Governo Federal lança nesta segunda (22) programa para destravar crédito para autônomos e empreendedores

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) participa, nesta segunda-feira (22), do lançamento do programa Acredita, no Palácio do Planalto.

O programa consiste em um conjunto de ações para destravar o crédito para autônomos e pequenos empreendedores. A intenção é ganhar apoio desse setor, que tem participação crescente na economia com geração de renda e emprego.

Entre as ações, estão uma medida provisória (MP) elaborada pela equipe econômica, em conjunto com o Ministério do Empreendedorismo, que cria linhas de crédito para microempreendedores individuais (MEIs) e microempresas com faturamento de até R$ 360 mil. Segundo o governo, o setor terá acesso a uma linha de crédito especial chamada Procred 360, com taxas de juros competitivas.

Além da linha de crédito, a medida provisória também institui o Desenrola Pequenos Negócios, que vai permitir a renegociação de dívidas para MEIs, microempresas e empresas de pequeno porte.

O lançamento do programa Acredita foi adiado duas vezes. Segundo apurou a CNN, os pontos do programa passaram por uma reformulação nos últimos dias com foco em programas de crédito voltado para os mais pobres.

Além disso, agradar os autônomos e pequenos empreendedores também é visto como uma oportunidade política para melhorar a popularidade de Lula, detectada em pesquisas recentes. Atualmente, o país tem cerca de 15 milhões de microempreendedores individuais.

Fonte: CNN

Governo Federal lança nesta segunda (22) programa para destravar crédito para autônomos e empreendedores

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) participa, nesta segunda-feira (22), do lançamento do programa Acredita, no Palácio do Planalto.

O programa consiste em um conjunto de ações para destravar o crédito para autônomos e pequenos empreendedores. A intenção é ganhar apoio desse setor, que tem participação crescente na economia com geração de renda e emprego.

Entre as ações, estão uma medida provisória (MP) elaborada pela equipe econômica, em conjunto com o Ministério do Empreendedorismo, que cria linhas de crédito para microempreendedores individuais (MEIs) e microempresas com faturamento de até R$ 360 mil. Segundo o governo, o setor terá acesso a uma linha de crédito especial chamada Procred 360, com taxas de juros competitivas.

Além da linha de crédito, a medida provisória também institui o Desenrola Pequenos Negócios, que vai permitir a renegociação de dívidas para MEIs, microempresas e empresas de pequeno porte.

O lançamento do programa Acredita foi adiado duas vezes. Segundo apurou a CNN, os pontos do programa passaram por uma reformulação nos últimos dias com foco em programas de crédito voltado para os mais pobres.

Além disso, agradar os autônomos e pequenos empreendedores também é visto como uma oportunidade política para melhorar a popularidade de Lula, detectada em pesquisas recentes. Atualmente, o país tem cerca de 15 milhões de microempreendedores individuais.

Fonte: CNN

Três apostas de Araripina acertam a quadra na Mega-Sena e faturam uma grana extra

Três felizardos de Araripina, no Sertão de Araripe, faturaram uma ganinha extra no concurso da Mega-Sena desse sábado, 20. Os apostadores da mesma cidade acertaram quatro números e ganharam R$ 1.004,41 cada.

Os três moradores da maior cidade do Araripe fizeram apostas simples, de seis números, sendo duas por meio de casas lotéricas e uma pelo internet banking da Caixa Econômica Federal (CEF).

Com prêmio total de R$ 102,1 milhões, a Mega-Sena desse fim de semana sorteou os seguintes números: 07, 19, 25, 46, 50 e 53. Um sortudo do Rio de Janeiro adivinhou os seis números e faturou o prêmio principal.

Compartilhe: