William Santos trabalhava junto com Bruna Lícia na Equipar, empresa da área de eventos, e neste sábado, 25, foram assassinados pelo policial militar Carlos Eduardo, marido dela. Os corpos foram encontrados no quarto do apartamento do pai dela, sem roupas.

Willian era natural da cidade de Pastos Bons, estudante de Ciências Contábeis, na UNDB, em São Luís, frequentava a Assembleia de Deus do 1º Conjunto da Cohab, tinha uma noiva e estava prestes e se casar.

A noiva se chama Narayelle Lira, também é estudante de Ciências Contábeis, na UNDB e é promotora de eventos.

Profissionais da área de eventos contam que ambos já mantinham um relacionamento há alguns meses.

Entenda o caso

Na manhã deste sábado, 25, o policial militar Carlos Eduardo Nunes, 34, foi preso, após matar a própria esposa, identificada como Bruna Lícia,22, e o amante dela, que não teve a identidade revelada, em sua residência. O caso aconteceu no Condomínio Pacífico I, no Bairro Vicente Fialho em São Luís no Maranhão.

Carlos conseguiu o flagrante após chegar mais cedo do trabalho, o casal de amante estava na cama, despidos e no ato sexual.

Bruna foi atingida por dois disparos e o amante foi atingido por 5 disparos na região da cabeça.

Segundo informações de amigos, durante o curso de formação o PM sempre apresentou um comportamento muito equilibrado e tranquilo.

Nas redes sociais, amigos e familiares de Bruna lamentaram o acontecido.

O PM já se entregou e foi encaminhado à Superintendência de Homicídios e Proteção a Pessoa (SHPP). (Via: expressoam)

A polícia militar e agentes penitenciários encontraram diversos materiais proibidos em revista realizada no presídio de Salgueiro, no Sertão Pernambucano neste final de semana.

Foram apreendidos, dois celulares, uma marica, três chunchos, 12 comprimidos de cor azul pesando aproximadamente 4,5 gramas e 42 papelotes de maconha.

O material foi entregue ao setor de segurança do presídio para serem tomadas as medidas cabíveis.

A equipe da ROCAM juntamente com a GT extra, foram solicitados pela Central de Operações do 23º BPM para verificar uma ocorrência de tentativa de homicídio. 
O policiamento chegando ao local foi abordado pela vítima L. V., 39 anos, agricultora, a qual informou que estava com seu esposo, vitima C. G. do N. L., 34 anos, ajudante, quando percebeu que o acusado R. da S. M., 44 anos, agricultor, entrou na residência e chegou no quarto onde o casal estava, com uma faca peixeira na mão e ordenou que eles praticassem sexo na frente dele e que se não fosse possível iria fazer sexo com a vítima L. V. sem o consentimento dela. A vítima C. G. jogou uma televisão em cima do acusado e entrou em vias de fato, no entanto, o acusado atingiu C. G. com golpes de faca nos braços e no dedo indicador da mão esquerda, a vítima L. V. levou um soco no nariz. O acusado se evadiu do local. 
As vítimas foram socorridas para o Hospital Regional Emília Câmara, onde receberam atendimento médico e posteriormente seguiram para delegacia. 
O acusado se apresentou na delegacia com a arma branca e confessou o crime, bem como afirmou que foi para matar a vítima C. G., porém não obteve êxito. 
Diante do fato ocorrido, foi dada voz de prisão a ele e a arma branca apreendida. Um inquérito policial por portaria foi instaurado e o acusado liberado devido ter se entregado e confessado o crime.

“A presidente do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3), desembargadora Therezinha Cazerta, rejeitou na noite deste domingo (26) pedido da Advocacia-Geral da União (AGU) para derrubar a decisão que suspende a divulgação do resultado do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) assim que as inscrições forem encerradas – às 23h59 deste domingo, segundo reportagem da TV Globo”, aponta o jornal Valor.

Com a decisão do TRF-3, segue em vigor a liminar (decisão provisória) concedida pela Justiça Federal de São Paulo – que impede que os resultados sejam divulgados na terça-feira (28), data estimada pelo governo. Para a presidente do TRF-3, os entendimentos da Justiça Federal de São Paulo “nada mais fizeram do que proteger o direito individual dos candidatos do Enem a obterem, da administração pública, um posicionamento seguro e transparente a respeito da prova que fizeram”, o que demonstra a incompetência de Abraham Weintraub. 

Só a china já registra mais de 2 mil casos (Foto: Tyrone Siu)

O coronavírus, surgido na cidade de Wuhan, na China, já atingiu mais de 2.116 pessoas em todo o mundo e 300 estão em estado grave. Segundo oficiais da província de Hubei, 52 de todas as mortes foram registradas na região. A capital, Wuhan, onde o surto teve início, é a cidade mais afetada pelo vírus.

Somente na China foram registrados 2.062 casos. Além da China, Hong Kong (8 casos), Tailândia (8), Macau (5), Austrália (4), Japão (4), Malásia (4), Cingapura (4), Taiwan (4), Coreia do Sul (3), Vietnã (2) e Nepal (1) também tiveram casos confirmados. O coronavírus também chegou na Europa, com três casos confirmados na França. Já na América do Norte, são três casos nos Estados Unidos e um no Canadá. Até o momento não há registro de casos na América do Sul. As informações são do Centro de Ciência e Engenharia da universidade Johns Hopkins, de Baltimore (EUA).

O surto tem afetado planos da população chinesa em meio ao feriadão do Ano Novo Lunar. A imprensa estatal afirma que agências de turismo cancelaram todas as excursões para o exterior a partir de segunda-feira. Segundo a Televisão Central da China, a medida teria sido resultado de uma ordem do governo chinês.

A doença também continua a se alastrar pelo mundo, com 44 casos registrados em 13 nações, além da China. A maioria dos infectados são turistas de Wuhan ou pessoas que visitaram a cidade. É o caso do terceiro paciente identificado na Coreia do Sul, um homem sul-coreano que vive em Wuhan e que havia retornado de férias ao país natal.

https://s2.glbimg.com/8JI59P9IQqUy9sV7f7Ty-xz3xtA=/540x304/top/smart/filters:max_age(3600)/https://s01.video.glbimg.com/deo/vi/86/96/8249686

O Afogados FC  aos 21 minutos do 1º tempo  abriu o placar.

Em 20 minutos, o Afogados FC fez mais três gols, com o primeiro gol saindo aos 21 minutos e o quarto aos 40 do primeiro tempo a equipe eliminou a partida por 4X0 e volta pra casa com mais uma vitória nu curriculum e a liderança do Campeonato Pernambucano da Série A1, superando o Santa Cruz que caiu para o segundo lugar no saldo de gols.

A próxima partida da Coruja será no sábado 1º de fevereiro diante do Retrô do Recife. Uma equipe que vem mostrando ser diferente das demais, que espera surpreender as equipes de ponta no estadual. Portanto todo cuidado é pouco. A experiência do técnico Pedro Manta, por ter treinado o Retrô no ano passado, tendo inclusive levado o time para 1ª divisão deste ano, irá ser de primordial importância, tendo em vista que muitos dos jogadores que hoje defendem o Afogados FC hoje terem passado pelo Retrô na sua conquista de 2019. PE Notícia

 

Briga termina com um detento morto e cinco feridos no Complexo do Curado, no Recife

 

Uma confusão entre detentos do presídio Frei Damião de Bozzano, um dos três prédios do Complexo do Cura do, na Zona Oeste do Recife, terminou com um reeducando morto e cinco feridos na manhã deste sábado (25). De acordo com a Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres), o detento que veio a óbito se chamava John Lennon Brito da Silva.

Dos cinco feridos, três foram identificados como Jardeson Marconi da Silva, Wanderson José da Silva e José Remison Santos da Silva. Todos os envolvidos na briga foram socorridos e levados ao Hospital Otávio de Freitas no bairro do Sancho, também na Zona Oeste do Recife.

Investigação

Depois do atendimento médico, dois deles foram liberados e encaminhados à delegacia para posteriormente serem submetidos ao conselho disciplinar da unidade prisional. Três detentos permanecem internados no Otávio de Freitas, segundo a Seres.

A secretaria acionou a Polícia Civil e o Batalhão de Choque para controlar os detentos. A Seres informa que está averiguando os motivos que levaram à briga(Via: Jc Online)

 

Inscrições para o Sisu se encerram às 23h59 deste domingo

As inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) terminam neste domingo (26) às 23h59. A data final de inscrições seria na sexta-feira (24), mas em decorrência das inconsistências na correção das provas do Enem, o Ministério da Educação (MEC) decidiu dar mais tempo aos estudantes, para evitar prejuízos.

O Sisu é a principal maneira de acessar o ensino superior público com a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Para participar da seleção, o candidato não pode ter zerado a redação na edição de 2019 do exame. Neste semestre, são 237.128 vagas em 128 instituições de ensino superior públicas de todo o país. A inscrição é gratuita e deve ser feita na página do participante.

Segundo o Ministério da Educação (MEC), no momento da inscrição o candidato deve escolher até duas opções de cursos ofertados pelas instituições participantes, e o sistema seleciona os mais bem classificados em cada curso, de acordo com as notas no Enem e eventuais ponderações, como pesos atribuídos às notas ou bônus. Caso o desempenho do candidato permita o ingresso nos dois cursos, prevalecerá a primeira opção, com apenas uma chamada para matrícula.

Os resultados das inscrições do Sisu serão divulgados no dia 28 de janeiro. A partir do resultado, a matrícula ou o registro acadêmico nas instituições participantes devem ser feitos até o dia 4 de fevereiro. O lançamento da ocupação das vagas pelas instituições participantes será até 7 de fevereiro, e a manifestação de interesse para constar na lista de espera é até as 23h59 de 4 de fevereiro.

Em 2019 Pernambuco arrecadou quase R$ 1,3 bilhão em Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA)
Foto: reprodução

Em 2019 foram pagos quase R$ 1,3 bilhão em Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) somente em Pernambuco, onde há 3.122.029 veículos registrados junto ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PE). A maior parte dos proprietários de veículos acredita que essa verba é usada na manutenção da malha viária. Por isso, ao passar por uma via esburacada, muitos logo se perguntam: “para onde vai o IPVA que eu pago?”

Em primeiro lugar, para surpresa de alguns, não existe qualquer relação entre o IPVA e a manutenção das estradas ou sinalizações de trânsito. De acordo com o advogado tributarista Gustavo Fossati, professor da FGV Direito Rio, por se tratar de um imposto, por natureza, não existe vinculação específica da verba arrecadada. O dinheiro pode ser usado para pagar gastos públicos com educação, saúde, segurança, entre outros, como obras de infraestrutura.

Criado há 35 anos, o IPVA é um imposto estadual. Todas as unidades federativas cobram o mesmo tributo, mas a alíquota depende da legislação de cada Estado. “O valor cobrado é uma porcentagem sobre o valor do veículo de acordo com a tabela Fipe. Cada Estado cobra o valor previsto na sua lei, mas tem variado, para carros, uma média entre 2% e 4% no País”, explica Fossati.

Em Pernambuco o valor cobrado para automóveis é de 3% a 4%, a depender da potência do veículo. No caso das motos a alíquota varia de 1% a 3,5%, também variando de acordo com a cilindrada. Ônibus e caminhões pagam 1% e microônibus pagam 3%. É importante lembrar que esse valor pode ser alterado pelo Governo do Estado.

O IPVA SUCEDEU A ANTIGA TRU (TAXA RODOVIÁRIA ÚNICA), CUJOS RECURSOS IAM PARA O DEPARTAMENTO NACIONAL DE ESTRADAS DE RODAGEM E DESTINADOS À MANUTENÇÃO DE RODOVIAS

Apesar de ser um imposto estadual, os recursos do IPVA não ficam somente para os Estados. A distribuição do dinheiro arrecadado é feita da seguinte forma: 50% vão diretamente para os municípios onde os veículos são registrados. Em Pernambuco, as cidades com mais veículos cadastrados são Recife, Jaboatão dos Guararapes, Caruaru, Petrolina e Olinda.

Os outros 50% entram nos cofres do Estado, que precisa repassar 20% para o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).  “Depois que esse dinheiro entra no caixa único, é difícil definir o caminho específico do IPVA”, ressalta Gustavo Fossati. De acordo com a Secretaria da Fazenda de Pernambuco, o valor recolhido via este imposto significa 6,5% da receita própria do Estado.

Ainda na opinião do tributarista Gustavo Fossati, o IPVA tem pequena influência nas contas públicas já que os principais impostos em arrecadação para municípios e Estados são ISS e ICMS, respectivamente. “O IPVA surge como mais um imposto patrimonial. A importância do significado é na contribuição para a chamada justiça fiscal. Ele cobra mais para os carros de maior valor”, diz. (JC)

Lula antecipa apoio a Marília no Recife

O que o PT tem que entender é que essas pessoas estão na periferia, oferecendo às pessoas pobres uma saída espiritual. As pessoas estão ilhadas na periferia, sem receber a figura do Estado. E recebem quem? De um lado, o traficante. De outro lado, a Igreja Evangélica, a Igreja Católica.”

A avaliação é do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em entrevista exclusiva concedida ao UOL na sede do Partido dos Trabalhadores, em São Paulo, para falar das perspectivas políticas para 2020, do PT e das eleições municipais.

Com relação a disputa pela prefeitura do Recife, Lula informou que o PT vai ter candidato próprio e antecipa a decisão do diretório nacional, que se reúne na próxima terça, em São Paulo, para decidir o imbróglio da capital pernambucana. “Vamos de Marília Arraes”, afirma. Leia a íntegra da entrevista clicando aqui.

Foto: divulgação

Se você está procurando por sua primeira experiência de trabalho, que seja gratificante e enriquecedora para o seu currículo, e se possível na área bancária.

Vale muito à pena ficar atendo nas dicas desta matéria e descobrir como funciona o programa jovem aprendiz do Banco Bradesco.

Como se cadastrar no Jovem Aprendiz 
O Programa Jovem Aprendiz Banco Bradesco foi criado para proporcionar aos adolescentes e jovens que nunca trabalharam uma oportunidade de trabalho. Todos os participantes são considerados como parte da empresa e não como funcionários inexperientes. A empresa espera que todos aprendam, cresçam e colham realizações profissionais.

A Lei da Aprendizagem determina que as médias e grandes empresas desenvolvam projetos de aprendizagem e reservem cota entre 5% e 15% do número de funcionários para a contratação de aprendiz, sendo a idade mínima 14 anos e máxima de 24 anos.

No caso do Projeto Jovem Aprendiz Bradesco podem participar alunos do ensino fundamental e médio, que estejam com a frequência escolar em dia.

O rendimento escolar (notas) pode ser um diferencial na hora da contratação. Algumas vagas aceitam candidatos que já terminaram o ensino médio, porém que ainda não tenham trabalhado com carteira assinada.

Para concorrer às vagas de jovem aprendiz Bradesco é necessário fazer o cadastro online no site do banco (CLIQUE AQUI).

O prazo de adesão das micro e pequenas empresas paraibanas ao Simples Nacional encerra no dia 31 de janeiro. A solicitação deve ser realizada no Portal do Simples Nacional por meio link http://www8.receita.fazenda.gov.br/SimplesNacional/ clicando em “Simples Nacional – Serviços”, “Solicitação de Opção pelo Simples Nacional”.

A Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) orienta às empresas que pretendem optar pelo Simples Nacional para que façam antes uma consulta prévia por meio do portal da Sefaz-PB ou diretamente nas repartições fiscais do Estado para saber se há alguma pendência na inscrição estadual e, assim, evitar indeferimentos no ato da opção do Simples Nacional.

O prazo final para a resolução de todas as pendências é até 31 de janeiro de 2020. A partir de 1º de fevereiro de 2020, as empresas não poderão reverter o indeferimento de opção. Caso a opção por uma modalidade tributária não seja feita dentro do prazo, o contribuinte será enquadrado no regime fiscal adotado no ano anterior.

Consulta da situação da empresa junto à Sefaz-PB – As empresas com inscrição estadual na Paraíba podem fazer consultas na página da Sefaz/PB para saber se existe alguma pendência impeditiva por meio do link https://www.sefaz.pb.gov.br/servirtual/simples-nacional/consultar-regularidade

As empresas que também foram excluídas do Simples Nacional, devido às pendências não regularizadas no exercício de 2019, poderão voltar ao regime, desde que façam a regularização em uma repartição fiscal mais próxima de seu domicílio e faça a opção no portal do Simples Nacional até o dia 31 de janeiro.

O que é Simples Nacional – Previsto na Lei Complementar nº 123 de 2006, o Simples Nacional é um regime compartilhado de arrecadação, cobrança e fiscalização de tributos federais, estaduais e municipais aplicável às micro e pequenas empresas. Desde janeiro de 2018, o limite de faturamento anual para enquadramento de empresas de pequeno porte é de R$ 4,8 milhões para tributos federais e de R$ 3,6 milhões para os tributos estadual (ICMS) e municipal (ISS), enquanto o Microempreendedor Individual (MEI) poderá faturar anualmente até R$ 81 mil. Uma das vantagens do Simples Nacional para micro e pequenas empresas é o recolhimento unificado de tributos das três esferas (União, Estados e municípios). Além de simplificar o cálculo de todos os tributos, a opção pelo Simples Nacional representa uma menor carga tributária.

MP do TCU quer investigar contrato de auditoria milionária da ‘caixa-preta’ do BNDES 

MP do TCU quer investigar contrato de auditoria milionária da 'caixa-preta' do BNDES

Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União pede fiscalização em contrato de R$ 48 milhões de auditoria da suposta “caixa-preta” do BNDES de apenas oito páginas que concluiu não haver desvios nas operações com a JBS.

247 – O Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União (MP-TCU) ingressou nessa sexta-feira (24), com uma representação pedindo a apuração do gasto de R$ 48 milhões feito pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) com uma auditoria em operações externas com as empresas JBS, Eldorado Brasil Celulose e Grupo Bertin, que concluiu não haver desvios nas operações. A campanha sobre supostas irregularidades no banco tinha como objetivo atingir os governos do PT.

Conforme apurou reportagem do jornal o Estado de S.Paulo, para colocar de pé o desejo de abrir a suposta “caixa-preta”, o banco sob a gestão Jair Bolsonaro fez diversos aditivos no contrato com a empresa que venceu edital de consultoria internacional na área de direito elevando o custo em milhões.

Somente o atual presidente do banco, Gustavo Montezano, aumentou em US$ 3,5 milhões de dólares, cerca de R$ 15 milhões, o valor da auditoria. O reajuste de 25% aconteceu por meio de um aditivo contratual, publicado no dia 25 de outubro de 2019, e aumentou de US$ 14 milhões para US$ 17,5 milhões o valor total do contrato da Cleary Gottlieb Steen & Hamilton, escritório contratado para realizar os serviços de auditoria.

Para o MP, “é necessário aprofundar a investigação para se apurar todos esses fatos, só que agora sob a ótica do controle externo, com vistas a verificar se o valor do contrato está de acordo com o praticado no mercado e se a própria contratação dos escritórios mencionados no preâmbulo”.

Um policial matou a esposa e o amante com vários disparos de arma de fogo na tarde desse sábado (25/01), em sua residência, no Bairro Vicente Fialho, em São Luís (MA).

O policial Carlos Eduardo chegou mais cedo do trabalho e flagrou a esposa, Bruna Lícia e o amante dela, na cama, despidos, mantendo relações sexuais.

Segundo a polícia, foram efetuados aproximadamente 7 tiros. A mulher teria sido atingida por dois disparos e o amante alvejado com cinco tiros no rosto.

O Amante

O policial foi levado para a Superintendência Estadual de Investigação de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), após entregar a arma para o seu tio que é sargento da polícia e ter negociado com o tenente.

O casal Carla Jordania e Vilmar Andrade, que foram atropelados por um caminhão em Araripina, no Sertão de Pernambuco, na tarde deste sábado (25), infelizmente não resistiram a gravidade dos ferimentos e faleceram.

Acidente

O casal seguia em uma motocicleta na Avenida Perimetral, quando na entrada do bairro Zé Martins foram atingidos por um caminhão Caçamba que estava desgovernado.

Temporais deixam ao menos 14 mortos em Minas Gerais

Foto: reprodução

Diversas cidades em Minas Gerais foram atingidas por fortes temporais. As chuvas ocasionaram deslizamento de terras, alagamentos, danos a estruturas como prédios e casas e vítimas. De acordo com a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil de Minas Gerais, 14 mortes foram confirmadas e mais sete pessoas ficaram feridas; 16 estão desaparecidas. A informação foi dada pela TV Globo.

Segundo a Defesa Civil de Minas Gerais, as fortes chuvas atingiram não somente a Região Metropolitana de Belo Horizonte, mas também outros municípios, como Ouro Preto, Divinópolis, Conselheiro Lafaiete, Congonhas, Pará de Minas, Lagoa da Prata, Entre Rios de Minas, Muriaé e Brumadinho.

Ainda de acordo com o órgão, na noite sexta-feira havia risco grande de deslizamento em nove cidades da Região Metropolitana de Belo Horizonte: Sabará, Rio Acima, Brumadinho, Contagem, Nova Lima, Betim, Ribeirão das Neves e Ibirité, além da própria capital. Há também possibilidade de alagamento e inundação em pontos de cinco cidades: Belo Horizonte, Nova Lima, Ribeirão das Neves, Santa Luzia e Raposos.

Belo Horizonte
Desde sexta, foram 474 ocorrências, segundo a Defesa Civil de Belo Horizonte. A maioria está relacionada a riscos geológicos, como deslizamento de terra (72), deslizamento de encosta (36), alagamentos (54) e tombamento de estruturas.

O órgão utilizou seus canais nas redes sociais ao longo do dia para indicar os locais com maior intensidade de chuva e pontos de alagamento na cidade. Os informes foram distribuídos também por meio do Whatsapp e de SMS

O órgão orientou moradores a evitar esses locais para não se colocar em situação de risco. Também recomendou atenção a sinais como rachaduras na parede e no solo, portas emperradas, inclinação de poste ou de árvores e riscos de deslizamento em barrancos.

Barragem de Sobradinho segue tendência de aumento, diz Chesf

Foto: reprodução

A Barragem de Sobradinho, no norte da Bahia, vem registrando tendência de aumento do seu volume útil. É o que diz a Companhia Hidroelétrica do São Francisco, em mais um relatório divulgado.

Neste sábado (25) a previsão era de que o reservatório chegasse a 31,88% de sua capacidade; já hoje, domingo (26), o nível ainda é um pouco maior: 32,12%. A defluência (vazão de água liberada) é de 1.100 metros cúbicos por segundo (m³/s). 

Piso dos professores pressiona gastos e cria dificuldade em ano eleitoral nos municípios

https://www.cnm.org.br/cms/images/stories/comunicacao_novo/educacao/14112017_Piso_magisterio_divulgacao.jpg

O jornal Valor Econômico mostra o impacto do reajuste do piso nacional dos professores trouxe para parte dos governadores e prefeitos. Uma despesa de pessoal adicional não esperada. “Muitos prefeitos vão ter de decidir entre descumprir a lei do piso ou a de responsabilidade fiscal”, disse o presidente da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Glademir Aroldi, ao jornal.

De acordo a matéria, o imbróglio reaparece de tempos em tempos por causa da fórmula de aumento do piso do magistério, baseada em premissas que podem ser atualizadas pelo governo federal sem que os entes possam se antecipar à medida. Neste ano, ganha contornos mais políticos por causa das eleições municipais. O jornal informa que os secretários estaduais devem debater eventual questionamento judicial do novo piso, iniciativa que eliminaria a pressão adicional sobre gastos correntes, mas traria custo político significativo.

Até dezembro do ano passado, a expectativa, usada nas previsões orçamentárias de Estados e Municípios, era de que o aumento ficaria em 6,23%, menos da metade do percentual final. O porcentual de 12,84% aplicado para 2020 é o maior desde 2015, quando ficou em 13,01%, e resultou em salário inicial de R$ 2.888,24 para os professores. Para fixar o porcentual, o Ministério da Educação (MEC) calcula o crescimento do valor mínimo de investimento por aluno de dois anos anteriores.

R$ 8,7 bilhões

Segundo a CNM, o impacto estimado na despesa de pessoal no conjunto dos Municípios pode alcançar R$ 8,7 bilhões ante o que se previa anteriormente. Trata-se, no entanto, de um cálculo aproximado que considera um reajuste linear sobre toda a folha de pagamento do magistério. Há Municípios que pagam mais do que o piso e, logo, vão sentir um impacto menor ou quase nulo. “Não se questiona a questão da valorização dos professores, mas esse reajuste demonstra a necessidade de alinhar o debate sobre o financiamento da educação”, diz Aroldi.

O texto do Valor Econômico mostra ainda que União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação – (Undime) reconhece à necessidade de se repensar a metodologia. A judicialização de ser dos assuntos da pauta da reunião entre secretários de Fazenda, marcada para o dia 28 de janeiro.

Nos Estados

Em entrevista ao jornal, o secretário da Fazenda de Pernambuco, Décio Padilha, alertou para a discussão da atual forma de financiamento dos serviços públicos não só de educação como também de saúde, que tem ficado cada vez mais a cargo de Estados e Municípios. O Estado contribuiu com R$ 3,6 bilhões ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) e recebeu R$ 2 bilhões. A perda foi de R$ 1,6 bilhão em 2018 e de R$ 2 bilhões em 2019.

Segundo aponta o texto, no Goiás, a despesa adicional pode chegar a R$ 500 milhões; no Rio Grande do Norte, o impacto deve ser de R$ 300 milhões; em Pernambuco, R$ 350 milhões; no Rio Grande do Sul, R$ 290 milhões; e na Paraíba, R$ 165 milhões. A secretária goiana, Cristiane Schmidt, sinalizou que o gasto “comeria a economia de R$ 400 milhões projetada para 2020 com a aprovação de reformas estaduais, como a da Previdência”.

Petrolina só perde para Recife na geração de empregos em 2019, diz Caged

A produção de uva e manga garante dezenas de milhares de empregos no município / Foto: reprodução

Os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregado (Caged) divulgados nesta sexta-feira (24) trouxeram uma boa notícia para Pernambuco. No acumulado de 2019 – de janeiro a dezembro – o mercado de trabalho estadual registrou um saldo positivo de 9.696 postos formais (0,78%), o melhor resultado dos últimos seis anos. O número de pessoas com carteira assinada teve influência positiva do setor de serviços, que criou 7.501 postos (1,33%), da agropecuária (3.403 postos ou 6,16%) e do comércio (2.654 postos ou 0,91%).

Quanto aos municípios, em termos absolutos, os que tiveram maior número de trabalhadores com carteira assinada em 2019 foram: Recife (4.120), Petrolina (2.051), Vicência (1.003),  Aliança (756), Escada (609), Serra Talhada (594), Caruaru (444), Goiana (317), São José do Egito (301) e Bonito (282).

Já no Brasil, no acumulado do ano, o mercado de trabalho registrou um saldo positivo de 644.097 postos formais (1,68%), o melhor em número absolutos depois de 2013, o que sinaliza uma tendência de recuperação gradual do mercado de trabalho brasileiro. (Blog do Britto)

Miguel Coelho defende candidatura própria do MDB no Recife com Raul Henry

Miguel afirma que a delegada Patrícia Domingos é uma outsider que chega com uma proposta firme de oposição (Foto: Felipe Jordão/JC Imagem)

Em entrevista à TV JC no #ResenhaPolítica nesta sexta-feira (24), o prefeito de Petrolina pelo MDB, Miguel Coelho, defendeu a candidatura própria do partido para a Prefeitura do Recife, tendo o deputado federal Raul Henry (MDB-PE) como principal nome para concorrer a vaga. “A candidatura de Raul não significa uma afronta ao PSB ou acabar com a Frente Popular. O que o senador (Fernando Bezerra Coelho) defende é o fortalecimento de um nome que já foi comprovado e testado, tanto na parte de gestão, quanto na parte de política”, ele lembrou que Raul teve a oportunidade de ser vice-governador do Estado e acredita que ele “não vislumbre querer ser vice-prefeito” e, por isso, a candidatura ao cargo majoritário. Miguel frisou que, apesar de Raul ser o nome principal, o partido tem outros nomes “que nem no ramo da política estão” para colocar no lugar dele, caso não seja o escolhido e citou o nome da delegada Patrícia Domingos, “mas não no MDB”.

Falta de união com a oposição

A falta de união do bloco de oposição no Recife é algo que inquieta o prefeito de Petrolina. Ele defende que a vontade própria de querer ser prefeito deve ser deixada de lado para “pensar mais no Recife”. “Não é o momento de discutir nomes, é o momento de se juntar em torno de projetos e propostas, quais são os problemas que assolam os recifenses aqui na região metropolitana, que são problemas corriqueiros. Só depois que você identifica o problema, você precisa encontrar um CPF que resolva eles”, ressaltou.

Quando perguntado, Miguel ironizou a oposição da gestão do PSB no Estado e na cidade ao governo Bolsonaro. “Geraldo fala, mas não se negou a receber o financiamento da Caixa Econômica do presidente Temer, e depois do presidente Bolsonaro. Ou seja, é muito bom para fazer discurso político, mas na hora de receber ajuda do governo, não reconhece. Querer apontar responsabilidades é fugir da sua própria competência, e não ter a humildade de reconhecer que os problemas do Recife não são de responsabilidade do presidente da República, sim do prefeito”, e completou que as Prefeituras precisam do Governo Federal para resolver os problemas.

Quebra de vínculo com a Compesa

Ainda na entrevista ao #ResenhaPolítica na TV JC, o prefeito falou que não tem previsão para o lançamento do edital da concessão dos serviços de água e esgoto da cidade, que tem o investimento previsto de R$ 1,2 bilhão em 35 anos. “Esse valor é significativo porque já incluímos toda a área do interior. A Compesa me propôs fazer um contrato direto, onde nos próximos 30 anos ia investir menos de 500 milhões. Até em conta de padaria a gente sabe que a prefeitura está perdendo”, afirmou. Coelho comentou que o processo já está em fase final no Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE). “O edital precisa da validação do TCE, é uma norma que ele impôs para todas as questões de concessões. Estamos esperando que ele possa concluir as análises técnicas e assim que eles derem o ok, vamos colocar o edital na rua”, informou. (JC)

Vereadores e deputados estaduais serão monitorados pelo Banco Central

Os vereadores e os deputados estaduais passarão a ter suas transações financeiras monitoradas pelo Banco Central, com objetivo de prevenir lavagem de dinheiro e financiamento ao terrorismo.

De acordo com a Agência Reuters, parentes de segundo grau e pessoas com ligação a esses grupos também passam a ser acompanhadas a partir de julho. Antes dessa ampliação, basicamente os presidentes das assembleias e câmaras estaduais eram monitorados.

“Trazemos para o texto novo um detalhamento de quem são como se qualificam pessoas politicamente expostas. E tenho também os representantes, familiares, ou seja, um detalhamento até parentes de segundo nível, bem como estreitos colaboradores”, disse João André Pereira, chefe do departamento de regulação do sistema financeiro do BC.

Senador José Serra (PSDB) foi beneficiado pela redução do tempo de prescrição da pena à qual poderia ser condenado: como tem mais de 70 anos, o prazo cai pela metade; ele é acusado de receber uma propina no valor de R$ 23,3 milhões da Odebrecht.

247 – Em decisão sigilosa, o juiz eleitoral Francisco Shintate declarou nula nesta sexta-feira (24) a possibilidade de punição ao senador tucano José Serra no inquérito que investigava repasses da Odebrecht via caixa 2, segundo informações da Crusoé, publicação do Antagonista.

Serra foi beneficiado pela redução do tempo de prescrição da pena à qual poderia ser condenado: como tem mais de 70 anos, o prazo cai pela metade.

Documento confidencial da Dersa mostrou em 2018 que a estatal paulista responsável pelas rodovias pagou R$ 191,6 milhões à Odebrecht, por meio de um acordo de 2009 que foi fraudado.

A informação estava no inquérito que investigou o pagamento de propina ao então governador de São Paulo. O montante equivale a R$ 463,8 milhões e, segundo a delação da Odebrecht, a Dersa só aceitou pagá-lo após a empreiteira acertar uma propina de R$ 23,3 milhões ao tucano.

‘Moro não fez nada pela segurança e foi covarde’, diz governador do DF 

ibaneis e moro

Segundo o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), Sérgio Moro “teve a covardia de dizer que os resultados da segurança são por conta do trabalho dele e não por conta dos governadores e dos secretários estaduais”. “O ministro (Moro) nunca fez uma reunião para tratar de segurança pública com os governadores”, criticou.

 O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), criticou a atuação do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro. De acordo com o chefe do Executivo distrital, o ex-juiz não libera dinheiro aos estados e não ouve os secretários estaduais na hora de formular políticas públicas para a área. O emedebista afirmou que a redução nos índices de criminalidade no País não pode ser creditada ao governo federal.

“E ele (Moro) ainda teve a covardia de dizer que os resultados da segurança são por conta do trabalho dele e não por conta dos governadores e dos secretários estaduais, o que nos incomodou muito”, disse, falando em nome de outros governadores com quem mantém contatos diários pelo Whatsapp.

“O ministro (Moro) nunca fez uma reunião para tratar de segurança pública com os governadores. Essa (a recriação do Ministério da Segurança) é uma política de nós todos governadores. Não tem nada a ver com o Bolsonaro. E o grande erro, talvez um dos maiores erros do presidente Bolsonaro tenha sido não tratar a segurança pública com responsabilidade e ter ouvido os governadores nessa área”, acrescentou. A entrevista foi concedida ao jornal O Estado de S.Paulo.

Segundo Rocha, foi por meio de um grupo com outros governadores no aplicativo de troca de mensagens que começou a ser combinada a proposta de levar a Jair Bolsonaro o pedido de recriação do Ministério da Segurança Pública. “O Anderson (Torres, secretário de Segurança Pública do DF) foi (para a reunião dos secretários, na quarta-feira, em Brasília) com determinação minha, acordado entre os governadores”. por 247

Pernambuco ganhará uma nova tecnologia para combater a criminalidade. A Secretaria de Defesa Social (SDS) está concluindo o estudo para a aquisição de um sistema de reconhecimento facial para identificação e captura de criminosos foragidos da polícia.

O mecanismo deve funcionar da seguinte forma: a câmera detecta os rostos das pessoas que estão caminhando em vias públicas onde houver o monitoramento. Se algum criminoso for flagrado, imediatamente um sinal de alerta será emitido ao Centro Integrado de Operações de Defesa Social (Ciods), que vai acionar a viatura policial mais próxima para conduzir a pessoa até a delegacia. Lá, confirmada a identificação, será dada a voz de prisão ao foragido.

Importada do exterior, a tecnologia já é usada em alguns estados brasileiros. A Bahia foi a pioneira. E apresentou resultados interessantes. Segundo balanço da Secretaria de Segurança Pública daquele estado, 109 foragidos foram capturados, entre março e dezembro do ano passado, graças ao sistema de reconhecimento facial. O Rio de Janeiro também adotou a tecnologia.

Em Pernambuco, o edital de concorrência pública deve ser publicado até o final de março para a contratação da empresa responsável pela criação do software que será usado pela polícia. Segundo a SDS, um Termo de Referência está sendo elaborado, em conjunto com a Secretaria de Administração e com a Agência Estadual de Tecnologia da Informação (ATI).

A SDS afirmou que o sistema “vai aprimorar o trabalho das polícias na localização de foragidos e condenados pela Justiça, além de facilitar a identificação de pessoas envolvidas em atos de violência”.

No Estado, o Centro Integrado de Inteligência da SDS é o responsável pela base de dados dos foragidos. O núcleo deve fazer o cruzamento de informações com o software de reconhecimento facial para identificar os criminosos nas ruas.

Ainda não há confirmação, mas o Instituto de Genética Forense do Estado também deve ser um aliado, já que conta atualmente com um banco de dados com mais de 12 mil perfis genéticos de pessoas condenadas.

Alguns estudos realizados nos Estados Unidos apontaram que sistemas de reconhecimento facial podem apresentar imprecisões e até falhas. Em Copacabana, no Rio de Janeiro, há o registro de uma mulher que foi detida por engano em julho do ano passado. Sem documentos, ela foi encaminhada à delegacia, onde foi verificada a identidade dela e comprovado o erro do sistema. Ela foi liberada em seguida.

Durante fiscalização, 76 quilos de maconha foram apreendidos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) e pela Polícia Militar de Pernambuco (PMPE), na noite desta quinta-feira (23), na BR 232, em São Caetano, no Agreste de Pernambuco. Um dos motoristas afirmou pertencer ao PCC (Organização Criminosa do Comando Vermelho).

A primeira abordagem se deu por volta das 23hs, o motorista do veículo apresentou um certo nervosismo, ocasião em que os policias fizeram uma revista minuciosa no carro e encontraram 12 tabletes de maconha embaixo dos bancos do motorista e do passageiro. Ele, ainda, apresentou uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) falsa e disse que pertencia ao PCC. Após pesagem, foram apreendidos 15.600 quilos de maconha, 01 Rádio de comunicação portátil e a importância de R$ 502,00 em espécie.

Na sequência, às 00:30hs foi dado ordem de parada para outro veículo, o condutor desobedeceu e empreendeu fuga, um dos pneus estourou e ele perdeu o controle da direção, foi quando os policias conseguiram alcançá-lo. Dentro do carro, havia vários sacos de maconha, totalizando 61 quilos. O veículo era clonado e havia sido roubado em outubro de 2010, na cidade de Recife. Foram apreendidos ainda, 01 Celular, R$ 149,00 reais e $ 4,00 dólares.

Os dois homens, juntamente com toda a droga e o dinheiro foram encaminhados para Polícia Civil de Belo Jardim, que dará continuidade as investigações.

 

Fogos pirotécnicos causam incêndio na cobertura de palco durante show de Gusttavo Lima em Ouricuri

Fogo: reprodução

Houve um imprevisto durante o aguardado show do cantor Gusttavo Lima, nessa quinta-feira, 23, na programação do Festival de Janeiro de Ouricuri. Fogos pirotécnicos usados durante a performance do sertanejo atingiram a lona da estrutura e provocaram um pequeno incêndio, assustando muitas das pessoas que estavam no local.

Bombeiros de plantão durante o evento se mobilizaram rapidamente para extinguir as chamas, mas levaram alguns minutos até resolver o problema. Gusttavo Lima seguiu o show normalmente e até chamou uma criança para subir ao palco enquanto os brigadistas trabalhavam.

“Que fogo é esse? Esse é o fago que nem a chuva de Ouricuri consegue apagar”, brincou o cantor com situação, já que no momento também estava chovendo na cidade.

Antônio Campos afirmou em entrevista à Época, que havia “preponderância excessiva da Odebrecht em Pernambuco”

Foto: reprodução

Antônio Campos, irmão do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, afirmou em entrevista à Época que o caso de corrupção na Paraíba é pequeno diante do que pode ocorrer em Pernambuco.

Desde o ano passado, o espólio de Eduardo Campos está bloqueado em ação de improbidade administrativa da Lava Jato. Antônio também afirmou que havia “preponderância excessiva da Odebrecht em Pernambuco”.

O irmão de Eduardo disse ainda ter procurado as “autoridades competentes” para contar o que sabe sobre a cunhada e integrantes do PSB. Ele alegou que não pode dar mais detalhes para “não invalidar e frustrar atos”, mas antecipou que o que houve na Paraíba com o PSB, quando o ex-governador Ricardo Coutinho foi preso no fim do ano passado, na Operação Calvário, ainda é pequeno diante do que poderá ocorrer em Pernambuco se as investigações sobre seus relatos forem levadas adiante.

Na entrevista, Antônio afirma que nunca teve uma relação próxima com Renata Campos, viúva de Eduardo, e que viviam cordialmente pelo elo familiar.

Após a morte de Eduardo, Antônio ficou cada vez mais afastado do clã Campos e começou o racha no qual ficou evidenciado nos últimos dias, após seu sobrinho, João Campos chamar seu tio Antônio de “sujeito pior” que o ministro da Educação Abaham Weintraub. Em resposta, Antônio afirmou que João era “nutrido na mamadeira da empresa Odebrecht”.

Ainda em 2015, antes das eleições municipais de 2016, quando Antônio foi candidato a Prefeitura de Olinda. No qual, afirma que Renta mandou o PSB agir contra ele em Olinda.

“‘Ela orientou o PSB a agir contra mim em Olinda e a orientação dela foi sempre me isolar, desqualificar e alijar”, disse Antônio sobre Renata. (Portal de Prefeitura)

Foto: divulgação

Os dados do Caged divulgados, nesta sexta-feira (24), trazem dados alentadores para Pernambuco. No acumulado de 2019 – de janeiro a dezembro – o mercado de trabalho estadual registrou um saldo positivo de 9.696 postos formais (0,78%).

O governo do Estado comemorou que tenha sido o melhor resultado dos últimos seis anos.

O número de pessoas com carteira assinada teve influência positiva do setor de serviços, que criou 7.501 postos (1,33%), da agropecuária (3.403 postos ou 6,16%) e do comércio (2.654 postos ou 0,91%).

“Os números também refletem a determinação do governador Paulo Câmara e se soma às projeções de crescimento do PIB estadual, que deve alcançar cerca de 2%, o dobro da média nacional (em torno de 1,1%). Os dados retratam um trabalho em conjunto de todos os setores do Governo do Estado, que também têm investido forte nas parcerias com a iniciativa privada”, disse o secretário estadual do Trabalho, Emprego e Qualificação, Alberes Lopes.

Nos municípios de Pernambuco, em termos absolutos, os que tiveram maior número de trabalhadores com carteira assinada em 2019 foram Recife (4.120), Petrolina (2.051), Vicência (1.003), Aliança (756), Escada (609), Serra Talhada (594), Caruaru (444), Goiana (317), São José do Egito (301) e Bonito (282).

No Brasil, no acumulado do ano, o mercado de trabalho registrou um saldo positivo de 644.097 postos formais (1,68%), o melhor em número absolutos depois de 2013, o que sinaliza uma tendência de recuperação gradual do mercado de trabalho brasileiro.

Alberes citou que Pernambuco terminou 2019 com um recorde na geração de novos negócios, cerca de R$ 15 bilhões com segmentos do setor produtivo e incentivos do Prodepe.

“Além disso, o número de empresas abertas em Pernambuco em 2019 foi de 96.244, contra 79.983 em 2018, segundo a Junta Comercia de Pernambuco. Então, todas as áreas estão caminhando e trabalhando de forma integrada para cumprir as determinações do governador e conquistar um resultado melhor para nossos trabalhadores. Em 2019, por exemplo, fizemos cerca de 16,3 mil capacitações e treinamentos em 101 municípios do Estado e o Crédito Popular já injetou cerca de R$ 5 milhões na economia do Estado”, acrescentou.

O presidente da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) e prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota, se reuniu ontem (23/01), com o superintendente da Sudene, Douglas Cintra. Na pauta do encontro, a aproximação dos municípios com a autarquia federal, assuntos ligados à questão hídrica no semiárido pernambucano, geração de energia limpa e gestão.

A reunião entre os gestores se deu no mesmo dia em que a Superintendência sediou a reunião do Consórcio Intermunicipal de Segurança Pública e Defesa Social de Pernambuco (Conseg/PE), que foi prestigiada pelo Ministro da Cidadania, Osmar Terra e secretários de segurança pública, para debater a ferramenta de consórcio no combate à violência.

Há um esforço constante da Amupe em promover o diálogo entre os municípios e as entidades do serviço público e o presidente da Associação saiu da reunião muito animado com a disposição do Superintendente em trabalhar em conjunto com os municípios.

