blogmarcosmontinely

O final mais inacreditável da história do Brasileirão aconteceu na noite de quinta-feira, na soma do que aconteceu no Morumbi e no Beira Rio. No mesmo dia 25 de fevereiro, data em que Careca marcou na última bola do jogo em Campinas e levou a decisão Guarani x São Paulo para os pênaltis, o Flamengo foi campeão com derrota e assistindo ao gol anulado de Edenílson, aos 51 do segundo tempo, e ao gol perdido pelo Internacional aos 52.

O Internacional não teve competência para vencer o Corinthians. Houve um pênalti desmarcado pelo VAR, num toque no braço de Bruno Méndez, um gol bem anulado de Yuri Alberto, outro também em impedimento bem marcado de Edenílson.
Enquanto isso, o Flamengo controlou o jogo no primeiro tempo contra o São Paulo, no primeiro tempo, levou gol de falta de Luciano, no primeiro chute a gol são-paulino, empatou com Bruno Henrique e levou 2 x 1 em seguida.
O segundo campeão com derrota na partida decisiva – o Corinthians ganhou assim em 2005 — mereceu por ser o time mais ofensivo, o ataque mais positivo.
Mesmo que seja de modo completamente diferente de 2019. Com Jorge Jesus, o melhor campeão em número de pontos (90). Em 2020, 71 pont

Prefeitura de Afogados conhece experiência exitosa em gestão de SAMU

O Prefeito de Afogados da Ingazeira, Alessandro Palmeira, participou nesta quinta (25), de uma reunião no Recife para tratar da implantação do SAMU no Sertão do Pajeú. Além do Prefeito de Afogados, participaram também os demais Prefeitos que integram a diretoria do CIMPAJEÚ: Luciano Torres (Ingazeira) e Márcia Conrado (Serra Talhada). A reunião contou ainda com a presença do Secretário de Saúde de Afogados, Artur Amorim.

A reunião foi coordenada pelo Presidente da AMUPE, José Patriota, e serviu para discutir o processo de implantação do serviço na região. Os Prefeitos puderam conhecer o trabalho e a expertise da OZZ saúde, empresa que atua na gestão de saúde, coordenando o SAMU em todo o Estado de Santa Catarina, no norte do Paraná e nas cidades de Curitiba (PR), Rio de Janeiro (RJ) e Ponta Grossa (PR). São 396 municípios e mais de 18 milhões de habitantes em sua área de atuação.
Na próxima semana o CIMPAJEÚ dará o “start” para a implantação do serviço, com a elaboração do termo técnico de referência para a contratação do serviço. A estimativa é que, esse primeiro momento de implantação seja realizado com recursos exclusivamente dos municípios. Com o serviço em funcionamento, há a previsão de que Estado e União cheguem com suas respectivas contrapartidas.
“Foi uma reunião de trabalho bastante produtiva, com boas perspectivas para que possamos, muito em breve, colocar o SAMU em funcionamento para atender à população dos municípios que integram o CIMPAJEÚ,” destacou o Prefeito de Afogados, Alessandro Palmeira.

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha Foto: Daniel Marenco

O governador Ibaneis Rocha (MDB-DF) informou na noite desta quinta-feira, no Twitter, que vai decretar lockdown no Distrito Federal a partir de segunda-feira, de 20h às 5h. A decisão, segundo ele, foi tomada por recomendação da Secretaria de Saúde.

Em seu post, Ibaneis afirma que “queria muito evitar” a medida, “mas não temos outras opções mais fortes”.

Desde o início da pandemia, o Distrito Federal registrou 293.782 casos e 4.805 óbitos por Covid-19. A média móvel de ocorrências é de 917, um aumento de 74% em relação ao visto 14 dias atrás. Já a média móvel de óbitos é de 11, 8% superior àquela vista no mesmo período.

Ibaneis é um dos governadores mais alinhados com o presidente Jair Bolsonaro nas discussões sobre a pandemia do coronavírus. Assim como Bolsonaro, ele combateu medidas de restrição ao comércio, e também posicionou-se publicamente a favor da exoneração do ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta, que criticava a resistência de Bolsonaro a adotar políticas de isolamento social