O fato aconteceu por volta das 20h50m desta última quinta-feira (14), a GT Ordinária juntamente com o efetivo da ROCAM foram acionados para verificar uma tentativa de homicídio por meio de arma branca (faca), praticado por :Deusdete da Siva Almeida Júnior, 26 anos, solteiro, marchante, residente no bairro Sobreira, contra a pessoa da vítima Paulo Roberto Ferreira dos Santos, 32 anos, casado, mecânico, residente no bairro São Cristóvão. 
Ao ser constatado a veracidade da informação, o efetivo fez incursões no sentido de localizar e prender o acusado, mas sem êxito. 
A testemunha que é padrasto do imputado foi conduzido a Delegacia de Polícia local por ter sido a última pessoa a ter contato, chegando este a dar-lhe carona. 
Os PMs envolvidos na ocorrência não tiveram contato com a vítima para saber qual seu estado de saúde, por encontrar-se no bloco cirúrgico do HREC, porém foi obtido informações de que o mesmo teria sido atingido com três perfurações na região abdominal, e que já encontrava-se sem risco de morte. 
Diante dos fatos a ocorrência foi repassada a Delegacia de Polícia para as medidas cabíveis.

Jorge Kajuru critica privilégios de ministros do STF

O senador Jorge Kajuru (PSB-GO) usou a tribuna, nesta quinta-feira (14), para criticar valores destinados a auxílios dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), que ele considera muito altos. De acordo com o parlamentar, além dos benefícios com moradia e alimentação, que despendem um recurso público muito acima da média brasileira, os ministros ainda contam com auxílio-funeral e de natalidade.

Os números, segundo Kajuru, assustam: é destinado R$ 1,5 milhão para auxílio-moradia dos 11 ministros. Ou seja, uma média de R$ 11 mil por mês a cada um. Agregado a isso, somam-se R$ 12 milhões com auxílio-alimentação, cerca de R$ 90 mil por mês. As informações são da Agência Senado.

“Eu gostaria de saber qual é a comida lá. São R$ 12 milhões para 11 ministros? Isso é um desrespeito a uma nação com quase 15 milhões de desempregados e mais de 200 empresas falidas”, disse o parlamentar.

O senador pediu ainda explicação sobre o elevado número de funcionários por ministro: são em média 222 para cada membro do STF, disse. Ele ta