Get Adobe Flash player

Panificadora Samuel

 
 

Cidades acessando blog

Escola Monteiro Lobato



 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!


Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

site: emonteirolobato.com.br

 

Login

Dr. Jamildo Carvalho

Blog MM

 

 

 

Tudo posso naquele que me fortalece.

Email:blogmarcosmontinelly@gmail.com

  (87) 9 -9680-8985 

 

 

Desfile Cívico da Escola M. L.

 

Formatura do ABC Monteiro

Yane Marques

Vozes do Forro

AABB

 

Login Form

Fotos Bloco a Onda

Canaval 2016

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!

 

 
Candidatos à Presidência da República participarão nesta quinta (09), às 22h, do primeiro debate televisivo das eleições de 2018. O programa será realizado pela Bandeirantes e mediado pelo jornalista Ricardo Boechat.
 
A emissora confirmou a participação de oito candidatos, todos de coligações com no mínimo cinco congressistas, obrigados a serem convidados pela lei eleitoral. Ao todo, são 13 nomes na disputa.
 

 

Estarão presentes Álvaro Dias (Podemos), Cabo Daciolo (Patriota), Ciro Gomes (PDT), Geraldo Alckmin (PSDB), Guilherme Boulos (PSOL), Henrique Meirelles (MDB), Jair Bolsonaro (PSL) e Marina Silva (Rede).
 
Luiz Inácio Lula da Silva (PT) não estará presente por estar preso em Curitiba.
 
Ao longo de cinco blocos, os candidatos responderão a perguntas de eleitores, jornalistas e de concorrentes.
 
Com Lula impossibilitado de comparecer, o PT chegou a analisar a possibilidade de que seu vice na chapa, o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT), participasse de um evento alternativo, transmitido pelas redes sociais.
 
Estaria acompanhado de Manuela D'Ávila (PC do B), que deve herdar a vaga de vice se Lula for impedido de concorrer e Haddad assumir a cabeça de chapa.
 
No entanto, agora a ideia é que Haddad e Manuela acompanhem o debate dentro do estúdio, como convidados.
 
Ambos pretendem conceder entrevistas no estúdio e comentar as respostas dos adversários durante os intervalos.
 
O partido também organiza manifestações perto da emissora, em São Paulo.
 
Até o primeiro turno das eleições, em 7 de outubro, outras emissoras e veículos promoverão debates com candidatos à Presidência e aos governos estaduais. (Via: Folhaprss)

 

 

Humberto Costa foi o carrasco de Marília Arraes, disse Bruno Araújo

 

Resultado de imagem para bruno araujo pernambuco

Após as críticas do senador Humberto Costa (PT) à sua atuação como ministro do Ministério das Cidades, o deputado federal e pré-candidato Bruno Araújo (PSDB) divulgou um vídeo nas redes sociais em que atribui ao petista a responsabilidade pela retirada da candidatura da vereadora Marília Arraes (PT) ao governo estadual. O tucano citou ainda a reação de apoiadores da vereadora no Encontro Eleitoral do PT

“O senador foi à Tribuna e demonstrando ser um senador do passado, deixa de se olhar no espelho e esquece que foi escolhido por sua militância como o golpista de Marília, como o responsável pelo impeachment de Marília. Humberto, você é o carrasco de Marília Arraes”, disparou. “Marília poderia ter ajudado no debate do tema que interessa aos pernambucanos ao longo dessas eleições”, completou.

Em resposta à declaração de Humberto de que o tucano teria acabado com o Minha Casa, Minha Vida para a população de baixa renda, o ex-ministro responsabilizou o governo petista. “Humberto e sua turma foram responsáveis pela paralisação das obras de habitação em Pernambuco”, disse.

“Como ministro do Brasil e de Pernambuco, ajudei a retomar essas obras, gerando emprego e renda, e entregando mais 10 mil casas aos pernambucanos e pernambucanas que mais precisavam”, concluiu Bruno Araújo.

 

 

 

Em Pernambuco campanha para o Senado pega fogo

 

https://2.bp.blogspot.com/-2AltXm5z23A/WCsHHp9la_I/AAAAAAAAKyU/rVn9S2aAnGYjNOjBDg5n6zcuax16IFOzACLcB/s1600/1479214769635840.JPG

As candidaturas ao Senado mal foram confirmadas, e o clima já começou a esquentar entre os concorrentes às duas vagas para a Casa Alta que estão em jogo nesta eleição em Pernambuco. Anteontem, na tribuna do Senado, o senador Humberto Costa (PT), que tenta a reeleição pela Frente Popular, lançou as primeiras farpas contra os candidatos do grupo Pernambuco Vai Mudar, os deputados federais Mendonça Filho (DEM) e Bruno Araújo (PSDB). Ontem, o democrata e o tucano revidaram e o deputado Sílvio Costa (Avante), que também está na disputa pela coligação O Pernambuco que Você Quer, engrossou o coro contra o petista.

“Integro a chapa como candidato ao Senado e terei prazer de fazer o debate com os representantes de Temer, que sempre foram subservientes ao presidente da República, como Mendonça Filho e Bruno Araújo, seus ex-ministros, que se prestaram ao papel de destruir o País. Todos os dois têm larga experiência em desmontar projetos essenciais à população”, disparou Humberto Costa.

Mendonça Filho, contudo, não engoliu as críticas a seco e partiu para o ataque. Ao Blog de Jamildo, o deputado sugeriu que Humberto estaria preocupado em ser reeleito para escapar da Operação Lava Jato. “Humberto deve estar com saudade do nosso debate no Senado. Sou homem de diálogo e disposto a debater sempre, mas para não ter problema de data, sugiro que o senador veja a agenda dele e da turma da Lava Jato com a Justiça”, alfinetou Mendonça, em referência aos dois processos nos quais o petista é réu no Supremo Tribunal Federal (STF).

Bruno Araújo também não deixou barato. Além de frisar que o senador “parou no tempo, não olha pra frente e não trata dos principais temas que interessam a vida dos pernambucanos”, o ex-ministro das Cidades afirmou que Humberto promoveu um “golpe” contra a vereadora Marília Arraes, que teve a candidatura rifada pelo PT para possibilitar uma aliança com o PSB em Pernambuco.

“Humberto é o responsável pelo ‘impeachment’ de Marília. Humberto é o carrasco de Marília. Marília poderia ajudar no debate eleitoral em torno de temas que interessam aos pernambucanos”, cravou o tucano. Bruno completou dizendo que Humberto Costa “foi o responsável pela paralisação de obras habitacionais em Pernambuco”.

As respostas de Mendonça renderam ainda uma tréplica do senador petista, que mais uma vez usou a tribuna da Casa Alta para atacar o democrata. De acordo com Humberto, Mendonça teria sido o responsável pelo desmonte de programas como o Ciência sem Fronteira e ProUni. “Assuma, Mendonça! Você é pau mandado de Temer. Você foi o ministro que destruiu a educação brasileira. Não se esconda! Bote nas suas redes sociais as fotos do MEC, das vezes que você esteve lá (em Pernambuco) como xeleléu (bajulador) de Temer!”, bradou.

Em resposta às novas afirmações do petista, o deputado Mendonça Filho afirmou, por meio de nota, que “Humberto tem de parar de fazer campanha à base de mentiras, bravatas e factoides e explicar aos pernambucanos por que o Ministério Público e a Justiça o incluíram na turma da Lava Jato, o maior escândalo de corrupção da história do País”.

OUTRO DESAFETO

Candidato ao Senado Federal por Pernambuco, o deputado federal Sílvio Costa (Avante) também tem demonstrado que sua relação com Humberto Costa anda estremecida. Ontem, o parlamentar criticou o fato de o petista estar dividindo palanque com Jarbas Vasconcelos (MDB), antigo desafeto. 

“Jarbas e Humberto precisam compreender que política não é profissão, é representação. Para você representar as pessoas é necessário se respeitar. Na hora em que Jarbas e Humberto estão na mesma chapa, eles não se respeitam. Jarbas dizia que no PT só tinha ladrão, como agora está aliado a um partido que antes ele esculhambava?”, questionou. A assessoria de imprensa de Jarbas foi procurada e afirmou que ele não responderia às afirmações.

Sobre as críticas a Humberto, o presidente do PT-PE, Bruno Ribeiro, limitou-se a afirmar que “Sílvio é um chefe de família que faz política atrás de emprego para si e para os seus familiares”.

 

 

 

Ingazeira, menor colégio eleitoral de Pernambuco registrar o segundo homicídio do ano O primeiro caso de feminicídio.

 

 

A GT ordinária foi acionada pela central de operações para averiguar uma ocorrência de um homicídio na cidade da Ingazeira-PE, o policiamento chegando ao local, foram informados por populares que 02 (dois ) indivíduos em uma motocicleta não identificada, chegaram na residência da vítima M.F. P. L, Maria de Jorge, 47 anos, separada, residente no bairro São José e após adentrar na casa efetuaram quatro disparos de arma de fogo contra a mesma, e se evadiram por uma estrada vicinal que liga as cidades de Ingazeira a Tabira. 

 
A vítima foi socorrida pelo SAMU para o H.R.E.C em Afogados da Ingazeira-PE, onde foi constatado que ela foi atingida por 04 (quatro) disparos, sendo 01 (um) na cabeça , 01 (um) no tórax , e 02 (dois) nas pernas, porém ao dar entrada naquela unidade de saúde a vítima entrou em óbito. 
 
A GT juntamente com o apoio do graduado de operações fizeram várias incursões na tentativa de localizar os criminosos, porém sem êxito. A ocorrência foi repassada à Delegacia de Polícia de Afogados da Ingazeira para serem tomadas as medidas cabíveis.
 
 
 
 

Afogados: Totonho Valadares indeciso entre Armando Monteiro e Câmara para o governo de Pernambuco

A sessenta dias das eleições, o ex-prefeito de Afogados da Ingazeira, Totonho Valadares continua indefinido no tocante ao seu voto para governador. Filiado ao PSDB, que em Pernambuco compõe a chapa de Armando Monteiro (PTB), Valadares disse aguardar uma conversa com o governador Paulo Câmara (PSB) para definir sua posição.

O ex-prefeito faz parte da Frente Popular de Afogados da Ingazeira, é aliado por enquanto ao atual prefeito Zé Coimbra (PSB), mesmo assim não apoia os seus candidatos proporcionais, se mantendo ainda na dúvida para governador.