Ainda não será nesta quarta-feira que Diego Tardelli fará a sua reestreia pelo Atlético Mineiro. Recém-contratado pelo clube, o atacante não foi incluído pelo técnico Rafael Dudamel na lista de relacionados para o duelo com o Afogados FC, em Afogados da Ingazeira, no Sertão pernambucano, pela segunda fase da Copa do Brasil.

Tardelli está regularizado no BID da CBF e tem participado dos treinamentos do elenco na Cidade do Galo. Mas a longa inatividade o força a melhorar o condicionamento físico antes de ficar à disposição de Dudamel.

Além de Tardelli, o Atlético-MG terá outros dois desfalques contra o Afogados FC. Patric e Réver estão lesionados e não podem ser aproveitados nesta quarta-feira. Ambos têm lesões na coxa esquerda, sendo que o zagueiro se lesionou na última quinta, durante o duelo com o Unión, enquanto o lateral nem foi relacionado para o confronto pela Copa Sul-Americana por causa desse problema.

Já o volante Allan, que havia sido desfalque na partida contra o Unión por estar suspenso, voltará a ser aproveitado por Dudamel, que não indicou se manterá a formação com três zagueiros.

Assim, a tendência é que o time entre em campo com: Michael; Guga, Gabriel, Igor Rabello e Guilherme Arana; Jair, Allan, Nathan, Hyoran e Otero (Iago Maidana); Di Santo.

Confira a lista de relacionados do Atlético-MG:

  • Goleiros: Michael e Victor.
  • Zagueiros: Gabriel, Igor Rabello, Iago Maidana e Gustavo Henrique.
  • Laterais: Mailton, Guga, Fábio Santos e Guilherme Arana.
  • Volantes: Allan, Jair, Ramón Martínez e Zé Welison.
  • Meias: Hyoran, Marquinhos, Otero, Nathan, Dylan Borrero e Savarino.
  • Atacantes: Ricardo Oliveira, Di Santo e Edinho.    

Vejam o que diz a imprensa mineira, através do jornal O Estado de Minas, sobre Afogados da Ingazeira e sobre a equipe da Coruja do Sertão:

“O maior desafio no jogo desta noite é vencer o cansaço. A preparação para a partida foi concluída nessa terça-feira, numa rápida atividade que começou 7h na Cidade do Galo. Em seguida, a delegação embarcou de Confins até Juazeiro do Norte (CE), em voo fretado, seguindo depois de ônibus para o interior de Pernambuco (o trajeto de quase 300 quilômetros). Numa cidade de difícil acesso, a logística escolhida pela comissão técnica foi a melhor para que os jogadores passassem o menor tempo possível na estrada.

As condições do estádio também preocupam os atletas. “Sabemos que vai ser um jogo complicado. Já demos uma olhada no campo, na iluminação, isso tudo atrapalha. Observamos o jogo contra o Santa Cruz pelo Campeonato Pernambucano e percebemos muitas dificuldades em termos do estádio de lá. Grama muito alta, iluminação não muito boa… Mas tentar fazer bom jogo”, ressalta o lateral-direito Guga, que vai realizar a sua segunda partida sob o comando de Rafael Dudamel.

O adversário

Fundado somente em 18 de dezembro de 2013, o Afogados tem como maior conquista o título de campeão do interior do Campeonato Pernambucano no ano passado – ficou na terceira posição. O clube fez história ao eliminar o Atlético-AC na fase inicial da Copa do Brasil com goleada por 3 a 0. Por ter passado de fase, a Coruja ganhou R$ 650 mil de premiação da CBF, seis vezes a folha salarial do clube, que gira em torno de R$ 100 mil mensais. Para incentivar sua equipe no jogo contra o Atlético, a diretoria será ousada e prometeu R$ 250 mil de bicho a ser rateado por jogadores e comissão técnica. No modesto time, o principal destaque é o atacante Diego Ceará, de 26 anos, com passagens por Confiança (SE), Icasa e Mogi Mirim”.

 

Comprovantes para Imposto de Renda devem ser enviados até sexta-feira

As empresas e as instituições financeiras têm até sexta-feira (28) para enviar aos contribuintes os comprovantes de rendimentos referentes ao ano passado. Os informes são usados para o preenchimento da declaração do Imposto de Renda (IR) Pessoa Física 2020, cujo prazo de entrega começa na segunda-feira (02).Os dados não precisam ser enviados pelos Correios. Os comprovantes podem ser mandados por e-mail, serem baixados na internet ou divulgados em aplicativos para dispositivos móveis. Os documentos de rendimento servem para a Receita Federal cruzar informações e verificar se o contribuinte preencheu dados errados ou sonegou imposto.

Os documentos fornecidos pelos empregadores devem conter os valores recebidos pelos contribuintes no ano anterior, assim como detalhar os valores descontados para a Previdência Social e o Imposto de Renda recolhido na fonte. Contribuições para a Previdência Complementar da empresa e aportes para o plano de saúde coletivo devem ser informados, caso existam.

Comprovantes do Imposto de Renda na internet

Os aposentados e os pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) podem pegar os comprovantes na internet. O documento está disponível na página Meu INSS ou no aplicativo de mesmo nome disponível para os sistemas Android e iOS. O segurado deve digitar a mesma senha para consultar os demais extratos. Caso não tenha senha, basta seguir os passos informados pelo site.

Planos de saúde individuais e fundos de pensão também são obrigados a fornecer os comprovantes, cujos dados serão usados para o contribuinte deduzir os valores cobrados no Imposto de Renda. Os bancos e corretoras devem informar os valores de todas as contas correntes e de todos os investimentos. Caso o contribuinte tenha conta em mais de uma instituição, deve obter os comprovantes de todas elas.

Atraso e erros

Caso o contribuinte não receba os informes no prazo, deve procurar o setor de recursos humanos da empresa ou o gerente da instituição financeira. Se o atraso persistir, a Receita Federal pode ser acionada. Em caso de erros ou de divergência de dados, é necessário pedir um novo documento corrigido.

Se não receber os dados certos antes de 30 de abril, dia final de entrega da declaração, o contribuinte não deve perder o prazo e ser multado. É possível enviar uma versão preliminar da declaração e depois fazer uma declaração retificadora.