Monthly Archives: fevereiro 2016

 

Rodrigo diz que Sebastião está no “lugar errado” e que “não tem capacidade pra lidar com críticas
 
O Deputado Rodrigo Novaes (PSD), não deixou as acusações do Secretário de Transportes Sebastião Oliveira (PR), ao vento. Na última semana, quinta (25), Oliveira afirmou de forma categórica que obloqueio simultâneo da BR-232, em Serra Talhada e Floresta, a BR-316, onde manifestantes cobravam início das obras de recapeamento da PE-425 que liga o município de Floresta a Carnaubeira da Penha, teve “plano de fundo politico”.
 
O Secretário não só classificou o movimento de ação para lhe atingir, como também mirou contra os deputados estaduais, Rodrigo Novaes e Augusto César (PTB), e o dep. federal Kaio Maniçoba (PHS), ao cravar que o trio, estava “usando de má fé e dá boa vontade do povo daquela região pra querer aparecer. Não trazem obra pra cidade, não trazem benefícios pra cidade […], nenhum destes três cidadãos procuram o governo do estado para dialogar sobre este assunto”, esbravejou Oliveira.
 
Em resposta ao titular da pasta de transportes do Governo Paulo Câmara (PSB), Novaes azedou ainda mais a discussão; que virou tormenta nos corredores do Palácio do Campo das Princesas; já que Oliveira (PR) disse que, o possível apoio de Novaes ao movimento, não era comportamento de aliado do governo.
 
“Existem algumas diferenças de concepção de política, têm ficado muito claros os acordos, dentro do posicionamento dele ( Sebastião). A pessoa que entende, que o movimento (PE-425 JÁ), realizado por índios e por cidadãos dizer que teve interesse e cunho político; por que eu mandei rodar adesivo numa gráfica? Quer dizer…falta realmente capacidade dele (Sebastião), de lidar com a crítica, com a diversidade; algo que surpreende pela experiência dele…um camarada que eu tenho muito respeito, mas falou o que não devia e, eu acho que ele não está preparado pra lidar com situações como estas, quando precisa desmerecer pra poder responder uma crítica como esta. Na verdade, ele está no lugar errado, ele deveria, na verdade, era enxergar com bons olhos e, exaltar o movimento, mostrar a legitimidade do movimento, e mostrar o que vai fazer […], eu como secretário, era o posicionamento que eu teria, e nada de criticar, de desqualificar de querer fazer ilação, da gente contra governo…isso para quem não conhece a relação que eu tenho Paulo Câmara pra fazer uma bobagem destas”, rebateu Rodrigo. 

 

Na tarde de domingo (28/2), o deputado estadual Rodrigo Novaes (PSD) oficializou sua parceria política com o pré-candidato a prefeito de Águas Belas e líder do PDT, Aureliano Pinto. Recebido pelo grupo dos azuis, dentre eles, vereadores locais, pré-candidatos a vereadores, comerciantes, advogados, e produtores rurais, o parlamentar fez seu primeiro discurso na Cidade.
O Deputado afirmou que essa parceria política será bastante benéfica para o povo de águas Belas, ele se propôs a fazer o que estiver ao seu alcance para ajudar o futuro prefeito Aureliano Pinto na administração e desenvolvimento da Cidade. E assim resolver os problemas locais que mais atinge a população, por exemplo, a falta de água, geração de empregos, educação, saúde e segurança no Município.

“É preciso que a gente vire a página da história deste Município. Precisamos ter alguém na administração da Cidade, que tenha visão, que consiga enxergar o horizonte. E faça uma política de inclusão social com competência para articular a sociedade de Águas Belas”.
Ainda segundo o parlamentar, a pessoa que lhe transmite essa confiança é o pré-candidato a prefeito do Município, Aureliano Pinto. “Eu tenho plena confiança no sentimento que ele tem por Águas Belas, todas as vezes que eu me sentei com Aureliano para conversar sobre esta Cidade era visível em seu olhar o amor por esta terra, o amor por estas pessoas”, afirmou Rodrigo.
O compromisso de Aureliano Pinto e do grupo dos azuis é fazer com que a máquina, a prefeitura sirva de verdade para as pessoas que mais precisam, as mais necessitadas. Para Aureliano Pinto é questão de honra fazer o melhor pela sua Cidade e pelo seu povo.