A Sudene se dispôs em servir como uma ponte de articulação entre os municípios e o governo federal. Para o Superintendente Douglas Cintra, “é fundamental o trabalho em conjunto da Sudene com a Amupe, um vez que somos cidadãos dos municípios. A Amupe tem toda a possibilidade de trazer pra gente aquilo que realmente o município precisa e a Sudene pode articular recursos para os municípios via Ministério do Desenvolvimento Regional. Podemos articular mais trabalho e resultados para a população”, completou.

Para José Patriota, “é uma manifestação de muito trabalho e dedicação, o superintendente Cintra está muito motivado, tem uma visão de poder público bem aplicada e se mostrou interessado em fazer parcerias e integração de políticas com os municípios, tanto em relação de enfrentamento à seca, com a geração de energia limpa e convênios”, comemorou.

Quatro pessoas morreram após um acidente, por volta das 4h desta sexta-feira (24), na BR-116, no trecho da cidade de Cândido Sales, no sudoeste da Bahia.
Segundo informações um casal e a filha dele, todos naturais de Itapetim estão entre as vítimas fatais da colisão envolvendo um caminhão e um carro de passeio. A outra vítima seria o genro do casal natural de São Paulo.
De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o caminhão invadiu a contramão e atingiu o carro de passeio de frente. Inicialmente, a PRF informou que havia três mortos, mas após a retirada do carro, a quarta vítima achada debaixo do veículo.
As quatro vítimas de idades não divulgadas estavam no carro, que com o impacto da batida, ficou destruído. Elas morreram no local. O veículo foi parar no acostamento da rodovia e os objetos das vítimas ficaram espalhados no local.
O casal que morava em em Suzano-SP foi identificado apenas como Gilvan e Aparecida. Ele é filho de “Seu Geraldo” e “Dona Regina” moradores do bairro Santo Antônio em Itapetim. A filha foi identificada como Valéria e o genro identificado como Rodrigo.
Segundo a PRF, no caminhão também seguiam três pessoas. Elas tiveram ferimentos leves e foram socorridas para o hospital de Cândido Sales. O caminhão também foi parar em uma área de vegetação após a batida.
Agentes da PRF foram encaminhadas ao local para atender a ocorrência e monitorar o trânsito.
Ainda de acordo com informações, a família viajava de Suzano para Itapetim. 
G1 BA

Nesta quinta-feira dia (23), uma criança de 10 anos cometeu suicídio por enforcamento, no Bairro Antônio Brandão Cavalcanti na cidade de Cabrobó, no Sertão pernambucano.

Segundo informações repassadas ao nosso parceiro do Blog Didi Galvão pelo Delegado Regional Dr. Emanuel Caldas. Já foram adotadas todas as providências de praxe, inclusive o pessoal do IC e do IML, já foram acionados

O menor foi identificado como Carlos Henrique de Souza Santos, os nomes dos pais não foram revelados. Outras informações a qualquer momento.

A Secretaria de Educação de Cabrobó divulgou uma Nota de Pesar, lamentando o falecimento da de Carlos Henrique.

É com muita tristeza que a Secretaria de Educação, consternada ainda com o ocorrido, recebeu a notícia do falecimento do estudante Carlos Henrique de Souza Santos, que cursava o 5° Ano na Escola Municipal Lions Brigida de Melo nesta municipalidade.

Todos os que fazem a educação do município de Cabrobó estão tristes com a partida tão inesperada desse pequeno estudante, pedimos que Deus possa estar com toda a família nesse momento de dor!

Então disse Jesus: “Deixem vir a mim as crianças e não as impeçam; pois o Reino dos céus pertence aos que são semelhantes a elas”. Mateus 19:14

 

 

Bebê de nove dias é internada em estado grave após sofrer abuso sexual

Uma bebê de nove dias está internada em estado grave no Hospital Regional do Marajó, no município de Breves, desde a última sexta-feira (17) após suspeita de ter sofrido abuso sexual. A história causou imensa comoção na cidade após a população tomar conhecimento do caso.

A bebê estava com falta de ar quando foi avaliada por uma equipe médica, que constatou as lesões na região íntima da criança. O Conselho Tutelar foi acionado e a Polícia Civil informou que instaurou um inquérito para investigar o caso. “Equipes da delegacia do município de Portel realizam diligências para localizar e prender o autor do crime”, informou em nota.

Ainda segundo a Polícia Civil, com base no exame sexológico forense, foi concluído que os abusos foram recentes e que as lesões eram de “natureza gravíssima”.

As informações são do DOL.

Mega-Sena acumula e deve pagar R$ 40 milhões no sábado 

Mega-Sena

Nenhum apostador acertou os seis números do concurso nº 2.227 da Mega-Sena desta quinta-feira (23). Foram sorteados os números 06, 09, 12, 27, 32, 57. Segundo estimativa da Caixa, o concurso de sábado (18) deverá pagar R$ 40 milhões.

A quina teve 92 apostas vencedoras e cada uma vai receber um prêmio de R$ 27.202,90. A quadra saiu para 5.732 apostadores, que receberão prêmio de R$ 623,73. A aposta mínima na Mega-Sena custa R$ 4,50. Nesse caso, a chance de acerto (probabilidade estatística) é de uma em mais de 50 milhões.

ÉPOCA

A divulgação na quinta-feira (23), de que o Brasil chegou a sua mais baixa colocação na série histórica do Índice de Percepção da Corrupção, medido pela Transparência Internacional (TI), confirmou o que especialistas no combate ao crime de colarinho branco comentaram sobre o que foi 2019. No diagnóstico traçado pela organização, o Executivo, o Legislativo e o Judiciário colaboraram para o resultado — agora, o Brasil está na 106ª posição do ranking —, mas nenhum dos Três Poderes contribuiu tanto quanto Jair Bolsonaro. Eleito com um forte discurso anticorrupção, o presidente atuou contra pilares do sistema de combate à corrupção, alguns que, de 2014 para cá, permitiram a inédita prisão de ases do poder político e econômico.

Ao ver a polícia e o Ministério Público baterem à porta de Flávio Bolsonaro, o presidente mudou sua convicção — talvez porque não fosse tão consolidada como ele dizia ser — e deu uma guinada de 180 graus.

Atropelou algumas instituições, interferiu em outras, falou abertamente em usar a lei de abuso de autoridade contra quem investigava seu filho, e, ao fim do ano, sancionou a figura do juiz de garantias, um trecho do pacote anticrime que, embora assegure a independência do juízo de um caso, inevitavelmente aumentará a morosidade da Justiça.

O crescente afastamento da agenda bolsonarista da agenda de combate à corrupção, entretanto, pode lhe criar um grande problema para 2022. Se o eleitor de Bolsonaro não o identificar mais com essa pauta, em quem votará o sujeito que foi no 17 em 2018 mas pouco se importa com o fantasma da ameaça comunista, a ditadura gayzista ou a esfericidade da Terra?

Para muita gente, a resposta a essa pergunta atende pelo nome de Sergio Moro.

Moro ainda diz que não vai ser candidato a nenhum cargo em 2022. Mas as movimentações por ele não param. O Aliança pelo Brasil, tão logo seja constituído, espera filiá-lo, com o objetivo de que ele seja candidato à vice de Bolsonaro em 2022. Um lance bem mais ousado seria o que o Podemos, do senador Alvaro Dias, paranaense como Moro, vem tentando.

O partido está de portas abertas para o ministro da Justiça disputar a Presidência da República contra Bolsonaro em 2022. Dias já tratou do assunto mais de uma vez com Moro, na tentativa de mostrar ao ministro da Justiça que ele tem mais estatura política que Bolsonaro. Até agora, o ministro tem feito a egípcia. Não diz se toparia uma filiação, seja no Aliança, seja no Podemos, mas também não fecha nenhuma porta.

O entorno de Moro, entretanto, comunga cada vez mais da percepção de que as agendas do ministro e de Bolsonaro são incompatíveis.

Os prejuízos causados pela atuação do Palácio do Planalto ocupam três páginas do documento. As suspeitas de corrupção envolvendo Flávio Bolsonaro, o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, e o líder do governo no Senado, Fernando Bezerra, são citadas como exemplos que constrangeram o primeiro ano de Bolsonaro, mas uma radiografia mostrou todas as investidas. “Os primeiros dez meses de seu governo não mostraram nenhum progresso na implementação de uma agenda anticorrupção. Pelo contrário, uma série de decisões do Executivo mostrou sinais de interferência política em órgãos-chaves da luta contra a corrupção, como a Polícia Federal, a Receita Federal e a Procuradoria-Geral da República”, escreveu a Transparência.

“A interferência política na Polícia Federal cresceu. Os superintendentes ameaçaram fazer uma renúncia em massa, na sequência da substituição de Ricardo Saadi, o chefe da Superintendência Regional do Rio de Janeiro”, criticaram os especialistas da organização, referindo-se ao levante na PF contra a tentativa de Bolsonaro de domar a corporação. Não foi a única. Até a cabeça do diretor-geral da polícia esteve a prêmio. E Moro precisou ameaçar se demitir para salvá-lo.

As investidas contra a Receita Federal também constam da análise da TI. As demissões de Marcos Cintra e de João Paulo Martins da Silva, o secretário da Receita e seu vice, além de Ricardo Pereira Feitosa, chefe da Inteligência Fiscal da Receita, foram registradas: “Bolsonaro expressou publicamente seu descontentamento, acusando a Receita de mirar negócios de sua família com escrutínio excessivo. Até uma multa imposta a uma pequena irregularidade fiscal cometida por seu irmão foi colocada como justificativa para as mudanças”.

A demissão de Roberto Leonel do comando do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) e, depois, a abertura da possibilidade de nomear comissionados na nova Unidade de Inteligência Financeira (UIF) também foram citadas pela Transparência — lembrando a contribuição de Dias Toffoli, cuja liminar paralisou durante meses o Coaf e centenas de casos de combate ao crime organizado.

O quarto ponto registrado pela TI foi o esvaziamento do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). “A interferência política ficou evidente quando Bolsonaro retirou indicações de dois novos conselheiros selecionados tecnicamente pelos ministros da Justiça e da Economia e indicou outros candidatos, nomes negociados com senadores como barganha por votos para que seu filho Eduardo Bolsonaro tivesse apoio para se tornar embaixador nos Estados Unidos”, analisou a Transparência.

Em praticamente todos esses momentos, Moro e Bolsonaro se chocaram. Quase nunca em público — exceto uma vez, em agosto, quando Bolsonaro disse que, em seu governo, mandava ele.

O ano de 2020 vai testar os limites do ex-juiz. Um bom termômetro disso será novembro, quando Bolsonaro terá de indicar alguém para o Supremo Tribunal Federal, para a vaga que será aberta com a aposentadoria de Celso de Mello. Se o presidente não indicar Moro, ele deveria ao menos conversar com seu ministro, explicar por que não o escolheu, ou consultá-lo sobre os nomes, como geralmente o presidente faz com o titular da Justiça. Indicar outro e ignorá-lo completamente poderá consolidar em Moro a impressão de que, para Bolsonaro, ele é só um boneco de posto de gasolina. Daqueles que o gerente só tira do armário quando precisa atrair clientes.

O presidente interino, Hamilton Mourão, assinou nesta quinta-feira (23) decreto que regulamenta a contratação de militares inativos para atividades em órgãos públicos foi publicado em edição extra do Diário Oficial da União.

Veja a íntegra do decreto.

A medida abre caminho para a contratação de 7.000 militares da reserva para reforçar o atendimento nas agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). O plano foi anunciado na semana passada pelo governo, que pretende empregar a força-tarefa para reduzir o estoque de pedidos de benefícios em atraso.

De acordo com o Palácio do Planalto, os militares poderão ser contratados, por meio de um edital específico de chamamento público para trabalhar em órgão ou entidade federal ganhando adicional com valor igual a 30% sobre o salário recebido na inatividade.

Pelo texto, a contratação dependerá de autorização prévia tanto do Ministério da Defesa quanto do Ministério da Economia. A pasta da Defesa vai examinar se a contratação não compromete eventual necessidade de mobilização de pessoal, além de estabelecer o quantitativo máximo de militares inativos passíveis de contratação, por posto ou graduação, observada a compatibilidade com as atividades indicadas pelo órgão ou pela entidade requerente. Já a equipe econômica vai examinar se há recursos para o pagamento do adicional e se há necessidade real de contratação.

“Como já de conhecimento público, existe a intenção de aplicar o ato para resolver problema do INSS. Contudo, tecnicamente, o decreto não se restringe ao INSS e poderá ser utilizado em dezenas de outras situações. A hipótese do INSS é apenas destacada por ser a com maior escala“, informou o Planalto, em nota enviada à imprensa.

Em 2019, a prefeitura do Recife, através da Autarquia de Transito e Transporte Urbano do Recife, a CTTU, arrecadou um total de R$ 98.208.610,00 milhões referente a multas, um aumento de mais de 40% se comparado com ano de 2018, quando a prefeitura arrecadou um total de R$ 69.724.632,96 milhões.

O aumento no valor arrecadado chega quase a quadruplicar quando comparado com o ano de 2016, quando o valor foi de R$ 25.966.865,47 milhões.

Arte Portal de Prefeitura. Fonte: CTTU.

Em 2018, dos quase 70 milhões arrecadados, 28% serviram para o aumento de câmeras, pardais, policiais, enquanto apenas 0,48%, um total de R$ 238 mil, foram investidos em educação para o trânsito. Dados que só fazem aumentar a teoria da “indústria da multa”, como destaca o deputado estadual Marco Aurélio Medeiros (PRTB). “A Prefeitura do Recife e a  CTTU vêm praticando de forma abusiva um aumento significativo na instalação de câmeras de videomonitoramento, com o único objetivo de continuar fomentando a indústria da multa na cidade”, disse.

O parlamentar entrou com uma representação no Ministério Público de Pernambuco, no início de dezembro do ano passado, para que seja suspensa a aplicação de multas por meio de câmeras de videomonitoramento no município do Recife.  De acordo com o pedido de proposição da Ação Civil Pública, as câmeras de videomonitoramento violam as garantias constitucionais da intimidade e privacidade dos cidadãos. (Portal de Prefeitura)

Mais um caso que  choca a cidade de Afogados da Ingazeira 
O senhor José Galdioso Ladislau, conhecido por José de Lúcia, foi encontrado morto pendurado em uma árvore próximo a Academia Falcon no bairro Costa em Afogados da Ingazeira nesta quinta (23).

José era cunhado de Vivi do bolo  conhecido popularmente como Zé de Lúcia.

José Galdioso deixa um filho.

 

Concurso da Polícia Civil de Pernambuco é prorrogado por mais dois anos

O Governo do Estado publicou no Diário Oficial desta quinta-feira (23) uma portaria prorrogando a validade do concurso público da Polícia Civil de Pernambuco para o cargo de Agente de Polícia Civil. A portaria é assinada pelas secretarias de Administração e Defesa Social. Os últimos certames realizados ocorreram em 2016 e foram homologados em 2018.

Vale lembrar, que no dia 28 de Dezembro de 2019, por meio das portarias de nº 078 e 079, também houve a prorrogação da validade dos concursos para os cargos de Delegado de Polícia Civil, Perito Papiloscopista, Auxiliar de Perito e Médico Papiloscopista da Polícia Civil de Pernambuco.

Convocação – Em agosto do ano passado, 511 aprovados no concurso da Polícia Civil iniciaram o Curso de Formação da Academia Integrada de Defesa Social (Acides), o evento contou com a presença do governador de Pernambuco, Paulo Câmara, do secretário de Defesa Social, Antonio de Pádua, e do chefe da PCPE, Joselito Kehrle do Amaral. Estes aprovados já reforçam as delegacias do Estado neste início de 2020.

 

Menina de 1 ano é o primeiro caso confirmado de sarampo de 2020 em Pernambuco

Resultado de imagem para vacina contra sarampo

Pernambuco confirma o primeiro caso de sarampo deste ano, segundo boletim da Secretaria Estadual de Saúde (SES). O paciente é uma menina de apenas 1 ano de idade, moradora de Paulista, município do Grande Recife. Ela começou a apresentar sintomas de sarampo no último dia 3. Além dessa confirmação, o Estado investiga mais 17 casos suspeitos da doença. Os dados correspondem à segunda semana epidemiológica de 2020, que inclui notificações feitas até o último dia 11 de janeiro.

 

Brasil cai em ranking anticorrupção; Bolsonaro é criticado

Atuação de policiais durante a Lava Jato

O Brasil alcançou sua pior colocação e a pontuação mais baixa no ranking sobre a percepção da corrupção elaborado pela Transparência Internacional desde 2012. O País aparece na 106ª posição entre 180 países avaliados pelo Índice de Percepção da Corrupção (IPC) em 2019, divulgado nesta quinta-feira (23).

O relatório da entidade apontou como entraves ao combate à corrupção no País o que classificou como “interferência política” do presidente Jair Bolsonaro em órgãos de controle e a paralisação de investigações que utilizavam dados do Coaf.

Em 2018, o País ficou na 105ª colocação, com 36 pontos, e em 2017 alcançou 37 pontos, no 96.º lugar. O índice é calculado com base nos níveis percebidos de corrupção no setor público por especialistas e empresários – quanto menor a nota maior é a percepção de corrupção no país. Foram utilizadas 13 fontes de dados para o cálculo do índice, entre elas instituições como o Banco Central e o Fórum Econômico Mundial.

O Índice usa uma escala de 0 (altamente corrupto) a 100 (muito íntegro). Com 35 pontos, o Brasil aparece com destaque no relatório, que aponta a corrupção como “um dos maiores obstáculos ao desenvolvimento econômico e social do País”.

“Após as eleições de 2018, que foram profundamente influenciadas por acentuada narrativa anticorrupção por parte de diversos candidatos, o Brasil passou por uma série de retrocessos em seu arcabouço legal e institucional anticorrupção”, diz o documento.

As inscrições podem ser realizadas até o dia 19 de fevereiro pelo site da Consulpam.

 G1 Petrolina

A Câmara Municipal de Salgueiro abriu nesta quinta-feira (23) as inscrições para um concurso público. As vagas disponíveis são para Contador (1), Procurador Legislativo (1), Agente Administrativo (6), Auxiliar de Serviços Gerais (4), Assistente da Ouvidoria (1), Recepcionaista (1), Técnico em Informática (4), além de vagas para cadastros reserva.

As inscrições podem ser realizadas até o dia 19 de fevereiro pelo site da Consulpam. A taxa é de R$130 para nível superior, R$80 para nível médio e R$60 para nível fundamental. O pagamento deverá ser feito por meio de boleto bancário. A isenção pode ser solicitada nos dias 23 e 24 de janeiro.

O Concurso Público será realizado em duas etapas: prova objetiva e de títulos. A data, o horário e o local da realização das avaliações serão disponibilizados em até cinco dias antes da data do certame, no link área do candidato. O cartão de identificação não será enviado pelos Correios.

O Resultado final está previsto para ser divulgado no dia 17 de abril de 2020. O prazo de validade do concurso será de dois anos contado desde a data de sua homologação, podendo ser prorrogado uma única vez, por igual período.

 

Márcia Conrado se filiará ao PT e vai colar imagem de campanha a Lula

A presidente do PT em Serra Talhada, Cleonice Maria, confirmou em entrevista ao Farol de Notícias, nesta quinta-feira (23.01), que a pré-candidata do governo e atual secretária de Saúde Márcia Conrado, vai disputar as eleições 2020 pelo Partido dos Trabalhadores (PT).

Tereza inclusive já havia levantado a possibilidade de Luciano continuar no PT e o blog em primeira mão anunciou que o prefeito não havia deixado a legenda. Agora, a filiação de Márcia ao Partido dos Trabalhadores é mais um passo nessa construção que desmobilizou a saída de Luciano do partido.

A Força Aérea Brasileira (FAB) abriu seleção para o Estágio de Adaptação à Graduação de Sargento (Eags), com ingresso em janeiro de 2021. As inscrições podem ser feitas pelo site da Aeronáutica até 12 de fevereiro de 2020. Os interessados também devem pagar uma taxa R$ 60,00 para participarem da seleção. Após a conclusão e a finalização do estágio, já como militar, o candidato receberá remuneração bruta de R$ 3.825,00.

Segundo o edital do certame, para concorrer a uma das vagas é necessário ter entre 17 e 25 anos completados até 31 de dezembro de 2021 e o curso técnico de nível médio na área de atuação escolhida. Ao todo, são 156 vagas distribuídas entre Eletrônica,  Administração, Enfermagem, Eletricidade, Informática, Laboratório, Obras, Pavimentação, Radiologia e Topografia. Das vagas abertas, 20% ficam reservadas para os candidatos autodeclarados pretos ou pardos.

Provas: A seleção se dará por meio de provas escritas de Língua Portuguesa e Conhecimentos Especializados, relativos à especialidade a que concorre o candidato, que serão realizadas no dia 26 de abril de 2020. Além disso, haverá outros processos para classificação e eliminação como Verificação de Dados Biográficos, Inspeção de Saúde, Teste de Aptidão Física para Ingresso e Avaliação Psicológica, Verificação de Documentos.

Os aprovados em todas as etapas do processo seletivo e selecionados pela Junta Especial de Avaliação (Jea) deverão se apresentar na Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR), em Guaratinguetá, no interior de São Paulo, em 10 de janeiro de 2021, para habilitação à matrícula no curso.

Após a formatura na instituição de ensino, o aluno será promovido à graduação de Terceiro-Sargento e será classificado em uma das Organizações Militares do Comando da Aeronáutica (Comaer), localizadas em todo o território nacional, de acordo com a necessidade da Aeronáutica. (Via: Jc Online – Foto: Sgt Bianca/FAB)

 

Wadih Damous sobre juiz de garantias: Fux instalou a anarquia judicial 

Wadih Damous _fux

Advogado e ex-deputado federal diz que decisão de suspender por tempo indeterminado o juiz de garantias “era esperada”, uma vez que o ministro do STF Luiz Fux “não ia deixar Sergio Moro na mão”.

Advogado e ex-deputado federal, Wadih Damous afirma que o ministro do Supremo Tribunal Federal Luiz Fux instalou uma “anarquia judicial” ao decidir suspender a medida do juiz de garantias por tempo indeterminado.

A decisão derruba a determinação do presidente do STF, ministro Dias Toffoli, que havia prorrogado por seis meses o prazo de adoção da medida e até definido uma regra de transição para os processos em andamento. Fux tomou a decisão durante o plantão do Supremo, que está sob seu comando desde o último dia 19.

Para Damous, a decisão era “esperada”, uma vez que Fux, em sua avaliação, não iria deixar o ministro da Justiça, Sergio Moro, “na mão”. A medida foi sancionada por Jair Bolsonaro contrariando Moro, que fez duras críticas à proposta, incluída no chamado ‘pacote anticrime’, aprovado no Congresso.

Wadih Damous

Brasil 247

O 2º leilão de veículos do Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran) será realizado na próxima sexta-feira (24), às 9h, no pátio da empresa Coliseum, em Serra Talhada. Serão disponibilizados 535 veículos, entre carros e motos. Os lances de valor mínimo giram em torno de R$ 100.

Os interessados podem conferir os veículos nesta quinta-feira (23), das 9h às 16h, e na sexta-feira (24), das 8h às 9h, no mesmo local onde ocorrerá o leilão. O endereço é: Rodovia Luiz Gonzaga, BR 232, Km 401,5 – Marg esquerda, s/n, Serra Talhada.

De acordo com o Detran, o arrematante deverá requerer e pagar pela expedição da 2º via do Certificado de Registro do Veículo (CRV). Também cabe a ele arcar com o valor dos serviços de Baixa do Gravame e outras taxas como a de Licenciamento, a de transferência do veículo e a de Emplacamento. O dinheiro arrecadado no leilão é usado pelo órgão para pagar as dívidas dos veículos apreendidos. Quitados os débitos, o resíduo restante – caso haja – volta para o proprietário anterior do veículo.

Segundo o Detran, o Código de Trânsito prevê que após 90 dias de apreensão, os veículos não reclamados devem ser leiloados. O edital contendo as informações gerais sobre o leilão, como normas, documentação exigida e taxas de administração pode ser acessado no site do DETRAN: www.detran.pe.gov.br e no site da empresa Coliseum, www.coliseumleiloes.com.br.

 

Na contramão do discurso de austeridade que emergiu nas últimas eleições, a Câmara atingiu em 2019 o maior valor desembolsado com viagens em missões oficiais desde 2015. Foram R$ 6,9 milhões em despesas dessa natureza no ano passado.

A conta inclui passagens, diárias e valores adicionais arcados pela Casa. Gastos com viagens entre Brasília e as bases eleitorais dos deputados são lançadas em outra conta, na da cota parlamentar, conhecida como cotão.

Leia aqui a lista completa das despesas por deputado.

Tudo subiu 

Separadamente, os gastos com passagens, diárias e adicionais também atingiram os maiores níveis no período. Ou seja: a alta dos gastos gerais não foi puxada somente pelo aumento nos preços dos bilhetes aéreos.

Quem mais gastou

Ao todo, foram 569 viagens de deputados em missões oficiais no ano passado. Foram gastos R$ 3,07 milhões com diárias, R$ 3,44 milhões com passagens aéreas e R$ 360 mil com adicionais.

Cinco deputados registraram gastos acima de R$ 100.000 em 2019, como mostra a tabela a seguir. O campeão foi o deputado Newton Cardoso Jr. (MDB-MG): R$ 179.165,77 em 14 missões oficiais.

Siglas que mais gastaram

Agrupando os gastos pelo partido dos deputados, quem fica no topo do ranking é o PP, que tem a 3ª maior bancada da Casa. Per capita, o maior gasto foi da Rede. A sigla tem apenas uma deputada, Joenia Wapichana (RR), que gastou R$ 55.445,22.

Por Estado

O maior gasto por unidade da Federação foi dos deputados de São Paulo, que têm a bancada mais numerosa. Os 70 deputados eleitos pelo Estado gastaram R$ 966.695,55 ao longo do ano passado. A média de despesas por deputado é maior no caso do Distrito Federal, com R$ 28.617,47.

A ex-sinaleira Cleomar Marques, que teve as mãos e as pernas amputadas, fez um pedido de benefício ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), em Porto Velho, Rondônia, mas ele foi negado porque ela não conseguiu assinar os documentos que autorizavam o auxílio.

“Uma servidora puxou os papéis e perguntou: ‘ quem vai assinar? Você assina? ‘. Eu disse que não podia assinar, mas sim a minha filha ou minha mãe. A mulher então olhou e disse: ‘ah, então não vale’. Daí ela pegou, rasurou o papel e jogou fora”, contou Cleomar.

Cleomar relata que após a primeira negativa fez mais dois pedidos ao INSS em 2019 e todos foram negados. Para a reportagem, a trabalhadora diz que precisa do benefício, pois a filha fica em casa para ajudá-la na alimentação e banho.

O segundo requerimento foi negado por ela ter uma renda per capta familiar superior a 1/4 do salário mínimo, ou seja, uma média de R$ 238,50.

o INSS informou que a renda foi apurada com as informações do Cadastro Único (CadÚnico) para programas sociais do governo. Em um terceiro requerimento, a ex-sinaleira teve a solicitação de benefício indeferida porque o INSS alegou “falta do período de carência”.

“Olha, é um constrangimento para mim tudo isso. Eu trabalhava, tinha minha vida e agora sou dependente dos outros. É a minha filha, única que mora comigo, que faz tudo para mim”, desabafou Cleomar.

O que diz o INSS?

 A assessoria de comunicação do INSS informou que foi solicitado um auxílio-doença para Cleomar e que este não foi aprovado por falta de período de carência, no ano passado.

Depois, um novo benefício foi solicitado, também sendo indeferido por apresentar renda per capita familiar superior a 1/4 do salário mínimo.

O INSS informou ainda que a filha de Cleomar foi pessoalmente atendida e  informada que um novo requerimento poderia ser feito caso ocorresse alteração da renda familiar junto ao CadÚnico.

Ainda segundo o instituto, Cleomar agora pode procurar o INSS, pois poderá solicitar o requerimento de um novo benefício. As informações são do G1 de Rondônia.

A empresa australiana Riverbank Resources Mineração descobriu um novo minério no Piauí, o vanádio. A secretária estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Sádia Castro, informou que a mineradora Riverbank Resources  Mineração, solicitou autorização para fazer pesquisa de minérios na região dos municípios de Anísio de Abreu e Caracol (607 km de Teresina).

O Mapa dos Minérios do Piauí do Departamento Nacional de Pesquisas Minerais (DNPM) e o Mapa de Potencialidades do Piauí, do Governo do Estado, destacam existência de minas de ferro e fosfato em Anísio de Abreu, mas não vanádio. Anísio de Abreu e Caracol ficam próximos da Bahia, onde desde 2014, é explorado o minério.

Desde maio de 2014, o Brasil se inseriu no seleto grupo de países com expressiva produção de vanádio com a abertura da mina Menchen Maracás, da mineradora Largo Resources. Sua capacidade de produção anual é da ordem de 9,6 mil toneladas de pentóxido de vanádio (equivalente a 5,5 mil toneladas de vanádio por ano), estimando que entre 80 e 90% serão exportadas.

Antes, o  Brasil era anteriormente importador líquido de vanádio, tendo importado 929 toneladas da liga ferro-vanádio em 2014.

A mina de vanádio de Maracás, na na Bahia,  tem uma característica especial: o alto teor de vanádio contido – 1,34%, contra 0,5% em algumas das principais minas do mundo –, garantindo um baixo custo de produção e sendo um ativo de classe mundial, o que assegura alta competitividade à empresa.

A Largo Resources  tem na Bahia  o mais moderno forno do mundo presente em uma mineradora de vanádio, com 90 metros de comprimento e 4,2 metros de diâmetro interno e capacidade de processar 1.060 toneladas de minério concentrado por dia.

Os benefícios do grau e qualidade do minério (altos teores) e do concentrado (baixos custos operacionais) são tão significativos que garantem a essa empresa, significativas vantagens de custo sobre os demais produtores em todo o mundo (estimado na ordem de US$ 2,10 por libra-peso, enquanto o preço no mercado está em torno de US$ 5 por libra-peso.

Os investimentos iniciais foram  de R$ 550 milhões,  gerando cerca de 700 empregos diretos e 2.100 indiretos e uma expectativa de receita superior a R$ 300 milhões por ano.

A vida média útil da mina do Projeto Maracás está estimada em 29 anos. Na região de mineração Capivara, a de Anísio de Abreu e Caracol, tem um enorme potencial para a expansão das reservas e das futuras taxas de produção.

Além do potencial de produção de vanádio, foram descobertas zonas que contêm camadas de cromita com sulfetos. A Largo Resources possui outros dois projetos no país, em Currais Novos (RN), de tungstênio, e em Campo Alegre de Lourdes (BA), com reservas de minério de ferro, titânio e vanádio.

Em 2013, a produção mundial do vanádio foi de 136 mil toneladas (China: 70 mil toneladas; África do Sul: 35 mil toneladas  e Rússia: 14 mil toneladas.

O mercado mundial de vanádio movimenta cerca de US$ 2,3 bilhões por ano. A mina de  Maracás é de 8% desta produção. O município de Maracás concentra a principal reserva de vanádio no Brasil.  A BMIX, da   Brazil Minerals, anunciou  a aquisição de áreas com ferro, titânio e vanádio no Piauí e em outras unidades da federação para avaliar a viabilidade dos projetos.

Em 2013, as reservas mundiais, em termos de metal contido, corresponderam a 14 milhões de toneladas, sendo que as reservas brasileiras representaram 1,27% deste total. As maiores reservas no mundo, que estão sendo lavradas, localizam-se na China (5,1 milhões de toneladas), Rússia (5 toneladas) e África do Sul (3,5 toneladas ). Em 2013, a produção mundial de minério, em termos de vanádio contido que ocorre como coproduto ou subproduto, atingiu 75.600 toneladas.

Resistente a choques e à corrosão, o vanádio é utilizado para dar aumentar a resistência das ligas de aço, reduzindo a quantidade final de aço necessário ao seu uso. A elevação do consumo específico de vanádio nos aços produzidos para construção na China poderá elevar a demanda desse insumo a ponto de alterar a dinâmica do mercado e impactar fortemente na elevação das cotações.

O maior aproveitamento do vanádio, associado ao petróleo ou a outras fontes, pode reduzir as cotações, elevando a oferta. O aproveitamento do vanádio no processo de produção da alumina é uma outra fonte que tem um potencial ainda desconhecido. A China, em 2006, consumia 20% do vanádio mundial. Em 2012, atingiu 34%, com tendência de elevação por causa da regulação dos aços utilizados na construção civil.

O vanádio também  é usado como aditivo, importante para fabricação de instrumentos cirúrgicos. Misturado com alumínio em ligas de titânio para motores de jato e células de alta velocidade. Serve ainda para fabricação de baterias recarregáveis e ímãs supercondutores.

Fonte: Efrém Ribeiro\Meio Norte

A avaliação positiva do governo Jair Bolsonaro (sem partido) cresceu de 29,4% para 34,5% nos últimos meses, segundo pesquisa CNT/MDA, divulgada hoje, em Brasília. A avaliação negativa do governo teve queda: passou de 39,5%, em agosto de 2019, para 31%, em janeiro deste ano.

A pesquisa da CNT (Confederação Nacional dos Transporte) foi encomendada ao instituto MDA. O estudo ouviu 2.002 pessoas, de 15 a 18 de janeiro, em 137 municípios de 25 Unidades da Federação. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, segundo o instituto.

A avaliação positiva soma os índices daqueles que responderam “ótimo” ou “bom” sobre o governo. Já a negativa acumula os índices de ruim e péssimo.

Avaliação do governo do presidente Bolsonaro em janeiro de 2020:

Ótimo – 9,5 % (era 8% em agosto de 2019)

Bom – 25% (era 21,4% em agosto de 2019)

Regular – 32,1% (era 29,1% em agosto de 2019)

Ruim – 9,5% (era 12,9% em agosto de 2019)

Péssimo – 21,5% (era 26,6% em agosto de 2019)

Não sabe/não respondeu – 2,4% (era 2% em agosto de 2019)

A aprovação do desempenho pessoal do presidente também subiu além da margem de erro. Ao responderem à pergunta “aprova ou desaprova o desempenho pessoal do presidente Jair Bolsonaro à frente do governo?”, 47,8% disseram que aprovam, contra 41% em agosto. Já 47% disseram que desaprovam, índice inferior aos 53,7% da pesquisa anterior.

Aprovação do desempenho pessoal do presidente Bolsonaro em janeiro de 2020:

Aprova – 47,8% (era 41% em agosto de 2019)

Desaprova – 47% (era 53,7% em agosto de 2019)

Não sabe / não respondeu – 5,2% (era 5,3% em agosto de 2019).

 

 

Forte chuva em Lagoa Grande (PE) já ultrapassa 141 mm

 

Foto: reprodução

O índice pluviométrico indica que a chuva que começou nesta quarta-feira (22), no Município de Lagoa Grande (PE),  já ultrapassa  os 141 mm. A previsão é de que continue chovendo durante todo o dia.

A forte chuva  está prejudicando dezenas de  famílias que estão tendo suas casas inundadas e várias já perderam  móveis e eletrodomésticos. Com informações de Edenevaldo Alves.

“É um problema quando você pratica atos que afetam a liberdade de expressão. É problemático”, disse o ministro do STF Marco Aurélio Mello nesta terça-feira (21) sobre a denúncia do MPF contra o jornalista Glenn Greenwald, do Intercept Brasil.

Marco Aurélio Mello, ministro do Supremo Tribunal Federal, disse nesta terça-feira (21) que a denúncia do MPF contra o jornalista Glenn Greenwald, do Intercept Brasil, é “problemática” e “perigosa”, informa a Folha de S.Paulo.

“É um problema quando você pratica atos que afetam a liberdade de expressão. É problemático”, disse o ministro.

“No campo da informação, não cabe adotar postura que iniba a arte de informar. Eu tenho uma concepção própria. Jamais processaria um jornalista, e há colegas em geral, que processam. [Com a denúncia], Você acaba indiretamente cerceando [a liberdade de expressão], o que não é bom em termos culturais, nem em termos de avanço social. É sempre perigoso”, afirmou.

Brasil 247

Chuvas fortes causam transtornos no interior de PE; veja onde mais choveu

Em Petrolina, as chuvas alagaram ruas e causaram transtornos para moradores da região
JC / Foto: Marco Aurélio/Rádio Jornal Petrolina

O município de Catende, na Zona da Mata de Pernambuco, foi o local onde mais choveu no Estado entre as 6h50 da terça-feira (21) e as 6h50 desta quarta (22), com 67,71 milímetros, de acordo com o monitoramento da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac). Em Caruaru, no Agreste, vários pontos da cidade ficaram alagados e o trânsito ficou complicado, após a chuva de 57,38 milímetros.

Em Santa Cruz do Capibaribe, também no Agreste, houve precipitação de 43,51 milímetros, segundo o monitor pluviométrico da cidade. Já em Petrolina, no Sertão do Estado, também houve fortes chuvas. A cidade foi atingida por 20,80 milímetros de precipitação.

Transtornos

Na município sertanejo, as chuvas alagaram ruas e causaram transtornos para moradores da região. O mesmo aconteceu em Catende, em Santa Cruz do Capibaribe e Caruaru. Nesta última, o telhado de um apartamento cedeu e outros pavimentos foram alagados. Transtornos também atingiram o Hospital Regional do Agreste, que sofreu com alagamentos. O teto de um posto de combustível também desabou. Ninguém ficou ferido.

Em Pesqueira, também no Agreste, pacientes da cidade que iriam para Caruaru fazer tratamento de saúde tiveram a viagem cancelada por causa das chuvas.

Previsão do tempo

A previsão do tempo do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) para esta quarta-feira (22), é de céu parcialmente nublado a nublado com possibilidade de chuva em áreas isoladas na Zona da Mata, Agreste e Grande Recife.

No Sertão Pernambucano, o tempo deve variar de nublado a parcialmente nublado com pancadas de chuva isolada ao longo do dia.

A temperatura deve variar entre 23ºC e 32ºC no Grande Recife e 20ºC e 35º Zona da Mata.

No Agreste, os termômetros devem marcar entre 18ºC e 34ºC.

Em Fernando de Noronha, os termômetros devem marcar entre 22ºC e 31ºC. Para o Sertão, o Inmet prevê máxima de 35ºC e mínima de 19ºC.

Alerta

Nessa terça-feira (21), o Inmet emitiu um alerta de chuvas intensas para 37 cidades do Sertão de Pajeú e do Araripe Pernambucano.

O município de Catende, na Zona da Mata de Pernambuco, foi o local onde mais choveu no Estado entre as 6h50 da terça-feira (21) e as 6h50 desta quarta (22), com 67,71 milímetros, de acordo com o monitoramento da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac). Em Caruaru, no Agreste, vários pontos da cidade ficaram alagados e o trânsito ficou complicado, após a chuva de 57,38 milímetros.

Em Santa Cruz do Capibaribe, também no Agreste, houve precipitação de 43,51 milímetros, segundo o monitor pluviométrico da cidade. Já em Petrolina, no Sertão do Estado, também houve fortes chuvas. A cidade foi atingida por 20,80 milímetros de precipitação.

Transtornos

Na município sertanejo, as chuvas alagaram ruas e causaram transtornos para moradores da região. O mesmo aconteceu em Catende, em Santa Cruz do Capibaribe e Caruaru. Nesta última, o telhado de um apartamento cedeu e outros pavimentos foram alagados. Transtornos também atingiram o Hospital Regional do Agreste, que sofreu com alagamentos. O teto de um posto de combustível também desabou. Ninguém ficou ferido.

Em Pesqueira, também no Agreste, pacientes da cidade que iriam para Caruaru fazer tratamento de saúde tiveram a viagem cancelada por causa das chuvas.

Ipubi: Mulher denuncia divulgação de vídeo íntimo na ínternet

Por Roberto Gonçalves / Foto: Ilustração

Uma mulher denunciou nesta terça-feira (21) em Ipubi, no Sertão do Araripe, que um vídeo íntimo contendo imagens da mesma, teria sido postado na internet sem a sua autorização.

De acordo com a 9ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), à vitima apontou o responsável pela divulgação.

As partes foram levadas a Delegacia de Polícia Civil de Ipubi para serem tomadas as devidas providências.

O que diz a Lei

Divulgar a intimidade de alguem é crime, e é passivel de indenização por dano moral e material, como determina a Constituição Federal em seu artigo  inciso X.

“são inviolavéis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas, assegurado o direito à indenização pelo dano material ou moral decorrente de sua violação”.

Carretas roubadas com quase 30 mil litros de gasolina são recuperadas em Petrolina

Foto: Divulgação/ 2°BIEsp

Duas carretas foram apreendidas por policiais do 2° Batalhão Integrado Especializado de Policiamento (BIEsp) em um depósito no Bairro Terras do Sul, zona norte de Petrolina. Os PMs faziam patrulhamento na região, quando populares denunciaram a existência do galpão com veículos adulterados e roubados.

Segundo o 2º BIEsp, no local foram recuperados uma carreta-trator Volvo de cor branca e um caminhão SR Guerra AG TQ, carregados com quase 30 mil litros de gasolina. Testemunhas disseram que os criminosos fugiram do depósito assim que avistaram as viaturas.

Uma carroceria carregada com madeira, de origem duvidosa, também foi encontrada. O 2°BIEsp afirmou ainda que um dos veículos tinha a placa com indícios de adulteração. Já os proprietários reconheceram as carretas. Até agora, ninguém foi preso.

Amupe convoca prefeitos para reunião com o Ministério da Justiça nesta quarta-feira

O presidente da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) e prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota, convoca prefeitos, secretários e representantes das guardas municipais pernambucanas, para discutir soluções e tirar dúvidas dos municípios a respeito das guardas municipais, na sede da Associação, na tarde de hoje (22/01), às 14h, com a presença do representante do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Coronel Guerra.

Na ocasião, Guerra dará orientações sobre o “Livro Azul das Guardas Municipais do Brasil” e esclarecimentos sobre a distribuição de viaturas, resultado de uma emenda coletiva da bancada pernambucana no Congresso Nacional. Nessa discussão o debate também será sobre a importância da participação e do fortalecimento das guardas municipais.

Para o presidente da Amupe, José Patriota “essa é uma importante reunião, pois será discutido todo o papel estratégico do município na segurança pública, esses entes têm várias ações que interferem diretamente com a segurança do cidadão. Convido os prefeitos, secretários e representantes das guardas municipais para acharmos meios e soluções que levem à população uma segurança eficiente”.

Lula defende Glenn de denúncia e acusa Justiça de “abuso de autoridade”

Foto: reprodução

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se pronunciou sobre a denúncia do Ministério Público Federal nesta terça-feira (21), o militante norte-americano Glenn Greenwald e outros seis envolvidos no ataque hacker contra autoridades brasileiras.

De acordo com a peça processual, Greenwald “auxiliou, incentivou e orientou, de maneira direta, o grupo criminoso”.

Lula escreveu em sua conta pessoal no Twitter, prestando solidariedade ao americano e que Greenwald é “vítima de mais um evidente abuso de autoridade”.
Minha solidariedade ao jornalista @ggreenwald , vítima de mais um evidente abuso de autoridade contra a liberdade de imprensa e a democracia”, escreveu o petista.

O secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, disse, nesta terça-feira (21), que o governo cogita outras medidas para ajudar na força-tarefa criada para reduzir a fila do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Ele afirmou que “ações complementares estão em estudo”, mas negou que vai abandonar a ideia de contratar 7 mil militares para ajudar no atendimento, anunciada na semana passada. 

O secretário reforçou que nenhuma das medidas avaliadas substituiria a participação das Forças Armadas, que, segundo ele, está garantida. “Os militares já estão acertados. Outras ações dependem da aprovação do ministro (Paulo Guedes, ministro da Economia)”, disse. Sem detalhar as opções estudadas, ele reforçou que o governo está “aberto e trabalhando, primeiro o decreto dos militares”. 

A principal sugestão que tem sido apontada por entidades representativas dos servidores públicos é colocar ex-servidores do INSS, hoje aposentados, de volta às agências. O lado positivo é que eles já têm experiência na área e poderiam atuar na análise de processos, enquanto os militares vão ficar apenas no atendimento. 

O problema é que não há previsão legal para contratar servidores aposentados, ao contrário do que acontece com os militares. A reestruturação da carreira das Forças Armadas, aprovada pelo Congresso no ano passado, permite o remanejamento de militares reformados para atividades civis. No caso dos ex-servidores, seria preciso apresentar um projeto de lei ou uma medida provisória sobre o assunto. 

No decreto, que deve ser apresentado até o início da semana que vem, o governo vai definir as diretrizes para contratação de militares para atividades civis, que, embora tenha sido permitida por lei, ainda não foi regulamentada. Ele valerá, inclusive, para outros casos. O que vai tratar da situação específica do INSS será uma portaria, editada depois do decreto, com base nas diretrizes definidas. O Ministério da Defesa tem participado da elaboração do texto.

A Paraíba é o estado do país que concedeu o maior reajuste salarial aos servidores públicos em comparação com os demais estados, de acordo com dados do Conselho dos Secretários de Planejamento e da Gestão Estratégica das Finanças (Gefin). O estado também se sobressai em relação ao governo central, que não sinalizou nenhuma perspectiva de aumento para os servidores federais.

Enquanto o governador João Azevêdo anunciou um reajuste linear de 5% para todas as categorias do funcionalismo público, contemplando, inclusive, os aposentados e pensionistas das administrações direta e indireta, apenas dois estados – Espírito Santo e Paraná – já manifestaram que concederão aumento aos servidores, com percentuais de 3,5% e 2%, respectivamente. Os demais estados não concederão ou não definiram o percentual de reajuste.

Confira a tabela:

PB – Sim. 5%;
MA – não;
AP – não;
ES – 3,5% (Dez/19)
RO – não;
PA – indefinido;
RN – não;
MS – indefinido;
AL – indefinido;
AM – não;
PR – 2%;
CE – indefinido;
DF – não;
RJ – não;
PE – não;
MT – indefinido;
BA – não;
TO – indefinido;
SP – não
RS – não
SE- não
PI – indefinido
SC – indefinido
MG – não.

Fonte: Consad – Conselho dos Secretários de Administração; Conseplan – Conselho dos Secretários de Planejamento e Gefin – Grupo dos Gestores das Finanças Estaduais

Secom-PB

Nesta segunda-feira (20), por volta das 12h30min, a Guarnição Ronda Ostensiva Municipal (ROMU) foi acionada pela Central de Comunicações (CECOM), informando que na Rua João Brandino de Carvalho, Bairro Jureminha, Tabira-PE teria ocorrido um possível suicídio. 

De imediato a GT se deslocou ao endereço mencionado juntamente com o Grupamento de Atendimento a Emergência e Resgate (GAER). 
Ao chegar no local, encontraram a vítima caída sobre o solo, na sala da residência, o Senhor Gil Guedes Estevão, conhecido por Neném, 35 anos, solteiro, agricultor, encontrava-se ensanguentado com cortes nos braços, no mesmo momento foi iniciado os atendimentos pré hospitalares e em seguida conduzido ao Hospital Municipal Dr. Luiz José da Silva Neto, o qual foi atendido de pronto, porém não resistiu, vindo a óbito em consequência dos ferimentos e muito perda de sangue. 
Em contínuo, a Genitora do mesmo e testemunha ocular do fato a Srª Maria de Lurdes Guedes Estevam, 68 anos, casada, agricultora, relatou que o mesmo chegou em casa alterado e pegou um frasco de perfume quebrou e começou a cortar os membros superiores (Braços) a mesma tentou interromper a ação, todavia, sem êxito.

Santa Filomena: Estudante de 20 anos morre em acidente com moto

Foto: ilustração

Um estudante de 20 anos morreu em um acidente motociclístico na tarde deste domingo (19), no povoado de Água Podre, zona rural do município de Santa Filomena, no Sertão do Araripe.

De acordo com a Polícia Civil, à vítima, Júlio da Conceição Silva, morreu no local do acidente.

Os Policiais Militares deslocaram-se ao local e o isolaram até a chegada da Policia Cientifica, onde foram realizados os primeiros procedimentos.

Essa foi a quarta morte envolvendo motociclístas no Sertão do Araripe em 2020. Três delas aconteceram em Araripina.

Começam as inscrições para concurso público da Câmara de Vereadores de Salgueiro

Foto: reprodução

O Instituto Consulpam, contratado por meio de licitação para organizar o concurso público da Câmara de Vereadores de Salgueiro, deve lançar o edital e abrir as inscrições nessa quinta-feira, 23. A assessoria de comunicação da Casa Epitácio Alencar divulgou a informação nas redes sociais nessa segunda-feira, 20.

No site da Consulpam já foi aberto uma seção para conter todo o processo do concurso da Câmara de Salgueiro. A página indica que as inscrições serão abertas em breve. Também não é possível acessar o edital até o momento.

Os vereadores autorizaram a Mesa Diretora a abrir 18 vagas no quadro de servidores efetivos da casa. Serão contratados profissionais nas funções de Técnico de Informática, Recepcionista, Auxiliar de Serviços Gerais, Assistente da Ouvidoria, Agente Administrativo, Contador, Procurador do Legislativo e Contador.

 

Um grave acidente deixou duas vítimas fatais na manhã desta terça-feira (21), no trevo de Ibitiranga na saída de Afogados da Ingazeira.
Segundo informações as duas jovens, Janiele Emanuele da Conceição Amorim de 28 anos e Geysse Eliete Pereira Amorim de 25 anos, são naturais de Afogados da Ingazeira e moravam em Triunfo-PE e estariam visitando parentes em Ibitiranga.
Relatos que elas trafegavam em uma moto na PE-320, quando na altura do trevo que liga Afogados a Ibitiranga, chocaram-se frontalmente com um Gol, placas HZM 5750, que vinha no sentido contrário que era conduzido por Daniel do Ferro Velho, que deu entrada no HREC com escoriações. Ele já foi liberado.

Congresso em Foco

Em 2019, o Senado autorizou 750 pedidos de licenças dos senadores. Estes pedidos foram utilizadas pelos congressistas para justificar o não comparecimento em sessões deliberativas destinadas à votação de propostas no Plenário da Casa, às quais os senadores são obrigados a comparecer. O Congresso em Foco fez um levantamento da assiduidade dos senadores em 75 das sessões realizadas entre fevereiro e dezembro do ano passado. Veja abaixo.

O senador Jader Barbalho (MDB-PA) ficou na 1ª posição no ranking dos senadores que mais faltaram às sessões, com ausências justificadas ou não. Ele apenas compareceu a 16 das 75 sessões analisadas, contabilizando um índice de falta de 78,67%. A maioria delas foi justificada por atividades parlamentares (40 vezes) e licença saúde (15 vezes). Porém, o senador finalizou o ano legislativo sem justificar quatro de suas ausências.

O número excessivo de faltas é algo costumeiro de Barbalho. Os dois últimos levantamentos da assiduidade dos senadores mostram que, em 2018, ele faltou a mais de 80% das sessões deliberativas ordinárias realizadas entre fevereiro e julho daquele ano, apenas aparecendo em seis sessões. Em 2017, não foi diferente: o paranaense foi o senador com mais faltas. Foram 32 ausências, o equivalente a 49% das 65 sessões deliberativas analisadas.

De acordo com a Casa, a presença dos senadores é obrigatória apenas nas sessões deliberativas ordinárias (que possuem data e horário previstos). O regimento do Senado determina que os dias em que o parlamentar não vai à sessão sejam abonados após a apresentação de um requerimento que justifique o motivo da ausência, pois o Senado entende que o político estava realizando tarefas relacionadas às atividades legislativas demandadas pelo exercício do mandato, mesmo fora da Casa.

Mais ausentes 

Empatados no 2º lugar entre os mais faltosos estão Renan Calheiros (MDB-AL) e Mara Gabrilli (PSDB-SP), ambos com 33 ausências (44,00%). Logo depois vem José Maranhão (MDB-PB), que se ausentou 25 vezes (33,33%)

Fundação Internacional de Direitos Humanos concede prêmio a Lula

Fundação Internacional de Direitos Humanos acaba de anunciar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como homenageado pela instituição na edição 2020 do Prêmio Nicolás Salmerón, na categoria liberdade.

Em seu comunicado, a Fundação cita a homenagem em função da dignidade e natureza respeitosa, pacífica e democrática com que o ex-presidente enfrentou a perseguição judicial e política a que foi submetido, e que culminou em sua prisão política pelo período de 1 ano e 8 meses.

“Esta instituição sustenta que a raiz dessa perseguição política responde ao objetivo de concluir o incidente inconstitucional e não democrático realizado anteriormente contra a presidente Dilma Vana Rousseff, em um ato inequívoco chamado de lawfare, cujo objetivo final seria forçar e alterar ilegitimamente as eleições presidenciais de outubro de 2018”, afirmou a entidade ao anunciar o prêmio.

A Fundação Internacional de Direitos Humanos reconheceu ainda o legado de Lula no combate à fome e à miséria. “Em seu tempo como presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva conseguiu colocar três refeições diárias sobre a mesa de milhões de casas – tudo em tempo recorde sem precedentes na história do mundo – pelos mais ousados programa de emprego e segurança alimentar, com o resultado da remoção de cerca de 30 milhões de seres humanos da pobreza. Sua prisão arbitrária não apenas tentou contra sua reputação e liberdade pessoal, mas também contra a ordem constitucional e o progresso social do Brasil, não ‘apesar de’ tais realizações, mas ‘por causa de’ alcançá-las”, declarou o júri da entidade.

A premiação ocorre no próximo dia 24 de janeiro. 

População apresenta tendência de crescimento negativo

Um levantamento da Fundação Seade mostrou que, ao completar 466 anos, a cidade de São Paulo tem uma população projetada de 11.869.660 habitantes. De acordo com a estimativa, em 100 anos a população crescerá seis vezes, passando de 2 milhões de pessoas, em 1950, para 12 milhões, em 2050. Segundo os dados, o maior crescimento do número de habitantes na capital paulista aconteceu na década de 1950, com 5,6% ao ano. Depois de 1980 houve declínio contínuo e a tendência para o futuro é a de que essa queda continue até que o crescimento se torne negativo entre 2040 e 2050.

Segundo o Seade, entre os 96 distritos da cidade, a maioria tem população entre 50 mil e 150 mil habitantes e está localizada na região central da cidade. O distrito menos populoso é Marsilac, com pouco mais de 8 mil habitantes, enquanto os mais populosos são Grajaú, com 390 mil, e Jardim Ângela, com 338 mil habitantes.

Mulheres

O número de mulheres na cidade é maior do que o de homens, com 110 mulheres para cada 100 homens. A faixa etária com maior concentração está entre os 30 anos e 44 anos, sendo que a população com até 15 anos representa 19% do total e os superiores a 65 anos são 11%.

A idade média dos habitantes na capital é de 36,5 anos. Os bairros da periferia têm população variando entre 34 anos e 40 anos. Em 17 bairros, a idade está abaixo de 34 anos, com destaque para Parelheiros, de 31,9 anos. Outros 17 distritos apresentam idades médias mais elevadas, acima de 41 anos, e Alto de Pinheiros, de 44,7 anos, registra a maior.

Regina Duarte aceita convite para secretaria de Cultura e já começa amanhã 

Regina Duarte aceita convite para secretaria de CulturaJair Bolsonaro e ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, em reunião com Regina Duarte (Foto: Reprodução)

Segundo a atriz, será um período de testes. “Nós vamos noivar, vou ficar noiva, vou lá conhecer onde eu vou habitar, com quem que eu vou conviver”, disse, já anunciando planos para a área. Na semana passada, ela contestou a indicação do documentário brasileiro, de Petra Costa, ao Oscar, dizendo que “Oscar nenhum vai reescrever a nossa história”.

247 – A atriz Regina Duarte aceitou o convite para comandar a Secretaria de Cultura do governo de Jair Bolsonaro e deverá começar amanhã o que segundo ela seria um período de testes. Regina se reuniu nesta segunda-feira 20 com Bolsonaro no Rio de Janeiro.

“Nós vamos noivar, vou ficar noiva, vou lá conhecer onde eu vou habitar, com quem que eu vou conviver, quais são os guarda-chuvas que abrigam a pasta, enfim, a família. Noivo, noivinho”, afirmou a atriz à coluna da jornalista Mônica Bergamo.

Mas já anunciou seus planos para a pasta: “Quero que seja uma gestão para pacificar a relação da classe com o governo. Sou apoiadora deste governo desde sempre e defendo a classe artística desde os 14 anos”.

Já a colunista Cristiana Lôbo, da Globo, publicou em seu blog no G1: “A atriz Regina Duarte aceitou o convite feito pelo presidente Jair Bolsonaro para a Secretaria de Cultura do governo federal. A decisão foi confirmada ao blog por membros da classe artística”.

Na semana passada, a atriz contestou a indicação do documentário brasileiro ‘Democracia em Vertigem’, de Petra Costa, ao Oscar, dizendo que “Oscar nenhum vai reescrever a nossa História”.

Em outra postagem, uma imagem trazia a seguinte frase, ainda em crítica à indicação do filme de Petra, que narra o golpe que tirou a ex-presidente Dilma Rousseff do poder. “A verdadeira história sobre o impeachment foi feita por milhões de brasileiros nas ruas e Oscar nenhum vai reescrever nossa história”.

O Governo Federal anunciou o início dos pagamentos do Garantia-Safra aos agricultores que tiveram perdas de 50% ou mais de suas lavouras na safra 2018-2019. O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) publicou, no Diário Oficial da União da última quinta-feira (16), a relação dos municípios que tiveram o processo de verificação de perdas concluído. Em Pernambuco, até o momento, foram contemplados 13.811 agricultores e agricultoras de 24 municípios do Agreste e do Sertão. Entraram em folha, também, diversos agricultores que possuíam pendência documental da safra 2017-2018, recebendo integralmente o valor do benefício pendente.

O Programa Garantia-Safra injetará, ao longo dos próximos cinco meses, um montante de R$ 21,1 milhões na economia dos municípios que já tiveram a perda comprovada, sendo R$ 4,7 milhões apenas em janeiro. Desse total, R$ 20,5 milhões são referentes à edição 2018-2019 do programa e R$ 625 mil ao pagamento residual de edições anteriores, segundo informou a coordenação estadual do programa. Nesta edição do Garantia-Safra, que contou com um investimento de R$ 11,2 milhões do Governo de Pernambuco, estão inscritos 110.376 agricultores em 47 municípios do Agreste e 53 municípios do Sertão do Estado. Os municípios ainda não contemplados estão na dependência de dados do IBGE para passarem pelo processo de verificação de perdas, o que deve ocorrer nos próximos meses.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Agrário de Pernambuco, Dilson Peixoto, a coordenação estadual do Garantia-Safra está acompanhando de perto o processo de verificação de perdas realizado pelo Mapa. “Da mesma forma que acompanhamos todo o processo da Safra 2017-2018, vamos acompanhar essa edição 2018-2019. Caso a gente identifique alguma inconsistência na verificação de perdas, nós vamos interceder junto ao Ministério”, destacou.

Para participar do Garantia-Safra, é preciso ser agricultor familiar, ter renda de até um salário mínimo e meio e plantar de 0,6 a 5 hectares de feijão, milho, arroz, mandioca ou algodão. O fundo do Garantia-Safra é composto pela contribuição paga pelos agricultores (R$ 17), município (R$ 51 por agricultor inscrito), Estado (R$ 102 por agricultor) e União (R$ 340 por agricultor).

Municípios contemplados

Alagoinha Gravatá Salgueiro
Arcoverde Iati Sanharó
Betânia Ibimirim Santa Cruz do Capibaribe
Brejo da Madre de Deus Itacuruba Santa Maria da Boa Vista
Cabrobó Jatobá Santa Maria do Cambucá
Casinhas Lagoa Grande Surubim
Custódia Pesqueira Taquaritinga do Norte
Floresta Petrolina Verdejante

As inscrições do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) abrem oficialmente nesta terça-feira. Candidatos de todo o país que fizeram a edição 2019 do Enem terão até o próximo domingo (26) para escolher duas opções de graduação. As notas de corte de cada curso serão atualizadas diariamente, e a classificação final será divulgada no dia 28.

Segundo anunciado pelo Ministério da Educação (MEC), o Sisu oferecerá 237.128 vagas distribuídas entre 128 instituições públicas neste ano. Para se candidatar a uma vaga, o estudante não pode ter zerado a redação do Enem e precisa ser um aluno concluinte do ensino médio. As notas do exame já são conhecidas desde a última sexta-feira, mas a classificação depende da demanda e dos pesos atribuídos por cada universidade às áreas de conhecimento exploradas na prova.

Esgotado o prazo de inscrição, caso não se classifique para a primeira opção mas tenha pontos suficientes para a segunda, o estudante será automaticamente selecionado. As outras datas são:

  • matrícula ou registro acadêmico nas instituições participantes: até 4 de fevereiro;
  • lançamento da ocupação nas vagas pelas instituições participantes: até 7 de fevereiro;
  • manifestação de interesse para constar na lista de espera: até as 23h59 de 4 de fevereiro.

O início das inscrições do Sisu foi mantido apesar das falhas na correção das provas de uma parcela dos candidatos. Segundo o ministro da Educação, Abraham Weintraub, um problema mecânico em uma impressora que conferia os gabaritos teria prejudicado cerca de 6 mil estudantes, em quatro municípios da Bahia e Minas Gerais.

Após sucessivos adiamentos, começa a valer a partir do dia 31 de janeiro a obrigatoriedade de uso da placa do Mercosul em todos os estados do país. O prazo atende ao estipulado na Resolução nº 780/2019 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), de julho do ano passado, que determina que as unidades federativas do país devem utilizar o novo padrão de Placas de Identificação Veicular (PIV)..

Desde a decisão pela adoção da placa do Mercosul, a implantação do registro foi adiada seis vezes. A adoção do sistema de placas do Mercosul foi anunciada em 2014 e, inicialmente, deveria ter entrado em vigor em janeiro de 2016. Em razão de disputas judiciais a implantação foi adiada para 2017 e depois, adiada mais uma vez para que os órgãos estaduais de trânsito pudessem se adaptar ao novo modelo e credenciar as fabricantes das placas.

As novas placas já são utilizadas na Argentina e no Uruguai. A previsão é que em breve comecem a valer também no Paraguai e na Venezuela.

Dos 26 Estados brasileiros, já aderiram à nova PIV Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Paraíba, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e Rondônia.

Nova placa

A nova placa será obrigatória apenas nos casos de primeiro emplacamento e, para quem tiver a placa antiga, no caso de mudança de município ou unidade federativa; roubo, furto, dano ou extravio da placa, e nos casos em que haja necessidade de instalação da segunda placa traseira.

A nova placa apresenta o padrão com 4 letras e 3 números, o inverso do modelo atualmente adotado no país com 3 letras e 4 números. Também muda a cor de fundo que passará a ser totalmente branca. A mudança também vai ocorrer na cor da fonte para diferenciar o tipo de veículo: preta para veículos de passeio, vermelha para veículos comerciais, azul para carros oficiais, verde para veículos em teste, dourado para os automóveis diplomáticos e prateado para os veículos de colecionadores.

Nova placa de veículos
Placa do Mercosul – Divulgação/Ministério das Cidades

Todas as placas deverão ter ainda um código de barras dinâmico do tipo Quick Response Code (QR Code) contendo números de série e acesso às informações do banco de dados do fabricante e estampador da placa. O objetivo é controlar a produção, logística, estampagem e instalação das placas nos respectivos veículos, além da verificação de autenticidade. (Agência Brasil)

Amparados nas frouxas regras eleitorais criadas por eles próprios, os partidos políticos indicam que repetirão nas eleições municipais de outubro o modelo usado em 2018 para a aplicação do dinheiro público reservado para as campanhas.

Em linhas gerais, os R$ 2,035 bilhões do fundo eleitoral, sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro nesta sexta-feira (17), serão distribuídos com base em duas diretrizes.

A primeira é a vontade das executivas das 33 legendas. O grupo restrito de dirigentes partidários tem poder absoluto, pela lei, de definir quem dos possivelmente quase 500 mil candidatos receberá o dinheiro público e em qual quantidade.

A segunda é a exigência, também legal, de direcionar ao menos 30% da verba (R$ 610 milhões) para candidatas. Embora sejam 51% da população, as mulheres ocupam só 14% das cadeiras do Congresso.

A regra foi criada para estimular a participação feminina na política. Porém ela está no centro do escândalo de desvio de recursos por meio das candidaturas laranjas, criadas apenas para desviar o dinheiro para outros candidatos.

A Folha de S.Paulo revelou a prática no PSL de Minas e de Pernambuco, mas houve potenciais laranjas em outros 13 partidos.

Apuração da Polícia Federal apontou fortes indícios de que verba eleitoral pública do DEM nacional foi desviada por meio da maior candidatura laranja das eleições de 2018, no Acre.

A Folha de S.Paulo procurou os 24 partidos com representação no Congresso.

Apenas Solidariedade, PSD, MDB, PTB e DEM disseram que pretendem aperfeiçoar o processo de escolha e condução das candidaturas femininas. PC do B, PV e PDT disseram que as mulheres já exercem, há tempos, papel de protagonismo em suas legendas.

O DEM afirmou, em nota, ter lançado em outubro uma estratégia nacional de formação política para mulheres.

“A intenção do partido é apresentar mais nomes do que o mínimo exigido pela legislação e indicar postulantes que efetivamente possuam o interesse em concorrer.”

Paulo Pereira da Silva, presidente do Solidariedade, afirma que o maior investimento da sigla nos últimos tempos foi no programa “Lidera+”, que selecionou publicamente 139 mulheres no país para serem capacitadas pela Secretaria Nacional da Mulher do partido com vistas à eleição.

“Estamos formando essas mulheres para que a gente possa ter candidatas realmente com condição de disputar e ganhar a eleição, e não apenas usá-las como laranjas, como aconteceu com alguns partidos”, afirmou o deputado.

Presidente do PSD, Gilberto Kassab disse que o partido incentiva os municípios a preencherem suas chapas de candidatos a prefeito e vereador com 40% de candidatas, desde que com potencial.

“É melhor termos menos candidatos homens, para que seja mantido o percentual de candidatas mulheres, do que termos candidatas com baixíssima votação, que poderiam ser confundidas com candidatas laranjas.”

O MDB disse que está tomando medidas para estimular as candidaturas femininas, realizando eventos e dando ao núcleo MDB Mulher o status de secretaria.

Sobre os critérios gerais para a distribuição dos recursos, só o PDT disse já ter definido o que irá fazer. Vai priorizar candidatos a prefeitos de capitais e grandes cidades, segundo o presidente, Carlos Lupi.

PT e PSL, que lideram o ranking de agraciados em 2020, com direito a 20% de todo o dinheiro público (cerca de R$ 200 milhões cada um), disseram que ainda não discutiram nenhum critério a ser adotado.

Partido que elegeu Bolsonaro, o PSL tinha verba de nanico em 2018 (R$ 9,2 milhões), tendo decidido na ocasião concentrar a decisão da distribuição do dinheiro nas mãos do então presidente interino, Gustavo Bebianno.

Escolhido em 2019 ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Bebianno foi demitido em meio à repercussão da revelação do laranjal do partido.

O então ministro entrou em conflito público de versões com Bolsonaro e seu filho Carlos sobre a crise que o caso teria gerado no governo.

Bebianno diz que não teve contato com as candidatas e apenas repassou formalmente os recursos aos estados.

A versão é confirmada pelo então presidente do PSL-MG, Marcelo Álvaro Antônio, ministro do Turismo, e Luciano Bivar, presidente nacional do PSL.

O presidente do MDB, Baleia Rossi, diz que pretende discutir os critérios com todos os congressistas da sigla e os presidentes dos diretórios estaduais.

O Solidariedade também irá priorizar grandes cidades e estados em que o partido tem deputados federais eleitos.

Apesar de afirmar que ainda irá deliberar o assunto, o PL afirmou que deve repetir a lógica de 2018, quando privilegiou estados em que o partido tinha uma representação mais forte no Congresso.

As demais siglas afirmaram que ainda vão discutir os critérios ou não responderam.

Em geral, é consenso no Congresso que a maioria deve seguir o padrão de 2018, de priorizar as candidaturas de postulantes à reeleição e daqueles mais alinhados aos congressistas, governadores ou dirigentes das siglas.

Exceções a essa regra, na última disputa, foram PSOL, PV e PSD, que aprovaram resoluções com critérios detalhados e mais pulverizados de divisão.

O fundo eleitoral foi criado em 2017 em reação à proibição do financiamento empresarial de campanha. Em 2018, destinou R$ 1,7 bilhão aos partidos.

Bolsonaro criticou o uso do dinheiro público por políticos, apesar de tê-lo usado em sua campanha a deputado em 2014 (fundo partidário) e ter sido beneficiado com material eleitoral feito com dinheiro público e não declarado por sua campanha a presidente, conforme revelado pela Folha de S.Paulo.

Ele tenta colocar de pé até o prazo de 4 de abril o seu partido, a Aliança pelo Brasil, que terá direito a uma pequena fatia do fundão caso oficializado a tempo (R$ 1,2 milhão).

Vinculado a empresários, o Novo foi a única sigla que prometeu usar uma das novidades dessa campanha, a possibilidade de até 1º de junho renunciar à verba do fundão (R$ 36,6 milhões).

 

PCC realiza fuga em massa em prisão no Paraguai, e 75 conseguem escapar

Setenta e cinco presos, a maioria membros do PCC (Primeiro Comando da Capital), fugiram na madrugada deste domingo (19) de uma prisão em Pedro Juan Caballero, no Paraguai.

A facção brasileira tem forte atuação no Paraguai, devido a tráfico de drogas.

De acordo com a imprensa do país, foi encontrado um túnel que ligava um dos pavilhões, voltados a presos da facção criminosa brasileira, à área externa da prisão.

O governo paraguai, no entanto, considera que parte dos criminosos possa ter fugido durante a semana sem usar o túnel. Os responsáveis pela prisão já foram afastados.

“Foi encontrado um túnel e acreditamos que esse túnel foi um recurso enganoso para legitimar ou maquiar a liberação dos presos. Há cumplicidade com as pessoas de dentro da prisão e esse é um fenômeno que acontece em todas as penitenciárias”, afirmou o ministro do Interior do país, Euclides Acevedo, em nota publicada em site do governo.

De acordo com ele, o país está em alerta máximo, pois os presos são de grande periculosidade. Segundo ele, entre os 75 presos – e não 91, como divulgado inicialmente pela imprensa paraguaia -a maioria é de integrantes do PCC.

O ministro afirmou que é possível que alguns dos detentos tenham fugido para o Brasil.

A ministra da Justiça, Cecilia Pérez, ordenou a destituição do diretor da penitenciária e de outros funcionários. “É categórico que houve corrupção”, disse Cecilia à rádio paraguaia ABC Cardinal.

A suspeita é que a facção criminosa tenha comprado a sua fuga.

Em uma das celas do presídio foram encontrados cerca de 200 sacos de terra, retirada para que o túnel fosse feito.

Jornais do país afirmam também que a Polícia Federal brasileira também foi avisada. (Via: Folhapreess)

Sessão do Supremo Tribnal Federal que a nalisa | Sérgio Lima/Poder360 00.nov.2019| Sérgio Lima/Poder360 00.nov.2019

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli concedeu liminar neste sábado (18) que iguala o teto salarial dos professores de universidades estaduais aos de federais. A decisão, que tem caráter provisório, atende a pedido feito pelo partido PSD.

Eis a íntegra do pedido do PSD.

Até então, os salários dos professores das instituições estaduais era vinculado ao salário do governador do Estado, que varia em cada unidade federativa. Agora, será vinculado ao teto do STF, que é de R$ 39.300.

No pedido do PSD, o partido cita uma “injustificável distinção entre direitos remuneratórios [de professores e pesquisadores] a partir do fato de estarem vinculados a instituições universitárias e de pesquisa de diferentes entes federativos”.

Toffoli analisou o pedido de liminar por estar responsável pelo plantão do Supremo durante o recesso, mas o relator da ação é o ministro Gilmar Mendes.

O presidente do Supremo considerou que o federalismo citado na Constituição deve se refletir também no sistema de educação. “A mensagem constitucional da educação como política nacional de Estado só poderá alcançar seu propósito a partir do reconhecimento e da valorização do ensino superior”, justificou.