O pagamento da primeira parcela do auxílio para este público terminou em 29 de abril.

Para quem faz parte do Bolsa Família, os pagamentos foram até 30 de abril. (Foto: Reprodução)

A Caixa Econômica Federal (Caixa) libera nesta segunda-feira (3) os saques e transferências da primeira parcela do Auxílio Emergencial aos beneficiários que não fazem parte do Bolsa Família nascidos em fevereiro, que receberam a parcela em poupança social digital no dia 9 de abril.

O pagamento da primeira parcela do auxílio para este público terminou em 29 de abril. Para quem faz parte do Bolsa Família, os pagamentos foram até 30 de abril.

Os pagamentos da segunda parcela do benefício começam em 18 de maio para o público do Bolsa Família, e em 16 de maio para os demais beneficiários (veja nos calendários mais abaixo).

VEJA QUEM PODE SACAR A PARTIR DESTA SEGUNDA:

  • trabalhadores que não fazem parte do Bolsa Família, nascidos em fevereiro

Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do auxílio emergencial, pelo site auxilio.caixa.gov.br ou pelo https://consultaauxilio.cidada…

Foto: Sérgio Bernardo/Acervo JC

Frito, cozido, mexido, processado e usado em milhares de receitas. O brasileiro nunca comeu tanto ovo. Com o aumento desenfreado do preço da carne, a queda de poder de compra da população, e a mudança de hábito trazida pela pandemia, com mais gente se alimentando em casa, o ovo está longe de ser um coadjuvante na mesa da população. No ano de 2020, cada brasileiro comeu 251 ovos. É um volume recorde. Há 20 anos, o consumo anual de cada cidadão era de 94 unidades. Dez anos atrás, esse número subiu para 148 ovos.

Hoje, o brasileiro come mais ovos que a média do cidadão mundial, que é de 230 ovos por ano. O alimento, que até poucos anos atrás figurava entre os vilões da saúde, condenado pelo teor de colesterol, migrou para as páginas da alimentação saudável. A indústria e as galinhas fizeram sua parte, com nada menos que 1.500 ovos por segundo produzidos no Brasil. As chamadas “poedeiras”, como são conhecidas as galinhas nas granjas, entregaram 53 bilhões de ovos em 2020. Neste ano, a produção deve chegar a 56 bilhões de unidades.

Com o volume recorde de consumo e alta de preços nas gôndolas do supermercado, tudo indicaria que a vida do produtor nacional de ovos já está ganha. Mas a coisa não é bem assim. Ironicamente, a indústria de ovos vive, atualmente, entre a cruz e a espada, devido ao preço do milho e do farelo de soja, a ração dos animais, insumo que responde por mais de 81% do custo de produção da proteína. Continue lendo →

Afogados empata com o Santa e garante vaga na Série D em 2022

Em um jogo onde a Coruja Sertaneja apresentou melhor futebol, o Afogados Futebol Clube empatou com o Santa Cruz em 0x0 na última rodada pelo Campeonato Pernambucano.

O time comandado por Sérgio China mostrou melhor futebol e teve chances com Vargas e Felipe no segundo tempo. Frank também esteve entre os destaques da Coruja.

Prova disso é que Jordan, o goleiro tricolor,  foi o destaque do Santa. Agora, as equipes se enfrentam quarta no Arruda pelo mata-mata da competição em jogo único.

Com o empate, o Afogados Futebol Clube garantiu mais uma vez vaga na Série D do campeonato Brasileiro em 2022.

Pernambucano Gil do Vigor é o último eliminado do BBB21, com 50,87%

O pernambucano teve uma das trajetórias mais marcantes do programa e sai aprovado para PHD em duas universidades americanas (Foto: Gshow/Reprodução)

Com 50,87% dos votos, o economista pernambucano Gilberto, também conhecido como Gil do Vigor, deixou o Big Brother Brasil 21 neste domingo (2). Dessa forma, a final do programa será disputada entre os participantes Juliette, Camillla e Fiuk. 
O único que já estava garantido na final era Fiuk,  que ganhou a última prova da temporada na sexta-feira. 
A final do programa será na terça-feira (4) após 100 dias de programa. A noite da final ainda vai contar com um show dos antigos participantes do ramo da música: Karol Conká, Pocah, Projota e Rodolffo (com sua dupla Israel).