O Ministério da Saúde confirmou neste sábado (29), o segundo caso de coronavírus no Brasil. O paciente é um homem de 32 anos residente em São Paulo que chegou de viagem da Itália em 27 de fevereiro.

Já durante o voo, procedente de Milão, no norte do país europeu, o paciente apresentou sintomas e usou máscara facial, segundo a Secretaria de Saúde de São Paulo. O homem foi atendido pelo Hospital Israelita Albert Einstein nesta sexta-feira, quando fez o exame para a doença e relatou que havia tido febre e dores muscular e de cabeça. O resultado positivo saiu neste sábado.

O paciente está em isolamento domiciliar, uma vez que o quadro clínico é leve e estável. O homem teve contato apenas com a esposa, que não apresentou sintomas da infecção, mas também está em isolamento domiciliar.

O teste realizado no Einstein é considerado final e não será necessária a realização de uma contraprova. Segundo a Secretaria de Saúde, os laboratórios que identificarem casos do novo vírus pela primeira vez devem validar seus resultados em uma contraprova. Após essa validação, não é mais necessário que o laboratório passe por esse procedimento a cada novo exame realizado para diagnosticar a doença.

Como foi o Hospital Albert Einstein que atendeu e realizou o exame do primeiro paciente diagnosticado com o Covid-19 no Brasil, seu laboratório não precisa mais da contraprova. O primeiro paciente também é de São Paulo e viajou para a Itália. Os dois homens que testaram positivo para o novo coronavírus não possuem vínculo entre si.

Apesar da nova confirmação, a Secretaria afirma que não há mudança da situação nacional, pois não existem evidências de circulação do vírus em território brasileiro

Confira onde choveu com maior intesidade em Pernambuco nas últimas 24 horas

O Morro da Conceição, na Zona Norte do Recife, registrou 56,70 mm de precipitação nas últimas 12 horas / Foto: Filipe Jordão/JC Imagem

O Morro da Conceição, na Zona Norte do Recife, é o local onde mais choveu nas últimas 24 horas em Pernambuco, registrando 56,70 mm de precipitação segundo o monitoramento da Agência Pernambucana de Águas e Clima (APAC). Na noite do deste sábado, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta de chuvas intensas para 48 cidades pernambucanas.

Entre os dez locais que registraram maior precipitação no Estado nas últimas 24 horas, sete são no Recife e Região Metropolitana. As outras quatro cidades são do Sertão, como Dormentes, que teve a segunda maior precipitação de Pernambuco, com 40,71 mm entre o sábado (29) e este domingo (1º). 

Morro da Conceição, Recife – 56,70 mm

Dormentes, Sertão – 40,71 mm

UFRPE, Recife – 38,86 mm

Afogados da Ingazeira – 90,00 mm

Itapetim, Sertão – 34,17 mm

Ibura, Recife – 32,73 mm

Lagoa Grande, Sertão – 28,46 mm

Igarassu, Grande Recife – 27,67 mm

Nova Descoberta, Recife – 25,98 mm

Córrego do Jenipapo, Recife – 24,92 mm

Jaqueira, Recife – 23,60 mm

Janela partidária para quem vai disputar eleições começa na quinta

Vereadores que serão candidatos poderão mudar de partido sem punições

Agência Brasil

A partir da próxima quinta-feira (5), os vereadores que pretendem disputar a reeleição ou a prefeitura de sua cidade podem mudar de partido sem sofrerem nenhuma punição da legenda. O prazo da chamada janela partidária termina no dia 3 de abril, seis meses antes do pleito. O primeiro turno será realizado em 4 de outubro e o segundo turno no dia 25 do mesmo mês.

Pelo calendário eleitoral, elaborado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), órgão responsável pela organização das eleições, o prazo é considerado para a justa causa necessária para a mudança partidária dos detentores do cargo de vereador que queiram concorrer às eleições majoritárias (prefeitura) ou proporcionais (reeleição).  Ao trocarem de partido, os parlamentares buscam mais recursos e apoio político para as campanhas.

Calendário das eleições

Outras datas previstas no calendário eleitoral devem ser seguidas pelos candidatos e partidos que vão disputar o pleito. No dia 4 de abril, todos os partidos que pretendem disputar as eleições devem estar com registro aprovado pelo TSE.

No mesmo mês, o tribunal vai lançar uma campanha nas emissoras de rádio e televisão para incentivar a participação das mulheres nas eleições e esclarecer o eleitor sobre o funcionamento do sistema eleitoral.

No dia 16 de junho, a Corte deve divulgar o valor corrigido do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC), criado pelo Congresso. Conforme o orçamento da União, R$ 2 bilhões estão previstos para o fundo.

Em julho, os partidos estão autorizados a promover as convenções internas para escolha de seus candidatos, que deverão ter os registros das candidaturas apresentados à Justiça Eleitoral até 15 de agosto.

No dia seguinte, a propaganda eleitoral está autorizada nas ruas e na internet até 3 de outubro, dia anterior ao primeiro turno.

Em setembro, a partir do dia 19, nenhum candidato poderá ser preso, salvo em flagrante. No caso dos eleitores, a legislação eleitoral também proíbe a prisão nos dias próximos ao pleito. No dia 29, eleitores só podem ser presos em flagrante.

A diplomação dos prefeitos e vices, além dos vereadores eleitos, deve ocorrer até 19 de dezembro.