Esporte

A seleção de Jardine aguarda o segundo lugar do grupo C, que tem, embolados, Espanha, Austrália, Argentina e até Egito na disputa pelas duas vagas.

Na maior parte do tempo, não foi uma grande atuação da seleção brasileira, mas a vitória e o primeiro lugar vieram com os 3 a 1 do Brasil sobre a Arábia Saudita, com gols do paraibano Matheus Cunha e Alamri, no primeiro tempo, e dois de Richarlison, nos últimos 15 minutos da segunda etapa.

A seleção de Jardine aguarda o segundo lugar do grupo C, que tem, embolados, Espanha, Austrália, Argentina e até Egito na disputa pelas duas vagas.

O Brasil volta a campo no sábado (31), às 7h, novamente em Saitama, palco da vitória desta quarta-feira, contra os sauditas.

Como foi o jogo

Primeiro tempo

Com cinco defensores, a Arábia Saudita parecia que armaria uma muralha na frente da área e só. Mas não foi bem assim. Com Matheus Henrique na vaga de Douglas Luiz, a seleção brasileira teve dificuldade para criar em boa parte da primeira etapa.

O gol saiu aos 13 minutos, em cobrança de escanteio de Claudinho para Matheus Cunha, que fez seu 19º gol com André Jardine, o primeiro nas olimpíadas de Tóquio.

Mas a vantagem durou pouco mais de 10 minutos. Em cobrança de falta, Diego Carlos não alcançou, Alamri se antecipou a Daniel Alves e marcou de cabeça.

O Brasil perdeu duas ótimas chances com Antony, uma de cabeça em cruzamento de Arana e outra depois de boa jogada de Matheus.

Segundo tempo

Pressionados pelo gol de Costa do Marfim durante o segundo tempo contra a Alemanha, o que tiraria o primeiro lugar do Brasil com empate, a seleção brasileira foi ao ataque, com Malcom no lugar de Antony e mais liberdade para os avanços de Daniel Alves.

Matheus Cunha perdeu chance inacreditável depois de boa chegada de Matheus Henrique no ataque. O camisa 9 brasileiro bateu de primeira, no rebote, na trave. O gol de desempate saiu, enfim, em nova jogada de bola parada. Daniel Alves botou na área, Bruno Guimarães, esperto, tocou de cabeça e Richarlison desviou para o gol.

Nos minutos finais, Richarlison marcou mais uma vez, depois de ótima jogada entre Reinier e Malcom. O Pombo é o artilheiro das Olimpíadas, com cinco gols. Gignac, da França, tem quatro.

Dupla atraente
Foi bonito de ver o entendimento entre Malcom e Reinier no final da partida. Além da jogada do terceiro gol, a dupla criou outra chance perigosa com tabelas e investidas pelo lado direito. O ex-flamenguista, emprestado pelo Real Madrid ao Borussia Dortmund, também ajudou na armação de jogadas pelo centro do ataque.

Inspira cuidados

André Jardine vai ter trabalho para corrigir certa fragilidade defensiva da seleção brasileira nas jogadas aéreas. O Brasil já havia sofrido gol assim em amistoso contra Emirados Árabes Unidos, antes de Tóquio, e sofreu dois de três gols pelo alto em três partidas.

Douglas Luiz recebe cartão vermelho aos 13 minutos do primeiro tempo, em lance polêmico, após revisão do VAR.

Depois de quatro gols e um festival de chances criadas na estreia nas Olimpíadas, contra a Alemanha, a Seleção masculina de futebol passou em branco neste domingo e ficou no 0 a 0 com a Costa do Marfim, em duelo em Yokohama. O Brasil jogou desde os 13 minutos do primeiro tempo com um jogador a menos, por conta da expulsão do volante Douglas Luiz, após revisão do VAR, em lance bastante discutível. Mesmo com um a menos até os 34 minutos do segundo tempo, quando os africanos também receberam um cartão vermelho, a equipe de André Jardine se segurou bem, criou as principais chances na etapa final, mas não conseguiu balançar as redes.

Como fica

Com o empate, a seleção brasileira vai a quatro pontos, se mantém na liderança do Grupo D e fica a um empate da classificação para as quartas de final. A Costa do Marfim também tem quatro pontos. Derrotadas na estreia, Alemanha e Arábia Saudita se enfrentam às 8h30 deste domingo.

Primeiro tempo

A expectativa era de um jogo de defesa contra ataque, com o Brasil pressionando e a Costa do Marfim mais fechada na defesa. Porém, esse cenário durou pouco. Com a expulsão de Douglas Luiz (veja no vídeo abaixo), os africanos passaram a ter mais a bola (53% x 47%) e também as principais chances da etapa inicial. Foram sete finalizações marfinenses, que exigiram boas defesas do goleiro Santos. A equipe de André Jardine ficou mais contida e tentou explorar os contra-ataques, mas criou poucas chances de perigo.

Segundo tempo

O Brasil voltou muito bem do intervalo e, mesmo com um menos, teve a partida sob controle, não permitindo nenhuma finalização da Costa do Marfim. Aos 11, Matheus Cunha foi lançado dentro da área e por pouco não conseguiu finalizar. Cinco minutos depois, o camisa 9 cabeceou firme, mas parou no goleiro Tape. Em busca da vitória, Jardine tentou dar fôlego novo na frente, trocando os três atacantes. A pressão aumentou nos 15 minutos finais, após a expulsão de Eboue Kouassi, que deixou a partida com 10 contra 10. Nos acréscimos, Malcom teve ótima chance, após cruzamento de Martinelli, mas acabou cabeceando para fora.

Desfalque confirmado

Com a expulsão, Douglas Luiz terá de cumprir suspensão na próxima rodada. As principais opções do técnico André Jardine para o setor são Gabriel Menino e Matheus Henrique.

Próximo jogo

O Brasil encerra a participação na fase de grupos das Olimpíadas na quarta-feira, quando enfrenta a Arábia Saudita, às 5h30 (de Brasília), em Saitama. Já a Costa do Marfim terá a Alemanha pela frente.

 

 

Bandidos roubam parte de carga e abandonam o caminhão no Sertão de PE

Neste sábado, dia 24, policiais militares do 3º BPM, durante patrulhamento na BR 232, foram solicitados pela vítima que relatou que estava conduzindo o caminhão, na Serra de Mimoso quando foi interceptado por um veículo FIAT na cor prata com três indivíduos, portando  armas de fogo, os quais forçaram a parar, que ao ser rendido os indivíduos tomaram o volante do caminhão, e seguiram para uma estrada vicinal.

Ainda de acordo com informações repassadas ao Blog O Povo com a Notícia, o caminhão ao desviar da rota foi bloqueado pelo sistema eletrônico, com isso os indivíduos abandonaram o motorista juntamente com o caminhão levando apenas parte da carga.

Diante do exposto, o motorista e o caminhão foram conduzidos à DPC local, onde foi instaurado um inquérito por portaria.

 

 

Delegado é morto com tiro na cabeça após confusão em casa de eventos

O delegado José Valney Calixto de Oliveira, da Polícia Civil, foi morto com um tiro na cabeça na noite deste sábado (24) em uma casa de eventos localizada na Estrada dos Periquitos, em Porto Velho.

Segundo informações divulgadas pela assessoria da Civil, o delegado estava participando do evento quando houve um desentendimento e uma troca de tiros no local. Ainda não foi divulgado a motivação dos disparos.

 

Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em agosto

Trabalhadores informais nascidos em agosto recebem hoje (25) a quarta parcela da nova rodada do auxílio emergencial. O benefício terá parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo da família.

O pagamento também será feito a inscritos no Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nascidos no mesmo mês. O dinheiro será depositado nas contas poupança digitais e poderá ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem. Somente de duas a três semanas após o depósito, o dinheiro poderá ser sacado em espécie ou transferido para uma conta-corrente.

No último dia 15, a Caixa anunciou a antecipação do pagamento da quarta parcela. O calendário de depósitos, que começaria na última sexta-feira (23) e terminaria em 22 de agosto, teve o início antecipado para o último dia 17 e será concluído em 30 de julho.

Ao todo 45,6 milhões de brasileiros serão beneficiados pela nova rodada do auxílio emergencial. O auxílio será pago apenas a quem recebia o benefício em dezembro de 2020. Também é necessário cumprir outros requisitos para ter direito à nova rodada.

Bolsa Família
Para os beneficiários do Bolsa Família, o pagamento ocorre de forma distinta. Os inscritos podem sacar diretamente o dinheiro nos dez últimos dias úteis de cada mês, com base no dígito final do NIS.

O pagamento da terceira parcela aos inscritos no Bolsa Família começou no último dia 19 e segue até o dia 30. O auxílio emergencial somente será depositado quando o valor for superior ao benefício do programa social.

Em todos os casos, o auxílio será pago apenas a quem recebia o benefício em dezembro de 2020. Também é necessário cumprir outros requisitos para ter direito à nova rodada.

O programa se encerraria neste mês, mas foi prorrogado até outubro, com os mesmos valores para as parcelas.

 

Com nomeação de Ciro Nogueira, governo está refém do Centrão

 (Marcos Correa/ PR)

O governo do presidente Jair Bolsonaro ficou conhecido, entre outras particularidades, por ser estruturado em diferentes alas. Nelas, a disputa por espaço é uma constante. Cada grupo desses, seja ideológico, seja econômico ou militar, teve seus dias de protagonismo, até ser escanteado pela crise da vez, ou “atropelado”, na expressão usada pelo general Luiz Eduardo Ramos, atual chefe da Casa Civil, ao saber que, com outros fardados, estava sendo ejetado da articulação política. A partir de agora, a relação com o Congresso estará nas mãos dos caciques dos partidos que compõem o Centrão, a mais nova ala desta gestão, mas uma velha conhecida nos bastidores das negociações do poder em Brasília.

A saída do general Ramos da Casa Civil, na minirreforma ministerial que Bolsonaro deve formalizar nesta semana, é o desfecho mais recente dessa disputa por espaços dentro do governo. O militar será substituído no cargo pelo presidente nacional do PP, senador Ciro Nogueira (PI), uma das principais lideranças do Centrão — bloco que, em troca de cargos e outras benesses da máquina pública, deu também sustentação a governos anteriores, como os dos então presidentes Michel Temer (MDB), Dilma Rousseff (PT), Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Fernando Henrique Cardoso (PSDB).

Ao longo de todo esse tempo, o Centrão vem atuando como o fiel da balança na relação do Congresso com o Executivo. Sua atuação foi determinante, por exemplo, para manter ou tirar presidentes do cargo, aprovar ou rejeitar reformas e estabelecer o ritmo da pauta de votações, principalmente quando o governo tem dificuldades em construir uma base parlamentar.

O general Ramos foi o último entre os militares abatidos pelas pressões do Centrão para assumir o controle da articulação com o Congresso, às quais Bolsonaro — desgastado com as investigações da CPI da Covid, com baixos índices de popularidade e alvo de mais de 130 pedidos de impeachment na Câmara — foi obrigado a se curvar. Nessas voltas que a política dá, hoje a sobrevivência do mandato do presidente depende diretamente da “velha política” e do “toma lá dá cá” que ele havia prometido extinguir e que são o principal modus operandi do Centrão.

À frente da Casa Civil, o coração do governo, o senador Ciro Nogueira vai reforçar a presença do bloco partidário no seleto grupo de ministros que despacham no Palácio do Planalto. Antes dele, já havia tomado posse, como ministra da Secretaria de Governo, a deputada Flávia Arruda (PL-DF), levada ao cargo pelas mãos do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), que tem demonstrado fidelidade a Bolsonaro. Um dos principais caciques do Centrão, o deputado é responsável, entre outras competências, por determinar o início da tramitação dos pedidos de impeachment contra o presidente da República.
Negociações

A partir da minirreforma ministerial, Ciro Nogueira — que até antes do recesso parlamentar vinha apresentando um desempenho discreto na base governista da CPI da Covid — comandará negociações importantes com o Legislativo, como a indicação de nomes para cargos no Executivo e a liberação de verbas de emendas parlamentares. Também caberá ao líder do Centrão encontrar uma solução para o impasse criado após a decisão do Congresso que triplicou os recursos do Fundo Eleitoral, de R$ 1,8 bilhão para R$ 5,7 bilhões.

O Centrão foi levado para o governo pelo próprio Luiz Eduardo Ramos, no auge do prestígio da ala militar e em meio ao avanço de investigações incômodas para Bolsonaro, como a do caso Queiroz. Muito provavelmente pela falta de traquejo político, o general acabou abrindo um atalho para o bloco tomar de vez o comando do Executivo.

“O Centrão mostrou que é político profissional e acabou dando um nó na ala militar, que estava bonita na foto, com Braga Netto (general, atualmente ministro da Defesa), Ramos e todo mundo. Se o governo queria profissionais na política, então chamou o Centrão, e deu no que estamos vendo agora”, diz o cientista político André Pereira César, da Hold Assessoria Legislativa.

O analista também alerta para o fato de o apoio do Centrão ser de momento, podendo, inclusive, perdurar. “Se o governo retomar a musculatura política e a popularidade, superar o desemprego e outros desafios da economia, avançar na vacinação para que o povo possa voltar a circular com segurança, ou seja, enquanto o governo não atingir isso, esse apoio do Centrão estará em risco, e o preço desse apoio vai subir”, destaca.

Ele acrescenta que também pode pesar na balança do Centrão o favoritismo do ex-presidente Lula nas pesquisas de intenção de voto. “Tem um outro ator político no outro lado da rua, chamado Lula, que já trabalhou com o Centrão e que está muito forte nas pesquisas. Então, a perspectiva de poder leva o Centrão, pragmático por natureza, por essência, a olhar para o outro lado da rua”, ressalta. “Então, se Bolsonaro, caminhando para o final do ano, não responder às demandas da sociedade, o Centrão pode ir para outro lado.”

Ele dá como exemplo o ex-prefeito e ex-ministro Gilberto Kassab, presidente nacional do PSD, uma das siglas do Centrão. O político paulista tem se afastado do governo e trabalhado na articulação de uma terceira via para concorrer às eleições do ano que vem. Tudo indica que o nome do candidato será o do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), que, por sua vez, também se distanciou de Bolsonaro.

“Kassab está pulando fora a cada dia mais. O Centrão nunca perdeu, nunca perde e não vai ser agora que vai perder. São profissionais, no bom sentido. O Centrão não carrega caixão, pois sabe da importância que tem. Então, o jogo é esse”, frisa o cientista político. “Ganhe (João) Doria (governador de São Paulo pelo PSDB), ganhe Lula, reeleito Bolsonaro ou ganhe Ciro Gomes (PDT), não importa. Já que o sistema é esse, de presidencialismo de coalizão, é o jogo que se tem para jogar.”
União

O deputado Bibo Nunes (PSL-RS), um dos aliados mais próximos de Bolsonaro, considera positiva a indicação de Ciro Nogueira para o comando da Casa Civil. Segundo ele, como o presidente deve se filiar ao PP, o mesmo partido do senador, é natural que esse importante espaço no governo seja dado ao aliado.

Nunes discorda de quem vê contradição na aproximação entre Bolsonaro e o Centrão, bloco que o presidente já apontou como símbolo da “velha política” e que classificou como “a nata do que há de pior”. Ele assegurou que o mandatário não entrará no “jogo” do grupo partidário. “Eu sou daqueles que pensam que o presidente não vai se tornar refém do Centrão. Não é o presidente que está indo para o Centrão, é o Centrão que está vindo para um governo sério. Seria uma contradição se o presidente entrasse no jogo deles”, ressalta. “Eu não vejo como um toma lá dá cá. O Centrão já apoia o governo há bastante tempo e, agora, está recebendo a Casa Civil. Eu não admito toma lá dá cá, em hipótese alguma.”

Rachadinhas

O policial militar da reserva Fabrício Queiroz responde a processo por peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa no caso das “rachadinhas” com o senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro.

Acordo pela sobrevivência
A aproximação de vez com o Centrão é uma tentativa do presidente Jair Bolsonaro de estancar as crises pelas quais passa o governo. Se, na campanha eleitoral de 2018, o então candidato ao Planalto levantou a bandeira da rejeição à “velha política” e ao “toma lá, dá cá”, agora se rende às práticas que ele demonizou, porque é ameaçado por pedidos de impeachment, está em queda na popularidade e enfrenta denúncias de corrupção dentro do Executivo.

Na avaliação de André Borges, professor de ciência política da Universidade de Brasília (UnB), a decisão de Bolsonaro de se unir ao Centrão mostra a fragilidade da base do governo. Além disso, representa uma derrota para a ala militar, com a saída de Luiz Eduardo Ramos da Casa Civil para a nomeação do senador Ciro Nogueira (PP-PI). “A articulação feita pelo Ramos não estava, de fato, funcionando a contento. A entrada de Ciro indica uma derrota desse grupo militar. Por um lado, isso reforçará, na opinião pública, a percepção de que o presidente traiu o compromisso de campanha de governar de forma diferente. Inclusive, pessoas muito próximas deram a entender que o governo não buscaria esse apoio”, ressalta. “Esse movimento só vai ampliar a percepção de que quem manda é o Centrão, mas pode dar um fôlego para evitar um processo de impeachment. No entanto, isso não garante que o Centrão o apoiará até o final.”

Ricardo Ismael, cientista político da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ), destaca que Ciro Nogueira no comando da Casa Civil aumentará a influência do Centrão nas decisões do governo. Ele frisa, no entanto, que o bloco não decidiu sobre o apoio a Bolsonaro em 2022. “O Centrão não vai caminhar para o abismo se Bolsonaro não for competitivo. Mas com cargos e emendas, ainda vê o presidente mais ganhando que perdendo”, diz. “O governo está dependente desse apoio no Congresso. É um acordo para sobrevivência política, mas é preciso ter cuidado, pois o bloco muda de candidato como se muda de roupa.”

O especialista aponta que o mandatário não conseguirá evitar o desgaste causado pela aliança. “Isso tem reflexo negativo junto ao eleitorado bolsonarista raiz. Ele vai ter de enfrentar esse risco. O Centrão vai apoiar propostas do governo como a reforma tributária, mas Bolsonaro fica refém durante o ano inteiro.”

Na opinião de Vera Chemin, advogada constitucionalista, com a aproximação, Bolsonaro encontrará mais facilidade de aprovação das pautas no Congresso. “Com Ciro Nogueira na chefia da Casa Civil, é possível deduzir que os projetos de interesse institucional da Presidência da República terão maior suporte nas duas Casas Legislativas e poderão ser agilizados, uma vez que o Centrão detém um número significativo de partidos políticos”, afirma. Porém, do ponto de vista eleitoral, é provável que esse arranjo cause enfraquecimento do mandatário. “Quem votou em Bolsonaro para não votar no PT poderá, sim, mudar o voto, isto é, transitar para uma provável terceira via. A única dúvida é se haverá uma alternativa viável.”

O cientista político Rodrigo Prando, professor da Universidade Presbiteriana Mackenzie, destaca que Bolsonaro “não desceu do palanque e atacou sistematicamente o Centrão na campanha, no governo”. “Agora, está de braço dados e o trouxe para o núcleo duro. É um presidente enfraquecido e acuado. Em termos de política imediata, pode sair ganhando, pois mantém o mínimo de uma base que poderá ajudá-lo no trânsito com o Congresso”, ressalta.

Mega-Sena acumula e pode pagar prêmio de R$ 12 milhões na quarta-feira

 (Tânia Rêgo/ Agência Brasil)

O concurso de número 2.393 da Mega Sena não teve nenhum acertador das 6 dezenas, sorteadas na noite deste sábado (24), em São Paulo. Assim, o prêmio acumulou e a estimativa é que o próximo sorteio pague prêmio de R$ 12 milhões.

As dezenas sorteadas foram:
26 – 27 – 28 – 32 – 38 – 51

Vinte e oito apostas acertaram a quina e vão receber prêmio de R$ 80.268,42 cada uma. Já a quadra – quando o apostador acerta 4, das 6 dezenas sorteadas -, teve 2.368 ganhadores, que receberão prêmio de R$ 1.355,88 cada um.

O próximo sorteio acontece será na quarta-feira (28), e está programado para as 20h. O evento terá transmissão ao vivo pelo YouTube, e pode ser acessado no canal da Caixa.

Enem 2021 tem 3,1 milhões de inscritos confirmados, menor número desde 2005

Publicado em Notíciaspor em 24 de julho de 2021

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou, na noite de sexta-feira (23), que o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2021 teve 3.109.762 pessoas com a inscrição confirmada, menor número desde 2005.

Mesmo antes da confirmação das inscrições, o exame deste ano já tinha a menor quantidade de inscritos desde 2007.

O total de inscrições confirmadas equivale a 77,5% dos 4 milhões de alunos que haviam se inscrito no exame. Para confirmar a inscrição, era necessário pagar a taxa, de R$ 85, até segunda-feira (19). Sem essa validação, a inscrição não era concluída.

Mesmo antes da confirmação das inscrições, o exame deste ano já tinha a menor quantidade de inscritos desde 2007.

O total de inscrições confirmadas equivale a 77,5% dos 4 milhões de alunos que haviam se inscrito no exame. Para confirmar a inscrição, era necessário pagar a taxa, de R$ 85, até segunda-feira (19). Sem essa validação, a inscrição não era concluída.

A Seleção Brasileira feminina de futebol feminino goleou a China por 5 a 0, no Estádio de Miyagi, no início da manhã desta quarta-feira, 21, na estreia dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Os gols brasileiros foram marcados por Marta (dois), Debinha, Andressa Alves, de pênalti, e Bia Zaneratto.

Com os dois gols, a camisa 10 chega a 12 tentos em cinco edições de Olimpíada, passa canadense Christine Sinclair, e se isola como a segunda maior artilheira da história do torneio, a dois gols da também brasileira Cristiane, que tem 14. Marta também passou a ser a primeira jogadora a marcar em cinco edições de Olimpíada.

Marta abriu o marcador aos 8 minutos. Bia Zaneratto recuperou a bola no ataque, e cruzou. Debinha cabeceou no travessão e no rebote, Bia entregou para a camisa 10, que chutou, de primeira: 1 a 0.

O time de Pia Sundhage era soberano em campo e aos 21 minutos ampliou o placar. Bia Zaneratto recebeu pela direita, entrou na área e chutou forte. A goleira Peng Shimeng deu rebote, e Debinha, sozinha na pequena área, não teve trabalho: 2 a 0. Com esse gol, a jogadora é a artilheira da era Pia Sundhage, com 13 tentos.

O Brasil ainda teve outras oportunidades com Andressinha, que tentou por cobertura. E também com Érika, que tentou de primeira, mas a bola saiu.

A única chance chinesa aconteceu aos 39 minutos. Miao Siwen chutou forte da entrada da área, mas Bárbara defendeu no canto direito e espalmou para escanteio.

Na etapa complementar, as orientais assustaram aos 6 minutos. Wang Shanshan foi lançada, chutou e acertou a trave. No rebote, Miao Siwen chutou por cima.

O Brasil respondeu com a mesma moeda, aos 13. Debinha recebeu na entrada da área, girou e chuta com perigo. A goleira Peng Shimeng espalmou, e a bola acertou a trave.

A comandante brasileira Pia Sundhage fez a primeira alteração, tirou Duda e entrou Andressa Alves. Depois entrou Júlia Bianchi e saiu Formiga.

E o Brasil ampliou o marcador aos 28 minutos. Marta cruzou da direita para Bia Zaneratto, que tentou. O corte foi mal feito pelas rivais e a bola sobrou para a camisa 10, que chutou no canto esquerdo da goleira.
No final, Ludmila ainda entrou no lugar de Marta.

O Brasil ampliou aos 36 minutos. Andressa Alves foi derrubada na área por Wang Xiaoxue. Pênalti, que ela mesma converteu: 4 a 0.

O time canarinho ainda fechou o marcador aos 43 minutos. Debinha recuperou, e cruzou na medida para Bia Zaneratto, que desviou de pé esquerdo: 5 a 0.

A Seleção Brasileira feminina de futebol volta a campo neste sábado diante da Holanda, no mesmo estádio de Miyagi, às 8h (de Brasília).

O Brasil está no grupo F, junto com China, Zâmbia e Holanda.

Dólar é cotado a R$ 5,2307 nesta manhã de quarta-feira

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 6,16 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 6,4703.

 

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. (Foto: Reprodução)

 

O valor do dólar na manhã desta quarta-feira (21), está cotado no valor de R$ 5,2307. Já o valor do dólar para o turismo está sendo cotado a R$ 5,4210.

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 6,16 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 6,4703.

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. O dólar é usado tanto em reservas internacionais como em livre circulação.

O Portal ClickPB apura de segunda à sexta-feira a cotação do dólar e euro.

A Seleção Brasileira venceu o Equador  por XX na noite sexta-feira (4), no Beira-Rio, em jogo válido pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. Os gols da partida foram marcados por Richarlisson e Neymar, no segundo tempo. 

Brasil x Equador
Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022
Local: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data: 04/06/2021
Horário: 21h30
Árbitro: Alexis Herrera (VEN). Assistentes: Carlos Lopez (VEN) e Jorge Urrego (VEN)
Brasil
Alisson; Danilo, Éder Militão, Marquinhos e Alex Sandro; Casemiro, Fred e Lucas Paquetá; Richarlison, Neymar e Gabigol. Técnico: Tite.
Equador
Alexander Domínguez; Ángelo Preciado, Arboleda, Arreaga e Pervis Estupiñán; Carlos Gruezo, Noboa, Caicedo, Mena e Ayrton Preciado; Enner Valencia. Técnico: Gustavo Julio Alfaro.

O Afogados da Ingazeira Futebol Clube tem sido destaque nos últimos anos no Campeonato Pernambucano, chegando a se classificar para a Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro na série D.

E na noite desta sexta-feira (28) a Coruja do Sertão, realizou mais um marco para o futebol de Afogados da Ingazeira, com a eleição e a cerimônia de posse da nova Presidência e Diretoria, que irá administrar o clube no biênio 2021/2023.A eleição  que aconteceu na Câmara de Vereadores, seguindo todos os protocolos de distanciamento e o uso de máscara,  contou com uma única chapa, encabeçada por Edygar Santos e Ênio Amorim, que tiveram o voto de aclamação dos integrantes do Conselho Deliberativo.

Após a eleição o vice-presidente do Conselho Deliberativo, Bruno Chateaubriand, empossou o novo Presidente do Afogados da Ingazeira Futebol Clube, Edygar Santos, e o vice-presidente, Ênio Amorim. Também tomaram posse o Presidente do Conselho Deliberativo, Daniel Valadares, e o vice-presidente, Reinaldo Lima.

A nova diretoria, que também tomou posse, ficou composta pelos os seguintes membros do Conselho: Diretor de Finanças, Tenente Matias; Diretor Administrativo, Ericácio Salvador; Diretor Comercial e Marketing, Bruno Chateaubriand; Diretor Social e Esportivos, Charles Cristian; Diretor de Patrimônio,  Cláudio Gomes.

O novo presidente da Coruja do Sertão, Edygar Santos, afirmou que, “essa é a terceira gestão após a fundação do Afogados e será totalmente diferente das duas primeiras que passaram, mas iremos saber aproveitar o melhor das duas primeiras gestões. Vamos trabalhar para nos consolidar como a quarta ou quinta força no estado de Pernambuco, porque nós temos capacidade. E juntamente com a nova diretoria vamos fazer um belo trabalho a frente do Afogados da Ingazeira Futebol Clube”.

Estiveram participando da posse o Prefeito de Afogados da Ingazeira, Alessandro Palmeira, o representante do Ministério Público o promotor, Dr. Lúcio Luiz Almeida, o Presidente da CDL, Darlan Quidute, o vereador, César Tenório, conselheiros do time, patrocinadores e  representantes das torcidas organizadas, Afogados Chopp e Força Jovem Tricolor.

O ex-prefeito de Afogados da Ingazeira e presidente da AMUPE, José Patriota, enviou um vídeo para parabenizar o Presidente eleito, Edygar Santos, e desejou sorte a nova gestão.

Durante a cerimônia o público que acompanhou pelas redes sociais da Coruja e que estava na Câmara de Vereadores puderam assistir as apresentações do Tenor da cidade Triunfo, Igor Alves, e a poetiza, Belinha, da cidade de São José do Egito.(Informações e fotos: Bruna Verlene)

Pode comemorar, torcedor alvirrubro, o título do Campeonato Pernambucano 2021 é seu. Depois do empate em 1×1 no tempo regulamentar, nos Aflitos, neste domingo, (23), o Nautico levou a melhor nos pênaltis sobre o Sport e quebrou um tabu de 53 anos. Desde 1968 o time da Rosa e Silva não passava pelo rival em uma final de Estadual. Foi o 23º título do certame levantado pelo time vermelho e branco. O quarto do técnico Hélio dos Anjos, que já havia conseguido o feito em três ocasiões, exatamente com o Leão. 

O jogo

Como era de se esperar, nenhum time mostrou superioridade durante o clássico. Principalmente na etapa inicial. Do início ao fim do primeiro tempo, o encontro foi de raras oportunidades para ambos os lados. Diferente do último jogo, o Sport não pôde contar desde o início com Thiago Lopes, com um desconforto no tendão. Por isso, mesmo longe da forma ideal, Thiago Neves foi titular, e o Leão entrou em campo com três volantes. Entretanto, a escalação pouco surtiu efeito. O técnico Umberto Louzer ainda perdeu Everaldo nos minutos iniciais e teve que acionar Toró. Completo, o Náutico foi o primeiro a chegar com perigo. Após cobrança de escanteio, aos 18 minutos, Maílson saiu mal, e Kieza bateu para o gol. Bem posicionado, Maidana afastou o perigo sobre a linha. 

Mesmo sofrendo ofensivamente, a resposta do Sport veio no minuto seguinte. Depois da boa troca de passes no setor ofensivo, Zé Welison recebeu na intermediária e finalizou para defesa tranquila de Alex Alves. A partir do lance, o jogo nos 45 minutos inicias ficou pegado, sem grandes oportunidades para os dois lados. Aos 37, Vinícius até tentou de fora da área, mas a bola foi sem força à direção de Maílson.

Sob a chuva que caiu no final da tarde na capital pernambucana, o Náutico tentou fazer valer o mando de campo e se impôs ao rival nos minutos iniciais da etapa complementar. Porém, sem muita eficácia, o Timbu pouco assustou a meta adversária. O Sport, por sua vez, apostava nas escapadas pelos lados, mas também pouco produzia. 

A partida só voltou a ganhar emoção a partir dos 25. E mais uma vez com o Alvirrubro, que buscava mais as ações ofensivas. Em boa trama pela direita, Hereda cruzou e Kieza subiu livre para cabecear. Caprichosamente, a bola carimbou o travessão de Maílson. No rebote, Jean Carlos bateu de primeira com a perna direita. Mas, quando se preparava para sair para comemorar, apareceu Maidana, mais uma vez, para afastar o perigo sobre a linha e impedir a abertura do placar. Aos 32 minutos, porém, o fogo amigo botou tudo a perder.

Na saída de bola rubro-negra, Marcão foi tentar virar o jogo, mas a bola acabou parando nos pés de Kieza. Livre de marcação, o camisa 9 correu em direção à área e bateu firme para fazer seu décimo gol no Estadual e fazer 1×0. Precisando do empate para levar o jogo para os pênaltis, o Sport, mesmo sem jogar bem conseguiu chegar à igualdade. Aos 41, Toró recebeu nas costas da marcação e cabeceou para o meio. Livre de marcação, Mikael se jogou na pelota para deixar tudo igual. 

Nas penalidades máximas, ficou com a taça quem procurou sempre o gol durante os dois jogos. Jean Carlos, Herada, Vinicius, Giovanny e Kieza convertaram as cobranças para o Timbu, viram Marquinhos desperdiçar para o Leão, e fizeram 5×3 para o Timbu. 

Ficha do jogo

Náutico 1 (5)
Alex Alves; Hereda, Wagner Leonardo, Camutanga (Ronaldo Alves) e Bryan; Djavan (Matheus Trindade), Rhaldney (Marciel) e Jean Carlos; Erick (Giovanny), Vinícius e Kieza. Técnico: Hélio dos Anjos.

Sport 1 (3)
Maílson; Patric, Maidana, Adryelson e Sander; Marcão Tréllez), Júnior Tavares, Zé Welison (Thiago Lopes) e Thiago Neves (Mikael); Neílton (Marquinhos) e Everaldo (Toró). Técnico: Umberto Louzer.

Estádio: Aflitos (Recife/PE)
Árbitro: Rodolfo Toski (FIFA/PR)
Assistentes: Marcelo Van Gasse (FIFA/SP) e Guilherme Camilo (FIFA/MG)
VAR: Carlos Braga (CBF/RJ)
Gols: Kieza, aos 32′ do 2T (NAU); Mikael, aos 41′ do 2T (SPT)
Cartões amarelos: Rhaldney, Bryan, Erick, Jean Carlos (NAU); Maidana, Tréllez, Adryelson, Marquinhos (SPT). (Via: Conteúdo Portal Folha PE)

 

 

Após a fase preliminar, a Série D começa ‘valendo’ neste sábado (19). Com Afogados, Central e Salgueiro representando o futebol de Pernambuco, o trio se junta a mais 61 equipes que vão em busca do acesso à Série C do Campeonato Brasileiro. Com relação ao formato, terá um modelo inédito. Isso porque em 2020 são 64 times na fase de grupos – e não 68 como em outros anos. Os clubes são divididos em oito chaves, com oito times por grupo e em jogos de ida e volta. Os quatro melhores de cada chave avançam para a segunda fase da competição.

A segunda fase já conta com o primeiro mata-mata entre os 32 envolvidos. Os 16 melhores garantem vaga nas oitavas de final da Série D. Em seguida, os oito melhores disputam, novamente em outra fase eliminatória, os quatro clubes que vão estar na Série C em 2021. Na semifinal, já com todo mundo classificado à terceira divisão, o Brasil vai conhecer os finalistas. E, claro, depois vem a final para saber quem será o campeão da quarta divisão nacional.

AFOGADOS FC

O Afogados entra em campo neste domingo diante do Floresta-CE, às 16h. A partida também marca a estreia do técnico Adelmo Soares, que assumiu a equipe depois da demissão de Pedro Manta, responsável pela boa campanha do Afogados na Copa do Brasil e também no Campeonato Pernambucano, sendo semifinalista da competição. A Coruja do Sertão entra no torneio buscando fazer ainda mais história em busca do acesso. Para a estreia, o treinador não vai contar com dois jogadores que testaram positivo para a covid-19 e já estão em isolamento.

No Estadual deste ano, o Afogados caiu na semifinal diante do campeão Salgueiro. Na Copa do Brasil, a Coruja do Sertão caiu contra a Ponte Preta. No entanto, a temporada já é histórica por si só, já que o clube conseguiu eliminar o Atlético-MG no torneio nacional.

Jogos do Afogados no primeiro turno

20/09 – Afogados x Floresta-CE, às 16h, no Vianão

26/09 – Campinense x Afogados, às 16h, no Amigão

30/09 – Afogados x Globo-RN, às 20h, no Vianão

03/10 – América-RN x Afogados, às 16h, na Arena das Dunas

11/10 – Afogados x Salgueiro, às 16h, no Vianão

14/10 – Afogados x Atlético-PB, às 16h, no Vianão

18/10 – Guarany-CE x Afogados, às 16h, no Estádio Junco.

SALGUEIRO

Campeão pernambucano pela primeira vez, o Salgueiro quer terminar a temporada em alta. A equipe estreia no próximo domingo (20), diante do Guarany-CE, fora de casa, e vai em busca do acesso. Sob o comando do técnico português Daniel Neri, o Carcará entra na competição com o objetivo de conquistar uma vaga na Série C, divisão de onde foi rebaixado em 2018. O clube do interior chega em alta após o título inédito do Estadual, mantendo a base que fez história não só no Salgueiro, mas também no futebol pernambucano com o troféu do Campeonato Pernambucano.

O Salgueiro entra na Série D buscando manter a sua maior marca na temporada: a competitividade. Seja em casa ou fora, o Carcará conseguiu ser muito competitivo diante dos seus adversários – inclusive quando era inferior, como por exemplo diante dos times da capital. Com um sistema defensivo sólido e comandado pelo zagueiro e capitão Ranieri, o Carcará também é um time que toma poucos gols. Nos três jogos da fase final do Campeonato Pernambucano, o time tomou apenas um gol de bola parada, justamente no primeiro jogo da final contra o Santa Cruz.

No ataque, a principal peça é o experiente atacante Ciel. De contrato renovado, ele pretende repetir o mesmo sucesso que teve na reta final do Campeonato Pernambucano. É o principal nome do setor ofensivo, já que Muller Fernandes pediu para deixar o Salgueiro na última semana, alegando motivos pessoais. Ele, inclusive, é o artilheiro do Carcará na temporada, e cobrou o pênalti decisivo que deu ao clube o título histórico do Estadual.

Jogos do Salgueiro no primeiro turno

20/09 – Guarany-CE x Salgueiro, às 16h, no Estádio Junco

26/09 – Salgueiro x Atlético-PB, às 19h, no Cornélio de Barros

30/09 – América-RN x Salgueiro, às 20h, na Arena das Dunas

03/10 – Salgueiro x Globo-RN, às 19h, no Cornélio de Barros

11/10 – Afogados x Salgueiro, às 16h, no Vianão

14/10 – Campinense x Salgueiro, às 20h, no Amigão

17/10 – Salgueiro x Floresta-CE, às 19h, no Cornélio de Barros.

CENTRAL

O Central é o primeiro time pernambucano a estrear neste sábado, diante do Jacyobá, fora de casa, às 15h. E o Alvinegro tem uma bronca pesada para o confronto, já que oito jogadores testaram positivo para a covid-19 no elenco e estão fora por conta disso. Além desses problemas, o clube também não passa por momentos mais tranquilos nos bastidores, onde se especulou que o técnico Sílvio Criciúma pudesse deixar o comando da equipe.

E o time vai em busca do tão sonhado acesso, após bater na trave tantas vezes. No Estadual deste ano, a Patativa conseguiu avançar ao mata-mata da competição, mas foi eliminada pelo Náutico nas quartas de final do torneio. Uma das principais peças da equipe, o lateral-direito Polegar permanece e pode assumir esse papel de liderança da equipe no domingo. Antes de fazer a estreia na Série D, a equipe realizou alguns amistosos como forma de preparação.

Jogos do Central no primeiro turno

19/09 – Jacyobá-AL x Central, às 15h, no Coaracy Fonseca

27/09 – Central x Itabaiana-SE, às 16h, no Lacerdão

30/09 – Potiguar-RN x Central, às 20h, no Estádio Nogueirão

04/10 – ABC-RN x Central, às 16h, no Frasqueirão

11/10 – Central x Vitória da Conquista-BA, às 16h, no Lacerdão

14/10 – Frei Paulistano-SE x Central, às 16h, no Estádio Titão

18/10 – Central x Coruripe-AL, às 16h, no Lacerdão

Blog do Torcedor

Operação Focus investiga origem das queimadas no Pantanal

Técnicos do Instituto de Meio Ambiente do Mato Grosso do Sul, da Perícia Técnica da Secretaria de Justiça e Segurança Pública do estado, agentes da polícia civil e soldados do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar visitam 35 fazendas das regiões de Nabileque e Nhecolância para identificar origem dos focos de queimada nas propriedades e punir os responsáveis em casos propositais.

Os agentes envolvidos na operação fazem levantamento da área queimada e verificam os indícios da origem do fogo, se estão condizentes com as imagens de satélite. Dados do Instituto de Pesquisas Espaciais revelam que 2020 é o pior ano da história do bioma em número de focos de incêndio. São 22 mil focos de calor neste ano, sendo mais de 5 mil apenas em setembro.

 

Afogadense foi morto ao se envolver em assalto a banco na PB, diz blog

Mais Pajeú

Seis homens suspeitos de participar de um assalto na agência bancária na cidade de Coremas, Paraíba, foram mortos na tarde deste sábado (19) durante confronto com a polícia.

O tiroteio aconteceu nas imediações do sítio Pocinhos, zona rural de Catingueira no Sertão da Paraíba.

A ação que fez a PM chegar ao bando, teve o apoio da Polícia Federal e Secretaria de Administração Penitenciária da Paraíba. As equipes do GEOsAC, 13º Batalhão e Batalhão de Polícia Ambiental continuam na mata para prender outros dois integrantes da quadrilha.

O arsenal apreendido com o bando é composto por fuzis, espingardas, pistolas e revólver. As identificações dos acusados ainda estão sendo confirmadas. O caso será levado para a delegacia de Polícia, em Patos.

Os policiais conseguiram recuperar as armas utilizadas no assalto à unidade bancária, e parte do dinheiro subtraído da agência. Um dos assaltantes foragiu para a mata. A ação policial conta com o apoio do helicóptero acauã da Secretaria de Estado da Segurança e Defesa Social.

Um dos envolvidos é de Afogados da Ingazeira, Francisco Humberto, conhecido por Júnior (foto). Ele atualmente residia em Recife. Boatos que teriam outros envolvidos de Afogados, porém nada oficialmente confirmado

Sem oposição: Em  pernambuco três cidades haverá apenas um candidato a prefeito

Três  cidades do interior de Pernambuco terão apenas um candidato a prefeito disputando as eleições deste ano.

Além de Alagoinha, no Agreste do estado, em que Uilas Leal foi o único a se candidatar nas convenções, as cidades de Jupi e Terezinha também terão candidatura única em 2020.

Em Jupi, também no Agreste, apenas o atual prefeito Marcos Patriota (Democratas) realizou a convenção. A oposição não apresentou um candidato.

Em Terezinha, no Agreste, o atual prefeito Matheus Martins (PSB) e o vice-prefeito Rogério Bezerra serão chapa única este ano. Isso acontece pela segunda vez em Teresinha nos últimos 20 anos.

Uilas Leal (PSB) foi a única candidatura inscrita nas convenções do município de Alagoinha.

Apesar de vários nomes da oposição terem sido cotados, nenhum deles aceitou se candidatar nas eleições deste ano. Ele é o atual gestor da cidade e está se candidatando à reeleição.

Segundo o analista político Fernando Andrade, a situação não é rara de acontecer. “Não é um fato isolado na política nacional. Em 2016, por exemplo, isso ocorreu em quase 100 cidades. Para ser mais exato, 97 cidades só tiveram um candidato disponível para votação”, explicou.

Se a população ficar insatisfeita com as poucas opções de candidatos para votar, não há como adicionar outros candidatos para concorrer porque o prazo das convenções eleitorais já terminou.

“A população deve questionar os demais partidos por não terem lançados candidatos. A população precisa cobrar por que os candidatos não lançaram candidaturas próprias”, finaliza.

 

 

Setão: Prefeitura de Salgueiro reabre inscrições de concurso público

O edital n° 001/2020 do concurso da Prefeitura de Salgueiro, no Sertão de Pernambuco, foi reaberto. O Instituto de Desenvolvimento Institucional Brasileiro (IDIB) que é a banca organizadora da seleção publicou o aditivo nº 05, informando sobre a retomada do concurso.

O edital oferta 716 vagas entre imediatas e cadastro de reserva, com 5% das vagas destinadas a pessoas com deficiência. Os vencimentos podem chegar até R$ 10.513,77, em jornadas trabalhistas de 40 horas semanais e /ou de 1 50 horas aula.

As chances são para os cargos de Médico, Professor de Educação Infantil e Ensino Fundamental Anos Iniciais, Agente Comunitário de Saúde e Auxiliar de Saúde Bucal.

As inscrições para o concurso serão efetuadas somente pela internet, no site do IDIB, até o dia 21 de setembro de 2020. As taxas variam de R$ 75,00 a R$ 130,00 de acordo com o cargo escolhido.

As provas objetivas do concurso da Prefeitura de Salgueiro estão previstas para acontecer no dia 22 de novembro de 2020. A data foi alterada em virtude da pandemia do novo coronavírus, conforme comunicado oficial por parte das autoridades governamentais.

A seleção vai enfrentar a Bolívia no dia 9 de outubro, na Arena do Corinthians, e o Peru, dia 13, em Lima.

O técnico da Seleção Brasileira, Tite, anunciou nesta sexta-feira (18) os nomes para representar o Brasil na estreia das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo de 2022.

A seleção vai enfrentar a Bolívia no dia 9 de outubro, na Arena do Corinthians, e o Peru, dia 13, em Lima.

Dentre as novidades, Gabriel Menino, do Palmeiras, que vai substituir Daniel Alves. Outra surpresa é o goleiro do Athletico Paranaense, Santos. 

Do Flamengo, foram convocados Everton Ribeiro e Rodrigo Caio.

Confira a lista completa:

Goleiros: Alisson (Liverpool), Santos (Athletico Paranaense), Weverton (Palmeiras). 

Laterais: Danilo (Juventus), Gabriel Menino (Palmeiras), Alex Telles (Porto), Renan Lodi (Atlético de Madrid). 

Zagueiros: Thiago Silva (Chelsea); Marquinhos (PSG); Felipe (Atlético de Madrid); Rodrigo Caio (Flamengo). 

(Meias: Casemiro (Real Madrid); Fabinho (Liverpool); Bruno Guimarães (Lyon); Douglas Luiz (Aston Villa); Coutinho (Barcelona); Everton Ribeiro (Flamengo).

Atacantes: Gabriel Jesus (Manchester City); Rodrygo (Real Madrid); Neymar (PSG); Everton Cebolinha (Benfica);  Firmino (Liverpool); Richarlison (Everton). 

Delegado saca arma após ser impedido de entrar em supermercado sem máscara em João Pessoa e acaba preso

A arma foi apreendida. A Corregedoria da Polícia Civil adotará medidas e o delegado deverá responder por sua conduta.

O delegado foi encaminhado para a Central de Polícia, no bairro do Geisel, em João Pessoa. (Foto: Reprodução)

Um delegado da Polícia Civil da Paraíba foi preso na manhã desta sexta-feira (18), após tentar entrar em um supermercado, no bairro Jardim Cidade Universitária, em João Pessoa, sem máscara – um dos objetos de proteção contra o coronavírus. O segurança do estabelecimento impediu. Insatisfeito, o delegado sacou uma arma. A Polícia Militar foi acionada e ele foi preso em flagrante.

