Homem é preso por matar, esquartejar e queimar namorada brasileira nos EUA

email sharing button

Por: Raphaela Peixoto – Correio Braziliense
sharethis sharing button

Desaparecido desde 18 de fevereiro, o corpo da brasileira Nancy Howery Moreira, 44 anos,  foi encontrado na última sexta-feira (10/3) na zona rural de Palm Bay, no condado de Brevard, EUA. Ele estava carbonizado e esquartejado. O namorado da vítima, Daniel Stearns, de 32 anos, foi preso pela polícia dos Estados Unidos enquanto descartava evidências do assassinato.

Nancy era natural de Salvador/BA, e foi vista vista pela última vez no dia 15 de fevereiro. A polícia foi comunicada três dias após o desaparecimento da vítima, e iniciou às investigações. Segundo os policiais, o casal teve uma discursão antes do crime. 
A polícia local também relatou que Stearns atirou contra a vítima e deixou os restos mortais em uma mata por vários dias. Depois, ele voltou ao local e queimou o corpo de Nancy a fim destruir qualquer vestígio que o ligasse ao assassinato e espalhou partes do corpo para dificultar a identificação. 
O crime foi desvendado depois da polícia monitorar o suspeito. Na última quinta-feira (9/3) a polícia observou o Stearns deslocando-se para o local do crime. Depois de mais de 50 horas de monitoramento, Stearns foi flagrado tentando enterrar partes desmembradas dos restos mortais.

Ex-deputado bolsonarista inelegível por dizer que ex-presidente iria ‘ganhar na bala

O ex-deputado estadual Delegado Cavalcante (PL), suplente de deputado federal pelo partido do presidente Jair Bolsonaro, teve o diploma cassado e ficará inelegível por 8 anos por decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-CE).

A decisão, segundo o Diário do Nordeste, foi tomada nesta segunda-feira (13). O ex-parlamentar foi condenado pela polêmica declaração na qual disse que se o ex-presidente não ganhasse nas urnas, “nós vamos ganhar na bala”.

A declaração do parlamentar foi dada nos comícios realizados em 7 de setembro de 2022 e publicado nas redes sociais durante a campanha eleitoral do ano passado.

Cavalcante já havia sido condenado a pagar multa por incitar a violência na declaração. Agora, entretanto, em decisão por 4 votos a 3, o TRE decidiu cassar o mandato de suplente e tornar o ex-parlamentar inelegível.

Delegado Cavalcante obteve pouco mais de 24 mil votos para deputado federal na última eleição. Ele ficou como 5º suplente do Partido Liberal. E a decisão do TRE determina ainda a anulação dos votos dados a ele e a recontagem dos votos. Ainda cabe recurso ao Tribunal Superior Eleitoral.

Os juízes George Marmelstein, Kamile Castro, Roberto Soares Bulcão e Raimundo Deusdeth Rodrigues Júnior votaram a favor da cassação e inelegibilidade. Raimundo Nonato Silva Santos, Davi Sombra Peixoto e Inacio de Alencar Cortez votaram contrários à condenação.

Vídeo: Veja momento em que empresário com milhões de seguidores é morto na BA

Uma câmera de segurança flagrou o momento em que o empresário Marcos Edilho Pereira Marinho, de 39 anos, é morto a tiros em frente a um restaurante em Feira de Santana, no centro-norte do estado. O crime aconteceu na tarde do domingo (12).

Na imagem, é possível ver a vítima em pé, sozinho e com um celular em mãos, na Avenida Fraga Maia. Segundos depois, um carro se aproxima e homens que estão dentro do automóvel fazem os disparos. Em um outro momento é possível ver a esposa da vítima entrando em desespero ao avistar o marido caído no chão.

O empresário, que é natural de Ipirá, também no centro-norte baiano, era dono de uma empresa de consultoria de negócios. Ele foi atingido na cabeça, tórax e abdome, com tiros de pistola calibre 12. A Polícia diz que não há ainda indícios da motivação do crime.

Filho de um fotógrafo e uma dona de casa, Marcos contava em suas redes a sua história de superação. Vindo de uma infância humilde, ele foi vendedor de geladinho, de arroz, de leite e até polpa de frutas, mas, foi após trabalhar como técnico em celular que ele teve a ideia da empresa.

O empresário também foi criador do blog chamado ‘Indicabancos’, que comparava tarifas bancárias e enviava planilhas financeiras com comparações das taxas das instituições para os seus usuários, gratuitamente, por email.

Vídeo:

 

Compartilhe: