Renata Silveira começou a carreira em 2014, ao vencer o concurso Garota da Voz, da Rádio Globo, e também foi a primeira mulher a narrar uma partida de Copa do Mundo no Brasil. (Foto: Reprodução/TV Globo)

 Fato inédito na história da cobertura brasileira dos Jogos Olímpicos, uma mulher vai narrar o jogo da seleção masculina de futebol. Renata Silveira é quem assume a função, em disputa que acontece na madrugada deste domingo (25), às 5h30.

O time brasileiro vai jogar contra a Costa do Marfim, pela segunda rodada do torneio olímpico em Tóquio.

Ao lado de Silveira, em transmissão pelo SporTV, estarão os comentaristas Pedrinho e Paulo Cesar Vasconcellos. Na TV Globo, a narração é de Galvão Bueno, com comentários de Ana Thais Matos e Caio Ribeiro.

Renata Silveira começou a carreira em 2014, ao vencer o concurso Garota da Voz, da Rádio Globo, e também foi a primeira mulher a narrar uma partida de Copa do Mundo no Brasil.

Ela também ficou entre as três selecionadas para narrar o Mundial da Rússia, em 2018, pelo canal Fox Sports. Renata tem 31 anos e passou a fazer parte do time do SporTV em março deste ano.

Douglas Luiz recebe cartão vermelho aos 13 minutos do primeiro tempo, em lance polêmico, após revisão do VAR.

Depois de quatro gols e um festival de chances criadas na estreia nas Olimpíadas, contra a Alemanha, a Seleção masculina de futebol passou em branco neste domingo e ficou no 0 a 0 com a Costa do Marfim, em duelo em Yokohama. O Brasil jogou desde os 13 minutos do primeiro tempo com um jogador a menos, por conta da expulsão do volante Douglas Luiz, após revisão do VAR, em lance bastante discutível. Mesmo com um a menos até os 34 minutos do segundo tempo, quando os africanos também receberam um cartão vermelho, a equipe de André Jardine se segurou bem, criou as principais chances na etapa final, mas não conseguiu balançar as redes.

Como fica

Com o empate, a seleção brasileira vai a quatro pontos, se mantém na liderança do Grupo D e fica a um empate da classificação para as quartas de final. A Costa do Marfim também tem quatro pontos. Derrotadas na estreia, Alemanha e Arábia Saudita se enfrentam às 8h30 deste domingo.

Primeiro tempo

A expectativa era de um jogo de defesa contra ataque, com o Brasil pressionando e a Costa do Marfim mais fechada na defesa. Porém, esse cenário durou pouco. Com a expulsão de Douglas Luiz (veja no vídeo abaixo), os africanos passaram a ter mais a bola (53% x 47%) e também as principais chances da etapa inicial. Foram sete finalizações marfinenses, que exigiram boas defesas do goleiro Santos. A equipe de André Jardine ficou mais contida e tentou explorar os contra-ataques, mas criou poucas chances de perigo.

Segundo tempo

O Brasil voltou muito bem do intervalo e, mesmo com um menos, teve a partida sob controle, não permitindo nenhuma finalização da Costa do Marfim. Aos 11, Matheus Cunha foi lançado dentro da área e por pouco não conseguiu finalizar. Cinco minutos depois, o camisa 9 cabeceou firme, mas parou no goleiro Tape. Em busca da vitória, Jardine tentou dar fôlego novo na frente, trocando os três atacantes. A pressão aumentou nos 15 minutos finais, após a expulsão de Eboue Kouassi, que deixou a partida com 10 contra 10. Nos acréscimos, Malcom teve ótima chance, após cruzamento de Martinelli, mas acabou cabeceando para fora.

Desfalque confirmado

Com a expulsão, Douglas Luiz terá de cumprir suspensão na próxima rodada. As principais opções do técnico André Jardine para o setor são Gabriel Menino e Matheus Henrique.

Próximo jogo

O Brasil encerra a participação na fase de grupos das Olimpíadas na quarta-feira, quando enfrenta a Arábia Saudita, às 5h30 (de Brasília), em Saitama. Já a Costa do Marfim terá a Alemanha pela frente.

 

 

Bandidos roubam parte de carga e abandonam o caminhão no Sertão de PE

Neste sábado, dia 24, policiais militares do 3º BPM, durante patrulhamento na BR 232, foram solicitados pela vítima que relatou que estava conduzindo o caminhão, na Serra de Mimoso quando foi interceptado por um veículo FIAT na cor prata com três indivíduos, portando  armas de fogo, os quais forçaram a parar, que ao ser rendido os indivíduos tomaram o volante do caminhão, e seguiram para uma estrada vicinal.

Ainda de acordo com informações repassadas ao Blog O Povo com a Notícia, o caminhão ao desviar da rota foi bloqueado pelo sistema eletrônico, com isso os indivíduos abandonaram o motorista juntamente com o caminhão levando apenas parte da carga.

Diante do exposto, o motorista e o caminhão foram conduzidos à DPC local, onde foi instaurado um inquérito por portaria.

 

 

Delegado é morto com tiro na cabeça após confusão em casa de eventos

O delegado José Valney Calixto de Oliveira, da Polícia Civil, foi morto com um tiro na cabeça na noite deste sábado (24) em uma casa de eventos localizada na Estrada dos Periquitos, em Porto Velho.

Segundo informações divulgadas pela assessoria da Civil, o delegado estava participando do evento quando houve um desentendimento e uma troca de tiros no local. Ainda não foi divulgado a motivação dos disparos.

 

Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em agosto

Trabalhadores informais nascidos em agosto recebem hoje (25) a quarta parcela da nova rodada do auxílio emergencial. O benefício terá parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo da família.

O pagamento também será feito a inscritos no Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nascidos no mesmo mês. O dinheiro será depositado nas contas poupança digitais e poderá ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem. Somente de duas a três semanas após o depósito, o dinheiro poderá ser sacado em espécie ou transferido para uma conta-corrente.

No último dia 15, a Caixa anunciou a antecipação do pagamento da quarta parcela. O calendário de depósitos, que começaria na última sexta-feira (23) e terminaria em 22 de agosto, teve o início antecipado para o último dia 17 e será concluído em 30 de julho.

Ao todo 45,6 milhões de brasileiros serão beneficiados pela nova rodada do auxílio emergencial. O auxílio será pago apenas a quem recebia o benefício em dezembro de 2020. Também é necessário cumprir outros requisitos para ter direito à nova rodada.

Bolsa Família
Para os beneficiários do Bolsa Família, o pagamento ocorre de forma distinta. Os inscritos podem sacar diretamente o dinheiro nos dez últimos dias úteis de cada mês, com base no dígito final do NIS.

O pagamento da terceira parcela aos inscritos no Bolsa Família começou no último dia 19 e segue até o dia 30. O auxílio emergencial somente será depositado quando o valor for superior ao benefício do programa social.

Em todos os casos, o auxílio será pago apenas a quem recebia o benefício em dezembro de 2020. Também é necessário cumprir outros requisitos para ter direito à nova rodada.

O programa se encerraria neste mês, mas foi prorrogado até outubro, com os mesmos valores para as parcelas.

 

Com nomeação de Ciro Nogueira, governo está refém do Centrão

 (Marcos Correa/ PR)

O governo do presidente Jair Bolsonaro ficou conhecido, entre outras particularidades, por ser estruturado em diferentes alas. Nelas, a disputa por espaço é uma constante. Cada grupo desses, seja ideológico, seja econômico ou militar, teve seus dias de protagonismo, até ser escanteado pela crise da vez, ou “atropelado”, na expressão usada pelo general Luiz Eduardo Ramos, atual chefe da Casa Civil, ao saber que, com outros fardados, estava sendo ejetado da articulação política. A partir de agora, a relação com o Congresso estará nas mãos dos caciques dos partidos que compõem o Centrão, a mais nova ala desta gestão, mas uma velha conhecida nos bastidores das negociações do poder em Brasília.

A saída do general Ramos da Casa Civil, na minirreforma ministerial que Bolsonaro deve formalizar nesta semana, é o desfecho mais recente dessa disputa por espaços dentro do governo. O militar será substituído no cargo pelo presidente nacional do PP, senador Ciro Nogueira (PI), uma das principais lideranças do Centrão — bloco que, em troca de cargos e outras benesses da máquina pública, deu também sustentação a governos anteriores, como os dos então presidentes Michel Temer (MDB), Dilma Rousseff (PT), Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Fernando Henrique Cardoso (PSDB).

Ao longo de todo esse tempo, o Centrão vem atuando como o fiel da balança na relação do Congresso com o Executivo. Sua atuação foi determinante, por exemplo, para manter ou tirar presidentes do cargo, aprovar ou rejeitar reformas e estabelecer o ritmo da pauta de votações, principalmente quando o governo tem dificuldades em construir uma base parlamentar.

O general Ramos foi o último entre os militares abatidos pelas pressões do Centrão para assumir o controle da articulação com o Congresso, às quais Bolsonaro — desgastado com as investigações da CPI da Covid, com baixos índices de popularidade e alvo de mais de 130 pedidos de impeachment na Câmara — foi obrigado a se curvar. Nessas voltas que a política dá, hoje a sobrevivência do mandato do presidente depende diretamente da “velha política” e do “toma lá dá cá” que ele havia prometido extinguir e que são o principal modus operandi do Centrão.

À frente da Casa Civil, o coração do governo, o senador Ciro Nogueira vai reforçar a presença do bloco partidário no seleto grupo de ministros que despacham no Palácio do Planalto. Antes dele, já havia tomado posse, como ministra da Secretaria de Governo, a deputada Flávia Arruda (PL-DF), levada ao cargo pelas mãos do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), que tem demonstrado fidelidade a Bolsonaro. Um dos principais caciques do Centrão, o deputado é responsável, entre outras competências, por determinar o início da tramitação dos pedidos de impeachment contra o presidente da República.
Negociações

A partir da minirreforma ministerial, Ciro Nogueira — que até antes do recesso parlamentar vinha apresentando um desempenho discreto na base governista da CPI da Covid — comandará negociações importantes com o Legislativo, como a indicação de nomes para cargos no Executivo e a liberação de verbas de emendas parlamentares. Também caberá ao líder do Centrão encontrar uma solução para o impasse criado após a decisão do Congresso que triplicou os recursos do Fundo Eleitoral, de R$ 1,8 bilhão para R$ 5,7 bilhões.

O Centrão foi levado para o governo pelo próprio Luiz Eduardo Ramos, no auge do prestígio da ala militar e em meio ao avanço de investigações incômodas para Bolsonaro, como a do caso Queiroz. Muito provavelmente pela falta de traquejo político, o general acabou abrindo um atalho para o bloco tomar de vez o comando do Executivo.

“O Centrão mostrou que é político profissional e acabou dando um nó na ala militar, que estava bonita na foto, com Braga Netto (general, atualmente ministro da Defesa), Ramos e todo mundo. Se o governo queria profissionais na política, então chamou o Centrão, e deu no que estamos vendo agora”, diz o cientista político André Pereira César, da Hold Assessoria Legislativa.

O analista também alerta para o fato de o apoio do Centrão ser de momento, podendo, inclusive, perdurar. “Se o governo retomar a musculatura política e a popularidade, superar o desemprego e outros desafios da economia, avançar na vacinação para que o povo possa voltar a circular com segurança, ou seja, enquanto o governo não atingir isso, esse apoio do Centrão estará em risco, e o preço desse apoio vai subir”, destaca.

Ele acrescenta que também pode pesar na balança do Centrão o favoritismo do ex-presidente Lula nas pesquisas de intenção de voto. “Tem um outro ator político no outro lado da rua, chamado Lula, que já trabalhou com o Centrão e que está muito forte nas pesquisas. Então, a perspectiva de poder leva o Centrão, pragmático por natureza, por essência, a olhar para o outro lado da rua”, ressalta. “Então, se Bolsonaro, caminhando para o final do ano, não responder às demandas da sociedade, o Centrão pode ir para outro lado.”

Ele dá como exemplo o ex-prefeito e ex-ministro Gilberto Kassab, presidente nacional do PSD, uma das siglas do Centrão. O político paulista tem se afastado do governo e trabalhado na articulação de uma terceira via para concorrer às eleições do ano que vem. Tudo indica que o nome do candidato será o do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), que, por sua vez, também se distanciou de Bolsonaro.

“Kassab está pulando fora a cada dia mais. O Centrão nunca perdeu, nunca perde e não vai ser agora que vai perder. São profissionais, no bom sentido. O Centrão não carrega caixão, pois sabe da importância que tem. Então, o jogo é esse”, frisa o cientista político. “Ganhe (João) Doria (governador de São Paulo pelo PSDB), ganhe Lula, reeleito Bolsonaro ou ganhe Ciro Gomes (PDT), não importa. Já que o sistema é esse, de presidencialismo de coalizão, é o jogo que se tem para jogar.”
União

O deputado Bibo Nunes (PSL-RS), um dos aliados mais próximos de Bolsonaro, considera positiva a indicação de Ciro Nogueira para o comando da Casa Civil. Segundo ele, como o presidente deve se filiar ao PP, o mesmo partido do senador, é natural que esse importante espaço no governo seja dado ao aliado.

Nunes discorda de quem vê contradição na aproximação entre Bolsonaro e o Centrão, bloco que o presidente já apontou como símbolo da “velha política” e que classificou como “a nata do que há de pior”. Ele assegurou que o mandatário não entrará no “jogo” do grupo partidário. “Eu sou daqueles que pensam que o presidente não vai se tornar refém do Centrão. Não é o presidente que está indo para o Centrão, é o Centrão que está vindo para um governo sério. Seria uma contradição se o presidente entrasse no jogo deles”, ressalta. “Eu não vejo como um toma lá dá cá. O Centrão já apoia o governo há bastante tempo e, agora, está recebendo a Casa Civil. Eu não admito toma lá dá cá, em hipótese alguma.”

Rachadinhas

O policial militar da reserva Fabrício Queiroz responde a processo por peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa no caso das “rachadinhas” com o senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro.

Acordo pela sobrevivência
A aproximação de vez com o Centrão é uma tentativa do presidente Jair Bolsonaro de estancar as crises pelas quais passa o governo. Se, na campanha eleitoral de 2018, o então candidato ao Planalto levantou a bandeira da rejeição à “velha política” e ao “toma lá, dá cá”, agora se rende às práticas que ele demonizou, porque é ameaçado por pedidos de impeachment, está em queda na popularidade e enfrenta denúncias de corrupção dentro do Executivo.

Na avaliação de André Borges, professor de ciência política da Universidade de Brasília (UnB), a decisão de Bolsonaro de se unir ao Centrão mostra a fragilidade da base do governo. Além disso, representa uma derrota para a ala militar, com a saída de Luiz Eduardo Ramos da Casa Civil para a nomeação do senador Ciro Nogueira (PP-PI). “A articulação feita pelo Ramos não estava, de fato, funcionando a contento. A entrada de Ciro indica uma derrota desse grupo militar. Por um lado, isso reforçará, na opinião pública, a percepção de que o presidente traiu o compromisso de campanha de governar de forma diferente. Inclusive, pessoas muito próximas deram a entender que o governo não buscaria esse apoio”, ressalta. “Esse movimento só vai ampliar a percepção de que quem manda é o Centrão, mas pode dar um fôlego para evitar um processo de impeachment. No entanto, isso não garante que o Centrão o apoiará até o final.”

Ricardo Ismael, cientista político da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ), destaca que Ciro Nogueira no comando da Casa Civil aumentará a influência do Centrão nas decisões do governo. Ele frisa, no entanto, que o bloco não decidiu sobre o apoio a Bolsonaro em 2022. “O Centrão não vai caminhar para o abismo se Bolsonaro não for competitivo. Mas com cargos e emendas, ainda vê o presidente mais ganhando que perdendo”, diz. “O governo está dependente desse apoio no Congresso. É um acordo para sobrevivência política, mas é preciso ter cuidado, pois o bloco muda de candidato como se muda de roupa.”

O especialista aponta que o mandatário não conseguirá evitar o desgaste causado pela aliança. “Isso tem reflexo negativo junto ao eleitorado bolsonarista raiz. Ele vai ter de enfrentar esse risco. O Centrão vai apoiar propostas do governo como a reforma tributária, mas Bolsonaro fica refém durante o ano inteiro.”

Na opinião de Vera Chemin, advogada constitucionalista, com a aproximação, Bolsonaro encontrará mais facilidade de aprovação das pautas no Congresso. “Com Ciro Nogueira na chefia da Casa Civil, é possível deduzir que os projetos de interesse institucional da Presidência da República terão maior suporte nas duas Casas Legislativas e poderão ser agilizados, uma vez que o Centrão detém um número significativo de partidos políticos”, afirma. Porém, do ponto de vista eleitoral, é provável que esse arranjo cause enfraquecimento do mandatário. “Quem votou em Bolsonaro para não votar no PT poderá, sim, mudar o voto, isto é, transitar para uma provável terceira via. A única dúvida é se haverá uma alternativa viável.”

O cientista político Rodrigo Prando, professor da Universidade Presbiteriana Mackenzie, destaca que Bolsonaro “não desceu do palanque e atacou sistematicamente o Centrão na campanha, no governo”. “Agora, está de braço dados e o trouxe para o núcleo duro. É um presidente enfraquecido e acuado. Em termos de política imediata, pode sair ganhando, pois mantém o mínimo de uma base que poderá ajudá-lo no trânsito com o Congresso”, ressalta.

Mega-Sena acumula e pode pagar prêmio de R$ 12 milhões na quarta-feira

 (Tânia Rêgo/ Agência Brasil)

O concurso de número 2.393 da Mega Sena não teve nenhum acertador das 6 dezenas, sorteadas na noite deste sábado (24), em São Paulo. Assim, o prêmio acumulou e a estimativa é que o próximo sorteio pague prêmio de R$ 12 milhões.

As dezenas sorteadas foram:
26 – 27 – 28 – 32 – 38 – 51

Vinte e oito apostas acertaram a quina e vão receber prêmio de R$ 80.268,42 cada uma. Já a quadra – quando o apostador acerta 4, das 6 dezenas sorteadas -, teve 2.368 ganhadores, que receberão prêmio de R$ 1.355,88 cada um.

O próximo sorteio acontece será na quarta-feira (28), e está programado para as 20h. O evento terá transmissão ao vivo pelo YouTube, e pode ser acessado no canal da Caixa.

Enem 2021 tem 3,1 milhões de inscritos confirmados, menor número desde 2005

Publicado em Notíciaspor em 24 de julho de 2021

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou, na noite de sexta-feira (23), que o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2021 teve 3.109.762 pessoas com a inscrição confirmada, menor número desde 2005.

Mesmo antes da confirmação das inscrições, o exame deste ano já tinha a menor quantidade de inscritos desde 2007.

O total de inscrições confirmadas equivale a 77,5% dos 4 milhões de alunos que haviam se inscrito no exame. Para confirmar a inscrição, era necessário pagar a taxa, de R$ 85, até segunda-feira (19). Sem essa validação, a inscrição não era concluída.

Mesmo antes da confirmação das inscrições, o exame deste ano já tinha a menor quantidade de inscritos desde 2007.

O total de inscrições confirmadas equivale a 77,5% dos 4 milhões de alunos que haviam se inscrito no exame. Para confirmar a inscrição, era necessário pagar a taxa, de R$ 85, até segunda-feira (19). Sem essa validação, a inscrição não era concluída.

O Prefeito de Afogados da Ingazeira, Alessandro Palmeira, entregou as chaves de novos veículos para serem utilizados no trabalho diário da Secretaria Municipal de Educação. Foram entregues um caminhão Ford F-4000, com capacidade de carga de 3,9 toneladas, para ser utilizado no transporte da merenda escolar. Como foi adquirido com recursos próprios, o caminhão também poderá, eventualmente, ser utilizado em outras atividades da secretaria, caso surja a necessidade.

Além do F-4000, o Prefeito também entregou um veículo pick-up Mitsubishi L-200, para o setor de materiais da secretaria, além de uma moto Honda fan 125 cilindradas, com reboque, para o transporte de pequenos volumes. O investimento total, com recursos próprios, foi de 274 mil Reais na aquisição dos veículos.

“Esses veículos irão ajudar o trabalho diário da secretaria de educação, sobretudo no transporte da merenda escolar, uma vez que mesmo sem aulas presenciais, estamos garantindo a merenda para as famílias em situação de maior vulnerabilidade. Além de uma conquista importante, esses veículos reforçam a nossa frota, que é um patrimônio da nossa população,” destacou o Prefeito Alessandro Palmeira. A entrega foi acompanhada pela Secretária de Educação, Wivianne Fonseca, pela adjunta, Maria José Acioly, vereadores César Tenório, Douglas Eletricista, Gal Mariano e Raimundo Lima, além de diversos outros integrantes da gestão.

O skate, assim como o surfe, alguns dos novatos no programa olímpico, devem impulsionar o Brasil no quadro de medalhas.

Hoefler, de 28 anos, avançou à final com a quarta melhor nota. (Foto: R7/TOBY MELVILLE/REUTERS)

O primeiro pódio do skate olímpico teve brasileiro. Kelvin Hoefler conquistou a prata na manhã deste domingo (25) e, de quebra, garantiu a primeira medalha do país em Tóquio 2020. O japonês Yuto Horigome foi o primeiro colocado, com o norte-americano Jagger Eaton também no pódio do street, no Ariake Sports Park.

Hoefler, de 28 anos, avançou à final com a quarta melhor nota. Os também brasileiros Giovanni Vianna (12º) e Gustavo Felipe (14º) ficaram pelo caminho, já que apenas oito passavam.

E se Kelvin mostrou certo nervosismo na fase de classificação, na decisão ele foi praticamente perfeito nas suas duas voltas, na liderança, somando 17,82 (8,98 e 8,84), superando até mesmo Nyjah Huston (7,90 e 9,11), dono de oito medalhas nos X-Games, uma espécie de Olimpíada dos esportes radicais.

Na disputa por manobras, o brasileiro somou 8,99 na primeira nota, mas depois zerou duas vezes, o que o fez despencar na disputa. Ele ainda teve um 7,58 (descartado) e um 9,34 para confirmar o segundo lugar com o somatório de 36,15.

O ouro ficou com o japonês Yuto Horigome, com 37,18 na soma das quatro maiores notas. O norte-americano Jagger Eaton levou o bronze.

O skate, assim como o surfe, alguns dos novatos no programa olímpico, devem impulsionar o Brasil no quadro de medalhas. Ainda sobre rodinhas, as chances de um pódio triplo para o país no street feminino são consideráveis. Leticia Bufoni, Rayssa Leal e Pamela Rosa brigam por mais medalhas nesta segunda.

Sem público, como medida de segurança sanitária do governo japonês para conter a disseminação da covid-19, a organização teve de se virar com muita música entre as sessões. Agradou, mas justamente pela ausência de público, a comparação com os grandes eventos da modalidade não seria das mais justas.

Uma outra preocupação com a competição olímpica estava ligada à vestimenta dos atletas. O estilo mais despojado dos competidores foi adaptado dentro do uniforme das organizações nacionais. As calças continuavam largas, mas dentro de um padrão, acompanhadas de uma camiseta multicolorida entre as principais delegações.

A bateria final começou com 33ºC na pista que será um dos legados olímpicos para a capital japonesa — Hoefler, inclusive, teve um papel fundamental para que a disputa começasse mais cedo e fugisse pelo menos um pouco do calor.

Além do skate e do surfe, o basquete 3×3, o BMX freestyle, o caratê e a escalada esportiva estrearam no programa olímpico. O beisebol e o softbol, tradições japonesas, voltaram ao evento.

Quatro homens suspeitos de roubos a caixas eletrônicos foram detidos neste sábado (24), na rodovia BR-101, em Jaboatão dos Guararapes, e em Igarassu, na Região Metropolitana do Recife.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), as prisões foram feitas a partir de uma ação integrada com a Polícia Civil de Alagoas e do Rio Grande do Norte.

A prisão em flagrante foi realizada por equipes da PRF, a partir de informações repassadas pela polícia alagoana, de que dois carros seguiam em direção a Pernambuco, com suspeitos de praticar o furto a um banco em Maceió.

Um veículo foi interceptado no Km 83 da BR-101, em Jaboatão dos Guararapes, e outro no Km 44 da mesma rodovia, em Igarassu. Quatro homens foram presos, dois em cada carro. Ainda segundo a PRF, no segundo veículo foi apreendida uma esmerilhadeira, ferramente usada por criminosos para serrar caixas eletrônicos.

Ainda de acordo com o G1 PE, entre os detidos está um homem com passagem pela polícia por estelionato, posse de arma e receptação. Outros dois possuem passagem por furto; um deles está, inclusive, cumprindo pena em regime semiaberto pelo crime.

Todos os quatro suspeitos foram encaminhados a uma delegacia em Alagoas, que está investigando a atuação do grupo. Os nomes dos detidos não foram divulgados.

O Hospital Regional Emília Câmara (HREC), em Afogados da Ingazeira, abriu processo seletivo para contratação imediata e cadastro de reserva de Jovem Aprendiz. Os interessados em participar do processo precisam ter entre 18 e 24 anos incompletos, além de estar matriculado e frequentando a escola, seja ela pública ou particular, ou ter concluído o ensino médio. A jornada de aprendizagem será de 20h semanais, sendo composta por atividades teóricas e práticas dentro da própria Unidade. O contrato especial de aprendizagem terá duração de 12 meses. Os candidatos interessados em participar deste processo seletivo deverão encaminhar seu currículo para o e-mail selecao@hrec.org.br , até o dia 28 de julho de 2021. O resultado final será divulgado no dia 09 de agosto de 2021. Mais informações estão disponíveis no EDITAL (http://hrec.org.br/index.php/editais/category/181-editais-2021-05 ).

Equipes de emergência procuram neste sábado (24) entre a lama e os escombros possíveis sobreviventes dos deslizamentos de terra e das inundações que deixaram pelo menos 125 mortos na região oeste da Índia, afetada por chuvas de monção.

Mais da metade das mortes aconteceu em Raigad, ao sul de Mumbai, no estado de Maharashtra. O local está sendo atingido pela maior chuva em julho em quatro décadas, segundo especialistas. As inundações e os deslizamentos são frequentes na Índia durante a temporada de monção, que vai de junho a setembro.

O departamento meteorológico indiano colocou várias regiões do estado em alerta vermelho e informou que as chuvas devem prosseguir nos próximos dias, num aguaceiro que afeta a vida de centenas de milhares de pessoas e deixa rios e barragens com depósitos acumulados correndo o risco de transbordar.O primeiro-ministro Narendra Modi disse que estava angustiado com a perda de vidas.

“Cerca de 90 mil pessoas foram resgatadas das áreas afetadas pelas enchentes”, disse o governo de Maharashtra em um comunicado, enquanto as autoridades liberavam água das represas que transbordavam. Partes da costa oeste da Índia receberam até 594 mm de chuva, forçando as autoridades a retirar as pessoas de áreas vulneráveis à medida que liberavam água de represas prestes a transbordar.

A estação montanhosa de Mahabaleshwar registrou a maior precipitação de todos os tempos –60 cm em 24 horas.
As chuvas também provocaram inundações em um centro de tratamento de água, interrompendo a distribuição na maioria dos distritos de Mumbai, informaram as autoridades da cidade de 20 milhões de habitantes.

O clima severo vem atingindo várias partes do mundo nas últimas semanas, com inundações na China e na Europa Ocidental e ondas de calor na América do Norte, gerando novos temores sobre o impacto da mudança climática. 

Entre as pautas, os manifestantes pedem mais vacinas contra a Covid-19. Foram registrados atos em João Pessoa, Campina Grande, Souza, Cajazeiras e Patos.

Protestos contra o presidente Jair Bolsonaro são registrados em cinco cidades da Paraíba. (Foto: Lara Brito/G1 Paraíba)

Manifestantes de municípios da Paraíba protestaram contra o presidente Jair Bolsonaro na manhã deste sábado (24). Em pelo menos cinco cidades, foram registrados protestos. 

Entre as pautas, os manifestantes pedem mais vacinas contra a Covid-19. Foram registrados atos em João Pessoa, Campina Grande, Souza, Cajazeiras e Patos.

Em João Pessoa, houve manifestação no Mercado Público de Mangabeira até a Praça da Paz, nos Bancários.

Foram registrados atos em diversas cidades do país — saiba mais.

Protesto contra Jair Bolsonaro em João Pessoa, na Paraíba, neste sábado (24) — Foto: Lara Brito/G1 Paraíba

Em Campina Grande, manifestantes se concentraram na Praça da Bandeira, no Centro, e seguiram até o Açude Velho.

Concentração para protesto contra Jair Bolsonaro em Campina Grande, na Paraíba — Foto: Reprodução/TV Paraíba

Em Patos, os manifestantes foram da Praça Edivaldo Mota, no Centro, até o Mercado Juvino Lilioso.

Em Sousa, os manifestantes se reuniram na Praça ao lado da Estação Ferroviária. Em Cajazeiras, o ato aconteceu na Praça das Oititicas.

Manifestação contra Jair Bolsonaro em Cajazeiras, no Sertão da Paraíba — Foto: Arquivo Pessoal/David Emanoell

Um tufão, que deve chegar a Tóquio no início da próxima semana, está afetando a organização de certas provas dos Jogos Olímpicos, especialmente as de remo, que teve de reprogramar “por precaução” as competições de segunda-feira. 
Segundo a Agência Meteorológica Japonesa, o tufão Nepartak, cujas rajadas podem chegar a 90 quilômetros por hora, esteve neste sábado a cerca de 1.800 quilômetros ao sul de Tóquio, mas se move na direção da cidade-sede dos Jogos, onde chegará antes de terça-feira. 
Os organizadores das provas de remo, marcadas para até 30 de julho, alteraram seu cronograma, acrescentando as provas marcadas para segunda-feira à programação do fim de semana, prevendo “ventos fortes e rajadas”, sem falar ainda em tufão.
A Federação Internacional de Vela (World Sailing), que por enquanto mantém todas as suas regatas, que devem começar no domingo, alertou que “as provas de 26 a 28 de julho podem ser afetadas” por esse tufão, classificado na sexta-feira como de nível 8. 
“Ao contrário de um terremoto, podemos adivinhar a trajetória de um tufão, o que permite que nos preparemos com antecedência”, garantiu Masa Takaya, porta-voz de Tóquio-2020, acrescentando que os Jogos Olímpicos “tomarão medidas responsáveis”. 
A temporada de tufões no Japão vai aproximadamente de maio a outubro, com pico em agosto e setembro. 
No passado, essas violentas tempestades já atrapalharam os eventos esportivos no país, como aconteceu em 2019, quando o tufão Hagibis atingiu o Japão no momento em que sediava o Mundial de rugby. Matou mais de 100 pessoas e obrigou os organizadores do torneio a cancelarem três partidas da fase de grupos.

Um protesto contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi realizado no Recife, neste sábado (24). O ato foi convocado por movimentos sociais e estudantis, partidos políticos e centrais sindicais, que pedem o impeachment de Bolsonaro, avanço na vacinação contra a Covid-19, testagem em massa da população e ações de combate à fome.

Os participantes se concentraram, por volta das 10h, na Praça do Derby, na área central do Recife e seguiram em direção à Avenida Conde da Boa Vista. Pessoas que se concentraram no ato levavam cartazes, faixas com o pedido de “Fora Bolsonaro” e bandeiras do Brasil. Os manifestantes usavam máscara de proteção facial contra a Covid-19.

Outras manifestações

Este é o quarto protesto contra Bolsonaro que ocorre no Recife nos últimos dois meses. As manifestações ocorreram nos dias 29 de maio, 3 de julho e 19 de julho. 

No dia 3 de junho, representantes políticos da oposição do Governo Federal também participaram do ato. Entre eles, o senador Humberto Costa (PT), que participa da CPI da Covid-19, e o vereador Ivan Moraes, do PSOL. Nas redes sociais, Guilherme Boulos e Manuela D’ávila também registraram o movimento da capital pernambucana. 

O vereador curitibano Renato Freitas (PT) foi preso nesta sexta-feira (23/7) após manifestação contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Nas redes sociais, ele compartilhou vídeo do momento em que era detido pela Guarda Municipal de Curitiba. Ele foi encaminhado para a Central de Flagrantes.
A confusão teve início, segundo o vereador, quando ele manifestava pacificamente com um megafone contra Bolsonaro, convocando as pessoas para participarem dos protestos que vão ocorrer pelo Brasil neste sábado (24/7). Um apoiador do presidente se irritou com a situação e partiu para agressão.
“Ele voou para cima de mim para tomar meu megafone. Eu recuei e ele me deu um chute. Daí falei ‘aqui não’. Ele veio para cima querendo me agredir, quando eu bati com o megafone nele num ato de defesa. Ficou mais possesso e eu tentando ir para trás. Ele chamou a Guarda Municipal”, relatou Renato, nas redes sociais.
As imagens mostram Renato algemado, no chão, sendo arrastado por policiais e colocado no porta-malas da viatura. Os agentes da Guarda Municipal quiseram levá-lo à delegacia para prestar depoimento.
Ele argumentou ter sido a vítima da agressão e pediu para os agentes aguardarem a chegada de duas pessoas integrantes do seu gabinete para ir até à delegacia.
Os guardas municipais então o levaram detido.
Em nota, o Partido dos Trabalhadores de Curitiba se manifestou sobre a situação:
“O PT Curitiba e o PT Paraná repudiam veementemente mais uma ação irregular e preconceituosa das forças de segurança pública contra o vereador do PT em Curitiba, Renato Freitas, que está nesse momento detido no 8º Distrito Policial de Curitiba, no Bairro Portão.
Até quando vamos sofrer tamanha humilhação e violência?
A prisão ocorreu enquanto Renato participava da atividade de convocação, na Praça Rui Barbosa, para o ato Fora Bolsonaro que acontece amanhã, 24 de julho. Ele foi detido pela Guarda Municipal de Curitiba por discursar contra Bolsonaro no megafone e pedir fim ao seu desgoverno.
Até quando esse regime de exceção vai existir? Basta!
O Partido dos Trabalhadores já está tomando todas as medidas para que mais essa injustiça contra o Renato seja desfeita o mais rápido possível.”
Pela segunda vez
Esta é a segunda vez que o vereador é detido em um período de dois meses.
Em 4 de junho, Renato Freitas foi preso enquanto praticava atividades físicas em uma praça de Curitiba. Ele afirmou na ocasião que a prisão foi motivada por racismo.

O ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello teve uma reunião, fora da agenda oficial, com o senador Eduardo Girão (Podemos-CE), integrante da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, para tratar da distribuição de hidroxicloroquina, remédio sem comprovação científica contra o vírus do coronavírus, por hospitais militares.
Os documentos que comprovam o encontro estão sob posse da CPI no Senado. Eles foram obtidos através da quebra do sigilo telemático de Pazuello. As informações são do jornal O Globo.
Em depoimento na comissão, o ex-ministro da Saúde negou que tenha incentivado ou recomendado o uso de cloroquina no combate à pandemia.
De acordo com o material analisado pela CPI, entre as pautas da reunião de Pazuello com Girão, estavam o “uso da cloroquina e hidroxicloroquina” e a “distribuição de cloroquina e hidroxicloroquina por parte dos hospitais militares”.
Para o jornal, Girão confirmou o encontro. 

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) ofereceu denúncia contra uma delegada da Polícia Civil da Bahia e mais três pessoas envolvidas na “Operação Dublê”, que investigou a existência de grupo criminoso especializado na prática de delitos de furtos, roubos e clonagem de veículos, cujo líder mantinha relação próxima e duradoura com a delegada.

 

A denúncia foi feita por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas e Investigações Criminais (Gaeco), na quinta-feira (22).

Segundo informações do MP-BA, além da condenação dos suspeitos pelos crimes, o órgão ainda pediu a manutenção da prisão preventiva da pessoa que exercia a coordenação das atividades ilícitas, que já se encontra detida desde a deflagração da operação, no dia 7 de julho de 2021, mesma data quando a delegada foi afastada judicialmente do cargo.

Segundo a denúncia, a delegada usava das prerrogativas do cargo e da influência que gozava na Polícia Civil para garantir a impunidade do grupo criminoso e facilitar a execução e proveito dos crimes.

Na denúncia, os promotores indicam que uma pessoa, apontada como comandante do grupo, já tinha histórico criminal na prática de furtos, roubos, receptação e clonagem de veículos automotores, e ainda assim conservava um forte relacionamento com a delegada.

A denúncia do MP afirma ainda que a delegada chegou a falsificar documentos de terceiros, para possibilitar a devolução ilegal de um carro clonado apreendido pela polícia com membros quadrilha, além de ter introduzido uma pessoa ligada à quadrilha no ambiente da Polícia, acompanhando-a, como se fosse policial, portando armas e auxiliando-a nas ações de favorecimento ao grupo criminoso.

A “Operação Dublê” foi realizada pelos Ministérios Públicos da Bahia e São Paulo, em conjunto com a Corregedoria-Geral da Polícia Civil da Bahia e Polícia Rodoviária Federal.

O MP-BA não divulgou o nome da delegada, mas conforme apurado pela reportagem da TV Bahia, a delegada referente ao caso é Maria Selma Pereira Lima, ex-diretora do Departamento de Crimes Contra o Patrimônio (DCCP). As identidades das outras pessoas também não foram reveladas.

Por telefone, ela informou que não sabia da denúncia e que iria procurar os advogados para saber mais informações.

Em 2020 o Ministério Público iniciou apurações de denúncias contra ela. Maria Selma foi investigada como suspeita de chefiar uma organização que cometia crimes contra o patrimônio e tráfico de drogas na Bahia. (Via: G1 BA – Foto: Marina Silva/Arquivo CORREIO)

O governo de Pernambuco confirmou, nesta sexta-feira (23), os dois primeiros casos no estado da variante alpha do novo coronavírus, originária do Reino Unido. Também fez o terceiro registro da variante delta, de origem indiana.

Segundo o estado, os casos da variante inglesa foram identificados em pacientes de Caruaru, no Agreste. O terceiro caso da variante delta é de um tripulante filipino do navio Shoveler.

No dia 14 de julho foram confirmados os dois primeiros casos da variante também em tripulantes filipinos do navio cargueiro. No domingo (19) um deles morreu de Covid-19.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, o terceiro tripulante filipino com confirmação da variante delta tem 58 anos e já está curado da Covid-19. Na última coleta realizada, o exame dele deu negativo para a doença.

Os casos da variante alpha foram identificados em uma mulher de 45 anos e um homem de 22 que adoeceram entre abril e maio, em Caruaru.

A presença das variantes foi identificada na última rodada de amostras positivas para Covid-19 analisadas pelo Instituto Aggeu Magalhães da Fundação Oswaldo Cruz (IAM/Fiocruz-PE).

O sequenciamento genético analisou, ao todo, 147 amostras, coletadas em 25 municípios pernambucanos entre os meses de abril e julho deste ano, além do material biológico do filipino. As outras 144 amostraram deram positivo para a variante brasileira do coronavírus, denominada P1.

Uma das amostras positivas para a variante P1 foi da profissional de saúde que teve contato com dois tripulantes filipinos que positivaram para a variante Delta.

As 147 amostras biológicas analisadas são dos municípios de Afogados da Ingazeira, Angelim, Araripina, Arcoverde, Bodocó, Caetés, Carnaíba, Caruaru, Escada, Exu, Feira Nova, Garanhuns, Itapetim, Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Orobó, Paranatama, Paulista, Recife, Riacho das Almas, Santa Cruz do Capibaribe, Santa terezinha, São Vicente Ferrer, Tuparetama e Vertentes. (Via: G1 PE)

 

 

Em nota oficial, bancada pernambucana condena decisão sobre futuro da Transnordestina

 

Foto: divulgação

A bancada de Pernambuco no Congresso está indignada com a afirmação do ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, de que o traçado da Ferrovia Transnordestina será entregue pela Concessionária somente até o Porto de Pecém, no Ceará, relegando à própria sorte a ligação do projeto até o Porto de Suape, em Pernambuco.

Esperamos que o governo reconsidere essa decisão e que não opte por uma condução desastrosa que deve prejudicar milhões de pernambucanos e nordestinos a partir de um mero interesse pessoal e financeiro do concessionário, que opera no terminal de Pecém.

A decisão tomada ignora as incontestáveis vantagens do Ramal Suape, que tem o melhor porto e que já recebeu diversos investimentos.  O trecho da ferrovia até Suape é 100 km mais curto do que o de Pecém, com investimento para conclusão das obras em torno de R$ 1,5 bilhão a menos. Outro aspecto é que o Ramal Suape é indiscutivelmente a alternativa ambientalmente mais sustentável e pode encurtar as distâncias, causando menores emissões de gases de efeito estufa.

Essa é uma perda incalculável para nosso estado e nós da bancada faremos uma reunião urgente para nos mobilizar junto ao governo federal e ao próprio ministro para que esse grande projeto logístico continue em seu traçado pelo nosso estado.

Deputado federal Augusto Coutinho – Solidariedade/PE

Deputado federal Wolney Queiroz – PDT/PE

Paulo Câmara recebe ex-aluno da rede estadual aprovado em nove universidades nos EUA

Foto: divulgação

O governador Paulo Câmara recebeu, na manhã desta sexta-feira (23.07), o estudante pernambucano Fred Ramon, que foi aprovado este ano em nove universidades nos Estados Unidos. Ele é ex-aluno da Rede Estadual de Ensino, com passagem pela Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Desportista Rubem Rodrigues Moreira, em Jaboatão dos Guararapes, onde iniciou o ensino médio, e na EREM Professor Fernando Mota, em Boa Viagem, onde concluiu a etapa. Durante esse período, Fred também participou do curso de idiomas do Programa Ganhe o Mundo (PGM).

“Fred é um exemplo importante de que, com educação, a gente pode ir em busca dos nossos sonhos. É isso que a gente quer para Pernambuco, uma educação que possa fazer com que as pessoas avancem e consigam alcançar suas metas. Agora, queremos ajudá-lo a concretizar esse sonho de ir aos Estados Unidos e fazer o seu curso escolhido. É uma história que com certeza vai inspirar muitos pernambucanos a alcançarem seus objetivos”, avaliou Paulo Câmara.

Fred mora em Cajueiro Seco, Jaboatão dos Guararapes, com a mãe, Silvia dos Santos, que é faxineira. O jovem ajuda na renda da casa dando aulas de inglês, principalmente durante a pandemia, quando passou a ensinar remotamente. Simultaneamente, Fred estudava para o vestibular nos Estados Unidos. Ele recebeu a notícia de que foi aprovado em nove universidades norte-americanas após alcançar uma nota acima da média em provas de inglês, e com recomendações de professores e da Junior Achievement PE. A instituição escolhida por Fred foi a Whittier College, na Califórnia, que lhe oferece uma bolsa de 70% dos custos e lhe permite estudar tecnologia e teatro.

O jovem sempre estudou em escolas públicas, tanto na rede municipal quanto na rede estadual, e agora vai realizar seu objetivo, que é inspirar outros jovens e ajudar famílias em situação de vulnerabilidade social por meio de projetos de empreendedorismo. “Uma escola particular não é melhor que uma pública. Eu vim de uma escola pública de Pernambuco e aqui tem um diferencial: eles estão interessados em buscar parcerias e novos projetos. Temos programas que permitem levar o estudante para fora da sala de aula e melhorar a forma como aprendemos as coisas”, disse Fred Ramon.

“A história de Fred está inspirando os jovens de Pernambuco e das nossas escolas. É uma prova de que sonhos podem ser conquistados e que a educação transforma vidas. A nossa educação integral dá ainda mais oportunidades aos jovens pernambucanos, pois ocupa o tempo ocioso e abre as mentes para que eles construam e conquistem seus projetos de vida”, afirmou a secretária executiva de Educação Integral e Profissional da Secretaria Estadual de Educação e Esportes, Maria Medeiros.

Estiveram também no encontro a vice-governadora Luciana Santos; a gerente regional de educação da GRE Recife Sul, Marta Lira; a gestora da EREM Fernando Mota, Micheline Cavalcanti; e as ex-professoras de Fred, Vaneide Queiroz e Iara Marques.

-O Brasil registrou 1.286 mortes por Covid e 106.181 casos da doença, nesta sexta-feira (23). O país chega, dessa forma, a 548.420 óbitos e a 19.630.273 pessoas infectadas desde o início da pandemia.

A média móvel de mortes completou cinco dias consecutivos de queda e chegou a 1.131. Apesar das reduções recentes, os valores permanecem altos. Já são 184 dias seguidos com média acima de 1.000 óbitos por dia.

Os dados do país, coletados até às 20h, são fruto de colaboração entre Folha de S.Paulo, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são coletadas pelo consórcio de veículos de imprensa diariamente com as Secretarias de Saúde estaduais.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorreu em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.

Mega-Sena pode pagar R$ 7 milhões no sorteio deste sábado

 

O valor de uma aposta simples (6 dezenas) na Mega-Sena é de R$ 4,50. (Foto: Agência Brasil)

 

A Mega-Sena pode pagar R$ 7 milhões neste sábado (24) ao apostador que acertar as seis dezenas sorteadas. O sorteio do concurso 2.393 será realizado a partir das 20h (horário de Brasília), no Espaço Loterias Caixa, localizado no Terminal Rodoviário do Tietê, em São Paulo (SP), com transmissão ao vivo pelas redes sociais (perfil @LoteriasCAIXAOficial no Facebook) e pelo canal da Caixa no Youtube.

As apostas podem ser feitas até as 19h de hoje em qualquer lotérica do país, no portal Loterias Caixa e no app Loterias Caixa (disponível para Android e iOS). Clientes do banco também tem a opção de apostar por meio do Internet Banking Caixa.

O valor de uma aposta simples (6 dezenas) na Mega-Sena é de R$ 4,50.

O vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) disse nesta sexta-feira (23) que parte do eleitorado que levou ele e Jair Bolsonaro (sem partido) ao Palácio do Planalto em 2018 pode ficar confusa com a aproximação do presidente com o centrão.