O delegado foi encaminhado para a Central de Flagrantes, no bairro do Geisel, na Capital. Ele responderá criminalmente e administrativamente por sua conduta de ameaça ao ter sacado a arma. O delegado Luciano Soares, superintendente da Polícia Civil da Polícia Civil, contou que o delegado que sacou a arma foi ouvido e liberado.

“A arma foi apreendida. Medidas deverão ser adotadas pela Corregedoria da Polícia. Além disso ele vai ter que se apresentar no núcleo de saúde. No momento ele ficará suspenso”, revelou Luciano Soares, em entrevista ao portal


NOTA OFICIAL

A diretoria do Afogados da Ingazeira FC informa, que o Técnico Pedro Manta, o Auxiliar Técnico, Allan Max e o Preparador Físico, Deivison Combé não fazem mais parte do clube.
A decisão foi tomada em comum acordo em reunião realizada na manhã desta quarta-feira. O clube agradece aos profissionais pelos serviços prestados à instituição e deseja sucesso em suas carreiras.
Os três fizeram parte direta nas grandes conquistas do Afogados nos últimos anos, escrevendo seus nomes na história do nosso clube. OBRIGADO!

Goleiro Wallef pede demissão do Afogados FC

“ Comunico a todos os amigos que pedi meu desligamento do @afogadosfcoficial , encerro essa passagem com sentimento de dever cumprido , sempre que entrei em campo foi sempre em da o meu melhor e honrar a camisa do clube , agradeço principalmente aos torcedores pelo carinho que sempre teve por mim e a cidade de Afogados por ter me acolhido tão bem desde a minha chagada em 2016 até a minha saída no dia de hoje , volto a reintegrar que foi uma decisão minha , desejo sorte ao clube e aos meus companheiros que ficaram no clube… “

Wallef, ex-goleiro do Afogados

A Afogados da Ingazeira Futebol Clube venceu o Retrô por 1×0 na Arena Pernambuco na noite deste domingo (26).

O gol:  Rodrigo recebe passe na esquerda, leva na velocidade e bate rasteiro para o meio. Bola passa pela defesa do Retrô e sobra para Júnior Mandacaru, que pega forte de primeira. Pancada no gol!!!
Com a vitória o Afogados vai enfrentar o Salgueiro na semifinal da competição na próxima quarta.
 

Lewis Hamilton mostrou porque é o piloto que mais vezes largou na frente na história da Fórmula 1. O inglês da equipe Mercedes não só fez hoje (18), em Budapeste, o melhor tempo do treino oficial do Grande Prêmio da Hungria, como estabeleceu o novo recorde da pista. O tempo de 1min13s447 garantiu ao hexacampeão a 90ª pole position da carreira.

A Mercedes comandará a primeira fila da largada na prova deste domingo (19), já que o finlandês Valtteri Bottas, 107 milésimos atrás do companheiro, fez o segundo melhor tempo do treino. Na sequência das Flechas de Prata, como são conhecidos os carros da escuderia alemã, estará a dupla da Racing Point: o canadense Lance Stroll sairá em terceiro, melhor posição de largada dele na carreira, e o mexicano Sérgio Peres, em quarto. A dupla da Ferrari virá na terceira fila, com o alemão Sebastian Vettel em quinto e o monegasco Charles Leclerc em sexto.

“Trabalho com um grupo incrível de pessoas e Valtteri não me dá moleza. [Para superá-lo] é preciso ter absoluta perfeição e o qualificatório é uma das coisas que mais gosto”, disse Hamilton, após o treino.

“Eu sabia que seria disputado e estamos realmente em um nível forte como time. Lewis fez realmente um bom trabalho. Tenho certeza que a primeira volta será interessante”, afirmou Bottas.

Na primeira fase do qualificatório (Q1), que reuniu os 20 carros que largarão amanhã, a Racing Point foi o destaque, com Peres e Stroll anotando os melhores tempos e Hamilton em quarto, entre as McLarens do espanhol Carlos Sainz e do inglês Lando Norris.

Na segunda parte do treino, com os 15 pilotos mais velozes do Q1, o hexacampeão fez a melhor marca, seguido por Bottas, pelo holandês Max Verstappen, da Red Bull, e por Leclerc, que, até os segundos finais, sequer estava entre os 10 melhores tempos.

Destaque negativo

O destaque negativo do treino foi Alexander Albon. Mesmo a bordo da Red Bull, um dos carros mais potentes da categoria, o tailandês sequer chegou à terceira fase do qualificatório (Q3), com os 10 carros mais velozes da primeira meia hora. Ele largará em 13º, registrando, no Q2, um tempo quase um segundo inferior ao de Verstappen, companheiro de equipe – o holandês sairá em 7º, na quarta fila, ao lado de Norris.

O GP da Hungria, terceiro da edição deste ano do Mundial de Fórmula 1, terá largada às 10h10 (de Brasília) deste domingo no circuito de Hungaroring. Após duas etapas, o campeonato tem Valtteri Bottas como líder, com 43 pontos, seguido por Hamilton (37) e Norris (26). Já entre os construtores, a Mercedes soma 80 pontos – 41 de vantagem para a McLaren, segunda colocada. A Red Bull é a terceira, com 27 pontos.

Recordes

A temporada 2020 tem sido marcada pela caça de Lewis Hamilton a recordes de Michael Schumacher. O principal deles, que só poderá ser atingido ao final do campeonato, é o de maior vencedor da Fórmula 1 – o inglês, com seis títulos, pode igualar a marca do alemão, heptacampeão.

Outros feitos, porém, pode vir ao longo do ano, um deles neste domingo. Se ganhar na Hungria, será a oitava vitória de Hamilton no circuito, o que o tornaria o maior vencedor de uma mesma prova ao lado de Schumacher, que cruzou a linha de chegada do Grande Prêmio da França oito vezes à frente dos rivais. Além disso, o triunfo em Hungaroring seria o 86ª da carreira do inglês, que ficaria a cinco dos 91 conquistados pelo alemão.

Supremo envia à PGR notícia-crime contra Damares Alves

A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, pediu ‘a prisão de governadores e prefeitos’ em reunião ministerial.

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves (Foto: Reprodução)

O Supremo Tribunal Federal enviou à Procuradoria-Geral da República (PGR) notícia-crime protocolada contra a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, pela declaração sobre pedir ‘a prisão de governadores e prefeitos’, dita durante a polêmica reunião ministerial do dia 22 de abril, que precedeu à renúncia do ex-ministro Sérgio Moro. A medida é praxe, e caberá à Procuradoria optar se prossegue ou arquiva o pedido.

Durante o encontro, a ministra afirmou que ‘o Brasil vive hoje a maior violação de direitos humanos da história do País nos últimos trinta anos (sic)’. “A pandemia vai passar, mas governadores e prefeitos responderão [a] processos e nós vamos pedir inclusive a prisão de governadores e prefeitos”, afirmou.

Após a divulgação da reunião, Damares informou pela assessoria do ministério que defendia a prisão para administradores públicos que tivessem violado direitos de pessoas que furaram as regras de isolamento social. Em abril, uma apoiadora do presidente Jair Bolsonaro que foi detida em Araraquara (SP) após se recusar a deixar uma praça e desobedecer recomendações da Guarda Municipal. A mulher também agrediu uma agente.

A notícia-crime enviada pelo Supremo é assinada pelo advogado Ricardo Schmidt. Segundo ele, Damares ‘proferiu grave ameaça aos Poderes dos Estados’.

“A ora noticiada Damares Regina Alves deve ser denunciada pela prática do crime capitulado no artigo 18 da Lei nº 7170, por flagrantemente ter tentado impedir, com emprego de grave ameaça, o livre exercício dos Poderes dos Estados, no caso a atuação de governadores e prefeitos, inclusive ameaçando de prisão os supramencionados agentes públicos”, afirmou.

‘Boiada’

Além de Damares, o Supremo enviou à PGR na semana passada notícia-crime contra o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, por declarações ditas na mesma reunião ministerial.

Na ocasião, Salles disse que o governo federal deveria aproveitar a ‘oportunidade’ da pandemia do novo coronavírus para ‘ir passando a boiada’ em regulações ambientais. Após a divulgação das imagens, o ministro disse que estava defendendo a flexibilização de normas, dentro da legalidade.

O pedido foi apresentado pelos senadores Randolfe Rodrigues e Fabiano Contarato, ambos da Rede, a deputada federal Joênia Wapichana, do mesmo partido, e o deputado Alessandro Molon (PSB-RJ).

Os parlamentares destacaram que ‘as palavras e o contexto demonstram claramente, em alto e bom som, a intenção do Sr Ministro do Meio Ambiente de afrouxar, de maneira sorrateira, as normas estatais relacionadas ao meio ambiente, aproveitando-se de um momento tão crítico da história da saúde pública nacional’.

A Ponte Preta reencontrou o caminho das vitórias na noite desta quinta-feira (12) ao ganhar do Afogados da Ingazeira-PE por 3 a 0, no Moisés Lucarelli, pela terceira fase da Copa do Brasil.
Os dois times voltam a se enfrentar na próxima quinta-feira (19), às 20h, no Estádio Vianão. A Ponte Preta pode perder por até dois gols de diferença que se classifica para a quarta fase.
Em busca da vitória, a Ponte Preta começou em cima, mas tinha dificuldades para passar pelo bloqueio do Afogados-PE. Aos poucos as oportunidades foram surgindo para o time campineiro. Roger e João Paulo assustaram em chutes para fora. Aos 37 minutos, Jeferson recebeu de Alisson Sáfira e cruzou rasteiro. O zagueiro Heverton Luis mandou contra o próprio gol.
Mais leve, a Ponte Preta ampliou aos sete minutos do segundo tempo. Depois de perder pênalti, Roger se redimiu ao desviar cruzamento rasteiro de Alisson Safira. Na sequência, o camisa 9 perdeu boa oportunidade.
Aos 20, Bruno Reis recebeu dentro da área após cobrança de escanteio e mandou no cantinho de Wallef. Após o terceiro gol, a Ponte Preta diminuiu o ritmo e ficou tocando a bola esperando o tempo passar.
No último lance de perigo do jogo, Zanocelo cobrou escanteio e Henrique Trevisan cabeceou no travessão de Wallef.
Foto: reprodução

O jogo está marcado para às 19h15, no Estádio Moisés Lucarelli, casa da Ponte. Nessa fase haverá jogos de ida e volta. Dessa forma, a Coruja defenderá a classificação em casa, diante de sua torcida.

Apesar de estar embalado na competição nacional, Pedro Manta vê a Ponte como favorita. “Eles são favoritos porque têm melhor estrutura, pelo tamanho. Somos novamente livres atiradores. Temos uma folha bastante inferior e estamos no início da construção de nossa estrutura enquanto clube”, disse o treinador.

A volta está marcada para quinta-feira (19), no Estádio Vianão, onde o Afogados eliminou o Atlético-Mineiro nos pênaltis. Além da Copa do Brasil, a Coruja do Sertão briga por uma vaga na semifinal do Pernambucano 2020.

O time carioca venceu em casa com dois gols realizados no segundo tempo

O Fluminense foi eliminado da Copa Sul-Americana, mas conseguiu lutar para preservar seu lugar na Copa do Brasil. (Foto: Reprodução)

O Fluminense venceu o Botafogo da Paraíba em partida na noite desta quarta-feira (4), no Maracanã, pela segunda fase da Copa do Brasil, por dois a zero.

Com a vitória do time carioca, o time paraibano foi desclassificado.

O Fluminense foi eliminado da Copa Sul-Americana, mas conseguiu lutar para preservar seu lugar na Copa do Brasil.

Em partida com arbitragem confusa, Marcos Paulo e Nenê marcam para o Tricolor, que enfrentará o Figueirense na próxima fase da competição

O time paraibano entrou com o time em força máxima, ao poupar seus principais titulares durante o Campeonato Paraibano. O primeiro tempo terminou sem gols. 

Os gols do time carioca foram de Marcos Paulo Costa do Nascimento, no início do segundo tempo, e Nenê, perto do fim da partida.

Comentários (1) 

Como um time do sertão nordestino ousou acreditar no impossível e conquistou o Brasil com garra e amor à camisa – ingredientes que faltam na maioria dos clubes e que sobram na Coruja

O próprio nome do time mais parece uma provocação ao adversário. Ou, numa definição mais antropológica, um daqueles nomes invocados em campeonatos de pelada mundo afora. Pois bem, foi o Afogados, simpático clube do sertão pernambucano, a protagonizar a maior zebra da atual edição da Copa do Brasil – e uma das mais retumbantes da história (confira acima os melhores momentos da partida).
Não faltou garra para o Afogados na partida da Copa do Brasil: até com um a menos o time se superou para derrubar um gigante — Foto: Bruno Cantini / Atlético-MG

Não faltou garra para o Afogados na partida da Copa do Brasil: até com um a menos o time se superou para derrubar um gigante — Foto: Bruno Cantini / Atlético-MG

Mas… Creditar ao acaso a classificação da Coruja (mascote escolhido segundo o clube pela inteligência e sabedoria) soa como um desrespeito a um grupo de homens briosos que ousaram acreditar. Que viram, em manchetes doídas e que reflete uma desigualdade do próprio país,que o maior salário do time equivale a apenas 1% do que ganha o astro adversário, Diego Tardelli, que sequer entrou em campo na quarta-feira.

Candinho Afogados x Atlético-MG — Foto: Reprodução

Candinho Afogados x Atlético-MG — Foto: Reprodução

Um time que brigou como nunca pelo prato de comida – algo literal, se considerarmos que o prêmio pela classificação, R$ 1,5 milhões, paga a folha anual do elenco.

A classificação do Afogados tem um quê de futebol raiz. A começar pelo goleiro Wallef e o seu bonezinho. Não para lançar moda, nem para se proteger do sol. Simplesmente porque ele sempre o usa e não tinha para que mudar. Seria algo como pedir a Petr Cech tirar o capacete só porque estava numa final de Liga dos Campeões.

Wallef e o seu bonezinho: dois pênaltis defendidos e novo herói da simpática Afogados de Ingazeira — Foto: Reprodução

Wallef e o seu bonezinho: dois pênaltis defendidos e novo herói da simpática Afogados de Ingazeira — Foto: Reprodução

E como foi lindo. Foi épico.

Primeiro porque o Afogados não se curvou às propostas tentadoras de tirar o jogo de seu estádio. O jogo foi lá, no Vianão, em Afogados. Um presente para a cidade, que pela primeira vez recebeu um gigante do futebol brasileiro – tirando, claro, os times de Pernambuco que já sentiram o calor sertanejo no campeonato estadual.

Estadinho raiz, daqueles que existem às centenas no Brasil, mas que são ofuscados pelas modernas arenas. Em Afogados o ônibus dos times estaciona ali, na rua mesmo. O desembarque dos jogadores é pertinho da torcida. Dá até para ir à casa de dona Maria, vizinho do estádio, e tomar um cafezinho com bolachas. Com direito a hospitalidade nordestina tão comum nas cidadezinhas do interior.

O modesto Estádio Vianão, em Afogados de Ingazeira, foi palco de uma das maiores zebras da história da Copa do Brasil — Foto: Coruja do Sertão / Divulgação

O modesto Estádio Vianão, em Afogados de Ingazeira, foi palco de uma das maiores zebras da história da Copa do Brasil — Foto: Coruja do Sertão / Divulgação

Nada de vestiários iluminados, revestidos de mármore suntuoso que custaram milhões e que transformaram o estádio não numa praça de futebol, mas na tal arena multiuso. Em Afogados da Ingazeira ali é o lugar sagrado do futebol. Um estadinho com cara dos anos 40 e 50. Os mais antigos hão de se lembrar das primeiras Taças do Brasil, a precursora da hoje milionária Copa do Brasil.

E foi nele que o Atlético-MG pisou no gramado do sertão nordestino. Convivendo com as mariposas que emolduram os refletores. É isso, não conhecia? Bem vindo ao interior do Brasil, companheiro!

Atlético-MG em campo no sertão pernambucano: nem o mais pessimista torcedor poderia imaginar o que estava por vir. — Foto: Reprodução/Globo

Atlético-MG em campo no sertão pernambucano: nem o mais pessimista torcedor poderia imaginar o que estava por vir. — Foto: Reprodução/Globo

Foi assim que o time da folha modesta de R$ 100 mil ficou duas vezes à frente do marcador de um gigante que investiu mais de R$ 50 milhões para disputar todos os títulos da temporada – e que em menos de um mês se despediu de duas competições.

Foi também assim que esse time, o Afogados, viu o adversário empatar e, com um a menos, teve que tirar forças do olimpo para segurar a igualdade e levar a decisão para os pênaltis.

Ali, que fique bem claro, o Afogados já tinha feito muito. Já contava com o reconhecimento dos seus torcedores. E, ao mesmo tempo, ia ganhando milhões de simpatizantes em todo o Brasil. Não é exagero dizer: quem não era atleticano vestiu o azul, vermelho e branco. Roeu as unhas, sofreu com os dois primeiros pênaltis perdidos. E, como num conto de fadas, viu o imponderável acontecer.

Jogadores do Afogados comemoram a classificação histórica com festa nos vestiários — Foto: Divulgação / Ascom Afogados FC

Jogadores do Afogados comemoram a classificação histórica com festa nos vestiários — Foto: Divulgação / Ascom Afogados FC

Wallef, o goleiro do bonezinho, pegou duas cobranças. Viu a última atleticana ser cobrada para fora. Como nas mais dignas peladas de terrão, teve a chance de bater o último pênalti. Ouviu do zagueiro Heverton que era com ele. Com a humildade dos grandes, abriu mão da consagração definitiva. Até porque o bem maior é a conquista coletiva.

O pênalti de Heverton nem foi tão bem cobrado assim. O falastrão Michael quase pega. A bola entrou chorando. Pouco importa. Foi melhor assim para emoldurar a nova versão do “Eu Acredito”. Em nordestinês puro, da gema.

Torcedor conhecido por Riva do Afogados levou galo para as ruas; carreata para comemorar a maior façanha da história do clube — Foto: Claudio Gomes/ Ascom Afogados FC

Afogados de Ingazeira não será mais conhecida apenas por ser a casa de Yane Marques, a maior pentatleta do esporte brasileiro. Agora é conhecida por seu time de futebol, algo como um “Jamaica abaixo de zero” da versão contemporânea do esporte mais popular do mundo.

E que não me venham hoje as manchetes dos jornais insinuar que “o Atlético Mineiro foi eliminado”. Ou, num daqueles trocadilhos infames, que “o Galo se afogou”. Não. Seria justo e mais nobre dizer que o Afogados chegou à terceira fase da Copa do Brasil e ensinou para o mundo que é possível.

Definitivamente, não é só futebol.

É futebol das antigas.

Por Expedito Madruga

Obrigado Afogados.

Expedito Madruga — Foto: GloboEsporte.com

Afogados bateu o Atlético-MG na segunda fase da Copa do Brasil

No jogo mais importante da sua história, o Afogados derrotou o Atlético-MG nos pênaltis e avançou para a terceira fase da Copa do Brasil, onde enfrenta o vencedor de Vila Nova x Ponte Preta. Com a classificação, o clube pernambucano embolsou R$ 1,5 milhão. E é claro que com um resultado tão expressivo, as ruas da cidade foram tomadas por torcedores do clube. A comemoração com direito a carreata trio elétrico e muita gente nas ruas de Afogados da Ingazeira.

 

Uma cidade, um povo, uma paixão! Parabéns @afogadosfcoficial por mais essa conquista histórica, em apenas seis anos de vida!!!!

 

Após empate em 2 a 2, time mineiro é derrotado por 7 a 6 nas penalidades e dá adeus a copa do Brasil

A coruja do Sertão entra para a história, eliminou pela copa do Brasil  o “Galo Carnizé”  na noite desta quarta (27), no estádio Vianão,  o clube recebeu o Atlético-MG em um confronto válido pela segunda fase da Copa do Brasil. E após ficar no 2×2 no tempo normal

 

Os pernambucanos venceram os mineiros nos pênaltis por 7×6. Com o resultado, o Afogados vai receber a quantia R$ 1,5 milhão, a cidade de Afogados da Ingazeira, no interior de Pernambuco “o Afogados”  tem uma folha de pagamento de 120 mil reais entra para história do futebol eliminando Atlético Mineiro, time que já foi campeão da Libertadores e do Brasileirão, e que tem apenas seis anos de fundação criado na gestão do prefeito Patriota e Sandrinho vice.

 

Na terceira fase da Copa do Brasil, a equipe pernambucana, que disputará a Série D do Campeonato Brasileiro, enfrentará o vencedor do duelo entre Ponte Preta e Vila Nova. As equipes duelam nesta quinta-feira, a partir das 21h30, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

Os jogos da terceira fase ainda não têm data definida. Sabe-se que os confrontos desta etapa da competição, definidos em partidas de ida e volta, serão nas semanas dos dias 11 e 18 de março.
Agora, o Atlético concentra as atenções no Campeonato Mineiro. A partir das 19h deste domingo, o time alvinegro visitará o Boa Esporte, em Varginha, pela sétima rodada da competição.
Vídeo face/Rodrigo Pires

Pênaltis

1º pênalti do Atlético: Otero deslocou goleiro e abriu o placar
1º pênalti do Afogados: Diego Ceará chutou mal e isolou a bola
2º pênalti do Atlético: Ricardo Oliveira deslocou o goleiro e fez 2 a 0
2º pênalti do Afogados: Douglas Bomba isolou
3º pênalti do Atlético: Allan bateu no canto direito do goleiro Wallef, que defendeu
3º pênalti do Afogados: Thalyson bateu no canto esquerdo do goleiro e fez 2 a 1
4º pênalti do Atlético: Nathan bateu para a defesa de Wallef
4º pênalti do Afogados: Willian Gaúcho bateu no canto direito e empatou: 2 a 2
5º pênalti do Atlético: Savarino cobrou no canto esquerdo do goleiro e marcou: 3 a 2
5º pênalti do Afogados: Philip bateu no alto e empatou: 3 a 3
6º pênalti do Atlético: Guga bateu no alto e marcou: 4 a 3
6º pênalti do Afogados: Rodrigo bateu no alto, deslocou Michael e empatou: 4 a 4
7º pênalti do Atlético: Guilherme Arana bateu no canto esquerdo e, por pouco, venceu o goleiro: 5 a 4
7º pênalti do Afogados: Eduardo Erê soltou a bomba e empatou: 5 a 5
8º pênalti do Atlético: Igor Rabello bateu no meio, deslocou o goleiro e marcou: 6 a 5
8º pênalti do Afogados: Diego bateu no alto e empatou: 6 a 6
9º pênalti do Atlético: Gabriel cobrou para fora
9º pênalti do Afogados: Heverton Luís marcou e deu a vitória ao Afogados: 7 a 6

AFOGADOS 2 (7) X (6) 2 ATLÉTICO

Afogados
Wallef; Jader (Rodrigo, aos 37’ do 2ºT), Heverton Luís, Márcio e Thalyson; Douglas Bomba, Eduardo Erê e Candinho (Willian Gaúcho, aos 26’ do 2ºT); Philip, Diego Teles e Diego Ceará
Técnico: Pedro Manta
Atlético
Michael; Igor Rabello, Iago Maidana (Savarino, aos 19’ do 2ºT) e Gabriel; Guga, Jair (Ricardo Oliveira, aos 32’ do 2ºT), Allan e Guilherme Arana; Hyoran, Otero e Franco Di Santo (Nathan, aos 37’ do 2ºT)
Técnico: Rafael Dudamel
Gols: Candinho, aos 16’, e Philip, aos 27’ do 2ºT (AFO); Gabriel, aos 20’, e Ricardo Oliveira, aos 33’ do 2ºT (GAB)
Cartões amarelos: Márcio, aos 26’ do 1ºT e aos 21’ do 2ºT, Willian Gaúcho, aos 42’, e Rodrigo, aos 49′ do 2ºT (AFO); Allan, aos 37’, e Gabriel, aos 44’ do 2ºT (ATL)
Cartões vermelhos: Márcio, aos 21’ do 2ºT (AFO); Hyoran, aos 47’ do 2ºT
Motivo: 2ª fase da Copa do Brasil
Local: Vianão, em Afogados da Ingazeira (PE)
Data e horário: quarta-feira, 26 de fevereiro, às 21h30
Árbitro: Sávio Pereira Sampaio (DF)
Assistentes: José Reinaldo Nascimento Júnior (DF) e Lehi Sousa Silva (DF)

Chances desperdiçadas

Após testar um sistema tático com três zagueiros na vitória por 2 a 0 sobre o Unión-ARG na última quinta-feira, o técnico Rafael Dudamel optou por manter o trio de defesa em Afogados da Ingazeira. No lugar de Réver – desfalque por conta de uma inflamação no tendão -, Iago Maidana formou a primeira linha de marcação com Igor Rabello e Gabriel.
Ao longo do primeiro tempo, o Atlético foi ligeiramente melhor que o Afogados. O time alvinegro apostou, como esperado, nas subidas dos laterais Guga e Guilherme Arana. O lateral-esquerdo, inclusive, foi responsável pela finalização mais perigosa da etapa inicial. Aos 24’, invadiu a área, fintou o marcador e chutou de direita, na trave.
Guga e Franco Di Santo também tiveram boas oportunidades, mas não finalizaram bem e pararam em boas intervenções do goleiro Wallef. O centroavante argentino também se envolveu em outro lance importante ao sofrer falta dentro da área de Márcio. O árbitro Sávio Pereira Sampaio (DF), porém, não assinalou pênalti.
Defensivamente, o Atlético sofreu muitas finalizações, mas a maioria sem perigo. A principal oportunidade dos donos da casa saiu dos pés do atacante Diego Ceará, que passou por Iago Maidana e, travado por Igor Rabello, chutou cruzado, para fora. No fim do primeiro tempo, o placar não se alterou.

Gols saem

No segundo tempo, o ritmo do jogo melhorou. O Atlético passou a finalizar mais – nem sempre com tanta qualidade assim, já que Di Santo perdeu boas oportunidades. Mas, quando o time alvinegro vivia o melhor momento na partida, o Afogados abriu o placar, aos 16’.
Candinho disputou com a marcação e levou a melhor sobre Maidana. De fora da área, finalizou. A bola desviou no zagueiro, passou sobre Michael e parou no fundo das redes: 1 a 0. O Atlético reagiu logo. Aos 20’, Hyoran pegou rebote do escanteio e cruzou rasteiro. Gabriel recebeu e, de primeira, só completou para o gol: 1 a 1.
Aos 21’, apenas um minuto após o gol de empate, o zagueiro Márcio, do Afogados, foi expulso após receber o segundo cartão amarelo. Mas se engana quem pensa que o Atlético conseguiria a virada rapidamente. Na verdade, os mandantes que marcaram. Aos 27’, Philip fez bela jogada individual, aproveitou falhas de Guilherme Arana e Gabriel e finalizou bem para marcar: 2 a 1.
Diante do cenário adverso e com um jogador a mais em campo, Dudamel – que já havia tirado o zagueiro Iago Maidana para a entrada do atacante Savarino – colocou o centroavante Ricardo Oliveira na vaga do volante Jair. E deu certo. No primeiro toque na bola, o experiente jogador de 39 anos marcou após cruzamento de Arana:
2 a 2. placar tempo normal.

O inédito confronto em Afogados da Ingazeira, entre Afogados e Atlético-MG, será transmitido para todo o estado de Pernambuco pela Globo. É um cenário raro no futebol local, com Náutico, Santa e Sport à frente das transmissões desde 2000 – quando a emissora adquiriu os direitos do Campeonato Pernambucano e passou a exibir, de forma regular, as partidas do trio.

O que deixa o cenário no Sertão ainda mais relevante é o fato de que Santa e Sport jogam na mesma noite. No caso do tricolor, pelo Nordestão, os direitos não pertencem à Rede Globo – e sim ao SBT e à Fox.

No caso rubro-negro, esta era a partida previamente agendada para o horário tradicional de transmissão – 21h30 das quarta-feira. Porém, acabou antecipado, mudando para a grande do pay-per-view, via Premiere. Seja pela redução de custos, pois o jogo no Vianão passaria de todo jeito para Belo Horizonte, ou por teste de mercado, numa chance rara, será interessante acompanhar a “coruja” em sinal aberto no Grande Recife, como protagonista.

 

Começa nesta Quarta-feira de Cinzas, o período da Quaresma para os católicos

Resultado de imagem para quarta feira de cinza na catedral de afogados da ingazeira

Com a Quarta-feira de Cinzas, dá-se início ao período da Quaresma para os católicos, tempo de preparação para a Páscoa. Nesta quarta-feira (26) serão celebradas duas missas na Catedral do Senhor Bom Jesus dos Remédios para imposição das cinzas. Às 07h e às 18h.

A programação das missas está a cargo de cada uma das 24 paróquias da diocese. Durante as celebrações são colocadas cinzas sobre a cabeça dos fiéis ou na testa, cultivando a humildade. A imposição das cinzas marca o início do período mais relevante na fé católica, quando os fiéis se preparam para viver o mistério pascal, a Paixão, morte e ressurreição de Jesus Cristo.

Ao mesmo tempo acontece o lançamento da Campanha da Fraternidade de 2020, coordenada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Este ano a CF tem como tema “Fraternidade e vida: dom e compromisso”. A proposta da Igreja Católica é chamar a atenção dos fiéis em torno do combate à violência e à intolerância, tão presentes no cotidiano, incentivando todos os cidadãos a exercitar a empatia e desenvolver a capacidade de cuidar do próximo.

Uma vitória sem sustos. O Santa Cruz mostrou o porquê está na liderança isolada do Pernambucano e venceu nesta quarta-feira (19) com propriedade o Afogados por 2×0, no estádio Vianão, pela 6ª rodada do Estadual. Os gols da vitória tricolor foram marcados por Danny Morais e Toty. Com a vitória, o Santa chegou aos 16 pontos e pode garantir classificação antecipada as quartas de final caso o Náutico vença o Central, nesta sexta-feira (21). A Cobra Coral volta a campo na Quarta-feira de Cinzas, quando encara o Frei Paulistano, às 19h30, na Arena de Pernambuco, pela Copa do Nordeste.

O JOGO

Disposto a conseguir a classificação antecipada as quartas de final do Campeonato Pernambucano, o Santa Cruz começou a partida diante do Afogados em cima dos donos da casa, não se intimidando de atuar no estádio Vianão. Os comandados do técnico Itamar Schulle não demoraram para levar perigo à meta da equipe sertaneja. E coube ao estreante Victor Rangel, antes dos dez minutos de jogo, criar as duas primeiras oportunidades de gol. Em ambas, o centroavante esbarrou no goleiro Wallef, em finalizações dentro da área. Na primeira, o camisa 1 defendeu com o pé, aos oito; e, no minuto seguinte, em novo chute de Rangel, o arqueiro espalmou para o lado.

Principal jogador do Afogados na primeira etapa, Wallef voltou a salvar o Afogados. Desta vez, na cabeçada a queima roupa de Fabiano, aos 15, aproveitando cruzamento de Didira após cobrança de falta. O gol do Tricolor do Arruda estava maduro. E, por mais que o camisa 1 sertanejo estivesse em noite inspirada, não seguraria o Santa por muito tempo.

Aos 34, o meio-campista Didira cobrou escanteio curto para o volante Paulinho, que cruzou buscando o zagueiro Danny Morais. Ele dominou e chutou forte no canto direito… Wallef chegou a espalmar, mas a bola acabou batendo na trave e morrendo dentro da rede: 1×0.

No início da etapa complementar, o Afogados bem que tentou imprimir um ritmo mais forte para buscar o empate, mas acabou levando o revés cedo demais e esfriando uma possível reação. Aos 15, Wallef saiu jogando errado e entregou para Didira. O meia tocou para Pipico, que foi derrubado na área: pênalti. Na cobrança, o camisa 9 bateu na trave e, no rebote, Toty ampliou: 2×0.

A equipe do Afogados tentou esboçar uma reação, mas não conseguiu forças para incomodar o goleiro Maycon Cleiton, que terminou a partida sem ser vazado. Com a vitória, o Tricolor chegou aos 16 pontos e lidera isoladamente do Campeonato Pernambucano.

Neste final de semana (16/02), em Afogados da Ingazeira, foi marcado pelo grande evento  “O 1° Open de Sinuca”  que contou com profissionais e os  os amantes da sinuca e seus admiradores que participaram do torneio, o evento foi organizado pelo empresário Bruno Chateaubriand, sem dúvidas foi a grande novidade dos afogadenses neste último domingo com um grande público que prestigiou, contou com as presenças do prefeito Patriota e o vice- prefeito Alessandro (Sandrinho),  o 1° open de Sinuca foi elogiado por todos os presentes pela a novidade e a organização do evento .

CAMPEÃO – Itaro Santos
VICE CAMPEÃO – Wendell Felix
3º LUGAR – Djalma Linhares
4º LUGAR – Swing
MELHOR DE AFOGADOS – Bruno Chateaubriand

Ficando em 12º Colocado em um total de 63 atletas.

 

O Flamengo de Jorge Jesus colocou mais um troféu na prateleira, na manhã deste domingo (16). O título da vez foi o da Supercopa do Brasil, conquistado com uma vitória por 3 a 0 sobre o Athletico Paranaense, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília.

Bruno Henrique, Gabriel e Arrascaeta marcaram os gols do Rubro-Negro carioca. A Supercopa reúne os campeões da última edição do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil. 

Em seu site a CBF oficializou ontem para o dia 26 de fevereiro(quarta-feira de cinzas) o jogo entre Afogados FC e Atlético Mineiro pela 2ª fase da Copa do Brasil.

Enquanto o Atlético Mineiro já providencia hotel e local de treinamento em Afogados da Ingazeira para o jogo da Copa do Brasil, a direção da Coruja do Sertão se preocupa em ampliar a capacidade do Estádio Vianão.

O Presidente João Nogueira descartou a venda do mando de campo e prometeu que arquibancadas tubulares serão instaladas no estádio para receber um total de 5 mil torcedores.

João Nogueira admitiu que o futebol de quatro atletas do Afogados despertou o interesse de vários clubes e que se for para liberar, espera que a Coruja do Sertão seja recompensado financeiramente.

Diante da partida mais importante de sua história, o Afogados FC debuta na Copa do Brasil diante do Atlético/AC, no estádio Vianão, às 20h30 desta quinta-feira. A Coruja precisa da vitória para avançar à segunda fase e garantir o bônus de R$ 650 mil. Vale ressaltar que a equipe já recebeu R$ 540 mil pela participação na competição nacional. Segundo o presidente do clube, João Nogueira, os sertanejos receberão um bicho de R$ 150 mil se conseguirem a vaga. A folha salarial gira em torno de R$ 100 mil.

“Esta partida pode mudar todo o planejamento do Afogados. Em caso de classificação, o orçamento vai aumentar e nós poderemos sonhar mais alto na temporada. O apoio do torcedor será fundamental e nós estamos bastante confiantes que vamos conseguir a vitória”, afirmou o técnico Pedro Manta.

Se quiser garantir a classificação para a segunda fase da Copa do Brasil, o Afogados precisará manter o bom sistema ofensivo que vem mostrando ter neste início de temporada. A Coruja possui o melhor ataque do Campeonato Pernambucano, com 11 gols, e Diego Ceará é o artilheiro da competição, com quatro tentos marcados.

Na última segunda-feira, inclusive, o Afogados arrancou um empate contra o Náutico, nos Aflitos. Os sertanejos foram a campo com a equipe principal. “Nós não somos Sport, Náutico ou Santa. Nossa realidade é outra, não temos uma quantidade necessária para rodar todos os jogadores do time. Por isso, precisamos ir analisando no olhômetro e nos feedbacks dos atletas a cada jogo”, disse Pedro Manta.

A história do Afogados começou há apenas seis anos, mas a equipe já garantiu um grande resultado no ano passado, quando eliminou o Santa Cruz nas quartas de final do Campeonato Pernambucano, no Arruda. Nesta temporada, a Coruja permaneceu no bom espiral positivo e está posicionado em terceiro lugar no Estadual.

Em caso de classificação para a segunda fase da Copa do Brasil, o Afogados enfrentará Atlético/MG. O ano da Coruja, no entanto, ainda reserva grandes emoções. A equipe do Sertão terá o Campeonato Pernambucano para concluir e, posteriormente, o Campeonato Brasileiro da Série D.

De olho em jogo da Copa do Brasil na próxima quarta, o Náutico entrou com um time cheio de jovens da base contra o Afogados, na noite desta segunda-feira, nos Aflitos, pelo Campeonato Pernambucano. E o “Expressinho” alvirrubro fez partida equilibrada com a Coruja, que também briga pela parte de cima da tabela do Estadual. O resultado foi um empate por 1 a 1 que mantém o Alvirrubro em 1º lugar, com 11 pontos, enquanto o time do Afogados permanece em 3º, com 9.
Principal jogador do Afogados, Candinho marcou um golaço em uma cobrança de falta que deixou tudo igual no jogo.
O Afogados volta a campo na próxima quinta-feira onde enfrenta no seu estádio o Atlético-AC em jogo válido pela Copa do Brasil.

Campanha de vacinação contra o sarampo

A Secretaria Municipal de Saúde divulgou nesta segunda-feira (10), o cronograma de vacinação contra o Sarampo, doença que voltou a fazer vítimas em nosso País. Em campanhas realizadas no ano passado, a Prefeitura Municipal já vacinou crianças de zero a menos de quatro anos de idade, e o público entre 20 e 29 anos. 

Na etapa que se iniciou hoje, o público-alvo é a faixa etária compreendida entre 5 e 19 anos. As vacinas estão sendo ofertadas nas unidades básicas de saúde. A Secretaria de Saúde montou um esquema especial de busca ativa, com suporte também das Escolas do município. No próximo sábado (15), as unidades de saúde que não tiverem atingido a meta, abrirão durante todo o dia para atender os retardatários.

E no segundo semestre, seguindo determinação do Ministério da Saúde, a Prefeitura irá imunizar o público alvo de 30 a 59 anos e idade. Segundo o ministério, não há vacinação específica para quem tem mais de 59 anos. 

Governador presente na 1ª Assembleia de prefeitos na Amupe em 2020

Com a presença do Governador Paulo Câmara, a Associação Municipalista de Pernambuco-Amupe, realiza no próximo dia 18 de fevereiro, das 9h às 12h30, a sua primeira reunião extraordinária com os gestores pernambucanos. Na pauta vários itens de interesse municipalista, mas a expectativa maior é a presença do chefe do executivo estadual, que fará alguns anúncios para os municípios.

Na oportunidade também serão discutidas questões relativas à XIII Cúpula de Prefeitos e Governos Locais da América Latina e Caribe, evento que vai acontecer de 17 a 20 de março no Centro de Convenções de Pernambuco, como programação, inscrições, oficinas temáticas e aquisição de estandes. Promovido pela Amupe, trata-se do maior encontro municipalista já realizado em Pernambuco e requer a participação de todos.

A Confederação Nacional dos Municípios (CNM), por meio de seu assessor, Eduardo Stranz, vai apresentar os débitos da União na Assistência Social para os municípios e a posição da CNM sobre o piso do magistério. Na Assembleia, municípios que atingiram 100% de cobertura de vacinação de animais serão homenageados.

Para o presidente da Amupe, José Patriota “toda assembleia é um momento de passarmos a limpo todas as informações inerentes ao melhoramento da vida do Pernambucano. É atualizar os gestores sobre todos os assuntos estratégicos. Contamos com a presença de todos gestores. Teremos a presença do Governador Paulo Câmara, que vai anunciar assuntos de interesse para as cidades”, completou.

Sagraram-se campeãs com 4 vitórias em 4 jogos com a vitória sobre as donas da casa pelo placar de 17×15.

No sábado elas já haviam conquistado mais duas vitórias e no mesmo domingo mais cedo ganhou pelo placar de 21×10 de outra equipe da região.

Com mais esse troféu, a equipe do Handmania agora soma campeonatos em 05 estados da Região Nordeste sendo eles:

Pernambuco

Piauí

Ceará

Bahia

Paraíba.

A equipe tem mais 02 competições confirmadas até o fim do semestre sendo elas a Copa Náutico de Handebol que será disputada em casa, na cidade de Araripina e irão tentar ganhar pela 6ª vez o JECIPE – Jogos Cidades de Pernambuco, que sempre é disputado na cidade de Afogados da Ingazeira, no Sertão do Moxotó.

Fonte: Site É Arretado.com

Seleção feminina de basquete mostra atitude, mas cai para número dois do mundo e se despede de Pré-Olímpico sem vitórias.

Desde Barcelona 1992, essa será a primeira vez que as brasileiras ficam fora da Olimpíada. (Foto: reprodução)

A missão era difícil: derrubar a seleção número 2 do mundo e, automaticamente, quebrar um jejum de 18 anos sem vitórias diante da Austrália. O Brasil teve uma postura bastante agressiva, especialmente no início do jogo. Mas faltou calibrar a pontaria e, no fim do último quarto, manter o controle emocional. Dessa forma, o resultado não veio, e a classificação para Tóquio 2020 também não. Derrota por 86 a 72.

Desde Barcelona 1992, essa será a primeira vez que as brasileiras ficam fora da Olimpíada.

O Brasil pagou caro pelos dois resultados negativos no início do Pré-Olímpico disputado em Bourges, na França, primeiro contra Porto Rico, quando perdeu por um apenas dois pontos (91 a 89) no duelo que, em teoria, era o mais tranquilo e, na sequência, diante da França (89 a 72). Dos quatro times da chave da seleção brasileira, apenas um não se garantiria para os Jogos no Japão. E essa equipe foi o Brasil. Avançaram, no fim das contas, Austrália, França e Porto Rico.

– Se você avaliar o resultado, é muito ruim. O Brasil ficou fora da Olimpíada. Se você avaliar o trabalho, vê que a gente merecia. É triste pelo trabalho, pelo que a CBB vem fazendo com o apoio do COB. Fico triste por mim, pelas meninas. Vim para ajudar e acho que consegui ajudar a chegar até esse ponto, mas cheguei no limite. As meninas merecem, o basquete feminino merece – lamentou o técnico José Neto, sem querer cravar também se permanecerá no comando para o futuro.

https://s2.glbimg.com/8JI59P9IQqUy9sV7f7Ty-xz3xtA=/540x304/top/smart/filters:max_age(3600)/https://s01.video.glbimg.com/deo/vi/86/96/8249686

O Afogados FC  aos 21 minutos do 1º tempo  abriu o placar.

Em 20 minutos, o Afogados FC fez mais três gols, com o primeiro gol saindo aos 21 minutos e o quarto aos 40 do primeiro tempo a equipe eliminou a partida por 4X0 e volta pra casa com mais uma vitória nu curriculum e a liderança do Campeonato Pernambucano da Série A1, superando o Santa Cruz que caiu para o segundo lugar no saldo de gols.

A próxima partida da Coruja será no sábado 1º de fevereiro diante do Retrô do Recife. Uma equipe que vem mostrando ser diferente das demais, que espera surpreender as equipes de ponta no estadual. Portanto todo cuidado é pouco. A experiência do técnico Pedro Manta, por ter treinado o Retrô no ano passado, tendo inclusive levado o time para 1ª divisão deste ano, irá ser de primordial importância, tendo em vista que muitos dos jogadores que hoje defendem o Afogados FC hoje terem passado pelo Retrô na sua conquista de 2019. PE Notícia

 

Briga termina com um detento morto e cinco feridos no Complexo do Curado, no Recife

 

Uma confusão entre detentos do presídio Frei Damião de Bozzano, um dos três prédios do Complexo do Cura do, na Zona Oeste do Recife, terminou com um reeducando morto e cinco feridos na manhã deste sábado (25). De acordo com a Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres), o detento que veio a óbito se chamava John Lennon Brito da Silva.

Dos cinco feridos, três foram identificados como Jardeson Marconi da Silva, Wanderson José da Silva e José Remison Santos da Silva. Todos os envolvidos na briga foram socorridos e levados ao Hospital Otávio de Freitas no bairro do Sancho, também na Zona Oeste do Recife.

Investigação

Depois do atendimento médico, dois deles foram liberados e encaminhados à delegacia para posteriormente serem submetidos ao conselho disciplinar da unidade prisional. Três detentos permanecem internados no Otávio de Freitas, segundo a Seres.

A secretaria acionou a Polícia Civil e o Batalhão de Choque para controlar os detentos. A Seres informa que está averiguando os motivos que levaram à briga(Via: Jc Online)

 

Inscrições para o Sisu se encerram às 23h59 deste domingo

As inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) terminam neste domingo (26) às 23h59. A data final de inscrições seria na sexta-feira (24), mas em decorrência das inconsistências na correção das provas do Enem, o Ministério da Educação (MEC) decidiu dar mais tempo aos estudantes, para evitar prejuízos.

O Sisu é a principal maneira de acessar o ensino superior público com a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Para participar da seleção, o candidato não pode ter zerado a redação na edição de 2019 do exame. Neste semestre, são 237.128 vagas em 128 instituições de ensino superior públicas de todo o país. A inscrição é gratuita e deve ser feita na página do participante.

Segundo o Ministério da Educação (MEC), no momento da inscrição o candidato deve escolher até duas opções de cursos ofertados pelas instituições participantes, e o sistema seleciona os mais bem classificados em cada curso, de acordo com as notas no Enem e eventuais ponderações, como pesos atribuídos às notas ou bônus. Caso o desempenho do candidato permita o ingresso nos dois cursos, prevalecerá a primeira opção, com apenas uma chamada para matrícula.

Os resultados das inscrições do Sisu serão divulgados no dia 28 de janeiro. A partir do resultado, a matrícula ou o registro acadêmico nas instituições participantes devem ser feitos até o dia 4 de fevereiro. O lançamento da ocupação das vagas pelas instituições participantes será até 7 de fevereiro, e a manifestação de interesse para constar na lista de espera é até as 23h59 de 4 de fevereiro.