Fenômeno está longe da costa catarinense, mas afeta o mar nesta segunda-feira, além de trazer ventos de até 60 km/h.

Segunda-feira pode registrar rajadas de vento por influência de ciclone em SC — (Foto: Ricardo Wolffenbuttel/Secom SC)

Esta segunda-feira (14) tem previsão de rajadas de ventos de até 60 km/h por causa da influência de um ‘ciclone bomba’ em alto mar, segundo o meteorologista da NSC, Leandro Puchalski. Há possibilidade também de mar agitado.

“O ciclone está muito afastado de Santa Catarina pelo alto mar, em nenhum momento avança para o nosso estado, permanecendo sempre no mar bem afastado”, explica Puchalski.

Mesmo assim, segundo o meteorologista, ao longo do dia, esse sistema afeta o mar e o vento, principalmente no Litoral catarinense.

Ciclone está em alto mar e afeta SC com rajadas de vento — Foto: NSC TV/Reprodução

“Teremos influência no mar com ondas que vão crescendo no decorrer desta segunda-feira, mas isso não muito na costa e sim mais afastado. Nas praias de mar aberto as ondas ficam na altura de 2 metros, e no alto mar de 3 a 4 metros. No Litoral e áreas próximas, com a aproximação do ar frio, deveremos ter rajadas de vento Sul, rajadas entre 40 e 60 km/h”, detalhou o meteorologista.

A partir da noite não tem mais previsão de rajadas de ventos. Deve ter aumento de nuvens nesta segunda-feira. A temperatura deve ficar elevada em algumas regiões durante o dia, com 28ºC no Norte e Vale do Itajaí, 26ºC em parte do Oeste, 25º na Grande Florianópolis e 22º no Sul e na Serra.

Praias de mar aberto podem ter ondas maores nesta segunda por causa de ciclone no mar — Foto: Valéria Martins/G1 

Mulher encontrada sem vida em bairro de Afogados

Na noite deste domingo (13) uma mulher identificada por Maria Princesa, aproximadamente 50 anos, foi encontrada sem vida em sua residência no Residencial Dom Francisco, situada na rua por trás da escola Petronila de Siqueira Campos Góis, em Afogados da Ingazeira.
Segundo informações de populares apuradas pelo blog Mais Pajeú, Maria vinha sofrendo com dores fortes na cabeça a alguns dias e na noite deste domingo sentiu uma indisposição. Vizinhos teriam ficado com a mesma em sua residência e ela teria dito que já estava bem, e ficado só em casa, porém mais tarde ela foi encontrada sem vida em uma rede. 
Ainda segundo informações após uma certa demora o corpo foi levado ao Hospital Regional.
Maria Princesa deixa 3 filhos que já se encontram em Afogados.
Breve mais informações.
Informações blog Mais Pajeú/ Foto: redes sociais

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, fez um comício no domingo (13) em um local totalmente coberto, em Nevada, despertando a indignação das autoridades estaduais que alertaram que a reunião violou as restrições de aglomeração impostas devido à pandemia do coronavírus.
Os comícios internos se mostraram problemáticos para Trump, que também foi fortemente criticado em junho, após um evento que mais tarde foi vinculado a um aumento nos casos do vírus.
No evento de domingo no subúrbio de Las Vegas, Henderson, Trump aplaudiu sua própria forma de lidar com a pandemia, que matou quase 195.000 americanos. Este é o número mais alto de óbitos de um país em todo mundo.
“Fizemos um trabalho maravilhoso. Não estão nos dando nenhum crédito pelo trabalho que fizemos”, disse ele à multidão, acrescentando que sua liderança “salvou milhões de vidas”.
Mesmo assim, o governador democrata Steve Sisolak tuitou: “Esta noite, o presidente Donald Trump está tomando ações imprudentes e egoístas que colocam em risco inúmeras vidas aqui em Nevada”.
E Trump convocou a multidão a “dizer a seu governador para abrir seu estado”.
Os planos de manifestação despertaram rejeição das autoridades locais, que destacaram que eventos com mais de 50 pessoas não são permitidos pelo coronavírus.
“A cidade de Henderson enviou uma carta e um aviso verbal ao organizador do evento de que o evento, conforme planejado, violaria diretamente as diretrizes de emergência do governador para a covid-19”, disse a porta-voz local, Kathleen Richards.
A campanha de Trump alegou que, no evento de Nevada, os participantes teriam suas temperaturas verificadas na entrada e receberiam máscaras.
“Se você puder se reunir com dezenas de milhares de pessoas para protestar nas ruas, ou queimar pequenas empresas em tumultos, você pode se reunir pacificamente sob a Primeira Emenda para ouvir o presidente dos Estados Unidos”, disse o diretor de Comunicação da campanha de Trump, Tim Murtaugh, à imprensa.
Um comício de Trump em um local coberto em Tulsa em junho foi altamente polêmico, com muitos participantes ignorando as recomendações do governo para usar máscaras, ou manter o distanciamento social.
Os casos de coronavírus aumentaram em Tulsa nas semanas seguintes àquela manifestação, e as autoridades de saúde locais disseram que era “mais do que provável” que os grandes eventos tenham sido um fator crucial.

Dois homens morrem após acidente em Bezerros

Dois homens morreram, neste domingo (13), após um acidente de trânsito, na BR-232, no município de Bezerros, no Agreste do estado. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a colisão ocorreu por volta das 16h30, no quilômetro 100 da rodovia.
Segundo a PRF, um veículo de passeio trafegava na BR quando perdeu o controle e bateu em uma carreta que estava estacionada às margens da rodovia. O motorista e o passageiro morreram no local.

Incêndios no Pantanal cresceram 210% neste ano, mostram dados do Inpe

Dados consolidados do Inpe apontam que o bioma, que arde em chamas, registrou 14.489 queimadas de 1º de janeiro até 12 de setembro, contra 4.660 no mesmo período do ano passado. Verbas diminuirão em 2021 (Foto: Mayke Toscano/Secom-MT)

Dados consolidados do Inpe apontam que o bioma, que arde em chamas, registrou 14.489 queimadas de 1º de janeiro até 12 de setembro, contra 4.660 no mesmo período do ano passado. Verbas diminuirão em 2021 (Foto: Mayke Toscano/Secom-MT)

Os incêndios florestais no Brasil cresceram de forma vertiginosa ao longo de 2020 em quase todos os biomas, de acordo com informações registradas pelo Programa Queimadas, do Instituto Nacional de Pesquisas Especiais (Inpe). De 1º de janeiro a 12 de setembro, o órgão contabilizou 125.031 queimadas no país, o maior registro para o período desde 2010, quando 182.170 focos de calor foram mapeados no mesmo intervalo.
Na comparação com o ano passado, a quantidade de incêndios nas florestas brasileiras já subiu 10% em 2020. O crescimento mais alarmante é no Pantanal. Em relação ao intervalo entre 1º de janeiro e 12 de setembro de 2019, o número de queimadas no bioma deu um salto de 210% neste ano — passou de 4.660 para 14.489.
Apesar de restar pouco mais de três meses para o fim de 2020, este já é o maior índice de queimadas para o bioma em um único ano. Segundo o levantamento do Programa Queimadas, que reúne dados desde 1998, o recorde de incêndios no Pantanal havia sido registrado em 2005, quando foram contabilizadas 12.536 ocorrências em todo aquele ano.
O Pantanal, aliás, é a área ambiental que tem registrado o maior crescimento de incêndios desde o primeiro ano de gestão do presidente Jair Bolsonaro. Em 2019, quando 10.025 queimadas na região foram contabilizadas pelo Inpe, a alta nos focos de calor foi de aproximadamente 493% na comparação com 2018, quando foram mapeados apenas 1.691 incêndios. Nunca antes o Programa Queimadas havia constatado um aumento tão elevado para o Pantanal.
A quantidade elevada de queimadas já fez o bioma perder cerca de 15% do território. Conforme números do Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (Prevfogo) ao menos 2,2 milhões de hectares do Pantanal já foram deteriorados por conta do fogo. O Mato Grosso e o Mato Grosso do Sul são os estados mais afetados: ambos perderam pouco mais de 1 milhão de hectares da floresta.
Floresta amazônica
Enquanto isso, a área florestal do Brasil mais afetada pelo fogo em 2020 é a Amazônia: até o último sábado, o Inpe registrou 60.675 incêndios na região, 8% a mais do que o contabilizado no mesmo período de 2019 (56.085). No ano passado inteiro, a quantidade de queimadas na floresta foi de 89.176, 30% a mais do que os 68.345 focos de calor na Amazônia em 2018.
Segundo o Inpe, a área desmatada na Amazônia por conta do fogo foi de 1.359km² em agosto. O número é o segundo maior para o mês dos últimos cinco anos, perdendo apenas para agosto do ano passado, quando as queimadas consumiram 1.714km² da floresta.
Outra região em que os incêndios estão em alta é a do Pampa. Segundo os dados mais recentes do Programa Queimadas, o bioma já apresenta uma evolução de 38% em relação ao que foi contabilizado até 12 de setembro de 2019 (as queimadas subiram de 1.055 para 1.459). Os focos de calor na floresta contabilizados neste ano já superam a estatística de todo o ano de 2019, quando aconteceram 1.420 incêndios no Pampa.
A Mata Atlântica é mais um bioma em que as queimadas estão aumentando em 2020. Segundo o Inpe, a floresta teve 11.439 incêndios até o último dia 12, uma alta de 5% comparada às 10.873 queimadas registradas até a segunda semana de setembro do ano passado.
Por enquanto, os únicos biomas do país em que os focos de calor diminuíram ante 2019 foram a Caatinga e o cerrado. O primeiro apresenta uma queda de 12% (os incêndios caíram de 3.117 para 2.714), e o segundo contabiliza um recuo de 7% (os focos de calor baixaram de 37.055 para 34.255).
Menos recursos
Apesar da alta nos registros de incêndios florestais, a previsão é de que os principais órgãos federais que cuidam dos biomas do país tenham menos orçamento em 2021. De acordo com o Projeto de Lei Orçamentária Anual (Ploa) para o ano que vem apresentado pelo Executivo, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) podem ter um corte de R$ 126,1 milhões nas suas verbas.
Segundo a proposta entregue pelo Palácio do Planalto ao Congresso em agosto, a estimativa de repasses da União para o Ibama no próximo ano é de quase R$ 1,65 bilhão (sendo que pouco mais de R$ 513 milhões dependem da aprovação dos parlamentares). O ICMBio, por sua vez, pode receber até R$ 609 milhões (desse valor, R$ 260,2 milhões precisam do aval do Legislativo). Neste ano, os órgãos tiveram, respectivamente, em torno de R$ 1,7 bilhão e R$ 679,4 milhões.
O governo não prevê nenhum centavo para ações do programa de Prevenção e Controle do Desmatamento e dos Incêndios nos Biomas. Em 2020, Ibama e ICMBio tiveram pouco mais de R$ 128,4 milhões autorizados pelo Palácio do Planalto e outros R$ 5,7 milhões aprovados pelo parlamento para essa finalidade.
Precisamos reverter essa situação
“A situação é bastante preocupante. O Brasil vinha, há alguns anos, adotando políticas públicas que reduziram os índices de desmatamento e de incêndios, e o setor econômico entendeu a importância de conciliar a conservação da natureza com o aspecto produtivo. Mas, com as recentes mudanças governamentais, houve um retrocesso muito grande, com diminuição tanto de recursos financeiros quanto de recursos humanos. Isso não pode, especialmente no momento em que as queimadas estão aumentando. Com certeza, falta empenho. Nós temos a obrigação de ajudar que os biomas do país sejam preservados. Não apenas por sermos brasileiros, mas por sermos cidadãos do planeta. Existe uma série de questões relacionadas a esse problema. Há córregos, rios e nascentes sendo prejudicados, animais morrendo, plantas sumindo e comunidades tradicionais sem ajuda. Precisamos urgentemente de um novo direcionamento para reverter essa situação e de mais decisões que tenham a participação da sociedade civil.”

O presidente Jair Bolsonaro decidiu vetar, parcialmente, uma proposta aprovada no Congresso que perdoava dívidas tributárias de igrejas. (Foto: Reprodução)

O presidente Jair Bolsonaro decidiu vetar, parcialmente, uma proposta aprovada no Congresso que perdoava dívidas tributárias de igrejas. A lei foi publicada na edição desta segunda-feira (14) do “Diário Oficial da União”.

O texto foi aprovado pelo Congresso Nacional mas, com o veto parcial, nem tudo entrará em vigor. O projeto previa, para as igrejas:

  • isenção do pagamento da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL).
  • anistia das multas recebidas por não pagar a CSLL.
  • anistia das multas por não pagamento da contribuição previdenciária.

Desses três pontos, Bolsonaro manteve apenas o item 3. Os outros dois foram vetados porque, segundo o governo, a sanção poderia ferir regras orçamentárias constitucionais.

Em material divulgado na noite deste domingo (13), o governo afirma que o presidente Jair Bolsonaro “se mostra favorável à não tributação de templos de qualquer religião”.

Segundo a Secretaria-Geral da Presidência, no entanto, o projeto teria “obstáculo jurídico incontornável, podendo a eventual sanção implicar em crime de responsabilidade do Presidente da República”.

Esse perdão tinha sido incluído em um projeto de lei sobre outro tema, não relacionado a igrejas e templos. O trecho foi sugerido pelo deputado David Soares (DEM-SP), filho do religioso RR Soares, sob a justificativa de que o pagamento de tributos penaliza os templos.

Bolsonaro quer derrubada do veto

Em uma publicação em rede social, na noite deste domingo, Jair Bolsonaro defendeu que o próprio veto seja derrubado no Congresso Nacional.

Isso porque segundo o presidente, ao contrário dele, os parlamentares não teriam que se preocupar com as implicações jurídicas e orçamentárias de seus votos.

“Por força do art. 113 do ADCT, do art. 116 da Lei de Diretrizes Orçamentárias e também da Responsabilidade Fiscal sou obrigado a vetar dispositivo que isentava as Igrejas da contribuição sobre o Lucro Líquido (CSLL), tudo para que eu evite um quase certo processo de impeachment”, diz Bolsonaro na postagem.

“Confesso, caso fosse Deputado ou Senador, por ocasião da análise do veto que deve ocorrer até outubro, votaria pela derrubada do mesmo”, prossegue.

“O Art 53 da CF/88 diz que ‘os Deputados e Senadores são invioláveis, civil e penalmente, por quaisquer de suas opiniões, palavras e votos’. Não existe na CF/88 essa inviolabilidade para o Presidente da República no caso de ‘sanções e vetos'”, diz o presidente.

Bolsonaro afirma na postagem que deverá encaminhar ao Congresso ainda nesta semana uma proposta de Emenda à Constituição (PEC) com “uma possível solução para estabelecer o alcance adequado para a a imunidade das igrejas nas questões tributárias”.

O post não detalha qual seria essa solução.

O que foi mantido

De acordo com a Secretaria-Geral da Presidência, Bolsonaro sancionou o item que “confirma e reforça” que pagamentos feitos pelas igrejas a ministros e membros das congregações não são considerados remuneração. Isso significa que eles não estão sujeitos à contribuição previdenciária.

O governo defende que isso já estava estabelecido na Lei 8.212, de 1991, e que o novo texto apenas reforça esse entendimento. Com isso, segundo o Planalto, a Receita Federal poderá anular multas que tenham sido aplicadas por esse motivo.

O parágrafo citado pelo governo foi incluído na lei em 2000 e diz:

§ 13. Não se considera como remuneração direta ou indireta, para os efeitos desta Lei, os valores despendidos pelas entidades religiosas e instituições de ensino vocacional com ministro de confissão religiosa, membros de instituto de vida consagrada, de congregação ou de ordem religiosa em face do seu mister religioso ou para sua subsistência desde que fornecidos em condições que independam da natureza e da quantidade do trabalho executado.

Ao defender o veto total ao perdão das dívidas (veja abaixo), o Ministério da Economia indicou que igrejas e templos acumulam, entre outras pendências, R$ 868 milhões em débitos previdenciários.

O parecer da área econômica não esclarece se, da forma como foi sancionada, a nova lei dá anistia a todo esse valor.

Economia recomendou veto
Nesta semana, a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN), órgão ligado ao Ministério da Economia, recomendou ao governo, em parecer, o veto ao perdão de dívidas tributárias das igrejas.

“Não parece ser possível ao legislador, diante do princípio da isonomia e da capacidade contributiva, que desonere ou renuncie à receitas públicas sem estar albergado em valores de envergadura constitucional, que parecem não se mostrarem presentes no caso”, afirmou o órgão no parecer.

Atualmente, a lei prevê que somente a prebenda (remuneração paga ao líder religioso, como o pastor), seja isenta da contribuição. A legislação não trata especificamente das pessoas que atuam em outras funções nas igrejas – e que, em tese, estão sujeitas à contribuição previdenciária.

Os defensores da anistia e da isenção da CSLL argumentam que igrejas são livres do pagamento de impostos no Brasil.

No entanto, para o presidente do Sindicato Nacional dos Auditores da Receita (Sindifisco Nacional), Kléber Cabral, a contribuição sobre o lucro incide sobre atividades que as igrejas executam e que não fazem parte da finalidade original dos templos religiosos.

“Algumas igrejas se organizaram como verdadeiras empresas, acabam tendo outras atividades que muitas vezes não estão relacionadas à atividade da igreja e envolvendo as pessoas responsáveis pela condução da igreja, pastores, missionários etc. Essas outras rendas devem ser tributadas, aí que aparece a contribuição social sobre lucro líquido”, afirma.

“A princípio, a igreja não tem lucro e não haveria razão pra ela pagar a Contribuição Social sobre Lucro Líquido. Mas as autuações, quando ocorrem, é quando há desvio de finalidade na atividade da igreja”, diz.

Para o Sindifisco, a proposta causaria uma “perda na arrecadação de centenas de milhões de reais por ano”, e a conta acabaria “sobrando para o restante da sociedade”.

Dólar é cotado a R$ 5,3328 nesta segunda-feira

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 6,31 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 6,63.

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. (Foto: Reprodução)

O valor do dólar na manhã desta segunda-feira (14), está cotado no valor de R$ 5,3328. Já o valor do dólar para o turismo está sendo cotado a R$ 5,5538.

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 6,31 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 6,63.

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. O dólar é usado tanto em reservas internacionais como em livre circulação.

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que neste Domingo (13), tivemos o registro de 04 casos positivos para covid-19. Desses, 03 casos já estavam em investigação.  
São 02 pacientes do sexo feminino (32 e 64
anos) e 02 pacientes do sexo masculino (27 e 44 anos). Entre os homens, ambos de profissão não informada. Entre as mulheres: 01 aposentada e a outra de profissão não informada. 
Entra em investigação o caso de um paciente do sexo masculino, de 46 anos. 
Hoje tivemos 02 casos descartados após os pacientes apresentarem resultados negativos para covid-19. 
O município possui 503 pacientes (78,84%) recuperados para covid-19 em nosso município. Atualmente, 124 casos estão ativos em nosso município. 
Hoje, Afogados atingiu a marca de 3.519 pessoas testadas para a covid-19.

Morre aos 94 anos sanfoneiro Geraldo Correia, em Campina Grande

O sanfoneiro era natural do distrito de Galante, em Campina Grande, onde nasceu no dia 15 de janeiro de 1926. Começou na sanfona aos 12 anos. Ganhou o apelido de Correia porque esqueceu a correia da sanfona quando estava a caminho de uma apresentação. (Foto: Divulgação)

Morreu aos 94 anos o sanfoneiro Geraldo Correia. A morte do músico ocorreu em Campina Grande, no Agreste da Paraíba, neste domingo (13). A causa da morte não foi divulgada.

Geraldo Correia tocava a sanfona de 8 baixos, teve 14 discos gravados e parcerias com Jackson do Pandeiro, Luiz Gonzaga e Dominguinhos.

O sanfoneiro era natural do distrito de Galante, em Campina Grande, onde nasceu no dia 15 de janeiro de 1926. Começou na sanfona aos 12 anos. Ganhou o apelido de Correia porque esqueceu a correia da sanfona quando estava a caminho de uma apresentação em Pernambuco.

O velório acontece no bairro José Pinheiro e o sepultamento deve ocorrer nessa segunda-feira (14), no cemitério local.

Ana Paula Valadão será processada por suspeita de crime de LGBTfobia após associar Aids a homossexualidade

Os comentários de Ana Paula Valadão geraram protestos na internet neste sábado (12). Durante o programa de TV que apresenta, a pastora disse que homossexualidade “não é normal”.

Os comentários de Ana Paula Valadão geraram protestos na internet neste sábado (12). (Foto: Reprodução)

A pré-candidata a vereadora da cidade de São Paulo pelo PSOL, Erika Hilton, vai processar Ana Paula Valadão por LGBTfobia, após a pastora mineira dizer que homossexualidade é pecado e associar a Aids aos gays. A Aliança Nacional LGBTI+ também repudiou as declarações da evangélica.

Em seu perfil oficial no Twitter, Erika disse que Ana Paula Valadão é “sorofóbica, homofóbica, desinformada e mentirosa”. Afirmou, ainda, que a pastora “destila ódio e reforça preconceito e estigma contra a comunidade LGBT” e deve responder por isso na Justiça. No ano passado, por decisão do STF, a LGBTfobia foi criminalizada e, desde então, é equiparada a crimes de racismo.

Os comentários de Ana Paula Valadão geraram protestos na internet neste sábado (12). Durante o programa de TV que apresenta, a pastora disse que homossexualidade “não é normal”. “Deus criou o homem e a mulher e é assim que nós cremos. Qualquer outra opção sexual é uma escolha do livre arbítrio do ser humano. E qualquer escolha leva a consequências”, opinou. 

“A Bíblia chama qualquer opção contrária ao que Deus determinou de pecado. E o pecado tem uma consequência que é a morte. Taí a Aids para mostrar que a união sexual entre dois homens causa uma enfermidade que leva à morte e contamina as mulheres, enfim. Não é o ideal de Deus”, acrescentou Ana Paula.

A Aliança Nacional LGBTI+ divulgou uma nota de repúdio contra as declarações de Ana Paula Valadão. A organização declarou que o discurso da pastora “beira ao absurdo, extrapolando a liberdade religiosa e de expressão, tornando-se um discurso odioso, fanático e amplamente desproposital, com consequências potencialmente desastrosas, principalmente para quem a segue”.

A nota diz, ainda, que “Ana Paula atinge toda a coletividade da comunidade LGBTI+, e principalmente a dignidade das pessoas que vivem com HIV/AIDS, colocando-as como responsáveis pela proliferação de um vírus, equiparando de maneira vergonhosa, antiquada e criminosa uma expressão legítima de amor e afeto a um ato criminoso como ceifar a vida de um ser humano”.

Por fim, a Aliança Nacional LGBTI+ diz que a fala da pastora “se assemelha aos mesmos padrões adotados por Adolf Hitler, para desumanizar setores da sociedade”.

A reportagem tentou contato com Ana Paula, mas não obteve retorno. A Igreja Batista da Lagoinha informou que não tem “nada a declarar sobre este assunto”.

Visita inesperada’: Daniel Cady, marido de Ivete Sangalo, encontra cobra gigante em casa

Marido de Ivete encontra cobra em casa na Bahia. (Foto: Reprodução/Instagram)

Daniel Cady impressionou os internautas que o seguem no Instagram ao compartilhar, na noite de sábado (12), a ‘visita’ inesperada que recebeu em casa: ninguém menos que uma cobra gigante.

O marido de Ivete Sangalo compartilhou um vídeo do animal e, na legenda, afirmou que devolveu-o à natureza.

“Mais uma linda visitante aqui em casa… Capturada e solta de volta para a mata”, escreveu.

Apesar de o nutricionista ter tratado a situação com naturalidade, os seguidores ficaram chocados com a jiboia, encontrada na residência da família na Praia do Forte, no Litoral Norte da Bahia, onde passa a quarentena.

“Deus me livre! Já tinha deixado a casa pra elas”, disse uma mulher. “Misericórdia, eu já teria infartado!”, afirmou outra.

Bahia: Ação conjunta entre PM e PF apreende arsenal pertencente a organização criminosa

Na tarde deste domingo dia (13),0, por volta das 12:00, na cidade de Belmonte, na Bahia, Policiais Militares pertences à Companhia de Emprego Tático (CETO) do 8º BPM, em ação coordenada junto a Delegacia da Polícia Federal de Porto Seguro, realizaram a apreensão de várias armas de fogo pertencentes a uma organização criminosa local. 

O arsenal foi encontrado no sítio onde lideranças dessa organização morreram em confronto com Policiais Militares dia último dia 31 julho, situação em que portavam fuzis Ak 47, quando foram surpreendidos pelos militares na mesma localidade. Hoje a PM retornou ao sítio, na zona rural de Belmonte e, após uma longa busca encontraram armas e munições enterradas na propriedade. Foram apreendidos:

☑️ 01 (uma) metralhadora, calibre .50; marca SERBU FIRE ARMS;

☑️ 04 (quatro) fuzis calibre 556mm;

☑️ 01 (uma) submetralhadora Sterling 9mm;

☑️ 561 (quinhentos e sessenta e um) cartuchos calibre 5.56;

☑️ 99 (noventa e nove) cartuchos calibre 7.62;

☑️ 69 (sessenta e nove) cartuchos calibre .45;

☑️ 11 (onze) carregadores para munição 5.56; 

☑️ 01 (um) carregador de polímero para munição 7.62;  

☑️ 03 (três) carregadores para 9mm;

☑️ 04 (quatro) coletes balísticos nível IV.

A metralhadora marca SERBU FIRE ARMS, calibre. 50 possui um enorme poder de fogo, sendo capaz de perfurar blindagens e até mesmo abater aeronaves, geralmente é utilizado por organizações criminosas em roubos de maiores proporções, a exemplo de carros fortes.

A ação de hoje é mais um desdobramento das ações coordenadas que vem sendo desenvolvidas pela Polícia Militar em conjunto com a Delegacia de Polícia Federal em Porto Seguro, que tem objetivo de desarticular essa organização criminosa que tem origem na cidade de Porto Seguro. No último dia 04 setembro a PM aprendeu 740 mil reais e mais de 180kg de entorpecentes pertencentes a mesma organização. Além de roubo a bancos os bandidos atuam no tráfico de drogas, armas e homicídios. 

Apreensão desse arsenal pelo 8°BPM e PF representa um duro golpe no crime organizado. Salienta que as Agencias Policiais e demais Órgãos encarregados de aplicar a lei não param, e que estão determinados a estabelecer uma nova ordem na Costa do Descobrimento. 

Prefeitura de Afogados da Ingazeira conclui ciclo de capacitação para professores sobre novas tecnologias

A utilização das novas tecnologias a serviço da educação em tempos de pandemia. Nesta semana a Prefeitura de Afogados da Ingazeira concluiu o ciclo de capacitação para professores e gestores escolares sobre o uso das tecnologias digitais no processo educativo, em um contexto de educação não presencial. O Projeto Além do Giz reuniu educadores não apenas de Afogados, mas também de outros municípios de Pernambuco e até de outros estados, com professores do Rio Grande do Norte, Minas Gerais, Mato Grosso e Rio de Janeiro participando.  

Durante três oficinas virtuais, professores e gestores da rede municipal de ensino puderam trocar informações e se qualificar para a utilização de aplicativos e ferramentas digitais, que tem colaborado para as suas aulas durante o período da Pandemia.  

As professoras Erenice Nunes e Edneri Pereira apresentaram aos colegas a utilização de algumas ferramentas importantes como o “Padlet”, que é um mural virtual dinâmico e interativo onde se pode registrar, guardar e compartilhar conteúdos multimídia.  Outra ferramenta apresentada foi o “Phet/Quiver”, realidade alimentada, que são aplicativos interativos onde os professores podem criar cenários, aulas dinâmicas, e que ajudam os profissionais das mais diversas áreas, a apresentar em alta resolução, itens como mapas ou esboços anatômicos.  

A secretária municipal de educação, Veratânia Moraes, participou das capacitações e destacou a importância, nesse contexto de distanciamento social e de aulas não presenciais, do aproveitamento das tecnologias para tornar os conteúdos mais atrativos para os alunos. “É com grande alegria que encerramos essa primeira fase das oficinas de capacitação, até porque eu acredito que outras propostas virão. Ouvimos vários elogios a esse formato, a metodologia que foi usada, a transparência que foi feita o projeto, a linguagem que foi usada, porque realmente a ideia era essa, que esse fosse um momento onde os professores pudessem ter esse espaço de troca de conhecimentos. Fico muito feliz em saber que todos os nossos professores e gestores estão buscando se adaptar a esse novo momento que estamos vivendo,” finalizou Veratânia.

 

Desde o balanço das 20h de sábado (12), dois estados atualizaram seus dados: GO e RR.

Casos de coronavírus crescem no país (Foto: Reprodução)

O Brasil tem 131.281 mortes por coronavírus confirmadas até as 8h deste domingo (13), segundo levantamento do consórcio de veículos de imprensa a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde.

Desde o balanço das 20h de sábado (12), dois estados atualizaram seus dados: GO e RR.

Veja os números consolidados:

131.281 mortes confirmadas
4.316.228 casos confirmados

No sábado (12), às 20h, o balanço indicou: 131.274 mortes, sendo 800 em 24 horas. Com isso, a média móvel de novas mortes no Brasil nos últimos 7 dias foi de 721 óbitos, uma variação de -18% em relação aos dados registrados em 14 dias.

Sobre os infectados, eram 4.315.858 brasileiros com o novo coronavírus, 31.880 confirmados no último período. A média móvel de casos foi de 27.808 por dia, uma variação de -24% em relação aos casos registrados em 14 dias.

Em relação a sexta (11), PA estava com a média subindo e, hoje, está estável. MG, MS e SE estavam com a média caindo e, hoje, estão em estabilidade.

Brasil, 12 de setembro

Total de mortes: 131.274
Registro de mortes em 24 horas: 800
Média de novas mortes nos últimos 7 dias: 721 por dia (variação em 14 dias: -18%)
Total de casos confirmados: 4.315.858
Registro de casos confirmados em 24 horas: 31.880
Média de novos casos nos últimos 7 dias: 27.808 por dia (variação em 14 dias: -24%)
(Antes do balanço das 20h, o consórcio divulgou dois boletins parciais, às 8h, com 130.508 mortes e 4.285.277 casos; e às 13h, com 130.870 mortes e 4.297.949 casos confirmados.)

Estados

Subindo (3 estados): AC, RR e CE

Em estabilidade, ou seja, o número de mortes não caiu nem subiu significativamente (11 estados): PR, RS, ES, MG, DF, GO, MS, PA, RO, PE e SE

Em queda (13 estados): SC, RJ, SP, MT, AM, AP, TO, AL, BA, MA, PB, PI e RN

Essa comparação leva em conta a média de mortes nos últimos 7 dias até a publicação deste balanço em relação à média registrada duas semanas atrás (entenda os critérios usados pelo G1 para analisar as tendências da pandemia).

Aeroportos brasileiros projetam queda de 70% do fluxo em 2020

As análises levaram em conta, fundamentalmente, o efeito econômico da queda de passageiros, mas não consideram um novo comportamento entre viajantes de negócios.

Assim como acontece com as companhias aéreas, o setor de aeroportos deve ainda enfrentar tempos de dureza pela frente. (Foto: Reprodução)

Um setor que pode ser considerado exemplar em seguir à risca as regras de distanciamento social é o de aeroportos. Não exatamente por desejo de seus gestores, mas devido à queda drástica do número de passageiros para um nível que dificilmente será revertido em curto prazo. 

Uma amostra da desolação que afeta o segmento foi explicitada no fim de agosto no estudo de viabilidade para uma rodada de licitações de aeroportos prevista para o início de 2021. O objetivo da operação é transferir para a iniciativa privada 22 aeroportos, divididos em três blocos, ancorados pelos de Manaus, Goiânia e Curitiba. 

Os estudos que servem de guia para potenciais concessionários projetam um cenário em que tais unidades vão perder 70% de seu fluxo em 2020 e só voltarão aos patamares do ano passado em 2024. As análises levaram em conta, fundamentalmente, o efeito econômico da queda de passageiros, mas não consideram um novo comportamento entre viajantes de negócios, com mais reuniões sendo feitas por videoconferência e com uma diminuição das viagens a trabalho.

Os aeroportos já concedidos à iniciativa privada formam um retrato desolador do baque do coronavírus sobre a aviação civil brasileira. Nove recorreram ao chamado reequilíbrio econômico financeiro da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) por causa da pandemia. Isso significa que desejam pagar preços menores de outorga ou fazer investimentos mais modestos do que os previstos em contrato. Entre os que optaram pela renegociação estão alguns dos terminais mais importantes do país, como os de Guarulhos, Brasília, Confins e Rio-Galeão. Todos foram vendidos com ágios elevados na década passada, quando ventos otimistas embalavam o setor. No grupo, há ainda aqueles que chegaram à pandemia já quebrados, como o Aeroporto de Viracopos, em Campinas. Sem perspectivas de manter o negócio, seus administradores fecharam em julho um acordo com o governo para devolver o terminal, que deve passar por nova licitação.

O caso do aeroporto paulista é típico dos equívocos que marcaram os processos de concessão, embalados pela euforia desmedida com a expansão econômica do país. Desde que o novo terminal foi inaugurado, há quatro anos, o complexo não atingiu a meta prevista de movimento. As instalações foram projetadas para receber 25 milhões de passageiros por ano, mas nunca receberam nem 10 milhões. Com a pandemia, esse número não deve passar dos 3 milhões. Suas donas, as empreiteiras Triunfo e UTC, alvos da Lava-Jato, tentam minimizar os prejuízos depois de devolver o ativo à União.

A concessionária entrou em recuperação judicial há dois anos e agora procura empurrar 3 bilhões de reais em dívidas para o próximo responsável pela operação. Além disso, pretende reaver parte dos recursos que investiu por meio de um processo de arbitragem com a Anac, previsto na lei de relicitação. Fontes próximas à concessionária dizem que ainda há esperança entre os sócios de que consigam até mesmo manter o aeroporto, agora em situação mais confortável, caso a nova licitação não seja bem-sucedida. Para ajudar nesses processos, a operadora contratou consultores com bom trânsito em Brasília, como o advogado Frederick Wassef, ligado à família Bolsonaro, e Adalberto Vasconcelos, próximo do atual ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas.

O secretário nacional de Aviação Civil, Ronei Glanzmann, relativiza o impacto de reveses como o de Viracopos. “As devoluções são amigáveis, como manda a lei”, lembrando que o aeroporto de São Gonçalo do Amarante, nos arredores de Natal, também foi devolvido. O otimismo do secretário é maior, no entanto, com a nova rodada de licitações. Para Glanzmann, não vai faltar investidor interessado. Nas projeções do governo, o comércio eletrônico aquecido pode salvar a receita das operações de carga. Tal raciocínio, porém, pode não se confirmar na prática. A maioria dos aeroportos brasileiros sobrevive mesmo do fluxo de passageiros. A movimentação de cargas, segundo os operadores, não é tão significativa e cresceu pouco na pandemia.

Ao contrário do que ocorreu no passado, a nova rodada de concessões deve ter um número limitado de operadores globais, que podem até se interessar pelos aeroportos brasileiros, mas, no momento, enfrentam problemas com a Covid-19 em seu país de origem. Alguns não descartam participar, desde que na forma de pequenas fatias, em parceria com fundos de investimentos. Renato Sucupira, da BF Capital, especialista em avaliar aeroportos, diz que as operadoras estão preocupadas em não conseguir fazer uma avaliação correta da situação operacional, afetada pela pandemia. Assim como acontece com as companhias aéreas, o setor de aeroportos deve ainda enfrentar tempos de dureza pela frente.

Baterista morre após show no formato drive-in

De acordo com comunicado da banda, ele teve uma indisposição depois de um show e faleceu por causa de uma parada cardiorrespiratória.​

Nas redes sociais, os fãs lamentaram a morte do baterista. (Foto: Reprodução)

Morreu na noite deste sábado (12) o baterista da banda mineira Lagum, Breno Braga, mais conhecido como Tio Wilson. De acordo com comunicado da banda, ele teve uma indisposição depois de um show e faleceu por causa de uma parada cardiorrespiratória.

A banda se apresentou neste sábado em um drive-in em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Entre os sucessos de Lagum, está a música “Deixa”.

Nas redes sociais, os fãs lamentaram a morte do baterista.

Ao anunciar sua desistência ao pleito, o deputado federal declarou apoio a João Campos (PSB), 26, filho de Eduardo Campos, que morreu em um acidente aéreo, em 2014.

O namorado da apresentadora, Túlio Gadêlha, 32, não vai mais concorrer à Prefeitura de Recife. (Foto: Reprodução)

 Não vai ser dessa vez que Fátima Bernardes, 57, será primeira-dama da capital pernambucana. O namorado da apresentadora, Túlio Gadêlha, 32, não vai mais concorrer à Prefeitura de Recife. 

Ao anunciar sua desistência ao pleito, o deputado federal declarou apoio a João Campos (PSB), 26, filho de Eduardo Campos, que morreu em um acidente aéreo, em 2014, quando era candidato à Presidência do Brasil.

“O PSB precisa fazer uma autocrítica. O Recife e a capital das desigualdades sociais, do desemprego, do engarrafamento. Foi a arrogância e a falta de autocrítica do PT, em 2018, que levou Bolsonaro à presidencia do pais”, iniciou Gadêlha, que é filiado ao PDT -mesmo partido de Ciro Gomes- em postagem no Instagram nesta sexta-feira (11).

Em seguida ele afirmou que a desistência dele dava ao PSB a chance “de fazer politica com humildade, sem arrogância. Com o devido olhar para saúde e os profissionais da área. Vivemos uma pandemia. E o enfermeiro Rodrigo Patriota é única pessoa capaz de fazer esse diálogo crítico e propositivo”, finalizou o agora ex-candidato.

Os seguidores de Gadêlha se mostraram decepcionados com a atitude do político em apoiar João Campos. Muitos, inclusive, declararam apoio a Marília Arraes, candidata da oposição. A candidatura do deputado federal havia sido oficializada dia 30 de julho.

“O nosso grupo político pretende apresentar uma plataforma de gestão democrática, inteligente e sustentável para o Recife”, disse o político à época. Ele afirmou também que esperava contar com a contribuição de especialista, movimentos sociais e comunidade acadêmica para construir um projeto comprometido com a participação popular.

Também foram confirmados laboratorialmente 35 óbitos (sendo 18 do sexo masculino e 17 do sexo feminino). Com isso, o Estado totaliza 7.852 mortes pela doença.
Com mais 770 novos caso da Covid-19, Pernambuco chega a marca de 136.413 pacientes infectados por coronavírus. Em boletim divulgado neste sábado (12), a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE)  informou que entre os casos confirmados, apenas 39 (5%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e os outros 731 (95%) são leves, ou seja, pacientes que não demandaram internamento hospitalar. 

Do total de casos confirmados, 25.769 são graves e 110.644 leves. Além disso, o boletim registra um total de 118.239 pacientes recuperados da doença. Destes, 15.395 eram pacientes graves, que necessitaram de internamento hospitalar, e 102.844 eram casos leves. Os casos graves confirmados da doença estão distribuídos por todos os 184 municípios pernambucanos, além do arquipélago de Fernando de Noronha. 

Já as mortes, foram de pessoas residentes nos municípios de Amaraji (1), Bezerros (1), Bom Conselho (1), Cabo de Santo Agostinho (1), Camaragibe (1), Caruaru (1), Itambé (1), Jaboatão dos Guararapes (1), Olinda (2), Paulista (15), Petrolândia (1), Pombos (1), Recife (4), Salgueiro (1), São Lourenço da Mata (3). As mortes registradas no boletim de hoje ocorreram entre 01 de maio e 11 de setembro. 

Do total de mortes , oito (23%) ocorreram nos últimos três dias, sendo  quatro registradas na sexta ( 11), duas na quinta (10) e  duas na quarta (09). Os outros 27 registros (77%) ocorreram entre os dias 01/05 e 08/09. Os pacientes tinham idades entre 49 e 102 anos. 

As faixas etárias são: 40 a 49 (1), 50 a 59 (5), 60 a 69 (10), 70 a 79 (10), 80 anos ou mais (9). Dos 35 pacientes que vieram a óbito, 29 apresentavam comorbidades confirmadas: doença cardiovascular (19), diabetes (15), doença respiratória (4), doença renal (3), câncer (2), etilismo (2), imunossupressão (2), obesidade (2), tabagismo (2), AVC (1), hipertensão (1) – um paciente pode ter mais de uma comorbidade. Os demais estão em investigação. 

Profissionais de Saúde: Com relação à testagem dos profissionais de saúde com sintomas de gripe, em Pernambuco, até agora, 21.260 casos foram confirmados e 34.702 descartados. As testagens entre os trabalhadores do setor abrangem os profissionais de todas as unidades de saúde, sejam da rede pública (estadual e municipal) ou privada.  

Paraíba confirma 112.706 infectados por covid -19 e 2.616 mortes  

Até o momento, 338.779 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados. (Foto: Reprodução)

A Paraíba registrou 588 novos casos de Covid-19 e 12 óbitos confirmados desde a última atualização, 06 deles ocorridos nas últimas 24h. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde nesta sábado (12), 112.702 pessoas já contraíram a doença 85.475 já se recuperaram e 2.616, infelizmente, faleceram. 

Até o momento, 338.779 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados. 

  • Casos Confirmados: 112.706
  • Casos Descartados: 147.604
  • Óbitos confirmados: 2.616
  • Casos recuperados: 85.475
  • Total de municípios: 223

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 39%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 38%. Em Campina Grande estão ocupados 42% dos leitos de UTI adulto e no sertão 57% dos leitos de UTI para adultos.

Os casos confirmados estão distribuídos por todos os 223 municípios paraibanos:

Água Branca (62); Aguiar (23); Alagoa Grande (1232); Alagoa Nova (341); Alagoinha (981); Alcantil (67); Algodão de Jandaíra (27); Alhandra (651); Amparo (18); Aparecida (115); Araçagi (504); Arara (225); Araruna (250); Areia (488); Areia de Baraúnas (11); Areial (56); Aroeiras (218); Assunção (46); Baia da Traição (668); Bananeiras (406); Baraúna (140); Barra de Santa Rosa (97); Barra de Santana (104); Barra de São Miguel (64); Bayeux (1819); Belém (1080); Belém do Brejo do Cruz (74); Bernardino Batista (37); Boa Ventura (28); Boa Vista (132); Bom Jesus (34); Bom Sucesso (24); Bonito de Santa Fé (80); Boqueirão (398); Borborema (45); Brejo do Cruz (499); Brejo dos Santos (60); Caaporã (970); Cabaceiras (102); Cabedelo (2879); Cachoeira dos Índios (103); Cacimba de Areia (10); Cacimba de Dentro (337); Cacimbas (47); Caiçara (448); Cajazeiras (1785); Cajazeirinhas (34); Caldas Brandão (317); Camalaú (30); Campina Grande (12577); Capim (155); Caraúbas (45); Carrapateira (54); Casserengue (392); Catingueira (19), Catolé do Rocha (599); Caturité (119); Conceição (593); Condado (149); Conde (814); Congo (97); Coremas (163); Coxixola (37); Cruz do Espírito Santo (352); Cubati (81); Cuité (290); Cuité de Mamanguape (130); Cuitegí (388); Curral de Cima (38); Curral Velho (3), Damião (45); Desterro (67); Diamante (259); Dona Inês (105); Duas Estradas (84); Emas (60); Esperança (539); Fagundes (112); Frei Martinho (21); Gado Bravo (104); Guarabira (4339); Gurinhém (443); Gurjão (36); Ibiara (123); Igaracy (14); Imaculada (64); Ingá (1423); Itabaiana (1123); Itaporanga (471); Itapororoca (909); Itatuba (347); Jacaraú (315); Jericó (43); João Pessoa (28120); Joca Claudino (19); Juarez Távora (431); Juazeirinho (248); Junco do Seridó (111); Juripiranga (528); Juru (181); Lagoa (7); Lagoa de Dentro (145); Lagoa Seca (730); Lastro (25); Livramento (107); Logradouro (160); Lucena (467); Mãe d’Água (20); Malta (117); Mamanguape (2288); Manaíra (16); Marcação (459); Mari (1173); Marizópolis (37); Massaranduba (348); Mataraca (216); Matinhas (75); Mato Grosso (18); Matureia (43); Mogeiro (254); Montadas (53); Monte Horebe (42); Monteiro (643); Mulungu (422); Natuba (78); Nazarezinho (56); Nova Floresta (105), Nova Olinda (17); Nova Palmeira (84); Olho D´Água (43); Olivedos (118); Ouro Velho (4);  Parari (6); Passagem (30); Patos (3938); Paulista (289); Pedra Branca (19); Pedra Lavrada (41); Pedras de Fogo (1326); Pedro Régis (73); Piancó (193); Picuí (305); Pilar (498); Pilões (136); Pilõezinhos (348); Pirpirituba (323); Pitimbu (641); Pocinhos (218);  Poço Dantas (23); Poço de José Moura (30); Pombal (608); Prata (8); Princesa Isabel (154); Puxinanã (298);  Queimadas (1278); Quixaba (35); Remígio (271); Riachão (81); Riachão do Bacamarte (236);  Riachão do Poço (94); Riacho de Santo Antônio (33); Riacho dos Cavalos (24); Rio Tinto (1132); Salgadinho (36); Salgado de São Felix (267); Santa Cecília (91); Santa Cruz (61); Santa Helena (23); Santa Inês (78);  Santa Luzia (271); Santa Rita (3235); Santa Terezinha (64); Santana de Mangueira (31); Santana dos Garrotes (23); Santo André (15); São Bentinho (71); São Bento (2462); São Domingos (14); São Domingos do Cariri (64);  São Francisco (34);  São João do Cariri (116); São João do Rio do Peixe (367); São João do Tigre (24); São José da Lagoa Tapada (68); São José de Caiana (51); São José de Espinharas (68); São José de Piranhas (236); São José de Princesa (9); São José do Bonfim (59); São José do Brejo do Cruz (44); São José do Sabugi (264); São José dos Cordeiros (47); São José dos Ramos (259); São Mamede (55); São Miguel de Taipu (147); São Sebastião de Lagoa de Roça (264); São Sebastião do Umbuzeiro (21); São Vicente do Seridó (48); Sapé (1138); Serra Branca (210); Serra da Raíz (60); Serra Grande (46); Serra Redonda (272); Serraria (175); Sertãozinho (319); Sobrado (191); Solânea (709); Soledade (203); Sossego (15), Sousa (1946); Sumé (339); Tacima (124); Taperoá (119); Tavares (177); Teixeira (182); Tenório (32); Triunfo (94); Uiraúna (186); Umbuzeiro (78); Várzea (22); Vieirópolis (9); Vista Serrana (36), Zabelê (33).

*Dados oficiais preliminares (fonte: SIM, e-sus VE e SIVEP) extraídos às 10h do dia 12/09, sujeitos a alteração por parte dos municípios.

Até hoje, 163 cidades registraram óbitos por Covid-19. Os 12 óbitos registrados neste sábado ocorreram em hospitais públicos (11) e privado (01) entre 27 de maio e 11 de setembro, 08 deles nas últimas 48 horas, entre residentes de 09 municípios. Os pacientes tinham idade entre 19 e 90 anos, 03 deles tinham menos de 65 anos. Cardiopatia foi a comorbidade mais frequente. 

Homem, 84 anos, residente em Cacimba de Dentro. Portador de doença neurológica e cardiopatia. Início dos sintomas em 17/08/2020. Foi a óbito em hospital privado no dia 11/09/2020.

Mulher, 74 anos, residente em Itaporanga. Diabética e hipertensa. Início dos sintomas em 01/09/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 11/09/2020.

Homem, 78 anos, residente em João Pessoa. Sem Comorbidade. Início dos sintomas em 08/09/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 11/09/2020.

Homem, 56 anos, residente em João Pessoa. Portador de doença renal. Início dos sintomas em 06/08/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 11/09/2020. 

Homem, 19 anos, residente em Mari. Sem informação de comorbidade. Início dos sintomas em 13/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 11/09/2020.

Homem, 68 anos, residente em Pedras de Fogo. Obeso e cardiopata. Início dos sintomas em 08/09/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 11/09/2020.

Mulher, 51 anos, residente em Campina Grande. Hipertensa. Início dos sintomas em 10/08/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 10/09/2020. 

Mulher, 81 anos, residente em Sapé. Portadora de diabetes e cardiopatia. Início dos sintomas em 03/08/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 10/09/2020

Homem, 82 anos, residente em Cuité. cardiopata. Início dos sintomas em 12/08/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 06/09/2020.

Mulher, 85 anos, residente em Patos. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 22/08/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 26/08/2020.

Homem, 78 anos, residente em Campina Grande. Comorbidade não informada. Início dos sintomas em 17/05/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 10/06/2020.

Mulher, 90 anos, residente em campina Grande. Sem informação de comorbidade. Início dos sintomas em 15/05/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 27/05/2020. 


Duas pessoas morreram e três ficaram feridas na noite de ontem (11), após uma ambulância do município de Custodia bater em um cavalo e capotar no Km 177, na BR-232, no município de Belo Jardim, no Agreste de Pernambuco.

No veículo estavam 5 pessoas, um idoso de 72 anos e uma mulher de 29 morreram no local, os feridos foram socorridos para um hospital de Belo Jardim, todos os passageiros eram pacientes e estavam voltando do Recife.Vítimas: Gelson Góis da Silva, de 72 anos e Ana Jéssica Lopes Xavier, de 29 anos.

Ainda de acordo com informações, a Polícia Rodoviária informou que o motorista realizou o teste do bafômetro e o resultado foi normal, os copos foram encaminhados para o Instituto de Medicina Legal (IML) em Caruaru.

O Governo de Pernambuco inicia, nesta segunda-feira (14.09), o cadastramento de profissionais, artistas e demais trabalhadores da área de cultura que buscam a Renda Básica Emergencial prevista pela Lei Aldir Blanc. O anúncio foi feito  pelo secretário estadual de Cultura, Gilberto Freyre Neto, no Palácio do Campo das Princesas. O Governo do Estado ficará responsável por aplicar R$ 74 milhões na destinação da renda emergencial aos profissionais do setor, e no fomento a atividades culturais. As prefeituras dos 184 municípios pernambucanos vão gerenciar o repasse de outros R$ 69 milhões aos espaços culturais, coletivos e empresas culturais que comprovarem terem interrompido as atividades durante a pandemia da Covid-19, e também serão responsáveis pelo fomento a projetos culturais.

O cadastro, que ficará disponível até o dia 14 de outubro, exige alguns requisitos. O preenchimento do formulário pode ser feito dentro da plataforma Mapa Cultural de Pernambuco, no link www.lab.mapacultural.pe.gov.br. Também estão disponíveis no site informações atualizadas sobre a Lei 14.017/2020, que podem auxiliar os trabalhadores da cultura na solicitação do benefício. Neste primeiro momento, o cadastro e o preenchimento do formulário serão exclusivos para solicitação da Renda Emergencial, voltada às pessoas físicas. Nos próximos dias, a Secretaria Estadual de Cultura (Secult) vai divulgar informações sobre a convocatória que envolverá editais, chamadas públicas e prêmios.
A estimativa da Secult – responsável pelo envio do Plano de Ação da Lei Aldir Blanc em Pernambuco – é de que cerca de 16 mil profissionais do segmento da cultura no Estado acessem o benefício da Renda Emergencial, e aproximadamente 2,5 mil agentes culturais recebam recursos por meio de editais e prêmios.De acordo com o secretário Gilberto Freyre Neto, a hora é de unir esforços da administração estadual e dos municípios para aplicação dos recursos. “A iniciativa dispõe de R$ 143 milhões. É preciso dar velocidade aos procedimentos burocráticos para que a Renda Emergencial da Lei Aldir Blanc chegue o mais rápido possível ao setor cultural”, afirmou.
QUEM PODE RECEBER – O benefício de Renda Básica Emergencial é voltado às pessoas físicas que comprovem atuação no setor cultural ou artístico nos últimos 24 meses e que, decorrente da crise sanitária, tiveram as atividades profissionais interrompidas. Serão pagas três parcelas de R$ 600 – retroativas ao mês de junho, quando a lei foi aprovada – para até duas pessoas da mesma família. A mulher provedora de família monoparental receberá o valor em dobro, R$ 1.200, também em três parcelas.
É necessário atender aos requisitos do auxílio, previstos no inciso I, do art. 2º da Lei 14.017/2020, como estar cadastrado no Mapa Cultural de Pernambucoe preencher o formulário disponível no hotsite da Lei Aldir Blanc, ambos no link www.lab.mapacultural.pe.gov.br, criado especificamente para esse período. O andamento da análise do cadastro poderá ser acompanhado no perfil criado no Mapa Cultural de Pernambuco. Atualmente, cerca de 10 mil pessoas já possuem esse perfil.
Para ter acesso ao Auxílio de Emergência Cultural, os requisitos são os seguintes: 1 – Cadastro no Mapa Cultural e comprovada atuação no setor cultural ou artístico há pelo menos 24 meses; 2 – ter mais de 18 anos; 3- possuir renda familiar mensal por pessoa de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar mensal total de até três salários mínimos (R$ 3.135,00); 4 – Ter apresentado no ano de 2018 rendimentos tributáveis abaixo de R$ 28.558,70 (IRPF da Receita Federal); 5 – Não ter recebido nem estar recebendo o Auxílio Emergencial Geral, pago pelo Governo Federal. Também não poderá receber o auxílio cultural quem tiver emprego formal ativo; receber benefício previdenciário ou assistencial (com exceção do Bolsa Família); receber parcelas de seguro-desemprego; ter renda familiar mensal por pessoa ou familiar total superior ao exigido na Lei; e quem teve rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 no ano de 2018 (IRPF).
Após o cadastro, os lotes de inscrições serão encaminhados à DataPrev para validação das informações. “Pernambuco está trabalhando de forma integrada com a Secretaria da Controladoria Geral do Estado para realizar essa dupla verificação, de modo a tornar elegível o pedido. Quando o cadastro for validado e homologado, segue para o pagamento, por depósito na conta bancária do próprio beneficiário”, explicou Silvana Meireles, secretária Executiva da Secult.
Para execução da Lei Aldir Blanc em Pernambuco, a gestão cultural reuniu esforços e aproximou diversas entidades. Participam dessa construção todos os Estados que integram o Fórum Nacional de Secretarias Estaduais de Cultura; a Associação Municipalista de Pernambuco (AMUPE); o Conselho Estadual de Políticas Culturais (CEPC); Conselho Consultivo do Audiovisual (CAudv); e Conselho Estadual de Preservação do Patrimônio Cultural (CEPPC).
Também se engajaram nos esforços pela execução da lei diversas entidades estaduais, como a Secretaria da Fazenda (SEFAZ), Secretaria de Planejamento e Gestão (SEPLAG), Secretaria da Administração (SAD), Agência Estadual de Tecnologia de Informação (ATI), Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude(SDSCJ), Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação (SETEC), Secretaria de Política de Prevenção às Drogas (SPPD), Secretaria da Controladoria Geral do Estado (SCGE) e Procuradoria Geral do Estado (PGE).
ENTENDA A LEI ALDIR BLANC – A Lei 14.017/2020 foi regulamentada pelo Governo Federal pelo Decreto 10.464, de 18 de agosto de 2020. O objetivo é auxiliar trabalhadores da cultura e da arte, além de espaços, empreendimentos, organizações, cooperativas, pontos de cultura e iniciativas do setor que tiveram as suas atividades interrompidas pela pandemia da Covid-19. O texto definiu as ações emergenciais e o valor de R$ 3 bilhões para todo o País, abrangendo, conforme o art. 2º, três categorias: auxílio financeiro a pessoa física – como o benefício da renda básica emergencial; subsídio aos espaços e às organizações;e editais, chamadas públicas e prêmios para propostas realizadas e transmitidas, preferencialmente, em meios digitais e online. Os governos estaduais ficam responsáveis pelos pagamentos às pessoas físicas, deixando os pagamentos do subsídio mensal aos espaços culturais e aos coletivos a cargo das prefeituras. Já os editais para apoio e fomento à cadeia produtiva da cultura ficarão sob a responsabilidade conjunta de Estados e municípios.
Enviado ao Ministério do Turismo (MTur) no começo de setembro, o Plano de Ação do Governo de Pernambuco para execução da Lei Aldir Blanc já foi aprovado pelo Governo Federal. De acordo com o cronograma estabelecido pelo MTur, os recursos deverão chegar nesta sexta-feira (11). Serão R$ 74 milhões enviados ao Governo do Estado e mais R$ 69 milhões destinados aos municípios pernambucanos, totalizando R$ 143 milhões. Os valores correspondentes aos municípios serão repassados diretamente aos cofres das prefeituras.
Para mais informações sobre a Lei Aldir Blanc em Pernambuco, acesse: www.cultura.pe.gov.br/leialdirblanc.

Por: Correio Braziliense

Uma decisão do ministro Celso de Mello coloca novamente o Supremo Tribunal Federal (STF) em choque com o Poder Executivo. O magistrado determinou, ontem, que o presidente Jair Bolsonaro compareça pessoalmente à Polícia Federal para depor sobre eventual tentativa de interferir na corporação. A determinação passou a constar no inquérito aberto após as declarações do ex-ministro Sergio Moro. No despacho, Celso de Mello afirma que Bolsonaro “é investigado, e não figura como testemunha”, por isso, não tem a prerrogativa de depor por escrito. A decisão foi tomada no dia 18 de agosto, mas o magistrado tirou licença médica e só a assinou nesta sexta-feira, no retorno ao trabalho. Por ora, o Planalto prefere avaliar o cenário e evitar ataques contra a Corte, que agora é presidida por Luiz Fux.
Mello também afirmou que Moro, por meio de seus advogados, poderá participar da oitiva, fazendo perguntas ao presidente. Essa parte do despacho irritou o governo. “O senhor presidente da República — que, nesta causa, possui a condição de investigado — deverá ser inquirido sem a prerrogativa que o artigo 221, inciso 1º, do CPP confere, com exclusividade, apenas aos Chefes dos Poderes da República, quando forem arrolados como testemunhas e/ou como vítimas (e não quando figurarem como investigados ou réus), a significar que a inquirição do Chefe de Estado, no caso ora em exame, deverá observar o procedimento normal, respeitando-se, desse modo, mediante comparecimento pessoal e em relação de direta imediatidade com a autoridade competente (a Polícia Federal, na espécie), o princípio da oralidade, assegurando-se ao senhor Sérgio Fernando Moro, querendo, por intermédio de seus advogados, o direito de participar do ato de interrogatório e de formular reperguntas ao seu coinvestigado”, escreve um trecho do despacho.
Celso de Mello não concordou com o argumento do procurador-geral da República, Augusto Aras, que entendeu que Bolsonaro poderia depor por escrito. A data em que o presidente terá de comparecer deve ser definida pela Polícia Federal. O decano do Supremo destacou que caso prefira, Bolsonaro, assim como qualquer cidadão, poderá ficar em silêncio. “Em consequência, indefiro as propostas deduzidas pelo eminente senhor Chefe do Ministério Público da União, doutor Augusto Aras, por não assistir ao senhor presidente da República qualquer das prerrogativas enunciadas no requerimento formulado pela douta Procuradoria-Geral da República, ressalvada, por óbvio, a possibilidade de o Chefe de Estado exercer, legitimamente, como qualquer cidadão desta República, o seu direito ao silêncio”.
Cabe recurso da decisão ao plenário do Supremo, tendo em vista que foi uma decisão monocrática.
Bolsonaro, ao contrário de outras situações, adotou o silêncio em relação ao despacho. Nem ele, nem os ministros que compõem o seu governo falaram publicamente sobre o assunto. No entanto, o chefe do Executivo reuniu-se com o advogado-geral da União, José Levi, na tarde de ontem, horas após saber da decisão enquanto participava da inauguração de uma obra na Bahia.
A avaliação é de que serão criadas estratégias jurídicas para recorrer e até mesmo mudar a forma de oitiva. Em razão da recente troca na presidência do STF — Luiz Fux assumiu o comando do tribunal na última quinta-feira —, interlocutores do presidente recomendam evitar atritos no momento, algo que poderia deflagrar uma relação conturbada com o Judiciário. Em junho, Bolsonaro afirmou que poderia, sim, prestar depoimento presencial, caso fosse necessário. Disse não estar preocupado com a medida e que o inquérito acabará sendo arquivado. “Eu acho que esse inquérito que tá na mão do senhor Celso de Mello vai ser arquivado. A PF vai me ouvir, estão decidindo se vai ser presencial ou por escrito, para mim tanto faz. O cara, por escrito, eu sei que ele tem segurança enorme na resposta porque não vai titubear. Ao vivo pode titubear, mas eu não estou preocupado com isso. Posso conversar presencialmente com a Polícia Federal, sem problema nenhum”, apontou, à época.
Caso Temer
Esta não é a primeira vez que um presidente da República precisa depor como investigado. Em 2017, o ex-presidente Michel Temer foi acusado de envolvimento em um esquema de corrupção criado para beneficiar a empresa Rodrimar, operadora do Porto de Santos. O então chefe do Executivo editou um decreto que expandia benefícios concedidos para empresas portuárias. Ele foi acusado de receber propina da Rodrimar para publicar as novas regras. Na ocasião, o relator do inquérito era o ministro Luís Roberto Barroso. Ele entendeu, que por se tratar do chefe do Executivo, o presidente poderia prestar depoimento por escrito, ou agendar dia, local e horário para ser ouvido.
A defesa de Temer informou que enviaria as respostas por escrito, e solicitou ao ministro que fixasse um prazo para que isso acontecesse. No mesmo ano, acusado de envolvimento na Lava-Jato, Temer foi chamado novamente para depor. Neste caso, o relator, ministro Edson Fachin, concedeu prazo de 24 horas para que 82 perguntas elaboradas pela PF fossem respondidas, e assim ocorreu. Na ocasião, assim como no caso de Jair Bolsonaro, a PGR manifestou-se a favor do depoimento por escrito. Fachin não viu impedimentos, já que mesmo o Ministério Público foi a favor.
As acusações de Moro
Interferência na PF
“Houve essa insistência (de mudança do comando da PF). Eu disse que seria uma interferência política e ele disse que seria mesmo.”
Relatórios de inteligência
“O presidente me disse, mais de uma vez, que ele queria ter uma pessoa de contato pessoal dele, que ele pudesse ligar, colher informações, relatórios de inteligência, seja o diretor, seja o superintendente, e realmente não é o papel da Polícia Federal.”
A defesa de Bolsonaro
Blindagem
“Nunca pedi a ele (Moro) para que a PF me blindasse onde quer que fosse. (…) Eu nunca pedi para ele o andamento de qualquer processo. Até porque a inteligência, com ele, perdeu espaço na Justiça”.
Obstrução
“Não são verdadeiras as insinuações de que eu desejaria saber sobre investigações em andamento”.
Troca de comando
“Falava-se de interferência minha na Polícia Federal. Ora bolas, se eu posso trocar o ministro, por que não posso, de acordo com a lei, trocar o diretor da Polícia Federal? Não tenho que pedir autorização a ninguém para trocar o diretor ou qualquer um outro que esteja na pirâmide hierárquica do Poder Executivo. (…) Sempre dei plena liberdade a meus ministros, sem abrir mão de meu poder de veto e minha autoridade”.

Agências do INSS retomam atendimento presencial na segunda-feira Depois da suspensão dos serviços por cerca de seis meses em decorrência da pandemia de covid-19, cerca de 600 agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) vão retomar as atividades nesta segunda-feira (14), em todo o país.

Nesta primeira fase de reabertura serão realizados apenas os atendimentos agendados previamente, ou seja, serviços de perícia médica, avaliação social, cumprimento de exigência, justificação administrativa e reabilitação profissional. O governo vai divulgar durante a próxima semana a lista completa das agências abertas, mas o segurado pode consultar a informação no aplicativo Meu INSS ou no telefone 135.

“A nossa abertura está programada para a próxima segunda-feira. Ao longo dos dias, estaremos passando à população em geral quais agências estão abertas, ou não, e quais agências terão perícias médicas, ou não”, disse o secretário especial da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Bruno Bianco Leal.

Protocolos

A portaria que estabelece os procedimentos para a reabertura das agências do INSS foi publicada na sexta-feira (11), no Diário Oficial da União.

Confira aqui na íntegra da portaria

O texto prevê que o protocolo seja utilizado em caráter subsidiário, respeitando as respectivas regras de cada localidade em que esteja situada uma unidade do INSS e, portanto, deverá ser aplicado apenas quando tais normas não existirem ou forem omissas em determinados pontos.

Todas as pessoas deverão, além de fazer uso de máscaras, ser submetidas ao serviço de aferição de temperatura corporal, no momento do acesso às unidades. Outras medidas como uso de álcool gel e manutenção do distanciamento também estão previstas.

 

Velório termina em confusão em bairro de Serra Talhada

Policiais Militares do 14°BPM foram solicitados pela Central de Operações para verificar uma possível perturbação de sossego com vias de fato, na Rua 07, Bom Jesus, Serra Talhada – PE. 
No local foi constatada a veracidade do fato, em que se tratava de um velório do avô do acusado. 
A vítima informou que, o acusado faltou com respeito aos familiares, ocasionando uma confusão generalizada com via de fato. 
Diante do exposto, os envolvidos foram conduzidos a Delegacia de Polícia local para as providências cabíveis.

Wesley Safadão, 32, usou suas redes sociais para anunciar que se recuperou da Covid-19. “Graças a Deus estou curado 100% do coronavírus. Passei muito bem pela doença, não tive sintomas. Só esperar passar os dias para dar o IgG positivo. Já posso voltar à vida normal, seguir programação normal, rever meus filhos e conviver com minha família. Agora é só aproveitar”, postou o cantor na noite desta sexta-feira (11).

O teste a que o artista se refere atesta se a pessoa teve ou não contato com o vírus. O exame sorológico deve ser feito ao menos dez dias depois do paciente sentir os primeiros sintomas do coronavírus. Safadão aproveitou para também avisar ao público que participará da live de Gleydson Gavião, que acontecerá neste sábado a partir das 21h.

A informação de que o cantor tinha testado positivo para o coronavírus foi divulgada no dia 28 de agosto. De acordo com a equipe dele, o músico estava assintomático e na ocasião adiou a live que faria no dia seguinte ao diagnóstico com a dupla Bruno e Marrone “para a preservação da saúde de todos”. A nova data da apresentação ficou para 19 de setembro.

“Essa notícia pegou a mim e a todos de surpresa, até porque estou me sentindo super bem”, comentou o cantor nas redes sociais à época. “Ontem eu fiz o exame, tinha programa do Faustão e amanhã tinha a nossa live. Fiz o teste, seguindo todos os protocolos, saiu agora há pouco e eu testei positivo para Covid-19.”

China começará a testar vacina em spray contra a Covid-19

 (Foto: Greg Baker/AFP)

Uma vacina chinesa em forma de spray nasal recebeu autorização para ser testada em humanos. O imunizante, que foi desenvolvido por duas universidades e uma empresa farmacêutica, foi projetado para fornecer proteção ao vírus Sars-CoV-2 e também ao da gripe comum. Os testes devem ser iniciados em novembro e vão ser conduzidos em centenas de voluntários, segundo o governo chinês, que também afirmou já ter começado a selecionar os participantes.

A vacina é um projeto do Laboratório Estadual de Doenças Infecciosas Emergentes da Universidade de Hong Kong, em parceria com a Universidade de Xiamen e a empresa Wantai Biopharmaceutical. Ela é feita com base no vírus influenza, agente da gripe, atenuado em laboratório. Também utiliza proteínas do Sars-CoV-2. “É uma vacina à base de gripe que pode ser produzida em embriões de galinha e em células chamadas MDCK (de mamíferos), que são sistemas de produção já usados para o desenvolvimento de vacinas contra a gripe”, explica, em comunicado, a Universidade de Hong Kong.

Segundo informações divulgadas pelo periódico Science and Technology Daily, publicação oficial do Ministério da Ciência e Tecnologia da China, o imunizante foi avaliado em testes com ratos e hamsters, quando se constatou a redução de danos nos pulmões provocados pela covid-19. “Suas características são altamente seguras, o que permitiu com que a fase de testes clínicos fosse autorizada. Essa é a primeira vacina em spray aprovada para testes em humanos”, ressalta o comunicado.

Yuen Kwok-yung, microbiologista da universidade, explicou, em entrevista ao jornal chinês Global Times, que a estratégia de aplicação foi escolhida para reproduzir a trajetória natural do vírus ao acessar o organismo humano. Segundo ele, isso faz com que a vacina fique mais tempo no trato respiratório, aumentando a resposta imune do corpo. Ainda de acordo com o especialista, a vacinação por spray nasal foi projetada para gerar uma proteção dupla — contra o vírus da gripe comum e o da covid-19 — e, futuramente, a fórmula poderá ser modificada para ser usada como um agente protetor de outros tipos de vírus influenza, como o H1N1 e o H3N2.

Efeitos colaterais

O imunologista também explicou que a vacina pode não causar efeitos colaterais sistêmicos, mas há o risco de ocorrência de problemas adversos no sistema respiratório, como asma e falta de ar. Segundo Kwok-yung, os cientistas esperam apenas efeitos leves, como obstrução nasal (diminuição de ar que passa pelas narinas) e rinorreia (muco excessivo). A equipe também trabalha com a ideia de que os testes clínicos durarão menos de um ano.

Com a liberação do novo ensaio clínico sobe para 10 o número de vacinas contra a covid-19 que têm autorização do governo chinês para serem testadas em humanos. Um dos imunizantes, inclusive, foi aprovado, no mês passado, para uso emergencial, mesmo estando em fase experimental. “Elaboramos uma série de procedimentos, incluindo formulários de consentimento médico, planos de monitoramento de efeitos colaterais, tudo para garantir que o uso de emergência seja bem regulado e monitorado”, informou, à época, Zheng Zhongwei, chefe do grupo responsável pela coordenação das pesquisas de vacinas contra a covid-19.

Ensaio em Brasília

O imunizante desenvolvido pela empresa Sinovac Biotech teve o uso liberado para grupos de alto risco, como agentes de saúde, que estão mais expostos ao coronavírus. A CoronaVac está na última fase de testes, em que participam também voluntários brasileiros, incluindo moradores da capital. Aqui, o ensaio é conduzido pela Universidade de Brasília (UnB).

Vulneráveis após a alta

Pesquisadores chineses realizaram uma análise extensa das respostas de anticorpos em indivíduos infectados pelo coronavírus. Os resultados mostraram que a resposta imune das pessoas recuperadas normalmente diminui drasticamente durante o mês posterior à alta hospitalar. O trabalho foi publicado na revista especializada Plos Pathogens e pode ajudar no desenvolvimento de testes sorológicos mais eficientes e também no desenvolvimento de vacinas.

No estudo, os pesquisadores monitoraram continuamente, durante sete semanas, as respostas de anticorpos específicos para o Sars-CoV-2 em 19 pacientes não grave e sete pacientes graves. Todos enfrentavam o início da doença. A equipe observou que, entre três a quatro semanas após a alta hospitalar, a atividade dos anticorpos dos voluntários diminuiu significativamente, sugerindo que eles podem ficar mais suscetíveis à reinfecção por Sars-CoV-2.

“Embora 80,7% dos pacientes recuperados apresentassem atividade de neutralização de anticorpos contra o patógeno da covid-19, apenas uma pequena parte deles demonstrou um nível considerado potente”, frisaram os autores, liderados por Rui Huang, pesquisador da Universidade Médica de Nanjing, na China.

De acordo com os cientistas, o estudo fornece informações importantes para cientistas que desenvolvem testes sorológicos, vacinas e terapias que utilizam o plasma sanguíneo de infectados. “Esse resultado destaca a importância da seleção cuidadosa de amostras de sangue de pessoas recuperadas usando ensaios de neutralização de anticorpos antes da transfusão em outros pacientes com covid-19”, alertaram.

Monomotor faz pouso forçado em rodovia de São Paulo

As causas do acidente serão investigadas pelo 4º Seripa (Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos).

Avião de pequeno porte fez pouso de emergência no Rodoanel em SP (Foto: Reprodução/TV Globo)

Um avião monomotor fez pouso forçado no trecho Norte do rodoanel, no sentido Perus (zona norte da capital paulista), por volta das 10h deste sábado (12). Ninguém ficou ferido.

De acordo com a Polícia Militar, a aeronave sofreu uma pane no motor e foi obrigada a descer no km 3 da rodovia. As causas do acidente serão investigadas pelo 4º Seripa (Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos).

Segundo a CCR Rodoanel, concessionária responsável pela via, as equipes atuaram imediatamente para o socorro do piloto da aeronave e isolamento da área para proteção dos motoristas que passavam pela rodovia. O Corpo de Bombeiros não foi acionado para a ocorrência.

Equipes da Polícia Militar e da Polícia Rodoviária foram até o local. A pista foi completamente fechada para que a aeronave pudesse ser retirada. Por volta de 12h, o avião de pequeno porte foi removido por um guincho até o acostamento e o trânsito liberado. O monomotor foi retirado da pista à tarde.

A polícia não informou o nome do piloto e de onde o avião decolou, nem para onde iria.

Pista foi fechada para que avião pudesse ser retirado — Foto: Reprodução/TV Globo

Segundo a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), a aeronave, com capacidade para levar apenas uma pessoa, foi fabricada em 1977 pela empresa norte-americana American Champion. O monomotor está com situação normal.

No dia 11 de fevereiro do ano passado, um helicóptero tentou pousar no trecho do rodoanel que dá acesso à rodovia Anhanguera, em São Paulo. A aeronave bateu em um caminhão e o acidente matou o jornalista Ricardo Boechat, 66 anos, e o piloto Ronaldo Quattrucci, 56.

Irã anuncia que executou lutador Navid Akfari por assassinato

O advogado de Afkari acusou as autoridades de negar a seu cliente uma visita familiar antes da execução, conforme exigido por lei.

O lutador Navid Afkari foi condenado a morte após protestar contra o governo iraniano (Foto: Reprodução/Instagram)

O lutador Navid Afkari foi executado na manhã deste sábado (12) no Irã, de acordo com informações da mídia estatal do país. A notícia provocou reações internacionais.

Afkari foi condenado pelo homicídio culposo de um segurança da empresa pública de água de Shiraz, que morreu esfaqueado em agosto de 2018 durante protestos contra o governo. A Suprema Corte do Irã rejeitou uma revisão do caso no final de agosto.

Segundo amigos e parentes, o lutador greco-romano de 27 anos foi condenado com base em uma confissão obtida após tortura. Seu advogado afirma que não há provas de que Afkari é culpado.

O advogado de Afkari acusou as autoridades de negar a seu cliente uma visita familiar antes da execução, conforme exigido por lei.

“Estavam com tanta pressa que negaram a Navid seu direito a uma última visita”, escreveu Yunesi no Twitter. Não houve reação imediata das autoridades iranianas à acusação do advogado.

O Comitê Olímpico Internacional (COI) expressou choque com a notícia da execução do lutador iraniano.

“É profundamente lamentável que os apelos de atletas de todo o mundo, e todo o trabalho do COI, com o Comitê Olímpico Iraniano, a Federação Internacional de Luta Livre e a Federação Iraniana de Luta Livre não tenham alcançado seu objetivo”, lamentou o COI em um comunicado.

“A execução do lutador iraniano Navid Afkari é uma notícia muito triste”, indicou o comitê.

“Respeitando a soberania da República Islâmica do Irã, o presidente do COI, o alemão Thomas Bach, fez um apelo nesta semana ao líder supremo e ao presidente do Irã em cartas separadas e pediu clemência para Navid Afkari”, disse a entidade.

A condenação à morte do atleta gerou críticas internacionais, e uma campanha por clemência ganhou força no Irã e em outros países.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pediu compaixão ao Irã para uma “grande estrela da luta… que não fez nada além de participar de uma manifestação antigovernamental”.

A organização de defesa dos direitos humanos Anistia Internacional expressou na sexta-feira (11) grande preocupação com a “iminente execução secreta” de Navid Afkari.

De acordo com a Anistia Internacional, ele e seus dois irmãos, condenados a longas penas de prisão no mesmo caso, são “as vítimas mais recentes do defeituoso sistema de Justiça do Irã”.

O Irã, que executou pelo menos 259 pessoas em 2019, é, ao lado da China, o país que mais recorre à pena capital, de acordo com a Anistia Internacional.

Banco do Nordeste muda superintendente em Pernambuco

O presidente do Banco do Nordeste, Romildo Rolim, realizou nesta sexta (11) a cerimônia de posse do novo superintendente estadual do BNB em Pernambuco, Pedro Ermírio Freitas.

O evento ocorreu no Mar Hotel Conventions e contou com a presença de autoridades, parceiros institucionais e clientes.

“Este ano tem sido diferente e um convite a nos reinventarmos. Mesmo diante de tantos desafios, já aplicamos em 2020 mais de R$ 27 bilhões em nossa área de atuação. Recursos que foram direcionados prioritariamente às demandas de crédito de curto prazo, tão necessários a essa travessia. Temos certeza que Pedro Ermírio à frente da Superintendência Estadual de Pernambuco apresentará um trabalho com entregas que atendam aos anseios e necessidades do setor produtivo, diante deste momento”, disse o presidente.

O superintendente destacou ao público presente que o Estado tem um papel de grande relevância na estratégia da empresa, assim como na economia regional.

“Tal dimensão de compromisso pode ser percebida com o desembolso realizado este ano no Estado, que supera R$ 2,5 bilhões, distribuídos em mais de 220 mil operações. Além da postergação de mais de R$ 6 bilhões em pagamentos para 2021, de modo a dar um fôlego aos empreendedores que aqui atuam. Queremos estar cada vez mais próximos do setor produtivo, com diálogo aberto, ouvir suas demandas e enxergar como podemos melhorar dentro do novo modelo de atuação bancária”, afirmou.

Convenção homologa candidaturas de Pimentel e Evilásio para a eleição em Araripina

O prefeito de Araripina Raimundo Pimentel (PSL) teve seu nome aprovado para concorrer à reeleição e terá como companheiro de chapa, o vereador Evilásio Mateus (DEM). A decisão foi referendada nessa sexta (11) em convenção partidária com a presença dos filiados dos partidos.

Pimentel destacou o trabalho realizado ao longo deste primeiro mandato recordando a herança caótica deixada pela gestão anterior e os avanços da cidade durante os últimos anos. “Nós vamos finalizar estes quatro anos entregando mais de 150 obras na cidade, na zona rural e nos distritos. Escolas, creches, quadras, postos de saúde, calçamento, asfalto, poços, manutenção das estradas rurais, frota nova de ambulância, iluminação em led, usina de aslfato. Essa é a Araripina do futuro”, afirmou.

Ele também falou do crescimento econômico da cidade com a chegada de investimentos públicos e privados. “A Araripina que o povo escolheu a quatro anos atrás, agora tem Faculdade de Medicina, a chegada de novas empresas para gerar emprego, um comércio local que pode vender para o servidor público, pois sabe que os salários são pagos em dia e muitas outras conquistas”.

 

Foto: Jonas Santos

FORÇA POLÍTICA

A convenção teve a presença do senador Fernando Bezerra Coelho, do deputado federal Fernando Filho e do prefeito de Petrolina, Miguel Coelho. A parceria política em Araripina tem transformado a cidade, os distritos e zona rural com a execução de muitas obras de pavimentação em asfalto, calçamento, construção de quadras e perfuração de poços.

O senador Fernando destacou o crescimento de Araripina nos últimos quatro anos como uma cidade pujante no sertão e afirmou que duas grandes obras de infraestrutura serão anunciadas em breve para o município. “A administração de Raimundo Pimentel organizou a cidade, limpou o nome do município e estamos colocando força política para acelerar o crescimento com obras estruturantes. Dois grandes projetos estão em fase de conclusão e eu volto em breve para trazer esta notícia”, afirmou.

O deputado federal Fernando Filho fez uma comparação de Araripina há quatro anos atrás e atualmente. Para ele, o município está pronto para um período de mais obras e crescimento econômico. “Lembro uma vez em 2015 que queria destinar uma emenda para Araripina e a prefeitura não tinha nem cadastro nos Ministérios, em Brasília. Agora, na gestão de Raimundo Pimentel, a prefeitura tem nome limpo, muitos projetos e um deputado federal que quer ver esta cidade crescendo muito”, disse.

Seguindo todos os protocolos sanitários e recomendações do Ministério Público, a convenção teve a participação do médico Ryan Lacerda, representando seus pais, os ex-prefeitos Valmir Lacerda e Dioneia Lacerda, dos ex-prefeitos Bringel e Lula Sampaio, do vice-prefeito Bringel Filho, da ex-deputada estadual Socorro Pimentel e dos filiados dos partidos.


A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que neste sábado (12), tivemos o registro de 21 casos positivos para  covid-19. Todos os casos já estavam em investigação.  

São 11 pacientes do sexo feminino (2, 16, 19, 20, 23, 25, 36, 38, 45, 45 e 59 anos) e 10 pacientes do sexo masculino (3, 25, 25, 29, 31, 34, 40, 41, 50 e 80 anos). Entres as mulheres: 02 estudantes,  01 agricultora, 01 aposentada, 01 do lar, 01 autônoma, 01 caixa, 01 menor, 01 secretária, 01 profissional da saúde e 01 autônoma.  Entre os homens: 02 profissionais da saúde,  01 aposentado, 01 repositor, 01 menor, 01 auxiliar administrativo, 01 de profissão não informada,  01 téc. em eletrônica,  01 representante comercial e 01 vendedor. 

Entra em investigação o caso de um paciente do sexo masculino, 62 anos. 

Neste sábado foram descartados 14 casos após os pacientes apresentarem resultados negativos para covid-19. 

O município possui 503 pacientes recuperados (79,33%) para covid-19 em nosso município. Atualmente, 120 casos estão ativos. 

Hoje, o município atingiu a marca de 3.513 pessoas testadas para covid-19.

São José do Egito registra um novo caso de covid-19

Nesse sábado (12), estamos encerrando mais uma semana de intenso trabalho no enfretamento ao novo coronavírus. Nos últimos sete dias, 32 pacientes concluíram o tratamento e ficaram livres da doença, temos 455 curados em nosso município. Nossas unidades de saúde realizaram 102 testes para detecção do vírus, 2.062 exames realizados desde o início da pandemia. Tivemos o surgimento de 42 novos casos da doença nessa semana.

Nas últimas 24hs, duas pessoas foram submetidas a exames e tivemos a confirmação de um novo caso da doença. Atualmente, 51 pessoas que testaram positivo pra covid-19 estão em isolamento domiciliar e 2 pacientes estão internados na UPA/COVID, todos sendo acompanhados por nossa equipe multidisciplinar.

A deputada federal Flordelis, fala sobre a morte de seu marido, o pastor Anderson do Carmo.

A 3ª Vara Criminal de Niterói negou o pedido de revogação da prisão preventiva de Adriano dos Santos Rodrigues, um dos filhos biológicos da deputada federal Flordelis (PSD-RJ), acusada de ser mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo, em junho de 2019, em Niterói, região metropolitana do Rio de Janeiro.
Preso no Complexo de Gericinó, na zona oeste do Rio, ele foi denunciado por ter participado da fraude de uma carta mudando a versão sobre o assassinato do pastor Anderson do Carmo, e responde pelos crimes de associação criminosa, uso de documento flso e falsidade ideológica.
Segundo a decisão da juíza Nearis dos Santos Arce, “Adriano, a princípio, optou por se envolver na trama para ocultar a verdade sobre o crime de homicídio consumado que vitimou o pastor Anderson, criando óbices à investigação ainda em curso e ao trâmite regular dos processos criminais já iniciados anteriormente, em face dos réus Flávio e Lucas (irmãos de Adriano)”.
De acordo com a magistrada, a prisão preventiva de Adriano, “preferencialmente em unidade carcerária diversa dos corréus é imprescindível para a garantia da instrução criminal, de modo a impedir que haja qualquer tentativa de obstrução da justiça, ao menos até findar a fase instrutória”.
Na mesma decisão, a juíza também negou a revogação da prisão de Andrea Santos Maia, esposa do ex-policial militar Marcos Siqueira, que esteve preso na mesma cela que Flávio e Lucas. Segundo a denúncia, Andrea, que estava autorizada a visitar o marido, teria atuado com Flordelis em todas as etapas da falsificação da carta, inclusive mediante pagamento. Ela responde pelos crimes de associação criminosa e uso de documento falso.

Homologada chapa governista em Itapetim

O PSB e o PT de Itapetim realizaram neste sábado a convenção que apresentou Adelmo Moura como pré-candidato a prefeito e Chico de Laura para vice, além dos pré-candidatos a vereadores.

O evento aconteceu no Ginásio Poliesportivo Miguel Arraes de Alencar com o número limitado de pessoas, obedecendo as normas sanitárias e o decreto do Governo Estadual. Apenas filiados, delegados e pré-candidatos puderam participar por causa das medidas de combate a Covid-19.

As pessoas  assistiram ao vivo através do Facebook Adelmo Moura. A transmissão teve cerca de 1.110 pessoas ao vivo. Adelmo é pré-candidato para concorrer ao quinto mandato de prefeito de Itapetim.

Chico de Laura, pré-candidato a vice, é itapetinense e foi servidor da Câmara dos Deputados, em Brasília, durante muitos anos.

Os pré-candidatos a vereador do PSB são Alexandre Ramos, Bruna de Dada da Oficina, Bruno do Posto, Carlos Nunes, Clésia, Diego Nunes, Jacinto Lucena, Jordânia Siqueira,  Júnior de Diógenes, Júnio Moreira, Lailton, Romão de Piedade e Toinha.

Pelo PT Pedro Batista, Roberto Cosmo, Prazeres, Jaime Xavier, Rosenildo Sampaio, Vânia de Negão do Forró,  Mãozinha Enfermeira e Mércia Marques.

Governistas repetem chapa Zeinha e Pedro Alves em Iguaracy

Blog do Finfa

Aconteceu na manhã deste sábado (12), na Câmara de Vereadores a convenção do PSB de Iguaracy-PE.

Nela  foi homologada a chapa Zeinha Torres (prefeito) e Pedro Alves (vice-prefeito), além de nove pré-candidatos a vereador.

Antes houve a convenção do Partido dos Trabalhadores (PT), oficializou a pré-candidatura de seis pré-candidatos a vereador.

O Partido Social Democrático (PSD), também  realizou sua convenção, formalizando apoio à chapa e dois candidatos a vereador.

Já o PROS, fará sua convenção na próxima quarta-feira (16). O Presidente Estadual do partido, João Fernando Coutinho, marcou presença no evento desta manhã.


Segundo a Portaria 20.388 — publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (dia 11) —, o edital deverá ser divulgado no prazo de seis meses. Os contratos terão duração de um ano, podendo ser prorrogados.

6.500 profissionais temporários serão contratados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para a realização de pesquisas permanentes de natureza estatística e geocientífica. A autorização foi dada pelo Ministério da Economia. O recrutamento será feito por meio de processo seletivo simplificado. Os aprovados vão trabalhar a partir de janeiro de 2021.

Ainda de acordo com a autorização, as despesas com as contratações correrão por conta das dotações orçamentárias do IBGE, já que visam à substituição de servidores e empregados públicos.

Vagas

Serão contratados 5.623 agentes de pesquisas e mapeamento, 552 supervisores de coleta e qualidade, 300 agentes de pesquisas por telefone e 25 supervisores de pesquisas. As remunerações ainda não foram informadas. (Via: Jc Online)

“Tirou o Lula da eleição, produziu uma situação nova para o país, a interpretação [da lei] mudou… Era uma, mudou para prender o Lula, passou a eleição, mudou para soltar o Lula”, disse o líder do governo Jair Bolsonaro, o deputado Ricardo Barros (PP-PR).

247 – Integrante do chamado Centrão e atual líder do governo Jair Bolsonaro, o deputado federal Ricardo Barros (PP-PR) disse que o ativismo político do Judiciário sempre existiu e ficou ainda mais evidente após a operação Lava Jato.

Em entrevista ao UOL, o parlamentar que já foi líder do governo na gestão de Fernando Henrique Cardoso, vice-líder no governo Lula e ex-ministro da Saúde no governo de Michel Temer,  afirmou que os métodos da operação não respeitaram as leis e citou os processos contra Lula como exemplo de parcialidade da Lava Jato.

“É claro que há uma parcialidade na posição da Lava Jato, todos sabem disso. É evidente, é visível”, disse. “Tirou o Lula da eleição, produziu uma situação nova para o país, a interpretação [da lei] mudou… Era uma, mudou para prender o Lula, passou a eleição, mudou para soltar o Lula. Não precisamos fazer muito esforço para perceber ativismo político”, acrescentou.

Barros foi uma dos parlamentares que, em meio ao debate sobre a possibilidade de prisão em 2ª instância, defendeu a realização de uma Assembleia Constituinte para garantir que condenados cumpram pena antes de esgotados todos os recursos.

Na entrevista, o líder do governo disse ainda que o Ministério Público (MP) e a Justiça, de forma geral, não respondem pelos erros cometidos durante julgamentos e questionou as ações os métodos de investigação — como as buscas e apreensões, por exemplo—, realizadas às vésperas das eleições.

“Quem sabe quem não vai ganhar uma eleição no Brasil? O MP e o Judiciário, porque eles agem contra o cidadão no meio da campanha, prendem, fazem busca e apreensão, tiram a pessoa do processo político. E depois de alguns anos, se ficar provado que não era nada… Não era nada, bate nas costas. Nem pedir desculpas eles pedem”, criticou.

Aulas presenciais suspensas, pais em home-office e os filhos cada vez mais imersos no mundo tecnológico. Um cenário bem comum nos lares do mundo todo. Não bastasse fazerem parte da era digital, a pandemia de novo coronavírus acentuou ainda mais proximidade das crianças e adolescentes com as telas. Especialistas advertem que e uso desregrado dos equipamentos pode ser prejudicial não só à visão, mas comprometer também a saúde física e mental das crianças e adolescentes.
O direito a brincar e extravasar deve ser inerente a toda e qualquer criança. Tentar bani-las desse direito com a excessiva exposição às telas é nocivo e pode ter grande repercussão negativa ainda na infância, conforme esclarece o psiquiatra Júlio Gouveia. “Os aplicativos ativam uma região cerebral que está relacionada aos mecanismos de recompensa, ativando mais o nosso corpo para manter-se alerta e acordado. Como a pandemia provocou uma diminuição das atividades físicas, que também estariam envolvidas nesse mecanismo, e um aumento no tempo de uso de telas, os indivíduos tendem a ter maiores alterações no sono e no humor”, detalha.
O manual da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) orienta os pais quanto aos riscos à saúde devido à exposição de crianças e adolescentes às telas, internet e redes sociais. A SBP recomenda até uma hora por dia de exposição ao uso de monitores para crianças com idade entre 2 e 5 anos, e duas horas, como o limite máximo, para crianças com idade entre 6 e 10 anos. Já para os adolescentes, com idades entre 11 e 18 anos, a indicação é de, no máximo, 3 horas por dia, incluindo também nesse período o tempo de uso dos videogames.
“Entre os principais sintomas que podem ser causados pelo uso em excesso de telas, estão: irritabilidade, ansiedade e tristeza; dificuldade de atenção; sobrepeso, distúrbios alimentares; sedentarismo e transtornos posturais, entre muitos outros”, explica o médico.
No mundo moderno e digital, as telas são aliadas essenciais para inúmeras tarefas: compras, pagamentos, pesquisas, reuniões virtuais e etc. Os pais, por necessidade ou trabalho, utilizam com frequência a internet por meio de computadores e celulares, e, como todo comportamento dos adultos reverbera diretamente nas atitudes das crianças, esses exemplos também são fatores estimulantes para os pequenos.
Já não é incomum se deparar com crianças e até bebês manuseando telefones, smartphones e tablets, por exemplo. Entretanto, a SBP alerta que é totalmente desaconselhável o uso de telas por bebês com idade até dois anos.
O uso de tecnologias na era digital não deve ser banido, mas é preciso ponderar a utilização para não comprometer o desenvolvimento das crianças e adolescentes. Ainda segundo Júlio, é importante salientar que a interação virtual não deve substituir os momentos de afeto e convivência social dentro dos lares. “Nesta fase da vida, a região pré-frontal do cérebro, responsável pelo controle e planejamento, está menos desenvolvida, sendo um momento de maior vulnerabilidade para desordens de impulsividade e de compulsões”, finaliza.
Conversar com os filhos e explicar, mesmo que de forma lúdica, dependendo da idade, a situação atual; estimular o uso dos equipamentos em lugares comuns da casa, evitando o isolamento; evitar contato com telas durante as refeições e, pelo menos, uma hora antes de dormir; envolver os filhos nas atividades rotineiras da casa; evitar conteúdos com teor violento; e, por fim, dar o exemplos práticos, são algumas das dicas para tentar se desvencilhar dependência digital.

Discos de vinil voltam a vender mais que CDs em 2020

 (Feira do Vinil/ Divulgação )

Apesar da geração atual ser do streaming, o gosto pelo vinil ainda é revivido por muitas pessoas que nasceram quando as vitrolas não eram mais tão populares. De acordo com a Recording Industry Association of America (RIAA), no primeiro semestre de 2020, pela primeira vez desde 1980, os vinis superam os CDs, representando 62% do valor da venda física na indústria de musical.
O mercado da música sofreu consequências da pandemia do coronavírus, como outros meios comerciais, afetando os índices de venda no geral. Com as lojas fechadas, a procura ocorreu pelo meio digital em sites. O valor obtido no primeiro semestre, entretanto, corresponde a, aproximadamente, U$ 376 milhões, sendo U$ 232 milhões por parte dos vinis e US$ 129 pelos CDs.
PUBLICIDADE
A moda retrô vintage está presente na geração atual, a qual pessoas retornam a busca por vitrolas, vinis, seja para colecionar ou não, como uma maneira de ouvir música. Isso faz com que a indústria atenda as demandas e, por exemplo, lance vinis de trilhas sonoras recentes, como aconteceu com o filme de Vingadores.

Processo seletivo SAD PE, pessoa escrevendo

Foi divulgado o edital da Portaria Conjunta SAD/SPVD N° 90 do processo seletivo da Secretaria de Administração de Pernambuco (SAD PE) que ofertará 79 vagas para profissionais de nível superior. Os aprovados irão trabalhar de forma temporária para a SAD PE, conforme suas necessidades.

instituto AOCP será a banca organizadora responsável por organizar os trâmites do seletivo.

Detalhes das vagas

As vagas são destinadas para várias regiões do Estado de Pernambuco e terão jornada de 44 horas semanais. Para facilitar o entendimento, separamos as vagas pelos locais, começando com a Região Metropolitana de Recife:

Funções disponíveis no Agreste:

Veja as funções disponíveis para o Sertão:

Como se inscrever

As inscrições poderão ser feitas a partir do dia 15 de setembro. Elas estarão disponíveis até 29 de setembro de 2020.

Os registros deverão ser feitos via internet, no site da banca organizadora.

A taxa de inscrição será de R$ 25,00 para todos os cargos.

Quem for membro de família de baixa renda ou estiver inscrito no CadÚnico poderá pedir isenção da taxa.

Edital e mais informações

Para ler o edital completo, entre no site Diário Oficial do Estado de Pernambuco, a partir da página 05 da edição de 11 de setembro de 2020.

Um homem está sendo procurado pela Polícia Civil após ser identificado pela família como um pastor evangélico que furtou e invadiu a Paróquia Santa Terezinha do Menino Jesus, em Santo Amaro, na Zona Sul de São Paulo.

O crime ocorreu na noite de segunda-feira e foi registrado pelas câmeras de segurança da igreja. O suspeito, que furtou R$ 50 mil, ainda está foragido. De acordo com informações do padre Marcos Miranda cedidas ao portal G1, o nome não foi divulgado para preservar os filhos e a família.
“Veio mãe, veio a família toda. Eles o identificaram. Me informaram que ele é pastor em uma igreja evangélica e oscila entre a vida de Deus e o vício de drogas”, contou o padre. O dinheiro levado estava guardado para pagar funcionários da igreja e o serviço de uma obra no telhado da paróquia.
A família afirmou que, após o furto, o pastor não voltou para casa. Ainda segundo o padre, ele arrombou urnas com doações de fiéis e um velário, que não foi possível contabilizar a quantidade.
Investigadores e peritos estiveram na igreja na última quarta-feira (9/9) para começar a apuração do caso.
TRF-2 marca julgamento de Bretas por participação em ato político com Bolsonaro 

marcelo_bretas
Juiz Marcelo Bretas

Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) marcou para a próxima quinta-feira (17) o julgamento da conduta do juiz federal Marcelo Bretas por participar de atos políticos ao lado de Jair Bolsonaro.

247 – O Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) marcou para a próxima quinta-feira (17) o julgamento que trata da conduta do juiz federal Marcelo Bretas por participar de atos políticos ao lado de Jair Bolsonaro e do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella.

Segundo reportagem da coluna da jornalista Mônica Bergamo, o julgamento deverá ser tenso, uma vez que a investigação contra Bretas começou em maio por determinação do então corregedor nacional de Justiça, Humberto Martins, hoje presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Nesta semana, Bretas autorizou mandados de busca e apreensão em endereços ligados a diversos advogados o âmbito da Operação Lava Jato. Um dos alvos da ação foi o advogado Eduardo Martins, filho de Humberto Martins.

Brasil 247

Justiça arquiva denúncia e descarta participação de Ricardo Coutinho no caso Bruno Ernesto 

ricardo-coutinho-psb-ex-governador-da-paraibaA juíza Francilucy Rejane Sousa Mota, do 2º Tribunal do Júri de João Pessoa, arquivou ação sobre o suposto envolvimento do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) na morte de Bruno Ernesto, ocorrida em 2012. O jovem era ex-diretor de Tecnologia da Prefeitura Municipal de João Pessoa.

A juíza acatou parecer do promotor Marcus Antonius da Silva Leite, do Ministério Público Estadual, que apontou “ausência de indícios de participação” de Ricardo no crime.

A investigação foi aberta após denúncia da advogada Laura Berquó e da jornalista Pâmela Bório, que apontaram suposta ‘queima de arquivo’ na morte de Bruno por supostamente ter informações do caso ‘Jampa Digital’.

A justiça, no entanto, entendeu que as provas não foram suficientes para a propositura da ação penal.

WSCOM

Em decreto publicado na edição desta sexta-feira (11) do Diário Oficial do Estado, o Governo de Pernambuco declarou situação anormal caracterizada como “situação de emergência” em 55 municípios do Sertão afetados pela estiagem.

De acordo com decreto, o laudo segue resultado de parecer técnico elaborado pela Coordenadoria de Defesa Civil de Pernambuco (Codecipe). A situação de emergência vale por 180 dias, contados a partir da data do decreto, a quinta-feira (10).

Os órgãos estaduais localizados nas 55 cidades abarcadas pelo decreto devem adotar as medidas necessários para combater a situação de emergência pela estiagem. Órgãos municipais devem trabalhar em parceria.

O decreto ainda considera a previsão de redução das chuvas para os próximos meses, assim como a queda das reservas hídricas de superfície no Sertão. O texto é assinado pelo governador Paulo Câmara.

Veja a lista de cidades incluídas no decreto:
1. Afogados da Ingazeira
2. Afrânio
3. Araripina
4. Arcoverde
5. Belém do São Francisco
6. Betânia
7. Bodocó
8. Brejinho
9. Cabrobó
10. Calumbi
11. Carnaubeira da Penha
12. Cedro
13. Custódia
14. Dormentes
15. Exu
16. Flores
17. Floresta
18. Granito
19. Ibimirim
20. Iguaracy
21. Inajá
22. Ingazeira
23. Ipubi
24. Itacubura
25. Itapetim
26. Jatobá
27. Lagoa Grande
28. Manari
29. Mirandiba
30. Moreilândia
31. Orocó
32. Ouricuri
33. Parnamirim
34. Petrolândia
35. Petrolina
36. Quixaba
37. Salgueiro
38. Santa Cruz
39. Santa Cruz da Baixa Verde
40. Santa Filomena
41. Santa Maria da Boa Vista
42. Santa Terezinha
43. São José do Belmonte
44. São José do Egito
45. Serra Talhada
46. Serrita
47. Sertânia
48. Solidão
49. Tabira
50. Tacaratu
51. Terra Nova
52. Trindade
53. Triunfo
54. Tuparetama
55. Verdejante

Folha de PE / Imagem: Reprodução

 

O aniversário de emancipação político-administrativa de Araripina aconteceu nesta última sexta-feira (11) sem o tradicional desfile cívico-militar, mantendo apenas o hasteamento dos pavilhões na frente da Prefeitura. 

Na solenidade desta manhã, o hino nacional e o hino do município serão executados pela Banda Maestro Álvaro Campos. O ato deve contar com a participação do prefeito Raimundo Pimentel, vereadores, e secretários municipais.

História

Araripina é conhecida como a capital do gesso, sendo a responsável por 95% de todo o gesso produzido no Brasil e fica a 690km da capital pernambucana, Recife. 

Melhor época ?

Quem gosta do agito dos arraiais com forró e festas juninas devem escolher julho e setembro, respectivamente. Araripina se torna única, de certa forma, sediando grandes eventos típicos: São João e a Vaquejada. Em qualquer época do ano, a qualidade do roteiro gastronômico se mantém. Lembrando que esse ano todas as festas foram canceladas devido a pandemia.

A princesa do Sertão Pernambucano nos seus  92 anos de emancipação política. Se consolidou como uma cidade polo no Brasil devido a sua localização na divisa com dois estados o Piauí e o Ceará.

PESQUISA EM ARARIPINA – PRÉ-CANDIDATO A REELEIÇÃO, RAIMUNDO PIMENTEL LARGA NA FRENTE COM 48% DAS INTENÇÕES DE VOTOS CONTRA 36,3% DE TIÃO DO GESSO

Em Araripina (PE), principal cidade do Sertão do Araripe, o atual prefeito e pré-candidato à reeleição Raimundo Pimentel (PSL) larga na frente na corrida eleitoral das eleições do próximo dia 15 de novembro. É o que aponta o levantamento realizado pelo Instituto Múltipla, em parceria com o Blog do Carlos Britto, onde Pimentel aparece com 48% das intenções de voto, contra 36,3% de Tião do Gesso (SD). Brancos e nulos somam 4,7%; Indecisos 8% e Não opinaram 3%.

O atual prefeito e pré-candidato Raimundo Pimentel tem como pré-candidato a vice o vereador Evilásio Mateus e a chapa do pré-candidato Tião do Gesso tem como vice, Aluísio Coelho.
 
Sobre a pesquisa
A amostra é composta por 300 entrevistas que foram realizadas nos dias 21 e 22 de agosto de 2020. O intervalo de confiança estimado é de 95% para uma margem de erro, para mais ou para menos, de 5,7%. A pesquisa foi registrada sob o nº 08073-2020. A soma das respostas que não totalizarem 100% são decorrentes de arredondamento do programa. O relatório completo da pesquisa pode ser conferido no link disponibilizado pelo Blog.
 
 Blog do Carlos Britto

Na tarde desta sexta-feira dia (11), por volta das 15:30, o soldado da Polícia Militar de Pernambuco, Jonatha Diniz, se matou com um tiro na cabeça, na zona rural de Princesa Isabel, no Sertão da Paraíba.

 PM se matou no Sítio Mancambira, no Distrito de Lagoa de São João. 
Sd. Jonatha Diniz, matou com um tiro na cabeça sua ex-mulher Karine Rangel, nesta última quinta-feira dia (10), na Rua Manoel da Cruz,no município de Santa Cruz da Baixa Verde, no Sertão do Pajeú. Após o crime ele fugiu e até a tarde de hoje continuava foragido.
Ainda de acordo com informações repassadas ao Blog, após assassinar sua ex-mulher, o PM informou em grupos de whatsapp que iria se entregar (se apresentar a PM, porém não tinha se apresentado até esta tarde.

Reprodução

A ex-deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ) se entregou à Polícia Civil do Rio de Janeiro nesta sexta-feira (11), em resposta ao mandado de prisão expedido contra ela. Ela se apresentou na sede da secretaria, no centro da capital fluminense.

Cristiane Brasil era um dos alvos da Operação Catarata, que apura desvios em contratos públicos na área de serviço social. Ela é filha do ex-deputado Roberto Jefferson, presidente nacional do PTB.

A Operação Catarata prendeu também o secretário de Educação do Rio de Janeiro, Pedro Fernandes (PSC).

Em 2018, ela chegou a ser nomeada pelo então presidente Michel Temer (MDB) para ser ministra do Trabalho, por indicação do pai e do partido. A nomeação foi suspensa pela Justiça e o PTB acabou retirando a sugestão do nome para o presidente.

Acusações

A ex-deputada Cristiane Brasil é tratada pela juíza Ana Helena Mota Lima Vale, que aceitou a denúncia da Operação Catarata II, como “Fada Madrinha” da Servlog, empresa apontada como foco de contratos de serviços sociais fraudulentos firmados com a prefeitura do Rio. Ela ainda não foi presa, mas prometeu se entregar.

Segundo o Ministério Público, a organização criminosa surgiu em 2013, quando Cristiane era secretária municipal de Envelhecimento Saudável e Qualidade de Vida, na gestão do então prefeito Eduardo Paes (DEM)

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 41%.

Até o momento, 336.862 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados. (Foto: Reprodução)

A Paraíba registrou 523 novos casos de Covid-19 e 14 óbitos confirmados desde a última atualização, 07 deles ocorridos nas últimas 24h. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde nesta sexta-feira (11), 112.018 pessoas já contraíram a doença 84.520 já se recuperaram e 2.604, infelizmente, faleceram. Até o momento, 336.862 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados. 

  • Casos Confirmados: 112.018
  • Casos Descartados: 146.920
  • Óbitos confirmados: 2.604
  • Casos recuperados: 84.520
  • Total de municípios: 223

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 41%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 41%. Em Campina Grande estão ocupados 47% dos leitos de UTI adulto e no sertão 51% dos leitos de UTI para adultos.

Os casos confirmados estão distribuídos por todos os 223 municípios paraibanos:
Água Branca (61); Aguiar (23); Alagoa Grande (1176); Alagoa Nova (336); Alagoinha (981); Alcantil (67); Algodão de Jandaíra (21); Alhandra (650); Amparo (18); Aparecida (114); Araçagi (504); Arara (225); Araruna (250); Areia (485); Areia de Baraúnas (11); Areial (56); Aroeiras (217); Assunção (46); Baia da Traição (664); Bananeiras (406); Baraúna (140); Barra de Santa Rosa (95); Barra de Santana (104); Barra de São Miguel (64); Bayeux (1813); Belém (1078); Belém do Brejo do Cruz (74); Bernardino Batista (31); Boa Ventura (21); Boa Vista (125); Bom Jesus (34); Bom Sucesso (24); Bonito de Santa Fé (80); Boqueirão (398); Borborema (45); Brejo do Cruz (496); Brejo dos Santos (59); Caaporã (969); Cabaceiras (102); Cabedelo (2860); Cachoeira dos Índios (103); Cacimba de Areia (10); Cacimba de Dentro (335); Cacimbas (47); Caiçara (447); Cajazeiras (1777); Cajazeirinhas (34); Caldas Brandão (317); Camalaú (29); Campina Grande (12546); Capim (154); Caraúbas (44); Carrapateira (54); Casserengue (387); Catingueira (19), Catolé do Rocha (589); Caturité (119); Conceição (593); Condado (149); Conde (811); Congo (97); Coremas (158); Coxixola (37); Cruz do Espírito Santo (352); Cubati (80); Cuité (289); Cuité de Mamanguape (130); Cuitegí (388); Curral de Cima (38); Curral Velho (3), Damião (45); Desterro (66); Diamante (257); Dona Inês (105); Duas Estradas (84); Emas (60); Esperança (529); Fagundes (112); Frei Martinho (21); Gado Bravo (104); Guarabira (4324); Gurinhém (443); Gurjão (36); Ibiara (123); Igaracy (14); Imaculada (64); Ingá (1417); Itabaiana (1119); Itaporanga (456); Itapororoca (905); Itatuba (347); Jacaraú (315); Jericó (41); João Pessoa (27961); Joca Claudino (19); Juarez Távora (431); Juazeirinho (244); Junco do Seridó (103); Juripiranga (528); Juru (181); Lagoa (6); Lagoa de Dentro (143); Lagoa Seca (726); Lastro (25); Livramento (107); Logradouro (160); Lucena (468); Mãe d’Água (20); Malta (116); Mamanguape (2286); Manaíra (16); Marcação (453); Mari (1173); Marizópolis (37); Massaranduba (344); Mataraca (216); Matinhas (75); Mato Grosso (18); Matureia (43); Mogeiro (254); Montadas (53); Monte Horebe (42); Monteiro (637); Mulungu (422); Natuba (77); Nazarezinho (52); Nova Floresta (101), Nova Olinda (17); Nova Palmeira (84); Olho D´Água (43); Olivedos (118); Ouro Velho (4);  Parari (6); Passagem (30); Patos (3911); Paulista (286); Pedra Branca (18); Pedra Lavrada (41); Pedras de Fogo (1323); Pedro Régis (73); Piancó (193); Picuí (305); Pilar (498); Pilões (136); Pilõezinhos (348); Pirpirituba (323); Pitimbu (641); Pocinhos (216);  Poço Dantas (22); Poço de José Moura (30); Pombal (603); Prata (8); Princesa Isabel (148); Puxinanã (298);  Queimadas (1275); Quixaba (35); Remígio (265); Riachão (80); Riachão do Bacamarte (236);  Riachão do Poço (94); Riacho de Santo Antônio (33); Riacho dos Cavalos (23); Rio Tinto (1131); Salgadinho (31); Salgado de São Felix (266); Santa Cecília (90); Santa Cruz (61); Santa Helena (23); Santa Inês (78);  Santa Luzia (270); Santa Rita (3217); Santa Terezinha (63); Santana de Mangueira (30); Santana dos Garrotes (23); Santo André (15); São Bentinho (71); São Bento (2396); São Domingos (12); São Domingos do Cariri (64);  São Francisco (34);  São João do Cariri (113); São João do Rio do Peixe (365); São João do Tigre (24); São José da Lagoa Tapada (66); São José de Caiana (50); São José de Espinharas (68); São José de Piranhas (229); São José de Princesa (9); São José do Bonfim (58); São José do Brejo do Cruz (44); São José do Sabugi (263); São José dos Cordeiros (47); São José dos Ramos (259); São Mamede (55); São Miguel de Taipu (147); São Sebastião de Lagoa de Roça (263); São Sebastião do Umbuzeiro (21); São Vicente do Seridó (48); Sapé (1134); Serra Branca (201); Serra da Raíz (60); Serra Grande (45); Serra Redonda (272); Serraria (175); Sertãozinho (316); Sobrado (191); Solânea (699); Soledade (199); Sossego (15), Sousa (1946); Sumé (329); Tacima (124); Taperoá (119); Tavares (175); Teixeira (182); Tenório (32); Triunfo (93); Uiraúna (185); Umbuzeiro (78); Várzea (22); Vieirópolis (9); Vista Serrana (33), Zabelê (33).

*Dados oficiais preliminares (fonte: SIM, e-sus VE e SIVEP) extraídos às 10h do dia 11/09, sujeitos a alteração por parte dos municípios.

Até hoje, 163 cidades registraram óbitos por Covid-19. Os 14 óbitos registrados nesta sexta ocorreram em hospitais públicos entre 20 de maio e 11 de setembro, 09 deles nas últimas 48 horas, entre residentes de 12 municípios. Os pacientes tinham idade entre 35 e 84 anos, 05 deles tinham menos de 65 anos. Hipertensão foi a comorbidade mais frequente. 

Homem, 81 anos, residente em São Bento. Hipertenso. Início dos sintomas em 05/08/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 11/09/2020.

Mulher, 73 anos, residente em São Bento. Cardiopata. Início dos sintomas em 02/08/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 11/09/2020.

Homem, 60 anos, residente em Areia. Portador de hipertensão e diabetes. Início dos sintomas em 30/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 11/09/2020.

Homem, 55 anos, residente em São Bento. Hipertenso. Início dos sintomas em 25/08/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 11/09/2020. 

Homem, 73 anos, residente em Pilar. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 02/09/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 10/09/2020.

Homem, 70 anos, residente em Itaporanga. Hipertenso. Início dos sintomas em 25/08/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 10/09/2020.

Homem, 69 anos, residente em Belém. Hipertenso e ex-tabagista. Início dos sintomas em 29/08/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 10/09/2020. 

Homem, 57 anos, residente em Patos. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 01/08/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 09/09/2020

Homem, 47 anos, residente em Teixeira. Hipertenso. Início dos sintomas em 21/08/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 09/09/2020.

Homem, 74 anos, residente em Princesa Isabel. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 02/09/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 06/09/2020.

Mulher, 70 anos, residente em Alagoinha. Diabética. Início dos sintomas em 23/08/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 05/09/2020.

Homem, 35 anos, residente em São José de Piranhas. Tabagista e etilista. Início dos sintomas em 16/08/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 24/08/2020. 

Homem, 81 anos, residente em Nova Floresta. Cardiopata. Início dos sintomas em 05/08/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 14/08/2020. 

Homem, 84 anos, residente em João Pessoa. Hipertenso e diabético. Início dos sintomas em 17/05/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 20/05/2020. 

 

Para atender os beneficiários do auxílio emergencial e do saque emergencial do FGTS, 47 agências da Caixa Econômica Federal vão abrir neste sábado (12), das 8h às 12h, em Pernambuco.

Na data, poderão fazer o saque em espécie do FGTS os trabalhadores nascidos entre janeiro e abril e do auxílio emergencial quem nasceu entre janeiro a novembro. Ao todo, 770 agências no Brasil vão prestar este atendimento.

O banco lembra que todas as pessoas que chegarem durante o funcionamento das agências serão atendidas, e que não é preciso ir antes do horário de abertura.

Auxílio emergencial

Mais 7,6 milhões de brasileiros nascidos em outubro e novembro vão poder sacar o auxílio emergencial, a partir deste sábado, nas máquinas de autoatendimento, nas unidades lotéricas e nos correspondentes Caixa Aqui. Também será possível transferir valores para contas da Caixa ou de outros bancos, seguindo o Ciclo 1 do calendário de pagamentos.

Veja as agências que vão abrir:

AFOGADOS DA INGAZEIRA – AVENIDA MANOEL BORBA, 29
ARARIPINA – RUA ALEXANDRE A. IRMÃO, 8
ARCOVERDE – AVENIDA CORONEL ANTONIO JAPIASSU, 730
BARREIROS – PRAÇA JOSÉ NICOLAU, 80
BELO JARDIM – RUA JOSÉ ROBALINHO, 106
CABO DE SANTO AGOSTINHO – AVENIDA PRESIDENTE GETÚLIO VARGAS, 508
CAMARAGIBE – AVENIDA DOUTOR BELMINO CORREIA, 491
CARPINA, PRAÇA SÃO JOSÉ, 86
CARUARU – AVENIDA AGAMENON MAGALHÃES, 1029
CARUARU – RUA BARÃO DE PORTO SEGURO, 180

CARUARU – RUA CAPITÃO JOÃO VELHO, 109
GARANHUNS – AVENIDA RUI BARBOSA, 113
GARANHUNS – AVENIDA SANTO ANTONIO, 569
GOIANA – PRAÇA JOÃO PESSOA, 126
GRAVATA – PRAÇA ARÃO LINS DE ANDRADE, 15
IGARASSU – AV MARIO MELO, S/N
IPOJUCA – AVENIDA FRANCISCO ALVES DE SOUZA S/N LOTE 28-A
JABOATÃO DOS GUARARAPES – PRAÇA NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO, 520
JABOATÃO DOS GUARARAPES – AVENIDA BERNARDO VIEIRA DE MELO, 941
JABOATÃO DOS GUARARAPES – AVENIDA DOUTOR JULIO MARANHÃO, 887, EDF. JEANNE D’ARC LOJAS 02 A 05, APTO 102/103
LIMOEIRO – AVENIDA SANTO ANTONIO, 179
NAZARÉ DA MATA – PRAÇA PAPA JOÃO XXIII, 1
OLINDA – RUA CARMELITA SOARES MUNIZ DE ARAÚJO, 225
OLINDA – AVENIDA GOVERNADOR CARLOS DE LIMA CAVALCANTE, 4100
PALMARES – RUA CEL. AUSTRICLINIO, 890
PAULISTA – RODOVIA PE-15, KM 16,5
PESQUEIRA – RUA DUQUE DE CAXIAS, 55
PETROLINA – RUA JOÃO CLEMENTINO, 73
PETROLINA – SHOPPING PETROLINA, AVENIDA MONSENHOR ANGELO SAMPAIO, 100
PETROLINA – AVENIDA SETE DE SETEMBRO, KM 2
RECIFE – RUA DA PAZ, 201
RECIFE – AVENIDA MARECHAL MASCARENHAS DE MORAES, 5777
RECIFE – RUA SETÚBAL, 50
RECIFE – AVENIDA CONDE DA BOA VISTA, 918
RECIFE – RUA PADRE LEMOS, 293
RECIFE – RUA LINDOLFO COLOR S/N
RECIFE – AVENIDA CAXANGÁ, 1135
RECIFE – RUA CASTRO ALVES, 62/72
RECIFE – AVENIDA GUARARAPES, 161
SALGUEIRO – AVENIDA AGAMENON MAGALHÃES, 576
SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE – RUA RAIMUNDO FRANCELINO ARAGÃO, 199
SÃO LOURENÇO DA MATA CENTRO – AVENIDA DOUTOR FRANCISCO CORREIA, 312
SERRA TALHADA – PRAÇA SERGIO MAGALHÃES, 734
SURUBIM – RUA JOÃO BATISTA, 11
TIMBAÚBA – PRAÇA CARLOS LIRA, 57
TORITAMA – RUA JOÃO MANOEL DA SILVA, 452
VITÓRIA DE SANTO ANTÃO – RUA MELO VERCOSA, 137

 

Para Bolsonaro, “foi um dos países que menos sofreu com a pandemia, dada às medidas tomadas pelo governo federal”.

Em discurso, Bolsonaro afirmou que tem como compromisso fazer obras com menos recurso e com criatividade. (Foto: Reprodução)

Em um momento em que o país alcança quase 130 mil de mortos pela Covid-19, o presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira (11), no interior da Bahia, que o Brasil está conseguindo vencer a pandemia.

“Estamos praticamente vencendo a pandemia. O governo fez tudo para que os efeitos negativos da mesma fossem minimizados, ajudando prefeitos e governadores com necessidades na saúde”, declarou.

Para Bolsonaro, “foi um dos países que menos sofreu com a pandemia, dada às medidas tomadas pelo governo federal”.

O presidente esteve em um ponto próximo ao canteiro de obras da Ferrovia de Integração Oeste Leste (Fiol), em São Desidério (900 km de Salvador). A visita ocorre dentro de uma série de viagens que Bolsonaro tem realizado ao Nordeste neste semestre.

Em discurso, Bolsonaro afirmou que tem como compromisso fazer obras com menos recurso e com criatividade. “Nós optamos, antes de investir massivamente em rodovias e ferrovias, terminar as obras já começadas. Isso demonstra que nós temos zelo pelo recurso público e realmente estamos investindo em algo bom para o nosso país”, disse ele.

Por fim, o presidente destacou as boas relações com o Congresso Nacional e o Poder Judiciário ao formalizar a assinatura de termo de parceria entre a Valec e o Exército Brasileiro para a construção de um trecho de 20km da ferrovia.

Destacou ainda, a presença e seu apoio ao deputados federais da Bahia presentes, José Rocha (PL), João Roma (PRB) e Dr. João (Pros) como a demonstração de que “há uma perfeita sintonia” entre o Executivo e parte do Parlamento.

“Assim como, aos poucos, estamos nos aproximando das autoridades do Judiciário”, completou o presidente. Ao final da solenidade, o presidente cumprimentou os presentes e incentivou a não usar máscara, pelo fato que todos um dia pegarão a doença.

O presidente participou da solenidade de assinatura de termo de parceria entre a Valec e o Exército Brasileiro para a construção de um trecho da Ferrovia de Integração Oeste-Leste.

O Exército, que volta a atuar em uma obra de ferrovia pela primeira vez desde 1995, vai construir 18 km do lote próximo à cidade de Correntina, oeste baiano. A previsão é de que o novo trecho fique pronto em 2022.

Com 1.527 quilômetros e investimento de R$ 8,9 bilhões, a ferrovia vai ligar a cidade Figueirópolis (TO) a Ilhéus, no sul da Bahia, passando pelo oeste baiano, região com forte produção do agronegócio.

Alguns partidos seguem ainda sem pré-candidatos definidos para vice à Prefeitura de João Pessoa. Outros ainda estão com a data e local da convenção indefinidos.

As convenções partidárias devem acontecer até o dia 16 de setembro (Foto: Walla Santos)

Os partidos políticos têm até 16 de setembro para realizar as convenções. Em João Pessoa, algumas convenções já foram realizadas e outras ainda não foram marcadas. 

Alguns partidos seguem ainda sem pré-candidatos definidos para vice à Prefeitura de João Pessoa. Outros ainda estão com a data e local da convenção indefinidos.

O ClickPB apurou os locais e datas das convenções na capital paraibana. Confira!

PSTU

O Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU) realizou convenção municipal no último sábado (05), confirmando o nome de Rama Dantas como candidata a prefeita de João Pessoa. O professor da rede estadual de ensino e do município de Santa Rita, Lissandro Saraiva, conhecido como Tanque, foi escolhido para concorrer ao cargo de vice-prefeito

O evento aconteceu de forma virtual, com a participação dos filiados ao partido na capital paraibana. A convenção seguiu as normas determinadas pela Justiça Eleitoral, tendo sido gravada, com apresentação dos filiados feita pelo chat e com a câmera de cada um ligada, bem como o voto à chapa apresentada pela coordenação dos trabalhos.

PSOL

O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) realizou a convenção na última terça-feira (08), e anunciou Pablo Honorato como candidato à prefeito, e Soraya Correia como candidata à vice-prefeita de João Pessoa. O evento foi realizado no auditório da SINTECT/PB e foi transmitido online. 

Democratas

O Democratas (DEM) realiza convenção neste sábado (12) e oficializará o nome de Raoni Mendes como candidato a prefeito de João Pessoa . O nome do candidato a vice-prefeito será definido durante a convenção. 

O evento acontecerá a partir das 14 horas no Centro de Convenção e será de forma drive-in e virtual.

MDB

O Movimento Democrático Brasileiro (MDB) realiza convenção partidária na próxima terça-feira (15), e homologará a candidatura do radialista Nilvan Ferreira. Major Milanez será o candidato a vice-prefeito da chapa. 

A convenção acontece partir das 15h, na Associação de Moradores e Trabalhadores Sindicalizados de Mangabeira (PROSIND), em João Pessoa.

Solidariedade

O partido Solidariedade homologa na convenção que será realizada na terça-feira (15), a candidatura de João Almeida para disputar à Prefeitura de João Pessoa e Carlisson Figueiredo como vice-prefeito. A convenção acontece na Sede da Asplan. 

O partido teve o apoio confirmado nesta sexta-feira (11), do Partido Social Liberal (PSL). 

Progressistas

Na quarta-feira (16), último dia para realização das convenções partidárias acontece a homologação da candidatura de Cícero Lucena pelos Progressitas. A chapa encabeçada por Cícero terá como candidato a vice-prefeito de João Pessoa, Léo Bezerra. 

O Progressitas tem um grupo de sete partidos apoiando a candidatura de Cícero, sendo Cidadania, Podemos, Avante, PTC, PTB e PMB.

O local e horário da convenção seguem indefinidos. 

PT

O Partido dos Trabalhadores (PT) tem como candidato à Prefeitura de João Pessoa, o deputado estadual Anísio Maia. O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) formalizou o apoio à pré-candidatura do Partido dos Trabalhadores (PT) para eleições 2020 em João Pessoa. 

O local e hora da convenção não foram definidos. 

PRTB

O Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB) homologa na próxima quarta-feira (16), durante convenção partidária o nome de Eduardo Carneiro para disputar as eleições municipais 2020. 

A convenção acontecerá de forma virtual e terá início às 9h seguindo até às 13h. O nome do candidato a vice-prefeito será anunciado no local.

PV

O Partido Verde (PV) ainda não definiu local nem data para homologar o nome de Edilma Freire como candidata à Prefeitura de João Pessoa.  

A convenção ainda segue sem data e local. 

PSDB 

O nome de Ruy Carneiro será homologado como candidato à Prefeitura de João Pessoa, na convenção a ser realizada na próxima quarta-feira (16), às 15h45 no Mirante Altiplano. A convenção derá ser encerrada às 19h. 

No local será anunciado o nome do vice-prefeito e vereadores. 

Celso de Mello determina depoimento presencial de Bolsonaro sobre acusações de Moro

O depoimento de Bolsonaro é uma das providências finais do inquérito aberto em abril a partir das declarações do ex-ministro da Justiça Sergio Moro.

Consultado sobre o formato da oitiva, o procurador-geral da República, Augusto Aras, defendeu que o chefe do Executivo respondesse às questões por escrito. (Foto: Reprodução)

— O ministro Celso de Mello, do STF (Supremo Tribunal Federal), negou pedido para que o presidente Jair Bolsonaro preste depoimento por escrito à Polícia Federal no inquérito que apura se ele tentou interferir no comando da Polícia Federal para proteger familiares e aliados.

O depoimento de Bolsonaro é uma das providências finais do inquérito aberto em abril a partir das declarações do ex-ministro da Justiça Sergio Moro.

Consultado sobre o formato da oitiva, o procurador-geral da República, Augusto Aras, defendeu que o chefe do Executivo respondesse às questões por escrito. Foi Aras que pediu a apuração do caso.

Atriz pornô brasileira morre após ser agredida, apedrejada e esfaqueada no Rio de Janeiro

Jovem, de 28 anos, ficou internada quase quatro meses em UTI após ter sido vítima de perfuração por arma branca na cervical

Luane Honorio de Souza, de 28 anos, que foi agredida, apedrejada e esfaqueada (Foto: Reprodução)

A atriz Luane Honório de Souza, de 28 anos, conhecida no entretenimento pornô como Aline Rios, morreu após ter sido vítima de uma perfuração por arma branca na cervical, com sugestiva perfuração de via área.

A atriz pornô deu entrada no Hospital de Saracuruna – Adão Pereira Nunes, no dia 25 de maio, às 03h28, logo após um suposto desentendimento com a colega de quarto Vitória Roberta Alves da Silva, de 18, no dia 23 de maio. 

A vítima ficou internada 98 dias e faleceu no último dia 1. As duas eram amigas e moravam havia cinco dias em uma casa da família de Luane, em Nilópolis, na Baixada Fluminense. No local, foram encontradas três facas quebradas que teriam sido usadas no crime e estão sendo periciadas.

Investigação

De acordo com o delegado José de Moraes Ferreira, titular da 57a DP (Nilópolis), o crime aconteceu durante a madrugada. Mesmo ferida, Luane conseguiu ir caminhando até a rua e pedir socorro. Ela foi levada a pé por um homem até a UPA de Mesquita. De lá, foi transferida para o Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, em Duque de Caxias. Na unidade, passou por uma cirurgia para reconstrução da traqueia, sofreu paradas cardíacas e foi para o CTI. Ela tinha ferimentos profundos também na cabeça e no rosto.

Segundo os depoimentos, Luane e Vitória se conheceram em Nilópolis há alguns anos. Em 2018, a atriz já havia sido agredida pela jovem, que tem uma anotação criminal por roubo na adolescência. “A Luane soube que a Vitória estava numa condição difícil, com dois filhos pequenos, e quis ajudar. Por isso, a levou para morar com ela. Mas ela já apresentava comportamento agressivo e nós tentamos alerta-la sobre isso, mas não adiantou”, disse a empresária Marcele Tolentino, de 39 anos, tia da atriz.

Na delegacia, Vitória assumiu o crime, mas disse ter agido para se defender. Ela está sendo indiciada por homicídio provocado por emprego de arma branca e sua prisão será pedida ao Poder Judiciário na próxima semana.

Homenagens

Estrela do cinema pornô, o ator Nego Catra lamentou a morte da colega. “Fiquei arrasado. falei com a Aline muito tempo atrás… É triste demais. Estou muito chateado”, lamentou o ator.

Veterano em filmes pornôs, Tony Tigrão já trabalhou com Aline em algumas produções. “Já trabalhei com ela. Faz mais de cinco anos. Pelo que eu sei, ela não gravava há um tempo. Fazia muito tempo que eu já não a via… Ela era uma menina alegre, gente boa e de bem com a vida. Muito triste”, comentou Tony.

As informações são coletadas diretamente com as Secretarias de Saúde estaduais. O balanço é fechado diariamente às 20h.

Contabilizando os novos números, o país passou a registrar um total de 129.522 mortos desde o início da pandemia e 4.238.446 pessoas infectadas pelo novo coronavírus. (Foto: Reprodução)

 O Brasil registrou 922 mortes pela Covid-19 e 40.431 casos da doença, nesta quinta-feira (10). Com isso, o país soma 129.575 óbitos e 4.239.763 de pessoas que pegaram o novo coronavírus desde o início da pandemia.

Os dados são fruto de colaboração inédita entre Folha de S.Paulo, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são coletadas diretamente com as Secretarias de Saúde estaduais. O balanço é fechado diariamente às 20h.

O jornal Folha de S.Paulo também divulga a chamada média móvel. O recurso estatístico busca dar uma visão melhor da evolução da doença, pois atenua números isolados que fujam do padrão. A média móvel é calculada somando o resultado dos últimos sete dias, dividindo por sete.

De acordo com os dados coletados até as 20h, a média de mortes nos últimos sete dias é de 692, o que mantém uma posição de estabilidade nos dados, embora com números elevados.

O boletim do Ministério da Saúde com balanço do novo coronavírus divulgado nesta quinta mostra que o Brasil registrou 983 mortes nas últimas 24 horas, além de 40.557 novos casos confirmados da doença.

Contabilizando os novos números, o país passou a registrar um total de 129.522 mortos desde o início da pandemia e 4.238.446 pessoas infectadas pelo novo coronavírus.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorre em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.

Advogado de Lula cobrou Fecomercio por gasto em defesa de ex-presidente, indicam documentos

Para o Ministério Público Federal, a inclusão da despesa entre as solicitações de reembolso mostra que “muitas vezes os interesses patrocinados claramente não eram de nenhuma das entidades do Sistema S”.

O advogado de Lula nega que a Fecomercio tenha custeado despesas da defesa do ex-presidente. (Foto: Reprodução)

 O escritório Teixeira & Martins Advogados cobrou da Fecomercio do Rio um gasto feito para atuar na defesa do ex-presidente Lula, indicam documentos da Operação E$quema S e da Justiça Federal no Distrito Federal.

O departamento financeiro do escritório de advocacia solicitou à entidade reembolso do gasto pela passagem do trecho Brasília-São Paulo de Cristiano Zanin Martins na mesma data em que o advogado esteve na capital federal para uma audiência em processo do petista.

Para o Ministério Público Federal, a inclusão da despesa entre as solicitações de reembolso mostra que “muitas vezes os interesses patrocinados claramente não eram de nenhuma das entidades do Sistema S”.

O advogado de Lula nega que a Fecomercio tenha custeado despesas da defesa do ex-presidente.

Réus, Zanin e seu sócio Roberto Teixeira são acusados de liderar um suposto esquema de tráfico de influência no STJ (Superior Tribunal de Justiça) e no TCU (Tribunal de Contas da União) com desvio de recursos públicos do Sistema S. Eles foram alvos de mandados de busca e apreensão nesta quarta (9).

A denúncia contra a dupla foi feita a partir da delação de Orlando Diniz, ex-presidente do Sesc/Senac e Fecomercio do Rio de Janeiro. Os investigadores juntaram provas que consideram comprovar as afirmações do colaborador.

Diniz afirma que buscou o escritório de Zanin e Teixeira em busca de uma “solução política” para a disputa jurídica em torno do comando das entidades fluminenses. O escritório de advocacia recebeu R$ 67,8 milhões de 2012 a 2018, segundo o Ministério Público Federal.

O contrato firmado entre eles previa que, além do pagamento previsto no acordo, a Fecomercio reembolsaria gastos decorrentes da atuação dos advogados em favor da entidade.

A solicitação de reembolso foi identificada numa planilha apreendida na sede da Fecomercio no dia da deflagração da Operação Jabuti, em que Diniz foi preso em fevereiro de 2018.

O documento elaborado pelo escritório inclui entre as despesas a serem reembolsadas uma viagem de Brasília a São Paulo no dia 1º de fevereiro de 2017 com a seguinte explicação: “quando ida de dr. CZM para Brasília, audiências delação de Delcídio”.

A despesa de R$ 1.424,53 com a passagem aérea está discriminada num campo intitulado “Assuntos diversos – Fecomercio”.

Na mesma data, ocorreu uma audiência da ação penal contra o ex-presidente Lula, na qual era acusado de obstrução de Justiça, com base na delação do ex-senador Delcídio do Amaral. A ata da Justiça Federal mostra que Zanin acompanhou o ato na 10ª Vara Criminal.

Na ocasião, foram ouvidas três testemunhas, sendo duas arroladas pelo empresário José Carlos Bumlai, também réu no processo. Lula e todos os acusados foram absolvidos por falta de provas na ação penal.

O vínculo do gasto com a defesa do ex-presidente não é mencionado na denúncia do Ministério Público Federal. A Procuradoria não indica se houve ou não questionamento sobre o pedido de reembolso.

Lula é citado cinco vezes na peça de 510 páginas, sempre em referência a depoimentos de Diniz, que mencionou a proximidade do petista com advogado Roberto Teixeira.

Segundo o ex-presidente da Fecomercio, Teixeira e Zanin foram procurados porque tinham, na visão de Diniz, capacidade de influenciar politicamente sobre o Conselho Fiscal do Sesc Nacional, à época comandado por Carlos Gabas, ex-ministro de Lula e Dilma.

A fiscalização do conselho levou ao afastamento de Diniz da presidência do Sesc/Senac fluminense, gerando toda a batalha jurídica que levou, segundo o Ministério Público Federal, ao desvio de R$ 151 milhões de 2012 a 2018.

Advogado nega pagamento para defesa de Lula Zanin afirmou que a Fecomercio não pagou por despesas da defesa do ex-presidente Lula. “Não tenho isso de pronto, porque não cuido da parte financeira do escritório. Há possibilidade de essa nota não existir, de ter havido uma divisão das despesas da viagem entre clientes ou até ser um erro”, disse ele.

“Dizer que isso prova que a Federação do Comércio -uma entidade privada- pagou pela despesa da defesa do ex-presidente Lula é um absurdo”, afirmou o advogado.

O advogado também disse em nota ser vítima de uma “clara tentativa de intimidação” por questionar nos tribunais a atuação da Lava Jato.

“A iniciativa do sr. Marcelo Bretas de autorizar a invasão da minha casa e do meu escritório de advocacia a pedido da Lava Jato somente pode ser entendida como mais uma clara tentativa de intimidação do Estado brasileiro pelo meu trabalho como advogado, que há tempos vem expondo as fissuras no Sistema de Justiça e do Estado Democrático de Direito”, afirmou Zanin.

“É público e notório que minha atuação na advocacia desmascarou as arbitrariedades praticadas pela Lava Jato, as relações espúrias de seus membros com entidades públicas e privadas e sobretudo com autoridades estrangeiras.”

A assessoria do ex-presidente disse que “tomou conhecimento da denúncia hoje [quarta], jamais foi chamada para falar sobre as acusações e está compilando todos os documentos para rebatê-la”.

A defesa de Diniz declarou que prestou todos os esclarecimentos ao Ministério Público Federal e que não comentaria casos específicos.

Analistas que acompanham com lupa o comportamento do consumo afirmam que, com a redução do auxílio emergencial de R$ 600 para R$ 300 — a primeira de quatro parcelas começa a ser paga em 17 de setembro —, as famílias mais pobres terão de escolher entre colocar comida na mesa ou botar crédito no celular. 

“Trata-se de uma escolha cruel”, diz um economista que está esmiuçando os dados de inflação. Ele assegura que os preços dos alimentos continuarão subindo, pois se trata de um movimento mundial. Quase todos os países estão sofrendo com a carestia da comida. 

Outro especialista ressalta que, nos segmentos em que o consumo está fraco, os preços estão em queda. A inflação do setor de serviços, por exemplo, está rodando a uma taxa anual de 0,9%. Na educação, houve recuo de 3,5%. 

“Isso estaria acontecendo com os preços dos alimentos se o consumo não tivesse aumentado tanto e o mundo não estivesse comprando tanta comida. Foi o que restou à população mais pobre, a mais afetada pela pandemia da covid-19”, acrescenta esse economista. 

Entre as famílias mais pobres, na média, 80% dos recursos disponíveis vão para a compra de alimentos. O auxílio emergencial de R$ 600, em muitos casos, era maior do que a renda tradicional perdida por causa do novo coronavírus. Deu para acomodar a alta dos alimentos e os gastos com serviços.

Com os R$ 300, no entanto, isso não será possível. No caso, então, das mães solteiras, entre as quais o benefício emergencial recuará de R$ 1.200 para R$ 600, a situação vai apertar muito.  “Mesmo com a ajuda do governo mantida até o fim do ano, o sufoco será grande. De um mês para o outro, a renda disponível despencará 50%”, frisa um terceiro economista. 

O quadro não seria tão dramático se o país estivesse gerando empregos. Mas não é o que estamos vendo. Todas as projeções apontam que a taxa de desocupação, que está em 13,3%, continuará aumentando, passando de 15% na virada do ano. A renda disponível no país como um todo encolheu e não retornará aos níveis pré-crise tão cedo.

Eventos em massa ainda sem previsão em Pernambuco

Perspectiva inclui eventos abertos ou fechados que gerem aglomeração. (Foto: Peu Ricardo/Arquivo DP)

Depois da liberação dos eventos corporativos na etapa oito do plano de flexibilização das atividades econômicas em Pernambuco, os eventos sociais e culturais estão previstos para serem retomados na etapa nove. Inicialmente, eles seguem as mesmas regras dos corporativos, com capacidade limitada a 100 pessoas ou 30% do espaço. Na etapa 10, está prevista a ampliação da capacidade para 300 pessoas ou 50% do estabelecimento. Porém, eventos maiores ainda não têm previsão para liberação em Pernambuco.

“Colocamos cada atividade para funcionar dentro dos novos protocolos e analisamos os dados que trazem para a pandemia. Quando chegar na etapa 10 e todas as atividades tiverem voltado, vamos para a etapa 11, que será o nosso novo normal. Vamos continuar avaliando semanalmente e estudando possibilidades de ampliação de horário e capacidade, mas dentro de um cenário de pandemia ativa e vamos ter que aprender a conviver com o coronavírus”, disse Bruno Schwambach, secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco.

Porém, segundo André Longo, secretário de Saúde de Pernambuco, ainda é cedo para falar em eventos de massa. “Sejam eventos ou fechados com grande público, a gente precisa ainda evoluir no tempo com as atividades iniciadas para vencer as etapas para continuar dar passos adiante”, conclui

Vítima era  jovem e tinha uma filha de dois anos.

Um homicídio chocou a pacata Santa Cruz da Baixa Verde no início da tarde desta quinta-feira (10). Karine Rangel, filha do médico Rubens Rangel, foi assassinada no dia do seu aniversário a tiros.

Segundo o Blog Nayn Neto, Karine estava em um almoço de comemoração na cidade de Triunfo. Ao retornar para Santa Cruz, foi seguida com sua amiga, que estavam em uma motocicleta.

Ao chegar em frente à casa que eles residiam, o executor, seu ex-companheiro, que é policial, mandou a amiga dela se afastar e efetuou um tiro na sua cabeça.

Ela morreu no local. Ela e o PM residiam juntos, mas estariam separados devido à quantidade de briga entre eles, por conta de ciúmes. Karina deixa uma filha de 2 anos.

O PM já teria se entregue e está preso, segundo os populares. Em um grupo de WhatsApp ele assumiu a autoria. “Comandos, a vida da gente é imprevisível, pedi muito a ela que não me provocasse, que pensasse na menina, mas ela não teve cabeça e nem muito menos eu tive. Vou me apresentar”, finalizou.

O Policial Militar autor do feminicídio em Santa Cruz da Baixa Verde não se entregou

O Delegado Edson Augusto, a frente das delegacias de Triunfo e Santa Cruz da Baixa Verde  ao contrário do que sinalizou em rede social, o PM que matou Karine Rangel, filha do médico Rubens Rangel, não se entregou à polícia.

Em um grupo de WhatsApp ele assumiu a autoria do crime contra a ex-companheira por  ciúmes. “Comandos, a vida da gente é imprevisível, pedi muito a ela que não me provocasse, que pensasse na menina, mas ela não teve cabeça e nem muito menos eu tive. Vou me apresentar”, finalizou.

Ela foi morta com vários tiros que a atingiram em várias partes do corpo, inclusive na cabeça. “O autor do crime não se entregou e tomou destino ignorado após ter assassinado a vítima. Um crime brutal, frio e sem fornecer qualquer chance de defesa a vitima”, disse o Delegado.

Mesmo no fim da noite dessa quinta, a equipe liderada pelo Delegado está buscando localizar e prender o autor do feminicidio. O paradeiro do PM ainda é desconhecido. O crime chocou a cidade, turística e tida como pacata.

 

 

G1

A Polícia Civil está investigando a morte de um policial militar de 32 anos que foi encontrado morto na tarde da quarta-feira (09) após um acidente de carro na BR-316, em Floresta, no Sertão de Pernambuco. Segundo a Polícia Militar, o acidente ocorreu no Km 225, próximo ao Povoado da Ingazeira.

Uma equipe da 1ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) esteve no local e encontrou o policial Dario Lourenço da Silva (foto), que era lotado na 4ª Cia do 20º Batalhão de Polícia Militar (BPM), em Paulo Afonso, na Bahia já sem vida. O corpo apresentava lesão de tiro na cabeça.

Testemunhas encontraram uma bolsa com roupas, documentos pessoais, um celular, uma pistola, três carregadores e 14 munições. Os materiais foram entregues à Delegacia de Floresta, que instaurou inquérito para esclarecer a morte do policial.

Bolsonaro descarta fim do seguro-defeso

 (Foto: Jair Bolsonaro/Facebook)

 

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quinta-feira (10) que não pretende acabar com o programa seguro-defeso, pago a pescadores artesanais. A notícia foi dada pelo secretário especial da Pesca, Jorge Seif, durante a live semanal do presidente, transmitida pelas redes sociais.  

“Houve um ruído da questão do fim do seguro-defeso, que é fake news total. O presidente definiu que o seguro-defeso vai continuar nos mesmos moldes que anteriormente, ou seja, ele não entra no Renda Brasil. E o que nós estamos continuando a fazer é filtrar, fazer o recadastro, para trazer seriedade no programa”, afirmou Seif.

Em seguida, Bolsonaro disse que o fim do seguro-defeso para criação do Renda Brasil foi uma ideia trazida pela equipe econômica, mas foi descartada.

“A questão do Renda Brasil, o pessoal dá ideias. Quem decide, na ponta da linha, um programa como esse, somos o Paulo Guedes e eu. Nós ouvimos todo mundo, cada um traz suas ideias e algumas ideias que chegam são absurdas”, afirmou. No mês passado, durante uma agenda pública, o presidente também descartou eliminar o abono salarial, benefício pago a trabalhadores que ganham até dois salários mínimos.

O Renda Brasil está em estudo no governo para expandir o alcance e suceder o Bolsa Família, que é pago a famílias que estão em situação de pobreza extrema e miséria.

Seguro-defeso

O seguro-defeso é um benefício pago pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) ao pescador artesanal durante o período de defeso de alguma espécie, quando é proibida a atividade pesqueira. O defeso é a paralisação temporária da pesca para a preservação das espécies, seja para reprodução de peixes e crustáceos ou em decorrência de fenômenos naturais ou acidentes.

Atualmente, o benefício tem o valor de um salário mínimo (R$ 1.045) e é pago durante um período que varia de 4 a 5 meses. O gasto anual do governo é de aproximadamente R$ 2,5 bilhões e, segundo o secretário especial da Pesca, cerca de 800 mil pessoas recebem o seguro, mas a maior parte delas não preenche os requisitos para o programa.

“Segundo a CGU [Controladoria Geral da União], 69% são pessoas que não vivem da pesca, não sabem diferenciar um camarão de uma baleia”, disse Jorge Seif, durante a live.

Entre as exigências da legislação para o pescador receber o benefício, está o de exercer a atividade de forma ininterrupta, ter registro ativo no Ministério da Agricultura e comprovar a comercialização do pescado.

PSB de São José do Egito:  Convenção virtual oficializa candidaturas de Evandro e Dr. Eclériston

O PSB (Partido Socialista Brasileiro), oficializou através de convenção virtual a candidatura de Evandro Valadares e Eclériston Ramos, para prefeito e vice, respectivamente da Capital dos Poetas.

Segundo nota, foram respeitados todos os protocolos de saúde estabelecidos para o enfrentamento da pandemia.

O evento aconteceu na noite dessa quinta (10) e foi transmitido pelo Facebook de Evandro. Além dos candidatos a prefeito e vice, o partido também oficializou a candidatura de 19 postulantes à Câmara Municipal de Vereadores.

São candidatos pelo PSB egipciense: Henrique Marinho, Vicente de Vevei, Damião de Carminha, Irmão Daniel, Flávio Jucá, Gerson Souza, Maurício do São João, Beto de Marreco, Doido de Zé Vicente, João de Maria, Prato de Papa, Pretinho Riachão do São João, Tadeu do Hospital, Lourdes Wanderley, Lôra, Marcilene, Lindinete do Bairro Borja, Bernadete Figueirôa e Patrícia de Bacana.

No STF, Fux se destacou na defesa da interpretação mais rígida da Lei da Ficha Limpa, que impedia a candidatura de políticos condenados por tribunais de segundo grau. (Foto: Reprodução)

O ministro Luiz Fux toma posse nesta quinta-feira na presidência do Supremo Tribunal Federal (STF). Ele exercerá o cargo pelos próximos dois anos, substituição ao ministro Dias Toffoli. 

A ministra Rosa Weber será a vice-presidente. Em razão da pandemia, a solenidade de posse terá a presença apenas de poucas autoridades e familiares de Fux. Será obrigatório o uso de máscaras e será medida a temperatura dos presentes. Também haverá normas de distanciamento entre as cadeiras.

Na bancada dos ministros e na mesa de honra, serão instalados acrílicos transparentes, em caráter provisório, para isolar o espaço de cada um. Haverá álcool em gel disponível em todas as posições.

Estarão fisicamente presentes o presidente Jair Bolsonaro; os presidentes do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia; o procurador-geral da República, Augusto Aras; o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz; e os ministros do STF. Foram expedidos cerca de 4 mil convites para pessoas acompanharem a posse pela internet.

Segundo o cerimonial, também devido à pandemia, a tradicional fotografia da nova composição da Corte não será tirada. Também não haverá cumprimentos no tribunal, ou recepção posterior, como é a praxe em outros anos.

Fux tem 67 anos e nasceu no Rio de Janeiro. Formou-se em direito pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) em 1976 e, nos dois anos seguintes, exerceu a advocacia. Depois foi promotor de Justiça e, em 1983, foi aprovado em concurso para juiz estadual.

Em 2001, foi nomeado para uma vaga no Superior Tribunal de Justiça (STJ) pelo presidente Fernando Henrique Cardoso. Dez anos depois chegou ao STF, escolhido pela presidente Dilma Rousseff. Especialista em Direito Civil,  disciplina que leciona na UERJ, Fux coordenou grupo de trabalho do Congresso que formulou o novo Código de Processo Civil, sancionado em 2015. A lei é conhecida no meio jurídico como “Código Fux”.

No STF, Fux se destacou na defesa da interpretação mais rígida da Lei da Ficha Limpa, que impedia a candidatura de políticos condenados por tribunais de segundo grau. O ministro também integrou, e presidiu, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Todas as 22 regiões monitoradas pelo SP Covid-19 Info Tracker mantêm hoje o índice de retransmissão (Rt) do vírus abaixo de 1,0.

Piracicaba é uma das regiões em que a reversão da queda na tendência de novas infecções fica mais evidente (Foto: Reprodução)

 Cidades do interior de São Paulo passaram a apresentar estabilização nos casos ativos e alta na taxa de retransmissão do novo coronavírus nos últimos dias, interrompendo uma tendência de queda e destoando dos dados gerais do estado, aponta ferramenta de análise de dados e monitoramento em tempo real da pandemia em municípios paulistas.

Todas as 22 regiões monitoradas pelo SP Covid-19 Info Tracker mantêm hoje o índice de retransmissão (Rt) do vírus abaixo de 1,0 -considerado o limiar para definir se a pandemia está sob controle ou não.

Porém, muitas se aproximam desse índice, em um contexto em que escolas e atividades comerciais em geral foram retomadas. Das 22 regiões, 7 apresentam taxa de retransmissão acima de 0,80, considerada alta, e estão mais sujeitas a complicações no futuro próximo.

Piracicaba é uma das regiões em que a reversão da queda na tendência de novas infecções fica mais evidente, segundo a ferramenta desenvolvida por pesquisadores da USP e da Unesp. Após pressão do prefeito Barjas Negri (PSDB), que entrou na Justiça para reverter a classificação no Plano SP, região pulou direto da fase vermelha para a amarela do Plano SP em 7 de agosto.

No fim de agosto, o número de casos ativos, antes em constante redução, se estabilizou, enquanto a tendência de reprodução do vírus (medida pelo Rt), que caía em ritmo acelerado, se inverteu e passou a registrar viés de aumento.

Em 18 de agosto, o Rt em Piracicaba era de 0,70, subindo constantemente até atingir 0,91 nesta terça-feira (8), com 5.482 casos ativos da doença na população. No ranking de retransmissão, a região ocupa hoje o quarto lugar.

Presidente Prudente apresenta um paralelo com o caso de Piracicaba. Estava com Rt em queda, em torno de 0,60 em meados de agosto, quando, em setembro, os casos ativos se estabilizaram. Hoje está com 1.436 casos ativos e Rt de 0,81. O viés é de baixa, mas lenta, podendo atingir 0,78 na próxima semana.

A região de Marília também tem trajetória similar, com Rt subindo de 0,84 para 0,92 no mesmo período.

Piracicaba registrava até esta quarta-feira 12.796 casos confirmados de Covid-19 e 305 mortes. Marília ocupa o segundo lugar no ranking de cidades com maior crescimento de óbitos nos últimos sete dias, com um total de 34. São 2.139 casos confirmados da doença. Já Presidente Prudente tem 3.663 casos confirmados e 101 mortes.

O fato de o número de casos ativos apresentar estabilidade não necessariamente é uma boa notícia, explica o pesquisador de dados Wallace Casaca, coordenador do SP Covid-19 Info Tracker.

“Depois de 15 dias, os casos ativos ou vão se recuperando ou vêm a obito, um dos dois. Então para o dado ficar estável é porque o fluxo de pessoas que está saindo [mortes ou recuperação] é igual ao fluxo de pessoas que está entrando [novos casos]. Este é o problema de ter os casos ativos estáveis por muito tempo”, explicou Casaca, matemático da Unesp.

Barretos é um caso peculiar de região que viveu uma segunda onda de pandemia, na avaliação de Casaca. Na primeira quinzena de agosto, a situação parecia sob controle, com um número baixo de casos ativos. Então os casos começaram a aumentar em demasia, ultrapassando a barreira dos mil casos ativos e, em 18 de agosto, a região registrou Rt de 1,17.

“Está no platô desse segundo pico”, afirmou Casaca, com Rt atual de 0,89 e projeção de que caia para 0,76 até 18 de setembro.

Já Bauru apresenta grande instabilidade na Rt. Chegou a ter o índice acima do 1,0 há um mês e vem oscilando, o que indica pouco controle da pandemia, com taxa de 0,92.
O matemático ressalta que o fato de todas as regiões estarem com Rt abaixo de 1,0 é bom, mas a proximidade de muitas delas com esse limiar é perigoso. A mensagem é de alerta, disse.

“Às vezes a gente fala que está decrescendo, que a situação está melhorando, mas estamos sendo mal interpretados”, afirmou. “A situação está melhorado visto que ela estava muito ruim. Obviamente, se você está no fundo do poço, se você conseguiu subir em duas pedras a coisa melhorou, mas ainda está muito ruim.”

Segundo dados do SP Covid-19 Info Tracker, o interior de SP está no mesmo patamar de novos casos e novos óbitos de junho. “A perspectiva é de melhora se a população se conscientizar, se ficar em casa, cumprir o distanciamento. Mas este fim de semana me deixou muito preocupado”, afirmou.

“As pessoas vão para a praia e daí vão na sorveteria, que é um lugar fechado, ou voltam para o escritório em São Paulo, que é um lugar confinado. E aí vira uma bola de neve. Se eu tiver que dar um palpite, nós vamos ver o resultado disso daqui a uma semana.”

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que nesta quarta (09), tivemos o registro de 23 casos para covid-19. Desses, 14 já estavam em investigação e 06 são contatos de casos positivos. Alguns casos registrados hoje já evoluiram para cura. 
São 10 pacientes do sexo masculino (5, 26, 32, 38, 39, 40, 42, 43, 51 e 82 anos) e 13 pacientes do sexo feminino (16, 18, 19, 24, 28, 28, 28, 36, 47, 48, 66, 68 e 72 anos). Entre os homens: 02 agricultores, 02 de profissão não informada, 01 vendedor, 01 menor, 01 reciclador, 01 vigilante, 01 empresário e 01 autônomo. Já entre as mulheres: 03 aposentadas, 02 estudantes, 02 agricultoras, 02 do lar, 02 de profissão não informada, 01 promotora de vendas e 01 funcionária pública. 
Entram em investigação os casos de 03 pacientes do sexo masculino, com idades entre 26 e 89 anos, e os de 10 pacientes do sexo feminino, com idades entre 24 e 82 anos. 
Hoje tivemos 62 casos descartados após os pacientes apresentarem resultados negativos para covid-19. 
Hoje, 34 pacientes estão curados após avaliação clínica e epidemiológica. Já são 474 (79,66%) recuperados para covid-19 em nosso município. Atualmente, 111 casos estão ativos em nossa cidade. 
Afogados atingiu nesta quarta a marca de 3.353 pessoas testadas para a covid-19.

Ao mesmo tempo, o país de Vladimir Putin anunciou um acordo para fornecer 32 milhões de doses da vacina ao México. Isso equivale a 25% da população do país latino.

O anúncio do obstáculo dos pesquisadores da vacina de Oxford foi perfeito para os russos. Em uma comunicado nesta manhã de quarta, Dmitriev, disse que não comentaria o caso. (Foto: Reprodução)

— A suspensão dos testes da vacina da AstraZeneca/Universidade de Oxford escancarou a geopolítica da Covid-19. Os russos fizeram nesta quarta (9) a defesa da segurança de seu imunizante, a Sputnik V, ante os concorrentes.

Ao mesmo tempo, o país de Vladimir Putin anunciou um acordo para fornecer 32 milhões de doses da vacina ao México. Isso equivale a 25% da população do país latino.

O instrumento do Kremlin na disputa é o fundo soberano do país, comandado por Kirill Dmitriev, que bancou a pesquisa da Sputnik V, que vem sendo questionada pela comunidade científica.

Desde que anunciou o “momento Sputnik”, comparando o lançamento do imunizante ao do primeiro satélite pelos soviéticos em 1957, ele é a face pública da ofensiva médica de Putin — um ex-negacionista da Covid-19 que passou a ver uma oportunidade política na crise.

O anúncio do obstáculo dos pesquisadores da vacina de Oxford foi perfeito para os russos. Em uma comunicado nesta manhã de quarta, Dmitriev, disse que não comentaria o caso.

Na sequência, republicou uma crítica que havia feito na véspera, quando respondeu à declaração conjunta de empresas farmacêuticas que desenvolvem vacinas contra a Covid-19, na qual elas se comprometiam a obedecer a protocolos de segurança rígidos.

Dmitriev questionou a segurança das vacinas que utilizam “tecnologias não comprovadas”, como o uso de adenovírus de macacos para levar código genético do Sars-CoV-2 ao paciente e estimular uma resposta imune.

A vacina russa, desenvolvida pelo Instituto Gamaleya, utiliza dois adenovírus humanos, o Ad5 e o Ad26, em doses distintas.

Desde seu lançamento, Dmitriev insiste em que a existência de um imunizante aprovado contra o ebola e outro em estágio avançado contra a Mers (doença semelhante à Covid-10, mas mais letal) que usam os mesmos vetores provam a segurança da Sputnik V.

No primeiro estudo publicado sobre o imunizante russo, sobre os 76 pacientes das fases 1 e 2 de testes, são listados 250 estudos sobre o uso de adenovírus humanos em vacinas.

“Embora seja bem-vindo, acreditamos que esse compromisso de algumas empresas farmacêuticas é insuficiente, porque ele não discute a falta de estudos de longo prazo sobre efeitos carcinogênicos e impacto na fertilidade de novas tecnologias de vacinas, como as plataformas baseadas em vetores de RNA mensageiro (caso das americanas Pfizer e Moderna) e adenovírus de macaco (Oxford)”, disse.

O Gamaleya sustenta que o uso do adenovírus humanos é o mais “orgânico”, já que o patógeno convive com pessoas há mais de 100 mil anos. Outras vacinas, como a chinesa Coronavac em teste para produção em São Paulo, usam um método tradicional de buscar a imunização, com o Sars-Cov-2 inativo.

Os russos consideram que isso permitiu o acelerado cronograma da Sputnik V, anunciada como a primeira vacina registrada no mundo contra o novo coronavírus.

Ela ganhou registro provisório do Ministério da Saúde local sem ter iniciado os estudos da fase 3, aquela em que grandes grupos são vacinados e colocados em comparação com outros expostos a placebo.

A prática foi criticada por toda a comunidade científica mundial, mas teve muito de propaganda na prática. Apesar de a Rússia ter anunciado a produção do primeiro lote de Sputnik V nesta semana, quem exatamente poderá ser vacinado, e quando, é incerto.

Tudo o que se sabe é o que o ministério afirmou, a intenção de vacinar profissionais da saúde em paralelo à fase 3. A China faz algo semelhante com seus militares. Dmitriev, por sua vez, falou em início de imunização em outubro ou novembro.

A modulação de discurso veio com anúncio de que a fase 3 contaria com 40 mil voluntários — nesta quarta, o governo anunciou que 31 mil já haviam sido arrolados e que os testes começaram.

Mais importante, houve enfim a publicação dos primeiros dados sobre a Sputnik V na prestigiosa revista científica britânica The Lancet.

Ali se mostra um imunizante 100% eficiente e com efeitos colaterais negligenciáveis. Mas mesmo os otimistas do Gamaleya ressaltam, no texto, que é preciso mais testes para saber a extensão da imunização e descartar riscos.

Mas mesmo esse estudo sobre as fases 1 e 2 foi questionado por um grupo de cientistas em uma carta aberta ao Gamaleya e à Lancet divulgada na segunda (7).

Segundo eles, há resultados estranhamente duplicados entre participantes dos testes. Denis Lugonov, principal autor da pesquisa, disse que não foi questionado pela Lancet, e a revista por sua vez afirmou que estimula o debate.

Mas o que vale, ao fim, é a política da vacina. Do ponto de vista estritamente dessa disputa, há uma enorme coincidência no “timing” tanto da divulgação do comunicado das farmacêuticas, antes de o primeiro problema sério de Oxford ser divulgado, quanto da crítica dos russos.

Isso sem falar no anúncio do acordo russo com o México. A previsão é de que as entregas comecem a ser feitas em novembro de 2020, caso as autoridades locais aprovem a vacina. A distribuição vai ser feita com a farmacêutica mexicana Landsteiner Scientific.

Os russos dizem que 40 países já os consultaram sobre a vacina. No Brasil, há um acordo para testagem a ser realizada no Paraná com o governo do estado, e a Bahia também está fechando arranjo semelhante.

Aqui, a disputa política em torno da vacina se desenhava entre aqueles que já protagonizavam antagonismo na condução do combate à pandemia: o presidente Jair Bolsonaro e seu viés negacionista e o governador João Doria (PSDB-SP), com discurso pró-ciência.

Ambos associaram entes sob seu comando a uma das vacinas. O governo federal fez um acordo para produzir 100 milhões de doses da vacina de Oxford na Fiocruz, enquanto o paulista fez parceria com a chinesa Sinovac para a mesma quantidade via Instituto Butantan.

Apesar do investimento, Bolsonaro tem estimulado um discurso ambíguo sobre o eventual imunizante, ressaltando que ninguém será obrigado a receber a vacina. Assim, é incerto o impacto de um eventual problema maior com o imunizante de Oxford para a imagem do presidente.

Doria, por outro lado, virou garoto-propaganda da vacina chinesa, fazendo postagens otimistas sobre seus testes em redes sociais. Tanto o tucano quanto Bolsonaro tiveram Covid-19, assintomática para o governador e leve para o presidente.

Servidor da Justiça Eleitoral é preso em Patos suspeito de vender lista de eleitores da cidade de Passagem

O homem é investigado por cobrar quantias em dinheiro para fornecer a terceiros listas de eleitores do município de Passagem, na Paraíba.

O crime de corrupção passiva, do art. 317 do Código Penal, será apurado em inquérito conduzido pela Delegacia de Polícia Federal em Patos, sob sigilo.​(Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil/Ilustrativa)

A Polícia Federal prendeu em flagrante um servidor da Justiça Estadual na Paraíba, designado para atuar a serviço da Justiça Eleitoral, suspeito de vender lista de eleitores no município de Passagem. A prisão aconteceu em Patos, no Sertão paraibano, nessa terça-feira (8).

O homem é investigado por cobrar quantias em dinheiro para fornecer a terceiros listas de eleitores do município de Passagem, na Paraíba.

O crime de corrupção passiva, do art. 317 do Código Penal, será apurado em inquérito conduzido pela Delegacia de Polícia Federal em Patos, sob sigilo.

Patriarca Filaret, chefe da Igreja Ortodoxa Ucraniana, revelou diagnóstico positivo para o novo coronavírus.

Patriarca Filaret, líder da Igreja Ortodoxa Ucraniana — (Foto: Reprodução/Facebook)

A Igreja Ortodoxa da Ucrânia anunciou na sexta-feira (4) que o patriarca Filaret, líder da instituição, está com Covid-19. Em março, o religioso atribuiu a pandemia do novo coronavírus a uma “punição pelos pecados dos homens e pela humanidade pecaminosa”.

“Primeiro de tudo, eu menciono o casamento entre pessoas do mesmo sexo”, disse a uma TV ucraniana.

O grupo Insight, ativista por direitos da população LGBT na Ucrânia, entrou com processo em abril contra o patriarca. A instituição religiosa, porém, disse que ele tem “liberdade para expressar suas visões”.

A Ucrânia está entre os países considerados menos seguros para a população LGBT na Europa. A maioria dos estados que integram a União Europeia reconhece ao menos algum tipo de união civil para homossexuais, como o casamento.

Em nota, a Igreja Ortodoxa Ucraniana disse que o patriarca tem estado de saúde satisfatório e pediu orações ao líder religioso.

O sepultamento vai ocorrer após cortejo de homenagens, a partir das 16h, saindo do Hospital de Clínicas, passando pela TV Borborema e bairro da Liberdade, onde ela residia.

A jornalista paraibana Karina Araújo será sepultada na tarde desta quarta-feira (9), no Campo Santo Parque da Paz, às 16h30. A informação foi divulgada pelas redes sociais.

O sepultamento vai ocorrer após cortejo de homenagens, a partir das 16h, saindo do Hospital de Clínicas, passando pela TV Borborema e bairro da Liberdade, onde ela residia.

De acordo com os dados coletados até as 20h, a média de mortes nos últimos sete dias é de 691, o que mantém uma posição de estabilidade nos dados, embora com números elevados.

As informações são coletadas diretamente com as Secretarias de Saúde estaduais. O balanço é fechado diariamente às 20h. (Foto: Reprodução)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) — O Brasil registrou mais 516 mortes pela Covid-19 e 17.526 casos da doença, nesta terça-feira (8). Com isso, o país chega a 127.517 mil óbitos pelo novo coronavírus e 4.165.124 infecções desde o início da pandemia.

Os dados são fruto de colaboração inédita entre Folha de S.Paulo, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são coletadas diretamente com as Secretarias de Saúde estaduais. O balanço é fechado diariamente às 20h.

O jornal Folha de S.Paulo também divulga a chamada média móvel. O recurso estatístico busca dar uma visão melhor da evolução da doença, pois atenua números isolados que fujam do padrão. A média móvel é calculada somando o resultado dos últimos sete dias, dividindo por sete.

De acordo com os dados coletados até as 20h, a média de mortes nos últimos sete dias é de 691, o que mantém uma posição de estabilidade nos dados, embora com números elevados.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorre em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.

A Petrobras anunciou, nesta terça-feira (08), mais um reajuste nos combustíveis. Segundo a estatal, a gasolina e o diesel S10 e S500 terão redução de 5% nos preços praticados pelas refinarias. O combustível Dmar (diesel marítimo) também terá queda de 5,2%. Os novos valores entram em vigor a partir de quarta-feira (09).

O impacto, linear em todas as praças, será de R$ 0,0922 por litro de diesel e de R$ 0,0884 por litro de gasolina. Porém, os postos aguardam pelo repasse das distribuidoras para reduzirem os preços nas bombas.

Na semana passada, a Petrobras anunciou redução de 3% na gasolina e de 6% no diesel, no entanto, não houve queda nos preços. Isso porque o período coincidiu com a recomposição da base de cálculo do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) do Distrito Federal, que é feito sempre nos dias 1º e 16 de cada mês.

Nesta semana, não há motivos para os postos não reduzirem os preços, por conta da base de cálculo, segundo o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis e de Lubrificantes do DF (Sindicombustíveis), Paulo Tavares. “Numericamente, o que podemos dizer é que os R$ 0,09 de impacto da gasolina deve ser de uma queda em torno de R$ 0,06 nas bombas. Mas precisamos saber se as distribuidoras vão repassar. Na última baixa, elas não repassaram tudo. Desta vez, podem ficar com parte para recompor suas margens”, explicou

Alta dos preços dos alimentos vai durar pelo menos um ano

Blog do Vicente

Apesar da promessa do presidente Jair Bolsonaro de que o governo agirá para conter a disparada dos preços dos alimentos, sobretudo do arroz, do óleo de soja, do feijão e das carnes, especialistas em inflação argumentam que o movimento de reajustes dos produtos básicos vai durar pelo menos um ano. A inflação dos alimentos em 2020 deve passar de 10%. 

Segundo os especialistas, há uma conjunção de fatores que justificam a disparada dos preços da comida. Além de o consumo de alimentos ter aumentado no país durante a pandemia, as compras da China dispararam e há produtos, como o arroz, que tiveram a área plantada reduzida para dar lugar à colheita de soja e milho. 

Os economistas explicam que, com a pandemia, muitas empresas da área de alimentos suspenderam parte da produção, mas, quando religaram as máquinas, encontraram uma demanda crescendo mais rápido do que a oferta. Esse descompasso inflou os preços de várias mercadorias, como leite e óleo de soja — esse produto também influenciado pela alta do dólar. 

China está comprando tudo o que vê pela frente 

A demanda maior por alimentos é uma tendência em todo o mundo, mas ainda mais forte na China, que está repondo estoques. O país asiático, por exemplo, teve que sacrificar quase toda a criação de porcos por causa de uma peste. Agora, enquanto os animais vão crescendo, compra tudo o que há de carne suína disponível no mercado mundial

Inscrições para concurso público da Câmara de Vereadores de Custódia vão até 20 de setembro

As inscrições para o concurso público da Câmara de Vereadores de Custódia, no Sertão pernambucano estão abertas até o dia 20 de setembro, os interessados podem acessar no Blog PE Notícias o edital e o edital de reabertura da inscrições.

Veja abaixo os cargos e a quantidade disponíveis, as remunerações e as taxas de pagamentos para os cargos escolhidos pelos candidatos

Cargos: Auxiliar de Serviços Gerais (2), Copeiro (2), Vigia (2), Motorista (1), Recepcionista (1), Agente Administrativo para Controle Interno (1), Agente Administrativo (3), Técnico em Informática (1), Assistente de Ouvidoria (1), Contador (1);

Escolaridade: há vagas para vários níveis de escolaridade;

Vagas: 16;

Remuneração: de R% 1.050 até R$2.000;

Jornadas de trabalho: entre 20 e 40 horas semanais;

Como se inscrever: As inscrições devem ser realizadas somente através do site do Consulpam, preenchendo os campos do formulário online.

Taxa de inscrição: candidatos que concorrem por vagas de nível fundamental pagam R$60, candidatos que concorrem por vagas de nível médio pagam R$ 80 e candidatos que concorrem por vagas de nível superior pagam R$ 130. 

Processo seletivo: os candidatos serão avaliados apenas com prova objetiva, marcada para a data prevista de 25 de outubro de 2020. A avaliação terá três horas de duração e será composta por 50 questões de múltipla escolha. Todos os candidatos farão prova de Língua Portuguesa, Matemática e Conhecimentos Específicos. Os cargos de níveis médio e superior também responderão acerca de Direito Administrativo e Constitucional e noções de Informática.

Todo o conteúdo programático que será cobrado está indicado no Anexo III do edital.

Prazo de vigência: este concurso público terá validade por dois anos, período que poderá ser prorrogado por mais dois anos a critério e necessidade do legislativo.

Clique aqui para acessar o edital e o aditivo de reabertura das inscrições.

Pernambuco registra 170 novos casos e 20 óbitos por Covid-19

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou, nesta terça-feira (8), 170 novos casos da Covid-19. Entre os confirmados hoje, 24 são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e os outros 146 são leves, ou seja, pacientes que não demandaram internamento hospitalar. Agora, Pernambuco totaliza 132.590 casos confirmados, sendo 25.613 graves e 106.977 leves.

Também foram confirmados 20 óbitos, ocorridos desde o dia 15 de julho. Do total de mortes do informe de hoje, 10 ocorreram neste mês de setembro, sendo 3 registradas nesta segunda-feira (07.09), 4 em 06/09 e 2 em 05/09 e 1 em 04/09.

Os outros 10 registros ocorreram entre os dias 15/07 e 24/08. Com isso, o Estado totaliza 7.741 óbitos pela Covid-19. Os detalhes epidemiológicos serão repassados ao longo do dia pela Secretaria Estadual de Saúde.

No discurso da Independência, Patriota fala sobre tolerância

Em seu tradicional discurso do feriado da independência, o Prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota, falou sobre a importância do diálogo e da tolerância para a superação das dificuldades que ora se abatem sobre o Brasil. 

“Esperamos tirar lições a partir desse momento. Lições pra a nossa vida.

É um tempo em que a gente precisa repensar. Que o Brasil encontre o seu rumo. Que a intolerância não esteja presente. Que possamos viver a democracia respeitando o espaço do outro, o respeito à liberdade de pensamento, à liberdade de expressão”, destacou Patriota. 

O Prefeito também destacou que é importante cultivar o amor como o caminho da convivência humana para a fraternidade e a prosperidade. 

O discurso se deu durante o hasteamento dos pavilhões, na praça arruda câmara. Este ano, por conta da pandemia, não foi possível à Prefeitura organizar o tradicional desfile de 7 de setembro sempre tão esperado por todos. 

A solenidade contou com a participação de representantes do Ministério Público, Polícia Militar e Secretaria Municipal de Educação. Os músicos Edinho e Emanuel ficaram responsáveis pela parte musical do evento.

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que nesta terça (08), tivemos o registro de 20 casos positivos para covid-19 em nosso município. Desses, 09 já estavam em investigação e 08 são contatos de casos positivos. Informamos que, em decorrência da demora na entrega dos resultados pelo LACEN, tendo em vista a grande demanda, muitos desses casos registrados hoje já evoluiram para cura. Esta situação tende a ser resolvida pois o Estado adquiriu máquinas para ampliação do processamento dos resultados dos exames, que devem sair mais rápidos a partir de então. Informamos Também que os referidos pacientes estavam/estão em monitoramento domiciliar. 

Os casos novos são: 11 pacientes do sexo masculino (1, 6, 14, 19, 19, 34, 34, 36, 45, 50, 86 anos) e 09 pacientes do sexo feminino (12, 21, 31, 43, 44, 50, 51, 64 e 85 anos). Entre os homens: 03 vendedores, 02 estudantes, 02 menores, 01 aposentado, 01 agricultor, 01 motorista e 01 de profissão não informada. Já entre as mulheres: 02 estudantes, 02 agricultoras, 01 profissional da saúde, 01 profissional da segurança, 01 aposentada, 01 do lar e 01 garçonete. 
Entram em investigação os casos de 19 pacientes do sexo masculino, com idades entre 03 e 80 anos, e os de 16 pacientes do sexo feminino, com idades entre 02 e 59 anos. 

Arcoverde registra 33 novos confirmados e 06 curados da Covid-19

A Secretaria de Saúde de Arcoverde informa nesta terça-feira, 08 de setembro, que até às 18 horas, foram contabilizados mais trinta e três (33) casos de Covid-19 e seis (06) curados no município. O boletim diário, portanto, fica com trezentos e vinte e dois (322) suspeitos, dois mil seiscentos e setenta e três (2.673) descartados, mil duzentos e oitenta e três (1.283) confirmados, quarenta e quatro (44) óbitos, e novecentos e sessenta e quatro (964) recuperados.

De acordo com a repartição municipal, a taxa de recuperação dos casos confirmados atualmente é de 74,25%, enquanto que a taxa de letalidade está em 3,52%. Estão sendo testadas aproximadamente 100 pessoas por dia. Arcoverde está tendo nos resultados de testagens promovidas, o seu maior número de casos positivos ultimamente.
Vale lembrar, que dentro dos 1.283 confirmados, estão contabilizados os 44 óbitos e 964 curados. No total, a cidade tem quatro (04) pacientes em UTI e sete (07) em enfermaria.
No Hospital Regional Ruy de Barros Correia, há três (03) pacientes de Arcoverde na UTI e um (01) na enfermaria. No Hospital de Campanha há seis (06) internados. No Hospital Memorial Arcoverde há um (01) paciente na UTI. 
Nas barreiras sanitárias das entradas da cidade, foram abordados 1.532 carros de fora. Não confunda flexibilização do comércio com cura do Covid-19. Não saia de casa, se não for necessário. Caso precise sair, use a proteção. Para dúvidas ou sugestões ligue para o Disk Coronavírus do município: 0800-281-55-89 e 3821-0082.
Hoje tivemos 12 casos descartados após os pacientes apresentarem resultados negativos para covid-19.
Hoje, 30 pacientes estão curados após avaliação clínica e epidemiológica. Já são 440 (76,92%) recuperados para covid-19 em nosso município. Atualmente, 122 casos estão ativos. 
Nesta terça o município atingiu a marca de 3.284 pessoas testadas para a covid-19.

São José do Egito registra 10 novos casos positivos para covid-19

Nessa terça-feira (8), 41 pessoas foram submetidas a testes em nossa cidade, já são 2.006 exames realizados até o momento. Hoje, 9 pacientes concluíram todo o tratamento e estão livres da doença, já temos 432 curados em todo o município. Nas últimas 24hs, tivemos a confirmação de outros 10 casos da doença. Atualmente, 47 pessoas que testaram positivo para a covid-19, estão em isolamento domiciliar, sendo acompanhadas por nossa equipe multidisciplinar. Não temos nenhum paciente internado na UPA/COVID.

Pré-candidato a vereador subtenente Gleydson adere ao MDB

Nesta última terça-feira (08) o subtenente Gleydson veio a público informar que é pré-candidato a vereador pelo município de Afogados da Ingazeira, pelo (Movimento Democrático Brasileiro), MDB. 
Hoje ele exerce o cargo de subtenente da polícia militar, é formado em direito e aprovado na OAB. 
O subtenente Gleydson é bem cotado nas rodas de conversas políticas e adere ao MDB que tem outros bons quadros.

O município de Exu, no Sertão do Araripe, completou 113 anos de emancipação política, nesta terça-feira (08). Apelidada de “terra do desenvolvimento”, a cidade está a 630 km do Recife. Ficou marcada como o berço de Luiz Gonzaga, o Rei do Baião.

Com uma população de quase 32 mil habitantes, Exu é um ambiente fértil para as artes. Localizada no Polígono da Seca, abriga um museu em homenagem a Gonzagão. O município também se notabilizou pelas lutas políticas entre três famílias: Alencar, Sampaio e Saraiva. Isso despertou a atenção nacional.

É terra de gente trabalhadora, com a economia voltada à agropecuária. O clima seco e quente fazem parte do território exuense. Há duas versões sobre a origem do nome do município:

A primeira é de que seria uma corruptela de Ançu, uma tribo índigena que habitava o entorno. Já a segunda é de que o nome tenha vindo da abelha enxu (inxu), muito comum na região à época.

Viva Exu!

Dom Magnus testa positivo para Covid-19

 

Foto: divulgação

O bispo da Diocese de Salgueiro, Dom Magnus Henrique Lopes, testou positivo para Covid-19 nesta terça-feira, 8.

A informação foi divulgada pelo Chanceler da diocese, Pe. José Rogério Alencar Silva, em nota publicada nas redes sociais.

“Dom Magnus está bem, cumprindo quarentena em casa, seguindo todas as orientações médicas, e manifesta sintomas leves”, destaca o comunicado.

Donos de pousadas em Noronha promovem ato no Recife

 

Foto: reprodução

Um grupo formado por donos de pousadas, bugueiros e comerciantes de Fernando de Noronha realiza protesto,  no Recife. O ato ocorre devido à insatisfação com o protocolo estabelecido pelo governo de Pernambuco, que permitiu a volta do turismo na Ilha com inúmeras restrições.

Os manifestantes se concentram na Avenida Boa Viagem, nas imediações da Padaria Boa Viagem, e vão em carreata até o Palácio do Campo das Princesas, sede do governo estadual. Com cartazes, eles pedem para serem ouvidos pela administração de Noronha para que um protocolo mais amplo entre em vigor.

O grupo alega que a economia da Ilha está sendo sufocada em razão das determinações do governo de Pernambuco, responsável por gerir o arquipélago, que permite o turismo apenas para quem já contraiu a Covid-19.

A situação ocorre em um contexto de cinco anos de queda nas coberturas vacinais, com redução de até 27% para alguns imunizantes.

Os primeiros sinais de queda começaram a ser registrados em 2015 e se agravaram em 2017, quando apenas uma vacina atingiu a meta. (Foto: Reprodução)

 Pela primeira vez em quase 20 anos, o Brasil não atingiu a meta para nenhuma das principais vacinas indicadas a crianças de até um ano, apontam dados de 2019 do Programa Nacional de Imunizações, analisados pela reportagem.

A situação ocorre em um contexto de cinco anos de queda nas coberturas vacinais, com redução de até 27% para alguns imunizantes.

Para complicar, em meio a pandemia do novo coronavírus, equipes de saúde dizem ver atrasos na busca pela vacinação também neste ano, o que indica a possibilidade de haver nova queda histórica.

Em geral, a meta de vacinação de bebês e crianças costuma variar entre 90% (para vacinas contra tuberculose e rotavírus) e 95% (as demais).

Abaixo desse valor, há forte risco de retorno de doenças eliminadas, como ocorreu com o sarampo, ou aumento na transmissão daquelas que até então eram controladas.

Em 2019, porém, nenhuma vacina atingiu a meta entre o grupo de bebês e crianças até um ano completo – em 2018, mesmo em queda, 3 das 9 principais indicadas a esse grupo atingiram o patamar ideal. Em outros momentos, o Brasil também chegou a ter até sete vacinas com cobertura dentro do ideal, com as demais próximas desse cenário.

Os números de 2019, assim, trazem um novo alerta a um país reconhecido por ter um dos maiores e mais bem-sucedidos programas de imunização do mundo.

O maior índice de cobertura na vacinação de rotina (91,6%) foi registrado para a vacina tríplice viral, que protege contra o sarampo, o que pode estar ligado ao aumento nas informações sobre a doença. O menor (69%) foi registrado para a pentavalente, que protege contra difteria, tétano e coqueluche, entre outras, e alvo de desabastecimento no último ano.

Na prática, os dados de 2019 mostram que 8 das 9 vacinas indicadas a crianças de até um ano tiveram queda na adesão.

Em alguns casos, como as vacinas contra poliomielite e tuberculose, a cobertura vacinal já chega ao menor índice em pelo menos 23 anos. Em outros, como a pentavalente, a cobertura é a menor desde que houve a incorporação completa no SUS.

A cada ano, secretarias de saúde costumam ter até o final de abril para registrar no sistema dados de vacinação do ano anterior. Neste ano, com a pandemia, o prazo foi adiado para 31 de julho.

Os primeiros sinais de queda começaram a ser registrados em 2015 e se agravaram em 2017, quando apenas uma vacina atingiu a meta.

No ano seguinte, a situação continuou grave, mas algumas vacinas tiveram leve recuperação, o que levou equipes do Ministério da Saúde a considerar possível uma reversão na tendência. A queda, porém, se manteve em 2019, no primeiro ano da gestão do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Análise feita pela reportagem nos dados do PNI evidenciam parte desse impacto. De 2014 a 2019, a cobertura das principais vacinas para bebês teve queda de 7% (pneumocócica) a 27% (pentavalente).

Apesar dos primeiros alertas terem ocorrido há anos, ainda não há explicação do que leva à queda. Pesquisas que estavam sendo aplicadas desde o último ano tiveram que ser adiadas na pandemia.

Especialistas, porém, apontam fatores como a falsa sensação de segurança, mudança no mercado de trabalho, problemas na organização da rede e até o próprio sucesso do programa, com aumento no número de vacinas ofertadas, o que exige ir mais aos postos.

Outro fator que teria pesado foi o desabastecimento, como houve com a pentavalente por problemas na compra no mercado internacional, e a BCG, dada em maternidades.

“Não é que a população não quer, é que faltou”, diz Isabella Ballalai, da Sbim (Sociedade Brasileira de Imunizações), que aponta mais motivos para a BCG. “Alguns municípios passaram a evitar abrir um frasco [que tem dez doses] à toa para otimizar. Mas se não faz a vacinação na maternidade, a cobertura cai. E se chega no posto e ouve que é pra voltar dali a dois dias, não volta.”

A situação também pode ter interferido em outras vacinas com intervalos próximos, afirma José Cássio de Moraes, da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de SP, que cita ainda o impacto do ajuste fiscal na saúde, o aumento na informalidade e dificuldades na notificação por municípios.

Apontados como fator para uma queda na vacinação também no restante do mundo, movimentos antivacina ainda são vistos como fracos no Brasil. Declarações recentes do presidente Jair Bolsonaro de que ninguém é obrigado a se vacinar contra Covid, no entanto, levantam polêmica pelo potencial antivacinação.

“É uma frase muito usada por movimentos antivacina. E é inadequada, porque a proteção da vacina não é só para uma pessoa, mas para a sociedade”, diz Moraes.

Equipes de saúde avaliam que o temor do coronavírus pode ter levado famílias a evitar os postos. Em abril, a vacinação de rotina também chegou a ser suspensa temporariamente em alguns estados.

Na tentativa de retomar os índices, o Ministério da Saúde prepara uma campanha de multivacinação em outubro.

Para especialistas, no entanto, a adesão deve ser estimulada já, sobretudo em estados que planejam retomar as aulas nas próximas semanas.

“Não dá para a criança voltar para a escola sem estar vacinada. Esses números deixam a gente vulnerável a um surto de pólio”, afirma Ballalai. “A situação é catastrófica.”

Questionado pela reportagem, o Ministério da Saúde diz que tem ampliado campanhas de conscientização e atribui a queda em 2019 à continuidade da redução anterior.

Também cita fatores, “tais como a falsa sensação de segurança causada pela diminuição ou ausência de doenças imunopreveníveis; o desconhecimento da importância da vacinação por parte da população mais jovem e as falsas notícias veiculadas especialmente nas redes sociais sobre o malefício que as vacinas podem provocar à saúde”.

A pasta frisa que a vacinação segue normalmente na pandemia, respeitando as orientações de segurança.

Caixa credita hoje saque emergencial do FGTS para nascidos em outubro

Apesar de a Medida Provisória 946, que instituiu o saque emergencial, ter perdido a validade, a Caixa manteve o calendário de saques, com base no princípio da segurança jurídica.

Saque emergencial do FGTS será liberado hoje para nascidos em outubro (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Cerca de cinco milhões de trabalhadores nascidos em outubro começam a receber hoje (8) R$ 3,2 bilhões em crédito do saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) de até R$ 1.045. O pagamento será feito por meio da conta poupança digital da Caixa Econômica Federal.

Apesar de a Medida Provisória 946, que instituiu o saque emergencial, ter perdido a validade, a Caixa manteve o calendário de saques, com base no princípio da segurança jurídica. Ao todo, o governo pretende injetar R$ 37,8 bilhões na economia, beneficiando cerca de 60 milhões de pessoas.

Anunciado como instrumento de ajuda aos trabalhadores afetados pela pandemia do novo coronavírus, o saque emergencial permite a retirada de até R$ 1.045, considerando a soma dos saldos de todas as contas no FGTS. O valor abrange tanto as contas ativas quanto as inativas.

Nesta fase, o dinheiro poderá ser movimentado apenas por meio do aplicativo Caixa Tem. A ferramenta permite o pagamento de boletos (água, luz, telefone), compras com cartão de débito virtual em sites e compras com código QR (versão avançada do código de barras) em maquininhas de cartão de lojas parceiras, com débito instantâneo do saldo da poupança digital.

Liberação para saque

O dinheiro só será liberado para saque ou transferência para outra conta bancária a partir de 31 de outubro, para os trabalhadores nascidos nesse mês. O calendário de crédito na conta poupança digital e de saques foi estabelecido com base no mês de nascimento do trabalhador.

Até agora, a Caixa creditou o saque emergencial do FGTS para os trabalhadores nascidos de janeiro a setembro. Os beneficiários nascidos em abril tiveram o dinheiro liberado para saque no último sábado (5).

Orientações

A Caixa orienta os trabalhadores a verificar o valor do saque e a data do crédito nos canais de atendimento eletrônico do banco: aplicativo FGTS, site fgts.caixa.gov.br e telefone 111 (opção 2). Caso o trabalhador tenha direito ao saque emergencial, mas não teve a conta poupança digital aberta automaticamente, deverá acessar o aplicativo FGTS para complementar os dados e receber o dinheiro.

O banco alerta que não envia mensagens com pedido de senhas, dados ou informações pessoais. Também não envia links nem pede confirmação de dispositivo ou acesso à conta por e-mail, mensagem de texto de celular (SMS) ou WhatsApp.

Cancelamento do crédito automático

O trabalhador poderá indicar que não deseja receber o saque emergencial do FGTS até 10 dias antes do início do seu calendário de crédito na conta poupança social digital, para que sua conta do FGTS não seja debitada.

Caso o crédito dos valores tenha sido feito na poupança social digital do trabalhador e essa conta não seja movimentada até 30 de novembro de 2020, os valores corrigidos serão retornados à conta do FGTS.

Pâmela Nascimento estava em casa e os vizinhos informaram à Polícia que ouviram quando ela foi espancada.

Pâmela foi espancada até a morte (Foto: Reprodução)

Uma grávida de 27 anos foi espancada até a morte na noite desta segunda-feira (07), na cidade de Poço José de Moura, na Paraíba. Pâmela Nascimento estava em casa e os vizinhos informaram à Polícia que ouviram quando ela foi espancada. 

O Samu foi acionado para socorrer à gestante, mas ao chegar no local apenas constatou o óbito. 

O corpo dela foi levado para o Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) para ser feita uma perícia mais minuciosa.

O companheiro dela é o principal do feminicídio. Ele foi levado até a delegacia, mas negou as acusações. O homem foi liberado após depoimento.

O caso segue sendo investigado. 

De máscara e frasco de álcool em gel na mochila escolar, as crianças voltaram aos colégios e conheceram um novo ambiente.

Antes de entrar, todos tinham a temperatura medida e só alunos e funcionários são permitidos dentro da escola. (Foto: Reprodução)

 Depois de quase seis meses fechadas, parte das escolas particulares de Sorocaba voltou a funcionar nesta terça (8).

De máscara e frasco de álcool em gel na mochila escolar, as crianças voltaram aos colégios e conheceram um novo ambiente. Antes de entrar, todos tinham a temperatura medida e só alunos e funcionários são permitidos dentro da escola.

O governador João Doria liberou a reabertura das escolas para atividades de reforço e acolhimento a partir desta terça em cidades que estivessem há mais de 28 dias na fase amarela. Elas só podem funcionar com até 35% dos alunos.

A maioria das cidades paulistas, no entanto, optou por não retomar as aulas presenciais nessa data. Além de Sorocaba, outras quatro cidades liberaram a reabertura das escolas, mas apenas para a rede particular.

“Foi pela vontade dela de ver os amigos que eu decidi que ela voltaria para a escola nesse primeiro momento. Além de que ela já não estava mais isolada em casa, sempre brincava com os vizinhos”, disse a delegada Ana Paula Saribe, 39, mãe de uma aluna de 5 anos.

Pelo convívio com outras crianças durante a pandemia, Saribe disse acreditar que a menina já está bem adaptada ao uso de máscara e manter o distanciamento dos colegas.

Como teve de trabalhar presencialmente durante todo o período de suspensão das aulas, Saribe também disse que a reabertura da escola permite que a filha receba um acompanhamento mais adequado. “Minha motorista foi quem virou a professora dela, era quem acompanhava as aulas virtuais com ela.”

A médica Ana Carolina Swensson, 43, também não parou de trabalhar presencialmente, por isso, optou por fazer parte do primeiro grupo de pais a enviar os filhos para a escola. “Meu marido também é médico e a gente se revezava no cuidado das meninas, mas elas estavam sentindo muita falta do ambiente escolar”.

Mãe de dois alunos de 4 e 6 anos de idade, Swensson disse que a retomada é importante para as crianças nesse momento. “Qual recado estamos passando aos nossos filhos ao dizer que podemos ir ao shopping e restaurantes, mas não para a escola?”

Para a volta às aulas presenciais, o colégio Uirapuru consultou os pais para saber quantos tinham interesse em enviar os filhos. Dos cerca de 1.900 alunos, um terço optou pelo retorno. Nesta terça, só voltaram as crianças da educação infantil (dos 0 aos 5 anos) e dos anos iniciais do ensino fundamental (do 1o ao 5o ano).

“A volta é opcional para os alunos, mas não para os professores e funcionários. A não ser, claro, aqueles que são do grupo de risco e que vão permanecer em casa”, disse Arthur Fonseca, diretor do colégio.

Depois de terem a temperatura medida, as crianças entram na escola, mas precisam tirar os sapatos para ficar em sala de aula. O colégio pediu para que os pais enviassem chinelos ou meias extras.

O colégio também orientou aos pais para que enviassem os filhos com máscaras brancas, sem desenhos. A medida é para evitar que as crianças queiram trocar o equipamento com os colegas.

Além da máscara branca, as crianças também tiveram de levar outras duas unidades, uma branca e outra cinza. Para que fossem trocadas a cada duas horas.

“Eles explicaram que as cores diferentes são para que os professores possam controlar se houve mesmo a troca”, contou Lúcia Nakano, 47, mãe de uma aluna de 10 anos.

Nas salas de aulas, todas as janelas e portas devem ficar abertas durante todo o tempo, as carteiras também foram organizadas para que as crianças fiquem a 1,5 metros de distância uma das outras.

Cidades Acessando Blog

Panificadora Samuel

Escola Monteiro Lobato

 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!

Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

Siteemonteirolobato.com.br

Dr. Jamildo Carvalho

Desfile Cívico Escola M.L

AABB

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!