Monthly Archives: abril 2022

Terminou neste mês o prazo para que a Aliança pelo Brasil apresentasse ao menos 492 mil assinaturas de apoio para sua criação, mas o partido não conseguiu chegar nem à metade, encerrando uma história de fracassos colecionados desde o lançamento da empreitada pelo presidente Jair Bolsonaro, em novembro de 2019.

Com isso, as 183 mil assinaturas de apoio validadas e outras dezenas de milhares em análise pelos cartórios eleitorais, todas elas reunidas em dois anos e quatro meses de coleta, serão descartadas.
Eventual nova tentativa de criação de uma legenda genuinamente bolsonarista terá que partir da estaca zero.
Pela lei, toda nova sigla precisa apresentar em até dois anos um apoio popular mínimo, no caso, 492 mil assinaturas de eleitores que avalizam a criação da nova agremiação. Devido à pandemia da Covid-19, esse prazo foi esticado em mais quatro meses.
A Aliança pelo Brasil começou a ser esboçada quando o presidente rompeu com o PSL (hoje União Brasil), o partido pelo qual se elegeu em 2018. Em novembro de 2019, Bolsonaro e bolsonaristas de todas os matizes se reuniram em um hotel de luxo de Brasília para lançar a “pedra fundamental” da nova legenda, que teria o número 38, em alusão ao calibre do revólver.
A Aliança contava com forte apelo religioso, de defesa do porte de armas e da ditadura militar instituída pelo golpe de 1964. Na ocasião, o objetivo anunciado era colocar a legenda de pé em cinco meses, a tempo de estar apta a disputar as eleições municipais de 2020.
A coleta de assinaturas, porém, se mostrou desorganizada, lenta e esbarrou em uma série de entraves que inviabilizaram sua criação a tempo das eleições municipais, o que se mostrou o primeiro tropeço de uma série de fracassos. A primeira leva de assinaturas entregues aos cartórios eleitorais, por exemplo, mostrava nomes de pessoas que já haviam morrido, de eleitores que não existiam, apoiamentos em duplicidade ou com erros de identificação, além do principal problema, assinaturas de pessoas filiados a outros partidos, o que inutilizava o aval dado à Aliança.
Com o início da pandemia, em 2020, a situação se complicou mais ainda. O projeto de se viabilizar para ser o partido de Bolsonaro à reeleição em 2022 também naufragou aos poucos.
A pá de cal ocorreu no segundo semestre do ano passado quando o próprio Bolsonaro deu declarações descartando a possibilidade de o partido sair do papel.
Depois de negociar com várias legendas, o presidente da República ingressou formalmente no PL de Valdemar Costa Neto em novembro. Apesar disso, os formuladores da Aliança tentaram ainda em novembro ampliar de quatro meses para um ano o prazo extra para tentar conseguir as assinaturas necessárias, mas o TSE negou o pedido.
Dono de seguidas frases de otimismo em relação à criação da Aliança, o empresário e suplente de senador Luís Felipe Belmonte, vice-presidente da frustrada nova agremiação, disse não ter ideia do valor gasto por ele e por apoiadores para a tentativa de criação do partido.
“O presidente pediu para parar, nós paramos. Não adiantava ficar dando murro em ponta de faca”, diz Belmonte, que atualmente preside o PSC no Distrito Federal. Ele afirma não ter frustração ou arrependimentos e que eventual nova tentativa dependerá do clima político a partir de 2023.
“Houve mobilização em outro sentido [ida de Bolsonaro para o PL], é uma questão de decisão política, isso acontece.”
“Nós estamos com um capital muito bom de apoiamento, isso trouxe muita gente para o nosso projeto, temos um cadastro de mais de 900 mil pessoas, então a gente tem como falar com o povo conservador, não como partido, mas como movimento. Esse movimento continua e vai ser importante para auxiliar nas eleições”, diz Belmonte.
Ele aponta a pandemia como principal razão para o fracasso da empreitada, mesma posição adotada pelo ex-ministro do Tribunal Superior Eleitoral Admar Gonzaga, advogado da Aliança. “A associação Aliança pelo Brasil continua valendo no cartório de registro civil. Dessa vez não deu por causa da pandemia. Se a gente quiser voltar ao procedimento, mais adiante, aí é só fazer. Teria que começar do zero, infelizmente”, diz Admar.
Ele também aponta como motivo o atraso na implantação do recolhimento digital de assinaturas por parte da Justiça Eleitoral. “Só no final do ano passado completaram o sistema, que até hoje não funciona. Ou seja, acabou acontecendo uma inviabilização tanto pela falta do sistema como pela pandemia.”
O Brasil tem atualmente 32 partidos políticos em atividade, sendo o último deles o Unidade Popular, que obteve seu registro no TSE em dezembro de 2019. 
O fim formal do Aliança pelo Brasil se dará da seguinte forma. Até o começo de maio, a área técnica do TSE irá certificar que a pretensa nova agremiação não conseguiu validar em dois anos e quatro meses o mínimo de 492 mil assinaturas de apoio.
Depois, irá instaurar procedimento administrativo para decisão de um dos ministros do TSE que, constatando a insuficiência de apoio, vai indeferir liminarmente o registro do partido, descartando as assinaturas de apoio obtidas. Pela lei, eventual novo pedido de registro não poderá aproveitar o anterior nem os apoiamentos conseguidos. (Via: Folhapress)

O ministro do STF Luís Roberto Barroso participa do Congresso Internacional de Direito e Gênero, na Fundação Getúlio Vargas, no Rio de Janeiro. Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

 Correio Braziliense

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), declarou, nesta sexta-feira (29), que a democracia é um “espaço plural”, mas que não tem lugar para quem busca destruí-la. A fala ocorreu em um evento do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro.
“Na minha visão, e na de todos nós, juízes que estamos aqui, a democracia é um ambiente plural que tem lugar para conservadores, para liberais, para progressistas. Só não tem lugar para quem queira destruí-la. O Brasil tem muitos problemas, felizmente nosso sistema de votação não é um deles”
Barroso fez uma defesa da segurança da urna eletrônica e descartou a possibilidade de um ataque hacker ao equipamento. O magistrado também criticou a proposta do voto impresso.
Segundo o ministro, o projeto que foi derrubado no Congresso enfrentou diversos obstáculos logísticos para sua implementação, como o transporte dos votos “em um país que se rouba carga”, a armazenagem dos comprovantes e a própria contagem manual.
“Não chega a nem estar errada essa ideia. Tem que ter uma categoria nova para essa ideia. Ela é o fim do segredo do voto”, afirmou. “Aí a milícia, o tráfico e o coronel ficam sabendo em quem você votou”, disse.

A medida, autorizada pelo Conselho Curador do FGTS em abril, libera o uso do recurso para abater até 80% de cada parcela em atraso.

– A partir desta segunda (2), o FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) poderá ser usado para negociar o pagamento de até 12 prestações do financiamento habitacional em atraso.

A medida, autorizada pelo Conselho Curador do FGTS em abril, libera o uso do recurso para abater até 80% de cada parcela em atraso. Segundo dados do conselho, 80 mil mutuários estão com, pelo menos, três parcelas atrasadas e 50% deles têm conta vinculada ao FGTS.

De acordo com a Caixa, administradora do Fundo, o saque da conta do FGTS será feito em parcela única e o valor debitado será utilizado nas parcelas mensais. Como usar o FGTS na amortização? Pedido é feito no banco.

O trabalhador deve procurar o banco onde fez o financiamento habitacional e solicitar a utilização do seu FGTS para abater até 80% de cada prestação, até o limite de 12 prestações em atraso.

O pedido é feito por meio da Autorização de Movimentação da Conta Vinculada do FGTS, devidamente assinada.

Intervalo mínimo de utilização do FGTS – Quem utilizou o FGTS nesse mesmo contrato de financiamento há menos de dois anos (para amortizar a dívida, ou seja, reduzir o saldo devedor ou diminuir o número de prestações) não poderá usar o dinheiro do fundo novamente antes deste prazo. O intervalo de dois anos é contado a partir da data da última amortização/liquidação. 

Valor máximo do imóvel – O valor de avaliação do imóvel deve ser de até R$ 1,5 milhão. Exigências para o trabalhador. O trabalhador precisa ter, pelo menos, três anos de trabalho sob o regime do FGTS, ininterruptos ou não. Não pode possuir outro imóvel no município onde trabalha ou tem residência. Não pode ter outro financiamento ativo no SFH (Sistema Financeiro de Habitação). Fonte: Caixa Econômica Federal.

Medida tem validade até dezembro – Nesta quarta (27), a Caixa divulgou a nova versão do Manual do FGTS – Utilização na Moradia Própria, com as todas as regras que regulamentam a utilização dos recursos das contas do FGTS atualizadas.
A negociação de até 12 parcelas terá validade até 31 de dezembro de 2022. Após este período, o trabalhador voltará a poder utilizar o seu saldo do FGTS para realizar o pagamento de até três prestações em atraso junto aos bancos.

Na Justiça, segundo o advogado Marcelo Tapai, o mutuário sempre conseguiu pagar o número parcelas atrasadas que deseja, até o limite do que tem no FGTS.
“Essa limitação de 12 meses também será desconsiderada pelo Judiciário, se necessário, por uma questão óbvia: não é razoável que alguém que tenha dinheiro na conta do FGTS pague juros e encargos de uma dívida atrasada ou corra o risco até de perder o imóvel”, afirma Tapai.

Criado com o objetivo de proteger o trabalhador demitido sem justa causa, o FGTS é devido para quem trabalha com carteira assinada. No início de cada mês, os empregadores depositam, em nome dos funcionários, o valor correspondente a 8% do salário de cada profissional em conta aberta na Caixa Econômica Federal.

O valor só pode ser utilizado em algumas situações, como demissão sem justa causa, aposentadoria e para compra da casa própria, construção e para abater valores do financiamento imobiliário.

MPPE e Polícia Militar cumprem mandados de prisão e de busca e apreensão no Recife, Paulista e Jaboatão. (MPPE/Divulgação)

Quatro servidores da Segurança Pública foram presos por prática de crimes militares na manhã desta sexta-feira (29), após uma operação da Polícia Militar de Pernambuco (PMPE). De acordo com o Grupo de Atuação Especializada de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão e quatro mandados de prisão temporária contra alvos no Recife, e nas cidades da Região Metropolitana, de Jaboatão dos Guararapes e em Paulista. Os quatro detidos serão recolhidos temporariamente ao Centro de Reeducação da Polícia Militar (Creed). Na operação foram apreendidos telefones celulares, armas e documentos. Os nomes dos militares envolvidos não foram divulgados pelo MPPE e PM.

A Secretaria de Defesa Social (SDS), do Governo de Pernambuco, e a Polícia Militar (PMPE), não responderam ao contato do Diario até a publicação desta matéria. O Ministério Público de Pernambuco informou que não fornecerá entrevistas ou informações complementares sobre o caso.

De acordo com o Ministério Público, a operação, nomeada de “Expurgare”, teve como objetivo identificar a prática de crimes militares e foi originada de requisição da Central de Inquéritos da Capital ao Subcomando-Geral da PMPE em janeiro deste ano. O efetivo policial envolvido na operação contou com 66 policiais, dentre oficiais e praças. Pelo Gaeco foram mobilizados cinco promotores de Justiça e dez servidores.
A Operação Expurgare tem como objetivo identificar a prática de crimes militares. (MPPE/Divulgação)
As investigações subsequentes foram vinculadas à Diretoria de Polícia Judiciária Militar (DPJM) e assessoradas pela 2ª seção do Estado Maior da Polícia Militar e pela Diretoria de Policiamento Especializado (Diresp), através do Batalhão de Operações Especiais (BOPE).

Os militares detidos foram encaminhados inicialmente à Diretoria de Polícia Judiciária Militar; de lá, serão recolhidos temporariamente ao Centro de Reeducação da Polícia Militar. Já o material apreendido, como telefones celulares, armas e documentos, foi levado à DPJM para catalogação e posterior análise pelo Gaeco.

O país registrou a criação líquida de 136 mil empregos com carteira assinada em março. Apesar do saldo positivo, os dados continuam mostrando desaceleração em relação ao ano passado e queda na média salarial dos contratados.

Os dados foram divulgados por meio do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), apresentado nesta quinta-feira (28) pelo Ministério do Trabalho e Previdência. O saldo do mês resulta de 1,95 milhão de contratações e 1,81 milhão de desligamentos.

O resultado é 11% menor do que em março de um ano antes. Em janeiro, o saldo já havia sido 38% menor do que em um ano antes e, em fevereiro, a queda tinha sido de 17% no mesmo tipo de comparação. Para o ministério, a desaceleração em 2022 é natural após um 2021 de recuperação da economia.

O Ministério do Trabalho e Previdência afirma que os dados neste ano tendem a estar mais alinhados com o desempenho da atividade. O mercado espera que o país cresça 0,65% neste ano, de acordo com o mais recente boletim Focus, que traz estimativas de analistas compiladas pelo Banco Central.

O setor de serviços mais uma vez liderou a abertura de vagas (111,5 mil), embora mostre um ritmo menor do que em meses anteriores (em fevereiro, por exemplo, o saldo havia ficado positivo em mais de 200 mil). O destaque ficou a seção de transporte, armazenagem e correio (com 16,2 mil postos criados).

Em seguida na lista de maiores geradores de emprego, ficaram construção (25 mil vagas criadas), indústria (15,2 mil) e construção (apenas 352 postos). Já a agropecuária teve desempenho negativo e cortou 15,9 mil postos de trabalho.

Os dados neste ano sofrem influência da gradual eliminação dos efeitos do programa emergencial de manutenção de emprego e renda. Criada na pandemia, a medida foi considerada fundamental por especialistas para sustentar o mercado de trabalho durante o auge da crise da Covid-19.

Um reflexo disso começa a ser observado no número de pedidos de seguro-desemprego, que subiu 15% em relação a um ano antes e alcançou 674,6 mil requisições em março.

Bruno Dalcolmo, secretário-executivo do Ministério do Trabalho e Previdência, afirma que o aumento de pedidos está ligado ao fim do programa, mas que as requisições estão abaixo de outros momentos de crise econômica. “Apesar de uma relativa elevação no número de solicitações, é um número ainda bastante inferior considerando o histórico recente do país”, afirmou

Nem todas as regiões tiveram resultado positivo neste mês. Houve criação de vagas no Sudeste (com abertura de 75,8 mil postos), no Sul (33,6 mil), no Centro-Oeste (20,2 mil) e no Norte (9,3 mil). Já o Nordeste fechou 4,9 mil postos de trabalho.

A criação de vagas contrasta com salários de admissão caindo novamente. Já são dois meses seguidos de retração, após as quedas consecutivas registradas ao longo de 2021 (depois de um intervalo de crescimento em dezembro do ano passado e em janeiro deste ano).

A remuneração média para quem foi contratado em março foi de R$ 1.872,07, queda real de 7,2% em relação a um ano antes. Segundo os técnicos, a menor remuneração é tradicionalmente observada em momentos de retomada do emprego.

Bruno Imaizumi, economista da LCA Consultores, afirma que a queda nos salários de admissão decorre de um movimento de pessoas de menor qualificação se inserindo no mercado de trabalho formal -e de parte com maior qualificação recebendo menos do que antes.

A LCA atualizou no mês passado a projeção de saldo de empregos para 2022 de 895 mil para 1,1 milhão de postos formais. As melhores expectativas decorrem dos efeitos do Auxílio Brasil e dos saques extraordinários do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço).

“Este ano o saldo de vagas será influenciado pelo cenário econômico, que, apesar de sofrer com inflação e juros elevados, vem se beneficiando do pacote de estímulos feitos pelo governo para este ano para [o presidente Jair] Bolsonaro tentar a reeleição”, diz ele.

 

 

As reuniões comunitárias para ouvir a população em Afogados da Ingazeira continuam a todo o vapor. No segmento urbano, foi a vez de ouvir as contribuições para a elaboração do novo plano diretor dos moradores dos bairros Borges, Brotas, da Vila Pitombeira e Macambira. A reunião aconteceu na Escola Municipal Leticia de Campos Góes.

As contribuições irão compor e subsidiar o novo plano diretor de Afogados, documento importante, que orientará o a estruturação da cidade e o desenvolvimento urbano e rural pelos próximos dez anos.

“Percebemos que ao longo das reuniões a participação dos moradores tem sido bastante ativa, tanto em número de participações como em qualidade das propostas e sugestões. Isso mostra o interesse das pessoas em colaborar com a construção de uma cidade cada vez melhor”, avaliou o coordenador do Plano Diretor, Fernando Moraes. 

Estiveram participando da reunião os vereadores César Tenório, Douglas Eletricista e Raimundo Lima, a coordenadora da Ouvidoria Municipal, Maria José Cerquinha, a facilitadora da Secretaria de Infraestrutura, Marília Acioly, e a diretora dos Conselhos Urbanos, Alane Ramos.

Esta semana, a Prefeitura também promoveu reuniões nas comunidades rurais do Alto Vermelho e da Cachoeira da Onça, reunindo também moradores das comunidades circunvizinhas.

Ninguém acertou as seis dezenas e Mega-Sena acumula em R$ 48 milhões

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.476 da Mega-Sena, realizado na desta quinta (28) em São Paulo. O prêmio acumulou.

Veja as dezenas sorteadas: 02 – 07 – 32 – 46 – 49 – 55.

A quina teve 72 apostas ganhadoras; cada uma receberá R$ 45.992,87. A quadra teve 4.799 apostas ganhadoras; cada uma levará R$ 985,76.

O próximo concurso (2.476) será no sábado (30). O prêmio é estimado em R$ 48 milhões.

No concurso anterior, realizado na noite de terça, ninguém acertou as 6 dezenas.

Para apostar na Mega-Sena

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília), em qualquer lotérica do país ou pela internet, no site da Caixa Econômica Federal – acessível por celular, computador ou outros dispositivos. É necessário fazer um cadastro, ser maior de idade (18 anos ou mais) e preencher o número do cartão de crédito.

Probabilidades

A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 4,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 22.522,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

O encontro dos políticos aconteceu durante o Ato político-cultural de inauguração do XV Congresso Constituinte da Autorreforma do PSB.

 

O governador da Paraíba João Azevêdo encontrou na noite desta quinta-feira (28), o ex-presidente Lula e o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, em Brasília. O encontro dos políticos aconteceu durante o Ato político-culturalde inauguração do XV Congresso Constituinte da Autorreforma do PSB.

Nas redes sociais o governador registrou o encontro e afirmou que “a Paraíba e o Brasil estavam na mesma direção”.

“Hoje reencontrei o ex-presidente Lula no Congresso Nacional do PSB. Ele, que ao lado do companheiro de partido Geraldo Alckmin, terá a missão de reconstruir o país. Em defesa da democracia e por políticas públicas que olhem de verdade para todas e todos”, disse João.


 A expectativa é de que o governador tenha diálogos mais próximos com Lula em Brasília em busca de proporcionar uma articulação entre as candidaturas na Paraíba.

O governador João Azevêdo já declarou por diversas vezes que o seu apoio para a Presidência da República será a Lula. 

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) continua na liderança pelo Palácio do Planalto com 41,1% das intenções de voto, mostra pesquisa da Modalmais/Futura Inteligência, divulgada nesta quinta-feira, 25. A segunda posição é ocupada pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), com 35,3%.

Nesse cenário estimulado, aquele em que é apresentado antecipadamente uma lista de opções aos entrevistados, todos os outros presidenciáveis considerados no levantamento somam 13,2% das intenções de votos, menos de um quinto do total.

O terceiro lugar é de Ciro Gomes, do PDT (6,8%), seguido de João Doria, do PSDB (2,7%), André Janones, do Avante (1,9%) e Simone Tebet, do MDB (0,9%). Os pré-candidatos Vera Lucia, do PSTU, Luciano Bivar, do União Brasil, Leonardo Péricles, da UP e Felipe D’Ávila, do Novo, aparecem com 0,2%, Sofia Manzano, do PCB (0,1%) e Eymael, da DC (0,0%) completam a lista. O ex-juiz Sérgio Moro não foi citado no levantamento após migrar do Podemos para o União Brasil e “suspender” a pré-candidatura.

A distância entre Lula e Bolsonaro cai na pesquisa espontânea, aquela em que os eleitores expressam sua preferência sem que sejam apresentadas antecipadamente opções. Nesse cenário, o petista tem 36,3% e o atual presidente, 33,1%.

A pesquisa foi realizada pela Futura para o Banco Modal S/A e entrevistou 2.000 entrevistados durante os dias 20 a 25 de abril de 2022, por meio da técnica de entrevista telefônica assistida por computador. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-08858/2022.

A primeira pesquisa de intenção de votos para governador após a entrada no páreo da pré-candidata Marília Arraes (Solidariedade) confirma o que os observadores políticos já vinham sentindo mas não tinham como comprovar: até o momento a pré-candidatura de Marília reduziu o nível de crescimento de Raquel Lyra (PSDB) e de Danilo Cabral (PSB). O levantamento é  da Conectar e foi publicado, ontem, pelo Blog de Jamildo.

Para o analista de pesquisas e estatístico Maurício Romão “Raquel, antes de Marília, era a única mulher candidata e vinha crescendo em um ano em que as mulheres tendem a assumir um maior protagonismo. Era natural que, com uma concorrente feminina, ela reduzisse o nível de crescimento.

Da mesma forma Danilo que, como candidato oficial e muitos prefeitos tende a crescer bastante daqui para a frente, acabou por ser impactado por uma pessoa do seu próprio campo, que é o da esquerda e que disputa com ele o apoio de Lula”.

Até que ponto Marília, que teve 26% das intenções de voto na pesquisa, vai continuar segurando a subida de Raquel que tem 15% e Danilo que tem 5%, ou sobre Miguel Coelho (UB) com 12% e Anderson Ferreira (PL)com 8%? É difícil prever.

O próprio Romão observa que na pesquisa espontânea 80% dos eleitores se declararam indecisos ou não souberam responder, o que demonstra um alto grau de desinteresse que vai ser reduzido daqui pra frente e pode mudar o quadro quando o debate político se realizar.

Danilo desafiado a crescer

Ontem, na Assembleia, ao mesmo tempo em que um grupo de dirigentes petistas tentava minimizar o resultado pró-Marília, argumentando que os candidatos oficiais podem começar com baixo percentual se forem pouco conhecidos, como é o caso de Danilo, e ganhar já no primeiro turno, deputados do PSB demonstravam tranquilidade apostando no fato de a campanha nem ter ainda começado. Uma coisa, porém, ficou sem resposta: se a oposição tem se sobressaído mesmo sem campanha porque as forças governistas não conseguiram fazer o mesmo?

Raquel e Miguel com 27%

Na oposição, onde Raquel e Miguel têm dialogado e muita gente nos corredores torce por uma composição entre os dois, a pesquisa trouxe ânimo. Na verdade, os dois juntos tiveram  27% das intenções de voto, índice superior ao de Marília.

A deputada Priscila Krause, do Cidadania, acha que é cedo para falar em união dos dois mas, afirma que o índice  de votos de ambos demonstra que o discurso oposicionista veio para ficar “na própria pesquisa – ressalta – a rejeição do governador é de 63%. Trata-se de um governo reprovado e como vai eleger sucessor?”.

Ontem mesmo a deputada foi à tribuna da Alepe denunciar com pormenores o que chamou de “irregularidades” na compra de equipamentos e medicamentos pelo Governo e Prefeitura do Recife na pandemia.

Lula e Bolsonaro

Já o candidato do presidente Bolsonaro em Pernambuco, o ex-prefeito Anderson Ferreira, com 8%  na pesquisa ainda tem muito campo para crescer. O presidente conta com 17% das intenções de voto na pesquisa e Anderson pretende ter o apoio de todos os bolsonaristas.

Já o ex-presidente Lula, com 64% das intenções de voto, continua sendo o objeto de desejo de Danilo e Marília e certamente vai ser muito citado pelos dois, com uma diferença pró-Danilo: o PT vai estar em seu palanque e a base governista tem um grande tempo de TV enquanto Marília só conta com o tempo do seu pequeno partido, o Solidariedade. Sua única saída é as redes sociais.

Educação ajuda Danilo

Decidido a se apresentar como governador da educação, o pré-candidato Danilo Cabral ganhou um reforço esta semana. Ontem na tribuna da Alepe, o deputado Isaltino Nascimento ressaltou o fato de Pernambuco ter sido o destaque no Encontro Anual de Educação realizado em São Paulo pelo Instituto Todos pela Educação.

O estado foi citado no evento como o primeiro do país a ter todas as escolas de ensino médio em tempo integral e ter atingido a média de 4,5 no IDEB (Indice de Desenvolvimento da Educação Básica) superando a média nacional que foi de 3,9. (Via: Blog Dellas)

 

A taxa média de desemprego no Brasil em 2021 foi de 13,2%, contra 13,8% em 2020, segundo os dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). (Foto: Reprodução)

 

A taxa de desemprego do Brasil deve ficar entre as maiores do mundo em 2022, segundo levantamento da agência de classificação de risco Austin Rating, elaborado a partir das novas projeções do Fundo Monetário Internacional (FMI) para a economia global.

No ranking, que inclui as projeções do FMI para um conjunto de 102 países, o Brasil aparece com a 9ª pior estimativa de desemprego no ano (13,7%), bem acima da média global prevista para o ano (7,7%), da taxa dos emergentes (8,7%) e é a 2ª maior entre os membros do G20 – atrás só da África do Sul (35,2%).

A taxa média de desemprego no Brasil em 2021 foi de 13,2%, contra 13,8% em 2020, segundo os dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O levantamento da Austin mostra que o Brasil registrou a 16ª pior taxa de desemprego do mundo em 2021. No ano anterior, tinha ficado na 22ª posição no ranking.

A agência faz uma projeção menos pessimista que a do FMI para o desemprego do Brasil em 2022. Estima uma taxa média de 13%, o que colocaria o Brasil na 11ª posição no ranking.

“Ainda que a estatística tenha algum ajuste, a realidade não se muda. Ainda será uma posição lamentável”, afirma o economista-chefe da Austin Rating, Alex Agostini, autor do levantamento.

Outros países emergentes têm taxas previstas em patamares bem menores. A projeção para a China, por exemplo, é de uma taxa de desemprego de 3,7% em 2022. Para a Rússia, que está em guerra, a estimativa é de 9,3%. Na América do Sul, Argentina (9,2%) e Chile (7%). o desemprego também tem patamar mais baixo.

“Quando a gente pega aqueles países que são diretamente comparáveis com o Brasil, como Grécia, Peru e até a própria Argentina todos esses tem uma perspectiva melhor”, destaca Agostini.

Desde 2016, o desemprego no Brasil supera os dois dígitos. A mínima da série histórica do IBGE foi registrada em 2014, quando ficou em 6,9%.

O que pesa nas perspectivas para o Brasil
Em seu último relatório de expectativas para a economia global, o FMI passou a projetar uma alta do PIB (Produto Interno Bruto) do Brasil de 0,8% neste ano – desempenho mais otimista que o esperado pelo mercado financeiro brasileiro, que estima atualmente um avanço de 0,65%. Paralelamente, o FMI passou a prever uma inflação de 8,2% no Brasil em 2022.

O relatório do FMI não faz análise específica da economia brasileira, mas destacou que o Banco Central aumentou a taxa básica de juros (Selic) em quase 10 pontos percentuais no ano passado, “o que pesará sobre a demanda doméstica”.

Apesar da queda do desemprego no país em 2021, a recuperação do mercado de trabalho tem desacelerado nos último meses, com o crescimento do número de ocupados mostrando interrupção.

Na visão dos analistas, o desemprego tende a permanecer em patamares elevados em 2022 em meio à inflação persistente, juros ainda em trajetória de alta, renda em queda das famílias e incertezas relacionadas à situação fiscal do país e disputa eleitoral.

O mercado, porém, faz uma previsão menos sombria que a do FMI. O Itaú, por exemplo, revisou neste mês suas projeções de taxa de desemprego de 12,7% para 12,2% ao final deste ano, e de 13% para 12,8% ao final do ano que vem.

Já a LCA Consultores estima um índice em torno de 11% neste ano. “O cenário do mercado de trabalho em 2022 dependerá da atividade econômica, diferentemente do que ocorreu em 2020 e em 2021 em que estava mais atrelado ao cenário sanitário”, afirma o economista Bruno Imaizumi.

“Iniciamos o ano com a taxa de desemprego em um patamar observado pré-pandemia. Projetamos um crescimento de 3,75 milhões de pessoas a mais ocupadas para 2022, mas isso não vai fazer com que a taxa de desemprego caia pois também esperamos que muitas pessoas voltem a procurar emprego”, acrescenta o economista da LCA, lembrando que a taxa de desemprego no trimestre encerrado em fevereiro ficou em 11,2%.

Apesar da piora nas perspectivas para o crescimento global em 2022, em razão da guerra na Ucrânia e do choque de preços no mundo todo, sobretudo da energia e combustíveis, a recuperação mais lenta da economia brasileira reflete principalmente problemas domésticos acumulados nos últimos anos como baixa competitividade, poucos ganhos de produtividade e sucessivas crises econômicas.

Agostini destaca que o crescimento médio anual do PIB do Brasil foi de 0,4% nos últimos 10 anos, bem abaixo dos 3% da média global, e dos 3,5% dos Brics, e dos 1,2% dos países desenvolvidos.

“O Brasil cresce pouco e tem uma necessidade muito grande. O problema fiscal tem afastado os investimentos, tem sido uma preocupação e tem fomentado inclusive mais inflação e juros altos”, afirma o economista-chefe da Austin. “Estamos tropeçando nas próprias pernas. Os problemas domésticos se sobrepõem aos problemas externos”.

Vale lembrar que o IBGE considera como desempregado para o cálculo da taxa oficial do país apenas os trabalhadores que efetivamente procuraram emprego nos últimos 30 dias anteriores à realização da pesquisa. Além dos 12 milhões de desocupados, o Brasil reúne atualmente um total de 4,7 milhões de desalentados – pessoas aptos a trabalhar mas que desistiram temporariamente de procurar uma vaga, além 6,6 milhões de subocupados por insuficiência de horas trabalhadas.

Mortos chegam a 2,7 mil na guerra; 5,3 milhões fugiram da Ucrânia

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos confirmou que pelo menos 2.787 civis morreram e 3.152 ficaram feridos na guerra da Ucrânia. Nesta quarta-feira (27/4), o confronto completa 63 dias. A invasão e os bombardeios russos começaram em 24 de fevereiro.

A agência da Organização das Nações Unidas (ONU) pontua que os números reais poderão ser muito superiores.

Dos mortos, 202 são crianças, e há também 302 crianças entre os feridos, de acordo com as estatísticas.

A ONU afirma que a maioria dos civis morreram ou ficaram feridos devido ao uso de explosivos, incluindo projéteis lançados por artilharia pesada, sistemas de lançamento múltiplo de “rockets”, mísseis e bombardeios aéreos.

Refugiados

Outra agência da ONU, o Alto Comissariado das Nações Unidas para os refugiados (Acnur), afirma que mais de 5,3 milhões de ucranianos fugiram do país desde o início da invasão da Rússia.

Segundo os dados mais recentes revelados hoje pelo Acnur, 5.317.219 ucranianos já deixaram o país. Nas últimas 24 horas, mais 52.452 pessoas abandonaram a Ucrânia.

A ONU prevê que o número chegue aos 8,3 milhões até ao fim do ano. Esse é o maior fluxo de refugiados desde a 2ª Guerra Mundial.

Além dos emigrados, há mais de 7,7 milhões de deslocados internos, de acordo com a Organização Internacional para as Migrações.

Guerra

A Rússia e a Ucrânia vivem um embate por causa da possível adesão ucraniana à Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), entidade militar liderada pelos Estados Unidos.

Na prática, Moscou vê essa possibilidade como uma ameaça à sua segurança. Sob essa alegação, a Rússia invadiu o país liderado por Zelensky, em 24 de fevereiro.

A guerra completa, nesta quarta-feira, 63 dias. A mais recente conquista das tropas russas foi o controle da cidade portuária de Mariupol.

A tensão no Leste Europeu voltou a subir, depois de ataques ucranianos contra o território russo.

A escalada da violência também é influenciada pelo naufrágio do navio militar Moskva, maior embarcação de guerra russa no Mar Morto. A Ucrânia reivindicou o ataque.

Além disso, ataques recentes contra a Moldávia estão assustando líderes globais, os quais temem que o conflito saia de controle. (Via: Metrópoles)

Mega-Sena sorteia nesta quinta prêmio acumulado em R$ 40 milhões

A Mega-Sena sorteia nesta quinta-feira (28) um prêmio acumulado em R$ 40 milhões.
As seis dezenas do concurso 2.476 serão sorteadas, a partir das 20h (horário de Brasília), no Espaço da Sorte, localizado na Avenida Paulista, nº 750, na cidade de São Paulo. 
As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília), nas casas lotéricas credenciadas pela Caixa, em todo o Brasil ou pela internet. A aposta simples, com seis dezenas marcadas, custa R$ 4,50.
De acordo com a Caixa, caso um apostador ganhe sozinho o prêmio da faixa principal, e aplique todo o valor na poupança, receberá R$ 332 mil de rendimento no primeiro mês.

 

O Brasil estreia no Campeonato Sul-Centro Americano Juvenil de Handebol Feminino, nesta última terça-feira (26), às 18h, contra a equipe do Uruguai. O jogo será disputado na cidade de Taubaté, em São Paulo. Não haverá cobrança de ingressos para entrar no Ginásio da Emecal e a expectativa é de casa cheia para apoiar as Leoas do início ao fim do confronto. Para quem quiser chegar mais cedo, poderá assistir Argentina x Paraguai, a partir das 16h.

Antes de estrear no Sul-Centro, a equipe passou uma semana treinando de forma intensa, em São Bernardo do Campo, com a finalidade de entrosar o time e ajustar a parte tática. O técnico Maurício Antonucci exigiu bastante do elenco todos os dias e conseguiu uma evolução considerável na forma das atletas jogarem. A torcida que for ao ginásio vai poder assistir a um time forte na marcação e com um bom repertório de jogadas ofensivas, sempre explorando a velocidade.

Após a estreia, o Brasil volta a quadra na quarta-feira, novamente às 18h, para enfrentar o Paraguai. Às 16h do mesmo dia, o Uruguai pega o Chile. Na quinta, as Leoas folgam e a rodada contará com Uruguai x Paraguai (16h) e Chile x Argentina (18h). Na sexta, o jogo mais esperado da competição, entre Brasil e Argentina, às 18h. Às 16h, Paraguai x Chile. No último dia, no sábado, Brasil x Chile, às 18h, e Argentina x Uruguai, às 16h.

A forma de disputa é bastante simples. Todos os times se enfrentam e conquistará o título quem conseguir o maior número de pontos. Por isso é tão importante entrar focado em todas as rodadas para evitar a perda de pontos que podem fazer a diferença no final.

Yasmim camisa 20

CONVOCAÇÃO OFICIAL PARA O SUL-CENTRO JUVENIL FEMININO

O técnico Maurício Antonucci divulgou oficialmente a lista das atletas que defenderão o Brasil na disputa do Sul-Centro Juvenil Feminino de Handebol, que será realizado a partir desta terça-feira (26), até o sábado (30), em Taubaté. Confira a convocação abaixo.

 

 

 

 

O preço médio do litro da gasolina no país ficou em R$ 7,270 na semana entre os dias 17 e 23 de abril, o que representa uma alta de 0,70% em relação a semana anterior.

O pico até então tinha sido registrado na semana entre os dias 13 e 19 de março (R$ 7,267 o litro), após o forte reajuste de preços anunciado pela Petrobras. (Foto: Reprodução)

 

O preço da gasolina subiu pela segunda semana seguida e atingiu novo recorde nos postos de combustíveis, mostram os dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

O preço médio do litro da gasolina no país ficou em R$ 7,270 na semana entre os dias 17 e 23 de abril, o que representa uma alta de 0,70% em relação a semana anterior. Trata-se do maior valor nominal pago pelos consumidores desde que a ANP passou a fazer levantamento semanal de preços, em 2004.

O pico até então tinha sido registrado na semana entre os dias 13 e 19 de março (R$ 7,267 o litro), após o forte reajuste de preços anunciado pela Petrobras.

O maior preço encontrado nos mais de 5 mil postos pesquisados foi de R$ 8,599 o litro. Até então, a máxima encontrada pela pesquisa tinha sido de R$ 8,499 o litro. O menor valor encontrado foi R$ 6,190.

O etanol e o diesel também subiram nas bombas. 

A disparada dos preços dos combustíveis ocorre em meio à forte alta nos preços internacionais do petróleo após a Rússia ter invadido a Ucrânia, impactados pela oferta limitada frente a demanda mundial por energia.

Desde 2016, a Petrobras adotou o chamado PPI (Preço de Paridade de Importação), após anos praticando preços controlados, sobretudo no governo Dilma Rousseff. O controle de preços era uma forma de mitigar a inflação, mas causou grandes prejuízos à petroleira.

Pela política de preços atual, os preços cobrados nas refinarias se orientam pelas flutuações do preço do barril de petróleo no mercado internacional e do câmbio.

Rússia diz que destruiu armas dos EUA na Ucrânia e que matou 120 militares

O governo também disse ter destruído uma “grande quantidade” de armas fornecidas à Ucrânia pelos Estados Unidos e por países europeus.

No total, as forças russas apontaram que suas “tropas de foguetes e artilharia completaram 573 missões de fogo durante a noite”. (Foto: Reprodução)

 (UOL/FOLHAPRESS) – O Ministério da Defesa da Rússia disse, em relatório nesta quarta (27), que “mais de 120 nacionalistas e 35 veículos blindados foram destruídos” como resultado de ataques aéreos na Ucrânia, invadida há 63 dias. O governo também disse ter destruído uma “grande quantidade” de armas fornecidas à Ucrânia pelos Estados Unidos e por países europeus. 

No total, as forças russas apontaram que suas “tropas de foguetes e artilharia completaram 573 missões de fogo durante a noite”. As informações não puderam ser verificadas com fontes independentes.
Segundo o ministério, “hangares com grande quantidade de armas e munições estrangeiras, entregues às forças ucranianas pelos Estados Unidos e países europeus, foram destruídos com mísseis de alta precisão Kalbir, disparados a partir do mar contra a fábrica de alumínio de Zaporizhzhia, sudeste da Ucrânia”.

A Rússia ainda relatou explosões em cidades perto da fronteira com a Ucrânia, que não assumiu essas ações.

Do seu lado, o governo ucraniano estima que as novas armas, prometidas por países aliados nos últimos dias, devem levar três ou mais semanas para chegar à Ucrânia e fazer efeito no conflito. “Será final de maio ou início de junho quando a quantidade necessária chega e começa a produzir um impacto sério no campo de batalha”, disse Oleksiy Arestovych, conselheiro do chefe do Gabinete da Presidência da Ucrânia em entrevista.

O uso de armas de aliados já acende um alerta para o conflito em razão de a Rússia ter indicado estar pronta para retaliar em caso de uso delas. Os Estados Unidos pretendem fazer cúpulas mensais com países aliados e a Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) a respeito da situação na Ucrânia.

Como resposta às sanções que têm sofrido, a partir de hoje, a Rússia cortou o fornecimento de gás para Polônia e Bulgária. A medida é uma retaliação do governo russo à negativa dos países em pagar pela energia em rublos e ao apoio à Ucrânia na guerra. a UE (União Europeia) qualificou a medida russa como “chantagem”.

Ataques e respostas

Apesar de ainda registrar ataques de forças russas, principalmente no leste e sul do país, a Ucrânia tem respondido.

As Forças Armadas ucranianas disseram que, “somente nas regiões de Donetsk e Lugansk”, áreas separatistas, “nove ataques inimigos foram repelidos”, indicando a destruição de tanques, sistemas de artilharia, veículos blindados, entre outros.

Em Avdiivka, cidade a cerca de 700 quilômetros de Kiev, bombardeios causaram incêndios. Segundo o chefe militar da região de Donetsk, porém, as Forças Armadas da Ucrânia repeliram uma tentativa das tropas russas de avançar nessa direção.

No sul, uma ponte foi atingida hoje na região de Odessa, segundo a empresa ferroviária da Ucrânia, que ainda avalia o “grau de dano à infraestrutura”.

Hospital atingido

Um hospital em Sievierodonetsk, na região de Lugansk, leste da Ucrânia, foi atingido por um ataque hoje. Segundo o governador de Lugansk, Sergey Gaidai, uma mulher morreu.

“Os russos sabiam que o hospital não estava vazio”, disse Gaidai. “Havia pacientes, em diferentes condições, com médicos. E isso não os impediu.”
De acordo com Gaidai, “a destruição do edifício é significativa”. “Vários andares foram danificados de uma só vez.”

O governador disse que esse era um dos dois hospitais em operação na região. O outro está na cidade de Lysychansk.

Mariupol sitiada

A situação continua tensa na região da cidade portuária de Mariupol. Segundo as Forças Armadas da Ucrânia, a Rússia “está exercendo fogo maciço e bloqueando nossas unidades na área da usina Azovstal”, onde civis estão abrigados.

Segundo a inteligência do Ministério da Defesa do Reino Unido, aliado dos ucranianos, a maioria dos ataques aéreos russos em Mariupol é realizada “usando bombas de queda livre não guiadas”. “Essas armas reduzem a capacidade da Rússia de discriminar efetivamente ao realizar ataques, aumentando o risco de baixas civis.” A informação não pôde ser verificada com fontes independentes.

O exército russo conquistou várias localidades no leste da Ucrânia em uma ofensiva para tomar o controle da região do Donbass, anunciou o Ministério da Defesa ucraniano. As forças russas desalojaram o exército ucraniano de Velyka Komyshuvakha e Zavody, na região de Kharkiv, e tomaram o controle de Zarichne e Novotoshkivske, na região de Donetsk.

Zarichne fica a apenas 50 quilômetros do centro regional de Kramatorsk, onde dezenas de pessoas morreram há algumas semanas em um ataque russo contra uma estação de trem. O ministério da Defesa advertiu que as forças russas “continuam a ofensiva na direção de Nyzhnye e Orikhiv”, na região central de Zaporizhzhia.

Separatistas pró-Rússia controlam as regiões de Donetsk e Lugansk desde 2014, quando o governo russo anexou a península da Crimeia após protestos que provocaram a queda do então presidente ucraniano ligado a Moscou. A Rússia afirma que a ofensiva no leste deve criar uma ligação terrestre entre o território sob controle controle separatista e a península no Mar Negro.

Moldávia

As autoridades da região separatista pró-Rússia da Transnístria, na Moldávia, anunciaram que um vilarejo na fronteira com a Ucrânia, que abriga um importante depósito de munições do exército russo, foi alvo de disparos. “À noite, foram vistos vários drones sobre o povoado de Cobasna”, indicou o “ministério do Interior” de Transnístria em um comunicado.

A mesma fonte apontou também que na manhã de quarta-feira “foram registrados disparos em direção a Cobasna a partir da Ucrânia”, que não provocaram vítimas. Cobasna fica a dois quilômetros da fronteira com a Ucrânia.

O vilarejo abriga um grande depósito de armas da época soviética que está sob o controle de soldados russos mobilizados nesse território. A autoproclamada “república” da Transnístria se separou da Moldávia em 1992 após uma breve guerra contra esse país. Desde então, 1.500 soldados russos estão estacionados na região.

Há alguns dias crescem os temores de que a guerra na Ucrânia se estenda à Transnístria. Um general russo afirmou recentemente que a ofensiva do Kremlin na Ucrânia tinha como objetivo criar um corredor até esta região separatista.

Os separatistas relataram, na segunda e na terça, uma uma série de explosões na autoproclamada “república”. Em resposta, a Moldávia anunciou medidas para reforçar sua segurança e pediu calma para sua população. A Ucrânia, por sua vez, acusou a Rússia de querer “desestabilizar” a Transnístria a fim de justificar uma intervenção militar.

Caixa atrasa saque emergencial do FGTS de trabalhadores

A Caixa Econômica Federal libera os valores em lotes a cada sete ou dez dias, conforme o mês de aniversário do profissional. (Foto: Reprodução)

Trabalhadores nascidos em janeiro que têm saldo no FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) deveriam ter recebido até R$ 1.000 de saque extraordinário no dia 20 de abril. No entanto, algumas pessoas relatam que a liberação do dinheiro foi adiada sem explicações.

A Caixa Econômica Federal libera os valores em lotes a cada sete ou dez dias, conforme o mês de aniversário do profissional. O cronograma do saque extraordinário vai até 15 de junho.

Para a maioria dos trabalhadores, o dinheiro é liberado de forma automática por meio do aplicativo Caixa Tem, em uma poupança social digital aberta em nome do trabalhador. No entanto, há casos em que é necessário fazer a solicitação de saque por meio do aplicativo FGTS.

O auxiliar de produção Rogerio da Silva, 50, que mora em João Pessoa (PB), faz aniversário em 8 de janeiro e estava na expectativa de realizar o saque extraordinário no último dia 20, conforme o calendário anunciado. Contudo, o aplicativo Caixa Tem informa que ele receberá só na próxima segunda-feira, 2 de maio.

Nas redes sociais, outros trabalhadores nascidos em janeiro relatam situações semelhantes.

A reportagem pediu à Caixa esclarecimentos sobre os atrasos. O banco respondeu que “é necessário um prazo mínimo para os procedimentos operacionais” depois que “o trabalhador complementa o cadastro e faz a solicitação do saque extraordinário”.

A Caixa declarou ainda que, para os trabalhadores que não possuíam saldo nas contas do FGTS na data prevista de pagamento conforme calendário divulgado, nova tentativa de pagamento será feita automaticamente para a data seguinte do calendário.

O saque extraordinário do FGTS é feito por meio do aplicativo Caixa Tem. No entanto, para saber se vai receber até R$ 1.000, o cidadão precisa, antes, fazer a consulta pelo app FGTS ou pelo site fgts.caixa.gov.br.

A solicitação é feita apenas pelo aplicativo FGTS. No site, as funcionalidades são limitadas e só é possível consultar se tem direito e como será o pagamento.

Não é possível receber o FGTS extraordinário em outra conta
Ao abrir o aplicativo, o trabalhador com direito ao saque do FGTS poderá encontrar uma tela em que o sistema pergunta se quer cadastrar uma conta para receber os valores. No caso do saque extraordinário, não adianta fazer essa opção, pois o pagamento será apenas pelo Caixa Tem.

Ao receber na poupança social digital, é possível transferir o dinheiro para outro banco, sacar gerando um código de retirada, realizar uma transferência via Pix, pagar contas ou fazer compras.

Quem tem direito ao saque extraordinário

O cidadão com conta aberta no FGTS, que tenha saldo e não haja bloqueio do dinheiro, como no caso de quem optou pelo saque-aniversário. Ao todo, 42 milhões de trabalhadores vão receber cerca de R$ 30 bilhões.

O valor de até R$ 1.000 por trabalhador considera a soma dos saldos disponíveis em todas as contas abertas, tanto do atual empregador quanto dos antigos. Para saber se vai receber, é possível fazer a consulta no aplicativo e no site FGTS.

Será liberado, primeiro, o saldo nas contas antigas do Fundo de Garantia. Depois, serão pagos valores da conta do atual emprego, caso o trabalhador esteja empregado.

ONDE TIRAR DÚVIDAS E BUSCAR INFORMAÇÕES:

  • App FGTS
  • fgts.caixa.gov.br
  • 4004-0104 (capitais e regiões metropolitanas)
  • 0800-1040104 (para as demais regiões)

SAIBA CONSULTAR O SALDO PELO APP DO FGTS

  • Atualize ou baixe o aplicativo FGTS no seu celular
  • Depois, abra o app e clique em “Entrar no aplicativo”
  • O programa perguntará se pode utilizar caixa.gov.br; clique em “Continuar”
  • Informe seu CPF, vá em “Não sou um robô” e, depois, em “Próximo”; se o programa pedir para identificar imagens, identifique-as e vá em “Verificar”
  • Informe a senha e clique em “Entrar”
  • Aparecerá uma mensagem com informações sobre o saque extraordinário do FGTS, clique em “Entendi”
  • Na tela inicial, vá em “Saque Extraordinário”, no quadro laranja
  • Na próxima tela, aparecerá o quanto estará disponível para você sacar
  • Para saber de quais contas o valor está sendo debitado, clique em “Ver contas FGTS liberadas”
  • O pagamento é automático, na conta social digital, para a maioria dos trabalhadores; em alguns casos, será preciso fazer a solicitação (veja o passo a passo abaixo)

O QUE É POSSÍVEL CONSULTAR PELO SITE DO FGTS

  • Acesse o site www.fgts.caixa.gov.br
  • Na página inicial, vá em “Saque Extraordinário do FGTS” e clique em “Consulte aqui”
  • No campo específico, informe o CPF ou o número do PIS (caso não tenha o número do PIS, a consulta pode ser feita pelo Meu INSS; clique aqui para outras formas de saber o PIS)
  • Clique em “Não sou um robô” e vá em “Continuar”
  • O sistema pedirá para clicar em imagens; identifique-as e vá em “Verificar”
  • Será preciso informar sua senha de internet e clicar em “Continuar”; se não tiver ou não se lembrar, vá em “Cadastrar/recuperar senha”
  • Aparecerá seu número de celular ou a opção de cadastrar um para receber “SMS”
  • Haverá uma mensagem informando se você tem direito ao saque do FGTS e como será feita essa retirada
  • Se for o caso, o sistema informará que seu FGTS não será liberado automaticamente em uma poupança social digital. Para fazer o pedido de liberação, será preciso acessar o app do FGTS na opção Saque Extraordinário do FGTS

Como resgatar o dinheiro?

O FGTS extraordinário é depositado em uma poupança social digital aberta pela Caixa em nome do trabalhador, que é movimentada pelo aplicativo Caixa Tem. É preciso baixar o app, se cadastrar e, depois, movimentar o dinheiro. No Caixa Tem, é possível pagar contas, fazer compras, transferir o montante e sacar os valores. Para sacar, é necessário gerar um código.

O limite para saque no aplicativo é de R$ 1.200 por dia. Já para transferência ou pagamento, o valor máximo é de R$ 600 por transação e limitado a R$ 1.200 por dia.

O saque liberado pelo app pode ser concluído nos caixas eletrônicos, nas lotéricas e correspondentes Caixa Aqui. Veja o que fazer:

PASSO A PASSO DO CADASTRO PARA ACESSAR O CAIXA TEM

  • Baixe ou atualize o aplicativo no seu celular. Para isso, é só acessar a Google Play Store ou a Apple Store e baixar o app Caixa Tem
  • O acesso é feito com CPF e senha; abra o app e informe o CPF e crie uma senha
  • Para gerar senha será necessário seguir sete passos. Dentre as informações que deverão ser fornecidas estão: CPF, nome completo, número do celular, CEP, dia, mês e ano de nascimento e email
  • Na próxima tela, crie uma senha, confirme a senha, vá em “Não sou um robô” e clique em “Cadastre-se”
  • No seu primeiro acesso, você irá receber um código em uma mensagem SMS para confirmar sua identificação no APP
  • Informe corretamente o número do seu telefone para receber o código; depois, digite-o e será possível usar os serviços do Caixa Tem
  • TRANSFERÊNCIA DOS VALORES NO CAIXA TEM
  • Entre no aplicativo
  • Clique em “Transferir dinheiro”
  • Informe se a transferência será feita digitando agência e conta ou se irá para um dos seus favoritos já cadastrados para transferência
  • Digite agência, banco, conta, dígito e valor, informe o tipo de conta, o CPF, o nome de quem vai receber, o valor e confirme a operação
  • Se quiser, salve o comprovante no celular ou envie por meio de WhatsApp
  • Há limitação de transferência em até R$ 600 por operação e R$ 1.200 por dia; o dinheiro será enviado por DOC (Documento de Crédito) e cairá na conta no outro dia
  • COMO SACAR NO CAIXA TEM
  • Abra o aplicativo Caixa Tem em seu celular
  • Após digitar seu CPF e senha, clique em “Saque sem cartão”
  • Na página seguinte, vá em “Gerar código para saque”
  • Aparecerão orientações sobre como será o saque no caixa eletrônico, embaixo, clique em “Gerar código de saque”
  • Digite sua senha do aplicativo Caixa Tem
  • Na próxima tela, aparecerá o código. Ele tem validade de uma hora para ser usado no caixa eletrônico, nas lotéricas ou em um correspondente Caixa Aqui
  • O saque é realizado sem cartão, então clique no botão “Entra” do teclado do caixa eletrônico
  • Nessa tela, clique no botão “Saque Caixa Tem”
  • Digite o número do seu CPF e, em seguida, digite o código gerado no aplicativo
  • Escolha um valor para saque, apertando os botões ao lado, conforme as opções de valores que são oferecidas na tela. Se quiser outro valor, digite no teclado numérico do caixa eletrônico o quanto que sacar e, depois, aperte o botão “Entra”

Como desbloquear o acesso no Caixa Tem?

Há várias formas de desbloquear o acesso, dependendo do motivo. Em geral, a Caixa envia um email para o trabalhador. É preciso abrir esse email no próprio celular e clicar no link enviado. Se abrir pelo computador, haverá erro. Outra dica é atualizar o aplicativo na loja de apps do celular, apagá-lo e reinstalá-lo de novo e pedir.

Quando o próprio app Caixa Tem solicitar o envio dos documentos pessoais e foto do cliente, tudo pode ser feito pelo aplicativo.

Caso necessário, o desbloqueio pode ser feito em qualquer lotérica ou agência do banco. Para correção de dados, o cliente pode dirigir-se a uma agência com documento de identificação e pedir a regularização do cadastro.

Medida faz parte de pacote do governo em ano eleitoral

A liberação do FGTS faz parte do Programa Renda e Oportunidade, lançado pelo governo no dia 17 de março. Ao todo, o Planalto afirma que disponibilizará R$ 150 bilhões aos trabalhadores. Há ainda o adiantamento do 13º para aposentados e pensionistas do INSS.

Também foram anunciadas outras medidas, como a possibilidade de empréstimo consignado a quem tem BPC (Benefício de Prestação Continuada) e Auxílio Brasil, além de empréstimos via Caixa Tem para pessoas físicas e MEIs (microempreendedores individuais), inclusive se estiverem com nome sujo, com dívidas de até R$ 3.000.

Quem tem direito ao FGTS

  • Tem direito ao FGTS todo trabalhador brasileiro com contrato de trabalho formal, regido pela CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), e, também, trabalhadores domésticos, rurais, temporários, intermitentes, avulsos, safreiros (operários rurais que trabalham apenas no período de colheita) e atletas profissionais.
  • Pela lei, o empregador deposita todo mês 8% do salário do profissional em uma conta em nome dele. Na demissão sem justa causa o trabalhador pode fazer o saque, além de receber 40% de multa sobre o saldo do fundo.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou, nesta terça-feira (26), um aumento na conta de luz em Pernambuco. Em média, o reajuste é de 18,98% e passa a vigorar a partir da sexta-feira (29). A mudança afeta cerca de 3,8 milhões de clientes no estado, segundo a Neoenergia Pernambuco.

Para residências, o aumento é de 18,5%. No consumo de baixa tensão, que inclui a maioria dos clientes, com exceção das casas, o aumento é de 18,97%. O reajuste para os consumidores de alta tensão, como indústrias e comércio médio e de grande porte, é de 19,01%.

Com os novos valores, o quilowatt-hora (kWh) aumentou de R$ 0,619 para R$ 0,74. Com isso, um consumidor que gastava R$ 100 com a conta de luz da própria casa, por exemplo, vai ter que pagar R$ 118,50 pelo mesmo volume de energia elétrica.

De acordo com a Neoenergia Pernambuco, o valor solicitado de reajuste foi de 18,98%, em média, por causa da escassez hídrica registrada em 2021, com redução histórica do nível de água nos reservatórios das hidrelétricas, que elevaram os custos para geração de energia.

Além disso, por causa da crise hídrica, o Brasil acionou termelétricas de reserva, que têm custo mais elevado para geração de energia.

A concessionária afirmou que, do percentual total do reajuste, 4,53% são referentes à Neoenergia Pernambuco. O restante tem relação com os custos de produção.

No dia 16 de abril, o governo federal antecipou o fim da bandeira de escassez hídrica, a chamada “bandeira preta”, que estabelecia uma cobrança extra de R$ 14,20 a cada 100 kWh consumidos.

Com isso, mesmo com o aumento do preço da energia, deve haver uma redução média de 3,4% nas contas, segundo a Neoenergia.

Ainda de acordo com a Neoenergia, 39,5% do valor da conta são usados para pagar os custos com a compra e transmissão de energia.

Impostos correspondem a 37,7% e a parte do valor que fica com a concessionária é de 22,7%. Esses recursos são utilizados para custear operação, manutenção, administração do serviço e investimentos.

Numa final inédita, apenas com homens e membros do grupo Camarote, ele desbancou Paulo André e Douglas Silva, que receberam 29,91% e 1,13% dos votos, respectivamente.

 Com 68,96% dos votos, Arthur Aguiar venceu o Big Brother Brasil 22 (Globo) e levou o prêmio de R$ 1,5 milhão. Numa final inédita, apenas com homens e membros do grupo Camarote, ele desbancou Paulo André e Douglas Silva, que receberam 29,91% e 1,13% dos votos, respectivamente.

Carioca, famoso por atuar em Malhação (Globo) e na versão brasileira de Rebelde (Record), Arthur entrou atrasado na casa por causa de um diagnóstico de Covid-19, assim como as participantes Jade e Lina.

Pesavam contra ele polêmicas de fora da casa. Em junho de 2020, a mulher de Aguiar, Maíra Cardi veio a público para dizer que vivia uma relação abusiva e tóxica com o ator. Aguiar admitiu traições, mas negou que fosse abusivo com a mulher. Apesar do término conturbado, eles anunciaram em outubro do ano passado que haviam reatado.

Foi Cardi quem rendeu ao ator o apelido de “pão” no BBB 21. Também ex-BBB e influenciadora fitness, ela reclamou nas redes sociais do excesso de carboidrato que o marido ingeria no reality. A queixa se transformou em piadas e memes nas redes sociais.

Também marcou sua trajetória a rivalidade com Jade, que de aliada se transformou em rival. A influenciadora indicou o ator ao Paredão nas duas vezes em que foi líder e também quando atendeu ao Big Fone. Ela acabou eliminada na segunda maior berlinda da história do BBB em número de votos.

Arthur foi sete vezes emparedado e venceu o Paredão falso da edição. No confinamento do Quarto Secreto, ele assistiu conversas dos colegas, o que estremeceu ainda mais a relação complicada que matinha com os brothers do Quarto Grunge.

Desde que entrou na casa, Arthur tentou se aproximar de Pedro Scooby, Gustavo, Douglas e Paulo André, mas com frequência dizia que jogava sozinho e entrava em embates com os aliados. No último deles, até bateu boca com Scooby.

No terceiro ano em que famosos participam como convidados do reality, essa é a primeira final em que há apenas homens e membros do Camarote. Também se igualaram o número de homens e mulheres ganhadores do reality.

Durante o último episódio, a casa teve shows de Paulo Ricardo, Xamã, Matheus e Kauan, Jão e Léo Santana. Ainda se apresentaram as ex-sisters Naiara Azevedo, Linn da Quebrada e Maria.

A noite teve até uma quebra de protocolo, quando o apresentador Tadeu Schmidt se emocionou e correu para abraçar os finalistas no gramado.

O primeiro treinamento ocorreu em 31 de março, dia em que as forças ucranianas libertaram Bucha. (Foto: R7 Internacional)

 A prefeitura da cidade de Ivano-Frankivsk, no oeste da Ucrânia, está oferecendo treinamento com armas para mulheres civis, em meio à guerra causada pela invasão russa, que completa 62 dias nesta terça-feira (26), com relatos de violência e estupros. As informações são do jornal britânico The Guardian.

O treinamento na cidade ocorre no porão de uma escola – as aulas presenciais estão proibidas na Ucrânia em razão do conflito. Ali, dez mulheres, com idades entre 18 e 51 anos, observam Serhiy Korneliyevych Hamchuk, um ex-coronel do exército ucraniano, mostrar como carregar munição no pente da arma.

No final de março, o prefeito de Ivano-Frankivsk, Ruslan Martsinkiv, anunciou que os campos de tiro em cinco escolas da cidade seriam reabertos para ensinar os civis a usar armas de fogo. Embora abertos a todos, os cursos são voltados principalmente para mulheres.

“Existem outras instituições onde os homens podem treinar, mas são cursos especiais organizados para mulheres. As mulheres precisam estar prontas para proteger a si mesmas e suas famílias”, diz ele.

O primeiro treinamento ocorreu em 31 de março, dia em que as forças ucranianas libertaram Bucha – nos dias seguintes ao menos uma centena de corpos foram encontrados na cidade e relatos de estupros ouvidos. Segundo a reportagem do jornal, milhares de mulheres correram para se inscrever e já há uma lista de espera de mais de 6.300 que querem aprender a atirar.

Para Natalia Anoshina, 51, a ideia de que ela poderia querer saber como manejar um rifle era algo que ela nunca havia considerado. Mas depois de ouvir sobre as atrocidades em Bucha, quando sua filha de 18 anos sugeriu que eles se inscrevessem, ela concordou.

“É um pesadelo, é simplesmente horrível. Minha mente não consegue processar essa informação, esse pavor”, diz ela sobre os casos ao Guardian.
“Levando em consideração o que está acontecendo em Kiev, acho que todos deveriam segurar uma arma e defender nosso país”, diz o ex-coronel.

Twitter

O Twitter confirmou acordo para a venda de 100% da empresa ao multibilionário Elon Musk, pelo valor de US$ 44 bilhões, informa a agência AFP.  Após a transação ser efetuada, o Twitter passará a ser uma companhia de capital fechado.

 

Nos termos da oferta, acionistas da empresa vão receber US$ 54,20 por cada ação. O preço é 38% maior do que o fechamento das ações em 1º de abril, último dia útil antes de Musk divulgar uma participação significativa na empresa, o que provocou uma alta das ações.

Nesta segunda-feira, 25, as ações do Twitter avançam 6,4% em Nova Iorque. Já os BDRs da empresa na bolsa brasileira avançam 12,26%

Bret Taylor, chefe do conselho independente do Twitter, disse: “O conselho do Twitter conduziu um processo cuidadoso e abrangente para analisar a proposta de Elon com um foco deliberado em valor, certeza e financiamento. A transação proposta vai entregar um premium considerável, e acreditamos ser o melhor caminho para os acionistas do Twitter”.

A transação, que foi aprovada por unanimidade pelo Conselho de Administração do Twitter, deve ser concluída em 2022, sujeita à aprovação dos acionistas do Twitter, ao recebimento das aprovações regulatórias aplicáveis ​​e à satisfação de outras condições habituais de fechamento.

Musk garantiu US$ 25,5 bilhões em dívida totalmente comprometida e financiamento de empréstimos de margem e está fornecendo um compromisso de capital de aproximadamente US$ 21 bilhões. Não há condições de financiamento para o fechamento da operação.

Brasil 247

Mais uma semana sem casos novos de covid-19 em Afogados

 
Mais uma semana sem casos novos de covid-19 em Afogados

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que entre os dias 18 e 25 de abril não foram notificados casos novos para a COVID-19 em nosso município.

Durante o período citado não tivemos casos novos em investigação e 75 pacientes apresentaram resultados negativos para COVID-19.

Durante a SE 16, 01 paciente apresentou alta por cura após avaliação clínica e/ou epidemiológica. O município atingiu a marca de 7.912 (99,02%) recuperadas para a covid-19. Atualmente, o município não tem casos ativos para a COVID – 19.

Afogados atingiu a marca de 36.694 pessoas testadas para a covid-19, o que representa 98,48 % da nossa população.

Casos leves x SRAG/COVID – 19:
Leves: (7.811 casos), 97,75 %;
Graves: (179 casos), 2,25 %.

Semana Epidemiológica: Encerrou no último sábado (23) a SE 16, sem casos de COVID. Análise das últimas 04 semanas:
SE 15 – 00 casos e MV 0,00;
SE 14 – 03 casos e MV 0,42;
SE 13 – 03 casos e MV 0,42;
SE 12 – 10 casos e MV 1,42.

AVISO IMPORTANTE: O ciclo vacinal na população acima de 18 anos só será considerado completo com a administração da dose de reforço, caso já esteja há 4 meses de aplicação da segunda dose.

Salário de todos os servidores estaduais será pago nesta sexta-feira, dia 29 de abril

Salário de todos os servidores estaduais será pago nesta sexta-feira, dia 29 de abril

O Governo de Pernambuco não tem medido esforços para manter o equilíbrio financeiro de suas contas, bem como honrar com o pagamento do funcionalismo público. Neste sentido, a Secretaria de Administração do Estado (SAD) divulga a tabela de pagamento referente ao mês de abril de 2022. Os aposentados, pensionistas e servidores ativos receberão o salário nesta sexta-feira, dia 29

Homem morto a tiros no quintal de casa, no bairro São Brás, em Afogados

No início da tarde desta última segunda-feira (25), um homem foi morto a tiros no quintal de casa na Travessa Janete Clair, no bairro São Brás, em Afogados da Ingazeira.

Segundo informações, a vítima identificado por Euden Gustavo Góes Silva, conhecido por Guga, 26 anos, foi morto com 2 tiros por um homem que entrou em sua residência efetuou os disparos e fugiu em uma biz.

Via Mais Pajeú

Brasília – O ministro licenciado da Justiça e Segurança Pública, Alexandre de Moraes, indicado para cargo de ministro do STF, passa por sabatina na CCJ no Senado Federal (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Por: Agência Brasil 

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes determinou hoje (26) que a Corte pode analisar se o indulto presidencial ao deputado Daniel Silveira (PTB-RJ) está de acordo com a Constituição e que o ato não deve livrar o parlamentar da inelegibilidade.

“Apesar de o indulto ser ato discricionário e privativo do chefe do poder Executivo, a quem compete definir os requisitos e a extensão desse verdadeiro ato de clemência constitucional, a partir de critérios de conveniência e oportunidade, não constitui ato imune ao absoluto respeito à Constituição Federal”, escreveu Moraes em despacho na ação penal em que Silveira foi condenado.
O ministro reforçou que “o Poder Judiciário tem o dever de analisar se as normas contidas no decreto de indulto, no exercício do caráter discricionário do presidente da República estão vinculadas ao império constitucional”.
Moraes destacou que a constitucionalidade do decreto de indulto presidencial será analisada em ações de descumprimento de preceito fundamental (ADPF) relatadas pela ministra Rosa Weber, que nesta terça-feira abriu prazo de cez dias para Bolsonaro se manifestar acerca do ato.
Para o ministro, contudo, está claro que Silveira, mesmo com o perdão de pena pelo presidente da República, deve se tornar inelegível em função da Lei da Ficha Limpa.
“Ressalte-se, ainda, que, dentre os efeitos não alcançados por qualquer decreto de indulto está a inelegibilidade decorrente de condenação criminal em decisão proferida por órgão judicial colegiado”, escreveu o ministro.
No despacho, Moraes determinou a juntada do decreto de indulto presidencial aos autos da ação penal contra o deputado. Ele ordenou que a defesa se manifeste em 48 horas sobre o ato e também explique uma série de descumprimentos de medidas cautelares por parte do parlamentar.
Por força de decisão do relator, Silveira encontra-se obrigado a utilizar, por exemplo, a tornozeleira eletrônica, sendo proibido de deixar sua residência em Petrópolis (RJ) sem autorização judicial, a não ser para exercer seu mandato em Brasília.
Informações da Secretaria e Administração Penitenciária do Distrito Federal encaminhadas ao Supremo atestam que a tornozeleira do deputado encontra-se desligada ao menos desde o último dia 17 de abril.
Condenação
Na última quarta-feira (20), Silveira foi condenado a 8 anos e 9 meses de prisão pelos crimes de tentativa de impedir o livre exercício dos Poderes e coação no curso do processo. Ele era réu no Supremo em decorrência do inquérito que apura atos antidemocráticos.
Com a decisão, Silveira também foi apenado à perda do mandato parlamentar e à suspensão dos direitos políticos após o fim dos recursos, penas que podem tornar o parlamentar inelegível temporariamente.
O deputado também deverá pagar cerca de R$ 200 mil em multa pela condenação. As penas não serão cumpridas imediatamente porque ainda cabe recurso, mas o deputado já pode ser enquadrado na Lei da Ficha Limpa, em uma eventual tentativa de se candidatar às eleições de outubro.
O decreto em que o presidente Jair Bolsonaro concedeu o indulto perdoando as penas de Silveira foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) no dia seguinte ao julgamento.

 

Os usuários do WhatsApp que utilizam aparelhos mais antigos poderão ficar sem acesso ao aplicativo definitivamente a partir do dia 1º de maio. A empresa informou que o aplicativo deixará de ser compatível com alguns sistemas operacionais. 

No Brasil, o aplicativo conta com mais de 120 milhões de usuários.

“Assim como outras empresas de tecnologia, todos os anos, analisamos quais são os aparelhos e softwares mais antigos e com o menor número de usuários para definir aqueles que deixarão de ser compatíveis com o WhatsApp. É possível que esses aparelhos não abranjam as atualizações de segurança mais recentes ou não incluam funcionalidades necessárias para operar o WhatsApp,” disse a empresa.

De acordo com informações do Whatsapp, os usuários que fazem uso do Android Apple Pie, Gingerbread 2.3, Honeycomb 3.0, Ice Cream Sandwich 4.0, Banana Bread, Cupcake 1.5, Donut 1.6, Eclair 2.0 e Froyo 2.2 não poderão mais utilizar o aplicativo para enviar e receber mensagens.

Confira a lista de celulares que ficarão inoperantes para o aplicativo:

LG Lucid 2
LG Optimus F7
LG Optimus L3 II Dual
LG Optimus F5
LG Optimus L5 II
LG Optimus L5 II Dual
LG Optimus L3 II
LG Optimus L7 II Dual
LG Optimus L7 II
LG Optimus F6
LG Enact
LG Optimus L4 II Dual
LG Optimus F3
LG Optimus L4 II
LG Optimus L2 II
LG Optimus F3Q
Apple iPhone SE
Apple iPhone 6S
Apple iPhone 6S Plus
Archos 53 Platinum
HTC Desire 500
Samsung Galaxy Trend Lite
Samsung Galaxy Trend II
Samsung Galaxy S3 mini
Caterpillar Cat B15
Sony Xperia M
Wiko Cink Five
Wiko Darknight
Samsung Galaxy Xcover 2
Huawei Ascend G740
ZTE Grand S Flex
Lenovo A820
Huawei Ascend Mate
ZTE V956 – UMi X2
Huawei Ascend D2
Samsung Galaxy Core
Faea F1
THL W8
ZTE Grand X Quad v987
ZTE Grand Memo
Samsung Galaxy Ace 2

 

Ribeiro contou que estava em Brasília “com o fim de resolver pendências administrativas”, e que havia chegado ao meio-dia na capital federal. (Foto: Reprodução)

 

A arma de fogo do ex-ministro da Educação, Milton Ribeiro, disparou, acidentalmente, durante a tarde desta segunda-feira (25), no balcão da companhia aérea Latam, no Aeroporto Juscelino Kubitschek, em Brasília. Uma funcionária da Gol foi atingida por estilhaços, mas sem gravidade.

A Gol disse à TV Globo: “Ela está super bem. Não houve qualquer ferimento grave, ela foi atingida por estilhaços. Nós estamos dando todo o suporte para a colaboradora.”

A empresa não informou o nome da funcionária e falou ainda que não iria emitir uma nota oficial. [A funcionária] “não precisou ir ao hospital ou levar pontos. Ela teve atendimento no aeroporto, já que ela estava bem. O que ocorreu foi mais o susto do caso mesmo”, disse a Gol.

O ex-ministro Milton Ribeiro foi levado para a Superintendência da Polícia Federal, onde prestou depoimento. Ele embarcaria para São Paulo às 19h50.

Ribeiro disse à Polícia Federal que, como havia feito o “despacho de arma de fogo” pela internet, chegou ao balcão da companhia aérea por volta das 17h e, que, ao abrir sua pasta de documentos, pegou a arma para separá-la do carregador “dentro da própria pasta, momento em que ocorreu o disparo acidental”.

“Como havia outros objetos dentro da pasta, o local ficou pequeno para manusear a arma”, disse o ex-ministro, em depoimento.

Ainda de acordo com as declarações à PF, Milton Ribeiro afirmou que “com medo de expor sua arma de fogo publicamente no balcão, tentou desmuniciá-la dentro da pasta, ocasião em que ocorreu o disparo acidental”.

“O projétil atravessou o coldre e sua pasta e se espalhou pelo chão”, diz o depoimento.

Segundo o ex-ministro, não havia outros passageiros no balcão, “apenas a funcionária da Latam”. A Latam confirmou o incidente no Aeroporto Internacional de Brasília e disse à TV Globo que não houve vítimas.

A Inframerica, responsável pela administração do Aeroporto de Brasília disse que não falaria sobre o caso porque, por se tratar de arma de fogo, o assunto foi conduzido pela Polícia Federal.

Milton Ribeiro disse ainda que ele mesmo perguntou às pessoas que foram ao local do incidente se alguém havia sido atingido com estilhaços, “momento em que não apareceu qualquer vítima”.

Ribeiro contou que estava em Brasília “com o fim de resolver pendências administrativas”, e que havia chegado ao meio-dia na capital federal.

O ano de 2021, o segundo da pandemia do novo coronavírus, foi marcado pela realização de 80.573 divórcios no Brasil, número recorde da série histórica iniciada em 2007. Desde o lançamento – em julho de 2020 – da plataforma e-Notariado, o acesso ao computador e uma videoconferência com o tabelião de notas representam agora o caminho mais rápido para quem quer se divorciar no país.

A informação é do Colégio Notarial do Brasil – Conselho Federal (CNB/CF). A entidade representa institucionalmente os tabeliães de notas brasileiros e reúne as 24 seccionais dos estados e os 8.580 cartórios de notas do país, onde é possível realizar separações, divórcios, inventários e partilhas desde 2007.

O número registrado em 2021 significa aumento de 4% em relação a 2020, quando foram lavradas 77.509 escrituras de divórcios nos tabelionatos de notas, recorde anterior de dissoluções de casamentos pela via notarial, no Brasil. No total, foram 2,8 mil divórcios a mais em comparação com 2020.

Expansão por estados

Os maiores crescimentos de divórcios efetuados em 2021, em comparação ao ano anterior, foram registrados no Distrito Federal (40%), Amapá (33%), Acre (27%), Pernambuco (26%) e Roraima (19%). (Via: Agência Brasil)

Divórcios no Brasil atingem recorde com 80.573 atos em 2021

O ano de 2021, o segundo da pandemia do novo coronavírus, foi marcado pela realização de 80.573 divórcios no Brasil, número recorde da série histórica iniciada em 2007. Desde o lançamento – em julho de 2020 – da plataforma e-Notariado, o acesso ao computador e uma videoconferência com o tabelião de notas representam agora o caminho mais rápido para quem quer se divorciar no país.

A informação é do Colégio Notarial do Brasil – Conselho Federal (CNB/CF). A entidade representa institucionalmente os tabeliães de notas brasileiros e reúne as 24 seccionais dos estados e os 8.580 cartórios de notas do país, onde é possível realizar separações, divórcios, inventários e partilhas desde 2007.

O número registrado em 2021 significa aumento de 4% em relação a 2020, quando foram lavradas 77.509 escrituras de divórcios nos tabelionatos de notas, recorde anterior de dissoluções de casamentos pela via notarial, no Brasil. No total, foram 2,8 mil divórcios a mais em comparação com 2020.

Expansão por estados

Os maiores crescimentos de divórcios efetuados em 2021, em comparação ao ano anterior, foram registrados no Distrito Federal (40%), Amapá (33%), Acre (27%), Pernambuco (26%) e Roraima (19%). (Via: Agência Brasil)

Mega-Sena pode pagar R$ 36 milhões nesta terça-feira

Mega Sena realiza sorteio nesta terça-feira (Foto: Reprodução)

O concurso 2.475 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 36 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre às 20h desta terça-feira (26) .

A aposta mínima custa R$ 4,50 e pode ser realizada também pela internet até 19h. Esta semana, a Mega-Sena terá sorteios nesta terça, na quinta-feira (28) e no sábado (30).

No concurso anterior, realizado na noite de sábado (23), ninguém acertou as 6 dezenas.

Para apostar na Mega-Sena

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília), em qualquer lotérica do país ou pela internet, no site da Caixa Econômica Federal – acessível por celular, computador ou outros dispositivos. É necessário fazer um cadastro, ser maior de idade (18 anos ou mais) e preencher o número do cartão de crédito.

Probabilidades

A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 4,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 22.522,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

O Brasil registrou 76 mortes por Covid e 8.195 casos da doença, nesta segunda-feira (25). Com isso, o país chegou a 662.777 vidas perdidas e a 30.353.592 pessoas infectadas pelo Sars-CoV-2 desde o início da pandemia.

Devido a um problema no sistema, o Amapá não atualizou os dados de mortes e vacinas. Também não houve atualização nos dados do Espírito Santo.

Desconsiderando esses dois estados, outros dez não registraram mortes nesta segunda.
Apesar dos dados relativamente menores, deve-se ainda levar em conta o possível impacto de atrasos de notificação devido ao último feriado.

As médias móveis de mortes e casos continuam em queda em relação aos dados de duas semanas atrás. A média de óbitos agora é de 100 por dia, redução de 27%, e a de infecções é de 13.588, queda de 33%.

Os dados do país, coletados até 20h, são fruto de colaboração entre Folha de S.Paulo, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são recolhidas pelo consórcio de veículos de imprensa diariamente com as Secretarias de Saúde estaduais.

Em relação à vacinação, o Brasil registrou 447.560 doses de vacinas contra Covid-19 nesta segunda. De acordo com dados das secretarias estaduais de Saúde, foram 38.190 primeiras doses e 105.223 segundas doses. Também foram registradas 1.344 doses únicas e 302.803 doses de reforço.

A Bahia teve registro negativo de segundas doses (-3.084). O Ceará registrou doses únicas negativas (-274).

Ao todo, 177.041.255 pessoas receberam pelo menos a primeira dose de uma vacina contra a Covid no Brasil –158.773.834 delas já receberam a segunda dose do imunizante. Somadas as doses únicas da vacina da Janssen contra a Covid, já são 163.530.326 pessoas com as duas doses ou com uma dose da vacina da Janssen.

Assim, o país já tem 82,41% da população com a 1ª dose e 76,12% dos brasileiros com as duas doses ou com uma dose da vacina da Janssen.

Até o momento, 85.011.794 pessoas já tomaram dose de reforço, o que representa 39,57% da população brasileira.

O consórcio reúne também o registro das doses de vacinas aplicadas em crianças. A população de 5 a 11 anos parcialmente imunizada (com somente a primeira dose de vacina recebida) é de 56,97%, totalizando 11.679.736. Na mesma faixa etária, 24,67% (5.057.459) recebeu a segunda dose ou a dose única.

Os dados da vacinação contra a Covid-19 foram afetados pelo ataque hacker ao sistema do Ministério da Saúde, ocorrido em dezembro, o que levou à falta de atualização em diversos estados por longos períodos de tempo. Neste domingo, as informações foram atualizadas em 15 estados e no Distrito Federal.

O consórcio de veículos de imprensa recentemente atualizou os números de população brasileira usados para calcular o percentual de pessoas vacinadas no país. Agora, os dados usados são a projeção do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) para 2022. Todos os números passam a ser calculados de acordo com esses valores, inclusive os do ano passado. Por isso, os percentuais de pessoas vacinadas podem apresentar alguma divergência em relação aos números publicados anteriormente.

Mesmo quem recebeu as duas doses ou uma dose da vacina da Janssen deve manter cuidados básicos, como uso de máscara e distanciamento social, afirmam especialistas.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorreu em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (PL), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.

Secretária de Paulo Câmara deixa Governo para apoiar Marília Arraes

Divulgação

Até então ocupando o cargo de secretária executiva de Articulação e Prevenção Social ao Crime e a Violência em Pernambuco, Edna Gomes (PP) não está mais entre o secretariado do governador Paulo Câmara (PSB). Ela deixa o cargo para apoiar Marília Arraes (SD), pré-candidata ao Governo de Pernambuco e adversária de Danilo Cabral (PSB) na eleição deste ano.

Edna diz que entregou o cargo desde o dia 02 de abril, mas conta que o Governo de Pernambuco não aceita a situação e, até a presente data, não publicou ato de exoneração no Diário Oficial do Estado. Ela exerce o cargo de Secretária Executiva desde março de 2021.

Ligada ao grupo de Lula Cabral, do Cabo de Santo Agostinho, ela já foi vereadora por dois mandatos e vice-prefeita do Cabo município, além de Secretária Municipal de Programas Sociais, por 12 anos. Gomes também é presidente do PP na cidade.

Deixando o cargo no Governo de Pernambuco, Edna Gomes vai coordenar o seguimento das Mulheres na Campanha de Marília Arraes (SD). Ela diz não acredita no projeto da Frente Popular, que tem Danilo Cabral como candidato de situação ao Governo de Pernambuco.

“É chegada a hora de Pernambuco ser governada por uma mulher. Marília Arraes será a primeira mulher a governar esse Estado e, eu, como sempre defendi um protagonismo maior da mulher, não poderia está de fora desse momento histórico”, declarou Edna Gomes.

Kane Tanaka nasceu em 2 de janeiro de 1903 na região de Fukuoka (Foto: Reprodução)

Uma japonesa reconhecida como a pessoa mais velha do mundo faleceu aos 119 anos, anunciaram nesta segunda-feira (25) as autoridades locais. Segundo a agência de notícias AFP, Kane Tanaka morreu no dia 19 de abril.

Kane Tanaka nasceu em 2 de janeiro de 1903 na região de Fukuoka (sudoeste do Japão), no mesmo ano em que Marie Curie se tornou a primeira mulher a vencer um Prêmio Nobel.

Tanaka tinha uma saúde relativamente boa até recentemente e morava em uma casa de repouso, onde gostava de jogos de tabuleiro, de resolver problemas matemáticos, de tomar refrigerantes e de comer chocolate.

Na juventude, ela teve vários negócios, incluindo uma loja de macarrão e uma de bolos de arroz. Kane se casou com Hideo Tanaka há um século, em 1922, com quem teve quatro filhos e adotou um quinto.

Ela pretendia usar uma cadeira de rodas para participar no revezamento da tocha dos Jogos Olímpicos de Tóquio em 2021, mas a pandemia impediu sua presença.

Reconhecida pelo livro dos recordes
Quando o Guinnees, o livro dos recordes, a reconheceu como a pessoa mais velha do mundo em 2019, ela foi questionada em que momento de sua vida foi mais feliz e respondeu: “Agora”.

Sua rotina diária foi descrita como: acordar às 6h e tardes dedicadas a estudar matemática e praticar a caligrafia.

“Um dos passatempos favoritos de Kane é uma partida de Othello e se tornou uma especialista no clássico jogo de tabuleiro, vencendo com frequência os funcionários da residência”, afirmou o Guinness.

Vida longa no Japão

O governador local Seitaro Hattori destacou a vida de Tanaka, que faleceu em 19 de abril.

“Planejava encontrar Kane no Dia do Respeito aos Idosos deste ano (uma data nacional em setembro) e celebrar com seu refrigerante e chocolate. A notícia me deixa muito triste”, afirmou em um comunicado divulgado nesta segunda-feira.

De acordo com dados do Banco Mundial, o Japão é o país com a população mais longeva do mundo, com 28% de pessoas com 65 anos ou mais.

A pessoa viva mais velha verificada pelo Guinness foi a francesa Jeanne Louise Calment, que morreu aos 122 anos e 164 dias em 1997.

Na última pesquisa realizada pelo instituto, em março, a diferença era de 14 pontos, agora são nove – Lula caiu de 43% para 41%, enquanto Bolsonaro subiu de 29% para 32%.

Pesquisa encomendada pelo Banco BTG Pactual ao FSB Pesquisa, divulgada nesta segunda-feira (25), mostra que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) segue líder nas intenções de voto ao Palácio do Planalto neste ano, porém a diferença para Jair Bolsonaro (PL) segue diminuindo.

No levantamento de hoje, Lula aparece com 41% das intenções de voto, enquanto Bolsonaro apresenta 32%. Na última pesquisa realizada pelo instituto, em março, a diferença era de 14 pontos, agora são nove – Lula caiu de 43% para 41%, enquanto Bolsonaro subiu de 29% para 32%.

Em terceiro na pesquisa, Ciro Gomes (PDT) manteve os 9% registrados em março, seguido por João Doria (PSDB) que subiu de 2% para 3%. André Janones (Avante) aparece com 3%, seguido por Simone Tebet (MDB), 1%, e Vera Lucia (PSTU), com 1%.

Os outros candidatos somam 5% dos votos (eram 13% em março, porém contavam com votos do ex-ministro Sergio Moro, atualmente fora da disputa).

Foram entrevistados 2 mil eleitores por telefone, entre os dias 22 e 24 de abril. A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais.

Previsão é que 225 mil das 577 mil urnas usadas nessas eleições sejam do modelo atualizado, com novos dispositivos de segurança

TSE (Tribunal Superior Eleitoral) já recebeu 127 mil novas urnas eletrônicas para as eleições de 2022, informou a Corte. Outras 4.500 estão em trânsito, ou seja, a caminho dos depósitos da Justiça Eleitoral. Em dezembro do ano passado, o TSE informou que 225 mil novos equipamentos seriam entregues até julho deste ano.

Ao todo, serão 577.125 urnas à disposição nas próximas eleições – quase metade é do modelo novo, com outros dispositivos de segurança. As mais antigas receberam um hardware para torná-las mais seguras — elas poderão executar apenas programas desenvolvidos pela equipe do tribunal.

Os equipamentos novos foram adquiridos pelo TSE por meio de licitação. A empresa Positivo Tecnologia, responsável por fabricar as novas máquinas, foi escolhida em outubro do ano passado. A mudança ocorreu para incluir medidas de segurança e de celeridade. 

De acordo com levantamento feito pela Corte, a pedido do R7, outras 16 mil urnas serão entregues antes do primeiro turno das eleições. Ao todo, 577 mil peças serão distribuídas aos estados para as eleições de 2022. Dessas, 225 mil fazem parte da nova remessa e são do modelo EU2020. As alterações em relação aos modelos anteriores estão na placa-mãe do equipamento eletrônico.

O processador, do tipo SOC (System on a Chip), é 18 vezes mais rápido que o modelo 2015. O projeto da urna eletrônica é 100% nacional e já foi exportado para mais de 50 países. Por essa razão, a Secretaria de Tecnologia do TSE acompanha os novos equipamentos. A expectativa é que o registro do voto e a apuração da eleições devem ficar mais rápidos por causa da velocidade de processamento dos novos modelos.

Voto eletrônico

A primeira votação com urna eletrônica no Brasil ocorreu em 1998. Desde então, o modelo das urnas foi atualizado 11 vezes, com a compra de novos equipamentos. A última aquisição se deu em 2020. Mesmo com modelos mais antigos, ainda é possível atualizar o software, ou seja, o programa que roda no equipamento para computar os votos.

Neste ano, as peças mais antigas são de 2009. Em máquinas anteriores a essas não é possível atualizar o sistema com as novas medidas de segurança, por isso o uso delas foi descartado. A atualização ocorre para evitar fraudes e rebater críticas ao sistema. O presidente Jair Bolsonaro (PL) tem repetido de maneira reiterada que os equipamentos não são seguros e que houve irregularidades nas votações passadas. 

O jurista Marcellus Ferreira Pinto, especialista em direito eleitoral, explica que o envio dos equipamentos segue critérios lógicos. “A distribuição das urnas é feita de acordo com o número de seções eleitorais de cada região, atendendo a critérios administrativos determinados pela Justiça Eleitoral”, diz.

Ele destaca que contestar o resultado das eleições não é um fenômeno novo, embora seja perigoso para a democracia. “O resultado de uma eleição sempre será contestado por quem perdeu, e esse fenômeno não é restrito às eleições brasileiras. Contudo, a participação de entidades e organismos estrangeiros e independentes pode trazer mais legitimidade ao pleito. Isso dependerá dos poderes fiscalizatórios atribuídos a tais entidades pela Justiça Eleitoral”, completa.

(Portal R7).

Por: AFP  (Foto: Nicolas Tucat/AFP )

Os franceses votam, neste domingo (24), no segundo turno da eleição presidencial para decidir se confiam um novo mandato ao presidente centrista, Emmanuel Macron, ou se apostam na extrema-direita com Marine Le Pen.
As assembleias de voto na França abriram suas portas às 08h00 (03h00 de Brasília) e a participação era de 26,41% às 10h00 GMT (7h00 de Brasília) – quase dois pontos a menos que em 2017, segundo o Ministério do Interior.
Os franceses nos territórios ultramarinos e no exterior começaram a votar horas antes devido à diferença de fuso horário.
Quase 49 milhões de franceses são chamados a votar. A votação será encerrada às 20h00 (15h00 de Brasília), com resultados esperados para a noite.
Le Pen pode se tornar a primeira presidente mulher ou Macron o primeiro a ser reeleito desde o conservador Jacques Chirac (1995-2007).
De acordo com as últimas pesquisas divulgadas na sexta-feira, o candidato do A República em Marcha (LREM), de 44 anos, venceria sua rival do Reagrupamento Nacional (RN), de 53 anos, com uma vantagem menor do que em 2017, quando foi proclamado presidente com 66,1% dos votos.
Cinco anos depois, a França não é o mesmo país: protestos sociais marcaram a primeira metade do mandato de Macron, uma pandemia global confinou milhões de pessoas e a invasão russa da Ucrânia abalou todo o continente europeu.
A guerra às portas da União Europeia (UE) marcou a campanha eleitoral, embora a principal preocupação dos franceses seja o seu poder de compra, num contexto de aumento dos preços da energia e dos alimentos.
Além de escolher entre dois modelos de sociedade, os eleitores têm nas mãos a escolha do lugar no mundo que querem para essa potência econômica e nuclear até 2027, decisão que poderia envolver mudanças nas alianças caso Le Pen vença. 
A herdeira da Frente Nacional propõe inscrever na Constituição a “prioridade nacional”, a fim de excluir os estrangeiros dos auxílios sociais, e defende o abandono do comando integrado da OTAN e a redução dos poderes da UE. 
Em contrapartida, Macron defende uma Europa mais forte, seja em questões econômicas, sociais ou de defesa, e espera dar um novo impulso reformista e liberal, com sua proposta emblemática de adiar a idade de aposentadoria de 62 para 65 anos, que em 2020 já gerou protestos em massa.
Os primeiros-ministros social-democratas da Alemanha, Espanha e Portugal, bem como o ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva, manifestaram seu apoio a Macron durante a campanha.
– A incógnita da abstenção –
A abstenção é uma das principais incógnitas.
Por enquanto, os 26,41% de participação indicam um recuo em relação ao segundo turno das eleições de 2012 (30,66%) e 2007 (34,11%), e se aproxima do número de 2002 (26,19%), quando o candidato de extrema-direita Jean-Marie Le Pen enfrentou Jacques Chirac (direita).
A participação é maior, porém, em relação ao primeiro turno há duas semanas (25,48%).
No primeiro turno, em 10 de abril, o candidato da esquerda radical Jean-Luc Mélenchon ficou em terceiro lugar, com quase 22% dos votos.
Assim, Macron e Le Pen se esforçaram para atrair seus eleitores para este segundo turno.
Le Pen optou por se apresentar como a defensora do poder aquisitivo, contra uma rival que, em sua opinião, despreza as classes populares.
Macron se esforçou para desacreditar o programa de Le Pen e alertar para o perigo da chegada da extrema-direita ao poder. 
A votação atual pode quebrar o recorde de votos brancos ou nulos que muitos franceses escolheram em 2017 para expressar sua recusa em optar entre os dois finalistas.
“Poderíamos atingir o recorde de menor número de votos em uma eleição presidencial”, disse no sábado o cientista político Bruno Cautrès ao jornal Libération, para quem a abstenção dos eleitores de esquerda “não reverteria a tendência” favorável a Macron.
“Independentemente do vencedor, o país será mais difícil de governar nos próximos cinco anos”, comentou à AFP a cientista política Chloé Morin.
Uma das chaves estará nas eleições legislativas que serão realizadas nos dias 12 e 19 de junho. 
De acordo com uma pesquisa BVA na sexta-feira, 66% querem que Macron perca sua maioria parlamentar.
A última “coabitação” remonta ao período de 1997 a 2002, quando Chirac nomeou o socialista Lionel Jospin como primeiro-ministro.

Ukraine’s President Volodymyr Zelensky gestures as he speaks during a press conference following his talks with President of the European Council in Kyiv on April 20, 2022. (Photo by Sergei SUPINSKY / AFP)

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, pediu, neste sábado (23), uma reunião com o seu homólogo russo, Vladimir Putin, para “pôr fim à guerra”. 
“Acredito que quem começou a guerra poderá pôr fim nela”, disse Zelensky em uma coletiva de imprensa em uma estação de metrô no centro de Kiev. O líder ucraniano reiterou que não tinha “medo” de se reunir com Putin, se isso permitisse alcançar um acordo de paz entre os dois países. 
Porém, ao mesmo tempo em que pediu um encontro com Putin, Zelensky também advertiu à Rússia que encerrará todas as negociações de paz caso soldados ucranianos sejam mortos em Mariupol, no sudeste do país. 
“Se nossos homens forem assassinados em Mariupol e se forem organizados supostos referendos na região de Kherson (sul), a Ucrânia vai se retirar de todo processo de negociação”, afirmou Zelensky em uma coletiva de imprensa em Kiev, capital ucraniana.

Seis mortos em naufrágio de migrantes na costa do Líbano 

 

Enlutados carregam o cadáver de uma das pessoas que morreram quando seu barco virou um dia antes na costa de Trípoli, no necrotério de um hospital da cidade do norte do Líbano. (Ibrahim CHALHOUB / AFP )

Beirute, Líbano – Seis pessoas morreram, incluindo uma menina, no naufrágio de um barco que transportava cerca de 60 migrantes na costa do Líbano no sábado (23), informou neste domingo (24) a Agência Nacional de Informação Libanesa (ANI).
Em balanço anterior, a ANI havia registrado nove óbitos.
A Marinha libanesa recuperou cinco corpos de imigrantes neste domingo, depois de encontrar o corpo de uma menina no sábado. 
O saldo de vítimas permanece provisório. 
As autoridades anunciaram o resgate de quase 50 migrantes dos 60 transportados no barco que naufragou.
Até agora, a nacionalidade dos migrantes não foi informada.

Concurso 2474 da Mega-Sena é sorteado; veja as dezenas

Os números sorteados no Espaço da Sorte, na avenida Paulista, em São Paulo, foram: 22 – 30 – 38 – 39 – 49 – 56.

Como o último concurso acumulou na quarta-feira (20), o prêmio total chegou a R$ 8.337.235. (Foto: Walla Santos/ClickPB/Arquivo)

 A Caixa Econômica Federal realizou o sorteio do concurso 2474 da Mega-Sena na noite deste sábado (23). Como o último concurso acumulou na quarta-feira (20), o prêmio total chegou a R$ 8.337.235.

Os números sorteados no Espaço da Sorte, na avenida Paulista, em São Paulo, foram: 22 – 30 – 38 – 39 – 49 – 56.

Na segunda-feira (18), a Caixa foi autorizada a lançar uma nova modalidade de loteria, a +Milionária, que terá sorteios semanais e cuja aposta mínima custará R$ 6.

Segundo a Caixa, a probabilidade de acerto para quem faz uma aposta de seis números (no valor de R$ 4,50) da Mega-Sena é de uma em mais de 50 milhões. Na aposta com sete números (que custa R$ 31,50), a chance sobe para uma em 7,1 milhões.

O valor de uma aposta simples é de R$ 4,50. As apostas para a Mega ou para qualquer outro jogo das Loterias Caixa podem ser feitas presencialmente, em uma casa lotérica, ou pela internet, por meio do aplicativo Loterias Caixa ou pelo site de loterias da Caixa.

Pela internet, é necessário que o valor mínimo seja de R$ 30. Ou seja, no caso da Mega-Sena, é necessário fazer pelo menos sete apostas com seis números ou uma com sete dezenas. Também é possível mesclar com outros jogos, como Quina ou Lotomania, por exemplo.

PRAZO

O apostador que ganhar algum prêmio tem até 90 dias para retirar a bolada. A Caixa informa que, passado esse período, a pessoa perde o direito de retirar o dinheiro, que será repassado ao Tesouro Nacional, para aplicação no Fies (Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior).

Pernambuco é um dos estados onde trabalho com carteira assinada cresce menos no País

Agência Brasília

Com a melhora no cenário pandêmico, nos últimos 12 meses, oito em cada dez cidades brasileiras recuperaram o número de vagas formais no mercado de trabalho. De acordo com a Confederação Nacional dos Municípios (CNM), o patamar pré-pandemia já é realidade para a maioria das cidades do País, mas não quer dizer que todos tenham conseguido avançar de forma igualitária.

Em Pernambuco, apesar de 73% dos municípios apresentarem resultados de geração de emprego formal melhores do que há um ano atrás, o Estado ficou para trás na comparação com a média nacional e com os demais entes da federação, conseguindo um resultado melhor apenas frente aos estados do Amazonas e Sergipe (68%), além do Amapá (69%).

No levantamento, a CNM levou em consideração os números do Cadastro Geral de Empregados e Demitidos (Caged) nos últimos 12 meses, até o último fevereiro, analisando o avanço dos dados em cada município. A última publicação do Caged, com dados até fevereiro de 2022, apresentou a criação, nos últimos 12 meses, de mais de 2,6 milhões de vagas de trabalho em todo o País, garantindo que dos 5.568 municípios brasileiros, 83%, ou seja, 4.631 deles apresentaram avanço em relação às vagas de empregos formais que tinham em fevereiro de 2020 – mês imediatamente anterior ao início da pandemia da covid-19 no País.

Sob a ótica dos empregos formais, o mercado de trabalho cresceu 7,1% no período em todo o Brasil, mas de forma distinta conforme o recorte dos municípios nos seus respectivos estados.

Segundo o recorte do Caged feito pela CNM, as localidades que apresentaram os resultados mais positivos foram Roraima e Santa Catarina, com avanço de 93% no número de postos formais; seguido por Mato Grosso do Sul e Mato Grosso (91%) e Rondônia (90%).

Pernambuco é um dos estados que aparece na ponta dos menores crescimentos de municípios no número de vagas com carteira assinada. Em um ano, até fevereiro, o estado avançou 73%, apresentando evolução dos postos em 135 do total de 184 municípios. Isso quer dizer que, mesmo no campo formal, onde o Estado apresenta evolução, diferentemente dos dados que englobam o mercado informal e de desempregados (cujos índices têm Pernambuco no campo de liderança), o avanço ainda tem sido contido em relação aos demais estados.

Neste ano, a evolução do Caged ainda tem sido contida, corroborando com o resultado apresentado pela CNM. No primeiro bimestre deste ano, Pernambuco apresentou saldo de 1.304 postos formais. No mesmo período do ano passado, o saldo era quatro vezes maior: 4.862. Houve uma desaceleração na criação de vagas com carteira assinada.

De acordo com a CNM, o mercado está mais aquecido nas cidades de médio e grande porte, especialmente as localizadas nas regiões Centro-Oeste e Sul. Aquelas que apresentam números mais contidos, correm o risco de ver a reativação do mercado de trabalho patinar, comprometendo a recuperação econômica e a sustentação dos níveis de arrecadação.

Outro caminho

Colocando o binóculo sobre os municípios, outro levantamento, da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) aponta que o turismo, num prazo mais elástico: de 20 meses, colocou o município de Ipojuca entre as cinco maiores localidades com expansão do mercado de trabalho formal.

O levantamento, realizado com base em dados do Caged apurou, dentre 5.570 municípios brasileiros, aqueles cujo mercado local empregava, em junho de 2020, pelo menos 10 mil trabalhadores formais e criou um ranking com os 20 primeiros, de acordo com taxa de expansão do mercado de trabalho formal até fevereiro de 2022.

Segundo a apuração, Canaã dos Carajás-PA, que apresenta elevado potencial na indústria extrativa mineral, foi o município com maior variação de ocupações no mercado de trabalho formal durante o período, 66% (+7.370 vagas). Já todas as quatro cidades nas posições seguintes do ranking são localidades com vocação turística: Porto Seguro-BA, que registrou avanço de 52% (10.019); seguido por Vacaria-RS, com 44% (7.164); Araruama-RJ, com 39% (5.019); e Ipojuca-PE, com 37% (7.452).

O setor de turismo, segundo a CNC, registrou resultados negativos por sete meses, eliminando, em termos líquidos, 526,5 mil postos entre março e setembro daquele ano. “Considerando-se o atual contexto econômico, decorrente do arrefecimento da crise sanitária, é natural, portanto, que as atividades turísticas apresentem maior potencial de regeneração que a maior parte das demais atividades econômicas”, avalia o presidente da CNC, José Roberto Tadros.

Fora das pesquisas, o Recife também tem se destacado no Caged, com saldo de 4.129 neste 1º bimestre.

 

Ascom

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira está inovando com mais um serviço gratuito ofertado aos empreendedores do município: uma assessoria contábil, prestada pela contadora Jaqueline Quidute.

O objetivo é orientar e tirar as dúvidas do empreendedor, no que for necessário da área contábil, para a boa condução da sua empresa.

O serviço funciona na Secretaria de Administração, Desenvolvimento Econômico e Turismo, na Rua Dr. Roberto Nogueira Lima, 165, as segundas e quartas-feiras, de 9 às 12hs.

“Esse é um serviço muito importante para garantir a saúde fiscal e financeira dos empreendimentos. Estamos ofertando gratuitamente esse tipo de serviço, para ajudar nossos empreendedores em sua organização contábil”, destacou o secretário de Administração, Ney Quidute. Maiores informações podem ser obtidas através do telefone/zap da Secretaria: (87) 9.9978-1331.

Dólar sobe 4% e vai a R$ 4,80, na maior alta desde março de 2020

Em alta de mais de 2% desde a manhã, a divisa dos Estados Estados Unidos passou a registrar valorização superior a 3% por volta do meio-dia.

