Brasil completa 33 dias com média móvel de mortes por Covid acima de 1.000

A média móvel de mortes da doença é de 1.055. Já são 33 dias seguidos de valor acima de mil, o maior período da pandemia (o anterior era de 31 dias).

O consórcio também atualizou informações repassadas sobre a vacinação contra a Covid-19 por 21 estados. (Foto: Reprodução)

— O Brasil registrou 716 mortes pela Covid-19 e 30.231 casos da doença, nesta segunda-feira (22). Com isso, o país chegou a 247.276 e a 10.197.531 pessoas infectadas pelo Sars-CoV-2 desde o início da pandemia. A média móvel de mortes da doença é de 1.055. Já são 33 dias seguidos de valor acima de mil, o maior período da pandemia (o anterior era de 31 dias).

Os dados do país são fruto de colaboração entre Folha de S.Paulo, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são coletadas diretamente com as Secretarias de Saúde estaduais.

O jornal Folha de S.Paulo também divulga a chamada média móvel. O recurso estatístico busca dar uma visão melhor da evolução da doença, pois atenua números isolados que fujam do padrão. A média móvel é calculada somando o resultado dos últimos sete dias, dividindo por sete.

De acordo com os dados coletados até as 20h, a média de mortes nos últimos sete dias é de 1.055, aumento de 4% em relação ao dado de 14 dias atrás (1.015). Isso representa uma situação de estabilidade.

O consórcio também atualizou informações repassadas sobre a vacinação contra a Covid-19 por 21 estados.

Foram aplicadas no total 7.251.645 doses de vacina (5.982.640 da primeira dose e 1.269.005 da segunda dose), de acordo com as informações disponibilizadas pelas secretarias de Saúde.

As vacinas disponíveis no Brasil são a Coronavac, do Butantan em parceria com a farmacêutica Sinovac, e a Covishield, imunizante da Fiocruz desenvolvido pela parceria entre a Universidade de Oxford e a AstraZeneca.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorre em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.

Compartilhe:

No governo Bolsonaro Petrobras perde quase R$ 75 bilhões em valor de mercado

Segundo levantamento da provedora de informações financeiras Economatica, a estatal encolheu R$ 74,2 bilhões apenas no pregão de hoje.

A Petrobras foi avaliada nesta segunda na bolsa em R$ 280,5 bilhões, contra R$ 382,9 bilhões no fechamento da última quinta-feira (18) (Foto: Reprodução)

Com o forte tombo na cotação das ações nesta segunda-feira (22), a Petrobras perdeu bilhões em valor de mercado. Segundo levantamento da provedora de informações financeiras Economatica, a estatal encolheu R$ 74,2 bilhões apenas no pregão de hoje.

Foi a segunda maior queda diária em valor da mercado da Petrobras desde o início do plano Real.

Na sexta-feira (19), antes mesmo do anúncio do presidente Jair Bolsonaro da indicação de um novo presidente-executivo para a Petrobras, a estatal já tinha visto o seu valor na Bolsa encolher R$ 28 bilhões.

Com o derretimento das ações da Petrobras nesta segunda, a perda de valor de mercado em duas sessões superou os R$ 100 bilhões.

Na noite de sexta, Bolsonaro anunciou a indicação do general Joaquim Silva e Luna, atual diretor da Itaipu Binacional, para a presidência da Petrobras, no lugar de Roberto Castello Branco, gerando muitas críticas. Para que a troca na presidência da Petrobras seja concretizada, a indicação ainda precisa do aval do Conselho de Administração da Petrobras, que tem reunião prevista para esta terça-feira (23).

O levantamento da Economatica desta segunda considera o valor de fechamento dos papéis. As ações ordinárias (PETR3) recuaram 20,48% (R$ 21,55), e as preferenciais (PETR4) registraram queda de 21,51% (R$ 21,45). 

A Petrobras foi avaliada nesta segunda na bolsa em R$ 280,5 bilhões, contra R$ 382,9 bilhões no fechamento da última quinta-feira (18), retrocedendo para o menor patamar desde novembro de 2020. No início do governo Bolsonaro, valia na bolsa R$ 316 bilhões. Em maio de 2008, chegou a valer R$ 510 bilhões.

Segundo a Economatica, a maior queda diária já registrada no valor de mercado da Petrobras foi registrada no dia 9 de março do ano passado, na esteira de um tombo nos preços internacionais do petróleo, quando a estatal perdeu R$ 91,1 bilhões.

A deterioração dos ativos também atingiu outras empresas estatais. Nesta segunda, o valor de mercado do Banco do Brasil encolheu R$ 10,8 bilhões, e o da Eletrobras diminuiu em R$ 280 milhões.

Repercussão negativa
A decisão e Bolsonaro de trocar o comando da Petrobras repercutiu negativamente entre investidores, com vários analistas cortando a recomendação dos papéis, bem como reduzindo preços-alvo.

A XP Investimentos, por exemplo, cortou a recomendação para os papéis da Petrobras de “neutro” para “venda” no domingo, em relatório sob o título “Não há mais como defender”.

“As declarações recentes do presidente acendem um enorme sinal amarelo – senão vermelho ao cenário político local”, afirmou o estrategista Dan Kawa, da TAG Investimentos, em comunicado a clientes.

Já para a equipe a Mirae Asset, a decisão de Bolsonaro “tende a comprometer a venda de ativos da empresa, que vinham tendo uma performance positiva”.

Ações das estatais Eletrobras e Banco do Brasil também caíam forte na B3 nesta segunda.

“O momento político no Brasil não é um dos melhores diante de tantas de urgências que nós temos, reformas para serem aprovadas, austeridade fiscal e controle de gastos públicos. No atual momento em que o país se endivida mais. Tudo isso em meio a uma pandemia que ainda não foi embora”, avaliou Rafael Panonko, analista chefe da Toro Investimentos.

 

Dólar é cotado a R$ 5,4554 nesta manhã de terça-feira

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 6,64 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 6,9689.

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. (Foto: Reprodução)

O valor do dólar na manhã desta terça-feira (23), está cotado no valor de R$ 5,4554. Já o valor do dólar para o turismo está sendo cotado a R$ 5,6906.

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 6,64 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 6,9689.

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. O dólar é usado tanto em reservas internacionais como em livre circulação.

 

Compartilhe:

IBGE começa a inscrever para o concurso público com 3.365 vagas para recenseador na Paraíba

As inscrições seguem até o dia 19 de março, exclusivamente pela internet.​ ​A taxa de inscrição é de R$ 25,77.

IBGE abre inscrições para concurso público (Foto: Reprodução)

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) começa a inscrever nesta terça-feira (23), para o concurso público com 3.365 vagas para recenseador na Paraíba. 

As inscrições seguem até o dia 19 de março,  exclusivamente pela internet. A taxa de inscrição é de R$ 25,77.

 As provas serão realizadas presencialmente em 25 de abril. 

Também estão abertas as inscrições para os cargos de agente censitário supervisor (ACS) e agente censitário municipal (ACM). As inscrições seguem até 15 de março pelo site. A taxa de inscrição é de R$ 39,49.

As provas objetivas serão aplicadas presencialmente no dia 18 de abril. 

As provas serão realizadas em todos os municípios onde houver vagas.

Compartilhe:

Afogados registra 11 novos casos e 10 curas para covid-19

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que nesta segunda (22) foram registrados 11 casos novos para a COVID – 19.

O óbito que estava em investigação foi descartado para COVID -19.
Os casos positivos de hoje são 05 pacientes do sexo feminino, com idades de 24, 27, 54, 68 e 79 anos; e 06 pacientes do sexo masculino, com idade de 05, 33, 48, 49, 70 e 71 anos. Entre as mulheres: 02 aposentadas, 01 agricultora, 01 dona de casa e 01 profissional da segurança. Já entre os homens: 02 aposentados, 01 operador de sistema, 01 agricultora, 01 mototaxista e 01 estudante (rede pública).
Hoje não temos novos casos em investigação e 35 pacientes apresentaram resultados negativos para COVID -19.
10 pessoas apresentaram cura após avaliação clínica e epidemiológica. O município atingiu a marca de 2.658 pessoas (96,06 %) recuperadas para covid-19. Atualmente, 79 casos estão ativos.
Afogados atingiu a marca de 11.419 pessoas testadas para covid-19, o que representa 30,64 % da nossa população.
Casos leves x SRAG/covid- 19:
Leves ( 2.683 casos), 96,96 % Graves ( 84 casos), 3,04%.
Semana Epidemiológica: Encerrou no último sábado a SE 07 com 53 casos e média móvel de 7,57 casos por dia. Analisando o cenário epidemiológico das 04 semanas anteriores, nota-se:
SE 06 (54 casos) e M. Móvel de 7,71 casos/dia;
SE 05 (83 casos) e M. Móvel de 11,85 casos/dia;
SE 04 (89 casos) e M. Móvel de 12,71 casos/dia;
SE 03 (62 casos) e M. Móvel de 8,85 casos/dia.
Ao analisar as duas
Acre decreta estado de calamidade pública devido a enchentes
enchentes_Acre

O governador do Acre, Gladson Cameli, decretou estado de calamidade pública em dez cidades do estado, em virtude das cheias dos rios. Cerca de 130 mil pessoas foram afetadas no estado até agora. O decreto, publicado hoje (22) em edição extra do Diário Oficial do estado, incluiu, além da capital, Rio Branco, os municípios de Cruzeiro do Sul, Feijó, Jordão, Mâncio Lima, Porto Walter, Rodrigues Alves, Santa Rosa do Purus, Sena Madureira e Tarauacá.

De acordo com o governo do estado, alguns municípios têm registrado inundações históricas, com milhares de famílias desabrigadas. Cameli já havia decretado situação de emergência no estado. A diferença é que agora o estado reconhece a necessidade de ajuda financeira do governo federal para enfrentar a crise, bem como para prestação de assistência humanitária à população afetada.

O governo apontou ainda um recuo nas cheias dos rios em nove municípios. Entre os mananciais que apresentaram vazante estão o Rio Acre, em Rio Branco, com 15,43 metros (m); o Rio Juruá, em Cruzeiro do Sul, com 14,31m; o Rio Tarauacá, no município de Tarauacá, com 9,40m; o Rio Envira, em Feijó, com 14,49m; e o Rio Purus, em Santa Rosa, com 6,84m.

Os rios dos municípios de Jordão, Porto Walter, Mâncio Lima e Rodrigues Alves não têm medição por réguas, mas também apresentaram sinal vazante. O único rio ainda em ritmo de cheia é o Rio Iaco, em Sena Madureira, medindo 18,05m. Os registros são da Coordenação Estadual de Defesa Civil (Cepdec).

As enchentes não são a única crise enfrentada no estado, que enfrenta também aumento no número de mortes por covid-19, resultado de uma saturação no sistema público de saúde. A dengue também tem sido um problema. O governo estadual estima que a dengue seja responsável por 80% da demanda nas unidades de pronto atendimento de Rio Branco, chegando a 8,6 mil casos suspeitos.

Com o acúmulo de problemas vividos pelo Acre, o presidente Jair Bolsonaro decidiu visitar o estado na próxima quarta-feira (24). A visita ocorrerá a pedido do senador Márcio Bittar (MDB-AC)

Acidente na PE-320 entre Afogados e Tabira

Na tarde desta segunda-feira (22), aconteceu um acidente na PE-320, que liga Afogados à Tabira.

O acidente envolveu um Corola e uma F-4000 que se chocaram e felizmente ninguém se feriu.
Compartilhe:

Reino Unido se prepara para sair do lockdown após queda de 81% nos casos de Covid-19

As diretrizes também devem servir de base para os demais países que formam o Reino Unido.

Primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, em frente à residência oficial em Downing Street, Londres, em foto de 22 de fevereiro de 2021. (Foto: Hannah Mckay/Reuters)

 O premiê britânico, Boris Johnson, detalhou nesta segunda-feira (22) como serão os primeiros passos da saída gradual do lockdown imposto na Inglaterra para conter o avanço do coronavírus. As diretrizes também devem servir de base para os demais países que formam o Reino Unido.

A partir de 8 de março, as escolas devem reabrir no país e, no final do próximo mês, encontros entre amigos e familiares serão permitidos pelas autoridades, como resultado de uma queda nos casos de Covid-19, auxiliada por uma das campanhas de vacinação mais rápidas do mundo.

“Hoje traçarei um roteiro para nos tirar do lockdown com cautela”, escreveu Boris, em uma publicação no Twitter, antes de apresentar seu projeto ao Parlamento. “Nossa prioridade sempre foi trazer as crianças de volta à escola, que sabemos ser crucial para sua educação e bem-estar. Também priorizaremos maneiras de as pessoas se reunirem com seus entes queridos com segurança.”

Com mais de 120 mil mortes por Covid-19, o Reino Unido é o quinto país com o maior número de óbitos no mundo, atrás de Estados Unidos, Brasil, México e Índia. Mas o ritmo acelerado das vacinações no país associado a um rígido bloqueio nacional — o terceiro do tipo na Inglaterra, que já dura 49 dias — colaborou para uma queda significativa no número de novas infecções.

Quando Boris decretou o bloqueio, em 4 de janeiro, a média móvel de casos diários beirava os 55 mil. Cinco dias depois, alcançou o pico de 59 mil, o maior já registrado no Reino Unido desde o início da pandemia.

A partir de então, iniciou-se um declínio acentuado na curva de infecções e, segundo os dados mais recentes compilados pela Universidade Johns Hopkins, a média móvel estava em 11.200 no último sábado (20) — o que representa uma queda de aproximadamente 81% no período mencionado.

Ainda assim, o premiê britânico tem adotado uma postura mais cuidadosa se comparada ao que se viu no passado. “Nossas decisões serão tomadas com base nos dados mais recentes em cada etapa e seremos cautelosos quanto a essa abordagem para não desfazer o progresso que alcançamos até agora e os sacrifícios que cada um de vocês fizeram para se manterem seguros”, disse Boris.

Embora alguns detalhes do plano, como a reabertura das escolas inglesas, já tivessem sido antecipados por ministros, o premiê apresentou projeto completo ao Parlamento britânico na tarde desta segunda. Autoridades da Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte, que são responsáveis por suas próprias políticas de saúde pública, também devem aliviar as restrições nos próximos meses.

O roteiro proposto por Boris tem quatro estágios, com intervalos de cinco semanas entre eles. A etapa final, quando quase todas as restrições estarão suspensas, deve começar, no mínimo, em 21 de junho.

Esses intervalos já haviam sido anunciados previamente pelo ministro da Saúde britânico, Matt Hancock. Segundo ele, as pausas servirão para reavaliar possíveis impactos dos relaxamentos, de modo que o cronograma pode ser alterado de acordo com o cenário epidemiológico do país.

Ao Parlamento, Boris disse que não há um caminho confiável para um Reino Unido livre da Covid-19, ou mesmo um mundo livre da doença. No entanto, segundo o premiê, o país não pode “persistir indefinidamente com restrições que debilitam nossa economia, nosso bem-estar físico e mental e as chances de vida dos nossos filhos”.

“E é por isso que é tão importante que este roteiro seja cauteloso, mas também irreversível”, prosseguiu Boris. “Estamos iniciando o que eu espero e acredito que seja uma estrada de mão única para a liberdade”.

Segundo Nadhim Zahawi, ministro responsável pela campanha de imunização britânica, a reabertura das escolas já está prevista para 8 de março. Desde 5 de janeiro, apenas alunos considerados vulneráveis e filhos de trabalhadores de setores essenciais estão tendo aulas presenciais, enquanto todo o restante permanece em ensino remoto.

Ainda de acordo com Zahawi, na mesma data da reabertura, duas pessoas de famílias diferentes terão autorização para se encontrarem ao ar livre. A permissão de socialização para grupos maiores, de até seis pessoas, está prevista para 29 de março, quando também poderão ser retomados os esportes ao ar livre.

Boris tem enfrentado dupla pressão no processo de reabertura. De um lado, colegas do Partido Conservador insistem em uma retomada da economia para recuperar a perda estimada em US$ 3 trilhões (R$ 16,5 trilhões), a pior do país em 300 anos. De outro, a comunidade científica teme novas ondas de contaminação por coronavírus se o fim do lockdown for acelerado demais.

Segundo o ministro da Saúde britânico, Matt Hancock, haverá pausas de algumas semanas depois de cada passo em direção à reabertura pra reavaliar possíveis impactos dos relaxamentos, de modo que o cronograma pode ser alterado de acordo com o cenário epidemiológico do país.

Espera-se que Boris também condicione a flexibilização a fatores como a velocidade e o sucesso do programa de imunização, os índices de infecção e o impacto provocado pelas variantes do coronavírus.

O Reino Unido aplicou cerca de 18,2 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 até o último sábado (20), o que coloca o país atrás apenas de Estados Unidos, China e União Europeia no ranking que compara o número absoluto de doses aplicadas.

Já na lista proporcional ao tamanho de cada população, o Reino Unido aparece na terceira posição, logo após Israel e Emirados Árabes Unidos.

Compartilhe:

Ninguém vai interferir na política de preços da Petrobras, diz Bolsonaro após intervenção

As declarações na porta da residência oficial foram transmitidas por um canal simpático ao presidente com acesso à área em que a imprensa não pode entrar.

“Ninguém vai interferir na política de preços da Petrobras”, disse Bolsonaro a apoiadores, na entrada do Palácio da Alvorada. (Foto: Reprodução)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – Diante do derretimento da Petrobras após o anúncio de intervenção do Palácio do Planalto, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse nesta segunda-feira (22) que não irá interferir na política de preços da estatal.

“Ninguém vai interferir na política de preços da Petrobras”, disse Bolsonaro a apoiadores, na entrada do Palácio da Alvorada.

As declarações na porta da residência oficial foram transmitidas por um canal simpático ao presidente com acesso à área em que a imprensa não pode entrar.
“Eu não peço não, eu exijo transparência de quem é subordinado meu”, disse o mandatário.

As ações da Petrobras caem mais de 17% na manhã desta segunda, enquanto outras estatais como Eletrobras, Banco do Brasil e Sabesp acompanham o rítmo de queda. Em Nova York, os papéis da petroleira também despencam mais de 16%.

Na noite de sexta-feira (19), Bolsonaro concretizou as insinuações que começou a fazer na noite anterior, em sua live, e anunciou a indicação do general Joaquim Silva e Luna como novo presidente da Petrobras.

Se a intervenção de Bolsonaro na estatal for confirmada pelo conselho de administração da companhia, ele substituirá Roberto Castello Branco, alvo de críticas de Bolsonaro.

Logo depois do anúncio de Bolsonaro, a Petrobras perdeu cerca de R$ 60 bilhões em valor de mercado –R$ 28 bilhões na Bolsa brasileira e outros R$ 30 bilhões nas negociações dos papéis no exterior.

No domingo, a XP Investimentos rebaixou sua recomendação para as ações da Petrobras de neutro para venda. O preço-alvo foi revisado de R$ 32, na avaliação anterior, para R$ 24, tanto para ações ordinárias (com direito a voto) quanto para as preferenciais (sem direito a voto).

“É sinal que alguns do mercado financeiro estão muito felizes com a política que só tem um viés na Petrobras: atender os interesses próprios de alguns grupos no Brasil, nada mais além disso”, afirmou Bolsonaro.

O presidente também criticou o atual presidente da Petrobras porque Castello Branco vinha trabalhando de casa durante a pandemia. Ele também criticou o salário do chefe da estatal.

“O atual presidente da Petrobras está 11 meses em casa sem trabalhar, né, trabalha de forma remota. Agora, o chefe tem que estar na frente, bem como seus diretores. Isso, para mim, é inadmissível. Descobri isso há poucas semanas”, disse Bolsonaro.

“Imagine eu, presidente, em casa, com medo do Covid, ficando aqui o tempo todo no Alvorada. Não justifica isso daí. Inclusive, o ritmo de muitos servidores lá está diferenciado. Ninguém quer perseguir servidor, muito pelo contrário, temos que valorizar os servidores. Agora, o petróleo é nosso ou é de um pequeno grupo no Brasil?”, indagou o chefe do Executivo.

Um pouco depois, Bolsonaro indagou se seus apoiadores tinham ideia de quanto ganha o presidente da Petrobras.

“Queremos saber de números concretos do que acontece lá, bem como a política salarial do presidente e seus diretores”, disse Bolsonaro.

“Alguém sabe quanto ganha o presidente da Petrobras? R$ 50 mil por semana? É mais do que isso por semana. Então, tem coisa que não está certa. Não quero que ele ganhe R$ 10 mil por mês também não, tem que ser uma pessoa qualificada, mas não ter este tipo de política salarial lá dentro”, disse Bolsonaro.

“E para ficar em casa, trabalhando de casa. No meu entender, não justifica. Pode até estar fazendo um bom trabalho de casa, mas, para mim, não justifica essa ausência da empresa.”

Compartilhe:

Carlos Alberto de Nóbrega é internado após receber diagnóstico de Covid-19

O apresentador, a esposa e o filho estão com covid-19.

Carlos Alberto de Nóbrega e esposa estão com covid-19 (Foto: Reprodução Redes Sociais)

– Carlos Alberto de Nóbrega, 84, está internado no hospital Sírio Libanês, em São Paulo, após receber diagnóstico de Covid-19. A mulher do humorista, Renata Domingues, usou o Stories neste domingo (21) para contar detalhes da internação de ambos, enquanto comentava o próprio resultado positivo que recebeu para a doença, descrevendo sintomas como dor no corpo, febre e sudorese.

“Acabei tendo diagnostico de Covid na quinta-feira. Como apresentei febre, vim para o [hospital] Sirio Libanês para me cuidar com a equipe do dr. Kalil [Roberto Kalil Filho]”, iniciou Domingues, emendando que o marido havia sido internado no quarto ao lado do seu. “Quem me aparece aqui no sábado? O digníssimo Carlos Alberto, mas está tudo bem graças a Deus”, disse, informando o estado de saúde do marido e mostrando um vídeo do reencontro entre os dois no hospital, no qual Nóbrega aparece sorrindo e bem disposto.

O humorista também usou o Instagram para acalmar os fãs em relação ao seu estado de saúde. “Estou ótimo. Já comecei o tratamento, estou sem dor, mal estar, nada. Pude ir ao quarto da Renata que está bem melhor, sem ter mais dores”, informou, atualizando também sobre o estado de saúde do filho caçula João Victor, 20.

“Ele está em isolamento em sua casa e não sente rigorosamente nada”, disse Nóbrega, em seguida, contando seus planos no SBT, onde apresenta “A Praça É Nossa”. “Deus vai me permitir estar gravando dia 24 de março. Com novidades e novos personagens. O SBT aprovou todos os meus pedidos e sugestões feitos na semana passada. Eu, sentado no novo banco, os comediantes consagrados e os novos convidados”, finalizou, agradecendo às mensagens que recebeu.

Governo do Piauí prorroga decreto e altera medidas restritivas contra a Covid-19

A governadora em exercício, Regina Sousa, assinou, nesta sexta-feira (19), a prorrogação do decreto que limita o funcionamento do comércio, bares e restaurantes.

A governadora em exercício, Regina Sousa, assinou, nesta sexta-feira (19), a prorrogação do decreto que limita o funcionamento do comércio, bares e restaurantes. As medidas que, inicialmente, valeriam até o próximo dia 22 de fevereiro, passam a valer até o dia 28 deste mês. O texto sofreu algumas alterações.

– Fica proibida, em todo o estado, a realização de festas ou eventos, em ambientes abertos ou fechados, promovidos por entes públicos ou pela iniciativa privada, do dia 22 ao dia 28 de fevereiro de 2021.

– Fica determinada a adoção das seguintes medidas:

  • Ficarão suspensas as atividades que envolvam aglomeração, eventos culturais, atividades esportivas e sociais, bem como o funcionamento de boates, casas de show e quaisquer tipos de estabelecimentos que promovam atividades festivas, em espaço público ou privado, em ambiente fechado ou aberto, com ou sem venda de ingresso;
  • Bares, restaurantes, trailers, lanchonetes, barracas de praia e estabelecimentos similares, bem como lojas de conveniência e depósito de bebidas, só poderão funcionar até às 23h, ficando vedada a promoção/realização de festas, eventos, confraternizações, dança ou quaisquer atividade que gere aglomeração, seja no estabelecimento, seja no seu entorno;
  • O comércio em geral poderá funcionar somente até às 17h e os shopping centers das 12h às 21h;
  • A permanência de pessoas em espaços públicos abertos de uso coletivo, como parques, praças, praias e outros, fica condicionada a estrita obediência dos protocolos específicos de medidas sanitárias das Vigilâncias Sanitárias Estadual e Municipais, especialmente quanto ao obrigatório de máscaras;
  • Bares e restaurantes poderão funcionar com a utilização de som mecânico, instrumental ou apresentação de músico até às 23h, desde que não geram aglomerações;
  • Lojas de conveniência e depósitos de bebidas poderão funcionar após às 23h exclusivamente para vendas na modalidade delivery.

– A fiscalização das medidas será exercida pelas vigilâncias sanitárias estadual e municipal, com o apoio da Polícia Militar, Polícia Civil e Guarda Municipal.

– Os órgãos envolvidos na fiscalização das medidas sanitárias deverão solicitar a colaboração da Polícia Federal e do Ministério Público Estadual.

-Fica determinado aos órgãos indicados que reforcem a fiscalização em relação às seguintes proibições:

  • aglomeração de pessoas;
  • consumo de bebidas em locais públicos nos dias 26, 27 e 28 de fevereiro de 2021;
  • direção sob efeito de bebida alcoólica.

– O reforço da fiscalização deverá se dar também em relação ao uso obrigatório de máscaras nos deslocamentos em vias públicas ou permanência em locais onde circulem outras pessoas.

G1

Pelo menos 91 concursos públicos no país estão com inscrições abertas nesta segunda-feira (22) e reúnem 32.042 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Os salários chegam a R$ 15.699,67 na Prefeitura de Florianópolis.

Além das vagas abertas, há concursos para formação de cadastro de reserva – ou seja, os candidatos aprovados são chamados conforme a abertura de vagas durante a validade do concurso.

Entre os principais concursos federais abertos estão:

  • Aeronáutica, para 223 vagas de nível médio;
  • Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), para cadastro de reserva em cargos de nível superior;
  • Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), para 22.409 vagas de nível médio em todo o país;
  • Marinha, com 980 vagas em vários estados;
  • Ministério da Economia, que oferece 590 vagas.

Nesta segunda-feira, pelo menos 14 órgãos abrem o prazo de inscrições para 1.262 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Só a Marinha oferece 980 vagas, divididas entre dois concursos. Os salários chegam a R$ 7.654,75 na Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

Confira aqui a lista completa de concursos e oportunidades

Compartilhe:

Avião com dois milhões de doses de vacina sai da Índia para o Brasil

Resultado de imagem para Avião com dois milhões de doses de vacina sai da Índia para o Brasil

O voo chegará a São Paulo amanhã de manhã e as vacinas seguirão para o Rio de Janeiro, onde serão levadas para o Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos/Fiocruz).

Serão trazidos dois milhões de doses da vacina de Oxford (Foto: Reprodução)

Um avião da companhia Emirates, com remessa de 2 milhões de doses da vacina Oxford/AstraZeneca contra covid-19 decolou na madrugada de hoje (22) de Mumbai, na Índia, e deve chegar a São Paulo às 6h55 desta terça-feira.

A aeronave deixou a cidade indiana por volta das 10h30 da manhã (horário local), o que equivale a 2h da madrugada de hoje no horário de Brasília. A carga fará escala em Dubai, nos Emirados Árabes, de onde decolará para São Paulo às 22h40 (horário local) – 15h40 de hoje (horário de Brasília).

O voo chegará a São Paulo amanhã de manhã e as vacinas seguirão para o Rio de Janeiro, onde serão levadas para o Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos/Fiocruz).

As doses foram produzidas pelo Instituto Serum, parceiro da AstraZeneca na Índia e maior produtor mundial de vacinas. Mesmo prontas, as vacinas precisarão passar primeiro por Bio-Manguinhos para que possam ser rotuladas antes de serem distribuídas ao Programa Nacional de Imunizações.

A importação de doses prontas é uma estratégia paralela à produção de vacinas acertada entre a AstraZeneca e a Fiocruz. Para acelerar a disponibilidade de vacinas à população, 2 milhões de doses já foram trazidas da Índia em janeiro e está previsto um total de 10 milhões de doses prontas a serem importadas. Além dos 2 milhões que chegam amanhã ao país, mais 8 milhões estão previstas para os próximos dois meses.

Enquanto negocia a chegada das doses prontas, a Fiocruz trabalha na produção local das vacinas Oxford/AstraZeneca. Segundo o acordo com a farmacêutica anglo-sueca, a Fiocruz vai produzir 100,4 milhões de doses de vacinas até julho, a partir de um ingrediente farmacêutico ativo (IFA) importado. A primeira remessa desse insumo já chegou ao Bio-Manguinhos e o primeiro milhão de doses produzido na Fiocruz tem entrega prevista para o período de 15 a 19 de março.

De acordo com a fundação, os dois primeiros lotes estarão liberados internamente nos próximos dias. Esses lotes são destinados a testes para o estabelecimento dos parâmetros de produção.

“Com esses resultados, a instituição produzirá os três lotes de validação, cuja documentação será submetida à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Esses lotes somarão cerca de 1 milhão de doses e seus resultados serão enviados à Anvisa até meados de março”.

Também está em andamento na Fiocruz o processo de transferência de tecnologia para a produção do IFA no Brasil, o que tornará a fundação autossuficiente na produção das vacinas. A previsão é que as primeiras doses com IFA nacional sejam entregues ao Ministério da Saúde em agosto, e, até o fim de 2021, seja possível entregar 110 milhões de doses, elevando o total produzido no ano pela Fiocruz para 210,4 milhões.

Compartilhe:

Contribuinte pode juntar documentos para declarar Imposto de Renda 

Prazo de entrega e regras serão anunciados nos próximos dias

Receita Federal

A partir do próximo mês, o contribuinte terá de cumprir a obrigação anual de prestar contas ao Leão. O prazo da entrega anual da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2021 (ano-base 2020) ainda não foi anunciado pela Receita Federal. Caso seja mantido o padrão dos últimos anos, o documento deverá ser enviado entre 1º de março e 30 de abril.

A Receita Federal também não anunciou as regras para a declaração deste ano. No entanto, sem perspectiva de correção da tabela do Imposto de Renda, a entrega será obrigatória para quem recebeu acima de R$ 28.559,70 em rendimentos tributáveis em 2020 (o equivalente a um salário acima de R$ 1.903,98, incluído o décimo terceiro).

Também deverá entregar a declaração quem tenha recebido rendimentos isentos acima de R$ 40 mil em 2020, quem tenha obtido ganho de capital na venda de bens ou realizou operações de qualquer tipo na Bolsa de Valores, quem tenha patrimônio acima de R$ 300 mil até 31 de dezembro do ano passado e quem optou pela isenção de imposto de venda de um imóvel residencial para a compra de um outro imóvel em até 180 dias.

Adiantamento

Mesmo que as regras ainda não estejam definidas, o contribuinte pode adiantar o trabalho e juntar documentos para acelerar o preenchimento e a entrega da declaração. Primeiramente, o cidadão deve reunir todos os documentos que declarem os rendimentos tributáveis, independentemente de ter ou não havido retenção na fonte pagadora ao longo de 2020.

Entre os documentos de renda, estão os comprovantes de salários, de prestações de serviços, de aposentadorias e de previdência privada. Os empregadores são obrigados a entregar os documentos aos trabalhadores até o fim deste mês, mas o contribuinte pode juntar os contracheques acumulados no ano passado e somar os rendimentos. Cabe também incluir os rendimentos recebidos de pessoas físicas, como aluguéis, pensões e outros.

Para declarar dependentes e garantir deduções, é preciso reunir informações sobre os rendimentos tributáveis dos demais membros da família. Mesmo que os números não alcancem o limite de dedução estabelecido pela Receita, que ainda será divulgado, o contribuinte deve juntar todos os valores recebidos.

Para organizar os documentos que gerem outras deduções, como despesas médicas e educação, o contribuinte deve juntar os recibos, notas fiscais e comprovantes de gastos nessas duas áreas. Fornecer ou utilizar recibos médicos “frios” (falsos) é considerado crime contra a ordem tributária, sujeitando o infrator à multa de 150% e pena de reclusão de dois a cinco anos.

As informações bancárias e as aplicações financeiras com saldo a partir de R$ 140 devem ser informadas na declaração. Nesse caso, o cliente pode ir ao site ou ao aplicativo das instituições financeiras com que mantém relação e baixar os comprovantes de saldos, caso eles estejam disponíveis.

Arrendadores de imóveis rurais, pessoas físicas que recebem rendimentos de outra pessoa física ou do exterior e quem comprou ou alienou bens imóveis, móveis e direitos pelo valor real do bem também devem juntar os documentos. O contribuinte também deve juntar os comprovantes de pagamentos a profissionais liberais, como médicos, dentistas, advogados, veterinários, contadores, economistas, engenheiros, arquitetos, psicólogos, fisioterapeutas e os documentos de pagamento de aluguel, pensão alimentícia e juros. A falta de declaração dos pagamentos acima pode acarretar em multa de 20% sobre os valores não declarados.

Dicas úteis

A Receita Federal lembra que não é aconselhável emprestar o CPF a terceiros para aquisições de bens e direitos. Além disso, também não se deve permitir que terceiros utilizem a conta bancária do contribuinte que terá que justificar a origem dos recursos.

Após a declaração ser enviada à Receita Federal, o órgão cruza os dados informados pelas fontes pagadoras com os números enviados pelos contribuintes. Esse procedimento tem como objetivo verificar a correspondência de valores e evitar fraudes. No caso de erros apurados pela malha fina, a Receita pode sujeitar o contribuinte a multa e juros.

Compartilhe:

Pirataria põe produtores de leite à beira da falência

Produtores de leite e derivados estão reclamando de prejuízos causados pela comercialização de alimentos falsificados. Em Ingazeira, o produtor Rildo Belo conta que há quatro anos sofre com esse tipo de ação, que inviabiliza a venda de produtos pela competitividade desleal.

“Isso está quebrando todos nós. Os falsificadores vendem com o preço baixo, a gente não tem como acompanhar, perde as vendas e tem de diminuir a produção”, relata. Ainda de acordo com Rildo, o material pirata comercializado leva nata, margarina e óleo de soja, mais baratos do que os que utilizam leite puro.

Por esse motivo, ele apela para políticos da região, como deputados federais, e ao governador Paulo Câmara para que aumente a fiscalização para impedir a venda desses produtos falsos, que tornam a disputa desleal.

Compartilhe:

Brasil continua morrendo mais de mil pessoas por dia  a soma chega a 246.560 óbitos, por covid-19

Com 554 novas confirmações nas últimas 24 horas, a média de óbitos nos últimos sete dias é de 1.038.

No total, 10.167.300 pessoas já foram infectadas pelo novo coronavírus em todo o país, dos quais 29.035 foram contabilizados nas últimas 24 horas. (Foto: Pixabay/Imagem ilustrativa)

– O Brasil completa neste domingo (21) 32 dias consecutivos com média de mortes em decorrência da Covid-19 acima de mil, o período mais longo de toda a pandemia. Com 554 novas confirmações nas últimas 24 horas, a média de óbitos nos últimos sete dias é de 1.038.

O levantamento é do consórcio de veículos de imprensa do qual o UOL faz parte, baseado nos dados fornecidos pelas secretarias estaduais de saúde. Os números não indicam quando as mortes de fato ocorreram, mas, sim, quando passaram a contar dos balanços oficiais.

Até então, o período mais longo de média acima de mil era de 31 dias entre 3 de julho e 2 de agosto de 2020. Neste ano, o país não só superou um marco do auge da primeira onda da pandemia, como registrou, em 14 de fevereiro, a pior média diária de mortes em toda a pandemia: 1.105.

No total, 10.167.300 pessoas já foram infectadas pelo novo coronavírus em todo o país, dos quais 29.035 foram contabilizados nas últimas 24 horas. A soma total de mortos em decorrência de complicações da doença é de 246.560.

Os dados do consórcio de veículos de imprensa são levemente superiores aos divulgados no final da tarde pelo Ministério da Saúde. Nas contas do governo federal, foram confirmados 527 novos óbitos nas últimas 24 horas, totalizando 246.504 mortes.

Ainda segundo a pasta, foram confirmados 29.026 casos no período, com o país chegando a 10.168.174 infectados desde o começo da pandemia, em março do ano passado. Desses, 9.095.483 pessoas se recuperaram da doença, com outras 826.187 em acompanhamento.

ACELERAÇÃO APENAS NO NORDESTE

Apesar do elevado número de óbitos confirmados diariamente no último mês, a situação do país é considerada estável, com variação de 2% em comparação à média de 14 dias atrás.

São quatro regiões estáveis: Sul (15%), Centro-Oeste (9%), Norte (-3%) e Sudeste (-7%). Apenas o Nordeste (26%) registra aceleração.

A média dos últimos sete dias é considerada pelos especialistas a melhor forma de observar o cenário da covid-19. Aos fins de semana e feriados, por exemplo, os números costumam cair por causa da menor disponibilidade de equipes de saúde para atualizar os dados. A média dos últimos sete dias é uma forma de atenuar essas distorções.

Para definir se o cenário é de aceleração, estabilidade ou queda, é calculada a variação no período de 14 dias.

Dólar é cotado a R$ 5,3874 nesta manhã de segunda-feira

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 6,53 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 6,8531.

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. (Foto: Reprodução)

O valor do dólar na manhã desta segunda-feira (22), está cotado no valor de R$ 5,3874. Já o valor do dólar para o turismo está sendo cotado a R$ 5,6355.

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 6,53 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 6,8531.

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. O dólar é usado tanto em reservas internacionais como em livre circulação.

Prefeitura anuncia toque de recolher a partir das 22h em João Pessoa

A medida foi anunciada nesta manhã durante entrevista a uma rádio, conforme apurado pelo Portal ClickPB.

Toque de recolher em João Pessoa (Foto: ClickPB)

O prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena, anunciou na manhã desta segunda-feira (22), que deverá adotar o toque de recolher na capital paraibana. A medida foi anunciada nesta manhã durante entrevista a uma rádio, conforme apurado pelo Portal ClickPB.

Segundo o prefeito, a nova regra determina que as pessoas devem ficar em casa das 22h às 5h. A medida tem como objetivo  evitar aglomerações e conter o aumento dos casos de Covid-19.

Ainda segundo o prefeito, os bares e restaurantes deverão fechar até as 22h e a comercialização de bebidas só até as 20h.

Cícero informou que irá se reunir com o governador da Paraíba, João Azevêdo, e demais prefeitos da Região Metropolitana de João Pessoa, para estudar a medida. Um anúncio oficial deverá ser realizado ainda hoje. 

O prefeito descartou fechamento de igrejas e academias, no entanto, reforçou que os protocolos sanitários devem ser respeitados.

Neste domingo (21), a Paraíba registrou 1.004  casos da Covid- 19. Agora o Estado totaliza 212.286 casos confirmados da doença, que estão distribuídos por todos os 223 municípios. 

Pirataria põe produtores de leite à beira da falência

Produtores de leite e derivados estão reclamando de prejuízos causados pela comercialização de alimentos falsificados. Em Ingazeira, o produtor Rildo Belo conta que há quatro anos sofre com esse tipo de ação, que inviabiliza a venda de produtos pela competitividade desleal.

“Isso está quebrando todos nós. Os falsificadores vendem com o preço baixo, a gente não tem como acompanhar, perde as vendas e tem de diminuir a produção”, relata. Ainda de acordo com Rildo, o material pirata comercializado leva nata, margarina e óleo de soja, mais baratos do que os que utilizam leite puro.

Por esse motivo, ele apela para políticos da região, como deputados federais, e ao governador Paulo Câmara para que aumente a fiscalização para impedir a venda desses produtos falsos, que tornam a disputa desleal.

Compartilhe:

Prefeitura de Afogados dá sequência à distribuição de merenda escolar

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira dá sequência, a partir desta segunda (22), ao calendário de distribuição de merenda escolar com alunos que integram o cadastro do programa bolsa-família e que se encontram em condição de vulnerabilidade social. Serão 3.600 beneficiados, com cestas básicas que contem açúcar, arroz, macarrão, leite, flocos de cuscuz, biscoitos e sal. As escolas estarão abertas o dia inteiro para a distribuição, seguindo os protocolos de segurança sanitária.

Confira o calendário:
22/02 – Escolas Ana Melo, Domingos Teotônio e Padre Carlos Cottart;
23/02 – Centros de Educação Infantil Evangelina de Siqueira e São Sebastião, Escolas Petrolina de Siqueira e Dom Mota;
24/02 – Centro de Educação Infantil José Rodrigues;
26/02 – Escola Maria Gizelda Simões;
01/03 – Escola Letícia de Campos Góes.
Nas escolas Francisca Lira e Geraldo Cipriano, a distribuição ocorreu na última sexta-feira. No Centro de Educação Infantil, Maria Genedi Magalhães, a distribuição ocorrerá desta segunda até a próxima sexta (26). O calendário de distribuição na zona rural será divulgado nesta segunda.
Compartilhe:

Prefeito de Afogados emite nota de pesar pela morte de José Lourival “Louro Buga”


Nota de pesar

Quero, em nome de todos os que fazem a Prefeitura de Afogados da Ingazeira, externar de público o nosso profundo pesar pelo falecimento prematuro de nosso amigo José Lourival de Brito, que atuava em nossa vigilância sanitária como agente de endemias.
Tinha com ele uma relação de antiga amizade, laços construídos desde a nossa infância. Recebi a notícia com tristeza e consternação.
Quero, em meio à profunda dor pela perda, desejar a Madalena Brito, e demais familiares e amigos, que Deus lhes traga o conforto e a paz necessárias para enfrentarem esse momento tão difícil. E que acolha nosso amigo José Lourival em sua infinita e misericordiosa morada.
Alessandro Palmeira
Prefeito

Seleção de professores em Afogados. Resultado final será divulgado nesta quarta (24)

A seleção pública para professores da Escola Municipal em tempo integral Padre Carlos Cottart está chegando

a sua reta final. Após as provas de conhecimento realizadas na última sexta (19) e a avaliação curricular dos candidatos,
a Prefeitura de Afogados da Ingazeira divulgará na próxima quarta-feira (24), o resultado final da seleção.
O prazo recursal do resultado final é a quinta (25), de 8 às 12h. O resultado dos recursos, caso haja algum, sai até às 17h da sexta (26).
Compartilhe:

Candidato dos bilionários, Huck critica “populismo” de Bolsonaro e só olha para o prejuízo dos acionistas, não dos brasileiros 

huck_bolsonaro
Luciano Huck e Jair Bolsonaro (Foto: Divulgação | Abr)

Apresentador da Globo protestou contra a demissão de Roberto Castello Branco na Petrobrás, que está cobrando uma gasolina caríssima dos brasileiros, deixando as donas de casa no fogão de lenha e quebrando os caminhoneiros.

O apresentador de programas de baixo nível Luciano Huck, que pode vir a ser o candidato da Globo e dos bilionários na eleição presidencial de 2022, mostrou mais uma vez que representa os interesses dos mais ricos. Em post nas redes sociais, ele protestou contra a demissão de Roberto Castello Branco, presidente entreguista da Petrobrás que está cobrando uma gasolina caríssima dos motoristas, quebrando os caminhoneiros, vendendo refinarias da Petrobrás e empurrando as donas de casa de volta para o fogão de lenha. No seu post, ele criticou o que chamou de “populismo”.

Brasil 247

Mega-Sena acumula e prêmio pode chegar a R$ 42 milhões

O próximo concurso (2347) será realizado na quarta-feira (24), às 20 horas (horário de Brasília).

Ninguém acertou as seis dezenas e a prêmio acumulou (Foto: Reprodução)

Nenhum apostador acertou as seis dezenas sorteadas no concurso 2346 da Mega-Sena sorteadas ontem (20), no Espaço Loterias Caixa, no terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo. O prêmio acumulou e pode chegar a R$ 42 milhões.

As dezenas sorteadas foram: 03 – 04 – 11 – 40 – 42 – 58.

O próximo concurso (2347) será realizado na quarta-feira (24), às 20 horas (horário de Brasília), e pode ser conferido, ao vivo, pela internet, no canal oficial da Caixa no YouTube.

As apostas podem ser feitas até as 19h de quarta-feira em qualquer casa lotérica. A aposta mínima (6 números) custa R$ 4,50.

Compartilhe:

Anitta grita ao fazer tatuagem em região íntima; veja o vídeo

 

ttps://twitter.com/i/status/1363234605231349763

A cantora Anitta surpreendeu a internet ao aparecer em um vídeo fazendo uma tatuagem no ânus. A gravação, feita para a rede social adulta OnlyFans, foi amplamente compartilhada pelos fãs neste sábado (20).

Anitta tem compartilhado nudes, vídeos quentes e cobra uma mensalidade de US$ 4,99 (R$ 26,86) dos assinantes. Aos internautas, ela justificou a escolha do local. “É que não tinha mais espaço amiguinha…”, escreveu no Twitter ao responder um comentário da humorista GKAY.

 

 

Imagem

Compartilhe:

Etna volta a entrar em erupção e lança lava a 1 km de altura

Fenômeno não fez vítimas nem provocou danos

Vulcão Etna, na Sicília, sul da Itália (Foto: IPA/Sipa USA / Reuters)

O vulcão Etna, situado na região italiana da Sicília, voltou a entrar em erupção na noite deste sábado (20), expelindo jatos de lava de até um quilômetro de altura, o dobro do registrado na última terça-feira (16).

O fenômeno ocorreu na cratera sudeste da montanha, que já havia sido palco de uma intensa atividade ao longo da semana passada, pouco antes da meia-noite.

A erupção durou cerca de duas horas e formou um rio de lava de 3,5 quilômetros na encosta do vulcão, terminando em um vale desabitado a 1,8 mil metros de altitude.

Apesar de visualmente impressionante, o fenômeno não fez vítimas nem provocou danos. “Não há perigo em eventos como esse, e graças ao vento fraco, a queda de material piroclástico [fragmentos resultantes da ação vulcânica] será extremamente limitada”, escreveu no Facebook o vulcanólogo Boris Behncke, do Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia (INGV).

Na última quarta (17), a cidade de Catânia, maior centro urbano nos arredores do Etna, havia amanhecido coberta de cinzas devido à erupção do dia anterior. “O Etna está fazendo suas coisas habituais, às vezes um pouco mais intensamente, mas não há perigo nessa atividade”, acrescentou Behncke.  

Compartilhe:

Mãe de Ronaldinho Gaúcho morre em decorrência de Covid-19 aos 71 anos

Ela estava internada no Hospital Mãe de Deus, em Porto Alegre, desde dezembro do ano passado.

A mãe de Ronaldinho Gaúcho morreu vítima do Coronavírus (Foto: Reprodução)

SÃO PAULO, SP, E CHEPECÓ, SC (UOL/FOLHAPRESS) – Dona Miguelina, mãe do ex-jogador Ronaldinho Gaúcho, morreu neste sábado (20) aos 71 anos, em decorrência de complicações da Covid-19. Ela estava internada no Hospital Mãe de Deus, em Porto Alegre, desde dezembro do ano passado.

Segundo uma pessoa próxima da família, ouvida pela reportagem, Dona Miguelina chegou a ter uma breve evolução, mas teve o quadro piorado nos últimos dias em razão de uma infecção.

O UOL apurou com pessoas ligadas ao hospital que o estado de Miguelina se agravou nesta manhã. A família foi chamada, mas a mãe de Ronaldinho Gaúcho morreu no final da tarde de hoje.

Ronaldinho ainda não chegou ao hospital, mas dois irmãos dele (Roberto Assis, também empresário do jogador, e Deise Moreira) estão no local.

A informação da internação de Dona Miguelina tinha sido divulgada pelo próprio ídolo do futebol em dezembro, através de uma publicação através das redes sociais.

“Queridos amigos, minha mãe está com Covid-19 e estamos na luta para que ela se recupere logo. Ela está no centro de tratamento intensivo, recebendo todos os cuidados. Agradeço desde já as orações, as energias positivas e o carinho de sempre. Força mãe”, disse Ronaldinho em dezembro.

Até o momento, no entanto, o ex-jogador da seleção não se pronunciou oficialmente a respeito da morte da mãe. No entanto, Ronaldinho trocou a foto em seu perfil do Instagram por uma imagem escura que sugere luto.

A notícia da morte de Dona Miguelina gerou reação imediata nas redes sociais. Alexandre Kalil, atual prefeito de Belo Horizonte e ex-presidente do Atlético-MG, na época em que Ronaldinho atuou no clube, manifestou solidariedade ao ex-jogador.

O Atlético-MG tem uma relação especial com a mãe de Ronaldinho. Em 2012, na época em que o astro defendia o clube de Minas Gerais, a torcida do Galo levou aos estádios uma enorme bandeira com o rosto de Dona Miguelina, que enfrentava a recuperação de um câncer na oportunidade.

Nesta noite, o Atlético-MG também manifestou pesar sobre a morte de Dona Miguelina através das redes sociais.

Compartilhe:

Até assintomáticos da Covid podem apresentar sequelas

Abalos na saúde mental também são frequentes, inclusive entre as pessoas que não precisaram de internação.

Quase um ano depois do início da pandemia no Brasil, muitas pessoas, assim como o músico, têm travado lutas diárias contra as sequelas tardias da Covid-19. (Foto: Reprodução)

 Ao entoar os primeiros acordes na guitarra de “Oh, Pretty Woman”, o músico Wagner Bernardo de Figueiredo, 64, de São Paulo, assustou-se. Ele havia esquecido a canção que está no repertório dos seus shows há 20 anos.

“Foi ridículo. Somos em três [músicos], e eles não acreditaram, achavam que estava estava tirando sarro, brincando. Não saiu, não aconteceu. Achei que estivesse com princípio de mal de Alzheimer”, lembra ele.

Em maio do ano passado, Figueiredo precisou fazer uma cirurgia cardíaca de urgência e descobriu, no hospital, que o teste de Covid-19 havia dado positivo, embora ele não manifestasse sintomas.

Recuperado da cirurgia, retomou a rotina, mas nos meses seguintes passou a ter falhas de memória. “Levantava para ir ao banheiro ou pegar alguma coisa dentro de casa e me perguntava: o que é que vim fazer aqui mesmo?”

Além dos esquecimentos, Figueiredo diz que começou a se sentir “nervosinho” demais, apresentar queda de cabelo e desequilíbrio corporal. “Começava a andar em linha reta e ia para a diagonal. Tudo muito esquisito.”

Ao pesquisar sobre o assunto na internet, ele e a mulher descobriram um estudo em andamento no InCor (Instituto do Coração) do Hospital das Clínicas da USP que investiga disfunções cognitivas causadas pela Covid-19, mesmo em pessoas assintomáticas ou que tiveram sintomas leves da doença.

À época, vários relatos como o do músico começaram a chegar para a neuropsicóloga Lívia Stocco Sanches Valentin, professora da USP e autora do estudo.

Alguns deles: “Lembro-me de fazer o pedido da comida e de pagar por ele. Mas não me lembro de ter comido”. “Dormi em pé tomando banho.” “Meu marido sofreu traumatismo craniano enquanto andava de bicicleta e dormiu.” “Tive que vender minha moto, desaprendi a andar, não consigo mais ter coordenação e nem equilíbrio para ficar em cima dela!”.

Hoje, mais 400 pacientes “recuperados” da Covid-19 estão sendo acompanhados na pesquisa que investiga o uso de um jogo digital chamado MentalPlus na avaliação e reabilitação da função cognitiva, uma espécie de “musculação mental”.

Segundo Valentin, resultados preliminares indicam que 80% dos seus pesquisados relatam dificuldade de concentração ou atenção, perda de memória ou dificuldade para lembrar-se das coisas, além de mudanças comportamentais e emocionais e queda da coordenação motora.

A hipótese, explica a pesquisadora, é que a infecção viral possa afetar a função executiva do cérebro. De acordo com ela, o quadro é passível de reversão por meio de exercícios cognitivos específicos.

Figueiredo diz que, com os exercícios propostos pelo jogo, conseguiu melhorar “uns 70%” a sua função cognitiva. Mas, como precaução, passou a deixar a sequência melódica das músicas de lado para não passar pelo apuro anterior.

Quase um ano depois do início da pandemia no Brasil, muitas pessoas, assim como o músico, têm travado lutas diárias contra as sequelas tardias da Covid-19.

A dona de casa Liliane da Luz, 36, por exemplo, teve confirmação da Covid-19 em junho de 2020. À época, teve perda de paladar e de olfato, limitações que a acompanham até hoje.

“Não sinto nem gosto nem cheiro. Arroz e carne já queimaram. Tive dificuldade no começo, precisei colocar despertador para ficar atenta ao tempo da comida.”

Resultados preliminares de uma outra pesquisa com pacientes recuperados da doença, acompanhados pela FMRP (Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto) da USP, revelam que 64% têm algum sintoma persistente seis meses depois do início da infecção.

O médico Marco Tulio Ribeiro, vice-presidente da Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade e professor na Universidade Federal do Ceará, afirma que na atenção primária têm aparecido muitos pacientes com queixas respiratórias, motoras ou emocionais após a infecção pelo coronavírus.

Abalos na saúde mental também são frequentes, inclusive entre as pessoas que não precisaram de internação, segundo ele.

