Get Adobe Flash player

Panificadora Samuel

 
 

Cidades acessando blog

Escola Monteiro Lobato



 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!


Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

site: emonteirolobato.com.br

 

Login

Dr. Jamildo Carvalho

Blog MM

 

 

 

Tudo posso naquele que me fortalece.

Email:blogmarcosmontinelly@gmail.com

  (87) 9 -9680-8985 

 

 

Desfile Cívico da Escola M. L.

 

Formatura do ABC Monteiro

Yane Marques

Vozes do Forro

AABB

 

Login Form

Fotos Bloco a Onda

Canaval 2016

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!

 

A polícia revelou alguns detalhes do duplo homicídio que aconteceu no bairro do Bom Jesus, em Serra Talhada, nesse domingo, onde foram mortos por vário disparos de arma de fogo a jovem Cibele Magalhães, 21 anos, e Júlio César Alves, 34 anos.

O crime foi praticado por dois homens numa motocicleta. Ainda não há pistas dos assassinos.

De acordo com informações da Polícia Civil, Júlio César era ex-presidiário com pelo menos dois homicídios em Serra Talhada. Ainda segundo a polícia, César tinha retornado à capital do xaxado a dois meses.

Em depoimento, a mãe de Cibele acabou revelando que a filha mantinha um relacionado forçado e recebia ameaças de Júlio César. As investigações sobre o duplo homicídio ainda estão em curso.

O crime aconteceu no inicio da madrugada deste domingo (05),  na Travessa 7, no bairro Bom Jesus, em Serra Talhada, no Sertão do do Pajeú.

Policiais Militares da GT do bairro Bom Jesus foram acionados para se deslocarem até o endereço, onde, segundo informação passada pelo 190, um casal teria sido baleado. Ao chegar ao local foi constatada a veracidade do fato. Foram encontrados já sem vida Júlio César dos Santos Alves, 34 anos e Cybele Rodrigues Magalhães, 21 anos, ambos vítimas de disparos de arma de fogo.

Segundo informações de populares, dois elementos não identificados, em uma motocicleta de características não anotadas, se aproximaram do casal efetuaram os disparos e se evadiram logo em seguida.

 A mulher, era dona de um bar. Não se sabe a motivação do crime. O caso será investigado pela Delegacia de Polícia Civil de Serra Talhada.

 

 

 

 

Qual a diferença entre esquerda, direita, liberal e conservador? Veja...

 

Resultado de imagem para FOTO DA diferença entre esquerda, direita, liberal e conservador?

As principais diferenças entre as ideologias de esquerda e de direita se centram em torno dos direitos dos indivíduos e do poder do governo.

A esquerda acredita que a sociedade fica melhor quando um governo tem um maior papel, garantindo direitos e promovendo a igualdade entre todos. Já as pessoas de direita acreditam que a sociedade alcança um melhor resultado quando os direitos individuais e as liberdades civis têm prioridade, e o poder do governo é minimizado.

Já os termos liberal e conservador são utilizados na definição das pautas apoiadas. Enquanto os liberais possuem uma visão mais progressista e a favor de mudanças, os conservadores possuem uma visão mais protetiva da ordem social já existente.

É necessário ressaltar que os conceitos direita, esquerda, liberal e conservadormudaram muito desde sua criação e que hoje a linha entre eles é muito tênue. Porém, para título de comparação, iremos focar nas pautas que mais se assemelham a cada uma destas ideologias políticas.

 

  Esquerda Direita
Filosofia política Liberal. Conservadora.
Estado Defende um Estado maior, que tenha o papel de fazer da sociedade um lugar de oportunidades iguais para todos. Defende um Estado menor, a fim de permitir espaço para mais responsabilidade individual na sociedade.
Empresas

A esquerda defende uma maior regulamentação e impostos sobre as empresas.

A economia da direita defende baixos impostos e menor regulamentação das empresas.

Política econômica Igualdade de renda, maiores taxas de imposto sobre os ricos, gastos governamentais em programas sociais e infra-estrutura, maior regulamentação de negócios.  Redução dos impostos e menor regulamentação das empresas, redução do gasto público.
Gastos públicos

A esquerda espera que o governo garanta o bem-estar social, e por isso os seus gastos são altos.

Defende a redução de gastos do governo e de seus programas assistencialistas.
Igualdade de rendimento A economia da esquerda coloca altos impostos sobre os ricos para criar uma igualdade de renda. A direita acredita que aqueles que tem capacidade e privilégios para ganhar devem ser livres para fazer isso. 
Política de Saúde Acredita que o acesso aos cuidados de saúde é um dos direitos fundamentais à todos os cidadãos, e deve ser garantido pelo Estado. Se opõe à expansão de programas de saúde do governo.

Vistas sobre o aborto

Geralmente a favor dos direitos do aborto e da pesquisa com células-tronco.

Geralmente contra o aborto e contra a pesquisa com células-tronco.
Vistas sobre os direitos dos homossexuais

Geralmente apoiam o casamento gay e as leis contra a discriminação.

Em geral é oposto ao casamento gay.

Vistas sobre direitos de arma

A favor do desarmamento.

Forte oposição às leis de controle de armas.

Exemplos de partidos políticos PT, PDT, PSB, PSOL, PCdoB. PP, DEM, PR, PSC, PEN.
Famosos Einstein, Chico Buarque, Karl Marx.

Margareth Tacher, Adam Smith.

O que é a Esquerda?

A ideologia de esquerda defende que o governo deve garantir o bem das pessoas. Para isso ele deve ser grande e forte, controlando todos os setores da sociedade, regulando as empresas e cobrando impostos.

Por muito tempo, a esquerda tem sido conhecida como a ideologia política que representa o socialismo, a democracia e o comunismo.

O que é a Direita?

A ideologia defende uma menor participação do governo na sociedade, deixando que o próprio mercado dite suas regras. Ele defende uma maior responsabilidade individual das pessoas e autonomia das empresas, com menores impostos e menor regulamentação.

Principais diferenças

A esquerda acredita que deve haver um sistema de pagamento de impostos adequado, onde todos devem pagar uma quantia específica de tudo o que ganham. Por outro lado, a direita acredita que deve haver menor pagamento de impostos para as pessoas que produzem mais, pois assim poderão contribuir para o bem-estar da sociedade.

No caso da saúde e educação, a esquerda acredita que o governo deve ter um maior papel, fornecendo instalações de cuidados e um sistema educacional gratuito e acessível para todos. Por outro ado, a direita pensa que esses devem ser cuidado por entidades privadas.

Como surgiram os termos esquerda e direita?

Os termos políticos esquerda e direita se originaram no século XVIII durante a Revolução Francesa e são baseados nos arranjos de assentos na Assembleia Nacional Francesa.

Aqueles que se sentaram à esquerda do presidente parlamentar apoiaram a revolução, se opondo à monarquia. Elas eram favoráveis à uma mudança radical, que iria levar ao fim da monarquia e dar mais poder ao povo. Por isso essa ideologia é relacionada com a luta dos trabalhadores.

Aqueles que se sentaram à direita apoiaram o antigo regime monarquista. Quanto mais forte a sua oposição à mudança e seu desejo de preservar a sociedade tradicional, mais à direita eles estariam. A tradição, a religião institucional e a privatização da economia foram considerados os valores fundamentais da direita.

Esquerda e Direita na política atual.

Com o passar dos anos, essa divisão entre direita e esquerda foi ficando mais complexa, pois novas demandas e interesses foram surgindo e apenas os conceitos de direita e esquerda já não eram suficientes para definir os ideais políticos dos partidos.

Então foi necessária a criação de outras divisões para explicar os diferentes partidos e suas reivindicações. As mais utilizadas são: extrema esquerda, esquerda, centro-esquerda, centro, centro-direita, direita e extrema direita. 

Os grupos com ideias mais radicais e extremistas ficam nas pontas, enquanto no centro ficam os partidos que atuam de forma mais moderada e que possuem um maior apelo eleitoral. 

Esquerda e direita

Além dessa divisão, alguns grupos que costumam ser considerados de esquerda são: progressistas, ambientalistas, social-democratas, sociais-liberais, libertários-socialistas, comunistas e anarquistas.

Já na direita nós podemos encontrar os capitalistas, neoliberais, conservadores, econômico-libertários, anarcocapitalistas, neoconservadores, monarquistas e nacionalistas.

Liberal e Conservador

Antigamente, os conceitos de liberal e conservador estavam ligados à permanência ou não do sistema político vigente. Enquanto os conservadores desejavam a permanência da monarquia, os liberais queriam sua queda. 

Porém, com a instauração da democracia, os termos liberal e conservador passaram a ser mais utilizados para definir outras pautas dos grupos, sejam elas no contexto social ou econômico.

Quando se trata do contexto social os conservadores têm uma visão mais protetiva e tradicional, se opondo à pautas como o casamento gay, legalização das drogas, aborto e migração. Enquanto isso, os liberais costumam apoiar essas pautas.

Já as pautas como a pena de morte e legalização das armas geralmente são apoiadas pelos conservadores, e refutadas pelos liberais.

 

 

 

Atiradores invadem comunidade e deixam três mortos no interior na Paraíba

 

 

Três homens foram mortos a tiros na noite deste sábado (4), na cidade de Juazeirinho, que fica a cerca de 200 km da capital paraibana.
 
O crime aconteceu por volta das 20h, em uma localidade conhecida como "Recifinho", no Bairro Burity. Mais de 13 tiros foram efetuados nas vítimas.

 

As vítimas foram identificadas como Ricardo, José Odreano de Oliveira e o terceiro conhecido por Pintinha Martiniano. Um deles, segundo relatos, já teria sido vítima de tentativa de homicídio e ficou um tempo fora da Paraíba.
 
Informações dão conta que os assassinos já chegaram atirando, quando as vitimas estavam em frente a um bar, que fica na comunidade mais conhecida por "Cabaré".
 
Os corpos ainda estão no local a espera do rabecão para retirada dos corpos que serão levados para o IML de campina grande onde será necropsiados.
 
Testemunhas disseram que chegaram no local atirando e fugiram logo em seguida. As três vítimas morreram no local. Não há informações sobre suspeitos.  (Fonte: Portal T5)

 

 
 
O ex-prefeito de Petrolina, Julio Lossio, foi oficializado candidato a governador de Pernambuco pela Rede Sustentabilidade na noite de sexta-feira (3). A convenção estadual da legenda aconteceu no Recife. O nome do candidato a vice da chapa não foi anunciado, mas a formação de uma coligação com outros partidos deve sair até este domingo (5).
 
Educação, segurança e transparência pública serão os pilares da campanha de Lossio, que criticou o governo Paulo Câmara. “Pernambuco sofre em todas as suas regiões, precisa de oxigenação“, comentou durante seu discurso.”Defendo que as pessoas que participam da vida pública não tenham sigilo bancário, fiscal, telefônico, para que a transparência possa prevalecer“, argumentou.
 
O pastor Jairinho Silva foi anunciado como o candidato a senador do partido, que ainda conta 33 candidaturas para deputado federal e 18 candidatos a deputado estadual. Vale lembrar que a outra vaga ao Senado seria ocupada pelo empreendedor social Antonio Souza, mas ele desistiu momentos antes da convenção. Fonte Blog do Carlos Britto 
 

 

 

 

Com fim do prazo previsto na legislação eleitoral para definição dos candidatos que pretendem concorrer às eleições de outubro, 13 candidatos e seus vices confirmaram que vão disputar a Presidência da República. Segundo a legislação, as chapas completas com os candidatos, vices, alianças ou coligações têm de ser oficializadas até esta segunda-feira (6) na Justiça Eleitoral.
 
A partir de agora, as legendas poderão registrar seus candidatos à Presidência no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O prazo termina no dia 15 de agosto, às 19h. Em seguida, caberá ao Ministério Público Eleitoral (MPE), qualquer candidato, partido político ou coligação impugnar o registro do adversário político.
 
Para tanto, na fundamentação que deve ser enviada ao tribunal, o impugnante deverá apresentar argumentos jurídicos contra o registro da candidatura, como algum impedimento legal previsto na Lei da Ficha Lima que gere uma inelegibilidade. Caberá a um ministro do TSE analisar os argumentos e decidir se o candidato poderá disputar as eleições. 
 
A propaganda eleitoral por meio de carros de som, comícios e internet está liberada a partir do dia 16 deste mês. 
 
O primeiro turno do pleito será realizado dia 7 de outubro, e segundo, em 28 de outubro.
 
Da Agência Brasil

Durante toda a semana que passou a Prefeitura de Afogados da Ingazeira trabalhou bastante na recuperação de estradas na zona rural. Foram recuperados mais de 70 quilômetros de estradas nas comunidades rurais de Capoeiras, Carnaubinha, Várzea Comprida, Serrote, Jatobá de Dois Riachos, Cafundó, Curralinho, Barra do Riacho, trecho entre Curral Velho e Serrinha, Monte Alegre e a estrada da Queimada Grande.

O trabalho vem sendo acompanhado de perto pelo secretário de Agricultura em exercício, Valberto Amaral. Durante esta semana, estão sendo previstas a recuperação de mais 27 quilômetros de estradas rurais, dessa vez nas comunidades da Serra da Opa, a exemplo de Minador da Carapuça, Opa, Brejo e Barro da Carapuça. Neste ano, a Prefeitura já concluiu a recuperação de 1.800 quilômetros de estradas na zona rural de Afogados.

“Esse tem sido um trabalho permanente. Montamos um extenso cronograma de trabalho para atendermos as comunidades, semana a semana, para que nossos trabalhadores rurais possam trafegar com mais segurança e dignidade. As comunidades ainda não atendidas podem nos procurar para informarmos o calendário e o cronograma desse trabalho de recuperação,” destacou o secretário Valberto Amaral.

 

 

 

 

 

 

 

O Ministério Público de Pernambuco instaurou inquéritos para apurar supostas irregularidades em dois batalhões da Polícia Militar. Um deles é o Batalhão de Operações Especiais (Bope). O outro é o 16º BPM, responsável pela segurança em bairros da área central do Recife, como Boa Vista, Santo Amaro e Ilha do Leite.

 

De acordo com as investigações preliminares, o número do efetivo e a quantidade de equipamentos à disposição dos batalhões seriam insuficientes para atender a todas as demandas. Além disso, as condições dos imóveis seriam precárias e, segundo o MPPE, há necessidade de reformas urgentes nas instalações físicas.

 

Na decisão sobre a abertura dos inquéritos, o promotor de Defesa dos Direitos Humanos, Westei Conde, destacou que “o Estado de Pernambuco não tem adotado medidas suficientemente capazes de dotar as corporações de Defesa Social, especialmente a PMPE, de efetivo qualificado e necessário para fazer frente às demandas da sociedade, particularmente em razão do crescimento populacional e, igualmente, o da violência”.

 

Segundo o promotor, uma vistoria técnica realizada em novembro do ano passado na sede do Bope, no bairro da Mangueira, no Recife, comprovou o “déficit de efetivo no Bope e (em relação) às condições físicas das instalações daquela unidade militar”.

Na última sexta-feira (03), ocorreu a cerimônia de formação de 27 militares, que vão integrar o efetivo do Bope, diminuindo o déficit constatado pelo Ministério Público.

Uma audiência pública, marcada para o próximo dia 28, vai discutir a situação do batalhão e formas de melhorar as condições de trabalho do efetivo.

HISTÓRICO

O Bope foi criado, por meio de decreto estadual, em junho de 2017, inspirado no batalhão do Rio de Janeiro. Na ocasião, o Governo do Estado afirmou que o reforço fazia parte do novo plano de segurança para diminuir a criminalidade e, principalmente, as altíssimas estatísticas da violência registradas no primeiro semestre daquele ano. Com informações do RondaJC.

 

Resultado de imagem para imagem arraes blog marcos montinelly

Nota:

A determinação do Diretório Nacional do PT que retirou a indicação de Marília Arraes como candidata a governadora, feita em nosso encontro estadual, e encaminhou a coligação com o PSB em nosso Estado atropelou o desejo de nossas bases de ter uma candidatura própria, que representasse legitimamente a defesa do presidente Lula, o projeto de resgate do Estado Democrático de Direito e aretomada dos direitos usurpados pelos golpistas.
 
O melhor caminho a ser trilhado é nos mantermos unidas e unidos em torno do nosso projeto.
 
Em nome das demais candidaturas que se animaram neste período, em nome das lutas dos movimentos sociais que nos associamos, em nome da militância de base que quer continuar resistindo, em nome da estrela vermelha que brilha no peito dos petistas, Marília Arraes seguirá candidata a deputada federal pelo Partido dos Trabalhadores, liderando a defesa de Lula, a luta dos trabalhadores e trabalhadoras e desse campo político que reúne os nossos melhores sonhos de mudar o rumo de Pernambuco e trazer de volta o Brasil mais Feliz.
 

Confira a lista de todos os candidatos do PT

 
Glaucus Lima – Executiva Estadual PT/PE
Edmilson Menezes – Executiva Estadual
Mucio Magalhães – Executiva Estadual PT/PE
Sheila Oliveira – Executiva Estadual PT/PE
Ivete Caetano – Executiva Estadual PT/PE
Verones Carvalhos – Executiva Estadual PT/PE
Luciano Duque – Prefeito do Serra Talhada
Teresa Leitão – Deputada Estadual e candidata a reeleição
Fernando Ferro – Candidato a Deputado Federal
Carlos Veras -Candidato a Deputado Federal
Liana Cirne – Candidata a Deputada Federal
Flavia Hellen – Candidata a Deputada Federal
Daniel Finizola – Candidato a Deputado Federal
Joao Alfredo – Candidato a Deputado Federal
Emidio Vasconcelos – Candidato a Deputado Federal
Ernesto Maia – Candidato a Deputado Federal
Cristina Costa – Candidata a Deputada Estadual
Sylvia Siqueira Campos – Candidata a deputada estadual
Sinesio Rodrigues – Candidato a deputado estadual
Felipe Rodrigues – Candidato a deputado estadual
Maricleiton Silva – Candidato a deputado estadual
Ricardo Andrade – Candidato a deputado estadual

O grupo formado por PDT, Avante e PROS bateu o martelo e decidiu que Maurício Rands será candidato a governador com Silvio Costa senador. O anúncio será feito na sede do PROS.

 

 

 

 

 

Antônio Campos vai à Justiça para tirar Miguel Arraes da propaganda do PSB

 

O advogado e candidato a deputado estadual Antônio Campos (Podemos), informou que nesta segunda-feira (06),  ingressará na Justiça com uma medida cautelar para retirar a imagem do seu avô, o ex-governador Miguel Arraes, das propagandas do governador Paulo Câmara (PSB) nas eleições deste ano.

Antônio Campos vai solicitar prioridade na tramitação da ação, que já está em curso no Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE).

Via  Edmar Lyra.

 

 

Moro marca depoimento de Lula no caso do sítio de Atibaia para 10 de setembro

 
 
O juiz federal Sérgio Moro, responsável pela Lava Jato em primeira instância em Curitiba, marcou para 10 de setembro o depoimento do ex-presidente Lula no caso do sítio de Atibaia.
 

 

De acordo com o Ministério Público Federal (MPF), a Odebrecht, a OAS e a empreiteira Schahin bancaram obras de melhorias no imóvel em troca de contratos com a Petrobras.
 
Segundo informações do colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, Moro também já definiu a data para ouvir Alexandrino Alencar, o executivo da Odebrecht que teria recebido o pedido de Marisa Letícia, então esposa de Lula, para fazer a reforma do sítio. O depoimento do executivo foi marcado para 27 deste mês de agosto.
 
 
 

Jayme Asfora é o segundo senador de Maurício Rands

 
 

A chapa encabeçada por Maurício Rands para governador terá Isabella de Roldão vice, Silvio Costa na primeira vaga e Jayme Asfora na segunda vaga. De acordo com uma fonte ouvida pelo blog, existe a possibilidade de um grande partido oficializar o apoio a este grupo.

 

 

 

 

 

PP não apoia Jarbas Vasconcelos

 
 

O presidente estadual do PP, deputado federal Eduardo da Fonte, afirmou que seu partido não está com o apoio garantido a Jarbas Vasconcelos para o Senado. O anúncio foi feito agora há pouco na sede estadual do partido. Já Sebastião Oliveira, presidente estadual do PR, disse que votará na chapa completa do governador Paulo Câmara.

 

 

 

PRB fica com Armando Monteiro
 
 

A respeito dos rumores de que o PRB poderia marchar com Maurício Rands, o deputado Silvio Costa Filho quando questionado sobre a possibilidade, afirmou que marcharia com Armando Monteiro e disse que a convenção já foi registrada. Não havendo qualquer possibilidade de o seu partido trilhar outro caminho.

 

O motor de Humberto Costa

 
 

Escolhido como primeiro suplente de senador de Humberto Costa, o empresário Waldemar de Oliveira está sendo visto como a mola propulsora da campanha de Humberto Costa para o Senado. O deputado federal Sebastião Oliveira já disse que irá se empenhar pessoalmente para a vitória de Humberto.

O suplente de Jarbas Vasconcelos

 
 

O empresário Fernando Dueire foi oficializado como primeiro suplente de Jarbas Vasconcelos na disputa pelo Senado. Ele já foi secretário de Infraestrutura do governo Jarbas Vasconcelos e tem profunda relação com o senatoriável.

 

Presidente da ALEPE Eriberto Medeiros disputará para deputado federal e alia-se com Fabíola Cabral em Recife e outras cidade

 
 

O presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, Eriberto Medeiros (PP) confirmou seu nome para a disputa de uma vaga na Câmara Federal, contrariando os rumores de que disputaria para estadual.

“Dei minha palavra de que uma vez eleito presidente da Alepe, não seria candidato a estadual. O político tem que manter a fé da palavra dada. Disputarei para federal”, declarou Eriberto.

Eriberto Medeiros tem sua eleição para federal toda planejada e apoiará para estadual Fabíola Cabral, também do PP  em Recife e em várias Cidades. Na capital pernambucana, o vereador Eriberto Rafael, que é líder do governo Geraldo Júlio (PSB) também apoiará Fabíola.

 

 Marília será candidata a Federal e vai estar indo contra tudo que ela mesma pregou

 

 
  • Mesmo ainda sustentando a ideia que é candidata ao Governo de Pernambuco, Marília sabe que já não pode fazer mais nada para voltar atrás com decisão do diretório nacional do PT que não autorizou ela ser candidata.

Na imprensa Pernambucana o que se comenta é que Marília vai aceitar ser candidata a deputada federal pelo PT. Segundo o blog do Edmar Lyra, Marília Arraes poderia entrar com uma ação judicial exigindo o registro da sua candidatura e concorrer sub judice, porém ela decidiu que não entrará em rota de colisão com o seu partido e será candidata a deputada federal.

Se a postura de Marília realmente for essa, em aceitar ser candidata pelo um partido que traiu ela e usou sua imagem para servir como moeda de troca, ela vai estar indo contra tudo o que pregou, durante o processo de pré-campanha.

 

 

 
  •  
  •  
  •  
  •  

O pré-candidato à presidência pelo PSDB, Geraldo Alckmin, pela primeira vez aparece na liderança das pesquisas de intenções de voto. O levantamento divulgado, nesta sexta-feira (3), pelo Ibope/Band mostra que no cenário sem Lula, considerado inelegível pela Lei da Ficha Limpa, o tucano aparece com 19% dos votos válidos. Jair Bolsonaro (PSL), surge na sequência com 16%, seguido por Marina Silva, da Rede, com 11%.

Já sobre a possível rejeição dos candidatos, 44% dos entrevistados afirmam que não votariam no petista e 30% em Bolsonaro. Em seguida, surgem Geraldo Alckmin (27%), Ciro Gomes (24%), Fernando Haddad (20%) e Marina Silva (19%).

A pesquisa Ibope/Band foi realizada entre os dias 29 de julho e 1º de agosto. Foram ouvidos 1008 eleitores e a margem de erro é de 3% para mais ou para menos. O levantamento foi registrado no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o protocolo Nº SP-02337/2018 e no Tribunal Superior Eleitoral sob protocolo Nº BR-09683/2018.

 

 

Policial militar de Brejinho sofre grave acidente na Serra de Teixeira, no Sertão da PB

 

 

O policial da PMPE conhecido por Severo, residente na cidade de Brejinho-PE, sofreu um grave acidente no início da tarde deste sábado (04), na PB-262, na Serra de Teixeira, no Sertão da Paraíba.

De acordo com informações, a moto conduzida pelo PM colidiu com um veículo após a tentativa de uma ultrapassagem.

O policial foi socorrido por uma equipe do SAMU para o Hospital Regional de Patos-PB.

Ainda segundo informações, Severo sofreu um trauma na Bacia, um corte na cabeça, escoriações pelo corpo, mas está consciente. Ele foi transferido de Patos para um hospital militar no Recife.
 
(*) Fonte: Repórter do Sertão
 
 
 

Mega-Sena: Ninguém acerta e prêmio acumula em R$ 35 milhões

 

 

A Caixa Econômica Federal realizou neste sábado (04) o concurso 2.065 da Mega-Sena. Os números sorteados foram: 04 - 11 - 20 - 30 - 37 - 43.
 
Ninguém acertou as seis dezenas, e o prêmio acumulado para o próximo sorteio está estimado em R$ 35 milhões. A Quina teve 74 apostas ganhadoras, e cada vencedor receberá R$ 37.180,01. Outras 4.900 pessoas acertaram a Quadra, com prêmio de R$ 802,13 para cada.
 
 

Casal é assassinado neste domingo (05) em Serra Talhada, no Sertão do Pajeú

 
 
Um duplo homicídio foi registrado na madrugada deste domingo (05) no bairro do Bom Jesus, em Serra Talhada, nas imediações do matadouro público.
 
De acordo com a Polícia Civil, em conversa com o Farol de Notícias, as vítimas são Júlio César Alves, 34 anos, e Cibele Rodrigues Magalhães, de apenas 21 anos.
 
O duplo homicídio ocorreu por volta das 00h30 quando o casal se encontrava namorando na calçada.
 

 

Segundo informações da Polícia Militar, um homem em uma motocicleta chegou de repente e efetuou vários disparos de arma de fogo. Ainda segundo a polícia, o homem tinha envolvimento com drogas.
 
Este é o terceiro homicídio registrado esta semana em Serra Talhada. A coincidência é que todas as vítimas tinham alguma relação com o consumo ou tráfico de drogas. Agora, na contagem macabra, são 19 homicídios registrados em Serra Talhada. (Via: Farol de Notícias)
 
 
 
 

Filho mata mãe grávida de três meses para roubar dinheiro e armas em cidade de Pernambuco

 

A comerciante Maria Lucivânia da Silva, 35 anos, foi assassinada com três tiros na tarde de sábado, no distrito de Lage Grande, no município de Catende (Zona da Mata pernambucana). De acordo com o delegado Bruno Gabriel, o autor dos disparos foi o filho da vítima, Adriel Werick da Silva, 19 anos. A mulher estava grávida de três meses.

“Segundo informações de testemunhas, mãe e filho viviam em constantes desentendimentos. O rapaz morava com o pai em Jaboatão dos Guararapes, mas há três meses vinha sendo perseguido por crimes que cometeu na cidade e foi viver com a mãe no interior. Ele tentou roubar R$ 1 mil e duas armas que a mãe guardava em casa e acabou atirando contra ela”, conta o delegado.

Depois de atirar, o rapaz tentou se esconder no bairro China, em Catende, mas foi preso Polícia Militar e encaminhado à Delegacia de Catende. De acordo com a Polícia Civil, até então Adriel não tinha passagem pela polícia.

O rapaz será submetido à audiência de custódia no município de Palmares (Zona da Mata pernambucna). De acordo com a Polícia, Lucivância tinha passagem pela polícia por tráfico de drogas e guardava em casa um revólver 38 e uma pistola de calibre 380.

 

 

Convenção estadual do PSB ocorreu no Clube Internacional do Recife / Sérgio Bernardo/JC Imagem

No lançamento da coligação da Frente Popular, neste domingo (5), no Recife, o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), fez questão de confirmar o apoio da chapa à candidatura presidencial de Lula, justificando que está na hora de resgatar as prioridades defendidas PT, quando o ex-presidente esteve à frente do governo Federal entre os anos de 2003 e 2011. O socialista ainda criticou a atual gestão do Governo Temer afirmando que o atual presidente "não olha para os estados mais pobres".

"Unimos a esquerda de Pernambuco e agora vamos trabalhar por um Estado mais justo, mais igual", defendeu. Questionado sobre as propostas para os próximos quatro anos, Paulo explicou que as de 2014 (quando concorreu ao cargo do Executivo) ainda são muito válidas para o Estado, visto que a crise no Brasil os teria impedido de concretizá-las.

 

Meia tonelada de cocaína é encontrada em ônibus com religiosos

 

Cocaína é encontrada em ônibus com religiosos: A cocaína estava em um fundo falso do veículo, localizada debaixo do assoalho próximo ao sanitário do ônibus

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Receita Federal apreenderam na madrugada deste sábado (4) 519,2 quilos de cocaína e 57,5 quilos de crack em Cascavel, na região oeste do Paraná.

As drogas estavam em um ônibus de turismo que partiu de Foz do Iguaçu (PR) transportando 22 passageiros para uma convenção religiosa em Florianópolis, em Santa Catarina. A placa do ônibus fretado é de Presidente Prudente, interior de São Paulo.

A droga foi encontrada durante a fiscalização da PRF. Ela estava em um fundo falso do veículo, localizada debaixo do assoalho próximo ao sanitário do ônibus.

Segundo a PRF, o motorista e os passageiros foram conduzidos para a Delegacia da Polícia Federal em Cascavel, para onde também foi levada a droga apreendida.

 

 

 

Sem surpresa, a Frente Popular anunciou, neste domingo (05), a chapa majoritária, encabeçada pelo governador Paulo Câmara (PSB), com a deputada federal Luciana Santos (PCdoB), na vice, e o deputado federal Jarbas Vasconcelos (MDB) e o senador Humberto Costa (PT) nas vagas ao Senado. A convenção estadual do PSB ocorre no Clube Internacional do Recife.
 
A coligação é formada por PSB, PT, MDB, PCdoB, PSD, PR, PP, Solidariedade, PPL, PMN, Patriotas e PRP. O grupo ainda tenta segurar o PROS e PDT, que estão tentando articular uma terceira via.
 
Apesar do PSB ter anunciado neste domingo (05), durante sua convenção nacional, que se manterá neutro e não irá apoiar nenhuma candidatura específica à presidência da República, Humberto Costa declarou que o integrantes da chapa estão “unidos em prol da candidatura de Lula”. “Decidimos ficar com a esquerda, com a unidade das forças populares, unidos com Pernambuco e Brasil”, disse ele. “A luta continua e a Frente Popular tem a reintegração do PT”.
 
Humberto Costa afirmou que o momento que Pernambuco mais cresceu foi com a parceria entre o ex-governador Eduardo Campos e o presidente Lula, e que Paulo Câmara sofreu discriminação do governo Temer. “Em Brasília, jamais faltei a um chamamento seu. Juntos, vamos construir um governo ainda melhor”, declarou.
 
O petista acrescentou que muitos questionam como “pessoas diferentes” (Jarbas e ele) possam estar juntos. “Estamos juntos por Pernambuco e pelo Brasil”, finalizou. "Estamos aqui para dizer que é fundamental reunir as forças de todas as tendências para fazer Paulo vitorioso", afirmou por sua vez Jarbas Vasconcelos.
 
Luciana Santos disse em seu discurso que "a parceria entre Eduardo Campos e o presidente Lula foi o tempo em que Pernambuco mudou a sua matriz econômica, e trouxe a Refinaria Abreu e Lima, a Hemobras e muitas outras obras importantes para o Estado". "Apesar da perseguição de que você, Paulo, foi vítima, você está aqui governador, lutando por Pernambuco. Queriam tirar a refinaria, a Hemobras e privatizar a Chesf. Mas você lutou", destacou ela.
 
O primeiro-secretário nacional do PSB e prefeito do Recife, Geraldo Julio, não veio à Convenção Estadual, porque foi à Convenção Nacional do partido, em Brasília, que consolidou a neutralidade da legenda na disputa presidencial. Isso, inclusive, foi parte do acordo entre PT e PSB. (Marcelo Montanini, da Folha de Pernambuco)

 

O nome do vice será anunciado oficialmente à tarde na convenção do PRTB

G1 / Foto: reprodução

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) anunciou na manhã deste domingo (5) o nome do general da reserva Hamilton Mourão (PRTB) como seu vice na chapa para concorrer à presidência da República.

Bolsonaro participou da convenção do PSL estadual no Clube Guapira, na Zona Norte de São Paulo. Disse que o nome do vice será anunciado oficialmente à tarde na convenção do PRTB juntamente com Levy Fidelix e do senhor general Hamilton Mourão.

No discurso, Bolsonaro agradeceu ainda a advogada Janaína Pachoal e o príncipe Luiz Philippe de Orleans e Bragança, que tiveram nomes cotados para ser o vice na chapa. Janaína alegou questões familiares e recusou neste sábado (4) o convite para ser vice de Jair Bolsonaro (PSL) na disputa presidencial.

Em nota, o PRTB disse que “o general Hamilton Mourão está confirmado como vice de Jair Bolsonaro na corrida à presidência da República”.

Antonio Hamilton Martins Mourão é gaúcho de Porto Alegre, tem 64 anos. Entrou para o Exército em 1972 e ficou na ativa até fevereiro de 2018. Ele ganhou notoriedade em 2005, quando estava no Comando Militar do Sul. Ele tinha feito críticas ao governo da presidente Dilma Rousseff e dito, durante uma palestra no Centro de Preparação de Oficiais da Reserva (CPOR) em Porto Alegre, que é preciso um “despertar para a luta patriótica” como saída para crise política do país.

Após as críticas, Mourão foi exonerado do cargo e designado para assumir uma posição na Secretaria de Economia e Finanças do Exército.

 
 
 
  •  

O motorista do veículo alvo de tiros da polícia no município de Campos Sales, no Ceará, Gutiely Pereira de Araújo, relatou que a morte do amigo, José Messias Guedes de Oliveira foi resultado de uma ação sem sentido da polícia. “O meu amigo foi morto pela falta de preparo dos policiais. Eu não sou militar, mas quando se faz uma abordagem e a pessoa não para, eu acho que o correto é atirar para cima, ou no máximo no pneu. Agora você disparar de frente para o carro, sem nem saber quem está dentro, já querendo matar e tudo isso por causa da denúncia de um civil”, contou Gutiely. O caso aconteceu na noite da última terça-feira (1º).

José Messias foi atingido na região do abdômen. Outras duas pessoas que também estavam no veículo também foram feridas com tiro de raspão e estilhaços de vidro, mas passam bem.Apenas Gutiely não foi atingido. Os quatro amigos saíram de Patos, na Paraíba, e dirigiam-se a São Luiz, no Maranhão, onde participariam do 5º Campeonato Norte/Nordeste de Sinuca.

O grupo parou em um posto de gasolina próximo à cidade de Campos Sales para lanchar e pedir informações. O frentista que trabalha no local, contudo, confundiu os tacos de sinuca que estavam dentro do carro com armas e acionou a polícia. Durante uma tentativa de abordagem, a polícia disparou diversas vezes contra o veículo.

“Eu fico muito triste, porque depois de sair do posto de gasolina a gente ainda passou por um posto da Polícia Rodoviária Estadual e não fomos parados, a gente só seguiu viagem normalmente. Depois, quando vi a sirene, eu achei a coisa mais normal do mundo, porque uma sirene pode não ser só a polícia. Pode ser um carro dos bombeiros, uma ambulância. Jamais achei que fosse ser uma barricada da polícia pra gente, até porque tinha acabado de passar por um posto da PRE”.

Indignação

Gutiely comenta ainda a respeito do sentimento pela perda do amigo. “Agora tenho só indignação e tristeza. Por dentro, nenhum de nós três está vivo. Querendo ou não, a gente tem que agradecer a Deus por nossas vidas, porque o Wendel foi atingido na cabeça por um tiro de raspão e o Josean foi atingido por estilhaços”, conta fazendo referência aos outros dois colegas que estavam no carro.

“Eu perdi um amigo, que eu considerava um irmão. Cara nota mil, tenho nem palavras para falar dele. Um parceiro de todas as horas, tanto momentos bons quanto ruins. Daqui pra frente eu não sei como vai ser. Não sei qual vai ser a minha reação ao chegar na sinuca onde a gente treinava, não ver ele jogando. Tudo o que ele queria era que eu fosse campeão nos torneios. É difícil dizer até se vou continuar, vai ser difícil não ver ele me apoiando, torcendo por mim. Vai ser duro”, lamenta Gutiely.

Tacos de sinuca foram confundidos com armas, e policiais atiraram em competidores (Crédito: Edson Freitas)

Fonte: Com informações do G1

 

 

 




QTD. VAGA 

 
01 - Vendedor Externo
 
01 - Supervisor de Vendas 
 
02 - Agente de Crédito 
 
02- Atendente de Loja
 
01 - Promotor de Vendas

01 - Técnico em Segurança do Trabalho

01 - Assistente Asministrativo 
 
 
OUTROS SERVIÇOS PRESTADOS PELA AGÊNCIA DO TRABALHO DE ARARIPINA 
 
Habilitação de Seguro Desemprego 
 
Emissão de Documentos: RG; e RESERVISTA 
 
Emissão de Carteira de Trabalho Digital ( CTPS) 
 
E-mail para informações: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. OU E-mail Gerência: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. 
 
Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Trabalho e Qualificação / Agência do Trabalho de Araripia - PE, Rua Joaquim Alexandre Arraes, 84 Fones - Recepção 87 3873-8381- Gerência 87-3873-8385. 
 
Por Fredson Paiva 
 
Fonte - Agência do Trabalho Araripina

 

 

 

Mico histórico: Miriam Leitão diz que Globo apoiou o golpe de 1964

 

 

 

 

 

O Brasil assistiu na noite de ontem a um dos momentos mais constrangedores da história do jornalismo brasileiro, quando, após a entrevista com Jair Bolsonaro, Miriam Leitão leu, pelo ponto eletrônico, uma nota em que a Globo admite ter apoiado o golpe militar de 1964, que implantou uma ditadura de 21 anos no Brasil. Miriam afirmou que a Globo se desculpou, mas nada disse sobre o apoio da Globo ao golpe de 2016, que derrubou uma presidente honesta, instalou corruptos no poder, prendeu sem provas o maior líder popular da história do Brasil e fez emergir figuras como o 

 

Mega-Sena acumulada pode pagar hoje prêmio de R$ 30 milhões

 
 

 

A Mega-Sena pode pagar neste sábado (4), o prêmio de R$ 30 milhões a quem acertar sozinho as seis dezenas do prêmio principal.

O sorteio do concurso 2.065 será às 20h (horário de Brasília) no Caminhão da Sorte que está em Catalão, em Goiás.

Aplicado na poupança, o prêmio pode render R$ 111 mil mensais, segundo a Caixa.

A aposta mínima na Mega-Sena custa R$ 3,50 e pode ser feita até as 19h (horário de Brasília) em qualquer casa lotérica credenciada pela Caixa em to o país. (Agência Brasil)

 

 

O lucro é 32 vezes acima ante um ano e 44,7% a mais em comparação com o apurado no primeiro trimestre

Estadão Conteúdo / Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

A Petrobras registrou no segundo trimestre lucro líquido de R$ 10,072 bilhões, cerca de 32 vezes maior que o resultado de R$ 316 milhões no mesmo intervalo de 2017. Em comparação com o primeiro trimestre, foi apurado um aumento de 44,7%.

O lucro líquido de ficou 40% acima das expectativas de analistas consultados pela Prévias Broadcast que indicaram lucro de R$ 7,191 bilhões no intervalo. Foram ouvidos cinco bancos: Goldman Sachs, Itaú BBA, Santander, Bradesco e UBS.

 

Segundo comentário da administração que acompanha o demonstrativo financeiro, a elevação no comparativo trimestral reflete o aumento do market share de diesel e gasolina, “devido à redução de importação por terceiros, resultando em crescimento de 6% das vendas no mercado interno, com destaque para o diesel, que cresceu 15%.

A receita de vendas foi de R$ 84,395 bilhões, alta de 25,9% ante o segundo trimestre de 2017 e de 13% na comparação com o primeiro trimestre deste ano. A receita ficou dentro da média de R$ 82,196 bilhões esperada pelos analistas.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) no critério ajustado somou R$ 30,067 bilhões, um aumento de 17% sobre o primeiro trimestre, “devido às maiores margens de vendas”, como destaca o relatório. Em relação ao segundo trimestre do ano passado o aumento foi de 57,4%. A margem Ebitda ajustada foi de 36%, acima dos 35% três meses antes e dos 29% um ano atrás.

 

O Ebitda ajustado reportado no trimestre encerrado em junho também ficou dentro da média das estimativas dos analistas, de R$ 30,153 bilhões. O Broadcast, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado, considera que o resultado está em linha com as projeções quando a variação para cima ou para baixo é de até 5%.

No primeiro semestre, o lucro líquido foi de R$ 17,033 bilhões, 257% maior que no mesmo período do ano passado. “Este resultado foi possível devido às maiores margens de exportação de óleo, principalmente por conta do aumento no Brent, e de venda de derivados no Brasil, que mais que compensaram a queda no volume de vendas de derivados (principalmente gasolina e nafta) e na exportação de petróleo”, conforme a mensagem da administração.

 

O Ebitda ajustado ficou em R$ 55,835 bilhões, 26% acima do primeiro semestre do ano passado.

 

 

ÉPOCA

Sem o séquito de costume, a ex-senadora Marina Silva chegou abatida a um ginásio de esportes em Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte, numa noite do começo de julho. Vinha de uma sequência interminável de compromissos, com o visual de sempre: trajes neutros — casaco branco de risca de giz e calça azul-marinho —, cabelo amarrado num coque e olheiras disfarçadas por uma maquiagem suave. Ao discursar para uma plateia de cerca de 300 pessoas, errou um nome — Almickin por Alckmin —, trocou a idade de um correligionário — 60 em vez de 70 — e fundiu as palavras Deus e Jesus — Jeus. A campanha nem bem começou e Marina já está cansada. Sem dinheiro, acorda às 4 horas da manhã para pegar o voo mais barato do dia e dorme de favor na casa de apoiadores quando viaja para compromissos.

 

Em sua fala, Marina enfatizou que esta será a mais difícil de suas três disputas pela Presidência da República. “Em 2010, pelo menos eu tinha um minuto e 20 segundos (de tempo de TV). Em 2014, dois minutos e 20 segundos. Agora vamos ter oito segundos. Oito segundinhos. Não dá nem para dizer ‘bom dia’ direito”, afirmou à plateia. Depois de listar os reveses, ela incorporou o otimismo e desafiou os presentes a dar início a uma transformação da política: “Será a luta do tostão contra o milhão. De Davi contra Golias. Mas a gente só precisa de uma pedrinha certeira no dia 7 de outubro. A pedrinha é o voto consciente de cada um de vocês”, disse, com dedo em riste e tom mais exaltado que o de costume. Houve quem se emocionasse.

A campanha presidencial deste ano realmente se anuncia a mais difícil da carreira política de Marina Silva, de 60 anos. Além da escassez de dinheiro e de tempo na propaganda pelo rádio e pela TV, ela tem um partido para chamar de seu, mas pequeno e sem uma rede de lideranças capaz de mobilizar eleitores em seu favor. Com essas condições, e numa disputa pulverizada entre mais candidatos, Marina precisará superar, acima de tudo, seu modo muito particular, um tanto invisível e quase inócuo de fazer política. Suas andanças recentes atrás de votos têm sido quase imperceptíveis. Seja por confusão da equipe de comunicação, seja por suas próprias idiossincrasias, a performance da candidata pouco alcança o público. Enquanto Jair Bolsonaro, do PSL, seu concorrente mais bem posicionado nas pesquisas eleitorais, lota aeroportos e arrasta multidões em eventos populares, Marina se restringe a lançamentos de pré-candidatos desconhecidos da Rede Sustentabilidade — o partido criado por ela — e palestras para plateias reduzidas. Para driblar a falta de tempo de TV, há duas semanas começou a fazer, nas redes sociais, uma espécie de “horário pessoal gratuito” ao vivo.

 

Se na campanha de 2014 Marina viajava de jatinho alugado pelo PSB e carregava pelo menos três profissionais da comunicação em cada agenda, nesta anda mais solitária. Ela foi de avião de carreira a Contagem para o lançamento da candidatura ao Senado do missionário evangélico e ex-jogador de basquete Kaka Menezes. Estava acompanhada de apenas dois correligionários da Rede e de uma assessora política. “Por enquanto, o partido não tem verba para mandar equipe (de comunicação)”, afirmou sua assessoria de imprensa. Na manhã do evento, Marina havia passado — ela própria — num sacolão para comprar as frutas que comeria ao longo do dia. Deu entrevista para uma rádio, visitou uma escola, um asilo e um centro de reabilitação de viciados e posou para foto ao lado de pré-candidatos mineiros da Rede. Nenhuma das visitas às instituições estava na agenda divulgada para a imprensa. Não foram, portanto, noticiadas. Em cima da hora, uma entrevista coletiva foi antecipada da noite para a tarde — e só os veículos de comunicação locais foram avisados.

Pouco antes do início do evento, um organizador se desesperou ao saber que, por restrições médicas, a presidenciável não bebe em copo de plástico. “Meu Deus do céu! Pega o meu carro, vai na minha casa, faz o que precisar para achar um copo de vidro!”, ordenou a uma colega. A novidade não havia sido notada nas campanhas anteriores.

Marina chegou com atraso de uma hora e 20 minutos ao ginásio de esportes com paredes verde-limão e 325 cadeiras de plástico espalhadas. O clima era de confraternização. Ela fez selfies com potenciais eleitores, distribuiu apertos de mão. Acompanhou com palmas ritmadas um jingle feito para ela — “Seja bem-vinda, Marina, o Brasil precisa de gente que quer lutar. Seja bem-vinda, Marina, mulher que ensina, é fiel e que sabe amar”.

No palco, ela dividiu a atenção da plateia com o pré-candidato da Rede ao governo de Minas Gerais, João Batista dos Mares Guia, irmão de Walfrido dos Mares Guia, ex-ministro de Lula —, além de Kaka Menezes, a estrela da noite. As falas dos políticos foram precedidas por depoimentos de ex-viciados que deixaram as drogas depois de frequentar uma instituição de reabilitação do ex-jogador. Em determinada altura, a campanha ganhou ares de culto. Um músico dedilhava baixinho um violão enquanto o ex-jogador discursava, ora suave, ora exaltado, com pausas típicas de pastores em pregações. Menezes citou versículos da Bíblia — “Bem-aventurados os pobres de espírito, pois é deles o reino dos céus” — e mencionou Jesus. Marina também inaugurou sua fala agradecendo a Deus, como faz sempre. Foi aplaudida três vezes em meia hora de oratória.

A candidata da Rede chega a sua terceira disputa presidencial com a mesma cabeça das duas primeiras, avessa a uma campanha mais profissional. Sua agenda prioriza compromissos que não atraem multidões, mas que falam com o eleitor individualmente, olho no olho. “A construção da agenda da Marina é um problema crônico: tem efeito político reduzido, atende a interesses paroquiais e só fala para convertidos”, afirmou um ex-integrante de sua campanha. “Ela acredita demais em seu carisma. Acha que sua história de superação, por si só, é capaz de criar uma identidade com o eleitor.”

 

ÉPOCA comparou a agenda pública dos três candidatos mais bem colocados nas pesquisas. De abril a junho, Marina teve 43 eventos em nove estados, além de uma palestra na Inglaterra. No mesmo período, o pré-candidato Ciro Gomes (PDT-CE) computou 63 — ou 46% a mais — compromissos em 11 estados e três países — Estados Unidos, Argentina e Suécia. A assessoria de imprensa do deputado Jair Bolsonaro não divulga sua agenda, por afirmar que “o pré-candidato não está em pré-campanha”. Em suas redes sociais, entretanto, é possível contabilizar viagens a 11 estados.

 

Para compreender a lógica política de Marina, é preciso revisitar suas origens. Ela despertou para a militância e para os movimentos sociais no final dos anos 1970. Ao lado do ambientalista Chico Mendes, assassinado em 1988, Marina deu início a um processo para fortalecer politicamente os camponeses da região de Xapuri, no Acre, em meio ao avanço de desmatadores e latifundiários que derrubavam a Floresta Amazônica para dar espaço à criação de gado. Esse jeito “marinês” de fazer política — olho no olho com pequenos grupos — é chamado por estudiosos de grassroots, ou raiz de grama, que não sai do chão. “Ela e seu entorno preferem falar com um grupelho de estudantes da Universidade de Brasília a se preparar para aparecer no Jornal Nacional”, afirmou outro ex-membro, presente em suas duas últimas campanhas. “É um tipo de atuação política eficiente para algumas coisas, mas não para ganhar uma campanha presidencial num país continental.”

Enquanto o Fundo Eleitoral da Rede Sustentabilidade tem míseros R$ 10,7 milhões para subsidiar candidatos à Presidência, à Câmara dos Deputados e ao Senado, a maioria dos partidos concorrentes conta com somas bem maiores. O MDB do ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles encabeça a lista dos endinheirados, com R$ 234,3 milhões. O PSDB de Geraldo Alckmin vem na sequência, com R$ 185,8 milhões. As legendas de Ciro Gomes (PDT) e Jair Bolsonaro (PSL) terão R$ 61,1 milhões e R$ 9,2 milhões, respectivamente. Como Marina, todos terão de dividir esses recursos com outros candidatos.

Ela contará em sua campanha com metade do fundo da sigla, R$ 5 milhões, bem menos do que os R$ 44 milhões gastos em 2014, quando concorreu pelo PSB. Define sua campanha como “franciscana”. Em meados de julho, Marina lançou uma vaquinha na internet. A meta era conseguir R$ 100 mil para a realização de eventos em cinco capitais — objetivo alcançado em cinco dias. A segunda é alcançar R$ 200 mil, que serão usados para combater o que chama de “mentiras, acusações levianas e notícias falsas” de adversários.

Numa noite de junho, Marina se reuniu com potenciais apoiadores na casa do apresentador de TV Luciano Huck — que até fevereiro era, ele próprio, um potencial concorrente ao Palácio do Planalto. Estava acompanhada de três pessoas de seu círculo íntimo. Ao grupo de interlocutores, ainda antes de começar o jantar, contou a quantas andava a campanha e listou nomes de coordenadores já definidos. Por fim, expôs as dificuldades da disputa, como escassez de recursos e tempo de TV, além do que considera uma blindagem feita por três partidos — PT, MDB e PSDB —, quando eles criaram, no Congresso, o Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC).

 

No jantar de três horas e meia, o anfitrião e a mulher, a apresentadora Angélica, serviram peixe de rio e arroz branco, para atender à rigorosa dieta seguida por Marina, alérgica a várias substâncias devido a doenças que contraiu quando morou no seringal no Acre. Embora tenha apresentado os problemas da campanha, em nenhum momento Marina pediu ajuda financeira ou propagandística a Huck, entusiasta de sua candidatura. “Marina não pede, não é? Talvez esteja aí uma das questões que a impedem de estar mais bem estruturada”, afirmou um dos presentes. “Se você é um líder político sério, com tanto tempo na vida pública e zero de track record negativo, não deveria ter prurido em pedir.” Huck, por sua vez, não mencionou intenções de colocar a mão no bolso. Fez um mea-culpa por não ter se envolvido mais com política no passado e reiterou que participará mais ativamente no futuro.

 

Às vésperas da convenção nacional da Rede, em plena temporada de costura política, Marina e seus articuladores pouco têm se reunido com outros partidos em busca de coligações. Até meados de julho, falaram somente com legendas médias ou pequenas, como PPS, PHS, PROS e PV. “Marina teve quatro anos para fundar um partido, e ele só diminuiu”, afirmou uma fundadora que deixou a Rede. “Ela não tem a mínima condição de manter a candidatura se não fizer coligação com partido forte.” A candidata se recusa a negociar com os partidos do chamado centrão, aos quais se refere como “atravessadores do sonho brasileiro”. Com 164 deputados, o centrão tem um dote eleitoral de entre três e cinco minutos por dia na propaganda gratuita de rádio e TV e estrutura nos estados. Sem alianças amplas e com só dois deputados no Congresso, Marina terá oito segundos diários no rádio e na televisão.

 

Em vez de partidos, ela prefere se relacionar com movimentos, ou os “núcleos vivos da sociedade”, em marinês. Bem no estilo grassroots, reuniu-se com os movimentos Agora!, Acredito, Brasil 21, Roda Democrática, Reforma Brasil e Frente Favela Brasil, de diferentes espectros políticos. O economista e escritor Eduardo Giannetti, conselheiro econômico de Marina nas campanhas de 2010 e 2014, disse em entrevista ao Valor Econômico que ela precisa decidir se é uma líder de movimento, como o americano Martin Luther King e o indiano Gandhi, ou uma candidata a chefe de Executivo. Por enquanto, Marina ainda não se definiu.

 

O policiamento foi informado por vigilantes noturnos, que presenciaram um veículo (ônibus/Scania, da empresa Viação Progresso) trafegando pelas ruas da cidade de São José do Egito, causando danos no veículo, quebrando árvores, realizando manobras perigosas e colidindo nas guias, tomando sentido ao município de Tuparetama. De imediato policiamento saiu no encalço do citado veículo, alcançando-o e constatando a informação, presenciou o veículo sendo conduzido de forma irresponsável, nas proximidades do Sítio Riachão I, da PE 275, São José do Egito sentido Tuparetama. O policiamento interceptou o veículo acima citado e detiveram Luciano Vasco da Silva, 24 anos, residente no bairro Espírito Santo, Tabira-PE, que conduzia o veículo com visíveis sinais de embriaguez alcoólica. O mesmo confessou ter furtado o veículo em Tabira-PE e não informou o motivo que o fez praticar a ação criminosa. O veículo apresentava várias avarias na lataria e vidraças. De imediato o imputado foi detido e conduzido a Delegacia de Polícia local, juntamente com o ônibus recuperado para as providências cabíveis.

 

 

Ele disse que "Só queria dar uma voltinha" andou 35 km de Tabira a São José do Egito  

 

 

Ônibus estacionado em frente a DP de São José do Egito (Foto: Carlos Jr)
 
 Um homem identificado pelas iniciais Luciano Vasco da Silva, 24 anos, roubou um ônibus da empresa Progresso que estava estacionando no pátio da rodoviária de Tabira na madrugada dessa sexta (03) e dirigiu por 35 KM até São José do Egito.
 
Na Terra da Poesia, ele passou por várias ruas e bateu em pelo menos 4 carros e em algumas casas, a parte lateral do veículo ficou bastante danificada.
 
 
 
A aventura do rapaz só terminou depois que a polícia foi avisada e perseguiu o suspeito por alguns quilômetros, já na PE-275 até a altura da comunidade do Riachão, mesmo depois da ordem de parada o motorista maluco só parou quando a polícia atirou no veículo.
 

Na delegacia Luciano disse que queria apenas dar uma voltinha com o ônibus. Ele será autuado por furto, dirigir sob efeito de álcool e sem habilitação para conduzir o veículo.

 

 

Luciano Vasco da Silva, idade não informada, disse à polícia que era de Correntes, Pernambuco. ele foi visto fazendo zig zag na pista na pista, bateu em alguns veículos e por muita sorte ninguém se feriu.

Segundo Aurino Caetano, Diretor  o veículo fez a linha Recife-Tabira e chegou à Cidade das Tradições por volta da meia noite.

“O motorista deixou o ônibus que seria usado para rota no sentido inverso esta manhã. O criminoso arrombou o local de acesso à chave, deu partida e foi no sentido de São José”, disse. A empresa está acompanhando o caso.

 

 

Ele ainda bateu em quatro carros de passeio em São José do Egito, depois  bateu em uma árvore e foi abordado por policiais. Ele foi autuado em flagrante.