“O eleitor do presidente Bolsonaro, vamos dizer assim, que é uma parcela de 25%, 30% da população, ele olha a pessoa, independente do partido em que ela está. Agora, a outra parte dos eleitores que também votaram no presidente, aí foi uma questão mais programática, vamos dizer assim, de visão do futuro do país, estes podem até se sentir um pouco confundidos. Vai depender, obviamente, das ações daqui pra lá”, afirmou Mourão ao chegar à Vice-Presidência, pela manhã.

Antes de ficar fragilizado e se ver obrigado a se unir ao grupo de partidos que têm como uma das principais características o fisiologismo, Bolsonaro e aliados recriminavam o centrão e o toma lá, dá cá.

“Qual é a nossa proposta? é indicar as pessoas certas para os ministérios certos. Por isso, nós não integramos o centrão, tão pouco estamos na esquerda de sempre”, disse o candidato Jair Bolsonaro, em propaganda política antes de assumir a Presidência.

“Se gritar pega ladrão, não fica um, meu irmão”, cantou na campanha de 2018 o hoje ministro do GSI (Gabinete de Segurança Institucional), general Augusto Heleno.

Ameaçado por mais de uma centena de pedidos de impeachment, por uma CPI da Covid que avança sobre denúncias de corrupção envolvendo o governo e com a necessidade de ver o Senado aprovar seus indicados para o STF (Supremo Tribunal Federal), André Mendonça, e para a PGR (Procuradoria-Geral da União), Augusto Aras, Bolsonaro cedeu ainda mais espaço ao centrão.

Ele anunciou o senador Ciro Nogueira (PI), presidente do Progressistas (PP), como futuro ministro da Casa Civil, sistema nervoso do governo, responsável pela conexão entre os demais ministérios e com atuação também na articulação política.

Na quinta-feira (22), após confirmar as mudanças em seu ministério, Bolsonaro mudou de discurso.

“O centrão é um nome pejorativo. Eu sou do centrão. Eu fui do PP metade do meu tempo. Fui do PTB, fui do então PFL. No passado, integrei siglas que foram extintas, como PRB, PPB. O PP, lá atrás, foi extinto. Depois, nasceu novamente da fusão do PDS com o PPB, se não me engano”, afirmou em uma entrevista. “Eu nasci de lá”, prosseguiu o mandatário.

Para acomodar um dos líderes do centrão no Planalto, Bolsonaro teve que acomodar o general Luiz Eduardo Ramos na Secretaria-Geral da Presidência, uma espécie de zeladoria do palácio, e o titular atual da pasta, Onyx Lorenzoni, ficará com o novo Ministério do Trabalho e Previdência, desmembramento do Ministério da Economia.

Apesar de ver seu status de superministro abalado, Paulo Guedes (Economia) minimizou o esvaziamento de sua pasta e assegurou que a política econômica está mantida.
“Os dois principais setores continuam na mão do Paulo Guedes. Antiga Fazenda e Planejamento e Indústria e Comércio Exterior”, disse Mourão nesta sexta.

Para o vice-presidente, esta primeira concessão envolvendo o Ministério da Economia por uma pressão do centrão não abre a porteira para novas investidas do Congresso na pasta.

“A maioria dos políticos, em abril, vai sair do governo”, afirmou Hamilton Mourão, lembrando o prazo de desincompatibilização para ministros que pretendem disputar algum cargo nas eleições de outubro. (Via: Folhapress)

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), através do superintendente regional, Antônio Vital, realizou uma reunião com o presidente da Associação Municipalista de Pernambuco (AMUPE), José Patriota, na sede do órgão. O intuito da visita foi o de apresentar o trabalho que vem sendo desenvolvido pela regional, a partir do desenvolvimento de Acordos de Cooperação Técnica com as prefeituras no que tange à segurança pública.

Durante o encontro, foi discutido a importância do investimento em sistemas integrados de tecnologia pelas prefeituras que fazem parte da Amupe, tendo em vista que 184 municípios são cadastrados no órgão, e muitos prefeitos têm demonstrado interesse na implantação de equipamentos mais modernos. O superintendente esteve acompanhado do assessor parlamentar, Pedro Cavalcanti, que ressaltou o trabalho estratégico que vem sendo realizado pela Superintendência com relação às parceiras estabelecidas com diversas prefeituras, tanto na área de segurança viária como no combate ao crime.

Patriota elogiou a iniciativa e se colocou à disposição para colaborar com a PRF, inclusive com a possibilidade de uma participação do órgão na próxima assembleia a ser realizada com os gestores municipais. Por sua vez, Vital destacou a importância da integração com as prefeituras e do investimento em equipamentos adequados, para oferecer um serviço de melhor qualidade à sociedade.

Pernambuco não terá mais um ramal da ferrovia Transnordestina. Foi o que informou o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, em live realizada pelo Jornal Valor.

Segundo o ministro, não há viabilidade para fazer a conexão da ferrovia até Porto de Suape, por isso o governo deverá optar por construir, por enquanto, somente o trecho da ferrovia Transnordestina até o Porto de Pecém, no Ceará.

“Foi um imbróglio que foi herdado, mais um problema de modelagem. Entendo que as duas ‘pernas’ não coexistem. Estou deixando claro para todo mundo que não tem demanda para o ramal de Pernambuco e para o ramal do Ceará”, afirmou durante o evento realizado na última terça-feira (20).

De acordo com Tarcísio, o projeto precisa ser refeito. “É um contrato que, em função de ter uma quantidade grande de obra enterrada, precisa ser redesenhado. O que dedicamos a fazer, até agora, foi esse redesenho, apertar a tecla ‘reset’”, afirmou.

O vice-presidente da Federação Nacional dos Operadores Portuários – Fenop e diretor da Agemar Transportes e Empreendimentos, Manoel Ferreira, discordou do ministro com relação a afirmação de que não há demanda de cargas para os dois trechos da ferrovia. “Suape movimenta atualmente 25 milhões de toneladas anuais e tem potencial para atrair pelo menos mais 20 milhões”, ressalta.

Segundo ele, o trecho a ser concluído até Suape é 200 km menor do que o que vai até Pecém e se o Governo Federal não quiser tocar o projeto, Pernambuco deverá ir atrás de outras alternativas. “Com o fim dessa expectativa sem fim, o Estado estará livre para ir em busca de novos ‘players’ interessados em aproveitar o potencial do porto pernambucano”, destacou.

A Transnordestina começou a ser construída em 2006 com prazo para estar concluída em 2014 e, depois, em 2016. Em 2017 o Tribunal de Contas da União suspendeu os repasses públicos em razão das incertezas quanto a possibilidade de conclusão do projeto que já havia consumido R$ 6 bilhões em investimentos e ainda demandava mais de R$ 5 bilhões para ser concluído.

Na live, Tarcísio informou que a concessionária Transnordestina Logística, comandada pela CSN e responsável por construir e operar a ferrovia, mantém as obras em andamento, com praticamente 1.000 trabalhadores em campo, tendo investido R$ 300 milhões no ano passado.

O governo de Pernambuco anunciou, nesta quinta-feira (22), o avanço no plano de convivência com a Covid-19, no Agreste e no Sertão do estado. Também liberou a retomada da presença de até 100 pessoas nas torcidas em competições esportivas, com exceção dos jogos de futebol profissional.

 

As novas medidas entram em vigor a partir de segunda-feira (26). Com isso, todo o estado terá as atividades funcionando no mesmo horário da Macrorregião I, que compreende o Grande Recife e partes da Zona da Mata e Agreste.

Os avanços foram anunciados em coletiva online pelo secretário estadual de Saúde, André Longo, e pela secretária-executiva do Desenvolvimento Econômico, Ana Paula Vilaça.

De acordo com Ana Paula Vilaça, com a unificação do horário de início e de término das atividades, os bares e restaurantes passam a ter autorização funcionar, em todo o estado, das 5h às 23h durante a semana e nos fins de semana e feriados.

Além disso, os shoppings poderão funcionar das 9h às 22h em todos os municípios pernambucanos. “Isso é possível graças a os avanços nos números da saúde”, destacou.

Sobre a retomada da presença das torcidas em competições esportivas, a secretária explicou que, além da liberação de torcidas com até 100 pessoas nas arquibancadas, as atividades esportivas poderão funcionar até 23h todos os dias da semana.

“A exceção é de jogos de futebol profissional, cujo protocolo está sendo construído”, disse Ana Paula Vilaça.

Ela lembrou que Pernambuco voltou a permitir música ao vivo em bares e restaurantes na segunda-feira (19). Foram liberadas as apresentações com até três pessoas no palco.

“As apresentações estão liberadas, desde que respeitado o protocolo específico para esse segmento e permanecendo ainda a proibição da dança para evitar aglomeração nesse primeiro momento”, destacou.

Saúde

De acordo com o secretário André Longo, na semana epidemiológica 28, encerrada no sábado (17), os casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) voltaram ao mesmo patamar do fim do ano passado, com 705 notificações.

“Isso representa uma queda de 23% em relação a semana epidemiológica 27 e de 28% em relação aos últimos 15 dias. A solicitação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) caiu 8,6% entres as semanas 28 e 27”, observou.

O secretário informou que, mesmo com a conversão de leitos para atendimento de outras doenças, a ocupação de leitos de UTI por pacientes com Covid-19 está perto de 50%.

“Permanece em patamares baixos. Pela primeira vez desde o início de janeiro, temos menos de 800 internados em leitos de UTI para SRAG dentro da rede pública”, disse. (Via: G1 PE)

 

 

A morte da afogadense LUCIANA LIMA comoveu os moradores de Afogados da Ingazeira. Ela morreu na tarde desta quinta-feira (22).  A causa provável foi um infarto fulminante.
A comoção não ocorre apenas pela idade de Luciana, mas pela causa da morte, já que ela estava bem e havia chegado recentemente de Brasília, onde estava morando.
Luciana é filha do saudoso policial militar Amauri Pereira, irmão do saudoso Sargento Sandro Roberto, irmão do cantor Luciano Lima, de Carlinhos e de Maria José e de Adelson. via Itamar
Redes sociais:

Luciano Lima

Por que Deus a chamou hoje
Ela nos deixou
Faleceu tão Nova
E cheia de vida
Deus a receba e a bote nun bom lugar
Minha irmã.
Pode ser uma imagem de 1 pessoa e texto que diz "ena R"
Luiz André está a sentir-se triste.
Como a vida é repleta de surpresas,mim encontrei com ela por acaso lá no consultório de Dr.Albertina terça a noite nos falamos rapidamente pois ela iria entrar pra sua consulta, agora a tarde recebo a triste notícia de seu falecimento tão precoce em decorrência de um infarto!!!
Meus sentimentos a todos os seus familiares e q Jesus te coloque num bom lugar minha querida!!!

Pouco tempo após a saída definitiva de Fausto Silva da Rede Globo, a emissora carioca definiu as datas de estreias das novas atrações no final de semana. Luciano Huck vai comandar o “Domingão”, que chega à grande no dia 5 de setembro “num formato que vai misturar quadros de sucesso com grandes histórias”, segundo a Globo.

Com isso, o “Caldeirão do Huck” deixa de ser de Luciano e passa a se chamar “Caldeirão”, depois de 21 anos de emissora, informa o Uol. O programa terá um novo apresentador que, segundo comunicado da Globo, o “nome está sendo definido”. O novo apresentador tocará a atração até o final do ano.

Tiago Leifert vai deixar o comando da “Superdança dos Famosos” em agosto, com a final. O apresentador do “BBB” entrou para substituir Fausto Silva após o então comandante dos domingos globais ser internado. Com a emissora e Fausto adiantando a saída, Leifert ficou fixado no quadro — que virou programa. Fernanda Gentil vai encerrar o “Se Joga”, chegando ao fim no dia 28 de agosto. Ela vai ganhar um programa no formato game show que será exibido nos domingos antes do futebol na Globo.

 

 

Ex-capa da Playboy que traficava drogas é condenada a oito anos de prisão

Ex-capa da Playboy, a garota de programa Flávia Tamayo, 23, foi condenada a oito anos de prisão por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Ela já havia sido presa em 2020 quando participava da venda de drogas sintéticas e cocaína para clientes de alto poder aquisitivo do Distrito Federal.

 

Segundo informações do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios, Flávia poderá cumprir a pena em regime semiaberto, mas ainda cabe recurso.

Em documentos obtidos pela reportagem consta que Flávia já mexia com venda de drogas há pelo menos dois anos em um flat da capital federal. Durante os programas sexuais de luxo que faziam, Flávia e outras moças aproveitavam para vender drogas.
A jovem já foi capa de revistas masculinas no Brasil e em Portugal e atuou como atriz pornô. A prisão havia acontecido em 21 de julho de 2020 em um hotel de Vitória, no Espírito Santo.

Na época, a prisão da jovem fazia parte da Operação Rede, realizada em junho daquele ano, no Distrito Federal, quando mais de 200 policiais cumpriram 37 mandados de prisão e de busca e apreensão. Segundo a polícia, ela tentou resistir ao ser abordada no saguão de um hotel na ocasião.

“Ela tentou tirar a roupa, mas foi impedida por uma policial civil que estava na operação”, afirmou o delegado Rafael da Rocha Corrêa, da 1ª Delegacia Regional de Vitória, que diz ter apreendido com ela uma pequena quantidade de drogas.

Uma jovem de 19 anos conhecida como “Gatinha da Cracolândia” foi presa nesta quinta-feira (22) pela Polícia Civil de São Paulo, suspeita de comercializar drogas na Cracolândia, região central da capital paulista.

O mandando de prisão contra Lorraine Cutier Bauer Romeiro foi cumprido no município de Barueri, na Grande São Paulo, como parte da segunda fase da Operação Carontes. Em relatórios da investigação ela apareceria comercializando crack dentro de tendas no “fluxo” de usuários de drogas da Cracolândia.

Segundo os investigadores, Lorraine, que se identificou como blogueira e digital influencer, confessou que tinha drogas escondidas no Hotel Avaré, localizado na Rua Helvetia, na região da Cracolândia. Ela também teria ajudado a abastecer os hotéis onde escondiam as drogas. Equipes se dirigiram até o local, onde teriam encontrado produtos de crime e um esconderijo de entorpecentes. 

Ainda segundo a polícia, o responsável pelo hotel será conduzido à delegacia. 

Vídeo:

Vídeo:

Blog: MarcosMontinelly

Sondagem feita pelo Centro de Estudos Comportamentais e Pesquisas (Cecop), da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), revela que, de maneira geral, os homens são as principais vítimas de golpes financeiros (91%), estão em sua maioria na faixa etária de 30 a 39 anos de idade (36,5%), têm ensino superior completo com pós-graduação (38%) e possuem renda familiar mensal entre dois e cinco salários mínimos (23%).

A pesquisa foi feita com base em reclamações de investidores enviadas à autarquia, vinculada ao Ministério da Economia, entre 2017 e 2019. Essas reclamações, entretanto, não envolviam apenas fraudes financeiras, mas situações diversas, esclareceu hoje (20), em entrevista à Agência Brasil, o superintendente de Proteção e Orientação aos Investidores (SOI) da CVM, José Alexandre Vasco.

Ao todo, foram analisadas 1.002 respostas e detectadas 178 vítimas de golpes financeiros. Criptomoedas foram o produto de investimento mais citado pelas vítimas, sendo mencionadas por 43,3% dos consultados. Seguem-se mercado Forex, para transações de câmbio (29,8%); opções binárias (16,9%); e ações (15,2%). O principal meio de divulgação para atrair as vítimas foi o Whatsapp (27,5%), seguido pela divulgação boca a boca pessoalmente (19,7%), e-mail e ligação telefônica (12,4% cada), mostrou a sondagem da CVM.

Segundo explicou o superintendente da CVM, embora a participação das mulheres no mercado de capitais tenha crescido, o maior número de investidores ainda é do sexo masculino. “De modo que era natural mesmo esperar ter um número maior, uma predominância de homens” entre as vítimas de golpes financeiros, disse Vasco. Outro fator que pode justificar esse cenário é o apetite por investimentos alternativos, de maior risco, por parte dos homens, enquanto as mulheres demonstram maior desconfiança de seu conhecimento em termos financeiros e, por isso, evitam grandes riscos.

Os valores perdidos oscilaram de R$ 100 a mais de R$ 100 mil. A maior parte das vítimas investiu entre R$ 10.001 e R$ 50 mil (22,5%) e entre R$ 1.001 e R$ 5.001 mil (21,3%).

Alta confiança

De acordo com a pesquisa da CVM, muitas das vítimas de fraudes têm alta confiança em sua capacidade de investir. “Talvez esse excesso de confiança seja uma característica de confiança mais dos investidores masculinos do que das investidoras. Essa dúvida talvez tenha salvado muitas pessoas de caírem em uma coisa alternativa ou estranha”, disse o superintendente.

Ele esclareceu que nem todas as ofertas sem registro na CVM são fraudes financeiras. Às vezes, é uma oferta irregular, mas não é uma fraude. “Mas, nos casos de golpes ou fraudes financeiras, eles usam sempre os temas do momento. Lá atrás era boi gordo, avestruz, contratos de risco coletivo”. Com o tempo, os golpes foram mudando e os fraudadores buscaram novos temas. Agora, são as criptomoedas. “Por serem uma coisa inovadora, elas têm predominado nos golpes. Daqui a cinco anos, se a gente fizer uma nova pesquisa, será outra coisa. Porque a prática não muda; o que muda são os embustes”, afirmou.

O superintendente ressaltou, ainda, a parte comportamental da pesquisa que captou diferenças de atitudes dos investidores. Aqueles que foram vítimas de golpes financeiros achavam que era bom investir em algo não regulado porque tinha retorno financeiro maior.

Entre as vítimas, houve mais concordância com a afirmação de que é mais difícil obter um bom patrimônio apenas trabalhando. Da mesma forma, consideravam que não eram suficientemente recompensadas pelo seu trabalho do que os investidores não vítimas.

“Estão buscando um retorno maior para compensar aquilo que eles não são recompensados no trabalho”. Essas pessoas estão mais atentas a oportunidades de investimentos que ninguém conhece, completou. Essa é a média, afirmou.

Perfis

Foram notados no levantamento da CVM alguns perfis de vítimas. O primeiro engloba aqueles que pagam para ver, estão dispostos a entrar em mercados não regulados, investem em pequeno valor para testar. À medida em que a vítima vai adquirindo confiança, ela vai aumentando a aposta.

“Essas, geralmente, são as pessoas que perdem mais porque, quando a pirâmide desmorona, o capital investido foi bem maior”. Outras vítimas são movidas pela confiança e acabam enganadas. Acreditam em um site bem organizado e tiveram indicação de um amigo de um círculo de relacionamento, que diz que aquilo está dando certo. “Em geral, esse esquema tem uma rentabilidade mais modesta de 2% a 3% ao mês, o que é muito dinheiro”, afirmou.

Um terceiro grupo abrange os entusiastas do mercado financeiro, com perfil aberto a novas oportunidades. “Eles acham que entendem e confiam. Estudam a opção e investem. Esses, em geral, optam por não denunciar. Ficam mais envergonhados, é o que a gente estimou. Reclamam com quem lhes apresentou a novidade. Eu conheço casos de pessoas que pagaram às vítimas. Indenizaram o que o fraudador verdadeiro levou”, declarou o superintendente.

Na avaliação de José Alexandre, as pessoas, na verdade, têm a crença de que a falta de regulação da CVM representa uma maior oportunidade de ganho e, muitas vezes, não identificam o elemento que sinaliza que aquele investimento era fraudulento. A maioria das vítimas já fazia algum investimento, tinha familiaridade com os conceitos financeiros e se considerava, de alguma forma, conhecedora do mercado. “As vítimas talvez caíssem nos golpes por necessidade financeira e não eram completamente novatas em termos de investir no mercado”, contou.

Entre os aspectos que contribuíram para que as pessoas caíssem no golpe, as respostas mais frequentes foram aparência do site transmitindo confiança (39,9%), outros familiares ou amigos já haviam feito o investimento (38,8%), bom atendimento por parte dos profissionais (35,4%), pequeno investimento exigido (30,9%) e desconhecimento da modalidade do golpe (24,7%).

Não vítimas

Entre as não vítimas, foi percebida maior complexidade. O portfólio tem mais ativos, é mais refinado e diversificado de investimentos que as vítimas de fraude. Quem não caiu em golpes investe mais em ações, fundos de investimento, FII (fundos de investimento imobiliário), previdência privada, CDB (certificados de depósito bancário), LCI/LCA (Letra de Crédito Imobiliário e Letra de Crédito do Agronegócio).

José Alexandre reforçou que nem todas as oportunidades de investimento são reguladas. No caso das não reguladas, ele acha importante ter uma atitude bastante criteriosa na análise, buscando informações e, inclusive, reclamações, pesquisando a empresa para saber o índice de respostas que ela tem e se as pessoas estão satisfeitas. “Há plataformas sérias ofertando moedas digitais, mas há outros casos em que isso não acontece”, revelou.

Para investimentos no mercado de capitais, o principal é olhar se o ofertante tem registro na CVM ou é regulado pelo Banco Central. “Quem está fazendo um investimento quer uma proteção maior que tenha uma regulação que possa reclamar à CVM, deve consultar o nosso cadastro, verificar e, se não tiver registro, deve reclamar, buscar o nosso serviço de atendimento ao cidadão”. No canal de deliberações da comissão estão registradas as ofertas irregulares.

“De forma geral, devem desconfiar dessas promessas elevadas de rentabilidade, desconfiar especialmente da pressão para investir tipo é agora ou nunca”. Nesse caso, a pessoa está sendo empurrada para tomar uma decisão impulsiva, sem direito de arrependimento.

“Isso é um reconhecimento de que a pessoa pode tomar uma decisão irrefletida. Então, pressão para decidir naquele momento é uma bandeira vermelha”, opinou. O superintendente sustentou que não há rentabilidades mirabolantes. Ele alertou, ainda, para oportunidades muito inovadoras nas quais a pessoa não consegue entender no que está investindo e de onde vem a rentabilidade. “Pode não ser uma fraude mas, certamente, não é um produto para você”, concluiu.

Agência Brasil

Um incêndio de grandes proporções atinge o parque aquático Hot Park, em Rio Quente (GO), nesta quinta-feira (22). Imagens que circulam nas redes sociais mostram quiosques dentro do complexo aquático pegando fogo.
O incêndio consome parte dos quiosques do parque.Não há informações sobre pessoas feridas. De acordo com informações preliminares, o parque foi esvaziado e o Corpo de Bombeiros atua para combater as chamas.

O sertanejo Eduardo Costa, 48, causou mais uma polêmica. Depois de dizer ser um viciado em sexo com pelo menos 15 relações por semana, agora revelou ser “semi-gay” ao atrelar alguns comportamentos à homossexualidade. A entrevista foi dada ao canal no YouTube Conceito Sertanejo.

“Eu sou um cara muito organizado, muito ajeitado, tudo muito arrumado. Eu sou um ‘semi-gay’, eu faço tudo que um viad faz, só não dou o c. Você quer gente mais organizado que o viad*?”, falou.

Em seguida, disse que um de seus melhores amigos é gay e que ele tinha como costume ver tanto ele quanto sua ex-mulher trocarem de roupas.

Para finalizar, Costa ainda disse que, caso fosse gay, seria uma “gayzona”. “Você consegue imaginar o Eduardo Costa gay? Porque assim, se eu fosse eu seria muito assumido. Eu gosto muito de mulher, se eu fosse gay eu iria gostar muito de homem. Eu iria ser uma ‘gayzona’ mesmo”, comentou.

Nas redes sociais, o nome de Eduardo Costa foi muito comentado. Integrantes da comunidade LGBTQIA+ se sentiram ofendidos com as declarações tidas como homofóbicas por parte do artista.

“Eduardo Costa a própria chacota. Semi-gay foi pra começar o dia com o nível de idiotice lá em cima”, disse um seguidor. “Eu acordei agora e tive que ler a notícia que o Eduardo Costa se considera um semi-gay. Essas horas? Pelo amor de Deus, gente, ser brasileiro arde”, comentou outra.Ao me

smo canal, o cantor disse que buscou ajuda médica para controlar seu vício em sexo, que já chegou a prejudicar seu casamento. “Gosto tanto de sexo quanto eu gosto de cantar”, disse na entrevista.

“Eu gosto de mulher, eu gosto de transar, eu gosto de sexo demais. Se eu pudesse, ficava o dia inteiro f.”, completou Costa, que ainda afirmou já ter ficado durante uma madrugada inteira tendo relações sexuais.

“Tenho problema com isso [sexo], rapaz, eu faço umas 15 vezes por semana, eu estou falando sério”, pontuou. O músico disse que buscou tratamento para ajudar no controle de seus impulsos sexuais, que já renderam algumas traições.

O delegado da Polícia Civil e especialista em crimes cibernéticos, Delmar Bittencourt, participou do programa BNews da Piatã FM, Durante a entrevista, o delegado alertou os ouvintes com relação aos golpes envolvendo a plataforma.

“A gente recebe muitas notícias sobre esse tipo de golpe, mas ainda não há uma invasão no sistema de segurança, o que acontece são engenharias sociais utilizadas por golpista para que se consiga convencer a pessoa a fazer a transferência. Essa semana um golpista fez uma programação de transferência que gerou o documento e fez contato com a vítima e pediu para repor o valor, como havia a programação, ainda não havia sido credito a vítima perdeu esse dinheiro”. 

Segundo Bittencoourt, é muito importante ter calma nos momentos em que as transações são efetuadas. “Como o pix é um sistema instantâneo de transferência, a gente sugere que a pessoa faça na calma pra não digitar um número errado e transferência ir para outra pessoa”, disse. 

Sobre os golpes envolvendo pedidos de empréstimos através de mensagens por aplicativo, o especialista pede para que as pessoas se certifiquem antes de realizar a transação. “Só através da informação é que a gente vai diminuir a quantidade de golpes. Se recebeu um pedido de empréstimo entre em contato com a pessoas, quem está aplicando golpe geralmente tem pressa para que a transferência seja feita, e as vezes em nome de terceiro, se a pessoa tiver um pouco de calma vai perceber que está caindo em um golpe”, completou.(Via: Agência Brasil)

A Polícia Militar apreendeu na tarde da quarta-feira (21) 250 g de crack, 721 papelotes de cocaína e sete seringas, em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. De acordo com o 1º Batalhão Especializado de Policiamento do Interior (BIEsp), o material estava dentro de um ônibus vindo de São Paulo.

Ainda segundo o BIEsp ao G1 Caruaru, a apreensão aconteceu em frente ao 4º Batalhão de Polícia Militar, com sede no município. 

Ninguém foi preso durante a ação dos policiais, mas o material foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil, que irá investigar o caso e fará buscas pela pessoa que pegaria as drogas no local.

Dentro das seringas havia canabidiol ou haxixe. Serão realizados exames para identificar o material. Um cão farejador da polícia participou da ação e ajudou a encontrar as drogas.

PF realiza operação contra suspeitos de invadir contas bancárias em Alagoas e Pernambuco

A Polícia Federal realizou nesta quinta-feira (22) a Operação Fim da Linha, que tem o objetivo de desarticular uma organização criminosa que atuava em Maceió e era responsável por lavagem de dinheiro e receptação de valores retirados de contas bancárias da Caixa Econômica Federal nos anos de 2017 e 2018. Foram cumpridos mandados 11 mandados em Alagoas e Pernambuco. Uma pessoa foi presa.

Os policiais cumpriram 10 mandados de busca e apreensão e um de prisão preventiva, todos expedidos pela 13ª Vara da Justiça Federal de Alagoas.

As investigações começaram após a Caixa Econômica informar para a PF que a conta de uma pessoa da cidade de Salto (SP) foi invadida. Os criminosos transferiram R$ 10 mil para uma conta em Maceió.

Após investigação, foi constatado que outras contas alagoanas também receberam dinheiro de contas invadidas na cidade de Salto.

A organização em Maceió recrutava pessoas que tinham interesse em receber transferências fraudulentas em suas contas. Depois, esse valor era repassado em espécie para quem promovia o recrutamento, recebendo em troca uma pequena parcela daquele valor.

A PF acredita que a organização criminosa está relacionada com o grupo preso na Operação Bandeirantes, deflagrada em 2018. O prejuízo estimado para a Caixa Econômica Federal, até o momento, foi de aproximadamente R$ 250 mil.

O policiais federais prenderam o responsável pela organização criminosa em Recife (PE). Ele foi encaminhado ao sistema prisional alagoano após ser submetido a exame de corpo de delito. Segundo as investigações, o preso também é acusado de outros crimes de roubo e estelionato Alagoas. (Via: G1 AL)

 

Segundo a rede social, os conteúdos foram bloqueados por violar as políticas de informações que proíbem a abordagem sobre a COVID-19 que apresente “sérios riscos de danos significativos”.

O YouTube removeu vídeos, incluindo transmissões ao vivo, do canal do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nesta quarta-feira (21). Segundo a rede social, os conteúdos foram bloqueados por violar as políticas de informações que proíbem a abordagem sobre a COVID-19 que apresente “sérios riscos de danos significativos”.

Entenda a política de remoção de vídeos do YouTube
A assessoria declarou que os vídeos mencionavam que hidroxicloroquina e/ou ivermectina são eficazes para tratar ou prevenir COVID-19, que há uma cura para a doença, e que as máscaras não funcionam para evitar a propagação do vírus.

A empresa disse ainda que aplica as diretrizes “de forma consistente em toda a plataforma, independentemente de quem seja o produtor de conteúdo ou de visão política”.

O YouTube não informou quantos e quais vídeos foram retirados do ar.

Em maio, a plataforma já havia deletado 12 produções do canal do presidente Jair Bolsonaro por violação da mesma regra que proíbe a recomendação de cloroquina e ivermectina contra Covid. Antes disso, outros 5 vídeos também foram removidos.

A exclusão dos conteúdos sobre esse tema começou após uma atualização da política de uso do YouTube feita em abril.

Pelas regras da plataforma, 3 violações da política de uso em 90 dias podem levar um perfil a ser tirado do ar. Mas o canal de Bolsonaro segue no ar.

Na primeira ocasião, o YouTube disse ao G1 que vídeos publicados antes da vigência da nova política não geram punições ao canal.

Questionado sobre a possibilidade do perfil do presidente na rede social sair do ar devido a quantidade de violações, o YouTube não respondeu.

O que diz a política do YouTube

A plataforma informou em abril que serão retirados vídeos que tenham:

conteúdo que recomenda o uso de ivermectina ou hidroxicloroquina para o tratamento da Covid-19;
conteúdo que recomenda o uso de ivermectina ou hidroxicloroquina para prevenção da Covid-19;
afirmações de que ivermectina ou hidroxicloroquina são tratamentos eficazes contra a Covid-19;
alegações de que há um método de prevenção garantido contra a Covid-19;
afirmações de que determinados remédio ou vacinas são uma cura garantida para a Covid-19.

Além disso, em suas diretrizes, o YouTube diz que “também não é permitido o envio de conteúdo que dissemine informações médicas incorretas que contrariem as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS)”.

De acordo com a empresa, a conduta mencionada vale para:

tratamento;
prevenção;
diagnóstico;
transmissão;
diretrizes sobre distanciamento social e autoisolamento;
e a existência da Covid-19.

Íntegra YouTube

“Após análise cuidadosa, removemos vídeos do canal Jair Bolsonaro por violar nossas políticas de informações médicas incorretas sobre a COVID-19. Nossas regras não permitem conteúdo que afirma que Hidroxicloroquina e/ou Ivermectina são eficazes para tratar ou prevenir COVID-19; garante que há uma cura para a doença; ou assegura que as máscaras não funcionam para evitar a propagação do vírus. Essas diretrizes estão de acordo com a orientação das autoridades de saúde locais e globais e atualizamos nossas políticas conforme as mudanças nessas orientações. Aplicamos nossas políticas de forma consistente em toda a plataforma, independentemente de quem seja o produtor de conteúdo ou de visão política.”

Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do auxílio emergencial (Foto: Reprodução)

A Caixa Econômica Federal (Caixa) libera nesta quinta-feira (22) a quarta parcela do Auxílio Emergencial aos beneficiários do Bolsa Família com NIS encerrado em 4 e aos beneficiários que não fazem parte do Bolsa Família nascidos em maio.

O pagamento da terceira parcela do auxílio terminou em 30 de junho para todos os públicos.

Já os pagamentos da quarta parcela do benefício foram antecipados e começaram no sábado (17) para quem não faz parte do Bolsa Família (veja nos calendários mais abaixo).

Para os trabalhadores que fazem parte do Bolsa Família, os pagamentos são feitos da mesma forma que o benefício original.

Para os demais, os recursos serão depositados em poupança social digital da Caixa, e estarão disponíveis inicialmente para pagamento de contas e compras por meio do cartão virtual. Saques e transferências para quem receber o crédito nesta quinta serão liberados no dia 9 de agosto.

VEJA QUEM RECEBE A PARTIR DESTA QUINTA:

beneficiários do Bolsa Família com NIS encerrado em 4
trabalhadores que não fazem parte do Bolsa Família, nascidos em maio

Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do auxílio emergencial, pelo site auxilio.caixa.gov.br ou pelo https://consultaauxilio.cidada…

 

Dólar é cotado a R$ 5,1901 nesta manhã de quinta-feira

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 6,12 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 6,4305.

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. (Foto: Reprodução)

O valor do dólar na manhã desta quinta-feira (21), está cotado no valor de R$ 5,1901. Já o valor do dólar para o turismo está sendo cotado a R$ 5,4074.

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 6,12 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 6,4305.

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. O dólar é usado tanto em reservas internacionais como em livre circulação.

 

Motorista de vice-governadora de PE é morto a tiros no Recife

Um policial militar que trabalhava como motorista da vice-governadora de Pernambuco, Luciana Santos (PCdoB), foi morto a tiros, na Zona Norte do Recife. O crime ocorreu por volta das 14h30 de hoje, na rua Tabocas, no Sítio dos Pintos. Um suspeito foi preso, segundo a PM. As informações são do G1 Pernambuco.

De acordo com a assessoria de imprensa da vice-governadora, o terceiro sargento Adelcio Miguel Ângelo Júnior estava de folga no momento do crime. A Polícia Militar informou que uma operação foi montada para prender outros dois envolvidos no crime.

Ainda segundo a polícia, o suspeito confessou o crime e foi levado ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no bairro do Cordeiro, na Zona Oeste do Recife, para prestar depoimento. No momento do crime, a vítima usava uma farda de uma loja de videogames.

Peritos criminais do Grupo Especializado de Perícias em Homicídios foram acionados ao local do crime. Testemunhas informaram ao G1 que, após ser baleado, o homem ainda correu para pedir ajuda, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no local. De acordo com elas, o policial estava armado, mas não reagiu.

Ainda segundo testemunhas, ele teria ido ao local para realizar a venda de um videogame que havia sido negociado por um site de compras e vendas. Por meio de nota, a Polícia Civil informou que o policial foi vítima de um possível latrocínio, conforme as primeiras investigações.

“O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa instaurou inquérito e está reunindo elementos, informações e provas de modo a esclarecer os fatos com maior brevidade e punir os responsáveis”, disse.

Ainda na nota, a Polícia Civil informou que Ângelo tinha 14 anos de trabalho na Polícia Militar de Pernambuco e que, há 4 anos, estava à disposição da Casa Militar. Ele deixou a esposa e dois filhos.

“A Polícia Militar, assim como a Casa Militar, estão prestando assistência aos familiares. Essa é uma perda irreparável para a corporação, para a segurança pública, companheiros de trabalho, amigos e parentes”, disse.

Por meio de nota, a vice-governadora Luciana Santos prestou solidariedade aos familiares do sargento. “Sua esposa, seus filhos e toda a família têm toda minha solidariedade”. Ainda de acordo com a nota, todos na vice-governadoria ficaram consternados com a notícia da morte de Ângelo.

“Durante todo o tempo de convivência, demonstrou ser uma pessoa de paz. Sempre muito tranquilo e de atitudes gentis, conquistou o respeito e o afeto de todos que trabalhavam com ele, tanto entre os civis, como entre os colegas da Casa Militar”, disse.

Triunfo ganha o título da cidade mais fria de Pernambuco

Pernambuco é um Estado conhecido pelas altas temperaturas e pelo clima convidativo aos turistas que procuram aproveitar a beleza das praias do litoral ou o calor das famosas cidades do Sertão. No entanto, diversos municípios são conhecidos pelas baixas temperaturas que marcam o período do inverno.

Alguns municípios estão no roteiro dos turistas que querem aproveitar esta época do ano em Pernambuco, como Gravatá, Garanhuns, Caruaru, no Agreste, e também em cidades do Sertão, como Serra Talhada, Arcoverde e Sertânia.

Mas, qual é a cidade mais fria de Pernambuco? Ao contrário do que se pensa, diversas cidades do Sertão registram baixas temperaturas durante o inverno. De acordo com a Agência Pernambucana de Águas e Climas (Apac), a cidade de Triunfo, no Sertão do Pajeú, já chegou a registrar 6,8°C no dia 07 de julho de 1975 e tem o título de cidade mais fria do Estado.

No entanto, outros municípios não ficam muito atrás de Triunfo quando o assunto é relacionado às baixas temperaturas.

Veja o ranking com outras 10 cidades mais frias de Pernambuco:

São José do Egito: o município que fica no Sertão já chegou a registrar 12,7ºC

Sertânia: a cidade, que também fica no Sertão, já registrou 13ºC

Caruaru: a Capital do Forró, que reúne turistas no mês de junho, já teve registro de 13,5ºC

Ibimirim: localizada a 339 quilômetros do Recife, a cidade já registrou 13,8ºC

Garanhuns: conhecida como Suíça Pernambucana, a cidade chega a temperaturas de até 14ºC

Arcoverde: o “portal do Sertão”, a 256 quilômetros da capital, tem registro de 14,3ºC

Araripina: a terra conhecida como “capital do gesso” teve registro de 14,7ºC

Serra Talhada: uma das cidades mais importantes do Sertão de Pernambuco já chegou a registrar 14,8ºC

Cupira: município localizado a 167 quilômetros do Recife registrou 15,2ºC

Águas Belas: a cidade já chegou a registrar 15,5ºC.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) prevê que a variante Delta, que é muito contagiosa e já é responsável por mais de 75% dos novos casos de Covid-19 em muitos países, vai se tornar a cepa predominante nos próximos meses.
Detectada pela primeira vez na Índia, esta variante está agora presente em 124 países e territórios. São 13 a mais do que na semana passada, em comparação com 180 (seis a mais) para a Alfa, que surgiu no Reino Unido; 130 (sete a mais) para a Beta, identificada pela primeira vez na África do Sul; e 78 (três a mais) para a Gamma, que apareceu no Brasil, ressaltou a OMS.
“A expectativa é que (a variante Delta) suplante rapidamente as outras variantes e se torne a cepa dominante (da Covid-19) em circulação nos próximos meses”, afirmou esta agência da ONU, com sede em Genebra.
Entre os países onde a variante Delta já é a causa de mais de 75% dos novos casos da doença, estão Índia, China, Rússia, Indonésia, Austrália, Bangladesh, Reino Unido, África do Sul, Portugal e Israel. 
“Ainda não está claro, porém, qual o mecanismo exato que causa a maior transmissibilidade” dessa variante em comparação com as outras, reconheceu a OMS.
Cerca de 3,4 milhões de casos adicionais de Covid-19 foram identificados na semana de 12 a 18 de julho, o que supõe um aumento de 12% em relação à semana anterior, ressaltou o organismo. 
“Nesse ritmo, o número acumulado de casos notificados (desde o início da pandemia) em todo mundo deve ultrapassar 200 milhões nas próximas três semanas”, alertou a OMS.
Quatro fatores explicam essa tendência, segundo a organização: variantes mais transmissíveis, relaxamento das medidas de saúde pública, maior interação social e o fato de que muitas pessoas ainda não foram vacinadas.
Na semana passada, o número de novos casos aumentou 30% na região do Pacífico Ocidental, e 21%, na região da Europa, conforme definição da OMS. 
A Indonésia registrou o maior número: 350.273 casos, o que representa um aumento de 44%, seguida do Reino Unido (296.447, +41%) e do Brasil (287.610, em queda de 14%).
Já o número semanal de vítimas fatais, de 57.000, permaneceu estável, em comparação com a semana anterior.

Segundo a esposa do surfista Gabriel Medina, 27, o entregador passou R$ 7,9 mil reais em uma máquina diferente, que mostrava outro valor.

“Eu passei, coloquei a minha senha. Nunca, em hipótese alguma, coloquem seu cartão em uma máquina que não parece o valor”, alertou Brunet. (Foto: Reprodução)

 A modelo Yasmin Brunet, 33, contou através de seus Stories no Instagram que sofreu um golpe após pedir comida em um aplicativo de entregas, no Rio de Janeiro. Segundo a esposa do surfista Gabriel Medina, 27, o entregador passou R$ 7,9 mil reais em uma máquina diferente, que mostrava outro valor.

“Ele me mostrou R$ 77 na tela do telefone dele, como se estivesse conectado na maquininha. Só que na tela da maquininha não aparecia nada, nenhum número. Eu senti que estava estranho, mas achei que estava ‘noiada’, porque isso nunca tinha acontecido comigo”, contou a modelo.

“Eu passei, coloquei a minha senha. Nunca, em hipótese alguma, coloquem seu cartão em uma máquina que não parece o valor”, alertou Brunet, que contou que o valor chegou a passar, mas que o entregador disse que o cartão não havia sido autorizado.

“Ele virou e me falou que tinha dado cartão não autorizado e que eu ia ter que passar de novo. Eu falei: ‘Me mostra que deu não autorizado? Eu sei que passou, preciso que você me mostre’. Ele disse que eu tinha que pagar o valor da comida, que R$ 77 era o valor da taxa de entrega”, contou.

Depois das desconfianças, o motoboy foi embora. A modelo disse que decidiu ligar na operadora do cartão para verificar se algo havia acontecido. “Você acredita que o cara me roubou R$ 7,9 mil? Eu fiquei em choque quando a mulher falou que tinha passado R$ 7,9 mil”, desabafou.

Brunet ainda diz que ela tentou ligar no local onde pediu o prato, mas o próprio número era um golpe. “Uma mulher atendeu e fingiu que estava trabalhando no restaurante que eu pedi a comida. Falei que era Yasmin e que o cara me disse que não ia conseguir me entregar”, contou.

“Ela pediu desculpas e perguntou se queria que enviasse outro prato”, relembrou. Ela disse que em 10 minutos o entregador chegou e não se identificou, nem tirou o capacete. “Sabe quando você sente que tem algo de errado? Ele chegou e começou a se explicar. Achei estranho. Ele ainda me perguntou o valor.”

A modelo alertou ser necessário sempre desconfiar para não cair em golpes. Ela conta que está em contato com o aplicativo de entregas e disse que o valor será devolvido. “É bizarro, o prato de comida mais caro que eu já comi na vida”, afirma, “é uma coisa maluca”.

Recentemente, surgiram boatos de que Yasmin estaria grávida do surfista e seu nome foi parar entre os assuntos mais comentados nas redes sociais. Luiza Brunet, 59, mãe da modelo, diz acreditar que sua filha não está grávida.

Em entrevista à Quem, ela respondeu a respeito dos boatos de que a menina espera o primeiro herdeiro. “Acho que isso não procede. Senão, a Yasmin teria me falado. Falei com ela já hoje e falei com ela ontem à noite também. Então, acho que essas notícias não são verídicas, não”, disse Luiza.

Gabriel Medina chegou nesta segunda-feira (19) ao Japão onde tentará o ouro inédito nos Jogos de Tóquio em seu esporte. Yasmin foi impedida de acompanha-lo pelo Comitê Olímpico do Brasil.

Os dois se casaram durante uma viagem ao Havaí após menos de 1 ano de namoro e sem a presença de parentes. Sem valor legal no Brasil, a cerimônia teria sido realizada seguindo costumes do arquipélago do Pacífico, que é um estado americano e destino procurado por amantes do surfe.

Foi por isso que o casal esteve por lá, para que Medina disputasse a primeira etapa do Circuito Mundial de Surfe. A notícia do suposto casório pegou os fãs dos dois de surpresa, já que na ocasião também havia rumores nas redes sociais de que eles teriam se separado.

Brunet era casada com o modelo Evandro Soldati desde 2012. Em fevereiro de 2020, ela anunciou o fim do relacionamento. Pouco tempo depois, ela foi vista com Medina pela primeira vez e, na sequência, os dois começaram a morar juntos.

O setor industrial brasileiro perdeu 28,6 mil empresas no intervalo de seis anos, indicam dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

O resultado, divulgado nesta quarta-feira (21), integra a Pesquisa Industrial Anual (PIA) 2019. O estudo não reflete ainda os impactos da pandemia de coronavírus, que prejudicou a atividade econômica a partir de 2020.

Conforme o levantamento, o Brasil tinha 334,9 mil indústrias em 2013, maior nível da série histórica, com dados desde 2007. O montante passou a encolher a partir de 2014, quando a economia começou a registrar sinais de fragilidade. Houve seis quedas consecutivas até o número de empresas recuar para 306,3 mil em 2019 – dado mais recente à disposição.

A perda de 28,6 mil operações (baixa de 8,5%) vem da comparação entre os resultados de 2019 e 2013.

Synthia Santana, gerente de análise e disseminação de pesquisas estruturais do IBGE, afirma que a redução pode ser atribuída a pelo menos dois fatores.

O primeiro é a recessão que afetou a economia brasileira em 2015 e 2016. À época, a crise abalou a atividade de fábricas diversas.

Além do período de dificuldades, parte dos grupos industriais pode ter optado por concentrar empresas em regiões estratégicas, conforme Synthia. Essa busca por diminuição de custos logísticos tende a resultar em número menor de plantas produtivas.

“Existem fatores conjunturais e estratégicos. Muitas vezes, há uma estratégia de reorganização das empresas para baratear custos. Outro aspecto é o fechamento em razão da crise”, frisa.

O número inferior de operações provoca reflexos no mercado de trabalho. A indústria é considerada um segmento intensivo em mão de obra, podendo gerar salários superiores aos de atividades como serviços e comércio.

Segundo o IBGE, o setor industrial empregava 7,6 milhões de pessoas em 2019. Isso significa que, desde 2013, o contingente ficou 15,6% menor. Em números absolutos, o resultado sinaliza perda de 1,4 milhão de postos de trabalho no período.

Em média, a indústria somava 25 trabalhadores por empresa em 2019. À época, o setor pagava, em média, 3,2 salários mínimos para os funcionários.

Em termos absolutos, o ramo de confecção de artigos do vestuário e acessórios foi aquele que mais fechou fábricas entre 2013 e 2019. No período, o número de empresas do segmento encolheu de 54,6 mil para 37,4 mil. Ou seja, houve perda de 17,2 mil operações.

A segunda principal baixa foi de produtos de metal (exceto máquinas e equipamentos). O setor teve redução de 5,6 mil empresas – de 40,4 mil para 34,8 mil.

Por outro lado, o ramo de manutenção, reparação e instalação de máquinas e equipamentos registrou a maior alta entre 2013 e 2019. O setor teve acréscimo de 7,6 mil empresas, passando de 22,3 mil para 29,9 mil, conforme o IBGE.

O instituto informou ainda que, em 2019, as 306,3 mil empresas industriais geraram R$ 3,6 trilhões de receita líquida de vendas. As unidades pagaram o total de R$ 313,1 bilhões em salários e outras remunerações para os 7,6 milhões de ocupados.

A fabricação de produtos alimentícios se manteve como a principal atividade industrial. Em 2019, representou 20,5% da receita líquida de vendas da indústria. A fatia é 3,3 pontos percentuais maior do que a registrada pela atividade no começo da década, em 2010 (17,2%).

No sentido contrário, o IBGE destaca que a fabricação de veículos automotores, reboques e carrocerias viu a participação encolher 3,1 pontos percentuais entre 2010 e 2019 (de 12,3% para 9,2%). Foi a maior variação negativa na participação.

Aos 93 anos, Cid Moreira está vivendo uma verdadeira turbulência familiar. Depois de toda polêmica envolvendo o filho adotivo, agora o jornalista é alvo de um processo em que Roger e Rodrigo Moreira, pedem a interdição do pai. Além disso, na ação, os filhos solicitam também a prisão da madrasta Fátima Sampaio Moreira.

No processo, eles alegam que o pai enfrenta sintomas de demência e que tem a liberdade limitada por atitudes de Fátima. Ao portal Uol, Roger Moreira contou que as postagens do pai nas redes sociais são controladas pela madrasta.  “A única coisa que posso falar agora é que a verdade vai aparecer em breve. Ele é uma vítima. Se não fossemos impedidos, nós filhos estaríamos convivendo com ele. Amamos ele e não podemos nos aproximar porque ela não deixa”.

Segundo a reportagem, os filhos alegam que Cid Moreira não teria “mínimas condições” de administrar os próprios bens. No documento protocolado, Roger e Rodrigo apontam a prática de estelionato, apropriação indébita e formação de quadrilha.

 

Ex-vocalista da Banda Aveloz morre vítima da Covid-19 aos 35 anos, na PB

dudu frade_oficial

Morreu, na terça-feira (20), o cantor e compositor Dudu Frade, de 35 anos. Ele estava internado no Hospital Regional da cidade de Patos, no Sertão da Paraíba e não resistiu à Covid-19.

O cantor, natural do município de Itaporanga, ganhou destaque durante sua passagem na na Banda Aveloz entre os anos de 2012 e 2015.

Nas redes sociais, familiares e amigos lamentaram a morte do músico.

“E agora meu irmão, me explica daí de cima como vou conseguir sem você? As músicas que vc cantava agora vai ficar o silêncio eterno… Como vou seguir adiante sem a minha outra metade? porque vc partiu tão cedo”, declarou Ivan Frade, irmão do paraibano.

“Vai com DEUS meu amigo!! Obrigada por ter compartilhado seu talento conosco. Descanse em paz!”, afirmou outro internauta.

 

 

Prefeitura de Afogados da Ingazeira garante óculos de graça para a população de baixa renda

Em Afogados da Ingazeira, o programa “Visão de Futuro” garante óculos gratuitos para a população de baixa renda, além de consultas e exames oftalmológicos. Numa parceria firmada entre a Prefeitura Municipal e o Governo de Pernambuco, mais de 240 pessoas já foram beneficiadas.

Nesta terça-feira (20), ocorreram novas entregas de óculos no Centro de Reabilitação Física, Auditiva e Visual – CER III, Unidade de Saúde que coordena as ações do “Visão de Futuro”.

Segundo o coordenador do CER III, Verandílson Zuza, as próximas entregas ocorrerão em agosto. “O programa visa garantir à população de baixa renda, após consultas e exames oftalmológicos, óculos gratuitos para quem não pode comprar um. Essa já é a quinta entrega só este ano e a determinação do prefeito Alessandro Palmeira é a de ampliarmos o programa, levando essa conquista para ainda mais pessoas,” destacou Verandílson.

O acesso se dá tanto pelo encaminhamento via Unidade Básica de Saúde quanto pelo atendimento no próprio CER.

 

 

Ecossistema de Inovação visa impulsionar desenvolvimento do polo gesseiro do Araripe

Foto: reprodução

Ceissa Costa, presidente do Sindicato da Indústria do Gesso do Estado de Pernambuco (Sindugesso), conversou sobre o assunto com o comunicador Roberto Gonçalves; ouça

Por Cidinha Medrado

Ecossistema de Inovação é um projeto que visa impulsionar o desenvolvimento regional, idealizado pelo Sebrae, atualmente em lives virtuais e com a participação de especialistas e representantes de atividades referentes ao tema escolhido para o projeto. O ecossistema para inovação do polo gesseiro do Araripe acontece nesta terça-feira (20) às 18 h pelo You Tube do SEBRAE-PE. Quem abordou o assunto foi Ceissa Costa, presidente do Sindicato da Indústria do Gesso do Estado de Pernambuco (Sindugesso), em entrevista ao Jornalista Roberto Gonçalves. Participam Lucas Ramos, secretário estadual de ciências, tecnologia e inovação, a professora pesquisadora da Univasf, Andréa de Vasconcelos, o Coordenador do Lócus de Inovação em Gesso, Isnaldo Coelho e do diretor de ambientes de renovação e formação superior da SECTI, Carmelo Filho.

“É uma conexão que a gente tá fazendo entre o setor público, universidade e o setor produtivo, esse evento foi criado por meio de ambiente de inovação que foi credenciado pela FACEPE ( Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco), que trabalha essa área de tecnologia e inovação do gesso. Esse ambiente está localizado na Univasf, coordenado pelo professor Isnaldo Coelho que é Engenheiro Elétrico e conta com a participação de diversos colegiados de engenharia da Univasf, como de Elétrica Mecânica, Química da Computação e tem como objetivo promover ações que visem um avanço científico e tecnológico para as demandas de atividades econômicas do setor gesseiro localizado no Araripe”, disse ela.

O projeto, segundo Ceissa busca desenvolver as atividades econômicas que podem ser mais fortes na região, em parceria com governo público, que vai dar apoio e suporte com o laboratório na Univasf, a universidade vai identificar quais são os problemas do setor gesseiro, visando melhorias na área de inovação e tecnologia, também capacitando profissionais da universidade e inserindo eles dentro das indústrias. Com suporte do governo será possível a participação dos municípios para inovar e mudar o polo especialmente na parte digital que exige que mais informações sejam disponibilizadas na internet. Há ainda, uma expectativa de utilização do gesso agrícola na região, o que estudos apontam como uma das grandes riquezas das jazidas existentes no Araripe. É um tema que também deverá ser abordado nestes encontros, esclarecendo a possibilidade de negociar o gesso para agricultura em todos os estados que são produtores liderados pelo agronegócio.

“Vai ser muito importante isso e com a Transnordestina porque a gente vai conseguir escoar mais esse produto que é o gesso agrícola, entrando em mais ambientes que necessitam desse material, porque é um insumo importantíssimo para agricultura e que acaba tendo uma pouca demanda de saída devido aos custos de logística, dificuldade de transportação. Com a transnordestina a gente vai conseguir escoar mais desse material, mais empresas deverão aderir para ter mais participação no mercado, já que a gente vai ter acesso ao Porto de Suape que fica bem mais em conta para os empresários, vai se tornar competitivo aos demais insumos já existentes”, assegurou a sindicalista.

Com relação à matriz energética e a possível chegada do gás natural, o que é muito provável com o funcionamento comum da Transnordestina, Ceissa confirmou que o sindicato e os representantes Já estão estudando a possibilidade de acordo com as demandas.

“A gente já articulou uma reunião para o próximo dia 27, a qual a participação do Jacinto Souza um dos representantes da Golar Power e a gente vai procurar fazer todo esse contexto do trazer o gás natural para a região e com a parceria do governo então a gente vai apresentar nossa demanda, em nossa câmara setorial a gente conta com diversos setores que fazem parte de conselhos, tem a Univasf, a Secretaria da fazenda, Agência Nacional de Mineração e diversos órgãos e daí a participação da AD Diper. Já apresentamos essa proposta semana passada numa reunião com o secretário desenvolvimento econômico Geraldo Júlio e começamos a dar início essa conversa, agora vamos discutir a possibilidade de trazer o gás para cá que isso é muito importante, porque se a gente vai falar de tecnologia e inovação e a gente não pode continuar na época do 1.0 onde se se usa ainda a lenha e tem as dificuldades dos empresários na região para conseguir a matéria-prima, quem trabalha com a lenha, está indo buscar esse material no estado do Piauí, muitas empresas estão comprando na cidade de Regeneração no Piauí a 340 Km. Mas com o gás natural chegando no Araripe com apoio do governo de onde se pode tirar uma redução tributária no que se refere ao ICMS, pode tornar mais viável para os empresários e o grande trunfo é somatizar as empresas até alavancar a indústria 4.0, “, explicou.

O preço dos combustíveis pesa para os empresários, para as indústrias. O Sindugesso reconhece que a gasolina no estado está com preço altíssimo, e diz que precisa de uma união mais forte dos empresários de do setor do gesso, porque o mundo praticamente parou na tentativa de gastar menos combustível, o combustível começou a subir, no exato momento em que a economia tá voltando.

“Tem muito tempo que a gente enfrenta a resistência do polo gesseiro em identificar o concorrente e outros setores. Então há uma desunião muito grande do polo, é muito difícil, é até uma cultura aqui da região de cada um, então a gente procura justamente bater nessa tecla, sistema de inovação para atrair essas empresas, para que elas possam estar junto das entidades públicas, dessas entidades parceiras, que a gente tem, porque se a gente precisa trabalhar de forma cooperada, o resultado é bem diferente, a gente consegue muito, mas no momento ainda há essa dificuldade de organização desse grupo para junto a gente pleitear os nossos propósitos”

Um novo lote com 1.036.800 vacinas contra Covid-19 vindas pelo consórcio Covax Facility devem chegar ao Brasil nesta quarta-feira (21). Segundo a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), os imunizantes serão da fabricante AstraZeneca/Oxford.
Até quinta-feira (22), serão enviadas aos estados e ao Distrito Federal mais de 8,7 milhões de doses de vacinas Covid-19. Desde o início da campanha de vacinação, o Ministério da Saúde já distribuiu mais de 154 milhões de doses. A população-alvo no Brasil é de 160 milhões de brasileiros com mais de 18 anos.
Vacinados
De acordo com o Ministério da Saúde, mais de 56,5% da população brasileira já recebeu a primeira dose da vacina: 90,4 milhões de pessoas. Há 34,5 milhões de brasileiros com o ciclo vacinal completo, ou seja, já receberam a segunda dose dos imunizantes ou dose única.
Covax
O Brasil é um dos quase 200 países que integram a iniciativa global, criada para permitir o acesso justo e igualitário de vacinas Covid-19 por meio de parcerias com laboratórios. Além da Organização Mundial da Saúde (OMS), o consórcio é coliderado pela Coalizão para Promoção de Inovações em prol da Preparação para Epidemias (CEPI) e pela Aliança Mundial para Vacinas e Imunização (Gavi), em parceira com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas).
Segundo Ministério da Saúde, ao todo, o consórcio deve entregar 42,5 milhões de doses de vacinas contra Covid-19, de diferentes laboratórios, até o fim de 2021.
O Brasil já recebeu entre março e julho deste ano 6.952.800 vacinas contra Covid-19 desse consórcio, sendo 6.110.400 da AstraZeneca/Oxford e 842.400 da Pfizer/BioNTech. O novo lote não foi contabilizado nesse balanço.

A Seleção Brasileira feminina de futebol feminino goleou a China por 5 a 0, no Estádio de Miyagi, no início da manhã desta quarta-feira, 21, na estreia dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Os gols brasileiros foram marcados por Marta (dois), Debinha, Andressa Alves, de pênalti, e Bia Zaneratto.

Com os dois gols, a camisa 10 chega a 12 tentos em cinco edições de Olimpíada, passa canadense Christine Sinclair, e se isola como a segunda maior artilheira da história do torneio, a dois gols da também brasileira Cristiane, que tem 14. Marta também passou a ser a primeira jogadora a marcar em cinco edições de Olimpíada.

Marta abriu o marcador aos 8 minutos. Bia Zaneratto recuperou a bola no ataque, e cruzou. Debinha cabeceou no travessão e no rebote, Bia entregou para a camisa 10, que chutou, de primeira: 1 a 0.

O time de Pia Sundhage era soberano em campo e aos 21 minutos ampliou o placar. Bia Zaneratto recebeu pela direita, entrou na área e chutou forte. A goleira Peng Shimeng deu rebote, e Debinha, sozinha na pequena área, não teve trabalho: 2 a 0. Com esse gol, a jogadora é a artilheira da era Pia Sundhage, com 13 tentos.

O Brasil ainda teve outras oportunidades com Andressinha, que tentou por cobertura. E também com Érika, que tentou de primeira, mas a bola saiu.

A única chance chinesa aconteceu aos 39 minutos. Miao Siwen chutou forte da entrada da área, mas Bárbara defendeu no canto direito e espalmou para escanteio.

Na etapa complementar, as orientais assustaram aos 6 minutos. Wang Shanshan foi lançada, chutou e acertou a trave. No rebote, Miao Siwen chutou por cima.

O Brasil respondeu com a mesma moeda, aos 13. Debinha recebeu na entrada da área, girou e chuta com perigo. A goleira Peng Shimeng espalmou, e a bola acertou a trave.

A comandante brasileira Pia Sundhage fez a primeira alteração, tirou Duda e entrou Andressa Alves. Depois entrou Júlia Bianchi e saiu Formiga.

E o Brasil ampliou o marcador aos 28 minutos. Marta cruzou da direita para Bia Zaneratto, que tentou. O corte foi mal feito pelas rivais e a bola sobrou para a camisa 10, que chutou no canto esquerdo da goleira.
No final, Ludmila ainda entrou no lugar de Marta.

O Brasil ampliou aos 36 minutos. Andressa Alves foi derrubada na área por Wang Xiaoxue. Pênalti, que ela mesma converteu: 4 a 0.

O time canarinho ainda fechou o marcador aos 43 minutos. Debinha recuperou, e cruzou na medida para Bia Zaneratto, que desviou de pé esquerdo: 5 a 0.

A Seleção Brasileira feminina de futebol volta a campo neste sábado diante da Holanda, no mesmo estádio de Miyagi, às 8h (de Brasília).

O Brasil está no grupo F, junto com China, Zâmbia e Holanda.

Dólar é cotado a R$ 5,2307 nesta manhã de quarta-feira

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 6,16 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 6,4703.

 

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. (Foto: Reprodução)

 

O valor do dólar na manhã desta quarta-feira (21), está cotado no valor de R$ 5,2307. Já o valor do dólar para o turismo está sendo cotado a R$ 5,4210.

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 6,16 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 6,4703.

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. O dólar é usado tanto em reservas internacionais como em livre circulação.

O Portal ClickPB apura de segunda à sexta-feira a cotação do dólar e euro.

A média de óbitos agora é de 1.197, queda de 19% em relação ao dado de duas semanas atrás. A média completou 181 dias
O Brasil registrou 1.425 mortes por Covid e 30.574 casos da doença, nesta terça-feira (20). Com isso, o país chegou a 544.302 óbitos e a 19.419.741.

As médias móveis de mortes e casos, apesar de elevadas, apresentam queda recente. A média de óbitos agora é de 1.197, queda de 19% em relação ao dado de duas semanas atrás. A média completou 181 dias seguidos acima de 1.000 mortes por dia.

A média móvel de casos chegou a 38.239, queda de 23% em relação ao dado de quatorze dias atrás.

A média é um instrumento estatístico que busca amenizar grandes variações nos dados, como costumam ocorrer em finais de semana e feriados. Ela é calculada pela soma do número de mortes dos últimos sete dias e a divisão do resultado por sete.

Os dados do país, coletados até às 20h, são fruto de colaboração entre Folha de S.Paulo, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são coletadas pelo consórcio de veículos de imprensa diariamente com as Secretarias de Saúde estaduais.
Os dados da vacinação contra a Covid-19, também coletados pelo consórcio, foram atualizados em 25 estados e no Distrito Federal.

O Brasil registrou 1.615.389 doses de vacinas contra Covid-19, nesta terça. De acordo com dados das secretarias estaduais de Saúde, foram 1.058.796 primeira doses e 480.662 segundas. Também entram nessa conta 75.931 doses únicas da Janssen aplicadas.

Ao todo, 91.085.077 pessoas receberam pelo menos a primeira dose de uma vacina contra a Covid no Brasil -31.521.723 delas já receberam a segunda dose do imunizante.

Somadas as doses únicas da vacina da Janssen contra a Covid, já são 34.913.935 pessoas totalmente imunizadas no país.

Com isso, 58,71% da população com mais de 18 anos já recebeu uma dose (seja ela a 1ª dose de alguma vacina ou o imunizante de dose única) e 21,70% (também com mais de 18 anos) recebeu as duas doses recebidas ou a dose única da Janssen.

Mesmo quem completou o esquema vacinal com as duas doses deve manter cuidados básicos, como uso de máscara de máscara e distanciamento social, afirmam especialistas.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorreu em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.

Internado com Covid, o ator e apresentador Luciano Szafir, de 52 anos, deixou a unidade de terapia intensiva (UTI) do Hospital Copa Star na segunda-feira (19) e foi transferido para um quarto do hospital onde permanece internado. As informações são da mãe do ator, Beth Szafir, ao G1.

“Saiu ontem da UTI e está no quarto do hospital, sem previsão de alta. Ele está ótimo, dentro do possível”, afirmou Beth Szafir.

Internado desde junho, Luciano Szafir tem apresentado “evoluções satisfatórias” no quadro de saúde, segundo os últimos informes da equipe médica. Há dez dias, o ator foi extubado, ou seja, deixou de precisar de ventilação mecânica e passou a receber apenas suplementação de oxigênio.

No dia seguinte à extubação, Luciano gravou um vídeo no qual agradeceu as manifestações de carinho de fãs, amigos e familiares, e as vibrações positivas que está recebendo.

Inicialmente, o artista foi hospitalizado no Hospital Samaritano, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste. Dias depois foi transferido para o Copa Star, onde está sendo acompanhado pelo médico João Pantoja, diretor-geral da unidade

 

O simpático Senhor Bolsonaro sobre CPI da Covid: ‘O relatório do Renan pode jogar no lixo’

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) debochou nesta terça-feira (20), do relatório que o senador Renan Calheiros (MDB-AL) vai apresentar à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19, que investiga ações e omissões do governo federal no combate à pandemia.

“O relatório do Renan é para jogar no lixo. É uma palhaçada o que eles estão fazendo. Eles estão nos acusando de comprar, por exemplo, a Covaxin. De comprar não, de se corromper. Não pagamos um centavo sequer da Covaxin”, disse o presidente em entrevista à rádio Itatiaia.

Bolsonaro também criticou outras denúncias, como a da existência de um gabinete paralelo. O presidente defendeu, ainda, o uso da hidroxicloroquina no tratamento da covid-19, apesar da comprovada ineficácia do fármaco contra à doença, e acusou a imprensa de espalhar o que classificou como ‘fator de vulnerabilidade ao novo coronavírus’.

“São sempre as mesmas narrativas.’Ah, eu tenho um gabinete paralelo’. Depois vai para a história da hidroxicloroquina. Eu tomei hidroxicloroquina, fiquei bom no dia seguinte. Milhões de pessoas tomaram hidroxicloroquina ou ivermectina e ficaram curadas. Você pode ver que, hoje, o CDC (Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos) falou quem é que mais morreu na proporção: os obesos e os que estavam com pavor, com medo. É o que a imprensa fez no Brasil. Vendeu o peixe como se fosse um terror”, acrescentou. 

.

O bilionário americano Jeff Bezos disse que ficou maravilhado com a “beleza e a fragilidade” da Terra quando a viu do espaço nesta terça-feira (20) durante seu voo a bordo de uma espaçonave de sua empresa Blue Origin.

“Todos os que estiveram no espaço disseram que isso os mudou e que ficaram maravilhados com a Terra e sua beleza, mas também com sua fragilidade, e eu não poderia estar mais de acordo”, declarou o fundador da Amazon em coletiva de imprensa após seu voo a mais de 100 km de altura.

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira (20/7) que “não existe terceira via” nas eleições de 2022 e destacou a polarização entre ele e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo o mandatário, os candidatos que despontam como possíveis opções para a terceira via não conseguirão atrair a população. As declarações ocorreram em entrevista à Rádio Itatiaia.
“Tem uma passagem bíblica que diz seja quente ou seja frio, não seja morno. Então terceira via, povo não engole isso aí. Não vai dar certo. Não vai agregar, não vai atrair a simpatia da população. Não existe terceira via, está polarizado”, alegou.
No dia 17 de junho, durante live, o mandatário deu declarações semelhantes, afirmando não acreditar em uma terceira via para as eleições. “Tem uma passagem bíblica: “Seja frio ou seja quente. Não seja morno”. Essa via do centro, no meu entender, não decola não”, apontou.

Na madrugada de hoje dia (20), mais um homicídio foi registrado na cidade de Tabira, no Sertão do Pajeú. Desta vez o crime aconteceu entre os bairros de Barreiros e a Cohab. A vítima foi identificada como Marcos Paulo, idade não informada, ele foi morto a tiros. 

Ainda de acordo com o Blog Nill Júnior, as  Policias Militar, Civil e o IC-Institituto de Criminalística foram ao local, o corpo levado para o IML de Caruaru.  A Delegacia de Polícia Civil de Tabira ficará responsável pelas investigações.  Essa já é a 9ª morte violenta provocada por arma de fogo no município em 2021.

Foram dois assassinatos em janeiro, dois em fevereiro, um em março e dois em junho, sendo um acidental e dois em julho.  Em 2020, foram 13 assassinatos registrados. Uma operação chegou a mirar no grupo responsável pelas mortes, que tinha ligação com aliciadores de outros estados e até menores.

Pernambuco registra 354 casos e 46 óbitos por Covid-19

 (Miva Filho/SES-PE)

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou, nesta terça-feira (20), 354 casos da Covid-19. Entre os confirmados hoje, 100 (28%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 254 (72%) são leves. Agora, Pernambuco totaliza 579.779 casos confirmados da doença, sendo 51.257 graves e 528.522 leves.

ÓBITOS
Também foram confirmados 46 óbitos, ocorridos entre 29/09/2020 e 19/07/2021. Com isso, o Estado totaliza 18.388 mortes pela Covid-19. Os detalhes epidemiológicos serão repassados ao longo do dia pela Secretaria Estadual de Saúde.

Mais um homicídio é registrado no Sertão do Pajeú

 

Na madrugada de hoje dia (20), mais um homicídio foi registrado na cidade de Tabira, no Sertão do Pajeú. Desta vez o crime aconteceu entre os bairros de Barreiros e a Cohab. A vítima foi identificada como Marcos Paulo, idade não informada, ele foi morto a tiros. 

Ainda de acordo com o Blog Nill Júnior, as  Policias Militar, Civil e o IC-Institituto de Criminalística foram ao local, o corpo levado para o IML de Caruaru.  A Delegacia de Polícia Civil de Tabira ficará responsável pelas investigações.  Essa já é a 9ª morte violenta provocada por arma de fogo no município em 2021.

Foram dois assassinatos em janeiro, dois em fevereiro, um em março e dois em junho, sendo um acidental e dois em julho.  Em 2020, foram 13 assassinatos registrados. Uma operação chegou a mirar no grupo responsável pelas mortes, que tinha ligação com aliciadores de outros estados e até menores.

Homem que matou a ex e as duas filhas dela é morto pela PM

O homem que matou a ex-namorada, as duas filhas dela e feriu a caçula, de nove anos, em Caraguatatuba, litoral norte de São Paulo, foi morto pela Polícia Militar na noite desta quinta-feira (15) em confronto. As informações são da Record TV.

A caçada a Júlio César Cardoso, de 47 anos, durou mais de 12 horas. Após matar as vítimas a facadas, ele fugiu descalço, com as roupas sujas de sangue, em uma bicicleta. Moradores viram a fuga em direção à rodovia Rio-Santos e chamaram a polícia.

O cerco foi montado com 150 policiais no bairro Jetuba. Ele tentou se enconder em uma área de mata, mas foi localizado em uma casa e resistiu à prisão, segundo o PM André Luiz Paes: “Veio para cima dos policiais com a faca e um policial ficou ferido no braço. Ele tem vários ferimentos, por Deus não foi mais uma vítima dele”.

Júlio César foi baleado depois de enfrentar a polícia com a mesma faca usada para matar a família da ex-namorada e morreu na hora.

Vizinhos das vítimas contaram que ouviram os gritos de socorro dentro da casa onde a família morava. Um vídeo mostra o momento em que o suspeito deixa o local de bicicleta. Ele atacou as vítimas com golpes de faca.

Quando o socorro chegou, a mãe, Daniela Nogueira, de 40 anos, e as filhas, Maria Eduarda, de 15, e Manuela, de 13, já estavam mortas. A criança de 9 anos está internada, mas não corre risco de morrer.

De acordo com testemunhas que eram próximas ao casal, o homem é funcionário da prefeitura de Caraguatatuba. Ele e Daniela ficaram juntos por cerca de três anos. O suspeito não aceitava o fim do relacionamento e tentou reatar com a vítima diversas vezes. (R7)

A média é um instrumento estatístico que busca amenizar grandes variações nos dados, como costumam ocorrer em finais de semana e feriados. (Foto: Reprodução)

 O Brasil completou, nesta segunda-feira (19), 180 dias seguidos de média móvel de mortes por Covid acima de 1.000 óbitos por dia.
Nesta segunda, o país registrou 615 mortes por Covid e 16.347 casos da doença, chegando assim a 542.877 óbitos e a 19.389.167 pessoas infectadas.

As médias móveis de casos e mortes continuam em níveis elevados, apesar da redução recente. A média móvel de mortes agora é de 1.224 por dia, uma queda de 21% em relação ao dado de quatorze dias atrás. Já a de casos é de 40.594 infecções por dia, queda de 17% em relação há duas semanas.

A média é um instrumento estatístico que busca amenizar grandes variações nos dados, como costumam ocorrer em finais de semana e feriados. Ela é calculada pela soma do número de mortes dos últimos sete dias e a divisão do resultado por sete.

Os dados do país, coletados até às 20h, são fruto de colaboração entre Folha de S.Paulo, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são coletadas pelo consórcio de veículos de imprensa diariamente com as Secretarias de Saúde estaduais.
Os dados da vacinação contra a Covid-19, também coletados pelo consórcio, foram atualizados em 25 estados e no Distrito Federal.

O Brasil chegou, nesta segunda, a mais de 90 milhões de pessoas com a primeira dose da vacina contra a Covid. Ao todo, 90.026.281 tomaram ao menos uma dose do imunizante contra o Sars-CoV-2.

O país registrou 1595213 doses de vacinas contra Covid-19, nesta segunda. De acordo com dados das secretarias estaduais de Saúde, foram 1.083.286 primeiras doses e 444.090 segundas. Também entram na conta 67.837 doses únicas da Janssen aplicadas.

Entre os mais de 90 milhões com ao menos uma dose, 31.041.061 já receberam a segunda dose do imunizante.

Somadas as doses únicas da vacina da Janssen contra a Covid, já são 34.357.342 pessoas totalmente imunizadas no país.

Com isso, 58,01% da população com mais de 18 anos já recebeu uma dose (seja ela a 1ª dose de alguma vacina ou o imunizante de dose única) e 21,35% (também com mais de 18 anos) recebeu as duas doses recebidas ou a dose única da Janssen.

Mesmo quem completou o esquema vacinal com as duas doses deve manter cuidados básicos, como uso de máscara de máscara e distanciamento social, afirmam especialistas.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorreu em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.

Dólar é cotado a R$ 5,2501 nesta manhã de terça-feira

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 6,19 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 6,5036.

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. (Foto: Reprodução)

O valor do dólar na manhã desta terça-feira (20), está cotado no valor de R$ 5,2501. Já o valor do dólar para o turismo está sendo cotado a R$ 5,4461.

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 6,19 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 6,5036.

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. O dólar é usado tanto em reservas internacionais como em livre circulação.

Com novas doses, todos os municípios podem avançar na vacinação contra Covid-19 por idade, diz governo de Pernambuco

Miva Filho/SES-PE

O governo de Pernambuco informou que com a chegada de novas vacinas contra a Covid-19, nesta segunda-feira (19), todos os municípios do Estado poderão avançar na imunização por faixa etária. A remessa contendo 85 mil doses de Coronavac e 51 mil doses da vacina da AstraZeneca/Oxford começa a ser distribuída às 12 Gerências Regionais de Saúde (Geres) no início desta terça-feira (20).

“Importante ressaltar que os imunizantes da Coronavac serão destinados à aplicação das primeira e segunda doses na população, fazendo com que as pessoas completem seus esquemas vacinais. Já os da AstraZeneca serão especificamente para a primeira dose. Por isso, os municípios precisam estar atentos aos planejamentos e operacionalização da vacinação em suas cidades”, disse a superintendente de Imunização do Estado, Ana Catarina de Melo.

O quantitativo recebido na noite desta segunda-feira (19) corresponde a 33% das 395 mil doses que deverão chegar ao Estado ainda nesta semana, conforme anunciou o governador Paulo Câmara. Há ainda a previsão de recebimento, nos próximos dias, de mais 206.500 doses da AstraZeneca e 52.650 da Pfizer, garantindo ainda mais celeridade processo de imunização em Pernambuco, inclusive com a inclusão de novos públicos.

“É uma importante notícia sobre a vacinação, porque será possível avançar nas faixas etárias e ampliar os grupos a serem imunizados com a primeira dose em todos os municípios pernambucanos”, frisou Paulo Câmara, em comunicado.