Em 25 de junho, ele voltou a ser internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), e posteriormente transferido para Recife, onde foi obtido o diagnóstico da doença. (Foto: Reprodução)

Uma campanha de financiamento coletivo no site Vakinha foi criada por Carla Fabíola de Paula Melo, de João Pessoa, para arrecadar doações para o bebê Heitor, que sofre de Atrofia Moscilar Espinhal. A meta anunciada é de R$ 85 mil, e o arrecadado até o momento nesta quarta-feira (12) é de R$ 24.765.

A doença genética rara, também chamada de AME, foi diagnosticada no bebê em Recife, Pernambuco.

Segundo a página da campanha no site Vakinha, o bebê nascido em 8 de maio de 2020 teve de ficar na UTI Neonatal por 21 dias, até receber alta para ficar em casa com a família.

Em 25 de junho, ele voltou a ser internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), e posteriormente transferido para Recife, onde foi obtido o diagnóstico da doença.

“A expectativa da vida é muito baixa, o tratamento é caríssimo, a qualidade de vida depende muito de como o paciente evolui, e nem todo lugar sabe tratar um paciente com essa doença. Não sei o que dizer, não sei o que pensar,  estou sem chão, não existe palavra de consolo, não existe metafísica que justifique. Não consigo conversar ainda sobre isso. Talvez um dia me acostume, talvez nunca. Agradeço de coração a força, o cuidado e a dedicação dos meus amigos. Se Heitor conseguir falar algum dia, depois de “papai” e “mamãe” eu quero que ele aprenda a pronunciar a palavra: “obrigado””, diz a publicação.

Petrolina: Vinícius de Santana desincompatibiliza-se do rádio e oficializa pré-candidatura a prefeito

 

Foto: divulgação

O pré-candidato a prefeito de Petrolina (PE) pelo PCdoB, Vinícius de Santana procedeu ao encaminhamento de sua desincompatibilização mediante o protocolo de afastamento de sua função no rádio.

É que os pré-candidatos das Eleições Municipais de 2020 que porventura apresentem programas de rádio e televisão deverão se afastar das suas atividades, conforme o que é previsto pela Emenda Constitucional nº 107/2020, que adiou as eleições em razão da pandemia da Covid-19.

“Estou comunicando meu afastamento temporário do rádio porque aceitei a missão de ser pré-candidato a prefeito de Petrolina, independente de resultado estarei em breve de volta”, ressaltou Vinícius de Santana. Com informações do Blog do Edenevaldo Alves.

Estudo consegue detectar partículas de coronavírus no ar de hospital; se espalha como aerossol

Coronavírus: a família de vírus que causou a pandemia de COVID-19

Um grupo de 239 cientistas de 32 países afirmou no mês passado que partículas do novo coronavírus permanecem no ar em ambientes fechados, sendo capazes de infectar as pessoas. Agora, um estudo preliminar publicado na plataforma MedRxiv (sem revisão por pares) e desenvolvido por pesquisadores da Universidade da Flórida (EUA), parece ter confirmado a tese: o novo coronavírus pode sobreviver no ar.

O estudo mostrou que as partículas do vírus podem permanecer no ar como aerossóis fazendo com que se espalhem mais rapidamente. A transmissão por aerossol ocorre quando várias gotículas respiratórias produzem aerossóis microscópicos por evaporação, e quando uma pessoa respira, tosse, espirra ou fala. Os aerossóis contêm vírus em quantidade suficiente para causar infecção.

Aeroportos de Serra Talhada e Caruaru terão que esperar mais tempo para operar

Aeroporto em Serra Talhada estava previsto para julho o início das operações

Os aeroportos Oscar Laranjeira, em Caruaru e Santa Magalhães, em Serra Talhada, vão ter que esperar um pouco mais para começar a receber voos comerciais. Já atrasados, os serviços nos aeródromos foram impactados pela pandemia do novo coronavírus.

Em Serra Talhada, o aeroporto deveria ter começado a operar desde julho, de acordo com uma previsão do Governo de Pernambuco atualizada em novembro de 2019. Companhias aéreas que demonstraram interesse em operar voos partindo do Recife para estes municípios também seguem aguardando. A Azul, por exemplo, tem um hub na capital pernambucana e lançou nessa terça-feira (11) uma nova empresa de aviação sub-regional, chamada Azul Conecta, para voar para cidades menores.

A Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos (Seinfra) informa que os projetos dos dois terminais do interior sofreram alterações e estão sendo acompanhados de perto. Através de nota, a secretaria informou que o projeto de engenharia necessário para a contratação das obras de restruturação, divididas em duas etapas, está em andamento em Serra Talhada.

PRIVATIZAÇÃO – O Governo do Estado está avaliando ainda dois estudos técnicos que deverão subsidiar a modelagem de concessão para expansão, exploração e manutenção dos três aeródromos (Serra, Caruaru e Fernando de Noronha), em parceria com a iniciativa privada. A conclusão do processo só deve ocorrer daqui a pelo menos dois anos.

Dos sete aeródromos de Pernambuco administrados pela gestão estadual (Araripina, Arcoverde, Caruaru, Fernando de Noronha, Garanhuns, Salgueiro e Serra Talhada), apenas o da ilha recebe voos comerciais.

Serra Talhada registra 82 novos casos de covid-19

A Secretaria de Saúde de Serra Talhada informa que foram registrados 82 novos casos positivos de Covid-19 nas últimas 24h, totalizando 2.492 casos confirmados. São 44 pacientes do sexo masculino e 38 do sexo feminino, com idades entre 1 e 96 anos. .

São 76 casos suspeitos aguardando resultados de exames e 8.766 casos descartados. Quanto à evolução dos casos confirmados, são 2.094 pacientes recuperados, 355 em tratamento domiciliar, 11 em leitos de internamento e 32 óbitos.
Em relação aos profissionais de saúde contaminados, 82 estão recuperados e 24 em isolamento.
O boletim diário, portanto, fica com 2.492 casos confirmados, 76 casos suspeitos, 2.094 recuperados, 8.766 descartados e 32 óbitos.
CASOS CONFIRMADOS:
ZONA URBANA
Cohab/Tancredo Neves (184)
Bom Jesus (277)
CAGEP (64)
IPSEP (420)
Caxixola (56)
São Cristóvão (321)
Borborema (38)
Vila Bela (127)
Alto da Conceição (117)
AABB/Várzea (273)
Centro (256)
Malhada Cortada/Baixa Renda (40)
Universitário (27)
Mutirão (75)
Nossa Senhora de Fátima (06)
José Tomé de Souza (05)
ZONA RURAL
Fazenda Icós (01)
Barra do Exú (10)
Varzinha (32)
Sítio Conceição de Cima (05)
Lagoa da Pedra (01)
Caiçarinha da Penha (11)
Fazenda Juazeiro (04)
DNOCS (05)
Sítio Poço Escuro (09)
Fazenda Saco – IPA (12)
Fazenda Cacimbinha (02)
Fazenda Cajuí (08)
Sítio Bom Sucesso (20)
Vila Santa Rita (03)
Fazenda Ponta da Serra (03)
Sítio Poço Frio (01)
Serrote Branco (01)
Açude de Baixo (01)
Conceição de Baixo (05)
Fazenda Santa Terezinha (01)
Fazenda Cachoeira (01)
Fazenda Jatobá (02)
Sítio Lagartixa (02)
Sítio Barra (04)
Fazenda Nova (05)
Fazenda Alegre (01)
Malhada da Pedra (01)
Serra Grande (01)
Baixio da Carnaúba (03)
Malhada do Juá (03)
Sítio Tapera (07)
Fazenda Veneranda (01)
Sítio Juazeirinho (09)
São João dos Gaias (05)
Fazenda Cacimba Velha (02)
Fazenda Cacimba Nova (01)
Maxixeiro (02)
Jardim das Oliveiras (01)
Fazenda Saco da Roça (01)
Fazenda Jazigo (02)
Fazenda São Miguel (01)
Santana de Caiçarinha (02)
Juazeiro Grande (01)
Fazenda Ema (01)
Fazenda Carnaúba (01)
Sítio Três Passagens (01)
Assentamento Ivan Santos (01)
Fazenda Firmiano (01)
Assentamento Poço do Serrote (01)
Bernardo Vieira (01)
Sítio Serragem (01)
Sítio Cacimba de Cima (Varzinha) (01)
Sítio Boa Vista (01)
Cachoeira 2 (02)
Fazenda Salgadinho (01)

Em 1º de setembro, o nome do ministro Celso de Mello será retirado do sistema que distribui todas as ações que são protocoladas no Supremo e, depois, encaminhadas para o gabinete de algum magistrado.

Atualmente, o ministro é relator do inquérito que apura a veracidade das acusações do ex-ministro Sergio Moro de que o presidente Jair Bolsonaro tentou violar a autonomia da Polícia Federal. (Foto: Reprodução)

 O STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu, nesta quarta-feira (12), que ministros a 60 dias de suas aposentadorias não participarão do sorteio para a escolha do relator de processos.

Assim, em 1º de setembro, o nome do ministro Celso de Mello será retirado do sistema que distribui todas as ações que são protocoladas no Supremo e, depois, encaminhadas para o gabinete de algum magistrado.

Atualmente, o ministro é relator do inquérito que apura a veracidade das acusações do ex-ministro Sergio Moro de que o presidente Jair Bolsonaro tentou violar a autonomia da Polícia Federal. Decano da corte, ele sairá do STF em 1º de novembro, quando completará 75, idade da aposentadoria compulsória.

Estão ressalvados, porém, processos que tenham conexão com outros casos em curso no STF. Nessas situações, aplica-se a chamada prevenção, e o novo litígio é enviado ao ministro que já relata matéria sobre aquele tema.

O presidente da corte, ministro Dias Toffoli, destacou que a regra já existe no STJ (Superior Tribunal de Justiça). Inicialmente, Toffoli havia proposto que a retirada ficasse a critério de cada magistrado.

A sugestão de mudança veio do ministro Marco Aurélio. “O objetivo é o melhor possível: evitar que processo fique no gabinete aguardando o sucessor do ministro que se afastará”, ressaltou o magistrado, que irá se aposentar em 13 de junho do ano que vem e, portanto, estará fora do sorteio a partir de 13 de abril.

A Petrobras informou que a partir da quinta-feira (13) a gasolina vai subir 4% nas suas refinarias. Já o diesel terá um aumento de 2%, refletindo a ligeira melhora do preço do petróleo no mercado internacional.

Antes, a Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis (Abicom) havia informado que a estatal havia avisado às distribuidoras que a partir desta quinta-feira o diesel iria aumentar R$ 0,0366 o litro nas refinarias e a gasolina subiria R$ 0,0662 por litro.

A tendência é de que, já nesta quinta-feira, os preços sejam ajustados nas bombas, pois os postos aproveitam os anúncios da Petrobras para rever os valores cobrados dos consumidores. Esse movimento tão rápido vale, sobretudo, quando a estatal anuncia reajustes. 

 

 

Pernambuco chega a 107.375 confirmações e 7.049 mortes pela Covid-19

Nesta quarta-feira (12.08), dia em que se completam cinco meses da confirmação dos primeiros casos de Covid-19 em Pernambuco, o estado contabilizou mais 1.393 pacientes e 41 óbitos. Com isso, o total de casos passa a ser de 107.375, enquanto o número de mortes de pessoas com o novo coronavírus subiu para 7.049.

Dos casos confirmados nesta quarta (12), 87 são de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag). Outros 1.306 são de pacientes com quadro considerado leve, que não foram internados, já estão curados ou estão na fase final da doença. O estado passa a ter, dessa forma, 24.450 casos graves e 82.925 leves de Covid-19.

Entre as 41 mortes confirmadas nesta quarta, 18 ocorreram nos últimos três dias, sendo quatro na terça (11), dez na segunda (10) e quatro no domingo (9). Outros 23 óbitos aconteceram entre os dias 2 de maio e 8 de agosto.

 

Retransmissão é obrigatória

Decreto publicado no Diário Oficial da União desta quarta-feira (12) determina as regras sobre o horário de retransmissão obrigatória de ‘A Voz do Brasil’, programa oficial de informações dos Poderes da República pelas emissoras de radiodifusão. 

Pelo decreto, ‘A Voz do Brasil’ deverá ter o início obrigatoriamente às 19h nas emissoras de radiodifusão educativas e pelas emissoras vinculadas aos Poderes Legislativos federal, estaduais, distrital e municipais.

Já as demais emissoras, inclusive as comerciais, terão horários flexibilizados e deverão iniciar a retransmissão do programa entre as 19h e 21h de segunda a sexta-feira, com exceção de feriados. 

As emissoras de radiodifusão sonora ficam obrigadas a veicular, diariamente, às 19h, exceto aos sábados, domingos e feriados, inserção informando sobre o horário de retransmissão do programa ‘A Voz do Brasil’.

De acordo com o texto, o Ministério das Comunicações poderá, em casos excepcionais e observado o interesse público, flexibilizar ou dispensar, por tempo determinado, a retransmissão do programa. A flexibilização permite a transmissão do programa no mesmo dia, mas em horário diversos, já a dispensa, desobriga a retransmissão do programa em qualquer horário em determinado dia.

O programa oficial do governo passa informações sobre os Poderes da República. O decreto foi assinado pelo presidente Jair Bolsonaro e pelo ministro das Comunicações, Fábio Faria. 

Avó de Michelle Bolsonaro morre por Covid-19

A avó da primeira-dama Michelle Bolsonaro morreu por Covid-19, na madrugada de hoje, no Hospital Regional de Ceilândia (HRC), no Distrito Federal. Maria Aparecida Firmo Ferreira, de 80 anos, estava internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) desde o início de julho. As informações são do G1

Questionado, o Palácio do Planalto não havia comentado o falecimento da idosa até a última atualização desta reportagem. O governo federal manteve o posicionamento de não se pronunciar sobre o estado de saúde da vítima durante o tratamento médico.

Maria Aparecida foi internada no dia 1º de julho. De acordo com o prontuário médico, ela foi encontrada “por populares, na rua, caída” na região onde mora, em Ceilândia. Inicialmente, a idosa foi levada ao hospital da região, com falta de ar. No mesmo dia, ela foi encaminhada para o Hospital Regional de Santa Maria (HRSM) – a 32 quilômetros de distância – unidade onde havia vaga em UTI naquele dia.

A avó da primeira-dama permaneceu em tratamento intensivo durante toda a internação. Ela apresentou instabilidade no quadro clínico nas últimas semanas, chegando a registrar melhora por duas vezes. Na última segunda-feira (3), a paciente deixou a intubação e respirava com ajuda de máscara de oxigênio.

Nesta quarta, o Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF), que administra o Hospital de Santa Maria informou que Maria Aparecida havia sido transferida para o Hospital Regional de Ceilândia.

Governo de Pernambuco libera nesta quarta-feira internet grátis para 500 mil alunos da rede estadual

O Governo de Pernambuco confirmou nesta quarta-feira (12) que estará disponibilizando o aplicativo Conecta Aí, e irá beneficiar mais de 500 mil alunos da rede estadual de ensino.

Ainda hoje, Pernambuco oferecerá acesso grátis à internet para 30 mil professores e cinco mil alunos carentes da Universidade Federal de Pernambuco (UPE).

Com a internet, os alunos poderão acessar o material do EDUCA/PE, AVA e do Google ClassRoom, que são utilizados pelo governo para transmitir aulas virtuais. As aulas presenciais em Pernambuco estão inativas desde março deste ano

Afogados: Totonho Valadares passa bem após procedimento para implante de stends

O ex-prefeito Totonho Valadares submeteu-se com sucesso a uma angioplastia para implante de três stends no Hospital Memorial São José, Recife.

O procedimento foi considerado um sucesso pelo médico cardiologista Ricardo Brendel, também acompanhado de São Paulo pelo cardiologista Enilton Tabosa, de São Paulo, que conduziu a cirurgia no passado para implantes de pontes de safena e mamária. Totonho está acompanhado  pela esposa Ana e pela filha  Cintia Valadares.

A princípio o procedimento previa implantar um  stent na artéria da angioplastia. Mas foram implantados três (03) stents por conta do quadro de obstrução.

O procedimento durou pouco mais de uma hora. Totonho foi encaminhado por protocolo para UTI coronariana onde ficará até o final da tarde desta quinta-feira (13). Segundo o filho Toninho Valadares, que acompanhou tudo daqui, o procedimento foi considerado tranquilo. Ele deve ter alta até amanhã.

 

São José do Egito registra 20 novos casos positivos e 12 curas para covid-19

Com a implantação do inquérito epidemiológico, o Centro de Atendimento e Enfrentamento ao Covid-19 vem recebendo um maior número de pessoas. Hoje foram feitos 33 testes, já são 1.467 exames realizados desde o início da pandemia. Nas últimas 24hs, 12 pacientes encerram o tratamento e estão curados do novo Coronavírus.
Nessa quarta-feira, tivemos a confirmação de 20 novos casos da doença. Todos já estão em isolamento domiciliar, medicados e seguindo as orientações da nossa equipe multidisciplinar. Ao todo, são 38 pacientes acompanhados de casa e apenas 2 internados na UPA/COVID, ambos estão com o quadro de saúde estável.

De acordo com os dados coletados até as 20h, a média de mortes nos últimos sete dias é de 978, o que mantém uma posição de estabilidade nos dados, embora com números elevados.

Desde o início da pandemia, já são 104.201 óbitos acumulados e 3.164.785 casos confirmados no país. (Foto: Reprodução)

– O Brasil registrou 1.164 mortes por Covid-19 e 58.081 novos casos da doença nas últimas 24 horas. Com os números desta quarta-feira (12), o país acumula 104.263 óbitos e 3.170.474 infectados na pandemia do novo coronavírus.

Os dados são fruto de colaboração inédita entre Folha de S.Paulo, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são coletadas diretamente com as Secretarias de Saúde estaduais. O balanço é fechado diariamente às 20h.

Além dos dados diários do consórcio, a Folha de S.Paulo também mostra a chamada média móvel. O recurso estatístico busca dar uma visão melhor da evolução da doença, pois atenua números isolados que fujam do padrão. A média móvel é calculada somando o resultado dos últimos sete dias, dividindo por sete.

De acordo com os dados coletados até as 20h, a média de mortes nos últimos sete dias é de 978, o que mantém uma posição de estabilidade nos dados, embora com números elevados.

A média móvel de mortes das regiões mostra que o Sul é a que permanece com forte expansão da pandemia, com aumento de 15% em relação à média de 14 dias atrás. O estado com maior aumento de média móvel é Santa Catarina (61%).

No Centro-Oeste, onde o coronavírus ainda preocupa, houve crescimento de 2% na média móvel. O Sudeste, que nesta terça-feira (11) apresentou crescimento, agora tem queda de 9%.

A região Norte, onde a pandemia vinha arrefecendo, agora está estável, puxada principalmente pelo Amazonas e o Tocantins, onde o crescimento da média móvel foi de 59% e 37%, respectativamente.

O Brasil tem uma taxa de cerca de 49 mortos por 100 mil habitantes. Os Estados Unidos, que têm o maior número absoluto de mortos, e o Reino Unido, ambos à frente do Brasil na pandemia (ou seja, começaram a sofrer com o problema antes), têm 50 e 69,8 mortos para cada 100 mil habitantes, respectivamente.

O México, que ultrapassou o Reino Unido em número de mortos, tem 40,8 mortes para cada 100 mil habitantes.

Na Argentina, onde a pandemia desembarcou nove dias mais tarde que no Brasil e que seguiu uma quarentena muito mais rígida, o índice é de 11 mortes por 100 mil habitantes.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorre em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.

Segundo balanço do Ministério da Saúde divulgado nesta quarta-feira, o Brasil registrou nas últimas 24 horas 55.155 casos de contaminação pelo novo coronavírus e 1.175 mortes em decorrência da Covid-19.

Desde o início da pandemia, já são 104.201 óbitos acumulados e 3.164.785 casos confirmados no país.

Entre os estados, São Paulo ainda soma o maior número total de registros -são 655.181 casos e 25.869 mortes. Em seguida na lista, aparecem Bahia, Ceará e Rio de Janeiro.
No período, 2.309.477 pessoas se curaram da doença.

O índice de Isolamento Social foi de apenas 37,9%, considerado baixo em relação à meta de 70% e à mínima de 50%.

Até o momento, 270.004 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados. (Foto: Reprodução)

A Paraíba registrou 1.078 novos casos de Covid-19 e 25 óbitos confirmados desde a última atualização, 08 deles ocorridos nas últimas 24h. De acordo com o boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde divulgado nesta quarta-feira (12), 92.897 pessoas já contraíram a doença, 47.111 já se recuperaram e 2.071, infelizmente, faleceram. Até o momento, 270.004 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados. 

  • Casos Confirmados: 92.897
  • Casos Descartados: 108.154
  • Óbitos confirmados: 2.071
  • Casos recuperados: 47.111
  • Total de municípios: 222

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 41%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 46%. Em Campina Grande, estão ocupados 34% dos leitos de UTI adulto e no sertão, 51% dos leitos de UTI para adultos.  

O índice de Isolamento Social foi de apenas 37,9%, considerado baixo em relação à meta de 70% e à mínima de 50%. 

Os casos confirmados estão distribuídos por 222 dos 223 municípios paraibanos:

*Dados oficiais preliminares (fonte: SIM, e-sus VE e SIVEP) extraídos às 10h do dia 12/08, sujeitos a alteração por parte dos municípios.

Os 25 óbitos registrados nesta quarta ocorreram entre 10 de maio e 08 de agosto, 10 deles nas últimas 48 horas. Os pacientes tinham idade entre 22 dias e 103 anos, sendo 08 deles com menos de 65 anos. Cardiopatia e diabetes foram as comorbidades mais freqüentes. Sobre o local de ocorrência, 03 deles foram em hospitais privados e os demais em hospitais públicos.

Homem, 79 anos, residente em Arara. Portador de doença renal. Início dos sintomas em 17/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 11/08/2020. 

Mulher, 44 anos, residente em Cabedelo. Diabética. Início dos sintomas em 22/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 11/08/2020.

Homem, 81 anos, residente em Cacimba de Dentro. Hipertenso, diabético, cardiopata. Início dos sintomas em 01/08/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 10/08/2020. 

Mulher, 53 anos, residente em Campina Grande. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 09/08/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 12/08/2020.

Homem, 42 anos, residente em Catolé do Rocha. Início dos sintomas em 31/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 11/08/2020. 

Criança do sexto feminino, 1 ano, residente em Cruz do Espírito Santo. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 15/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 09/08/2020.

Mulher, 70 anos, residente em Guarabira. Hipertensa, diabética. Início dos sintomas em 09/08/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 11/08/2020.

Mulher, 82 anos, residente em Itabaiana. Hipertensa, diabética e cardiopata. Início dos sintomas em 21/05/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 29/05/2020.

Mulher, 98 anos, residente em Itatuba. Portadora de doença cromossômica. Início dos sintomas em 19/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 02/08/2020.

Homem, 46 anos, residente em João Pessoa. Diabético, cardiopata. Início dos sintomas em 06/06/2020. Foi a óbito em hospital privado no dia 21/06/2020. 

Mulher, 99 anos, residente em João Pessoa. Hipertensa, cardiopata, portadora de doença neurológica. Início dos sintomas em 05/04/2020. Foi a óbito em hospital privado no dia 10/05/2020.

Mulher, 103 anos, residente em João Pessoa. Sem comorbidades. Início dos sintomas em 20/06/2020. Foi a óbito em hospital privado no dia 15/07/2020.

Recém nascido, sexo masculino, 30 dias, residente em João Pessoa. Sem comorbidades. Início dos sintomas em 26/06/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 06/07/2020.

Recém nascido, sexo masculino, 22 dias, residente em João Pessoa. Portador de cardiopatia congênita. Início dos sintomas em 30/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 06/07/2020.

Mulher, 86 anos, residente em João Pessoa. Portadora de doença neurológica. Início dos sintomas em 14/04/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 10/05/2020.

Homem, 58 anos, residente em João Pessoa. Hipertenso, diabético. Início dos sintomas em 02/06/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 01/07/2020. 

Mulher, 46 anos, residente em João Pessoa. Portadora de doença neurológica. Início dos sintomas em 28/04/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 22/05/2020.

Mulher, 77 anos, residente em Lucena. Portadora de doença renal. Início dos sintomas em 01/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 01/08/2020.

Mulher, 78 anos, residente em Mataraca. Cardiopata. Início dos sintomas em 25/05/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 25/06/2020.

Mulher, 31 anos, residente em Pedras de Fogo. Cardiopata. Início dos sintomas em 12/05/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 16/05/2020.

Homem, 64 anos, residente em Pilõezinhos. Hipertenso, diabético. Início dos sintomas em 03/08/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 11/08/2020.

Mulher, 81 anos, residente em Pocinhos. Hipertensa, diabética. Início dos sintomas em 20/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 10/08/2020.

Homem, 81 anos, residente em São Bento. Diabético. Início dos sintomas em 28/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 12/08/2020.

Homem, 72 anos, residente em São Bento. Diabético. Início dos sintomas em 22/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 11/08/2020.

Mulher, 61 anos, residente em Sousa. Cardiopata. Início dos sintomas em 18/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 11/08/2020.

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira iniciou a entrega de kits para instalação de laboratórios de robótica nas Escolas. A distribuição teve início pelas Escolas Dom Mota e Padre Carlos Cottart, que possuem ensino integral e semi-integral, e contou com as presenças do Prefeito José Patriota, Vice, Alessandro Palmeira, Secretária de Educação, Veratânia Lacerda e gestores escolares. Outras escolas da rede municipal também receberão laboratórios de robótica. As entregas ocorrerão nos próximos dias.

Os kits contém softwares para computadores, cadernos de atividades, equipamentos de conexão USB, cabos de conexão eletrônica, placas de sistema, placas para display e peças em Lego para a criação de projetos em robótica. “Esse é um legado que ficará para além da pandemia. Quando nossos alunos puderem voltar, com segurança, às aulas presenciais, eles vão ter à disposição todo um universo novo de tecnologia, com equipamentos que irão lhes permitir entrar nesse mundo moderno e fantástico da robótica,” destacou o Prefeito José Patriota, que aproveitou para vistoriar as obras de ampliação da Escola Padre Carlos Cottart, que já conta com cinco novas salas de aula prontas e outras em execução.
Para qualificar o trabalho, a Prefeitura de Afogados irá promover uma capacitação com 65 professores, no final de agosto, para que eles possam atuar de forma ainda mais qualificada com as ferramentas que a robótica oferece.
Na Escola Dom Mota, além do laboratório, o Vice-prefeito, Alessandro Palmeira, também entregou medalhas e certificados aos alunos e alunas, do 5º e 6º ano, que se destacaram na edição do ano passado da Olimpíada Brasileira de Robótica. A Escola obteve duas medalhas de bronze (Sabrina Emanuele Costa e Heitor Amaral), três de prata (Edcarlos Silva Lima, George Lucas Queiroz e Marlene Vitória) e uma medalha de ouro, para o aluno Micael Eleaquim. “Nós só temos que agradecer o apoio dos pais, pois esse incentivo é muito importante para o desenvolvimento educacional de nossas crianças. E esse é um momento muito importante para a educação de Afogados, com entrega de medalhas aos nossos talentos, que disputaram com mais de duzentas mil crianças de todo o Brasil,” avaliou Alessandro Palmeira.

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que nesta quarta (12), foi detectado 01 caso novo para covid-19 em nosso município. O mesmo já estava em investigação e aguardava resultado do exame.
Trata-se de um paciente do sexo masculino, 31 anos, operador de máquina.
Em investigação temos os casos de 12 pacientes do sexo feminino, com idades entre 14 e 75 anos, e 09 pacientes do sexo masculino, com idades entre 01 e 48 anos.
Nesta quarta também tivemos 42 casos descartados após os pacientes apresentarem resultados negativos para covid-19.
Hoje, 04 pacientes apresentaram cura após avaliação clínica e epidemiológica. Já são 201 (82,3%) pacientes recuperados de covid-19 em nosso município. Atualmente, 36 casos estão ativos.
Hoje, o município atingiu a marca de 2.163 pessoas testadas para a covid-19.

Além do PP, o centrão reúne partidos como PL e Republicanos e ajuda a sustentar o governo em votações na Câmara, depois do racha do PSL, antigo partido do presidente da República. (Foto: Reprodução)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) — O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) decidiu trocar o líder do governo na Câmara e substituir o deputado Vitor Hugo (PSL-GO) por Ricardo Barros (PP-PR), em um novo aceno ao centrão.

Barros foi ministro da Saúde no governo de Michel Temer (MDB) e é do mesmo partido de Arthur Lira (PP-AL), que atua como líder informal do governo na Câmara.

Novo capítulo na aproximação de Bolsonaro com o centrão, a substituição já era especulada desde o fim de julho. O presidente quer dar mais espaço ao grupo político, do qual se aproximou nos últimos meses para ter apoio no Congresso.

Além do PP, o centrão reúne partidos como PL e Republicanos e ajuda a sustentar o governo em votações na Câmara, depois do racha do PSL, antigo partido do presidente da República.

O novo líder confirmou a substituição em uma rede social.

“Agradeço ao presidente Jair Bolsonaro pela confiança do convite para assumir a liderança do governo na Câmara dos Deputados com a responsabilidade de continuar o bom trabalho do líder Vitor Hugo, de quem certamente terei colaboração. Deus me ilumine nesta missão”, escreveu Barros.

O deputado Arthur Lira levou o peso do bloco para a negociação com o governo em um momento de fragilidade de Bolsonaro por causa da demora em reagir ao avanço da pandemia do coronavírus e do impacto do caso Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) que foi pivô das investigações sobre “rachadinha” na Assembleia Legislativa do Rio e que está em prisão domiciliar.

Ao apostar em Lira, o governo federal tentou, na avaliação de integrantes do Planalto, enfraquecer a liderança de Rodrigo Maia (DEM-RJ) e, de quebra, criar um cenário favorável para ter um sucessor do presidente da Câmara mais favorável à agenda bolsonarista.

Há algumas semanas, Lira mostrava resistência com uma possível indicação de Barros para a liderança do governo na Casa. Para integrantes do centrão, a escolha de um deputado experiente na articulação do governo na Câmara poderia esvaziar o poder que Lira concentrava até então.

Após a confirmação de Barros, Vitor Hugo também foi às redes para agradecer a Bolsonaro.

“Agradeço imensamente ao presidente Jair Bolsonaro pela confiança em mim depositada durante esses quase 19 meses à frente da liderança do governo na Câmara. Muitos desafios superados e grande amadurecimento. Desejo toda sorte ao novo líder Ricardo Barros, que contará com meu total apoio.”

Bolsonaro avalia recriar o Ministério da Segurança Pública e indicar Vitor Hugo para comandar a nova pasta. Para isso, o presidente quer que o Congresso vote o projeto que prevê a autonomia do Banco Central, o que retiraria o status de ministro do presidente do BC — o cargo seria destinado à nova pasta.

Com a troca na liderança, o presidente pretende também garantir votos para futuras votações de interesse do governo, como a reforma tributária, e atender a um pleito dos deputados do centrão, que têm feito pressão por uma troca na articulação política.

A avaliação é a de que, apesar de Vitor Hugo ter a confiança do presidente, ele enfrenta resistência no Legislativo e entra frequentemente em choque com o ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, responsável pela articulação política do Planalto.

A ideia é que o comando da liderança do governo sirva também como uma espécie de “test-drive” para Barros, que pode até o fim do ano ser deslocado para um cargo na Esplanada dos Ministérios.

O nome do congressista é avaliado por Bolsonaro para assumir o Ministério da Saúde após a saída do atual ministro, o general Eduardo Pazuello. O militar já disse ao presidente que, após o arrefecimento da crise da Covid-19, deixará a pasta.

A expectativa é a de que ele permaneça no posto até outubro. Para seu lugar, Bolsonaro já disse que quer um perfil semelhante ao do general. Ou seja, o de um bom gestor que não seja necessariamente médico de formação.

O centrão, bloco recriado na Câmara a partir de 2015 sob o comando de Eduardo Cunha (MDB-RJ), hoje preso em decorrência da Lava Jato, era demonizado até pouco tempo atrás por Bolsonaro e aliados, sendo tratado como a pior coisa que há na política, nas palavras do próprio presidente.

Um dos principais conselheiros de Bolsonaro, o general Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional), chegou a ensaiar uma cantoria pejorativa contra o grupo durante convenção do PSL, antes das eleições de 2018.

“Se gritar pega centrão, não fica um, meu irmão”, cantou Heleno, em cena filmada e postada nas redes sociais, comparando os parlamentares da legenda a ladrões.

Até maio, o grupo era alvo de manifestantes pró-Bolsonaro que se reúnem em frente ao Palácio da Alvorada aos domingos.

Com o apoio do bloco, o presidente pode criar uma base mínima de sustentação no Congresso que evite o prosseguimento de um possível processo de impeachment.

Após os encontros com Bolsonaro este ano, líderes dos partidos, que contam com cerca de 200 dos 513 parlamentares, se colocaram publicamente contrários ao impeachment. 

Para que seja deflagrada a tramitação de um pedido de impedimento, é preciso autorização de Rodrigo Maia, hoje adversário de Bolsonaro, mas que tem resistido a dar o aval.

Para o grupo, o presidente já cedeu cargos como a direção-geral do Dnocs (Departamento Nacional de Obras Contra as Secas), a chefia do Ministério das Comunicações e a Diretoria de Ações Educacionais do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação).

O ministro da Saúde da Rússia, Mikhail Murashko, disse que o teste imunológico mostrou eficácia e segurança.

O presidente ainda informou que uma de suas filhas foi vacinada contra a Covid-19. (Foto: Reprodução)

O presidente russo, Vladimir Putin, anunciou nesta terça-feira (11), que o país registrou a primeira vacina do mundo contra o novo coronavírus. O ministro da Saúde da Rússia, Mikhail Murashko, disse que o teste imunológico mostrou eficácia e segurança.

“Esta manhã, pela primeira vez no mundo, uma vacina contra o novo coronavírus foi registrada”, disse Putin durante uma videoconferência com integrantes do governo exibida pela televisão. “Sei que é bastante eficaz, que proporciona imunidade duradoura”, acrescentou.

O presidente ainda informou que uma de suas filhas foi vacinada contra a Covid-19.

“Uma das minhas filhas tomou esta vacina. Acho que ela participou nos experimentos”, disse Putin, segundo a agência Interfax, antes de acrescentar que ela teve um pouco de febre e “nada mais”.

A vacina será distribuída em 1 de janeiro de 2021, de acordo com o registro nacional de medicamentos do ministério da Saúde, consultado pelas agências de notícias russas.

Nas semanas prévias ao anúncio, cientistas estrangeiros expressaram preocupação com a rapidez da criação de uma vacina deste tipo, enquanto a Organização Mundial da Saúde (OMS) pediu respeito às diretrizes estabelecidas e que a Rússia seguisse “todos os estágios” necessários para desenvolver uma vacina segura.

Dólar é cotado a R$ 5,4643 nesta manhã de terça-feira

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 6,42 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 6,7377.

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. (Foto: Reprodução)

O valor do dólar na manhã desta terça-feira (11), está cotado no valor de R$ 5,4643. Já o valor do dólar para o turismo está sendo cotado a R$ 5,7100.

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 6,42 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 6,7377.

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. O dólar é usado tanto em reservas internacionais como em livre circulação.

O seu, o meu, o nosso dinheiro…

O que você diria se um bandido tivesse feito 21 depósitos na conta da ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva?

E o que você vai me dizer, então, sobre os 21 depósitos feitos pelo Queiroz na conta da atual primeira-dama, Michelle Bolsonaro?

Foram R$ 72 mil em cheques depositados para a “Dona Micheque”, mulher do Bolsonaro.

O Queiroz também pagava as contas pessoais do Flavio Bolsonaro, um dos filhos do presidente Bolsonaro.

Até a escola das netas do Bolsonaro eram pagas pelo Queiroz.

Mas eles negam que esses valores sejam parte daquele dinheiro público desviado da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro por meio das “rachadinhas”. Sei…

Ou esse Queiroz é o maior amigo e melhor assessor da face da Terra, um verdadeiro anjo para a família Bolsonaro, ou essa história está mal explicada, né?

O que você acha? Estranho? Suspeito?

Precisa investigar? Claro!

Uma dica: Lula está condenado e inelegível. E o Bolsonaro?

Você sabe que ninguém investiga o presidente e os filhos dele porque eles se escondem atrás do “foro privilegiado”?

Eu sou contra bandido e corrupto de esquerda e de direita. E você?

Tempo mínimo entre a primeira dose e o reforço deve ser de 4 semanas. Órgão também ampliou a idade máxima dos participantes da pesquisa de 55 para 69 anos.

Imagem mostra cientista manipulando amostra de sangue — (Foto: John Cairns/University of Oxford via AP)

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou, nesta segunda-feira (10), que os voluntários da vacina de Oxford contra a Covid-19 recebam a segunda dose, de reforço, da imunização. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União.

Segundo o texto, os voluntários que já receberam a primeira dose devem tomar o reforço entre 4 a 6 semanas depois da primeira imunização. A diferença do prazo se deve à necessidade de entrar em contato novamente com o voluntário e mobilizá-lo para receber a segunda dose.

As pessoas que ainda não receberam a primeira dose devem respeitar, também, um intervalo mínimo de 4 semanas para receber a segunda.

 

No dia 20 de julho, cientistas de Oxford divulgaram resultados mostrando que a dose de reforço induziu uma maior produção de anticorpos em voluntários das fases 1 e 2 de testes da vacina. No Brasil, os testes que estão ocorrendo são os de fase 3 (a última).

Ampliação

A Anvisa também ampliou a idade máxima dos participantes da pesquisa de 55 para 69 anos. A idade mínima continua sendo a mesma: 18 anos de idade.

A assessoria da Unifesp, parceira de Oxford na pesquisa da vacina no Brasil, informa que a ampliação representa “um degrau a mais no avanço da fase 3 da vacina”: como o grupo até 55 anos não teve intercorrências graves, o teste poderá ser feito com idosos mais velhos, que têm, em tese, maior risco.

Em nota, a Anvisa afirma que a expectativa é que a segunda dose acrescente informação aos estudos e sobre a forma pela qual essa vacina poderá ser utilizada no futuro.

“Quero tornar público que hoje, 10 de agosto, sou forçado a comemorar meu 60° aniversário em quarentena após dar positivo para Covid19, causada pelo coronavírus”, escreveu o ator espanhol, em seu perfil no Instagram.

No dia em que completa 60 anos, Antonio Banderas revelou, nesta segunda-feira (10), que recebeu diagnóstico positivo para a Covid-19.

“Quero tornar público que hoje, 10 de agosto, sou forçado a comemorar meu 60° aniversário em quarentena após dar positivo para Covid19, causada pelo coronavírus”, escreveu o ator espanhol, em seu perfil no Instagram.

Banderas disse ainda que está “relativamente bem, apenas um pouco mais cansado que o normal e confiante de que vou me recuperar o mais rápido possível”. “[Estou] Seguindo as recomendações médicas, que espero que me permitam superar o processo infeccioso que sofro e que está afetando a tantas pessoas ao redor do mundo.”

Na mensagem de divulgação de que estava com a doença, o ator publicou uma foto sua ainda criança. Bandeiras afirmou que vai aproveitar esse período de isolamento parra “ler, escrever, descansar e seguir fazendo planos para começar a dar sentido aos meus recém-estreados 60 anos, aos quais chego cheio de entusiasmo.”

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou, nesta segunda-feira (10), 247 novos casos da Covid-19. Também foram confirmados 29 óbitos, ocorridos desde o dia 26 de junho. Entre os novos infectados, 40 (16%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 207 (84%) são leves, ou seja, pacientes que não demandaram internamento hospitalar e que já estavam curados, ou na fase final da doença. Agora, Pernambuco totaliza 105.381 casos já confirmados, sendo 24.247 graves e 81.134 leves.

Do total de mortes do informe desta segunda, 13 (45%) ocorreram nos últimos três dias, sendo 4 mortes registradas no dia de ontem (domingo, 09/08), 6 mortes em 08/08 e 3 em 07/08. Os outros 17 óbitos (55%) ocorrem entre os dias 26/06 e 06/08. Com isso, o Estado totaliza 6.970 mortes pela Covid-19. Os detalhes epidemiológicos serão repassados ao longo do dia pela Secretaria Estadual de Saúde.

 

https://cdn.folhape.com.br/img/pc/1100/1/dn_arquivo/2020/07/whatsapp-image-2020-07-20-at-122320.jpeg

O Centro de Operações Emergenciais Municipais de Arcoverde (Coema) definiu as novas regras de protocolos para a reabertura de bares, restaurantes, lanchonetes e academias no município do Sertão de Pernambuco.

As medidas entram em vigor a partir desta segunda-feira (10), seguindo o Decreto do Governo de Pernambuco. Confira abaixo as definições para cada segmento:

– Ter dispositivo de higienização na entrada de todos os estabelecimentos e em pontos estratégicos;
– Aferir a temperatura na entrada do estabelecimento de todos os clientes e não permitir a entrada dos que apresentem febre ou sintomas gripais;
– Os funcionários deverão aferir a temperatura antes dos turnos e ter registrado pelo estabelecimento as mesmas devendo, em caso se alteração ser afastado e informado a autoridade sanitária;
– Uso de copos apenas descartáveis;
– Permitir no máximo 10 pessoas por mesa, obedecendo um espaçamento de no mínimo 2 metros entre as mesas, não excedendo o limite do estabelecimento;
– Higienizar as mesas e cadeiras com álcool a 70% ou qualquer substância higienizante permitida pela Anvisa após o uso das mesas e cadeiras;
– Os garçons devem usar máscaras e protetor facial durante o atendimento, sempre fazendo higienização frequente das mãos;
– Os clientes só poderão entrar ao estabelecimento com máscaras e só será permitida a retirada da mesma enquanto estiver na mesa;
– Não é permitida a utilização de espaços públicos para a colocação de mesas e cadeiras;
-Em caso de filas orientar os clientes ao distanciamento com espaço de 1,5m de distância entre os clientes;
– Realizar a limpeza periódica dos cardápios

Apesar da submissão de Jair Bolsonaro ao governo dos Estados Unidos, a embaixada dos norte-americanos no Brasil emitiu um comunicado pedindo para que turistas evitem viajar para o Brasil, segundo o Valor Econômico. “Não viaje para o Brasil devido à Covid-19”, diz a embaixada dos EUA.

Além do descontrole da pandemia do coronavírus no País, os norte-americanos alertam também para o problema da violência:

“Crimes violentos, como assassinato, roubo a mão armada e sequestro-relâmpago são comuns em áreas urbanas, dia e noite. Atividades de gangues e do crime organizado estão espalhadas. Assaltos são comuns. Funcionários do governo americano estão desencorajados a usar ônibus públicos, municipais em todas as partes do Brasil por causa do elevado risco de roubo e assalto a qualquer hora do dia e especialmente à noite”.

Apesar da reabertura das fronteiras aéreas entre os dois países, os avisos da embaixada foram publicados no site do Departamento de Estado dos EUA, que aconselha os viajantes do país. O comunicado ressalta que o Brasil “continua experimentando números elevados de casos de Covid-19” e o governo americano mantém a recomendação de destino a ser evitado, e ainda recomenda “cuidado ampliado no Brasil devido ao crime”.

A embaixada ainda indica lugares para não ir, como Ceilândia, Paranoá, São Sebastião e Santa Maria (cidades-satélites de Brasília). Algumas das recomendações incluem: não reagir a assaltos e evitar caminhadas nas praias depois de escurecer. (247)

Fenômeno recebe o nome da constelação onde está o ponto radiante

De vez em quando, o planeta Terra atravessa a órbita de uma corrente de meteoróides. Quando isso ocorre, vários meteoros entram juntos na atmosfera, em trajetórias paralelas, e parecem vir de um mesmo lugar. Essa região se chama ponto radiante e a chuva de meteoros recebe o nome da constelação onde está o ponto radiante.

E três dessas chuvas de meteoros tiveram o ponto alto no fim de julho, mas continuarão visíveis pelos próximos dias.

A Piscis Austrinídeos, dentro da constelação Peixe Austral, fica visível até a madrugada do dia 10. O melhor horário para observar os meteoros é por volta das 23h.

As Alfa-Capricornídeas, em Capricórnio, estão ativas até 15 de agosto e têm origem em um cometa. E na constelação de Aquário tem as Delta-Aquarídeas, também originadas em um cometa e que serão visíveis até o dia 23.

Já as Perseidas também são provocadas por um cometa, o Swift Tuttle, e ocorrem na constelação de Perseu, o Herói, até o dia 24 de agosto. Enquanto as outras tiveram o auge no mês passado, as Perseidas terão seu ponto alto na semana que vem. Devido ao horário, não será possível acompanhar o fenômeno a olho nu aqui no Brasil. Essa chuva de meteoros será bastante intensa no dia 12, das 10h até as 13h.

No domingo (9), Dia dos Pais, quem acordar bem cedo poderá acompanhar a ocultação de Marte. É como se fosse um eclipse, quando a Lua passa entre a Terra e o planeta vermelho.

Agência Brasil

 

Os trabalhadores nascidos em julho começam a receber hoje (10) o crédito do saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) de até R$ 1.045. O pagamento será feito por meio da conta poupança digital da Caixa Econômica Federal.

Apesar de a Medida Provisória 946, que instituiu o saque emergencial, ter perdido a validade na semana passada, a Caixa manteve o calendário de saques, com base no princípio da segurança jurídica. Ao todo, o governo pretende injetar R$ 37,8 bilhões na economia, beneficiando cerca de 60 milhões de pessoas.

Anunciado como instrumento de ajuda aos trabalhadores afetados pela pandemia do novo coronavírus, o saque emergencial permite a retirada de até R$ 1.045, considerando a soma dos saldos de todas as contas no FGTS. O valor abrange tanto as contas ativas quanto as inativas.

Nesta fase, o dinheiro poderá ser movimentado apenas por meio do aplicativo Caixa Tem. A ferramenta permite o pagamento de boletos (água, luz, telefone), compras com cartão de débito virtual em sites e compras com código QR (versão avançada de código de barras) em maquininhas de cartão de lojas parceiras com débito instantâneo do saldo da poupança digital.

Liberação para saque

O dinheiro só será liberado para saque ou transferência para outra conta bancária a partir de 17 de outubro, para os trabalhadores nascidos em julho. O calendário de crédito na conta poupança digital e de saques foi estabelecido com base no mês de nascimento do trabalhador.

Até agora, a Caixa creditou o saque emergencial do FGTS para os trabalhadores nascidos de janeiro a junho. Os beneficiários nascidos em fevereiro tiveram o dinheiro liberado para saque no último sábado (8).

O pagamento está sendo realizado conforme calendário a seguir:

Mês de nascimento Dia do crédito na conta poupança social digital data para saque em espécie
janeiro 29 de junho 25 de julho
fevereiro 06 de julho 08 de agosto
março 13 de julho 22 de agosto
abril 20 de julho 05 de setembro
maio 27 de julho 19 de setembro
junho 03 de agosto 03 de outubro
julho 10 de agosto 17 de outubro
agosto 24 de agosto 17 de outubro
setembro 31 de agosto 31 de outubro
outubro 08 de setembro 31 de outubro
novembro 14 de setembro 14 de novembro
dezembro 21 de setembro 14 de novembro

Orientações

A Caixa orienta os trabalhadores a verificar o valor do saque e a data do crédito nos canais de atendimento eletrônico do banco: aplicativo FGTS, site fgts.caixa.gov.br e telefone 111 (opção 2). Caso o trabalhador tenha direito ao saque emergencial, mas não teve a conta poupança digital aberta automaticamente, deverá acessar o aplicativo FGTS para complementar os dados e receber o dinheiro.

O banco alerta que não envia mensagens com pedido de senhas, dados ou informações pessoais. Também não envia links nem pede confirmação de dispositivo ou acesso à conta por e-mail, SMS ou WhatsApp.

Cancelamento do crédito automático

O trabalhador poderá indicar que não deseja receber o saque emergencial do FGTS até dez dias antes do início do seu calendário de crédito na conta poupança social digital, para que sua conta do FGTS não seja debitada.

Caso o crédito dos valores tenha sido feito na poupança social digital do trabalhador e essa conta não seja movimentada até 30 de novembro de 2020, os valores corrigidos serão retornados à conta do FGTS. (AB)

Dólar é cotado a R$ 5,4133 nesta segunda-feira

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 6,38 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 6,6997.

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. (Foto: Reprodução)

O valor do dólar na manhã desta segunda-feira (10), está cotado no valor de R$ 5,4133. Já o valor do dólar para o turismo está sendo cotado a R$ 5,6712.

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 6,38 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 6,6997.

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. O dólar é usado tanto em reservas internacionais como em livre circulação.

Aumento salarial do prefeito de Flores repercute mal no município

Em meio a pandemia do novo coronavírus, quando autoridades de todo o país buscam alternativas para salvar vidas e manter as contas em dia, já que a recessão econômica é uma preocupação nos próximos meses devido à queda eminente na arrecadação, a aprovação de uma lei tem causado indignação em moradores do município de Flores. 

Isso porque, os vereadores aprovaram o reajuste nos salários do prefeito, vice-prefeito, procurador jurídico e secretários municipais, em sessão presencial da Câmara dos Vereadores. 

A aprovação do reajuste salarial tem gerado manifestações contrárias por parte da população. 

A aprovação garante um aumento de R$ 14 mil para R$ 17 mil para o salário do cargo de prefeito e o aumento de R$ 7 mil para R$ 9 mil no cargo de vice. Para os cargos de procurador jurídico e secretários do município, o valor aumentou de R$ 4.500 mil para R$ 7 mil. 

Um morador do município, que não quis de identificar, disse que essa não é a melhor hora para votar esse tipo de pauta. 

“O comércio praticamente parado, há uma situação complicada e é essa a colaboração do Poder Legislativo? Aprovar aumento de salário?”, indagou. As informações são do  Blog do Itamar.

Blogueiro e filho de 11 anos foram assassinados em Rio Formoso-PE

Um duplo homicídio foi registrado na noite deste domingo (9), na PE- 060, no município de Rio Formoso, na Mata Sul de Pernambuco.

A vítima foi o blogueiro Áquila Bruno Silva, de 36 anos e o filho dele de 11 anos, eles estavam dentro de um veículo estacionado em frente a um supermercado, quando foram surpreendidos com a chegada de um elemento que efetuou disparos de arma de fogo alvejado pai e filho.
As vítimas chegaram a ser socorridas e deram entrada sem vida no hospital municipal, no veículo estavam duas testemunhas que não foram atingidas.
A Polícia Civil já identificou o autor do duplo homicídio, ele ainda não foi preso e está sendo procurado.
Os corpos foram encaminhados para o Instituto de Medicina Legal (IML) do Recife. (Portal Agreste Violento)

MP no Pajeú quer cadastrar todos os bares da região antes de reabertura

Academias podem abrir com protocolos; restaurantes abrem após reunião programada para esta segunda.

Um movimento do Ministério Público no Pajeú, capitaneado pelo promotor Lúcio Luiz de Almeida Neto, quer que a região tenha um protocolo próprio na reabertura de alguns segmentos do comércio para garantir que haja segurança mínima de controle das atividades na retomada gradativa. Em suma, a autorização do Estado, informada quinta-feira última para alguns segmentos, precisa de regras e em alguns casos, terá que esperar.

O promotor falou à Coluna do Domingão e dá como exemplo o caso dos decretos municipais anteriores a medidas estaduais, como as que definiram o uso de máscaras. A questão é evitar que o anúncio do governo dê a falsa impressão que é pra abrir de todo jeito, sem o rigor que pode prevenir mais casos de Covid. “Às vezes se noticia como se estivesse tudo liberado, valendo tudo, é não é assim”, disse.

Vamos por partes: quanto às Academias, o MP defende que não deva haver qualquer impedimento em cidades como Afogados da Ingazeira. Na cidade já foram três reuniões com o segmento. Em suma, o setor teria conhecimento apurado das regras de distanciamento entre os clientes no maquinário, higienização, dentre outras medidas. Para elas, recomenda apenas uma fiscalização desse cumprimento. Em cidades onde não há esse entendimento e avanço no debate, a ideia é de uma reunião de alinhamento nesta segunda, 10.

No tocante aos restaurantes, a recomendação é de uma reunião na tarde desta segunda, dia 10, para nivelamento de todos os protocolos de reabertura. E não é tão simples assim. Proprietários tem que atentar para medidas como higienização na entrada e no estabelecimento, aferir a temperatura de clientes e colaboradores, uso de copos descartáveis, espaçamento de no mínimo entre as mesas, uso de máscaras por garçons, limpeza periódica dos cardápios,  8 horas diárias, e ponto de coleta apenas para retirada. Quem não participar ou não se adequar, não abre.

O calo são os bares. Diante das inúmeras denúncias de alguns estabelecimentos abertos na zona rural e falta de qualquer controle sobre esse ramo de atividade, o MP quer que, antes da reunião de nivelamento dos protocolos, haja um cadastramento completo nos municípios. Como se sabe, além dos existentes na área urbana, toda comunidade rural na região tem um bar, barzinho, boteco, botequim, com menor  ou maior dimensão.

“Nenhuma das prefeituras da região sabe quantos são e onde estão esses estabelecimentos. Muitos não cumprem sequer as normas mínimas da Vigilância Sanitária, quem dirá as regras de prevenção à Covid-19. Defendemos um rigoroso cadastramento para depois nivelar os protocolos para que possam abrir”, diz Lúcio Almeida.

A fala dele não deixa de ser uma tentativa de minimizar o maior problema enfrentado pelas autoridades de fiscalização: a falta de pernas para fiscalizar tantos estabelecimentos, recordistas em número de queixas de que atendem normalmente. A própria natureza desses locais costuma levantar questionamentos do tipo “bêbado não tem como se previnir”, “quem vê álcool não vê Covid e por aí vai”.

Aparentemente, as medidas encaminhadas serão abraçadas por todos os prefeitos do Pajeú. Em suma, parafraseando a música, “Academia tá ok” (com protocolos), “restaurante ok”, depois da reunião e medidas de protocolo e “bares ok” só depois de mais uma ou duas semanas…

435 anos de João Pessoa: Luciano Cartaxo entrega ampliação e climatização de escola no Cristo

A unidade em Tempo Integral teve um investimento de mais de R$ 1,1 milhão, e foi inteiramente requalificada.

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, entrega nesta segunda-feira (10), às 9h, a ampliação e climatização da Escola Municipal Professor Agostinho Fonseca Neto (Foto: Walla Santos)

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, entrega nesta segunda-feira (10), às 9h, a ampliação e climatização da Escola Municipal Professor Agostinho Fonseca Neto, no Cristo, em João Pessoa. A unidade em Tempo Integral teve um investimento de mais de R$ 1,1 milhão, e foi inteiramente requalificada.

A unidade ganhou mais salas de aula, além de uma nova infraestrutura, como brinquedoteca, sala para especialistas, ampliação da rede elétrica e climatização, e playground, oferecendo mais conforto para crianças e profissionais. 

Dentro do conjunto de ações em comemoração aos 435 anos da Capital, esta é a segunda obra na área da educação entregue em menos de uma semana e é a escola de número 38 no novo padrão de qualidade que a atual gestão vem implantando na rede de ensino.

Trindade: Polícia Militar flagra festa com aglomeração e venda de bebidas alcoólicas

Foto: 9ª CIPM

Neste sábado (08) policiais militares quando em rondas na cidade de Trindade, receberam informações de populares que em uma chácara no sítio Bezerros estaria havendo uma festa com aglomeração de pessoas que estavam consumindo bebidas alcoólicas, em desacordo com o decreto estadual em relação ao Covid19.

De acordo com a 9ª CIPM, o efetivo se dirigiu até o local, onde confirmou os fatos. Foram apreendidas amostras de objetos para confirmação dos delitos.

Dois responsáveis pela festividade e materiais apreendidos foram conduzidos à delegacia de polícia civil, para as medidas cabíveis.

Mais 18 casos da Covid-19 são confirmados em Salgueiro

Foto: reprodução

O município de Salgueiro apresentou neste sábado (8), dezoito novos casos positivos para o Coronavírus.

Tratam-se de onze pacientes do sexo feminino e sete do sexo masculino confirmados através de testes rápidos e pelo método Swab.

Todos os novos casos encontram-se em isolamento domiciliar e serão supervisionados pelas Unidades de Saúde de forma periódica até chegarem a fase de recuperação.

Confira a situação dos casos da Covid 19 nos municípios do Sertão Central:

Salgueiro tem 601 casos registrados e 18 mortes, Cedro 359 casos e 05 mortes, Parnamirim 167 casos e 03 mortes, Serrita 70 casos registrados e 04 mortes e Terra Nova 33 casos e 01 morte.

 

De acordo com os dados coletados até as 20h, a média de mortes nos últimos sete dias é de 1.001, o que mantém uma posição de estabilidade nos dados, embora com números elevados.

Os finais de semana, por atrasos de notificação, costumam ter números mais baixos.

Além dos dados diários do consórcio, a Folha também mostra a chamada média móvel. O recurso estatístico busca dar uma visão melhor da evolução da doença, pois atenua números isolados que fujam do padrão. A média móvel é calculada somando o resultado dos últimos sete dias, dividindo por sete.

De acordo com os dados coletados até as 20h, a média de mortes nos últimos sete dias é de 1.001, o que mantém uma posição de estabilidade nos dados, embora com números elevados.

Os dados são fruto de colaboração inédita entre Folha, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são coletadas diretamente com as Secretarias de Saúde estaduais. O balanço é fechado diariamente às 20h.

O Brasil tem uma taxa de cerca de 48,3 mortos por 100 mil habitantes. Os Estados Unidos, que têm o maior número absoluto de mortos, e o Reino Unido, ambos à frente do Brasil na pandemia (ou seja, começaram a sofrer com o problema antes), têm 49,9 e 70,2 mortos para cada 100 mil habitantes, respectivamente.

O México, que ultrapassou o Reino Unido em número de mortos, tem 41,2 mortes para cada 100 mil habitantes.

Na Argentina, onde a pandemia desembarcou nove dias mais tarde que no Brasil e que seguiu uma quarentena muito mais rígida, o índice é de 10 mortes por 100 mil habitantes.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorre em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.

Justiça determina que Bolsonaro pague multa a Jean Wyllys e honorários de advogado

Bolsonaro processou Jean Wyllys, mas Justiça considerou ação improcedente (Foto: Reprodução)

O juiz Leonardo de Castro Gomes, da 47ª Cível do Tribunal de Justiça do Rio, deu prazo de 15 dias para que, assim que for notificado, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pague R$ 2,6 mil ao ex-deputado Jean Wyllys e ao advogado Lucas Mourão.

A determinação envolve um processo de 2017, em que Bolsonaro processou Wyllys e requereu indenização de R$ 22 mil por danos morais. Na época, o então deputado Jair Bolsonaro moveu a ação alegando que Wyllys o chamou de “boquirroto”, “fascista” e “nepotista”.

A determinação para o pagamento dos valores foi revelada pela coluna do jornalista Ancelmo Góis, de O Globo, neste domingo (9).

A Justiça não considerou procedente a reclamação de Bolsonaro e negou o pedido. Assim, o presidente acabou condenado a pagar multas pelos embargos apresentados e deverá repassar 10% da causa, a título de honorário, ao advogado de Jean Wyllys.

Bolsonaro não pode mais recorrer da ação.

O presidente Jair Bolsonaro anunciou o envio de uma missão de ajuda ao Líbano chefiada pelo ex-presidente Michel Temer, que é filho de imigrantes libaneses e foi convidado pela atual gestão para o cargo.

O anúncio foi feito durante conferência sobre ações humanitárias e de apoio financeiro ao Líbano organizada pelo presidente francês Emmanuel Macron, em resposta à grave crise que afeta o Líbano, aprofundada pela tragédia provocada pela megaexplosão que destruiu a área portuária da capital, Beirute.
Bolsonaro expressou as condolências do governo e do povo brasileiro, lembrando que 10 milhões de libaneses e descendentes vivem no Brasil. “Tudo que afeta o Líbano, nos afeta como se fosse o nosso próprio lar”, disse.
Segundo o presidente, o Brasil está provendo ajuda humanitária emergencial e enviará nos próximos dias uma aeronave da FAB com medicamentos e insumos de saúde reunidos pela comunidade libanesa radicada no Brasil.
Também serão enviadas 4 mil toneladas de arroz por via marítima, para fazer frente à escassez de comida provocada pelos extensos danos ao porto de Beirute e aos silos que armazenavam grãos no local.
Por fim, estão sendo realizadas conversas com o governo libanês para envio de equipe técnica multidisciplinar que ajude na perícia da explosão, afirmou Bolsonaro. (R7

A empresa, que estava em recuperação extrajudicial desde 2019, também decidiu fechar todas as suas lojas físicas e focar o comércio eletrônico.

A Ricardo Eletro foi fundada por Ricardo Nunes no interior de Minas Gerais, em 1989. (Foto: Reprodução)

 A Máquina de Vendas, controladora das varejistas Ricardo Eletro, Insinuante, City Lar, Salfer e EletroShopping, entrou com pedido de recuperação judicial na última sexta-feira (7), na 1ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais de São Paulo (SP).

A empresa, que estava em recuperação extrajudicial desde 2019, também decidiu fechar todas as suas lojas físicas e focar o comércio eletrônico.

Em comunicado à imprensa, a varejista diz que a pandemia de Covid-19 interrompeu o seu processo de retomada com a reestruturação da rede, após troca na administração no segundo semestre de 2019.

“A Ricardo Eletro, assim como grande parte do setor varejista, vem enfrentando os impactos da pandemia de forma avassaladora”, diz a nota, que cita “um estrangulamento de caixa provocado pelas necessárias medidas de distanciamento social”.

A companhia também relata dificuldades no recebimento de produtos chineses para renovação de estoque desde janeiro, com a paralisação de fornecedores.

“Nesse contexto, a recuperação judicial mostra-se como o caminho mais viável para que a empresa siga com suas operações e promova a reorganização administrativa e financeira necessária para superar a situação momentânea de crise e ajustar-se estruturalmente para a nova realidade com varejo, no pós-pandemia.”

A Máquina de Vendas cita necessidade de adequar o tamanho da companhia e os custos fixos considerando dificuldades a médio prazo.

Com o crescimento do ecommerce na pandemia, o número de visitantes diários no site da Ricardo Eletro foi de 50 mil em março para 350 mil em agosto. A empresa também expandiu seu marketplace e passou a ofertar produtos médicos e alimentícios.

As 320 lojas físicas da rede estavam temporariamente fechadas ao público devido à pandemia. Destas, 313 já foram fechadas definitivamente e 7 encerram as atividades nos próximos 10 dias.

A empresa afirma ainda que todas as compras e entregas serão atendidas nos prazos.

A Ricardo Eletro foi fundada por Ricardo Nunes no interior de Minas Gerais, em 1989. Ela chegou a ter mais de 1.100 lojas pelo Brasil, com mais de 12 mil colaboradores diretos, sendo a 5ª maior varejista do país em 2011, segundo o ranking elaborado pelo Ibevar (Instituto Brasileiro de Executivos de Varejo e Mercado).

Em 2019, ela foi para o 22º lugar no mesmo ranking, com receita anual estimada em R$ 5,5 bilhões. Em agosto de 2020, o quadro de funcionários caiu para 2 mil.

Hoje, a empresa é controlada pela MV Participações, que teve Nunes como diretor até 9 de outubro de 2019. Na mesma data, Pedro Henrique Torres Bianchi foi escolhido diretor da MV Participações e, em janeiro, o executivo assumiu a presidência da Máquina de Vendas.

Em julho, Nunes foi preso na operação Direto com o Dono, que investiga suposta sonegação fiscal de R$ 387 milhões de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) e lavagem de dinheiro em empresas controladas pelo empresário.

A investigação da força-tarefa composta pela Promotoria de Minas Gerais, Polícia Civil e Secretaria da Fazenda aponta que houve sonegação de impostos ao longo de cinco anos, entre 2014 e 2019.

Para o Ministério Público de Minas, o empresário seguiu à frente da Máquina de Vendas até depois de sua saída como executivo da companhia, o que a defesa de Nunes e a empresa negam.

Nunes ficou detido por um dia, em Contagem, região metropolitana Belo Horizonte, sendo liberado após prestar depoimento.

Pedro Magalhães, diretor financeiro da Máquina de Vendas, também foi ouvido pelo Ministério.

Mega-Sena acumula e prêmio do próximo sorteio vai a R$ 11 milhões

Um total de 45 apostas acertaram a quina e vão receber R$ 45.775,06 cada.

Ninguém acertou as seis dezenas (02-04-06-29-41-56) sorteadas pela Caixa. (Foto: Reprodução)

O prêmio de R$ 6,5 milhões do concurso 2287 da Mega-Sena acumulou, após sorteio realizado este sábado (8), em São Paulo.

Ninguém acertou as seis dezenas (02-04-06-29-41-56) sorteadas pela Caixa. Com o resultado, o próximo sorteio terá uma premiação de R$ 11 milhões.

Um total de 45 apostas acertaram a quina e vão receber R$ 45.775,06 cada. Um total de 3.261 bilhetes acertaram a quadra, recebendo um total de R$ 902,38.

O concurso 2288 está marcado para a próxima terça-feira (11). 

PE se aproxima da marca de 8 mil mortos pela Covid-19;

Pernambuco está perto de atingir a marca de 8 mil mortos pela Covid-19 e a pergunta que não quer calar: Paulo Câmara tem culpa por essas mortes? Ele agiu bem no combate a epidemia? Só ele tem autonomia para mandar fechar e abrir o comércio. Ele é quem tem o poder de gerir os recursos enviados pelo governo federal e carta branca para agir sem consultar o Ministério da Saúde como foi decidido pelo STF.

Os números no estado

De acordo com o boletim desta sexta-feira (7) da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), 78.898 pacientes estão recuperados da doença, o que representa 77% do total de infectados pelo novo coronavírus no estado. Destes, 13.391 eram pacientes graves, que necessitaram de internamento hospitalar, e 65.507 eram casos leves.

A SES-PE também registrou, nesta sexta, 1.477 novos casos da Covid-19. O órgão informa que o aumento no número de casos no informe de hoje é motivado pelo atraso, e consequente acúmulo de notificações, pelos municípios.

Agora, Pernambuco totaliza 102.872 casos confirmados, sendo 24.098 graves e 78.774 leves. Os casos graves confirmados da doença estão distribuídos por 183 municípios pernambucanos, além do arquipélago de Fernando de Noronha e da ocorrência de pacientes de outros estados e países.

Também foram confirmados laboratorialmente 39 óbitos, sendo 20 pacientes do sexo feminino e 19 do sexo masculino. Com isso, o estado totaliza 6.867 mortes pela doença.

Com relação à testagem dos profissionais de saúde com sintomas de gripe, em Pernambuco, até agora, 19.522 casos foram confirmados e 27.287 descartados.

Como a campanha deste ano acontecerá em meio à pandemia do novo coronavírus, a discussão agora se concentra na viabilidade legal da transmissão online.

Defensores da ideia têm afirmado que “livemícios” não remunerados não podem ser enquadrados na lei de 2006, sancionada pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que proibiu os showmícios. (Foto: Reprodução)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) — Mais de uma década depois da minirreforma eleitoral que vetou a realização de showmícios, a possibilidade de artistas se apresentarem em prol de candidatos voltou à pauta dos partidos.

No entanto, como a campanha deste ano acontecerá em meio à pandemia do novo coronavírus, a discussão agora se concentra na viabilidade legal da transmissão online, sem público, de shows em prol das campanhas.

O formato tem sido chamado de live eleitoral ou “livemício”.

Defensores da ideia têm afirmado que “livemícios” não remunerados não podem ser enquadrados na lei de 2006, sancionada pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que proibiu os showmícios.

Outros advogados eleitorais, porém, discordam e entendem que a lei atual não permite a prática.

Segundo a legislação, é proibida “a realização de showmício e de evento assemelhado para promoção de candidatos, bem como a apresentação, remunerada ou não, de artistas com a finalidade de animar comício e reunião eleitoral”.

Na última semana, a produtora Paula Lavigne disparou na sua lista de transmissão no WhatsApp uma mensagem em que questionava “se é legal ou não fazer livemício”. “A lei não fala nada do digital”, acrescentou.

Lavigne, que é esposa de Caetano Veloso, pretende fazer eventos em apoio à chapa que deve disputar as eleições em São Paulo pelo PSOL, com Guilherme Boulos à frente e a deputada Luiza Erundina como vice. Artistas como Caetano e Chico Buarque assinaram recentemente um manifesto em defesa da candidatura de Boulos.

“A ideia era fazer um livemício para Boulos e Erundina no dia 25 de setembro, mas estamos esperando, porque nenhum advogado, de partido nenhum, sabe responder [se é possível]”, disse a produtora à Folha.

Para sanar a dúvida, o PSOL protocolou uma consulta no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) na última quarta-feira (5) questionando se é possível fazer apresentações não remuneradas durante a campanha. Ela foi distribuída ao ministro Luis Felipe Salomão, que ainda não se manifestou.

“Nos períodos ‘normais’ se poderia concluir, não sem alguma controvérsia constitucional, estar vigendo a proibição de showmícios e eventos assemelhados não remunerados”, diz o pedido do partido.

A legenda diz que, apesar disso, as características das eleições de 2020 gerariam dúvidas sobre as restrições “da proibição da participação não remunerada e espontânea dos artistas no pleito”.

“Uma live ou webinar dos candidatos com a participação de artistas não se caracteriza como showmícios ou, sequer, como um evento assemelhado: ambiente é virtual e é mais restrito ou menos ampla a participação, somente participando quem de modo espontâneo acessa o site ou plataforma digital”, diz.

No fim, o PSOL questiona ao ministro se a lei eleitoral “permite realização de apresentação dos candidatos aos eleitores juntamente com atores, cantores e outros artistas através de shows (lives eleitorais) não remunerados e realizados em plataforma digital”.

Apesar do questionamento da legenda ser específico sobre “livemícios” não remunerados, a possibilidade de shows virtuais pagos também tem sido apresentada por políticos.
No início de julho, o deputado Alexandre Frota (PSDB-SP) tentou por meio legislativo a liberação dos “livemícios”, mas o projeto ainda não andou na Câmara.

Frota pede que seja autorizada, apenas neste ano, a contratação de artistas para apresentações em plataformas virtuais em apoio aos candidatos. O valor máximo que uma campanha poderia gastar com as lives, segundo o projeto, seria R$ 20 mil.

O deputado justifica que a medida ajudaria na “recuperação financeira de artistas que estão sem trabalho desde o início da pandemia no país”.

Consultados pela reportagem, três advogados eleitorais avaliam que a lei atual não permite livemícios específicos em apoio a campanhas.

Marilda Silveira, integrante do Ibrade (Instituto Brasileiro de Direito Eleitoral), diz que apesar de não haver decisão do TSE a respeito do tema, o texto da lei parece “bastante claro”.

“Os livemícios, portanto, até aqui, não são permitidos.”

A constitucionalista Vera Chemim afirma que na fase de campanha “artistas não poderão fazer qualquer tipo de showmício”. No período pré-eleitoral, no entanto, entende que é possível a realização de eventos virtuais que mencionem pré-candidatos ou exaltem suas qualidades desde que “atendam à proibição de pedir ou comprar votos e não desrespeitem outros pretensos pré-candidatos”.

Para o advogado Delmiro Campos, que foi juiz do TRE de Pernambuco e integra a Abradep (Academia Brasileira de Direito Eleitoral e Político), existe “uma linha muito tênue” sobre o assunto.

“Eu entendo que é possível equiparar lives de pré-candidatos com apresentação de artistas a um showmício virtual.”

No entanto, Campos aponta que se um artista mencionar de forma espontânea um pré-candidato em uma live, não vê irregularidade, assim como entende que é possível um pré-candidato músico se apresentar ao público.

Confira  os números da Mega-Sena de R$ 6,5 milhões

O banco pagará o prêmio, acumulado em R$ 6,5 milhões. Os números sorteados foram o 02 – 04 – 06 – 29 – 41 – 56.

A aposta simples custa R$ 4,50 e pode ser feita nas casas lotéricas até as 19h do dia do sorteio. (Foto: Walla Santos/ClickPB/Arquivo)

 A Caixa Econômica sorteou neste sábado o concurso 2.287 da Mega-Sena. O banco pagará o prêmio, acumulado em R$ 6,5 milhões.

Confira os números sorteados: 02 – 04 – 06 – 29 – 41 – 56.

COMO APOSTAR

A aposta simples custa R$ 4,50 e pode ser feita nas casas lotéricas até as 19h do dia do sorteio.

Ela também pode ser realizada pelo site da Caixa (www.loteriasonline.caixa.gov.br), com aposta mínima de R$ 30 para quem não é correntista do banco.

A probabilidade de acerto das seis dezenas é um a cada 50 milhões.

Para jogar pelo site o apostador deve ser maior de 18 anos e efetuar um pequeno cadastro. O cliente escolhe os palpites, insere no carrinho e paga suas apostas de uma só vez, utilizando cartão de crédito. O valor mínimo da compra é de R$ 30 e máximo, de R$ 500 por dia.

Bolsonaro apresenta sintomas da covid-19

O país atingiu essa marca no início da tarde deste sábado, segundo dados coletados com as secretarias estaduais da saúde pelo consórcio de imprensa.

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – Após o Brasil superar a marca de 100 mil óbitos pelo novo coronavírus, o presidente Jair Bolsonaro compartilhou neste sábado (8) uma postagem de sua equipe de comunicação na qual lamenta mortes pela Covid-19 “assim como por outras doenças” e pede divulgação de dados positivos.

O país atingiu essa marca no início da tarde deste sábado, segundo dados coletados com as secretarias estaduais da saúde pelo consórcio formado por Folha de S.Paulo, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, o Globo e G1.

Pouco depois das 19 horas, Bolsonaro publicou, em suas redes sociais, uma foto vestido com a camisa do Palmeiras, acompanhada da descrição “parabéns Palmeiras campeão paulista 2020”. O clube venceu o Corinthians no campeonato estadual neste sábado.

Em seguida, o presidente compartilhou uma postagem da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República sobre a pandemia do novo coronavírus.

“Todas as vidas importam: as que vão e as que ficam. Lamentamos as mortes por Covid, assim como por outras doenças. Nossas orações e nossos esforços têm a força de um governo que dá tudo para salvar vidas. Toda a assistência possível à saúde dos brasileiros foi dada”, diz a publicação.

A imagem que segue o texto traz uma lista de “números que merecem ser divulgados”.

A publicação diz que quase 3 milhões de vidas foram salvas ou estão em recuperação. A equipe do presidente afirma que o país tem “um dos menores índices de óbitos por milhão entre as grandes nações”.

De fato, o Brasil tem um índice de 48 mortes por Covid para cada 100 mil habitantes, similar ao americano e muito menor do que o de países europeus como a Bélgica (86), o Reino Unido (70) e a Itália (58), mas muito maior, por exemplo, que o da vizinha Argentina (10), ou mesmo maior que a França (45) e o México (41).

A lista prossegue afirmando que o Brasil é “sempre um dos países que mais recupera infectados” e “sempre com índice de recuperação acima dos 95%”.

O Brasil registrou até este sábado (8) mais de 3 milhões de infecções pelo coronavírus, número provavelmente subnotificado conforme indicam estudos de campo. É o segundo país no mundo em número de infectados -logo, é natural que tenha mais curados do que outras nações onde menos gente adoeceu.

O único país que supera o Brasil, no momento, são os Estados Unidos, que já beiram os 5 milhões de casos, ou 60% mais infecções. A população americana é 57% maior que a brasileira.

A publicação da secretaria também listou ações adotadas pelo governo na pandemia, como repasses para estados e municípios, pagamento de auxílio emergencial a informais e programa para evitar demissões, que permite cortes de jornadas e salários de trabalhadores.

Procurada, a assessoria de imprensa do Palácio do Planalto não respondeu se o presidente vai se pronunciar diretamente sobre a marca de 100 mil mortes por coronavírus no país.

A última taça havia sido conquistada justamente com Vanderlei Luxemburgo no comando, em 2008, que agora volta a se sagrar campeão pelo clube alviverde.

Vitória encerra jejum de 12 anos na decisão estadual. (Foto: Reprodução)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) — O Palmeiras venceu o Corinthians neste sábado (8), nos pênaltis, e conquistou o título do Campeonato Paulista, encerrando um jejum de 12 anos sem conquistar o Estadual.

A última taça havia sido conquistada justamente com Vanderlei Luxemburgo no comando, em 2008, que agora volta a se sagrar campeão pelo clube alviverde. Além do próprio jejum, o time carregava a marca incômoda de ter sido derrotado pelo rival nas últimas três decisões do torneio, em 2018, 1999 e 1995.

Nas arquibancadas, mosaicos de Luxemburgo e do atacante Evair, campeões em 1993 na última vez até então que os palmeirenses tinham superado o Corinthians em uma decisão estadual. A lembrança de mais de duas décadas montou o cenário, ainda que melancólico pela falta da torcida, para exorcizar o período sem gritar “é campeão!” em um dérbi.

Luiz Adriano, que não é Evair, subiu como um legítimo camisa 9 — apesar de vestir a 10 — para marcar de cabeça o gol do título, seu primeiro no clube.

Contratado no ano passado, o atacante dá um sinal a Luxemburgo e à torcida de que poderá ter mais protagonismo na equipe, especialmente depois da saída do ídolo Dudu, emprestado pelo clube após ser acusado de agressão pela ex-esposa.

O primeiro tempo começou com afagos entre Viña e Fagner, que trocaram chegadas mais duras com apenas quatro minutos de jogo. A rispidez dos primeiros minutos evocou a lembrança não muito agradável da partida de ida, mais falada e brigada do que jogada.

Mas o Palmeiras, que teve Willian titular no ataque na vaga de Rony, ganhou em construção de jogo por dentro, diminuiu o número de bolas longas com relação ao duelo de quarta e chegou a incomodar no início o Corinthians, que teve dificuldades para sair da pressão palmeirense.

Foi dos pés de Willian a principal chance da primeira etapa. Luiz Adriano recuou até a intermediária e enfiou em profundidade para Zé Rafael, que invadiu a área pela esquerda e, mesmo após se enrolar com a bola, conseguiu cruzar. Da pequena área, Willian chutou forte e parou no corpo de Cássio, que salvou a equipe corintiana.

O goleiro do Corinthians parece ser dos poucos de sua posição que não sentiu muito os efeitos da inatividade durante a pandemia. Aliás, foi por conta de falhas decisivas de goleiros que o time do técnico Tiago Nunes chegou à decisão.

Mesmo o palmeirense Weverton, com atuação importante no jogo de ida da final, falhou logo no primeiro jogo da retomada do Paulista, justamente no dérbi, em Itaquera, que teve Cássio como principal nome.

Para o segundo tempo, Luxemburgo procurou dar mais profundidade ao ataque do Palmeiras trocando Ramires por Rony. Bruno Henrique entrou no lugar de Gabriel Menino e Zé Rafael, que era atacante, passou a compor o meio.

Quem também buscou dar mais profundidade para tentar ganhar um pouco de presença no ataque foi Tiago Nunes, que trocou Mateus Vital por Everaldo, que atua mais pelo lado de campo e aposta na velocidade.

Logo aos 3 minutos da etapa final, o uruguaio Matías Viña recebeu na esquerda e, com muita liberdade, cruzou milimetricamente para Luiz Adriano. O camisa 10 alviverde saltou sobre Danilo Avelar e testou firme para abrir o placar.

Descontente com a falta de criação de sua equipe, Tiago Nunes sacou Gabriel, amarelado, para colocar Víctor Cantillo, que em condições normais provavelmente seria titular no Corinthians desde a volta do campeonato. Contudo, o colombiano foi infectado pela Covid-19 e só estreou no Paulista na partida de ida da final.

Sem conseguir melhorar a geração de jogo por baixo, o Corinthians passou a buscar a área palmeirense pelo alto. Felipe Melo e Gustavo Gómez, atentos, conseguiram manter o perigo longe da meta de Weverton.

O paraguaio, inclusive, fazia jogo impecável até os últimos segundos de jogo. Sidcley cruzou da esquerda, Jô conseguiu dominar na grande área e Gómez, de carrinho, derrubou o centroavante no lance final da partida. Pênalti anotado por Luiz Flávio de Oliveira.

Jô, em sua terceira passagem pelo clube e que reestreou com a camisa do Corinthians há poucas semanas, foi para a cobrança e bateu, rasteiro, para deixar tudo igual e levar a decisão para as penalidades máximas.

Arcoverde registra dois casos de Covid-19 neste sábado (08)

A Secretaria de Saúde de Arcoverde informa que, neste sábado, 08 de agosto, até às 17 horas, foram registrados dois (02) novos casos de Covid-19 no município. O boletim diário, portanto, fica com quatrocentos e vinte (420) suspeitos, mil cento e setenta e dois (1.172) descartados, setecentos e onze (711) confirmados, vinte e nove (29) óbitos, e quatrocentos e setenta (470) recuperados.

De acordo com a repartição municipal, estão sendo testadas aproximadamente 100 pessoas por dia e o índice de cura com o tratamento oferecido aos pacientes é de 65%.
Vale lembrar, que dentro dos 711 confirmados, estão contabilizados os 29 óbitos e 470 curados. No total, a cidade tem oito (08) pacientes em UTI e treze (13) em enfermaria.
No Hospital Regional Ruy de Barros Correia, há quatro (04) pacientes de Arcoverde na UTI e quatro (04) na enfermaria. No Hospital de Campanha há nove (09) internados. No Hospital Memorial Arcoverde há quatro (04) pacientes na UTI.
Nas barreiras sanitárias das entradas da cidade foram abordados 433 carros de fora. Não confunda flexibilização do comércio com cura do Covid-19. Não saia de casa, se não for necessário. Caso precise sair, use a proteção. Para dúvidas ou sugestões ligue para o Disk Coronavírus do município: 0800-281-55-89 e 3821-0082.
A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que neste sábado (08) foram registrados 03 casos novos para covid-19. Os mesmos encontravam-se em investigação. 
Hoje tivemos 09 casos descartados após os pacientes apresentarem resultados negativos para covid-19. 
Registramos também a recuperação de um paciente após avaliação clínica e epidemiológica.
Já são 185 (85,2%) pessoas recuperadas para covid-19 em nosso município. Atualmente, 25 casos estão ativos para a doença em Afogados. 
Avaliando o número de casos por semana epidemiológica temos os seguintes resultados: SE 25 (19), SE 26 (16), SE 27 (32), SE 28 (37), SE 29 (24), SE 30 (21), SE 31 (24) e SE 32 (15). A semana 32 se encerra hoje e mostra uma tendência de diminuição no número de casos. A semana com um menor número de casos antes da atual foi a SE 24 (13). Vamos continuar trabalhando forte para que essa tendência se concretize ainda mais.

 

De acordo com boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde neste sábado (08), 89.893 pessoas já contraíram a doença e 43.682, já se recuperaram.

Casos de coronavírus crescem na Paraíba (Foto: Reprodução)

A Paraíba registrou 776 novos casos de Covid-19 e 18 óbitos confirmados desde a última atualização, sendo 11 deles ocorridos nas últimas 24 horas. De acordo com boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde neste sábado (08), 89.893 pessoas já contraíram a doença, 43.682, já se recuperaram e 1.983 faleceram. 

Confira os dados:

Casos Confirmados: 89.893
Casos Descartados: 106.527
Óbitos confirmados: 1.983
Casos recuperados: 43.682
Total de municípios: 221

Até o momento, 260.603 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados. 

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 47%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 50%. Em Campina Grande, estão ocupados 38% dos leitos de UTI adulto e no sertão, 67% dos leitos de UTI para adultos.  

O índice de Isolamento Social foi de apenas 34,9%, considerado baixo em relação à meta de 70% e à mínima de 50%. 

Os casos confirmados estão distribuídos por 221 dos 223 municípios paraibanos:

Água Branca (50); Aguiar (23); Alagoa Grande (819); Alagoa Nova (261); Alagoinha (813); Alcantil (54); Algodão de Jandaíra (6); Alhandra (595); Amparo (17); Aparecida (69); Araçagi (478); Arara (190); Araruna (222); Areia (361); Areia de Baraúnas (10); Areial (43); Aroeiras (199); Assunção (44); Baia da Traição (514); Bananeiras (176); Baraúna (129); Barra de Santa Rosa (62); Barra de Santana (89); Barra de São Miguel (44); Bayeux (1550); Belém (905); Belém do Brejo do Cruz (28); Bernardino Batista (7); Boa Ventura (4); Boa Vista (79); Bom Jesus (8); Bom Sucesso (18); Bonito de Santa Fé (18); Boqueirão (326); Borborema (27); Brejo do Cruz (322); Brejo dos Santos (22); Caaporã (911); Cabaceiras (60); Cabedelo (2531); Cachoeira dos Índios (95); Cacimba de Areia (8); Cacimba de Dentro (242); Cacimbas (45); Caiçara (395); Cajazeiras (1365); Cajazeirinhas (22); Caldas Brandão (212); Camalaú (2); Campina Grande (11207); Capim (148); Caraúbas (37); Carrapateira (45); Casserengue (260); Catingueira (17), Catolé do Rocha (294); Caturité (98); Conceição (470); Condado (113); Conde (690); Congo (69); Coremas (127); Coxixola (29); Cruz do Espírito Santo (269); Cubati (73); Cuité (162); Cuité de Mamanguape (103); Cuitegí (374); Curral de Cima (25); Curral Velho (2), Damião (21); Desterro (50); Diamante (125); Dona Inês (88); Duas Estradas (73); Emas (48); Esperança (422); Fagundes (93); Frei Martinho (6); Gado Bravo (92); Guarabira (3609); Gurinhém (417); Gurjão (23); Ibiara (44); Igaracy (9); Imaculada (42); Ingá (1067); Itabaiana (1031); Itaporanga (219); Itapororoca (711); Itatuba (306); Jacaraú (292); Jericó (14); João Pessoa (22879); Joca Claudino (11); Juarez Távora (283); Juazeirinho (159); Junco do Seridó (48); Juripiranga (447); Juru (91); Lagoa (6); Lagoa de Dentro (117); Lagoa Seca (625); Lastro (18); Livramento (84); Logradouro (126); Lucena (352); Mãe d’Água (18); Malta (91); Mamanguape (2131); Manaíra (11); Marcação (293); Mari (1044); Marizópolis (26); Massaranduba (310); Mataraca (163); Matinhas (71); Mato Grosso (15); Matureia (34); Mogeiro (147); Montadas (39); Monte Horebe (14); Monteiro (341); Mulungu (319); Natuba (54); Nazarezinho (35); Nova Floresta (59), Nova Olinda (15); Nova Palmeira (58); Olho D´Água (40); Olivedos (75);  Parari (5); Passagem (30); Patos (2970); Paulista (179); Pedra Branca (1); Pedra Lavrada (34); Pedras de Fogo (1250); Pedro Régis (44); Piancó (147); Picuí (191); Pilar (290); Pilões (105); Pilõezinhos (228); Pirpirituba (281); Pitimbu (576); Pocinhos (136);  Poço Dantas (6); Poço de José Moura (18); Pombal (435); Prata (5); Princesa Isabel (73); Puxinanã (253);  Queimadas (1003); Quixaba (27); Remígio (230); Riachão (72); Riachão do Bacamarte (223);  Riachão do Poço (87); Riacho de Santo Antônio (29); Riacho dos Cavalos (12); Rio Tinto (999); Salgadinho (26); Salgado de São Felix (222); Santa Cecília (65); Santa Cruz (53); Santa Helena (19); Santa Inês (56);  Santa Luzia (220); Santa Rita (2580); Santa Terezinha (54); Santana de Mangueira (5); Santana dos Garrotes (18); Santo André (14); São Bentinho (42); São Bento (1552); São Domingos do Cariri (45);  São Francisco (33);  São João do Cariri (96); São João do Rio do Peixe (229); São João do Tigre (11); São José da Lagoa Tapada (51); São José de Caiana (40); São José de Espinharas (37); São José de Piranhas (157); São José de Princesa (1); São José do Bonfim (58); São José do Brejo do Cruz (10); São José do Sabugi (214); São José dos Cordeiros (35); São José dos Ramos (225); São Mamede (38); São Miguel de Taipu (131); São Sebastião de Lagoa de Roça (213); São Sebastião do Umbuzeiro (11); São Vicente do Seridó (47); Sapé (951); Serra Branca (146); Serra da Raíz (18); Serra Grande (9); Serra Redonda (239); Serraria (151); Sertãozinho (176); Sobrado (174); Solânea (423); Soledade (138); Sossego (9), Sousa (1419); Sumé (219); Tacima (123); Taperoá (68); Tavares (106); Teixeira (161); Tenório (16); Triunfo (52); Uiraúna (86); Umbuzeiro (75); Várzea (15); Vieirópolis (6); Vista Serrana (6), Zabelê (24). 

*Dados oficiais preliminares (fonte: SIM, e-sus VE e SIVEP) extraídos às 10h do dia 08/08, sujeitos a alteração por parte dos municípios.

Os 18 óbitos registrados nesta sexta ocorreram entre 25 de maio e 08 de agosto, 61% deles nas últimas 24 horas. Os pacientes tinham idade entre 40 e 89 anos. Diabetes e hipertensão foram as comorbidades mais freqüentes e 04 não possuíam nenhum fator de risco.

Homem, 77 anos, residente em São João do Rio do Peixe. Hipertenso. Início dos sintomas em 18/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 08/08/2020.

Homem, 80 anos, residente em Diamante. Cardiopata. Início dos sintomas em 29/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 08/08/2020.

Mulher, 81 anos, residente em Queimadas. Sem comorbidades. Início dos sintomas em 27/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 08/08/2020.

Homem, 40 anos, residente em Uiraúna. Sem comorbidades. Início dos sintomas em 19/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 07/08/2020.

Mulher, 58 anos, residente em Gurinhém. Obesa e diabética. Início dos sintomas em 01/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 07/08/2020.

Homem, 63 anos, residente em Sapé. Sem Comorbidade. Início dos sintomas em 20/06/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 07/08/2020.

Homem, 68 anos, residente em João Pessoa. Hipertenso. Início dos sintomas em 12/07/2020. Foi a óbito em hospital privado no dia 07/08/2020.

Homem, 76 anos, residente em Bayeux. Hipertenso, diabético e cardiopata. Início dos sintomas em 15/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 07/08/2020. 

Homem, 78 anos, residente em Santa Teresinha. Sem Comorbidade. Início dos sintomas em 14/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 07/08/2020.

Mulher, 79 anos, residente em Sousa. Cardiopata e diabética. Início dos sintomas em 25/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 07/08/2020.

Homem, 84 anos, residente em pedras de Fogo. Sem informação de comorbidade. Início dos sintomas em 18/06/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 07/08/2020.

Mulher, 62 anos, residente em João Pessoa.Portadora de Doença neurológica. Início dos sintomas em 25/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 28/07/2020.

Mulher, 64 anos, residente em João Pessoa. Hipertensa, diabética, portadora de obesidade. Início dos sintomas em 26/06/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 25/07/2020.

Mulher, 89 anos, residente em Juripiranga.Portadora de hipertensão e doença respiratória. Início dos sintomas em 15/06/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 11/07/2020.

Homem, 61 anos, residente em João Pessoa. Diabético. Início dos sintomas em 03/06/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 30/06/2020.

Homem, 81 anos, residente em Campina Grande. Comorbidade não informada. Início dos sintomas em 17/06/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 25/06/2020.

Homem, 75 anos, residente em João Pessoa. Comorbidade não informada. Início dos sintomas em 13/05/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 01/06/2020.

Homem, 74 anos, residente em Jacaraú. Diabético. Início dos sintomas em 17/05/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 25/05/2020.

Os dados epidemiológicos e de ocupação de leitos estão disponíveis em

 

Chica Xavier era casada há 64 anos com o também ator Clementino Kelé, 94, ambos nascidos em Salvador. (Foto: Reprodução)

SÃO PAULO, SP (FOLHARPESS) – A atriz Francisca Xavier Queiroz de Jesus, a Chica Xavier, morreu na madrugada deste sábado (8), aos 88 anos. Ela tinha um câncer e estava internada no Hospital Vitória, no Rio de Janeiro.

Ela atuou em mais de 40 papéis nas últimas cinco décadas na televisão brasileira. Um de seus personagens mais marcantes foi o de Magé Bassã, da minissérie “Tenda dos Milagres” (1985), da Globo. Ela atuou ao lado de Sônia Braga em “A Força do Desejo”, em 1999, e sua última participação foi em “Cheias de Charme” (2012), ambas da Globo.

Chica Xavier era casada há 64 anos com o também ator Clementino Kelé, 94, ambos nascidos em Salvador. Ela deixa, a neta Luana Xavier, que apresenta o programa “Viagem a Qualquer Custo”, no Multishow, e o neto Ernesto Xavier, ator e jornalista.

O presidenciável Fernando Haddad, do Partido dos Trabalhadores, elencou, em artigo publicado neste sábado, as provas da parcialidade e da suspeição do ex-juiz e ex-ministro Sérgio Moro. “Moro não brincou em serviço. Pavimentou sua carreira num conjunto de arbitrariedades que, se não forem corrigidas, talvez nunca mais se possa declarar um juiz parcial, comprometendo todo o sistema de justiça”, diz ele.

“Moro autorizou escuta telefônica do advogado do acusado; Moro vazou grampos ilegais; Moro sugeriu a substituição de uma promotora por baixo desempenho; Moro encaminhou testemunhas; Moro anexou delação recusada pelo próprio MP, finda a instrução, e, três meses depois, levantou seu sigilo a seis dias do primeiro turno; Moro demonstrou desinteresse pela delação de uns e pela investigação de outros para não comprometer o apoio político-midiático às suas ações; Moro renunciou à magistratura pelo cargo de ministro da Justiça daquele que ajudou a eleger, para, em seguida, dizendo-se surpreso com a conduta antiética do chefe, demitir-se em busca de voos mais altos”, lista Haddad.

No artigo, ele também faz um alerta aos ministros do Supremo Tribunal Federal. “Está nas mãos do colegiado o futuro do sistema de justiça e da própria democracia. Se a conduta de Moro for chancelada, o golpe que Bolsonaro e seus generais planejam no Supremo Tribunal Federal já terá sido em parte consumado.” (247)

Ex-craque Ronaldinho Gaúcho completa 150 dias preso no Paraguai

Ronaldinho Gaúcho completa 150 dias preso no Paraguai nesta sextaO ex-craque Ronaldinho Gaúcho completa nesta sexta-feira (6) 150 dias preso em Assunção, no Paraguai. Há evidências de que ele pode estar sendo usado como retaliação ao Brasil pelo fato de a Justiça Federal brasileira haver decretado a prisão do ex-presidente paraguaio Horácio Cartes, poderoso empresário local, dono da Tabesa, fabricante de cigarros que há anos inunda ilegalmente o mercado brasileiro.

Nesse tempo, Gaúcho não tem recebido a solidariedade do governo do Brasil e nem de ex-colegas, inclusive de clubes como PSG e Barcelona. A defesa alega que o ex-jogador não saberia da ilegalidade do passaporte que foi apreendido em seu poder

Morre D. Pedro Casaldáliga, ícone da luta contra a ditadura e pela defesa dos direitos humanos 

D. Pedro Casaldáliga

Dom Pedro Casaldáliga, bispo emérito da Prelazia de São Félix do Araguaia, considerado um ícone da luta pelos direitos humanos no Brasil, faleceu na manhã deste sábado (8) em decorrência de problemas respiratórios.

Por Julinho Bittencourt, na Revista Fórum – Após uma longa internação, morreu na manhã deste sábado (8), Dom Pedro Casaldáliga, bispo emérito da Prelazia de São Félix do Araguaia (MT). Ele estava internado em um hospital de Batatais (SP) com insuficiência respiratória.

A notícia da morte foi comunicada pela Prelazia de São Félix do Araguaia (Mato Grosso, Brasil). Veja abaixo:

A Prelazia de São Félix do Araguaia (Mato Grosso, Brasil), a Congregação dos Missionários Filhos do Imaculado Coração de Maria (Claretianos) e a Ordem de Santo Agostinho (Agostinianos) comunicam o falecimento Dom Pedro Casaldáliga Pla, CMF, Bispo Emérito da Prelazia de São Félix do Araguaia (Mato Grosso) e Missionário Claretiano, ocorrido neste dia 08 de agosto de 2020 às 9:40 horas (horário de Brasília), na cidade de Batatais, estado de São Paulo, Brasil.

Leia a íntegra na Fórum.

Arcoverde confirma mais 25 casos de Covid-19, 98 curados, 02 óbitos e divulga boletim geral

A Secretaria de Saúde de Arcoverde informa que, nesta sexta-feira, 07 de agosto, até às 17 horas, registrou mais vinte e cinco (25) casos de Covid-19, além de noventa e oito (98) curados e dois (02) óbitos ocorridos. O boletim diário, portanto, fica com quatrocentos e vinte e seis (426) suspeitos, mil cento e sessenta e oito (1.168) descartados, setecentos e nove (709) confirmados, vinte e nove (29) óbitos, e quatrocentos e setenta (470) recuperados.

A repartição municipal ressalta que o Sistema de Saúde de Pernambuco abriu de forma regulada as vagas disponíveis em UTI. Pacientes com Covid-19 que precisam de UTI são submetidos de forma regulada, com senha, para qualquer hospital que venha a ter vaga, incluindo o Hospital Regional Rui de Barros Correia (HRRBC), onde o atendimento está disponível também para outros municípios e não somente para Arcoverde, que hoje conta com quatro (04) pacientes internados em sua UTI.
O município tem registrado mais casos confirmados da pandemia, em virtude do grande número de testes que estão sendo oferecidos ultimamente à população, com aproximadamente 100 pessoas por dia em iniciativas de testagens como o Centro de Atendimento Covid-19, entre outras ações que consistem em colaborar para a diminuição da proliferação do Coronavírus na cidade.
Outro ponto de esclarecimento da Secretaria de Saúde de Arcoverde consiste na redução do índice de mortes por Covid-19 nos atendimentos municipais, atingido a média estadual de 4% de óbitos, estando no limite estabelecido pelo Governo de Pernambuco. O índice de cura com o tratamento oferecido aos pacientes do município é de 65%.
Vale lembrar, que dentro dos 709 casos confirmados, estão contabilizados os 29 óbitos e 470 curados. No total, a cidade tem oito (08) pacientes em UTI e dezesseis (16) em enfermaria.
No Hospital Regional Ruy de Barros Correia, há quatro (04) pacientes de Arcoverde na UTI e seis (06) na enfermaria. No Hospital de Campanha há dez (10) internados. No Hospital Memorial Arcoverde há quatro (04) pacientes na UTI.
Nas barreiras sanitárias das entradas da cidade foram abordados 1.174 carros de fora.
Boletim Geral – De acordo com o balanço geral dos dados de Covid-19, Arcoverde tem 2.306 notificações do Coronavírus, o que significa o total de pessoas suspeitas, desde a investigação até o descarte ou confirmação.
Dos 709 casos confirmados, 391 são mulheres e 218 são homens. Já dos óbitos, 11 casos são de mulheres e 18 são de homens.
Dentro do mapeamento pelos bairros da cidade, dos casos confirmados, duzentos e vinte e oito (228) estão no São Cristóvão, centro e trinta e oito (138) no Centro, dezesseis (16) no Cardeal, sessenta e dois (62) no São Geraldo, cinquenta (50) na Boa Vista, vinte (20) no Sucupira, vinte e seis (26) no Boa Esperança, setenta e cinco (75) no São Miguel, um (01) no Novo Arcoverde, dez (10) na Cohab II, um (01) na Vila do Presídio, seis (06) no Pôr do Sol, onze (11) na Cidade Jardim, cinco (05) no Residencial Maria de Fátima Freire, sete (07) no JK, seis (06) no Santos Dumont, um (01) no Veraneio, cinco (05) na Cohab I, um (01) no Serrano, um (01) no Teresópolis, sete (07) no Tamboril, dois (02) no Petrópolis, e trinta (30) na Zona Rural.
Dos vinte e nove (29) óbitos, onze (11) são do São Cristóvão, um (01) do Centro, quatro (04) do São Miguel, um (01) do Cardeal, três (03) do Boa Esperança, dois (02) da Cohab II, um (01) da Boa Vista, um (01) do Pôr do Sol, um (01) do Tamboril, um (01) do São Geraldo, e três (03) da Zona Rural.
Entre as idades, dois (02) tinham entre 0 a 09 anos; dois (02) entre 30 e 39 anos; dois (02) entre 40 a 49; dois (02) entre 50 a 59; seis (06) entre 60 e 69 anos, nove (09) entre 70 e 79 anos e seis (06) tinham entre 80 anos a mais.
Até o momento, a receita direcionada para o enfrentamento da Covid-19 é de R$ 358,8 milhões.
A aquisição de equipamentos médico-hospitalar está entre os investimentos (Foto: Reprodução)

O Governo da Paraíba já investiu R$ 177,932.702,47 para as ações de combate à Covid-19. Até o momento, a receita direcionada para o enfrentamento da Covid-19 é de R$ 358,8 milhões.

Deste valor, R$ 177 milhões já foram utilizados de março a julho, por meio das Secretarias de Estado de Saúde, do Desenvolvimento Humano e da Educação, por exemplo, nas ações de assistência social e saúde no enfrentamento da Covid-19. 

As informações estão no Portal da Transparência que disponibiliza para a população os dados sobre recursos utilizados pela gestão estadual para o enfrentamento da pandemia. 

O secretário de Saúde, Geraldo Medeiros, explica que “o investimento em saúde contempla o custeio das unidades hospitalares, aquisição de equipamentos e insumos”. 

Do recurso destinado pelo Fundo Nacional de Saúde, R$ 29 milhões já foram utilizados para custeio dos Centros de Referência Covid em todo estado, R$ 9 milhões para aquisição dos Testes Rápidos. 

A Controladoria Geral do Estado explica que a aplicação dos recursos federais, sob a forma de Apoio Financeiro, destinado exclusivamente a ações de Assistência Social e Saúde ao enfrentamento da Covid-19, faz parte de um plano de aplicação específico, que inclui, entre outras ações,  a aquisição de equipamentos médico-hospitalar já em licitação para ampliação da assistência a população, no fortalecimento do apoio diagnóstico com a aquisição de kits laboratoriais para Covid-19, na aquisição de medicamentos utilizados no tratamento hospitalar dos pacientes Covid-19 por meio de utilização  de ata que estão em tramitação no Ministério da Saúde, no valor de R$ 18 milhões e também para pagamento de folha dos profissionais que estão trabalhando na linha de frente da Covid-19.

Prefeito de SP diz que volta às aulas na capital não tem data definida
Segundo ele, retorno presencial poderá ocorrer só em 2021

Bruno Covas

A volta às aulas na rede municipal de ensino de São Paulo ainda não tem uma data definida para ocorrer, disse ontem (7) o prefeito da capital paulista, Bruno Covas. Segundo ele, o retorno presencial poderá ocorrer a partir de 7 outubro, mesma data definida para o retorno pelo governo do estado, nos meses seguintes, ou até em 2021.

“Nós estamos aqui analisando os dados para tomar com toda cautela, com toda tranquilidade. Nós estamos preparando a rede municipal para retomada, seja ela em outubro, novembro ou dezembro, ou no ano que vem”, disse em encontro online realizado hoje com empresários.

Covas ressaltou que a data do retorno das aulas será decidida pela área da saúde da administração municipal, e que uma pesquisa sorológica com amostra representativa de estudantes está sendo feita para embasar a decisão. O levantamento pretende avaliar o grau de incidência e a transmissibilidade entre os alunos.

“Vocês imaginem em uma sala de aula, com 40 alunos, que até hoje as escolas não conseguiram segurar o piolho, como é que você vai conseguir segurar o vírus do coronavírus? Enquanto a gente não tiver total tranquilidade de que é o momento apropriado, não é pressão do grupo A, não é o interesse do grupo B que vão definir a data de retorno às aulas”, disse.

O prefeito destacou que a rede municipal está sendo preparada para o momento da retomada das aulas, e que a prefeitura já aprovou, na Câmara Municipal, uma lei que dá a possibilidade de a administração contratar vagas de ensino infantil nas escolas particulares para alocar alunos da rede pública.

“Se houver um aumento de procura nas escolas públicas, nós não vamos deixar as pessoas na fila. Nós vamos comprar vaga na escola privada, e vamos colocar esse aluno lá. Pelo mesmo preço unitário que eu tenho hoje de investimento no aluno do ensino infantil ou na pré-escola”, afirmou Covas.

Fase 4

Bruno Covas também que a expectativa da prefeitura é que o município consiga entrar na quarta fase de abertura do Plano São Paulo na segunda quinzena de setembro. A quarta fase é a etapa Verde do plano de reabertura do estado, e prevê um menor número de restrições para a realização de atividades que envolvam aglomeração de pessoas.

De acordo com o prefeito, a cidade está há nove semanas consecutivas com diminuição no número de óbitos causados pela covid-19. “A cidade que chegou a ser responsável por 90% das mortes do estado, hoje tem 42% dos óbitos no estado de São Paulo. A gente vem em nove semanas consecutivas reduzindo o número de óbitos apesar de a gente já ter, há praticamente dois meses e meio, iniciado o processo de reabertura”.

Agência Brasil

Mega-Sena acumulada pode pagar R$ 6,5 milhões neste sábado

O sorteio ocorre às 20h deste sábado (8) no Espaço Loterias Caixa, no terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo.
Mega Sena realiza neste sábado sorteio (Foto: Reprodução)

O concurso 2.287 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 6,5 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre às 20h deste sábado (8) no Espaço Loterias Caixa, no terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo. A aposta mínima custa R$ 4,50 e pode ser realizada pela internet – saiba como fazer.

Para apostar na Mega-Sena

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país ou pela internet, no site da Caixa Econômica Federal – acessível por celular, computador ou outros dispositivos. É necessário fazer um cadastro, ser maior de idade (18 anos ou mais) e preencher o número do cartão de crédito.

Probabilidades
A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 4,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 22.522,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

 

Sikêra Jr. é condenado pela Justiça a pagar R$ 300 mil a modelo trans: ‘raça desgraçada’

Apresentador exibiu em seu programa a imagem de Viviany – que é transsexual – enquanto falava um crime cometido por um casal de lésbicas.

Na decisão, o juiz determinou ainda que a imagem da modelo seja retirada da reportagem publicada no YouTube. (Foto: Reprodução)

O apresentador de TV Sikêra Jr. foi condenado pela Justiça a pagar R$ 300 mil à modelo Viviany Beleboni, após exibir em seu programa a imagem de Viviany – que é transsexual – enquanto falava um crime cometido por um casal de lésbicas. Na oportunidade, ele ainda usou a expressão “raça desgraçada” ao se referir às suspeitas. A informação é do site O Dia. 

Na decisão, o juiz determinou ainda que a imagem da modelo seja retirada da reportagem publicada no YouTube. Ainda cabe recurso.

Homens são detidos com caminhonete de luxo roubada após atirarem na polícia em Sertânia

Veículo apreendido pela PRF — Foto: Polícia Rodoviária Federal/Divulgação

G1

Nesta sexta-feira (07), dois homens foram detidos com uma caminhonete de luxo roubada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), na BR-232, em Sertânia, no Sertão de Pernambuco. Durante a fuga, o motorista perdeu o controle do veículo e bateu em uma mureta de proteção.

Segundo a PRF, os policiais rodoviários federais estavam realizando uma fiscalização no posto da PRF, no quilômetro 278 da rodovia, quando observaram um veículo com as mesmas características de um que havia sido roubado no dia anterior, na cidade de Garanhuns, no Agreste. Foi dada ordem de parada ao veículo, contudo o motorista desobedeceu e empreendeu fuga.

Ainda segundo a PRF, a equipe de plantão seguiu o veículo, quando foram realizados disparos pelos assaltantes e na sequência os policiais revidaram a injusta agressão. Durante a fuga, o motorista perdeu o controle do veículo e bateu na mureta de proteção da ponte Riacho Seco, no quilômetro 275 da rodovia. Eles abandonaram o veículo e adentraram na caatinga. Os policiais fizeram buscas na região e não localizaram os indivíduos.

Horas depois, populares informaram aos PRFs, que havia dois homens com atitude suspeita em um posto de combustível. Ao chegarem lá, os homens demonstraram grande nervosismo e admitiram que estavam na caminhonete roubada. Eles informaram ainda que haviam sido contratados por uma pessoa, para levar o veículo de Garanhuns para a cidade de Tamandaré, no Litoral Sul e que pelo serviço, receberiam aproximadamente R$ 400

Libaneses realizam protestos e cobram respostas sobre explosões que mataram mais de 150 pessoas

A polícia entrou em ação quando os manifestantes tentaram ultrapassar uma barreira que bloqueava o acesso ao edifício do Parlamento.

Protestos exigem explicações. Explosões deixaram mais de 60 pessoas continuam desaparecidas. (Foto: G1/Anwar Amro / AFP)

Uma manifestação contra o governo do Líbano em Beirute neste sábado (8) foi interrompida por policiais especializados em conter protestos. Eles jogaram bombas de gás na direção dos manifestantes que criticava a forma como a administração pública tem gerenciado a megaexplosão que aconteceu no começo da semana.

Parte de Beirute foi devastada pela explosão, matando mais de 150 pessoas, enquanto cerca de 60 ainda estão desaparecidas.

Neste sábado, cerca de 5.000 pessoas se reuniram no centro de Beirute. Algumas delas jogaram pedras contra o prédio do congresso. A polícia entrou em ação quando os manifestantes tentaram ultrapassar uma barreira que bloqueava o acesso ao edifício do Parlamento.

Os manifestantes pediam a “queda do regime” e, nas faixas, chamavam o governo de assassino.

Dois dias após a visita histórica do presidente francês Emmanuel Macron, a atividade diplomática se intensifica em Beirute para organizar o apoio internacional ao país, na véspera de uma conferência de doadores.

Pelo quarto dia consecutivo, Beirute acordou ao som de vidro quebrado recolhido nas ruas pelos moradores e um exército de voluntários, equipados com vassouras e mobilizados desde o amanhecer.

O incidente de terça-feira no porto, cujas circunstâncias ainda não estão claras, teria sido causado por um incêndio que afetou um enorme depósito de nitrato de amônio, um produto químico perigoso.

As imagens do momento da catástrofe mostram uma deflagração que muitos compararam às bombas atômicas sobre o Japão em 1945, enquanto as equipes de resgate comparavam as cenas de destruição às resultantes de um terremoto.

O desastre deixou pelo menos 154 mortos, mais de 5.000 feridos, incluindo 120 em estado crítico, de acordo com o ministério da Saúde libanês, além de quase 300 mil desabrigados.

Mais de 60 pessoas continuam desaparecidas, enquanto a esperança de encontrar sobreviventes diminui.

Dia do Julgamento

Ainda em estado de choque após as explosões de violência sem paralelo na história do país, muitos libaneses exigem prestação de contas de uma classe política que denunciam como negligente e corrupta.

Na Praça dos Mártires, epicentro da contestação popular desde outubro passado e onde está programado um protesto na parte da tarde, sob o lema “Dia do Julgamento”, os ativistas já ergueram uma forca.

“Depois de três dias limpando os escombros e curando nossas feridas, é hora de deixar nossa raiva esvair e puni-los por matar pessoas”, declarou Farès al-Hablabi, de 28 anos.

“Devemos nos levantar contra todo o sistema (…) a mudança deve ser compatível com a escala do desastre”, acrescentou este militante que saiu às ruas no momento da eclosão do levante popular em 17 de outubro de 2019.

Se o movimento perdeu força nos últimos meses, especialmente devido à pandemia de coronavírus – que continua se agravando no Líbano – a tragédia pode reanimá-lo.

“Não temos mais nada a perder. Todos devem ir para as ruas”, disse Hayat Nazer, uma militante por trás de muitas iniciativas de solidariedade.

O presidente Michel Aoun, cada vez mais criticado, deixou claro na sexta-feira que se opõe a uma investigação internacional, dizendo que as explosões poderiam ter sido causadas por negligência ou por um míssil.

Cerca de vinte funcionários do porto e da alfândega foram presos, segundo fontes judiciais e de segurança.

Assistência imediata

Dois dias após a visita de Macron, que criticou severamente a classe política, uma videoconferência de doadores em apoio ao Líbano acontecerá no domingo, co-organizada pela ONU e pela França, segundo informou a presidência francesa à AFP.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou que participará. “Todo mundo quer ajudar!”, tuitou.

O Líbano atravessa uma severa crise econômica, depois de não pagar sua dívida, e seus líderes não conseguiram chegar a um acordo sobre um resgate econômico com o Fundo Monetário Internacional (FMI).

O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, é esperado neste sábado em Beirute, para mostrar a “solidariedade” dos europeus. A UE já liberou 33 milhões de euros.

O chefe da Liga Árabe, Ahmad Aboul Gheit, junto com o vice-presidente turco, Fuat Oktay, e o ministro das Relações Exteriores, Mevlüt Cavusoglu, também visitarão Beirute para assegurar seu apoio.

Sem demora, vários países despacharam equipamentos médicos e sanitários, bem como hospitais de campanha.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) está preocupada com a saturação dos hospitais, já em situação complicada pela pandemia de coronavírus, escassez crônica de medicamentos e de equipamentos médicos.

Enquanto as autoridades estrangeiras se sucedem e a ajuda internacional chega, os governantes do Líbano tentam claramente tirar vantagem da situação, segundo o analista Nasser Yassin, do Instituto Issam Fares.

“O temor é que as autoridades aproveitem este desastre e a atenção árabe e internacional para se manter na superfície”, disse.

Neste contexto, o líder do partido Kataeb, Samy Gemayel, anunciou neste sábado sua renúncia junto com outros dois deputados do histórico partido cristão após o desastre no porto, dizendo que havia chegado a hora de construir um “novo Líbano”.

Sua renúncia acontece após uma decisão semelhante por dois outros parlamentares nesta semana.

 

Prefeito de Petrolina pede que Estado seja justo e solicita reabertura de bares, restaurantes e academias da cidade

Foto: reprodução

Após mais de quatro meses do registro do primeiro caso do novo coronavírus (covid-19), Petrolina segue como a cidade do Nordeste de médio ou grande porte com menos mortes – no último boletim divulgado são 59 óbitos – e com a menor taxa de mortalidade – 16,9 por 100 mil habitantes. O município também tem registrado queda contínua de novos casos de transmissão da covid-19. Por conta desse cenário, o prefeito Miguel Coelho reivindicou do Governo de Pernambuco a reabertura gradual e segura de bares, restaurantes e academias em Petrolina.

O posicionamento foi manifestado em um vídeo postado nas redes sociais, nesta sexta-feira (7). Miguel lembra que, devido ao trabalho preventivo, políticas de saúde eficientes e investimentos prioritários no tratamento, testagem e rastreio do vírus em pacientes, a cidade se tornou referência no Nordeste no combate a covid-19. Comparada a municípios pernambucanos do mesmo porte, Petrolina tem quatro ou até sete vezes menos mortes pela doença. Ainda assim, Petrolina segue sem autorização para funcionamento de vários segmentos econômicos e de saúde, ao contrário do Agreste, Zona da Mata e Região Metropolitana.

Miguel ressalta no posicionamento que não se trata de politização da pandemia. Pelo contrário, o prefeito de Petrolina segue defendendo a união dos entes federais, estaduais e municipais no enfrentamento a covid-19, porém, considera o tratamento injusto com os sertanejos diante dos dados comparativos e quadro epidemiológico. “Não queremos politizar nem polemizar com o assunto, mas Petrolina tem os melhores números no combate à pandemia em Pernambuco. Se for para mortalidade, é a menor do estado, se for para ocupação de leitos, pela primeira vez, estamos abaixo de 50% e estamos registrando queda no número de novos casos. Queremos o mesmo tratamento e sabemos que Petrolina fez um grande trabalho, e se for baseado nos dados, estamos melhor que as demais cidades“, concluiu Miguel. (Com informações do Blog do Carlos Britto)

Prefeitura de Ipubi institui toque de recolher

Foto: reprodução

A prefeitura de Ipubi, no Sertão de Pernambuco, instituiu o toque de recolher no município a partir desta sexta-feira (7). A medida é válida das 20h às 5h, até o dia 17 de agosto.

De acordo com a gestão, os estabelecimentos comerciais estão proibidos de vender bebida alcoólica durante o período do toque. Além disso, serviços de delivery, missas e cultos só podem funcionar até às 21h.

A medida faz parte do Decreto Municipal 052/2020 de prevenção ao aumento de casos do novo coronavírus

Paciente foge sem roupas do Hospital Universitário de Petrolina

Foto: reprodução

Um paciente não identificado fugiu do Hospital Universitário de Petrolina (PE) provavelmente na tarde desta sexta-feira (7).

Ele foi visto em ponto de ônibus próximo a unidade hospitalar conversando com populares e apresentava alguns hematomas pelo corpo, e estava sem roupas com algumas sacolas nas mãos e curativos.

A assessoria de comunicação do Hospital Universitário confirmou a informação e enviará em breve uma nota sobre o episódio. (Blog do Edenevaldo Alves)

‘Preço do botijão de gás vai cair muito’, garante ministro de Minas e Energias

Foto: Clemilson Campos/Acervo JC Imagem

Em live realizada nesta sexta-feira (07), o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, informou que o preço do GLP (Gás Liquefeito de Petróleo), o popular gás de cozinha, vai ficar mais barato. Segundo Albuquerque, “o preço do botijão vai cair muito porque nós estamos adotando ações para tornar a concorrência maior no setor”, justificou. Ele afirmou ainda que o produto está disponível em abundância no Brasil, por isso, o preço deve registrar queda.

Ao lembrar dos recordes de produção nos últimos meses, o ministro falou que “se hoje nós [Brasil] importamos, em oito anos poderemos ser exportadores de gás natural, mas para isso precisamos de investimentos”, completou.

De acordo com o chefe da pasta de Minas e Energia, atualmente o preço médio do botijão de 13 kg custa entre R$ 25,00 e R$ 27,00 nas refinarias e o valor elevado que chega ao consumidor é de responsabilidade das distribuidoras e vendedores. O valor médio do botijão é de R$ 70, mas já chegou a custar bem mais. Questionado, Bento não confirmou a afirmação do ministro da Economia, Paulo Guedes, de que o preço do produto cairá de R$ 80 para R$ 60. “O Paulo Guedes é melhor em números do que eu”, se esquivou.

“Muitas pessoas estocaram o botijão por causa da pandemia e o próprio revendedor se aproveitou dessa situação, mas agora o consumo já caiu um pouco”, relatou o ministro.

Prefeito decreta toque de recolher em Santa Maria da Boa Vista

Foto: reprodução

O prefeito de Santa Maria da Boa Vista (PE), Humberto Mendes, decretou toque de recolher na cidade a partir da próxima segunda-feira (10), das 19h às 5h.

Segundo informações, os casos relacionados ao Novo Coronavírus continuam aumentando no município, que pode decretar  lockdown.

Cidades do Sertão de Pernambuco mostram reação no número de empregos, segundo Caged

Empresa de exportação de manga em Petrolina — Foto: Reprodução/ TV Grande Rio

Enquanto o Brasil passa por uma crise no mercado de trabalho com mais de 1 milhão de vagas de emprego fechadas no primeiro semestre de 2020, sendo mais de 10 mil só em junho, dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) mostram que o cenário começa a mudar em algumas cidades do Sertão de Pernambuco. Petrolina, Salgueiro e Araripina voltaram a apresentar saldos positivos depois de meses, principalmente devido à agroindústria.

Em uma empresa de exportação de manga que fica em Petrolina, a produção está bastante acelerada. A empresa, que fica na BR-407, o número de exportações de manga para a Europa e Estados Unidos aumentaram em 20% nos últimos meses, em relação ao mesmo período de 2019. Para o mercado interno, a procura também deu um salto. O crescimento foi inesperado para uma pandemia. Com tanta gente em casa, o consumo de frutas mais que dobrou e foi preciso reforço no quadro de funcionários.

Desde o início da pandemia, a empresa está fazendo contratações. Somente no mês de julho foram admitidos mais 100 colaboradores para as áreas administrativas e campo. Em agosto, quando inicia a segunda safra, vão ser contratados mais 150 funcionários para o packing house

Palmeiras e Corinthians voltam a se encontrar para a grande final do Campeonato Paulista neste sábado

Esta será a décima primeira final direta de campeonato entre eles em 103 anos de rivalidade. sA final acontece às 16h30 (horário de Brasília), no Allianz Parque.

Com o empate por 0 a 0 na ida, em Itaquera, qualquer vitória simples a um dos times garante o título estadual. (Foto: Reprodução)

Palmeiras e Corinthians voltam a se encontrar para a grande final do Campeonato Paulista 2020 neste sábado (8), às 16h30 (horário de Brasília), no Allianz Parque. Com o empate por 0 a 0 na ida, em Itaquera, qualquer vitória simples a um dos times garante o título estadual. Em caso de empate, a decisão irá para os pênaltis.

No lado dos donos da casa, a escalação da zaga é, ainda, uma incógnita. O Alviverde não divulgou detalhes sobre a preparação da equipe e não se sabe se Felipe Melo retomará seu posto – ele ficou de fora no último Dérbi por conta de uma lesão muscular na coxa. Caso ele atue, Luan volta para o banco. Também não se sabe se Vanderlei Luxemburgo manterá Zé Rafael na equipe no lugar de Willian.

Do outro lado, o Corinthians deve repetir a escalação de seus últimos três jogos no Paulistão. Cantillo, que já ficou no banco na primeira partida da decisão, deve permanecer como opção de Tiago Nunes e a dupla Gabriel e Éderson tende a ser mantida para iniciar o duelo da final neste sábado. O único desfalque será Boselli, que ainda ser recupera de cirurgia na face.

Esta será a décima primeira final direta de campeonato entre eles em 103 anos de rivalidade. O lado verde leva vantagem com sete canecos (Paulistas de 1936, 74 e 93; Paulista Extra de 1938; Torneio Rio-São Paulo de 51 e 93; e Brasileiro de 94), porém, as três vezes quem o Timão levou a melhor foram justamente nos últimos encontros (1995, 1999 e 2018).

PALMEIRAS X CORINTHIANS
Local: Allianz Parque, São Paulo (SP)
Data/Horário: 8 de agosto de 2020, às 16h30 (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira
Assistentes: Marcelo Van Gasse e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa

PALMEIRAS: Weverton, Marcos Rocha, Luan (Felipe Melo), Gómez e Viña; Patrick de Paula, Ramires e Gabriel Menino; Zé Rafael (Willian), Rony e Luiz Adriano. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Desfalques: Felipe Melo (dúvida), Gabriel Veron (machucado) e Luan Silva (em transição)

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Gil, Danilo Avelar e Carlos Augustos; Gabriel e Éderson; Ramiro, Luan e Mateus Vital; Jô. Técnico: Tiago Nunes

Desfalque: Boselli (recuperação de cirurgia na face)

Leitos de UTI do Hospital Emília Câmara passa a atender 12 cidades do Sertão do Pajeú

Doze municípios do Sertão do Pajeú, em Pernambuco, passam a contar com a disponibilidade dos seus primeiros 10 leitos de unidade de terapia intensiva (UTI) no Hospital Regional Emília Câmara, em Afogados da Ingazeira, reforçando a assistência aos pacientes com suspeita e diagnóstico da covid-19 na região. A unidade, já tem 10 vagas de enfermaria para o atendimento desses casos. Na manhã de ontem, o secretário Estadual de Saúde, André Longo, visitou o novo serviço, ao lado prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota, que também é presidente da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe).

“Esta é uma grande obra para o Sertão do Pajeú, uma UTI com dez leitos, absolutamente equipada com o que há de melhor em tecnologia médica a serviço da população sertaneja. Esse é um compromisso do governador Paulo Câmara com a ampliação da nossa capacidade instalada no interior do Estado, inicialmente para atender os pacientes com a Covid-19, mas esse equipamento será um legado pois ficará para atender outras patologias tão logo a gente consiga superar essa fase difícil da Covid”, afirmou o secretário.

“Como sertanejo, fico muito feliz em poder propiciar este momento, que será um marco para a medicina e para a população da região”, completou o secretário que nasceu em Patos, na Paraíba.

A UTI foi nomeada de Otoniel Barbosa de Lima, em homenagem a um dos primeiros servidores da unidade, que prestou 35 anos de serviço e faleceu aos 100 anos de covid-19. “Quero agradecer essa homenagem a meu pai e dizer que estou encantada com esses leitos para a região. Tenho certeza de que salvará muitas vidas”, disse a filha do homenageado, Fernanda Barbosa Lima.

Até o fim deste mês, ainda serão instalados os equipamentos necessários para ofertar terapia renal substutiva (diálise) para os pacientes que apresentarem algum tipo de insuficiência renal aguda por causa do uso de antibióticos. “Estamos ofertando a linha de cuidado necessária para prestar a devida assistência para os nossos pacientes do Sertão do Pajeú. Além de maquinário e insumos, também contamos com uma equipe multiprofissional capacitada para atender a demanda que chegar à unidade”, frisou o diretor do Emília Câmara, Sebastião Duque. O hospital conta com 62 leitos de enfermaria, nas especialidades de clínica médica, cirúrgica, obstétrica, pediátrica e ortopédica. A unidades, antes da pandemia, realizava uma média mensal de 12 mil atendimentos na urgência, 180 partos, 560 internamentos e 150 cirurgias de urgência e eletivas.

Deputados comparam cheques para Michelle Bolsonaro com caso Collor e PC Farias

O depósito de 21 cheques na conta bancária da primeira dama Michele Bolsonaro realizado por Fabrício Queiroz, conforme reportagem da revista Crusoé, fez com que deputados associassem o ocorrido com o caso de corrupção envolvendo o ex-presidente Fernando Collor e Paulo César Farias, conhecido como PC Farias.

Reportagem publicada nesta sexta-feira (07) aponta que o ex-policial militar teria depositado na conta da primeira-dama, entre os anos de 2011 e 2018, ao menos 21 cheques que totalizam R$ 72 mil. Parlamentares da oposição relembraram caso similar tratado em uma CPI instalada no Congresso que investigou acusações de depósitos feitos por PC Farias. Na época, foi identificado que um cheque assinado por um sócio de PC Farias teria sido usado para a compra de um carro modelo Fiat Elba destinado à ex-primeira-dama, Rosane Collor. O caso culminou no impeachment do então presidente.

Em sua conta pessoal no Twitter, à deputada Margarida Salomão (PT-MG) afirmou que o depósito dos cheques por Queiroz não ocasionará em um possível impeachment do chefe do executivo, mas que o  “desbaratamento de sua milícia e de suas mentiras” pode.

A deputada Sâmia Bomfim (Psol – SP) fez referência à compra do carro Fiat Alba para a ex-primeira-dama. “Quantos Fiat Elba daria pra comprar com os 21 cheques de Queiroz para Michelle Bolsonaro?”, ironizou.

Em referência ao caso que envolve integrantes da família Bolsonaro, o deputado e vice-líder da oposição na Câmara, Afonso Florence (PT-BA), escreveu na rede social que “Queiroz é o PC Farias da família”.

Em entrevista ao site O antagonista, em reportagem assinada por Cedê Silva, o deputado Marcelo Calero (Cidadania-RJ) disse hoje que está “cada vez mais claro que podemos estar diante de um novo PC Farias” e, por isso, uma CPI deve ser instalada com urgência.

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que nesta sexta (07) foram detectados 02 novos casos para covid-19 em nosso município. 
Trata-se de 02 pacientes do sexo masculino (27 e 42 anos), sendo um autônomo e o outro, agricultor. 
Entram em investigação os casos de 10 pacientes do sexo feminino com idades entre 19 e 63 anos, e 03 pacientes do sexo masculino com idades entre 19 e 32 anos. 
Hoje tivemos 107 casos descartados após os pacientes apresentarem resultados negativos para covid-19.
Registramos também a recuperação de 02 pacientes que apresentarem cura após avaliação clínica e epidemiológica. 
Já são 184 (85,9%) recuperados para covid-19 em Afogados da Ingazeira. 
Hoje o município atingiu a marca de 1.963 pessoas testadas para a covid-19.

De acordo com a ONU, o Brasil tem a segunda maior concentração de renda do mundo, atrás somente do Catar.

Paulo Guedes, afirmou que ampliar a faixa de isenção de cerca de R$ 1,9 mil para R$ 3 mil geraria uma perda de arrecadação de R$ 22 bilhões por ano. (Foto: Reprodução)

O aumento da faixa de isenção do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF), uma das propostas que a equipe econômica do governo discute para a reforma tributária, pode se tornar uma medida regressiva e agravar a distribuição de renda no Brasil, segundo avaliação da Secretaria do Tesouro Nacional.

De acordo com relatório de dezembro do ano passado da Organização das Nações Unidas (ONU), o Brasil tem a segunda maior concentração de renda do mundo, atrás somente do Catar. Segundo o relatório, a parcela do 1% mais rico da população concentra 28,3% da renda total do país.

Na semana passada, o assessor especial do Ministério da Economia, Guilherme Afif Domingos, afirmou, em entrevista ao G1, que o governo vai propor o aumento da faixa de isenção do IR dos atuais R$ 1.903,99 por mês para cerca de R$ 3 mil.

Na avaliação do Tesouro, os principais beneficiários do aumento da faixa de isenção seriam os que ganham mais de R$ 1.951 por mês — 20% da população. Esses passariam a pagar menos imposto de renda, dinheiro que o governo utiliza para financiamento de programas sociais e custeio da máquina pública.

“Alterações sobre o Imposto de Renda podem ser progressivas ou regressivas. Rever isenções sobre o IRPF é exemplo de medida progressiva e reduz distorções. Por outro lado, o aumento da faixa de isenção do IRPF, é, sim, uma medida regressiva, ou seja, tende a piorar a distribuição de renda ao favorecer as parcelas mais ricas da população. O resultado líquido dessas duas medidas depende do desenho da reforma tributária que venha a ser feita”, afirmou o Tesouro Nacional em resposta a questionamento do G1.

Na campanha eleitoral de 2018, o então candidato a presidente, Jair Bolsonaro, à época do PSL, prometeu uma isenção maior ainda no Imposto de Renda da Pessoas Física. A promessa era que seria isento quem ganha até cinco salários mínimos (até R$ 5.345, em valores atuais). O adversário de Bolsonaro no segundo turno, Fernando Haddad (PT), fez a mesma proposta.

Nesta quarta-feira (5), em audiência pública na comissão da reforma tributária, o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que ampliar a faixa de isenção de cerca de R$ 1,9 mil para R$ 3 mil geraria uma perda de arrecadação de R$ 22 bilhões por ano.

“Custa um Fundeb [fundo que financia a educação básica, em valores repassados pelo governo até 2026]. E a classe política tem que decidir isso. Não é o ministro da Fazenda. O congressista é eleito para tomar essa decisão. Todo ano ele tem que decidir. Reajustando todas as faixas [da tabela do IR], vai para R$ 36 bilhões [o impacto nas contas públicas]. Vai dar os dois, vai aumentar imposto para dar os dois? Essa é a decisão que o Congresso tem de tomar. Vamos encaminhar e vamos encaminhar os dados também”, disse Guedes na ocasião.

Segundo Paulo Guedes, outras medidas a serem propostas são a redução nas deduções; a diminuição da alíquota de 27,5% (atualmente, a mais alta); a criação de uma alíquota maior para os mais ricos; e a retomada da cobrança de imposto sobre a distribuição de lucros e dividendos para as pessoas físicas, que existia até 1996.

Argumentos do Tesouro
Na semana passada, o novo secretário do Tesouro Nacional, Bruno Funchal, apresentou um gráfico feito a partir de dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD Contínua) anual 2018, com as faixas de renda da população brasileira (abaixo).

O secretário explicou que o gráfico divide a população brasileira em cinco partes de acordo com a a renda mensal: a primeira (Q1 no gráfico) reúne os 20% mais pobres; a segunda (Q2) entre os 20% e 40% mais pobres; até a última (Q5), que representa os 20% mais ricos, com renda mensal superior a R$ 1.951 naquele ano.

“A renda mensal domiciliar mediana do Brasil é de R$ 954 [em 2018], e os 20% mais ricos ganham acima de R$ 1.951. Esse é um ponto importante. Precisamos discutir programas. Gastamos de forma considerável com programas sociais. Como a gente poderia propor debates que melhorem essa distribuição de recursos”, disse Funchal na última semana.

Os números sobre a renda no Brasil não captam os resultados da pandemia do novo coronavírus. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), houve alta do desemprego no país no começo de julho. Apesar disso, houve impacto positivo dos auxílios emergenciais do governo.

Transferência de renda
De acordo com o Tesouro Nacional, os números foram apresentados em um momento em que se discute a reformulação dos programas de distribuição de renda, no contexto da pandemia do novo coronavírus — que tem gerado perda de rendimento para a população.

O objetivo, segundo o Tesouro, é “promover um debate sobre a busca de um desenho mais eficaz das políticas distributivas, que as torne mais progressivas e mais focadas nas parcelas da população que realmente precisam, sem que para isso seja necessário aumentar as despesas e ampliar a pressão fiscal”.

De acordo com o secretário do Tesouro Nacional, um estudo do Banco Mundial mostra que parte dos programas de transferência de renda beneficiam a parcela mais rica da população, ou seja, que ganham acima de R$ 1.101,00 (Q4 e Q5 no gráfico). Ele citou as isenções de IRPF para dependentes e aposentados, e o abono salarial.

Por outro lado, entre os programas bem avaliados pelo Banco Mundial, com foco nos mais pobres, estão Bolsa Família, o benefício previdenciário rural e o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

“Toda essa discussão de programas de transferência de renda, de renda mínima, que vai se acelerar nos próximos meses, traz algumas mensagens. Existe um custo associado para controlar diversos programas que fazem a mesma coisa. A gente pode reorganizar esses programas e focalizar [nos mais pobres]”, disse Bruno Funchal na semana passada.

Segundo ele, “a reorganização traz um benefício de gestão, ter um bom programa bem desenhado, e que a gente consegue fazer uma boa gestão, e a segunda mensagem é fazer com que esse programa seja mais eficiente, transferir renda para aqueles que têm menor renda. Esse é o debate que a gente precisa fazer”.

Em 2018, o antigo Ministério da Fazenda, então sob o comando de Eduardo Guardia, divulgou um estudo apontando que a correção da faixa de isenção do IRPF de dobrar a faixa de isenção do IR, dos atuais R$ 1.903,99 para R$ 3.807,98, implicaria um custo de R$ 28 bilhões a R$ 73 bilhões por ano — dependendo do formato adotado.

Na ocasião, a pasta avaliou que a maior parte dessa renúncia fiscal beneficiaria os declarantes mais ricos da população brasileira.

“A concentração do benefício nas camadas mais ricas da sociedade ocorre porque o número de contribuintes do IRPF é muito pequeno, e a parcela pobre da sociedade já não paga esse tributo. Assim, qualquer medida que eleve a faixa de isenção irá favorecer, primordialmente, os mais ricos e reduzir ainda mais a progressividade que o IRPF confere ao sistema tributário”, dizia o estudo na época.

Entre deles, estão 96 mil beneficiários que fazem parte do grupo de novos aprovados (6º lote) ou trabalhadores que receberam a primeira parcela em abril, mas tiveram o benefício suspenso.

Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do auxílio emergencial ou pelo site auxilio.caixa.gov.br. (Foto: Reprodução)

A Caixa Econômica Federal (CEF) paga nesta sexta-feira (7) uma nova parcela do Auxílio Emergencial para 3,9 milhões de beneficiários nascidos em junho.

Entre deles, estão 96 mil beneficiários que fazem parte do grupo de novos aprovados (6º lote) ou trabalhadores que receberam a primeira parcela em abril, mas tiveram o benefício suspenso.

A ajuda de R$ 600 será creditada em conta poupança social digital da Caixa, que poderá ser usada inicialmente para pagamento de contas e compras por meio do cartão virtual. Saques e transferências para quem receber o crédito nesta sexta serão liberados em 22 de agosto.

VEJA QUEM RECEBE NESTA SEXTA-FEIRA:

Trabalhadores do Cadastro Único e inscritos via site e app, nascidos em junho:

  • aprovados no 1º lote recebem a quarta parcela;
  • aprovados no 2º lote recebem a terceira parcela;
  • aprovados no 3º e 4º lotes recebem a segunda;
  • aprovados no 5º e 6º lotes recebem a primeira parcela;
  • aprovados no 1º lote cujo benefício foi suspenso recebem a terceira e quarta parcelas.

Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do auxílio emergencial ou pelo site auxilio.caixa.gov.br.

Quando o governador Paulo Câmara anunciou a instalação de dez leitos de UTI, com hemodiálise, em Afogados da Ingazeira, o prazo dado por ele foi dia 10 de agosto. O anúncio foi feito 

Foto Ilustrativa/blogmarcosmontiely

no dia 25 de Julho, durante a inauguração do Hospital do Sertão, em Serra Talhada. 

O Governo de Pernambuco imprimiu um forte ritmo de trabalho e os leitos serão inaugurados nesta sexta-feira (07), às 11hs, antes do prazo estimado, com as presenças do secretário Estadual de Saúde, André Longo, do prefeito José Patriota e demais autoridades de Afogados da Ingazeira e região. 

“É uma grande conquista para Afogados da Ingazeira e para toda a região, um sonho que agora se concretiza, e estamos muito agradecidos ao nosso governador Paulo Câmara, que vem trazendo mais saúde para a nossa população, desde o início das melhorias no nosso Hospital Regional Emília Câmara,” avaliou Patriota. 

Dólar é cotado a R$ 5,3427 nesta manhã de sexta-feira

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 6,34 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 6,6613.

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. (Foto: Reprodução)

O valor do dólar na manhã desta sexta-feira (07), está cotado no valor de R$ 5,3427. Já o valor do dólar para o turismo está sendo cotado a R$ 5,5917.

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 6,34 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 6,6613.

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. O dólar é usado tanto em reservas internacionais como em livre circulação.

Parecer do Senado recomenda arquivar investigação contra Flavio por envolvimento com milícias

A advocacia considerou que os fatos não são contemporâneos “com a legislatura atual”, condição que seria necessária para a admissibilidade de uma investigação.

A decisão será encaminhada ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). A palavra final caberá ao Conselho de Ética e Decoro Parlamentar. (Foto: Reprodução)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A advocacia-geral do Senado emitiu um parecer recomendando o arquivamento de uma representação que pedia investigação contra o senador Flávio Bolsonaro por quebra de decoro parlamentar.

O pedido, assinado pelo PSOL, pela Rede e pelo PT, acusa o filho do presidente Jair Bolsonaro de ter ligação com milícias no Rio de Janeiro e de ter incorrido na chamada “rachadinha”: servidores do gabinete dele quando era deputado estadual no Rio teriam devolvido uma parte de seus salários para ser repassado ao próprio parlamentar.

A advocacia considerou que os fatos não são contemporâneos “com a legislatura atual”, condição que seria necessária para a admissibilidade de uma investigação.

A decisão será encaminhada ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). A palavra final caberá ao Conselho de Ética e Decoro Parlamentar.

Na representação, os partidos de oposição afirmam que Flávio Bolsonaro teria “ligação forte e longeva com as milícias no Rio de Janeiro”, o que poderia ser comprovado por notícias de imprensa e investigações da polícia e do Ministério Público do Rio de Janeiro.

Eles afirmam que há “inúmeras comprovações” do fato, como “manifestações públicas como discursos, publicação de fotos, homenagens reiteradas efetuadas na Assembleia Legislativa [do Rio de Janeiro] e a nomeação [em seu] gabinete de parentes e de pessoas muito próximas de milicianos do Rio de Janeiro”.

Eles citam também indícios de que o parlamentar tenha incorrido na “rachadinha”, “conforme quebra de sigilo bancário levada a cabo por investigações do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, que teriam detectado o recebimento de R$ 2 milhões, por meio de 483 depósitos realizados por 13 assessores indicados ou subordinados ao representado na conta do assessor Fabrício José Carlos de Queiroz”, entre janeiro de 2007 e outubro de 2018.

Afirmam também que o senador teria feito lavagem de dinheiro “revelada pela grande quantidade de depósitos e saques de dinheiro em espécie, bem como pela participação “em uma franquia de uma loja de chocolates, no período de 2015 a 2018, e pela venda de dois imóveis, incorrendo em condutas típicas previstas na Lei n. 9.613/98 (lavagem de dinheiro) e na Lei n. 12.850/2013 (organização criminosa”. O parlamentar é acusado também de contratar “funcionários fantasmas” em seu gabinete

Bares, restaurantes e academias de Petrolina permanecerão fechados, determina Paulo Câmara

O Gabinete de Enfrentamento à Covid-19 do Governo de Pernambuco autorizou as cidades do Sertão que integram a Macrorregião de Saúde III a reabrirem os serviços de bares, restaurantes e academias, com 50% da capacidade e horário reduzido de 6h às 20h, a partir da próxima segunda-feira (10). Na mesma data foi autorizada a reabertura das academias de ginástica, seguindo novos protocolos de segurança. A decisão representa o avanço das gerências regionais dos municípios de Arcoverde, Afogados da Ingazeira e Serra Talhada para a Etapa 6 do Plano de Convivência com a Covid-19.

Já os municípios próximos a Petrolina, e Salgueiro avançam para a etapa 5, onde são liberados em 100% as atividades comerciais de venda e aluguel de automóveis, com 100% da carga de funcionários, e os serviços de escritório com 50% da capacidade. Petrolina e as demais cidades do Sertão do São Francisco terão que aguardar a divulgação de uma nova data de avanço para a Etapa 6.

A justificativa foi de que cada município possui uma realidade diferente, mesmo mostrando uma situação estável nos números da Saúde e que Petrolina, Salgueiro e Araripina representam ainda tendência de crescimento do vírus.

“Em algumas localidades desses municípios, o vírus continua permanente, então é preciso ter cautela”, justificou o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Bruno Schwambach.

O Gabinete de Enfrentamento à Covid-19 em Pernambuco diz que avalia continuamente os indicadores de saúde. Número de casos registrados, óbitos e pressão sobre a rede hospitalar são fatores fundamentais para o planejamento de combate à pandemia. A implantação de medidas restritivas específicas e a possibilidade de recuo das regiões na retomada das atividades econômicas são permitidas por meio dessa análise semanal.

Petrolina avança para Etapa 5 do Plano de Retomada de Atividades e bares, restaurantes e academias permanecem fechados.

O balanço diário do Ministério da Saúde divulgado hoje (6) totalizou 98.493 mortes desde o início da pandemia. Desde ontem, foram registrados pelas secretarias locais de saúde 1.237 óbitos. Ontem (5), o sistema marcava 97.256 mortes. Ainda há 3.544 óbitos em investigação.

O número acumulado de casos da doença chegou a 2.912.212. Nas últimas 24 horas, o painel do órgão recebeu a notificação de 53.139 novos casos das autoridades locais de saúde. Até ontem, a pasta havia contabilizado 2.859.073 pessoas infectadas desde o início da pandemia.

De acordo com o Ministério da Saúde, há 766.059 pacientes em acompanhamento, e 2.047.660 pessoas recuperadas da doença.

Covid-19 nos estados

Os estados com mais mortes por covid-19 são: São Paulo (24.448), Rio de Janeiro (13.941), Ceará (7.893), Pernambuco (6.828) e Pará (5.835). As Unidades da Federação com menos falecimentos pela pandemia são: Tocantins (428), Mato Grosso do Sul (458), Roraima (538), Acre (552) e Amapá (594).

Já em termos de casos, São Paulo lidera (598.670), seguido por Bahia (183.690), Ceará (183.301), Rio de Janeiro (174.064) e Pará (162.822). A Bahia ultrapassou o Ceará e assumiu a segunda colocação no ranking.

Os estados com menos pessoas infectadas até o momento são Acre (21.263), Mato Grosso do Sul (29.101), Tocantins (29.539), Roraima (34.929) e Amapá (37.735). O Acre consolidou a posição de estado com menos casos. Nas últimas semanas, essa posição era ocupada por Mato Grosso do Sul.

Covid-19_Brasil

Covid-19 no mundo

De acordo com o mapa da universidade Johns Hopkins, os Estados Unidos lideram o ranking novo coronavírus com 4.870.367 casos acumulados e 159.864 mortes por covid-19 desde o início da pandemia. O Brasil ocupa a segunda posição. Em terceiro lugar na lista de países com maior registro da doença está a Índia com 1.964.536 casos acumulados. E o México está entre os três países com o maior número de mortes provocadas pelo novo coronavírus, 49.698.

Afogados mais um caso positivo de covid-19 nesta quinta chega a 212 confirmados 

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que nesta quinta (06) tivemos o registro de apenas 01 caso novo para covid-19.

Temos dez novos casos em investigação. São 04 pacientes do sexo masculino com idades entre 24 e 62 anos, e 06 pacientes do sexo feminino com idades entre 11 e 60 anos.
Hoje tivemos 05 casos descartados após os pacientes apresentarem resultados negativos para covid-19.
Já são 182 (85,8%) o número de pacientes recuperados para covid-19 em nosso município. Atualmente, 23 casos estão ativos para a doença em Afogados da Ingazeira.
Hoje, o município atingiu a marca de 1.841 pessoas testadas para covid-19.

Senado aprova limitação temporária da taxa de juros do cartão de crédito e cheque especial
Limite chega a 30% e valerá até o fim do estado de calamidade pública

EBC

O Senado aprovou hoje (6) o Projeto de Lei (PL) 1.166/2020, que limita as taxas de juros de cartão de crédito e cheque especial em até 30% ao ano. A limitação, segundo projeto, valerá até o fim do estado de calamidade pública, em virtude da pandemia do covid-19. O projeto segue para a Câmara dos Deputados.

O projeto original, do senador Alvaro Dias (Podemos-PR), estabelecia teto de 20% ao ano para todas as modalidades de crédito ofertadas por meio de cartões de crédito e cheque especial. Mas o relator, Lasier Martins (Podemos-RS), apresentou um substitutivo no seu relatório, fixando em 30%. No caso das fintechs, o limite sobe para 35% ao ano.

“O foco é proteger os detentores de cartões de crédito e de cheque especial, atormentados com juros rotativos estratosféricos, que possam se sentir aliviados neste particular, ao menos no período da pandemia. Já chegam as virulências da doença e da crise econômica”, afirmou Lasier em seu relatório.

Segundo o senador, países como Portugal, Espanha, Alemanha e Itália já trabalham com limitadores de teto na taxa de juros. “Na América Latina, em que não há limitação, ainda assim as médias de juros giram em torno de 40% a 55%, bem abaixo dos valores praticados no Brasil”.

Segundo dados retirados do site do Banco Central, as taxas de juros anuais do cartão de crédito rotativo são variadas, chegando até 790%. A Caixa Econômica Federal, por exemplo, pratica uma taxa de 181,40% ao ano; o Bradesco, de 245,05%; o Itaucard., de 291,11%, e o Banco do Brasil, de 213,43%.

Agência Brasil

Prefeito de Petrolina aguarda decisão de Paulo Câmara para reabertura de bares e restaurantes

Foto: divulgação

Em entrevista ao Programa Edenevaldo Alves na Petrolina FM nesta quinta-feira (06), o prefeito Miguel Coelho disse que aguarda com expectativa a posição do Governo de Pernambuco sobre a reabertura de bares, restaurantes e academias em Petrolina.

“Tive uma conversa com Paulo Câmara sobre essa questão dos bares e restaurantes, agora é esperar que o governo de Pernambuco repense, o Agreste já foi liberado, outras regiões também e Petrolina de todas as cidades tem os melhores números no combate a pandemia, não tem porque em Petrolina manter fechado”, opinou Miguel Coelho.

Academias, restaurantes e shoppings poderão funcionar com protocolos na região de Arcoverde, Afogados e Serra a partir de segunda (10)

Uma recente análise dos números da saúde em Pernambuco, feita pelo Comitê de Enfrentamento à Covid-19, revelou que os índices de contágio da doença permanecem em queda, indicando que o Estado tem capacidade para avançar ainda mais no Plano de Convivência com o novo coronavírus.

A Macrorregião 3, no Sertão – que tem Arcoverde, Afogados da Ingazeira e Serra Talhada como principais polos – avançará para a Etapa 6 do Plano de Convivência com a Covid-19 a partir de segunda, dia 10.

Os serviços de alimentação e shoppings centers poderão funcionar das 6h às 20h, com 50% da capacidade de clientes, assim como as academias de ginástica e polos de confecção, ambos com novos protocolos de segurança. O comércio varejista permanecerá aberto, atendendo à exigência de um cliente para cada 10 metros quadrados da loja.

A medida vem no dia do debate da reabertura em municípios do Sertão. Tabira chegou a autorizar a reabertura, mas teve problemas com o MP, que sinalizou que só se poderia abrir com avanço do protocolo do estado, o que aconteceu hoje.

Na Macrorregião 4, também no Sertão, os municípios da 7ª Gerência Regional de Saúde, com sede em Salgueiro, e da 8ª Gerência Regional de Saúde, sediada em Petrolina, avançarão para a Etapa 5 do plano.

Será liberado o funcionamento de escritórios com 50% da carga e concessionárias de veículos com 100% da carga. Ficam mantidos os demais serviços essenciais que já vinham funcionando, a exemplo do comércio atacadista, além do sistema de delivery e coleta em lojas de material de construção, serviços de alimentação, feiras e polos de confecções.

A partir da próxima segunda-feira (10.08), a Macrorregião 1, que compreende os municípios da Região Metropolitana do Recife e Zona da Mata (Norte e Sul), avançará para a Etapa 7 do plano. Igrejas e templos também podem aumentar a capacidade de funcionamento. Aquelas que possuem espaço para até 999 fiéis poderão receber 30% da sua capacidade total. Já as instituições com área para mais de mil fiéis poderão funcionar com 20% da capacidade.

Com o avanço na redução dos índices de contágio, nas cidades da Macrorregião 1 os serviços de alimentação e os shoppings centers poderão estender seu funcionamento até as 22h. Já a Macrorregião 2 – que compreende os municípios de Caruaru, Garanhuns e seus entornos, no Agreste – permanecerá na Etapa 6 do plano, mas serão liberadas as atividades das feiras nos polos de confecções, obedecendo a novos protocolos de segurança. No município de Toritama, a feira pode voltar a funcionar no domingo, dia 09.

Covid-19: Paraíba confirma 856 novos casos em 24h; total de mortes se aproxima de 2 mil

Boletim Paraíba-Covid-19

A Paraíba registrou, nesta quinta-feira (6), 856 novos casos de Covid-19 e 23 óbitos confirmados desde a última atualização, 8 deles ocorridos nas últimas 24h. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, 87.867 pessoas já contraíram a doença, 41.746 já se recuperaram e 1.945 faleceram.

Até o momento, 254.312 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados.

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 53%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 59%. Em Campina Grande, estão ocupados 40% dos leitos de UTI adulto e no sertão, 78% dos leitos de UTI para adultos.

O índice de Isolamento Social foi de apenas 39,66%, considerado baixo em relação à meta de 70% e à mínima de 50%.

Os casos confirmados estão distribuídos por 221 dos 223 municípios paraibanos:

*Dados oficiais preliminares (fonte: SIM, e-sus VE e SIVEP) extraídos às 10h do dia 06/08, sujeitos a alteração por parte dos municípios.

Os 23 óbitos registrados nesta quinta ocorreram entre 07 de maio e 06 de agosto, 16 deles nas últimas 48 horas. Dos locais, 04 ocorreram em hospitais privados, 18 em hospitais públicos e 01 em residência. Os pacientes tinham idade entre 39 dias e 96 anos. Diabetes e cardiopatia foram as comorbidades mais freqüentes, 01 era portador de síndrome de Down e 05 não possuíam nenhum fator de risco.

Mulher, 51 anos, residente em Diamante. Diabética e portadora de cardiopatia. Início dos sintomas em 19/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 06/08/2020.

Bebê prematuro, do sexo feminino, com 39 dias de vida, residente em João Pessoa. Hipertenso. Início dos sintomas em 13/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 06/08/2020.

Mulher, 77 anos, residente em Junco do Seridó. Hipertensa. Início dos sintomas em 13/07/202. Foi a óbito em hospital público no dia 06/08/2020.

Mulher, 69 anos, residente em Juripiranga. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 04/08/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 06/08/2020.

Homem, 96 anos, residente em Esperança. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 20/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 05/08/2020.

Mulher, 73 anos, residente em Guarabira. Hipertensa e tabagista. Início dos sintomas em 04/06/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 05/08/2020.

Homem, 70 anos, residente em Sapé. Portador de diabetes. Início dos sintomas em 17/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 05/08/2020.

Mulher, 83 anos, residente em Sousa. Diabética e portadora de cardiopatia. Início dos sintomas em 24/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 05/08/2020.

Mulher, 73 anos, residente em Cabedelo. Hipertensa, obesa, portadora cardiopatia e diabetes. Início dos sintomas em 08/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 04/08/2020.

Homem, 56 anos, residente em Campina Grande. Portador de síndrome de Down. Início dos sintomas em 04/07/2020. Foi a óbito em hospital privado no dia 04/08/2020.

Homem, 67 anos, residente em Guarabira. Hipertenso e diabético. Início dos sintomas em 29/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 04/08/2020.

Mulher, 78 anos, residente em Itabaiana. Portadora de doença respiratória. Início dos sintomas em 22/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 04/08/2020.

Homem, 62 anos, residente em João Pessoa. Portador de cardiopatia e doença neurológica. Início dos sintomas em 08/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 04/08/2020.

Mulher, 63 anos, residente em João Pessoa. Diabética e cardiopata. Início dos sintomas em 12/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 04/08/2020.

Homem, 59 anos, residente em Piancó. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 16/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 04/08/2020.

Homem, 62 anos, residente em Pilar. Portador de doença neurológica e etilista. Início dos sintomas em 26/07/2020. Foi a em hospital público no dia 04/08/2020.

Homem, 89 anos, residente em Areia. Sem informação de comorbidade. Início dos sintomas em 06/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 03/08/2020.

Homem, 81 anos, residente em Juripiranga. Sem informação de comorbidade. Início dos sintomas em 16/06/2020. Foi a óbito em sua residência no dia 01/08/2020.

Homem, 65 anos, residente em Bayeux. Hipertenso, diabético e portador de doença respiratória. Início dos sintomas em 23/05/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 25/06/2020.

Mulher, 94 anos, residente em João Pessoa. Portadora de neoplasia. Início dos sintomas em 10/06/2020. Foi a óbito em hospital privado no dia 15/06/2020.

Mulher, 57 anos, residente em João Pessoa. Portadora de cardiopatia doença renal e diabética. Início dos sintomas em 24/04/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 23/05/2020.

Homem, 58 anos, residente em João Pessoa. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 28/04/2020. Foi a óbito em hospital privado no dia 08/05/2020.

Homem, 80 anos, residente em João Pessoa. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 01/05/2020. Foi a óbito em hospital privado no dia 07/05/2020.

Decreto autoriza reabertura de bares, restaurantes, academias e outros serviços em Princesa Isabel

Prefeitura de Princesa Isabel_foto institucional

O Decreto Municipal nº 34, de 06 de agosto de 2020, autoriza, a partir de 10 de agosto, a reabertura de bares, restaurantes, lanchonetes, pizzarias e academias, com ocupação máxima de 30% de sua capacidade máxima. Além disso, é permitido, apenas para treinos, a reabertura de ginásios e centros esportivos, públicos ou privados, com entrada restrita para os praticantes da atividade.

Todos os estabelecimentos autorizados a funcionar por este e demais decretos devem seguir, rigorosamente, todas as recomendações de prevenção e controle para o enfrentamento ao novo corona vírus.

Para mais informações, acesse o Decreto na íntegra, através do link: http://abre.ai/decreto34

Ascom/PMPI

Serra Talhada registra 59 novos casos positivos de Covid-19 chega a 2.216

A Secretaria de Saúde de Serra Talhada informa que nesta quinta-feira (06) foram registrados 59 novos casos positivos de Covid-19, totalizando 2.216 casos confirmados. São 19 pacientes do sexo masculino e 40 do sexo feminino, com idades entre 01 e 83 anos. 

Foram registrados mais 03 óbitos pela doença: paciente feminina, 74 anos, hipertensa, moradora do bairro Mutirão, estava internada no Hospam, onde veio a óbito no dia 02 de agosto, com resultado positivo divulgado nesta quarta-feira, dia 05; paciente masculino, 83 anos, morador do Sítio Cachoeira, apresentava comorbidades e testou positivo no dia 29 de junho, foi transferido para Caruaru, onde faleceu no dia 05 de agosto; e paciente masculino, 66 anos, morador da AABB, apresentava cormobidades, testou positivo para Covid-19 e faleceu em Recife no dia 04 de agosto. 
O município tem 115 casos suspeitos aguardando resultados de exames e 7.810 casos descartados. Quanto à evolução dos casos confirmados, são 1.917 pacientes recuperados, 263 em tratamento domiciliar, 06 em leitos de internamento e 30 óbitos. Em relação aos profissionais de saúde contaminados, 82 estão recuperados e 12 em isolamento.
O boletim diário, portanto, fica com 2.216 casos confirmados, 115 casos suspeitos, 1.917 recuperados, 7.810 descartados e 30 óbitos.
CASOS CONFIRMADOS:
ZONA URBANA
Cohab/Tancredo Neves (167)
Bom Jesus (241)
CAGEP (54)
IPSEP (377)
Caxixola (50)
São Cristóvão (273)
Borborema (26)
Vila Bela (121)
Alto da Conceição (104)
AABB/Várzea (245)
Centro (229)
Malhada Cortada/Baixa Renda (38)
Universitário (20)
Mutirão (73)
Nossa Senhora de Fátima (05)
José Tomé de Souza (03)
ZONA RURAL
Fazenda Icós (01)
Barra do Exú (10)
Varzinha (28)
Sítio Conceição de Cima (05)
Lagoa da Pedra (01)
Caiçarinha da Penha (09)
Fazenda Juazeiro (04)
DNOCS (05)
Sítio Poço Escuro (09)
Fazenda Saco – IPA (09)
Fazenda Cacimbinha (02)
Fazenda Cajuí (08)
Sítio Bom Sucesso (14)
Vila Santa Rita (03)
Fazenda Ponta da Serra (03)
Sítio Poço Frio (01)
Serrote Branco (01)
Açude de Baixo (01)
Conceição de Baixo (05)
Fazenda Santa Terezinha (01)
Fazenda Cachoeira (01)
Fazenda Jatobá (02)
Sítio Lagartixa (02)
Sítio Barra (04)
Fazenda Nova (05)
Fazenda Alegre (01)
Malhada da Pedra (01)
Serra Grande (01)
Baixio da Carnaúba (03)
Malhada do Juá (03)
Sítio Tapera (07)
Fazenda Veneranda (01)
Sítio Juazeirinho (09)
São João dos Gaias (05)
Fazenda Cacimba Velha (02)
Fazenda Cacimba Nova (01)
Maxixeiro (02)
Jardim das Oliveiras (01)
Fazenda Saco da Roça (01)
Fazenda Jazigo (02)
Fazenda São Miguel (01)
Santana de Caiçarinha (02)
Juazeiro Grande (01)
Fazenda Ema (01)
Fazenda Carnaúba (01)
Sítio Três Passagens (01)
Assentamento Ivan Santos (01)
Fazenda Firmiano (01)
Assentamento Poço do Serrote (01)
Bernardo Vieira (01)
Sítio Serragem (01)
Sítio Cacimba de Cima (Varzinha) (01)
Sítio Boa Vista (01)
Cachoeira 2 (02)

Arcoverde retorna para a Faixa 01 no Plano de Adequação do Comércio

Após avaliação semanal de dados pelo Centro de Operações Emergenciais Municipais de Arcoverde – Coema, a cidade retornou para a Faixa 01 no Plano de Adequação do Comércio, a partir do último dia 31 de julho.

Como critério estabelecido para a referida faixa, se faz necessária a ocupação de até 30% da capacidade do Hospital de Campanha ou até 30% da UTI do Hospital Regional Ruy de Barros Correia (HRRBC), com pacientes de Arcoverde.

Entre as obrigações gerais dos estabelecimentos, está o cumprimento dos novos horários de funcionamento, de segunda a sexta, de acordo com as definições já divulgadas, seguindo todas as exigências sanitárias de combate ao Coronavírus (Covid-19).

O Cecora fica disponível ao público das 7h às 15h; o comércio, das 8h às 16h; laboratórios, das 7h às 15h; cabeleireiros, das 12h às 20h; consultórios e escritórios, das 8h às 16h. Farmácias, postos de gasolina e supermercados estão liberados de horário limite de funcionamento.

Bares, restaurantes e lanchonetes permanecem com atendimento por Delivery, sem ponto de entrega no local do estabelecimento. Outras informações sobre o Plano de Adequação do Comércio.

Arcoverde registra 22 novos casos de Covid-19 e dois curados

A Secretaria de Saúde de Arcoverde informa que, nesta quinta-feira, 06 de agosto, até às 17 horas, foram registrados vinte e dois (22) novos casos de Covid-19, além de mais dois (02) curados no município. O boletim diário, portanto, fica com trezentos e sessenta e oito (368) suspeitos, mil cento e quarenta e seis (1.146) descartados, seiscentos e oitenta e quatro (684) confirmados, vinte e sete (27) óbitos, e trezentos e setenta e dois (372) recuperados.

De acordo com a repartição municipal, estão sendo testadas aproximadamente 100 pessoas por dia e o índice de cura com o tratamento oferecido aos pacientes é de 65%.
Vale lembrar, que dentro dos 684 confirmados, estão contabilizados os 27 óbitos e 372 curados. No total, a cidade tem sete (07) pacientes em UTI e dezesseis (16) em enfermaria.
No Hospital Regional Ruy de Barros Correia, há três (03) pacientes de Arcoverde na UTI e oito (08) na enfermaria. No Hospital de Campanha há oito (08) internados. No Hospital Memorial Arcoverde há quatro (04) pacientes na UTI.
Nas barreiras sanitárias das entradas da cidade foram abordados 1.152 carros de fora. Não confunda flexibilização do comércio com cura do Covid-19. Não saia de casa, se não for necessário. Caso precise sair, use a proteção. Para dúvidas ou sugestões ligue para o Disk Coronavírus do município: 0800-281-55-89 e 3821-0082.

Torcedores do Salgueiro recepcionam time com mega carreata pelas ruas da cidade

Foto: reprodução

Por Alvinho Patriota

Mesmo diante de uma pandemia que tem causado angústia no mundo inteiro, os torcedores do Salgueiro Atlético Clube não conseguiram segurar a vontade de sair às ruas para soltar o grito preso na garganta de ‘campeão Pernambucano’. A comitiva do time chegou à cidade por volta do meio-dia e foi recepcionada por centenas de carros e motos em uma mega carreata que percorreu várias ruas e avenidas.

Em uma caminhonete conduzida pelo presidente de honra do Carcará, Clebel Cordeiro, os jogadores mostraram aos salgueirenses o troféu conquistado em Recife na noite dessa quinta-feira, 5, em uma difícil e histórica vitória diante do invicto Santa Cruz. Protegidas por máscaras, várias pessoas ficaram nas calçadas para acompanhar o desfile em carro aberto. Uma festa que não tinha como ser contida.

Entrevistado pela SIM TV, Clebel disse que era preciso comemorar, apesar da epidemia. “Nós estamos na epidemia, mas nós temos que comemorar e gritar: Salgueiro campeão!”

Em Trindade Polícia conduz proprietário de mercadinho à delegacia por venda de bebida alcoólica

Foto: reprodução

Mais um estabelecimento comercial em Trindade (PE), no Sertão do Araripe, foi denunciado por descumprimento do decreto estadual referente às medidas de combate ao novo coronavírus (Covid-19).

Desta vez o dono de mercadinho foi flagrado comercializando bebidas alcóolicas em seu estabelecimento, causando uma aglomeração de clientes.

Após ser abordado por uma equipe da 9ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), o proprietário foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil (DPC) local, onde foi registrado um Boletim de Ocorrência (BO).

Após reunião com promotor, Prefeito de Tabira recua e não abrirá academias, bares e restaurantes dia 10

A conversa  entre o promotor Romero Borja e o Prefeito Sebastião Dias sobre a possibilidade de reabertura de alguns setores.

O representante do MP alertou o prefeito para os efeitos de ir de encontro ao protocolo do estado e autorizar no município reabertura de academias, bares e restaurantes como anunciado para a segunda, dia 10.

“Ele acatou nossa argumentação e recuou da medida. Os bares, restaurantes e academias continuarão fechados”, informou o promotor.

Uma das argumentações é de que o plano de reabertura, hoje na Etapa 5, tem por base critérios técnicos e sanitários. Atualmente, a Macrorregião III – a qual tem como cidades-polo Arcoverde, Afogados da Ingazeira e Serra Talhada – encontra-se na Etapa 5 e foram liberadas as atividades comerciais de venda e aluguel de automóveis, com 100% da carga, e os serviços de escritório, com 50%.

O próximo passo, para Etapa 6, contemplará esses estabelecimentos com protocolo, mas ainda não foi definido. A medida de Tabira gerou movimentação de outras cidades, onde representantes desses setores estavam começando a pressionar autoridades locais, como prefeitos, cobrando medida similar.  Promotores do Pajeú já emitiram nota pública informando que o plano de reabertura deve seguir o protocolo estadual.

Hiroshima: primeiro ataque com bomba atômica completa 75 anos 
Cidade reconstruída após bombardeio se tornou símbolo da paz

bomba atômica_Hiroshima

“Pensem nas crianças mudas, telepáticas. Pensem nas meninas cegas, inexatas. Pensem nas mulheres rotas, alteradas. Pensem nas feridas como rosas cálidas”. Os versos são do poeta brasileiro Vinícius de Moraes, que também foi diplomata. Anos depois Gerson Conrad musicou. Você certamente já ouviu essas palavras com a banda Secos e Molhados. A música faz referência a um dos episódios mais incrédulos da humanidade, a bomba atômica que destruiu a cidade que era base militar japonesa, Hiroshima, no dia 6 de agosto de 1945, durante a Segunda Guerra Mundial.

Três dias depois, mais um ataque nuclear destruiria outro alvo, a cidade Nagazaki. Mas o Japão só se renderia e daria fim à guerra no dia 2 de setembro de 1945.

Hoje, 75 anos depois do bombardeio, Hiroshima está reconstruída. Se tornou uma das cidades mais modernas e desenvolvidas do Japão.

O Memorial da Paz de Hiroshima foi construído para não deixar que o mundo se esqueça do que uma bomba atômica é capaz.

Relembre

A Segunda Guerra Mundial começou quando a Alemanha invadiu a Polônia em 1939 e terminou com a rendição do Japão em 1945.

De um lado os Aliados (grupo liderado por Estados Unidos, Inglaterra, França e União Soviética) e do outro lado o Eixo (formado principalmente por Alemanha, Itália e Japão).

Como foi o ataque nuclear em Hiroshima

B-29
Aeronave B-29, apelidada de Enola Gay. – Governo dos Estados Unidos da América

Os Estados Unidos atacaram o Japão no dia 6 de agosto de 1945, às 8h15. Alguns historiadores dizem que foi um revide ao ataque dos japoneses à base militar norte-americana em Pearl Harbor, no Havaí, em 1941.

O primeiro avião norte-americano tinha a missão de checar as condições climáticas de Hiroshima.

O segundo avião (modelo B-29), pilotado por Paul Tibbets, tinha a missão de jogar a bomba. A aeronave foi batizada pelo piloto como Enola Gay, nome de sua mãe. A bomba recebeu o apelido de Little Boy (pequena criança).

O terceiro avião fotografou a explosão da bomba.

A bomba explodiu a 600 metros do chão. Causou danos num raio de 5 quilômetros. Apenas a Doma de Hiroshima ficou de pé, onde hoje é o Memorial da Paz de Hiroshima. Cerca de 70 mil pessoas morreram imediatamente ao ataque por queimadura e envenenamento após a explosão.

hiroshima

Confira dez filmes sobre a bomba atômica e o Japão na Segunda Guerra

1 – Hiroshima mon Amour (Alan Resnais – 1959)

2 – Black Rain – A coragem de uma raça (Shôhei Imamura-1989)

3- Gembaku no ko -Filhos de Hiroshima (Kaneto Shindo -1952)

4- Rapsódia em Agosto (Akira Kurosawa – 1991)

5- Início do Fim (Roland Joffé – 1989)

6- Cartas de Iwo Jima (Clint Eastwood – 2006)

7 – A Conquista da Honra (Clint Eastwood – 2006)

8 – Império do Sol (Steven Spielberg – 1987)

9- Túmulo dos Vagalumes (Isao Takahata – 1988)

10 – Furyo, Em Nome da Honra (Nagisa Ōshima – 1983)

Agência Brasil

 

Reabertura das escolas contará com volta optativa, diz secretário de Educação de PE

Foto: reprodução

A retomada das aulas presenciais em Pernambuco será optativa por parte dos pais e estudantes, e mesclada com atividades à distância. Foi o que o secretário de Educação, Fred Amâncio, comentou em uma audiência pública promovida pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE) sobre o tema na manhã desta quinta-feira (6), quando explicava o que o protocolo sanitário de reabertura das escolas – que será divulgado nos próximos dias – deve apresentar.

“O protocolo que vamos encontrar aqui em Pernambuco é muito parecido com o de outros Estados e países. Já foram criados alguns consensos sobre as medidas que devem ser adotadas nos níveis da escola, mas ele trata sobre distanciamento social, proteção e prevenção, monitoramento e comunicação. Ele foi colocado em audiência pública para receber sugestões e contribuições de diversas instituições, nossa equipe tem estudado e a gente espera, em breve, estar divulgando a versão final desse protocolo”, afirmou. Ainda não foi batido o martelo sobre a data definitiva para a volta.

Para amenizar o impacto da suspensão das aulas presenciais, a Secretaria Estadual de Educação implementou uma série de medidas visando professores e estudantes, incluindo aqueles de pouca renda, apontados como os mais afetados pela pandemia no sistema educacional. Essas ações devem ser estendidas até depois da reabertura das escolas, levando em conta que um sistema de rodízio será implantado. O EducaPE, acesso ao Google Classroom, podcasts educativos e disponibilização de materiais no Escola Conectada foram algumas ações para manter os estudantes ativos, além de materiais impressos e iniciativas das próprias escolas.

“(As medidas) vão apoiar muito nossos professores e estudantes, não apenas nesse momento de suspensão das aulas na escola, mas mesmo na retomada das aulas presenciais – como os protocolos vão determinar que não tenha a mesma quantidade de crianças na escola – em que vai ser uma volta optativa para os pais e estudantes, esse sistema de rodízio nos obriga a implantar um sistema híbrido, em que ele vai ter atividades presenciais e não presenciais”, explicou. (Fonte: Folha de Pernambuco)

 

 

Salgueiro é campeão pernambucano

O Salgueiro fez história. Jogando fora de casa, o Carcará segurou o Santa Cruz durante o tempo normal e, nas penalidades, bateu o Tricolor do Arruda por 4 a 3 e conquistou, pela primeira vez na história, o título de campeão pernambucano para um clube do interior do estado.

A Cobra coral, por sua vez, também deixa a marca na competição: foi o primeiro vice-campeão invicto.  Victor Rangel e André perderam as penalidades e Carcará é o primeiro clube do interior a ser campeão estadual. Raniere também perdeu, mas Muller Fernandez fez o gol que colocou o time na história.

Em Salgueiro, festa nas ruas com a conquista histórica. Foguetório e buzinaço nas ruas da cidade. Alguns inclusive esqueceram o distanciamento social para comemorar o feito inédito

A ação pede a retirada de invasores em sete terras indígenas e alega que, em alguma delas, a população já ultrapassa as 20 mil pessoas.

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – O STF (Supremo Tribunal Federal) formou maioria, nesta quarta-feira (5), para referendar a decisão do ministro Luís Roberto Barroso de obrigar o governo Jair Bolsonaro a adotar diversas medidas para conter o avanço do coronavírus na população indígena.

O Supremo determinou que o Executivo crie barreiras sanitárias para aldeias em isolamento. Para os locais nos quais os índios mantêm contato com invasores, o governo deverá elaborar um plano de retirada de ocupantes ilegais das áreas protegidas.

O julgamento ainda não acabou. Todos os ministros que já votaram defenderam a manutenção da decisão liminar (provisória) de Barroso de 8 de julho.

Houve divergência, porém, sobre a determinação ou não de prazo para o Executivo retirar os invasores. Os ministros Alexandre de Moraes, Rosa Weber e Gilmar Mendes afirmaram que o governo deve elaborar um plano de retirada, mas não fixaram prazo.

Os ministros Edson Fachin e Lewandowski, por sua vez, defenderam que a corte tem de estabelecer uma data limite para realizar as ações de remoção dos invasores.

Fachin propôs dar 60 dias para o governo fazer a retirada após a homologação do plano de remoção, enquanto Lewandowski defendeu dar 120 dias para o Executivo apresentar um planejamento nesse sentido. A ação pede a retirada de invasores em sete terras indígenas e alega que, em alguma delas, a população já ultrapassa as 20 mil pessoas.

A ordem para o governo adotar medidas de contenção do avanço do coronavírus já vinha sendo cumprida desde 8 de julho, quando Barroso tomou a primeira decisão a respeito.

Por isso, o governo já criou uma sala de situação para avaliar o tema, composta por integrantes do Supremo e representantes indígenas e do Executivo.

Entre as ações determinadas por Barroso e referendadas pelo plenário estão a extensão dos serviços do Subsistema Indígena de Saúde aos povos indígenas, a execução de um plano de monitoramento e o apoio técnico da Fundação Oswaldo Cruz para o caso.
Os ministros concordaram que a retirada de invasores não é uma operação simples, uma vez que pessoas se alocaram em terras indígenas há muitos anos e com filhos pequenos e famílias.

“Indefiro, por ora, o pedido de retirada dos invasores diante do risco que pode oferecer à vida, à saúde e à segurança das comunidades. Observo, porém, que é dever da União equacionar o problema das invasões e desenvolver um plano de desintrusão. Portanto, se nenhum plano for desenvolvido a respeito da desintrusão, voltarei ao tema”, avisou Barroso.

O ministro foi o primeiro a votar, na segunda-feira (3), e afirmou que é “inaceitável a inação do governo federal em relação a invasões em terras indígenas”.
Já o ministro Alexandre de Moraes classificou as invasões como um “problema seríssimo” e uma “chaga” do país.

“A decisão liminar do ministro Barroso é extremamente importante porque permite atuação mais eficaz do Estado e vai ao encontro do princípio constitucional da eficiência”, disse.

Moraes demonstrou preocupação com “inúmeros garimpeiros” que invadem terras indígenas, principalmente na Região Norte do país.

O ministro ressaltou que as operações para retirada de invasores não é simples, uma vez que em muitos casos as pessoas moram com as famílias naquelas regiões.

“É uma operação de guerra, com centenas, às vezes milhares de profissionais, e não só policiais, mas também assistentes sociais, psicólogos, médicos, auxílio dos conselhos tutelares. Há um trabalho pré-policial realizado para direcionamento das pessoas que lá invadira”, explicou.

Moraes ressaltou que a população indígena corre mais risco de contágio do coronavírus e que a Covid-19 pode provocar danos incalculáveis.

“Os povos em isolamento e de contato recente são realmente expostos ao risco de contágio maior e até de extinção em decorrência da pandemia. Isso não ocorre só em relação às comunidades indígenas brasileiras”, disse.

O ministro Ricardo Lewandowski defendeu dar 60 dias para o governo esclarecer a situação exata das terras indígenas em questão.

“Queremos saber quantos são os ocupantes das terras indígenas, onde estão localizados para eventualmente depois nós propormos uma solução para essa questão. Porque ninguém pretende, penso eu, travar uma verdadeira guerra civil na retirada desses ocupantes, absolutamente necessária das terras indígenas, mas essas operações podem ser feitas cirurgicamente, pontualmente”, disse.

O julgamento discute ação movida pela Apib (Articulação dos Povos Indígenas do Brasil) e seis partidos políticos de oposição, na qual a administração do presidente Jair Bolsonaro foi acusada de omissão.

Projeto prevê pagamento de R$ 600 em auxílio a esses trabalhadores

O Senado aprovou hoje (5) o Projeto de Lei 735/2020, que estabelece medidas de socorro financeiro aos agricultores familiares. O projeto passou primeiro pela Câmara e foi aprovado pelo Senado sem alterações. Ele segue para sanção do presidente da República, que pode sancionar o projeto ou vetá-lo, todo ou em parte.

O projeto traz, entre seus principais dispositivos, a previsão do pagamento de cinco parcelas de R$ 600 a título de auxílio aos agricultores familiares. Além disso, o projeto também prevê um fomento emergencial de inclusão produtiva rural, um pagamento de R$ 2,5 mil, em parcela única, por unidade familiar. Para a mulher agricultora familiar, a transferência será de R$ 3 mil.

O auxílio de R$ 600 só será pago àqueles que não tenham sido beneficiados pelo auxílio emergencial do governo. O agricultor familiar não pode ter emprego formal, nem receber outro benefício previdenciário, exceto Bolsa Família ou seguro-defeso, e deve ter renda familiar de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar total de até três salários mínimos.

Outro ponto do projeto concede o auxílio Garantia-Safra, automaticamente, a todos os agricultores familiares aptos a receber o benefício durante o período de calamidade pública, condicionado à apresentação de laudo técnico de vistoria municipal comprovando a perda de safra. O Garantia-Safra assegura ao agricultor familiar o recebimento de um auxílio pecuniário, por tempo determinado, caso perca sua safra em razão de seca ou excesso de chuvas.

O texto também institui linhas de crédito rural no âmbito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). Podem se beneficiar das medidas agricultores com renda familiar mensal de até três salários mínimos.

Com 1.437 mortes nas últimas 24 horas, Brasil passa de 97 mil óbitos por Covid-19 

Covid-19-Boletim_Brasil

O Brasil registrou nas últimas 24 horas 1.437 mortes por Covid-19, chegando ao total de 97.256 óbitos pela doença em todo o País, de acordo com o Ministério da Saúde. O total de 1.437 novas mortes por Covid-19 é terceiro maior registro diário desde o início da pandemia do novo coronavírus no país.

Foram contabilizados ainda 57.152 novos casos de coronavírus, totalizando 2.859.073 de pessoas infectadas no território nacional.

A pasta informa também que, até agora, 2.020.637 de pacientes se recuperaram da Covid-19.

O Ministério da Saúde estima que 70,7% dos contaminados tenham se recuperado, o que representa 2.020.637 brasileiros. Outros 741.180 casos estão em acompanhamento.

Os casos confirmados estão distribuídos por 221 dos 223 municípios paraibanos. (Foto: Reprodução)

A Paraíba registrou nesta quarta-feira (05) 1.311 novos casos de Covid-19 e 21 óbitos confirmados desde a última atualização, 03 deles ocorridos nas últimas 24h. Até o momento, 87.071 pessoas já contraíram a doença, 40.094 já se recuperaram e 1.922 faleceram. Até o momento, 252.751  testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados.

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 51%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 58%. Em Campina Grande, estão ocupados 42% dos leitos de UTI adulto e no sertão, 67% dos leitos de UTI para adultos.  O índice de Isolamento Social foi de apenas 37,2%, considerado baixo em relação à meta de 70% e à mínima de 50%.

Os casos confirmados estão distribuídos por 221 dos 223 municípios paraibanos:

Água Branca (50); Aguiar (23); Alagoa Grande (829); Alagoa Nova (255); Alagoinha (803); Alcantil (54); Algodão de Jandaíra (6); Alhandra (589); Amparo (17); Aparecida (65); Araçagi (472); Arara (178); Araruna (222); Areia (355); Areia de Baraúnas (10); Areial (43); Aroeiras (187); Assunção (44); Baia da Traição (496); Bananeiras (167); Baraúna (129); Barra de Santa Rosa (48); Barra de Santana (83); Barra de São Miguel (41); Bayeux (1511); Belém (830); Belém do Brejo do Cruz (28); Bernardino Batista (7); Boa Ventura (4); Boa Vista (78); Bom Jesus (9); Bom Sucesso (18); Bonito de Santa Fé (18); Boqueirão (315); Borborema (20); Brejo do Cruz (295); Brejo dos Santos (22); Caaporã (904); Cabaceiras (59); Cabedelo (2478); Cachoeira dos Índios (91); Cacimba de Areia (8); Cacimba de Dentro (224); Cacimbas (43); Caiçara (385); Cajazeiras (1309); Cajazeirinhas (21); Caldas Brandão (194); Camalaú (1); Campina Grande (10982); Capim (144); Caraúbas (36); Carrapateira (43); Casserengue (228); Catingueira (17), Catolé do Rocha (272); Caturité (102); Conceição (429); Condado (113); Conde (681); Congo (67); Coremas (126); Coxixola (29); Cruz do Espírito Santo (269); Cubati (71); Cuité (159); Cuité de Mamanguape (103); Cuitegí (344); Curral de Cima (24); Curral Velho (1), Damião (17); Desterro (50); Diamante (109); Dona Inês (88); Duas Estradas (68); Emas (44); Esperança (415); Fagundes (86); Frei Martinho (6); Gado Bravo (94); Guarabira (3523); Gurinhém (405); Gurjão (22); Ibiara (44); Igaracy (8); Imaculada (39); Ingá (1048); Itabaiana (995); Itaporanga (196); Itapororoca (647); Itatuba (302); Jacaraú (288); Jericó (10); João Pessoa (22384); Joca Claudino (10); Juarez Távora (271); Juazeirinho (157); Junco do Seridó (42); Juripiranga (439); Juru (83); Lagoa (6); Lagoa de Dentro (116); Lagoa Seca (619); Lastro (16); Livramento (80); Logradouro (122); Lucena (347); Mãe d’Água (18); Malta (86); Mamanguape (2103); Manaíra (10); Marcação (274); Mari (1019); Marizópolis (25); Massaranduba (309); Mataraca (155); Matinhas (70); Mato Grosso (14); Matureia (33); Mogeiro (144); Montadas (39); Monte Horebe (14); Monteiro (302); Mulungu (308); Natuba (51); Nazarezinho (34); Nova Floresta (53), Nova Olinda (15); Nova Palmeira (58); Olho D´Água (39); Olivedos (75);  Parari (5); Passagem (30); Patos (2800); Paulista (163); Pedra Branca (2); Pedra Lavrada (34); Pedras de Fogo (1228); Pedro Régis (42); Piancó (142); Picuí (181); Pilar (280); Pilões (93); Pilõezinhos (228); Pirpirituba (264); Pitimbu (574); Pocinhos (130);  Poço Dantas (5); Poço de José Moura (18); Pombal (391); Prata (5); Princesa Isabel (67); Puxinanã (250);  Queimadas (966); Quixaba (28); Remígio (230); Riachão (67); Riachão do Bacamarte (221);  Riachão do Poço (87); Riacho de Santo Antônio (28); Riacho dos Cavalos (12); Rio Tinto (985); Salgadinho (26); Salgado de São Felix (217); Santa Cecília (65); Santa Cruz (49); Santa Helena (20); Santa Inês (53);  Santa Luzia (216); Santa Rita (2445); Santa Terezinha (53); Santana de Mangueira (5); Santana dos Garrotes (17); Santo André (14); São Bentinho (41); São Bento (1476); São Domingos do Cariri (45);  São Francisco (33);  São João do Cariri (95); São João do Rio do Peixe (215); São João do Tigre (10); São José da Lagoa Tapada (51); São José de Caiana (36); São José de Espinharas (31); São José de Piranhas (151); São José de Princesa (2); São José do Bonfim (58); São José do Brejo do Cruz (10); São José do Sabugi (207); São José dos Cordeiros (32); São José dos Ramos (224); São Mamede (38); São Miguel de Taipu (121); São Sebastião de Lagoa de Roça (200); São Sebastião do Umbuzeiro (8); São Vicente do Seridó (46); Sapé (912); Serra Branca (145); Serra da Raíz (18); Serra Grande (9); Serra Redonda (231); Serraria (140); Sertãozinho (138); Sobrado (175); Solânea (380); Soledade (133); Sossego (9), Sousa (1304); Sumé (214); Tacima (123); Taperoá (67); Tavares (81); Teixeira (154); Tenório (14); Triunfo (45); Uiraúna (70); Umbuzeiro (73); Várzea (14); Vieirópolis (5); Vista Serrana (5), Zabelê (24).

*Dados oficiais preliminares (fonte: SIM, e-sus VE e SIVEP) extraídos às 10h do dia 05/08, sujeitos a alteração por parte dos municípios.

 

Araripina: chega a 806 casos confirmados de Covid-19: Três óbitos nas últimas 24h

 

Por Roberto Gonçalves 

Foram registrados nesta quarta-feira (05), mais 38 casos da Covid-19 em Araripina, no Sertão de Pernambuco. Agora o município contabiliza 806 pessoas infectadas pela doença, 405 curas clínicas, 19 óbitos e 164 casos em investigação.

De acordo com a Secretaria de Saúde, 2664 exames já foram realizados em Araripina, sendo 2195 testes rápidos e 469 analisados pelo Laboratório Central de Saúde Pública de Pernambuco (Lacen-PE).

No Sertão do Araripe já foram registradas 63 mortes decorrentes do novo coronavírus. Foram 19 em Araripina, 16 em Ipubi, 10 em Trindade, 08 em Ouricuri, 05 em Bodocó, 04 em Exu e 01 em Moreilândia.

Hospital Regional de Salgueiro registra 100% de ocupação de leitos de UTI para Covid-19

 

Foto: reprodução

Os cidadãos de Salgueiro precisam redobrar os cuidados para não contrair a Covid-19. No momento o município está sobrecarregado em termos de estrutura para atendimento a casos graves da doença.

Segundo informações colhidas nesta quarta-feira, 5, os cinco leitos de UTI instalados no Hospital Regional de Salgueiro para casos de (Síndrome Respiratória Aguda Grave) estão ocupados no momento. Um dos pacientes mora em Salgueiro e outros quatro em municípios da região.

Já no Hospital de Campanha Nova Esperança, dos 24 leitos de enfermaria que o local possui para casos leves e moderados, cinco estão ocupados atualmente. Na rede privada são dois leitos de UTI para pacientes com Covid-19, mas não obtemos dados da ocupação.

Confira a situação dos casos da Covid 19 nos municípios do Sertão Central:

Salgueiro tem 547 casos registrados e 17 mortes, Cedro 260 casos e 04 mortes, Parnamirim 130 casos e 02 mortes, Serrita 65 casos registrados e 04 mortes e Terra Nova 28 casos e 01 morte.

Operação da PF nos Correios encontra R$ 3,5 milhões na casa de um dos investigados

 

Foto: divulgação PF

A Polícia Federal (PF) deflagrou, nesta terça-feira (4), a segunda etapa da Operação Postal Off que visa desarticular uma organização criminosa que subfaturava valores devidos à Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (EBCT), além de desviar para si clientes no seguimento de postagem de cartas comerciais.

Ao todo, foram 12 mandados de busca e apreensão em São Paulo, Praia Grande, São Vicente e Rio de Janeiro, em residências de investigados e sedes da EBCT, seis foram cumpridos no Rio.

Na capital fluminense, na residência de um dos investigados foi encontrado R$ 3,5 milhões em espécie.

Os investigados poderão responder por corrupção passiva e ativa, estelionato, violação de sigilo funcional e formação de organização criminosa, de acordo com a medida  de suas responsabilidades.

Paulo Guedes diz que chamar imposto digital de CPMF é maldade ou ignorância

O tributo pensado por ele seria aplicado a pagamentos, em especial sobre serviços e comércio eletrônico, com alíquota de pelo menos 0,2%.

Segundo Guedes, ninguém, nem o presidente da República, tem direito de interditar o debate sobre o tema. (Foto: Reprodução)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – O ministro Paulo Guedes (Economia) disse nesta quarta-feira (5) que o novo imposto sobre pagamentos, planejado por ele, tem sido chamado de CPMF (Comissão Provisória sobre Movimentações Financeiras) por maldade ou ignorância. Ele disse que ninguém, nem o presidente da República, tem direito de interditar o debate sobre o tema.

“As pessoas inadequadamente, por maldade ou ignorância, falam que é CPMF. Mas não tem problema, o tempo é senhor da razão. Vamos seguindo em frente”, afirmou em audiência virtual da comissão mista da reforma tributária no Congresso.

O tributo pensado por ele seria aplicado a pagamentos, em especial sobre serviços e comércio eletrônico, com alíquota de pelo menos 0,2%. De acordo com os estudos do Ministério, renderia ao menos R$ 120 bilhões.

“O imposto digital é para pensarmos à frente, mas é claro que a economia é cada vez mais digital e isso está sendo estudado em países mais avançados. Netflix, Google, o brasileiro usa, e são belíssimas inovações tecnológicas, mas ainda não conseguimos tributar corretamente. Sim, estamos estudando”, disse.

Apesar de rechaçar a comparação e dizer que o novo imposto não seria aplicado a movimentações financeiras, Guedes ainda não apresentou formalmente os detalhes da nova cobrança para mostrar quais exatamente seriam as diferenças em relação à antiga CPMF.

Até hoje, o momento em que a ideia do novo imposto foi divulgada com mais detalhes foi em setembro de 2019, durante apresentação da Receita Federal em seminário sobre o tema.

Ali, foi revelado que o governo planejava taxar até saques e depósitos em dinheiro com uma alíquota inicial de 0,4%. Já para pagamentos no débito e no crédito, a alíquota seria de 0,2% (para cada lado da operação, pagador e recebedor).

Na ocasião, a própria Receita Federal fez uma análise do comportamento do novo tributo tendo como base a antiga CPMF, o que comprovou a semelhança. Após a repercussão da apresentação, o então secretário especial da Receita (Marcos Cintra) foi demitido.

A CPMF era cobrada em quase todas as transações bancárias (como saques de contas-correntes, transferências entre contas de diferentes titulares, cheques, pagamentos da fatura do cartão de crédito, de contas e boletos bancários).

A Contribuição foi criada em 1993 pelo então ministro da Fazenda, Fernando Henrique Cardoso, durante o governo Itamar Franco. Após um intervalo, durou até 2007 (quando o governo Lula sofreu uma derrota no Senado). Dilma já tentou ressuscitá-la, sem sucesso.

Parlamentares como o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), vêm chamando a ideia de CPMF. “Minha crítica não é se é CPMF, se é microimposto digital, se é um nome inglês para o imposto para ficar bonito, para tentar enrolar a sociedade. Minha tese é a seguinte: nós vamos voltar à mesma equação que foi de 1996 a 2004, 9% de aumento da carga tributária”, disse Maia na semana passada.
Durante a audiência desta quarta, Guedes disse que há pessoas usando o discurso de proteção aos mais pobres para evitar o novo imposto. Em sua visão, a cobrança impede sonegação, inclusive de políticos corruptos.

“Não podemos ter nenhuma sombra de absolutismo. Nem de achar que um ministro pode impor um imposto, nem acharem que alguém pode impedir esse debate.  Ninguém tem direito de interditar esse debate, nem o relator, nem presidente da Câmara, nem o presidente do Senado, nem o presidente da República pode impedir debate sobre qualquer imposto”, disse.

O presidente Jair Bolsonaro já se posicionou de forma contrária à CPMF em diferentes ocasiões. Recentemente, no entanto, deu aval a Guedes para falar sobre o tema. “O que eu falei com o Paulo Guedes, você fala CPMF, né, pode ser o imposto que você quiser, tem que ver por outro lado o que vai deixar de existir”, disse no último domingo (2).

“Se o povo não quiser, […] se não quiser mexer, deixa como está”, afirmou Bolsonaro.
Nesta quarta, Guedes aproveitou para rebater uma fala recente do relator da reforma tributária, deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), que chamou de medieval a ideia de criar um novo imposto durante live promovida pelo jornal Valor Econômico.

“O relator Aguinaldo cometeu um excesso. Parece que já existia tudo isso na Idade Média, os bispos e padres nas catedrais góticas já usavam Netflix, Google, Waze. Foi um exagero que ele cometeu”, disse o ministro. Guedes ainda fez outra crítica aos parlamentares ao contestar as metodologias adotadas por algumas das propostas. “Nós achamos, por exemplo, que o cálculo de 25% que está colocado lá para substituir ICMS, ISS e PIS/Cofins é impróprio”, disse.

Segundo ele, o cálculo do governo estimava que a superposição de impostos daria uma alíquota superior a 30%. “O que é muito ruim. Nós não queremos impostos tão altos.”
O ministro defendeu que todas as metodologias de cálculo sejam disponibilizadas para “ver quem é que está calculando corretamente, quem é que está calculando inadequadamente”. A uniformização, disse, é importante para embasar as críticas às propostas.

“Porque senão é muito fácil você também falar ‘olha, isso aí está errado, tem que fazer isso, tem que fazer aquilo’. Qual é a sua metodologia de cálculo?”, questionou. “Isso é bom para todos nós, nós todos vamos simular melhor todas as propostas”, afirmou Guedes, que prometeu tornar as contas do governo transparentes.

“E se for possível, por algum erro nosso, baixar para 10%, para 9%, para 8%, é o que nós queremos”, afirmou. “É um compromisso nosso, se realmente aumentar a arrecadação, se a gente arrecadar mais do que está achando, nós vamos reduzir a alíquota. Todo aumento de arrecadação que tiver nós queremos reduzir a alíquota”.

O colegiado entendeu que foi ilegal a decisão do então juiz Sergio Moro de incluir a colaboração de Palocci nos autos do processo que apura se a Odebrecht doou, como propina, um terreno para a construção do Instituto Lula.

Celso de Mello e Cármen Lúcia, que também integram a 2ª Turma, não participaram da sessão e o resultado ficou em 2 a 1. (Foto: Reprodução)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – A 2ª Turma do STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu nesta terça-feira (4) que a delação premiada do ex-ministro Antonio Palocci não poderá ser usada na ação penal contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) que tramita na 13ª Vara Federal de Curitiba.

O colegiado entendeu que foi ilegal a decisão do então juiz Sergio Moro de incluir a colaboração de Palocci nos autos do processo que apura se a Odebrecht doou, como propina, um terreno para a construção do Instituto Lula.

A inclusão nos autos ocorreu a seis dias do primeiro turno da eleição presidencial de 2018 e, para os ministros do STF Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski, teve o intuito de criar um fato político no pleito daquele ano.

Impedido de concorrer pela Lei da Ficha Limpa, Lula foi substituído por Fernando Haddad como candidato do PT à Presidência. Ele terminou derrotado por Jair Bolsonaro.

O ministro Edson Fachin discordou dos colegas, mas ficou vencido ao votar para rejeitar o recurso apresentado pela defesa do petista.

Celso de Mello e Cármen Lúcia, que também integram a 2ª Turma, não participaram da sessão e o resultado ficou em 2 a 1.

Este também foi o placar para determinar que o processo deve voltar para a fase de alegações finais, o que atrasará um desfecho para o caso. Isso ocorreu porque Gilmar e Lewandowski entenderam que Lula não teve acesso amplo aos autos.

Assim, mandaram o juiz da 13ª Vara Federal de Curitiba, Luiz Bonat, que substituiu Moro, permitir o acesso a todos os trechos dos autos que digam respeito ao ex-presidente.
Lula foi condenado por corrupção e lavagem de dinheiro pelo caso do tríplex de Guarujá (SP). Nessa ação, o STJ (Superior Tribunal de Justiça) definiu a pena em oito anos e dez meses, mas o processo ainda tem recursos pendentes na corte e no STF.

O ex-presidente também já foi condenado em segunda instância pelo TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) no processo do sítio de Atibaia (SP). Inicialmente sentenciado a 12 anos e 11 meses de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, teve a pena aumentada para 17 anos e 1 mês.

Devido a um novo entendimento do Supremo sobre ritos processuais, essa sentença pode vir a ser anulada em cortes superiores. Se isso acontecer, o processo volta à primeira instância para novo julgamento.

O petista foi preso em abril de 2018, com base em decisão do STF que permitia que um réu condenado em segunda instância começasse a cumprir pena.

Em novembro de 2019, porém, a corte mudou sua jurisprudência e definiu que os réus têm direito a aguardar o fim do processo (o trânsito em julgado, quando não cabem mais recursos) em liberdade. Com isso, a Justiça decretou a soltura de Lula, e ele aguarda o fim da ação em liberdade.

Em relação à inclusão da delação de Palocci, Gilmar Mendes ressaltou no julgamento desta terça que ela só ocorreu três meses após ser homologado o acordo judicial para que o ex-ministro revelasse atos ilícitos que cometera.

“Essa demora parece ter sido cuidadosamente planejada pelo magistrado [Moro] para gerar verdadeiro fato político na semana que antecedia o primeiro turno das eleições presidenciais de 2018”, disse Gilmar.

O ministro citou ainda que a inclusão e o levantamento do sigilo da delação ocorreram sem pedido do Ministério Público, o que indica que Moro atuou com objetivos políticos.

“Essas circunstâncias quando examinadas de forma holística são vetores possivelmente indicativos da quebra da imparcialidade por parte do magistrado”, afirmou Gilmar, antes de lembrar que a eventual suspeição de Moro, conforme acusação da defesa de Lula, será analisada em outro julgamento da 2ª Turma, sem data prevista.

“Resta claro que as circunstâncias que permeiam a juntada do acordo de delação de Antonio Palocci no sexto dia anterior à realização do primeiro turno das eleições presidenciais de 2018 não deixam dúvidas de que o ato judicial encontrasse acoimado de grave e irreparável ilicitude”, concluiu.

Lewandowski seguiu a mesma linha e disse haver “inequívoca quebra de imparcialidade” de Moro. Ele destacou que a fase da instrução do processo já havia acabado, o que demonstra o aparente intuito de gerar fato político.

“O referido magistrado [Moro], para além de influenciar de forma direta e relevante o resultado da disputa eleitoral, conforme asseveram inúmeros jornalistas políticos, desvelando um comportamento no mínimo heterodoxo no julgamento dos processos criminais instaurados contra o ex-presidente Lula, violou o sistema acusatório bem como as garantias constitucionais do contraditório e da ampla defesa”, afirmou Lewandowski.

Fachin, por sua vez, ressaltou que o caso não revelou gravidade suficiente para caracterizar prejuízo à defesa de Lula.

“Para fins de análise de eventual sanção penal, assim sob a ótica probatória, apenas o depoimento com o crivo do contraditório seria utilizado. Essas informações não constituem informação relevante de modo a não configurar prejuízo à defesa”, disse.

Neste caso, Lula foi denunciado pelo Ministério Público Federal por corrupção passiva e lavagem de dinheiro porque teria favorecido a Odebrecht em contratos com a Petrobras.

Desde fevereiro esse processo estava concluído à espera de uma decisão do atual juiz da Lava Jato, Luiz Bonat. Agora, porém, ele terá de aguardar a nova apresentação de considerações finais das partes para decidir se sentencia Lula.

