Secretaria de Defesa Social abre processo seletivo; salários vão até R$ 5,2 mil; saiba como se inscrever

 

A Secretaria de Defesa Social (SDS) vai abrir uma seleção simplificada nesta quarta-feira (05) para a contratação temporária de profissionais de diversas áreas. Ao todo são 30 vagas, inclusive para Pessoas com Deficiência (PCD) para cargos como arquitetos, engenheiros e analistas de diferentes especialidades.

O edital do processo seletivo foi publicado no Diário Oficial do último sábado (1º) e os candidatos possuem até o dia 20 de junho para realizar a inscrição através do site da seleção. Para contratação serão levados em conta o currículo dos candidatos, que irão atuar nos municípios do Recife, de Caruaru, Serra Talhada e Petrolina, com carga horária de 40 horas semanais.

As oportunidades são para as áreas de tecnologia da informação, arquitetura, administração, cálculo estrutural, instalações hidrossanitárias, manutenção predial e engenharia. Os salários caíram entre R$ 2.500 e R$ 5.200.

Para participar do processo seletivo o interessado deve ter, no mínimo, 18 anos, não pode acumular cargos, empregos ou funções públicas, salvo os casos constitucionalmente admitidos.

Além disso, o candidato deve estar em dia  com as obrigações eleitorais e não estar impedido de firmar Temporária no âmbito do Poder Executivo do Estado. Para os homens, é exigido o certificado de reservista ou de dispensa de incorporação.

O processo seletivo tem prazo de validade de 24 meses e pode ser prorrogado pelo mesmo tempo.

Confira as vagas disponíveis e salários: 

  • Analista Administrativo – Remuneração: R$ 2.500,00
  • Analista em Cálculo Estrutural – Remuneração: R$ 5.200,00
  • Analista em Instalações Hidrossanitárias – Remuneração: R$ 5.200,00
  • Analista em Manutenção Predial – Remuneração: R$ 5.200,00
  • Analista em Tecnologia da Informação – Remuneração: R$ 5.200,00
  • Arquiteto – Remuneração: R$ 5.200,00
  • Arquiteto Especialista em BIM – Remuneração: R$ 5.200,00
  • Engenheiro Civil – Remuneração: R$ 5.200,00
  • Engenheiro Civil – Remuneração: R$ 5.200,00
  • Engenheiro Civil – Remuneração: R$ 5.200,00
  • Engenheiro Civil – Remuneração: R$ 5.200,00
  • Engenheiro de Segurança do Trabalho – Remuneração: R$ 5.200,00
  • Engenheiro Elétrico – Remuneração: R$ 5.200,00
  • Engenheiro Eletrônico – Remuneração: R$ 5.200,00
  • Engenheiro Especialista em BIM – Remuneração: R$ 5.200,00
  • Engenheiro Mecânico – Remuneração: R$ 5.200,00
  • Engenheiro Orçamentista – Remuneração: R$ 5.200,00

 

Imagens fortes: Mãe filmava Djidja e o irmão após uso de entorpecente

Há uma semana, desde que a ex-sinhazinha do Boi Garantido Djidja Cardoso faleceu, muitos episódios envolvendo a família da moça começaram a pipocar. Além da denúncia sobre a existência de uma “seita”, apareceram vídeos feitos pela mãe da empresária, Cleusimar Cardoso, mostrando os filhos sob efeito da cetamina.

As gravações, obtidas pela Rede Amazônica, afiliada da TV Globo, mostram Djidja e Ademar Cardoso “catatônicos”, sem reação. Em um dos momentos, a matriarca da família manda a filha desligar a pia e afirma que ela deu “três seringadas e ganhou superpoderes”. Depois, Cleusimar garantiu que cetamina “não faz mal pra ninguém”.

Vídeo:

Em outro ponto da gravação, Ademar Cardoso aparece “rígido” na ponta da cama enquanto a irmã está deitada, imóvel. Na filmagem, a mãe questiona o motivo de o filho “estar duro” e manda que ele se endireite. De acordo com a reportagem, familiares contaram que os três ficavam o tempo todo dentro de casa usando o entorpecente.

Laudo revela detalhes da causa da morte

Na segunda-feira (3/6), o Instituto Médico Legal (IML) revelou detalhes da causa da morte de Djidja Cardoso. Segundo o documento preliminar, a ex-sinhazinha do Boi Garantido faleceu por conta de um edema cerebral, que afetou o funcionamento do coração e da respiração. A suspeita é de que o uso excessivo de ketamina tenha culminado na complicação, já que a família da moça tinha a droga aliada aos rituais da seita religiosa Pai, Mãe e Vida, liderada por eles.

O laudo aponta “depressão dos centros cardiorrespiratórios centrais bulbares; congestão e edema cerebral de causa indeterminada”, que é uma condição caracterizada pelo inchaço no cérebro. No entanto, o IML não explicou o que poderia ter desencadeado o problema.

O resultado final da necrópsia e o exame toxicológico deverão ser divulgados até o fim deste mês. As informações são do G1.

A Polícia Civil acredita que a morte de Djidja Cardosa ainda está relacionada a uma possível overdose de ketamina. A substância tem efeito anestésico, causando alucinações e sensação de bem-estar, quando usada de forma recreativa. (Via: Metrópoles)

 

 

 

 

 

“São urubus dos nossos bens públicos”, diz Rosa Amorim sobre PEC que ‘privatiza praias’

As discussões em torno da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 3/2022, que permite a cessão de terrenos de marinha, atualmente sob domínio da União, à iniciativa privada, foram destaque na reunião plenária da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) nesta segunda-feira (3). A medida tem gerado controvérsia e foi alvo de críticas na tribuna.

A deputada Rosa Amorim (PT) reafirmou sua oposição à PEC, argumentando que a proposta abriria caminho para a privatização do litoral brasileiro, começando pelas praias pernambucanas. Em seu discurso, ela direcionou críticas ao deputado federal Coronel Meira (PL-PE) e a todos que defendem a aprovação da proposição, incluindo o senador e relator da matéria Flávio Bolsonaro (PL-RJ) e o jogador de futebol Neymar.

“São verdadeiros urubus dos nossos bens públicos, pois é isso que está em jogo”, declarou Rosa Amorim. “Não podemos deixar que o litoral brasileiro, e em especial o nordestino, se transforme numa grande empreiteira, ajudando na degradação do meio ambiente. As praias são públicas e pertencem ao povo brasileiro.”

A deputada também mencionou o impasse em Pontal de Maracaípe, em Ipojuca, na Região Metropolitana, onde proprietários de áreas à beira-mar têm restringido o acesso de banhistas e trabalhadores. Recentemente, em uma audiência pública realizada pela Comissão de Cidadania da Alepe, a Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) determinou a remoção de muros de coqueiros construídos ao longo da praia.

Rosa Amorim destacou a importância da mobilização popular para garantir que as praias permaneçam públicas. “Estaremos lá fazendo pressão junto aos trabalhadores para que a gente tenha novamente aquela praia pública, como deve ser”, concluiu.

A proposta de cessão de terrenos de marinha à iniciativa privada tem gerado intenso debate em várias esferas da sociedade. Críticos argumentam que a medida favorece a especulação imobiliária e a degradação ambiental, enquanto seus defensores afirmam que pode trazer desenvolvimento econômico e melhorias na infraestrutura costeira.

Parcerias trazem novos cursos de qualificação para Afogados da Ingazeira

Uma parceria estabelecida entre o Governo de Pernambuco, a Prefeitura de Afogados da Ingazeira e o Senac está trazendo cursos de qualificação para o município.

Nesta segunda (3), teve início o curso de Markenting, Logística e Vendas, com duração de quatro dias. No âmbito local, a ação é coordenada pela Secretaria Municipal de Administração, Desenvolvimento Econômico e Turismo.

As aulas acontecem no turno da noite, em uma sala cedida pela Escola Municipal Ana Melo.

“Estamos realizando, nesta semana e na próxima, mais uma rodada de cursos junto ao SENAC, grande parceiro nosso. Sabemos que, diante de um mercado extremamente competitivo, a qualificação é fundamental. E a gestão municipal tem procurado ampliar a oferta de cursos para que o empreendedor, o funcionário da empresa, ou quem estiver buscando uma colocação no mercado de trabalho, estejam capacitados para as novidades que o mercado apresenta,” destacou o Secretário de Administração, Desenvolvimento Econômico e Turismo, Ney Quidute.

Segundo Ney, ainda no mês de junho, serão abertas inscrições para um pacote com dez cursos gratuitos para aqueles que desejam se qualificar. E na próxima Segunda (10) terá início o curso de habilidades gerenciais. Maiores informações podem ser obtidas pelo telefone/zap: 87 – 9.9978 1331.

Compartilhe: