Cidades

Amparados nas frouxas regras eleitorais criadas por eles próprios, os partidos políticos indicam que repetirão nas eleições municipais de outubro o modelo usado em 2018 para a aplicação do dinheiro público reservado para as campanhas.

Em linhas gerais, os R$ 2,035 bilhões do fundo eleitoral, sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro nesta sexta-feira (17), serão distribuídos com base em duas diretrizes.

A primeira é a vontade das executivas das 33 legendas. O grupo restrito de dirigentes partidários tem poder absoluto, pela lei, de definir quem dos possivelmente quase 500 mil candidatos receberá o dinheiro público e em qual quantidade.

A segunda é a exigência, também legal, de direcionar ao menos 30% da verba (R$ 610 milhões) para candidatas. Embora sejam 51% da população, as mulheres ocupam só 14% das cadeiras do Congresso.

A regra foi criada para estimular a participação feminina na política. Porém ela está no centro do escândalo de desvio de recursos por meio das candidaturas laranjas, criadas apenas para desviar o dinheiro para outros candidatos.

A Folha de S.Paulo revelou a prática no PSL de Minas e de Pernambuco, mas houve potenciais laranjas em outros 13 partidos.

Apuração da Polícia Federal apontou fortes indícios de que verba eleitoral pública do DEM nacional foi desviada por meio da maior candidatura laranja das eleições de 2018, no Acre.

A Folha de S.Paulo procurou os 24 partidos com representação no Congresso.

Apenas Solidariedade, PSD, MDB, PTB e DEM disseram que pretendem aperfeiçoar o processo de escolha e condução das candidaturas femininas. PC do B, PV e PDT disseram que as mulheres já exercem, há tempos, papel de protagonismo em suas legendas.

O DEM afirmou, em nota, ter lançado em outubro uma estratégia nacional de formação política para mulheres.

“A intenção do partido é apresentar mais nomes do que o mínimo exigido pela legislação e indicar postulantes que efetivamente possuam o interesse em concorrer.”

Paulo Pereira da Silva, presidente do Solidariedade, afirma que o maior investimento da sigla nos últimos tempos foi no programa “Lidera+”, que selecionou publicamente 139 mulheres no país para serem capacitadas pela Secretaria Nacional da Mulher do partido com vistas à eleição.

“Estamos formando essas mulheres para que a gente possa ter candidatas realmente com condição de disputar e ganhar a eleição, e não apenas usá-las como laranjas, como aconteceu com alguns partidos”, afirmou o deputado.

Presidente do PSD, Gilberto Kassab disse que o partido incentiva os municípios a preencherem suas chapas de candidatos a prefeito e vereador com 40% de candidatas, desde que com potencial.

“É melhor termos menos candidatos homens, para que seja mantido o percentual de candidatas mulheres, do que termos candidatas com baixíssima votação, que poderiam ser confundidas com candidatas laranjas.”

O MDB disse que está tomando medidas para estimular as candidaturas femininas, realizando eventos e dando ao núcleo MDB Mulher o status de secretaria.

Sobre os critérios gerais para a distribuição dos recursos, só o PDT disse já ter definido o que irá fazer. Vai priorizar candidatos a prefeitos de capitais e grandes cidades, segundo o presidente, Carlos Lupi.

PT e PSL, que lideram o ranking de agraciados em 2020, com direito a 20% de todo o dinheiro público (cerca de R$ 200 milhões cada um), disseram que ainda não discutiram nenhum critério a ser adotado.

Partido que elegeu Bolsonaro, o PSL tinha verba de nanico em 2018 (R$ 9,2 milhões), tendo decidido na ocasião concentrar a decisão da distribuição do dinheiro nas mãos do então presidente interino, Gustavo Bebianno.

Escolhido em 2019 ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Bebianno foi demitido em meio à repercussão da revelação do laranjal do partido.

O então ministro entrou em conflito público de versões com Bolsonaro e seu filho Carlos sobre a crise que o caso teria gerado no governo.

Bebianno diz que não teve contato com as candidatas e apenas repassou formalmente os recursos aos estados.

A versão é confirmada pelo então presidente do PSL-MG, Marcelo Álvaro Antônio, ministro do Turismo, e Luciano Bivar, presidente nacional do PSL.

O presidente do MDB, Baleia Rossi, diz que pretende discutir os critérios com todos os congressistas da sigla e os presidentes dos diretórios estaduais.

O Solidariedade também irá priorizar grandes cidades e estados em que o partido tem deputados federais eleitos.

Apesar de afirmar que ainda irá deliberar o assunto, o PL afirmou que deve repetir a lógica de 2018, quando privilegiou estados em que o partido tinha uma representação mais forte no Congresso.

As demais siglas afirmaram que ainda vão discutir os critérios ou não responderam.

Em geral, é consenso no Congresso que a maioria deve seguir o padrão de 2018, de priorizar as candidaturas de postulantes à reeleição e daqueles mais alinhados aos congressistas, governadores ou dirigentes das siglas.

Exceções a essa regra, na última disputa, foram PSOL, PV e PSD, que aprovaram resoluções com critérios detalhados e mais pulverizados de divisão.

O fundo eleitoral foi criado em 2017 em reação à proibição do financiamento empresarial de campanha. Em 2018, destinou R$ 1,7 bilhão aos partidos.

Bolsonaro criticou o uso do dinheiro público por políticos, apesar de tê-lo usado em sua campanha a deputado em 2014 (fundo partidário) e ter sido beneficiado com material eleitoral feito com dinheiro público e não declarado por sua campanha a presidente, conforme revelado pela Folha de S.Paulo.

Ele tenta colocar de pé até o prazo de 4 de abril o seu partido, a Aliança pelo Brasil, que terá direito a uma pequena fatia do fundão caso oficializado a tempo (R$ 1,2 milhão).

Vinculado a empresários, o Novo foi a única sigla que prometeu usar uma das novidades dessa campanha, a possibilidade de até 1º de junho renunciar à verba do fundão (R$ 36,6 milhões).

 

PCC realiza fuga em massa em prisão no Paraguai, e 75 conseguem escapar

Setenta e cinco presos, a maioria membros do PCC (Primeiro Comando da Capital), fugiram na madrugada deste domingo (19) de uma prisão em Pedro Juan Caballero, no Paraguai.

A facção brasileira tem forte atuação no Paraguai, devido a tráfico de drogas.

De acordo com a imprensa do país, foi encontrado um túnel que ligava um dos pavilhões, voltados a presos da facção criminosa brasileira, à área externa da prisão.

O governo paraguai, no entanto, considera que parte dos criminosos possa ter fugido durante a semana sem usar o túnel. Os responsáveis pela prisão já foram afastados.

“Foi encontrado um túnel e acreditamos que esse túnel foi um recurso enganoso para legitimar ou maquiar a liberação dos presos. Há cumplicidade com as pessoas de dentro da prisão e esse é um fenômeno que acontece em todas as penitenciárias”, afirmou o ministro do Interior do país, Euclides Acevedo, em nota publicada em site do governo.

De acordo com ele, o país está em alerta máximo, pois os presos são de grande periculosidade. Segundo ele, entre os 75 presos – e não 91, como divulgado inicialmente pela imprensa paraguaia -a maioria é de integrantes do PCC.

O ministro afirmou que é possível que alguns dos detentos tenham fugido para o Brasil.

A ministra da Justiça, Cecilia Pérez, ordenou a destituição do diretor da penitenciária e de outros funcionários. “É categórico que houve corrupção”, disse Cecilia à rádio paraguaia ABC Cardinal.

A suspeita é que a facção criminosa tenha comprado a sua fuga.

Em uma das celas do presídio foram encontrados cerca de 200 sacos de terra, retirada para que o túnel fosse feito.

Jornais do país afirmam também que a Polícia Federal brasileira também foi avisada. (Via: Folhapreess)

O próprio ministro da Casa Civil de Jair Bolsonaro admitiu o uso de caixa dois, mas a investigação foi travada pelo Supremo Tribunal Federal.

 “Uma investigação sobre o pagamento de caixa dois do grupo J&F ao ministro-chefe da Casa Civil de Jair Bolsonaro (sem partido), Onyx Lorenzoni (DEM-RS), está travada no Supremo Tribunal Federal (STF) desde fevereiro do ano passado e até hoje não teve início, apesar de o próprio ministro ter admitido o recebimento de recursos por fora da contabilidade oficial”, aponta reportagem de Aguirre Talento, no jornal O Globo.

“Tô assumindo aqui, como um homem tem que fazer, (usei os recursos) sem a declaração na prestação de contas. Todos os outros recursos foram 100% contabilizados, foi apenas este recurso. Eu quero pedir desculpas aos eleitores do Rio Grande do Sul que confiam em mim pelo erro que cometi, mas vou assumir, como um homem tem que fazer. Eu vou lá pra frente do Ministério Público, vou reafirmar o que estou dizendo publicamente aqui, vou ao juiz que foi destinado ao caso e vou reafirmar”, disse Onyx, em maio de 2017.

Na próxima segunda-feira, 20 de janeiro, os cofres dos Municípios de todo o país vão receber o repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) referente ao segundo decêndio do mês de janeiro.

O valor total corresponde a R$ 1.220.210.392,58, já descontada a retenção do Fundo de Manutenção do Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Em valores brutos, que inclui o Fundeb, o repasse chega a R$ 1.525.262.990,73.

Dados da Secretaria do Tesouro Nacional mostram que, comparado ao mesmo decêndio do ano anterior, o número apresentou uma queda de 2,72%, desconsiderando os efeitos da inflação. Comparando o acumulado do mês o valor também apresentou queda, desta vez de 8,45%. Já o acumulado do ano, comparado ao mesmo período do ano anterior, o FPM também apresenta queda.

O total repassado aos Municípios no período de janeiro até o 2º decêndio de janeiro de 2020, apresenta uma queda de 8,45%, sem considerar os efeitos da inflação, em relação ao mesmo período de 2019. Para o 2º decêndio, a base de cálculo corresponde aos dias 1º ao 10 do mês corrente. Esse decêndio geralmente é o menor do mês e representa em torno do 20% do valor esperado para o mês inteiro.

*Para Pernambuco o valor bruto ficou em R$ 73.701.023,81. Após os descontos de 20% para Fundeb, 15% para a Saúde e 1% para o Pasep o valor líquido a receber pelo estado vai ser de R$ 47.168.655,24. No mesmo período do ano passado o valor bruto para o estado foi de 77.082.151,40 – Perda de R$ 3,4 milhões o que corresponde a uma queda de aproximadamente 4,3%.

Orientações – A Confederação Nacional de Municípios (CNM) reforça que o FPM, assim como a maioria das receitas do país, não apresenta distribuição uniforme. Deste modo, a entidade ressalta que os gestores municipais devem manter cautela em suas gestões e devem ficar atentos ao gerir os recursos municipais.

Para tanto, é preciso que os gestores municipais tenham planejamento e reestruturem os compromissos financeiros das prefeituras para que seja possível o fechamento das contas. As informações são Agência CNM de Notícias

Paulo Câmara embarca para a Inglaterra 15 alunos do Programa Ganhe o Mundo Técnico

Anunciados em dezembro de 2019, a modalidade e o país são novidades na rede pública de ensino de Pernambuco, e vão contemplar estudantes das Escolas Técnicas Estaduais

Fotos: Américo Santos/SEI

Marcando a estreia do Programa Ganhe o Mundo Técnico, o governador Paulo Câmara acompanhou, neste domingo (19.01), o embarque da primeira turma de intercambistas para a Inglaterra. Nesta primeira edição do PGM Técnico, viajaram 15 estudantes de 14 Gerências Regionais de Educação espalhadas por todo o Estado para o Bournemouth and Poole College (BPC).

“É uma alegria estar aqui com estes alunos que vão embarcar para a Inglaterra nessa parceria que já tem vários anos. Mais de oito mil alunos já participaram do Ganhe o Mundo que, agora, estreia na modalidade técnica. Estamos felizes, porque estamos ampliando os horizontes, ampliando sonhos, e eu tenho certeza de que essa juventude estará cada vez mais preparada para um futuro desafiador”, afirmou Paulo Câmara.

O intercâmbio terá a duração de 18 semanas, além de acompanhamento com orientação à distância por mais quatro semanas após o retorno ao Brasil, para a implantação de projeto na área de atuação do estudante. Durante a estada no país, os intercambistas irão aperfeiçoar a língua inglesa e cursar disciplinas da base comum e de conteúdo equivalente aos cursos técnicos em que estão matriculados no Brasil. Nesta edição, foram contemplados os cursos de Administração, Desenvolvimento de Sistemas, Edificações, Jogos Digitais e Suporte e Manutenção de Rede.

Estudante do curso de Administração da Escola Técnica Maria Eduarda Ramos de Barros, em Carpina, Jessica da Silva Ferreira, de 17 anos, não vê a hora de embarcar no seu maior sonho: estudar na Inglaterra. “Estou muito feliz e animada. Era um sonho para mim, sempre quis estudar fora e, ainda por cima, na Inglaterra. Estou ansiosa para conhecer a família com quem vou morar”, relata.

Jessica contou que pretende estudar algum curso direcionado para as relações internacionais, e que o intercâmbio vai ser um grande diferencial para a vida profissional dela. “O intercâmbio vai me ajudar bastante porque já vou ter experiência em outro país. Espero voltar com uma bagagem muito rica em conhecimentos e aprimorar meu inglês, além de mudar o modo como eu enxergo a vida. E acredito que essa mudança será para melhor”, destacou a aluna.

 

Afogados: Araketu, Patusco e Orquestra Show de Frevo no Baile Municipal

A edição de 2020 do baile municipal de Afogados da Ingazeira promete ser uma das mais animadas e concorridas dos últimos anos. Na programação musical, estão previstas atrações do porte da banda Araketu, a animação contagiante de Patusco e a tradição do frevo com a renomada orquestra afogadense, Show de Frevo.

O baile, mais uma vez, acontecerá no espaço Wilton Britto, no Hotel Brotas, no próximo dia 08 de fevereiro, com previsão de início para 21hs. Informações sobre mesas e ingressos, pelo telefone (87) 99958 0056.

Mais uma vez a Prefeitura buscou apoio na iniciativa privada para realizar o baile, gastando o mínimo possível de recurso público para realização dessa que tem se consolidado como uma das maiores e mais animadas prévias do Carnaval no Sertão Pernambucano.

Chuva deixa seis mortos no Sul do Espírito Santo

Reprodução/TV Gazeta

A chuva que atinge os municípios do Sul do Espírito Santo desde sexta-feira (17) deixou seis mortos em duas das cidades mais afetadas pela força da água: Iconha, onde três pessoas morreram, e Alfredo Chaves, onde outras três perderam a vida. Os municípios vão solicitar o decreto de estado de calamidade pública.

Até esta manhã, cinco mortes estavam confirmadas. O sexto caso foi informado por meio de coletiva de imprensa dos bombeiros na tarde deste sábado (18). Buscas por desaparecidos estão sendo feitas.

As informações foram dadas pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp). No início da manhã deste sábado, o governador Renato Casagrande foi a Iconha para acompanhar os trabalhos da Defesa Civil Estadual. À tarde, ele seguiu para Alfredo Chaves.

O tenente-coronel Wagner, que é porta-voz do Corpo de Bombeiros, explicou que ainda não foi feita a contabilização oficial de desabrigados e desalojados porque a prioridade das equipes é ajudar e salvar o maior número de pessoas.

“A parte burocrática vai ficar para depois. Nossa prioridade é o salvamento das pessoas, não queremos que ninguém mais morra em virtude dessas chuvas”, disse.

MPF investiga ‘indevidas interferências’ de Bolsonaro e Maia na aprovação da reforma da Previdência

A investigação pode durar um ano e é prorrogável / Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Ministério Público Federal (MPF) instaurou inquérito civil para apurar se houve “indevidas interferências” na aprovação da reforma da Previdência por parte do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. A abertura do inquérito atendeu a um pedido de parlamentares do PSOL.

A portaria que informa a abertura do inquérito, assinada pelo procurador da República em Brasília Carlos Bruno Ferreira da Silva, é do dia 13 de janeiro, mas só foi publicada na edição desta quinta-feira (16) do Diário Eletrônico do MPF. A investigação pode durar um ano e é prorrogável.

Leia a portaria que informa a abertura do inquérito

PORTARIA Nº 11, DE 13 DE JANEIRO DE 2020
Ref.: Notícia de Fato n. 1.16.000.001862/2019-52
O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, pelo Procurador da República signatário, no exercício de suas atribuições constitucionais e legais:

CONSIDERANDO o rol de atribuições elencadas nos artigos 127 e 129 da Constituição Federal e na Lei Complementar nº 75/93;

CONSIDERANDO o disposto na Resolução do Conselho Nacional do Ministério Público nº 23/2007 e na Resolução do Conselho Superior do Ministério Público Federal nº 87/2010;

CONSIDERANDO a necessidade de promover ampla apuração dos fatos noticiados;

RESOLVE instaurar INQUÉRITO CIVIL, com os seguintes dados:

Envolvidos: Luiz Mandetta, Rodrigo Maia e Jair Messias Bolsonaro
Representantes: David Miranda, Edmilson Rodrigues, Fernanda Melchionna, Áurea Carolina, Glauber Braga e outros;
Objeto: Apurar indevidas interferências do Presidente da República Jair Messias Bolsonaro, do Ministro da Saúde Luiz Mandetta e do Presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia na aprovação da PEC nº 06/2019 (Reforma da Previdência)

Foto: reprodução

Antônio de Queiroz Galvão, fundador do Grupo Queiroz Galvão (QGSA), faleceu, na madrugada deste domingo (19), aos 96 anos. Ele foi vítima de um AVC, por volta da 1h30. Sua morte foi comunicada manhã deste domingo pela QGSA. De acordo com o comunicado, o velório tem início às 12h e o sepultamento será às 17h, no Cemitério Morada da Paz, em Paulista, na Região Metropolitana do Recife.

O engenheiro trabalhou no Grupo até os 90 anos de forma participativa. Deixa esposa, sete filhos, 22 netos e 25 bisnetos.

João Carlos Paes Mendonça, presidente do grupo JCPM e do SJCC, lamentou a morte do engenheiro. “Perde o Estado de Pernambuco e perde o País. Antônio Queiroz Galvão foi uma referência na construção civil, onde começou sua atuação como empresário, estendendo sua participação em outros setores onde atuava com a mesma dedicação”, disse.

Trajetória

Antonio de Queiroz Galvão nasceu em Timbaúba, na Zona da Mata Norte de Pernambuco, no dia 4 de maio de 1923, filho de um vendedor de secos e molhados, Antônio de Albuquerque Galvão, e de Maria Augusta Galvão. Ainda criança mudou-se com a família para o Recife, onde formou-se em engenharia civil pela Escola de Engenharia de Pernambuco.

Começou a carreira como diretor de Obras da Prefeitura do Recife e, mais tarde, criou, ao lado do irmão Mário, a construtora Queiroz & Galvão Ltda. Os irmãos mais novos, Dário e João, também se tornariam sócios da empresa. Entre as primeiras obras da então pequena construtora, estão o sistema de abastecimento de água de Limoeiro, a ligação rodoviária entre o Cabo de Santo Agostinho e Escada e a pavimentação da BR-101.

A empresa

Segundo revela o site da QGSA, os irmãos venderam um Chevrolet antigo, um Jipe e um Ford, com cinco anos de uso, para dar início à empresa, que em princípio realizava pequenas obras de saneamento e pavimentação de estradas. Eram os anos 1950, e o Brasil começava um rápido processo de industrialização.

A entrada no cenário nacional da construção civil foi dada com a conquista de uma grande obra rodoviária no Estado de São Paulo. Nesse período, a sede foi transferida para o Rio de Janeiro, se tornando SA. Entre as várias obras que realizou, estão a Rodovia Transamazônica, a Ferrovia do Aço, as linhas 4 e 5 do Metrô de São Paulo, a linha 4 do Metrô do Rio, a Rodovia Carvalho Pinto, em São Paulo, e a Linha Vermelha, no Rio de Janeiro. Atualmente, o grupo atua na América do Sul, Caribe e África. ( Jamildo)

Petrolina perde para o Santa Cruz na estreia do Pernambucano

Foto: Bobby Fabisak / JC Imagem

Estreando uniforme branco, sem as tradicionais listras no peito, apresentando novo mascote e pintura na arquibancada, além do gramado totalmente recuperado, o Santa Cruz estreou com vitória tranquila no Campeonato Pernambucano. No jogo que abriu a 105ª edição do Estadual, o tricolor venceu o Petrolina por 3×0, na noite deste sábado, no Arruda. E com a marca do artilheiro Pipico, autor de dois gols.

Sem jogar desde julho do ano passado, quando se machucou no empate por 0x0 com o ABC, ainda pela primeira primeira fase da Série C, Pipico voltou com o mesmo poder de fogo. Em 2019, foi o maior goleador do clube, com 16 gols. E agora já começa a temporada assumindo a artilharia.

O JOGO

Nos dois gols, mostrando presença de área. No primeiro, logo aos nove minutos, se antecipando ao volante Cícero, tocando para o fundo da rede. Depois, quando o Santa já vencia por 2×0, gol marcado pelo prata da casa Patrick, Pipico ampliou. Aos 29, apareceu por trás da zaga para dominar e, de frente para o goleiro Tigre, escolher o canto, após belo cruzamento de Paulinho, outro destaque, a exemplo de Bileu.

O camisa nove, no entanto, não se limitou aos gols. Se movimentou bastante. Indo buscar a bola no meio de campo várias vezes, deixando a marcação sertaneja confusa. O toque de bola com velocidade do meio de campo também ajudou para a vitória sem apertos. Mesmo com o time ainda em processo de reformulação e com pouco tempo de treinamento. Iniciando a partida com cinco jogadores da base. Dois deles improvisados (o zagueiro Feliphe na lateral esquerda e o lateral Augusto Potiguar no ataque)

Depois de ter definido o duelo antes dos 30 minutos do primeiro tempo, o Santa passou a cadenciar mais a partida. Se no início fez marcação alta, depois recuou e passou a explorar os (diversos) erros do Petrolina. A Fera Sertaneja, aliás, pagou por ter sido afoito. Chegou até a ter mais posse de bola no início, mas se lançava ao ataque e deixava espaços aos tricolores.

SEGUNDO TEMPO

Na segunda etapa as duas equipes diminuíram o ritmo, sentindo o desgaste natural de início de temporada. Mesmo assim, o tricolor manteve o equilíbrio defensivo, não permitindo finalizações perigosas do rival. Tendo ainda pelo menos uma chance de ampliar, num chute forte de Augusto Potiguar, bem defendido por Tigre.

Itamar Shulle aproveitou para rodar a equipe, promovendo as entradas de Totty, Ítalo Henrique e Mayco Félix. O Santa volta a jogar terça-feira, contra o Retrô, no Arruda. O Petrolina recebe, domingo, o Náutico. (JC Online)

Foi a primeira vez que o encontro aconteceu em um polo do interior.

Por André Luis

Neste mês de janeiro, a Universidade Paulista – Unip, polo de Afogados da Ingazeira, recebeu em sua sede representantes de quinze polos do nordeste, que representaram além de Pernambuco, polos dos estados da Paraíba, Ceará e Rio Grande do Norte.

André Gomes (Gerente Regional), Evlyne Lima (Assessora- Paraíba), Carla Luna (Assessora Pernambuco) e Igor Lobato (Assessor Ceara/ Rio Grande do Norte), representaram a Unip.

Mais de trinta pessoas se reuniram para discutir estratégias de crescimento para os seus polos. Afogados da Ingazeira foi a escolhida por ter recebido a permissão de implantar o curso de graduação em Enfermagem – Já com inscrições abertas.

Segundo a coordenadora pedagógica do polo de Afogados, Erenildes Menezes: “os polos vieram conhecer o nosso trabalho e ao mesmo tempo discutir as estratégias necessárias para que eles também pudessem passar a ofertar o curso de graduação em Enfermagem”.

Erenildes também informou que foi apresentado aos participantes, o programa “Polo Fácil”, desenvolvido pela Visão Tecnologia, que tem como proprietário o mantenedor do polo, Artur Menezes. “É um programa de gerenciamento do polo e aí o pessoal também veio conhecer esse sistema que facilita a administração interna da unidade.” Explicou Erenildes.

A coordenadora pedagógica ainda destacou “o encantamento dos presentes com a organização interna e com a estrutura do polo e principalmente como de como nos conseguimos ao longo desses doze anos, implantar um ensino de qualidade e também o crescimento que tivemos nesse período”, destacou.

O presidente Jair Bolsonaro sancionou sem vetos a Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2020. O anúncio foi feito ontem (17), pouco antes das 23h, pelo ministro-chefe da Secretaria-Geral de Governo, Jorge Oliveira, num post na rede social Twitter.

A expectativa é que a publicação saia no Diário Oficial da União de segunda-feira (20). O Orçamento, o primeiro elaborado durante a gestão de Bolsonaro, foi sancionado com o fundo de R$ 2 bilhões para o financiamento de campanhas eleitorais.

Com previsão de receitas e despesas totais de R$ 3,687 trilhões para 2020, a LOA foi aprovada em 19 de dezembro pelo Congresso Nacional. O texto tinha até 30 dias para ser sancionado.

O Orçamento deste ano destina R$ 2.375,8 trilhões para o Orçamento Fiscal, R$ 1.189,7 trilhão para a Seguridade Social, e R$ 121,4 bilhões para os investimentos das estatais. Para a rolagem (renovação) da dívida pública, estão reservados R$ 917,1 bilhões.

A LOA projeta cotação média do dólar a R$ 4 e crescimento de 2,32% do Produto Interno Bruto (PIB, soma das riquezas produzidas no país). A inflação oficial pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), está prevista em 3,53% neste ano. A meta da taxa de juros básica, a Selic, é de 4,40%. A meta fiscal para o déficit primário do Governo Central (Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central) ficou em R$ 124,1 bilhões, ante R$ 139 bilhões em 2019.

Este será o quarto exercício financeiro consecutivo de cumprimento da emenda constitucional do teto dos gastos, que limita o crescimento das despesas públicas pelos próximos 20 anos. Em 2020, as despesas primárias não poderão ultrapassar R$ 1.454.470,30.

Para este ano, o Orçamento estima déficit da Previdência em R$ 326,1 bilhões, o equivalente a 4,3% do PIB (Produto Interno Bruto, soma das riquezas produzidas no país). Desse total, R$ 241,2 bilhões correspondem ao déficit da Previdência Social, que engloba os trabalhadores da iniciativa privada e das estatais; R$ 43 bilhões do regime dos militares e R$ 41,8 bilhões do regime próprio dos servidores públicos federais civis.

Agência Brasil

Os cidadãos que tiveram o título de eleitor cancelado têm até o dia 6 de maio para regularizar a situação. Após o prazo, quem não estiver em dia com o documento, não poderá votar nas eleições municipais de outubro, quando serão eleitos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores nos 5.568 municípios do país.

No ano passado, 2,4 milhões de títulos foram cancelados porque os eleitores deixaram de votar e justificar ausência por três eleições seguidas. Para a Justiça Eleitoral, cada turno equivale a uma eleição.

Para regularizar o título, o cidadão deve comparecer ao cartório eleitoral próximo a sua residência, preencher o Requerimento de Alistamento Eleitoral (RAE) e apresentar um documento oficial com foto. Além disso, será cobrada uma multa de R$ 3,51 por turno que o eleitor deixou de comparecer. O prazo para fazer a solicitação termina no dia 6 de maio, último dia para emissão do título e alteração de domicílio eleitoral antes das eleições.

Além de ficar impedido de votar, o cidadão que teve o título cancelado fica impedido de tirar passaporte, tomar posse em cargos públicos, fazer matrícula em universidades públicas, entre outras restrições.

A situação de cada eleitor pode ser verificada no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O primeiro turno será realizado no dia 4 de outubro. Se necessário, o segundo turno será no dia 25 do mesmo mês. Cerca de 146 milhões de eleitores estarão aptos a votar.

Um homem de 28 anos suspeito de estuprar, matar e esconder o corpo de uma criança de 10 anos embaixo da própria cama foi esquartejado após ser retirado da delegacia onde estava preso na cidade de Fonte Boa, interior do Amazonas. De acordo com Secretaria de Segurança Pública, centenas de pessoas invadiram a unidade policial e cometeram o crime. O caso ocorreu na noite de sexta-feira (17). Duas pessoas ficaram feridas no tumulto.

Vídeos que circulam em redes sociais mostram atos de vandalismo. As imagens mostram o suspeito sendo agredido, esquartejo e queimado em uma fogueira. Na ação, a delegacia ficou depredada e três viaturas foram destruídas.

O delegado Orlando Amaral informou que a polícia precisou fazer disparos na tentativa de conter a situação. Duas pessoas foram atingidas. Um delas, ainda conforme o delegado, está em estado grave.

A Secretaria de Segurança Pública disse que foram enviados reforços da Polícia Militar de Tefé e Jutaí para a cidade, ainda na noite de sexta, na tentativa de conter o tumulto. No entanto, populares conseguiram invadir a delegacia.

“Na manhã de hoje, policiais civis e Militares de Manaus estão sendo enviados, de Manaus, de avião para ações de localização e prisão dos autores do linchamento do suspeito e da depredação da unidade policial e de viaturas da Polícia Militar”, informou, em nota, a SSP na manhã deste sábado.

Criança estuprada e morta

A criança de 10 anos foi morta depois de ter sido abusada sexualmente. O caso ocorreu na quinta-feira (16). O corpo da menina foi localizado embaixo da cama do suspeito pela companheira dele. A Polícia Civil informou que o homem havia sido preso por estupro seguido de morte e ocultação de cadáver.

De acordo com as investigações, o crime ocorreu casa do suspeito. O investigador Mário Alves, gestor da 55ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) informou que a menina costumava ir à casa do homem ajudar a fazer bolos e biscoitos com a companheira dele, para venderem na cidade.

No dia do crime, a vítima estava com o suspeito na residência e, conforme a polícia, ele teria oferecido R$ 40 à criança em troca de relação sexual. A vítima tentou fugir, mas foi violentada.

Segundo Alves, após o ato, o suspeito aplicou um golpe chamado “Mata-leão” na criança. Em seguida, ele asfixiou a menina utilizando uma corda. Ela morreu no local.

Ainda de acordo com a polícia, o infrator deixou o corpo da vítima embaixo da cama. Cerca de quatro horas depois, a companh

O ex-governador Joaquim Francisco deve sair do PSDB, onde está hoje filiado, para poder disputar as eleições no Recife, pelo Aliança pelo Brasil, o partido que está sendo criado pelo presidente Bolsonaro. Caso o partido não esteja formalmente criado, um partido aliado deve ser a opção para a disputa majoritária.

Com apoio de Bolsonaro, Joaquim Francisco quer unir centro e direita no Recife

O presidente Bolsonaro vetou a legenda tucana, por alegada incompatibilidade com o governador João Dória, que planeja disputar a presidência da República, em 2022. Doria levou para o PSDB em São Paulo vários adversários de Bolsonaro, como Gustavo Bebiano, Alexandre Frota e Joyce Hasselman e Major Olímpio. “Jair Bolsonaro não admite aliança com o PSDB. Eles defendem a política antiga, com alianças em cada estado”, diz um aliado bolsonarista.

O grande empecílho para a aposta majoritária foi resolvido com a oferta do PL (Partido Liberal) , de Anderson Ferreira, prefeito de Jaboatão dos Guararapes. Anderson é amigo pessoal de Bolsonaro, dos tempos em que eram colegas na Câmara dos Deputados. O PL tem planos de crescer no Nordeste e em especial em Pernambuco. “Se o 38 (Aliança pelo Brasil) não estiver pronto, vamos de 22 (PL), um partido já estruturado, com fundo partidário e tempo de TV. Vai ser 22 em Jaboatão, 22 em Recife, 22 em Olinda, 22 em Caruaru, 22 em Garanhuns, 22 em Santa Cruz do Capibaribe”

Nesta quinta-feira, o presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, chegou a afirmar nos jornais locais que apoio não se rejeita, em uma alusão ao apoio de outros partidos ao então correligionário Joaquim Francisco. “Todo apoio que respeite a independência do PSDB e os nossos compromissos com a sociedade será bem vindo”, declarou.

Na semana que vem, o Aliança por Pernambuco espera novas adesões. O PSD de André de Paula pode migrar da Frente Popular para a oposição. ( Jamildo)

Tema: Democratização do acesso ao cinema no Brasil.

A afogadense Jennipher Gaudêncio de Santana Moraes, 19 anos, filha de Selma Maria Gaudêncio de Santana e de Anderson Flávio de Moura Moraes se destacou no Enem 2019, com nota 940.

Jennipher é neta do saudoso Zé Nazário e agora se prepara para uma nova etapa em sua vida.
A imagem pode conter: 1 pessoa, a sorrir, texto
A imagem pode conter: 1 pessoa, a sorrir, texto
A imagem pode conter: Tuane Souza, a sorrir, texto
A imagem pode conter: 1 pessoa
A imagem pode conter: 1 pessoa, a sorrir, texto
A imagem pode conter: 1 pessoa, a sorrir, texto

Menores furtam pedras preciosas do antigo Museu de Araripina

Os delinquentes foram apreendidos Pela PM. Furto aconteceu na recém criada Associação Encontro das Artes (AENCARTES)

Por Roberto Gonçalves / Foto: reprodução

Três menores de idade foram apreendidos nesta sexta-feira (17) em Araripina, no Sertão do Araripe, após confessarem que furtaram uma camiseta e três pedras preciosas da recém criada Associação Encontro das Artes (AENCARTES).

De acordo com a 9ª Companhia independente de Polícia Militar (CIPM), à vitima informou o nome do autor e que o roubo aconteceu na quarta-feira (15).

Ainda segundo a PM, o efetivo localizou o menor que confessou ter realizado o furto. Além disso, ele disse ainda, que mais dois indivíduos, também menores de idade, participaram do furto, informando também onde estava os objetos.

Todo material foi entregue na Delegacia de Polícia Civil de Araripina.

A Polícia Civil da Paraíba deflagrou  a ‘Operação Manto da Justiça’ para desarticular uma quadrilha especializada em execução de pessoas na região de Princesa Isabel, Sertão do Estado, a cerca de 50 quilômetros de Serra Talhada. Até o momento, de acordo com informações da polícia, foram presas quatro pessoas. No entanto, as diligências devem continuar no decorrer do dia.
Entre os presos, está um político da região, que ainda não foi identificado.
O delegado Cristiano Jacques informou que foram expedidos nove mandados judiciais, sendo dois de prisão temporária e sete de busca e apreensão expedidos pela Comarca de Princesa Isabel.
Segundo informações do delegado André Rabello, o objetivo da operação é evitar a morte de duas pessoas que seriam assassinadas nos próximos dias na cidade. O mandante desses crimes, segundo a Polícia Civil, é um dos homens que teve a prisão decretada pela Justiça e será alvo da operação.
Ainda de acordo com Rabello, a investigação foi realizada pelo delegado Cristiano Jaques, que descobriu uma trama de mortes nessa região.
Coordenaram a ação os delegados André Rabelo e Cristiano Jacques, da Polícia Civil, em ação conjunta com o Coronel Campos e o Capitão Firmino Veras, da Polícia Militar na região. A operação é coordenada  pelas Polícias Civil (16ºDSPC) e Militar (5ª CIA\NI) de Princesa Isabel, com apoio da 3ªSRPC e 3º CRPM, além do apoio do Grupo de Operações Especiais da Polícia Civil-GOE. (Via: site WSCOM)

A população da China ultrapassou 1,4 bilhão de habitantes, pela primeira vez, no fim de 2019.

O Departamento Nacional de Estatísticas da China anunciou hoje (17), em Pequim, que a população do país aumentou em mais de 4,6 milhões em relação ao ano anterior. A China é o país com a  maior população em todo o planeta.

Em 2016, o governo chinês aboliu a política de filho único, que vigorava há mais de 30 anos. Hoje, os casais podem ter dois filhos.

Contudo, a taxa de natalidade continua a cair por causa de fatores como alto custo para a criação dos filhos em cidades e mudança nos estilos de vida.

Segundo o departamento, 14,6 milhões de bebês nasceram no ano passado na China. Houve uma queda de 580 mil em comparação com o ano anterior, e é o terceiro ano consecutivo de declínio anual.

Queda de Roberto Alvim, secretário nacional de Cultura, acontece após ele citar Goebbels, ideólogo nazista, em vídeo de divulgação de programa de apoio às artes. Defesa explícita do nazismo foi considerada absurda até no governo de extrema-direita.

A Secretaria Especial da Cultura informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que o secretário Roberto Alvim foi demitido do cargo. A exoneração acontece após Alvim citar um discurso de Joseph Goebbels, ministro da Propaganda da Alemanha nazista, informa o jornal Folha de S.Paulo.

Alvim foi alvo de diversas críticas nesta sexta-feira, acusado de fazer propaganda explícita do nazismo.

Ao blog de Matheus Leitão, no G1, funcionários da secretaria dizem que acompanharam a produção do pronunciamento e que Alvim sabia das semelhanças com os discursos do ministro nazista. Até por isso a estética do vídeo era parecida com a propaganda nazista, e não apenas as frases de Goebbels.

Entenda:

O secretário nacional de Cultura, Roberto Alvim, copiou a proposta nazista ao propor uma nova arte para o Brasil. Reproduzindo uma fala de Joseph Goebbels, ideólogo da propaganda nazista, ele propôs uma nova arte para o Brasil. “A arte brasileira da próxima década será heroica e será nacional. Será dotada de grande capacidade de envolvimento emocional e será igualmente imperativa, posto que profundamente vinculada às aspirações urgentes de nosso povo, ou então não será nada”, disse ele.

Brasil 247

Nomes como o de Tiago Leifert, apresentador de dois programas da casa, ‘The Voice Brasil’ e do ‘Big Brother Brasil’, e o de Rodrigo Faro, que comanda a atração ‘A Hora do Faro, estão na mira.

Caso Huck se candidate, ele terá que deixar o comando de seu programa ‘Caldeirão do Huck’, da Globo. (Foto: Divulgação)

Com seu nome envolvido na política desde as eleições de 2018, o apresentador Luciano Huck pode ser um forte concorrente a disputar à presidência do Brasil. Caso Huck assuma essa função tão importante e da qual precisa de total dedicação, ele terá que deixar o comando de seu programa ‘Caldeirão do Huck’, da Globo.

Nomes como o de Tiago Leifert, apresentador de dois programas da casa, ‘The Voice Brasil’ e do ‘Big Brother Brasil’, e o de Rodrigo Faro, que comanda a atração ‘A Hora do Faro, da Record, estão na mira da emissora do Plim Plim para substituir o marido de Angélica.

Nesta sexta-feira (17), os colunistas do programa ‘A Tarde é Sua’, apresentado por Sônia Abrão, reforçaram essa ideia da emissora global apostar em um dos apresentadores para ficar no lugar de Huck.

O Ministério da Agricultura encontrou no Espírito Santo unidades do lote 1348 da cerveja Backer. Este é um dos lotes que apresentou dietilenoglicol, segundo a Polícia Civil de Minas Gerais. A substância tóxica encontrada na bebida causou a morte de três pessoas e deixou outras 15 internadas.

“Existe a presença do lote no Espírito Santo. Agora, se ele está com problema, só saberemos após as análises. E é isso o que nós estamos fazendo”, explicou o superintendente do Ministério da Agricultura no Estado, Aureliano Nogueira, ao G1. A unidades serão analisadas em Belo Horizonte.

Comercializada no Espírito Santo com o nome de Capixaba, a cerveja Belorizontina foi retirada de todos os comércios do Espírito Santo, assim como todas as outras garrafas da cervejaria Backer. Além de recolher os produtos e suspender as vendas, foi determinado que os estabelecimentos apresentem as notas de compra e venda do produto. 

“A equipe de auditores coletará amostras de todos os lotes e de todos os rótulos para que sejam encaminhados à analise”, acrescentou Nogueira. Contudo, ainda não há prazo para a conclusão do trabalho. (Via: Agência Brasil)

Ex-secretário do Rio de Janeiro é preso após delação feita na Operação Calvário

De acordo com as investigações, César descumpriu o acordo de delação que havia feito durante a Operação Fratura Exposta (Foto: Reprodução)

Após delação premiada de Daniel Gomes no âmbito da Operação Calvário, a Polícia Federal prendeu o ex-subsecretário de saúde do Rio de Janeiro, César Romero, na tarde desta quinta-feira (16). César foi delator da Operação Fratura Exposta, um desdobramento da Lava Jato que apurou um esquema de corrupção na Secretaria Estadual de Saúde durante a gestão de Sérgio Côrtes. Ele foi preso em um escritório.

De acordo com as investigações, César descumpriu o acordo de delação que havia feito durante a Operação Fratura Exposta. Gravações de Daniel Gomes, delator da Operação Calvário, da Paraíba, mostram que ele protegeu um empresário em troca de dinheiro.

A delação de Romero relaciona políticos e empresários a desvios na saúde, em um processo que envolve o ex-governador Sérgio Cabral. A delação foi homologada pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal.

Realizada em abril de 2017, a Operação Fatura Exposta desvendou um esquema de corrupção na Secretaria Estadual de Saúde. Miguel Iskin e Gustavo Estellita, sócios de uma fornecedora de materiais hospitalares para a Secretaria Estadual de Saúde, foram presos na ocasião, assim como o ex-secretário estadual de Saúde Sérgio Côrtes.

Em 2018, a defesa dos empresários Miguel Iskin e Gustavo Estellita pediu a anulação da delação premiada de Romero.

As defesas alegam que uma perícia feita pela Polícia Federal no telefone do delator mostrou que ele teria mentido durante o depoimento e quebrou o acordo com o Ministério Público Federal.

Após encerrar 2019 a R$ 4, dólar se aproxima dos R$ 4,20

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A cotação do dólar chegou a ultrapassar os R$ 4,20 no pregão desta quinta-feira (16), mas perdeu força e fechou a R$ 4,1900, alta de 0,21%, maior valor desde 4 de dezembro. Em 2020, a moeda americana acumula valorização de 4,15% depois de encerrar 2019, cotada a R$ 4,0140.

O dólar voltou a ganhar força com indicadores econômicos do Brasil piores que o esperado. Em novembro, indústria, comércio e serviços tiveram desempenhos aquém do estimado por economistas, que previam uma aceleração da economia brasileira no quarto trimestre.

Na quarta-feira (15), dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) indicaram que as vendas no varejo brasileiro subiram 0,6% em novembro na comparação com o mês de outubro. O número frustrou as estimativas de economistas ouvidos pela Bloomberg, que projetavam crescimento de 1,1%. O dado negativo levou o dólar a fechar em alta de 1%.

Os indicadores de novembro reforçam a aposta de investidores de corte de 0,25 ponto percentual na Selic em fevereiro. Com a redução, a taxa básica de juros iria para 4,25% ao ano, nova mínima histórica, e deixaria o carry trade ainda menos vantajoso.

O carry trade é a prática de investimento em que o ganho está na diferença do câmbio e do juros, pois o investidor toma dinheiro a uma taxa de juros menor em um país, no caso, os EUA, para aplicá-lo em outro, com outra moeda, onde o juro é maior, o Brasil. Com juros baixos no Brasil, essa operação deixa de ser vantajosa e estrangeiros retiram seus recursos, em dólar, do país, o que eleva a cotação da moeda.

Já o Ibovespa, principal índice acionário no país, fechou o dia em alta de 0,25%, a 116.704 pontos. O volume financeiro foi de R$ 20,311 bilhões. O avanço acompanhou os resultados do IBC-Br (Índice de Atividade Econômica, do Banco Central), que subiu 0,18% em novembro de 2019, ante o mês anterior.

A cerimônia, e não a substância, dará o tom dos procedimentos desta quinta-feira, quando os vários “promotores” da Câmara que processam Trump apresentarão os artigos de impeachment ao Senado às 12h.

O Senado deve absolver Trump e mantê-lo no cargo, já que nenhum dos 53 republicanos expressou apoio à sua remoção — uma medida que exigiria uma maioria de dois terços. (Foto: Reprodução)

O Senado dos Estados Unidos adotará medidas formais nesta quinta-feira, 16, para avaliar o afastamento do presidente Donald Trump por abuso de poder, mas questões centrais, como se testemunhas deporão ou não em seu julgamento de impeachment, continuam no ar.

Na quarta-feira, a Câmara dos Deputados de maioria democrata enviou duas acusações formais contra Trump ao Senado controlado pelos republicanos, encaminhando o início do terceiro julgamento de impeachment de um presidente norte-americano na semana que vem.

A cerimônia, e não a substância, dará o tom dos procedimentos desta quinta-feira, quando os vários “promotores” da Câmara que processam Trump apresentarão os artigos de impeachment ao Senado às 12h.

O Senado convidará o presidente da Suprema Corte, John Roberts, a ir à Casa às 16h (horário de Brasília) para fazer o juramento como presidente do julgamento. A seguir os 100 senadores prestarão juramento e o Senado notificará a Casa Branca a respeito do julgamento iminente de Trump.

Seguindo essencialmente os alinhamentos partidários, A Câmara dos Deputados aprovou por 228 a 193 encarregar o Senado de julgar o presidente republicano devido a acusações de abuso de poder por pedir à Ucrânia para investigar o rival político Joe Biden e de obstrução de Congresso por barrar depoimentos e documentos solicitados pelos parlamentares democratas.

O Senado deve absolver Trump e mantê-lo no cargo, já que nenhum dos 53 republicanos expressou apoio à sua remoção — uma medida que exigiria uma maioria de dois terços.

Mas o impeachment de Trump na Câmara no mês passado é uma mácula em seu histórico, e o julgamento televisionado no Senado pode lhe criar constrangimento agora que ele busca a reeleição. O ex-vice-presidente Biden é um dos favoritos da disputa pela indicação democrata para enfrentá-lo na eleição de 3 de novembro.

Trump nega irregularidades e qualificou o processo de impeachment como uma farsa.

Um evento crucial para o processo foi um telefonema de 25 de julho no qual Trump pediu ao presidente ucraniano que investigasse Biden e seu filho, Hunter Biden, por corrupção e que analisasse uma teoria desacreditada segundo a qual a Ucrânia, e não a Rússia, tinha interferido na eleição norte-americana de 2016.

Os republicanos argumentam que esta ação e a retenção de 391 milhões de dólares em ajuda de segurança à Ucrânia em troca das investigações não chegam a ser delitos dignos de impeachment, e acusaram os democratas de usarem o caso ucraniano para anular a vitória de Trump em 2016.

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) publicou, nesta quinta-feira, uma nova tabela com o preço mínimo para os fretes. Com as alterações, o piso do frete aumentou de 11% a 15%, segundo informações da agência. A nova tabela entra em vigor na próxima segunda-feira (20).

A tabela do frete foi criada em 2018 pelo governo do ex-presidente Michel Temer, após a greve dos caminhoneiros, que bloqueou estradas e gerou uma crise de abastecimento no Brasil por mais de uma semana. A criação era uma das principais reivindicações da categoria.

Entidades que representam o agronegócio e indústria são contra a tabela, que terá a constitucionalidade ainda analisada pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Uma versão anterior da norma, editada em julho do ano passado, gerou forte reação de caminhoneiros, que ameaçaram fazer mais uma paralisação nacional. O governo prometeu alterar os valores e publicou, nesta quinta-feira (16), a nova versão da tabela do frete.

Além dos valores, entre as principais mudanças está a inclusão no cálculo do frete mínimo do custo da diária do caminhoneiro, como refeições e hospedagem. A tabela ainda corrigiu os valores de itens como pneu e manutenção.

Também passará a ser obrigatório o pagamento de frete de retorno para operações que não podem trazer carga na volta do motorista ao local de embarque, uma reivindicação da categoria. Segundo a ANTT, um exemplo disso são os caminhões de combustível. Esse tipo de veículo não pode voltar transportando outro tipo de carga.

Foi criada ainda uma nova tabela para as chamadas operações de alto desempenho, que levam um tempo menor para carga e descarga do produto. Na resolução anterior não havia esse tipo de diferenciação.

A nova norma prevê que o cálculo do frete deve considerar a negociação com relação ao lucro do caminhoneiro, despesas relacionadas ao uso de contêineres, tributos e taxas.

A inclusão desses itens, no entanto, não é obrigatória. Um dos pontos criticados pelos caminhoneiros sempre foi o fato de a tabela não incluir, expressamente, no cálculo do frete mínimo a remuneração e o lucro do caminhoneiro.

A nova tabela mantém a previsão expressa de incluir o gastos com pedágio no valor do frete. “O valor do pedágio, quando houver, deverá ser obrigatoriamente acrescido aos pisos mínimos”, afirma a resolução aprovada pela diretoria da ANTT.

Os interessados em participar do PSS devem efetuar inscrição no período de 20 a 24 deste mês, na sede da Secretaria de Educação – localizada na Rua Abílio Garcia de Araújo. (Foto: reprodução)

A Prefeitura de Vista Serrana publicou o edital de abertura para realização do Processo Seletivo Simplificado nº 001-2020 que irá preencher vagas no serviço público e formação de cadastro de reserva. As vagas são para auxiliar de saúde bucal, enfermeiro UBS I; farmacêutico; fisioterapeuta e monitor alfabetizador do EJC (magistério). 

O Processo Seletivo Simplificado (PSS) será realizado em duas etapas com aplicação de provas e avaliação de títulos.

Os interessados em participar do PSS devem efetuar inscrição no período de 20 a 24 deste mês, na sede da Secretaria de Educação – localizada na Rua Abílio Garcia de Araújo. O atendimento no local acontece pela manhã das 8h às 11h30. 

A taxa de inscrição custa R$ 20 para vagas de nível técnico e R$ 30 para nível superior.

Em 2019, foram registrados 208 ataques a veículos de comunicação e a jornalistas, um aumento de 54,07% em relação ao ano anterior, quando foram registradas 135 ocorrências, de acordo com o relatório Violência contra Jornalistas e Liberdade de Imprensa no Brasil, divulgado nesta quinta-feira (16) pela Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj).

Dados do relatório mostram que, em 2019, houve dois assassinatos, 28 casos de ameaças ou intimidações, 20 agressões verbais, 15 agressões físicas, dez casos de censura e outros de impedimentos ao exercício profissional.

O relatório destacou o assassinato dos jornalistas Robson Giorno e Romário da Silva Barros, ambos com atuação em Maricá (RJ). Ainda foi assassinado outro membro da área de comunicação, o radialista Claudemir Nunes, que atuava numa rádio comunitária em Santa Cruz de Capiberibe (PE). Em 2018, foram quatro radialistas mortos em razão de suas atividades.

A federação informa ainda que diminuiu o número de casos de agressões físicas, tipo de violência mais comum até 2018. Em 2019, foram 15 casos que vitimaram 20 profissionais, segundo o relatório.

Acontece neste final de semana dias 17 e 18, o 19º encontro de Motociclistas de Afogados da Ingazeira-PE, o evento será realizado no anel viário (Campo do Nascente).

Final de semana movimentado em Afogados, o evento é o maior da região que consegue reumir motociclitas de todo país,  todas as noites, sempre a partir das 19h, apresentações de bandas de rock clássico ao tradicional, é mais um ano que as grandes máquinas de duas rodas se tornam protagonistas,  mais um final de semana que atrai um grande público depois do Arerê gerando emprego e renda para município.

 

O mega evento começa nesta sexta a partir das 9h com a recepção aos motociclistas. às 10h, inscrições e entrega de troféus encerando no domingo, às 07h, com direito ao café da manhã na sede dos Dragões de Aço. e às 13hs, churrasco de despedida e convite para 2021  na sede dos Dragões de Aço de Afogados .

O download anual de aplicativos cresceu 45% nos últimos três anos

As pessoas passaram 3 horas e 40 minutos, em média, utilizando aplicativos (também conhecidos como apps) em 2019. O índice é 35% maior do que em 2017. As informações são do principal relatório sobre o tema no mundo, da consultoria App Annie. A edição de 2020 foi divulgada ontem (15).

O Brasil ficou na terceira colocação no ranking dos países em termos de tempo gasto em apps, levemente acima da média, com 3 horas e 45 minutos.

O país foi superado pela China, onde as pessoas mexem com esses programas durante quase 4 horas, e a Indonésia, onde o tempo diário chegou a 4 horas e 40 minutos. Em seguida, vêm a Coreia do Sul (3h40) e Índia (3h30).

Na comparação entre 2019 e 2017, a China obteve a maior ampliação (60%), seguida pela Índia, o Canadá e a França (25%), a Indonésia (20%) e o Brasil, a Alemanha, Coreia do Sul, o Japão e Reino Unido (15%).

No recorte por idade, a chamada geração Z (nascida entre 1997 e 2012) passou 3 horas e 46 minutos por app por mês e teve 150 sessões por mês nos principais aplicativos.

O download anual de aplicativos cresceu 45% nos últimos três anos: saiu de 140 bilhões em 2016 para chegar a quase 204 bilhões em 2019.

No Brasil, esse aumento foi de 40%, atingindo cerca de 5 bi no ano passado. Entre as nações, o maior aumento no período foi da Índia: 190%.

Tipos

Os apps de finanças foram acessados 1 trilhão de vezes em 2019, um crescimento de 100% na comparação com 2017. O Brasil também ficou em terceiro no ranking desse tipo de programa, atrás apenas da Índia e da China.

Mas enquanto alguns países já têm a maioria de acessos em carteiras virtuais (China e Coreia do Sul), no Brasil e em outros (como Indonésia, França e Alemanha) as transações digitais são realizadas em sua maioria por apps de bancos. Os apps mais baixados nessa categoria foram Nubank, FGTS, Picpay, Caixa e Mercadopago.

O Brasil seguiu na terceira colocação também no ranking do crescimento em tempo gasto em apps de compras, atrás da Índia e Indonésia.

Entre 2018 e 2019, os brasileiros ampliaram em 32% a sua presença nesse tipo de ferramenta. Os apps mais baixados com essa finalidade foram Mercadolivre, Americanas, Magazine Luiza, AliExpress e Wish.

A colocação foi mantida também no caso dos apps de entrega de comida. O número de sessões nesse tipo de ferramenta entre os usuários daqui foi de 8 bilhões, ficando atrás dos Estados Unidos (10 bi) e da Indonésia (20 bi).

Nas aplicações voltadas ao entretenimento, o Brasil ficou em 7º lugar no ranking de crescimento entre 2018 e 2019, ainda assim com um índice de 32%.

Entre os locais onde o uso desse tipo de app foi maior estão Índia (78%), França (60%) e Japão (58%). Os mais baixados dessa modalidade foram Netflix, Youtube Go, Amazon PrimeVideo, Globoplay e Viki.

Entre as redes sociais, o estudo não divulgou ranking mundial, mas registrou a força do app chinês Tik Tok. A lista de mais baixados no Brasil é formada por Whatsapp, Status Saver, Snapchat, Telegram e Hago.

Investimentos

Já os gastos com aplicativos aumentaram 110%, passando de US$ 55 bilhões para US$ 120 bilhões no mesmo período. Os jogos são responsáveis por 72% do faturamento. A China aumentou 190% nos últimos três anos, chegando a acumular 40% do mercado mundial.

Em 2019, foram gastos US$ 190 bilhões em publicidade em dispositivos móveis. Neste ano, a projeção da consultoria é de que essa movimentação chegue a US$ 240 bilhões.

Internet das Coisas

O documento destaca o papel dos apps no ambiente interconectado que vem sendo chamado de Internet das Coisas. Nos Estados Unidos, os apps mais baixados para esse tipo ecossistema foram os assistentes Alexa e Google Home, o agregador de serviços audiovisuais Roku, o sistema de videogame Xbox, o sistema 

Um informe oficial da Eletronuclear aponta que a central nuclear de Angra dos Reis, funcionando 24 horas por dia, 365 dias no ano, com duas usinas, gerou em 2019 mais de 16 milhões de megawatts-hora, batendo seu recorde.

De acordo com a estatal, seria eletricidade suficiente para abastecer, com folga, todo o estado de Pernambuco. “E, de quebra, metade da Paraíba!, compara. “E o melhor, sem produzir gases causadores do efeito estufa”. 

O deputado federal Fernando Filho, durante entrevista ao Nossa Voz nesta quinta-feira (16), comentou a informação ventilada na imprensa sobre uma possível indicação do nome dele pelo atual presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, como sucessor dele no cargo. O parlamentar disse que ainda é cedo pra falar de eleições no Congresso Nacional.

“Eu tenho uma amizade pessoal com o presidente Rodrigo. Tanto que foi um dos fatores que me levaram a escolher o Democratas como partido para poder me filiar. Eu acho que é muito prematuro. (…) Acho cedo pra gente estar tratando isso porque tem ainda tem um ano de mandato. A eleição só acontecerá em 1º de fevereiro do ano que vem”, ponderou Fernando Filho.

No entanto, o deputado afirmou que já falou sobre o assunto com Rodrigo Maia. “É evidente que enquanto partido, o Democratas vai poder se articular pra poder manter a posição que tem, que é a presidência da Câmara dos Deputados. Agora com qual nome ele irá apresentar, isso aí á algo que precisa ser construído ao longo do ano. Eu tenho sim, como eu falei, essa relação de amizade com ele, em algum momento a gente já conversou a respeito disso, sobre como encarar essa eleição”.

Fernando Filho também deixo claro que está à disposição do DEM.
“Se for eu ou outro colega, vou ficar evidentemente feliz”. Comentou que essa é uma disputa complexa, mas destacou que “é um baita de um espaço, é o terceiro cargo na linha sucessória, que controlar, durante dois ano a pauta do Congresso Nacional”, e que “seria um privilégio e uma honra” ser o presidente da câmara, mas ele continuará focado no seu trabalho como deputado, deixando esse assunto para um segundo momento. (Nossa Voz)

Pernambuco, os outros oito estados do Nordeste, o Espírito Santo e o Rio de Janeiro poderão vivenciar um surto de dengue a partir de março de 2020. O alerta foi feito pelo Ministério da Saúde, que divulgou dados sobre a arbovirose no País no ano passado. Segundo a pasta, o Brasil registrou 1.544.987 casos de dengue em 2019, 488,3% de aumento em relação a 2018. O número de mortes confirmadas também subiu: de 201 para 782 – salto de 289%.

De acordo com os últimos dados divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE), 34 municípios estão em situação de risco de surto, 91 em situação de alerta e 54 em situação satisfatória. O Estado registrou 61.451 casos suspeitos de dengue em 2019, dos quais 20.448 já foram confirmados, assim como 12 mortes. Em relação a 2018, os dados representam um aumento de 170%.

Em nota, o Ministério da Saúde alertou que, como a dengue é uma doença sazonal, os estados precisam ficar atentos para a proliferação do mosquito Aedes aegypti durante o verão, período quente e chuvoso. “Embora a circulação da doença seja dinâmica, podendo mudar em pouco tempo, o Ministério da Saúde alerta, neste momento, todos os estados da região Nordeste e os estados do Espírito Santo e Rio de Janeiro, no Sudeste, sobre o possível aumento de casos da doença em 2020″, diz trecho da nota divulgada pela pasta.

O alerta é necessário, ainda segundo o Ministério da Saúde, porque, no fim de 2018, o tipo 2 do vírus da dengue voltou a circular no País depois de dez anos. Desde então, a população está suscetível à doença. “Cada pessoa pode ter os 4 sorotipos da doença, mas a infecção por um sorotipo gera imunidade permanente para ele. O sorotipo 2 que está circulando em algumas regiões do Brasil, tem um potencial de vírus maior de manifestação grave”, esclarece outro trecho do comunicado.

Chikungunya: Em 2019, o Brasil registrou 132.205 casos de chikungunya, outra arbovirose transmitida pelo Aedes aegypti. O número representa um aumento de 52,3% em comparação com os dados de 2018, quando o ministério contabilizou 86.770 ocorrências. Em relação às mortes, houve aumento de 104,4%: de 45 em 2018 para 92 em 2019.

Em Pernambuco, foram 8.467 casos de chikungunya notificados em 2019, um aumento de 145,4% em relação a 2018. Uma pessoa morreu acometida da doença.

Zika: A zika, mais uma doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, registrou 10.708 casos no País ano passado. O total é 30% maior que o contabilizado em 2018, quando foram notificadas 8.219 ocorrências. As mortes apresentam queda de 50%: de 6 em 2018 para 3 em 2019. Já em Pernambuco, foram notificados 3.827 casos, aumento de 153,6% em relação a 2018. Nenhuma morte causada pela doença foi registrada. (Via: Folha PE)

O Prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota, esteve na tarde/noite desta quarta (15), assinando a ordem de serviço para o início da construção de mais um ponto de apoio da saúde na zona rural do município, dessa vez na comunidade do Santo Antônio ll.
A obra será custeada exclusivamente com recursos da Prefeitura, e está orçada em 72 mil Reais. A nova unidade levará atendimento médico e odontológico às mais de 80 famílias da região. A comitiva contou ainda com as presenças do Vice-Prefeito, Alessandro Palmeira, do Secretário de Saúde, Artur Amorim, servidores municipais, Secretários Valberto Amaral e Flaviana Rosa, e os vereadores Igor Mariano, Cícero Miguel, Reinaldo Lima, Rivélton Santos e Augusto Martins, este último autor do requerimento que solicitou a construção da nova unidade.
Falaram representando os moradores, o Presidente da Associação, António dos Anjos (Viola), o líder comunitário João Mascena, e a diretora de mulheres da FETAPE, Adriana do Nascimento, moradora da comunidade e cuja mãe, Maria José do Nascimento, será homenageada dando nome ao ponto de apoio. “Fico muito feliz em ver, na minha terra, uma gestão que coloca em prática tudo o que defendemos no movimento sindical, que é ver a saúde chegando mais perto de homens e mulheres do campo, com dignidade e respeito. Lutamos muito para que esse tipo de ação também possa ocorrer em outros municípios de Pernambuco,” destacou Adriana do Nascimento.
A assinatura aconteceu em frente à sede da associação de moradores do Santo Antônio ll. Falando aos presentes, o Prefeito José Patriota destacou os números exitosos de sua gestão, e destacou que o índice de 89% de aprovação popular de sua gestão é fruto do trabalho permanente de uma gestão que tem planejamento e sabe escolher suas prioridades. “Isso é resultado dos indicadores que tem melhorado em todas as áreas da gestão. Aqui no Santo Antônio ll, por exemplo, já trouxemos pavimentação, água encanada e agora esse ponto de apoio da saúde, para aproximar esse importante serviço público dos moradores aqui da comunidade, essencial para uma vida mais digna e com mais qualidade,” afirmou Patriota.

Começa a ser pago nesta quinta-feira (16) o abono salarial PIS do calendário 2019-2020, ano-base 2018, para os trabalhadores da iniciativa privada nascidos em janeiro e fevereiro. O PIS é pago na Caixa Econômica Federal. Também será liberado o Pasep, que é pago para servidores públicos por meio do Banco do Brasil, para quem tem final da inscrição 5.

Quem nasceu nos meses de julho a dezembro ou tem número final de inscrição entre 0 e 4 recebeu o benefício ainda no ano de 2019. Já os nascidos entre janeiro e junho e com número de inscrição entre 5 e 9 receberão no primeiro trimestre de 2020. Em qualquer situação, o recurso ficará à disposição do trabalhador até 30 de junho de 2020, prazo final para o recebimento.

O valor do abono varia de R$ 87 a R$ 1.039, dependendo do período trabalhado formalmente em 2018.

Calendário de pagamento do PIS — Foto: Reprodução/DOUCalendário de pagamento do PIS — Foto: Reprodução/DOU

Calendário de pagamento do PIS — Foto: Reprodução/DOU

Calendário de pagamento do Pasep — Foto: Reprodução/DOUCalendário de pagamento do Pasep — Foto: Reprodução/DOU

Quem tem direito

Tem direito ao abono salarial quem recebeu, em média, até dois salários mínimos mensais com carteira assinada e exerceu atividade remunerada durante, pelo menos, 30 dias em 2018. É preciso ainda estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e ter os dados atualizados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais), ano-base 2018.

Trabalhadores da iniciativa privada retiram o dinheiro na Caixa Econômica Federal, e os servidores públicos, no Banco do Brasil. É preciso apresentar um documento de identificação e o número do PIS/Pasep.

No caso do PIS, para quem é correntista da Caixa, o pagamento é feito 2 dias antes do restante dos outros trabalhadores. Já no caso do Pasep, o crédito em conta para correntistas do Banco do Brasil será efetuado a partir do 3º dia útil anterior ao início de cada período de pagamento.

O valor do abono é associado ao número de meses trabalhados no exercício anterior. Portanto, quem trabalhou um mês no ano-base 2018 receberá 1/12 do salário mínimo. Quem trabalhou 2 meses receberá 2/12 e assim por diante. Só receberá o valor total quem trabalhou o ano-base 2018 completo.

Por exemplo, se o período trabalhado foi de 12 meses, vai receber o valor integral do benefício, que é de um salário mínimo (R$ 1.039). Se trabalhou por apenas um mês, vai receber o equivalente a 1/12 do salário (R$ 87), e assim sucessivamente.

Para saber se tem direito e como sacar

Para sacar o abono do PIS, o trabalhador que possuir Cartão do Cidadão e senha cadastrada pode se dirigir aos terminais de autoatendimento da Caixa ou a uma casa lotérica. Se não tiver o Cartão do Cidadão, pode receber o valor em qualquer agência da Caixa, mediante apresentação de documento de identificação.

Informações sobre o PIS também podem ser obtidas pelo telefone 0800-726-02-07 da Caixa. O trabalhador pode fazer uma consulta ainda no site www.caixa.gov.br/PIS, em Consultar Pagamento. Para isso, é preciso ter o número do NIS (PIS/Pasep) em mãos.

Os servidores públicos que têm direito ao Pasep precisam verificar se houve depósito em conta. Caso isso não tenha ocorrido, precisam procurar uma agência do Banco do Brasil e apresentar um documento de identificação. Mais informações sobre o Pasep podem ser obtidas pelo telefone 0800-729 00 01, do Banco do Brasil.

Ex-marido de Solange Almeida causou saída de Riquelme de banda

Segundo a reportagem apurou, Leandro Andriani baixou em 30% o salário de Riquelme em relação ao que ganhava quando foi convidado para tocar na fase solo da vocalista.

Atualmente, o baterista Riquelme segue na música. Ao sair da banda de Solange Almeida formou uma dupla de forró com a cantora Day Melo. Um EP com 18 músicas foi lançado. O primeiro show dos cantores foi em Fortaleza. (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

O baterista Riquelme, ex-integrante da equipe de Solange Almeida, deixou de trabalhar com a cantora por uma redução de salário causado pelo ex-marido de Sol. Segundo a reportagem apurou, Leandro Andriani baixou em 30% o salário de Riquelme em relação ao que ganhava quando foi convidado para tocar na fase solo da vocalista.

O Diário do Nordeste entrou em contato com a assessoria de Riquelme, mas ele não quis falar sobre o assunto. Ainda em junho do ano passado, em entrevista à coluna Puxa o Fole, Riquelme informou que a saída da banda de Solange Almeida foi motivada por questões de relacionamento. A reportagem também procurou a assessoria de Solange Almeida, mas até a publicação desta notícia não houve resposta.

Atualmente, o baterista Riquelme segue na música. Ao sair da banda de Solange Almeida formou uma dupla de forró com a cantora Day Melo. Um EP com 18 músicas foi lançado. O primeiro show dos cantores foi em Fortaleza.

Fim do casamento

No último domingo (12), a assessoria de Sol confirmou o fim do relacionamento dela com Leandro Andriani. O casal estava juntos desde janeiro de 2017. Segundo a colunista Fábia Oliveira do jornal O Dia, Solange Almeida e o empresário Leandro Andriani acabaram o casamento porque ele estava “intrometendo-se” nos negócios da forrozeira.

Após a separação, Solange desabafou nas redes sociais: Prefiro ser feliz sozinha do que viver uma relação de aparência. Deus não quer casamento de fachada. Deus quer as pessoas felizes. Cada um tem razão para suas escolhas. Se você não entende, não julgue.”

Eles ficaram noivos três meses depois e em junho do mesmo ano se casaram no civil. Em dezembro de 2017, celebraram a união em uma festa para 500 convidados, em Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza.

 

Mudança do salário mínimo: como ficam as contribuições do fundo de garantia e do INSS

Em três meses, o Brasil acumula três salários mínimos diferentes: R$ 998 em dezembro, R$ 1.039 em janeiro e R$ 1.045 em fevereiro. A mudança ocorreu porque, a princípio, o governo não havia concedido aumento real ao mínimo, corrigido apenas pela inflação. No entanto, para consertar a defasagem que havia feito com que o aumento do piso ficasse abaixo da inflação de 2019, o presidente Jair Bolsonaro anunciou na terça-feira (14) que o valor vigente em 2020 será de R$ 1.045. Por causa disso, os empreendedores têm que ficar atentos para fazer o pagamento do fundo de garantia de seus funcionários de forma correta.

Marcus Morais de Souza, sócio da MR2C consultoria e contabilidade, explica que o recolhimento de 8% é referente ao salário do mês anterior. Ou seja, em janeiro, os empregadores tiveram que pagar 8% em cima do valor do salário vigente em dezembro, R$ 79,84 no caso do mínimo (referente ao salário de R$ 998). Ainda com base nesse exemplo, no dia 7 de fevereiro, a contribuição deverá ser R$ 83,12 (referente ao salário de R$ 1.039); e, em março, deverá ser de R$ 83,60 (referente ao salário de R$ 1.045).

— O pagamento é de total responsabilidade do empregador. Grandes empresas têm sistemas que já fazem esse cálculo de forma automática. O maior problema será para os autônomos e pequenos empreendedores, opinou.

Alíquota do INSS também muda

O valor descontado do salário do trabalhador como contribuição ao INSS, pago até o dia 20 de cada mês, também mudou. Como o percentual até então é de 8%, quem ganha um salário mínimo teve um desconto maior, porém também teve o salário aumentado. Em janeiro, esses empregados receberam líquido R$ 918,16; em fevereiro, R$ 955,88; e em março irão receber R$ 961,40.

A privatização dos Correios está sendo planejada para o final de 2021 e pode acarretar a demissão de 40 mil trabalhadores. Executivos de empresas privadas dizem que fariam o mesmo serviço com praticamente a metade do quadro atual de 100 mil funcionários.

A equipe econômica do presidente Jair Bolsonaro não pretende absorver os trabalhadores que forem descartados com a venda da estatal.

Outro complicador é o passivo de cerca de R$ 11 bilhões deixado pelos governos passados no fundo de pensão Postalis, e de R$ 3 bilhões no plano de saúde dos funcionários. O governo ainda irá avaliar o rombo e honrar o pagamento dos que ainda vão se aposentar. Uma das opções é descontar do valor a receber, mas isso será definido no desenho da venda. (De Agência)

Toffoli prorroga em 6 meses prazo para implantar juiz das garantias

Com a decisão do ministro, desta quarta-feira (15), o juiz das garantias deverá entrar em vigor a partir de julho.

O prazo da prorrogação começa a contar a partir da publicação da decisão. (Foto: Reprodução)

 O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Dias Toffoli, prorrogou em seis meses (180 dias) o prazo para a implantação do juiz das garantias, nova figura criada pelo Congresso no pacote anticrime e que estava prevista para entrar em vigor no próximo dia 23.

Com a decisão do ministro, desta quarta-feira (15), o juiz das garantias deverá entrar em vigor a partir de julho. O prazo da prorrogação começa a contar a partir da publicação da decisão.

Toffoli decidiu no âmbito de ações ajuizadas por entidades da magistratura e partidos políticos que questionam a constitucionalidade da lei que cria o juiz das garantias.

O ministro afirmou considerar a nova figura constitucional, rebatendo em sua decisão as alegações contrárias. A decisão é liminar (provisória) e o tema ainda deverá ser analisado no plenário do Supremo, o que não tem data para ocorrer.

Pela nova lei, o juiz das garantias será responsável por acompanhar os inquéritos, analisando pedidos de quebra de sigilo e de prisão provisória, por exemplo, até o recebimento da denúncia. Esse juiz não poderá atuar na fase posterior, da ação penal.

Assim, os processos criminais ficarão sob a responsabilidade de dois juízes, um que vai supervisionar a investigação (o juiz das garantias) e outro que vai julgar o acusado (o juiz de instrução e julgamento). Defensores da criação da nova figura afirmam que ela ajudará a assegurar a imparcialidade das decisões do Judiciário.

Na esteira da decisão de Toffoli, um grupo de trabalho criado no CNJ (Conselho Nacional de Justiça) para estudar formas de regulamentar a implementação do juiz das garantias também deve ter seu prazo prorrogado. Inicialmente, o grupo previa apresentar suas propostas de regulamentação nesta quarta-feira.

O grupo de trabalho recebeu dezenas de sugestões de tribunais, magistrados, OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), PGR (Procuradoria-Geral da República) e DPU (Defensoria Pública da União).

O jornalista Glenn Greenwald, diretor do The Intercept Brasil, ironizou a inclusão do nome de Felipe Moura, da Jovem Pan, na bancada de entrevistadores do Roda Viva na próxima segunda-feira 20, que terá o ministro da Justiça, Sergio Moro, como convidado.

“Tão bom que Felipe Moura Brasil foi convidado ao Roda Viva para ‘entrevistar’ Sergio Moro. Sei o quão cansativo pode ser entrevistado ao programa e é bom que Moro vai ter alguém para massagear seu pescoço, costas e pés quando o ministro estiver cansado”, ironizou Glenn.

A equipe do Roda Viva divulgou nesta quarta-feira 15 os nomes dos entrevistadores da próxima edição, quando a jornalista Vera Magalhães estreará como apresentadora. Mesmo após uma forte campanha nas redes sociais e a cobrança do próprio Glenn Greenwald, o The Intercept não foi convidado a participar.

O site foi responsável pela divulgação da série de reportagens sobre o vazamento de conversas entre autoridades da Lava Jato, como procuradores da força-tarefa do Ministério Público do Paraná e o próprio ex-juiz Sergio Moro, então na 13a Vara de Curitiba.

Tão bom que Felipe Moura Brasil foi convidado ao Roda Viva para “entrevistar” Sergio Moro. Sei o quão cansativo pode ser entrevistado ao programa e é bom que Moro vai ter alguém para massagear seu pescoço, costas e pés quando o ministro estiver cansado.

Érika, Luiza, Izabela, Afonso e Maria Eduarda: pais e filhas morreram em um acidente rodoviário

Dor, comoção e uma sensação de que “algo não está totalmente esclarecido”. Esse foi o sentimento das pessoas que foram ao enterro de cinco integrantes da família Araújo Gomes, no Cemitério das Palmeiras, em Paulínia (a 130km de São Paulo). O carro conduzido por Érika Cristina de Araújo, 38, colidiu de frente com um caminhão na BR-116, em Itaobim (MG), na madrugada do último domingo (12). Ela, o marido e os três filhos morreram. O outro motorista não se feriu.

Todos eram muito conhecidos na cidade, e a casa era um ponto de encontro da família. Moradores do bairro Bom Retiro, na periferia de Paulínia, eles tinham uma mercearia havia seis anos. Érika cuidava do estabelecimento durante a semana. O marido, Afonso da Silva Gomes, era soldador e trabalhava na loja aos fins de semana.

As vítimas:

Érika Cristina de Araújo, 38, condutora do carro
Afonso da Silva Gomes, 48
Luiza Cristina Araújo Gomes, 11
Maria Eduarda Araújo Gomes, 15
Izabela Caroline Araújo Gomes, 18

Ele era de Manaíra (PB) e foi para São Paulo quando tinha 18 anos. Havia 30, não visitava os parentes no Nordeste. O último encontro foi justamente antes do acidente fatal.

A família decidiu viajar em 22 de dezembro para o Nordeste. Na madrugada do mesmo dia, pegaram o carro e partiram. “Eles postaram fotos em todos os locais onde passaram. Ela estava fazendo todas as paradas, o carro estava revisado. Eles até trocaram os pneus saindo da Paraíba, porque ela disse para nossa mãe que queria fazer uma viagem segura de volta”, diz Fernando Faria, irmão de Érika.

Segundo o analista fiscal, o último contato foi no sábado (11), às 22h30, quando ela disse que tinha passado o dia na Bahia, e ia descansar. A comerciante era a única que tinha carteira de habilitação, por isso a viagem era feita em etapas, com paradas em vários locais.

O acidente aconteceu por volta das 4h30 de domingo (12), na altura do km 110.

Érika, Afonso e Luiza morreram no local do acidente. Izabela e Maria Eduarda foram levadas com vida para o Hospital Vale do Jequitinhonha, em Itaobim. A jovem de 18 anos morreu poucos minutos depois de dar entrada na unidade. Maria Eduarda deu entrada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas não resistiu aos ferimentos. A morte foi confirmada na madrugada de ontem.

Os corpos chegaram a Paulínia no final da noite de ontem. Não houve velório. Os caixões lacrados foram sepultados um a um, depois de uma rápida cerimônia, com a presença de familiares e amigos. A chegada ao Cemitério das Palmeiras aconteceu depois de uma carreata que saiu do Velório Municipal, no centro da cidade.

A Prefeitura de Paulínia decretou luto oficial de três dias pela morte da família.

Polícia investiga se Érika dormiu; irmão rebate – A Polícia Rodoviária Federal afirma que o carro conduzido pela dona de casa invadiu a pista contrária e colidiu com um caminhão que seguia no sentido contrário. Uma das suspeitas, segundo a PRF, é de que ela teria dormido ao volante.

O analista fiscal rebate. Ele acredita que foi o caminhão que causou o acidente. “Algumas pessoas que moram na cidade e passaram pelo trecho entraram em contato comigo disseram que as marcas de freada do caminhão estão na contramão dele, em direção ao veículo da minha irmã”, diz.

Um inquérito foi aberto na Delegacia de Itaobim. As causas do acidente ainda são investigadas. O motorista do caminhão ainda não foi ouvido.

Francesca Di Giovanni, que é laica, assumirá um posto recém-criado em uma unidade chamada Seção para Relações com Estados, na qual será subsecretária. Na prática, atuará como uma dos dois vice-ministros de Relações Exteriores do Vaticano.

A Igreja católica permite que apenas homens se tornem padres, mas não faz restrição à nomeação de mulheres na administração do Vaticano. No entanto, os altos postos sempre foram ocupados por homens.

Organizações como a União Internacional das Superioras Gerais, que reúne várias associações de freiras, vem pedindo há algum tempo que o papa nomeie mais mulheres para cargos mais altos na hierarquia do Vaticano.

Um dos argumentos para a campanha é o fato de que mais da metade do 1,3 bilhão de católicos do mundo são mulheres. Além disso, a adesão a ordens religiosas femininas é três vezes maior do que a masculinas.

Di Giovanni, especialista em direito internacional e direitos humanos, supervisionará as relações multilaterais dentro da Secretaria de Estado, onde trabalha desde 1993.

Ao site Vatican News, ela disse que a designação era “inovadora”.

‘Santo Padre tomou decisão inovadora’

“É a primeira vez que uma mulher tem um cargo de direção na Secretaria de Estado. O Santo Padre tomou uma decisão inovadora, certamente, além da minha pessoa, representa um sinal de atenção para com as mulheres. Mas a responsabilidade é mais ligada ao trabalho do que pelo fato de ser mulher”, afirmou.

A nomeação surge após polêmica envolvendo Francisco. Na noite do Ano Novo, foi divulgado um vídeo no qual ele aparece se libertando com duas palmadas de uma mulher que o sacudia pela mão para chamar sua atenção, no momento em que ele deixava a praça de São Pedro, no Vaticano, que estava repleta de fiéis. Depois, o papa se desculpou. (247)

O Governo de Pernambuco recebeu, no dia 31 de dezembro de 2019, R$ 247,4 milhões provenientes do leilão excedente da cessão onerosa do pré-sal, realizado pelo Governo Federal em novembro do ano passado. O leilão teve o objetivo de arrecadar recursos para aliviar as contas públicas da União, bem dos estados e municípios.

O valor obtido nesse último leilão gerou para o Brasil R$ 69,96 bilhões em bônus de assinatura, o que representa um recorde de arrecadação. De acordo com a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis  (ANP), o valor supera o somatório de todos os bônus oferecidos até hoje em rodadas no país. Desse montante, 15% ficou para os Estados e o Distrito Federal, 15% para os municípios, 67% para os gastos da União e 3% para o Rio de Janeiro, onde ficam as áreas arrematadas (Búzios e Itapú).

Pernambuco recebeu R$ 247,4 milhões e o montante terá como prioridade abastecer o fundo previdenciário, cujo déficit é de R$ 2,8 bilhões, segundo a Secretaria da Fazenda de Pernambuco (Sefaz-PE). “Pernambuco irá utilizar o valor integralmente na redução do déficit que existe atualmente, de forma imediata”, explicou o órgão por meio de nota.

Já as 185 cidades pernambucanas dividirão R$ 260,1 milhões que deverão ser destinados para investimentos locais e as despesas com a Previdência. Dentre os municípios, Recife recebeu R$ 28,7 milhões.

Para o presidente da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) e prefeito de Afogados da Ingazeira, no Sertão, José Patriota (PSB), houve uma expectativa frustrada com relação ao valor que o Estado e os municípios iriam receber. Segundo ele, o valor é paliativo. 

“O valor alivia, mas não resolve em definitivo. Temos mais de cem municípios. E a maioria está tirando um pedaço para cobrir a Previdência e para aplicar em investimentos, para fazer contrapartida em captação de recursos, para fazer pequenas obras, porque não dá para fazer grandes obras. Mas o peso maior é a Previdência”, explicou Patriota.

A Prefeitura de Triunfo, município localizado no Sertão de Pernambuco, lançou um processo seletivo simplificado com vagas temporárias para profissionais do ensino superior. Os aprovados receberão R$ 1.039,00 a R$ 1.385,33 em regime de 20 a 40 horas semanais. 

As oportunidades são destinadas a psicólogos e professores I e II, destinados ao ensino fundamental. Os docentes lecionarão as disciplinas de matemática ou português/inglês. 

Os interessados em participar do certame podem já podem se candidatar desde ontem, dia 14 de janeiro. As inscrições seguem até 14 de fevereiro, das 08h às 12h, por meio do site da seleção ou presencialmente, na Secretaria de Educação, localizada na Avenida José Veríssimo dos Santos, Guanabara, Triunfo – PE.

Para mais detalhes, acesse o extrato do edital ou o site do processo seletivo.

Foto: Reprodução / Instagram

O chefe da Secretária de Comunicação Social da Presidência da República (Secom), Fábio Wajngarten, recebe dinheiro de empresas contratadas pela própria secretaria, por meio de uma empresa da qual é sócio.

Mesmo após assumir o cargo no Planalto, o publicitário continua como principal sócio da FW Comunicação e Marketing, que tem contratos com pelo menos cinco empresas que recebem verbas do governo. As informações são da Folha de S.Paulo.

A legislação proíbe integrantes da cúpula do governo de manter negócios com pessoas físicas ou jurídicas que possam ser afetadas por suas decisões, prática conhecida como conflito de interesses. Caso o benefício indevido seja comprovado, o ato se caracterizaria como improbidade administrativa, que pode levar à demissão do cargo.

A Secom é responsável por definir a destinação da verba de propaganda do Planalto, além de ditar regras para as contas dos demais órgãos federais. Só no ano passado, a secretaria gastou R$ 197 milhões em campanhas.

Entre as empresas que recebem dinheiro do governo por meio da Secom e também têm vínculos com a FW estão as emissoras Record e Band, que viram suas participações na verba publicitária do governo crescer no governo Bolsonaro.

Em 2019, a Band gastou R$ 109 mil no ano com a FW em serviços de consultoria. O valor mensal do vínculo, R$ 9.046, corresponde à metade do salário do chefe da Secom, que é de R$ 17,3 mil.

A quantia foi confirmada à Folha pelo Grupo Bandeirantes, que informou contratar a FW desde 2004 e afirmou que a empresa “presta serviços para todas as principais emissoras da TV aberta”.

Questionado pela Folha, Wajngarten confirmou que mantém relações comerciais com a Record e a Band, mas não informou os valores, alegando cláusulas de confidencialidade.

Além das emissoras, a empresa do chefe da Secom também presta serviços para agências de publicidade que têm contratos com o governo, entre elas a Artplan, a Nova/SB e a Propeg. O valor pago pelo serviço de checking é de R$ 4.500, segundo a Propeg.

Em agosto do ano passado, Wajngarten assinou um termo aditivo e prorrogou por mais um ano o contrato da Artplan com a Secom, de R$ 127,3 milhões.

Em janeiro, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) renovou por mais 12 meses o vínculo com a Nova/SB e a Propeg. As duas empresas também conseguiram esticar seus vínculos com os ministérios da Saúde e do Turismo.

O último concurso da PCRN foi realizado em 2008 com contratações realizadas em 2010. Foram ofertadas 438 vagas para os cargos de escrivão, agente e delegado de polícia civil substituto.

O concurso público já era esperado, mas passava por processo de análise do governo que foram retomados durante reunião com a governadora Fátima Bezerra, no começo deste ano. De acordo com a governadora, há 14 anos não tinha novas contratações. “Agora, trazemos a notícia de que vamos realizar o concurso da Polícia Civil neste ano para que em 2021 possamos dar início às contratações”, explicou.

O último concurso da PCRN foi realizado em 2008 com contratações realizadas em 2010. Foram ofertadas 438 vagas para os cargos de escrivão, agente e delegado de polícia civil substituto. A remuneração para a gente e escrivão foi de R$ 2.085,78, e R$ 7.957,18 para delegado.

Durante a reunião, ficou estabelecido que o processo será reiniciado a partir de um pedido de autorização feito pela delegada-geral à governadora, diante de inconsistências identificadas pela Procuradoria Geral do Estado e pela Secretaria de Administração e dos Recursos Humanos no processo anterior.

A previsão inicial era de 307 vagas, sendo 41 vagas para delegado, 26 para escrivão e 240 vagas para agentes. Confira abaixo os requisitos: 

Agente: diploma, devidamente registrado, de graduação em nível superior, fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação;
Delegado: diploma, devidamente registrado, de bacharel em Direito, fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação;
Escrivão: diploma, devidamente registrado, de graduação em nível superior, fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – O juiz federal Rodrigo Bentemuller, da 15ª Vara Federal em Brasília, rejeitou nesta terça-feira (14) uma denúncia do Ministério Público Federal contra o presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Felipe Santa Cruz, acusado de ter caluniado o ministro da Justiça, Sergio Moro.

Bentemuller também negou o pedido do MPF para afastar Santa Cruz do comando da entidade.

A acusação foi por causa de uma entrevista de Santa Cruz à Folha de S.Paulo na qual o presidente da OAB disse que Moro “banca o chefe da quadrilha ao dizer que sabe das conversas de autoridades que não são investigadas”.

Na ocasião, Santa Cruz comentava uma reportagem anterior da Folha que revelou que Moro telefonou para autoridades que teriam sido alvo de hackers anunciando que destruiria as conversas de Telegram obtidas pelos invasores.

Os hackers foram presos em julho de 2019 na Operação Spoofing, deflagrada pela Polícia Federal, que é ligada ao ministério comandado por Moro.

Para o juiz federal Bentemuller, Santa Cruz extrapolou suas funções ao dar a declaração sobre Moro, emitindo uma opinião pessoal, e não institucional. “Contudo, mesmo com uma fala mais contundente, não vislumbro a intenção de o denunciado imputar falsamente crime ao ministro da Justiça Sergio Moro”, considerou o juiz.

Na decisão, o magistrado destaca uma nota divulgada por Santa Cruz após a entrevista, na qual ele afirmou que sua intenção foi fazer uma crítica jurídica e institucional, por meio de uma analogia, e não imputar crime ao ministro da Justiça.

“Demonstra-se cabalmente que o denunciado não teve intenção de caluniar o ministro da Justiça, imputando-lhe falsamente fato criminoso, mas sim, apesar de reconhecido um exagero do pronunciamento, uma intenção de criticar a atuação do ministro, quando instado a se manifestar acerca de suposta atuação tida como indevida no âmbito da Operação Spoofing por parte de Sergio Moro”, escreveu Bentemuller.

“Desta feita, não vislumbrando o dolo específico [a intenção] para cometimento do crime de calúnia, entendo como atípico o fato narrado na denúncia.”

Por fim, o juiz federal afirmou que “é descabido falar em afastamento do presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, tendo em vista a ausência de cometimento de delito no caso apresentado”.

“Eventual pronunciamento acima do tom por parte de representante da OAB não deve ser motivo para seu desligamento temporário do cargo por determinação do Judiciário, cabendo à própria instituição avaliar, dentro de suas instâncias ordinárias, a conduta de seu Presidente, legitimamente eleito por seus pares, através do sistema representativo.”

Depois de se alastrar por cidades da Zona da Mata e Agreste, o sarampo chegou aos municípios do Sertão pernambucano. O mais recente boletim da Secretaria Estadual de Saúde sobre a enfermidade, datado de dezembro de 2019, contabiliza um caso confirmado de sarampo em Arcoverde, três em Custódia e dois em Sertânia.

Até o dia 28 de dezembro de 2019 foram registrados 1.226 casos suspeitos da doença no Estado. Ao longo de todo o ano uma morte foi confirmada, de um bebê de sete meses em Taquaritinga do Norte, no Agreste. Em seguida, o município recebeu ações preventivas contra a doença.

O Governo do Estado informou que inicia ações de vigilância epidemiológica logo após a notificação de qualquer caso suspeito. Isso busca evitar o agravamento e propagação da enfermidade contagiosa.

A inauguração da Estação Antártica Comandante Ferraz, prevista para esta terça-feira (14), será adiada para a manhã desta quarta-feira (15), devido à dificuldade para o pouso da aeronave Hércules C-130, da Força Aérea Brasileira, confirmou a equipe de comunicação social da Marinha.

O mau tempo dificultou a visibilidade para aterrissar na base chilena, vizinha à brasileira. Alguns quilômetros de distância são suficientes para mudar completamente as condições meteorológicas.

Até o momento, as autoridades, como o vice-presidente Hamilton Mourão, não chegaram à base brasileira. A aeronave está tentando realizar o pouso há dois dias, sem sucesso. A nova base está localizada na Ilha de Rei George

Apesar de o dólar ter tido a maior alta em dois meses nesta segunda-feira (13), cotado em R$ 4,142, e de a moeda norte-americana ser um componente importante na composição de preços dos combustíveis, a Petrobras anunciou redução de 3% nos valores da gasolina e do diesel nas refinarias a partir desta terça-feira (14). O litro do diesel S500 ficou R$ 0,061 mais barato, em média, e o do diesel S10, R$ 0,0808. Na gasolina, o impacto na refinaria é de R$ 0,06. Não há previsão de quando essa redução chegaria ao consumidor final.

Na semana passada, o presidente Jair Bolsonaro disse que não iria interferir na política de preços da estatal, embora, naquele momento, a relação entre Estados Unidos e Irã estivesse em agudo conflito. Ontem, a justificativa para a Petrobras anunciar a queda nos preços foi justamente o recuo das tensões entre os dois países. 

Para o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis e de Lubrificantes (Sindicombustíveis-DF), Paulo Tavares, a redução anunciada de 3% na refinaria significa uma queda de R$ 0,06. “Isso cai para R$ 0,04 nas distribuidoras e não contempla o aumento do etanol, ou seja, não vai significar nada. Ainda mais com essa alta do dólar. Isso é uma prova de que o governo está pressionando”, avaliou.

Apesar de considerar a redução positiva, o economista da Universidade de Brasília (UnB) Cesar Bergo afirmou que é necessário observar até que ponto a decisão foi tomada de forma voluntária. “Logo após o conflito, o valor subiu. Agora, voltou atrás. Não podemos ignorar a pressão política que vem sendo feita pelo governo, trabalhando sugestões de tributos que incidem na gasolina com possibilidade de racionalizar e de alguma forma impactar no preço final na bomba”, explicou.  

A medida passa a valer a partir de 1º de fevereiro

Estadão Conteúdo

O governo decidiu reajustar o salário mínimo de R$ 1.039 para R$ 1.045, a partir do dia 1º de fevereiro, anunciou nesta terça-feira, 14, o presidente Jair Bolsonaro. A correção será feita por uma nova Medida Provisória (MP), que precisa ser aprovada pelo Congresso em 120 dias para não perder a validade.

O novo valor leva em conta a variação do Índice de Preços ao Consumidor (INPC) de 2019, que foi de 4,48%. Também foi incorporado um resíduo de 2018 (porcentagem do INPC daquele ano que não havia sido incorporada ao mínimo de 2019). Em 2019, o salário mínimo estava em R$ 998.

Inicialmente o valor fixado pela área econômica para o salário mínimo neste ano, de R$ 1.039, não repunha a inflação do ano passado. Isso ocorreu porque o reajuste autorizado, com base na última previsão do mercado financeiro para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) de 2019 ficou abaixo da inflação oficial registrada pelo indicador, divulgada apenas em janeiro.

O INPC serve como base para correção do salário mínimo e é diferente do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial.

Impacto nas contas públicas

De acordo com cálculos do governo, cada R$ 1 de aumento para o salário mínimo implica despesa extra em 2020 de aproximadamente R$ 355,5 milhões. Se for levado em conta um aumento para R$ 1.045, informou o secretário Waldery Rodrigues, do Ministério da Economia, o impacto seria maior, de R$ 2,13 bilhões em 2020.

De acordo com ele, esse gasto adicional, não considerado anteriormente na aprovação do Orçamento deste ano, pode levar o governo a fazer cortes em outras áreas – como forma de não descumprir o teto de gastos e a meta fiscal.

 

Eduardo Costa tem mansão bloqueada pela Justiça

Acusado de estelionato, o cantor Eduardo Costa, 40, teve a mansão onde reside, em Belo Horizonte, bloqueada pela justiça. O casal que negociou o imóvel com Costa é quem move a ação, alegando ter levado prejuízo financeiro na transação.

A mansão do cantor é avaliada em R$ 9 milhões e foi trocada por um imóvel que Costa mantinha em Capitólio, Minas Gerais. Entretanto, a casa recebida pelo casal está com dois processos para demolição parcial, um movido pelo Ministério Público Federal (MPF) e outro pela Furnas Centrais Elétricas S.A.

Parte da mansão de Capitólio foi construída em Área de Preservação Permanente (APP) e, no caso da ação de Furnas, a Justiça já teria determinado a demolição. Portanto, o imóvel passa a valer menos do que o combinado na negociação.

De acordo com a reportagem, o imóvel que foi de Costa passou a funcionar como um resort, que seria a única fonte de renda do casal. Na justiça, eles estariam pedindo indenização por danos materiais no valor de R$ 8,1 milhões mais R$ 1 milhão de danos morais, além de uma multa de R$ 900 mil por descumprimento contratual.

 

Belo Jardim: PM prende cinco suspeitos de formar quadrilha de roubo de cargas

 

Cinco homens, suspeitos de formarem uma quadrilha especializada em roubar cargas e veículos, foram presos pela Polícia Militar (PM) na madrugada desta terça-feira (14) em Belo Jardim, no Agreste pernambucano. As prisões aconteceram nas imediações do quilômetro 181 da BR-232, após o 15º Batalhão da PM ser avisada do roubo de uma carreta prata com baú frigorífico branco na estrada.

Segundo informações da PM, o veículo foi localizado e apreendido na rodovia. Na ocasião, o homem que estava dirigindo a carreta foi preso. Outros dois homens, que escoltavam a carreta à distância dentro de um carro modelo Prisma, tentaram fugir da polícia, mas foram pegos. Eles apontaram a existência de um quarto acusado, que estava em um matagal próximo mantendo o caminhoneiro da carreta roubada refém.

Após novas buscas, a vítima e o quarto suspeito foram localizados. O homem ameaçava o motorista com um revólver .38, com seis munições intactas. Ele foi preso e levado do matagal para a viatura da PM, na BR-232. Nesse meio-tempo, surgiu um quinto elemento em um carro modelo Palio, para tentar resgatá-lo, mas ele também foi preso.

Com os cinco suspeitos foram recuperados carros, carga, arma, munições e um bloqueador veicular. Todos os envolvidos, assim como materiais e veículos apreendidos, foram levados para a Delegacia de Belo Jardim.

 

Jungmann cita nomes de Marília e Túlio como nomes da oposição na disputa pela Prefeitura do Recife

JC Online

Embora considere cedo, o ex-ministro Raul Jungmann disse, numa rápida entrevista ao JC, que a oposição tem alguns nomes para disputar a Prefeitura do Recife como os deputados federais Marília Arraes (PT) e Túlio Gadelha (PDT). “Vamos ver o que eles tem a propor”, afirmou, em tom de expectativa. Ao ser questionado sobre a candidatura de João Campos (PSB), ele afirmou que “é um gartoo novo, que tem uma tradição familiar e procura se credenciar no Congresso”.]

“É muito cedo para ver uma direção neste ou naquele sentido”, comentou o ex-ministro da Defesa do governo Michel Temer (MDB). Jungmann está sem partido, mas passou mais de 20 anos no antigo PPS que hoje chama-se Cidadania. Atualmente, o ex-ministro trabalha na área de relações institucionais e de novos negócios do Porto Digital.“Estamos firmando uma parceria com o governo de São Paulo. Há perspectivas que o governador de São Paulo, João Dória (PSDB), assine parcerias com o Porto Digital”, contou. Entre outras atribuições, ele articula a vinda de pessoas influentes para participar dos eventos promovidos pelo Porto Digital.

LUCIANO HUCK
Um desses convidados que participaram de um evento do Porto Digital foi o apresentador Luciano Huck, cotado para disputar a campanha presidencial de 2022. Para o ex-ministro, Huck “tem uma grande capacidade de comunicação e é uma pessoa preocupada com a desigualdade social” e tem boas intenções. “É uma decisão muito dificil que ele tem pela frente que é de deixar de ser celebridade para entrar no terreno da política que é de oposição, guerra e conflito, não é facil. Eu aplaudo os que se interessam pela política com a perspectiva de mudança, justiça social e democracia”, comentou. Jungmann acrescentou que Huck está conversando com diversos partidos como fez com a Rede e, mais recentemente, até com o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB).

 

Bolsonarista, ex-prefeito  Totonho é cobrado em reunião rompimento com o prefeito Patriota

No último domingo (12), o pré-candidato e ex-prefeito de Afogados da Ingazeira, Totonho Valadares, se reuniu com um grupo de amigos e simpatizantes na casa da empresária Evângela Vieira para traçar estratégias políticas para as eleições.

A reunião foi aberta para que os presentes pudessem opinar e sugerir ações para agregar o que já vem sendo desenvolvido no decorrer da pré-campanha.

Segundo informações do Blog PE Notícias, alguns dos presentes cobraram do ex-prefeito o anúncio do rompimento com a Frente Popular, mas Totonho disse que só se manifesta nesse sentido após conversa com o Prefeito José Patriota. “Sem ele dizer a mim que seu candidato será A ou B, eu não posso me adiantar nesse sentido”, disse Totonho.

A Prefeitura de Petrolina, no Sertão de Pernambuco, divulgou a abertura de uma seleção simplificada com 21 vagas destinada à contratação de professores para a Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (Facape). As inscrições estão abertas e devem ser feitas até o dia 20 de janeiro através do site da faculdade.

Entre as áreas de atuação disponíveis estão introdução ao estudo do direito, antropologia, direito internacional, arquitetura e organização de computadores/sistema distribuído e tópicos em tecnologia da informação. Para participar, os interessados devem ter formação de curso de graduação e especialização na área desejada. 

A remuneração é de R$ 760 por disciplina de 60 horas semestrais e de R$ 380 por disciplina com carga horária de 30 horas por semestre. Os candidatos serão selecionados através da realização de avaliação de títulos e prova de desempenho didático-pedagógico. Para mais detalhes, acesse o edital. 

Brasília – O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, fala com imprensa após encontro com a presidenta Dilma (José Cruz/Agência Brasil)

O governador Paulo Câmara (PSB) nomeou o ex-prefeito de Bom Jardim, Fabiano Rufino (PSB), para ser assessor do Distrito Estadual de Fernando de Noronha. A indicação foi publicada no Diário Oficial, nesta sexta-feira (10).

O ex-prefeito Fabinho Rufino é filho do ex-deputado estadual Sebastião Rufino (PSB). O ex-prefeito se filiou ao PSB em setembro de 2015.

A nomeação é mais uma em uma longa lista de indicações de ex-prefeitos para cargos em comissão no governo Paulo Câmara.

Ainda em 2017, o deputado estadual Álvaro Porto (PTB) denunciou o suposto uso eleitoral de cargos em comissão para ex-prefeitos, na tribuna da Assembleia.

 

O oposicionista criticou o espaço dado para os aliados pelo governador.

“Queremos e merecemos saber quando o governo vai deixar de culpar a crise pela sua ineficiência ao mesmo tempo em que superlota a máquina para formar palanque para 2018”, afirmou o parlamentar.

O deputado ainda afirmou que a base aliada de Paulo Câmara na Assembleia tenta “naturalizar que há muito é condenável”.

“Aliar-se ao governo tornou-se um bom negócio. Mesmo para quem está com pendências no Tribunal de Contas o cargo foi garantido. Isso mostra bem o critério usado nas nomeações”, ironizou o deputado.

O parlamentar denunciou que os aliados nomeados para o Governo do Estado custavam, segundo o deputado estadual, R$ 2 milhões mensais aos cofres públicos.

“Para recorrer à estrutura da máquina estadual para abrigar ex-prefeitos e outros inúmeros aliados o governo esbanja eficiência”, atacou Álvaro Porto, também ex-prefeito de Canhotinho.

Com a palavra, a gestão da ilha, caso ache necessário.

 

2019: Pernambuco é maior que o Nordeste em geração de Microempreendedores Individuais

A crise econômica incentivou o interesse  em trabalhar para si mesmo.  Ter o próprio negócio vem sendo o sonho de muitos pernambucanosque buscam  uma saída, em meio às dificuldades encontradas, para ingressarem no mercado de trabalho. No último ano, 52,1 mil pessoas se tornaram Micro Empreendedores Individuais em Pernambuco, um crescimento de 21,14%. Atualmente, o Estado tem 298,6 mil pessoas formalizadas como MEI.Já o Nordeste tem 1,6 milhão de MEI, tendo crescido 20,29%.

Através da Secretária do Trabalho, Emprego e Qualificação, a Rede Estadual de Atendimento ao Empreendedor atendeu, somente no ano passado,  cerca de 83,732 mil microempreendedores. Os dados são das seis unidades dos Expressos Empreendedores  –  dos municípios do Cabo, Caruaru, Ipojuca, Petrolina, Recife e Salgueiro – que oferecem atendimento, palestras mensais, além de projetos que levam informações pertinentes sobre âmbito do empreendedorismo.

Segundo o assessor técnico da Rede Estadual de Atendimento ao Empreendedor, Murilo Nóbrega, esse crescimento, diante da demanda do MEI, se deu por duas razões básicas, estando entre elas o bom funcionamento das unidades. “A evolução se dá por duas razões: primeiro na qualidade no atendimento dos nossos pontos de atendimento e segundo por uma procura maior das pessoas que querem ser MEI, devido à dificuldade que elas estão encontrando para emprego”, conta Murilo.

Para ajudar no fortalecimento do MEI, entre outras ações, a SETEQ criou o programa Caravana do Empreendedorismo que, em cinco meses, percorreu 26 municípios espalhados pelas regiões do Agreste, Araripe, Itaparica, Mata Norte e Sul, RMR e São Francisco. A caravana contemplou 1.344 mil pessoas com temas como: Lei Geral do MEI, Educação Financeira, Empreendedorismo e orientações de Linhas de Crédito.

O secretário do Trabalho, Emprego e Qualificação, Alberes Lopes, destaca a importância de dar continuidade ao projeto Caravana do Empreendedorismo. “O ano começou com muito trabalho na Seteq. Já em janeiro, daremos continuidade à caravana, projeto que tem levado ações de empreendedorismo a vários municípios do nosso estado. Até o dia 30/01 iremos  atender aos municípios da Região Metropolitana do Recife, a Mata Norte, Mata Sul e o Agreste”, diz o secretário Alberes.

Desembargador do Piauí quer prender jornalista que publicou denúncia contra ele

Foto: reprodução

O jornalista Arimateia Azevedo, do Piauí, obteve habeas corpus preventivo para não ser preso, após  o desembargador Erivan José Lopes, ex-presidente do Tribunal de Justiça do Estado haver pedido sua prisão preventiva, em razão de notícias sobre denúncias de um promotor contra o magistrado.

Arimatéia Azevedo, do Portal A-Z, e outros veículos do Piauí divulgaram a denúncia do promotor Galeno Aristoteles, do município de Luis Correia, sobre suposto envolvimento do desembargador Erivan Loes com a grilarem de terras no litoral.

Galeno divulgou áudios e textos de conversas do magistrado com pessoas supostamente envolvidas no que o promotor denominou ‘organização criminosa’, entre os Manoel Barbosa, titular do cartório da cidade.

Concomitantemente à ação que move contra o jornalista Arimatéia Azevedo, o desembargador Erivan, sentindo-se incomodado com as publicações, conseguiu uma liminar junto ao juiz da 8ª Vara Criminal para proibir o jornalista de citar o seu nome. Semana passada, os advogados de Erivan pediram a prisão preventiva de Arimatéia Azevedo.

O advogado do jornalista, Hiarlan Bruno Fonseca Nunes, ingressou com habeas corpus preventivo no Tribunal do Piauí e conseguiu salvo-conduto, que impede Azevedo de ser preso.

Arimatéia Azevedo insiste que não pode ser responsabilizado criminalmente por seus textos, que somente relatam fatos públicos, e que também foram objeto de comentário em outros portais e órgãos da imprensa. Para ele, Erivan se defende procurando calar a imprensa do Piauí.

 

Governo de PE lança edital para implantação de 170 sistemas de dessalinização no Semiárido

Foto: divulgação

O Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Agrário, lançou nesta segunda-feira (13) a licitação do Programa Água Doce (PAD), ação coordenada pelo Ministério do Desenvolvimento Regional, executada em parceria com o estado. O edital foi publicado nas edições de sábado do Diário Oficial da União e Diário Oficial do Estado.

Orçado em R$ 36,9 milhões, sendo R$ 33,2 milhões da União e R$ 3,7 milhões de contrapartida do estado, o Programa Água Doce prevê a instalação de 170 sistemas de dessalinização em poços de água salobra, beneficiando cerca de 60 mil pessoas em 21 municípios do Semiárido pernambucano, que passam a contar com água de qualidade para o consumo.

De acordo com o secretário Dilson Peixoto, o programa integra um conjunto de ações com foco na melhoria da infraestrutura hídrica no Agreste e Sertão do estado. “Além do Programa Água Doce, em 2019 entregamos 2.944 cisternas de 16 mil e 52 mil litros e, ainda neste mês de janeiro, devemos assinar a ordem de serviço do Programa de Integração do Rio São Francisco (Pisf), que vai beneficiar 12 mil pessoas residentes em comunidades localizadas a até cinco quilômetros dos canais Norte e Leste da Transposição do São Francisco”, destacou.

A instalação dos sistemas foram divididas em três lotes, contemplando os municípios de Águas Belas, Iati, Manari, Paranatama e Venturosa (Lote 1), Alagoinha, Caetés, Capoeiras, Cumaru, Frei Miguelinho, Jataúba, Riacho das Almas, Salgadinho, Sanharó, Santa Maria do Cambucá e Vertente do Lério (Lote 2) e Afrânio, Dormentes, Santa Cruz e Trindade (Lote 3). A previsão para conclusão das obras é de 12 a 24 meses, de acordo com o cronograma de execução dos serviços. Após a instalação dos sistemas, o programa prevê também a manutenção básica durante 12 meses, período em que as comunidades devem ser capacitadas para assumir a manutenção dos equipamentos

 

Delatora aponta ‘mesada’ de R$ 120 mil a governador da Paraíba

Foto: Reprodução PB Agora

Livânia Faria, ex-secretária estadual de Administração da Paraíba, delatou uma suposta mesada de R$ 120 mil ao governador João Azevedo para bancar gastos pessoais e de sua campanha, em 2018.

Em seu acordo de colaboração premiada com a Polícia Federal (PF), Livânia relata que o político sabia que o dinheiro era de contratos fraudulentos da Saúde e o usou para bancar despesas de seus parentes.

A ex-secretária apontou ainda o suposto envolvimento do governador com corrupção de fiscais em obras de esgoto e repasses de R$ 900 mil para pagar fornecedores de campanha.

Em nota, segundo o portal Terra, Azevedo afirma que as despesas da pré-campanha e da campanha “se deram de forma lícita”.

O governador da Paraíba foi alvo de buscas e apreensões autorizadas pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) no último dia 17 de dezembro, quando a Operação Calvário foi deflagrada.

Na mesma ação, o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) teve sua prisão decretada, envolvido com propinas superiores a R$ 134 milhões da Saúde. Ele se entregou, mas foi solto no dia seguinte por ordem do ministro Napoleão Nunes Maia, do STJ.

Com informações do Site Renova Mídia e Portal Terra

A ex-secretária estadual de Administração da Paraíba Livânia Faria delatou uma suposta mesada de R$ 120 mil ao governador João Azevedo (sem partido) para bancar gastos pessoais e de sua campanha, em 2018.

Em seu acordo de colaboração premiada, ela relata que o político sabia que o dinheiro era de contratos da Saúde e o usou para bancar despesas de seus parentes. Narra ainda o suposto envolvimento do governador com corrupção de fiscais em obras de esgoto e repasses de R$ 900 mil para pagar fornecedores de campanha. Em nota, Azevedo afirma que as despesas da pré-campanha e da campanha “se deram de forma lícita”.

João Azevedo foi alvo de buscas e apreensões autorizadas pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) no dia 17 de dezembro do ano passado, quando foi deflagrada a Operação Calvário. Na mesma ação, o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) teve sua prisão decretada, sob a suspeita de envolvimento em propinas de R$ 134,2 milhões da Saúde. No dia da ação, Coutinho estava no exterior e chegou a figurar na lista de procurados da Interpol. Ele se entregou no dia 20 – e foi solto no dia seguinte por ordem do ministro Napoleão Nunes Maia, do STJ.

A delação de Livânia é uma das peças-chave da Operação Calvário. Seus relatos embasaram a ação que mirou o atual governador e seu antecessor, e também abrem frentes de investigação contra deputados estaduais, federais e conselheiros do Tribunal de Contas. Além de ter sido secretária de Administração de Azevedo, Livânia foi procuradora-geral do Estado na gestão Coutinho. Leia a íntegra da reportagem no UOL.

Colisão frontal entre Gol e Corolla deixa um morto e um ferido no Sertão de PE

 

Um homem morreu e outro ficou ferido numa grave colisão frontal entre dois carros nesse domingo, 12, no km 468,6 da BR-232, próximo ao distrito de Cachoeirinha, no município de Mirandiba. Um dos motoristas, identificado apenas como Francisco, de apelido “Guzim”, morreu no local do acidente.
Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal, o automóvel conduzido pela vítima fatal, um Volkswagen Gol de placa KJE-7529 colidiu de frente com um Toyota Corolla guiado por um agente penitenciário de Mirandiba. Este ficou ferido e precisou ser socorrido a um hospital da região. (Alvinho Patriota)
Cidades Acessando Blog

Panificadora Samuel
Escola Monteiro Lobato
 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!

Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

Siteemonteirolobato.com.br

Dr. Jamildo Carvalho
Desfile Cívico Escola M.L

AABB

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!