Dia das Mães: fadiga durante a maternidade pode ser ocasionada por deficiência nutricional

Neste Dia das Mães, enquanto celebramos o amor e a dedicação materna, também é necessário reconhecer que ser mãe é uma jornada exigente e desafiadora. Muitas enfrentam não apenas o desafio emocional, mas também o físico, lidando com níveis significativos de fadiga. De acordo com pesquisa feita pelo Ibope, duas em cada três mulheres, de 20 a 29 anos, se queixam de cansaço. Embora seja comum atribuir esses sintomas ao estresse e à falta de sono, é fundamental compreender que a nutrição desempenha um papel crucial na vitalidade e no bem-estar físico de uma mãe.

A fadiga persistente e o cansaço extremo podem ser indicadores de que algo está faltando no corpo, e muitas vezes, essa lacuna está relacionada à ingestão insuficiente de nutrientes essenciais. Uma dieta desequilibrada, rotinas agitadas e as demandas constantes da maternidade podem levar à deficiência de vitaminas, minerais e outros elementos essenciais para o funcionamento adequado do organismo.

De acordo com o especialista em nutrologia, André Guanabara, a alimentação tem um papel fundamental na absorção de nutrientes que combatem a fadiga. “Não se trata apenas de uma alimentação balanceada, mas sim da escolha certa dos nutrientes. Existem alimentos ricos em propriedades essenciais para a nossa saúde, como as frutas cítricas, como laranja e limão, ricos em vitamina C, o abacate, fonte de gordura saudáveis. Esses exemplos são de alimentos que possuem nutrientes essenciais para a vitalidade do nosso organismo”, explica.

Ainda de acordo com o médico especialista, a suplementação desses nutrientes pode também ser um grande aliado das mães no processo de revitalização da energia. “A suplementação tem ganhado cada vez mais força, sobretudo para as pessoas que possuem uma rotina muito corrida e não têm tempo para regrar a alimentação e absorver os nutrientes necessários para a vitalidade do organismo. No entanto, esse processo precisa estar aliado a outros também, como a prática de atividades físicas, o equilíbrio entre as tarefas de trabalho, o lazer e o momento de descanso. Tudo isso é muito importante para que o paciente possa alcançar o resultado esperado através da suplementação”, conclui o Dr. André Guanabara.

Nutrientes essenciais

Vitaminas do Complexo B: As vitaminas B, como B1, B2, B3, B5, B6, B9 (ácido fólico) e B12, desempenham papéis cruciais no metabolismo energético e na função cerebral.

Vitamina C: Essencial para a saúde do sistema imunológico e também para a absorção de ferro, que é vital para evitar a fadiga.

Vitamina D: Ajuda na absorção de cálcio, importante para a saúde óssea e pode desempenhar um papel na melhoria dos níveis de energia.

Ferro: Essencial para a produção de hemoglobina, que transporta oxigênio para as células do corpo. A deficiência de ferro pode levar à fadiga.

Magnésio: Ajuda na produção de energia no nível celular e desempenha um papel importante na função muscular e nervosa.

Potássio: Importante para a função muscular e nervosa, bem como para a regulação dos fluidos no corpo.

Zinco: Essencial para o sistema imunológico e para a produção de energia.

Proteínas: Os aminoácidos provenientes das proteínas são blocos de construção essenciais para os tecidos musculares e a reparação celular.

Ômega-3: Gorduras saudáveis encontradas em peixes gordurosos, nozes e sementes, que podem ajudar na redução da inflamação e na promoção da saúde cardiovascular.

Coenzima Q10: Um antioxidante que desempenha um papel na produção de energia celular e pode ajudar a reduzir a fadiga muscular.

Creatina: Um composto natural encontrado nos músculos que ajuda a fornecer energia rápida durante atividades de alta intensidade.

Cafeína: Um estimulante natural encontrado no café, chá e alguns suplementos, que pode melhorar temporariamente o estado de alerta e reduzir a sensação de fadiga.

Taurina: Um aminoácido que pode melhorar a função muscular e a resistência durante o exercício.

Rhodiola Rosea: Uma erva adaptogênica que pode ajudar a aumentar a resistência ao estresse físico e mental, potencialmente reduzindo a fadiga.

Censo’ da OAB indica que 64% dos advogados no Brasil ganham até R$ 6,6 mil

Um “censo” dos profissionais do direito no Brasil indica que 64% ganham até R$ 6,6 mil ao mês, sendo que 34% ganham até R$ 2,6 mil. Apenas 5% ganham mais de R$ 26 mil. O levantamento, denominado 1º Estudo Demográfico da Advocacia Brasileira, indica ainda que o perfil predominante é composto por mulheres (50%), da cor branca (64%), de idades entre 24 anos e 44 anos (55%) e 33% dos advogados estão inscritos na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) há menos do que cinco anos.

Encomendado pelo Conselho Federal da OAB à Fundação Getúlio Vargas (FGV), o estudo contou com 20.885 advogados e advogadas, que responderam a 42 perguntas em uma plataforma online entre agosto e outubro de 2023. O Brasil conta com 1,3 milhão de advogados, diz o estudo. Além de sexo, cor, raça e idade, foram sondados vários outros aspectos tais como religião, saúde e uso de tecnologia.

O estudo indica que 72% dos advogados atuam como autônomos. O índice aumenta à medida que a idade do profissional avança. A maior parte dos autônomos, 51%, trabalha em home office, acima da média geral, de 43%.

O que chamou a atenção dos organizadores do estudo é que 26% desempenham outra atividade profissional além da advocacia. A lista inclui atividades como professor (19,9%), servidor público (12,6%) e empresário (9,6%), além de corretor de imóveis (1,8%), agricultor (1,5%), vendedor (1,2%), músico (0,8%) e motorista de aplicativo (0,8%).

A maior parte, 54%, possui plano de saúde particular. E quase um terço (29%) recorre ao SUS quando tem algum problema de saúde.

“Olhar para essas informações permite-nos refletir o que já realizamos até aqui e observar o longo caminho que ainda temos pela frente para o aprimoramento das políticas internas em prol da classe”, afirmou Beto Simonetti, presidente nacional da OAB, em nota.

O estudo indica que a predominância das mulheres – 50%, ante a 49% dos homens e 1% além dessas denominações – repete a proporção dessas categorias na população brasileira, segundo o Censo divulgado em 2022. A média de idade das advogadas é menor do que a dos homens. Entre elas, a média de idade é de 42 anos, enquanto entre os homens é de 47 anos. Apesar delas serem maioria no ramo, apenas cinco seccionais da OAB no Brasil são chefiadas por mulheres.

Regionalmente, São Paulo concentra a maior parte dos advogados (26,4%), seguido por Rio de Janeiro (12,5%), Minas Gerais (10,6%) e Rio Grande do Sul (6,8%). Os que possuem os menores índices são Roraima (0,2%), Amapá e Acre (0,3% cada), Tocantins (0,6%) e Rondônia (0,7%).

A maior parte dos advogados, 52%, disseram que as condições da prática da advocacia têm piorado, embora deem nota 6,3 em relação à satisfação de exercer a profissão. A percepção de retrocesso aumenta conforme a idade: de 21 a 23 anos, é 32%; de 24 a 44 anos, 48%; de 45 a 59, 58%; e 60 anos e mais, 54%.

Fonte: Estadão

UFRPE comunica fechamento do Restaurante Universitário em Serra Talhada

Nesta quarta-feira (08) a Direção Geral da Universidade Federal Rural de Pernambuco em Serra Talhada (UFRPE-UAST) emitiu um comunicado referente ao Restaurante Universitário do campus.

Devido à greve de professores e técnicos, o Restaurante Universitário (RU), funcionará até esta sexta-feira (10). A greve dos docentes e técnicos-administrativos tem entre suas reivindicações a melhoria das universidades em todo o país.

De acordo com a nota, a empresa responsável por fornecer refeições alegou que houve uma diminuição considerável de refeições fornecidas e suspendeu o contrato com a universidade.

