Notícia

A Secretaria de Saúde de Serra Talhada informa que foram registrados mais 44 casos positivos de Covid-19 nesta sexta-feira (03/07), sendo 24 pacientes do sexo feminino e 20 do sexo masculino, totalizando 678 casos confirmados no município. Não houve registro de óbito nas últimas 24h. 

Foram realizados hoje 118 testes rápidos no Laboratório Municipal, com 39 resultados positivos. Os outros 05 positivos foram confirmados pelo Lacen-PE. O número de casos suspeitos caiu para 45 e o de casos descartados subiu para 2.652.
Entre os casos confirmados, o município tem 457 pacientes recuperados, 205 em tratamento domiciliar e 05 em leitos de internamento, estando um paciente entubado e 04 estáveis. Outros cinco pacientes considerados suspeitos também estão internados com quadro de saúde estável.
Em relação aos profissionais de saúde contaminados, 36 estão recuperados 15 em isolamento domiciliar monitorado. 
O boletim diário, portanto, fica com 678 casos confirmados, 45 casos suspeitos, 457 recuperados, 2.652 descartados e 11 óbitos. 
CASOS CONFIRMADOS:
ZONA URBANA 
Cohab/Tancredo Neves (53)
Bom Jesus (66)
Cagep (23)
IPSEP (125)
Caxixola (11)
São Cristóvão (98)
Borborema (08)
Vila Bela (29)
Alto da Conceição (24)
AABB/Várzea (85)
Centro (70)
Malhada Cortada/Baixa Renda (12) 
Universitário (09)
Mutirão (13) 
Nossa Senhora de Fátima (02)
ZONA RURAL 
Fazenda Icós (01)
Barra do Exú (10)
Varzinha (11)
Sítio Conceição de Cima (03)
Lagoa da Pedra (01)
Caiçarinha da Penha (03)
IPA (01)
Fazenda Joazeiro (01)
DNOCS (03)
Sítio Poço Escuro (05)
Fazenda Saco – IPA (03)
Fazenda Cacimbinha (02)
Fazenda Cajuí (01)
Sítio Bonsucesso (02)
Vila Santa Rita (03)

Araripina no sertão Casos da Covid-19 sobe para 211 

Mais 04 casos da Covid-19 foram registrados nessa sexta-feira (03), em Araripina, no Sertão de Pernambuco. Agora o município contabiliza 211 casos confirmados da doença, 123 curas clínicas, 06 óbitos e 17 casos em investigação.

De acordo com a Secretaria de Saúde, 921 exames já foram realizados em Araripina, sendo 839 testes rápidos e 82 analisados pelo Laboratório Central de Saúde Pública de Pernambuco (Lacen-PE).

No Sertão do Araripe já foram registradas 32 mortes decorrentes do novo coronavírus. Foram 10 em Ipubi, 09 em Trindade, 06 em Araripina, 03 em Ouricuri, 03 em Bodocó e 01 em Exu.

Em segundo turno, o placar foi de 407 votos favoráveis contra 70, com uma abstenção; texto deve ser promulgado nesta quinta-feira pelo Congresso Nacional

Em segundo turno, a Câmara dos Deputados aprovou o adiamento das eleições municipais deste ano em sessão na noite desta quarta-feira (1º). O placar foi de 407 votos favoráveis contra 70, com uma abstenção. Agora, o texto segue para promulgação pelo Congresso Nacional, que deve acontecer nesta quinta, às 10 horas.

De acordo com a proposta, os dois turnos eleitorais, inicialmente previstos para os dias 4 e 25 de outubro, serão realizados nos dias 15 e 29 de novembro. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) analisa medidas para assegurar o pleito com garantias à saúde e respeito aos protocolos recomendados.

Ainda nesta quarta, o plenário já havia aprovado, em primeiro turno, o texto-base da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 18/20, que propõe o adiamento as eleições municipais deste ano em razão da pandemia causada pelo novo coronavírus. O Senado havia votado e aprovado a proposta em 23 de junho.

Além de adiar as eleições, a PEC, de autoria do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), estabelece novas datas para outras etapas do processo eleitoral de 2020, como registro de candidaturas e início da propaganda eleitoral gratuita. Apenas a data da posse dos eleitos permanece a mesma, em 1º de janeiro de 2021.

Veja como ficam as novas datas: 

 – De 31 de agosto a 16 de setembro: convenções partidárias virtuais para definição de coligações e candidatos.

– 26 de setembro: encerra o prazo para registro de candidaturas

– Após 26 de setembro: começa a propaganda eleitoral, inclusive na internet.

– 27 de outubro: divulgação dos relatórios com recursos recebidos pelo Fundo Partidário e Fundo Eleitoral, bem como os gastos durante a campanha

– 15 e 29 de novembro: 1º e 2º turno, respectivamente.

O ministro da Educação, Carlos Alberto Decotelli, entregou na tarde desta terça-feira (30) a carta de demissão ao presidente Jair Bolsonaro.

Até a última atualização desta reportagem, não havia a confirmação de que Bolsonaro aceitou o pedido. A expectativa do governo é encontrar um novo nome para o posto ainda nesta terça.

Após a polêmica sobre títulos que diz possuir, desmentidos pelas instituições de ensino, a própria equipe do presidente aconselhou Decotelli a deixar o cargo.

Embora tenha publicado uma mensagem em rede social elogiando a capacidade do ministro, desde a noite desta segunda, o presidente já dava como insustentável a situação dele.

Bolsonaro fez a publicação depois de ter se reunido com Decotelli e ouvido explicações.

São três os pontos questionados no currículo de Decotelli:

Na última quinta-feira, Bolsonaro anunciou e o “Diário Oficial da União” publicou a nomeação do ministro. Mas no fim de semana, após se tornarem públicas inconsistências em seu currículo, nem chegou a tomar posse.

Mais 08 casos da Covid-19 foram registrados nesse segunda-feira (29), em Araripina, no Sertão de Pernambuco. Agora o município contabiliza 190 casos confirmados da doença, 103 curas clínicas, 05 óbitos e 02 em investigação.

De acordo com a prefeitura, 769 exames já foram realizados no município, sendo 706 testes rápidos e 61 analisados pelo Laboratório Central de Saúde Pública de Pernambuco (Lacen-PE).

No Sertão do Araripe já foram registradas 28 mortes decorrentes do novo coronavírus, sendo 09 em Ipubi, 08 em Trindade, 05 em Araripina, 03 em Ouricuri, 02 em Bodocó e 01 em Exu.

Mais onze pessoas testam positivo para Covid-19 em Trindade; total sobe para 142

Mais onze casos do novo coronavírus foram registrados nesta segunda-feira (29) em Trindade, no Sertão de Pernambuco. O boletim divulgado pela prefeitura não informou o estado de saúde dos novos pacientes.

O município contabiliza 142 casos confirmados e oito óbitos. O número de curas clínicas subiu para 108, com onze casos em investigação.

De acordo com a prefeitura, foram realizados 230 testes nos profissionais da saúde, destes, 217 deram negativo e 13 testaram positivo. Dez estão recuperados e três seguem em isolamento domiciliar.

Ipubi confirma 9º óbito causado pelo novo coronavírus

Foto: reprodução

Nesta segunda-feira (29), foi confirmado o 9º óbito causado pelo novo coronavírus em Ipubi, no Sertão Pernambucano. O boletim da prefeitura não divulgou informações sobre o paciente.

O município contabiliza 90 casos confirmados da doença, com 62 curas clínicas, nove óbitos e três casos em investigação.

O Brasil ultrapassou, nesta quarta-feira, a marca de 53 mil mortes por Covid-19, segundo o balanço, consolidado a partir dos números divulgados pelas secretarias estaduais de Saúde. O país registrou 1.103 óbitos nas últimas 24 horas, elevando o total para 53.874. Os casos confirmados, por sua vez, já são 1.192.474, após 40.995 novos diagnósticos no último dia.

O levantamento foi realizado por um consórcio de veículos de imprensa formado por O GLOBO, Extra, G1, Folha de S.Paulo, UOL e O Estado de S. Paulo. O próximo levantamento será divulgado às 8h. A iniciativa dos veículos da mídia foi criada a partir de inconsistências nos dados apresentados pelo Ministério da Saúde na gestão do interino Eduardo Pazuello.

Nesta atualização, todos os estados brasileiros informaram suas atualizações sobre a Covid-19. São Paulo foi o estado com mais mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, com 284 novos óbitos e 9.347 novos casos. Ao todo, são 238.822 diagnósticos confirmados, com 13.352 mortes em decorrência da doença em território paulista. Em segundo lugar, o Rio de Janeiro contabilizou 142 mortes e 2.624 novos casos confirmados entre terça e quarta. No total, o estado registra 103.493 diagnósticos e 9.295 óbitos.

O Brasil é o segundo país com maior número de casos confirmados e de mortes provocadas pelo novo coronavírus no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos.

Em entrevista coletiva nesta quarta-feira, o Ministério da Saúde destacou que, ao contrário de um “certo platô” na notificação de casos de Covid-19 no Brasil, houve uma curva elevada na última semana epidemiológica (14 a 20 de junho), em relação ao mesmo período anterior (7 a 13 de junho). A média diária semanal passou 25.381 para 31.009 no período.

— Parecia que a curva estava chegando a um certo platô, e entre a semana 24ª para 25ª, tivemos um aumento de 22% — aponta Arnaldo Correia, Secretário de Vigilância em Saúde da pasta, em coletiva de imprensa.

Brasil registra 53.830 mortes, diz Ministério da Saúde

Dados do Ministério da Saúde divulgados na noite desta quarta-feira indicam que o Brasil registrou 1.185 mortes de ontem para hoje. Com isso, o Brasil chegou a 53.830 mortos pela doença, além de 1.188.631 casos de Covid-19, dos quais 42.725 foram incluídos no sistema do ministério de ontem para hoje.

São Paulo permanece como o estado com mais casos da doença, com 238.822 infectados até o momento. Em seguida vêm Rio de Janeiro 103.243, Ceará (99.578), Pará (91.708) e Maranhão (73.314).

Em relação aos óbitos, São Paulo também aparece na frente: são 13.352 no total. Seguido por Rio de Janeiro (9.295), Ceará (5.815), Pará (4.726) e Pernambuco (4.425).

Recuo na flexibilização

Enquanto as cidades de São Paulo e Rio de Janeiro flexibilizam a quarentena contra o coronavírus, as três capitais do Sul do país, Curitiba, Florianópolis e Porto Alegre, além de cidades do interior paulista e do nordeste, iniciaram um movimento inverso nos últimos dias com o avanço da epidemia na região.

De acordo com especialistas, o abre-fecha dos setores da economia por conta do coronavírus deverá fazer parte da rotina de cidades e capitais nos próximos meses. Para a pneumologista Margareth Dalcomo, pesquisadora do Centro de Referência Professor Hélio Fraga, da Fiocruz, e colunista de “A Hora da Ciência”, do GLOBO, a “quarentena iôiô” é a nova normalidade.

— Após três meses de pandemia, não há como manter tudo fechado. Os comitês científicos de cada cidade ou estado devem analisar os indicadores disponíveis, como a taxa de transmissão da doença, que deve ser abaixo de 1. O setor mais sensível é o de transportes públicos. Para reabri-lo, em qualquer cenário, é preciso ter controle — alerta a especialista.

Células-tronco

Começou na última semana o primeiro estudo brasileiro que utiliza células-tronco mesenquimais, que derivam do tecido do cordão umbilical. Elas podem se transformar em células que compõem outros tecidos, desde o muscular aos neurônios. O objetivo é tratar pacientes com síndrome respiratória aguda grave decorrente da Covid-19.

A iniciativa é conduzida por uma parceria entre pesquisadores da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR), do Complexo Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná (CHC-UFPR) e do Instituto Carlos Chagas (ICC/FiocruzParaná).

Especialistas ligados à pesquisa explicam que as células-tronco mesenquimais têm grande potencial de proliferação, atuam na regeneração de tecidos danificados, possuem a característica de não serem rejeitadas pelo corpo humano e ainda são “imunoprivilegiadas”, já que não podem ser infectadas pelo novo coronavírus.

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) – O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse neste domingo (21) que a missão das Forças Armadas é defender a democracia. Ele foi ao Rio de Janeiro para o velório de um jovem paraquedista que morreu em um acidente durante treinamento.

“A nossa missão, a missão das Forças Armadas, é defender a pátria, é defender a democracia. E como dizia [aquele] que se tornou um grande amigo, o ex-ministro Leônidas Pires Gonçalves [ministro do Exército no governo de José Sarney, morto em 2015], nós estamos a serviço da vontade da população brasileira”, discursou.

Ele desembarcou no Rio pela manhã e participou de toda a cerimônia em homenagem ao militar, realizada no ginásio da 26ª Brigada de Infantaria Paraquedista, na zona oeste carioca. Por volta das 11h30, quando o caixão deixou o local, voltou diretamente para Brasília, sem falar com a imprensa.

O evento contou com a banda do Exército e estava bastante cheio, apesar da pandemia do novo coronavírus. Compareceram muitos militares e a família e amigos do soldado, que chegaram em um ônibus. Quase todos estavam de máscara, incluindo o presidente.

No vídeo do discurso, publicado por Bolsonaro nas redes sociais, ele tenta confortar os pais do jovem, diz que “todos nós, assim como o soldado Chaves, devemos nos preparar se assim um dia a noção o pedir” e parece se emocionar ao final, ao prestar continência à vítima.

“Ele aqui, ao buscar vencer um obstáculo, se preparava, treinava, se empenhava, sofria, mas tinha um objetivo: formar-se e ser um militar da nossa gloriosa Brigada de Infantaria Paraquedista, cujo objetivo, com as demais forças, Marinha e Aeronáutica, era defender a sua pátria e acima de tudo dar a sua vida pela nossa liberdade”, afirmou.

Segundo o Comando Militar do Leste (CML), o soldado Pedro Lucas Ferreira Chaves, de 19 anos, morreu na manhã de sábado (20) depois de sofrer um acidente durante um lançamento de paraquedistas na Base Aérea dos Afonsos, próximo ao local do velório.

O militar ficou preso à aeronave durante o salto. Forram feitos os procedimentos de emergência, mas depois disso o paraquedas não abriu corretamente e Chaves sofreu ferimentos graves ao chegar no solo. Vídeos gravados por moradores da região mostram o momento da queda.

O soldado recebeu os primeiros socorros imediatamente pela equipe médica local e foi levado ao Hospital Geral do Rio de Janeiro, na Vila Militar, mas não resistiu. Foi instaurado um Inquérito Policial Militar para apurar as circunstâncias do acidente.

“Está sendo prestado todo o apoio psicológico e religioso à família do militar. Os integrantes do Comando Militar do Leste e da Brigada de Infantaria Pára-quedista sentem-se consternados pela perda e rogam a Deus pelo conforto da família enlutada”, diz a nota do CML.

Bolsonaro é capitão do Exército da reserva e já integrou a Brigada de Infantaria Paraquedista, entre o final da década de 1970 e início da década de 1980. Ele também sofreu um acidente de paraquedas naquela época.

Segundo o livro “Bolsonaro: o Homem que Peitou o Exército e Desafia a Democracia”, de Clóvis Saint-Clair, ele perdeu o controle do equipamento ao passar por uma ventania durante um curso de salto livre e despencou de uma altura de oito metros na Avenida das Américas, uma das principais vias da Barra da Tijuca. Quebrou os dois braços e os tornozelos.

Brasília tem Esplanada dividida entre protestos pró e contra Bolsonaro

Apesar das orientações das autoridades sanitárias em defesa do distanciamento social para evitar a transmissão do novo coronavírus, houve pontos de aglomeração. (Foto: Reprodução)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – Manifestantes contrários e pró-governo Jair Bolsonaro participaram neste domingo (21) de protestos na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. A concentração dos atos começou às 09h. Ambos os grupos saíram em passeata pela Esplanada em direção ao Congresso Nacional. Os manifestantes, separados pela Polícia Militar do Distrito Federal, ocuparam as duas pistas do Eixo Monumental. Os agentes de segurança fizeram um cordão de isolamento no canteiro central da via.

No sábado (20), o governador Ibaneis Rocha (MDB) cogitou determinar o fechamento da Esplanada. A área, na região central de Brasília, no entanto, foi aberta para pedestres neste domingo, com restrição apenas para carros.

O acesso à Praça dos Três Poderes, onde fica o Palácio do Planalto, no entanto, permaneceu totalmente fechado. Houve princípio de confusão quando um grupo de bolsonaristas forçou as grades para que o caminho fosse aberto.

Os apoiadores do presidente partiram da frente da Catedral. Os manifestantes, vestidos em sua maioria de verde e amarelo, portavam faixas de apoio a Bolsonaro.

“Supremo é o povo” e “intervenção militar já” estavam entre as mensagens de faixas e cartazes. Havia frases com críticas à Câmara, ao Senado e ao STF (Supremo Tribunal Federal). Faixas foram estendidas na pista em apoio ao presidente.

Do alto de caminhões de som, organizadores gritavam palavras de ordem e faziam orações. Uma cruz de madeira com a bandeira do Brasil foi carregada pela avenida.

Apesar das orientações das autoridades sanitárias em defesa do distanciamento social para evitar a transmissão do novo coronavírus, houve pontos de aglomeração. A maioria dos manifestantes usava máscara.

O protesto contra o governo partiu do lado oposto do Eixo Monumental. O grupo, com presença mais baixa do que o ato bolsonarista, saiu da altura do Teatro Nacional, na região central da capital federal, também em direção ao Congresso.

Os manifestantes, em sua maioria com roupas pretas e vermelhas, portavam faixas e cartazes contra o fascismo e o racismo e em defesa da democracia. O grupo estendeu uma faixa na pista com a mensagem de “Fora, Bolsonaro -a sua gripezinha já matou 50 mil”.

Outra faixa dizia “não ao congelamento salarial”. Em acordo com o Congresso, o governo travou reajustes de servidores públicos até o fim de 2021.
Também houve aglomeração entre os participantes. A maioria deles usava máscara.

Os dois atos chegaram ao Congresso por volta das 12h. Não houve registro de nenhum incidente.

Ipubi-PE: Homem está sendo acusado de estuprar a nora

Foto: reprodução

Um homem de identidade não revelada está sendo acusado de estuprar a sua nora. O caso teria acontecido na madrugada do sábado (20), no Sitio da Canastra, Zona Rural de Ipubi, no Sertão do Araripe.

De acordo com a 9ª CIPM, uma guarnição foi acionada pela vítima, que relatou que na  seu sogro, a pegou em seus braços a força e contra sua vontade praticou relações sexuais com a mesma.

A GT saiu em diligências em busca de localizar o imputado, com êxito. As partes foram encaminhadas à Delegacia de Polícia Civil de Ouricuri para procedimentos.

Governo de PE repassa R$ 6,6 mi para ex-ministro da Saúde 

O Globo

O governo de Pernambuco acusa em seu portal da Transparência dois repasses que totalizam R$ 6,6 milhões para Mozart Sales, ex-ministro da Saúde do PT, partido que compõe a gestão de Paulo Câmara.

Alega, porém, que o dinheiro não irá para Sales, mas, sim, para financiar a aplicação exames de Covid-19 no estado, num programa coordenado por ele.

Só não explica por que, então, a transferência milionária está em nome da pessoa física do aliado.

Agências do INSS serão reabertas a partir de 13 de julho

A Secretaria de Especial de Previdência e Trabalho (Seprt) e o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) anunciaram o retorno gradativo do atendimento presencial nas Agências da Previdência Social, a partir do dia 13 de julho. O atendimento por meio de canais remotos continuará sendo realizado mesmo após a reabertura das agências. O comunicado foi feito durante reunião do Conselho Nacional de Previdência na manhã desta sexta-feira (19).

