Polícia recupera relógio de R$ 100 mil esquecido em aeroporto de Fortaleza

Um relógio de luxo, avaliado em R$ 100 mil, foi devolvido ao dono após ser esquecido no Aeroporto Internacional de Fortaleza (CE). Segundo a Polícia Civil, o acessório foi encontrado por outra pessoa e levado a João Pessoa (PB), onde acabou recuperado para, então, ser entregue ao proprietário.

Segundo a polícia cearense, o dono do relógio mora nos Estados Unidos e estava embarcando em Fortaleza com destino a São Paulo, durante a madrugada de 1º de julho. Durante o embarque, o homem tirou o relógio do braço para passar pelo raio-x e acabou esquecendo o acessório.

O extravio do relógio, que é da grife francesa Cartier, foi registrado em um Boletim Eletrônico de Ocorrência (BEO), na Delegacia Eletrônica (Deletron). Com o apoio da Delegacia do Aeroporto, que obteve as imagens de câmeras de monitoramento, os policiais identificaram que o acessório tinha sido levado por outra pessoa.

A equipe, então, localizou o paradeiro do relógio, que acabou levado até a capital paraibana. Segundo a polícia, o acessório foi devolvido dentro do prazo legal de 15 dias, e não houve repercussão criminal. Na última sexta-feira, 5, o relógio foi levado ao Ceará e, então, devolvido ao proprietário.

A Polícia Civil orienta, ainda, que objetos encontrados em aeroportos ou outros locais devem ser entregues às autoridades. A apropriação de bem perdido ou esquecido pelo proprietário acarreta em crime previsto no artigo 169 do Código Penal Brasileiro, que prevê detenção de um mês a um ano ou multa.

Fonte: Terra

Compartilhe: