Sem categoria

O prazo de inscrição para o Vestibular IFPE 2020.1 foi prorrogado até o dia 21 de novembro. Com a mudança do cronograma, o último dia para efetuar o pagamento da taxa de inscrição será dia 22 deste mês. As provas acontecem no dia 15 de dezembro. Os interessados em concorrer a uma das vagas devem acessar o site da Comissão de Vestibulares e Concursos (cvest.ifpe.edu.br), preencher o formulário online e emitir a Guia de Recolhimento da União (GRU) para pagamento, exclusivamente, no Banco do Brasil. A taxa de inscrição custa R$ 30 (cursos técnicos) e R$ 55 (cursos superiores).

Do total de vagas, 280 são para o campus Afogados da Ingazeira, que dispõe dos cursos técnicos de Saneamento, Informática, Eletroeletrônica e Agroindústria, os quais estão distribuídos nas modalidades Subsequente, voltada para quem já concluiu o Ensino Médio; e Integrado, para quem deseja aliar a formação profissional ao Ensino Médio Regular. Também há vagas para o curso superior de Licenciatura em Computação, além da grande novidade para 2020: o curso superior de Engenharia Civil, que oferta 40 vagas desse total.

Além de Afogados da Ingazeira, o IFPE tem campus localizado nos municípios de Abreu e Lima, Barreiros, Belo Jardim, Cabo de Santo Agostinho, Caruaru, Garanhuns, Igarassu, Ipojuca, Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Palmares, Paulista, Pesqueira, Recife e Vitória de Santo Antão.

COTAS

Assim como na última edição, 60% das vagas oferecidas no Vestibular 2020.1 será pelo sistema de cotas, voltado a candidatos oriundos da rede pública de ensino. Essas vagas são subdivididas entre aquelas para quem tem renda familiar per capita de até 1,5 salário mínimo e as para quem tem renda superior a essa faixa, subdividindo-se, ainda, em subcotas voltadas aos que se autodeclararem pretos, pardos ou indígenas e também às pessoas com algum tipo de deficiência. Outro diferencial do vestibular do IFPE é que, nos cursos de vocação agrícola, 25% das vagas de ampla concorrência são reservadas para moradores da zona rural ou filhos de agricultores.

A partir desta edição, os candidatos que optarem por concorrer às vagas reservadas para cotistas serão classificados também na lista da ampla concorrência. Nos casos em que eventualmente não houver comprovação da condição de cotista no ato da matrícula, o candidato poderá ser aprovado na classificação geral caso tenha nota suficiente.

PROVAS

As provas serão realizadas no dia 15 de dezembro. Candidatos aos cursos técnicos serão submetidos a 30 questões de múltipla escolha. Quem vai concorrer às vagas dos cursos superiores fará uma prova com 50 questões de múltipla escolha, além de redação. Os exames terão início às 9h e terão duração de três horas, para os cursos técnicos, e de quatro horas para os superiores. A divulgação do listão dos aprovados está prevista para o dia 9 de janeiro de 2020.

ATENDIMENTO ESPECIAL

As pessoas com deficiência física, intelectual ou sensorial podem solicitar a realização da prova em condições especiais. Também poderão solicitar atendimento específico os candidatos enfermos, impossibilitados de comparecer ao local de prova e as candidatas lactantes.

Para requerer a prova com atendimento especializado ou específico, basta confirmar a opção durante o procedimento de inscrição no site e enviar à Comissão do Vestibular os documentos comprobatórios exigidos no edital. O prazo de solicitação também foi prorrogado até o dia 21 de novembro. A documentação comprobatória deverá ser entregue no setor de protocolo do campus do IFPE no qual o candidato pretende concorrer à vaga ou ser enviado através do site da CVEST.

NOME SOCIAL

O candidato que quer ser reconhecido socialmente de acordo com sua identidade de gênero poderá requerer o atendimento pelo nome social durante o período de inscrição. Para isso, ele deve indicar a opção no site da CVEST e enviar a documentação exigida no edital via upload no sistema de inscrição.

INFORMAÇÕES

Para mais informações sobre o Vestibular 2020.1, acesse o edital retificado. Em caso de dúvidas, os candidatos podem entrar em contato com a CVEST pelo telefone (81) 2125-1724 ou pelo e-mail vestibular@ifpe.edu.br

NOVO CRONOGRAMA

Inscrições | Até 21/11 (somente pelo site da CVEST)

Pagamento da taxa | Até 22/11

Taxa de inscrição | R$ 30 (cursos técnicos) e R$ 55 (cursos superiores)

Liberação cartão de inscrição | 05/12

Retificação cartão de inscrição | 05 e 06/12

Provas | 15/12

Listão | 09/01

Nota da jornalista Mônica Bergamo em sua coluna na Folha de S.Paulo informa que Jair Bolsonaro preferia o príncipe Luiz Philippe de Orleans e Bragança como seu vice, e não Mourão.

A revelação de Bolsonaro foi feita diante dos deputados presentes na reunião desta terça-feira (12), em que anunciou sua saída do PSL e a decisão de criar um novo partido de extrema-direita.

A coluna narra o diálogo entre Bolsonaro e o Philippe de Orleans: “Príncipe, estou te devendo eternamente”, disse Bolsonaro. Bragança respondeu: “O que é isso. Deve nada, presidente!”  “Devo sim. Você deveria ter sido meu vice, e não esse Mourão aí. Eu casei, casei errado. E agora não tem mais como voltar atrás”, insistiu.

O príncipe diz nunca ter nutrido um sentimento negativo por ter sido preterido. “Basicamente ele reconheceu publicamente o que estava nos bastidores. Eu entendo que no mundo político há muitas artimanhas, conspirações.”  “O Bolsonaro não precisava de mim para ganhar a eleição. Precisava de alguém que fosse simplesmente leal. Na época, até fiquei aliviado porque ele me liberou para fazer outras coisas.” (247)

 

 

A Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) promove em duas edições, sendo no dia 19 de novembro, em Recife e dia 21 em Afogados da Ingazeira, o 3° Encontro das Assessorias de Comunicação das Prefeituras Pernambucanas: Comunicar e Democratizar a Gestão Pública. O evento é gratuito e está voltado para assessores de comunicação e imprensa das prefeituras de Pernambuco e o público interessado.

O objetivo do evento é contribuir para que a comunicação seja um mecanismo impulsionador de participação e democratização das gestões públicas. Pela parte da manhã, será ministrada uma mesa redonda que trará como tema o papel das assessorias em tempos de notícias falsas. A ideia é refletir sobre o atual cenário de relativização dos fatos e da ascensão das mentiras, e como as assessorias municipais devem lidar com esse fenômeno.

Estarão reunidos para discutir o assunto, profissionais de diversas áreas de comunicação do Estado, entre eles o jornalista Aldo Vilela, âncora da Rádio Transamérica, apresentador do Roda Viva Pernambuco, da TV Nova, filiada da Rede Cultura no Estado e professor universitário. O diretor-presidente e o diretor vice-presidente da Empresa Pernambuco de Comunicação (EPC), Gustavo Almeida e Felipe Calheiros, respectivamente, também estão confirmados. A pesquisadora, doutora em comunicação e professora universitária, Nataly Queiroz; o presidente da Asserpe, radialista  Nill Júnior, Além de Adriano Oliveira, cientista político, professor da UFPE e sócio da Cenário Inteligência que vai comandar a palestra O Controle Social e as Mídias.

A parte da tarde será exclusiva para os assessores das prefeituras e terá oficina gratuita oferecida pelo Projeto Gestão Cidadã, da Amupe com apoio financeiro da União Europeia, que tem por missão aprimorar a transparência e a prestação de serviços públicos de melhor qualidade. O Consultor da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Marco Rodrigo será o ministrante da oficina que terá como tema a comunicação para democratização da gestão pública, destinada para assessores de comunicação pré-inscritos.

Futebol:

Afogados: Pedro Manta volta a treinar o Afogados FC na temporada 2020

O técnico Pedro Manta será o comandante do Afogados FC na temporada 2020. O treinador chega após conseguir o acesso à elite do Futebol Pernambucano, dirigindo a equipe do Retrô. Essa será a 6ª passagem de Pedro Manta a frente do comando técnico do Afogados FC.

O treinador, de 57 Anos, tem muita identidade com a Coruja do Sertão, foi com Pedro Manta no comando, que o clube conquistou o acesso em 2016. Neste ano (2019), já na elite, o time Tricolor conquistou o Titulo do Interior, vaga na Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro da Série D, competições a serem disputadas no próximo ano.

A diretoria do Afogados FC confirmou também o retorno ao clube para a temporada 2020 do volante Douglas Bomba. Essa será a 3ª passagem do volante pela Coruja do Sertão.

Douglas foi um dos principais jogadores do tricolor, na excelente temporada deste ano, nos próximos dias a diretoria deve anunciar outros membros da Comissão Técnica.

Moro orientava ilegalmente ações da Lava Jato, o alvo era Lula.

Kennedy Alencar comenta reportagem assinada pela ‘Folha’ e por ‘The Intercept Brasil’: ‘a operação Lava-jato manipulou a opinião pública e mudou o rumo da história do país’, afirma, avaliando a conduta de procuradores e do ex-juiz como ‘corrupção grave’. Para Kennedy, os envolvidos nas conversas tiveram atitudes parciais para envenenar o debate político.

 

 Rádio CBN escute áudio :

FONTE  RÁDIO CBN: https://cbn.globoradio.globo.com/media/audio/273991/novos-dialogos-vazados-mostram-que-moro-agiu-acusa.htm

Novos trechos de conversas vazadas entre o ministro da Justiça Sergio Moro e procuradores da força-tarefa da Lava Jato divulgados pelo site The Intercept Brasil na noite desta sexta-feira reforçam a proximidade entre o então juiz do caso com os acusadores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado e preso pela operação. Na conversa obtida pelo site, Moro orienta o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima a “editar uma nota esclarecendo as contradições do depoimento” dado por Lula no processo do triplex do Guarujá “com o resto das provas ou com o depoimento anterior dele”. “Por que a Defesa já fez o showzinho dela”, afirmou Moro.

A divulgação de novos trechos vazados das conversas entre os procuradores e o atual ministro da Justiça de Jair Bolsonaro acontecem no mesmo dia em que o jornal O Estado de S. Paulo publicou uma entrevista com Moro. Nela, o ex-juiz se pronunciou sobre o vazamento do primeiro lote de conversas pelo site, no último domingo e na quarta-feira, e disse não ver “ilicitude” no que foi divulgado. “Se quiserem publicar tudo, publiquem. Não tem problema”, desafiou ele, diante da promessa do site de que havia mais conteúdos “bombásticos” do material entregue ao site por uma fonte anônima. Em nota, o ministro afirmou neste domingo que “não reconhece a autenticidade e não comentará supostas mensagens de autoridades públicas colhidas por meio de invasão criminosa de hackers e que podem ter sido adulteradas e editadas”. Também reiterou “a necessidade de que o suposto material, obtido de maneira criminosa, seja apresentado a autoridade independente para que sua integridade seja certificada”.

As novas conversas divulgadas aconteceram na noite de 10 de maio de 2017, dia em que o ex-presidente compareceu diante de Moro para prestar esclarecimentos sobre o processo do triplex do Guarujá, que gerou sua primeira condenação por lavagem de dinheiro e corrupção passiva. Às 22h04, segundo o The Intercept Brasil, Moro pegou o telefone e digitou uma mensagem para Santos Lima, em que perguntou o que o promotor havia achado do encontro. “Achei que ficou muito bom. Ele começou polarizando conosco, o que me deixou tranquilo. Ele cometeu muitas pequenas contradições e deixou de responder muita coisa, o que não é bem compreendido pela população. Você ter começado com o triplex desmontou um pouco ele”, disse o procurador. “A comunicação é complicada pois a imprensa não é muito atenta a detalhes”, respondeu Moro.

Logo depois, o juiz afirma: “Talvez vcs devessem amanhã editar uma nota esclarecendo as contradições do depoimento com o resto das provas ou com o depoimento anterior dele”. Na mensagem seguinte, justificou: “Por que a Defesa já fez o showzinho dela”. O procurador respondeu, então: “Podemos fazer. Vou conversar com o pessoal.” 

Segundo o site, Santos Lima copiou, em seguida, o diálogo que teve com Moro em um chat privado com o coordenador da força-tarefa, Deltan Dallagnol. Paralelamente, em um grupo de troca de mensagens entre os procuradores, os membros da força-tarefa já discutiam a possibilidade de comentar publicamente o depoimento de Lula. Santos Lima alertou Dallagnol que havia enviado a ele uma mensagem privada. Três minutos depois, o coordenador da Lava Jato justificou publicamente no grupo a divulgação da possível nota: “Temos que avaliar os seguintes pontos: 1) trazer conforto para o juízo e assumir o protagonismo para deixá-lo [Sergio Moro] mais protegido e tirar ele um pouco do foco; 2) contrabalancear o show da defesa.” Depois, seguiu: “E o formato, concordo, teria que ser uma nota, para proteger e diminuir riscos. O JN [Jornal Nacional] vai explorar isso amanhã ainda. Se for para fazer, teríamos que trabalhar intensamente nisso durante o dia para soltar até lá por 16h”, ressaltou.

Dallagnol, então, mandou uma mensagem a outro grupo, que incluía a assessoria de imprensa do Ministério Público Federal. Ressaltou, novamente, as motivações para uma possível nota. “As razões para eventual manifestação são: a) contrabalancear as manifestações da defesa. Vejo com normalidade fazer isso. Nos outros casos não houve isso. b) tirar um pouco o foco do juiz que foi capa das revistas de modo inadequado”. Um dos assessores de imprensa tentou demovê-lo. “Mudar a postura vai levantar a bola pra outros questionamentos”, justificou.

No dia seguinte, os procuradores divulgaram uma nota, em que expunham contradições do depoimento de Lula. Na mesma noite, Dallagnol enviou outra mensagem a Moro, em que abordava, novamente, a manifestação. “Informo ainda que avaliamos desde ontem, ao longo de todo o dia, e entendemos, de modo unânime e com a ascom [assessoria de comunicação], que a imprensa estava cobrindo bem contradições e que nos manifestarmos sobre elas poderia ser pior. Passamos algumas relevantes para jornalistas. Decidimos fazer nota só sobre informação falsa, informando que nos manifestaremos sobre outras contradições nas alegações finais”, destaca o The Intercept Brasil.

Crise de imagem

A divulgação das mensagens pelo The Intercept Brasil no último domingo causou um abalo à imagem do ex-juiz da Lava Jato, que hoje ocupa a pasta da Justiça de Bolsonaro. Desde que aceitou o cargo para o novo Governo, ele é acusado por opositores de ter atuado para evitar a eleição de Lula. O ex-presidente, condenado em segunda instância pelo caso do triplex, ficou impossibilitado de concorrer às presidenciais em outubro passado. Lula era o primeiro colocado nas pesquisas. Bolsonaro, o azarão na disputa, acabou vencendo. O ex-presidente cumpre sua pena de 8 anos e 10 meses em Curitiba.

Segundo pesquisa do Atlas Político, mais de 70% dos entrevistados tiveram conhecimento da reportagem do site com os diálogos entre Moro e Dallagnol. Segundo o levantamento, os diálogos fizeram com que ele perdesse parte de seu capital político, mas seguia sendo o político mais popular do país, por conta de sua atuação na operação que revelou um enorme esquema de corrupção no Brasil. Os diálogos já mostravam que o ex-juiz mantinha uma intensa conversa privada com o coordenador da força-tarefa, que investigava políticos suspeitos de corrupção, entre eles Lula. As trocas de mensagem eram via aplicativo Telegram e possuíam orientações, broncas, elogios e até dicas de fontes que a força tarefa deveria ouvir. A proximidade entre ambos fere princípios constitucionais e do Código Penal Brasileiro, ressaltaram juristas.

Após a divulgação dos diálogos, Bolsonaro demorou a se manifestar sobre as revelações referentes a seu superministro. Falou quatro dias depois e minimizou a troca de mensagens. “O que ele fez não tem preço. Ele realmente botou para fora, mostrou as vísceras do poder, a promiscuidade do poder no tocante à corrupção”, afirmou.

Um dos principais alvos da CPI das Fake News, Carlos Bolsonaro, o 02, articulador da presença do pai e do governo nas redes sociais, apagou na manhã desta terça-feira (12) todas as suas contas nas redes sociais. Não houve explicação oficial até agora. O perfil @CarlosBolsonaro nao existe mais no Twitter.

Licenciado de seu mandato na Câmara Municipal do Rio de Janeiro, Carluxo, como Carlos é conhecido, vinha se dedicando à atividade de digital influencer nas redes sociais, criando diversos problemas para o pai, Jair Bolsonaro.

Além de seus perfis nas redes e da influência sobre a comunicação digital do governo Bolsonaro, Carlos é responsávle por vários dos tweets que são postados no perfil de Jair Bolsonaro -em geral, os mais agressivos contra a esquerda e a oposição.

Ele é um dos líderes da ala mais radical do bolsonarismo, aliado do escritor-astrólgo Olavo de Carvalho. (247)

Foto reprodução – blogmarcosmontinelly

A filiação do prefeito de Petrolina, Miguel Coelho ao MDB, reuniu os bolsonaristas, o líder do governo federal Fernando Bezerra Coelho e do deputado federal Raul Henry, o presidente nacional do partido deputado Baleia Rossi, o governador do Distrito Federal Ibaneis Rocha, todos do novo partido de Miguel.

Três afogadenses estiveram presente no evento, o ex-prefeito de Afogados da Ingazeira Totonho Valadares, que votou e é assumidamente apoiador de Bolsonaro. Os vereadores: Daniel Valadares e  Zé Negão que é um lulista declarado o parlamentar foi um dos coordenadores de campanha de Miguel.

Boa Notícia:   

Zé, disse a redação do blog que esteve na Codevasf e que está retornando nesta terça (12), com uma boa notícia para os Afogadenses, a liberação de máquinas como: Requis Escavadeira, Caçambão, Caminhão Pipa e um Trator de Arar Terra, disse ainda “que foi liberado e vai entregar para a população, depois vai soltar meia dúzia de fogos e mostrar que Zé negão é do povão.”

Apenas dois jogos abriram, neste sábado, a 32.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A – o Brasileirão 2020. Três paulistas entraram em campo, com o Santos goleando o Goiás por 3 a 0, enquanto Corinthians e Palmeiras empataram o clássico no Pacaembu com dois gols nos acréscimos.

PEIXE EM TERCEIRO
O Peixe segue firme na terceira posição, com 64 pontos, agora três atrás do palmeiras (67). Ambos torcem por uma improvável queda de rendimento do Flamengo, líder isolado com 74 pontos. Soteldo fez dois belos gols no Serra Dourada.

PALMEIRAS VACILA NO CLÁSSICO
O Palmeiras pode permitir que o time carioca abra agora 10 pontos na frente, desde que vença o Bahia neste domingo no Maracanã, de novo, lotado.O Corinthians segue atrás de uma vaga no G6, sendo que no momento é sexto colocado com 49 pontos.

MAIS JOGOS
No domingo acontecem sete jogos. Com dois clássicos estaduais. No Mineirão, jogam o ainda ameaçado Cruzeiro contra o instável Atlético-MG.

Na Arena Castelão, acontece o Clássico Rei com a dupla Fortaleza e Ceará brigando para se afastar da zona de rebaixamento.

DUELO DA MORTE
Na segunda-feira, Botafogo e Avaí, ambos dentro da zona de rebaixamento, se enfrentam no Engenhão no chamado jogo de ‘vida ou morte’.

ESPANHOL:

Messi marca três, Barcelona goleia Celta e retoma liderança

O clube catalão afastou a má fase depois de ter tropeçado pela Liga dos Campeões

Depois de ter amargado um decepcionante empate por 0 a 0 com o Slavia Praga no meio da semana, em casa, pela Liga dos Campeões, o Barcelona se redimiu neste sábado diante dos seus torcedores com uma goleada por 4 a 1 sobre o Celta, no Camp Nou, onde reassumiu a liderança do Campeonato Espanhol, com 25 pontos.

Lionel Messi, com três gols, foi o grande nome do confronto válido pela 13ª rodada da competição.

O triunfo foi importante também porque, poucas horas mais cedo, o vice-líder Real Madrid atropelou o Eibar por 4 a 0, fora de casa, e passou a contabilizar os mesmos 25 pontos do seu arquirrival, que lidera o torneio por ter melhor saldo de gols (18 a 16).

Da mesma forma que assegurou a liderança da tabela, a vitória sobre o time de Vigo serviu para aliviar a pressão sobre o técnico Enersto Valverde, que na rodada passada do Espanhol ficou em situação delicada ao ter a sua equipe sendo derrotada por 3 a 1 para o Levante.

O Celta, por sua vez, estacionou nos nove pontos e encabeça a zona de rebaixamento, em 18º lugar. E a equipe sofreu a goleada para o Barça no confronto que marcou a estreia do técnico Oscar García Junyent, contratado como substituto do demitido Fran Escriba.

O JOGO
No duelo deste sábado, Messi marcou os seus três gols em jogadas de bola parada. O primeiro ocorreu aos 23 minutos do primeiro tempo, por meio de uma cobrança de pênalti, assinalado após o toque de mão de um defensor do Celta dentro da grande área.

A equipe de Vigo assustou os torcedores do Barça ao empatar o duelo aos 42 minutos, com Lucas Olaza balançando as redes. Porém, ainda nos acréscimos da etapa inicial, aos 46, Messi voltou a marcar, agora em uma cobrança de falta, que havia sido sofrida pelo brasileiro Arthur.

No segundo tempo, já aos 3 minutos, Messi exibiu mais uma vez a sua qualidade em uma batida de falta para abrir 3 a 1 para os donos da casa.

E o quarto gol do Barça ocorreu no fim, aos 40, com Busquets, que havia substituído o português Nelson Semedo, sacado por Valverde após sofrer uma lesão muscular na perna esquerda. O volante espanhol aproveitou um passe do francês Dembélé para definir o placar final do jogo.

CONFIRA OS RESULTADOS DA 13ª RODADA
Real Sociedad
1
x
1
Leganés
Alavés
3
x
0
Valladolid
Valencia-ESP
2
x
0
Granada
Eibar
0
x
4
Real Madrid
Barcelona
4
x
1
Celta
PRÓXIMOS JOGOS
Mallorca x Villarreal
10/11/2019 08:00
Athletic Bilbao x Levante
10/11/2019 10:00
Atlético de Madrid x Espanyol
10/11/2019 12:00
Getafe x Osasuna
10/11/2019 14:30
Betis x Sevilla-ESP
10/11/2019 17:00

O jornalista bolsonarista Augusto Nunes não suportou escutar verdades ditas pelo editor do The Intercept e partiu para a agressão física

Augusto Nunes bate em Glenn Greenwald

Vídeo:

O jornalista Augusto Nunes, da Jovem Pan, Veja e Record, agrediu Glenn Greenwald, do The Intercept, durante participação no programa Pânico, da Jovem Pan, hoje.

A agressão aconteceu depois de Glenn chamar Nunes de covarde por ter feito comentários sobre os seus filhos com o deputado David Miranda. Depois da agressão, o apresentador Emilio Surita suspendeu o programa por 12 minutos. Na volta, Augusto Nunes tinha deixado a atração, enquanto Glenn continuava na bancada.

“Nós temos muitas divergências políticas, eu não tenho problema nenhum em ser criticado pelo meu trabalho — eu critico ele também. Mas o que ele fez foi a coisa mais feia e suja que eu vi na minha carreira como jornalista, inclusive fazendo guerra com CIA, governo Obama, governo do Reino Unido”, comentou Glenn

“Ele disse que um juiz de menores deveria investigar nossos filhos e decidir se nós deveríamos perder nossos filhos. (Que) eles deveriam voltar para o abrigo. Acusando que estamos abandonando, fazendo negligência de nossos filhos. Eu quero saber se você acredita que um juiz de menores deveria investigar nossa família com possibilidade de tirar nossos filhos de nossa casa, sem pai nem mãe, sem família nenhuma”, disse Glenn.

“Essa é a prova de que o Brasil criou o faroeste à brasileira. Quem tem que se explicar é quem comente crimes, quem fica cobrando quem age honestamente. Ouça-me: o que eu disse, vocês vão perceber, é que ele não sabe identificar ironias, não sabe identificar um ataque bem-humorado. Convido ele a provar em que momento eu pedi que algum juizado fizesse isso. Disse apenas que o companheiro dele passa tempo em Brasília, passa o tempo todo lidando com material roubado. Quem vai cuidar dos filhos?”, respondeu Nunes.

Glenn reagiu: “Você é um covarde! Você é um covarde! Eu vou falar o porquê”. Ele então foi interrompido por Nunes. A primeira tentativa de agressão não deu certo, mas depois Nunes atingiu o rosto de Glenn.

 

O Panico suspendeu o programa depois que, chamado repetidamente de covarde, Augusto partiu para cima de Glenn FISICAMENTE.

 

Mônica Bergamo

 

Glenn chegou no Panico e nao sabia que Augusto Nunes estaria com ele no ar. Aceitou mesmo assim. O programa começou. Glenn lembrou que ele usou os filhos p critica-lo. Augusto disse q era um comentário humorado. Glenn disse “covarde covarde”. Augusto PARTIU PARA A AGRESSAO FISICA

professora morre aos 23 anso

Milena e o noivo Ivan Viana se casariam nesta sexta-feira (1) — Foto: Arquivo Pessoal

A professora Milena Toschi de Andrade, 23 anos, foi enterrada usando seu vestido de noiva na manhã desta sexta-feira (1), às 9h, horário em que se casaria. Ela morreu após ser atropelada por uma moto a caminho do trabalho, em Francisco Morato, na Grande São Paulo, na quinta-feira (31).
De acordo com Gustavo Toschi, 22 anos, primo de Milena, o enterro com o vestido foi uma homenagem. “Era o sonho dela se casar”, disse. O corpo foi enterrado no Cemitério Municipal de Francisco Morato.
Professora morre

Milena e o noivo Ivan Viana se casariam nesta sexta-feira (1) — Foto: Arquivo Pessoal

O noivo Ivan Viana postou no Facebook que o casal estava feliz na véspera do casamento. “Me dói tanto saber que ontem estávamos tão felizes por nossas conquistas, por nosso amor ser tão grande, por saber que amanhã iríamos realizar o nosso maior sonho que era nos casar, felizes por nossa casinha estar prontinha para começarmos nossa vida juntinhos como você sempre dizia”.
Segundo o primo Gustavo, o local onde aconteceu o acidente não tem nenhuma sinalização e o atendimento médico demorou a chegar. Ela foi atropelada na Rodovia Manoel Silvério Pinto, na altura da Vila Natal e do bairro Água Vermelha.
“Não tem nenhuma sinalização na via. Os carros pararam para ela passar, mas veio um motoqueiro pela lateral e acertou ela em cheio. Ela ficou cerca de 40 minutos no chão, convulsionando à espera do regaste”, afirmou.
De acordo com Toschi, a ambulância chegou somente com o motorista e sem equipe médica. “Não tinha ninguém para prestar atendimento”, afirma ele.
“Ela era uma pessoa maravilhosa, batalhadora, guerreira. Estudou na Universidade de São Paulo (USP). Saía de casa às 4h da manhã e chegava por volta das 23h30. Conseguiu se formar como pedagoga, e conseguiu passar em um concurso público. Estava muito feliz, tinha acabado de mobiliar o apartamento. Ia viajar amanhã para passar a lua de mel no Peru. Hoje faríamos um jantar em família para comemorar. Todos estavam muito ansiosos e felizes por ela. Eles formavam o casal mais lindo que eu já conheci”, diz Gustavo.
Para ele, a sinalização correta da via poderia ter evitado o acidente.
“Nós estamos arrasados e revoltados, porque isso poderia ter sido evitado com uma sinalização adequada. É um total descaso. Já houve vários acidentes ali, várias mortes e nada e feito. Todos que moram aqui precisam atravessar para pegar o ônibus. Não temos outra opção.”
A Prefeitura de Francisco Morato afirmou, em nota, que reconhece o problema de sinalização na via, mas que o atendimento à vítima foi feito prontamente.
“O Serviço de Assistência Médica de Francisco Morato (SAME) e a Prefeitura de Francisco Morato lamentam profundamente o acidente que vitimou a professora Milena Toschi. Informa que na ocasião da ocorrência, populares naturalmente desesperados, acionaram o Corpo de Bombeiros, que é o agente responsável pelo resgate na região. Identificando a gravidade acionaram o serviço de transporte local, a chamada foi registrada em livro de ocorrências às 06:35, a ambulância se dirigiu imediatamente, chegando ao local da ocorrência em 08 minutos. Imediatamente foi feita a remoção para o hospital de referência de trauma mais próximo, que fica a poucos metros do local do acidente, o Hospital Lacaz. Sendo registrado atendimento à vítima às 06:49.
Ressaltamos que em relação à via, o município reconhece as condições e por isso já tem programado obra para reparos profundos na rodovia estadual Manoel Silvério Pinto. O projeto contempla o recapeamento de toda a extensão da via dentro do município, já licitado e contratado. O projeto também prevê redutores de velocidade e sinalização horizontal e vertical. O mesmo encontra-se aguardando liberação de recurso do Governo do Estado, por meio do Fumefi. Por fim registramos nosso respeito e a solidariedade a família”, diz a nota. (G1 SP)

Nesta última sexta dia (1º), dando continuidade  a OPERAÇÃO SATURAÇÃO em combate ao Tráfico de Drogas em Cabrobó, no Sertão pernambucano, por volta das 21:40, quando policiais realizavam rondas pela cidade de Cabrobó, a equipe GATI recebeu a informação das equipes NIS-3 e Malhas da Lei, de que um indivíduo em um automóvel de marca Ford, modelo Fiesta, de cor Preta e de placa NNL-6591, estaria na cidade com intuito de comprar Maconha. 
De posse da informação, foi montada uma operação conjunta com as equipes: Malhas da lei, NIS-3, ROCAM e GATI, onde foi feito o monitoramento do veículo e quando este adentrou o estacionamento do Hotel Limarques, foi feita a abordagem e no seu porta-malas encontrado 07 Invólucros plásticos contendo aproximadamente 19,891 Kg de MACONHA pronta para o consumo em poder de Givaldo Duarte de Souza Neto

O vice-presidente Hamilton Mourão se transformou no maçom do ano.

No dia 5 de outubro o vice-presidente foi elevado ao grau 32, o penúltimo da hierarquia maçônica. E já no dia 19, recebeu o grau 33, mesmo não tendo passado o tempo mínimo entre uma condecoração e outra, que é de um ano.

Agora, foi convidado a receber a comenda “comércio e artes na Idade de Ouro”, a maior honraria concedida pela Loja Comércio e Artes, a mais antiga sede maçônica do Brasil.

A entrega será no dia 18 de novembro. Quem trás as informações é Lauro Jardim.

 

Enquanto isso:

 

Estudante de 9 anos da Paraíba vence olimpíada nacional de robótica — Foto: Reprodução/TV Cabo Branco

O estudante paraibano Yan Gabriel Santos Rodrigues da Costa, de 9 anos, conquistou medalha de ouro na olimpíada brasileira de robótica 2019, na modalidade teórica. Aluno do 3º ano do ensino fundamental em uma escola particular de Campina Grande, além de primeiro colocado, recebeu a certificação de maior nota nacional e certificados de honra ao mérito nos níveis nacional, estadual e municipal.

Esta é a terceira vez consecutiva que o menino alcança o primeiro lugar nacional numa olimpíada científica, antes foi medalhista em olimpíadas de astronomia e aeronáutica. Em entrevista à TV Cabo Branco, o pai de Yan, Leonardo Costa, contou que desde cedo o garoto demonstrou gostar de robótica, tecnologia, astronomia e física.

“Nós começamos a ver o diferencial dele ainda quando ele ainda nem sabia ler mas já identificava marcas de carro, placas. A partir buscamos maneiras de o estimular,” afirmou Leonardo.

Segundo os professores do menino de 9 anos, Yan tem facilidade de aprender e interagir, além de uma boa capacidade de entendimento. Há 3 anos, o menino participa e conquista bons resultados em olimpíadas brasileiras de astronomia, astronáutica.

Esse ano, Yan disputou pela primeira vez, com alunos de todo o país, a olimpíada nacional de robótica. A mãe do garoto comemorou a vitória. “Estou com muito orgulho. Não tem outro adjetivo para enquadrar. Foi uma surpresa pela questão das notas, estamos muito felizes e ele também”, declarou Iara Santos.

Quem tem o documento antigo, não precisa trocar pelo novo – Foto: Reprodução/TV Jornal

Com informações da TV Jornal

Um novo modelo da carteira de identidade deve ser implantado em todo o Brasil, até março de 2020, e poderá conter mais informações. Tem espaço para número do Cadastro Físico Pessoal (CPF), Título de Eleitor, Nome Social, PIS/PASEP, Carteira de Trabalho, Certificado Militar e Tipo Sanguíneo.

Documentos necessários

Brasileiro Nato: Certidão de Nascimento, se solteiro, ou Certidão de Casamento, em ambos os casos o documento apresentado não pode ter rasuras ou emendas e deve conter todas as informações necessárias e legais (nome, filiação, local e data de nascimento do identificado, a comarca, cartório, livro, folha e número do registro de nascimento), de forma legível, que não gere dúvidas. Os requerentes casados, viúvos, separados judicialmente ou divorciados apresentarão obrigatoriamente a Certidão de Casamento, com a respectiva averbação para os separados e divorciados.

Brasileiro Naturalizado: Certificado de naturalização ou cópia legível do Diário Oficial da União – DOU constando o número da Portaria e a data de publicação.

Português beneficiado pelo Tratado da Amizade, Cooperação e Consulta entre Brasil e Portugal: Decreto n.º 3.927/01: Certificado de Igualdade de Direitos e Deveres ou cópia legível do Diário Oficial da União – DOU constando o número da Portaria e a data de publicação.

A grande novidade é a possibilidade de incluir o QR Code para identificação e segurança digital, além de outros itens de segurança, no papel. O novo RG já pode ser emitido a partir desta sexta-feira (25).

Documento antigo

O Instituto de Identificação Tavares Buril reforça que, quem tem o documento antigo pode continuar usando, sem problemas, até a data do vencimento. Ou seja, não é necessário fazer um novo.

“Peço às organizações internacionais que defendam a democracia”, disse o presidente boliviano em pronunciamento nesta quarta-feira (23), em que afirmou que está em curso uma tentativa de golpe de Estado para derrubá-lo do poder.

Telesur – O presidente da Bolívia, Evo Morales, denunciou nesta quarta-feira (23) que está em andamento um golpe de Estado contra ele, orquestrado pela oposição de direita, e endossou seu compromisso de defender a democracia no país sul-americano.

“Eu denuncio ao povo boliviano e ao mundo que está em andamento um golpe de Estado” que foi preparado pela direita com apoio do exterior “, disse Morales em discurso à imprensa estrangeira e nacional. 

“Peço às organizações internacionais que defendam a democracia”, disse o presidente que apareceu na quarta-feira diante da mídia após as eleições no país. 

“Não vamos procurar confronto, mas defenderemos a democracia”, disse Morales, que responsabiliza a oposição pelo exercício de atitudes racistas e discriminatórias.

No governo de Bolsonaro desigualdade de renda entre pobres e ricos é recorde, aponta IBGE

A disparidade entre o rendimento médio Mensal dos mais ricos em relação aos brasileiros mais pobres nunca foi tão grande, mostra pesquisa do IBGE, divulgada pela Folha de S. Paulo nesta quarta (16).

De acordo com reportagem de Fernando Canzian, o 1% mais rico no Brasil recebeu, em 2018, 33 vezes mais do que metade dos pobres em todo o País.

O rendimento médio entre os mais abastados foi de R$ 27,7 mil por mês. Enquanto isso, 50% dos mais pobres recebem, por mês, R$ 820,00 em média.

É um recorde na série história da PNADC (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio Contínua), que começou em 2012.

Até então, o pior ano era o de 2014, mas os dados de 2018 mostram que a desigualdade hoje é muito maior do que em qualquer outro momento da série. Pelos cálculos do PNAD, o rendimento médio dos mais pobres caiu de R$ 2.279,00 em 2014 para R$ 2.234,00 em 2018.

O coeficiente de Gini está em 0,509, também um recorde. Quando mais próximo de 1, maior a desigualdade em um País.

Segundo a Folha, “a desigualdade aumentou porque o rendimento real da metade mais pobre caiu ou subiu bem menos do que o dos mais ricos, sobretudo nos últimos anos.”

Entre 2017 e 2018, os 10% mais pobres da população perderam 3,2% de sua renda. Já o 1% mais rico aumentou 8,4%.

De acordo com a reportagem, a queda na renda do mais pobre, que aumenta a disparidade social, coincide com os cortes e redução no atendimento do programa Bolsa Família. Em 2012, quase 16% dos domicílios do País participavam do programa. Em 2018, o número caiu para 13,4%.

Foto reprodução- Agência Brasil- blomarcosmontinelly

O aval para que as primeiras empresas gestoras dos dados de bons pagadores comecem a operar, concedido na sexta-feira (11) pelo Banco Central (BC), deverá fazer o número de brasileiros incluídos no Cadastro Positivo saltar dos atuais 10 milhões para até 90 milhões. A estimativa é do Departamento de Regulação do Sistema Financeiro do BC, que não forneceu um prazo para que esse número seja atingido.

A autorização para as empresas gestoras funcionarem era o último passo para regulamentar a nova lei do Cadastro Positivo, sancionada em abril pelo presidente Jair Bolsonaro. Em julho, o Conselho Monetário Nacional (CMN) havia estabelecido uma série de requisitos para os diretores e controladores dessas empresas. No mesmo mês, um decreto presidencial listava uma série de procedimentos para garantir a segurança dos dados e impedir o vazamento de informações.

Inversão

Lista de bons pagadores que podem ter acesso a crédito mais barato, o Cadastro Positivo começou a funcionar em 2013, mas com uma lógica invertida em relação à atual. O cliente que quisesse ser incluído no cadastro tinha que comunicar ao banco. A nova legislação tornou automática a inclusão e o processamento dos dados dos clientes.

Quem não quiser entrar no Cadastro Positivo é que deve avisar a instituição financeira. Os bancos identificarão os bons pagadores com base num sistema de pontuação, sem terem acesso direto à movimentação financeira do cliente.

A regulamentação iguala o tratamento das empresas administradoras de banco de dados ao das instituições financeiras. Os controladores e diretores deverão ter reputação ilibada (sem suspeitas) e terem o currículo avaliado pelo Banco Central. Em relação à proteção das informações, o decreto estabeleceu padrões de segurança, como diretorias separadas para a gestão dos cadastros e para a segurança da informação e patrimônio líquido mínimo de R$ 100 milhões para cada empresa poder operar.

Expectativas

Coordenador do curso de Economia do Ibmec, Márcio Salvato diz que o fim da regulamentação do novo Cadastro Positivo deverá ajudar a redução da taxa Selic (juros básicos da economia) chegar à ponta final, o conumidor. “Os juros para o tomador final continuam altos porque a inadimplência ainda está alta. O Cadastro Positivo permite conhecer o histórico dos consumidores para que pelo menos os bons pagadores tenham acesso a taxas mais generosas”, explica.

Segundo a Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac), a taxa média para as pessoas físicas encerrou setembro em 115,56% ao ano, no menor nível desde fevereiro de 2015. No entanto, desde março de 2013, esses juros acumulam alta de 27,59 pontos percentuais (taxa ao ano), enquanto a Selic caiu 1,75 ponto percentual, de 7,25% ao ano para 5,5% ao ano, no menor nível da história.

Professor especialista em crédito da Fundação Getulio Vargas, Fabio Gallo considera um passo importante a regulamentação das empresas que vão operar o novo Cadastro Positivo. Ele, no entanto, ressalta que o acesso efetivo a taxas menores depende de outros fatores, como a concentração de mercado dos bancos (número baixo de instituições e pouca concorrência).

“Não basta as empresas fornecerem os dados de até 90 milhões de bons pagadores. Precisa ver se os bancos realmente vão reduzir juros. O Cadastro Positivo existe há muito mais tempo, os bancos poderiam ter feito mais”, diz Gallo. Além da baixa concorrência, ele cita os tributos, a inadimplência e a burocracia no sistema financeiro como fatores que podem retardar ou até impedir que o Cadastro Positivo alcance o efeito esperado pelo governo.

“Logo após o presidente Jair Bolsonaro e 21 parlamentares terem pedido ao PSL acesso às contas do partido\ para auditoria, o comando da legenda decidiu contra-atacar. Vai pedir auditoria nas contas da campanha presidencial do ano passado.  Nas palavras de um integrante do PSL, foi iniciado um processo que deixará ‘as vísceras do partido expostas”, informa o jornalista Gerson Camarotti, em reportagem publicada no G1.

Leia, abaixo, reportagem da Reuters sobre a crise de Bolsonaro com seu partido:

ITAGUAÍ, Rio de Janeiro (Reuters) – Após os desentendimentos com o comando do PSL chegarem a novas temperaturas máximas esta semana, o presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira que “o nosso partido é o Brasil”.

Ao discursar na cerimônia de início da integração do submarino Humaitá, Bolsonaro que os inimigos internos são mais terríveis que os externos.

“O destino do nosso país quem os fará seremos todos nós, juntos e unidos, porque lá fora cada vez mais pensam em nos colocar numa situação de colonizados e não permitiremos”, disse o presidente.

“Como político eu digo: o nosso partido é o Brasil. Temos inimigos dentro e fora do Brasil e os de dentro são os mais terríveis e os de fora nós venceremos com tecnologia, disposição e meios de dissuasão”, acrescentou.

Em um tom de voz mais elevado e parecendo se dirigir ao governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), que estava no palco principal, afirmou que trabalha para que seu sucessor no futuro receba um país melhor do que dele recebeu.

“Trabalho para que quem por ventura no futuro —de forma ética, moral e sem covardia— venha assumir o destino da nação encontre nossa pátria numa situação bem melhor do que encontrei no corrente ano”, afirmou Bolsonaro.

Na terça-feira, o presidente chegou a falar para um apoiador esquecer seu partido, o PSL e afirmou que o presidente da legenda, deputado Luciano Bivar, está “queimado para caramba”. No dia seguinte, procurou minimizar a situação, afirmando que “briga de marido e mulher, de vez em quando acontece”. [nL2N26T0QJ][nL2N26U1QX]

Já a relação com Witzel, que se beneficiou da onda Bolsonaro para ser eleito governador no ano passado, esfriou desde que o ex-juiz deu indícios de que pretende disputar a eleição presidencial em 2022.

 

 

 

Esposa Telma, uma das filhas Patricia, Seu Horácio Pires

Faleceu esta madrugada de insuficiência respiratória o comerciante afogadense Horácio Pires de Lima. Ele tinha 82 anos e estava internado no Hospital Mestre Vitalino, em Caruaru. 

Horácio era casado com  dona Telma,  pai de  Plínio, Patricia, Petrucia e Horácio Filho.

Informações que corpo  chegará em Afogados entre meio dia  e uma da tarde e o corpo será velado segundo informações de Petrônio Pires na rua Coronel Luiz de Goes, esquina com a loja Maçônica,  o  sepultamento será o no cemitério em  Ibitiranga  de Carnaíba neste domingo (13),  a família neste momento de profunda dor atende o seu último pedido para ser  sepultado ao lado de sua mãe, Dasdores Pires.

 

Homenagens 

O empresário Horácio Pires, foi homenageado no final do ano de 2018, durante o evento dos Melhores Ano que é promovido pela agência MV4, por seus serviços prestados ao comércio de Afogados da Ingazeira.

Sua filha Patricia recebeu do Jornalista Mário Filho a homenagem que o evento proporcionou.

 

Segue as homenagens, foto enviadas pelo leitor do blog Petrônio Pires, confira:  

 

 

     

Em março, ativistas promoveram um beijaço na Praça São Salvador, em Laranjeiras, na Zona Sul, onde dois homens foram agredidos depois de um beijo em um restaurante (Foto: Daniel Silveira / G1)

A lei nº 7041, que estabelece a punição a agentes públicos e estabelecimentos comerciais por discriminação de preconceito de sexo ou orientação sexual, foi publicada nesta quinta-feira (6) no Diário Oficial. Aprovado na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) no final de junho, o projeto foi sancionado pelo governador Luiz Fernando Pezão e pode significar multa de até R$ 60 mil aos condenados.

A discriminação, segundo o texto, pode ser entendida de várias maneiras. Hotéis ou motéis não poderão impedir acesso ou permanência de pessoas do mesmo sexo, assim como a administração pública não poderá dificultar o acesso de homossexuais a cargos ou vagas do ensino público. O agente que for flagrado cometendo discriminação sexual poderá  ficar afastado do emprego por 60 dias e, depois, ser cassado. A responsabilidade será apurada em procedimento administrativo.

A lei, no entanto, não se aplica às instituições religiosas. Desde outubro de 2013, o projeto estava parado na Alerj justamente por conta da resistência da bancada evangélica contra o projeto. Na ocasião, somente ela votou contra a lei.

Aprovação na Alerj
O projeto foi aprovado no dia 25 de junho em sessão plenária da Assembleia Legislativa do Rio. Uma lei anterior de autoria do deputado Carlos Minc (PT) de 2000, havia sido derrubada na justiça em 2013 por inconstitucionalidade. Mesmo com o projeto de lei enviado pelo governador Sérgio Cabral, o projeto estava parado nas comissões da casa.

Como discriminação, segundo o texto, entende-se “recusar ou impedir o acesso ou a permanência ou negar atendimento”, impor tratamento diferenciado ou cobrar preço ou tarifa extra para ingresso ou permanência e negar oportunidades do trabalho devido à orientação sexual ou identidade de gênero de alguém. Em um dos incisos do projeto de lei, está a proibição da prática, indução e incitação “pelos meios de comunicação social ou de publicação de qualquer natureza, a discriminação, preconceito ou prática de atos de violência ou coação contra qualquer pessoa em virtude de sua orientação sexual e/ou identidade de gênero”.

Histórico de agressão a casais
No dia 1º de março, um grupo de homens arremessou copos contra um casal gay que se beijava na praça São Salvador, em Laranjeiras, na Zona Sul. Em abril, três pessoas afirmaram ter sido agredidas pelo dono e por um funcionário de um bar em Botafogo na Rua Voluntários da Pátria.

O ex-presidente Lula, preso há quase um ano e meio através de uma condenação obscura que começa a ser contestada pelo STF (Supremo Tribunal Federal), citou o livro do ex-procurador Rodrigo Janot para reiterar suas alegações acerca do processo mentiroso e político que o condenou sem provas. Ele diz: “é só pegar o livro do Janot, que a gente vê na página 182, no capítulo décimo quinto, essa frase aqui: ‘objeto do desejo chamado Lula’”.

Em entrevista ao site Migalhas, Lula afirmou: “por isso eu quero que tenha um julgamento justo, quero que leia o inquérito, para saber quem é que está mentindo neste processo. O que eu não posso é aceitar um julgamento político. Eu estou dizendo isso há 4 anos e se não bastasse eu falar, é só pegar o livro do Janot, que a gente vê na página 182, no capítulo décimo quinto, essa frase aqui: ‘objeto do desejo chamado Lula’”.

O ex-presidente ainda disse: “eu cansei de falar que eu era um objeto de desejo para a Lava Jato de Curitiba.  Então agora, a casa está caindo. Em benefício de quem? Em benefício da verdade, em benefício da verdadeira justiça e em benefício de um julgamento justo que é a única coisa que eu quero.”

Sem conseguir fechar as contas para 2020, o governo avançou sobre os acordos trabalhistas firmados entre empregados e patrões e quer cobrar tributos sobre os valores negociados entre as partes. De acordo com a lei 13.876, os valores de acordos trabalhistas não poderão ser mais declarados apenas como indenizatórios.

A reportagem do jornal O Estado de S. Paulo destaca que “como pagamentos indenizatórios são isentos de tributação, era comum que empresas e trabalhadores optassem por declarar o acordo inteiramente nessa modalidade, como forma de maximizar – para as duas partes – o valor acertado na negociação.”

A matéria ainda sublinha que “a partir de agora, porém, pelo menos parte do acordo deverá pagar tributos. De acordo com a nova lei, a parcela referente às verbas de natureza remuneratória não poderá ter como base de cálculo valores mensais inferiores ao salário mínimo ou ao piso salarial da categoria (caso exista).” 

PGR pede prisão de Geddel por ‘bunker’ com R$ 51 milhões

A Segunda Turma do STF começou a julgar nesta terça (24) o ex-ministro Geddel Vieira Lima no caso do “bunker” com R$ 51 milhões.

A PGR pediu a condenação do ex-ministro e a manutenção de sua prisão. Ele está preso desde setembro de 2017 na penitenciária da Papuda, em Brasília.

O julgamento foi suspenso após as sustentações orais e será retomado no dia 1º de outubro.

 PARAÍBA:

Um homem foi preso, na noite deste domingo (22), suspeito de agredir e manter a companheira em cárcere privado, na cidade de Patos, na Paraíba. Além disso, o homem foi autuado por tentativa de estupro, pois segundo a vítima, ele tentava manter relações sexuais à força. 

De acordo com a delegada, Silvia Alencar, o suspeito de 34 anos foi preso, após denúncias anônimas à Delegacia da Mulher. Conforme a delegada, quando os policiais chegaram na residência do casal, encontraram a vítima e o suspeito. 

A mulher relatou à polícia que o homem havia voltado de Manaus há cerca de dois meses e que, desde então, a agredia e não a deixava sair sozinha na rua. Ela era agredida com tapas e ele chegou a bater com a cabeça dela contra a parede, além de ameaçar a mãe da vítima. 

Ainda segundo a delegada, quando a polícia chegou na residência, o suspeito conseguiu despistar os policiais e fugiu do local. Horas depois, após uma outra denúncia, o homem foi localizado escondido dentro de um banheiro, em uma casa abandonada próximo à residência do casal.

O suspeito já possui passagem pela polícia por furto, porte ilegal de arma de fogo e violência doméstica.

Ele foi encaminhado ao presídio da cidade de Patos.

Veja concursos e seleções com editais publicados na Paraíba de 22 a 29 de setembro

Pelo menos 422 vagas são oferecidas em dois editais de concursos e seleções publicados na Paraíba nesta semana de 22 a 29 de setembro

Concurso para professor da UFPB

 

  • Vagas: 22
  • Nível: doutorado
  • Remunerações: R$ 5.786,68 e R$ 9.600,92
  • Prazo de inscrição: variado
  • Local de inscrição: variado
  • Taxas de inscrição: R$ 144 e R$ 240
  • Provas: datas variadas
  • Edital do concurso para professor da UFPB
  • Vagas: 400
  • Níveis: médio
  • Salários: R$ 998 + gratificações
  • Prazo de inscrição: até 7 de outubro
  • Local de inscrição: site da organizadora, Ibade, ou presencialmente em João Pessoa, Campina Grande e Sousa
  • Taxas de inscrição: R$ 56
  • Provas: 27 de outubro
  • Edital do concurso da Fundac-PB

 

UFCG tem vagas abertas para oito professores substitutos

A Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) está com oito vagas abertas para a contratação de professores substitutos nos campi de Campina Grande, Cajazeiras e Sousa. Para algumas das oportunidades, as inscrições já começam nesta segunda-feira (23). 

No campus sede, em Campina Grande há uma vaga para candidatos com graduação em Engenharias ou Arquitetura e Urbanismo, com Mestrado em Engenharia, Geografia ou Arquitetura e Urbanismo e conhecimento em Geotecnologias e Projeto Assistido por Computador. As inscrições acontecem de 23 a 27 de setembro.

Outra vaga é para professor de Língua Portuguesa. Exige-se mestrado em uma das seguintes áreas: Letras, Linguagem e Ensino, Linguística, Linguística Aplicada, Ciências da Linguagem, Estudos da Linguagem, com Licenciatura em Letras (Português ou Português e uma Língua Estrangeira Moderna). O período de inscrições é de 24 a 27 de setembro.

Também há oportunidade para a área de Língua Inglesa. Os interessados devem possuir graduação em Letras com habilitação em Língua Inglesa e mestrado em Letras, Linguagem e Ensino, Linguística, Linguística Aplicada ou Literatura. As inscrições devem ser realizadas de 21 a 25 de outubro.

Para Centro de Formação de Professores (CFP), no campus de Cajazeiras, são oferecidas três vagas, sendo duas para a área de Libras. O candidato deve ter licenciatura em Letras/Libras ou Letras: Libras/Língua Portuguesa. As inscrições serão realizadas de 23 a 27 de setembro.

O Centro de Ciências Jurídicas e Sociais (CCJS), campus Sousa, está ofertando duas vagas para professores substitutos da área de Ciências Contábeis. Exige-se apenas graduação na área. As inscrições devem ser realizadas de 23 a 27 de setembro.
Todos os editais estão disponíveis no portal da UFCG.

 

Sine oferece 18 vagas para agente de pesquisa em João Pessoa

O Sine-JP funciona na Avenida Cardoso Vieira, 85, Varadouro, e atende das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira. (Foto: Reprodução)

O Sistema Nacional de Emprego de João Pessoa (Sine-JP) está com 131 vagas de emprego abertas a partir desta segunda-feira (23). As maiores vagas oferecidas são 18 para agente de pesquisa e 15 para pedreiro.

Confira todas as vagas

Há oportunidades para pessoas sem experiência e em diversos níveis de escolaridade.

O Sine-JP funciona na Avenida Cardoso Vieira, 85, Varadouro, e atende
das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira. O trabalhador deve apresentar
RG, CPF e Carteira de Trabalho. Para concorrer às oportunidades em que o
empregador exige apenas o currículo, o interessado deve enviá-lo para o
endereço sinejp.imo@joaopessoa.pb.gov.br.

Contato

As empresas que tenham interesse em anunciar vagas de empregos devem
enviar seus dados e as exigências das funções para o e-mail
sinejp.imo@joaopessoa.pb.gov.br. Os telefones para contato do setor de
captação de vagas são: 3214-1712; 3214-3214 ou 3214-1809. O serviço é
gratuito.

Passageiro confessou que as cédulas eram dele e que havia sido contratado junto com o motorista para levar o carro até o município de Cedro, no Ceará.

Por G1 Petrolina / Foto: Divulgação/ PRF/Marcos Montinelly

Dois homens foram detidos no domingo (22) na BR-116, em Salgueiro, no Sertão de Pernambuco. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), durante uma abordagem na rodovia, foram encontradas, embaixo de um dos bancos do carro, duas cédulas de R$50 com sinais de falsificação.

Também foi constatado indícios de falsificação no documento do veículo. Também foram encontrados diversos sinais de adulteração e falsificação dos caracteres identificadores do automóvel.

PRF indentificou que carro tinha características adulteradas — Foto: Divulgação/ PRF

O passageiro confessou que as cédulas eram dele e que havia sido contratado junto com o motorista para levar o carro até o município de Cedro, no Ceará. Eles afirmaram que não sabiam que o carro era adulterado.

Os homens foram encaminhados à delegacia de Polícia Federal de Salgueiro, que vai investigar o caso.

STJ autoriza acréscimo de sobrenome do cônjuge após casamento

 

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu semana passada autorizar uma mulher a acrescentar mais um sobrenome do marido sete anos após o casamento. Com a decisão, a certidão de casamento poderá ser retificada pelo cartório de registro civil.

O caso chegou para julgamento na Terceira Turma do STJ após a Justiça de São Paulo ter negado o pedido do casal para mudar a certidão de casamento anos após o matrimônio. O magistrado local e a segunda instância da capital paulista entenderam que deveria ser respeitado o princípio jurídico da imutabilidade dos sobrenomes. Dessa forma, a escolha do nome de casado deveria ser feita apenas uma única vez.

A defesa do casal alegou no STJ que o Código Civil e a Lei de Registros Públicos não impedem a inclusão do sobrenome do cônjuge após casamento. Os advogados também defenderam que a justificativa legal para a mudança seria a notoriedade social e familiar do novo sobrenome.

Ao julgar o caso, o relator, ministro Villas Bôas Cueva, concordou com a defesa e disse que não há proibição legal para adoção de novo sobrenome após o casamento. Cueva lembrou que, ao oficializar o casamento, o cônjuge pode manter o nome de solteiro, adicionar o sobrenome do parceiro ou modificar os sobrenomes, mas a medida deve ser feita com interferência mínima do Judiciário.

“O nome representa a própria identidade individual e, ao fim e ao cabo, o projeto de vida familiar, escolha na qual o Poder Judiciário deve se imiscuir apenas se houver insegurança jurídica ou se houver intenção de burlar à verdade pessoal e social”, disse.

Divisão de pensão – Outra questão envolvendo a Justiça e relacionamentos conjugais deve ser julgada na quarta-feira (25) pelo Supremo Tribunal Federal (STF). A Corte deve analisar a possibilidade de rateio de pensão por morte a partir do reconhecimento jurídico de união estável e de relação homoafetiva concomitantes, ou seja, no caso de relação extraconjugal.

Novo bispo de Caruaru tomou posse neste sábado

Na tarde deste sábado (21), o novo bispo de Caruaru tomou posse do cargo. Dom José Ruy Gonçalves Lopes, 52 anos, é natural de Feira de Santana, na Bahia. Ele faz parte da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos e foi ordenado padre em 1993.

O evento aconteceu na Catedral Nossa Senhora das Dores. A programação da posse iniciou com uma coletiva de imprensa, na Igreja do Convento, no bairro Divinópolis. Posteriormente a população caminhou com o novo bispo, com o, agora, emérito Dom Bernardino Marchió, e a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, entre outras autoridades. O cortejo seguiu da Avenida Agamenon Magalhães até a Avenida Rio Branco, onde foi realizada a posse canônica, na Catedral Nossa Senhora das Dores. O arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, comandou a cerimônia.

Leia Também:

Ex-guerrilheiro colombiano das Farc procurado nos Estados Unidos é preso no Ceará

G1

O colombiano Guillermo Amaya Ñungo, de 55 anos, preso pela Polícia Federal em Fortaleza no dia 17 deste mês, é ex-guerrilheiro das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e era procurado pelas autoridades do seu país de origem e dos Estados Unidos. Ele é apontado como chefe de uma organização criminosa especializada no tráfico internacional de drogas.

A prisão ocorreu quando Guillermo chegava a uma escola no Bairro Messejana para buscar a filha adolescente. Policiais federais cumpriram um mandado de prisão para extradição, decretado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) após pedido da Justiça norte-americana

Com ele, foi apreendido um documento de identificação falso, no nome de José Jesus Rodríguez Hernandez, como se apresentava no Brasil.

O chefe da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE), delegado Samuel Elânio, relata que a Polícia Federal no Ceará recebeu a informação sobre a suspeita da presença do colombiano uma semana antes da prisão, após investigações da Coordenação de Repressão a Entorpecentes da PF em Brasília e do Drug Enforcement Administration (DEA, ou Órgão para Combate das Drogas, em inglês), do Departamento de Justiça dos Estados Unidos.

“É urgente que procuradores e procuradoras decentes se insurjam contra esses elementos que capturaram a instituição em nome de interesses particulares e de um projeto fascista de poder, sob pena de toda a instituição ser confundida com aquilo que Gilmar Mendes chama de organização criminosa”, diz o colunista Jeferson Miola.

Jeferson Miola

Sérgio Moro, Deltan Dallagnol e comparsas da organização criminosa – como o ministro do STF Gilmar Mendes nomina a força-tarefa da Lava Jato – se defendem com a alegação de que seus crimes revelados pelo Intercept foram descobertos por meio ilegal.

Por 247 – Marcos Montinelly-foto de reprodução

Criaram, inclusive, a fábula da suposta “invasão” de hackers para sustentar esse argumento ridículo.

A realidade concreta, independentemente de qualquer subterfúgio, é que existem provas irrefutáveis de que procuradores/as e autoridades policiais e judiciárias incorreram em graves desvios funcionais e, mais que isso, praticaram ilicitudes, arbítrios e crimes que podem causar a perda de cargos públicos e a prisão deles [aqui].

Apesar dessa realidade estar sendo fartamente exposta há mais de 3 meses pela imprensa livre, menos pela Globo e demais redes de TV, esses/as procuradores/as continuam sendo protegidos pela cumplicidade institucional dos órgãos do Ministério Público [Corregedoria, Conselho Nacional, Conselho Superior e Procuradora-Chefe]; e também pela cumplicidade corporativa da Associação Nacional dos Procuradores da República [ANPR].

Recente revelação do Intercept [21/9 – aqui] mostra Deltan Dallagnol combinando com o então presidente da ANPR, José Robalinho Cavalcanti, o teor do comunicado da ANPR para defender o atentado que Moro perpetrou contra o Estado de Direito em 16 de março de 2016.

Naquele dia, o então juiz de Curitiba selecionou 1 conversa específica, pinçada dentre 22 diálogos do ex-presidente Lula com a presidente Dilma que foram interceptados ilegalmente, para vazar para a Rede Globo. O objetivo era claro: impedir a posse de Lula na Casa Civil para obstruir o funcionamento do governo federal e incendiar o país.

A independência e a autonomia do Ministério Público não é sinônimo de impunidade e imunidade para procuradores/as praticarem crimes, se protegerem como mafiosos e se organizarem como partido político [aqui].

A blindagem de agentes que atentaram contra o sistema de justiça do país é vergonhosa, contamina todo o MP com os “frutos podres” e causa profunda desconfiança na instituição.

No seu saite, o MPF registra que “De acordo com a Constituição Federal de 1988, cabe ao Ministério Público brasileiro como função essencial à Justiça: a defesa dos direitos sociais e individuais indisponíveis; a defesa da ordem jurídica e a defesa do regime democrático”.

Certamente a imensa maioria dos/as atuais 1.151 procuradores/as ativos do MPF são pessoas honradas e decentes que observam os mandamentos constitucionais e que, por isso, não se reconhecem nas práticas de colegas que agem à margem da Lei e da Constituição, assim como também não se sentem representados na cumplicidade da ANPR com aqueles criminosos que corromperam o sistema de justiça.

Em vista disso, é preciso perguntar: por que milhares de procuradores e procuradoras decentes ainda se mantêm em silêncio ante poucas dezenas de colegas que cometeram crimes e que, a despeito disso, ainda são defendidos e protegidos pela ANPR e pelas instâncias do MPF?

É urgente que procuradores e procuradoras decentes se insurjam contra esses elementos que capturaram a instituição em nome de interesses particulares e de um projeto fascista de poder, sob pena de toda a instituição ser confundida com aquilo que Gilmar Mendes chama de organização criminosa.

Tributo: Por Airton Arraes Lage

José Ramos – Airton Arraes – Foto reprodução face -blogmarcosmontinelly

José Muniz Ramos

O homem, o advogado, o político, e uma história de vida firmada nos alicerces da coerência, da lealdade, do respeito as pessoas e, principalmente, a sua condição de homem público.


Foi este belo exemplo que Araripina ofereceu aos pernambucanos e aos brasileiros. Zé ramos, como é simplesmente tratado pelos seus familiares, amigos e conterrâneos, fez história em cada cargo que ocupou, imprimindo o seu estilo de líder comprometido com a boa aplicação dos recursos materiais, humanos e financeiros, como fazem os vocacionados para a vida pública.


Nasceu e cresceu na política, filho de Manuel Ramos de Barros e de Maria de Lurdes Muniz Ramos. O pai, do Partido Social Democrático (PSD), foi duas vezes prefeito de Araripina (1948-1952 e 1958-1962). Os tios, Sebastião Muniz Falcão e Djalma Falcão, foram respectivamente governador de Alagoas (1955-1960) e deputado federal (1982-1986) e senador (1998-).

Com firmes convicções políticas e com uma oratória impressionante, Zé Ramos, o eterno governador dos sertanejos, mudou a realidade de sua região e, principalmente da sua cidade, até então, citada como um pequeno lugar nos confins do Sertão do Araripe. Sem exagero e com a gratidão que caracteriza o povo do lugar, podemos reconhecer que a história de Araripina está dividida em dois tempos: antes e depois de Dr. José Muniz Ramos, que celebra seus 80 anos de vida.

Nesta data, nos juntamos a todo povo pernambucano, aos irmãos sertanejos, para abraçá-lo de forma carinhosa, louvando a Deus, para que este filho ilustre do Araripe, tenha vida longa e continue colaborando com sua inteligência para o desenvolvimento de nosso Estado.
Parabéns Governador, um grande abraço de toda a sua gente, nos seus 80 anos.

 

 

Alguns depoimentos colhidos na edição da matéria via face:

 

Leia também:

Esposa mostra pela primeira vez Marco Maciel na luta contra Alzheimer

Correio Braziliense

“As pessoas têm muito preconceito com o Alzheimer. Acham que a pessoa começa a falar um monte de bobagem e fica desligado do mundo. Com meu marido não foi assim. Ele continuou sendo o mesmo homem educado com todos. Continua sempre cheiroso e limpo como sempre gostou de estar. É o rei da nossa casa”, disse a aposentada Ana Maria Maciel, 78 anos.

Casada com o ex-vice-presidente da República Marco Maciel, 79, diagnosticado com a doença em 2001, ela assumiu todos os papéis dentro de casa. Para ela, a paciência e o amor — construído ao longo dos 52 anos de casados — são a receita para enfrentar a enfermidade.

Os primeiros sinais da doença mais se assemelhavam aos da depressão. Maciel começou um tratamento e meses depois veio o diagnóstico do Alzheimer. “Até 2014, a doença evoluiu negativamente, porque, como era político, as pessoas perguntavam sobre fatos históricos e ele não conseguia lembrar. Ele percebia o esquecimento e ficava constrangido. No fim de 2014, ele não quis mais sair, só para consultas e coisas corriqueiras. Agora, está em fase avançada”, afirma. Sem andar e falar, o ex-vice-presidente conta com o auxílio da mulher e de uma equipe de profissionais para as atividades do dia a dia.

A doença é neurodegenerativa progressiva e se manifesta pela deterioração cognitiva e da memória, comprometimento progressivo das atividades de vida diária e uma variedade de sintomas neuropsiquiátricos e de alterações comportamentais. Ela acomete em grande parte idosos e representa cerca de 50% a 75% dos casos de demência no mundo, sendo o tipo mais frequente da enfermidade cerebral. Suas causas ainda não são totalmente conhecidas. Em 21 de setembro é lembrado o Dia Mundial do Alzheimer.

Paulo Freire nasceu em Recife, Pernambuco, no dia 19 de setembro de 1921. Ele foi um importante educador e professor que entrou para a História por conta de seu inovador projeto pedagógica que, além de vanguardista, era funcional e popular.

O pensamento freiriano defende que o ensino esteja intimamente ligado ao repertório social e cultural de cada um, levando em conta, principalmente, a experiência de vida dos alunos. Segundo ele, educar é fazer com que as pessoas sejam conscientes das suas posições no mundo — de maneira crítica e revolucionária.

Em um mundo marcado por decorebas e aulas robóticas, o educador propõe que a alfabetização utilize o universo de conhecimento popular, como falas, palavras e noções que já estão no imaginário do aluno, para transformar a alfabetização em algo prazeroso e com sentido.

Facilitando esse processo, há uma quebra com o padrão de “educação bancária” visto na maioria das escolas. Freire era opositor desse tipo de educação. Para ele, essa noção trata o estudante como um cofre, no qual informações devem ser depositadas pelo professor, tratando-o como um ser passivo.

“A educação bancária não é libertadora, mas, sim, opressora, pois não busca a conscientização de seus educandos. Quer, na verdade, que corpos de alunos e alunas sejam inconscientes e sujeitados às suas regras. Perpetua e reforça, assim, sua relação vertical e autoritária”, analisam Miriam Furlan Brighente e Peri Mesquida, em artigo que estuda o pensamento freiriano publicado na revista Pró-Posições da Unicamp.

Freire em uma escola estadual na cidade de Angicos, no Rio Grande do Norte / Crédito: Acervo O Globo- blogmarcosmontinelly

Pelo contrário, Freire defendia que o aluno deveria ser parte ativa do ensino. Somente através de uma formação crítica as pessoas poderiam estar inseridas na sociedade e participar efetivamente das decisões a serem tomadas em um país.

No livro “Pedagogia do Oprimido”, escrito em 1968, o professor, perseguido e exilado no Chile durante o período da ditadura militar, descreve uma nova relação entre professor, aluno e sociedade. Por uma lente marxista, Freire defende que o educador tenha um posicionamento revolucionário ao dar aulas. É papel dele conscientizar o estudante sobre a ideologia dominante, — e opressora —, para que este possa se libertar e mudar a realidade ao seu redor.

O livro foi proibido na época e só foi publicado no Brasil no ano de 1974. Esse é um exemplo de como, por sua radicalidade, o pensamento de Paulo Freire é alvo de admiração e críticas.

O pensador faleceu no ano de 1997, vítima de um ataque cardíaco aos 75 anos. Atualmente, ele possui 41 títulos de doutor honoris causa de universidades internacionais como Harvard, Oxford e Cambridge, nos Estados Unidos e Reino Unido. Além disso, de acordo com a BBC, países como África do Sul, Áustria, Alemanha, Holanda, Portugal e Canadá utilizam seu método em inúmeras de suas escolas.

No Brasil, no entanto, as ideias de Freire não são tão aplicadas assim. A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) para o Ensino Infantil, Fundamental e Ensino Médio não trazem nenhuma menção ao educador.

Ele foi secretário de Educação da Prefeitura de São Paulo na gestão de Luiza Erundina durante os anos de 1989 e 1992, passou por diversas secretarias no Nordeste e convidado pelo ex-presidente João Goulart para formular um programa de alfabetização, que não foi para frente.

Seus métodos, no entanto, não norteiam a educação brasileira. Ainda assim, pesquisadores e alunos estudam e difundem as ideias do pernambucano que ousou pensar a educação brasileira de uma forma diferente e radical. (Aventuras na Historia)

Deixe seu comentário

Paulo Câmara emite nota de pesar pelo falecimento de Gilberto Marques

Pernambuco perdeu hoje um dos seus mais brilhantes advogados, o criminalista Gilberto Marques. Ele deixou para Pernambuco um precioso legado na área dos Direitos Humanos, como integrante da Comissão da Memória e Verdade Dom Hélder Câmara, que investigou crimes cometidos no Estado durante a ditadura militar. Quero, neste momento, externar o meu profundo pesar e minha solidariedade aos seus familiares, amigos e colegas.

Paulo Câmara

Governador de Pernambuco

 

Moro defende operação da PF contra Bezerra Coelho

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, defendeu nesta sexta-feira, 20, as atribuições da Polícia Federal e do Poder Judiciário, após críticas disparadas contra a realização de buscas e apreensão nos gabinetes do líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), e do filho dele, o deputado Fernando Coelho (DEM-PE).

“A Polícia Federal é uma instituição com autonomia e suas ações são controladas pela Justiça, não tendo o ministro da Justiça qualquer envolvimento em investigações específicas”, afirmou Moro à reportagem.

Bezerra Coelho e o filho são investigados por suspeita de corrupção e lavagem de dinheiro. Delatores afirmam terem repassado R$ 5,5 milhões em propinas ao pai. A Operação Desintegração foi autorizada pelo ministro Luís Roberto Barroso, relator do caso no Supremo Tribunal Federal.

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, chamou a operação de “desarrazoada e desnecessária, em especial pela ausência de contemporaneidade”. Ele disse que vai questionar a decisão no Supremo.

A declaração de Moro vem após a defesa de Fernando Bezerra Coelho ter afirmado que a operação era uma retaliação ao senador pela atuação dele contra abusos de órgãos de investigação.

“Primeiro, teve uma declaração dele sobre o Moro ser esquecido. Mas, enfim, é uma retaliação no contexto político de tudo que está acontecendo”, disse o advogado de Bezerra, André Callegari. A frase a que o advogado fez referência foi dita por Bezerra Coelho ao jornal O Estado de S. Paulo no início do mês.

A defesa da autonomia da Polícia Federal é também uma mensagem de Moro para dentro da corporação. Nos bastidores da PF, Moro foi criticado ao longo das últimas semanas por não ter confrontado declarações do presidente Jair Bolsonaro de que poderia mexer na instituição.

Para tentar manter o diretor-geral Maurício Valeixo, sua indicação, Moro adotou como estratégia não reagir publicamente e tentar demonstrar que havia uma “rede de intrigas” buscando opor o presidente ao comando da PF. Até agora, deu certo.

Além da frase de Moro sobre a autonomia da Polícia Federal, a instituição também foi defendida pelo ministro Barroso.

“A investigação de fatos criminosos pela Polícia Federal e a supervisão de inquéritos policiais pelo Supremo Tribunal Federal não constituem quebra ao princípio da separação de Poderes, mas puro cumprimento da Constituição”, disse o ministro que autorizou a operação.

Barroso disse também que busca e apreensão é uma medida padrão em casos de investigação por corrupção e lavagem de dinheiro e segue os precedentes do Supremo. “Fora de padrão seria determiná-la em relação aos investigados secundários e evitá-la em relação aos principais”, disse.

 

Governo desbloqueia R$ 8,3 bilhões do Orçamento para órgãos e ministérios

Com a melhora da arrecadação e corte nos gastos com pessoal, o governo anunciou nesta sexta-feira (20) o desbloqueio de R$ 8,3 bilhões do Orçamento para órgãos e ministérios. No ano, estavam contingenciados cerca de R$ 34 bilhões.

O ministério com maior liberação de recursos será o da Educação, com R$ 1,99 bilhão. O Ministério da Economia terá desbloqueio de R$ 1,75 bilhão, e a Defesa, R$ 1,65 bilhão.

O Meio Ambiente, mergulhado em uma crise motivada pelos incêndios e queimadas na Amazônia, receberá R$ 70 milhões, quase metade do que será liberado para a Agricultura (R$ 120 milhões).

Para a Presidência, serão descontingenciados R$ 60 milhões. A AGU (Advocacia-Geral da União) teve desbloqueio de R$ 50 milhões.

Além dos R$ 8,3 bilhões, o governo também vai recompor a reserva orçamentária com R$ 3,276 bilhões e usará R$ 2,66 bilhões do fundo da Lava Jato para educação e Amazônia Legal.

O Orçamento foi reforçado com emendas impositivas de R$ 799,7 milhões. Para o Legislativo e o Judiciário, serão liberados R$ 83,54 milhões. Ao todo, a ampliação alcança R$ 12,459 bilhões.

O governo revisou para cima a projeção para receitas administradas pela Receita neste ano. Agora, prevê R$ 1,547 trilhão, ante R$ 1,54 trilhão na avaliação de julho. Além disso, cortou a perspectiva para a despesa, que caiu de R$ 1,403 trilhão para R$ 1,397 trilhão.

A liberação deve aliviar a situação em vários ministérios que tiveram os recursos contingenciados neste ano.

A limitação das despesas de custeio e investimentos, que atingiu o patamar mínimo histórico, prejudicou uma série de serviços públicos, como a liberação de bolsas de estudo.

O primeiro bloqueio ocorreu em março, quando o governo congelou aproximadamente R$ 30 bilhões no Orçamento.

A redução de recursos na área da Educação levou a uma onda de protestos em maio. No mesmo mês, ao divulgar fazer nova revisão das contas, o governo anunciou o desbloqueio de parte da verba dessa área.

Na apresentação de maio, a equipe econômica evitou um novo contingenciamento ao usar uma reserva orçamentária destinada a situações de emergência para suprir as perdas.

Em julho, em meio à crise fiscal e ao ritmo fraco de recuperação da atividade econômica, o governo decidiu bloquear R$ 1,44 bilhão do Orçamento.

O contingenciamento só não foi maior porque o governo usou R$ 809 milhões da reserva orçamentária para amortecer o bloqueio.

Ao fim do primeiro bimestre deste ano, esses recursos somavam R$ 5,4 bilhões. O contingenciamento ocorre por uma frustração com a previsão para receitas e despesas no ano, o que poderia levar ao estouro da meta fiscal de 2019 -o déficit previsto está em de R$ 139 bilhões.

No último dia 10, o Ministério da Economia revisou para cima a projeção para o crescimento do PIB neste ano, de 0,81% para 0,85%.

O governo espera que a economia reaja a medidas como a liberação de saques do FGTS e a aprovação da reforma da Previdência, que está em fase de conclusão no Senado.

Para o próximo ano, a equipe econômica calcula que haverá R$ 89,2 bilhões para as despesas discricionárias (não obrigatórias), que incluem investimentos em infraestrutura, custeio da máquina pública e pagamento de bolsas de estudos.

O valor, que corresponde a 6% de todo o Orçamento, está no patamar mínimo histórico. Na avaliação de técnicos do governo, o montante não é suficiente para o ano e pode levar à paralisia de serviços. (Via: Agência Brasil)

A maioria dos vencedores petistas da Mega-Sena não vão abandonar o emprego na Câmara

Funcionários da Liderança do PT na Câmara dos Deputados que venceram a Mega-Sena, no valor de R$ 120 milhões, querem fazer doações para a Vigília Lula Livre, em Curitiba, onde o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está preso por corrupção e lavagem de dinheiro.

De acordo com a coluna Painel, da Folha de S.Paulo, desta sexta-feira (20), o dinheiro conquistado não deve ser usado pelos novos milionários para viver de renda. 

A maioria diz que não vão abandonar o emprego na Câmara.

 

Sertão:

Acusada de tráfico de drogas é presa em Araripina

Beatriz Kely Souza, vulgo BIA, de 22 anos, foi presa em virtude da prática do Crime de Tráfico ilícito de entorpecentes, cometido em Petrolina

Por Roberto Gonçalves / Foto: Polícia Civil

No início da tarde desta sexta-feira (20), Policiais Civis  da Equipe Malhas da Lei  da  24a  DESEC   ARARIPINA, em uma ação  conjunta com Policiais Civis da Equipe Malhas da Lei  da 26a DESEC/PETROLINA , agindo sob a coordenação da da Delegada Katyana Alencar Muniz Leite, deram cumprimento ao Mandado de Prisão Preventiva em desfavor de Beatriz Kely Souza, vulgo BIA, de 22 anos.

A prisão da foragida da justiça  ocorreu na Feira do Feijão, área central de  Araripina. BIA foi presa em virtude da prática do Crime de Tráfico ilícito de entorpecentes , cometido em Petrolina-PE.

Beatriz Kely foi apresentada na Delegacia de  Polícia Civil de Araripina-PE para os procedimentos cabíveis e em seguida ela será encaminhada ao Presídio Feminino.

Na entrevista que concedeu ao jornalista Renado Rovai, da Revista Fórum, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva cobrou de Jair Bolsonaro uma postura adequada para o cargo que chefe do Executivo.

“Eu acho que ele faz muita bobagem. Eu não posso dar conselho, mas o Bolsonaro tem que saber o seguinte, o tempo da bobagem, da molecagem, acabou quando ele era deputado. Ele virou presidente. Se ele não acreditava que fosse ganhar, ele ganhou. Então, exercer o cargo de presidente da República é uma coisa muito séria, você tem que medir as palavras, tem que pensar. Obviamente você pode errar uma ou outra coisa, mas ele faz questão de errar em tudo”, disse a Rovai.

Lula classificou a política do governo Bolsonaro como um “desastre”. “Você não ouve nesse governo há quase 9 meses uma palavra chamada desenvolvimento, uma palavra chamada crescimento, distribuição de renda, aumento de salário. Só existe a palavra de controle de gastos, palavra de ajuste, e o ministro da Economia com uma loucura de juntar 1 trilhão. Eu não sei para que que ele quer 1 trilhão. Do que vale juntar 1 trilhão se o povo está passando fome, se o povo está desempregado, se o povo está sem salário, sem condições onde morar, até dinheiro de pesquisa. Como a gente quer fazer uma guerra com a Venezuela se os nossos soldados não têm dinheiro para almoçar?”, questionou.

                       Entrevista completa de Lula 

Bandidos matam homem em Tabira, no Sertão do Pajeú

Um homem de 31 anos identificado como Valdeilton Gomes de Meneses foi assassinado na noite desta quinta-feira (19), no bairro de Fátima, em Tabira, no Sertão deo Pajeú.

 

Vítima- foto de reprodução-blogmarcosmontinelly

Segundo informações, Valdeilton estava na garupa da moto de um amigo, quando dois elementos encapuzados em outra moto, efetuaram vários disparos de arma de fogo, o piloto na tentativa de fugir dos assassinos acelerou e a vítima acabou caindo, Valdeilton, não resistiu e morreu no local, o amigo dele foi alvejado em um dos braços.

O policiamento foi até o local da ocorrência e constatou a veracidade do fato, onde foi acionada a polícia civil, e o IC para realizar a perícia. Foi verificado pelo IC que Valdeilton recebeu duas perfurações nas costas, duas na cabeça e uma no braço esquerdo. 
Além disso, durante a perícia, foi encontrado no interior do capacete que a Valdeilton usava uma porção de substância semelhante a cocaína, acondicionada em saco plástico e pesando aproximadamente 03 (três) gramas; nos bolsos do short havia R$ 907,00 (novecentos e sete reais), 01 (um) celular da marca Samsung e documentos pessoais. 
Em seguida, ao ser feita busca na moto Pop 100, foi encontrado embaixo do assento uma faca peixeira de sete polegadas e um celular também da marca Samsung. 
Todo material foi apreendido e conduzido à Delegacia de Polícia de Afogados da Ingazeira juntamente com E. N. S., onde foi instaurado inquérito para apurar o fato. 
Valdeilton tinha passagem pela polícia por possuir carro clonado. O corpo foi encaminhado ao IML de Caruaru-PE. Foi realizado diligências à procura dos criminosos, porém sem êxito.

Um levantamento feito pelo Instituto Paraná Pesquisas aponta que, para 70% dos brasileiros, as declarações de Jair Bolsonaro mais atrapalham do que ajudam o governo. Apenas 23,8% afirmaram que suas declarações colaboram com a administração, e 6,7% não souberam ou não quiseram opinar.

Segundo 58,4% dos entrevistados, Bolsonaro faz sus declarações de propósito e 35,3% acham que não.

Os 70% que tecem críticas ao governo refletem as dificuldades de articulação de Bolsonaro com uma parte do eleitorado que não o elegeu.

Também influenciam nesta má percepção do seu discurdo a falta de proposta para a retomar o consumo e a expensão do PIB, e a situação cada vez maiscaótica dos serviços públicos, muito em função do congelamento de investimentos públicos pro 20 anos prevists na PEC do Teto dos Gastos, aprovado no governo Michel Temer e apoiada pelo atual ocupante do Planalto.

Sobre o quase 60% que avaliam as declarações de Bolsonaro como sendo propositais, vale considerar que a postura dele tem como pano de fundo Steve Bannon, chefe de estratégia e assessor presidencial da Casa Branca de Donald Trump pro sete meses.

Na tentativa de refazer a direita global, o estrategista ajudou a levar ao poder o conservador Viktor Orban como primeiro-ministro da Hungria, Marine Le Pen como presidente de Frente Nacional da França, e ao avanço na Espanha do partido Vox.

Um levantamento feito pelo Datafolha, divulgado em agosto pelo jornal Folha de S.Paulo, apontou que 1/3 da população brasileira pensa como Bolsonaro em temas de frases agressivas. Ou seja, as declarações grotescas, que atentam contra princípios democráticas, estaria mantendo acesa a chama do antipetismo. O divisionismo, no entanto, tem se mostrado cada vez mais perturbador pra Bolsonaro, que vê sua reprovação (38%) superar a sua aprovação (29%). Até mesmo entre os mais ricos (renda mensal acima de 10 salários mínimos), a aprovação caiu de 52% em julho para 37% agora. (247)

A revelação de ontem da Vaza Jato, de que Sergio Moro e sua equipe conspiraram para derrubar a ex-presidente Dilma Rousseff, prender o ex-presidente Lula e solapar a democracia brasileira, não significa que a Vaza Jato esteja perto fim. O recado foi dado pelo próprio Glenn Greenwald. Confira seu tweet e artigo de Kennedy Alencar:

Glenn Greenwald

@ggreenwald

Como eu disse há meses – com base na minha experiência em relatar o arquivo Snowden – algumas das revelações mais importantes com grandes vazamentos ocorrem no quarto, quinto e sexto meses. A de hoje na @Folha é uma delas. Tem muitas outras: https://www1.folha.uol.com.br/poder/2019/09/conversas-de-lula-mantidas-sob-sigilo-pela-lava-jato-enfraquecem-tese-de-moro.shtml  https://twitter.com/Haddad_Fernando/status/1170650037279477761 

Conversas de Lula mantidas sob sigilo pela Lava Jato enfraquecem tese de Moro – 08/09/2019 – Poder…

PF gravou 22 telefonemas do ex-presidente após ordem para interromper escuta que revelou diálogo com Dilma em 2016

folha.uol.com.br

Fernando Haddad

@Haddad_Fernando

Sou testemunha do quanto Lula relutou, por meses, em aceitar convite de Dilma para integrar seu governo, até que ele cedeu aos apelos. Hoje ficamos sabendo que Moro ou a PF conheciam os fatos, mas cometeram o crime de vazamento seletivo e ilegal para fortalecer o impeachment.

Por Kennedy Alencar – É gravíssima a reportagem publicada hoje pela “Folha de S.Paulo” e o “The Intercept Brasil” com o título “Conversas de Lula mantidas sob sigilo pela Lava Jato enfraquecem tese de Moro”.

A reportagem revela que Moro, policiais federais e procuradores da República agiram para interferir no processo político a fim de evitar a nomeação de Lula para a Casa Civil no governo Dilma e contribuíram para radicalizar o ambiente político no país, tramando a queda da então presidente petista do poder.

Leiam a reportagem e os diálogos na íntegra no final deste texto. Procuradores celebram estratégia política e ilegal. Sem humanidade, chamam Lula de “9”, numa referência pejorativa aos nove dedos do presidente, que perdeu um deles em acidente de trabalho. Deixam claro que seguiram orientações de “Russo”, apelido de Moro, que agiu como acusador e não juiz na Lava Jato. Todos demonstram ter ciência de que praticavam ilegalidades e alguns zombam disso no Telegram. Neste episódio, vazaram o que interessava para manipular a opinião publica, criar mobilizações nas ruas contra o governo e envenenar o debate político.

Moro, agentes da PF e procuradores mantiveram em segredo diálogos de Lula com o então vice-presidente Michel Temer na busca de um entendimento para evitar o impeachment. Esconderam também toda a hesitação do petista em aceitar ser ministro da Casa Civil. Quem acompanhou os bastidores de verdade e tinha informação na época sabe que o motivo principal daquela articulação era tentar salvar o governo, não obter foro privilegiado no STF.

Mas a Lava Jato, ciente disso, manipulou a opinião pública e mudou o rumo da história do país para que chegássemos hoje ao governo Bolsonaro. Até agora, muita gente dizia que a Lava Jato contribuiu para o impeachment. Essa reportagem mostra que a Lava Jato atuou para que Dilma fosse derrubada e jogou ilegalmente para prender Lula. Isso não é papel do sistema judicial. É uma forma de corrupção grave. Autoridades públicas têm compromisso com a lei que os criminosos não possuem.

Se as ações de Moro, delegados da PF e procuradores da República são um combate legal à corrupção, o país está frito. Está nas mãos de um estado paralelo que persegue inimigos políticos. Ontem foi Lula. Amanhã serão os críticos desses messiânicos que abusaram do seus poderes.

Se o Supremo Tribunal Federal, a Procuradoria Geral da República, o Conselho Nacional de Justiça, o Conselho Nacional do Ministério Público e o Congresso tinham dúvidas de que precisam tomar providências para investigar e punir crimes e abusos de poder das estrelas da Lava Jato, a reportagem de hoje elimina qualquer hesitação ou objeção a uma resposta dura da parte de nossas instituições.

Leiam a reportagem. Vejam os diálogos da Lava Jato sobre conversas de Lula. Leiam os resumos de conversas grampeadas de Lula com Temer e aliados.

Tirem suas conclusões se são métodos de um Judiciário, Ministério Público e Polícia Federal de uma democracia plena ou de uma república de bananas. A lei e o jornalismo devem valer para todos. A Vaza Jato está dando uma contribuição ao combate à corrupção no Brasil. Só não enxerga quem não quer. (247)

O dia sete de setembro começou cedo, com diversos grupos de vaqueiros se dirigindo ao Centro Desportivo Municipal para a concentração do já tradicional desfile, em uma celebração à tradição e à riqueza da identidade cultural dos vaqueiros Sertanejos. Após um desfile pelas principais ruas da cidade, os vaqueiros retornaram ao Centro Desportivo, para a cerimônia de entrega de medalhas e troféus. O Vice-Prefeito Alessandro Palmeira participou da entrega, representando o Prefeito José Patriota.
“Os vaqueiros são uma das grandes forças da cultura Nordestina, e a Prefeitura vem apoiando esse evento desde os tempos em que eu era Secretário de Cultura. Parabéns a todos os vaqueiros pelo espetáculo maravilhoso que nos proporcionaram, e por manterem viva essa chama de resistência e tradição,” destacou o Vice-Prefeito, Alessandro Palmeira.
Na Praça Alfredo de Arruda Câmara, às oito da manhã, o Prefeito José Patriota participou da cerimônia de hasteamento dos pavilhões, ao lado dos Vereadores Augusto Martins, Igor Mariano, Raimundo Lima, Rivélton Santos e Luiz Besourão. Após o hasteamento, a praça deu espaço para mais uma apresentação da nossa tradição, os bacamarteiros.
À tarde, bandas marciais e escolas, reuniram-se na Avenida Rio Branco, de onde partiram em desfile na direção da Praça Alfredo de Arruda Câmara, onde estava instalado o dispositivo de honra, encerrando mais uma bela festa de democracia e civismo. “Esse é o momento de prestar homenagem às nossas tradições cívicas, de cultuar e valorizar os nossos símbolos pátrios nacionais, mas também de lembrar da importância da democracia para a construção de uma sociedade mais justa e igualitária,” destacou o Prefeito José Patriota.

O dia sete de setembro começou cedo, com diversos grupos de vaqueiros se dirigindo ao Centro Desportivo Municipal para a concentração do já tradicional desfile, em uma celebração à tradição e à riqueza da identidade cultural dos vaqueiros Sertanejos. Após um desfile pelas principais ruas da cidade, os vaqueiros retornaram ao Centro Desportivo, para a cerimônia de entrega de medalhas e troféus. O Vice-Prefeito Alessandro Palmeira participou da entrega, representando o Prefeito José Patriota.

Os vaqueiros são uma das grandes forças da cultura Nordestina, e a Prefeitura vem apoiando esse evento desde os tempos em que eu era Secretário de Cultura. Parabéns a todos os vaqueiros pelo espetáculo maravilhoso que nos proporcionaram, e por manterem viva essa chama de resistência e tradição,” destacou o Vice-Prefeito, Alessandro Palmeira.
Na Praça Alfredo de Arruda Câmara, às oito da manhã, o Prefeito José Patriota participou da cerimônia de hasteamento dos pavilhões, ao lado dos Vereadores Augusto Martins, Igor Mariano, Raimundo Lima, Rivélton Santos e Luiz Besourão. Após o hasteamento, a praça deu espaço para mais uma apresentação da nossa tradição, os bacamarteiros.
À tarde, bandas marciais e escolas, reuniram-se na Avenida Rio Branco, de onde partiram em desfile na direção da Praça Alfredo de Arruda Câmara, onde estava instalado o dispositivo de honra, encerrando mais uma bela festa de democracia e civismo. “Esse é o momento de prestar homenagem às nossas tradições cívicas, de cultuar e valorizar os nossos símbolos pátrios nacionais, mas também de lembrar da importância da democracia para a construção de uma sociedade mais justa e igualitária,” destacou o Prefeito José Patriota.

O ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto deixou na tarde desta sexta-feira, 6, para cumprir o restante de sua pena em regime semiaberto.

Em nota, o PT disse que as acusações contra Vaccari jamais foram provadas e que ele enfrentou com dignidade as acusações forjadas pelos procuradores da Lava Jato na farsa judicial comandada por Sergio Moro.

A decisão pela liberdade do ex-tesoureiro foi da Justiça Federal do Paraná. Como já cumpriu quatro anos e quatro meses em regime fechado, a defesa de Vaccari apresentou requerimento solicitando a progressão da pena para o regime aberto, segundo o advogado Ricardo Ribeiro Velloso.

O indulto estabelece alguns requisitos para sua concessão como comportamento, necessidade de estudo, de trabalho, e perfil geral. A defesa justificou o direito à comutação da pena pelo fato de a conduta de Vaccari oferecer todos os requisitos para a concessão. O pedido foi deferido pela juíza substituta Ana Carolina Bartolamei Ramos.

De acordo com os advogados Pedro Dallari e Pedro Serrano, Vaccari é vítima de investigações que se chocavam com os fatos. “Ele não enriqueceu, não possui conta no exterior, não obteve vantagens indevidas. Solicitou doações oficiais para o PT, através de transações bancárias, declaradas e aprovadas pela Justiça Eleitoral.”

Vaccari foi preso em abril de 2015 por determinação do então juiz Sergio Moro. A prisão, inicialmente temporária, foi convertida em preventiva, até que o ex-dirigente foi condenado a 15 anos e quatro meses de prisão por Sergio Moro, em novembro de 2015. Posteriormente, o ex-tesoureiro do PT foi condenado em mais ações, com penas que variam de seis a 10 anos de prisão, somando 31 anos de reclusão.

Em junho de 2017, a segunda instância (8ª Turma do Tribunal Federal da 4ª Região – TRF4) inocentou Vaccari de uma condenação por lavagem de dinheiro. Contraditoriamente, em novembro daquele mesmo ano, o mesmo TRF-4 decidiu aumentar a pena de Vaccari de 10 para 24 anos de reclusão, em outro processo, em vez de absolvê-lo por falta de provas, como na decisão do tribunal de cinco meses antes.

Leia, abaixo, a nota do PT na íntegra:

Depois de quatro anos e meio de prisão injusta, decretada arbitrariamente em março de 2015, o companheiro João Vaccari Neto está deixando hoje (6/09) o Complexo Médico Penal de Pinhais (PR), por decisão do Juízo de Execuções Penais do Paraná. Vaccari é uma das maiores vítimas da perseguição ao PT e a seus dirigentes, por meio de acusações forjadas pelos procuradores da Lava Jato na farsa judicial comandada por Sergio Moro.

Diferentemente do que foi alegado nos processos, o companheiro Vaccari não participou da arrecadação de recursos para campanhas eleitorais nem cometeu crime algum. Foi, sim, Secretário de Finanças do PT e dessa função prestou contas ao partido e à Justiça Eleitoral, com absoluta correção. Em todas as ações a que teve de responder jamais foram provadas as denúncias dos procuradores nem as falsas acusações negociadas por eles com criminosos confessos.

A inocência de Vaccari, demonstrada ao longo dos processos, foi reconhecida em pelo menos duas decisões da segunda instância, que anularam sentenças de Moro por total falta de provas para condenação. Sua defesa está recorrendo, nos tribunais superiores, de outras condenações igualmente injustas. Por ter sido indultado de uma das condenações e por ter cumprido parte substancial de outra, ele passou a fazer jus ao regime semiaberto a partir de hoje.

Diante de todas as injustiças, que atingiram também sua família de forma cruel, o companheiro Vaccari manteve a dignidade e jamais abriu mão de defender sua inocência, lutando exclusivamente com as armas da verdade e do Direito. Recebeu, durante todo esse tempo, a solidariedade do Partido dos Trabalhadores e de quem conviveu com ele na luta, na militância, no movimento sindical dos bancários e na CUT.

O PT recebe de volta ao nosso convívio esse companheiro que cresceu ainda mais em nossa admiração e respeito, enfrentando as mais duras provações. Estamos seguros de que a verdadeira Justiça ainda será feita a ele e a todos os perseguidos políticos desse período em que o estado de direito foi tantas vezes violado em nosso país. E vamos levantar cada vez mais alto a bandeira de Lula Livre, em defesa da democracia e dos direitos do povo brasileiro.

Cabeça erguida, sempre, companheiro Vaccari!

A verdade vencerá!

Comissão Executiva Nacional

Curitiba, 6 de setembro de 2019

Está suspensa a investigação referente ao inquérito sobre o assassinato da ex-vereadora do Rio Marielle Franco (PSOL).

A Polícia Civil do estado investiga movimentações suspeitas de Ronnie Lessa, policial militar reformado acusado de matar a ex-parlamentar e o motorista, Anderson Gomes. Ao todo, 140 investigações estão paradas no Departamento Geral de Combate à Corrupção, ao Crime Organizado e à Lavagem de Dinheiro da polícia do Rio, após o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, decidir em julho interromper em todo o País inquérito embasados em relatórios de inteligência financeira que não tivessem autorização judicial.

No fim do mês passado, o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) passou ao comando do Banco Central, com outro nome e um novo presidente. O órgão passou a se chamar Unidade de Inteligência Financeira (UIF).

Lessa, que está preso desde março, também é investigado por tráfico de armas e pela execução da vereadora e do motorista. Ele morava no mesmo condomínio de Jair Bolsonaro.

De acordo com o G1, o advogado de defesa do PM reformado, Fernando Santana, disse saber que há uma investigação por lavagem de dinheiro. Mas ele negou haver intimação para depoimentos. Santana afirmou que defesa está preparada para provar que não houve o crime.

Flávio Bolsonaro

A decisão de Toffoli também beneficia o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ). O Coaf identificou uma movimentação atípica de R$ 1,2 milhão na conta de Fabrício Queiroz, que ex-motorista e ex-assessor do parlamentar quando ele ocupava um cargo na Assembleia Legislativa do Rio.

O inquérito dele soma-se ao de Marielle e de vários outros parados com a decisão do ministro do STF. Vale ressaltar que Flávio Bolsonaro também foi o único a votar contra a proposta do deputado estadual Marcelo Freixo (PSol), eleito deputado federal, para conceder a medalha Tiradentes em homenagem à ex-vereadora. Jair Bolsonaro, que tem família suspeita de envolvimento com milicianos, nunca manifestou solidariedade à ex-pessolista e à família dela.

Outro detalhe demonstra a proximidade entre Toffoli e o clã Bolsonaro. O presidente do STF confirmou que o Brasil esteve à beira de uma crise institucional entre abril e maio e disse que atuou para tentar acalmar a situação.

De acordo com informações de Veja, os setores político e empresarial estavam insatisfeitos com Jair Bolsonaro. Um grupo de parlamentares tirou da gaveta um projeto que previa a implantação do parlamentarismo. Empresários do setor industrial discutiam a possibilidade de um impeachment dele.

Brasil 247

Mais uma tremenda falta de educação, uma vergonha mundial passa o Brasil no Governo de Bolsonaro

‘É feia mesmo, não é nenhuma mentira’, diz Guedes sobre Brigitte Macron

Ministro da Economia, Paulko Guedes Foto: ADRIANO MACHADO / REUTERS

Declaração foi feita em Fortaleza a uma plateia de empresários sobre os comentários de Bolsonaro dirigidos à primeira-dama da França

FORTALEZA – O ministro da Economia, Paulo Guedes, tentou minimizar, nesta quinta-feira,  as declarações do presidente Jair Bolsonaro dirigidas à primeira-dama da França, Brigitte Macron.

Em palestra a cerca de 600 empresários, listou ações da equipe econômica feitas nos últimos meses e afirmou que, apesar dos avanços, a imprensa prefere noticiar atos polêmicos do presidente.

O que vejo nos jornais é que ele xingou a (Michelle) Bachelet , que chamou a mulher do (presidente Emmanuel) Macron de feia .

– É feia mesmo, não é nenhuma mentira.

Sob risos da plateia, emendou :

– Não existe mulher feia. O que existe é mulher vista pelo ângulo ruim.

Ao final do evento, ao ser interpelado pela imprensa sobre o endosso à declaração de Bolsonaro, Guedes afirmou que foi em tom de brincadeira.

– Você viu que nós estávamos em tom de brincadeira, nos divertindo, falando que o presidente tem bons princípios e às vezes extrapola no modo de falar? – disse.

Em tom de irritação, Guedes disse que não iria justificar nada.

– Você viu que o que o presidente da França disse no final: nós devíamos fazer uma intervenção internacional na Amazônia. Vocês deveriam estar criticando isso. O presidente da França estar querendo fazer uma intervenção porque chamaram a mulher dele de feia. Olha só que coisa horrível – disse.

E acrescentou:

– Quer dizer que se alguém chamar sua mulher de feia você pode fazer uma intervenção internacional? Você apoia uma intervenção? – indagou, encerrando a entrevista coletiva.

Após chamar a primeira-dama da França, Brigitte Macron, de “feia”, o ministro da Economia, Paulo Guedes divulgou uma nota na qual pede desculpas, classifica a fala como uma “brincadeira”, e diz que o objetivo era ilustrar que “questões relevantes” estão sem espaço público.

.“O ministro Paulo Guedes pede desculpas pela brincadeira feita hoje em evento público em Fortaleza (CE), quando mencionou a primeira-dama francesa Brigitte Macron. A intenção do ministro foi ilustrar que questões relevantes e urgentes para país não têm o espaço que deveriam no debate público. Não houve qualquer intenção de proferir ofensas pessoais”, diz a nota de Guedes.

A declaração de Guedes gerou críticas. Em post no Twiter, a economista Elena Landau, ex-diretora do BNDES, disse que ministro tem que ter postura.

Saia Justa

Na semana passada, os presidentes Jair Bolsonaro e Emmanuel Macron trocaram farpas por causa das queimadas na Floresta Amazônica. Macron chegou a chamar Bolsonaro de mentiroso e sinalizou que os franceses poderão não assinar o acordo entre o Mercosul e a União Europeia.

Análise: acordo entre Mercosul e UE, celebrado após 20 anos de negociação, pode ‘terminar em chamas’

Na rasteira das discussões, um seguidor publicou uma montagem de fotos dos casais Macron e Bolsonaro em um post no Facebook do presidente brasileiro, com a legenda: “Agora entende por que Macron persegue Bolsonaro?”. 

O presidente brasileiro respondeu: “Não humilha cara. Kkkkkkk”.

No dia seguinte, Bolsonaro disse que não endossou o comentário e alegou que falou para  um seguidor seu não “falar besteira.” Ele destacou ainda que não se mete na “questão pessoal”.

Amazônia : Entenda por que a região mobiliza a atenção do planeta e seus impactos no restante do Brasil

No entanto, o presidente francês disse que o comentário sobre Brigitte foi “triste” para os brasileiros, uma “vergonha” para as mulheres brasileiras e “extremamente desrespeitoso”. Afirmou ainda que “respeita” os brasileiros e que espera que “eles tenham muito rapidamente um presidente que se comporte à altura” do cargo.

O presidente Jair Bolsonaro alega que não ofendeu a primeira-dama da França, Brigitte Macron Foto: Antonio Cruz / Agência Brasil

Na quarta-feira, o alvo dos ataques de Bolsonaro foi a alta comissária de Direitos Humanos da ONU, a ex-presidente chilena Michelle Bachelet, que criticou políticas do seu governo.

Novamente em um post do Facebook, o presidente brasileiro afirmou que Bachelet está “seguindo a linha” do presidente francês Emmanuel Macron ao se “intrometer nos assuntos internos e na soberania brasileira”.

Mas no Twitter,  ele afirmou ainda que “se não fosse o pessoal do [Augusto] Pinochet derrotar a esquerda em 1973, entre eles o seu pai (de Bachelet), hoje o Chile seria uma Cuba”. Para Bolsonaro, a alta comissária da ONU está “defendendo direitos humanos de vagabundos”.

As declarações foram repudiadas até mesmo pelo presidente chileno, Sebastián Piñera, aliado de Bolsonaro. Ele disse não compartilhar “de forma alguma ” com o comentário sobre Bachelet .

A partir da próxima segunda (09), a Prefeitura de Afogados, em parceria com o SEBRAE, promoverá cursos e palestras para os empreendedores locais. A ação integra a programação da V Feira de Empreendedorismo de Afogados da Ingazeira, que oficialmente começa no dia 25 de Setembro.

“A feira acontece de 25 à 28 deste mês e estamos com uma programação muito boa e intensa. Sentimos a necessidade, para não superlotar os dias da feira, de antecipar algumas atividades, garantindo a participação de todos,” informou a Secretária de Administração, Flaviana Rosa.

“Em um momento de crise e desemprego que vivenciamos no Brasil, com grande impacto nos municípios, as Prefeitura precisam investir na qualificação profissional e no fortalecimento do empreendedorismo como alternativas de geração de renda e oportunidades para a população, e é isso que estamos fazendo em Afogados,” destacou o Prefeito José Patriota.

Confira a programação:

09 a 12/09

Curso de Técnica de Comida Regional Brasileira (14h às 18h). Local: IFPE

16/09

Oficina “Gastronomia: desperte o desejo através do Instagram” (18h às 22h).

Local: Auditório da Secretaria Municipal de Educação

17/09

Palestra: “Surpreender e encantar o turismo” (19h às 21h)

Auditório da Secretaria Municipal de Educação

18/09

Palestra: “Feira de Negócios, como aproveitar ao máximo essa oportunidade” (19h às 21h). Local: Auditório da Secretaria Municipal de Educação

19/09

Palestra: “Turbine suas vendas com marketing digital” (18h às 22h)

Local: Auditório da Secretaria Municipal de Educação

23/09

Oficina: “Formação de Preço” (18h às 22h)

Local: Auditório da Secretaria Municipal de Educação

Maiores detalhes podem ser obtidos na Sala do Empreendedor, na Rua Dr. Roberto Nogueira Lima, nº 165. Ou através dos telefones (81) 99948-0760 / (87) 3838-1906.

 

Novas imagens do elemento que roubou moto em Afogados compartilhe.

Publicado por Marcos Montinelly em Terça-feira, 3 de setembro de 2019

O  elemento, com uma mochila nas costas  furtou uma moto da marca Yamaha, Fazer 250 de cor preta na última quinta (29) de Agosto, em Afogados da Ingazeira-PE, por volta das 11h30m, a moto estava  em frente a Ivanildo do Gás que faz esquina com  MD Móveis, na travessa com a principal avenida comercial do município, Av. Manoel Borba.

O elemento foi flagrado pelas câmaras de segurança, ajude a  polícia encontrar este assaltante compartilhe nos grupos.

Resultado de imagem para denuncie

Não precisa se identificar.

Qualquer informação entre em contato pelo número  (87 ) 9 9643 5714 ou  (87)  3838 1637 Panificadora Samuel.

 

A moto pertence Silvano,  conhecido por (Nego) um trabalhador.

 

Pesquisa Datafolha, divulgada nesta segunda-feira (02), mostra que a reprovação ao presidente Jair Bolsonaro (PSL) na Região Nordeste subiu 11 pontos percentuais em pouco menos de dois meses.

Na pesquisa anterior feita em julho, o índice de ruim e péssimo era de 41% e subiu para 52% no novo levantamento do instituto. Foi a região onde a rejeição ao presidente cresceu mais no período.

Enquanto isso, a reprovação de Bolsonaro em todo o país subiu de 33% para 38%. A aprovação também caiu dentro da margem de erro de pontos percentuais para mais ou para menos, de 33% para 29%.

A pesquisa entrevistou 2.878 mil pessoas com mais de 16 anos em 175 municípios

Está perdendo apoio mesmo em seus redutos regionais: região Sul.
Lá aumentou de 25% para 31% os que dizem que o governo é ruim ou péssimo.
Uma das táticas do presidente é produzir polêmicas, ataques aos inimigos ou supostos inimigos, gerando repercussão nas redes.

De manhã, ele faz uma paradinha na porta do Palácio da Alvorada.
Aí aproveita para atacar de Macron a Merval Pereira, passando de Luciano Huck e João Dória.
Até ganha repercussão.
Mas o resultado, como mostra o Datafolha, é ruim.

 

 

Tripulação fazia uma viagem de mergulho de três dias pelo litoral

Cinco pessoas foram resgatadas

Autoridades do condado de Ventura temem “inúmeras mortes”, enquanto as operações de resgate estão em andamento para atendimento a um incêndio em um barco na Ilha de Santa Cruz, na Califórnia, nesta manhã. Atualmente, 34 pessoas dos 39 tribulantes da embarcação “Conception”, que realizava uma excursão de mergulho de três dias no Dia do Trabalho (celebrado nos Estados Unidos na primeira segunda de setembro) estão desaparecidas. Os outros cinco foram resgatados com vida.

A comandante do setor da Guarda Costeira de Los Angeles, capitã Monica Rochester, disse que eles estavam acordados no momento em que as chamas se iniciaram e saltaram para a água. O incêndio aconteceu da noite para o dia, e os dormitórios ficavam abaixo do convés. As tripulações da Guarda Costeira, do Corpo de Bombeiros de Santa Barbara, do Departamento de Bombeiros do Condado de Ventura e do Vessel Assist responderam a uma ligação do dia seguinte que foi ouvida por volta das 3h15min locais (7h15min de Brasília)

“As equipes do corpo de bombeiros estavam combatendo o incêndio quando o navio afundou 20 jardas da costa em 64 pés de água”, segundo o comunicado da Guarda Costeira. Rochester disse que eles ainda estão realizando buscas na costa. “Estamos trabalhando deliberadamente com o proprietário / operador da embarcação, que está conosco no momento, trabalhando em um plano para realizar mais assistência à sua embarcação”, disse ela.

A Truth Aquatics, empresa proprietária da Conception, não forneceu comentários à CNN nesta manhã. “Estamos tentando manter nossas linhas abertas para a Guarda Costeira neste momento, para que não tenhamos nenhum comentário”, afirmou a fonte à emissora.

Blogmarcosmontinely 87 9 9680-8985

 

Glenn Greenwald é o entrevistado do Roda Viva desta segunda

O jornalista americano vai falar sobre as conversas privadas dos procuradores da Lava Jato e de Sergio Moro.

Greenwald é jornalista, advogado constitucionalista e autor de quatro livros entre os mais vendidos do New York Times na seção de política e direito. (Foto: Reprodução)

O Roda Viva desta segunda-feira (02/09/2019) vai entrevistar Glenn Greenwald, um dos criadores do site The Intercept Brasil, jornal que publicou conversas secretas entre Sergio Moro e Dellagnol sobre a Lava Jato e o ex-presidente Lula. O programa comandado pela jornalista Daniela Lima será transmitido ao vivo pela TV Cultura às 22h. 

Em 9 de junho deste ano, Glenn Greenwald publicou conversas privadas dos procuradores da Lava Jato e do então juiz Sergio Moro. O caso impactou o cenário político brasileiro e levou à prisão hackers do interior de São Paulo. O americano vive há 14 anos no Brasil e é casado com o deputado federal David Miranda (PSol).

Greenwald é jornalista, advogado constitucionalista e autor de quatro livros entre os mais vendidos do New York Times na seção de política e direito. As reportagens produzidas por ele a partir de um acervo retirado ilegalmente da Agência de Segurança Nacional (NSA) para o jornal The Guardian receberam o Prêmio Pulitzer de 2014 na categoria Serviço Público.

Na bancada da sabatina estará a diretora-executiva do Metrópoles, Lilian Tahan. Também vão fazer perguntas André Vieira, do Valor Econômico; Gabriel Mascarenhas, de O Globo; e Felipe Recondo, do site Jota. O cartunista Paulo Caruso ficará responsável pelas charges durante a entrevista.

Policiais Militares do 14º BPM foram solicitados via central de Operações para averiguar um suicídio ocorrido na Rua Rita Eliodoro de Melo Lima, Cohab, Serra Talhada- PE. 

Chegando ao local, foi constatada a veracidade do fato, onde a vítima Luiz Carlos dos S., 51 anos, já se encontrava sem vida, pendurada em uma árvore em frente a sua residência com uma corda no pescoço. 

Luiz Carlos trabalhava como mototaxista, na Rua Enock Ignácio de Oliveira, em frente a Farmácia do Povo.

Diante o exposto, o local foi isolado para chegada da Polícia Civil para adoção das medidas de praxe.

Jovem de 26 anos é atropelado na BR-232 em Serra Talhada

 Mais um grave acidente foi registrado no perímetro urbano da BR-232, em Serra Talhada, na manhã de ontem, domingo (1). Por volta das 05h, um jovem identificado como Claudiano José Barbosa Lima, de 26 anos, foi atropelado quando conduzia sua motocicleta Honda placa OYS- 3807, na altura do KM-393. Ele morreu na hora.
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) relatou, que a pancada foi tão grande, que o cérebro do jovem saiu do crânio, ocupando parte do asfalto. “Chegamos e vimos esta cena… ele já estava sem vida. Pela força do impacto, a vítima deve ter sido atingida por um caminhão ou outro veículo de grande porte”, lamentou o policial. (Farol)

O prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque, levou um susto junto com a família, após um princípio de incêndio na noite dessa segunda-feira (19) em sua residência, no bairro AABB. Os bombeiros foram acionados às 23h11 para combater o fogo em uma das dependências da casa. Felizmente, ninguém ficou ferido, apenas danos materiais.

A reportagem do Farol apurou que o Corpo de Bombeiros dará mais detalhes sobre o que provocou o incêndio, ainda nesta terça-feira (20). A equipe levou cerca de 45 minutos para apagar as labaredas.

PREFEITO AGRADECE SOLIDARIEDADE

Em nota publicada no Facebook, nesta terça-feira, Luciano Duque agradeceu a solidariedade de amigos e familiares, e elogiou o trabalho do Corpo de Bombeiros. Confira.

“Agradeço a todos que se solidarizaram comigo e com minha família ao saberem do incidente de ontem, na minha residência. Graças a Deus e ao eficiente trabalho do Corpo de Bombeiros, todos estamos bem. Obrigado, de coração”, reforçou.

Sequestrador desce do ônibus armado e mostra o rosto — Foto: Reprodução/GloboNews

 

Atirador de Elite da polícia

Após libertar seis reféns do ônibus em que sequestrou na ponte Rio-Niterói, no Rio de Janeiro, o suspeito acabou sendo baleado ao deixar o veículo. Por volta das 9h, o homem que estava com uma máscara no rosto para não ser identificado, desceu do coletivo e antes de retornar acabou sendo atingido pelos atiradores de elite. Segundo informações da polícia, o criminoso não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Vídeo:

Antes, ele já tinha saído do ônibus com uma arma na mão, que posteriormente foi identificada como sendo de brinquedo, e chegou a se apresentar como policial militar, ameaçou colocar fogo no veículo. Cerca de 17 pessoas estavam sendo feitas reféns. Ainda não se sabe quais as motivações do criminoso.

Motoristas e passageiros do ônibus da linha Jardim de Alcântara-Estácio, da empresa Galo Brando, foram sequestrados por volta de 5h30.  O trânsito foi bloqueado nos dois sentidos da ponte. Nas redes sociais, passaram a circular fotos do sequestrador ainda dentro do ônibus, logo depois que o veículo foi atravessado na via.

 

Governador do RJ desembarca na Ponte Rio-Niterói e comemora desfecho de sequestro de ônibus

G1

O governador do Estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, comemorou o desfecho do sequestro de um ônibus na Ponte Rio-Niterói na manhã desta terça-feira (20). O sequestrador, chamado William Augusto Nascimento, foi alvejado e 37 reféns foram libertados após mais de três horas de cerco. Segundo ele, os reféns e os familiares do sequestrador serão amparados pelo estado. De acordo com Witzel, a família do homem chegou a pedir desculpas pelo ocorrido.

“Conversei com familiares dele, um deles me pediu desculpa. Mas ele queria pedir desculpas e pediu à toda sociedade, pediu desculpas aos reféns, disse que alguma coisa falhou na criação e a mãe está muito abalada. Vamos também cuidar da família dele, tentar entender o problema para que outros não ocorram”, destacou o governador.

Witzel chegou ao local em um helicóptero e celebrou após desembarcar. Ele definiu o trabalho como uma ação “técnica” das forças de segurança e parabenizou os policiais militares e da Polícia Rodoviária Federal pela ação.

“O ideal é que todos saíssem com vida, mas tivemos que tomar a decisão de salvar os reféns”, contou.

Um homem armado e com gasolina fez reféns dentro de um ônibus desde as 5h25 desta terça-feira (20). Desde as 6h, o coletivo estava parado na Ponte Rio-Niterói.

Fotos do policial que abateu o sequestrador:

Mira telescópica

Blog: Marcos Montinelly

O senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB) saiu em defesa da união partidária dentro do PSB, que teve o Diretório Estadual destituído pela direção nacional, na noite desta sexta-feira (16), que anunciou a decisão de nomear uma comissão provisória para o partido na Paraíba.

De acordo com Veneziano, não há razões para o desentendimento dentro do partido. Ele defendeu a unidade em torno da defesa do legado do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) e do trabalho que o atual chefe do Executivo Estadual, João Azevêdo (PSB), vem desempenhando na Paraíba.

“Precisamos estar unidos em torno de um projeto de Governo levando em consideração o bom trabalho de Ricardo Coutinho e o que João Azevedo tem realizado. Não há justificativa para que nos desentendamos. Trabalharei para que não haja desavença interna”, disse Veneziano, que defendeu o trabalho de Edvaldo Rosas, presidente estadual destituído do comando da legenda na Paraíba. “Tem se mostrado ao longo dos últimos 15 anos uma pessoa dedicada, valorosa, devotada às questões do partido e agora assume uma outra função numa secretaria do Governo. Trabalharei para que não haja cizânia”.

ENTENDA

A direção nacional do PSB decidiu nomear uma comissão provisória para o partido na Paraíba. A “intervenção” acontece depois que integrantes do diretório estadual ligados ao ex-governador Ricardo Coutinho iniciaram movimento de renúncias, provocando a destituição do atual presidente, Edvaldo Rosas, e uma nova eleição na legenda, um ano antes do fim mandato.

WSCOM

Furto e receptação em Afogados da Ingazeira

Resultado de imagem para furto

Ao realizar rondas no Alto da bela Vista os policiais foram solicitados pela vítima a qual relatou que estava em sua residência bebendo na companhia da imputada, quando este se dirigiu ao banheiro e ao retornar deu por falta do seu aparelho celular marca Sansung J7, tendo a imputada saído da residência da vítima e localizada minutos depois pelos policiais, na companhia da irmã, nas imediações do cemitério parque da saudade. 
Ao ser localizada pelos policiais a acusada declarou que deixou o aparelho debaixo do colchão da cama da vítima. Ao tomar conhecimento o envolvido 3 (testemunha e filho da vítima) não localizou o aparelho no local informado pela acusada, então pegou a moto e foi à procura de um indivíduo, porém o aparelho já havia sido localizado com uma outra pessoa nas mediações da escola municipal Francisca Lira. 
O receptador foi localizado pela vítima que declarou ter comprado o referido celular a uma pessoa pela quantia de R$ 200,00 (duzentos reais). Esta pessoa e o receptador não foram localizados pela GT, a testemunha filho da vítima, não informou quem seria a pessoa com o qual o celular foi encontrado. 
Diante dos fatos as partes foram conduzidas a Delegacia de Polícia local e instaurado inquérito por portaria.

Patosonline.com  – Continua a expectativa e desespero dos familiares e amigos da jovem Maria da Conceição (Ceiça), de 32 anos, que está desaparecida desde a manhã da quinta-feira, 15 de agosto, na região de Patos.

Segundo informações obtidas pela Redação do Patosonline.com, no início da tarde deste sábado (17), junto à Polícia Militar de nossa cidade, nenhuma novidade do caso até o momento. A única informação nova, é que cerca de 30 pessoas fazem em conjunto, uma incessante busca pela jovem, principalmente no município de Quixaba (onde o corpo do ex-marido dela foi encontrado).

As buscas seguem também em outros municípios, a exemplo da zona rural de Patos e São José de Espinharas, localidades próximas a onde o corpo de Naldo foi localizado.

Ceiça é mãe de duas crianças que estão desesperadas com toda essa situação.

A família de Maria da Conceição mora no bairro Monte Castelo, zona sul de Patos.Quem souber alguma informação entrar em contato por meio do telefone:(83) 98174-0713.

Veja o apelo do radialista Marcos Oliveira do Patos Online (VÍDEO)

A Justiça do Rio de Janeiro suspendeu decreto do presidente Jair Bolsonaro que extinguiu os cargos do Mecanismo Nacional de Prevenção e Combate à Tortura (MNPCT). 

A liminar do juiz Osair de Oliveira Jr., da 6ª Vara Federal do RJ, diz que “a não extinção do órgão não significa que o mesmo continue em funcionamento” e determina que os onze peritos sejam reintegrados aos cargos comissionados, com remuneração. 

O jornal Folha de S.Paulo mostrou que, depois de exonerar todos os peritos do Mecanismo que monitora violações de direitos humanos, o Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos retirou o apoio administrativo ao colegiado.

Em junho, o presidente Bolsonaro editou decreto que retirou os cargos formais dos membros do colegiado, transformando em atividade não remunerada. 

Segundo peritos ouvidos pela reportagem, o grupo continuou trabalhando por dois meses sem receber, até ter o acesso ao prédio do ministério limitado. 

O MNPCT foi criado em 2013 e faz estudos e relatórios sobre violações de direitos humanos no país. Foram eles, por exemplo, que elaboraram relatórios sobre a situação de presídios como o Compaj (Complexo Penitenciário Anísio Jobim), no Amazonas, onde 111 presos foram mortos em massacres de 2017 a 2019. 

Ele foi instituído para cumprir um compromisso internacional assumido pelo Brasil na ONU. Em fevereiro, os peritos já tinham acusado o ministério comandado por Damares Alves de impedir uma viagem para apurar denúncias no Ceará.

 

Sertão:

Operação Ouro Branco fiscaliza Polo Gesseiro do Araripe e postos de combustíveis

A Secretaria da Fazenda de Pernambuco (Sefaz-PE) por meio do trabalho em conjunto da Diretoria Geral de Operações Estratégicas (DOE) e da III Região Fiscal realizou a Operação Ouro Branco. A ação, que aconteceu até este final de semana, nos municípios de Araripina, Ipubi, Trindade e Ouricuri, fiscalizou 32 contribuintes do Polo Gesseiro do Araripe e 2 postos revendedores de combustíveis. O trabalho contou com uma equipe formada por 18 auditores fiscais e 12 policiais militares.

O foco da ação é nas operações envolvendo a extração e comercialização de gipsita, gesso e seus derivados, buscando o incremento da arrecadação do ICMS no Polo Gesseiro. Foram realizadas autuações com cobrança de ICMS e multas no valor de R$ 1.449.643,64 que resultou na regularização de aproximadamente 135 mil toneladas de gipsita.

Nos postos revendedores de combustíveis, a Sefaz-PE verificou a inexistência de lacres de controle obrigatório nas bombas abastecedoras, ausência da confirmação de compra de Gasolina e Diesel no valor de R$ 533.956,02, irregularidades nos bicos abastecedores. Além disso, também ficaram constatado omissões de entrada de 5.791 litros de gasolina que resultaram na aplicação de processos fiscais de crédito tributário no valor de R$ 112.246,12.

“A realização deste tipo de ação fiscal periodicamente no Polo Gesseiro do Araripe envolvendo a Diretoria de Operações e a III Região Fiscal é fundamental para o incremento da arrecadação, bem como, coibir a sonegação fiscal e combater a concorrência desleal”, explica o diretor da III Região Fiscal, Elias Junior.

Durante a operação também foram abordados diversos caminhões transportando gipsita, gesso e derivados, desacompanhados de nota fiscal, resultando na apreensão de aproximadamente 240 toneladas de produtos.

Cidades Acessando Blog

Panificadora Samuel
Escola Monteiro Lobato
 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!

Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

Siteemonteirolobato.com.br

Dr. Jamildo Carvalho
Desfile Cívico Escola M.L

AABB

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!