São João de Caruaru 2023 Confira a programação completa: 

A Prefeitura de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, divulgou nesta terça-feira (11) a programação do São João 2023. Este ano, a festa que leva o nome de “Maior e Melhor do Mundo” terá 65 dias de duração, de 28 de abril a 1º de julho.

A programação começa no dia 28 de abril no Polo São João na Roça, com apresentações culturais em polos espalhados na zona rural do município, como Vila do Juá, Rafael e Malhada de Barreira Queimada. No Alto do Moura, outro polo tradicional da festa, a programação tem início no dia 4 de junho. O Polo Azulão será “inaugurado” dia 9 de junho e vai contar com nomes como Diogo Nogueira e Nação Zumbi.

Já no principal palco da festa, no Pátio de Eventos Luiz Gonzaga, a programação será realizada de 3 de junho a 1º de julho. Este ano o polo recebe artistas como Ivete Sangalo, Aline Barros, Simone Mendes, Bell Marques, Luan Santana, Gusttavo Lima e Joelma.

Confira a programação completa do polo principal:

3 de junho | Sábado
Orquestra de Pífanos de Caruaru e Maestro Mozart Vieira

Santanna, o Cantador
Elba Ramalho
Ivete Sangalo

4 de junho | domingo
Wallas Arrais

Vitor Fernandes
Dorgival Dantas
Limão com Mel

8 de junho | Quinta-feira
Anderson Freire

Aline Barros

9 de junho | Sexta-feira
Calcinha Preta

Tropykália
Cavaleiros do Forró
Simone Mendes

10 de junho | Sábado
Fulô de Mandacaru

Bell Marques
Felipe Amorim

11 de junho | Domingo
Samya Maya

Nattan
Xand Avião

15 de junho | Quinta-feira
Padre João Carlos

Frei Gilson

16 de junho | Sexta-feira
Tarcísio do Acordeon

Raphaela Santos
Leo Santana

17 de junho | Sábado
Lipe Lucena

Mari Fernandez
Luan Santana

18 de junho | Domingo
Elifas Júnior

Pablo
Priscila Senna
Murilo Huff

22 de junho | Quinta-feira
Walkyria Santos

Matheus e Kauan
Gusttavo Lima

23 de junho | Sexta-feira
Israel Filho

Toca do Vale
Israel e Rofolffo
Daniel

24 de junho | Sábado
Benil

Taty Girl
Gustavo Mioto
João Gomes

25 de junho | Domingo
Brasas do Forró

Eduardo Costa
Ana Castela
Leonardo

28 de junho | Quarta-feira
Forró Anjo Azul

Marcinho Sensação
Wesley Safadão
Eric Land

29 de junho | Quinta-feira
Iguinho e Lulinha

Zé Vaqueiro
Zezé Di Camargo

30 de junho | Sexta-feira
Capim com Mel

Calango Aceso
Mastruz com Leite
Batista Lima

1º de julho | Sábado
Ávine Vinny

Saia Rodada
Joelma
Spok e Orquestra

Fonte: G1

PF desarticula associação criminosa miliciana que atuava em Salgueiro e outras cidades do Sertão

A Polícia Federal, com apoio das Secretarias de Defesa Social de Pernambuco, Paraíba e Ceará, deflagrou na manhã desta quarta-feira (12/04) a operação Metástase, com a finalidade de desarticular associação criminosa miliciana, com características típicas de grupo de extermínio, integrada por policiais militares e civis dos Estados de Pernambuco, Paraíba e Ceará que atuava na região do Sertão do Estado de Pernambuco, especificamente nos municípios de Salgueiro, Serra Talhada, Ouricuri e Parnamirim, especializada na prática de crimes violentos contra a vida, além de outras condutas ilícitas relacionadas.

Ao todo estão sendo cumpridos 16 (dezesseis) mandados de prisão temporária e 17 (dezessete) mandados de busca e apreensão, além de outras medidas cautelares, a exemplo do sequestro de bens dos principais investigados. Dentre os alvos dos mandados está um político da Câmara Municipal de Parnamirim/PE.

Participaram da deflagração da operação 180 (cento e oitenta) policiais federais oriundos de Pernambuco, Paraíba, Ceará, Rio Grande do Norte, Alagoas e Sergipe, incluindo equipes do Comando de Operações Táticas da Polícia Federal, além de 50 (cinquenta) policiais militares e 09 (nove) policiais civis das Corregedorias dos Estados de Pernambuco, Paraíba e Ceará.

Os mandados estão sendo cumpridos em Serra Talhada/PE (05 de prisão preventiva – MPP e 06 de busca e apreensão – MBA), Salgueiro/PE (02 MPP – 02 MBA), Ouricuri/PE (03 MPP – 04 MBA), Belém de São Francisco/PE (01 MPP), Parnamirim/PE (01 MPP – 01 MBA), Brejo Santo/CE (01 MPP – 01 MBA), Crato/CE (01 MPP  –01 MBA) e Porteiras/CE (02 MPP – 02 MBA).

Entre os alvos da operação, pelo menos 11 (onze) deles possuem Certificado de Caçador, Atirador Desportivo e Colecionador (CAC).

Os ilícitos investigados são de associação para constituição de milícia privada, homicídio, agiotagem, extorsão, segurança privada ilegal e jogos de azar, cujas penas ultrapassam os 40 anos de reclusão. Todos os presos passarão por audiência de custódia e posteriormente serão encaminhados para o CREED – (Centro de Reeducação da PM-PE) e COTEL – (Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna).

O nome da operação faz analogia à capacidade de espalhamento do câncer por outros órgãos do organismo humano.

Da Assessoria de Imprensa da PF

Professores de Araripina protestam por pagamento do novo piso salarial

Professores de Araripina, foram às ruas da cidade nessa terça-feira, 11, reivindicar seus direitos. Fizeram um protesto, como apoio do Sindicato dos Servidores Públicos do município, cobrando reajuste de 14,95% para todos os servidores da educação. O ato aconteceu na Praça da Igreja Matriz, reunindo vários educadores e outras categorias.

A Secretaria de Educação de Araripina divulgou uma nota se colocando à disposição do sindicato e afirmando que os professores do município já recebem o que o piso nacional do magistério preconiza. Confira abaixo:

“A Secretaria de Educação de Araripina informa que encontra-se à disposição do SIMA e seus representantes para, sempre que necessário, debater os interesses dos servidores públicos, notadamente os que fazem parte da educação. Com relação aos questionamentos do pagamento do Piso Nacional, esclarece que todos os professores da rede municipal recebem seus vencimentos acima do que preconiza o piso.”

McCain, fabricante de batatas fritas congeladas, adquire o controle da Forno de Minas

A empresa já tinha 49% de participação da empresa mineira; valor do negócio não foi revelado

Por O Globo
A McCain, de origem canadense, já tinha 49% da Forno de Minas, desde 2018, e o negócio marca a saída dos fundadores, pela segunda vez. O valor da compra não foi revelado. (Foto: Reprodução)

Conhecida pelas batatas fritas congeladas, a McCain do Brasil anunciou acordo para a compra de 51% de participação da mineira Forno de Minas, que tem como um dos principais produtos o pão de queijo, assumindo o controle da empresa.

A McCain, de origem canadense, já tinha 49% da Forno de Minas, desde 2018, e o negócio marca a saída dos fundadores, pela segunda vez. O valor da compra não foi revelado.

A operação já foi comunicada ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), que vai a analisar o negócio. Com a compra, a McCain passa a deter a totalidade da Sérya, também uma fabricante de batata frita congelada. A Forno de Minas tinha um percentual de ações da empresa.

Com o negócio, os canadenses consolidam e expandem sua presença no Brasil, com seu portfólio de batatas congeladas, pizzas e anéis de cebola.

Para o grupo canadense, a transação deve ajudar a consolidar sua presença no Brasil e expandir seu portfólio, que hoje tem foco nas batatas, pizzas congeladas e anéis de cebola.

Em 1999, a Forno de Minas, fundada por Maria Dalva Couto Mendonça e seus filhos Helder e Hélida, em Belo Horizonte, tinha sido vendida para a multinacional Pillsbury, unidade de alimentos da holding Diageo.

Dez anos depois, a General Mills, que havia comprado a Pillsbury, fechou as portas da empresa e demitiu todos os funcionários. A família Mendonça readquiriu a marca em 2009, reativou a fábrica e convidou todos os ex-empregados a voltarem ao negócio. A compra pela McCain marca pela segunda vez a saída dos fundadores.

Deputado nega assédio a parlamentar e fala em ‘montagem de uma farsa’

Márcio Jerry (PCdoB-MA) diz ter abordado Júlia Zanatta (PL-SC) enquanto a bolsonarista discutia com Lidice da Mata (PSB-BA); Zanatta afirma que ele ‘deu um cheiro’ em seu pescoço

De acordo com a parlamentar, Jerry teria chegado por trás e dado um “cheiro em seu pescoço” (Foto: Reprodução)

O deputado federal Márcio Jerry (PCdoB-MA) negou ter assediado a colega da Câmara dos Deputados, Júlia Zanatta (PL-SC). De acordo com o parlamentar, a bolsonarista teria congelado uma imagem no intuito de ferir sua honra. No início da tarde desta quarta-feira, Zanatta acusou Jerry de ter dado um “cheiro” em seu pescoço durante a reunião da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, que recebeu ontem o ministro da Justiça Flávio Dino. Ao GLOBO, o deputado do PCdoB negou as acusações e disse ser vítima de “montagem de uma farsa”.

De acordo com Jerry, ele interviu em uma discussão entre Zanatta e Lidice da Mata (PSB-BA), para pedir respeito a parlamentar aliada. Nas imagens divulgadas pela bancada do PL, é possível identificar o momento em que ele diz “40 anos de mandato” no ouvido da bolsonarista.

O deputado afirma que, na hora do ocorrido, Zanatta reagiu normalmente:

— Ela continuou o diálogo. Quase 24h depois foi às redes dizer que foi assediada. Estou indignado, não cometi o ato que a deputada me imputa, ela congelou a imagem e desvirtuou. Absurdo que se cometa um fato dessa natureza, tentando atingir a honra de alguém por uma divergência política. Tudo isso mostra a montagem de uma farsa.

Jerry diz ainda que irá tomar as medidas cabíveis por ser “vítima de um caso de violência” contra a sua honra.

Líder da bancada do PCdoB na Câmara, a deputada Jandira Feghali (RJ) reiterou a versão do deputado, e declarou que Zanatta “vive de escândalos”.

— Acusação é absurda. É mentira, essa deputada vive de fake news, o vídeo responde. Ela estava agredindo outra deputada, membro da bancada feminina. Ela vive de escândalos. Ele falou perto dele para que parasse. Ela congelou a imagem e fez isso, como se fosse um assédio — alega Feghali.

A parlamentar também pediu investigação contra a bolsonarista e absolveu o colega de partido, reiterando que o PCdoB não irá instaurar investigação sobre o tema ou praticar qualquer sanção pelo caso.

— Não há o que investigar sobre o Marcio Jerry. Há sim o que apurar sobre a prática de fakenews da deputada. Ele agiu de forma integra. O PCdoB não vai apurar nada.

Entenda

Na manhã desta quarta-feira, Júlia Zanatta acusou Márcio Jerry de assédio. A parlamentar publicou nas suas redes sociais nesta quarta-feira uma imagem de uma reunião que ocorreu nesta terça-feira.

“Nunca dei liberdade para esse deputado e nem sabia qual era o nome dele, mas ele se sentiu LIVRE para chegar por trás de mim. A sorte que alguém pegou a cena ABSURDA!”, relatou em suas redes sociais. Procurada, a parlamentar disse que Jerry teria dado um “cheiro em seu pescoço”.

Zanatta afirmou que avalia junto à bancada do PL quais medidas legais serão tomadas. A deputada disse ainda que esperou as imagens para denunciar o caso.

Os colegas da catarinense também repudiam o ocorrido. No Twitter, o deputado federal André Fernandes (PL-CE) prestou solidariedade: “As câmeras capturaram tudo. O assediador tem que ser responsabilizado urgente”, defendeu o bolsonarista.

Já o filho do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), Eduardo Bolsonaro (PL-SP), afirmou que “atitudes serão tomadas” e sinalizou apoio: “Conte comigo”.

Compartilhe: