Get Adobe Flash player

Panificadora Samuel

 
 

Cidades acessando blog

Escola Monteiro Lobato



 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!


Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

site: emonteirolobato.com.br

 

Login

Dr. Jamildo Carvalho

Blog MM

 

 

 

Tudo posso naquele que me fortalece.

Email:blogmarcosmontinelly@gmail.com

  (87) 9 -9680-8985 

 

 

Desfile Cívico da Escola M. L.

 

Formatura do ABC Monteiro

Yane Marques

Vozes do Forro

AABB

 

Login Form

Fotos Bloco a Onda

Canaval 2016

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!

 

O presidente da Amupe, José Patriota esteve reunido na manhã desta quarta-feira (30) com o secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua para discutir soluções para os bloqueios no Estado.

O último levantamento da Amupe demonstra que 115 municípios já decretaram estado de emergência por causa do desabastecimento do combustível. O Comitê de Gerenciamento de Crise, composto pela Amupe, Governo Estadual, através da Seplag, Polícia Militar e Exército, tem tentado viabilizar a ida de caminhões com combustível para municípios de diversas regiões, mas alguns ainda enfrentam bloqueios pelo caminho.

O momento é de expectativa acompanhando a chegada desses caminhões no interior. O Comitê continua acompanhando os bloqueios ainda existentes. Colaboram nas atividades do GT a prefeita de São Bento do Una, Débora Almeida, a prefeita de Surubim, Ana Célia, vice-presidente da Amupe e o prefeito Mário Mota, de Riacho das Almas.

 

Ciro_crítica_superlucros-bancos

Pré-candidato a presidente pelo PDT, Ciro Gomes bateu firme nos superlucros do sistema financeiro que são distribuídos como dividendos a acionistas milionários sem que seja recolhido um tostão de tributos para o país. Seu alvo ontem foi o Itaú: "Uma determinada instituição brasileira, não é difícil de entender qual é, acabou de pagar a quatro famílias R$ 9 bilhões de dividendos sem dar um centavo ao Tesouro".

 

 

247 - Ciro Gomes bateu firme nos superlucros do sistema financeiro que são distribuídos como dividendos a acionistas milionários sem que seja recolhido um tostão de tributos para o país. Ontem (30), em palestra a executivos de empresas europeias, seu alvo foi o Itaú: "Uma determinada instituição brasileira, não é difícil de entender qual é, acabou de pagar a quatro famílias R$ 9 bilhões de dividendos sem dar um centavo ao Tesouro [...] Só o Brasil e a Estônia não cobram [imposto]. Se a gente tiver capacidade de avançar nisso, é possível fazer um ‘trade-off’ para diminuir tributação sobre consumo". Em entrevistas ao programa "Roda Viva", TV Cultura, e à Bandeirantes, ele já havia feito esse raciocínio. No Brasil, não incide qualquer imposto sobre os lucros distribuídos como dividendos a acionistas das empresas.

 

Embora não tenha citado o nome da instituição, Ciro se refere ao Itaú. O banco registrou um lucro líquido de R$ 24,9 bilhões no ano 2017, valor 12,3% maior que 2016. Para que se tenha uma ideia, no ano passado o orçamento toral do Bolsa Família foi de R$ 29,3 bilhões.

 

A maior parte do lucro coube a integrantes das três principais famílias acionistas – Setubal, Villela e Moreira Salles, que controlam pouco menos de 50% das ações do banco.

No evento de ontem, no Club Transatlântico, segundo o Valor Econômico, Ciro deu ênfase à questão da desigualdade. Após lamentar o fato de o país crescer pouco desde 1980, denunciou o que chamou de "mais perversa distribuição de renda do planeta Terra": "Cinco pessoas no Brasil acumulam renda equivalente a 100 milhões de nacionais."

 

Ciro aproveitou o encontro para discorrer sobre temas de seu plano de governo em fase de confecção. Defendeu "um processo rijo de reindustrialização". Falou na oportunidade de expansão da indústria de medicamentos, do setor de defesa e da produção de insumos para o agronegócio.

 

Em tom de indignação, reclamou do aumento da importação de derivados de petróleo que, segundo ele, poderiam estar sendo refinados no país. Após a palestra, em entrevista, disse que, se eleito, irá retomar "na hora" as obras para construção de refinarias iniciadas durante os governos dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff.

Ciro aproveitou para atacar as contrarreformas de Temer. Qualificou a reforma trabalhista como "uma porcaria" e "uma selva". Prometeu um novo projeto.

Brasil 247

 

 

A Prefeitura Municipal de Serra Talhada, por meio da Secretaria de Obras e Infraestrutura, retomou as obras de construção da Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24H), localizada no bairro do IPSEP. O equipamento possui 1300 metros quadrados de área construída e está orçado em quase 1,7 milhões de reais.

 

A Unidade de Pronto Atendimento contará com 65 ambientes: câmara escura, arquivos de chapa, gesso/imobilização/fraturas, copa, sala de utilidades, sala de armazenamento, sala para guarda/preparo de equipamentos, observação masculina/feminina, posto policial, sala para funcionários, quartos de plantão masculino/feminino, diretoria, sala para assistentes sociais e sala para aplicação de medicamentos.

 

Depois de concluídas as fundações, a obra está em fase de elevação de alvenaria e concretagem das vigas superiores para recebimento das Lages, além da fase de chapisco e rebocos. Após implantação das vigas superiores serão executados os painéis finais das lages, finalizando a fase do concreto armado.

 

“Estamos retomando a construção da UPA 24H, que será mais um reforço no atendimento médico na Capital do Xaxado. Um equipamento importante que vai diminuir a sobrecarga das unidades de saúde da cidade, oferecendo atendimento humanizado, com mais qualidade e eficiência para a população de Serra Talhada”, comemorou o prefeito Luciano Duque.

 

Senado aprova MP que autoriza saque do PIS/Pasep para maiores de 60 anos

 

Senado aprova MP que autoriza saque do PIS/Pasep

O Senado aprovou nesta segunda-feira (28) permissão para que qualquer titular de conta do PIS/Pasep saque os recursos que possui em conta individual até o dia 29 de junho deste ano. O Projeto de Lei de Conversão (PLV) 8/2018, decorrente da Medida Provisória 813/2017, ainda permite ao governo federal estender o prazo até o dia 28 de setembro. O texto aprovado foi relatado pelo senador Lasier Martins (PSD-RS) e segue para sanção presidencial.

 

Após o prazo de 29 de junho ou sua prorrogação, os recursos poderão ser sacados apenas por maiores de 60 anos, aposentados e militares da reserva. Antes da edição da MP, o saque era permitido apenas a quem tinha mais de 70 anos.

Foram incluídas na MP original outras duas hipóteses para saque: pessoas que recebam o Benefício de Prestação Continuada (BPC), pago a idosos sem condições de se sustentar e a pessoas com deficiência; e a portadores de certas doenças.

 

 

UNIP: Há 10 anos atuando na região, seja nível superior, "Unip aqui você pode!"

 

Novos Cursos: 

 

 

 Desing Interiores, Ciências Biológicas, Gestão de Seviços Jurídicos, Serviço Social , Educação Física e outros, ta na hora de mudar de vida.

 

 

 

Abertura de São João de Campina Grande é adiada

 

 

Resultado de imagem para são joão de campina grande

A três dias da abertura oficial do São João em Campina Grande, a prefeitura do município paraibano decidiu, na tarde desta terça-feira (29), adiar os festejos juninos em uma semana. A festa, que começaria nesta sexta (1º), terá início agora no dia 8 de junho e deve durar até o dia 8 de julho.

Segundo a Prefeitura de Campina Grande, a decisão foi tomada devido às dificuldades enfrentadas pela organização em virtude do aumento dos combustíveis, que resultou na paralisação dos caminhoneiros. A prefeitura deve informar durante os próximos dias a programação da festa, que deve sofrer alterações.

 

 

Jovem rouba salário da mãe e é, detido em bar de Afogados

 

 

 

 

Durante a realização da Operação Duas Rodas, a ROCAM foi solicitada pela Central de Operações para deslocar-se até o Centro da cidade. Chegando ao local, foram informados pela vítima, M. G., 65 anos, residente no bairro Borges, que como de costume, sua neta tinha ido fazer o saque de sua aposentadoria no Banco do Brasil, porém foi acompanhada pelo imputado C. A., 32 anos (filho da vítima), que ao realizar o saque, o imputado tomou o dinheiro da mão de sua neta e tomou destino ignorado. O policiamento realizou diligências e conseguiu encontrar o imputado no estabelecimento denominado Bar de Neuza, localizado no bairro Padre Pedro Pereira, que ao ser abordado, foi encontrado em seu bolso o cartão salário da vítima e a quantia de 673,00 (seiscentos e setenta e três reais). Diante do fato, as partes foram conduzidas a Delegacia de Polícia local para adoção das medidas cabíveis.

 

 

 

Secretário de Transportes promete voos entre Serra e Recife em até 90 dias

 

 

voenews

 

O Secretário de Transportes de Pernambuco, Antônio Junior, garantiu em entrevista a Francys Maya e Giovani Sá, no programa Frequência Democrática, da Vilabella FM, que dentro de até 90 dias começam as operações comerciais da Azul no Aeroporto Santa Magalhães, em Serra Talhada.

 

“As novidades são ótimas porque nós estamos implantando a estação meteorológica de superfície remota que deverá estar toda pronta até o dia 2 de julho”, comemorou.

Segundo ele, com a estação instalada será possível iniciar a certificação final do aeroporto para que possa haver o início dos voos comerciais. A empresa habilitada é a Azul Linhas Aéreas.

“Estamos concluindo a licitação do complemento da terraplenagem e da implantação da cerca. Eu acredito que no máximo em 90 dias nós estamos com esse aeroporto com voo comercial”, garantiu.

 

Duas agências bancaria são explodida na Cidade de Ouro Velho

 
 
Bandidos armados explodem agencia do banco cooperativa SICOOB, em seguida agencia dos correios, na madrugada desta quarta-feira (30), em Ouro Velho no Cariri Paraibano.

 

 

Terminais no Porto de Cabedelo já operam dentro da normalidade

 

 

Porto de Cabedelo_Foto da Secom-PB

Depois de alguns dias funcionando apenas com 30% da sua capacidade de expedição devido ao movimento dos caminhoneiros, os quatro terminais de combustíveis localizados no complexo portuário do Porto de Cabedelo operam praticamente dentro da normalidade.

 

Desde o sábado (26), a entrada e saída dos terminais está liberada após liminar concedida pelo juiz Antônio Silveira, da 2ª Vara Mista de Cabedelo, mas piquetes montados na saída da cidade impediam que os caminhões seguissem viagem. Na segunda-feira (28), o governador Ricardo Coutinho determinou que Polícia Militar da Paraíba auxiliasse a Polícia Rodoviária Federal (PRF) na escolta dos caminhões.

 

Em situação de normalidade, são escoados dos terminais aproximadamente 4,5 milhões de litros de combustíveis por dia, mas durante os últimos dias um acordo foi firmado com o comando de greve para a liberação de 30% desse volume, o que representa cerca de 1,2 milhão de litros, para atender a demanda essencial. Já no fim da segunda-feira, foi registrada a saída de aproximadamente 3 milhões de litros, se aproximando da normalidade.

 

O número de caminhões que circulam nos terminais da área portuária somente para carregamento de derivados de petróleo, por dia, é de 260. Desde o início do movimento dos caminhoneiros, esse número oscilou entre 4 e 74. Ainda na segunda, 189 caminhões conseguiram carregar e deixar o complexo portuário e a cidade de Cabedelo com destino à região metropolitana de João Pessoa, Campina Grande, e outras cidades do estado. Nos próximos dias, a situação deve ser completamente normalizada na Capital e nas cidades vizinhas.

O combustível chega ao Porto de Cabedelo através de navios e é armazenado nos tanques dos terminais arrendados. De lá, segue em caminhões para toda Paraíba e ainda algumas cidades do interior dos estados de Pernambuco, Ceará e Rio Grande do Norte.

 

O etanol anidro chega aos terminais pelo modal rodoviário e é utilizado na mistura com a gasolina para, em seguida, ser distribuído aos postos revendedores. Já o Gás Liquefeito de Petróleo, o gás de cozinha, vem do Porto de Suape para a Paraíba, é envasado em uma empresa privada e também distribuído para toda a Paraíba.

De acordo com o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado da Paraíba (Sindipetro-PB), 55% dos postos da Grande João Pessoa, já funcionam normalmente desde a tarde dessa terça-feira.

 

 

 

PF estoura esquema dos golpistas Jefferson, Jovair e Paulinho no Trabalho

 

 

PF_operação-esquemas_MT

A Polícia Federal deflagrou, nesta quarta-feira (30), uma operação contra fraudes na concessão de registros sindicais junto ao Ministério do Trabalho. Dentre os alvos visados pela operação estão os deputados federais Paulinho da Força (SD-SP), Jovair Arantes (PTB-GO) e Wilson Filho (PTB-PB). A operação Registro Espúrio está cumprindo 64 mandados de busca e apreensão, 8 mandados de prisão preventiva e 15 mandados de prisão temporária.

 

A prisão preventiva dos parlamentares chegou a ser pedida pela Polícia Federal, mas a solicitação foi negada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin. Conforme os investigadores, a operação visa apurar o "loteamento do Ministério do Trabalho pelo PTB e pelo Solidariedade.

As investigações apontam, ainda, que o núcleo político do esquema contaria com a participação do ex-deputado e presidente do PTB, Roberto Jefferson, além dos deputados Paulinho da Força e Wilson Filho.

Os mandados expedidos pela Justiça Federal estão sendo cumpridos no Distrito Federal, São Paulo, Goiás, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Paraná, Santa Catarina e Minas Gerais e dizem respeito aos crimes de organização criminosa, corrupção passiva e ativa e lavagem de dinheiro.

Brasil 247

 

Vem aí a nova plataforma do blog 

 
 
 
 
 

Sai resultado da 2ª etapa do concurso da Polícia Militar da Paraíba

 

O resultado do exame psicotécnico do concurso da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar foi antecipado e divulgado na segunda-feira (28). A previsão inicial era que o resultado desta segunda etapa fosse divulgado daqui a duas semanas. Os candidatos que foram indicados para a próxima fase do certame devem aguardar a convocação, que sairá até o dia 11 de junho.
 
Clique aqui e confira a lista dos candidatos indicados na 2ª etapa do concurso da PM e Bombeiros
 
No total, 28 concorrentes foram considerados contraindicados. Eles terão direito a passar por uma entrevista devolutiva, que será realizada no próximo dia 3, apenas para esclarecimento do motivo da inaptidão, que tem como consequência a eliminação do concurso. Quem optar, pode levar um psicólogo no dia, desde que ele seja inscrito no Conselho Regional de Psicologia (CRP).
A próxima etapa do concurso é o exame de saúde e já tem data para acontecer: a partir de 18 de junho. Nesta fase, os candidatos vão apresentar os 15 exames laboratoriais exigidos, que devem ter, obrigatoriamente, o nome e o número de identidade do candidato no exame, e passarão por uma inspeção para verificar a altura, capacidades visuais e auditivas, bem como a parte bucal e clínica.
A comissão recomenda que o candidato leia atentamente o edital do concurso e o aditivo 002.
 
O exame de aptidão física acontecerá no dia seguinte ao exame de saúde. Para o sexo masculino são cobradas cinco flexões de braços na barra fixa (com duas tentativas); corrida de 100 metros (tem que fazer em até 16 segundos, com duas tentativas); corrida longa de 2.400 metros, em 12 minutos (só admite uma tentativa); 35 abdominais em 1 minuto (com duas tentativas); e salto em altura de 1, 20 metros (com três tentativas).
 
Para as candidatas do sexo feminino são cobradas suspensão em barra fixa por 10 segundos (com direito a duas tentativas); corrida de 100 metros em 20 segundos (duas tentativas); corrida longa de 2.100 metros em 12 minutos (com apenas uma tentativa); 30 abdominais em 1 minuto (com duas tentativas); e salto em altura de 1,00 metro (com três tentativas).A previsão é que todas etapas sejam concluídas até a primeira semana de julho.

 

Nenhum texto alternativo automático disponível.

Mantendo sua política de valorização da educação , a Prefeitura de Água Branca, na PB, pagou nesta terça feira (29) os vencimentos do mês de maio de 2018. Além de manter os pagamentos rigorosamente em dia, também JÁ ESTÁ NA CONTA DOS PROFESSORES EFETIVOS DA REDE MUNICIPAL O DÉCIMO QUARTO SALÁRIO.

Por uma questão de ajustes financeiros e administrativos visando o bem comum e a honradez aos compromissos da gestão, usou-se a permissão da lei municipal Nº 381/2014 para postergar por alguns meses o benefício, de forma a não comprometer o bom andamento das atividades.

“Meu compromisso com o desenvolvimento da educação continua e continuaremos trabalhando forte nesse sentido. Jamais serei capaz de desviar recursos dos professores para outras finalidades” afirmou o prefeito Tom.

Apenas neste mês de maio, a Prefeitura de Água Branca está injetando na economia local um valor de R$ 723.274,55 (SETECENTOS E VINTE E TRÊS MIL, DUZENTOS E SETENTA E QUATRO REAIS E CINQUENTA E CINCO CENTAVOS) só na folha de pagamento da educação.

A intenção da administração, além de cumprir com suas obrigações, é aumentar o poder de compra e aquecer as vendas nesse início das festividades juninas em Água Branca, mês em que se realizam suas festividades mais tradicionais. (Ascom)

 

 

 

 

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira reúne, nesta quarta (30), gestores das diversas áreas do Governo que atuam em ações de promoção e defesa dos direitos da criança e do adolescente, assim como entidades e instituições da sociedade civil, como o Conselho Tutelar e o Conselho de Promoção e Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente.

O objetivo é elaborar um plano municipal, para os próximos dez anos, com base nos temas e indicadores que compõem a agenda de trabalho direcionada à primeira infância e adolescência. O plano possibilitará garantir políticas públicas de médio e longo prazo, em 19 áreas temáticas, dentre as ações das Secretarias Municipais de Assistência Social, Cultura, Educação e Saúde.

 

O

 

 

 
 
O Ministério da Saúde (MS) anunciou nesta terça-feira (29) a prorrogação da Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe até o dia 15 de junho. A decisão foi motivada pelos efeitos da paralisação dos caminhoneiros no atendimento em saúde. Inicialmente, o fim da campanha estava previsto para esta sexta-feira, 1° de junho.
 

 

De acordo com os últimos dados do ministério, a campanha imunizou 35,6 milhões de pessoas, o que equivale a 66% do público-alvo. Para atingir a meta de imunizar 54,4 milhões de pessoas, o governo espera, com a prorrogação da campanha, vacinar os 18,8 milhões de brasileiros e brasileiras que ainda não receberam a dose da vacina.
 
No recorte por estados, os que mais se aproximaram da meta estabelecida foram Goiás (99,8%), seguido do Amapá (91%), Ceará (84%), Distrito Federal (78,5%) e Espírito Santo (77,4%). Por outro lado, os estados com menor cobertura da vacina são Roraima (32,5%), Rio de Janeiro (47,6%), Rondônia (51,3%), Amazonas (51,9%) e Acre (52%).
 
O público-alvo da campanha inclui idosos a partir de 60 anos, crianças de seis meses a cinco anos, trabalhadores da saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes, puérperas (mulheres em até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional.
 
Público: Caso haja disponibilidade de vacinas, os municípios podem ampliar o público para crianças de cinco a nove anos e adultos com idades entre 50 e 59 anos. O Ministério destaca, no entanto, a importância de o público-alvo prioritário que ainda não se imunizou procurarem os postos de saúde. De acordo com o Ministério, 100% das 60 milhões de doses de vacina já foram distribuídas aos estados.
 
Até o momento, o público com maior cobertura são as puérperas (78%), seguido por idosos (75%), professores (73%), trabalhadores da saúde (71,6%), indígenas (63,6%) e gestantes (55%). Já entre as crianças com idades entre seis meses e cinco anos, o índice de vacinação está em pouco menos da metade (49,7%).
 
Mortes por gripe: De acordo com o último levantamento do Ministério da Saúde, foram registrados 2.088 casos de gripe em todo país e 335 pessoas morreram em decorrência da doença. O tipo mais grave de gripe foi o H1N1, com 218 óbitos e 1.262 casos. Das pessoas que faleceram, 70% possuíam ao menos algum fator de risco, como idosos com mais de 60 anos cardiopatas, pneumopatas e com diabetes millitus. (Via: Agência Brasil)

 

 
O brasileiro apoia maciçamente a paralisação dos caminhoneiros e defende sua continuidade, apesar de não estar disposto a pagar a conta que o governo federal aceitou receber dos manifestantes para tentar encerrá-la.
 
A conclusão é de pesquisa telefônica feita pelo Datafolha com 1.500 pessoas na terça (29). A margem de erro do levantamento é de três pontos para mais ou para menos.
 
Aprovam o movimento, que chega a esta quarta (30) ao décimo dia arrefecido mas ainda com bloqueios de estradas, 87% dos entrevistados. São contrários 10%, enquanto 2% se dizem indiferentes e 1% não souberam opinar.
 

 

Já 56% dos entrevistados acham que a paralisação deve seguir, contra 42% que são a favor de seu fim.
 
O apoio aos caminhoneiros é bastante homogêneo levando em conta as regiões do país, baixando um pouco entre os mais ricos e os mais velhos.
 
A origem da paralisação é o preço do diesel regulado pela Petrobras, que acompanha a variação internacional do combustível. Com o aumento recente do petróleo, aliado à alta do dólar, uma série de reajustes levou ao protesto.
 
Dando razão à análise de que há uma solidariedade difusa com o sentimento de injustiça tributária, consideram o pleito dos caminhoneiros justo 92%, índice que é de 57% mesmo entre aqueles que são contra o movimento.
 
Ainda assim, para 50% os caminhoneiros são mais beneficiados do que prejudicados pelo que eles chamam de greve -- o governo trabalha com a hipótese de parte do movimento ter sido estimulado por donos de transportadoras. Esses, por sua vez, têm mais prejuízos, na visão de 60% dos ouvidos.
 
Já o cidadão se vê mais prejudicado (43% a 33% dos que se acham mais beneficiados) pessoalmente. Acham que o "brasileiro em geral" é mais prejudicado 56% dos ouvidos.
 
A pesquisa aferiu que o brasileiro não concorda em ser penalizado com aumento de impostos e corte de gastos federais para atender às reivindicações dos caminhoneiros.
 
Aprovam tais medidas, anunciadas de forma genérica dentro de uma paleta bastante variada de itens, apenas 10% dos entrevistados. São contrários 87%. Os entrevistados consideram que o governo vai favorecer empresários e caminhoneiros, e prejudicar mais a população.
 
Como seria esperado em relação ao governo de Temer, o mais impopular da história da redemocratização brasileira, a condução da negociação até aqui é aprovada só por 6% dos ouvidos, contra 77% que a desaprovam. Para 16%, ela foi regular, e 2% disseram não saber avaliar.
 
Para 96%, o presidente demorou para negociar, contra 3% que acham que ele o fez no momento certo.
 
Uma das principais críticas ao governo desde que o movimento eclodiu foi a falta de informação prévia acerca de sua gravidade potencial.
 
A alta taxa de apoio à manifestação dos caminhoneiros pode estar associada ao relativamente baixo impacto que ela teve até aqui no cotidiano dos entrevistados pelo Datafolha sobre a paralisação.
 
Dos ouvidos, 51% relataram ter deixado de fazer algumas das atividades apresentadas na pesquisa, contra 49% que mantiveram a rotina.
 
O número acompanha a proporção daqueles que disseram ter tido problemas para abastecer o automóvel: 53% ao todo, com 37% relatando ter tido muita dificuldade --o maior índice registrado no Norte/Centro-Oeste (42%).
 
 
ROTINA: Já o desabastecimento de alimentos, um dos aspectos mais temidos desse tipo de crise, ainda não é percebido. Apenas um quarto dos entrevistados disse ter tido dificuldade para comprar comida.
 
No dia a dia, o impacto ainda não se fez notar, segundo aponta o Datafolha. Deixaram de ir ao trabalho 15% dos entrevistados, contra 73% que mantiveram a assiduidade.
 
Já a visita ao médico só foi evitada por 13%, enquanto 83% a mantiveram. À escola, foram 69% dos alunos, com 19% preferindo ficar em casa. Atividades de lazer nem tampouco foram prejudicadas, sendo mantidas por 73%.
 
Viagens, algo sensível quando o tema é a falta de combustível provocada em postos de gasolina e aeroportos pela paralisação, ainda não foram afetadas.
 
Dos entrevistados, 26% relataram cancelamentos e 28% disseram que não irão viajar no feriado de Corpus Christi, nesta quinta (31). Já 67% seguiram com seus planos anteriores e 61% aproveitarão a folga.
 
Quando questionados acerca da responsabilidade pelo movimento, a maior parte dos entrevistados (42%) apontou para os motoristas autônomos de caminhão.
 
Já 31% concordaram com a tese do governo federal de que as empresas transportadoras são as responsáveis. O Palácio do Planalto diz que pelo menos parte do movimento é um locaute, greve ilegal estimulada por patrões a fim de auferir vantagens econômicas.
 
Uma minoria de 7% crê em autoria compartilhada do movimento e 5% aderem à ideia de que o próprio presidente Michel Temer e políticos são responsáveis pela paralisação.
 
Caso o movimento não acabe, apesar do acordo feito pelo governo, 88% defendem a continuidade das negociações e 9%, usar Forças Armadas e polícias.
 
 
PESQUISA TEM LIMITES, MAS APONTA TENDÊNCIAS 

 

A pesquisa telefônica feita pelo Datafolha, a única possível no contexto, procura representar o total da população adulta do país, mas não se compara à eficácia de levantamentos presenciais nas ruas ou nos domicílios.

 

Por isso, apesar de 90% dos brasileiros possuírem acesso ao menos à telefonia celular, o Datafolha não adota o método em pesquisas eleitorais.
 
Ao telefone, é preciso questionamento rápido, sem estímulos visuais, e o contato com quem não pode atender em horário comercial é prejudicado. Os limites impostos não prejudicam as tendências apuradas, pela amplitude dos resultados e pelos cuidados adotados. Foram entrevistados 1.500 adultos em todas as regiões. A margem de erro é de três pontos percentuais. (Via: Agência Brasil)
 

 

Ministro da Fazenda recua: Não criaremos impostos

 

Após duras palavras do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, contra o aumento de impostos, o ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, recuou e anunciou que não aumentará impostos para compensar a redução no óleo diesel.

“Repito que ninguém está propondo alta de tributos, mas redução de benefício fiscal”, afirmou o ministro Fazenda.

Ontem, em coletiva de imprensa, Eduardo Guardia havia falado que o governo teria que elevar tributos. Hoje pela manhã, após Rodrigo Maia chamá-lo de irresponsável, o ministro mudou o discurso.

 

 

A coletiva começa às 11h30 na sede da Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL

 

A Prefeitura de Araripina fará, nesta quarta-feira, 30, em coletiva de imprensa, apresentação das atrações musicais e da estrutura física do Parque Três Vaqueiros para a festa de São João que será realizada entre os dias 19 e 23 de junho. A coletiva começa às 11h30 na sede da Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL.

 

Com o tema “90 anos de Araripina”, o São João de 2018 terá grandes atrações de renome nacional bem como a valorização dos artistas locais e regionais. A estrutura do Parque Três Vaqueiros será montada para receber os turistas e araripinenses que tradicionalmente participam do maior e melhor São João do interior de Pernambuco.

 

A festa de São João vai além da diversão e é também uma tradição cultural do povo nordestino e uma das datas mais aguardadas pelo comércio local. Em 2017, um estudo do Sebrae apontou uma movimentação econômica de R$ 10 milhões no comércio e no setor de serviços da cidade durante o mês junino.

O anúncio será transmitido pelas redes sociais da Prefeitura de Araripina e também por todas as emissoras de rádio da cidade: Arari FM 90,3; Grande Serra FM 90,9 e Nossa FM 94,3.

 

UNIP: Há 10 anos atuando na região, seja nível superior, "Unip aqui você pode!"

 

Novos Cursos: 

 

 Desing Interiores, Ciências Biológicas, Gestão de Seviços Jurídicos, Serviço Social , Educação Física e outros, ta na hora de mudar de vida.

 

 

 

 

 

Cerca de 15 mil compridos de rebite são apreendidos dentro de veículo na BR-316 em Trindade

 

 

 

 

Cerca de 15 mil comprimidos de rebite foram apreendidos na madrugada desta terça-feira (29) em um veículo durante uma abordagem na BR-316 em Trindade, no Sertão Pernambucano. Segundo com a 9º Companhia Independente de Polícia Militar (9º CIPM), o condutor partiu de Ibotirama, na Bahia.

Os compridos eram do remédio Nobese, conhecido também como rebite, por estimular os usuários a trabalharem em ritmo mais acelerado.

O material apreendido foi encaminhado para a delegacia de Polícia Civil de Ouricuri, para serem tomada as medidas legais.

 

 

 
 

http://jconlineimagem.ne10.uol.com.br/imagem/noticia/2018/05/30/normal/bc61a02ff4a0254f964153f71906c09b.jpg

As agências bancárias funcionam normalmente na próxima sexta-feira (1º), após o feriado nacional de Corpus Christi nesta quinta-feira (31).

No dia do feriado, a Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) lembra que não haverá atendimento nas agências bancárias. A população poderá utilizar os canais alternativos de atendimento, como mobile (celular) e internet banking, caixas eletrônicos, banco por telefone e correspondentes.

Segundo a Febraban, os carnês e as contas de consumo (como água, energia, telefone) vencidos no feriado poderão ser pagos sem acréscimo no dia seguinte. Normalmente, os tributos já estão com as datas ajustadas ao calendário de feriados, sejam federais, estaduais ou municipais.

Os clientes também podem agendar os pagamentos das contas de consumo ou pagá-las (as que têm código de barras) nos caixas automáticos. Já os boletos bancários de clientes cadastrados como sacados eletrônicos poderão ser agendados ou pagos por meio do DDA (Débito Direto Autorizado).

 

“Para resolver o problema do endividamento da Petrobras, que era dramático, o governo endereçou à sociedade uma política de preços maluca do reajuste dos combustíveis”, disse o senador

ASCOM / Foto: divulgação

O senador Armando Monteiro (PTB-PE) culpou, nesta terça-feira (29), o governo pela alta de preços do óleo diesel que provocou a crise da greve dos caminhoneiros. Em debate com o ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, durante audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), o petebista disse que o governo adotou uma política de choque de preços dos combustíveis num momento absolutamente inoportuno, de desaceleração da economia.

“Esta crise já estava contratada. Para resolver o problema do endividamento da Petrobras, que era dramático, o governo endereçou à sociedade uma política de preços maluca do reajuste dos combustíveis, absolutamente imprevisível, numa conjuntura econômica de baixa demanda. Houve imprudência e insensibilidade, que desaguaram na crise aguda pela qual está passando o país inteiro”, declarou.

Segundo Armando, colaborou para a prática de reajustes constantes dos combustíveis num cenário de baixa atividade econômica o fato do governo federal e dos governos estaduais serem “sócios” dessas altas de preços, pela elevada tributação dos combustíveis. O petebista informou que, no primeiro quadrimestre do ano, a receita da União com os impostos sobre derivados de petróleo cresceu 57,8% em relação a igual período de 2017, atingindo cerca de R$ 22 bilhões. “O governo federal e os governos estaduais estavam numa situação confortável e espetaram a conta na sociedade”, assinalou.

REGULAÇÃO FORTE – O senador pernambucano enfatizou que o monopólio da Petrobras permite a prática de reajustes abusivos de preços. Defendeu, por isso, “uma regulação mais forte nos preços da Petrobras, de modo a buscar tarifas próximas dos custos médios de produção e que ao mesmo tempo incentivem a busca de eficiência”.

O ministro da Fazenda não respondeu a duas das cinco indagações que lhe fez Armando Monteiro na audiência pública da CAE. Alegando que os dois temas estavam afetos diretamente ao Ministério dos Transportes e que, por isso, não dispunha de dados, Eduardo Guardia não soube dizer se a isenção do pedágio para eixo suspenso dos caminhões será compensada pelo aumento do pedágio para todos os outros motoristas e se a tabela mínima dos fretes, ao não levar em conta os efeitos sazonais, não terá impacto inflacionário. Ambas as medidas estão contidas em medidas provisórias baixadas pelo governo para acabar com a greve.

 

Resultado de imagem para imagem de temer

 
 
 
Aliados de Michel Temer no Congresso Nacional e ministros do Supremo Tribunal Federal afirmam que o governo atingiu um nível extremo de enfraquecimento político, não descartando, em caso de piora na situação, o risco de a gestão não conseguir se sustentar nos sete meses que lhe restam.
 
A avaliação ouvida pela Folha é a de que a crise com os caminhoneiros atingiu um dos últimos resquícios de credibilidade da administração, a área econômica.
 

 

Temer completou no último dia 12 dois anos de governo como o presidente, na média, mais impopular desde pelo menos a gestão de José Sarney (1985-1990).
 
Mas vinha batendo na tecla de que em sua administração a inflação foi reduzida e o país saiu da recessão, embora em ritmo mais lento do que o esperado.
 
Com a crise da greve dos caminhoneiros, o país passa por uma grave situação de desabastecimento, cenário não detectado pelo governo apesar de alertas nessa direção. 
 
Emparedado, o Palácio do Planalto foi obrigado a ceder em vários pontos, em uma demonstração do enfraquecimento político que vive, mas mesmo assim não conseguiu até esta segunda-feira (28), oitavo dia da crise, encerrar a paralisação.
 
"Não é o caminhoneiro, é o brasileiro que não admite a Presidência do Temer. O PT insistiu na Dilma. Deu no deu", afirmou em nota o líder da bancada do aliado DEM, o senador Ronaldo Caiado (GO).
 
"A greve dos caminhoneiros detonou a popularidade do Temer e do governo, a população está revoltada. O governo tinha ainda certa credibilidade na equipe econômica. Era um alicerce importante", afirma o deputado Rogério Rosso (DF), do também aliado PSD.
 
Um dos principais correligionários de Temer na Câmara, o deputado Beto Mansur (MDB-SP) afirma que todo o espectro político perde, não só Temer. "Tivemos um problema na questão da inteligência do governo, de não saber o tamanho da 'trolha', essa é minha opinião, mas tem que procurar resolver. Esse é um processo perde-perde, ninguém ganha."

Nos bastidores do STF, a avaliação de ministros é a de que o governo subestimou os caminhoneiros. No caso de o desabastecimento se agravar, há, na visão desses magistrados, o risco de uma revolta de maior proporção, com ameaça ao já cambaleante mandato de Temer.
 
Ainda de acordo com integrantes da corte, o emedebista e o seu entorno estão longe de representar uma voz com força para dialogar com diferentes grupos sociais.
 
Eles afirmam que em um momento como esse era preciso que Temer procurasse institucionalmente os governadores e chefes de outros poderes. Mas a interlocução do Palácio do Planalto com o STF tem sido feita pelo ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, que já conversou com quase todos os 11 magistrados, pessoalmente e por telefone. 
 
Na quinta-feira (24), ele se reuniu por cerca de uma hora com Gilmar Mendes, em Brasília. Nesta segunda (28), o encontro foi com Alexandre de Moraes.
 
No Congresso, Temer busca se reaproximar do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que é pré-candidato à sua sucessão.
 
Durante o fim de semana, quando tentava se desvencilhar da crise, Temer chamou apenas o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), para conversar. Não procurou Maia.
 
Ontem os deputados Baleia Rossi (MDB-SP) e Pauderney Avelino (DEM-AM) costuraram uma conversa entre Temer e Maia, que foi ao Palácio do Planalto no início da tarde.
 
A TEMPESTADE PERFEITA SOBRE O PRESIDENTE
 
- enfrenta uma greve de caminhoneiros sem precedentes;
- tem níveis recordes de impopularidade;
- não fez a economia deslanchar, e agora tem de lidar com a alta do dólar;
- perdeu a capacidade de aprovar reformas no Congresso;
- é investigado pela PF em razão de decreto no setor portuário
 
Blog: Blog Marcos Montinelly
Por: Ranier Bragon , Letícia Casado e Daniel Carvalho – Folha de S.Paulo
 
 
 
 

 

Eleições 2018: Lula tem mais intenções de voto que a soma dos 13 adversários

 

Pesquisa de intenções de voto para a presidência da República divulgada nesta segunda-feira (28) pelo Instituto Vox Populi aponta que, se as eleições fossem realizadas hoje, o ex-presidente Lula (PT) venceria com tranquilidade já no primeiro turno. De acordo com a sondagem, Lula tem 39% das intenções de voto, 9% a mais que a soma dos 13 adversários citados, que chega a 30%. Neste levantamento, os nomes dos candidatos foram apresentados aos eleitores.

 

O segundo colocado na pesquisa, o deputado Jair Bolsonaro (PSL-RJ), não chega nem na metade das intenções de voto de Lula e atinge apenas os 12%. Ele é seguido por Marina Silva (Rede), com 6%; Ciro Gomes (PDT), com 4%; Geraldo Alckmin (PSDB), com 3% e Álvaro Dias (Podemos), com 2%. Henrique Meirelles (MDB-GO), Manuela D’Ávila (PC do B) e João Amoedo (Novo-RJ) têm cada um 1% das intenções de votos. Já Flávio Rocha (PRB-RN), Guilherme Boulos (Psol-SP), João Vicente Goulart (PPL), Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Paulo Rabelo de Castro (PSC) não pontuaram. O percentual dos que não vão votar em ninguém, brancos e nulos totalizou 21% e não sabem ou não responderam, 9%.

Pesquisa espontânea

 

O levantamento do Vox Populi sondou também os eleitores sem citar o nome dos candidatos, o que configura a pesquisa espontânea. Nesta modalidade, Lula segue liderando com ampla vantagem, atingindo 34% das intenções de votos. O segundo colocado é Jair Bolsonaro, que tem 10%; Ciro e Alckmin voltam a empatar, com 3% cada; Marina e Joaquim Barbosa, que desistiu da candidatura, surgem com 2% cada; e Álvaro Dias, com 1%. E 5% dos entrevistados disseram que vão votar em outros, 25% ninguém, brancos e nulos, e 16% não sabem ou não responderam.

Confira a íntegra da pesquisa aqui.

 

 

UNIP: Há 10 anos atuando na região, seja nível superior, "Unip aqui você pode!"

 

Novos Cursos: 

 

 Desing Interiores, Ciências Biológicas, Gestão de Seviços Jurídicos, Serviço Social , Educação Física e outros, ta na hora de mudar de vida.

 

 

 

 

12 rodovias ainda estão bloqueadas em Pernambuco, segundo a PRF

 

 

Resultado de imagem para rodovias fechadas em pernambuco crise dos combustíveis

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informa que 727 pontos de bloqueio foram liberados entre o início das manifestações até a manhã desta segunda-feira (28). Até o momento, 556 pontos permanecem ativos em rodovias federais, com bloqueios parciais e sem prejuízo à livre circulação de outros veículos.

"A PRF continua desenvolvendo ações para a manutenção de corredores interestaduais para a circulação de cargas de animais vivos, gêneros alimentícios, equipamentos essenciais, medicamentos, combustíveis e outras cargas sensíveis", explica a nota.

Ainda segundo o balanço, 12 rodovias estão bloqueadas e 78 foram liberadas no estado de Pernambuco.

 

 

Ciro no Roda Viva: “Temer é um escroque que usurpou a presidência”

 

O pré-candidato à presidência Ciro Gomes (PDT), em entrevista concedida na noite desta segunda-feira (28) a jornalistas da bancada do “Roda Viva”, da TV Cultura, fez duras críticas à política de preços da Petrobras, que culminou na alta do diesel e teve como consequência a paralisação dos caminhoneiros.

“Pedro Parente, para servir aos interesses estrangeiros, pratica uma política fraudulenta de preços na Petrobras”, afirmou, classificando ainda a política de preços alinhada ao preço do barril de petróleo no mercado internacional como “criminosa”.

 

Entre uma pergunta e outra, o ex-ministro chamou o governo de Michel Temer de “golpista” e criticou o tipo de relação que o Brasil mantém atualmente com o mercado financeiro.

“O mercado, essa entidade fantasmagórica, atribuiu um poder a si próprio de tutelar à democracia. Eu não aceito isso”, disparou.

 

Ciro prometeu ainda que, se for eleito presidente da República, revogará a lei do teto de gastos, que impõe um congelamento do orçamento para áreas importantes pelos próximos 20 anos. “Isso não tem precedente em lugar nenhum no mundo. Se eu congelo por 20 anos investimentos em saúde, quem vai cuidar das crianças?”, questionou.

“Não adianta a gente aceitar que essa greve acabe nas demandas atendidas por associações e sindicatos. Eu peço publicamente a demissão deste entreguista, apátrida, que é o senhor Pedro Parente e trocar a política de preços da Petrobras. O resto é paliativo”, disparou.

 

Entre críticas à política de preços da estatal e o tipo de relação que o governo brasileiro mantém, atualmente, com o mercado internacional, o ex-ministro disparou ainda, diretamente, contra o presidente Michel Temer. Quando perguntado sobre a atual crise, tanto econômica quanto política, e os pedidos de intervenção militar que começaram a surgir, Ciro foi direto. “Agora é trincar os dentes e segurar até a eleição. Temer é o fundo do poço, um escroque que usurpou a presidência da República. Eu conheço de perto”, afirmou. “A canalhice não tem limites. Estão ferrando nossa pátria”, disse na sequência.

 

Sobre as alianças que fará para as eleições, Ciro afirmou que buscará, em um primeiro momento, uma proximidade com o PSB e, em um eventual segundo turno, com o PCdoB.

Em outro momento da entrevista, o pré-candidato voltou a defender, como fez no primeiro bloco do programa, uma reforma tributária que alivie os altos impostos pagos pelos mais pobres. “O Brasil precisa sair da caixinha conservadora. Reduzir tributação sobre os mais pobres. É muito mais alta que a dos mais ricos”.

 

SINTEPE diz que 90% das escolas não funcionaram ontem

 

 

 

Imagem ilustrativa

O SINTEPE disse em nota que ontem dia 28, ao todo cerca de 90% das Escolas da Rede Pública Estadual não funcionaram. “As escolas, por ordem do Governo, abriram, mas os estudantes em sua grande maioria não compareceram”, diz a nota.

 

“Os Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação que moravam perto das unidades compareceram e a grande maioria não teve como se locomover ao local de trabalho. As escolas do centro do Recife não tiveram aula, apesar de abertas”.

 

Segundo a categoria, as pessoas não tinham como se locomover às escolas. “O Governo prometeu que a frota do transporte público estaria 100% disponível, mas isso não foi uma realidade”.

 

No interior, diz o SINTEPE, há uma questão mais grave que é a suspensão do transporte escolar pelas prefeituras, o que dificultou ainda mais o funcionamento das escolas. “As escolas que abriram funcionaram precariamente”.

 

“O Sintepe também afirma que a reposição das aulas será discutida com o governo após o término do movimento. E advoga que o Governo do Estado anuncie nesta terça-feira (29) a suspensão das atividades  na Rede Pública Estadual até a completa normalização dos serviços públicos essenciais”

 

 

 

 

 

Popular é levado à delegacia após ser flagrado comercializando gasolina em garrafas petis

 

 

 

Por volta das 23h50 de ontem (28), a Polícia Militar de Catolé do Rocha no Sertão da Paraíba, foi informada através de uma ligação anônima, informado que tinha uma pessoa comercializando gasolina em garrafas petis com preso abusivo, ou seja, no valor de R$ 7,50.

Diante das informações, uma guarnição foi ao local e constatou a veracidade, sendo encontrado o popular José Wagner da Silva de 31 anos, fazendo a comercialização do combustível.

O suspeito foi levado a delegacia de Polícia Civil para prestar esclarecimento junto ao delegado de plantão sobre o fato ocorrido. (Ângelo Lima)

 

 

 

 

Homem mata a tiros suposto amante da esposa, diz polícia

 

 

Um homem foi morto a tiros, na noite deste domingo (27), após um suposto flagrante de traição. O crime aconteceu no bairro Gramame, em João Pessoa.

Gledson Clementino da Silva, de 23 anos, foi morto com cerca de cinco tiros, que atingiram as costas e a cabeça.

O principal suspeito é o vizinho da vítima, que foi capturado pela polícia minutos depois. Ele confessou o crime

Os companheiros do Portal de Notícias T5, conversaram com o suspeito, que revelou o que teria motivado o homicídio. Ele afirmou ter flagrado a própria esposa, que está grávida, fazendo sexo com a vítima no andar inferior da residência dele.

Ele disse que imediatamente subiu, pegou uma arma, retornou e atirou contra Gledson, que morreu ainda no local. O SAMU chegou a ser chamado, mas ao chegar constatou a morte da vítima.

O suspeito deixou o local após o crime. Ele afirmou ter ido até a casa da avó, onde minutos depois a polícia chegou. Ele ainda tentou fugir mas foi capturado pelos agentes.

O suspeito disse à polícia que tinha adquirido a arma ainda na adolescência para se defender das agressões de um primo. Desde então guardava o revólver em casa. O suspeito disse que se desfez da arma logo após o crime.

Ele foi encaminhado à Central de Polícia de João Pessoa, no bairro do Geisel. (T5)

 

Acidente de moto deixa uma vítima fatal próximo ao trevo na entrada de Tavares, na PB

 

 

Um homem ainda não identificado morreu em um acidente de moto na rodovia PB-306 próximo ao trevo na entrada da cidade de Tavares, no Sertão da Paraíba.

 

De acordo com informações de populares em contato com o nosso Blog, na manhã desta terça-feira, dia 29/05, provavelmente o acidente aconteceu durante a madrugada, e pelas características do acidente supõe-se que o condutor do veículo automotor tenha perdido ao controle e saído da pista batendo a cabeça no solo ou em outro obstáculo, o que possa ter ocasionado a morte imediata.  

Até ás 8hs da manhã, o corpo da vítima encontrava-se no local do acidente aguardando a chegada da equipe do Instituto de Medicina legal (IML) da cidade de Patos

Informações não autenticadas dão conta que a vítima é natural de Tavares - morador da zona rural.

Breve mais informações por Djacir Perreira

 

 

 

 

Ricardo Coutinho_Programa Fala Governador

O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), durante exposição no programa semanal “Fala, Governador”, veiculado pela Rádio Tabajara, desmontou o discurso do senador paraibano Cássio Cunha Lima (PSDB), que faz oposição à gestão. O tucano usou de espaço na imprensa para culpar o Governo do Estado pelo preço dos combustíveis, alegando que os impostos estaduais, em especial o ICMS, seriam muito altos e pesariam no bolso dos consumidores.

 

Ricardo lembrou que Cássio, quando governou a Paraíba, entre 2003 e 2009, aumentou o ICMS de 17% para 27% em apenas um ano (2004). O tucano aprovou dois projetos de leis que onerou bens supérfluos, dentre eles combustíveis e energia.

 

“Em 2004, com a lei 7.598, passou de 17 para 25 por cento. Ele aumentou 8%, ou seja, 60% daquilo que tinha e com outra lei de 2004, a 7.611, que criou o Funcep, o Fundo de Combate a Erradicação da Pobreza (na Paraíba), ele aumentou mais 2%. Ou seja, o ICMS em 2004 passou de 17 para 27 por cento. E alguém, com a maior cara de pau do mundo, vem dizer que [a culpa] é do atual governo”, lembrou.

 

O governador lembrou ainda que as propostas que tramitam no Senado visando a redução de impostos estaduais gerariam um grande impacto nas finanças da Paraíba.

“Está tramitando no Senado que cada 1% de ICMS que fosse diminuído aqui na Paraíba, teríamos menos R$ 30 milhões ao ano. A proposta lá era diminuir 9%. Esse ano seria R$ 270 milhões. 1% no diesel, R$ 7,4 milhões ao ano, cada um por cento. Então 4 por cento, que é a proposta de diminuir, daria R$ 81 milhões. Então estou falando de uma queda de receita de R$ 350 milhões”, calculou.

Paraíba Já

 

 

Os pontos de revenda do botijão do GLP (gás de cozinha) que forem pegos praticando preços extorsivos serão autuados e multados e os responsáveis poderão ser presos em flagrante. Os fiscais da Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor estão conferindo as denúncias que estão chegando ao Procon-JP dando conta de que existem estabelecimentos vendendo o botijão por até por R$ 200.

 

O secretário Helton Renê alerta que qualquer comerciante de qualquer tipo de segmento que se aproveitar desse momento difícil será punido com o rigor da lei. “Estamos recebendo denúncias de vários segmentos do comércio, como farmácia e supermercados, sobre aumentos de preços dos produtos de forma exorbitante. Quem for flagrado praticando esse tipo de abuso não apenas será autuado e multado, mas poderá ter o estabelecimento fechado e o responsável será detido. Não dá para contemporizar com quem se aproveita da fragilidade da população”.

 

A equipe de fiscalização iniciou a inspeção nos pontos de revenda do gás de cozinha na última sexta-feira (25), pelos 19 estabelecimentos visitados pela equipe da pesquisa realizada no dia 24 de abril de 2018, onde o menor preço era registrado a R$ 60,00 e, o maior, em R$ 70,00. Em ambos os casos podia-se comprar o produto por esses preços à vista ou no cartão. “Iniciamos nossa fiscalização desde a semana passada. Até o momento não conseguimos flagrar nenhuma irregularidade denunciada. A grande maioria já estava, inclusive, sem o produto”, afirmou.

 

Estocagem

A denúncia quanto à estocagem do botijão de gás de cozinha, justamente para valorizar o preço do produto, também não foi constatada. “Nossos fiscais estão checando todas as denúncias que estão chegando ao Procon-JP e as irregularidades que forem encontradas serão exemplarmente punidas. Como realizamos pesquisas de preços em abril passado, temos como nos basear para averiguar se há abusividade nos preços. Quanto à informação de que os donos do estabelecimento estão escondendo o produto, também estamos verificando”, informou o secretário Helton Renê.

 

Ele salienta que os estabelecimentos estão sendo notificados para que apresentem as cinco últimas notas fiscais de compra do GLP e, em caso de irregularidade, as multas podem chegar a R$ 15 mil, além de interdição do estabelecimento. “Os casos mais extremos, como a venda de um botijão por 200 reais, terão punição mais severa, a exemplo de prisão”. (Portal Correio)

 

A afogadense Aurea Palloma Bezerra Barbosa Veras, aluna do curso de Bacharelado em Ciências Biológicas da Universidade Federal Rural de Pernambuco/Unidade Acadêmica de Serra Talhada tem trabalho aprovado no 16º Congresso da Sociedade Internacional de Etnobiologia, evento que acontece em conjunto com o 12º Simpósio Brasileiro de Etnobiologia e Etnoecologia e a 1ª Feira Mundial de Sociobiodiversidade. O evento contará com a presença de 31 países e será sediado no Hangar centro de convenções da Amazônia, em Belém- PA, no período de 7 à 11 de Agosto.

 

Segundo Paloma, o objetivo do congresso é refletir sobre a declaração de um documento assinado no Congresso Internacional de Etnobiologia que aconteceu em Belém, em 1988, e destacou a conexão entre os povos tradicionais e a biodiversidade. Além disso, o outro objetivo é analisar o campo da etnobiologia ao longo dos 30 anos, focando nos avanços e desafios científicos, éticos, jurídicos e políticos relacionados aos povos indígenas e populações tradicionais e o uso sustentável da biodiversidade.

 

Governo quer aumentar para 150 média diária de caminhões com combustível que saem de Suape. Entre quinta (24) e esta segunda (28), cerca de 100 caminhões saíram do local.

G1 Pernambuco / Foto: reprodução

Em Pernambuco, pelo menos 63 cidades decretaram situação de emergência devido ao desabastecimento de combustível. A informação foi divulgada pela Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) nesta segunda (28). O governo estadual quer aumentar para 150 a média diária de caminhões com combustível que saem do Porto de Suape para manter os serviços essenciais à população durante a greve dos caminhoneiros, que chegou ao 8° dia. (Veja vídeo acima)

 

Entre a madrugada da quinta (24) e a tarde desta segunda (28), cerca de 100 caminhões com combustível saíram do complexo portuário localizado no Grande Recife sob escolta policial ou do Exército para manter serviços nas áreas de saúde, segurança e tranporte público e abastecer alguns postos da Região Metropolitana.

 

A falta de combustível levou os seguintes municípios a decretarem situação de emergência: Afogados da Ingazeira, Afrânio, Agrestina, Aliança, Arcoverde, Belo Jardim, Bom Jardim, Brejo da Madre de Deus, Cachoeirinha, Camaragibe, Carnaíba, Caruaru, Cortês, Cumaru, Cupira, Custódia, Dormentes, Escada, Exu, Flores, Garanhuns, Gravatá, Ibirajuba, Igarassu, Iguaraci, Inajá, Ingazeira, Ipojuca, Itaíba, Jaboatão dos Guararapes, Jaqueira, Lajedo, Moreno, Olinda, Palmeirina, Paranatama, Passira, Pesqueira, Petrolina, Pombos, Primavera, Riacho das Almas, Rio Formoso, Santa Maria da Boa Vista, São Caetano, São João, São Joaquim do Monte, São José da Coroa Grande, São Lourenço da Mata, São Vicente Férrer, Sirinhaém, Sertânia, Solidão, Surubim, Tabira, Tacaimbó, Tamandaré, Taquaritinga do Norte, Toritama, Trindade, Triunfo, Vertentes e Xexéu.

Força policial

 

Após reunião nesta segunda (28) do Comitê de Monitoramento de Crise montado para acompanhar os efeitos da paralisação dos caminhoneiros, o governo de Pernambuco informou que não descarta a utilização de força policial para liberar os 12 pontos de bloqueio parcial nas rodovias federais no estado.

 

Segundo o secretário de Planejamento e Gestão de Pernambuco, Márcio Stefani, há negociações com os manifestantes estacionados às margens da Avenida Portuária, em Suape, para liberar 30% dos caminhões que diariamente circulam pelo local, mas a quantidade de grupos ligados ao movimento dificulta o acordo.

 

“Temos uma estrutura de negociadores dentro das forças policiais e dentro da estrutura do governo, mas tivemos uma dificuldade porque são três ou quatro grupos por bloqueio. Não há uma verticalidade, são muitas pessoas. Nos bloqueios em Suape e nas BRs 232 e 101, têm mais de um grupo”, afirmou o secretário.

 

 

 

 
 
 

Maior exportador de frutas do país, o Vale do São Francisco já contabiliza um prejuízo de R$ 570 milhões ao final do oitavo dia de paralisação dos caminhoneiros. A conta foi apresentada na tarde desta segunda-feira (28), pelo presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Petrolina (SPR), Jailson Lira.

 

Segundo o representante do mais importante segmento da economia regional, a paralisação vem atingindo fortemente o setor, que deixou de comercializar nesta semana para os mercados interno e externo 40 mil toneladas de uvas e 60 mil toneladas de mangas, além de mais 200 mil toneladas de outras frutas, a exemplo de acerola, banana, coco e mamão.

“Com todo esse tempo de paralisação, nossas câmaras frias já estão com a ocupação esgotada, não oferecendo mais espaço para o armazenamento das frutas colhidas recentemente. O resultado são pomares e mais pomares com frutas apodrecendo no campo”, lamentou.

 

Jailson Lira advertiu ainda que 80% da safra a ser colhida essa semana poderá ficar comprometida por falta de mercado. “Além de termos cancelados todos os novos pedidos do mercado interno, outro agravante é a falta de combustível para os tratores e pulverizadores, o que pode ocasionar a perda das safras de exportação de setembro e outubro”, pontuou.

 

Ao final da reunião, os produtores assinaram um documento, onde reconhecem a legitimidade do movimento dos caminhoneiros, “por que também sentem o alto custo do diesel na atividade agrícola” e solicitam dos poderes competentes a agilização das negociações, liberação das estradas e acessos aos portos, além da agilização dos documentos de liberação das frutas, a exemplo da Permissão de Trânsito de Vegetais (PTV).

JC Online

Estudantes e sociedade civil engrossam greve dos caminhoneiros nas Ruas de Petrolina

 
 
 
Centenas de pessoas participam de ato de manifestação convocada pelas redes sociais intitulada “Somos Todos Caminhoneiros”. Em Petrolina, no sertão de Pernambuco, o manifesto acontece desde às 8h em frente ao prédio da Prefeitura Municipal (Avenida Guararapes, Centro da cidade). No local motoristas estacionaram vários veículos, entre eles, dois caminhões com faixas exigindo mudanças na redução de impostos, do presidente Michel Temer.

Um dos líderes dos movimentos que pediu anonimato, ressaltou que o protesto desta segunda (28), além de ser pacífico é apartidário.

Nas faixas é possível perceber o pedido de “Fora Temer” e o retorno de uma intervenção militar talvez em apoio implícito ao deputado federal Jair Bolsonaro (PSL), único candidato à presidência da República, que defende o retorno da ditadura na política brasileira.

 

 

Movimentos estudantis ressaltaram no entanto, que apenas uma parte do grupo que participa do protesto dado ao fato de desconhecerem as atitudes realizadas no Brasil de 1964 à 1985 com recheadas censuras de todas as matizes principalmente culturais e liberdade de expressão apoiam a volta da ditadura.

O manifesto desta segunda-feira contou com o apoio também de entidades de segurança pública, bem como dos setores ligados a prefeitura e ao governo do estado. O protesto deve durar durante todo o dia, e em apoio aos caminhoneiros escolas e alguns órgãos públicos cancelaram as atividades neste dia.

Fotos: Jean Brito, jornalista