barcos nos Estados Unidos. (Foto: Reprodução)

 As autoridades policiais do condado de Ventura encontraram um corpo nas águas do lago Piru na manhã desta segunda-feira (13). A região é a mesma em que a atriz Naya Rivera, 33, desapareceu após um passeio de barco com o filho Josey, 4, na quarta-feira passada (8).

Através do Twitter, o Gabinete do Xerife do Condado de Ventura escreveu que ainda estão apurando informações para o reconhecimento do corpo e as 18h da tarde (no horário de Brasília) haverá uma coletiva de imprensa.

Conhecida pelo papel de Santana Lopez no seriado “Glee”, Rivera desapareceu após pular de um barco alugado por ela nas águas do lago Piru, que fica nessa região da Califórnia (EUA). O filho de Naya foi encontrado sozinho.

A polícia diz ainda que local onde ela possivelmente se afogou tem águas turvas, com baixa visibilidade, além de árvores e detritos no fundo. E que o corpo pode demorar entre 7 e 10 dias a emergir na superfície. Eles estão trabalhando com a hipótese de “morte presumida”, de modo que as buscas agora são para recuperar o corpo da atriz.

O lago Piru (que na verdade é um açude) fica dentro de uma reserva natural. Apesar de belo, ele tem uma história de diversos afogamentos ao longo dos anos, porque a região tem ventos fortes e águas profundas, de até 50 metros. Segundo o “Los Angeles Times”, entre 1994 e 2000, pelo menos 7 pessoas se afogaram nele.

Já a Guarda Costeira afirma que, só no ano passado, foram registrados 4.168 acidentes com barcos nos Estados Unidos. Os afogamentos foram os que causaram mais mortes, abrangendo 79% de todos os óbitos registrados em barcos. Desses, 86% estavam alegadamente sem colete salva-vidas.

Colegas de Rivera em “Glee” também se manifestaram sobre o ocorrido. Heather Morris, que interpretou Brittany, par romântico da atriz na série, pediu por orações aos fãs: “Nós precisamos de todas as orações que pudermos para trazer nossa Naya de volta para casa. Nós precisamos de seu amor e luz”, escreveu ela em seu Instagram.

Harry Shum Jr., que interpretou Mike Chan na série, também disse no Twitter que está “orando”. Já Igbal Theba, que interpretou o diretor Figgins, pediu “piedade” a Deus. Vanessa Lengies, a interprete de Sugar, ainda publicou uma foto de uma vela acesa, com a legenda: “Estou com você. Eu te amo”.

Damian McGinty, o Rory Flanagan de “Glee”, afirmou no Twitter que se sente “doente” com o acontecimento, e pediu por orações dos fãs. Até mesmo Demi Lovato, que trabalhou ao lado de Naya, em quatro episódios de “Glee”, publicou em seu Instagram Stories: “Por favor, rezem para que @nayarivera seja encontrada sã e salva”.

Ventania causa destruição e derruba torre em São Luís, no Maranhão

Comércios e igrejas foram destelhadas, muros caíram, o trânsito parou e até uma torre de telefonia foi derrubada.

Uma forte ventania causou destruição em algumas regiões de São Luís no início da tarde desta segunda-feira (13). O fenômeno foi registrado com mais intensidade na região da Forquilha, mas também há registros na região da Cidade Operária.

Motoristas e moradores gravaram momentos de tensão. Casas, comércios e igrejas foram destelhadas e até uma torre de telefonia foi derrubada.

Uma loja de materiais de construção teve a fachada destruída, com queda de portões. Muros caíram e um motorista de carro na região da Forquilha se acidentou, atrapalhando o trânsito.

Imóveis ficaram sem energia elétrica nos bairros: Forquilha, João de Deus, Cohab Anil, Cohatrac, Aurora, Planalto, Cruzeiro do Anil, Angelim, Novo Angelim e áreas adjacentes. Segundo a Cemar, por volta das 17h30, a energia já tinha retornado para quase todos os bairros.

O mesmo fenômeno também foi registrado na região dos bairros Vila Frades, Alto do São Francisco e Coroadinho, no dia 6 de julho.

Casas foram destelhadas, galhos de árvores chegaram ser arrancados e objetos também foram levados pelo vento. Nuvens densas de chuva também se formaram durante a ventania, que segundo os moradores da área, durou poucos minutos.

De acordo com o meteorologista da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), Hallan Cerqueira, no Coroadinho e na Forquilha, o fenômeno foi causado pela formação das nuvens cúmulos-nimbus. Essas nuvens se formam com ventania de forma vertical e, posteriormente, causam fortes tempestades.

“Esse fenômeno é bastante comum de acontecer agora no período de transição, quando nossa atmosfera está mais quente pelo fim do período chuvoso. Então tem mais calor, associado com a umidade do oceano provoca a convecção, que é o combustível dessas nuvens. As cúmulus-ninbus são comuns em todas as regiões, mas normalmente se formam em áreas quentes. Quando acontece em área urbana, passando pela cidade, acaba causando alguns estragos. Mas esse fenômeno é muito comum”, explicou.

Hoje foi depositada a segunda parcela da ajuda financeira da União. O valor repassado ao Estado da Paraíba foi de R$ 110,9 milhões.

Já em relação à parcela para combate à Covid-19, foram depositados R$ 49,9 milhões. (Foto: Reprodução)

O Estado da Paraíba recebeu, nesta segunda-feira (13), R$ 160,8 milhões em verdas de ajuda financeira da União e para enfrentamento à pandemia do novo coronavírus.

Hoje foi depositada a segunda parcela da ajuda financeira da União. O valor repassado ao Estado da Paraíba foi de R$ 110,9 milhões.

Já em relação à parcela para combate à Covid-19, foram depositados R$ 49,9 milhões.

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) recomendou que o prefeito de Quixaba, Sebastião Cabral Nunes, assegure, no prazo máximo de 20 dias, a disponibilização no Portal da Transparência do município de todos os dados atualizados das receitas e gastos com contratações excepcionais (inclusive de pessoal), revisões de contratos em curso, dispensas licitatórias, aquisições de insumos, entre outros que forem efetivados para o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus. 

Os procedimentos de dispensa e da execução dos referidos contratos também devem ser disponibilizados imediatamente no Portal ou em outro website, contendo, além das informações previstas no § 3º, do art. 8º, da Lei de Acesso à Informação (Lei nº 12.527/2011), o nome do contratado, o número de sua inscrição na Receita Federal do Brasil, o prazo contratual, o valor e o respectivo processo de contratação ou aquisição.

A promotora de Justiça de Carnaíba, Adriana Cecília Lordelo Wludarski, ressaltou ainda que o prefeito de Quixaba deverá corrigir duas falhas em seções específicas do site; uma na ferramenta de pesquisa e outra relativa a gravação de relatórios em formatos eletrônicos. 

A Recomendação de nº 006/2020 foi publicada na íntegra no Diário Oficial Eletrônico do MPPE desta segunda-feira (13)

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) confirmou, nesta segunda-feira (13.07), 431 novos casos da Covid-19. Entre os confirmados hoje, 315 (73%) são casos leves, ou seja, pacientes que não demandaram internamento hospitalar e que estavam na fase final da doença ou já curados. Os outros 116 (27%) se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Agora, Pernambuco totaliza 72.901 casos já confirmados, sendo 21.203 graves e 51.698 leves.
⠀⠀⠀
Também foram confirmados 57 óbitos, ocorridos desde o dia 07 de abril. Do total de mortes no informe de hoje, 39 (68%) ocorreram de 07/04 a 09/07. As outras 18 (32%) ocorreram nos últimos 3 dias. Com isso, o Estado totaliza 5.652 óbitos pela doença. O

Paraíba registra 324 novos casos de Covid-total de mortos chega a 1.302 e mais de 61 mil infectados

O índice de Isolamento Social foi de apenas 46%, considerado baixo em relação à meta de 70% e à mínima de 50%.

Até o momento, 181.680 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados. (Foto: Reprodução)

A Paraíba registrou 324 novos casos de Covid-19 e 18 óbitos confirmados desde a última atualização, 5 deles ocorridos nas últimas 24 horas. De acordo com informações da Secretaria de Estado da Saúde, em boletim epidemiológico divulgado nesta segunda-feira (13), são 61.108 pessoas que já contraíram a doença, 22.468 que já se recuperaram e 1.302 faleceram. Até o momento, 181.680 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados. 

  • Casos Confirmados: 61.108
  • Casos Descartados: 71.609
  • Óbitos confirmados: 1.302
  • Casos recuperados: 22.468
  • Total de municípios: 218

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 54%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 62%. 

Em Campina Grande, estão ocupados 45% dos leitos de UTI adulto e no sertão, 63% dos leitos de UTI para adultos.  

O índice de Isolamento Social foi de apenas 46%, considerado baixo em relação à meta de 70% e à mínima de 50%. 

Os casos confirmados estão distribuídos por 218 dos 223 municípios paraibanos:

Água Branca (37); Aguiar (19); Alagoa Grande (555); Alagoa Nova (206); Alagoinha (582); Alcantil (22); Algodão de Jandaíra (4); Alhandra (429); Amparo (12); Aparecida (37); Araçagi (345); Arara (131); Araruna (149); Areia (205); Areia de Baraúnas (2); Areial (36); Aroeiras (109); Assunção (27); Baia da Traição (302); Bananeiras (98); Baraúna (120); Barra de Santa Rosa (30); Barra de Santana (70); Barra de São Miguel (12); Bayeux (1079); Belém (496); Belém do Brejo do Cruz (13); Bernardino Batista (3); Boa Ventura (2); Boa Vista (61); Bom Jesus (6); Bom Sucesso (7); Bonito de Santa Fé (7); Boqueirão (173); Borborema (7); Brejo do Cruz (158); Brejo dos Santos (14); Caaporã (810); Cabaceiras (19); Cabedelo (2017); Cachoeira dos Índios (48); Cacimba de Areia (7); Cacimba de Dentro (79); Cacimbas (39); Caiçara (299); Cajazeiras (822); Cajazeirinhas (1); Caldas Brandão (112); Camalaú (1); Campina Grande (8200); Capim (130); Caraúbas (29); Carrapateira (27); Casserengue (153); Catingueira (15), Catolé do Rocha (184); Caturité (63); Conceição (123); Condado (92); Conde (506); Congo (41); Coremas (48); Coxixola (12); Cruz do Espírito Santo (239); Cubati (56); Cuité (126); Cuité de Mamanguape (72); Cuitegí (189); Curral de Cima (15); Curral Velho (1), Damião (3); Desterro (42); Diamante (3); Dona Inês (42); Duas Estradas (45); Emas (5); Esperança (316); Fagundes (59); Frei Martinho (5); Gado Bravo (77); Guarabira (2710); Gurinhém (251); Gurjão (19); Ibiara (13); Igaracy (4); Imaculada (26); Ingá (526); Itabaiana (818); Itaporanga (59); Itapororoca (348); Itatuba (198); Jacaraú (172); Jericó (5); João Pessoa (16.702); Joca Claudino (2); Juarez Távora (212); Juazeirinho (127); Junco do Seridó (31); Juripiranga (335); Juru (14); Lagoa (4); Lagoa de Dentro (60); Lagoa Seca (499); Lastro (15); Livramento (47); Logradouro (92); Lucena (221); Mãe d’Água (15); Malta (26); Mamanguape (1644); Manaíra (7); Marcação (112); Mari (600); Marizópolis (8); Massaranduba (226); Mataraca (125); Matinhas (51); Mato Grosso (7); Matureia (25); Mogeiro (98); Montadas (35); Monteiro (146); Mulungu (229); Natuba (45); Nazarezinho (10); Nova Floresta (26), Nova Olinda (7); Nova Palmeira (40); Olho D´Água (35); Olivedos (44);  Parari (4); Passagem (30); Patos (1989); Paulista (70); Pedra Lavrada (26); Pedras de Fogo (1078); Pedro Régis (31); Piancó (96); Picuí (130); Pilar (206); Pilões (42); Pilõezinhos (177); Pirpirituba (140); Pitimbu (540); Pocinhos (69);  Poço Dantas (4); Pombal (184); Prata (2); Princesa Isabel (46); Puxinanã (208);  Queimadas (667); Quixaba (26); Remígio (183); Riachão (35); Riachão do Bacamarte (193);  Riachão do Poço (43); Riacho de Santo Antônio (19); Riacho dos Cavalos (5); Rio Tinto (670); Salgadinho (11); Salgado de São Felix (141); Santa Cecília (45); Santa Cruz (14); Santa Helena (11); Santa Inês (25);  Santa Luzia (180); Santa Rita (1528); Santa Terezinha (40); Santana de Mangueira (5); Santana dos Garrotes (7); Santo André (5); São Bentinho (24); São Bento (711); São Domingos do Cariri (29);  São Francisco (12);  São João do Cariri (44); São João do Rio do Peixe (103); São João do Tigre (4); São José da Lagoa Tapada (18); São José de Caiana (32); São José de Espinharas (11); São José de Piranhas (78); São José de Princesa (1); São José do Bonfim (52); São José do Brejo do Cruz (5); São José do Sabugi (169); São José dos Cordeiros (5); São José dos Ramos (148); São Mamede (34); São Miguel de Taipu (80); São Sebastião de Lagoa de Roça (140); São Sebastião do Umbuzeiro (5); São Vicente do Seridó (32); Sapé (653); Serra Branca (95); Serra da Raíz (14); Serra Grande (8); Serra Redonda (157); Serraria (48); Sertãozinho (62); Sobrado (103); Solânea (204); Soledade (101); Sossego (8), Sousa (692); Sumé (93); Tacima (91); Taperoá (52); Tavares (32); Teixeira (89); Tenório (13); Triunfo (15); Uiraúna (30); Umbuzeiro (55); Várzea (8); Vieirópolis (4); Vista Serrana (2), Zabelê (9).

*Dados oficiais preliminares (fonte: SIM,e-sus VE e SIVEP) extraídos às 10h do dia 13/07, sujeitos a alteração por parte dos municípios.

18 óbitos foram registrados entre os dias 24 de maio e 13 de julho:

Mulher, 80 anos. Residente em Casserengue. Cardiopata. Início dos sintomas em 12/06, foi a óbito em sua residência no dia 13/07. 

Homem, 48 anos. Residente em Bayeux. Hipertenso. Início dos sintomas em 25/06, foi a óbito em hospital público no dia 12/07.

Homem, 50 anos. Residente em Cabedelo. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 22/04, foi a óbito em hospital público no dia 12/07.

Mulher, 38 anos. Residente em Pedras de Fogo. Obesa. Início dos sintomas em 30/06. Foi a óbito em hospital privado no dia 12/07.

Homem, 93 anos. Residente em Queimadas. Cardiopata. Início dos sintomas em 13/06, foi a óbito em hospital público no dia 12/07.

Homem, 93 anos. Residente em João Pessoa. Diabético, Cardiopata. Início dos sintomas em 02/07,  foi a óbito em hospital público no dia 11/07.

Mulher, 72 anos. Residente em Lagoa Seca. Imunossuprimida. Início dos sintomas em 10/06, foi a óbito em hospital público no dia 11/07.

Homem, 63 anos. Residente em Mamanguape. Hipertenso, diabético e cardiopata. Início dos sintomas em 24/06, foi a óbito em hospital público no dia 09/07.

Homem, 54 anos. Residente em Cabedelo. Obeso, Etilista e portador de doença hepática. Início dos sintomas em 04/07, foi a óbito em hospital público no dia 08/07

Mulher, 84 anos. Residente em João Pessoa. Hipertensa e diabética. Início dos sintomas em 19/06, foi a óbito em hospital público no dia 03/07.

Mulher, 96 anos. Residente em Campina Grande. Cardiopata. Início dos sintomas em 12/06, foi a óbito em hospital público no dia 26/06.

Homem, 97 anos. Residente em Campina Grande. Comorbidades não informadas. Início dos sintomas em 09/06, foi a óbito em hospital público no dia 17/06.

Homem, 86 anos. Residente em Campina Grande. Sem comorbidades. Início dos sintomas em 06/06, foi a óbito em hospital público no dia 15/06.

Homem, 50 anos. Residente em João Pessoa. Diabético. Início dos sintomas em 20/05, foi a óbito em hospital público no dia 14/06.

Homem, 82 anos. Residente em João Pessoa. Cardiopata, hipertenso e diabético. Início dos sintomas em 18/05, foi a óbito em hospital público no dia 07/06.

Mulher, 27anos. Residente em João Pessoa. Portadora de doença respiratória. Início dos sintomas em 21/05, foi a óbito em hospital púbico no dia 02/06.

Mulher, 77 anos. Residente em Pedras de Fogo. Comorbidades não informadas. Início dos sintomas em 20/05, foi a óbito em hospital público no dia 30/05.

Homem, 68 anos. Residente em João Pessoa. Cardiopata e obeso. Início dos sintomas em 17/05, foi a óbito em hospital público no dia 24/05.

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que hoje foram registrados 02 casos positivos e 18 em investigação no nosso município.
Casos Positivos:
Foram detectados 02 pacientes do sexo masculino (61 e 67 anos). Os dois são aposentados. O paciente de 61 anos está hospitalizado no IMIP após realizar tratamento para outros agravos. Ele era um dos casos que estava sob investigação. O resultado do exame saiu hoje.
Novos em Investigação:
São 06 pacientes do sexo masculino (16, 22, 25, 30, 33 e 50 anos) e 12 pacientes do sexo feminino (16, 21, 21, 26, 28, 34, 34, 36, 38, 41, 41 e 42 anos). Entre as mulheres: 02 são estudantes; 02 são agricultoras; 01 está desempregada; 01 autônoma; 01 recepcionista; 02 do lar; 01 profissional da Saúde; 01 professora e 01 secretária. Já entre os homens: 02 são estudantes; 02 são agricultores; 01 profissional de segurança e 01 comerciante.
Descartados: 
26 pacientes que realizaram TR na nossa Unidade de Campanha Dia e 01 óbito que estava em investigação tiveram resultado negativo.
Os casos positivos e em investigação, além dos seus contatos, estão sendo monitorados pelas equipes de vigilância e atenção básica do nosso município.
Hoje atingimos a marca de 1.114 pessoas testadas em nosso Afogados da Ingazeira.

São José do Egito tem 13 novos casos de covid-19 e 4 curas chega a 131

Hoje a secretaria de saúde informa a cura de mais 4 pacientes da COVID 19. Alcançamos a marca de 108 pacientes curados. Informamos também a confirmação de mais 13 casos e mais uma vez ressaltamos a importância do isolamento social assim como do uso de máscara e higiene para que possamos diminuir os riscos de contaminação. No isolamento UPA/COVID do Hospital Maria Rafael de Siqueira, estão internados 2 pacientes nos Leitos de UTI. Os pacientes ainda necessitam de cuidados intensivos e suporte respiratório, apresentam evolução, mas ainda sem previsão de alta. Desde a última quarta-feira 01 de Julho, inauguramos o Centro de Enfrentamento ao COVID, ele fica por trás do fórum, e funciona de segunda a sexta das 14 às 22h. Então ao apresentar os primeiros sintomas, procure esse serviço, lá você será avaliado e já saíra com a medicação e o teste feito ou agendado. O tratamento precoce faz parte do nosso sucesso no manejo dos casos até aqui. Na nossa avaliação iremos passar por um processo de aceleração no número de contaminação. Somente com a colaboração de toda sociedade, poderemos frear esse avanço e continuar tratando os que adoecerem. Temos testado todos os pacientes sintomáticos e até hoje já foram realizados 557 exames.

Tabira tem 11 novos casos de covid-19, 54 curas e 245 casos confirmados

A secretaria informa que com os retornos dos pacientes para reavaliações nas 11 Unidades Básicas de Saúde e Emergência Respiratória, chegamos à marca expressiva de 183 casos recuperados, de cidadãos tabirenses que venceram a COVID 19, mas isso não deve ser considerado como um meio para relaxamento das medidas de isolamento, ou novas aglomerações. A secretaria de saúde e todos os profissionais da linha de frente estão trabalhando incansavelmente para vencermos juntos essa batalha. 

Petrolina confirma 37° óbito e registra 87 novos casos de Covid-19 chega a 1.588

A Prefeitura de Petrolina começou mais uma semana dando sequência ao trabalho de intensificação dos testes rápidos para detectar a covid-19. Só nesta segunda-feira (13), foram realizados 509 testes, com 60 positivos. O município também recebeu 27 confirmações por meio de exames laboratoriais. Dos testes, são 39 pessoas do sexo feminino com idades entre 1 ano e 2 meses a 84 anos, e 21 do sexo masculino, entre 10 meses de vida a 61 anos. Dos exames laboratoriais são 18 pacientes do sexo masculino, entre 05 a 67 anos, e 9 do sexo feminino entre 03 e 52 anos.

Com esses 87 novos casos, Petrolina contabiliza 1.588 registros até o momento – destes, 168 são detentos da Penitenciária Dr. Edvaldo Gomes. Do total de positivados, 1.222 foram confirmados por testes rápidos da prefeitura e 366 diagnosticados através de exames laboratoriais. As curas clínicas aumentaram para 609. Petrolina recebeu um exame do Laboratório Central de Pernambuco (Lacen-PE) confirmando covid-19 em um paciente de 67 anos que faleceu no Hospital Universitário (HU), no dia 9 da julho. Agora, o total de óbitos subiu para 37.

PROGRAMA – PROUNI DISPONIBILIZARÁ 167.789 BOLSAS EM 1.061 INSTITUIÇÕES PRIVADAS

A Secretaria de Educação Superior (Sesu) informa que o Programa Universidade para Todos (Prouni) oferecerá 167.789 bolsas em 1.061 Instituições de Ensino Superior Privadas. Desse total, 60.551 serão integrais e 107.229 serão parciais, cobrindo 50% do valor das mensalidades.

As inscrições serão entre 14 e 17 de julho. De acordo com a pasta, já é possível fazer consultas sobre a oferta de bolsas no portal do Prouni.
O programa seleciona estudantes para bolsas em instituições privadas de ensino superior. Essas bolsas variam de acordo com a renda dos candidatos e podem ser parciais, de 50% da mensalidade, ou integrais, de 100%.
De acordo com o Ministério da Educação, o Prouni, que foi criado em 2004, tem por objetivo aumentar a quantidade de estudantes brasileiros de baixa renda na graduação.
Fonte – Agência Brasil

Morre presidente da Câmara Municipal de Garanhuns

Morreu no Hospital da Unimed de Caruaru, no Agreste, o vereador Daniel da Silva, presidente da Câmara Municipal de Garanhuns. Daniel da Saúde, como era conhecido,  foi eleito pelo PSC. Enfermeiro por formação, tinha 53 anos.

Ele estava internado desde o dia 26 de junho, quando sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) hemorrágico enquanto participava de uma sessão da Casa Raimundo de Moraes.

Em uma rede social, o prefeito de Garanhuns, Izaías Régis (PTB), lamentou a morte do colega. Ele decretou luto oficial de três dias.

“Infelizmente, acabei de receber mais uma triste notícia. O vereador Daniel, presidente da Câmara de Vereadores de Garanhuns, faleceu há pouco. Um homem bom, prestativo, cheio de compaixão com os outros”.

E seguiu: “Serviu a muitas pessoas em Garanhuns, mesmo antes de ser vereador. Mais uma grande perda para o nosso município. Vou decretar luto de três dias no município, por toda a contribuição dele à nossa Garanhuns. Que Deus nos conforte e à família, sua esposa, filhos e demais amigos”, frisou o gestor.

Hoje foi depositada a segunda parcela da ajuda financeira da União. O valor repassado ao Estado da Paraíba foi de R$ 110,9 milhões.

Já em relação à parcela para combate à Covid-19, foram depositados R$ 49,9 milhões. (Foto: Reprodução)

O Estado da Paraíba recebeu, nesta segunda-feira (13), R$ 160,8 milhões em verdas de ajuda financeira da União e para enfrentamento à pandemia do novo coronavírus.

Hoje foi depositada a segunda parcela da ajuda financeira da União. O valor repassado ao Estado da Paraíba foi de R$ 110,9 milhões.

Já em relação à parcela para combate à Covid-19, foram depositados R$ 49,9 milhões.

Resultados iniciais do primeiro teste de pequena escala da vacina desenvolvida pelo Instituto Gamaleya mostraram que ela é segura.

Um instituto da Rússia que está desenvolvendo uma das possíveis vacinas contra a covid-19 espera iniciar a fase final de testes em uma pequena parcela do público geral em meados de agosto, disse o diretor do instituto nesta segunda-feira, segundo a agência de notícias RIA.

Globalmente, das 19 vacinas experimentais contra covid-19 em testes com humanos, só duas estão em testes finais de fase 3 — uma da chinesa Sinopharm e outra da AstraZeneca e da Universidade de Oxford, que tem parte do teste realizada no Brasil. A chinesa Sinovac Biotech deve se tornar a terceira no final deste mês, também com testes no Brasil.

Resultados iniciais do primeiro teste de pequena escala da vacina desenvolvida pelo Instituto Gamaleya, de Moscou, com humanos mostraram que ela é segura para o uso, de acordo com outra reportagem de domingo da RIA.

“Lá para 14-15 de agosto, espero, a quantidade pequena de vacina que devemos ser capazes de produzir entrará em circulação pública”, afirmou Alexander Ginsburg, o diretor do instituto, de acordo com uma citação.

Isso será equivalente a um teste de fase 3, já que as pessoas que receberem a vacina ficarão sob supervisão, noticiou a RIA, sempre citando Ginsburg.

Os testes de fase 1 e fase 2 normalmente verificam a segurança de um remédio antes de este avançar para a fase 3, que testa sua eficiência em um grupo maior de voluntários.

Os testes da vacina do Instituto Gamaleya com humanos começaram em 18 de junho. Nove voluntários receberam uma dose e nove outros testaram sua dose de reforço em potencial.

O grupo não teve nenhum efeito colateral significativo e deve ter alta do hospital na quarta-feira, noticiou a RIA no domingo, citando um diretor da Universidade Sechenov de Moscou, onde o teste ocorreu.

“Dados disponíveis atualmente… mostram que os voluntários desenvolveram uma reação imunológica à vacina contra coronavírus”, declarou o Ministério da Defesa, envolvido nos testes, nesta segunda-feira, segundo uma citação da RIA. Outros 20 voluntários receberam a vacina em um hospital militar no dia 23 de junho.

A região do Pajeú soma 1826 casos de covid-19 (coronavírus). Serra Talhada lidera este ranking que ninguém quer liderar com 949 casos confirmados, seguida de Tabira 234, Afogados da Ingazeira com 135 e São José do Egito 118.
Todas as cidades da região já tem confirmação do vírus. Apenas quatro cidades não apresentam óbito por covid-19, são elas Solidão, Brejinho, Ingazeira e Santa Terezinha.
A esperança está no número de curados que supera o de óbitos em mais de 23 vezes, sendo 1221 curados (o que representa mais de 66%) para 52 óbitos. No quesito curados Serra Talhada também lidera com 586 curados, seguida de Tabira 129 e São José do Egito 104.
Clique abaixo e confira o boletim de todas as cidades do Pajeú, Arcoverde, Sertânia e Custódia:

PSDB e PTB dispostos a apoiar a delegada Patrícia Domingos para Prefeitura do Recife

A pesquisa Ipespe, que foi contratada pelo PSDB do ex-ministro Bruno Araújo, trouxe novidades no tocante ao entendimento da oposição na capital pernambucana. Inicialmente inclinados a Mendonça Filho, pré-candidato do DEM, Armando Monteiro, do PTB, e Bruno Araújo, do PSDB, já avaliam apoiar formalmente a pré-candidatura de Patrícia Domingos.

Sem um projeto de candidatura própria no Recife, Armando e Bruno estão dispostos a apoiar o projeto mais competitivo, que tenha chances de chegar a um segundo turno, e não possuem a ressalva externada pelos demais postulantes, à pré-candidatura da delegada Patrícia Domingos.

Com o apoio de Podemos, PTB e PSDB, Patrícia surge com relativo tempo de televisão e poderia ganhar apelo junto ao Democratas, ao Cidadania e ao PL e PSC, partidos integrantes da oposição, para ser o nome do grupo para a disputa de novembro. As informações são do Blog de Edmar Lyra.

O Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE) enviou um alerta de responsabilização ao Governo do Estado após auditores terem apontado supostos “indícios de sobrepreço” e “indício de prejuízo ao erário” na contratação sem licitação do Hospital de Campanha Governador Eduardo Campos, em Serra Talhada, no Sertão.

O relator das contas da saúde do Estado, conselheiro Carlos Porto, acatou a manifestação dos auditores do TCE e enviou o “alerta” ao secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo.

As supostas irregularidades foram apontadas em despacho técnico, pelos auditores no TCE, na “obra de construção do Hospital de Campanha Governador Eduardo Campos, em Serra Talhada/PE (relativo à Dispensa de Licitação 103/2020, Contrato 54/2020 da Secretaria de Saúde do Estado de Pernambuco)”.

O valor do contrato feito de forma emergencial e sem licitação foi de R$ 1.327.311,85 (um milhão, trezentos e vinte e sete mil, trezentos e onze reais e oitenta e cinco centavos).

Blog do Jamildo

As publicações do perfil, de tom sarcástico, mostram montagens, memes e mensagens cômicas, em grande parte relacionadas ao tratamento inadequado de animais.

Naja está no Zoológico de Brasília, onde um voluntário realizou uma sessão de fotos dela (Foto: Ivan Mattos/Zoológico de Brasília)

O caso envolvendo um estudante de veterinária que entrou em coma após ser picado por uma cobra conquistou os internautas e se tornou meme. A naja, responsável por picar o jovem Pedro Henrique Santos Krambeck Lehmkul, 22, ganhou um perfil no Twitter neste sábado (11) – ele já acumula mais de 38 mil seguidores.

As publicações do perfil, de tom sarcástico, mostram montagens, memes e mensagens cômicas, em grande parte relacionadas ao tratamento inadequado de animais.

Na última quinta-feira (9), o Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA) do Distrito Federal encontrou 16 cobras exóticas que estavam escondidas no núcleo rural Taquara, no Distrito Federal. A apreensão foi feita após uma denúncia anônima. A suspeita é que todas elas pertençam a Lehmkul, que, na noite de terça-feira (7), foi mordido pela cobra da espécie naja, que também pertenceria a ele.

Os animais apreendidos agora estão sendo levados para a delegacia do Gama (cidade satélite de Brasília) e, de lá, serão encaminhadas para o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) para que seja realizada a identificação das espécies.

O rapaz está em estado grave na UTI do Hospital Maria Auxiliadora, que, a pedido da família, não está divulgando seus laudos médicos. Nas suas redes sociais, era possível ver diversas imagens com diversas espécies de cobras. Mas elas foram apagadas depois que o caso ganhou repercussão na imprensa de todo o Brasil.

Depois de morder Pedro, a naja ficou desaparecida por quase 24 horas. Ela foi localizada no começo da noite de quarta-feira (8), por volta das 19h, no Setor de Clubes de Brasília, próxima a um shopping center, após o testemunho de diversas pessoas. Ela estava dentro de uma caixa e escondida atrás de um morro de areia.

A suspeita é que um amigo de Pedro, que já foi identificado pela polícia (mas teve sua identidade preservada), a teria deixado lá. Ainda de acordo com o BPMA, tudo indica que ele foi até o local onde as demais cobras foram encontradas nesta quinta-feira, retirou a naja e deixou as demais lá escondidas. Nesta quinta, a Polícia Civil do DF tentou intimá-lo para prestar esclarecimentos na sexta-feira (10), mas ele não foi procurado e não é considerado foragido.

São 60.784 pessoas que já contraíram a doença, 22.292 que já se recuperaram e 1.284 faleceram.

A Secretaria de Saúde da Paraíba confirmou 34 óbitos, sendo cinco nas últimas 24 horas (Foto: Reprodução)

Neste domingo (12), a Paraíba registrou 363 novos casos de Covid-19 e 34 óbitos confirmados desde a última atualização, cinco deles ocorridos nas últimas 24h. São 60.784 pessoas que já contraíram a doença, 22.292 que já se recuperaram e 1.284 faleceram. Até o momento, 179.946 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados.

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 51%. Fazendo um  recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 59%. Em Campina Grande, estão ocupados 43% dos leitos de UTI adulto e no sertão, 58% dos leitos de UTI para adultos.  

O índice de Isolamento Social foi de apenas 42,1 %, considerado baixo em relação à meta de 70% e à mínima de 50%.

Os casos confirmados estão distribuídos por 218 dos 223 municípios paraibanos:

Água Branca (37); Aguiar (19); Alagoa Grande (550); Alagoa Nova (204); Alagoinha (577); Alcantil (22); Algodão de Jandaíra (4); Alhandra (415); Amparo (12); Aparecida (37); Araçagi (345); Arara (130); Araruna (149); Areia (204); Areia de Baraúnas (2); Areial (34); Aroeiras (109); Assunção (27); Baia da Traição (301); Bananeiras (98); Baraúna (120); Barra de Santa Rosa (30); Barra de Santana (70); Barra de São Miguel (12); Bayeux (1077); Belém (490); Belém do Brejo do Cruz (13); Bernardino Batista (3); Boa Ventura (2); Boa Vista (61); Bom Jesus (6); Bom Sucesso (7); Bonito de Santa Fé (7); Boqueirão (171); Borborema (7); Brejo do Cruz (158); Brejo dos Santos (14); Caaporã (810); Cabaceiras (19); Cabedelo (2016); Cachoeira dos Índios (48); Cacimba de Areia (7); Cacimba de Dentro (79); Cacimbas (39); Caiçara (299); Cajazeiras (811); Cajazeirinhas (1); Caldas Brandão (112); Camalaú (1); Campina Grande (8193); Capim (127); Caraúbas (29); Carrapateira (27); Casserengue (153); Catingueira (15), Catolé do Rocha (183); Caturité (63); Conceição (123); Condado (92); Conde (501); Congo (41); Coremas (48); Coxixola (12); Cruz do Espírito Santo (236); Cubati (56); Cuité (126); Cuité de Mamanguape (72); Cuitegí (189); Curral de Cima (15); Curral Velho (1), Damião (3); Desterro (42); Diamante (3); Dona Inês (42); Duas Estradas (44); Emas (5); Esperança (316); Fagundes (59); Frei Martinho (5); Gado Bravo (78); Guarabira (2687); Gurinhém (251); Gurjão (19); Ibiara (13); Igaracy (4); Imaculada (26); Ingá (486); Itabaiana (817); Itaporanga (59); Itapororoca (309); Itatuba (197); Jacaraú (171); Jericó (5); João Pessoa (16.635); Joca Claudino (2); Juarez Távora (212); Juazeirinho (127); Junco do Seridó (31); Juripiranga (335); Juru (14); Lagoa (4); Lagoa de Dentro (60); Lagoa Seca (498); Lastro (15); Livramento (47); Logradouro (92); Lucena (220); Mãe d’Água (15); Malta (26); Mamanguape (1641); Manaíra (7); Marcação (111); Mari (596); Marizópolis (8); Massaranduba (223); Mataraca (121); Matinhas (51); Mato Grosso (7); Matureia (25); Mogeiro (96); Montadas (35); Monteiro (145); Mulungu (229); Natuba (45); Nazarezinho (10); Nova Floresta (26), Nova Olinda (7); Nova Palmeira (40); Olho D´Água (35); Olivedos (44);  Parari (4); Passagem (30); Patos (1987); Paulista (70); Pedra Lavrada (26); Pedras de Fogo (1075); Pedro Régis (31); Piancó (96); Picuí (127); Pilar (206); Pilões (42); Pilõezinhos (182); Pirpirituba (140); Pitimbu (540); Pocinhos (69);  Poço Dantas (3); Pombal (186); Prata (2); Princesa Isabel (46); Puxinanã (206);  Queimadas (674); Quixaba (26); Remígio (183); Riachão (35); Riachão do Bacamarte (193);  Riachão do Poço (43); Riacho de Santo Antônio (19); Riacho dos Cavalos (5); Rio Tinto (670); Salgadinho (11); Salgado de São Felix (133); Santa Cecília (45); Santa Cruz (14); Santa Helena (11); Santa Inês (25);  Santa Luzia (180); Santa Rita (1514); Santa Terezinha (40); Santana de Mangueira (5); Santana dos Garrotes (7); Santo André (5); São Bentinho (24); São Bento (711); São Domingos do Cariri (29);  São Francisco (12);  São João do Cariri (44); São João do Rio do Peixe (103); São João do Tigre (4); São José da Lagoa Tapada (18); São José de Caiana (32); São José de Espinharas (11); São José de Piranhas (78); São José de Princesa (1); São José do Bonfim (52); São José do Brejo do Cruz (5); São José do Sabugi (169); São José dos Cordeiros (5); São José dos Ramos (138); São Mamede (34); São Miguel de Taipu (80); São Sebastião de Lagoa de Roça (140); São Sebastião do Umbuzeiro (5); São Vicente do Seridó (31); Sapé (652); Serra Branca (95); Serra da Raíz (14); Serra Grande (8); Serra Redonda (157); Serraria (48); Sertãozinho (62); Sobrado (103); Solânea (204); Soledade (101); Sossego (8), Sousa (664); Sumé (93); Tacima (91); Taperoá (51); Tavares (32); Teixeira (89); Tenório (13); Triunfo (15); Uiraúna (30); Umbuzeiro (55); Várzea (8); Vieirópolis (4); Vista Serrana (2), Zabelê (9).

*Dados oficiais preliminares (fonte: SIM,e-sus VE e SIVEP) extraídos às 10h do dia 12/07, sujeitos a alteração por parte dos municípios.

34 óbitos foram registrados entre os dias 13 de maio e 11 de julho:

Homem, 90 anos. Residente em Baia da Traição. Hipertenso e cardiopata. Início dos sintomas em 01/07, foi a óbito em hospital público no dia 11/07.

Homem, 81 anos. Residente em Conceição. Hipertenso, diabético e portador de doença respiratória. Início dos sintomas em 14/06, foi a óbito em hospital público no dia 11/07.

Homem, 60 anos. Residente em João Pessoa. Cardiopatia, hipertenso e diabético. Início dos sintomas em 16/06, foi a óbito em hospital público no dia 11/07.

Homem, 93 anos. Residente em João Pessoa. Cardiopata. Início dos sintomas em 01/07. Foi a óbito em hospital privado no dia 11/07.

Homem, 76 anos. Residente em Mari. Cardiopata e hipertenso. Início dos sintomas em 23/06, foi a óbito em hospital público no dia 11/07.

Homem, 25 anos. Residente em Mogeiro. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 22/06,  foi a óbito em hospital público no dia 10/07.

Mulher, 73 anos. Residente em Areial.Sem comorbidade. Início dos sintomas em 26/06, foi a óbito em hospital público no dia 10/07.

Mulher, 67 anos. Residente em Barra de Santana. Portadora de neoplasia e diabetes. Início dos sintomas em 22/06, foi a óbito em hospital público no dia 10/07.

Mulher, 80 anos. Residente em Campina Grande. Diabética e cardiopata. Início dos sintomas em 17/06, foi a óbito em hospital público no dia 09/07

Homem, 68 anos. Residente em Riachão do Poço. Hipertenso, cardiopata e portador de doença respiratória. Início dos sintomas em 17/06, foi a óbito em hospital público no dia 09/07.

Homem, 41 anos. Residente em Campina Grande. Diabético. Início dos sintomas em 22/06, foi a óbito em hospital público no dia 08/07.

Mulher, 76 anos. Residente em Campina Grande. Cardiopata. Início dos sintomas em 27/06, foi a óbito em hospital público no dia 08/07.

Mulher, 62 anos. Residente em Campina Grande. Diabética e cardiopata. Início dos sintomas em 20/06, foi a óbito em hospital público no dia 08/07.

Mulher, 47 anos. Residente em Fagundes. Diabética. Início dos sintomas em 18/06, foi a óbito em hospital público no dia 08/07.

Mulher, 83 anos. Residente em Barra de Santana. Portadora de doença renal, hipertensão e diabetes. Início dos sintomas em 12/06, foi a óbito em hospital público no dia 07/07.

Mulher, 87anos. Residente em Campina Grande. Sequelada de AVE. Início dos sintomas em 25/06, foi a óbito em hospital púbico no dia 07/07.

Homem, 77 anos. Residente em Massaranduba. Tabagista. Início dos sintomas em 10/06, foi a óbito em hospital público no dia 07/07.

Mulher, 79 anos. Residente em Alagoa Grande. Diabética e hipertensa. Início dos sintomas em 25/06, foi a óbito em hospital público no dia 06/07.

Homem, 94 anos. Residente em Santa Rita. Hipertenso. Início dos sintomas em 20/06, foi a óbito em hospital público no dia 06/07.

Homem, 88 anos. Residente em Caturité. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 20/06, foi a óbito em hospital público no dia 04/07.

Homem, 85 anos. Residente em Campina Grande. Diabético e cardiopata. Início dos sintomas em 16/06, foi a óbito em hospital público no dia 02/07.

Homem, 42 anos. Residente em Campina Grande. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 27/06, foi a óbito em hospital público no dia 01/07.

Mulher, 60 anos. Residente em Cacimba de Dentro. Diabética e hipertensa. Início dos sintomas em 23/06, foi a óbito em hospital público no dia 30/06.

Homem, 47 anos. Residente em Campina Grande. Obeso e tabagista. Início dos sintomas em 01/06, foi a óbito em hospital público no dia 29/06.

Mulher, 94 anos. Residente em João Pessoa. Portadora de doença neurológica. Início dos sintomas em 17/06, foi a óbito em hospital público no dia 25/06.

Mulher, 84 anos. Residente em João Pessoa. Portadora de Diabetes, doença renal e doença respiratória. Início dos sintomas em 11/06, foi a óbito em hospital público no dia 22/06.

Homem, 56 anos. Residente em João Pessoa. Hipertenso. Início dos sintomas em 31/05, foi a óbito em hospital público no dia 15/06.

Mulher, 85 anos. Residente em João Pessoa. Portadora de doença renal, obesidade e cardiopatia. Início dos sintomas em 23/05, foi a óbito em hospital público no dia 06/06.

Homem, 71 anos. Residente em Campina Grande. Diabético, cardiopata e tabagista. Início dos sintomas em 29/05, foi a óbito em hospital público no dia 03/06.

Homem, 67 anos. Residente em João Pessoa. Diabético, hipertenso, cardiopata e obeso. Início dos sintomas em 13/05, foi a óbito em hospital público no dia 31/05.

Mulher, 66 anos. Residente em Cruz do Espírito Santo. Hipertensa. Início dos sintomas em 17/05, foi a óbito em hospital público no dia 28/05.

Homem, 31 anos. Residente em João Pessoa. Etilista e tabagista. Início dos sintomas em 15/05, foi a óbito em hospital público no dia 26/05.

Homem, 71 anos. Residente em João Pessoa. Diabético.  Início dos sintomas em 17/05, foi a óbito em hospital público no dia 24/05.

Mulher, 65 anos. Residente em Campina Grande. Diabética e cardiopata. Início dos sintomas em 03/05, foi a óbito em hospital público no dia 13/05.

Os dados epidemiológicos e de ocupação de leitos estão disponíveis em

Primeiro parlamentar condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no âmbito da Operação Lava Jato, o ex-deputado Nelson Meurer (PP-PR) morreu na manhã deste domingo (12), aos 77 anos, em decorrência da covid-19.

Meurer estava preso desde outubro de 2019 na Penitenciária de Francisco Beltrão, onde cumpria pena de 13 anos e nove meses.

Ele foi condenado pelo Supremo em maio de 2018, quando ainda exercia mandato na Câmara, pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

Meurer estava internado desde terça-feira (7) em um hospital particular de Francisco Beltrão. O ex-deputado era diabético, hipertenso e tinha problema renal crônico.

De acordo com denúncia da Procuradoria-Geral da República avalizada pelo Supremo, ele recebeu R$ 29,7 milhões em 99 repasses mensais de R$ 300 mil, operacionalizados pelo doleiro Alberto Youssef.

O filho dele, Nelson Meurer Jr., também foi condenado por corrupção passiva no mesmo caso.

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que hoje saíram os resultados dos exames de 14 casos que encontravam-se em investigação. Foram 02 casos positivos e 12 descartados para covid-19. 
Os casos positivos são 02 pacientes do sexo masculino (23 e 50 anos). Um é autônomo e o outro, comerciante . 
Todos os casos confirmados e em investigação seguem monitorados pelas nossas equipes da atenção básica e da vigilância em saúde.
 

Tabira registra mais 12 novos casos de covid-19 chega a 234 casos confirmados

Sertão:

Ouricuri registra mais 3 óbitos por Covid 19, casos confirmados sobe para 113

Foto: reprodução

Mais três óbitos por Covid-19 foram registrados neste sábado (11) em Ouricuri, no Sertão de Pernambuco. O boletim da prefeitura não divulgou informações sobre os pacientes. Com isso, o número de mortes dobrou e passou de três para seis.

Foram confirmados também, mais cinco casos do novo coronavírus. O município contabiliza agora 113 casos da doenças, com 66 curas clínicas e 20 casos em investigação.

No Sertão do Araripe já foram registradas 39 mortes decorrentes do novo coronavírus. Foram 10 em Ipubi, 09 em Trindade, 07 em Araripina, 06 em Ouricuri, 04 em Bodocó, 02 em Exu e 01 em Moreilândia.

Para disciplinar melhor o tráfego e impedir que veículos eventualmente “furem” o bloqueio, a Prefeitura de Afogados da Ingazeira instalou neste final de semana uma cancela de controle de tráfego na barreira sanitária que fica próximo ao trevo das saídas para Carnaíba e Tabira, e também na entrada para quem vem no sentido Recife.  

Além da cancela, a Prefeitura também está colando adesivos nos veículos para um melhor controle e identificação dos mesmos: verde para quem reside no município, amarelo para quem vem de outra cidade e vermelho para quem se desloca de outro Estado da Federação. 

Desde sua instalação, há dois meses e meio atrás, as barreiras sanitárias de Afogados da Ingazeira já realizaram mais de 55 mil abordagens. Motoristas e passageiros oriundos de outras cidades\estados, ou que apresentem febre ou síndrome gripal, têm seus nomes e endereços anotados e repassados para a vigilância em saúde e a atenção básica, que se encarregam do monitoramento do isolamento domiciliar deles.  

7.120 veículos já receberam adesivos de identificação, sendo 4.800 com o adesivo verde, dois mil com o amarelo e 320 com o vermelho.  

“As barreiras sanitárias tem um papel fundamental na prevenção da pandemia. Com os dados obtidos por elas, nós podemos identificar casos e isolar pacientes e seus contatos, além de garantir um melhor controle do monitoramento do isolamento domiciliar dessas pessoas,” avaliou o secretário Municipal de Saúde, Artur Amorim.  

Segundo Artur, o trabalho das barreiras e do monitoramento do isolamento domiciliar, aliado ao aumento na testagem da população, tem feito com que a Prefeitura tenha hoje uma radiografia da pandemia bem mais próxima da real em Afogados da Ingazeira. 

Fica permitida, nas instituições de ensino superior e de educação técnica e profissional em Pernambuco, a realização de aulas práticas e de estágios curriculares presenciais a partir da segunda-feira (13). A decisão, assinada pelo governador Paulo Câmara (PSB), foi publicada na edição deste sábado (11) do Diário Oficial do Estado.

Segundo a Secretaria de Educação e Esportes de Pernambuco, a medida é válida para cursos de instituições de ensino superior e para cursos de formação inicial e continuada ou de qualificação profissional, em instituições de educação profissional e técnica.

Cursos de qualificação são aqueles com carga horária inferior a 800 horas, como para a formação de barbeiros, eletricistas, manicures e designers de sobrancelha, por exemplo.

A autorização não é válida para cursos técnicos de nível médio, em escolas técnicas públicas e privadas, e para demais atividades pedagógicas de instituições de ensino superior. Para essas atividades, a suspensão vigora até o dia 31 de julho.

Professores da UFPE alertam para risco de aulas presenciais e secretário explica plano

A data para o retorno ainda não foi definida pelo governo estadual. Em entrevista à TV Globo no dia 25 de junho, o secretário de Educação de Pernambuco, Fred Amâncio, informou que o estado tem trabalhado na elaboração de um protocolo de retomada das aulas nas instituições de ensino (veja vídeo acima).

Ainda de acordo com a secretaria, esse plano de retomada está em fase final de aprovação e “será amplamente divulgado pelo governo de Pernambuco”.

Liberação de esportes em clubes

Ainda no decreto 49.193, o governador Paulo Câmara autorizou a prática de esportes individuais, exceto lutas, em clubes sociais em todo o estado. O decreto também manteve a liberação da prática de esportes em espaços públicos, como parques, praças e orlas marítimas ou fluviais do estado, conforme anúncio feito em 2 de julho.

Em Pernambuco, atividades marcam os 30 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente

Foto: reprodução

Nesta segunda-feira (13), dia em que o Estatuto da Criança e do Adolescente completa 30 anos, jovens pernambucanos em cumprimento de medidas socioeducativas serão estimulados a refletir sobre avanços e desafios dessa legislação, considerada referência mundial na busca por garantir a proteção integral à infância e à juventude. Na Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude do Governo de Pernambuco, a data será celebrada com rodas de conversa e produção de conteúdo pedagógico, mantendo as recomendações de distanciamento social.

No Recife, as ações atenderão não só adolescentes, mas também pessoas que atuam com esse público. Na Casa de Semiliberdade (Casem) Rosarinho, na Zona Norte da Capital, por exemplo, agentes socioeducativos participarão de uma roda de conversa sobre a importância do Estatuto da Criança e do Adolescente como marco legal que prevê direitos e deveres. Na Zona da Mata Norte, o Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) Timbaúba também terá uma programação, abordando, junto aos adolescentes, aspectos do cumprimento da medida socioeducativa de internação e como os jovens são parte integrante desse contexto.

Em Petrolina, no Sertão do Estado, a equipe técnica da unidade de internação da Funase realizará uma atividade pedagógica voltada à produção de cartazes pelos socioeducandos. Na semana passada, o espaço já havia sido cenário de uma roda de conversa sobre o assunto. Outra unidade socioeducativa que também já teve ações alusivas à data foi a Casa de Semiliberdade (Casem) Santa Luzia, no Recife. Voltado ao atendimento de socioeducandas, o espaço abordou os 30 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente à luz da comunicação não violenta, metodologia desenvolvida pelo psicólogo americano Marshall Rosenberg.

Para o secretário de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude de Pernambuco, Sileno Guedes, a data reforça a importância de não retroceder na criação e execução de políticas públicas. “É essa premissa de proteção integral que tem nos impulsionado, enquanto Governo e sociedade, a desenvolver ferramentas contra a evasão escolar, o trabalho infantil e outros fatores de perigo para nossas crianças e adolescentes. Os programas governamentais desenvolvidos no Estado têm seguido essa linha de prevenção e assistência. Defender o estatuto é acreditar que, juntos, podemos seguir vencendo desafios na proteção desse público”, avalia.

No mesmo sentido, a presidente da Funase, Nadja Alencar, destaca que o Estatuto da Criança e do Adolescente representou uma mudança de paradigma quando foi instituído, em 1990, culminando na formatação de outras políticas importantes, como o Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase). A análise do cenário, entretanto, também indica uma série de desafios. “A necessidade de garantir a proteção integral a crianças e adolescentes é mais atual do que nunca, sobretudo em um país que passou por uma crise econômica recentemente e que, agora, enfrenta os efeitos de uma pandemia. Enquanto atores do sistema de garantia de direitos, defendemos a importância de fazer com que as políticas públicas cheguem cada vez mais a quem precisa”, reflete.

 

PE libera esportes individuais em clubes e aulas práticas de cursos superiores a partir de segunda

A partir desta segunda-feira (13), as atividade esportivas individuais, à exceção de lutas, estão permitidas nos clubes sociais localizados em todo o Pernambuco. A liberação está no decreto publicado no Diário Oficial desse sábado (11). O decreto, de número 49.193, também autoriza a volta de aulas práticas e de estagio curricular relativos ao primeiro semestre de 2020 das instuições de ensino superior em Pernambuco. A medida vale também para as instituições de educação profissional e técnica, nos cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC) ou de qualificação profissional.
Apesar das liberações no campo educacional, a autorização não vale para cursos técnicos de nível médio, em instituições públicas e privadas, e para as demais atividades pedagógicas de instituições de ensino superior, que seguem suspensas até o dia 31 deste mês.
Prática esportiva
 
Essa volta das atividades esportivas deve seguir os protocolos sanitários estabelecidos no Plano de Convivência com a Covid-19 do Governo do Estado, como o distanciamento social e as medidas de higiene (lavagem das mãos e uso do álcool em gel a 70%). Os atletas só poderão tirar a máscara na hora do treino, devendo utilizá-la em todos os outros momentos. Aqueles que apresentarem sintomas gripais deverão guardar isolamento. (Folha de Pernambuco)

 

Deputados usam verba de gabinete para lucrar com seus canais no YouTube

Estadão

Deputados da base governista e da oposição transformaram a divulgação da atividade na Câmara num negócio privado.

Eles recorreram a empresas contratadas com dinheiro da cota parlamentar e assessores pagos pela Casa para gerir canais monetizados no YouTube, com vídeos que arrecadam recursos de acordo com o número de visualizações.

A prática vem sendo chamada de “toma lá, dá cá” nos corredores do Congresso.

Estadão identificou ao menos sete parlamentares que estão ganhando dinheiro dessa forma. A deputada Carla Zambelli (PSL-SP) é uma delas.

Em junho ela gastou R$ 4 mil da cota parlamentar com uma firma que trabalha na edição do conteúdo que posta. O alcance dos vídeos gerou a Carla R$ 23.702, dos quais diz ter recebido já R$ 15,1 mil do YouTube.

Além dela, os deputados Joice Hasselmann (PSL-SP)Bia Kicis (PSL-DF)Otoni de Paula (PSC-RJ)Paulo Pimenta (PT-RS) e Flordelis (PSD-RJ) também contrataram empresas com dinheiro da cota parlamentar para fazer edição e montagem dos vídeos apresentados em seus canais no YouTube.

Já Gleisi Hoffmann (PT-PR) recorreu a assessores pagos pela Câmara para manter seu canal. Destes, apenas Pimenta e Otoni de Paula disseram à reportagem ter desistido da monetização.

A Corregedoria do Ministério Público Federal pediu explicações a nove dos doze procuradores que assinaram ação de improbidade administrativa contra o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles,  por “desestruturação dolosa” da política ambiental. O processo corre na 8ª Vara Federal de Brasília e pede o afastamento imediato de Salles do cargo.

O ofício sigiloso foi assinado pela corregedora-geral Elizeta Maria de Paiva Ramos na terça-feira (07), e pede aos procuradores o envio de informações sobre a ação contra Salles “considerando eventual usurpação de atribuição de Procurador da República que assina petição fora da unidade de lotação”. O objetivo é apurar se os procuradores excederam suas competências ao assinarem peça que não está vinculada com às Procuradorias que ocupam.

A corregedora também destaca que as explicações são necessárias “principalmente pela ausência de motivação legal para tanto e sem prévia autorização do Procurador-Geral da República”, Augusto Aras.

A ação de improbidade contra Salles é assinada por sete integrantes da força-tarefa Amazônia, três procuradores que atuam em Brasília, onde o processo foi apresentado, e dois membros da 4ª Câmara de Coordenação e Revisão do Ministério Público Federal, voltada para Meio Ambiente e Patrimônio Cultural. 

DPU entra na Justiça para prorrogar prazo de inscrição do auxílio de R$ 600

Aglomeração em agência da Caixa em Ceilândia

A Defensoria Pública da União (DPU) ajuizou na Justiça uma ação civil pública, no sábado (11), para prorrogar o prazo de inscrição do auxílio emergencial de R$ 600.

O governo federal decidiu prorrogar o pagamento do benefício por mais dois meses. No entanto, o prazo para se inscrever não foi postergado e se encerrou no último dia 2 de julho.

A ação foi ajuizada pelo defensor regional de direitos humanos da Defensoria Pública da União (DPU) no Ceará, Walker Pacheco.

Pacheco destaca ser provável que cidadãos que possuíam renda antes de 2 de julho passem a viver em estado de extrema vulnerabilidade social após essa data, tendo, assim, direito ao benefício.

Para o defensor, a limitação da data “demonstra a insuficiência da devida proteção social, na medida em que desempregos continuarão a ocorrer” mesmo após essa data.

“A imposição irá atingir pessoas potencialmente vulneráveis, como, por exemplo, aqueles que não conseguiram requerer o benefício no prazo informado em razão de problemas estruturais de inacessibilidade, impactando, sobretudo aqueles cidadãos que passaram a preencher os requisitos previstos (elegíveis) após a data de 2 de julho de 2020”, diz Pacheco.

Originalmente, o vídeo, intitulado “A Vara da Disciplina”, foi publicado em 2016 pela Igreja Presbiteriana Jardim de Oração, no YouTube.

O pastor e professor universitário Milton Ribeiro, escolhido pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) como novo ministro da Educação (Foto: Reprodução)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O pastor e professor universitário Milton Ribeiro, escolhido pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) como novo ministro da Educação, já defendeu educar crianças com “dor”.

“A correção é necessária pela cura. Não vai ser obtido por meios justos e métodos suaves. Talvez uma porcentagem aí muito pequena de criança precoce, superdotada, é que vai entender o seu argumento. Deve haver rigor, severidade. E vou dar um passo a mais, talvez algumas mães até fiquem com raiva de mim: deve sentir dor”, afirmou Ribeiro em vídeo que circula nas redes sociais.

Originalmente, o vídeo, intitulado “A Vara da Disciplina”, foi publicado em 2016 pela Igreja Presbiteriana Jardim de Oração, no YouTube. Após sua disseminação nas redes sociais, ele ficou indisponível na plataforma.

Nele, Ribeiro também afirmava: “Pastor, o senhor está sendo muito anti-pedagógico. Eu amo as crianças da minha igreja”. O Ministério da Educação não respondeu até a publicação desta nota.

O uso de castigo físico em crianças foi proibido pelo ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), após a sanção da Lei da Palmada, em 2014, que alterou a lei que dispõe sobre o estatuto.

Dessa forma, foi estabelecido que crianças sejam educadas e cuidadas sem o uso de castigo físico ou de “tratamento cruel ou degradante, como formas de correção, disciplina, educação”.

Mais de 50 países já criaram leis que proíbem as punições corporais às crianças. Em julho de 2019, a França se tornou o 56º a adotar lei da palmada, segundo uma lista realizada por uma ONG britânica. A Suécia foi o primeiro país europeu a adotar a lei, em 1979, seguido por Finlândia (1983) e Noruega (1987).

A comunidade científica vem estudando a ligação entre as surras e problemas de saúde mental na vida adulta, e os trabalhos ajudaram a embasar a decisão desses países de proibir o castigo físico.

Uma dessas imunizações no estágio mais avançado foi desenvolvida pela Universidade de Oxford e pela farmacêutica AstraZeneca.

Mais de cem vacinas contra a Covid-19 estão em estudo (Foto: Reprodução)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Mais de cem vacinas contra a Covid-19 estão em estudo, e 21 delas já são testadas em seres humanos. Somente duas se encontram na fase mais avançada – a 3 -, e ambas serão testadas, entre outros lugares, no Brasil.

Uma dessas imunizações no estágio mais avançado foi desenvolvida pela Universidade de Oxford e pela farmacêutica AstraZeneca. No começo de junho, foi anunciado que ocorreriam testes no Brasil, através de parceria com o Centro de Referência para Imunobiológicos Especiais (Crie) da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) e com o Instituto D’Or (Idor).

Devem participar da fase 3 do estudo cerca de 2.000 profissionais de saúde na linha de frente no combate à Covid-19 (portanto, mais expostos à doença), sendo 1.000 em São Paulo, onde o teste tem auxílio financeiro da Fundação Lemann, e 1.000 no Rio de Janeiro. Com a aprovação da Anvisa, o chamamento de voluntários começou ainda em junho.

O outro teste na fase 3 que ocorre no Brasil é o do laboratório chinês Sinovac, em parceria de transferência de tecnologia com o Instituto Butantan, que pode vir a produzi-la em larga escala.

Conheça as vacinas que já estão, em diferentes fases, em fase de testes em humanos:
Autorizada para Uso A vacina desenvolvida pela empresa CanSino Biologics e pelo Instituto de Biotecnologia de Beijing recebeu, no fim de junho, aprovação para uso limitado em militares chineses, pelo período de um ano.

A imunização da CanSino usa um adenovírus como vetor, em abordagem similar à que empresa havia empregado no desenvolvimento de uma vacina contra o ebola.

Basicamente, o adenovírus geneticamente modificado carrega o material genético que contém o código para produzir a proteína S (de “spike” ou espícula, gancho molecular usado pelo Sars-CoV-2 para se ligar a células humanas).

Com isso, os pesquisadores esperam que se inicie a produção da proteína S, o que deverá desencadear uma reação de defesa do organismo que produza anticorpos.
Os vírus conseguem “entregar” ativamente a informação genética da imunização, o que, em tese, pode ser mais eficaz do que o material genético “solto” (o que ocorre em vacinas de RNA, por exemplo). Por outro lado, há mais riscos de efeitos colaterais.

Fase 3 Sinovac – CoronaVac

A vacina desenvolvida pela farmacêutica Sinovac é feita a partir de vírus inativados. A ideia é modificar o vírus (no caso, o Sars-CoV-2) de modo que ele não consiga infectar as pessoas. Diversas vacinas atuais são feitas dessa forma, como a contra sarampo e pólio.

Esse tipo de vacina, porém, necessita de grandes testes de segurança. No Brasil, segundo a Sinovac, a fase 3 do estudo (que investiga a eficácia da proteção em larga escala) pretende recrutar 9.000 profissionais de saúde em locais de atendimento de Covid-19, em 12 regiões, já a partir de julho.

Entre as fases 1 (para testar segurança) e 2 (para testar eficácia) de testes, os pesquisadores aplicaram a vacina em 743 pessoas com idades de 18 a 59 anos. Segundo a empresa, após 14 dias, foi observada presença de anticorpos em 90% das pessoas, após duas aplicações da imunização.

A empresa afirma que outros braços de fase 2 de testes visam idosos e crianças e adolescentes, e que deve concluir essa fase ate o fim deste ano.

Universidade de Oxford/AstraZeneca – Vacina ChAdOx1 nCoV-19

A vacina de Oxford usa um vírus para levar material genético do Sars-CoV-2 para dentro das células. Trata-se do adenovírus ChAdOx1, que causa gripe comum em chimpanzés, geneticamente modificado e enfraquecido.

A ideia novamente é expor o organismo humano à proteína S e, dessa forma, quando a pessoa entrar em contato com o vírus real, seu corpo já ter um sistema de defesa.

As fases 2 e 3 do estudo de Oxford pretendem recrutar mais de 10 mil pessoas só no Reino Unido. Na fase 2, os pesquisadores querem avaliar o efeito protetivo da imunização em diferentes faixas etárias. Já a fase 3 contará somente com pessoas acima de 18 anos.

As duas fases terão randomização para recebimento de uma ou duas doses da ChAdOx1 nCoV-19 ou de uma outra vacina (grupo que será usado como controle para o estudo).

Fase 2

Vacina da Moderna/NIAID

Primeira vacina contra a Covid testada em humanos, foi desenvolvida em parceria entre o governo dos EUA, o Instituto de Pesquisa em Saúde Kaiser Permanente (EUA) e a empresa de biotecnologia Moderna. Usa trechos de RNA (molécula “prima” do DNA) do vírus que têm a receita para a produção da proteína S, que prepara o organismo para se proteger do vírus real.

A técnica é relativamente segura, mas resta demonstrar sua eficácia – até hoje, nenhuma vacina de RNA foi liberada para uso comercial. Os testes começaram em 16 de março, na fase 1 (que mede a segurança). A fase 2, que investiga a eficácia mais diretamente, pode começar em poucos meses, se tudo der certo.
Segundo a empresa, o recrutamento da fase 2 do estudo foi finalizado no último dia 8.

Inovio Pharmaceuticals

A empresa de biotecnologia americana Inovio Pharmaceuticals começou sua fase 1 em 6 de abril. O método tem semelhanças com a vacina de RNA, com a diferença de que o genoma do vírus, na parte correspondente ao código da proteína S, foi adaptado para uma molécula de DNA.

Para injetar a vacina na pele ou nos músculos dos voluntários, os pesquisadores da empresa usam uma tecnologia que emite um breve pulso elétrico, facilitando a entrada do material genético nas células por meio da abertura de pequenos poros.

Em junho, a empresa anunciou a expansão dos participantes da fase 1 (chegou a 120 pessoas) e espera que as fases 2/3 tenham início em julho ou agosto – há pendências regulatórias e de financiamento.

Cadila Healthcare Limited

A empresa usa trechos de DNA para produção da proteína S e posterior reconhecimento, pelo corpo, de invasores. O início das fases 1/2, com 1.048 pessoas randomizadas e com grupo controle, aguardam aprovação, e a empresa espera resultado em 3 meses.

Sinopharm e Wuhan Institute of Biological Products e também com Beijing Institute of Biological Products

Vacinas produzidas na China que se utilizam de vírus inativados em busca da imunização. Ambas as fases 1/2 são randomizadas, duplo-cegas e com grupo controle.

Novavax – NVX-CoV2373

Fase 1, randomizada e com grupo controle, começou em maio e deve ter os primeiros resultados em julho. A fase 2 deve ocorrer em vários países, com 130 pessoas entre 18 e 59 anos.

A vacina é baseada na aplicação direta de proteínas (ou fragmentos) do novo coronavírus. Testada com sucesso para Sars em macacos, esse tipo de vacina costuma precisar de adjuvantes, moléculas que estimulam o sistema imune, e múltiplas doses.

Pfizer/BioNTech/Fosun Pharma – BNT162b1

As empresas anunciaram recentemente resultados positivos das fases 1/2 de sua pesquisa com vacina, baseada em trechos de RNA.

A BioNTech afirmou que os testes de duas dosagens de seu medicamento BNT162b1 em 24 voluntários saudáveis mostrou que, após 28 dias, eles desenvolveram níveis mais altos de anticorpos para Covid-19 do que os normalmente observados em pessoas infectadas.

A mais alta entre as duas doses – ambas administradas por meio de duas injeções com intervalo de três semanas – foi seguida por uma febre curta em três de quatro participantes após a segunda aplicação. Uma terceira dosagem, testada em uma concentração mais alta em um grupo separado, não foi repetida após a primeira aplicação devido à dor da injeção.

Resta saber se os anticorpos encontrados geram resposta imune para prevenir a doença.

A próxima fase deve ser iniciada em julho, com expectativa de participação de cerca de 30 mil pessoas – por ora, apenas nos EUA e na Alemanha.

Fase 1

Genexine Consortium – GX-19

Vacina à base de DNA. A fase 1, na Coreia do Sul, deve durar 3 meses e recrutar 40 pessoas. A 2, 150 pessoas em diversos países.

Medicago Inc./ Université Laval

Vacina baseada em VLPs (partículas semelhantes a vírus), às quais seriam combinadas antígenos, moléculas do coronavírus que possam ser reconhecidas pelo sistema imune. Espera-se que a combinação induza uma resposta imune robusta, mais próxima de uma infecção real.

Osaka University/ AnGes/Takara Bio V

Vacina baseada em DNA mais uso de adjuvante.

Institute of Medical Biology/Chinese Academy of Medical Sciences

Vacina feita a partir de vírus inativados.

Gamaleya Research Institute

Vacina que usa vírus como vetor.

Clover Biopharmaceuticals Inc./GSK/Dynavax

Vacina baseada na aplicação direta de proteínas ou fragmentos delas.

Anhui Zhifei Longcom Biopharmaceutical/Institute of Microbiology/Chinese 

Academy of Sciences

Vacina baseada na aplicação direta de proteínas ou fragmentos delas.

Vaxine Pty Ltd/Medytox

Vacina baseada na aplicação direta de proteínas ou fragmentos delas.

Imperial College London

Vacina baseada em fragmentos de RNA.

Curevac

Vacina baseada em fragmentos de RNA.

People’s Liberation Army (PLA) Academy of Military Sciences/Walvax Biotech

Vacina baseada em fragmentos de RNA.

Fonte: OMS (Organização Mundial da Saúde), com atualização no dia 7 de julho

A informação do diagnóstico foi confirmada nas redes socais pela equipe da ex-atleta, neste sábado (11). (Foto: Jane de Araújo/Agência Senado)

A senadora Leila Barros, conhecida como Leila do Vôlei (PSB-DF), foi diagnosticada com a Covid-19. A informação foi confirmada nas redes socais pela equipe da ex-atleta, neste sábado (11).

Com febres e dores no corpo, a parlamentar fez o exame RT-PCR, que diagnosticou a infecção. Segundo o boletim mais atualizado da Secretaria de Saúde, a capital do país registrava 67.912 casos da doença. O DF está em estado de calamidade pública devido à pandemia do novo coronavírus.

A publicação diz ainda que a senadora cumpre o isolamento social e que os exames de imagem não detectaram alterações nos pulmões.

“Embora esteja confiante na plena recuperação, a parlamentar do DF apresenta indisposição devido à forte dor de cabeça. Leila cumprirá o isolamento domiciliar conforme orientação médica”, diz trecho da nota.

Entre os políticos do Senado, além da parlamentar, o presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP) foi diagnosticado com a doença, logo quando começaram a surgir os primeiros casos de Covid-19 no país. Ele se recuperou sem apresentar sintomas mais graves. Em maio, o líder do PT no Senado, senador Rogério Carvalho (SE), também testou positivo para a doença.

Coronavírus no DF

Segundo dados da Secretaria de Saúde, o DF registra 866 óbitos por Covid-19. Do total de vítimas, 75 moravam em outros estados, mas morreram na capital.

Um levantamento da Sala de Situação do governo do DF, que monitora a ocupação dos hospitais durante a pandemia, apontou que os leitos da Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Regional da Asa Norte (Hran) – referência no tratamento da Covid-19 – atingiu 100% de ocupação na manhã deste sábado (11).

No geral, a taxa de ocupação de leitos para pacientes com a Covid-19 na rede pública, até às 11h05, era de 74,03%. O número inclui unidades pediátricas, neonatais e adultas.

Segundo o portal, das 626 vagas reservadas, 434 estavam ocupadas e 42, bloqueadas. Os leitos livres eram 150.

Já nos hospitais particulares, 21 das 244 vagas reservadas para pacientes com Covid-19 estavam disponíveis no mesmo horário. A taxa de ocupação era de 91,32%.

Senadora eleita

Nascida em Brasília, Leila Barros ficou famosa como atleta profissional de vôlei. Pela seleção brasileira, foi medalhista de bronze nas Olímpiadas Atlanta-1996 e Sydney-2000.

Em 2014, foi candidata a deputada distrital pelo PRB, mas não se elegeu. Chefiou a Secretaria de Esporte e Lazer do governo Rodrigo Rollemberg (PSB) entre janeiro de 2015 e abril de 2018, quando se licenciou para disputar o Senado, já filiada ao PSB.

Usando o nome Leila do Vôlei, a medalhista olímpica foi eleita senadora pelo Distrito Federal nas eleições de 2018. Esta é primeira vez que parlamentar assume um mandato político.

Receita alerta para retorno de obrigações adiadas na pandemia 

Receita Federal

As empresas e os demais contribuintes devem estar atentos para o retorno de obrigações com o Fisco adiadas durante a pandemia do novo coronavírus. Tributos e declarações que haviam sido suspensos ou postergados voltam a valer em julho.

A Receita Federal emitiu um alerta para orientar o contribuinte. A contribuição patronal ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), a Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) e os Programas de Integração Social (PIS) e de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) devem ser pagas neste mês. O mesmo ocorre com a contribuição de empresas e de empregadores domésticos ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

No caso das contribuições para o INSS, a Cofins e o PIS/Pasep, a suspensão só valeu para as quotas de abril e de maio, cujo pagamento foi transferido para agosto e outubro, respectivamente. As quotas de junho, com vencimento em julho, devem ser quitadas.

A contribuição da empresa para o INSS deve ser paga até o dia 20, assim como a contribuição da agroindústria e dos empregadores rurais para a Previdência Social. As contribuições para a Cofins e o PIS/Pasep devem ser quitadas até o dia 24.

No caso do FGTS, o governo adiou o pagamento das quotas de abril, maio e junho. Os valores poderão ser divididos em seis parcelas, de julho a dezembro, sem multas e encargos. A quota deste mês deve voltar a ser paga no dia do vencimento. A contribuição para o empregador doméstico venceu na última terça-feira (7).

Declarações

Também devem ser entregues neste mês declarações que estavam suspensas. As declarações de Débitos e Créditos Tributários Federais (DCTF) originalmente previstas para o 15º dia útil de abril, de maio e de junho, deverão ser apresentadas até 21 de julho. Segundo a Receita Federal, inclusive a declaração referente aos fatos geradores de maio de 2020 deverá ser enviada.

O arquivo digital da EFD-Contribuições, que integra o Sistema Público de Escrituração Digital (Sped) deve ser entregue até a próxima terça-feira (14). O envio estavas previsto para o 10º dia útil de abril, maio e junho. A escrituração referente a maio de 2020 também deverá ser transmitida ao Fisco.

Agência Brasil

As agências bancárias e as lotéricas do estado da Paraíba estão obrigadas a garantir o acesso irrestrito de idosos em suas dependências e permitir que eles tenham prioridade em todos os caixas presenciais. Este é o teor da Lei nº 11.725/2020 aprovada pela Assembleia Legislativa da Paraíba, sancionada pelo governador João Azevêdo e publicada no Diário Oficial dessa sexta-feira (10).

De autoria do deputado Ricardo Barbosa, a lei dispõe sobre procedimentos complementares a serem atendidos pelas agências bancárias e lotéricas, para enfrentamento da emergência de saúde pública decorrente da pandemia do coronavírus (covid-19).

Ao determinar que esses estabelecimentos disponibilizem todos os caixas presenciais para atendimento aos idosos, a Lei observa que essa categoria representa o grupo de risco com maior possibilidade de contágio da Covid-19.

Ainda de acordo com o texto da lei, o chamamento das senhas para atendimento nos caixas bancários não poderá ser superior a 15 minutos. Os estabelecimentos bancários privados, que realizarem pagamento salarial dos idosos, deverão adotar medidas para evitar aglomerações, segundo determina a Organização Mundial da Saúde.

ALPB

Mega-Sena vai pagar R$ 39 milhões; veja os números

Caixa Econômica sorteou neste sábado (11) o concurso 2.278 da Mega-Sena. (Foto: Walla Santos/ClickPB/Arquivo)

A Caixa Econômica sorteou neste sábado (11) o concurso 2.278 da Mega-Sena.

O banco pagará o prêmio acumulado em R$ 39 milhões.

Confira os números sorteados: 08 – 17 – 34 – 37 – 43 – 45.

Aposta

A aposta simples custa R$ 4,50 e pode ser feita nas casas lotéricas até as 19h do dia do sorteio. Ela também pode ser realizada pelo site da Caixa (www.loteriasonline.caixa.gov.br), com aposta mínima de R$ 30 para quem não é correntista do banco.

A probabilidade de acerto das seis dezenas é um a cada 50 milhões.

Para jogar pelo site o apostador deve ser maior de 18 anos e efetuar um pequeno cadastro. O cliente escolhe os palpites, insere no carrinho e paga suas apostas de uma só vez, utilizando cartão de crédito. O valor mínimo da compra é de R$ 30 e máximo de R$ 500 por dia.

De acordo com boletim da Secretaria de Estado da Saúde divulgado neste sábado (11), são 60.421 pessoas que já contraíram a doença, 22.116 que já se recuperaram e 1.250 faleceram.

Até o momento, 178.914​ testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados. ​(Foto: Reprodução)

A Paraíba registrou 1.303 novos casos de Covid-19 e 21 óbitos confirmados desde a última atualização, sendo dois deles ocorridos nas últimas 24 horas. De acordo com boletim da Secretaria de Estado da Saúde divulgado neste sábado (11), são 60.421 pessoas que já contraíram a doença, 22.116 que já se recuperaram e 1.250 faleceram. Até o momento, 178.914 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados. 

Confira abaixo os dados do boletim epidemiológico: 

Casos Confirmados: 60.421
Casos Descartados: 70.966
Óbitos confirmados: 1.250
Casos recuperados: 22.116
Total de municípios: 218

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 53%. Fazendo um  recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 64%. Em Campina Grande, estão ocupados 48% dos leitos de UTI adulto e no sertão, 52% dos leitos de UTI para adultos.  

O índice de Isolamento Social foi de apenas 39,8 %, considerado baixo em relação à meta de 70% e à mínima de 50%. 

Os casos confirmados estão distribuídos por 218 dos 223 municípios paraibanos:

Água Branca (37); Aguiar (19); Alagoa Grande (547); Alagoa Nova (204); Alagoinha (577); Alcantil (22); Algodão de Jandaíra (4); Alhandra (397); Amparo (12); Aparecida (37); Araçagi (345); Arara (130); Araruna (149); Areia (203); Areia de Baraúnas (2); Areial (34); Aroeiras (109); Assunção (27); Baia da Traição (301); Bananeiras (97); Baraúna (120); Barra de Santa Rosa (30); Barra de Santana (70); Barra de São Miguel (12); Bayeux (1071); Belém (490); Belém do Brejo do Cruz (13); Bernardino Batista (3); Boa Ventura (2); Boa Vista (61); Bom Jesus (6); Bom Sucesso (7); Bonito de Santa Fé (6); Boqueirão (171); Borborema (7); Brejo do Cruz (158); Brejo dos Santos (14); Caaporã (807); Cabaceiras (19); Cabedelo (2015); Cachoeira dos Índios (48); Cacimba de Areia (7); Cacimba de Dentro (73); Cacimbas (39); Caiçara (298); Cajazeiras (794); Cajazeirinhas (1); Caldas Brandão (111); Camalaú (1); Campina Grande (8136); Capim (127); Caraúbas (29); Carrapateira (27); Casserengue (153); Catingueira (15), Catolé do Rocha (183); Caturité (63); Conceição (122); Condado (92); Conde (500); Congo (41); Coremas (47); Coxixola (12); Cruz do Espírito Santo (236); Cubati (56); Cuité (125); Cuité de Mamanguape (72); Cuitegí (189); Curral de Cima (15); Curral Velho (1), Damião (3); Desterro (42); Diamante (3); Dona Inês (42); Duas Estradas (44); Emas (5); Esperança (316); Fagundes (59); Frei Martinho (4); Gado Bravo (78); Guarabira (2679); Gurinhém (249); Gurjão (19); Ibiara (13); Igaracy (4); Imaculada (26); Ingá (438); Itabaiana (813); Itaporanga (59); Itapororoca (308); Itatuba (197); Jacaraú (171); Jericó (5); João Pessoa (16.566); Joca Claudino (2); Juarez Távora (212); Juazeirinho (127); Junco do Seridó (31); Juripiranga (335); Juru (14); Lagoa (4); Lagoa de Dentro (60); Lagoa Seca (498); Lastro (15); Livramento (47); Logradouro (92); Lucena (220); Mãe d’Água (15); Malta (26); Mamanguape (1638); Manaíra (7); Marcação (111); Mari (591); Marizópolis (8); Massaranduba (222); Mataraca (121); Matinhas (51); Mato Grosso (7); Matureia (25); Mogeiro (96); Montadas (35); Monteiro (144); Mulungu (229); Natuba (45); Nazarezinho (10); Nova Floresta (26), Nova Olinda (7); Nova Palmeira (40); Olho D´Água (35); Olivedos (44);  Parari (4); Passagem (30); Patos (1952); Paulista (70); Pedra Lavrada (26); Pedras de Fogo (1071); Pedro Régis (30); Piancó (95); Picuí (125); Pilar (204); Pilões (42); Pilõezinhos (182); Pirpirituba (139); Pitimbu (539); Pocinhos (69);  Poço Dantas (3); Pombal (186); Prata (2); Princesa Isabel (46); Puxinanã (205);  Queimadas (674); Quixaba (26); Remígio (183); Riachão (35); Riachão do Bacamarte (193);  Riachão do Poço (43); Riacho de Santo Antônio (19); Riacho dos Cavalos (5); Rio Tinto (670); Salgadinho (11); Salgado de São Felix (126); Santa Cecília (45); Santa Cruz (14); Santa Helena (10); Santa Inês (25);  Santa Luzia (180); Santa Rita (1490); Santa Terezinha (40); Santana de Mangueira (5); Santana dos Garrotes (6); Santo André (5); São Bentinho (24); São Bento (710); São Domingos do Cariri (29);  São Francisco (12);  São João do Cariri (44); São João do Rio do Peixe (102); São João do Tigre (4); São José da Lagoa Tapada (18); São José de Caiana (32); São José de Espinharas (11); São José de Piranhas (77); São José de Princesa (1); São José do Bonfim (52); São José do Brejo do Cruz (5); São José do Sabugi (169); São José dos Cordeiros (5); São José dos Ramos (136); São Mamede (33); São Miguel de Taipu (80); São Sebastião de Lagoa de Roça (140); São Sebastião do Umbuzeiro (5); São Vicente do Seridó (28); Sapé (651); Serra Branca (95); Serra da Raíz (14); Serra Grande (8); Serra Redonda (157); Serraria (45); Sertãozinho (62); Sobrado (102); Solânea (204); Soledade (101); Sossego (8), Sousa (664); Sumé (93); Tacima (91); Taperoá (51); Tavares (32); Teixeira (88); Tenório (13); Triunfo (15); Uiraúna (30); Umbuzeiro (52); Várzea (8); Vieirópolis (4); Vista Serrana (2), Zabelê (8).

*Dados oficiais preliminares (fonte: SIM,e-sus VE e SIVEP) extraídos às 10h do dia 11/07, sujeitos a alteração por parte dos municípios.

21 óbitos foram registrados entre os dias 16 de abril e 10 de julho:

Mulher, 87 anos. Residente em Cajazeiras. Portadora de doença renal. Início dos sintomas em 01/07, foi a óbito em hospital público no dia 10/07. 

Homem, 64 anos. Residente em Cajazeiras. Hipertenso e diabético. Início dos sintomas em 24/06, foi a óbito em hospital público no dia 10/07.

Homem, 81 anos. Residente em Cabedelo. Portador de cardiopatia, doença neurológica e respiratória. Início dos sintomas em 07/06, foi a óbito em hospital público no dia 09/07.

Mulher, 95 anos. Residente em Mamanguape. cardiopata. Início dos sintomas em 15/06. Foi a óbito em hospital público no dia 30/06.

Mulher, 68 anos. Residente em João Pessoa. Cardiopata e hipertensa. Início dos sintomas em 30/05, foi a óbito em hospital público no dia 21/06.

Mulher, 83 anos. Residente em João Pessoa. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 22/05,  foi a óbito em hospital público no dia 20/06.

Homem, 78 anos. Residente em João Pessoa.Portador de doença neurológica e transtorno mental. Início dos sintomas em 06/06, foi a óbito em hospital público no dia 16/06.

Homem, 58 anos. Residente em João Pessoa. Diabético. Início dos sintomas em 01/06, foi a óbito em hospital público no dia 11/06.

Homem, 70 anos. Residente em João Pessoa. Portador de doença hepática. Início dos sintomas em 22/05, foi a óbito em hospital público no dia 09/06

Homem, 82 anos. Residente em João Pessoa. Diabético, cardiopata, imunossuprimido.  Início dos sintomas em 29/05, foi a óbito em hospital público no dia 07/06.

Mulher, 104 anos. Residente em João Pessoa. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 19/05, foi a óbito em hospital público no dia 05/06.

Homem, 34 anos. Residente em João Pessoa. Portador de doença neurológica. Início dos sintomas em 13/04, foi a óbito em hospital público no dia 02/06.

Homem, 89 anos. Residente em João Pessoa. Sem comorbidades. Início dos sintomas em 24/05, foi a óbito em hospital público no dia 01/06.

Mulher, 59 anos. Residente em João Pessoa. Cardiopata, diabética. Início dos sintomas em 13/05, foi a óbito em hospital público no dia 31/05.

Homem, 60 anos. Residente em João Pessoa. Sem comorbidades. Início dos sintomas em 16/05, foi a óbito em hospital público no dia 28/05.

Homem, 61 anos. Residente em João Pessoa. Cardiopata. Início dos sintomas em 15/05, foi a óbito em hospital púbico no dia 26/05.

Homem, 96 anos. Residente em João Pessoa. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 01/05, foi a óbito em hospital público no dia 25/05.

Mulher, 67 anos. Residente em João Pessoa. Diabética. Início dos sintomas em 22/05, foi a óbito em hospital privado no dia 24/05.

Homem, 44 anos. Residente em João Pessoa. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 17/05, foi a óbito em hospital público no dia 22/05.

Mulher, 58 anos. Residente em Santa Rita. Diabética. Início dos sintomas em 11/05, foi a óbito em hospital público no dia 14/05.

Homem, 87 anos. Residente em João Pessoa. Diabético. Início dos sintomas em 16/04, foi a óbito no mesmo dia em hospital público. 

Os dados epidemiológicos e de ocupação de leitos estão disponíveis em www.paraiba.pb.gov.br/coronavi…

Mais de 20 municípios da Paraíba alcançam bandeira verde na pandemia e podem retomar comércio e serviços sem restrições

Cacimbas foi primeira e única classificada com bandeira verde, ainda em junho, regrediu para a amarela, e agora voltou a ter bandeira verde. (Foto: Divulgação)

A Paraíba tem 23 municípios que podem reabrir o comércio e retomar todas as outras atividades durante a pandemia do novo coronavírus. Eles alcançaram a bandeira verde, que indica um maior controle pandêmico e possibilidade de retomada com segurança, mas obedecendo aos protocolos de distanciamento e uso de proteção com máscaras e álcool gel.

As novas bandeiras que estabelecem a matriz de orientação para a retomada gradual das atividades em toda a Paraíba foram divulgadas na noite deste sábado (11) e já estão disponíveis na página oficial do Governo do Estado, onde é possível ver as listas com todas as bandeiras. Os dados apontam que 182 (82%) municípios possuem bandeira amarela; 23 (10%) bandeira verde; e 18 (8%) bandeira laranja.

Nenhum município da Paraíba obteve a bandeira vermelha na terceira avaliação, que tem vigência entre os dias 13 e 27 de julho. Com isso, Bayeux e Santa Rita, que estavam com bandeira vermelha e tendo altos índices de casos confirmados, conseguiram estabilização e passam agora a ter bandeira amarela. Podem retomar atividades, mas com algumas restrições.

As cores das bandeiras que subsidiam os gestores municipais na tomada de decisões acertadas para evitar o aumento da propagação do novo coronavírus, permitindo o retorno seguro e paulatino das atividades econômicas, levam em consideração as taxas de obediência ao isolamento, progressão de casos novos da Covi-19 e ocupação hospitalar e são analisadas cumulativamente em intervalos de 15 dias. Na avaliação passada, 136  municípios estavam com a bandeira laranja; 79 com bandeira amarela; oito bandeira vermelha; e nenhum obteve a bandeira verde.

O secretário executivo de Gestão de Unidades de Saúde, Daniel Beltrammi, explicou que a taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) foi o principal fator para a ampliação da flexibilização, uma vez que a Paraíba manteve a média da taxa de ocupação de leitos de UTI abaixo de 60% em todo o estado. “Ficar em casa o quanto possível, sempre usar máscaras ao sair, sempre evitar aglomerações, nunca incentivar práticas que coloquem sua saúde e a dos demais em risco são aprendizados deste Novo Normal que devem ser parte do cotidiano de todos nós”, observou.

Nos municípios classificados com bandeira amarela residem 86,95% da população paraibana. Estão inseridos na bandeira, João Pessoa, Campina Grande, Cabedelo, Guarabira, Itaporanga e Monteiro. A classificação permite o funcionamento do comércio varejista e do transporte coletivo municipal, de acordo com os protocolos obedecidos pelas autoridades competentes.
Já Bayeux e Santa Rita, na Grande João Pessoa, se mantiveram com bandeira laranja. Princesa Isabel, Matureia e Bonito de Santa Fé, que antes estavam na bandeira amarela, passaram agora para a bandeira laranja e devem manter apenas o funcionamento de atividades essenciais, sem a necessidade de restrição de circulação de pessoas.

Os municípios de Barra de Santana, Belém do Brejo do Cruz, Matinhas, Santo André e São João do Rio do Peixe estão com sinalização verde, o que permite a retomada de todos os segmentos da atividade econômica, exceto atividades escolares e acadêmicas presenciais, levando em consideração os protocolos recomendados pelas autoridades sanitárias para cada área.
De acordo com boletim divulgado hoje pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), a Paraíba contabiliza  60.421 casos confirmados de coronavírus e 1.250 óbitos provocados pela doença que já chegou a 218 municípios.

Nos municípios sinalizados com bandeira laranja e vermelha, podem funcionar atividades essenciais, como agropecuária; cadeia produtiva e atividades acessórias essenciais; bancos, casas lotéricas, correspondentes bancários e seguradoras; empresas de telecomunicação, comunicação e imprensa; distribuidoras e geradoras energia, atividades de extração, produção, siderúrgica e afins; transporte, armazenagem, empresas de logística, Correios e manutenção de veículos automotores; supermercados e afins; serviços de Saúde; tratamento de água e esgoto e coleta de resíduos; administração pública (observada a adoção regimes home office), além dos já sinalizados com adequações para funcionamento.

Nos municípios com bandeira amarela, funcionam os já autorizados nas bandeiras vermelha e laranja, além de hotéis, pousadas e afins; comércio; shoppings centers; comércio popular (camelôs) e serviços em geral; escolinhas de esporte sem contato físico (natação e tênis, por exemplo).

Todos os segmentos da economia e da sociedade podem retomar suas atividades nos municípios que se encontram na bandeira verde, observando a adoção de protocolos operacionais para funcionamento das diversas atividades, que terão como foco a proteção do indivíduo, que deve passar a viver o ‘novo normal’, fazendo escolhas e evitando o contato entre pessoas; ambientes fechados e confinados e aglomerações, mesmo ao ar livre.

Estão liberados para o funcionamento, em qualquer bandeira, salões de beleza e barbearias, atendendo exclusivamente por agendamento prévio e sem aglomeração de pessoas nas suas dependências e observando todas as normas de distanciamento social; shoppings centers, exclusivamente para entrega de mercadorias por meio de (delivery), inclusive por aplicativos, e como pontos de retirada de mercadorias (drive trhu), vedado, em qualquer caso, o atendimento presencial de clientes dentro das suas dependências; as lojas e estabelecimentos comerciais, exclusivamente para entrega de mercadorias (delivery); missas, cultos e demais cerimônias religiosas poderão ser realizadas online, por meio de sistema de drive-in e nas sedes das igrejas e templos, neste caso com ocupação máxima de 30% da capacidade e observando todas as normas de distanciamento social; hotéis, pousadas e similares, exclusivamente para atendimentos relacionados à pandemia do novo coronavírus; estabelecimentos que trabalham com locação de veículos; e treinamentos de atletas profissionais, observando todas as normas de distanciamento social.

O plano ‘Novo Normal Paraíba’ foi viabilizado devido à consistente ampliação das capacidades de resposta do Sistema de Saúde paraibano; ao aumento da testagem da população; e aos avanços das medidas para desaceleração paulatina da disseminação do vírus; além da manutenção da menor taxa de letalidade da região Nordeste.

 

Michelle Bolsonaro e filhas testam negativo para Covid-19

A primeira-dama, Michelle Bolsonaro, afirmou na manhã deste sábado, 11, que o resultado de seu exame e o de suas filhas para o novo coronavírus foi negativo. Em suas redes sociais, Michelle publicou o teste com o resultado.

“Minhas filhas e eu testamos negativo para a Covid-19. Agradeço as orações”, escreveu na publicação. Michelle é mãe de Laura, 9 anos, sua filha com o presidente Jair Bolsonaro, e Letícia Firmo, 17 anos, fruto de outro relacionamento da primeira-dama. As duas moram no Palácio da Alvorada, residência oficial da presidência.

 

Bolsonaro anunciou ter testado positivo para a Covid-19 na última terça-feira, 7, e desde então segue isolado no Alvorada, despachando remotamente. Membros do governo que tiveram contato com o presidente passaram por testes ao longo desta semana.

Ao menos 13 ministros realizaram exames e testaram negativo. O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, também fez o teste e informou que o resultado deu negativo.

Os ministros que despacham no Planalto continuaram cumprindo agenda presencial no local, enquanto Bolsonaro cumpre agendas por videoconferência. Em nota, o Planalto informou ainda que 108 dos 3.400 servidores testaram positivo para Covid-19 até 3 de julho.

Agenda

Neste sábado, ainda em isolamento, o presidente recebeu a visita do ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, que já teve o novo coronavírus. O filho do presidente senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) também foi recebido no Alvorada.

Na agenda oficial do presidente não constam compromissos previstos para o final de semana. * Com informações do Estadão Conteúdo

Em live do Grupo Prerrogativas, o ministro do STF Gilmar Mendes afirmou que procuradores da Lava Jato são “chantagistas eméritos”.

 O ministro do STF Gilmar Mendes, em live do Grupo Prerrogativas, comentou a contrariedade de procuradores da Lava Jato em compartilhar dados sigilosos com o procurador-geral da República, Augusto Aras.

“Ontem eu participava de uma live com o governador Flávio Dino e ele disse: ‘é quase caricatural que o PGR tenha que ir ao Supremo para ter acesso a documentos da Lava Jato em Curitiba’. É no Brasil o rabo abanando o cachorro .O direito ao sigilo e o direito a acesso a documentos é da instituição, é da Procuradoria-Geral, e não de determinadas pessoas”, falou o ministro.

Gilmar Mendes ainda afirmou que a força-tarefa da Lava Jato tem “chantagistas eméritos” que, agora, se preocupam com um possível vazamento de dados sigilosos por parte de Aras que poderia resultar em uma chantagem de políticos. “Esses dias alguém me perguntava sobre essa questão: por que tanto cuidado com este sigilo? Esta pessoas que se revelaram vazadores eméritos de notícias, de sigilos, agora estão zelando pelo sigilo dessas pessoas preocupadas com que o procurador-geral venha a vazar, que isto poderá chantagear políticos. E o que eles têm feito? Chantagistas eméritos usando agora o argumento naquela linha de ‘vou gritar pega ladrão’. Eu até disse a uma repórter que me procurou que essa gente está temendo qualquer correção porque eles sabem o que fizeram no sábado a noite”.

Questionado sobre a ligação entre a Lava Jato e o FBI, revelado pela Vaza Jato, o ministro do Supremo se limitou a dizer: “eu acho que essa é uma outra questão que nós devemos olhar com muito cuidado. Certamente esse tema preocupa, essa cooperação informal entre autoridades”.

Brasil 247

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que hoje foram registrados 02 casos positivos e 06 novos pacientes em investigação em nosso município.
Os casos positivos são duas mulheres, de 42 e 50 anos, sendo uma professora e a outra profissional da saúde.
Novos casos em Investigação:
São 04 pacientes do sexo masculino (07, 14, 25 e 54 anos) e 02 pacientes do sexo feminino (19 e 43 anos). Entre as mulheres: 01 professora e 01 estudante. Já entre os homens: 03 estudantes e 01 engenheiro.

Covid-19: Tabira registra 4 casos positivos e 3 curas neste sábado (11)

São José do Egito: Manteve os 118 casos de coronavírus neste último sábado

Hoje a secretaria de saúde informa que não registrou nenhum caso de COVID 19. No isolamento UPA/COVID do Hospital Maria Rafael de Siqueira, estão internados 2 pacientes, 1 confirmado e 1 suspeitos. A paciente confirmada continua na UTI, com quadro de saúde estável, ainda apresentando algumas alterações nos exames laboratoriais, em uso de oxigênio para melhoria do padrão respiratório e segue sob cuidados médicos. suspeitos O segundo paciente encontra-se também com quadro de saúde estável e segue sob os cuidados da equipe médica aguardando resultado de exames. Desde a última quarta-feira 01 de Julho, inauguramos o Centro de Enfrentamento ao COVID, ele fica por trás do fórum, e funciona de segunda a sexta das 14 às 22h. Então ao apresentar os primeiros sintomas, procure esse serviço, lá você será avaliado e já saíra com a medicação e o teste feito ou agendado. O tratamento precoce faz parte do nosso sucesso no manejo dos casos até aqui. Evite aglomerações, só saía de casa com máscaras e mantenha a higiene pessoal. Temos testado todos os pacientes sintomáticos e até hoje já foram realizados 524 exames.

Com mais 1.270 casos e 74 mortes por Covid-19, Pernambuco totaliza 71.370 infectados e 5.556 óbitos

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) de Pernambuco confirmou, neste sábado (11), mais 1.270 casos de Covid-19 e 74 óbitos de pacientes que estavam com a doença. Com isso, o estado passou a ter 71.370 infectados e 5.556 vidas perdidas devido ao novo coronavírus.

De acordo com a SES, 1.146 dos 1.270 novos casos são considerados leves, ou seja, são pacientes que não precisaram ser internados, estavam na fase final da doença ou já estão curados. Os outros 124 são de pacientes com Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag). Sendo assim, o estado totalizou 20.974 casos graves e 50.396 casos leves.

A respeito dos 74 óbitos, a SES informou que 55 mortes ocorreram entre o dia 2 de maio e a segunda-feira (6). Outros 19 falecimentos foram registrados ao longo da quarta (8), da quinta (9) e da sexta (10).

Outros detalhes epidemiológicos devem ser repassados ainda neste sábado (11) pelo governo estadual.

 

MP defende fechamento de bares e restaurantes até queda dos números de Covid

O Ministério Público esteve representado em reunião com a CDL, prefeitura de Afogados da Ingazeira, PM, representantes dos setores de Academias e restaurantes, além da imprensa.

O promotor Lúcio Luiz de Almeida Neto se posicionou sobre as medidas tomadas pelo MP para dar suporte às medidas que evitem um aumento no número de casos em Afogados da Ingazeira.

Um dos posicionamentos foi o de que o Ministério Público interpretou como correta a decisão do Governo do Estado de não avançar para a reabertura de academias e restaurantes dia 20, diante do número de casos da doença na região. Ele defendeu o rigor para que haja um retorno seguro, preservando vidas. Outra informação foi a de que quando for confirmada a nova data da retomada dessas atividades, haverá uma reunião para que sejam firmados os protocolos.

O promotor defendeu ainda que, mesmo que O Governo do Estado autorize o funcionamento de bares e restaurantes, só haja a liberação quando houver análise local que garanta retorno com segurança.

“Se o Estado autorizasse na próxima semana não teríamos segurança pelos indicativos e o Ministério Público seria a favor da manutenção do fechamento”. Para ele, seria impossível controlar e acompanhar todos esses estabelecimentos, já que há muitos inclusive sem registro nos bairros, por exemplo, bem como grande quantidade na zona rural.

O MP em conjunto com a prefeitura prometeu avaliar a demanda do setor de academias para liberação da figura do “personal delivery”, para acompanhamento com protocolos de segurança de pessoas que fazem atividades individualmente, enquanto não há reabertura.

Mais testes e divulgação de ruas onde há positivados: o MP voltou a defender uma testagem ainda maior nos municípios do Pajeú, favorecendo mapeamento, controle e futura queda na curva de transmissão do vírus.

O promotor Lúcio Almeida afirmou aibda que a medida de divulgação dos nomes das ruas onde há casos confirmados em Afogados da Ingazeira atende uma solicitação do Ministério Público de dar maior grau de informação e permitir maior vigilância e prevenção pela população.

Participaram da reunião o prefeito do município, José Patriota, o Secretário de Saúde Arthur Amorim, Glauco Queiroz e Darlan Quidute (CDL), Coronel Norberto Lima, Comandante do 23o BPM, Nill Júnior e Wellington Rocha (rádios), dentre outros representantes.

Para ela, o comportamento do presidente, de um “homem infantil, que não amadureceu”, piora a situação.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A atriz Cássia Kis, 62, disse que Jair Bolsonaro deveria “levar uma surra de cinto da mãe dele”, em entrevista à revista Veja publicada na última quarta-feira (8).

Para ela, o comportamento do presidente, de um “homem infantil, que não amadureceu”, piora a situação. “Os absurdos que ele diz são coisas de criança, de homem mimado. O Bolsonaro tinha que levar uma surra de cinto da mãe dele”, acrescentou.

Kis também contou aos jornalistas da revista que tem se sentido muito triste durante o período de isolamento contra o novo coronavírus.

“Choro todos os dias e às vezes tenho a sensação de que estou testemunhando o fim do mundo, porque não dá para viver em paz sabendo que tem gente sem ter o que comer, sem acesso à saúde”, relatou.

A atriz está de volta às telas com a reprise da novela “Vale Tudo”, de 1988, que começará a ser exibida no dia 20 de julho na plataforma de streaming Globoplay.

Kis interpreta a vilã Leila, responsável pelo assassinato de Odete Roitman, personagem da atriz Beatriz Segall.

 

A Apex informou que decidiu antecipar o fim da parceria, que deveria seguir até outubro (Foto: Reprodução)

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex), órgão vinculado ao Ministério das Relações Exteriores, encerrou antecipadamente uma parceria com a organização que auxiliou o Facebook a derrubar uma rede de páginas ligadas a funcionários do presidente Jair Bolsonaro e aliados.

A Apex tinha, desde 2018, uma afiliação com o instituto Atlantic Council, por meio de um dos seus centros, focado na América Latina, o Adrienne Arsht Latin America Center. A afiliação tem custo de US$ 200 mil, para um período de dois anos. Outro órgão vinculado ao Atlantic Council, o laboratório Digital Forensic Research Lab (DRFLab), participou de uma investigação do Facebook que acarretou na suspensão de páginas de aliados de Bolsonaro.

A Apex informou que decidiu antecipar o fim da parceria, que deveria seguir até outubro, por julgar que não haveria mais condições para integrantes do governo participarem de eventos com representantes do Atlantic Council. A agência, entretanto, informou que foi uma decisão interna e que não houve pressões por parte do governo federal. Bolsonaro criticou a decisão do Facebook e disse que seus apoiadores são alvos de perseguição.

Na manhã de sexta-feira, o ideólogo Olavo de Carvalho criticou a parceria, atribuindo ela à “ala militar” do governo. O presidente da Apex, Ricardo Segovia, é contra-almirante da Marinha.

“A ala militar do governo trabalha para financiar (com dinheiro público da Apex) uma organização internacional de esquerda que trabalha para censurar conteúdos de apoio ao presidente”, escreveu Olavo em suas redes sociais, fazendo referência a um conteúdo divulgado por um youtuber. “Se isso é verdade, esses generais têm de ir para a CADEIA”, acrescentou.

Na próxima semana estava previsto um seminário com organizado pela Apex e pelo Adrienne Arsht Latin America Center que contaria com a presença do diretor-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), Roberto Azevêdo. Em junho, foi realizado outro seminário, com o embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Todd Chapman, e o encarregado de negócios da Embaixada do Brasil em Washington, Nestor Forster.

Após três semanas foragida, mulher de Queiroz se apresenta à polícia para cumprir prisão domiciliar

Márcia Aguiar, mulher do policial militar aposentado Fabrício Queiroz, apresentou-se à polícia na noite desta sexta-feira (10) e já está ao lado do marido no Rio de janeiro, onde cumprem prisão domiciliar.

Queiroz e a mulher cumprem prisão domiciliar (Foto: Reprodução/Instagram)

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) – Foragida desde o último dia 18 de junho, Márcia Aguiar, mulher do policial militar aposentado Fabrício Queiroz, apresentou-se à polícia na noite desta sexta-feira (10) e já está ao lado do marido no Rio de janeiro, onde cumprem prisão domiciliar.

Foi graças às mensagens encontradas no celular de Márcia que o Ministério Público do Rio chegou ao paradeiro de Queiroz, em Atibaia, no interior de São Paulo.

Queiroz deixou o Complexo Penitenciário de Gericinó, no Rio de Janeiro, na noite desta sexta-feira (10), para cumprir prisão domiciliar. Ele seguiu para sua casa na Taquara, zona oeste da cidade.

O ex-assessor estava preso preventivamente desde o dia 18 de junho, no âmbito de investigação sobre a prática de “rachadinha” no gabinete de Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Rio.

Nesta quinta-feira (9), o presidente do STJ (Superior Tribunal de Justiça), João Otávio de Noronha, atendeu pedido da defesa e concordou com a transferência de Queiroz para a prisão domiciliar, com uso de tornozeleira eletrônica e restrição de comunicação.

Pela decisão, Márcia obteve o direito à prisão domiciliar sob o argumento de que deve acompanhar o marido no tratamento de um câncer.

Ao conceder a prisão domiciliar, Noronha afirmou que, consideradas as condições de saúde de Queiroz, o caso se enquadra em recomendação do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), que sugere o não recolhimento a presídio em face da pandemia do novo coronavírus.

O presidente do STJ contrariou suas próprias decisões ao conceder prisão domiciliar a Queiroz.

Ministros de tribunais superiores e advogados ouvidos pela Folha de S.Paulo apontam ao menos três aspectos jurídicos considerados inusuais no despacho do magistrado, que trabalha para ser indicado pelo presidente Jair Bolsonaro a uma vaga no STF (Supremo Tribunal Federal).

O mais gritante, afirmam, é a concessão de liberdade para Márcia Aguiar, que estava foragida. De acordo com especialistas ouvidos pela reportagem, é muito raro, apesar de não ser proibido, um juiz dar benefícios a quem foge para escapar de uma ordem judicial.

Queiroz é investigado por participação em suposto esquema de “rachadinha” (devolução de salários) na Assembleia, no gabinete do então deputado estadual e hoje senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Queiroz é apontado pelo Ministério Público como operador do esquema.

De acordo com o MP-RJ, 11 assessores vinculados a Flávio repassaram pelo menos R$ 2 milhões a Queiroz, sendo a maior parte por meio de depósitos em espécie.

A Justiça do Rio autorizou a prisão preventiva do policial militar aposentado porque entendeu que ele estaria atuando para orientar testemunhas e ocultar provas e porque havia o risco de que tentasse fugir de uma eventual ordem de prisão.

A filha de Queiroz, Nathalia, que também é investigada no caso, comemorou nas redes sociais a decisão que permitiu o cumprimento da prisão domiciliar.

“Estou indo te buscar, meu pai! E você vai ter o abraço de todos os seus filhos que estão cheios de saudades e tanto te amam e sabe o homem incrível que você é!”, escreveu.

Segundo a decisão de Noronha, o PM aposentado deverá indicar o endereço onde será cumprida a prisão domiciliar, “franqueando acesso antecipado à autoridade policial para aferir suas condições e retirada de toda e qualquer forma de contato exterior”.

Será permitido o acesso, sempre que necessário, da autoridade policial, que deverá exercer vigilância permanente do local para impedir a entrada de pessoas não expressamente autorizadas.

Haverá ainda proibição de contato com terceiros, à exceção de familiares próximos, profissionais da saúde e advogados devida e previamente constituídos.

Queiroz será obrigado a desligar linhas telefônicas fixas, entregar à autoridade policial todos telefones móveis, bem como computadores, laptops e tablets. Estará impedido de saída sem prévia autorização e não poderá manter contatos telefônicos.

O advogado de Queiroz, Paulo Emílio Catta Preta, afirmou que ainda avalia recorrer ao STF (Supremo Tribunal Federal) e pedir a soltura de seu cliente. Ele disse que a decisão que concedeu a domiciliar foi bem-vinda, mas tímida, e que não há necessidade de prisão preventiva.

Fabrício Queiroz deixa a cadeia e cumprirá prisão domiciliar

Foto: reprodução

Por Jovem Pan

O ex-assessor de Flávio Bolsonaro Fabrício Queiroz deixou nesta sexta-feira (10) o Complexo de Gericinó, na zona oeste do Rio de Janeiro, onde estava detido há quase um mês. Ele irá cumprir prisão domiciliar. Nesta quinta-feira (9), o presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro João Otávio Noronha, concedeu prisão domiciliar a Queiroz e à esposa, Márcia de Aguiar, ainda foragida. Eles terão de usar tornozeleira eletrônica.

Queiroz foi preso no dia 18 de junho, quando foi alvo de mandado de prisão preventiva, e Márcia segue foragida desde então. No dia 22, a defesa dela entrou com pedido de habeas corpus na Justiça do Rio. Márcia é acusada de ajudar na suposta obstrução de Justiça ao longo das investigações sobre a “rachadinha” no antigo gabinete de Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). Queiroz seria o operador do esquema.

No pedido da defesa, os advogados usaram como argumentos o “atual estágio da pandemia do coronavírus” e o câncer no cólon, que fez com que o ex-assessor se submetesse a uma cirurgia de próstata há dois meses. Os advogados, porém, dizem não ter conseguido “prontuários, laudos e relatórios médicos” porque a Santa Casa da cidade paulista de Bragança Paulista exigiu que houvesse “determinação legal” para a entrega dos documentos.

Em nota enviada à Jovem Pan, o STJ informou que a prisão domiciliar está condicionada a indicação do endereço onde cumprirá a prisão domiciliar ora deferida, franqueando acesso antecipado à autoridade policial para aferir suas condições e retirada de toda e qualquer forma de contato exterior; permissão de acesso, sempre que necessário, da autoridade policial, que deverá exercer vigilância permanente do local para impedir acesso de pessoas não expressamente autorizadas; proibição de contato com terceiros, seja quem for, salvo familiares próximos, profissionais da saúde e advogados devida e previamente constituídos; desligamento das linhas telefônicas fixas, entrega à autoridade policial de todos telefones móveis, bem como computadores, laptops e/ou tablets que possua; proibição de saída sem prévia autorização e vedação a contatos telefônicos; e
monitoração eletrônica.

Prefeito de Petrolina anuncia decreto com suspensão de serviços não essenciais

Foto: divulgação

O prefeito de Petrolina, Miguel Coelho anunciou através das redes sociais na noite desta sexta-feira (10) que o município adotará distanciamento social rígido a partir da segunda-feira (13). A medida que será publicada em decreto, suspende o funcionamento de todos os serviços e atividades não essenciais como comércio, shopping, barbearias, salões, feiras livres, parques e cultos religiosos. De acordo com o prefeito a decisão foi tomada após crescimento no número de casos e óbitos no município.

“A gente percebeu um crescimento de pacientes sintomáticos com síndromes gripais. Esses números começaram a repercutir agora no sistema de saúde. Antes, nas últimas três semanas a gente tinha uma média diária de 150 pacientes que entravam no cadastro para a Secretaria de Saúde acompanhar. Cresceu tanto que hoje a gente saltou de 150 pacientes diários para 250 que procuram o sistema de saúde da prefeitura”, explicou.

Miguel Coelho destacou que 70% das Unidades de Terapia Intensiva (UTI) do sistema público do município estão ocupadas e em alguns hospitais particulares a ocupação chega a 90%. “Nós não vamos esperar o pior acontecer, nós vamos nos antecipar. Vamos com planejamento para poder nos preparar. Infelizmente a pandemia ainda não acabou. A gente precisa lidar com ela, ter muita serenidade e saber que lá na frente isso vai valer a pena porque lá na frente vamos ter salvado a vida de mais pessoas”, enfatizou.

O decreto deverá ser reavaliado no dia 26 de julho, quando haverá uma nova reunião do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus.

O município de Petrolina contabiliza 1.499 casos de Covid-19, com 587 curas clínicas e 35 óbitos, de acordo com o último boletim divulgado.

Compesa está próxima de ser expulsa de Petrolina

Foto: divulgação

Uma audiência pública virtual realizada nesta sexta-feira (10) marcou a última etapa do processo para selecionar uma nova concessionária dos serviços de água e esgotamento sanitário de Petrolina. O encontro realizado virtualmente, devido às regras de prevenção ao coronavírus, teve como objetivo apresentar à comunidade os detalhes acerca do edital que deve ser lançado em cerca de 15 dias.

A minuta do edital elaborado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) já está disponível no site da Prefeitura de Petrolina e traz todas as exigências da concessão comum destes serviços pelo prazo de 35 anos.

A audiência foi apresentada pelo diretor-presidente da Agência Reguladora do Município de Petrolina (Armup), Rubem Franca, pelo procurador-geral do município, Diniz Eduardo Cavalcante de Macedo e pela assessora jurídica da Secretaria de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos (Seinfra), Lucibety Andrade.

A concessão dos serviços públicos de abastecimento de água e de esgotamento sanitário compreende a construção, a operação e a manutenção das unidades integrantes dos sistemas físicos, operacionais e gerenciais de produção e distribuição de água, bem como a coleta, o afastamento, o tratamento e a disposição de esgotos sanitários, incluindo a gestão dos sistemas organizacionais, a comercialização dos produtos e serviços envolvidos e o atendimento aos usuários do sistema.

Os termos da nova concessão foram apresentados à comunidade durante a audiência pública com transmissão online no endereço http://www.youtube.com/prefeituradepetrolinaoficial. Questionamentos, dúvidas ou sugestões sobre o processo, poderão ser enviados por escrito através do e-mail audienciapublica.saneamentopmp@gmail.com, os quais serão devidamente apreciados e respondidos oportunamente.

Patriota participou da videoconferência “Pandemia e Sociedade”, da Fundaj

Discutir os desafios dos municípios durante e no pós-pandemia.

Este foi o objetivo principal da 4ª edição da série Pandemia e Sociedade, realizada pela Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj), por videoconferência ontem, 10/07.

O evento reuniu o presidente da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) e prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota, o assessor especial do Ministério da Mulher, da Família, e dos Direitos Humanos, Henrique Villa e o coordenador do Núcleo de Inovação Social em Políticas Públicas da Fundaj, Sérgio Kelner, mediador do debate.

Os gestores dos municípios pernambucanos enfrentam um desafio diário, devido à crise causada pelo coronavírus, em três importantes frentes: saúde, educação e na área socioeconômica.

Representando também a Confederação Nacional de Municípios (CNM), José Patriota, afirmou que não há respostas prontas para tudo isso que estamos vivendo, mas “há oportunidade para inovar, reinventar e buscar caminhos”.

