Policiais civis de Pernambuco fazem paralisação de advertência

 

Em assembleia realizada ontem, 23, o Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (Sinpol-PE) aprovou uma paralisação de advertência de todas as operações policiais, por um período de 24 horas, nesta quarta-feira, 24. Os profissionais de segurança reivindicam reajuste salarial, melhorias nas condições de trabalho e uma mesa de negociação com o Governo do Estado.

Após essa paralisação, está prevista uma operação-padrão até o dia 6 de fevereiro, quando a categoria planeja realizar uma passeata na capital. Durante o ato será discutida a continuidade ou não do trabalho da Polícia Civil no Carnaval.

Segundo o presidente do Sinpol-PE, Áureo Cisneiros, no decorrer dessa paralisação de advertência, apenas casos urgentes serão atendidos nas delegacias, buscando minimizar os impactos do protesto. Ele afirma que tentará negociar com o governo para evitar transtornos no período carnavalesco.

Compartilhe: