Monthly Archives: abril 2017

 

 

 

Resultado de imagem para imagem de belchior

Imagem relacionada

 

 

O cantor e compositor cearense Belchior, de 70 anos, morreuna madrugada neste domingo (30) em Santa Cruz do Rio Grande do Sul. O corpo deve ser trazido para o Ceará, onde ocorrerá o sepultamento na cidade de Sobral, onde o artista nasceu, segundo a Secretaria de Cultura do Estado.
 
O Governo do Estado do Ceará confirmou a morte e decretou luto oficial de três dias. “Recebi com profundo pesar a notícia da morte do cantor e compositor cearense Belchior” disse em nota o governador Camilo Santana. “O povo cearense enaltece sua história, agradece imensamente por tudo que fez e pelo legado que deixa para a arte do nosso Ceará e do Brasil”.
 
 

 

Nascido em 26 de outubro de 1946, Belchior foi um dos ícones mais enigmáticos da música popular no Brasileira Segundo  Marcos Montinelly, o cantor não tinha paradeiro certo desde 2008.

 

Vídeo:

 

 

 

 

 

 

as 3 ultimas fotos são do desvio

 

as de mais são do arrombamento

 

Bom o relato é o seguinte: São Vicente é o maior distrito do Município de Itapetim-PE, com aproximadamente 6 mil moradores, esta ligado a sede do município pelo oeste 12km.

 

6km ao norte faz fronteira com a cidade de Desterro-PB

 

8km ao sul faz fronteira com a cidade Amparo-PB

 

cerca de 10km ao leste faz fronteira com a cidade de livramento -PB

 

 

servindo assim como rota de fuga dos assaltantes que praticam delitos na sede da cidade, como assalto feito ao BB, agência dos correios no ano passado e pelo menos duas vezes já este ao Siccob, aqui não temos policiamento, Médico estão impedidos de chegar ao posto de saúde, a população esta jogada a sua própria sorte.
 
 
No dia 13/04, o prefeito postou em sua página que na segunda dia 17/04 estaria inciando o concerto, como mostras as fotos estão na mesma.
 
 
Como se não bastasse, as chuvas foram intensas e provocaram o arrombamento da barragem de São Vicente, levando uma parte da PE263, foi feito um desvio, mais se chover não tem como transitar.
 

Resultado de imagem para imagem lula nordeste

 

O massacre diário promovido contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pela Globo e outros meios de comunicação da chamada velha mídia não produziu os efeitos desejados.

Pesquisa Datafolha divulgada neste domingo revela  que Lula disparou em todos os cenários, alcançando números entre 29% e 31% das intenções de voto no primeiro turno. Ou seja: sem um tapetão judicial, que seria a fase 2 do golpe de 2016, com a inabilitação judicial de Lula, ele provavelmente seria eleito presidente pela terceira vez.

“O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), por sua vez, mantém-se na liderança apesar das menções no noticiário recente da Lava Jato”, reconhece a Folha.

A pesquisa também revelou o esfacelamento das principais forças golpistas: enquanto candidatos do PSDB, como Aécio Neves, derreteram, Michel Temer se tornou a personalidade política mais odiada do Brasil.

No vácuo político, o único que cresceu, além de Lula, foi o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ), que hoje iria para o segundo turno.

Ontem, ao participar de um evento em defesa da indústria naval, ao lado do ex-governador Olívio Dutra e da presidente golpeada Dilma Rousseff, Lula se disse pronto para vencer mais uma vez o candidato da Globo.

O Datafolha fez 2.781 entrevistas, em 172 municípios, na quarta (26) e na quinta (27), antes da greve geral de sexta (28). A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Confira, abaixo, os principais cenários:

 

 

 

 

 

 

 

DATAFOLHA 2: GOLPE FRACASSOU E 85% QUEREM DIRETAS JÁ

Resultado de imagem para imagem temer

 

 

O golpe de 2016, personificado na triste figura de Michel Temer, que traiu a presidente eleita Dilma Rousseff para chegar ao poder por meio de uma conspiração de políticos corruptos, é também um fracasso, segundo aponta o Datafolha.

 

Temer é hoje o político mais rejeitado do Brasil, com 65% de avaliações negativas, e 85% dos brasileiros querem eleições diretas já. Antes do golpe, já eram 63% os brasileiros que defendiam diretas, mas Temer foi imposto pelo establishment político e midiático para fazer suas reformas altamente impopulares.

Como o Brasil só fez piorar deste então, e hoje tem 14,2 milhões de desempregados, o grito por eleições diretas é praticamente um consenso nacional.

A pesquisa também revela que Temer é mais impopular do que foi Dilma em seu pior momento, com uma diferença importante: enquanto ela foi massacrada, ele é protegido pelos barões da velha mídia.

“Segundo pesquisa do Datafolha, a gestão do peemedebista tem 61% de avaliação ruim ou péssima, com 28% a considerando regular e apenas 9%, ótimo ou bom. Logo antes de a Câmara afastá-la, em abril do ano passado, Dilma tinha 63% de rejeição e 13% de aprovação. Os 9% [de Temer] de aprovação são também similares à taxa de Fernando Collor de Mello antes de ser impedido, em setembro de 1992, embora a reprovação fosse maior (68%). Quando colocado como eventual candidato à reeleição, Temer vê a rejeição a seu nome subir de 45% para 64% de dezembro para cá”, informa o Datafolha.

 

“A deterioração da imagem da Presidência impressiona. De dezembro de 2012, quando a pergunta foi feita pela última vez, para cá, disseram não confiar nela 58% dos ouvidos, contra 18% em 2012. É um índice quase igual ao da confiança no Congresso, historicamente baixa: 57% de ‘não confio'”.

 

Nova delação da Andrade Gutierrez compromete Aécio, Serra e campanha de Dilma

 

Jorge William

Por Lauro Jardim/O Globo

Procuradores da Lava-Jato e os advogados da Andrade Gutierrez fecharam o cardápio do recall das delações. Ao contrário dos primeiros depoimentos, dessa vez os tucanos terão com o que se preocupar — e muito.

Será detalhada a participação do então governador Aécio Neves no processo de entrada da Cemig no consórcio que venceu a licitação da hidrelétrica de Santo Antônio. Assim como pagamentos de propina na construção da Cidade Administrativa de Minas Gerais.

Os tucanos paulistas também terão dor de cabeça. O menu inclui entre seus pratos principais propina na construção do Rodoanel e da Linha Amarela do metrô paulistano durante as gestões José Serra e Geraldo Alckmin

O PT não fica de fora. Os ex-executivos da Andrade Gutierrez prometem contar tudo sobre a contratação da Vox Poppuli, via caixa dois, para fazer pesquisas na campanha de reeleição de Dilma Rousseff.

Estranhamente, no entanto, os procuradores não se interessaram em vasculhar a compra de 30% da GameCorp pela Oi (na época co-controlada pela Andrade) em 2005, por R$ 5,2 milhões. Desde então, a Oi injetou R$ 82 milhões na empresa, que tem um filho de Lula como sócio.

 

 

O funcionário fez um protesto inusitado pintando no muro do local onde trabalha, no lugar de “Fora Temer”, ele pintou ‘Entra Temer’.

 

O funcionário de um cemitério em SP fez um protesto inusitado pintando no muro do local onde trabalha, no lugar do refrão “Fora Temer”, justamente o inverso: ‘entra Temer’,  

Sobre a greve, as centrais sindicais que organizaram as paralisações de ontem afirmam que não contabilizaram números de adesões, mas, segundo a Força Sindical, passou de 40 milhões de pessoas. Dados disponíveis pelas entidades indicam que a última grande greve no País, em 1989, teve 35 milhões de adesões.

O presidente da Força Sindical, Paulo Pereira da Silva, disse que o movimento de ontem foi um recado para que o governo abra negociações para se fazer uma reforma “civilizada”, que não seja feita só pelo governo e o Congresso, mas com a participação dos trabalhadores.

 

“Foi a maior greve da história”, afirma o presidente da CUT, Vagner Gomes. “Foi uma resposta ao Temer e ao Congresso de que a sociedade não concorda com o fim da CLT, com a terceirização e o fim da aposentadoria.

 

Eleita primeira miss negra na história de Serra Talhada

 
 

 

 

Com 21 anos,1.70m de altura e sem acreditar em um padrão de beleza, Neydinha Olimpio foi coroada nessa quinta-feira (27) a Miss Serra Talhada 2017. A modelo representou o bairro da AABB no concurso e arrancou suspiros e aplausos da plateia.

Ela tem a opinião de que para ser uma Miss Pernambuco é preciso “ser bela à sua maneira e, acima de tudo isso, ter caráter, força de vontade, carisma e muito amor no coração”. E, ainda, acredita que o amor, o respeito e o carinho aos familiares, independentemente de como é estruturada esta família. Assim, ela representará nosso município em nível estadual, no dia 26 de maio na cidade de Gravatá.

Junto com Iara Driely , a representante do bairro IPSEP E Myrelle Moura representante do Centro da cidade, fizeram parte do top 3, destacando-se dentre as 9 que estavam nesta etapa do concurso. Elas participaram de dois desfiles: com traje de banho e com traje de gala. Nestes momentos, o jurados avaliaram a beleza física das candidatas.

 

 

Para este ano, entretanto, as regras mudaram. De acordo com Romildo Duarte, coordenador do evento Miss Serra Talhada, a vencedora deveria ser, além de bonita, dinâmica, com opinião forte e culturalmente preparada para discutir qualquer assunto. ”Hoje, a Miss Serra Talhada deve ser aquela que quer abraçar o mundo, fazer várias coisas ao mesmo tempo e ter muita atitude”, explicou ele.

Duarte ressaltou ainda que, para este ano, o evento também repaginou seu ambiente. “Em 2017, tivemos com uma pegada mais fashion, uma passarela mais curta para que as meninas pudessem se aproximar mais dos seus amigos e familiares”, disse.

 

Aprovada!
Além do aval do público, Neydinha teve também o “ok” da Miss Pernambuco/Serra Talhada 2016, Tallita Martins, que passou-lhe a coroa nesta quinta-feira. Segundo a modelo, este título é uma grande responsabilidade. “Mas estamos muito bem representados. Ela (Neydinha) é uma menina responsável que vai nos honrar, dando o melhor dela, assim como eu dei o melhor de mim”.

Tallita figurou no Top 15 do Miss Brasil, mas não encarou sua performance como um fardo, e sim como um privilégio. “Dizem que as pernambucanas são as mais belas do Brasil, olha só a responsabilidade que estava em minhas mãos”, disse, aos risos. “Tudo que tenho a dizer é que fiquei honrada pela experiência”, sublinhou.

Neydinha também não acredita que este seja uma pressão e se mostra tranquila com os seus próximos passos, que a levarão ao Miss Pernambuco. Aliás, em tom ambicioso, ela garantiu: “representarei as mulheres e a cultura de Serra Talhada”.

 

Rádio pioneira em Serra Talhada perde liderança na audiência segundo pesquisa Múltipla

 

 

De acordo com pesquisa do Instituto Múltipla de Arcoverde, aferida neste mês de abril em Serra Talhada a rádio Cultura obteve 36,8%, a Líder do Vale 33,6% e a Vila Bela 12%. A lider FM sempre foi a rádio lider de audiência em Serra, com a nova administração ouve mudança de prefixo de 99,7, para 93,5 a pioneira, Líder FM, perdeu a liderança por muito pouco.
No quesito radialistas, Franys Maya 48%, Anderson Tennes 26% Tony Alencar 10% e Tarcísio Rodrigues 0,4%.outros nem apareceram
 
“Está aí a pesquisa sobre as rádios e seus respectivos radialistas, a coisa não tá muito bom pra rádio Líder não,  e a tendência é cair mais ainda a audiência. *Parabéns a Maia*, que continua sendo um âncora mestre na líder, infelizmente não estão reconhecendo o trabalho que o mesmo fez ao longo do tempo nesta emissora,  os números dizem”, opinou o secretário municipal e ouvinte, Faeca Melo. (Via blog Luiz Carlos )

 

 

 

 

Secretário afirma que alterações no projeto valorizam os profissionais / André Nery / Arquivo JC Imagem

 

Entre as novidades, está a alteração do Programa de Jornada Extra (Pjes)

O governo do Estado encaminhou para a Assembleia Legislativa, dia 27, o projeto de lei que transforma a Companhia Independente de Operações Especiais (Cioe), da Polícia Militar de Pernambuco, em Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope). Além disso, o projeto ajusta algumas gratificações e ainda altera o quadro de cargos comissionados e funções gratificadas do Poder Executivo.

Uma das alterações que mais chamam atenção é a redução do número de cotas do Programa Jornada Extra de Segurança (Pjes). O caso já rendeu várias discussões entre governo e categoria. A alteração do Pjes, que deverá se tornar um programa de gratificações, é uma estratégia da Secretaria de Defesa Social (SDS) para aumentar a quantidade de policiais nas ruas, já que o efetivo da PM não é suficiente e, da forma como estava funcionando (por meio de plantões extras), não convencia os policiais a aderirem ao esquema de plantões.

Em evento da SDS realizado o secretário de Defesa Social, Angelo Gioia, anunciou que o projeto seria elaborado pelo Executivo como forma de “otimizar o efetivo e valorizar o profissional”. “O Pjes não é bom nem para o Estado, nem para os policiais, mas é o que temos para tentar reduzir o déficit”, afirmou.

Com as mudanças, os policiais que optarem por participar do programa terão gratificações acrescentadas aos seus salários. Dessa forma o Estado espera garantir uma maior adesão à jornada de hora extra por parte da categoria. O documento foi publicado no Diário Oficial na última sexta-feira (28) e, caso aprovado, segue para sanção do governador Paulo Câmara.

Michel Temer vai punir 25 deputados ‘infiéis e irrecuperáveis’

 

 
Michel Temer (PMDB) considera que foi traído por 70 deputados da base na votação da reforma trabalhista. Segundo a  Folha de S. Paulo, 25 serão punidos com a exoneração de seus apadrinhados de cargos na máquina federal. São os que o governo considera “irrecuperáveis” e contrários também à reforma da Previdência.

 

Uma das intenções de Temer com a decisão seria servir de exemplo para os demais reconsiderarem sua relação com o Planalto.
 

 

Afogados da Ingazeira sediará 2º Encontro de Secretários Municipais de Turismo

 

Ascom 

O anúncio foi feito durante o 1º Encontro de Secretários e Dirigentes Municipais de Turismo de Pernambuco, realizado esta semana em São José da Coroa Grande, na Zona da Mata Sul do Estado.

O vice-prefeito de Afogados da Ingazeira, Alessandro Palmeira, participou do encontro, promovido pela Associação das Secretarias Municipais de Turismo (ASTUR/PE). Ele esteve acompanhado do secretário Municipal de Cultura, Turismo e Esportes de Afogados, Edgar Santos. Na ocasião, foi eleita a nova chapa da entidade, que agora passa a ser presidida pelo secretário de Cultura e Turismo de Agrestina, Josenildo Santos.  

Participaram representantes de 42 municípios. Alessandro Palmeira fez uma apresentação das potencialidades de Afogados da Ingazeira e do trabalho realizado nos últimos quatro anos nas áreas de Cultura, Turismo e Esportes, no município. “Será uma honra para nós poder receber os secretários de Turismo dos municípios, das diversas regiões do Estado, para trocar ideias sobre ações e projetos de fortalecimento do turismo,” destacou Palmeira. O encontro está previsto para ocorrer no próximo mês de junho.

A Associação dos Secretários e Dirigentes de Turismo de Pernambuco foi fundada em 20 de abril de 1990 com o objetivo de congregar os representantes do turismo de cada município e fortalecer as ações integradas para o incremento da atividade turística. A associação completou, este mês, 27 anos de existência.

Afogados da Ingazeira participa do IV Encontro dos Municípios com o Desenvolvimento Sustentável em Brasília

 

Ascom

Terminou nesta sexta-feira (28), no Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília, o IV Encontro dos Municípios com o Desenvolvimento Sustentável. O encontro é uma iniciativa da Frente Nacional dos Prefeitos, entidade que reúne Capitais de Estados e, principalmente, municípios com mais de 100 mil habitantes.  

O objetivo do encontro é estabelecer um intercâmbio de informações e boas práticas, com o intuito de fortalecer e organizar as propostas de melhoria e aperfeiçoamento das gestões municipais, a partir de agendas propositivas de desenvolvimento local sustentável. O SEBRAE é parceiro do evento.

Afogados da Ingazeira foi representada pela secretária de Administração, Flaviana Rosa (foto). O tema central foi “Reinventar o Financiamento e a Governança das Cidades” e os debates foram norteados pelos seguintes eixos:

• Serviços e políticas públicas como direitos da cidadania;

• Cidades inteligentes, inovadoras, democráticas e transparentes;

• Direito à Cidade;

• Repactuação federativa, consórcios e desenvolvimento regional;

• Qualidade e eficiência na gestão pública;

• Agenda urbana global e mudanças climáticas;

• Incentivo à economia local, empreendedorismo, emprego, trabalho e renda.

Durante o evento foi apresentado o projeto “Ruas Completas”, que tem como proposta fazer um recorte de uma rua considerada ideal, com uma mostra de pavimentação, acessibilidade, mobilidade e calçadas. Alguns dos conceitos do projeto serão aproveitados na reforma e requalificação da Avenida Rio Branco, em Afogados. 

“Independente do tamanho, os municípios tem problemas comuns e que podem ter soluções comuns, viabilizadas de forma consorciada. A mobilidade e a geração de oportunidades são dois dos maiores desafios,” destacou a secretária de Administração, Flaviana Rosa.

A diretora de Relações Estratégicas do WRI Brasil, Rejane Fernandes, acredita que o segredo para o sucesso de uma boa rua é acertar no foco. “É preciso haver equilíbrio, mas o foco deve ser sempre as pessoas. Elas devem ser as protagonistas de uma rua completa.” Para ela, a ideia de fechar ruas para carros e abrir somente para os pedestres pode ser atrativa para todos. “A maioria dos comerciantes acredita que o lucro maior vem de uma rua onde há grande movimentação de carros, e não é bem assim. Há ruas abertas somente para pedestres em Nova York, por exemplo, e que são lucrativas. Precisamos devolver as cidades para as pessoas”, garante a diretora. No Centro do Recife há exemplos concretos disso, como as Ruas Imperatriz, Nova e Duque de Caxias, que são exclusivas para pedestres e que possuem intensa atividade comercial. 

O WRI Brasil é uma organização sem fins lucrativos, focada em pesquisa e aplicação de metodologias, estratégias e ferramentas voltadas às áreas de clima, florestas e cidades.

Números do encontro

1.089 municípios representados, 8.775 participantes, 426 prefeitos e vices, 200 instituições, 85 mesas de debates e 211 boas práticas apresentadas.

 

 

 

Açude do Cariri paraibano sangra após chuvas registradas na madrugada deste sábado

 

 

Açude Taperoá

O açude Manoel Marcionilo, em Taperoá, a 216 km de João Pessoa, sangrou na manhã deste sábado (29). As informações são da Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa).

O manancial tem capacidade para armazenar 15,1 milhões de metros cúbicos de água e teve a recarga totalmente completada após chuvas registradas na madrugada. De acordo com o meteorologista da Aesa Alexandre Magno, as chuvas começaram na região de Taperoá e se deslocaram também para a divisa com Rio Grande do Norte.

Segundo a Aesa, apenas três açudes do estado estão sangrando atualmente, sendo não só o de Taperoá, como também o Vazante, na cidade de Diamante, a 450 km de João Pessoa, que tem pouco mais de 9 milhões de metros cúbicos de capacidade e está totalmente carregado desde o dia 24 de abril.

O terceiro reservatório que está com capacidade máxima acumulada é o São José II, em Monteiro, a 305 km de João Pessoa, com 1,3 milhão de metros cúbicos. Magno informou que a previsão indica mais chuvas nas próximas horas não só no Sertão, como em outras partes da Paraíba.

A Aesa monitora 127 açudes da Paraíba e atualmente três deles estão sangrando; 46 estão em situação crítica, com menos de 5% do volume total; 43 em observação, com menos de 20% do volume; e 35 com mais de 20%.

 

 

 

 
O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, mandou soltar nesta sexta-feira o empresário Eike Batista, preso no final de janeiro na Operação Eficiência, um desdobramento da Operação Lava Jato. O empresário é réu na Justiça Federal do Rio por corrupção ativa, lavagem de dinheiro e organização criminosa.
 
De acordo com a decisão do ministro, Eike deverá ser solto se não estiver cumprindo outro mandado de prisão. Caberá ao juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal no Rio de Janeiro, avaliar se o empresário será solto e aplicar medidas cautelares.
 

 

Segundo as investigações, Eike teria repassado US$ 16,5 milhões em propina ao ex-governador Sérgio Cabral (PMDB), por meio de contratos fraudulentos com o escritório de advocacia da mulher de Cabral, Adriana Ancelmo, e uma ação fraudulenta que simulava a venda de uma mina de ouro, por intermédio de um banco no Panamá. Em depoimento à PF, Eike confirmou o pagamento para tentar conseguir vantagens para as empresas do grupo EBX, presididas por ele.
 
No habeas corpus, a defesa de Eike Batista alegou que a prisão preventiva é ilegal e sem fundamentação. Para os advogados, a Justiça atendeu ao apelo midiático da população .
 
“Nada mais injusto do que a manutenção da prisão preventiva de um réu, a contrapelo da ordem constitucional e infraconstitucional, apenas para satisfazer a supostos anseios de justiçamento por parte da população, os quais, desacoplados do devido processo legal, se confundem inelutavelmente com a barbárie”, argumenta a defesa. (Via: Agência Brasil)

 

 

 
O ministro Admar Gonzaga tomou posse na sexta-feira (28) no TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Gonzaga ficará na vaga aberta por Henrique Neves, cujo mandato terminou no dia 16 deste mês. O novo ministro foi escolhido pelo presidente Michel Temer em uma lista tríplice enviada pelo STF (Supremo Tribunal Federal), na qual foi o mais votado.
 

 

Com a posse, Gonzaga poderá participar da análise da ação em que o PSDB pede a cassação da chapa Dilma-Temer. O julgamento foi suspenso no dia 4 de março e deve ser retomado no mês que vem. O TSE é formado por sete ministros: três oriundos do STF (Gilmar Mendes, Rosa Weber e Luiz Fux), dois do Superior Tribunal de Justiça (Herman Benjamin e Napoleão Nunes Maia Filho) e dois da advocacia (Admar Gonzaga e Luciana Lóssio).

 

Além da chegada de Admar, está prevista outra mudança nas cadeiras destinadas à advocacia no TSE. Na semana passada, Temer indicou o jurista Tarcísio Vieira de Carvalho para substituir a ministra Luciana Lóssio, cujo mandato termina no dia 5 de maio. A posse ainda não foi marcada. (Via: Agência Brasil – Folhapress)

 

Após críticas à reforma trabalhista, Planalto dá ultimato a Renan Calheiros

Publicado em Sábado, 29 Abril 2017 06:40

Renan e Temer

Aliados do presidente Michel Temer afirmam que ele está “indignado” com a postura do líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros, contra as reformas trabalhista e previdenciária. Nesta sexta-feira (28), o presidente do partido, Romero Jucá (PMDB-RR), deu um ultimato ao líder. A aliados, Jucá já avaliou que a permanência de Renan no cargo dependerá do seu “comportamento quando as reformas começarem a tramitar” na Casa.

Por meio de nota, Jucá declarou que “qualquer decisão sobre a liderança do partido no Senado cabe à bancada de senadores” e que não conversou sobre o assunto com o presidente Temer. Renan, por sua vez, disse que “não está sabendo” de nenhum tipo de movimento contra ele, nem leu a nota do presidente da legenda. “Não sei se há movimento, se não há”, respondeu. Ele destacou que a semana foi “muito tranquila e agradável”.

Renan voltou a criticar a reforma trabalhista em discurso no plenário, que começará a tramitar no Senado a partir da próxima semana, após ser aprovada na madrugada de quinta-feira (27), na Câmara. O líder da bancada defendeu que os senadores têm o dever de mudar o texto. Segundo ele, a proposta chega a “constranger” e “coagir” integrantes da base governista. 

“Não acredito que essa reforma saia da Câmara e chegue aqui, ao Senado Federal – reforma de ouvidos moucos -, sem consultar opiniões; reforma que só interessa à banca, ao sistema financeiro, rejeitada em peso e de cabo a rabo pela população; reforma tão malfeita, que chega a constranger e a coagir a base do próprio governo. Por isso ela vai e volta, de recuo em recuo”, disse Renan.

O líder da bancada atua nos bastidores para atrasar a tramitação da reforma e modificar o texto defendido pelo governo. A ideia seria fazer com que a proposta tenha que passar pelo maior número possível de comissões (pelo menos três), antes de seguir para o plenário. Já os governistas querem que o texto passe por apenas um colegiado, em caráter de urgência, podendo ser aprovado em até três semanas no plenário.  

Para o senador Eduardo Braga (PMDB-AM), o presidente do partido não deve interferir em assuntos da bancada. “Não é o presidente em exercício do PMDB que tem que falar sobre liderança da bancada. O presidente em exercício do PMDB está dando uma nota estapafúrdia”, reclamou. Jucá foi eleito vice-presidente do PMDB, mas assumiu o comando da sigla após Temer ser nomeado presidente da República, no ano passado.

Já o senador Airton Sandoval (PMDB-SP) avalia que Jucá deu um recado necessário a Renan. “O líder de uma bancada não pode assumir opiniões pessoais. Entendo que ele, para tomar qualquer decisão, assumir posições a favor ou contra do governo, não pode fazer isso em nome da bancada sem consultá-la. Renan está assumindo opiniões pessoais, atrapalhando o governo, e isso não pode continuar acontecendo”, disse.  

O senador Raimundo Lira (PMDB-PB), afirmou que desconhece algum movimento contra Renan na bancada ou interferência por parte de Temer. Ele reconheceu, entretanto, que Renan possui força para influenciar a tramitação da reforma trabalhista. “Acho que passar por três comissões seria um preciosismo e até uma forma de obstrução. Mas, se Renan permanecer com essa determinação, o que vai acabar acontecendo o que ele está querendo”, considerou.

Aliado de Renan, o senador Hélio José (PMDB-DF) afirmou que a bancada está pacificada. Ele lembrou que os peemedebistas representam 33% dos senadores da Casa. “Nosso líder tem apoio de todos nós, não teve nenhum tipo de discussão [contra Renan], nunca houve. Qualquer coisa em relação a isso é falácia”, defendeu.

 

Em Pernambuco senadores se dividem na votação das reformas de Temer

 

 

Dos três senadores pernambucanos apenas o senador Humberto Costa (PT) deverá se posicionar contra as reformas trabalhista e previdenciária do governo Michel Temer.  Já os senadores Fernando Bezerra Coelho (PSB) e Armando Monteiro (PTB)  devem votar contra os direitos trabalhistas do brasileiros. O debate deve ser intenso no senado depois da aprovação da câmara

 

 

Juiz considera “improcedente” suposto abuso de poder na campanha de Miguel Coelho

 

A ação partiu do então candidato a prefeito, Odacy Amorim (PT), que concorreu ao cargo contra o socialista.

Blog do Britto / Foto: reprodução

O processo movido contra o atual prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (PSB), em relação a um suposto abuso de poder econômico e político em relação à campanha municipal do ano passado, foi julgado ontem (27) “improcedente” pelo juiz eleitoral Sydnei Alves Daniel. A ação partiu do então candidato a prefeito, Odacy Amorim (PT), que concorreu ao cargo contra o socialista.

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) chegou a encaminhar na semana passada um parecer que afirmava haver “elementos que desequilibraram o pleito eleitoral”. Além de não acatar a sugestão do MPPE, o juiz determinou que o processo seja extinto.

 

Imagens mostram “larápio” furtando no centro de Serra Talhada, no Sertão do Pajeú

 

Assista o vídeo:
 
 
Está rolando nas redes sociais, imagens gravadas por uma câmera de segurança, mostrando o exato momento em que um “larápio” furta botijões de gás, no centro da cidade de Serra Talhada, no Sertão do Pajeú.
 
Segundo informações do nosso parceiro do Potral NN, a imagem foi gravada na madrugada desta sexta-feira (28), na Rua Comandante Superior, no Centro da cidade. O homem, ainda não identificado, se aproxima do estabelecimento comercial, em um veículo VW Gol e em uma ação rápida e audaciosa, furta os produtos e sai do local como se nada tivesse acontecido.
 
 
As imagens estão sendo analisadas pela polícia. Caso alguém reconheça o “gatuno” e queira ajudar a botar atrás das grades mais um ladrão, é só ligar para: (87) 3831-9205;  (87) 3831-9200 e/ou (87) 99607-9339. Sua identidade será preservada.
 

Homem é assassinado a tiros durante suposto assalto em Exu

 

A vítima é exuense, mas estava morando no Rio de Janeiro e estava apenas passando alguns dias visitando a família.

Por Roberto Gonçalves / Foto: David Diniz

Lucas da Cunha Leite, foi assassinado na madrugada deste sábado (29), no Sítio Sombrio, Zona Rural do município de Exu, no Sertão de Pernambuco. Segundo a Polícia Civil, a vítima, é exuense mas estava morando no Rio de Janeiro e estava apenas passando alguns dias visitando a família.

Ainda de acordo com a PC, Lucas dirigia seu automóvel quando foi abordado por dois homens que anunciaram assalto e mesmo entregando o dinheiro, a vítima foi executada com disparos de arma de fogo. O corpo de Lucas foi encaminhado para o IML de Petrolina e a DPC local investiga o caso.

Esse foi o 16º homicídio do mês de abril no Sertão do Araripe, e o 39º do ano na região que é composta por dez municípios. Em Exu já foram registrados cinco assassinatos em 2017.

Homem é assassinado a tiros durante suposto assalto em Exu

 

A vítima é exuense, mas estava morando no Rio de Janeiro e estava apenas passando alguns dias visitando a família.

Por Roberto Gonçalves / Foto: David Diniz

Lucas da Cunha Leite, foi assassinado na madrugada deste sábado (29), no Sítio Sombrio, Zona Rural do município de Exu, no Sertão de Pernambuco. Segundo a Polícia Civil, a vítima, é exuense mas estava morando no Rio de Janeiro e estava apenas passando alguns dias visitando a família.

Ainda de acordo com a PC, Lucas dirigia seu automóvel quando foi abordado por dois homens que anunciaram assalto e mesmo entregando o dinheiro, a vítima foi executada com disparos de arma de fogo. O corpo de Lucas foi encaminhado para o IML de Petrolina e a DPC local investiga o caso.

Esse foi o 16º homicídio do mês de abril no Sertão do Araripe, e o 39º do ano na região que é composta por dez municípios. Em Exu já foram registrados cinco assassinatos em 2017.

Afogados: Postes de iluminação chegam ao estádio Vianão

 

Chegaram na manhã desta sexta-feira, três, dos seis postes que darão iluminação ao estádio Municipal Valdemar Viana “Vianão”, que é usado pelo Afogados da Ingazeira FC, em jogos do Campeonato Pernambucano da primeira divisão e, também será palco dos jogos do time no estadual Sub-20.
 
Ainda nesta sexta-feira, um poste foi anexado. A previsão é que os outros três postes cheguem na próxima segunda-feira e, que todos os seis postes sejam anexados até sábado(06).
 
De acordo com o administrador do estádio, Marcio Gustavo, a inauguração da iluminação em LED do estádio Vianão, está prevista para acontecer no dia 1º de Julho.

 

 

A taxa de desemprego no Brasil ficou em 13,7 por cento nos três meses até março, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira.

A mediana das previsões em pesquisa da Reuters era de que a taxa ficaria em 13,7 por cento por cento no período.

Leia o material divulgado pelo IBGE sobre o assunto:

PNAD Contínua: taxa de desocupação vai a 13,7% no trimestre encerrado em março de 2017

 

Indicador / Período Jan – Fev – Mar
2017
Out – Nov – Dez
2016
Jan – Fev – Mar
2016
Taxa de desocupação
13,7%
12,0%
10,9%
Rendimento real habitual
R$ 2.110
R$$ 2.064
R$ 2.059
Valor do rendimento real habitual em relação a:
estável
estável

 

 

A taxa de desocupação foi estimada em 13,7% no trimestre janeiro / março de 2017, com altas de 1,7 ponto percentual frente ao trimestre outubro / dezembro de 2016 (12,0%) e de 2,8 pontos percentuais em relação ao mesmo trimestre móvel de 2016 (10,9%). Essa foi a maior taxa de desocupação da série histórica, iniciada no primeiro trimestre de em 2012.

A população desocupada chegou a 14,2 milhões e bateu o recorde da série histórica. Este contingente cresceu 14,9% (mais 1,8 milhão de pessoas) frente ao trimestre anterior e 27,8% (mais 3,1 milhões de pessoas em busca de trabalho) em relação ao mesmo trimestre de 2016.

A população ocupada (88,9 milhões) recuou em relação ao trimestre anterior (-1,5%, ou menos 1,3 milhão de pessoas) e também em relação ao mesmo trimestre de 2016
(-1,9%, ou menos 1,7 milhão de pessoas). Esse foi o menor contingente de pessoas ocupadas desde o trimestre fevereiro / abril de 2012.

O nível da ocupação (percentual de pessoas ocupadas na população em idade de trabalhar) recuou para 53,1% no trimestre de janeiro a março de 2017, com queda de 0,9 ponto percentual frente ao nível do trimestre anterior (54,0%). Em relação ao nível do mesmo trimestre de 2016 (54,7%), houve retração de 1,7 ponto percentual. Este foi o menor nível da ocupação da série histórica da pesquisa.

O número de empregados com carteira de trabalho assinada (33,4 milhões de pessoas) recuou em ambos os períodos de comparação: frente ao trimestre outubro / dezembro de 2016 (-1,8% ou menos 599 mil pessoas) e ao trimestre janeiro / março de 2016 (-3,5% ou menos 1,2 milhão de pessoas). Este foi o menor contingente de trabalhadores com carteira assinada já observado na série histórica da pesquisa.

O rendimento médio real habitual (R$ 2.110) no trimestre encerrado em março de 2017 manteve estabilidade frente ao trimestre anterior (R$ 2.064) e, também, em relação ao mesmo trimestre de 2016 (R$ 2.059). A massa de rendimento real habitual (R$ 182,9 bilhões) no trimestre encerrado em março de 2017 também ficou estável nas duas comparações.

Quadro 1 – Taxa de Desocupação – Brasil – 2012/2017

 

Trimestre móvel 2012 2013 2014 2015 2016 2017
nov-dez-jan
7,2
6,4
6,8
9,5
12,6
dez-jan-fev
7,7
6,8
7,4
10,2
13,2
jan-fev-mar
7,9
8,0
7,2
7,9
10,9
13,7
fev-mar-abr
7,8
7,8
7,1
8,0
11,2
 
mar-abr-mai
7,6
7,6
7,0
8,1
11,2
 
abr-mai-jun
7,5
7,4
6,8
8,3
11,3
 
mai-jun-jul
7,4
7,3
6,9
8,6
11,6
 
jun-jul-ago
7,3
7,1
6,9
8,7
11,8
 
jul-ago-set
7,1
6,9
6,8
8,9
11,8
 
10°
ago-set-out
6,9
6,7
6,6
8,9
11,8
 
11°
set-out-nov
6,8
6,5
6,5
9,0
11,9
 
12°
out-nov-dez
6,9
6,2
6,5
9,0
12,0
 

Fonte: IBGE, Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua

 

No trimestre janeiro / março de 2017, havia aproximadamente 14,2 milhões de pessoas desocupadas no Brasil. Este contingente apresentou crescimento de 14,9% frente ao trimestre de outubro a dezembro de 2016, quando a desocupação foi estimada em 12,3 milhões de pessoas. No confronto com igual trimestre de 2016 esta estimativa subiu 27,8%, significando um adicional de 3,1 milhões de pessoas desocupadas na força de trabalho.

O contingente de pessoas ocupadas foi estimado em 88,9 milhões no trimestre janeiro / março de 2017. Esse foi o menor número de pessoas ocupadas registrado pela PNAD Contínua desde o trimestre fevereiro / abril de 2012, observando-se que os dados da pesquisa não são dessazonalizados. O número de pessoas trabalhando recuou tanto em relação ao trimestre anterior (- 1,5%, ou menos 1,3 milhão de pessoas), quanto em relação ao mesmo trimestre do ano anterior (-1,9%, ou redução de 1,7 milhão de pessoas).

O nível da ocupação (percentual de pessoas ocupadas na população em idade de trabalhar) foi estimado em 53,1% no trimestre de janeiro a março de 2017, apresentando queda de 0,9 ponto percentual frente ao trimestre de outubro a dezembro de 2016, (54,0%). Em relação a igual trimestre do ano anterior este indicador apresentou retração de 1,7 ponto percentual, quando recuou de 54,7% para 53,1%. Ressaltamos que este foi o menor nível da ocupação observado desde o início da série da pesquisa.

Quadro 2 – Nível da Ocupação – Brasil – 2012/2017

 

Trimestre móvel 2012 2013 2014 2015 2016 2017
nov-dez-jan
56,8
57,1
56,7
55,5
53,7
dez-jan-fev
56,5
57,0
56,4
55,1
53,4
jan-fev-mar
56,3
56,3
56,8
56,2
54,7
53,1
fev-mar-abr
56,7
56,5
56,8
56,3
54,6
 
mar-abr-mai
57,0
56,8
56,8
56,2
54,7
 
abr-mai-jun
57,1
56,9
56,9
56,2
54,6
 
mai-jun-jul
57,0
57,0
56,8
56,1
54,4
 
jun-jul-ago
57,1
57,0
56,7
56,0
54,2
 
jul-ago-set
57,2
57,1
56,8
56,0
54,0
 
10°
ago-set-out
57,2
57,1
56,9
56,1
53,9
 
11°
set-out-nov
57,2
57,3
56,9
55,9
54,1
 
12°
out-nov-dez
57,1
57,3
56,9
55,9
54,0
 

 

 

Fonte: IBGE, Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua

 

 

Movimento reúne cerca de 20 mil pessoas na Ponte Presidente Dutra contra as reformas trabalhista e previdenciária de Temer

Trabalhadores de vários seguimentos da sociedade do sertão pernambucano e baiano participaram das manifestações contra as reformas trabalhista e previdenciária. Cerca de 20 mil pessoas de Petrolina, Juazeiro e cidade do sertão, interditaram a Ponte Presidente Dutra em protesto contra o governo de Michel Temer e seus aliados na manhã de hoje (28). Os manifestantes pediram o fim do governo golpista e eleições diretas para presidente da república. Além disso, pediram o fim dos privilégios dos políticos e que nem um direto a menos seja retirado dos trabalhadores.

O evento foi conduzido de forma pacífica e teve o apoio da sociedade da região.

 

 

 

O blog entrou em contato via telefone com o prefeito José Patriota de Afogados da Ingazeira-PE, para saber se o mesmo iria participar das manifestações e qual sua opinião em relação as reformas apresentadas pelo Governo Brasileiro.

 

Em resposta Patriota disse que apoia como manifesta seu apoio a todos brasileiros que estão nas ruas reivindicando seus direitos em forma de protesto contra as reformas impostas pelo Governo Federal.

 

Blog: Como o senhor analisa as reformas apresentadas?  Algumas pessoas duvidaram do seu posicionamento?

 

Prefeito: disse que reitera a sua posição contrária às reformas na medida em que elas atigem frontalmente direitos e garantias históricas da classe trabalhadora, fez questão em dizer que já tinha externado em outras ocasiões, seja em entrevistas de rádio, citou também audiência pública realizada recentemente sobre o tema, no Cine Teatro São José.

 

Blog questionou: por que o senhor não estava presente nas manifestações hoje em Afogados (28)?

 

Prefeito: disse que estava na posse de Aristides Santos, da cidade de Tabira, na Presidência da Contag realizada ontem em Brasília e que a sua volta foi atrasada por conta das legítimas manifestações, que o vice-prefeito Alessadro Palmeira iria representa-lo.

 

Blog: O senhor foi alvo de questionamentos porque sempre foi defensor dos movimentos sociais, talvez pelo fato de não saber o motivo de sua ausência nas manifestações algumas pessoas criticaram pelo fato de não estar presente, pergunto o que o senhor tem a dizer sobre esses questionamentos e de que forma tem dado apoio a esses movimentos?

 

Prefeito: sempre ajudamos e sempre vamos ajudar, quem me conhece sabe das nossas lutas em prol do povo, foi sempre assim e não poderia ser diferente, a prefeitura tem dado total apoio logístico aos movimentos, dentro claro, dos nossos limites de sua institucionalidade, todos os movimentos sociais organizados que lutem por seus direitos.

 

Blog: O senhor já falou o motivo por que não esteve presente nas manifestações, mesmo assim questionamentos contrários sugiram o que dizer a essas pessoas?

 Sempre vai ter alguém que tenta se aproveitar para tentar desgastar um governo aprovado pela grande maioria da população, toda e qualquer opinião/informação contrária aos fatos aqui mencionados, será por nós solenemente ignorada como fruto de desinformação ou má-fé.  disse Patriota.

 

Em Afogados da Ingazeira manifestantes de várias outras cidades protestaram contra as reformas 

 

Essa sexta-feira (28), pela manhã, foi marcada pela chamada “Greve Geral” em todo País. Os protestos contra as reformas da previdência e do trabalho propostas pelo governo Temer, a mobilização realizado em Afogados da Ingazeira, recebeu apoio de  manifestantes das cidades de: São José do Egito, Tuparetama, Itapetim, Quixaba, Solidão, Sertania,Carnaiba, Tabira e Iguaraci.
Manifestantes cumpriram com o seu verdadeiro papel de cobrar em forma de protesto, exercer a democracia mostrando sua insatisfação com o Governo Temer, que tem apenas 4% de aprovação, a mobilização foi extremamente ordeira dando exemplo de cidadania, apoio dos sindicatos,Igrejas, Ongs,MP, e a prefeitura local, um público considerado muito bom para uma região pequena mais de povo politizado. 

 

 

 

 

 

 

 

 
 

 

 

Imagem relacionada

 

 

Delegado aparece em imagens

A Polícia Civil concluiu que o delegado José Renato Gayão, da Delegacia de Polícia de Homicídios de Arcoverde, e um tenente da Polícia Militar estavam no local em que um agente penitenciário foi espancado e assassinado, em janeiro deste ano, mas não participaram do homicídio. Os detalhes do inquérito foram divulgados em coletiva realizada nesta quinta-feira (27).

O crime aconteceu no dia 21 de janeiro deste ano. De acordo com o delegado José Rivelino Ferreira, da Diretoria Integrada do Interior II, nenhum dos dois teve qualquer envolvimento no espancamento e estavam de folga.

A vítima, Charles Souza Santos, levou um tiro na perna direita, mesmo lado onde ficava sua arma. De início, a suspeita era de que a arma havia disparado durante a confusão, mas a perícia aponta que, na realidade, o tiro foi desferido por um dos agressores.

A polícia aponta como autores do crime Charles Rodrigues (Bozo), Túlio Xavier (Teco teco) e Roberto Oliveira (Shrek), que estão foragidos. Além deles, Alexander Maharaja (Russo) e Rafael Almeida (Bochecha), presos na quarta-feira (26) e Cleber Alberto (Brucutu), preso em fevereiro, teriam participado.

Em depoimento, os agressores afirmaram que a briga começou após a vítima ter colocado a mão em sua arma, que estava presa na cintura. Entretanto, em nenhum momento isso foi mostrado no vídeo das câmeras de segurança do local.

Os suspeitos de atirarem contra o agente são “Bochecha” e “Brucutu”. Em uma ligação anônima, Renato Gayão recebeu a informação de que a arma do crime havia sido descartada em uma caixa d’água próximo ao município de Tabira, no Sertão do Estado.

O delegado Germano Ademir, titular de Afogados da Ingazeira, afirma que “foi um crime covarde. Bochecha era faixa preta em jiu-jitsu, Brucutu é ex-policial militar do Rio Grande do Norte e Russo também é lutador. Todos os seis foram indiciados por homicídio triplamente qualificado”, informou.

 

 

PSB retira da direção do partido deputados que aprovaram reforma trabalhista

 

A Direção Nacional do PSB decidiu nesta quinta-feira (27) destituir do comando estadual quatro deputados federais que votaram a favor da reforma trabalhista, contrariando a orientação do partido.

 
O projeto de lei foi aprovado na madrugada desta quinta no plenário da Câmara dos Deputados por um placar de 296 votos a 177.
 
Embora integre a base aliada do governo Michel Temer e comande o Ministério de Minas e Energia, a legenda havia fechado questão contra a matéria. Isso significa que todos os parlamentares deveriam seguir a orientação da cúpula da legenda sob pena de punição.
 
Os deputados Danilo Forte (CE), Tereza Cristina (MS), Fábio Garcia (MT) e Maria Helena (RO), porém, que presidem a direção partidária em seus respectivos estados, acabaram perdendo o cargo porque votaram a favor do texto.
 
Eles estão entre os 14 parlamentares do PSB que desrespeitaram a ordem do partido. No total, a sigla tem 34 deputados e, desses, 30 estavam presentes na votação.
 
Segundo o PSB, os quatros parlamentares destituídos ocuparam a presidência de comissões provisórias em seus respectivos estados, cuja prerrogativa para instituir e destituir a direção cabe ao Diretório Nacional.
 
Além disso, os deputados poderão sofrer sanções previstas no código de ética do partido, que vai de advertência a expulsão. Caberá ao Conselho de Ética interno analisar representações que vierem a ser apresentadas contra eles.
 
 
 
 
Enquanto isso:
Charge do dia 28/04/2017
 

DEPRESSÃO ECONÔMICA DE TEMER PRODUZ ROMBO FISCAL RECORDE EM MARÇO

 

O governo central (Tesouro Nacional, Banco Central e Previdência Social) registrou déficit primário de 11,061 bilhões de reais em março, resultado mais fraco para esse mês desde o início da série histórica em 1997, afetado pela queda da arrecadação a despeito do forte aumento de receitas com dividendos e royalties.O dado, divulgado pelo Tesouro nesta quinta-feira, veio pior que a projeção de analistas de saldo negativo em 8,5 bilhões de reais, segundo pesquisa Reuters.

 

Enquanto Tesouro e BC tiveram juntos superávit primário de 2,028 bilhões de reais, a Previdência puxou o resultado fortemente para baixo, com rombo de 13,089 bilhões de reais no mês.

Considerando o resultado consolidado, a receita líquida do governo central teve queda real de 1,4 por cento em março, a 87,487 bilhões de reais, afetada pela diminuição de impostos recolhidos e menor arrecadação previdenciária, reflexo da forte recessão vivida pelo país nos últimos dois anos.

Os dois movimentos acabaram ofuscando o forte crescimento no mês da receita com dividendos e participações, de 318,3 por cento sobre um ano antes, a 1,7 bilhão de reais em março. A receita em cota-parte de compensações financeiras também subiu 47,9 por cento na mesma base, a 1,8 bilhão de reais.

 

Segundo o Tesouro, os avanços ocorreram por conta do aumento na produção interna e pela elevação do preço internacional do petróleo, que ajuda na arrecadação de royalties.

No mês passado, as despesas totais do governo central subiram 1,6 por cento, também descontada a inflação, a 98,548 bilhões de reais.

Na comparação com o mesmo mês do ano passado, houve alta real de 7,4 por cento nas despesas de pessoal e com encargos sociais, aumento de 3,8 por cento em benefícios previdenciários e elevação de 2,5 por cento em “outras despesas obrigatórias”, linha que inclui abono e seguro desemprego e Benefícios de Prestação Continuada (BPCs), voltados à assistência social.

 

No primeiro trimestre, o déficit do governo central somou 18,297 bilhões de reais, também representando o pior dado para o período da série histórica. Na mesma etapa de 2016, o rombo havia sido de 18,060 bilhões de reais.

A meta do governo central neste ano é de déficit primário de 139 bilhões de reais, quarto resultado consecutivo no vermelho do país. Ou seja, com as receitas menores do que as despesas, sem contar pagamento de juros da dívida pública.

Para conseguir cumpri-lo, o governo já anunciou forte contingenciamento nas despesas discricionárias, além de medidas de elevação tributária, como o fim da desoneração da folha de pagamento das empresas para dezenas de setores.

Ibope inteligência: potencial de voto em lula aumenta; rejeição a tucanos também

 

O IBOPE Inteligência perguntou aos brasileiros o potencial de voto e a rejeição dos possíveis pré-candidatos à presidência da República nas eleições de 2018. Dentre os nomes pesquisados, o ex-presidente é o que possui o maior potencial de votos.

 

Lula tem, hoje, um potencial de voto de 47% dos eleitores brasileiros: 30% dizem que votariam com certeza – o maior dentre todos os nomes pesquisados – e 17% declaram que poderiam votar nele para presidente em 2018. Na sequência, aparecem Marina Silva com 33% (9% com certeza votariam e 24% poderiam votar), José Serra com 25% (7% e 18%), Geraldo Alckmin com 22% (7% e 15%), Aécio Neves também com 22% (6% e 16%), Joaquim Barbosa com 24% (12% e 12%), Ciro Gomes com 18% (5% e 13%), Bolsonaro com 17% (8% e 9%) e João Doria com 16% (6% e 10%).

Já no outro lado, o da rejeição, três nomes do PSDB aparecem à frente do ex-presidente. Aécio Neves é, dentre os nomes testados, o que tem a maior rejeição dos entrevistados: 62% não votariam nele de jeito nenhum para presidente da República em 2018. O segundo mais rejeitado é José Serra, com 58%, seguido de Geraldo Alckmin (54%), Lula (51%), Marina (50%), Ciro Gomes (49%), Bolsonaro (42%), João Doria (36%) e Joaquim Barbosa (32%).

 

Em relação a abril do ano passado, quando essa pergunta também foi feita aos brasileiros, a rejeição ao ex-presidente diminuiu 14 pontos percentuais (de 65% para 51%), sendo a única que recuou no período. A rejeição aos demais nomes subiu. A rejeição de Aécio aumenta 9 pontos; a de Bolsonaro, oito; a de Marina, quatro. A rejeição de Serra, Ciro Gomes e a de Alckmin oscila 1 ponto para cima. Joaquim Barbosa e João Doria são testados pela primeira vez na pesquisa.

 

Os resultados aqui mencionados refletem a opinião da população neste momento e podem mudar ao longo do tempo de acordo com os fatos políticos que surgem, das candidaturas que serão oficializadas, bem como o desempenho e nível de conhecimento dos possíveis candidatos.

Sobre a pesquisa
A pesquisa ouviu 2.002 pessoas com 16 anos ou mais em 143 municípios, entre os dias 7 e 11 de abril. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. (247)

 
 

 

 

 

 

STF acaba com o teto constitucional e libera o “Meu bocão, minha vida”

Com apenas um voto contrário, o de Luiz Edson Fachin, o Supremo Tribunal Federal aprovou relatório de Alexandre de Moraes e liberou o pagamento de  remuneração de servidores públicos que acumular cargos (e aposentadorias) que ultrapasse  R$ 33,7 mil, o equivalente aos vencimentos de ministros do STF.

Eles próprios, inclusive, já que juízes podem acumular suas funções com outras, como as de professor.

A decisão vai repercutir, é certo, sobre quem se aposentou com a integralidade dos vencimentos.

 

Sarney, por exemplo, que acumula aposentadorias de R$ 73 mil pode invocar o entendimento do Supremo para continuar a receber.

Os nossos doutos ministros não conseguem compreender que o teto constitucional – por isso está na Constituição – é um limite moral, não funcional.

Mas eles vão além da insensibilidade.

 

Porque fazer isso às vésperas de uma degola de direitos trabalhistas e previdenciários do povão é mais que isso, é escárnio.

PS de Conceição Lemes:  Votaram pelo fim do teto constitucional os ministros Marco Aurélio (relator), Alexandre de Moraes, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Luiz Fux, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes, Celso de Mello e a presidente do STF, ministra Cármen Lúcia.

Curiosamente, o julgamento teve início nessa quarta-feira (26/04) e terminou hoje.

 

Um dia após, portanto, a Câmara aprovar a reforma trabalhista, pondo fim aos direitos dos trabalhadores no Brasil e à CLT.

Um escárnio, como bem observou o excelente e querido Fernando Brito.

Um tapa na cara do povo.

 

Afinal, enquanto a Câmara aprovava o maior massacre dos trabalhadores na história do Brasil, o STF liberava privilégios para servidores que ganham mais de R$ 33,7 mil mensais, inclusive alguns dos seus ministros.

 

O STF segue ladeira abaixo.

À revelia da Constituição, com o seu silêncio, legitimou o golpe contra a presidenta Dilma.

Agora, também com o seu silêncio, ignora a destruição dos direitos dos trabalhadores pelo governo golpista de Michel Temer.

Direitos que levaram décadas e décadas para serem conquistados.

 

 
Com a aprovação da reforma trabalhista na Câmara, o líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros (AL), reforçou seu discurso crítico às propostas do governo de Michel Temer, disse que o texto será alterado na Casa e afirmou que o presidente quer empurrar “goela abaixo” dos trabalhadores uma “retirada de direitos”. 
 
Renan disse que o governo deveria se comunicar com os trabalhadores sobre a situação do emprego no país e sobre as alterações na legislação trabalhista, em especial às vésperas do 1º de Maio. 
 

 

“O Brasil precisa falar aos seus trabalhadores, que vivem um momento de angústia e crueldade. Não é normal que o presidente da República deixe de falar e empurre goela abaixo dos trabalhadores uma retirada de direitos”, disse à reportagem o líder do PMDB. 
 
Apesar de comandar a bancada do partido do presidente, Renan já havia manifestado posições duras contra a reforma da Previdência, considerada prioritária por Temer. 
 
Agora, o senador passou a atacar a reforma trabalhista, que deve começar a ser discutida no Senado nas próximas semanas. Ele afirmou nesta quinta-feira (27) que o texto aprovado na Câmara deve sofrer modificações no Senado, o que deve atrasar sua tramitação no Congresso. 
 
“Muita coisa vai ser alterada aqui no Senado, como esse desmonte dos sindicatos, no momento em que a negociação das categorias passa a prevalecer sobre a legislação. Parece contraditório”, criticou. “Desmontar a legislação trabalhista do dia para a noite é ruim, é injusto, sobretudo em plena recessão, com 13 milhões de desempregados.” 
 
Acuado pela Lava Jato e com perspectivas de não se reeleger, o líder do PMDB no Senado tem feito discursos públicos contra as reformas econômicas. Declarou, por exemplo, que a mudança na Previdência proposta pelo Planalto “pune os trabalhadores e o Nordeste”. 
 
“O governo errou ao fazer uma opção pela recessão, enquanto deveria estar preocupado com uma agenda de retomada do crescimento”, declarou. 
 
Renan também tomou a tribuna do Senado no início da tarde desta quarta (26), horas depois da aprovação da reforma trabalhista na Câmara, para criticar o projeto apresentado pelo governo. 
 
“A reforma retira direitos e, se retira direito, é injusta. Ponto. Ela rebaixa os salários, é sua consequência mais imediata e perversa”, afirmou. “Todos sabemos que acordos forçados em plena recessão, com 13 milhões de desempregados e com o desemprego aumentando mês a mês, é pedir que se aceite a crueldade como caridade.” 
 

 

“Meu dever como Senador, como representante de Alagoas nesta Casa, é alertar para o perigo que o país está correndo”, disse o senador. “A reforma trabalhista vai fatalmente aprofundar a desigualdade social.”

 

 

Foto: Rinaldo Marques/Alepe

Mais um sinal claro de que o PSB está desgovernado e em profunda crise de identidade. O deputado Isaltino Nascimento lembrou nesta quinta, no plenário da Alepe, a mobilização contra o “Plano Verão” do então presidente José Sarney em 1989. Na época ele era dirigente sindical e participou da mobilização.

Após 28 anos, o deputado volta a falar da ‘importância da paralização de amanhã (28)’ com a mobilização e a participação de todos os movimentos sociais e instituições na greve geral. O deputado disse que não dá para abrir mão de direitos e por isso a importância de ir às ruas.

“O que está sendo colocado em cheque é a extinção da relação direta entre empregador e empregado. Como o patrão conversa com o empregado em condição de igualdade na crise que enfrentamos hoje? A quebra direitos com esse discurso de ‘modernização’ vai acabar com as conquistas e prejudicar os que têm menos condições econômicas”, justificou.

“A greve geral de 28 de abril não é uma greve para quem tem privilégios. As reformas Trabalhista e da Previdência são retrocessos às conquistas do povo brasileiro. Com a reforma da previdência vai se acabar o conceito de seguridade social da Constituição Brasileira, da previdência pública. Não podemos aceitar essas mudanças que estão sendo postas”.

Se o PSB estava com saudade dos tempos que era satélite do PT, o caso de Isaltino Nascimento é um dos mais sintomáticos. Afinal, antes de aderir a Eduardo Campos, militou e teve mandato de deputado pelo partido.

A greve geral não interessa aos que trabalham de fato, antes é sim uma defesa do corporativismo do serviço público nacional. Boa parte do PSB vai mostrando que não está à altura deste momento histórico, apostando no discurso fácil e na demagogia barata.

 

 

O presidente americano, Donald Trump, em Washington DC, em 25 de abril de 2017 - AFP

 

O governo de Donald Trump lançou nesta quarta-feira uma ambiciosa reforma fiscal com um grande corte de impostos a empresas e pessoas físicas e que o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, considerou como a maior da história dos Estados Unidos.

O plano se propõe revisar todo o sistema fiscal do país, mas o grande destaque é a redução de 35% para 15% os impostos para as empresas, um corte de 20 pontos percentuais que pode ter efeitos diretos no déficit federal.

Ema entrevista coletiva na Casa Branca, Mnuchin garantiu que o plano não terá efeitos negativos e que, pelo contrário, impulsionará a criação de novos empregos, gerando uma maior arrecadação fiscal.

 

“Isso será pago com crescimento, e com menos redução de índole diversa e com o fechamento de fissuras nas normas”, disse Mnuchin na Casa Branca.

O novo sistema reduzirá de 7 para somente 3 as faixas de tributação para as pessoas.

 

Um documento da Casa Branca diz que o plano também inclui previsões para uma taxa única para repatriar “trilhões de dólares que são mantidos no exterior”.

Os detalhes do plano ainda deverão ser negociados com o Congresso, mas Mnuchin adiantou que há conceitos fundamentais que “não são negociáveis”.

“O ponto central é que queremos tornar competitivos os impostos às empresas, trazer bilhões de dólares para criar empregos, simplificar as declarações individuais e reduzir a carga tributária. Esses princípios fundamentais não são negociáveis”, disse.

 

 

Mnuchin disse que o governo espera que a proposta, que sofre resistência inclusive de parlamentares republicanos, seja aprovada o mais rápido possível pelo Congresso, mas não adiantou um cronograma.

No Congresso, a iniciativa cairá nas mãos de um corpo de legisladores divididos entre a ideia de reduzir impostos e as preocupações com o crescente déficit público.

“Estamos trabalhando para fazer isso rapidamente”, disse Mnuchin, que acrescentou que “é parte do impacto pelos primeiros 100 dias” do novo governo.

Segundo analistas um corte de 20 pontos percentuais na carga tributária das empresas pode significar 2 trilhões de dólares adicionais de déficit em apenas uma década.

Entre outubro de 2016 e março deste ano, o déficit americano chegou a 526,8 bilhões de dólares.

 

Analistas econômicos afirmam, no entanto, que a ideia de um crescimento do emprego mediante cortes de impostos às empresas não se apoia em experiências prévias.

Para o especialista Douglas Holtz-Eakin, essa ideia é uma ilusão. “Nunca houve qualquer análise verossímil que indique que isso seja possível”, disse à AFP.

Esse corte de impostos poderia ser válido por 10 anos, mas Mnuchin disse que prefere que se torne permanente. “Se o temos por 10 anos, já é melhor do que nada. Mas eu gostaria da sua permanência”, acrescentou.

 

Mnuchin assegurou que a redução tributária será destinada em primeiro lugar às pequenas empresas. “Não haverá fissuras na norma que permita aos mais ricos, que deveriam pagar impostos mais altos, pagar 15%”, afirmou.

O líder do partido Democrata no Senado, Chuck Schumer, adiantou que a ideia encontrará resistência na oposição.

“Tratando-se de um enorme corte de impostos para os mais ricos, isso não será apoiado pelos democratas”, adiantou.

Em geral, os republicanos são favoráveis à redução de impostos, mas uma parte deles, defensores do equilíbrio orçamentário, expressam preocupações sobre seu impacto nas contas públicas.

 

Mnuchin também apontou nesta quarta-feira que os especialistas do governo estão trabalhando para simplificar o processo como os americanos pagam seus impostos.

“Nosso objetivo é simplificar as taxas. Acho que a maioria dos americanos deve ser capaz de apresentar sua declaração de impostos em um formulário do tamanho de um cartão postal”, expressou.

 

Na Casa Branca, o principal assessor econômico de Trump, Gary Cohn, disse que todo ano os americanos gastão “milhões de horas” tentando preencher suas declarações de impostos, para as quais há, atualmente, 199 formulários diferentes.

 

 

A criança, de dois anos, passou por cirurgia no Hospital da Restauração para reconstruir o órgão.

Rádio Jornal / Foto: Foto: Suellen Fernandes/ Rádio Jornal

Um caso bárbaro chocou a população pernambucana, nesta quinta-feira (27). Uma mulher matou o marido após ele mutilar o próprio filho com os dentes. A criança, de dois anos, é filho do casal e teve o pênis arrancado.

 

Presta depoimento na Central de Plantões da Capital, no bairro de Campo Grande, a filha da mulher, que presenciou a mãe matar o padrasto Cláudio Oliveira da Silva, 28 anos, na madrugada desta quinta-feira.

O caso aconteceu por volta 3h, no bairro de Nova Descoberta, na Zona Norte do Recife. A mulher conta que acordou com os gritos do marido que ameaçava estuprar o filho de dois anos. Para proteger a criança, a mulher, que não teve o nome revelado, esfaqueou o marido, com quem tinha um relacionamento de cinco anos.

 

“Ele se acordou gritando, agarrado no travesseiro, dando glória, gritando muito o nome de Deus”, relatou a mulher, dizendo que o casal parou para rezar e voltou a dormir. “Quando a gente deitou ele começou a gritar ‘sai daqui, demônio. Sai. Você está querendo me matar’”, completou a mulher.

 

Segundo a mãe da criança, ela abriu as portas de casa rapidamente e saiu com os filhos. A mulher contou ainda que o homem caiu do batente da cozinha. “Daqui a pouco ele voltou dizendo que o diabo estava mandando ele morder o meu filho e matar”, relatou a mãe da criança mutilada.

A mulher, grávida de 5 meses, tem outros três filhos, entre 10 e 14 anos, de um relacionamento anterior.

Confira os detalhes na reportagem de Suellen Fernandes:

Estado de saúde da criança

 

Ela disse que o companheiro era agressivo e já tinha registrado queixa contra ele na delegacia. O menino passou por cirurgia no Hospital da Restauração, na área central do Recife, e o procedimento durou duas horas. Ele teve o pênis reconstruído.

Como a mãe está na Central de Plantões, a criança está com uma tia se recuperando. Depois, o menino passará por exames.

 

 

 

 
Na manhã desta quinta-feira dia (27), a polícia prendeu os suspeitos de envolvimento no assassinato de um agente penitenciário Charles de Souza Santos, de 41 anos, durante um encontro de motociclistas em Afogados da Ingazeira, no Sertão do Pajeú. Os acusados,Alexander Dassa Cruz e Rafael Almeida de Azevedo Maia foram presos na Operação Duas Rodas.
 

 

Ao todo, estão sendo cumpridos seis mandados de prisão preventiva e seis mandados de busca e apreensão dos envolvidos no assassinato de Charles, no dia 24 de janeiro deste ano. Os mandados foram expedidos pelo Juiz de Direito da Vara Criminal de Afogados da Ingazeira.
 
Vídeo:
 

 
Suspeitos de matar agente penitenciário no Sertão do Pajeú são alvos de operação
 

A Polícia Civil deflagrou, na manhã desta quinta-feira (27), a Operação Duas Rodas, com o objetivo de cumprir seis mandados de prisão preventiva e seis de busca e apreensão contra os suspeitos de matar o agente penitenciário Charles de Souza Santos, em janeiro deste ano, na cidade de Afogados da Ingazeira, no Sertão do Pajeú.
 
Os mandados foram expedidos pelo Juiz de Direito da Vara Criminal de Afogados da Ingazeira. Trinta policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães participam da operação.
 

 

Charles foi agredido durante um evento de motociclistas na cidade, no dia 21 de janeiro. Ele estava na fila do banheiro quando começou uma discussão. Um vídeo registrou o momento em que motoqueiros iniciaram o espancamento e foram seguidos por outros. O agente estava com uma arma no bolso, que teria disparado durante a confusão e acertado a perna dele.
 
As agressões só terminaram quando o grupo percebeu que a vítima estava inconsciente. Os motoqueiros fugiram do local sem prestar socorro e o agente foi levado para o Hospital de Afogados da Ingazeira e transferido para uma unidade de saúde em Serra Talhada. Charles Santos não resistiu às lesões e faleceu na terça-feira (24).
 
Os presos e todo o material apreendido serão encaminhados ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) no bairro do Cordeiro, Zona Oeste do Recife. (Via: JC)

 

Reelembre o caso:

 

 O assassinato do agente penitenciário Charles Souza Santos, de 41 anos, ocorrido no mês de janeiro 2017 durante encontro de motociclistas em Afogados da Ingazeira, no Sertão do Pajeú. Cleber Alberto Pinto, conhecido como “Gaúcho”, 47, aparece nas imagens da câmera de segurança e teria envolvimento nas agressões que levaram Charles a morte.

 

Cleber Alberto Pinto, que faz parte do grupo de motociclistas Abutres, foi preso após ter sido identificado pela polícia estadual como foragido da justiça do Rio Grande do Norte. Ele sequestrou um empresário em 2000 e era procurado desde 2012, quando foi condenado pelo crime.

De acordo com o delegado Ivaldo Pereira, o suspeito trabalha como caminhoneiro e foi encontrado na praia de Maria Farinha, Paulista, e estava no bar onde Charles foi morto. “Logo que vimos as imagens, identificamos as pessoas e, ao puxar a ficha do Cleber, vimos que ele era procurado pela justiça do RN”, afirmou Pereira. 

Segundo o delegado, o suspeito não confessou o crime. “Ele confirma que estava no local, mas não confirmou que tenha participado”, concluiu. Preso pela polícia pernambucana, Gaúcho será levado para o Rio Grande do Norte para cumprir pena. Ele continuará sendo investigado pela polícia de Pernambuco sobre a morte do agente penitenciário.

 

 

Câmara Municipal de Afogados cancela sessão ordinária em apoio a Greve Geral do dia 28

 

A Câmara Municipal de Afogados da Ingazeira voltou a se reunir ontem (26) para realizar sua 11ª sessão ordinária. Dois projetos de lei do Poder executivo estão tramitando na Casa Monsenhor Alfredo de Arruda Câmara, o PL 002/2017 autoriza o município a celebrar convênio com a COMPESA delegando competências de organização, fiscalização e regulação e o PL 003/2017 que autoriza a abertura de crédito especial no orçamento de 2017 e dá outras providências.
 
Foi aprovado na sessão o Projeto de Lei 05/2017 de autoria do Vereador Raimundo Argemiro que deu nome de Zacarias Santana da Silva a uma artéria do bairro Manoela Valadares e aprovado o PL 06/2017 que cria o dia municipal do Blogueiro em Afogados da Ingazeira, de autoria do Presidente Igor Mariano.
 
 
Tribuna Popular – Usaram a tribuna popular os senhores João Alves, Presidente do STR e o senhor José Barbosa, Presidente do SISMAP, os dois agradeceram o empenho da câmara junto dos movimentos sociais se colocando em posição contrária a Reforma da Previdência e convocaram os vereadores para aderirem a Greve Geral que será realizada amanhã (28).
 
O Plenário da Casa decidiu por unanimidade cancelar a sessão ordinária que seria realizada amanhã às 20h. “Estivemos juntos dos movimentos sociais em todos os momentos e amanhã estaremos novamente”, destacou o Presidente Igor Mariano. O vereador Rubinho do São João parabenizou a posição do Legislativo e reforçou: “Se essa casa pudesse votar seria 13 a 0 contra a Reforma da Previdência”.
 
Ao final, o Presidente agradeceu a participação dos presentes e marcou a próxima sessão para o dia 03 de maio, quarta-feira, às 20h.
 

 

Temer cortará ponto de quem faltar ao trabalho para participar de greve

 

 
No dia em que serão realizados protestos contra as reformas governistas, o presidente Michel Temer cortará o ponto de servidores públicos que faltarem ao trabalho para aderir à greve geral marcada para sexta-feira (28). 
 
Para adotar a medida, a atual administração tem se baseado em decisão de outubro do STF (Supremo Tribunal Federal), a qual estabeleceu que o poder público deve cortar os salários de servidores em paralisação. 
 

 

O Palácio do Planalto tem lembrado que na sexta-feira (28) não haverá ponto facultativo, mesmo às vésperas do Dia do Trabalhador, e que, portanto, o entendimento da Suprema Corte pode ser adotado. 
 
A expectativa de assessores e auxiliares presidenciais é de que a adesão de categorias de trabalhadores ao protesto desta sexta-feira (28) seja maior ao da última manifestação, realizada em março. 
 
O monitoramento das redes sociais, no entanto, tem apontado que a mobilização tem se concentrado nos grandes centros urbanos, tendo pouca repercussão nos municípios de médio e pequeno portes. 
 
Para reduzir o potencial das manifestações, aliados do presidente consideram buscar centrais sindicais mais próximas ao governo peemedebista, como Força Sindical e UGT (União Geral dos Trabalhadores). As duas, contudo, não têm demonstrado disposição em desistir das paralisações. 
 
O presidente avaliava viajar no dia da manifestação, mas decidiu permanecer em Brasília, onde acompanhará as mobilizações. O receio é que o aumento do movimento eleve a pressão sobre a base aliada contra a reforma previdenciária, a principal bandeira política da atual gestão. 
 
Nas últimas semanas, o Palácio do Planalto tem tentado blindar parlamentares governistas que têm recebido queixas de sua bases eleitorais sobre as reformas previdenciária e trabalhista. 
 
Com esse objetivo, além de aumentar a publicidade em veículos de comunicação, o presidente tem concedido uma bateria de entrevistas, incluindo programas populares, como dos apresentadores José Luiz Datena, da Bandeirantes, e de Carlos Roberto Massa, o Ratinho, do SBT. 

 

Em campanha nacional, a gestão peemedebista já gastou até agora R$ 29,5 milhões só com produção e veiculação de propagandas favoráveis às mudanças na aposentadoria.

 

 

A “menina dos olhos” do Prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota: assim pode ser definido o Centro Especializado em Reabilitação física, auditiva e visual – CER lll, que está sendo construído em Afogados da Ingazeira.

 

Não é para menos. A obra está em sua fase final de execução e representa um investimento de mais de 03 milhões de Reais apenas para a parte física. Quando concluída, vai atender 80 pacientes por dia, de Afogados e região. A unidade será a primeira do tipo em Pernambuco (algumas cidades possuem CER ll e CER IV).

 

“Essas pessoas, em grande parte crianças, não vão mais precisar se deslocar para buscar atendimento no Recife, em unidades como a AACD. Aqui teremos tudo que lá tem para atender bem pacientes com algum tipo de deficiência. É isso que me move a ser gestor, poder ofertar esses serviços ao nosso povo,” destacou o Prefeito José Patriota.

 

Segundo o Secretário de Saúde de Afogados, Artur Amorim, foi retirado ontem um dos empecilhos para que a inauguração ocorra o mais breve possível. O Ministério da Saúde repassou para a Prefeitura o valor de 1,5 milhão de Reais destinado à compra de equipamentos e mobiliário para a unidade. O dinheiro já está na conta. A previsão é que o CER lll seja inaugurado durante as festividades da emancipação de Afogados da Ingazeira.

Na Ingazeira, prefeitura suspende serviços de Internet gratuita em praças públicas e de Escola

 

Deixados desde a gestão do ex prefeito Luciano Torres (PSB), os serviços de Wi-Fi gratuito em três praças do centro da cidade da Ingazeira, no sertão do Pajeú, era o entretenimento da população que ainda não tem condições do serviço pago em suas residências.
 
Em qualquer horário do dia, usuários utilizavam do serviço para usar as redes sociais e até mesmo para uso de trabalhos, mas o serviço foi suspenso pela atual gestão de Lino Morais, deixando desde o ultimo final de semana o serviço suspenso em três pontos da cidade e ainda o serviço de Internet da Escola Municipal Argemiro Ferreira Veras, como foram repassadas informações a Redação do Blog do Cauê rodrigues.
 
Na manhã desta quinta feira, por diversas vezes tentamos entrar em contato com  a prefeitura da Ingazeira pelo telefone 3829-1102 mas não fomos atendidos.

 

Presidente do Senado é internado em UTI após desmaio na madrugada

 

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), foi internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital de Brasília nesta quinta-feira após sofrer um desmaio de madrugada, mas exames de imagem apresentaram resultados normais, informou o Hospital Santa Lúcia.”Encontra-se no momento internado na UTI, mantendo observação. Apresenta-se hemodinamicamente estável, sem necessidade de uso de drogas vasoativas. Reavaliações periódicas serão realizadas no decorrer do dia”, acrescentou o hospital em boletim.Segundo a assessoria do senador, inicialmente pensou-se que Eunício havia sofrido um Acidente Vascular Cerebral, o que acabou não se confirmando nos exames. O presidente do Senado foi atendido primeiramente em uma clínica da capital federal e posteriormente transferido ao Santa Lúcia, acrescentou.

 

Pela primeira vez o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) admitiu abertamente a possibilidade de disputar mais uma vez a Presidência da República, em 2018. “Nessa situação eu serei. E vou a dizer a você: agora eu quero ser candidato”, disse o líder petista, em entrevista exclusiva ao jornalista Kennedy Alencar, do SBT.
Réu na Operação Lava Jato, Lula disse não acreditar que seu nome possa ser inviabilizado por estar sob investigação da justiça. “Vou ter condições jurídicas de ser candidato, porque não há nenhuma razão jurídica para evitar que eu não seja candidato. Aí seria melhor eles terem coragem de dizer ‘olha, vamos dar um segundo golpe nesse país e não vai ter eleições em 2018”, analisou o ex-presidente, que será interrogado pelo juiz Sérgio Moro no próximo dia 10 de maio.
Otimista, Lula avaliou que teria condições, inclusive, de ser eleito ainda no primeiro turno, como apontam recentes pesquisas de opinião. Mas prefere não se apegar a isso, por enquanto. “Pesquisas com muito tempo de antecedência podem mudar. Quem está em primeiro, pode chegar em último, e quem está em último pode chega em primeiro”.
O petista destacou que para sair do atual momento, primeiro o povo brasileiro precisa “acreditar nele próprio”. Em seguida voltou a atacar a “falta de credibilidade” do Governo Temer. “Para ter credibilidade é preciso ser eleito democraticamente”, afirmou Lula, deixou claro que ele tem condições de retomar os rumos do país. “É só incluir os pobres novamente no orçamento, com geração de emprego e de renda, e não fazer o que estão fazendo, jogando as desgraças em cima do pobre outra vez. Todas as medidas que estão fazendo são para favorecer os ricos”, finalizou.

 

Uma única aposta de Jaciara (MT) acertou as seis dezenas dezenas do concurso 1.924 da Mega-Sena, cujo sorteio foi realizado na noite desta quarta-feira (19) em Franco da Rocha (SP), e ganhou R$ 101,5 milhões.
 
Veja as dezenas sorteadas: 12 – 16 – 30 – 52 – 53 – 58.
 
O valor exato do prêmio é R$ 101.484.527,44. A quina teve 188 acertadores, e cada um levou R$ 41.109,03. Outras 11.382 apostas ganharam a quadra, com R$ 970,01 para cada uma.