Fim: Mulher é libertada, e homem se entrega após 17 horas de negociações em sequestro com reféns

Criança feita refém é liberada após 15 horas de negociações em Belém. (Foto: Reprodução / TV Liberal)

Homem abordou carro de aplicativo na noite de quarta-feira (8), e manteve vítimas sob ameaça até esta quinta-feira (9).

Após 17 horas de negociações, o homem que manteve uma mulher, de 26 anos, e três crianças reféns, em Belém, se entregou à polícia.

O sequestro começou por volta das 19h de quarta-feira (8). Na madrugada desta quinta (9), ele libertou duas crianças, de 7 e 10 anos. E, pela manhã, a terceira, de 3 anos. As três crianças saíram do carro sem ferimentos.

A mãe delas, entretanto, seguiu mantida como refém até por volta do meio-dia. Antes de ser libertada, segundo a polícia, foi ferida na mão com a faca que o sequestrador usou para fazer as vítimas de reféns. Ela foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento de Marambaia, município de Belém.

O homem se entregou para a polícia assim que libertou a mãe. Ele também se feriu com a mesma faca, mas não se sabe a dimensão do corte, segundo a polícia local. Ele foi levado para o hospital – o nome do local não foi informado pelos oficiais.

De acordo com a mãe da mulher, o homem chegou a brigar com as com três crianças quando estavam no carro, e as obrigou a chamá-lo de tio, durante o sequestro. Segundo a família do criminoso, ele tem problemas psiquiátricos e sofreu um surto.

O sequestro

O sequestro ocorreu pouco depois de a mãe e os três filhos entrarem em um carro de aplicativo na avenida Augusto Montenegro, que liga o distrito de Icoaraci ao centro de Belém.

Após o homem abordar o veículo, o motorista fugiu e pediu ajuda, mas os passageiros ficaram no carro como reféns, ameaçados pelo assaltante, que estava armado com uma faca.

Segundo a polícia, sequestrador se feriu com a faca que utilizou para fazer as vítimas de reféns — Foto: Foto: Reprodução / TV Liberal

 

Compartilhe: