Get Adobe Flash player

Panificadora Samuel

 
 

Cidades acessando blog

Escola Monteiro Lobato



 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!


Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

site: emonteirolobato.com.br

 

Login

Dr. Jamildo Carvalho

Blog MM

 

 

 

Tudo posso naquele que me fortalece.

Email:blogmarcosmontinelly@gmail.com

  (87) 9 -9680-8985 

 

 

Desfile Cívico da Escola M. L.

 

Formatura do ABC Monteiro

Yane Marques

Vozes do Forro

AABB

 

Login Form

Fotos Bloco a Onda

Canaval 2016

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!

 

Resultado de imagem para imagem mendonça filho

 
 
O Ministério da Educação anunciou nesta quinta-feira (12) um reajuste de 7,64% no piso salarial dos professores do país.
 
Com o aumento, o menor valor a ser pago a esses profissionais deve passar dos atuais R$ 2.135,64 para R$ 2.298,80.
 
A implementação do novo valor, porém, vai depender de cada Estado.
 
Um levantamento feito em 2016 pela CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação) mostrou que mais da metade dos Estados brasileiros não pagam o piso.
 
O reajuste deste ano ficou 1,35 ponto percentual acima do índice da inflação do ano passado, que foi de 6,29%. Em 2016, ainda sob a gestão da ex-presidente Dilma Rousseff, o salário teve um reajuste de 11,36%, passando de R$ 1.917,78, em 2015, para R$ 2.135,64. A inflação acumulada no período foi de 10,67% (ganho real de 0,69 ponto percentual).

 

O reajuste vai representar um gasto adicional de pelo menos R$ 5,083 bilhões aos municípios brasileiros em 2017, segundo cálculos da Confederação Nacional dos Municípios (CNM). O aumento ocorre justamente em meio às dificuldades enfrentadas por prefeitos para equacionar as contas diante da crise econômica.
 
Questionado sobre isso, o ministro da Educação, Mendonça Filho, disse que cumprir o piso é obrigação nacional. “As redes municipais e estaduais têm obrigação de cumprir a legislação federal. Sabemos que o contexto atual é de dificuldade financeira, mas governo federal tem empreendido esforços para passar recursos que ajudem na receita para a área da educação dos Estados e municípios”, declarou.
Em entrevista coletiva, Mendonça Filho reforçou que o governo federal antecipou, no fim do ano passado, R$ 1,5 bilhão do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação).
 
Contrariando o que diz o levantamento do CNTE, o presidente do Consed (Conselho Nacional dos Secretários de Educação), Frederico Amâncio, afirmou que quase a totalidade dos Estados cumpre sim o piso nacional. “Eu diria que praticamente todos Estados cumprem esse valor mínimo. Agora, outra discussão é se eles estão aplicando o percentual de reajuste do piso como reajuste salarial [das demais faixas]”, disse.
Resultado de imagem para charge salario professor
Já o presidente da CNTE, Roberto Leão, disse que o tema é bastante controverso. “Os Estados declaram [ao MEC] que cumprem com o piso. Mas se a gente for pesquisar direitinho, se for avaliar Estado a Estado, vamos ver que os dados são divergentes e controversos, porque a Lei do Piso não fala apenas do mínimo a ser pago, mas da jornada de trabalho, do percentual para cumprimento da hora/atividade, entre outras questões”, afirmou.
 
Segundo a tabela divulgada pela CNTE, Alagoas, Goiás, Maranhão, Paraíba, Paraná, São Paulo, Tocantins e Rio Grande do Sul não cumpriam o valor do piso apenas para os professores com formação de nível médio, mas aqueles com formação superior recebiam o valor atualizado.
 
Já Bahia, Ceará, Rio de Janeiro, Rondônia e Pernambuco não pagavam o valor no vencimento, como estipula a lei, mas cumprem o valor na remuneração, ou seja, acrescentando gratificações e complementações. Espírito Santo não cumpria o valor estipulado para 2016 nem mesmo na remuneração.
 
O piso é pago para profissionais com formação de nível médio, em início de carreira, que têm carga horária de 40 horas semanais.
O reajuste é anual e acontece sempre em janeiro, de acordo com a Lei do Piso, de 2008. A legislação assegura que o piso deve ser reajustado seguindo a variação no valor anual mínimo nacional investido por aluno da educação básica, que no ano passado foi de R$ 2.739,77. Esse valor é definido pelo Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais de Educação).

 

Quando a lei foi criada, o salário inicial do professor foi fixado em R$ 950,00, que considerando a inflação acumulada de julho de 2008 até dezembro de 2016 seria R$ 1.602,49 nos dias de hoje. Pela lei, os demais níveis de carreira dos professores têm o aumento negociado em cada ente federativo.
 
 

Prefeito vai a Brasília, encontra-se com 3 ministros em um só dia e resultado é excelente para São José do Egito

 
Com menos de 15 dias de governo, Evandro Valadares solicitou audiências com três ministros para buscar recursos para o município, o resultado da viagem foi extremamente positivo para a capital da poesia.
 
No primeiro encontro com o ministro de Minas e energia, Fernando Coelho Filho, solicitou apoio na implantação de projeto de eficientização energética para iluminação pública da cidade, o ministro prometeu dar resposta positiva o quanto antes.
 

 

Depois Valadares foi recebido pelo ministro do desenvolvimento social e agrário, Osmar Terra, que garantiu a retomada imediata do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), são quase 250 mil reis distribuídos á produtores locais. 
 

Também foi solicitado a ampliação do programa para beneficiar mais famílias de São José do Egito. Ainda no MDSA foi pedido a visita de um técnico para orientação do Programa de Inclusão Social Produtiva, o que deve acontecer nas próximas semanas.

Educação

Evandro foi até a sede do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) e garantiu recursos para retomada da construção da Escola São José, paralisada a mais de um ano pela antiga gestão.

Um ônibus escolar no valor de 180 mil reais foi conquistado junto ao Ministério da Educação para transportar com mais qualidade nossos estudantes.
O prefeito, também solicitou a construção de mais duas escolas de 12 salas de aula, investimento que vai melhorar a qualidade da educação ofertada pelo município.

 

Faculdade

Na conversar entre Evandro e Mendonça Filho, ficou definido que dois assessores do Ministério da Educação já começam a cuidar do assunto da faculdade que vai beneficiar todo alto Sertão do Pajeú, para agilizar ainda mais, a implantação da instituição de ensino superior na capital da poesia. (Assessoria)

 

 

Em Princesa Isabel, Ricardo Pereira começa consertar erros deixados por Dominguinhos

O Jornal Correio da Paraíba, desta ultima terça-feira (10), repercutiu as medidas econômicas tomadas pelo prefeito de Princesa Isabel-PB, Ricardo Pereira do Nascimento (PSB). Na matéria, o jornal destacou a extinção de 79 cargos comissionados e a situação caótica da máquina pública . O gestor disse que recebeu a prefeitura com um rombo de 13 milhões de reais no Instituto de Previdência do Município, um gasto de 70 mil na folha de pessoal, falta de medicamentos na farmácia básica e no hospital municipal, empréstimos em nome de pessoas já falecidas e também e outros que sequer residem no município, além das contas zeradas.
 
     O prefeito pontou que, mesmo com a dura realidade encontrada em todas as secretarias municipais, pretende prestar constas a população num prazo de 90 dias. "Mesmo com todos esses problemas, iremos fazer uma prestação de contas com a população na Câmara Municipal. Até termos um mapeamento completo com o resultado da auditoria que contratamos." - finalizou.
 
     Desde que assumiu a prefeitura em 01 de Janeiro, Ricardo Pereira vem tomando medidas de contenção de gastos, entre elas, a diminuição da metade das secretarias do município e a extinção de todas as secretarias adjuntas

Em fevereiro Transparência promove encontro para orientar prefeitos sobre aplicação dos recursos

http://www.cgu.gov.br/sobre/institucional/eventos/2017/encontro-municipio-transparente/imagens/bannersite2.png

Prefeitos eleitos e reeleitos do País inteiro interessados em orientações sobre a correta aplicação dos recursos públicos federais podem participar, no dia 6 de fevereiro, do Encontro Município Transparente, comandado pelo Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU). As sinalizações serão feitas a partir de medidas de aperfeiçoamento da gestão, prevenção e combate à corrupção e incentivo à transparência.

O evento será conduzido, na forma de capacitação, pelas equipes das Unidades Regionais do Ministério da Transparência nos 26 Estados. O evento acontecerá em todas as capitais, exceto no Espírito Santo e em Sergipe, que sediarão, respectivamente, nas cidades de São Mateus e de São Cristóvão.

O conteúdo programático inclui temas como a fiscalização nos municípios, orçamento, licitações e contratos, prestação de contas, ouvidoria, transparência pública, Lei Anticorrupção e atuação do controle interno na Administração Pública.

As inscrições para os prefeitos interessados estão abertas a partir desta quinta-feira (12), no site da pasta. O prazo vai até o dia 31 de janeiro. Ao acessar o formulário eletrônico, o gestor poderá escolher o local onde deseja participar, de acordo com sua logística de deslocamento e a oferta de vagas dos auditórios.

Durante o evento será apresentado o Painel Municípios, ferramenta que consolida dados produzidos pelo Ministério da Transparência desde 2012. A pauta do Encontro inclui, ainda, o balanço da 3ª edição da Escala Brasil Transparente (EBT) - um indicador criado para avaliar o grau de cumprimento de dispositivos da Lei de Acesso à Informação (LAI) pelas unidades da Federação. Os gestores também receberão explicações sobre o 4º Ciclo do Programa de Fiscalização em Entes Federativos. Em 2017, a previsão é verificar a regularidade da aplicação dos recursos federais destinados a 100 prefeituras.

Quatro detentos fogem de penitenciária de segurança máxima em Pernambuco

 
 
Quatro detentos fugiram na madrugada desta quinta-feira (12) da Penitenciária de Tacaimbó, no Agreste de Pernambuco. Segundo o Sindicato dos Agentes Penitenciários de Pernambuco, os detentos escaparam após quebrar a parede, do pavilhão da disciplina, com uma estaca.

No momento da fuga, o sindicato informou que só havia três agentes de plantão. No entanto, ainda segundo sindicato, Roberto Pessoa da Silva, de 28 anos, Edson Ramos de Oliveira, de 51 anos, José Jefferson da Silva, de 24 anos, e Josias Vieira de Souza, de 38 anos, foram recapturados.

Segundo a Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres), um procedimento disciplinar foi instaurado para apurar as circunstâncias do caso. A penitenciária de segurança máxima foi inaugurada em abril de 2016 e tem capacidade para 676 detentos. O presídio está localizado na BR-232, no quilômetro 166, na Fazenda Água Branca, zona rural do município. (Via: Folha PE)