O Centro de Excelência Municipal Dom Mota, da cidade de Afogados da Ingazeira, no sertão do estado de Pernambuco,  com o compromisso da leitura como meio de transformação social investe em educação de qualidade.
Nesta sexta feira 16, a escola realizou em parceria com a Secretaria de Educação de Afogados da Ingazeira  o Café Literário, que desta vez contou com a ilustre presença da escritora Haidée Fonseca, autora do livro: Ave, Mulher.
 
 A escritora veio à Afogados da Ingazeira, a pedido dos alunos que leram o livro e através das redes sociais iniciaram o movimento : #vemHaideepradomMota que contou com a mobilização também de funcionários. O dia foi de muito proveito na instituição que acolheu a escritora com um café da manhã e para acrescentar um jantar encerrando o bate papo literário.
 A escola ainda contou com a presença de Haidée no arraial como uma de suas atrações, já que ela também é cantora. 
-“Uma manhã maravilhosa cheia de descobertas. Meus alunos puderam conversar com Haidée e encontrar o mundo prazeroso da leitura, isso não há preço.” Palavras da professora de Língua Portuguesa Aparecida Rodrigues. 
 
Haidée Fonseca distribuiu autógrafos e fez a distribuição de CDs autorais. ” Este é o compromisso da Escola Dom Mota ir além da sala de aula.” Ressaltou a diretora da escola Magaly.

 

 

Afogados: Secretaria de Educação promove arraiais juninos nas escolas municipais

 

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira deu o pontapé inicial esta semana para a realização de uma série de arraiais nas Escolas da rede municipal de ensino. Valorizando a tradição junina do Nordeste, a Secretaria de Educação de Afogados começou o ciclo de arraiais pelas Escolas Municipais Padre Carlos Cottart, Ana Melo e Domingos Teotônio. 
 
Ao som do forró pé-de-serra, alunos, pais, responsáveis, professores e servidores da educação celebraram a maior festa popular do nordeste. Teve casamento matuto, quadrilhas matutas, barraquinhas de comidas típicas, e brincadeiras características do período, como correio do amor, pau de fita e simpatias juninas. 
 
No próximo sábado (17), os arraiais chegam às Escolas Letícia de Campos Góes e Dom Mota (17h). Na biblioteca da Escola Maria Gizelda Simões, as atividades ocorrem todos os dias até quinta-feira da próxima semana (22). Confira o restante da programação:
 
21 de Junho
Escola José Rodrigues – 17h30
 
22 de Junho
Centro de Educação Infantil Maria Genedi Magalhães – 16h
Escola São Sebastião – 17h
Escola do São João – 16h
Escola Petronila de Siqueira – 16h30
 
26 de Junho
Escola Geraldo Cipriano – 18h30
Escola Maria Gizelda Simões – 16h
Centro de Educação Infantil Evangelina de Siqueira – 17h
 
27 de Junho
Escola Levino Cândido – 09h
Escola Francisca Lira – 16h

 

 

 

A Ronda Ostensiva Municipal (ROMU) da Guarda de Tabira foi acionada na manhã desta sexta-feira, dia 16, pelo Centro de Monitoramento e Comando, informando que nas margens da PE-320, na altura do Posto Nogueirão II, havia um veículo abandonado.
 
De acordo com o Subcomandante da GM, Vasconcelos, ao chegar ao local constatou-se a veracidade dos fatos, onde encontraram um Ford Fiesta, ano 2002, cor prata, placa KHX 5838 PE, cidade de Ingazeira, com o vidro quebrado da porta dianteira do lado direito, além disso, furtaram o som e os pneus com o jogo de rodas.
 
Foi encontrado no porta luvas o manual do veículo bem como um comprovante de pagamento do IPVA em nome de Juvanete Ribeiro da Silva.
 
A ocorrência foi informada a DPC local, bem como a PMPE, todavia o veículo ficou nas dependências da Guarda Municipal devido a DP não dispor de pátio.
 
O empresário Joesley Batista, um dos donos do grupo J&F, recebeu ÉPOCA para conceder sua primeira entrevista exclusiva desde que fechou a mais pesada delação dos três anos de Lava Jato.

Em mais de quatro horas de conversa, precedidas de semanas de intensa negociação, Joesley explicou minuciosamente, sempre fazendo referência aos documentos entregues à Procuradoria-Geral da República, como se tornou o maior comprador de políticos do Brasil. Atacou o presidente, a quem acusa, com casos e detalhes inéditos, de liderar “a maior e mais perigosa organização criminosa do Brasil” – e de usar a máquina do governo para retaliá-lo.

Contou como o PT de Lula “institucionalizou” a corrupção no Brasil e de que modo o PSDB de Aécio Neves entrou em leilões para comprar partidos nas eleições de 2014. O empresário garante estar arrependido dos crimes que cometeu e se defendeu das acusações de que lucrou com a própria delação.

A seguir, os principais trechos da entrevista publicada na edição de ÉPOCA desta semana. Leia as 12 páginas da conversa com Joesley na edição que chega às bancas neste sábado (17) ou disponível agora nos aplicativos ÉPOCA e Globo+:

 

ÉPOCA – Quando o senhor conheceu Temer?
Joesley Batista – Conheci Temer através do ministro Wagner Rossi, em 2009, 2010. Logo no segundo encontro ele já me deu o celular dele. Daí em diante passamos a falar. Eu mandava mensagem para ele, ele mandava para mim. De 2010 em diante. Sempre tive relação direta. Fui várias vezes ao escritório da Praça Pan-Americana, fui várias vezes ao escritório no Itaim, fui várias vezes à casa dele em São Paulo, fui alguma vezes ao Jaburu, ele já esteve aqui em casa, ele foi ao meu casamento. Foi inaugurar a fábrica da Eldorado.

ÉPOCA – Qual, afinal, a natureza da relação do senhor com o presidente Temer?
Joesley – 
Nunca foi uma relação de amizade. Sempre foi uma relação institucional, de um empresário que precisava resolver problemas e via nele a condição de resolver problemas. Acho que ele me via como um empresário que poderia financiar as campanhas dele – e fazer esquemas que renderiam propina. Toda a vida tive total acesso a ele. Ele por vezes me ligava para conversar, me chamava, e eu ia lá.

ÉPOCA – Conversar sobre política?
Joesley –
 Ele sempre tinha um assunto específico. Nunca me chamou lá para bater papo. Sempre que me chamava, eu sabia que ele ia me pedir alguma coisa ou ele queria alguma informação.

ÉPOCA – Segundo a colaboração, Temer pediu dinheiro ao senhor já em 2010. É isso?
Joesley –
 Isso. Logo no início. Conheci Temer, e esse negócio de dinheiro para campanha aconteceu logo no iniciozinho. O Temer não tem muita cerimônia para tratar desse assunto. Não é um cara cerimonioso com dinheiro.

ÉPOCA – Ele sempre pediu sem algo em troca?
Joesley –
 Sempre estava ligado a alguma coisa ou a algum favor. Raras vezes não. Uma delas foi quando ele pediu os R$ 300 mil para fazer campanha na internet antes do impeachment, preocupado com a imagem dele. Fazia pequenos pedidos. Quando o Wagner saiu, Temer pediu um dinheiro para ele se manter. Também pediu para um tal de Milton Ortolon, que está lá na nossa colaboração. Um sujeito que é ligado a ele. Pediu para fazermos um mensalinho. Fizemos. Volta e meia fazia pedidos assim. Uma vez ele me chamou para apresentar o Yunes. Disse que o Yunes era amigo dele e para ver se dava para ajudar o Yunes.

ÉPOCA – E ajudou?
Joesley –
 Não chegamos a contratar. Teve uma vez também que ele me pediu para ver se eu pagava o aluguel do escritório dele na praça [Pan-Americana, em São Paulo]. Eu desconversei, fiz de conta que não entendi, não ouvi. Ele nunca mais me cobrou.

ÉPOCA – Ele explicava a razão desses pedidos? Por que o senhor deveria pagar?
Joesley – 
O Temer tem esse jeito calmo, esse jeito dócil de tratar e coisa. Não falava.

ÉPOCA – Ele não deu nenhuma razão?
Joesley –
 Não, não ele. Há políticos que acreditam que pelo simples fato do cargo que ele está ocupando já o habilita a você ficar devendo favores a ele. Já o habilita a pedir algo a você de maneira que seja quase uma obrigação você fazer. Temer é assim.

ÉPOCA – O empréstimo do jatinho da JBS ao presidente também ocorreu dessa maneira?
Joesley –
 Não lembro direito. Mas é dentro desse contexto: “Eu preciso viajar, você tem um avião, me empresta aí”. Acha que o cargo já o habilita. Sempre pedindo dinheiro. Pediu para o Chalita em 2012, pediu para o grupo dele em 2014.

ÉPOCA – Houve uma briga por dinheiro dentro do PMDB na campanha de 2014, segundo o lobista Ricardo Saud, que está na colaboração da JBS.
Joesley –
 Ricardinho falava direto com Temer, além de mim. O PT mandou dar um dinheiro para os senadores do PMDB. Acho que R$ 35 milhões. O Temer e o Eduardo descobriram e deu uma briga danada. Pediram R$ 15 milhões, o Temer reclamou conosco. Demos o dinheiro. Foi aí que Temer voltou à Presidência do PMDB, da qual ele havia se ausentado. O Eduardo também participou ativamente disso.

ÉPOCA – Como era a relação entre Temer e Eduardo Cunha?
Joesley –
 A pessoa a qual o Eduardo se referia como seu superior hierárquico sempre foi o Temer. Sempre falando em nome do Temer. Tudo que o Eduardo conseguia resolver sozinho, ele resolvia. Quando ficava difícil, levava para o Temer. Essa era a hierarquia. Funcionava assim: primeiro vinha o Lúcio [o operador Lúcio Funaro]. O que ele não conseguia resolver pedia para o Eduardo. Se o Eduardo não conseguia resolver, envolvia o Michel.

ÉPOCA – Segundo as provas da delação da JBS e de outras investigações, o senhor pagava constantemente tanto para Eduardo Cunha quanto para Lúcio Funaro, seja por acertos na Câmara, seja por acertos na Caixa, entre outros. Quem ficava com o dinheiro?
Joesley –
 Em grande parte do período que convivemos, meu acerto era direto com o Lúcio. Eu não sei como era o acerto do Lúcio do Eduardo, tampouco do Eduardo com o Michel. Eu não sei como era a distribuição entre eles. Eu evitava falar de dinheiro de um com o outro. Não sabia como era o acerto entre eles. Depois, comecei a tratar uns negócios direto com o Eduardo. Em 2015, quando ele assumiu a presidência da Câmara. Não sei também quanto desses acertos iam para o Michel. E com o Michel mesmo eu também tratei várias doações. Quando eu ia falar de esquema mais estrutural com Michel, ele sempre pedia para falar com o Eduardo. “Presidente, o negócio do Ministério da Agricultura, o negócio dos acertos…” Ele dizia: “Joesley, essa parte financeira toca com o Eduardo e se acerta com o Eduardo”. Ele se envolvia somente nos pequenos favores pessoais ou em disputas internas, como a de 2014.

ÉPOCA – O senhor realmente precisava tanto assim desse grupo de Eduardo Cunha, Lúcio Funaro e Temer?
Joesley –
 Eles foram crescendo no FI-FGTS, na Caixa, na Agricultura – todos órgãos onde tínhamos interesses. Eu morria de medo de eles encamparem o Ministério da Agricultura. Eu sabia que o achaque ia ser grande. Eles tentaram. Graças a Deus, mudou o governo e eles saíram. O mais relevante foi quando Eduardo tomou a Câmara. Aí virou CPI para cá, achaque para lá. Tinha de tudo. Eduardo sempre deixava claro que o fortalecimento dele era o fortalecimento do grupo da Câmara e do próprio Michel. Aquele grupo tem o estilo de entrar na sua vida sem ser convidado.

ÉPOCA – Pode dar um exemplo?
Joesley – 
O Eduardo, quando já era presidente da Câmara, um dia me disse assim: “Joesley, tão querendo abrir uma CPI contra a JBS para investigar o BNDES. É o seguinte: você me dá R$ 5 milhões que eu acabo com a CPI”. Falei: “Eduardo, pode abrir, não tem problema”. “Como não tem problema? Investigar o BNDES, vocês.” Falei: “Não, não tem problema”. “Você tá louco?” Depois de tanto insistir, ele virou bem sério: “É sério que não tem problema?”. Eu: “É sério”. Ele: “Não vai te prejudicar em nada?”. “Não, Eduardo.” Ele imediatamente falou assim: “Seu concorrente me paga R$ 5 milhões para abrir essa CPI. Se não vai te prejudicar, se não tem problema… Eu acho que eles me dão os R$ 5 milhões”. “Uai, Eduardo, vai sua consciência. Faz o que você achar melhor.” Esse é o Eduardo. Não paguei e não abriu. Não sei se ele foi atrás. Esse é o exemplo mais bem-acabado da lógica dessa Orcrim.

ÉPOCA – Algum outro?
Joesley –
 Lúcio fazia a mesma coisa. Virava para mim e dizia: “Tem um requerimento numa CPI para te convocar. Me dá R$ 1 milhão que eu barro”. Mas a gente ia ver e descobria que era algum deputado a mando dele que estava fazendo. É uma coisa de louco.

ÉPOCA – O senhor não pagou?
Joesley –
 Nesse tipo de coisa, não. Tinha alguns limites. Tinha que tomar cuidado. Essa é a maior e mais perigosa organização criminosa deste país. Liderada pelo presidente.

ÉPOCA – O chefe é o presidente Temer?
Joesley –
 O Temer é o chefe da Orcrim da Câmara. Temer, Eduardo, Geddel, Henrique, Padilha e Moreira. É o grupo deles. Quem não está preso está hoje no Planalto. Essa turma é muita perigosa. Não pode brigar com eles. Nunca tive coragem de brigar com eles. Por outro lado, se você baixar a guarda, eles não têm limites. Então meu convívio com eles foi sempre mantendo à meia distância: nem deixando eles aproximarem demais nem deixando eles longe demais. Para não armar alguma coisa contra mim. A realidade é que esse grupo é o de mais difícil convívio que já tive na minha vida. Daquele sujeito que nunca tive coragem de romper, mas também morria de medo de me abraçar com ele.

ÉPOCA – No decorrer de 2016, o senhor, segundo admite e as provas corroboram, estava pagando pelo silêncio de Eduardo Cunha e Lúcio Funaro, ambos já presos na Lava Jato, com quem o senhor tivera acertos na Caixa e na Câmara. O custo de manter esse silêncio ficou alto demais? Muito arriscado?
Joesley –
 Virei refém de dois presidiários. Combinei quando já estava claro que eles seriam presos, no ano passado. O Eduardo me pediu R$ 5 milhões. Disse que eu devia a ele. Não devia, mas como ia brigar com ele? Dez dias depois ele foi preso. Eu tinha perguntado para ele: “Se você for preso, quem é a pessoa que posso considerar seu mensageiro?”. Ele disse: “O Altair procura vocês. Qualquer outra pessoa não atenda”.  Passou um mês, veio o Altair. Meu Deus, como vou dar esse dinheiro para o cara que está preso? Aí o Altair disse que a família do Eduardo precisava e que ele estaria solto logo, logo. E que o dinheiro duraria até março deste ano. Fui pagando, em dinheiro vivo, ao longo de 2016. E eu sabia que, quando ele não saísse da cadeia, ia mandar recados.

ÉPOCA – E o Lúcio Funaro?
Joesley –
 Foi parecido. Perguntei para ele quem seria o mensageiro se ele fosse preso. Ele disse que seria um irmão dele, o Dante. Depois virou a irmã. Fomos pagando mesada. O Eduardo sempre dizia: “Joesley, estamos juntos, estamos juntos. Não te delato nunca. Eu confio em você. Sei que nunca vai me deixar na mão, vai cuidar da minha família”. Lúcio era a mesma coisa: “Confio em você, eu posso ir preso porque eu sei que você não vai deixar minha família mal. Não te delato”.

ÉPOCA – E eles cumpriram o acerto, não?
Joesley – 
Sim. Sempre me mandando recados: “Você está cumprindo tudo direitinho. Não vão te delatar. Podem delatar todo mundo menos você”. Mas não era sustentável. Não tinha fim. E toda hora o mensageiro do presidente me procurando para garantir que eu estava mantendo esse sistema.

ÉPOCA – Quem era o mensageiro?
Joesley – 
Geddel. De 15 em 15 dias era uma agonia terrível. Sempre querendo saber se estava tudo certo, se ia ter delação, se eu estava cuidando dos dois. O presidente estava preocupado. Quem estava incumbido de manter Eduardo e Lúcio calmos era eu.

 

 

 

http://blogdofinfa.com.br/wp-content/uploads/2015/08/IFPE.jpg

Nesta sexta-feira (16), o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE) divulgou edital de seleção para a contratação de professores substitutos. Ao todo, existem 15 vagas para candidatos de diversas áreas, tais como biologia, geografia, engenharia elétrica, enfermagem, radiologia, entre outros segmentos. 

Segundo o IFPE, os contratos terão duração de 40 horas por semana e as remunerações para os aprovados variam de R$ 3.117,22 a R$5.697,61, a depender do nível de qualificação dos docentes. Ainda de acordo com o Instituto, os selecionados atuarão em várias unidades distribuídas no Estado, entre elas Afogados da Ingazeira, Garanhuns, Ipojuca, Pesqueira e Recife.

O certame contará com uma análise de títulos e exame de conhecimentos práticos específicos. Nesse sentido, os candidatos terão que ministrar uma aula diante de uma banca examinadora.

Os interessados em participar do processo seletivo deverão se inscrever do dia 16 deste mês a 6 de julho, por meio do endereço virtual da seleção. A taxa de participação custa R$ 70. Outros detalhes informativos podem ser obtidos no edital da seleção ou pelo telo telefone (81) 2125-1724.

 

 

 

Eliza Clívia estava em um carro com seu marido que acabou sendo atingido por um ônibus na cidade de Aracaju, em Sergipe

Imagem relacionada

o início da tarde desta sexta-feira (16) a cantora paraibana Eliza Clivia, 37 anos, ex-vocalista da Banda Cavaleiros do Forró , e o marido o baterista Sérgio Ramos morreram em um acidente de trânsito no Centro de Aracaju.

Resultado de imagem para imagem da cantora clivia cavaleiros do forro

A cantora que iniciou sua carreira solo, há quatro meses, estava em Aracaju para a realização de entrevistas e de um show, que seria realizado na noite desta sexta-feira (16).

 

Resultado de imagem para imagem da cantora clivia cavaleiros do forro

De acordo com Souza , ela e o marido estavam em um veículo que colidiu com um ônibus nas esquinas das ruas Aruá e Maruim, quando retornavam de uma entrevista. Além do casal, outras três pessoas da equipe estavam no carro foram socorridas, com ferimentos leves, e encaminhadas a um hospital de Aracaju. E segundo a polícia, elas foram identificadas como: Cleberton José dos Santos, João Paulo Tavares da Silva e Paulo Texeira de Carvalho.

O Instituto Médico Legal (IML) foi acionado para buscar os corpos.

Esta Foto foi minutos depois de se apresentar em um programa de TV local.
 
Essa foi última foto postado pela cantora depois  da apresentação em uma TV Local
Trajetória 
 
A cantora Eliza Clívia nasceu em 1979 no município de Livramento, Cariri paraibano, a 290 quilômetros de João Pessoa. 
 
Eliza começou a cantar em Monteiro no grupo Big Banda teve o auge da carreira em 2003, pela banda Cavaleiros do Forró, onde ficou até 2013, seguindo para a banda Cavalo de Aço. Atualmente, Eliza Clívia estava em carreira solo.
 
Ela estava em Aracaju para divulgar um show, que seria realizado na noite desta sexta-feira (16), quando o veículo em que estava bateu contra um ônibus. 
O corpo da cantora paraibana Eliza Clivia, 37 anos,foi liberado pelo Instituto Médico Legal de Sergipe (IML), na manhã deste sábado (17), para o sepultamento. Familiares da cantora estiveram no local no início da manhã .
 
Segundo o produtor da cantora, Jailson Souza, o corpo de Eliza será levado para a cidade de Livramento, no interior paraibano e o do marido dela será velado na capital João Pessoa.

 

 

 

Denúncias em série: Janot quer minar fôlego de Temer

 

 
 

 

 

Janot avalia apresentar denúncias em série para minar fôlego de Temer na Câmara

Folha de S. Paulo  – Por Painel

A equipe do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, faz planos para impedir que Michel Temer consiga ganhar fôlego no Congresso após a apresentação da primeira denúncia contra o peemedebista, na próxima semana. O grupo estuda entregar ao Supremo um segundo pedido de ação penal contra o presidente antes mesmo de a Câmara decidir pela aceitação ou não da queixa inicial. Procuradores dizem que, com o que há hoje, é possível atribuir ao menos três crimes a Temer.

Michel Temer deverá ser acusado por corrupção passiva, organização criminosa e obstrução de justiça. Há quem aposte que é possível unir elementos para uma quarta acusação: lavagem de dinheiro.

Os repasses ao coronel João Baptista Lima Filho, ex-assessor de Temer, além de material ainda sob sigilo nas mãos de Rodrigo Janot, poderiam dar base para a queixa de lavagem.

Jones Martins (PMDB-RS) é hoje o nome mais forte para assumir a relatoria da denúncia contra Temer na CCJ da Câmara. Integrantes da base afirmam que pesa a favor dele o fato de ser advogado e especialista em direito constitucional.

 

Vai ter luta Aliados do presidente no Congresso garantem que, hoje, ele teria ao menos 250 votos para barrar a primeira denúncia.

Meu querido Os parlamentares dizem que Temer larga com vantagem pela longa e afinada relação que mantém com o Congresso. Neste aspecto, o presidente pontua sua mais aguda diferença com relação ao estilo da antecessora, Dilma Rousseff.

Relembrar é viver Enquanto Temer recebe quase que diariamente romarias de congressistas de todos os matizes, Dilma, às vésperas do impeachment, se reunia com deputados do baixo clero cujos nomes ignorava.

Segundo o produtor da cantora, Jailson Souza, o corpo de Eliza será levado para a cidade de Livramento, no interior paraibano e o do marido dela será velado na capital João Pessoa.

 

 

 

 

https://www.agenciaunius.com.br/wp-content/uploads/2016/12/Correios-E-sedex-1.png

O consumidor que escolher fazer as suas compras através de lojas online no Brasil terá que recorrer a outras soluções para garantir que a sua encomenda chegue em casa. Isso porque, na próxima segunda-feira (19), os Correios irão encerrar oficialmente a modalidade e-Sedex em todo o País.

O serviço é exclusivo para comércio eletrônico e tem o preço quase igual ao de uma encomenda convencional, mas os mesmos os prazos de entrega do Sedex normal. O que difere é que a área de cobertura é restrita a algumas cidades e há o limite de peso de objetos postados, de até 15 quilos. As encomendas em trânsito seguem, normalmente, conforme o serviço contratado inicialmente.

A decisão foi comunicada às empresas que utilizavam o serviço e confirmada pela assessoria de imprensa da estatal. A maioria das lojas virtuais tinham a modalidade como uma de suas principais e mais econômicas formas de envio de produtos e a medida impactará diretamente as operações do e-commerce brasileiro como um todo.

Segundo os Correios, o motivo para o fim do e-sedex é a implantação da Política Comercial da empresa, que reorganizou o portfólio de serviços da estatal, visando atender melhor ao comércio eletrônico, destinando pacotes de encomendas específicos para os clientes desse setor, como os serviços Sedex, PAC e Logística Reversa, que atendem às diversas necessidades de preços e prazos dos lojistas, além dos consumidores finais. O consumidor que efetuar compras online agora terá que recorrer apenas ao Sedex ou PAC. De acordo com os Correios, além desses serviços, a empresa prossegue com a implantação do novo serviço Correios Log – Comércio Eletrônico, também conhecido como e-Fulfillment, que possibilita à loja virtual ter toda a sua operação de armazenamento, preparação de pedido, postagem e logística completamente realizada pelos Correios, com otimizações operacionais e de custos para os clientes.

Segundo a Associação Brasileira de Franquias Postais (Abrapost), o e-Sedex responde por 30% do faturamento das lojas. Em novembro do ano passado, a Abrapost moveu uma ação contra o encerramento do serviço, anunciado na época pela estatal. Na época, os Correios alegavam que a extinção da modalidade era uma forma de conter a crise e reduzir custo internos de operação, tendo em vista que o e-Sedex operava com a mesma logística do Sedex, mas cobrando preço de encomendas comuns.

No quinto ano de prejuízo, a empresa projeta um rombo de R$ 1,3 bilhões em 2017. Nos primeiros quatro meses deste ano, o prejuízo acumulado é de R$ 800 milhões. 

 

 

Uma criança de 2 anos morreu depois de sofrer abusos sexuais em Paulo Afonso, no Sertão da Bahia. Segundo a Polícia Civil, o crime aconteceu na manhã desta sexta-feira dia (16), no Bairro Tancredo Neves – BTN. Após o suposto estupro e violência sexual, a criança identificada pelo nome de Maria Eduarda foi levada ao Hospital Municipal de Paulo Afonso, mas infelizmente sofreu uma parada cardíaca e veio a óbito. O corpo da garota ainda encontra-se na unidade hospitalar.
 
A guarnição Zumbi, da Polícia Militar (20ºBPM) prendeu o acusado, identificado como Valderi Eloi Bonfim, vulgo “Bibi”, de 59 anos, que é padrasto da vítima – ele convive com a mãe da criança há apenas um mês.
 
 
 
Lucifer em pessoa
 

Ele nega o crime. Segundo informações da polícia também foram identificados hematomas no corpo da garota.  
 

Agora a pouco, um tio da criança informou, que a médica que a atendeu confirmou que a garota foi mesmo agredida e abusada. “Ele (o acusado) contou pra gente que deu banho na criança, e depois que colocou ela na cama, a menina começou a se bater, a criança gritou, foi isso que ele disse. Nós estamos implorando por justiça”, afirmou. O tio também disse que a mãe tem problemas psicológicos, mas que ela não aceita e, por isso, não toma remédios.  Neste momento, a mãe de Maria Eduarda está sendo ouvida na Delegacia de Polícia. 
 

 

 
A Corregedoria Geral da SDS concluiu os Processos Administrativos Disciplinares (PADs) abertos contra o presidente e o vice-presidente da Associação de Cabos e Soldados (ACS), os cabos Alberisson Carlos da Silva e Nadelson Leite Costa, respectivamente, que foram excluídos da Polícia Militar de Pernambuco.
 
As portarias de exclusão, ratificando a decisão da comissão disciplinar da Corregedoria, foram assinadas nesta sexta-feira (16) pelo secretário de Defesa Social, Angelo Gioia, e serão publicadas neste final de semana no Boletim Geral da secretaria.
 

 

De acordo com a Corregedoria, os líderes da ACS infringiram normas previstas no Código Penal Militar na condução da Operação Padrão da PM, iniciada em dezembro de 2016, contrariando a proibição de greve por parte das forças de segurança (decisão ratificada pelo Supremo Tribunal Federal).
 
Na ocasião, além de estimularem a paralisação, desrespeitaram as autoridades de segurança do Estado. Também foi demitido da PM o sargento Glaudstony Wanderley Galvão, outro líder do movimento paredista.
 
Também serão publicadas, no Boletim Geral da SDS, as prisões do cabo Geraldo Pereira da Silva e do soldado Manoel Luiz da Conceição, ambos da PM, por participação efetiva na Operação Padrão.

 

A pena do cabo foi de 25 dias de prisão, enquanto o soldado pegou 21 dias de detenção. Ao todo, 53 policiais que integraram o movimento respondem a processos administrativos no órgão correcional. 
(Via: Folha PE)

 

Resultado de imagem para fernandinho cantor gospel

 

Durante entrevista à Rádio Pajeú, o Prefeito de Afogados da Ingazeira José Patriota anunciou a atração gospel que se apresentará na Expoagro 2017.  e Festa de Emancipação Política. Antes o gestor pediu a compreensão da população para o fator “dificuldades” que definiu os critérios para fechar a programação.

Fernandinho se apresentará na noite do dia 28 no Centro Desportivo Municipal. Segundo o gestor, a programação foi fechada em comum acordo com as igrejas evangélicas. “Era uma demanda antiga do público evangélico de Afogados e da região”.

 

Fernando Jerônimo dos Santos Júnior, conhecido popularmente como Fernandinho é cantor, compositor, multi-instrumentista, arranjador, produtor musical e pastor evangélico.

É membro e pastor da Segunda Igreja Batista de Campos e líder do Ministério Faz Chover. Iniciou sua carreira em 2001, com o álbum de estúdio Formoso És, mas alcançou notoriedade nacional com o disco Faz Chover, lançado em 2003 e que rendeu indicações ao Troféu Talento. Anos depois, em 2009 lançou Uma Nova História, seu maior sucesso comercial. Em agosto de 2012, lançou o CD Teus Sonhos e em março de 2013 gravou o DVD no HSBC Arena, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Seu trabalho mais recente é Galileu (2015).

 

Perguntado se havia sido mais complexo o acerto com a atração do que com os demais cantores na programação, Patriota afirmou que. “Me impressionou que os cantores famosos do espaço evangélico fossem tão concorridos”, disse. A condução foi de Alessandro Palmeira e Edgar Santos.

No restante da programação,

 

Dia 29 se apresentam Forró do Muído, Elba Ramalho e Ciel Rodrigues

.

Dia 30, serão quatro atrações: Daniel Bueno, Maciel Melo , Henrique & Juliano e Cavaleiros do Forró.

Dia 1º Coletivo da Terra (artistas da região), Os Nonatos, Fulô de Mandacaru e Amigos Sertanejos.

 

. Uma novidade foi o anúncio de que haverá doação de entrada com um quilo de alimento não perecível.

 

Agropecuária – a Expoagro é uma das mais importantes feiras da caprinovinocultura do Nordeste, envolvendo expositores de caprinos e ovinos das raças Saanen, Boer, Santa Inês, Dorper, Togg

23º BPM será contemplado com apenas uma viatura

 

Resultado de imagem para 23 batalhao afogados

O 23º Batalhão de Polícia Militar denominado Cel Presciliano Pereira de Moraes, sediado em Afogados da Ingazeira vai receber do Governo do Estado uma viatura para auxiliar nas ações de Segurança Pública na unidade que tem sob sua responsabilidade territorial 12 municípios.

A unidade teve um bom desempenho, conseguindo bater a Meta estipulada pelo Programa Pacto Pela Vida, na diminuição dos Crimes Violentos Letais Intencionais – CVLI, mas mesmo assim só será contemplada com apenas uma viatura. As estatísticas mostram, nos últimos meses, uma queda em ocorrências como homicídios, e um aumento no número de prisões.

 

 

Mantega, Lula e Palocci, nos tempos de “bonança” e venda de informações privilegiadas aos bancos.

Do Blog Diário do Poder / Foto: reprodução

O ex-ministro do Planejamento e depois da Fazenda Guido Mantega, o “pós-italiano” da lista de subornados da Odebrecht, vendia informações privilegiadas ao mercado financeiro sobre operações de juros e mudanças de câmbio, segundo revelou em depoimento ao Ministério Público Federal ninguém menos que outro ex-ministro petista ilustre, Antônio Palocci, o “Italiano”, que foi ministro da Fazenda do governo Lula e ministro-chefe da Casa Civil do governo Dilma. “Tutti buona gente”, expressão usada pelos italianos para ironizar os bandidos que integravam a máfia. Palocci fez acordo de delação premiada com a força-tarefa da Lava Jato.

Palocci contou ainda que o esquema funcionava desde 2003, quando Mantega era ministro do Planejamento, e continuou em 2004 quando ele assumiu a presidência do BNDES. Mantega teria recebido benesses com a vigência dos programas de desoneração de impostos na indústria automobilística, mas não as detalhou. A delação já conta com 16 anexos, segundo revelou o repórter Paulo de Tarso Lyra, do Correio Braziliense, no blog do editor Vicente Nunes. Os advogados trabalham na expectativa de obter prisão domiciliar para Palocci.

Palocci também afirmou que Mantega era quem autorizava pagamentos ilegais da Odebrecht na conta do marqueteiro João Santana na Suíça. “Os valores constantes da planilha ‘italiano’ não eram destinados ao acusado, mas sim ao partido, de forma que, após Antonio Palocci deixar o governo, o montante passou a ser gerido por uma terceira pessoa”, disse em referência a Mantega a defesa de Palocci nas alegações finais encaminhadas ao juiz Sérgio Moro.

No mesmo processo de Palocci também são acusados Branislav Kontic, ex-assessor dele, o empreiteiro Marcelo Odebrecht e outros 12 investigados por corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro. A força-tarefa da Lava Jato acusa Palocci de manter uma “conta-corrente” de propinas com a Odebrecht. O ex-ministro foi preso na Operação Omertà, 35ª fase da Lava Jato, em 26 de setembro de 2016.

 

PE: Sargento morre e cabo fica gravemente ferido em tiroteio em Ouro Preto

 

(CEFAP – Escola 99 de Luto)
 
Um sargento morreu e um cabo da Polícia Militar ficou gravemente ferido, na tarde desta quarta-feira, após um tiroteio na Rua Golfinho, em Ouro Preto, Olinda. Os policiais do batalhão de Radiopatrulha estavam a trabalho em uma ação da Operação Malhas da Lei – que cumpre mandados de prisão – quando, por volta das 14h30, foram surpreendidos por dois suspeitos que saíram de uma casa já atirando. Após balear os policiais, a dupla ainda rendeu o motorista de um Doblò para escapar da prisão. Duas mulheres que estavam na casa em que os suspeitos estavam anteriormente foram detidas e prestam esclarecimentos à polícia nesta noite.
 

 

Os militares ainda foram socorridos para a Unidade de Pronto Atendimento de Olinda e, em seguida, transferidos para o Hospital da Restauração e Miguel Arraes, devido à gravidade dos casos. O sargento Ricardo Sales foi submetido a cirurgia, mas teve morte cerebral anunciada. O cabo Isnaldo Pereira continua em estado grave.
 
As buscas pelos suspeitos ainda estão sendo feitas pela Polícia Militar, mas, até as 18h30, ninguém havia sido preso. No local do crime, ainda foram apreendidas uma arma e uma motocicleta.
 
O motorista rendido pelos suspeitos para fuga não sofreu qualquer tipo de violência e, depois de tirar os atiradores do bairro, foi liberado e passa bem. O caso foi levado para a Delegacia de Peixinhos, mas deverá ser investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). (Via: Conteúdo DP)

 

 

O feriado de Corpus Christi não foi de descanso para os deputados Júlio e Zeca Cavalcanti, deputado estadual e federal, respectivamente. Na caminhada rumo ao pleito de 2018, os parlamentares trabalhistas anunciaram hoje pelos microfones da Rádio Pajeú, em Afogados da Ingazeira, que trabalham para superar a votação de 2014 no pleito do ano que vem. Os parlamentares estavam acompanhados do vereador Zé Negão (PTB).

 

Em 2014, Júlio Cavalcanti obteve 47 mil votos e Zeca Cavalcanti obteve 97 mil. Durante a entrevista ao radialista Nill Junior, Zeca falou que está empolgado para a próxima eleição e já está na estrada visitando amigos, fazendo novos aliados e trabalha com a perspectiva de 110 mil votos em 2018. Em Afogados da Ingazeira os dois foram bem votados, ficando Júlio Cavalcanti com 3.510 votos e Zeca Cavalcanti com 4.305 votos.

 

Júlio cobrou a abertura da delegacia da mulher em Afogados prometida há anos e até hoje nada. Criticou a falta de segurança e o aumento da violência, destacando o crescimento de 20% no número de homicídios em afogados pela média dos últimos 5 meses de 2017 comparado com 2016.

 

“Temos hoje um governo acéfalo, sem comando, um total descontrole no Estado”, afirmou Júlio Cavalcanti. Ele também criticou a decisão de entregar o Hospital de Afogados a uma OS. Estão fazendo a política do fazer menos, gastando mais, concluiu. Segundo o vereador Zé Negão (PTB), hoje o hospital funciona com R$ 500 mil a R$ 600 mil e agora vão pagar mais de R$ 2 milhões para uma OS administrar. O parlamentar trabalhista disse quando se trabalha com correção, ouvindo o povo, se consegue as vitórias e vai trabalha para renovar seu mandato com uma votação melhor do que a da última eleição.

 

Já o deputado federal Zeca Cavalcanti disse que a disputa de um novo mandato “não amedronta e chegaremos a 110 mil votos ouvindo a população, conversando com o povo, juntando novos amigos”. Zeca reafirmou sua posição contra as reformas Trabalhista e da Previdência e defendeu que a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) não deveria ter sido afastada. O parlamentar trabalhista também falou a destinação de quase R$ 1 milhão em emendas para saúde, pavimentação e obras hídricas em Afogados da Ingazeira entre os anos de 2015 e 2016. Disse que iria ao município inaugurar as obras de calçamento que estão sendo feitas com as suas emendas.

Após a entrevista, os deputados Júlio e Zeca reuniram-se com vereadores e lideranças da região que deverão reforçar o grupo político dos irmãos Cavalcanti no pleito de 2018

 

 

A Universidade de Pernambuco (UPE) abre concurso oferecendo 388 vagas para profissionais do nível superior e técnico do Interior, da Mata Norte e Sul, além da Região Metropolitana do Recife. O edital foi publicado nesta quinta-feira (15) no Diário Oficial. Serão disponibilizadas 222 vagas para o cargo de assistente técnico de gestão universitária, 157 para analista técnico de gestão Universitária, e 9 serão para o cargo de médico.

As remunerações variam de acordo com o cargo: R$1.157,98 (assistente técnico), R$2.605,45(analista técnico) e R$ 4.599,02 (médico). As inscrições começam nesta quinta e podem ser feitas através do endereço eletrônico www.upenet.com.br através do link “Concurso UPE 2017”.

 

O valor é de R$70,00, para o cargo de assistente técnico, e de R$100,00 para os demais cargos. Os pagamentos poderão ser efetuados até o dia 17 de julho.

As oportunidades oferecidas pela UPE serão para vagas nas Unidades de Educação e de Saúde em Arcoverde, Caruaru, Petrolina, Salgueiro, Serra Talhada, Garanhuns, Mata Norte, Mata Sul, RMR e o Complexo Hospitalar da Universidade. Veja o edital completo.

 
 

Ex-prefeito de Carpina tem prisão preventiva decretada

 

Carlinhos do Moinho segue como foragido, e teve um imóvel como alvo de um mandado de busca e apreensão no começo da semana

Rádio Jornal / Foto: Divulgação-Facebook

A prisão preventiva de Carlinhos do Moinho foi decretada pela Polícia Civil. O ex-prefeito de Carpina está foragido, e é acusado de ser cabeça de um esquema de fraude na cidade. Um mandado de busca e apreensão foi cumprido em um do político apartamento na Praia do Bessa, em João Pessoa, na Paraíba, na última segunda-feira (13), mas o acusado não foi encontrado.

Prisões

Permanecem presos Antônio Carlos Guerra Barreto, ex-prefeito de Lagoa do Carro, além de Jair da Silva e Rodrigo Felipe Cavalcanti dos Santos Filho. A defesa de Carlinhos do Moinho irá decidir se ele vai se apresentar a polícia.

 

“Fico muito feliz em saber que nosso trabalho vem dando resultado, que as coisas estão caminhando para o bem de nossa população”, disse a deputada Roberta Arraes.

Por Roberto Gonçalves / Foto: reprodução

Nesta quarta-feira (14), foi aprovado o parecer da criação da Companhia Independente de Polícia Militar (CIPMs), para ser instalada no município de Araripina no Sertão de Pernambuco.

Segundo a deputada estadual Roberta Arraes (PSB), essa é uma ótima notícia para o Araripe. “Fico muito feliz em saber que nosso trabalho vem dando resultado, que as coisas estão caminhando para o bem de nossa população. Com a criação da Companhia o combate à criminalidade será maior, dando mais segurança às pessoas”, frisou.

Ainda de acordo com a parlamentar socialista, é com essas ações, que o governo do estado demonstra preocupação em resolver os problemas dos sertanejos. “Agradeço ao Governador Paulo Câmara pelo o encaminhamento, mostrando sua preocupação com o povo sertanejo. Faremos sempre o possível para levar o melhor para nossa região”, disse.

Floresta: Após canal romper, barragens da transposição serão analisadas por consultoria

 

 
As 12 barragens da transposição do Rio São Francisco que ficam entre Floresta, no Sertão pernambucano, e Monteiro, na Paraíba, no eixo leste do projeto, serão diagnosticadas por uma consultoria independente. A medida foi acordada nessa terça-feira (13), três dias após o canal romper no município de Custódia, entre o Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério da Integração Nacional, órgão do governo federal responsável pela obra. Segundo a procuradoria, além das barragens, outros equipamentos escolhidos por amostragem também serão analisados.
 
Além de solicitar o diagnóstico independente, o MPF combinou com a União que o plano de segurança de barragens e o plano de ações emergenciais dos reservatórios serão encaminhados à Agência Nacional de Águas (ANA) em até três meses. Os documentos já vinham sendo solicitados pela Procuradoria da República na Paraíba, que instaurou uma ação civil pública para acompanhar os desdobramentos da transposição.
 

 

A Integração Nacional ainda se comprometeu em deixar de prontidão equipes de monitoramento dos trechos em construção e já concluídos.
 
Com o rompimento do canal, a distribuição da água do ‘Velho Chico’ para a região de Monteiro foi afetada. A expectativa da Integração Nacional é de que até esta quinta-feira (15) o sistema volte ao normal.
 
Apesar do incidente, não houve vítimas. Foram danificados, porém, esse trecho da transposição – que passou por drenagem e concretagem -, uma estrada vicinal e propriedades particulares próximas ao local, em sua maior parte com avarias em cercas. O vazamento foi próximo ao reservatório Copiti, entre Sertânia e Custódia. O trecho é executado pela empresa OAS.
 
Eixo norte: Nessa terça-feira (13), o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, foi ao Supremo Tribunal Federal (STF) para pedir à presidente da Corte, Cármen Lúcia, mais celeridade para tomar uma decisão sobre o imbróglio judicial que envolve o outro trecho da transposição. O eixo norte está há um ano com obras paradas entre Cabrobó, no Sertão de Pernambuco, e Jati, no Ceará, porque a Mendes Júnior, envolvida na Operação Lava Jato, decidiu abandonar o canteiro. A licitação para escolher a empresa que vai concluir o serviço foi iniciado seis meses depois e, em abril, quando o contrato foi assinado, parou na Justiça.
 
Primeiro colocado na concorrência, o consórcio liderado pela Passarelli, que entrou com a ação na Justiça questionando a licitação, apresentou uma proposta de R$ 441,8 milhões, deságio de 23% em relação ao valor estabelecido pelo governo, de R$ 574 milhões. Já o consórcio Emsa-Siton apresentou um orçamento de R$ 517,92 milhões, a terceira melhor proposta, mas foi declarado vencedor. Uma renegociação com o governo reduziu o valor a R$ 516,84 milhões.

 

No edital, o Ministério exigiu das empresas experiência na montagem de estação elevatória de água com vazão de 7 metros cúbicos por segundo, com uma única bomba. A Passarelli possui essa experiência, mas usa sistemas com mais de uma bomba. O mesmo critério inabilitou a segunda colocada na disputa. Em parecer, o o Ministério Público Federal no Distrito Federal (MPF-DF) se manifestou contra a suspensão da licitação e afirmou que não há irregularidades no processo. Barbalho reclamou que a suspensão da licitação está atrasando a obra, que deveria ter recomeçado em 8 de maio para ser entregue até o fim do ano. (Via: Blog do Jamildo)

 

 

 

Terminou hoje o julgamento do Recurso Contra Expedição de Diploma da Coligação Frente Popular para Tabira Avançar e Maria Claudenice de Melo Cristóvão, Nicinha Brandino, contra a chapa eleita em Tabira, com Sebastião Dias Prefeito e José Amaral vice, pode ser retomado hoje pelo Tribunal Regional Eleitoral.

 

O resultado foi de cinco votos contrários e um favorável ao recurso. Além de  Érica Ferraz (relatora),  Júlio Oliveira (revisor) e Stenio Leiva, que já haviam se manifestado, os desembargadores José Henrique Coelho Dias da Silva e Alexandre Freire Pimentel seguiram o entendimento de que não há motivação jurídica para cassação da chapa. Apenas o Desembargador Vladimir Souza Carvalho seguiu o entendimento da acusação. O presidente da Corte, Antônio Carlos Alves da Silva só vota em caso de empate.

 

A decisão também foi contrária ao parecer do Ministério Público Eleitoral que opinou pela  procedência do pedido constante do Recurso Contra Expedição de Diploma. A argumentação que defendia a cassação foi do procurador Antonio Carlos Campelo.

 

A decisão foi comemorada pelo prefeito e por aliados que acompanharam o julgamento em Recife. Agora, resta à chapa Nicinha/Genedy recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral. O recurso é dado como certo mesmo por aliados de Sebastião, por conta da manifestação já expressada pelos advogados de Nicinha Brandino. Em Tabira, aliados de Dias também começam a fazer festa com o tradicional foguetório.

 

 

 

SENADO RETIRA NOME DE AÉCIO NEVES DO PAINEL DE VOTAÇÕES

 

 

G1, Brasília

O Senado retirou do painel de votações o nome do senador Aécio Neves, afastado em maio da função por ordem do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal. O nome do parlamentar não apareceu na lista de senadores na sessão desta quarta (14).

O presidente da Casa, Eunício Oliveira (PMDB-CE), explicou a exclusão do nome do parlamentar do painel.

“Filmaram, fotografaram tanto esse painel que a Mesa resolveu excluir o nome do senador pelo afastamento que veio do Supremo Tribunal Federal”, afirmou Eunício.
“É para deixar bem claro que a Mesa Diretora e esta Presidência não descumpriram a decisão da Suprema Corte. E como gerava dúvida o nome ficar ali […], estava bloqueado, e agora está apagado o nome para que não gere nenhum tipo dúvidas em relação a isso”, completou o presidente do Senado.

Eunício fez a explicação após observação do senador Lindbergh Farias (PT-RJ). Ele notou a ausência do nome de Aécio no painel e questionou o motivo da retira

 

Cinquentinhas apreendidas no Estado serão prensadas

 

Seis meses após adotar novas regras para o emplacamento dos ciclomotores abaixo de 50 cilindradas, conhecidas como cinquentinhas, o Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco – DETRAN-PE, partiu para a regularização dos condutores, exigindo a Autorização para Conduzir Ciclomotor – ACC.

 

Agora o Órgão assinou contrato com a Gerdau para realizar nesta quinta-feira (15), a prensagem de 1.786 ciclomotores, apreendidos pela Diretoria de Engenharia e Fiscalização de Trânsito, por meio das Operações Rota de Fuga e Trânsito Seguro, Batalhão de Polícia de Trânsito – BPTran, Batalhão de Polícia Rodoviária – BPRV, e Companhia de Trânsito e Transporte Urbano – CTTU.

 

Detento engole dez celulares e outros dois escondiam aparelhos no ânus

 

 
A Secretaria da Administração Penitenciária do Estado de São Paulo (SAP) encontrou 19 aparelhos celulares dentro do corpo de três detentos na Penitenciária Silvio Yoshihiko Hinohara, a P1, em Presidente Bernardes. Um deles estava com 10 telefones dentro do estômago e precisou passar por uma cirurgia para retirar os aparelhos.
 
O flagrante aconteceu na última segunda-feira (12) e foi descoberto pelo Núcleo de Inteligência da penitenciária. Segundo o G1, os três detentos foram revistados em um aparelho detector de metais. Dois tinham celulares escondidos no ânus – um com quatro e outro com cinco aparelhos.
 

 

Ainda de acordo com o G1, apesar deles terem expelido os celulares na penitenciária, foram encaminhados para um hospital para verificar se haviam mais algum aparelho, mas nada foi encontrado.
 
O terceiro detento estava com dez minicelulares conectados a fones de ouvido no estômago. Ele foi encaminhado para uma cirurgia para retirar os objetos. Ele segue internado se recuperando.

 

Os 19 celulares foram apresentados em uma delegacia e um Boletim de Ocorrência, além do instauração de Procedimento Disciplinar Apuratório foram abertos em nome dos presos.
 
 

Ex-PGR e juristas pedem impeachment de Gilmar

:

O ex-procurador-geral da República Claudio Fonteles, acompanhado de um grupo de juristas e professores, protocolou nesta quarta-feira 14, na Secretaria-Geral do Senado, um pedido de impeachment do ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes; o documento acusa o magistrado de suposta prática de crime de responsabilidade e pede que ele fique inabilitado por oito anos para o exercício de função pública; entre os motivos, está o fato de ele não ter se declarado impedido em processos que tinham a atuação do escritório de advocacia de sua esposa, ou quando tinha relação de amizade com uma das partes; além disso, aponta “atividades político-partidárias” praticadas por ele ao participar de articulações para persuadir parlamentares a votarem de determinada forma, como no caso em que foi gravado em conversa com o senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG)

 

 

 

O plenário do Senado aprovou, nesta quarta-feira (14), parecer do senador Armando Monteiro (PTB-PE) ao projeto de lei que autoriza a destruição de documentos em papel classificados como temporários que foram digitalizados. O projeto de lei, que vai agora à votação da Câmara dos Deputados, determina que o documento digitalizado tem o mesmo valor probatório do original de papel e é dotado de fé pública.

O projeto de lei – PLS 146/2007, de autoria do senador Magno Malta (PR-ES) – altera legislação de 2012 que proíbe a eliminação de documentos físicos, impedindo que o Executivo avance na chamada desmaterialização de processos, como já ocorre no Judiciário. O parecer de Armando justifica a iniciativa pela redução de despesas com gestão de arquivos na administração pública, estimada em R$ 1,5 bilhão por ano somente na União. Os documentos considerados históricos continuarão a ser preservados depois de digitalizados.

“Além da redução de despesas com a manutenção de documentos em papel, cuja guarda ocorre, muitas vezes, em lugares precários e de baixa segurança, o projeto aumenta a transparência, a acessibilidade à informação e a modernização tecnológica, recupera espaços físicos em arquivos, facilita o manuseio e promove a sustentabilidade ambiental”, assinala o parecer de Armando Monteiro, aprovado pelo plenário.

Armando assinalou ele ainda, no relatório, que a medida se enquadra nos objetivos do Grupo de Trabalho de Reformas Microeconômicas, que preside no âmbito da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado. O GT foi criado para promover mudanças na legislação que contribuam na diminuição de custos, aumento da produtividade e, no caso do PLS 146/2007, na geração de impacto fiscal positivo.

Paulo Câmara volta de Brasília mais uma vez sem previsão dos R$ 600 milhões do BNDES

 

 

Foto: Humberto Pradera/Divulgação

Duas semanas após o presidente Michel Temer (PMDB) sinalizar a liberação do empréstimo de R$ 600 milhões para Pernambuco pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), dinheiro que seria usado em parte para as obras de barragens nas cidades atingidas pelas enchentes, o governador Paulo Câmara (PSB) continua sem previsão para a liberação do crédito. O socialista esteve em Brasília nesta quarta-feira (14) para uma reunião com o presidente do banco, Paulo Rabello de Castro, mas não recebeu resposta positiva sobre a liberação do valor.

 

O crédito já havia sido solicitado e aprovado em março, mas para obras de adutoras para levar segurança hídrica ao interior e de presídios no Estado. Com a chuva que deixou 27 municípios em estado de emergência, porém, Paulo Câmara acordou com Temer que iria usar parte do dinheiro para retomar as obras de quatro barragens para prevenir as enchentes na Mata Sul. As obras foram prometidas desde as cheias de 2010, quando o governador era Eduardo Campos (PSB), e agora estão paradas – segundo a gestão estadual, devido à interrupção nos repasses da União. Faltam R$ 383 milhões para essas obras.

 

Na reunião, Paulo Câmara lembrou a Rabello o compromisso de Temer em dar celeridade ao empréstimo. “Todos essas pautas de Pernambuco já estão sendo tratadas pela equipe técnica do BNDES, mas achei importante detalhar pessoalmente as demandas de Pernambuco. Nosso Estado estabeleceu uma parceria bastante efetiva com o banco nos últimos anos, que, tenho certeza, será mantida”, afirmou o governador através da assessoria de imprensa.

 

O governador também aproveitou a reunião com o presidente do BNDES para pedir o alongamento da dívida do Estado com o banco. Com isso, o governo teria um tempo maior para pagar o débito e reduziria o valor das parcelas. A expectativa da gestão é de reduzir em R$ 15 milhões mensais os desembolsos.

 

“São R$ 180 milhões por ano que vamos destinar a investimentos. O governador Paulo Câmara já determinou às equipes das secretarias da Fazenda e de Planejamento fazer os estudos, baseados no que foi anunciado pelo presidente Michel Temer na reunião que teve ontem (dia 13) com os governadores”, afirmou pela assessoria de imprensa o secretário de Planejamento e Gestão de Paulo Câmara, Márcio Stefanni. “Queremos destinar esse dinheiro também para as áreas de educação, segurança pública, recursos hídricos, mobilidade urbana, estradas e sistema prisional”.

O Estado já contabiliza 2.495 casos em 2017 / Foto: Bernardo Soares/JC Imagem

O balanço dos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) do mês de maio trouxe à tona uma notícia nada animadora para os pernambucanos. Apesar do período ter sido menos violento do que o mês de abril deste ano, com redução de 13,9% na média diária, os dados da Secretaria de Defesa Social do Estado (SDS) revelam que o último mês não foi só o mais violento em relação ao mesmo período no ano passado, mas sim dos últimos cinco anos. Em maio de 2016, foram 319 casos contra 457 neste ano. No geral, até agora em 2017, o Estado já contabiliza 2.495 casos de homicídios. Em 2016, neste mesmo período de cinco meses, foram registrados 1.727 homicídios, o que representa um aumento de 44,4% no atual período.

 

Segundo o secretário Angelo Gioia, que admitiu durante coletiva de imprensa realizada nesta quarta-feira (14) o “elevado patamar” de crimes letais contra a vida no Estado, “O trabalho das polícias vem dando resultados importantes, quebrando uma longa sequência de meses de ascensão dos CVLIs desde 2014, quando a hierarquia e a disciplina foram subvertidas dentro das corporações”.

 

Se levado em considerações os meses de 2017, a análise da SDS é acertiva por realmente o Estado ter apresentado reduções nos dados de abril, com 35 assassinatos a menos em relação a março (com total de 549 CVLIs) e do mês de maio em relação a abril do mesmo ano, com redução de 13,9% dos crimes.

Entretanto, seguindo os dados disponibilizados pela própria SDS nos informes mensais de conjuntura criminal em Pernambuco, o aumento da criminalidade letal no Estado fica evidente.

De 2012 a este ano, pelo menos nos meses de maio, a taxa de CVLIs aumentou. Em maio de 2016 foram 319 casos; em 2015, 311; em 2014, 322. 2013 apresentou 272 casos, enquanto 2012 teve 290.

 

Outros dados de maio de 2017

Ainda segundo o balanço divulgado pela SDS, em maio, foram registrados 1.699 ocorrências de roubos de veículos, contra 1.780 em abril, representando uma redução de 7,63%.

Com relação aos furtos, a queda foi maior: 10,47% (556 em maio contra 601 em abril). Na contabilidade dos bancos, não houve alteração nos roubos a agências bancárias (2 para cada mês), arrombamentos a caixas eletrônicos (também 2 em cada mês) e assaltos a carros-fortes (1 em maio e 1 em abril).

Nos Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVP), houve uma leve redução considerando a média diária. Foram 326 ocorrências por dia no mês de maio, contra 330 cada dia do mês anterior (queda de 1,48%).

Ônibus

No recorte dos roubos a ônibus, maio registrou 105 assaltos a coletivos, contra 102 no mês anterior. A média diária, no entanto, manteve-se praticamente estável, com 3,39 contra 3,40 no mês de abril.

No período de maio, considerando todas as modalidades criminosas, as polícias prenderam 3.009 pessoas, dos quais foram cumpridos 494 mandados de prisão, 2.062 em flagrante delito e apreenderam 453 menores por atos infracionais.

 

Cunha reafirma à PF que não vendeu seu silêncio e Temer não o procurou, diz advogado

 
alt

Deputado cassado foi ouvido por 1h 30 em inquérito sobre o presidente. Foram feitas 47 perguntas e ele respondeu questões relacionadas a delação do JBS.

G1 / Foto: reprodução

deputado cassado e ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) prestou depoimento por cerca de 1h30 na sede da Polícia Federal (PF), em Curitiba, nesta quarta-feira (14). Ele falou no inquérito que investiga o presidente da República Michel Temer (PMDB).

Ao deixar a PF, o advogado de Cunha, Rodrigo Rios, disse que ele reafirmou que “o silêncio dele nunca esteve à venda” e que nunca foi procurado por Temer ou interlocutores do presidente para comprar o seu silêncio. “Ele negou categoricamente”, disse Rios.

Cunha chegou à PF por volta das 10h, mas o depoimento estava marcado para as 11h. Ele só entrou em uma das salas às 11h15. Segundo o advogado Rodrigo Rios, foram feitas 47 perguntas ao deputado cassado e ele respondeu as que eram relacionadas ao conteúdo da delação dos donos do frigorífico JBS, homologada pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Na delação, o empresário Joesley Batista entregou a gravação de uma conversa com Temer na qual afirma que o presidente deu aval para que ele continuasse pagando Cunha, para que ficasse em silêncio e não fizesse um acordo de delação.

Segundo Rios, Cunha não respondeu aos questionamentos relacionados ao suposto recebimento de propina por parte de empresas interessadas em obter empréstimos do Fundo de Investimentos do FGTS, por ser um tema que não faz parte do inquérito que investiga Temer.

O advogado de Cunha afirmou que o ex-deputado prestou depoimento como declarante. O deputado cassado saiu do prédio da PF por volta das 13h55 (veja vídeo abaixo).

Condenado pela Operação Lava Jato a 15 anos de reclusão, Eduardo Cunha está detido no Complexo Médico-Penal em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. Ele foi preso em outubro de 2016.

Acesso aos depoimentos

Na terça (13), a defesa de Eduardo Cunha pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) para ter acesso às gravações que integram a investigação sobre Michel Temer antes de depor à Polícia Federal sobre o caso.

Eduardo Cunha, porém, queria ter acesso ao material da investigação com 48 horas de antecedência para poder responder às perguntas com ampla defesa – o que poderia adiar o depoimento, caso o pedido fosse aceito pelo Supremo.

Em março deste ano, Michel Temer foi gravado pelo dono da JBS, Joesley Batista, numa conversa em que, segundo a Procuradoria Geral da República (PGR), deu aval para pagamentos a Cunha com o objetivo de convencer o ex-deputado a não fechar acordo de delação premiada.

O presidente nega as acusações, diz que não teme delações e afirma que jamais atuou para beneficiar a JBS no governo.

Em uma carta escrita da prisão, Cunha afirmou que não teve o silêncio comprado e que nunca pediu nada a Temer.

Nesta semana, o ministro Edson Fachin concedeu cinco dias para a PF concluir o inquérito sobre Temer, prazo que vence na segunda-feira (19).

Depois, se avaliar que há provas contra o presidente, caberá à PGR oferecer uma denúncia; caso contrário, poderá pedir o arquivamento do caso.

Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil: <p>Brasília - O senador Eunício Oliveira concorre ao cargo de Presidente da Casa (Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)</p>

 

Presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), rebateu o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello que disse que a Casa está descumprindo a decisão da Corte que afastou o senador Aécio Neves (PSDB-MG) ao não indicar o suplente para a vaga; segundo Eunício, o regimento interno do Senado prevê que o suplente seja convocado após 120 dias de vacância; Aécio foi afastado após a Polícia Federal deflagrar a Operação Patmos, quando foi gravado pedindo R$ 2 milhões em propina e falando em adotar medidas para brecar as investigações da Lava Jato

 

TCE julga irregular Gestão Fiscal de 2014 de Sebastião Dias

 

Resultado de imagem para sebastiao dias tabira

 

A Primeira Câmara do Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE-PE) julgou irregular nesta terça (13) a Gestão Fiscal da Prefeitura Municipal de Tabira.

O julgamento é referente ao primeiro, segundo e terceiro quadrimestres de 2014, de responsabilidade do prefeito Sebastião Dias.

No Julgamento, à unanimidade, a Primeira Câmara do Tribunal, julgou irregular a gestão fiscal do exercício financeiro de 2014, aplicando multa ao prefeito. O valor da multa ainda será divulgado no Diário Oficial posteriormente.

O Processo tem o número 16700065. A informação é do Afogados On Line.

 

Grupo que controla JBS gastou R$ 2,1 milhões com empresa da qual Gilmar Mendes é sócio

 

Resultado de imagem para imagem de gilmar mendes

 

O grupo J&F, que controla a JBS, gastou nos últimos dois anos R$ 2,1 milhões em patrocínio de eventos do IDP (Instituto Brasiliense de Direito Público), que tem como sócio o ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal).

As informações são de reportagem de Letícia Casado e  Camila Mattoso na Folha de S.Paulo.

O instituto disse que devolveu R$ 650 mil deste total no dia 29 de maio, após a revelação do acordo de delação premiada de executivos da empresa.

 

O IDP diz que, em razão de uma cláusula contratual relacionada à conduta ética e moral por parte do patrocinador, rescindiu um contrato assinado em 11 de junho de 2015 com o grupo.

De acordo com o IDP e a JBS, um dos congressos incluídos nos patrocínios ocorreu em abril, em Portugal, pouco mais de uma semana depois de sete executivos do frigorífico firmarem um acordo de delação com o Ministério Público Federal. Participaram daquele encontro magistrados, ministros do governo de Michel Temer, além de advogados e políticos.

 

Em maio, Gilmar defendeu que a homologação da delação fosse discutida pelo plenário. O acordo tem sido alvo de críticas por supostas fragilidades em relação a penas dos envolvidos.

No dia 27 de maio, reportagem da Folha informou que a família de Gilmar vende gado no Mato Grosso para o frigorífico –segundo ele, as negociações são encabeçadas pelo irmão. O ministro diz que não havia motivo para se declarar impedido de participar de votações sobre assuntos envolvendo a empresa.

 

Por meio da assessoria, Gilmar disse que “não é, nem nunca foi, administrador do IDP. Sendo assim, não há como se manifestar sobre questões relativas à administração do instituto”. E citou as regras previstas na legislação sobre possível impedimento dele em julgamentos.

 

 
O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), tem reunião marcada com o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Paulo Rabello de Castro, nesta quarta-feira (14). O encontro será em Brasília, na sede do banco, às 14h, e o socialista vai pedir a liberação do empréstimo de R$ 600 milhões.
 
O crédito já havia sido solicitado e aprovado em março para obras de adutoras e presídios no Estado. Com a chuva que deixou 27 municípios em estado de emergência, porém, Paulo Câmara pode usar parte do dinheiro para retomar as obras de quatro barragens para prevenir as enchentes na Mata Sul do Estado, prometidas desde as cheias de 2010.
 

 

No último dia 28, ao vir a Pernambuco para ouvir o governador sobre as chuvas, o presidente Michel Temer (PMDB) anunciou que interviria para dar mais celeridade à liberação do dinheiro. Na reunião com o peemedebista, Paulo Câmara afirmou que faltam R$ 383 milhões para concluir as barragens.
 
As barragens: A obra que depende de um repasse maior, de R$ 184.318.898, é Igarapeba, no Rio Pirangi, que vai atender municípios como Palmares e Barreiros, na Mata Sul. Essa obra está com 37% concluídos e foi interrompida em junho de 2015. O custo total é de R$ 251.663.104.
 
Embora esteja parada desde setembro de 2014, a que está mais avançada é Panelas. Lá, são necessários R$ 62.539.081 para concluir a última metade da obra, que tem custo total estimado em R$ 109.533.308.

 

Paulo Câmara também poderá usar o dinheiro para terminar as barragens de Gatos (que precisa de R$ 67.080.496 dos R$ 82.883.134 totais para dar andamento à obra parada desde 2011) e Barra de Guabiraba (R$ 69.147.173 dos R$ 94.574.573 para a construção interrompida em 2015). (Via: Blog do Jamildo)

 

 

Família de Cunha diz que ex-deputado está no “limite psicológico”

 

 
A família de Eduardo Cunha teria dito a figuras importantes em Brasília que o ex-deputado Eduardo Cunha está chegando ao limite psicológico na cadeia.

 

Porém, ninguém acredita que o abatimento o faça procurar o caminho da delação premiada antes de setembro, quando Rodrigo Janot deixará o comando da PGR. A informação é do Radar Online, da revista Veja.

 

 

Resultado de imagem para imagem de triunfo pe

 

O município de Triunfo comemora hoje 133 anos de Emancipação Política. Conhecido por seu clima diferenciado, casario histórico, Lago João Barbosa e lindas cachoeiras, é certo dizer que é a cidade mais bonita do sertão do Pajeú.

A Suíça Sertaneja tem sido uma ótima pedida para turistas neste mês de junjho, por conta das baixas temperaturas. Na programação de emancipação, na Praça Carolinbo Campos, haverá desfile Cívico, com Bandas Marciais da Rede Estadual, Municipal e Particular, Banda Explode Coração e Banda Isaías Lima, a partir das três da tarde.

Às 16h00, Hasteamento das Bandeiras seguida de apresentações Culturais das Escolas Municipais. O Prefeito João Batista fará pronunciamento encerrando a programação.

Resultado de imagem para imagem de triunfo pe

História: Em fins do século XVIII a serra da Baixa Verde, que teve como habitantes primitivos os índios Cariris, era arrendada a Domingos Pereira Pita que depois se tornou proprietário. Nessa época, em data incerta, chegou a Baixa Verde o missionário capuchinho frei Vidal de Frescolero, conhecido por frei Vidal da Penha, que fixou residência no sítio Baixa Verde, em um pequeno terreno que conseguiu com o senhor Domingos Pereira Pita, onde fez o aldeamento dos índios que com ele vieram.

 

Em novembro de 1803 retirou-se para Cabrobó, tendo logo depois assumido o seu lugar o missionário frei Ângelo Maurício Niza, o qual fez construir na Baixa Verde uma capelinha que serviu de matriz durante muito tempo, sob a invocação de Nossa Senhora das Dores. Em seguida, tratou de legalizar a posse do terreno dos índios, requerendo ao governador-geral da Capitania, Dr. Caetano Pinto de Miranda Montenegro, meia légua quadrada de terra, a qual foi concedida em sesmaria, a 8 de outubro de 1812; os marcos foram fincados nos lugares denominados Aquiraz, Jaleco, Água Branca e Jardim.

O nome de Triunfo originou-se de uma luta ocorrida entre a poderosa família dos Campos Velhos, da cidade de Flores, e os habitantes da povoação da Baixa Verde, os quais, querendo ver o progresso da localidade, começaram com a criação de uma feira, com o que os Campos Velhos não ficaram satisfeitos, procurando acabá-la por diversas vezes, até mesmo com prejuízo de vidas, mas não conseguiram. Tal fato fez com que os habitantes da Baixa Verde tratassem de sua independência, a fim de se libertar dos Campos Velhos.

Para isso, um abaixo-assinado solicitou da Assembleia Provincial e do Diocesano que a povoação fosse transformada em freguesia e elevada à categoria de vila, o que de fato ocorreu em 2 de junho de 1870, através da Lei Provincial nº. 930, que criou a freguesia de Nossa Senhora das Dores, desmembrada da freguesia de Flores, e elevou a povoação de Baixa Verde à categoria de vila, com a denominação de Triumpho.

Em 13 de junho de 1884 através da Lei Provincial nº. 1.805, foi criada a comarca de Triunfo e com isso a vila da Baixa Verde foi elevada à categoria de cidade. (Wikipedia)

Sérgio Cabral é condenado a 14 anos de prisão

 

 
Tucanos e peemedebistas fingem desconhecer Sérgio Cabral. Mas o destino do presidiário não lhes é estranho. Num instante em que os gênios do PSDB renovam o acordo de cumplicidade com o PMDB para preservar o mandato de Michel Temer, o primeiro presidente da história a ser denunciado por corrupção em pleno exercício do cargo, vale a pena atrasar o relógio para iluminar a trajetória de Cabral. O presidiário começou a enriquecer no PSDB. E consolidou sua fortuna no PMDB.
 

Condenado nesta terça-feira pelo xará Sergio Moro a 14 anos e 2 meses de cana, Sérgio Cabral despontou para a política na década de 90. Chegou à presidência da Assembleia Legislativa do Rio como um cavaleiro da ética. Nessa época, era um jóquei do PSDB. Gente como FHC e José Serra levava a cara à propaganda eleitoral do Rio para recomendar o menino de ouro do tucanato ao eleitorado.
 
Cabral agigantou-se tanto que, em 1998, começou a fazer sombra ao seu principal aliado, o então governador fluminense Marcello Alencar, cacique do PSDB. Incomodado, Allencar atirou para dentro do ninho, montando um dossiê contra Cabral. Revelou que o paladino da moralidade acumulava uma fortuna imoral. Tornara-se dono de uma casa no condomínio Portobelo, em Mangaratiba, incompatível com sua renda.
 
Há 19 anos, quando a encrenca veio à luz, a avaliação de mercado da casa de Mangaratiba era R$ 1 milhão. Cabral dizia ter desembolsado R$ 200 mil. Atribuía o preço camarada ao fato de ter fechado negócio “com um amigo de 15 anos”, o empresário Carlos Borges. Abespinhado, Cabral trocou o PSDB pelo PMDB, fez uma paçoca política da liderança de Marcello Alencar e foi colecionar amizade$ empresariais na poltrona de governador. O mimo de Mangaratiba virou troco.
 
Nos seus dois mandatos como governador, Cabral levou o Rio à breca. O Estado piorou muito. Mas seu governador melhorou extraordinariamente. Impulsionado pelas verbas federais envidas por Lula e Dilma, Cabral semeou obras e colheu propinas. Hoje, é o maior colecionador de processos da Operação Lava Jato. Responde a uma, duas, três, quatro, cinco, seis, sete, oito, nove, dez ações penais. A sentença de Sergio Moro foi a primeira. Restam nove.

Sérgio Cabral não é um bom exemplo para ninguém. Mas tornou-se um fabuloso aviso para tucanos e peemedebistas alcançados pela ferrugem política. A coisa funciona com a simplicidade de um sinal de trânsito. Na fração de segundo em que o sinal muda de verde para amarelo, a decisão de parar ou avançar pode significar a redenção ou a cadeia. (Via: Blog do Josias de Souza)

1º Fórum de Desenvolvimento do Polo Gesseiro do Araripe acontece dia 19, em Araripina

 
alt

Evento terá a presença do Ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho.

Secretaria Executiva de Comunicação PMA / Fotos: reprodução e divulgação

O Ministério de Minas e Energia promove, através da Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM) e do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), com o apoio da Prefeitura de Araripina e do Sindicato da Indústria de Gesso de Pernambuco – Sindusgesso, o Fórum de Desenvolvimento do Polo Gesseiro do Araripe. O evento acontece dia 19 (segunda-feira) e vai contar com a presença do Ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho.

O Fórum irá reunir grandes instituições, como Copergás, DNIT, Sindusgesso, ITEP e UFPE, com o objetivo de discutir e fomentar o desenvolvimento socioeconômico de toda região.

Na programação estão previstas palestras técnicas para apresentação de recentes estudos em toda bacia do Araripe e também indicar novas áreas para exploração da gipsita.

Além disso, vai apresentar meios de incentivos e facilidades que podem ser ofertadas a todo setor, como linhas de financiamento, utilização de energias alternativas, novas tecnologias para exploração e ainda soluções de infraestrutura que visam facilitar o escoamento da produção, serão debatidos no encontro, que acontece no Centro Tecnológico do Araripe, na cidade de Araripina, a partir das 9h.

Serviço:

1º Fórum de Desenvolvimento do polo gesseiro do Araripe

Data: 19 de junho de 2017.

Horário: 9h às 17h

Local: Centro Tecnológico do Araripe, Rua Antonio Alexandre Alves, 112. Vila Santa Izabel.

Inscrições pelo email mineracao.araripe@cprm.gov.br ou (81) 33161402

 

Prefeitura de Salgueiro – Mais da metade dos secretários já entregaram o cargo

 

Prefeito de Salgueiro Clebel de Souza Cordeiro (PMDB), perde mais um secretário no seu governo, Rafaela Alencar secretária de Desenvolvimento Social, entregou o cargo na manhã desta segunda-feira (12), mas garantiu ficar até o último dia do mês para dar tempo para que a nova secretaria se adapte na nova função. Patrícia Duarte, ela que atualmente é a pasta de Coordenadora da Mulher, do município deve ser anunciada para a vaga deixada por Rafaela.

 

Desde que assumiu e anunciou seu secretariado há pouco mais de 05 meses, o prefeito Clebel Cordeiro não conta com mais da metade dos nomes anunciados, onde todos saíram por conta própria, pedindo exoneração.

Patrícia Duarte

Noeliton Costa (Secretário de Educação), primeira secretário a ser anunciado em 08 de dezembro de 2016, trabalhou voluntariamente até o mês de março de 2017.

 

Cristiano Conserva (Secretário de Cultura), anunciado em 11 de dezembro de 2016, chegou a assumir voluntariamente, mas devido demora para sair sua portaria, deixou o cargo.

 

Rafaela Alencar (Secretária de Desenvolvimento Social), anunciada em 11 de dezembro de 2016, ficará no cargo até o dia 30 de junho de 2017, pediu exoneração para cuidar dos negócios da família.

 

Geraldo Neto (Secretário de Gestão/Administração), anunciado em 12 de dezembro de 2016, ficou no cargo até o dia 10 de maio de 2017, pediu exoneração para cuidar dos negócios da família.

 

Edilton Carvalho (Secretário de Saúde), foi o último secretário a ser anunciado, em 28 de dezembro de 2016, ficou à frente da secretaria até o dia 12 de abril de 2017, pediu exoneração por não aceitar interferências em seu trabalho.

 

Assim como anunciamos em primeira mão, na noite do último domingo (11), via grupo whatsapp e facebook do Blog Sertão Central, o Prefeito Clebel Cordeiro, perdeu mais um secretário, desta vez foi a vez da secretária de Desenvolvimento Social, Rafaela Alencar.

 

 

 

 
O Vem Pra Rua está em Brasília agora, na frente do TSE, colocando 27 coroas fúnebres – cada uma de um Estado – com a frase: aqui jaz o TSE. Parabéns Vem Pra Rua de Brasília, vocês representam todos os brasileiros de bem do país.

 

O movimento Vem Pra Rua colocou coroas de flores em frente ao prédio do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília, na tarde desta terça-feira, para protestar contra a decisão da Corte na semana passada que absolveu a chapa Dilma-Temer das acusações de abuso de poder econômico e político e uso de dinheiro ilícito nas eleições de 2014.
 

 

Foram colocadas 27 coroas – segundo a organização, uma para cada unidade da federação. Nas coroas, estão grafados os nomes dos ministros que votaram pela absolvição (Gilmar Mendes, Napoleão Maia, Admar Gonzaga e Tarcísio Vieira) e a frase “Aqui jaz o TSE, assassinado pelos 4 ministros que absolveram a chapa Dilma-Temer”.

 

O Vem Pra Rua foi um dos movimentos que foram às ruas para pedir o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT).
 
Pouco antes do protesto, o ministro Gilmar Mendes, que defendeu enfaticamente a absolvição da chapa, classificou de “bobagem” as críticas de que o órgão fez um julgamento mais político do que jurídico na decisão, que teve como principal consequência livrar o presidente Michel Temer (PMDB) da cassação. (Via: Veja)
 
 

 

“Prefeito Miguel Coelho trocou Jesus por dinheiro” diz Bispo de Petrolina Dom Manoel

 

 

O prefeito de Petrolina Miguel Coelho (PSB) rasgou a lei do feriado municipal de Corpus Christi, evento baseado em tradições católicas. No ano de 2008 o ex-prefeito Júlio Lossio santificou o dia como feriado municipal, já o prefeito Miguel preferiu trocar o dia santo pelo dia 23, feriado de São João, santo auxiliar de Jesus.

Para o Bispo de Petrolina Dom Manoel, o atual gestor na cidade preferiu o dinheiro e a movimentação financeira do São João em vez de preservar o dia Corpus Christi, que significa O Corpo de Cristo. É uma festa religiosa da Igreja Católica que tem por objetivo celebrar o mistério da eucaristia, o sacramento do corpo e do sangue de Jesus Cristo.  “O prefeito de Petrolina golpeou a fé do povo tirando o feriado da próxima quinta, sem consultar a igreja, uma atitude insensível fé do povo, valorizando as vendas do período junino” Esclareceu Dom Manoel.

Mesmo o prefeito tirando o feriado, a festa de Corpus Christi acontece sempre 60 dias depois do Domingo de Páscoa ou na quinta-feira seguinte ao domingo da Santíssima Trindade, em alusão à quinta-feira santa quando Jesus instituiu o sacramento da eucaristia. A diocese de Petrolina vai realizar toda a programação comemorativa, começado o dia na catedral rezando e adorando o santíssimo sacramento a manha toda com confeições. A tarde, a concentração será na Igreja matriz as 16:00 horas com grande procissão pelas principais ruas da cidade.

11 governadores rejeitam convite para jantar de Temer

 

 

Plano de Michel Temer para conseguir apoio em troca de benefícios econômicos, o jantar com governadores na noite desta terça-feira 13 no Palácio da Alvorada teve 11 convites rejeitados, informa o Drive, newsletter do site Poder360.

Mesmo com a promessa de condições facilitadas para pagar dívidas com bancos oficiais (BNDES, Banco do Brasil e Caixa), representantes de diversos Estados – inclusive de partidos aliados – não estarão presentes.

De acordo com o Drive, ao menos esses governadores recusaram o convite: Beto Richa (PSDB-PR), Camilo Santana (PT-CE), Confúcio Moura (PMDB-RO), Flávio Dino (PC do B-MA), Paulo Câmara (PSB-PE), Paulo Hartung (PMDB-ES), Renan Filho (PMDB-AL), Ricardo Coutinho (PSB-PB), Rui Costa (PT-BA), Wellington Dias (PT-PI).

O Amazonas, que teve governador e vice cassados em maio pela Justiça eleitoral, não deve ter representante no jantar. Minas Gerais, governado por Fernando Pimentel (PT-MG), e Acre, por Tião Viana (PT-AC), ainda são dúvida.

 

Ex-prefeito de Belo Jardim é condenado e pode ser preso

 

Cecílio Galvão, teve a condenação mantida pelo Tribunal Regional Eleitoral.

Do Blog do Magno / Foto: reprodução

O ex-prefeito de Belo Jardim e coordenador da campanha de Hélio dos Terrenos (PTB), Cecílio Galvão, teve a condenação mantida pelo Tribunal Regional Eleitoral.

A decisão foi proferida, na manhã de ontem e prevê pagamento de multa e até seis meses de detenção. Cecílio foi condenado pelo juiz Renato Dibachti, após representação do Ministério Público, mas recorreu e teve a condenação mantida.

Segundo a denúncia do Ministério público, Cecílio teria cometido o crime de boca de urna, com distribuição de material durante o dia da eleição. Apesar do recurso, a justiça entendeu que a prática traz prejuízos para o eleitor.

Guerra entre forró e sertanejo é mais que modismo x tradição

 

 
Parece ter chegado ao ápice uma disputa que vem se desenrolando há alguns anos, todo mês de junho, no Nordeste. Mais do que em qualquer outra região do país, a época é de festa em Estados como Sergipe, Pernambuco e Paraíba – os dois últimos concorrem pelo título de maior São João do Brasil, se o de Campina Grande (PB) ou o de Caruaru (PE). Neste ano, a briga entre as duas cidades ficou pálida diante da guerra que se escancarou entre sertanejos, grupo que vem tomando os palcos nordestinos neste período, e os forrozeiros, representantes de um gênero que há décadas domina os festejos juninos.

 

O debate, incendiado por uma campanha na internet em que adeptos de um São João de raiz pedem o fim da invasão bárbara de sertanejos, vai além da oposição entre o que é tradição e o que é novidade – velho conhecido do mercado fonográfico, em que reina pelo menos desde o início da década, quando deixou para trás a axé music, o pop e a música romântica, o sertanejo neste contexto representa o novo, já que o São João sempre foi reduto do forró.
 

Marília Mendonça é detonada por Alcymar Monteiro: “Galinha aqui não canta”

 
 

 

Alcymar Monteiro gravou áudio criticando duramente a cantora Marília Mendonça pela declaração dita em festa de São João no Recife, no ×m de semana:“Vaiter sertanejo no São João sim, viu?”

 

A provocação de Marília foi para Elba Ramalho, que no início de junho, em Caruaru, criticou a programação junina da sua cidade, Campina Grande (PB), quando disse: “Não tenho nada contra nenhum artista, contra nenhum sertanejo. Tem espaço pra tudo, no céu cabem todos os artistas, ninguém atropela ninguém. Porém, eu não toco na Festa de Barretos, Dominguinhos também não cantava. A festa é deles, é dos sertanejos, e eles têm bem essa coisa: essa área é nossa”.

 

No áudio de Alcymar Monteiro direcionado a Marília Mendonça, espalhado pelo grupo de WhatsApp Cantores de Forró da Velha Guarda, o forrozeiro chama a música dela de “‘breganejo’ horroroso pra cachaceiro”. Em outro momento diz que vai baixar o nível, ao dizer que “galinha aqui não canta”. Mais de uma vez pede “Deixem a gente em paz” e “Vá cantar no seu Goiás”. “Vê se a gente canta lá no teu Goiás. Vocês não deixam!”, fala Alcymar, em outro momento, em sintonia ao que disse Elba Ramalho, sobre existir uma resistência lá à música daqui. “Não fale mal de Elba Ramalho, que você não tem autoridade pra isso”, arrematou o cantor, em defesa da amiga

 

Polícia Federal apreende 6,2 quilos de ‘supermaconha’ no aeroporto do Recife

 

 
A Polícia Federal em Pernambuco divulgou, na manhã desta terça-feira (13), a apreensão de 6,2 quilos de skank, também conhecida como ‘supermaconha’. Durante a operação policial, no Aeroporto Internacional do Recife/Gilberto Freyre, os agentes prenderam uma mulher de 25 anos, natural de Manaus (AM). Este ano, foi a terceira vez que a PF encontrou esse tipo de droga em bagagens de passageiros no terminal aeroportuário da capital pernambucana.
 
Segundo a nota enviada pela PF, a prisão aconteceu na madrugada de segunda-feira (12), durante fiscalização de rotina para reprimir o tráfico internacional e doméstico de entorpecentes no aeroporto. Ao colocar as malas da passageira no aparelho de Raio-X, os agentes identificaram objetos retangulares e suspeitaram que era droga.
 

 

A bagagem foi separada e os agentes convocaram a mulher para uma entrevista, em uma sala reservada. A suspeita entrou em contradição e não soube explicar os motivos da viagem para o Recife.
 
Quando a PF abriu a mala, encontrou seis pacotes e providenciou a análise do produto. O narcoteste confirmou que a substância era skank, uma maconha modificada geneticamente em laboratório, que tem alto teor entorpecente. A PF informa que a droga é proveniente da Colômbia.
 
A mulher, então, foi autuada em flagrante pelo crime de tráfico de drogas. Segundo a corporação, ela possui antecedentes criminais e já tinha passagens anteriores pela polícia por envolvimento com transporte ilegal de maconha e cocaína. Chegou a ser presa em 2015, em Manaus, e liberada por causa da pequena quantidade traficada.
 
A jovem seguiu para a sede da PF, no Cais do Apolo, na área central do Recife. Caso seja condenada, poderá pegar penas que variam de cinco a 15 anos de reclusão.
 
Após a autuação, a mulher passou por exame de corpo de delito no Instituto de Medicina Legal (IML), na mesma região da cidade. Em seguida, foi levada para a audiência de custódia e encaminhada à Colônia Penal Feminina da capital, no bairro do Engenho do Meio, na Zona Oeste.
 
Além da droga, foram apreendidos cartões de embarque e um celular. No depoimento formal, ela informou que está desempregada e tem seis filhos. Disse ter recebido a droga preparada por uma mulher, em Manaus, com quem manteve contato pelas redes sociais. Ela receberia R$ 2 mil para fazer o transporte até o Recife.
 
Estatísticas: Esta é foi a quarta apreensão de drogas, em 2017, no aeroporto. Até agora foram cinco prisões: dois homens e três mulheres. A PF recolheu no período 15,7 quilos de cocaína e 43 quilos de skank.
 
Em 2016, foram realizadas 14 apreensões, com 14 pessoas presas. A PF retirou de circulação 26 quilos de haxixe, 13.7 quilos de cocaína, 6,1 quilos de metanfetamina e 25,1 quilos de ecstasy, totalizando 75.800 comprimidos. Em 2015, houve apenas uma apreensão de drogas no terminal.
 
Supermaconha: Devido os custos elevados da produção do skank, ele ficou conhecido como ‘maconha de rico’ ou ‘supermaconha’, pois seu preço é bem superior ao da droga comum. A ação no organismo é parecida com a da maconha.

 

Por causa da alta concentração de sua substância psicoativa, existe a possibilidade maior de o usuário ficar dependente. O princípio ativo, THC, pode chegar até 20%, enquanto na maconha normal não passa de 2,5%. (Via: G1 PE)
 

Polícia identifica chefe de quadrilha suspeita de explodir banco em Sertânia-PE

 
 
 

 

 
A Polícia da Paraíba identificou o baiano Fábio Adriano Mendes Cruz como sendo chefe da quadrilha responsável por explodir o banco Bradesco da cidade de Sertânia, em Pernambuco, e cujos integrantes foram presos na sexta-feira (9), nas cidades de Monteiro e Sumé, no Cariri paraibano. Uma coletiva de imprensa foi realizada na manhã desta segunda-feira (12) na Central de Polícia Civil de Campina Grande, para apresentar os resultados da ação integrada das Polícias Militar e Civil, que desarticulou a quadrilha e prendeu ao todo sete pessoas. Segundo os levantamentos, Fábio Adriano já foi preso por tráfico de drogas e assaltos nos estados de Alagoas, Sergipe, Pernambuco e Bahia.

 

 

Na sexta-feira, foram apreendidas mais de 500 munições de diversos calibres, quatro fuzis, três escopetas calibre 12, um revólver, uma pistola, explosivos, grampos, luvas, toucas para esconder o rosto, dois carros utilizados no crime e dinheiro que teria sido levado da agência.
 
A primeira prisão foi realizada em um motel da cidade de Monteiro, após a Polícia Militar receber informações de que três homens haviam chegado em um carro com placas de Fortaleza e se hospedado no local. Mais de 20 policiais militares da Paraíba cercaram o estabelecimento e prenderam o cearense Djair Cícero da Silva, de 43 anos, o pernambucano Zivanildo Evangelista dos Santos, 37, e o baiano José Ronilson da Silva, 35 anos.
 
Após a ação em Monteiro, equipes da Polícia Civil começaram a levantar informações em motéis, hotéis e outros estabelecimentos de hospedagens da região, o que resultou na prisão de mais quatro integrantes da quadrilha, em um motel de Sumé. Foram presos na segunda cidade os baianos Fábio Adriano Mendes Cruz, de 38 anos, Remi da Silva Filho, 19, Felipe Oliveira de Araújo, 28 anos, e o paulista Alex da Silva Nascimento, de 29 anos. Eles estavam com mais dois fuzis, uma escopeta 12, explosivos e um carro com placas da Bahia. Os sete presos e o arsenal apreendido foram levados para a Delegacia de Polícia Civil, em Monteiro.
 
A Polícia Civil vai continuar com as investigações, a fim de identificar outros membros da quadrilha e suas atuações em ocorrências registradas no Nordeste. Todo o material apreendido foi encaminhado para exames periciais no Instituto de Polícia Científica (IPC) da Paraíba.
 
 
Secom

 

TCE imputa débito de mais de R$ 168 mil ao prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota

 

Foram publicados no Diario Oficial desta segunda (12) os valores das multas e ressarcimento por parte do prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota, do ex-secretário de Saúde, Gildázio Moura e da atual secretária de Educação, Veratânia Morais.
 
Trata-se de Prestação de Contas de Gestão da Prefeitura Municipal de Afogados da Ingazeira, exercício financeiro de 2013, de responsabilidade de José Coimbra Patriota Filho. Além do Prefeito, foram responsabilizados o Sr. Gildazio José dos Santos Moura – Secretário de Saúde, a Sra. Veratânia Lacerda Gomes de Morais – Secretária de Educação, a BPM Serviços Ltda., representada pela Sra. Genilda Alcântara dos Santos Mascena, o Sr. Ênio Amorim Viana, Presidente da CPL e Gerenciador do Sistema SAGRES-LICON, a Sra. Expedita Xavier de Queiroz Guimarães, Secretária da CPL, o Sr. Helton Santana de Moura, membro da CPL, o Sr. Antônio Daniel Mangabeira Valadares de Souza, Secretário de Controle Interno e a AMUPE – Associação Municipalista de Pernambuco, representada pelo próprio Sr. José Coimbra Patriota Filho
 

 

 

 

 

A Secretaria de Saúde de Afogados da Ingazeira comemorou o êxito da campanha de vacinação contra a gripe influenza, que, por determinação do Ministério da Saúde, foi direcionada para um público mais vulnerável como crianças (a partir de seis meses a menores de cinco anos), gestantes, mães com recém-nascidos, pessoas com sessenta anos ou mais, portadores de doenças crônicas e trabalhadores da saúde.
 
Em Afogados, foram administradas mais de oito mil doses, alcançando a vacinação de 94,47% do público-alvo vacinado. Para ter ideia da importância deste número, até o início do mês, capitais como Fortaleza só tinham alcançado 45% do público-alvo vacinado. 90% era a meta estipulada pelo Ministério da Saúde.
 
“Conseguimos ultrapassar a meta graças ao empenho e a dedicação de todos os nossos profissionais de saúde, que se envolveram e assumiram o compromisso de garantir essa proteção às nossas crianças, aos nossos idosos e aos demais segmentos do público-alvo definido pelo Ministério,” declarou Artur Amorim, Secretário de Saúde de Afogados da Ingazeira. A influenza é uma doença respiratória infecciosa de origem viral que pode levar a óbito, especialmente nos grupos de alto risco, alvos da campanha.
 
Proteção – vacina disponibilizada pelo Ministério da Saúde protege contra os três subtipos do vírus da gripe, determinados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) este ano: A/H1N1; A/H3N2 e influenza B. A vacina contra influenza é segura e também é considerada uma das medidas mais eficazes na prevenção de complicações e casos graves de gripe. Estudos demonstram que a vacinação pode reduzir entre 32% e 45% o número de hospitalizações por pneumonias e de 39% a 75% a mortalidade por complicações da influenza.

 

 

 

Estudantes do 3º ano da Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Regina Pacis, em Santa Cruz da Baixa Verde, no Sertão de Pernambuco, desenvolveram um carro elétrico movido à energia solar. A ideia da execução do trabalho partiu de uma atividade da disciplina de geografia, lecionada pela professora Kilma Diniz com o objetivo de criar um projeto renovável para ser exibido na mostra de conhecimento da instituição.

O estudante Gustavo Ramos, que ficou à frente do projeto, e mais três alunos, Alex de Souza, Carlos Daniel e Pedro Henrique, todos de 17 anos, reaproveitaram materiais descartados como ferro, bateria de automóvel e placas solares, para gerar a energia do carro.

“O carrinho foi construído em apenas um mês. Um dos nossos professores pediu que fosse feito algo com elementos reutilizados e movido à energia. Esse projeto foi exposto na mostra de conhecimentos e chamou a atenção de pessoas da comunidade e escolas vizinhas”, disse Gustavo. Ainda segundo o aluno, o carro chega a alcançar uma velocidade de 5 km/h e a bateria dura aproximadamente três horas carregada. 

Dessa vez com a orientação da professora Kaline Melo do Nascimento e ajuda da professora Valcilene de Souza, o projeto participa da edição 2017 do Segundo Torneio Virtual de Ciências promovido pelo Espaço Ciência. O veículo recebeu incrementações, ganhou volante e pedais. A ideia é aprimorar e acrescentar elementos ao carro com o passar do tempo. O resultado do torneio ainda não foi divulgado.

“Estamos muito felizes com a elaboração do projeto, nós já ganhamos o primeiro torneiro e aguardamos com otimismo o próximo resultado”, disse a diretora da escola, Maria Aparecida.

 

 

 

Na VIII  Conferência Municipal de Assistência Social em afogados, projetos apresentados pelo  grupo de sustentabilidade já apresenta resultados e renda para as comunidades.

Durante a conferência nos dias 12 e 13 de Junho em Afogados da Ingazeira  promovido pela prefeitura de Afogados da Ingazeira através da secretaria de ação social.

 

O grupo de  sustentabilidade apresenta a sua primeira mostra de resultados de resíduos sólidos, é composto por várias pessoas dos bairros e comunidades com apoio  da secretaria de ação social do governo municipal junto com o programa Pronatec já começa apresentar resultados, gerando uma nova visão de preservar a natureza, sobretudo gerar renda para as comunidades, através de cursos promovidos com ação de políticas públicas nos bairros  possibilitando a fabricação de vários produtos feitos com materiais recicláveis desde garrafas Pet a exemplo do grupo de mulheres do bairro  Miguel Arraes que estão  produzindo vassouras, reaproveitando-as na perspectiva de gerar renda.

 

Vassouras porduzidas com garrafas pet

Sabão produzido com reaproveitamento do óleo

O óleo de cozinha  está sendo reaproveitado pelas as mulheres do Bairro Laura Ramos, que antes se jogava  fora e, hoje o grupo sustentabilidade recolhe na comunidade para a fabricação de sabão gerando renda as mulheres,

 

O vice-prefeito Alessandro Palmeira esteve representando o prefeito José Patriota,  falou da importância e interação entre as instituições das secretarias trabalharem integradas com o governo municipal e com a sociedade: “uma política pública que o governo desenvolve em prol do engrandecimento da população, as mudanças sociais, entendo eu, que diante das dificuldades não podemos nos render aos obstáculos, devemos sim planejar para realizar juntos, com estratégias de governo, por isso a importância desta conferência, isso vai nos mostrar onde avançamos, no momento do mapeamento um olhar voltado para o outro, a preocupação, mostrar o caminho, ensinar, incentivar, esse objetivo mostra as pessoas que elas são capazes de produzir, de buscar alternativas para juntos desenvolver a cidadania através do conhecimento e aprendizado, esse é o caminho, gerando possibilidades e renda para ajudar no orçamento das famílias, deixo aqui um abraço fraterno do  prefeito Patriota que está cumprindo agenda na capital pernambucana, meu abraço a todos, fica a mensagem que unidos podemos fazer mais”.. 

 

A secretária de assistência social Joana Darc falou dos projetos e resultados apresentados,  abordou os temas expostos na oitava conferência: garantias de direitos, como fortalecer o sistema único de assistência social, por onde vem os recursos, quais os valores e como são, que chegam no objetivo do aprofundamento dos temas, garantindo que a  sociedade civil e o governo municipal possa sentar e discutir, levantar propostas concretas para fortalecimento da política social em nosso município Joana, agradeceu aos presentes, o vice-prefeito  Alessandro Palmeira que esteve representando o prefeito Patriota, o Promotor de Justiça Dr. Lúcio, vereadores: Augusto Martins, Raimundo e Welington Jk, os secretários de Saúde Arthur Belarmino, Edgar e o adjunto César  Tenório, a Anita do conselho municipal de Assistência Social, Risocleide Lacerda,  coordenadora do CRAS, Ana Lúcia representante do Sindicato, Graças integrante da associação de moradores do Bairro Borges que representa todos os usuários da política de assistência social, Patrícia conselheira tutelar e o palestrante Sávio Agelim que traz a palestra com o tema Garantia de Direitos e Fortalecimento do Suas na VII Conferência de Assistencial Social, também agradeceu a toda a equipe da secretaria de assistência social a secretária adjunta Socorro Martins juntamente com Arlindo, a técnica da casa de passagem Aline, ao Charles e toda equipe representantes dos Bairros Conjunto Miguel Arraes, Laura Ramos, Portazios, Padre Pedro Pereira.

 

 

 

Puff feito com cordas e pneu que também utiliza como guarda volumes decorativo.

 

Vale salientar que mediante discussão e exploração das ações no município pode-se relatar alguns outros norteadores para o sucesso do grupo de sustentabilidade são eles: materiais como jornais, cordas, papelão e plásticos são reutilizados para confeccionar produtos artesanais conforme foto, desde  caixas decorativas, portas jóias, quadros, garrafas decorativas produzidas com barbantes, acentos que servem como guarda volume, arranjos, outra  iniciativa que vem dando certo é a de pinturas em tecidos, são produtos que os alunos aprenderam a fazer durante o curso que certamente ajudarão em uma melhoria gradativa na aquisição financeira dessas pessoas engajadas nesse projeto.

 

 

Todos os produtos são feitos com materiais de resíduos sólidos 

 

 

Pinturas em tecidos e fabricação de panos de pratos.

Luminárias feitas de canos de pvc artesão Jefeson

 

 

 

 

Resultado de imagem para paulinho da força

O deputado Paulo Pereira da Silva (SD-SP), o Paulinho da Força, foi condenado à perda dos direitos políticos por cinco anos, por improbidade na utilização dos recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

 

A decisão é da desembargadora do Tribunal Regional da 3ª Região Consuelo Yoshida. De acordo com denúncia do Ministério Público Federal, o parlamentar, como presidente da central sindical, contratou a Fundação João Donini sem licitação, para ministrar cursos profissionalizantes para desempregados e pessoas de baixa renda utilizando recursos do FAT.

 

De acordo com a denúncia do MPF, no período entre 1999 e 2000, a Força Sindical presidida pelo deputado firmou três convênios com o Ministério do Trabalho para qualificação e re-qualificação profissional de trabalhadores desempregados ou sob risco de desemprego e também para micro e pequenos empreendedores e autônomos. Em uma das parcerias, a Força Sindical teria contratado a Fundação Domini por R$ 215 milhões para ministrar esses cursos.

 

Os réus tinham pleno conhecimento da incapacidade técnica e da precariedade das instalações para a realização dos cursos profissionalizantes pela fundação contratada e “agiram, no mínimo, com culpa grave, porquanto não atuaram com a diligência esperada na contratação do convênio em questão”, ressaltou o colegiado do TRF3.

 

 

Além da suspensão dos direitos políticos pelo prazo mínimo de cinco anos, Paulinho da Força Sindical e outros réus, incluindo o responsável pela Fundação, João Francisco Donini, foram condenados ao pagamento de multa, calculada com base no valor contratado com dispensa de licitação, proibição de contratar com o poder público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, pelo prazo de cinco anos.

Faciagra obtém nota 1 do MEC e está entre as piores faculdades de Pernambuco

 

alt

 

Em todo o Brasil, foram avaliadas 2.109 instituições de ensino superior e 313 tiveram avaliação insatisfatória, medida por meio do IGC

JC Online e Agência Brasil / Foto: reprodução

Na última semana, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) atualizou os dados que qualificam a educação superior no Brasil. Entre os números divulgados, um dos principais é o Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC), calculado desde 2007, e que considera o desempenho dos estudantes, a infraestrutura, formação dos professores e ainda indicadores da pós-graduação. Em Pernambuco, o índice apontou que 25 instituições particulares de ensino superior obtiveram notas abaixo da média, ou seja, foram classificadas com notas 2 e 1, conceitos regulares, segundo o Ministério da Educação (MEC).

 

Entre as instituições que não alcançaram a média desejada estão a Escola Superior de Marketing e a Faculdade de Tecnologia e Ciência de Pernambuco, a Faculdade Santa Maria, entre outras. Todas obtiveram conceito 2 (regular), com exceção da Faculdade de Ciências Agrárias de Araripina (Faciagra) que obteve conceito 1, enquanto o Instituto Superior de Educação de Goiana foi classificado com “sem conceito”. A lista completa das instituições pode ser conferida no site do Inep.

 

Em todo o Brasil, foram avaliadas 2.109 instituições de ensino superior e 313 tiveram avaliação insatisfatória, medida por meio do IGC. Neste caso, as instituições são automaticamente incluídas no cronograma de visitas dos avaliadores do Inep e devem melhorar suas condições de ensino para continuar funcionando.

INSTITUIÇÕES PÚBLICAS

 

No Estado, as Universidades Federal (UFPE) e Federal Rural (UFRPE), obtiveram conceito 4, considerado bom pelo MEC. A Univeridade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), que tem câmpus em Petrolina, Sertão do Estado, também ficou com 4. A Universidade de Pernambuco (UPE) e o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE) alcançaram conceito 3, ficando na média. As conclusões são relativas a dados coletados no ano de 2015, que foram oroginalmente divulgados em março deste ano

 

 

 

As vítimas eram meninos de 12 a 14 anos; o padre foi detido na casa da mãe, em Joinville, e vai responder por estupro de vulnerável

 

A Polícia Civil de Santa Catarina prendeu temporariamente um padre de 37 anos suspeito de abuso de crianças e adolescentes nas cidades de Joinville e São Francisco do Sul, em Santa Catarina. Após o início das investigações, a polícia apurou a existência de pelo menos cinco casos de abusos cometidos pelo padre, o que levou ao pedido de prisão preventiva cumprido na sexta-feira (9). O padre foi preso na casa da mãe, em Joinville. Ele vai responder por estupro de vulnerável.

O caso foi descoberto no final de maio pelos pais de uma das vítimas, quando o sacerdote levou cinco menores de idade para dormir com ele durante um retiro na cidade de Joinville, onde trabalhava há dois meses. Do banheiro, uma das crianças, um menino de 13 anos, enviou uma mensagem por WhatsApp ao pai relatando que o padre estava “judiando” dele. 

Em todos os casos, as vítimas eram meninos entre 12 e 14 anos. “Desde o início ele fazia contato com crianças meninos e sempre levava para dormir na casa dele, mas sem que isso causasse nenhum tipo de preocupação com as famílias. O que aconteceu é que uma dessas crianças criou coragem e contou para os pais”, explicou.

Os menores de idade foram ouvidos por psicólogos da Polícia Civil. Integrantes das igrejas onde o padre trabalhou também prestaram depoimentos.

Segundo as investigações, os casos de abusos teriam ocorrido na Paróquia Santa Paulina, em São Francisco do Sul, e em retiros religiosos organizados pelo padre. Ele foi transferido para Joinville há dois meses, para onde continuou levando crianças de São Francisco do Sul.

 

Partido tem 4 ministérios, mas relação com o governo estremeceu após delações da JBS envolverem presidente.

G1 / Foto: reprodução

senador José Serra (PSDB-SP) afirmou na noite desta segunda-feira (12), durante reunião da comissão executiva do partido em Brasília, que o PSDB permanecerá no governo Michel Temer.

Além dos integrantes da Executiva Nacional, também estiveram presentes à reunião os quatro ministros do partido, deputados, senadores, governadores – entre os quais Geraldo Alckmin (SP), Beto Richa (PR), Simão Jatene (PA) e Marconi Perillo (GO) –, prefeitos de capitais – incluindo João Doria (São Paulo) e Arthur Virgílio Neto (Manaus) – e dirigentes regionais.

De acordo com o senador tucano, que foi ministro das Relações Exteriores, o partido “não fará nenhum movimento agora no sentido de sair do governo”.De acordo com ele, a decisão tomada é que os ministros tucanos não sairão do governo.

O PSDB detém o comando dos ministérios de Relações Exteriores, Secretaria de Governo, Cidades e Direitos Humanos e é um dos principais aliados do governo no Congresso.

“Quando os fatos mudam, eu mudo de opinião. Se os fatos mudarem, vamos avaliar”, afirmou Serra a jornalistas, que aguardavam o fim da reunião do lado de fora. O encontro dos tucanos ainda estava em andamento até pouco depois das 21h.

A relação entre o partido e o governo sofreu um abalo depois que surgiram as acusações feitas de executivos da JBS envolvendo o nome do presidente. Investigado pela Operação Lava Jato, Temer é alvo de inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF) corrupção passiva, obstrução à Justiça e organização criminosa.

Há ainda a expectativa de que o Ministério Público Federal apresente uma denúncia contra ele nas próximas semanas.

Estratégia

Para Temer, a permanência dos tucanos na base aliada seria importante não só pela sustentação política, mas também porque o PSDB é um dos principais apoiadores do governo na aprovação das reformas enviadas pelo Planalto para o Congresso.

Segundo o colunista do G1 e da GloboNews Gerson Camarotti, o presidente licenciado do PSDB, Aécio Neves, afastado do Senado por ordem do Supremo, tem articulado a permanência da legenda na base governista.

Em troca, Aécio está de olho no apoio do PMDB no Conselho de Ética do Senado, a fim de salvar seu mandato em caso de eventual processo por quebra de decoro. Ele foi denunciado ao STF por corrupção passiva e obstrução da Justiça.

De acordo com o Blog da Andréia Sadi, interlocutores de Michel Temer também têm sinalizado com o apoio do PMDB à candidatura tucana nas eleições presidenciais de 2018.

Atualmente, dois tucanos despontam como principais pré-candidatos da sigla: o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o prefeito de São Paulo, João Doria.

Há duas semanas, Temer procurou Alckmin para pedir ao governador que desmobilizasse a debandada do PSDB de São Paulo. Alckmin tem trabalhado neste sentido.

Outra preocupação de Michel Temer é em relação à denúncia que a Procuradoria-Geral deve apresentar contra o presidente. Para que ele vire réu no Supremo, o prosseguimento do processo no Supremo precisa ser autorizado pelos deputados.

 

Jovem de 19 anos é morto a tiros em Araripina

 

alt

Vítima estava na casa da tia, quando foi morto. Polícia ainda procura pelos criminosos que cometeram o crime.

Por Roberto Gonçalves e G1 / Foto: reprodução

Um jovem de 19 anos foi morto a tiros, nesta segunda-feira (12), em Araripina, no Sertão de Pernambuco. Ainda não há informações de quem cometeu o crime.

De acordo com a Polícia Militar, a vítima estava na casa de uma tia, no bairro Vila Santa Bárbara, quando a residência foi invadida por criminosos que chegaram atirando no jovem. A vítima morreu no local. A polícia ainda não sabe qual a motivação do crime.

Este foi o 22º homicídio do ano em Araripina. Até agora em 2017, 61 pessoas já foram assassinadas nos dez municípios que compõe o Sertão do Araripe.

Justiça Federal abre seleção de estagiários com vagas para Ouricuri e Salgueiro

 

A inscrição, que custa R$ 40, segue até o dia 05 de julho e deve ser feita no site da Sustente. (http://www.sustente.org.br/concurso-e-selecoes)

Do blog Alvinho Patriota / Foto: reprodução

Desde a última quinta-feira (08/06), a Justiça Federal em Pernambuco (JFPE) iniciou seleção de estágio para estudantes das áreas de Administração, Direito, Ciências Contábeis, Ciência da Computação (Especialidade Redes) e Ciência da Computação (Especialidades Sistemas), conforme o Edital. A inscrição, que custa R$ 40, segue até o dia 05 de julho e deve ser feita no site da Sustente. (http://www.sustente.org.br/concurso-e-selecoes)

No ato da inscrição, os participantes poderão optar por estagiar no Grande Recife (que inclui a sede, os Juizados Especiais Federais e a subseção de Jaboatão dos Guararapes) ou em alguma das outras 10 subseções da instituição, instaladas nas cidades de Arcoverde, Cabo de Santo Agostinho, Caruaru, Garanhuns, Goiana, Ouricuri, Palmares, Petrolina, Salgueiro e Serra Talhada.

As provas da concorrência serão realizadas exclusivamente nos municípios de Recife, Caruaru, Serra Talhada e Petrolina.

A avaliação será formada por uma prova objetiva e uma redação, a ser aplicada no dia 23 de julho.

Presidente do TRE-PE inaugura novos postos de recadastramento biométrico em Calumbi, Santa Cruz da Baixa Verde e Santa Terezinha

No dia 15 de junho o presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco, desembargador Antônio Carlos Alves da Silva e a diretora-geral, Isabela Landim, farão a inauguração de novos postos de recadastramento biométrico nas cidades de Santa cruz da Baixa Verde, Calumbi e Santa Terezinha.
Na quinta-feira (15), O TRE-PE inaugura o posto de recadastramento de biometria, em Santa Terezinha, às 17 horas, que tem 8.289 mil eleitores.
Na sexta-feira inaugura o posto de recadastramento da cidade de Santa Cruz da Baixa Verde, às 10 horas, com a previsão de que 9.815 mil eleitores compareçam para recadastrar. E na cidade de Calumbi, às 12 horas, onde o total do eleitorado é 6.459 mil.
De acordo, com a diretora-geral, Isabela Landim, a importância da inauguração desses novos postos de biometria, “é agilizar o recadastramento do eleitorado nesses municípios, facilitando a vida do eleitor que não precisará se deslocar para a sede da zona”. A instalação de todos os postos com o início da realização da biometria em 2017 e conclusão em maio de 2018. Nesse ciclo está previsto 38 municípios. O cadastro biométrico tem como objetivo que os eleitores sejam identificados através das impressões digitais tornando as eleições mais seguras e evitando fraudes.
Os atendimentos nos postos de biometrias serão de segunda a sexta, a partir das 8 horas às 14 horas.

 

IFPE Afogados prorroga inscrições do Vestibular 2017.2

O Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) prorrogou as inscrições do Vestibular 2017.2. Os interessados em uma das 120 vagas, ofertadas no Campus Afogados da Ingazeira, nos cursos técnicos subsequentes em Agroindústria, Eletroeletrônica e Saneamento, terão o prazo estendido para se inscrever.
As inscrições vão até 18 de junho e o pagamento da taxa, que custa R$ 30, poderá ser efetuado até o dia 19 deste mês, em qualquer agência do Banco do Brasil.
A Comissão do Vestibular poderá disponibilizar prova em condições especiais para pessoas com deficiência motora, auditiva, visual ou cognitiva. Para isso, esses candidatos deverão comparecer ao campus do curso escolhido para dar entrada na solicitação, juntamente com laudo médico contendo o código da doença (CID). O prazo para solicitar prova em regime especial vai até 19 de junho no CampusAfogados da Ingazeira.
 
Provas -Devido à prorrogação das inscrições o cronograma também sofrerá alteração na data de realização das provas. No CampusAfogados da Ingazeira a aplicação da prova objetiva passará a ser dia 9 de julho.
A divulgação com o nome dos aprovados será no dia 18 de julho, após as 14 horas, no site da Cvest.
Confira todas as alterações do cronograma do Vestibular IFPE 2017.2 no manual do candidato já atualizado na página da Comissão do Vestibular (Cvest).

Mais informações e esclarecimentos, através do telefone: (81) 2125-1724 ou diretamente no site da Cvest: cvest.ifpe.edu.br/vestibular2017_2/

 

Vereadores de Carnaiba desmentem Anchieta Patriota sobre suposto aumento de salário do Legislativo

 

A respeito a matéria publicada em  blogs pagos pelo prefeito de Carnaiba, Anchieta Patriota, intitulada : “Em Carnaíba, quatro vereadores propõem 13º para o legislativo”.

 
Vimos pelo presente explicar:
Vereadores também podem ter o 13º salário, que é lei   dentro dos limites de remuneração previstos na constituição  Federal, inclusive o da Lei de Responsabilidade Fiscal.
Essa foi a resposta do Tribunal de Contas  de Pernambuco (TCE) a uma consulta feita  pelo Presidente da Câmara de Vereadores do município de Betânia, Durvanil Barbosa de Sá Júnior.
 
Segundo a Conselheira e Relatora do Processo, Teresa Duere, “em ano que houver eleições, o 13º salário dos vereadores para a Legislatura seguinte devem ser fixados antes da data do pleito, em observância ao principio  da anterioridade”, ou seja, se aprovado nessa Legislatura, será válido apenas para a Legislatura que assumir a partir de 2021. Portanto a Mesa Diretora da Câmara de Carnaiba pede para que o chefe do Poder Executivo Anchieta Patriota, pare de vender MENTIRAS postando em blogs que são meramente pagos por ele para tentar confundir a população carnaibana,  e aja com a verdade. POIS EM MOMENTO ALGUM FOI PROPOSTO AUMENTO DE SALÁRIO. Para o presidente Neudo da Itã, ninguém pode Legislar em favor próprio.
 
O prefeito Anchieta Patriota, ainda inconformado com a derrota de seu filho Victor Patriota, que perdeu a Presidência da Casa para o socialista Neudo da Itã, continua com a sua velha politica, querendo comandar a câmara, que é um poder independente da prefeitura. Desde quando o socialista Neudo da Itã assumiu a Presidência não parou mais de receber ameaças e perseguições por parte do Poder Executivo.
O objetivo do Projeto apresentado pelos vereadores Aloisio Lisboa Silva (PR), Gleybson Martins (PDT), Anchieta Crente (PR) e do Presidente Neudo da Itã, era de apenas regularizar a forma de pagamento dos vereadores futuros e não para essa atual Legislatura.
 
PERGUNTAR NÃO FAZ MAL:
Ao invés do prefeito querer diminuir salário dos servidores, mais pobres do nosso município, porque não inicia o exemplo em casa, reduzindo o salário de sua nora esposa do vereador Victor Patriota, lotada como Biomédica no Hospital Dr. José de Souza Dantas Filho, nomeada por ele e o filho que é médico na UBS 1, assim como a Primeira Dama Cecilia Patriota, Gerente Regional da GRE- Afogados da Ingazeira, além de suas duas filhas que são servidoras do estado e que todos  ganham seus exorbitantes salários, assim, dando oportunidade ao povo sofrido dos quatro cantos do município Carnaibano.
 
Ao contrário do Projeto que ele apresentou reduzindo o valor das diárias dos funcionários municipais, como por exemplo de um motorista que viaja até o Recife e ganha atualmente  R$ 100,00 a diária, o projeto criado por Anchieta está reduzindo para R$ 80,00. Enquanto entra tanto dinheiro em sua casa, ele quer retirar o pouco que o servidor publico recebe.
O projeto em discussão da Câmara sobre o 13º Salário, foi simplesmente apenas apresentado em Plenária e não votado como ele afirmou, faltando com a verdade e tentando confundir a cabeça da população de Carnaiba.
Nós da Oposição repudiamos as atitudes que vem agindo o atual prefeito Anchieta Patriota, com o seu  jeito ultrapassado, perseguidor e coronelismo de fazer politica.

Atenciosamente;
Neudo da Itã (Presidente)

Anchieta Crente (Vice Presidente)
Gleybson Martins (1º Secretário)
 
 
 

Ex-prefeito de Afogados Totonho Valadares é condenado a devolver  R$ 219  mil reais aos cofres públicos por irregularidades na prestação de contas de convênio

 
Resultado de imagem para imagem totonho valadares
 
 
 

Ação tem relação com convênio de 2010 com Ministério do Turismo

A União propôs à Justiça Federal a execução extrajudicial contra o ex-prefeito de Afogados da Ingazeira Totonho Valadares com base no Acórdão nº 3612/2015-2C, oriundo do Tribunal de Contas da União. Totonho foi condenado no Processo n 016.622/2014-6, a ressarcir os cofres públicos em R$ 200.749,78, e a pagar uma multa de R$ 16.779,00, importâncias que, somadas, perfazem o total de R$ R$ 219.226,18.

 

A condenação se deu por irregularidades na prestação de contas do Convênio 739397/2010, Siafi 739397/2010, firmado entre o Ministério do Turismo e a Prefeitura Municipal de Afogados da Ingazeira/PE, tendo como objeto incentivar o turismo interno, por meio de apoio à realização do evento intitulado “São João de Afogados da Ingazeira”, por meio do qual o Tribunal julgou irregulares suas contas, imputando-lhe débito e multa. O convênio foi firmado em 2010.

 

Essa execução cita declarações de patrimônio do ex-prefeito como veículos.  Reclama que, apesar da condenação e o caráter definitivo – não há mais recurso – Totonhoe já foi intimado fazer o pagamento pelo Tribunal de Contas da União, o que ainda não ocorreu. “Diante da dilapidação patrimonial, estão preenchidos os requisitos para adoção de medidas de urgência, antes da citação, com o objetivo de assegurar a efetividade da execução”.

 

Requer a união em caráter liminar, que se proceda ao bloqueio on line dos ativos financeiros (bacen jud) e a decretação eletrônica de indisponibilidade dos veículos do Executado (renajud), de modo a impedi-lo de sacar os valores depositados nas instituições bancárias e de alienar os veículos registrados em seu nome, além d citação para, no prazo de 3 (três) dias, efetuar o pagamento da importância de R$ 219.226,18, acrescida de todos os encargos legais, inclusive custas, honorários advocatícios e demais cominações de direito.

 

Também  que conste no mandado de citação a possibilidade de pagamento parcelado da dívida, na forma prescrita no art. 916 do CPC/2015, ou seja, que no prazo de 15 dias, o executado comprove o pagamento de 30% do valor em execução (inclusive custas e honorários advocatícios) e requeira, expressamente, o parcelamento do restante em até 6 parcelas mensais, acrescidas de correção monetária e juros de 1% ao mês.

 

Em dezembro de 2015, em outra ação, o Tribunal Regional Federal da 5ª região acatou solicitação do MPF e chegou a bloquear bens do ex-prefeito, condenado após Inquérito Civil nº 1.26.003.000076.2012-95,  por conta da não execução juntamente com a ex-prefeita Giza Simões de convênio celebrado com a Secretaria Especial de Desenvolvimento Urbano da Presidência da República — SEDU, por intermédio da Caixa Econômica, cujo objeto consistia na execução de esgotamento sanitário no município. O pedido da procuradora Maria Beatriz Ribeiro Gonçalves foi acatado pelo Juíz  Felipe Mota Pimentel de Oliveira. Totonho decidiu por quitar o débito em parcelas.(Via blog Nill)

 

 

Ex-vereador é encontrado morto na zona rural de Flores

Liinha como era conhecido popularmente foi encontrado morto na manhã desta segunda-feira, dia 12 de junho, em sua residência no sítio Matolotagem. Ele tinha 67 anos e na década dos anos 90 foi vereador no município de Flores.

Em 2016 nas eleições municipais, ele concorreu novamente uma cadeira de vereador na Câmara de Flores pelo Partido dos Trabalhadores – P

 

 

 

 

Carnaíba: Anchieta Patriota flerta PR de Lisboa Lima

Resultado de imagem para anchieta patriota

Ganha força nos bastidores a possibilidade de o presidente do diretório Municipal do Partido da República – PR de Carnaíba, Lisboa Lima e outras lideranças se aliarem ao prefeito de carnaíba, Anchieta Patriota (PSB). A formatação da nova oposição, capitaneada pelo vereador Gleybson Martins (PDT) pode surgir como o grande argumento para o afastamento de integrantes do Partido da República.

 

Informações dão conta de que Lisboa não anda satisfeito com a postura do vereador pedetista em escantear o nome de Didi, por isso existe a possibilidade de uma adesão ao grupo do prefeito Anchieta Patriota. Se isso vier a acontecer será algo histórico na história política de Carnaíba, isso porque Lisboa Lima é a liderança mais próxima do ex-prefeito José Francisco Filho, Didi, principal adversário do Patriota.

Outro fator que leva membros do PR a deixarem a oposição é a decisão do ex-prefeito Didi em não mais disputar a prefeitura de Carnaíba. Com isso, Lisboa Lima e a ex-vereadora Silvonete Carlos, concunhada de Didi estariam livres para decidirem seus rumos políticos. As informações são de que Anchieta já teria dialogado com Lisboa e outras lideranças oposicionistas

 

CMAS promove VIII Conferência Municipal de Assistência Social em Afogados da Ingazeira

Resultado de imagem para promove conferencia municipal assistencia social

 

O Conselho Municipal de Assistência Social – CMAS, juntamente com a Secretaria Municipal de Assistência Social de Afogados da Ingazeira promovem nos dias 12 e 23 de junho, a VIII Conferência Municipal de Assistência Social, com o tema “GARANTIA DE DIREITOS NO FORTALECIMENTO DO SUAS”. De acordo com a secretária Joana Darc Freitas, haverá painés, deliberações e plenária final. A abertura será nesta segunda-feira (12) às 19h no Cine Teatro São José.

 
Insatisfeito com a crise política do Brasil, o apresentador Fausto Silva alfinetou o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que decretou a absolvição da chapa Dilma-Temer na última semana.
 
O desabafo aconteceu durante a exibição do programa “Domingão do Faustão” (TV Globo) deste domingo (11). “Numa situação desse país tão difícil… numa situação do país, que é o único no mundo que tem Justiça Eleitoral, gasta-se R$ 5 milhões por dia com ela e você vê o que está acontecendo”, disse Fausto Silva.
 

 

O Diogo Nogueira, que também estava presente na edição, aproveitou e também criticou os políticos. “Na verdade, esses caras são todos um bando de otários”, afirmou o músico.
 
“O Brasil tem que tirar os vários otários da frente”, disse Faustão, que acrescentou: “E fica a lição para uma próxima eleição. Não adianta a gente reclamar de quem está lá dentro, porque quem os elegeu fomos nós. País rachado só interessa a corruptos unidos”.
 
Na ocasião, o padre Fábio de Mello, que participava do programa, entrou na discussão e declarou que o julgamento do TSE foi “uma vergonha que vivemos nesta semana”.

 

“Aqueles que até então estavam divididos, ficaram todos indignados por uma mesma causa. Somos um país que nem sempre pode contar com a Justiça que tem, o que é lamentável. E nós precisamos mudar isso em nossa atitude”, declarou Fábio. (Via: Blog do Jamildo)
 

 

Selecionados na segunda edição do Sisu têm até amanhã para se matricular

 

 
Os candidatos aprovados na segunda edição de 2017 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) têm até esta terça-feira (13) para fazer a matrícula nas instituições de ensino. O prazo começou na última sexta-feira (09). A lista dos aprovados está disponível no site do programa.

O candidato selecionado pelo Sisu deve procurar a instituição de ensino em que foi aprovado para verificar o local, horário e procedimentos para a matrícula. O Sisu terá uma única chamada, mas caso não tenha sido selecionado, o estudante pode se inscrever para participar da lista de espera.

 

A inscrição para a lista de espera está disponível até 19 de junho e a convocação será feita pelas instituições a partir do próximo dia 26. Já os estudantes que queiram fazer transferência de curso precisam buscar informações diretamente nas universidades, uma vez que a regulamentação para esse tipo de procedimento é feita pelas próprias instituições.

O Sisu oferece vagas no ensino superior público com base na nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Nesta edição foram ofertadas 51.913 vagas em 1.462 cursos de 63 instituições de ensino, entre universidades federais e estaduais, institutos federais e instituições estaduais. (Via: Agência Brasil)

 

Homem, de 39 anos, foi abordado com 100 pássaros silvestres. Ele teria confessado ter recebido uma quantia para vender as aves na capital pernambucana.

 

 

Guarda Municipal do Recife foi acionada por um morador que suspeitou de um carro muito tempo parado em um posto localizado na Avenida Caxangá, Zona Oeste do Recife (Foto: Divulgação/GMR)

 

 

Um funcionário do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), de 39 anos, foi detido pela Guarda Municipal do Recife suspeito de tráfico de animais silvestres. O homem foi abordado pela equipe com 100 pássaros silvestres dentro de um carro oficial do TJPE. Ele teria confessado ter recebido uma quantia para vender as aves na capital pernambucana.

O caso ocorreu na noite da quinta-feira (8). De acordo com o Comandante da Guarda Municipal do Recife, Marcílio Domingos, a equipe foi acionada por um morador que suspeitou de um carro muito tempo parado em um posto localizado na Avenida Caxangá, Zona Oeste do Recife.

“Uma viatura do Grupo Tático Operacional estava realizando rondas quando acessou a pista local da avenida. Lá, se deparou com um morador acenando para a equipe. Ele achou estranho que o carro do TJPE estava muito tempo parado no posto. Ao se dirigir até o veículo, os guardas encontraram as gaiolas com as aves”, pontuou.

 

 

No momento da abordagem, o funcionário estava usando o crachá do órgão de justiça (Foto: Divulgação/GMR)

 

 

Questionado pelos três guardas, o suspeito teria dito que recebeu uma quantia e os pássaros de um homem no município de Tabira, no Sertão. Ele teria que vender as aves no Recife. No momento da abordagem, o funcionário estava usando o crachá do órgão de justiça.

 

Ele foi encaminhado para a Central de Plantões da Polícia Militar e pode responder por tráfico de animais silvestres. De acordo com a Polícia Civil, ele assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e vai responder em liberdade.

 

Em nota, o Tribunal de Justiça de Pernambuco afirmou que o funcionário, um motorista, foi exonerado após o conhecimeto do fato, nesta sexta-feira (9). “O Tribunal obteve informações de que motorista, sem autorização, estaria transportando gaiolas e aves silvestres em viatura do órgão. O fato está sendo apurado”, disse.

 

Um dos mais antigos e fiéis aliados de Michel Temer, o coronel da Polícia Militar João Baptista Lima Filho, tentou destruir provas que comprovavam denúncias feitas pela delação da JBS; em operação de busca e apreensão feita no apartamento do coronel, a Polícia Federal encontrou documentos rasgados que continham informações sobre a reforma da casa de uma das filhas do peemedebista; um dos delatores da JBS, Ricardo Saud, diz ter mandado entregar R$ 1 milhão para Lima Filho dos R$ 15 milhões que o grupo doara para o caixa dois de Temer em 2014; os rasgos nos papéis sugerem que alguém queria destruir a documentação, na interpretação dos investigadores que participaram da operação de busca; destruição de provas é considerada um crime grave pela Justiça e é uma das justificativas previstas para a decretação de prisão; foi com esse argumento, por exemplo, que a Justiça mandou prender outro aliado de Temer, o ex-ministro Henrique Eduardo Alves, na terça (6)

 

É Hoje! Cantora Kátia Cilene se apresenta nesta segunda em Carnaiba na Festa dos Namorados

 

A voz que tornou a Banda Mastruz Com leite, fenômeno do forró Brasil na década de 90, se apresenta nesta segunda feira 12, na Festa dos Namorados, na cidade de Carnaiba, no sertão do Estado de Pernambuco, em evento paralelo a tradicional festa do padroeiro Santo Antônio.
 
Kátia Cilene, sobre ao palco após show do sanfoneiro carnaibano Genailson do Acordeon, em palco montado na Praça de Eventos Milton Bezerra das Chagas, no centro da cidade.
Na noite de ontem 11, os shows ficaram por conta da Banda Super Oara, de Arcoverde e de Ramon Schinayder.
 

 

Luis Felipe Miguel: a não decisão do PSDB é a forma envergonhada de ficar com Temer

:

Cientista político Luis Felipe Miguel explica uma das razões que ainda mantém o PSDB tocando violino no Titanic de Michel Temer; “Parece mais razoável julgar que o PSDB está vislumbrando a incrível possibilidade de que Temer se arraste no cargo até o fim do mandato de Dilma e quer manter sua suculenta cota de cargos e negócios”, afirma; “No começo da crise, muito se falava no declínio inexorável do PT. O PT está bem machucado, é verdade, mas é implausível que se torne um ator político irrelevante em 2018. Já o PSDB está a perigo. É possível que ele só sobreviva nas regiões politicamente mais atrasadas, como São Paulo”

 

TEMER DESISTE DE DEMITIR MINISTROS QUE VIRAREM RÉUS

Marcelo Camargo/Agência Brasil

Próximo de se tornar, ele próprio, denunciado por crimes PGR (Procuradoria-Geral da República), Michel Temer resolveu recuar em sua decisão de demitir ministros que também forem alvos de denúncia; na prática, temer está acabando com a  “linha de corte” que estabeleceu com a revelação das delações da empreiteira Odebrecht, que previa o afastamento temporário de integrantes da Esplanada que fossem denunciados; situação que, em breve, deve afetar dois de seus principais aliados, os ministros Moreira Franco (Secretaria-Geral) e Eliseu Padilha (Casa Civil); ganhou força no Palácio do Planalto a posição de que o peemedebista não deverá afastar esses ministros, uma vez que o próprio Temer adotou o discurso de que a PGR age politicamente ao investigar os relatos da JBS

 

 

 

 

 

 
Foram divulgadas nesta segunda-feira (12) as vagas de emprego disponíveis para as cidades de Salgueiro, Araripina e Petrolina, no Sertão de Pernambuco. As oportunidades são disponibilizadas pela Agência do Trabalho de Pernambuco e atualizadas do G1 Petrolina. 
 
As vagas estão sujeitas a alterações no decorrer do dia.
 

 

Petrolina
 
Atendimento ao público: 07h às 13h
Contato: (87) 3866.6540
01 – Vaga – Auxiliar de mecânico de autos – Ensino fundamental completo – 6 meses CTPS – Auxiliar de mecânicos de máquinas pesadas.
01 vaga – Mecânico de máquinas pesadas – Ensino Fundamental completo – 6 meses CTPS – Experiência em máquinas pesadas (Case, Caterpila, New Holland).
01 vaga – Moldureiro – Ensino médio completo – 6 meses CTPS – Possuir CNH e experiência com montagem de quadros.
01 vaga – Oficial de serviços gerais na manutenção de edificações – 6 meses n CTPS.
01 vaga – Serralheiro – Ensino médio completo – 6 meses CTPS.
01 vaga – Trabalhador na operação de sistemas de irrigação por superfície e drenagem – Vaga exclusiva para PCD. Possuir CNA na categoria A.
01 vaga – Vendedor pracista – Ensino médio completo – 6 meses CTPS.
 
Salgueiro
 
Atendimento ao público: 07h às 13h
Contato: (87) 3871.8467
02 vagas – Operador de britagem – Ensino médio completo – Experiência na Carteira de Trabalho.
01 vaga – Encarregado de britagem – Ensino médio completo – Com experiência na CTPS – Possuir CNH na categoria B.
04 vagas – Ajudante de britagem – Ensino médio completo – Com experiência.
 
Araripina
 
Atendimento ao público: 07h às 13h
Contato: (87) 3873.8381
01 vaga – Coordenador (a) de Microcredito – Superior incompleto – Desejável experiência em gerencia, supervisão ou coordenação, CNH A ou B e veículo.
01 vaga – Agente de Microcredito – Ensino médio completo – Disponibilidade para viajem, CNH A ou AB e Moto.
01 vaga – Auxiliar de eletricista – Fundamental completo – 3 meses.
01 vaga – Cozinheiro – Fundamental completo – 6 meses.
02 vagas – Auxiliar de cozinha – Fundamental completo – 3 meses.

 

 

 

Na manhã desta sexta-feira (09), após investigações, as Equipes do Malhas da Lei e ROCAM se dirigiram a Travessa Sônia Ricardo, Bairro Izídio Leite em Afogados da Ingazeira, no Alojamento do Bangu Futebol Clube, onde deu cumprimento a Mandado de Prisão expedido pela 4ª Vara do Crime da Comarca de São José dos Campos-SP, em desfavor de Thiago Alexandre de Lima.
 
O Foragido estava morando em Afogados a quase três meses, ele estava trabalhando como treinador para um grupo de adolescentes no clube Bangu Futebol,  Thiago, responde a processo por pedofilia e teria aliciado seus alunos em uma escolinha de futebol  em São José dos Campos-SP.
Em seguida o acusado foi encaminhado a DPC, depois foi  levado para a Cadeia Pública de Afogados onde está a disposição da Justiça.
 

 

 

O “Forró Nú no Espaço Liberdade” marcado para o dia 17 de junho, em um sítio localizado em Massarandupió, no município de Entre Rios, Litoral Norte baiano, tem levado polêmica entre associações de moradores e naturistas. Apesar de ocorrer em um local privado, as entidades estão preocupadas com a associação da festa à comunidade naturista, da praia das Dunas, única destinada oficialmente à prática de naturismo na Bahia.

 

O organizador da festa, Davi Andrade, diz que o forró tem regras compatíveis com o código de ética da Federação Brasileira de Naturismo. Sendo assim, é permitida a entrada de casais e é proibida a entrada de homens desacompanhados no evento. Também não é permitido fazer fotografias das pessoas no local e é vetada a prática de sexo. Menores de 18 anos também não entram, segundo a organização. Este ano acontece a segunda edição da festa junina.

 

A gestora da praia das Dunas, Associação Massarandupiana de Naturismo (Amanat), discorda da forma de divulgação do evento, alegando que a festa é divulgada como se fosse pública. “Os eventos que se realizam em ambientes fechados, isto é, murados ou sem visibilidade do exterior, nós respeitamos. O que nós discordamos e, nesse ponto, estamos em total sintonia com a esmagadora maioria das pessoas da comunidade de Massarandupió, é a forma como o evento privado denominado ‘Forró Nú’ de 2016 foi divulgado na imprensa e nas redes sociais, o mesmo estando a acontecer com divulgação do ‘Forró Nú’ de 2017, como se de um evento público se tratasse”, diz a associação, em nota.

 

A associação entrou com uma representação junto ao Ministério Público contra a realização do evento. Segundo o promotor Paulo Cesar Azevedo, a festa deve cumprir regras para que aconteça. “Sendo em ambiente privado, que não tenha visualização na parte externa e ainda que respeite as regras de poder de polícia em relação a eventos realizados no município, não tem problema”, afirma.

 

O promotor diz que o local deve ser fechado para o público externo, porque a prática de naturismo deve ser limitada em locais abertos, como no caso da praia das Dunas, em que o naturismo é permitido por meio de decreto municipal. O promotor se reuniu com a procuradora do município, que deve fiscalizar o cumprimento das normas.

O procurador do município, Brígido Neto, informou que foram enviados fiscais nesta sexta-feira (9) para verificar se o local vai ser fechado para visualização externa. “Se tiver ok, deve permitir a realização do evento. A prefeitura também vai fiscalizar no dia que ocorrer o evento. O municipio deve oficiar o Conselho Tutelar para que evite entrada de menores. A Polícia Militar também deve colocar equipes nas proximidades”, disse.

 

A Associação Massarandupiana de Naturismo afirma ainda que a reputação da comunidade e dos moradores é afetada negativamente com a festa. “A ponto de adultos e sobretudo crianças estarem sendo vítimas de bulling quando estão fora de Massarandupió”, defende o comunicado. A entidade entende ainda que o evento deveria ser feito de forma “discreta”, a fim de respeitar a comunidade local.

O realizador do evento, Davi Andrade, defende que a festa levou bons resultados para o setor hoteleiro da cidade no ano passado na primeira edição do evento, durante a baixa temporada. “No mês de junho, tivemos lotação nas pousadas, nas barracas de praia. Tentam fazer a qualquer custo fazer com que isto vire uma polêmica”, comenta. A festa ocorre em um sítio reservado, com piscina, onde um trio que toca forró anima o público. No ano passado, cerca de 40 pessoas participaram. A expectativa é de que, neste ano, o número seja cerca de duas vezes maior.

 

 

Assassina santa luzia - Mulher degola companheiro em Palmares

A violência parece não dar tréguas na Mata Sul do Estado. Informações que circulam pelas redes sociais dão conta de que um homicídio em Palmares, o fato aconteceu  nesta última sexta-feira (09), foi provocado por uma dona de casa  se dizia vítima de agressões constantes.do marido

No bairro de Santa Luzia, um homem foi assassinado pela própria companheira e ficou com o pescoço completamente dilacerado, morto possivelmente a golpes de faca. Na Delegacia, a acusada, que se apresentou por livre e espontânea vontade, contou aos policiais que matou o companheiro por não suportar mais as agressões diárias dentro da própria casa.

Imagens publicadas na internet demonstram que a vítima apresentou um golpe profundo no local. A Polícia Civil foi acionada, realizou o levantamento cadavérico e encaminhou o corpo ao IML de Caruaru, no Agreste.

 

A grave crise econômica e o avanço do desemprego no país levaram o número de pessoas com o “nome sujo” ao maior patamar em dois anos, segundo dados divulgados pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) nesta sexta-feira. Um exército de aproximadamente 60,1 milhões de brasileiros estão com restrições ao CPF, enfrentando problemas para contratar empréstimos, financiamentos ou realizar compras parceladas, o que representa quase 40% da população brasileira adulta. Só nos últimos 30 dias, houve um saldo líquido de 1,1 milhão de brasileiros que passaram a fazer parte da lista de consumidores com contas em atraso e registrados em cadastros de inadimplentes.

Na comparação mensal (em maio frente a abril, sem ajuste sazonal), o indicador do SPC teve crescimento de 1,31% no volume de consumidores inadimplentes, a maior variação positiva desde março de 2015, quando a alta fora de 2,20% no período. Se a comparação for feita com o mesmo mês do ano passado, registra-se uma leve queda de 0,50%, a terceira queda anual consecutiva na série histórica do indicador. Continue lendo Crise e desemprego fazem Brasil ter ‘exército’ de 60 milhões de pessoas com o nome sujo

 

Morre aos 88 anos Adam West, ator que interpretou “Batman” na TV

 

O ator americano Adam West, conhecido por interpretar o super-herói Batman na série de TV dos anos 1960, morreu nesta sexta-feira em Los Angeles aos 88 anos de leucemia, informou neste sábado (10) sua família em um comunicado. Informações da agência de notícias EFE. Seus entes queridos destacam na nota que West sempre “aspirou ter um impacto positivo nas vidas de seus seguidores” e, acrescentam, “sempre será o nosso herói”.

West faleceu cercado de sua família e deixa a mulher, Marcelle, seis filhos, cinco netos e dois bisnetos. O sucesso como Batman dificultou as chances de West de conseguir outros papéis, já que ficou para sempre associado a seu popular personagem. No entanto, continuou trabalhando durante toda a sua carreira e novamente alcançou a fama como a voz do prefeito de Quahog, também chamado Adam West, na série animada Uma Família da Pesada. Continue lendo Morre aos 88 anos Adam West, ator que interpretou “Batman” na TV

 

 

 

 

 

 

 

Resultado de imagem para carmem lucia stf

A presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia, defendeu a apuração de suposta devassa contra o ministro Edson Fachin, relator do inquérito contra o presidente Michel Temer na Corte, pela Agência Brasileira de Inteligência (Abin). “É inadmissível a prática de gravíssimo crime contra o Supremo Tribunal Federal, contra a democracia e contra as liberdades, se confirmada informação de devassa ilegal da vida de um de seus integrantes”, afirmou em nota oficial.

Mesmo sem citar o nome do ministro Fachin ou da Abin, Cármen Lúcia disse que tal prática é “própria de ditaduras”, “absolutamente inaceitável numa República democrática” e “tem de ser civicamente repelida, penalmente apurada e os responsáveis exemplarmente processados e condenados na forma da legislação vigente”. A nota da ministra é uma reação à notícia veiculada pela revista Veja de que a Abin, a pedido do governo Temer, estaria investigando a vida do ministro Fachin.

 

Temer usou Abin para investigar Fachin, relator da Lava Jato

 

 

Ministro Fachin, do Supremo, é responsável pela homologação da delação premiada de executivos da J&F, controladora da JBS.

O Globo / Foto: reprodução

Uma reportagem da revista “Veja” publicada neste sábado (10) afirma que o governo utilizou a Agência Brasileira de Inteligência – o serviço secreto brasileiro – para investigar o relator da Lava Jato, Luiz Edson Fachin, ministro do Supremo Tribunal.

Mesmo diante dos desmentidos do presidente Michel Temer, a ministra Cármen Lúcia, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e a Associação dos Juízes Federais do Brasil reagiram com indignação.

Cármen Lúcia disse que, se confirmada, a investigação seria própria das ditaduras.

Segundo a revista “Veja”, “o governo acionou a Agência Brasileira de Inteligência, a Abin, para bisbilhotar a vida do ministro com o objetivo de encontrar qualquer detalhe que possa fragilizar sua posição de relator da Lava Jato”.

A revista diz que a informação foi confirmada por “um auxiliar do presidente Michel Temer, que pediu para se manter no anonimato porque não está autorizado a falar publicamente sobre o assunto”.

A reportagem afirma que “a investigação da Abin, que está em curso há alguns dias, já teria encontrado indícios de que Fachin voou no jatinho da JBS”. E que “de acordo com o auxiliar do presidente, o ministro usou a aeronave antes de sua sabatina no Senado, em meados de 2015”.

A revista ainda afirma que “outro alvo de sua artilharia é o procurador-geral, Rodrigo Janot” e que “a ideia é desqualificar suas ações, explorando eventuais erros e abusos e classificando seus movimentos como perseguição política”.

Em nota, o Palácio do Planalto negou a reportagem. Disse que Temer “jamais acionou a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) para investigar a vida do ministro do Supremo Tribunal Federal Edson Fachin”; que “o governo não usa a máquina pública contra os cidadãos brasileiros”.

O Planalto informou ainda que na noite de sexta-feira (9), o presidente Michel Temer, e o ministro chefe do Gabinete de Segurança Institucional, Sérgio Etchegoyen, telefonaram para a ministra Cármen Lúcia para desmentir a reportagem.

Na noite de sexta, o presidente foi questionado sobre a reportagem quando saía de um jantar.

“Isso que a ‘Veja’ deu… Uma coisa bárbara aquilo. Aquilo jamais foi pensado e jamais aconteceu”, disse Temer.

O Supremo Tribunal Federal reagiu com indignação diante desse possível pedido de Temer para investigar o ministro Luiz Edson Fachin. A presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia, divulgou uma nota e afirmou que, caso essa informação seja confirmada, trata-se de “um gravíssimo crime contra o Supremo, contra a democracia e contra as liberdades”.

A nota diz ainda que essa prática é “própria das ditaduras” e “mais gravosa é ela se voltada contra a responsável atuação de um juiz, sendo absolutamente inaceitável numa república democrática, pelo que tem de ser civicamente repelida, penalmente apurada e os responsáveis exemplarmente processados e condenados na forma da legislação vigente”.

E que “se comprovada a sua ocorrência, em qualquer tempo, as consequências jurídicas, políticas e institucionais terão a intensidade do gravame cometido, como determinado pelo direito. A Constituição do Brasil será cumprida e prevalecerá para que todos os direitos e liberdades sejam assegurados, o cidadão respeitado, e a Justiça efetivada”.

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot disse em nota que “com perplexidade que se toma conhecimento de suposta utilização do aparato estatal para desmerecer um membro da mais alta corte do país, que tem pautado sua atuação com isenção e responsabilidade”.

E que “o desvirtuamento do órgão de inteligência fragiliza os direitos e as garantias de todos os cidadãos brasileiros, previstos na nossa Constituição da República, e converte o estado de direito, aí sim, em estado policial”.

E o procurador completa: “A se confirmar tal atentado aos poderes da república e ao estado democrático de direito, ter-se-ia mais um infeliz episódio da grave crise de representatividade pela qual passa o país”.

A Associação dos Juízes Federais do Brasil também se manifestou. A Ajufe disse que “é inadmissível que pessoas investigadas, por exercerem cargos públicos detentores de poder, se utilizem de agentes e recursos públicos para inviabilizar a apuração de fatos graves envolvendo desvio de dinheiro público”. E que “essa estratégia de constranger magistrados é típica dede regimes totalitários”.

O Jornal Nacional procurou o ministro Edson Fachin para comentar a reportagem da revista “Veja”, mas ele não quis se manifestar. Disse apenas que a nota da presidente do Supremo fala por si.

 

Alunos do curso de formação da PM reclamam de atraso no repasse da bolsa

 

Resultado de imagem para curso de formaçao de pms em pernambuco

Os alunos da Polícia Militar de Pernambuco (PMPE) que estão em treinamento para reforçar a segurança do estado em breve relatam que estão sem receber o pagamento da bolsa há dois meses. Denúncias feitas ao Blog Segurança Pública informam que muitos alunos estão passando por dificuldades para seguir na formação. Cerca de 1.500 aprovados no concurso da PMPE estão em formação desde o mês de janeiro para serem mandados para as ruas no reforço do policiamento ostensivo. A previsão é de que os policiais estejam nas ruas até o mês de agosto.

De acordo com a esposa de um militar, muitos alunos estão passando por dificuldades para continuar o curso. “As pessoas que são daqui do Grande Recife ainda podem contar com a ajuda dos parentes, mas quem é do interior está com a corda no pescoço. Tem gente precisando de doações de cestas básicas para se alimentar. A bolsa é de um salário mínimo, o que já é muito pouco, e as pessoas estão sem receber o pagamento há dois meses. A situação está difícil. Tem militares atolados em dívidas”, conta a mulher que preferiu não se identificar.

A Secretaria de Defesa Social informou, por meio de nota, que “as bolsas são repassadas aos alunos do Curso de Formação da PM no mês subsequente ao cumprimento da jornada de 30 dias. As bolsas de abril, por exemplo, foram pagas em maio. As referentes ao mês de maio, por sua vez, serão quitadas em junho. A SDS reforça ainda que realiza todos os esforços no sentido de agilizar a liberação do auxílio no menor prazo possível, porém, a administração pública exige o cumprimento de uma série de procedimentos burocráticos e legais”. A data do pagamento a ser realizado neste mês, no entanto, não foi informada.

 

Na Terra de Zédantas,Carnaíba, quatro vereadores propõem 13º para o legislativo

 

Em Carnaíba, a polêmica da vez é o projeto com proposta de alteração à Lei Orgânica apresentado pelos vereadores Nêudo da Itã, Gleibson Martins, Anchieta Crente e Preguinho instituindo o pagamento de 13º salário aos integrantes do poder legislativo, segundo vereadores governistas contrários à proposta 

 

O projeto é 2 em 1. Primeiro, tenta normatizar a regra que gerou polêmica no ato de empossar o vereador Everaldo Patriota. Define que, em casos de vacância do cargo em casos previstos no inciso I – investido no cargo de Secretário Municipal, Estadual ou Ministro – o suplente será convocado em até dez dias e em casos previstos no Inciso II –licenciado para tratamento de saúde – após 120 dias.

A polêmica se dá na alteração do Artigo 19, Parágrafo 9º : “fica assegurado o pagamento de 13º subsídio aos vereadores, com base no subsídio mensal integral”.

 

No caso do Presidente da Câmara Municipal, o projeto indica que o subsídio deve incluir a inda a verba de representação.

Fica condicionado ao cumprimento dos limites estabelecidos no artigo 29, parágrafo 1º da Constituição Federal e aos limites da Lei Complementar 101 de 04/05/2000.

 

Ontem também, o parecer da Comissão de Constituição e Justiça que foi contrário à redução do valor das diárias  de todos os cargos, enviada pelo executivo, foi derrubado por 6 votos a 3.

 

 

 

 

 

Transposição racha de novo e ‘estoura’ em Custódia

 

Resultado de imagem para canal da transposição rompe de novo em custodia

 

A obra da Transposição do São Francisco apresentou mais um problema no trecho pernambucano. Em Custódia, a construção do canal rompeu, provocando vazamento de água. O relato virou assunto nas redes sociais, com questionamentos em relação à qualidade da engenharia. O prefeito da cidade de Sertânia, Ângelo Ferreira, confirmou o vazamento informando que a empresa responsável pelo trecho já conteve o vazamento para evitar danos maiores. A obra é de responsabilidade do Ministério da Integração Nacional e já está em construção há dez anos. O custo do projeto é de R$ 8,2 bilhões.

 

O trecho em questão integra o Eixo Leste e foi o primeiro a receber a água do Velho Chico, percorrendo Pernambuco com destino à Paraíba. Em Custódia, onde ocorreu o incidente deste fim de semana, a água chegou em fevereiro deste ano, um percurso de quase 100 quilômetros a partir da captação do Rio até a quarta Estação de Bombeamento Vertical (EBV) do trecho, equipamento que leva a água a alturas em que o fluxo não consegue seguir por gravidade. A terceira EBV do Eixo Leste, por sinal, foi inaugurada com bastante tom político pelo presidente da República, Michel Temer.

 

O prefeito de Sertânia, Ângelo Ferreira (PSB), confirmou o rompimento de uma parte da parede do canal da Transposição nas proximidades do sítio Malhadinha, já no distrito de Custódia, a 40 km de Sertânia.

 

Segundo ele, a fissura se deu de ontem para hoje, em consequência de problemas de engenharia na obra.

“Mas a empresa responsável já conseguiu conter o vazamento”, afirmou, adiantando que, embora muita água tenha jorrado em direção à um açude próximo não há notícias de danos maiores.

 

Logo cedo, nas redes sociais um vídeo viralizou mostrando o rompimento da barreira.

 

O Globo

Raciocínio rápido e capacidade de entremear fundamentos jurídicos a expressões de efeito são habilidades lapidadas há muito pelo ministro Antonio Herman de Vasconcellos e Benjamin. Aos 59 anos, o paraibano nascido em Catolé do Rocha, cidade de 30 mil habitantes na Paraíba, exercitou os dotes ao longo do julgamento da ação que poderia ter cassado o mandato do presidente Michel Temer.

 

Falou em “muralha da China” ou “chinese wall” para enfatizar o quanto o caso Odebrecht, no início da ação, era blindado e pouco conhecido. Explicou o caixa dois do tipo “barriga de aluguel” e classificou a investigação da chapa presidencial vencedora em 2014 como um “milagre” com prova “oceânica”. Discreto, mas vaidoso intelectualmente, Herman estendeu expediente e varou fins de semana a para montar seu extenso voto na ação mais importante da história do TSE.

Os últimos dez anos como ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), não lhe tiraram a verve de promotor. No MP de São Paulo, onde atuou entre 1982 e 2006, é apontado como juiz duro. No trato pessoal, afável e bem-humorado.

 

Mesmo diante da pressão do julgamento combinada com uma gripe forte, Herman encontrou tempo para achar graça de uma espécie de meme sobre o Dia dos Namorados, segundo uma pessoa próxima. A mensagem sugeria algo como ter, na data comemorativa, uma companhia como Herman, que valoriza as “preliminares” — numa brincadeira com as nove questões de ordem discutidas exaustivamente pelo TSE antes de iniciar o julgamento do mérito.

Avesso a badalações, o círculo de amigos íntimos não é extenso. O adversário contumaz de plenário, ministro Gilmar Mendes, quis se colocar, em certo momento do julgamento, numa situação de proximidade com Herman, ao dizer que voaram juntos de monomotor para Águas de São Pedro (SP). Era a lembrança de mais de 30 anos de um voo para a capital paulista que teve muita turbulência.

 

GOSTO PELA REALIDADE

Histórias de sufocos em aviões pequenos durante viagens de trabalho, Herman gosta de contar. Chefe do hoje ministro durante os quatro anos como procurador-geral de Justiça de São Paulo, Luiz Antonio Marrey conta que, certa vez, o então promotor voara ao Monte Roraima a serviço quando problemas na aeronave levaram o piloto a ligar para a própria mãe meio que se despedindo. Passado o pânico, o avião pousou a salvo.

—É um episódio engraçado, mas que demonstra uma característica forte do Herman Benjamin, de não ficar somente nos tapetes vermelhos. Ele sempre foi de sair do gabinete, de ver a realidade, diz Marrey.

 

Herman deixou Catolé do Rocha entre o fim da infância e início da adolescência. Não seguiu a carreira do pai, médico. Formou-se em direito na Universidade Federal do Rio de Janeiro. Fez mestrado em Illinois (EUA), onde também foi professor visitante, assim como em instituições do Texas e na Bélgica. Tornou-se uma referência no direito do consumidor e principalmente no direito ambiental, hoje reconhecido internacionalmente na área. Tem nove livros publicados e convites frequentes para palestras.

 

Uma coleção extensa de gravatas na cor verde, uma referência ao meio ambiente, é motivo de comentários de colegas de STJ. Gosta de colecionar tapetes e artesanatos trazidos das muitas viagens internacionais, mas apesar do passaporte abarrotado de carimbos, Herman costuma seguir, de carro, para locais próximos recomendados por amigos.

Gosta da companhia dos sobrinhos nas aventuras a quatro rodas. O ministro tem duas irmãs, que cuidam mais de perto da mãe, de idade avançada. O pai morreu em 2011. O velório contou com a presença de pessoas próximas a família Benjamin, como o cantor e compositor Chico César, também de Catolé do Rocha.

Benjamin tem hábitos naturebas. Não come carne vermelha, prioriza os orgânicos, prefere chá a café e flerta com a homeopatia. Toma vinho moderadamente. É vigilante em relação à balança e preza por cabelos bem pintados e cortados e cuida da pele.

Vaga no STF

 

Disciplinado e detalhista, o ministro preparou minuciosamente os capítulos finais da atuação no TSE. Projetou trechos de leis e da ação em telão no plenário da Corte e escancarou contradições do ministro Gilmar Mendes usando o voto do próprio colega, que defendeu a necessidade de ir fundo nas investigações quando a inquilina do Palácio do Planalto era Dilma Rousseff.

Advogados veem o ministro com reservas e queixas. Reclamam de atendê-los em pé e somente se o processo em questão já tiver sido pautado para julgamento. Critério que adotou para repelir a romaria de advogados à porta do gabinete. Desde que assumiu a ação de cassação da chapa Dilma-Temer, especula-se que almeja chegar ao Supremo Tribunal Federal.

 

Tradicional festa do Maior Cuscuz do Mundo acontece neste domingo em Caruaru