“Nossa preocupação primária é com a saúde, dessa forma, o retorno das atividades presenciais seguirá todas as medidas de segurança sanitária recomendadas pelo Ministério da Saúde”, informou o secretário Especial de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco.

Em um primeiro momento, o tempo de funcionamento das agências será parcial, com seis horas contínuas, e o atendimento será exclusivo aos segurados e beneficiários com prévio agendamento pelos canais remotos (Meu INSS e Central 135). Também serão retomados os serviços que não possam ser realizados por meio dos canais de atendimento remotos como, por exemplo, realização de perícias médicas, avaliação social e reabilitação profissional.

O atendimento gradual e seguro irá considerar as especificidades de cada uma das 1.525 agências da Previdência Social em todo o Brasil. Cada unidade deverá avaliar o perfil do quadro de servidores e contratados, o volume de atendimentos realizados, a organização do espaço físico, as medidas de limpeza e os equipamentos de proteção individual e coletiva.

De acordo com estudos feitos pelo INSS, atualmente, 753 agências estão aptas a voltar a funcionar, o que representa 70% da capacidade de atendimento do instituto. As unidades que não reunirem as condições necessárias para atender o cidadão de forma segura, continuarão em regime de plantão reduzido. “Todos os critérios devem ser atendidos, se faltar um pequeno detalhe, a agência não poderá ser reaberta”, enfatizou o presidente do INSS, Leonardo Rolim. Ele explicou ainda que esse número é dinâmico e que, no dia 13 de julho, mais agências poderão ter cumprido os requisitos necessários.

O instituto irá disponibilizar um painel eletrônico contendo informações sobre o funcionamento das Agências da Previdência Social, os serviços oferecidos e o horário de funcionamento.

O secretário de Previdência, Narlon Gutierre Nogueira, anunciou que “será proposta a edição de um decreto do Poder Executivo que irá autorizar a prorrogação das antecipações do auxílio-doença, cujo prazo inicial se encerra no início do mês de julho”. Dessa forma, todas as medidas tomadas para garantir o direito dos cidadãos durante a pandemia da codid-19, incluindo a simplificação dos procedimentos, a dispensa de exigências e a oferta de serviços por meio de canais remotos, continuarão valendo mesmo após a retomada do atendimento presencial.

Novo decreto estadual permite funcionamento de todo comércio de Petrolina

Por Carlos Britto

Em mais uma nota conjunta enviada à imprensa, várias entidades e instituições do segmento econômico de Petrolina destacam o Decreto Estadual 49.131/2020, estendendo o funcionamento de todos os estabelecimentos comerciais da cidade, independente da metragem, a partir da próxima segunda-feira (22).

O decreto também autoriza o funcionamento do shopping, que havia sido suspenso ontem (19), mantendo apenas os serviços essenciais. Agora, apenas a parte de lazer ficará fechada, bem como lanchonetes e restaurantes, que manterão o serviço de delivery (entrega em domicílio).

Confiram a íntegra da nota:

Nota/Decreto estadual 49.131/2020

Tendo em vista a publicação do decreto estadual 49131/20, publicado em 19 de junho, e a consequente execução do plano de retomada econômica elaborado pelo governo de Pernambuco, as entidades representativas do comércio comunicam:

  1. A partir de segunda, 22 de junho, o comércio Varejista pode ser desenvolvido em estabelecimentos comerciais independente de sua metragem, observando-se as determinações constantes em portaria conjunta das secretarias de Saúde e de Desenvolvimento Econômico. O horário estabelecido para funcionamento é das 9h às 18h;
  2. Shopping Center: autorizado o funcionamento de shoppings e similares, a exceção de estabelecimentos de lazer, restaurantes, lanchonetes e similares neles existentes, os quais podem funcionar apenas para entrega em domicílio e em pontos de coleta (funcionamento das 12 às 20h);

Vale salientar que todas as regras de higienização e segurança orientadas pelas autoridades de saúde e sanitárias devem ser seguidas à risca, tais como:

*Uso obrigatório de máscara

*Higienização correta das mãos com água e sabão

*Utilização de álcool em gel

*Higienização correta de ambientes

*Distanciamento mínimo de 1,5 m entre as pessoas

Tabira soma mais um caso confirmado e mais um curado para covid-19

Em Pernambuco foram registradas nas últimas 24 horas:
– 995 novos casos confirmados
– 86 novas mortes por CoVid-19
– 455 novos recuperados
No Brasil foram registradas nas últimas 24 horas:
– 17.459 novos casos confirmados
– 641 novas mortes por CoVid-19
– 28.652 novos recuperados
Observação
Segue o Relatório Epidemiológico atualizado, devidamente retificado e de acordo com a nomenclatura OFICIAL dos bairros do município de Tabira.

Calumbi registra primeiro óbito por covid-19

A Secretaria de Saúde de Calumbi atualizou neste Domingo (21/06) o boletim epidemiológico do COVID-19 no município.

Hoje realizamos mais 02 notificações, totalizamos 06 casos em investigação e mais 02 casos confirmados receberam alta por cura, totalizando 15 casos recuperados.
E é com muito pesar que configuramos nosso primeiro caso de Óbito por COVID-19 no nosso município. Infelizmente o caso que se encontrava confirmado e em isolamento hospital, hoje foi a óbito.
Dos 17 casos confirmados para Covid-19:
15 casos são da ZONA URBANA e 02 da ZONA RURAL.
 

Quando se considera uma média semanal de óbitos, desde o dia 26 de maio o país está em um patamar médio de 985 vítimas por dia, sem oscilar mais que 6% desse valor.

O Brasil confirmou nesta terça-feira 1.338 novos óbitos por coronavírus, chegando ao total de 45.456. (Foto: Reprodução)

O Brasil completa nesta quarta-feira (17),  três semanas com o ritmo de registro de mortes por Covid-19 entrando em estabilização. Quando se considera uma média semanal de óbitos (para descontar os atrasos de notificação dos finais de semana), desde o dia 26 de maio o país está em um patamar médio de 985 vítimas por dia, sem oscilar mais que 6% desse valor.

Nos gráficos epidemiológicos, o número de casos e mortes assume aos poucos a forma de platô — o que, em outros países, representou o pico da ocorrência de Covid-19. Essa realidade, no entanto, esconde diferenças locais. Enquanto os estados onde a pandemia chegou antes, Rio de Janeiro e São Paulo, puxam a tendência de estabilização, outros, como Paraná e Paraíba assistem a epidemia começando a ganhar impulso. O retrocesso de um lado anula o avanço de outro na média nacional. 

O Brasil confirmou nesta terça-feira 1.338 novos óbitos por coronavírus, chegando ao total de 45.456. Foi o segundo maior número de mortes em 24 horas desde o início da pandemia, há três meses, atrás apenas do registrado no último dia 4 (1.470 ocorrências). O levantamento é assinado pelo consórcio de veículos de imprensa formado por O GLOBO, Extra, G1, Folha de S.Paulo, UOL e O Estado de S. Paulo, comprometido em fazer uma contagem independente das estatísticas da epidemia.

O estado do Rio chega até a insinuar uma queda um pouco mais clara no número de mortes por dia na última quinzena, passando de aproximadamente 200 para 140. São Paulo, no entanto, não conseguiu rebaixar este patamar da mesma forma.

O comportamento desordenado do coronavírus Brasil afora deve-se às proporções continentais do país. Grupos de estudo e modelagem da Covid-19 avaliam que há vários focos de epidemia no território nacional. No eixo Rio-São Paulo, por exemplo, a maior preocupação é o registro de casos nos municípios do interior, onde há baixa capacidade de testagem e infraestrutura hospitalar precária para o atendimento a pacientes. Já a disparada na curva de óbitos dos estados do Sul seria explicada pelo fato de que a região foi a última a ser acometida pelo coronavírus. 

— Em um país de nosso tamanho, cada cidade e estado reagirão de maneira única. Devemos ter diretrizes nacionais para uso de testes, mas as medidas de contenção e o relaxamento (para circulação de pessoas) serão decididas regionalmente — explica a microbiologista Natalia Pasternak, pesquisadora do Instituto de Ciências Biomédicas da USP.

Outro desafio, segundo Pasternak, é a subnotificação. Em Minas Gerais, por exemplo, houve um aumento desproporcional no diagnóstico de síndrome respiratória aguda grave e um registro tímido de Covid-19 — ambas as doenças têm sintomas semelhantes.

As medidas tomadas recentemente por governantes, como a reabertura de shoppings no Rio e em São Paulo, podem acentuar a quantidade de contaminações e, em algumas semanas, dado o tempo necessário para a incubação do vírus, também o número de óbitos.

Para Maia, usar os atuais programas sociais e de emprego para construir um programa de renda mínima não acontece “da noite para o dia”.

“Renda mínima é um debate fundamental. Temos muitos programas que têm pouca efetividade, que atendem mal com foco distorcido em relação à base da sociedade”, disse Maia. (Foto: Reprodução)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – O governo precisa enviar uma proposta ao Congresso se quiser reduzir o valor do auxílio emergencial de R$ 600 pago a trabalhadores informais, como deseja o ministro Paulo Guedes (Economia), afirmou nesta terça-feira (9) o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Mais cedo, Guedes confirmou que o governo pagará mais duas parcelas do auxílio emergencial a trabalhadores. O valor, no entanto, será de R$ 300, metade do pago atualmente. A primeira parcela do auxílio foi paga em abril e a previsão era a de que ele durasse três meses.

Maia afirmou que a redução do valor exige aval do Congresso. “O governo tem autorização para renovar auxilio emergencial pelo mesmo valor. A lei não permite que o governo possa reduzir o valor”, afirmou. “Se for reduzir o valor, precisa encaminhar ao Congresso uma proposta que será votada com urgência pela Câmara e pelo Senado.”

O deputado também comentou a intenção do governo de lançar um projeto de renda mínima, o Renda Brasil, além de retomar o Programa Verde Amarelo, que prevê impulsionar empregos e flexibiliza contratos de trabalho. A informação sobre o lançamento do Renda Brasil foi antecipada pela Folha de S. Paulo.

Para Maia, usar os atuais programas sociais e de emprego para construir um programa de renda mínima não acontece “da noite para o dia”.

“Precisa de legislação, em alguns casos pode precisar de emenda constitucional. Então não é da noite para o dia que você vai criar um programa permanente”, disse. Segundo ele, o debate sobre renda mínima vai continuar após a pandemia.

“Renda mínima é um debate fundamental. Temos muitos programas que têm pouca efetividade, que atendem mal com foco distorcido em relação à base da sociedade”, disse.

Maia também rebateu a defesa de Guedes de que cortar salário de parlamentares ajudaria a prorrogar o auxílio emergencial. “A conta só está um pouco distante. O custo de dois meses [do auxílio] são R$ 100 bilhões. O custo anual do salário dos parlamentares são R$ 220 milhões bruto”, afirmou.

Segundo ele, a redução de salário só faria sentido se ocorresse nos três Poderes, e não somente no Legislativo.

“Se todos os Poderes concordassem com o valor que seja por seis meses, 10%, ou um percentual maior por menos tempo para garantir os R$ 600, tenho certeza e que o Parlamento vai participar e vai defender”, disse.

“Agora, o salário dos parlamentares em relação ao custo e ao investimento nos R$ 600 dá uma diferença um pouco grande.”

É ‘autoritária, insensível, desumana e antiética’, dizem secretários; leia íntegra​.

Ainda de acordo com o Conass, ao levantar suspeita sobre os dados, Carlos Wizard revela “profunda ignorância sobre o tema” e “insulta a memória de todas aquelas vítimas indefesas desta terrível pandemia e suas famílias”. (Foto: reprodução)

O Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), que reúne os gestores dos 26 estados e do Distrito Federal, divulgou neste sábado (6) uma nota em que repudia as afirmações do empresário Carlos Wizard, cotado para assumir um cargo estratégico no Ministério da Saúde.

Wizard afirmou que o ministério vai revisar os dados de contaminados e mortos pelo novo coronavírus, com base em uma suspeita de que os estados estariam “inflando” os números.

Na nota (leia a íntegra abaixo), os secretários estaduais classificam a acusação como uma “tentativa autoritária, insensível, desumana e anti-ética de dar invisibilidade aos mortos pela Covid-19”.

Ainda de acordo com o Conass, ao levantar suspeita sobre os dados, Carlos Wizard revela “profunda ignorância sobre o tema” e “insulta a memória de todas aquelas vítimas indefesas desta terrível pandemia e suas famílias”.

“Sua declaração grosseira, falaciosa, desprovida de qualquer senso ético, de humanidade e de respeito, merece nosso profundo desprezo, repúdio e asco. Não somos mercadores da morte. A vida é nosso valor maior, com ela não se negocia, relativiza ou transige”, prossegue a nota.

Como empresário, Carlos Wizard é dono de empresas de venda de produtos naturais e de sistemas de pagamento virtual, além de uma rede de escolas de inglês batizada com seu sobrenome.

Desde a saída do ministro Carlos Teich, em maio, Wizard vem sendo cotado para assumir a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos. Até este sábado, a nomeação ainda não tinha sido publicada no “Diário Oficial da União”.

A declaração de Wizard foi publicada pela coluna da jornalista Bela Megale, de “O Globo”. De acordo com o texto, Wizard disse que “tinha muita gente morrendo por outras causas e os gestores públicos, puramente por interesse de ter um orçamento maior nos seus municípios, nos seus estados, colocavam todo mundo como covid.”

Ainda segundo a coluna, Wizard afirmou que o número de mortos é “fantasioso ou manipulado” e que, por isso, pedirá a recontagem dos óbitos pelo novo coronavírus.

A TV Globo e o G1 tentaram contato com Wizard e aguardavam retorno até a última atualização desta reportagem.

Íntegra
Leia abaixo a íntegra da nota enviada pelo Conass:

“O CONASS repudia com veemência e indignação as levianas afirmações do Secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde, Carlos Wizard.

Ao afirmar que Secretários de Saúde falseiam dados sobre óbitos decorrentes da Covid-19 em busca de mais “orçamento”, o Secretário além de revelar sua profunda ignorância sobre o tema, insulta a memória de todas aquelas vítimas indefesas desta terrível pandemia e suas famílias.

A tentativa autoritária, insensível, desumana e anti-ética de dar invisibilidade aos mortos pela Covid-19, não prosperará.

Nós e a sociedade brasileira não os esqueceremos e tampouco a tragédia que se abate sobre a nação.

Ofende Secretários, médicos e todos os profissionais da saúde que têm se dedicado incansavelmente a salvar vidas.

Wizard menospreza a inteligência de todos os brasileiros, que num momento de tanto sofrimento e dor, veem seus entes queridos mortos tratados como “mercadoria”.

Sua declaração grosseira, falaciosa, desprovida de qualquer senso ético, de humanidade e de respeito, merece nosso profundo desprezo, repúdio e asco.

Não somos mercadores da morte.

A vida é nosso valor maior, com ela não se negocia, relativiza ou transige.

O povo brasileiro é forte e resiliente, seguiremos a seu lado e juntos para preservar sua saúde e salvar vidas. “

Alberto Beltrame
Presidente do CONASS

Bolsonaro confirma mudanças em divulgação de boletim diário com números do coronavírus

Presidente diz que medida visa “evitar subnotificações e inconsistências.” Portal do governo federal com números sobre a covid-19 também ficou fora do ar.

A nova configuração também não permite baixar um arquivo com as bases de dados, como havia anteriormente. (Foto: reprodução)

O presidente Jair Bolsonaro confirmou neste sábado (6) que o governo passou a adotar uma nova sistemática para prestar informações sobre o avanço da pandemia do novo coronavírus no país. Em uma rede social, o presidente informou que “o Ministério da Saúde adequou a divulgação dos dados sobre casos e mortes relacionados ao covid-19.”

Uma das mudanças é que o boletim diário do ministério, divulgado na sexta-feira (5), trazia apenas o número de recuperados, novos casos e mortes registrados nas últimas 24h. Antes, o quadro apresentava também os números totais, registrados desde o início da pandemia.

Outra alteração é que o boletim passou a ser divulgado pelo ministério por volta das 22h. Inicialmente, essa divulgação ocorria às 17h e que, depois passou para 19h.

A divulgação às 22h começou nos últimos dias sem que o Ministério da Saúde desse uma justificativa para o atraso.

O portal do governo federal que traz os números da pandemia no Brasil ficou fora do ar a partir da noite desta sexta. Ao ser acessada, a página apresentava apenas a mensagem “Portal em Manutenção.” Ela voltou ao ar por volta das 17h deste sábado.

No entanto, o portal retornou reformulado e com dados ínfimos, se comparado à versão anterior. Não há, por exemplo, informações detalhadas sobre cada estado – nem o total acumulado de contágios e de mortes. Ou seja, ficou igual ao boletim que o ministério passou a divulgar.

A nova configuração também não permite baixar um arquivo com as bases de dados, como havia anteriormente.

Bolsonaro se pronunciou pela primeira vez sobre as mudanças nos balanços na sexta (5). Questionado por jornalistas em frente ao Palácio da Alvorada, Bolsonaro disse: “Acabou matéria no Jornal Nacional.”

Ele também defendeu excluir do balanço diário sobre os dados do coronavírus no Brasil os números de pessoas que morreram em dias anteriores. O balanço divulgado atualmente pelo Ministério da Saúde inclui os dados das últimas 24 horas e os números acumulados.

A partir de 15 de junho, os trabalhadores poderão sacar até R$ 1.045 do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). A retirada foi autorizada pela Medida Provisória 946, como forma de ajudar aqueles que tiveram perda de renda durante a pandemia do novo coronavírus. A expectativa é de de que cerca de 60,8 milhões de pessoas sejam beneficiadas e de que R$ 36,2 bilhões sejam sacados do fundo. Há a estimativa ainda de que 80% das contas de FGTS sejam zeradas com o saque.

O calendário ainda será divulgado pela Caixa, mas o prazo final para sacar o benefício será 31 de dezembro deste ano. Pode sacar o benefício qualquer pessoa que tenha conta ativa ou inativa. Mas, diferentemente do saque liberado no ano passado, o total liberado levará em consideração todas as contas do trabalhador. Ninguém poderá sacar mais de R$ 1.045, ainda que tenha duas ou três contas com valores maiores. Quem não retirou os recursos liberados no ano passado não poderá sacar os de agora.
Continua depois da publicidade

 

Além de prever o saque excepcional do FGTS, a MP acaba com o fundo PIS-Pasep, cujo patrimônio passará a ser administrado pelo FGTS. Contudo, a mudança não altera os pagamentos anuais do abono salarial PIS-Pasep. O fundo vale para quem trabalhou com carteira assinada na iniciativa privada ou foi servidor público civil ou militar entre 1971 e 1988. O governo utilizou esse dinheiro para dar liquidez ao FGTS, mas preservando o patrimônio das contas individuais desses trabalhadores. 

As contas vinculadas individuais dos participantes do Fundo PIS-Pasep, mantidas pelo FGTS após a transferência, passam a ser remuneradas pelos mesmos critérios aplicáveis às contas vinculadas do FGTS e poderão ser livremente movimentadas, a qualquer tempo, de acordo com a lei. Os recursos remanescentes nas contas serão tidos por abandonados a partir de 1º de junho de 2025, e passarão a ser propriedade da União. Para saber se tem direito, o trabalhador ou seus herdeiros devem consultar a Caixa Econômica Federal, responsável pelo pagamento do PIS, e o Banco do Brasil, no caso do Pasep.
*Estagiário sob supervisão de Fernando Jordão 
  • Tags
  • #junho
  • #disponível
  • #fgts
  • #saque

 

A Band orientou suas emissoras de rádio e TV a não transmitirem mais declarações ao vivo feitas por Bolsonaro. De acordo com informações de colunista Mônica Bergamo, os palavrões ditos pelo presidente motivaram a decisão.

Ainda segundo a colunista, o Grupo Bandeirantes considera ofensa e desrespeito ao público o ato de proferir palavrões, mas garante que a cobertura das esquipes continuará a ser feita normalmente, sem prejuízo da informação.

A decisão da Band acontece após algumas declarações com palavreado pejorativo que Bolsonaro fez nesta semana, a exemplo do “Acabou, porra!” que ele disse na última quinta-feira enquanto comentava as operações da Polícia Federal determinadas pelo STF no inquérito das fake news.

País continua dividido sobre renúncia e impeachment, indica pesquisa

As possibilidades de impeachment e de renúncia do presidente Jair Bolsonaro continuam dividindo a população praticamente ao meio, de acordo com a mais recente pesquisa Datafolha.

Opiniões favoráveis ao presidente, porém, estão numericamente um pouco à frente em relação a essas duas hipóteses.

Quanto ao afastamento via Congresso, os números tiveram pequena oscilação em relação aos levantados em pesquisa anterior do instituto, no fim de abril.

Disseram que o Congresso não deve abrir processo para afastar o presidente 50% dos entrevistados, dois pontos percentuais acima da taxa obtida na pesquisa de abril. Para 46%, o Legislativo deveria dar início ao processo –eram 45% há um mês.

Essas variações estão dentro da margem de erro, que é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

O Datafolha ouviu 2.069 pessoas em todos os estados do país na segunda (25) e terça-feira (26).

Em relação à renúncia, 50% acreditam que o presidente não deve renunciar, mesmo índice da pesquisa anterior.

A taxa de quem defende a renúncia de Bolsonaro atingiu agora seu índice mais alto na sequência de pesquisas –48%–, mas variou dentro da margem de erro. No fim de abril, eram 46%, e há dois meses, 37%.

As discussões sobre o afastamento do presidente via processo no Congresso ou renúncia cresceram nos últimos meses com a crise política impulsionada pelo novo coronavírus.

Grupos políticos que até então hesitavam em pedir a saída de Bolsonaro, como o PT, passaram a aderir a esses pedidos.

Estimularam esse debate fatores como as declarações do presidente minimizando a pandemia e sua presença em manifestações pedindo golpe militar.

Segundo o Datafolha, tanto no questionamento sobre impeachment quanto no relacionado à renúncia, recortes mostram que a rejeição a Bolsonaro cresce entre mulheres, entrevistados com ensino superior e jovens de 16 a 24 anos.

Esses segmentos da população também tendem a desaprovar mais a gestão de Bolsonaro na Presidência. Entre a população em geral, 43% consideram seu governo ruim ou péssimo, 33% acham ótimo ou bom e outros 22% o classificam como regular.

Entrevistados que defendem o “lockdown” (fechamento total das cidades para evitar a propagação do novo coronavírus), o apoio à renúncia vai a 61%.
No recorte regional, a taxa favorável à abertura do impeachment sobe para 54% no Nordeste e cai para 38% no Sul.

Entre os grupos que mais se opõem à saída de Bolsonaro do cargo estão entrevistados do sexo masculino e aposentados, no qual o apoio ao processo de impeachment é de 36%.

Os contrários ao “lockdown” somam rejeição de 75% à abertura do processo no Congresso. Entre eleitores que declaram ter votado em Bolsonaro no 2º turno em 2018, só 21% apoiam o processo de afastamento e 22% a renúncia.

 

Sede da PGR em Brasília é pichada como ‘Procuradoria-Geral do Bolsonaro’

Bolsonaro afirmou que Aras, hoje responsável por investigações com potencial de atingir o presidente, é um nome forte a ser indicado por ele para uma possível terceira vaga ao STF.

Na placa de identificação do edifício, era possível ler “Procuradoria-Geral do Bolsonaro”. O sobrenome do presidente Jair Bolsonaro foi escrito acima da palavra “República” no letreiro. A pichação foi apagada pela manhã. (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – Em protesto contra o o chefe da PGR (Procuradoria-Geral da República), Augusto Aras, a sede do órgão foi alvo de pichação na madrugada deste sábado (30).

Na placa de identificação do edifício, era possível ler “Procuradoria-Geral do Bolsonaro”. O sobrenome do presidente Jair Bolsonaro foi escrito acima da palavra “República” no letreiro. A pichação foi apagada pela manhã.

“A Procuradoria-Geral da República repudia o ato de vandalismo contra sua sede, que já se encontra em investigação para responsabilização civil e criminal quanto ao ato que danificou patrimônio público”, afirmou a PGR em nota.

“As medidas de reforço na segurança das unidades de todo o país serão tomadas com a maior rapidez possível; bem como as demais medidas administrativas que se fizerem necessárias”, completou.

Na quinta-feira (28), Bolsonaro afirmou que Aras, hoje responsável por investigações com potencial de atingir o presidente, é um nome forte a ser indicado por ele para uma possível terceira vaga ao STF (Supremo Tribunal Federal).

O chefe da PGR tem recebido críticas por uma atuação alinhada ao governo Bolsonaro.

Os ministros Celso de Mello e Marco Aurélio terão aposentadoria compulsória na corte no atual mandato de Bolsonaro (2019-2022) e devem ser substituídos por nomes indicados pelo atual presidente –em novembro deste ano e em 2021, respectivamente.

Uma terceira vaga para indicação de Bolsonaro surgiria no caso de reeleição dele, de saída não programada de algum integrante da corte ou de morte, por exemplo. Bolsonaro descartou a indicação de Aras para uma das duas primeiras vagas, mas acenou para ele como uma possibilidade futura.

Ainda na quinta, cerca de 600 integrantes do Ministério Público Federal pediram que o Congresso encaminhe uma PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que obrigue o presidente da República a escolher para a chefia da Procuradoria um nome a partir de uma lista tríplice escolhida em votação pela categoria.

No ano passado, Bolsonaro escolheu Aras para o cargo de procurador-geral. O nome dele não estava na lista tríplice enviada pela ANPR (Associação Nacional dos Procuradores da República).

Nos governos de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (MDB), a lista enviada pela ANPR foi respeitada.

O ato contra a PGR ocorre em um momento em que a relação de Aras e Bolsonaro é contestada.

O presidente é investigado por suspeita de ter tentado interferir indevidamente na Polícia Federal, acusação feita pelo ex-ministro da Justiça Sergio Moro.

Em meio ao avanço das investigações, o presidente fez uma visita surpresa ao chefe da Procuradoria, o que foi visto como um ato de pressão sobre Aras.

Aras se manifestou na quinta-feira contra a apreensão do celular do presidente solicitada por partidos de oposição neste inquérito.

Último sorteio de maio da Mega Sena pagará R$ 38 milhões 

Mega-Sena_ABr

Para quem sonha em ficar milionário, essa será a última oportunidade do mês para apostar na sorte grande. A Mega Sena realiza hoje, por volta de 20h, o último concurso de maio. O prêmio não é nada modesto: a aposta que conseguir acertar as 6 dezenas sorteadas levará cerca de R$ 38 milhões.

As apostas poderão ser feitas até as 19h (horário de Brasília) em qualquer casa lotérica ou pela internet, através do serviço de internet banking da Caixa.

O sorteio das dezenas premiadas será efetuado no Espaço Loterias Caixa, em São Paulo, situado no terminal rodoviário do Tietê. Para quem quiser acompanhar ao vivo, a Caixa transmitirá a rolagem das bolinhas em suas redes sociais.

Concurso anterior

Confira as dezenas que foram sorteadas no concurso anterior, que não teve ganhadores:

14 – 20 – 23 – 39 – 46 – 50

Chance

Para quem sonha em ganhar gastando pouco, cada bilhete com 6 dezenas custa R$ 4,50. É possível fazer jogos de até 15 dezenas, o que aumenta exponencialmente a chance de vencer, mas o preço é salgado: um jogo de 15 dezenas custa R$ 17.517,50.

Para quem quer jogar na sorte sem escolher números, a Caixa disponibiliza a possibilidade de aposta randômicas, sorteadas por computador. A chance de vencer é a mesma: para cada bilhete de 6 dezenas, a probabilidade de acerto é de uma em 50,06 milhões.

Os outros quatro países com mais mortes são EUA (102 mil), Reino Unido (38,2 mil), Itália (33,2 mil) e França (28,7 mil).

Também foram registrados 26.928 novos casos no Brasil em um dia, um recorde, segundo dados do Ministério da Saúde. O total é de 465.166. (Foto: Reprodução)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – O Brasil registrou 1.124 novas mortes por coronavírus em 24 horas e, com um total de 27.878 óbitos desde o início da pandemia, agora é o quinto país com mais mortes ao superar a Espanha.

O país europeu anotou um total de 27.121 mortes. O país foi um dos mais afetados pela crise da Covid-19. O governo decretou um confinamento estrito durante mais de dois meses, que, com a desaceleração de casos e óbitos, começou a ser suavizado há duas semanas.

Os outros quatro países com mais mortes são EUA (102 mil), Reino Unido (38,2 mil), Itália (33,2 mil) e França (28,7 mil).

Também foram registrados 26.928 novos casos no Brasil em um dia, um recorde, segundo dados do Ministério da Saúde. O total é de 465.166.

Em número de casos, o Brasil é o segundo país mais afetado, de acordo com a Universidade Johns Hopkins (EUA). Em números absolutos, fica atrás apenas dos Estados Unidos, que têm 1,7 milhão de casos.

O Ministério da Saúde, no entanto, admite que o número real de casos no Brasil tende a ser maior, já que ainda há testes represados em alguns locais e possibilidade de subnotificação.

 

A cidade de Patos, até esta sexta-feira, dia 29 de Maio de 2020, contabilizou 606 casos do novo Coronavírus (COVID-19). Desses números, 394 estão em isolamento domiciliar, 23 em internamento hospitalar, 168 estão recuperados e 21 óbitos.
Na sequência, você pode conferir o Mapa Setorial que traz a soma dos casos detectados nos bairros que compreendem as cinco regiões no perímetro urbano do município.
De acordo com os números de hoje, a região com o maior índice de casos confirmados para o Covid-19 em Patos é a Zona Norte, com 167 casos. Na separação por bairros, o Jatobá lidera com o registro de 72 casos. Confira a relação completa dos bairros na 3ª imagem.
Para fechar os 606 casos registrados nesta sexta-feira, 29, o Presídio Romero Nóbrega tem o registro de 19 casos, a Zona Rural tem 04 casos, e o Distrito de Santa Gertrudes 03 casos.
A maioria dos casos registrados é do sexo masculino. E a faixa etária predominante é entre 20 e 40 anos.
OBSERVAÇÃO: A Vigilância Epidemiológica COMUNICA que o Mapa Setorial e o Relatório detalhado só serão liberados de segunda a sexta-feira, e aos sábados e domingos será emitido apenas o Boletim Geral.
Todos os dados veiculados tanto no Boletim quanto no Relatório, são fornecidos pela Vigilância Epidemiológica do Município.
 

Prefeitura de Monteiro antecipa feriados, prorroga isolamento por 15 dias e diz que pode cassar alvarás de empresas que descumpram quarentena

Esses feriados serão antecipados para os dias 1º, 2 e 3 de junho, respectivamente. O decreto também prorrogou o isolamento social por 15 dias no município.

O Decreto Municipal n° 1.165 renova as medidas difundidas para o distanciamento social, como normas de higienização, uso obrigatório de máscaras, e recolhimento às 21h. (Foto: Divulgação/Prefeitura de Monteiro)

A Prefeitura de Monteiro emitiu novo decreto em que antecipa os feriados de Corpus Christi (11 de junho), São João (24 de junho) e Dia de Fundação da Paraíba (5 de agosto). Esses feriados serão antecipados para os dias 1º, 2 e 3 de junho, respectivamente. O decreto também prorrogou o isolamento social por 15 dias no município.

A decisão de antecipar os feriados foi tomada nessa quinta-feira (28) pela prefeita Anna Lorena. Ela atendeu recomendação do Ministério Público da Paraíba que orientou a antecipação dessas datas para aumentar o nível de distanciamento e combater, assim, a transmissão do novo coronavírus.

Além disso, a Prefeitura de Monteiro alertou que pode revogar alvarás de funcionamento de empresas e instituições religiosas em caso de descumprimento do isolamento social. A administração explica que estão permitidos os cultos religiosos transmitidos por lives na internet, para que se evite a aglomeração presencial de pessoas nas celebrações.

A Prefeitura de Monteiro apontou que fará fiscalizações para averiguar se os serviços não essenciais estão desobedecendo a quarentena. A gestão també fará a identificação de pessoas que promovam aglomerações, como festas, para que o MPPB possa apresentar ação penal pública.

“Ainda conforme às recomendações do Ministério Público da Paraíba, através da Promotoria de Justiça de Monteiro, após o esgotamento das medidas administrativas, é recomendado que a Prefeitura de Monteiro, por meio de seus profissionais, solicite a intervenção das polícias Militar e Civil para fazer cumprir suas determinações e decretos, priorizando o combate à propagação da doença”, alertou a prefeitura.

O Decreto Municipal n° 1.165 renova as medidas difundidas para o distanciamento social, como normas de higienização, uso obrigatório de máscaras,  recolhimento às 21h, e outras que podem ser encontrado no site oficial da Prefeitura de Monteiro.

Protocolo prevê uma retomada gradativa e planejada da economia, que deve levar 11 semanas para ser totalmente implantada

Nos últimos dois meses, o Governo de Pernambuco vem realizando uma série de reuniões com representantes de vários setores produtivos para estabelecer os parâmetros de um plano de convivência das atividades econômicas com a pandemia da Covid-19. O estudo foi conduzido pelas secretarias de Desenvolvimento Econômico, Planejamento e Gestão, da Fazenda, do Trabalho e Qualificação e de Desenvolvimento Urbano. O estudo prevê uma retomada gradativa, respeitando as orientações sanitárias e com um período de 11 semanas para ser totalmente posto em prática.

A data de início da estratégia dependerá de um conjunto de indicadores definidos pelas autoridades sanitárias e científicas que fazem parte do Gabinete de Enfrentamento ao Novo Coronavírus, do governo estadual. O plano também inclui a análise da quantidade de trabalhadores por setor e de que maneira o retorno de cada atividade influenciará em pontos complementares, como o transporte público. A ideia é que os setores adotem horários diferentes de expediente para não saturar o sistema nos horários de pico.

“Sem vacina ou medicamento comprovadamente eficaz contra o novo coronavírus, todos teremos que conviver com a doença. Nosso plano pesa quais atividades têm menos impacto nas curvas de contaminação e a relevância econômica de cada setor para definir o cronograma de liberação”, detalhou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Bruno Schwambach.

A epidemia da Covid-19 atingiu de maneira direta a economia mundial, e no Brasil não foi diferente. A estimativa da Secretaria da Fazenda é de que a paralisação das atividades econômicas, por conta das medidas de isolamento social, tenha um reflexo negativo na arrecadação da ordem de 20%, no comparativo com 2019. “A ajuda aos Estados, sancionada nesta quinta-feira pelo Governo Federal, é insuficiente para repor as perdas impostas pela epidemia do novo coronavírus”, destacou o secretário da Fazenda, Décio Padilha.

Policiais civis coordenados pelo delegado Guilherme Augusto Cruz Andrade (foto) cumpriram ao Mandado de Prisão Temporária, pela prática de latrocínio contra Severino Francisco Tenório. Ele foi morto no dia 18 de maio com requintes de crueldade, a facadas, em sua residência, na zona urbana de Carnaíba.

Iniciadas as investigações de imediato, diligências foram concretizadas e em quatro dias chegou-se autoria. O nome do autor não foi divulgado.

Severino antes de morrer informou que estava dentro de casa, quando um homem adentrou no imóvel e a esfaqueou pelas costas, relatando também que o agressor lhe subtraiu uma quantia em dinheiro, que posteriormente verificou -se tratar de  R$20,00. A vitima não soube mencionar quem era o autor do fato.

Ele foi socorrido ainda com vida e transferido para o Regional Emília Câmara. Seu estado se agravou e  foi removido para o Hospital Regional do Agreste e de lá, para o Hospital da Restauração, onde veio a falecer na manhã do dia 21 de maio. A Polícia Civil iniciou as diligências necessárias, isolando o local, acionando o Instituto de Criminalística para periciar o lugar, bem como, entrevistou e inquiriu testemunhas.

Após muito empenho da equipe, chegou- se a conclusão que o autor do fato, visando subtrair bens da vítima, adentrou em sua residência, e após luta corporal desferiu vinte e seis facada na mesma, subtraindo do local a quantia de dinheiro mencionada.

O mandado de prisão foi expedido pelo juízo da Vara Única da comarca de Carmaiba, após descrição das investigações relacionadas ao latrocínio e representação desta autoridade policial. Participaram da ação os policiais Elton Henrique Bezerra do Santos e Deyfferson Freitas Cavalcanti.

Saliente-se que tais investigações merecem aplausos e reconhecimento, haja vista todos os policiais envolvidos nela terem trabalhado na sua folga ante a inexistência de expediente na Delegacia de Polícia de Carnaiba. “Não à toa os índices de criminalidade na mesma vem em significativa redução, não só com relação a homicídios, mas também com relação a outros crimes hediondos”, diz a nota.

 

 

 

 

Felipe Neto é processado pelo ministro Abraham Weintraub após chamá-lo de imbecil

A afirmação de Felipe Neto se referia à gravação de uma reunião ministerial do presidente Jair Bolsonaro que foi divulgada nesta sexta-feira (22). (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Felipe Neto, 32, está sendo processado pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub, que pede uma indenização de R$ 5.000 por danos morais e direito de resposta, após o empresário e influenciador digital tê-lo chamado de imbecil nas redes sociais.

O processo foi revelado pelo colunista Ancelmo Gois, do jornal O Globo, e confirmado por Felipe Neto, que ironizou Weintraub no Twitter: “O homem que diz que ‘os vagabundos do STF’ têm que ser presos, me processou (…) por eu tê-lo chamado de imbecil e ter dito que ele não sabe escrever”.

A afirmação de Felipe Neto se referia à gravação de uma reunião ministerial do presidente Jair Bolsonaro que foi divulgada nesta sexta-feira (22), após liberação do ministro Celso de Mello, do STF. Nos vídeos, o presidente e seus ministros falam palavrões, fazem ameaças de prisão e proferem xingamentos.

Felipe Neto continuou em suas redes sociais: “Ora bolas, Abraham Weintraub, você, cansou de dizer que que a esquerda ‘é do mimimi’ e ‘aceita a crítica, floquinho de neve’… Mas aí entra com processo pedindo R$ 5.000 e direito de resposta porque eu falei que você não sabe escrever? Poxa, floquinho de neve…”

 

 

Morre “Lenda”, primeiro boi clonado a chegar na fase adulta no Brasil

Lenda foi prova de que animais clonados podem ter vida semelhante aos demais, pois teve um desenvolvimento completamente normal e produziu quatro gerações de filhos, comprovando sua capacidade reprodutiva. (Foto: reprodução)

“Lenda” da Embrapa, primeiro bovino clonado a partir de células somáticas a chegar à idade adulta no Brasil, e segundo animal clonado pela equipe de reprodução animal da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, morreu aos quase 17 anos de idade. Lenda era um clone da raça Holandesa nascido em 04 de setembro de 2003, produzido a partir de células da granulosa retiradas de um outro animal morto, exemplo de possibilidade de recuperação e maximização do uso de germoplasma de animais de mérito genético superior. 

Lenda foi prova de que animais clonados podem ter vida semelhante aos demais, pois teve um desenvolvimento completamente normal e produziu quatro gerações de filhos, comprovando sua capacidade reprodutiva. Além disto, viveu por quase 17 anos, o que para um bovino é uma idade avançada.

Ela vinha em um emagrecimento progressivo e nos últimos dois dias estava muito fraca e acabou vindo a óbito. Após seu exame de necrópsia, não foram constatadas alterações significativas, a não ser pela sua dentição gasta, compatível à sua idade e que provavelmente contribuiu para seu emagrecimento. Coletou-se ainda amostras de células para armazenamento em banco genético da Embrapa e para futuras análises moleculares.

A equipe da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia também produziu outros clones bovinos como a”Vitória da Embrapa” (2001), primeiro animal clonado na América Latina e “Porã” e “Potira” (2005) da raça Junqueira, que encontrava-se à época em risco de extinção no Brasil.

Estes resultados demonstraram o protagonismo na clonagem de bovinos da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, que desenvolve estudos em biotécnicas avançadas de reprodução animal, genética molecular e epigenética, entre outros nas áreas animal, vegetal e de microrganismos.

A Secretaria de Saúde de Serra Talhada atualizou o número de casos da Covid-19 no município.

Além dos sete novos casos que foram divulgados ontem (18) durante a live do Gabinete de Crise, outros 13 casos confirmados foram consolidados até a tarde desta terça-feira (19), totalizando 58 pessoas com a doença.

Os sete pacientes informados na live de ontem são: um profissional de saúde, de 31 anos; um policial, de 31 anos; uma idosa, de 74 anos; duas crianças, do sexo feminino, de 3 e 9 anos; e duas mulheres, de 20 e 46 anos.

Os treze pacientes confirmados hoje (19) são: dois idosos do sexo masculino, de 66 e 75 anos; quatro homens de 26, 30, 33 e 45 anos; seis mulheres de 25, 38, 41, 43, 45 e 54 anos; e uma adolescente de 15 anos.

Além dos 58 casos confirmados, o município tem 11 casos suspeitos aguardando resultados de exames, 268 casos descartados, 33 pacientes recuperados, dois óbitos, 20 pacientes em isolamento domiciliar e três pacientes em leitos de isolamento.

Flávio Bolsonaro: R$ 500 mil do fundo partidário a advogado investigado no caso Queiroz

Victor Granado Alves é investigado em esquema de ‘rachadinhas’ e citado em relato sobre vazamento da PF

A pedido do senador Flávio Bolsonaro (RJ), hoje no Republicanos, o PSL nacional contratou em fevereiro de 2019 o escritório de advocacia de um ex-assessor que hoje tem o nome envolvido no suposto vazamento de informações da Polícia Federal em benefício da família do presidente da República.

Foram 13 meses e meio de contrato, com custo aos cofres públicos de ao menos R$ 500 mil. Leia a íntegra na Folha de São Paulo.

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – O Brasil registrou nesta segunda-feira (18) 674 novas mortes por coronavírus, 13.140 novos casos e é agora o terceiro país com mais casos no mundo ao superar o Reino Unido – são 254.220 ao todo, contra 244.995 dos britânicos. O total de óbitos no Brasil é de 16.792.

No fim da semana, os dados costumam cair porque os laboratórios trabalham em esquema de plantão. O mesmo ocorre na segunda, que abrange dados de domingo. Os números diários do Brasil devem crescer nesta semana, porém.

Os dois países à frente do Brasil em número de casos são Estados Unidos (cerca de 1,5 milhão) e Rússia (290 mil), segundo a Universidade Johns Hopkins (EUA), que monitora dados da pandemia de Covid-19. No fim de semana, o Brasil ultrapassou Espanha (230 mil casos) e Itália (225 mil).

Na semana anterior, cruzou a barreira simbólica dos 10 mil mortos –um salto de mais de 50% nas mortes em sete dias.

Os cinco primeiros países com mais mortes são EUA (89 mil), Reino Unido (cerca de 35 mil), Itália (cerca de 32 mil), França (28 mil) e Espanha (27 mil). O Brasil vem em seguida. No entanto, a Rússia, o segundo país com mais casos, lista menos de 3.000 mortes, um alvo de desconfiança interna e externa.

Os números reais devem ser ainda maiores devido à falta de testagem em massa e à subnotificação.

O governador Paulo Câmara (PSB) anunciou na noite desta segunda-feira (18), por meio de suas redes sociais, que o resultado do seu teste para Covid-19 deu positivo.

De acordo com o socialista, os sintomas da doença foram apresentados no início do dia e ele recebeu a orientação para realizar o exame.

O governador afirmou, ainda, que vai iniciar o autoisolamento rígido em casa, seguindo as orientações médicas.

Ainda de acordo com Câmara, o Gabinete de Acompanhamento da Pandemia do novo coronavírus funcionará normalmente, de forma remota. Ele não deu detalhes de como pode ter contraído a doença.

“Pessoal, acabei de receber o resultado positivo para a Covid-19 no teste que realizei. Na manhã desta segunda, 18/05, apresentei sintomas gripais e fui orientado a realizar o exame. Agora, farei o isolamento rígido, seguindo todas as recomendações médicas. Continuarei acompanhando de casa cada detalhe das ações do Gabinete de Crise, do Governo de Pernambuco. Permaneceremos empenhados no enfrentamento ao novo coronavírus. Fiquem em casa e que Deus nos acompanhe.”

 

 

Congresso em Foco

Dos 81 senadores da República, ao menos 28 são alvos de inquérito ou ação penal em alguma instância judicial do Brasil. O levantamento aponta haver 73 investigações abertas contra esses parlamentares.

A maior parte das apurações contra senadores está em estágio de inquéritos, que são investigações preliminares que podem ser concluídas sem que haja apresentação de denúncia. Já as ações penais partem de denúncia e podem resultar em condenações dos parlamentares.

Das 73 investigações, 27 são por suspeitas de corrupção, mas há casos diversos, como peculato, calúnia, formação de quadrilha, injúria e até violência doméstica contra a mulher.

Em 2019, eram 25 os senadores alvos de inquérito judicial, três a menos do que o levantado em 2020. Apesar do pequeno aumento registrado em relação ao ano passado, os números ainda são significativamente menores que os da legislatura anterior.  Em maio de 2018, 44 dos 81 senadores estavam sob investigação.

Os mais investigados são os senadores Renan Calheiros (MDB-AL), que responde a nove inquéritos, quase todos decorrentes da Operação Lava Jato, Ciro Nogueira (PP-PI), com cinco investigações e Fernando Collor (Pros-AL), com quatro.

Já entre os partidos, os que mais têm senadores alvos de investigação são o MDB, com seis parlamentares, e o PSDB, com quatro. 28 senadores (34 % do Senado) estão sob investigação. Renan Calheiros (MDB) é o campeão de inquéritos:

 

O Brasil já está pagando o preço dos atritos que o governo de Jair Bolsonaro criou com a China, em plena pandemia do coronavírus. O alerta é do ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. Em entrevista à coluna, o ex-chefe da pasta defendeu que o governo se concentre em lutar contra o vírus, e não compre uma briga neste momento com Pequim.

Para ele, o surto no Brasil está “apenas começando”. Nesta quarta-feira, também em entrevista à rede americana CNN, ex-ministro não descartou que o número diário de mortes no Brasil ultrapasse a marca dos mil casos.

Mandetta deixou o cargo no mês passado, depois de uma série de desentendimentos com o Planalto sobre a condução da resposta à pandemia. Agora, diz que o “tempo vai dizer” quem estava certo.

 

Brasil: 202 mil casos e quase 14 mil mortes

O Ministério da Saúde informou nesta quinta-feira (14) que o país chegou a 202.918 casos confirmados e 13.993 mortes pelo novo coronavírus. Na quarta (13), eram 13.149 óbitos e 188.974 casos confirmados.

Em 24 horas, foram anunciadas mais 844 mortes, de acordo com a pasta. Foram 13.944 casos incluídos no balanço em um dia. A taxa de letalidade segue em 7%.

Pernambuco: o estado confirmou mais 74 mortes e 687 pacientes com Covid-19, nesta quinta-feira (14). Com isso, desde março, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) contabilizou 15.588 casos já confirmados de pessoas com o novo coronavírus e 1.298 óbitos.

Dos 687 novos casos confirmados nesta quinta, 329 se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) e 358 são casos leves da doença. O estado tem, ao todo, 8.205 casos graves de Covid-19 e outros 7.383 leves, segundo o boletim estadual.

Dos casos graves, segundo a SES, 1.462 evoluíram bem, receberam alta hospitalar e estão em isolamento domiciliar. Outros 2.693 estão internados, sendo 237 em Unidades de Terapia Intensiva e 2.456 em leitos de enfermaria. Além disso, o boletim registra mais 152 pacientes recuperados do novo coronavírus, totalizando 2.752 pessoas curadas da Covid-19 no estado.

Os casos graves confirmados da doença estão distribuídos por 144 municípios pernambucanos, além do arquipélago de Fernando de Noronha e da ocorrência de pacientes que passaram por Pernambuco, mas moram em outros estados e países.

 

 

Família abre caixão em velório e cinco são contaminados por Covid-19 na Bahia

Sem velório e com caixões lacrados: coronavírus impõe isolamento ...

A família de uma vítima de Covid-19 abriu o caixão durante o velório na cidade de Cairu, baixo-sul da Bahia, contaminando outras cinco pessoas. A morte foi registrada na última quinta-feira (7) por síndrome respiratória aguda grave na Santa Casa de Valença, hospital do município vizinho. Como havia suspeita de Covid-19, o caixão saiu lacrado da unidade hospitalar.

A família, contudo, resolveu abrir o caixão durante o velório, mesmo com recomendações contrárias da secretaria municipal de Saúde de Cairu. Na segunda-feira (12), saiu o resultado do exame feito pelo Laboratório Central da Bahia que confirmou que a vítima tinha sido contaminada pela Covid-19.

Diante da confirmação, a prefeitura decidiu realizar testes rápidos em todas 12 pessoas que participaram do velório. Mas encontrou resistência em parte da família, que não aceitava o diagnóstico de Covid-19 da vítima. Até então, a cidade não havia registrado casos de infectados com pelo novo coronavírus.

Após convencer os familiares, a prefeitura realizou os testes em 12 pessoas e identificou que cinco delas estavam com Covid-19.

Em nota, a Prefeitura de Cairu informou que a família da vítima recebeu “todas as informações para realização do sepultamento seguro, bem como das normas sanitárias indicadas pelos órgãos responsáveis”. Também informou que está monitorando as pessoas próximas à vítima.

“Enfermeiros, técnicos de saúde, psicólogos e assistente social da rede municipal de saúde estão oferecendo todo apoio à família e amigos da vítima. A Secretaria de Saúde lamenta pelo falecimento e deseja conforto aos familiares neste momento difícil”, disse      

 

Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 100 milhões

Mega-Sena acumula; e próximo concurso pode pagar R$ 100 milhões ...

Nenhum apostador acertou os seis números da Mega-Sena sorteados nessa quarta-feira (13) no Espaço Loterias Caixa, no terminal Rodoviário Tietê, em São Paulo. Os números sorteados no concurso 2.261 foram: 07 – 23 – 26 – 27 – 29 – 51.

Na quina, 141 apostadores ganharam R$ 36.059,08. Os 10.502 ganhadores da quadra receberão o prêmio individual de R$ 691,61.

A estimativa de prêmio do próximo concurso é de R$ 100 milhões para quem acertar as seis dezenas da Mega-Sena. O concurso 2.261 será no sábado (16).

As apostas na Mega-Sena podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio em lotéricas ou pela internet. A aposta simples, com seis dezenas, custa R$4,50.

Caixa convoca 296 aprovados no concurso de 2014 para reforçar o atendimento nas agências

Foto: divulgação

Após a realização de exames médicos e da apresentação de documentos, a expectativa é de que os convocados iniciem os trabalhos já nos próximos dias.

Os candidatos vão passar pelo programa de ambientação que será, pela primeira vez, feito todo on-line.

Os aprovados irão reforçar o atendimento nas agências, prioritariamente nas regiões Norte e Nordeste.

“Essa medida visa reforçar o time de atendimento nas agências. Além disso, o banco fomenta a economia, gerando emprego e renda a centenas de famílias”, disse Girlana Granja Peixoto, vice-presidente de Pessoas da Caixa.

Em 2019, a Caixa deu início a um ciclo de contrações. De lá para cá, foram 1.871 Pessoas com Deficiência (PcD), esgotando o cadastro de reserva desse público. Contratou ainda 633 da ampla concorrência. E agora, com essa nova convocação, chega ao total de total de 2,8 mil novos empregados.

“Atuando na linha de frente para possibilitar o pagamento do auxílio emergencial para milhares de brasileiros, a Caixa mantém o compromisso de oferecer o melhor serviço sem abrir mão dos cuidados com as pessoas que prestam o atendimento à sociedade.”, gaba-se, sem citar as filas para o pagamento da ajuda emergencial do coronavírus.

 

Auxílio emergencial é travado por falta de cédulas, e BC pede impressão de R$ 9 bilhões

 

Foto: Agência Brasil

O Banco Central pediu que a Casa da Moeda imprima o correspondente a R$ 9 bilhões em cédulas e moedas até o fim de maio, após a escassez de cédulas de dinheiro travar os pagamentos do auxílio emergencial de R$ 600 a trabalhadores informais. As informações são da Folha de S. Paulo.

A autoridade monetária monetária explica que o valor corresponde ao adiantamento, mas a quantidade usual de dinheiro em circulação contará ainda com a produção já programada.

Segundo apurado pela Folha, há risco de faltar cédulas nos bancos para os saques feitos pelos beneficiários, embora o crédito orçamentário esteja liberado.

Atraso – O calendário da segunda parcela do Auxílio Emergencial de R$ 600 ainda não foi divulgado pelo governo, duas semanas após a data originalmente anunciada para dar início ao pagamento, que deveria ter acontecido entre os dias 27 e 30 de abril. De início, a terceira parcela estava programada para ser paga entre os dias 26 e 29 de maio, mas também ainda não ganhou nova data.

Desde então, nenhuma nova data foi apresentada. O anúncio da divulgação do novo calendário foi sendo postergado. O ministério da Cidadania chegou a informar que apresentaria as datas ainda em abril – que depois passou a primeiros dias de maio.

Os balanços diários divulgados pela Caixa Econômica Federal, banco responsável pelo pagamento, mostram que não há novos repasses no programa desde o início de maio.

 

Segunda parcela do auxílio começa a ser paga na 2ª, diz presidente da Caixa

UOL

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, anunciou que o banco começará a pagar na segunda-feira (18) a segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600. Além disso, ele afirmou que serão abertas 50 milhões de contas digitais para facilitar as transações.

“Nós começamos na segunda-feira… Amanhã, às 15h, eu e o ministro Onyx [Lorenzoni] vamos dar todos os detalhes. Mas nós começamos na segunda-feira, e faremos toda a questão exatamente para que nós tenhamos uma tranquilidade maior no pagamento. Mas, amanhã, às 15h, a gente põe no detalhe”, afirmou.

O anúncio foi feito durante a tradicional live realizada por Jair Bolsonaro (sem partido) às quintas-feiras, no Facebook. Pedro Guimarães estava ao lado do presidente da República na transmissão.

Caixa abrirá 50 milhões de contas digitais

“Nós vamos abrir para todas as pessoas 50 milhões de contas digitais. Todas as pessoas do auxílio receberão uma conta digital de graça, e é muito importante, presidente, porque você consegue fazer essa movimentação pelo celular. Nós tínhamos 20 milhões de contas, e teremos 50 milhões de contas digitais já para essa segunda parcela”, disse Guimarães.

De acordo com a Caixa, todos os cidadãos elegíveis para o auxílio que se inscreverem até 3 de julho terão a garantia do recebimento das três parcelas. Segundo ele, cerca de 17 milhões de cadastros ainda estão pendentes por conta de irregularidades no preenchimento das informações.

Os titulares desses cadastros incorretos receberão a primeira parcela na mesma data do pagamento da segunda, de forma acumulada. Até agora, 50 milhões de brasileiros já estão recebendo o auxílio emergencial, segundo Guimarães.

Novo lote da primeira parcela

O presidente da Caixa também informou que será pago, entre amanhã e sábado (16), “mais um lote” da primeira parcela do auxílio de R$ 600.

“Sexta-feira à noite, de sexta para sábado, nós voltamos a pagar mais um lote da parcela um. O importante é: vamos pagar mais de 50 milhões de pessoas em outro tempo recorde, e isso é uma coisa que nos dá muito orgulho. São as pessoas que não estavam nem em programas sociais antes. É realmente a pessoa que mais precisa, presidente [Bolsonaro]”, disse Pedro Guimarães.

 

 

PE confirma 687 novos casos de Covid-19 nesta quinta (14); 358 são casos leves

Foto: Reprodução

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) confirmou, nesta quinta-feira (14/05), 687 novos casos de Covid-19 em Pernambuco. Entre os confirmados hoje, 329 se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) e 358 são casos leves.

Agora, Pernambuco totaliza 15.588 casos já confirmados, sendo 8.205 graves e 7.383 leves. Também foram confirmados laboratorialmente 74 óbitos. Com isso, o Estado totaliza 1.298 mortes pela Covid- 19.

Os detalhes epidemiológicos serão repassados ao longo do dia pela Secretaria Estadual de Saúde. (SES-PE)

Pernambuco registra quase três mil profissionais de saúde infectados pela Covid-19

A matemática das UTIs: 3 desafios para evitar que falte cuidado ...

Em boletim divulgado nesta quarta-feira, a Secretaria Estadual de Saúde do estado confirmou 2.892 casos positivos da Covid-19 em profissionais de saúde. Os testes são feitos apenas quando há sintomas gripais e abrangem os profissionais de todas as unidades de saúde, sejam da rede pública (estadual e municipal) ou privada. Até o momento outros 1.845 casos foram descartados.

Ainda durante o documento, a SES-PE divulgou 592 novos casos de Covid-19 em Pernambuco. Entre os confirmados hoje, 232 se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) e 360 são casos leves. Com as novas informações, Pernambuco totaliza 14.901 casos já confirmados, sendo 7.876 graves e 7.025 leves. Dos casos graves, 1.566 evoluíram bem, receberam alta hospitalar e estão em isolamento domiciliar. Outros 2.486 estão internados, sendo 237 em UTI e 2.249 em leitos de enfermaria, tanto na rede pública quanto privada.

Covid-19: veja o total de casos confirmados em Araripina e região em 14 de maio

Foto: Marcelino Siqueira

 G1 Petrolina

O estado de Pernambuco chegou a 14.901 confirmações e 1.224 mortes, de acordo com o boletim mais recente divulgado nesta quarta-feira (13). Na área de cobertura do portal G1 Petrolina e Região, conforme boletins divulgados na noite de quarta-feira (13), Petrolina, Salgueiro e Araripina registraram novos casos positivos da Covid-19 , chegando a respectivamente, 93, 32 e 16 infectados.

Em Salgueiro, mais duas pessoas testaram positivo para o novo coronavírus. De acordo com a Secretaria Municipal de saúde, os pacientes são dois homens e ambos estão em isolamento hospitalar, um deles no Hospital de Campanha Nova Esperança. O município tem 15 recuperados, 32 casos confirmados, 14 em investigação e 4 óbitos.

Em Araripina, o novo caso confirmado trata-se de uma mulher de 49 anos, que encontra-se em isolamento domiciliar. Ela foi diagnosticada através de exame do Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-PE). O município contabiliza 16 casos confirmados do novo coronavírus, 4 em investigação, 50 descartados e 8 recuperados.

Petrolina registrou mais dois novos casos na quarta-feira (13). Com isso, o município chega a 93 casos confirmados da doença e dois óbitos. O número de curas clínicas subiu para 28. Novo decreto determina uso obrigatório de máscaras no transporte público.

Na área de cobertura do portal G1 Petrolina e Região, são 13 óbitos. Quatro mortes em Salgueiro, uma em Terra Nova, quatro em Trindade, dois em Petrolina, uma em Ouricuri, uma em Ipubi e uma em Serrita.

Jair Bolsonaro só cancelou a festinha na churrasqueira do Palácio da Alvorada quando descobriu que, no mesmo horário, Davi Alcolumbre e Rodrigo Maia iriam decretar, no Congresso, luto de três dias pelos 10.627 brasileiros mortos pela pandemia de coronavírus.

A marca foi alcançada neste sábado, com mais 730 mortes, justamente quando o presidente colocaria a picanha e o pão de alho na grelha. Alcolumbre e Maia iriam pessoalmente, por volta de 14h, acompanhar o hasteamento, em meio-mastro, da Bandeira Nacional na frente ao Palácio do Congresso.

Desistiram porque a minguada manifestação bolsonarista que debochava das mortes na pandemia e afrontava o isolamento social já havia chegado aos arredores do Parlamento. Alvos prioritários dos bolsonaristas, os chefes da Câmara e do Senado não julgaram adequado estimular o confronto.

Bolsonaro pensa exclusivamente na sua reeleição. Ignora o número de mortos, porque “essa gente”, como ele costuma dizer, “morreria mesmo”. E daí?

Congresso em Foco

O presidente Jair Bolsonaro passeou de jet-ski no Lago Paranoá neste sábado (09), em Brasília. No dia em que o Brasil alcançou a marca dos 10.627 óbitos por covid-19 e 155.939 pessoas infectadas pelo vírus, Bolsonaro afirmou que a população está com “neurose” quanto ao vírus e que ao menos 70% da população pegará coronavírus. Até este momento, o presidente não soltou nenhuma nota de solidariedade, apenas limitou-se a divulgar em suas redes sociais, propagandas dos feitos econômicos do governo.

Bolsonaro passeou pelo lago e parou em um deck, onde tirou foto com apoiadores. Na pequena aglomeração, nem Bolsonaro e nem a maioria dos apoiadores usavam máscaras, conforme orienta a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Desde o dia 30 de abril, é proibido frequentar espaços públicos no Distrito Federal sem o uso de máscaras. A partir desta segunda-feira (11), quem desrespeitar o decreto receberá multa de R$ 2 mil.

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), decretam, neste sábado (9), luto oficial de três dias no Congresso Nacional em razão da marca de dez mil óbitos oficiais da covid-19 no país. O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, também decretou luto oficial de três dias em respeito às vítimas. O Executivo não decretou luto e nem emitiu nota de pesar.

Afogados: após invadir e tentar por fogo em casa, homem é preso tentando furtar veículo

O policiamento do 23º BPM, foi acionado pela Central de Operações do 23º BPM para atender uma possível tentativa de furto.

Ao chegar no local, a vítima relatou que o acusado conhecido por Pintado estava tentando arrombar uma caminhoneta CD FORD RANGER, PLACA xxx, COR xxx, ANO xxx, o qual foi detido por populares, até a chegada do policiamento.
Diante dos fatos, os envolvidos foram conduzidos a Delegacia de Polícia e o acusado autuado em flagrante.

Ministério Público quer investigar pastor Valdemiro por venda de falsa cura da covid-19

Pastor Valdemiro Santiago vende 'semente mágica que cura ...

O procurador Wellington Saraiva pediu ao Ministério Público de São Paulo que denuncie o pastor Valdemiro Santiago, líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, por suposta prática de estelionato. O pedido veio após o pastor prometer uma falsa cura ao coronavírus por meio do uso de sementes vendidas por ele.

Em vídeo publicado no YouTube, o pastor garante o suposto benefício de uma planta e pede o “propósito de R$ 1 mil” por ela, além de mostrar um suposto exame que comprovaria que uma pessoa teria se curado da covid-19 após usar uma das sementes. Elas estavam à venda no site oficial da Igreja Mundial.

Na notícia-crime encaminhada ao Ministério Público, o procurador argumenta que, por envolver comercialização, o ato não se encaixa como prática religiosa. “Não se trata de relação mística com as vítimas, mas de contrato sinalagmático. Não basta ter fé nem ser seguidor do noticiado. Não se admitem casos de fiéis sem condições econômicas, ainda que plenos de fé, receberem o produto. As sementes só serão entregues àqueles que exibirem o comprovante de pagamento”.

O ofício também aponta que o uso de influência religiosa e da mística da religião para obter vantagem pessoal (ou em benefício de entidades), mediante artifício, sem resultado, fica clara pelo contexto da gravação.

Cabe à Promotoria de São Paulo investigar o caso.

Aplicativo Caixa Tem precisa ser acessado por quem tem poupança digital

Os beneficiários do auxílio emergencial de R$ 600 que não utilizarem o dinheiro em até 90 dias terão o recurso devolvido para o Tesouro Nacional. A regra é válida apenas para aqueles que tiveram a Poupança Social Digital criada para recebimento do benefício.

De acordo com o vice-presidente da Rede de Varejo da Caixa, Paulo Henrique Ângelo, a devolução aos cofres públicos está prevista no decreto que criou o auxílio emergencial. Além de sacar o dinheiro em espécie, o beneficiário pode fazer uma transferência para outra conta ou realizar pagamentos através do aplicativo Caixa Tem.

Poupança Social Digital

A Poupança Social Digital é um tipo de poupança simplificada, aberta para beneficiários de programas governamentais. O limite de saldo e movimentação máxima mensal é de R$ 3 mil. Para as pessoas inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo (CadÚnico) que têm direito ao benefício e não têm conta na Caixa nem no Banco do Brasil, a abertura da poupança está sendo realizada automaticamente.

Já para os informais, autônomos e microempreendedores individuais (MEIs) cadastrados no site ou aplicativo do Auxílio Emergencial, a solicitação de abertura da poupança deve ser feita no momento do cadastro

Governador de -PE anuncia hospitais de campanha em Petrolina, Caruaru e Serra Talhada

O governador Paulo Câmara fez novo pronunciamento neste sábado (9).

Nele, o governador destacou a entrega de três hospitais de campanha no interior.

A medida tem relação com o que o blog noticiou mais cedo: o esgotamento da capacidade das unidades em Caruaru e Recife de receber pacientes do interior.

“Iniciamos a construção de hospitais de campanha em Caruaru, Serra Talhada e Petrolina. Essas unidades atenderão todo o Agreste e Sertão”, disse.

Cada unidade contará com cem leitos. O governador informou que também começou hoje a ampliação da Brites de Albuquerque, unidade de referência em Olinda, passando de 42 para 82 leitos.

O governador fez um alerta: “os próximos dias serão duros. A Covid-19 tem avançado e precisamos estar mais firmes “, disse.

A melhor notícia foi o fim da quarentena em Fernando de Noronha.  “Conseguimos zerar os casos da Covid-19 no arquipélago que chegou à ter 28 casis”.

Segundo o governador, pesquisa da Unesp indicou que as medidas restritivas em Pernambuco salvaram mais de três mil vidas. “Peço mais uma vez que fiquem em.casa”, concluiu.

 

Já Custódia têm 18 confirmados, 78 suspeitos, 59 descartados, 2 óbitos e 14 recuperados

Na noite desta sexta-feira (08), durante a transmissão ao vivo da Prefeitura de Serra Talhada, foi confirmado o décimo quinto (15º) caso do novo coronavírus (Covid-19) na Capital do Xaxado.

A Secretária de Saúde, Márcia Conrado, informou que o novo caso seria de mais uma profissional da saúde que trabalha na cidade. Agora Serra Talhada tem 15 casos confirmados, 34 casos descartados, 10 sob investigação e 9 curas clínicas.
 
Em Arcoverde, a Secretaria de Saúde informou que, nesta sexta-feira, 08 de maio, foi confirmado mais um caso do Covid-19. O boletim diário, portanto, fica com seis (06) suspeitos, sessenta (62) descartados, 34 (trinta e quatro) confirmados, sete (07) óbitos e quatorze (14) recuperados.

Mais um caso positivo de Covid-19 em Iguaracy

A secretaria Municipal de saúde de Iguaracy informa a população que foi confirmado mais um caso para covid -19, trata-se da pessoa do sexo Masculino, 61 anos, conforme o resultado do exame de RT-PCR liberado pelo Lacen-PE o mesmo encontrava-se internado em um hospital na cidade de Caruaru-PE.

No entanto o mesmo encontra-se com quadro de saúde estável.

Arcoverde: quase metade dos casos de Covid-19 e maioria dos óbitos vem do Bairro São Cristóvão

A Secretaria de Saúde de Arcoverde informa que, nesta sexta-feira, 08 de maio, foi confirmado mais um caso recuperado do Covid-19. O boletim diário, portanto, apresenta seis suspeitos, sessenta e dois descartados, trinta e quatro confirmados, sete óbitos e quatorze recuperados.

De acordo com o balanço, realizado pela Vigilância em Saúde do município até o meio-dia de hoje, Arcoverde tinha 112 notificações do Coronavírus, o que significa o total de pessoas suspeitas, desde a investigação até o descarte ou confirmação.  Destes dados, 63% são do gênero feminino e 37% do masculino.

Dentro do mapeamento pelos bairros da cidade, dos 34 casos confirmados, quinze  estão no São Cristóvão, cinco no Centro, dois no São Geraldo, um no Sucupira, dois no Boa Esperança, seis no São Miguel, um em Novo Arcoverde e dois na Zona Rural.

Dos sete óbitos, cinco são do São Cristóvão, um do São Miguel e um da Zona Rural. No levantamento das idades, um  tinha entre 30 e 39 anos, dois tinham entre 60 e 69 anos, três tinham entre 70 e 79 anos e um  tinha 80 anos. Ao todo 85,7% eram maiores de 60 anos. O Bairro São Cristóvão é ao mesmo tempo o mais populoso e com maiores problemas sociais.

Com fila de espera para UTI, Pernambuco registra recorde diário de mortes, com 82 óbitos. Só hoje foram confirmados 763 novos casos confirmados, totalizando 11.587 e 927 mortes.

Sobe para número de mortes em Arcoverde

A Secretaria de Saúde de Arcoverde informa, nesta quarta-feira, 06 de maio, o registro de mais dois óbitos de Covid-19, novo caso suspeito em investigação e outro descartado. O boletim diário, portanto, fica com oito (08) suspeitos em investigação, sessenta e um (61) descartados, 31 (trinta e um) confirmados, sete (07) óbitos e quatorze (14) recuperados.

Mais detalhes sobre todos os casos serão especificados no balanço geral das sextas-feiras. “A transparência é uma prática da gestão, mas precisamos preservar as famílias, que muitas vezes só recebem a confirmação no dia seguinte ao boletim diário”, ressalta a Secretária de Saúde, Andreia Britto.
As barreiras sanitárias nas entradas da cidade abordaram 3.685 veículos. Pernambuco confirmou 556 novos casos da Covid-19 e 54 novos óbitos. O Estado contabiliza, agora, 9.881 casos confirmados e 803 mortes.
As mortes diárias disparam no Brasil e superam Itália e Espanha. A recomendação continua sendo o ISOLAMENTO SOCIAL. Quem puder, fique em casa. Caso precise sair, use a proteção. Para dúvidas, denúncias ou sugestões ligue para o Disk Coronavírus do município: 0800-281-55-89 e 3821-0082.

Sobe para 12 o número de casos confirmados da Covid-19 em Trindade-PE

Duas pessoas já foram a óbito na cidade devido a doença

Por Roberto Gonçalves / Foto: reprodução

Subiu para 12 o número de casos confirmados do novo coronavírus no município de Trindade, no Sertão do Araripe. A Secretaria Municipal de Saúde divulgou no início da noite desta quarta-feira (06), mais um boletim sobre o novo coronavírus (Covid-19).

De acordo com as informações, 35 casos foram notificados, 09 seguem em investigação, 14 foram descartados, 03 pessoas estão curadas, e 02 óbitos foram registrados na cidade devido ao vírus.

 

Secretaria de Saúde de Iguaracy confirma o segundo caso de Covid-19

O município de Iguaracy teve confirmado mais um caso de coronavírus. A informação foi passada na noite desta quarta-feira (6) pela Secretaria Municipal de Saúde.

A confirmação é de uma paciente de 73 anos diabética. “Comunicamos que a mesma encontra-se cumprindo o período de isolamento e com quadro clínico de saúde estável”, disse a secretaria.
Iguaracy tem agora dois casos de Covid-19 confirmados, além de um em investigação. Não há descartes até o momento.

Afogados registra dois casos negativos para Covid-19, um deles a companheira do caso positivo

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que deu negativo para Covid-19 o teste da companheira do profissional de segurança cujo caso foi confirmado ontem. Por orientações da equipe médica será realizada uma contraprova. Por enquanto, o caso permanece descartado, com a equipe de saúde monitorando a ambos. 

Tivemos hoje um outro teste rápido que deu negativo para Covid-19, o de um profissional de saúde. 
Está sob investigação, o caso de uma Técnica de Enfermagem, 48 anos, que apresentou dor de garganta, dispneia, tosse, febre e mialgia. Foi coletado (swab) em 06/05/20 e a Secretaria de Saúde aguarda o resultado oriundo do LACEN.

 

Serra Talhada sobe para 14 casos de Covid-19

Serra Talhada tece uma má notícia no dia em que comemora 169 anos de emancipação política.

Segundo a prefeitura do município, três jogos casos de Covid-19 foram confirmadas na cidade, elevando para 14 o número de infectados pela doença.

Um dos pacientes é um caminhoneiro de 29 anos, que esteve internado no HOSPAM e obteve alta no último dia 02 de maio. “Ele passa bem e está sendo monitorado pela Secretaria”.

O segundo caso é de uma profissional de saúde, de 43 anos, que está bem e se encontra em domicílio.

E o terceiro caso é de um paciente em tratamento no Hospital do Câncer, em Recife. “Ele tem 36 anos, estava internado em Recife, onde adquiriu o vírus, e após 15 dias de internação apresentou os sintomas da doença. O mesmo já retornou para Serra Talhada, está em casa e passa bem”, diz a prefeitura em nota.

Serra Talhada tem catorze casos confirmados, onze em investigação, trinta descartados e nove recuperados.

Teich diz que governo vai propor lockdown para cidades com maior transmissão do coronavírus

O ministro Nelson Teich (Saúde) admitiu nesta quarta-feira (6) que o governo federal deve recomendar o chamado lockdown (confinamento radical) para cidades que estejam enfrentando uma transmissão mais grave do coronavírus e afirmou que o plano do ministério para o isolamento social trará diretrizes regionalizadas.

“O importante é colocar que quando a gente fala em isolamento e distanciamento existem vários níveis. É importante que a gente entenda que não existe uma defesa do isolamento ou não isolamento. Vai ter sempre medidas simples até o lockdown. O que é importante é que cada lugar vai ter sua necessidade”, declarou o ministro, durante coletiva de imprensa no Palácio do Planalto.

Segundo o ministro, as diretrizes para o tema estão em análise na pasta e devem ser divulgadas no momento oportuno, mediante coordenação com as autoridades sanitárias com estados e municípios.

“Vai ter lugar que vamos recomendar o lockdown e vai ter lugar em que existe uma situação que permite tentar alguma coisa”, acrescentou, afirmando que, em locais em que houver menor incidência da Covid-19, serão propostas ações de flexibilização.

Ele citou como exemplo experiências em outros países, onde trabalhadores que seguem indo a seus postos de trabalho passam por testes de temperatura e de oxigenação antes de iniciar o expediente.

Teich também defendeu que o debate sobre isolamento social não se transforme numa luta política. “Peço que a gente não transforme uma política que tem que ser desenhada para flexibilizar o dia a dia das pessoas como uma disputa política e um tudo ou nada”, declarou.

 

Em Pernambuco MP pede à Justiça determinação de lockdown em PE

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) expediu uma medida liminar, hoje, determinando que o Governo de Pernambuco e a Prefeitura do Recife apliquem o “lockdown”.

A medida seria tomada inicialmente pelo prazo de 15 dias, como medida contra a disseminação do coronavírus (covid-19) no estado.

O descumprimento da determinação acarreta na cobrança de multa diária de R$ 100 mil por cada recomendação desobedecida.

De acordo com o documento, o lockdown compreende as seguintes medidas:

Suspensão do funcionamento e atendimento ao público de todas as atividades e serviços não essenciais;

Suspensão de atendimento ao público em todas as atividades e serviços essenciais – A exceção é para mercados, supermercados, farmácias e também serviços os que exijam a presença efetiva do consumidor, a exemplo de postos de gasolina, serviços de saúde, clínicas e hospitais veterinários, bancos e serviços financeiros (inclusive lotérica) e serviços funerários;

Manutenção de atendimento ao público nos demais serviços e atividades essenciais;

Restrição ao transporte intramunicipal, intermunicipal e interestadual;

Por fim, só seria permitido o deslocamento e trânsito de pessoas e produtos relacionados aos serviços e atividades essenciais.

 

 

Vítima de tentativa de roubo em Afogados relata disparos de arma de fogo

O efetivo do 23º BPM foi acionado pela central de operações para verificar uma ocorrência de disparo de arma de fogo e tentativa de roubo.

O policiamento chegando ao local foi informado pela vítima, que seguia em sua motocicleta Honda POP 100, sentido Afogados da Ingazeira, quando dois indivíduos em um veículo anunciaram um roubo, que ela não teria parado e conseguiu fugir e se esconder dentro do mato. A vítima relata que ouviu dois disparos de arma de fogo.

 

A jovem de Afogados da Ingazeira Ellane Assunção e seu bebê infelizmente faleceram na manhã de hoje (06), em Recife, por conta de complicações durante o parto, segundo informações do pai da vítima, ela deu entrada na maternidade ontem por volta das 18:00 hs, a pressão arterial elevou muito.

Ellane era filha do vigilante Ednaldo e da professora Socorro Assunção, era irmã de Erickson do lava a jato.
(Mário Martins)

Pernambuco possui duas entre as dez cidades com mais mortos por coronavírus no Brasil

Foto: Aluisio Moreira /SEI

O Estado de Pernambuco possui duas das dez cidades com o maior número de mortes pela Covid-19 no Brasil. Recife em 5º e Jaboatão dos Guararapes, em 10º, colocam Pernambuco junto a São Paulo para serem os únicos estados do Brasil com duas cidades entre as dez com o maior número de mortes pela doença.

Segundo os dados do Ministério da Saúde, a cidade de São Paulo-SP lidera o ranking do números de mortes no Brasil, com 1.801 óbitos por coronavírus. A capital paulista possui o mais do que o dobro da segunda colocada, a capital do Rio de Janeiro com 713 mortes.

Atrás apenas de São Paulo-SP, Rio de Janeiro-RJ, Fortaleza-CE e Manaus-AM, Recife-PE é a 5ª cidade com o maior número de mortes, com 329 vítimas da Covid-19, sendo a segunda do Brasil.

Jaboatão dos Guararapes-PE na 10º colocação com 86 mortos e Osasco-SP no 8º lugar com 97 óbitos, são as únicas cidades entre as dez mais que não são capitais de seus estados.

Veja as cidades com mais mortes por Covid-19 no Brasil:

1- São Paulo-SP: 1.801 mortos

2- Rio de Janeiro-RJ: 713 mortos

3- Fortaleza-CE: 608 mortos

4- Manaus-AM: 458 mortes

5- Recife-PE: 329 mortes

6- São Luís-MA: 226 mortes

7- Belém-PA: 206 mortes

8- Osasco-SP: 97 mortes

9- Salvador-BA: 95 mortes

10- Jaboatão dos Guararapes-PE: 86 mortes

As cidades de Olinda (13º) com 59 mortes, Paulista (23º) com 36 mortes e São Lourenço da Mata (27º) com 30 mortes, aparecem nas trinta primeiras colocações.

Reprovado no exame físico, diretor-geral da PF só virou delegado por decisão judicial

Isac Nóbrega/PR

Por Lauro Jardim/O Globo

Rolando de Souza, novo diretor-geral da Polícia Federal, foi reprovado no exame de aptidão física da corporação e só conseguiu uma vaga no concurso para delegado por meio de decisão judicial.

Souza participou do certame de 2005. Na ocasião, segundo os avaliadores, ele não conseguiu fazer corretamente duas barras fixas, previstas no edital, e teria sido eliminado.

Souza entrou na Justiça e alegou que havia cumprido a tarefa como fora determinado. Argumentou ainda que, na mesma época, prestou concurso para agente da PF e foi aprovado nas avaliações físicas, além de ter ficado em 9º lugar na classificação geral da Academia de Polícia.

Numa decisão de 2008, o TRF 4 decidiu que Souza tinha o direito de ocupar o posto de delegado. Ele foi beneficiado por provas testemunhais. Seus concorrentes, ao prestarem depoimento no processo, sustentaram que ele havia feito as barras fixas corretamente.

Afirma uma delas:

— Que presenciou o autor na prova de barras porque era o próximo na ordem alfabética; que o Sr. Rolando fez as duas barras de maneira correta, sucedendo que os candidatos se manifestaram no sentido de considerá-lo aprovado pelo seu desempenho do autor, ficando surpresos pela sua reprovação; informa também que viu outras pessoas que fizeram a barra de maneira incorreta e passaram no concurso, especialmente as candidatas do sexo feminino, e que não compreende porque o candidato não passou; que o Sr. Rolando esticou completamente os braços quando realizou as duas barras, conforme estava previsto no edital. 

Alguns anos antes de disputar uma cadeira na PF, Rolando de Souza tentou uma vaga na Polícia Rodoviária Federal. Não passou no exame psicotécnico e também apelou à Justiça. 

Governo de Pernambuco nega que decretou lockdown no estado

Foto: Hélia Scheppa/SEI

Em nota oficial divulgada na tarde desta quarta-feira (06.05), o governo do estado informou que não é verdade que o governador Paulo Câmara anunciou o fechamento total das atividades, conhecido como lockdown, em uma reunião na manhã de hoje, com os chefes dos Poderes Legislativo, Judiciário, Ministério Público, Tribunal de Contas.

De acordo com o comunicado oficial, o governador, na ocasião, “voltou a defender o isolamento social como principal instrumento de combate à disseminação do vírus e a possibilidade da adoção de novas iniciativas que possam contribuir para o achatamento da curva de contágio”. No entanto, não houve qualquer anúncio ou deliberação para a implementação, a partir da próxima segunda-feira (11), de um fechamento total.

“Desde o início da pandemia do novo coronavírus, em março, o governador Paulo Câmara tem se reunido com representantes de entidades e órgãos públicos e da sociedade civil, para discutir as medidas adotadas pelo estado (o primeiro conjunto delas adotado no dia 12 de março) para o enfrentamento da Covid-19”, informou o governo do estado.

Na nota, o governo esclareceu ainda que “em todos os encontros, ocorridos em sua maioria por videoconferencia, o chefe do Executivo estadual apresentou o impacto das iniciativas implementadas, pontuou ações que podem ser viabilizadas, discutiu o isolamento social vigente e possíveis formas de ampliação do mesmo e colheu sugestões”.

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que foi confirmado nesta terça (05) o primeiro caso de Covid-19 em nosso município. Trata-se de um profissional de segurança, de 26 anos, que trabalha em Fortaleza e que reside há alguns meses em Afogados. Nossas equipes de saúde estão monitorando o caso e acompanhando o isolamento domiciliar do paciente e das pessoas que lhe são próximas. No momento ele passa bem e apresenta sintomas leves. 

Informamos ainda que tivemos mais cinco casos descartados para covid-19: o do paciente de 76 anos internado no HREC e de mais quatro profissionais de saúde e de segurança cujos testes rápidos deram negativo.

Leia também:

Tabira:  11 pessoas foram notificados na Quarentena Domiciliar, 4 casos confimados

Nessas 24 horas, 11 tabirenses foram notificados na Quarentena Domiciliar Monitorada. 35 tabirenses concluíram o Monitoramento Domiciliar.

Em Pernambuco foram registradas nas últimas 24 horas:
– 462 novos casos confirmados
– 58 novas mortes por CoVid-19

São José do Egito tem mais um caso positivo para Covid-19, até agora 3 casos confirmados

 

Recebemos nesta terça (05), a confirmação de mais um paciente positivo para coronavírus. O paciente encontra-se internado em outro município e seu estado de saúde é considerado regular. Também notificamos novo caso suspeito, assim continuamos com 3 casos sob investigação, 5 descartes e agora 3 confirmados.

Os contatos e familiares do novo caso suspeito, assim como todos os outros notificados já foram orientados e estão em isolamento domiciliar, atendendo o protocolo já definido.

Arcoverde sobe para 29 casos confirmados com 5 mortes por coronavírus

 

A Secretaria de Saúde de Arcoverde informa que, nesta segunda-feira, 04 de maio, foi confirmado um novo (01) óbito de Covid-19, mais dois (02) recuperados e descartado um (01).

 
O boletim diário, portanto, fica com oito (08) suspeitos em investigação, sessenta (60) descartados, 29 (vinte e nove) confirmados, cinco (05) óbitos e nove (09) recuperados.
 
É importante lembrar, que dos 29 confirmados, 15 foram realizados com testes rápidos.
 
As barreiras sanitárias nas entradas da cidade abordaram 3.532 veículos. Pernambuco confirmou 220 casos novos da Covid-19 e 39 novos óbitos. O Estado contabiliza, agora, 8.863 casos confirmados (5.470 graves e 3.393 leves) e 691 mortes.
 
A recomendação continua sendo o ISOLAMENTO SOCIAL. Cada um precisa fazer sua parte. Quem puder, fique em casa. Caso precise sair, use a proteção. Para dúvidas, denúncias ou sugestões ligue para o Disk Coronavírus do município: 0800-281-55-89 e 3821-0082.

Presidente também afirmou que ‘daqui pra frente, não só exigiremos, faremos cumprir a Constituição’. Manifestantes levaram faixas pela intervenção militar e contra o Congresso e o STF.

Manifestação teve carreata (Foto: Reprodução TV Globo)

O presidente Jair Bolsonaro participou, neste domingo (3), de mais um ato a favor do governo e de medidas antidemocráticas na Esplanada dos Ministérios, em Brasília.

Os manifestantes pediram intervenção militar e criticaram o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), ministros do Supremo Tribunal Federal e o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro – que acusa o presidente de tentar interferir politicamente na Polícia Federal para proteger familiares.

Em declaração transmitida por live em rede social, Bolsonaro afirmou: “Temos as Forças Armadas ao lado do povo, pela lei, pela ordem, pela democracia, pela liberdade”.

“Nós queremos o melhor para o nosso país. Queremos a independência verdadeira dos três poderes, e não apenas uma letra da Constituição, não queremos isso. Chega de interferência. Não vamos admitir mais interferência. Acabou a paciência. Vamos levar esse Brasil para frente. Acredito no povo brasileiro e nós todos acreditamos no Brasil.”

Ao final, o presidente disse: “Peço a Deus que não tenhamos problemas nessa semana. Porque chegamos no limite, não tem mais conversa. Daqui para frente, não só exigiremos, faremos cumprir a Constituição.”

Na quinta (30), Bolsonaro acusou o ministro do STF Alexandre de Moraes de tomar uma decisão “política” ao barrar a nomeação do delegado Alexandre Ramagem para o comando-geral da PF. Na live, o presidente voltou a criticar o que chama de “interferência”.

“Ela [A Constituição] será cumprida a qualquer preço. E ela tem dupla-mão. Não é de uma mão, de um lado só não. Amanhã nomeamos novo diretor da PF e o Brasil segue o seu rumo, aí”.

Sem máscara, Bolsonaro levou a filha Laura, de 9 anos, para o Palácio do Planalto, de onde acenou para manifestantes que se aglomeravam em frente ao prédio. O presidente não foi à grade do Planalto, mas liberou a entrada de participantes do ato, que subiram a rampa e estenderam uma bandeira do Brasil.

Enquanto Bolsonaro conversava com manifestantes, parte do grupo hostilizou jornalistas e fotógrafos que acompanhavam o ato. A Polícia Militar precisou montar um cordão de isolamento improvisado para evitar as agressões.

Ato pró-governo

Manifestantes fizeram uma carreata em Brasília, na manhã deste domingo (3), em defesa do presidente Jair Bolsonaro. O ato na Esplanada dos Ministérios foi convocado pelas redes sociais.
A concentração começou às 10h, no Museu da República. O grupo ocupou todas as faixas do Eixo Monumental, na altura da Rodoviária do Plano Piloto. Até as 13h30, o trânsito no local seguia bloqueado.

Os participantes exibiram bandeiras do Brasil e faixas contra o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM) e com reivindicações antidemocráticas e anticonstitucionais, como “intervenção militar com Bolsonaro” e “Fora Congresso. STF sabotadores”.

Outras aglomerações

No sábado (2), Bolsonaro visitou um posto de gasolina às margens da BR-040, em Cristalina, gerando nova aglomeração. Ele voltou a defender a flexibilização do isolamento social e disse que as pessoas devem ir de máscara para a rua.

“Vamos tomar cuidado e usar máscara”, disse. Apesar disso, o próprio presidente usou o equipamento de forma errada, retirou a proteção para falar e para tirar fotos.

Houve um momento em que o presidente levou a mão ao nariz e depois, com a mesma mão, cumprimentou apoiadores. Levar a mão ao nariz é uma das principais formas de se contagiar e de espalhar o vírus.

A primeira participação de Bolsonaro em um ato do tipo, em meio à pandemia, foi em 15 de março. Naquele momento, o Brasil já tinha casos confirmados da Covid-19 e campanhas pelo isolamento social, mas nenhuma morte.

O presidente ainda tinha recomendação específica de isolamento, por ter participado de uma viagem oficial a Miami, nos Estados Unidos. Das pessoas que integraram a comitiva, pelo menos 23 tiveram Covid-19 logo após o retorno.

Desde o primeiro ato, em menos de dois meses, o Brasil chegou a 97,1 mil casos confirmados da infecção e 6.761 mortes, segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde neste sábado.

Segundo atualização do Ministério da Saúde  total de mortes subiu para 5.901. 

O Brasil chegou a 85.380 pessoas infectadas por covid-19, doença respiratória causada pelo novo coronavírus. Nas últimas 24 horas, foram adicionadas às estatísticas mais 7.218 casos, aumento de 9% em relação a ontem, quando foram registradas 78.662 mil pessoas nessa condição.

Segundo atualização do Ministério da Saúde divulgada nesta quinta-feira (28), o total de mortes subiu para 5.901. De ontem para hoje, foram registrados 435 novos óbitos, um aumento de 8% em relação a quarta-feira (29), quando foram contabilizados 5.466 falecimentos.

São Paulo se mantém como epicentro da pandemia no país, concentrando o maior número de falecimentos (2.375). O estado é seguido pelo Rio de Janeiro (854), Pernambuco (565), Ceará (482) e Amazonas (425).  

Além disso, foram registradas mortes no Pará (208), Maranhão (184), Bahia (104), Paraná (83), Espírito Santo (83), Minas Gerais (82), Paraíba (62), Rio Grande do Norte (56), Rio Grande do Sul (51), Santa Catarina (46), Alagoas (47), Amapá (34), Distrito Federal (30), Goiás (29), Piauí (24), Acre (16), Sergipe (12), Rondônia (16), Mato Grosso (11), Mato Grosso do Sul (9), Roraima (7) e Tocantins (3).

 

Divulgação/Ammpla

Em tempos de pandemia do novo coronavírus e medidas de distanciamento social, os saques do Auxílio Emergencial do Governo Federal têm gerado tumulto e aglomeração de pessoas. Em Petrolina, no Sertão do Estado, a Prefeitura, por meio da Guarda Civil Municipal e da Autarquia de Mobilidade (Ammpla), com o intuito de garantir maior bem estar dos cidadãos e impedir a propagação do vírus, decidiu intervir na organização das filas dispostas em frente à agência da Caixa Econômica Federal.

Em parceria realizada com a Caixa na noite da segunda-feira (27), o município disponibilizou agentes de trânsito da Ammpla e da Guarda para auxiliar os funcionários da instituição financeira na organização das filas, assegurando assim, que sejam cumpridas as medidas de distanciamento social. 

Além do apoio na organização, o chão de toda a rua foi sinalizado para marcar a distância entre as pessoas a serem atendidas.

Com a intervenção, a Rua João Clementino (centro da cidade) permanecerá interditada da esquina da Praça Maria Auxiliadora até o semáforo com a Avenida Souza Filho.

A mudança no trânsito também afetou a Rua Coronel Amorim (Rua do Colégio Dom Bosco) que foi transformada em sentido duplo

                                                                                                                             

                                                

Um universo de 13,6 milhões de informais terá que refazer o cadastro no aplicativo e site da Caixa Econômica Federal para receber o auxílio emergencial de R$ 600. Ao analisar 40 milhões de cadastros realizados no sistema do banco, a Dataprev não conseguiu  identificar se esses trabalhadores têm direito ao benefício. Outros 20,27 milhões foram considerados elegíveis e 6,97 milhões, inelegíveis.

Ao todo, foram finalizados no sistema 49, 2 milhões de cadastros até o final da tarde desta quarta-feira. Desse total, 46 milhões já foram repassados à Dataprev para cruzamento de dados e autorização do pagamento.

Quando o resultado é inconclusivo, o interessado pode fazer uma nova solicitação para corrigir dados informados anteriormente.  Entre os motivos para esse tipo de resultado  estão:  marcação como chefe de família sem indicação de nenhum membro; falta de inserção da informação de sexo;  inserção incorreta de dados de membro da família, tais como CPF e data de nascimento;  divergência de cadastramento entre membros da mesma família;  inclusão de alguma pessoa da família com indicativo de óbito.

Se o resultado for “benefício não aprovado”, o interessado poderá contestar o motivo da não aprovação ou realizar nova solicitação. Para receber o auxílio emergencial, ele não pode receber outro benefício do governo e precisa se enquadrar nos critérios previstos nas lei: renda mensal de até meio salário mínimo (R$ 522,50)  ou renda familiar total de até três mínimos (R$ 3.135,00).

A Caixa Econômica Federal informou ainda que já pagou o auxílio emergencial de R$ 600 para 46,2 milhões de pessoas, o que representa um volume total de R$ 32,8 bilhões. Desse universo, 17,3 milhões são beneficiários do Bolsa Família, 10,5 milhões são trabalhadores inscritos no cadastro do governo e 18,4 milhões, informais que fizeram o cadastro no  aplicativo e site da Caixa para receber o benefício

                                       

CREMEPE recomenda médicos a estabelecerem prioridade para leitos de UTI

   

O iminente colapso no sistema de saúde de Pernambuco devido ao novo coronavírus levou o Conselho Regional de Medicina, o CREMEPE, a publicar uma recomendação orientando médicos a estabelecerem uma pontuação para os pacientes na hora de decidir quem terá prioridade nos já raros leitos de UTI e ventiladores.

A grosso modo, a prioridade será de pacientes que têm mais chance de viver. Pernambuco já tem a segunda maior taxa de letalidade pela doença do país, com 5,31 mortes a cada 100 mil habitantes, São Paulo (4,46) e Rio (4,27). Em primeiro lugar está o Amazonas, com taxa de 7,33.

Até o último dia 28, o Estado tinha 5.724 casos confirmados do novo coronavírus – como em todo o País, a subnotificação é imensa – e 508 mortes em decorrência da doença. A taxa de ocupação de UTIs e leitos de enfermaria chegou a 97% e a 86%, respectivamente.

Gestante prioridade – De acordo com as observações no documento publicado pelo CREMEPE, se dois pacientes tiverem pontuação igual e só houver uma vaga disponível, a prioridade deverá ser de gestantes e pessoas mais jovens.

O Conselho orienta ainda que todas as internações em UTI sejam avaliadas diariamente e reconsideradas de acordo com a resposta do paciente à terapia intensiva. Se apresentar piora clínica, o médico poderá indicar outras formas de tratamento paliativo, e assim liberar a vaga para outra pessoa.

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde, ontem, foram registradas 170 novas internações de pacientes que precisavam de UTI ou de respiradores.

Estado de Pernambuco aportará recursos para abertura de novos leitos de UTI nos municípios

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, anunciou, nesta quarta-feira (29), um reforço de recursos do tesouro estadual para complementar o custo da abertura e da manutenção de novos leitos de UTI nos municípios pernambucanos. Serão repassados diariamente R$ 400 para cada leito de UTI credenciado pelos municípios junto ao Ministério da Saúde para o enfrentamento ao novo coronavírus.

“A ideia é ampliar a nossa capacidade de assistência aos pacientes com a Covid-19, garantindo o melhor atendimento possível. É um esforço adicional do governo de Pernambuco que, tenho certeza, vai contribuir muito no enfrentamento à doença”, afirmou Paulo Câmara. Inicialmente, serão destinados R$ 4 milhões.

Na terça-feira (28), o governador e o prefeito do Recife, Geraldo Julio, anunciaram que a parceria entre as gestões estadual e municipal já disponibilizaram 1.132 novos leitos para o tratamento dos pacientes do coronavírus. Desses, 677 são leitos de enfermaria e 455 são UTIs totalmente equipadas e preparadas para atender a população.

No início desta semana, Paulo Câmara anunciou a implantação de novos leitos de UTIs e enfermarias em mais 12 municípios da Região Metropolitana do Recife e do interior. Os leitos estão nas cidades de Moreno, Cabo de Santo Agostinho, Paulista, Olinda, Palmares, Caruaru, Garanhuns, Arcoverde, Serra Talhada, Afogados da Ingazeira, Salgueiro e Petrolina. Ele ressaltou que o processo de abertura de vagas vai continuar em maio. Caruaru, Serra Talhada e Petrolina, por exemplo, receberão novos leitos e vão inaugurar três hospitais de campanha.

Previsão é de chuva fraca por todo estado de Pernambuco nesta quinta-feira

Esta quinta-feira (30) será de chuvas com intensidade fraca na Região Metropolitana do Recife (RMR), segundo a Agência Pernambucana de Águas e Climas (Apac). A temperatura mínima pode chegar a 23° C e a máxima atingir 30° C.

No Agreste, a previsão também é de chuvas com mínima de 19° e máxima de 30° com o céu parcialmente nublado com pancadas de chuva de forma isolada ao longo do dia com intensidade fraca a moderada.

Confira a previsão completa:

Região Metropolitana

Parcialmente nublado a nublado com pancadas de chuva de forma isolada ao longo do dia com intensidade moderada.
Temperatura (ºC): Estável

Máxima: 30° Mínima: 23°

Mata Norte

Parcialmente nublado a nublado com pancadas de chuva de forma isolada ao longo do dia com intensidade moderada.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 30° Mínima: 23°

Mata Sul

Parcialmente nublado a nublado com pancadas de chuva de forma isolada ao longo do dia com intensidade moderada.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 30° Mínima: 23°

Agreste

Parcialmente nublado com pancadas de chuva de forma isolada ao longo do dia com intensidade fraca a moderada.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 30° Mínima: 19°

Sertão de Pernambuco

Parcialmente nublado a nublado com chuva rápida de forma isolada no período da tarde e noite com intensidade fraca.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 32° Mínima: 20°

Sertão de São Francisco

Parcialmente nublado a nublado com chuva rápida de forma isolada no período da tarde e noite com intensidade fraca.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 32° Mínima: 21°

Foto: Rodrigo Pires

Auxílio emergencial: mais de 13 milhões de informais terão que refazer o cadastro no aplicativo da Caixa

Filas nas agências da Caixa no Recife Foto: Agência O Globo

Um universo de 13,6 milhões de informais terá que refazer o cadastro no aplicativo e site da Caixa Econômica Federal para receber o auxílio emergencial de R$ 600. Ao analisar 40 milhões de cadastros realizados no sistema do banco, a Dataprev não conseguiu  identificar se esses trabalhadores têm direito ao benefício. Outros 20,27 milhões foram considerados elegíveis e 6,97 milhões, inelegíveis.

Ao todo, foram finalizados no sistema 49, 2 milhões de cadastros até o final da tarde desta quarta-feira. Desse total, 46 milhões já foram repassados à Dataprev para cruzamento de dados e autorização do pagamento.

Quando o resultado é inconclusivo, o interessado pode fazer uma nova solicitação para corrigir dados informados anteriormente.  Entre os motivos para esse tipo de resultado  estão:  marcação como chefe de família sem indicação de nenhum membro; falta de inserção da informação de sexo;  inserção incorreta de dados de membro da família, tais como CPF e data de nascimento;  divergência de cadastramento entre membros da mesma família;  inclusão de alguma pessoa da família com indicativo de óbito.

Se o resultado for “benefício não aprovado”, o interessado poderá contestar o motivo da não aprovação ou realizar nova solicitação. Para receber o auxílio emergencial, ele não pode receber outro benefício do governo e precisa se enquadrar nos critérios previstos nas lei: renda mensal de até meio salário mínimo (R$ 522,50)  ou renda familiar total de até três mínimos (R$ 3.135,00).

A Caixa Econômica Federal informou ainda que já pagou o auxílio emergencial de R$ 600 para 46,2 milhões de pessoas, o que representa um volume total de R$ 32,8 bilhões. Desse universo, 17,3 milhões são beneficiários do Bolsa Família, 10,5 milhões são trabalhadores inscritos no cadastro do governo e 18,4 milhões, informais que fizeram o cadastro no  aplicativo e site da Caixa para receber o benefício.

Coronavírus: governadores preparam nota de resposta às críticas de Bolsonaro

João Doria e Jair Bolsonaro

Os governadores estão articulando uma nota de repúdio às declarações que Jair Bolsonaro deu nesta quarta-feira (29), culpando-os pelo aumento do número de mortes por coronavírus. Os governadores dos principais estados — com a exceção de Romeu Zema, claro — e do Nordeste debatem neste momento o texto final do documento.

Bolsonaro, no cercadinho do Palácio da Alvorada, disse que a culpa seria das medidas de isolamento social implantadas por governadores e prefeitos:

— A imprensa tem que perguntar para o Doria porque mais gente está perdendo a vida em São Paulo, pergunta para ele. Tomou todas as medidas restritivas que achou que tinha que tomar. Não adianta a imprensa botar na minha conta essas questões que não cabem a mim. A minha opinião não vale, o que vale são os decretos de governadores e prefeitos.

Número de mortes chegam a 4.543 em todo o país

Foi o segundo maior número de casos de contaminação em um dia, perdendo apenas para o sábado (24), quando foram acrescidos 5.514 casos ao balanço. (Foto: reprodução)

O Brasil chegou a 66.501 casos confirmados de coronavírus, de acordo com atualização do Ministério da Saúde, divulgada hoje (27). Nas últimas 24 horas foram adicionadas às estatísticas mais 4.613 pessoas infectadas, aumento de 7,5% em relação a ontem (26), quando foram registrados 61.888 mil casos confirmados.

Foi o segundo maior número de casos de contaminação em um dia, perdendo apenas para o sábado (24), quando foram acrescidos 5.514 casos ao balanço.

Já o número de mortes subiu para 4.543, com 338 novos óbitos de ontem (26) para hoje (27), um incremento de 8%. O número de novos óbitos em 24 horas ficou abaixo da quinta-feira (22), quando foram contabilizados 407. A taxa de letalidade ficou em 6,8%.

São Paulo se mantém como epicentro da pandemia no país, concentrando o maior número de mortes (1.825). O estado é seguido pelo Rio de Janeiro (677), Pernambuco (450), Ceará (284) e Amazonas (320).  

Também foram registradas mortes no Maranhão (125), Pará (114), Paraná (75), Bahia (76), Minas Gerais (62), Paraíba (50), Espírito Santo (57), Santa Catarina (43), Rio Grande do Norte (45), Rio Grande do Sul (42), Alagoas (34), Distrito Federal (26), Goiás (26), Amapá (26), Piauí (20), Acre (14), Sergipe (10), Mato Grosso (10), Mato Grosso do Sul (9), Rondônia (10), Roraima (4) e Tocantins (2).

Foto: divulgação

O presidente Jair Bolsonaro bateu o martelo: o atual ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência da República, homem da sua mais absoluta confiança, será mesmo o novo ministro da Justiça e Segurança Pública.

Advogado bem relacionado nos meios jurídicos, o novo ministro recebeu a missão de recuperar o Ministério da Justiça em seu papel político e no relacionamento com a Justiça, principalmente os tribunais superiores.

Jorge Oliveira é oficial aposentado da Polícia Militar do Distrito Federal, e se destacou na vida civil como assessor jurídico, a quem Bolsonaro consulta com primazia, nessa área.

Há muitos anos Oliveira trabalha com a família Bolsonaro. Foi assessor parlamentar do então deputado Bolsonaro, de que seu pai foi chefe de gabinete por duas décadas.

O novo ministro da Justiça também foi chefe de gabinete na Câmara do deputado Eduardo Bolsonaro durante o seu primeiro mandato. Antes de assumir a secretaria-geral, Jorge Oliveira foi subchefe de Assuntos Jurídicos da Casa Civil no início do atual governo.

Leia Também

 

Até o boletim desta segunda-feira (20), Manaus já registrava 156 mortes por Covid-19. No estado, o número de casos confirmados chegou a 2.160, com 182 mortes no total.

Conforme o último balanço divulgado pela Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), o Amazonas contabiliza 2.160 casos confirmados no novo coronavírus. (Foto: Reprodução)

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, criança, ar livre e natureza

Após anunciar a instalação de contêineres frigoríficos, a Prefeitura de Manaus informou, nesta terça-feira (21), que está fazendo valas comuns, chamadas pelo órgão de trincheiras, para enterrar vítimas do novo coronavírus no cemitério público Nossa Senhora Aparecida, no bairro Tarumã, Zona Oeste da capital. Até o boletim desta segunda-feira (20), Manaus já registrava 156 mortes por Covid-19. No estado, o número de casos confirmados chegou a 2.160, com 182 mortes no total.

O rápido aumento de mortes por Covid-19 no estado fez com que dezenas de covas fosse abertas no mesmo cemitério, desde a última sexta-feira (17). Segundo informações da prefeitura, desde março, houve um acréscimo de aproximadamente 50% na demanda. Cartórios da capital também estenderam o regime de plantão para atender alta demanda de registro de óbito.

Nesta terça-feira (20), a Prefeitura de Manaus informa, por meio de nota, que devido ao grande aumento no número de sepultamentos realizados no cemitério, a Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp) adotou o sistema de trincheiras para realizar o enterro das vítimas de Covid-19.

“A metodologia, já utilizada em outros países, preserva a identidade dos corpos e os laços familiares, com o distanciamento entre os caixões e com a identificação das sepulturas. A medida foi necessária para atender a demanda de sepultamentos na capital”, disse a nota.

Nesta segunda-feira (20), a Semulsp já havia informado ao G1 que teve que instalar contêiners frigoríficos no cemitério para comportar caixões que aguardavam sepultamento. Vídeos que circulam nas redes sociais mostram filas de carros de funerárias aguardam para sepultar corpos.

A medida visa dar mais agilidade ao serviço SOS Funeral, que, hoje, é o único disponível para população mais vulnerável de forma gratuita, para realizar o enterro das pessoas que não têm condições para arcar com as custas do sepultamento.

“As câmaras estão sendo utilizadas para o armazenamento dos caixões, enquanto os familiares aguardam o momento do enterro, sem a necessidade do veículo do SOS Funeral ficar aguardando a liberação, já podendo retornar à base para novo chamado”, pontua a nota da Semulsp.

Contêineres frigoríficos também foram instalados, pelo Governo do Amazonas, em unidades hospitalares de Manaus, após a repercussão de um vídeo que mostra corpos com suspeita de Covid-19 posicionados dentro do Hospital João Lúcio, Zona Leste, ao lado de pacientes internados. 

Pacientes morrem à espera de leito

Internada há quatro dias na rede pública de saúde do Amazonas, Dona Maria das Graças, de 63 anos de idade, morreu com suspeita de Covid-19 nesta segunda-feira (20). Ela esperava uma transferência de hospital para ter acesso a uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), mas foi a óbito antes de conseguir. A família denunciou descaso médico no caso.

A filha, em entrevista à Rede Amazônica, ao comentar o caso, denunciou descaso de médicos e enfermeiros. ”Foi uma espera angustiante do início ao fim”, comentou.

A Secretaria de Saúde do Estado (Susam) afirmou que a paciente seria transferida do SPA do São Raimundo, em Manaus, para o hospital universitário Getúlio Vargas – também na capital. A transferência nunca aconteceu, com o agravamento do caso.

O sistema de saúde da rede público do Amazonas sofre um colapso iminente e já tem 91% dos leitos de UTI ocupados. Até esta segunda-feira, segundo o governo, entre casos confirmados e suspeitos de Covid-19, há 815 pacientes internados no estado.

Segundo o estado, atualmente, o Amazonas possui 682 respiradores cadastrados no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES). Desse número, 232 estão voltados para o atendimento de pacientes com Covid-19, sendo 66% disponíveis para a pandemia.

Após denúncias, o Ministério Público de Contas do Estado do Amazonas iniciou uma investigação e cobra respostas do governo sobre a compra de 28 respiradores pulmonares para a rede pública de saúde no valor de R$ 2 milhões e 970 mil. O MPC informou que o custo teve uma média de R$ 106 mil e 200 por unidade.

De acordo com o documento do Gabinete do Procurador Geral de Contas, assinado por João Barroso de Souza, o Governo Federal tem adquirido os mesmos respiradores ao preço unitário de R$ 57.300. O procurador-geral relata que o valor é quase metade do preço dos equipamentos que o Amazonas adquiriu.

‘Tenho medo de morrer e perder minha filha’

Na maternidade Balbina Mestrinho, em Manaus, uma dona de casa de 27 anos que está em isolamento com sintomas do novo coronavírus denuncia a falta de atenção necessária durante a gravidez. Ela teme perder a vida e a filha.

Na manhã desta terça-feira (21), em entrevista ao G1, a dona de casa Suelen Martins, grávida de seis meses, contou que há seis dias passou mal em casa. Ela teve febre alta e tomou medicação, mas outros sintomas apareceram. Ela então foi até a maternidade, na Zona Sul de Manaus, onde está internada desde então.

Ela está em isolamento e respira com ajuda de aparelho dentro de uma “sala rosa”, que são áreas separadas na rede pública para atender pacientes de Covid-19. No local há outras duas grávidas.

“Há cinco dias eu estava em casa com febre, tomei medicações e a febre não passava. Comecei a ter vômito e tosse. Vim para a maternidade, me colocaram nessa sala rosa estou respirando com a ajuda de oxigênio pois eu já estava com muita falta de ar. Inicialmente, a médica me atendeu, mas depois fui abandonada”, disse.

Com diversos sintomas, a mulher disse que chegou a realizar o teste do novo coronavírus, mas até esta terça-feira (21), não recebeu nenhuma confirmação da maternidade. Lá, ela sofre com falta de estrutura, afirma.

“Desde o dia que entrei, não sei nem o resultado do exame, ficaram de fazer o raio-x e não fizeram. Não falam o que eu tenho. Tenho medo de perder minha vida, minha filha. Já pensei em ir embora para casa com medo do pior acontecer aqui dentro”.

Em nota, a direção da Maternidade Balbina Mestrinho informou que “todas as pacientes com sintomas respiratórios e que buscam a maternidade estão sendo acolhidas e tratadas em enfermaria exclusiva, separadas das demais pacientes, conforme fluxo estabelecido para a ocasião”.

“Todas estão recebendo acompanhamento médico, com avaliação diária e prescrição médica adequada para cada caso. Nenhuma das pacientes tem sintomas graves, porém estão recebendo todo o atendimento dispensado a casos suspeitos de covid-19”, diz trecho da nota.

Coronavírus no Amazonas

Conforme o último balanço divulgado pela Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), o Amazonas contabiliza 2.160 casos confirmados no novo coronavírus. Também foram confirmados mais três mortes pela doença, totalizando 185 mortes.

Ainda de acordo com o boletim desta segunda-feira (20), 1.165 pessoas com diagnóstico de Covid-19 estão em isolamento social ou domiciliar, o que corresponde a 53,94% dos casos confirmados no Amazonas. De domingo (19) para segunda-feira, mais 103 pessoas se recuperaram da doença e estão fora do período de transmissão do vírus, totalizando, agora, 635 recuperados.

A ação criminosa tem como principal veículo de disseminação as redes sociais e o mensageiro do Facebook para Android e iPhone (iOS).

O golpe do coronavoucher, que já é o maior deste ano, informa às vítimas que o auxílio estará disponível assim que o cadastro for finalizado (Foto: Reprodução)

O golpe no WhatsApp que promete o Auxílio Emergencial do governo, conhecido como “coronavoucher”, já fez mais de 7 milhões de vítimas, segundo relato da PSafe nesta segunda-feira (20). A ação criminosa, que é repassada pelas próprias vítimas como forma de concluir cadastro para o recebimento do falso auxílio, tem como principal veículo de disseminação as redes sociais e o mensageiro do Facebook para Android e iPhone (iOS).

O golpe do coronavoucher, que já é o maior deste ano, informa às vítimas que o auxílio estará disponível assim que o cadastro for finalizado, e chama atenção por mostrar certa veracidade nas perguntas feitas pelo site suspeito, que servem apenas de isca para roubar informações.

Ao clicar no link, o indivíduo é convidado a responder questões como “Você é beneficiário do Bolsa Família?” e “Você é autônomo?”. Para completar a inscrição no falso benefício, é preciso compartilhar o link nas redes sociais — e é assim que os cibercriminosos conseguem fazer mais vítimas.

O diretor do dfndr lab Emílio Simoni informa que estes golpes “se aproveitam de ações reais que grandes empresas e o governo estão realizando para enfrentar o coronavírus, como a doação de álcool em gel e pagamento de benefícios à população”.

No início do mês, com a divulgação do aplicativo do governo Caixa | Auxílio Emergencial para repasse dos pagamentos do benefício, foram encontrados diversos apps falsos na Play Store. A expectativa é que o número de ataques aumente nos próximos dias.

Segundo Simoni, “os prejuízos [derivados deste tipo de golpe] são principalmente financeiros, mas também é possível que ocorra o registro do celular [da vítima] em serviços pagos de SMS, roubo de credenciais de redes sociais e e-mail, ou a instalação de um aplicativo malicioso”. Simoni ainda explica que este tipo de golpe é baseado em adwares, em que o cibercriminoso lucra com a visualização de propaganda. Entretanto, é possível que este tipo de anúncio abra “brechas de segurança para ataques mais danosos”.

 

A Secretaria de Saúde de Arcoverde informa que nesta terça-feira, 21 de abril de 2020, foi registrado novo óbito por Covid-19 e mais seis casos suspeitos entraram em investigação. O falecimento foi de um homem de 65 anos, no Hospital Regional Ruy de Barros Correia, o que totaliza três mortes na cidade. O boletim diário, portanto, fica com 10 (dez) suspeitos, 14 (quatorze) descartados, 11 (onze) confirmados e 03 (três) óbitos.
O Governo do Estado confirmou, mais 218 casos do Coronavírus, totalizando 2.908. Em Pernambuco, foi anunciada confirmação laboratorial de 26 novas mortes. Ao todo, já são registradas 260 mortes.
Mesmo sendo feriado, as barreiras sanitárias nas entradas da cidade registraram 836 carros, na sua maioria das cidades da região. São quase 100 veículos a mais, que ontem, dia 20. A equipe da Vigilância em Saúde conta com o apoio da Arcotrans, do Detran-PE e da PM-PE, neste locais, onde estão sendo realizadas orientações sobre o Covid-19, uso de máscaras e aferição de temperatura.
Quem puder ficar em casa, fique. Mantenha a higienização das mãos, evite aglomerações, use máscaras e faça sua parte. Para dúvidas, denúncias ou sugestões ligue para o Disk Coronavírus do município: 0800-281-55-89 e 3821-0082.

Confirmada 1° morte por Covid-19, paciente de Tabira-PE estava internada no Hospital Regional de Afogados.

Paciente de 57 anos foi atendida no Hospital Regional Emília Câmara, Afogados da Ingazeira e foi a óbito sábado. É o terceiro caso no Pajeú.

Saiu na manhã dessa terça-feira o primeiro caso positivo pra Covid-19 no município de Tabira-PE.

A paciente, que foi a óbito no sábado, era uma mulher de 57 anos e estava no Hospital Regional de Afogados da Ingazeira onde foi feito o exame para comprovação.

Diante da suspeita existente, a secretária de Saúde, Zeza Almeida, disse que todos os protocolos foram cumpridos no sepultamento no cemitério de Tabira.

Nas próximas horas a secretaria de Saúde vai se pronunciar através de nota oficial, segundo a secretária. Mas o  blog apurou que ela sofria de outras comorbidades e teria contraído a doença em Recife, onde realizava consultas e exames.

É o terceiro óbito no Pajeú.  Até agora, além de Tabira, há um registro de óbito em Carnaíba, mais um óbito de um jovem de 32 anos da cidade de Itapetim foi registrado essa semana.

As mortes estão concentradas nos estados de São Paulo (1.037), no Rio de Janeiro (422) e em Pernambuco (260), e crescem em ritmo acelerado: quase mil delas ocorreram nos últimos sete dias.

Balanço divulgado pelo Ministério da Saúde no fim da tarde de segunda (20) indicava 40.581 casos e 2.575 mortes no país. (Foto: Reprodução)

As secretarias estaduais de Saúde divulgaram, até as 15h50 desta terça-feira (21), 41.325 casos confirmados de infectados pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Brasil, com 2.629 mortes pela Covid-19.

As mortes estão concentradas nos estados de São Paulo (1.037), no Rio de Janeiro (422) e em Pernambuco (260), e crescem em ritmo acelerado: quase mil delas ocorreram nos últimos sete dias.

Balanço divulgado pelo Ministério da Saúde no fim da tarde de segunda (20) indicava 40.581 casos e 2.575 mortes no país.

Sistema de saúde no limite

Dados da Associação Brasileira Médica apontam que, em um mês, médicos registraram 3.181 denúncias sobre falta de equipamentos de proteção individual (EPI) no atendimento a pacientes com Covid-19. São Paulo, Rio e Porto Alegre são as cidades com mais registros de reclamações.

No estado do Rio de Janeiro, em quatro semanas, mais pessoas foram internadas por síndrome respiratória aguda grave (SRAG) que em todo o ano de 2019, segundo levantamento do G1 com base em dados da Fiocruz. Os dados, segundo especialistas, apontam para a subnotificação dos casos do novo coronavírus.

Em São Paulo, por outro lado, a fila de testes de Covid-19 que aguardam análise caiu de mais de 20 mil na semana passada para 4,1 mil nesta nesta segunda-feira (20), segundo informações do Instituto Butantan.

As unidades de terapia intensiva (UTI) de Manaus já chegavam ao seu limite de atendimento. Por falta de vagas e de pessoal, os hospitais já não conseguem atender todos os pacientes. O governo do estado declarou que o sistema de saúde do Amazonas está entrando em colapso.

No Ceará, 100% das vagas de UTI estão ocupadas e o número de leitos também está perto do limite.

Em Pernambuco, segundo o secretário de Saúde do estado, André Longo, 99% dos leitos de UTI da rede pública dedicados aos pacientes infectados pelo novo coronavírus também estão ocupados.

Novo ministro da Saúde pouco fala

O novo ministro da saúde, Nelson Tech, pouco tem falado nas suas primeiras reuniões à frente da pasta, apontou a coluna de Gerson Camarotti. Prefere ouvir. Tem repetido reiteradas vezes aos interlocutores que ainda está tomando pé da situação no ministério.

Nesta segunda, participou de reunião com os governadores do Nordeste. Evitou falar das medidas de isolamento social, alvo de polêmica entre governadores e o presidente Jair Bolsonaro, e pediu um relatório com a situação e as demandas de cada estado.

“Ele foi atencioso. Foi muito econômico nas falas. Mais ouviu do que falou. Disse que responderia na quinta, depois de ver projeções de cada estado. Não quis comentar nada sobre distanciamento social”, afirma Rui Costa, governador da Bahia.

Trump vai suspender imigração aos EUA

No fim da noite de segunda, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou que vai assinar uma ordem executiva para suspender temporariamente a imigração ao país em meio à pandemia de Covid-19.

Em mensagem publicada no Twitter, Trump disse que os EUA enfrentam um “inimigo invisível” e que o país precisa proteger os empregos — a taxa de desemprego entre norte-americanos explodiu no último mês.

O ministro Dias Toffoli afirmou em sua decisão, que medidas dessa natureza precisam estar fundamentadas pela Anvisa.

Dias Toffoli negou toque de recolher em município do Paraná (Foto: Reprodução)

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli negou a Prefeitura de Umuarama, no Paraná, a possibilidade de estabelecer um toque de recolher na cidade como forma de prevenção à covid-19.

O Município havia decretado um toque de recolher, das 22h às 5h, que foi suspenso por liminar concedida pelo Desembargador Relator José Maurício Pinto de Almeida, da 2ª Câmara Criminal em Composição Reduzida do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná.

A prefeitura então, recorreu ao STF pedindo a suspensão da liminar e a manutenção do decreto do toque de recolher, o que foi negado.

Na decisão, o ministro Dias Toffoli afirma que, embora não se discuta o poder que detém o chefe do executivo municipal para editar decretos regulamentares, no âmbito territorial de sua competência, para impor tal restrição à circulação de pessoas, ele deveria estar respaldado em recomendação técnica e fundamentada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o que não ocorre neste caso.

“Fácil constatar, assim, que referidos decretos carecem de fundamentação técnica, não podendo a simples existência da pandemia que ora assola o mundo, servir de justificativa, para tanto”, diz um trecho do texto.

O entendimento do STF pode acabar refletindo na disputa judicial que ocorre no município de Conde, na Paraíba, no qual um decreto da prefeitura impede a entrada de turistas e visitantes na cidade.

Leia também:

Arcoverde registra mais dois casos suspeitos e descarta outros dois de Covid-19

Prefeitura de Campina Grande volta atrás e desiste de reabrir comércio a partir de segunda-feira 

Paciente na sala de espera do Hospital Regional da Asa Norte usando máscara. Sérgio Lima/Poder360 14.03.2020

 

Pesquisa divulgada pela empresa de pesquisas Datafolha neste sábado (18) indica que 79% da população é favorável à punição para pessoas que desrespeitam as regras de isolamento recomendadas pelas autoridades sanitárias em razão da disseminação da covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

O levantamento foi realizado na última sexta-feira (17). Foram entrevistadas 1.606 pessoas por telefone. A margem de erro da pesquisa é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

Segundo a pesquisa, dos 79% dos entrevistados são favoráveis a punições, mas somente 3% avaliam que a prisão para quem descumprir as regras seria o ideal. 33% apoiam a aplicação de multas e 43% defendem advertências verbais.

Para 18% das pessoas ouvidas pelo Datafolha, os governos não deveriam ter direito sobre a circulação das pessoas no período da pandemia. Outros 3% dos entrevistados não souberam responder.

O apoio à aplicação de multas é mais comum entre jovens de 16 a 24 anos e assalariados com carteira registrada (48%). As advertências verbais têm apoio entre os mais ricos: 53% entre os que ganham de 5 a 10 salários mínimos e 51% entre os que recebem mais de 10 salários mínimos.

Desobediência às medidas de proteção

O Ministério da Saúde comunicou na sexta-feira que 37% dos adultos –pessoas com 18 anos ou mais– adotam um conjunto de medidas de prevenção contra a covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Ou seja, menos da metade dos brasileiros fazem ao mesmo tempo isolamento social, lavam as mãos com frequência, evitam tocar os olhos, o nariz e a boca depois de ter contato com outras pessoas.

O boletim divulgado pela pasta veio de uma pesquisa realizada pelo o Ministério e a Universidade Federal de Minas Gerais de 1º a 10 de abril. Foram entrevistadas 2 mil pessoas por telefone. Os números foram obtidos por meio de discagem aleatória de dígitos.

Morre itapetinense de 32 anos que contraiu Covid-19 em Recife

O paciente de Itapetim com suspeita de Covid-19 veio a óbito no início da noite desta sexta-feira (17) n

o Hospital Oswaldo Cruz em Recife, onde estava internado na UTI.

A informação foi confirmada pela família ao Blog do Repórter do Sertão.

A morte do rapaz de 32 anos chegou a ser anunciada pela Secretaria de Saúde na manhã deste sábado (18). Após o anúncio a informação foi retificada porque ainda faltava a confirmação do hospital.

O paciente deu entrada no Hospital Getúlio Vargas, Recife,   dia 3 de março com quadro de dor abdominal e vômito. Ficou aproximadamente um mês em internamento hospitalar. Após dez dias da alta hospitalar teve piora do quadro e deu entrada novamente na unidade.

De acordo com informações da família,  a maior probabilidade é de que ele tenha contraído o vírus na internação em Recife.  Após ter dado entrada no hospital ele não retornou mais para Itapetim.

Ele fazia tratamento contra outros problemas de saúde. A Secretaria de Saúde monitora familiares que o acompanharam em Recife.

Especialista em HIV e doenças tropicais, Stoffels tem passado até 16 horas por dia trabalhando para cumprir a missão – e a promessa – de imunizar um bilhão de pessoas o quanto antes.

“Estamos expandindo nossas estruturas para conseguir produzir dezenas de milhões de vacinas de alta qualidade mensalmente, mas é um trabalho em processo”, disse Stoffels. (Foto: Reprodução)

Em sua primeira entrevista a um veículo de comunicação da América Latina desde que iniciou os testes da vacina contra a Covid-19, Paul Stoffels se mostra otimista com o avanço do processo

O médico belga Paul Stoffels, vice-presidente do Comitê Executivo e Chief Scientific Officer da Johnson & Johnson afirmou, em entrevista ao NeoFeed, que as primeiras doses da vacina contra covid-19 devem estar disponíveis em caráter de urgência entre janeiro e fevereiro de 2021.

“Estamos expandindo nossas estruturas para conseguir produzir dezenas de milhões de vacinas de alta qualidade mensalmente, mas é um trabalho em processo”, disse Stoffels.

Especialista em HIV e doenças tropicais, Stoffels tem passado até 16 horas por dia trabalhando para cumprir a missão – e a promessa – de imunizar um bilhão de pessoas o quanto antes. 

Pelo menos foi esse o acordo firmado com o governo americano. A equipe de Donald Trump concordou em entrar com US$ 421 milhões do US$ 1 bilhão necessário para que a Johnson & Johnson expanda sua capacidade de produção e cumpra esse objetivo. 

O médico, que mora nos Estados Unidos, destaca a união de forças de governos e iniciativas privadas, e faz questão de resgatar a esperança de quem, direta ou indiretamente, sofre com a crise que estamos vivendo.

“Gostaria de deixá-los com esperança: isso vai ter um fim. Tem muita gente trabalhando para que encontremos alívio o quanto antes.”, explicou.


A Prefeitura de São José do Egito confirmou que deu positivo para Covid-19 o caso do paciente que deu entrada no Procape essa semana.

A informação foi repassada pela Secretaria Estadual de Saúde.  O paciente do sexo masculino, foi transferido do Hospital Maria Rafael de Siqueira devido a problemas cardíacos, apresentando febre e vômito.

“Há seis dias o paciente começou a desenvolver complicações respiratórias. Segundo dados coletados pela Vigilância Epidemiológica, ele é hipertenso com histórico de problemas renais”.

O paciente segue internado em enfermaria. Seu estado de saúde é tido como regular e ele respira sem ajuda de aparelhos.

“Todas as providências relacionadas aos contatos do paciente e profissionais que mantiveram contato com o mesmo já haviam sido tomadas pelas equipes da Secretaria de Saúde”

 

Ceará atinge 100% da lotação de UTIs e projeta aumento de mortes

Exame

Com lotação dos leitos de UTI no estado, a Secretaria da Saúde do Ceará projeta uma explosão do número de mortes por Covid-19 a partir de 5 de maio. A estimativa prevista é que os óbitos podem passar de 250 por dia.

Desde o começo da pandemia, o estado teve um total 124 mortes. O Ceará é o terceiro estado com mais casos, com 2.386 pessoas infectadas, atrás apenas de São Paulo e do Rio. O relatório da Secretaria da Saúde projeta 3.734 pessoas infectadas por coronavírus no estado no dia 23 de abril.

Segundo a secretária-adjunta Vigilância e Regulação da Secretaria da Saúde, Magda Almeida, o estado atingiu 100% da ocupação dos leitos de UTI destinados a pacientes com coronavírus. Nesta quinta-feira, a fila de espera é de 48 pessoas.

“Nesse momento, apesar de não estarmos no pico esperado da epidemia, estamos com leitos de UTI em ocupação máxima”, afirmou Magda, ao site G1.

 

PARTIU PARA ETERNIDADE, OSVALDO 

As primeiras informações que ele foi encontrado morto em sua residência nesta última sexta (17),  no Bairro Brotas localizado na rua AABB em Afogados,  a causa da morte teria sido Infarto, era casado Maria José de Neo, foi bancário por último tinha um comércio (teve), no ramo de alimentação em frente UPAE de Afogados. 

Na manhã deste domingo (05) um grave acidente deixou uma vítima fatal próximo a entrada da varzinha, em Afogados da Ingazeira.

Por volta das 10h20min, o Grupamento de Apoio ao Cidadão (RONDAC), da Guarda Municipal de Tabira, foi solicitado pela Central de Comunicações (CECOM) para dar apoio ao Grupamento de Atendimento a Emergência e Resgate (GAER). Em um possível acidente de trânsito na PE 320, próximo à entrada da Vazinha, onde foi constatado a veracidade dos fatos. 

Envolvendo o caminhão marca VW, modelo 24.280 CRM 6X2, ano 2012, cor BRANCA, placa PFV 5458, de propriedade de uma pipoqueira de Tabira e um veículo marca GM, modelo MONTANA, ano 2006, cor PRATA, placa KLQ 3054. 

Segundo informações do passageiro do caminhão que ia em direção Tabira x Afogados da Ingazeira, quando o condutor da Montana vinha em sentido contrário e colidiu de frente, ambos os veículos saíram da pista, o condutor da Montana o Sr. Adilson Campos Marques, 39 Anos, natural de Afogados da Ingazeira, filho de Cícero do Doce do bairro da Ponte, ficou preso nas ferragens e veio a óbito no local, já o condutor do caminhão, não identificado saio ileso e evadiu-se do local. 
A Guarda Municipal de Tabira ao chegar ao local a polícia militar e o corpo de bombeiros militar já se encontravam. As vias foram sinalizadas e o trânsito controlado.

Motor do veículo

Mulher grávida é morta com golpe de faca no Distrito de Fátima de Flores-PE

Na noite deste último  Sábado (4), um crime chocou os moradores do distrito de Fátima.

Segundo informações de populares, uma mulher de 32 anos, identificada por Maria do Socorro Alves da Silva, mais conhecida por “Neguinha de Luizinho”

estaria em sua residência,  quando após um desentendimento foi golpeada no peito com uma “faca de mesa”, vindo a óbito no local.

“Neguinha” estava com cerca de 5 meses de gestação, o principal suspeito de ter cometido o crime era companheiro da vítima que  está foragido.

O corpo foi encaminhado para o IML de Caruaru.

Fonte: Fátima PE notícias

Em Afogados, mulher conduzida a delegacia por pertubação do sossego e homem por ameaça e agressão confira:

A Polícia de Afogados da Ingazeira foi acionada pela Central de Operações para averiguar uma denúncia de perturbação do sossego. 

Chegando ao local, uma mulher de 27 anos se encontrava ingerindo bebida alcoólica junto com outras pessoas, com o som em alto volume, perturbando o sossego dos moradores daquela localidade. 
O policiamento solicitou que a mesma desligasse o som, porém ela ficou questionando, sem querer obedecer. 
Diante do fato, a mesma e o aparelho sonoro foram apresentados na delegacia local, onde foi lavrado um TCO.
Em outro caso, a Polícia de Afogados da Ingazeira foi acionada pela Central de Operações para atender uma ocorrência de violência doméstica. 
Chegando ao local, a vítima relatou que seu companheiro chegou em casa com sinais de embriaguez alcoólica e sem motivo algum começou a reclamar com a filha; que a vítima pediu para que ele parasse, momento que o acusado ficou agressivo e desferiu um soco no seu braço direito. 
Quando foi detido, o acusado ainda proferiu ameaças contra a vítima, mesmo diante da presença do policiamento. Após os fatos, as partes foram conduzidas à delegacia local, onde foi lavrado um TCO contra o acusado.

Cerca de nove toneladas de materiais como álcool em gel, máscaras e testes para detecção do novo coronavírus serão distribuídas em Pernambuco e outros cinco estados do nordeste

Um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) trouxe de São Paulo para o Recife, nesta quarta-feira (1°), cerca de nove toneladas de Equipamento de Proteção Individual (EPI), como máscaras, luvas e toucas, além de álcool em gel e testes rápidos para detecção do novo coronavírus (covid-19). O material, enviado pelo Ministério da Saúde, será distribuído para unidades de saúde de Pernambuco e mais cinco estados do nordeste.

A aeronave C-130 Hércules aterrissou em solo pernambucano, no 3º Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindacta III), no Jordão, Zona Sul do Recife, por volta das 17h. Ao todo, o Estado recebeu 13.200 toucas hospitalares, 33.600 aventais, 602.500 máscaras, 4 mil sapatilhas, 606 mil luvas, 2.440 óculos de proteção e 6.828 unidades de álcool etílico, totalizando pouco mais de 2,3 toneladas. A carga foi levada para um depósito estadual de medicamentos localizado na Muribeca, em Jaboatão dos Guararapes, Região Metropolitana do Recife (RMR).

Além de Pernambuco, serão beneficiados Bahia, Paraíba, Rio Grande do Norte, Alagoas e Sergipe. O transporte para os outros estados deve acontecer entre a noite desta quarta-feira (1º) e a manhã desta quinta (2), em caminhões.

Receita Federal prorroga prazo de entrega de declaração para 30 de junho

O prazo de entrega da declaração do imposto de renda pessoa física está prorrogado para 30 de junho. (Foto: Reprodução)

O Ministério da Economia anunciou nesta quarta-feira (1) que o prazo de entrega da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física está prorrogado por 60 dias. Com a decisão, o nova data limite é o dia 30 de junho. 

A data limite anterior era de 30 de abril.

Até agora, mais de 8 milhões e 800 mil declarações foram entregue

O advogado Mauricio Kazuhiro Suzuki completou 26 anos no último dia 13 de março. Vítima fatal de coronavírus na noite de ontem, internado em um hospital de São Paulo, o jovem era visto por amigos e familiares como doce e amável. De acordo com familiares do rapaz, no dia 18 de março, ele procurou ajuda médica, mas foi diagnosticado com resfriado comum e orientado a ir ao hospital caso sentisse dificuldades para subir as escadas.

Um dia depois, ele voltou ao hospital. Lá, fez raio-x e tomografia. Foi orientado a ficar em quarentena, em casa. Na segunda-feira (23), os sintomas pioraram e ele retornou ao hospital pela terceira vez. Assim que chegou ao Hospital Santa Cruz, foi internado como medida preventiva, segundo familiares. Ele foi submetido a receber oxigênio por meio de cateter e foi internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva)

O estado de saúde, no entanto, não melhorou. Segundo o hospital, o advogado chegou ao local com quadro de síndrome respiratória aguda grave e fazia tratamento para hiperuricemia, uma presença de altos níveis de ácido úrico no sangue. O hospital informou, também, que, na UTI, seu quadro evoluiu com piora progressiva da disfunção respiratória, sendo necessárias ventilação mecânica e manobras para manejo de hipoxemia refratária. “Infelizmente, a despeito de todas as medidas e recursos aplicados para reverter o quadro, o paciente veio a óbito no início desta noite de 28 de março”, informou o hospital por meio de nota. O jovem foi sepultado na manhã de hoje em Itaquera, zona leste da cidade.

Críticas contra “gripezinha” Em postagem no Facebook, Elaine criticou posicionamentos do presidente Jair Bolsonaro que contrariam indicações para que pessoas quem em casa. “Senhor presidente Jair Messias Bolsonaro, sempre te apoiei, mas não posso concordar que é só uma ‘gripezinha’. O nosso amigo era atleta, não tinha doenças pré-existentes e não fazia parte do grupo de risco”, escreveu. Entre os amigos de Mauricio, não foi só Elaine que criticou a posição do presidente. “Senhor Jair Bolsonaro, isso não é apenas uma gripezinha. Perdi um amigo da família, uma pessoa que vi crescer, estudar, se formar e se tornar um advogado, um homem super educado cheio de planos”, escreveu uma escreveu uma mulher na rede social.

Cidades Acessando Blog

Panificadora Samuel
Escola Monteiro Lobato
 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!

Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

Siteemonteirolobato.com.br

Dr. Jamildo Carvalho
Desfile Cívico Escola M.L

AABB

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!