Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) forma maioria de 7 a 5 pela inelegibilidade do prefeito do Rio de Janeiro. Crivella ainda pode concorrer, até a conclusão de todos os recursos.

 O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) formou maioria em sessão nesta segunda-feira (21) pela inelegibilidade do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB), até 2026.

A decisão, porém, foi adiada para a próxima semana. O desembargador Vitor Marcelo Aranha Afonso Rodrigues, que tomou posse na última semana, pediu vistas enquanto o placar pela inelegibilidade era de 7 a 5.

A votação será finalizada na próxima quinta-feira (24). Ao fim do julgamento, o prefeito ainda pode recorrer, até o trânsito em julgado – todos os recursos estejam esgotados.

O relator, desembargador relator Cláudio Dell’Orto, destacou que não cabe a cassação do mandato de Crivella, mas determinou a procedência das acusações de abuso de poder político e conduta vedada.

A ação foi movida pelo PSOL e pela Procuradoria Regional Eleitoral (PRE). A ação diz respeito a um evento na Comlurb em que Marcelo Hodge Crivella, filho de Crivella, foi apresentado como pré-candidato a deputado.

A reunião ocorreu na quadra da Estácio de Sá com funcionários da Comlurb. Os funcionários foram levados em carros oficiais da empresa.

Governo de PE autoriza processo de retomada das aulas presenciais para o Ensino Médio, a partir de outubro

Atividade, que será dividida em três etapas, recomeça pelo 3º ano, a partir do próximo dia 06 e será opcional para os estudantes

Foto: Aluísio Moreira/SEI

O Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria Estadual de Educação e Esportes, anunciou, nesta segunda-feira (21), durante coletiva de imprensa, a autorização para retomada gradual das aulas presenciais para os alunos do Ensino Médio. Neste primeiro momento, está autorizado o retorno das turmas do 3º ano, previsto para 6 de outubro. No dia 13, as escolas poderão retomar as atividades com os estudantes do 2º ano e, no dia 20, poderão ser reiniciadas as aulas para os alunos do 1º ano, do Ensino Técnico Concomitante e Subsequente e da Educação de Jovens e Adultos. Para os estudantes, o retorno é opcional e, no caso de o aluno ser menor de idade, a decisão cabe aos pais ou responsáveis. As aulas remotas devem ser mantidas para atender a quem escolher essa opção, mas as escolas também têm a alternativa de ofertar o ensino híbrido, combinando os dois formatos de aula.

“De todas as decisões difíceis que precisamos tomar, desde o início da pandemia, o retorno às escolas foi a maior delas. Mesmo com indicadores da Covid-19 em queda consolidada desde o final de maio, só agora, com a média móvel de casos e óbitos, além das solicitações de leitos de UTI, no patamar equivalente ao do início de abril, autorizamos a retomada de aulas presenciais no Ensino Médio”, disse o governador Paulo Câmara, advertindo que a luta contra o novo coronavírus não acabou. “Inclusive, estamos acompanhando o que vem acontecendo nos países da Europa, com a chegada de novas ondas após uma aparente superação da pandemia. É necessário manter toda a atenção, porque ainda vivemos uma transição, e esta fase que chamamos de convivência não tem prazo determinado. Ainda dependemos de uma vacina, mas não podemos impedir o retorno gradual da vida, neste novo normal, até que isso aconteça. É preciso encarar essa realidade, mas com cautela e mantendo os cuidados”, reforçou.

As instituições precisam observar todas as normas estabelecidas no protocolo setorial da educação, respeitando as orientações sobre distanciamento social, as medidas de proteção e prevenção, bem como as de monitoramento e orientações. Entre as principais medidas previstas no protocolo estão o uso obrigatório de máscaras, distanciamento de 1,5 metro entre os estudantes e entre os equipamentos escolares – como as bancas e cadeiras – lavagem das mãos e uso do álcool em gel, orientações para todos nas escolas, monitoramento e testagem dos casos suspeitos e de seus contactantes.

Além disso, fica determinado que estudantes, professores e demais profissionais da escola com fatores de risco (idade, doenças crônicas ou gestação) não devem retornar caso não tenham se infectado anteriormente. A retomada prevê, ainda, que o plano da escola deve ser informado aos pais ou responsáveis, professores e demais colaboradores para que todos compreendam o processo de retorno. O protocolo também estabelece o monitoramento de casos suspeitos entre estudantes, professores e demais profissionais, com orientações sobre testagem, inclusive dos contactantes na escola e na família.

Afogados registra mais 15 casos positivos e 1 óbito em investigação para covid-19

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que nesta segunda (21) tivemos o registro de 15 casos para covid-19. Todos os casos já estavam em investigação. 
São 04 pacientes do sexo masculino, com idades de 30, 30, 32 e 76 anos; e 11 pacientes do sexo feminino, com idades de 26, 29, 29, 31, 33, 35, 42, 50, 63, 68 e 84 anos. Entre os homens: 02 profissionais da segurança, 01 aposentado e 01 autônomo. Já entre as mulheres: 03 aposentadas, 02 vendedoras, 01 professora, 01 agricultora, 01 recepcionista, 01 atendente, 01 profissional da segurança e 01 artesã. 
Entram em investigação os casos de 14 mulheres, com idades entre 21 e 43 anos; e os de 10 homens, com idades entre 03 e 39 anos. 
Hoje entra em investigação o óbito de uma paciente do sexo feminino, 83 anos, aposentada e portadora de hipertensão arterial sistêmica e diabetes. Foi internada na Casa de Saúde Dr. José Evóide de Moura e após complicações, veio a óbito. O médico da unidade resolveu investigar a infecção para covid-19 e nossa equipe de vigilância em saúde fez a coleta de swab. 
Nesta segunda tivemos 73 casos descartados após os pacientes apresentarem resultado negativo para covid-19. 
Hoje, 26 pacientes apresentaram cura após avaliação clínica e epidemiológica. Com isso, nós atingimos a marca de 600 pessoas (81,30%) recuperadas para covid-19 em nosso município. Atualmente, 125 casos estão ativos em nossa cidade.
O município atingiu a marca de 3.892 pessoas testadas para a covid-19. 
Semana Epidemiológica: 
Encerramos no último sábado a Semana Epidemiológica de número 38. Em comparação com as quatro semana epidemiológicas anteriores, esta apresentou um menor número de casos. Confira os números de acordo com as semanas: SE 34 (92 casos), SE 35 (88 casos), SE 36 (107 casos), SE 37 (75 casos) e SE 38 (64 casos). Avaliando- se sob a ótica da média móvel, a qual dividide-se o número total de casos na semana por 07, para obtenção da média de casos por dia, nota-se: SE 34 (13,14), SE 35 (12,57), SE 36 (15,28), SE 37 (10,71) e SE 38 (9,14). As duas últimas semanas mostram uma tendência de queda no período analisado.

Arcoverde não registra casos positivos para covid-19

Boletim: Arcoverde mantém índices de casos confirmados e curados da Covid-19, nesta segunda-feira (21) 
A Secretaria de Saúde de Arcoverde informa nesta segunda-feira, 21 de setembro, que até às 18 horas, os números de casos confirmados e curados da Covid-19 permaneceram os mesmos divulgados até ontem (20/09). O boletim diário, portanto, fica com trezentos e vinte e oito (328) suspeitos, três mil cento e cinquenta e dois (3.152) descartados, mil quatrocentos e um (1.401) confirmados, quarenta e oito (48) óbitos, e mil e sessenta (1.060) recuperados. 
De acordo com a repartição municipal, a taxa de recuperação dos casos confirmados atualmente é de 74,25%, enquanto que a taxa de letalidade está em 3,52%. Estão sendo testadas aproximadamente 100 pessoas por dia. Arcoverde está tendo nos resultados de testagens promovidas, o seu maior número de casos positivos ultimamente. 
Vale lembrar, que dentro dos 1.401 confirmados, estão contabilizados os 48 óbitos e 1.060 curados. No total, a cidade tem um (01) paciente na UTI e quatro (04) pacientes internados em enfermaria. 
No Hospital Regional Ruy de Barros Correia, não há paciente de Arcoverde na UTI e um (01) está na enfermaria. No Hospital de Campanha há três (03) internados. No Hospital Memorial Arcoverde há um (01) paciente na UTI. 
Nas barreiras sanitárias das entradas da cidade, foram abordados 1.300 carros de fora. Não confunda flexibilização do comércio com cura do Covid-19. Não saia de casa, se não for necessário. Caso precise sair, use a proteção. Para dúvidas ou sugestões ligue para o Disk Coronavírus do município: 0800-281-55-89 e 3821-0082.

São José do Egito registra 13 novos casos positivos e 2 curas para covid-19

Nessa segunda-feira (21), nossas unidades de saúde realizaram 30 testes para detecção do novo coronavírus, até o momento, foram feitos 2.235 exames como esses em nossa cidade. Nas últimas 24hs, duas pessoas que contraíram o vírus e estavam cumprindo isolamento em suas residências, finalizaram o tratamento e estão livres da doença. Tivemos a confirmação de 13 novos casos de covid-19 em nosso município. Atualmente, 67 pessoas que testaram positivo, estão em isolamento domiciliar sob os cuidados da nossa equipe multidisciplinar.

Paraíba confirma 143 novos casos de Covid-19; total de mortos chega a 2.719 e 116.879 infectados

Até o momento, 353.098 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados (Foto: Reprodução)

A Paraíba registrou 143 novos casos de Covid-19 e 12 óbitos confirmados desde a última atualização, 08 deles ocorridos nas últimas 24h. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde nesta segunda-feira (21), 116.879 pessoas já contraíram a doença, 89.563 já se recuperaram e 2.719, infelizmente, faleceram. 

Até o momento, 353.098 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados:

  • Casos Confirmados: 116.879
  • Casos Descartados: 154.837
  • Óbitos confirmados: 2.719
  • Casos recuperados: 89.563
  • Total de municípios: 223

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 35%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 35%. Em Campina Grande estão ocupados 41% dos leitos de UTI adulto e no sertão 39% dos leitos de UTI para adultos.

Os casos confirmados estão distribuídos por todos os 223 municípios paraibanos. A diferença de casos de ontem para hoje é de 143, nos quais 10 municípios concentram 107 casos, o que representa 74,8% dos casos em toda a Paraíba. 

São eles:

  • João Pessoa, com 27 novos casos, totalizando 29.068; 
  • Cajazeiras, com 22 novos casos, totalizando 1.896; 
  • Patos, com 20 novos casos, totalizando 4.154; 
  • Guarabira, com 09 casos novos, totalizando 4.440; 
  • Pitimbu, com 09 novos casos, totalizando 652; 
  • Campina Grande, com 06 novos casos, totalizando 12.808; 
  • São João do Rio do Peixe, com 04 casos novos, totalizando 390; 
  • Sousa, com 04 casos novos, totalizando 1.980; 
  • Barra de Santa Rosa, com 03 casos novos, totalizando 111; 
  • Bayeux, com 03 casos novos, totalizando 1.875. 

*Dados oficiais preliminares (fonte: SIM, e-sus VE e SIVEP) extraídos às 10h do dia 21/09, sujeitos a alteração por parte dos municípios.

Até hoje, 165 cidades registraram óbitos por Covid-19. Os 12 óbitos registrados nesta segunda ocorreram entre 30 de agosto e 20 de setembro, 10 deles nas últimas 48 horas, entre residentes de 09 municípios. Os pacientes tinham idade entre 43 e 82 anos, 05 deles tinham menos de 65 anos. Hipertensão foi a comorbidade mais frequente.

Mulher, 82 anos, residente em Guarabira. Portadora de neoplasia. Início dos sintomas em 07/09/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 20/09/2020.

Homem, 80 anos, residente em Condado. Hipertenso e portador de doença respiratória. Início dos sintomas em 06/09/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 20/09/2020. 

Mulher, 77 anos, residente em São José de Piranhas. Hipertensa, diabética e portadora de doença neurológica. Início dos sintomas em 10/09/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 20/09/2020. 

Mulher, 67 anos, residente em São Bento. Hipertensa. Início dos sintomas em 01/09/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 20/09/2020. 

Homem, 61 anos, residente em Patos. Diabético e hipertenso. Início dos sintomas em 30/08/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 20/09/2020. 

Mulher, 58 anos, residente em Guarabira. Hipertensa e diabética. Início dos sintomas em 22/08/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 20/09/2020. 

Homem, 55 anos, residente em João Pessoa. Portador de doença respiratória. Início dos sintomas em 23/08/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 20/09/2020.

Homem, 77 anos, residente em Pedras de Fogo. Ex-tabagista. Início dos sintomas em 06/09/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 20/09/2020. 

Mulher, 68 anos, residente em João Pessoa. Diabética e hipertensa. Início dos sintomas em 12/08/2020. Foi a óbito em hospital privado no dia 19/09/2020. 

Homem, 53 anos, residente em Campina Grande. Diabético e cardiopata. Início dos sintomas em 23/08/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 19/08/2020.

Homem, 71 anos, residente em João Pessoa. Hipertenso e diabético. Início dos sintomas em 18/09/2020. Foi a óbito em hospital público no mesmo dia. 

Mulher, 43 anos, residente em Pedro Régis. Comorbidade não informada. Início dos sintomas em 15/06/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 30/08/2020.