“Medo de se infectar novamente, medo de ir para o hospital e ter que ficar internado. Há muitos casos de ansiedade, de depressão e de estresse pós-traumático, inclusive de familiares dos doentes”, relata Ribeiro.

É o caso do motorista Pedro Souza Scapellini, 38. Em julho passado, ele teve diagnóstico de Covid, com sintomas leves como perda de paladar, olfato, dores atrás dos olhos e prostração forte.

Ele conta que, após se curar da Covid, foi tomado pela apatia, um desânimo que nunca havia sentido. “Não tinha vontade de fazer nada. Se me deixassem, ele ficava na cama o dia todo.”

Em setembro, ele procurou um psiquiatra, que diagnosticou depressão.

Prefeito Sávio Torres emite nota de esclarecimento

*Nota à Imprensa* 
 
Recebo com tranquilidade a decisão da Justiça Federal
que acatou os argumentos do Ministério Público Federal no Processo nº 0805263-71.2018.4.05.0000, referente ao convênio firmado entre o município e a Funasa. 
Vamos recorrer confiantes na reforma da decisão no TRF pois a prestação de contas foi aprovada pela Funasa, o objeto do convênio foi executado e não houve dano ao erário e nem dolo. Espero que a condenação em prestação de serviço à comunidade seja revertida em 2° instância. 
 
Sávio Torres
Prefeito de Tuparetama

https://blog-static.infra.grancursosonline.com.br/wp-content/uploads/2020/01/27163800/PREFEITURA-DE-BEL%C3%89M-PE.jpg

O Governo Municipal de Belém do São Francisco, no Sertão de Pernambuco, toma medidas mais severas no combate à Covid-19. Através do decreto 12/2021 fica determinado toque de recolher pelo prazo de seis dias, com início neste sábado (20) até a quinta-feira (25), a fim de conter circulação de pessoas nas ruas no horário compreendido entre 22h às 05h.

A medida foi tomada pelo Comitê de Operações de Emergência em Saúde Pública (COE), criado pelo governo municipal com objetivo de deliberar assuntos que envolvam o combate ao coronavírus. O prefeito Gustavo Caribé também entende a necessidade de uma medida mais rígida tendo em vista o aumento expressivo de casos de infecção do Coronavírus (Covid-19) no âmbito do município.

Durante o período de toque de recolher, fica autorizada a apreensão de veículos, assim como a condução coercitiva de pessoas para a autoridade policial. Fica terminantemente proibida à circulação e permanência de pessoas nos parques, praças públicas municipais, ruas e logradouros públicos, no horário determinado. Também fica proibido o funcionamento de bares e restaurantes, após as 21:30h.

Para auxílio no cumprimento das regras do decreto, o Governo Municipal contará com apoio das Polícias Militar e Civil.

Compartilhe:

Cantor morre com Covid-19 dois dias após perder a esposa grávida para a doença

André, também conhecido como Juninho, foi vocalista da Banda Leave, que realizava shows em casamentos, pelos últimos seis anos.

Sem saber da morte da esposa, na quinta-feira (18), André foi entubado e evoluiu para estado de saúde gravíssimo. Ele morreu às 16h50 do dia seguinte. (Foto: Reprodução)

O cantor André Junio, de 34 anos, morreu com Covid-19, em Goiânia, na sexta-feira (19). A esposa dele, que estava no 7º mês de gravidez e também estava com coronavírus, faleceu dois dias antes. Foi feita uma cesárea para tentar salvar o bebê, mas ele também não resistiu.

André, também conhecido como Juninho, foi vocalista da Banda Leave, que realizava shows em casamentos, pelos últimos seis anos. A administração do grupo informou que o casal foi internado junto no último dia 8 de fevereiro em um hospital particular da capital.

Sem saber da morte da esposa, na quinta-feira (18), André foi entubado e evoluiu para estado de saúde gravíssimo. Ele morreu às 16h50 do dia seguinte.

Amigo de André e diretor da banda, Leandro Venancio contou que, na manhã deste sábado (20), ainda estavam sendo definidos local e horário do enterro. Segundo ele, os colegas pretendem fazer uma última homenagem ao cantor.

“Juninho era um cara extrovertido, querido por todos. Goiânia inteira estava mobilizada em corrente de oração pela recuperação dele. [A doença] evoluiu muito rápido. Ele chegou ao hospital já com 80% do pulmão comprometido e ela [esposa do cantor] com 40%”, disse.

Morte da esposa e filho

Na quarta-feira (17), a esposa do cantor, a técnica em enfermagem Tammy Ferreira, de 33 anos, morreu também com Covid-19. Ela estava no 7º mês de gestação do bebê do casal, que se chamaria Joaquim, de acordo com publicações nas redes sociais do grupo musical de Juninho.

De acordo com a banda, os médicos fizeram uma cesárea para tentar salvar o bebê, mas ele também não resistiu. Ambos foram sepultados no Maranhão, de onde é a família dela originalmente.

Tammy era técnica em enfermagem e trabalhava no Hospital de Queimaduras da capital.

A unidade de saúde informou que a funcionária estava afastada do trabalho com pacientes e atuava na área administrativa do hospital justamente por a gravidez ser um fator de risco para a Covid-19. Também segundo eles, ela afastada do trabalho logo que foi diagnosticada com coronavírus.

O Conselho Regional de Enfermagem (Coren-GO) lamentou a morte da profissional por meio de uma postagem em uma rede social: “Nossas condolências à família e amigos. A categoria está de luto pela perda desta profissional”.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-GO) registrou 378.996 infectados e 8.230 mortes por coronavírus, segundo o boletim divulgado na sexta-feira.

Compartilhe:

Gêmea ganha abraço de irmã logo após nascimento: ‘foi lindo’, diz mãe, que teve coronavírus durante gestação

Após nove meses de gestação em placentas diferentes, as irmãs Beatriz e Liz tiveram o primeiro contato e foi em um abraço.

As três estão bem, mas até o abraço das gêmeas acontecer, a mãe enfrentou um descolamento do saco gestacional, nove infecções urinárias, além de Covid-19. (Foto: Divulgação)

Após nove meses de gestação em placentas diferentes, as irmãs Beatriz e Liz tiveram o primeiro contato e foi em um abraço. A cena emocionou família e equipe médica de um hospital em Balneário Camboriú, no Litoral Norte, na quarta-feira (17), e foi registrado por uma fotógrafa que acompanhou o nascimento. Mãe e filhas tiveram alta nesta sexta (19).

“Foi lindo! Na hora a médica tirou o pano cirúrgico e consegui ver. Todos que estavam na sala acharam muito fofo. Estamos muito animados com esse momento que estamos vivendo como família”, diz Luana Guimarães, mãe das meninas.

As três estão bem, mas até o abraço das gêmeas acontecer, a mãe enfrentou um descolamento do saco gestacional, nove infecções urinárias, além de Covid-19. Ela diz que não teve medo.

“Aprendi a gestação inteira a confiar em Deus, tudo foi dando tão certo, cuidando de tudo”, afirma.

Ela contraiu a Covid-19 com 33 semanas de gestação e teve sintomas leves da doença. “Ficamos 15 dias fechados com as crianças e mais meu irmão, que estava de visita. Ainda bem que foram dias de chuva e não saímos para nada”, conta.

Alta nesta sexta-feira

Com 32 anos e na quarta gestação, Luana pôde ir nesta sexta-feira (19) com as filhas caçulas para casa em Camboriú, também no Litoral Norte. O parto foi feito por cesárea e sem complicações, segundo a mãe.

Liz e Beatriz encontraram outros três irmãos, de 14, 7 e de 2 anos. Segundo Luana, a família tem outros casos de nascimentos de gêmeos.

“Está sendo um pouco corrido devido aos outros três. A minha mais nova ficou com um pouco de ciúmes. Vamos ver como será daqui para frente com os cinco”, diz.

Compartilhe: