Após um intervalo de 52 dias na realização de pesquisas contratadas pela XP Investimentos por decisão da corretora, levantamento do instituto Ipespe divulgado hoje aponta o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à frente no 1º turno da corrida presidencial, com 44% das intenções de voto na pesquisa estimulada —quando é apresentada uma lista de pré-candidatos.

O presidente Jair Bolsonaro (PL), que busca a reeleição, é o segundo, com 35%. A diferença para Lula é de nove pontos percentuais. O resultado é de um cenário testado com 12 nomes.

Essa foi a primeira pesquisa presidencial encomendada pela XP Investimentos realizada pelo Ipespe após a corretora ter sido alvo de ataques nas redes e ameaças de boicote por parte de bolsonaristas.

Houve uma mudança na metodologia. Antes a margem de erro era de 3,2 pontos percentuais para mais ou para menos, e agora é de 2,2 pontos. Eram realizadas mil entrevistas, e agora foram 2 mil. E o preço do levantamento dobrou —foi de R$ 42 mil para R$ 84 mil.

Ciro em terceiro, e empate dos demais

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) aparece em terceiro lugar, com 9%. Ele é seguido pela senadora Simone Tebet (MDB), com 4%; o deputado federal André Janones (Avante), com 2%; o empresário Pablo Marçal (Pros); e o cientista político Luiz Felipe D’Avila (Novo), ambos com 1%.

A sindicalista Vera Lucia (PSTU), a professora Sofia Manzano (PCB), o deputado federal Luciano Bivar (União Brasil), o ex-deputado José Maria Eymael (DC) e o técnico em mecatrônica Leonardo Péricles (UP) foram citados, mas não chegaram a 1%.

Na margem de erro, todos os pré-candidatos, com exceção de Lula, Bolsonaro e Ciro, estão tecnicamente empatados.

A pesquisa não é comparável com a última rodada, já que houve mudança nos nomes dos pré-candidatos apresentados aos entrevistados e também na metodologia do levantamento.

Nessa sondagem, o Ipespe entrou em contato por telefone com 2.000 entrevistados, de 16 anos ou mais, entre os dias 20 de 22 de julho. O nível de confiança é de 95,5%, e o custo foi de R$ 84.000. A pesquisa foi registrada no TSE sob o número BR-08220/2022.

Primeiro turno

Pesquisa estimulada – Lula (PT): 44%; Jair Bolsonaro (PL): 35%; Ciro Gomes (PDT): 9%; Simone Tebet (MDB): 4%; André Janones (Avante): 2%; Pablo Marçal (Pros): 1%; Luiz Felipe D’Avila (Novo): 1%; Vera Lucia (PSTU): 0%; Sofia Manzano (PCB): 0%; Luciano Bivar (União Brasil): 0%; José Maria Eymael (DC): 0%; Leonardo Péricles (UP): 0%; Nenhum/não iria votar/branco/nulo: 4%; Não sabe/não respondeu: 2%.

Pesquisa espontânea

Na pesquisa espontânea —quando os entrevistados não recebem uma lista prévia de pré-candidatos—, Lula lidera com 40% das intenções de voto, enquanto Bolsonaro tem 30%.

Ciro ficou com 4%, e Tebet e Marçal, 1% cada. D’Avila, Janones e Manzano foram citados, mas não chegaram a 1%.

Lula (PT): 40%; Jair Bolsonaro (PL): 30%; Ciro Gomes (PDT): 4%; Simone Tebet (MDB): 1%; Pablo Marçal (Pros): 1%; Luiz Felipe D’Avila (Novo): 0%; André Janones (Avante): 0%; Sofia Manzano (PCB): 0%; Nenhum/branco/nulo: 5%; Não sabe/não respondeu: 19%.

Segundo turno

A pesquisa também fez cinco simulações de segundo turno. Lula sairia vencedor nas disputas contra Bolsonaro, Ciro e Tebet. Já Bolsonaro perderia para Ciro e empataria tecnicamento, dentro da margem de erro, com Tebet.

Cenário 1 – Lula (PT): 53%; Jair Bolsonaro (PL): 36%; Não sabe/não respondeu/nenhum/branco/nulo: 11%.

Cenário 2 – Lula (PT): 53%; Ciro Gomes (PDT): 29%; Não sabe/não respondeu/nenhum/branco/nulo: 19%.

Cenário 3 – Lula (PT): 55%; Simone Tebet (MDB): 23%; Não sabe/não respondeu/nenhum/branco/nulo: 22%.

Cenário 4 – Ciro Gomes (PDT): 46%; Jair Bolsonaro (PL): 41%; Não sabe/não respondeu/nenhum/branco/nulo: 13%.

Cenário 5 – Jair Bolsonaro (PL): 41%; Simone Tebet (MDB): 39%; Não sabe/não respondeu/nenhum/branco/nulo: 21%.

Retorno mensal após ameaça de boicote

Em meio a críticas de bolsonaristas, a XP cancelou no mês passado a divulgação de pesquisas eleitorais semanais. Nas sondagens contratadas pela corretora à época, o presidente aparecia em desvantagem em relação a Lula.

O anúncio da mudança foi feito no dia 8 de junho e, com a decisão, o resultado do levantamento que seria divulgado dois dias depois foi retirado do site do TSE.

Na ocasião, a corretora afirmou que a medida tinha como objetivo viabilizar a apresentação de um panorama mais amplo sobre as eleições deste ano.

A última pesquisa contratada pela XP, divulgada em 3 de junho, mostrou o petista com vantagem de 11 pontos percentuais à frente de Bolsonaro. O ex-presidente tinha 45% das intenções de voto, contra 34% do atual mandatário na pesquisa estimulada. Na pesquisa espontânea, Lula ficou com 39% das intenções de voto, e Bolsonaro com 29%.

Sobre o instituto

O Ipespe (Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas) é uma empresa de pesquisas fundada em 1986 e com sede no Recife. O instituto geralmente faz pesquisas eleitorais por telefone. Operadores ligam para eleitores selecionados conforme a distribuição de todo eleitorado brasileiro e os questionam sobre suas preferências eleitorais

 

Priscila é anunciada como vice de Raquel

Foto: reprodução

Em live no Instagram, ocorrida na tarde dessa segunda-feira (25), a pré-candidata do PSDB ao Governo de Pernambuco, Raquel Lyra,  anunciou a deputada estadual Priscila Krause (Cidadania) como a pré-candidata à vice-governadora da sua chapa.

Raquel havia anunciado uma coletiva para hoje, às 16h, na sede da Associação Comercial de Pernambuco (ACP), mas acabou realizando o anuncio através de uma live em frente à associação, no Marco Zero do Recife.

Prefeitura de Afogados promoveu importante ação de planejamento familiar

Prefeitura de Afogados promoveu importante ação de planejamento familiar
A Prefeitura de Afogados da Ingazeira promoveu esta semana, em parceria com a X Geres, Secretaria Estadual e Ministério da Saúde, uma importante ação para o planejamento reprodutivo familiar: a inserção supervisionada do DIU (dispositivo intrauterino) na atenção básica. 

A ação contou com a participação de nove médicos, enfermeiras e técnicas de enfermagem das Unidades Básicas de Saúde de Afogados. O objetivo é, de forma prática, promover um treinamento com as equipes da atenção básica para a inserção do DIU.

“Após o treinamento, as mulheres poderão fazer a inserção do DIU diretamente na UBS do seu bairro, facilitando o acesso e também em sendo um método a esse método tão eficaz de planejamento reprodutivo. Atendemos mais de duzentas mulheres, tanto da zona urbana quanto da rural”, afirmou a coordenadora do Centro de Saúde da Mulher, Viviane Zuza.

O treinamento aconteceu sob a coordenação geral do médico do Ministério da Saúde, Adriano Tavares.

Afogados registra 83 novos casos para a covid-19

 A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que entre os dias 19 e 25/07 foram notificados 83 casos novos para a COVID-19 em nosso município.

São 53 pacientes do sexo feminino, com idades entre 05 meses e 80 anos. Dessas, 04 (não vacinadas), 11 (02 doses), 24 (03 doses), 13 (04 doses) e 01 (01 dose). São 30 pacientes do sexo masculino, com idades entre 07 meses e 85 anos. Desses, 03 (não vacinados), 05 (02 doses), 15 (03 doses) e 07 (04 doses).

Durante o período citado não tivemos novos casos em investigação e 207 pacientes apresentaram resultados negativos para COVID-19.

Hoje, 176 pacientes apresentaram alta após avaliação clínica e/ou epidemiológica. O município atingiu a marca de 9.111 (98,80%) recuperados para a covid-19. Atualmente, o município tem 31 casos ativos para a COVID – 19.

Afogados atingiu a marca de 40.689 pessoas testadas para a covid-19, o que representa 109,20% da nossa população.

Casos leves x SRAG/COVID – 19:
Leves: (9.039 casos), 98,02%;
Graves: (182 casos), 1,98%.

Semana Epidemiológica: Encerrou no último sábado (23/07) a Semana 29, com 55 casos e média móvel de 7,85 casos por dia. Restaram da SE 28, 28 casos. Assim, com os dados atualizados, a SE 28 terminou com 272 e MV de 38,85.

Análise das quatros últimas semanas anteriores a SE 29:

SE 28 – 272 casos e MV 38,85;
SE 27 – 220 casos e MV 31,42;
SE 26 – 203 casos e MV 29;
SE 25 – 130 casos e MV 18,57.

Dados atualizados em 25/07.

AVISO IMPORTANTE:

A prefeitura de Afogados adotou o uso obrigatório de máscaras em AMBIENTES FECHADOS nas repartições públicas municipais, estaduais e federais dentro do território municipal.

Toda população de 12 a 39 anos deve tomar a 3a. dose;

Todos os profissionais de saúde já podem tomar a 4a. dose. A aplicação dar-se-á após 4 meses da aplicação da primeira dose de reforço;

Toda população acima de 40 anos também poderá tomar a 4a. dose. A aplicação dar-se-á após 4 meses da aplicação da primeira dose de reforço;

*A partir de amanhã, 26/07, nossas crianças de 04 anos começarão a receber a vacina da Coronavac contra a COVID-19. A mesma estará disponível no Centro de Vacinação que fica na Rua Professor Vera Cruz, próximo à casa Siqueira.

Foto: José Cruz/Agência Brasil O Secretário especial do Tesouro e Orçamento, Esteves Colnago, concede entrevista à imprensa, para detalhar o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2023.

Por: Agência Brasil

O secretário Especial do Tesouro e do Orçamento do Ministério da Economia, Esteves Colnago, disse hoje (25) que o governo deve definir em R$ 400 o valor do Auxílio Brasil no Orçamento de 2023. De acordo com o secretário, o entendimento da equipe econômica é que a legislação não obriga o pagamento do adicional de R$ 200. O valor adicional foi definido na Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Benefícios Sociais e será pago até dezembro de 2022.

“Hoje, nosso entendimento é que o marco legal não nos traria uma obrigação ou uma necessidade de colocar [o Auxílio Brasil] no PLOA [Projeto de lei Orçamentária Anual] para 2023”, disse o secretário.
A PEC dos Benefícios Sociais gera R$ 41,2 bilhões em despesas excepcionais, ou seja, fora do teto de gastos, divididos entre benefícios sociais. As medidas valem de 1° de agosto até 31 de dezembro de 2022.
O secretário disse ainda que o valor teria que se adequar ao teto de gastos, regra que limita o crescimento das despesas públicas à inflação e obriga o corte de gastos. De acordo com ele, as despesas discricionárias (não obrigatórias) estão em torno de R$ 120 bilhões a R$ 130 bilhões ao ano e o aumento no benefício levaria a um corte nessas despesas, reduzindo-as para R$ 70 bilhões. “É um desafio considerável para gente conseguir manter [o auxílio em R$ 600]”, destacou.
Relatório
Colnago participou de entrevista coletiva, nesta segunda-feira, para detalhar o relatório de Avaliação de Receitas e Despesas Primárias do 3º bimestre, que definiu o bloqueio de mais R$ 6,7 bilhões de gastos não obrigatórios do Orçamento Geral da União deste ano.
De acordo com o relatório, a necessidade total de bloqueio do Orçamento de 2022 subiu de R$ 9,96 bilhões, no segundo bimestre, para R$ 12,736 bilhões, no terceiro bimestre. Como o governo ainda tinha R$ 5,997 bilhões bloqueados, o valor do novo bloqueio ficou nos R$ 6,739 bilhões, definidos no relatório.
A projeção para as despesas primárias em 2022 aumentou R$ 45,819 bilhões, devendo fechar o ano em R$ 1,834 trilhão. A estimativa para os gastos obrigatórios subiu para R$ 1,679 trilhão, valor R$ 46,746 bilhões maior que o projetado em maio. No entanto, a previsão de gastos discricionários do Poder Executivo foi reduzida em R$ 927 milhões, para R$ 154,246 bilhões. Isso resultou na variação total de R$ 45,819 bilhões.
Em relação à previsão do resultado para o déficit primário, o relatório reduziu a estimativa de déficit primário para este ano de R$ 65,490 bilhões para R$ 59,354 bilhões. O déficit primário representa o resultado negativo das contas do governo antes do pagamento dos juros da dívida pública. O valor aprovado na Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2022 estipula uma meta de déficit primário de R$ 170,474 bilhões para o Governo Central (Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central).
O secretário disse que a expectativa é que as contas do Governo Central fechem o ano com um déficit pequeno ou até positivas. Segundo ele, o saldo deverá ser explicado, em boa parte, pelo crescimento da arrecadação de impostos, apesar das desonerações concedidas, especialmente para os combustíveis.
“A gente está caminhando para chegar no final do ano com um déficit muito baixo ou um superavit ainda que pequeno do Governo Central, o que somado com estados e municípios, haverá um superavit consolidado não tão grande, mas positivo”, disse.

Beneficiários com NIS final 6 recebem hoje Auxílio Brasil

 Por Agência Brasil

A Caixa Econômica Federal paga nesta segunda-feira (25) a parcela de julho do Auxílio Brasil aos beneficiários com Número de Inscrição Social (NIS) com final 6. O valor mínimo do benefício é R$ 400. As datas seguem o modelo do Bolsa Família, que pagava os beneficiários nos dez últimos dias úteis do mês.

O beneficiário poderá consultar informações sobre as datas de pagamento, o valor do benefício e a composição das parcelas em dois aplicativos: Auxílio Brasil, desenvolvido para o programa social, e o aplicativo Caixa Tem, usado para acompanhar as contas poupança digitais do banco.

Atualmente, 17,5 milhões de famílias são atendidas pelo programa. No início do ano, três milhões de famílias foram incluídas no Auxílio Brasil. Neste mês, as parcelas mínimas ainda equivalem a R$ 400. De agosto a dezembro, o programa pagará benefício mínimo de R$ 600, conforme emenda constitucional promulgada no último dia 14 pelo Congresso Nacional.

Benefícios básicos

O Auxílio Brasil tem três benefícios básicos e seis suplementares, que podem ser adicionados caso o beneficiário consiga um emprego ou tenha um filho que se destaque em competições esportivas ou em competições científicas e acadêmicas.

Podem receber o benefício as famílias com renda per capita (por pessoa) de até R$ 100, consideradas em situação de extrema pobreza, e aquelas com renda per capita de até R$ 200, consideradas em condição de pobreza.

Neste mês, não haverá o pagamento do Auxílio Gás, que beneficia 5,5 milhões de famílias até o fim de 2026. O benefício, que equivalia a 50% do preço médio do botijão de 13 quilos, será retomado em agosto com o valor de 100% do preço médio. Esse aumento vigorará até dezembro, conforme emenda constitucional promulgada pelo Congresso.

Sertão: Acidente é registrado envolvendo carreta e carro na BA-210 entre Juazeiro e Curaçá

Neste último domingo dia (24), um acidente envolvendo uma carreta e um carro foi registrado na BA-210, sentido Juazeiro/Curaçá, no Sertão da Bahia.

 

Segundo informações repassadas ao Blog O Povo com a Notícia, o acidente aconteceu próximo ao Posto da Polícia Rodoviária Estadual, após o carro colidir frontalmente com a carreta. A equipe médica do SAMU foi acionada para atender a ocorrência.
Por enquanto não há relatos sobre o estado de saúde das vítimas. Logo mais informações.
Vídeo:

Sertão: Em Paulo Afonso, irmãos são assassinados a tiros neste domingo (24)

Dois irmãos foram mortos a tiros no Centro de Paulo Afonso, no Sertão da bahia, na Avenida Apolônio Sales, no início da manhã deste domingo, (24). As vítimas foram identificadas como Albani Jesus da Silva (Alemão), de 29 ano, e Ítalo Jesus da Silva, moradores da Rua Tamandaré.

 

De acordo com as primeiras informações do Site Op4, os dois estavam nas proximidades de um estabelecimento quando criminosos desceram de uma motocicleta e efetuaram os disparos. Após atirarem, eles fugiram do local.

“Um caiu ao lado no antigo fórum (atual sede da secretaria de Saúde), o outro no calçadão. Dois caras numa moto desceram de pistola e efetuaram os disparos”, disse uma testemunha em uma rede social.

 

Logo após o duplo homicídio, vários vídeos foram compartilhados em grupos de whatsapp, em um deles uma cena comoveu: o pai diante do corpo de um dos filhos levanta as duas mãos para o alto e grita: “Doooois, oh população de Paulo Afonso!”
O caso será registrado na Delegacia Territorial de Paulo Afonso. A equipe do site pa4 entrou em contato com a Polícia Civil para saber falar sobre o crime, mas até a última atualização desta matéria não teve retorno.

MG passa a emitir a nova carteira de Identidade Nacional nos próximos dias

Por: Agência Brasil

Emissão do novo documento tem início nessa terça-feira (26/7) no Rio Grande do Sul, seguido pelo Acre, Distrito Federal, Goiás, Minas Gerais e Paraná (TSE/Divulgação)

As primeiras carteiras de Identidade Nacional (CIN) serão emitidas no Rio Grande do Sul, a partir da próxima terça-feira (26). Nos dias seguintes, será a vez dos órgãos de identificação civil no Acre, Distrito Federal, Goiás, Minas Gerais e Paraná iniciarem a emissão do novo documento. Segundo a Receita Federal, nos demais estados ainda não há previsão para início da emissão.

De acordo com o Decreto nº 10.977/2022, a nova carteira de identidade adotará o número de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) como registro geral, único e válido para todo o país. Haverá validações biográficas e biométricas antes da emissão do documento.
Nesse primeiro momento, somente serão emitidas as novas identidades para cidadãos que estiverem com as informações no CPF de acordo com suas certidões atualizadas. Cidadãos que não possuírem ou estiverem com as informações incorretas no CPF poderão recorrer aos canais de atendimento à distância da Receita Federal para resolver a situação. De acordo com a Receita, no futuro, os próprios órgãos de identificação civil farão novas inscrições e atualizações no CPF.
 
Como corrigir informações no CPF
A atualização de informações no CPF pode ser realizada de forma gratuita pela internet, no site da Receita Federal.
Em algumas situações, o procedimento gera um protocolo de atendimento. Nestes casos, o cidadão pode enviar seus documentos para a Receita Federal por e-mail.
Neste período, é necessário enviar os seguintes documentos para atualizar o CPF por e-mail: documento de identidade oficial com foto; certidão de nascimento ou certidão de casamento, se no documento de identidade não constar naturalidade, filiação ou data de nascimento; comprovante de endereço; foto de rosto (selfie) do cidadão (ou responsável legal, se for o caso) segurando o próprio documento de identidade;

Se o cidadão tiver 16 ou 17 anos, poderá ser solicitado o documento de identidade oficial com foto do solicitante (um dos pais). Para menores de 16 anos, tutelados ou sujeitos à guarda, será preciso: documento de identidade oficial com foto do solicitante (um dos pais, tutor, ou responsável pela guarda); além de documento que comprove a tutela ou responsabilidade pela guarda, conforme o caso, do incapaz.

Para cidadão com deficiência e mais de 18 anos (solicitado por parente até 3º grau) será necessário apresentar: laudo médico atestando a deficiência; documento de identificação oficial com foto do solicitante (cônjuge, convivente, ascendente, descendente ou parente colateral até o 3º grau); e documento que comprove o parentesco.

 

 

Anitta terá alta nesta segunda às 12h, mas terá que fazer repouso até final de agosto

Artista recebeu recomendações médicas de fazer pequenas caminhadas e ter uma alimentação saudável neste período.

 

Endometriose afeta cerca de 10% das mulheres brasileiras, mais frequentemente nas idades de 25 a 35 anos (Foto: Reprodução/Redes sociais)

A cantora Anitta terá alta nesta segunda-feira, 25, por volta das 12h, do hospital Vila Nova Star, em São Paulo, onde está internada desde o dia 18. A artista passou por uma cirurgia para tratar de uma endometriose, na quarta-feira, 20.

A recuperação, entretanto, será um pouco longa. Anitta deverá retornar a sua rotina normal apenas no final de agosto. Segundo recomendações da equipe médica, a cantora deverá apenas realizar pequenas caminhadas e cuidar da alimentação, que será extremamente saudável, rica em nutrientes e vitaminas.

A previsão inicial era que Anitta estaria apta para deixar o hospital no sábado, 23, porém, apesar do quadro de saúde satisfatório, a equipe médica acreditou ser melhor deixá-la em observação por mais alguns dias.

A cirurgia que Anitta realizou foi a laparoscopia, que é o procedimento mais utilizado em casos de endometriose. O processo, minimamente invasivo, consiste em fazer pequenos buraquinhos no abdômen para inserir instrumentos que permitem retirar ou queimar o tecido endometrial que se encontra danificando outros órgãos como ovários, região exterior do útero, bexiga ou intestinos.

Os benefícios desse tipo de cirurgia são muitos, mas os principais consistem em um menor trauma cirúrgico, menos sangramento intraoperatório, menor dor pós-operatório, recuperação pós-cirúrgica mais rápida e retorno mais cedo às atividades habituais e ao trabalho.

Ela reduz a taxa de infecções e a ocorrência de aderências pós-operatórias e também pode ser utilizada em outros tipos de cirurgias, como em operações nas articulações (artroscopias), por exemplo, principalmente em cirurgias no joelho. Além dessas, praticamente todas a cirurgias ginecológicas (cistos de ovário, dilatação das trompas, torção de ovário, gravidez ectópica) e urológicas podem ser realizadas por laparoscopia.

A endometriose é uma doença crônica causada por uma inflamação fora do normal de células do endométrio – tecido que reveste as paredes internas do útero, onde o óvulo se fixa quando fecundado para que o feto se desenvolva. O problema leva esse tecido a crescer para fora do útero, com fragmentos chegando ao ovário, às trompas e a outros órgãos da região. Porém, mesmo fora do útero, ele continua crescendo.

Não se sabe ainda quais são as causas exatas que levam o endométrio a crescer para regiões de fora do útero, porém estudos têm indicado que pode haver fatores genéticos relacionados ao problema. Segundo dados da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a endometriose afeta cerca de 10% das mulheres brasileiras, mais frequentemente nas idades de 25 a 35 anos.

FSB: Lula lidera com 44%, Bolsonaro tem 31%, Ciro mantém 9% e Tebet 2%

 O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) segue na liderança da corrida ao Palácio do Planalto, agora com 44% das intenções de voto, segundo a nova pesquisa do Instituto FSB encomendada pelo banco BTG Pactual, divulgada na madrugada desta segunda-feira (25).

No levantamento de duas semanas atrás, o petista aparecia com 41% da preferência do eleitorado. Já o presidente Jair Bolsonaro (PL) oscilou de 32% para 31%, dentro da margem de erro da pesquisa, que é de dois pontos porcentuais.

No período, a diferença entre os dois candidatos passou de nove para 13 pontos porcentuais a favor de Lula. Na simulação de segundo turno, o petista vence por 54% a 36%. Duas semanas atrás, o placar estava em 53% a 37%, o que indica oscilação apenas na margem de erro.

Ciro Gomes (PDT) manteve os 9% da pesquisa divulgada no 11, enquanto Simone Tebet (MDB) oscilou de 4% para 2%, na margem de erro. André Janones (Avante) tem 2% e Pablo Marçal (Pros), 1%.

Os demais pré-candidatos não pontuaram. Os que dizem não votar em nenhum dos presidenciáveis somam 5%; os que declaram voto branco ou nulo são 2%; e os que não sabem ou preferiram não responder são 3%.

Dois mil eleitores foram ouvidos por telefone entre os dias 22 e 24. A pesquisa foi registrada no TSE sob o número BR-05938/2022. O intervalo de confiança do levantamento é de 95%.

Grécia combate grandes incêndios florestais em meio à onda de calor

Neste domingo à tarde, a cidade de Stavros também precisou ser evacuada (Manolis LAGOUTARIS / AFP)

Neste domingo à tarde, a cidade de Stavros também precisou ser evacuada (Manolis LAGOUTARIS / AFP)

A Grécia lutava neste domingo (24) contra três grandes incêndios florestais no norte, sul e leste do país com temores de que a onda de calor cause novos incidentes.

Na ilha de Lesbos, o incêndio que eclodiu no sábado e provocou a evacuação de 200 pessoas na cidade de Vryssa, já que as chamas estavam a 500 metros de algumas casas, afirmou o vice-prefeito do este de Lesbos à rádio Skai.

Neste domingo à tarde, a cidade de Stavros também precisou ser evacuada. No sábado, o incêndio provocou a retirada de centenas de turistas e moradores da cidade turística de Vatera, indicou a televisão pública ERT, citando fontes oficiais.
Pelo menos quatro casas foram destruídas, segundo a ERT. Desde sábado, a Grécia sofreu uma onda de calor que, segundo as previsões, durará 10 dias com temperaturas de até 42°C em algumas áreas. No norte do país, bombeiros, auxiliados por voluntários, lutam pelo quarto dia consecutivo contra um violento incêndio no Parque Nacional Dadia.
O fogo, muito difícil de combater, segundo o porta-voz dos bombeiros Yiannis Artopoios, obrigou as autoridades a evacuar a cidade de Dadia na noite de sábado. No Peloponeso, a cidade de Chrisokelaria também foi evacuada na noite de sábado devido a um incêndio perto de Koroni que os bombeiros ainda combatiam no domingo. 
Há também uma ordem de evacuação preventiva para as cidades de Krestena, Makrisia e Skillountia, informou o vice-governador da região de Ilia, Vassilis Giannopoulos. Mais de 70 bombeiros estão mobilizados na área com 24 veículos e o apoio de dois aviões-tanque e um helicóptero. Na ilha de Creta, ocorreu um incêndio perto de Festo.
Na quarta-feira, um incêndio florestal nas montanhas perto de Atenas danificou casas e forçou várias centenas de pessoas a deixar suas casas, a poucos quilômetros da cidade costeira de Mati, palco do pior incêndio florestal da Grécia em 2018, no qual 102 pessoas morreram.

 
Afogados perde para o ASA de Arapiraca na primeira partida do mata-mata da Série D

Afogados-PE x ASA (Foto: Cleber Oliveira / Ascom ASA)

O Afogados conquistou a quarta vaga no grupo 3. Foram 22 pontos, sendo seis vitórias, quatro empates e quatro derrotas. 23 gols marcados e 12 sofridos. Entre os classificados, o Tricolor alcançou a 22ª melhor campanha. Destaque para o atacante Anderson Chaves, com oito gols na Série D.

No mata mata o AIFC enfreta o Asa da Arapiraca e a primeira partida foi assim, com textos retirados do Globo Esporte:

1º tempo:

1′: Zé Wilson cobra lateral na área, Viçosa desvia de cabeça e quase engana Léo. Goleiro consegue defender.

3′: Renezinho lança na área e Renan Rinaldi antecipa para encaixar.

5′: Nunes recebe na direita, limpa o marcador e bate cruzado, mas a defesa do ASA afasta.

5′: Mattheus Silva cruza com perigo procurando Anderson Chaves, Renan Rinaldi antecipa e faz a defesa.

7′: Dim recebe no meio, limpa e arremata de fora da área. Bola desvia e passa por cima do travessão do ASA. É escanteio para a Coruja!

8′: Renezinho cruza e a bola passa por todo mundo, Afogados domina e começa o jogo na defesa.

12′: Júnior Viçosa aproveita a bola viva na área do Afogados, domina e toca de lado com Ermínio, que tenta o chute de primeira. Arremate passa perto do gol!

23′: GOL DO ASA: Pintura de Anderson Feijão! Meia aproveita a bola mal cortada por Roberto na intermediária e arrisca o chute de primeira de muito longe. Bola sobe demais e encobre o goleiro Léo. Fantasma abre o placar em grande estilo!

32′: GOL DO ASA: É de Roger Gaúcho! Ermínio abre com Júnior Viçosa, que desce pela esquerda sem marcação, entra na área e toca no meio. Gaúcho aparece livre e completa para as redes!

34′: Renezinho recebe de Mattheus Silva, lança na área e a defesa corta.

40′: PÊNALTI: Toninho Paraíba cobra escanteio na área, Airton Júnior pega a sobra e chuta de primeira. Zé Wilson desvia com o braço e o árbitro marca a penalidade.

41′: GOL DO AFOGADOS: É de Anderson Chaves! Atacante bate no lado esquerdo, desloca Renan Rinaldi e diminui o placar no Vianão. É o 9º gol de Chaves na Série D!

2ª Tempo:

4′: Toninho Paraíba cruza na área, Anderson Chaves antecipa o marcador e cabeceia. Bola passa perto da trave.

12′: Afogados tenta apertar e gira na frente da área do ASA, Matheusinho domina e bate colocado. Chute sai fraquinho e Renan Rinaldi encaixa.

17′: Marquinho tenta o passe para Anderson Chaves, que entra em boa condição na área. Brumati antecipa e evita a finalização.

26′: Toninho Paraíba bate cruzado e bola passa perto da trave direita de Renan Rinaldi.

29′: Breninho bate rasteiro de muito longe, Renan Rinaldi encaixa sem trabalho e segura pressão da Coruja!

35′: ASA arranca no contra-ataque com Didira, Xandy recebe na frente da área e chuta de primeira. Léo se estica e faz uma boa defesa!

46′: Afogados tenta pressionar, mas erra muitos passes e esbarra na boa marcação do ASA.

51′: Fim de jogo em Afogados da Ingazeira: ASA larga com vantagem no mata-mata.

Tags: 

A poucos meses da eleição, as menções a assuntos relacionados a violência e criminalidade dispararam no debate eleitoral do Twitter e do Facebook. Já a corrupção, central na eleição de 2018, tem perdido espaço progressivamente.

 

É o que mostra relatório da FGV DAPP (Diretoria de Análise de Políticas Públicas da Fundação Getulio Vargas) que analisa as conversas sobre segurança nas menções às eleições e aos presidenciáveis.
De 1º de janeiro a 18 de julho de 2022, foram identificadas pouco mais de 14 milhões de menções sobre violência e criminalidade frente a 6 milhões sobre corrupção no Twitter.

Também há um aumento da associação dos dois candidatos que lideram as pesquisas, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (PL) ao tema, especialmente a partir de junho, passando de cerca de 10% para 20%.

O estudo da FGV busca identificar, primeiro, o tamanho e o discurso dos campos políticos sobre esse assunto no Twitter. Analisa a evolução de menções a subtemas de segurança (como crimes eleitorais, violência e políticas públicas) e, por fim, a associação dos presidenciáveis com esse debate.

O Twitter permite esse tipo de monitoramento e é uma rede social importante para o entendimento de estratégias de campanha e da militância digital. O item violência e criminalidade inclui assuntos como facções criminosas, milícias, drogas, homicídios, assaltos, chacinas e espancamentos. Um mesmo tuíte pode ter sido classificado em mais de um tema.

Parte dessa alta no debate sobre criminalidade vem de episódios recentes como os assassinatos do indigenista Bruno Pereira e do jornalista Dom Phillips e a morte do guarda municipal e militante petista Marcelo de Arruda pelo policial penal bolsonarista Jorge José da Rocha Guaranho.

Outro fator importante para o crescimento, aponta o estudo, é uma movimentação de grupos bolsonaristas para substituir críticas de corrupção a Lula por associação do PT ao crime organizado, como o PCC.

De acordo com Marco Ruediger, diretor da área de políticas públicas da FGV, além da pauta de violência e criminalidade, outro debate central é a economia. “Se você olhar historicamente são os dois grandes debates que vão se revezando em primeiro e segundo lugar”, diz.

“O que ocorre é que a direita tem investido muito nisso, porque ela perdeu a bandeira da questão da corrupção. Não consegue mais impor isso como uma temática, visto que também houve uma série de derrapadas do governo atual.”

Em janeiro, o percentual das menções ao tema associadas a Lula era de 8,1%. Em junho, o petista ultrapassa Bolsonaro e passa a representar 17% das associações e, neste último mês, 21,4%. Até maio, Bolsonaro tinha maior nível de associação. O presidente passou de 12% em janeiro para 14,9% em junho e, em julho, chegou a 20,1%.

Um dos assuntos de maior destaque é o que relaciona o PT ao PCC e ao assassinato de Celso Daniel em 2002, quando ele era prefeito de Santo André (SP). O assunto foi reciclado a partir de uma delação de Marcos Valério, divulgada no início do mês pela revista Veja.

O tema também ganhou tração após decisão do ministro Alexandre de Moraes, que comandará o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) na eleição, determinando a remoção do que considerou serem notícias falsas sobre o assunto, que chegaram a ser veiculadas por parlamentares da base de Bolsonaro.

Falas recentes do próprio Lula também foram usadas como munição para ligar a imagem do petista a um cenário de insegurança, como quando ele relembrou sua atuação para a extradição dos sequestradores do empresário Abilio Diniz, ocorrida há mais de 23 anos, em discurso.

Até maio, quando Bolsonaro tinha maior associação ao debate de violência do que Lula, as publicações eram relacionadas a milícias, mortes por Covid-19, crimes de prevaricação e corrupção e declarações favoráveis ao armamento.

A partir de junho, ele passa a ser associado aos assassinatos em Manaus e Foz do Iguaçu. Ruediger avalia que a violência é usada como ferramenta para desgastar o oponente, sem que haja um teor propositivo —no período analisado, há apenas 378 mil menções a políticas públicas de segurança.

Para ele, a estratégia da direita é inteligente porque tentar afastar debates prejudiciais ao atual governo, como a economia, e busca mobilizar o medo por meio de um discurso emocional relacionado à criminalidade. Ele considera um erro da esquerda explorar o assunto em vez de focar a economia. “A direita não quer discutir a economia e eu acho que a esquerda comete um engano quando ela compra essa discussão [da violência] de forma muito direta.”

Na análise da FGV relativa ao Facebook, entre os principais links sobre violência e criminalidade associados a presidenciáveis destaca-se a presença do Jornal Cidade Online, veículo alternativo de direita que está no inquérito das fake news.

O site ocupa as primeiras posições em volume de engajamento no primeiro semestre, o que para os pesquisadores demonstra “capacidade do campo da direita em construir narrativas sobre o tema em momentos de menor discussão”.

No Facebook, foram identificadas as mesmas transições de narrativas. (Via: Folhapress)

A Polícia Federal prendeu, nesta sexta-feira (22), em Belo Horizonte, capital mineira, Ivan Rejane Fonte Boa Pinto, 46 anos, por ameaças ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), a ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e outros políticos de esquerda. O homem tentou resistir à prisão, mas acabou sendo levado pelos agentes.

 

Em um vídeo compartilhado nas redes sociais, o homem faz ameaças a Lula, Gleisi Hoffmann (PT) e Marcelo Freixo (PSB). “Anda de segurança armada na rua que nós, da direita, vamos começar a caçar você [Lula]. Caçar você, caçar Gleisi Hoffmann, esse Freixo, frouxo do caralho. Todos eles que te cercam, vagabundo.”
Na gravação, que coloca em destaque a data de 7 de setembro de 2022, Ivan cita nominalmente os ministros do STF e faz mais ameaças: “Sumam do Brasil. Nós vamos pendurar vocês de cabeça para baixo”, disse o homem.
Ele também convoca outras pessoas de direita a se juntarem para “expulsar do Brasil esses juízes corruptos e essa esquerda nefasta”.
“Esses elementos demonstram uma possível organização criminosa que tem por um de seus fins desestabilizar as instituições republicanas, principalmente aquelas que possam contrapor-se de forma constitucionalmente prevista a atos ilegais ou inconstitucionais, como o Supremo Tribunal Federal, utilizando-se de uma rede virtual de apoiadores que atuam, de forma sistemática, para criar ou compartilhar mensagens que tenham por mote final a derrubada da estrutura democrática e o Estado de Direito no Brasil”, destacou Moraes na decisão.

Janones: ‘Bolsonaro é um pilantra que não quer trabalhar’

 (Foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)

Foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press

O pré-candidato do Avante à Presidência da República e deputado federal por Minas Gerais, André Janones, voltou a tecer criticas ao discurso do presidente Jair Bolsonaro (PL). Janones se referiu ao presidente como “pilantra que não quer trabalhar”, afirmando que o desejo dele é de uma ruptura institucional, mas que não vê competência em Bolsonaro para que a potencial aventura tenha algum sucesso.
Em conversa com o Estado de Minas nesta sexta-feira (22), Janones afirmou ter “tolerância zero para gente que quer tumultuar a democracia, para esses pilantras que não querem trabalhar, como Bolsonaro e companhia limitada”.
O presidenciável do Avante afirmou esperar que as instituições também se posicionem de forma contrária e reajam às falas em prol de uma possível ruptura do processo democrático, tantas vezes ameaçada pelo atual mandatário.
Ao ser indagado se a desconfiança sobre a lisura das urnas eletrônicas pode reverberar durante as comemorações do 7 de Setembro, Janones disse acreditar que “(outros passos) vão ser dados” em direção ao discurso golpista, mas que, segundo ele, não devem ficar restritos ao evento e que vão ocorrer em outros momentos do período eleitoral.
“Entre a tentativa e a consolidação de um golpe (…) acho que há uma distância gigante”, afirmou o pré-candidato do Avante, apontando uma possível inépcia de Bolsonaro para realizar a manobra.
Janones ainda tentou, pelas redes sociais, um movimento com os opositores ao atual governo para condenar as falas e posições do chefe do Executivo, mas, segundo ele, ainda não recebeu manifestações oficiais, apesar de “comentários e concordâncias, com pessoas parabenizando (a ideia)”.

Vídeo: Em PE, homem é assassinado no meio da rua e mulher briga com atirador

Imagens fortes registraram um assassinato de um homem de 46 anos, morto a tiros no bairro do Planalto, em Abreu e Lima, no Grande Recife, na quinta-feira (21), segundo a Polícia Civil. Testemunhas relataram aos investigadores que o crime foi cometido por um ex da atual companheira da vítima.

 

O crime foi flagrado por câmeras de lojas do bairro e por pessoas que estavam na rua. Nas imagens, é possível ver quando o homem, com camisa laranja e calça azul, se aproxima de um grupo de pessoas que está perto de motocicletas estacionadas. Entre elas, está o casal, que foge ao notar que ele está armado.

O homem, então, corre atrás dos dois com a arma em punho. Quando a vítima está perto de um carro, ele atira. É possível ouvir o disparo, enquanto a pessoa que filma diz “é bala”. A mulher, então, parte para cima do atirador e eles brigam no meio da rua.

Vídeos mostram o assassino atirando e a mulher brigando com ele. Confira:

 

 

Ainda de acordo com as testemunhas, o homem não aceitava o fim do relacionamento e, por isso, teria cometido o crime. Os nomes do suspeito e da vítima não foram divulgados. O crime aconteceu na Rua Ananias Lacerda de Andrade, em Caetés Velho.

Parentes, no entanto, relataram que o homem assassinado foi Genezio Gouveia de Lima Filho, que estava há pouco tempo com a mulher.

“Ela separou recentemente e foi morar com ele. A gente temia também isso, né, que pudesse acontecer [algum crime], mas ele quis, era a vontade dele”, disse o parente, que preferiu não se identificar

As imagens não mostram o momento em que ela se afastou do atirador. O autor do crime corre pela rua como se fosse fugir, mas retorna ao local ao perceber que a vítima se mexia, ele se abaixa e atira mais uma vez contra o rapaz, que está caído no chão. O suspeito, então, foge.

Até a última atualização desta reportagem, o suspeito do crime não havia sido preso.

Saiba quem são os mais procurados da Bahia e como você pode ajudar a prendê-los

Eles são homicidas, traficantes e assaltantes. Pessoas com diversas passagens e que vivem às escondidas em dissonância com a Justiça. São considerados os mais perigosos da Bahia pelas autoridades policiais do estado. E sim, você, que é civil, pode ajudar a prendê-los com apenas um telefonema. Uma ligação anônima com qualquer informação que possa fazer os agentes policiais chegarem até eles. 

O Baralho do Crime, criado pela Secretaria de Segurança Pública do estado da Bahia (SSP-BA) em 2008, é um catálogo com as informações daqueles mais procurados. São 52 cartas, contendo os 4 naipes. Os “Ás” ocupam o topo da lista de periculosidade.  

Um deles, o “Ás de Copas”, é o Sidmar Soares dos Santos, conhecido como “Bolota”. O itabunense pegou uma pena de 18 anos por ter sido apontado como o responsável pela morte de dois homens. Os crimes aconteceram em 2005 e 2009. O primeiro foi dentro do Conjunto Penal de Itabuna.

x

Bolota foi adicionado ao Baralho do Crime em 2019 (Foto: Divulgação/SSP-BA)

 

Em 2013, ele foi levado para cumprir a pena na Penitenciária Federal de Segurança Máxima de Campo Grande, localizada na zona rural da capital do Mato Grosso do Sul. 

Bolota é um dos integrantes da facção criminosa denominada “Raio A”, que atua em Itabuna. Ele foi adicionado ao Baralho do Crime em 2019. A suspeita é de que o foragido tenha migrado para o Rio, mais precisamente para o Complexo da Penha.  

Outro foragido

Em dezembro de 2014, ônibus foram apedrejados e incendiados nos bairros de Valéria e Pernambués, em Salvador. Os policiais chamados para atender as ocorrências foram recebidos a tiros. Os ataques aos veículos e aos agentes teriam sido feitos em represália à morte de uma liderança do tráfico de drogas durante uma troca de tiros com a polícia.

Uma das pessoas que estava por trás da ação criminosa era Alan Santos Fonseca, o Junior Pial, ou JP. Ele chegou a ser preso na companhia de um comparsa dias após os ataques. Os homens foram flagrados a bordo de um veículo, na região do Retiro, portando uma pistola de calibre ponto 40, com dois carregadores municiados.

s

Em 2020, enquanto estava custodiado Junior Pail não retornou após ‘saidinha’ (Foto: Reprodução/SSP-BA)

À época, ele foi apontado como integrante da facção Katiara e o responsável pelas bocas de fumo de Nazaré das Farinhas e Maragogipe, cidades do Recôncavo baiano. Além disso, ele também atuava na capital baiana. Em 2020, enquanto estava custodiado no Conjunto Penal de Lauro de Freitas, Região Metropolitana de Salvador (RMS), o homem foi beneficiado com uma saída temporária, mas não retornou.

O Baralho do Crime completo pode ser acessado no site da SSP-BA. Quem tiver informações sobre os criminosos procurados pode entrar em contato com a polícia através do Disque Denúncia, por meio dos telefones de números (71) 3235-0000 (capital) e 181 (interior).

O Globo

Isso significa que a população preta cresceu 32,4% e a parda 10,8% na última década.

Dados que mostram uma evolução acima do crescimento do total da população brasileira: 7,6%.

De acordo com o Pnad Contínua, a Bahia e o Rio são os estados com maior concentração de pessoas pretas, respectivamente 21,5% e 14,2%. Em relação às regiões, o Nordeste tem a maior proporção (11,4%), seguido do Sudeste (9,6%) e Centro-Oeste (8,7%). Já os pardos se concentram mais no Norte (73,4%), onde fica também a menor participação das pessoas que se declaram como brancos (17,7%). O predomínio da população branca está no Sul (75,1%), seguido do Sudeste (50,7%).

Proporção entre brasileiros do sexo masculino e do sexo feminino permanece estável

Os resultados do Pnad Contínua sobre tamanho da concentração de homens e mulheres mostraram que as taxas continuaram similares às registradas em 2012. No ano passado, foi registrado que o país tinha 95,6 homens para cada 100 mulheres residentes. Ou seja, a população é dividida em 108,7 milhões de pessoas do sexo feminino (51,1%) e 103,9 milhões do sexo masculino (48,9%).

O analista da pesquisa, Gustavo Geaquinto afirma que há tendência de queda da concentração de homens, à medida que a população do Brasil se torna mais envelhecida. Segundo os dados, o número de pessoas abaixo de 30 anos de idade no país caiu 5,4%, enquanto houve aumento em todos os outros grupos acima dessa faixa etária.

Enquanto a proporção entre mulheres e homens é similar entre as pessoas de 25 a 29 anos, a concentração feminina passa a ser superior em todos os grupos de idade a partir de 30 anos. Na faixa de 60 anos ou mais, eram 78,8 homens para cada 100 mulheres, em 2021.

– A população masculina tem um padrão mais jovem. Nascem mais homens do que mulheres, mas essa diferença vai diminuindo à medida que a idade avança, já que a mortalidade tende a ser maior entre eles – explicou Geaquinto.

Entre as regiões do país, o Norte é a única em que há maior concentração de homens (102,3 para cada 100 mulheres). Já o Nordeste registrou a maior participação feminina (93,9 homens para cada 100 mulheres).

– Além da diferença de mortalidade, isso pode ter relação com os padrões de migração. Um dos fatores que pode influenciar é o tipo de atividade econômica exercida em cada região. Nas fronteiras agrícolas e minerais, por exemplo, o tipo de trabalho atrai mais a mão de obra masculina – apontou o analista.

O presidente Jair Bolsonaro (PL) lamentou o falecimento de Bruno de Paula Costa, cabo da Polícia Militar, durante operação de forças de segurança no Complexo do Alemão, na Zona Norte do Rio de Janeiro. Outras 17 pessoas – 16 suspeitos e uma mulher que pasava de carro pelo local – também morreram.
“Quando vi aqui me emocionei, né? Meu colega paraquedista. Nossos sentimentos à família, lamentamos o ocorrido”, disse o chefe do Executivo federal, que aproveitou a situação para fazer novas críticas ao STF.
“Novamente, né? O Rio de Janeiro até hoje tem área de exclusão, onde a Polícia Militar não pode agir por decisão do Supremo Tribunal Federal e a bandidagem cresce nesta área e a PM tem dificuldade de combater esses marginais”.
Bolsonaro fez uma analogia a filmes americanos: “É algo parecido quando a gente via filme de cowboy e alguém cometia um crime nos Estados Unidos. Ele fugia e quando chegava no México, a patrulha americana não podia entrar naquele ‘estado’ e ele estava em paz lá. A mesma coisa acontece aqui no Rio de Janeiro.”
Segundo o mandatário, o Supremo facilita a ação dos bandidos. “Algumas áreas protegidas pelo STF. Quanto mais protegidos, vão se armando mais e quando entram em ação, o lado de cá, que é da lei, por muitas vezes sofre baixas como do cabo. Então nossos sentimentos aos familiares, que Deus conforte”.
Quarta ação mais letal
Representantes das secretarias da Polícia Civil e da Polícia Militar informaram em entrevista coletiva nesta quinta-feira (21) que a ação no Complexo do Alemão tinha como alvo uma quadrilha de roubo de veículos.
Com 18 mortos, a ação no Alemão é a quarta mais letal do Rio de Janeiro, ficando abaixo das operações do Jacarezinho (28 mortos em 2021), Vila Cruzeiro (25 mortos em 2022) e na Baixada Fluminense (19 mortos em 2007).

Demitido: Repórter que anunciou morte de bandidos com música da Xuxa é desligado da band

Depois de debochar da morte de suspeitos durante operação policial, o repórter Dirceu Farias Rocha Júnior, mais conhecido como Júnior Rocha, foi demitido da TV Tarobá, afiliada à Band. Na ocasião, o rapaz cantou uma paródia de uma música da Xuxa. O jornalista cobria um assalto a uma família, que também foi feita de refém, em Foz do Iguaçu (PR).

 

De acordo com Gabriel de Oliveira, do TV Pop, a chefia do departamento de jornalismo na Band não viu a situação com bons olhos e uma pressão fez com que a demissão fosse a única medida cabível para essa situação. Além disso, a edição regional do Brasil Urgente também sofreu uma advertência.

O repórter também fez um vídeo em que mostrava os seus directs e agradeceu as mensagens que recebeu. “Que o bem sempre triunfe sobre o mal. Viva a Polícia Militar! Obrigado a todos que enviaram mensagens, 99% são positivas. Isso mostra o quanto o brasileiro está farto da criminalidade. Não aguenta mais perder para ladrão”, desabafou.

Criticado nas redes sociais por sua postura, ele usou seus Stories do Instagram para ironizar a situação. “Tem gente que não gostou muito. Talvez se eu estivesse do lado de bandido e falando mal da nossa polícia, violenta, truculenta e opressora, iriam curtir”, escreveu ele.

“Nunca foi tão fácil escolher um lado. Viva à gloriosa Polícia Militar do Paraná! Que o bem sempre vença o mal! ”, acrescentou logo depois. Mais tarde, o jornalista publicou um vídeo com a indagação: “Você fica feliz quando bandido morre? Jamais”, completou.

Em nota, a TV Tarobá se manifestou sobre o caso. “A TV Tarobá, afiliada ao Grupo Bandeirantes, vem manifestar que não concorda com qualquer tipo de apologia à violência e informa que irá tomar as providências necessárias ao caso”

Considerada a maior fraudadora do INSS, Jorgina de Freitas morre no Rio

A ex-advogada Jorgina Maria de Freitas morreu na última terça-feira (19) no Hospital Municipal Adão Pereira Nunes, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Ela estava internada desde dezembro, quando sofreu um acidente de carro.

Jorgina foi responsável pela maior fraude ocorrida no Brasil contra a Previdência Social. A ex-advogada e procuradora previdenciária foi condenada em 1992 por organizar um esquema de desvio de verbas de aposentadorias estimado US$ 500 milhões, segundo a Procuradoria-Geral do INSS. Posteriormente, a Advocacia-Geral da União afirmou que a fraude foi da ordem de aproximadamente R$ 2 bilhões.

Condenada a 14 anos de prisão em 1992, Jorgina fugiu para o exterior, mas foi encontrada em 1997, na Costa Rica, extraditada e presa no ano seguinte. Ela teve o registro profissional cassado pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), em 2001.

O grupo de fraudadores contava com 25 pessoas, entre juiz, advogados, procuradores do INSS e contador. Jorgina, com outros advogados, entrava na Justiça com pedidos de ações indenizatórias em nome de trabalhadores humildes que tinham sofrido acidentes de trabalho.

Um contador da quadrilha aplicava correções, o que transformava pequenas quantias em altos valores. Os procuradores do INSS recomendavam os pagamentos, e o juiz Nestor do Nascimento determinava a quitação em 24 horas.

Em junho de 2010, uma sentença declarou extinta a pena. O alvará de soltura foi expedido no mesmo mês e Jorgina conseguiu a liberdade.

 

 (Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil )

Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

Ao menos 18 pessoas morreram, nesta quinta-feira (21), durante uma operação policial contra o crime organizado no Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro, informou a Polícia Militar (PM).

Entre os mortos estão uma mulher que morava na região, um policial militar e 16 “suspeitos” de pertencer ao crime organizado, explicou em coletiva de imprensa um porta-voz da PM, que mais cedo havia informado o falecimento de cinco pessoas.

José Patriota encontra Lula em Serra Talhada

O pré-candidato a deputado estadual, José Patriota esteve com o ex-presidente Lula na tarde de ontem, no município de Afogados da Ingazeira. Patriota conversou com o petista no aeroporto da cidade e foi recepcionado por um caloroso abraço.

Na ocasião, o ex-prefeito de Afogados da Ingazeira celebrou a presença dessa importante figura política no Sertão do Pajeú. “É um prazer reencontrar o presidente Lula, com o qual já fiz muitos trabalhos juntos, no acesso a água e para o desenvolvimento da agricultura familiar de Pernambuco. É uma alegria ver essa multidão de gente, vinda de várias cidades dos Sertões do Pajeú, Moxotó, São Francisco, Araripe e Itaparica. Reunidas para abraçar o melhor presidente da história do Brasil”, afirmou o José Patriota.

Após o encontro, Lula participou de ato na cidade, ao lado de outros pré-candidatos de Frente Popular, como Danilo Cabral e Teresa Leitão, que comporão a chapa majoritária.

Lula esteve em Pernambuco nos dias 20 e 21 de julho, passando pelos municípios de Garanhuns, Serra Talhada e Recife.

Situação: 62 milhões de brasileiros estão inadimplentes, aponta CNDL/SPC Brasil

 Correio Braziliense

Inadimplência: Como evitá-la? 5 dicas para lidar com clientes inadimplentes.

A Análise de Inadimplência Nacional de Pessoas Físicas, realizadas pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), estima que quatro em cada dez brasileiros adultos estavam negativados em maio de 2022. São 62,37 milhões de pessoas físicas inadimplentes.
O indicador de inadimplência de pessoas físicas do SPC Brasil avalia a evolução do número de consumidores negativados e do número de endividados através das bases que a empresa tem acesso. Em maio de 2022, o número de consumidores com contas em atraso cresceu 5,81%. O crescimento do indicador anual se concentrou no aumento de inclusões de devedores com tempo de inadimplência de 91 dias a 1 ano (44,73%).
Em números absolutos, São Paulo lidera o número de negativados, com mais de 15 milhões, mais que o dobro do estado segundo colocado. O Rio de Janeiro tem 6,15 milhões e Minas Gerais, 5,9 milhões. Bahia (3,92 milhões) e Paraná (3,27 milhões) aparecem entre os cinco mais inadimplentes.
Merula Kelly Borges, especialista em finanças, investimento e risco da (CNDL) afirma que o Brasil está perto de atingir o número recorde de pessoas em inadimplência de 2018.
“Bom, primeiro, esse é o sétimo mês consecutivo de aumento de inadimplentes e estamos muito próximos do recorde de 2018. Isso está diretamente relacionado com o alto nível de desemprego, economia estagnada, alta nos preços dos alimentos e outros itens básicos, esses fatores fazem com que as pessoas tenham que priorizar alguns pagamentos e deixar outros pendentes.”
Endividamento por faixa etária
Segundo o levantamento, o número de devedores com participação mais expressiva no Brasil no mês de junho está concentrada na faixa etária de 30 a 39 anos (24%) e segue distribuída entre os sexos: 50,82% de mulheres e 49,18% de homens.
“O endividamento de pessoas mais jovens pode ser explicado pelo fato de que é nesse momento que as pessoas estão mais ativas economicamente. Geralmente essas pessoas têm mais filhos e outras despesas. Já as pessoas mais velhas, geralmente já quitaram as dívidas. Então quando as pessoas estão economicamente ativas elas têm um risco muito maior de se endividar. É o momento em que essas pessoas estão comprando a casa própria, pagando a escola do filho e lidando com outros gastos”, explica Borges.
Ricardo Humberto Rocha, professor do Insper e consultor da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), esclarece que o registro de endividamento recorde no Brasil ocorre em um momento de baixa na atividade econômica. Além disso, a renda média dos trabalhadores chegou ao menor nível na série histórica do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística(IBGE), iniciada em 2012. Outro fator é a corrosão do poder de compra afetado diretamente pela alta da inflação alta.
Dívidas em atraso
No mês de maio deste ano, cada consumidor negativado devia, em média, R$ 3.564,82 na soma de todas as dívidas. Os dados ainda mostram que quase quatro em cada dez consumidores (35,14%) tinham dívidas no valor de até R$ 500, um percentual que chega a 50,32% quando se fala de dívidas de até R$ 1.000. Em maio de 2022, o número de dívidas em atraso no Brasil cresceu 10,78% em relação ao mesmo período de 2021.
Bancos e cartões
De acordo com o levantamento, a maior evolução das dívidas foi com o setor de bancos, com crescimento de 20,16%, seguido de água e luz, com 7,01%. Em outra direção, as dívidas em atraso com o setor credor de comunicação e comércio atingiram queda, respectivamente, de 10,11% e 4,70%. 
Já em termos de participação, o setor credor que concentra a maior parte das dívidas são os bancos.
Segundo pesquisa do Serasa eCred, divulgada em maio deste ano, quase metade dos consumidores brasileiros (47%) têm quatro cartões de crédito ou mais. O levantamento mostra que: 29% dos brasileiros têm 5 ou mais cartões de crédito; 18% têm 4 cartões de crédito; 23 % têm 3 cartões de crédito ; 21% têm 2 cartões de crédito.
“Quando o consumidor precisa fazer uma escolha entre pagar a conta de luz ou de água, ele deixa de pagar o cartão de crédito, o banco e o financiamento, para pagar essas outras contas mais urgentes. O consumidor precisa ficar atento porque o cartão de crédito tem maiores taxas de juros. Parcelar uma compra muitas vezes e ter muitos cartões dificulta a organização da vida financeira e a pessoa fica numa falsa realidade que pode continuar gastando. É melhor ter menos opções de gasto”, explica Borges.

52ª edição da Missa do Vaqueiro de Serrita começa nesta quinta-feira; confira programação

Após dois anos sem ser realizada, a tradicional Missa do Vaqueiro de Serrita, no Sertão de Pernambuco, inicia a 52ª edição nesta quinta-feira (21). A festa, que segue até o próximo domingo (24), terá vários show, com artistas como Wesley Safadão e João Gomes.

Os shows serão realizados no Polo Pernambuco, localizado no camping da Missa do Vaqueiro em Serrita. A entrada é gratuita.

A Missa do Vaqueiro é realizada anualmente e tem em suas origens uma história que foi consagrada na voz de Luiz Gonzaga: a de Raimundo Jacó, um vaqueiro habilidoso na arte de aboiar. Reza a lenda que seu canto atraía o gado, mas atraía também a inveja dos colegas de profissão, fato que culminou em sua morte, numa emboscada. O fiel companheiro do vaqueiro na aboiada, um cachorro, velou o corpo do dono dia e noite, até morrer de fome e sede.

Programação

missa do vaqueiro serri

Quinta, 21 de julho

  • Wesley Safadão
  • César Menotti e Fabiano
  • Fábio Carneirinho
  • Joãozinho do Exu
  • Caio Sidrim
  • Memel Carvalho

 

Sexta, 22 de julho

  • Tierry
  • Limão com Mel
  • Toca do Vale
  • Erika Diniz
  • Ranieri
  • Paulo Sampaio

 

Sábado, 23 de julho

  • Raí Saia Rodada
  • Cavaleiros
  • Fulô de Mandacaru
  • Flávio Leandro Targino Gondim
  • Edgar do Cedro
  • Francis Dantas

 

Domingo, 24 de julho

  • João Gomes
  • Luka Bass
  • John John
  • Douglas Parente
  • Forró Kapricho
  • Luan Cardoso
  • Xote Federal
  • Luan Silva

 

 

 

 

 

Pesquisa Exame/Ideia: Lula segue na liderança com 44% e Bolsonaro tem 33%

Uma nova pesquisa Exame/Ideia, divulgada nesta quinta-feira (21) mostra o ex-presidente Lula com 44% das intenções de voto.

Bolsonaro marca 33%, de acordo com o levantamento.

Ambos candidatos oscilaram dentro da margem de erro que é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Bolsonaro teve queda maior em comparação com a última sondagem Exame/ideia.

Ciro Gomes, do PDT, aparece com 8%, e Simone Tebet (MDB), 4%. André Janones (Avante) marcou 2%.

Os demais nomes testados pontuaram 1% ou ficaram abaixo disso.

“Percebemos um número estável das intenções de voto. Ainda não há nenhum reflexo de impacto resultante das medidas do governo de pagamento de auxílio ou de redução de preço dos combustíveis. Ou seja, é algo que precisamos monitorar na opinião pública nos próximos meses. Vale lembrar que o auxílio emergencial demorou aproximadamente dois meses para ter um reflexo na popularidade do presidente”, explica Maurício Moura, fundador do Ideia, em referência a Pec dos Auxílios aprovada na última semana.

Segundo turno e pesquisa espontânea: no segundo turno, em uma disputa entre Lula e Bolsonaro, o petista tem 47% das intenções de voto e Bolsonaro aparece com 37%.

Na série histórica, essa distância entre os dois ficou maior, se comparado com a pesquisa feita há um mês.

A pesquisa sondou outros quatro cenários de segundo turno e Lula venceria todas as disputas.

Bolsonaro está em primeiro nas simulações com Tebet e Ciro, mas a com pedetista está dentro da margem de erro e, por isso, é considerada um empate técnico.

Na pergunta espontânea, em que o entrevistado precisa dizer o primeiro nome que está na mente, Lula tem 36% das intenções de voto, e Bolsonaro, 30%.

Ciro aparece com 3%, e e os demais pontuaram 1% ou ficaram abaixo disso.

Foram consultadas 1.500 pessoas entre os dias 15 e 20 de julho.

As entrevistas foram feitas por telefone, com ligações tanto para fixos residenciais quanto para celulares.

A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número BR-09608/2022.

 

 

 

Pernambuco confirma mais dois casos de Varíola dos Macacos e outros seis ainda em investigação

Pernambuco registrou mais dois casos de Monkeypox (Varíola dos Macacos) em municípios locais. O anúncio foi feito, nesta quarta-feira (20), pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE). Com isso, o estado totaliza nove notificações, sendo três casos confirmados da doença e outros seis que ainda estão em investigação.

Apesar de os três pacientes confirmados com a varíola dos Macacos estarem em solo pernambucano, todos têm histórico de viagem para fora do Estado, em locais que já confirmaram transmissão da doença. Ainda não há registro de transmissão local do vírus em Pernambuco.

O vírus da Varíola dos Macacos foi registrado primeiro em um morador originário do estado de São Paulo. As duas novas confirmações são de pessoas residentes nos municípios do Recife e Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana, e que se infectaram em viagens para locais com circulação do vírus.

As faixas etárias dos casos confirmados são entre 20 a 29 anos, todos do sexo masculino.

Investigações continuam
Segundo a SES-PE, os seis casos que continuam sendo investigandos no Estado envolvem três pessoas residentes na capital pernambucana, além de uma em Jaboatão dos Guararapes, uma em Abreu e Lima e outra no Rio de Janeiro. As faixas etárias são: 20 a 29 (2), 30 a 39 (1) e 40 a 49 (3), sendo 5 do sexo masculino e 1 do sexo feminino.

Dos nove casos notificados, oito estão em isolamento domiciliar e apenas um deles se encontra internado em unidade hospitalar privada. Todos estão sendo acompanhados pelas equipes de vigilância epidemiológica municipais, informou a SES-PE, e as amostras coletadas estão sendo encaminhadas para o Laboratório de Enterovírus da Fiocruz/RJ, referência para o diagnóstico da Monkeypox, e para o Laboratório Central de Saúde Pública de Pernambuco (Lacen-PE). (Folha de PE)

Correio Braziliense crédito: AFP)

 Correio Braziliense

Ao atacar o sistema eleitoral e ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), na reunião com embaixadores na última segunda-feira, o presidente Jair Bolsonaro (PL) deu um tiro no pé, no encontro inédito e inusitado, de acordo com especialistas. Segundo eles, o chefe do Executivo fez o contrário do recomendado pela diplomacia tradicional ao partir para a lavagem de roupa suja junto a representantes de pouco mais de 70 países. E, mesmo assim, não conseguiu o apoio esperado do corpo diplomático para desacreditar as urnas eletrônicas ou dar suporte a eventuais protestos como os da invasão do Capitólio, nos Estados Unidos, em janeiro de 2021.

No entender de analistas, Bolsonaro — que está atrás do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas pesquisas de intenção de voto — deu sinais de preocupação com uma possível derrota, mas não encontrou respaldo entre importantes parceiros comerciais, que evitaram apoiar publicamente as declarações do presidente e ainda reforçaram a confiança no sistema democrático brasileiro, pelo qual Bolsonaro e seus filhos foram eleitos a diversos mandatos.
A delegação da União Europeia evitou comentar o assunto. Já a embaixada dos Estados Unidos no Brasil emitiu uma nota, no dia seguinte ao encontro, reforçando a confiança nas urnas eletrônicas e destacando que o sistema é um modelo para o mundo. Ontem, o governo norte-americano reiterou a confiança no sistema eleitoral brasileiro e destacou que deve acompanhar as eleições de outubro “com grande interesse”.
“Na nossa visão, as eleições no Brasil vêm sendo conduzidas pelo sistema eleitoral brasileiro, capacitado e já testado, e pelas instituições democráticas com sucesso por muitos anos, então, trata-se de um modelo para nações não apenas para este hemisfério”, disse o porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, Ned Price, em Washington, após ser questionado por jornalistas sobre a polêmica reunião de Bolsonaro com embaixadores. “Como um parceiro democrático do Brasil, vamos acompanhar as eleições gerais de outubro com grande interesse, e a nossa expectativa é que o processo seja conduzido de forma livre, justa e confiável, com todas as instituições agindo conforme seu papel constitucional.”
“Humilhante”
A indignação de analistas e diplomatas em relação ao encontro no Alvorada foi generalizada. “A reunião de Bolsonaro com os embaixadores não tem precedentes nos anais da diplomacia mundial. Nunca ouvi falar de nada parecido em termos de absurdo. É uma iniciativa tão chocante e humilhante para o país que nem o ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump, que foi capaz das maiores barbaridades, chegou a pensar nisso”, destacou o diplomata e ex-ministro da Fazenda e do Meio Ambiente Rubens Ricupero.
Para ele, a reunião não terá nenhuma eficácia em termos internacionais, pois Bolsonaro não apresentou provas das acusações. “A única medida sobre eleições que produz eficácia internacional é o atestado de observadores qualificados de que um determinado pleito ocorreu de modo correto”, acrescentou.
Ricupero lembrou que entidades como a Organização dos Estados Americanos (OEA) e a Organização de Cooperação e Segurança Europeia (OCSE) têm vasta experiência técnica de fiscalização de eleições, da mesma forma que entidades privadas, como a Fundação Carter. “O correto é convidar organizações como essas para enviar missões de observação e fornecer a essas missões todos os meios de acesso para cumprir a missão”, orientou.
Na avaliação do ex-embaixador do Brasil na Itália, Bolsonaro não será levado a sério por nenhum país responsável e influente pelo que fez na reunião. “O resultado mais provável é que os países estrangeiros verão na iniciativa do encontro um sinal perigoso da preparação de um golpe no Brasil. Em vez de ter efeito positivo, vai dar tempo para que os países estrangeiros se preparem para condenar o golpe”, frisou.
Na opinião de Ricupero, o encontro “contribuirá para que a imagem do Brasil, já extremamente degradada, desça ainda a abismos inimagináveis antes”. “O presidente, ao investir contra as eleições, se converte no principal denegridor da imagem do próprio país que governa.”
Preocupação
O cientista político e diretor para as Américas do Eurasia Group, Christopher Garman, ressaltou que a reputação do Brasil lá fora já estava ruim e, com essa reunião, Bolsonaro não ajudou a melhorar a imagem do país. Pelo contrário. “Vários governos têm uma preocupação sobre os ruídos de uma contestação do resultado das eleições. Evidentemente, os embaixadores não saíram do encontro apaziguados e, sim, com mais incerteza e pouco convencidos dos argumentos do presidente, que tem uma reputação ruim, especialmente na gestão ambiental”, alertou.
De acordo com Garman, no entanto, a repercussão acabou sendo maior internamente do que no exterior. “O presidente jogou suspeita sobre a confiabilidade das instituições domésticas, e isso cai muito mal. É um sinal sério de que haverá riscos de manifestações e greves, mas não vejo ameaça à democracia”, acrescentou ele, citando o comunicado da embaixada dos Estados Unidos. Para ele, Washington deixou claro que não comprou o argumento das críticas ao sistema eleitoral.
O diplomata e vice-presidente do Conselho Curador do Centro Brasileiro de Relações Internacionais (Cebri), José Alfredo Graça Lima, ressaltou que a atitude de Bolsonaro era esperada, uma vez que ele está atrás nas pesquisas. “É mais uma tentativa de tentar virar o jogo que, aparentemente, está dado pelas pesquisas, mas eu próprio tenho reservas em relação às pesquisas”, afirmou.
Ele também não vê riscos de um Capitólio tupiniquim se Bolsonaro perder nas urnas. “O que foi feito no Palácio do Alvorada não tem nada a ver com política externa e não está no manual de diplomacia. Não se discute com representantes estrangeiros a visão pessoal do presidente sobre o sistema eleitoral do país. Não tem o menor cabimento”, resumiu.
Rubens Barbosa, ex-embaixador do Brasil em Washington e presidente do Instituto de Relações Internacionais e Comércio Exterior (Irice), reconheceu que a iniciativa de Bolsonaro “é um fato inusitado” e demonstrou certa preocupação com os possíveis desdobramentos. “Não acho que o ato final seja igual ao acontecido no Capitólio por falta de apoio da sociedade aqui no Brasil e das Forças Armadas, como instituição”, enfatizou.
Proprietário rural pode emitir Certificado de Cadastro de Imóvel 
Documento pode ser obtido pela internet e sites do Incra

MMA

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) informa que o documento que comprova a inscrição das propriedades e posses rurais no Sistema Nacional de Cadastro Rural (SNCR) já pode ser consultado e emitido.

Chamado de Certificado de Cadastro de Imóvel Rural (CCIR), esse documento pode ser obtido por meio do aplicativo SNCR Mobile, disponíveis para dispositivos móveis, ou por meio da internet, nos sites do Incra (onde há um banner para direcionamento) ou diretamente no endereço pela internet.

O CCIR comprova a inscrição das propriedades e posses rurais no sistema que é a base de dados federal, gerenciada pelo Incra, com informações das áreas públicas e privadas.

“Quem não tem acesso à internet pode usar o serviço nas Salas da Cidadania das superintendências regionais e unidades avançadas do Incra ou em uma Unidade Municipal de Cadastramento (UMC), instalada em parceria com as prefeituras”, informa o Mapa.

Para obter o CCIR é necessário pagar a Taxa de Serviço Cadastral, por meio de Guia de Recolhimento da União (GRU), emitida com o certificado. Segundo o ministério, o valor a ser pago depende do tamanho da área, devendo ser quitado até o dia 16 de agosto, “sem cobrança de juros e correção, exclusivamente na rede de atendimento do Banco do Brasil”.

Caso a quitação não seja registrada até a data limite, serão cobrados multa e juros. “Débitos da taxa de anos anteriores serão cobradas no atual certificado. Em caso de impressão de segunda via do documento já quitado, não será preciso pagar novamente a taxa”, acrescentou, em nota, o ministério.

O CCIR é indispensável para desmembrar, arrendar, hipotecar, vender ou prometer em venda o imóvel rural e para homologação de partilha amigável ou judicial (sucessão causa mortis). Sem a apresentação deste certificado, os proprietários, titulares do domínio útil ou possuidores de qualquer título de imóvel rural não poderão fazer qualquer tipo de alteração na titularidade, dimensão da área, localização, tipo de exploração realizada e classificação fundiária.

O CCIR também é necessário para que o produtor solicite crédito agrícola em bancos e instituições financeiras.

O Mapa informa que eventuais dúvidas sobre o CCIR podem ser esclarecidas junto ao Incra e às Unidades Municipais de Cadastramento (UMC), bem como por meio de um canal de comunicação via mensagens instantâneas também foi disponibilizado pelo instituto – atendimento que é feito pelo WhatsApp, no número (61) 3411-7001.

Agência Brasil

 

Foto: RICARDO STUCKERT – Correio Braziliense

O ex-presidente Lula, em agenda no interior de Pernambuco, em Garanhuns, nesta quarta-feira (20), provocou a população a decidir por uma causa para o Brasil. No discurso, Lula convidou o povo pernambucano a pensar na construção de um projeto de transformação nacional para o futuro.
“Todo ser humano, mulher ou homem, tem que ter uma causa. A primeira decisão foi não esquecer de que lado eu estava e quem eu representava quando cheguei à Presidência. Eu pensei, o que eu quero para o Brasil? Quero um país soberano, que tome conta das suas fronteiras terrestres, marítimas, da área espacial. Que cuide das suas riquezas minerais, as que estão no solo e subsolo, na água e no fundo, como o pré-sal, encontrado a quase 7 mil metros de profundidade”, disse.
Lula citou os projetos sociais que geriu em seus mandatos — voltados, segundo o pré-candidato — para o povo do Nordeste e do Norte.
“Esse país vai voltar a crescer, o BNDES vai voltar a financiar emprego e desenvolvimento, com o Banco do Brasil, a Caixa Econômica vai financiar habitação e saneamento básico, vamos recuperar o BNB (Banco do Nordeste) e o Base (Banco da Amazônia), a Petrobras terá preços abrasileirados”, assegurou.
Como promessa para o futuro, incentivou a retomada de alguns deles, como o Minha Casa, Minha Vida. Lula também ironizou que as pessoas estariam livres para escolher a cor do seu lar, em referência ao programa habitacional de Bolsonaro, chamado Casa Verde e Amarela.
Bolsonaro
O petista também atacou as últimas movimentações do atual presidente, Jair Bolsonaro (PL), para aprovar benefícios sociais antes das eleições. “Ele resolveu criar programa de três meses, até dezembro, resolver dar dinheiro para taxista, para motorista, aumentou para R$ 600 [o Auxílio Brasil]. Não fiquem se fazendo de bobo’’, pediu.
Lula criticou os ataques de Bolsonaro às urnas eletrônicas, que ocorreram na última segunda-feira (18), em uma reunião com embaixadores. Ele lembrou que mesmo causando desconfiança, o chefe do Executivo quer que votem nele.
“Esse país vai ser construído a partir de vocês. Não pensem que o que vai garantir é discurso. Não. O que vai garantir é o que está na cabeça de vocês. Não aceitem fake news, não aceitem mentiras”, afirmou.

Golpe do Pix ganha espaço nas redes sociais

O golpe consiste na promessa de que ao transferir uma quantia em dinheiro via Pix, o valor é multiplicado e devolvido ao cliente.

Foto: Tereza Neuberger/Jbr

Uma categoria de golpe que vem se tornando cada vez mais popular, tem sido divulgada livremente nas redes sociais. A modalidade oferta altos valores em troca de um pequeno depósito inicial. O esquema já possui várias denominações como “Pix Premiado”, “Rei do Pix” e até “Urubu do Pix”.

Independente do nome, o padrão do golpe é o mesmo com a promessa de que ao transferir uma quantia em dinheiro via Pix para uma conta desconhecida, o valor é devolvido multiplicado em minutos para o cliente. Como por exemplo no golpe intitulado Urubu do Pix, em que um simples depósito de R$ 50 pode resultar em um retorno de R$ 500 em poucos segundos. Com pequenas quantias depositadas somadas de inúmeras vítimas os golpistas reúnem grandes quantias em dinheiro.

“Acreditando que vão receber esse valores as pessoas depositam esses valor inicial realizam esse teste quando são enganadas e percebem que são vítimas”, afirma o delegado Dário Freitas, da Delegacia Especial de Repressão aos Crimes Cibernéticos (DRCC).

O poder de persuasão da prática está em oferecer uma suposta oportunidade única, por tempo limitado. Os anúncios são feitos através das redes sociais. “ Basta realizar uma busca nas plataformas para encontrar dezenas deles”, ressalta Dário Freitas. Alguns são mais discretos e pedem que os interessados entrem em contato pelo WhatsApp, enquanto outros já exibem diretamente os valores e contas para as quais a transferência pode ser realizada.

Anúncio no Twitter divulga golpe Urubu do Pix.

As ofertas aparecem em resposta a posts que viralizaram no Twitter e também em páginas que possuem um grande número de seguidores na rede social. É possível encontrar tabelas completas que indicam o valor que receberá em relação ao valor que o cliente deposita.

Para conferir credibilidade os golpistas exibem até screenshots que comprovam os montantes enviados e a satisfação dos supostos clientes. Em outras ocasiões, os criminosos usam contas de pessoas que perderam o acesso às redes sociais. Como no caso de uma professora do Distrito Federal que teve o acesso de sua conta perdido em outra modalidade de golpe em junho deste ano. Os criminosos se aproveitaram da confiança que os seguidores tinham para publicar o golpe como se fosse a docente.

Screenshot comprova a satisfação de um suposto cliente.

Além de perder dinheiro, quem cai na armadilha acaba fornecendo também dados sensíveis aos golpistas. Uma vez que a maioria das chaves Pix usa dados pessoais do cliente, como o CPF. Com esses dados os criminosos podem futuramente utilizá-los em outros tipos de golpe.

Uma dica para não cair nesse tipo de golpe é sempre desconfiar de ofertas muito vantajosas principalmente de rendimentos altos em um curto período de tempo. Estar atento nas redes sociais e não clicar em links suspeitos pode prevenir a ação desses grupos criminosos.

Em junho deste ano, policiais civis da Delegacia Especial de Repressão aos Crimes Cibernéticos (DRCC/PCDF) prenderam um jovem de 22 anos por aplicar a modalidade de golpe há cerca de 4 anos. A operação foi intitulada “Pix Premiado” e realizou busca e apreensão na residência do suspeito na Cidade Ocidental-GO.

 

 

Foto: Wellington Júnior

 

O ex-Presidente Luís Inácio Lula da Silva fez um ato público pela primeira vez em Serra Talhada Capital do Xaxado.

Acompanhado de seu pré-candidato a vice-presidente, Geraldo Alckmin (PSB); governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB); prefeita de Serra Talhada, Márcia Conrado (PT); Danilo Cabral (PSB), pré-candidato ao Governo de Pernambuco; Luciana Santos (PCdoB), pré-candidata a vice-governadora de Pernambuco; Tereza Leitão (PT), pré-candidata ao Senado Federal, além de vereadores e prefeitos da base, Lula reuniu um grande público na Estação do Forró, que o recebeu com muita euforia e entusiasmo.

Participaram também do ato lideranças políticas como Doriel Barros, presidente do PT em Pernambuco; João Campos, prefeito de Recife; Pedro Campos, pré-candidato a deputado federal; Márcio Oliveira, vice-prefeito de Serra Talhada, Breno Araújo, presidente do PSB em Serra Talhada; Sílvio Costa, ex-deputado federal e suplente de senador; Humberto Costa, Senador Federal; Márcio Macedo, vice-presidente do PT.

O evento começou por volta das 17h, atraindo apoiadores de toda a região do Sertão de Pernambuco, além de outros estados.

Convenção Nacional do PDT. Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

O PDT oficializou, na tarde de hoje (20), a candidatura de Ciro Gomes para a Presidência da República. Essa será a quarta vez que Ciro tentará assumir o posto de presidente. Nas últimas eleições, em 2018, ele ficou em terceiro lugar, com pouco mais de 13 milhões de votos, 12,47% do eleitorado. Ciro também concorreu à Presidência nas eleições de 1998 e 2002.
“Eu quero unir o país em torno de um novo projeto”, disse Ciro, em seu discurso na convenção do partido, citando seu livro, que funciona como um documento do seu projeto de governo. “Tenho trabalhado nesse projeto há anos. Com o projeto nacional de desenvolvimento, nós vamos vencer inúmeros desafios”. Ele propôs uma reforma tributária que corrigiria desigualdades, para que os mais ricos paguem, proporcionalmente, mais impostos que os pobres.
 
Ciro Gomes também criticou as propostas de privatização da Petrobras e defendeu o fim da atual política de preços da estatal, que atrela ao valor do dólar o preço do combustível vendido no país. Ele defendeu ainda o fim do teto de gastos, um limite incluído na Constituição para as despesas da União. “Vai ser revogado nas primeiras horas do nosso possível governo”, disse. Para Ciro, o teto de gastos é uma medida “arbitrária e elitista” por “cortar apenas os investimentos na vida do povo e deixar intactos os juros pagos aos banqueiros”.
O PDT ainda não definiu o candidato a vice-presidente. Essa escolha ficará a cargo da Executiva Nacional do partido, conforme decidido na convenção nacional de hoje. O partido tem até o dia 15 de agosto para registrar a candidatura. Como não tem alianças formais com outros partidos, o PDT pode ter que fazer como em 2018 e lançar uma “chapa puro-sangue”. Na ocasião, a candidata a vice foi a senadora Kátia Abreu, na época no PDT.
Perfil
Natural de Pindamonhangaba (SP), Ciro Gomes construiu a carreira política no Ceará, onde foi prefeito de Fortaleza, eleito em 1988, e governador do estado, eleito em 1990. Renunciou ao cargo de governador, em 1994, para assumir o Ministério da Fazenda, no governo Itamar Franco (1992-1994), por indicação do PSDB, seu partido na época. Ciro foi ministro da Integração Nacional de 2003 a 2006, no governo do então presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Deixou a Esplanada dos Ministérios para concorrer a deputado federal e foi eleito. Também exerceu dois mandatos de deputado estadual no Ceará. Tem 64 anos e quatro filhos.

O pré-candidato do PT e ex-presidente Lula e seu vice, o ex-governador Geraldo Alckmin, participaram de um ato público em Garanhuns, no Agreste, nesta quarta-feira (20). O evento foi realizado na Arena 177, às 11h30. Esta está sendo a primeira vez que ele vem a Pernambuco após oficializar a pré-candidatura à Presidência da República.

No evento, o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB) anunciou o nome Luciana Santos como pré-candidata a vice-governadora do estado (PCdoB), ao lado de Danilo Cabral, pré-candidato a governador.

Em seguida, Lula visitou sua cidade natal, Caetés, que fica a 20,9 km de Garanhuns. Lá, ele foi até a casa onde morou com a mãe, Eurídice Ferreira de Melo, conhecida como dona Lindu. A visita está marcada para às 14h.

Às 17h, Lula irá participar de um ato público na Antiga Estação Ferroviária de Serra Talhada.

Visita de Lula é aposta da Frente Popular para virada na eleição de Pernambuco

Visita de Lula é aposta da Frente Popular para virada na eleição de Pernambuco

O pré-candidato à Presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva, desembarcou ontem, às 22h30, no Recife para cumprir agenda na Capital e no interior. Lula veio acompanhado do seu pré-candidato a vice, Geraldo Alckmin; do ex-ministro Aloizio Mercadante e de um dos coordenadores da sua campanha, Márcio Macedo. Ele foi recepcionado pelo governador Paulo Câmara (PSB); pela vice-governadora Luciana Santos (PCdoB); e pelo prefeito do Recife, João Campos. Além deles, também estavam aguardando Lula, os pré-candidatos ao Governo e ao Senado, Danilo Cabral (PSB) e Teresa Leitão (PT), respectivamente; além do o senador petista, Humberto Costa; o deputado federal Sílvio Costa Filho; o presidente estadual da legenda, Doriel Barros, entre outras lideranças como Sílvio Costa.

Nesta quarta (20), às 8h, ele seguiu rumo a sua terra natal, Caetés, onde conheceu a réplica da casa onde morou com a mãe Dona Lindu, construída pelos dirigentes do PT pernambucano. Em seguida, fez um ato público, às 11h, em Garanhuns.

Ainda nesta quarta, participa de outro ato , desta vez em Serra Talhada às 17h. Volta ao Recife No final do dia, Lula volta ao Recife – ele ficará hospedado em um hotel em Boa Viagem. Amanhã, pela manhã, terá um encontro com representantes da cultura pernambucana no Teatro do Parque. Em seguida, almoçará na casa de Danilo Cabral.

Às 17h, encerra a maratona com um ato público no Classic Hall. Inicialmente, o evento estava previsto para acontecer no Pátio do Carmo, no centro do Recife, mas por conta da possibilidade de chuva, foi transferido para o espaço. Segundo o PT, não estão previstas agendas com outras lideranças partidárias.

A visita de Lula a Pernambuco vem reforçar o palanque da Frente Popular – que tem como cabeça de chapa, o pré-candidato a governador Danilo Cabral (PSB). Devido a grande nível de desconhecimento da população sobre ele, a expectativa é que, após essa agenda, o socialista melhore sua performance nas pesquisas eleitorais. Na primeira pesquisa sobre as Eleições 2022 realizada pela Folha de Pernambuco, em parceria com o Ipespe , e divulgada no último dia 4 de julho, Danilo tem 10% das intenções, registrando um empate técnico com Raquel Lyra (PSDB) e Anderson Ferreira (PL).

Em primeiro lugar, ficou Marília Arraes (SD) com 29% dos votos. No entanto, 52% dos eleitores informaram a intenção de voto aumenta se o candidato tiver o apoio de Lula. Outra questão, segundo fontes da Frente Popular, é garantir que Lula fale, de própria voz, que o seu candidato ao Governo em Pernambuco é Danilo Cabral. Isso porque a Marília Arraes (SD) tem colado sua imagem no petista e garantido que a aliança entre o PT e o PSB foi para garantir tempo de TV para a campanha a presidente. (Folha de PE)

Confira vídeo:  Lula participa de ato público em Garanhuns, no Agreste de PE

 

Governador Paulo Câmara, Lula e Geraldo Alckimin chega a Serra Talhada

Foto: Wellington Júnior / Nill/André

O ex-presidente e pré-candidato a Presidência da República, Lula (PT), desembarcou em Serra Talhada agora a pouco.

De braços dados com o governador Paulo Câmara (PSB) e ladeado pelo pré-candidato a vice, Geraldo Alckimin e o pré-candidato ao Governo de Pernambuco, Danilo Cabral (PSB), Lula foi recebido pela prefeita de Serra Talhada, Márcia Conrado (PT).

Agora o petista segue em direção a Estação do Forró, onde encontra militantes e aliados.

Diferente da informação divulgada anteriormente, Lula chegou em Serra Talhada de jatinho e desembarcou no Aeroporto Santa Magalhães. As informações desencontradas fazem parte da estratégia da segurança do ex-presidente.

Sertão do Pajeú na espera do ex-presidente Lula

Nesta quarta-feira (20), Serra Talhada recebeu o ex-presidente e pré-candidato Lula (PT), o pré-candidato a vice-presidente Geraldo Alckmin (PSB) além dos pré-candidatos da Frente Popular ao governo do estado Danilo Cabral (PSB) e Teresa Leitão (PT) num grande ato na Estação do Forró com a presença também da Prefeita Márcia Conrado (PT) e todo grupo da gestão municipal.
Marcelo Amaro da Silva que é de Bezerros e veio trabalhar como vendedor no evento deu uma rápida entrevista onde falou sobre a expectativa de vendas.

Fotos: Jared Magalhães // Portal Nayn Neto

Segundo ele “A expectativa é muito boa, desde de ontem que eu venho vendendo bandeiras, camisas, chapéu, faixa, bandeira de Pernambuco. Acho que vou levantar uma boa renda extra. Daqui vou pra Recife pro evento de lá amanhã“. Concluiu.

A movimentação no local do evento começou logo cedo, às 14h00 já tinha muita gente se deslocando pra estação do forró com a presença inclusive de muitas caravanas de cidades vizinhas. A segurança do evento também foi reforçada com muitos seguranças particulares com detector de metais na entrada do evento.

Dentro do pátio a espera do ex-presidente Lula pode ser vista a presença de muitas famílias com crianças.

A presença de líderes de movimentos sócias como MST e indígenas também pode ser vista. A previsão de início do evento está prevista para às 18h00.

Vaias a socialistas em ato com Lula repercutem

Uol

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) hoje em Garanhuns (PE), sua terra natal, escancarou a insatisfação de parte da militância petista com a aliança com o governador Paulo Câmara (PSB) e a opção pela pré-candidatura do deputado federal Danilo Cabral (PSB-PE) ao governo.

Em vários momentos de climão, ambos foram vaiados e o petista teve de defendê-lo em seu discurso.

No estado, o objetivo principal da viagem, além de reafirmar seu nome na disputa ao Planalto, é exatamente turbinar a pré-candidatura de Cabral.

O problema é que, em Pernambuco, o nome de Lula é mais ligado à ex-petista Marília Arraes (SD-PE), que tinha apoio de grande parte da plateia e desponta nas pesquisas.

Câmara e o prefeito recifense, João Campos (PSB), foram vaiados pela maioria dos presentes já ao subirem ao palco. Cabral foi vaiado por uma parte e aplaudido por outra. Lula chegou a ir ao lado do governador para tentar amenizar, mas o climão seguiu durante todo o ato.

Quando Cabral pegou o microfone, a militância do PSB, à beira do palanque, começou a gritar seu nome enquanto parte de trás, de maioria de petista — alguns com bottons da Marília —, vaiava.

“Aqui não tem ajuntamento de projetos pessoais e de ressentidos. Aqui tem um projeto político, aqui tem um time que tá entrando em campo e tem uma história. Aprendi, na política, que as pessoas têm que ter lado, têm que saber o lado certo da história”, cutucou Cabral.

O climão claramente tomou conta do palco. Constrangido, Lula — sempre último a falar — abriu seu discurso reafirmando que tinha apenas um nome em Pernambuco, Danilo Cabral, e deixou claro que este era o acordo com o PSB. Eu não confundo a minha relação pessoal com a minha relação política. O PT tem um compromisso nacional com o PSB e eu sou do tempo em que não precisava de documento, era no fio do bigode. Eu quero cumprir o compromisso com o PSB e quero que o PSB cumpra compromisso com o PT. Porque, se a gente não fizer assim, a gente não cria base para construir uma coalizão capaz de ensinar a sociedade brasileira a conviver democraticamente na adversidade.

Nós não precisamos professar a mesma religião, nós não precisamos gostar da mesma praia, precisamos gostar do ser humano, respeitar a diversidade. Por isso, tinha que vir aqui dizer que tenho candidato em Pernambuco e ele se chama Danilo Cabral”, completou o ex-presidente. Ainda assim, parte da militância seguiu chamando por Marília.

Marília Arraes estará na próxima sexta (22) em Afogados da Ingazeira

Marília Arraes estará na próxima sexta (22) em Afogados da Ingazeira

Nesta sexta-feira (22), a deputada federal e pré-candidata ao Governo de Pernambuco Marília Arraes (Solidariedade), estará em Afogados da Ingazeira.

Marília chega na parte da manhã onde as 10 horas concede entrevista a uma rádio local e em seguida na residência da pré-candidata a deputada estadual Evângela Vieira concede entrevista coletiva a imprensa.

Na comitiva o pré-candidato a vice, Sebastião Oliveira, ao sendor André de Paula e a pré-candidata a deputada federal Maria Arraes, irmão de Marília, e que faz dobradinha com Evângela Vieira.

Na sequência, Marília Arraes almoça com empresários e apoiadores de Afogados da Ingazeira. A tarde ela segue para Tabira onde será recebida por apoiadores locais.

Foto: CLAUBER CAETANO / Brazilian Presidency / AFP

Por: Luana Patriolino – Correio Braziliense

A Embaixada dos Estados Unidos defendeu, na noite desta terça-feira (19/7), a confiabilidade do processo eleitoral brasileiro. A instituição disse que o sistema é um exemplo mundial e que as eleições “servem como modelo para as nações do hemisfério e do mundo”.
“As eleições brasileiras, conduzidas e testadas ao longo do tempo pelo sistema eleitoral e instituições democráticas, servem como modelo para as nações do hemisfério e do mundo”, diz a nota.
“Como já declaramos anteriormente, as eleições do Brasil são para os brasileiros decidirem. Os Estados Unidos confiam na força das instituições democráticas brasileiras. O país tem um forte histórico de eleições livres e justas, com transparência e altos níveis de participação dos eleitores”, completa.
A embaixada diz ainda que está confiante na lisura do processo deste ano, que deve refletir sobre o desejo do eleitorado brasileiro. “Os cidadãos e as instituições brasileiras continuam a demonstrar seu profundo compromisso com a democracia. À medida que os brasileiros confiam em seu sistema eleitoral, o Brasil mostrará ao mundo, mais uma vez, a força duradoura de sua democracia”, concluiu.
Ataques do presidente
Na tarde de segunda-feira (18), o presidente Jair Bolsonaro (PL) fez uma série de ataques às urnas eletrônicas e disseminou diversas notícias falsas sobre a confiabilidade do sistema de votação do país durante reunião com embaixadores. O presidente também insistiu no discurso de que os magistrados tentam constantemente “desestabilizar” seu governo.
Após as acusações de Bolsonaro, o ministro Edson Fachin deu recados duros ao chefe do Executivo. O presidente do TSE disse que estão tentando “sequestrar a opinião pública” e que é hora de “dizer um basta”.

Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio estimado em R$ 9 milhões

A Mega-Sena sorteia quarta-feira (20) um prêmio estimado em R$ 9 milhões.
As seis dezenas do concurso 2.502 serão sorteadas, a partir das 20h (horário de Brasília), no Espaço da Sorte, localizado na Avenida Paulista, nº 750, na cidade de São Paulo.
As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília), nas casas lotéricas credenciadas pela Caixa, em todo o país ou pela internet.
A aposta simples, com seis dezenas marcadas, custa R$ 4,50.

Por: Paulo Roberto Netto/UOL 

Procuradores federais dos Direitos dos Cidadãos de todos dos estados e do Distrito Federal assinaram hoje (19) uma notícia-crime contra o presidente Jair Bolsonaro (PL) pelos ataques infundados às urnas durante reunião com embaixadores.

O documento foi entregue ao procurador-geral, Augusto Aras, e acusa Bolsonaro de proferir inverdades contra o Judiciário e a democracia.

Os procuradores relembram que o TSE já decidiu que ataques ao sistema eleitoral não são protegidos pela liberdade de expressão e podem ser punidos pelo tribunal.

Ontem (18), Bolsonaro reciclou acusações de fraudes nas urnas sem apresentar provas e criticou os ministros Roberto Barroso, Edson Fachin e Alexandre de Moraes, respectivamente o ex, o atual e o próximo presidente do TSE.

“A conduta do Presidente da República afronta e avilta a liberdade democrática, com claro propósito de desestabilizar e desacreditar o processo e as instituições eleitorais e, nesse contexto, encerra, em tese, a prática de ilícitos eleitorais decorrentes do abuso de poder”, destaca a notícia-crime de procuradores federais contra Bolsonaro.

A notícia-crime é assinada por procuradores federais dos Direitos dos Cidadãos de todos os Estados. O órgão é o braço do Ministério Público Federal voltado para a defesa dos direitos individuais. No documento enviado à PGR é solicitado que Aras, por meio da Procuradoria-Geral Eleitoral, atue seguindo “sua missão constitucional de proteção da democracia”.

A decisão de abertura ou não de uma apuração contra o presidente cabe à equipe de Aras. Dentro da PGR, porém, a avaliação é que as falas de Bolsonaro aos embaixadores ontem não configurariam crime, como mostrou a colunista Carolina Brígido, do UOL.

Mais cedo, 21 subprocuradores assinaram um manifesto público contra as críticas de Bolsonaro e defendendo uma atuação de Aras, apontando que a Constituição atribui ao chefe do Ministério Público a função de fiscalizar a regularidade das eleições e a legitimidade para atuar “em todo o processo eleitoral”.

“O Presidente da República é o destinatário constitucional de vários poderes e deveres; entre estes, o de respeitar lealmente os Poderes da República. O poder que ora exerce – temporalmente restringido pela Constituição – não lhe dá o direito de dizer inverdades, nem de, impunemente, atacar as instituições em esforço para desacreditá-las”, afirmam.

Oposição vai ao Supremo

Também hoje, dez deputados de sete partidos de oposição apresentaram ao STF (Supremo Tribunal Federal) outra notícia-crime contra Bolsonaro (PL), pelos mesmos ataques infundados.

A representação contra Bolsonaro, que já havia sido anunciada ontem, deverá ser encaminhada pelo Supremo à PGR.

A notícia-crime foi movida pelo deputado Alencar Santana (PT-SP), líder da minoria na Câmara, e por líderes dos partidos de esquerda: Reginaldo Lopes (PT-MG), Sâmia Bonfim (Psol-SP), Renildo Calheiros (PCdoB-PE), André Figueiredo (PDT-CE), Joenia Wapichana (Rede-RR), Bira do Pindaré (PSB-MA) e Bacelar (PV-BA). Além deles, também assinam a peça os deputados Wolney Queiroz (PDT-PE) e Afonso Florence (PT-BA).

Os congressistas querem que Bolsonaro seja investigado pelo crime de “tentar, com emprego de violência ou grave ameaça, abolir o Estado Democrático de Direito, impedindo ou restringindo o exercício dos poderes constitucionais”.

Este delito, que prevê pena de 4 a 8 anos de prisão, foi incluído no Código Penal pela Lei de Defesa do Estado Democrático de Direito, que entrou em vigor no lugar da antiga Lei de Segurança Nacional, revogada no ano passado.

“A atitude de Bolsonaro foi criminosa, além de covarde. Mais uma vez ele atenta contra as instituições e a democracia com o único objetivo de se manter no poder. É uma atitude típica de um autocrata que faz uso da máquina pública de forma leviana, vergonhosa e eleitoreira, disseminando mentiras”, afirma Bira do Pindaré (PSB-MA), um dos que assinam a representação.

Os deputados pedem ainda um enquadramento alternativo, de incitação das Forças Armadas contra o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), caso a PGR não qualifique a conduta como ataque ao Estado Democrático de Direito.

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) definiu que o limite de gastos para a campanha presidencial neste ano é de R$ 88,9 milhões no primeiro turno, com acréscimo de R$ 44,5 milhões no segundo turno. O valor, conforme já decidido pelo tribunal, é o mesmo de 2018, atualizado pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo). Naquele ano, para o primeiro turno eram R$ 70 milhões, com outros R$ 35 milhões no segundo turno.

Os valores foram publicados em portaria nesta terça-feira (19). O tribunal também divulgou os limites para campanhas de governadores, senadores e deputados federais, estaduais e distritais.

O limite de gastos para as campanhas de governadores varia de estado para estado. O maior valor é de São Paulo, cujos candidatos ao Executivo local podem gastar até R$ 26,7 milhões no primeiro turno. Em seguida, estão os estados da Bahia, de Minas Gerais e do Rio de Janeiro, com limite de R$ 17,8 milhões cada um.

No caso das campanhas para o Senado, os valores também variam, chegando ao máximo de R$ 7,1 milhões, em São Paulo. Já o limite de gastos para quem quer uma cadeira nas Assembléias Legislativas ou na Câmara Federal é igual em todos os estados: R$ 1,3 milhão e R$ 3,2 milhões, respectivamente.

A resolução do TSE sobre o teto para as campanhas ser o mesmo de 2018, corrigido pela inflação, foi aprovada pela corte, por unanimidade, no último dia 30. A resolução foi necessária depois que o Congresso não elaborou uma legislação para fixar o limite de gastos com as campanhas eleitorais de 2022. Conforme a corte, a atualização do IPCA será de outubro de 2018 a junho deste ano, calculada por uma área técnica do tribunal.

O TSE esclareceu que a Lei das Eleições, de 1997, prevê que “os limites de gastos devem ser definidos por lei própria e divulgados pelo TSE”. Segundo o tribunal, “diante da lacuna normativa e com a proximidade das eleições no próximo mês de outubro, a saída foi a aplicação do mesmo limite com a atualização monetária”.

 

Triste; Menina de 7 anos que pediu rim de presente em cartinha ao Papai Noel morre na fila de transplante

Yasmim Vitória foi diagnosticada com síndrome nefrótica. (Foto: Reprodução/ Arquivo Pessoal)

 

Yasmim Vitória Miranda, de 7 anos, morreu nesta segunda-feira (18), após anos na fila de espera por um transplante de rim. A criança, que nos últimos três anos fez o mesmo em cartinhas ao Papai Noel, aniversário, dias das crianças e demais datas, não conseguiu realizar o sonhado transparente.

Sem poder trabalhar para se dedicar aos cuidados com a saúde da filha, Fabiane Miranda, de 29 anos, passou os últimos sete anos em dedicação integral à Yasmin. A mãe afirma que teve como recompensa o sorriso e a vontade de viver da menina.

Com um ano de idade, os sintomas apareceram em forma de inchaço e crises renais, o que despertou alerta dos pais. A menina passou por diversas avaliações médicas até ser diagnosticada com síndrome nefrótica, que é uma doença renal, de evolução crônica que afeta vários órgãos e sistemas.

“Você não podia me deixar aqui sozinha 💔😭”, disse a mãe em uma publicação.

Mesmo com as adversidades, Yasmin mantinha o sorriso no rosto — Foto: Arquivo pessoal/ Reprodução

Ao g1, Fabiane lamentou a demora na fila de espera por um rim e a falta de atendimento adequado em Mato Grosso do Sul. “Se tivesse tratamento aqui ela talvez não precisasse esperar tanto para transplantar. Mato Grosso do Sul depende de outros estados para dar continuidade no tratamento dos nossos pequenos”, disse.

Em sete anos de vida, a pequena Yasmim realizou mais de 10 procedimentos cirúrgicos. Entre idas e vindas de hospitais, a menina passou mais de 70 dias internada no Centro de Tratamento e Terapia Intensiva (CTI) do Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian (HU) de Campo Grande.

Nos últimos três anos, Yasmim Miranda fez o mesmo pedido no Natal: um rim — Foto: Arquivo pessoal/ Reprodução

Após horas de investigação a Polícia Civil conseguiu elucidar um triplo homicídio, registrado na cidade de Carpina, no último domingo (17), onde pai, mãe e filha foram assassinados. O mandante do crime? O próprio filho e irmão.

Thallys Emanoel Medeiros da Cunha, 23 anos, contou à polícia que contratou cinco homens, para assaltar seus próprios pais. O crime foi motivado, segundo o homem, para quitar um debito com um agiota. O pai, Manoel Ferreira da Cunha, reagiu à investida e o grupo terminou matando todos que estavam dentro da casa, no momento do crime, entre eles Marcilene Maria Medeiros da Cunha e Thaynara Emanuelly Medeiros da Cunha.

O bando invadiu a residência das vítimas, na Rua Rádio Clube, no bairro do Cajá, onde anunciaram o assalto. Os bandidos só não esperavam a reação de Manoel, que perdeu a vida.

Os corpos do casal e da jovem foram levados, dentro do veículo deles, para uma estrada vicinal, na zona rural de Nazaré da Mata, onde foram carbonizados. Trabalhadores rurais, na tarde de ontem (18), localizaram o veículo queimado. O corpo da jovem foi localizado próximo aos corpos do pai.

Thallys esteve no local do crime, onde reconheceu o veículo da família. O comportamento do jovem chamou a atenção da equipe policial. O Jovem foi levado para a 50ª DP, onde prestou depoimento. Enquanto era ouvido, outra equipe da polícia esteve na residência da família, em Carpina, onde encontraram vestígios de sangue. Com essa nova informação, questionado novamente, Thallys confessou o crime.

Prefeita de Serra Talhada convida população para evento com Lula nessa quarta-feira

Foto: divulgação

A visita de Lula ao Sertão pernambucano está confirmada para essa quarta-feira, 19. O pré-candidato a presidente da República pelo PT passará por Serra Talhada, um dos maiores municípios da região, governado há anos pelo Partido dos Trabalhadores. A prefeita Márcia Conrado lançou convite nas redes sociais para que a população compareça ao ato na Estação do Forró.

O evento político acontece a partir das 15h e também terá presenças do pré-candidato ao Governo de Pernambuco pelo PSB, Danilo Cabral, e da pré-candidata ao Senado pela Frente Popular, deputada Teresa Leitão (PT).

Na agenda em Pernambuco, que começa amanhã, Lula também marcará presença no Festival de Inverno em Garanhuns e participará de outro ato em Recife na quinta-feira, 21. O principal objetivo dessas visitas é fortalecer o nome de Cabral na disputa ao governo, já que Lula lidera com folga as intenções de voto no Estado.

 Confirmado Luciana Santos na vice de Danilo

Os nove partidos que formam a Frente Popular de Pernambuco instalaram, nesta terça-feira (19), o Conselho Político da chapa majoritária.

No primeiro encontro do colegiado, realizado no Recife, os presidentes das legendas tiraram o encaminhamento de indicar a vice-governadora Luciana Santos, dirigente nacional do PCdoB, como pré-candidata à vice na chapa encabeçada por Danilo Cabral para governador; e que tem Teresa Leitão para o Senado com Silvio Costa na primeira suplência. 

A formalização de Luciana ficou para o ato com o ex-presidente Lula, nesta quarta-feira (20), em Garanhuns. 

Participaram do encontro de hoje,  realizado na hora do almoço, além de Danilo, Teresa e Silvio, o governador Paulo Câmara e o prefeito do Recife, João Campos, coordenadores da campanha da Frente Popular; e o secretário da Casa Civil, Zé Neto. Também marcaram presença os presidentes estaduais do PCdoB, Marcelino Granja; do PT, Doriel Barros; do MDB, Raul Henry; do Republicanos, Silvio Costa Filho; do PV, Clodoaldo Magalhaes; e do Pros, Bruno Rodrigues; bem como o municipal do PP, Lula da Fonte. O PDT também integra o colegiado; seu presidente, Wolney Queiroz, não participou por motivo médico, mas enviou representante. 

“A gente está nessa caminhada por Pernambuco e pelo Brasil. A indicação de Luciana à vice, uma política de dimensão nacional, chega para fortalecer ainda mais o nosso time. Luciana tem uma grande experiência administrativa. Sua presença na chapa dá nitidez política ao verdadeiro time de Lula em Pernambuco. Estamos ampliando os espaços de diálogo com a população e, a cada conversa, visita, reunião, percebemos a receptividade das pessoas; vemos crescer essa grande onda de esperança no futuro e confiança no que a gente pode fazer”, destacou Danilo. 

O socialista reforçou que a verdadeira mudança é o palanque da Frente Popular. “Nosso time está escalado e está em campo, pronto para ganhar mais uma. A nossa animação vem do compromisso que a gente tem com o povo e com o trabalho por Pernambuco. Muita coisa foi feita. E temos muito o que fazer. A diferença, que também motiva o povo pernambucano, é que a gente sabe fazer. E já provamos isso de diversas formas. A verdadeira mudança começou com Eduardo e segue em frente”, cravou Danilo.

Prefeitura de Afogados promoveu mutirão de exames de mamografia

Visando a prevenção do câncer de mama, a Prefeitura de Afogados promoveu um mutirão para diminuir a fila de espera por um exame de mamografia.

Os exames são destinados a mulheres entre 50 a 69 anos, e foram realizados gratuitamente pelos profissionais do laboratório móvel da CITOMAMA, empresa vencedora da licitação para prestação do serviço em Afogados.

Mulheres com idades abaixo de 50 anos ou acima de 69 anos, que tenham histórico de câncer de mama na família e que estejam com o encaminhamento, também poderão realizar o exame, que é encaminhado pela unidade básica de referência à qual a mulher está referenciada, de acordo com o bairro ou comunidade rural em que reside.

Por mês, são atendidas 170 pacientes no total. Segundo a diretora geral da atenção básica de Afogados, Luciana Valquíria, o mutirão ocorrerá todos os meses, buscando atender as mulheres que precisam desse exame especializado, tão imperante na prevenção do câncer de mama.

A deputada federal e pré-candidata Marília Arraes ingressou nesta terça-feira (19) uma Representação na Procuradoria Geral da República contra o presidente Jair Bolsonaro pelos crimes de atentado ao Estado Democrático de Direito, ataques ao sistema de votação brasileiro com uso de Fake News e ato de improbidade administrativa. 

Na ação, Marília destaca a gravidade das declarações de Bolsonaro proferidas durante uma reunião, realizada na segunda com dezenas de embaixadores de países estrangeiros residentes no Brasil. Na ocasião, o presidente voltou a colocar em xeque a confiabilidade do sistema eleitoral brasileiro. Os ataques, sem nenhum fundamento ou provas, foram transmitidos, ao vivo, pela TV Brasil.
“Não podemos ficar inertes a mais esse gravíssimo ataque contra o Estado Democrático de Direito, contra a Democracia brasileira, contra as nossas instituições! Ao reunir dezenas de embaixadores estrangeiros para tentar desmoralizar e colocar em xeque a correção, a legalidade do nosso sistema eleitoral Bolsonaro comente uma série de crimes, contra a Pátria, contra a Constituição, contra todos nós, brasileiros e brasileiras. Jamais poderia assistir a isso sem tomar uma atitude coerente com a minha luta em defesa permanente da Democracia”, destacou Marília. 
Segundo a parlamentar, as acusações proferidas por Bolsonaro são ataques infundados à confiabilidade e transparência das urnas eletrônicas; a suposta manipulação de dados eleitorais após as eleições; a difusão de fatos inverídicos relativos a inquérito policial instaurado após as eleições presidenciais de 2018 e conduzido pela Polícia Federal. 
Também constam a suposta impossibilidade de promover-se auditoria das urnas eletrônicas; a promoção da ideia de estabelecimento do voto impresso, proposta já rechaçada pelo legislativo; a promoção de ataques a Ministros do TSE; a suposta interferência do Supremo Tribunal Federal para inocentar injustamente o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva; a difusão de supostos ataques sofridos pelo Presidente e que teriam sido realizados pelo Ministro do STF Luís Roberto Barroso, o qual teria trabalhado “para que o terrorista César Battisti ficasse no Brasil”, entre outros acintes diretos ao sistema eleitoral.
A representação foi elaborada, a pedido de Marília, pelo escritório do advogado Walber Agra, um dos mais conceituados juristas de Pernambuco.

A suspeita de mandar matar a venezuelana Yeimy Rodriguez de 27 anos no Amazonas, foi presa nessa segunda-feira (18). O crime foi encomendado a Andreas Muñoz por R$300 pela mulher que era sogra de Yeimy e não aceitava o namoro da estrangeira com o filho dela de 17 anos. A vítima foi morta a facadas no dia 05 de julho, na Zona Leste da cidade.
 
De acordo com o G1, a suspeita de pagar pelo crime também é venezuelana e vizinha da vítima. Por conta das divergências sobre o relacionamento com o filho, sogra e nora discutiam muito. Testemunhas contaram à delegada Deborah Barreiros, responsável pela investigação do caso, que a suspeita de ser mandante do assassinato já havia ameaçado a vítima com uma faca em via pública. “O fato é que essa senhora não aceitava [relacionamento], achava que o rapaz era bastante jovem. Então, elas viviam brigando, não podiam se encontrar que sempre discutiam”, disse a delegada responsável pelo caso.
Andreas Muñoz foi identificado pelas câmeras de segurança da rua e preso em Boa Vista local para onde fugiu após o crime. Aos policiais, ele confessou ter recebido dinheiro para matar a venezuelana e entregou a sogra como mandante do assassinato. Ele foi encaminhado para capital amazonense onde já havia um mandato de prisão preventiva.
Ao ser presa, a mulher negou a informação de não aprovar o relacionamento do filho. Disse ainda que as duas viviam em harmonia e que a vítima já teria morado em sua casa por um período.
Yeimy foi encontrada morta por crianças do bairro, por volta das 13h, que foram à casa dela pedir laranja. O imóvel estava revirado, e os golpes de faca do corpo da vítima demonstram que ela tentou se defender. Segundo os vizinhos, a vítima estava juntando dinheiro para trazer a filha da Venezuela para o Brasil.

O pré-candidato Luiz Inácio Lula da Silva (PT) usou o Twitter para criticar Jair Bolsonaro (PL) após o presidente atacar às urnas eletrônicas e o Supremo Tribunal Federal (STF) durante uma reunião oficial convocada por ele com cerca de 40 embaixadores, nesta segunda-feira (18).
Segundo o ex-presidente Lula, Bolsonaro deveria falar sobre assuntos de interesse do Brasil e não “contar mentiras” sobre o processo eleitoral brasileiro.
As declarações do presidente Jair Bolsonaro (PL) tiveram repercussão negativa com autoridades dos outros poderes, como o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG) e o ministro do STF, Edson Fachin. Outros presidenciáveis como Simone Tebet (MDB) e Ciro Gomes (PDT) também criticaram as declarações do presidente da República durante a reunião com os embaixadores.
Durante a reunião, além dos ataques às urnas eletrônicas, Bolsonaro criticou ministros do STF e disse que Fachin o ataca e que ele é o responsável por “soltar Lula”.

A Caixa Econômica Federal e o Ministério da Cidadania começaram a pagar o Auxílio Brasil de julho nesta segunda-feira (18). A liberação do benefício vai até 29 de julho, conforme o final do NIS (Número de Identificação Social). Recebe nesta segunda quem tem NIS final 1. Na terça, o benefício é liberado para NIS final 2.

Segundo a Cidadania, em média, as 18,13 milhões de famílias com direito ao benefício vão receber R$ 408,80. Os R$ 600 devem ser pagos em agosto, em um novo calendário que pode começar a partir de 9. O valor é temporário e vai até dezembro.

QUAL O VALOR DO AUXÍLIO BRASIL 2022?

Criado em novembro de 2021 para substituir o Bolsa Família, o Auxílio Brasil paga, por mês, R$ 400 a famílias que fazem parte do programa. Neste ano, porém, de agosto a dezembro, haverá a liberação de uma parcela extra de R$ 200, que elevará o valor para R$ 600 de forma temporária.

Com isso, de janeiro a julho, o governo libera sete parcelas de R$ 400, somando R$ 2.800 aos atendidos. De agosto a setembro, a parcela será de R$ 600, somando R$ 3.000.

Neste mês, o valor médio a ser pago é de R$ 408,80. Isso ocorre porque há famílias que recebem os benefícios extras dentro do programa.

QUEM RECEBE O AUXÍLIO BRASIL EM JULHO?

O Auxílio Brasil de julho será pago para 18,13 milhões de famílias que fazem parte do CadÚnico (Cadastro Único). O Nordeste é a região com o maior número de beneficiários. Ao todo quase 8,6 milhões de famílias recebem o auxílio. Depois, aparecem as regiões Sudeste (5,2 milhões), Norte (2,1 milhões), Sul (1,2 milhão) e Centro-Oeste (941 mil).

Os pagamentos começaram nesta segunda (18) e vão até a sexta-feira (29). A regra segue igual ao do Bolsa Família: a liberação dos valores ocorre conforme o final do NIS.

COMO FAZER PARA RECEBER O AUXÍLIO BRASIL?

Para ter direito ao benefício, as famílias precisam fazer parte do CadÚnico. O cadastro é realizado, inicialmente, pela internet, no aplicativo ou site do CadÚnico, e precisa ser confirmado no Cras (Centro de Referência da Assistência Social) dos municípios.

É preciso atender aos critérios de extrema pobreza, com renda de até R$ 105 por pessoa da família (per capita), ou pobreza, com renda entre R$ 105,01 e R$ 210 por pessoa da família (per capita). O auxílio também é pago a quem está em regra de emancipação, que é quando o beneficiário conquista um emprego formal, mas segue com direito de receber o benefício se a renda por pessoa da família for de até R$ 525.
QUEM PODE SE CADASTRAR NO CADÚNICO?

O Cadastro Único paga outros benefícios além do Auxílio Brasil e, por isso, as famílias de baixa renda devem se cadastrar para receber os auxílios. Neste caso, para fazer parte, a família deve ser considerada de baixa renda, com renda mensal de até meio salário mínimo por integrante, o que dá R$ 606 neste ano.

Para fazer o cadastro, é importante ter uma pessoa responsável para responder às perguntas. Essa pessoa deve fazer parte da família, morar na mesma casa e ter pelo menos 16 anos.
O responsável deve apresentar seu CPF e seu título de eleitor. Também é necessário levar um comprovante de endereço, que pode ser conta de água ou luz.

É preciso apresentar ao menos um dos seguintes documentos:

-Certidão de nascimento
-Certidão de casamento CPF
-Carteira de identidade (RG)
-Certidão Administrativa de Nascimento do Indígena (Rani)
-Carteira de trabalho
-Título de eleitor
QUAL É A SITUAÇÃO DO AUXÍLIO BRASIL?

O Auxílio Brasil é um benefício federal que substitui de forma permanente o Bolsa Família. Apenas o valor de R$ 600 será temporário. A previsão é que, em janeiro de 2023, o benefício volte a ser de R$ 400.

A renda extra de R$ 200 a ser paga de agosto a dezembro foi aprovada após a PEC (proposta de emenda à Constituição) Kamikaze passar no Congresso determinando um estado de emergência no país. Essa foi a forma encontrada pelo governo de driblar a legislação eleitoral.

QUANDO O AUXÍLIO BRASIL DE R$ 600 SERÁ PAGO?

Para que o benefício de R$ 600 seja pago pelo governo, é preciso que ocorra uma publicação com a liberação do valor extra já aprovado na PEC e publicado na emenda constitucional 123, de R$ 26 bilhões. A intenção é ampliar o total de beneficiários para 20,2 milhões.

O valor começará a ser liberado em agosto e a intenção do governo é alterar o calendário e dar início aos depósitos a partir do dia 9 de agosto. Se seguir o mesmo calendário com base no final do NIS, os pagamentos terminariam em 22 de agosto.

COMO SABER SE ESTOU NO CADÚNICO?

Para saber se a família já está no CadÚnico, o cidadão pode fazer a consulta no aplicativo ou no site. É possível consultar informando o número do CPF e a data de nascimento. Para isso, os dados informados precisam estar iguais aos da Receita Federal.

Na consulta simples, não é preciso fazer login com usuário e senha, basta digitar os dados solicitados, como nome completo, data de nascimento, nome da mãe e município em que reside.

Já para a consulta completa, o trabalhador precisa ter senha gov.br, com CPF e senha de usuário. Neste caso, estarão disponíveis mais informações, como NIS, código familiar, situação cadastral, data da última atualização e data-limite para uma nova atualização cadastral.

COMO É A ATUALIZAÇÃO DO CADÚNICO?

O Ministério da Cidadania está realizando a revisão e a averiguação cadastral de quem está no CadÚnico. Na revisão, a família precisa atualizar os dados. Já na averiguação, serão cruzados dados com outros registros administrativos federais.

Se forem identificadas inconsistências após o cruzamento de dados, a família deve comprovar que segue cumprindo os critérios para estar no Auxílio Brasil.

Quem está passando pela revisão tem até 14 de outubro para atualizar as informações. Já no caso da averiguação, o prazo vai até 12 de agosto. Nos dois casos, o governo prorrogou os prazos, que venciam em junho e julho.
QUEM VAI RECEBER O CARTÃO DO AUXÍLIO BRASIL?

Todos que fazem parte do Auxílio Brasil terão direito a um novo cartão com a função débito. No entanto, a distribuição que começou em junho priorizará 6,6 milhões de famílias, das quais cerca de 3,2 milhões já estão recebendo o cartão em casa, pelos Correios. São famílias que recebiam por meio de poupança social digital da Caixa.

Quando o usuário recebe o cartão, a senha para uso pode ser cadastrada em unidades lotéricas, agências da Caixa e pelo aplicativo Caixa Tem.

PARA QUE SERVE O NOVO CARTÃO DO AUXÍLIO BRASIL?

Segundo o governo, o novo cartão é utilizado para receber o benefício nas agências da Caixa Econômica Federal e nas casas lotéricas, além dos correspondentes bancários. Com ele, será possível fazer compras no débito em diversos estabelecimentos, como mercados, farmácias, lojas, postos de gasolina e demais estabelecimentos que aceitam cartões na função débito. Além disso, como o cartão contém chip, o risco de clonagem é menor. (Via: Folhapress)

É hora de dizer basta’, diz Fachin sobre ataques à Justiça Eleitoral

Ministro do Tribunal Superior Eleitoral chamou provocações de ‘pobres em substância argumentativa’ e criticou as Forças Armadas

AGENCIA BRASIL

O ministro Edson Fachin, do Tribunal Superior Eleitoral e do Supremo Tribunal Federal, fez um discurso na Ordem dos Advogados do Brasil do Paraná nesta segunda-feira (18) pedindo um basta aos ataques à Justiça Eleitoral, criticando o envolvimento das Forças Armadas no pleito e afirmando que há um “negacionismo eleitoral por parte de uma personalidade importante” no Brasil. Na ocasião, Fachin abriu a Campanha de Combate à Desinformação da Ordem dos Advogados.

Para o ministro, alegações de fraude no processo eleitoral do país são encenações, “eventos órfãos de embasamento técnico e pobres em substância argumentativa”, que atacam a democracia sem provas. “Há um inaceitável negacionismo eleitoral por parte de uma personalidade importante dentro de um país democrático, e é muito grave a acusação de fraude (má-fé) a uma instituição”, disse.

 

Fachin ainda criticou o que chamou de “naturalização do abuso da linguagem” e a falta de compromisso cívico. “Ainda mais grave é o envolvimento da política internacional e também das Forças Armadas, cujo relevante papel constitucional a ninguém cabe negar como instituições nacionais, regulares e permanentes do Estado, e não de um governo. É hora de dizer basta.”

No discurso, o ministro também pediu a volta da normalidade das campanhas eleitorais. Segundo ele, esse período não deve ser feito de janelas para ataques sucessivos, mas espaços para que os candidatos ofereçam informações verdadeiras e propostas plausíveis.

“Cabe preservar conquistas civilizatórias, mantendo-se o povo livre e consciente frente à dominação outrora imposta por supostos líderes que, em momentos infaustos, apagaram memórias e usaram da força para usurpar o poder, fazendo-se imunes ao julgamento coletivo, negando a natureza soberana da cidadania”, ressaltou.

Mais um homicídio em São José do Egito-PE,  chega ao décimo  em 2022

Nenhuma descrição disponível.

 

Eriberto Santos foi assassinado por volta das 17 horas na Rua Poeta Rogaciano Leite em São José do Egito, nas proximidades de um ponto de carro para a comunidade de Curralinho.

A vítima havia sido condenada por um homicídio há mais de uma década. Foi libertado e pouco depois, passou a figurava como suspeito de matou Géssica Priscila Maciel, de 32 anos, morta a tiros na madrugada do sábado (09), no Sítio Lagoa do Mato, onde residia, próximo ao povoado de Curralinho.

Ela era natural de Jaboatão do Guararapes-PE, mas morava na zona rural de São José do Egito, no Sertão de Pernambuco, há muitos anos. deixou dois filhos.

Informações preliminares indicam que a morte pode ter relação com um dos dois crimes. O caso é investigado pelo Delegado de São José do Egito, Paulo Henrique. Via Nill

Mais um acidente na pista PE 292 que liga Afogados Iguaracy, o fato aconteceu nesta última segunda feira (18),por volta das 18hs  envolvendo uma motocicleta e uma carroça de burro, Antônio Filho e sua mãe Maria Aparecida conhecida por Cida do peixe estavam em uma motocicleta e colidiram com carroça de burro. 

Um caminhão que trafegava atrás ainda atingiu a motocicleta, mas graças a Deus não atingiu as vítimas.

Mãe e filho tiveram fraturas em uma das pernas, eles serão transferidos para outras cidades, para de submeterem à cirurgias.

Ambos foram socorridos pelo SAMU e a equipe de Bombeiros, não houve vítimas fatais.

crédito: ESO/L. CALÇADA Por: Camilla Germano – Correio Braziliense

Um grupo de pesquisadores — conhecidos por desmascarar várias descobertas de buracos negros e chamados de “policiais dos buracos negros” — conseguiu identificar o fenômeno na Grande Nuvem de Magalhães, uma galáxia “próxima” a Via Láctea. Foi a primeira vez em que eles identificaram um buraco negro ao invés de rejeitar a possibilidade de ele ser um.
A descoberta foi feita graças a seis anos de observações obtidas com o Very Large Telescope (VLT) do Observatório Europeu do Sul (ESO), no Chile, e os astrônomos identificaram que esse é o primeiro buraco negro adormecido e de massa estelar encontrado fora da nossa galáxia. “Identificamos uma ‘agulha no palheiro’”, garante Tomer Shenar, um dos autores da pesquisa.
Os buracos negros de massa estelar são formados quando uma de suas estrelas massivas chegam ao final de suas vidas e por isso giram em torno uma das outra. Esse processo deixa para trás um buraco negro em órbita com uma estrela companheira luminosa.
Outro detalhe sobre o sistema binário VFTS 243 é que, para ser considerado “adormecido”, ele precisa não emitir altos níveis de radiação de raios-X, que é como esses buracos negros são normalmente detectados. Além disso, um dos motivos dos buracos negros adormecidos não serem tão facilmente detectados é que eles não interagem com o ambiente.
O buraco VFTS 243 tem pelo menos nove vezes a massa do nosso Sol e orbita uma estrela azul e quente que pesa 25 vezes a massa do Sol e a pesquisa que o encontrou levou seis anos de observação de cerca de 1.000 estrelas massivas na região da Nebulosa da Tarântula da Grande Nuvem de Magalhães, procurando aquelas que poderiam ter buracos negros como companheiros. 

Um homem identificado como Diogo de Sá Gomes Silva, de 29 anos, natural de Floresta-PE, que transportava 290 Kg de maconha foi preso, na noite de sábado (16), pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), na BR 232, em Arcoverde, no Sertão de Pernambuco. A droga era transportada em sacos de lixo, dentro do porta-malas e sobre os bancos de passageiros de um carro.

 

Policiais realizavam uma fiscalização no km 250 da BR, quando deram ordem de parada a um carro com placas do Mercosul. Durante a abordagem, o motorista abaixou os vidros e a equipe percebeu um forte cheiro de maconha no veículo, que estava carregado com 25 sacos da droga.
Quando a equipe foi realizar uma verificação no carro, o motorista quebrou o próprio aparelho dentro do veículo, para ocultar informações sobre o crime. O homem disse apenas que havia pego a droga em Floresta e entregaria em Pesqueira, ambas no Sertão pernambucano.
O motorista foi encaminhado junto com a maconha à Delegacia de Polícia Civil de Arcoverde e poderá responder por tráfico de drogas, Essa é a segunda vez que ele é flagrado praticando o mesmo crime.

Suplente em Câmara de Vereadores é morto em ataque com mais de 30 tiros

Um suplente da Câmara de Vereadores da cidade de Ipirá, no centro-norte do estado, morreu a tiros, na madrugada deste sábado (16), dentro do próprio veículo. O ataque aconteceu, por volta das 3h, em uma das avenidas mais movimentadas do município, reduto de bares e restaurantes, a Avenida Anísio Dultra

Lourivaldo Pereira Leite, o Nem do Povo, como era conhecido, foi baleado cerca de 30 vezes. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local. O seu corpo permaneceu durante toda a manhã dentro do veículo, até a chegada de uma equipe do Departamento de Polícia Técnica (DPT) da cidade vizinha, Itaberaba, também no centro-norte.

 

Anitta e Melody voltam a trocar farpas nas redes sociais

Depois de se acusarem mutuamente, Melody afirmou que Anitta a ‘ameaça’ e chamou a veterana de ‘uma senhora de quase 40 anos’.

Anitta rebate críticas de Melody (Foto: Reprodução/Instagram)

 

Entre a noite de sábado e este domingo (17), Anitta e Melody voltaram a lavar roupa suja em público. Como se não bastasse na semana passada a jovem Mc ter divulgado a própria música nos comentários ao entrar em uma live que Anitta fazia com Filipe Ret , as duas discutiram publicamente.

Tudo começou quando Anitta afirmou que a carreira de Melody não era “séria”. A jovem cantora rebateu, afirmando que a dona do hit “Girl From Rio” só esteve nas paradas globais por ter “investido dinheiro”.

“Ela fala de mim, eu respondo e as pessoas acham que sou eu que faço a briga. Como assim meu trabalho não é profissional? Quem está no TOP 1 Brasil agora? Ela estava no TOP 1 Global, mas cadê a música dela? Saiu do mapa, aquilo ali era muito dinheiro investido. Meu trampo não tem isso de adicionar dinheiro assim, é tudo natural”, disse Melody. Esse comentário foi uma referência à música “Envolver”, da Anitta, que se tornou hit global.

Depois disso, Anitta afirmou que conhece os compositores da música de Melody que esteve no top 1. “Acho que você não conhece eles não, porque a música é da Ariana Grande no caso né… mas fica tranquila que eu não mostrei pra eles, se não… agora faz um falsete cantando o nome do Lula só de brinks aí pa nós que aí tu vira notícia”, respondeu Anitta, lembrando que a canção “Assalto Perigoso”, de Melody, é um sample de “Positions”.

Para não deixar barato, Melody postou o trecho de um vídeo antigo de uma dupla, onde um homem toca sanfona em um ritmo que remete ao hit “Vai malandra”.

A jovem de 15 anos, se defendeu dizendo que ainda não tem idade para votar. “Não tenho idade para tirar meu título de eleitora e muito menos para decidir quem deve ser o presidente do Brasil”, falou em um vídeo. No entanto, ela continuou escrevendo por meio das redes sociais, respondendo diretamente ao comentário de Anitta.

“Colocar a minha carreira em briga política é falta de assunto. Tá nervosa porque organicamente é difícil chegar no topo né? Quem tem boca fala o que quer, mas o meu talento é maior que tudo isso. Feio mesmo é uma senhora de quase 40 anos. Colocar uma adolescente de 15 anos em discussão de cunho político pra engajar. Outro detalhe: tá tão grande lá fora, que tem tempo pra tá postando no Twitter sobre assuntos que não tem respaldo algum pra comentar. As suas polêmicas não fazem de você [alguém com] seriedade pra comentar certos tipos de assunto”, escreveu Melody, em uma sequência de tuítes.

Prazo para solicitar voto em trânsito começa nesta segunda-feira

Mulher vota em cabine eleitoral; prazo para solicitar o voto em trânsito segue até 18 de agosto

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) abre nesta segunda-feira (18) o prazo para que os eleitores possam solicitar o voto em trânsito. Essa modalidade permite o voto em outra cidade a quem não estiver no seu domicílio eleitoral nas datas do primeiro ou do segundo turno, ou de ambas.

Os eleitores terão até 18 de agosto para procurar a Justiça Eleitoral e se habilitar ao voto em trânsito. Segundo o TSE, os pedidos devem ser feitos em atendimento presencial em qualquer cartório eleitoral. Não há a opção de solicitação pela internet. Além disso, a Justiça Eleitoral exige que o eleitor escolha uma cidade com mais de 100 mil pessoas votantes para transferir temporariamente o seu local de votação.

O eleitor pode indicar locais diferentes para votar no primeiro e no segundo turnos, ou escolher o mesmo ponto. Entretanto, após o prazo final estipulado pela Justiça Eleitoral, não será possível fazer alterações. O eleitor que mudar de ideia depois de optar por votar em trânsito pode cancelar o pedido, mas terá de fazê-lo até 18 de agosto.

Caso o eleitor esteja em outro município do estado em que vota, ele poderá participar das eleições para todos os cargos eletivos em disputa: presidente da República, governador, senador, deputado federal, deputado estadual ou deputado distrital. Por outro lado, caso ele esteja em outro estado, poderá votar somente a presidente.

No domingo (17), a relação dos locais onde haverá voto em trânsito foi divulgada nas páginas dos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs). As seções eleitorais que se destinam exclusivamente a essa modalidade devem conter no mínimo 50 e no máximo 400 eleitores. Caso haja necessidade de mais pontos de votação em função da demanda, os TREs podem atualizar os locais disponíveis até 18 de agosto.

Acaba nesta segunda-feira (18), às 18h, o prazo para se inscrever no concurso público para professor da rede estadual de Pernambuco. Candidatos podem concorrer a 2.907 vagas em 13 disciplinas da educação básica.

 

O certame terá três fases – provas objetivas, prova discursiva e avaliação de títulos. As provas serão aplicadas no dia 21 de agosto.

A inscrição é feita na página do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), responsável pela seleção.

A taxa de inscrição custa R$ 130 e pode ser paga até quarta-feira (20) em casas lotéricas, bancos e agências dos Correios. Ao se inscrever, o candidato recebe uma mensagem informando que o boleto será enviado por email. Conforme a Secretaria de Educação de Pernambuco, a orientação é aguardar esse boleto.

COMO SERÃO AS PROVAS

Haverá aplicação do concurso em 13 cidades de Pernambuco: Afogados de Ingazeira, Araripina, Arcoverde, Caruaru, Floresta, Garanhuns, Limoeiro, Nazaré da Mata, Palmares, Petrolina, Recife, Salgueiro e Vitória de Santo Antão.

A prova objetiva terá 50 questões de conhecimento geral e 70 quesitos de conhecimentos específicos, com 4h30 de duração. No mesmo dia acontece a prova discursiva, que será uma redação de até 30 linhas.

O salário base, para jornada de 200h, será R$ 3.900. Para 150 horas, o vencimento é R$ 2.925. Esses valores não incluem gratificações.

Inscrição – Até 18h de 18 de julho

Onde – No site www.cebraspe.org.br

Taxa de inscrição – R$ 130 (pode ser paga até 20 de julho)

Provas – 21 de agosto, à tarde

Cidades onde haverá provas

Afogados de Ingazeira, Araripina, Arcoverde, Caruaru, Floresta, Garanhuns, Limoeiro, Nazaré da Mata, Palmares, Petrolina, Recife, Salgueiro e Vitória de Santo Antão

Edital: clique aqui

601 – português
502 – matemática
334 – biologia
285 – história
221 – geografia
218 – educação física
199 – química
192 – física
134 – inglês
76 – filosofia
63 – artes
43 – espanhol
39 – sociologia

A delegada da Polícia Civil do Paraná, Camila Cecconello, afirmou que a perícia no celular do autor do crime, o bolsonarista Jorge Guaranho, pode trazer novos elementos à investigação e mudar o caso (Crédito: Divulgação) Por: Correio Braziliense

 

Após receber críticas ao anunciar a conclusão do inquérito sobre o assassinato do guarda municipal e tesoureiro do Partido dos Trabalhadores (PT) Marcelo Arruda, a delegada da Polícia Civil do Paraná, Camila Cecconello, afirmou que a perícia no celular do autor do crime, o bolsonarista Jorge Guaranho, pode trazer novos elementos à investigação e mudar o caso.
A informação foi dada à repórter Isabela Camargo, da GloboNews, no fim da noite desta sexta-feira (16/7). A declaração veio após intensas críticas dos advogados da vítima, especialistas e até mesmo políticos sobre a decisão de concluir o caso antes de peças importantes serem analisadas, como o celular do assassino.
Ouvido na sexta-feira pelo Correio, o doutor em direito e professor de direito penal da Escola Superior de Advocacia do Rio Grande do Sul Marcelo Moura afirmou que a perícia nos telefones celulares apreendidos poderiam, “em tese, indicar premeditação”.
A delegada explicou que a conclusão do inquérito sem o recebimento da perícia nos aparelhos foi necessária para não acarretar em um prejuízo do caso. “Temos um prazo a cumprir, sob pena de que o não cumprimento do prazo pode acarretar a soltura desse suspeito, do réu, nós temos que relatar o inquérito com os elementos que nós temos e claro aguardar”, explicou.
Ela afirma que a apreensão dos celulares foi uma das primeiras medidas da polícia, que entende a importância da perícia para o caso. “A primeira providência que nós tomamos foi solicitar e foi tentar descobrir quem estava na posse desse celular, e imediatamente representamos pela apreensão do celular e pela autorização para acesso”, diz.
“E extração dos conteúdos desse celular é importante sim, porque no celular muitas vezes o autor pode ter comentado que ia fazer, pode ter dado alguma opinião. Então, a análise do celular é muito importante sim e pode trazer algum elemento novo na investigação”, afirmou Camila.
O prazo para a entrega do inquérito terminaria na próxima terça-feira (19/7). Apesar da declaração da delegada, mais cedo na sexta-feira (15/7), durante a coletiva de imprensa para anunciar a conclusão do caso, a força policial afirmou que antecipou o fim dos trabalhos porque já tinha os elementos de que precisava para fazer o indiciamento e que não havia necessidade de esperar todas as perícias — entre elas a do celular do assassino.

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.501 da Mega-Sena, sorteadas neste sábado (16). O prêmio acumulou e o prêmio para o próximo sorteio (quarta-feira, dia 20) deve ir a R$ 9 milhões.

As dezenas sorteadas: 11 – 27 – 32 – 40 – 58 – 59
30 apostas acertaram a quina e levam cada uma o prêmio de R$ 70.561,85. A quadra registrou 2.331 apostas vencedoras e cabe a cada uma R$ 1.297,33.

UPAE Arcoverde aparece em 1° lugar em transparência das OSS

A Organização Social de Saúde HCP Gestão, vinculada ao Hospital de Câncer de Pernambuco, está em destaque no Ranking da Transparência, organizado pela Secretaria de Saúde do Governo do Estado. Três das unidades de saúde administradas pela OS apresentaram os melhores resultados no Ranking, aparecendo no primeiro, terceiro e quinto lugares na classificação.

Para organizar este Ranking da Transparência, o Governo do Estado analisou 12 unidades de saúde que são administradas por Organizações Sociais. Na lista com a classificação final, a UPAE de Arcoverde aparece em primeiro lugar dentre todas as 12 instituições avaliadas. Outras duas unidades administradas pelo HCP Gestão também ficaram entre as cinco primeiras: a UPAE de Belo Jardim ocupa a terceira colocação e o Hospital São Sebastião conquistou o quinto lugar.

“Ficamos felizes em ver o resultado de um trabalho que tem foco na eficiência, transparência e humanização. É mais uma confirmação de que estamos no caminho certo”, destaca Filipe Bitu, superintendente geral do HCP Gestão.

O monitoramento para essa avaliação atual foi realizado no bimestre situado entre os meses de março e abril deste ano. A análise foi feita a partir do Portal da Transparência de cada uma das 12 unidades de saúde monitoradas.

No topo do ranking, a UPAE de Arcoverde alcançou, de acordo com os parâmetros estabelecidos pela SES-PE, um nível de transparência de 82,61%. Já a UPAE de Belo Jardim conquistou 69,57%, enquanto o Hospital São Sebastião obteve 58,70%.

Filipe Bitu elogia e agradece a parceria dos gestores das unidades que figuram na lista e enfatiza: “Seguimos buscando a melhor qualidade na assistência, com a bandeira da eficiência, mas sem jamais perder nossos valores tão bem estabelecidos de inovação, transparência, empatia, resolutividade, acolhimento e valorização das pessoas, dentre outros importantes compromissos sociais por nós assumidos”.

Além destas três unidades de saúde, o HCP Gestão administra ainda as unidades de saúde estaduais UPAE de Caruaru e a UPA Igarassu e da Prefeitura do Recife o Hospital da Mulher do Recife e a UPAE do Arruda.7891035990922

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luiz Edson Fachin, declinou nesta sexta-feira (15) de um convite do presidente Jair Bolsonaro para que comparecesse na próxima segunda-feira (18) a um encontro com embaixadores no Palácio da Alvorada.

Por “dever de imparcialidade”, já que preside a Justiça Eleitoral, Fachin informou que não pode comparecer a eventos organizados por candidatos ou pré-candidatos — Bolsonaro é pré-candidato à reeleição.

Datado de quarta-feira (13), o convite assinado pelo embaixador André Chermont de Lima, chefe do Cerimonial da Presidência da República, não menciona qual é o tema do encontro com os “chefes de missão diplomática”.

Mas, em transmissões pela internet, Bolsonaro tem afirmado que pretende questionar os resultados de eleições. Ele frequentemente ataca o processo eleitoral e as urnas eletrônicas, mas nunca apresentou provas — inclusive já admitiu isso — das acusações de fraude que costuma fazer.

“Incumbiu-me o Senhor Presidente do Tribunal Superior Eleitoral de agradecer ao honroso convite, mas, na condição de quem preside o Tribunal que julga a legalidade das ações dos pré-candidatos ou candidatos durante o pleito deste ano, o dever de imparcialidade o impede de comparecer a eventos por eles organizados”, respondeu em ofício Fernanda Jannuzzi, chefe do Cerimonial do TSE.

O anúncio da reunião com os embaixadores foi feito por Bolsonaro em uma transmissão ao vivo por rede social no último dia 7. Ele afirmou que convocaria o encontro para falar sobre “como é o sistema eleitoral brasileiro”, com documentos sobre as eleições de 2014 e 2018.

“Será um PowerPoint mostrando tudo o que aconteceu nas eleições de 2014, 2018, documentado, bem como essas participações dos nossos ministros do TSE, que são do Supremo, sobre o sistema eleitoral”, declarou na ocasião. Na última terça-feira (12), Bolsonaro disse que o encontro reunirá “uns 50 embaixadores”.

Em 31 de maio, o TSE realizou o evento “Sessão informativa para embaixadas: o sistema eleitoral brasileiro e as eleições de 2022”, no qual diplomatas estrangeiros ouviram exposições de ministros e secretários do tribunal sobre as eleições e o sistema eletrônico de votação.

Bolsonaro chegou a reclamar do evento promovido pelo TSE. “Vê o que aconteceu na semana passada: o ministro Fachin convida, e aproximadamente 70 embaixadores vão ao TSE para ouvir dele as maravilhas que são as urnas eletrônicas brasileiras”, afirmou em 6 de junho.

Antes do evento com os embaixadores, o tribunal fez o teste de segurança das urnas eletrônicas e respondeu às recomendações do Ministério da Defesa sobre o sistema eleitoral.

 

Quatro estados concentram quase metade dos eleitores brasileiros

 

O Tribunal Superior

 Eleitoral (TSE) divulgou que o estado de São Paulo continua a ser o maior colégio eleitoral brasileiro, com 22,16% de todos os votantes. Isso significa que, a cada cinco votantes no país, um reside em São Paulo. Junto a Minas Gerais, Rio de Janeiro e Bahia, esses estados reúnem mais de 75 milhões ou 47,98% dos eleitores.

Depois de São Paulo, aparecem os estados de Minas Gerais, com 10,41% do total de eleitores, e Rio de Janeiro, com 8,2%. Ao todo, a região Sudeste concentra 42,64% de todo o eleitorado nacional. Fora da região, a Bahia aparece como o quarto estado com mais eleitores, com 7,2%.
 
Em contrapartida, os três estados com menor eleitorado estão na região Norte, que responde por apenas 8,03% dos eleitores. Roraima (0,23%), Amapá (0,35%) e Acre (0,38%) são as unidades da Federação com menos eleitores, respectivamente.
 
Ainda com relação às regiões, o Nordeste vem logo após o Sudeste, com 27,11% do eleitorado. Na sequência aparecem o Sul (14,42%), Norte (8,03%) e Centro-Oeste (7,38%).
 
Brasília é a terceira cidade
Entre os municípios brasileiros, São Paulo também detém o maior número de eleitoras e eleitores, com 9.314.259 de pessoas. Em seguida aparecem Rio de Janeiro (5.002.621), Brasília (2.203.045), Belo Horizonte (2.006.854) e Salvador (1.983.198).
 
Os menores colégios eleitorais, em contrapartida, estão nos municípios de Borá (SP), com 1.040 eleitores; Araguainha (MT), com 1.042; Serra da Saudade (MG), com 1.107; Engenho Velho (RS), com 1.213; e Anhanguera (GO), com 1.234.
 
Biometria
Nas eleições de 2022, três a cada quatro pessoas votarão com a identificação biométrica na Justiça Eleitoral.
 
Ao todo, 118.151.926 serão identificados por meio das impressões digitais, o que corresponde a 75,51% do total. Outros 38.320.884 de brasileiros, ou 24,48%, ainda estão sem biometria.
 
Em relação aos anos anteriores, o quantitativo subiu consideravelmente. Em 2018 eram 59,31% do eleitorado com a biometria completa; antes, em 2014, era apenas 16,7%.
 
Já no que diz respeito aos 5.570 municípios brasileiros, em 2022 são 4.510 cidades com biometria, um total de 80,97%.
 
Há ainda 998 municípios híbridos (17,92%) e outros 62 sem biometria (1,11%). Dezoito estados brasileiros contam com a biometria em todos os municípios. (Via: Agência Brasil)

 

Ruído branco: as pessoas que ganham dinheiro gravando sons como de chuva e máquina de lavar

Produzir clipes e podcasts de som ambiente que ajudam os ouvintes a se concentrar, relaxar ou dormir se tornou um negócio lucrativo.

 

Gravar o som de máquina de lavar, de ventilador ou de chuva se tornou um novo negócio (Foto: Getty Images via BBC)

 

Na onda dos podcasts, um novo produto parece estar ganhando cada vez mais seguidores: gravar o som de máquina de lavar, de ventilador ou de chuva se tornou um novo negócio e tem levado algumas pessoas a fazer da gravação desse tipo de som, conhecido como ruído branco, como um negócio bem-sucedido.

Os podcasters de ruído branco recriam um mundo de calma, com o qual ajudam milhares de ouvintes a se concentrar, se acalmar ou dormir em um momento de alta poluição sonora. Você só precisa checar as listas das plataformas de vídeo e áudio mais populares para perceber a ótima recepção desse tipo de conteúdo.

No YouTube, é possível encontrar vídeos como “Celestial White Noise”, com 57 milhões de visualizações, ou “White noise para bebês dormirem”, com mais de 28 milhões. A nova onda envolve cada vez mais podcasts com esse tipo de ruído, ideal para mascarar ou encobrir outros sons do ambiente, como carros, construção ou cachorros latindo.

“Acho que todo mundo está procurando maneiras de dormir melhor. Algumas pessoas recorrem à medicação. Prefiro encontrar outras maneiras. Sempre achei o ruído branco e os sons da natureza a melhor forma de ajudar no descanso”, explica Todd Moore, um empresário americano de sucesso que grava ruídos brancos há mais de doze anos, primeiro para o aplicativo dele e depois para o podcast “Tmsoft’s White Noise Sleep Sounds”.

Moore começou com um aplicativo gratuito em 2009 chamado “White Noise Lite”, que tem mais de 170 mil avaliações somente na App Store da Apple.

“A ideia de criar um app de ruído branco surgiu quando o iPhone foi lançado e criou uma loja de aplicativos. Uma das ideias que eu tinha era a de que, como sempre dormia com o ventilador ligado, queria ver se conseguia gravar o som e carregá-lo em um dispositivo, em vez de ter que sempre ligar o ventilador. Foi mais ou menos como tudo começou”, lembra.

Aplicativo ‘White Noise Lite’ tem mais de 170 mil avaliações na App Store — Foto: Getty Images via BBC

“Comecei a andar pela minha casa gravando todos os tipos de ruídos diferentes, como o ar-condicionado. Eu saía para o jardim e gravava grilos, chuva e outros sons da natureza. Então eu colocava tudo em um aplicativo. Era muito simples no início. Eu tinha talvez dez sons que poderia ouvir a noite toda. Esse foi o truque “, relata.

“O desafio foi conseguir um áudio que durasse dez horas sem nenhuma interrupção. Isso foi talvez o que mais me levou tempo, mas depois consegui superar essa barreira. Eu não estava tentando ganhar dinheiro, só pensei que talvez pudesse ajudar alguém, por isso deixei a plataforma como download gratuito.”

“Passado um tempo, descobri que todo mundo estava baixando e usando o aplicativo. Comecei a receber centenas de emails.”

Banco de ruídos tem versão em áudio com episódios que duram nove horas — Foto: Getty Images via BBC

Há alguns anos, dado o crescente interesse por podcasts, um mundo que Moore sempre gostou, ele decidiu também postar o seu banco de ruídos numa versão apenas em áudio, em episódios que duram nove horas.

“Enviamos novos sons toda semana, que são complementares. Achei que talvez fosse uma boa maneira de aproximar o aplicativo das pessoas.”

“Começamos a fazer bastante dinheiro, chamar muita atenção, e o app explodiu. Mas ninguém esperava que teríamos 50 mil ouvintes por dia. É incrível”, explica Moore.

Um negócio lucrativo

Com o mundo dos podcasts em expansão, a empresa de Moore possui atualmente outros cinco funcionários, três deles em tempo integral. O criador do aplicativo considera o projeto como um negócio lucrativo.

“Estamos indo muito bem”, limita-se a responder, sem querer entrar em detalhes financeiros.

De acordo com um artigo publicado pela Bloomberg, a plataforma de podcasts Anchor paga a Moore um total de US$ 12,25 (R$ 66,25) a cada mil reproduções. Ao final do mês, presume-se que o valor chegue a US$ 18.375 (R$ 99,3 mil).

E este seria apenas o dinheiro arrecadado na Anchor, sem contar o valor recebido através do aplicativo próprio, que possui cerca de um milhão e meio de usuários ativos.

Segundo criador de ruídos, algumas pessoas roubam as gravações e as republicam — Foto: Getty Images via BBC

No app, Moore também oferece, além da versão gratuita (que inclui anúncios), uma versão paga por US$ 2,99 (R$ 16,20).

Apesar da proliferação desses podcasts, é difícil saber quem está realmente por trás da maioria deles.

“Alguns são cópias. As pessoas roubam os sons e os republicam”, comenta Moore sobre a dificuldade de provar se aquele ventilador que aparece em um determinado conteúdo foi gravado pelo criador ou pirateado.

Problemas para monetizar podcasts

Conseguir monetizar um podcast é algo complicado. Apenas alguns podem viver disso, como destaca Francisco Izuzquiza, podcaster espanhol e fundador da Yes We Cast, empresa especializada em produção e consultoria desse tipo de conteúdo.

“No contexto atual, há mais financiamento e recursos. Portanto, há mais possibilidade de criar novos formatos e desenvolver conteúdos, como os ruídos brancos. É maravilhoso que exista essa opção de consumo e que seja uma atividade profissional”, disse ele à BBC.

O que preocupa Izuzquiza é a expectativa criada em torno desse tipo de podcast, e que ele passe a ser visto como “uma nova corrida do ouro”, com a qual seria possível ganhar muito dinheiro.

“Na verdade, 99% das pessoas que iniciam um podcast, como aconteceu com o YouTube, com os blogs e as redes sociais, não ganham nada ou demoram muito para juntar algum dinheiro ou ficar rico.”

No YouTube, é possível encontrar vídeos como “Celestial White Noise”, com 57 milhões de visualizações — Foto: Getty Images via BBC

Incluir comerciais ou anúncios dinâmicos no início dos arquivos de som para não interromper o próprio áudio de ruído branco é a melhor maneira de monetizá-los, avalia o consultor.

“Quem sabe, amanhã uma marca pode patrocinar um podcast de ruído branco?”, antevê.

Ruído branco na América Latina

Os podcasts de ruído branco parecem estar limitados ao mundo anglo-saxão no momento. Tanto Moore quanto Izuzquiza explicam que isso ocorre porque quase tudo sempre começa no mercado americano.

“Não conheço pessoas que fazem ruído branco, mas alguns se dedicam a gravar sons do ambiente, por exemplo. Por que isso não acontece em outras partes do mundo? Acho que simplesmente não estamos no mesmo nível de produção dos EUA. Eles estão sempre à frente. Isso está sendo visto claramente nos podcasts”, diz Izuzquiza.

“Acho que há simplesmente pessoas fazendo coisas nos Estados Unidos que ainda não foram realizadas em outros lugares e, também, há uma questão de demografia e de número de produtores”, analisa.

Na opinião de Izuzquiza, certamente já existe alguém fazendo barulho branco na América Latina.

“Eu ficaria surpreso se alguém ainda não tivesse começado. Minha pergunta é quanto tempo eles vão durar, porque as chances são de que a quantidade de dinheiro captado pode não ser o suficiente para tornar o negócio viável.”

“Vamos ver se os podcasts de ruído branco se tornam um fenômeno significativo ou não. E isso pode levar meses ou anos”, conclui.

O prefeito de Caruaru, Rodrigo Pinheiro, finalizou os preparativos para realizar “o maior concurso público da história do município”, segundo o próprio gestor. Em passagem por São Paulo, Pinheiro informou que a seleção contará com mais de 500 vagas.

“Constatamos a necessidade de fazer um concurso público, até porque nos últimos dois anos, por conta da pandemia, as novas contratações foram proibidas. Agora é um outro momento, e a gente deve fazer contratações para algumas áreas, como professores, auditores fiscais e agentes da Guarda Municipal. Estamos fazendo as contas do impacto financeiro que terá, mas sem dúvida será o maior concurso público da história de Caruaru, com mais de 500 vagas abertas”, revelou o prefeito.

Rodrigo Pinheiro esteve visitando o Instituto Brasileiro de Administração Municipal (Ibam), e também terá conversas nas fundações Carlos Chagas (FCC), também em São Paulo, e Getúlio Vargas (FGV), no Rio de Janeiro. “São entidades sérias que queremos buscar para o certame, assim que finalizarmos tudo vamos divulgar edital. A necessidade existe e é um compromisso nosso realizar esse concurso em breve”, concluiu Rodrigo Pinheiro.

O prefeito também esteve com o secretário estadual de Cultura e Tecnologia de São Paulo, Sérgio Sá Leitão. A ideia é realizar um grande evento de cultura, mostrando a potencialidades do São João, e prospecção de investidores para o município em diversos setores da economia.

Marília Arraes anuncia novos apoios à sua pré-candidatura

Neste sábado, a pré-candidata ao Governo de Pernambuco, Marília Arraes (Solidariedade), recebeu mais apoios ao seu palanque.

Durante uma caminhada pelo centro de Jaboatão dos Guararapes, Daniel Alves, ex-vereador e pré-candidato a deputado estadual, declarou voto em Marília. Daniel é filiado ao PV, partido que faz parte da Federação com o PT e o PCdoB.

O pré-candidato a deputado estadual é uma das vozes mais ativas de oposição a Anderson Ferreira. Na eleição municipal em 2020, Daniel obteve mais de 80 mil votos, ficando em segundo lugar na disputa com mais de 30% dos votos. 

“É muito importante receber o apoio de uma liderança tão robusta como Daniel. Ele conhece bem Jaboatão, afinal já foi vereador e candidato a prefeito. Vamos trabalhar muito daqui para frente com Daniel”, afirma Marília. 

O pré-candidato ao Senado, André de Paula, também participou da atividade em Jaboatão, que reuniu dezenas de lideranças políticas da região.

Do litoral sul pernambucano chegaram novos apoios. Os ex-prefeito e ex-vice-prefeito de São José da Coroa Grande, José Barbosa de Andrade e Emerson Barbosa, anunciaram que estão ao lado de Marília Arraes para promover a mudança em Pernambuco, a partir de 2023. Ambas as lideranças estiveram por dois mandatos no Executivo municipal. 

“Marília é forte e tem condições de vencer a eleição. Acreditamos numa nova e moderna gestão para o Estado”, afirmou José Barbosa. 

“Marília é jovem, mas experiente e agregadora. Ela já mostrou que tem um projeto voltado para o povo pernambucano. Ao lado de seu pré-candidato a vice-governador, Sebastião Oliveira e André de Paula, pré-candidato ao senado, ela representa a esperança de nossa gente”, completou Emerson Barbosa. 

Marilia Arraes acredita que a parceria com José Barbosa e Emerson vai trazer bons frutos para o município de São José da Coroa Grande, um dos principais e mais importantes cidades do Litoral Sul.

Outro apoio anunciado neste sábado é o ex-prefeito de São Vicente Ferrer, Pedro Augusto Pereira Guedes, mais conhecido como Pedoca. Ele anunciou seu apoio irrestrito à Marília. Pedoca também ocupou, por dois mandatos, o cargo de vereador. 

“Marília é uma pessoa que tem uma identificação imensa com as pessoas humildes, com o povo do Nordeste. Então, vou dar meu sangue para que ela seja Governadora do Estado”, declarou.

Pedoca, que foi duas vezes prefeito da cidade localizada na Zona da Mata Norte de Pernambuco, revelou que sempre teve um trabalho ligado ao deputado federal Sebastião Oliveira, pré-candidato a vice-governador.

 

 Roberto Carlos perde a paciência com fã no Rio: ‘Cala a boca, porra”

O cantor Roberto Carlos provou que até os reis perdem a compostura quando perdeu a paciência com um fã durante show realizado na noite de quarta-feira (13), no Qualistage, no Rio de Janeiro.

Enquanto caprichava na performance de Como é Grande o Meu Amor Por Você, uma das canções românticas mais famosas do artista, Roberto ficou incomodado com o barulho de alguns fãs e soltou o verbo.

No vídeo, compartilhando em redes sociais, é possível ver que até a feição naturalmente calma de Robero Carlos muda subitamente quando ele pede para o fã barulhento “calar a boca”.

 

 

Brasil tem 156,4 milhões aptos a votar nas eleições de outubro

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou hoje (15) o número de eleitores aptos a votar no pleito de outubro deste ano. De acordo com o TSE, 156,4 milhões de pessoas poderão comparecer às urnas no dia 2 de outubro para escolher presidente e vice-presidente da República, governadores e vice-governadores, além de senadores, deputados federais, estaduais e distritais.

Em caso de segundo turno para a disputa presidencial e para governos estaduais, a eleição será em 30 de outubro.

As informações do cadastro eleitoral mostram que a maior parte do eleitorado é formada por mulheres — são 82,3 milhões de eleitoras, número equivalente a 52,65% do total. Os homens são 74 milhões e correspondem a 47,33%.

Com 22,16% do total de eleitores, o estado de São Paulo é o maior colégio eleitoral do país. Conforme estatística do TSE, a cada cinco eleitores brasileiros, um está no estado. 

Minas Gerais tem o segundo maior colégio eleitoral, com 10,41% do total, seguido pelo Rio de Janeiro, com 8,2%).

O número de jovens entre 16 e 17 anos que poderão votar aumentou, passando de 1,4 milhão no pleito de 2018, para 2,1 milhões no neste ano.

O eleitorado acima de 70 anos também aumentou, passando de 12 milhões para 14 milhões entre as duas eleições.

Também houve mudança no nível de escolaridade da maioria do eleitorado. Neste ano, 41,1 milhões (26,31% do total) declararam ter ensino médio completo. Nas eleições gerais anteriores, realizadas em 2014 e 2018, a maioria era composta por pessoas com ensino fundamental incompleto.

O eleitorado brasileiro cresceu 6,21% em relação ao pleito de 2018, quando o total de pessoas aptas a votar foi de 147,3 milhões. (Via: Agência Brasil)

 

Sistema que conta com exatidão público e identifica procurados foi novidade em Ouro Velho

O sistema de identificação facial contratado pelo prefeito de Ouro Velho no “Arraiá do Doutor”, evento feito com recursos privados conforme o prefeito Augusto Valadares (DEM) chamou na atenção.

Isso porque precisou com exatidão o público presente no evento, que foi de quase 25 mil pessoas na maior noite. Outros eventos na região só conseguiram estimar o público.

“Informaram que a capacidade do estádio, com base nos cálculos da PM, era de 34 mil pessoas. Tivemos cerca de 80% dessa capacidade alcançada”, disse Valadares.

O aplicativo que faz o reconhecimento segundo ele não tem custo alto. “Ele registra quando entra e quando sai do evento, dando exatidão de público. Uma equipe de segurança trouxe o sistema de São Paulo. Uma pessoa com mandado de prisão em aberto, por exemplo, pode ser identificada pelo sistema”.

Na última noite foi registrado o recorde de 24.578 pessoas que prestigiaram o evento. A contagem foi possível por conta do sistema. A última noite recebeu os shows de Eliane, Mari Fernandez e Walkyria Santos. Na terça se apresentaram Novo Som Mix, Solange Almeida e Léo Magalhães.

Brasil derruba a Sérvia e está na final da Liga das Nações

No ritmo de Kisy e Julia Bergmann, brasileiras começam atrás, mas se recuperam; adversárias saem do confronto entre Itália e Turquia.

Brasil x Sérvia pela semifinal da LIga das Nações. (Foto: FIVB)

 

A seleção feminina de vôlei venceu a Sérvia, na manhã deste sábado (16), e está na final da Liga das Nações. As brasileiras perderam o primeiro set, mas conseguiram a virada e fecharam a partida em 3 a 1.

O Brasil iniciou a partida sempre pressionado pela Sérvia, mas conseguiu se recuperar no segundo set. O terceiro foi o mais acirrado. E o quarto corou a classificação brasileira. Destaque para a jogadora Júlia Bergmann, que é novata na seleção. As parciais foram 14×25, 25×18, 26×24 e 25×19.

A final será neste domingo, Às 12h30, contra a Itália ou Turquia, que ainda irão se enfrentar. O Sportv 2 transmite a partida.

Brasil x Sérvia pela semifinal da LIga das Nações — Foto: FIVB

O Afogados FC se classifica para a 2ª Fase do Brasileirão Série D

O Afogados mostrou a eficiência necessária para vencer o jogo com tranquilidade. Logo aos 3 minutos, Anderson Chaves aproveitou a falha defensiva do São Paulo Crystal e desvio o cruzamento para o gol. Rafael Willian ainda defendeu, mas a bola já tinha cruzado a linha. A Coruja seguiu em cima e aumentou o placar aos 20 minutos. Quando Matheusinho cruzou e o zagueiro Pedro fez contra. Com a vantagem, a Coruja esfriou a partida e também não sofreu pressão dos visitantes, que apenas cumpre tabela.

No segundo tempo mais 5 gols para coroar a classificação.

Fonte: Globo Esporte

Vídeo: Câmera flagra momento em que adolescente é morto por policial que matou a própria família

O assassinato de um adolescente de 17 anos foi flagrado por uma câmera de segurança em Toledo, no interior do Paraná, na madrugada desta sexta-feira (15). O rapaz foi uma das oito vítimas do policial militar (PM) Fabiano Júnior Garcia, que depois dos crimes ainda tirou a própria vida.

 

 

 

O vídeo mostra que Kaio Siqueira da Silva está caminhando na rua e é abordado pelo soldado que está dentro de um carro. Ele se aproxima do veículo em que Fabiano estava e a dupla conversa. Momentos depois, ele é baleado.

De acordo com o g1, o adolescente não tinha passagem pela Polícia, mas era conhecido por agentes de 

Assista:

 

Estelionatário queria abrir conta em Afogados em nome de membro da Amazon

Um homem foi preso na tarde deste sábado (15) ao tentar se passar por um executivo da Amazon e abrir uma conta na Caixa Econômica Federal.

Ele insistiu em abrir a conta dentro da agência e não em um correspondente bancário. Ele apresentou documentação falsa na quinta-feira para abrir a conta. A cédula de identidade estava em nome da vítima com a foto do criminoso. A equipe da Caixa fez consulta e percebeu problemas na autenticidade.

A conta chegou a ser aberta, mas a equipe da Caixa conseguiu confirmar tratar-se de uma falsificação. A conta foi bloqueada e ele voltou à Caixa sob argumento de querer instalar o aplicativo eletrônico. “Possivelmente porque já estava com a contra bloqueada”, informou uma fonte policial.

A polícia foi acionada pelos delegados Lucas Sampaio e Alisson Elan. Ele foi preso em flagrante. Detalhe: a vítima que teve o número de documento usado era um executivo da Amazon que teve os dados vazados.

Ele confessou ter apresentado o documento falso e que veio da cidade de Timon, no Estado do Maranhão, a mando de um indivíduo para abrir a referida conta bancária, o qual iria realizar as eventuais transações.

Ele foi detido imediatamente e conduzido juntamente com o RG falso a delegacia de Afogados da Ingazeira onde foi autuado por uso de identidade falsa, falsidade ideológica e falsificação de documento particular.

 (Foto: Carlos Moura/CB)

A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Rosa Weber encaminhou à Procuradoria-Geral da República (PGR) um pedido do PT e treze deputados federais para que o presidente Jair Bolsonaro (PL) seja investigado por incitação à violência.
No despacho, Weber destacou que cabe à PGR a análise da notícia-crime. “Antes de qualquer providência, determino a abertura de vista dos autos à Procuradoria-Geral da República, a quem cabe a formação da opinio delicti em feitos de competência desta Suprema Corte, para manifestação no prazo regimental”, escreveu a magistrada.
Os partidos sustentam que o presidente tem condutas agressivas e que incentivam comportamentos violentos entre os apoiadores.
“Entretanto, o que muitos viam, equivocadamente, como posições folclóricas, inofensivas na vida parlamentar do Representado, como a defesa prazerosa de regimes autoritários, odes à tortura, condutas racistas, machistas e homofóbicas etc eram, na verdade, apenas a apresentação embrionária de um projeto de poder permeado pelo ódio e intolerância democrática, que tragicamente viria a ser implementado na sociedade brasileira com sua ascensão ao cargo presidencial”, disse a oposição.
Segundo a petição, o presidente da República estaria usando sua posição de autoridade para espalhar o ódio e a contenda, e esse comportamento poderia levar a uma situação “de violência não desejada pela sociedade, em pleno processo democrático, durante o qual as rivalidades e as disputas devem ser de ideias, não de força”.
Na noite desta quinta-feira (14), o Correio tentou entrar em contato com a assessoria da presidência para comentar o tema, mas até o momento não recebeu resposta. Caso exista qualquer manifestação, o texto será atualizado.
A ação tem o ministro Dias Toffoli como relator. No entanto, Weber está como presidente em exercício do tribunal até 17 de julho por conta do recesso do Judiciário. A magistrada deverá decidir sobre questões urgentes endereçadas à Corte.
Petista assassinado por bolsonarista
O guarda municipal Marcelo Aloizio Arruda foi morto a tiros, no último sábado, em Foz do Iguaçu (PR), pelo policial penal Jorge Guaranho enquanto comemorava o seu aniversário de 50 anos com uma festa temática do PT. O atirador invadiu a festa gritando “aqui é Bolsonaro” e “mito” e baleou o petista.
A tragédia levou parlamentares de oposição e da terceira via a irem ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e à PGR para cobrar providências contra a violência política no país. As siglas destacaram que Bolsonaro incita o comportamento hostil dos apoiadores e pedem a federalização sobre a investigação da morte do tesoureiro petista.

Dólar sobe para R$ 5,43 e bolsa cai para menor nível desde 2020

Influenciado pelo cenário internacional e pela aprovação da emenda constitucional que amplia benefícios sociais, o mercado financeiro teve mais um dia de nervosismo nesta quinta-feira (14). O dólar chegou a aproximar-se de R$ 5,50, mas a alta perdeu força ao longo do dia. A bolsa de valores voltou a cair e atingiu o menor nível desde o fim de 2020.
O dólar comercial encerrou o dia vendido a R$ 5,433, com alta de R$ 0,027 (+0,51%). A moeda norte-americana teve um dia tenso, chegando a ser vendida a R$ 5,48 na máxima do dia, por volta das 10h30. No entanto, a cotação desacelerou após declarações de diretores do Federal Reserve (Fed, Banco Central norte-americano) que arrefeceram o mercado.
A bolsa de valores teve uma quinta-feira ainda mais turbulenta. O índice Ibovespa, da B3, fechou aos 96.121 pontos, com recuo de 1,8%. O indicador fechou no menor  , na semana anterior à vitória de Joe Biden nas eleições norte-americanas.
Tanto fatores externos como internos interferiram no mercado financeiro. Nos Estados Unidos, aumentaram as apostas de que, após a inflação anual atingir 9,1% em junho (o maior nível em 41 anos), o Fed elevará os juros básicos em 1 ponto percentual na próxima reunião. Taxas mais altas em economias avançadas provocam fuga de recursos de países emergentes, como o Brasil.
Os ânimos só se acalmaram durante a tarde, quando dois diretores do Fed indicarem que pretendem aumentar os juros básicos norte-americanos em 0,75 ponto percentual no fim deste mês. O dólar diminuiu a valorização perante as principais moedas internacionais.
No Brasil, os investidores repercutiram a aprovação ontem (13) da emenda constitucional que aumenta benefícios sociais e cria auxílios temporários para taxistas e caminhoneiros. Com impacto de R$ 41,25 bilhões no Orçamento da União de agosto a dezembro, o texto foi promulgado pelo Congresso Nacional no início desta noite.

A técnica de enfermagem de 36 anos que usou seu celular para gravar o médico anestesista Giovanni Quintella Bezerra, de 31 anos, no último domingo (10), disse que ao pegar o aparelho “foi tudo muito chocante”. As imagens flagraram o especialista estuprando uma paciente após o parto. O médico foi preso em flagrante pelo crime de estupro de vulnerável.

Nesta quinta-feira (14), após seu aparelho passar por uma perícia no Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE), ele foi devolvido a dona. Ao O Globo ela contou alguns detalhes.

“Foi tudo muito chocante. Não imaginávamos que iríamos ver aquela cena. Não imaginávamos que aquilo estaria no celular. Quando pegamos o celular foi tudo muito chocante”, disse a técnica de enfermagem. “Ele estava lá há dois meses e nos conhecemos durante as operações. Ele era reservado e não falava muita coisa”, conta.

Na tarde de hoje o marido da segunda mulher, que teve gêmeos, e que foi atendida por Giovanni prestou depoimento na Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) de São João de Meriti. Ele saiu sem falar com os jornalistas.

A primeira paciente do domingo também chegou na tarde desta quinta-feira, na Deam de São João, acompanhada de um advogado. Ela estava de capuz e não falou com a imprensa.

A titular da Deam, delegada Bárbara Lomba afirmou que não descarta pedir na Justiça que o anestesista seja obrigado a fazer um exame de HIV. A mulher que foi estuprada durante o parto e que teve o crime gravado tomou um coquetel anti-HIV, seguindo o protoloco para os casos de violência sexual. Ela foi liberada para amamentar o bebê nesta quinta-feira.

“Tudo pode ser requerido judicialmente. Essas medidas invasivas podem ser pedidas desde que justificadas para que se configure um possível crime. Claro, diante da possibilidade de um outro possível crime, que seria a transmissão de moléstia, poderia haver essa possibilidade. Só que nós temos como testar as vítimas. Me parece que esses profissionais de saúde têm que ser cadastrados caso eles tenham alguma doença Eu vou buscar esta informação. Vamos por partes. Tem que se estudar um pouquinho, mas eu não descarto o pedido”, disse.

“Vamos aguardar a vítima do estupro. Falei com ela ontem e foi emocionante. Ela chorou comigo ao telefone. Ela está muito abalada psicologicamente, mas que tem condições da falar, prestar as declarações. Ela está bem, o filho está bem, voltou a amamentar agora, porque estava impossibilitada (por conta do coquetel). É um protocolo tomar o coquetel no caso de violência sexual. Eu a tranquilizei e disse que vamos terminar a investigação. Perguntei se ela estava bem, ela chorou, disse que o filho está bem”, disse a delegada sobre a mulher que foi vítima do médico.

Câmara aprova PEC que proíbe União de impor gasto para estados sem prever fonte de receita

Proposta foi aprovada em meio à votação de projetos que estabelecem pisos salariais para categorias, como parteiras e enfermeiros. Agora o texto vai para a promulgação.

Nesta quarta (14), a Câmara concluiu a aprovação de uma PEC que estabelece um piso nacional para a remuneração dessas categorias. (Foto: Reprodução)

A Câmara aprovou nesta quinta-feira (14) uma proposta de emenda à Constituição (PEC) que proíbe a União de impor ou transferir gastos públicos para estados e municípios sem a previsão da fonte de recursos ou compensação financeira. O texto, que passou pelo Senado em 2015, vai para a promulgação.

O projeto foi aprovado em meio a análise de propostas no Congresso que criam pisos salariais para algumas categorias, como enfermeiros e parteiras, e que terão de ser pagos por estados e municípios.

Nesta quarta (14), a Câmara concluiu a aprovação de uma PEC que estabelece um piso nacional para a remuneração dessas categorias.

Um projeto de lei no mesmo sentido já havia sido aprovado na Câmara e no Senado. No entanto, a proposta não previa fonte de custeio, o que foi criticado por alguns parlamentares.

Em acordo anunciado no plenário, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), afirmou que a proposta aprovada nesta quinta não vai impactar no projeto do piso dos enfermeiros.

Exceções

A proibição para criação de despesas sem a indicação de receitas não vale para dois casos:

  • quando são obrigações assumidas espontaneamente pelos entes federados
  • em caso de despesas decorrentes da fixação do salário-mínimo

Debates

A deputada Alice Portugal (PCdoB-BA) criticou a proposta por entender que o texto retira do parlamento parte da competência de legislar.

“Quanto à PEC, ela tem aspectos extremamente positivos, quando protege o município em relação a despesas cuja fonte não foi previamente constituída para o seu exercício. E nisso nós temos uma visão positiva, mas não é possível impedir este Parlamento de legislar sobre dignidade salarial de categorias”, afirmou a deputada Alice Portugal (PCdoB-BA).

Já Lira defendeu a aprovação da proposta. O presidente da Câmara disse que a PEC é fundamental para que não aconteça com outros pisos o que ocorreu com o piso da enfermagem, que acabou aprovado sem fonte de recursos para subsidiar as despesas.

“Nós votamos o PL da enfermagem e a PEC da enfermagem e não temos fonte para pagar ainda. Essa PEC não proíbe votações de pisos. Ela só cria uma regra para que o Congresso tenha cuidado para prever as matérias que nós vamos votar colocando as previsões no orçamento”, explicou Lira.

A Polícia Civil do Rio de Janeiro investiga 30 possíveis casos de estupro de pacientes de Giovanni Quintella Bezerra. Segundo a delegada titular da Delegacia de Atendimento à Mulher de São João de Meriti, Bárbara Lomba, ainda é preciso investigar, mas há relatos de 30 possíveis vítimas.

“Toda essa ação criminosa é repugnante, é algo que não imaginávamos que pudesse acontecer’, pontuou a delegada à publicação.

De acordo com o G1, o Hospital Estadual da Mãe de Mesquita informou que o médico anestesista acompanhou mais de 20 cirurgias na unidade. É investigado, ainda, se ele também usou medicamentos desnecessários ou em excesso.

O anestesista foi preso em flagrante por estupro durante uma cesariana no Hospital Heloneida Studart, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense.

O presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a atacar os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Em entrevista à CNN Brasil, durante visita a Vitória do Mearim, no Maranhão, Bolsonaro insinuou uma possível interferência nas eleições.
 
Durante a conversa, ele criticou a decisão do TSE de não acatar as sugestões propostas pelas Forças Armadas para as eleições de outubro.
“As Forças Armadas levantaram centenas de vulnerabilidades, apresentaram sugestões, e o ministro Fachin (Edson Fachin, presidente do TSE) não quer aceitar as sugestões. A essência da democracia é o voto contado e não um voto dentro de uma urna eletrônica que vem causando dúvidas há muito tempo. Até no próprio PT, antes de 2002, o José Dirceu criticava o voto eletrônico”, disse o presidente.
Bolsonaro chegou a citar Alexandre Moraes, próximo a assumir a presidência da corte eleitoral. 
 
“Veja outra incoerência do ministro Fachin. Falou que a maioria das propostas das Forças Armadas vão ficar para 2026. Por que não pode agora? O que ele está escondendo? E quem tirou o Lula da cadeia foi o Fachin. Tirou para quê? Para concorrer às eleições?”, perguntou. “Ele deveria se declarar suspeito e sair fora da presidência do TSE”, afirmou Bolsonaro. 
“O Alexandre de Moraes foi secretário de Segurança do [ex-governador Geraldo] Alckmin em São Paulo. E está o Alckmin junto com o Lula. É muito suspeito o que está acontecendo ao não aceitar as sugestões das Forças Armadas.”
Na manhã de hoje, o presidente participou do 38º Congresso Estadual das Missionárias e Dirigentes de Círculo de Oração da Convenção Estadual das Assembleias do Maranhão (Ceadema).
O evento aconteceu na cidade de Vitória do Mearim, a cerca de 181km de São Luís. 
É o segundo dia do presidente no Maranhão. Na quarta (13), Bolsonaro esteve em Imperatriz, no sudoeste do estado, onde participou de uma motociata.

Em reunião de Lula com bancada federal, Marília registra encontro com petista

O pré-candidato a presidente da República, Lula (PT), e pré-candidata a governadora e deputada federal Marília Arraes (Solidariedade) estiveram juntos, hoje, em Brasília, com Geraldo Alckmin, respectivamente, pré-candidatos a vice-presidente.

O encontro dos líderes de todas as pesquisas em Pernambuco foi bastante festejado pelo trio e aconteceu em Brasília, onde o presidenciável participou de um evento que reuniu parlamentares aliados de todo o país. Sempre presente nas campanhas Marilia, Lula fez questão de abraçar e saudar a pré-candidata, com quem conversou sobre o momento político e posou para fotos e vídeos.
Acompanhe o Blog O Povo com a Notícia também nas redes sociais, através do Instagram e Facebook.
Postado 

Vagas de emprego: Confira 495 vagas  em 19 cidades do interior de Pernambuco nesta quinta-feira

A carteira de trabalho digital pode ser utilizada no lugar do documento impresso — Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Agência do Trabalho oferece 495 vagas de emprego em cargos com exigência de diferentes níveis de escolaridade, nesta quinta-feira (14). De acordo com a Secretaria Estadual do Trabalho, Emprego e Qualificação (Seteq), as oportunidades foram disponibilizadas em 19 cidades.

As cidades que reúnem o maior número de vagas são Recife, São Lourenço da Mata e Caruaru, respectivamente com 185 vagas, 43 e 40.

Além de 67 vagas destinadas para pessoas com deficiência, as agências de trabalho oferecem seis oportunidades para estágio e duas para serviços temporários. Em São Lourenço da Mata, no Grande Recife, entre as oportunidades estão as 40 de auxiliar administrativo.

As vagas são ofertadas nos municípios de Arcoverde, Bezerros, Cabo de Santo Agostinho, Caruaru, Garanhuns, Goiana, Igarassu, Nazaré da Mata, Ipojuca, Paudalho, Paulista, Pesqueira, Petrolina, Recife, Salgueiro, Serra Talhada, São Lourenço da Mata, Santa Cruz do Capibaribe e Vitória de Santo Antão

A maioria das Agências do Trabalho atende sem agendamento, com exceção da unidade no bairro da Boa Vista, no Recife. O atendimento aos trabalhadores passou a ser feito através do acesso ao prédio na Rua da Aurora, e não mais pela Rua da União, no número 253.

As agências do Shopping RioMar, no Recife; de Salgueiro, no Sertão; e do Caruaru Shopping, no Agreste, também atendem sem agendamento. Para as outras unidades, é necessário agendar pelo site da secretaria. O atendimento é realizado das 8h às 14h, com fichas sendo distribuídas até as 13h.

Programa Pernambuco que Alimenta chega a Afogados da Ingazeira

O Governo do Estado segue interiorizando o programa Pernambuco que Alimenta, estratégia de combate à insegurança alimentar e nutricional. Nesta quarta-feira (13), as equipes da Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude estiveram na cidade de Afogados da Ingazeira, no Sertão do Pajeú, para destinar 335 kits de gêneros alimentícios que serão encaminhados às pessoas em situação de pobreza e extrema pobreza do município.

A iniciativa, realizada em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Agrário, consiste na aquisição de gêneros alimentícios junto a agricultores familiares e na destinação imediata à população mais vulnerável. As sacolas contêm itens como laranja, banana, batata doce, ovos, melão, macaxeira e inhame.

A entrega à população é feita conforme os indicadores e critérios relacionados à assistência social em cada município. Beneficiada pelo programa, Bernadete Almeida falou sobre a importância dos alimentos para sua família. “A felicidade é grande. Batalhamos todos os dias para trazer comida para casa e os kits serão muito bem-vindos”, afirmou.

Para o Pernambuco que Alimenta, o Governo do Estado destinou R$ 10 milhões com o objetivo de distribuir 80 mil kits em todo o Estado. A secretária executiva de Gestão, da SDSCJ, Marília Bezerra, acompanhou a entrega dos kits e destacou a importância do programa para o desenvolvimento da agricultura familiar e o fortalecimento da política de segurança alimentar e nutricional. “O programa atua para garantir comida saudável na mesa de quem mais precisa. Mas também gera renda aos pequenos agricultores pernambucanos, que vão conseguir escoar e expandir suas produções. Unir essas duas frentes, onde o Estado consegue fortalecer duas políticas tão necessárias, foi uma decisão acertada, principalmente, em um momento em que a área social do Brasil está bastante fragilizada”, pontuou a gestora.

 Auxílio Brasil de R$ 600 começa a ser pago em agosto

Logo do novo programa social do governo federal, o Auxílio Brasil

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou, na noite desta quarta-feira (13), a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Benefícios em dois turnos. Agora, a expectativa é que o texto seja promulgado na sexta-feira (15).

A proposta não sofreu alterações em relação à enviada pela Senado. São previstos R$ 41,25 bilhões para ampliar o Auxílio Brasil, que passa a ter valor mínimo de R$ 600 para cada família, e do Auxílio Gás, além da criação de subsídios a caminhoneiros e taxistas.

Do total de recursos aprovados, R$ 26 bilhões serão destinados ao Auxílio Brasil. Segundo o Ministério da Cidadania, o acréscimo R$ 200 às famílias contempladas pelo programa terá início em agosto, passando assim de R$ 400 para R$ 600.

O texto-base da PEC foi aprovado em segundo turno por 469 votos a favor, 17 contra e 2 abstenções. Eram necessários 308 votos favoráveis para a aprovação.

Antes da votação da proposta, os parlamentares discutiram os destaques. Nenhum deles foi aprovado, como o que determinava a retirada do estado de emergência da PEC.

Sendo assim, os valores orçamentários disponibilizados pela PEC não precisam estar no limite do teto de gastos, dentro da chamada Regra de Ouro ou de dispositivos da Lei de Responsabilidade Fiscal.

Outros benefícios

Além do acréscimo de R$ 200 do Auxílio Brasil, a PEC prevê a ampliação de outros tipos de subsídios à população. No caso do Auxílio Gás, será destinado R$ 1,05 bilhão para complementar o valor pago a cada dois meses aos cidadãos contemplados com o benefício.

Portanto, cada família passa a receber 100% do valor da média nacional do botijão de 13Kg de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), e não mais os 50% pagos desde o início do ano.

Já o programa Alimenta Brasil, que compra a produção da agricultura familiar e destina a entidades socioassistenciais, escolas e creches, entre outros equipamentos públicos, terá um acréscimo de R$ 500 milhões. São compras de até R$ 12 mil por ano de cada família produtora.

O pré-candidato à Presidência pelo PT, Luiz Inácio Lula da Silva, afirmou que pretende manter o valor do Auxílio Brasil em R$ 600 caso seja eleito em outubro, sem detalhar de onde viriam os recursos para a manutenção do benefício nesse patamar. As declarações foram feitas em entrevista publicada nesta terça-feira (12) pelo jornal “Correio Braziliense”. Na publicação, o petista também voltou a criticar o teto de gastos.

“Eu quero manter (o valor de R$ 600). O PT queria que o Auxílio fosse de R$ 600 já em 2020. Bolsonaro que fez uma coisa engraçada: criou uma série de benefícios em período eleitoral que duram até dezembro. Depois disso, vale a palavra do Bolsonaro, que não vale nada, como o mundo sabe, porque todo mundo sabe que ele é um mentiroso”, afirmou o petista.

“Eu governei oito anos com responsabilidade fiscal, social, econômica, com todo o tipo de responsabilidade possível, sem precisar de teto nenhum. Em nenhum país existe esse teto. Nem no Brasil, onde a toda hora se cria uma exceção ao teto”, disse. 

O Ministério da Saúde divulgou hoje (12) novos números sobre a pandemia de Covid-19 no país. De acordo com levantamento diário feito pela pasta, o Brasil registrou, em 24 horas, 64 mil novos casos e 344 óbitos decorrentes da doença. 

Desde o início da pandemia, o país acumula 33 milhões de casos confirmados da doença e 674,1 mil mortes registradas. Os casos de recuperados somam 31,3 milhões (95% dos casos). 
O estado de São Paulo tem o maior número de casos acumulados, com 5,8 milhões de casos e 171,6 mil óbitos. Em seguida estão Minas Gerais (3,7 milhões de casos e 62,4 mil óbitos); Paraná (2,6 milhões de casos e 44 mil óbitos) e Rio Grande do Sul (2,5 milhões de casos e 40,2 mil óbitos). 
Vacinação 
Conforme o vacinômetro do Ministério da Saúde, 454,8 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 já foram aplicadas, sendo 177,6 milhões como primeira dose; 158,1 milhões como segunda dose, além de 97,1 milhões  como dose de reforço e 12,5 milhões como segunda dose de reforço). 

Filho de Maria Carolina Rizola, que vive um relacionamento com Douglas Queiroz e Klayse Marques, Henrique Rizola Marques Queiroz já tem certidão de nascimento.

O trio ainda espera uma decisão da Justiça para saber se o nome de Klayse, que é chamada pelo apelido Kah, poderá ser incluído na certidão de nascimento como mãe afetiva. A família publicou imagens do parto nas redes sociais.

— Foi maravilhoso. Estamos muito felizes. O Henrique fortaleceu ainda mais a nossa família e o sentimento que temos uns pelos outros — disse Kah.

“Sobre me sentir amada… Nos últimos meses, o sentimento de amor e abandono percorreram minha mente e em vários momentos eu me senti perdida, sem as referências que eu tinha tido até então em toda a minha vida. A verdade é que quanto mais o Henrique crescia dentro do mim e quanto mais eu sentia seus movimentos, tinha a certeza de que podemos construir o amor com respeito, paz e da forma mais bela que existe”, escreveu Carol na legenda de uma postagem feita no perfil em que o trio divide sua rotina (@meutrisal) e que tem mais de 36 mil seguidores.

O texto continua: “Para mim essas fotos representam o maior amor, o amor mais puro, mais sincero… É indescritível o amor que eu senti nesse momento, e a força que esse amor me deu! Me senti uma guerreira, capaz de qualquer coisa para lutar pela minha família! Vocês são a minha família, meu amor maior”.

Foram quase 22 horas de trabalho de parto. Klayse falou sobre a longa espera numa postagem: “Chegamos ao hospital 7h da manhã de ontem (sábado), e o primeiro comprido para induzir o parto foi colocado às 10h da manhã. A partir disso começamos… de quatro em quatro horas. A espera é angustiante, a ansiedade também. Foi um dia longo. E quando deu 1h40 (de domingo) a bolsa rompeu… até então eu não tinha dimensão do que iria acontecer.

Em seguida ela fala sobre o comportamento de Carol durante o parto: “Você foi garra, persistência, foi exemplo de força e o auge da potência feminina bem à nossa frente. Você gritava. Urrava de dor. Apertava nossa mão com uma força que eu nem sabia que você poderia ter”.

‘Momentos muito especiais’

Carol contou como estão sendo esses primeiros dias de Henrique em casa:

— Os primeiros momentos do Henrique em casa foram muito especiais. Chegamos, fizemos o primeiro contato deles com os nossos cachorrinho e foi tudo bem. A presentamos o quartinho deles, já colocamos ele no bercinho para ver se ele se sentia bem. E assim está sendo. Ele mamou direitinho, dormiu bastante e quis ficar bastante no colo. A gente está aprendendo, como pais de primeira viagem. Primeiro banho, primeira fralda. Está tudo sendo uma novidade.

Ela falou, ainda, sobre a rotina do trisal nos cuidados com o bebê.

— Está sendo muito bacana porque como somos três, enquanto um está ali cuidando do Henrique, dando todo o suporte, os outros dois conseguem ficar mais tranquilos. A gente está conseguindo se revezar bastante, tanto para se organizar com relação às coisinhas dele quanto para se organizar com relação às coisas da casa, dos cachorros também. Então eu acho que está sendo satisfatório — disse ela.

Kah completou:

— Estamos trocando turnos.

O relacionamento poligâmico mantido por Maria Carolina, Douglas e Klayse repercutiu em Londrina — o Paraná é considerado um dos estados mais conservadores do país. A arquiteta e o bombeiro estavam havia dez anos juntos quando encontraram a consultora. Os três passaram a morar juntos em 19 de fevereiro deste ano.

Por O Globo

Uma jovem de 20 anos morreu após passar 24 dias internada e intubada em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI), no Hospital da Vida, em Dourados (MS), por conta de uma infecção no cérebro, desenvolvida após um piercing novo aplicado na boca. De acordo com os profissionais de saúde, Andressa Souza teve 37% do cérebro comprometido pela infecção, que entrou na corrente sanguínea. Caso sobrevivesse, ela poderia ficar em estado vegetativo.

 

A mãe da jovem, Maria Aparecida da Silva, disse que a filha colocou o piercing no lábio inferior há aproximadamente dois meses. A perfuração inflamou, causando inchaço na boca.

“Por volta de 13 de junho, ela começou a passar mal, ter dores fortes de cabeça e febre. Achamos que era dengue, porque estava um surto aqui em Itaporã. Levamos ela no médico e, até então, achamos que era isso, porque eu tive, meu outro filho também”, contou.

Com o passar dos dias o quadro piorou e os médicos indicaram a necessidade de uma ressonância por conta das dores constantes na cabeça. Ela foi transferida de Itaporã para Dourados. “Só aqui [em Itaporã] perdemos ela duas vezes [por paradas cardíacas]. Foi para Dourados e aconteceu a mesma coisa. O médico falou para o meu marido que não tinha expectativa de vida para ela”.

Segundo o site Diário do Nordeste, após a ressonância, os médicos começaram a fazer exames para entender o que havia causado o quadro. “Vimos que a boca dela estava muito inchada, não tinha como mexer. Inchou tanto que não tinha como tirar [o piercing]. A infecção foi para a corrente sanguínea e, de lá, se alojou no cérebro. Fez cirurgia e foi intubada. Ficou do dia 15 de junho a 9 de julho [na UTI]”. Andressa era casada e deixou um filho de três anos.

 

 

Pernambuco confirma primeiro caso de varíola dos macacos e notifica mais três ocorrências suspeitas da doença

O primeiro caso de varíola dos macacos está confirmado em Pernambuco. Nesta terça (12), a Secretarias Estadual de Saúde (SES-PE) informou que os exames comprovaram que o paciente que veio de São Paulo teve diagnóstico para a doença. Além disso, o estado notificou outras três ocorrências suspeitas de monkeypox.

Com o s novos dados, Pernambuco passou a ter quatro ocorrências, sendo três em investigação e uma confirmada. No Brasil, mais de 140 casos foram confirmados.
A confirmação do “caso importado” é de um paciente de 25 anos que mora em Guarulhos e veio passar um período de férias em paulista, no Grande Recife.
Esse registro tinha sido feito no dia 6 de julho. A confirmação será registrada pelo estado de origem. Por meio de nota, o governo afirmou que “não registrou transmissão local da varíola dos macacos”.
Disse, ainda, que “todos os casos notificados possuem histórico de viagens para o exterior e/ou para estados brasileiros que já confirmaram disseminação comunitária”.
Os pacientes com suspeita da doença são três homens. A SES disse que começou a fazer a investigação epidemiológica para coleta de exames.
Dois deles moram em Pernambuco, um no Recife e outro em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana. O terceiro casos suspeito é de uma pessoa do Rio de Janeiro.
As faixas etárias são: 20 a 29 (2) e 40 a 49 (1). Dois tiveram contato direto com pessoas provenientes da África e Europa; e um deles realizou viagem recente a São Paulo. Dois encontram-se em isolamento domiciliar e um está isolado em unidade hospitalar da rede privada.
As amostras coletadas serão encaminhadas para o Laboratório de Enterovírus da Fiocruz/RJ, referência para o diagnóstico da Monkeypox e o Laboratório Central de Saúde Pública de Pernambuco (Lacen-PE) também realizará investigação.
“Por enquanto, Pernambuco não contabiliza nenhum caso confirmado da varíola dos macacos em residentes no estado”, acrescentou o comunicado.
Em junho, a Secretaria Estadual de Saúde emitiu nota técnica para os serviços de saúde sobre as diretrizes a serem adotadas para vigilância da doença.
Caso confirmado
Segundo o estado, o paciente que teve primeiro caso confirmado da doença manteve contato com europeus em uma comemoração em São Paulo, onde mora.
A SES-PE disse, ainda, que, no dia 30 de junho, ele começou a apresentar quadro de febre, aumento dos linfonodos do pescoço, erupção cutânea, além de linfonodos inchados na região genital e virilha.
Diante disso, o paciente procurou atendimento na AHF Brasil – Clínica do Homem Recife, na segunda (4).
A AHF é uma unidade especializada em prevenção, diagnóstico e tratamento de IST, com foco no público masculino. A unidade atua em parceria com o Programa de IST/HIV/Aids, da SES-PE.
A doença
Apesar do nome, a doença viral não tem origem nos macacos, apenas foi identificada pela primeira vez nesses animais. A transmissão pode ocorrer através do contato com animal ou humano infectado.
O contágio entre humanos ocorre por meio do contato direto com secreções respiratórias, lesões na pele ou fluidos corporais de uma pessoa infectada, ou a partir do contato com superfície ou objetos recentemente contaminados.
Veja formas de transmissão
Por contato com o vírus: com um animal, pessoa ou materiais infectados, incluindo através de mordidas e arranhões de animais, manuseio de caça selvagem ou pelo uso de produtos feitos de animais infectados. Ainda não se sabe qual animal mantém o vírus na natureza, embora os roedores africanos sejam suspeitos de desempenhar um papel na transmissão da varíola às pessoas.
De pessoa para pessoa: pelo contato direto com fluidos corporais como sangue e pus, secreções respiratórias ou feridas de uma pessoa infectada, durante o contato íntimo – inclusive durante o sexo – e ao beijar, abraçar ou tocar partes do corpo com feridas causadas pela doença. Ainda não se sabe se a varíola do macaco pode se espalhar através do sêmen ou fluidos vaginais.
Por materiais contaminados que tocaram fluidos corporais ou feridas, como roupas ou lençóis;
Da mãe para o feto através da placenta;
Da mãe para o bebê durante ou após o parto, pelo contato pele a pele;
Úlceras, lesões ou feridas na boca também podem ser infecciosas, o que significa que o vírus pode se espalhar pela saliva.
Conheça os sintomas
Os principais sintomas da varíola dos macacos são:
febre
dor de cabeça
dores musculares
dor nas costas
gânglios (linfonodos) inchados
calafrios
exaustão
Como se proteger
O uso de máscaras, distanciamento e a higienização das mãos são formas de evitar o contágio pela varíola dos macacos.
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) reforça a adoção dessas medidas, frisando que elas também servem para proteger contra a Covid-19. (Via: G1 PE)
Já dura mais de 40 horas ação de bombeiros em incêndio no centro de SP 
Incêndio começou na região da Rua 25 de março no domingo à noite

incêndio_centro_São Paulo

Já dura mais de 40 horas o trabalho do Corpo de Bombeiros no combate ao incêndio que teve início em um prédio na Rua Barão de Duprat, na região da Rua 25 de março, no centro de São Paulo. Algumas ruas do entorno, na área conhecida pelo intenso comércio de rua, seguem bloqueadas. No local, funcionam cerca de 4,2 mil lojas e circulam por dia entre 150 mil e 300 mil pessoas, a depender da época do ano. Vinte viaturas e 55 homens atuam no local. A Defesa Civil Municipal avalia os riscos de desabamento.

O fogo começou no térreo do edifício de dez andares e atingiu outros imóveis. Duas lojas e parte do prédio da Paróquia Ortodoxa Antioquina da Anunciação a Nossa Senhora foram destruídos. Ela é a primeira igreja ortodoxa no Brasil e data de 1904.

“Nós estávamos atuando nesses pequenos focos de incêndio porque, eventualmente, podem ir aumentando e ter a reignição que é isso que a gente está tentando evitar, mas é natural que tenha um pouquinho de chama”, explicou André Elias, porta-voz do Corpo de Bombeiros. A reignição é o retorno de um incêndio já combatido, devido a brasas e focos escondidos. O material que estava dentro do prédio é tecido, papelão, plástico, papel, que continua queimando, fazendo com que ainda haja “muita carga de incêndio”.

Estão bloqueadas, além da Rua Barão de Duprat, as vias 25 de março, Cavalheiro Basílio Jafet, Comendador Abdo Schahin e a Comendador Afonso Kherlakian. “É temporário. A orientação é para que as pessoas evitem a região. Nós liberaremos assim que possível, assim que tivermos condições de oferecer segurança. O Corpo de Bombeiros sabe da responsabilidade em se fechar uma rua dessa, então não é o nosso objetivo prejudicar ninguém, mas sim garantir a segurança.”, explicou Elias.

Apuração

A Promotoria de Justiça de Habitação e Urbanismo da Capital enviou ofício ao Corpo de Bombeiros para que seja informada a situação dos imóveis atingidos pelo incêndio. O promotor Roberto Luís de Oliveira Pimentel quer saber sobre a eventual existência de processo de fiscalização junto às edificações e elas tinham Auto de Vistoria ou Certificado de Licenciamento do Corpo de Bombeiros.

Pimentel questiona ainda “se há medidas para intensificar ações de fiscalização ou um planejamento nesse sentido especificamente para a área em questão, tendo em vista que a Rua 25 de Março e suas imediações possuem inúmeros comércios populares e, portanto, o desempenho de atividades com uso de materiais inflamáveis”. O questionamento leva em conta outros dois incêndios na área, um em 2018 e outro já em 2022.

Agência Brasil

 Lula dia 19 de  Julho em Serra Talhada

O deputado federal Carlos Veras confirmou na noite desta terça-feira (12) a data da agenda do ex-presidente Lula em Serra Talhada.

Lula estará na capital do xaxado na próxima terça-feira, 19 de julho. Ainda não foram divulgados detalhes da visita do petista ao Sertão, a exemplo do horário e local em que ele se encontrará com apoiadores.

A vinda de Lula será uma oportunidade para reforçar a pré-candidatura da chapa da Frente Popular, encabeçada por Danilo Cabral (PSB), pré-candidato a governador, e Teresa Leitão (PT), pré-candidata ao Senado. A chapa é apoiada pela prefeita Márcia Conrado.

Além de Serra Talhada, Lula visitará as cidades de Garanhuns, no dia 19, e Recife, no dia 20.

Sem decolar, campanha de Danilo Cabral já estaria causando racha entre aliados da Frente Popular

https://imagens.ne10.uol.com.br/veiculos/_midias/jpg/2022/07/05/posse_1_1_-21312993.jpg

Nos bastidores da política local, uma raposa felpuda do PSB contou ao blog que a claudicante campanha de Danilo Cabral até aqui já gera quebra de braço na Frente Popular.

Um exemplo neste momento seria a Ceasa, que foi obrigada a passar as mãos do PROS, para adesão à Frente Popular, ao lado do PP de Eduardo da Fonte.

Com a troca de comando na central de abastecimento, teriam acontecido cerca de 100 demissões de cargos comissionados, para acomodação política.

“Gustavo Melo está resistindo a deixar a Ceasa, sob orientação direta de Geraldo Júlio e João Campos, ambos insatisfeitos com os rumos da campanha da Frente Popular com a assinatura do governador Paulo Câmara, do candidato Danilo Cabral e do presidente estadual do PSB, Sileno Guedes”, afirma a fonte do blog de Jamildo, sob reserva de fonte.

“A Ceasa é uma espécie de Estatal (organização social independente) que é regida pela Lei das Estatais, aprovada no Governo Temer. É uma associação privada, com autonomia. Só o Conselho de Administração do Ceasa pode demitir e eleger diretoria e a presidência”.

“É a mesma coisa Bolsonaro com a Petrobras. Gustavo Melo teria que renunciar a pedido. Se não o fizer os prazos legais terão que ser cumpridos”.

“O clima político tá pesado com a quebra de braço entre grupos políticos’.

 

 

Auxiliares e Técnicos de Enfermagem e Enfermeiros acompanharão votação da PEC 11 do piso nacional no Recife

No Recife, a transmissão será realizada na Praça do Derby, a partir das 14h

Trabalhadores da enfermagem pernambucana realizarão mais um ato para cobrar o andamento do Projeto de Lei 2564/2020 que estabelece o piso salarial nacional dos Auxiliares e Técnicos de Enfermagem, Enfermeiros e Parteiras.  Nesta terça-feira (12/07, haverá acompanhamento da votação da PEC 11/22 do piso da enfermagem, na Câmara dos Deputados, em Brasília, através de telão instalado no local. A concentração do evento será na Praça do Derby, no Recife, a partir das 14h.
A atividade, promovida pelo Sindicato Profissional dos Auxiliares e Técnicos de Pernambuco (SATENPE), também montará estrutura em Petrolina. O local do será na Avenida José Teodoro de Araújo, na Barreto Grill, Orla 2. Em Caruaru, será promovido no Espetinho da Karla, situado na Rua Cleto Campelo, nº36, Nossa Senhora das Dores. A votação também será transmitida pelas redes sociais da entidade sindical.
“Só haverá vitória com a participação e a mobilização de toda a categoria, seja nas redes sociais ou atividades convocadas pelas entidades de classe. Neste ato, nosso apelo é que o presidente da Câmara, o deputado Arthur Lira e os líderes partidários garantam a votação e a provação da PEC 11, sem estar  atrelada a qualquer outra matéria”, afirmou Francis Herbert.
O evento também conta com o apoio do Conselho Regional de Enfermagem de Pernambuco (COREN-PE), do Sindicato Estadual dos Enfermeiros de Pernambuco (SEEPE) e da Associação Brasileira de Enfermagem de Pernambuco (ABEN-PE).
Cordialmente,
Assessoria de Imprensa
Tiago Brito

 

 

Justiça manda tirar do ar fake news contra Marília e Sebastião

A chapa encabeçada pela pré-candidata ao Governo de Pernambuco, Marília Arraes, e de seu vice, Sebastião Oliveira, conquistou duas vitórias na Justiça contra as chamadas fake news.

Nesta segunda-feira (11), o Tribunal Regional Eleitoral conferiu duas importantes decisões em favor dos partidos Solidariedade e Avante, que ingressaram com representações solicitando à Justiça Eleitoral a retirada do ar e aplicação das penalidades cabíveis relativas à duas publicações com acusações inverídicas contra Marília e Sebastião.

No processo de número 0600372-48.2022.6.17.0000, movido pelo partido Solidariedade, a Desembargadora Eleitoral Mariana Vargas determinou a proibição (tutela inibitória) de nova veiculação de publicação compartilhada no Instagram pelo usuário identificado como João Paulo Orlando da Silva Souza. Na peça em questão, o representado divulgou vídeo com fake news em que afirmava que a pré-candidata teria sido condenada a devolver dinheiro público por ter sido supostamente condenada pelo crime de “rachadinha”.

A decisão da desembargadora Mariana Vargas foi referendada pelo Ministério Público Eleitoral, que concordou com a caracterização de fake news e opinou pela proibição de exibição de nova veiculação e aplicação de multa.

Já no processo nº 0600431-36.2022.6.17.0000, movido pelo Avante, o Desembargador Eleitoral Auxiliar, Évio Marques da Silva, determinou que fosse retirado da conta do Twitter em nome de Ana Izabel de Brito Castro Sartori, uma publicação (vídeo e legenda) em que uma montagem utilizando-se de imagens exibidas pela TV Globo e posteriormente recortadas foram juntadas a outras imagens e efeitos criando uma peça na qual o pré-candidato a vice-governador, Sebastião Oliveira, é acusado de desvio de dinheiro público, organização criminosa, corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro.

Em outro trecho do mesmo vídeo, Marília Arraes e Sebastião Oliveira são apontados, com uso de trilha sonora e novas trucagens “almas gêmeas” e “metades da laranja”, numa alusão criminosa que busca desqualificar a aliança política dos pré-candidatos, assim como ataca a honra e vida pública de ambos.

As duas ações foram acompanhadas pelo escritório do experiente advogado Walber Agra.

Bolsonaro diz que petistas “encheram a cara” de atirador de chutes

Depois que o policial acusado de matar petista foi baleado e caiu no chão, homens o golpearam com chutes.

 

“O outro foi ferido, ficou caído no chão e, o pessoal da festa – todos petistas –​​ encheram a cara dele de chutes”, sugeriu Bolsonaro. (Foto: Reprodução)

 

Em conversa com apoiadores sobre a morte do guarda municipal Marcelo Arruda, o presidente Jair Bolsonaro (PL) chamou os convidados que agrediram o atirador Jorge José da Rocha Guaranho de “petistas”.

Nos vídeos das câmeras de segurança do local em que Arruda comemorava seus 50 anos, é possível ver que após efetuar os disparos que mataram o agente, Guaranho cai no chão – porque também foi alvejado com disparos feitos pela vítima. Em seguida, convidados da festa golpeiam o homem com chutes na cabeça.

“Grande parte da imprensa mostrou o tiroteio dentro do recinto, mas não mostrou o que aconteceu lá fora. Nada justifica a troca de tiros […] Teve um problema lá fora, onde a gente vê que o cara que morreu jogou uma pedra no vidro do carro do cara. Ele voltou e começou aquele tiroteio onde morreu o aniversariante. O outro foi ferido, ficou caído no chão e, o pessoal da festa – todos petistas – encheram a cara dele de chutes”, sugeriu Bolsonaro.

O chefe do Executivo federal declarou que a investigação da Polícia Civil do Paraná sobre o caso “já deve estar sendo concluída” e que, talvez, “seja concluída hoje e haja uma coletiva”.

Na segunda-feira, ao comentar o caso, o mandatário disse que não tem “nada a ver” com o crime, mas sugeriu que “o histórico de violência” é recorrente “do outro lado”.

“Quando o Adélio me esfaqueou, ninguém falou que ele era afiliado ao PSol. O que eu tenho a ver com esse episódio de Foz do Iguaçu? Nada! Somos contra qualquer ato de violência. Eu já sofri disso na pele. A gente espera que não aconteça, obviamente. Espero que não aconteça! […] Agora, o histórico de violência, não é do meu lado. É do lado de lá”, sugeriu Bolsonaro.

Entenda

O guarda municipal Marcelo Arruda, candidato a vice-prefeito nas últimas eleições, foi assassinado a tiros durante sua festa de aniversário de 50 anos, ocorrida na noite de sábado (9), em Foz do Iguaçu (PR). A festa tinha como tema o PT e fazia várias referências ao ex-presidente e pré-candidato ao Palácio do Planalto, Luiz Inácio Lula da Silva.

Inicialmente, a Polícia Civil informou que o atirador, o policial penal Jorge José da Rocha Guaranho, tinha morrido após Marcelo revidar. Contudo, às 16h40, em coletiva de imprensa, a delegada Iane Cardoso informou que a polícia errou: o agressor estava vivo e foi levado ao hospital. Até a publicação desta reportagem, ele seguia internado.

Segundo relatos, por volta das 23h, Jorge Guaranho, que se declara apoiador do presidente Jair Bolsonaro (PL), invadiu a festa e atirou em Marcelo, que revidou. A confraternização era promovida na Associação Recreativa Esportiva Segurança Física Itaipu (Aresfi). A festa tinha poucos convidados — cerca de 40 pessoas.

Relatos ainda apontam que o policial penal entrou na festa gritando o nome de Bolsonaro e “mito”. Houve uma rápida discussão, e o homem chegou a sacar a arma e ameaçou a todos. Logo depois, ele saiu, dizendo que voltaria para matar todo mundo”. Minutos depois, o agente penitenciário chegou atirando no guarda municipal.

 

Depois do crime envolvendo um médico anestesista que estuprou uma mulher que estava em trabalho de parto no Rio de Janeiro, surgiu o questionamento sobre acompanhantes do procedimento. Por lei, a parturiente tem direito a uma pessoa a apoiando durante todo o processo e após.

A Lei Federal n° 11.108 ou Lei do Acompanhante foi sancionada em 2005 e, desde então, assegura à gestante o direito à presença de acompanhante durante o trabalho de parto, parto e pós-parto imediato, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS).
O dispositivo garante que a pessoa que acompanha o nascimento do bebê pode ser escolhida pela própria parturiente, independentemente do grau de parentesco. Ela também pode optar por não ter o acompanhante na sala de parto.
De acordo com a pesquisa Nascer no Brasil, do Instituto Fiocruz, em 2014, 24,5% das mulheres não tiveram acompanhante algum, 18,8% contaram com companhia contínua e 56,7% possuíram acompanhamento parcial.
Durante o início da pandemia da Covid-19, em 2020, algumas instituições começaram a contrariar a regra, sob o argumento de que o direito proporcionava o aumento do contágio pelo vírus.
A Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde, na ocasião, expressaram a importância e necessidade das parturientes terem os direitos assegurados.
Na Nota Técnica 9/2020, a pasta expressou que “o acompanhante, desde que assintomático e fora dos grupos de risco para Covid-19, deve ser permitido”.
“Se há suspeita ou confirmação da Covid-19, os trabalhadores de saúde devem tomar precauções adequadas para reduzir os riscos de infeccionarem eles mesmos ou outros, incluindo o uso apropriado de roupas protetoras”, disse a OMS, em janeiro do respectivo ano.
Mesmo assim, com todos os órgãos superiores de saúde recomendando que as unidades de saúde seguissem o protocolo de permissão de acompanhantes durante o parto, várias judicializações por descumprimento da regra foram registrados em todo país.
Médico anestesista
No caso que chocou o Brasil, o direito da vítima do anestesista Giovanni Quintella foi assegurado. No momento da cirurgia cesárea, o marido da parturiente a acompanhava. Porém, assim que o bebê foi retirado da barriga da mãe, ele saiu da sala para estar com o recém-nascido, segundo depoimentos.
O criminoso foi preso em flagrante após estuprar a mulher no Hospital da Mulher Heloneida Studart, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense. O caso segue em investigação policial. Se condenado, ele poderá enfrentar uma pena de 8 a 15 anos de prisão. (Via: Metrópoles)

 

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (Foto: Reprodução)

Próximo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o ministro Alexandre de Moraes afirmou nesta segunda-feira que a Justiça Eleitoral garantirá que em outubro o Brasil tenha eleições “limpas e seguras” e com “combate à desinformação”. A declaração do magistrado ocorre do dia seguinte ao assassinato de um militante do PT por um simpatizante do presidente Jair Bolsonaro em Foz do Iguaçu (PR).

— A Justiça Eleitoral, com o apoio do Ministério Público Eleitoral, vai garantir eleições limpas, seguras, com combate a desinformação. Agora, nós sabemos como as milícias digitais atuam, nós sabemos como combate-las, e o combate vai ser firme — disse Moraes.

O próximo presidente do TSE falou durante a aula de encerramento do curso de Direito Eleitoral e Processual Eleitoral do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP).

Segundo Moraes, candidatos e políticos que usarem milícias digitais estarão fazendo uso de condutas caracterizadas como abuso de poder político e econômico, ambos crimes eleitorais.

— Quem se utilizar de milícias digitais, estará usando de abuso de poder político e econômico, O TSE fez questão de deixar claro isso em duas decisões, e o Supremo Tribunal Federal [STF] reafirmou isso pela Segunda Turma, para que nós possamos garantir que o eleitor tenha a liberdade no momento da escolha de seu voto — apontou o ministro.

Em um julgamento inédito realizado em outubro de 2021, o plenário do TSE cassou o deputado estadual bolsonarista Fernando Francischini (União-PR) por propagação de fake news contra as eleições. O parlamentar disse sem provas, durante uma live, que as urnas eletrônicas estavam fraudadas para impedir a eleição de Jair Bolsonaro à Presidência da República. A live foi realizada no dia do primeiro turno das eleições de 2018.

Após uma decisão individual do ministro Nunes Marques, indicado por Bolsonaro ao Supremo Tribunal Federal, devolver o mandato a Francischini, a Segunda Turma restabeleceu o entendimento da Justiça Eleitoral. No julgamento, os ministros mandaram duros recados à prática de ataques às urnas e ao sistema eleitoral.

Ainda de acordo com o ministro, que falou sobre os impactos da disseminação de notícias falsas nos eleitores e em uma atuação coordenada de grupos que querem atacar as instituições democráticas, para a Justiça Eleitoral “pouco importam os vencedores” das eleições de outubro.

— Para a Justiça Eleitoral, pouco importam os vencedores, o que importa é que até 19 de dezembro os eleitos serão diplomados e pela última vez os chefes do executivo tomarão posse em primeiro de janeiro, porque a partir das próximas eleições essa data será 6 de janeiro. A Justiça Eleitoral vai garantir eleições limpas e seguras — reforçou.

Alvo constante de ataques do presidente Jair Bolsonaro (PL), Moraes assume o TSE no dia 16 de agosto e estará à frente do tribunal durante as eleições de outubro. Ele foi eleito por unanimidade no último dia 14 de junho, em uma votação simbólica, que também alçou à vice-presidência o ministro Ricardo Lewandowski. Seu mandato como presidente do TSE vai até junho de 2024.

Por O Globo

O médico foi gravado em um vídeo pela equipe de enfermagem que desconfiava que ele vinha praticando os crimes. (Foto: Reprodução)

A polícia investiga se Giovanni Quintella Bezerra, anestesista preso por estuprar uma grávida durante a cesariana, também estuprou outras duas mães que tiveram seus bebês no dia do flagrante – o médico foi gravado em um vídeo pela equipe de enfermagem que desconfiava que ele vinha praticando os crimes.

Giovanni postou foto no Hospital da Mulher neste domingo — Foto: Reprodução

A suspeita dos investigadores partiu de relatos das testemunhas da equipe de enfermagem do Hospital da Mulher de São João de Meriti que desconfiaram do comportamento do anestesista e então decidiram gravar o próximo parto, já que nas salas dos dois primeiros a filmagem não´foi possível.

Entre as posturas que causaram estranhamento já nos primeiros partos estão:

  • Cabana improvisada para ocultar a visão sobre parte da paciente
  • Sedação além do normal nas pacientes
  • Pedido para retirar o marido da sala
  • Flagrante de ereção

Primeiro parto: ‘cabana’ para ocultar a paciente da cabeça para cima

Segundo uma testemunha, o anestesista usou na primeira cesariana do domingo (10) um capote fazendo uma cabana que impedia que qualquer outra pessoa pudesse visualizar a paciente do pescoço para cima. A enfermeira conta que jamais havia presenciado algo semelhante, já que os anestesistas se posicionam em lugar oposto, permitindo assim que todos da equipe possam observar as pacientes do pescoço para cima. Além da testemunha, outros três técnicos de enfermagem também presenciaram o fato e acharam a atitude bastante estranha.

No segundo parto, o anestesista improvisou o próprio capote para obstruir a visão.

As testemunhas relatam que já desconfiavam os movimentos do médico, com essa proteção para tentar obstruir a visão do paciente.

Sedação além do normal; ‘Também quer?, disse anestesista para auxiliar

Um dos integrantes da equipe de enfermagem narrou em depoimento que Giovanni “arrumava seu espaço de trabalho de forma a criar barreiras que impediam a visão de todos os outros profissionais ali presentes, e ainda sedava as pacientes além do normal, deixando as mesmas inconscientes durante os procedimentos cirúrgicos, que eram os partos, tudo isso bem diferente de como atuavam outros médicos anestesistas”.

A testemunha também percebeu que a paciente estava completamente sedada e “tal sedação não era de comum realização entre os profissionais da anestesia, pois o hospital preza pelo parto humanizado, e orienta para que tão logo o procedimento cirúrgico termine, as pacientes já estejam prontas para receberem os recém nascidos para a amamentação, e com a sedação, isso fica praticamente impossível”

Quando um membro da equipe questionou o anestesista sobre o excesso de sedação, segundo o depoimento, ele teria respondido: ‘Porquê? Você também quer?’.

Pedido para retirar o marido

Na segunda cirurgia do domingo, uma testemunha conta que a profissional que estava presente afirmou que também estava desconfiada sobre comportamento do anestesista. Ela relatou que o médico tinha mandado retirar o acompanhante da paciente.

O marido de uma das grávidas atendidas no domingo prestou depoimento e corroborou o relato.

Flagrante de ereção

Uma testemunha conta que, nesse parto, houve um descolamento da placa de bisturi, o que ocasiona um alarme até que a placa seja novamente aderida à pele da paciente. No momento em que foi ajudar a resolver o problema, a auxiliar reparou que Giovanni estava próximo da cabeça da paciente com seu pênis rígido e ereto, por baixo da roupa, e tentou cobrir com seu casaco cirúrgico.

Post feito pelo anestesista em seu último plantão — Foto: Reprodução

No vídeo do flagrante, a paciente está deitada na maca, inconsciente. Do lado esquerdo do lençol, a equipe cirúrgica do hospital começa a cesariana. Enquanto isso, do lado direito do lençol, a menos de um metro de distância dos colegas, Giovanni abre o zíper da calça, puxa o pênis para fora e o introduz na boca da grávida.

A violência dura 10 minutos. Enquanto abusa da gestante, o anestesista tenta se movimentar pouco para que ninguém na sala perceba. Quando termina, pega um lenço de papel e limpa a vítima para esconder os vestígios do crime.

Giovanni foi levado para o presídio de Benfica, na Zona Norte do Rio, no início da tarde desta segunda-feira (11).

A audiência de custódia do médico será realizada nesta terça-feira, no período das 13h às 18h, segundo o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.