O prefeito de Tavares, Aílton Suassuna (MDB), foi preso na manhã desta sexta-feira (30), em sua residência, no município que é gestor. Ele é acusado de ter cobrado propina como condição para o pagamento pela aquisição de dois veículos pela administração municipal. A denúncia foi formulada pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB) e faz parte da Operação República, do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e da Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado (Deccor).

O prefeito já havia sido indiciado no dia 14 de novembro. Segundo o titular da Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado (Deccor), delegado Allan Murilo Terruel, testemunhas incriminaram o prefeito no teor da denúncia.

Preso preventivamente, Aílton Suassuna será afastado do cargo e o vice-prefeito, Luiz Poeta, deve assumir o comando do município interinamente ainda nesta sexta. O prefeito titular será encaminhado para João Pessoa, onde ficará à disposição do Poder Justiça.

O irmão do gestor, Michael Suassuna, que é secretário de Finanças de Tavares, teve a prisão preventiva decretada e deve se apresentar ainda na manhã desta sexta-feira, na Deccor, em João Pessoa. Ele, inclusive, já havia sido preso preventivamente, mas foi solto no último dia 22.

Cidades Acessando Blog

Panificadora Samuel
Escola Monteiro Lobato
 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!

Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

Siteemonteirolobato.com.br

Dr. Jamildo Carvalho
Desfile Cívico Escola M.L

AABB

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!