Marília Arraes declara apoio do Solidariedade à reeleição de João Campos

 

A ex-deputada federal e vice-presidente regional do Solidariedade, Marília Arraes, declarou nesta terça-feira (2), em nota oficial, o apoio da legenda ao prefeito do Recife, João Campos, na disputa pela reeleição.

“Foi ouvindo nossa gente, vendo muitos dos sonhos que nós defendemos sendo construídos e priorizados que tomamos essa decisão. Reconhecer o que é acerto é essencial para continuar avançando”, escreveu Marília.

“Mais do que uma aliança política, esta é uma união pelo Recife e por nossa gente. Pelo trabalho capaz de transformar vidas com a ação que chega na ponta e que dá resultado. Sigo do lado onde sempre estive, do lado certo da história e aqui seguirei acompanhada de quem se propõe a estar nesta mesma caminhada”, concluiu.

Os primos se tornaram rivais nas eleições municipais de 2020, quando travaram um disputado segundo turno. A reaproximação, no entanto, começou na corrida eleitoral de 2022, na oposição à então candidata Raquel Lyra.

Agora, o gestor soma a nova aliança firmada aos apoios declarados do MDB, Republicanos, Avante, e da federação PT/PCdoB/PV, que ainda discute a indicação de um petista para compor a chapa como vice.

Fonte: Diario de Pernambuco

“Sentimento de injustiça”, diz filho de motorista morto após atingido por Porsche em SP

“Um sentimento de injustiça gigantesco dentro de mim”, escreveu nesta segunda-feira (1º) em seu Instagram, Luam Silva, filho do motorista por aplicativo Ornaldo da Silva Viana, morto após o Renault Sandero que dirigia ter sido atingido pelo Porsche Carrera conduzido por Fernando Sastre de Andrade Filho.

O condutor do carro de luxo fugiu e se apresentou à polícia só 24 horas depois.

O caso ocorreu na madrugada deste domingo (31) na Avenida Salim Farah Maluf, na Zona Leste de São Paulo, e foi gravado por câmeras de segurança. Segundo testemunhas ouvidas pela Polícia Civil, o carro de luxo estava em alta velocidade. O limite de velocidade para a via é de 50 km/h.

Pelas imagens, é possível ver quando Fernando acelera o carro de luxo e bate na traseira do veículo de Orlando, que havia pisado nos freios e desacelerado. O Porsche ergue o Sandero, que é arremessado até a calçada. O veículo do motorista por aplicativo ainda bate num poste de iluminação.

Em sua rede social, o jovem ainda escreveu que fica se “perguntando porque o mundo é tão injusto de levar” seu pai. “O sentimento que eu carrego e de profunda tristeza e angústia”, comentou Luam. “Eu quero que a justiça seja feita.” Ornaldo foi velado e sepultado na tarde desta segunda no Cemitério Bonsucesso, em Guarulhos, Grande São Paulo.

Compartilhe: