Mega-Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 37 milhões

O concurso 2.495 da Mega-Sena, realizado nesta terça-feira (28) à noite no Espaço Loterias da Caixa em São Paulo, não teve acertadores das seis dezenas. Os números sorteados foram: 08 – 12 – 14 – 30 – 33 – 41. A quina teve 37 ganhadores e cada um vai receber R$ 54.647,64. Os 3.602 acertadores da quadra receberão o prêmio individual de R$ 801,92.

 

O próximo concurso (2.496), na quinta-feira (29), deve pagar um prêmio de R$ 37 milhões. O sorteio é realizado às 20h, no Espaço Loterias Caixa, no Terminal Rodoviário do Tietê, em São Paulo.

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país ou pela internet, no site da Caixa Econômica Federal. A aposta simples, com seis dezenas, custa R$ 4,50.

Procurador que espancou chefe vira réu por tentativa de feminicídio

O procurador Demétrius Oliveira de Macedo, preso na última semana por espancar uma colega na Prefeitura de Registro (SP), virou réu por tentativa de feminicídio. A denúncia do Ministério Público (MP) foi aceita na última terça-feira (28) pela Justiça de São Paulo.

De acordo com a denúncia, o MP retratou a ocorrência como “evidente intento homicida”, ou seja, Demétrius tentou matar a procuradora-geral do município, Gabriela Samadello Monteiro de Barros. O ato, ainda segundo o órgão, apenas não foi concretizado por “circunstâncias alheias a vontade do agente”.

Após ter dado socos no rosto e vários chutes em Gabriela, Demétrius chegou a se apresentar em uma delegacia confessando o crime, porém, foi liberado pelo delegado Fernando Carvalho Gregório, do 1° Distrito Policial de Registro.

A prisão preventiva do procurador foi pedida do delegado Daniel Vaz Rocha, responsável pelo caso. A autoridade policial apontou que o acusado “vem tendo sérios problemas de relacionamento com mulheres no ambiente de trabalho, sendo que, em liberdade, expõe a perigo a vida delas, e consequentemente, a ordem pública”.

Sob decisão do juiz Raphael Ernane Neves, da 1ª Vara de Registro, o acusado recebeu o prazo de 10 dias para apresentar sua defesa prévia.