Nova Era: Em Pernambuco SDS realiza primeira prisão com reconhecimento facial em jogos de futebol

A Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS-PE) realizou, no domingo (26), a primeira prisão utilizando câmeras de reconhecimento facial nos principais acessos aos estádios de futebol do Estado.

O fato aconteceu momentos antes do início da partida entre Sport e Fortaleza, pela semifinal da Copa do Nordeste 2024. O suspeito, um homem de 28 anos, foi flagrado pelas câmeras por volta das 17h30, no portão H do Estádio Governador Carlos Wilson Campos, mais conhecido como Arena de Pernambuco.

Na ocasião, policiais do Batalhão de Choque (BPChoque), com apoio de agentes de Inteligência, deram cumprimento ao mandado de prisão expedido em desfavor do homem, suspeito pela prática do crime de roubo de cargas, em maio de 2021, na BR-101, no município de Ribeirão, na Mata Sul.

A SDS-PE vem utilizando a tecnologia como mais uma ferramenta de combate à violência, dentro e fora dos campos. A decisão de implantar as câmeras nos portões de acesso aos estádios foi um dos encaminhamentos da reunião do Juntos pela Segurança realizada em fevereiro.

A secretaria, ao lado da Casa Civil do Governo do Estado, clubes, Federação e órgãos parceiros, anunciou diversas medidas visando proporcionar maior segurança aos torcedores e combater episódios de violência no âmbito do futebol, provocados por criminosos infiltrados nas torcidas.

Para implantação da tecnologia, a Secretaria de Defesa Social solicitou aos dirigentes dos principais clubes do estado um apoio logístico, incluindo instalação de pontos de internet e de energia, o que vem sendo atendido.

“Esta tecnologia de ponta possibilita que os foragidos da Justiça, com mandados de prisão válidos e pendentes de cumprimento, sejam identificados, por meio do cruzamento de dados com cerca de 15 mil fotografias de procurados pela Justiça, que integram o sistema do Banco Nacional de Mandados de Prisão”, pontuou o secretário da SDS, Alessandro Carvalho, acrescentando que a identificação é feita por uma equipe técnica da Inteligência, que fica responsável por checar todas as informações, antes de qualquer tomada de decisão.

“A segurança no futebol é tema relevante para a SDS e, por isso, o Grupo de Trabalho (GT) Futebol tem buscado parcerias na consecução dos planejamentos operacionais e ampliado o uso de tecnologia na prevenção à criminalidade. Acreditamos que toda ferramenta tecnológica disponível deve ser utilizada em prol da segurança da população”, esclareceu a secretária Executiva de Defesa Social, Dominique de Castro Oliveira, que coordena o GT Futebol da SDS.

Serra Talhada e Arcoverde recebem autorização para o sinal 5G

Desde o dia 31 de julho, os municípios de Serra Talhada e Arcoverde estão autorizados a instalar a infraestrutura para o sinal de transmissão de dados 5G, cuja velocidade é muito superior ao 4G. A liberação foi concedida pelo Governo Federal, através do Grupo de Acompanhamento da Implantação das Soluções para os Problemas de Interferência na faixa de 3.625 a 3.700 MHz. Ao todo, um novo grupo de 102 municípios do país recebeu autorização para implementar o 5G.

De acordo com o ministro das Comunicações, Juscelino Filho, a pasta está empenhada em disponibilizar o quanto antes esse serviço para toda a população. “Existe um cronograma do leilão a ser cumprido, mas estamos construindo um caminho junto com as operadoras para antecipar essas entregas. A meta estabelecida para o primeiro semestre de 2023 foi alcançada antes da data limite e mais de 30% dos municípios brasileiros já estão aptos para instalação da infraestrutura 5G”, ressalta.

Os municípios recebem autorização para implantação do 5G quando concluem a migração do sinal de televisão aberta e gratuita por meio de antenas parabólicas da banda C satelital para a banda Ku. As empresas vencedoras do leilão da nova tecnologia se comprometeram a distribuir kits para recepção aos cadastrados no CadÚnico. A empresa cearense Brisanet conseguiu a concessão e pode explorar o 5G em todo o Nordeste.

Por g1 PE

Mulher é espancada e morta a tiros por companheiro em Carpina (PE)
Mulher é espancada e morta a tiros por companheiro em Carpina (PE)

A


Mulher é espancada e morta a tiros por companheiro em Carpina (PE)

A Polícia Civil de Pernambuco prendeu na tarde desta quarta (2) o policial militar Jáleson de Santana Freitas, de 37 anos, suspeito de espancar e matar a tiros a companheira, Simeia da Silva Nunes, em Carpina, na Zona da Mata de Pernambuco. Segundo a polícia, o homem se entregou na Delegacia de Carpina, onde foi efetivada a prisão e os procedimentos para encaminhá-lo para a audiência de custódia.

O crime aconteceu na noite de sábado (29) e foi registrado por câmeras de segurança (veja vídeo acima). Após agredir a companheira dentro de um bar, o homem atira na mulher e num mototaxista no meio da rua.

Ficção vira realidade: No Brasil será construída a primeira fábrica de carro voador em Taubaté -SP

A fábrica do “carro voador” será construída dentro da unidade da Embraer em Taubaté,

 

A Eve e a Embraer anunciaram nesta última quinta-feira (20), a primeira fábrica no Brasil de “carros voadores” que levarão passageiros no Brasil.

O empreendimento ficará na cidade de Taubaté.

 

Fábrica da Embraer em Taubaté — Foto: André Luis Rosa/TV Vanguarda
Fábrica da Embraer em Taubaté — Foto: André Luis Rosa/TV Vanguarda

Escolhida pela Embraer para receber a primeira fábrica dos ‘eVTOLs’ (sigla em inglês para “veículo elétrico de pouso de decolagem vertical”), conhecidos ‘como carros voadores’, Taubaté, no interior de São Paulo, foi selecionada especialmente pela localização estratégica.

A definição foi norteada por um trabalho em conjunto entre a Eve Air Mobility, que é controlada pela Embraer, e a Porsche Consulting, que uniu conhecimentos das empresas em indústria aeronáutica e automotiva, respectivamente.

O plano desenvolvido tinha como foco orientar a implementação da Eve, o que incluía estudos e análises sobre operação industrial, logística e cadeia de suprimentos.

A Eve espera que os voos iniciais custem de US$ 50 a US$ 100 (cerca de R$ 250 a R$ 500) por passageiro, para trajetos de 10 a 15 minutos.

O eVtol (veículo elétrico de decolagem e pouso vertical, na sigla em inglês) não existe.

Está em fase de projeto e os primeiros carros devem ser montados no segundo semestre de 2023.

Se não houver imprevistos, o primeiro voo experimental ocorrerá em 2024.

A expectativa é de que o eVtol seja entregue aos compradores em até três anos.

Embora ainda esteja sendo criado, já existem quase 3.000 encomendas.

Pelo cronograma, os primeiros veículos devem ser entregues em 2026.

CEO da Embraer, Francisco Gomes Neto disse haver um “enorme potencial do mercado global de Mobilidade Aérea Urbana e reforçamos nosso compromisso com a Eve como uma das principais empresas desse setor”.

Alckmin comemora construção de fábrica da Embraer em Taubaté

A planta industrial ficará localizada na cidade de Taubaté (SP).

O vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Geraldo Alckmin, comemorou nas redes sociais o anúncio da construção da primeira fábrica da Eve Air Mobility (Eve) e da Embraer para a construção de aeronaves elétricas de decolagem e pouso vertical (eVTOL), conhecidas popularmente como “carro voador”. A planta industrial ficará localizada na cidade de Taubaté (SP).

“Essa é uma demonstração de confiança em nosso País e, ao mesmo tempo, uma prova de que nossa indústria, com um ambiente de negócios favorável, vai desempenhar um grande papel na economia brasileira nos próximos anos”, disse em vídeo Alckmin, no Twitter, no qual iniciou dizendo que a semana terminou com uma ótima notícia no setor industrial brasileiro.

“O Brasil, sob a liderança do presidente Lula, está mostrando que possui vantagens competitivas que o colocam na vanguarda de setores industriais extremamente sofisticados. Inovação, descarbonização e geração de emprego de qualidade é o caminho”, emendou o ministro e vice-presidente.

Android 14 é anunciado no Google I/O; saiba o que muda no seu celular

O Android 14 foi revelado nesta quarta-feira (10) durante o Google I/O, conferência anual para desenvolvedores da empresa. A nova versão do sistema operacional traz poucas novidades em relação ao Android 13, mas ganhou melhorias no Material You, fornecendo mais opções de personalização para a tela de bloqueio, reforços em segurança e privacidade e recursos de inteligência artificial (IA) generativa. Graças à tecnologia, será possível gerar wallpapers a partir de prompts de texto, assim como é feito no DALL-E 2 e Midjourney.

O Android 14 ainda não tem previsão oficial de lançamento, mas, se o Google seguir o calendário que costuma manter anualmente, a perspectiva é de que seja lançado em agosto ou setembro de 2023. Nas linhas a seguir, confira as principais novidades do Android 14.

Celular com Android em mãos — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Mais opções de customização para a tela de bloqueio

Uma das principais novidades do Android 14 no quesito “interface” é a ampliação das possibilidades de customização da tela de bloqueio. Com o novo sistema, os usuários poderão não só escolher a paleta de cores de elementos como data, temperatura e relógio, mas também modificar suas posições. Assim, será possível colocar a hora no topo, enquanto a temperatura e a hora estão nas laterais da tela, por exemplo.

Personalização da tela de bloqueio no Android 14 — Foto: Divulgação/Google

Criação de wallpapers

O Google está investindo pesado em inteligência artificial generativa, e esse investimento reflete também no Android 14. Com a nova versão do sistema operacional, os usuários poderão criar planos de fundo totalmente personalizados a partir de comandos de texto. É como usar o Midjourney ou o DALL-E 2, mas para gerar wallpapers para o celular.

Ainda em se tratando de papeis de parede, outra novidade é o recurso que o Google chama de “wallpapers cinematográficos”. Usando redes de aprendizado de máquina, ele transforma as fotos em imagens 3D que “ganham vida quando você desbloqueia ou inclina o dispositivo”.

Demonstração do wallpaper cinematográfico do Android 14 no Google I/O — Foto: Reprodução/YouTube

Por fim, o Android 14 permitirá ainda selecionar emojis para criar um plano de fundo personalizado, com diferentes figurinhas e cores. Os emojis no wallpaper reagirão quando você tocar neles.

Magic Compose

O aplicativo nativo de mensagens do Android também ganhará um recurso baseado em IA generativa. Trata-se do “Magic Compose” (ou “Escrita Mágica”, em tradução livre), que permite responder a recados com respostas sugeridas automaticamente, a partir do conteúdo das mensagens anteriores. A ideia é que os textos soem naturais, como se tivessem sido escritos pelo próprio usuário. Também é possível personalizar o tom da mensagem — profissional, divertida, animada e até no “estilo Shakespeare”.

Recurso “Magic Compose” no aplicativo Google Mensagens — Foto: Divulgação/Google

Melhorias no “Encontrar meu dispositivo”

O Google trouxe melhorias para o serviço “Encontrar meu Dispositivo”, que agora se aproxima mais das soluções de rastreamento da Apple. Nos próximos meses, o aplicativo será capaz de localizar não somente celulares, mas também fones de ouvido, tablets e outras categorias de produtos. Além disso, a ferramenta usará uma rede de “bilhões de dispositivos Android” para identificar e localizar aparelhos perdidos.

Melhorias no serviço “Encontrar meu dispositivo” foram anunciadas no Google I/O 2023 — Foto: Divulgação/Google

Outro recurso de segurança do Android 14 são os “alertas de rastreadores desconhecidos”, que indicarão ao usuário quando um dispositivo de rastreamento estiver viajando com ele. A tecnologia funciona com Apple AirTags e outros trackers compatíveis com a rede do “Encontrar meu dispositivo”.

