Foto: reprodução

Com agências

Dois dias depois de crescerem as especulações de que o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, seria demitido, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) o convoca para uma reunião a sós no Palácio do Planalto, às 9h quarta-feira (8). Embora tenha admitido que continua no governo, a situação de Mandetta ainda é uma incógnita. Por isso, o encontro dos dois pode ser decisivo para o desfecho do ministro.

Desde a reunião da segunda-feira (6), que resultou no ministro da Saúde anunciando que permaneceria no governo, o presidente não fala com a imprensa. Nesta terça-feira (7), ele faltou a dois eventos pré-confirmados. A Secretaria de Comunicação da Presidência da República alegou que houve “ajustes de compromissos na agenda”.