Segundo o gestor, é impossível inovar sem deixar de lado o aspecto econômico. “O diagnóstico econômico é imprescindível para a inovação. Os números mostram quedas de receitas impactantes. A expectativa de perda de arrecadação está na faixa dos R$ 74 bilhões, ao mesmo tempo em que a demanda da população aumenta. A reforma tributária, no pós-pandemia, deve vir considerando todas essas mudanças, principalmente no tocante à divisão da arrecadação”, enfatizou.

Patriota demonstrou cuidado acerca dos novos gestores que tomarão posse após as eleições municipais, remarcadas para 15 de novembro. A CNM e a Amupe, promovem a nível nacional e estadual, respectivamente, seminários de apresentação e capacitação dos novos gestores municipais.

“É importante conversar e mostrar a cada prefeito o trabalho pesado que lhe espera. Ai lembramos que devemos voltar ao debate da profissionalização da gestão pública”, salientou o prefeito.

Que completou a fala, ao destacar como imprescindível o trabalho conjunto de cada poder e ente federativo para superarmos a crise.

“Não sabemos se a União vai ter condições de manter tudo isso em ordem por muito tempo, mas precisamos que a colaboração entre os entes federativos seja de forma constante e permanente. Na perspectiva dos municípios, o partilhamento da co-governança é primordial, a exemplo dos consórcios, traz economia e padronização. É fundamental a educação em todas as suas dimensões, ao lado da reinvenção da economia. A economia criativa, os novos serviços e a produtividade, como gerar renda e como ser competitivo no mercado com os pequenos. A gente não precisa de extremos, a gente precisa de cuidados”, completou José Patriota.

O coordenador do Núcleo de Inovação Social em Políticas Públicas da Fundaj, Sérgio Kelner, afirmou que o “novo normal” da economia precisa ser pensado com muita responsabilidade. Segundo ele, “acredito que nós vamos enfrentar um período de transformações nas relações entre a produção e o consumo que vai gerar desemprego estrutural e, possivelmente, vai diminuir significamente a capacidade das pessoas não qualificadas de buscar emprego e, consequentemente, amplia a pressão sobre o Estado. E essas condições acabam se acentuando nos pequenos municípios”.

O o assessor especial do Ministério da Mulher, da Família, e dos Direitos Humanos, Henrique Villa elencou três dimensões que não podem ser esquecidas no pós-covid para o desenvolver os municípios.

“A primeira é seguir a Agenda 2030, com os seus 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS); o segundo ponto é a questão do desenvolvimento regional, pois não há possibilidade de sobrevivência de municípios pequenos no pós-pandemia sem cooperação, integração e diálogo, e os consórcios municipais, elencados pelo prefeito Patriota, são instrumentos fundamentais da institucionalização desse processo. E por último a inovação social, o olhar para as demandas que surgirão da população que são fundamentais para a sobrevivência delas.”, concluiu.

A 4ª edição da série Pandemia e Sociedade da Fundaj está disponível na íntegra no canal do youtube da Fundação, disponível no link: https://www.youtube.com/watch?v=EArkiXDh82M.

Covid-19: Pajeú contabiliza 1.799 casos confirmados, 52 óbitos e 1.215 curas

Serra Talhada se apróxima dos 1.000 casos de Covid-19

Por André Luis/RádioPajeú

De acordo com os últimos boletins epidemiológicos divulgados nesta sexta-feira (10.07), pelas secretarias de saúde dos municípios do Pajeú, nas últimas 24 horas, cinco cidades registraram oitenta e um novos casos da Covid-19, e a região totaliza 1.799.

Portanto, os números de casos confirmados no Pajeú ficam assim: Serra Talhada continua liderando o número de casos na região e conta com 949 confirmações. Logo em seguida, com 218 casos confirmados está Tabira, Afogados da Ingazeira subiu para 131 e São José do Egito está com 118 casos confirmados.

Carnaíba está com 61 casos, Triunfo tem 60, Flores está com 47,  Iguaracy está com 35, Calumbi está com 33, Brejinho, e Tuparetama tem 32 casos cada.

Itapetim está com 23 casos confirmados, Quixaba tem 16 casos, Santa Cruz da Baixa Verde tem 15, Santa Terezinha tem 13, Ingazeira está com 9 e Solidão tem 6 casos confirmados.

Mortes – A Região não registrou novos óbitos nas últimas 24 horas e tem no total, 52 mortes por Covid-19. Até o momento, doze cidades registraram mortes. São elas: Serra Talhada 14, Triunfo 8, Carnaíba 6, Tabira 5, Afogados da Ingazeira 4, Quixaba, Iguaracy e Flores tem 3 cada, Tuparetama e São José do Egito tem  2 óbitos cada, Itapetim e Calumbi com 1 óbito cada.

Recuperados – Nas últimas 24 horas, a região registrou vinte e sete  novas curas clínicas, totalizando 1.215 recuperados. O que corresponde a 68% dos casos confirmados.

O levantamento foi fechado às 10h15 deste sábado (11.07), com os dados fornecidos pelas secretarias de saúde dos municípios.

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que hoje foram registrados 06 casos positivos, 12 em investigação e 08 curas para covid-19 em nosso município.

Casos Positivos:
04 pacientes do sexo feminino (01, 08, 33 e 62 anos) e 02 pacientes do sexo masculino (35 e 41 anos). Entre as mulheres: 01 menor; 01 do lar; 01 funcionária pública e 01 assistente social. Já entre os homens, 01 professor e 01 agricultor.

Novos em Investigação:
São 09 pacientes do sexo feminino (17, 17, 27, 28, 30, 34, 40, 42 e 54 anos) e 03 pacientes do sexo masculino (21, 28 e 36 anos). Entre as mulheres: 03 são agricultoras; 02 estudantes; 02 recepcionistas; 01 profissional de saúde e 01 do lar. Já entre os homens, 01 professor; 01 vendedor e 01 autônomo.
Informamos que um dos casos que entrou em investigação ontem, infelizmente veio à óbito nessa madrugada. Trata-se de um homem de 92 anos, aposentado, que havia dado entrada no Hospital Emília Câmara com quadro de broncoaspiração. Seguindo os protocolos para esses casos, foi realizada a coleta de swab. Aguardamos o resultado.

No dia de hoje, 08 pacientes apresentaram alta por cura após avaliação clínica e epidemiológica.

Foram descartados 38 casos após os pacientes apresentarem resultados negativos – 01 SWAB e 37 TR – na nossa Unidade de Campanha Dia.

Todos os casos confirmados e em investigação seguem monitorados pelas nossas equipes de atenção básica e de vigilância em saúde. @ Afogados Da Ingàzeira, Pernambuco, Brazil

Imagem ilustrativa do novo coronavírus com a bandeira do Brasil

Depois de registrar recorde de mortes por Covid-19 pelo segundo dia consecutivo, Minas Gerais teve 59 mortes. O estado, que vê a expansão da pandemia nas últimas semanas, soma 1.504 mortes até o momento. (Foto: Reprodução)

SÃO PAULO, SP, E BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – O Brasil ultrapassou nesta sexta-feira (10) a marca de 70 mil mortos pela Covid-19. São 70.524 vítimas da doença e 1.804.338 casos confirmados.

Nas últimas 24 horas, o país registrou 1.270 novas mortes e 45.235 novos casos.

Os dados são fruto de colaboração inédita entre Folha de S.Paulo, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo, G1 e UOL para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são coletadas diretamente com as Secretarias de Saúde estaduais. O balanço é fechado diariamente às 20h.

São Paulo, o estado mais populoso do país, registrou 324 mortes (foram 330 no dia anterior), e chegou aos 17.442 óbitos. Ao todo, são 359.110 casos confirmados no estado.

O Rio de Janeiro foi o segundo com maior número de mortes, 165 (contra 145 na quinta-feira). O total é de 11.280 óbitos.

Depois de registrar recorde de mortes por Covid-19 pelo segundo dia consecutivo, Minas Gerais teve 59 mortes. O estado, que vê a expansão da pandemia nas últimas semanas, soma 1.504 mortes até o momento.

Segundo o Ministério da Saúde nesta sexta-feira (10), o Brasil registrou nas últimas 24 horas 45.048 novos casos de Covid-19 e 1.214 novas mortes. Dados da pasta mostram que o país atingiu 70.398 mortes e 1.800.827 casos pelo novo coronavírus desde o primeiro da pandemia no país.

Entre os estados, São Paulo ainda soma o maior número total de registros –são 359.110 casos e 17.442 mortes. Em seguida na lista, aparecem os estados do Ceará, Rio de Janeiro e Pará.De acordo com o ministério, já são 1.078.763 pessoas que se curaram da doença.

O autor da proposta, deputado Alexandre Frota

O Projeto de Lei 3623/20 autoriza a contratação de artistas, para apresentações em plataformas digitais da internet, nas campanhas eleitorais de candidatos nos pleitos municipais de 2020, excepcionalmente.

Pelo texto em análise na Câmara dos Deputados, os gastos individuais de cada candidato ficarão limitados a R$ 20 mil, podendo o artista ser contratado por mais de um candidato.

Os chamados “showmícios” de artistas em campanhas eleitorais foram proibidos pela “minirreforma eleitoral” de 2006 (Lei 11.300/06). Posteriormente, a proibição foi questionada por alguns partidos e mantida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

“É obrigação desta Casa Legislativa levar cultura à população, e como estão proibidas as aglomerações e, portanto, os comícios, os candidatos devem poder nos limites previstos contratar artistas para suas campanhas excepcionalmente, pois estamos vivendo um momento jamais vivido por esta geração”, justifica o autor da proposta, deputado Alexandre Frota (PSDB-SP).

Fonte: Agência Câmara de Notícias

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) confirmou, nesta sexta-feira (10), 1.333 novos casos da Covid-19. Também foram confirmados 73 óbitos, ocorridos desde o dia 11 de maio.
Entre os casos confirmados hoje, 1.171 (88%) são leves, ou seja, pacientes que não demandaram internamento hospitalar e que estavam na fase final da doença ou já curados. Os outros 162 (12%) se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Agora, Pernambuco totaliza 70.100 casos já confirmados, sendo 20.850 (30%) graves e 49.250 (70%) leves.
Do total de mortes no informe de hoje, 49 (67%) ocorreram de 11/05 a 05/07. As outras 24 (33%) ocorreram nos últimos três dias. Com isso, o Estado totaliza 5.482 óbitos pela doença.

Paraíba confirma 1.504 novos casos de Covid-19 em 24h; total de mortes chega a 1.229 , infectados chega a 59.118

O índice de Isolamento Social foi de apenas 40,6 %, considerado baixo em relação à meta de 70% e à mínima de 50%. (Foto: Reprodução)

A Paraíba registrou 1.504 novos casos de Covid-19 e 33 óbitos confirmados desde a última atualização, sendo 3 deles ocorridos nas últimas 24 horas. De acordo com boletim da Secretaria de Estado da Saúde divulgado nesta sexta-feira (7), são 59.118 pessoas que já contraíram a doença, 21.481 que já se recuperaram e 1.229 faleceram. Até o momento, 175.234 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados. 

Confira abaixo os dados do boletim epidemiológico:

  • Casos Confirmados: 59.118
  • Casos Descartados: 69.567
  • Óbitos confirmados: 1.229
  • Casos recuperados: 21.481
  • Total de municípios: 218

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 54%. Fazendo um  recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 68%. 

Em Campina Grande, estão ocupados 47% dos leitos de UTI adulto e no sertão, 44% dos leitos de UTI para adultos.  

O índice de Isolamento Social foi de apenas 40,6 %, considerado baixo em relação à meta de 70% e à mínima de 50%. 

Os casos confirmados estão distribuídos por 218 dos 223 municípios paraibanos:

Água Branca (35); Aguiar (19); Alagoa Grande (544); Alagoa Nova (200); Alagoinha (571); Alcantil (22); Algodão de Jandaíra (4); Alhandra (391); Amparo (12); Aparecida (36); Araçagi (327); Arara (123); Araruna (149); Areia (192); Areia de Baraúnas (2); Areial (33); Aroeiras (103); Assunção (27); Baia da Traição (290); Bananeiras (97); Baraúna (119); Barra de Santa Rosa (30); Barra de Santana (68); Barra de São Miguel (12); Bayeux (1055); Belém (470); Belém do Brejo do Cruz (13); Bernardino Batista (3); Boa Ventura (2); Boa Vista (60); Bom Jesus (6); Bom Sucesso (7); Bonito de Santa Fé (7); Boqueirão (167); Borborema (7); Brejo do Cruz (153); Brejo dos Santos (8); Caaporã (803); Cabaceiras (16); Cabedelo (1996); Cachoeira dos Índios (48); Cacimba de Areia (7); Cacimba de Dentro (73); Cacimbas (39); Caiçara (289); Cajazeiras (766); Cajazeirinhas (1); Caldas Brandão (110); Camalaú (2); Campina Grande (7969); Capim (127); Caraúbas (26); Carrapateira (26); Casserengue (148); Catingueira (15), Catolé do Rocha (179); Caturité (63); Conceição (115); Condado (88); Conde (486); Congo (40); Coremas (44); Coxixola (12); Cruz do Espírito Santo (234); Cubati (55); Cuité (123); Cuité de Mamanguape (68); Cuitegí (175); Curral de Cima (15); Curral Velho (1), Damião (3); Desterro (42); Diamante (3); Dona Inês (42); Duas Estradas (44); Emas (5); Esperança (310); Fagundes (58); Frei Martinho (3); Gado Bravo (77); Guarabira (2631); Gurinhém (245); Gurjão (19); Ibiara (13); Igaracy (4); Imaculada (26); Ingá (422); Itabaiana (793); Itaporanga (57); Itapororoca (299); Itatuba (186); Jacaraú (165); Jericó (5); João Pessoa (16217); Joca Claudino (2); Juarez Távora (206); Juazeirinho (125); Junco do Seridó (30); Juripiranga (335); Juru (13); Lagoa (4); Lagoa de Dentro (50); Lagoa Seca (495); Lastro (15); Livramento (46); Logradouro (84); Lucena (219); Mãe d’Água (15); Malta (26); Mamanguape (1605); Manaíra (7); Marcação (95); Mari (591); Marizópolis (8); Massaranduba (221); Mataraca (121); Matinhas (51); Mato Grosso (7); Matureia (25); Mogeiro (92); Montadas (35); Monteiro (139); Mulungu (229); Natuba (45); Nazarezinho (9); Nova Floresta (25), Nova Olinda (7); Nova Palmeira (40); Olho D´Água (35); Olivedos (44);  Parari (4); Passagem (30); Patos (1952); Paulista (68); Pedra Lavrada (26); Pedras de Fogo (1060); Pedro Régis (29); Piancó (89); Picuí (114); Pilar (192); Pilões (42); Pilõezinhos (182); Pirpirituba (128); Pitimbu (539); Pocinhos (68);  Poço Dantas (3); Pombal (173); Prata (2); Princesa Isabel (45); Puxinanã (201);  Queimadas (656); Quixaba (26); Remígio (180); Riachão (32); Riachão do Bacamarte (192);  Riachão do Poço (41); Riacho de Santo Antônio (18); Riacho dos Cavalos (5); Rio Tinto (600); Salgadinho (11); Salgado de São Felix (126); Santa Cecília (31); Santa Cruz (13); Santa Helena (10); Santa Inês (20);  Santa Luzia (179); Santa Rita (1468); Santa Terezinha (39); Santana de Mangueira (5); Santana dos Garrotes (6); Santo André (5); São Bentinho (24); São Bento (698); São Domingos do Cariri (28);  São Francisco (12);  São João do Cariri (39); São João do Rio do Peixe (96); São João do Tigre (4); São José da Lagoa Tapada (18); São José de Caiana (32); São José de Espinharas (11); São José de Piranhas (77); São José de Princesa (1); São José do Bonfim (51); São José do Brejo do Cruz (5); São José do Sabugi (169); São José dos Cordeiros (5); São José dos Ramos (122); São Mamede (33); São Miguel de Taipu (80); São Sebastião de Lagoa de Roça (140); São Sebastião do Umbuzeiro (4); São Vicente do Seridó (27); Sapé (634); Serra Branca (92); Serra da Raíz (14); Serra Grande (8); Serra Redonda (156); Serraria (44); Sertãozinho (62); Sobrado (102); Solânea (199); Soledade (100); Sossego (8), Sousa (663); Sumé (92); Tacima (81); Taperoá (51); Tavares (32); Teixeira (88); Tenório (11); Triunfo (14); Uiraúna (28); Umbuzeiro (43); Várzea (8); Vieirópolis (4); Vista Serrana (2), Zabelê (8).

*Dados oficiais preliminares (fonte: SIM,e-sus VE e SIVEP) extraídos às 10h do dia 10/07, sujeitos a alteração por parte dos municípios.

33 óbitos foram registrados entre os dias 09 de maio e 10 de julho:

Homem, 46 anos. Residente em Catolé do Rocha. Hipertenso e diabético. Início dos sintomas em 01/07, foi a óbito em hospital público no dia 10/07. 

Homem, 86 anos. Residente em Pirpirituba. Cardiopata. Início dos sintomas em 01/07, foi a óbito em hospital público no dia 09/07.

Masculino, 56 anos. Residente em São Bento. Cardiopata, hipertenso e diabético. Início dos sintomas em 22/06, foi a óbito em hospital público no dia 09/07.

Mulher, 88 anos. Residente em Juarez Távora. Cardiopata. Início dos sintomas em 24/06, foi a óbito em hospital público no dia  08/07.

Mulher, 86 anos. Residente em João Pessoa. Cardiopata. Início dos sintomas em 07/06,  foi a óbito em hospital privado no dia 02/07.

Homem, 82 anos. Residente em João Pessoa. Hipertenso e diabético. Início dos sintomas em 06/06, foi a óbito em hospital público no dia 01/07.

Mulher, 77 anos. Residente em Campina Grande. Diabética. Início dos sintomas em 11/06, foi a óbito em hospital público no dia 28/06.

Mulher, 70 anos. Residente em Arara. Diabética e cardiopata. Início dos sintomas em 05/06, foi a óbito em hospital público no dia 26/06

Homem, 84 anos. Residente em Campina Grande. Sem Comorbidade.  Início dos sintomas em 19/06, foi a óbito em hospital público no dia 26/06.

Mulher, 87 anos. Residente em João Pessoa. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 10/06, foi a óbito em hospital público no dia 21/06.

Homem, 84 anos. Residente em Santa Rita. Diabético, hipertenso e portador de doença renal. Início dos sintomas em 17/06, foi a óbito em hospital público no dia 21/06.

Mulher, 85 anos. Residente em João Pessoa. Portadora de imunossupressão, doença respiratória, doença neurológica e cardiopatia. Início dos sintomas em 04/06, foi a óbito em hospital público no dia 18/06.

Mulher, 62 anos. Residente em Guarabira. Hipertensa, diabética. Início dos sintomas em 02/06, foi a óbito em hospital público no dia 17/06.

Mulher, 110 anos. Residente em João Pessoa. Hipertensa. Início dos sintomas em 07/06, foi a óbito em hospital público no dia 17/06.

Mulher,74 anos. Residente em João Pessoa. Cardiopata. Início dos sintomas em 03/06, foi a óbito em hospital púbico no dia 14/06.

Homem, 63 anos. Residente em João Pessoa. Cardiopata e diabético. Início dos sintomas em 06/05, foi a óbito em hospital público no dia 07/06.

Mulher, 64 anos. Residente em João Pessoa. Diabética,hipertensa e obesa. Início dos sintomas em 29/04, foi a óbito em hospital público no dia 31/05.

Homem, 62 anos. Residente em Guarabira. Hipertenso. Início dos sintomas em 18/05, foi a óbito em hospital público no dia 29/05.

Homem, 69 anos. Residente em João Pessoa. Diabético e cardiopata. Início dos sintomas em 13/05, foi a óbito em hospital público no dia 28/05.

Homem, 78 anos. Residente em João Pessoa. Sem comorbidades. Início dos sintomas em 24/05, foi a óbito em hospital público no dia 28/05.

Homem, 72 anos. Residente em João Pessoa. Cardiopata, obeso e tabagista. Início dos sintomas em 21/05, foi a óbito em hospital público no dia 28/05.

Homem, 71 anos. Residente em João Pessoa. Cardiopata. Início dos sintomas em 24/05,  foi a óbito em hospital público no dia 26/05.

Mulher, 62 anos. Residente em João Pessoa. Comorbidades não informadas. Início dos sintomas em 16/05, foi a óbito em hospital público no dia 26/05.

Mulher, 77 anos. Residente em Santa Rita. Obesa, hipertensa, diabética e portadora de Lúpus. Início dos sintomas em 23/05, foi a óbito em hospital público no dia 26/05.

Homem, 72 anos. Residente em João Pessoa. Sem comorbidade.  Início dos sintomas em 25/05, foi a óbito em hospital público no mesmo dia.

Homem, 42 anos. Residente em João Pessoa. Portador de depressão e transtorno de ansiedade generalizado. Início dos sintomas em 07/05, foi a óbito em hospital público no dia 25/05.

Homem, 78 anos. Residente em João Pessoa. Hipertenso, cardiopata e portador de doença respiratória. Início dos sintomas em 12/05, foi a óbito em hospital público no dia 23/05.

Mulher , 85 anos. Residente em João Pessoa. Cardiopata. Início dos sintomas em 20/05, foi a óbito em hospital público no dia 23/05.

Homem, 83 anos. Residente em João Pessoa. Comorbidades não informadas. Início dos sintomas em 04/05, foi a óbito em hospital público no dia 21/05.

Mulher, 71 anos. Residente em João Pessoa. Comorbidades não informadas. Início dos sintomas em 20/05, foi a óbito em hospital público no dia 21/05.

Homem, 53 anos. Residente em João Pessoa. Sem comorbidades. Início dos sintomas em 10/05, foi a óbito em hospital público no dia 18/05.

Homem, 83 anos. Residente em João Pessoa. Cardiopata e portador de neoplasia de próstata. Início dos sintomas em 10/05, foi a óbito em hospital privado no dia 16/05.

Mulher, 70 anos. Residente em João Pessoa.Sem comorbidades. Início dos sintomas em 06/05, foi a óbito em hospital público no dia 09/05.

Serão investidos cerca de R$ 2 bilhões no projeto que vai gerar cerca de mil empregos; ouça entrevista com o gerente de Sustentabilidade da Votarantim Energia, Alexsandro Cota

Por Roberto Gonçalves / Foto: reprodução

O gerente de Sustentabilidade da empresa Votarantim Energia, Alexsandro Cota, anunciou nesta quinta-feira (09) de forma exclusiva na Rádio Arari FM,  que mais dois parques eólicos serão instalados no próximo ano na Serra do Inácio, zona rural de Araripina, no Sertão do Araripe. De acordo com Alexandro, serão investidos cerca de R$ 2 bilhões no projeto e a expectativa é gerar cerca de mil empregos diretos.

“Em 2021 nós iniciaremos a construção de mais dois complexos eólicos na região da Serra do Inácio. O projeto que hoje existe lá, a gente chama de Ventos do Piauí 1 e vai ter a sua expansão. Nós também vamos expandir com mais dois parques eólicos no lado pernambucano. Serão investidos R$ 2 bilhões num parque de aproximadamente 400 MGW, onde vamos construir 98 torres aero geradoras e serão ofertados cerca de mil empregos. A previsão é que a gente opere já em 2023”, explicou o executivo.

Entre as ações da Votorantim Energia na Região do Araripe, estão a entrega de 16 mil cestas básicas e vales de alimentação para 16 mil famílias. A doação de R$ 700 mil para criação de leitos de UTI de enfermaria no Hospital e Maternidade Santa Maria de Araripina, entre outros programas educacionais e sociais.

 

 

Cazaquistão nega que tenha vírus ‘mais mortal que COVID-19’, e desmente China

Profissional de saúde colhe material de teste para Covid-19 em Almaty, no Cazaquistão, em 5 de julho — Foto: (Foto: Ruslan Pryanikov / AFP)

O Cazaquistão negou nesta sexta-feira as afirmações da embaixada chinesa de que um novo vírus mais letal que o que provoca a COVID-19 está em propagação em várias regiões do país de Asia central.

Em uma mensagem enviada a seus cidadãos, a embaixada chinesa em Nur-Sultan, capital do país, advertiu na quinta-feira contra uma nova doença com “índice de mortalidade de longe superior à COVID-19”, que teria provocado, segundo o texto, 1.772 mortes nos seis primeiros meses de 2020 e “628 apenas em junho”.

O comunicado citava inicialmente uma “pneumonia cazaque”, mas depois o termo foi substituído por “pneumonia não covid”.

De acordo com a embaixada, três regiões do Cazaquistão estão afetadas e entre as vítimas estariam cidadãos chineses.

As afirmações “da mídia chinesa não correspondem à realidade”, afirmou nesta sexta-feira o ministério cazaque da Saúde, sem uma referência ao comunicado da embaixada chinesa.

O ministério mencionou pacientes registrados como afetados por pneumonia e não pelo novo coronavírus, apesar dos sintomas, pois os testes de COVID-19 foram negativos.

No tota, o país registra oficialmente até esta sexta-feira 57.747 casos e 264 mortes, mas como seus vizinhos da Ásia central é acusado por observadores e ONGs de minimizar a dimensão da pandemia.

Rachel Sheherazade declara que jamais apoiou Bolsonaro: “Ele nunca representou o liberalismo”

“Cansei de ser meme, de ver pessoas usando a minha imagem como apoiadora dele antes mesmo da eleição. Cheguei até a comunicar o SBT, mas eles não deram muita importância”, contou ela.

Ela também lembrou que a única vez que defendeu Bolsonaro foi na época em que o chefe de Estado brigou com a deputada federal Maria do Rosário (PT-RS), quando disse na frente de um plenário que só não a estupraria porque ela não merecia. (Foto: Reprodução)

A jornalista e apresentadora Rachel Sheherazade, que sempre gera polêmica quando se posiciona sobre política, esclareceu em entrevista ao canal Rafinha Bastos, no YouTube, que jamais apoiou o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro.

“Cansei de ser meme, de ver pessoas usando a minha imagem como apoiadora dele antes mesmo da eleição. Cheguei até a comunicar o SBT, mas eles não deram muita importância”, contou ela.

Sheherazade ainda se defendeu das acusações de que seria uma grande apoiadora do governo bolsonarista. “Eu confesso que fiquei chocado quando eu vi que você disse nunca ter apoiado ele, já que seu posicionamento é mais liberal e conservador”, disse Bastos. “Mas o Bolsonaro nunca representou o liberalismo. O que ele representa hoje é a extrema-direita, com a qual eu nunca me identifiquei. Eu sempre me considerei liberal e conservadora, mas acho que ninguém é um combo, né?”, rebateu a âncora do SBT.

Ela também lembrou que a única vez que defendeu Bolsonaro foi na época em que o chefe de Estado brigou com a deputada federal Maria do Rosário (PT-RS), quando disse na frente de um plenário que só não a estupraria porque ela não merecia.

“Eu nunca apoiei o Bolsonaro. O que acontece é que uma vez, há muitos anos atrás, aquela ex-ministra de Direitos Humanos [do Brasil, Maria do Rosário, atual deputada federal] o chamava de estuprador, eu quis usar meu espaço na na televisão para dizer que aquilo não se tratava de um estupro, então ela não poderia acusá-lo de ser estuprador”, concluiu Rachel Sheherazade;

Governo Bolsonaro retoma obra da ferrovia Transnordestina

O governo Jair Bolsonaro está priorizando segundo o Cidade Verde a transposição das águas do rio São Francisco e a ferrovia Transnordestina.

Essa mudança de prioridade busca não apenas agradar à região onde Bolsonaro nunca foi bem como também atender às lideranças do Centrão, hoje a base mais visível do Palácio do Planalto no Congresso Nacional.

Não por acaso, um dos principais interlocutores do governo no Congresso tem sido o senador piauiense Ciro Nogueira, presidente do PP, que vem a ser o principal partido do Centrão. O grupo de partidos de centro é considerado hoje fundamental para a governabilidade de Bolsonaro e para a própria estabilidade do governo, diante de várias frentes de conflitos e ameaças.

Esta semana, Ciro levou a Bolsonaro (e o presidente abraçou) um projeto de perfuração de poços como forma de garantir água em boa parte do semiárido do Nordeste, especialmente do Piauí.

Agora o presidente anuncia a retomada de obras simbólicas para a região. Ao destravar a transposição das águas do rio São Francisco, afaga sobretudo Paraíba e Rio Grande do Norte, os dois beneficiados pela nova etapa. E ao retomar as obras da Transnordestina, distribui carinho especialmente com Piauí, Ceará e Pernambuco. A obra – que liga aos portos de Suape (PE) e Pecém (CE) – é considerada estratégica para o desenvolvimento do sertão central.

Desde que começou, há mais de 12 anos, a Transnordestina tem sido um misto de esperança e más notícias. A esperança vem do que ela pode representar para a região. As más notícias são pelas sequências de interrupções e também pelas denúncias de mal uso de recursos. Vale lembrar, a Transnordestina é uma obra privada (de propriedade da CSN) movida a dinheiro público. As interrupções foram por vários motivos: questões judiciais, briga de sócios na CSN e falta de grana no governo.

Além disso, a Transnordestina tem um cronograma de desembolso que não bate com o ritmo das obras. O orçamento inicial era de R$ 13,7 bilhões. Mas já foram gastos mais da metade (R$ 6,9 bilhões), embora tenham sido executadas apenas 30% do total de 1.753 km. Da extensão total, 427 km são no Piauí. Com as decisões do governo de retomar as obras, as ações se concentram no Piauí em 260 km. As obras mobilizam 400 trabalhadores no Sudeste do estado

Artistas organizam live beneficente para o cantor Genival Lacerda

O objetivo é de arrecadar recursos para ajudar no tratamento do paraibano de 89 anos, que se recupera de um acidente vascular cerebral isquêmico

Foto: reprodução

Um grupo de artistas está organizando uma live para arrecadar recursos com o objetivo de ajudar no tratamento de saúde do cantor Genival Lacerda. Hoje,  o paraibano de 89 anos vive no recife e se recupera de um acidente vascular cerebral isquêmico, sofrido em maio.

De acordo com a assessoria do cantor, Genival depende apenas de uma aposentadoria de R$ 2.044 reais e enfrenta dificuldades para manter uma alimentação diferenciada, medicamentos para hipertensão, diabetes e alzheimer, além de sessões de fisioterapia, terapia ocupacional e diversos outros exames.

A live acontecerá no dia 24 de julho às 19:00, no youtube, através do canal de João Lacerda, filho de genival. Entre os participantes, estão Almir Rouche, Novinho da Paraíba e Flávio Leandro. O público que assistir aos shows poderá realizar doações através de um QR code que ficará disponível no vídeo.

 

Prefeito Patriota e presidente da AMUPE participa de webconferência que debate os desafios da Lei Aldir Blanc

O presidente da Amupe e prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota, participou da noite da última quinta-feira (09/07), de webconferência realizada pela Secretaria de Cultura do Estado de Pernambuco (Secult/PE), a fim de discutir os desafios e nivelar com os representantes da cadeia cultural pernambucana as informações e especificidades da Lei Aldir Blanc, que prevê ações emergenciais ao setor cultural. A aprovação da legislação é uma conquista de articulação da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) com as secretarias e conselhos de Cultura dos Estados.

O encontro foi realizado em parceria com o Conselho de Política Cultural, o Conselho Estadual de Preservação e o Conselho Consultivo do Audiovisual de Pernambuco. Além de José Patriota, participaram da reunião o secretário de Cultura de Pernambuco, Gilberto Freyre Neto, a secretária executiva de cultura, Silvana Meireles, dentre outras lideranças da cultura no Brasil.

A Lei Aldir Blanc possui três frentes principais: auxílio emergencial aos trabalhadores da cultura, de até R$ 600; subsídio mensal para manutenção de espaços artísticos-culturais, que tiveram que paralisar as atividades devido à pandemia, que pode variar entre R$ 3 mil e R$ 10 mil por mês; chamamentos públicos de editais que vão ativar produtos culturais neste período de pandemia. O montante de R$ 3 bilhões será repassado pela União e dividido entre Estados e Municípios por meio de parcela única, como define o texto.

O presidente da Amupe, José Patriota, colocou a Associação à disposição dos municípios para que a articulação faça com que os auxílios cheguem a todos os artistas que se encaixam nas condições. “Vamos disponibilizar dois técnicos da Amupe para prestar essa assessoria aos municípios. A ideia é que a gente unifique os procedimentos e as condutas que deverão ser adotadas pelos gestores das cidades e, mais do que isso, cooperar e colaborar para que os recursos sejam usados com transparência e cheguem à ponta com maior celeridade”, enfatizou.

O secretário de Cultura, Gilberto Freyre Neto, afirmou que a ajuda aos municípios também vai ser ofertada pela Secult e não descartou a realização de novas webconferências. “Teremos um atendimento especial dentro da Secult-PE/Fundarpe para ajudar os municípios e a classe artística a acessarem os recursos previstos pela lei. Este encontro virtual de hoje é só o início dessa discussão da implementação da lei em Pernambuco, e a nossa intenção é estreitar ainda mais o diálogo com os segmentos culturais”, destacou o gestor.

Já a secretária-executiva da pasta, Silvana Meireles destacou a articulação dos fóruns estaduais e municipais de cultura para aprovação da Lei Aldir Blanc e que agora as representações precisam encarar juntos os desafios que impõe a legislação. “Já tivemos uma reunião muito proveitosa com o Ministério do Turismo e, além de um modelo padrão que ajude estados e municípios a distribuírem esses recursos, precisamos de algum instrumento de segurança jurídica para fazer esse repasse. A proposta inicial discutida nos fóruns é que os estados paguem as pessoas físicas e os municípios fiquem responsáveis pelas entidades culturais, porém, tudo isso será informado nos nossos próximos encontros”, concluiu

A Secretaria de Saúde de Serra Talhada informa que foram registrados mais 57 casos positivos de Covid-19 nesta sexta-feira (10/07), totalizando 949 casos positivos no município.

Os casos foram confirmados através de testes rápidos no Laboratório Municipal José Paulo Terto.

O número de casos suspeitos subiu para 61 e o de casos descartados subiu para 3.256. Quanto à evolução dos casos confirmados, o município tem 586 pacientes recuperados, 340 em tratamento domiciliar, 09 em leitos de internamento e 14 óbitos.

O boletim diário, portanto, fica com 949 casos confirmados, 61 casos suspeitos, 586 recuperados, 3.256 descartados e 14 óbitos.

 

Arcoverde registra mais 16 casos de Covid-19 e divulga balanço geral

A Secretaria de Saúde de Arcoverde informa que, nesta sexta-feira, 10 de julho, até às 17 horas, foram confirmados mais dezesseis (16) casos de Covid-19. O boletim diário, portanto, fica com quarenta e um (41) suspeitos, seiscentos e trinta e nove (639) descartados, duzentos e sessenta e quatro (364) confirmados, vinte e três (23) óbitos e cento e noventa e dois recuperados (192) recuperados.

Vale lembrar, que dentro dos 364 confirmados, estão contabilizados os 23 óbitos e 192 curados. No total, a cidade tem quatro (04) pacientes em UTI e cinco (05) em enfermaria.

No Hospital Regional Ruy de Barros Correia, há dois (02) pacientes de Arcoverde na UTI. No Hospital de Campanha há cinco (05) internados. No Hospital Memorial Arcoverde há dois (02) pacientes na UTI.

Nas barreiras sanitárias das entradas da cidade foram abordados 915 carros de fora. Em Pernambuco, foram confirmados 1.333 novos casos e 73 mortes, totalizando 70.100 positivos e 5.482 óbitos.

Boletim Geral – De acordo com o balanço geral dos dados de Covid-19, Arcoverde tem 1044 notificações do Coronavírus, o que significa o total de pessoas suspeitas, desde a investigação até o descarte ou confirmação.

Dos confirmados, 190 são mulheres e 174 são homens. Já dos óbitos, 10 casos são de mulheres e 13 são de homens.

Dentro do mapeamento pelos bairros da cidade, dos 364 casos confirmados, cento e onze (111) estão no São Cristóvão, setenta e quatro (74) no Centro, cinco (05) no Cardeal, trinta e quatro (34) no São Geraldo, vinte e seis (26) na Boa Vista, treze (13) no Sucupira, dezoito (18) no Boa Esperança, trinta e cinco (35) no São Miguel, um (01) no Novo Arcoverde, seis (06) na Cohab II, um (01) Vila do Presídio, sete (07) Pôr do Sol, quatro (04) Cidade Jardim, um (01) Residencial Maria de Fátima Freire, três (03) no JK, três (03) na Cohab I, um (01) Serrano, um (01) Teresópolis, quatro (04) Santos Dumont, dois (02) Tamboril, três (03) no Petrópolis e treze (13) na Zona Rural.

Dos vinte e dois (23) óbitos, oito (08) são do São Cristóvão, dois (02) Centro, três (03) do São Miguel, um (01) Cardeal, dois (02) Boa Esperança, um (01) Cohab II, um (01) Boa Vista, um (01) Pôr do Sol, um (01) no Tamboril, e três (03) da Zona Rural.

Entre as idades, dois (02) tinham entre 0 a 09 anos; dois (02) entre 30 e 39 anos; um (01) entre 40 a 49; cinco (05) tinham entre 60 e 69 anos, sete (07) tinham entre 70 e 79 anos e seis (06) tinham entre 80 anos a mais.

Araripina sobe para 269 Casos da Covid-19

Foram registrados nesta sexta-feira (10) mais 19 casos da Covid-19 em Araripina, no Sertão de Pernambuco. Agora o município contabiliza 269 pessoas infectadas pela doença, 147 curas clínicas, 07 óbitos e 17 casos em investigação.

De acordo com a Secretaria de Saúde, 1153 exames já foram realizados em Araripina, sendo 1052 testes rápidos e 101 analisados pelo Laboratório Central de Saúde Pública de Pernambuco (Lacen-PE).

No Sertão do Araripe já foram registradas 36 mortes decorrentes do novo coronavírus. Foram 10 em Ipubi, 09 em Trindade, 07 em Araripina, 04 em Bodocó, 03 em Ouricuri, 02 em Exu e 01 em Moreilândia.

Trindade confirma mais dez pessoas com Covid-19

Mais dez pessoas foram confirmadas com Covid-19 nesta sexta-feira (10) em Trindade, no Sertão Pernambucano. O boletim não informou o estado de saúde dos novos pacientes. Com isso, Trindade passou para 198 casos, 144 curas, nove óbitos, e 24 casos em investigação.

A prefeitura anunciou a cura clínica de uma senhora de 95 anos. De acordo com a gestão, 232 testes nos profissionais da saúde foram testados para o novo coronavírus, destes, 218 deram negativo e 14 testaram positivo. Doze estão recuperados e dois seguem em isolamento domiciliar.

Após confirmação de 212 casos da Covid 19 em quatro dias em Petrolina número de infectados chega a 1.382, prefeito decide fechar o comércio novamente 

Comércio na Rua Dom Vital. (Foto: Ascom/PMP)

Após reunião do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus, a Prefeitura de Petrolina determinou uma série de medidas de isolamento social para reduzir o número de casos da Covid-19 no município. A decisão foi anunciada na noite desta sexta (10).

Segundo o Comitê, foi consolidada uma tendência de crescimento de contágio, casos confirmados e na ocupação dos leitos de UTI na cidade. Os integrantes desse grupo técnico avaliaram que, nas últimas semanas, por conta do período junino, maior fluxo de pessoas nas ruas e questões ligadas ao clima e tempo na região, houve um impulsionamento das ocorrências de síndrome gripal e, por conseguinte, da covid-19.

Por isso, o Comitê sugeriu o fechamento de diversos setores econômicos e de espaços públicos pelo período de 14 dias, a fim de evitar a chegada de um nível crítico para o quadro geral epidemiológico relacionado a pacientes com covid-19 na cidade.

Dessa forma, a partir da próxima segunda-feira (13), deixam de ter autorização para funcionar comércio, shoppings, feiras livres, parques e serviços públicos, como o atendimento na Prefeitura de Petrolina. A orla e as pistas para caminhadas em avenidas de grande fluxo, a exemplo da Monsenhor Ângelo Sampaio, Integração, Estrada da Banana, Ulysses Guimarães, entre outras, serão bloqueadas para evitar aglomerações.

Serviços como barbearias, salões de estética, concessionárias de veículos, escritórios jurídicos, de contabilidade entre outros segmentos também voltam a fechar. O decreto, por fim, determina a proibição de reuniões religiosas como cultos e missas por 14 dias.

Uma nova reunião geral será feita pelo Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus no dia 26 de julho. Com base nos dados atualizados do quadro epidemiológico, o grupo emitirá um parecer que embasará o cronograma de retomada dos segmentos econômicos, públicos, reuniões, entre outras atividades.

Parnamirim registra 43 casos confirmados de Covid-19

Foto: reprodução

A secretaria de saúde do município de Parnamirim, sertão Central do estado de Pernambuco, confirmou mais dois novos casos de Covid-19 nesta quinta-feira (09), são dois homens que moram na área urbana da cidade e passam bem informou a pasta.

A secretaria de saúde do município sertanejo informou ainda, que eles permanecem em quarentena, cumprindo todas as medidas de higiene necessárias. A Secretaria de Saúde segue monitorando todos os casos confirmados e em investigação.

 

 

Após 120 dias de Covid-19 em Pernambuco, Manari segue como única cidade sem casos

Barreira sanitária instalada na entrada da cidade de Manari

A epidemia de Covid-19 em Pernambuco completa, nesta sexta-feira (10), 120 dias. Em 12 de março, a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) confirmou os dois primeiros casos da doença causada pelo novo coronavírus no Estado. 

Com 183 cidades com casos confirmados, além do Arquipélago de Fernando de Noronha, Pernambuco tem 99,46% de seus municípios com registros da doença, de acordo com o Instituto para Redução de Riscos e Desastres da Universidade Federal Rural de Pernambuco (IRRD/UFRPE). Apenas a cidade de Manari, localizada no Sertão pernambucano a 400 quilômetros do Recife, não tem notificações da Covid-19. 

Em nota divulgada nessa quinta-feira (09), a Secretaria de Saúde de Manari descartou mais três casos suspeitos da doença na cidade de pouco mais de 21 mil habitantes. Com isso, não há mais nenhuma notificação em investigação. Outros 20 casos de síndrome gripal seguem sob análise pelas autoridades de saúde locais. 

“Reforçamos o dever de manter o isolamento social. As ações estratégicas na prevenção ao coronavírus continuam seguindo os protocolos estabelecidos pelo Ministério da Saúde e pela Secretaria Estadual de Saúde”, diz a pasta na nota. 

Entre as medidas elencadas para conter a disseminação da Covid-19 na cidade, a gestão municipal destaca o fato de ter sido um dos primeiros municípios na região a adotar restrições de funcionamento do comércio e cancelar feiras livres, além da sanitização de pontos de grande fluxo de pessoas e a implantação de lavatórios públicos e barreiras sanitárias. A cidade conta com um hospital de campanha ainda não utilizado. As informações são da Folha de Pernambuco.

O governo de Pernambuco vai liberar o atendimento presencial em serviços de alimentação, como restaurantes e lanchonetes, e em academias de ginástica, no dia 20 de julho, no Plano de Convivência com a Covid-19. Os jogos profissionais de futebol, por sua vez, retornarão no dia 19, ainda sem torcida. As partidas ocorrerão na Arena de Pernambuco, em São Lourenço da Mata, no Grande Recife, para evitar aglomerações nos clubes.
A partir da segunda-feira (13), municípios do Agreste, que estavam na etapa 2 do Plano de Convivência com a Covid-19, avançam para a etapa 4. O que permitirá o funcionamento das lojas de varejo de rua, os salões de beleza e estética, comércio de veículos, incluindo serviço de aluguel e vistoria, com 50% da carga, construção civil com 100% do efetivo e shoppings centers com atendimento presencial.
As cidades do Sertão pernambucano permanecem nesta mesma fase. Os dados de saúde desses municípios, no momento, não permitem o avanço dessa região no plano, segundo o governo.
Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico do estado, Bruno Schwambach, houve um retardamento do retorno de avanço do plano devido aos números da epidemia no estado.

Um homem foi preso em flagrante após tentar fugir de uma fiscalização na BR-232, nesta sexta-feira (10). Segundo a Polícia Federal Rodoviária (PRF), após uma perseguição de cerca de 2 quilômetros, o carro foi alcançado e foram localizados 21,5 quilos de maconha prensada no porta-malas do veículo.

Os policiais rodoviários faziam rondas de rotina na altura do quilômetro 66 de rodovia, quando notaram um motorista dirigindo de maneira perigosa pela Serra das Russas. Ao tentar se aproximar, o veículo acelerou e entrou em uma estrada de terra em Pombos, na Zona da Mata.

Apesar da tentativa de fuga, a equipe conseguiu alcançar o carro cerca de dois quilômetros depois. Quando os policiais foram inspecionar o carro, notaram dois sacos plásticos azuis no porta-malas. Ao abrirem as sacolas, descobriram que se tratava de maconha prensada.

O homem, o veículo e o entorpecente foram levados para a Delegacia de Polícia Civil de Gravatá. O G1 entrou em contato com a Polícia Civil para saber por qual crime ele deve responder, mas não recebeu resposta até a última atualização desta reportagem.

Também nessa semana, um homem foi preso com uma carteira nacional de habilitação falsa ao ser abordado em uma blitz na BR-101, no Curado, no Recife.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), após descobrirem a identidade verdadeira dele, foi constatado que havia quatro mandados de prisão em aberto contra ele nos estados do Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco por homicídio, roubo e tráfico de drogas.

Cobras apreendidas após estudante ser picado por Naja ‘estão magras e com lesões’, diz Zoológico de Brasília

Serpente exótica apreendidas pelo Batalhão de Polícia Militar Ambiental, no Zoológico de Brasília — Foto: TV Globo/Reprodução

As 16 cobras apreendidas em um haras, na região de Planaltina, no DF, após um estudante de veterinária ser picado por uma naja “estão magras e com lesões nas escamas”. A informação é do Zoológico de Brasília, que vai ficar responsável pelas serpentes encontradas na quinta-feira (9).

Investigações da Polícia Civil apontam que Pedro Henrique Santos Krambeck Lehm, de 22 anos, é o proprietário dos animais. O jovem permanece internado em um hospital particular e deve ter alta da UTI até sábado (11).

Três colegas dele, incluindo o rapaz que teria abandonado a naja, na última quarta-feira (8), perto de um shopping, no Lago Sul, foram ouvidos pela 14ª DP, do Gama, nesta sexta (10). Pedro Henrique deve prestar depoimento “assim que estiver em condições” (veja detalhes abaixo).

De acordo com a gerente da clínica cirúrgica do Zoológico de Brasília, Fernanda Mergulhão, a equipe de medicina veterinária e de biologia fez a coleta de sangue e a análise clínica e comportamental das serpentes.

“Os animais provavelmente não viviam nas condições ideais para um réptil, com umidade adequada, com frequência de alimentação adequada, justamente, pela escore corporal desses animais”, disse a veterinária.

Segundo o zoo, a naja que picou o estudante não saiu da caixa. Conforme os biólogos, o animal está estressado e pode atacar de novo. “Como não tem soro contra o veneno da serpente no Brasil, a orientação, por enquanto, é ninguém mexer”, explicou a veterinária.

Apresentações haviam sido reprogramadas para o período de 2 a 7 de setembro. Organização decidiu cancelar a edição 2020 devido à pandemia do coronavírus.

G1 Caruaru

A edição de 2020 da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém foi cancelada. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (10) pela Sociedade Teatral de Fazenda Nova (STFN) por meio de um comunicado. Esta será a primeira vez em 53 anos que o evento não será realizado.

As apresentações do espetáculo em 2020 haviam sido reprogramadas para o período de 2 a 7 de setembro, já por causa da pandemia do novo coronavírus. No comunicado, a STFN destacou que a decisão foi tomada devido à “conjuntura socioeconômica gerada pelos cenários de enfrentamento à pandemia e tendo em vista as incertezas, tanto sobre a duração do processo de evolução da Covid-19 como sobre seus efeitos sobre a saúde e a economia”.

Segundo a direção da Sociedade Teatral, os ingressos que adquiridos para a temporada deste ano continuam válidos e poderão ser utilizados em qualquer um dos dias da temporada 2021. Ainda de acordo com a STFN, a edição do próximo ano será realizada de 27 de março a 3 de abril.

Qualquer dúvida pode ser esclarecida pelo telefone (81) 3732-1129 ou pelo e-mail novajerusalem@novajerusalem.com.br.

Elenco da temporada 2020

O elenco da temporada 2020 foi anunciado em novembro de 2019. Estariam neste ano no maior teatro ao ar livre do mundo os atores Caco Ciocler, como Jesus, e Christine Fernandes, como vida à Maria. Inicialmente, o evento seria realizado de 4 a 11 de abril. Ainda fariam parte do elenco Sérgio Marone, como Pilatos; Paulo Gorgulho, como Herodes; e Juliana Knust, como Madalena.

A encenação conta com a direção artística dos pernambucanos Carlos Reis e Lúcio Lombardi, que desde 1997 conduzem a montagem do espetáculo em Brejo da Madre de Deus, no Agreste de Pernambuco. A produção executiva e a coordenação geral estão a cargo de Robinson Pacheco, filho de Plínio Pacheco, idealizador e construtor da cidade teatro de Nova Jerusalém.

Covid-19: Pajeú contabiliza 1.717 casos confirmados, 52 óbitos e 1.188 curas

Região registrou mais três óbitos nas últimas 24 horas. 2 em Triunfo e 1 em Flores.

Por André Luis

De acordo com os últimos boletins epidemiológicos divulgados nesta quinta-feira (09.07), pelas secretarias de saúde dos municípios do Pajeú, nas últimas 24 horas, oito cidades registraram oitenta e dois novos casos da Covid-19, e a região totaliza 1.717.

Portanto, os números de casos confirmados no Pajeú ficam assim: Serra Talhada continua liderando o número de casos na região e conta com 892 confirmações. Logo em seguida, com 206 casos confirmados está TabiraAfogados da Ingazeira subiu para 125 e São José do Egito está com 113 casos confirmados.

Carnaíba chegou aos 61 casos, Triunfo tem 60, Flores está com 46,  Iguaracy está com 35, Calumbi está com 33, Brejinho, e Tuparetama tem 32 casos cada.

Itapetim está com 23 casos confirmados, Quixaba tem 16 casos, Santa Cruz da Baixa Verde tem 15, Santa Terezinha tem 13, Ingazeira está com 9 e Solidão tem 6 casos confirmados.

Mortes – Triunfo registrou mais dois óbitos nesta quinta-feira (9). Os dois pacientes estavam em tratamento intensivo e também tinham outras comorbidades.

Flores, também registrou novo óbito nesta quinta-feira. Uma paciente do sexo feminino, idade de 60 anos, que se encontrava em Internamento hospitalar.

A região tem no total, 52 mortes por Covid-19. Até o momento, doze cidades registraram mortes. São elas: Serra Talhada 14, Carnaíba 6 e Triunfo 6 cada, Tabira 5, Afogados da Ingazeira 4, Quixaba e Iguaracy tem 3 cada, Tuparetama, São José do Egito e Flores tem  2 óbitos cada, Itapetim e Calumbi com 1 óbito cada.

Recuperados – Nas últimas 24 horas, a região registrou vinte  novas curas clínicas, totalizando 1.188 recuperados. O que corresponde a 69,19% dos casos confirmados.

O levantamento foi fechado às 8h10 desta sexta-feira  (10.07), com os dados fornecidos pelas secretarias de saúde dos municípios.

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que hoje foram registrados 13 casos positivos, 13 em investigação e 06 curas para covid-19 em nosso município. 
Casos Positivos:
Foram detectados 03 pacientes do sexo masculino (02, 30 e 44 anos) e 10 pacientes do sexo feminino (22, 25, 28, 31, 31, 37, 48, 53, 56, 66 anos). Entre os homens: um menor contato de caso de positivo; um garçom e um profissional da saúde. Já entre as mulheres: 03 são profissionais da saúde; 02 são autônomas; 01 é fateira ; 01 do lar; 01 cozinheira; 01 bancária e 01 aposentada. 
Novos em Investigação:
São 08 pacientes do sexo masculino (21, 23, 28, 32, 36, 45, 50 e 92 anos) e 05 pacientes do sexo feminino (24, 25, 39, 43 e 46 anos). Entre os homens: 02 são profissionais da saúde; 01 pedreiro; 01 Aux. serviços gerais; 01 balconista; 01 comerciante; 01 autônomo e 01 aposentado. Já entre as mulheres: 01 profissional da saúde; 01 professora; 01 vendedora; 01 repositora e 01 agricultora. 
Recuperados: 
Hoje 06 pacientes apresentaram alta por cura após avaliação clínica e epidemiológica. 
Testes: 
Informamos que hoje atingimos a marca de 1.004 pessoas testadas em nosso município. Hoje foram descartados 22 pacientes após chegarem os resultados negativos para SWAB e realizarem TR na nossa Unidade de Campanha Dia.
Todos os casos confirmados e em investigação seguem monitorados pelas nossas equipes da atenção básica e vigilância em saúde.

CNN Brasil

O Facebook anunciou nesta quarta-feira (08) a remoção de contas e páginas relacionadas a assessores da família Bolsonaro. Segundo comunicado divulgado pela rede social, as investigações envolvem “comportamento inautêntico coordenado no Brasil a partir de notícias na imprensa e referências durante audiência no Congresso”. 

Isso, segundo a rede social, quer dizer que “grupos de páginas ou pessoas atuam juntas para enganar os outros sobre quem eles são ou sobre o que estão fazendo”. Isso pode ser feito por motivos políticos, ideológicos ou comerciais. De acordo com a empresa, as postagens não precisam ser necessariamente falsas.

Ainda segundo o comunicado, as investigações encontraram ligações de pessoas associadas ao PSL e a “alguns funcionários nos gabinetes de Anderson Moraes, Alana Passos, Eduardo Bolsonaro, Flávio Bolsonaro e Jair Bolsonaro”.

A ação do Facebook contra o “comportamento inautêntico coordenado” também atingiu outras contas nos EUA, Canadá, Ucrânia e Equador. Trata-se de uma reação da rede social à perda de anunciantes, que têm pressionado o Facebook a tomar medidas concretas para impedir o avanço do que consideram como discursos que incentivam o ódio e a desinformação. 

Procurado, o PSL disse que “não é verdadeira a informação de que sejam contas relacionadas a assessores do PSL, e sim de assessores parlamentares dos respectivos gabinetes, sob responsabilidade direta de cada parlamentar, não havendo qualquer relação com o partido”.

Depoimento de afogadense vendedor de guloseimas, que está parado sem poder trabalhar, emociona afogadenses

Um vídeo viralizou em Afogados da Ingazeira nesta quarta (09). Nele aparece um senhor de nome Roma, conhecido como o Rei das Balas, muito querido na cidade, ele vende balinhas em frente a escola Dom Mota.

Roma com a parada das aulas está sem poder vender seus produtos, não teve direito ao auxilio emergencial.
Quem puder ajudar só falar com ele pelo zap que está no vídeo (87) 9.9650-8005.
Compartilhe.
Vídeo: Gal Mariano/ Mais Pajeú
 

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que Nesta quarta (08), entram como casos positivos duas profissionais da saúde que trabalham em município vizinho, de 50 e 34 anos. Também foi confirmada a infecção em uma paciente do sexo feminino, dona de casa, de 34 anos.

Informamos também a alta por cura de 04 pacientes que após avaliação clínica/epidemiológica estão recuperados para COVID – 19 em nosso município.
Hoje foram descartados os casos de 38 pacientes após os mesmos realizarem testes para detecção do coronavirus em nosso município, todos com resultado negativo.

Ele a comprou uma cobertura em Balneário Camboriú, Santa Catarina, avaliada em R$ 4,7 milhões. O edifício residencial é o maior da América Latina. (Foto: Reprodução)

Além de ter patrimônios em Paris, Barcelona, Rio de Janeiro, no litoral de São Paulo, entre outros lugares, Neymar acaba de comprar mais um imóvel milionário.

 

Segundo o site Lance, o craque do PSG comprou uma cobertura em Balneário Camboriú, Santa Catarina, avaliada em R$ 4,7 milhões. O edifício residencial é o maior da América Latina. O prédio, que ainda está na planta, terá 81 andares que chegam a 275 metros de altura.

Ainda de acordo com o veículo, o apartamento possui 257m² de área privativa, quatro suítes, uma master e uma semi master, além de duas convencionais, sala com vista para o mar, espaço gourmet, cozinha semi-integrada, lavabo, área de serviço e dependência de empregada.

Já a área de lazer conta com 10 mil metros quadrados, com bistrô, piscina e bar molhado, além de dois helipontos.

A Paraíba registrou 1.651 novos casos de Covid-19 e 27 óbitos confirmados desde a última atualização, 6 deles ocorridos nas últimas 24 horas. De acordo com dados divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde nesta terça-feira (7), são 54.802 pessoas que já contraíram a doença, 19.373 que já se recuperaram e 1.145 faleceram. 

  • Casos Confirmados: 54.802
  • Casos Descartados: 64.933
  • Óbitos confirmados: 1.145
  • Casos recuperados: 19.373
  • Total de municípios: 218

Até o momento, 160.869 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados. 

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 57%. Fazendo um  recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 66%. Em Campina Grande, estão ocupados 57% dos leitos de UTI adulto e no sertão, 44% dos leitos de UTI para adultos.  

O índice de Isolamento Social foi de apenas 41,2 %, considerado baixo em relação à meta de 70% e à mínima de 50%. 

Os casos confirmados estão distribuídos por 218 dos 223 municípios paraibanos:

Água Branca (33); Aguiar (18); Alagoa Grande (482); Alagoa Nova (189); Alagoinha (534); Alcantil (21); Algodão de Jandaíra (3); Alhandra (370); Amparo (12); Aparecida (35); Araçagi (311); Arara (115); Araruna (122); Areia (181); Areia de Baraúnas (1); Areial (32); Aroeiras (99); Assunção (27); Baia da Traição (202); Bananeiras (91); Baraúna (119); Barra de Santa Rosa (21); Barra de Santana (64); Barra de São Miguel (8); Bayeux (966); Belém (372); Belém do Brejo do Cruz (9); Bernardino Batista (3); Boa Ventura (3); Boa Vista (54); Bom Jesus (6); Bom Sucesso (7); Bonito de Santa Fé (3); Boqueirão (154); Borborema (7); Brejo do Cruz (130); Brejo dos Santos (8); Caaporã (792); Cabaceiras (14); Cabedelo (1959); Cachoeira dos Índios (45); Cacimba de Areia (7); Cacimba de Dentro (54); Cacimbas (39); Caiçara (263); Cajazeiras (694); Cajazeirinhas (1); Caldas Brandão (104); Camalaú (1); Campina Grande (7416); Capim (121); Caraúbas (26); Carrapateira (24); Casserengue (141); Catingueira (15), Catolé do Rocha (171); Caturité (61); Conceição (69); Condado (79); Conde (445); Congo (37); Coremas (38); Coxixola (12); Cruz do Espírito Santo (192); Cubati (45); Cuité (116); Cuité de Mamanguape (60); Cuitegí (163); Curral de Cima (15); Curral Velho (1), Damião (3); Desterro (37); Diamante (3); Dona Inês (26); Duas Estradas (44); Emas (3); Esperança (291); Fagundes (51); Frei Martinho (3); Gado Bravo (73); Guarabira (2495); Gurinhém (218); Gurjão (19); Ibiara (11); Igaracy (4); Imaculada (22); Ingá (396); Itabaiana (724); Itaporanga (49); Itapororoca (264); Itatuba (161); Jacaraú (138); Jericó (5); João Pessoa (15330); Joca Claudino (2); Juarez Távora (178); Juazeirinho (121); Junco do Seridó (28); Juripiranga (322); Juru (13); Lagoa (3); Lagoa de Dentro (46); Lagoa Seca (446); Lastro (15); Livramento (44); Logradouro (68); Lucena (204); Mãe d’Água (12); Malta (21); Mamanguape (1428); Manaíra (8); Marcação (61); Mari (483); Marizópolis (8); Massaranduba (190); Mataraca (116); Matinhas (45); Mato Grosso (7); Matureia (25); Mogeiro (84); Montadas (34); Monteiro (121); Mulungu (190); Natuba (45); Nazarezinho (8); Nova Floresta (20), Nova Olinda (6); Nova Palmeira (38); Olho D´Água (33); Olivedos (41);  Parari (4); Passagem (29); Patos (1832); Paulista (64); Pedra Lavrada (22); Pedras de Fogo (1002); Pedro Régis (26); Piancó (73); Picuí (100); Pilar (173); Pilões (39); Pilõezinhos (168); Pirpirituba (119); Pitimbu (521); Pocinhos (63);  Poço Dantas (3); Pombal (164); Prata (2); Princesa Isabel (44); Puxinanã (193);  Queimadas (596); Quixaba (26); Remígio (166); Riachão (29); Riachão do Bacamarte (192);  Riachão do Poço (35); Riacho de Santo Antônio (18); Riacho dos Cavalos (5); Rio Tinto (540); Salgadinho (10); Salgado de São Felix (118); Santa Cecília (21); Santa Cruz (13); Santa Helena (10); Santa Inês (19);  Santa Luzia (174); Santa Rita (1394); Santa Terezinha (31); Santana de Mangueira (1); Santana dos Garrotes (6); Santo André (5); São Bentinho (22); São Bento (644); São Domingos do Cariri (21);  São Francisco (8);  São João do Cariri (30); São João do Rio do Peixe (74); São João do Tigre (4); São José da Lagoa Tapada (18); São José de Caiana (29); São José de Espinharas (10); São José de Piranhas (70); São José de Princesa (1); São José do Bonfim (51); São José do Brejo do Cruz (5); São José do Sabugi (164); São José dos Cordeiros (4); São José dos Ramos (105); São Mamede (31); São Miguel de Taipu (77); São Sebastião de Lagoa de Roça (127); São Sebastião do Umbuzeiro (4); São Vicente do Seridó (23); Sapé (588); Serra Branca (76); Serra da Raíz (13); Serra Grande (6); Serra Redonda (146); Serraria (30); Sertãozinho (40); Sobrado (94); Solânea (179); Soledade (96); Sossego (6), Sousa (615); Sumé (78); Tacima (79); Taperoá (51); Tavares (26); Teixeira (79); Tenório (11); Triunfo (11); Uiraúna (27); Umbuzeiro (45); Várzea (8); Vieirópolis (4); Vista Serrana (2), Zabelê (4).

*Dados oficiais preliminares (fonte: SIM,e-sus VE e SIVEP) extraídos às 10h do dia 07/07, sujeitos a alteração por parte dos municípios.

27 óbitos foram registrados entre os dias 17 de maio e 06 de julho:

Homem, 57 anos. Residente em Santa Rita. cardiopata. Início dos sintomas em 09/05. foi a óbito em hospital público no dia 17/05. 

Mulher, 72 anos. Residente em Santa Rita. Cardiopata. Início dos sintomas em 13/05. foi a óbito em hospital público no dia 18/05.

Homem, 79 anos. Residente em Santa Rita. Diabético, cardiopata e hipertenso. Início dos sintomas em 14/05. foi a óbito em hospital público no dia 18/05.

Homem, 60 anos. Residente em João Pessoa. Diabético e cardiopata. Início dos sintomas em 28/04. foi a óbito em hospital privado no dia 24/05.

Homem, 41 anos. Residente em Campina Grande. Portador de doença respiratória e  cardiopatia. Início dos sintomas em 14/05. foi a óbito em hospital público no dia  27/05.

Mulher, 42 anos. Residente em Santa Rita. Portadora de doença neurológica. Início dos sintomas em 04/05. foi a óbito em hospital público no dia 29/05.

Homem, 60 anos. Residente em Campina Grande. Hipertenso. Início dos sintomas em 06/06. foi a óbito em hospital público no dia 12/06.

Mulher, 88 anos. Residente em Alagoa Grande. Cardiopata. Início dos sintomas em 27/05. foi a óbito em hospital privado no dia 13/06.

Homem, 59 anos. Residente em Campina Grande. Etilista e portador de doença hepática. Início dos sintomas em 16/06. foi a óbito em hospital público no dia 20/06.

Homem, 23 anos. Residente em Pato.Sem comorbidade. Início dos sintomas em 27/05. foi a óbito em hospital público no dia 21/06.

Mulher, 47 anos. Residente em João Pessoa. Hipertensa e tabagista. Início dos sintomas em 15/06. foi a óbito em sua residência no dia 22/06.

Homem, 78 anos. Residente em Gurinhén. Cardiopata e hipertenso. Início dos sintomas em 27/06. foi a óbito em sua residência no dia 01/07.

Homem, 82 anos. Residente em João Pessoa. Cardiopata, obeso e portador de doença respiratória. Início dos sintomas em 10/06. foi a óbito em hospital público no dia 02/07.

Mulher, 59 anos. Residente em Mamanguape.Hipertensa, diabética e tabagista. Início dos sintomas em 30/06. foi a óbito em hospital público no dia 02/07.

Homem, 70 anos. Residente em Mari. Hipertenso, ex- tabagista. Início dos sintomas em 14/06. foi a óbito em hospital público no dia 03/07.

Homem,87 anos. Residente em Alagoa Grande. Cardiopata. Início dos sintomas em 18/06. foi a óbito em sua residência no dia 04/07.

Mulher, 73 anos. Residente em Patos. Hipertensa e diabética . Início dos sintomas em 25/06. foi a óbito em hospital público no dia 04/07.

Homem, 67 anos. Residente em Campina Grande. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 12/06. foi a óbito em hospital público no dia 05/07.

Homem, 60 anos. Residente em Campina Grande. Diabético e hipertenso. Início dos sintomas em 03/06. foi a óbito em hospital público no dia 05/07.

Homem, 79 anos. Residente em Princesa Isabel. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 29/06. foi a óbito em hospital público no dia 05/07.

Mulher, 71 anos. Residente em Queimadas. Cardiopata. Início dos sintomas em 20/06. foi a óbito em hospital público no dia 05/07.

Homem, 60 anos. Residente em Cajazeiras. Hipertenso e cardiopata. Início dos sintomas em 23/06. foi a óbito em hospital público no dia 06/07.

Mulher, 80 anos. Residente em Cajazeiras. Hipertensa, diabética e cardiopata. Início dos sintomas em 01/07. foi a óbito em hospital público no dia 06/07.

Mulher, 100 anos. Residente em Cruz do Espírito Santo. Portadora de doença respiratória. Início dos sintomas em 04/07. foi a óbito em hospital público no dia 06/07.

Mulher, 61 anos. Residente em Itabaiana. Hipertensa. Início dos sintomas em 15/06. foi a óbito em hospital público no dia 06/07.

Homem, 69 anos. Residente em Mari. Portador de doença neurológica. Início dos sintomas em 19/06. Foi a óbito em hospital público no dia 06/07.

Mulher, 70 anos. Residente em Patos. Hipertensa. Início dos sintomas em 28/05. foi a óbito em hospital público no dia 06/07.

De acordo com a emissora, a operação investiga se houve sonegação fiscal e lavagem

Uma operação deflagrada na manhã desta quarta-feira (8) pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) e pela Receita tem como alvo o empresário Ricardo Nunes, fundador da rede varejista Ricardo Eletro. As informações são da GloboNews.

De acordo com a emissora, a operação investiga se houve sonegação fiscal e lavagem de dinheiro.

Chamada de “Direto com o Dono”, a operação cumpre três mandados de prisão e 14 de busca e apreensão em diversas cidades do país e também mira outros empresários do ramo de eletrodomésticos. E, de acordo com os investigadores, mais de R$ 400 milhões foram sonegados.

A prefeitura de Afogados a Ingazeira informa que foram confirmados nesta terça (07) mais quatro casos positivos de covid-19 em nosso município.
Casos positivos: 
Paciente do sexo masculino, 36 anos, agente penitenciário; 
Paciente do sexo masculino, 24 anos, operador de caixa. 
Pacientes do sexo feminino, 35 anos e 34 anos, as duas são empregadas domésticas. 
Entram em investigação 05 pacientes. Desses, 03 (com idades entre 33 e 50 anos) são do sexo feminino e 02 (com idades de 35 e 51 anos) do sexo masculino. 
Saem de investigação 03 pacientes do mesmo grupo familiar após apresentarem resultado negativo para covid-19.

Cidades Acessando Blog

Panificadora Samuel

Escola Monteiro Lobato

 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!

Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

Siteemonteirolobato.com.br

Dr. Jamildo Carvalho

Desfile Cívico Escola M.L

AABB

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!