A prefeita Márcia Conrado foi eleita, em solenidade nesta segunda-feira (27), a nova presidenta da Amupe (Associação Municipalista de Pernambuco), tendo o prefeito de Paudalho, Marcelo Gouveia, como vice. Apesar da visibilidade que o cargo irá gerar, opositores garantem que, do ponto de vista prático para Serra Talhada, “não vai dá em nada”. Pelo menos é a visão do ex-secretário de Governo Faeca Melo. Falando ao Programa do Farol nesse sábado (25), 

“Para ela [Márcia], politicamente, foi bom. Está aparecendo. Ela é uma pré-candidata em 2024. Mas pra gente aqui em Serra não vai servir para nada, vai piorar, porque ela vai ter reuniões e os dias ausentes do município para estar cuidando [dos interesses] dos prefeitos da Amupe enquanto Serra Talhada fica jogada aí, porque os secretários não têm poder de comando. Para Serra Talhada eu achei péssimo isso aí. Eu quero ver a gestão do município como é que vai ficar”.