Nesta quinta-feira (15), foram registradas 3.774 mortes por Covid, o 4º dia mais letal da pandemia. Houve registro também de 80.529 novos casos da doença.

Na quarta, o Brasil completou cinco dias seguidos com média acima de 3.000. Já são 85 dias seguidos com média móvel de mortes acima de 1.000. (Foto: Reprodução)

 O Brasil completou 30 dias seguidos com média móvel de mortes acima de 2.000 óbitos por dia. Nesta quinta-feira (15), foram registradas 3.774 mortes por Covid, o 4º dia mais letal da pandemia. Houve registro também de 80.529 novos casos da doença.

A média móvel de mortes, por sua vez, ficou pouco abaixo de 3.000. Ela agora registra 2.952 mortes por dia nos últimos sete dias. A média móvel é um instrumento estatístico usado para amenizar variações de dados. Ela é obtida pela soma de todas as mortes dos últimos sete dias e divisão do resultado por sete.

Na quarta, o Brasil completou cinco dias seguidos com média acima de 3.000. Já são 85 dias seguidos com média móvel de mortes acima de 1.000.

O país chegou a 365.954 mortes pela Covid e a 13.758.093 pessoas infectadas pelo Sars-CoV-2 desde o início da pandemia.

Os dados do país, coletados até as 20h, são fruto de colaboração entre o jornal Folha de S.Paulo, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são coletadas diariamente com as secretarias de Saúde estaduais.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorreu em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.

O prefeito do município de Araripina-PE, no Sertão do Araripe, Raimundo Pimentel (PSL), foi flagrado dirigindo embriagado no Recife, capital pernambucana.

O fato aconteceu no final da tarde do último domingo (11) no Pina. A embriaguez foi constatada através do assopro no bafômetro.

O prefeito Pimentel que é profissional da medicina (médico) foi multado (não sabemos o valor) e teve a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) apreendida.

Um péssimo exemplo para uma pessoa pública e ainda mais, prefeito. Que sirma de lição pelo menos o constrangimento do momento. (Com Blog Cariri Filho)