Mraco Maciel assumiu a presidência da República 87 vezes, durante os oito anos de mandato, entre 1995 e 2002. (Foto: Reprodução)

O ex-vice presidente da república do Brasil, o pernambucando Marco Maciel, morreu na madrugada deste sábado (12), aos 80 anos, por complicações do Mal de Alzheimer. Ele estava internado em um hospital de Brasília. Ele sofria da doença desde 2014. Maciel deixa mulher e três filhas.

Marco Maciel era advogado e professor. Foi deputado, governador de Pernambuco, senador, ministro-chefe do gabinete civil da Presidência da República e vice-presidente da República no governo de Fernando Henrique Cardoso.

Ele assumiu a presidência da República 87 vezes, durante os oito anos de mandato, entre 1995 e 2002. Ainda não há informações sobre velório e sepultamento.

Maciel deixa mulher e três filhas.

Nesta segunda-feira (14), estarão abertas as inscrições para o concurso público da Polícia Civil do Estado do Ceará que oferecerá 500 vagas de contratação imediata e 1.000 de cadastro reserva nos cargos de escrivão e inspetor, ambos com exigência de nível superior completo e salário inicial de R$ 3.732.
Os interessados devem acessar o site do Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (Idecan) https://www.idecan.org.br/ entre 14h do dia 14 de junho e 23h59 do dia 19 de julho de 2021. A taxa de R$ 150 deverá ser paga até 24 horas após a emissão do boleto no ato da inscrição. As provas serão realizadas nos dias 4 e 5 de setembro em Fortaleza.
O concurso tem validade de dois anos, podendo ser prorrogado por mais dois.
Na ocasião dos exames, a banca seguirá rígidos protocolos de segurança sanitária para evitar o contágio da Covid-19, com desinfecção dos ambientes; medidas de higiene como pulverização de álcool 70%; aferição de temperatura corporal; uso obrigatório de máscara de proteção facial e distanciamento entre as pessoas. Salas, banheiros e demais espaços terão suas capacidades de lotação reduzidas.
Fiscais e profissionais que trabalharão na aplicação das provas passam por constantes treinamentos para orientar os candidatos a seguirem as medidas adotadas pela banca.

A um ano e quatro meses das eleições presidenciais de 2022, o ex-presidente Lula (PT) aumentou sua vantagem com relação ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na corrida pelo Planalto e está nove pontos percentuais à frente nas intenções de voto, segundo edição de junho da pesquisa XP/Ipespe.

O petista, que tinha apenas dois pontos de vantagem no segundo turno, saiu de 42% e foi para 45% das intenções de voto. Bolsonaro, por sua vez, caiu de 40% para 36%. A margem de erro do levantamento é de 3,2 pontos percentuais para mais ou para menos.

No segundo turno, Bolsonaro perderia também para Ciro Gomes (PDT), que agora tem 41% das intenções de voto, enquanto o mandatário tem 37%.

Considerando apenas o primeiro turno, no entanto, Ciro Gomes foi o candidato que mais perdeu espaço na disputa. Na edição anterior, ele aparecia com 9%; agora, está com 6%.

O presidente Bolsonaro também perdeu um ponto e saiu de 29% para 28% no primeiro turno. Lula, por sua vez, saltou três pontos e foi a 32%. O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, também aparece na pesquisa. Ele oscilou um ponto para menos, passando de 8% para 7% em comparação ao levantamento anterior.

Já na pesquisa espontânea, onde os nomes dos candidatos não são citados, Lula e Bolsonaro aparecem empatados, com 24% das intenções de voto. Os outros candidatos, juntos, somaram 8%. Os que votariam branco ou nulo também somaram 8% e os que não responderam foram 36%.

Rejeição aumenta

Os entrevistados também foram questionados sobre sua opinião acerca da gestão do presidente Jair Bolsonaro. Metade (50%) considerou a administração federal ruim ou péssima, com uma diferença de um ponto percentual em relação à última pesquisa.

Segundo os dados, em outubro, o presidente tinha aprovação de 31%. Isso significa que a parcela que desaprova o governo Bolsonaro cresceu 19 pontos percentuais em 9 meses e se intensificou no pior momento da pandemia. Este é o pior momento desde o início do governo.

Perguntados sobre os rumos econômicos, aqueles que consideram que o país está no rumo certo agora são uma parcela maior: saíram de 26% e agora são 29% dos entrevistados. Os que consideram que está no caminho errado saíram de 63% para 60%.

O levantamento revelou, também, que o medo do surto de coronavírus diminuiu: caiu de 50% para 45%. O país tem, hoje, mais de 480 mil mortes por Covid-19 desde o início da pandemia e registra cerca de 2 mil óbitos diariamente.

Os entrevistados foram questionados, ainda, sobre a realização da Copa América no Brasil. Do total, 64% revelaram ser contrários e outros 29% são favoráveis. Entre aqueles que têm uma visão negativa do presidente Jair Bolsonaro, 83% reprovam o torneio. Entre os apoiadores, 58% aprovam a realização da copa no Brasil.

A pesquisa XP/Ipespe entrevistou 1.000 pessoas por telefone em âmbito nacional nos dias 7, 8, 9 e 10 de junho.

Falta pouco para a multinacional japonesa Yazaki inaugurar sua fábrica em Bonito, interior de Pernambuco. A boa notícia é que mesmo com a proximidade do corte da fita e do início da operação, a empresa continua à procura de profissionais para ocupar as vagas. Quando estiver em funcionamento total, o  empreendimento de R$ 60 milhões vai gerar 2 mil empregos diretos. 

Interessados nas vagas devem encaminhar o currículo por e-mail para trabalheconosco@br.yazaki.com. Só para se ter uma ideia, ainda estão disponíveis vagas para analista financeiro pleno, analista de recursos humanos júnior, analista de qualidade pleno, técnico e segurança do trabalho e outros. Com a taxa de desemprego de Pernambuco aparecendo como a maior do Brasil, ao lado da Bahia, com uma desocupação de 21,3%, as vagas são muito procuradas pelos trabalhadores.

Na quarta-feira (09), comitiva liderada pelo presidente do Sindicato dos Trabalhadores de Pernambuco (Sindimetal), Henrique Gomes, participaram de visita à fábrica, acompanhados pelos gestores de produção e RH da Yazaki. A data exata de inauguração da fábrica ainda será anunciada oficialmente. 

Polo Automotivo

A fábrica da Yazaki foi anunciada em setembro do ano passado pelos executivos do grupo e pelo governador Paulo Câmara para ajudar a ampliar e fortalecer o Polo Automotivo de Pernambuco. A Yazaki vai fabricar chicotes elétricos para  montagem dos carros da Jeep e da Fiat, em Goiana. As empresas já têm parceria em outros lugares do Brasil e vão replicar a experiência em Pernambuco.   

Antes da decisão da Yazaki se instalar, a Jeep era atendida pela produção da fábrica sergipana de Nossa Senhora do Socorro, em Sergipe. No início da obra da empresa em Bonito, a expectativa de inauguração era até maio deste ano. Está bem dentro do prazo. 

A região do Pajeú suas 35 cidades entrarão em quarentena a partir da próxima segunda-feira (14), e vai  até o dia 20 Junho.

Os municípios das Gerências Regionais de Saúde (Geres) VI, X e XI – com sedes em Arcoverde, Afogados da Ingazeira e Serra Talhada, respectivamente – só poderão funcionar, diariamente, as atividades permitidas de acordo com o novo Link: decreto.

Veja abaixo a lista dos estabelecimentos e serviços autorizados a funcionar em horários próprios a partir de 14 de junho de 2021.

I – serviços públicos municipais, estaduais e federais, inclusive os outorgados ou delegados, nos âmbitos dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, dos Ministérios Públicos e dos Tribunais de Contas, e representações diplomáticas, devendo ser priorizado o teletrabalho;

II – farmácias e estabelecimentos de venda de produtos médico-hospitalares;

III – postos de gasolina, inclusive loja de conveniência, apenas para ponto de coleta;

IV – serviços essenciais à saúde, como médicos, clínicas, hospitais, laboratórios e demais estabelecimentos relacionados à prestação de serviços na área de saúde, observados os termos de portaria ou outras normas regulamentares editadas pelo Secretário Estadual de Saúde;

V – serviços de abastecimento de água, gás e demais combustíveis, saneamento, coleta de lixo, energia, telecomunicações e internet;

VI – clínicas e os hospitais veterinários e assistência a animais, inclusive em shopping centers;

VII – serviços funerários;

VIII – hotéis e pousadas, incluídos os restaurantes e afins, localizados em suas dependências, com atendimento restrito aos hóspedes;

IX – serviços de manutenção predial e prevenção de incêndio;

X – serviços de transporte, armazenamento de mercadorias e centrais de distribuição;

XI – estabelecimentos industriais e logísticos, bem como os serviços de transporte, armazenamento e distribuição de seus insumos, equipamentos e produtos;

XII – lojas de veículos e oficinas de manutenção e conserto de máquinas, equipamentos, veículos leves e pesados e, em relação a estes, a comercialização e serviços associados de peças e pneumáticos;

XIII – restaurantes, lanchonetes e similares, por meio de entrega a domicílio, em ponto de coleta, na modalidade drive thru, e para atendimento presencial exclusivo a caminhoneiros, sem aglomeração;

XIV – serviços de auxílio, cuidado e atenção a idosos, pessoas com deficiência e/ou dificuldade de locomoção e do grupo de risco, realizados em domicílio ou em instituições destinadas a esse fim;

XV – serviços de segurança, limpeza, vigilância, portaria e zeladoria em estabelecimentos públicos e privados, condomínios, entidades associativas e similares;

XVI – imprensa;

XVII – serviços de assistência social e atendimento à população em estado de vulnerabilidade;

XVIII – transporte coletivo de passageiros, incluindo taxis e serviços de aplicativos de transporte, devendo observar normas complementares editadas pela autoridade que regulamenta o setor;

XIX – supermercados, padarias, mercados e demais estabelecimentos voltados ao abastecimento alimentar da população;

XX – atividades de construção civil;

XXI – processamento de dados e call center ligados a serviços autorizados a funcionar;

XXII – serviços de entrega em domicílio de qualquer mercadoria ou produto;

XXIII – serviços de suporte portuário, como operadores portuários, agentes de navegação, praticagem e despachantes aduaneiros;

XXIV – pesca artesanal;

XXV – lojas de materiais e equipamentos de informática;

XXVI – lojas de defensivos e insumos agrícolas;

XXVII – casas de ração animal e petshops;

XXVIII – bancos, serviços financeiros e lotéricas, inclusive localizadas em shoppings centers e galerias comerciais;

XXIX – oficinas e assistências técnicas em geral;

XXX – lojas de material de construção e prevenção de incêndio;

XXXI – lojas de produtos de higiene e limpeza;

XXXII – depósitos de gás e demais combustíveis;

XXXIII – lavanderias;

XXXIV – prestação de serviços de advocacia urgentes, que exijam atividade presencial;

XXXV – estabelecimentos de aviamentos e de tecidos, exclusivamente para o fornecimento dos insumos necessários à fabricação de máscaras e outros Equipamentos de Proteção Individual – EPI`s relacionados ao enfrentamento do coronavírus;

XXXVI – restaurantes, lanchonetes e similares localizados no Ceasa, bem como em unidades hospitalares e de atendimento à saúde e no aeroporto ou terminal rodoviário, desde que destinados exclusivamente ao atendimento dos trabalhadores, de profissionais da saúde, pacientes e acompanhantes, e passageiros, respectivamente;

XXXVII – prestação de serviços de contabilidade urgentes, que exijam atividade presencial;

XXXVIII – lojas e estabelecimentos situados em shopping centers e similares, por meio de entrega em domicílio e/ou como ponto de coleta no estacionamento, na modalidade drive thru;

XXXIX – estabelecimentos voltados ao comércio atacadista;

XL – atividades de engenharia, arquitetura e urbanismo para situações urgentes e de apoio à construção civil;

XLI – estabelecimentos públicos e privados de ensino, para preparação, gravação e transmissão de aulas pela internet ou por TV aberta, e o planejamento de atividades pedagógicas;

XLII – óticas;

XLIII – serviços de atenção e salvaguarda dos direitos das crianças e dos adolescentes, realizados no âmbito dos conselhos tutelares;

XLIV – atividades relacionadas aos Cursos de Formação Profissional oriundo de concurso público para ingresso nas carreiras de Defesa Social do Estado, que serão regidas por regras sanitárias próprias, definidas por Portaria da respectiva Secretaria; 

XLV – Igrejas, templos e demais locais de culto, em qualquer dia e horário, para a realização de atividades administrativas, serviços sociais e celebrações religiosas apenas de forma virtual, sem público. 

Uma jovem foi atacada e xingada por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) depois de mostrar um cartaz com o número de mortos pela Covid-19 no Brasil, na chegada do chefe do Executivo em Vitória, no Espírito Santo.
Em um vídeo, é possível ver a jovem sendo chamada de ‘comunista’ e algumas pessoas gritando ‘mito’. Em outros momentos, apoiadores do presidente dirigem palavrões à mulher e questionam se ela não tem um trabalho melhor.
‘Olê, olê, olê, mito, mito’, gritam os apoiadores bolsonaristas.
Essa é a primeira vez que Bolsonaro visita o estado desde que assumiu o mandato como presidente, em janeiro de 2019.
Em sua chegada ao aeroporto de Vitória, por volta das 10h15, Bolsonaro voltou a causar aglomerações, tirou a máscara de proteção, abraçou e tirou fotos com apoiadores. O uso de máscaras é obrigatório no estado.
Bolsonaro chegou acompanhado pelos ministros Tarcísio Gomes de Freitas, Rogério Marinho e João Roma.

Paulo Câmara decreta quarentena rígida nos Sertões do Pajeú e Moxotó; Araripe continua como está

Foto: reprodução

Macrorregião 3, que engloba o Moxotó e o Pajeú, registra alta nas solicitações de UTI e entrará em quarentena rígida. A Macro 4 permanece com o status atual

O Governo de Pernambuco informou, nesta quinta-feira (10.06), que as Macrorregiões 1 e 2, que contemplam a Região Metropolitana (RMR), Zona da Mata e Agreste, voltarão a avançar no Plano de Convivência com a Covid-19. Nas duas primeiras, o comércio de varejo e serviços poderá funcionar nos finais de semana dos dias 19 e 20 e 26 e 27, com horário reduzido. O Agreste, que estava com medidas restritivas mais severas, retomará suas atividades também nos dias de semana. Já as 35 cidades da Macrorregião 3, no Sertão, onde houve aumento na solicitação de leitos de UTI, entrarão em quarentena rígida a partir da próxima segunda-feira (14.06). Até o dia 20 de junho, nos municípios das Gerências Regionais de Saúde (Geres) VI, X e XI – com sedes em Arcoverde, Afogados da Ingazeira e Serra Talhada, respectivamente – só poderão funcionar, diariamente, as atividades permitidas no decreto. A Macrorregião 4, no Vale do São Francisco e Araripe, segue no esquema atual.

Na RMR, o varejo de bairro e centro, assim como bares e restaurantes, estará autorizado a funcionar nos finais de semana até às 18h, para o estabelecimento que abrir às 10h. Na Zona da Mata, o comércio está autorizado a abrir mais cedo, entre as 5h às 20h, respeitando o limite máximo 10 horas contínuas durante a semana, e entre 6h até às 18h nos fins de semana, completando oito horas de funcionamento. Já as lojas varejistas, localizadas nos municípios do Agreste, devem fechar mais cedo. Podem abrir das 5h às 18h, respeitando o máximo de 10 horas de expediente nos dias de semana, e nos sábados e domingos também são permitidas oito horas de abertura, entre 6h e 18h.

O secretário estadual de Planejamento e Gestão, Alexandre Rebelo, abriu a coletiva de imprensa online com o detalhamento dos números epidemiológicos de cada região do Estado, assim como do progresso da vacinação. Em seguida, o secretário estadual de Saúde, André Longo, comentou os índices, reiterando que Pernambuco ainda vive um momento delicado e preocupante em relação à pandemia, mas já está colhendo os primeiros frutos do atual período de restrições mais severas. “Na 1ª Macrorregião já há desaceleração. Foi registrada uma redução de 10% nas solicitações de leitos de UTI na semana passada. Já nesta semana, de domingo até ontem, tivemos uma redução de 17% em comparação aos primeiros dias da semana anterior”, apontou, com base nos números apresentados por Rebelo.

No Agreste, após mais de 20 dias de intensas restrições, também foram registradas melhoras. “As solicitações de leitos de UTI tiveram estabilidade na semana passada, mas já nos primeiros quatro dias desta semana, houve queda de 31%”, justificou André Longo. De acordo com esses dados, segundo ele, já existe um processo de diminuição progressiva da fila por leitos de terapia intensiva e, neste momento, a oferta de vagas já supera o número de solicitações.

Longo também comentou a situação da Macrorregião 3, que contempla os sertões do Moxotó e Pajeú. “Lá, os indicadores caminham no sentido contrário, com forte aceleração”, disse. A região vive seu pior momento em termos de solicitações de UTI, com um crescimento de 57% nos primeiros dias desta semana. Já a 4ª Macrorregião permanece com estabilidade nos indicadores, de acordo com a Secretaria de Saúde. Mas no começo desta semana apresentou um aumento nas solicitações de leitos de UTI. “Vamos acompanhar o desenvolvimento desses números para reavaliar a situação”, concluiu.

MÁSCARAS – O secretário do Trabalho, Emprego e Qualificação, Alberes Lopes, também participou da coletiva online, e anunciou a distribuição de 30 mil máscaras, partir do dia 14 próximo, nas feiras de Toritama, Caruaru e Santa Cruz do Capibaribe, para ajudar a combater o vírus nessas cidades. “A gente pede que todos continuem usando máscaras, continuem com o distanciamento e usando o álcool em gel. A economia tem sido afetada, e é importante que todos colaborem, cumprindo tudo o que as organizações de saúde estão propondo, para que a gente possa manter os empregos, algo tão importante neste momento para o povo pernambucano”, completou Lopes.

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira abriu nesta sexta (11), o cadastramento e agendamento para vacinação de pessoas a partir dos 50 anos de idade (50 anos inclusive), independente se tem comorbidades ou não.

“É a vacinação ampla de todo o grupo etário de 50 anos ou mais, que estamos abrindo agendamento. A vacinação será realizada nas UBS’s de nosso município,” declarou o Secretário de saúde de Afogados, Artur Amorim.

Para se vacinar, será necessária a apresentação de documento de identidade com foto, comprovando a idade, e um comprovante de residência.

Para ter acesso à vacina, a pessoa precisa se cadastrar e agendar previamente no site afogadosdaingazeira.imunizape.com.br

A maioria da população brasileira considera o governo Jair Bolsonaro (sem partido) ruim ou péssimo. Esses são representados por 49% dos entrevistados da nova pesquisa Exame/Ideia publicada, nesta sexta-feira (11).

De acordo com o estudo, 26% da população considera o governo ótimo ou bom. Aqueles que consideram o governo regular foram representados por 23% dos entrevistados. Cerca de 2% dos entrevistados não souberam opinar. 
Questionados sobre a maneira como Jair Bolsonaro está lidando com seu trabalho como presidente, 50% dos entrevistados responderam que desaprovam a atuação do chefe do Executivo.
“A gente percebe uma estabilidade na avaliação positiva do presidente. As fortalezas na aprovação do governo Bolsonaro seguem firmes, sobretudo entre as pessoas do sexo masculino e entre os evangélicos. O pagamento do auxílio emergencial está surtindo efeito principalmente em regiões onde ele faz mais diferença, um exemplo é a avaliação que Bolsonaro teve no Norte do país”, diz Maurício Moura, fundador do IDEA, instituto especializado em opinião pública.
A pesquisa foi realizada com homens e mulheres residentes no Brasil com idade igual ou superior a 16 anos. O estudo tem grau de confiança igual a 95%, aceitando uma margem de erro máxima prevista de aproximadamente 3 pontos percentuais, para mais ou para menos.
Diário PE

“Quando a câmera passa pelo corpo nu de Kate Winslet, lembro-me de pensar: ‘quero fazer isso quando ficar mais velha'”, disse.

Mitchell dedicou quase 20 anos de sua vida à igreja, e disse que passou a vender fotos sensuais em 2019, quando começou a questionar a sua própria sexualidade. (Foto: Reprodução)

 Nikole Mitchell, 36, que deixou de ser pastora e hoje faz sucesso com fotos sensuais no site de conteúdo adulto OnlyFans, disse que o filme “Titanic” (1997) foi uma das suas inspirações para virar stripper.

Em entrevista ao podcast “Till Death Us Do Pod”, ela afirmou que viu o longa ainda na adolescência e que se impressionou com a cena em que Rose, personagem vivida por Kate Winslet, fica nua em frente a Jack (Leonardo DiCaprio).

“Quando a câmera passa pelo corpo nu de Kate Winslet, lembro-me de pensar: ‘quero fazer isso quando ficar mais velha'”, disse. Mitchell completou que por ter crescido em um ambiente muito religioso não tinha com quem conversar sobre o assunto.

“Esses desejos sempre estiveram lá, mas eu não tinha ninguém para falar sobre isso porque rapidamente aprendi que esse não é o tipo de conversa que você tem dentro da igreja, infelizmente”.

Mitchell dedicou quase 20 anos de sua vida à igreja, e disse que passou a vender fotos sensuais em 2019, quando começou a questionar a sua própria sexualidade.

Em entrevista anterior, ela já tinha afirmado que a sua vida melhorou muito e que ela até se tornou uma mãe melhor após se tornar stripper.

“Sinto que o trabalho que eu faço na indústria do sexo é muito mais saudável mentalmente do que o ambiente religioso e a mentalidade religiosa em que eu cresci. Nenhum ambiente é mais tóxico quando o assunto é sexo, corpos, etc. do que a igreja. Fazendo um apanhado de tudo, acredito que estou oferecendo para os meus filhos um presente melhor”, afirmou.

Mitchell afirmou na ocasião que, depois da sua mudança de trabalho, ela passou a ter mais liberdade para conversar com os seus três filhos sobre sexo, consentimento e relacionamentos, temas que eram proibidos para ela quando jovem.

“[Nós temos] todos os tipos de conversa, e eu dou ferramentas para eles lidarem com todas as situações. Isso é algo que eu nunca tive na idade deles. É muito importante para mim que os meus filhos saibam o que fazer na hora de namorar, como agir nos relacionamentos, no ambiente de trabalho, quero que levem essas habilidades para a vida. Todo o mundo precisa disso.”

 

A cientista também explicou o processo de investigação científica da eficácia da hidroxicloroquina, mostrando que ele não produz resultados para tratar a Covid-19.

 Em depoimento à CPI da Covid, nesta sexta-feira (11), a microbiologista e pesquisadora da USP Natalia Pasternak criticou duramente a atuação do governo brasileiro no enfrentamento à pandemia, principalmente as apostas em medicamentos sem eficácia, e a lentidão na aquisição das vacinas.

Ela afirmou que o “negacionismo da ciência, perpetuado pelo próprio governo, mata”.

A cientista também explicou o processo de investigação científica da eficácia da hidroxicloroquina, mostrando que ele não produz resultados para tratar a Covid-19 e afirmou que o Brasil está “seis meses atrasado” nessa discussão em relação ao restante do mundo.

“Isso é negacionismo, senhores. Isso não é falta de informação. Negar a ciência e usar esse negacionismo em políticas públicas não é falta de informação, é uma mentira e, no caso triste do Brasil, é uma mentira orquestrada, orquestrada pelo governo federal e pelo Ministério da Saúde. E essa mentira mata, porque ele leva pessoas a comportamentos irracionais, que não são baseados em ciência”, afirmou.

“Isso não é só para a cloroquina. A cloroquina aqui é apenas um exemplo. Isso serve para o uso de máscaras, isso serve para o distanciamento social, isso serve para a compra de vacinas que não foi feita em tempo para proteger a nossa população. Esse negacionismo da ciência perpetuado pelo próprio governo mata”, completou.

A sessão desta sexta-feira (11) foi dedicada para o depoimento de especialistas que iriam explicar e tirar dúvidas de caráter técnico da Covid-19. A oitiva recebe, na condição de convidados, além de Pasternak, o médico sanitarista, pesquisador da Fiocruz e ex-diretor-presidente da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) Claudio Maierovitch.

Ao tratar da hidroxicloroquina, Natalia Pasternak afirmou que ela nunca teve “plausabilidade biológica” e que o medicamento não funciona em células de trato respiratório -ligadas à Covid-19.

A pesquisadora afirmou que os testes em animais já seriam suficientes para descartar a possibilidade de uso em humanos. Mesmo assim, houve testes nas pessoas.

“Já estamos em macacos, em humanos e não funciona. Só não testamos em emas porque elas fugiram”, afirmou ironicamente, em referência a um episódio em que o presidente Jair Bolsonaro mostrou uma caixa da hidroxicloroquina para as emas do Palácio do Alvorada, mas os animais fugiram.

Ao ser questionado pelo relator Renan Calheiros (MDB-AL) sobre qual a melhor forma de combater uma doença viral -como a Covid-19- a cientista respondeu que é através das vacinas. Isso porque, em geral, doenças causadas por vírus não tem remédios. Citou apenas como exceção e avanço da ciência o caso do coquetel para HIV.

Maierovitch, por sua vez, apontou a falta de um plano de contenção para a difusão da pandemia, apesar de o SUS (Sistema Único de Saúde) ter estrutura para essa estratégia.

O médico afirma que não se tratava especificamente de barreiras sanitárias, que são ineficientes para casos de uma pandemia na qual há muitos casos de assintomáticos, pessoas infectadas que não apresentam sintomas.

No entanto, o Brasil poderia ter elaborado uma grande estratégia para rastrear e isolar as pessoas infectadas.

“Tínhamos experiência para fazer isso no SUS. O sarampo é um exemplo”, afirmou Maierovitch.

O médico também criticou a falta de uma política de isolamento social, citando como exemplo uma estratégia falha de pagamento de auxílio emergencial, que garantiria que as pessoas ficassem em suas residências. Lembrou que entre janeiro e abril não houve pagamentos e por isso muitas pessoas retomaram as atividades comerciais e que agora o valor é insuficiente para mantê-las em casa.

O ex-diretor-presidente da Anvisa também criticou a estratégia de imunização brasileira, que não teria abordado aspectos fundamentais e que o Brasil poderia ter utilizado de maneira mais eficiente o Instituto Butantan — que desenvolveu a Coronavac, em parceria com o laboratório chinês Sinovac.

“O plano de imunização que tivemos é um plano pífio”, afirmou.

“Assistimos um desestímulo para que um grande laboratório nacional assumisse a produção de vacinas.

Maierovitch também afirma que está claro que o país apostou na tese da imunização de rebanho.

O parlamentar 

tem um prazo de 48 horas, após a abertura de uma conta na Caixa Econômica, para que o montante seja depositado.

O STF (Supremo Tribunal Federal) determinou, nesta quinta-feira (10), que o deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) pague uma fiança de R$ 100 mil após o parlamentar violar por diversas vezes o monitoramento por tornozeleira eletrônica.

O parlamentar tem um prazo de 48 horas, após a abertura de uma conta na Caixa Econômica, para que o montante seja depositado.

Moraes também determinou que um inquérito será instaurado para apurar o crime de desobediência, e o ministro pediu para que a polícia colha o depoimento de Silveira sobre o que ocorreu.

Ao definir o valor, o ministro Alexandre de Moraes citou o salário de Silveira, que é de R$ 33.763 mensais, conforme consta no site da Câmara dos Deputados.

Aliado do presidente Jair Bolsonaro, Silveira está em prisão domiciliar e foi preso a mando de Moraes após realizar ataques contra ministros do Supremo. Caso ele não pague a fiança, poderá ser detido de forma preventiva.

Para garantir que Silveira irá cumprir com as regras definidas para a prisão domiciliar, Moraes determinou ainda que a Justiça seja informada diariamente sobre o cumprimento das medidas restritivas.

“No caso em análise, está largamente demonstrada, diante das repetidas violações ao monitoramento eletrônico imposto, a inadequação das medidas cautelares impostas em cessar o periculum libertatis do denunciado, o que indica a necessidade de recrudescimento das medidas aplicadas. Assim, nos termos do art. 322 e do Código de Processo Penal, é caso de se estabelecer fiança, conforme requerido alternativamente pela PGR”, afirmou Moraes em sua decisão.

Na última semana, a PGR (Procuradoria-Geral da República) chegou a pedir a volta do deputado à prisão, mas Moraes preferiu aplicar uma multa.

De acordo com relatórios da PGR sobre o monitoramento eletrônico de Silveira, entre 5 de abril e 24 de maio, o deputado apresentou 30 violações relacionadas à carga da tornozeleira, à área de inclusão e ao rompimento do lacre que envolve o equipamento.

Nesta quarta-feira (9), o relator da representação contra Silveira no Conselho de Ética da Câmara recomendou a suspensão do mandato do bolsonarista por seis meses. A votação do parecer deve ocorrer na próxima semana.

Silveira foi preso após o Supremo receber uma denúncia da PGR contra o parlamentar.

O ministro Alexandre de Moraes, relator do caso, alegou que a “liberdade de expressão” não pode ser confundida com “liberdade de agressão” e que a denúncia apresentada mostra que o deputado incitou a animosidade entre o STF e as Forças Armadas.

A Prefeitura de Afogados tem intensificado as fiscalizações para cumprimento dos decretos de prevenção e combate à Covid-19. 

Além do comércio, fiscalizado numa parceria da PM, Vigilância e Ministério Público, a guarda civil municipal de afogados tem feito rondas no centro da cidade, em especial na avenida Rio Branco, recentemente denunciada como tendo focos de aglomerações. 

Além de orientar e procurar dispersar eventuais aglomerações, a guarda também tem distribuído máscaras descartáveis, gratuitamente, para quem eventualmente esteja na via pública sem máscara. 

“Nossas viaturas estão com um estoque adicional de máscaras, para entregar a pessoas que estejam sem usar o acessório, tão importante e decisivo para evitarmos a proliferação do vírus,” destacou Ney Quidute, secretário de administração e coordenador da GCM. 

A fiscalização interditou na tarde desta quinta-feira, um bingo clandestino que funcionava nas imediações do cemitério são judas Tadeu. 

Nesses últimos dias, vários estabelecimentos foram interditados por não contarem com a figura do “porteiro”, para controlar o fluxo de acesso ao estabelecimento. 

Foram interditados por duas horas os seguintes estabelecimentos: mercadinhos bom preço, o batateiro e São Miguel, todos no sobreira, mercadinho Emanuelle, casa Décor, oficina J.A. Motos, Melo tintas, todos no centro, além dos mercadinhos do trevo, no padre Pedro Pereira, e de Heleno salvador, no São Braz.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, confirmou, nesta quinta-feira (10), que avalia o pedido do presidente Jair Bolsonaro sobre um parecer que desobriga o uso de máscara para quem já recebeu a vacina contra a Covid-19 ou para quem já foi infectado pelo vírus.
Segundo o titular, a pasta fará um estudo para tratar sobre a flexibilização da medida que é considerada uma das principais no combate a pandemia. “O presidente está muito satisfeito com o ritmo da campanha de vacinação no Brasil, da chegada de novas doses, da distribuição de mais de 100 milhões de doses de vacina.”
Em vídeo publicado no perfil oficial do Ministério da Saúde, Queiroga diz que o entusiasmo de Bolsonaro se deve à campanha nacional e aos avanços percebidos no cenário internacional. “O presidente me pediu que fizesse um estudo para avaliar a situação aqui no Brasil. Então vamos atender essa demanda.”
A informação sobre a possibilidade de um parecer foi divulgada, mais cedo, pelo chefe do Executivo durante um evento do Turismo no Palácio do Planalto. Ao se referir ao ministro da saúde, Bolsonaro disse: “Um tal de Queiroga. Não sei se vocês sabem quem é”. Apesar de não ter citado datas, o mandatário afirmou que a desobrigação seria ultimada.

Foram atualizados os dados da vacinação contra a Covid-19 no Distrito Federal e em 23 estados.

A média móvel de mortes ficou em 1.764 óbitos por dia — o número está há 139 dias acima de mil mortes diárias, considerado um patamar bastante alto. (Foto: Reprodução)

 O Brasil registrou 2.344 novas mortes por Covid-19 e 89.802 novos casos da doença nesta quinta-feira (10). Com isso, o total de mortes no país chegou a 482.135 e o de casos a 17.215.159 desde o início da pandemia.

A média móvel de mortes ficou em 1.764 óbitos por dia — o número está há 139 dias acima de mil mortes diárias, considerado um patamar bastante alto.

A média é um instrumento estatístico que busca amenizar variações nos dados, como os que costumam acontecer aos finais de semana e feriados. O dado é calculado pela soma das mortes dos últimos sete dias e pela divisão do resultado por sete.

Foram atualizados os dados da vacinação contra a Covid-19 no Distrito Federal e em 23 estados.

O Brasil aplicou 1.046.672 doses de vacinas contra Covid-19 nesta quinta-feira (10).
Segundo dados das secretarias estaduais de saúde, foram aplicadas 944.016 da primeira e 102.656 da segunda dose.

No total, 52.790.945 pessoas receberam pelo menos uma dose da vacina contra a Covid no país -23.520.981 delas já receberam a segunda dose do imunizante.

Especialistas alertam que cuidados básicos como uso de máscara, distanciamento social e higiene das mãos devem ser mantidos mesmo após a aplicação das duas doses do imunizante, uma vez que nenhuma vacina garante 100% de proteção contra a doença.

Dados da pesquisa na cidade de Serrana, no interior de SP, indicam que uma retomada mais segura da vida normal deve ser feita quando pelo menos 60% de toda a população estiver imunizada, ou pelo menos 75% da população adulta. A cidade viu uma queda de 95% no número de óbitos após ter alcançado mais de 95% da população adulta completamente imunizada.

Com os dados vacinais desta terça, 32,81% da população com mais de 18 anos recebeu a primeira dose da vacina contra a Covid e 14,62% recebeu a segunda.

Os dados do país, coletados até às 20h, são fruto de colaboração entre Folha de S.Paulo, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são coletadas diariamente com as Secretarias de Saúde estaduais.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorre em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.

O presidente Jair Bolsonaro voltou a defender a instituição do voto impresso e fez críticas ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, que tem se colocado contra mudanças no sistema de votação do país.
Em live nas redes sociais na noite desta quinta-feira (10/6), Bolsonaro disse que “se o Congresso aprovar o voto impresso, vamos ter eleições com voto impresso e ponto final”. “Se o Congresso promulgar a PEC do voto auditável, impresso, teremos eleições com voto impresso em 2022 e ponto final. Não discute mais este assunto. Não tem que ninguém dar palpite. Ninguém”, ponderou.
Na quarta-feira (9), durante uma sessão no plenário da Câmara, Barroso alertou para o risco de judicialização das eleições com a instituição do voto impresso. “A última coisa que eu gostaria é que o Judiciário decidisse as eleições. Eu não gostaria de ter isso no meu colo, e acho que não seria bom para o país”, afirmou o presidente do TSE.
Bolsonaro, contudo, interpretou a fala do ministro como uma afronta à eventual aprovação no Congresso de eleições com voto impresso. “Quer dizer que se alguém entrar com uma ação no Supremo, você vai despachar lá que: “Não vale a PEC aí, a emenda à Constituição dos deputados e senadores”? Não tem cabimento isso”, reclamou.
“Cada um de nós deve respeitar a Constituição, respeitar o Parlamento brasileiro, respeitar as decisões nossas, respeitar as decisões de vocês também, do Judiciário. Não é se meter em tudo. “Ah, se não for judicializado, vamos cumprir”. Vai cumprir, sim”, esbravejou o presidente.
Por fim, Bolsonaro acusou Barroso de não conhecer a realidade de todo o Brasil. “Não fica com filigranas, dando uma de uma pessoa que sabe tudo. Não sabe nada! Não sabe o que é o voto de uma pessoa numa comunidade. Não sabe como é o voto nos sertões da vida deste Brasil por aí, o que acontece.”

 (crédito: Rosinei Coutinho/SCO/STF
)

O Supremo Tribunal Federal deu mais um voto favorável à realização da Copa América no Brasil, dessa vez, pelo ministro Edson Fachin. Após Cármen Lúcia e Ricardo Lewandowski, Fachin proferiu voto contrário às ações do PT e do PSB, que pediam à corte que vetasse a realização do torneio. No entanto, o magistrado destacou que a realização do torneio é “temerária” e exigiu um plano do governo para diminuir os riscos de contaminação de comitivas e torcedores.

O ministro destacou que o governo precisa adotar “o número máximo de recomendações” para a realização do evento, já que “os riscos de transmissão seriam mais reduzidos”. Apesar do posicionamento, ele reforçou, como já tinha adiantado Carmém Lúcia em seu voto, que não é função do Poder Judiciário versar sobre os riscos decorrentes da “realização de uma política pública” ou de um evento desportivo.
Fachin elencou diversos pontos considerados por ele importantes para a realização de um evento. Pediu, por exemplo, um “plano de difusão de informações confiáveis sobre a Covid-19 para participantes e população em geral”, um “plano de emergência que envolva medidas de coordenação com autoridades sanitárias e de segurança dos locais de realização dos jogos” e um “protocolo de notificação expedita das autoridades sanitárias em existindo casos de Covid-19 relacionados ao evento”.
“Ante o exposto, defiro parcialmente o pedido de liminar para determinar ao Presidente da República que, em 24 horas, elabore e implemente Plano de Mitigação de Riscos da Covid-19 específico para a Copa América de Futebol Masculino (2021), em cumprimento do disposto na “Ferramenta de avaliação de risco de Covid-19 em eventos de massa – Eventos esportivos” da OMS”, decidiu Fachin.
15 pontos exigidos por Edson Fachin para a realização da Copa América no Brasil:
1) plano de difusão de informações confiáveis sobre a COVID-19 para participantes e população em geral;
2) plano de emergência que envolva medidas de coordenação com autoridades sanitárias e de segurança dos locais de realização dos jogos;
3) protocolos de notificação expedita das autoridades sanitárias em existindo casos de COVID-19 relacionados ao evento;
4) definição do Ministro da Saúde como ponto focal da cadeia de comando do evento, com poderes para suspender sua realização, e assunção de todas as responsabilidades legais correspondentes;
5) treinamento específico para COVID-10 aos trabalhadores do evento;
6) plano de comunicação com a imprensa e em redes sociais relativo à COVID-19;
7) designação de responsável pela comunicação do evento;
8) medidas de sensibilização para a população de risco e sobre a importância de medidas como quarentena, auto-isolamento e autocontrole;
9) compilação e gestão de dados dos participantes (incluindo os países de onde são provenientes, o contexto epidemiológico desses países, dados de saúde, se disponíveis, etc.);
10) protocolos em casos de surtos de COVID-19, que incluam estoque de materiais de proteção, destinação de recursos extraordinários e mobilização de voluntários;
11) exigência de exames médicos diários de atletas/competidores, treinadores, árbitros e pessoal afiliado ao estádio ou às equipes esportivas;
12) isolamento de atletas em relação a árbitros, pessoal de apoio e espectadores, para limitar a transmissão;
13) limitações de compartilhamento de equipamento, garrafas de água, toalhas, etc.;
14) protocolos de eliminação ou armazenamento seguro de todos os materiais higiênicos;
15) controles de saúde pré-viagem a todos os atletas, treinadores, árbitros e outro pessoal associado ao evento.

Foto: reprodução

Mãe é usuária de drogas e perdeu a guarda de seus 5 filhos

Um bebê de dois meses foi resgatado em uma boca de fumo em Pontes e Lacerda, no Mato Grosso. A criança que foi deixada pela mãe, de 28 anos, foi resgatada pela Polícia Militar e o Conselho Tutelar. Segundo os militares, a mulher é usuária de drogas e deixou o filho como ‘garantia’ de que retornaria para pagar uma dívida com os traficantes.

Duas mulheres estavam com a criança e não assumiram que a pegaram como garantia do pagamento. Até esta quarta-feira (9), a mãe não foi localizada.

Segundo a delegada Bruna Caroline Laet, foi aberta uma investigação para apurar o crime previsto no artigo 238, do Estatuto da Criança e Adolescente (ECA): prometer ou efetivar a entrega de filho ou pupilo a terceiro, mediante paga ou recompensa.

Um dia antes, na segunda-feira (7), o juiz Cláudio Deodato Rodrigues Pereira, da 2ª Vara de Pontes e Lacerda, havia retirado temporariamente a guarda da criança da mãe. (Último Segundo)

Brasil registra 2.484 mortes e 86.854 novos casos por Covid-19 em 24 h; média móvel de óbitos está em 1.727

Com isso, o total de mortes no país chegou a 479.791 e o de casos a 17.125.357 desde o início da pandemia.

A média móvel de mortes ficou em 1.727 óbitos por dia — o número está há 138 dias acima de mil mortes diárias, considerado um patamar bastante alto. (Foto: Reprodução)

 O Brasil registrou 2.484 novas mortes por Covid-19 e 84.854 novos casos da doença nesta quarta-feira (9). Com isso, o total de mortes no país chegou a 479.791 e o de casos a 17.125.357 desde o início da pandemia.

O número de mortes registrados nesta quarta foi o maior desde o dia 20 de maio.
O Ceará não atualizou o número de casos nesta quarta. A secretaria de saúde do estado afirmou que o sistema usado para o registro apresentou instabilidade ao longo do dia, o que teria impossibilotado a coleta dos dados.

A média móvel de mortes ficou em 1.727 óbitos por dia — o número está há 138 dias acima de mil mortes diárias, considerado um patamar bastante alto.

A média é um instrumento estatístico que busca amenizar variações nos dados, como os que costumam acontecer aos finais de semana e feriados. O dado é calculado pela soma das mortes dos últimos sete dias e pela divisão do resultado por sete.

Foram atualizados os dados da vacinação contra a Covid-19 no Distrito Federal e em 25 estados.

O Brasil aplicou 1.007.986 doses de vacinas contra Covid-19 nesta quarta-feira (9).
Segundo dados das secretarias estaduais de saúde, foram aplicadas 893.220 da primeira e 114.766 da segunda dose.

No total, 51.846.929 pessoas receberam pelo menos uma dose da vacina contra a Covid no país –23.418.325 delas já receberam a segunda dose do imunizante.

Especialistas alertam que cuidados básicos como uso de máscara, distanciamento social e higiene das mãos devem ser mantidos mesmo após a aplicação das duas doses do imunizante, uma vez que nenhuma vacina garante 100% de proteção contra a doença.

Dados da pesquisa na cidade de Serrana, no interior de SP, indicam que uma retomada mais segura da vida normal deve ser feita quando pelo menos 60% de toda a população estiver imunizada, ou pelo menos 75% da população adulta. A cidade viu uma queda de 95% no número de óbitos após ter alcançado mais de 95% da população adulta completamente imunizada.

Com os dados vacinais desta terça, 32,22% da população com mais de 18 anos recebeu a primeira dose da vacina contra a Covid e 14,55% recebeu a segunda.

Os dados do país, coletados até às 20h, são fruto de colaboração entre Folha de S.Paulo, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são coletadas diariamente com as Secretarias de Saúde estaduais.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorre em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.

 

Dólar é cotado a R$ 5,0687 nesta manhã de quinta-feira

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. (Foto: Reprodução)

O valor do dólar na manhã desta quinta-feira (10), está cotado no valor de R$ 5,0687. Já o valor do dólar para o turismo está sendo cotado a R$ 5,2568.

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 6,17 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 6,4805.

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. O dólar é usado tanto em reservas internacionais como em livre circulação.

Uruguai é o 1º país da América Latina a vacinar adolescentes

Jovens entre 12 e 17 anos devem ser acompanhadas por um adulto para receber o imunizante contra a covid-19.

Jovens devem ser acompanhados por um adulto na vacinação (Foto: EFE/RAÚL MARTÍNEZ)

O Uruguai iniciou nesta quarta-feira (9) seu processo de vacinação contra a covid-19 para a população de 12 a 17 anos, sendo o primeiro país da América Latina a imunizar menores de idade.

Conforme anunciado pelo presidente Luis Lacalle Pou, durante entrevista ao “Canal 10” no último dia 1º, jovens entre 12 e 17 anos receberão a vacina de Pfizer/BioNTech para ampliar o processo de imunização da população.

Fontes do Ministério da Saúde Pública (MSP) confirmaram à Agência Efe que, até ontem, 157.314 adolescentes haviam cadastrado seus dados e, destes, 69.195 já foram informados sobre local e dia que serão vacinados.

A única diferença entre este processo de inoculação e o desenvolvido até agora com outras faixas etárias é que a assinatura do consentimento deve ser feita por um adulto que acompanha os menores ao posto de vacinação e que a ordem de aplicação será por idade e não por inscrição: em primeiro lugar, os de 17 anos e daí por ordem decrescente até os 12.

O presidente da Autoridade Nacional de Educação Pública, Robert Silva, descreveu a decisão do governo como “uma grande notícia para o país e para a educação”, conforme escreveu em seu Twitter no início de hoje.

As autoridades sanitárias optaram por priorizar esse grupo populacional com vistas ao regresso às aulas presenciais, suspensas desde 23 de março de 2020, como forma de coibir infecções e cujo retorno está sendo desenvolvido progressivamente.

No caso do ensino médio, ocorreria após as férias de inverno, em julho.

Como pode ser visto no monitor da web desenvolvido pelo MSP, o Uruguai administrou 3.085.860 doses da vacina contra covid-19 até às 18h27 (hora local) de ontem.

Até o momento, 30,42% da população (1.076.196 pessoas) já completaram o processo de imunização com as duas doses da Pfizer ou da chinesa CoronaVac. Além disso, 933.468 pessoas receberam a primeira dose com as vacinas Pfizer, CoronaVac e AstraZeneca.

O último relatório do Sistema Nacional de Emergências (Sinae) apontou que o Uruguai acumula 322.978 casos, dos quais 34.832 estão ativos, e 4.749 mortes por covid-19.

 

Após fala de Fernández, Bolsonaro compara presidente argentino a ditador da Venezuela

A fala do líder argentino gerou críticas no Brasil e no México, além de reações da oposição argentina.

O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido) (Foto: Reprodução)

 O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou nesta quinta (10) a responder à declaração racista de Alberto Fernández e comparou o líder da Argentina ao ditador da Venezuela, Nicolás Maduro.

Nesta quarta, o peronista disse, durante encontro com o premiê da Espanha, em Buenos Aires, que “os mexicanos vieram dos indígenas, os brasileiros, da selva, e nós [os argentinos], chegamos em barcos”. “Eram barcos que vinham da Europa”, afirmou, apontando para Pedro Sánchez.

Bolsonaro, que no mesmo dia da declaração postou uma foto nas redes sociais em que aparece ao lado de indígenas acompanhada da palavra “SELVA!”, disse nesta quarta que, para o presidente argentino e o ditador venezuelano, “não têm vacina”. A fala dá a entender que, para o líder brasileiro, Fernández e Maduro são irremediáveis.

“Lembro que, logo que o [Hugo] Chávez morreu, assumiu o Maduro [na Venezuela], e ele falava que conversava com os passarinhos que estavam encarnados na figura do Chávez”, disse o presidente brasileiro a um grupo de apoiadores. “Acho que o Maduro e o Fernández, para eles não têm vacina.”

Em seguida, no entanto, Bolsonaro disse que não há nenhum problema entre o Brasil e o povo argentino.

“Troquei mensagem no WhatsApp hoje com o ex-presidente [Mauricio] Macri, da Argentina. Não tem nenhum problema entre nós nem com o povo argentino. Rivalidade com a Argentina, só no futebol.”

A fala do líder argentino gerou críticas no Brasil e no México, além de reações da oposição argentina.

O deputado Facundo Suárez Lastra, da União Cívica Radical, afirmou que “sempre há um nível mais baixo para que o presidente desça na escada do ridículo e da vergonha”. “Ofende países irmãos e aparece como um ignorante. Nem professor nem acadêmico.”

Também da UCR, partido que fazia parte da base de apoio do ex-presidente Mauricio Macri, Karina Banfi pediu que Fernández se desculpasse por sua ignorância e discriminação com os povos originários, com os países da região e com todos os argentinos e argentinas”.

Após a repercussão da declaração, o presidente argentino publicou uma mensagem no Twitter na qual diz que “nossa diversidade é um orgulho”. “Mais de uma vez foi dito que ‘os argentinos descendemos dos barcos’. Na primeira metade do século 20 recebemos mais de 5 milhões de imigrantes que conviveram com os nossos povos originários. Nossa diversidade é um orgulho.” Na sequência, acrescentou que “não quis ofender ninguém” e pediu desculpas “a quem tenha se sentido ofendido ou invisibilizado”.

Polícia mira suspeitos de sonegação fiscal, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica em Pernambuco

Uma associação criminosa suspeita dos crimes de sonegação fiscal, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica é alvo da Operação Downhill, deflagrada na manhã desta quinta-feira (10) pela Polícia Civil de Pernambuco. 

Segundo a corporação estão sendo cumpridos nesta quinta-feira 12 mandados de prisão e 15 mandados de busca e apreensão no Recife e em cidades do Interior do Estado ainda não informadas. 

As ordens judiciais foram expedidas pela Primeira Vara Criminal da Comarca de Camaragibe, na Região Metropolitana do Recife. A polícia também não detalhou ainda quantos dos mandados já foram cumpridos.

Os suspeitos presos e todo o material apreendido estão seguindo para a sede do Grupo de Operações Especiais (GOE), no bairro do Cordeiro, Zona Oeste do Recife.

Ainda de acordo com o Portal Folha PE, os investigações sobre a ação da quadrilha tiveram início em junho de 2020 e contaram com a assessoria da Diretoria de Inteligência da Polícia Civil de Pernambuco (Dintel) e apoio do Laboratório de Lavagem de Dinheiro (Lab/Dintel), Laboratório de Auditoria Digital (Laud/Sefaz) e da Secretaria da Fazenda de Pernambuco (Sefaz-PE).

Mais detalhes sobre a Operação Downhill serão divulgados pela Polícia Civil em coletiva de imprensa, no Recife, ainda sem data divulgada.

 

Comunicador de 37 anos do Sertão do Pajeú morre vítima de covid-19

 

A Morte do jovem Vadilson Oliveira, de 37 anos, vítima da covid-19, chocou o Sertão do Pajeú.

A morte foi confirmada nesta última quarta-feira (09), no Hospital Regional Emília Câmara, em Afogados da Ingazeira, onde ele estava internado.

Vadilson era blogueiro, comunicador e socorrista.

ele deixa duas filhas e a esposa grávida do terceiro. Ele era natural de Solidão, mas residia em Tabira.

 

Em PE no Sertão do Pajeú chega 539 mortes por Covid-19

Carnaíba, Tabira e Tuparetama confirmaram novos óbitos pela doença.

Por André Luis/Nill 

Nesta quarta-feira (09.06), foram notificados na região do Sertão do Pajeú, mais 130 novos casos positivos de Covid-19, 93 recuperados e 3 novos óbitos, nas últimas 24 horas.

Agora o Sertão do Pajeú conta com 28.735 casos confirmados, 27.065 recuperados (94,18%), 539 óbitos e 1.131 casos ativos da doença.

Abaixo seguem as informações detalhadas, por ordem alfabética, relativas a cada município do Sertão do Pajeú. 

Afogados da Ingazeira registrou 42 novos casos positivos e 15 recuperados. O município conta com 4.978 casos confirmados, 4.647 recuperados, 63 óbitos e 268 casos ativos. 

Brejinho registrou 4 novos casos positivos. O município conta com 700 casos confirmados, 644 recuperados, 20 óbitos e 36 casos ativos. 

Calumbi  registrou 9 novos casos positivos e 6 recuperados. O município conta com 557 casos confirmados, 500 recuperados, 3 óbitos e 54 casos ativos da doença.

Carnaíba  registrou 1 novo caso positivo, 1 recuperado e 1 novo óbito. O município conta com 1.727 casos confirmados, 1.605 recuperados, 33 óbitos e 89 casos ativos da doença. O 33º óbito se trata de paciente do sexo feminino, de 87 anos. 

Flores registrou 5 novos casos positivos e 1 recuperado. O município conta com 901 casos confirmados, 823 recuperados, 30 óbitos e 48 casos ativos. 

Iguaracy registrou 5 novos casos positivos e 6 recuperados. O município conta com 701 casos confirmados, 662 recuperados, 24 óbitos e 15 casos ativos. 

Ingazeira registrou 7 novos casos positivos e 3 recuperados. O município conta com 393 casos confirmados, 369 recuperados, 6 óbitos e 18 casos ativos. 

Itapetim registrou 1 novo caso positivo e 7 recuperados. O município conta com 1.102 casos confirmados, 1.016 recuperados, 25 óbitos e 61 casos ativos. 

Quixaba Não divulgou boletim até às 21h25 desta quarta-feira. O município conta com 441 casos confirmados, 411 recuperados, 13 óbitos e 17 casos ativos. 

Santa Cruz da Baixa Verde registrou 10 novos casos positivos e 1 recuperado. O município conta com 562 casos confirmados, 526 recuperados, 16 óbitos e 20 casos ativos. A Secretaria de Saúde não divulgou detalhes sobre o óbito ocorrido.

Santa Terezinha registrou 7 novos casos positivos e 2 recuperado

 

Pelo menos 23 jornalistas foram infectados pelo novo coronavírus após cobertura do incêndio no Hospital Municipal Zona Norte Doutor Nestor Piva, em Aracaju, em maio deste ano. O levantamento foi feito pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de Sergipe (SINDIJOR-SE). Quatro pessoas morreram após chamas atingirem o setor de tratamento de pacientes infectados pela covid-19. 

Segundo a entidade, a doença atingiu repórteres de rádio, televisão, jornal impresso e portais de notícias, além de repórteres cinematográficos, fotográficos, chefes de reportagem, editores, assessores de comunicação e imprensa e motoristas. 

O sindicato acredita que, por se tratar de uma doença imperceptível, em alguns casos, a perspectiva é que esse quantitativo seja superior diante da provável existência de assintomáticos.

Tanto o sindicato quanto a Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) decidiram preservar a identidade dos profissionais afastados, mas apontaram que houve registro em empresas de comunicação pública e particular com atuação, em especial, na capital sergipana.

Para a direção do sindicato, esses casos chamam a atenção para a inquestionável exposição e vulnerabilidade dos jornalistas, bem como a necessidade de imediata inclusão da classe trabalhadora no calendário de vacinação. 

“Estamos, seja nas atividades externas e/ou nas redações e assessorias de imprensa, diariamente expostos ao risco da contaminação. Esse número referente ao trabalho desenvolvido no Nestor Piva mostra na prática o real nível de vulnerabilidade que enfrentamos”, avalia o presidente do Sindijor, Milton Alves Júnior. 

Atualmente, Sergipe possui mais de 2 mil jornalistas profissionais, sendo que desse total pouco mais de 1,4 mil atuam diariamente na atividade fim. Fora da modalidade home office, menos de 350 seguem atuando em atividades externas. Desde o início da pandemia, 240 profissionais sergipanos já testaram positivo para a covid-19 e cinco morreram.

O total de mortes por suspeita ou confirmação de Covid-19 de crianças, jovens e adultos superou o total de óbitos pela doença em pessoas a partir dos 60 anos em Pernambuco. Essa mudança no cenário pode ser explicada pelo avanço da vacinação contra o coronavírus na população idosa.

Na semana epidemiológica 22 de 2021, de 30 de maio a 5 de junho, o Estado notificou um total de 361 mortes por coronavírus, sendo 184 (equivalente a 51%) entre as pessoas com até 59 anos e 177 (49%) em idosos, aqueles com idade a partir de 60 anos.

Na semana 21, entre 23 e 29 de maio de 2021, a proporção era similar: 222 óbitos (50,8%) entre a população abaixo dos 60 anos e 215 (49,2%) daqueles com mais de 60.

Em todo o ano de 2020, as mortes de idosos por Covid-19 representaram mais de três a cada quatro óbitos registrados em Pernambuco. Foram contabilizadas ao todo 7.802 mortes, das quais 6.015 (77,1%) entre os idosos e 1.787 (22,8%) de pessoas não idosas.

Os dados são dos registros de cartórios civis compilados por levantamento da Folha de Pernambuco no Portal da Transparência da Associação Nacional de Registradores de Pessoas Naturais (Arpen Brasil). Os números ainda podem crescer, uma vez que há um atraso entre o óbito, o registro e a inserção no sistema.

Na última semana antes da campanha de vacinação em Pernambuco, que teve início em 18 de janeiro, as mortes de idosos ainda representavam maioria absoluta no cenário total.

Os dados da semana epidemiológica de 10 a 16 de janeiro de 2021 indicam um total de 198 mortes pelo coronavírus no Estado. A maioria, 146 (73,7%), foi de idosos – entre a população com menos de 60 anos, foram 52 óbitos (26,3%).

“Essa redução é, claramente, um reflexo da vacina. O aumento dos óbitos na faixa dos 30 a 39 anos mostra que o vírus ainda está circulando, não temos controle”, disse o médico infectologista do Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc) Tiago Ferraz, que completou que, com o avanço da campanha na população de 50 anos e mais, os dados devem começar a apresentar queda similar em um intervalo de três meses, o tempo necessário para a janela imunológica. 

Na faixa dos 30 a 39 anos citada pelo especialista, o aumento no número de mortes por Covid-19 entre a última semana antes da vacinação e a semana epidemiológica mais recente do ano foi de 733%. Em janeiro, foram três mortes registradas nessa população; na semana encerrada em 5 de junho, o total foi de 25.

“A queda na proporção de óbito de idosos se reflete também na média de idades de pacientes internados em estado grave. Eu mesmo, como exemplo, no hospital particular que trabalho só tenho um paciente ao meus cuidados acima de 60 anos”, acrescentou o infectologista.

Dados oficiais da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) indicam que 16.468 vidas foram perdidas para a Covid-19 em Pernambuco até essa terça-feira (8). 

No recorte por faixa etária, os números mostram que foram registradas 11.893 na população a partir dos 60 anos e 4.575 entre os com até 59 anos. 

Os números de Pernambuco corroboram com a tendência nacional. Na semana epidemiológica mais recente do ano, o País notificou 53,6% de óbitos entre a população com até 59 anos. Na semana anterior, o percentual era de 49%. Na última semana antes da vacinação, de 22,5%, e, em todo o ano de 2020, 24%.

Vacinação
De acordo com o boletim mais recente da SES-PE, Pernambuco aplicou 3 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 em sua população. 

No total receberam a primeira dose 604.530 idosos de 60 a 69 anos; 396.118 idosos de 70 a 79 anos; e 200.098 idosos de 80 anos e mais.

Em relação à segunda dose, já foram beneficiados 257.436 idosos de 60 a 69 anos; 314.509 idosos de 70 a 79 anos; e 138.852 idosos de 80 anos e mais.

Para se proteger da pandemia, a Coreia do Norte se fechou ainda mais, o que aumentou seu isolamento.
Diante dessa situação difícil, a população é convocada a demonstrar maior lealdade ao regime, segundo especialistas.
O país, cuja economia está em colapso devido às múltiplas sanções internacionais impostas em decorrência de seus programas militres, há algum tempo vive uma grave crise alimentar. Com a pandemia, a situação deve ter piorado.
Pyongyang foi um dos primeiros governos a impor restrições sanitárias rígidas, incluindo o fechamento de suas fronteiras para evitar a disseminação do coronavírus detectado na China.
O regime garante que a epidemia não atingiu o território, o que muitos especialistas questionam.
Mas esse isolamento teve um alto impacto econômico e até mesmo o líder norte-coreano Kim Jong Un reconheceu as dificuldades que a população tem que enfrentar, pedindo que se preparem para o pior.
O comércio com Pequim, o principal apoio econômico e diplomático do regime, foi drasticamente reduzido. Dados da agência alfandegária chinesa relataram que a Coreia do Norte importou US$ 29 milhões em mercadorias em abril, mais que o dobro do número em março, mas bem abaixo do nível pré-pandemia.
“Pyongyang estava em uma situação desesperadora antes da pandemia”, observa Soo Kim, um ex-funcionário da CIA que atualmente trabalha para a RAND Corporation.
“O coronavírus agravou as dificuldades sistêmicas, institucionais e econômicas existentes”. Todos os estrangeiros que trabalham para a ONU e agências de ajuda deixaram o país por causa das restrições.
Várias organizações confirmaram à AFP que este ano não será publicado o relatório “Necessidades e Prioridades” que normalmente apresenta o balanço da situação humanitária no país e no qual se baseia a ONU para pedidos de fundos.
A decisão se deve à “ausência de avaliações e observações de campo em decorrência das restrições impostas ao combate ao coronavírus”, disse Edwin Salvador, representante em Pyongyang da Organização Mundial da Saúde (OMS).
É “muito provável” que a pandemia tenha “agravado” a situação humanitária na Coreia do Norte, onde 10,6 milhões de pessoas estão necessitadas, disse um porta-voz do Escritório da ONU para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA).
“Marcha Árdua” 
Kim reconheceu em abril a difícil situação que o país tem que enfrentar e pediu “que façam uma nova ‘Marcha Árdua’, ainda mais dura, para ajudar a população diante das dificuldades, mesmo que seja um pouco”.
A “Marcha Árdua” é a expressão usada na Coreia do Norte para se referir à fome dos anos 1990 que causou centenas de milhares de mortes, devido à redução da ajuda de Moscou após a queda soviética.
Esta referência busca motivar a população a “enfrentar as adversidades” e a trabalhar pela “sobrevivência da nação”, estima Gianluca Spezza, do Instituto de Políticas de Segurança e Desenvolvimento de Estocolmo.
“Se a história da Coreia do Norte nos ensinou alguma coisa, é esse caráter especial do nacionalismo norte-coreano que faz a RPDC prosperar nos tempos mais difíceis”, disse ele, citando as iniciais de República Popular Democrática da Coreia (RPDC).
Nos últimos meses, o líder norte-coreano enviou inúmeras cartas às organizações do regime, como a Liga da Juventude e a Federação dos Sindicatos, para homenageá-los por carregar alto “a bandeira da lealdade e do patriotismo”, segundo a agência oficial KCNA.
Os meios de comunicação oficiais multiplicam as reportagens em que são observados centenas de jovens, alguns órfãos, que são “voluntários” para trabalhos braçais a serviço do Estado.
“As imagens de jovens fazendo fila para trabalhar voluntariamente nas minas são uma forma de Pyongyang reafirmar sua identidade para o mundo exterior, mesmo que só se veja nelas casos graves de violações dos direitos humanos”, disse Michael Madden, do Stimson Center.
Segundo o especialista, o regime iniciou uma operação para doutrinar os jovens, para quem a “Marcha Árdua” é apenas uma memória.

O Ministério da Justiça e Segurança Pública deflagrou, nesta quarta-feira (09), a Operação Luz na Infância 8. A operação tem como objetivo identificar autores de crimes de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes praticados na internet.

Os policiais cumprem 176 mandados de busca e apreensão no Brasil e em mais cinco países: Argentina, Estados Unidos, Paraguai, Panamá e Equador.

No Brasil, a operação conta com a participação da Polícia Civil de 18 estados: São Paulo, Rio de Janeiro, Pará, Espírito Santo, Rondônia, Mato Grosso, Paraná, Ceará, Goiás, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina, Rio Grande do Norte, Alagoas, Piauí, Bahia, Maranhão, Rio Grande do Sul e Amazonas, além de agentes de aplicação da lei dos países envolvidos. (Via: Agência Brasil)

Delegado morreu nesta terça-feira durante um procedimento cirúrgico (Foto: Reprodução)

Morreu nesta terça-feira (8), o delegado da Polícia Civil, George Wellington. O delegado era cardiopata e se submeteu a uma cirurgia no coração, na cidade de Aracajú, Sergipe. 

De acordo com informações, o delegado já havia se submetido a outras cirurgias. Nesta terça-feira (08), ele não resistiu a intervenção e morreu. 

George Wellington foi delegado seccional de Cajazeiras de 2014 a 2018. Em seguida, foi transferido para a Superintendência da cidade de Patos.

Não há informações sobre o velório e enterro do delegado.

Pernambuco recebeu, nesta terça-feira (08.06), a maior remessa de vacinas da Pfizer/BioNTech já enviada ao Estado até o momento. O novo lote, com 99.450 doses, chegou ao Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes – Gilberto Freyre por volta das 20h, e seguiu para a central do Programa  Nacional de Imunização (PNI-PE), de onde será enviado para as 12 Gerências Regionais de Saúde do Estado (Geres), possibilitando o avanço na vacinação da população de todas as cidades pernambucanas.
“Essa nova remessa do imunizante da Pfizer, a maior de todas até agora, será essencial para avançarmos com mais celeridade na vacinação do grupo prioritário de pessoas com comorbidades e também para darmos continuidade à imunização dos profissionais das nossas forças de segurança e salvamento”, afirmou o governador Paulo Câmara.
O secretário estadual de Saúde, André Longo, lembrou a pactuação feita com os municípios para assegurar o avanço da campanha de vacinação para os demais grupos prioritários, além dos adultos entre 50 e 59 anos. Mas observou que dependerá da disponibilidade de doses e da realidade de cada município. “Lembro também que as cidades precisam ficar atentas para fazer busca ativa e proteger todos aqueles inclusos nos grupos prioritários anteriormente contemplados, como as gestantes e puérperas e as pessoas com comorbidades”, alertou Longo.
O novo quantitativo da Pfizer será conferido e dividido para cada cidade e encaminhado, ainda na madrugada desta quarta-feira (09.06) às Geres, onde ficarão à disposição para retirada pelos gestores municipais. Conforme aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), as vacinas da Pfizer devem ser armazenadas, nas redes de frio municipais, em temperatura entre + 2 C° e 8 C° por até 31 dias. Anteriormente, o preconizado era apenas por cinco dias nessa temperatura.
Com esta quinta remessa de vacinas da Pfizer, Pernambuco totaliza 4.369.350 doses recebidas para imunização contra a Covid-19. Desse total, 2.169.170 são da Astrazeneca/Oxford/Fiocruz, 1.959.160 da Coronavac/Butantan e 241.020 unidades da Pfizer/BioNTech.

Dólar é cotado a R$ 5,0349 nesta manhã de quarta-feira

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 6,13 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 6,4359.

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. (Foto: Reprodução)

O valor do dólar na manhã desta quarta-feira (09), está cotado no valor de R$ 5,0349. Já o valor do dólar para o turismo está sendo cotado a R$ 5,2224.

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 6,13 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 6,4359.  

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. O dólar é usado tanto em reservas internacionais como em livre circulação.

O Portal ClickPB apura de segunda à sexta-feira a cotação do dólar e euro.

Vice-campeã do MasterChef 1, Helena Manosso morre vítima de infecção

A cozinheira lutava contra uma infecção generalizada no sistema digestivo (Foto: Band/Divulgação)

Helena Manosso, conhecida por sua participação no reality culinário Masterchef Brasil, morreu nesta terça-feira (8) aos 51 anos. Segundo o Portal UOL, o óbito foi ocasionado por uma infecção generalizada no sistema digestivo.

Além de excelente cozinheira, Helena era engenheira química e disputou ao prêmio de melhor Chef amador do Brasil ao lado de seu marido, Lucio Manosso. Muito querida pelo público, Helena foi vice-campeã da edição, perdendo a última prova para Elisa Fernandes, que se sagrou campeã.

De acordo com o viúvo, a esposa vinha lutando contra o problema há algum tempo: “Ela estava lutando contra essa doença há mais ou menos seis meses. É difícil”, desabafou Lucio. A família já velou o corpo da cozinheira e o mesmo será cremado no crematório da Vila Alpina.

Câmara aprova medidas de auxílio a agricultores familiares

A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (08) um projeto de lei que prevê medidas de socorro a agricultores familiares e a trabalhadores rurais que se encontram em situação de pobreza e de extrema pobreza, excluídos os benefícios previdenciários rurais. A matéria segue para o Senado.

Com o objetivo de apoiar a atividade produtiva durante a pandemia de covid-19, a proposta cria o Fomento Emergencial de Inclusão Produtiva Rural, destinado a agricultores familiares em situação de pobreza e extrema pobreza durante a pandemia. Para receber o benefício no valor de R$ 2,5 mil (ou R$ 3 mil em caso de família monoparental) em parcela única, o agricultor terá de se comprometer a implantar todas as etapas de projeto simplificado de estruturação de unidade produtiva familiar, a ser elaborado por serviço de assistência técnica e extensão rural.

As medidas para diminuir o impacto socioeconômico da covid-19 devem ser adotadas até 31 de dezembro de 2022. O texto inclui agricultores e empreendedores familiares, os pescadores, os extrativistas, os silvicultores e os aquicultores.

O texto prevê até R$ 3.500 quando o projeto de estruturação contemplar implementação de fossas sépticas, cisternas ou outras tecnologias de acesso à água para consumo e produção de alimentos. 

Os interessados contarão com ajuda do Serviço de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) para elaborar um projeto simplificado de estruturação da unidade produtiva familiar. Segundo o projeto, o acesso ao crédito dependerá de projeto simplificado de crédito elaborado por entidade de assistência técnica e extensão rural sob coordenação da Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater).

A proposta permite ao Conselho Monetário Nacional (CMN) criar linhas de crédito para agricultores familiares e pequenos produtores de leite com taxa de 0 % ao ano, dez anos para pagar e carência de cinco anos incluída nesse tempo. Os interessados terão até 31 de julho de 2022 para pedir o empréstimo, podendo usar até 20% do valor obtido para a manutenção da família.

Em caso de quitação em dia, há previsão de desconto de R$ 300 das parcelas, a ser aplicado no início dos pagamentos, mais bônus de 20% de adimplência para contratos firmados por mulheres trabalhadoras rurais.

 

UOL, em Brasília

Polícia Federal (PF) indicou a primeira-dama, Michelle Bolsonaro , como uma das integrantes do ” gabinete do ódio “. Segundo a PF, ela administraria contas falsas no Instagram para disseminar mensagens de apoio ao marido.

A investigação busca revelar as ligações dos filhos de Jair Bolsonaro com mobilizações que “incitam parcela da população à subversão da ordem política” entre 2018 e 2020.

michelle

Imagem: Reprodução da PF

Na listagem da PF, segundo reportagem do portal Uol, Michelle Bolsonaro aparece como proprietária das contas Bolsonaronews no Instagram, enquanto Tércio Arnaud Tomaz , assessor da Presidência da República no chamado “gabinete do ódio”, é indicado como proprietário das contas Bolsonaronews no Facebook.

Tércio era recepcionista de hotel, no Rio de Janeiro, quando foi selecionado pelo Planalto para assessorar a Presidência. Um dos motivos seria o dele ser o administrador de páginas favoráveis ao presidente no Facebook.

A investigação apontou, até o momento, 1.045 acessos de contas inautênticas, identificadas e derrubadas pelo Facebook há quase um ano partiram de órgãos públicos, sendo 408 de dentro da Presidência da República e 15 do Comando da 1ª Brigada da Artilharia Antiaérea.

Continua após a publicidade

No conteúdo das publicações haviam ataques ao Supremo Tribunal Federal (STF) e ao Congresso Nacional, além de mensagem em suporte à Presidência. 

Apesar do pedido de arquivamento da Procuradoria-Geral da República (PGR), o ministro do STF Alexandre de Moraes deve manter o inquérito em andamento.

Protesto aconteceu na manhã desta terça-feira (08). (Foto: Divulgação)

Os proprietários de academias e profissionais de educação física protestaram na manhã desta terça-feira (08), no município de Patos, no Sertão paraibano. A mobilização ocorreu por conta do decreto que determina o fechamento das academias e proibição das atividades em virtude do aumento do aumento de casos de Covid-19.

Por volta das 9h, vários deles se reuniram na frente da Prefeitura Municipal de Patos para tentar falar com um representante do governo municipal. Uma das participantes da mobilização contou ao ClickPB que o protesto tinha por objetivo pedir a abertura das academias. “Estávamos reivindicando nossos direitos de trabalhar”, comentou uma dona de academia, mas preferiu não se identificar. 

Segundo ela, os profissionais estão proibidos também de exercer a atividade nas praças. Pouco tempo depois, um grupo foi recebido por representante da Prefeitura Municipal. A gestão ficou de ver os números de casos e da ocupação nos leitos dos hospitais, mas enquanto isso, as academias permanecem fechadas. 

O decreto municipal de Patos foi publicado no último domingo (06). Lá ficou determinado o fechamento de todo comércio no fim de semana, inclusive supermercados, shoppings, feira livre e mercados municipais. Além disso, toque de recolher das 22h às 5h. Também está proibida a venda de bebidas alcoólicas no período de 07 à 14 de junho. As medidas valem até 18 de junho.

 

Prefeitura de Campina Grande paga primeira parcela do 13º nestas quarta e quinta-feira

O total de recursos na economia local ultrapassa os R$ 16 milhões num período de 48 horas.

Folhas de pagamento em Campina Grande vão injetar R$ 16 milhões na economia (Foto: Reprodução)

O prefeito Bruno Cunha Lima anunciou, na manhã desta terça-feira (8), o pagamento de duas folhas nos próximos dois dias. Nesta quarta-feira (9), será a vez dos prestadores de serviços da Prefeitura de Campina Grande. No dia seguinte, a quinta, serão contemplados com a quitação da primeira parceria do 13º Salário os servidores efetivos, comissionados e inativos do Município. O total de recursos na economia local ultrapassa os R$ 16 milhões num período de 48 horas.

A folha dos prestadores de serviços corresponde à transferência para as contas dos servidores de R$ 3,5 milhões. Para a quitação do 13º, só no caso do Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Campina Grande (Ipsem), o desembolso de recursos para contemplar os aposentados e pensionistas é da ordem de R$ 5,2 milhões. Outros R$ 7,7 milhões dizem respeito à parcela parcial do 13º de comissionados e efetivos.

De acordo com o secretário Gustavo Braga, das Finanças, o pagamento da primeira parcela do 13º Salário termina sendo uma conquista importante neste momento de difícil crise econômica agravada pela pandemia. Ao mesmo tempo, evidencia um resultado também positivo em relação à gestão financeira que vem sendo realizada desde o início da gestão, no sentido de racionalizar os custos com a máquina.

Para o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Carlos Botelho, o incremento da primeira parcela do 13º dos salários dos servidores municipais é uma boa notícia, sem dúvidas, em meio a um momento tão tumultuado para os setores produtivos, principalmente o comércio do Município.

Depois de o Tribunal de Contas da União (TCU) emitir uma nota nesta segunda-feira (07) desmentindo o presidente Jair Bolsonaro sobre uma informação falsa compartilhada com seus apoiadores no mesmo dia em frente ao Palácio do Planalto, o chefe do Executivo voltou atrás nesta terça-feira (08). 

Bolsonaro afirmou que “em torno de 50% dos óbitos por Covid” teriam sido registrados de forma incorreta no ano passado e que os dados eram do TCU.

“Pessoal, dá licença aqui só para explicar um negócio. A questão do equívoco, eu e o TCU ontem. O TCU está certo […] A tabela quem fez fui eu, não foi o TCU. Então o TCU acertou em falar que a tabela não é deles”, disse. 

O presidente, no entanto, insistiu que há exagero nas notificações de óbitos por Covid-19. Acrescentou ainda que a Controladoria-Geral da União (CGU) investigará estados que teriam praticado subnotificação de casos.

Vídeo:

 blogmarcosmontinely

Afogados: motoristas do transporte escolar recebem auxílio emergencial municipal

Com a suspensão das aulas remotas na rede municipal de ensino, a categoria dos motoristas que fazem o transporte escolar foi uma das mais atingidas pela pandemia. 

Alguns tiveram suas atividades retomadas quando do início das aulas na rede pública estadual, uma vez que suas rotas voltaram a ser reativadas. Mas um grupo de 12 motoristas estão, desde o início da pandemia, com as atividades paralisadas. 

Para esses, o Governo Municipal iniciou a liberação de um auxílio emergencial no valor mensal de R$ 350,00, durante os próximos três meses, até julho. 

A entrega dos primeiros cheques foi feita nesta segunda (7), pelo prefeito Alessandro Palmeira e pela secretária Municipal de Educação, Wivianne Fonseca. 

“Essa tem sido, junto com os artistas, uma das categorias mais atingidas pelos efeitos nefastos dessa pandemia, sobretudo porque suas atividades estão paralisadas desde o ano passado. Essa é uma ação emergencial que visa minimizar as dificuldades pelas quais esses profissionais estão passando,” afirmou o Prefeito Alessandro Palmeira. 

Segundo a Secretária de Educação, Wivianne Fonseca, o esforço do Governo Municipal em assegurar o auxílio emergencial aos motoristas do transporte escolar vem do reconhecimento de como esse serviço colabora, de maneira significativa, na garantia do direito à escola e à aprendizagem para muitos estudantes afogadenses.

 

 

Presidente da França é agredido com tapa no rosto

 (Foto: Reprodução)

Um homem deu um tapa no presidente francês Emmanuel Macron durante uma visita à cidade de Tain-l’Hermitage (sudeste), informou nesta terça-feira (8) à AFP a equipe do chefe de Estado, confirmando a autenticidade de imagens que circulam nas redes sociais.
De acordo com um vídeo postado no Twitter, Macron se aproxima de um grupo de pessoas e fala com um homem, que agarra seu antebraço e parece dar um tapa nele. A equipe do presidente evocou “uma tentativa de agressão”.
No mesmo vídeo, pouco antes do incidente, é possível ouvir grito de guerra monarquista “Montjoie Saint Denis!” e também “Abaixo a macronia!”
Duas pessoas foram detidas, informou a prefeitura.
“O homem que tentou agredir o presidente e outro indivíduo estão sendo interrogados pela brigada da gendarmaria de Tain-L’Hermitage”, disse a prefeitura sem dar qualquer informação sobre sua identidade.
“Por volta das 13h15 (8h15 de Brasília), o presidente entrou em seu carro após uma visita a uma escola secundária e saiu porque as pessoas presentes o chamavam. Ele foi em direção a elas e nesse momento ocorreu o incidente”, explicou a prefeitura.
O presidente continuou com a visita, segundo fontes da presidência. 
O primeiro-ministro Jean Castex tomou a palavra na Assembleia Nacional para condenar a tentativa de agressão.
“A política não pode ser a violência, a agressão verbal e menos ainda a agressão física”, disse Castex.
Os líderes da oposição também condenaram o ataque. 
“É inadmissível agredir fisicamente o presidente da República, os líderes políticos, mas ainda mais o presidente”, declarou Marine Le Pen, candidata de extrema direita à presidência.
“Me solidarizo com o presidente”, disse o candidato presidencial de esquerda Jean-Luc Mélenchon em sua conta no Twitter.

Camila Pitanga será julgada pelo TRE-RJ por ter declarado voto na internet

A ação foi movida pelo Ministério Público. Em decisão em primeira instância, o juízo eleitoral entendeu que não houve crime de boca de urna.

A atriz Camila Pitanga, 43 (Foto: Reprodução)

 A atriz Camila Pitanga, 43, será julgada pelo TRE (Tribunal Regional Eleitoral) do Rio de Janeiro por causa de postagem nas redes sociais no primeiro turno das eleições de 2020. Na ocasião, ela declarou que votaria em Benedita da Silva, sua madrasta, para prefeita da cidade.

Agora, a Justiça vai analisar se houve crime eleitoral. A ação foi movida pelo Ministério Público. Em decisão em primeira instância, o juízo eleitoral entendeu que não houve crime de boca de urna.

Porém, o Ministério Público recorreu e agora o recurso está sob a relatoria da desembargadora eleitoral Alessandra Bilac. Segundo o TRE-RJ, ainda não há data para o julgamento desse recurso. Procurada, a atriz Camila Pitanga não respondeu as solicitações até a publicação deste texto.

Nas eleições do ano passado, Eduardo Paes (DEM) foi eleito o novo prefeito do Rio de Janeiro com 37,01% dos votos válidos. Benedita da Silva (PT) ficou em quarto lugar com 11,27% dos votos.

Em junho de 2006, a atriz também revelou de forma antecipada para quem iria seu voto na eleição presidencial daquele ano. Capa da revista UMA, Pitanga afirmou que votaria em Lula.

“Não me sinto apta para discorrer sobre o momento político, pois estou aturdida com tudo o que tem ocorrido. Votarei de novo no Lula, sem a inocência de antes”, disse ela à publicação.

Soldado do Exército é baleado na cabeça e motorista morre durante assalto a ônibus em Jaboatão

 (Reprodução/Mídias Sociais)

Um motorista de 41 anos morreu e um soldado do Exército de 20 anos foi atingido por um disparo de arma de fogo na cabeça, durante um assalto dentro de um ônibus na Estrada Eixo da Integração, no bairro de Marcos Freire, em Jaboatão dos Guararapes, Região Metropolitana, na noite da segunda-feira (7). A Polícia Civil (PCPE), informou que está investigando o crime como um latrocínio, que é o roubo seguido de morte. A Urbana-PE, Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros, informou que as filmagens das câmeras do veículo foram encaminhadas às autoridades.

De acordo com informações, três criminosos anunciaram o assalto ao ônibus da empresa Viação Miriam, da linha 405, que fazia o trajeto Jaboatão/Piedade, quando o soldado, teria tentado segurar a arma de fogo de um dos criminosos. Segundo a Polícia Militar, que foi acionada para a ocorrência, o rapaz ficou em estado grave. O soldado, identificado como Luan Odênio de Lira Silva, foi socorrido para a UPA de Lagoa Encantada, na Zona Sul do Recife, e posteriormente transferido para o Hospital da Restauração (HR), no Derby, Área Central.

O motorista identificado como Gilberto Joaquim de Santana, segundo a Polícia Civil, foi alvejado com um disparo de arma de fogo, e morreu no local. Ele não estava dirigindo o ônibus no momento do assalto. A PCPE informou que o condutor do ônibus, o cobrador e alguns passageiros do ônibus fugiram do coletivo para tentar escapar do assalto.

Em nota a PMPE, ressaltou que o policiamento na localidade é feito através de Guarnições Táticas e Motopatrulheiros que contam com o apoio do Grupo de Apoio Tático Itinerante (GATI) e operações Zodíaco e Hexágono, além do BPRV e equipe de inteligência e malhas da lei da unidade. “Desde ontem a Polícia Militar, juntamente com a Polícia Civil, estão trabalhando na captura dos suspeitos”. A PCPE, disse que as investigações seguirão até a completa elucidação dos crimes.

Também em nota a Urbana-PE informou: “A Viação Mirim se solidariza com a família e os amigos das vítimas de um assalto ocorrido em um ônibus da linha 405 – Jaboatão/ Piedade na noite desta segunda-feira (7). A empresa informa que está contribuindo com a investigação policial e que as filmagens das quatro câmeras do veículo já foram encaminhadas às autoridades competentes”.

Sigilo do inquérito dos atos antidemocráticos é retirada pelo ministro do STF Alexandre de Moraes

ALEXANDRE DE MORAES ARARIPINA EM FOCO
ALEXANDRE DE MORAES ARARIPINA EM FOCO

O ministro Alexandre de Moraes do Supremo Tribunal Federal (STF), retirou nesta segunda-feira (07) o sigilo do inquérito dos atos antidemocráticos, que ocorria até então em segredo de justiça.

O inquérito investiga a organização e o financiamento de manifestações que, no ano passado, foram às ruas para defender causas antidemocráticas e inconstitucionais, como o fechamento do Congresso e do STF, e a adoção de um novo AI-5, o ato mais repressor da ditadura militar.

Blogueiros e parlamentares bolsonaristas são investigados no inquérito. A investigação foi aberta em 2020, a pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR). Moraes é o relator.

Queiroga diz insistir para Bolsonaro usar máscara: ‘Não sou censor do presidente’

 (Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado)

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que insiste com o presidente Jair Bolsonaro para adoção de medidas não farmacológicas, como uso de máscara de proteção individual e não promoção de aglomerações. Ele respondeu afirmativamente ao ser questionado na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19 pelo senador Rogério Carvalho (PT-SE), na manhã desta terça-feira (8).
“O compromisso é individual, o benefício é de todos. Reitero: o médico tem obrigação de meios, não de resultados. E o meu meio é a minha voz, e a usarei. Isso não quer dizer que eu vou conseguir”, disse Queiroga. O ministro foi questionado em diversos momentos pelo relator Renan Calheiros (MDB-AL) sobre o fato de o presidente não cumprir as medidas orientadas pela própria da Saúde e especialistas, como adoção de máscara e distancimento social.
Queiroga frisou que trata-se de uma questão individual, mas que ele sempre orienta as autoridades do governo. “Sou ministro da Saúde, não sou censor do presidente da República. Faço parte de um governo, presidente não é julgado pelo ministro da Saúde. As recomendações sanitárias estão postas, cabe a todos aderir a essas recomendações. Primeira atitude minha foi editar uma portaria para obrigar o uso de máscara no Ministério da Saúde”, disse.
Juízo de valor
O ministro afirmou que ele sempre está de máscara, e questionado se orienta o presidente disse que “evidente que sim”. “Mas isso é um ato individual. As imagens falam por si só. Estou como ministro para ajudar o meu país, esse é meu objetivo, e não vou fazer juízo de valor sobre a conduta do presidente”, afirmou. Perguntado por Calheiros, novamente, disse que já conversou com o presidente sobre o assunto e que quando está na sua presença, Bolsonaro usa máscara.
O presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM) interveio, dizendo que a situação é constrangedora. “Como pode se fazer uma política dentro do Ministério da Saúde se o principal personalidade do Brasil não lhe ouve?”, afirmou. “Procuro fazer a minha parte. Estou certo de que essa pandemia se enfrenta com a vacinação. Uso das medidas não farmacológicas são importantes, mas a vacinação, nós temos que perseguir. É o cerne da política no Ministério da Saúde. Em relação à conduta do presidente, peço vênias para não fazer juízo de valor, porque não compete ao ministro da saúde, respondeu o ministro.

Acusada pelo Ministério Público de mandar matar o seu marido, a deputada federal Flordelis (PSD-RJ) será julgada nesta terça-feira (08) pelo Conselho de Ética.

Na avaliação do relator do caso, Alexandre Leite (DEM), sobram motivos para a cassação da deputada. Segundo ele, Flordelis abusou das prerrogativas constitucionais e tentou fraudar os trabalhos da Casa para mudar o resultado da decisão do Conselho.

O demista acrescenta que a deputada mentiu sobre a compra da arma do crime e tentou culpar os filhos pela morte de Anderson do Carmo, assassinado a tiros na frente de sua casa, em 2019.

Flordelis nega o crime e garante que segue com a “consciência limpa”. Ela alega que o relator ignorou as “testemunhas de defesa” e se baseia apenas na trama dos delegados.

Blog: marcosmontinely

Quatro deputados baianos compõem o Conselho de Ética que vota a cassação da parlamentar e define o seu futuro: Márcio Marinho (Republicanos), Marcelo Nilo (PSB), Paulo Azi (DEM) e Cacá Leão (PP).

Carro roubado há um mês no Recife é recuperado na BR 116, em Cabrobó

 (PRF/Divulgação)

Um carro que havia sido roubado no dia 7 de maio no bairro da Imbiribeira, na Zona Sul do Recife, foi recuperado na segunda-feira (7), na BR-116, em Cabrobó, no Sertão de Pernambuco. O motorista do veículo, de 39 anos, foi detido durante uma fiscalização da Polícia Rodoviária Federal (PRF). O veículo portava placas clonadas e possuía sinais de adulteração.

Policiais realizavam uma fiscalização no Km 66 da rodovia, quando abordaram um carro com placas de Recife. Em consulta, foi descoberto que o veículo portava placas clonadas, possuía sinais de adulteração e havia sido roubado há um mês.

O motorista informou que havia pego o veículo emprestado com um colega de trabalho e não sabia da irregularidade. Ele foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Cabrobó, que irá investigar o caso.

PF prende duas pessoas em PE por tentarem invadir site do STF; terceiro alvo de Belém do São Francisco está foragido

A Polícia Federal (PF) deflagrou, na manhã desta terça-feira (08), a operação Leet, que mira uma organização criminosa suspeita de envolvimento em ataques cibernéticos ao Supremo Tribunal Federal (STF).

As ordem foram expedidas pelo ministro Alexandre de Moraes.

A tentativa de invasão ao site do Supremo ocorreu em maio, mas foi contida ainda em andamento, sem danos a processos e informações sigilosas, segundo a Corte. Desde então, a Polícia Federal abriu investigação sobre o caso.

Foram cumpridos um mandado de prisão em Olinda e outro em Jaboatão dos Guararapes. Em Belém de São Francisco, o suspeito alvo de um mandado de prisão não foi encontrado até o momento.

Com os presos, foram apreendidos materiais de informática que serão encaminhados para a coordenação da operação em Brasília.

Os presos ficarão no Cotel (Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna) à disposição da Justiça.

Além disso, são cumpridos cinco mandados de busca e apreensão nessas cidades de Pernambuco, em Itumbiara, em Goiás, e em Bragança Paulista, no interior de São Paulo.

“No curso do Inquérito Policial foram identificados os endereços de onde partiram os ataques, bem como as pessoas que, de forma sistemática e organizada, praticaram os crimes ora apurados”, informa a PF.

O termo Leet, que denomina a operação, também conhecido como eleet ou leetspeak, é uma alternativa ao alfabeto inicialmente usado para o idioma inglês, empregado principalmente na internet. “Ele se utiliza de várias combinações de caracteres ASCII para substituir letras do alfabeto latino. É usado como um adjetivo para descrever proeza formidável ou realização, especialmente nas áreas de jogos on-line e em sua forma original, usada por hackers de computador”, afirma a Polícia Federal.

Sobe para 16 número de PMs afastados após operação para dispersar protesto contra Bolsonaro no Recife

Durante coletiva de imprensa realizada na tarde desta segunda-feira (07), o secretário de Defesa Social, Humberto Freire, e o comandante geral da Polícia Militar de Pernambuco (PMPE), Roberto Santana, atualizaram o andamento das investigações e detalharam a sequência de fatos ocorridos no Centro do Recife, durante a dispersão do protesto do dia 29 de maio. Os gestores informaram que mais oito policiais militares foram afastados, elevando o total para 16, sendo três oficiais e 13 praças.

Humberto Freire apresentou uma linha do tempo que vai das 9h30 do dia 29 de maio, quando chega a primeira informação da Inteligência da SDS sobre o início da concentração de manifestantes na Praça do Derby, até 12h36 do mesmo dia, quando há a determinação para que a dispersão realizada pelo BPChoque seja encerrada.

“A cronologia dos fatos mostra que não houve nenhuma ordem externa para que se atirasse em manifestantes ou houvesse uso de violência. Houve ordens, inicialmente para que se reforçasse o policiamento para acompanhamento, para que se negociasse a não realização da manifestação, em cumprimento a decreto governamental de prevenção à Covid-19 e recomendação do Ministério Público. A ação que se executou no terreno, e seus infelizes desdobramentos, são alvos de investigação profunda por parte de quatro órgãos: Corregedoria-Geral, Ministério Público e as polícias Civil e Militar. Não seremos condescendentes com más práticas e buscaremos, acima de tudo, a verdade dos fatos. Já temos 16 policiais afastados e as investigações estão avançando, com a determinação da SDS pelo compartilhamento de informações, de modo a otimizar e acelerar os esforços“, declarou.

Já o comandante geral da PMPE reforçou que a corporação é treinada e orientada para proteger a população e o patrimônio. “Todos os policiais que estavam fazendo uso de armas longas foram afastados e estão sendo investigadas a conduta e a motivação de não terem sido seguidos os protocolos“, informou o comandante da Polícia Militar, coronel PM Roberto Santana.

Sites de veículos de comunicação saem temporariamente do ar em todo o mundo

Página do New York Times sem serviço após uma pane no sistema de distribuição de conteúdo Fastly. Sites voltaram ao normal após uma hora. (Foto: GEMA GARCÍA)

Sites de importantes veículos de comunicação de diferentes lugares do mundo saíram do ar temporariamente na manhã desta terça-feira (8), como “The New York Times”, “Le Monde”, “The Guardian”, “Financial Times” e “CNN”. Parte deles já havia voltado ao normal ainda no início da manhã. O problema foi identificado por um provedor de serviços de internet que fica nos Estados Unidos (leia mais abaixo).

Ao tentar acessar as páginas desses meios de comunicação, os usuários encontravam mensagens indicando que o serviço não estava disponível ou que havia erro de conexão.

As mensagens mais comuns eram “Error 503 Service Unavailable” (“Erro 503 serviço não disponível”, em tradução literal) e “connection failure” (“falha de conexão”) (veja na imagem abaixo). Este tipo de erro indica que o servidor não está respondendo às solicitações, devido, por exemplo, a manutenções ou pelo fato de estar sobrecarregado com o volume de acessos.

Site do jornal britânico “Financial Times” fora do ar na manhã desta terça (8) — Foto: Reprodução/ft.com

Site do governo britânico, Reddit e Twitch

O site do governo britânico também chegou a ficar fora do ar, assim como o Reddit e o Twitch.

Por volta das 8h, algumas páginas já haviam voltado a funcionar.

Outras páginas de veículos importantes, como “BBC”, “Washington Post”, “El País” e “Al Jazeera” funcionaram normalmente, sem qualquer falha ou interrupção. Os principais sites do Brasil também não foram afetados.

Problema identificado

O Down Detector, site especializado na detecção de falhas desse tipo, apontou que o erro tem origem na Fastly, provedor de serviços de computação na nuvem baseado nos Estados Unidos. A chamada nuvem armazena arquivos na própria internet, sem uma entidade física específica, mas por meio de uma rede de servidores com vários computadores espalhados pelo mundo.

A Fastly reconheceu que sua rede de distribuição de conteúdo era a causa do problema. A empresa é um provedor que ajuda a melhorar o tempo de carregamento de sites. Seus serviços incluem uma grande rede de servidores global projetada para reduzir sobrecargas de tráfego que podem derrubar sites, com uma “nuvem de ponta” que acelera o carregamento das páginas e as protege de ataques.

Em seu site, a Fastly informou que identificou o problema e o corrigiu nesta manhã. O serviço para sites e aplicativos começou a ser restaurado um pouco depois das 8h.

 

Uma tempestade de monções provocou a morte de 27 pessoas impactadas por raios no leste da Índia e feriu oito passageiros de um avião afetado por fortes turbulências, anunciaram autoridades locais nesta terça-feira (8).
“Entre as 27 pessoas mortas na segunda-feira à tarde (…) há vários agricultores que trabalhavam no campo”, disse à AFP o ministro de Gestão de Catástrofes do estado de Bengala Ocidental, Javed Ahmed Khan. A região foi afetada por tempestades na segunda-feira e algumas áreas foram destruídas, informaram as autoridades.
Durante a temporada de monções, que na Índia vai de junho a setembro, as mortes são frequentes por tempestades elétricas. Um voo entre Mumbai e Calcutá, a capital de Bengala Ocidental, foi atingido por uma tempestade no momento do pouso, informaram as autoridades. Oito passageiros ficaram feridos e quatro foram levados para o hospital.
O primeiro-ministro indiano Narendra Modi anunciou uma indenização para as famílias das vítimas e as pessoas feridas. Quase 2.900 pessoas morreram pelo impacto de raios na índia em 2019, de acordo com os últimos dados disponíveis.

Foi publicada nesta segunda-feira (7), no Diário Oficial da União, a nomeação do novo superintendente regional da Polícia Federal em Pernambuco, o delegado Daniel Grangeiro de Souza. Ele substitui a delegada Carla Patrícia Cintra Barros da Cunha, que exercia a função de chefia desde dezembro de 2019. Ela foi a primeira mulher a comandar a corporação no estado.

A mudança no comando da PF ocorre dois meses depois que a Polícia Federal, a nível nacional, passou por uma modificação. No dia 7 de abril, o delegado Paulo Maiurino foi nomeado o novo diretor-geral. No dia seguinte, ele tomou posse e anunciou alterações na equipe.

Maiurino substituiu Rolando de Souza, que estava no cargo desde maio de 2020. Ele é o terceiro diretor-geral da PF desde o início do governo Jair Bolsonaro (sem partido). A dispensa de Carla Patrícia saiu quase um mês depois que ela foi comunicada sobre a decisão.

O delegado Daniel Grangeiro de Souza estava lotado na Polícia Federal de Alagoas, antes de ser nomeado para a chefia da superintendência pernambucana. No estado vizinho, ele chefiou a Delegacia de Repressão a Crimes contra o Patrimônio e ao Tráfico de Armas.

A dispensa de Carla Patrícia da superintendência regional foi publicada junto com a exoneração dos chefes da PF no Rio Grande do Norte e do Espírito Santo.

Tanto a dispensa da antiga chefe quanto a nomeação do delegado Daniel Grangeiro de Souza foram assinados na quarta-feira, dia 2 de junho, pelo secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Márcio Nunes de Oliveira.

A assessoria de comunicação da PF em Pernambuco afirmou que o novo chefe deve tomar posse ainda nesta semana.

Perfil

O delegado Daniel Grangeiro de Souza tem 46 anos, é formado em direito e tomou posse na Polícia Federal no dia 7 de janeiro de 1997, como agente de polícia. Em fevereiro de 2003, assumiu o cargo de delegado.

Na corporação, já assumiu chefias como do Núcleo de Inteligência da da PF em Pernambuco e Alagoas, Divisão de Contrainteligência da Diretoria de Inteligência, Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado da PF em Alagoas, Grupo de Repressão a Crimes Financeiros da PF em Alagoas e a Gerência de Projetos da Diretoria de Operações da Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos do Ministério de Justiça. (Via: G1 PE)

DCIM100MEDIADJI_0020.JPG

O Porto de Suape anunciou nesta segunda-feira (7), o lançamento da Semana do Meio Ambiente do Complexo Industrial Portuário, que vai até a sexta-feira (11). De acordo com o complexo, o evento tem finalidade de unir esforços de todos os setores relacionados ao mar para promover a conscientização em busca da preservação do ecossistema marinho. A programação ocorrerá de forma virtual, através do endereço: http://www.suape.pe.gov.br/pt.

“É mais uma importante ação para celebrar a Semana do Meio Ambiente e reforçar nosso compromisso de equilíbrio entre o crescimento econômico e a preservação da natureza, incentivando as boas práticas ambientais também entre nossos parceiros”, afirma o diretor-presidente do Porto de Suape, Roberto Gusmão.

A palestra “Oceanos, cultura oceânica e o trabalho portuário”, aberta para todos os colaboradores de Suape, ocorrerá de forma virtual, das 9h às 10h desta terça-feira (8).

“O evento representará uma oportunidade para os colaboradores fazerem uma reflexão acerca dos hábitos que podem ser alterados em defesa da sustentabilidade, tanto no trabalho (enquanto portuários), quanto na vida pessoal, no sentido de contribuir para a melhoria da saúde dos oceanos”, salienta a oceanógrafa de Suape Danielle Mallmann.

No mesmo dia, eles serão convidados a assinar o termo “Eu cuido do oceano”, se comprometendo a zelar, diariamente, pela proteção do ambiente marinho. Segundo a organização, os eventos estão em consonância com a Década dos Oceanos, movimento mundial que tem a finalidade de criar as condições necessárias ao desenvolvimento sustentável, com o fortalecimento da gestão de oceanos, ilhas e costas em benefício da humanidade.

Concessão do selo

Nesta segunda-feira (7), também ocorreu o lançamento do selo anual “Amigo do Oceano” com os representantes dos terminais arrendatários do atracadouro, iniciativa que visa incentivar boas práticas ambientais nos terminais arrendatários.

De acordo com a administração de Suape, no total, serão avaliados 22 critérios que contemplam a gestão ambiental, incluindo o consumo de água e energia e práticas de combate ao lixo no mar. Ao longo desse mês, os terminais serão formalmente convidados pela administração do porto a pleitear a certificação de sustentabilidade de suas operações.

“O selo digital, com validade de um ano, será concedido aos terminais comprometidos com os cuidados com o ecossistema marinho e estuarino e com a Agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável, aprovada pela Organização das Nações Unidas (ONU), em 2015”, pontua o diretor-presidente do Porto de Suape, Roberto Gusmão.

“2021 tem um apelo importante para os oceanos, pois é o ano em que se inicia a Década dos Oceanos. Suape não poderia deixar de chamar a atenção para o tema, já que, como porto que engloba o setor público e privado, navega em direção à preservação, contribuindo para um meio aquático saudável, resiliente, seguro, sustentável e produtivo”, acrescenta o diretor de Meio Ambiente e Sustentabilidade da estatal portuária, Carlos Cavalcanti.

O resultado da concessão do selo de 2021 será divulgado em novembro e os terminais terão até agosto para encaminhar a documentação que preencha esses critérios à administração de Suape, localizado no município de Ipojuca, na Região Metropolitana.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou, nesta segunda-feira (7), 1.249 casos da Covid-19. Entre os confirmados hoje, 192 (15%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 1.057 (85%) são leves. Agora, Pernambuco totaliza 500.821 casos confirmados da doença, sendo 46.321 graves e 454.500 leves.

ÓBITOS
Também foram confirmados 65 óbitos, ocorridos entre 06/07/2020 e 05/06/2021. Com isso, o Estado totaliza 16.357 mortes pela Covid-19. Os detalhes epidemiológicos serão repassados ao longo do dia pela Secretaria Estadual de Saúde.

Auxílio Emergencial 2021: LIBERADAS as datas de pagamentos das parcelas 3 e 4

AUXÍLIO EMERGENCIAL ARARIPINA EM FOCO

No dia 20 de junho serão iniciados os pagamentos referentes a 3ª parcela do Auxílio Emergencial 2021. Por isso, trouxemos os calendários dos pagamentos referentes às parcelas 3 e 4 do Auxílio Emergencial 2021. Bem como, os calendários das respectivas parcelas para os beneficiários do Programa Bolsa Família.

Calendário da 3ª e 4ª parcela do Auxílio Emergencial 2021

 

Calendário da 3ª e 4ª parcela do Bolsa Família 2021

A decisão dos atletas deve ser comunicada juntamente com um manifesto, com críticas à forma como o evento foi organizado, em meio à pandemia de Covid-19.

Jogadores estão instisfeitos, mas devem participar da competição (foto ilustrativa) (Foto: Reprodução)

Apesar de algumas insatisfações, os jogadores da Seleção decidiram que irão disputar a Copa América, que começa no próximo domingo. O Brasil estreia diante da Venezuela, no estádio Mané Garrincha, em Brasília.

A decisão dos atletas deve ser comunicada juntamente com um manifesto, com críticas à forma como o evento foi organizado, em meio à pandemia de Covid-19. A tendência é que isso aconteça somente depois da partida contra o Paraguai, às 21h30 (de Brasília) desta terça-feira, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo.

A seleção brasileira disputará a Copa América com elenco muito parecido com o que está reunido para os jogos das Eliminatórias. Tite ainda pode chamar mais três atletas. A lista será anunciada na quarta-feira.

Desde a última segunda-feira, quando o Brasil foi anunciado como sede do torneio, antes previsto para acontecer na Argentina e na Colômbia, os jogadores da Seleção passaram a discutir um possível boicote.

O tema também foi tratado junto a líderes de outras seleções sul-americanas. A falta de consenso, porém, fez com que a ideia não prosperasse.

Os jogadores da seleção brasileira ficaram insatisfeitos sobretudo com a forma que o assunto foi tratado por Rogério Caboclo, que acabou afastado da presidência da CBF no domingo, após denúncias de assédio sexual e moral. Ele esteve na Granja Comary no domingo passado (dia 30 de maio), um dia antes do Brasil ser anunciado como sede da competição, e não falou do tema com os atletas.

Os jogadores pediram uma reunião com o cartola, o que aconteceu na quarta-feira. Na ocasião, líderes do elenco sugeriram a disputa de partidas adiadas das Eliminatórias na data em que deveria ocorrer a Copa América. Eles reforçaram que a insatisfação com o torneio não tinha relação com um desejo de ter férias.

A questão técnica também pesou para os atletas aceitarem jogar o torneio. Esta será a última oportunidade em que a seleção brasileira estará reunida por um longo período antes da Copa do Mundo do Catar, em 2022. Vale lembrar que a Copa das Confederações, que antigamente ocorria no ano anterior aos mundiais, foi extinta.

Durante esta semana em que a disputa ou não da Copa América foi debatida internamente na Seleção, as entrevistas coletivas dos jogadores foram canceladas. O único a se pronunciar foi o volante Casemiro, na saída de campo após a vitória por 2 a 0 sobre o Equador. O volante disse que todos sabiam qual era a posição dos atletas e da comissão técnica de Tite, mas não revelou qual era ela:

– Nosso posicionamento todo mundo sabe, mais claro impossível, Tite deixou claro nosso posicionamento e o que nós pensamos da Copa América. Existe respeito e uma hierarquia que temos que respeitar, e claro que queremos dar nossa posição – afirmou o volante, antes de prosseguir:

– Queremos falar. Não queremos desviar o foco, porque isso (Eliminatórias) para nós é a Copa do Mundo. Mas queremos falar, expressar a nossa opinião, se é certo ou não, cada um vai determinar, mas queremos expressar nossa opinião, sim.

Nesta quarta, os atletas e demais funcionários da Seleção que desejarem poderão se vacinar na sede da Conmebol, no Paraguai. A imunização, porém, não é obrigatória para os participantes da Copa América.

Conmebol tenta estancar sangria

Reuniões tensas entre cartolas. Confrontos políticos. Preocupações com a Covid-19. Os contornos da Copa América de 2021 – que originalmente seria realizada na Colômbia e na Argentina no ano passado – tornaram a missão da Conmebol ainda mais difícil na inesperada nova edição brasileira da tradicional competição continental. Os cartolas sul-americanos negociam até o último minuto com cada associação nacional de futebol para evitar novos sustos.

A manifestação da Associação de Futebol da Argentina no último domingo foi considerada uma vitória pela Conmebol. Ao lado da seleção brasileira, eram os argentinos quem mais tratavam da possibilidade de desistirem da competição. A Conmebol autorizou todas as seleções a decidirem se vão se concentrar na cidade em que forem atuar na Copa América ou não.

A Argentina optou por ir e voltar de Buenos Aires, para ficar no centro de treinamento de Ezeiza, ao lado do aeroporto. Todos os voos da competição serão fretados, com despesas pagas pela Conmebol. A confederação sul-americana vai gastar, pelo menos, US$ 40 milhões (R$ 200 milhões) em toda a organização – número que aumentou para atender todas as demandas num momento de crise.

Outras seleções reafirmaram seus compromissos de atuar na Copa América. A seleção do Equador já comunicou que voa para o Brasil depois da partida contra o Peru, nesta terça-feira. Havia reunião marcada para debater o tema com associação de jogadores locais, mas foi cancelada. A decisão foi por viajar para jogar a Copa América, sem mudanças de rota.

A condição de outros atletas de seleções – como dos bolivianos – também sempre foi clara em disputar a competição. A premiação original para cada participante – US$ 4 milhões – se somou à pressão de dirigentes de cada associação, que se comprometeram a controlar seus atletas.

Os resultados de novos sequenciamentos genéticos de amostras positivas para a Covid-19 apontaram que a variante P.1 do novo coronavírus é a linhagem que predomina atualmente em Pernambuco. As análises, feitas pelo Instituto Aggeu Magalhães (IAM/Fiocruz PE) e pelo Laboratório de Imunopatologia Keizo Asami (LIKA/UFPE), a pedido da Secretaria Estadual de Saúde, indicaram, ainda, que não há circulação, no momento, da cepa B.1.617, relatada inicialmente na Índia. Nesta sexta-feira (04/06), uma nova rodada de sequenciamento, com casos exclusivamente do Agreste, seguirá para que seja possível continuar analisando o perfil epidemiológico da doença na região, que vive forte aceleração da pandemia. Os resultados sairão nos próximos dias.
A predominância da variante P.1, relatada primeiramente no Amazonas, causa preocupação, especialmente no Agreste. Ela pode apontar para uma das causas da aceleração da doença na região nas últimas semanas, associada ao comportamento da população. Por sua vez, a Secretaria Estadual de Saúde tem monitorado permanentemente, através de parcerias com instituições científicas, como o Instituto Aggeu Magalhães e o Lika, a circulação do vírus em Pernambuco. O Governo de Pernambuco também solicitou apoio do Ministério da Saúde para ampliação na vigilância genômica, com agilização de sequenciamento genético de amostras da região. O Estado aguarda posicionamento do órgão federal.

Casas Bahia deve abrir loja em Afogados da Ingazeira

A informação que chega em primeira mão ao Repórter do Pajeú, Itamar França é que a Casas Bahia pode instalar uma loja física em Afogados da Ingazeira.
O local não foi divulgado com a efetiva consolidação das tratativas da empresa com o proprietário do imóvel onde a loja será instalada, mas pela posição geográfica, o prédio onde funcionou a Valério Construção certamente seria uma ótima escolha.
Se chegar a Casas Bahia, na cidade, teremos abertura de vagas de trabalho em compensação o dinheiro é tirado de circulação do município para outro local, bom lembra.  

Confira os números atualizados da pandemia em Araripina e região no sertão de PE

O município de Araripina tem 6.174 confirmações da Covid-19, com 5.885 curas e 129 mortes. Exu tem 3.414 casos da Covid-19, com 3.227 curas e 49 mortes. Ouricuri tem 2.492 registros, com 2.317 curas e 76 óbitos. Santa Cruz tem 814 registros, com 766 curas e 10 mortes.

Ipubi tem 957 casos do novo coronavírus, 717 pacientes recuperados e 52 mortes. Trindade tem 1.777 casos confirmados, com 1.630 curas e 53 óbitos. Cedro tem 1.547 casos confirmados, com 1.473 curas e 19 mortes por Covid-19.

Sertão Central

Salgueiro tem 6.163 casos , com 5.859 curas e 115 óbitos por Covid-19. O município de Parnamirim tem 1.213 casos do novo coronavírus, 1.149 pessoas recuperadas da doença e 32 mortes. Serrita tem 1.125 casos, 1.064 curas e 24 óbitos. Terra Nova tem 863 casos confirmados, 826 recuperados da doença e 10 mortes.

As equipes de fiscalização da vigilância sanitária, com o apoio da Polícia Militar, conduziram à delegacia, 25 pessoas que participavam de uma farra no povoado do São João, neste sábado.
A farra estava ocorrendo num bar conhecido como recanto do matuto. Todos os envolvidos foram conduzidos à delegacia onde foi instaurado um TCO pela autoridade policial competente.

Por volta das 16h53min deste sábado (05), GCVLI e ROCAM realizavam o patrulhamento quando foram acionados pela Central de Operações, a qual informou que a Vigilância Sanitária, orientados pelo Ministério Público de Pernambuco, estaria solicitando o apoio da Polícia Militar para diligenciar até o Sítio São João Novo – Zona Rural – Afogados da Ingazeira-PE, pois um bar estaria funcionando com aglomeração de pessoas e em desconformidade com o Decreto Estadual de n°50.778 de combate à Covid-19, o qual proíbe, dentre várias restrições, o funcionamento de bares aos finais de semana.
Ao chegar no local, o policiamento flagrou um bar, de fato, funcionando normalmente, com várias pessoas no estabelecimento (clientes), incluindo menores de idade, muitas sem máscara, sem distanciamento mínimo entre os frequentadores, consumindo, em sua maioria, bebida alcoólica.
Ao indagar o proprietário do bar, o motivo pelo qual o estabelecimento em tela estaria funcionando, ele afirmou desconhecer as normas sanitárias vigentes, bem como o Decreto Estadual de n°50.778.
O bar foi fechado e o proprietário, juntamente com todos os frequentadores (clientes), foram conduzidos e apresentados na delegacia, onde responderão a TCOs e BOCs
Azona rural de Afogados da Ingazeira tem número cada vez mais crescente de casos de covid-19, inclusive com óbitos.

Pernambuco registra caso de mucormicose em paciente que teve Covid-19

Pernambuco registrou, neste domingo (6), um caso de infecção por mucormicose, infecção popularmente conhecida como “fungo negro”, em uma paciente diagnosticada com a Covid-19.

A ocorrência, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), foi notificada pelo Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc) em uma paciente de 59 anos moradora de Casinhas, no Agreste do Estado.

A paciente teve o quadro de coronavírus confirmado em março. Em seguida, desenvolveu pneumonia bacteriana. A infecção por mucormicose foi confirmada por meio de exame histopatológico.

A SES-PE informou que notificou o Ministério da Saúde sobre o caso e investiga a possível associação com o novo coronavírus.

A paciente já está curada da Covid-19, mas no tratamento, apesar de não ter sido hospitalizada, fez uso de antibiótico e corticoides.

“Ela é diabética, hipertensa, asmática e obesa, e está internada em enfermaria no Huoc, desde a última sexta-feira (4),consciente e com quadro de saúde estável”, informou a SES-PE, em nota, neste domingo.

Antes de dar entrada no hospital universitário, a mulher passou por outros serviços, tendo, inclusive, realizado procedimento cirúrgico na região afetada, a boca.

“Ela possui fatores de risco clássicos para infecção por esse fungo e a associação com a Covid-19 ainda está sendo estudada, visto que a infecção veio a acontecer trinta dias após os sintomas da Covid e quando já estava curada. Essa paciente já está recebendo o tratamento medicamentoso, já foi submetida a uma cirurgia, que fez a maior parte da higiene cirúrgica para a retirada desse fungo”, afirma o infectologista do Huoc Tiago Ferraz.

O médico completa informado que a paciente vai ser submetida a outras investigações por imagem e reavaliações com especialistas, visto que ainda tem alguns sintomas característicos da presença desse fungo no nariz e nos seios da face.

O chefe do setor de doenças infectocontagiosas do Hospital Universitário Oswaldo Cruz, o infectologista Demetrius Montenegro, ressaltou que a doença ocorre em pessoas com baixa imunidade e que a diabetes é uma comorbidade de risco tanto para Covid-19 quanto para a infecção fungíca.

“A mucormicose é uma doença já conhecida, que ocorre em todo o mundo. Apesar da gravidade, a doença não passa de uma pessoa para outra e o diagnóstico precoce é o mais importante, para evitar a necrose dos tecidos infectados pelo fungo. A paciente continua sendo tratada e avaliada para que possamos ver a necessidade de intervenções cirúrgicas futuras”, afirmou.

A SES-PE ressaltou que nenhum dos contatos próximos ao caso da paciente de Casinhas apresentou a doença fúngica, que não representa nem risco aos familiares nem à comunidade.

Brasil

No Brasil, neste ano, já foram notificados 29 casos da mucormicose, dos quais pelo menos quatro são investigados pela associação com a Covid-19.

Mucormicose

A mucormicose é uma doença conhecida há mais de um século, causada por fungos da ordem Mucorales, que têm dezenas de espécies e que existem por toda a parte.

Assim como outros fungos potencialmente inalatórios, afeta comumente pacientes com o sistema imunológico debilitado, podendo acometer nariz e outras mucosas.

Os sintomas variam de acordo com a localização da infecção. Nos pulmões, pode haver tosse, expectoração e falta de ar. Na face e nos olhos, pode ocorrer vermelhidão intensa e inchaço.

A causa dessa enfermidade é a inalação dos esporos dessas espécies de fungo, que estão normalmente presentes no ambiente, com destaque para locais com matéria orgânica em decomposição no solo, plantas, excrementos de animais e outras.

Casos são raros, mas não são inusitados. Estão mais vulneráveis a essa doença fúngica, principalmente, os imunodeprimidos (idosos, diabéticos, pacientes oncológicos, transplantados, casos de Aids não controlada, pessoas em tratamento quimioterápico e/ou com uso de corticóides).

O tratamento para a doença depende do avanço da infecção e inclui remoção cirúrgica dos tecidos necróticos e uso de drogas antifúngicas de uso intra-hospitalar.

O diagnóstico, após a suspeita clinica, é feito com biópsia do local afetado para microscopia e cultivo.

 

Afogados: Prefeitura inicia construção de Praça no bairro Planalto

Um espaço de lazer para crianças e adultos. Este é o projeto da Praça que começou a ser construída, pela Prefeitura de Afogados da Ingazeira, no bairro Planalto. A praça era um pedido antigo dos moradores. O local será um ponto de encontro para pessoas de todas as idades.

Lucicleide Galdino e Lucineide Galdino​, irmãs gêmeas, morreram vítimas da Covid-19, em João Pessoa. (Foto: Reprodução)

Lucicleide Galdino e Lucineide Galdino, irmãs gêmeas, morreram vítimas da Covid-19, em João Pessoa. As irmãs eram moradoras do bairro Valentina, na Zona Sul da capital paraibana. 

Não há informações do intervalo de tempo da morte das irmãs, nem se elas estavam internadas em algum hospital da cidade.

Devido a causa da morte, o enterro deverá ser restrito apenas para familiares. 

 

O número de pessoas infectadas desde o início da pandemia chegou a 16.947.062. Nas últimas 24 horas, as autoridades de saúde registraram 39.637 novos casos de covid-19. O país tem ainda 1.131.372 casos ativos, em acompanhamento.

Os dados estão na atualização diária do Ministério da Saúde, divulgada na noite deste domingo (6). O balanço sistematiza as informações coletadas por secretarias estaduais de Saúde sobre casos e mortes.
O total de mortos pela doença alcançou 473.404. Entre ontem e hoje, foram confirmadas 873 novos óbitos. 
Ainda há 3.914 mortes em investigação. O termo é empregado pelas autoridades de saúde para designar casos em que um paciente morre, mas a causa segue sendo apurada mesmo após a declaração do óbito.
O número de pessoas que pegaram covid-19 e se recuperaram desde o início da pandemia é de 15.342.286, o que corresponde a 90,5% do total dos infectados pelo vírus.
Os números são em geral mais baixos aos domingos e segundas-feiras em razão da menor quantidade de funcionários das equipes de saúde para realizar a alimentação dos dados. Às terças-feiras os resultados tendem a ser maiores pelo envio dos dados acumulados.
Estados
O ranking de estados com mais mortes pela covid-19 é liderado por São Paulo (114.404). Em seguida vêm Rio de Janeiro (51.532), Minas Gerais (41.610), Rio Grande do Sul (28.795) e Paraná (27.068). Na parte de baixo da lista, com menos vidas perdidas para a pandemia, estão Roraima (1.651), Acre (1.690), Amapá (1.719), Tocantins (2.944) e Alagoas (4.859).
Vacinação
Até o momento, foram distribuídas a estados e municípios 102,9 milhões de doses de vacinas contra a covid-19. Deste total, foram aplicadas 67 milhões de doses, sendo 46,1 milhões da 1ª dose e 20,9 milhões da 2ª dose.

 Dólar é cotado a R$ 5,0341 nesta manhã de segunda-feira

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 6,13 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 6,4321.

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. (Foto: Reprodução)

O valor do dólar na manhã desta segunda-feira (07), está cotado no valor de R$ 5,0341. Já o valor do dólar para o turismo está sendo cotado a R$ 5,2541.

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 6,13 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 6,4321. 

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. O dólar é usado tanto em reservas internacionais como em livre circulação.

Espanha reabre fronteiras para turistas do mundo todo, mas Brasil fica de fora

 

“A partir desta segunda-feira (7), a Espanha reabre suas fronteiras a turistas de praticamente todos os países do mundo que tenham sido vacinados contra a Covid-19, desde que as vacinas sejam reconhecidas pela União Europeia ou pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e que a última dose tenha sido tomada com no mínimo 14 dias de antecedência. A medida, no entanto, não contempla os viajantes do Brasil. O país, ao lado da África do Sul, é considerado de ‘especial risco epidemiológico’ por causa de variantes potencialmente mais transmissíveis do vírus”, informa a jornalista Denise Menchen, da RFI.

“A decisão de permitir a entrada de pessoas imunizadas na Espanha foi anunciada pelo primeiro-ministro Pedro Sánchez em um feira de turismo realizada em Madri na segunda quinzena de maio. Na ocasião, ele afirmou que a medida valeria para cidadãos de qualquer país, o que gerou falsas expectativas em relação à liberação das viagens de brasileiros”, completa ainda Denise. (247)

Afogados amplia vacinação de trabalhadores em educação

Serão vacinados trabalhadores a partir dos 40 anos

Tem início nesta segunda-feira (7), o mutirão para intensificar a vacinação dos trabalhadores em educação de Afogados da Ingazeira. 

Serão vacinados trabalhadores a partir dos 40 anos, tendo em vista que o município recebeu pouco mais da metade da quantidade necessária para vacinar todos os profissionais. 

“A Prefeitura está solicitando ao governo do estado as doses adicionais para prosseguirmos com a vacinação dos profissionais de educação das demais faixas etárias,” destacou a secretária de educação de Afogados Wivianne Fonseca. 

A vacinação ocorrerá na quadra coberta da Escola Maria Gizelda. Confira os horários de acordo com a rede de ensino: 

Segunda – 14h às 18h – Trabalhadores em educação das rede pública municipal de ensino e rede privada. 

Terça – 8h às 12h / 14h às 18h – Trabalhadores em educação da rede pública estadual e instituições de ensinos técnico e superior (FASP, IFPE e instituições de ensino à distância).

Para se vacinar, será necessária apresentação de identidade, cartão do SUS e uma declaração da escola que atua comprovando o vínculo.

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira, através da Secretaria Municipal de Saúde, inicia nesta semana a vacinação da população de 55 anos ou mais, sem comorbidades. 

Para se vacinar, as pessoas devem se cadastrar e fazer o agendamento no site clicando aqui

A vacinação ocorrerá nas unidades básicas de saúde. No ato da vacinação, deverá ser apresentado documento de identidade com foto e comprovante de residência.

 

Rogério Caboclo é afastado da presidência da CBF após denúncia de assédio sexual e moral

 

Rogério Caboclo, momentaneamente, não é mais presidente da CBF. O dirigente foi afastado por 30 dias, neste domingo, por uma determinação da Comissão de Ética do Futebol Brasileiro, após o ge revelar que uma funcionária da entidade o acusou de assédio sexual e moral.

Ele nega todas as acusações. A CBF foi notificada da decisão e divulgou nota nesta tarde. Informou que o processo vai seguir rito sigiloso. Confira:

“A CBF informa que recebeu na tarde deste domingo, 6, decisão da Comissão de Ética do Futebol Brasileiro suspendendo temporariamente (pelo prazo inicial de 30 dias) o Presidente Rogério Caboclo do exercício de suas funções. Seguindo o Estatuto da entidade, toma posse interinamente, por critério de idade, o vice-presidente Antônio Carlos Nunes de Lima. A decisão é sigilosa e o processo tramitará perante a referida Comissão, com a finalidade de apurar a denúncia apresentada.”

O vice-presidente mais velho, Antônio Carlos Nunes, assume durante o período de afastamento. Uma reunião extraordinária entre os diretores da CBF e os oito vice-presidentes eleitos foi convocada para a manhã de segunda-feira, no Rio de Janeiro.

Pressionado por patrocinadores e outros dirigentes da confederação, Caboclo agora cuidará de sua defesa – ele afirma que nunca cometeu nenhum tipo de assédio e vai provar no processo da Comissão de Ética, criada em 2017 – e sairá de cena no momento de atrito entre comissão técnica e jogadores da seleção brasileira antes da Copa América. Tite e o grupo de atletas prometem se manifestar na terça-feira sobre a realização do torneio no país.

Afogados da Ingazeira, perdeu na manhã deste domingo (06), o empresário Aniceto Elias de Brito aos 86 anos.

Aniceto era uma dos mais antigo empresário de Afogados da Ingazeira, proprietário do famoso O BORBÃO situado na Avenida Manoel Borba.

Segundo seus familiares o corpo será velado na Plafan Velório ao lado do Cemitério São Judas Tadeu, e o seu sepultamento será na manhã desta segunda-feira (07) horário ainda para ser confirmado.

Segundo apuração do Jornal do Commercio, um documento de comunicação interna da Polícia Militar de Pernambuco (PMPE) detalha quem ordenou a dispersão e a sequência de ações do Batalhão de Choque contra os manifestantes, no último sábado (29). A ordem teria sido emitida pelo comandante geral da PMPE, Vanildo Maranhão, ao diretor adjunto da Diresp (Diretoria Integrada Especializada), coronel Lopes. Lopes, por sua vez, teria contatado o tenente-coronel Bruno Alves Benvindo, comandante do Batalhão de Choque.
O documento interno da PM foi destinado ao subcomandante do Batalhão de Choque, major Valdênio Corrêa Gondim Silva, com todos os detalhes da operação que terminou com dois civis cegos de um dos olhos. Nele há a descrição de uma ligação telefônica, às 10h20, realizada pelo comandante do Batalhão de Choque, tenente coronel Bruno Alves Benvindo. 
No contato foi informado que por determinação do coronel Lopes, diretor adjunto da Diresp, “os pelotões Alfa e Bravo deveriam ficar a postos para acionamento, pois havia a determinação do comandante geral da PMPE (Vanildo Maranhão) para fazer deslocamento para a Praça do Derby, entrar em contato com o comandante do policiamento local e realizar a dispersão de uma manifestação de militantes com aproximadamente 300 pessoas, que estavam em flagrante descumprimento ao decreto estadual sobre a covid-19”.
Ainda segundo o documento, quando a tropa de Choque chegou na praça do Derby foi realizado outro contato telefônico, desta vez para o major PM Monteiro. Ele teria informado que a determinação do comando geral da PMPE, Vanildo Maranhão, era dispersar a manifestação. Como parte do ato já seguia a caminho da Avenida Conde da Boa Vista, às 10h50, o comandante do Choque, Bruno Benvindo, informou que a pedido do diretor adjunto da Diresp, coronel Lopes, os pelotões deveriam se deslocar para a Praça do Diário. Já na Praça, a tropa seguiu para a Avenida Guararapes, às 11h10. 
“Por volta das 11h30, o capitão PM Máximo (oficial de supervisão) chegou ao local e incorporou na Tropa de Choque. Neste momento, recebi uma ligação do major Feitosa, coordenador do Copom, me informando que a determinação do comandante geral da PMPE era para que: se os manifestantes avançassem em direção à Praça do Diário, era para a Tropa de Choque realizar a dispersão via CDC, usando os meios dispostos”, consta no documento. 
Segundo a comunicação interna, manifestantes teriam ofendido os policiais, chamando-os de ‘merda e ‘fascistas’. “Diante disto, como já havia a ordem de dispersão por parte do comando geral da PMPE e a Tropa de Choque já estava hostilizada e sofrendo agressões injustificadas, iniciou-se o processo de dispersão (…) com utilização dos materiais de menor potencial ofensivo e com técnicas e táticas de Controle de Distúrbios Civis (CDC)”, relata o documento.
O coordenador do Centro de Operações da Polícia Militar (Copom) ainda teria realizado uma última ligação informando que a ordem do comandante geral da PMPE, Vanildo Maranhão, era dispersar todos os manifestantes. Três dias após a operação, o comandante pediu exoneração do cargo.
Segundo a apuração do Jornal do Commércio, o comandante Vanildo Maranhão não esteve no Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR), no sábado passado, acompanhando as câmeras da cidade em tempo real. Estavam no local o então secretário de Defesa Social de Pernambuco, Antônio de Pádua, exonerado nessa sexta-feira (4), e o agora titular da pasta, Humberto Freire. Também estavam presentes diretores da PMPE.
Até o momento, oito policiais militares estão afastados, incluindo o responsável por comandar a operação na rua. O PM que atirou no olho do arrumador de contêiner Jonas Correia de França é um dos afastados. Já o policial que fez o mesmo com o adesivador Daniel Campelo da Silva segue sem identificação.