Vídeo mostra policiais conversando com bolsonaristas e filmando invasão ao Congresso

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra policiais militares do Distrito Federal conversando com manifestantes bolsonaristas enquanto uma multidão de apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro invadia o Congresso Nacional neste domingo. Ao compartilhar a imagem nas redes sociais, os apoiadores afirmam que os policiais “estão com o povo”.

Grupo de apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro furaram o bloqueio montado pela Polícia Militar na Esplanada dos Ministérios e invadiram as sedes dos três Poderes – Congresso Nacional, o Palácio do Planalto e o Supremo Tribunal Federal (STF) – neste domingo. Os manifestantes, que promovem atos de vandalismo e de caráter golpista, estavam concentrados no Quartel-General do Exército, em Brasília, e desceram em direção à Esplanada ao longo da tarde

Velório de Roberto Dinamite será aberto ao público em São Januário

Maior ídolo do Vasco morreu neste domingo (8) após luta contra um câncer no intestino.

O velório do ex-jogador Roberto Dinamite será aberto ao público, em São Januário, em São Cristóvão, na Zona Norte do Rio, nesta segunda-feira (9). A cerimônia será realizada no gramado do estádio, das 10h às 19h. A informação foi confirmada pelo ge com a família e o Vasco da Gama.

Dinamite é considerado o maior ídolo da história do Vasco. Ele vinha realizando tratamento contra um câncer no intestino desde o final de 2021.

O ex-jogador teve uma piora no quadro e foi internado no sábado (7) no Hospital Unimed, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio.

Carlos Roberto Gama de Oliveira nasceu em 13 de abril de 1954, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. O apelido que marcou a carreira foi dado em 1971, após marcar o primeiro gol pelo Vasco em uma vitória por 2 a 0 sobre o Internacional. A manchete do Jornal dos Sports do dia seguinte foi a certidão de batismo: “Garoto-dinamite explodiu”. Ele tinha 17 anos.

Roberto Dinamite quando foi deputado estadual no RJ — Foto: Rafael Wallace / Alerj

No total, Roberto marcou 708 gols pelo Vasco. Com o clube, ele conquistou um Campeonato Brasileiro (1974) e cinco Campeonatos Cariocas (1977, 1982, 1987, 1988 e 1992).

Roberto Dinamite jogou pelo Barcelona, na Espanha, e teve passagens pela Portuguesa e pelo Campo Grande, no Brasil.

Roberto Dinamite — Foto: Divulgação

O ex-jogador foi eleito presidente do Vasco em 2008 e teve que lidar com o rebaixamento do clube. No ano seguinte, a equipe conquistou o título da Série B do Brasileirão, e em 2011 alcançou o inédito título da Copa do Brasil. Em 2013, entretanto, o Vasco caiu novamente para a Segunda Divisão, e Roberto encerrou seu segundo mandato no ano seguinte.

Mesmo com a saída, ele sempre esteve presente no clube. Em 2021, ele ganhou uma estátua na sede do clube, em São Januário. O valor arrecadado para a homenagem, R$ 190 mil, foi reunido em menos de seis horas entre os torcedores do clube.

Política

Dinamite foi deputado estadual por cinco mandatos e um dos primeiros esportistas de destaque a trilhar carreira na política.

Ele se aposentou dos gramados em fevereiro de 1993, em um jogo de despedida pelo Vasco.

Pouco antes, em 1992, ele havia sido eleito para vereador pelo PSDB no Rio de Janeiro. O mandato começou na sequência do fim da carreira como atleta.

Em 1994, o ex-jogador conquistou o mandato para deputado estadual. Ele se reelegeu em 1998, 2002, 2006 e 2010. De 2002 em diante, Dinamite disputou as eleições pelo então PMDB, atual MDB.

A sequência de reeleições foi interrompida em 2014, quando ele não conseguiu vencer a eleição.

Dinamite nunca teve mandato federal em Brasília. Além da atuação no legislativo estadual, foi presidente do Vasco de 2008 a 2014, fazendo oposição a outro dirigente histórico do clube, Eurico Miranda.

Vasco

Em uma postagem nas redes sociais, o Vasco da Gama lamentou a perda de seu maior ídolo.

“É com o mais profundo pesar que o Vasco da Gama recebe a informação que o #MaiorDeTodos nos deixou neste domingo. Carlos Roberto de Oliveira, o Dinamite, dedicou 29 dos seus 68 anos ao Clube, como atleta e Presidente. Te amaremos para sempre, Calu. Descanse em paz”, disse a postagem do clube.

Compartilhe: