Página Policial

A idosa Antônia Conceição da Silva, de 106 anos, foi assassinada a pauladas na madrugada desse sábado (17) dentro da sua casa, no município de Feira Nova do Maranhão, a 803 km de São Luís. De acordo com a Polícia Civil, a principal suspeita é de latrocínio (roubo seguido de morte).
Segundo a polícia, a idosa estava sozinha em casa quando um homem, não identificado, entrou por um buraco feito no telhado para assaltar a residência. O neto da vítima, que morava com ela, havia ido para uma festa e, quando retornou, encontrou a avó morta. Ao fugir, o criminoso deixou pegadas na parede da casa.
Ainda segundo a polícia, ao ser encontrado, o corpo da idosa estava com sinais de estrangulamento e espancamento. Três pessoas já foram ouvidas pela polícia e a principal linha de investigação é latrocínio, já que foram levados R$ 30 reais que estavam com a vítima.
Por meio de nota, a Secretaria de Segurança Pública (SSP-MA) informou que a Polícia Civil Regional do município de Balsas já está investigando o crime e o caso será conduzido pela Delegacia Municipal de Riachão.
A idosa era uma das moradoras mais antigas do município de Feira Nova do Maranhão, que tem pouco mais de oito mil habitantes e havia completado 106 anos no mês passado. O crime revoltou moradores da cidade e a família da vítima, que ainda está abalada com o caso. (G1)

 

Por ciúmes da mãe, um pai esganou a própria filha, que tinha 49 dias de vida, em Belo Jardim, no Agreste do estado, e a deixou agonizando por um dia até levá-la ao hospital, mas a menina não resistiu. Josinaldo Luiz da Silva Bernardo foi preso em flagrante, será levado para audiência de custódia, no Fórum de Pesqueira, nesta segunda-feira, e o juiz decidirá se o acusado terá prisão preventiva ou responderá ao inquérito em liberdade.

Segundo relatos à polícia, Josinaldo estava dando banho na criança quando teria apertado o pescoço do bebê e logo em seguida, ameaçado a mãe, que queria levá-lo ao hospital no mesmo momento.

A criança foi esganada no Sítio Jurema, na zona rural da cidade. Só neste domingo, os pais a levaram ao Hospital Regional de Belo Jardim, mas ela chegou à unidade hospitalar morta. Seu pai será qualificado pelo crime de homicídio. Ele alegou, segundo policiais, que tinha raiva e ciúme do bebê. Não houve maiores detalhes até o fechamento da edição.

O corpo da pequena menina foi levado ao Instituto de Medicina Legal e liberado ainda na tarde. Segundo o delegado João Carlos Oliveira, a mãe da menina, que não teve o nome revelado, contou que vítima frequente de agressões do companheiro. De acordo com ele, estava com um ferimento na mãe devido a uma briga anterior e em estado de choque pela morte da filha. (Via: Diário de PE)

O narcotraficante brasileiro Marcelo Pinheiro Veiga, o Marcelo Piloto, é suspeito de ter assassinado uma jovem mulher que o teria visitado, neste sábado (17), no grupamento especializado da Polícia Nacional, onde está preso, em Assunção, no Paraguai. Conforme o jornal local ABC Color, o crime seria “uma medida extrema para evitar sua extradição para o Brasil”. Ele é integrante da facção Comando Vermelho (CV), do Rio.
A Justiça do Rio condenou Piloto a uma pena de 26 anos de prisão. No Paraguai, ele está preso por homicídio e falsificação de documentos, mas foi aberto um processo para sua extradição, atendendo a pedido da justiça brasileira.
Conforme a imprensa paraguaia, o brasileiro teria usado uma faca de sobremesa para golpear seguidamente a jovem Lidia Meza Burgos, de 18 anos, que fora visitá-lo neste sábado. A vítima é da cidade de General Resquín, no departamento de San Pedro. O assassinato da mulher foi confirmado pelo chefe do grupamento, Germán Real Medina.
Após ouvir gritos, os agentes foram ao local e encontraram a mulher ensanguentada. A vítima chegou a ser levada para o Hospital de Barrio Obrero, em Assunção, mas não resistiu. O corpo passou por perícia e foi levado ao necrotério oficial.
De acordo com a imprensa paraguaia, o assassinato seria uma “estratégia macabra e desesperada” do narcotraficante para barrar sua extradição para o Brasil, já que todas os recursos judiciais foram esgotados sem sucesso. Nesta sexta-feira, 16, a Justiça havia negado pedido da noiva de ‘Piloto’, Marisa de Souza Penna, também reclusa em estabelecimento penal, que pretendia casar-se com ele na prisão. O casamento com uma paraguaia poderia dificultar a extradição.
Antes ‘Piloto’ havia dado uma entrevista denunciando o pagamento de propinas a autoridades policiais paraguaias em troca de proteção. A advogada dele, a argentina Laura Marcela Casuso, que organizou a coletiva, foi assassinada a tiros, na segunda-feira, 12, em Pedro Juan Caballero, na fronteira com o Brasil.
As autoridades paraguaias também divulgaram neste mês um vídeo em que o CV ameaça matar a procuradora-geral do Paraguai, Sandra Quiñonez, em represália à ação dela pela extradição de Marcelo Piloto. Se confirmada a autoria do assassinato, Piloto terá de responder ao inquérito, dificultando a extradição.
Notícia ao Minuto

Joesley Batista, dono da JBS, sai do Instituto Médico Legal (IML) após ser preso na Operação Capitu (Crédito: Reprodução/TV Globo)

O ministro Nefi Corderio, do Superior Tribunal de Justiça, determinou a soltura dos colaboradores Joesley Batista, Ricardo Saud, Florisvaldo Oliveira e Demilton Castro, ligados ao Grupo J&F, presos na semana passada pela Polícia Federal, na Operação Capitu. A decisão atende ao pedido da defesa.

A Polícia Federal informou que instaurou um inquérito policial em maio deste ano, baseado em declarações do corretor Lúcio Bolonha Funaro, sobre supostos pagamentos de propina a servidores públicos e agentes políticos que atuavam direta ou indiretamente no MAPA em 2014 e 2015. Segundo o delator, a JBS teria repassado R$ 7 milhões para o grupo político do PMDB da Câmara. Desse valor, o então ministro da Agricultura e atual vice-governador de Minas Gerais, Antônio Andadre, teria recebido R$ 3 milhões da propina paga pela empresa de Josley Batista e outros R$ 1,5 milhão teriam sido enviados ao ex-deputado Eduardo Cunha.

A PF identificou que o grupo empresarial dependia de normatizações e licenciamentos do MAPA e teria passado a pagar propina a funcionários do alto escalão do Ministério em troca de atos de ofício, que proporcionariam ao grupo a eliminação da concorrência e de entraves à atividade econômica, possibilitando a constituição de um monopólio de mercado. As propinas eram negociadas, geralmente, com um deputado federal e entregues aos agentes políticos e servidores do MAPA pelo operador Lúcio Bolonha Funaro.

Na manhã deste sábado dia (10), a polícia divulgou os nomes dos 11 bandidos mortos em confronto na zona rural de Santana do Ipanema (AL). Eles tinam assaltado a Agência Bradesco em Águas Belas, no Agreste pernambucano.
Segue abaixo a lista:
1 – Carlos Alberto de Lima, de 30 anos, (ARAPIRACA-AL).
2 – Adjane da Silva, 30 (SANTANA DO IPANEMA-AL).
3 – Evandro de Paula Lima Silva,34 anos, (Minador do Negrão-AL).
4 – Adeildo de Souza Timóteo, de 23 anos (ARACAJU-SE).
5 – Cristiano Rômulo de Souza Rodrigues, de 24 anos (SALGUEIRO-PE).
6 – André Luiz de Morais Lima, de 30 anos, (SERRA TALHADA-PE – MORADOR DE FLORESTA-PE).
7 – Francisco das Chagas Vieira de Barros, de 30 anos (Água Branca-PI).
8 – Manoel Bezerra de Almeida (PAULO AFONSO-BA).
9 – José Lutemberg Nogueira Santos, de 26 anos.
10 – Adriano Souza Silva Júnior, 24 anos.
11 – Washington Antônio dos Santos, 24 anos.

Preso na Operação Capitu, da Polícia Federal, nesta sexta (9), o advogado Mateus de Moura Lima Gomes jogou dinheiro na privada quando os agentes chegaram em sua casa, em Nova Lima, Região Metropolitana de Belo Horizonte; Gomes foi diretor vice-presidente da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig); investigação apura suposto esquema de corrupção no Ministério da Agricultura.

Na Operação Capitu, da Polícia Federal (PF), deflagrada nesta sexta-feira (9), o advogado preso Mateus de Moura Lima Gomes jogou dinheiro na privada quando os agentes chegaram em sua casa, em Nova Lima, Região Metropolitana de Belo Horizonte.

De acordo com a PF, o advogado tentou se desfazer de R$ 3 mil. Gomes foi diretor vice-presidente da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), segundo reportagem do G1.

Também foram presos  vice-governador de Minas Gerais, Antonio Andrade (MDB), o empresário Joesley Batista, dono da JBS, e mais 14 pessoas. Investigação apurasuposto esquema de corrupção no Ministério da Agricultura durante o governo da presidente Dilma Rousseff (PT).

Fotos:

Onze assaltantes morreram na tarde desta quinta-feira (05) em confronto com policiais na zona rural de Santana do Ipanema, a 207 quilômetros de Maceió (AL). A operação foi promovida pela Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic).

De acordo com informações divulgadas pela polícia, os onze mortos promoveram assalto na madrugada desta quinta-feira (08) à agência do banco Bradesco em Águas Belas, que fica no estado de Pernambuco, a 66 quilômetros de onde aconteceu o conflito.

Informações que a quadrilha era composta por homens de Alagoas, Pernambuco, Pará, Paraíba, Rio Grande do Norte, Bahia e Sergipe. A operação teria sido coordenada pelos delegados Fábio Costa, Cayo Rodrigues e Thiago Prado, e contou ainda com apoio aéreo.

Também de acordo com informações da polícia, na casa onde os assaltantes estavam foram encontrados dois fuzis, quatro espingardas calibre 12, pistolas, coletes balísticos, munições, explosivos, dinheiro e outros materiais. Também teria sido apreendida uma caminhonete utilizada no assalto de Água Bela.

Nesta sexta-feira (09) haverá entrevista coletiva para repassar detalhes dessa operação. No assalto em Águas Belas, a agência bancária foi arrombada por homens que chegaram à cidade em três veículos. Após explodirem o local e trocarem tiros com a polícia da cidade, eles conseguiram fugir.

No caminho deixaram grampos espalhados pela rodovia para impedir que fossem seguidos. O Bradesco não divulgou a quantia roubada. A Polícia Civil assumiu a investigação e vai promover perícia no local.

Já foram identificados, 1 natural de Floresta, Salgueiro, Paulo Afonso e Petrolina

Nesta sexta-feira dia (09), três dos onze assaltantes mortos em confronto com a polícia na zona rural de Santana do Ipanema (AL), foram identificados. 
De acordo com informações eles são, André de Morais Lima, natural de Floresta-PE, Cristiano Rômulo de Souza, natural de Salgueiro-PE, e Manoel Bezerra de Almeida, natural de Paulo Afonso-BA.
De Petrolina
Os mortos no confronto, identificados até o momento:
1. Adjane da Silva, 30 (natural de Santana do Ipanema, AL)
2. Evandro de Paula Lima Silva, 34 (natural de Minador do Negrão, AL)
3. André Luiz de Morais Lima, 30 (natural de Serra Talhada, PE)
4. Carlos Alberto de Lima, 30 (natural de Arapiraca, AL)
5. Adeildo de Souza Timoteo, 23 (natural de Aracaju, SE)
6. Francisco das Chagas Vieira de Barros (natural de Água Branca-PI)
7. José Lutemberg Nogueira Santos

Antônio é conhecido em Afogados por sua atuação como funcionário de pontos comerciais e supermercados na cidade. Foto: Divulgação/Polícia Civil/ via Nill JR.

Acusado foi alvo de pedido de prisão temporária. Pelo menos seis vítimas já foram identificadas. “Número pode ser maior”, diz Delegado

Policiais da 167ª Circunscrição efetuaram a prisão de Antônio Romão de Araújoapós expedição do mandado de prisão temporária pelo juiz de Afogados da Ingazeira, acusado de estupro na modalidade tentada, quando as circunstâncias deixam manifesta a intenção do agente em praticar, mediante violência, a conjunção carnal .

Também foi expedido mandado de busca para residência do investigado onde foram apreendidos o veículo bem como as roupas e utensílios utilizados nas ações criminosas das quais foi acusado.

Antônio é conhecido em Afogados por sua atuação como funcionário de pontos comerciais e supermercados na cidade, assim como na condição de motorista.

Após as investigações coordenadas pelo delegado Ubiratan Rocha e equipe foi possível identificar, através de filmagens e reconhecimento facial das vítimas, a identidade do indivíduo que usando uma motocicleta vermelha ou um automóvel de cor prata, assediava crianças e adolescentes em pontos de menor fluxo na cidade de Afogados da Ingazeira.

A caminho da escola, geralmente pela manhã, o acusado exibia órgão genital para as vítimas e ainda foi visto se masturbando e as intimidado. Ele chegou a puxar o braço de uma para dentro do veículo, que conseguiu se desvencilhar.

Participaram da prisão, das buscas e dos procedimentos o delegado Ricardo Lima, o escrivão Vanderleys Lima, Comissário Paulo Maychrovicz, agentes Inário Rafael, Francisco Silva e Isabela Araguedes, além do Comissário Jair Nogueira e Agente Cássio Vinnícius.

Identificação do acusado pode ajudar a encontrar mais vítimas: o blog entrou em contato com o  Delegado Ubiratan Rocha para mais detalhes. Ele informou que mais vítimas podem procurar a Delegacia caso o reconheçam em ações dessa natureza.

“Vai ser preservado o sigilo das crianças e adolescentes. Os responsáveis – pais, mães, representantes –  devem conduzir essas adolescentes à Delegacia. Isso vai  garantir sigilo e o objetivo principal, a extensão das ações desse delinquente”, diz o Delegado.

 

 

 

Cinco empresas forneciam o produto para hospitais do estado; em uma delas foram encontrados animais como sapos.

Sete fábricas de água adicionada de sais foram interditadas e quatro pessoas foram presas em flagrante, nesta terça-feira (6). As medidas foram tomadas durante a “Operação Poseidon”, coordenada pelo Ministério Público da Paraíba e realizada em municípios do Agreste, Cariri e Sertão paraibanos.

As principais irregularidades encontradas nas empresas foram equipamentos irregulares que não garantem a qualidade do produto, a ausência de adição de sais, problemas de higiene nos ambientes de produção e fabricação de água sem atender ao mínimo exigido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Segundo o Ministério Público, em alguns casos foram encontrados animais como sapos.

Algumas fábricas também não apresentaram nota fiscal de compra dos produtos adicionados à água e não comprovaram a procedência e qualidade do produto.

Entre os presos estão proprietários das empresas e responsáveis técnicos, que vão passar por audiência de custódia. Eles vão responder por crime de adulteração de produto, tornando-o impróprio para o consumo humano e podem serem penalizados com quatro a oito anos de prisão.

Onze fábricas foram inspecionadas nesta terça-feira e sete foram interditadas pela Anvisa. São elas: a “Cristal de Areia”, localizada em Areia; a “Fonte da Vida”, em Monteiro; a “Cristal Leve”, em Riacho dos Cavalos; a “Pureza”, em Conceição; a “Igapo”, em Sousa; a “Agrovida”, em Lagoa Seca; e a “Vale Cristal”, em Cajazeiras.

Mais duas empresas foram inspecionadas durante a operação: a “Santa Vitória”, em Alagoa Nova, e a “Terra Santa”, em Jericó, onde não foram detectadas irregularidades. Já as fábricas “Nova Fonte”, em Manaíra, e “Purifique”, em Pombal, foram notificadas e receberam recomendações dos órgãos.

Das sete fábricas fechadas pela Vigilância Sanitária, cinco forneciam água a hospitais e órgãos públicos: a “Cristal de Areia”, a “Fonte da Vida”, a “Cristal Leve”, a “Pureza” e a “Igapo”.

A ação foi coordenada pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB) em parceria com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Secretaria da Receita Estadual (SER-PB) e Secretaria de Segurança e Defesa Social.

 

Grupo é preso suspeito de clonagem de carros e roubos a bancos, na PB

Sete pessoas foram presas na noite desta terça-feira (6) suspeitas de clonagem de carros e roubos a bancos na Paraíba. A prisão aconteceu no município de Bayeux e, com o grupo, a polícia apreendeu quatro armas, drogas, munições e uma farda da Polícia Militar. A suspeita da polícia é que o grupo estaria se preparando para um ataque a agência dos Correios da cidade de Sumé.

A Polícia Militar chegou até o grupo depois de parar um carro que passava no Centro de Bayeux. Após perseguição, foi constatado que o carro era clonado e que dentro dele estava o documento de uma moto também roubada. Os suspeitos informaram à PM que iriam buscar essa moto em Bayeux. No local, outra pessoa foi presa.

Entre os detidos estão dois homens de 32 e 38 anos, que são foragidos da Penitenciária de Segurança Média de João Pessoa. Outro homem é do estado de Pernambuco e foragido do Rio Grande do Norte por tráfico de droga. As munições, armas e o fardamento da PM foram encontrados no apartamento dele.

“O grupo estaria planejando um assalto aos correios da cidade de Sumé e também o ataque a uma das agências bancárias de Bayeux, conforme informações que recebemos. Isso tudo foi repassado para a Polícia Civil, que vai investigar a participação deles em outros crimes, não só na Paraíba, como em outros estados”, destacou o major Túlio Ramalho, comandante da 4ª Companhia Independente da PM.

Os presos foram identificados como Jonatas Mota de Oliveira, de 22 anos, Deoclécio do Nascimento Gomes, de 32, Jessele Christine Xavier de Queiroz, de 34 anos, Israel de Lima Silva, de 22, Everton Monteiro Rodrigues de Sousa, de 21, Jefferson Alex Soares Santiago,de 28 e Anderson de Lima Silva Fonseca, de 37. Todos foram encaminhados para a Central de Polícia Civil, em João Pessoa.

A Polícia Militar também encontrou, dentro de um mangue, o local exato onde os suspeitos enterravam armas e drogas, na cidade de Bayeux. O ponto foi descoberto em uma operação realizada pelos policiais da 4ª Companhia Independente, na manhã desta quarta-feira (7) . Uma espingarda foi apreendida, um revólver e 7kg de maconha.

A polícia foi até o local de barco, após receberem informações de que o grupo guardava as armas dentro de um mague, enterradas em tonéis. O material apreendido foi levado para a 5ª Delegacia Distrital, em Bayeux.

Segundo a PM, os agentes foram até o local com a intenção de prender um agricultor, que teria roubado toda a carga junto com outros dois homens. Assim que o efetivo policial chegou ao endereço, o mesmo conseguiu fugir.

A esposa do suspeito, que estava no local, alegou à polícia que não sabia da atividade criminosa do marido e que os dois viviam do plantio de mandioca. Em seguida, a mulher levou os policiais até o depósito, que servia para armazenar a colheita, onde os agentes encontraram os produtos roubados.

No local, foram apreendidos, 189 unidades de óleo hidráulico 68 de 20 litros; quatro unidades de óleo hidráulico 140 GL5 de 20 litros; seis unidades de óleo hidráulico Max 2 turbo 15W40 de 20 litros; um tambor de graxa Graxlub de 200 kg; uma caixa de óleo base Pag 100 com 24 unidades de1 litro; seis baldes de graxa de 10 kg; 101 baldes de graxa de 18 kg; 34  caixas de óleo Supreme 20W50, com 24 unidades de 1 litro, cada caixa; 16 caixas de óleo Hipoide 90 GL4, com 24 unidades de 1 litro, cada caixa, entre outros nove tipos de óleo.

Segundo a PM, a carga roubada e recuperada era tão grande, que foi necessário o aluguel de um caminhão e uma caminhonete para ser feito o transporte até a Delegacia de Serra Talhada, onde será feita a adoção das medidas cabíveis.

A polícia, agora, tenta localizar o agricultor que fugiu ao notar que o efetivo estava chegando em sua casa, para que ele leve os agentes até os outros dois suspeitos, ainda não identificados. A Polícia Civil investigará o caso.

 

 

Bahia divulga novas etapas do concurso da Polícia Civil

 (Foto: Reprodução)

A Secretaria da Administração do Estado (Saeb) publicou, ontem (6), resultado final e convocação de etapas do concurso público da Polícia Civil baiana, com provimento de vagas para os cargos de delegado, investigador e escrivão de polícia. As publicações estão disponíveis para consulta no Diário Oficial do Estado (DOE), no Portal do Servidor e no site da Fundação Vunesp, organizadora do certame.

A primeira publicação apresenta o resultado final da terceira etapa do concurso público, que diz respeito aos exames biomédicos. Já a segunda publicação convoca os candidatos habilitados na terceira etapa do certame para o teste de aptidão física, previsto no Edital de Abertura de Inscrições – Saeb/01/2018. O teste será realizado em Salvador, no dia 9 de dezembro, em local e horários indicados no edital de convocação.

Promovido pelas secretarias da Administração (Saeb) e da Segurança Pública (SSP), o certame teve as provas aplicadas no dia 22 de abril deste ano, em 48 locais de prova na capital baiana. Os aprovados, quando nomeados, terão remuneração inicial para os delegados de polícia, em regime de trabalho de 40 horas semanais, no valor de R$ 11.389,96. Já os investigadores e escrivães de polícia terão remuneração inicial de R$ 3.915,85, no regime de 40 horas semanais.

Um avião de pequeno porte, que decolou de Brasília com destino a Minas Gerais, caiu na manhã deste domingo (04) na região de Patos de Minas, no Alto Paranaíba. Segundo o Corpo de Bombeiros, as cinco pessoas que estavam a bordo morreram, entre elas três crianças.

O piloto da aeronave, Marcos Nogueira Chagas, 45 anos, e a mulher dele, Carla Giannine Pereira Medina, 44 anos, eram médicos radiologistas em Brasília e costumavam voar aos fins de semana. As outras vítimas da tragédia são os três filhos do casal, de 7, 10 e 13 anos.

O avião particular, prefixo PR-ZMZ, caiu quando o piloto tentava aterrissar no aeroporto da cidade mineira, que fica a, aproximadamente, 435 km de Brasília. A aeronave caiu em uma fazenda da região. 

O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) informou, por meio de nota, que realizará a “ação inicial de ocorrência envolvendo a aeronave”. Isso significa que o centro começa, imediatamente, o processo de investigação, com o objetivo de coletar dados que possam revelar o que pode ter motivado o acidente. 

A nota diz que a investigação consiste em “fotografar cenas, retirar partes da aeronave para análise, reunir documentos e ouvir relatos de pessoas que possam ter observado a sequência de eventos”. 

Segundo os registros da Aeronáutica, o avião de pequeno porte pertence a  Marcos Nogueira Chagas e estava em situação regularizada, mas ainda em condição “privada experimental”. Marcos Nogueira Chagas também foi registrado como operador da aeronave,  fabricada em 2013.

Ainda não há prazo definido para divulgação do resultado da investigação.

As chamas tiveram início no segundo andar da CER, que fica logo na entrada do hospital
Foto: Reprodução/Redes sociais
Estadão Conteúdo

Na tarde deste sábado (3), um incêndio atinge a área de ambulâncias do Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Os bombeiros foram chamados para apagar as chamas no local. Ainda não há informações se houve feridos em decorrência do fogo.

Informações

Segundo o Jornal Extra, as chamas tiveram início no segundo andar da CER, que fica logo na entrada do hospital. O setor funciona como uma triagem de pacientes de maior ou menor gravidade e os direciona para outras unidades do complexo hospitalar.

Trânsito

De acordo com o Centro de Operações Rio, a Avenida Ayrton Senna está com a pista lateral, no sentido Linha Amarela, interditada e o tráfego na rodovia tem retenções nesse trecho, que fica próximo ao terminal de ônibus Alvorada, no entroncamento da Avenida das Américas com a Ayrton Senna. Os motoristas devem seguir pela pista central.

Um relatório elaborado pela Ouvidoria Externa da Defensoria Pública do Rio de Janeiro aponta para uma série de violações praticadas por militares desde o início da intervenção federal na segurança pública do estado. O relatório Circuito de Favelas por Direitos traz relatos de roubos, invasões de casa, agressões verbais, físicas e estupros.

Para a elaboração do documento, pesquisadores visitaram 15 comunidades da capital fluminense, com um total de 30 tipos diferentes de violações. As violências são divididas em cinco pontos: violação em domicílio, abordagem, letalidade provocada pelo Estado, operação policial e impactos. O trabalho registrou casos nos primeiros cinco meses de intervenção e tem a meta de continuar até totalizar 30 favelas visitadas.

“Eles entraram numa casa que era ocupada pelo tráfico. Lá tinha dois garotos e três meninas. As meninas eram namoradas de traficantes. Era pra ser todo mundo preso, mas o que aconteceu é que os policiais ficaram horas na casa, estupraram as três meninas e espancaram os garotos. Isso não pode estar certo”, diz um dos depoimentos, sem data ou local exato de acontecimento.

Para o ouvidor-geral da Ouvidoria Externa, Pedro Strozenberg, o resultado não surpreende pela violência em si, mas pelas pequenas violações se tornarem comuns. “Não é a novidade, uma surpresa em termos do que encontrou, a surpresa são os componentes de crueldade, a dinâmica e sistemática dos fatos. Até discutimos sobre diferenciar as comunidades, mas o que mais acontece é que em qualquer um dos 30 tipos de violações acontecem em qualquer uma delas. Esses casos mais violentos são em geral os mais destacados, um dos resultantes que falamos do trabalho é que a letalidade, o maior e mais grave problema, ela encobre e sombreia essa quantidade de violações cotidianas”, disse.

Rio de Janeiro – Militares seguem operando na favela da Rocinha para combater confrontos entre facções de traficantes de drogas (Fernando Frazão/Agência Brasil)

Uma quadrilha rendeu e sequestrou o gerente do Bradesco da cidade de Custódia, nesta última quarta feira  no Sertão do Moxotó. Os assaltantes também utilizaram a família do funcionário como reféns na ação.
De acordo com a 19ª Delegacia Seccional de Polícia Civil de Arcoverde (19ª Desec), os assaltantes de banco passaram a noite com a família e pela manhã dessa quinta-feira (1) seguiram junto com o bancário até a agência e lá e subtraíram em torno de R$ 700 mil.
O Farol de Notícias entrou em contato com a 159ª Circunscrição de Polícia Civil de Custódia, que também ratificou a informação. Durante a fuga, a esposa da vítima foi libertada nas proximidades do Sítio Nunes, na zona rural de Flores, a cerca de 90 km de distância do local do crime.
O gerente também já foi posto em liberdade, mas a polícia não deu detalhes da liberação do refém. Em seguida, ele compareceu à Delegacia para prestar depoimento. O veículo da vítima foi utilizado pelos criminosos e deverá passar por perícia para buscar vestígios e material genético.
Neste momento, as equipes da 19ª Dsesec, coordenadas pelo Delegado Walkis; a Delegacia de Custódia, coordenada pelo Delegado Andrei; e da equipe da Delegacia de Betânia, coordenada pelo Delegado Germano Ademir, estão empenhadas na investigação e levantamento de informações para chegar a autoria do fato

O suspeito de matar o ex-jogador do Coritiba Daniel foi preso na manhã desta quinta-feira (1º) em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. A filha e a esposa do empresário, de 38 anos, também foram presas.

“Trata-se de um pai de família que se viu na contingência de ter que reagir a um estupro que estava ocorrendo conta a mulher dele. A mulher gritou por socorro. Ele arrombou a porta, e esse indivíduo estava em cima da mulher dele tentando estuprar essa mulher”, afirmou o advogado Cláudio Delladone, que defende o suspeito Edson Brittes Júnior e a esposa.

A prisão do suspeito ocorreu na casa onde ele mora. De acordo com o advogado, a prisão é temporária.

O crime

Edson afirmou que matou Daniel porque o flagrou tentando estuprar sua mulher. Três amigos da família também são investigados por suposta participação no crime.

Na noite do crime, Edson e a família estavam na festa de 18 anos da filha, em uma casa noturna de Curitiba. Depois, Allana convidou um grupo de 8 amigos para seguir a comemoração em sua casa. Daniel estava entre os que foram com a jovem. A mãe de Allana, Cristina, não se sentia bem e resolveu se deitar para dormir enquanto a festa seguia na casa.

“E de repente, uns 40 minutos que eles tinham chego, eu escuto gritos. ‘Socorro, socorro, socorro’. Quando cheguei no meu quarto, fui forçar a porta, a porta fechada. ‘Meu Deus, a Cris não fecha a porta’. Peguei e dei uma ombrada, arrombei a porta. Quando eu me deparo, Daniel está em cima dela, tentando estuprar a minha mulher. Eu saí de mim. Fiquei desesperado”, afirmou Edson em entrevista à Globo.

Outra versão:

Antes de ser assassinado, jogador Daniel contou por WhatsApp que fez sexo com mulher casada; suspeito está preso

Uma troca de mensagens entre o jogador Daniel Corrêia, de 24 anos, e um amigo reforça a tese de que a motivação do assassinato do atleta foi passional. A conversa via WhatsApp foi divulgada nesta quinta-feira (1º) pelo colunista do R7 Cosme Rímoli. O meia conta para o conhecido que fez sexo com uma dona de casa comprometida e chega a enviar uma foto ao lado dela. O marido da mulher foi preso em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, suspeito de cometer o crime. Edison Brittes garante que apenas reagiu a uma tentativa de estupro à sua esposa.

Quatro pessoas são apontadas pela Polícia Civil do Paraná como suspeitas de envolvimento direto no assassinato do ex-jogador. O principal suspeito foi preso, junto com a filha de 18 anos, em sua própria casa. A esposa e mãe da jovem se apresentou à polícia na quarta (31) e também foi detida para “averiguação”.

Segundo a Polícia Civil, o crime aconteceu na casa da família, logo após uma festa de comemoração de aniversário da garota de 18 anos. Daniel e outros amigos estavam na casa noturna onde acontecia o evento e, em seguida, todos seguiram para a residência. Uma das versões investigadas pelas autoridades é de que o marido traído descobriu sobre a relação sexual da esposa com o jogador e começou a agredi-lo.

Matéria relacionada

Edson confessa que agrediu Daniel por cerca de cinco minutos com ajuda de amigos e depois colocou a vítima no porta-malas do carro, sem saber se ele ainda estava acordado. Questionado se assassinou o jovem, ele afirma que sim, usando uma faca – o corpo do jogador tinha sinais de tortura e marcas de faca no corpo. “Eu não pensava em nada. Eu tinha uma faca no carro, uma faca pequena, que eu usava no carro, que fica junto com as ferramentas no porta-malas. Eu não sabia que eu ia fazer aquilo, eu estava desesperado, fora de mim. Olhei no porta-malas e vi o que tinha”, afirma. Ele diz que os amigos tentaram impedi-lo de cometer o crime, mas ele estava muito alterado.

Uma testemunha que também estava na festa relembrou o que viu: “O rapaz que veio a óbito estava apanhando muito. No que tiraram ele do quarto, jogaram ele pra fora da garagem e aí continuaram a espancar ele”.

Em mensagens trocadas com amigos, Daniel contou que estava em uma balada e que seguiu para a casa de uma menina depois. “Posso dormir aqui, tem várias ‘mina’ espalhada”, diz uma das mensagens de Daniel.

Ele enviou a um colega uma foto de Cristina Brittes dormindo. O amigo pergunta se ele faria sexo com a mulher e Daniel diz que sim. O amigo então quer saber se ele faria com Cristina acordada ou dormindo, mas não houve mais resposta. Essa foi uma das últimas interações de Daniel antes de ser morto.

O advogado de Edson afirma que ele cometeu o crime sob a forte emoção de ver a mulher ser assediada. “Trata-se de um pai de família que se viu na contingência de ter que reagir a um estupro que estava ocorrendo conta a mulher dele.

A mulher gritou por socorro. Ele arrombou a porta, e esse indivíduo estava em cima da mulher dele tentando estuprar essa mulher”, diz Cláudio Delladone. “Um homem que não demonstra nenhuma periculosidade, mas que agiu impelido por um motivo de relevante valor moral, social e sob domínio de violenta emoção”, acrescenta.

O corpo do jogador Daniel foi encontrado no último sábado, em uma plantação de pinos, em São José dos Pinhais. O local é famoso ponto de desova de corpos da região. Além dos sinais de tortura e dos ferimentos por faca na região do pescoço, ele teve o pênis decepado. O corpo do atleta foi sepultado ontem, em Conselheiro Lafaiete, Minas Gerais, onde mora sua família.

Resultado de imagem para imagem blog marcos montinely marcilio pires tabira

Fato que chocou a populção em 1º de novembro de 2016, foi a morte Érica de Souza Leite (Conhecida por Paulinha), ela foi assassinada a facadas na porta de casa, em Tabira no Sertão de Pernambuco na região do Pajeú. A vítima era esposa do dentista e vereador  Marcílio Pires. Caso  teve  uma repercusão em todo todo estado e a forma como se apresentou a justiça a acusada ao chegar no forum populares revoltados faziam  manisfestação a “Paquita”  ao descer do veículo com os agentes penenticiarios simplemente sorriu para os presentes, em seu depoimento disse que pagou R$ 1 mil para José Tenório executar o crime.

 O Tribunal do Júri de Tabira julgará a fisioterapeuta Silvia Silvaneide da Silva Patrício ( Paquita), acusada como mandante e José Tenório da Silva (O Popular Zé Galego), de 60 anos, citado como executor será no próximo dia 22 de novembro.

O Juiz Direito da Comarca de Tabira, Dr. Rodrigo Barros Tomaz do Nascimento presidirá o Tribunal do Júri. 

O latrocínio ocorreu no sítio Ponta da Serra, no dia 12 de outubro do ano em curso e vitimou VALDOMIRO MARIANO DA SILVA, 76 anos

Foto: reprodução PC

Por volta das 15 horas e 40 minutos de sexta-feira, 19 de outubro, a equipe de Policiais Civis da 24ª Delegacia de Homicídios de Araripina-PE juntamente com o comissário de polícia Alexandre Campelo e o Escrivão de Polícia André , sob o comando do Delegado GEORGE DANTAS titular da 24 D.P.H. e coordenação da Delegada Seccional da 24ª DESEC, Dra. KATYANNA MUNIZ, juntamente com policiais militares da 9ª CIPM de Araripina, após diligências investigativas do Inquérito Policial de n° 08.024.0200.00382/2018-1.2, deram cumprimento ao Mandado de Prisão pelo crime ATT. 157, parágrafo 3°( um fine) do C.P.B. LATROCÍNIO, ocorrido no sítio Ponta da Serra, dia 12 de outubro do ano em curso na zona Rural de Araripina, ocorrido com a vítima VALDOMIRO MARIANO DA SILVA, 76 anos durante roubo a um comércio naquela localidade.

Os elementos, JANILTON DA SILVA CARVALHO, vulgo SABUGO, 22 anos, solteiro, ajudante de plaqueiro e RUDICLEI PEREIRA DELMONDES DO NASCIMENTO, vulgo RUI, 23 anos, amasiado, pedreiro, ambos residentes no sitio Buracão em Trindade, foram detidos, sendo encontrado na casa do JANILTON, um revólver calibre .38 contendo três (03) munições intactas.

Ao serem questionados, os indivíduos afirmaram serem os autores do latrocínio mencionado, sendo de imediato dado voz de prisão e conduzidos à DPC de Araripina para serem tomadas as medidas cabíveis, de acordo com o BO 2253/2018, onde na delegacia, um deles, o JANILTON, foi autuado em flagrante e o RUDICLEI, submetido a Inquérito por portaria. (Central da 9ª CIPM). (Via Roberto Gonçalves)

Em 12 de agosto de 2003, o deputado Jair Bolsonaro foi ao microfone do plenário da Câmara dos Deputados e fez veemente defesa dos crimes de extermínio. Exaltados como solução para a política de segurança a ser adotada no Rio de Janeiro. O motivo para a apaixonada defesa era a ação de um esquadrão da morte que vinha aterrorizando a Bahia desde o início daquela década. Deu boas vindas aos foras da lei mesmo reconhecendo a ilegalidade

.Resultado de imagem para grupo exterminio

A Agência Sportlight de Jornalismo Investigativo revelou que a fala do deputado omitiu a motivação econômica que movia e razão de ser dos criminosos munidos com carteira do estado: um grande negócio travestido de combate ao crime.

“Quero dizer aos companheiros da Bahia — há pouco ouvi um parlamentar criticar os grupos de extermínio — que enquanto o Estado não tiver coragem de adotar a pena de morte, o crime de extermínio, no meu entender, será muito bem-vindo. Se não houver espaço para ele na Bahia, pode ir para o Rio de Janeiro. Se depender de mim, terão todo o meu apoio, porque no meu estado só as pessoas inocentes são dizimadas. Na Bahia, pelas informações que tenho — lógico que são grupos ilegais —, a marginalidade tem decrescido. Meus parabéns”!

Veja a imagem do discurso reproduzida da página da Câmara:

 O Músico Almir Antoniel Silva, conhecido como Almir de Neto, morreu em um trágico acidente de moto na PE -320  entre as cidades de Carnaíba e Afogados da Ingazeira, nas proximidades de acesso do povoado de Roça de Dentro por volta das 16h, deste domingo (14).

O jovem seguia em uma motocicleta CB 500, de cor branca, de placa PDS 3174 – Carnaíba sentido Afogados, quando teria colidido na traseira de um reboque, perdendo o controle da moto vindo a óbito no local. 

Almir era um dos três filhos de Neto e Aparecida, da Oficina Neto Motos 3 Irmãos. 

Era membro da centenária Banda Filarmônica Santo Antônio, ele completaria 30 anos no próximo dia 06 de Novembro. 

Informações via Cauê Rodrigues

O coronel reformado da Polícia Militar Pedro Chavarry Duarte, de 62 anos, não levantava suspeitas.

Coronel preso por estupro prometia respeito em campanha quando foi candidato em 2014

Estupro de Vulnerável Rio de Janeiro RJ

Coronel Pedro Chavarry foi preso em flagrante por estupro de vulnerável. DIVULGAÇÃO
  • O coronel da reserva da PM Pedro Chavarry Duarte, de 62 anos, estava, no sábado, dentro de um carro no estacionamento de uma lanchonete no bairro de Ramos, na zona norte do Rio de Janeiro (RJ), quando ouviu as sirenes de uma viatura se aproximarem. Tentou fugir, pois no interior do veiculo havia uma menina de dois anos nua, confirmando a denuncia anônima que os agentes tinham recebido. O coronel, que era o presidente da Caixa Beneficente da Polícia Militar do Rio, quis subornar os policiais, mas acabou sendo preso sob suspeita de ter cometido estupro de vulnerável ­– crime que pode ser castigado com até 15 anos de prisão – e corrupção ativa – com pena de até 12 anos. Não era a primeira vez que Chavarry, homem que se declara profundamente religioso, via-se implicado em um caso que envolvesse crianças: em 1993, segundo O Globo, Chavarry foi preso por suspeita de tráfico de bebês, mas não foi condenado.

“Segunda-feira, eu resolvo tudo. Vamos acabar com essa ocorrência, entendeu? Eu resolvo tudo. Segunda-feira vai fazer sol. Está ventando hoje”, disse Chavarry a um dos policiais que o abordaram. Este, enquanto gravava a cena com o celular, responde que não está entendendo e o coronel prossegue: “Segunda-feira, eu resolvo tudo. Quero saber sua escala. Você vai me procurar e eu vou te procurar. Você e o seu parceiro. Tá certo? Fica atento para acabar com essa ocorrência, tá? Dentro das normas”.

A investigação aponta que várias testemunhas declararam que Chavarry costumava andar acompanhado de crianças. Durante a abordagem, uma mulher disse aos policiais que ele cuidava dessa menina de dois anos e de uma outra de 12. Outra mulher informou que ele pagava para sair com elas. Uma outra testemunha, que trabalha perto da lanchonete onde ele foi preso, declarou que já tinha visto o coronel acompanhado de meninas em outras ocasiões. Segundo o jornal O Dia, foi uma funcionária da lanchonete quem se alarmou quando entregou o lanche ao acusado no carro e viu a menina nua. “Ela voltou ao caixa assustada e falou com a gente. Disse que a menina estava nua, de pernas abertas, e que não foi a primeira vez que viu esse homem aqui. No outro dia, era um menino”, contou ao jornal outra funcionária.

A menina foi levada ao coronel por Thuanne Pimenta dos Santos, de 23 anos, que teve a prisão temporária decretada. O irmão dela é casado com uma tia da criança. A jovem, que fazia serviços de faxina para o coronel, não deixou claro o que ela fazia com a criança, enquanto a mãe dela trabalhava, nem por que a deixou nas mãos do militar. “Ela entrou em múltiplas contradições durante o depoimento, mas há indícios de que ela entregou a criança propositalmente ao coronel”, explica a delegada responsável pelo caso, Cristiana Bento. Thuanne também trabalhou para Chavarry distribuindo panfletos quando este resolveu se candidatar, sem sucesso, a deputado federal pelo Partido Social Liberal (PSL) em 2014.

A Polícia Civil investiga agora se há mais pessoas envolvidas e se o coronel pode formar parte de um esquema muito maior de tráfico de crianças. “Pense na quantidade de meninos e meninas que desaparecem todo ano. Temos que investigar a fundo, quem sabe se o caso não tem relação com alguns desses sumiços”, explica Bento.

Chavarry, formado em direito e com mais de quatro décadas na corporação, ocupava a presidência da Caixa Beneficente da PM, que dispõe de uma rede de benefícios de aposentadoria para os associados, há seis anos. Seu currículo contempla passagens pelos gabinetes de quatro comandantes-gerais, cargo como relações públicas da Polícia Militar ou membro da mesa diretora da irmandade de Nossa Senhora das Dores da PM. Nas publicações da instituição exalta-se a figura do seu presidente como gestor e homem estratégico, além de um homem religioso e de família. Num perfil, publicado pelo jornal da Caixa Beneficente pouco depois de ele assumir a presidência, Chavarry conta que deve todo o seu sucesso a Deus e aos companheiros de trabalho e lamenta não passar mais tempo com sua mulher e sua filha: “Após uma carreira de 37 anos, em que não tive Carnaval, Natal e Ano Novo, assumi uma empreitada dessa magnitude. Eu deveria estar aposentado e curtindo mais a minha família. Eles têm, infelizmente, ficado em segundo plano”.

Questionado sobre o que gosta de fazer nas horas vagas, ele responde determinado: “No meu tempo livre, eu tenho dedicação à Igreja Católica Apostólica Romana, onde costumo participar ativamente das atividades religiosas. Em outras ocasiões, costumo tirar alguns dias para viajar com a família e recuperar as forças”. Neste domingo, Chavarry não participou das liturgias que ele dizia frequentar. Está preso no Batalhão Especial Prisional (BEP) da PM, em Niterói.

 Ele foi preso em flagrante no último sábado (10), acusado de pedofilia. A justiça determinou a prisão preventiva de Chavarry, que segue no Batalhão Especial Prisional da PM.

Confirmado: entre as vítimas que veio a óbito de Triunfo e Tabira

 

O acidente que aconteceu nesta segunda pela manhã  (8), na PE 320, entre Flores e Calumbi, provocou a morte de pelo menos três pessoas. Informações preliminares indicam que uma ultrapassagem indevida teria causado  o acidente com vítimas fatais, sendo identificados até o presente uma pessoa  de Tabira e outra de Triunfo.

 Tabira: foi identificado como Edvaldo Louredo Alves de Tabira, conhecido como Galego.  para titulo de informação ele  morava em frente a uma academia de Ricardo e guiava o gol quadrado, ficando preso nas ferragens. Ele teria feito a ultrapassagem que resultou na colisão segundo testemunhas.  A outra vítima é Romero Nunes Morais,  de Triunfo. Ele estava no veículo que pegou fogo na margem da PE.

Dos três veículos, dois ficaram fora da pista, um deles um pólo. As vítimas fatais estavam em um carro de passeio com um único ocupante, preso às ferragens e os que estavam no veículo que capotou e pegou fogo ao sair da pista, ainda em número indeterminado, mortos carbonizados. parte da vegetação na área também pegou fogo.

 

Grupo tentou roubar dinheiro que estava na aeronave / Foto: Divulgação/PF

Os seis mortos durante uma tentativa de roubo a um avião em Salgueiro foram identificados no início da noite desta quarta-feira (26). Segundo a Polícia Federal, eles integravam a principal quadrilha especializada em assaltos a bancos e carros-fortes da região. A aeronave transportava dinheiro que iria abastecer um banco da cidade.

De acordo com informações repassadas, os mortos foram identificados como:

Francieldo do Nascimento Silva, 47 anos,

Cláudio Aprígio da Silva Neto, 46

Alex Gonçalves dos Santos, 37

Galdioso Moura da Silva, 47

Renato Vieira dos Santos, 51

 Rafael Rodrigues Pereira, 36

Martins Simão dos Santos, 48, ficou ferido.

Confronto

A tentativa de roubo ocorreu na manhã desta quarta-feira (26). A Polícia Federal informou que diversos indivíduos fortemente armados tentaram roubar valores que estavam sendo transportados em um avião de empresa de segurança, que iria abastecer um banco da cidade.

No momento da aterrissagem, os suspeitos do crime invadiram a pista do aeroporto e abordaram os vigilantes dos carros-fortes que transportariam o dinheiro. Segundo a PF, eles também dispararam contra o avião, ferindo o piloto e obrigando-o a parar.

Na abordagem, houve intenso confronto entre o grupo e os policiais federais, resultando na morte de suspeitos. Além dos seis mortos, já foram presos mais quatro integrantes da quadrilha.

Foram apreendidos seis fuzis e uma metralhadora ponto 50, que estava instalada em um dos veículos utilizados pela quadrilha.

Ainda de acordo com a PF, uma quantidade desconhecida de suspeitos conseguiu fugir em um carro. Estão sendo realizadas buscas na região, com o apoio da Polícia Militar. Nenhum valor foi subtraído.

O piloto do avião foi socorrido e, conforme informações do hospital, está em condições estáveis.

Quadrilha especializada

Essa era a principal quadrilha especializada em assaltos a bancos e carros-fortes da região. Segundo a PF, o grupo já vinha sendo investigado há mais de um ano.

Por 7 votos a 2, STF mantém cancelamento 3,3 milhões de títulos sem biometria

Resultado de imagem para titulos e biometria

Por 7 votos a 2, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quarta (26) rejeitar pedido de liminar feito pelo PSB para evitar o cancelamento dos títulos de eleitores que não realizaram o cadastramento por biometria nas localidades que foram escolhidas pela Justiça Eleitoral.

De acordo com a Justiça Eleitoral, cerca de 3,3 milhões de eleitores não vão votar nas eleições de outubro porque não compareceram aos cartórios eleitorais nos municípios em que houve o recadastramento para identificação biométrica e devido a outras restrições.

Na ação, o PSB alegou que são inconstitucionais as resoluções do TSE que disciplinaram o cancelamento do título como penalidade ao eleitor que não realizou o cadastro biométrico obrigatório dentro do prazo, porque resultaram no indevido cerceamento do direito de votar.

O PT e o PCdoB também participaram do processo. Segundo as legendas, o maior número de eleitores que não poderão votar está na Região Nordeste. Para os partidos, a maioria dos títulos cancelados é de cidadãos humildes que não tiveram acesso à informação para cumprir a formalidade.

Cinco homens foram mortos durante uma tentativa de assalto ao avião de transportes de valores no aeroporto de Salgueiro, no Sertão de Pernambuco, a 513 km do Recife. Os criminosos tentavam roubar a aeronave quando foram surpreendidos pelos policiais. Houve troca de tiros e cinco integrantes da quadrilha morreram. Outros membros do grupo conseguiram fugir em uma caminhonete. O piloto do avião ficou ferido no tiroteio. Os bandidos estavam em um veículo modelo Toyota Hilux, que ficou com várias marcas de tiros.

A ação da polícia foi uma operação conjunta, coordenada pela Policia Federal – DPF de Juazeiro, Policiais Federais COT e GPi, da CIPE Caatinga PMBA, 8°BPM Salgueiro PE, 2° BIESP PMPE, CIOSAC e Agentes do Núcleo de Inteligência do Sertão-3/PMPE.

O objetivo era desarticular a quadrilha, que seria responsável por crimes na cidade de Bom Jesus da Lapa, na Bahia, (onde dois policias militares foram executados). Eles também atuaram na investida que teve como alvo a agência do Banco do Brasil em Jacobina-BA, ao carro forte atrás do Hospital Geral e Urgências em Petrolina, e ao ataque a quatro carros fortes entre Remanso e Juazeiro no Norte da Bahia. A operação também apreendeu seis fuzis AK 47, um fuzil FAL 762 e uma metralhadora calibre .50. A metralhadora é capaz de furar a blindagem de carro-forte e aeronaves e mede 1,68 metro e pesa 38 quilos. Ela dispara de 400 a 600 tiros por minuto, tendo uma precisão que alcança 1,5 quilômetro (km).  O grupo estava sendo investigado há três anos.

Resultado de imagem para Bandidos morrem em confronto com a polícia durante tentativa de assalto em Salgueiro

A imagem pode conter: carro e atividades ao ar livre

 

Investigação da Polícia Federal concluiu que depósitos suspeitos na conta de Adélio Bispo, o homem que esfaqueou Jair Bolsonaro (PSL), vinham de uma rescisão trabalhista

Reprodução
  

Com a investigação ainda em andamento, a Polícia Federal concluiu, em relatório divulgado na sexta-feira (21), que Adélio Bispo Oliveira, o homem que esfaqueou Bolsonaro no dia 7 em Juiz de Fora, agiu sozinho e não recebeu dinheiro para cometer o crime.

Os investigadores suspeitavam de um depósito na conta de Adélio dias antes do crime, mas a apuração apontou que o dinheiro vinha de uma rescisão trabalhista de um emprego que teve em Santa Catarina como garçom.

Cartão de crédito e celulares de Adélio também levantaram suspeitas mas, de acordo com a PF, não tiveram qualquer relação e nem foram usados para o crime. A renda que o agressor dispunha para se hospedar em Juiz de Fora também foi considerada compatível coma versão do agressor, que disse que estava temporariamente na cidade procurando emprego.

A conclusão parcial, portanto, é que Adélio não teve a ajuda e nem o incentivo de ninguém para esfaquear Bolsonaro. Ele alega que agiu sozinho por razões políticas e religiosas.


Um veículo Marca Fiat Uno Way ano 2011/2012 foi roubado por volta das 3hs da manhã na última quarta feira  fato aconteceu na Rua Antônio Vidal, Centro da cidade.
Quem tiver alguma informação entrar em contato pelo fone (87) 9.9807-1983 ou (87) 9.9620-8164

 

 A Polícia Civil de São Paulo apreendeu nesta quarta-feira 25 um helicóptero do PCC que estava pronto para transportar drogas em um hangar em Arujá, no interior do Estado. Um dos presos é Rogério Almeida Antunes, que foi preso em 2013, no Espírito Santo, com um helicóptero carregado com mais de 400 quilos de cocaína, apelidado depois de ‘helicoca’.

Antunes era funcionário do gabinete de Gustavo Perrella, filho do senador Zezé Perrella, na Assembleia de Minas Gerais. Ninguém foi preso ou sequer responsabilizado pelo caso do helicoca.

Quatro pessoas foram presas por policiais da Delegacia de Investigação Sobre Entorpecentes (Dise) de São Bernardo do Campo. A apreensão ocorreu dentro de uma escola de pilotagem, segundo reportagem do portal G1.

A investigação do caso acredita que três delas eram pilotos e estariam preparados para viajar para Mato Grosso do Sul.

 

 

 

UNIP: Há 10 anos atuando na região, seja nível superior, “Unip aqui você pode!”

 

Novos Cursos: 

 Desing Interiores, Ciências Biológicas, Gestão de Seviços Jurídicos, Serviço Social , Educação Física e outros, ta na hora de mudar de vida.

 

 

A imagem pode conter: 9 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé
 

 

 

Mãe é indiciada por estupro de filha no Sertão do Pajeú

 

 

 
A mãe de uma criança de 11 anos foi indiciada por favorecer à exploração sexual de sua filha, no município de Santa Terezinha, no Sertão de Pernambuco.
 
 
A denúncia de abuso foi formalizada pelo Conselho Tutelar da cidade e o suspeito foi preso pela Polícia Civil no último dia 12 de abril.
 

 

Durante a investigação, o delegado Rodrigo Passos de Albuquerque, titular do inquérito, identificou que a mãe induzia a criança, que tem histórico de problemas mentais, a pegar dinheiro e presentes com o abusador, inclusive facilitando o encontro de ambos. O estupro se consumou por diversas vezes, no consultório do homem.
 
Pena: A pena por facilitar a exploração sexual de vulnerável vai de quatro a dez anos, pelo fato da mulher ser mãe da vítima, ela pode ter a pena aumentada em até metade do tempo. (Via: TV Jornal)
 
 
A imagem pode conter: céu e atividades ao ar livre

 

 

Vídeo: 

 

Num ato, há pouco, em frente ao prédio da Assembleia Legislativa, policiais militares inconformados com a proposta de aumento salarial do Governo em tramitação na Casa, ameaçaram cruzar os braços no Carnaval e gritaram a palavra de ordem do movimento: “Não vai ter Galo”, numa referência ao bloco carnavalesco Galo da Madrugada, maior evento do carnaval pernambucano
 

Campanha de descontos para Fernando de Noronha é lançada no Recife

Morro do Pico e Morro Dois Irmãos

A “Temporada Mais Noronha”, campanha de descontos para incentivar o turismo em baixa estação na ilha, foi lançada na noite dessa segunda-feira (13), no Recife. Os preços de passagens, hospedagens e passeios devem ser reduzidos  5% a 30% entre os meses de abril e junho. A Administração da Ilha  fechou parceria com o trade local e a Empresa Pernambucana de Turismo (Empetur)  para desenvolver a ação.

O projeto foi apresentado para representantes das operadoras, agentes de viagens e jornalistas. O evento foi realizado no restaurante Papa Capim, no bairro de Boa Viagem, na capital pernambucana. A Campanha também vai ser lançada no Rio de Janeiro, na quinta-feira (16) e em São Paulo, sexta-feira (17).

A campanha, idealizada em 2012 pelo Governo do Estado e empresários. “A gente tem um grande potencial para transformar a ilha num grande atrativo para o turismo no país. As belezas naturais, a gastronomia, a excelência na prestação de serviço, a qualidade das pousadas, e no receptivo, não deixa a desejar a nenhum destino turístico de outros países. Isso pode ser referência para atrairmos pessoas de várias partes do mundo, propagando dessa forma o turismo para Pernambuco, o Nordeste e para o Brasil”, disse o administrador de Fernando de Noronha, Luís Eduardo Antunes.

Lançamento da campanha Mais Noronha

O administrador Luís Eduardo Antunes falou da campanha (Foto: Divulgação)

“Noronha não pode ser apenas o destino na alta temporada, tem que ser visitada o ano inteiro. Por isso criar a possibilidade de outras pessoas conhecerem o arquipélago com valores diferenciados, só faz com que a renda seja melhor distribuída, o destino fique cada vez mais renovado e, consequentemente, todos ganham: a ilha, a cadeia produtiva e o turismo do estado como um todo”, disse secretário-executivo de Turismo da Prefeitura do Recife, Mustafá Dias.

A superintendente de Turismo de Fernando de Noronha, Ângela Tribuzi, apresentou informações detalhadas da campanha Mais Noronha para os agentes e operadores de viagens presentes. Segundo superintendente , a ilha é um dos melhores destinos da América do Sul. “Na Temporada Mais Noronha os preços são diferenciados na baixa estação. Durante os anos em que aconteceram a campanha houve um incremento na baixa estão estação em torno de 22%. A meta para 2017 é de 30% de aumento no fluxo turístico”,  afirmou. 

Lançamento da campanha Mais Noronha 2

Os empresários da ilha estiveram no evento (Foto: Divulgação)

Um plano de mídia vai ser divulgado a partir de março, com duração de três meses. As inserções da campanha vão ser feitas nos  portais de notícias do Recife, São Paulo e Rio de Janeiro, que são as capitais que mais enviam turistas para Fernando de Noronha. Além do site da própria campanha que reúne todos os participantes: www.maisnoronha.com.

 

Lançamento da campanha Mais Noronha Francisco José

O evento ainda teve a presença do jornalista da Rede Globo, Francisco José (foto acima), primeiro profissional de imprensa a divulgar a ilha nacionalmente. O repórter  exibiu trechos matérias produzidas em Fernando de Noronha e também contou histórias das algumas passagens pela ilha como turista e também como jornalista. Francisco José disse que já visitou todos os continentes e os lugares mais bonitos do planeta, mas nenhum chega perto da beleza em Noronha.  O cantor Felipe França também se apresentou lançamento. 

 

 

 

 

 
O governo de Pernambuco anunciou a abertura de concurso com 200 vagas para agentes de segurança penitenciária. Segundo a Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres), são oportunidades para profissionais de nível superior. O edital completo da seleção com a data de início de inscrições, de acordo com a pasta, será divulgado em duas semanas.
 
O concurso será realizado em sete etapas pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe). O processo vai durar todo o ano de 2017. O salário inicial do agente de segurança penitenciária é de R$ 3.900.
 
O contrato para a realização do processo seletivo foi assinado na quinta-feira (09). De acordo com o projeto da Seres, os novos profissionais vão atuar em 22 unidades prisionais do estado. Entre elas, estão os Complexos de Itaquitinga, na Zona da Mata Norte, e Araçoiaba, na Região Metropolitanma do Recife, que se encontram em fase de obras.
 

 

Em 2016, a Seres realizou uma seleção simplificada em que contemplou 200 assistentes de ressocialização. Todos já estão atuando nas unidades.
 
Crise: O sistema penitenciário de Pernambuco enfrenta problemas que se agravaram desde o ano passado. Mortes e fugas foram registradas. O número de armas de fogo que foram apreendidas foi mais do que o dobro do material recolhido em 2015.
 
A Organização dos Estados Americanos (OEA) fez inspeção no Complexo do Curado, na Zona Oeste do recife. Em 2017, o Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE) anunciou a realização de uma auditoria.
 
O Sindicato dos Agentes Penitenciários Sindiasp-PE cobra a contratação de mais agentes. Cenas de brigas e consumo de drogas foram expostas em vídeos divulgados pelas redes sociais(Via: G1 PE)

 

 

 
 
 

Em Afogados da Ingazeira, a Guarnição Ordinária foi acionada pela Central de Operação às 22h30 desta segunda feira 23, para atender uma ocorrência de um cadáver localizado à margam da PE 320, que dá acesso ao sitio Covoadas, zona rural de Afogados. O policiamento chegando ao local, encontrou o corpo de uma mulher em óbito, caída no chão com um capacete na cabeça e uma pequena perfuração no lado esquerdo da barriga. A vítima foi identificada Valderia Souza aproximadamente 37 anos doméstica, para título de informação ela trabalhava  na residência do empresário Tony Car,  o corpo foi encaminhado para o IML  Para  saber a causa da morte, a vítima era moradora da rua Santo Antônio no centro de Afogados da Ingazeira

 

20170118_152501

20170118_152245

 

Antes do ato, cruzes foram fincadas na praia de Boa Viagem para representar homicídios contabilizados em 2016. Categoria também criticou más condições de trabalho.
 
Policiais militares e bombeiros integrantes da Associação Pernambucana de Cabos e Soldados (ACS-PE) fizeram, na tarde desta quarta-feira (18), uma caminhada pela Avenida Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, para criticar más condições de trabalho dos profissionais. Antes do ato, que teve início às 15h, cruzes foram fincadas na praia de Boa Viagem para simbolizar as vítimas de homicídios no estado. O protesto foi encerrado por volta das 16h30.
 
 
Durante a manifestação, um caixão representando o Pacto pela Vida foi enterrado na areia da praia para demonstrar a insatisfação com o programa do governo estadual para reduzir os índices de violência. Ao longo da caminhada, entre os postos 7 e 6 da praia, houve menções e críticas ao Programa de Jornada Extra da Segurança (PJES).
 
“Nós queremos mostrar como a sociedade está sofrendo com o aumento da violência. Somente no ano de 2016, foram contabilizadas mais de 4.400 mortes. O número é elevadíssimo”, pontua o presidente da ACS-PE, Albérisson Carlos.
 
 
Segundo a organização do ato, 700 cruzes foram fincadas na praia e mais de 600 pessoas participaram do protesto. De acordo com a Companhia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU), a caminhada ocupou duas faixas da Avenida Boa Viagem e, por isso, não houve a necessidade de desvios no tráfego.

 

Atuando em Operação Padrão desde o dia 7 de dezembro do ano passado, os policiais militares se comprometem em continuar no regime reduzido de trabalho. “Os coletes estão vencidos, e os celulares funcionais dados aos policiais não têm crédito para eles fazerem ligações. Nos batalhões, só saem, no máximo, de dez a 15 viaturas. É claro que entregamos propostas, mas o governo do estado não quer negociar com as associações”, reclama Albérisson.

Para ele, as reuniões entre os comandos da PM e dos Bombeiros com as secretarias de Defesa Social e de Administração do Estado têm sido feitas sem transparência. “A intransigência é muito grande. Não existe negociação geral de governo para governo. Quem representa a categoria são as associações”, pontua.

 
Respostas: Procurado pelo G1, o comandante geral da PM, Carlos D’Albuquerque, afirmou que as reivindicações dos profissionais não têm fundamento. “Os coletes têm validade até março, e a questão dos celulares não procede”, pontuou.
 
Em relação às negociações, D’Albuquerque explicou que as reuniões com o governo do estado têm acontecido ao longo do mês de janeiro. “Agora não é mais a hora de opinar. O que tínhamos que fazer, já fizemos. Agora é só uma questão de levar as informações levantadas para a administração estadual. As associações têm feito isso porque há, lá dentro, vontade de promoção pessoal”, critica. Segundo o comandante-geral da PM, uma nova reunião com o Governo está prevista para a tarde desta quarta (18).
 

Compartilhe 

 

 

Faleceu na tarde desta sexta-feira dia (13), o capitão da Polícia Militar de Pernambuco, Gilson Marcone Cerqueira Nogueira, de 41 anos, popularmente conhecido na região por Capitão Gil. 
 
Ele passava por um procedimento cirúrgico para implodir um cálculo renal (pedra nos rins), quando sofreu uma parada cardíaca, vindo a óbito.
 
Gilson estava na Polícia Militar a 18 anos, a maioria dedicados ao 9º Batalhão de Garanhuns, onde comandou as equipes especializadas e por anos esteve a frente do GATI, Gilson deixou o batalhão de Garanhuns em 2015 e foi transferido para o 15º Batalhão sediado em Belo Jardim, assumindo o comando da 2ª companhia de São Bento do Una,  e estava atualmente no comando da 1ª Companhia com sede em Belo Jardim.
 

 

Nas redes sociais amigos lamentaram a morte precoce do Capitão Gilson, o comando do 15º Batalhão e o presidente do Clube dos Oficiais da PM e CBM de Pernambuco também divulgaram nota de pesar.
 
O Comando do 15° BPM, com profunda tristeza, comunica o  falecimento do capitão Gílson Marcone Cerqueira Nogueira, 41 anos, quando submetido a uma cirurgia para retirada de cálculo renal, no hospital Monte Sinai, em Garanhuns, na tarde desta sexta-feira (13).
 
Oficial jovem, competente e dedicado à segurança pública, estava há 18 anos prestando valorosos serviços à PMPE. Atualmente, à frente da 1ª Companhia do 15° Batalhão, sediada em Belo Jardim, no Agreste pernambucano.
 
Casado e pai de quatro filhos, deixa saudades para todos os que tiveram o prazer de tê-lo em seu convívio.  Toda família quinzao, além de parentes e amigos,  enlutados, choram essa dura perda.
TEN CELl PM – JONAS
 

 

Governo de Pernambuco continua perseguindo a direção do Sindicato dos Policiais Civis

http://www.didigalvao.com.br/wp-content/uploads/2016/08/SINPOL-PE-vert.jpg

Ascom/SIMPOL

O Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco – SINPOL/PE vem externar seu repúdio e sua indignação com a quebra de parte do acordo firmado entre esta entidade classista e o Governo do Estado com relação a não anistia dos processos administrativos instaurados contra a Diretoria do Sindicato e contra a categoria em decorrência da mobilização, nos últimos 2 anos por melhores condições de trabalho e salário para que os Policiais Civis possam investigar os crimes e diminuir a absurda onda de criminalidade que assola o povo pernambucano.

É preciso deixar claro que os Diretores do Sinpol NÃO respondem por QUALQUER crime, não estão sendo acusados de roubo, extorsão, peculato, assassinato, nem durante nem antes de suas atuações classistas. TODOS os procedimentos aos quais figuram como imputados versam sobre críticas à política de segurança do Governo, reivindicações por condições mínimas de trabalho, de material de proteção individual (coletes em quantidade suficiente e dentro da validade, armamento e munição confiáveis e adequados, máscaras, luvas e materiais de procedimentos corretos para serem usados pelos policiais que trabalham no IML), de estrutura de delegacias e institutos, por contratação de pessoal para atenuar a imensa defasagem nos quadros de investigadores, tudo isso para que possamos prestar um serviço profissional de qualidade para a sociedade pernambucana, apurando e solucionando cada vez mais crimes.

O Governo do Estado, ao invés de ouvir os apontamentos que o Sinpol fez sobre as falhas gerenciais que levaram a Polícia Civil a beira de um colapso e impedem que consigamos investigar e prender os bandidos que estão fazendo os pernambucanos reféns da marginalidade, preferiu tentar esconder e calar nossas críticas construtivas utilizando-se da Corregedoria de Polícia e de um estatuto dos policiais civis opressor oriundo da ditadura militar para perseguir e punir as vozes que procuram defender um sistema de segurança pública mais justo e eficiente, tanto para os policiais quanto para a população.

No último dia 29.12.2016, mesmo após o Governo concordar que tais procedimentos injustos deveriam ser arquivados assinando um acordo nestes termos, fomos surpreendidos com uma punição de 30 dias de suspensão (a segunda maior pena possível, atrás apenas da demissão) ao presidente e vice do Sinpol, Áureo Cisneiros e Rafael Cavalcanti, simplesmente porque eles, ainda em 2015 foram chamados para averiguar irregularidades cometidas contra policiais que participariam de uma Operação de Repressão Qualificada (ORQ) a ser deflagrada nas cidades de Serra Talhada e Salgueiro. Eles estavam sendo obrigados a se deslocarem às 22h para as referidas localidades durante toda a madrugada sem o devido pagamento antecipado de diárias, sem coletes, sem armamento apropriado (até porque depois se soube que iriam prender integrantes de grupos de extermínio) e sem o devido descanso, pois, muitos haviam trabalhado normalmente durante todo o dia.

O Policial Civil, como todo trabalhador, possui direitos e garantias que, mesmo o Estado sendo seu patrão não podem ser negligenciadas ou suprimidas, pois, a Constituição e os Tratados trabalhistas atingem e obrigam a todos. Nós do Sinpol temos a obrigação de defender os direitos da nossa categoria e assim procederemos enquanto esta Diretoria estiver à frente do sindicato.

 
 

 

Resultado de imagem para Esposa capa marido após saber que ele estuprou a sua filha de 6 anos

 

Resultado de imagem para Esposa capa marido após saber que ele estuprou a sua filha de 6 anos

 

Uma jovem de 24 anos decepou o pênis do esposo, na cidade de Cachoeiro de Itapemirim, no Espirito Santo (ES). Segundo informações, a mulher ficou furiosa quando ficou sabendo que o seu esposo tinha violentado sexualmente de sua filha. O acusado, que não teve o seu nome revelado, tem 26 anos.

 

Conforme relatos da polícia, o estupro aconteceu quando a menina estava com a sua avó, que é deficiente visual. Ainda, de acordo com a polícia, o suspeito aproveitou da deficiência da avó da criança para abusar sexualmente da enteada. No entanto, ao sentir muita dor, a criança teria começado a gritar, e o acusado ameaçado a mesma caso ela contasse o que tinha acontecido para a sua mãe. Com medo de ser espancada pelo padrasto, a garotinha relatou para a sua avó que o seu padrasto tinha abusado dela.

 

A mãe da vítima teria ouvido uma parte da conversa, e assim ficou sabendo que o seu esposo, com que convivia há cerca de 4 anos, teria abusado de sua filha. Ela então ligou para a Polícia Militar e foi aconselhada a procurar o Conselho Tutelar da cidade, que marcou uma reunião na quinta-feira (29). A criança de 6 anos é de um outro relacionamento da mulher. Já com o acusado, ela tem outra filha de 2 anos.

 

 A jovem relatou para a polícia que por volta das 22 horas, ela estava com muita raiva e revolta e foi até a cozinha, pegou uma faca peixeira e foi até o quarto, onde ele estava deitado e decepou o órgão genital do acusado. Após o ocorrido, ela fugiu da casa levando a sua filha e sua mãe. Após alguns minutos ela ligou para a polícia relatando o que tinha acontecido.
 

O suspeito foi socorrido e levado para uma unidade médica. Já no hospital, o recebeu os atendimentos necessários. A menina passou por exames médicos e, caso seja confirmado que houve penetração na criança, o suspeito responderá o processo pelo crime de estupro de vulnerável, mas como não houve flagrante, o mesmo vai responder o caso em liberdade. A mãe da menina foi presa em flagrante pela polícia, e a mesma poderá pegar até cinco anos de cadeia.

 

 

 
Na madrugada deste sábado dia (07), por volta das 01:00, bandidos fortemente armados voltaram a tocar o terror na cidade de Afrânio, no Sertão de Pernambuco.
 
Eles explodiram os caixas eletrônicos do Banco do Brasil e dos Correios, varias rajadas de tiros foram disparadas como também dinamites foram detonadas. Quatro pessoas foram feitas de reféns, ainda teve um homem que foi baleado.
 
O banco ficou totalmente destruído, a ação dos bandidos só veio terminar por volta das 02:15, ou seja, 01:15 de ação. Segundo informações, eles teriam conseguido estourar o cofre. Após o roubo, os homens fugiram em direção ao Projeto Maria Tereza no estado Piauí.
 

Petrolina entra na estatística do estado de PE, que registrou 34 mortes por raios

 

 
Pernambuco registrou 34 mortes por raios entre os anos de 2000 e 2015, de acordo com dados da Rede Brasileira de Detecção de Descargas Atmosférica, operada pelo Grupo de Eletricidade Atmosférica (Elat) do Inpe.
 
Segundo o órgão, foram registradas quatro vítimas fatais em Tracunhaém e três em São João, dois em São Joaquim do Monte, um na ilha de Itamaracá e um em Petrolina, além de outros casos na Zona da Mata e interior.

 

O órgão também fez um levantamento da quantidade de ocorrências de raios nuvem-solo nas cidades mais populosas, nos anos de 2015 e 2016. Em 2015, foram registrados 90 no Recife, 240 em Jaboatão dos Guararapes, 315 em Caruaru, 8.190 em Petrolina e 15 em Paulista.
 

INSS: PENTE-FINO RECOMEÇA DIA 16

 

 
O presidente Michel Temer publicou nova medida provisória para garantir a realização do pente-fino no auxílio-doença e nas aposentadorias por invalidez. O texto foi divulgado em edição extra do Diário Oficial de ontem (06).
 
As revisões, realizadas pelo INSS, terão início no próximo dia 16, de acordo com o governo federal. A expectativa é de uma economia de R$ 6 bilhões com o pente-fino. A nova medida provisória estabelece que o aposentado por invalidez e os segurados que recebem auxílio-doença podem ser convocados a qualquer momento para uma nova avaliação.

 

Estão isentos da revisão os aposentados por invalidez que tenham mais de 60 anos. O texto prevê o pagamento de R$ 60 ao médico perito por perícia realizada de forma extraordinária
 
 

Facções criminosas dominam mais de 70% das prisões

 

 
O massacre de Manaus e agora o de Boa Vista não constituem um mero acidente. Decorrem de décadas de negligência das autoridades brasileiras com o crescimento do crime organizado e com a degradação de seu sistema prisional.
 
O Brasil ocupa o lugar de quarto país com a maior população carcerária do mundo. Entre 2000 e 2014, a taxa de aprisionamento aumentou 119%, ultrapassando a marca de 622 mil pessoas privadas de liberdade, sendo que 41% delas correspondem a prisões provisórias.

 

Essa política indiscriminada de encarceramento, além de ineficaz como mecanismo de dissuasão do crime, tem contribuído de forma significativa para o agravamento da criminalidade. Nas últimas duas décadas foram cerca de 1 milhão de homicídios. Conforme dados do Fórum Nacional de Segurança Pública, apenas em 2015, 58.492 pessoas foram vítimas de homicídio; 54% das vítimas eram jovens e 73%, negros e pardos. Para citar apenas mais um dado desta tragédia, estima-se que 45.460 mulheres foram vítimas de estupros no último ano. O perfil da população prisional é o mesmo das vítimas de violência letal: 56% são jovens de 18 a 29 anos e 67%, negros.
 
 
 

Cantor ostenta Ferrari que comprou de Gusttavo Lima, mas não pagou

 

O cantor Gusttavo Lima, há tempos, deixou de desfilar sua Ferrari por aí. Agora o possante pertence a outro sertanejo, Eduardo Costa. Ex-namorado de Helen Ganzarolli, Eduardo exibiu o carrão nas redes sociais, mas deixou claro: ainda não pagou, segundo informações do EGO.

“Tô devendo essa Ferrari toda, metade para o Gustavo Lima e a outra metade pro banco”, disse.

Mas não é só Eduardo que deve. O cantor informou que Gusttavo comprou dele uma vião, que ainda não quitou.

“Pior tá o Gusttavo, que a partir de hoje me deve metade de um avião e a outra metade para o banco kkkk. Dinheiro nóis não tem, mas dívida nós temo com força. Aooooo trem rumado”, escreveu.

E não é só o carrão que Eduardo gosta de ostentar por aí. O cantor também já posou com barcos, cavalos, helicópteros e motos. Será que está tudo pago?

 

 

Pernambuco na lista por prisão federal

 

 

 
Pernambuco pode ganhar, nos próximos dois anos, duas novas unidades prisionais, incluindo um presídio federal de segurança máxima. O Estado foi o primeiro do Nordeste a se habilitar junto ao Ministério da Justiça para receber uma das cinco unidades que o governo federal vai construir, ao custo de R$ 45 milhões, para desafogar o caótico sistema prisional.
 
Segundo o secretário estadual de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, são grandes as chances de um dos presídios federais ser construído no Estado. “No Nordeste inteiro só existe a unidade de Mossoró (RN). Pernambuco fica numa posição estratégica na região”, relata o secretário.
 
Para a construção de uma outra unidade prisional e modernização de equipamentos do sistema, já existem R$ 44 milhões liberados pelo governo federal. No próximo dia 17, Eurico e o governador Paulo Câmara se encontrarão, em Brasília, com o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, para definir a aplicação desses recursos. “Pode-se, inclusive, decidir pela construção de duas unidades em vez de uma”, observa Pedro Eurico.
 

No dia 18, também na capital federal, todos os governadores do Brasil deverão se reunir com o presidente Michel Temer para a assinatura do Plano Nacional de Segurança (PNS). O documento foi anunciado ontem por Alexandre de Moraes, em meio à ocorrência de mais um massacre em presídios, desta vez em Boa Vista (RR), onde 33 detentos foram assassinados na manhã de ontem, em uma briga de facções criminosas. “Ainda não tomamos conhecimento do teor do plano, por isso não temos como nos posicionar”, destaca.
 
A íntegra do Plano Nacional de Segurança estava desde o início da tarde de ontem na internet. No âmbito do sistema penitenciário, prevê a liberação dos R$ 2,4 bilhões existentes no Fundo Penitenciário Nacional (Funpen) para a construção e modernização de unidades. Além disso, prega a unificação das informações pessoais e processuais dos presos do País, bem como a criação de uma força-tarefa nacional de defensores públicos para analisar processos de detentos provisórios.

No último dia 29, R$ 800 milhões foram liberados para os Estados, visando a construção de presídios. É possível que mais recursos sejam disponibilizados no dia da assinatura do Plano Nacional de Segurança.
 
 
 
 

Saiba como hackers atacaram sites da Folha e UOL com conteúdo pornô

Ataque aconteceu na madrugada desta sexta-feira (6); páginas eram redirecionadas a portal de pornografia

O jornal Folha de S. Paulo se pronunciou sobre o ataque hacker que sofreu na madrugada desta sexta-feira (6).

Ao acessar as páginas do jornal e do UOL, usuários acabam redirecionados ao portal de pornografia Redtube ou encontravam um aviso de página indisponível. O ataque aconteceu entre as 2h50 e as 4h, aproximadamente.

A intervenção aconteceu conexão entre os aparelhos dos usuários (celulares, desktops, etc) e os servidores do UOL.

Os hackers alteraram o DNS (em português, Sistema de Nomes de Domínios), serviço que ‘traduz’ o endereço do site (por exemplo, folha.com.br) para um IP (Internet Protocol), código que os computadores utilizam para encontrar a página.

Mesmo depois da normalização do problema, alguns leitores tiveram dificuldade para acessar as páginas. Isso acontece porque os servidores guardam informações em cache (um arquivo usado para tornar a navegação mais rápida), e a atualização pode levar até 24 horas.

Por causa do ataque, os termos ‘Redtube’, ‘Folha’ e ‘UOL’ entraram nos trending topics do Twitter.

Vice-prefeito afirma que não será figura decorativa na administração de João Pessoa

 

manoel-junior

 

O vice-prefeito de João Pessoa, Manoel Júnior (PMDB) disse em entrevista ser muito irrequieto e que, portanto, não daria para ser só uma mera figura decorativa na gestão do prefeito Luciano Cartaxo (PSD), muito embora saiba que a maioria dos vices se tornam apagadas ou não contribuem com a administração municipal, o que não será o caso dele.

 

“Geralmente eles são, mas eu sou um cidadão irrequieto e não consigo parar. Gosto de trabalhar e nós vamos trabalhar diuturnamente dentro dos limites possíveis, até porque o vice-prefeito não delibera, mas vamos apoiar o prefeito Luciano, sugerindo, opinando e criticando na hora em que tiver de criticar, obviamente, dentro da crítica construtiva que é sempre boa”, observou.

Como médico de formação, o setor de Saúde é um dos pontos de preocupação do vice-prefeito. Manoel Jr disse que vai prestar todo apoio ao novo secretário, José Evangelista, inclusive, nome indicado pelo partido dele, o PMDB, que tomou posse do cargo nesta sexta-feira (06).

“Esse é um ponto fundamental porque tem sido alvo de críticas no país inteiro. Aqui, em João pessoa não é diferente e nós vamos justamente tentar aprimorar os serviços para dar qualidade no atendimento básico, de alta e média complexidade também”, destacou.

Quanto a sua atuação política, ele disse que o assunto será discutido ainda com Cartaxo. Para ele, é uma atividade complementar.

“Quem conhece bem toda a engenharia da aliança política que nos levou à prefeitura e à vice-prefeitura foi o prefeito Luciano Cartaxo. Ele foi o artífice disso tudo e nós iremos apoiar e ajudá-lo não só na administração, mas também no campo político”, enfatizou.

Paraiba.com.br

Senador Lira reafirma apoio ao governador Ricardo Coutinho e nega intenção de deixar o PMDB

 

ricardo-e-lira

O senador Raimundo Lira (PMDB), desde que assumiu o mandato em lugar de Vital do Rêgo Filho, hoje ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), sempre se posicionou como aliado do governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB). E não é de hoje seu descontentamento com o PMDB em ter rompido a aliança com o PSB.

 

Obviamente, à época, o seu partido integrava, oficialmente, o arco de alianças do socialista, união desfeita somente meses antes das eleições municipais do ano passado, quando a cúpula peemedebista decidiu apoiar à reeleição do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD). Contudo, após o racha, Lira se manteve firme no apoio ao projeto político do governador, mas sem se confrontar, abertamente, com o comandante da legenda, o também senador José Maranhão, fazendo jus ao seu perfil conciliador.

Assim, ficaram abertas brechas para especulações as mais variadas, entre as quais a que ele deixaria o PMDB para filiar-se a outra legenda, possivelmente o PSB, partido que poderia lhe dar as condições necessárias para uma disputa majoritária – como candidato à reeleição ou como candidato a governador.

O senador rechaçou tal possibilidade, mas ratificou seu posicionamento de caminhar ao lado do gestor estadual em direção a não tão longínqua, assim, eleição de 2018. “Sou respeitado no partido, não tenho nenhum desejo de sair do PMDB”.

Porém, como em política tudo é possível, ninguém descarta mudanças de cenário até lá. Há uma frase relacionada às alianças que se desgastou com o tempo, é bem verdade, mas que continua bem atual: ‘A política é dinâmica’.

 

 

Um jovem de 23 anos identificado como Thiago Honorato dos Santos, foi preso nessa quinta-feira (5) suspeito de matar três pessoas de uma mesma família na zona rural de Triunfo, no Sertão de Pernambuco. De acordo com a Polícia Civil, ele foi encontrado em uma igreja onde estava sendo realizada uma missa. A delegada Andreza Gregório informou que o crime teve motivação financeira. “Encontramos documentos que nos deu a entender que o homem cometeu o crime para ficar com o terreno da família, que é próximo ao dele”, detalhou.
O corpo da aposentada de 58 anos foi encontrado no sábado (31), enquanto o do filho dela, de 35, foi localizado na segunda-feira (2) enterrado em uma cacimba. O corpo do marido da aposentada, de 60 anos, foi encontrado na tarde da quinta (5) em uma fossa. A polícia considerava ele foragido e suspeito do crime. Vítimas foram mortas a facadas.
Segundo a delegada, também havia a suspeita de que o vizinho teria cometido os assassinatos.
“Um parente da família, que é policial militar, foi quem ajudou a encontrar o corpo do idoso [marido da aposentada e pai da outra vítima]”, explicou. A terceira vítima estava enterrada próximo da casa onde o suspeito morava.
“O suspeito pretendia ficar com a propriedade que pertencia às vítimas. Ele ainda não foi levado [para nenhuma unidade prisional], aguarda audiência de custódia e deve ser indiciado por ocultação de cadáver”, disse a delegada Andreza. O vizinho da família confessou o crime.
Entenda o caso
Um duplo homicídio foi registrado em Triunfo, no Sertão de Pernambuco. De acordo com a Polícia Militar, uma aposentada de 58 anos foi encontrada morta dentro da residência dela, no sítio Mumbaça, na zona rural da cidade. O crime ocorreu na noite da véspera do ano novo.
A segunda vítima, de acordo com informações da Polícia Militar, foi encontrada próximo a casa onde morava, também no sítio. O corpo era do filho da aposentada e estava em uma cacimba. A polícia suspeitava do marido da vítima, um homem de 60 anos, que não havia sido encontrado. Os corpos foram levados para o IML de Caruaru. O caso será investigado pela Delegacia da Polícia Civil de Triunfo

 

Boiadeiros ameaçam manifestação contra paralisação de obra do Curral do Gado em Tabira

 

A feira de gado da cidade de Tabira no sertão do Pajeú está entre as maiores do estado de Pernambuco. Objetivando oferecer melhores condições aos participantes do comercio de bovinos, o Governo de Pernambuco através da Secretaria de agricultura iniciou em setembro as obras de construção de um novo Curral do Gado para sediar a feira. No final de dezembro sem receber uma única parcela de pagamento, a Empresa Construtora paralisou as atividades devolvendo maquinas, liberando os trabalhadores e jogando a responsabilidade no Governo Paulo Câmara. Dirigentes do PSB como Pipi da Verdura (Presidente) e Marcos Crente (vereador), e até a imprensa da região tem procurado sem sucesso o Secretário Nilton Mota da agricultura para tratar da paralisação da obra. Na cidade de Tabira e região já correm rumores de uma possível manifestação dos boiadeiros (comerciantes de gado) pela retomada da obra, pois o curral antigo foi destruído para a construção do novo. (Por Anchieta Santos)
 

 

  •  

Betânia: MPPE ajuíza ação para que município pague salários atrasados e regularize serviços públicos essenciais

  •  

Com o objetivo de garantir a continuidade na prestação dos serviços públicos essenciais e o pagamento dos salários dos servidores públicos de Betânia, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) ingressou, no dia 22 de dezembro, com ação civil pública com pedido de liminar em face do município. Por meio da ação, o MPPE requereu à Justiça que obrigue a gestão a saldar, no prazo de cinco dias, os débitos com os servidores ativos e inativos, sob pena de multa imposta ao município e à pessoa do prefeito. Caso a Justiça defira o pedido e o pagamento não seja efetuado nesse prazo, o MPPE também solicitou o bloqueio judicial das verbas dos Fundos de Participação dos Municípios (FPM), de Manutenção da Educação Básica (Fundeb) e da Saúde (FUS).

Segundo a promotora de Justiça Rhyzeane Cavalcanti de Morais, moradores e servidores de Betânia noticiaram um agravamento na prestação dos serviços públicos essenciais desde o mês de outubro de 2016, quando o candidato de oposição venceu o pleito. “A gestão passada não vinha cumprindo com as regras de transição defendidas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) como boas práticas para garantir a continuidade da máquina administrativa”, destacou a representante do MPPE, no texto da ação.

 

A situação motivou a atuação ministerial, que solicitou informações à então prefeita Eugênia Araújo por meio de ofícios. Porém, segundo Rhyzeane de Morais, a gestora apresentou respostas genéricas e em descompasso com a situação de precariedade enfrentada pelos cidadãos de Betânia.

Diante desse cenário, o MPPE recomendou à ex-prefeita, em 19 de dezembro, que mantivesse a folha de pagamento dos servidores em dia e que quitasse os valores em atraso no prazo de cinco dias. No entanto, a recomendação não foi atendida.

“Em consulta ao Portal da Transparência, verifica-se que a União repassou ao município de Betânia, em 2016, mais de R$ 19 milhões, mas o município insiste, de forma inexplicável, em interromper diversos serviços e não realizar o pagamento dos seus servidores”, acrescentou a promotora de Justiça.

Tendo em vista que os salários são verba de natureza alimentar e que constituem, em muitos casos, a única fonte de renda dos servidores e suas famílias, o MPPE recorreu à via judicial a fim de buscar uma solução para os prejuízos causados aos servidores e à população que depende dos serviços prestados por eles.

 

 

 

 
Um acidente envolvendo três veículos deixou dois mortos e sete feridos nesta sexta-feira (06) em Sertânia, no Sertão de Pernambuco. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, um idoso de 60 anos e um jovem, de 21, morreram no local.

 

Segundo a PRF, a colisão ocorreu no km 263 da BR-232. O motorista do carro bateu na lateral de um caminhão e – em seguida – colidiu contra uma van, conforme informou a polícia.

Dos feridos, um estava no carro e seis na van. Eles foram encaminhados para o Hospital Regional de Arcoverde com ferimentos leves, de acordo com a Polícia Rodoviária

 
 

 

 

 

 

 

 

beatriz
 Beatriz Angélica Mota, de 7 anos, foi assassinada em uma festa do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, em Petrolina, 
 
 
 

altA delegada Gleide Ângelo chegou nessa terça-feira à Petrolina para iniciar o trabalho de investigação a partir do que já foi apurado.

Rádio Jornal / Foto: reprodução internet

Um homem preso na Bahia, acusado de assaltos e estupros, é o novo suspeito do caso Beatriz Mota, de Petrolina, no Sertão do Estado. Desde o assassinato da menina de sete anos, em dezembro de 2015, a sociedade civil organizada cobra um desfecho para o : designada para o caso há cerca de um mês.

Ela e equipe chegaram ontem à Petrolina para iniciar o trabalho de investigação a partir do que já foi apurado.

O material genético do homem foi encaminhado ao laboratório da Secretaria de Segurança Pública da Bahia. Ainda conforme a polícia, o suspeito estava na cidade de Pilão Arcado, a 700 km de Salvador, e permanece na carceragem da delegacia de polícia do município de Remanso, localizado no interior da Bahia, às margens do Rio São Francisco

 

 

 

Foto do suspeito e o retrato falado 

 

Altemar Borges de Souza, de 47 anos, foi preso pela Polícia Militar da cidade de Remanso (BA), no último sábado (31) acusado de cometer assalto seguido de estupro na sexta-feira (30).

Ele foi encontrado em uma pousada no centro de Pilão Arcado-BA, onde também é acusado de cometer assaltos, depois que a polícia foi informada de que havia um homem com as mesmas características do suspeito que estava sendo procurado.

 

Segundo a polícia, após a abordagem Altemar confessou que praticou os crimes, pelos quais estava sendo acusado, inclusive o estupro em Remanso. Ele é natural de Campo Alegre de Lourdes.

A notícia da prisão de Altemar se espalhou nos blogs e nas redes sociais e logo foi feita uma associação da sua imagem a do suspeito do assassinato da menina Beatriz Motta, ocorrido há um ano em Petrolina (PE).

 

 

O Portal Preto No Branco apurou a informação e constatou que, de fato, Altemar já é considerado um suspeito do crime bárbaro que vitimou Beatriz. Ele já foi submetido a coleta de material genético que foi enviado para o laboratório em Salvador (BA) para a realização do exame de DNA. O acusado está preso na Delegacia de Remanso à disposição da Justiça

 

Homem matou filho, ex-mulher e familiares dela na virada para o ano novo.
12 pessoas foram assassinadas; três estão hospitalizadas.

Montagem das vítimas da chacina em Campinas (Foto: Patrícia Teixeira / G1)

 (Foto: Patrícia Teixeira / G1)

A chacina durante uma festa de réveillon, entre a noite deste sábado (31) e a madrugada de domingo (1º), terminou com 12 pessoas assassinadas após um homem invadir uma casa em Campinas, efetuar os disparos e se matar. O atirador foi identificado como Sidnei Ramis de Araujo, de 46 anos. Segundo a polícia, ele é ex-marido de uma das vítimas. Entre os mortos, está o filho do casal.

 

As demais vítimas são familiares que comemoravam juntos a passagem de ano. Vizinhos da residência chegaram a achar que os disparos eram fogos de artifício.

Onze pessoas morreram no local e quatro foram atingidas pelos disparos e socorridas. Uma delas morreu no hospital. Veja abaixo quem são as vítimas:

– Isamara Filier
Ex-mulher de Sidnei. Tinha 41 anos e estava em processo de separação, de acordo com informações da Polícia Militar e de processos judiciais na Vara da Família. Estava disputando com Sidnei a guarda do filho de 8 anos, João Victor Filier de Araujo, na Justiça. Ela morreu no local.

– João Victor Filier de Araujo
Filho de Isamara e Sidnei. Tinha 8 anos e estava na festa de confraternização com a mãe e familiares. Foi o último a ser atingido antes do pai se suicidar, e morreu no local.

Isamara e o filho João Victor foram assassinados pelo ex-esposo dela, e pai do menino, em Campinas (Foto: Reprodução / Facebook)
Isamara e o filho João Victor foram assassinados pelo ex-esposo dela, e pai do menino, em Campinas (Foto: Reprodução / Facebook)

– Rafael Filier
Rafael tinha 33 anos e era irmão de Isamara. Ele foi atingido na festa e morreu no local.

– Liliane Ferreira Donato
Liliane tinha 44 anos, era casada e morreu no local. O marido dela está entre os feridos hospitalizados em Campinas. Foi na casa dela que a tragédia aconteceu. Isamara e Rafael eram primos dela e das irmãs [abaixo].

– Alessandra Ferreira de Freitas
Alessandra era irmã de Liliane. Tinha 40 anos e morreu no local.

Alessandra, Liliane e a ex-mulher do atirador; todas morreram na chacina em Campinas (Foto: Reprodução / Facebook)
Alessandra, a ex-mulher do atirador e Liliane; todas morreram na chacina em Campinas (Foto: Reprodução / Facebook)

– Antonia Dalva Ferreira de Freitas
Antonia Dalva, de 62 anos, era mãe de Liliane e de Alessandra. Também foi atingida e morreu no local.

– Abadia das Graças Ferreira
Abadia, de 56 anos, era irmã de Antonia Dalva. Foi atingida e morreu no local.

– Paulo de Almeida
Paulo tinha 61 anos e era marido de Abadia. Foi atingido no momento dos disparos e morreu no local.

Abadia e Paulo eram casados e foram assassinados na chacina em Campinas. (Foto: Reprodução / Facebook)
Abadia e Paulo eram casados e foram assassinados na chacina em Campinas. (Foto: Reprodução / Facebook)

Ana Luzia Ferreira
Ana era irmã de Antônia Dalva e Abadia. Tinha 52 anos e morreu no local.

– Larissa Ferreira de Almeida
Larissa tinha 24 anos. Era filha de Ana. Foi atingida pelos disparos e morreu no local.

Ana e Larissa são mãe e filha e também foram assassinadas na chacina de Campinas (Foto: Reprodução / Facebook)
Ana e Larissa são mãe e filha e também foram assassinadas na chacina de Campinas (Foto: Reprodução / Facebook)

Luzia Maia Ferreira
Luzia, de 85 anos, era mãe de Antonia Dalva, Abadia e Ana, e avó de Liliane, Alessandra e Larissa. Chegou a ser socorrida para o Hospital de Clínicas da Unicamp, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Ela tem um filho, de 58 anos, que está entre os feridos hospitalizados em Campinas.

– Carolina de Oliveira Batista
Carolina tinha 26 anos era solteira e morreu no local. O pai dela está entre os três feridos que estão hospitalizados em Campinas. Ela deixa uma bebê.

– Sidnei Ramis de Araujo
Sidnei, de 46 anos, foi o autor do crime. Ele é ex-marido de Isamara e pai de João Victor. Trabalhava como técnico em laboratório na área de ciência e tecnologia.

 

 

 

O Policial Civil afogadense Edvanildo conhecido por “Tio” e sua esposa Iraneide morreram em um acidente na tarde deste sábado (24). O trágico aconteceu quilômetros depois de Salgueiro próximo a Parnamirim por volta das 17h30, quando o policial, acompanhado de sua esposa seguiam sentido Petrolina, onde iria passar o natal com suas filhas. Ele perdeu o controle e capotou o veículo.

Já no início da noite, familiares foram pegos de surpresa na cidade de Afogados da Ingazeira. “Tio” era filho do marchante Nego Maurício, irmão do ex-vereador Timóteo, de Maurício ‘Gordo’ e Edmilson. alt

 

. “Tio” morava em Terra Nova, onde tocava alguns empreendimentos.

Na noite deste sábado familiares do policial seguiram de Afogados para a cidade de Terra Nova. Informações dão conta de que as filhas das vítimas estudavam em Petrolina. Estava confirmado a vinda do casal a Afogados da Ingazeira no finalzinho do ano, mais especificamente do dia 31. “Tio” viria junto com a esposa passar o réveillon com irmãos e amigos aqui no Pajeú.

 

De acordo com informações do Sistema Beto Som de Comunicação, o carro em que as vítimas estavam, uma caminhonete Hilux, capotou várias vezes. Iraneide, faleceu na hora e Edvanildo ainda foi socorrido com vida até o hospital de Parnamirim, em seguida foi transferido para um hospital de Salgueiro, onde não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

 

O casal era bastante conhecido na cidade de Terra Nova, o que deixou a cidade inteira de luto. Edvanildo foi vereador do município na legislatura de 2001 a 2004. Os corpos estão sendo velado na Fazenda Riacho dos Cavalos, na residência da mãe de Iraneide. Acontecerá também sessão de homenagem póstuma na Câmara de Vereadores, a partir das 14h deste domingo (25).

 

 

 

Primeiras informações extras oficiais de um Homicídio ocorrido em Afogados, chega a redação do blog  Marcos Montinelly,  o fato foi um crime que aconteceu  por volta das 19:00HS.  desta quarta-feira (30), informações que dois homens usando uma motocicleta e sem capacetes, se aproximaram de Beto, conhecido por Beto do espetinho localizado na Avenida Artur Padilha conforme foto, próximo ao Posto Zezinho Mariano, no centro de Afogados da Ingazeir,  os dois elementos  efetuaram vários disparos de arma de fogo contra o dono do espetinho. Em seguida tomaram fuga com destino ignorado.

foram disparados quatros tiros contra a vítima que acabou não resistindo e veio a óbito. aguardem mais informações.

 

Aconteceu hoje em Afogados da Ingazeira nesta sexta-feira (04), por volta das 15:00 hs. Dois elementos na maior cara de pau um homem e uma mulher aparentemente entre 20 e 25 anos, adentraram a loja de Joias,“Malybu Joias “ de empresários de Serra Talhada, localizada na rua Barrão de Lucena que fica por trás da prefeitura no centro da cidade uma rua onde se encontra várias tipos de lojas.

Os dois anunciaram o assalto e segundo informações repassadas ao blog Marcos Montinelly o homem estava armado e mandou que as funcionárias fossem até os fundos da loja enquanto faziam a varredura, levaram uma quantia em dinheiro que não foi divulgado e vários relógios e joias.

Pelo perfil fica claro que esses dois elementos não são da cidade, a polícia já está trabalhando caso, Afogados da Ingazeira ainda é uma das poucas cidades que casos como esses são pontuais, ainda vivemos consideravelmente em termos de Nóia desta natureza que aparecem por aqui não duram por muito tempo.

 

 

Informações complementares repassadas ao blog de uma fonte que trabalha em loja na mesma rua, é que ouviu tiro segundo ela o elemento atirou para o teto da loja outro detalhe que os dois fugiram em moto Broz na fuga quase atropela populares

 

Informações: Ligar para delegacia em Afogados ou 23°Bpm  87 3838 – 8770 Cel. 9 9937- 5670 

Sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo Compartilhem essa informação.