Get Adobe Flash player

Panificadora Samuel

 
 

Cidades acessando blog

Escola Monteiro Lobato



 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!


Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

site: emonteirolobato.com.br

 

Login

Dr. Jamildo Carvalho

Blog MM

 

 

 

Tudo posso naquele que me fortalece.

Email:blogmarcosmontinelly@gmail.com

  (87) 9 -9680-8985 

 

 

Desfile Cívico da Escola M. L.

 

Formatura do ABC Monteiro

Yane Marques

Vozes do Forro

AABB

 

Login Form

Fotos Bloco a Onda

Canaval 2016

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!

 

 

A educação é um direito de todo cidadão brasileiro e o poder público tem a obrigação de garantir a acessibilidade nas instituições de ensino. Em cima dessa premissa, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) recomendou ao município de Serra Talhada cumprir, no prazo de 60 dias, a Lei de Inclusão à Pessoa com Deficiência.

 

O intuito da recomendação é garantir que o sistema educacional seja inclusivo em todos os níveis e modalidades de ensino. Para atingir esse objetivo, o MPPE recomenda que seja ofertada educação bilíngue, em Língua Brasileira de Sinais (Libras) e língua portuguesa escrita, a todos os alunos surdos; que os ambientes das unidades de ensino sejam adequados para maximizar o desenvolvimento social e acadêmico dos estudantes com deficiência; que haja formação de professores e intérpretes de Libras para atendimento especializado; e que sejam adotados recursos tecnológicos para incluir o uso de Libras e Braille a fim de ampliar as habilidades e a autonomia dos estudantes com deficiência.

 

Por fim, o promotor de Justiça, Vandeci Sousa Leite, encaminhou ofício à Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) para que a entidade encaminhe a relação de seus usuários à Secretaria de Educação de Serra Talhada, para que as crianças e adolescentes sejam matriculados na rede regular de ensino municipal.

 

 

 

WhatsApp limita encaminhamento de mensagens para combater fake news

 
 
O aplicativo de mensagens WhatsApp vai passar a ter um limite de destinatários para o encaminhamento de mensagens. Segundo a empresa, de propriedade do Facebook, o objetivo com isso é reduzir a disseminação de notícias falsas. A novidade foi anunciada nessa última quinta-feira (19) pela empresa por meio de seu blog institucional.
 
O WhatsApp é a segunda maior rede social do planeta, com 1,5 bilhão de usuários. A plataforma perde apenas para o Facebook, com 2,2 bilhões de pessoas inscritas. No Brasil, são mais de 100 milhões de pessoas com o aplicativo.
 

 

Até antes da mudança, uma mensagem poderia ser repassada a até 250 chats(conversas, que podem ocorrer com pessoas ou grupos) de uma vez. Com a limitação, o número será de 20 chats quando alguém desejar encaminhar um texto recebido.
 
Restrição maior na Índia: Na Índia, a restrição será maior, com o encaminhamento sendo permitido somente cinco chats. Também haverá uma alteração na ferramenta de repasse, retirando a opção de perto das mensagens. O país registrou casos de linchamentos e assassinatos a partir de boatos disseminados pelo Whatsapp, o que colocou o aplicativo em questão e gerou debates em diversos países.
 
“Nós acreditamos que essas mudanças, que nós vamos continuar avaliando, vão ajudar a manter o Whatsapp no sentido do que ele foi desenvolvido para ser: um aplicativo de mensagens privadas”, afirmou a empresa em seu blog.
 
O app vem sendo apontado por especialistas e autoridades como um dos canais mais potentes de difusão de notícias falsas. Entre os fatores que abririam espaço para esse tipo de prática estariam a facilidade de repassar as mensagens e a ausência de identificação desse tipo de procedimento, o que favoreceria uma lógica de mensagens sem autoria.
 
Para lidar com o segundo problema, na semana passada o Whatsapp já havia anunciado que as mensagens repassadas passariam a ser identificadas enquanto tal. “Esta indicação extra tornará conversas individuais e em grupo mais fáceis de serem seguidas”, argumentou a empresa em seu blog institucional. (Via: Agência Brasil)
 
 
 
 
 
 

 

Prefeita de Arcoverde não entrega ambulância à Socorristas e joga responsabilidade para vereadores

A novela da entrega da ambulância do Grupo de Socorristas Voluntários de Arcoverde ganhou mais um capítulo numa história que vem desde abril, quando o veículo foi comprado graças a uma emenda do deputado federal Zeca Cavalcanti (PTB) e até hoje, 20 de julho, não foi entregue pela prefeita Madalena Britto (PSB) a quem de direito, o GSVA.

 

Depois de usar argumento de que aguardava decisão de um “desembargador”, depois de um “promotor”, a Prefeitura de Arcoverde, comandada pela socialista Madalena Britto (PTB), informou aos Socorristas que a decisão de doar vai ficar nas mãos dos vereadores, aonde 08 compõem sua bancada e 02 são da oposição. Para isso, segundo o blog Folha das Cidades, vai mandar um Projeto de Lei para que os vereadores fiquem com a responsabilidade de doar ou não a ambulância aos socorristas. O projeto seria enviado no dia 02 de agosto, quando a Câmara de Vereadores volta do recesso, segundo informação repassada pela assessoria da prefeita.

 

Esta semana, a assessoria da prefeita disse que o “promotor” já tinha dado um tal “parecer” (desnecessário, diga-se de passagem) favorável à entrega da ambulância, mas até hoje ninguém viu tal documento. Agora a prefeita, que posterga a entregar da ambulância simplesmente porque é fruto de uma emenda do parlamentar trabalhista, joga a responsabilidade para os vereadores.

Algo simples que já poderia ter sido resolvido há 4 meses, vem sendo protelado pela prefeita de Arcoverde prejudicando o trabalhos do Grupo de Socorristas Voluntários de Arcoverde – GSVA, que tem cerca de 60 integrantes e estão a assistir tudo sem manifestar-se e cobrar o que lhes é de direito. Enquanto a prefeitura vem postergando a entrega do veículo, uma Ducato, adquirida por R$ 160 mil, os integrantes do GSVA trabalham numa ambulância que, recentemente, caiu até a porta.

 

Em recente entrevista, o deputado Zeca Cavalcanti, que já foi prefeito por 08 anos de Arcoverde, afirmou que para fazer a doação é um processo muito simples e citou que uma servidora da Secretaria de Saúde que trabalhou no seu governo e continua lá, ‘Dorinha’, fazia isso em 15 minutos, bastava ter a ordem e a determinação da prefeita. “É triste o que vem acontecendo, é uma política pequena que prejudica não o deputado Zeca, mais a população e os Socorristas, que poderiam já estar trabalhando em uma ambulância nova, salvando vidas, mas não é isso o que estamos vendo. Lamentavelmente”, disse Zeca Cavalcanti no final de junho.

 

 

 

 

 

JSB declara apoio à Paulo Câmara


Na noite desta quinta-feira, 19 de julho, a Juventude Socialista Brasileira reuniu parte da militância na Sede do PSB de Pernambuco para prestar contas das ações do primeiro ano de gestão da nova executiva do segmento e formular propostas para o Plano de Governo de Paulo Câmara na área de Juventude.

Estiveram presentes jovens de várias regiões do Estado para avaliar o que foi realizado pelo Governo de Pernambuco nos últimos anos, além de discutir as novas necessidades das Juventudes. Durante o ato, a militância declarou apoio à reeleição do Governador Paulo Câmara, reforçando a importância de defender o legado socialista, iniciado por Arraes e Eduardo Campos.

“A continuidade do legado com Paulo Câmara é a garantia de um futuro no qual a juventude é sempre protagonista”, destacou o presidente da JSB, Tyago Bianchi.

A reunião foi encerrada convocando a Juventude para a Convenção do PSB, que será no dia 5 de agosto, no Clube Internacional do Recife, para dar o pontapé inicial da campanha socialista no Estado.

 

Morre o pai do vereador de Serra Talhada Zé Raimundo Filho


Por: Giovanni Sá- Farol de Notícias

Morreu nesta sexta-feira (20) no Hospital Santa Marta, no Centro de Serra Talhada, o produtor rural José Raimundo da Costa, 88 anos, pai do vereador Zé Raimundo Filho e da presidente da Autarquia Educacional (AESET), Eliane Cordeiro.

Ele faleceu às 17h55, deixando sua família com esposa, cinco filhos e dez netos, muitos amigos e conhecidos que admiravam sua história.

José Raimundo não era político por vocação, muito pelo contrário. Era amante da natureza.

Porém, com a fala mansa e olhar afável, o octogenário tinha uma influência muito grande no pensar e agir do filho parlamentar, que costumava pedir conselhos ao pai sempre que necessário.

“Meu pai era tudo para mim e chegou a sua hora. Ele se foi”, declarou Zé Raimundo Filho, tentando segurar as lágrimas.

O corpo de José Raimundo será velado na Casa de Homenagens Póstumas Bezerra de Melo, no Centro de Serra Talhada e o sepultamento ocorrerá sábado,às 16 horas.

 

 

 

 

 

João Fernando e Marília em São José do Egito hoje

Por: Renata Bezerra de Melo – Folha Política

 

Pré-candidata ao Governo do Estado, Marília Arraes tem várias agendas, hoje, em São José do Egito, onde o deputado federal João Fernando Coutinho também estará cumprindo compromissos em suas bases. O destino comum pode ser uma primeira oportunidade de os dois estarem juntos em um ato de pré-campanha.

 

A vereadora já ofereceu espaço na chapa majoritária ao PROS e o nome de João Fernando chegou a ser cogitado para estar na vice. Mas, hoje, a prioridade da sigla é fazer o ex-deputado federal Maurício Rands candidato ao Senado. Marília pode, no entanto, ceder a segunda vaga de senador a Humberto Costa, que defende aliança com o PSB, mas tem dito que seguirá a orientação partidária.

Caso contrário, não se descarta que Rands seja alçado a vice da petista. João Fernando Coutinho está no Sertão do Pajeú desde ontem, quando Marília também seguiu para a região. Além de comparecer a uma vaquejada no distrito de Jabitacá, Marília estará em uma plenária de apoio à sua pré-candidatura organizada pelo PT local e por lideranças sindicais, dará entrevista à Gazeta FM, terá um almoço com lideranças da região, será entrevistada em Afogados da Ingazeira e seguirá para Serrita.

 

Entre aliados da vereadora, há apostas em uma agenda conjunta entre ela e João Fernando. A movimentação sinaliza para o anúncio que o PROS deve fazer, em breve, da aliança com o PT em Pernambuco.