Cidades

O pagamento da primeira parcela do auxílio para este público terminou em 29 de abril.

Para quem faz parte do Bolsa Família, os pagamentos foram até 30 de abril. (Foto: Reprodução)

A Caixa Econômica Federal (Caixa) libera nesta segunda-feira (3) os saques e transferências da primeira parcela do Auxílio Emergencial aos beneficiários que não fazem parte do Bolsa Família nascidos em fevereiro, que receberam a parcela em poupança social digital no dia 9 de abril.

O pagamento da primeira parcela do auxílio para este público terminou em 29 de abril. Para quem faz parte do Bolsa Família, os pagamentos foram até 30 de abril.

Os pagamentos da segunda parcela do benefício começam em 18 de maio para o público do Bolsa Família, e em 16 de maio para os demais beneficiários (veja nos calendários mais abaixo).

VEJA QUEM PODE SACAR A PARTIR DESTA SEGUNDA:

  • trabalhadores que não fazem parte do Bolsa Família, nascidos em fevereiro

Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do auxílio emergencial, pelo site auxilio.caixa.gov.br ou pelo https://consultaauxilio.cidada…

Foto: Sérgio Bernardo/Acervo JC

Frito, cozido, mexido, processado e usado em milhares de receitas. O brasileiro nunca comeu tanto ovo. Com o aumento desenfreado do preço da carne, a queda de poder de compra da população, e a mudança de hábito trazida pela pandemia, com mais gente se alimentando em casa, o ovo está longe de ser um coadjuvante na mesa da população. No ano de 2020, cada brasileiro comeu 251 ovos. É um volume recorde. Há 20 anos, o consumo anual de cada cidadão era de 94 unidades. Dez anos atrás, esse número subiu para 148 ovos.

Hoje, o brasileiro come mais ovos que a média do cidadão mundial, que é de 230 ovos por ano. O alimento, que até poucos anos atrás figurava entre os vilões da saúde, condenado pelo teor de colesterol, migrou para as páginas da alimentação saudável. A indústria e as galinhas fizeram sua parte, com nada menos que 1.500 ovos por segundo produzidos no Brasil. As chamadas “poedeiras”, como são conhecidas as galinhas nas granjas, entregaram 53 bilhões de ovos em 2020. Neste ano, a produção deve chegar a 56 bilhões de unidades.

Com o volume recorde de consumo e alta de preços nas gôndolas do supermercado, tudo indicaria que a vida do produtor nacional de ovos já está ganha. Mas a coisa não é bem assim. Ironicamente, a indústria de ovos vive, atualmente, entre a cruz e a espada, devido ao preço do milho e do farelo de soja, a ração dos animais, insumo que responde por mais de 81% do custo de produção da proteína. Continue lendo →

Afogados empata com o Santa e garante vaga na Série D em 2022

Em um jogo onde a Coruja Sertaneja apresentou melhor futebol, o Afogados Futebol Clube empatou com o Santa Cruz em 0x0 na última rodada pelo Campeonato Pernambucano.

O time comandado por Sérgio China mostrou melhor futebol e teve chances com Vargas e Felipe no segundo tempo. Frank também esteve entre os destaques da Coruja.

Prova disso é que Jordan, o goleiro tricolor,  foi o destaque do Santa. Agora, as equipes se enfrentam quarta no Arruda pelo mata-mata da competição em jogo único.

Com o empate, o Afogados Futebol Clube garantiu mais uma vez vaga na Série D do campeonato Brasileiro em 2022.

Pernambucano Gil do Vigor é o último eliminado do BBB21, com 50,87%

O pernambucano teve uma das trajetórias mais marcantes do programa e sai aprovado para PHD em duas universidades americanas (Foto: Gshow/Reprodução)

Com 50,87% dos votos, o economista pernambucano Gilberto, também conhecido como Gil do Vigor, deixou o Big Brother Brasil 21 neste domingo (2). Dessa forma, a final do programa será disputada entre os participantes Juliette, Camillla e Fiuk. 
O único que já estava garantido na final era Fiuk,  que ganhou a última prova da temporada na sexta-feira. 
A final do programa será na terça-feira (4) após 100 dias de programa. A noite da final ainda vai contar com um show dos antigos participantes do ramo da música: Karol Conká, Pocah, Projota e Rodolffo (com sua dupla Israel).

Entre ontem e hoje, foram notificados 28.935 novos casos de infecção. A soma de casos acumulados ficou em 14,754 milhões.

O Brasil registrou 407.639 mortes por covid-19, conforme atualização do Ministério da Saúde divulgada neste domingo (Foto: Reprodução)

O Brasil registrou 407.639 mortes por covid-19, conforme atualização do Ministério da Saúde divulgada neste domingo (2). Em 24 horas, foram registrados 1.202 novos óbitos pelas secretarias estaduais de saúde. 

Entre ontem e hoje, foram notificados 28.935 novos casos de infecção. A soma de casos acumulados ficou em 14,754 milhões.

Os dados indicam também que 1,068 milhão de pacientes estão, neste momento, em acompanhamento. Outros 13,278 milhões, o correspondente a 90% dos infectados, se recuperaram.

Estados
São Paulo chegou a 2,923 milhões de pessoas contaminadas. Os outros estados com maior número de casos no país são Minas Gerais (1,37 milhão) e Rio Grande do Sul (980,4 mil). Já o Acre segue com o menor número de casos (78,1 mil).

Em número de mortes, São Paulo também lidera, com mais de 97 mil óbitos. Rio de Janeiro (44,8 mil) e Minas Gerais (mais de 34 mil) aparecem na sequência. O menor número de morte foi registrado em Roraima (1.513).

Barroso articula lista tríplice só de mulheres para concorrer à vaga no TSE

O presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, articula com colegas do Supremo Tribunal Federal (STF) a formação de uma lista tríplice só de mulheres para a próxima vaga de ministro substituto na corte eleitoral. 

O presidente da República é obrigado a nomear um dos três integrantes da lista votada no STF. A ideia, segundo a coluna Painel, da Folha de S.Paulo, é fazer com que Jair Bolsonaro não tenha como não escolher uma mulher.

Segundo a nota, as advogadas Marilda Silveira e Maria Cláudia Bucchianeri devem ser as primeiras colocadas. A advogada-geral da União da gestão Michel Temer, Grace Mendonça, também se articula nos bastidores.

Dólar é cotado a R$ 5,4310 nesta manhã de segunda-feira

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 6,53 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 6,856.

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. (Foto: Reprodução)

O valor do dólar na manhã desta segunda-feira (03), está cotado no valor de R$ 5,4310. Já o valor do dólar para o turismo está sendo cotado a R$ 5,6239.

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 6,53 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 6,856. 

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. O dólar é usado tanto em reservas internacionais como em livre circulação.

Sertão: Caminhão vira e logo em seguida pega fogo na BR-428 próximo a Santa Maria da Boa Vista

 

 

Na tarde deste último domingo (02), foi registrado um acidente na BR-428 entre o Povoado de Caraíbas e a cidade de Santa Maria da Boa Vista. Informações repassadas ao Blog do Didi Galvão por amigos das estradas, dão conta que um caminhão carregado de banana teve um pneu estourado em seguida capotou.

Ainda de acordo com as informações o motorista do caminhão que não teve a identidade revelada, perdeu o controle do veículo após um pneu estourar e o caminhão capotou. Em seguida o carro pegou fogo ficando completamente destruído, graças a Deus não teve vitimas com ferimentos graves.

Levantamento feito pela Folha neste domingo (2) mostra que ao menos nove suspenderam a aplicação do imunizante produzido pelo Instituto Butantã.

Mais da metade das capitais do país está com falta de Coronavac para aplicar em quem precisa da segunda dose da vacina contra a Covid-19. (Foto: Reprodução)

 Mais da metade das capitais do país está com falta de Coronavac para aplicar em quem precisa da segunda dose da vacina contra a Covid-19.

Levantamento feito pela Folha neste domingo (2) mostra que ao menos nove suspenderam a aplicação do imunizante produzido pelo Instituto Butantã: Aracaju, Belo Horizonte, Campo Grande, Fortaleza, Goiânia, Porto Alegre, Porto Velho, Recife e Rio de Janeiro.

Outras sete têm disponibilidade restrita do imunizante: Boa Vista, Curitiba, João Pessoa, Macapá, Maceió, Natal e Salvador.

A reportagem não conseguiu contato com a Prefeitura de Palmas. A de Vitória informou ter recebido 250 doses de Coronavac para segunda aplicação, mas não disse se o número é suficiente. As demais afirmam estar com o fornecimento normal.

A falta de imunizante ocorre há mais de uma semana, após o governo Jair Bolsonaro liberar, em março, estados e municípios de reservar imunizantes para quem precisasse da segunda dose.

Agora, porém, a recomendação é que, nos locais onde não há disponibilidade do imunizante, a população tome a segunda dose mesmo fora do prazo, que originalmente seria de 28 dias.

A Prefeitura do Rio de Janeiro anunciou neste sábado (1o) a suspensão por dez dias da aplicação da segunda dose da Coronavac.

“A cidade do Rio manteve a vacinação com a reserva técnica até o momento, porém o estoque se esgotou, como já havia acontecido em outros municípios e estados do Brasil”, informou o município em nota.

“Pelo cronograma do Ministério da Saúde, não haverá reposição da Coronavac em quantidade suficiente antes do prazo informado.”

Na capital paulista, a prefeitura informa que não há restrição de doses do imunizante no município, mas que eventualmente pode haver falta pontual em alguma unidade devido à alta demanda. Nesse caso, o munícipe é encaminhado a outra unidade.

No Nordeste, apenas São Luís e Teresina estão com fornecimento normal.

No Recife, por exemplo, a imunização com o produto do Instituto Butantã só será retomada, de forma escalonada, a partir de 10 de maio.

Maceió é uma das cidades da região que ainda tem doses, mas em quantidade insuficiente. Foram vacinadas neste domingo, com atraso, pessoas com retorno previsto para 26 de abril.

Em Salvador, a prefeitura decidiu não aplicar todas as vacinas da Coronavac e manteve em estoque o suficiente para garantir 12 dias de segundas doses.

Contudo, a cidade já não recebe novas doses há 17 dias e já há atraso no cronograma. Neste domingo (2), foram vacinadas as pessoas que deveriam ter sido vacinadas nos dias 29 e 30 de abril.

“Salvador está tendo que escalonar a aplicação das segundas doses e em breve vai ter que suspender graças à falta de planejamento do governo federal”, afirma os secretário municipal de Saúde, Leonardo Prates.

A previsão é de que a aplicação das segundas doses da Coronavac seja suspensa até quarta-feira (5) na capital baiana.

Na sexta-feira (30), o Instituto Butantan informou que entregou antecipadamente um lote antecipado de 600 mil doses ao Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde. A previsão inicial era que as doses seriam entregues a partir desta segunda-feira (3).

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou, neste sábado (1), 2.178 casos da Covid-19. Entre os confirmados hoje, 197 (9%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 1.981 (91%) são leves. Agora, Pernambuco totaliza 408.763 casos confirmados da doença, sendo 40.431 graves e 368.332 leves.
Também foram confirmados 90 óbitos, ocorridos entre 21/11/2020 e 30/04/2021. Com isso, o Estado totaliza 14.128 mortes pela Covid-19. Os detalhes epidemiológicos serão repassados ao longo do dia pela Secretaria Estadual de Saúde.

Gasolina e diesel ficam mais baratos hoje nas refinarias

 (Foto: André Motta de Souza/ Agência Petrobras)

A Petrobras reduz, a partir deste sábado (1), os preços de venda da gasolina e do diesel em suas refinarias. O litro da gasolina vendido às distribuidoras passou a custar R$ 0,05 menos, ou 1,9%, e está sendo comercializado, em média, a R$ 2,59, segundo informações da estatal.
Já o litro do diesel ficou R$ 0,06 mais barato, ou 2,2%, e passou a ser vendido às distribuidoras por R$ 2,71.
Este é o preço vendido às distribuidoras. Até chegar ao consumidor final, o combustível sofre acréscimos relativos a tributos federais e estaduais, mistura obrigatória com biocombustíveis e margens de lucro de distribuidoras e postos revendedores.
A primeira parcela da nova rodada do auxílio emergencial será depositada nesta quinta-feira (22) para 2,44 milhões de beneficiários do programa nascidos em agosto. O total em transferências de recursos federais, hoje, será de R$ 506,33 milhões.

O saque em dinheiro para o grupo só poderá ser realizado a partir do dia 11 de maio.

Até a liberação da retirada dos recursos em espécie, a grana pode ser movimentada pelo aplicativo Caixa Tem. No sistema, os beneficiários conseguem pagar boletos, comprar pela internet e pelas maquininhas de estabelecimentos comerciais.

O calendário dos novos pagamentos do auxílio emergencial é dividido em quatro ciclos, de créditos e saques. Os débitos da primeira parcela seguem até 29 de abril, quando o benefício será disponibilizado para os nascidos em dezembro.

A nova rodada terá quatro parcelas, de abril a julho, com valor médio de R$ 250. Mulheres chefes de família receberão R$ 375 e pessoas que vivem sozinhas, R$ 150. O total de beneficiados atingirá 45,6 milhões.

Desde 2 de abril, as pessoas que se inscreveram pelos meios digitais da Caixa e os integrantes do Cadastro Único do governo federal podem conferir se têm direito a receber o benefício pelo site www.cidadania.gov.br/auxilio. Para quem teve o cadastro negado nesta data, o prazo para contestar a decisão, no entanto, terminou na segunda-feira (12).

Caso a pessoa entenda que cumpre critérios de elegibilidade, ela deve clicar na opção que aparece no Portal de Consultas da Dataprev e enviar o pedido. Para quem teve o resultado da solicitação divulgado no dia 10 deste mês, o período para contestação termina nesta quinta-feira (22).

As estimativas apontam que os novos pagamentos vão injetar R$ 44 bilhões na economia. Desta vez, no entanto, o impulso para conter um tombo maior da economia em 2020 será usado por 98% dos moradores de favelas no Brasil para a compra de alimentos.

Além de alcançar menos beneficiados, com menor valor das parcelas, a nova rodada de pagamentos não aceita novos cadastros para quem ficou de fora do programa em 2020, mas agora precisaria da ajuda. Estão entre os beneficiados apenas aqueles que já estavam cadastradas pelo Cadastro Único, pelo aplicativo da Caixa ou Bolsa Família.

 

Prefeito Alessandro Palmeira anunciou pacote de benefícios fiscais para comércio, taxistas e mototaxistas

O Prefeito de Afogados da Ingazeira, Alessandro Palmeira, anunciou ontem (20), um pacote de benefícios fiscais para o comércio afogadense e para as categorias de taxistas e mototáxistas. O anúncio foi feito durante o programa institucional da Prefeitura de Afogados, veiculado pelas Rádios Pajeú FM e Afogados FM.

Mototaxistas e taxistas estão isentos de pagamento de alvará referente ao ano 2021. Da mesma forma que estiveram isentos em 2020. Os permissionários dos boxes do curral do gado e do mercado público municipal também estão isentos do pagamento dos alugueis à Prefeitura durante todo o ano de 2021.

O vencimento do pagamento dos alvarás dos comerciantes será prorrogado do mês de maio para 31 de Agosto. Ficam canceladas todas as multas e abolidos todos os juros dos tributos municipais referentes ao ano fiscal 2021, devidos pelos contribuintes e não recolhidos no prazo da lei, gerados durante todo o período de restrições determinados pelos Governos Estadual e/ou Municipal. O microempreendedor individual devidamente cadastrado fica dispensável de recolher quaisquer impostos ou taxas conforme a legislação aplicável aos mesmos.

“Esse é um momento único na história da humanidade, onde todos estão passando por dificuldades, uns mais do que outros, por conta de um vírus que tem sido mortal em muitos casos, atingindo milhares de famílias em todo o País. A Prefeitura não podia deixar de dar sua cota de contribuição, sobretudo para com setores e segmentos mais afetados por esta pandemia. Foi assim com a criação do auxílio emergencial para os nossos artistas, e é assim com esse pacote de isenções e benefícios para outras categorias e segmentos afetados,” destacou o Prefeito Alessandro Palmeira.

Os decretos que preveem as medidas anunciadas foram aprovados por unanimidade na Câmara Municipal de Afogados da Ingazeira. “Quero agradecer a todos os vereadores pela sensibilidade e apoio nesse momento tão difícil,” finalizou Palmeira, que também fez questão de destacar que os vereadores também aprovaram por unanimidade a lei municipal escritor Gonzaga Barbosa, que regulamenta o auxílio aos artistas.

Todos os decretos estão disponíveis no setor de tributação da Prefeitura. O setor está à disposição para esclarecer dúvidas e orientar encaminhamentos .

No balanço, foram confirmados 13.943.071 diagnósticos positivos desde o primeiro, em fevereiro de 2020.

O número de mortes em decorrência da pandemia do novo coronavírus chegou a 373.335. (Foto: Reprodução)

Em 24 horas, houve 42.980 novos casos de covid-19 no Brasil. O número consta da atualização do Ministério da Saúde (MS) deste domingo (18). No balanço, foram confirmados 13.943.071 diagnósticos positivos desde o primeiro, em fevereiro de 2020. 

O número de mortes em decorrência da pandemia do novo coronavírus chegou a 373.335. De ontem para hoje, foram confirmados 1.657 novos óbitos.

Ainda há 3.660 mortes em investigação por equipes de saúde. Isso porque há casos em que o diagnóstico sobre a causa só sai após o óbito do paciente. O número de pessoas recuperadas está em 12.391.599. Já o total de pacientes com casos ativos, em acompanhamento por equipes de saúde, ficou em 1.178.137.

Dados
Os dados em geral são menores aos domingos e segundas-feiras pela menor quantidade de trabalhadores para fazer os novos registros de casos e mortes. Já às terças-feiras eles tendem a ser maiores porque neste dia o balanço recebe o acúmulo das informações não processadas no fim de semana.

Estados
O ranking de estados com mais mortes pela covid-19 é liderado por São Paulo (88.350), Rio de Janeiro (41.310), Minas Gerais (30.309), Rio Grande do Sul (23.192) e Paraná (20.349). Já as unidades da Federação com menos óbitos são Acre (1.418), Roraima (1.445), Amapá (1.467), Tocantins (2.374) e Sergipe (3.955).

 

Léo do Ar é eleito o novo Presidente da UVP

Léo do Ar é eleito o novo Presidente da UVP

Aconteceu neste domingo (18), a eleição da União dos Vereadores de Pernambuco (UVP).

O vereador de Gravatá, Léo do Ar (PSDB), foi eleito com 315 votos, derrotando Zé Raimundo (Serra Talhada) que teve 178 votos e Welber (Carnaubeira) com 117.

Dos 1291 vereadores (eleitores), 680 se abateram de votar.

 

 

 

Empresário itapetinense de 33 anos morre de covid-19

Empresário itapetinense de 33 anos morre de covid-19

Morreu em João Pessoa-PB, o Empresário itapetinense do Ramo de Móveis Planejado, Daniel Gomes de Lucena de 33 anos, Daniel testou positivo no inicio do mês de abril, o quadro piorou e teve que ser internado na capital paraibana, o empresário morreu nesse sábado(18) e seu sepultamento foi na manhã deste domingo no Distrito de São Vicente em Itapetim.

Daniel deixou esposa(Dayna) e um filho de 5 anos , Dona Raimunda Gomes de Lucena, sua mãe testou positivo para Covid19, mas está bem, seu irmão foi cirurgiado de apendicite no Hospital Mestre Vitalino em Caruaru, e também está com covid, mas passa bem.

Em contato com o Blog do Marcello Patriota familiares informaram que Daniel não tinha nenhuma comordidade.

Bombeiros encontram corpo de mecânico serra-talhadense no fundo do Açude Cachoeira II

Mergulhadores do Corpo de Bombeiros localizaram e resgataram o corpo de André Luciano da Silva, 31 anos, que se afogou nesse sábado (17) no açude Cachoeira II, em Serra Talhada. Ontem os mergulhadores encerraram as buscas por volta das 17 horas, e reiniciaram por volta das 09h20 deste domingo. Em menos de 1 hora o resgate foi feito.

De acordo com o Farol de Notícias, durante toda a manhã, familiares e dezenas de amigos, além de populares, acompanharam à distância o trabalho dos bombeiros. O momento em que a vítima foi entregue à família foi de muita emoção. André Luciano era mecânico.

Paraíba registra queda de 23% no número de mortes por Coronavírus, segundo consórcio de veículos de imprensa

A informação foi dada pelo consórcio de veículos de imprensa, na noite deste domingo (18).

Paraíba registra queda em número de mortes por Covid-19 (Foto: Reprodução)

A Paraíba segue em queda na média do número de mortes por Covid-19. A informação foi dada pelo consórcio de veículos de imprensa, na noite deste domingo (18). 

De acordo com o levantamento, a Paraíba registrou uma queda de 23% no número de mortes por Coronavírus. Além dele, Ceará, Distrito Federal, Mato Grosso, Santa Catarina, e Rio Grande do Sul, também registraram queda no número de mortes. 

A Paraíba vem registrando queda no número de mortes desde o último domingo (11). O consórcio registrou uma queda de 18%. 

Nesta quarta-feira (14), a Paraíba totaliza 280.063 casos confirmados da doença, que estão distribuídos por todos os 223 municípios. Já são confirmados 6.444 mortes pela Covid-19.

 

Pernambuco registra menores taxas de mortalidade do Brasil, segundo relatório da Opas

Os números da mortalidade por Covid-19 em Pernambuco e a Região Nordeste registraram as menores taxas do Brasil, segundo relatório da Organização Panamericana de Saúde (OPAS), divulgado na última sexta-feira (16). Os dados da publicação foram analisados pelo governador Paulo Câmara e pelos integrantes do Gabinete de Enfrentamento ao Coronavírus, em reunião realizada na manhã deste domingo (18).

De acordo com o relatório, nos últimos 30 dias Pernambuco registrou uma taxa de mortalidade de 16,5 casos para cada 100 mil habitantes. Menos da metade da média nacional, que foi de 39,2 casos para cada 100 mil habitantes. Já a taxa de mortalidade da Região Nordeste ficou em 25,1 casos por habitante, bem abaixo das regiões Norte (29,1), Sudeste (42,8), Centro-Oeste (56,6) e Sul (55,7).

“Ainda temos um longo caminho pela frente nessa batalha contra a Covid-19. No entanto, um levantamento como esse mostra que só uma combinação de ações como ampliação da rede de saúde com leitos de enfermaria e terapia intensiva, medidas restritivas e vacinação são capazes de reduzir a quantidade de vítimas da doença”, avaliou Paulo Câmara.

O secretário estadual de Saúde, André longo, ressaltou que as medidas restritivas foram retomadas em Pernambuco desde dezembro de 2020, e destacou que, somente do início de março até agora, já foram abertos mais de 600 novos leitos de UTI em todas as regiões do Estado. “Nossa rede de saúde conta, hoje, com 1.611 leitos de terapia intensiva para pacientes com Covid-19, em 17 municípios. Um esforço que só se tornou possível com todas as áreas do governo priorizando a saúde da população”, concluiu Longo.

 

Rede estadual retoma aulas presenciais nesta segunda-feira

Barreira de acrílico na sala de aula

Estão previstas para serem retomadas, nesta segunda-feira (19), as aulas presenciais da rede estadual para os cerca de 87 mil estudantes do 3º ano do Ensino Médio, Educação Infantil e Fundamental Anos Iniciais (1º ao 5º ano). No entanto, o retorno pode ser prejudicado por conta de um impasse.

Apesar de o Governo do Estado garantir que o calendário está mantido, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe) afirma que os profissionais começam hoje uma greve por tempo indeterminado, mesmo a Justiça tendo considerado o movimento ilegal.

No último sábado (17), motivado por uma ação da Procuradoria Geral do Estado, o desembargador Fábio Eugênio Dantas de Oliveira Lima estipulou multa diária de R$ 200 mil para o Sintepe, caso a categoria descumpra a decisão. De acordo com a presidente do Sindicato, Valéria Silva, o Departamento Jurídico da entidade irá recorrer da decisão. A categoria reivindica a vacinação de todos os profissionais da educação para só então as atividades presenciais serem retomadas.

“Estamos defendendo nos manter no trabalho remoto por conta da situação que a pandemia se encontra neste momento com altos índices de contaminação e letalidade. Não é hora de voltar para o presencial e entendemos que só deve ocorrer com a vacina. Não vale a pena colocar em risco as nossas vidas, dos estudantes, de seus familiares e da comunidade escolar como um todo para um retorno que não vai resolver tudo que se coloca do ponto de vista das perdas pedagógicas em todo esse período de pandemia”, disse.

Segundo Valéria, a direção do sindicato vai se reunir para marcar uma nova assembleia para avaliar a greve e os próximos passos da categoria. Ela disse ainda que não há reunião agenda com o governo para uma nova rodada de negociação.

Em nota, a Secretaria de Educação e Esportes (SEE) afirmou que, dentro do processo de negociação e durante todo este período de enfrentamento à pandemia, sempre esteve apostando no diálogo como o caminho para construir um processo de retorno que pudesse beneficiar os estudantes e também atendesse as orientações das autoridades de saúde, para preservar também os professores e demais trabalhadores da educação.

“Neste sentido, as unidades escolares da rede pública estadual foram preparadas desde o ano passado atendendo a todos os critérios estabelecidos no Protocolo Setorial”, diz a nota. Segundo a SEE, a decisão do retorno dos estudantes às escolas é das famílias, devendo ser oferecido o modelo virtual de ensino.

Calendário

Em 18 de março, as aulas presenciais em toda a educação básica de Pernambuco foram suspensas pelo Estado por conta do avanço da pandemia. Com a retomada das atividades econômicas, a rede privada reabriu as escolas no dia 5 de abril. Para os colégios da rede estadual, o retorno foi dividido em três etapas, com a primeira iniciando hoje. No dia 26 de abril poderão retornar às aulas presenciais os estudantes do 2° ano do ensino médio e dos 8° e 9° ano do ensino fundamental.

Por fim, a rede pública de Pernambuco retomará aulas presenciais para alunos do 1° ano do ensino médio e 6° e 7° anos do ensino fundamental no dia 3 de maio. O calendário também autoriza as escolas das redes municipais retornarem de forma presencial a partir do dia 26 de abril.

“Se o Lula voltar pelo voto direto, pelo voto auditável, tudo bem. Agora, veja qual vai ser o futuro do Brasil com o tipo de gente que ele vai trazer para dentro da Presidência”, disse Bolsonaro em transmissão na internet.

“Querem criticar meu governo, fiquem à vontade, mas puxem um pouquinho pela memória para ver como era no passado”, disse. (Foto: Reprodução)

 Logo após o STF (Supremo Tribunal Federal) ter decidido pela anulação das condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) usou sua live semanal para fazer comparações entre seu governo e o do petista.

“Se o Lula voltar pelo voto direto, pelo voto auditável, tudo bem. Agora, veja qual vai ser o futuro do Brasil com o tipo de gente que ele vai trazer para dentro da Presidência”, disse Bolsonaro em transmissão na internet.

O presidente ressaltou que o país não quebrou “no último ano” e que não quer se intitular “faxineiro do Brasil”, mas alguém que vai resolver os problemas do país.

“Querem criticar meu governo, fiquem à vontade, mas puxem um pouquinho pela memória para ver como era no passado”, disse.

Em uma crítica ao petista, Bolsonaro, que trabalha na escolha de seu segundo ministro para o STF (Supremo Tribunal Federal), lembrou que quem for eleito em 2022 será responsável pela escolha de mais dois nomes para a corte.

“Se o Lula for eleito, em março de 2023, ele vai escolher mais dois ministros para o Supremo Tribunal Federal”, ameaçou.

A decisão do STF de anular as condenações de Lula já era esperada por Bolsonaro. No início de março, quando o ministro Edson Fachin tornou o petista elegível, o presidente foi informado por assessores jurídicos que a decisão tinha respaldo da maioria dos integrantes da corte e que ela deveria ser confirmada pelo plenário.

A aposta no Palácio do Planalto é a de que, com uma possível candidatura de Lula em 2022, haverá novamente uma eleição polarizada entre a esquerda e a direita, sem espaço para o crescimento de nomes de centro.

A avaliação é a de que a polarização permite ao presidente disputar em um cenário no qual ele tem mais familiaridade: que é por meio da adoção de um discurso radical de defesa da pauta de costumes e de crítica a bandeiras progressistas.

Para assessores palacianos, em uma campanha contra um candidato de centro, o presidente precisaria moderar seu discurso político para ter mais chances de avançar sobre eleitores que o apoiaram na última eleição, como os liberais e os lavajatistas.

Para deputados governistas, no entanto, uma polarização significa um cenário mais difícil ao presidente em um segundo turno. Eles lembram que uma coisa é enfrentar um candidato como o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad e outra é ser adversário de Lula, que conta com “recall eleitoral”.

Nesta quinta-feira (15), ainda durante o julgamento, auxiliares do presidente ressaltavam que, a partir de agora, Bolsonaro intensificará em sua retórica o embate com o PT, focando, sobretudo, na crítica a escândalos de corrupção.

A ideia defendida por aliados do governo é de que Bolsonaro ressalte que o retorno de Lula significa a volta da impunidade e saliente que a atual gestão não está envolvida em denúncias de irregularidades, apesar das acusações contra o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ).

A aposta é de que o discurso anticorrupção, adotado na disputa eleitoral de 2018, ainda encontra apoio junto a um eleitorado de centro, que, mesmo insatisfeito com Bolsonaro, poderia votar no presidente devido a uma rejeição aos governos petistas.

O entorno do presidente, no entanto, lembra que um apoio por meio de uma retórica anticorrupção pode ser anulado diante de desempenho ruim da atual gestão no combate à pandemia do coronavírus.

A avaliação geral é a de que a CPI da Covid, que deve ser instalada na próxima semana pelo Senado, pode derrubar ainda mais a popularidade do presidente e afetar seu potencial eleitoral para 2022.

Durante a transmissão desta quinta-feira, Bolsonaro também comentou a decisão da ministra Cármen Lúcia, do STF, de, numa medida de praxe, estabelecer prazo de cinco dias para que o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), explique sobre a não-abertura dos mais de 100 processos de impeachment do chefe do Executivo que estão na Casa.

Bolsonaro voltou a dizer que “só Deus me tira da cadeira presidencial”.

“E me tira, obviamente, tirando a minha vida. Fora isso, o que nós estamos vendo acontecer no Brasil não vai se concretizar, mas não vai mesmo. Não vai mesmo, tá ok?”, indagou o presidente logo no início da live.

“Boa noite. Fique tranquilo que eu vou dormir tranquilíssimo esta noite e vamos ver o desenrolar desta notícia aqui do nosso Supremo Tribunal Federal”, afirmou Bolsonaro ao retomar o assunto, no encerramento da transmissão.

Nesta quinta-feira (15), foram registradas 3.774 mortes por Covid, o 4º dia mais letal da pandemia. Houve registro também de 80.529 novos casos da doença.

Na quarta, o Brasil completou cinco dias seguidos com média acima de 3.000. Já são 85 dias seguidos com média móvel de mortes acima de 1.000. (Foto: Reprodução)

 O Brasil completou 30 dias seguidos com média móvel de mortes acima de 2.000 óbitos por dia. Nesta quinta-feira (15), foram registradas 3.774 mortes por Covid, o 4º dia mais letal da pandemia. Houve registro também de 80.529 novos casos da doença.

A média móvel de mortes, por sua vez, ficou pouco abaixo de 3.000. Ela agora registra 2.952 mortes por dia nos últimos sete dias. A média móvel é um instrumento estatístico usado para amenizar variações de dados. Ela é obtida pela soma de todas as mortes dos últimos sete dias e divisão do resultado por sete.

Na quarta, o Brasil completou cinco dias seguidos com média acima de 3.000. Já são 85 dias seguidos com média móvel de mortes acima de 1.000.

O país chegou a 365.954 mortes pela Covid e a 13.758.093 pessoas infectadas pelo Sars-CoV-2 desde o início da pandemia.

Os dados do país, coletados até as 20h, são fruto de colaboração entre o jornal Folha de S.Paulo, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são coletadas diariamente com as secretarias de Saúde estaduais.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorreu em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.

O prefeito do município de Araripina-PE, no Sertão do Araripe, Raimundo Pimentel (PSL), foi flagrado dirigindo embriagado no Recife, capital pernambucana.

O fato aconteceu no final da tarde do último domingo (11) no Pina. A embriaguez foi constatada através do assopro no bafômetro.

O prefeito Pimentel que é profissional da medicina (médico) foi multado (não sabemos o valor) e teve a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) apreendida.

Um péssimo exemplo para uma pessoa pública e ainda mais, prefeito. Que sirma de lição pelo menos o constrangimento do momento. (Com Blog Cariri Filho)

Os beneficiários do Bolsa Família começam a receber a primeira parcela do novo auxílio emergencial a partir desta sexta-feira (16). Esse grupo segue o calendário regular de pagamento do programa, que é realizado nos dez últimos dias úteis de cada mês, de forma escalonada, de acordo com final do NIS (Número de Identificação Social).

Serão beneficiados ao todo mais de 10 milhões de pessoas do programa, mas hoje recebem o pagamento quem tem o NIS final 1 (confira o calendário completo abaixo). O processamento da base de dados para esse público foi concluído e pode ser consultado para saber quem vai receber em www.cidadania.gov.br/auxilio.

Segundo o Ministério da Cidadania, o valor da folha de pagamento do auxílio emergencial para o Bolsa Família em abril é de R$ 2,98 bilhões. A maior parte dos beneficiários (mais de 50%) é composta por mulheres chefes de famílias: 5,098 milhões de pessoas que receberão R$ 375 cada. Em segundo lugar aparecem os beneficiários que receberão o valor padrão. Eles representam 3,34 milhões com direito a R$ 250 (33,4% da folha). Outras 15,7% das famílias são unipessoais: 1,56 milhão de contemplados com R$ 150 cada.

Outros 4,59 milhões de beneficiários não foram considerados elegíveis ao auxílio em abril. Eles seguirão recebendo o valor habitual do programa. Segundo as regras, o público do programa recebe o auxílio desde que existam pessoas na familia que atendam aos critérios e o valor seja maior que a quantia já recebida pelo Bolsa Família.

O repasse federal para contemplar esse grupo de 4,59 milhões será de R$ 853 milhões. Com isso, a folha completa de pagamentos do mês de abril para o Bolsa Família soma R$ 3,8 bilhões e contempla um total de 14,6 milhões de famílias.

Contestação

As pessoas podem fazer a contestação a partir desta sexta-feira (16), no Portal de Consultas da Dataprev. O período de contestações para esse público segue até 1º de maio.

Outros grupos

Até agora, já foram contemplados os nascidos em janeiro, fevereiro, março, abril e maio dos cadastrados pela Caixa e pelo CadÚnico, num total de 11,88 milhões de famílias e com um repasse de R$ 2,46 bilhões. O próximo grupo que vai receber o auxílio é o de nascidos em junho, no domingo (18). Serão mais 2,43 milhões de famílias contempladas com transferências de recursos federais que somam R$ 502 milhões.

O calendário de repasses da primeira parcela segue até o dia 30 deste mês. A Caixa antecipou o início do calendário de saques e transferências para o dia 30 de abril, em vez de 4 de maio. Também foram antecipadas as duas últimas datas do calendário de débito. A estimativa é de que as quatro parcelas do auxílio emergencial chegue a um total de 40 milhões de famílias.

Desde 2 de abril, os trabalhadores que se inscreveram pelos meios digitais da Caixa e os integrantes do Cadastro Único do governo federal podem conferir se têm direito a receber o benefício pelo site www.cidadania.gov.br/auxilio. (R7)

Calendário da primeira parcela para o Bolsa Família

NIS final 1 – 16 de abril
NIS final 2 – 19 de abril
NIS final 3 – 20 de abril
NIS final 4 – 22 de abril
NIS final 5 – 23 de abril
NIS final 6 – 26 de abril
NIS final 7 – 27 de abril
NIS final 8 – 28 de abril
NIS final 9 – 29 de abril
NIS final 0 – 30 de abril

Calendário do novo auxílio emergencial para outros grupos
Ciclo 1

Crédito em conta digital

6 de abril – nascidos em janeiro
9 de abril – nascidos em fevereiro
11 de abril – nascidos em março
13 de abril – nascidos em abril
15 de abril – nascidos em maio
18 de abril – nascidos em junho
20 de abril – nascidos em julho
22 de abril – nascidos em agosto
25 de abril – nascidos em setembro
27 de abril – nascidos em outubro
28 de abril – nascidos em novembro
29 de abril – nascidos em dezembro

Saque em dinheiro
30 de abril – nascidos em janeiro
3 de maio – nascidos em fevereiro
4 de maio – nascidos em março
5 de maio – nascidos em abril
6 de maio – nascidos em maio
7 de maio – nascidos em junho
10 de maio – nascidos em julho
11 de maio – nascidos em agosto
12 de maio – nascidos em setembro
13 de maio – nascidos em outubro
14 de maio – nascidos em novembro
17 de maio – nascidos em dezembro

Ciclo 2

Crédito em conta digital
16 de maio – nascidos em janeiro
19 de maio – nascidos em fevereiro
23 de maio – nascidos em março
26 de maio – nascidos em abril
28 de maio – nascidos em maio
30 de maio – nascidos em junho
2 de junho – nascidos em julho
6 de junho – nascidos em agosto
9 de junho – nascidos em setembro
11 de junho – nascidos em outubro
13 de junho – nascidos em novembro
16 de junho – nascidos em dezembro

Saque em dinheiro
8 de junho – nascidos em janeiro
10 de junho – nascidos em fevereiro
15 de junho – nascidos em março
17 dejunho – nascidos em abril
18 de junho – nascidos em maio
22 de junho – nascidos em junho
24 de junho – nascidos em julho
29 de junho – nascidos em agosto
1º de julho – nascidos em setembro
2 de julho – nascidos em outubro
5 de julho – nascidos em novembro
8 de julho – nascidos em dezembro

Ciclo 3

Crédito em conta digital
20 de junho – nascidos em janeiro
23 de junho – nascidos em fevereiro
25 de junho – nascidos em março
27 dejunho – nascidos em abril
30 de junho – nascidos em maio
4 de julho – nascidos em junho
6 de julho – nascidos em julho
9 de julho – nascidos em agosto
11 de julho – nascidos em setembro
14 de julho – nascidos em outubro
18 de julho – nascidos em novembro
21 de julho – nascidos em dezembro

Saque em dinheiro
13 de julho – nascidos em janeiro
15 de julho – nascidos em fevereiro
16 de julho – nascidos em março
20 de julho – nascidos em abril
22 de julho – nascidos em maio
27 de julho – nascidos em junho
29 de julho – nascidos em julho
30 de julho – nascidos em agosto
4 de agosto – nascidos em setembro
6 de agosto – nascidos em outubro
10 de agosto – nascidos em novembro
12 de agosto – nascidos em dezembro

Ciclo 4

Crédito em conta digital
23 de julho – nascidos em janeiro
25 de julho – nascidos em fevereiro
28 de julho – nascidos em março
1º de agosto – nascidos em abril
3 de agosto – nascidos em maio
5 de agosto – nascidos em junho
8 de agosto – nascidos em julho
11 de agosto – nascidos em agosto
15 de agosto – nascidos em setembro
18 de agosto – nascidos em outubro
20 de agosto – nascidos em novembro
22 de agosto – nascidos em dezembro

Saque em dinheiro
13 de agosto – nascidos em janeiro
17 de agosto – nascidos em fevereiro
19 de agosto – nascidos em março
23 de agosto – nascidos em abril
25 de agosto – nascidos em maio
27 de agosto – nascidos em junho
30 de agosto – nascidos em julho
1º de setembro – nascidos em agosto
3 de setembro – nascidos em setembro
6 de setembro – nascidos em outubro
8 de setembro – nascidos em novembro
10 de setembro – nascidos em dezembro

 

Com isso, o total de mortes no país chegou a 358.718 e o de casos a 13.601.566 desde o início da pandemia.

O consórcio também atualizou as informações repassadas sobre a vacinação contra a Covid-19. (Foto: Reprodução)

 O Brasil registrou nesta terça-feira (13) 3.687 novas mortes por Covid-19. Em relação à média móvel de mortes nos últimos sete dias, esse número é de 3.051.

Apesar de não ser um novo recorde, o número de hoje está entre os dez maiores valores de média móvel de óbitos registrados. Só neste mês, é a sexta vez que esse número passa de 3.000.

Ainda, o número de casos nas últimas 24 horas foi de 80.157.

Com isso, o total de mortes no país chegou a 358.718 e o de casos a 13.601.566 desde o início da pandemia.

Na última segunda-feira (12), o país registrou a maior média de mortes diárias por Covid-19 desde o começo da pandemia, segundo dados levantados junto às secretarias estaduais de saúde.

Os dados do país, coletados até às 20h, são fruto de colaboração entre Folha de S.Paulo, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são coletadas diariamente com as Secretarias de Saúde estaduais.

Com esses números, o Brasil é hoje o país onde mais se morre pela pandemia. Logo atrás estão Estados Unidos, com população 56% maior que a brasileira, mas média de 970 mortos diariamente. Na sequência vem a Índia, com quase seis vezes mais habitantes que o Brasil, e média de 664 mortos por dia. Os dados são do Our World in Data, plataforma ligada à Universidade de Oxford.

Além do número de mortes elevado, o Brasil vive uma situação da Covid-19 diferente desde o mês de março, o mais mortífero da pandemia até agora: pela primeira vez os jovens com menos de 40 anos são maioria entre os internados nas UTIs no país.

De acordo com dados da plataforma UTIs Brasileiras, da Amib (Associação de Medicina Intensiva Brasileira), 52,2% das internações de UTIs em março se deram para pessoas até 40 anos, e o total de pacientes que necessitaram de ventilação mecânica atingiu 58,1%.

Apesar disso, o isolamento social em algumas regiões, como o estado de São Paulo, o mais populoso, segue em declínio.

O consórcio também atualizou as informações repassadas sobre a vacinação contra a Covid-19.

Já foram aplicadas no total 32.150.849 doses de vacina (24.433.064 da primeira dose e 7.717.785 da segunda dose), de acordo com as informações disponibilizadas pelas secretarias de Saúde.

Na última segunda-feira (12), a diretoria-geral da OMS avaliou a situação da pandemia como crescente em todo o mundo e disse que somente vacinas não vão resolver o problema, mas sim uma combinação de medidas sanitárias para conter a circulação do vírus, como uso de máscaras e distanciamento social, e a distribuição igualitária das vacinas.

“As vacinas estão chegando, mas elas não estão ainda aqui [em quantidades suficientes]. Nós precisamos enfatizar a importância das medidas sanitárias, os governos precisam dar apoio consistente às populações para elas cumprirem as medidas. Não é vacina apenas, é vacina com medidas restritivas”, afirmou Maria van Kerkhove, líder técnica para Covid-19 da entidade.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorre em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.

CPI do Senado investigará União e repasses a estados e municípios

Comissão vai unir pedidos apresentados pelos senadores Randolfe Rodrigues e Eduardo Girão.

O parlamentar afirmou que as propostas de CPI tratam de “assuntos conexos” e que há precedente para a unificação de objetos determinados de dois pedidos distintos. (Foto: Reprodução)

O presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), decidiu unir o requerimento das Comissões Parlamentares de Inquérito (CPI) apresentados pelos senadores Eduardo Girão (Podemos-CE) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP). Desta forma, a comissão vai investigar, além do governo federal, estados e municípios que receberam verbas da União para combater a pandemia de Covid-19. 

A decisão havia sido adiantada pelo colunista da CNN Caio Junqueira.

O parlamentar afirmou que as propostas de CPI tratam de “assuntos conexos” e que há precedente para a unificação de objetos determinados de dois pedidos distintos.

Segundo Pacheco, o ponto de partido da CPI é o pedido de Randolfe, que trata das “ações e omissões” do governo federal, “acrescido” do pedido de Girão, que trata dos estados e dos municípios.

Pacheco ponderou, no entanto, que no diz respeito a governadores e prefeitos a investigação deve se limitar ao repasse de verbas de origens federais. O presidente do Senado fez questão de dizer que a CPI será instalada apenas por decisão do ministro Luís Roberto Barroso, do STF.

  • LEIA MAIS: Pacheco oficializa criação de CPI da Covid no Senado após decisão de ministro do Supremo

Nesta quarta-feira (14), o plenário da Corte vai analisar a questão e pode negar ou aceitar a decisão proferida por Barroso de forma monocrática.

Embora Pacheco tenha lido o requerimento, isso não significa que a CPI foi criada. A partir da leitura, pelo regimento interno do Senado, cada partido tem até dez dias úteis para indicar seus representantes na CPI.  A sigla não precisa, necessariamente, indicar um nome de imediato.

No entanto, caso a maioria seja formada – seis senadores – a CPI pode ser iniciada mesmo com cadeiras vagas. Até a meia-noite, senadores que desistirem de apoiar a comissão podem retirar suas respectivas assinaturas e atrasar o início da CPI.

 Mesmo com cobrança de taxa, transferência pelo Pix compensa mais que tarifas bancárias, diz técnica do Dieese

Em entrevista ao ClickPB, nesta terça-feira (12), a economista, técnica do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), Vivian Machado, explicou que mesmo com as taxas, ainda sim, compensa permanecer com o sistema.

As cobranças são direcionadas ao público de pessoas jurídicas. (Foto: reprodução)

Em operação desde novembro, o Pix, novo sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central começou a funcionar sem cobrar taxas, mas após um período gratuito os bancos: Itaú, Banco do Brasil, Bradesco e Santander passaram a cobrar pelas transações. 

Em entrevista ao ClickPB, nesta terça-feira (12), a economista, técnica do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), Vivian Machado, explicou que mesmo com as taxas, ainda sim, compensa permanecer com o sistema. As cobranças são direcionadas ao público de pessoas jurídicas. Apenas a Caixa Econômica e outras fintechs continuam isentando a tarifa.

“A isenção continua valendo para PF e MEI. Tem normativo do Banco Central impondo isso. Mas, desde o início, os bancos poderiam cobrar de PJ, mas, não fizeram por um tempo, provavelmente, para atrair cliente para a modalidade”, analisou.

Leia mais:

Mulher é vítima do ‘golpe do Pix’ em João Pessoa e perde todo o dinheiro que juntou na poupança

Polícia em João Pessoa investiga golpe de bandidos que roubam dados bancários ao enganar vítimas com falsa atualização do PIX

Os valores cobrados por cada movimentação depende do banco. “Mesmo com a taxa, o valor ainda continua menor do que aqueles cobrados pelas máquinas de cartão de crédito e débito. Mesmo para transferência, o valor do Pix é menor que as tarifas de DOC e TED dos bancos”, destacou. 

Confira a seguir, a taxa cobrada pelas instituições financeiras:

Santander: 1% do valor da transação, com tarifa mínima de R$ 0,50 e máxima de R$ 10;   

Bradesco: 1,4% do valor da transação, com tarifa mínima de R$ 1,65 e máxima de R$ 9; 

Itaú: 1,45% do valor pago com tarifa mínima de R$ 1,75 e máxima de R$ 9,60;

Banco do Brasil: 0,99% do valor da transação, com tarifa mínima de R$ 1 e máxima de R$ 10.

Valor por recebimento:           
Santander: 1,4% do valor da transação, com tarifa mínima de R$ 0,95;

Bradesco: 1,4% do valor da transação, com tarifa mínima de R$ 0,90 e máxima de R$ 145;

Itaú: 1,45% do valor pago com tarifa mínima de R$ 1 e máxima de R$ 150;

Banco do Brasil: 0,99% do valor da transação, com tarifa máxima de R$ 140.

 

O duque de Edinburgo, que recentemente passou um mês sendo tratado de uma infecção e um problema cardíaco pré-existente, teria morrido repentina e inesperadamente, mas “pacificamente” na companhia de sua esposa.

Rainha Elizabeth II estava ao lado do príncipe Philip na cama quando ele veio a falecer (Foto: Reprodução)

Fontes próximas à realeza britânica disseram ao jornal Daily Mail que a rainha Elizabeth II estava ao lado do príncipe Philip na cama quando ele veio a falecer, na manhã da última sexta-feira.

O duque de Edinburgo, que recentemente passou um mês sendo tratado de uma infecção e um problema cardíaco pré-existente, teria morrido repentina e inesperadamente, mas “pacificamente” na companhia de sua esposa. O Telegraph relatou que o duque queria morrer “em sua própria cama” e “em seus próprios termos”.

“Ele passou a maior parte das quatro semanas no hospital tentando voltar para casa. Eles operaram seu coração na tentativa de lhe dar um pouco mais de tempo, talvez com o centésimo aniversário em mente. Mas ele realmente não se importou com isso”, disse a fonte ao jornal, que acrescenta: “Não há como alguém como ele querer morrer no hospital”.

Embora os funcionários do palácio tenham se recusado a “entrar em detalhes” sobre a natureza de sua morte, entende-se que sua condição frágil piorou durante a noite da última quinta-feira e que pessoas de dentro avisaram que ele estava “gravemente doente”. No entanto, qualquer conversa sobre levar o duque ao hospital foi rapidamente descartada pela Rainha.

Auxílio emergencial: Caixa esclarece dúvidas sobre nova etapa de pagamentos

Aplicativo auxílio emergencial do Governo Federal.

A Caixa Econômica Federal realiza, nesta sexta-feira (9/4), o segundo pagamento do auxílio emergencial. Agora é a vez de trabalhadores nascidos em fevereiro receberem a primeira parcela do benefício, com valor médio de R$ 250. Na terça-feira (6), o banco iniciou o depósito do recurso aos aniversariantes de janeiro. Até o fim de abril, cerca de 40 milhões de famílias vão receber a parcela 1 na poupança digital, de acordo com o Ministério da Cidadania.

Para esclarecer informações, o presidente do banco estatal, Pedro Guimarães, promoveu a segunda live no canal oficial da instituição no YouTube. No último encontro, o representante disse que a Caixa vai promover lives a cada dois dias nesta primeira fase de pagamentos.

Guimarães abriu o a sessão virtual explicando os canais digitais para esclarecer informações do programa e o calendário de pagamentos, que segue o mês de aniversário dos beneficiários. Em relação ao crédito da parcela 1, o cronograma obedece uma média de créditos a cada dois dias úteis.

Pedro Guimarães explicou os requisitos exigidos para receber o benefício, período de saque e transações financeiras por meio do aplicativo Caixa Tem. Em relação aos saques do dinheiro para nascidos em abril, o prazo inicia em 4 de maio e termina em 4 de junho, seguindo a ordem do mês de aniversário.

Além disso, reforçou que a população “não precisa ir às agências para receber o auxílio emergencial”, pois os canais de atendimento da Caixa e aplicativos atendem às principais dúvidas e orientações para atualização cadastral do benefício. Mas, ponderou: “aqueles usuários que trocaram de número celular precisam renovar os dados na agência, a fim de se minimizarem as chances de fraudes”.

Beneficiários do Bolsa Família começam a receber no dia 16/4, seguindo a ordem do último dígito do Nú

mero de Identificação Social — que totaliza 10 algarismos. Até 30/4 todo esse grupo deve receber a parcela 1.

Homem é atropelado e morre neste sábado (10), em Afogados
Boletim da PM

Por volta das 17h40min a equipe ROCAM e a GCVLI, foram acionados pela central de Operações, para averiguar um possível atropelamento na PE 292, saída para Iguaracy.

Ao chegarem no local, foi comprovado a veracidade do fato. Segundo a testemunha, que é irmão da vítima, ela relatou que por volta das 17h30 seguia de carro acompanhando seu irmão que transitava em uma bicicleta, quando a vítima Aldir Siqueira, mais conhecido por Foguinho, 32 anos, residente na Rua do Sossego na Macambira, fez manobra para cruzar a PE 292, foi atingido por um veículo que seguia sentido Iguaracy, sendo arremessada para fora da pista e vindo a óbito, fato confirmado pelo efetivo.

 

Populares informaram, que o veículo envolvido no atropelamento, tratava-se de um HONDA CIVIC, de cor PRATA e que teria entrado em uma estrada vicinal nas proximidades, foi feita uma busca na região informada, onde o referido veículo foi encontrado abandonado e estava com a frente e para brisas danificados.

O carro tem placa fixada PDO-5597 de Jaboatão dos Guararapes, e ao ser feita uma consulta no portal da SDS, foi contatado que se encontra no nome de E. B. M, porém não foi possível confirmar que ele seria o condutor no momento do acidente. Não foi possível a identificação do condutor e nem a remoção do veículo do local.

O IC foi acionado para retirada do corpo e a ocorrência repassada para Delegacia de Polícia local, onde foi aberto um inquérito.

 

De acordo com Ministério da Saúde, o Brasil teve o segundo dia de mais infecções pelo novo coronavírus nesta sexta-feira (9/4)

Nesta sexta-feira (9/4), o Brasil registrou o segundo maior número de contágios desde o início da pandemia, 93.317, e se aproximou ainda mais da marca de 350 mil mortes. (Foto: Reprodução)

Enquanto a classe política discute a instauração de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a atuação do governo federal na pandemia da covid-19, o novo coronavírus continua se alastrando pelo país. Nesta sexta-feira (9/4), o Brasil registrou o segundo maior número de contágios desde o início da pandemia, 93.317, e se aproximou ainda mais da marca de 350 mil mortes.

De acordo com o balanço diário do Ministério da Saúde, o novo a doença provocou a morte de 3.693 brasileiros nas últimas 24 horas. Com isso, 348.718 brasileiros já perderam a vida em razão do vírus. É possível, portanto, que o país atinja a casa das 350 mil mortes neste fim de semana, já que a média diária de mortes vem batendo recordes nos últimos dias. No mundo, só os Estados Unidos, que hoje veem uma desaceleração dos casos de covid-19 em decorrência da vacinação, atingiram esse patamar de mortes.

No Brasil, no entanto, a doença continua avançando com força. De acordo com o Ministério da Saúde, 93.317 brasileiros contraíram o vírus nas últimas 24 horas. Foi o segundo maior número de contágios em um dia desde o início da pandemia. Segundo os dados do governo, só houve mais casos confirmados no dia 25 de março deste ano, quando o país contabilizou mais de 100 mil novos infectados em 24 horas.

Com os dados desta sexta-feira, a média móvel de mortes voltou a crescer e bateu 2.930 nos últimos sete dias, segundo o painel de covid-19 do Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass). A média móvel de casos também subiu, chegando a 66.156 contágios.

Senado-argentino-1
Senado argentino

Medida vai beneficiar 1,2 milhão de trabalhadores assalariados e aposentados. Praticamente todos os senadores – 66 votos a favor e apenas uma abstenção – acataram a proposta que integra um novo plano de enfrentamento à pandemia.

Rede Brasil Atual – Cerca de 93% dos trabalhadores não terão de pagar imposto de renda na Argentina após o Senado aprovar elevação da linha de isenção para 150 mil pesos mensais (cerca de R$ 9 mil). A medida vai beneficiar nada menos do que 1,2 milhão de trabalhadores assalariados e aposentados. Praticamente todos os senadores – 66 votos a favor e apenas uma abstenção – acataram a proposta. Ela já havia sido aprovada também com ampla maioria pela Câmara dos Deputados, com somente três abstenções.

A decisão, segundo o jornal Página 12, integra o plano de criação de um novo auxílio financeiro. A Renda Familiar de Emergência (IFE, na sigla em espanhol), reage às dificuldades econômicas impostas pela pandemia da covid-19. Uma das consequências da crise sanitária, que agravou a crise econômica herdada do governo de Mauricio Macri pelo atual presidente Alberto Fernández, é que a pobreza atinga cerca de 42% dos argentinos. Para se ter ideia, um assalariado com renda mensal bruta de 120 mil pesos (R$ 7,3 mil) pagava 3.200 mil de imposto por mês (R$ 195). Agora fica isento. A nova lei é retroativa a 1º de janeiro e o governo fará, ainda em abril, o reembolso do que já foi cobrado. O impacto fiscal deve ficar entre 34 e 47 bilhões de pesos, cerca de R$ 2 bilhões e R$ 2,9 bilhões.

Correção de rota

Outra característica da medida aprovada é que ela acentua a inversão da lógica tributária, iniciada em dezembro com a criação do imposto extraordinário sobre grandes fortunas, aprovado. Também com objetivo de amenizar os efeitos econômicos agravados pela pandemia, o governo Alberto Fernández conseguiu aprovar projeto que espera arrecadar quase 308 bilhões de pesos, ou, cerca de U$ 4,5 bilhões, tributando apenas 0,02% da população.

Agora, a meta central é começar a recuperar o poder de compra dos salários também para aquecer a economia. “Quando saímos do governo em 2015 havia 1,1 milhão de trabalhadores que contribuíam para a Receita. Macri (Mauricio Macri, ex-presidente) fez campanha dizendo que (os trabalhadores) não iam pagar imposto e acabou dobrando o número, levando para 2,3 milhões. Com esta lei, queremos corrigir o duro golpe que Macri deu no bolso dos trabalhadores”, disse ao Página12 José Mayans. O senador preside a Frente de Todos, bloco de apoio ao presidente Alberto Fernández.

Além da elevação da linha de isenção de imposto de renda na Argentina, a lei mantém até setembro isenção ao pessoal da saúde sobre plantões e horas extras. Gastos com creches para crianças de até três anos passam a ser dedutíveis até teto anual de 67 mil pesos (cerca de R$ 4 mil). A dedução por filhos incapacitados será dobrada – hoje é de 78.833 pesos por ano (cerca de R$ 4820) – e foi retirado o limite de idade. Também passa a ser permitida dedução por compra de material escolar, ou por companheiro ou companheira.

Brasil 247

Além dos EUA, que tem uma população consideravelmente maior, é o único país no mundo com registros mais regulares a atingir essa marca.

A média móvel de mortes chegou a 2.818 e completou 23 dias acima de 2.000 óbitos por dia e 78 dias acima de 1.000. (Foto: Reprodução)

Pelo segundo dia na mesma semana, o Brasil registrou mais de 4.000 mortes em 24 horas. Foram 4.190 óbitos nesta quinta-feira (8).
O recorde de mortes, alcançado na última terça, é de 4.211.

Além dos EUA, que tem uma população consideravelmente maior, é o único país no mundo com registros mais regulares a atingir essa marca.

O Brasil também registrou 89.293 casos da doença. Com isso, o país chega a 345.287 óbitos e a 13.286.324 pessoas infectadas pela Covid desde o início da pandemia.

Os dados do país, coletados até as 20h, são fruto de colaboração entre Folha de S.Paulo, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são coletadas diariamente com as secretarias de Saúde estaduais.

A média móvel de mortes chegou a 2.818 e completou 23 dias acima de 2.000 óbitos por dia e 78 dias acima de 1.000. A média é um instrumento estatístico que busca suavizar variações de dados. Ela é calculada pela soma de mortes dos últimos sete dias, em seguida dividida por sete.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorreu em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.

Primeiro voo do helicóptero da Nasa está previsto para domingo (11).

O Ingenuity foi liberado no sábado (3) do Perseverance, que pousou em Marte em 18 de fevereiro. Já sentiu, sozinho, os primeiros ventos e poeiras marcianas. (Foto: Reprodução)

O primeiro helicóptero espacial da Nasa (a agência espacial norte-americana), o Ingenuity, que chegou a Marte em fevereiro acoplado ao rover Perseverance, resistiu à primeira noite marciana afastado do “companheiro”. Está assim cumprida com sucesso mais uma fase programada pela Nasa, apresentada como um “grande passo” antes do primeiro voo, previsto para quinta-feira (8), o mais tardar domingo (11).

É um pequeno helicóptero ultraligeiro, mas na realidade é um grande passo na engenharia aeroespacial. O Ingenuity foi liberado no sábado (3) do Perseverance, que pousou em Marte em 18 de fevereiro. Já sentiu, sozinho, os primeiros ventos e poeiras marcianas.

Antes de se autoalimentar com a luz solar que chega ao solo do planeta vermelho, o Ingenuity alimentava-se da energia produzida pelo gerador nuclear do Perseverance. Agora está exclusivamente dependente do painel solar instalado no topo das hélices, tendo um sistema de aquecimento interno para suportar as noites geladas de Marte, com temperaturas de até 90 graus Celsius negativos.

Sobreviver à primeira noite gelada de Marte foi “um marco importante” para o helicóptero ultraligeiro, afirmou a Nasa em comunicado.

“Esta é a primeira vez que o Ingenuity está sozinho na superfície de Marte”, afirmou MiMi Aung, responsável pelo projeto no Laboratório de Propulsão a Jato (JPL) da Nasa.

“Agora temos a confirmação de que era o isolamento certo, os aquecedores certos e que tinha energia suficiente nas baterias para sobreviver às noites frias, o que é um grande sucesso para a equipe. Estamos satisfeitos para continuar a preparar o Ingenuity para seu primeiro teste de voo”, acrescentou Aung.

Nos próximos dias, o pequeno helicóptero passará por testes de motor e sensor. o Ingenuity terá 30 dias marcianos, ou sóis (31 dias terrestres), para conduzir a campanha de voo de teste.

Se tudo correr bem, o Ingenuity deve fazer um primeiro teste – voo vertical de 30 centímetros – e só mais tarde um pequeno voo de alguns metros nas redondezas do local onde se encontra, algo que só acontecerá na noite de domingo.

Se a experiência for bem sucedida, será uma verdadeira façanha, porque o ar marciano tem densidade equivalente a apenas 1% da atmosfera da Terra.

Será o primeiro voo de um veículo motorizado em outro planeta. Composto por quatro pés, um corpo e duas hélices sobrepostas, o Ingenuity pesa apenas 1,8 quilos e mede 1,2 metros de uma ponta à outra das pás.

A Nasa revelou que um pequeno pedaço de tecido da aeronave dos irmãos Wright, que decolou há mais de um século na Carolina do Norte, nos Estados Unidos, foi colocado no Ingenuity como homenagem.

O Perseverance ficará num ponto de observação, a partir do qual poderá utilizar as suas câmaras para captar fotos de todo o voo do Ingenuity.

Estão planejados, pela agência espacial norte-americana, até cinco voos de dificuldade gradual, ao longo de um mês.

Esse tipo de engenho pode revelar-se crucial, no futuro, para a exploração de planetas, por ser capaz de ir a locais onde os robôs não conseguem ter acesso, como desfiladeiros.

A Nasa trabalhar também em outro projeto de engenho voador da missão Dragonfly (Libélula, em português), que em 2026 enviará um drone até a maior lua de Saturno, Titã, onde chegará em 2034.

As primeiras experiências de voo em outros planetas foram feitas com engenhos não motorizados, lembrou a Nasa, por meio do envio de balões meteorológicos para Vênus, como parte do programa Vega, em colaboração com a Rússia e outros países, como a França.

Filha de Silvio Santos é internada após complicações da covid-19: ‘Parem de fazer festas!’

‘Valorize o ar que você respira e não tenha que implorar por ele’, afirmou Silvia Abravanel ao postar vídeo nas redes sociais; assista

A filha de Silvio Santos relatou que chegou muito mal no hospital e implorando para conseguir respirar. (Foto: Reprodução)

Uma das filhas de Silvio Santos, apresentador e dono do SBT, teve de ser internada após complicações da covid-19. Em vídeo publicado nas redes sociais, Silvia Abravanel disse que piorou desde o último sábado (3).

“A saturação caiu muito. Dizem que do nono ao décimo segundo dia são os piores e aí realmente dei uma piorada de sábado para cá. Então, acabei vindo para o hospital, mas se Deus quiser logo logo sairei daqui. Estou super bem assistida e medicada”, afirmou.

A filha de Silvio Santos relatou que chegou muito mal no hospital e implorando para conseguir respirar. “Essa doença não é brincadeira! Parem de fazer baile! Parem de fazer festa! Parem! Eu cheguei sem ar no hospital. Podem me chamar de grossa, do que quiserem, mas eu e minhas filhas estamos passando por isso”, desabafou. A apresentadora disse que jamais foi para confraternizações ou parques de diversão e que continua em isolamento social com a família. “Não é mais engraçado! Se você não tá nem aí com a sua vida, tudo bem. Mas respeite a vida dos outros e os profissionais de saúde”, enfatizou.

Na gravação, Silvia Abravanel parece com o aparelho de oxigênio para ajudar na respiração por causa do coronavírus. “Valorize o ar que você respira e não tenha que implorar por ele. É, meus amores, to aqui agora graças a Deus conseguindo respirar melhor! Mas também to aqui pra implorar para que vocês fiquem em casa, implorar para que respeitem Deus! Não ta mais legal e nem engraçado. Tudo isso ta é muito sério e isso mata! Querem voltar a ter vida normal? Façam por merecer, ok?”, escreveu na legenda.

Restaurante

Restaurantes e serviços instalados em clubes sociais, esportivos e agremiações estão liberados para funcionar a partir desta terça-feira (06), em Pernambuco. 

A decisão foi publicada em decreto do Governo do Estado no Diário Oficial. Os estabelecimentos deverão seguir os horários em vigor para o setor. 

Apesar da liberação desses serviços, os eventos e práticas esportivas coletivas nesses estabelecimentos seguem proibidas.

De acordo com o texto do decreto, a liberação vale para restaurantes, bares, salões de beleza e academias de ginástica.

As atividades  esportivas  individuais também estão permitidas nesses clubes e agremiações.

Os protocolos de combate à Covid-19 devem ser seguidos. A recomendação é o uso obrigatório de máscaras, higiene, limites de capacidade de ocupação e distanciamento mínimo entre as pessoas. 

A equipe de Tecnologia da Informação da Prefeitura de Campina Grande vem trabalhando para solucionar os problemas.

Número de acessos ao site foi bem maior do que o esperado (Foto: Reprodução)

A página da internet que foi criada para que a população de Campina Grande pudesse se cadastrar para receber o auxílio emergencial criado pela prefeitura da cidade está fora do ar. De acordo com a Agência Municipal de Desenvolvimento (AMDE) de Campina Grande, houve uma sobre carga no sistema, com muitas pessoas acessando de uma vez só e também foram detectadas tentativas de ataque cibernético ao site.

A página ficará fora do ar até que os problemas sejam resolvidos, mas a AMDE divulgou uma nota em que afirma que o prazo de inscrições será prorrogado até o dia 14 de abril.

Confira a nota completa:

N O T A

Agência Municipal de Desenvolvimento de Campina Grande vem a público prestar os seguintes esclarecimentos:

– A página criada para as inscrições ao Programa SuperAção de Auxílio Emergencial Municipal de Campina Grande, a partir de ontem, segunda-feira, dia 5, foi tirada momentaneamente do ar, devido a questões de ordem técnica: além de uma sobrecarga simultânea e superlativa de acessos ao sistema – bem superior ao projetado – foram detectadas ainda tentativas de ataques cibernéticos ao site que podiam comprometer a integridade dos dados das pessoas ou mesmo gerar fraudes no programa.

– A equipe de Tecnologia da Informação da Prefeitura de Campina Grande vem trabalhando arduamente para solucionar os problemas com a celeridade necessária, mas dentro da margem de segurança total, para reforço na robustez do sistema e nos mecanismos de defesa cibernética.

– A AMDE informa que, por decisão da Prefeitura de Campina Grande, o prazo de inscrição para o Programa SuperAção está sendo prorrogado até o dia 14 de abril, quarta-feira da próxima semana –  uma forma prática para evitar que as pessoas – notadamente, as que mais precisam – sejam penalizadas por essas lamentáveis circunstâncias.

Ao tempo que agradece pela compreensão, a AMDE reforça o compromisso com a qualidade dos serviços prestados, zelo ao que preconiza a Lei Geral de Proteção aos Dados Pessoais (LGPDP) e a comodidade e segurança dos beneficiários.

Alana Carvalho – Presidente da AMDE

A LG vai deixar o mercado de telefones celulares para focar em segmentos mais rentáveis, como o de carros elétricos e casas inteligentes. A decisão é global, mas impacta diretamente a operação da companhia no Brasil. É que a LG produz celulares em Taubaté, São Paulo, e 400 dos cerca de mil funcionários da fábrica devem ser afetados pelo fim da produção.

A saída da LG do mercado de telefonia móvel já vinha sendo cogitada, pois, nos últimos anos, a participação e a rentabilidade da companhia no segmento vinham diminuindo. Por isso, foi aprovada nesta segunda-feira (5/4) pelo Conselho de Administração da empresa em Seoul, na Coreia do Sul, que calcula ter sofrido uma perda de US$ 4,1 bilhões no negócio de celulares só entre 2015 e 2020.

“A decisão estratégica da LG de sair do setor de telefonia móvel incrivelmente competitivo permitirá à empresa concentrar recursos em áreas de crescimento, como componentes de veículos elétricos, dispositivos conectados, casas inteligentes, robótica, inteligência artificial e soluções business-to-business, bem como plataformas e Serviços”, justificou a empresa.

De acordo com a LG, a saída do mercado de telefones celulares deve ser concluída até 31 de julho, com detalhes relacionados ao emprego determinados em nível local. A LG Eletronics do Brasil disse em nota, então, que “como uma companhia que valoriza profundamente a contribuição de cada funcionário, cliente e parceiro LG, nós comunicaremos de forma aberta e transparente durante este processo, buscando uma abordagem justa e pragmática, enquanto atendemos as obrigações jurídicas. É com tristeza que compartilhamos esta notícia com os nossos clientes e parceiros que ao longo de todos estes anos nos demonstraram confiança e nos deram apoio”, afirmou.

Greve

A companhia ainda não confirmou quantos funcionários serão afetados pela decisão no Brasil, mas o Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté e Região (Sindmetau) calcula que 400 dos mil funcionários da fábrica da LG em Taubaté estão alocados na produção de celulares. Por conta disso, os trabalhadores estão em estado de greve desde 26 de abril e esperam retomar a negociação com a LG nesta semana.

No Brasil, a LG ainda mantém uma fábrica em Manaus. Essa unidade, no entanto, é dedicada à produção de equipamentos da linha branca e, por isso, não deve ser afetada pela medida.

Marina Barbosa

“Pobre Judiciário”, disse Marco Aurélio, decano do STF, ao comentar decisão de Nunes Marques sobre igrejas 

marco-aurélio

“Aonde vamos parar?”, questionou ainda Marco Aurélio Mello.

A decisão do ministro Kassio Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal (STF), de liberar a realização de cultos religiosos foi criticada pelo decano da Corte, o ministro Marco Aurélio Mello: “Pobre Judiciário”, disse.

“O novato (Nunes Marques), pelo visto, tem expertise no tema. Pobre Supremo, pobre Judiciário. E atendeu a Associação de juristas evangélicos. Parte legítima para a ADPF (tipo de processo que discute cumprimento à Constituição)? Aonde vamos parar? Tempos estranhos!”, disse Marco Aurélio, em entrevista ao jornal O Estado de S.Paulo.

Sargento da PM-PE morre após acidente de trânsito no Sertão de Pernambuco

Na manhã desta segunda-feira dia (05), um sargento da Polícia Militar de Pernambuco faleceu, após sofrer um grave acidente de trânsito na Rodovia Asa Branca, PE-545, na altura do Sítio Araruna, em Bodocó, no Sertão de Pernambuco.

O  militar identificado como Ronilson Ribeiro Rodrigues estava em um carro quando a tragédia aconteceu. O veículo foi encontrado fora da pista completamente destruído.

Ainda de acordo com parentes da vítima, uma de suas pistolas  foi  furtada após o acidente.  O local do da tragédia foi isolado por uma equipe da Polícia Militar. O caso deve ser investigado.

O país chegou a 330.297 óbitos e 12.952.621 pessoas infectadas pela Covid desde o início da pandemia.

Com a redução de mortes, houve também uma queda na média móvel de óbitos, que agora é de 2.800, um valor ainda muito elevado. (Foto: Pixabay/Imagem ilustrativa)

– O Brasil registrou 1.931 mortes pela Covid e 40.242 casos da doença, neste sábado (3). Dessa forma, o país chegou a 330.297 óbitos e 12.952.621 pessoas infectadas pela Covid desde o início da pandemia.

Apesar da aparente redução em relação a dias anteriores (recorde de mortes em 24h, de 3.950, foi registrado na quarta, 31), a variação é esperada devido ao feriado, quando costuma haver atrasos de notificação de óbitos nas secretarias de saúde.

Com a redução de mortes, houve também uma queda na média móvel de óbitos, que agora é de 2.800, um valor ainda muito elevado. O recorde na média, 3.119, havia ocorrido na quinta, pelo sétimo dia seguido.

A média é um instrumento estatístico que busca suavizar variações que ocorrem nos dados, como em finais de semana e feriados.

Os dados do país, coletados até as 20h, são fruto de colaboração entre Folha, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são coletadas diariamente com as secretarias de Saúde estaduais.

O consórcio de imprensa também atualizou as informações repassadas sobre a vacinação contra a Covid-19 por 20 estados.

Já foram aplicadas no total 24.525.163 doses de vacina (19.182.802 da primeira dose e 5.342.361 da segunda dose), de acordo com as informações disponibilizadas pelas secretarias de Saúde.

Isso significa que apenas 9,06% dos brasileiros maiores de 18 anos tomaram a primeira dose e só 2,52%, a segunda.

Nas últimas 24 horas, 328.910 pessoas tomaram a primeira dose da vacina e 70.338, a segunda.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorreu em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.

Com o presidente Jair Bolsonaro ilustrado como o vilão “Coringa” na sua capa, a revista LeMonde Diplomatique traz na edição de abril um balanço do colapso da COvid-19 no Brasil.

Na ilustração, Bolsonaro aparece segurando uma caixa de cloroquina, sua principal aposta de política pública para combater a doença, e na outra mão um dispositivo que aciona a explosão de um hospital.

“Como o governo central respondeu à pandemia e quais são as consequências das omissões que vivemos nos últimos meses? Que lições a gestão da pandemia pelo governo brasileiro poderia nos ensinar? Como entender que, no pior momento sanitário nacional, persistimos no discurso negacionista?”, diz o veículo na legenda seu perfil no Instagram.

Com recordes sucessivos do número de mortes e de casos de Covid-19, o Brasil vive seu período mais mortal desde o início da pandemia. Por isso, o país assumiu neste mês de março a liderança global do ranking de países com mais mortes diárias pelo coronavírus.

O Brasil superou o total de óbitos registrados no maior continente do mundo, a Ásia, segundo levantamento feito pela CNN com base nos dados da plataforma “Our World in Data”, ligada à Universidade de Oxford.

Com as 3.780 vidas perdidas para o coronavírus na terça-feira (30), o Brasil atingiu 62.704 mortes somente no mês de março, mais do que o dobro de mortes registradas na Ásia no mesmo período, quando 26.625 pessoas morreram no continente mais populoso do mundo.

Para superar o número total de mortes contabilizadas no Brasil em março, é preciso somar todos os mortos por Covid-19 na Rússia, Itália, França, Polônia, Ucrânia, Espanha, Alemanha e República Checa. Oito destes países fecham a lista dos 11 territórios onde há mais mortes por Covid-19, e, juntos, somam 63.150 óbitos.

Os Estados Unidos, segundo colocado no ranking internacional de mortes por Covid-19, teve quase 22 mil mortes a menos do que o Brasil. Até o dia 29, do mês março morreram 35.919 norte-americanos por causa do doença.

Em março, a taxa de mortalidade no Brasil foi de 26,89 mortes por Covid-19 a cada grupo de 100 mil habitantes. Os Estados Unidos, por sua vez, tem taxa quase três vezes menor do que o Brasil, com 10,63 mortes a cada 100 mil habitantes.

Quando a comparação considera o tamanho da população, a situação de países como República Checa e Polônia é ainda mais grave do que a do Brasil. Os dois países — com populações de 10,7 milhões e 9,6 milhões de habitantes, respectivamente — ultrapassam 53 mortos por 100 mil habitantes. 

Confira a lista dos 20 países com mais mortes diárias por Covid-19 no mês de março:

  1. Brasil: 58.924 mortes / Média de mortes diárias: 2.031
  2. Estados Unidos: 35.919 mortes / Média de mortes diárias: 1.238
  3. México: 16.117 mortes / Média de mortes diárias: 555
  4. Rússia: 11.713 mortes / Média de mortes diárias: 403
  5. Itália: 10.651 mortes / Média de mortes diárias: 367
  6. França: 8.534 mortes / Média de mortes diárias: 294
  7. Polônia: 8.163 mortes / Média de mortes diárias: 281
  8. Ucrânia: 6.348 mortes / Média de mortes diárias: 218
  9. Espanha: 6.057 mortes / Média de mortes diárias: 208
  10. Alemanha: 5.987 mortes / Média de mortes diárias: 206
  11. República Tcheca: 5.697 mortes / Média de mortes diárias: 196
  12. Peru: 5.336 mortes / Média de mortes diárias: 184
  13. Hungria: 5.187 mortes / Média de mortes diárias: 178
  14. Índia: 4.957 mortes / Média de mortes diárias: 170
  15. Indonésia: 4.415 mortes / Média de mortes diárias: 152
  16. Reino Unidos: 3.774 mortes / Média de mortes diárias: 130
  17. Argentina: 3.646 mortes / Média de mortes diárias: 125
  18. Colômbia: 3.313 mortes / Média de mortes diárias: 114
  19. Romênia: 2.774 mortes / Média de mortes diárias: 95
  20. África do Sul: 2.717 mortes / Média de mortes diárias: 93

 Dólar é cotado a R$ 5,7613 nesta manhã de quinta-feira

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 6,75 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 7,0897.

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. (Foto: Reprodução)

O valor do dólar na manhã desta quinta-feira (31), está cotado no valor de R$ 5,7613. Já o valor do dólar para o turismo está sendo cotado a R$ 6,003.

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 6,75 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 7,0897.

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. O dólar é usado tanto em reservas internacionais como em livre circulação.

Mega-Sena pode pagar R$ 2,5 milhões nesta quarta-feira

O sorteio ocorre às 20h desta quarta-feira (31) no Espaço Loterias Caixa, no terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo.

O concurso 2.357 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 2,5 milhões para quem acertar as seis dezenas. (Foto: Reprodução)

O concurso 2.357 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 2,5 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre às 20h desta quarta-feira (31) no Espaço Loterias Caixa, no terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo. A aposta mínima custa R$ 4,50 e pode ser realizada pela internet.

Para apostar na Mega-Sena
As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília), em qualquer lotérica do país ou pela internet, no site da Caixa Econômica Federal – acessível por celular, computador ou outros dispositivos. É necessário fazer um cadastro, ser maior de idade (18 anos ou mais) e preencher o número do cartão de crédito.

Probabilidades
A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 4,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 22.522,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

Após disputar paredão com Juliette, Sarah é eliminada com 76,76% dos votos

Com a decisão, Juliette e Rodolffo continuam no jogo. A paraibana recebeu 1,24% dos votos, e o cantor, 22%.

Sarah foi eliminada do BBB 21 (Foto: Reprodução)

Quem saiu do BBB21 nesta terça-feira (30), foi Sarah. A sister foi eliminada após disputar o nono Paredão da edição ao lado da paraibana Juliette e Rodolffo. Sarah foi eliminada com 76,76% dos votos. 

Com a decisão, Juliette e Rodolffo continuam no jogo. A paraibana recebeu 1,24% dos votos, e o cantor, 22%.

O nono Paredão do BBB21 entrou para a história do reality. Com mais de 654 milhões de votos, a berlinda se tornou a segunda com mais votos de todas as edições do Big Brother Brasil.

Após Tiago Leifert anunciar o resultado, Gilberto ficou em choque com a saída da amiga e pediu desculpas a ela. Ao abraçar Juliette, Sarah se despediu: “Força, está bom?”. Aos prantos, na área externa da casa, Gilberto disse: “Eu não vou aguentar, não”.

A sister eliminada também pediu que o amigo pernambucano se acalmasse, enquanto ele pediu perdão. Sarah falou que quer ver Gilberto como finalista: “Você vai chegar na Final. Fica firme aí”. “Cuida dele pra mim, Fiuk”, pediu a brasiliense, ao cantor.

“Se a minha intensidade ainda for me matar, eu prefiro ser poesia e ter histórias pra contar”, disse Sarah citando um trecho da canção ‘Música Secreta’, de Manu Gavassi.
Ao deixar a casa, a sister recebeu aplausos dos confinados.

 

Decisão da prefeitura passa a valer a 0h deste sábado (20) e tem objetivo de restringir circulação de pessoas durante pandemia.

Praias do Rio de Janeiro seguem lotadas mesmo com agravamento da pandemia. (Foto: BRUNO MARTINS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO)

A Prefeitura do Rio de Janeiro decidiu fechar as praias para banhistas e praticantes de atividades físicas, proibiu a entrada de ônibus fretados no município e vetou o estacionamento na orla, com exceção de moradores.

O decreto do prefeito Eduardo Paes consta do Diário Oficial do município desta sexta-feira (19) e passa a valer à meia-noite, portanto, a partir de sábado (20). O fim dessas restrições será na segunda-feira (22).

Como justificativa, a prefeitura se baseia no “princípio da precaução e a necessidade de conter a disseminação da covid-19, de garantir o adequado funcionamento dos serviços de saúde e de preservar a saúde pública”.

O que está proibido:

  •  permanecer nas areias das praias, em qualquer horário, incluindo a prática de esportes, o banho de mar. Também está proibido o comércio fixo e itinerante, além da prestação de serviço de qualquer natureza;
  •  entrada de ônibus e demais veículos fretados na cidade. A exceção são aqueles transportam funcionários de empresas ou levam pessoas para os hotéis. No caso dos turistas, será necessário comprovar reserva de hospedagem;
  •  estacionar em toda a orla marítima. A exceção à regra vale para moradores, idosos, portadores de necessidades especiais, hóspedes de hotéis e táxis.
  •  o uso das pistas das avenidas Delfim Moreira, Vieira Souto e Atlântica e de ambos os sentidos das pistas de rolamento do Aterro do Flamengo como áreas de lazer.

Reforço a decisão anterior

As medidas anunciadas nesta sexta-feira (19) engrossam a lista de restrições publicada pela prefeitura na semana passada.

Entre as regras que já estavam valendo, estão o limite de funcionamento de bares, restaurantes, quiosques e estabelecimentos congêneres até as 21h e proibição de eventos e festas em áreas públicas e particulares, incluindo as rodas de samba.

Foguete pode levar pessoas à lua (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

A Nasa finalizou nessa quinta-feira (18) um teste de oito minutos dos motores de um foguete construído pela Boeing para as missões Artemis, que têm o objetivo de levar de volta astronautas à Lua até 2024, mais de meio século depois da última caminhada lunar.

A Nasa conduziu teste de fogo e calor do núcleo do foguete Sistema de Lançamento Espacial (SLS, na sigla em inglês) para simular um lançamento e disparar os motores enquanto o veículo estava ancorado em uma torre no Centro Espacial Stennis, no Estado norte-americano do Mississippi.

Os quatro motores RS-25 rugiram e se acenderam pelo tempo de duração do teste e preencheram os arredores e o céu com nuvens de fumaça branca. Depois que os motores foram desligados, foi possível escutar os funcionários da Nasa aplaudindo na transmissão ao vivo em vídeo.

Um teste anterior em janeiro foi encerrado após cerca de um minuto – tempo muito inferior aos quatro minutos necessários para que os engenheiros coletassem dados suficientes.

A Nasa almeja levar novamente os astronautas norte-americanos até a Lua até 2024, mas o programa SLS está três anos atrasado e com o orçamento estourado em quase 3 bilhões de dólares. O último astronauta a caminhar na Lua foi Eugene Cernan, em dezembro de 1972.

O Sistema de Lançamento Espacial deve ir agora ao Centro Espacial Kennedy, na Flórida, para integração com a espaçonave Orion, da Lockheed Martin Corp.

O filho de Jair Bolsonaro respondeu mandando “enfiar no rabo” aos questionamentos sobre o uso de máscaras durante a viagem a Israel

Eduardo Bolsonaro
Eduardo Bolsonaro (Foto: Divulgação)

“Eu acho uma pena, essa imprensa mequetrefe que a gente tem aqui no Brasil fique dando conta de cobrir apenas a máscara. ‘Ah a máscara, está sem máscara, está com máscara’. Enfia no rabo gente, porra! A gente está lá trabalhando, ralando”, disse Eduardo Bolsonaro em um vídeo publicado na noite desta quarta-feira (10) em seu perfil no Instagram.

A declaração foi dada enquanto o deputado e filho do presidente Jair comentava a viagem que fez para Israel junto a uma comitiva brasileira para conhecer o spray contra a Covid-19 que está em fase de testes iniciais no país do Oriente Médio, informa o jornalista Tayguara Ribeiro na Folha de S.Paulo.

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que nesta terça (02) foram registrados 23 casos novos para a COVID – 19. Desses, 02 estavam em investigação.
São 08 pacientes do sexo masculino, com idades de 01, 07, 09, 12, 43, 48, 59 e 60 anos; e 15 pacientes do sexo feminino, com idades de 01, 02, 06, 15, 17, 17, 27, 30, 39, 42, 56, 59, 64, 65 e 78 anos. Entre os homens: 03 estudantes (02 rede pública e 01 rede privada), 01 menor, 01 carpinteiro, 01 instrutor, 01 servidor público e 01 engraxate. Já entre as mulheres: 02 agricultoras, 05 donas de casa, 02 aposentadas, 02 menores, 03 estudantes (rede pública) e 01 portadora de necessidades especiais.
Hoje, 03 mulheres entram como novos casos em investigação com idades entre 22 e 42 anos.
71 pacientes apresentaram resultados negativos nesta terça.
Hoje, 34 pacientes apresentaram cura após avaliação clínica e epidemiológica. O município atingiu a marca de 2.745 pessoas (95,18 %) recuperadas para covid-19. Atualmente, 109 casos estão ativos.
Afogados atingiu a marca de 11.897 pessoas testadas para covid-19, o que representa 31,93% da nossa população.
Casos leves x SRAG/covid- 19:
Leves(2.801 casos), 97,12%
Graves (83 casos), 2,88%.

Salgueiro vai enfrentar Corinthians no Cornélio de Barros na 1ª fase da Copa do Brasil

Depois de jogar contra o Internacional em 2013 e o Flamengo em 2015, o Salgueiro Atlético Clube vai enfrentar mais um grande time brasileiro na Copa do Brasil. Em sorteio realizado hoje, 2, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) definiu que o Carcará do Sertão, atual campeão pernambucano, vai jogar contra o Corinthians na 1ª fase da competição.

A partida válida pela Chave 7 acontecerá no Estádio Cornélio de Barros Muniz, em Salgueiro. Seria uma ótima oportunidade de o Tricolor do Sertão faturar muito com a venda de ingressos, mas a proibição da torcida no estádio por conta da pandemia inviabiliza isso. Entretanto, a presença do elenco do Timão atrairá a atenção da mídia nacional para a cidade.

Após o ministro Eduardo Pazuello afirmar que os estados não precisariam mais reter metade das doses para garantir a segunda aplicação, documento da pasta sugere o contrário.

ministro da Saúde, Eduardo Pazuello (Foto: Reprodução)

Ao contrário do prometido pelo ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, durante reunião com a Frente Nacional dos Prefeitos (FNP), os estados e municípios deverão manter em estoque metade das doses da CoronaVac, a fim de garantir a segunda aplicação no intervalo de até 28 dias. No novo informe técnico de distribuição das vacinas contra a covid-19, o Ministério da Saúde manteve a recomendação, “considerando que ainda não há um fluxo de produção regular”.

Na última sexta-feira (19/2), Pazuello anunciou a mudança com a justificativa de que a chegada do ingrediente farmacêutico ativo (IFA) da China garantiria a continuidade da oferta das vacinas. O Instituto Butantan, responsável pela finalização da CoronaVac, indicou que não haverá interrupções nas liberações.

“Com relação a matéria-prima, ontem (segunda-feira) foi autorizada a exportação de 8,2 mil litros da matéria-prima da China, que devem chegar na semana que vem. Mais uma partida chegando. Não vamos ter problemas, neste momento, não temos nenhuma previsão de problema com o fluxo de matéria-prima”, disse o diretor do Butantan, Dimas Covas, durante coletiva de imprensa na terça-feira (23).

Mesmo assim, o ministério orientou a não se utilizar o quantitativo necessário para garantir a segunda aplicação, o que mantém o ritmo vacinal lento. “Tendo em vista o intervalo entre a primeira dose e a segunda (2 a 4 semanas), e considerando que ainda não há um fluxo de produção regular da vacina, orienta-se que a segunda dose seja reservada para garantir que o esquema vacinal seja completado dentro desse período, evitando prejuízo nas ações de vacinação”, orientou a pasta.

Produção acelerada

Além de garantir o fluxo de entregas, o Butantan ainda destacou, durante coletiva na terça-feira, que foi capaz de acelerar a produção. “Tínhamos prometido em torno de 450 mil vacinas e estamos entregando hoje 1,2 milhão. Amanhã, mais 900 mil. Até o dia 5 de março, 5,6 milhões de doses. Isso mostra o nosso compromisso com a saúde do povo brasileiro”, disse Covas.

Cerca de 1,2 milhão de doses da CoronaVac começam a ser distribuídas nesta quarta-feira aos estados, junto a outros 2 milhões de unidades da Covishield, conhecida popularmente como a vacina de Oxford/AstraZeneca, importados prontos da Índia. Com a nova remessa, o Ministério da Saúde calcula incorporar 100% da população idosa entre 85 e 89 anos, além de mais 8% dos profissionais de saúde e 24% do público prioritário com idade entre 80 e 84 anos.

População vacinada

No informe técnico, a pasta ainda afirma que a Campanha Nacional de Vacinação contra a covid-19 incorporou, até o momento, 73% dos trabalhadores de saúde, além da totalidade de idosos acima de 90 anos, população indígena aldeada, pessoas com deficiência e acima de 60 anos institucionalizadas. Sem especificar o percentual, a pasta disse que o quantitativo também imunizou uma parcela maior da população idosa da região Norte, que recebeu mais doses por ter uma situação epidemiológica mais grave.

Apesar dos cálculos, a vacinação continua descompassada na comparação entre entes federativos, com registro de locais em que a população idosa a partir de 80 anos já está totalmente contemplada, como é o caso do Distrito Federal, enquanto outros ainda caminham para finalizar a vacinação do público acima de 90 anos. Minas Gerais, por exemplo, só alcançou 50% das pessoas com 90 anos ou mais e 57% dos idosos institucionalizados.

Comentário

As declarações na porta da residência oficial foram transmitidas por um canal simpático ao presidente com acesso à área em que a imprensa não pode entrar.

“Ninguém vai interferir na política de preços da Petrobras”, disse Bolsonaro a apoiadores, na entrada do Palácio da Alvorada. (Foto: Reprodução)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – Diante do derretimento da Petrobras após o anúncio de intervenção do Palácio do Planalto, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse nesta segunda-feira (22) que não irá interferir na política de preços da estatal.

“Ninguém vai interferir na política de preços da Petrobras”, disse Bolsonaro a apoiadores, na entrada do Palácio da Alvorada.

As declarações na porta da residência oficial foram transmitidas por um canal simpático ao presidente com acesso à área em que a imprensa não pode entrar.
“Eu não peço não, eu exijo transparência de quem é subordinado meu”, disse o mandatário.

As ações da Petrobras caem mais de 17% na manhã desta segunda, enquanto outras estatais como Eletrobras, Banco do Brasil e Sabesp acompanham o rítmo de queda. Em Nova York, os papéis da petroleira também despencam mais de 16%.

Na noite de sexta-feira (19), Bolsonaro concretizou as insinuações que começou a fazer na noite anterior, em sua live, e anunciou a indicação do general Joaquim Silva e Luna como novo presidente da Petrobras.

Se a intervenção de Bolsonaro na estatal for confirmada pelo conselho de administração da companhia, ele substituirá Roberto Castello Branco, alvo de críticas de Bolsonaro.

Logo depois do anúncio de Bolsonaro, a Petrobras perdeu cerca de R$ 60 bilhões em valor de mercado –R$ 28 bilhões na Bolsa brasileira e outros R$ 30 bilhões nas negociações dos papéis no exterior.

No domingo, a XP Investimentos rebaixou sua recomendação para as ações da Petrobras de neutro para venda. O preço-alvo foi revisado de R$ 32, na avaliação anterior, para R$ 24, tanto para ações ordinárias (com direito a voto) quanto para as preferenciais (sem direito a voto).

“É sinal que alguns do mercado financeiro estão muito felizes com a política que só tem um viés na Petrobras: atender os interesses próprios de alguns grupos no Brasil, nada mais além disso”, afirmou Bolsonaro.

O presidente também criticou o atual presidente da Petrobras porque Castello Branco vinha trabalhando de casa durante a pandemia. Ele também criticou o salário do chefe da estatal.

“O atual presidente da Petrobras está 11 meses em casa sem trabalhar, né, trabalha de forma remota. Agora, o chefe tem que estar na frente, bem como seus diretores. Isso, para mim, é inadmissível. Descobri isso há poucas semanas”, disse Bolsonaro.

“Imagine eu, presidente, em casa, com medo do Covid, ficando aqui o tempo todo no Alvorada. Não justifica isso daí. Inclusive, o ritmo de muitos servidores lá está diferenciado. Ninguém quer perseguir servidor, muito pelo contrário, temos que valorizar os servidores. Agora, o petróleo é nosso ou é de um pequeno grupo no Brasil?”, indagou o chefe do Executivo.

Um pouco depois, Bolsonaro indagou se seus apoiadores tinham ideia de quanto ganha o presidente da Petrobras.

“Queremos saber de números concretos do que acontece lá, bem como a política salarial do presidente e seus diretores”, disse Bolsonaro.

“Alguém sabe quanto ganha o presidente da Petrobras? R$ 50 mil por semana? É mais do que isso por semana. Então, tem coisa que não está certa. Não quero que ele ganhe R$ 10 mil por mês também não, tem que ser uma pessoa qualificada, mas não ter este tipo de política salarial lá dentro”, disse Bolsonaro.

“E para ficar em casa, trabalhando de casa. No meu entender, não justifica. Pode até estar fazendo um bom trabalho de casa, mas, para mim, não justifica essa ausência da empresa.”

O Prefeito de Afogados da Ingazeira, Alessandro Palmeira, anunciou na manhã desta quinta (18), um audacioso plano de ação para os primeiros cem dias de sua gestão. Com orçamento estimado em mais de dois milhões de Reais, o plano inclui ações nas mais diversas áreas da gestão municipal.
O anúncio foi realizado no cineteatro São José, com transmissão ao vivo pelas Rádios Pajeú e Afogados FM, e a cobertura de diversos blogs da cidade. Por conta da pandemia, o anúncio não pode contar com a participação da população presencialmente, mas esta pode ouvir pelas rádios ou através da live transmitida pelo canal oficial da Prefeitura de Afogados da Ingazeira no youtube.
Prestigiaram o anúncio, o vice-prefeito Daniel Valadares, o Presidente da Câmara de Vereadores de Afogados, Rubinho do São João, e os vereadores Raimundo Lima, Cícero Miguel, Douglas Eletricista, César Tenório, Sargento Argemiro, Toinho da Ponte, Reinaldo Lima. Gal Mariano enviou uma representante e os vereadores Vicentinho e Erickson Torres justificaram suas ausências.
Dentre as ações anunciadas, questões que foram prometidas à população durante a recente campanha eleitoral, como a inauguração do PROCON, o programa facilita, com ações de desburocratização para os empreendedores, construções de passagens molhadas, internet na zona rural com o programa conexão rural, pavimentações de ruas e um programa itinerante de gestão, para levar Prefeito e Secretários – bem como ações – para os bairros e zona rural de Afogados, o programa Prefeitura nos bairros, que também atenderá às comunidades rurais. Ao todo foram anunciados 31 tópicos, com mais de quarenta obras e ações a serem executadas até o centésimo dia de governo.
“Tive a preocupação de elaborar, junto com nossa equipe, um plano que fosse viável e exequível para esses primeiros cem dias. É claro que nem tudo que prometemos à população durante a campanha terá condição de ser executado em apenas cem dias, mas muita coisa já está contida nesse plano que apresentamos, reafirmando o nosso compromisso em realizar o que propomos e apresentamos à população em nosso plano de governo,” destacou o Prefeito Alessandro Palmeira.
Confira a relação de obras e ações propostas no plano de ação para os 100 dias de gestão:
· Inauguração das obras de pavimentação das Ruas Virgínio Gomes de Almeida (São Cristóvão), primeira etapa da Berta Céli (Cohab/Sobreira) e primeira travessa da rua 07 de setembro (São Francisco);
· Início das obras de pavimentação das Ruas Antônio Inácio da Silva (Cohab/Sobreira) e Segunda etapa da Rua Bérta Celi (Residencial Dom Francisco;
· Inauguração do PROCON;
· Inauguração da nova sede da Guarda Municipal;
· Entrega de duas novas ambulâncias;
· Consultório Virtual – novas tecnologias a serviço da ampliação de consultas e exames especializados para a população;
· Ampliar as ações da equipe de atendimento multidisciplinar especializado (AME), com psicólogo, fonoaudiólogo e fisioterapeuta, também na zona rural;
· Programa Facilita – desburocratizar as ações direcionadas aos microempreendedores, com todos os serviços em um só lugar;
· Inauguração de cinco novas academias da saúde (Alto Vermelho, Carapuça, Pintada, São Cristóvão e Borges);
· Entrega de 13 passagens molhadas nas comunidades rurais de Pintada, Varzinha, Pau-ferro, Dois Riachos (2), Mocororé, Cachoeira da Onça, Curral Velho dos Pedros, Queimada Grande, Carnaubinha, Alça de Peia e Encruzilhada;
· Projeto Conexão Rural – internet de qualidade e de graça nas comunidades polos da nossa zona rural;
· Entrega de veículo adaptada para o Programa de Aquisição de Alimentos;
· Entrega da reforma da Escola de Municipal de Música, com ações descentralizadas, sob a coordenação do músico Cacá Malaquias;
· Instalação de consultório odontológico no ponto de apoio da Cachoeira da Onça;
· Projeto Sanfona Amiga – com aquisição de 08 sanfonas para a implantação do ensino do instrumento em Afogados da Ingazeira;
· Inauguração do Centro de apoio à saúde mental;
· Implantação do Projeto de atendimento pedagógico multidisciplinar nas Escolas do município;
· Instalação do núcleo de atendimento educacional a pessoas com surdez e cegueira;
· Assinatura da ordem de serviço para a instalação do CAPS lll, para atender pacientes dependentes de álcool e outras drogas;
· Ponte do São Francisco – conclusão dos serviços de instalação de tela de proteção do guarda-corpo e implantação da iluminação em LED;
· Em parceria com a FUNASA, entrega de 51 banheiros nas comunidades rurais;
· Inauguração do arquivo público municipal com digitalização do acervo de documentos;
· Programa visão de futuro – entrega de 100 óculos gratuitos (as ações serão permanentes);
· Projeto Turismo Virtual – visita virtual, através da internet, dos principais atrativos turísticos de Afogados da Ingazeira;
· Gestão compartilhada do cineteatro São José, com investimento do município de 50 mil Reais em apoio à aquisição dos projetores digitais para o espaço, e a utilização do mesmo para diversas atividades culturais organizadas pela Prefeitura;
· Início da sinalização dos acessos às comunidades rurais;
· Ampliação do programa de aquisição de alimentos em 30%, com mais sessenta mil Reais ao montante já investido;
· Início do projeto de sinalização de trânsito, vertical e horizontal;
· Ações de apoio a taxistas e mototaxistas, com plotagem de veículos e novos fardamentos;
· Programa Governo nos Bairros – ação que pretende levar aos bairros de Afogados, um mutirão de ações nas mais diversas áreas da gestão municipal, com as presenças do Prefeito, vice e Secretários para dialogar com as comunidades. A ação também ocorrerá na zona rural.
Novidade deve estar disponível a 8 milhões de consumidores até abril

Pix

Consumidores de 11 estados começarão a pagar contas de energia pelo Pix, sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central (BC). A novidade vale para clientes das distribuidoras do grupo Energisa e foi desenvolvida em conjunto com o Banco do Brasil (BB).

O código QR (versão avançada do código de barras) será incluído nas faturas físicas. Bastará o consumidor abrir o aplicativo do seu banco, apontar a câmera do celular e fazer o pagamento.

Inicialmente, a novidade estará disponível apenas para clientes selecionados. Nos próximos três meses, o pagamento via Pix será expandido até atingir os 8 milhões de clientes das distribuidoras da Energisa. O grupo opera nos seguintes estados: Acre, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Rio de Janeiro, Rondônia, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

Apesar de o Banco do Brasil ter desenvolvido a solução tecnológica, a ferramenta estará disponível para clientes de qualquer banco, mesmo os não bancarizados. Como o Pix funciona 24 horas por dia, o pagamento poderá ser liquidado imediatamente, inclusive em fins de semana e feriados.

Whatsapp

Desde novembro, os clientes do Banco do Brasil podem usar o Whatsapp para cadastrarem chaves Pix e fazerem pagamentos e recebimentos pelo sistema. No caso dos pagamentos, basta o correntista enviar a foto do código QR para o aplicativo de mensagens que o assistente virtual do BB lê a imagem e completa a transação.

Em dezembro, o BB e a Receita Federal iniciaram o pagamento de alguns tributos federais via Pix. A autarquia passou a inserir o código QR nos novos modelos de Documento de Arrecadação de Receitas Federais (Darf). Neste ano, a novidade deverá ser estendida aos pagamentos do Simples Nacional, regime próprio para micro e pequenas empresas.

Agência Brasil

As informações são coletadas diretamente com as Secretarias de Saúde estaduais.

De acordo com os dados coletados até as 20h, a média de mortes nos últimos sete dias é de 1.033, valor 2% inferior ao de 14 dias atrás. (Foto: Reprodução)

 O Brasil registrou 1.195 mortes pela Covid-19 e 57.937 casos da doença, nesta quarta-feira (17). Com isso, o país chegou a 242.178 óbitos e a 9.979.276 pessoas infectadas pelo Sars-CoV-2 desde o início da pandemia.

Os dados do país são fruto de colaboração inédita entre Folha, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são coletadas diretamente com as Secretarias de Saúde estaduais.

Além dos dados diários, a Folha também mostra a chamada média móvel. O recurso estatístico busca dar uma visão melhor da evolução da doença, pois atenua números isolados que fujam do padrão. A média móvel é calculada somando o resultado dos últimos sete dias, dividindo por sete.

De acordo com os dados coletados até as 20h, a média de mortes nos últimos sete dias é de 1.033, valor 2% inferior ao de 14 dias atrás. Portanto, a situação é de estabilidade, o que não significa um quadro tranquilo da pandemia.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorre em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.

Ninguém acerta as seis dezenas e Mega Sena acumula em R$ 34 milhões

A quina teve 59 apostas ganhadoras; cada uma receberá R$ 42.795,90. A quadra teve 4.548 apostas vencedoras; cada uma levará R$ 793,11.

Mega Sena realiza sorteio no sábado (Foto: Reprodução)

Ninguém acertou o concurso 2.345 da Mega-Sena, realizado na noite desta quarta-feira (17) no Espaço Loterias Caixa, no terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo. O prêmio acumulou.

Veja as dezenas sorteadas: 07 – 16 – 19 – 22 – 28 – 55.

A quina teve 59 apostas ganhadoras; cada uma receberá R$ 42.795,90. A quadra teve 4.548 apostas vencedoras; cada uma levará R$ 793,11.

O próximo concurso será sábado (20). O prêmio é estimado em R$ 34 milhões.

Para apostar na Mega-Sena
As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília), em qualquer lotérica do país ou pela internet, no site da Caixa Econômica Federal – acessível por celular, computador ou outros dispositivos. É necessário fazer um cadastro, ser maior de idade (18 anos ou mais) e preencher o número do cartão de crédito.

Probabilidades
A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 4,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 22.522,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

Dólar é cotado a R$ 5,4147 nesta manhã de quinta-feira

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 6,52 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 6,843.

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. (Foto: Reprodução)

O valor do dólar na manhã desta quinta-feira (18), está cotado no valor de R$ 5,4147. Já o valor do dólar para o turismo está sendo cotado a R$ 5,6515.

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 6,52 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 6,843.

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. O dólar é usado tanto em reservas internacionais como em livre circulação.

O blogmarcosmtinely divulga de segunda à sexta-feira a cotação do dólar e euro. 

Cantor Belo é preso após show em área de tráfico

O cantor Marcelo Pires Vieira, conhecido como Belo, foi preso no começo da tarde desta quarta-feira (17), pela Delegacia de Combate às Drogas (DCOD), da Polícia Civil do Rio de Janeiro. As informações são da CNN Brasil.

De acordo com a reportagem, Belo é investigado após realizar show dentro de uma escola estadual no Parque União, localidade do Complexo da Maré, na Zona Norte do Rio. A área é dominada por traficantes.

A apresentação do músico promoveu uma aglomeração, apesar da proibição de autoridades para festas por causa da pandemia do coronavírus.

A assessoria de imprensa do cantor disse à CNN que o show foi feito seguindo todos os protocolos de segurança e lembrou que as praias estão lotadas, assim como os transportes públicos, e só quem sofre as consequências são os artistas.

 

Polícia apreende armas, dinheiro e computador na casa do cantor Belo

A Polícia Civil do Rio de Janeiro apreendeu  na casa do cantor Belo, duas pistolas, munição, dinheiro em espécie e um computador. De acordo com informações do G1, o material apreendido foi encontrado em um cofre na casa do artista, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio.

Nesta quarta-feira (17), o cantor foi preso pela realização de um show que provocou aglomeração em uma escola municipal no Complexo da Maré, no último sábado, durante o feriado de carnaval. Dois produtores também foram presos.

A prisão de Belo foi realizada pela Delegacia de Combate às Drogas (DCOD) em Angra dos Reis, na Costa Verde. De acordo com a publicação, a polícia também apura a invasão ao colégio onde foi realizada a apresentação, sem a autorização da Secretaria Municipal de Saúde. 

 

Associação parabeniza os tabaqueiros que mantiveram viva a tradição do carnaval afogadense

Os tabaqueiros se preparam o ano todo pra o carnaval. Considerando a tradição a saída foi muito importante, mantemos a a cultura mesmo em um período tão difícil. Os Tabaqueiros sempre trajados, com máscaras, luvas, alguns até com álcool, fizeram o carnaval de Afogados com uma participação muito grande de crianças trajadas que sempre foi nossa ideia, resgatar e para que os jovens e as crianças voltassem a correr tabaqueiro.

A secretaria de Cultura recebeu do governo do Estado um decreto que proibia eventos, carnavalescos desfiles festas. Sabemos que se dependesse da mesma teríamos apoio. tenho certeza manteremos uma parceria para os próximos carnavais,
Mas uma pessoa que luta muito pelas tradições e pela cultura de Afogados Dr. Lucio viu que não havia nada que impedisse a saída do tabaqueiro. Não permitindo desfile e festas.
E ele com sua sabia atitude salvou o carnaval do município mantendo viva a cultura dos tabaqueiros.
O carnaval foi em paz o tabaqueiro se portou muito bem.
Estamos na luta aí pelo engrandecimento do carnaval, juntos com os companheiros de associação informal, Edgley brito, James Lane, Danilo, David, Welton, Flávio, Wandeson, David Igrejinha, Rubinho, Ph, Maurilio, Adam, Mario Martins, e outros tantos que nós ajudam nessa empreitada.
A ideia da associação foi de James Lane e Edgley Brito.
Tivemos muitas dificuldades na pandemia por isso demos uma parada, e temos muita dificuldade em conseguir recursos e ajuda.
Queremos uma sede que também será um museu do carnaval pra contar história do carnaval de Afogados.
Iremos participar do desfile de sete de Setembro.
Temos muita ideias mas precisamos do apoio da população, dos blogs.
Pra que o tabaqueiro vire uma figura que traga mas turistas a Afogados.
Esse mês mesmo fundaremos definitivamente a Associação dos Tabaqueiros de Afogados da Ingazeira.
Agradecer também a Edgar Santos pelo convite de participar da live da Astur. Evento do Governo do Estado. que levou o carnaval as casas através da TV redes sociais.
 
James Lane

Em sessão no Senado em 11 de fevereiro, o titular da pasta garantiu também a imunização de todos os brasileiros.

A velocidade média de imunização dos brasileiros precisa quintuplicar para o Ministério da Saúde cumprir a promessa (Foto: Reprodução/Secom JP)

A velocidade média de imunização dos brasileiros precisa quintuplicar para o Ministério da Saúde cumprir a promessa do titular da pasta, Eduardo Pazuello, de que até junho metade da população vacinável terá tomado o imunizante contra a covid-19.

Em sessão no Senado em 11 de fevereiro, o titular da pasta garantiu também a imunização de todos os brasileiros.

Até esta terça-feira de manhã (16), com um fluxo médio de 241.206 aplicações por dia, segundo dados do site Our World In Data, desenvolvido por pesquisadores da Universidade de Oxford, o país precisa atingir 1.162.914 diariamente até 30 de junho para que metade da população tenha tomado as duas doses.
Dos cerca de 212 milhões de brasileiros, apenas 75,8%, ou 161,120 milhões, podem tomar a vacina. O restante tem entre 0 e 17 anos, faixa etária que fica de fora desse primeiro ano da campanha por não haver estudos tanto da CoronaVac quanto do produto desenvolvido pela AstraZeneca para essas idades.

Outro grupo em relação ao qual há dúvidas se deve ou não comparecer aos postos é o das grávidas. De acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde), porém, elas podem se imunizar. Por isso os mais de dois milhões de gestantes brasileiras anuais entraram na contagem.

A necessidade de elevação a 482% da velocidade atual de aplicações considerou que, segundo o Our World in Data, 5,08 milhões de brasileiros já foram vacinados e que 0,21% tomaram as duas doses.

Se Pazuello quis dizer que 50% teriam ao menos uma dose, o que não ficou claro, e fazendo a conta simples (que não é a mais correta*) de quantos ainda precisam se vacinar, o aumento teria de partir dos atuais 241 mil para 563.28 diariamente, 133% a mais de pessoas mesmo em feriados, sábados e domingos pelos próximos 134 dias, até 31 de junho.

* A conta é falha porque só seria possível utilizar toda a estrutura atual dos postos espalhados pelos municípios apenas para a primeira dose se ficasse determinado que ninguém mais teria a segunda aplicação, o que, por inúmeros motivos, seria uma insanidade.

Impossível não é chegar ao ritmo ideal. Se olharmos como está a campanha de imunização no mundo, China e Estados Unidos brigam para ver qual o país que aperta mais seringas em 24 horas no combate à pandemia. Ambos estão com 1,67 milhão de imunizados por dia.

Países menores do que o Brasil também são mais rápidos. O Reino Unido, que começou bem antes de nós e já aplicou quase 16 milhões de doses (25% da população), segue imunizando 433 mil habitantes diariamente.

A história da tão elogiada capilaridade do SUS (Sistema Único de Saúde) mostra que, em vários outros anos, o Brasil superou dois milhões de vacinados por dia. Mas aí entra outro problema atual do país: faltam doses para isso.

“Com vacinas, o SUS teria capacidade de atender à meta. Mas não há doses. Esse é o gargalo que o governo tem que resolver”, afirma Josilmar Cordenonssi, professor de economia e finanças da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Com o mundo todo em busca da imunização, Cordenonssi avalia que o Brasil deveria focar nas soluções – e não apontar obstáculos que não existem. Investir na produção nacional do IFA (Ingrediente Farmacêutico Ativo), de modo que o país não dependa exclusivamente da importação desse insumo, seria um dos atalhos para a almejada autossuficiência de vacinas. Com elas, diz o professor, a conta fecha.

De acordo com o DataSus, abastecido com números oficiais do sistema de saúde, a pasta de Pazuello distribuiu até a manhã de terça-feira (16), 11.147.000 doses contra a covid. O resto é promessa. O Instituto Butantan, em São Paulo, e a Fiocruz, no Rio, receberam insumos para a produção de vacinas,mas ainda não entregaram novos lotes à campanha nacional.

Para dar as duas doses à metade da população até junho, serão necessárias mais de 144 milhões de doses, 13 vezes mais do que o volume disponível até agora.

A atual falta de suprimentos também é o entrave levantado por Flávia Bravo, diretora da Sociedade Brasileira de Imunizações, para que o Brasil possa atingir a meta imposta por Pazuello. “O cenário é ainda mais crítico quando se sabe que já há municípios, como o Rio de Janeiro, paralisando a imunização por falta de doses”, diz. “Sem vacinas, o prazo vai ficando mais curto e a velocidade de imunização terá que aumentar ainda mais para alcançarmos metade da população.”

Flávia diz, no entanto, que embora difícil, a meta de Pazuello não é impossível. “Havendo vacinas, ou a certeza da produção de grandes quantidades, é possível organizar melhor a logística. Temos locais e pessoal, e é viável acelerar a imunização com segurança.”

Para isso, diz a especialista, o Brasil precisa investir na compra de outras vacinas e evitar distorções na ponta, reforçando a campanha nacional nos locais mais críticos, como Manaus (AM).

“Talvez fosse interessante repensar a estratégia de vacinação e direcionar mais doses para Manaus. Assim, podemos evitar a disseminação da variante local para outras regiões do país e afastar a ameaça de uma nova onda.”

Citibank transfere por engano meio bilhão e Justiça não permite reaver quantia

O Citibank cometeu um dos “maiores erros da história do setor bancário”, ao transferir quase meio bilhão de dólares, por engano, para os credores da empresa de cosméticos Revlon. A Justiça dos EUA decidiu que o banco não poderá recuperar a quantia. O Citi, que atuava como agente de empréstimos da Revlon, pretendia enviar cerca de US$ 8 milhões em pagamentos de juros aos credores da empresa. 

Em vez disso, o banco transferiu acidentalmente quase 100 vezes esse montante, incluindo US$ 175 milhões para um fundo de hedge. Ao todo, enviou acidentalmente US$ 900 milhões aos credores da Revlon. Com informações da CNN

Em uma rede social, Lira comunicou a reunião da mesa e disse que, na sequência, haverá colégio de líderes para discutir o assunto.

Por DANIELLE BRANT, THIAGO RESENDE E JULIA CHAIB/FOLHAPRESS

O presidente da Câmara disse que a Casa “não deve refletir a vontade ou a posição de um indivíduo, mas do coletivo de seus colegiados, de suas instâncias e de sua vontade soberana, o Plenário”. (Foto: Reprodução)

 O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), convocou reunião extraordinária da mesa diretora para o início da tarde desta quarta-feira (17) com objetivo de discutir a prisão do deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ).

Silveira foi preso na noite de terça-feira (16) por ordem do ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal). Ele é alvo de dois inquéritos na corte –um apura atos antidemocráticos e o outro, fake news.

Moraes é relator de ambos os casos, e a ordem de prisão contra o deputado bolsonarista foi expedida na investigação sobre notícias falsas.

Em uma rede social, Lira comunicou a reunião da mesa e disse que, na sequência, haverá colégio de líderes para discutir o assunto.

Em uma primeira manifestação, pouco após a prisão do deputado bolsonarista, o líder do centrão pediu “serenidade” e disse que se guiará pela Constituição no caso.

O presidente da Câmara disse que a Casa “não deve refletir a vontade ou a posição de um indivíduo, mas do coletivo de seus colegiados, de suas instâncias e de sua vontade soberana, o Plenário”.

“Nesta hora de grande apreensão, quero tranquilizar a todos e reiterar que irei conduzir o atual episódio com serenidade e consciência de minhas responsabilidades para com a instituição e a democracia”, escreveu o presidente da Câmara no Twitter.

“Para isso, irei me guiar pela única bússola legítima no regime democrático, a Constituição. E pelo único meio civilizado de exercício da democracia, o diálogo e o respeito à opinião majoritária da Instituição que represento”.

 

Por se tratar da prisão de um deputado federal, a decisão do ministro Alexandre de Moraes (STF) precisará passar pelo crivo do Plenário da Câmara, que tem o poder de derrubá-la.

Nesta terça, Silveira publicou na internet um vídeo com ataques a ministros do Supremo. Ao ser preso, voltou às redes sociais: “Polícia Federal na minha casa neste exato momento com ordem de prisão expedida pelo ministro Alexandre de Moraes”.
Pouco depois, o parlamentar postou um vídeo: “Neste momento, 23 horas e 19 minutos, Polícia Federal aqui na minha casa, estão ali na minha sala”.

“Ministro [Alexandre de Moraes], eu quero que você saiba que você está entrando numa queda de braço que você não pode vencer. Não adianta você tentar me calar”, afirmou.

 

Em nota, a liderança do PSL na Câmara, ocupada pelo deputado Vitor Hugo (PSL-GO), aliado do presidente Jair Bolsonaro, saiu em defesa de Silveira.

O comunicado cita artigo da Constituição que diz que “deputados e senadores são invioláveis, civil e penalmente, por quaisquer de suas opiniões, palavras e votos”.

“Relativizar tal premissa é abalar a estrutura democrática do Brasil, ferindo mortalmente a separação dos poderes. No caso do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) não houve flagrante e a opinião do parlamentar não pode ser considerada crime inafiançável”, indica o texto.

“Temos absoluta certeza que o Plenário da Câmara mostrará seu compromisso e juramento em defesa da Constituição Federal e restaurará a normalidade democrática no nosso País.”

Em fevereiro do ano passado, o plenário da Câmara derrubou decisão do STF que afastou do mandato o deputado Wilson Santiago (PTB-PB).

Ele foi afastado do mandato no final de dezembro de 2019 em decisão do ministro Celso de Mello, decano do STF, sob o argumento de que a sua manutenção no cargo representava ameaça às investigações.

O parlamentar é acusado pelo Ministério Público de desviar verbas de obras contra a seca no sertão da Paraíba. Contra ele há, entre outros pontos, vídeos gravados pela Polícia Federal indicando a suspeita de que propina foi entregue em seu gabinete e em seu apartamento.

 

Silveira é investigado no inquérito dos atos antidemocráticos, que apura a organização e realização de manifestações com ataques ao Legislativo e ao Judiciário.

A Polícia Federal (PF) prendeu na noite desta terça-feira o deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) por ordem do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF) (Foto: Reprodução)

A Polícia Federal (PF) prendeu na noite desta terça-feira o deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) por ordem do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), após o parlamentar ter divulgado um vídeo no qual proferia ataques e ofensas aos ministros da corte. Como O GLOBO mostrou hoje, Silveira fez apologia a agressões físicas contra os ministros e defendeu a “destituição” deles.

Silveira é investigado no inquérito dos atos antidemocráticos, que apura a organização e realização de manifestações com ataques ao Legislativo e ao Judiciário, e também no inquérito das fake news, que apura ataques aos ministros da corte.

Em sua página em uma rede social, o parlamentar relatou: “Polícia federal na minha casa neste exato momento com ordem de prisão expedida pelo ministro Alexandre de Moraes”.

A prisão ocorreu por flagrante delito por crime inafiançável e foi determinada de ofício pelo ministro dentro do inquérito das fake news — ou seja, sem pedido da PF ou da Procuradoria-Geral da República (PGR).

“As condutas criminosas do parlamentar configuram flagrante delito, pois verifica-se, de maneira clara e evidente, a perpetuação dos delitos acima mencionados, uma vez que o referido vídeo permanece disponível e acessível a todos os usuários da rede mundial de computadores, sendo que até o momento, apenas em um canal que fora disponibilizado, o vídeo já conta com mais de 55 mil acessos”, escreveu Moraes na decisão.

O ministro classificou como “gravíssimas” as declarações do deputado. “Não só atingem a honorabilidade e constituem ameaça ilegal à segurança dos ministros do Supremo Tribunal Federal, como se revestem de claro intuito visando a impedir o exercício da judicatura, notadamente a independência do Poder Judiciário e a manutenção do Estado Democrático de Direito”, escreveu. Moraes também determinou que a plataforma YouTube bloqueie imediatamente o vídeo publicado pelo deputado.

Na decisão, Moraes descreve que as condutas do parlamentar podem configurar crimes contra a honra do Poder Judiciário e outros crimes previstos na Lei de Segurança Nacional, como “tentar impedir, com emprego de violência ou grave ameaça, o livre exercício de qualquer dos Poderes da União” ou “fazer e mpúblico propaganda de processos violentos ou ilegais para alteração da ordem política ou social”.

Nos bastidores do Supremo, o clima era de revolta com as declarações do parlamentar. Por isso, o ministro Alexandre de Moraes agiu para dar uma rápida resposta ao caso.

Discurso de ódio
Um dos trechos mais agressivos do vídeo publicado pelo parlamentar é quando ele diz que gostaria de ver ministros da corte “na rua levando uma surra”.

— Por várias e várias vezes já te imaginei (Fachin) levando uma surra. Quantas vezes eu imaginei você e todos os integrantes dessa corte aí. Quantas vezes eu imaginei você, na rua levando uma surra. O que você vai falar? Que eu tô fomentando a violência? Não, só imaginei. Ainda que eu premeditasse, ainda assim não seria crime, você sabe que não seria crime. Você é um jurista pífio, mas sabe que esse mínimo é previsível. Então qualquer cidadão que conjecturar uma surra bem dada nessa sua cara com um gato morto até ele miar, de preferência após a refeição, não é crime — afirmou Silveira.

 Dólar é cotado a R$ 5,3737 nesta quarta-feira

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 6,51 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 6,8356.

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. (Foto: Reprodução)

O valor do dólar na manhã desta quarta-feira (17), está cotado no valor de R$ 5,3737. Já o valor do dólar para o turismo está sendo cotado a R$ 5,6078.

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 6,51 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 6,8356. 

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. O dólar é usado tanto em reservas internacionais como em livre circulação.

O blogmarcosmontinelly divulga de à sexta-feira a cotação do dólar e euro.

Mega-Sena pode pagar R$ 29 milhões nesta quarta-feira

O sorteio ocorre às 20h desta quarta-feira (17) no Espaço Loterias Caixa, no terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo.

Mega-Sena realiza sorteio nesta quarta-feira (Foto: Reprodução)

O concurso 2.345 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 29 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre às 20h desta quarta-feira (17) no Espaço Loterias Caixa, no terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo. A aposta mínima custa R$ 4,50 e pode ser realizada pela internet.

Para apostar na Mega-Sena

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília), em qualquer lotérica do país ou pela internet, no site da Caixa Econômica Federal – acessível por celular, computador ou outros dispositivos. É necessário fazer um cadastro, ser maior de idade (18 anos ou mais) e preencher o número do cartão de crédito.

Probabilidades
A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 4,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 22.522,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

Negro Di, é eliminado com votação história de quase 99%

Além de deixar o sonho de levar o prêmio de R$ 1,5 milhão, ele também amarga agora o gostinho de entrar para lista dos mais rejeitados na história do programa, ficando no topo da lista.

O comediante Nego Di, 26, foi o eliminado do Big Brother Brasil 21 (Globo), nesta terça-feira (16), com 98,76% dos votos. (Foto: Reprodução)

 O comediante Nego Di, 26, foi o eliminado do Big Brother Brasil 21 (Globo), nesta terça-feira (16), com 98,76% dos votos. Além de deixar o sonho de levar o prêmio de R$ 1,5 milhão, ele também amarga agora o gostinho de entrar para lista dos mais rejeitados na história do programa, ficando no topo da lista.

Antes do início, a trajetória de Nego Di já dava indícios de que seria turbulenta sua participação, devido a críticas que sofreu nas redes sociais após a Globo revelar seu nome como um dos brothers. Entre as acusações estava a de debochar de uma influenciadora durante uma live sobre feminismo e de ameaçar um youtuber.

Já no programa, Nego Di começou bem, com uma forte amizade com Lucas Penteado e vencendo com o ator as duas primeiras provas da temporada. A primeira, de resistência, valendo uma imunidade, e a segunda valendo a liderança. A amizade promissora, no entanto, se esvaiu e com ela os bons ventos a favor do comediante.

Nego Di criou uma amizade forte com Karol Conká, Lumena e Projota, que se uniram contra Lucas, que acabou desistindo do programa, e depois contra muitos outros participantes, o que não agradou ao público. Ele zombou de Juliette, questionou a cor de Gilberto, insinuou um interesse de Sarah, entre outros comentários.

Agora, com a saída do humorista do reality, fica a expectativa para como seus aliados no jogo irão de comportar. Para Nego Di, o programa acabou, assim como o sonho de ganhar R$ 1,5 milhão, além de uma avalanche de críticas do público e o amargo lugar na história do BBB, como um dos brothers mais rejeitados.

Antes do BBB 21, a liderança nesse ranking nada desejado de Aline, do BBB 5, que levou 95% dos votos em um paredão contra a atriz Grazi Massafera. Na época, no entanto, os paredões eram duplos. A campeã de rejeição na era dos paredões triplos é Patrícia Leitte, do BBB 18, com 94,26% dos votos contra Diego e Caruso.

Veja abaixo a lista dos competidores com maior percentual de votos:

1º: Nego Di (BBB 21): 98,76%
2º: Aline (BBB 5) – 95%
3º: Patricia Leite (BBB 18) – 94,26%
4º: Felipe Cobra (BBB 7) – 93%
5º: Nayara Helena (BBB 18) – 92,69%
6º: Rafael Leandro (BBB 12) – 92%
7º: Rogério Padovan (BBB 5) – 92%
8º: Airton Cabral (BBB 7) – 91%
9º: Ana Paula Costa (BBB 18) – 89%
10º: Fani Pacheco (BBB 7) – 89%

O acidente ocorrido no último sábado (13), por volta das 6:20hs,  na PE 292 próximo ao Motel na entrada de Iguaracy-PE, onde haviam duas pessoas acidentadas, sendo que um deles, soldado da Rocam que morreu no local do acidente NATANAEL DE SOUZA SILVA, e o outro José Roberto da Silva que foi socorrido ao hospital de Afogados e em seguida encaminhado para a cidade do Recife veio a óbito na manhã deste a terça-feira (16).

Liderança: CHAPA ÚNICA NA AMUPE 

O ex-prefeito de Afogados da Ingazeira e atual presidente da Associação Municipalista de Pernambuco – Amupe, José Patriota (PSB) deve registrar a única c
hapa que concorrerá às eleições da entidade. Se assim o for, Coimbra marcará história como o primeiro ex-prefeito a presidir a Amupe. Até o momento, nenhum prefeito ou ex-prefeito revelou interesse em disputar a presidência. Enquanto não aparece adversário, Patriota segue conversando com prefeitos e prefeitas para ouvir as demandas dos Municípios e, com isso, planejar de forma participativa um projeto para a entidade executar nos próximos anos.

Paraíba registra média de uma internação por Covid-19 a cada 36 minutos

De acordo com o Centro Estadual de Regulação Hospitalar 40 pacientes foram internados nas últimas 24 horas.

Número de internações por covid-19 atingiu média de uma a cada 36 minutos (Foto: Reprodução)

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) para covid-19 em todo a Paraíba é de 56%, de acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (SES). De acordo com o Centro Estadual de Regulação Hospitalar 40 pacientes foram internados nas últimas 24 horas, o que dá uma média de um paciente internado com covid-19 a cada 36 minutos.

Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 68%. Em Campina Grande estão ocupados 50% dos leitos de UTI adulto e no sertão 78% dos leitos de UTI para adultos. 

As informações foram divulgadas no boletim que a SES-PB envia diariamente a imprensa paraibana com os números da covid-19 no estado.

Cobertura Vacinal

Foi registrada no sistema de informação SI-PNI a aplicação de 94.732 doses. Até o momento, 90.111 pessoas foram vacinadas com a primeira dose e 4.621 com a segunda dose da vacina.

Os dados epidemiológicos com informações sobre todos os municípios e ocupação de leitos estão disponíveis em: http://www.paraiba.pb.gov.br/coronavirus

 

Afogados registra 15 curas e 7 novos casos para covid-19

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que nesta terça (16), foram registrados 07 casos novos para a COVID – 19. Desses, 03 já estavam em investigação.
São 06 pacientes do sexo feminino, com idades de 13, 19, 30, 34, 42 e 94 anos; e 01 paciente do sexo masculino, com idade de 36 anos. Entre as mulheres: 01 aposentada 01 dona de casa, 01 frentista, 01 sem informação e 02 estudantes (01 rede privada e 01 rede pública). O homem é taxista.
Hoje não temos novos casos em investigação e 22 pacientes apresentaram resultados negativos para COVID -19.
Nesta terça, 15 pessoas apresentaram cura após avaliação clínica e epidemiológica. O município atingiu a marca de 2.622 pessoas (97,07%) recuperadas para covid-19. Atualmente, 49 casos estão ativos.
Afogados atingiu a marca de 11.223 pessoas testadas para covid-19, o que representa 30,12 % da nossa população.
Casos leves x SRAG/covid- 19:
Leves ( 2.618 casos), 96,92 % Graves ( 83 casos), 3,08%.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou, nesta terça-feira (16), 1.582 casos da Covid-19. Entre os confirmados, 62 (4%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 1.520 (96%) são leves. Agora, Pernambuco totaliza 282.913 casos confirmados da doença, sendo 31.858 graves e 251.055 leves.

Também foram confirmados 34 óbitos, ocorridos entre 26 de outubro de 2020 e essa terça-feira (15). Com isso, o estado totaliza 10.711 mortes pela Covid-19. Os detalhes epidemiológicos serão repassados ao longo do dia pela Secretaria Estadual de Saúde.

Músico tinha 79 anos e estava internado desde o início do mês (Foto: Reprodução)

O músico Izael Caldeira, 79, integrante do grupo Demônios da Garoa, morreu no final da noite de segunda-feira (15) por causa da Covid-19. Ele estava internado em São Paulo desde 4 de fevereiro. A notícia foi confirmada pela própria banda.

“É com profunda tristeza e com nossos corações completamente apertados que comunicamos a todos o falecimento do nosso amado irmão Izael. Ainda sem acreditar que perdemos uma das vozes mais lindas desse país, um ser humano ímpar e que vai deixar muitas, mas muitas saudades”, diz trecho da nota oficial divulgada pelas redes sociais.

“Que Deus em sua infinita bondade possa confortar o coração de todos os familiares, amigos e fãs. Descanse em paz”, finaliza a nota que ainda cita um trecho de uma música gravada pelo músico: “Se todos fossem iguais a você que maravilha viver”.

No grupo desde 1999 cantando e tocando timba, Izael comemorou 79 anos no último dia 27 de janeiro. O músico não era integrante da formação inicial da banda. São 78 anos de história que passam de gerações em gerações.

O sepultamento está programado para acontecer no cemitério Parque dos Pinheiros, na zona norte de São Paulo. Ele deixa mulher, cinco filhos, nove netos e um bisneto.

Nas últimas semanas, Aras tem sido pressionado por parlamentares, ministros do Judiciário e colegas do MPF (Ministério Público Federal) a agir.

Aras dá seguimento a nove investigações sobre o presidente (Foto: Reprodução)

 Além de responsabilidade no agravamento da crise sanitária no Amazonas e no Pará, o procurador-geral da República, Augusto Aras, avalia se o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) cometeu crime ao incentivar apoiadores a invadir hospitais públicos para constatar o nível de ocupação dos leitos.

Os dois episódios estão entre as nove apurações abertas na PGR (Procuradoria-Geral República) que envolvem o chefe do Executivo.

 

O conjunto de procedimentos inclui ainda acusações contra o presidente por desrespeitar medidas preventivas de enfrentamento ao coronavírus, como o uso de máscara facial e evitar as aglomerações.

Nas últimas semanas, Aras tem sido pressionado por parlamentares, ministros do Judiciário e colegas do MPF (Ministério Público Federal) a agir. O mandato do procurador-geral se encerra no mês de setembro.

Escolhido por Bolsonaro em 2019 para o cargo fora da lista tríplice dos mais votados em processo interno do MPF, Aras poderá ser reconduzido ao posto por mais dois anos. Uma das principais críticas à sua atuação é a de alinhamento aos interesses do presidente da República.

Em um comunicado à imprensa, por exemplo, a PGR afirmou que compete ao Congresso Nacional a responsabilização de integrantes da cúpula dos Poderes por eventuais ilícitos no combate à Covid-19, o que intensificou a pressão sobre o procurador-geral.

Em resposta às críticas, Aras enviou um parecer ao STF (Supremo Tribunal Federal) dizendo que passou a apurar a conduta de Bolsonaro na crise do Amazonas e do Pará e que, além desse procedimento, foram abertos mais oito até o momento.

Ainda na fase inicial da pandemia, em junho do ano passado, Aras abriu uma apuração após Bolsonaro ser acusado de incitar apoiadores a entrar sem autorização em hospitais públicos para registrar imagens sobre a ocupação de leitos.

“As informações que nós temos é que na totalidade ou em grande parte, ninguém perdeu a vida por falta de respirador e falta de UTI”, afirmou o presidente em uma live. “Agora, se tem um hospital de campanha perto de você, dá um jeito de entrar e filmar. Muita gente está fazendo isso, mais gente tem que fazer.”

Nos dias seguintes à fala do chefe do Executivo, em diferentes regiões do país, foram registradas invasões em unidades hospitalares.

Em julho, mais três casos motivaram a abertura de apurações na PGR, todas para averiguar se o ocupante do Palácio do Planalto contrariou normas da administração de Brasília de prevenção ao novo coronavírus, como o uso de máscara.

 

Um dos procedimentos foi instaurado depois que o presidente compareceu sem a proteção facial a uma manifestação de militantes bolsonaristas na Praça dos Três Poderes, ato também apontado como um incentivo às aglomerações.

Foi aberta apuração após Bolsonaro conversar com jornalistas no Palácio da Alvorada para falar que havia contraído a Covid-19. Ao final da entrevista, apesar da pouca distância que mantinha para os repórteres, ele tirou a máscara facial.

Em outro caso, também ciente de que contraíra a doença, ele foi visto conversando, sem a proteção, com funcionários da limpeza no Alvorada.

Na sexta-feira (12), a PGR informou que parte das apurações tramita de forma reservada e que não havia informações disponíveis a respeito delas. A Procuradoria disse que dois casos relacionados ao desrespeito às medidas preventivas contra o coronavírus foram arquivados em agosto e setembro.

As apurações que envolvem Bolsonaro são realizadas por meio de um instrumento chamado de notícia de fato. Consiste em um procedimento preliminar para o levantamento de informações, incluindo pedidos de informação a órgãos públicos.

Se a partir desses dados, o chefe do MPF entender que houve, por exemplo, um ato ilegal ou omissão por parte do presidente, um inquérito poderá ser requerido ao Supremo.

Sobre as medidas de prevenção à Covid-19, ainda que reconhecida a transgressão, a cúpula da PGR entende que a falta deve ser penalizada com sanção administrativa por parte da administração local, sem nenhuma repercussão penal. O que não ocorre, por outro lado, nos casos das invasões a hospitais ou na crise sanitária no Norte do país.

A decisão de Aras de apurar a conduta de Bolsonaro na situação do Amazonas e do Pará foi uma resposta a uma notícia-crime protocolada pelo PC do B no Supremo.

A sigla afirmou que há “fortes indícios” da prática de prevaricação do chefe do Executivo e de seu auxiliar, o ministro Eduardo Pazuello, no colapso em Manaus e ressaltam que o mesmo cenário tem sido visto em municípios paraenses.

 

“Caso, eventualmente, surjam indícios razoáveis de possíveis práticas delitivas por parte dos noticiados, será requerida a instauração de inquérito nesse Supremo Tribunal Federal”, disse Aras em manifestação enviada à corte no início de fevereiro.

Ainda na manifestação feita ao Supremo, o procurador-geral disse que tem sido “zeloso na apuração de supostos ilícitos atribuídos ao chefe do Executivo”.

A reportagem enviou perguntas ao Palácio do Planalto, questionando se houve eventuais esclarecimentos à PGR e o que Bolsonaro tem a dizer em sua defesa.

O email foi devolvido com a informação de que a reportagem deveria enviar as questões para a AGU (Advocacia-Geral da União), que, por sua vez, informou que não poderia comentar o caso por se tratar de procedimentos ainda em curso.

O Banco Central informou que as dívidas bancárias bateram um recorde em novembro do ano passado ao atingir 51% da renda acumulada das famílias nos 12 meses anteriores. Foram levadas em consideração todas as dívidas com bancos, incluindo as de financiamento imobiliário. A marca mais alta tinha sida registrada em outubro de 2020, com 49,81% dos ganhos. A série histórica começou em janeiro de 2015.

No primeiro mês de 2019, antes da pandemia, o indicador era de 45,19%. O menor percentual registrado desde o início do levantamento é o de janeiro de 2005 (18,42%), que marca o começo da série histórica. Os dados estatísticos foram publicados pelo jornal O Estado de S.Paulo.

De acordo com estudo feito pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), a média de famílias endividadas no ano passado aumentou 2,8 pontos porcentuais, em comparação com 2019 (66,5%).

O estudo da CNC também mostrou crescimento de 1,5 ponto porcentual na proporção de famílias com contas ou dívidas em atraso, alcançando 25,5%.

O cartão de crédito gerou as principais dívidas das famílias – 78%, na média de 2020. O carnê (16,8%) e o financiamento de carro (10,7%) ficaram em segundo e terceiro lugares, respectivamente. (247)

Decreto da Prefeitura de Juazeiro-BA permite música ao vivo em bares e restaurantes

Após protestarem contra os decretos estaduais que proibiam shows em alas públicas ou privadas de Juazeiro, a classe artística da cidade volta a respirar aliviada neste início de semana carnavalesca. Pelas redes sociais, diversos artistas se manifestaram nesta segunda-feira (15) para comemorar o decreto publicado na sexta (12) flexibilizando as apresentações musicais na cidade.

O novo documento liberou os shows ao vivo de voz e um instrumento musical com apenas dois integrantes em ambiente fechado e de até três componentes em ambiente aberto, respeitando a intensidade máxima de som estabelecida pela Lei Complementar Municipal nº 018/ 2016.

O decreto novo também delimitou o horário de funcionamento dos bares e restaurantes que fica permitido de segunda a quinta-feira é até a meia-noite. E de sexta-feira a domingo eles poderão ficar abertos até 1h (uma) hora da madrugada.  Só podem ficar no máximo 4 (quatro) pessoas por mesa e está proibida a permanência de clientes em pé no balcão desses estabelecimentos. (Com informações do Blog do Carlos Britto)

Araripina: Taxa de ocupação de leitos de UTI do Hospital Santa Maria está em 97%

Em Araripina, no Sertão de Pernambuco, a taxa de ocupação dos trinta leitos de Unidade de Terapia intensiva (UTI) do Hospital e Maternidade Santa Maria, está em 97%.

De acordo com nota divulgada pela unidade hospitalar, nessa nessa segunda-feira (15), vinte e nove leitos de alta complexidade estão ocupados com pacientes do novo coronavírus (Covid-19). Ainda segundo a nota, nas últimas 24 horas foi registrada 01 admissão e 01 alta.

Com relação aos leitos de enfermaria, que são disponibilizados para pacientes com Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), das 60 unidades disponíveis, 33% estão ocupados. Nas últimas 24 horas foram registradas 06 admissões e 01 alta. Via blog Roberto

Bolsonaro defendeu que, em números absolutos, o Brasil é um dos países com maior número de vacinados até agora.

Presidente diz que vacina está em falta no mundo todo (Foto: Reprodução)

 O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse nesta segunda (15) que tem um “cheque de R$ 20 bilhões” para comprar vacinas contra a Covid-19, mas que o produto está em falta no mercado. Ele negou que o governo desestimule a vacinação mas voltou a defender que a aplicação seja opcional.

As declarações foram feitas no mesmo dia em que o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (DEM) anunciou que a segunda maior cidade brasileira terá que interromper a vacinação por falta de imunizantes. Será a quarta cidade do estado a ter que tomar a medida.

“Não tem vacina, no mundo todo não tem vacina. Não é nós, é o mundo todo”, afirmou Bolsonaro, em conversa com a imprensa após passeio de moto em São Francisco do Sul (SC), onde passa o feriado de Carnaval.

“Eu sempre falei: uma vez a Anvisa [Agência Nacional de Vigilância Sanitária] liberando, eu compraria. Tanto é que eu tenho, entre aspas, um cheque de 20 bilhões de reais para comprar vacina, a medida provisória que eu assinei agora, em dezembro do ano passado”, completou.
Governo e Congresso vêm sendo pressionados por governadores para a apresentação de um cronograma de distribuição de vacinas, que é atribuição do Ministério da Saúde. Até agora, o Brasil aplicou a primeira dose em pouco mais de cinco milhões de pessoas.

Bolsonaro defendeu que, em números absolutos, o Brasil é um dos países com maior número de vacinados até agora. Com o uso de apenas 1/6 da capacidade diária de imunização, porém, o ritmo é considerado lento por especialistas.

“Tem estados americanos que pararam de fazer a vacina, é isso mesmo? Califórnia parou obviamente por que não tem, né?”, alegou o presidente. “Ninguém tá negando a vacina e desestimulando. E pra mim, no que depender de mim, ela é opcional, não obrigatória.”

Segundo o presidente, o Ministério de Ciência e Tecnologia precisa de R$ 300 milhões para concluir o desenvolvimento de uma vacina brasileira, que poderia ser adaptada mais rapidamente às variantes surgidas no país, mas “falta dinheiro”.

“Em concluindo a nossa vacina, ela poderia ser alterada também mais rapidamente para combater as mutações do vírus, porque o vírus que está aqui nem sempre é o mesmo que esta em outro país. Só tem um probleminha, só falta dinheiro.”

Bolsonaro voltou a defender a prescrição de remédios sem comprovação científica para o tratamento da Covid-19, enquanto comentava sobre o colapso no sistema de saúde em Chapecó, no oeste catarinense. Ele disse que o governo está monitorando a situação, mas não tinha informações sobre quais as ações em curso.

“Olha, não só Chapecó, como qualquer cidade do Brasil que foge a normalidade, o Ministério da Saúde, quando informado, obviamente, começa a monitorar. Se fugir dos meios, daquela cidade, daquela região, conter aquela situação, a gente entra em campo, como aconteceu em Manaus”, disse.

“Agora, os médicos devem ter o direito, sem pressão de ninguém, de exercer aquela, a sua liberdade de receitar algo para uma doença, no caso, sem estar prescrito em bula. Porque é ainda uma doença que não tem remédio definido para tal.”

A tabela do Campeonato Pernambucano está definida. Os primeiros jogos estão marcados para o dia 24 de fevereiro – com o Sport em ação diante do Vera Cruz um dia antes do fim da Série A. A competição ainda terá o grande campeão conhecido no dia 23 de maio. 

O calendário foi divulgado pela Federação Pernambucana de Futebol (FPF) ontem, segunda-feira. 
Confira os jogos do Afogados nesta 1ª fase da competição: 1ª rodada, Dia 24/2, às 20h: Salgueiro x Afogados (Cornélio de Barros); 2ª rodada, Dia 3/3, às 20h: Afogados x Retrô (Vianão); 3ª rodada, Dia 14/3, às 16h Afogados x Vitória (Vianão); 4ª rodada, Dia 28/3, às 16h Sete Setembro x Afogados (Gigante do Agreste); 5ª rodada Dia 4/4, às 16h, Afogados x Sport (Vianão); 6ª rodada, Dia 18/4, às 16h Central x Afogados (Lacerdão); 7ª rodada, Dia 11/4, às 20h Afogados x Vera Cruz (Vianão); 8ª rodada Dia 1/5, às 16h Náutico x Afogados (Aflitos); 9ª rodada, Dia 9/5, às 16h, Afogados x Santa Cruz (Vianão).

Hospital Regional Emília Câmara abre processo seletivo e recebe currículos até a quarta-feira (17)

O Hospital Regional Emília Câmara (HREC), em Afogados da Ingazeira, abriu processo seletivo visando contratações imediatas e cadastro reserva, para diversas áreas.

As vagas, que contemplam a ampla concorrência e Pessoas com Deficiência (PCD) são para as seguintes áreas: SERVIÇO OPERACIONAL, TÉCNICO EM ANÁLISES CLÍNICAS, TÉCNICO EM IMOBILIZAÇÃO, COZINHEIRO, AUXILIAR DE COZINHA, ASSISTENTE DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, ASSISTENTE DE CONTRATOS (NÍVEL SUPERIOR), MÉDICO NEONATOLOGISTA, MÉDICO PEDIATRA, MÉDICO CLÍNICO GERAL e MÉDICO CIRURGIÃO GERAL.
 Os interessados devem encaminhar seus currículos, constando o nome completo do candidato e a função pleiteada, para o e-mail selecao@hrec.org.br , até o dia 17 de fevereiro de 2021, atendendo todas as disposições previstas no edital que se encontra no site do HREC ( http://hrec.org.br/index.php/ed

Seleção de professores para Escola Padre Carlos Cottart: provas serão nesta sexta-feira (19), na Fasp

Acontece na próxima sexta (19), a prova de conhecimentos da seleção pública para contratação temporária de professores da Escola Municipal Integral Padre Carlos Cottart. São ao todo 12 vagas, nas áreas de língua portuguesa (02), matemática (03), Geografia (01), História (02), Ciências (01), Educação física (01) e Inglês (02).

A Secretaria Municipal de Educação informa que as provas serão realizadas na FASP, das 9h às 11h, respeitando todos os protocolos de distanciamento social e segurança sanitária. Além da prova de conhecimentos, a seleção também inclui uma etapa de avaliação curricular.