Desde o dia 23 de fevereiro, o Butantan afirma que já disponibilizou 4,6 milhões de novas doses do imunizante ao governo federal, para distribuição no país.

A nova remessa corresponde à entrega de duas doses. (Foto: Reprodução)

O Instituto Butantan anunciou nesta quarta-feira (3) a liberação de mais 900 mil doses da vacina Coronavac, contra a Covid-19, ao Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde.

Desde o dia 23 de fevereiro, o Butantan afirma que já disponibilizou 4,6 milhões de novas doses do imunizante ao governo federal, para distribuição no país.

Com isso, o total de vacinas disponibilizadas ao PNI chegaram a 14,45 milhões desde o início das entregas, em 17 de janeiro, diz o governo de São Paulo.

As doses enviadas em fevereiro fazem parte do lote de imunizantes envasados no Butantan com o insumo farmacêutico ativo (IFA), enviado pelo laboratório chinês Sinovac Life Science.

O Instituto afirma que vem realizando uma força-tarefa para seguir envasando, em ritmo acelerado, novas doses da Coronavac para a entrega ao PNI. Uma das ações dessa força-tarefa foi dobrar seu quadro de funcionários na linha de envase para atender a urgência necessária para o momento.

“Até o final de março serão entregues 21 milhões de doses da vacina e, até 30 de abril o número de vacinas disponibilizadas ao PNI somará 46 milhões. O Butantan ainda trabalha para entregar outras 54 milhões de doses para vacinação dos brasileiros até 30 de agosto”, disse nesta quarta (3) o comunicado oficial do instituto.

Doses da Coronavac entregues ao Ministério da Saúde em 2021

17 de janeiro: 6 milhões de doses
22 de janeiro: 900 mil doses
29 de janeiro: 1,8 milhão de doses
5 de fevereiro: 1,1 milhão de doses
23 de fevereiro: 1,2 milhão de doses
24 de fevereiro: 900 mil doses
25 de fevereiro: 453 mil doses
26 de fevereiro: 600 mil doses
28 de fevereiro: 600 mil doses
3 de março: 900 mil doses
Total: 14,45 milhões de doses

Distribuição ao país

Mais 2,5 milhões de doses da vacina CoronaVac estão sendo enviadas a todos os estados e ao Distrito Federal nesta quarta-feira (3), informou o Ministério da Saúde.

Segundo a pasta, o novo lote é destinado a “vacinar o restante dos trabalhadores da saúde, indígenas do estado do Amazonas e pessoas de 80 a 84 anos”.

A nova remessa corresponde à entrega de duas doses. Sendo assim, os estados e municípios precisam reservar a segunda dose da CoronaVac para garantir que ela seja aplicada de 2 a 4 semanas depois da primeira.

Aposta de Curitiba acerta as seis dezenas e leva mais de R$ 2,7 milhões

A Quina teve 59 apostas ganhadoras e cada uma leva R$ 25.587,57. A Quadra teve 3.150 apostas ganhadoras e cada uma ganhou R$ 684,65.

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília), em qualquer lotérica do país ou pela internet, no site da Caixa Econômica Federal (Foto: Reprodução)

Uma aposta de Curitiba (PR) acertou as seis dezenas do sorteio do concurso 2.349 da Mega-Sena, realizado nesta quarta-feira (3) em São Paulo, e levou R$ 2.780.964,58.

As dezenas sorteadas foram: 05 – 10 – 25 – 32 – 49 – 54.

A Quina teve 59 apostas ganhadoras e cada uma leva R$ 25.587,57. A Quadra teve 3.150 apostas ganhadoras e cada uma ganhou R$ 684,65.

Para o próximo sorteio, que será realizado no sábado (6), o prêmio previsto para quem acertar as seis dezenas é de 22 milhões.

Para apostar na Mega-Sena

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília), em qualquer lotérica do país ou pela internet, no site da Caixa Econômica Federal – acessível por celular, computador ou outros dispositivos. É necessário fazer um cadastro, ser maior de idade (18 anos ou mais) e preencher o número do cartão de crédito.

Probabilidades

A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 4,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 22.522,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.