Secretariado da ONU diz que está ‘pronto para ajudar o povo do Brasil’ após enchentes no Rio Grande do Sul

“A equipe das Nações Unidas (ONU) no país está pronta para ajudar o povo do Brasil neste momento difícil”, diz a nota.

Por Mônica Melo Publicado em: 

O secretário-geral da ONU, António Guterres, sente “profunda tristeza com a perda de vidas e os danos causados pelas fortes chuvas e enchentes no sul do Brasil”, de acordo com uma nota divulgada pelo porta-voz dele, Stéphane Dujarric, nesta quarta-feira (8).

“A equipe das Nações Unidas no país está pronta para ajudar o povo do Brasil neste momento difícil”, diz a nota.

O texto termina falando que desastres como este “são um lembrete dos efeitos devastadores da crise climática sobre vidas e meios de subsistência”.

Houve mortes em mais de 40 cidades do Rio Grande do Sul em decorrência das chuvas e das enchentes.

 

foi atingida por conta do transbordamento do Guaíba –o nível da água chegou a 5,28 metros, quatro acima do volume considerado normal.

Causas das enchentes

Os meteorologistas afirmam que os temporais que ocorrem no Rio Grande do Sul são reflexo de, ao menos, três fenômenos que ocorrem na região, agravados pelas mudanças climáticas:

  • Correntes intensas de vento.
  • Corredor de umidade da Amazônia, que aumenta a força da chuva.
  • Bloqueio atmosférico, devido às ondas de calor.

Número de mortes chega a 100

O número de mortos em razão das enchentes e dos temporais no estado do Rio Grande do Sul chegou a 100, de acordo com o boletim da Defesa Civil do estado. Ainda há 130 desaparecidos e 374 feridos.

Há 230,4 mil pessoas fora de casa. Desse total, são 67,4 mil em abrigos e 163,7 mil desalojados (pessoas que estão nas casas de familiares ou amigos).

O RS tem 425 dos seus 497 municípios com algum relato de problema relacionado ao temporal, com 1,476 milhão de pessoas afetadas.

O Papa Francisco mencionou as vítimas do estado em sua missa do último domingo.

O governo decretou estado de calamidade, situação que foi reconhecida pelo governo federal. Com isso, o estado fica apto a solicitar recursos federais para ações de defesa civil, como assistência humanitária, reconstrução de infraestruturas e restabelecimento de serviços essenciais.

SES-PE confirma morte de Luiz Davi por dengue

Pernambuco registrou sua terceira morte em decorrência da dengue este ano. A informação foi confirmada pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) nesta quarta-feira (8), por meio do mais recente boletim epidemiológico emitido pela pasta. O óbito mais recente foi do menino Luiz Davi, de 10 anos, morador de Tabira.

Segundo a SES, o menino, identificado como Luís Davi, não possuía comorbidades e apresentava sintomas graves da doença, incluindo febre, dor articular, cefaléia, dor retro-ocular, entre outros. Luís Davi não resistiu à dengue e faleceu, no dia 14 de abril, após ser transferido para o Hospital Eduardo Campos, em Serra Talhada, com um quadro de dengue hemorrágica.

Luís Davi, apesar de sua pouca idade, já era uma promessa no mundo das corridas, seguindo os passos do pai, Luiz Carlos, um maratonista dedicado. O pai, orgulhoso, via no filho um futuro promissor, especialmente após o feito histórico de Luís Davi em dezembro de 2023, quando se tornou a primeira criança do Brasil a disputar uma prova de 26 km, percorrendo 26,8 km na cidade de Cupira, Pernambuco.

Desde o início do ano, o Estado já soma 2.749 casos confirmados da doença. Isso equivale a um aumento de 12,3% se comparado com o último informe epidemiológico, divulgado pela SES no dia 30 de abril.

Além disso, dos quase 2,8 mil casos confirmados, 47 são graves. Além da morte de Luiz Davi confirmada nesta quarta-feira, duas pessoas já morreram em decorrência da doença neste ano, uma em Tuparetama e outra em Moreilândia, todas as cidades do Sertão do Estado.

Ação da PF investiga desvio de recursos públicos, corrupção, fraudes em licitações e lavagem de dinheiro no Sertão de Pernambuco

DPnet

A Polícia Federal deflagrou, nesta quarta-feira (08), uma ação para aprofundar as investigações sobre suposto desvio de recursos públicos, corrupção, fraudes em licitações e lavagem de dinheiro. Esse esquema apurado pela Operação Ipuçaba II seria operado por uma organização criminosa que atua principalmente em cidades do Sertão pernambucano.

A PF cumpriu 14 mandados de busca e apreensão, além da quebra dos sigilos bancário e fiscal, e o sequestro de bens e valores dos investigados.

A  27ª Vara da Justiça Federal em Ouricuri expediu mandados para serem cumpridos também nas cidades pernambucanas Santa Filomena, Dormentes e Salgueiro, além de Ilhéus (BA) e São Luís (MA). A segunda fase da ação é um desdobramento de uma operação realizada em 2022.

Na época, a Ipuçaba I cumpriu mandados de prisão preventiva, busca e apreensão, além de outras medidas cautelares contra agentes públicos e empresários suspeitos de envolvimento no suposto desvio de recursos públicos federais destinados a uma Prefeitura de um município sertanejo. Os recursos supostamente desviados eram destinados ao custeio de serviços de transporte escolar e locação de veículos para a Secretaria de Saúde do município.

Primeira etapa

No dia 2 de dezembro de 2022,  a Controladoria-Geral da União (CGU) e a PF deflagraram a Ipuçaba I. O objetivo foi apurar crimes relacionados a licitações e a aplicação de recursos públicos federais em Ouricuri.

Análises iniciais sobre processos licitatórios realizados em Ouricuri apontaram indícios de direcionamento, restrição à competitividade, detalhamento insuficiente do objeto e prejuízo à transparência.

Os auditores verificaram que empresas de um mesmo grupo vêm se revezando na prestação dos serviços de transporte de alunos e locação de veículos e máquinas pesadas; e empresas de outro grupo têm se sucedido na prestação de serviços gráficos e de reprografias.

Também foram observadas possíveis irregularidades na execução dos contratos com ambos os grupos, cujos valores entre 2012 e 2021 superam os R$ 70 milhões. Adicionalmente, investigação da Polícia Federal identificou indícios de pagamentos de vantagens indevidas a agentes públicos.

Siga Antenado alerta que 32 municípios de Pernambuco têm baixa procura para instalação gratuita de parabólica digital

Rio: começa agendamento para troca de kits de parabólicas

A Siga Antenado, entidade responsável pela substituição das parabólicas tradicionais pela nova parabólica digital nos lares de famílias de baixa renda, já chegou ao marco de 2,5 milhões de kits instalados gratuitamente em residências de todo país. Essa tecnologia garante aos beneficiários que atualmente assistem à TV via satélite pelo sinal analógico, acompanhem pelo sinal digital com melhor qualidade de som e imagem e com uma variedade de mais de 80 canais, incluindo programações locais em diversas regiões do Brasil.

Mais de 1,6 milhão de instalações foram realizadas na região Nordeste. Apesar desses números significativos, em várias cidades brasileiras, a população não tem atendido aos convites da Siga Antenado para agendar e instalar os equipamentos e, assim, não ficar sem assistir à TV quando o sinal analógico for completamente desligado.

Em Pernambuco, mais de 172 mil famílias já estão experimentando uma melhor experiência televisiva. O agendamento está sendo liberado em fases nas cidades, a Siga Antenado está com agendamento aberto em 85 municípios, mas, em 32 deles, o percentual de instalação ainda está abaixo do esperado pela entidade, sendo importante a atenção da população para não correr o risco de ficar sem acesso aos canais de televisão.

Os 32 municípios com agendamento aberto e que tiveram menor adesão são: Abreu e Lima, Amaraji, Angelim, Barra de Guabiraba, Camaragibe, Canhotinho, Chá de Alegria, Condado, Cupira, Feira Nova, Fernando de Noronha, Glória do Goitá, Igarassu, Ilha de Itamaracá, Itapissuma, Jaboatão dos Guararapes, Lagoa de Itaenga, Moreno, Olinda, Panelas, Passira, Paulista, Primavera, Recife, Salgadinho, São Lourenço da Mata, Tacaimbó, Toritama, Venturosa, Vertentes, Carpina e Caruaru. Os moradores desses municípios devem ficar atentos e entrar em contato com a Siga Antenado através dos canais disponibilizados de forma mais breve possível.

Os pré-requisitos para receber o benefício é estar inscrito em algum programa social do Governo Federal (CadÚnico) e ter uma parabólica tradicional em pleno funcionamento. Para conferir se tem direito e fazer o agendamento, basta acessar o site www.sigaantenado.com.br ou ligar para 0800 729 2404

Tabira: autor de feminicídio no Sítio Cachoeira Grande é preso 

O comunicador Júnior Alves, usou as suas redes sociais para compartilhar que a produção do programa Cidade Alerta, da Rádio Cidade FM de Tabira, recebeu, na tarde desta quarta-feira (8), uma informação exclusiva de que Adilson Silva foi preso pela Polícia Civil.

De acordo com as informações divulgadas por Alves, o advogado de Adilson entrou em contato com as autoridades para apresentá-lo. Na delegacia, foi cumprido o mandado de prisão que havia em aberto contra ele.

Adilson estava sendo procurado desde que agrediu sua companheira, Taynara Silva, em casa, no Sítio Cachoeira Grande, zona rural de Tabira. O crime ganhou contornos ainda mais revoltantes quando ele gravou um vídeo na presença do filho, uma criança, exibindo Taynara caída em um cômodo da residência. Infelizmente, Taynara não resistiu aos ferimentos e veio a falecer.

Por questões de segurança, Adilson está sendo conduzido para a realização dos procedimentos legais em Afogados da Ingazeira, onde enfrentará as consequências de seus atos.

O caso chocou a população de Tabira e região, ressaltando a importância do combate à violência doméstica e a proteção das vítimas.

Alepe aprova extinção das faixas salariais da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros

Projeto de lei apresentado pelo Governo do Estado foi aprovado em plenário na Assembleia Legislativa por 41 votos a 1

Apresentado pela governadora Raquel Lyra como uma das medidas do programa Juntos Pela Segurança, o projeto de lei número 1671 foi aprovado na tarde desta terça-feira (7),  em votação no plenário da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). 

De acordo com o projeto, o compromisso é extinguir as faixas e reajustar o valor dos soldos. No soldo inicial para a base da carreira (soldados da faixa “A”), passará, já no próximo mês, de R$ 3.419,88 para R$ 4.406,41. A partir de 2026, quando se conclui o processo de extinção das faixas, o valor inicial da carreira em Pernambuco passará a ser de R$ 5.617,92.

“A Assembleia Legislativa de Pernambuco aprovou, nos dois turnos, por 41 votos a 1, o projeto de lei que extingue as faixas salariais e reestrutura as carreiras militares em Pernambuco. A gente estava muito confiante nessa vitória, porque trabalhamos mais de um ano para conseguir apresentar o melhor projeto. Tínhamos certeza que, ao final de tudo, contaríamos com a imensa maioria da Assembleia Legislativa de Pernambuco. Ganham a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco, dentro do nosso compromisso, através do Juntos Pela Segurança, de fortalecer as nossas forças operacionais de polícia”, destacou a governadora Raquel Lyra. 

O projeto de lei das faixas salariais é um pleito antigo dos policiais e bombeiros e foi enviado para a Alepe pela governadora em março deste ano. A iniciativa prevê a extinção progressiva das faixas, entre junho de 2024 e junho de 2026, com aumento significativo do salário médio da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros. 

Ao apresentar o projeto, o Governo do Estado levou em consideração o caixa estadual para conseguir viabilizar, com responsabilidade e transparência, o efetivo fim das faixas salariais.

CONCURSOS – No fim de abril, o Governo do Estado divulgou o edital do concurso da Polícia Científica de Pernambuco, com 213 vagas. Desse total, 77 são para o cargo de agente de medicina legal, 60 para médico legista e 77 para perito criminal. As inscrições podem ser feitas até 3 de junho. Além desse concurso, a gestão estadual já realizou concursos para preenchimento de 5.250 vagas para a Polícia Militar e 660 vagas para o Corpo de Bombeiros. O concurso da Polícia Civil, cujas provas também já foram realizadas, prevê 445 vagas, que podem chegar ao dobro de acordo com o aditivo ao edital publicado posteriormente.

Danilo Simões repudia ataques pessoais em redes sociais

Danilo Simões repudia ataques pessoais em redes sociais

Nota à Imprensa

O pré-candidato a prefeito de Afogados da Ingazeira, Danilo Simões, vem por meio desta nota repudiar veementemente as contas de redes sociais que se utilizem de perfis que não identifiquem o responsável para atacar pessoalmente adversários políticos e biografias.

O pré-candidato entende que os problemas da cidade podem e devem ser apontados, mas não da forma que vem sendo tratados por estas contas.

“Nós repudiamos veementemente esse tipo de prática. Não apoiamos e não compactuamos com ataques pessoais e difamações nas redes sociais”, declara Danilo Simões.

Danilo reconhece que chegou a seguir um desses perfis, assim como segue vários relativos a assuntos de interesse dos moradores de Afogadosda Ingazeira. Porém, ao verificar que o conteúdo fugia ao seu modo de agir, diferente do seu comportamento político e que estava extrapolando as linhas do bom debate, passando para ataques pessoais, deixou de seguir.

“Reforço que não estimulo ninguém do meu relacionamento a promover esse tipo de abordagem e não apoio esse comportamento. Acredito no debate limpo, no campo das ideias. A política não pode ser um ringue de vale tudo e as redes sociais não podem se tornar um ambiente tóxico para atacar pessoas e suas biografias”, afirma Danilo Simões.

Compartilhe: