Sem categoria

O funkeiro fez um vídeo no Instagram e uma série de stories, relembrando as acusações que foram feitas contra ele por Duda e outras ex-namoradas.

Nego do Borel disse que já ouviu ser chamado de “macho escroto” e foi embora para casa chorando. (Foto: Reprodução)

Nego do Borel fez um vídeo desabafando sobre a repercussão das polêmicas nas quais se envolveu após o término com Duda Reis. O funkeiro fez um vídeo no Instagram e uma série de stories, relembrando as acusações que foram feitas contra ele por Duda e outras ex-namoradas, envolvendo casos de violência doméstica, estupro e envolvimento com o crime.

No começo do mês, ele chegou a ir até a Delegacia da Mulher para prestar depoimento no inquérito que investiga as agressões físicas e psicológicas do cantor às ex-companheiras.]

“Queria pedir uma coisa para vocês, porque não estou aguentando mais. Queria pedir um pouquinho mais de amor, de carinho de vocês porque não sei até onde eu vou aguentar, tá ligado? Pedir ajuda à minha família, aos meus amigos, porque estou passando um momento muito difícil onde muitas pessoas estão me julgando. E não sei o que vai acontecer comigo. Eu quero pedir ajuda. Por favor, me ajudem. Eu não estou aguentando mais. Estou sendo acusado de várias coisas pesadas. Não quero que vocês acreditem em mim, não estou me vitimizando”.

“Mas eu queria só que vocês esperassem a justiça, a polícia que estudou muito para ser polícia, para fazer perícia, tudo que eles fazem. Eles vieram na minha casa, pegaram tudo, estão levantando tudo. O juiz não é bobo. Então, por favor, se vocês quiserem me julgar, podem me julgar, mas deixa o juiz dar a palavra final. Deixa a polícia apurar tudo direitinho, todas as acusações. Eu estou muito triste, magoado, não sei até onde eu vou aguentar, muitos amigos se afastaram de mim. Só quero um pouquinho de carinho de vocês. Só me dá um pouquinho de amor, de carinho, por favor. Não se afastem de mim, não, eu não aguento mais”, admitiu.

“Estou sofrendo muito. As pessoas estão falando que sou um monstro. Eu já errei e quero aprender, mas não sou isso tudo que estão falando. A minha família está destruída. A minha avó, a minha mãe está chorando. Não tá tendo show, não está tendo nada para ganhar dinheiro, estou tendo que gastar dinheiro com um monte de coisa, com advogado. Eu não sou isso, eu construí minha carreira com tanto amor e tanta dificuldade”, afirmou aos prantos.

“Tive a oportunidade para entrar pro tráfico, para ser bandido. Já perdi muito amigo por ser bandido. Essa é uma parada que se fosse na comunidade, se falasse que estuprou, a pessoa ia morrer. É uma parada muito séria. Só preciso de um pouquinho de amor e carinho. De abraço. As mulheres estão me chamando de homem escroto, de nojento. Eu não sou isso. Queria mostrar para vocês quem eu sou, parece vocês saberem da verdade”.

Em uma sequência nos stories, Nego mostrou o momento em que estava no carro e um grupo em uma limousine passou ao seu lado, acenando, e uma das mulheres disse “ele estava batendo na mulher, mas está bom”. O funkeiro disse que já ouviu ser chamado de “macho escroto” e foi embora para casa chorando.

Apac divulga cidades onde mais choveu em PE nas últimas horas; veja lista

Foto: reprodução

Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) informou que nas últimas 24 horas foram de muita chuva em vários municípios pernambucanos e em diferentes regiões. Em Sanharó, no Agreste, a Apac registrou um acumulado de 97 mm até a manhã deste domingo (28), a maior chuva do Estado.

Em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, choveu 68,60 mm entre o sábado (27) e este domingo. Já em São Lourenço da Mata e em Paulista, também na região metropolitana, foram registrados 46,72 mm e 39,57 mm, respectivamente.

Confira os maiores volumes acumulados de chuva nas últimas 24h:

  • Sanharó 97mm
  • Jaboatão dos Guararapes 68,60mm
  • São Lourenço da Mata 46,72mm
  • Paulista 39,57 mm
  • Sirinhaém 36,91 mm
  • Pedra 34,06 mm
  • Abreu e Lima 33,60mm
  • Camaragibe 32,36 mm
  • Recife 27,09 mm

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira inaugurou nesta sexta (26) mais uma academia da saúde na zona rural, dessa vez na comunidade do Alto vermelho. A um custo de 23 mil Reais, a Secretaria de Saúde instalou equipamentos para atividades físicas e brinquedos para o lazer das crianças. A academia também conta com piso intertravado produzido pela própria Prefeitura, o que diminuiu o custo da obra, além de iluminação em led.

A academia foi inaugurada sem a presença expressiva da comunidade, não foi distribuído convite e nem aviso no rádio, de modo a garantir um menor número de pessoas. Estiveram presentes, além do Prefeito Alessandro Palmeira, o vice-prefeito, Daniel Valadares, o Secretário de Saúde, Artur Amorim, e os vereadores Raimundo Lima e Rubinho do São João.
“Essa é uma obra muito importante, que traz mais qualidade de vida, com mais saúde e área de lazer para as crianças. É uma das ações do nosso plano de 100 dias. Até o próximo dia 10 de abril teremos uma verdadeira maratona de inaugurações e entregas em nosso município,” destacou o Prefeito Alessandro Palmeira, fazendo referência ao plano anunciado na última semana, que prevê investimentos da ordem de mais de dois milhões de reais em obras e ações nas diversas áreas da gestão municipal.

O Brasil já tem seu primeiro satélite de imageamento da Terra 100% nacional. Lançado por um foguete indiano PSLV (Veículo Lançador de Satélite Polar, na sigla em inglês) na madrugada de domingo (28), o Amazônia-1 entrou em órbita e estabeleceu comunicação com a equipe responsável pela missão, no Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, em São José dos Campos (SP).

O sucesso é um marco importante para o combalido programa espacial brasileiro e coroa um trabalho de cerca de três décadas no INPE, da concepção original ao voo. E, se trinta anos soa como um intervalo absurdamente longo para um projeto desse tipo, é porque é mesmo. A boa notícia é que uma missão espacial nunca é simples, e até agora tudo parece ter dado certo.

Lançado à 1h54 (de Brasília), a partir do Centro Espacial Satish Dhawan, no sul da Índia, o Amazônia-1 foi colocado, 17 minutos depois, numa órbita polar (que circula a Terra sobrevoando os polos) com altitude de 760 km.

Equipado com uma câmera de campo amplo capaz de registrar imagens que cobrem uma largura de cerca de 860 km com resolução de aproximadamente 60 metros, ele agora fará companhia no espaço aos satélites Cbers-4 e 4A, construídos em parceria por Brasil e China. O feito eleva para três o número de equipamentos de observação da Terra nacionais em operação. A vida útil mínima do Amazônia-1 é estimada em quatro anos

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira vem intensificando nos últimos dias a recuperação das estradas na zona rural do município.

Nos últimos dois dias, as máquinas do município já recuperaram estradas nas comunidades de Nova Brasília, Várzea Comprida, Varzinha e Saco da Serra, sobretudo os trechos mais desgastados.
“Essa será uma ação permanente, dentro da prioridade que elencamos e dos compromissos que assumimos com a população na última campanha, de garantir a recuperação permanente de nossas estradas rurais,” afirmou o Prefeito Alessandro Palmeira.

Bancários do Banco do Brasil na Paraíba paralisam atendimento nesta sexta-feira contra fechamento de agências e demissões

A paralisação acontece em protesto contra as demissões dos funcionários e o fechamento das agências bancárias no Estado.

Os bancários do Banco do Brasil na Paraíba irão paralisar o atendimento ao público nesta sexta (Foto: Walla Santos)

Os bancários do Banco do Brasil na Paraíba irão paralisar o atendimento ao público nesta sexta-feira (29). A paralisação acontece em protesto contra as demissões dos funcionários e o fechamento das agências bancárias no Estado. 

O presidente do Sindicato dos Bancários, Lindonjhonson Almeida, serão fechadas duas agências em João Pessoa e outra em Campina Grande, além de outras que serão transformadas em Postos de Atendimento (PAAs).

Para a categoria com o fechamento das agências e a redução dos funcionários, não só a população será prejudicada com o atendimento ainda mais precário, mais também, o patrimônio brasileiro ficará menor, com mais um desmonte em uma das maiores estatais do país, que atua em locais onde os bancos privados não têm interesse, ajudando no desenvolvimento econômico e social de diversos municípios.

Lindonjhonson Almeida afirmou ainda que caso não ocorram mudanças a respeito do assunto, a categoria programa uma paralisação por tempo indeterminado.

Sobre os caixas eletrônicos, o presidente informou que está garantido o funcionamento por conta do pagamento do funcionalismo público e demais servidores neste fim de mês, mas as agências estarão fechadas. Na Paraíba há fechamento de agências e postos de atendimento do banco do Brasil. 

Segundo contou, como o ClickPB acompanhou, o Governo Federal quer desmontar e privatizar o banco. “Abriu também um programa de demissão querendo que as pessoas adiram a esse programa. Mais de 5 mil funcionários estão calculando para aderir ao programa”, frisou.

Afogados registra 79 curas e 10 novos casos para covid-19

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que nesta quinta (28), foram registrados 10 casos novos para a COVID – 19. Desses, 09 já estavam em investigação.

São 09 pacientes do sexo feminino, com idades de 28, 35, 36, 38, 44, 49, 55, 55 e 61 anos; e 01 paciente do sexo masculino, com idade de 37 anos. Entre as mulheres: 02 agricultoras, 02 donas de casa, 02 aposentadas, 01 autônoma, 01 profissional de saúde e 01 professora (rede pública). O homem é agricultor.
Entram em investigação os casos de 17 mulheres, com idades entre 02 e 78 anos; e os de 11 homens, com idades entre 01 e 52 anos. Nesta quinta, 32 pacientes apresentaram resultados negativos para COVID -19.
Nesta quinta, 79 pacientes apresentaram cura após avaliação clínica e epidemiológica. O município atingiu a marca de 2.391 pessoas (96,13%) recuperadas para covid-19. Atualmente, 70 casos estão ativos.
Afogados atingiu a marca de 10.663 pessoas testadas para covid-19, o que representa 28,61 % da nossa população.
Casos leves x SRAG/covid- 19:
Leves ( 2409 casos), 96,86 % Graves ( 78 casos), 3,14%.

Os dados são de um levantamento feito pelo Instituto Votorantim com base em informações da Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas.

A situação é tão grave que cerca de 700 pacientes devem ser transferidos para outros estados. (Foto: Reprodução)

 O estado do Amazonas desativou 85% dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do SUS que haviam sido criados entre fevereiro e julho de 2020 por causa da Covid-19. Os dados são de um levantamento feito pelo Instituto Votorantim com base em informações da Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas.

A capital do estado, Manaus, vive recorde de hospitalizações e tinha 58 pessoas à espera de leitos de UTI até o último dia 12 de janeiro, depois de ter desativado, entre julho e outubro de 2020, 117 UTIs do SUS das 137 criadas de fevereiro a julho do mesmo ano.

O levantamento foi desenvolvido, inicialmente, para avaliar a disposição de leitos de UTI públicos e privados nos estados brasileiros, bem como a oferta de respiradores.

No entanto, com os dados em mãos, a equipe do instituto reparou no elevado percentual de leitos desativados.

A Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas não respondeu aos questionamentos feitos pela reportagem até a publicação deste texto.

Manaus vive seu pior momento da pandemia com médicos relatando terem que escolher quais pacientes assistiriam enquanto outros morriam por asfixia devido à baixa oferta de oxigênio nos hospitais em Manaus. A situação é tão grave que cerca de 700 pacientes devem ser transferidos para outros estados.

Um dos pontos críticos da crise é a falta de leitos de UTI para pacientes críticos. “Ou seja, ter mantido o número de leitos criados ajudaria a diminuir a crise neste momento”, diz Rafael Gioielli, Gerente-Geral do Instituto Votorantim.

O responsável pelo levantamento realizado pelo instituto explica ainda que manter leitos inativos tem um custo alto aos cofres públicos e que a desativação provavelmente aconteceu devido à queda na demanda.

“O problema é que a evolução da pandemia parece ter vindo na direção contrária dessa medida, ampliando a demanda por leitos de forma muito rápida, numa velocidade que parece ser maior do que aquela em que os governos conseguem ativar os leitos.”

O Ministério da Saúde mobilizou governadores de estados próximos ao Amazonas para receber os pacientes. Até o fim desta quinta (14), a pasta convocou hospitais universitários federais das capitais de Goiás, Maranhão, Piauí, Rio Grande do Norte e Paraíba, além do Distrito Federal, para reservarem 135 vagas para os pacientes transferidos.

Outros cem pacientes devem ser transferidos para a rede estadual de Goiás. As transferências por meio de avião da FAB (Força Aérea Brasileira), no fim do dia, não foram possíveis devido à falta de oxigênio para uma viagem segura.

A demanda por oxigênio no estado é três vezes superior à capacidade produtiva dos fornecedores, segundo informou o governo do Amazonas. A gravidade da situação é tamanha que o governo estadual requereu o estoque de oxigênio de 11 empresas por meio de notificação extrajudicial assinada pelo secretário estadual de Saúde do Amazonas, Marcellus José Barroso Campêlo. E caso haja desobediência, a notificação preve o uso de força policial para obter o insumo.

Diante da crise em Manaus, o presidente Jair Bolsonaro disse nesta sexta-feira “nós fizemos a nossa parte” e voltou a defender tratamentos sem eficácia comprovada para o novo coronavírus.

“A gente está sempre fazendo o que tem que fazer. Problema em Manaus, terrível o problema lá. Agora nós fizemos a nossa parte, [com] recursos, meios”, afirmou o presidente, em conversa com apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada. A fala do mandatário foi transmitido por um site bolsonarista.

Em live em rede social na quinta, Bolsonaro reclamou de cobranças e seu ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, atribuiu o colapso no Amazonas a fatores como umidade e falta de tratamento precoce, fatores não relacionados à crise. “No período chuvoso, a umidade fica muito alta e você começa a ter complicações respiratórias. Então, este é um fator”, disse Pazuello.

O próprio Ministério da Saúde diz que o tempo seco traz mais problemas respiratórios.

Homem chora do lado de fora da hospital 28 de Agosto, em Manaus, em meio ao segundo colapso da cidade na pandemia. Falta de oxigênio obriga transferência de pacientes para outros Estados.

El País

“É difícil você ter que escolher quais pacientes devem receber oxigênio suplementar. Os que têm mais chances”. O relato é de um médico do Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV), em Manaus, um dos epicentros da crise sem precedentes que escala na capital do Amazonas. A cidade registrou ao menos duas mortes nesta quinta-feira por causa da falta de oxigênio nas unidades de saúde colapsadas pelo aumento das internações por Covid-19. As cenas de desespero das equipes médicas e de parentes ao redor dos centros de atendimento se multiplicaram, numa situação que é crítica e não têm solução imediata, admitem agora as autoridades do Estado e do Governo federal, depois de meses de negligência com o avanço da pandemia. No momento, há uma corrida desesperada tanto para transportar cilindros de oxigênio na própria capital como para importar o insumo até via fluvial de outras partes do país. Enquanto isso, tenta-se transferir pacientes estáveis para outros Estados.

Ao longo do dia, o médico do HUGV, que preferiu não se identificar, contava que todos os pacientes lá internados deveriam receber uma fração mais baixa de oxigênio, uma vez que os estoques só eram suficientes para cobrir oito horas. No Instagram, o médico intensivista Anfremon D’Amazonas, que também trabalha no Hospital Getúlio Vargas, contou a operação hercúlea montada para tentar salvar os pacientes apesar da falta de O2. Primeiro colocaram todos de bruços (pronar, no jargão médico), para melhorar a oxigenação. Depois, a corrida para trazer pequenas quantidades de oxigênio usadas em outros setores do hospital. “A gente conseguiu salvar quem dava, quem podia”, lamentou.

No Serviço de Pronto Atendimento (SPA) e na Policlínica Dr. José de Jesus Lins de Albuquerque, na zona centro-oeste da cidade, a busca por transporte de cilindros de O2 mobilizou famílias de pacientes internados e até mesmo policiais, convocados para reforçar a segurança em frente às unidades de saúde. Há relatos de familiares que pagaram do próprio bolso para garantir oxigênio aos doentes. No SPA do Coroado, no leste, ao menos dois pacientes morreram à espera de atendimento

‘Estamos esgrimando com loucos’, desabafa William Bonner no Jornal Nacional sobre fake news

“Tem gente que faz isso investido de cargo público e sistematicamente. Nós não vamos desistir, estamos aqui para defender a sociedade”, disse ele em um dos trechos.

Bonner comentou que toda a imprensa faz um trabalho minucioso para trazer as notícias para o público e é atrapalhada com as informações falsas que circulam na internet. (Foto: Reprodução)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) — O jornalista e apresentador do Jornal Nacional (Globo) William Bonner, 57, fez um desabafo ao vivo no noticiário a respeito da disseminação de fake news por aplicativos como o WhatsApp.

Antes de passar a palavra para o repórter Alan Severiano, que daria as atualizações com relação aos casos de Covid-19 em todo o Brasil, Bonner comentou que toda a imprensa faz um trabalho minucioso para trazer as notícias para o público e é atrapalhada com as informações falsas que circulam na internet.

“Queria lembrar que se nós fazemos isso é por um dever profissional, nós e todos os jornalistas do planeta Terra. Nós estamos esgrimando com loucos, com irresponsáveis que entram no WhatsApp e espalham as mentiras mais absurdas, crendices. Tem gente que faz isso investido de cargo público e sistematicamente. Nós não vamos desistir, estamos aqui para defender a sociedade”, disse ele em um dos trechos.

Rapidamente, o nome de Bonner foi alçado ao Twitter como um dos temas mais comentados da rede social. Foram muitos os comentários de apoio a ele e de identificação por parte do público.

“Discurso extremamente necessário para a situação atual que vivemos”, publicou um seguidor. “Meus cumprimentos ao jornalista William Bonner que presta um serviço a todos os brasileiros com informações verídicas sobre a pandemia da Covid-19”, disse um outro.

“O que eu tenho ouvido absurdos propagados tanto pelos brasileiros quanto pelas autoridades é de sangrar os ouvidos. Quando o Bonner fala ‘esgrimando’, chego a arrepiar”, postou um terceiro.

Segundo o ministro, que tem sido cobrado por governadores e prefeitos do País para a definição de um calendário, a imunização no País irá começar “no dia D e hora H”.

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, evitou nesta segunda-feira (11) cravar uma data de início para a vacinação contra a covid-19 no País. Segundo o ministro, que tem sido cobrado por governadores e prefeitos do País para a definição de um calendário, a imunização no País irá começar “no dia D e hora H”.

Neste fim de semana, governadores do País manifestaram urgência para a definição de uma calendário de vacinação contra a covid-19. O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), e coordenador da articulação do Fórum Nacional dos Governadores sobre a Covid-19 disse ao Estadão/Broadcast estar “esperançoso” de que o País terá uma agenda para iniciar “a vacinação nas 27 Unidades da Federação, dependendo da liberação da Anvisa, de 22 a 27 de janeiro”.

Os chefes dos Executivos estaduais têm uma reunião prevista com Pazuello para esta terça-feira (12).

Número de doses

O ministro afirmou também que a pasta analisa reduzir o número de doses aplicadas e ampliar o espaçamento entre a primeira e segunda doses necessárias a fim de garantir a redução da transmissão do novo coronavírus, a despeito da imunidade completa. Segundo Pazuello, a redução de eficácia da vacina desenvolvida pela AstraZeneca e Universidade de Oxford em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (FioCruz) seria de 90% para 71%.

Pesquisa foi liderada pela Associação Ambiental Voz da Natureza

scorpaena_sp_by_luiz_a_rocha
O peixe-pedra é venenoso e foi uma das descobertas em Fernando de Noronha – Luiz A. Rocha/Fundação Grupo O Boticário

Cientistas brasileiros e norte-americanos descobriram, em uma expedição marítima feita no arquipélago pernambucano de Fernando de Noronha, quatro novas espécies de peixes que vivem exclusivamente no litoral brasileiro.

Segundo os pesquisadores, a expedição encontrou também outras 15 espécies na região pela primeira vez. O estudo e os resultados da expedição foram publicados na última edição da revista científica Neotropical Ichthyology.

Uma das quatro espécies descobertas é o peixe-pedra (Scorpaena sp.), espécie venenosa que fica camuflada em recifes, de forma a se esconder de seus predadores. Uma outra espécie descoberta é o chamado peixe-lagarto (Synodus sp.), que também se camufla, mas nesse caso como estratégia para não ser percebido por peixes de menores porte e fazer deles seu alimento.

A expedição descobriu também uma espécie chamada peixe-afrodite (Tosanoides sp.). Este é o segundo do gênero descoberto no Oceano Atlântico. De acordo com os pesquisadores, o primeiro foi encontrado no Arquipélago de São Pedro e São Paulo em 2018.

A quarta nova espécie descoberta foi o peixe gobídeo (Psilotris sp.), um gênero classificado como “raro”. Eles são de pequeno porte e tem como fonte de alimentação microrganismos, zooplanctons e microinvertebrados.

A pesquisa, liderada pela Associação Ambiental Voz da Natureza, foi dividida em duas etapas. A primeira, com duração de 17 dias, consistiu na exploração em águas profundas. A segunda durou mais de um ano, e foi dedicada à taxonomia das espécies, comparando características morfológicas com centenas de outros peixes para comprovar se tratar de animais inéditos para a ciência.

Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 12 milhões na próxima quarta-feira 
As dezenas sorteadas foram 09, 16, 31, 41, 53 e 55.
mega_sena-111220202168

Nenhuma apostador acertou as seis dezenas do concurso 2333, da Mega-Sena, sorteado ontem (9). Com isso, o prêmio acumulou e o sorteio da próxima quarta-feira (13) tem prêmio estimado em R$ 12 milhões.

As dezenas sorteadas foram: 09, 16, 31, 41, 53 e 55.

Dezesseis apostas acertaram cinco dezenas sorteadas e vão receber R$ 128 mil, cada. Já a quadra teve 1.994 apostas vencedoras e paga prêmio de R$ 1.470 cada.

O apostador que acertou a quina ou a quadra pode receber seu prêmio em qualquer casa lotérica credenciada ou nas agências da Caixa.

Se o prêmio for maior que R$ 1.903,98, o pagamento só pode ser feito em agências da Caixa, mediante apresentação de comprovante de identidade original com CPF e recibo de aposta. Já prêmios em valores iguais ou acima de R$ 10 mil são pagos no prazo mínimo de 2 dias a partir da apresentação da aposta vencedora em  uma agência da Caixa.

Agência Brasil

Dólar é cotado a R$ 5,4115 nesta segunda-feira

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 6,61 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 6,9406.

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. (Foto: Reprodução)

O valor do dólar na manhã desta segunda-feira (11), está cotado no valor de R$ 5,4115. Já o valor do dólar para o turismo está sendo cotado a R$ 5,6448.

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 6,61 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 6,9406.

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. O dólar é usado tanto em reservas internacionais como em livre circulação.

Fim do auxílio emergencial promete piorar crescimento econômico e tirar R$ 112,6 bi dos mais pobres 

auxilio_emergencial_caixa

No Norte e Nordeste, as cinco primeiro parcelas do benefício pago pelo governo contribuíram com uma alta média de 6.5% do PIB.

 O fim do auxílio emergencial deve jogar milhões de brasileiros na pobreza novamente. Em setembro, com o corte do benefício pelo governo de R$ 600 a R$ 300, a pobreza aumentou no país com cerca de 11,6 milhões de brasileiros.

Somente na região Sudeste, R$ 112,6 bilhões vão deixar de entrar no bolso de 26,4 milhões de brasileiros de baixa renda.

Além disso, o crescimento econômico do país vai piorar.

Com 4 em cada 10 brasileiros em idade de trabalho recebendo o benefício, a geração de riqueza durante o pagamento das cinco primeiro parcelas levou a uma alta de, em média, 6.5% nos estados do Norte e Nordeste.

Os dados são da Folha de S.Paulo

Policial rodoviário federal é morto em lanchonete na Zona Norte do Recife

Um policial rodoviário federal foi morto na madrugada deste domingo (10), em uma lanchonete no Alto do Mandu, na Zona Norte do Recife. Um outro homem ficou ferido durante a ocorrência, segundo a Polícia Civil.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Eduardo Souza de Lima Júnior tinha 37 anos e estava na corporação desde 2016. Ele atuou na delegacia de Ariquemes, em Rondônia, e havia sido transferido para atuar na sede da PRF em Pernambuco há poucos dias.
O falecimento do policial foi “resultado da violência urbana que combatemos e que tanto custa à sociedade, entristece e indigna toda a nossa instituição”, segundo a PRF afirmou, em nota.
Uma equipe da Força Tarefa da Polícia Civil esteve na lanchonete para dar início às investigações. Uma equipe do Instituto de Criminalística também esteve no local.
A Polícia Civil informou que um inquérito foi aberto para investigar a autoria e a motivação do assassinato. O caso está sob responsabilidade do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).
Por meio de nota, a Polícia Rodoviária Federal afirmou prestar solidariedade e “irrestrito apoio à família” do policial, que era natural do Recife e deixou a esposa e uma filha. “A PRF não ficará inerte e envidará os seus esforços para capturar e encaminhar os responsáveis por esse ato covarde à Justiça”, disse, no texto.
O outro homem ferido, também de 37 anos, foi encaminhado a um hospital não divulgado pela corporação. Por isso, não há informações sobre seu estado de saúde. G1
Mais de 40 países já começaram a imunizar a população contra a Covid-19. (Foto: Reprodução)

Mais de 40 países já começaram a imunizar a população contra a Covid-19. O Reino Unido foi o primeiro país a usar a vacina da Pfizer/BioNTech, seguido de Estados Unidos, Canadá, Arábia Saudita, Israel e os 27 países da União Europeia. Em todo o mundo, o número de vacinados está próximo de 11 milhões: a China já administrou mais de 4,5 milhões de doses, seguida pelos EUA, com 3,4 milhões.

A Rússia usa a vacina Sputnik V, do Instituto Gamaleya, para imunização em massa. O governo disse que mais de 200 mil pessoas foram vacinadas. A China usa doses das candidatas da Sinovac e Sinopharm (as duas são fabricadas no país).

Veja a lista de países que já começaram a vacinar a população:

Reino Unido (Pfizer/BioNTech)
O país foi o primeiro a começar a imunização, no dia 8 de dezembro. A vacina usada no Reino Unido é a da Pfizer/BioNTech. Autoridades britânicas disseram no dia 16 de dezembro que mais de 140 mil pessoas já tinham sido vacinadas contra a Covid-19.

Estados Unidos (Pfizer/BioNTech e Moderna)
A vacinação nos EUA começou no dia 14 de dezembro. Uma enfermeira da cidade de Long Island, no estado de Nova York, foi a primeira a receber a vacina desenvolvida pela Pfizer e BioNTech. No dia 21 de dezembro, os EUA começaram a aplicar as primeiras doses da vacina da Moderna. O presidente eleito, Joe Biden, já recebeu a primeira dose da vacina.

Canadá (Pfizer/BioNTech)
Também no dia 14 de dezembro, o país foi o terceiro a começar a imunização com a vacina da Pfizer/BioNTech. Uma assistente de um asilo médico na cidade de Toronto foi a primeira pessoa a receber a vacina.

Arábia Saudita (Pfizer/BioNTech)
O país começou a imunização com a vacina da Pfizer/BioNTech no dia 17 de dezembro. O ministro da Saúde, Tawfiq al-Rabiah, foi uma das primeiras pessoas a receber a vacina.

Israel (Pfizer/BioNTech)
A campanha no país começou no dia 19 de dezembro. O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, recebeu a vacina da Pfizer/BioNTech contra a Covid-19. A população israelense deve começar a ser imunizada no dia 27 de dezembro.

Suíça (Pfizer/BioNTech)
Uma senhora de 90 anos, que mora em uma casa de saúde no cantão de Lucerna, foi a primeira vacinada contra a Covid-19 na Suíça. Ela recebeu a dose da Pfizer/BioNTech no dia 23 de dezembro. A Suiça foi o primeiro país do mundo a aprovar uma vacina contra a Covid-19 sob procedimento padrão – e não para uso emergencial, como foi o caso de outras aprovações concedidas.

China (Sinovac e Sinopharm)
A China é o país que mais vacinou até o momento. E planeja vacinar até 50 milhões de pessoas até fevereiro de 2021 com os imunizantes feitos pela Sinopharm e pela Sinovac.

Rússia (Sputnik V)
A Rússia já vacinou mais de 200 mil pessoas. A imunização está sendo feita com a Sputnik V, registrada pelo país em agosto e ainda em testes de última fase. Moscou começou a vacinar os trabalhadores mais expostos ao coronavírus no dia 5 de dezembro.

Argentina (Sputnik V)
O país vizinho ao Brasil se tornou um dos primeiros fora da Rússia a aplicar a Sputnik V a partir de terça-feira (29), iniciando a imunização com profissionais de saúde. As primeiras 300 mil doses da vacina foram entregues na semana passada.

Ao longo de janeiro e fevereiro, mais 20 milhões de doses chegarão ao país. Para abril, o país aguarda, ainda, a chegada de 22,4 milhões de doses da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford em parceria com a AstraZeneca.

Emirados Árabes Unidos (Sinopharm)
Os Emirados Árabes Unidos usam a vacina da Sinopharm desde setembro. A autorização de uso emergencial visa proteger trabalhadores da linha de frente, com mais risco de contrair a Covid-19. O país registrou a vacina em 9 de dezembro e afirmou que a eficácia após análise preliminar é de 86%.

México (Pfizer/BioNTech)
O México foi o primeiro país latino-americano a imunizar a população. O país vai aplicar a vacina desenvolvida em conjunto pela Pfizer e BioNTech. A primeira dose foi aplicada em Maria Irene Ramirez, de 59 anos, chefe de enfermagem da unidade de terapia intensiva do Hospital Geral Ruben Leñero, na Cidade do México.

Chile (Pfizer/BioNTech)
O Chile foi o segundo país latino-americano a imunizar a população com a vacina desenvolvida em conjunto pela Pfizer e BioNTech. A primeira dose foi aplicada na auxiliar de enfermagem Zulema Riquelme, de 46 anos, no Hospital Sótero del Río, em Santiago.

Costa Rica (Pfizer/BioNTech)
A Costa Rica iniciou a vacinação de parte de sua população nesta quinta-feira (24). O país centro-americano havia anunciado na semana passada a aprovação do uso das vacinas Pfizer/BioNTech contra Covid-19 para seus habitantes. As primeiras vacinas serão aplicadas em profissionais de saúde e idosos.

Bahrein (Sinopharm)
O Bahrein começou a sua campanha no dia 24 de dezembro. Toda a campanha de imunização será gratuita para seus cidadãos e residentes. O país conta com uma população de de pouco mais de 1,5 milhão de pessoas.

Kuwait (Pfizer/BioNTech)
No Kuwait, as 150 mil doses iniciais da Pfizer/BioNTech estão sendo aplicadas desde o dia 24 de dezembro.

Sérvia (Pfizer/BioNTech)
A Sérvia foi o terceiro país europeu a começar a imunização. A primeira-ministra da Sérvia foi vacinada publicamente para dar o exemplo para a população no dia 24 de dezembro. A vacinação usa doses da Pfizer/BioNTech.

União Europeia (Pfizer/BioNTech)
O bloco de 27 países começou a campanha no dia 27 de dezembro, exceto pela Holanda, que iniciará a aplicação em 8 de janeiro. Juntas, as populações têm cerca de 450 milhões de pessoas. A meta é vacinar todos os adultos em 2021.

Abaixo, os 26 dos 27 países que compõem o bloco e que já começaram a proteger seus moradores:

Alemanha
Áustria
Bélgica
Bulgária
Chipre
Croácia
Dinamarca
Eslováquia
Eslovênia
Espanha
Estônia
Finlândia
França
Grécia
Hungria
Irlanda
Itália
Letônia
Lituânia
Luxemburgo
Malta
Polônia
Portugal
República Checa
Romênia
Suécia

Catar (Pfizer/BioNTech)
O Catar lançou uma campanha de vacinação gratuita contra o coronavírus. A primeira fase, que começou no dia 23 de dezembro, vai priorizar pessoas com mais de 70 anos, profissionais de saúde e portadores de doenças crônicas.

Omã (Pfizer/BioNTech)
Omã começou a campanha no dia 27 de dezembro. O plano é vacinar 60% da população.

Omã, que recebeu as vacinas da Pfizer/BioNTech, é o último país do Conselho de Cooperação do Golfo (que inclui também Arábia Saudita, Bahrein, Emirados Árabes Unidos, Catar e Kuwait) a iniciar uma campanha de vacinação.

Belarus (Sputnik V)
Assim como a Argentina, a ex-república soviética de Belarus também começou em 29 de dezembro a aplicar a vacina russa. Segundo o Ministério da Saúde, as primeiras doses serão destinadas a “equipes médicas, professores e aqueles que tenham contato com muitas pessoas devido ao seu trabalho”. O país conduziu seu próprio teste da Sputnik V com 100 voluntários e concedeu a aprovação regulatória à vacina em 21 de dezembro, dois dias antes da Argentina.

Singapura (Pfizer/BioNTech)
A enfermeira Sarah Lim, de 46 anos, se tornou a primeira pessoa no país asiático a receber a vacina, em 30 de dezembro. Ela trabalha na linha de frente de combate à Covid-19, na triagem de casos suspeitos, e por isso foi selecionada para receber a primeira dose.

 

 

Alessandro Palmeira promove primeira reunião de Trabalho com nova equipe de Governo

Menos de 24 horas após tomar posse como Prefeito de Afogados da Ingazeira, Alessandro Palmeira promoveu a primeira reunião de trabalho com o seu novo secretariado. 

Na pauta, além da apresentação e integração dos membros da equipe, os desafios de cada pasta para o cumprimento das metas e ações estabelecidas no programa de governo apresentado à sociedade. 
A reunião aconteceu neste sábado (01), no centro de logística e monitoramento, e contou com a presença de todo o primeiro escalão anunciado ontem, além do Prefeito Alessandro Palmeira e do vice, Daniel Valadares. 
Todos receberam oficialmente uma cópia do plano de governo e foram orientados a iniciar as diretrizes para o seu cumprimento, sem deixar de lado ações e projetos inovadores que, mesmo não estando no plano de governo, possam ser executados. 
Outra diretriz do Prefeito passada à equipe foi a construção de um plano de ação para os primeiros cem dias de gestão. 
“Estou muito contente com a disposição de trabalho da equipe, todos presentes na reunião e comprometidos com os grandes desafios que temos pela frente,” destacou o Prefeito Alessandro Palmeira.

Sete funções aguardadas para o WhatsApp em 2021

Algumas funções ainda permanecem na lista das mais aguardadas pelos usuários, como a possibilidade de editar mensagens e organizar figurinhas em pastas categorizadas.

O WhatsApp está em constante atualização e frequentemente libera novos recursos para tornar o uso mais fácil e eficiente. (Foto: Reprodução)

O WhatsApp está em constante atualização e frequentemente libera novos recursos para tornar o uso mais fácil e eficiente. No entanto, algumas funções ainda permanecem na lista das mais aguardadas pelos usuários, como a possibilidade de editar mensagens e organizar figurinhas em pastas categorizadas.

Outros recursos desejados já estão em desenvolvimento e podem chegar em breve, como o Modo Férias e o login em dispositivos diferentes. Confira, a seguir, sete funções bastante aguardadas para o WhatsApp em 2021.

WhatsApp Pay
A possibilidade de fazer pagamentos dentro das próprias conversas do WhatsApp foi anunciada oficialmente no Brasil no mês de junho, por meio do recurso WhatsApp Pay. No entanto, a função mal chegou ao país e foi suspensa pelo Banco Central ainda em junho, quando determinou que Visa e Mastercard, operadoras das transações, interrompessem as atividades.

A justificativa dada pelo órgão é de que seria necessário preservar um ambiente competitivo no segmento de pagamentos online. A instituição informou que precisaria avaliar eventuais riscos causados pela chegada da função no Sistema de Pagamentos Brasileiro.

O WhatsApp Pay permite que o usuário faça transferências bancárias e pagamentos dentro da própria conversa, por meio de cobrança em cartão de crédito ou débito. O recurso é gratuito e não gera taxas para o usuário durante as transações. Resta esperar pela liberação do produto por parte do Banco Central.

Organizar figurinhas em pasta
Um dos recursos mais desejados pelos usuários é a possibilidade de organizar stickers do WhatsApp em pastas, recurso que facilitaria a vida de quem possui muitas figurinhas salvas como favoritas. A ideia é que as pessoas possam criar categorias das suas figurinhas para encontrá-las de forma mais fácil nas conversas, evitando a perda de tempo para buscar um ícone compatível com o assunto que está sendo tratado.

Recentemente, o WhatsApp liberou a pesquisa de figurinhas usando palavras-chave ou emoji, o que já facilita a procura dos stickers. Vale lembrar também que o WhatsApp também organiza automaticamente algumas figuras de acordo com as emoções que elas expressam. A função pode ser acessada no ícone de coração localizado dentro da seção de figurinhas, ao lado das favoritas. No entanto, o recurso é limitado e não permite categorizar os ícones livremente.

Aviso de print de Status e conversas

Outra função bastante desejada é o aviso de quando algum contato tirar print das conversas ou dos WhatsApp Status. Atualmente, qualquer pessoa pode fazer capturas de tela livremente dos chats e das histórias, pois não há notificação ou impedimento técnico para isso. Essa funcionalidade intimidaria as pessoas de fazer tal print, pois seriam deduradas pelo aplicativo, o que poderia aumentar a privacidade das conversas.

O alerta de prints foi popularizado pelo Snapchat e chegou a ser testado nos Stories do Instagram, mas não foi implementado de forma definitiva nas histórias — somente nas imagens autodestrutivas do Direct. No entanto, apesar de alguns boatos que circulam na Internet, até o momento não há previsão da chegada desse recurso no WhatsApp.

Usar o WhatsApp em dispositivos diferentes
Esse recurso está em fase de testes e facilitará a vida dos usuários do mensageiro. Caso seja implementada, a novidade permitirá que uma conta permaneça logada em vários dispositivos diferentes, sem ficar dependente do aparelho principal. Atualmente, para usar o WhatsApp Web, por exemplo, é necessário que o celular esteja ligado e com acesso à Internet. Essa nova função mudaria esse cenário e tornaria o uso livre em qualquer aparelho, mesmo se o smartphone principal estiver desligado.

Segundo o site WABetaInfo, o recurso está em fase de desenvolvimento e poderá permitir o login simultâneo em até quatro aparelhos diferentes. Um dos impedimentos atuais para o lançamento do serviço seria a sincronização do histórico dos chats entre os dispositivos, que está sendo estudada. Até o momento, não existe previsão de lançamento oficial desse recurso.

Modo férias e “ler mais tarde”
Uma das maiores reclamações dos usuários do WhatsApp é a reposição automática de uma conversa arquivada à lista principal, depois que o chat recebe uma nova mensagem. No entanto, isso pode mudar em breve. O mensageiro já vem testando o Modo Férias, que mantém os bate-papos escondidos na seção de arquivo mesmo após uma nova mensagem, mas agora também poderá lançar o “Ler mais tarde”, que substituiria as “Conversas Arquivadas”.

A função permitiria armazenar as conversas em uma pasta para que o usuário não receba notificações daquele chat. Segundo as imagens capturadas nos testes, o objetivo é reduzir as interrupções diárias ocasionadas pelos alertas no celular. Possivelmente, o Modo Férias e o Ler Mais Tarde serão funções complementares, mas também não há previsão de chegada oficial ao mensageiro.

Editar mensagens enviadas
O WhatsApp ainda não permite editar os textos enviados nas conversas, o que facilitaria a correção de mensagens enviadas por engano ou com erros gramaticais, por exemplo. Esse recurso, vale lembrar, já existe no rival Telegram há vários anos e exibe uma etiqueta sinalizando que o texto foi mudado, para evitar maiores confusões. Atualmente, caso o usuário queira alterar uma mensagem enviada no WhatsApp, tem que apagar o texto, reescrevê-lo e reenviá-lo no chat.

Proteger sessões no WhatsApp Web com biometria
O WhatsApp Web não é exatamente seguro, especialmente se você o utiliza em computadores acessados por muitas pessoas. Para contornar esse problema, o mensageiro estaria testando a solicitação de biometria antes de fazer login em novos dispositivos. O recurso solicitaria que o usuário escaneasse sua impressão digital no celular vinculado para que o WhatsApp Web liberasse o login em novos aparelhos.

Ainda não está claro se a biometria substituiria a leitura do QR Code nesses casos, nem como isso seria possível. Também não há confirmação de que a biometria poderia ser ativada via leitura facial, já que as imagens capturadas mostram apenas o escâner da impressão digital. O recurso permanece em fase de testes e também não há certeza sobre sua implementação definitiva no mensageiro.

 

 

“Petrolina é o Pernambuco que dá certo”, afirma Miguel Coelho durante posse para segundo mandato

Foto: Jonas Santos

O prefeito Miguel Coelho e o vice-prefeito Simão Durando foram empossados oficialmente, nesta sexta (1º), para comandar a gestão municipal de Petrolina pelos próximos quatro anos. O ato ocorreu ao lado da igreja catedral da cidade e marcou também a posse dos 23 vereadores eleitos.

Na solenidade, Miguel Coelho falou de parte das ações que realizou no primeiro mandato e adiantou alguns projetos que pretende promover no próximo quadriênio. O prefeito reafirmou que a saúde continua como prioridade, combatendo a pandemia da covid-19 e lançando novas iniciativas como a construção do Hospital da Criança. Já na área da educação, Miguel garantiu que o município seguirá como referência no Estado e tem a expectativa de dar um novo salto nos indicadores de ensino com a implantação de oito creches e seis escolas. O prefeito petrolinense também falou de ações para infraestrutura, redução de desigualdades, segurança e tecnologia.

Com mais de R$ 150 milhões já garantidos em convênios e repasses para iniciar o novo mandato, Miguel assegurou que a cidade à beira do Rio São Francisco será vitrine para a região como modelo de desenvolvimento. “As mulheres e homens de Petrolina tenham certeza que o prefeito de vocês é uma pessoa determinada a construir aqui um lugar melhor para todos. Vamos transformar nossa cidade cada vez mais em referência para o Brasil. Costumo dizer que Petrolina é o Pernambuco que dá certo e queremos ver um novo Pernambuco surgir com muitas outras Petrolinas espalhadas pelo Estado”, afirmou Miguel no discurso de posse.

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira realizou um escalonamento para poder pagar em dia o 13º salário dos servidores municipais. Em novembro, receberam os servidores das secretarias municipais de Saúde e de Educação.

Nesta sexta-feira (04), a Prefeitura iniciou o pagamento do décimo terceiro salário dos servidores das secretarias de Administração, Agricultura, Assistência Social, Cultura e Esportes, Controle Interno, Infraestrutura, Finanças, Transportes, além da Procuradoria, Ouvidoria, Gabinete e Coordenadoria da Mulher. Na próxima sexta-feira (11), será a vez de aposentados e pensionistas. Só nessas duas últimas datas, será injetado no comércio local mais de um milhão de reais. 

“Tudo isso é fruto de um bom planejamento, procurando gastar menos do que arrecada, sem diminuir o fluxo de investimentos, mas garantindo que os nossos servidores possam receber em dia, e com antecedência, para que nós possamos lhes garantir condições de um melhor planejamento de suas finanças pessoais,” destacou o secretário de Finanças, Ney Quidute. 

O prazo final, de acordo com a lei, para pagamento do 13º salário é o dia 20 de dezembro. 

Sérgio China é o novo técnico do Afogados

Sérgio China é o novo técnico da Coruja para temporada 2021. O treinador de 53 Anos já defendeu as cores do Campinense-PB, Nacional de Patos-PB, ABC-RN, América-RN, Salgueiro-PE, Serra Talhada-PE, Vitória-PE Guarany de Sobral-CE e Parnahyba-PI.

O clube já iniciou o planejamento para o Campeonato Pernambucano e nos próximos dias deve anunciar os primeiros nomes para o elenco Tricolor.

Fátima Bezerra está se recuperando em sua residência no bairro do Altiplano Cabo Branco, em João Pessoa.

A desembargadora Fátima Bezerra Cavalcanti, esposa do senador José Maranhão (MDB), também testou positivo para covid-19. A informação foi dada no programa ‘Arapuan Verdade’, da Rádio Arapuan FM, nesta sexta-feira (04). De acordo com informações obtidas pelo ClickPB, ela está bem, mas preocupada com a saúde do senador, que precisou ser transferido na noite dessa quinta-feira (03).

Fátima Bezerra está se recuperando em sua residência no bairro do Altiplano Cabo Branco, em João Pessoa. Em setembro, a desembargadora foi escolhida para uma das vagas de membros efetivo e substituto do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PB).

No último domingo, o senador José Maranhão (MDB) foi internado no último domingo (29), no Hospital Alberto Urquiza Wanderley e no fim da noite dessa quinta-feira (03) foi transferido para o Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, após quatro dias. 

STF tende a liberar a reeleição de Maia e Alcolumbre no Congresso
Foto: reprodução

O Supremo Tribunal Federal (STF) começou a julgar nesta sexta-feira (4) se a reeleição dos atuais presidentes da Câmara e do Senado, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Davi Alcolumbre (DEM-AP), é constitucional ou não. Nos bastidores, a expectativa é que o STF autorize a reeleição de ambos, apesar da vedação expressa que consta da Constituição para a recondução ao cargo numa mesma legislatura. O placar já está com quatro votos a favor da reeleição de Alcolumbre e três a favor da recondução de Maia ao cargo.

Os ministros do Supremo também devem aproveitar o julgamento para criticar a judicialização de questões que poderiam ser resolvidas entre deputados e senadores, defendendo que esse assunto deveria ser uma decisão interna do Congresso.

A expectativa é de que pelo menos seis dos 11 ministros votem a favor da possibilidade de Alcolumbre e Maia concorrerem à reeleição para seus respectivos cargos.

O julgamento está sendo feito no plenário virtual. Começou nesta sexta (4) e os ministros têm até o próximo dia 11 para votarem. Quatro ministros já inseriram seus votos no sistema do STF até a manhã desta sexta.

O relator da ação, Gilmar Mendes, Dias Toffoli e Alexandre de Moraes votaram para autorizar a reeleição de Alcolumbre e Maia. O ministro indicado pelo presidente Jair Bolsonaro, Kassio Nunes Marques, votou a favor de autorizar Alcolumbre a tentar se manter no cargo, mas foi contra a reeleição de Maia.

Nos bastidores, a aposta é que também votem a favor da reeleição os ministros Ricardo Lewandowski e Rosa Weber.

Contudo, o artigo 57 da Constituição Federal, que trata da organização do Poder Legislativo e o início dos trabalhos de deputados e senadores, afirma em seu parágrafo 4º que é “vedada a recondução para o mesmo cargo na eleição imediatamente subsequente”.

Isso, em tese, proíbe reeleições de presidentes da Câmara e do Senado na mesma legislatura (caso atual), mas autoriza a reeleição de presidentes das duas Casas que já ocupavam o cargo na legislatura imediatamente anterior (situação que permitiu a Maia se reeleger para o cargo em 2019).

Mas Gilmar Mendes, em seu relatório, decidiu que ocupantes de cargos de direção do Congresso só terão direito a uma reeleição, independentemente de legislatura. Isso liberou a reeleição de Alcolumbre. Além disso, Mendes também afirmou que a regra só vale a partir da próxima legislatura – o que abriu a exceção para Maia se candidatar. Toffoli e Moraes tiveram um entendimento igual ao de Mendes.

Já Kassio Nunes Marques entendeu que a regra de uma única reeleição vale desde já, o que veta a reeleição de Maia e autoriza a de Alcolumbre. Nos bastidores, a decisão de Marques foi visto como alinhada ao Planalto, que trabalha pela reeleição do presidente do Senado, mas não quer a continuidade de Maia no comando da Câmara.

 

Moto Roubada!

Broz ano 2015
Cor: Vermelha
Qualquer informação entrar em contato com Kátia do Escritório de Adeilton Contador (87) 9 9916 6243

Ele é preta , com vermelha e branca , compartilhe.

O corpo de Diolândia da Silva Cândido, Nanda Cândido, que morreu ontem depois de passar por cirurgia no Hospital da Restauração, chega essa noite a Afogados.

O sepultamento está marcado para as 10h desta quarta dia (02),  o corpo está  sendo velado no Bairro São Cristóvão

Ela havia sido transferida depois do acidente da noite de sábado na Rua Manoel Francisco da Silva,  Padre Pedro Pereira, Afogados da Ingazeira.

O estado dela era muito grave. A morte se deu por politraumatismo por ação de instrumento cortante. Traduzindo ela morreu pela pancada na cabeça.

Ela estava na motocicleta Kawasaki Ninja, placa ELE-3E59, verde, guiada pelo marido Fábio José Gama Vieira Junior, de apenas 20 anos. Fábio desviou de um animal e se chocou contra um Uno verde.

Eles foram socorridos pelo Corpo de Bombeiro para o Hospital Regional Emília Câmara, onde Fábio veio a óbito. Diolândia foi transferida para o Hospital da Restauração onde faleceu. Ela deixa uma filha de cinco anos.

Mourão, durante a coletiva de imprensa, fez um discurso mais duro em relação ao desmatamento, em comparação a declarações tradicionalmente feitas no governo Bolsonaro. (Foto: Reprodução)

 O desmatamento na Amazônia cresceu cerca de 9,5% entre agosto de 2019 e julho de 2020 em comparação ao período anterior, entre 2018 e 2019 –no total, foram derrubados 11.088 km² de floresta nesse intervalo de tempo. O expressivo salto ocorre mesmo com a presença do Exército na floresta, sob a Operação Verde Brasil 2.

A área desmatada é a maior da última década, segundo os dados consolidados do Prodes (Projeto de Monitoramento do Desmatamento na Amazônia Legal por Satélite), do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), que foram divulgados na tarde desta segunda-feira (30), na sede do instituto. O valor é provisório e o definitivo somente será apresentado no ano que vem.

O divulgação contou com a participação do general Hamilton Mourão, vice-presidente e chefe do Conselho da Amazônia e de Marcos Pontes, ministro da Ciência e Tecnologia. 

Ricardo Salles, ministro do Meio Ambiente, não estava presente.

Mourão, durante a coletiva de imprensa, fez um discurso mais duro em relação ao desmatamento, em comparação a declarações tradicionalmente feitas no governo Bolsonaro.

“Não estamos aqui para comemorar nada disso, porque isso não é para comemorar”, afirmou o chefe do Conselho da Amazônia, ao citar que o crescimento foi inferior ao que se esperava inicialmente. Ele também voltou a repetir que o combate ao desmatamento em 2020 começou tarde.

“O resultado provisório do Prodes significa que nós temos que manter a impulsão do nosso trabalho na busca constante para a redução dos índices de desmatamento”, afirmou Mourão. “É chegar o momento em que o único desmatamento que ocorra na região da Amazônia seja aquele que esteja compreendido pela nossa legislação. Ou seja, aquele de uma propriedade que tenha direito a desmatar 20%, então é só esse desmatamento que pode ocorrer.”

O vice-presidente também chegou a fazer um aceno para as autoridades ambientais de fiscalização, como o Ibama, que têm sido alvo constante de Bolsonaro, desde antes de sua posse como presidente. “Vamos prosseguir, nesse nosso trabalho, usando ciência, usando a tecnologia, com inovação e com isso apoiando os trabalhos das entidades responsáveis pela fiscalização ambiental”, disse.

O Prodes anterior, referente ao período de agosto de 2018 a julho de 2019, havia apresentado um acentuado salto de 34%, o que representou um desmatamento de 10.129 km². Portanto, os dados divulgados nesta segunda-feira são os primeiros totalmente sob responsabilidade do governo Jair Bolsonaro (sem partido).

O desmatamento recorde já estava no horizonte de pesquisadores da área e servidores do Ibama. O valor, porém, não foi tão alto quanto se esperava. Em todos os meses do período em questão, com exceção de outubro, o sistema Deter do Inpe registrou aumento do desmatamento em relação ao mesmo mês do ano anterior. Foram 14 meses seguidos de crescimento de destruição, sequência que foi interrompida somente em julho recente.

As informações preliminares que o casal vinham em uma moto verde se envolveram em um acidente e houve uma colisão com um carro segundo informações este veículo foi desviar um gato batendo de frente com a moto,  o motorista fugiu do local sem prestar socorro as vítimas, o fato aconteceu na frente da oficina Curió, no bairro Padre Pedro Pereira.  O jovem Fábio era casado com Nanda que também vinha na moto a mesma foi socorrida para Hospital Regional de Afogados, as informações oficiais dos familiares ao blog que estado da esposa é delicado que a mesma se encontra na UTI no Regional que por enquanto é inviável sua transferência devido o estado que se encontra, que o prefeito do município já disponibilizou toda a ajuda necessária tão logo seja liberada pela equipe médica que acompanha a evolução da paciente.

.

 

“Prestar socorro à vítima de acidente de trânsito pode atenuar a pena Segundo o art. 301 do Código de Trânsito Brasileiro – CTB , diz que o condutor de veículo, nos casos de acidentes de trânsito que resulte…vítima, não imporá a prisão em flagrante, nem se exigirá fiança, SE PRESTAR SOCORRO PRONTO (imediato) E INTEGRAL (completo). E digo mais, o auxílio naquele momento deve ser integral, exigindo-se que o condutor faça DE TUDO que estiver ao seu alcance para SOCORRER À VÍTIMA”. neste caso não aconteceu.

Veja que o sentimento de solidariedade humana se faz necessário, de modo que o legislador motivou os condutores de veículos envolvidos em acidentes de trânsito, do qual resultem vítimas, a prestarem pronto e integral socorro, respeitando as POSSIBILIDADES DO MOMENTO.

E lembre-se, na hora do fato o socorro tem que ser imediato, pois a demora ”injustificada” autoriza a PRISÃO EM FLAGRANTE. E digo mais, o auxílio naquele momento deve ser integral, exigindo-se que o condutor faça DE TUDO que estiver ao seu alcance para SOCORRER À VÍTIMA. Se, por ventura, não tiver condições de prestar pronto e integral socorro (por risco à sua integridade física, por exemplo), deve solicitar socorro aos órgãos de emergência para que fique registrado sua boa fé.

Por fim, destaca-se que, caso o condutor não preste socorro, responderá por infração gravíssima, além de perder o benefício de se livrar da prisão e pagar fiança, terá sua pena acrescida de um terço a metade nos crimes de homicídio culposo e lesão corporal culposa.

Atenção, esse post tem caráter meramente informativo e não substitui uma consulta jurídica com um (a) Advogado

 

Fabio e Nanda pais de uma linda princesinha 4 anos .

Nossos sentimentos a família e a todos que fazem a equipe da Retifica Afogados, que Deus em sua Misericórdia possa confortar os corações de todos os amigos e familiares e pedir ao Pai todo poderoso para recuperação da jovem mãe Nanda que perdeu o seu esposo.

A média, porém, foi afetada por um recente apagão de dados de alguns estados. De toda forma, dados do país têm mostrado tendências de aumento de casos de Covid-19. (Foto: Reprodução)

O Brasil registrou 181 novas mortes por Covid-19 e mais de 18 mil novos casos nas últimas 24 horas. Ao todo, o país já tem mais de 6,1 milhões de pessoas infectadas pela Covid-19 e 169.197 mortes desde o início da pandemia.

Nos finais de semana, os números tendem a ser menores porque há menos equipes de plantão nas secretarias estaduais de Saúde.

Além dos dados diários do consórcio, a Folha de S.Paulo também mostra a chamada média móvel. O recurso estatístico busca dar uma visão melhor da evolução da doença, pois atenua números isolados que fujam do padrão. A média móvel é calculada somando o resultado dos últimos sete dias, dividindo por sete.

De acordo com os dados coletados até as 20h, a média de mortes nos últimos sete dias é de 484 — no sábado, (20), eram 478. Nas últimas semanas, o país variou entre situações de queda da média e estabilidade.

A média, porém, foi afetada por um recente apagão de dados de alguns estados. De toda forma, dados do país têm mostrado tendências de aumento de casos de Covid-19.

Os dados são fruto de colaboração inédita entre Folha, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são coletadas diretamente com as Secretarias de Saúde estaduais.

Dados divulgados pelo Ministério da Saúde neste domingo apontam 194 óbitos registrados nas últimas 24 horas e um total de 169.183 mortes confirmadas pela Covid-19.

O balanço aponta 18.615 novos casos, totalizando 6.071.401 registros da doença no país.

Entre os estados, São Paulo ainda soma o maior número total de registros -são 41.267 mortes e 1.209.588 casos até este domingo. Em seguida na lista, com relação a mortes, aparecem os estados do Rio de Janeiro (21.974) e Minas Gerais (9.777).

Arcoverde confirma mais 26 casos e 08 curados da Covid-19

A Secretaria de Saúde de Arcoverde informa que neste domingo, 22 de novembro, até às 18 horas, mais vinte e seis (26) casos de Covid-19 e oito (08) curados foram registrados no município. O boletim diário, portanto, fica com duzentos e noventa e quatro (294) suspeitos, quatro mil oitocentos e noventa e sete (4.897) descartados, dois mil e sessenta e cinco (2.065) confirmados, sessenta (60) óbitos, e mil oitocentos e cinquenta (1.850) recuperados.

Atualmente Arcoverde mantém a taxa de 74,25% de recuperação dos casos confirmados, enquanto que a taxa de letalidade permanece em 3,52%. Vale lembrar, que dentro dos 2.021 casos confirmados, estão contabilizados os 60 óbitos e 1.833 curados.

Defesa de segurança do Carrefour nega intenção de matar Beto Freitas ou motivação racista

O advogado afirma que não houve conduta dolosa. De acordo com ele, a intenção era conter João Alberto, que estaria “completamente descontrolado”. A defesa alega que o policial foi chamado até o caixa e chegou a apaziguar a situação.

O advogado diz que lamenta a morte de João Alberto, que presta sentimentos à família dele e que acredita que os responsáveis têm que responder pelos fatos, mas nos limites da lei. (Foto: Reprodução)

A defesa do policial militar Giovane Gaspar da Silva, 24, um dos seguranças presos pelo assassinato de João Alberto Silveira Freitas, 40, conhecido como Beto Freitas, em uma unidade do Carrefour de Porto Alegre, nega a intenção de matá-lo ou motivação racista e levanta a hipótese de que a vítima pode ter morrido em decorrência de um ataque cardíaco.

“A perícia também traz como provável causa um ataque cardíaco. Suspeita-se também que o senhor João Alberto estaria sob efeitos de entorpecentes tamanha a força que ele tinha no momento. Ele também tinha os olhos soltados e a íris expandida”, diz o advogado de defesa, David Leal.

O IGP-RS (Instituto Geral de Perícias do Rio Grande do Sul) apontou, em análise inicial, que a vítima morreu por asfixia. Imagens obtidas pela Folha mostram que Beto Freitas, 40, foi asfixiado por quase quatro minutos, diante de 15 testemunhas, após ser espancado por pelo menos dois minutos por dois seguranças.

Leal também afirma que o seu cliente também não teve a intenção de matar João Alberto e não agiu de forma por racismo.

“O meu cliente não teve a intenção de matar. Ele não agiu por nenhum ato racista. Ele, inclusive, tem parentes negros, o pai dele é pardo, e não tem de forma alguma qualquer preconceito quanto a isso. O Brasil é um país que é preconceituoso, com toda certeza. Existe racismo, mas, analisando, concretamente, o fato não tem nada a ver com isso”, diz Leal.

O advogado afirma que não houve conduta dolosa. De acordo com ele, a intenção era conter João Alberto, que estaria “completamente descontrolado”. A defesa alega que o policial foi chamado até o caixa e chegou a apaziguar a situação.

“Ele [João Alberto] foi conduzido até a saída para onde o senhor se encaminhou voluntariamente. Na saída, perto da porta, surpreendentemente, o senhor João Alberto desferiu um soco no rosto do meu cliente. Meu cliente diz que depois ele ainda acertou outro soco. Ele [Giovane] tomou dois socos no rosto”, diz Leal.

Ainda de acordo com o advogado, na tentativa de conter João Alberto, outras pessoas se aproximaram. “Na verdade, se formos bem justos aos fatos, mais pessoas estão envolvidas. Teve cliente que chegou ali chutando a cabeça do senhor João Alberto, pessoas que também o agrediram porque viram o que ele havia feito dentro do mercado, mas de forma alguma o resultado morte é justificado.” Ele não deu mais detalhes sobre o que teria ocorrido antes.

O advogado diz que lamenta a morte de João Alberto, que presta sentimentos à família dele e que acredita que os responsáveis têm que responder pelos fatos, mas nos limites da lei.

Além de Giovane, o segurança Magno Braz Borges, 30, foi preso. De acordo com Leal, nenhum dos dois envolvidos tem antecedentes criminais.

“O fato de o senhor João Alberto ter antecedentes criminais não justificaria a consequência trágica da morte. Infelizmente, uma vida se perdeu. Enquanto defesa, nós temos também que preservar os direitos do meu cliente de forma justa e nos limites da lei”, diz o advogado.

O advogado de Magno não foi localizado pela reportagem.

Questionada sobre o laudo conclusivo do Instituto Geral de Perícias do Rio Grande do Sul, a Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Sul ainda não se manifestou.

Após derrota, Trump pede nova recontagem de votos na Geórgia

Derrotado nas urnas, o presidente americano acumula revezes na Justiça na tentativa de reverter a conquista democrata.

Apoiadores de Donald Trump protestam no sábado (21) em frente ao Capitólio estadual da Geórgia, nos EUA, em Atlanta — Foto: (Foto: Ben Gray/AP Photo)

A equipe de campanha de Donald Trump, presidente dos Estados Unidos derrotado na tentativa de se reeleger, pediu no sábado (21) mais uma recontagem dos votos na Geórgia.

O estado no sudeste americano deu vitória ao presidente eleito Joe Biden, mas, como a margem foi inferior a 0,5 ponto percentual, as cédulas foram contadas manualmente uma segunda vez. A nova contagem não viu mudanças significativas no resultado e manteve a vitória do democrata — que foi, inclusive, oficialmente certificada.

Porém, como a vantagem continuou dentro de 0,5 ponto percentual, Trump teve direito a pedir mais uma recontagem. O procedimento, historicamente, não muda o resultado de eleições nos EUA. Desta vez, a nova apuração ocorrerá eletronicamente.

“O presidente Trump e sua campanha continuam a insistir em uma recontagem honesta na Geórgia, que precisa incluir a verificação de assinaturas e outras salvaguardas vitais”, disse a equipe do republicano.

Funcionários da autoridade eleitoral do condado de Cobb, na Geórgia, fazem auditoria dos votos na segunda-feira (16) para a recontagem das eleições presidenciais dos EUA — Foto: Mike Stewart/AP Photo

É muito difícil que uma nova contagem mude o resultado das urnas, até porque a Geórgia já certificou a vitória de Biden por uma diferença de pouco mais de 12 mil votos. Até agora, as autoridades estaduais — que têm maioria republicana, mesmo partido de Trump — não encontraram nenhum indício de irregularidade.

“O sistema eleitoral da Geórgia nunca foi tão seguro e confiável”, garantiu o secretário de Estado, Brad Raffenspenger, que é do mesmo Partido Republicano de Trump.

Apesar da derrota, Trump insiste em batalha legal

Presidente dos EUA, Donald Trump, durante pronunciamento na Casa Branca nesta sexta-feira (20) — Foto: Carlos Barria/Reuters

As projeções do Colégio Eleitoral apontam que Biden venceu as eleições por 306 votos a 232 — a mesma margem que Trump obteve sobre Hillary Clinton em 2016. Mesmo assim, o atual presidente insiste que não perdeu a disputa e que foi vítima de fraude, sem no entanto apresentar nenhuma comprovação de qualquer irregularidade.

No sábado, o republicano perdeu mais uma ação judicial na Pensilvânia. Um juiz federal se recusou a descartar milhões de votos enviados por correio no estado — prática permitida há anos nos EUA — por falta de consistência na petição. Trump disse que vai recorrer, mas há poucas chances de que o resultado mude.

O presidente também viu fracassar sua tentativa de convencer lideranças republicanas de Michigan, outro estado-chave vencida por Biden, de que a eleição foi fraudada. Os parlamentares até admitiram que todo indício deve ser investigaram, mas disseram que, até o momento, nenhuma irregularidade capaz de mudar o resultado foi encontrada.

Afogados FC só cumprirá tabela e está fora do mata-mata da Série D

Complemento da rodada tirou qualquer chance da Coruja de passar de fase

A rodada 13 do Grupo 3 da Série D do Campeonato Brasileiro, disputada neste fim de semana, deixou apenas dois times vivos na briga para ocupar a quarta e última vaga da chave na próxima fase.

O Afogados FC até tinha alguma esperança depois da vitória sobre o Campinense, a primeira depois de sete jogos, por 2×1 ontem no Vianão.  Mas o complemento da rodada pôs uma pá de cal. O Afogados está fora da competição e só cumpre tabela contra o Floresta fora de casa no domingo três da tarde.

Após os resultados do sábado e do domingo, apenas Atlético de Cajazeiras (atual quarto colocado) e Globo FC (quinto) vão para a última rodada, na próxima sexta-feira, chegam com chances de classificação.

O grande derrotado no fim de semana além do Afogados foi o Campinense, que começou a rodada dentro do G-4, mas com a derrota pra Coruja deu adeus a qualquer possibilidade de classificação.

A situação do grupo é a seguinte: América-RN, Salgueiro e Floresta já estavam classificados; o Atlético-PB é o quarto colocado, com 16 pontos; o Globo FC é o quinto, com 15; e o Campinense é o sexto, com 14. Atlético-PB e Globo FC se enfrentam no Barrettão, em Ceará-Mirim, na última rodada. Se o Atlético-PB vencer, vai a 19 e se classifica.

Se o Globo FC vencer, vai a 18, ultrapassa o Atlético-PB e se classifica. E, se der empate, o Atlético-PB vai a 17 e, mesmo que o Campinense vença o América-RN e também vá a 17, os atleticanos avançam por terem mais vitórias que os rubro-negros.

Acidente na PE-309 entre Tabira e Solidão deixa uma vítima fatal

Um acidente ocorrido na tarde deste domingo (22) causou um óbito na rodovia PE-309, que liga Tabira ao município de Solidão. O motorista de um veículo Fiesta, de Cor Prata, perdeu o controle vindo a capotar. Relatos de internautas nos grupos de whatsApp dão conta de que a vítima residia no sítio Jardim, zona rural de Solidão e era popularmente conhecido por Zé Birino. Policiais militares foram ao local e registraram a ocorrência. Aguarde mais informações! (Blog do Itamar)

Sandrinho e Daniel agradecem votação

O Prefeito eleito de Afogados da Ingazeira, Sandrinho Palmeira (PSB), foi às ruas de Afogados neste sábado (21) agradecer a votação que obteve na eleição para Prefeito.

Ao lado do seu vice, Daniel Valadares, ele percorreu as ruas da feira livre, e conversou com feirantes e populares.

Sandrinho agradeceu às demonstrações de carinho e disse “estar preparado para fazer uma grande gestão, cumprindo com os compromissos assumidos durante a campanha”

“Vamos trabalhar muito para poder honrar os compromissos assumidos, e manter a tradição que Afogados sempre teve de eleger bons gestores,” prometeu Sandrinho.

Ele foi eleito no último dia 15 com mais de 64% dos votos válidos.

Polícia Militar desarticula rinha de galos, apreende armas e conduz 80 pessoas à delegacia, em Ingá, na Paraíba

Durante averiguação, os policiais localizaram armas. Rinhas de galo funcionavam no local.

Todas as pessoas presentes no local foram encaminhadas à Delegacia de Itabaiana para prestar esclarecimentos. (Foto: Reprodução)

Uma operação da Polícia Militar realizada neste domingo (22) resultou em armas apreendidas e mais de 80 pessoas levadas à delegacia, no sítio Serra Velha, em Ingá, na Paraíba.

De acordo com informações da Polícia Militar, os policiais localizaram dois veículos com queixa de roubo no sítio. Durante averiguação, os policiais localizaram armas. Rinhas de galo funcionavam no local.

Todas as pessoas presentes no local foram encaminhadas à Delegacia de Itabaiana para prestar esclarecimentos.

Além de falar de novas ações para segunda etapa, candidato reafirmou disposição em ouvir a população, apresentar propostas que atendam os anseios do recifense e debater o futuro da cidade

O candidato a prefeito João Campos (PSB) reuniu, no início da noite desta segunda-feira (16), representantes dos partidos que integram a Frente Popular para agradecer o apoio demonstrado no primeiro turno e traçar ações para a segunda etapa da campanha. Além dos presidentes de partido, a reunião contou com as presenças do prefeito Geraldo Julio (PSB) e da candidata a vice-prefeita Isabela de Roldão (PDT).

“Esse time foi essencial para a nossa conquista no primeiro turno e, tenho certeza, nos dará uma contribuição importante para uma grande vitória no final dessas eleições. Fizemos uma reunião produtiva, discutindo o planejamento para os nossos próximos passos”, destacou João Campos

João pontuou que tem debatido e apresentado um projeto de cidade, que aponta caminhos para o Recife, sempre defendendo a ampliação e a prática do diálogo e mostrando a todos, lideranças políticas ou não, principalmente à população recifense, o que defendemos para fazer o Recife avançar no que deve crescer, também mudando no que precisa.

“Mas andando pra frente. Buscar convergências é fundamental nos momentos difíceis, exigentes, como o atual. Preservando todos os princípios. Da seriedade, da transparência, do debate, da construção”, ressaltou.

Participaram da reunião os presidentes do PSB, Sileno Guedes; do PSD, André de Paula; do PROS, João Fernando Coutinho; do Republicanos, Silvio Costa Filho; e do Solidariedade, Augusto Coutinho, que estava acompanhado do filho o vereador Rodrigo Coutinho.

Foto: Diego Nigro

Pix: novo sistema de pagamento instantâneo entra em funcionamento 
Clientes de 734 instituições podem fazer pagamentos e transferências

Depois da fase de operação restrita, o Pix, sistema de pagamento instantâneo entra em funcionamento pleno hoje (16). Todas as pessoas e empresas com conta corrente, poupança ou conta de pagamento pré-paga em uma das instituições aprovadas pelo Banco Central já podem fazer transferências pelo novo sistema que vai funcionar por 24h todos os dias.

Em outubro, o BC relatou que 762 instituições tinham sido aprovadas para ofertar o Pix, a partir deste mês. Hoje, o BC informou que desse total, 19 instituições que têm participação facultativa no novo sistema, não realizaram todos os testes durante o período de operação restrita e, portanto, retornaram à etapa de homologação, que ocorrerá a partir de 1º de dezembro de 2020. Assim, essas instituições, deixaram para ofertar o Pix em momento futuro. Além disso, nove cooperativas foram incorporadas por outras instituições.

Hoje, são 734 instituições com o Pix disponível para toda a base de clientes. Confira a lista de instituições participantes no site do BC.

Desde o dia 5 de outubro, pessoas e empresas estão fazendo o cadastro das chaves Pix, para identificar a conta para receber pagamentos e transferências. E a fase restrita de operação ocorreu de 3 a 15 deste mês, com horários específicos para fazer as transações, disponível apenas para alguns clientes selecionados pelas instituições financeiras.

Segundo o Banco Central, não há limite mínimo para pagamentos ou transferências via Pix. As instituições que ofertam o Pix podem estabelecer limites máximos de valor para reduzir de riscos de fraude, lavagem de dinheiro e financiamento do terrorismo.

Para fazer transferência ou pagamento, bastar ter a chave de quem vai receber o dinheiro, em vez de informações sobre agência, conta e dados pessoais do recebedor.

A chave Pix previamente cadastrada pode ser CPF, CNPJ, e-mail, número de celular ou chave aleatória (uma sequência alfanumérica gerada aleatoriamente que poderá ser utilizada por usuários que não queiram vincular seus dados pessoais às informações de sua conta). O recebedor também pode gerar QR Codes.

O Pix deve ser gratuito para pessoas físicas nas operações de transferência e de compra. As exceções serão o recebimento de vendas de produtos e de serviços, que poderão ser tarifadas pelas instituições financeiras.

Também pode haver cobrança se os clientes (pessoas físicas e jurídicas) que, podendo fazer a transação por meio eletrônico (site ou aplicativo), preferir fazê-la presencialmente ou por telefone. Nesse caso, as instituições poderão cobrar tarifas.

Em relação às pessoas jurídicas, as instituições financeiras poderão cobrar tarifa tanto no envio como no recebimento de dinheiro por meio do Pix. Serviços acessórios ligados ao pagamento e ao recebimento de recursos também poderão ser tarifados.

No site Banco Central, há perguntas e respostas sobre o novo sistema de pagamentos.

Agência Brasil

Trump afirma que ‘tempo dirá’ que administração estará no futuro à frente dos EUA

Presidente segue sem admitir que perdeu para Biden, mas muda de tom levemente ao cogitar em discurso que sua reeleição não é algo certo como defendia.

O presidente dos EUA, Donald Trump, fala a jornalistas na Casa Branca, na sexta-feira (13). (Foto: AP Photo/Evan Vucci)

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, falou publicamente pela primeira vez nesta sexta-feira (13) desde que as projeções apontaram sua derrota para Joe Biden, e afirmou que “o tempo dirá” qual será a administração dos EUA no futuro.

O breve comentário representa uma mudança de discurso — ainda que tímida e sem citar seu oponente — em relação à sua até então ostensiva recusa em admitir que perdeu.

“Esta administração não entrará em lockdown. Espero que, aconteça o que acontecer no futuro, quem sabe qual será a administração, o tempo dirá, mas posso afirmar: esta administração não vai para um lockdown”, disse, ao comentar o impacto que causaria um fechamento da economia em meio à pandemia do novo coronavírus.

Trump falou no Jardim das Rosas da Casa Branca sobre a “Operação Warp Speed”, na qual o governo fez parceria com empresas farmacêuticas para criar e distribuir uma vacina contra o coronavírus. O programa distribuiu US$ 13 bilhões (R$ 71 bilhões) entre ao menos 14 candidatas a vacina contra Covid-19.

O presidente afirmou que espera que uma vacina esteja disponível para toda população do país em abril. Também disse que espera uma autorização de uso de emergência para a vacina da Pfizer “extremamente em breve”.

Resultados finais

As grandes redes de TV dos EUA anunciaram nesta sexta a projeção do resultado final da eleição: o democrata Biden obteve 306 votos no Colégio Eleitoral contra 232 para o presidente republicano. Ironicamente, o número é o inverso do que deu a vitória surpreendente de Trump sobre Hillary Clinton em 2016.

Biden, que obteve quase 78 milhões de votos em todo o país, mais de cinco milhões a mais do que Trump, foi declarado vencedor nesta sexta-feira na Geórgia, onde os democratas não venciam desde 1992 com Bill Clinton. O resultado consolidou sua vitória.

Trump venceu na Carolina do Norte, mas não foi o suficiente para superar a liderança de Biden no Colégio Eleitoral de 538 membros.

Nos últimos dez dias, o presidente se ausentou de suas funções presidenciais normais, sem sequer comentar a repercussão da pandemia, que deixou mais de 242 mil mortos e 10,5 milhões de infecções nos Estados Unidos, e nos últimos dias espalhou-se com números recordes.
Fechado na Casa Branca, de onde só saiu para jogar golfe no fim de semana e comparecer a uma breve cerimônia do Dia dos Veteranos na quarta-feira, Trump repetiu várias vezes no Twitter que ganhou a reeleição, enquanto promove ações judiciais para questionar os resultados sem provas relevantes.

“Esta eleição foi manipulada!”, tuitou nesta sexta-feira, depois de anunciar que ele poderia “tentar vir e cumprimentar” seus apoiadores no comício que planejam neste sábado em Washington para apoiar suas alegações de fraude.

No entanto, autoridades eleitorais de todo o país disseram que as eleições foram “as mais seguras da história dos Estados Unidos”, ressaltando que “não há evidências” de votos perdidos ou trocados, nem de sistemas de votação alterados.

O horizonte continuou escurecendo para o presidente republicano depois que Biden recebeu cumprimentos não só de aliados americanos históricos, como Reino Unido, Israel e França, mas também da China.

Assim, Trump e seu entorno parecem viver em uma realidade paralela.

“O presidente participará de sua própria posse”, disse a secretária de imprensa de Trump, Kayleigh McEnany, à Fox News. “Quando todos os votos legais forem contados, o presidente Trump vencerá.”
“Estamos trabalhando aqui na Casa Branca sob a suposição de que haverá um segundo mandato de Trump”, disse à Fox News o assessor comercial de Trump, Peter Navarro.

Embora Biden continue seus preparativos para assumir o cargo em 20 de janeiro, a questão preocupa sua equipe.

O novo chefe de gabinete de Biden, Ron Klain, considera que o bloqueio do acesso da nova administração às reuniões informativas confidenciais do governo atual representa um perigo crescente.

Em declarações à MSNBC na noite de quinta-feira, Klain destacou a necessidade de estar a par dos planos de vacinação de covid-19 entre “fevereiro e março”, quando Biden já estará no Salão Oval.

“Quanto mais cedo conseguirmos que nossos especialistas em transição se reúnam com as pessoas que estão planejando a campanha de vacinação, mais tranquilo será”, afirmou.

A persistente demora do governo Trump em reconhecer a vitória de Biden representa “um sério risco para a segurança nacional”, alertaram mais de 150 ex-autoridades da área em uma carta na quinta-feira, incluindo alguns que trabalharam com Trump.

Entre os signatários, democratas e republicanos, estão o ex-chefe do Pentágono Chuck Hagel, republicano, e Michael Hayden, ex-chefe da Agência de Segurança Nacional (NSA) e, posteriormente, da CIA durante presidências democratas e republicanas.

O grupo instou a diretora da Administração de Serviços Gerais (GSA), Emily Murphy, a reconhecer oficialmente Biden como presidente eleito.

Sem a confirmação da GSA, Biden não tem acesso a fundos de transição e outros recursos, incluindo relatórios de inteligência.

Embora muitos no Partido Republicano tenham se mostrado leais a Trump, outros acreditam que, para o bem do país, Biden deve ser capaz de acessar informações confidenciais.

James Lankford, um senador republicano de Oklahoma, disse à rádio Tulsa KRMG no início da semana que daria ao governo Trump até sexta-feira para possibilitar isso e, caso contrário, interviria “para pressioná-los”.

Mega-Sena pode pagar R$ 40 milhões neste sábado

O sorteio ocorre às 20h deste sábado (14) no Espaço Loterias Caixa, no terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo.

Mega-Sena realiza sorteio neste sábado (Foto: Reprodução)

O concurso 2.318 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 40 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre às 20h deste sábado (14) no Espaço Loterias Caixa, no terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo. A aposta mínima custa R$ 4,50 e pode ser realizada pela internet – saiba como fazer.

Para apostar na Mega-Sena
As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília), em qualquer lotérica do país ou pela internet, no site da Caixa Econômica Federal – acessível por celular, computador ou outros dispositivos. É necessário fazer um cadastro, ser maior de idade (18 anos ou mais) e preencher o número do cartão de crédito.

Probabilidades
A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 4,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 22.522,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

 

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que nesta terça (10), foram registrados 27 casos para covid – 19 em nosso município. Desses, 23 já estavam em investigação.
São 17 pacientes do sexo feminino, com idades de 10, 13, 24, 25, 26, 28, 29, 29, 31, 35, 37, 41, 42, 44, 47, 56 e 85 anos; e 10 pacientes do sexo masculino, com idades de 05, 18, 19, 16, 35, 43, 43, 46, 61 e 64 anos. Entre as mulheres: 06 de profissão não informada, 03 estudantes, 05 profissionais da saúde, 02 donas de casa e 01 auxiliar administrativa. Entre os homens: 03 de profissão não informada, 01 estudante, 01 profissional da saúde, 01 funcionário público, 01 menor, 01 auxiliar de produção, 01 aposentado e 01 pintor.
Entram em investigação os casos de 33 mulheres, com idades entre 06 e 75 anos; e os de 17 homens, com idades entre 05 e 96 anos.
Hoje, 90 pacientes apresentaram resultados negativos para covid-19 em nosso município.
15 pacientes apresentaram cura após avaliação epidemiológica e clínica. O município atingiu a marca de 1186 pessoas (90, 95%) recuperadas para covid-19. Atualmente, 102 casos estão ativos.
Afogados atingiu a marca de 6.474 pessoas testadas para covid-19, o que representa 17,37 % da nossa população.
Casos leves x SRAG/covid- 19:
Leves (1.252 casos), 96,01% SRAG (52 casos), 3,99%.

Professora ‘ensina’ que Bolsonaro armou assassinato de Marielle

Foto: reprodução

Colégio afirma que funcionária realiza “brilhante trabalho”

Por Revista Oeste

A unidade de Rio do Sul (SC) do colégio particular COC deu espaço para “ensinar”, durante disciplina de redação, que o presidente Jair Bolsonaro “armou” o assassinato da vereadora carioca Marielle Franco. A afirmação foi feita durante aula virtual conduzida pela professora Tanay Gonçalves Notargiacomo.

Ao falar sobre violência na política, a professora garantiu que Bolsonaro não foi vítima de crime político no decorrer da campanha eleitoral de 2018. Apesar de o então candidato ter sido esfaqueado por um homem que foi filiado ao Psol, ela definiu o caso como protagonizado por “popular”, um mero “civil” da sociedade.

“Bolsonaro levou uma facada? Levou. Foi uma violência? Foi. Mas não foi praticada por político”, disse a professora do COC de Rio do Sul, cidade do interior de Santa Catarina.

Sobre o caso da vereadora assassinada em março de 2018, a situação foi diferente (ao menos na visão da professora). Indo contra todas as investigações, ela garantiu que Marielle foi vítima de violência política armada pelo homem que é o atual presidente da República.

“O que o Bolsonaro armou, né, para matar Marielle Franco… ele, sendo um político, matando uma outra política… isso, sim, é uma violência política”, “ensinou” a funcionária do colégio catarinense.

“Brilhante trabalho”

Em nota divulgada no último domingo, 8, a direção do COC Rio do Sul garantiu que “procedimentos internos cabíveis” foram iniciados após conhecimento da acusação feita pela professora de redação. No entanto, em meio à tentativa de propaganda das aulas virtuais realizadas desde o início da pandemia, o comando da instituição faz questão de classificar o caso como “episódio isolado”, além de definir como “brilhante trabalho” a atuação de Tanay.

No mesmo dia em que saiu em defesa de sua funcionária, a direção do COC Rio do Sul divulgou carta assinada pela professora. No texto, Tanay pede “desculpas aos ofendidos”. Ciente de que acusou o presidente da República de homicídio, ela pontuou que a “frase foi infeliz, ainda mais quando retirada de contexto”.

Com mais 693 casos e 23 óbitos, PE soma 167.233 pacientes e 8.763 mortes por Covid-19

Foto: Marcelino Siqueira

Foram registrados, nesta terça-feira (10), 693 novos casos e 23 óbitos por Covid-19 em Pernambuco. Com esse acréscimo, o estado passou a ter 167.233 pacientes confirmados e 8.763 mortes de pacientes infectados pelo novo coronavírus. Os números começaram a ser contabilizados em 12 de março.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), 49 dos 693 casos confirmados nesta terça são de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag), enquanto outros 644 são de pessoas com quadro leve. Com isso, o estado passou a ter 27.408 casos graves e 139.825 leves.

Além disso, o boletim registra um total de 149.090 pacientes recuperados da doença, desde março. Destes, 17.530 eram pacientes graves, que necessitaram de internamento hospitalar, e 131.560 eram casos leves.

Em relação aos óbitos, as 23 mortes registradas nesta terça ocorreram entre os dias 17 de abril e a segunda-feira (9). Foram 12 mulheres e 11 homens, segundo a Secretaria Estadual de Saúde.

Em 6ª alta seguida, Bolsa vai a 105 mil pontos, maior patamar desde julho

O movimento levou o Ibovespa, maior índice acionário do Brasil, ao seu sexto pregão seguido de alta nesta terça-feira (10), contabilizando valorização de quase 12% no período.

Pelo segundo pregão seguido, o dólar fechou estável, a R$ 5,39. O turismo está a R$ 5,53. (Foto: Reprodução)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A Bolsa brasileira ainda surfa a onda da vitória do democrata Joe Biden nos Estados Unidos e a eficácia de 90% da vacina da Pfizer em parceria com a BioNTech, somada aos resultados das companhias no terceiro trimestre deste ano.

O movimento levou o Ibovespa, maior índice acionário do Brasil, ao seu sexto pregão seguido de alta nesta terça-feira (10), contabilizando valorização de quase 12% no período.

Nesta sessão, o índice subiu 1,5%, a 105.066 pontos, maior valor desde 27 de julho. A alta foi impulsionada pelas fortes valorizações de Petrobras e bancos. No melhor momento do pregão, o Ibovespa chegou a 105.758 pontos, máxima intradia desde 5 de março.

A petroleira teve uma das maiores altas do pregão, em linha com a alta de quase 4% nos preços do petróleo. As ações preferenciais (sem direito a voto) da estatal subiram 6,8%, a R$ 23,08. As ordinárias (com direito a voto) saltaram 7,94%, a R$ 23,64.
O Santander subiu 7,65% e o Banco do Brasil, 5,10%. As ações preferenciais de Bradesco subiram 6,45% e as ordinárias, 5,59%. Itaú ganhou 4,52%.

Outro destaque foi a Ambev, que subiu 6,96%, a R$ 15,21.

Na ponta oposta, a B2W caiu 8,3%, após forte resultado da concorrente Magazine Luiza, que superou pela primeira vez a B2W em vendas brutas no meio digital. Apesar dos números positivos, a Magazine Luiza caiu 4,6%.

Pelo segundo pregão seguido, o dólar fechou estável, a R$ 5,39. O turismo está a R$ 5,53.

Nos EUA, a Bolsa de tecnologia em Nasdaq teve seu segundo pregão de baixa nesta terça, com qieda de 1,4%, com investidores vendendo papéis de tecnologia, que se beneficiaram dos lockdowns induzidos pelo coronavírus, e favorecendo setores que mais sofreram durante a pandemia, com otimismo de que uma vacina contra a Covid-19 vai provocar uma virada positiva na economia.

A Amazon caiu 3,46%, impactada pela acusação formal e investigação da União Europeia sobre abuso de poder de mercado da companhia americana.

Na acusação, anunciada nesta terça, etapa chamada de Declaração de Objeções no processo antitruste europeu, a UE acusou a Amazon de usar indevidamente em seu próprio proveito dados de vendedores terceirizados que usam sua plataforma e seus serviços de comércio eletrônico.

Se for condenada, a companhia pode ser multada em até 10% de seu faturamento global, ou cerca de US$ 19 bilhões (R$ 102 bilhões).

O índice Dow Jones subiu 0,9% e o S&P 500 perdeu 0,14%.

Quatro pessoas morrem carbonizadas após veículos pegarem fogo na estrada entre Teixeira e Desterro, na Paraíba

Todos os ocupantes dos dois veículos morreram carbonizados.

No início da tarde desta terça-feira ( 10), um grave acidente foi registrado na estrada que liga as cidades de Teixeira e Desterro na Paraíba. Dois veículos pegaram fogo após colidirem frontalmente. De acordo com informações da Polícia Militar, todos os envolvidos morreram.

O acidente ocorreu nas proximidades do Sítio Catolé, em um pontilhão, provavelmente um dos carros perdeu o controle da direção. Não se pode afirmar o número certo de pessoas envolvidas. Mas pelas imagens são cerca de quatro pessoas nos dois carros.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros de Patos-PB se deslocou para o local. Populares ainda tentaram apagar as chamas e salvar as vítimas, porém sem sucesso.

A PM também continua no local buscando informações que confirmem a identidade das vítimas.

Informações dão conta de que, em um dos carros, estava Zeca da Padaria e seu filho Ramon, ambos de Desterro-PB, os ocupantes do segundo veículos ainda não foram identificados. As imagens circulam em grupos de WhatsApp.

Via blog Marcello Patriota

Bahia é o principal reduto de rejeição ao bolsonarismo no país

Maquiavel/VEJA

As melhoras nos índices de aprovação que o presidente Jair Bolsonaro colheu desde que o governo federal passou a pagar um auxílio emergencial para aqueles que foram afetados pela pandemia de Covid-19 não refletiram em ganhos de imagem na Bahia. As últimas pesquisas de opinião ratificaram que o estado é o principal foco de rejeição ao bolsonarismo no país. Metade dos baianos consideram que o presidente faz uma gestão ruim ou péssima. Na capital Salvador, 62% rechaçam a administração federal.

Dados do IBGE apontam que a Bahia ficou só atrás de São Paulo e foi o segundo estado que mais recebeu o auxílio emergencial durante a pandemia, com 61,2% das pessoas beneficiadas. Uma pesquisa do Instituto DataPoder 360, divulgada em julho, mostrou que o presidente ganhou cinco pontos percentuais na sua aprovação, subindo para 27%. Mas, no estado, 50% dos baianos o rejeitam.

A situação de Bolsonaro é ainda mais grave em Salvador. Nenhuma capital rechaça tanto o governo do presidente quanto a cidade. O índice de 62% está dez pontos percentuais acima dos números registrados em Porto Alegre, a segunda capital que mais rejeita o bolsonarismo, segundo levantamento do Ibope divulgado em outubro.

Melhorar a imagem no Nordeste tem sido uma das prioridades elencadas por Bolsonaro para antes da eleição de 2022. Salvador é a quarta cidade com a maior proporção de eleitores no país, com mais de 1,8 milhão. Já a Bahia, com mais de 10 milhões de eleitores, é o quarto colégio eleitoral entre todos os estados brasileiros. Em 2018, o petista Fernando Haddad conquistou 72% dos votos na disputa de segundo turno contra o atual presidente. Bolsonaro ganhou em apenas quatro das 417 cidades baianas. Em Salvador, o presidente perdeu em todas as zonas eleitorais. Continue lendo →

Causa da morte de voluntário da vacina CoronaVac foi suicídio, diz polícia

A causa da morte do voluntário que participava dos testes da vacina CoronaVac foi suicídio, indicou o boletim de ocorrência obtido nesta terça-feira (10) pela TV Globo.

Na véspera, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) havia suspendido temporariamente os testes do imunizante, que é desenvolvido pela farmacêutica chinesa SinoVac. No Brasil, a produção da vacina ficará a cargo do Instituto Butantan, que é vinculado ao governo de São Paulo e também coordena os testes da CoronaVac no país.

Ao fazer o anúncio da interrupção dos estudos, a Anvisa citou “evento adverso grave”, mas não deu detalhes sobre o motivo específico que levou à suspensão.

Pouco depois da divulgação da causa da morte do voluntário, o diretor-presidente da Anvisa, Antônio Barra Torres, afirmou em entrevista coletiva que “objetivamente, não havia essa informação [de que o voluntário se suicidou] entre as que recebemos ontem [segunda-feira]”.

Ao chegar ao apartamento, os policiais foram recebidos pelo zelador do prédio, que mostrou um homem de 32 anos no chão do banheiro – perto do braço dele, havia uma seringa e diversas ampolas de remédio. O corpo do jovem foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML).

Até a última atualização desta reportagem, o laudo necroscópico não havia sido divulgado. O resultado depende do exame toxicológico, que demora mais tempo para ficar pronto. Com a interrupção do estudo da CoronaVac, nenhum novo voluntário poderá ser vacinado nos testes no Brasil.

O governo de São Paulo acordou a compra de 46 milhões de doses da CoronaVac, que esteve no centro de uma disputa envolvendo Jair Bolsonaro, o Ministério da Saúde e o governador paulista, João Doria (PSDB), adversário político do presidente. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), há atualmente dez vacinas na terceira e última etapa de testes em humanos – um desses imunizantes é justamente a CoronaVac.

Antes de ser liberada para a população, uma vacina tem de passar por três estágios de ensaios clínicos que comprovem sua segurança e eficácia. A cada etapa, mais voluntários são recrutados, e os resultados dos testes são analisados pelos pesquisadores para garantir que o imunizante possa ser licenciado.

Lei Aldir Blanc: como presidente da Amupe, José Patriota envia mensagem aos gestores pernambucanos

Em Pernambuco, 179 do total de 184 municípios se cadastraram para receber os recursos da Lei Aldir Blanc. Tanto a Secult-PE quanto a Amupe, que se tornaram parceiras na execução da Lei Aldir Blanc no Estado, estão montando uma forte articulação para que os municípios apliquem os recursos. Eles terão até 60 dias após o recebimento dos recursos para publicar a programação orçamentária, e até o dia 31 de dezembro deverão ter repassado os recursos para o público beneficiário.

Diante o curto espaço de tempo o presidente da Amupe e prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota, enviou mensagem aos gestores municipais.

Eis a mensagem:

“Colegas prefeitos e prefeitas venho por meio desta mensagem pedir aos gestores que deem encaminhamento à inclusão, na Lei Orçamentária Anual, a LOA, dos valores provenientes da Lei Aldir Blanc para os municípios. É necessário informar onde e de que forma esses repasses serão investidos. Sei da dificuldade de todos vocês, que também é a nossa, da escassez de tempo para a execução da tarefa, mas demandem para os seus secretários a realização de tal trabalho.

Saliento que, para receber as orientações devidas e elaboração obrigatória de decreto, vocês deverão procurar a Secretaria de Cultura do Estado de Pernambuco (Secult/PE), pelo telefone (81) 9.9612-3225 (Agricélia), ou o Sesc do município ou região, que irão receber todas as orientações devidas. É importante que os devidos encaminhamentos sejam tomados o mais rápido possível, mesmo antes das Eleições Municipais do dia 15 de novembro, com os colegas designando os responsáveis pela cultura para executar as ações. O prazo que temos é muito apertado e vai até o dia 31 de dezembro. No entanto, sabemos que o financeiro fecha antes, no dia 20 de dezembro. Municipalismo forte se faz com a participação de todos”.

Pesquesa Ibope no Recife: João 33%; Marília 21%; Mendonça 17% e Patrícia 12%

Foto: reprodução

Pesquisa Ibope divulgada esta noite aponta os seguintes percentuais de intenção de voto para a prefeitura do Recife nas Eleições 2020:

João Campos (PSB) lidera com 33%, seguido de Marília Arraes (PT), com 21%. Mendonça Filho (DEM) tem 17%. A Delegada Patrícia (Podemos), 12%. Coronel Feitosa (PSC), 1%, assim  como Marco Aurélio Meu Amigo (PRTB), Carlos (PSL) e Charbel (Novo). Brancos e nulos são 10%. Não sabem ou não responderam 3%.

Claudia Ribeiro (PSTU), Thiago Santos (UP) e Victor Assis (PCO) tiveram menos de 1% das intenções de voto.

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 36%.

Até o momento, 423.058 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados.​(Foto: Reprodução)

A Paraíba registrou 339 novos casos de Covid-19 e 08 óbitos confirmados desde a última atualização, 04 deles nas últimas 24h. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde ao ClickPB nesta quinta-feira (5), 134.297 pessoas já contraíram a doença, 186.866 já se recuperaram e 3.138, infelizmente, faleceram. Até o momento, 423.058 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados.

  • Casos Confirmados: 134.297
  • Casos Descartados: 186.866
  • Óbitos confirmados: 3.138
  • Casos recuperados: 109.721

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 36%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 40%. Em Campina Grande estão ocupados 16% dos leitos de UTI adulto e no sertão 66% dos leitos de UTI para adultos.

Os casos confirmados estão distribuídos por todos os 223 municípios paraibanos. A diferença de casos de ontem para hoje é de 339, nos quais 10 municípios concentram 221 casos, o que representa 65,19% dos casos em toda a Paraíba. 

São eles:

  • João Pessoa, com 123 novos casos, totalizando 33.107; 
  • Rio Tinto, com 20 casos novos, totalizando 1.258; 
  • Campina Grande, com 19 novos casos, totalizando 13.821; 
  • Boqueirão, com 12 novos casos, totalizando 609; 
  • Patos, com 10 novos casos, totalizando 4.918; 
  • Água Branca, com 08 novos casos, totalizando 177; 
  • Sousa, com 08 novos casos, totalizando 2.470; 
  • Cabedelo, com 07 novos casos, totalizando 3.320; 
  • Guarabira, com 07 novos casos, totalizando 4.688; 
  • Santa Cruz, com 07 novos casos, totalizando 78;  

*Dados oficiais preliminares (fonte: SIM, e-sus VE e SIVEP) extraídos às 10h do dia 05/11, sujeitos a alteração por parte dos municípios.

Continuar Cuidando: Até o dia 04/11 foram entrevistados 917 paraibanos, em 538 residências distribuídas por 35 cidades.

Até hoje, 176 cidades registraram óbitos por Covid-19. Os 08 óbitos registrados nesta quinta ocorreram em residentes de 06 municípios, entre 30 de outubro e 04 de novembro, 07 deles ocorridos nas últimas 48 horas. Os pacientes tinham idade entre 39 e 80 anos. Diabetes foi a comorbidade mais frequente. Dos locais, 01 ocorreu em hospital privado e os demais em hospitais públicos

Homem, 44 anos, residente em João Pessoa. Diabético e etilista. Início dos sintomas 26/10/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 04/11/2020. 

Homem, 47 anos, residente em Campina Grande. Diabético e obeso. Início dos sintomas 16/10/2020. Foi a óbito em hospital privado no dia 04/11/2020. 

Homem, 70 anos, residente em Queimadas. Cardiopata e portador de neoplasia. Início dos sintomas 18/10/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 04/11/2020. 

Homem, 72 anos, residente em Cajazeiras. Diabético. Início dos sintomas 20/10/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 04/11/2020. 

Homem, 80 anos, residente em João Pessoa.Portador  de doença respiratória. Início dos sintomas 09/10/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 03/11/2020. 

Mulher, 70 anos, residente em Santa Rita. Hipertensa, diabética, cardiopata e portadora de doença neurológica. Início dos sintomas 30/09/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 03/11/2020. 

Mulher, 39 anos, residente em João Pessoa. Diabética e portadora de doença renal. Início dos sintomas 21/10/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 02/11/2020. 

Homem, 72 anos, residente em Catolé do Rocha. Diabético e cardiopata. Início dos sintomas 22/10/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 30/10/2020

– Na nova rodada de pesquisa do Instituto Opinião, um fato novo vem à tona: disparou a rejeição da delegada Patrícia Domingos, candidata do Podemos, que chamou a capital pernambucana de “Recifilis” e disse que seu povo é feio. Entre os que disseram que não votariam nela de jeito nenhum subiram dez pontos, de 2,1% para 11,8%. Nesse quesito, só perde para o candidato do PSB, João Campos. Entre os que disseram que não votariam no socialista de jeito nenhum estão 21,3% (na sondagem anterior eram 24,4%).

Quanto aos números de intenção de voto, João Campos cresceu sete pontos percentuais em relação ao levantamento de 9 de outubro. Passou de 20,1% para 27,5% e se mantém na liderança em relação aos demais candidatos. Em segundo lugar, a petista Marília Arraes oscilou positivamente menos de um ponto, indo de 17,3% para 17,8%, mantendo-se no segundo lugar e distanciando-se da delegada Patrícia Domingos e Mendonça Filho, do DEM, que aparecem empatados.
Patrícia saiu de 12,3% para 12,5% e Mendonça caiu de 14,6% para 12,4%. Os candidatos considerados não competitivos se mantiveram praticamente na mesma posição. Alberto Feitosa, do PSC, saiu de 1,3% para 2,1%; Marco Aurélio de 1,4% para 1,6%; Carlos Siqueira, do PSL, que estava com 0,3%, agora tem 0,6%. Cláudia Ribeiro, do PSTU, tinha 0,9% e agora pontuou 0,4%; Thiago Santos, da UP, tinha 0,3% e permanece no mesmo patamar, enquanto Charbel, do Novo, que tinha 0,4%, agora pontua 0,3%. Victor Assis, do PCO, que não havia pontuado, tem 0,1%. Brancos e nulos, que eram 14,8%, agora representam 12,9%. Já os indecisos caíram de 16,3% para 11,5%.
Na sondagem espontânea, em que o entrevistado é forçado a lembrar o nome do postulante sem o auxílio da lista com os nomes de todos os candidatos, João cresceu 14 pontos, saindo de 11,1% para 24,9%, enquanto Marília cresceu quase cinco pontos, indo de 9% para 13,6%. Mendonça também cresceu de 6,5% para 10,6%, ultrapassando a delegada Patrícia Domingos, que foi de 3,4% para 7,5%. Os demais candidatos foram mencionados abaixo de 1%. Neste cenário, o número de indecisos cai em relação ao levantamento anterior, de 54,7% para 28,3%. Entre os que disseram que votam e branco ou anulam são 13,1%.
No quesito rejeição, João Campos se mantém na dianteira. Na anterior, 24,4% disseram que não votariam nele de jeito nenhum. Agora, esse percentual foi reduzido para 21,3%. A surpresa em rejeição é o segundo lugar, antes de Mendonça Filho, agora ocupado por Patrícia. Entre os que afirmaram que não votariam nela de jeito subiram de 2,1% para 11,8%, superior a Mendonça, que vem em seguida com 11,5%. Dos candidatos que estão na briga pra valer, Marília é a menos rejeitada: 8,3%, mas com crescimento. Antes eram apenas 4,6% que disseram que não votariam nela de jeito nenhum.
O levantamento foi a campo nos dias 31 de outubro e 1 de novembro, sendo aplicados 800 questionários. O intervalo de confiança estimado é de 95,0% e a margem de erro máxima estimada é de 3,5 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra. A modalidade de pesquisa adotada envolveu a técnica de Survey, que consiste na aplicação de questionários estruturados e padronizados a uma amostra representativa do universo de investigação. O protocolo de registro é o de número PE-04489/2020.
Estratificando a pesquisa, João tem suas melhores taxas de indicações de voto entre os eleitores com grau de instrução até o 9º ano (39%), entre os eleitores com renda família até dois salários mínimos (35,2%) e entre os eleitores jovens, na faixa etária de 16 a 24 anos (30,3%). Por sexo, entre os entrevistados, 31,6% são mulheres e 22,4% são homens.
Já Marília Arraes pontua melhor entre os eleitores com grau de instrução superior (22%), entre os eleitores jovens (20,2%) e entre os eleitores com renda familiar acima de cinco salários (19%). Por sexo, entre os que se manifestaram por ela, 19,4% são mulheres e 15,7% são homens. A delegada tem melhores pontuações entre os eleitores na faixa etária de 35 a 44 anos (15,9%), entre os eleitores com renda superior a cinco salários (14,9%) e entre os eleitores com grau de instrução superior (14,4%). Entre os que já decidiram votar nela, 15,1% são homens e 10,4% são mulheres.
Mendonça Filho, por fim, pontua melhor entre os eleitores com renda superior a cinco salários (19%), entre os eleitores com grau de instrução superior (19,1%) e entre os eleitores na faixa etária entre 35 a 44 anos (13,5%). Por sexo, entre os eleitores que já se decidiram votar no democrata, 14,8% são homens e 10,4% são mulheres.
SEGUNDO TURNO
Na pesquisa anterior, projetando-se o segundo turno, Marília Arraes, embora tenha sido ultrapassada por João, batia todos os adversários. Nesta, quem lidera todos os cenários da disputa final é o candidato do PSB. Frente a Marília, João teria 37% dos votos contra 31,1% da petista. Brancos e nulos seriam 27% e indecisos 4,9%.
No embate com Mendonça Filho, a vantagem do socialista seria bem maior. João aparece com 42% ante 32,6% de Mendonça. Brancos e nulos somariam 20,5% e indecisos 4,9%. Frente à delegada Patrícia, João também seria eleito com 45,1% dos votos contra 29,6%. Brancos e nulos seriam 20,9% e indecisos 4,4%.
No caso de João não ir ao segundo turno, Marília derrotaria Mendonça com 41,4% ante 31,6%. Brancos e nulos somariam 21,5% e indecisos 5,5%. No enfrentamento de Marília com a delegada, a petista ganharia com folga. Teria 42,9% dos votos ante 29,3%. Brancos e nulos seriam 22,5% e indecisos 5,3%. Já Mendonça frente à delegada, o democrata levaria vantagem: 36,9% a 30%. Brancos e nulos seriam 27% e indecisos 6,1%.
Blog do Magno

Aplicativo Caixa Tem. Foto: Agência Brasil

Foi ampliado o uso da conta poupança social digital para recebimento de benefícios sociais do Governo Federal. Originariamente a conta foi criada em razão da pandemia da Covid-19, com a finalidade de receber depósitos do auxílio emergencial de R$ 600. 

Pela lei nova lei a poupança digital poderá ser usada para receber o benefício pago ao trabalhador em caso de jornada de trabalho reduzida ou contrato suspenso e o saque extraordinário do FGTS. 

Poderão também ser depositados nessa conta outros benefícios sociais, incluindo os de estados e municípios. Além disso, ela poderá ser usada para o depósito de benefícios previdenciários, mas apenas se a pessoa autorizar expressamente a abertura desse tipo de conta ou a utilização de outra já existente em seu nome.

A abertura da conta poderá ser automática, sendo criada mesmo que o cidadão não faça nada. As regras serão as mesmas da poupança tradicional, podendo ser fechada a qualquer tempo, sem custos e de forma simplificada, ou mesmo convertida em conta corrente ou de poupança em nome do titular.

Os bancos poderão emitir cartão físico para a movimentação da poupança social, o que era proibido no texto original da MP 982. Segundo o relator da proposta, o deputado Gastão Vieira (PROS-MA), a mudança foi feita pois haja uma crescente inclusão digital, ainda há cidadãos que não têm condições plenas de uso do meio digital

 Afogados volta a perder para o Salgueiro
 
 

No primeiro tempo, o Salgueiro chegou forte e aproveitou as boas chances. E em uma delas, uma cobrança de pênaltis, que Dadinha fez o primeiro gol. Mas, o Afogados também começou o jogo bem e aos 20 minutos Dennis igualou o placar. Mas, aos 36 minutos, o Salgueiro desempatou com o gol de Daniel. 

No segundo tempo o Carcará em menos de um minuto de jogo, veio o terceiro gol. Na segunda etapa, a equipe do Afogados tentou esboçar uma reação, mas ela não reverteu o placar, que encerrou em 3 a 1 para o Salgueiro.

Desemprego dos jovens bate recorde e atinge quase 30%

Desemprego dos jovens no Brasil bate recorde e atinge quase 30% • Jornal de Leste a OesteA pouca experiência laboral faz com que jovens enfrentem piores condições no mercado de trabalho do que seus pares mais velhos. Essa tendência histórica e universal ganhou contornos dramáticos no Brasil dos últimos anos.

A sucessão de crises econômicas e políticas vivida pelo país nesta década levou a desvantagem e a vulnerabilidade da população na faixa dos 20 anos a patamares recordes, capturados por vários indicadores.

A diferença entre a taxa de desemprego dos jovens de 18 a 24 anos e da média dos brasileiros ativos atingiu 16,4 pontos percentuais no segundo trimestre deste ano, em meio à pandemia do coronavírus.

Pernambuco apresenta crescimento na geração de empregos em setembro

Pelo segundo mês consecutivo, Pernambuco apresentou o maior desempenho do Nordeste na geração de empregos com carteira assinada. De acordo com o levantamento do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados – (Caged) 45.481 pessoas foram admitidas e 23.680 desligadas, os dados representam um saldo positivo de 21.801 postos de trabalho em setembro.

A maior geração de postos de trabalho no Estado aconteceu nos setores da indústria, com 10.015 novos empregos, agropecuária com 4.521, serviços com 3.182 e construção com 1.640.

De acordo com o secretário de Trabalho, Emprego e Qualificação, Alberes Lopes, o plano de retomada econômica do Governo do Estado tem sido muito importante para esse desempenho e mantêm os empregos em crescimento. Outra área que apresenta saldo positivo é a de Jovem aprendiz, com 62 vagas.

O setor que mais contratou nesta faixa etária, de 14 a 24 anos, foi o comércio. O saldo acumulado em 2020, de janeiro a setembro, registrou um impacto de 28.963 postos de trabalho, levando em conta os meses de março e abril, no auge da pandemia.

“Como muito de meus órgãos, incluindo o óbvio, que não funciona há muito tempo, minha memória a cada dia que passa vai se apagando vagarosamente”, afirmou Silvio.

“Considero que estava qualificado para exercer a Presidência da República e tenho certeza de que a equipe que escolheria, no mínimo, melhoraria as condições das pessoas mais necessitadas neste país”, continuou o dono do SBT. (Foto: Reprodução)

Prestes a completar 90 anos, Silvio Santos admitiu que sua cabeça não é mais a mesma. Foi em uma carta de agradecimento a Marcondes Gadelha, que publicou recentemente o livro “Sonho Sequestrado”.

No livro, o autor trata da campanha do apresentador à Presidência da República, nas eleições de 1989. A carta foi reproduzida no prefácio da obra.

“Como muito de meus órgãos, incluindo o óbvio, que não funciona há muito tempo, minha memória a cada dia que passa vai se apagando vagarosamente”, afirmou Silvio.

“Este seu livro me lembra de acontecimentos que eu já tinha esquecido e me deixa emocionado a cada página que leio.”

“Considero que estava qualificado para exercer a Presidência da República e tenho certeza de que a equipe que escolheria, no mínimo, melhoraria as condições das pessoas mais necessitadas neste país”, continuou o dono do SBT.

“Parte do povo mais humilde do Brasil, infelizmente, ainda vive debaixo de pontes, em casebres de papelão ou de madeira, onde, muitas vezes, só tem um prato de feijão para comer e ainda precisa se preocupar com saúde e com os remédios que precisa tomar”, lamentou. “Minha atuação seria voltada para esses temas que tanto afligem a nossa pobre população.”

“Os demais problemas do nosso país seriam enfrentados também pelo presidente Silvio Santos, mas preservada sempre a prioridade dada à habitação e à saúde”, afirmou.

Silvio disse estar emocionado com as lembranças que o livro trouxe. “Você, com seu talento de escritor e generosidade de amigo, me deixou por diversos momentos com lágrimas de saudade e emoção ai trazer de volta aqueles compromissos”, contou.

“Hoje, com 90 anos, me pergunto se teria sido bom para mim, para a minha família, para a minha televisão e para as pessoas que gostam de mim ter colocado a faixa verde e amarela que estampa a capa deste excelente livro”, disse, referindo-se à imagem em que aparece com o acessório presidencial. “Sei, porém, que teria sido bom para a causa. E isso me basta. O desafio, então, estava aceito em qualquer circunstância.”

Até o início da tarde desta quinta-feira (22), apenas Camilo Duarte (PCO) aguardava julgamento do pedido de registro de candidatura.

João Pessoa tem 14 candidatos a prefeito de João Pessoa, com pedidos de candidaturas registrados no TSE. (Foto: Reprodução)

A Justiça Eleitoral deferiu os pedidos de registros de candidatura de Ricardo Coutinho (PSB) e de Ítalo Guedes (PSOL) à Prefeitura de João Pessoa. Até o início da tarde desta quinta-feira (22), apenas Camilo Duarte (PCO) aguardava julgamento do pedido de registro de candidatura. Todos os demais candidatos já tiveram deferimento de seus respectivos registros, conforme apurou o ClickPB.

Ricardo Coutinho disputa o cargo de prefeito de João Pessoa pelo PSB. Já foi eleito ao mesmo cargo por dois mandatos, no ano de 2004 e em 2008, tendo renunciado ao segundo mandato em março de 2010 para concorrer ao cargo de governador, para o qual também foi eleito por duas vezes, tendo dois mandatos, até 2018.

Na chapa do PSB consta o registro de Paula Frassinete como candidata a vice-prefeita. Ela havia sido a primeira escolhida para compor a chapa e foi substituída por Antônio Barbosa, do PT. A Justiça Eleitoral determinou que o vice fosse trocado, tendo em vista que a candidatura de Anísio Maia a prefeito, pelo PT, também foi deferida e o Partido dos Trabalhadores aparecia como registrado em duas chapas. Com isso, Paula Frassinete voltou a constar como candidata a vice, na chapa do PSB.

O impasse segue na Justiça Eleitoral. O PT nacional questiona a candidatura de Anísio Maia e busca registrar-se na vaga de vice na chapa de Ricardo Coutinho.

Ítalo Guedes substituiu o candidato a prefeito de João Pessoa pelo PSOL, Pablo Honorato, o qual renunciou à disputa e se desfiliou do partido. Márcio Roberto consta como candidato a vice-prefeito da Capital pelo PSOL.

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, divulgou uma nota de pesar pelo falecimento da mãe de seu vice.

Mãe de Manoel Júnior faleceu nesta terça-feira (Foto: Reprodução/Redesocial)

Faleceu nesta terça-feira (13), Lucila Ribeiro Alves, mãe do vice-prefeito de João Pessoa e candidato a prefeito de Pedras de Fogo, Manoel Júnior.

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, divulgou nota de pesar. Leia:

O prefeito Luciano Cartaxo vem a público lamentar profundamente a morte da senhora Lucila Ribeiro Alves, mãe do vice-prefeito de João Pessoa, Manoel Júnior. Lucila foi uma mulher querida e respeitada por todos e deixa saudades entre os que puderam com ela conviver. Nos solidarizamos com os familiares e amigos nesse momento de dor e luto e rezamos para que Deus os conforte.

Foto: reprodução

Pernambuco teve, nesta terça-feira (29), a confirmação de mais 32 mortes e 1.229 casos de pessoas com Covid-19. Com esse acréscimo, o estado passou a contabilizar a 8.222 óbitos e 146.325 confirmações desde março, quando foram notificados os primeiros casos.

Dos 1.229 novos casos registrados pela Secretaria Estadual de Saúde, 21 foram de pacientes com Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) e 1.208 casos de pessoas com quadros leves da doença, ou seja, que não precisaram ser internadas.

Ao todo, Pernambuco passou a contabilizar pacientes 26.256 graves e 120.069 leves.

O total, uma pessoa faleceu, duas renunciaram e outros dois foram detalhados como ‘não conhecimento do pedido’.

Cinco registros de candidaturas para as eleições municipais de 2020 na Paraíba foram consideradas inaptas, conforme dados do DivulgaCand, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), nesta terça-feira (29). Do total de inaptos, uma pessoa faleceu, duas renunciaram e outros dois foram detalhados como ‘não conhecimento do pedido’. O prazo para registro de candidaturas terminou no último sábado (27).

Em Cuité, no Curimataú paraibano, a candidata a vereadora, a agricultora Neuza Maria Gomes de Melo, com nome de candidato na urna, “Neusa do Pequeno”, faleceu. Ela disputaria a vaga pelo partido Cidadania. 

Já em relação os registros das candidaturas para veereador de Leonardo Maciel (Naná da Borracharia) e Mariano de Souza Donato (Mariano Donato), pelo partido Republicano, em Campina Grande, no Agreste do Estado, foram inaptos por conta dos pedidos de renúncia. 

Enquanto de Edvanildo de Medeiros Santos Júnior (Edvanildo Júnior), a vice-prefeito pelo PTB, em Solânea, e Kayser Nogueira Pinto Rocha (Kaiser Rocha), pelo DEM a prefeito, em Solânea, foram consideradas inaptas por conta do ‘não conhecimento do pedido’.

Fonte: TSE

Você quer ser presidente?”, questionou a garota. “Em hipótese alguma”, respondeu o general da reserva, sob risos da equipe ministerial.

Segundo eles, nas últimas semanas, Bolsonaro vinha demonstrando incômodo com o fato de Mourão ter retomado o hábito de conceder entrevistas diárias sobre questões variadas do governo. (Foto: Reprodução)

 No início deste mês, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) orientou uma youtuber de dez anos a fazer uma pergunta ao vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) durante uma reunião ministerial.

“Você quer ser presidente?”, questionou a garota. “Em hipótese alguma”, respondeu o general da reserva, sob risos da equipe ministerial.

Assessores palacianos não viram o episódio apenas como uma brincadeira, mas como um recado.

Segundo eles, nas últimas semanas, Bolsonaro vinha demonstrando incômodo com o fato de Mourão ter retomado o hábito de conceder entrevistas diárias sobre questões variadas do governo.

O que mais desagradou o presidente foi declaração do general sobre o leilão do 5G.

Em entrevista à agência de notícias oficial do governo chinês, no começo de setembro, o vice-presidente disse que o Brasil não distingue as empresas que participam do processo pelo seu país de origem. A multinacional chinesa Huawei é uma das principais interessadas no certame.

No dia seguinte à divulgação da entrevista, Bolsonaro fez questão de deixar claro, em live nas redes sociais, que quem decidirá sobre o processo de escolha é ele.

“Vou deixar bem claro. Quem vai decidir 5G sou eu. Não é terceiro. Ninguém dando palpite por aí, não. Eu vou decidir o 5G.”

O desconforto com o general não é o primeiro episódio em que o presidente trava uma disputa pública pelo protagonismo de sua própria gestão.

Conhecido pelo estilo centralizador e personalista, Bolsonaro acumula desgastes políticos causados pela tentativa de evitar que auxiliares presidenciais tenham mais visibilidade que ele.

Sempre que tem a oportunidade, o presidente costuma repetir à equipe ministerial que ele é quem tem a palavra final em todas as decisões do governo.

Ele já pediu mais de uma vez, segundo relatos de assessores, que ministros e secretários evitem encontros ou entrevistas à imprensa, já que cabe a ele próprio ser o porta-voz de sua própria gestão.

Para evitar uma indisposição, após testemunharem quedas de colegas justamente por terem disputado espaço com o presidente, muitos assessores do governo adotaram como hábito consultar previamente o Palácio do Planalto antes de confirmarem entrevistas, sejam elas exclusivas ou coletivas.

A ordem é também para que os anúncios de medidas positivas sejam centralizados em Bolsonaro. Com o receio de retaliações, tornou-se comum que auxiliares do governo apontem para o retrato do presidente, presente nos gabinetes oficiais, para justificar restrições na divulgação de medidas.

O código de conduta para garantir o protagonismo de Bolsonaro é chamado de “lei do silêncio”.

“[Em] algumas pessoas do meu governo, algo subiu à cabeça deles. Estão se achando demais. Eram pessoas normais, mas, de repente, viraram estrelas, falam pelos cotovelos, tem provocações”, reclamou o presidente em abril, em conversa com um grupo de religiosos transmitida pela internet.

A ordem de silêncio foi repetida na semana retrasada, em reunião do presidente com o ministro da Economia, Paulo Guedes. Em encontro no Planalto, Bolsonaro pediu a Guedes para orientar os secretários da pasta a não darem entrevistas sobre iniciativas em estudo.

A solicitação foi feita após o presidente ter decidido extinguir o Renda Brasil, programa social que substituiria o Bolsa Família, o que elevou o desgaste entre Bolsonaro e Guedes.
O presidente se irritou com entrevistas de secretários da equipe econômica sobre a iniciativa. Em conversas reservadas, ele disse que os assessores do governo queriam aparecer às custas da medida.

No episódio, o presidente ameaçou a equipe econômica com “cartão vermelho” e determinou restrição no contato com a imprensa, inclusive de Guedes, o que ficou evidente na ultima quarta-feira (23).

O titular da Economia foi orientado pela equipe de articulação política a não responder perguntas de jornalistas em pronunciamento para lançar a ofensiva pela criação da nova CPMF.

Um assessor palaciano explica que, diante do grande volume de informações que chega ao presidente diariamente, é recorrente que ele avalize uma medida, mas não se recorde de sua conivência e se surpreenda ao ver o assunto estampado no noticiário.

De acordo com auxiliares, há ainda assuntos que chegam de maneira enviesada e genérica ao chefe do Executivo, o que o leva a se irritar quando descobre pela imprensa aspectos de determinado projeto que não foram apresentados a ele na totalidade.

Bolsonaro demonstra incômodo até mesmo com auxiliares que não têm status de ministro, caso do general Otávio Rêgo Barros, que atuava como porta-voz do governo desde o início do mandato do presidente. Com aparições diárias na mídia, foi exonerado, e a função foi extinta.

Inicialmente, Bolsonaro esvaziou o papel do general e mudou o formato do briefing diário. O militar deixou de responder a perguntas de repórteres e passou a apenas ler um informe oficial.

Mesmo com a alteração da função, que rendeu a Rêgo Barros o apelido de “porta-notas”, Bolsonaro interrompeu as leituras semanais.

Outro militar que causou incômodo ao presidente pelo destaque que ganhou nos meios de comunicação foi o ex-ministro da Secretaria de Governo Carlos dos Santos Cruz. O também general foi demitido após ter, na visão de Bolsonaro, contrariado a ordem presidencial de evitar contatos com a imprensa.

Em junho do ano passado, quando Bolsonaro protagonizava recorrentes ataques a veículos de comunicação, Santos Cruz adotava uma postura cordial com jornalistas, o que lhe rendia comentários positivos. Segundo assessores, os elogios ao general enciumaram o presidente.

Bolsonaro também afastou do governo outro auxiliar que fez contraponto público a ele.

Em abril, o então ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, deixou a pasta após ter resistido a criticar o isolamento social e a defender a prescrição da hidroxicloroquina no estágio inicial de contaminação pelo novo coronavírus. A substância não tem eficácia ou segurança comprovadas.

A postura do ministro, em sintonia com as orientações das autoridades de saúde, aumentou a popularidade de Mandetta, como mostraram pesquisas de opinião, e lhe renderam elogios públicos de governadores e prefeitos, o que deixou Bolsonaro incomodado.

Segundo assessores presidenciais, além de ter dificuldades em aceitar que ministros tenham mais destaque que ele, Bolsonaro não costumar aceitar declarações de auxiliares que contrariam suas posições públicas.

“Quem manda sou eu, vou deixar bem claro. Eu dou liberdade para os ministros todos, mas quem manda sou eu”, disse o presidente, no ano passado. “Eu tenho poder de veto. Ou vou ser um presidente banana agora?”, indagou à época.

 

Bolsonaro havia declarado que não se envolveria nas eleições municipais, mas mudou de ideia e admitiu apoiar o deputado federal na disputa na capital paulista.
Bolsonaro pediu a seus seguidores que acompanhassem o discurso de Russomano, que durava 17 minutos. Classificou o vídeo do seu aliado como “uma aula de humildade e conhecimento”. (Foto: Reprodução)

 Líder na pesquisa, o candidato à Prefeitura de São Paulo Celso Russomanno (Republicanos) foi visitar, neste sábado (26), o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), que estava internado no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, se recuperando de uma cirurgia de retirada de um cálculo na bexiga. Logo após a visita, Bolsonaro recebeu alta hospitalar.

Russomanno postou a foto com o presidente nas suas redes sociais. “Hoje pela manhã estive no hospital Albert Einstein para visitar o nosso presidente Jair Bolsonaro, que passou por uma cirurgia. Torço pela sua rápida recuperação, para podermos seguir propondo bons projetos para o nosso Brasil”, escreveu Russomanno.

Bolsonaro havia declarado que não se envolveria nas eleições municipais, mas mudou de ideia e admitiu apoiar o deputado federal na disputa na capital paulista. No sábado dia 19 de setembro, Bolsonaro fez uma dobradinha em suas redes sociais com Russomanno. Postou o vídeo do candidato, que defendia o presidente na polêmica sobre a alta do preço do arroz.

No vídeo, Russomanno comenta a fala do deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP), que criticou o presidente por ter pedido explicações a redes varejistas e cooperativas sobre a alta do preço do arroz.

O candidato, criticou a indústria de beneficiamento do arroz, afirmando que eles controlam os preços. Defendeu também a atitude do Ministério da Justiça de buscar informações para entender como está a cadeia produtiva do produto e averiguar se há sobrepreço.

Bolsonaro pediu a seus seguidores que acompanhassem o discurso de Russomano, que durava 17 minutos. Classificou o vídeo do seu aliado como “uma aula de humildade e conhecimento”.

Neste sábado, Bolsonaro recebeu Russomanno em seu quarto, no Hospital Israelita Albert Einstein. O presidente vestia uma camisa do Ferroviário Atlético Clube, time de futebol do Ceará que disputa a série C (terceira divisão) do Campeonato Brasileiro.

O presidente se recupera de uma cirurgia, realizada nesta sexta (25), de retirada de um cálculo na bexiga. O presidente recebeu alta do hospital às 13h30. Segundo o último boletim médico, Bolsonaro apresenta ótima evolução clínica e sem complicações cirúrgicas.

O documento diz que ele não apresenta sangramentos e não tem febre. A sonda vesical, instalada durante a cirurgia, foi retirada para que ele urine espontaneamente.

O deputado federal Celso Russomanno lidera a primeira pesquisa do Datafolha para a eleição com 29% das intenções de voto.

Atrás dele vem o atual prefeito, Bruno Covas (PSDB), com 20%, quase o mesmo índice daqueles que dizem que vão votar em branco ou nulo (17%).

Em terceiro lugar empatam Guilherme Boulos (PSOL, 9%) e o ex-governador paulista Márcio França (PSB, 8%). Não sabem responder 4%.

Acumulada, Mega-Sena deve pagar R$ 50 milhões neste sábado

Os apostadores podem fazer seus jogos até as 19h (horário de Brasília), em qualquer casa lotérica credenciada pela Caixa em todo o país, ou pela internet.

Apostas podem ser feitas até às 19h deste sábado (Foto: Reprodução)

O Concurso 2.303 da Mega-Sena sorteia neste sábado (26) o prêmio acumulado de R$ 50 milhões.

As seis dezenas serão sorteadas a partir das 20h (horário de Brasília), no Espaço Loterias Caixa, localizado no Terminal Rodoviário do Tietê, em São Paulo.

Ainda neste sábado, serão sorteadas as modalidades Timemania, com prêmio estimado em R$ 3,7 milhões; Loteca, com prêmio previsto de R$ 1,4 milhão; Dia de Sorte, com previsão de R$ 700 mil, e Dupla Sena, com prêmio estimado em R$ 600 mil.

Os apostadores podem fazer seus jogos até as 19h (horário de Brasília), em qualquer casa lotérica credenciada pela Caixa em todo o país, ou pela internet.

Caso apenas um ganhador leve o prêmio da Mega-Sena e aplique todo o valor na poupança, receberá cerca de R$ 57 mil em rendimentos mensais. Se ele optar por investir na venda de combustíveis, poderá abrir 75 postos de gasolina a um custo de R$ 285 mil cada.

A aposta simples, com seis dezenas, custa R$ 4,50.

‘O novo é sempre um desafio’, diz Tarcísio Meira sobre saída da Globo

Foi no Conversa com Bial, exibido na madrugada deste sábado (26).

“Eu acho que a Globo está tomando novos e diferentes rumos, o que acho muito bom, acho ótimo”, avaliou o ator. “Agora, para nós mais velhos, o novo é sempre um desafio.” (Foto: Reprodução)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Tarcísio Meira, 84, e Glória Menezes, 85, fizeram a primeira participação em um programa da Globo após encerrarem a relação de mais de 50 anos com a emissora. Foi no Conversa com Bial, exibido na madrugada deste sábado (26).

“Eu acho que a Globo está tomando novos e diferentes rumos, o que acho muito bom, acho ótimo”, avaliou o ator. “Agora, para nós mais velhos, o novo é sempre um desafio.”

“O nosso contrato terminou, e contrato que termina… termina”, conformou-se. “Nos acomodamos bem na Globo. Fizemos boas coisas, bons trabalhos, e temos a certeza de que fomos muito importantes para a Globo, e ela foi muito importante para nós. Nós devemos muito à Globo.”

A notícia da saída do casal da emissora deixou muitos fãs revoltados na internet, por considerarem que a emissora havia sido “ingrata” com eles. “Uma coisa que foi muito carinhosa é que, quando divulgaram que nós não estávamos mais na Globo, as pessoas ficaram indignadas, perdidas, e recebemos milhares de manifestações carinho”, afirmou.

Sobre o casamento de 57 anos, eles disseram que, ao contrário do que as pessoas pensam, nem tudo são flores. “Não somos o casal perfeito, somos apenas um casal”, defendeu o ator.

“Eu amo profundamente o Tarcísio e tenho a certeza absoluta de que o Tarcísio ama profundamente a Glória”, contou a atriz. “Eu sei que é uma coisa rara, mas isso aconteceu com a gente, o amor. E o amor supera tudo, as brigas e as coisas. No fim, o amor é muito maior do que tudo.”

 Candidato a prefeito de Antônio Martins é encontrado no Ceará

João Venâncio (PT), de 73 anos, foi localizado na cidade de Pereiro, no Ceará, e está bem, de acordo com familiares.

O carro dele havia sido encontrado às margens da BR-226, que dá acesso a Pau dos Ferros, na tarde de quinta-feira (24). (Foto: Reprodução)

O advogado e candidato a prefeito da cidade de Antônio Martins, na região Oeste do Rio Grande do Norte, João Venâncio (PT), de 73 anos, foi encontrado na noite de sexta-feira (25), em Pereiro, no estado do Ceará. Ele estava desaparecido desde a tarde da última quarta-feira (23), quando saiu de casa para fazer o registro da candidatura em Pau dos Ferros e não retornou.

O carro dele havia sido encontrado às margens da BR-226, que dá acesso a Pau dos Ferros, na tarde de quinta-feira (24).

A familiares, João Venâncio relatou que foi parado na estrada por homens que estavam em um carro branco. Um deles estava armado. Foi levado para uma casa, onde foi mantido em cativeiro, encapuzado durante a maior parte do tempo. Não houve pedido de resgate. Ele afirmou que os criminosos falavam que iriam liberá-lo no sábado ou domingo, mas que decidiram antecipar na sexta-feira. João Venâncio foi solto em uma estrada na Serra do Ererê, também no Ceará, e conseguiu uma carona para Pereiro, onde procurou a delegacia. Pereiro fica a 44 km de Antônio Martins e 40 km de Pau dos Ferros.

Sargento do Corpo de Bombeiros e esposa morrem em acidente na PE-60; 3 pessoas ficaram feridas

Foto: reprodução

Duas pessoas morreram e outras três ficaram feridas num acidente de trânsito nesta sexta-feira (25), na PE-60, no município de Ipojuca, no Litoral Sul de Pernambuco. O acidente envolveu dois veículos e ocorreu no sentido Tamandaré.

Segundo o Corpo de Bombeiros, morreram um sargento da corporação, de 39 anos, e a esposa dele, de 36. A filha do casal, de 4 anos, foi levada ao Hospital da Restauração, no Recife.

Segundo o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), outras duas pessoas ficaram feridas. Uma delas, uma mulher de idade não informada, foi levada ao Hospital Dom Helder Câmara, no Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife.

Um homem de 35 anos, que também ficou ferido, foi levado ao Hospital da Restauração. Não há informações sobre o estado de saúde dos feridos.

Através de imagens enviadas ao WhatsApp da TV Globo, é possível ver que a parte dianteira de um dos veículos ficou completamente destruída. As circunstâncias em que o acidente ocorreu não foram divulgadas.

Quando passei no sentido Maragogi, vi que o corpo de uma mulher foi arremessado do carro e outra pessoa estava presa no volante. Também estavam fazendo o resgate de uma criança. Acho que a cadeirinha pode ter salvo a criança“, contou a auxiliar administrativa Dianna Fernanda, que presenciou o resgate às vítimas.

Uma viatura do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) passou no local após o acidente e parou para dar assistência. |G1 Petrolina|

 

 

Nininho Carvalho lidera pesquisa Múltipla em Parnamirim: 46,3% contra 34,7% de Múcio Angelim

Foto: reprodução

Por Nill Junior

O candidato governista Nininho Carvalho, do PSB, lidera as intenções de voto para prefeito de Parnamirim, no Sertão Central do Estado.

Na pesquisa estimulada, em que são apresentadas as opções para o eleitor, ele tem 46,3% dos votos contra 34,7% de Múcio Angelim, do PTB. Há 14,3% indecisos, 3,3% que disseram votar branco ou nulo e 1,3% que não opinaram.

Na pesquisa espontânea, onde não são oferecidas opções para o eleitor, Nininho aparece com 41% contra 26% de Múcio Angelim. 15,3% se disseram indecisos, 14,7% não opinaram e 3% disseram votar branco ou nulo.

No item rejeição, 35,7% afirmaram não votar em Nininho Carvalho de jeito nenhum. Já a rejeição de Múcio Angelim é de 41,7%.

A cidade tem uma curiosidade: o atual prefeito, Tácio Pontes (PSB), tinha direito à reeleição mas desistiu, apoiando Nininho, que é seu tio.

Nininho foi vice-prefeito de 2005 a 2008 e prefeito de 2009 a 2016. Já Múcio Angelim foi inclusive seu vice de 2009 a 2012. Eles romperam e disputaram a prefeitura naquele ano, com vitória de Nininho.

A decisão de Tácio pode ter uma explicação: segundo a pesquisa, seu governo é desaprovado por 48,3% da população, contra 32% que aprovam e 19,7% que não opinaram. Quando chamada a classificar a gestão, 33,7% a consideram regular, 23% dizem que é péssima, 18%, boa, 10,7% ruim, 6,7% ótima e 8% não opinaram.

O Múltipla é o único Instituto de Pesquisa que disponibiliza seu relatório completo: Relatório completo Parnamirim

Número de identificação da pesquisa é o PE-08597/2020. Período de realização da coleta:  18 e 19/09/2020. Margem de erro: 5,7% para mais ou para menos.

Intervalo de confiança: 95%. Número de entrevistas:   300.  Nome da entidade que realizou a pesquisa: Ronald Dias Falabella Neto & CIA LTDA.  Nome de fantasia: Instituto Múltipla de pesquisa e consultoria. Nome do contratante: Ronald Dias Falabella Neto & CIA LTDA. Nome de fantasia: Instituto Múltipla de pesquisa e consultoria.

A Campanha Eleitoral 2020 será iniciada neste domingo (27), e também nesta data será lançado o novo sistema Pardal, um aplicativo onde a população pode denunciar irregularidades de candidatos durante o período eleitoral. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) disponibiliza esse sistema como forma de facilitar os registros, que nas últimas eleições totalizaram 16.169 denúncias, tendo o Nordeste com o maior número 5.937, o que representa 36,7% do total.

O Pardal é um aplicativo gratuito e está disponível para download nas lojas virtuais Apple Store e Google Play. Diversos tipos de infrações eleitorais, podem ser denunciadas como compra de votos, uso da máquina pública, crimes, doações e gastos eleitorais.

Para realizar uma denúncia por meio do Pardal, o cidadão deve, obrigatoriamente, apresentar o nome e CPF, além de elementos que indiquem a existência do fato, como vídeos, fotos ou áudios. A identidade de quem denuncia é preservada pela autoridade responsável por apurar a infração eleitoral.

A data das eleições municipais está marcada para 15 de novembro e o segundo turno, que ocorre apenas em cidades com mais de 200 mil eleitores, o pleito será em 29 de novembro.

O Pardal foi lançado pelo TSE em 2016 e atualizado este ano com o objetivo de Pelo aplicativo, é possível fazer denúncias de propaganda de rua irregular, compra de votos, uso da máquina pública, crimes eleitorais, doações e gastos na campanha. As informações são da Agência Brasil.

Até o momento, 362.482 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados. ​

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 31%. (Foto: Reprodução)

A Paraíba registrou 567 novos casos de Covid-19 e 16 óbitos confirmados desde a última atualização, 06 deles ocorridos nas últimas 24h. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde nesta sexta-feira (25), 119.134 pessoas já contraíram a doença, 92.668 já se recuperaram e 2.778, infelizmente, faleceram. Até o momento, 362.482 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados. 

  • Casos Confirmados: 119.134
  • Casos Descartados: 160.216
  • Óbitos confirmados: 2.778
  • Casos recuperados: 92.668
  • Total de municípios: 223

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 31%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 31%. Em Campina Grande estão ocupados 32% dos leitos de UTI adulto e no sertão 39% dos leitos de UTI para adultos.

Os casos confirmados estão distribuídos por todos os 223 municípios paraibanos. A diferença de casos de ontem para hoje é de 567, nos quais 10 municípios concentram 349 casos, o que representa 61,55% dos casos em toda a Paraíba. 

São eles:

  • João Pessoa, com 95 novos casos, totalizando 29.339; 
  • Campina Grande, com 77 novos casos, totalizando 13.007; 
  • Alagoa Grande, com 32 casos novos, totalizando 1.502; 
  • São Bento, com 32 novos casos, totalizando 2.921; 
  • Sousa, com 27 casos novos, totalizando 2.023; 
  • Itaporanga, com 22 novos casos, totalizando 800; 
  • Pirpirituba, com 18 casos novos, totalizando 359; 
  • Santa Rita, com 16 casos novos, totalizando 3.341; 
  • Mogeiro, com 15 casos novos, totalizando 320; 
  • Pocinhos, com 15 casos novos, totalizando 251. 

*Dados oficiais preliminares (fonte: SIM, e-sus VE e SIVEP) extraídos às 10h do dia 25/09, sujeitos a alteração por parte dos municípios.

Até hoje, 167 cidades registraram óbitos por Covid-19. Os 16 óbitos registrados nesta sexta ocorreram entre 02 de junho e 25 de setembro, 07 deles nas últimas 48 horas, entre residentes de 11 municípios. Os pacientes tinham idade entre 05 meses e 99 anos, 06 deles tinham menos de 65 anos. Cardiopatia foi a comorbidade mais frequente. Dos locais, três ocorreram em hospitais privados, um em residência e os demais em hospitais públicos. 

Mulher, 70 anos, residente em Coremas. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 10/09/2020. Foi a óbito em residência no dia 25/09/2020.

Mulher, 85 anos, residente em Piancó. Cardiopata. Início dos sintomas em 10/09/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 24/09/2020. 

Homem, 75 anos, residente em Rio Tinto. Hipertenso e cardiopata. Início dos sintomas 14/09/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 24/09/2020. 

Homem, 69 anos, residente em Tenório. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 16/09/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 24/09/2020. 

Homem, 62 anos, residente em João Pessoa. Hipertenso e portador de doença neurológica. Início dos sintomas em 13/09/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 24/09/2020. 

Homem, 27 anos, residente em Mamanguape. Cardiopata. Início dos sintomas em 15/08/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 24/09/2020. 

Homem, 85 anos, residente em João Pessoa. Hipertenso, cardiopata e portador de neoplasia. Início dos sintomas em 18/09/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 23/09/2020.

Homem, 73 anos, residente em Campina Grande. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 23/08/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 22/09/2020. 

Mulher, 65 anos, residente em Serra Branca. Hipertensa e obesa. Início dos sintomas em 17/08/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 12/09/2020. 

Homem, 37 anos, residente em Cachoeira dos Índios. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 27/08/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 31/08/2020.

Criança, sexo masculino, 05 meses, residente em Santa Luzia. Portador de atresia esofágica. Início dos sintomas em 21/08/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 27/08/2020.

Mulher, 35 anos, residente em João Pessoa. Portadora de doença renal. Início dos sintomas em 16/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 31/07/2020.

Mulher, 29 anos, residente em Pocinhos. Diabética, cardiopata, obesa e portadora de doença respiratória. Início dos sintomas em 08/07/2020. Foi a óbito em hospital privado no dia 19/07/2020.

Mulher, 77 anos, residente em João Pessoa. Comorbidade não informada. Início dos sintomas em 22/06/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 09/07/2020.

Mulher, 99 anos, residente em João Pessoa. Comorbidade não informada. Início dos sintomas em 30/05/2020. Foi a óbito em hospital privado no dia 10/06/2020.

Mulher, 88 anos, residente em João Pessoa. Comorbidade não informada. Início dos sintomas em 21/05/2020. Foi a óbito em hospital privado no dia 02/06/2020.

.

Governador de São Paulo, João Dória (PSDB), durante coletiva de imprensa para informar as últimas novidades no combate ao coronavírus (Covid-19) — (Foto: ANTONIO MOLINA/ZIMEL PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO)

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou que 94,7% dos mais de 50 mil voluntários que participam de teste na China não apresentaram nenhum efeito adverso à Coronavac, vacina contra o coronavírus desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em parceira com o Instituto Butantan. O dado faz parte de estudo divulgado em entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira (23).

“Esses resultados comprovam que a Coronavac tem um excelente perfil de segurança e comprova também a manifestação feita pela Organização Mundial da Saúde (OMS), indicando a Coronavac como uma das 8 mais promissoras vacinas em desenvolvimento no seu estágio final em todo o mundo”, disse Doria.

A pesquisa testou a segurança da vacina em 50.027 voluntários na China. De acordo com os dados divulgados pela gestão estadual, só foram percebidos efeitos adversos de grau baixo em 5,36% dos participantes. As reações mais frequentes foram dores leves no local da aplicação (3,08%), fadiga (1,53%) e febre moderada (0,21%).

“Os resultados dos estudos clínicos realizados na China mostraram um baixo índice de efeitos adversos e de baixa gravidade. Efeitos adversos de baixa gravidade para uma minoria de pessoas são comuns em vacinas amplamente utilizadas. A vacina da gripe, por exemplo, produzida aqui pelo Instituto Butantan, apresenta efeitos pouco nocivos como dor no local da aplicação, e não mais do que 10% dos que são vacinados apresentam reação dessa natureza”, disse o governador.

Crianças e Idosos começaram a ser testados em setembro na China, mas o país só realiza as fases 1 e 2 da vacina. Segundo o estudo, até o momento foram vacinadas 422 pessoas maiores de 60 anos no país. Também foram vacinados 552 voluntários com idade entre 3 e 17 anos.

No Brasil, que está na fase 3 de testes da CoronaVac, dos 9 mil profissionais de saúde voluntários, 5.584 já receberam a dose até o último dia 21. Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan, afirma que os testes devem ser ampliados para 13 mil voluntários no país. A expansão, segundo o diretor, já foi aprovada pela Anvisa. Deverão ser incluídos nesses testes grupos considerados de risco, como idosos e crianças.

Nesta quarta-feira (23), o representante do laboratório Sinovac na América do Sul, Xing Han, participou da entrevista coletiva, acompanhado de um tradutor, e disse que daqui a um ou dois meses os resultados finais da fase 3 devem ser divulgados.

Em estudo preliminar na China, com 24 mil voluntários, sendo 421 com mais de 60 anos, o governador João Doria disse que a resposta imunológica dos idosos submetidos aos testes da vacina ficou entre 98% e 99%. Nesta quarta-feira (23), o governador voltou a citar estudo, baseado nas fases de testes 1 e 2 na China.

“Além de segura a CoronaVac está se mostrando altamente eficiente. Na China, demostraram que a CoronaVac apresentou 98% de eficiência na imunização das pessoas que foram lá testadas”, disse Doria.

No entanto, o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, reforçou que a eficácia da vacina só poderá ser comprovada após a conclusão da fase 3, que está sendo realizada aqui no Brasil.

“Além de afirmarmos que não houve efeitos adversos graves, nós ainda não temos os dados disponíveis em relação a eficácia. A eficácia será incluída uma vez que terminada a inclusão dos 9 mil voluntários com duas doses vacinais. A partir do dia 15 de outubro poderemos ter o aparecimento dos dados de eficácia que permitirá o registro da vacina na Anvisa. A Sinovac iniciou também um estudo de fase 3 na Turquia e isso vai corroborar o processo de registro dessa vacina no mundo”, afirmou.

Doria (PSDB) também afirmou nesta quarta-feira que a previsão é a de que a vacinação comece na segunda quinzena de dezembro em médicos e paramédicos.

“Deveremos por óbvio aguardar a finalização desta terceira e última fase de testagem, os seus resultados e a aprovação da Anvisa. Mas já em dezembro, na segunda quinzena, poderemos iniciar a imunização de acordo com os critérios de vacinação adotados pela Secretaria da Saúde e dentro do protocolo também do Ministério da Saúde. E os primeiros que receberam a vacina, obviamente, serão médicos e paramédicos”, disse Doria.

Promessa de vacina para a população de SP

Doria voltou afirmar nesta quarta-feira que a vacinação da população deve ir até fevereiro de 2021 e que as doses do acordo com o laboratório chinês serão suficientes para imunizar toda a população de São Paulo.

“Até 31 de dezembro teremos 46 milhões de doses da vacina Coronavac, e até 28 de fevereiro 60 milhões de doses desta vacina, o que é suficiente para a imunização de todos os brasileiros de São Paulo. Já fizemos negociações com o Ministério da Saúde para que pudessem comprar mais 40 milhões de doses desta mesma vacina para permitir a vacinação de brasileiros de outros estados. E esperamos também que com o sucesso da vacina de Oxford e de outras vacinas o governo federal possa vacinar a totalidade dos brasileiros no menor tempo possível”, disse.

Na segunda-feira (21), o governador já havia prometido que toda a população do estado vai receber a vacina contra a Covid-19 até fevereiro de 2021.

“Aos brasileiros de São Paulo, sim, garanto que teremos a vacina, a CoronaVac, para atender a totalidade da população de São Paulo, já ao final deste ano e ao longo dos dois primeiros meses de 2021, e vamos imunizá-los”, disse Doria nesta segunda.

O governador não explicou como será feita a distribuição das vacinas. O secretário da Saúde, Jean Gorinchteyn, afirmou no último dia 10 que o cronograma dos testes está sendo respeitado e a expectativa é a de que os resultados sejam enviados para a Anvisa no final de outubro. Com isso, ainda de acordo com ele, a vacina será incluída no calendário de vacinação nacional no início de janeiro.

Em julho, o governador havia dito que a vacina seria distribuída pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para milhões de brasileiros, não apenas em São Paulo.

“Nessas circunstâncias nós já poderemos iniciar a produção da vacina em dezembro e imediatamente na sequência iniciar a vacinação, com o SUS, de milhões de brasileiros, não apenas em São Paulo como também em outros estados”, declarou Doria na época.

Ao apresentar o projeto desta vacina para o Ministério da Saúde, em agosto, Dimas Covas, diretor do Butantan, também declarou que “a vacina é para brasileiros, não é para paulistas”.

“O Butantan fornece vacinas, todas as vacinas que ele produz, ao Ministério da Saúde, o Programa Nacional de Imunização, e esse é o projeto. Vamos oferecer essa vacina, esses 45 milhões de doses ao Ministério da Saúde”, disse Dimas Covas no dia 25 de agosto.
O acordo com o laboratório chinês prevê o envio de doses prontas da CoronaVac, fabricadas na China, além da transferência de tecnologia para que o Butantan possa fabricá-las em território nacional no futuro.

Até a última segunda-feira, o governo estadual afirmava que seriam 45 milhões doses ainda neste ano. Neste domingo, Doria disse, pelas redes sociais, que o total de doses será de 46 milhões apenas em 2020.

O estado de São Paulo tem cerca de 44 milhões de habitantes, segundo o IBGE. Os testes da CoronaVac em voluntários, no entanto, são feitos com duas doses da vacina por pessoa.

Plano alternativo

Questionado sobre como seria feita a imunização em SP, Doria afirmou nesta segunda-feira (21) que o governo estadual já possui um plano alternativo de vacinação, caso a distribuição não seja feita pelo SUS.

“Temos, sim, um plano alternativo, mas preferimos acreditar num plano nacional, num plano que envolva o Ministério da Saúde. É nisso que nós temos trabalhado com o ministro Eduardo Pazuello. Não faz sentido acreditar que o Ministério da Saúde com seriedade, imagine que não vá ter um tratamento igual para todos os brasileiros”, disse Doria.

“O que eu posso garantir é que os brasileiros que residem em São Paulo não vão ficar sem a vacina”, completou.

Doria também afirmou que não existirá preferência para alguns brasileiros em detrimento de outros na distribuição da vacina.

“Entendo que a imunização de todos os brasileiros é fundamental. A meu ver, não existem brasileiros de primeira classe, que tomam a vacina antes dos brasileiros de segunda classe, que tomam a vacina depois. E no meu entendimento também a vacina deve ser obrigatória”, disse o governador.

Vacina ainda em testes

Toda vacina precisa passar por etapas importantes de testes antes que sua distribuição em larga escala seja autorizada. Os testes são necessários para verificar a segurança e eficácia de uma vacina.

A CoronaVac está na terceira fase de testes. Essa etapa serve para avaliar se ela poderá ser distribuída em massa. Esses testes com voluntários começaram no Brasil no dia 21 de julho, no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP).

De acordo com Clinical Trials, que reúne informações sobre estudos clínicos de vacinas, o Instituto Butantan informou que o último voluntário da CoronaVac será examinado em outubro de 2021. No entanto, o governo planeja oferecer a vacina em janeiro de 2021.

Em agosto, o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, admitiu, que vai buscar a aprovação da vacina chinesa CoronaVac antes mesmo do fim dos estudos clínicos com os 9 mil voluntários brasileiros.

Metade dos voluntários recebem placebo e a outra metade a vacina. Esse tipo de estudo é denominado de duplo cego, pois pesquisadores e pesquisados não sabem quem recebeu qual tipo de tratamento. Após 14 dias da aplicação da primeira dose, os voluntários são submetidos a uma segunda.

Em 3 de julho, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) liberou a nova etapa do projeto. Dias depois, o governador João Doria (PSDB) anunciou que a Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep) também aprovou a realização dos testes.

A vacina está sendo aplicada em doze centros de pesquisa selecionados no país e coordenados pelo Instituto Butantan. Ao todo, 9 mil profissionais da saúde devem participar dos testes nos estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Brasília, durante a terceira fase de testes da vacina chinesa.

Apenas profissionais de saúde que estejam atuando diretamente no combate à Covid-19 podem participar. Outros pré-requisitos são que os voluntários não tenham se contaminado pela doença anteriormente, mulheres não estejam grávidas ou planejem engravidar nos próximos três meses, e que os voluntários morem perto de um dos 12 centros de pesquisa que conduzirão o projeto.

5 milhões de doses

Doria anunciou neste domingo (20) que o estado vai receber 5 milhões de doses da vacina contra Covid-19 desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan já no mês de outubro.

“Os testes continuam com os médicos e enfermeiros voluntários em seis estados e, em breve, se tudo correr como planejado, poderemos imunizar milhões de brasileiros. Vacina simboliza a esperança, a certeza de que tudo isso vai passar. Bom domingo a todos”, disse Doria em post nas redes sociais.

Os detalhes do acordo do governo estadual com a Sinovac, laboratório chinês que desenvolve a vacina em parceria com o Butantan, são sigilosos. Se a vacina for aprovada nos testes clínicos da fase 3, que estão em curso atualmente, sua produção em solo nacional será feita em uma fábrica que o governo estadual pretende adaptar.

Número de doses

O total de doses que o governo afirma que serão recebidas por meio do acordo com a Sinovac não consta em nenhum documento oficial. O valor divulgado pelo governador e por seus porta-vozes já variou algumas vezes.

Quando o governo de São Paulo anunciou o investimento de R$ 96 milhões em doações para obras na fábrica, no dia 29 de julho, Doria disse que, se a gestão estadual alcançasse a meta de R$ 130 milhões, seria possível dobrar a produção de 60 milhões de doses previstas para 120 milhões.

No entanto, em um comunicado enviado à imprensa no mesmo dia, a gestão estadual afirmou que já eram previstas 120 milhões de doses da vacina, e que o investimento possibilitaria dobrar esse número, alcançado 240 milhões de doses.

Dias antes, em apresentação online, Dimas Covas, diretor do Butantan, anunciou outra previsão. Segundo ele, a expectativa era a de que seriam recebidas 120 milhões de doses da vacina prontas e semi-prontas e a fábrica do instituto poderia produzir outras 100 milhões de doses.

Posteriormente os valores divulgados mudaram mais uma vez. Atualmente, o acordo com o laboratório chinês prevê, segundo o governo, o envio de 15 milhões prontas e 30 milhões semi-prontas neste ano. Outros 16 milhões de doses semi-prontas estão previstas para serem entregues até março de 2021.

O governo de São Paulo ainda negocia com o Ministério da Saúde um investimento de cerca de R$ 1,9 bilhão que possibilitaria a oferta de 100 milhões de doses da vacina até maio de 2021.

Expansão de fábrica do Butantan

Doria anunciou na última segunda-feira (14) a conclusão de uma nova etapa de arrecadação de doações para a fábrica do Instituto Butantan que deve produzir a vacina contra Covid-19 desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o instituto.

Segundo Doria, as doações de empresas do setor privado somam R$ 97 milhões. Em 29 de julho, o governo já havia anunciado que obteve R$ 96 milhões em doações para a empreitada.

Na época, o governo estimava que seriam necessários R$ 130 milhões para a empreitada – faltavam, portanto, R$ 34 milhões em doações. No entanto, nesta segunda, o governo anunciou um novo valor estimado para a obra: R$ 160 milhões. Diante dessa nova estimativa, o valor que ainda precisa ser arrecadado pulou para R$ 63 milhões. Toda a verba não virá, necessariamente, de doação. O governo estadual ainda pleiteia aporte do governo federal.

O governo de São Paulo negocia com o Ministério da Saúde um investimento de cerca de R$ 1,9 bilhão, dos quais:

  • R$ 85 milhões iriam para o estudo clínico
  • R$ 60 milhões para reforma da fábrica
  • o restante possibilitaria que a oferta de vacinas chegasse a 100 milhões de doses até maio de 2021

A juíza da Suprema Corte dos Estados Unidos Ruth Bader Ginsburg, ícone progressista e do movimento a favor dos direitos das mulheres, faleceu aos 87 anos de idade, após uma longa batalha contra um câncer de pâncreas, anunciou a maior instância jurídica americana nesta sexta-feira (18).
Ginsburg morreu “esta noite rodeada por sua família em sua casa em Washington, D.C.”, informou a corte em comunicado.

A menos de dois meses para as eleições presidenciais americanas, é provável que o presidente republicano Donald Trump se apresse para indicar o sucessor de Ginsburg, segunda mulher a se tornar juíza da Suprema Corte.

O Senado, controlado pelos republicanos, também poderia confirmar uma indicação em tempo recorde para garantir uma maioria conservadora na corte, que tem a última palavra em muitos dos temas mais sensíveis que dividem os Estados Unidos na atualidade: do aborto, passando pelo porte de armas, até os direitos civis e a pena de morte.

Filme

Ginsburg, nascida no Brooklyn, Nova York, em 1933, serviu a Suprema Corte americana por 27 anos. Sua história e luta pela igualdade entre homens e mulheres inspirou o filme Suprema, no qual foi interpretada pela atriz Felicity Jones (veja trailer abaixo). Ela ainda foi retratada no documentário A juíza, dirigido por Julie Cohen e Betsy West.

“Nossa nação perdeu uma jurista de relevância histórica”, declarou o presidente da corte, John Roberts, em comunicado. “Perdemos uma querida colega. Hoje, estamos de luto, mas confiamos que as gerações futuras lembrarão de Ruth Bader Ginsburg como nós a conhecemos: uma incansável e obstinada campeã da justiça”, completou.

 

O aniversário de emancipação político-administrativa de Araripina aconteceu nesta última sexta-feira (11) sem o tradicional desfile cívico-militar, mantendo apenas o hasteamento dos pavilhões na frente da Prefeitura. 

Na solenidade desta manhã, o hino nacional e o hino do município serão executados pela Banda Maestro Álvaro Campos. O ato deve contar com a participação do prefeito Raimundo Pimentel, vereadores, e secretários municipais.

História

Araripina é conhecida como a capital do gesso, sendo a responsável por 95% de todo o gesso produzido no Brasil e fica a 690km da capital pernambucana, Recife. 

Melhor época ?

Quem gosta do agito dos arraiais com forró e festas juninas devem escolher julho e setembro, respectivamente. Araripina se torna única, de certa forma, sediando grandes eventos típicos: São João e a Vaquejada. Em qualquer época do ano, a qualidade do roteiro gastronômico se mantém. Lembrando que esse ano todas as festas foram canceladas devido a pandemia.

A princesa do Sertão Pernambucano nos seus  92 anos de emancipação política. Se consolidou como uma cidade polo no Brasil devido a sua localização na divisa com dois estados o Piauí e o Ceará.

PESQUISA EM ARARIPINA – PRÉ-CANDIDATO A REELEIÇÃO, RAIMUNDO PIMENTEL LARGA NA FRENTE COM 48% DAS INTENÇÕES DE VOTOS CONTRA 36,3% DE TIÃO DO GESSO

Em Araripina (PE), principal cidade do Sertão do Araripe, o atual prefeito e pré-candidato à reeleição Raimundo Pimentel (PSL) larga na frente na corrida eleitoral das eleições do próximo dia 15 de novembro. É o que aponta o levantamento realizado pelo Instituto Múltipla, em parceria com o Blog do Carlos Britto, onde Pimentel aparece com 48% das intenções de voto, contra 36,3% de Tião do Gesso (SD). Brancos e nulos somam 4,7%; Indecisos 8% e Não opinaram 3%.

O atual prefeito e pré-candidato Raimundo Pimentel tem como pré-candidato a vice o vereador Evilásio Mateus e a chapa do pré-candidato Tião do Gesso tem como vice, Aluísio Coelho.
 
Sobre a pesquisa
A amostra é composta por 300 entrevistas que foram realizadas nos dias 21 e 22 de agosto de 2020. O intervalo de confiança estimado é de 95% para uma margem de erro, para mais ou para menos, de 5,7%. A pesquisa foi registrada sob o nº 08073-2020. A soma das respostas que não totalizarem 100% são decorrentes de arredondamento do programa. O relatório completo da pesquisa pode ser conferido no link disponibilizado pelo Blog.
 
 Blog do Carlos Britto

Vítima era  jovem e tinha uma filha de dois anos.

Um homicídio chocou a pacata Santa Cruz da Baixa Verde no início da tarde desta quinta-feira (10). Karine Rangel, filha do médico Rubens Rangel, foi assassinada no dia do seu aniversário a tiros.

Segundo o Blog Nayn Neto, Karine estava em um almoço de comemoração na cidade de Triunfo. Ao retornar para Santa Cruz, foi seguida com sua amiga, que estavam em uma motocicleta.

Ao chegar em frente à casa que eles residiam, o executor, seu ex-companheiro, que é policial, mandou a amiga dela se afastar e efetuou um tiro na sua cabeça.

Ela morreu no local. Ela e o PM residiam juntos, mas estariam separados devido à quantidade de briga entre eles, por conta de ciúmes. Karina deixa uma filha de 2 anos.

O PM já teria se entregue e está preso, segundo os populares. Em um grupo de WhatsApp ele assumiu a autoria. “Comandos, a vida da gente é imprevisível, pedi muito a ela que não me provocasse, que pensasse na menina, mas ela não teve cabeça e nem muito menos eu tive. Vou me apresentar”, finalizou.

O Policial Militar autor do feminicídio em Santa Cruz da Baixa Verde não se entregou

O Delegado Edson Augusto, a frente das delegacias de Triunfo e Santa Cruz da Baixa Verde  ao contrário do que sinalizou em rede social, o PM que matou Karine Rangel, filha do médico Rubens Rangel, não se entregou à polícia.

Em um grupo de WhatsApp ele assumiu a autoria do crime contra a ex-companheira por  ciúmes. “Comandos, a vida da gente é imprevisível, pedi muito a ela que não me provocasse, que pensasse na menina, mas ela não teve cabeça e nem muito menos eu tive. Vou me apresentar”, finalizou.

Ela foi morta com vários tiros que a atingiram em várias partes do corpo, inclusive na cabeça. “O autor do crime não se entregou e tomou destino ignorado após ter assassinado a vítima. Um crime brutal, frio e sem fornecer qualquer chance de defesa a vitima”, disse o Delegado.

Mesmo no fim da noite dessa quinta, a equipe liderada pelo Delegado está buscando localizar e prender o autor do feminicidio. O paradeiro do PM ainda é desconhecido. O crime chocou a cidade, turística e tida como pacata.

 

 

G1

A Polícia Civil está investigando a morte de um policial militar de 32 anos que foi encontrado morto na tarde da quarta-feira (09) após um acidente de carro na BR-316, em Floresta, no Sertão de Pernambuco. Segundo a Polícia Militar, o acidente ocorreu no Km 225, próximo ao Povoado da Ingazeira.

Uma equipe da 1ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) esteve no local e encontrou o policial Dario Lourenço da Silva (foto), que era lotado na 4ª Cia do 20º Batalhão de Polícia Militar (BPM), em Paulo Afonso, na Bahia já sem vida. O corpo apresentava lesão de tiro na cabeça.

Testemunhas encontraram uma bolsa com roupas, documentos pessoais, um celular, uma pistola, três carregadores e 14 munições. Os materiais foram entregues à Delegacia de Floresta, que instaurou inquérito para esclarecer a morte do policial.

Bolsonaro descarta fim do seguro-defeso

 (Foto: Jair Bolsonaro/Facebook)

 

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quinta-feira (10) que não pretende acabar com o programa seguro-defeso, pago a pescadores artesanais. A notícia foi dada pelo secretário especial da Pesca, Jorge Seif, durante a live semanal do presidente, transmitida pelas redes sociais.  

“Houve um ruído da questão do fim do seguro-defeso, que é fake news total. O presidente definiu que o seguro-defeso vai continuar nos mesmos moldes que anteriormente, ou seja, ele não entra no Renda Brasil. E o que nós estamos continuando a fazer é filtrar, fazer o recadastro, para trazer seriedade no programa”, afirmou Seif.

Em seguida, Bolsonaro disse que o fim do seguro-defeso para criação do Renda Brasil foi uma ideia trazida pela equipe econômica, mas foi descartada.

“A questão do Renda Brasil, o pessoal dá ideias. Quem decide, na ponta da linha, um programa como esse, somos o Paulo Guedes e eu. Nós ouvimos todo mundo, cada um traz suas ideias e algumas ideias que chegam são absurdas”, afirmou. No mês passado, durante uma agenda pública, o presidente também descartou eliminar o abono salarial, benefício pago a trabalhadores que ganham até dois salários mínimos.

O Renda Brasil está em estudo no governo para expandir o alcance e suceder o Bolsa Família, que é pago a famílias que estão em situação de pobreza extrema e miséria.

Seguro-defeso

O seguro-defeso é um benefício pago pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) ao pescador artesanal durante o período de defeso de alguma espécie, quando é proibida a atividade pesqueira. O defeso é a paralisação temporária da pesca para a preservação das espécies, seja para reprodução de peixes e crustáceos ou em decorrência de fenômenos naturais ou acidentes.

Atualmente, o benefício tem o valor de um salário mínimo (R$ 1.045) e é pago durante um período que varia de 4 a 5 meses. O gasto anual do governo é de aproximadamente R$ 2,5 bilhões e, segundo o secretário especial da Pesca, cerca de 800 mil pessoas recebem o seguro, mas a maior parte delas não preenche os requisitos para o programa.

“Segundo a CGU [Controladoria Geral da União], 69% são pessoas que não vivem da pesca, não sabem diferenciar um camarão de uma baleia”, disse Jorge Seif, durante a live.

Entre as exigências da legislação para o pescador receber o benefício, está o de exercer a atividade de forma ininterrupta, ter registro ativo no Ministério da Agricultura e comprovar a comercialização do pescado.

PSB de São José do Egito:  Convenção virtual oficializa candidaturas de Evandro e Dr. Eclériston

O PSB (Partido Socialista Brasileiro), oficializou através de convenção virtual a candidatura de Evandro Valadares e Eclériston Ramos, para prefeito e vice, respectivamente da Capital dos Poetas.

Segundo nota, foram respeitados todos os protocolos de saúde estabelecidos para o enfrentamento da pandemia.

O evento aconteceu na noite dessa quinta (10) e foi transmitido pelo Facebook de Evandro. Além dos candidatos a prefeito e vice, o partido também oficializou a candidatura de 19 postulantes à Câmara Municipal de Vereadores.

São candidatos pelo PSB egipciense: Henrique Marinho, Vicente de Vevei, Damião de Carminha, Irmão Daniel, Flávio Jucá, Gerson Souza, Maurício do São João, Beto de Marreco, Doido de Zé Vicente, João de Maria, Prato de Papa, Pretinho Riachão do São João, Tadeu do Hospital, Lourdes Wanderley, Lôra, Marcilene, Lindinete do Bairro Borja, Bernadete Figueirôa e Patrícia de Bacana.

De máscara e frasco de álcool em gel na mochila escolar, as crianças voltaram aos colégios e conheceram um novo ambiente.

Antes de entrar, todos tinham a temperatura medida e só alunos e funcionários são permitidos dentro da escola. (Foto: Reprodução)

 Depois de quase seis meses fechadas, parte das escolas particulares de Sorocaba voltou a funcionar nesta terça (8).

De máscara e frasco de álcool em gel na mochila escolar, as crianças voltaram aos colégios e conheceram um novo ambiente. Antes de entrar, todos tinham a temperatura medida e só alunos e funcionários são permitidos dentro da escola.

O governador João Doria liberou a reabertura das escolas para atividades de reforço e acolhimento a partir desta terça em cidades que estivessem há mais de 28 dias na fase amarela. Elas só podem funcionar com até 35% dos alunos.

A maioria das cidades paulistas, no entanto, optou por não retomar as aulas presenciais nessa data. Além de Sorocaba, outras quatro cidades liberaram a reabertura das escolas, mas apenas para a rede particular.

“Foi pela vontade dela de ver os amigos que eu decidi que ela voltaria para a escola nesse primeiro momento. Além de que ela já não estava mais isolada em casa, sempre brincava com os vizinhos”, disse a delegada Ana Paula Saribe, 39, mãe de uma aluna de 5 anos.

Pelo convívio com outras crianças durante a pandemia, Saribe disse acreditar que a menina já está bem adaptada ao uso de máscara e manter o distanciamento dos colegas.

Como teve de trabalhar presencialmente durante todo o período de suspensão das aulas, Saribe também disse que a reabertura da escola permite que a filha receba um acompanhamento mais adequado. “Minha motorista foi quem virou a professora dela, era quem acompanhava as aulas virtuais com ela.”

A médica Ana Carolina Swensson, 43, também não parou de trabalhar presencialmente, por isso, optou por fazer parte do primeiro grupo de pais a enviar os filhos para a escola. “Meu marido também é médico e a gente se revezava no cuidado das meninas, mas elas estavam sentindo muita falta do ambiente escolar”.

Mãe de dois alunos de 4 e 6 anos de idade, Swensson disse que a retomada é importante para as crianças nesse momento. “Qual recado estamos passando aos nossos filhos ao dizer que podemos ir ao shopping e restaurantes, mas não para a escola?”

Para a volta às aulas presenciais, o colégio Uirapuru consultou os pais para saber quantos tinham interesse em enviar os filhos. Dos cerca de 1.900 alunos, um terço optou pelo retorno. Nesta terça, só voltaram as crianças da educação infantil (dos 0 aos 5 anos) e dos anos iniciais do ensino fundamental (do 1o ao 5o ano).

“A volta é opcional para os alunos, mas não para os professores e funcionários. A não ser, claro, aqueles que são do grupo de risco e que vão permanecer em casa”, disse Arthur Fonseca, diretor do colégio.

Depois de terem a temperatura medida, as crianças entram na escola, mas precisam tirar os sapatos para ficar em sala de aula. O colégio pediu para que os pais enviassem chinelos ou meias extras.

O colégio também orientou aos pais para que enviassem os filhos com máscaras brancas, sem desenhos. A medida é para evitar que as crianças queiram trocar o equipamento com os colegas.

Além da máscara branca, as crianças também tiveram de levar outras duas unidades, uma branca e outra cinza. Para que fossem trocadas a cada duas horas.

“Eles explicaram que as cores diferentes são para que os professores possam controlar se houve mesmo a troca”, contou Lúcia Nakano, 47, mãe de uma aluna de 10 anos.

Nas salas de aulas, todas as janelas e portas devem ficar abertas durante todo o tempo, as carteiras também foram organizadas para que as crianças fiquem a 1,5 metros de distância uma das outras.

Aumento será menor que o previsto na LDO

A queda da inflação fez o governo reduzir o reajuste do salário mínimo para o próximo ano. Segundo o projeto do Orçamento de 2021, enviado hoje (31) ao Congresso, o mínimo subirá para R$ 1.067 em 2021.

O projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2021, enviado em abril, fixava o salário mínimo em R$ 1.075 para o próximo ano. O valor, no entanto, pode ser revisto na proposta de Orçamento da União dependendo da evolução dos parâmetros econômicos.

Segundo o Ministério da Economia, a queda da inflação decorrente da retração da atividade econômica impactou o reajuste do mínimo. Em abril, a pasta estimava que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) encerraria 2020 em 3,19%. No projeto do Orçamento, a estimativa foi revisada para 2,09%.

A regra de reajuste do salário mínimo que estabelecia a correção do INPC do ano anterior mais a variação do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e serviços produzidos) de dois anos antes perdeu a validade em 2019. O salário mínimo agora é corrigido apenas pelo INPC, considerando o princípio da Constituição de preservação do poder de compra do mínimo.

PIB

O projeto do Orçamento também reduziu as estimativas de crescimento econômico para o próximo ano na comparação com os parâmetros da LDO. A projeção de crescimento do PIB passou de 3,3% para 3,2% em 2021. A previsão para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), usado como índice oficial de inflação, caiu de 3,65% para 3,24%.

Outros parâmetros foram revisados. Por causa da queda da Selic (juros básicos da economia), a proposta do Orçamento prevê que a taxa encerrará 2021 em 2,13% ao ano, contra projeção de 4,33% ao ano que constava na LDO. O dólar médio chegará a R$ 5,11 em 2021, contra estimativa de R$ 4,29 da LDO.

 

O Banco Central informou que lançará, às 13h30 da próxima quarta-feira (2), a nova nota de R$ 200. A cédula, com a imagem do lobo-guará, começa a circular no mesmo dia.

A imagem da foto, no entanto, permanece sob sigilo. O desenho, a cor e as informações de segurança só serão revelados na quarta-feira, quando a cédula entrará em circulação.

Essa será a sétima cédula da família de notas do Real. O Banco Central encomendou à Casa da Moeda a produção, até dezembro, de 450 milhões de cédulas do novo valor.

Essa será a primeira cédula de um novo valor da família do real em 18 anos. A última cédula, a de R$ 20, tinha sido lançada em 2002.

Um ano antes, em 2001, surgiu a nota de R$ 2. No meio tempo, houve a aposentadoria da nota de R$ 1, em 2005.

Em comum, os lançamentos de cédulas têm um mesmo objetivo: diminuir as transações feitas com dinheiro vivo, economizando com impressão de papel moeda.

Outro motivo apontado é a necessidade de fazer frente ao pagamento do auxílio emergencial – estimado em mais de R$ 160 bilhões considerando as cinco parcelas aprovadas.

Boa parte dos beneficiários, sobretudo os de menor renda, preferiu sacar o benefício em espécie. Apenas segundo números da Caixa Econômica Federal, mais de 20 milhões de saques foram feitos até essa quarta-feira.

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que neste sábado (29), foi detectado 01 novo caso de covid-19 em nosso município. O mesmo já estava em investigação. 

O caso novo é o de uma paciente do sexo feminino, 56 anos, profissional de segurança. 
Informamos que hoje um paciente do sexo masculino, 47 anos, que estava em investigação veio a óbito na UTI do Hospital Regional Emília Câmara. O óbito está em investigação tendo em vista alguns sintomas compatíveis para covid-19 que o paciente apresentava. 
Não temos novos casos em investigação neste sábado. 
Hoje tivemos 09 casos descartados após os pacientes apresentarem resultados negativos para covid-19. 
Neste sábado, 04 pacientes apresentaram cura após avaliação clínica e epidemiológica. Já são 368 (83,2%) recuperados para covid-19 em nosso município. Atualmente, 66 casos estão ativos em Afogados da Ingazeira.
Hoje o município atingiu a marca de 2.904 pessoas testadas para a COVID – 19.

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira inicia o pagamento do funcionalismo público municipal nesta quarta-feira, mais uma vez dentro do mês vigente, sem atrasos.

Com o pagamento, serão injetados 2,3 milhões de Reais na economia do município. Confira o calendário de pagamento, de acordo com os setores da administração municipal:
Quarta, 26 de Agosto – Servidores das secretarias de administração, agricultura, assistência social, controle interno, cultura e esportes, finanças, infraestrutura, transportes, procuradoria, ouvidoria, coordenadoria da mulher e gabinete.
Quinta, 27 de Agosto – Servidores da secretaria de educação, aposentados e pensionistas que recebam um salário mínimo e que tenham a primeira letra do nome entre A e L. Neste caso, o salário deverá estar disponível no banco a partir das 13h.
Sexta, 28 de Agosto – Servidores da secretaria de saúde, aposentados e pensionistas que recebam um salário mínimo e que tenham a primeira letra do nome entre M e Z. Neste caso, o salário deverá estar disponível no banco a partir das 13h.
Segunda, 31 de Agosto – aposentados e pensionistas que recebem até 1.500 Reais. O salário deverá estar disponível no banco a partir de 8h.
Terça, 01 de Setembro – aposentados e pensionistas com salários entre 1.501 e 3 mil Reais. O salário deverá estar disponível no banco a partir das 8h.
Quarta, 02 de Setembro – aposentados e pensionistas que recebem acima de 3 mil Reais. O salário deverá estar disponível a partir das 8h. 

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que nesta segunda (24) foram detectados 27 casos para covid-19 em nosso município. Desses, 20 casos já estavam em investigação. 

Os casos novos são 16 pacientes do sexo masculino (9, 11, 22, 25, 27, 30, 30, 33, 34, 36, 43, 51, 55, 65, 69 e 86 anos) e 11 pacientes do sexo feminino (21, 23, 26, 32, 33, 37, 40, 51, 61, 68 e 80 anos). Os homens são 03 estudantes, 03 autônomos, 03 agricultores, 02 profissionais de segurança, 02 aposentados, 01 borracheiro, 01 motorista e 01 pasteleiro. Já entre as mulheres, são 03 agricultoras, 02 aposentadas, 02 não informadas, 01 gerente, 01 profissional da saúde, 01 professora e outra autônoma. 
Temos 23 novos pacientes em investigação, sendo 08 mulheres, com idades entre 21 e 58 anos, e 15 homens com idades entre 4 e 53 anos. 
Tivemos também 23 casos descartados após os pacientes apresentarem resultados negativos para covid-19.
Hoje, 11 pacientes apresentaram cura após avaliação clínica e epidemiológica. Já são 302 (77,2%) recuperados para covid-19 em nosso município. Atualmente, 81 casos estão ativos em Afogados. 
Hoje, o município atingiu a marca de 2.650 pessoas testadas para a covid-19.
A última semana epidemiológica (SE 34) apresentou 72 casos, 02 casos a menos que a semana anterior (SE 33), a qual apresentou 74. Estamos atentos e seguimos monitorando os números de acordo com as semanas. A média móvel na semana que terminou no último sábado, manteve-se em patamar elevado com pouca variação na comparação (SE 33 – 10,57/ SE 34 – 10,28).
Um número relevante a ser registrado é que 95,9% dos casos em Afogados são leves. Nesta segunda (24) completamos 165 dias ininterruptos de trabalho no combate e prevenção à pandemia.

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que neste domingo (23) foram detectados 05 casos para covid-19 em nosso município. Os 05 casos já estavam em investigação.

Os casos novos são os de 02 pacientes do sexo masculino (11 e 14 anos) e 03 pacientes do sexo feminino (38, 50 e 65 anos). Os 02 homens são estudantes. Já entre as mulheres: 01 auxiliar de serviços gerais, 01 agricultora e outra e balconista.
Não temos novos casos em investigação.
Tivemos também 11 casos descartados após os pacientes apresentarem resultados negativos para covid-19.
Hoje, 01 paciente apresentou cura após avaliação clínica e epidemiológica. Já são 291 (79,9%) recuperados para covid-19 em nosso município. Atualmente, 65 casos estão ativos em Afogado

Arcoverde confirma 27 novos casos de Covid-19 e mais quatro curados neste domingo (23)

A Secretaria de Saúde de Arcoverde informa que, neste domingo, 23 de agosto, até às 18 horas, foram confirmados mais vinte e sete (27) casos de Covid-19 e quatro (04) novos curados. O boletim diário, portanto, fica com trezentos e trinta (330) suspeitos, mil oitocentos e oitenta e sete (1.887) descartados, mil e quarenta e dois (1.042) confirmados, trinta e três (33) óbitos, e setecentos e vinte e sete (727) recuperados.

Segundo a repartição municipal, a taxa de recuperação dos casos confirmados atualmente é de 71,23%, enquanto que a taxa de letalidade no município está em 3,25%. Estão sendo testadas aproximadamente 100 pessoas por dia. Arcoverde está tendo nos resultados de testagens promovidas, o seu maior número de casos positivos ultimamente.
Vale lembrar, que dentro dos 1.042 confirmados, estão contabilizados os 33 óbitos e 727 curados. No total, a cidade tem três (03) pacientes em UTI e doze (12) em enfermaria.
No Hospital Regional Ruy de Barros Correia, há dois (02) pacientes de Arcoverde na UTI e seis (06) na enfermaria. No Hospital de Campanha há seis (06) internados. No Hospital Memorial Arcoverde há um (01) paciente na UTI.
Nas barreiras sanitárias das entradas da cidade, foram abordados 157 carros de fora. Não confunda flexibilização do comércio com cura do Covid-19. Não saia de casa, se não for necessário. Caso precise sair, use a proteção. Para dúvidas ou sugestões ligue para o Disk Coronavírus do município: 0800-281-55-89 e 3821-0082.

São José do Egito registra um novo caso de covid-19 neste domingo (23)

A partir da próxima segunda-feira (24), o inquérito epidemiológico começa a visitar os domicílios do bairro São Borja para realizar uma leitura e buscar as melhores medidas que possam modificar o cenário atual que essa localidade atravessa. É o segundo bairro com maior incidência de covid-19 em nossa cidade.

Nas últimas 24hs, tivemos apenas 1 novo caso de Coronavírus confirmado em nosso município. Continuamos com 5 pacientes em estado grave internados na UPA/COVID.

Fila Caixa Econômica Federal de Bonsucesso: pagamentos de auxílio e FGTS

Trabalhadores nascidos em agosto com contas vinculadas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço vão receber nesta segunda-feira (24), o depósito de até R$ 1.045 referente ao saque emergencial do FGTS. O dinheiro será creditado em poupanças sociais digitais abertas exclusivamente pela Caixa Econômica Federal para este fim, mas o saque ainda não estará liberado. Por enquanto, será possível somente pagar boletos e compras pelo aplicativo Caixa Tem. A retirada ou a transferência bancária, neste caso, só poderá ser feita a partir de 17 de outubro.

Já os nascidos em dezembro que aguardam novas parcelas do auxílio emergencial terão o depósito do benefício feito em suas poupanças sociais digitais na próxima quarta-feira (26), também sem direito a retirada. Poderão apenas movimentar os recursos via Caixa Tem. O saque para este grupo será permitido somente a partir de 17 de setembro.

Na quinta-feira (27), os que fazem aniversário em julho — e que receberam o crédito em suas contas no dia 12 de agosto — já poderão sacar o dinheiro.

Esses cidadãos aguardam diferentes parcelas do auxílio. Há quem espere a primeira, a segunda, a terceira ou a quarta cota do benefício. Isso depende do mês em que cada um recebeu o primeiro pagamento ou se cadastrou no site do banco ou no aplicativo Caixa/Auxílio Emergencial.

Há também pessoas que começaram a receber o valor, mas tiveram seus benefícios reavaliados em julho, por conta de atualizações no bancos de dados do governo federal. O depósito para este grupo foi restabelecido agora.

Bolsa Família

Também nesta semana, a Caixa fará o pagamento da quinta parcela aos beneficiários do Bolsa Família com Números de Identificação Social (NIS) de finais 5 a 9 — ou seja, um grupo por dia. Esses cidadãos já poderão sacar o auxílio em dinheiro, com o cartão original do programa social.

As retiradas poderão ser feitas nas agências da Caixa, nas casas lotéricas ou nos correspondentes Caixa Aqui. Os que têm NIS de final 0 só terão direito ao pagamento na semana que vem, no dia 31.

Cronograma do FGTS

Crédito em conta

29 de junho – nascidos em janeiro

6 de julho – nascidos em fevereiro

13 de julho – nascidos em março

20 de julho – nascidos em abril

27 de julho – nascidos em maio

3 de agosto – nascidos em junho

10 de agosto – nascidos em julho

24 de agosto – nascidos em agosto

31 de agosto – nascidos em setembro

8 de setembro – nascidos em outubro

14 de setembro – nascidos em novembro

21 de setembro – nascidos em dezembro

Liberação de saque ou transferência

25 de julho – nascidos em janeiro

8 de agosto – nascidos em fevereiro

22 de agosto – nascidos em março

5 de setembro – nascidos em abril

19 de setembro – nascidos em maio

3 de outubro – nascidos em junho

17 de outubro – nascidos em julho

17 de outubro – nascidos em agosto

31 de outubro – nascidos em setembro

31 de outubro – nascidos em outubro

14 de novembro – nascidos em novembro

14 de novembro – nascidos em dezembro

Datas do auxílio emergencial para quem não tem Bolsa Família

CICLO 1

– Quem recebeu o crédito da primeira parcela em abril de 2020 – receberá a quarta parcela

– Quem recebeu o crédito da primeira parcela em maio de 2020 – receberá a terceira parcela

– Quem recebeu o crédito da primeira parcela em junho ou até 4 de julho de 2020 – receberá a segunda parcela

– Quem se cadastrou entre 17 de junho e 2 de julho de 2020 – receberá a primeira parcela

Depósito do dinheiro

22 de julho – nascidos em janeiro

24 de julho – nascidos em fevereiro

29 de julho – nascidos em março

31 de julho – nascidos em abril

5 de agosto – nascidos em maio

7 de agosto – nascidos em junho

12 de agosto – nascidos em julho

14 de agosto – nascidos em agosto

17 de agosto – nascidos em setembro

19 de agosto – nascidos em outubro

21 de agosto – nascidos em novembro

26 de agosto – nascidos em dezembro

Liberação de saque e transferência

25 de julho – nascidos em janeiro

1º de agosto – nascidos em fevereiro e março

8 de agosto – nascidos em abril

13 de agosto – nascidos em maio

22 de agosto – nascidos em junho

27 de agosto – nascidos em julho

1º de setembro – nascidos em agosto

5 de setembro – nascidos em setembro

12 de setembro – nascidos em outubro e novembro

17 de setembro – nascidos em dezembro

Calendário do Bolsa Família

18 de agosto – NIS de final 1

19 de agosto – NIS de final 2

20 de agosto – NIS de final 3

21 de agosto – NIS de final 4

24 de agosto – NIS de final 5

25 de agosto – NIS de final 6

26 de agosto – NIS de final 7

27 de agosto – NIS de final 8

28 de agosto – NIS de final 9

31 de agosto – NIS de final 0

Petrolina: Bares, restaurantes poderão funcionar das 6h até às 23h

Foto: reprodução

A partir de segunda-feira (24), a VII e VIII Gerências Regionais de Saúde (Geres), que compreendem os municípios de Salgueiro e Petrolina, no Sertão Pernambucano, avançam mais uma etapa do Plano de Convivência com a Covid-19 do Governo do estado. Com isso, academias, bares e restaurantes podem funcionar com restrições. Em Petrolina, a prefeitura publicou na sexta-feira (21), um decreto que estende o horário de funcionamento para o setor alimentício, como bares, restaurantes e similares das 6h até às 23h.

De acordo com a gestão municipal, a decisão de flexibilizar o horário levou em consideração o índice de mortalidade por Covid-19 em Petrolina, avaliado como o menor entre as grandes e médias cidades do Nordeste.

O setor alimentício está sem funcionar aberto ao público no município desde a segunda quinzena de março, sendo limitado ao formato de entrega de pedidos.

Petrolina totaliza 3.989 casos de Covid-19, com 2.923 curas clínicas, 71 óbitos e 995 casos ativos da doença. (G1 Petrolina)

Serra Talhada supera marca de 3 mil casos positivos do novo coronavírus

 

Foto: reprodução

Como já era esperado, o município de Serra Talhada (PE), Sertão do Pajeú, superou a marca de 3 mil casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19). A informação é da Secretaria Municipal de Saúde (SM), no boletim de ontem (21).

De acordo com a pasta, foram registrados 75 novos casos positivos de Covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando 3.014 infectados pela doença. São 29 pacientes do sexo masculino e 46 do sexo feminino, com idades entre 7 e 86 anos.  Os casos foram confirmados através de testes rápidos (51), método de Swab (13) e exames particulares (11). O número de casos suspeitos caiu para 98 e o de descartados subiu para 11.329.

Quanto à evolução dos casos confirmados, são 2.618 pacientes recuperados, 338 em tratamento domiciliar e 14 em leitos de internamento. Serra Talhada soma, até o momento, 44 óbitos. Em relação aos profissionais de saúde, são 106 recuperados e 6 em tratamento. O município tem 16 pacientes internados (casos suspeitos e confirmados), sendo 5 no Hospital Agamenon Magalhães (Hospam), 10 no Hospital Eduardo Campos e um nos Leitos de Retaguarda Municipais do Hospital São José.

Governo lança na terça pacote com medidas econômicas; saiba o que será anunciado

Foto: reprodução

O governo do presidente Jair Bolsonaro lança na próxima terça-feira um megapacote de medidas nas áreas social e econômica, numa tentativa de reativar a economia, pavimentar o caminho para as eleições de 2022 e construir uma marca própria da atual gestão. O evento vem sendo chamado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, como o “Big bang day” do governo, que irá lançar num só dia o chamado Renda Brasil, medidas para geração de empregos, novos marcos legais e ações para corte de gastos.

Todas as ações estarão sob o guarda-chuva do programa batizado pelo governo de Pró-Brasil. Lançado pela Casa Civil da Presidência da República, esse programa rachou o governo quando foi mencionado na reunião de ministerial de 22 de abril — que posteriormente teve o vídeo divulgado por decisão do Supremo Tribunal Federal. Guedes via o pacote como um novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), marca da gestão Dilma Rousseff.

Para contornar o problema, Guedes assumiu o programa e transformou em um guarda-chuva para todas as medidas do governo. Uma delas é o programa Renda Brasil, que irá substituir o Bolsa Família. O novo programa social irá aumentar o número de beneficiários de 14 milhões de famílias para mais de 20 milhões. Além de aumentar o valor pago aos beneficiários.

Para sustentar uma despesa anual superior a R$ 50 bilhões (o Bolsa Família custa R$ 30 bilhões por ano), o governo irá extinguir programas como o Abono Salarial, o Salário-Família e o Seguro Defeso (pago a pescadores durante o período em que a pesca é proibida).

O governo também vai anunciar a desoneração da folha de pagamentos das empresas para a faixa salarial de até um salário mínimo (hoje em R$ 1.045). Essa medida faz parte do que Guedes chama de “rampa de acesso” do Renda Brasil para o emprego formal.

A equipe econômica quer lançar o novo imposto, nos moldes da antiga CPMF, também nesta terça-feira, mas encontra ainda resistências da área política do governo para incluir a medida do pacote. O temor de ministros com assento no Palácio do Planalto é contaminar um dia que o governo vê como oportunidade de anunciar medidas consideradas positivas, embalado pelo resultado positivo para a geração de empregos em julho.

O anúncio deve ser feito à tarde. Pela manhã, o governo vai lançar a reformulação do Minha Casa, Minha Vida, chamado de Casa Verde Amarela, que vai permitir realização de reformas com dinheiro público. Fonte: O Globo