O governo de Pernambuco anunciou, nesta segunda-feira (24), novas medidas de restrição para conter a alta da pandemia de Covid-19. Apenas atividades consideradas essenciais podem funcionar nos fins de semana, na Macrorregião 1, que contempla o Grande Recife e cidades da Zona da Mata.

Além disso, foi determinada uma ação mais rigorosa, todos os dias, em 12 municípios da 2ª Geres, com sede em Limoeiro. As restrições serão intensificadas a partir de quarta-feira (26) e seguem até o dia 6 de junho (veja lista de cidades no fim das matéria).

No Grande Recife e em parte da Zona da Mata, as restrições, durante os dias de semana, seguem as regras já estabelecidas no decreto que está em vigor até o dia 6 de junho.

As cidades da região de Limoeiro terão as restrições como as que estão sendo aplicadas em 53 municípios das 4ª e 5ª Gerências Regionais de Saúde (Geres), que têm como cidades polo Caruaru e Garanhuns, no Agreste.

Nas Macrorregiões 3 e 4, no Sertão, as atividades em geral permanecem funcionando até 20h, de segunda a sexta, e até 19h nos finais de semana.

As medidas foram anunciadas pelo governador Paulo Câmara (PSB), em um pronunciamento disponibilizado nas redes sociais.

Ele também disse que solicitou ao Ministério da Saúde mais testes de antígeno, concentradores de oxigênio e uma investigação sobre as novas variantes da Covid-19 nas amostras coletadas no Agreste.

De acordo com o governador, a “aceleração exponencial” da contaminação no Agreste resultou no aumento de ocupação em todo o sistema de saúde, nas últimas semanas.