Notificada, Google retira link para texto contra PL das Fake News

whatsapp sharing button
email sharing buttoncopy sharing button
A Google apagou, da página principal de seu mecanismo de busca na internet, a afirmação que “O PL das Fake News pode aumentar a confusão sobre o que é verdade ou mentira no Brasil”. A frase remetia os internautas para um artigo no qual o diretor de Relações Governamentais e Políticas Públicas da empresa no Brasil, Marcelo Lacerda, critica o Projeto de Lei (PL) 2630, que tramita no Congresso Nacional desde 2020. Se aprovado, o texto dará origem à chamada Lei Brasileira de Liberdade, Responsabilidade e Transparência na Internet.
A retirada do link da página inicial do mais popular mecanismo de buscas da internet foi feita pouco após a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), do Ministério da Justiça, determinar que a Google começasse a cumprir, tão logo notificada, a uma série de medidas cautelares para corrigir “indícios” de que está censurando o debate público sobre o PL 2630.
Além da obrigação de sinalizar o conteúdo publicitário deste e de outros conteúdos contrários à aprovação do PL que produzir e divulgar, a Senacon também determinou que a Google passe a informar os consumidores sobre eventual conflito de interesse na questão, já que a eventual aprovação do projeto vai impactar suas operações. Por já ter dado ampla divulgação às críticas à proposta de regulação das plataformas digitais, a Google também terá que começar a veicular, em até duas horas após ser notificada da decisão, as posições favoráveis ao projeto de lei. Se descumprir as determinações da Senacon, a empresa será multada em R$ 1 milhão por hora.
Em seu artigo, que segue disponível no blog da Google, Lacerda sustenta que é necessário “melhorar” o texto do projeto de lei que, segundo ele, “pode ir à votação antes mesmo que diversos setores da sociedade, incluindo parlamentares, tenham tido acesso” a ele. O executivo também incentiva os internautas a enviar uma mensagem aos parlamentares pedindo que “melhorem o texto do PL”.
Ao anunciar as medidas cautelares a serem cumpridas pela Google, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino,  afirmou que a Senacon encontrou inúmeros “indícios” de que Google e outras grandes empresas de tecnologia estão tentando manipular o debate público a fim de defender seus próprios interesses econômicos.
“É dever da Senacon garantir que ninguém manipule a liberdade de expressão no Brasil. Mas há uma tentativa iníqua, imoral, de inverter os termos do debate, como se nós [membros do governo federal] quiséssemos a censura. É o contrário. O que estamos evitando é uma censura privada e clandestina, disfarçada, não assumida”, disse  o ministro Flávio Dino, criticando o artigo divulgado pela Google.
“Juridicamente, [afirmar que a aprovação do PL pode aumentar a confusão na internet] é o quê? É um editorial? Quem faz editorial são as empresas de comunicação. Só que [as empresas de tecnologia] dizem que não são empresas de comunicação, mas sim plataformas de tecnologia? Se é assim, aquilo é publicidade. E, sendo assim, tem que estar sinalizada como tal”, ponderou o ministro.
Em nota, a Google classificou como “falsas” as alegações de que agiria de forma a ampliar o alcance de páginas com conteúdos contrários ao Projeto de Lei 2630, em detrimento das que veiculam informações favoráveis à regulação das plataformas digitais.
“Cada vez que uma pessoa faz uma busca, nossos sistemas trabalham para mostrar para ela os resultados mais relevantes entre milhares, às vezes milhões, de páginas de web. Não alteramos manualmente as listas de resultados para determinar a posição de uma página específica em nenhuma hipótese”, garantiu a empresa, reiterando que o debate sobre mudanças legislativas que impactem a vida de milhões de brasileiros e empresas precisa envolver toda a sociedade.
“Nas últimas semanas, temos nos manifestado em relação ao PL 2630 de forma pública e transparente, por meio de nosso blog oficial. Além disso, temos investido em campanhas de marketing para dar visibilidade mais ampla às nossas preocupações, por meio de anúncios em veículos de comunicação tradicionais, como jornais, e em mídia digital, incluindo nossas plataformas de publicidade e redes sociais”, acrescenta a empresa.
“Temos explicado os riscos, que consideramos legítimos, às pessoas que usam nossas plataformas e também aos diferentes participantes do ecossistema digital. Isso inclui criadores de conteúdo no YouTube, anunciantes de todos os tamanhos e sites de notícias”, continua a Google, confirmando os relatos de que, nas últimas semanas, a empresa enviou e-mails a produtores de conteúdo para o You Tube em que sustenta que a eventual aprovação do projeto de lei afetará a forma com que os youtubers são remunerados, ocasionando perdas financeiras.
“Às vésperas da votação do PL 2630, que não foi discutido tão amplamente e sofreu alterações significativas nas últimas semanas, é importante que os brasileiros estejam informados sobre os possíveis impactos para tomarem uma decisão sobre como participar dessa discussão”, conclui a empresa.

STF dá 15 dias para Moro se defender da denúncia de calúnia contra Gilmar Mendes

Foto: Marcos Corrêa/PR
email sharing button
sharethis sharing buttonPor: Luana Patriolino – Correio Braziliense
A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Cármen Lúcia fixou um prazo de 15 dias para o senador Sergio Moro (União-PR) apresentar a defesa sobre a denúncia de calúnia feita pela Procuradoria-Geral da República (PGR). A ação se refere ao comentário do ex-juiz da Lava Jato que, em vídeo, fala sobre “comprar um habeas corpus do ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes”.
Cármen Lúcia determinou que o mandado de notificação de Moro “deverá ser instruído com cópias deste despacho, da denúncia e dos documentos que a instruem” e ainda solicitou que a PGR se manifeste novamente sobre o caso.
No fim do mês passado, a vice-procuradora-geral da República, Lindôra Maria Araújo, apresentou ao STF um parecer apontando que o senador Sergio Moro teria cometido o crime de calúnia contra o decano da Suprema Corte ao sugerir que o magistrado pratica corrupção passiva. Na representação, o órgão também sugeriu que o parlamentar seja condenado e perca o mandato, caso a pena aplicada seja superior a quatro anos de prisão.