Em decisão histórica, Vaticano autoriza bênção para casais do mesmo sexo

O Vaticano surpreendeu o mundo ao anunciar que os padres católicos podem abençoar casais do mesmo sexo, se assim desejarem. Essa é uma decisão histórica que mostra uma mudança de atitude da Igreja em relação à comunidade LGBT+.

A medida, que contraria a doutrina tradicional da Igreja de rejeitar a união homossexual, foi divulgada em um documento aprovado pelo papa Francisco nesta segunda-feira (18).

Segundo o documento, os padres que quiserem oferecer a bênção aos casais do mesmo sexo devem fazê-lo fora das celebrações litúrgicas regulares da Igreja, e sem imitar o rito do matrimônio. Além disso, os padres devem respeitar a liberdade de consciência dos fiéis e não impedir a entrada de ninguém na igreja por causa de sua orientação sexual.

O documento afirma que a Igreja Católica continua a considerar a união entre pessoas do mesmo sexo como um ato “desordenado” e que a doutrina não mudou nesse aspecto. No entanto, reconhece que a bênção é um “sinal de que Deus acolhe a todos com misericórdia e amor”.

Essa decisão é um reflexo da postura mais aberta e inclusiva do papa Francisco em relação à comunidade LGBT+. Em outubro, ele já havia manifestado sua opinião favorável à bênção aos casais do mesmo sexo em um discurso. “Não podemos ser juízes que apenas proíbem”, disse ele na ocasião.

Em outras ocasiões, o papa Francisco também demonstrou seu respeito e acolhimento às pessoas transgênero, dizendo que elas são “filhas de Deus” e que a igreja não pode discriminá-las. Além disso, ele criticou os países que criminalizam os homossexuais e afirmou que “a homossexualidade não é crime”.

Essa decisão do Vaticano é um passo importante para o reconhecimento e a valorização da diversidade sexual e afetiva na sociedade. É uma forma de mostrar que a igreja está disposta a dialogar e a acompanhar as mudanças culturais e sociais do nosso tempo. É uma esperança de que o amor possa prevalecer sobre o preconceito e a intolerância.

Afogados confirma Cantata Natalina dia 23

A tradicional Cantata Natalina promovida pela Prefeitura de Afogados da Ingazeira vai acontecer no próximo sábado (23), a partir das 20h, na praça Monsenhor Alfredo de Arruda Câmara.

O encontro acontece em frente à Catedral do Senhor Bom Jesus dos Remédios.

A cantata será realizada pela Escola de Música Bernardo Delvanir Ferreira, com as participações especiais da banda e coral infantil da Escola Bernardo Delvanir, Bailarina Yasmin Charleany, Ballet Expressart, Grupo cultural Sanfonar e Ballet semear.

Ainda dos cantores Emmanuel Martins e Marcia Lytsia. A cantata é uma ação integrada das Secretarias Municipais de Educação e de Cultura e Esportes.

Compartilhe: