Get Adobe Flash player

Panificadora Samuel

 
 

Cidades acessando blog

Escola Monteiro Lobato



 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!


Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

site: emonteirolobato.com.br

 

Login

Dr. Jamildo Carvalho

Blog MM

 

 

 

Tudo posso naquele que me fortalece.

Email:blogmarcosmontinelly@gmail.com

  (87) 9 -9680-8985 

 

 

Desfile Cívico da Escola M. L.

 

Formatura do ABC Monteiro

Yane Marques

Vozes do Forro

AABB

 

Login Form

Fotos Bloco a Onda

Canaval 2016

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!

 

 

 

Hugo Barreto/Metrópoles

 

Nota divulgada pelos advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva informa que o Comitê de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) determinou que o Estado brasileiro “tome todas as medidas necessárias para permitir que Lula desfrute e exercite seus direitos políticos da prisão como candidato nas eleições presidenciais de 2018, incluindo acesso apropriado à imprensa e a membros de seu partido politico”.

Lula está preso desde abril deste ano, na carceragem da Polícia Federal, em Curitiba. ele foi condenado em segunda instância no processo que apura a propriedade do apartamento localizado no Guarujá, litoral de São Paulo. Apesar da prisão, o PT protocolou o registro de sua candidatura na última quarta-feira (15/8), no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Esta candidatura está sendo contestada pela Procuradoria Geral da República, no entanto, ainda não foi impugnada.

 

Os advogados de Lula ainda informaram que o entendimento do órgão é que não se pode “impedir que [Lula] concorra nas eleições presidenciais de 2018 até que todos os recursos pendentes de revisão contra sua condenação sejam completados em um procedimento justo e que a condenação seja final”.

Segundo a defesa, a decisão reconhece a existência de violação ao art. 25 do Pacto de Direitos Civis da ONU e a ocorrência de danos irreparáveis a Lula na tentativa de impedi-lo de concorrer nas eleições presidenciais ou de negar-lhe acesso irrestrito à imprensa ou a membros de sua coligação política durante a campanha.

“Diante dessa nova decisão, nenhum órgão do Estado Brasileiro poderá apresentar qualquer obstáculo para que o ex-Presidente Lula possa concorrer nas eleições presidenciais de 2018 até a existência de decisão transitada em julgado em um processo justo, assim como será necessário franquear a ele acesso irrestrito à imprensa e aos membros de sua coligação política durante a campanha”, diz a nota assinada pelos advogados Valeska Teixeira Zanin Martins e Cristiano Zanin Martins.

 

 

Os candidatos à Presidência da República participaram de debate nesta sexta-feira (17/8), às 22h, na emissora Rede TV!. Este será o segundo embate na TV entre os postulantes a presidente – o primeiro foi promovido pela Bandeirantes –, mas o primeiro evento do tipo realizado após o registro das candidaturas e programas de governo junto à Justiça Eleitoral.

Nessa quinta-feira (16), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que ele participasse do confronto de ideias da Rede TV!, em São Paulo – o líder petista está preso desde abril, em Curitiba (PR), condenado em segunda instância na Lava Jato. A defesa do ex-presidente anunciou que recorrerá da decisão, devendo solicitar ainda nesta sexta que ele seja substituído no evento pelo candidato a vice na coligação, o ex-prefeito paulista Fernando Haddad.

 

Devido ao fato de que condenados em segunda instância judicial, em tese, tornam-se inelegíveis pelos critérios da Lei da Ficha Limpa, a participação de Lula no pleito deste ano tem sido contestada. Até a noite dessa quarta, já tramitavam na Corte Eleitoral sete pedidos de impugnação do registro de candidatura do ex-presidente. Também nesta noite, um advogado do Rio de Janeiro entrou com solicitação no mesmo sentido contra a participação de Jair Bolsonaro (PSL-RJ) na disputa ao Planalto: o deputado federal também têm processos contra ele em curso no Supremo Tribunal Federal (STF).

 

O petista e o militar da reserva lideram, até agora, as pesquisas de intenção de voto. No cenário sem Lula, Bolsonaro passa à frente da corrida eleitoral. Portanto, é provável que as situações de ambos – e seus direitos de disputarem a Presidência – sejam exploradas pelos adversários durante o debate da Rede TV. Os mediadores do embate desta sexta-feira serão os jornalistas Mariana Godoy, Boris Casoy e Amanda Klein. Mais quatro jornalistas terão direito a fazer duas perguntas cada.

Os eleitores podem acompanhar a discussão por celular, tablet ou computador, onde a dinâmica será diferente da televisão e o início está previsto para 14h. As transmissões serão nas plataformas Facebook, Twitter, YouTube e Portal da RedeTV!.

Sequência do debate


Primeiramente os candidatos responderão à pergunta: “Por que o senhor(a) quer ser presidente do Brasil?” Cada um dispõe de 45 segundos de fala. Depois eles partirão para o confronto direto: terão 30 segundos para formular as perguntas e as respostas não podem ultrapassar 45 segundos.

O segundo bloco será dedicado às perguntas dos jornalistas e os presidenciáveis terão 1 minuto para responder. Outro confronto direto se segue no terceiro bloco e depois cada candidato disporá de 45 segundos para considerações finais.

Metropoles/Foto:Reprodução

 

 

 

Hoje a arte da mecânica amanheceu triste na cidade de Afogados da Ingazeira. O mecânico Sidrak Lima Ferreira, de 57 anos, morreu vítima de um infarto, no início da madrugada desta sexta-feira (17). De acordo com informações da família, Sidrak estava na sua residência, quando passou mal e foi levado as pressas para o Hospital Regional Emília Câmara – HREC, mas faleceu antes mesmo de dar entrada na unidade hospitalar.

 

O sepultamento acontece às 17h desta sexta-feira (17). O corpo está sendo velado, em sua residência, na Rua Nelson Alves de Freitas, no bairro Sobreira.

Por Itamar 

 

 

 

Golpe aplicado em Afogados: Funcionário da Atan Eletro cai no golpe da carteira perdida e perde R$ 11 mil reais

Resultado de imagem para caiu no golpe carteira no chao 20 mil reais

O crime ocorreu na manhã de terça-feira (14), na Caixa Econômica Federal, em Afogados da Ingazeira. De acordo com informações, um funcionário da Loja Atan Eletro, teria ido depositar a quantia de R$ 11.000,00 (onze mil reais). Quando estava no interior da agência, um homem que estava no local deixou uma carteira cair no chão.

O funcionário disse que entregou a carteira ao homem que rapidamente colocou em prática a ação criminosa, falando que daria uma recompensa pelo ato. Ele  foi então foi levado para as imediações da Rua Barão de Lucena, quando o acusado ficou de posse da bolsa contendo o dinheiro e evadiu-se do local. Um Boletim de Ocorrência foi registrado na Delegacia de Polícia Civil – DPC. De posse de imagens de câmeras, a polícia investiga o caso.

 
 

 

 
 
Banco do Nordeste anunciou nesta quinta (16) que, dentro de um mês, será publicado o edital de seleção para os cargos de analista bancário e especialista técnico. Para os interessados em concorrer a uma das duas áreas de atuações, os requisitos serão distintos. 

Para os cargos de analistas, os pleiteantes precisarão ter o ensino médio completo até a data da posse. Já o cargo de especialista técnico, a recomendação é ter curso superior concluído nas áreas de Ciência da Computação, Engenharia da Computação, Engenharia da Informação, Informática, Sistemas de Informações, Tecnologia da Informação, Processamento de Dados, Segurança da Informação, Tecnologia em Telemática; ou ter concluído qualquer outro curso superior, em nível de graduação, reconhecido pelo MEC, desde que tenha concluído também curso de pós-graduação (stricto ou lato sensu) na área de Informática e/ou Segurança da Informação, com carga horária mínima de 360 horas(Via: Folha PE)

 


Mais duas personalidades conhecidas no Pajeú receberam títulos de cidadania egipciense. Na noite desta quarta (15) a Câmara de Vereadores de São José do Egito realizou sessão solene para a entrega da honraria para Manoel Bezerra Filho (Jair Som) e Pedro Bezerra do Nascimento.
 
O projeto que concedeu o título a Jair Som partiu de iniciativa do presidente da Casa, Antônio Andrade, e foi subscrito por todos os parlamentares. Andrade foi, também, o autor da proposta que tornou Pedro Bezerra filho da Terra dos Poetas.
 
Manoel Bezerra (Jair) nasceu em Afogados da Ingazeira e veio residir em São José do Egito junto com sua família quando ainda era criança. Pedro é natural de Tabira e adotou o município para investir em diversos empreendimentos.
 
Além dos pronunciamentos oficiais a sessão também contou com a participação do poeta e professor Arlindo Lopes (Pirraia) e do filho de Pedro Bezerra, Pedro Henrique. (Marcello Patriota)
 
 
 

 

Diário do Poder

O jurista especialista em Direito Eleitoral Adriano Soares da Costa disse nesta quarta-feira (15) que há deslealdade processual na utilização da Justiça Eleitoral por partidos políticos, em defesa da candidatura presidencial do ex-presidente Lula, mesmo sabendo que o condenado por corrupção e lavagem de dinheiro, em segunda instância, e deverá ser enquadrado na Lei da Ficha Limpa e declarado inelegível pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). As declarações foram dadas em transmissão ao vivo em seu perfil do Facebook.

 

Mesmo considerando a Lei da Ficha Limpa “ruim e inconstitucional”, Adriano Soares entende que não haverá nenhuma violação de direitos na prevista rejeição ao registro de candidatura de Lula, porque o Supremo Tribunal Federal (STF) já superou este debate no Brasil, ainda que de forma absurda, em seu entendimento.

“É uma deslealdade processual a tentativa de fraudar o processo eleitoral, esticando uma candidatura que, desde já, se sabe, inclusive, que o candidato não é candidato e já tem uma vice de reserva [Manuela D’Ávila] e um sucessor de reserva [Fernando Haddad]. É algo que é explícito. E, de tão explícito, é intolerável. Fosse qual fosse o partido ou candidato, fosse o que fosse, não podemos brincar com a democracia”, condenou Adriano Soares.

 

O especialista ainda considerou que não haverá nenhum absurdo, se o TSE decidir logo esta matéria, inclusive depois dos questionamentos feitos pela procuradora-geral eleitoral, Raquel Dodge, que ingressou com uma impugnação do registro da chapa de Lula, pedindo sua rejeição e a suspensão de sua campanha.

 

Adriano Soares ainda considerou importante lembrar que os “pais da criança” da Lei da Ficha Limpa  são o PT, a CUT e os partidos de esquerda que pressionaram pela aprovação da Lei Complementar 135/2010, como forma de a barrar os candidatos com ficha suja na Justiça. E vê argumentos estranhos ao Direito Eleitoral, nas tentativas de garantir a presença de Lula na disputa presidencial, após sua condenação pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), no caso do Triplex do Guarujá.

 

“Quando vejo certos discursos, dizendo que é a hora de manter a mesma lógica que tantos outros tiveram nas eleições municipais e estaduais… Nunca na história do Brasil se teve um candidato com o descaramento – que este é o caso – de forçar a barra nesse nível, para bagunçar a democracia brasileira nesta magnitude. Brincar com a vontade popular. Brincar e colocar em risco a economia do País no futuro; a estabilidade política, já num País de tanta instabilidade. Esse é o grande erro desta tentativa”, declarou o jurista alagoano, ao ponderar a respeito da atuação de advogados que cumprem seu papel em defesa das necessidades políticas de seus clientes.

 

 
 
 

O governador de Pernambuco e candidato à reeleição Paulo Câmara (PSB), afirmou que se arrepende de votado pelo impeachment de Dilma Rousseff (PT) em 2016. “Eu estou fazendo o que posso fazer, não vou entrar em conchavo e não vou baixar a cabeça para o Governo Federal. Defini minha posição no impeachment com base no que foi discutido pelo partido [PSB]. No nosso entendimento, tinha que sair Dilma e Temer, convocando novas eleições”, disse.

“O presidente Temer trouxe um desserviço ao Brasil, a população sofre muito mais. Hoje me arrependo do impeachment, no contexto histórico. Temer foi pior que Dilma, sem menor dúvida”, acrescentou o chefe do executivo estadual em entrevista à Rádio Jornal.

A declaração de Câmara vem em um contexto no qual os pessebistas ganharam apoio do PT no estado. A ideia do Partido dos Trabalhadores seria rifar a candidatura da vereadora Marília Arraes (PT) ao governo de Pernambuco e, em troca, o PSB apoiaria a reeleição do governador Fernando Pimentel (PT) em Minas. O ex-prefeito de Belo Horizonte Márcio Lacerda (PSB), no entanto, registrou sua candidatura ao executivo mineiro. Com essas articulações, o PT tinha a pretensão de isolar o presidenciável Ciro Gomes (PDT), deixando o pedetista sem apoio do PSB, pois o ex-ministro não poupa críticas ao ex-presidente Lula, apesar de afirmar que ele foi condenado sem provas, sendo preso político.

Na entrevista, Paulo Câmara reforçou apoio a Lula. “Já tive várias vezes com Lula e sempre com conversas muito grandes e sinceras, o olhar que ele tem pra PE faz qualquer governante ter certeza das intenções dele no Nordeste. Estou muito ciente do momento que passa o Brasil, é necessário reconhecer o que ele fez para PE e para o Nordeste do Brasil, por isso apoiamos”, comentou.

O governador continuou suas críticas ao governo Temer. De acordo com o pessebista, repasses financeiros para obras como a adutora do Agreste não foram feitos neste ano, acusando a gestão Temer de ‘não ter compromisso com o Nordeste’.

“A transposição do RSF começou com Lula. Tinha o compromisso de fazer obras complementares, uma delas é a adutora do Agreste. Tem várias fases para chegar em todo o Agreste. Essa obra ficou parada, retomamos depois de muito esforço. Estamos cobrando recurso, cobrei semana passada, inclusive. É um Governo Federal sem compromisso com o Nordeste. Temos a expectativa que o novo presidente, que seja aqueles que nós apoiamos, mude isso, olhe para o Nordeste”, disse o socialista.  (247)

 

 

 

Chico César vence 29º Prêmio da Música Brasileira

 

Chico César_prêmio_PMB

Música e política dividindo o palco. O talento de Chico César brilhou. O cantor e compositor paraibano de Catolé do Rocha venceu a 29ª edição do Prêmio da Música Brasileira 2018 (PMB) na categoria melhor álbum de “Pop / Rock / Reggae / Hiphop / Funk” com o disco “Estado de Poesia – Ao Vivo”, lançado em CD e DVD em 2017 e produzido por Chico e Michi Ruzitschka. A cerimônia de premiação aconteceu na noite da quarta-feira (15) no Theatro Municipal do Rio De Janeiro.

 

Chico César concorreu com Gal Costa, com o disco “Estratosférica – Ao Vivo” e com os Novos Baianos, com o disco “Acabou Chorare – Novos Baianos se Encontram”. Chico César é o único representante paraibano na lista dos indicados ao PMB 2018.

Chico também concorreu ao prêmio de melhor cantor na categoria “Pop / Rock / Reggae / Hiphop / Funk”, mas o troféu ficou com Lulu Santos. Também competia nesta categoria o cantor pernambucano Almério.

Esta edição do Prêmio da Música Brasileira homenageou o cantor Luiz Melodia, que morreu em agosto de 2017, aos 66 anos, vítima de um câncer.

A entrega do Prêmio da Música Brasileira, realizado no Theatro Municiapal do Rio na noite desta quarta-feira (15) contou com várias manifestações de apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O cantor e compositor Chico César, que ganhou na categoria de melhor álbum de pop/rock/reggae/hip-hop/funk, com “Estado de Poesia”, levantou a mão, formando um “L” com um polegar e um indicador.

O mesmo gesto foi feito por Criolo, Leci Brandão e o grupo Moacyr Luz e Samba do Trabalhador na entrega da categoria seguinte, samba.

 

Agência Brasil

Ao término do prazo de registro das candidaturas para a disputa eleitoral deste ano, às 19h dessa quarta-feira (15), 13 nomes se apresentaram para concorrer à Presidência da República. Segundo dados disponíveis no Sistema de Divulgação de Candidaturas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o patrimônio declarado dos presidenciáveis chega, no total, a R$ 834 milhões.

 

Veja a seguir quais são os candidatos:

 
Alvaro Dias (Pode)    
Candidato da coligação Pode, PRP, PSC e PTC, Alvaro Dias tem 73 anos e está no quarto mandato de senador. De 1987 a 1991, foi governador do Paraná, à época pelo PMDB. Na década de 1970, foi deputado federal por três legislaturas. Antes, foi vereador de Londrina (PR) e deputado estadual no Paraná. Formado em história, ele já mudou de siglas sete vezes. Eleito senador em 2014 pelo PSDB, migrou para o PV e, em julho do ano passado, buscou o Podemos, antigo PTN, para se unir à tentativa da sigla de imprimir a bandeira da renovação da política e da participação direta do povo. Declarou ter patrimônio de R$ 2,9 milhões.

Vice: Paulo Rabello (PSC)

Cabo Daciolo (Patri)

O Patriota não fez aliança para a eleição presidencial. É a chamada chapa “puro sangue”, quando há um único partido. O candidato foi eleito deputado federal pelo Rio de Janeiro nas eleições de 2014. Integrante do Corpo de Bombeiros, Cabo Daciolo, 42 anos, foi filiado ao PSOL, PTdoB e ao Avante. Nascido em 1976, na cidade de Florianópolis, é casado com Cristiane Daciolo e tem três filhos. Bombeiro, ganhou notoriedade em 2011 por liderar a greve da categoria no Rio de Janeiro. Foi lançado pré-candidato em 28 de março de 2018 pelo Patriota, antigo PEN. Não apresentou lista de bens ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Vice: Suelene Balduino (Patri)

 

Ciro Gomes (PDT)

Candidato da coligação PDT e Avante. É natural de Pindamonhangaba (SP), mas construiu sua carreira política no Ceará, onde foi prefeito de Fortaleza, eleito em 1988, e governador do estado, eleito em 1990. Renunciou ao cargo de governador, em 1994, para assumir o Ministério da Fazenda, no governo Itamar Franco (1992-1994), por indicação do PSDB, seu partido na época. Foi ministro da Integração Nacional de 2003 a 2006, no governo do então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e tocou o projeto de Transposição do Rio São Francisco. Tem 60 anos e quatro filhos. Disputa a Presidência pela terceira vez. Declarou patrimônio de R$ 1,7 milhão.

Vice: Kátia Abreu (PDT)

 

Geraldo Alckmin (PSDB)

Candidato da coligação PSDB, PTB, PP, PR, DEM, SD, PPS, PRB e PSD. Quatro vezes governador de São Paulo, Alckmin é um dos fundadores do PSDB. Formado em medicina pela Universidade de Taubaté, começou a carreira política em 1972, em Pindamonhangaba, onde foi eleito vereador, presidente da Câmara dos Vereadores e prefeito da cidade. Em 1982, foi eleito deputado estadual. Participou da Assembleia Nacional Constituinte de 1986, antes de chegar ao governo de São Paulo em 2001, como vice do governador Mário Covas. Aos 65 anos, vai disputar pela segunda vez a eleição presidencial. Declarou patrimônio de R$ 1,4 milhão.

Vice: Ana Amélia Lemos (PP)

 

Guilherme Boulos (PSOL)

 

Candidato da coligação PSOL e PCB. Natural de São Paulo, tem 35 anos, é filho de médicos e professores da Universidade de São Paulo (USP). Filósofo formado pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, na qual ingressou no ano 2000. Também é psicanalista, professor e escritor. Sua vida política começou em 1997, aos 15 anos, quando ingressou no movimento estudantil como militante na União da Juventude Comunista (UJC). Depois conheceu o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) e o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), do qual é coordenador. Declarou patrimônio de R$ 15,4 mil.

Vice: Sônia Guajajara (PSOL)

 

Henrique Meirelles (MDB)

 

Disputará a eleição presidencial pela coligação MDB e PHS. Goiano de Anápolis, tem 72 anos. Em 2002, foi eleito deputado federal pelo PSDB, cargo do qual abdicou para comandar o Banco Central de 2003 a novembro de 2010, no governo Lula. No governo do presidente Michel Temer, comandou o Ministério da Fazenda de maio de 2016 a abril de 2018. Construiu a carreira como economista no mercado internacional, assumiu a presidência mundial do BankBoston, no qual ingressou em 1974, e tornou-se presidente da instituição no Brasil em 1984. Tem patrimônio declarado R$ 377,5 milhões.

Vice: Germano Rigotto (MDB)

 

Jair Bolsonaro (PSL)

 

Candidato da coligação PSL e PRTB, conta também com o apoio dos defensores da monarquia. Militar, Bolsonaro, 63 anos, está no sétimo mandato na Câmara dos Deputados e tem uma carreira de 25 anos ininterruptos no Congresso Nacional. Foi o candidato a deputado federal mais votado no Rio de Janeiro, nas eleições de 2014, com 464 mil votos. Casado três vezes, tem cinco filhos, dos quais três estão na vida política. Capitão da reserva do Exército, filiou-se ao PSL, seu nono partido, para disputar a eleição presidencial. Natural de Glicério (RJ), Bolsonaro construiu carreira política no Rio de Janeiro. Declarou patrimônio de R$ 2,3 milhões.

Vice: General Mourão (PRTB)

 

João Amoêdo (Novo)

 

O Partido Novo não fez aliança para a eleição presidencial. Natural do Rio de Janeiro, Amoêdo, 55 anos, é formado em engenharia civil e administração. Foi diretor executivo do Banco BBA Creditanstalt, presidente da Finaústria CFI, vice-presidente e membro do Conselho de Administração do Unibanco e integrante do Conselho de Administração do Banco Itaú BBA e do Conselho de Administração da empresa João Fortes Engenharia. Fundou o Partido Novo com membros da sociedade civil, que passam por processo seletivo para se tornarem candidatos. É casado e tem três filhas. Declarou patrimônio de R$ 425 milhões.

Vice: Professor Christian (Novo)

 

João Goulart Filho (PPL)

 

Pela primeira vez na disputa para a Presidência da República, não fez coligação. João Goulart Filho, 61 anos, é poeta, filósofo, escritor e fundador do Instituto João Goulart, dedicado à pesquisa histórica e à reflexão sobre o processo político brasileiro. Filho do ex-presidente João Goulart, conhecido como Jango, deposto em 1964 pelo golpe militar, o candidato adotou o nome político em homenagem ao pai. Foi deputado estadual no Rio Grande do Sul pelo PDT, partido que trocou pelo PPL. É autor de Jango e Eu: Memórias de um Exílio sem Volta, indicado ao Prêmio Jabuti. Declarou patrimônio de R$ 8,6 milhões.

Vice: Léo Alves

 

José Maria Eymael (DC)

 

Pela quinta vez, disputa as eleições presidenciais. A Democracia Cristã não fez aliança para a eleição presidencial. Natural de Porto Alegre, Eymael, 78 anos, cursou filosofia e direito na Pontifícia Universidade Católica (PUC) do Rio Grande do Sul. É empresário há 46 anos nas áreas de marketing, comunicação e informática. Começou a trabalhar aos 12 anos de idade como auxiliar de tipografia. Mais tarde, foi um dos líderes da Juventude Operaria Católica (JOC). Em 1962, ingressou no Partido Democrata Cristão (PDC) em Porto Alegre, passando a atuar na Juventude Democrata Cristã. Declarou patrimônio de R$ 6,1 milhões.

Vice: Helvio Costa (DC)

 

Luiz Inácio Lula da Silva (PT)

Candidato da coligação PT, PCdoB e PROS. Nascido em Garanhuns (PE), em 1945, Lula, 72 anos, migrou com a família para São Paulo. Aos 14 anos, trabalhava em uma metalúrgica e fazia curso técnico de torneiro mecânico. Iniciou a trajetória no movimento sindical ao integrar a diretoria do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo (SP), em 1969. De 1979 a 1980, surge no cenário nacional ao liderar greves nacionais e como fundador do Partido dos Trabalhadores (PT). Foi presidente por dois mandatos (2003-2010). Foi denunciado pela Operação Lava Jato e está preso em Curitiba. Declarou patrimônio de R$ 8 milhões.

Vice: Fernando Haddad (PT)

 

Marina Silva (Rede)

Disputa a eleição pela aliança Rede e PV. Nasceu em uma pequena comunidade chamada Breu Velho, no Seringal Bagaço, em Rio Branco, no Acre. Em 1984, Marina Silva, 60 anos, ajudou a fundar a Central Única dos Trabalhadores (CUT) no Acre. No ano seguinte, filiou-se ao PT. Foi eleita pela primeira vez a um cargo público nas eleições de 1988, quando foi a vereadora mais votada de Rio Branco. Depois disso, foi eleita deputada estadual e senadora (dois mandatos). Foi ministra do Meio Ambiente no governo Lula. Disputará a eleição presidencial pela terceira vez. Declarou patrimônio de R$ 118,8 mil.

Vice: Eduardo Jorge (PV)

 

Vera Lúcia (PSTU)

Chapa “puro sangue”, o PSTU não fez aliança para a eleição presidencial. Operária da indústria calçadista, com trajetória no movimento sindical e popular, Vera Lúcia, 50 anos, nasceu no sertão pernambucano e se mudou ainda criança para Aracaju, com a família, fugindo da seca. Na capital sergipana, trabalhou como garçonete e datilógrafa antes de conseguir um emprego na fábrica de calçados Azaleia, onde iniciou a militância sindical. É formada em ciências sociais pela Universidade Federal de Sergipe (UFS) e se dedica atualmente à formação política de ativistas. Declarou patrimônio de R$ 20 mil.

Vice: Hertz Dias (PSTU)

 

 

 

 

Foi divulgado o resultado preliminar do concurso público da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) 2018 para preenchimento de 63 vagas na empresa. A lista com os nomes dos aprovados está disponível no site da organizadora do concurso, a Fundação Getúlio Vargas (FGV), no endereço: http://fgvprojetos.fgv.br/concursos/compesa2018.

A partir de hoje (16), está aberto o prazo para os candidatos que disputaram o concurso entrarem com interposição de recursos contra o resultado preliminar da Prova Escrita Objetiva. A previsão para divulgar o resultado definitivo do concurso público da Compesa é no dia 24 de agosto, com publicação no Diário Oficial do Estado de Pernambuco.

 

As vagas foram disponibilizadas nos níveis superior, médio e médio técnico, e para lotação em várias unidades da Compesa em Pernambuco. As primeiras contratações estão previstas para o ano de 2019. Os salários para as vagas disponibilizadas variam de R$ 1.442,36 a R$ 6.743,28. Além da remuneração inicial, os empregados da Compesa recebem os benefícios de vale-alimentação ou refeição (R$ 704,00), auxílio-educação e plano de saúde, plano odontológico (empregado e dependentes) e previdência privada – sendo estes três últimos benefícios opcionais. Os contratados serão submetidos ao regime jurídico estabelecido pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). O prazo de vigência do concurso será o período de um ano, sendo prorrogável por mais um ano.

 

 
 

GGN-vendas da Veja

Editora Abril, que pediu recuperação judicial nessa quarta-feira, 15, mistura os leitores digitais ao impresso para inflar os dados; "GGN foi atrás dos dados reais e revela que, ao contrário da histórica informação dada pela marca de que mantinha o patamar de 1 milhão de exemplares, a Veja alcança desde o início do ano menos da metade dessa distribuição: tem uma média de 435 mil tiragens da revista impressa", diz a jornalista Patricia Faerman.

 

247 - Reportagem do Jornal GGN desta quinta-feira, 16, desmente números informados pela revista Veja sobre sua circulação. A editora Abril, que pediu recuperação judicial nessa quarta-feira, 15, mistura os leitores digitais ao impresso para inflar os dados.

"O GGN foi atrás dos dados reais e revela que, ao contrário da histórica informação dada pela marca de que mantinha o patamar de 1 milhão de exemplares, a Veja alcança desde o início do ano menos da metade dessa distribuição: tem uma média de 435 mil tiragens da revista impressa", diz a reportagem de Patricia Faerman.

Segundo o GGN, de janeiro de 2018 até maio de 2018, foram vendidas 435.526 revistas Veja impressas, com apenas 408 mil assinantes e 27 mil compradas avulsas. "A circulação da revista na região Norte é a mais baixa, com 14.720. No posto de segunda pior venda está o Centro Oeste, com 43.978 tiragens. No Nordeste são 62.186 impressões compradas. E os melhores resultados estão no Sul, com 73.149 e no Sudeste, com a quantia mais significativa, de 299.310".

Leia a reportagem no Jornal GGN.

Brasil 247

 

 

 

Um grave acidente foi registrado no fim da tarde desta quinta-feira (16) na BR 405 entre os municípios de Pau dos Ferros e São Francisco do Oeste Potiguar, no Rio Grande do Norte e resultou na morte da fisioterapeuta que trabalhava em Cajazeiras Elis Cristina Fernandes (na foto de óculos), de 30 anos, e deixou ferida a jovem cantora Roberta Coelli, de 28 anos, mais conhecida como “Robertinha Maia” (na foto de vestido).


O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), foi ao local e constatou o óbito de Elis Fernandes a outra vítima recebeu o socorro pelo SAMU para Pau dos Ferros e foi transferida para o Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró.

De acordo com a polícia militar, as vítimas seguiam em um veículo quando a condutora do carro perdeu o controle do volante do carro que saiu da pista e capotou.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) está investigando as causas do acidente.

Carro ficou destruído (foto: reprodução/WhatsApp)

 

 

 

Na manhã desta quinta-feira, 16, o prefeito Sebastião Dias autorizou o lançamento do edital para o Concurso Público para preenchimento do cargo de Guarda Municipal.

Acompanharam a solenidade o Secretário de Administração, Flávio Marques, a presidente da Câmara, Maria Nelly, o Subcomandante da Guarda Municipal, Vasconcelos, vereadores, secretários e servidores.

 

Serão abertas 10 vagas, sendo 07 para homens e 03 para mulheres, que irão atuar diretamente na prevenção primária à violência e a criminalidade, potencializando a presença física, evidenciando a percepção da comunidade e garantindo maior segurança à população.

 

As inscrições iniciam na quinta-feira, 23 de agosto, seguem até 23 de setembro e poderão ser realizadas através de preenchimento de formulário eletrônico no site http://www.conpass.com.br. O Concurso Público consistirá da avaliação de habilidades e conhecimentos, mediante aplicação de provas objetivas de caráter eliminatório e classificatório e, de exame saúde, de provas de aptidão física, de avaliação psicológica e investigação da vida pregressa, todas de caráter eliminatório, e por fim, curso de formação, de caráter eliminatório e classificatório.

 

A prova a ser aplicada no dia 14 de outubro de 2018 terá 60 questões, distribuídas nas disciplinas de: português, informática, matemática, noções de direito penal e conhecimentos específicos e será realizada pela banca Concursos Públicos e Assessorias – CONPASS.

Quem quiser participar do certame deve pagar taxa de R$ 85 e ter entre 18 e 33 anos de idade, assim como obter estatura de 1,65m para homens e 1,60m para mulheres, ensino médio e carteira de habilitação AB. A remuneração será de R$ 954,00 mensais e a carga horária semanal será de 40h.

 

 

 

Pela primeira vez na história da educação de Carnaíba, a estudante Fátima Regina Queiroz de Araújo Lima, do 9º ano da Escola Cônego Luís Gonzaga Vieira de Melo foi pré-selecionada para a Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica, OBA.

A pré-seleção é o primeiro passo para que seja oficializada a participação no evento. As inscrições  se encerraram em 18 de março. Estudantes do ensino fundamental e médio, de escolas públicas e particulares, puderam participar. 

 

No dia 18 de maio,  os candidatos fizeram uma prova de dez questões (sete de astronomia e três de astronáutica), principalmente sobre raciocínio lógico. Foram quatro níveis de dificuldade – três para o ensino fundamental e um para o médio.

Em 2017, cerca de 40 mil medalhas foram distribuídas. Foram, no total, 665.131 participantes no Brasil.

 

Os melhores classificados na OBA desse ano representarão o país nas Olimpíadas Internacionais de Astronomia e Astrofísica e na Latino-Americana de Astronomia e Astronáutica de 2019. Também poderão concorrer a vagas nas jornadas espaciais – palestras de especialistas em São José dos Campos (SP).

 

“Este sucesso é resultado da dedicação de Fátima Regina e da perfeita sintonia entre família e escola, que juntas estimulam e apoiam os sonhos dos seus jovens”, disse a GRE em nota.

 

HÁ VAGAS

 

 

 

 

 

 

Policial Militar acusado de matar esposa dentro de casa vai a júri popular, na PB

 

Um policial militar acusado de matar a esposa dentro de casa, na cidade de Itaporanga, no Sertão paraibano, vai a júri popular por homicídio triplamente qualificado, com as qualificadoras de feminicídio, motivo fútil e impossibilidade de defesa da vítima.
 
O crime aconteceu no dia 25 de janeiro. O policial Damião Soares Gomes matou Jaqueline Fabrícia de Araújo com um tiro e fugiu em seguida.

A denúncia narra que Jaqueline Fabrícia estava em sua casa, quando o acusado, que morava em outra residência, chegou armado e iniciou uma discussão com a vítima, por não aceitar o fim do relacionamento.

Nesse momento, a cunhada e a vizinha de Jaqueline ouviu quando ela criou: “me solta, não faz isso, não”. A testemunha ainda conseguiu entrar na residência e viu o momento em que o acusado efetuou um disparo de arma de fogo contra Jaqueline.

Depois de ser ferida, a vítima foi socorrida e levada para um hospital na cidade. Mas, por causa da gravidade do ferimento os médicos decidiram transferir para o Hospital Regional de Patos. Ela não resistiu e morreu no caminho.

Ao ser interrogado, o acusado alegou que o disparo foi acidental, e ocorreu quando tentava desarmar Jaqueline.

“O pronunciado deve ser levado ao Tribunal do Júri para que este manifeste seu veredicto a respeito do crime, com melhor análise das provas e dos fatos, oportunizando tanto à acusação, quanto à defesa, a demonstração e comprovação de suas teses, com todas as garantias legais”, finalizou o desembargador João Benedito na sessão desta quinta-feira (16).  Fonte G1 Paraiba 

 

 

Confira as vantagens e as desvantagens em se ter uma população mais ativa na internet durante campanha eleitoral

Começou nesta quinta-feira (16) a divulgação oficial da  propaganda eleitoral  e, de acordo com especialistas entrevistados pela Agência Brasil,   o papel da internet nessas eleições será mais decisivo do que nunca, apresentando uma nova maneira de se fazer campanha eleitoral no País.

 

Os pesquisadores explicam ainda que, diferente da televisão e do rádio, que veiculam o horário eleitoral gratuito, na internet, a comunicação com eleitores é individualizada e interativa, permitindo ao eleitor comentar ou encaminhar o conteúdo de campanha eleitoral . Enquanto que nos canais abertos de TV e estações de rádio, essa interação não é viável.

Diante desse cenário, o estatístico e doutor em psicologia social, Marcos Ruben, aponta que as mensagens de conteúdo eleitoral encaminhadas por meio de plataformas como o Facebook e o WhatsApp serão mais influentes do que aquelas vistas na televisão.  

 

Complementando o raciocínio, o coordenador do Laboratório de Estudos sobre Imagem e Cibercultura da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), Fábio Gouveia, diz que os usuários “assumem papel de filtros disseminadores”, ou seja, com o poder de repassar ou reter as mensagens com quem estão conectados.

Para o professor titular do Instituto de Psicologia da USP, Christian Dunker, a  internet também pode assumir um papel educacional nesse contexto, uma vez que a tecnologia viabiliza a informação de uma forma mais crítica para uma grande camada da população que estava excluída do debate político.

Dunker pontua que “isso [internet] ajuda a entender as formas de tratamento, usos de imagem, estratégias de retórica intimidativa e bipolarizando [hoje verificados] que eram menos acessíveis quando tínhamos a campanha baseada na televisão”.

 

 

 

Resultado de imagem para detento é resgatado em vitoria de santo antao

Um detento foi resgatado, após voltar de uma audiência, entre os municípios de Vitória de Santo Antão e Glória do Goitá. O caso aconteceu em um trecho da PE-60, na manhã desta quinta-feira (16). Outros dois detentos estavam na viatura da Secretária de Ressocialização do Estado (Seres).  

De acordo com as informações do 21º Batalhão da Polícia Militar (BPM), por volta das 8h40, a viatura foi interceptada por quatro homens armados, em dois veículos. Os detentos estavam sendo escoltados para o Presídio Dr. Enio Pessoa Guerra, em Limoeiro, no Agreste do Estado. Durante a abordagem, Geovane Barbosa Leite (foto abaixo), de 33 anos, que cumpria pena por homicídio, foi retirado da viatura. As armas dos agentes penitenciários foram roubadas. A PM foi acionada por populares.

Resultado de imagem para detento é resgatado em vitoria de santo antao 

O grupo fugiu em direção ao Vitória Park Shopping, onde abandonaram os dois veículos e continuaram a fuga em outro carro, que já estava esperando no local. A PM acredita que o grupo seguiu na direção de Caruaru, também no Agreste. A Polícia Civil está investigando o caso.  

A Seres divulgou uma nota

"A Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres) informa que, na manhã desta quinta (16), foi registrado o resgate do detento Geovane Barbosa Leite, 33 anos, no trajeto entre Vitória de Santo Antão e Limoeiro. O preso, juntamente com mais dois detentos, sob escolta de agentes penitenciários, retornava de audiência para sua unidade de origem, em Limoeiro. A Polícia Civil e Militar investigam as circunstâncias em que o fato ocorreu. O detento cumpria pena por homicídio."

 

 

 
 
Os candidatos a cargos eletivos nas eleições de outubro já podem realizar campanha a partir desta quinta-feira (16). De acordo com a legislação eleitoral, partidos e coligações estão autorizados a realizar propaganda por meio da internet, alto-falantes, amplificadores de som, comícios, distribuição de material gráfico, carro de som, carreata, passeatas e caminhadas.
 
A propaganda por rádio e TV, no entanto, somente será permitida a partir do próximo dia 31 de agosto.
 

 

O uso de alto-falantes ou amplificadores de som, nas suas sedes ou em veículos, deverá respeitar sempre o horário das 8h às 22h. As coligações estão autorizadas também, a partir desta quinta, a realizar comícios e utilizar aparelhagem de sonorização fixa, das 8h às 24h, podendo o horário ser prorrogado por mais duas horas quando se tratar de comício de encerramento de campanha. 
 
Além disso, os candidatos estão autorizados, até às 22h do dia 6 de outubro de 2018, a distribuir material gráfico, realizar caminhada, carreata, passeata ou carro de som que transite pela cidade divulgando jingles ou mensagens de candidatos, observados os limites e as vedações legais.
 
Propaganda na internet - A propaganda eleitoral na internet está autorizada a partir desta quinta com uma série de novidades trazidas pela nova legislação. De acordo com as regras eleitorais, a propaganda na internet passa a ser permitida durante o período eleitoral quando for utilizada com o único objetivo de impulsionar o alcance de publicações, como no Facebook e no Instagram. Esse impulsionamento deve ser contratado diretamente por meio das plataformas de mídias sociais.
 

 

PGR protocola pedido de impugnação da candidatura de Lula

 

 

A Procuradoria Geral da República (PGR) protocolou um pedido de impugnação do registro da candidatura de Lula no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), na noite desta quarta-feira (15), de acordo com o site O Antagonista. O argumento é de que Lula não é elegível, uma vez que foi condenado em segunda instância.
 
Pela manhã, a procuradora afirmou que iria pedir a impugnação de candidaturas a Presidente da República, mas não mencionou explicitamente o nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

 

 

Piloto de ultraleve anfíbio realiza 1º pouso no Rio Pajeú, em Serra Talhada

 
 
 
 
O cirurgião dentista e agente da Polícia Rodoviária Federal, Edson da Silva Magalhães, 38 anos, morador do bairro AABB, realizou um feito marcante para a história de Serra Talhada, o primeiro pouso de ultraleve anfíbio na barragem do Jazigo, do Rio Pajeú.
 
O voo foi num avião que Edson da Silva possui e pilota há cerca de dois anos. O ultraleve faz parte da aviação leve, com aeronaves de até 600 kg de peso bruto total, e pode variar das mais básicas até as mais avançadas.
 

 

 “Pousei no Jazigo porque tem uma boa área para o pouso. Pousar e decolar na água é muito mais sensacional que o pouso em terra. É como você tivesse em uma lancha de repente ela começasse a voar. Muito Bom! Muita gente tem medo quando falar em voar, mas a aviação sempre foi o meio mais seguro de viajar. É que normalmente a pessoa tem medo do que não conhece! Claro que estamos sujeitos a riscos, mas o risco está no passeio de carro ou moto também”, comentou o serra-talhadense. (Via: Farol de Notícias)