Antes do clássico entre Flamengo e Botafogo, que terminou com vitória do alvinegro por 2 a 1, neste sábado (10), integrantes de torcidas organizadas das duas equipes entraram em confronto nas ruas da Ilha do Governador, no Rio de Janeiro, com direito a muitos tiros, bombas, cerca de 60 detidos da torcida do Botafogo e infelizmente, com a morte de um torcedor rubro-negro, que foi confirmada pela assessoria da PM-RJ.

Além deste torcedor que veio a óbito, outro integrante da torcida do Flamengo também foi baleado e ambos foram levados para o Hospital Municipal Evandro Freire. Pedro Henrique Vincente de Santana, de apenas 25 anos, não resistiu aos ferimentos.

Confira o vídeo:

 

   

O Tribunal de Justiça aceitou pedido de Merinaldo Pereira, Morador de Imperatriz, Cidade no Maranhão, que entrou com uma ação com pedido para o amante devolvesse sua esposa que havia fugido com o mesmo a mais de um mês.

O homem, que afirma já ter sido traído mais de 500 vezes, disse que não larga a mulher por nada.

Para a Justiça, foi considerado que o amante (réu) não demonstrou interesse em se defender e não compareceu na audiência. A sentença, fundou-se nos seguintes fatos: A mulher vivia uma semana com o amante e outra com o marido, porém já tinha mais de 1 mês que a mulher havia fugido com o amante, diante da situação a justiça acionou a mulher foi ouvida e disse que amava os dois. Diante da situação a mulher foi orientada a voltar para a casa do seu marido, com quem tem 2 filhos ( sendo nenhum do marido ) ou que pedisse o divorcio. e ela aceitou.

A justiça deu 15 dias para a mulher retornar para sua casa, sob pena de multa. O corno disse que ficou feliz com a sentença. O amante não quis se manifestar.

Fonte: Topfive

Sertão: Grave acidente na BR que liga Campo Alegre de Lourdes a Remanso

Um grave acidente foi registrado, na manhã deste sábado (10), na BR 235, nas proximidades do povoado de Angico, trecho que liga o município de Campo Alegre de Lourdes a Remanso. Segundo informações do Blog Lucas Nunes, um veículo prisma, da Empresa Escorpião Telecom, colidiu frontalmente com um caminhão F-4000.

A equipe da Empresa Escorpião Telecom prestava serviço, em Campo Alegre de Lourdes, e ao se deslocar de volta para Petrolina, onde está localizada a sede da empresa, se envolveu no acidente.

As vítimas feridas foram levadas para um hospital em Petrolina, apesar do grave acidente não houve vítima fatal.

 

 

 

 

Subiu para 14 o número de mortos no deslizamento de uma encosta em Niterói. O número foi atualizado hoje (11) pelo Corpo de Bombeiros. As vítimas foram soterradas quando uma rocha se partiu, levando junto casas, árvores e muita lama, no Morro da Boa Esperança, na madrugada de sábado (10).

Segundos o Corpo de Bombeiros, 11 pessoas feridas foram resgatadas com vida. Diversos imóveis foram interditados pela Defesa Civil do município, de forma preventiva, na comunidade. As buscas foram mantidas durante toda a madrugada deste domingo. Mais de 200 profissionais trabalham no socorro às vítimas e nas buscas sob os escombros.

O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, informou que o local não era considerado de alto risco geológico, e que a tragédia foi causada por uma ruptura no maciço da encosta. Ele estava na Espanha, em um encontro internacional, e voltou às pressas ao Brasil, e deve falar com a imprensa em entrevista coletiva neste domingo.

A administração municipal montou uma base de apoio em uma escola pública próxima para receber os desabrigados. A Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos de Niterói providenciou alimentação e doação de cestas básicas para as famílias.

A prefeitura garantiu também que em nenhum momento o sistema de alertas e alarmes por sirenes, que foi municipalizado em setembro de 2016, deixou de funcionar.

O desmoronamento aconteceu no mesmo município da tragédia no Morro do Bumba, em abril de 2010, quando um deslizamento deixou 48 mortos, além de milhares de desabrigados.

Reprodução/Facebook

Evangélica, mãe, avessa aos holofotes e dona de um estilo simples. Michelle de Paula Firmo Reinaldo é casada no papel desde 2007 com o presidenciável mais polêmico do momento, Jair Bolsonaro. Blindada pelo marido e também muito discreta, ela é pouco vista publicamente. Mas a seguir vamos traçar o perfil desta mulher que pode ocupar o posto de primeira-dama do Brasil a partir do próximo ano.Você vai se surpreender com algumas informações!

Como eles se conheceram

Reprodução/Facebook

Os dois se aproximaram na Câmara dos Deputados, em 2007. Naquela época, Michelle de Paula Firmo Reinaldo trabalhava como secretária parlamentar, e Bolsonaro cumpria o seu quinto mandato como deputado federal. Durante uma entrevista, ela disse que logo percebeu que o político era o amor da sua vida:”Tudo começou quando nos vimos pela primeira vez, no gabinete do Jair. Não demorou muito para termos a certeza de que queríamos dividir uma vida a dois”.

Com apenas seis meses de namoro, Jair Bolsonaro e Michelle ficaram noivos. O casamento no civil aconteceu 90 dias depois, em novembro de 2007. Michelle é mãe da filha mais nova de Jair Bolsonaro, Laura, que tem sete anos. Atualmente, o casal vive em um condomínio de luxo na orla da Barra da Tijuca, bairro nobre do Rio de Janeiro.

A Vida De Michelle Bolsonaro antes e Depois De Jair A cerimônia religiosa

Reprodução/Facebook

Em março de 2013, alguns anos depois do casamento no civil, o casal fez uma cerimônia religiosa realizada pelo pastor Silas Malafaia, numa mansão de festas que tem vista do Rio de Janeiro até Teresópolis. Diante de 150 amigos e parentes, a noiva surgiu num vestido de renda francesa para dizer “sim” a Jair Bolsonaro. Já o noivo escolheu um terno cinza chumbo.

A diferença de idade

CARL DE SOUZA/AFP/Getty Images

Com 63 anos, Jair Bolsonaro é quase 25 anos mais velho do que sua esposa Michelle. Mas idade não parece ser um problema para eles. Os dois formam um casal que anda de mãos dadas, sorri para o outro e dá selinhos em público. Como eternos namorados! Apesar de ser muito religiosa, ela não tem problema nenhum em demonstrar afeto publicamente.

A carreira de Michelle

Reprodução/Facebook

Michelle trabalhou como funcionária da Câmara entre 2006 e 2008. Durante esse período, ela ocupou o cargo de secretária parlamentar nos gabinetes dos ex-deputados Vanderlei Assis (PP-SP) e Dr. Ubiali (PSB-SP). Depois, ela foi nomeada para uma posição na liderança do PP – sigla do político carioca, na época –, na qual permaneceu permaneceu pouco tempo: entre junho e setembro.

Ao lado de Bolsonaro

Reprodução/Instagram

Em 18 de setembro de 2007, Michelle foi nomeada para o gabinete de Bolsonaro, também para exercer a função de secretária parlamentar. Porém, a brasiliense acabou exonerada em novembro de 2008, quando já era casada com o atual candidato. O motivo? O Supremo Tribunal Federal (STF) emitiu em agosto daquele mesmo ano uma súmula proibindo a contratação de parentes de até terceiro grau na administração pública.

Religião

Michelle é evangélica e frequentou durante anos a sede da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (Advec), igreja fundada pelo pastor Silas Malafaia, que fica na Barra da Tijuca, bairro nobre do Rio de Janeiro. Por isso, ela pediu para que Malafaia celebrasse seu casamento religioso com Bolsonaro, em 21 de março de 2013. O dia foi escolhido por ser o aniversário do parlamentar e a véspera da data de nascimento da noiva. Romântico, não?

Troca de Igreja

Reprodução

A partir de 2017, Michelle começou a frequentar a Igreja Batista da Atitude, que também fica localizada no bairro Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. O período coincide com o distanciamento entre seu marido, Jair Bolsonaro, e o pastor Silas Malafaia. Pouco antes, o líder religioso havia sido indiciado pela Polícia Federal depois de ser investigado por lavagem de dinheiro no âmbito da Operação Timóteo

Amigos ou não?

Reprodução

Na época das acusações, Malafaia teria procurado o deputado federal em busca de apoio. Bolsonaro, contudo, teria se esquivado. Em retaliação, o pastor divulgou uma série de críticas ao parlamentar em suas redes sociais. Mas as desavenças parecem ter ficado no passado Recentemente, Malafaia declarou apoio a Bolsonaro nas eleições e inclusive visitou o candidato no Hospital Albert Einstein, após o episódio da facada.

Perfil discreto

Michelle ocupa um papel tímido na corrida eleitoral. Avessa à mídia, Michelle mantém um perfil discreto ao lado de um dos homens mais polêmicos do Brasil. Ela dificilmente é vista em campanhas eleitorais ou eventos frequentados pelo marido, que geralmente aparece ao lado dos três filhos políticos: o deputado federal Eduardo (PSC-SP), o deputado estadual Flávio (PSC-RJ) e o vereador Carlos (PSC-RJ).

Flamenguista

Reprodução/Facebook

Embora não tenha nascido no Rio de Janeiro (ela é do Distrito Federal), Michelle torce pelo Flamengo. Inclusive, ela já publicou nas redes sociais uma foto com a camisa do Rubro-Negro no Maracanã ao lado do marido, Jair Bolsonaro, que é botafoguense no Rio e palmeirense em São Paulo. Como será que fica o clima na casa em dia de clássico?

Seus programas favoritos

Reprodução/Facebook

Ainda segundo apurou o jornal “Folha de S. Paulo”, Michelle gosta de ir com os filhas ao shopping durante seu tempo livre. Ela também tem uma filha adolescente fruto de um antigo relacionamento. Lá elas aproveitam para comer sushi e Burger King. Nos domingos, ela costuma ir aos cultos em sua igreja. Às vezes, ela consegue levar o marido junto. Bolsonaro é católico, mas a acompanha.

Outra polêmica de seu marido envolvendo a família

Reprodução

Bolsonaro também causou polêmica ao falar sobre sua filha com Michelle. Pai de quatro homens, frutos de relacionamentos anteriores, ele foi pouco delicado ao comentar sobre a experiência de ser pai de uma menina: “Eu tenho cinco filhos. Foram quatro homens. Aí, no quinto eu dei uma fraquejada e veio uma mulher”. Como será que foi a reação de sua atual esposa ao ver o vídeo?

Foto: Beto Barata / Presidência da República

Se confirmada, a nomeação garantiria foro privilegiado a Temer; Decisão caberá ao presidente eleito Jair Bolsonaro

 

São grandes as chances de o presidente Michel Temer ser nomeado embaixador do Brasil após deixar a Presidência. Fontes do Palácio do Planalto e do Ministério das Relações Exteriores (MRE) disseram ao Correio Braziliense que Temer é um forte candidato para assumir a embaixada em Roma, embora o Itamaraty, procurado pelo jornal, não se pronuncie oficialmente sobre o assunto.

A indicação é tratada como uma “saída honrosa” para o presidente em fim de mandato. O posto é considerado um dos mais prestigiados do corpo diplomático brasileiro, integrando o imponente Cirtuito Elizabeth Arden, que inclui ainda as representações de Nova York, Londres e Paris. Atualmente, a embaixada é chefiada por Antonio de Aguiar Patriota, diplomata de carreira e ex-chanceler de Dilma Rousseff (PT).

Foro privilegiado

Confirmada a nomeação, Temer manteria o foro privilegiado. Segundo o especialista em relações internacionais Creomar Souza, professor da Universidade Católica de Brasília (UCB), a imunidade dos embaixadores se estende dentro e fora do Brasil. “O que há em Brasília nesse momento é que figuras políticas que ficaram sem cargos eletivos buscam cargos com os quais mantêm o foro privilegiado. O benefício se estende no Brasil e na Itália, nesse caso. A função de embaixador faria com que o presidente se tornasse uma espécie de ministro a serviço do Brasil”, afirma.

Além disso, a contar pelos últimos acontecimentos, a embaixada do Brasil em Roma terá grande participação no próximo governo. O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), a quem caberá nomear ou não Temer, se encontrou com o embaixador da Itália para definir as questões sobre a possível extradição do ex-ativista italiano Cesare Battisti, acusado de terrorismo na Europa e exilado no Brasil.

Jovem de 26 anos é detido exercendo profissão de dentista ilegalmente em Salgueiro

Um jovem de 26 anos foi detido por policiais militares do 8° BPM por volta das 18h20 dessa sexta-feira, 9, exercendo irregularmente a profissão de dentista em Salgueiro. Segundo a polícia, um agente de saúde de 35 anos denunciou que o suposto dentista estava realizando atendimentos na Rua Osmundo Bezerra, no Centro, sem possuir registro no Conselho Regional de Odontologia de Pernambuco (CRO-PE).

Chegando ao local, os policiais militares solicitaram que o acusado apresentasse sua identificação profissional, mas ele não portava qualquer documento que comprovasse sua habilidade para trabalhar como dentista. Por conta disso, foi levado para a Delegacia de Polícia Civil local

 

Companhias e elefantes



Enquanto os bancos têm lucros bilionários, brasileiros estão endividados

Arquivo EBC

Ao mesmo tempo em que 62% dos brasileiros vivem o drama do endividamento e não têm condições de pagar suas contas, os bancos continuam obtendo lucros estratosféricos; explicação para o endividamento dos brasileiros são os juros médios cobrados de pessoa física que passam de 52% ao ano, chegando a 280% no cartão de crédito rotativo e mais de 300% no cheque especial; nos nove primeiros meses deste ano, os três maiores bancos privados obtiveram R$ 44 bilhões de lucro – um crescimento médio de 10,1% em doze meses.

Por Rosely Rocha, no Portal CUT – Enquanto 62% dos brasileiros vivem o drama do endividamento e não têm condições de pagar suas contas, os bancos continuam obtendo lucros estratosféricos ano após ano. A explicação para este alto endividamento dos brasileiros são os juros médios cobrados de pessoa física que passam de 52% ao ano, chegando a 280% no cartão de crédito rotativo e mais de 300% no cheque especial.

O valor dos juros pagos pelas pessoas físicas atingiu em 2017, R$ 354,8 bilhões – 17,9% maior que o registrado em 2016. O total pago corresponde a 372 milhões de salários mínimos ou 8,5% de todo o consumo das famílias brasileiras no ano passado.

Isso significa que 10,8% da renda anual das famílias brasileiras foram usadas apenas para o pagamento de juros no ano passado, segundo levantamento da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

“São recursos que saem dos bolsos das famílias e também das empresas e do governo diretamente para o caixa do setor financeiro”, diz Gustavo Cavarzan, técnico da subseção Dieese da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf).

Segundo o técnico, “o Brasil tem um dos maiores patamares de spread bancário do mundo”. O spread bancário, explica, é a diferença entre a taxa que os bancos cobram da população nos empréstimos e a taxa que eles pagam para captar nosso dinheiro, como a poupança. “No Brasil, essa diferença é enorme e faz os juros atingirem patamares muito altos, garantindo, assim, o lucro dos bancos mesmo quando a economia não vai bem”, afirma.

De acordo com o técnico, os dois fatores que contribuem para essa situação são: a taxa básica de juros real (Selic) da economia brasileira, que está entre as mais altas do mundo, serve de referência para as taxas cobradas pelos bancos; e a enorme concentração do mercado bancário no Brasil onde cinco bancos controlam mais de 90% das operações e atuam como um oligopólio.

Bancos têm lucros estratosféricos

No ano passado o lucro líquido dos cinco maiores bancos (Bradesco, Itaú, Santander, Caixa e Banco do Brasil) somou R$ 77,4 bilhões, 33,5% a mais do que o registrado em 2016, segundo estudo do Dieese. Já nos nove primeiros meses deste ano, somente os três maiores bancos privados do país (Bradesco, Itaú e Santander) obtiveram R$ 44 bilhões de lucro – um crescimento médio de 10,1% em doze meses, de acordo com a Contraf.

Estudantes inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) fazem hoje (11) a segunda etapa de provas em mais de 1,7 mil municípios. Serão aplicadas questões de ciências da natureza e matemática. Para resolvê-las, os candidatos terão cinco horas, 30 minutos a menos do que no domingo passado, dia da primeira fase.

Os estudantes devem estar atentos ao horário de verão. Os portões abrem às 12h e fecham às 13h, no horário de Brasília, que segue o horário de verão.

As provas começam a ser aplicadas às 13h30. A partir das 13h, os alunos devem estar em sala de aula e serão realizados procedimentos de segurança.

O candidato não poderá deixar o local de prova antes das duas primeiras horas e só poderá levar o Caderno de Questões para casa se deixar a sala 30 minutos antes do fim da prova.

Os candidatos deverão ter em mãos um documento válido, oficial e com foto, e guardar no envelope porta-objetos fornecido pelo aplicador o telefone celular e quaisquer outros equipamentos eletrônicos, que deverão ficar desligados. Os inscritos no exame devem levar também caneta de tubo transparente e tinta preta. Lápis, borracha, lapiseira e canetas sem transparência não podem ser usados no dia da prova.

O gabarito oficial do Enem 2018 será divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) até 14 de novembro. Já o resultado deverá sair no dia 18 de janeiro de 2019.

Falta de energia

Segundo o Inep, os participantes dos locais de prova que ficaram sem energia elétrica no domingo passado não devem deixar de fazer o Enem hoje. Eles terão direito à reaplicação apenas das provas do primeiro dia, em dezembro.

Enem 2018

O Enem 2018 será aplicado em 1.725 municípios brasileiros, 70 deles de difícil acesso. Ao todo, 5.513.726 estudantes estão inscritos. No último domingo, 4,1 milhões de estudantes fizeram o exame, registrando-se o menor percentual de faltosos desde 2009: 24,9% do total de 5,5 milhões de inscritos. Foram aplicadas provas de linguagem, ciências humanas e redação.

A estrutura para aplicação do Enem envolve 10.718 locais de aplicação, 155.254 salas e mais de meio milhão de colaboradores. Foram impressos 11,5 milhões de provas de 12 cadernos de questões diferentes. Haverá ainda uma videoprova em Língua Brasileira de Sinais (Libras). Ao todo, são quase 600 mil pessoas envolvidas na aplicação do exame.

A nota no Enem poderá ser usada para concorrer a vagas no ensino superior público pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), a bolsas em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para participar do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). (Fonte: Agência Brasil)

Irmão de ex-prefeito de Tabira sofre acidente

 11 novembro  Grupo Roma Conteúdos  0 Comentários
No sábado, 10/11/2018, por volta das 19h 20min o grupamento RONDAC (Rondas de Apoio ao Cidadão) quando fazia um PBF (ponto base fixo) na Praça Gonçalo Gomes foi solicitado por um popular, o mesmo alegou que um motorista teria capotado um veículo, próximo ao posto de gasolina Nogueirão II, na saída para Afogados da Ingazeira. 
De imediato foi feito deslocamento ao local e ao chegar foi constatada a veracidade do fato onde o condutor E.C.C. (Deitado irmão do ex-prefeito Dinca), 53 anos, viúvo, agricultor, residente no Povoado Campos Novos, Zona Rural, Tabira – PE, ainda se encontrava dentro do veículo capotado, foi feito o isolamento da área e logo em seguida solicitado o apoio do GAER (Grupamento de Atendimento a Emergência e Resgate) para retirar o condutor de dentro do veículo, ao colher mais informações o motorista trafegava sentido Afogados-Tabira na PE-320, e na altura do posto de gasolina Nogueirão II, o mesmo veio a perder o controle do carro vindo a capotar e descer o barranco, depois do procedimento de retirada do condutor do veículo foi constatado que o mesmo estava com uma quantia de R$ 1.217 (um mil, duzentos e dezessete reais) em um dos seus bolsos onde seu irmão que estava presente no local se responsabilizou pelo valor citado, diante dos fatos o condutor alegou que estava sentindo várias dores no seu corpo e foi encaminhado até o hospital local onde ficou sobre os cuidados médicos.

Em 16 anos na Câmara, Ministro de Bolsonaro Onyx nunca aprovou nenhum projeto de sua autória

Escalado para ser o articulador político de Jair Bolsonaro, o deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS) não conseguiu aprovar nenhum projeto de autoria própria ao longo de seus 16 anos como parlamentar. Seu nome aparece como coautor de duas propostas que conseguiram ser aprovadas pela Câmara e Senado. A primeira, assinada ao lado de oito colegas, determina que os repasses do fundo partidário sejam proporcionais ao tamanho das bancadas eleitas. A segunda cria o Vale Cultura e é assinada por 63 colegas, entre eles, Manuela d’Ávila (PCdoB-RS).

O levantamento levou em consideração 114 proposições: 107 projetos de lei e sete propostas de emenda à Constituição apresentados desde 2003, quando iniciou a vida parlamentar. Entre eles, há inclusive, texto devolvido por vício de iniciativa.

Onyx, segundo a Coluna do Estadão deste domingo (11), relatou o pacote das 10 medidas contra a corrupção, ganhando a inimizade de vários colegas. Em coletiva na semana passada, Sérgio Moro contou que o deputado ficou “desalentado” por não conseguir aprová-las.

Onyx diz que o número de projetos aprovados não é suficiente para avaliar seu trabalho legislativo. Ele considera ter tido papel relevante para a aprovação da distribuição dos royalties do pré-sal para os municípios brasileiros e também para a saúde e a educação.

Ex-líder do DEM, Onyx diz ter capitaneado a obstrução da votação que pretendia renovar a CPMF. O texto do governo foi derrubado, o que culminou no fim da cobrança.

Em sua 4ª edição, a Feira de Empreendedorismo de Afogados da Ingazeira vem crescendo ano a ano e consolidando-se como uma das maiores do segmento no Sertão Pernambucano. Na sua 1ª edição a Feira contou com 52 empreendedores participantes. No ano seguinte, passamos para 77. No ano passado, foram 113 empreendedores e um volume total de negócios de cerca de dez milhões de reais. A expectativa desse ano é de que 150 empreendedores participem.

Na última semana, o prefeito José Patriota, de Afogados da Ingazeira, reuniu mais de cem empreendedores para apresentar o modelo e o formato da Feira este ano. Esta semana, os stands começarão a serem comercializados a um custo de 400 reais, podendo ser dividido em até seis parcelas. O dinheiro é destinado ao Sebrae, parceiro na organização do evento. A previsão é de que no dia 27, os stands já estejam montados. A Feira tem início no dia 28 de novembro e segue até o dia 1º de dezembro. 

Este ano, mais uma vez, o destaque será para a força e a riqueza da cultura do Pajeú. Quem for à Feira, vai poder conferir apresentações de Lindomar Souza, grupo Infância Rimada (Tabira), Orquestra Sanfônica (Carnaíba), Coco de Roda do Leitão, grupos de pífano e reisado, mesa de glosas e show com o poeta Antônio Marinho. Uma novidade para este ano será a realização de aulões de aeróbica, organizados pelo segmento fitness da cidade.  

“Temos que ser ousados. Estamos crescendo ano a ano, porque a Prefeitura tem apoiado a ousadia dos nossos empreendedores. Movimentando o ambiente de negócios e enfrentando a crise com criatividade, gerando emprego e renda para o nosso povo,” destacou o prefeito José Patriota. A reunião contou com a participação do vice-prefeito Alessandro Palmeira, secretária de Administração, Flaviana Rosa, de Agricultura, Valberto Amaral, empreendedores de diversos segmentos, além de representantes do IFPE, Sebrae e CDL-Afogados.

Informações sobre aquisição de stands podem ser obtidas na sala do empreendedor, na Secretaria de Administração. Rua Dr. Roberto Nogueira Lima, 167. Com informações da Assessoria de Comunicação Social da Prefeitura de Afogados da Ingazeira.

Em relatório final sobre as investigações, a Polícia Federal concluiu que o ex-ministro e ex-deputado Geddel Vieira Lima e seu irmão, o deputado Lúcio Vieira Lima (MDB-BA), cometeram o crime de peculato ao contratar empregados pessoais – entre eles motoristas e domésticas – como assessores e secretários parlamentares; documento foi anexado ao inquérito sobre o caso que tramita no STF, sob a relatoria do ministro Alexandre de Moraes.

Agência Brasil – Em relatório final sobre as investigações, a Polícia Federal concluiu que o ex-ministro e ex-deputado Geddel Vieira Lima e seu irmão, o deputado Lúcio Vieira Lima (MDB-BA), cometeram o crime de peculato ao contratar empregados pessoais – entre eles motoristas e domésticas – como assessores e secretários parlamentares.

O documento foi anexado ao inquérito sobre o caso que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF), sob a relatoria do ministro Alexandre de Moraes. A investigação foi aberta a pedido da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, em um desdobramento da ação penal sobre os R$ 51 milhões em espécie encontrados em um apartamento de Salvador ligado à família Vieira Lima.

Em setembro, Raquel Dodge já havia expressado ao Supremo ter encontrado indícios, na investigação sobre o apartamento, de que os irmãos Vieira Lima lotavam em seus gabinetes funcionários fantasmas e que os dois se apropriavam dos salários de supostos assessores e secretários, na verdade empregados pessoais, o que configuraria o crime de peculato.

O delegado Bruno Benassuly Maués Pereira, que recomendou a apresentação de denúncia, disse que “concorda integralmente com o convencimento já expressado” pela procuradora-geral da República”.

No relatório que chegou ontem (8) ao STF, ele escreveu que “nas mais de 30 inquirições realizadas, confirmou-se que Lúcio Vieira Lima e família se utilizavam de indicações de secretários/assessores parlamentares para contratar pessoas para exercer funções de cunho pessoal, sem qualquer ligação com a atividade parlamentar”. Entre os exemplos, o delegado citou empregados domésticos e motoristas que dirigiam para esposas e filhos dos dois parlamentares.

“Também se confirmou que muitos nomeados sequer têm contato com os deputados, sendo incapazes de demonstrar, concretamente, qualquer trabalho realizado em prol da atividade parlamentar ou documento que possa sugerir um ato administrativo”, acrescentou o delegado. Também constam como investigados no processo outro irmão, Afrísio Vieira Lima Filho, e a matriarca da família, Marluce Vieira Lima.

No andamento mais recente, Alexandre de Moraes deu vista do processo à PGR para que volte a se manifestar. A Agência Brasil tentou contato telefônico e enviou mensagens à defesa da família Vieira Lima, mas não obteve retorno.

Na manhã deste sábado dia (10), a polícia divulgou os nomes dos 11 bandidos mortos em confronto na zona rural de Santana do Ipanema (AL). Eles tinam assaltado a Agência Bradesco em Águas Belas, no Agreste pernambucano.
Segue abaixo a lista:
1 – Carlos Alberto de Lima, de 30 anos, (ARAPIRACA-AL).
2 – Adjane da Silva, 30 (SANTANA DO IPANEMA-AL).
3 – Evandro de Paula Lima Silva,34 anos, (Minador do Negrão-AL).
4 – Adeildo de Souza Timóteo, de 23 anos (ARACAJU-SE).
5 – Cristiano Rômulo de Souza Rodrigues, de 24 anos (SALGUEIRO-PE).
6 – André Luiz de Morais Lima, de 30 anos, (SERRA TALHADA-PE – MORADOR DE FLORESTA-PE).
7 – Francisco das Chagas Vieira de Barros, de 30 anos (Água Branca-PI).
8 – Manoel Bezerra de Almeida (PAULO AFONSO-BA).
9 – José Lutemberg Nogueira Santos, de 26 anos.
10 – Adriano Souza Silva Júnior, 24 anos.
11 – Washington Antônio dos Santos, 24 anos.

Resultado de imagem para expoagro santana o cantador blog marcos montinely

A Festa que começa às 22hs com Santana o Cantador 

A meia noite com o Grande Encontro. 

Hoje na Festa de Zé Dantas em Carnaíba,  na programação dedicada ao grande compositor do rei do Baião Luiz Gonzaga.

Alceu Valença de São Bento do Una, Geraldo Azevedo de Petrolina e Elba Ramalho da Cidade de Conceição na Paraíba,  serão as atrações .

O Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) ampliou para dia 19 de novembro o prazo de inscrições para o Vestibular 2019.1. Nesta edição, o processo seletivo oferece 4.538 vagas, distribuídas entre cursos técnicos integrados ao Ensino Médio e subsequentes, além de cursos superiores, nos campi Abreu e Lima, Afogados da Ingazeira, Barreiros, Belo Jardim, Cabo de Santo Agostinho, Caruaru, Garanhuns, Igarassu, Ipojuca, Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Palmares, Paulista, Pesqueira, Recife e Vitória de Santo Antão.

As inscrições são feitas exclusivamente através do site da Comissão de Vestibulares e Concursos do IFPE (cvest.ifpe.edu.br).

Preso na Operação Capitu, da Polícia Federal, nesta sexta (9), o advogado Mateus de Moura Lima Gomes jogou dinheiro na privada quando os agentes chegaram em sua casa, em Nova Lima, Região Metropolitana de Belo Horizonte; Gomes foi diretor vice-presidente da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig); investigação apura suposto esquema de corrupção no Ministério da Agricultura.

Na Operação Capitu, da Polícia Federal (PF), deflagrada nesta sexta-feira (9), o advogado preso Mateus de Moura Lima Gomes jogou dinheiro na privada quando os agentes chegaram em sua casa, em Nova Lima, Região Metropolitana de Belo Horizonte.

De acordo com a PF, o advogado tentou se desfazer de R$ 3 mil. Gomes foi diretor vice-presidente da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), segundo reportagem do G1.

Também foram presos  vice-governador de Minas Gerais, Antonio Andrade (MDB), o empresário Joesley Batista, dono da JBS, e mais 14 pessoas. Investigação apurasuposto esquema de corrupção no Ministério da Agricultura durante o governo da presidente Dilma Rousseff (PT).

O corregedor nacional de Justiça, Humberto Martins, que atua no CNJ (Conselho Nacional de Justiça), instaurou nesta sexta-feira (9) pedido de providências para que o juiz federal e futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, preste esclarecimentos sobre suposta atividade político-partidária ao aceitar convite do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) para compor seu governo.

Martins concedeu prazo de 15 dias para que Moro preste explicações e deu o mesmo prazo para que a corregedoria regional do TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) se manifeste sobre se existe no órgão alguma apuração no mesmo sentido sobre o juiz.

Moro é responsável pelos processos da Lava Jato em primeira instância em Curitiba, incluindo os que envolvem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), preso desde abril na capital paranaense cumprindo pena de 12 anos e 1 mês de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do tríplex de Guarujá (SP). O petista ainda é alvo de outras duas ações penais em Curitiba.

O juiz entrou em férias e informou que pedirá sua exoneração da magistratura somente em janeiro, antes de assumir o comando do Ministério da Justiça e Segurança Pública na gestão de Bolsonaro.

Martins unificou várias representações contra Moro no CNJ, entre elas realizadas por deputados e senadores do PT. Os parlamentares petistas argumentam que Moro agiu “mais uma vez, com parcialidade e sem a observância da legalidade” ao liberar, em plena campanha eleitoral, trechos da delação premiada do ex-ministro Antonio Palocci.

Sustentam, ainda, que Moro feriu, na avaliação dos petistas, o código de ética da magistratura ao, para eles, dedicar-se a atividades político-partidárias sem pedir exoneração do cargo de juiz.

247

Fotos:

Onze assaltantes morreram na tarde desta quinta-feira (05) em confronto com policiais na zona rural de Santana do Ipanema, a 207 quilômetros de Maceió (AL). A operação foi promovida pela Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic).

De acordo com informações divulgadas pela polícia, os onze mortos promoveram assalto na madrugada desta quinta-feira (08) à agência do banco Bradesco em Águas Belas, que fica no estado de Pernambuco, a 66 quilômetros de onde aconteceu o conflito.

Informações que a quadrilha era composta por homens de Alagoas, Pernambuco, Pará, Paraíba, Rio Grande do Norte, Bahia e Sergipe. A operação teria sido coordenada pelos delegados Fábio Costa, Cayo Rodrigues e Thiago Prado, e contou ainda com apoio aéreo.

Também de acordo com informações da polícia, na casa onde os assaltantes estavam foram encontrados dois fuzis, quatro espingardas calibre 12, pistolas, coletes balísticos, munições, explosivos, dinheiro e outros materiais. Também teria sido apreendida uma caminhonete utilizada no assalto de Água Bela.

Nesta sexta-feira (09) haverá entrevista coletiva para repassar detalhes dessa operação. No assalto em Águas Belas, a agência bancária foi arrombada por homens que chegaram à cidade em três veículos. Após explodirem o local e trocarem tiros com a polícia da cidade, eles conseguiram fugir.

No caminho deixaram grampos espalhados pela rodovia para impedir que fossem seguidos. O Bradesco não divulgou a quantia roubada. A Polícia Civil assumiu a investigação e vai promover perícia no local.

Já foram identificados, 1 natural de Floresta, Salgueiro, Paulo Afonso e Petrolina

Nesta sexta-feira dia (09), três dos onze assaltantes mortos em confronto com a polícia na zona rural de Santana do Ipanema (AL), foram identificados. 
De acordo com informações eles são, André de Morais Lima, natural de Floresta-PE, Cristiano Rômulo de Souza, natural de Salgueiro-PE, e Manoel Bezerra de Almeida, natural de Paulo Afonso-BA.
De Petrolina
Os mortos no confronto, identificados até o momento:
1. Adjane da Silva, 30 (natural de Santana do Ipanema, AL)
2. Evandro de Paula Lima Silva, 34 (natural de Minador do Negrão, AL)
3. André Luiz de Morais Lima, 30 (natural de Serra Talhada, PE)
4. Carlos Alberto de Lima, 30 (natural de Arapiraca, AL)
5. Adeildo de Souza Timoteo, 23 (natural de Aracaju, SE)
6. Francisco das Chagas Vieira de Barros (natural de Água Branca-PI)
7. José Lutemberg Nogueira Santos

 

O ex-deputado Rodrigo Rocha Loures deixará de usar tornozeleira eletrônica   

A Seção Judiciária de Brasília do Tribunal Regional Federal da 1a Região (TRF 1) revogou o uso de tornozeleira e outras medidas cautelares aplicadas ao ex-deputado e ex-assessor da Presidência da República, Rodrigo da Rocha Loures, acusado em processo por corrupção passiva.O ex-parlamentar teria recebido propina da empresa JBS para operar vantagens ao grupo.

A partir de denúncia do Ministério Público Federal, investigação da Polícia Federal no ano passado apontou que Rocha Loures teria recebido uma mala com R$ 500 mil do grupo JBS.

Um vídeo registrou o momento da entrega da valise em um restaurante em São Paulo. Além dos valores, o esquema envolveria outros pagamentos de valor semelhante ou superior.

O dinheiro seria destinado ao presidente Michel Temer, que nega envolvimento no caso.

O repasse teria como finalidade garantir ao conglomerado benefícios em uma questão com a Petrobrás envolvendo preços de gás.

Prisão

Rocha Loures chegou a ser preso. Em junho do ano passado, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, determinou a prisão domiciliar com obrigações como o recolhimento em casa de 20h às 6h e nos fins de semana, a proibição de contato com os demais investigados, o impedimento de sair do país, a apresentação à Justiça sempre que solicitado e o monitoramento eletrônico por meio de tornozeleira.

Na decisão, o juiz Jaime Travassos Sarinho considerou que, frente ao comportamento de Rocha Loures no inquérito, tais medidas não seriam mais necessárias.

O magistrado citou que o acusado compareceu aos atos do processo, prestou depoimento e não colocou obstáculos ou “praticou ato que indicasse predisposição a não se submeter a uma eventual pena”.

“Por outro lado, observo que o direito de locomoção do acusado está limitado por período significativo de tempo, sem que tenha havido notícia de descumprimento por parte de Rodrigo Rocha Loures de quaisquer medidas cautelares fixadas”, acrescentou o juiz. Ainda de acordo com o magistrado, o acusado teria apontado “constrangimento” no uso da tornozeleira.

Por isso, o juiz retirou a obrigação da tornozeleira, mas manteve as demais medidas cautelares.

Assim, Rocha Loures continuará tendo que se recolher, ficará impedido de contato com outros investigados e terá de se apresentar à Justiça sempre que for solicitado.

(Arquivo/Janine Moraes/Agência Câmara dos Deputados)

Agência Brasil

O vice-governador de MG, Antonio Andrade (MDB), e os executivos da JBS Joesley Batista, Ricardo Saude Demilton de Castro foram presos nesta sexta-feira (9) em uma operação que investiga suposto esquema de corrupção no Ministério da Agricultura durante o governo da presidente Dilma Rousseff (PT).

A PF também faz buscas no gabinete de Andrade. No total, são 62 mandados de busca e apreensão em Minas, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraíba e Mato Grosso do Sul.

A operação, um desdobramento da Lava Jato, foi batizada de Capitu e é baseada na delação do doleiro Lúcio Funaro, apontado como operador do MDB.

Segundo as investigações, havia um esquema de arrecadação de propina dentro do Ministério da Agricultura para beneficiar políticos do MDB, que recebiam dinheiro da JBS, que pertencem aos irmãos Joesley e Wesley Batista, em troca de medidas para beneficiar as empresas do grupo

Do Congresso em Foco

O abaixo-assinado que pede para que o presidente Michel Temer (MDB) vete o reajuste salarial de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) chegou a 2 milhões de assinaturas em dois dias. Criado na quarta-feira (7), quando o aumento foi aprovado no Senado, a petição on-line ultrapassou a marca de 2 milhões na manhã de hoje (sexta, 9). A meta é atingir os 3 milhões de assinaturas.

O abaixo-assinado foi criado pelo partido Novo e, além de pedir assinaturas, o partido também pede mobilização nas redes sociais por meio das hashtags #AumentoNão e #VetaTemer. Há também a convocação para manifestação contra o aumento para o próximo domingo (11), em Brasília. Os salários dos ministros passará de R$ 33,7 mil para R$ 39,2 mil, reajuste de 16,38%.

No texto da petição, o partido afirma que o plano dos parlamentares é aumentar o teto remuneratório constitucional para incrementarem os próprios salários e de outras funções públicas. O Novo afirma ainda que o impacto do reajuste nas contas públicas é de R$ 6 bilhões, mas não cita fonte da estimativa. Segundo estudo da consultoria do Senado, o impacto será de pelo menos R$ 5,3 bilhões.

Para passar a valer, Temer tem de sancionar o projeto de lei. Antes das eleições, o presidente chegou a conversar com o ministro Dias Toffoli, que se comprometeu a pautar o auxílio-moradia no Supremo caso o reajuste fosse aprovado no Congresso. Em sua primeira entrevista após assumir a presidência do STF, em setembro, Toffoli afirmou que o Supremo julgaria a questão do auxílio moradia caso o Senado aprovasse o projeto no Senado.

Contudo, estudo da Consultoria de Orçamentos, Fiscalização e Controle do Senado indica que o corte total do auxílio-moradia não seria capaz de compensar o aumento para juízes. Segundo dados obtidos pelo jornal O Globo, o auxílio-moradia de juízes federais custa aproximadamente R$ 333 milhões por ano. O reajuste aprovado custará R$ 717 milhões aos cofres da União.

 

Apartamentos para alugar em Afogados:

 

 

ARARIPINA (PE) – Vilmar da Silva Carvalho, 58 anos, anda com firmeza pela plantação de mandioca de 80 hectares que mantém na Serra da Torre, no município de Araripina, a 680 km do Recife. Com agilidade, o agricultor arranca da terra a raiz que é motivo de alegria. “Costumo d

izer que eu tenho três mães. A do Céu, que é Nossa Senhora; a da terra, que me trouxe ao mundo e esta daqui, que deu minha riqueza, é a mãedioca”, sorri.

A satisfação com o trocadilho tem explicação. Seu Vilmar comemora a boa safra possibilitada pelo inverno, que aumentou a produção em torno de 30%. Celebra também o novo mercado que se abriu a partir deste ano. A família de seu Vilmar, junto com outras cinco da região do Araripe, foi escolhida pela cervejaria Ambev para fornecer a mandioca que compõe a receita de sua nova bebida: a cerveja Nossa. Lançada há dois meses, ela é produzida em Itapissuma, Região Metropolitana do Recife, com receita exclusiva que leva amido em sua composição. O amido vem das mandiocas plantadas por pequenos agricultores do Araripe.

“Antes, toda nossa produção de mandioca era para fazer farinha ou goma de tapioca. Mas produzir farinha é caro porque gasta muita energia elétrica e água”, diz Gilmar Carvalho, filho de seu Vilmar. Ele diz que a família acabava na mão do atravessador, que pagava “o quanto queria” pela raiz. “Abaixo de R$ 150 a tonelada não compensa nem produzir”, diz ele, explicando que o preço do produto varia muito ao longo do ano, podendo cair muito ou passar dos R$ 350 a tonelada, dependendo da oferta e da procura. Com a entrada de um comprador de grande porte, como a Ambev, os produtores têm o preço garantido para aquela safra, o que acaba gerando lucros maiores.

MANDIOCA

Quem também fez as contas foi Silvano Moraes Coelho. Filho e neto de agricultores, ele havia escolhido outro destino. Lecionou geografia por dez anos em escolas públicas de Araripina. Mas há dois anos, largou a sala de aula e decidiu mapear as possibilidades da Serra do Inácio, já quase na divisa com o Piauí. A altitude de 860 metros acima do nível do mar é boa para a mandioca, ensina Silvano, mostrando que não esqueceu as lições de geografia. “Comecei a cuidar da roça de 50 hectares de mandioca junto com meus irmãos e primos. Em junho, vendi 150 toneladas para a Ambev. Agregou valor e deu moral ao nosso produto”, diz Silvano, que já planeja ampliar a área plantada para 100 ou 120 hectares no próximo ano, caso o inverno seja tão bom quanto foi em 2018.

O engenheiro agrônomo da Ambev, Vitor Pistoia, explica que desde o início, a ideia era ter um novo produto que tivesse a ver com a cultura local. “Há dois anos, pensamos em produzir uma cerveja que fosse feita em Pernambuco, para ser vendida apenas no Estado e com um viés social.” Vitor, que é gaúcho, visitou várias vezes a região do Araripe em busca dessas famílias. “Usamos como critério para a seleção dos agricultores os que mantêm boas práticas de manejo do solo, preservação do meio ambiente e sintonia com o compliance da Ambev”, diz. Apesar de não revelar números de produção ou mesmo de investimentos, Vitor Pistoia garante que o projeto ainda está em fase inicial e tem bastante espaço para crescer. Até o fim do ano, a expectativa é de que a cerveja pernambucana esteja disponível em 10 mil pontos de venda no Estado.

A chegada da Ambev em Araripina fez a roda da economia girar. Uma fábrica de fécula de mandioca foi contratada pela Ambev para produzir o amido usado na cerveja. A empresa estava praticamente parada desde a sua inauguração, há seis anos. Uma seca que durou todo esse período fez a produção cair, inviabilizando o investimento de R$ 30 milhões. “Hoje estamos processando 200 toneladas de mandioca por dia, mas temos capacidade para processar até 600 toneladas”, afirma Cristiano Coelho, gerente da Amido Maxx, que emprega 25 pessoas e compra a raiz por R$ 250 a tonelada.

Via: Jc Online

Delegação pernambucana embarca para os Jogos Escolares da Juventude segunda-feira

 Os primeiros representantes dos 281 atletas, técnicos e oficiais que formam a delegação pernambucana chegam segunda-feira, 12, a Natal-RN, para o início da fase nacional dos Jogos Escolares da Juventude. A competição se estende até o dia 26 de novembro com cerca de 5 mil atletas de todo o Brasil, além de uma pequena delegação japonesa.
Pertence a Pernambuco a terceira maior delegação do país nas modalidades coletivas (futsal, basquete, vôlei e handebol), contando com 102 atletas divididos por 11 times. O Estado teve um desempenho proveitoso na fase regional dos Jogos Escolares, que também ocorreu em Natal entre 12 e 16 de setembro. A delegação pernambucana obteve o primeiro lugar geral com 11 medalhas.
Pernambuco vai ser representado na etapa nacional nas seguintes modalidades: basquetebol (4 equipes/36 atletas); futsal (3 equipes/27 atletas); handebol (2 equipes/21 atletas); voleibol (2 equipes/18 atletas); atletismo (40 atletas); badminton (6 atletas); ciclismo (4 atletas); ginástica rítmica (3 atletas); natação (25 atletas); vôlei de praia (4 atletas); tênis de mesa (6 atletas); xadrez (4 atletas); judô (32 atletas) e luta olímpica (12 atletas).

A XXI Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica deste ano contou com a participação de 774.232 alunos, representando 8.456 escolas públicas e privadas de todo o País. Competem alunos do primeiro ano do ensino fundamental até o ultimo ano do ensino médio. Para garantir a igualdade da disputa, eles competem em quatro categorias diferentes, de acordo com as respectivas idades.
O evento aconteceu em maio deste ano, organizado pela Sociedade Astronômica Brasileira, a agência espacial Brasileira e a Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), com o apoio do Ministério da Ciência e Tecnologia.
Afogados da Ingazeira contou com a participação de 817 alunos das Escolas Públicas Municipais Padre Carlos Cottart, Dom Mota, Ana Melo e Gizelda Simões. E o resultado mostrou, mais uma vez, a qualidade do ensino ofertado na rede pública municipal. 21 alunos Afogadenses se destacaram, recebendo medalhas, sendo 05 de ouro, 06 de prata e 10 de bronze. Destaque para a Escola Padre Carlos Cottart, que teve três alunos agraciados com a medalha de ouro.
A solenidade de entrega das medalhas aconteceu ontem, no auditório da FASP, com as presenças do Prefeito José Patriota, Vice-Prefeito Alessandro Palmeira, Deputado Federal eleito João Campos, Vereadora do Recife Aline Mariano, Vereadores Augusto Martins, Reinaldo Lima, Professor Rubinho do São João, Cícero Miguel, Agnaldo Rodrigues, Sargento Argemiro, Franklin Nazário, Luiz Besourão e Igor Mariano. Professores, coordenadores pedagógicos, alunos, pais de alunos e as Professoras Socorro Dias, Maria José Cerquinha e Maria José Aciolly, esta última representando a Secretária de Educação, Veratânia Moraes, também prestigiaram esse momento de alegria e comemoração.
“Quero parabenizar todos os nossos dedicados professores. O trabalho deles tem sido de extrema importância para os resultados obtidos. Além das avaliações externas, como IDEPE e IDEB, que tem mostrado, ano a ano, a evolução da qualidade do ensino ofertado pela nossa rede pública municipal de educação, onde já estamos entre as cinco melhores de Pernambuco, outro importante indicador tem sido o sucesso de nossa participação nas mais diversas olimpíadas nacionais do conhecimento. Fico muito feliz em poder contribuir com isso, pois sei que a única coisa que ninguém nos tira é o conhecimento que adquirimos com o estudo,” destacou o Prefeito José Patriota. O Professor Apolônio Ladislau, coordenador pedagógico do Centro de Excelência Dom Mota, informou que no próximo dia 27 de Novembro, alunos Afogadenses irão à Garanhuns, para receber as medalhas referentes à Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas e Privadas – OBMEP.
Confira a relação completa dos alunos medalhistas e suas respectivas escolas:
BRONZE
Artur Souza de Aquino Soares (Dom Mota)
Luiz Gustavo Pinheiro de Lima (Dom Mota)
Giulia Bianca Oliveira (Dom Mota)
Jeferson Souza do Nascimento (Dom Mota)
Mariana de Oliveira Lima (Dom Mota)
Anny Beatriz Lucas Macena (Dom Mota)
Verandir Ferreira Zuza Filho (Dom Mota)
Manuela Amanda Bezerra Santana (Maria Gizelda Simões)
Carlos Ramon L. Galdino (Padre Carlos Cottart)
Jeiziely Tawanne do Nascimento (Padre Carlos Cottart)
PRATA
Maria Eduarda Ribeiro Magalhães (Ana Melo)
Jackson Renan Lemos Nogueira (Maria Gizelda Simões)
Francisco Alberto de Moura Brito (Dom Mota)
Pedro Lucas de Lima Paiva (Dom Mota)
Samira Maria da Silva Lima (Padre Carlos Cottart)
Deyvilla Jamile Celestino da Costa (Padre Carlos Cottart)
OURO
Victor Hugo Carvalho Ramos (Padre Carlos Cottart)
João Pedro Queiroz de Andrade (Padre Carlos Cottart)
Victor Hugo Carvalho Ramos (Padre Carlos Cottart)
Flávio Henrique da Silva Ferreira (Dom Mota)
Bruno Vinicius da Silva (Ana Melo)*
*Detalhe: no ano passado, Bruno Vinícius também foi medalhista de ouro. Só que da Olimpíada Brasileira de Matemática.

O Setor empresarial de Juazeiro do Norte está de luto com a morte do empresário Arnaldo Veículo. Ele morreu em um acidente envolvendo o veículo ao qual ele estava um Fiat Strada e uma Scania. A fatalidade aconteceu no final da tarde desta quinta-feira (8), por volta das 17h30, na Rodovia Asa Branca, via que liga os municípios de Exu (PE) e Crato (CE).

Arnaldo Cardoso Lobo, tinha 54 anos de idade, popularmente Arnaldo Veículo, era empresário do ramo de automóveis bastante conceituado na Região do Cariri cearence.

Segundo as informações do setor policial que atendeu a ocorrência, o acidente com vítima fatal aconteceu quando Arnaldo Veículo estava na Rodovia Asa Branca, ao volante do Fiat Strada bateu de forma violenta contra a Scania, o impacto da colisão foi tão violenta que nem o airbag o protegeu, ainda segundo as informações iniciais, Arnaldo ao volante do Fiat no momento da colisão não fazia uso do cinto de segurança, sofreu uma forte pancada na cabeça e veio a óbito no local do acidente, o motorista da Scania permaneceu no local.

Depois do acidente em que Arnaldo Veículos faleceu no local, os órgãos de Segurança Pública foram acionados e adotaram as medidas cabíveis na organização do trânsito na Rodovia Asa Branca, o corpo foi removido das ferragens do Fiat e trasladado chegando a Juazeiro do Norte nesta sexta-feira (9), por volta das 04h30 da madrugada.

O corpo do empresário Arnaldo Veículos está sendo velado no Centro de Velório Anjo da Guarda em Juazeiro do Norte, o sepultamento será no final da tarde de hoje (9). Silva NetoO material jornalístico produzido pelo Diário do Cariri é protegido por lei. Para compartilhar este conteúdo. (Fonte: Diário do Cariri / Foto: reprodução)

Com potencial para aquecer a economia e ajudar no desenvolvimento do Agreste de Pernambuco, a duplicação do trecho rodoviário entre os municípios de São Caetano e Garanhuns é um antigo sonho dos moradores da região. E foi pensando nisso que o senador Armando Monteiro confirmou a destinação de uma emenda de bancada, no valor de R$ 60 milhões, para a realização das obras.

“Precisamos fortalecer ainda mais a economia do Agreste. Quando a região cresce, todos ganham, Pernambuco cresce, gera mais emprego e oportunidades para os jovens”, afirma Armando. “A duplicação vai destravar o fluxo de mercadorias e pessoas em uma das áreas mais dinâmicas da economia pernambucana”, acrescenta.

Os recursos foram inscritos no orçamento geral da União para o próximo ano. Desde 2014, o Senador vem priorizando a obra junto ao Governo Federal, ressaltando o impacto positivo do projeto para a geração de emprego e renda nos municípios do Agreste Meridional.

Com os dinheiro garantido no orçamento, caberá à bancada pernambucana e ao governo do Estado trabalharem para que seja liberado e realizadas as obras que ligam o entroncamento da BR-232, em São Caetano, à BR-424, em Garanhuns, percorrendo longo trecho da BR-423.

Mais investimentos – Nas emendas individuais para serem executadas em 2019, Armando Monteiro beneficiou 33 municípios pernambucanos com um total de R$ 15,42 milhões para projetos de obras de infraestrutura urbana, manutenção das unidades de saúde, aquisição de  UTI Móvel, abastecimento d’água , aquisição de ônibus escolar. Como sempre faz, o Senador alocou recursos na Codevasf para realizar também obras de infraestrutura hídrica e adquirir máquinas agrícolas para seis municípios.

Um grupo suspeito de explodir uma agência bancária em Águas Belas, no Agreste de Pernambuco, na madrugada desta quinta-feira (08), morreu em confronto com a polícia de Alagoas, estado vizinho, durante a tarde. De acordo com a Polícia Civil, 11 homens morreram. Não há registros de feridos, presos ou foragidos.

Segundo o delegado Fábio Costa, diretor da Divisão Especial de Investigações e Capturas (Deic) e um dos coordenadores da Operação Cavalo de Tróia, alguns dos integrantes do grupo criminoso já estavam sendo investigados no estado. “Houve um assalto em Águas Belas e estávamos no encalço de alguns deles. Acabamos encontrando a residência onde estavam escondidos”.

Onze mortos

A casa em que a quadrilha se escondia está localizada no povoado Areia Branca, em Santana do Ipanema, sertão alagoano, a cerca de 35 quilômetros de Águas Belas. De acordo com delegado, cerca de 30 agentes, contando com o apoio do agrupamento aéreo em um helicóptero, montaram um cerco no local. “Quando nós demos voz de prisão para que eles saíssem da casa, eles começaram a disparar”, explicou. Na troca de tiros, não houve policiais feridos e nenhuma viatura foi atingida. 

“É um milagre estarmos vivos. A troca de tiros foi intensa”, acrescentou o policial.

Ao todo, 11 suspeitos morreram no confronto. Até o momento da publicação desta matéria, as identidades dos mortos não tinham sido reveladas. “É um grupo que tinha explosivistas dos mais perigosos do Nordeste, que atuaram em diversos estados. Muitos deles eram conhecidos”, disse o delegado Fábio Costa.

Apreensões

Armas, incluindo fuzis, escopetas calibre 12 e pistolas, foram apreendidas no local. Os policiais também encontraram explosivos, dinheiro, e a caminhonete utilizada na ação em Águas Belas.

Os detalhes sobre a ocorrência serão repassados em uma coletiva de imprensa nesta sexta-feira (09).

Legenda

Leia a nota da Polícia Civil de Alagoas:

Na tarde de hoje, dia 08/11, uma operação deflagrada pela DEIC culminou no confronto de onze criminosos que cometeram o assalto ao banco Bradesco de Águas Belas, Pernambuco, nesta madrugada. A ação ocorreu na área rural de Santana do Ipanema e onze suspeitos foram atingidos por disparos, os quais foram socorridos ao hospital da região, mas entrarem em óbito. Armas, explosivos, dinheiro, e a caminhonete utilizada no assalto foram apreendidos. A ação foi coordenada pelos delegados Fábio Costa, Cayo Rodrigues e Thiago Prado e contou com o apoio do Grupamento Aéreo. Amanhã terá uma coletiva em hora e local a ser definido pela SSP.

 

FBC e Armando votaram a favor. Humberto se ausentou da votação. 
Fotos: Agência Senado

O Senado Federal aprovou, nessa quarta-feira (7), o reajuste salarial de 16,38% dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e do titular da Procuradoria-Geral da República (PGR). A remuneração dos magistrados da Corte passará de R$ 33,7 mil para R$ 39,2 mil. O pleito terminou com 41 votos favoráveis ao projeto de lei, 16 contrários e uma abstenção.

O projeto foi criticado pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) pelo seu impacto nas contas públicas, estimado em 6 bilhões de reais. Entre os três senadores que Pernambuco possuí na Casa, dois foram a favor do aumento: Armando Monteiro (PTB) e Fernando Bezerra Coelho (MDB). Já o senador Humberto Costa (PT) se ausentou da votação.

Veja a lista de como votaram todos os senadores:

A favor do aumento

Acir Gurgacz (PDT-RO)
Aécio Neves (PSDB-MG)
Ângela Portela (PDT-RR)
Antonio Anastasia (PSDB-MG)
Antônio Valadares (PSB-SE)
Armando Monteiro (PTB-PE)
Ataídes Oliveira (PSDB-TO)
Cássio Cunha Lima (PSDB-PB)
Cidinho Santos (PR-MT)
Ciro Nogueira (PP-PI)
Dalirio Beber (PSDB-SC)
Davi Alcolumbre (DEM-AP)
Edison Lobão (MDB-MA)
Eduardo Amorim (PSDB-SE)
Eduardo Braga (MDB-AM)
Eduardo Lopes (PRB-RJ)
Fernando Coelho (MDB-PE)
Garibaldi Alves Filho (MDB-RN)
Hélio José (PROS-DF)
Ivo Cassol (PP-RO)
Jorge Viana (PT-AC)
José Agripino (DEM-RN)
José Amauri (PODE-PI)
José Medeiros (PODE-MT)
José Serra (PSDB-SP)
Otto Alencar (PSD-BA)
Paulo Bauer (PSDB-SC)
Paulo Rocha (PT-PA)
Raimundo Lira (PSD-PB)
Renan Calheiros (MDB-AL)
Roberto Rocha (PSDB-MA)
Romero Jucá (MDB-RR)
Rose de Freitas (PODE-ES)
Sérgio Petecão (PSD-AC)
Tasso Jereissati (PSDB-CE)
Telmário Mota (PTB-RR)
Valdir Raupp (MDB-RO)
Vicentinho Alves (PR-TO)
Walter Pinheiro (Sem partido-BA)
Wellington Fagundes (PR-MT)
Zeze Perrella (MDB-MG)

Contra o aumento

Airton Sandoval (MDB-SP)
Cristóvam Buarque (PPS-DF)
Fátima Bezerra (PT-RN)
Givago Tenório (PP-AL)
José Pimentel (PT-CE)
Lídice da Mata (PSB-BA)
Lúcia Vânia (PSB-GO)
Maria do Carmo Alves (DEM-SE)
Randolfe Rodrigues (Rede-AP)
Regina Sousa (PT-PI)
Reguffe (Sem partido-DF)
Ricardo Ferraço (PSDB-ES)
Roberto Requião (MDB-PR)
Ronaldo Caiado (DEM-GO)
Vanessa Graziottin (PCdoB-AM)
Wilder Morais (DEM-GO)

Abstenção

José Maranhão (MDB-PB)

Ausentes

Alvaro Dias (Podemos-PR)
Ana Amélia (PP-RS)
Dário Berger (MDB-SC)
Davi Alcolumbre (DEM-AP)
Eunício Oliveira (MDB-CE)
Fernando Collor (PTC-AL)
Flexa Ribeiro (PSDB-PA)
Gladson Cameli (PP-AC)
Gleisi Hoffmann (PT-PR)
Humberto Costa (PT-PE)
Jader Barbalho (MDB-PA)
João Alberto Souza (MDB-MA)
João Capiberibe (PSB-AP)
Lasier Martins (PSD-RS)
Lindbergh Farias (PT-RJ)
Magno Malta (PR-ES)
Marta Suplicy (MDB-SP)
Omar Aziz (PSD-AM)
Paulo Paim (PT-RS)
Pedro Chaves (PRB-MS)
Romário (Podemos-RJ)
Ronaldo Caiado (DEM-GO)
Simone Tebet (MDB-MS)
Waldemir Moka (MDB-MS)
Guaracy Silveira (DC-TO)

Últimos dias de inscrição para o vestibular 2019.1 do IFPE-Afogados da Ingazeira

ASCOM

As inscrições para o vestibular 2019.1 do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE) acontecem até o dia 12 de novembro (segunda). Do total de vagas, 320 são para o campus Afogados da Ingazeira, que dispõe dos cursos técnicos de Saneamento, Informática, Eletroeletrônica e Agroindústria, os quais estão distribuídos nas modalidades Subsequente, voltada para quem já concluiu o Ensino Médio; e Integrado, para quem deseja aliar a formação profissional ao Ensino Médio regular. Além desses, a grande novidade do campus Afogados é a oferta do curso superior de Licenciatura em Computação, responsável por 40 vagas desse total.

Além do campus Afogados, o IFPE oferta vagas em mais 15 campi (Abreu e Lima, Barreiros, Belo Jardim, Cabo de Santo Agostinho, Caruaru, Garanhuns, Igarassu, Ipojuca, Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Palmares, Paulista, Pesqueira, Recife e Vitória de Santo Antão), num total de 4.538 vagas em 65 cursos técnicos e superiores.

INSCRIÇÕES | Para realizar suas inscrições, os candidatos devem acessar o site da Comissão de Vestibulares e Concursos do IFPE (cvest.ifpe.edu.br) até o dia 12 de novembro, preencher a ficha de inscrição e emitir o boleto (GRU) para pagamento no valor de R$30, no caso dos cursos técnicos, ou de R$55, para cursos superiores. O pagamento deverá ser feito exclusivamente nas agências do Banco do Brasil até o dia 13 de novembro.

PROVAS | As provas serão realizadas no dia 16 de dezembro. Candidatos aos cursos técnicos serão submetidos a 30 questões de múltipla escolha. Quem vai concorrer a uma das vagas dos cursos superiores fará uma prova com 50 questões de múltipla escolha, além de redação. Os exames terão início às 9h e terão duração de três horas, para os cursos técnicos, e de quatro horas para os cursos superiores. A divulgação do listão com os nomes dos aprovados está prevista para dia 7 de janeiro de 2019.

COTAS | Metade das vagas do Vestibular 2019.1 é oferecida pelo sistema de cotas, destinado a candidatos oriundos da rede pública de ensino. Essas vagas são subdivididas entre os que têm renda familiar per capita de até 1,5 salário mínimo e os que têm renda superior a essa faixa, subdividindo-se, ainda, em subcotas voltadas aos que se autodeclararem pretos, pardos ou indígenas e também às pessoas com algum tipo de deficiência. Nos cursos de vocação agrícola, 25% das vagas de ampla concorrência são reservadas para moradores da zona rural ou filhos de agricultores.

ACESSIBILIDADE | Candidatos com deficiência física, intelectual ou sensorial dispõem de uma hora a mais para realização da prova e têm direito a solicitar condições especiais. A Cvest pode disponibilizar, por exemplo, um fiscal para marcação do gabarito, uma versão da prova com fonte ampliada, um ledor para prova ou mesmo um intérprete de Libras. Para requerer a realização de prova em condição especial, basta apresentar requerimento, disponível no Manual do Candidato, e entregá-lo devidamente documentado com atestado médico contendo diagnóstico e CID (Código Internacional de Doenças), no período de 15 de outubro a 13 de novembro.

INFORMAÇÕES | Em caso de dúvidas, os candidatos podem entrar em contato com a Cvest pelo telefone (81) 2125-1724, campus Afogados da Ingazeira (87 3211.1217) ou pelo e-mail: cvest2018@reitoria.ifpe.edu.br.

 

 

Os apaixonados pelo futsal em Afogados da Ingazeira terão hoje (08), uma noite bastante movimentada. Haverá rodada dupla masculina dos jogos abertos de futsal no Ginásio Desportivo. A partir das 19h, enfrentam-se as equipes “Sempre Vencedor” e “Mais Pajeú 2”, na primeira partida da noite. Às 19h50, será a vez do “Soccer Star” e “Atlético de Madrid” entrar em quadra.

A abertura oficial dos Jogos Abertos de Afogados da Ingazeira, modalidade Futsal, aconteceu na noite desta quarta-feira (07), com a presença do presidente da Federação Pernambucana de Futsal, Luiz Cláudio Carvalho. A rodada dupla teve os seguintes resultados: Vida Ativa 3 x 1 Mais Pajeú, no masculino. No feminino, empate em 0 x 0, entre as equipes Mais Pajeú e Gol de Placa.

“Esse é um evento importante dentro do nosso calendário de apoios ao esporte amador, estamos com o apoio integral da Federação Pernambucana de Futsal, e esperamos que o público possa comparecer ao Ginásio para prestigiar boas partidas. Em breve, estaremos divulgando a programação dos Jogos Abertos para outras modalidades,” destacou o secretário de Cultura, Edgar Santos.

Na abertura, o secretário adjunto, César Tenório, destacou o apoio que a Prefeitura vem dando às equipes esportivas amadoras, em praticamente todas as modalidades disputadas em Afogados da Ingazeira. “Esse apoio tem sido fundamental, pois o esporte é um importante canal de inclusão, de ocupação do tempo de lazer da nossa juventude e, principalmente, a opção mais saudável,” avaliou César. 

Edu Andrade/Fatopress

Mais de 600 funcionários abraçaram o edifício-sede da instituição, em Brasília, e falaram sobre a importância da Pasta para a proteção dos direitos dos trabalhadores

Servidores do Ministério do Trabalho realizaram nesta quinta-feira (8), em Brasília, uma manifestação em defesa da permanência do Pasta. Mais de 600 pessoas, segundo a administração do edifício-sede do Ministério, abraçaram o prédio, numa demonstração de repúdio à extinção do órgão, anunciada pela equipe de transição do novo governo.  A iniciativa dos servidores teve o objetivo de reiterar a importância do Ministério do Trabalho para a sociedade brasileira.

“O Ministério do Trabalho é a casa da fiscalização do trabalho, instrumento pelo qual se combate o trabalho infantil e se garante a saúde e a segurança do trabalhador. O órgão é essencial para equilibrar essa balança, que é desequilibrada por natureza. O Ministério do Trabalho é fundamental para garantir os direitos dos trabalhadores”, enfatizou o auditor-fiscal do trabalho Antônio Alves Mendonça Júnior, servidor da Casa há oito anos.

Segundo a servidora Maria Aparecida Fernandes Araújo, o ato organizado entre os próprios funcionários expressou a importância do trabalho realizado pela Pasta o longo de mais de oito décadas em favor dos trabalhadores brasileiros. “Fazemos política pública para proteger e garantir os direitos dos trabalhadores do país, uma atuação reconhecida, por exemplo, pela Organização Internacional do Trabalho. O Ministério não tem que ser extinto, mas, sim, crescer com o país”, argumentou a servidora, que tem 24 anos de trabalho no órgão.

Funcionária do Ministério há 40 anos, Maria das Graças de Sousa afirma: “Em todas as várias áreas nas quais já trabalhei aqui Ministério desde 1978 testemunhei a grande importância do Ministério para o desenvolvimento econômico e social do país”, ressaltou.

As inscrições para o concurso público da Câmara Municipal de Campina Grande foram prorrogadas até as 23h59 do dia 6 de dezembro. Com o certame, serão preenchidas 37 vagas em cargos de níveis fundamental e médio.

As inscrições podem ser feitas através do site da banca organizadora do concurso, a Comissão Permanente de Concursos (CPCon). Segundo a instituição, a decisão de prorrogar o prazo foi tomada por causa de problemas técnicos que deixaram o sistema inacessível por cinco dias.

Há vagas para agente de apoio geral legislativo (5) e vigia (4), no nível fundamental; técnico de manutenção de computador (1), agente legislativo (6 vagas na ampla concorrência e 2 para pessoas com necessidades especiais), recepcionista (4 vagas para ampla concorrência e 1 vaga para pessoas com necessidades especiais), técnico legislativo 1 (6 vagas para ampla concorrência e 2 vagas para pessoas com necessidades especiais) e assessor técnico legislativo 1 (5 vagas para ampla concorrência e 1 vaga para pessoas com necessidades especiais), no nível médio/técnico.

A taxa de inscrição é de R$ 60 para os cargos de nível fundamental e R$ 80 para os cargos de nível médio/técnico. Aqueles que têm direito à isenção da taxa devem solicitar o benefício até as 23h59 do dia 1º de novembro. A relação de inscrições homologadas e não homologadas vai ser divulgada no dia 4 de dezembro.

Conforme o edital, a prova escrita objetiva para todos os cargos vai ser aplicada no dia 27 de janeiro de 2019. O resultado preliminar da prova escrita objetiva está previsto para ser divulgado no dia 12 de fevereiro de 2019. Já o resultado final do concurso, em 11 de abril. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (83) 3315-3405.

A partir do próximo sábado (10), boletos vencidos poderão ser pagos em qualquer banco ou correspondente e não apenas na instituição financeira em que foram emitidos.

Isso será possível com a conclusão da implementação da Nova Plataforma de Cobrança (NPC), sistema desenvolvido pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban) em parceria com os bancos.

Na última fase do processo, passa a ser obrigatório o cadastramento de títulos referentes a faturas de cartão de crédito e doações no novo sistema.

Segundo a Febraban, além da praticidade, a implementação da NPC torna o processo de pagamento via boleto mais seguro, sem risco de fraudes.

Outra mudança diz respeito ao comprovante de pagamento, que será mais completo, apresentando todos os detalhes do boleto, (juros, multa, desconto, etc) e as informações do beneficiário e pagador.

O projeto da Nova Plataforma de Cobrança começou há quatro anos.

Desde 2016 ele vem incorporando na sua base de dados os boletos de pagamentos já dentro das normas exigidas pelo Banco Central, ou seja, com informações do CPF (Cadastro de Pessoa Física) ou CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) do emissor, data de vencimento e valor, além do nome e número do CPF ou CNPJ do pagador.

A Febraban diz que essas informações são importantes para checar a veracidade dos documentos na hora de se fazer o pagamento.

Caso os dados do boleto a ser pago não coincidam com aqueles registrados na base da Nova Plataforma, ele é recusado, pois o boleto pode ser falso.

Para fazer a migração do modelo antigo de processamento para o atual, os bancos optaram por incluir os boletos no novo sistema por etapas, de acordo com o valor a ser pago.

Esse processo começou em meados do ano passado para boletos acima de R$ 50 mil (os de menor volume) e termina no dia 10 de novembro, com a incorporação dos boletos de cartão de crédito e doações.

Última fase

Com uma participação de cerca de 40% do total de títulos emitidos no país, os boletos de cartões de crédito e doações têm uma característica em comum: o valor a ser pago pelo consumidor pode não ser exatamente o que consta em cada boleto.

No caso dos cartões, porque há opções de pagamento, como valor mínimo, duas ou três parcelas. No caso das doações, ele também pode escolher um valor diferente do que está impresso no boleto.

Segundo a Febraban, da mesma forma que nas fases anteriores, se os boletos não estiverem cadastrados na base do novo sistema, os bancos irão recusá-los.

Se isso acontecer, o pagador deve procurar o beneficiário, que é o emissor do boleto, para quitar o débito ou solicitar o cadastramento do título. (Agência Brasil)

Expositores trazendo mais de 100 marcas, a exemplo de Amitys, En9 Cosméticos, Paris Profissional e WU cosméticos, já estão em Petrolina – PE para a 1ª Feira de Beleza do Vale do São Francisco – HairVale. O evento que acontece no Centro de Convenções Senador Nilo Coelho, de sábado(10) a segunda-feira (12), apresenta ainda uma programação gratuita com palestras, workshop, salões para orientação técnica e de gestão de negócios, além de bate-papos com profissionais do segmento de beleza.

No horário entre 17h e 22h, o visitante poderá conferir as novidades do segmento de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos e os lançamentos deste setor que é considerado o segundo maior do Brasil com um faturamento anual de R$ 38 bilhões.

Logo no primeiro dia da feira, o promotor de eventos de moda e ator, Beto Binga, participa às 19h de um Bate-papo com o maquiador, ator e gestor cultural, Alzyr Saadher. Outro destaque da feira será o workshop ‘Método de Gestão Financeira Fácil para Espaços de Embelezamento’, que vai trazer de São Paulo o palestrante Ricardo Oliveira para ensinar aos participantes as várias formas de organização das finanças, no âmbito da Beleza, visando bons negócios em 2019.

Durante a HairVale a Agência Municipal do Empreendedor (AGE) vai financiar empreendedores com linhas de créditos de até R$ 10 mil, com juros de 1% ao mês e prazos de até 10 meses para o pagamento.

De acordo com a coordenação da HairVale, a expectativa de público durante os três dias é de 7 mil pessoas com uma grande participação de cabeleireiros, manicures, maquiadores, esteticistas, consultores, lojistas, fabricantes e distribuidores.

“A edição 2018 da HairNor, que realizamos em Recife – PE, no último mês de agosto recebeu um público de 52 mil visitantes, alcançando o resultado recorde de R$ 26 milhões em negócios”, lembrou a coordenadora do evento, Bruna Miranda.

“A cidade tem um raio de influência de 400km, o que dá cerca de 4,5 milhões de habitantes. Ou seja, um número de consumidores muito grande. Por isso, acreditamos que a HairVale deve gerar R$ 4,5 milhões em vendas para o município”, concluiu Bruna.

A 1ª HairVale tem o apoio da Prefeitura Municipal de Petrolina, Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e do Instituto Embelleze. Maiores informações: (81) 34676572 e através do site www.hairvale.com.br.

 

O Senado aprovou um corte de 50% dos recursos do Fundo Social do Pré-Sal, criado para ampliar os investimentos nas áreas de saúde e educação por meio da comercialização do petróleo da camada do pré-sal. Pelo projeto, que ainda precisa que ser votado pela Câmara dos Deputados, os recursos, que iram integralmente para o fundo, agora serão destinados para um outro fundo, voltado para a expansão da rede de gasodutos e para os fundos de participação dos Estados (FPE) e Municípios (FPM).

Ao todo, 30% dos recursos resultantes do corte serão destinados ao FPE e FPM. Já os 20% restantes serão empregados na ampliação do chamado Brasduto, que visa expandir a malha de gasodutos. Esta ampliação poderá, ainda, contar com recursos do Orçamento Geral da União.

O texto com as alterações foi incluído em um projeto de lei que tratava do pagamento de multas indenizatórias a usuários e consumidores prejudicados pelas distribuidoras de energia. O acordo foi costurado pelo senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), líder do governo Michel Temer no Senado. (247)

O prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota, reúne nesta quinta-feira (08), os empreendedores do município para discutir o planejamento da IV edição da Feira do Empreendedorismo.

Na reunião será apresentado aos diversos segmentos do empreendedorismo afogadense, o modelo proposto para uma dos mais importantes eventos do setor no interior de Pernambuco. O encontro do Prefeito com os empreendedores será a partir das 19h, no espaço Olga Cajueiro.   

A Feira do Empreendedorismo de Afogados da Ingazeira é uma promoção da Prefeitura, em parceria com o SEBRAE, AD-Diper, Sesc, Senac e CDL – Afogados, e acontece de 28 de Novembro à 01 de Dezembro, na Praça Monsenhor Alfredo de Arruda Câmara.

 

Reajuste do Salário Mínimo 1,81 %

Reajuste do STF 16,38 %

O Senado aprovou nesta quarta-feira (7) projetos de lei que concedem aumento aos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e ao procurador-geral da República. O reajuste altera o subsídio dos 11 integrantes do STF e da atual chefe do Ministério Público Federal, Raquel Dodge, de R$ 33,7 mil para R$ 39 mil e provoca um efeito cascata sobre os funcionários do Judiciário, abrindo caminho também para um possível aumento dos vencimentos dos parlamentares e do presidente da República.

A proposta relativa aos membros do STF teve 41 votos favoráveis, 16 contra, e uma abstenção, após os senadores aprovarem, na tarde de terça (6) a inclusão do texto na Ordem do Dia de ontem. Já o projeto do salário do procurador-geral da República foi aprovado de forma simbólica pelo plenário.

A votação provocou divergências entre os senadores desde o início do dia, depois que o presidente eleito, Jair Bolsonaro, manifestou “preocupação” com a possibilidade de reajuste. Segundo Bolsonaro, o momento não é adequado para o aumento.

Câmara

A matéria foi aprovada pela Câmara dos Deputados, mas tramitava no Congresso desde 2016, depois de ter ficado paralisada na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE). Neste ano, o Supremo aprovou um reajuste de 16% no salário dos ministros da Corte a partir de 2019. Escolhido como relator de plenário, o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) alterou o texto para adequar o reajuste, informando que não haverá efeito retroativo para os anos anteriores.

É importante registrar às senhoras e senhores que existe um compromisso assumido pelo presidente do Supremo Tribunal Federal de extinguir o auxílio-moradia hoje pago aos membros do Poder Judiciário, anulando assim o impacto orçamentário”, afirmou Fernando Bezerra, ao encaminhar voto favorável ao projeto.

Reações

Antes mesmo da votação, alguns senadores já criticavam a medida. A senadora Regina Sousa (PT-PI), por exemplo, defendeu que a matéria não entrasse em pauta. “Eu não acredito que este Senado vá votar a favor disso, porque, ao mesmo tempo em que se quer votar reajuste para quem está no andar de cima, no último andar, há um projeto para adiar o reajuste dos servidores para 2020. Que contradição é essa? Não tem para os servidores, não pode ter para os magistrados também. Sem falar no efeito cascata para os Estados”, afirmou Regina Sousa.

Após anunciar o resultado, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), esclareceu que os projetos foram colocados em pauta de forma legítima e transparente. Segundo Eunício, a Procuradoria-Geral da República (PGR) não vai extrapolar a Emenda do Teto dos Gastos, que limita o aumento das despesas públicas durante 20 anos.

Eunício lembrou também que o requerimento de urgência para votação das propostas foi aprovado ontem na presença dos senadores.

Ao defender a aprovação do projeto, o senador Romero Jucá (MDB-RR) disse que o Judiciário é responsável por decidir internamente sobre os gastos. “Estamos votando aqui uma mensagem do Poder Judiciário, que é independente, que tem autonomia orçamentária e financeira”.

Também favorável ao reajuste, o ex-presidente do Senado, Renan Calheiros (MDB-AL), lembrou que tramita na Câmara uma proposta de emenda à Constituição que acaba com o efeito cascata sobre os salários dos magistrados federais a cada reajuste dos ministros do STF.

Responsabilidade fiscal

Relator do projeto na CAE que havia emitido um parecer contrário ao texto, Ricardo Ferraço (PSDB-ES) disse que a matéria viola a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e a Constituição, já que não há dotação orçamentária suficiente para o aumento.

O cálculo feito pela consultoria do Senado dá conta de que esta matéria impacta as contas nacionais em torno de R$ 6 bilhões. E aí vale perguntar: como fará o estado quebrado e falido do Rio de Janeiro? Como fará o estado quebrado e falido do Rio Grande do Sul e até o de Minas Gerais? Porque existe o efeito cascata. Esse impacto trará aos nossos estados enormes consequências“, questionou.

Para Roberto Requião (MDB-PR), o problema está na falta de informações sobre a extensão do reajuste. Ele disse que mandou fazer um levantamento sobre os salários dos juízes e desembargadores do Paraná, estado que tem em torno de 1.150 juízes. “Seiscentos juízes receberam, em setembro, mais do que R$ 60 mil. Então, isso desarma esta conversa de que [o reajuste] vai ser diminuído porque liquidarão o auxílio-moradia. O auxílio-moradia é irrisório, são R$ 4 mil. Quero dizer a vocês que eu sou daqueles que votariam um bom salário, se eu soubesse qual é o bom salário“, disse o senador, informando que mais da metade dos tribunais de Justiça dos estados não revelaram ao STF o salário dos seus juízes. (Fonte: Agência Brasil)

 João Campos, deputado Federal mais votado por pernambuco volta a região do Pajeú, ele já passou por cidades como Exu, Moreilândia, Granito, Araripina, Ouricuri, Salgueiro, Cedro, Mirandiba, São Jose do Belmonte onde pernoitou de ontem para hoje e logo mais ás 10hs chega a Afogados da Ingazeira. Inicialmente João Campos concede entrevista a Rádio Pajeú; ás 10h40 visita o comércio; ás 11hs visita uma escola; ao meio dia almoça com o Prefeito Jose Patriota e ás 14hs segue para a cidade de Ingazeira onde ás 14h20 fala a Rádio Comunitária local; ás 15hs participa de reunião com o Prefeito Lino Moraes, e x-prefeito Luciano Torres e lideranças locais; em seguida cumpre agenda em Itapetim ás 17h20 fala a Rádio; ás 18hs recebe o titulo de Cidadão; ás 19hs vai a São Jose do Egito onde pernoita e amanhã 8hs fala a Rádio Gazeta FM e ás 9hs retorna ao Recife.

 

Um dos destaques do dia foi a participação do prefeito de La Montaigne (França), Pierre Hay. Ele apresentou a vivência à frente da municipalidade, falando sobre como tem sido feita a transição tecnológica na iluminação pública local, onde optou-se pelo LED, conseguindo uma maior eficiência na utilização. Como resultado, apresentou a economia nos gastos municipais, bem como a redução de emissão de gases poluentes, o que é uma preocupação da gestão municipal e da sua população.

Destacou como a ideia das cidades inteligentes relacionam a tecnologia com a contribuição dos cidadãos, nas decisões sobre os rumos da cidade. “Temos uma população cada vez mais conectada, mais exigente e mais individualista, o que não nos faz recuar sobre a importância da ação cidadão e solidária, porque a qualidade de vida está ligada a isso”, disse.

Além de representantes do Recife, gestores dos municípios pernambucanos Ipojuca, Jaboatão dos Guararapes, Serra Talhada, e de outras cidades, Curitiba e Palmas. De modo geral é um grande desafio gerir a iluminação pública, a partir da lógica do desenvolvimento das cidades, o que vai além das questões de segurança. Para José Patriota, os debates apontam para o avanço da iluminação pública como elemento tecnológico, um desafio para os municípios pernambucanos. “O seminário mostra que a iluminação é pode e deve ser fator de estímulo ao turismo, a qualidade de vida, a mobilidade, a sustentabilidade, e a economia local”, afirmou.

O 2º Seminário Internacional de Iluminação Pública segue com programação nesta quinta (8). Saiba mais: www.iluminacaorecife.com.br

Antônio é conhecido em Afogados por sua atuação como funcionário de pontos comerciais e supermercados na cidade. Foto: Divulgação/Polícia Civil/ via Nill JR.

Acusado foi alvo de pedido de prisão temporária. Pelo menos seis vítimas já foram identificadas. “Número pode ser maior”, diz Delegado

Policiais da 167ª Circunscrição efetuaram a prisão de Antônio Romão de Araújoapós expedição do mandado de prisão temporária pelo juiz de Afogados da Ingazeira, acusado de estupro na modalidade tentada, quando as circunstâncias deixam manifesta a intenção do agente em praticar, mediante violência, a conjunção carnal .

Também foi expedido mandado de busca para residência do investigado onde foram apreendidos o veículo bem como as roupas e utensílios utilizados nas ações criminosas das quais foi acusado.

Antônio é conhecido em Afogados por sua atuação como funcionário de pontos comerciais e supermercados na cidade, assim como na condição de motorista.

Após as investigações coordenadas pelo delegado Ubiratan Rocha e equipe foi possível identificar, através de filmagens e reconhecimento facial das vítimas, a identidade do indivíduo que usando uma motocicleta vermelha ou um automóvel de cor prata, assediava crianças e adolescentes em pontos de menor fluxo na cidade de Afogados da Ingazeira.

A caminho da escola, geralmente pela manhã, o acusado exibia órgão genital para as vítimas e ainda foi visto se masturbando e as intimidado. Ele chegou a puxar o braço de uma para dentro do veículo, que conseguiu se desvencilhar.

Participaram da prisão, das buscas e dos procedimentos o delegado Ricardo Lima, o escrivão Vanderleys Lima, Comissário Paulo Maychrovicz, agentes Inário Rafael, Francisco Silva e Isabela Araguedes, além do Comissário Jair Nogueira e Agente Cássio Vinnícius.

Identificação do acusado pode ajudar a encontrar mais vítimas: o blog entrou em contato com o  Delegado Ubiratan Rocha para mais detalhes. Ele informou que mais vítimas podem procurar a Delegacia caso o reconheçam em ações dessa natureza.

“Vai ser preservado o sigilo das crianças e adolescentes. Os responsáveis – pais, mães, representantes –  devem conduzir essas adolescentes à Delegacia. Isso vai  garantir sigilo e o objetivo principal, a extensão das ações desse delinquente”, diz o Delegado.

 

 

 

Cinco empresas forneciam o produto para hospitais do estado; em uma delas foram encontrados animais como sapos.

Sete fábricas de água adicionada de sais foram interditadas e quatro pessoas foram presas em flagrante, nesta terça-feira (6). As medidas foram tomadas durante a “Operação Poseidon”, coordenada pelo Ministério Público da Paraíba e realizada em municípios do Agreste, Cariri e Sertão paraibanos.

As principais irregularidades encontradas nas empresas foram equipamentos irregulares que não garantem a qualidade do produto, a ausência de adição de sais, problemas de higiene nos ambientes de produção e fabricação de água sem atender ao mínimo exigido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Segundo o Ministério Público, em alguns casos foram encontrados animais como sapos.

Algumas fábricas também não apresentaram nota fiscal de compra dos produtos adicionados à água e não comprovaram a procedência e qualidade do produto.

Entre os presos estão proprietários das empresas e responsáveis técnicos, que vão passar por audiência de custódia. Eles vão responder por crime de adulteração de produto, tornando-o impróprio para o consumo humano e podem serem penalizados com quatro a oito anos de prisão.

Onze fábricas foram inspecionadas nesta terça-feira e sete foram interditadas pela Anvisa. São elas: a “Cristal de Areia”, localizada em Areia; a “Fonte da Vida”, em Monteiro; a “Cristal Leve”, em Riacho dos Cavalos; a “Pureza”, em Conceição; a “Igapo”, em Sousa; a “Agrovida”, em Lagoa Seca; e a “Vale Cristal”, em Cajazeiras.

Mais duas empresas foram inspecionadas durante a operação: a “Santa Vitória”, em Alagoa Nova, e a “Terra Santa”, em Jericó, onde não foram detectadas irregularidades. Já as fábricas “Nova Fonte”, em Manaíra, e “Purifique”, em Pombal, foram notificadas e receberam recomendações dos órgãos.

Das sete fábricas fechadas pela Vigilância Sanitária, cinco forneciam água a hospitais e órgãos públicos: a “Cristal de Areia”, a “Fonte da Vida”, a “Cristal Leve”, a “Pureza” e a “Igapo”.

A ação foi coordenada pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB) em parceria com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Secretaria da Receita Estadual (SER-PB) e Secretaria de Segurança e Defesa Social.

 

Grupo é preso suspeito de clonagem de carros e roubos a bancos, na PB

Sete pessoas foram presas na noite desta terça-feira (6) suspeitas de clonagem de carros e roubos a bancos na Paraíba. A prisão aconteceu no município de Bayeux e, com o grupo, a polícia apreendeu quatro armas, drogas, munições e uma farda da Polícia Militar. A suspeita da polícia é que o grupo estaria se preparando para um ataque a agência dos Correios da cidade de Sumé.

A Polícia Militar chegou até o grupo depois de parar um carro que passava no Centro de Bayeux. Após perseguição, foi constatado que o carro era clonado e que dentro dele estava o documento de uma moto também roubada. Os suspeitos informaram à PM que iriam buscar essa moto em Bayeux. No local, outra pessoa foi presa.

Entre os detidos estão dois homens de 32 e 38 anos, que são foragidos da Penitenciária de Segurança Média de João Pessoa. Outro homem é do estado de Pernambuco e foragido do Rio Grande do Norte por tráfico de droga. As munições, armas e o fardamento da PM foram encontrados no apartamento dele.

“O grupo estaria planejando um assalto aos correios da cidade de Sumé e também o ataque a uma das agências bancárias de Bayeux, conforme informações que recebemos. Isso tudo foi repassado para a Polícia Civil, que vai investigar a participação deles em outros crimes, não só na Paraíba, como em outros estados”, destacou o major Túlio Ramalho, comandante da 4ª Companhia Independente da PM.

Os presos foram identificados como Jonatas Mota de Oliveira, de 22 anos, Deoclécio do Nascimento Gomes, de 32, Jessele Christine Xavier de Queiroz, de 34 anos, Israel de Lima Silva, de 22, Everton Monteiro Rodrigues de Sousa, de 21, Jefferson Alex Soares Santiago,de 28 e Anderson de Lima Silva Fonseca, de 37. Todos foram encaminhados para a Central de Polícia Civil, em João Pessoa.

A Polícia Militar também encontrou, dentro de um mangue, o local exato onde os suspeitos enterravam armas e drogas, na cidade de Bayeux. O ponto foi descoberto em uma operação realizada pelos policiais da 4ª Companhia Independente, na manhã desta quarta-feira (7) . Uma espingarda foi apreendida, um revólver e 7kg de maconha.

A polícia foi até o local de barco, após receberem informações de que o grupo guardava as armas dentro de um mague, enterradas em tonéis. O material apreendido foi levado para a 5ª Delegacia Distrital, em Bayeux.

Aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) vão receber a segunda parcela do 13º salário a partir do próximo dia 26. A primeira foi paga com antecipação, entre o dia 27 de agosto e 10 de setembro.

O depósito do abono de Natal, de acordo com informações da Folha de S. Paulo, segue o calendário de pagamento dos benefícios e vai até o dia 7 de dezembro.

Tem direito ao 13º quem, durante o ano, recebeu benefício previdenciário de aposentadoria, pensão por morte, auxílio-doença, auxílio-acidente, auxílio-reclusão ou salário-maternidade. Aqueles que recebem benefícios assistenciais, como Benefício de Prestação Continuada e Renda Mensal Vitalícia, não têm direito ao abono anual.

Na primeira parcela, quem já era aposentado ou pensionista em janeiro deste ano recebeu exatamente metade do valor de seu benefício. Portanto, o valor final do pagamento feito a partir deste mês será o benefício menos o Imposto de Renda, se houver, e o que já foi pago pelo INSS na primeira parcela.

Enquanto isso:

Segundo a PM, os agentes foram até o local com a intenção de prender um agricultor, que teria roubado toda a carga junto com outros dois homens. Assim que o efetivo policial chegou ao endereço, o mesmo conseguiu fugir.

A esposa do suspeito, que estava no local, alegou à polícia que não sabia da atividade criminosa do marido e que os dois viviam do plantio de mandioca. Em seguida, a mulher levou os policiais até o depósito, que servia para armazenar a colheita, onde os agentes encontraram os produtos roubados.

No local, foram apreendidos, 189 unidades de óleo hidráulico 68 de 20 litros; quatro unidades de óleo hidráulico 140 GL5 de 20 litros; seis unidades de óleo hidráulico Max 2 turbo 15W40 de 20 litros; um tambor de graxa Graxlub de 200 kg; uma caixa de óleo base Pag 100 com 24 unidades de1 litro; seis baldes de graxa de 10 kg; 101 baldes de graxa de 18 kg; 34  caixas de óleo Supreme 20W50, com 24 unidades de 1 litro, cada caixa; 16 caixas de óleo Hipoide 90 GL4, com 24 unidades de 1 litro, cada caixa, entre outros nove tipos de óleo.

Segundo a PM, a carga roubada e recuperada era tão grande, que foi necessário o aluguel de um caminhão e uma caminhonete para ser feito o transporte até a Delegacia de Serra Talhada, onde será feita a adoção das medidas cabíveis.

A polícia, agora, tenta localizar o agricultor que fugiu ao notar que o efetivo estava chegando em sua casa, para que ele leve os agentes até os outros dois suspeitos, ainda não identificados. A Polícia Civil investigará o caso.

 

 

Bahia divulga novas etapas do concurso da Polícia Civil

 (Foto: Reprodução)

A Secretaria da Administração do Estado (Saeb) publicou, ontem (6), resultado final e convocação de etapas do concurso público da Polícia Civil baiana, com provimento de vagas para os cargos de delegado, investigador e escrivão de polícia. As publicações estão disponíveis para consulta no Diário Oficial do Estado (DOE), no Portal do Servidor e no site da Fundação Vunesp, organizadora do certame.

A primeira publicação apresenta o resultado final da terceira etapa do concurso público, que diz respeito aos exames biomédicos. Já a segunda publicação convoca os candidatos habilitados na terceira etapa do certame para o teste de aptidão física, previsto no Edital de Abertura de Inscrições – Saeb/01/2018. O teste será realizado em Salvador, no dia 9 de dezembro, em local e horários indicados no edital de convocação.

Promovido pelas secretarias da Administração (Saeb) e da Segurança Pública (SSP), o certame teve as provas aplicadas no dia 22 de abril deste ano, em 48 locais de prova na capital baiana. Os aprovados, quando nomeados, terão remuneração inicial para os delegados de polícia, em regime de trabalho de 40 horas semanais, no valor de R$ 11.389,96. Já os investigadores e escrivães de polícia terão remuneração inicial de R$ 3.915,85, no regime de 40 horas semanais.

Pela primeira vez diante de Jair Bolsonaro, desde que ele se elegeu presidente da República no último dia 28, o presidente do Congresso, Eunício Oliveira (MDB-CE), disse nesta terça-feira (06) ter a certeza de que o novo governo vai honrar a democracia e a Constituição.

Ao abrir uma sessão solene do Congresso Nacional em homenagem aos 30 anos da Carta Magna, o senador afirmou que a democracia foi reforçada com o último pleito realizado em outubro, quando a população elegeu novos parlamentares, governadores e o presidente e o vice-presidente da República.

“Tenho certeza que, com o governo novo e uma nova legislatura, vamos honrar os que vieram antes de nós e continuar caminhando juntos rumo a um futuro de prosperidade, de justiça e paz social, sempre sob a luz da democracia e da Constituição cidadã”, disse.

O parlamentar destacou que o futuro do país é escrito pela democracia e afirmou que a atuação cívica de governantes “cria laços em respeito à população”.

Crescimento sustentável

Segundo Eunício, na letra constituinte o presidente eleito encontrará o “enquadramento jurídico adequado para dar ao Brasil um ciclo virtuoso e permanente de crescimento sustentável para todos os brasileiros”.

Ao mencionar a mesa do Congresso composta pelo atual presidente Michel Temer, o ex-presidente José Sarney e o presidente eleito Jair Bolsonaro, Eunício Oliveira ressaltou palavras do ex-deputado federal Ulysses Guimarães e afirmou que “a Constituição é a personificação política da nossa pátria, o pacto social em viver em cooperação e respeitar uns aos outros e defender a nossa nação”. (Via: Agência Brasil)

A Petrobras anunciou corte de 0,74% no preço médio do litro da gasolina A sem tributo nas refinarias, a partir desta quarta-feira (07). Com isso, litro do combustível passa a ser vendida a R$: 1,71.

Além disso, a estatal manteve sem alteração o preço do diesel, em R$ 2,12, conforme tabela disponível no site da empresa.

Em 6 de setembro, de acordo com o Estadão Conteúdo, a diretoria da companhia anunciou que além dos reajustes diários da gasolina, terá a opção de utilizar um mecanismo de proteção (hedge) complementar. (Via: Agência Brasil)

A versão apresentada pelo casal Edison e Cristiana Brittes à polícia sobre o assassinato do jogador Daniel Corrêa foi desmentida em depoimentos de testemunhas prestados nesta terça-feira (6) na Delegacia Regional de São José dos Pinhais (PR), cidade onde o jogador de futebol foi morto no dia 27 do mês passado.
os responsáveis pela investigação ouviram quatro jovens que estavam na festa de aniversário de Allana Brittes, que completava 18 anos, na casa dos Brittes.
O grupo de aproximadamente dez pessoas havia sido convidado para uma continuação das comemorações que tiveram início na boate Shed Bar, em Curitiba. O jogador do São Paulo, emprestado ao São Bento, estava no grupo e foi espancado por Edison — preso junto com a esposa e a filha — ao ser flagrado no quarto junto com a mulher dele.
De acordo com as testemunhas, a porta do quarto do casal não foi arrombada pelo empresário ao ver a esposa supostamente sendo estuprada por Daniel, conforme o suspeito afirmou na confissão que fez na semana passada.
Os relatos divergem do depoimento de Cristiana, que disse ter sido violentada e gritado por socorro. Segundo a versão de pessoas que estavam na festa, a porta estava intacta. O arrombamento ocorreu depois de Daniel ser assassinado e ter o corpo deixado em um matagal na área rural do município com o objetivo de assegurar um álibi.
Filha de suspeito de matar Daniel Corrêa diz que foi com pai ao IML 
Outra atitude tomada com o objetivo de esconder a participação no crime, segundo as testemunhas ouvidas nesta terça, foi o telefonema dado por Edison à mãe do jogador, dois dias depois da morte do atleta.
Ameaças
As testemunhas demonstraram muito medo de represálias e revelaram que foram ameaçadas por Edison Brittes Junior. As identidades delas são mantidas em sigilo e todas estão sob proteção da polícia.
“Em prints de WhatsApp anexados ao processo, aos quais a reportagem teve acesso, o jogador Daniel comenta com um amigo que estava na casa da família e pretendia “comer a mãe da aniversariante” e “o pai está junto”.
“Dezessete minutos depois, o meia manda outra mensagem: “Comi ela, moleque”, seguida de risadas e fotos ao lado de uma mulher, aparentemente dormindo”
“De acordo com a testemunha, quem estava na casa ouviu do quarto gritos de uma mulher pedindo socorro para que “se evitasse uma tragédia”. Quando a testemunha chegou, já encontrou Daniel sendo enforcado e espancado por Juninho”
Conclusão do inquérito
A investigação deve ser concluída nesta semana. O Ministério Público, que acompanha os trabalhos da Polícia Civil, deverá denunciar à Justiça os três suspeitos por homicídio doloso: meio cruel, recurso que impossibilitou a defesa da vítima e fraude processual.