Na UAST também há dezenas de estudantes alojados nas Residências Universitárias, que primordialmente utilizam o serviço prestado no RU.

Leia a nota na íntegra:

Prezada Comunidade Acadêmica da UAST;

Informamos que infelizmente a Pró-reitoria de Gestão Estudantil e Inclusão (Progesti) foi notificada pela empresa Cozzi (responsável pelo Restaurante Universitário da UFRPE) que o contrato de prestação do serviço de fornecimento de alimentação na UAST será mantido até dia 10/05/2024.

A decisão da empresa em suspender o serviço se deve a queda acentuada no quantitativo de refeições (almoço e jantar) durante o período de greve dos técnicos-administrativos e docentes, tornando inviável a continuidade da operação do Restaurante Universitário da UAST.

Neste contexto, lamentamos profundamente os transtornos causados pela suspensão do contrato de prestação de serviços de alimentação na UAST. A administração superior está empenhada em reverter essa situação o mais breve possível.

Atenciosamente,

Direção Geral e Acadêmica
Direção Administrativa.

Homem morre em colisão entre carro e moto em Serra Talhada

Serra Talhada registrou um acidente com vítima fatal na manhã desta quinta-feira, 9, por volta das 11h30, na PE-412, no trecho que liga o bairro José Rufino Alves (Caxixola) ao Aeroporto Regional Santa Magalhães.

De acordo com o site Farol de Notícias, uma moto Honda Bros 160, conduzida por Cícero Pedro Dionísio Damasceno, conhecido como “Cícero da Pedreira”, 49 anos, colidiu de frente com um carro de passeio modelo Astra. Cícero morreu no local do acidente.

Acionada por testemunhas, uma equipe do SAMU se deslocou ao local, mas quando chegou o motociclista já não esboçava sinais de vida. O corpo foi levado ao IML

Vídeo: Casal gera briga generalizada ao ser flagrado fazendo sexo em abrigo no Rio Grande do Sul

Um casal causou uma confusão generalizada em um abrigo público no Rio Grande do Sul após supostamente serem flagrados fazendo sexo no local. Vídeo que circula na web mostra o momento em que as pessoas se reúnem para brigar com os dois.

 

Nas imagens, o casal tenta se defender dos palavrões e das agressões. Alguns internautas não se agradaram com as cenas. O caso segue sendo investigado pelas autoridades. 

“Parece o fim do mundo”, “Coloca pra fora, já que não respeita não sabe viver em sociedade!”, “Coloca pra fora, já que não respeita, não sabe viver em sociedade”, comentaram três internautas. 

Concurso para Guarda Municipal tem salários de até R$ 4,9 mil; na Paraíba

A Prefeitura de Santa Rita, na Paraíba, lançou edital do concurso para a criação da Guarda Civil Municipal e as inscrições estarão abertas a partir do dia 15 de maio e vão até 20 de junho, pelo site da banca organizadora, onde os interessados poderão acessar também o Edital do concurso. A taxa é de R$ 87. O concurso tem 100 vagas disponíveis, sendo 40 para contratação imediata e 60 para cadastro reserva.

De acordo com o edital, o rendimento pode chegar a R$ 4,9 mil, sendo composto do salário base de R$ 1.750, gratificação funcional de R$ 875, gratificação de produtividade de R$ 1750 e adicional de qualificação acadêmica de até R$ 525. A jornada de trabalho é de 5 dias por 2 dias de descanso, e plantões de 12 horas trabalhadas por 36 horas de descanso, podendo alternar com serviços extraordinários.

Os candidatos deste concurso público devem seguir os requisitos contidos no edital que são: ter nacionalidade brasileira; gozo dos direitos políticos; quitação com as obrigações Militares e Eleitorais;  Conclusão do ensino médio; ter no mínimo 18 anos e no máximo de 35 anos; mínimo de 1.65m de altura para os homens e 1.55m para as mulheres; Aptidão física, mental e psicológica; Carteira de habilitação categorias A e B.

As provas objetivas serão realizadas no dia 14 de julho e a validade do certame é de 2 anos, a contar da data de homologação.

Compartilhe: