Para ferrar com o povo brasileiro 160 deputados apoiam a reforma 

Em entrevista, o ministro informou que o mapeamento do governo indica que 160 deputados já declararam publicamente apoio à mudança nas regras de aposentadoria
Da Redação com agência Estado / Foto: EBC

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que falta garantir mais 48 votos para a aprovação do projeto de reforma da Previdência na Câmara. Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, que será publicada na íntegra na edição de amanhã, o ministro informou que o mapeamento do governo indica que 160 deputados já declararam publicamente apoio à mudança nas regras de aposentadoria. Outros 100, segundo ele, já indicaram ao Palácio do Planalto que votarão a favor da reforma.

A informação do ministro, publicada no Broadcast, plataforma de notícias em tempo real do Grupo Estado, na tarde de ontem, teve efeito imediato na Bolsa.

O Ibovespa, que operava em leve alta, acelerou o ritmo e fechou a 1,09%, aos 95.364 pontos. Questionado no final da tarde sobre a questão dos votos, o porta-voz da Presidência, Otávio do Rêgo Barros, disse não ter conhecimento sobre o mapeamento dos votos.

Garantia

A líder do governo no Congresso, Joice Hasselmann (PSL-SP), disse, por sua vez, que não é possível garantir que faltam 48 votos para a aprovação da reforma da Previdência na Câmara. “A base ainda está sendo construída, não dá para cravar número de votos”, afimrou após reunião com o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno.

A parlamentar disse que será necessário fazer um desenho do que é possível ser alterado na proposta de acordo com as demandas dos parlamentares dentro da perspectiva da equipe econômica. “Não dá para sair cravando, não.” Joice também afirmou que nenhuma mudança no texto foi definida até o momento. “A gente tem de ver o que dá para mexer, ou não tem Previdência nova.”

Guedes advertiu também que promover mudanças na reforma da Previdência de modo a reduzir a economia prevista para menos de R$ 1 trilhão em dez anos é “assaltar as gerações futuras”, e condicionou qualquer alteração no texto a compensações. O ministro afirmou que o presidente Jair Bolsonaro “fará sua parte” para garantir a aprovação da reforma ainda neste ano.

Justiça autoriza investigação de candidatura laranja em Pernambuco

Maria de Lourdes Paixão teve apenas 247 votos na briga por uma vaga da Câmara dos Deputados

O Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) autorizou a Polícia Federal a investigar suposto esquema de irregularidades no Estado na aplicação do fundo eleitoral do PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, na campanha de 2018. A candidata à deputada federal do partido no Estado, Maria de Lourdes Paixão, teria atuado como ‘laranja’ para receber R$ 400 mil de verba pública eleitoral. Segundo a PF, o inquérito deve ser aberto nos próximos dias.

Secretária do PSL em Pernambuco, Maria de Lourdes Paixão teve apenas 247 votos na briga por uma vaga da Câmara dos Deputados em 2018, mas recebeu R$ 400 mil do PSL. Foi a terceira maior cota do fundo eleitoral do partido – maior até do que a recebida por Bolsonaro durante a campanha. O recurso foi depositado a poucos dias da votação para pagar a impressão de santinhos e adesivos eleitorais em uma gráfica.

   

Homem morre ao cair em máquina de moer carne em MS; polícia investiga caso

Reprodução/FacebookUm funcionário de um frigorífico de frangos morreu ao cair em uma máquina de moer carne. De acordo com a polícia de Eldorado (MS), local onde ocorreu o caso, Rodrigo Lopes, de 33 anos, sofreu o acidente no fim da tarde de ontem na fábrica da Bello Alimentos. A empresa foi procurada e não havia se manifestado até a publicação da reportagem.

Segundo a Polícia Civil, a maioria dos funcionários já havia cumprido o expediente e deixado o local quando ocorreu o acidente. Quem permanecia na empresa, localizada a cerca de 425 km da capital Campo Grande, foi dispensado. Hoje (8), o frigorífico encontra-se fora de funcionamento.

O delegado Pablo Ricardo Campos dos Reis, responsável pela apuração da morte, diz que nenhuma hipótese deve ser descartada, cogitando a possibilidade de ter sido ato criminoso ou suicídio. Ele ainda afirma que a máquina que Rodrigo Lopes operava é bastante segura.

“Eu fui ontem ao local, com a equipe, e na verdade estamos trabalhando com diversas hipóteses. Pode ser acidente, suicídio ou algo criminoso. A máquina é bastante segura, posso afirmar porque estive no lugar. Ela faz a moagem, é uma misturadeira. (O operador) sobe em cima da máquina e coloca os temperos para que ela faça o processamento do embutido”, explica.

Lopes era natural de Guaíra, no Paraná, e estava na cidade de Eldorado havia menos de um ano por conta do trabalho na empresa. A máquina que ele operava ficava mais ou menos na altura do peito, segundo o delegado do caso. 
“Simulamos a prática com uma pessoa de estatura semelhante e não existe a possibilidade de ele se desequilibrar e cair. Pode ter sido um acidente em que caiu o saco de tempero, ele foi tentar pegar e caiu”, diz o delegado.

A Polícia Civil segue no trabalho de investigação e deve procurar manual e instrutores da máquina nos próximos dias.

Caixa aumenta valor de imóveis financiados pelo Minha Casa Minha Vida

As famílias de baixa renda de cidades de até 50 mil habitantes terão acesso a mais financiamentos do Minha Casa Minha Vida (MCMV). O banco aumentou o valor de imóveis financiados para as faixas 2 e 3 do programa habitacional. Paralelamente, a instituição elevou o valor do subsídio para a faixa 2 em cidades de até 20 mil habitantes.

O teto de imóveis para as faixas 2 e 3 do MCMV foi ampliado. Para as cidades de 20 mil a 50 mil habitantes, o valor máximo do imóvel a ser financiado passou de R$ 110 mil para R$ 145 mil no Distrito Federal, no Rio de Janeiro e em São Paulo; de R$ 105 mil para R$ 140 mil no Sul, no Espírito Santo e em Minas Gerais; de R$ 105 mil para R$ 135 mil em Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul; e de R$ 100 mil para R$ 130 mil no Norte e no Nordeste.

Nas cidades com menos de 20 mil habitantes, o teto do financiamento passou de R$ 95 mil em todas as regiões para os mesmos valores (escalonados por regiões) dos municípios com até 50 mil moradores.

O banco também aumentou o valor do subsídio para financiamentos da faixa 2 em cidades de até 20 mil habitantes. O subsídio passou de R$ 10.545 para R$ 11,6 mil para os mutuários com renda familiar bruta de até R$ 1,8 mil.

Para as cidades de 20 mil a 50 mil habitantes, o valor do subsídio na faixa 2 não mudou, podendo chegar a R$ 29 mil, dependendo da região do imóvel. Os subsídios para a faixa 1,5 do Minha Casa Minha Vida também não sofreram alteração, com valor máximo de R$ 47,5 mil para famílias que ganhem até R$ 1,2 mil.

Cidades Acessando Blog

Panificadora Samuel
Escola Monteiro Lobato
 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!

Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

Siteemonteirolobato.com.br

Dr. Jamildo Carvalho
Desfile Cívico Escola M.L

AABB

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!