Esta, aliás, será a terceira alegação final do petista neste caso. Em outubro de 2018, a defesa de Lula cumpriu esta etapa do processo. Depois, no entanto, o STF decidiu que o réu tinha direito a apresentar alegações finais apenas depois dos delatores.

Com isso, o prazo do caso teve de ser reaberto, o que aconteceu de novo nesta terça-feira, mas por outros motivos.

O STF já havia dado uma decisão para ampliar o acesso de Lula aos autos neste caso, quando permitiram que a defesa verificasse os arquivos eletrônicos encaminhados pela Odebrecht em seu acordo de colaboração com a Justiça.

A defesa chegou a fazer sua análise desse material ao acessar uma “sala cofre” onde estão os arquivos na Superintendência da PF no Paraná, em junho de 2018.

Os advogados, porém, afirmam que o acesso foi restrito e que as consultas permitidas eram limitadas a dois codinomes usados pelo chamado “Departamento de Propina” da Odebrecht.

Por determinação do Prefeito José Patriota, a Secretaria Municipal de Saúde de Afogados da Ingazeira vai ampliar ainda mais a testagem da população para covid-19. Até ontem (04), 1.799 afogadenses já haviam sido testados para a doença.
Além dos mil testes rápidos adquiridos com recursos próprios pela Prefeitura, dos testes RT-PCR obtidos via convênio firmado entre a AMUPE e a UFPE e dos testes de swab feitos no LACEN – laboratório do Governo de Pernambuco, a Prefeitura está licitando a compra de mais seis mil testes. A informação foi repassada pelo Vice-Prefeito Alessandro Palmeira, durante a testagem do idosos da ASAVAP, realizada nesta terça (04), com as presenças do Vice-Prefeito e do Secretário de Saúde de Afogados, Artur Amorim.
“A ampliação da testagem, a identificação e isolamento dos casos positivos, suspeitos e seus contatos, tem se mostrado a maneira mais eficaz de controlar a proliferação desenfreada do vírus em nossa cidade. Aliado, é claro, ao monitoramento rigoroso do isolamento dessas pessoas,” destacou o Vice-Prefeito Alessandro Palmeira.
Segundo o Vice-Prefeito, a meta preconizada pela Organização Mundial de Saúde, é a testagem de pelo menos 25% da população. Poucos ou nenhum município do Brasil, conseguiu atingir essa meta. O Brasil continua sendo um dos países que menos testa para covid-19 no mundo. Em comunidade oficial, divulgado ainda em Abril, a OMS já recomendava ser “essencial ter dados acurados em tempo real sobre os testes dos suspeitos, o isolamento e rastreamento dos contatos e a capacidade de atendimento dos serviços de saúde”.
Ao todo trinta e sete idosos e jovens residem hoje na ASAVAP, que possui vinte funcionários entre Técnicos de Enfermagem, Auxiliares Administrativos, Auxiliar de Limpeza e direção, que trabalham em rodízios de plantão 24 horas. Todos eles foram testados. A boa notícia é que todos os 57 resultados foram negativos para a covid-19. “Agradecemos ao Governo Municipal não só pela testagem, uma vez que trabalhamos com pessoas da área de risco, mas também por estar sempre aberta a parcerias com a ASAVAP sempre que precisamos e buscamos”, declarou o Diretor da associação, Romildo Souza.
“Quero, em nome da Prefeitura, parabenizar os cuidadores e os responsáveis pela ASAVAP, por manterem um rigoroso protocolo de acesso à instituição, o que vem salvaguardando e protegendo a vida dos idosos, mantendo eles longe da ameaça do coronavírus,” finalizou Alessandro Palmeira, que participa, na manhã desta quarta (9h), da entrega do laboratório de robótica na Escola Dom Mota.

Estelionatário se passa por funcionário do time do Afogados para roubar dinheiro

O Afogados da Ingazeira Futebol clube fez uso das suas redes sociais para repudiar uma ação de um estelionatário que está se passando por funcionário do AIFC para roubar dinheiro. 

Confira nota abaixo:
ATENÇÃO!
O Afogados da Ingazeira FC vem a público esclarecer que o clube (e qualquer membro do departamento de futebol) não exige compensação financeira ou adiantamento de empresários, pais e/ou atletas no período da contratação.
Um estelionatário tem se passado como funcionário do clube, exigindo pagamentos para viabilizar acerto de jogadores, para disputa do Campeonato Brasileiro Série D, via mensagens no Instagram e Whatsapp.
No caso envolvendo o nosso clube o estelionatário está aplicando o golpe com atletas e famílias em diversas regiões do país, por isso alertamos para que não depositem dinheiro na conta de ninguém alegando ser do Afogados da ingazeira FC e quem tiver sido lesado procure as autoridades responsáveis.
Diante disto, informamos que o departamento jurídico do clube continua trabalhando para identificar os criminosos e, a partir daí, tomar as medidas judiciais cabíveis.
Atenciosamente,⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Diretoria Afogados da ingazeira FC

Serra chega a 2.125 casos de Covid-19

A Secretaria de Saúde de Serra Talhada informa que foram registrados 41 novos casos positivos de Covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando 2.125 casos confirmados.

O número de casos suspeitos subiu para 108 e o de casos descartados subiu para 7.357. Quanto à evolução dos casos confirmados, o município tem 1.812 pacientes recuperados, 274 em tratamento domiciliar, 12 em leitos de internamento e 27 óbitos.

Em relação aos profissionais de saúde contaminados, 82 estão recuperados e 12 em isolamento.

O boletim diário, portanto, fica com 2.125 casos confirmados, 108 casos suspeitos, 1.812 recuperados, 7.357 descartados e 27 óbitos.

 

O índice de Isolamento Social foi de apenas 37,7%, considerado baixo em relação à meta de 70% e à mínima de 50%.

Até o momento, 249.543 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados. (Foto: Reprodução)

A Paraíba registrou 1.549 novos casos de Covid-19 e 31 óbitos confirmados desde a última atualização, 12 deles ocorridos nas últimas 24h. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde divulgado nesta terça-feira (04), 85.760 pessoas já contraíram a doença, 38.554 já se recuperaram e 1.901 faleceram. Até o momento, 249.543 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados. 

Confira:

  • Casos Confirmados: 85.760
  • Casos Descartados: 106.500
  • Óbitos confirmados: 1.901
  • Casos recuperados: 38.554
  • Total de municípios: 221

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 52%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 59%. Em Campina Grande, estão ocupados 41% dos leitos de UTI adulto e no sertão, 59% dos leitos de UTI para adultos.  

O índice de Isolamento Social foi de apenas 37,7%, considerado baixo em relação à meta de 70% e à mínima de 50%. 

Os casos confirmados estão distribuídos por 221 dos 223 municípios paraibanos:

*Dados oficiais preliminares (fonte: SIM, e-sus VE e SIVEP) extraídos às 10h do dia 04/08, sujeitos a alteração por parte dos municípios.

Os 31 óbitos confirmados nesta terça ocorreram entre 14 de maio a 04 de agosto, 15 deles nas últimas 48h. Hipertensão, diabetes são os fatores de risco mais frequentes e 04 deles não possuiam comorbidades. 

Homem, 76 anos, residente em Araruna. Hipertenso e diabético. Início dos sintomas em 12/07/2020. Foi a óbito em hospital privado no dia 04/08/2020. 

Homem, 82 anos, residente em Jacaraú. Hipertenso. Início dos sintomas em 15/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 04/08/2020. 

Homem, 66 anos, residente em João Pessoa. Hipertenso, diabético e cardiopata. Início dos sintomas em 20/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 04/08/2020. 

Homem, 68 anos, residente em Pombal. Hipertenso, diabético e cardiopata. Início dos sintomas em 27/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 04/08/2020. 

Homem, 21 anos, residente em Rio Tinto. Diabético e portador de doença respiratória. Início dos sintomas em 23/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 04/08/2020. 

Mulher, 52 anos, residente em São Bento. Portadora de doença respiratória. Início dos sintomas em 20/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 04/08/2020.

Homem, 72 anos, residente em Sapé. Cardiopata e portador de doença respiratória. Início dos sintomas em 23/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 04/08/2020. 

Homem, 78 anos, residente em Cachoeira dos Índios. Hipertenso. Início dos sintomas em 03/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 03/08/2020.

Homem, 65 anos, residente em João Pessoa. Diabético, portador de doença respiratória e cardiopatia. Início dos sintomas em 24/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 03/08/2020. 

Mulher, 83 anos, residente em João Pessoa. Hipertensa, diabética e portadora de doença neurológica. Início dos sintomas em 10/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 03/08/2020. 

Homem, 73 anos, residente em Patos Hipertenso e diabético. Início dos sintomas em 12/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 03/08/2020. 

Mulher, 86 anos, residente em Poço Dantas. Hipertensa. Início dos sintomas em 03/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 03/08/2020. 

Homem, 86 anos, residente em João Pessoa. Hipertenso, diabético e cardiopata. Início dos sintomas em 19/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 02/08/2020. 

Mulher, 74 anos, residente em Patos. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 28/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 02/08/2020.

Mulher, 67 anos, residente em Santa Rita. Diabética. Início dos sintomas em 17/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 02/08/2020. 

Homem, 79 anos, residente em Cacimba de Dentro. Diabético, tabagista e etilista. Início dos sintomas em 16/07/2020. Foi a em hospital público no dia 01/08/2020.

Homem, 37 anos, residente em Cajazeiras. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 19/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 31/07/2020. 

Homem, 82 anos, residente em Conceição. Cardiopata e tabagista. Início dos sintomas em 21/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 31/07/2020. 

Mulher, 88 anos, residente em João Pessoa. Hipertensa, diabética e portadora de doença neurológica. Início dos sintomas em 18/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 31/07/2020. 

Homem, 72 anos, residente em Campina Grande. Hipertenso e diabético. Início dos sintomas em 18/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 29/07/2020. 

Mulher, 89 anos, residente em João Pessoa. Portadora de cardiopatia doença renal e diabética. Início dos sintomas em 26/06/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 23/07/2020.

Mulher, 60 anos, residente em João Pessoa. Tabagista. Início dos sintomas em 15/06/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 30/06/2020. 

Mulher, 61 anos, residente em João Pessoa. Hipertensa e obesa. Início dos sintomas em 20/05/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 21/06/2020.

Homem, 64 anos, residente em Alagoa Nova. Cardiopata e etilista. Início dos sintomas em 17/06/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 19/06/2020. 

Homem, 83 anos, residente em João Pessoa. Hipertenso e diabético. Início dos sintomas em 29/05/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 08/06/2020. 

Mulher, 48 anos, residente em Bayeux. Hipertensa, diabética e imunossuprimida. Início dos sintomas em 05/05/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 01/06/2020. 

Mulher, 78 anos, residente em Cabedelo. Hipertensa e diabética. Início dos sintomas em 19/05/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 27/05/2020. 

Homem, 39 anos, residente em Bayeux. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 20/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 02/08/2020. 

Mulher, 95 anos, residente em Cruz do Espírito Santo. Portadora de doença respiratória. Início dos sintomas em 05/05/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 21/05/2020.

Homem, 54 anos, residente em João Pessoa. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 23/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 01/08/2020. 

Mulher, 71 anos, residente em Cruz do Espírito Santo. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 10/05/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 14/05/2020.

Em Trindade, número de casos da Covid-19 chega a 276

Mais sete casos do novo coronavírus foram confirmados em Trindade, no Sertão de Pernambuco, nesta segunda-feira (3). O boletim divulgado pela prefeitura não informou o estado de saúde dos novos pacientes. O município contabiliza agora, 276 casos do novo coronavírus, 232 curas clínicas, 34 casos ativos da doença e dez óbitos.

O boletim informou também que três pacientes internados no Hospital Santa Maria em Araripina, e um na UPA de Petrolina.

Foram realizados 244 testes nos profissionais da saúde, destes, 227 deram negativo, 17 testaram positivo e estão recuperados.

Ainda não se sabe ao certo o que motivou o incidente, que ocorreu na zona portuária da capital, e se outras explosões aconteceram em Beirute.

Paredes de prédios foram destruídas, janelas quebraram, carros foram virados de cabeça para baixo e destroços bloquearam várias ruas, forçando feridos a caminhar em meio à fumaça até hospitais. (Foto: Reprodução)

 Uma grande explosão atingiu na tarde desta terça (4) a cidade de Beirute, capital do Líbano, levantando bolas de fogo e colunas de fumaça gigantescas e afetando construções a quilômetros de distância.

O ministro da Saúde, Hamad Hassan, disse que o incidente deixou ao menos 50 mortos, além de mais de 2.750 feridos.

Paredes de prédios foram destruídas, janelas quebraram, carros foram virados de cabeça para baixo e destroços bloquearam várias ruas, forçando feridos a caminhar em meio à fumaça até hospitais.

Segundo testemunhas, o estampido da explosão foi ouvido até na cidade costeira de Larnaca, no Chipre, a cerca de 200 km da costa libanesa.

Ainda não se sabe ao certo o que motivou o incidente, que ocorreu na zona portuária da capital, e se outras explosões aconteceram em Beirute.

Segundo o chefe de segurança interna do Líbano, Abbas Ibrahim, a origem do episódio é uma área do porto com materiais altamente explosivos -não há informação se a explosão foi proposital ou não. Ele disse que não iria especular sobre as causas para não atropelar as investigações.

Já o ministro do Interior, Mohamed Fehmi, afirmou que havia uma grande quantidade de nitrato de amônio, substância usada como fertilizante, armazenada no porto e que essa teria sido a causa da explosão.

Na primeira manifestação oficial do governo sobre o caso, o primeiro-ministro Hassan Diab decretou “um dia nacional de luto” nesta quarta (5).

Diab disse, em um discurso televisivo, que os responsáveis pela explosão vão ser pagar o preço.

“Eu prometo a vocês que essa catástrofe não passará sem responsabilização Os culpados vão pagar o preço”, afirmou. “Fatos sobre esse armazém perigoso que está lá desde 2014 serão anunciados.”

Já o presidente Michael Aoun convocou uma reunião de emergência com o Conselho de Defesa.

Georges Kettaneh, presidente da Cruz Vermelha Libanesa, citou “centenas de feridos” em um comunicado na televisão libanesa LBC e disse que muitas pessoas continuam presas em casas atingidas pelo fogo. Alguns estão sendo resgatados por barcos. “Estamos sobrecarregados pelos telefonemas”, disse.

Segundo a TV libanesa LBCI, um dos hospitais da cidade está tratando mais de 500 feridos e não tem capacidade para receber mais ninguém. Dezenas deles precisam de cirurgias.
Na frente de outro centro médico, dezenas de feridos, incluindo crianças, algumas cobertas de sangue, esperavam para serem atendidos, segundo a agência de notícias AFP.

A área portuária foi isolada pelas forças de segurança, que só permitem a passagem de agentes da defesa civil, ambulâncias e caminhões de bombeiros. Nas proximidades do porto, a destruição é enorme.

A mídia local transmitiu imagens de pessoas presas a escombros, algumas cobertas de sangue. “Os prédios estão tremendo”, publicou no Twitter um morador da cidade, dizendo que “todas as janelas do apartamento explodiram”.

“Vi uma bola de fogo e fumaça sobre a cidade. As pessoas gritavam e corriam, sangrando. Varandas foram arrancadas dos prédios. Vidros de prédios caíram nas ruas”, disse outra testemunha à Reuters.

Até agora, não houve relato de brasileiros feridos. O Líbano tem uma grande comunidade com relação com o Brasil: há mais descendentes e parentes de libaneses em solo brasileiro (entre 7 e 10 milhões) do que libaneses no país de origem (7 milhões).

A fragata brasileira Independência, nau capitânia da Unifil (Força Interina das Nações Unidas no Líbano), não estava no porto de Beirute na hora da explosão, mas no Mediterrâneo, patrulhando a região.

A embarcação leva cerca de 200 marinheiros. A Unifil foi criada em 2006 para verificar a retirada israelense do sul do Líbano e evitar o contrabando de armas por via marítima, após um dos inúmeros embates entre as duas partes nas últimas décadas.

O porta-voz da ONU Farhan Haq declarou a jornalistas que não se sabe se a explosão foi acidental ou provocada e que não há indicação de feridos entre os funcionários da organização.

Uma fonte do governo de Israel disse à agência de notícias Reuters que o país não tem relação com a explosão. O chanceler isralense, Gabi Ashkenazi, afirmou a uma TV local que a explosão foi provavelmente causada por um incêndio acidental.

Já o ministro da Defesa israelense, Benny Gantz, afirmou que o país ofereceu ajuda humanitária ao governo libanês por meio de canais diplomáticos.

Já o Pentágono declarou que os EUA estão cientes do ocorrido e “preocupados com a perda potencial de vidas devido a essa explosão tão grande”. O Departamento de Estado americano ofereceu “toda a assistência possível” aos libaneses.

O ministro de Relações Exteriores do Irã, Mohammad Javad Zarif, também afirmou que o país está pronto para ajudar como for necessário.

O Líbano atravessa sua pior crise econômica em décadas, marcada por depreciação monetária sem precedentes, hiperinflação, demissões em massa e restrições bancárias drásticas, que alimentam há vários meses o descontentamento social.

Porto antes da explosão. 

Porto depois da explosão. 

JULGAMENTO

A TV Al Arabiya inicialmente noticiou que ocorreram explosões por toda a cidade e afirmou que uma delas teria ocorrido perto da residência do ex-premiê Saad Hariri.
A informação não foi confirmada oficialmente e o próprio Saad postou uma foto em uma rede social logo após as explosões, indicando que está bem e que não ficou ferido.

Isso imediatamente levantou suspeitas de que a explosão inicial poderia estar ligada a divulgação do veredito de um tribunal apoiado pela ONU (Organização das Nações Unidas) contra quatro homens acusados de terem participado do assassinato do também ex-primeiro-ministro libanês Rafik Hariri -pai de Saad- em 2005. O resultado deve ser anunciado na sexta-feira (7).

Ao longo do dia, porém, as suspeitas de ligação entre a explosão e o julgamento diminuíram.

Os réus, todos membros do movimento xiita Hizbullah, estão sendo julgados à revelia pelo Tribunal Especial do Líbano (TSL), com sede em Haia (Holanda), encarregado de ditar a sentença 15 anos após o atentado com um carro-bomba, em Beirute.

O ataque matou o bilionário sunita e outras 21 pessoas, além de ter deixado 256 feridos.

O assassinato de Hariri, pelo qual quatro generais libaneses foram inicialmente acusados, desencadeou uma onda de protestos que forçou a retirada das tropas sírias do país, após 30 anos no Líbano.

O Hizbullah, que nega envolvimento no ataque, opõe-se a entregar os suspeitos, apesar de vários mandados de prisão do TSL.

Hariri tem ligações históricas com a Arábia Saudita e era considerado um dos principais líderes políticos sunitas do Líbano, enquanto o Hizbullah, que tem apoio do Irã, representa parte da comunidade xiita.

O movimento não reconhece o TSL. Segundo analistas, o tribunal, estabelecido em 2007 após uma resolução do Conselho de Segurança da ONU a pedido do Líbano, tem sido questionado e representou um custo de vários milhões de dólares para o país.

O veredito do julgamento será divulgado na sexta-feira, às 11h (no horário local, 6h em Brasília), com “participação virtual parcial”, devido à pandemia de coronavírus, informou o tribunal.

O assassinato de Hariri “tinha um objetivo político”, afirmou a acusação durante o julgamento, lembrando que o ex-premiê “era visto como uma grave ameaça aos pró-sírios e aos partidários do Hizbullah”.

Se forem considerados culpados, os acusados poderão ser condenados a prisão perpétua. As sentenças serão divulgadas mais adiante.

Acusação e defesa poderão recorrer e, se um dos acusados finalmente comparecer diante do tribunal, poderá solicitar outro processo.

Saad Hariri, filho de Rafik e que renunciou ao cargo de premiê em 2019, disse em um comunicado divulgado na semana passada que “não havia perdido a esperança na Justiça internacional e na revelação da verdade”.

Diab, o atual primeiro-ministro, alertou que as autoridades “devem estar preparadas para enfrentar as consequências” do julgamento.

O primeiro suspeito, Salim Ayyash, 50, é acusado de homicídio doloso e de ter liderado a equipe que cometeu o ataque. Outros dois homens — Hussein Oneisi, 46, e Asad Sabra, 43 — estão sendo julgados por filmarem um vídeo que reivindicava a autoria do crime em nome de um grupo fictício.

O último acusado, Hassan Habib Merhi, 52, enfrenta várias acusações, incluindo cumplicidade em um ato terrorista e conspiração para cometê-lo.

Mustafa Badreddin, o principal suspeito e apresentado como o “cérebro” do atentado, não pode ser julgado porque morreu alguns anos após os eventos.

Analistas avaliam que a divulgação do veredito pode fazer ressurgir tensões no país, que passa por uma crise econômica sem precedentes.

XIITAS E SUNITAS

Desde o fim da guerra civil, em 1990, o Líbano se equilibra em delicada partilha de poder que segue linhas sectárias -o presidente é cristão, o primeiro-ministro é muçulmano sunita e o presidente do Parlamento é xiita.

A origem da divisão entre xiitas e sunitas, duas grandes correntes da religião muçulmana, remonta à morte do profeta Maomé, em 632, que não deixou nenhum herdeiro.

Os dois grupos discordam sobre quem deveria ter dado continuidade à liderança dele: sunitas preferiram que o líder da comunidade fosse escolhido entre seus seguidores e xiitas, que fosse alguém com laços de sangue com Maomé (especificamente Ali, seu primo e genro). Os sunitas venceram a disputa e elegeram Abu Bakr, primeiro califa do Islã.

A predominância dos sunitas nas dinastias posteriores do império islâmico levou os xiitas a se identificarem permanentemente como oposição ao poder estabelecido, também fixando posição minoritária na comunidade muçulmana.

Hoje, sunitas se concentram na Arábia Saudita, no Egito, e na Síria, entre outros países, e os xiitas, no Irã e no Iraque.

No Líbano, a população é bem dividida entre os dois ramos e os cristão: cerca de 30,6% são sunitas, 30,5% são xiitas e e 33,7% são cristãos, de acordo com informações de 2018 registradas em um banco de dados da CIA (agência de inteligência do governo dos EUA).

Morre, em Recife, empresário de Serra Talhada após sequelas da Covid-19

Faleceu na madrugada desta terça-feira (4) o empresário serra-talhadense Antonio Carlos Nunes de Sousa, 66 anos. Ele encontrava-se hospitalizado em Recife, há cerca de um mês, após ser acometido pelo novo coronavírus em Serra Talhada.

Carlinhos, como era mais conhecido, já estava curado da covid, mas não resistiu às sequelas, porque tinha doenças pré-estabelecidas. É a 28ª morte por covid-19 no município. (Via Farol de Notícias)

As cidades de Araripina e Ouricuri, localizadas no Sertão de Pernambuco, terão que fechar o comércio novamente. As cidades regridem no Plano de Convivência com a Covid-19, voltando para a segunda etapa do plano. O anúncio foi feito na tarde desta terça-feira (4) pelo Governo do Estado, em coletiva de imprensa online.

O isolamento mais rígido começa a partir da próxima sexta-feira (7) e segue até 16 de agosto. Desta forma, só funcionam as atividades essenciais nos municípios.

O secretário estadual de Saúde, André Longo, informou que o Sertão do Araripe lidera o número de casos da covid-19 na região. Na semana passada, das 134 ocorrências de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) da 4ª Macrorregião de Saúde, 60% estavam na 9ª Geres, que inclui as duas cidades.

Segundo o secretário, houve aumento na solicitação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para casos suspeitos e confirmados da doença na 4ª Macrorregião.

“Quando anunciamos nosso Plano de Convivência com a Covid-19, sempre deixamos claro que o comportamento da sociedade seria determinante para a ativação de cada novo passo, sempre ressaltamos que para salvar vidas daríamos passos para trás”, destacou Longo.

O secretário informou que 10 leitos foram abertos nessa segunda (3) no Hospital Santa Maria, em Araripina. Atualmente, as duas cidades têm 82 leitos dedicados à covid-19, sendo 20 de UTI. André Longo afirmou ainda que oito leitos de enfermaria serão transformados em leitos de UTI no Hospital Regional de Ouricuri.

A quarentena mais rígida será da mesma forma da que ocorreu em cinco municípios da Região Metropolitana do Recife (RMR), em maio, e nas cidades de Caruaru e Bezerros, no Agreste do Estado, em junho.

Com relação ao restante do Estado, o secretário informou que os números apresentam estabilidade e tendência de queda. A ocupação média dos leitos da rede pública de saúde está em 67%. (Diário de PE)

Araripina chega a 751 casos de Covid-19 e registra mais uma vítima

Foram registrados nesta segunda-feira (03), mais 30 casos da Covid-19 em Araripina, no Sertão de Pernambuco. Agora o município contabiliza 751 pessoas infectadas pela doença, 390 curas clínicas, 16 óbitos e 112 casos em investigação.

De acordo com a Secretaria de Saúde, 2473 exames já foram realizados em Araripina, sendo 2060 testes rápidos e 413 analisados pelo Laboratório Central de Saúde Pública de Pernambuco (Lacen-PE).

No Sertão do Araripe já foram registradas 59 mortes decorrentes do novo coronavírus. Foram 16 em Araripina, 15 em Ipubi, 10 em Trindade, 08 em Ouricuri, 05 em Bodocó, 04 em Exu e 01 em Moreilândia.

Categoria aponta que teve 70 direitos revogados e reclama por melhores condições de trabalho durante a pandemia.

Além disso, a federação afirma que há “descaso e negligência da empresa com a vida de trabalhadores e clientes” durante a pandemia. (Foto: Reprodução)

Funcionários dos Correios afirmam que devem entrar em greve no próximo dia 18, alegando que tiveram 70 direitos revogados, como 30% do adicional de risco, vale-alimentação e auxílio-creche. De acordo com a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect), a categoria entrou em estado de greve e vai realizar assembleias regionais no dia 17 para confirmar a paralisação.

Em nota publicada em seu site, a federação aponta que os Correios desrespeitaram um acordo coletivo vigente até 2021, e que funcionários receberam o contracheque de agosto com descontos indevidos.

A Fentect ainda afirma que houve aumento na participação dos planos de saúde, enquanto houve redução da parte da empresa, algo incompatível com a média do piso salarial dos funcionários, de R$ 1,7 mil.

Além disso, a federação afirma que há “descaso e negligência da empresa com a vida de trabalhadores e clientes” durante a pandemia. De acordo com a publicação, os sindicatos estão travando diversas disputas judiciais para itens de segurança, como sabonete, álcool em gel, desinfecção de agências e testagem de trabalhadores.

O sindicato também diz que os Correios se negam a fornecer os dados de funcionários e terceirizados infectados pela covid-19 e a quantidade de óbitos pela doença.

As informações são coletadas diretamente com as Secretarias de Saúde estaduais. O balanço é fechado diariamente às 20h.

Imagem ilustrativa do novo coronavírus com a bandeira do Brasil

O Brasil teve uma média móvel de 995 óbitos diários, menor do que a registrada nas semanas de julho. (Foto: Reprodução)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O Brasil registrou 572 mortes em razão da pandemia do novo coronavírus e 18.043 novos casos da doença nesta segunda-feira (3). O país tem 94.702 óbitos e 2.751.665 infectados com a Covid-19.

Os dados são fruto de colaboração inédita entre Folha de S.Paulo, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são coletadas diretamente com as Secretarias de Saúde estaduais. O balanço é fechado diariamente às 20h.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorre em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.

Além dos dados diários do consórcio, a Folha de S.Paulo também divulga a chamada média móvel. O recurso estatístico busca dar uma visão melhor da evolução da doença, pois atenua números isolados que fujam do padrão. A média móvel é calculada somando o resultado dos últimos sete dias, dividindo por sete.

O Brasil teve uma média móvel de 995 óbitos diários, menor do que a registrada nas semanas de julho.

Com cinco meses de pandemia, o Brasil tem uma taxa de 44 mortos por 100 mil habitantes. Os Estados Unidos, que têm o maior número absoluto de mortos, e o Reino Unido, ambos à frente do Brasil na pandemia (ou seja, começaram a sofrer com o problema antes), têm 47 e 69 mortos para cada 100 mil habitantes, respectivamente.

Na Argentina, onde a pandemia desembarcou nove dias mais tarde que no Brasil e que seguiu uma quarentena muito mais rígida, o índice é de 8 mortes por 100 mil habitantes.

Cidades Acessando Blog

Panificadora Samuel

Escola Monteiro Lobato

 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!

Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

Siteemonteirolobato.com.br

Dr. Jamildo Carvalho

Desfile Cívico Escola M.L

AABB

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!