 

O movimento perdeu um pouco da força após o BC (Banco Central) vender US$ 571 milhões no mercado à vista de câmbio durante a tarde, na primeira operação do tipo neste ano. (Foto: Reprodução)

 O dólar comercial registrou forte alta acima de 4% frente ao real na retomada dos negócios no mercado local nesta sexta-feira (22) após o feriado de Tiradentes na quinta (21).

Em alta de mais de 2% desde a manhã, a divisa dos Estados Estados Unidos passou a registrar valorização superior a 3% por volta do meio-dia.

Ao longo da tarde, a alta se intensificou ainda mais. No fechamento da sessão, a divisa dos Estados Unidos marcava alta de 4,04%, a R$ 4,8060 para venda. Foi o maior aumento em um pregão desde 16 de março de 2020, quando a eclosão da pandemia fez o dólar saltar 4,5%.

Além do cenário macroeconômico global, a contínua escalada no câmbio também foi resultado do acionamento de uma série de ordens de contenção de perdas (stop-loss) por operadores. Na máxima do dia nesta sexta, a divisa chegou a subir cerca de 4,75%, a R$ 4,839.

O movimento perdeu um pouco da força após o BC (Banco Central) vender US$ 571 milhões no mercado à vista de câmbio durante a tarde, na primeira operação do tipo neste ano.

A Bolsa de Valores local, que também permaneceu fechada na véspera, viu o índice de ações Ibovespa recuar 2,86%, aos 111.077 pontos, na maior queda desde o final de novembro de 2021.

A maior aversão ao risco, já observada nos mercados globais na véspera, vem após sinalizações do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) sobre a possibilidade de uma postura mais agressiva no processo de alta dos juros para combater a inflação.

O presidente do Fed, Jerome Powell, disse na quinta que um aumento de 0,50 ponto percentual na taxa de juros estará “na mesa” quando o BC americano se reunir em 3 e 4 de maio para aprovar a próxima alta deste ano. Powell também sinalizou que poderá ser necessária uma série de aumentos de meio ponto, num conjunto agressivo de ações do Fed.

“A visão de que o Fed deve apertar o passo passou a ser amplamente aceita. Com isso, o mercado já precifica pelo menos três altas de meio ponto nas próximas reuniões”, dizem os analistas da XP, em relatório.

No mercado acionário dos Estados Unidos, que já fechou com quedas expressivas no pregão passado, o índice S&P 500 teve perdas de 2,77%, enquanto o Dow Jones cedeu 2,82% e o Nasdaq, 2,55%.

Na Europa, o dia foi igualmente de perdas para as principais Bolsas da região -o FTSE-100, de Londres, recuou 1,39%, e o CAC-40, de Paris, registrou desvalorização de 1,99%. O DAX, de Frankfurt, cedeu 2,48%.

Na Ásia, as ações chinesas registraram sua maior queda semanal em seis semanas nesta sexta, com a retomada das medidas de isolamento para conter um novo avanço da Covid-19 paralisando a atividade econômica em grandes cidades.

Autoridades de Xangai dobraram sua ofensiva contra o vírus, lançando outra rodada de testagem em toda a cidade e alertando os moradores de que o lockdown de três semanas só será suspenso em fases quando a transmissão for eliminada.

“Enquanto resultados corporativos predominantemente positivos têm contribuído para impedir quedas mais duras dos índices americanos, a maior probabilidade de um Fed mais agressivo no combate à inflação e, consequentemente, de um juro americano acima do patamar neutro em 2022, continua pesando sobre o sentimento de investidores”, apontam os analistas da Guide.

No cenário local, pesam adicionalmente os riscos que vêm de Brasília.

Entre as maiores perdas do dia, as ações da Eletrobras tiveram queda na casa dos 4%, com dúvidas a respeito do sucesso da privatização ainda neste ano após o pedido do TCU (Tribunal de Contas da União) para analisar por mais 20 dias a privatização da estatal.

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, afirmou nesta sexta que a previsão é realizar a privatização até julho deste ano.

Além disso, segue no radar dos agentes possíveis desdobramentos sobre o embate entre o presidente Jair Bolsonaro (PL) e o Judiciário, após o chefe do Executivo conceder o perdão da pena ao deputado Daniel Silveira, condenado pela corte a 8 anos e 9 meses de prisão.

“Em tese, tal decisão anula a condenação e a pena impostas pelo STF ao parlamentar pelos “crimes contra a democracia”. Agora é saber como deve responder o STF”, diz Pedro Galdi, analista da Mirae Asset Wealth Management.

A defasagem da tabela do Imposto de Renda da Pessoa Física no governo de Jair Bolsonaro (PL) atingiu um pico: em três anos e três meses, até março de 2022, a defasagem alcançou 24% — a maior desde o início do Plano Real e da mudança no cálculo da tabela, ocorrida em janeiro de 1996.
O levantamento foi realizado pelo Sindifisco Nacional e mede a defasagem por mandato presidencial considerando o IPCA, índice oficial de inflação medido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A defasagem, na prática, quer dizer que com a alta da inflação, proporcionalmente os brasileiros acabam por pagar mais imposto. Além disso, o número de contribuintes isentos diminui.
Durante a campanha eleitoral de 2018, Bolsonaro assegurou que realizaria a correção da tabela do IR. Nas últimas semanas, ele e o ministro da Economia, Paulo Guedes, retomaram o tema. Bolsonaro chegou a dizer em entrevista que já está em estudo na equipe econômica uma correção da tabela em “percentual bastante elevado”. O governo tem a alternativa de apresentar a correção da tabela em uma medida provisória.
Caso isso não ocorra, a defasagem no mandato de Bolsonaro pode chegar a 28%. A projeção considera a estimativa de que neste ano a inflação tende a acumular uma alta de 6,86%, segundo a média estipulada por analistas até o momento. As maiores defasagens até então haviam sido registradas no primeiro e no segundo mandatos de Fernando Henrique Cardoso (PSDB).

 

Pelé é internado em hospital de São Paulo para realizar exames mensais

O Rei do Futebol não está na UTI e se encontra em um quarto nas instalações do hospital.

Segundo apuração, Pelé está bem e saudável. (Foto: Instagram/@pele)

 Pelé voltou a ser internado no Hospital Albert Einsten, em São Paulo, para realizar uma bateria de exames mensais.

O Rei do Futebol não está na UTI e se encontra em um quarto nas instalações do hospital.

Em contato com a reportagem, o estafe de Pelé afirmou que os exames são apenas um check-up mensal e que não há qualquer preocupação com o ex-jogador. Um boletim médico deve ser publicado ao longo do dia.

Em fevereiro deste ano, Pelé foi internado por conta de uma infecção urinária.

No ano passado, ele foi diagnosticado com um tumor no cólon direito, região do intestino grosso, submetido a uma cirurgia e segue tratamento de quimioterapia.

Para 30% dos sobreviventes do Sars-CoV-2, a doença causada por ele não acaba com o fim dos sintomas. Bastante estudada desde os primeiros casos de recuperação da fase aguda, a chamada Covid longa caracteriza uma série de condições que acompanham os pacientes mesmo depois de curados da infecção. Havia dúvidas, porém, sobre sua prevalência. Agora, um estudo publicado por pesquisadores da Universidade da Califórnia, em Los Angeles (Ucla), constatou que as sequelas estão presentes em uma de três pessoas afetadas pelo coronavírus.
Segundo Sun Yoo, professor clínico de ciências da saúde na Escola de Medicina David Geffen da Ucla, “a incidência e os fatores de risco da Covid longa, e até mesmo a definição da síndrome, permaneceram obscuros ao longo da pandemia”. Por isso, ele se associou a outros pesquisadores para avaliar características como sintomas, prevalência e incidência, em um grupo de 1.038 pacientes de Covid-19, dos quais 309 apresentaram consequências persistentes da infecção.
Como esperado, pessoas com histórico de hospitalização, diabetes e índice de massa corporal mais alto eram mais propensos a desenvolver a síndrome. Contudo, para a surpresa dos pesquisadores, características associadas previamente à Covid longa e à gravidade da doença, como idade avançada e status socioeconômico, não tiveram relação, neste estudo, com a permanência dos sintomas depois da fase aguda.
Acompanhados por um ambulatório da própria Ucla desde o início da infecção, 30,8% dos pacientes que foram hospitalizados e 26,5% daqueles que receberam atendimento ambulatorial desenvolveram a síndrome. No total, 29,8% dos 1.038 incluídos no estudo tiveram sintomas persistentes, que se mantiveram por mais de 30 dias. Os mais comumente relatados foram fadiga (73,2%), seguida de falta de ar (63,6%), febre e calafrios ( 51,5%) e, por fim, dores musculares (50,6%).
Passados 60 dias da infecção, a fadiga foi o sintoma mais relatado (31,4%), seguida de falta de ar (13,9%) e perda de paladar ou olfato (9,8%). Febre persistente (1,9%) e erupção cutânea (< 1%) foram raras. Ao comparar pacientes hospitalizados com os ambulatoriais, o cansaço crônico foi o sinal persistente mais comum em ambos os grupos. Entre os que ficaram internados, a falta de ar (15,4%) ficou em segundo lugar, de acordo com o artigo, publicado na Internal Journal of Emergency Medicine.
Os fatores associados à síndrome pós-Covid também foram diferentes entre pessoas tratadas no ambiente hospitalar versus ambulatorial. No segundo, os pacientes eram mais jovens, com maior probabilidade de serem brancos. Mulheres e indivíduos com seguro saúde eram a maioria. Já em relação aos internados, idade e etnia não se correlacionaram com a permanência de sintomas, embora o sexo feminino tenha sido, estatisticamente, mais afetado. De acordo com Yoo, o estudo destaca a necessidade de se considerar diversos fatores nas investigações sobre Covid longa, incluindo alguns que não foram incluídos nessa pesquisa em particular.
“O estudo ilustra a necessidade de se acompanhar longitudinalmente diversas populações de pacientes para entender a trajetória da Covid longa e avaliar como fatores individuais, como comorbidades pré-existentes, fatores sociodemográficos, status de vacinação e tipo de variante do vírus, afetam o tipo e a persistência da Covid longa”, diz. “Nosso estudo também levanta questões como: por que os pacientes com seguro privado tinham duas vezes mais chances de desenvolver Covid longa? Como os sintomas persistentes podem ser de natureza subjetiva, precisamos de melhores ferramentas para diagnosticar com precisão a síndrome. Finalmente, precisamos garantir o acesso equitativo aos cuidados ambulatoriais da Covid longa.”
Fardo
Deborah Dunn-Walters, professora de imunologia da Universidade de Surrey, no Reino Unido, concorda que são necessários mais estudos para caracterização da Covid longa, incluindo o perfil dos pacientes mais suscetíveis. “Apesar das tentativas de caracterizar a síndrome, há uma diversidade de sintomas associados. Não compreendemos ainda todos os processos que estão por trás da Covid longa”, diz. De acordo com a especialista, acredita-se que o sistema imunológico desempenhe um papel no desenvolvimento da síndrome em um número significativo de casos, provavelmente como resultado de uma resposta imune super-reativa e/ou levemente mal tratada durante a infecção aguda.
Para ela, uma das formas mais eficazes de evitar a persistência dos sintomas, o que afeta não só o paciente, mas pode se tornar um fardo para os sistemas de saúde, é a vacinação. “Revisões de estudos têm mostrado que, pessoas vacinadas e que pegam Covid são menos propensas a desenvolver a forma longa se tiverem recebido uma ou duas doses do imunizante, em comparação com indivíduos não vacinados. A melhor forma de evitar os sintomas pós-Covid é se vacinar.”

A Prefeitura Municipal de Afogados da Ingazeira está democratizando e dando ainda mais transparência ao processo de contratação de artistas para suas apresentações culturais.

Agora, todo e qualquer artista interessado em participar/ser contratado pode aderir à chamada pública lançada pela Secretaria Municipal de Cultura e Esportes.

O objetivo principal é integrar os nossos artistas às grades de programação e atividades do ano de 2022. Podem participar artistas individuais, duplas ou trios, grupos, bandas e espaços culturais das diversas áreas e segmentos.

E para dar publicidade ao processo e tirar eventuais dúvidas, a Prefeitura convida todos os artistas interessados para uma reunião nesta quarta, às 16h, na sede da secretaria de cultura, no ginásio desportivo municipal, onde o processo será detalhado e todas as dúvidas poderão ser tiradas.

Moradores do Costa, São Sebastião e do centro de Afogados debatem hoje plano diretor

A etapa das reuniões comunitárias para elaboração do Plano Diretor chega hoje aos moradores do centro de Afogados e dos bairros São Sebastião e Costa. Eles poderão participar da reunião que acontece nesta quarta (20), às 18h30, na Escola Gizelda Simões Inácio, e contribuir com sugestões para a elaboração do novo Plano Diretor da cidade.

Nesta terça (19), a Prefeitura de Afogados ouviu os moradores das comunidades rurais do Jati, Alça de Peia, Dois Riachos, Jatobá de Dois Riachos, Tamboril, Várzea Comprida e Nazaré.

A reunião aconteceu na sede da associação do Jati. Divididos em grupos, os moradores expuseram suas ideias e sugestões, de forma democrática, para compor o documento do Plano Diretor. As propostas giraram em torno de segurança hídrica (abastecimento d’água), saúde e educação mais próximas das comunidades.

“Tivemos uma tarde bastante produtiva e com uma excelente participação das comunidades, ouvindo a população e reunindo elementos para que o plano diretor de Afogados possa projetar o futuro da cidade de acordo com o que quer e pensa os seus moradores,” destacou o coordenador do Plano Diretor, Fernando Moraes. 

Estiveram participando da reunião os vereadores Raimundo Lima, Douglas Eletricista e Toinho da Ponte. Além das facilitadoras da Secretaria de Agricultura, Valéria Soares e Vilsomary Marques. A ouvidora municipal, Maria José Cerquinha, tem participado de todas as reuniões, e levado a mensagem da Ouvidoria Municipal como um importante elo entre a população e à gestão pública municipal.

A Rússia confirmou nesta terça (19) ter iniciado a batalha pelo controle do leste da Ucrânia, o Donbass, e disse ter quadruplicado o número de alvos militares atingidos no país em relação à madrugada anterior.

As forças russas estão bombardeando posições em toda a região, e pelo menos uma cidade foi tomada ao norte, iniciando o que sugere ser um movimento para contornar a antiga divisa entre as áreas separatistas do Donbass e as controladas por Kiev, visando o cerco de talvez 40 mil militares ucranianos.

A batalha em si começou com um amplo bombardeio de 315 alvos com mísseis na segunda (18), segundo o presidente da Ucrânia, Volodimir Zelenski, afirmou em seu pronunciamento noturno. Nesta terça, o chanceler russo, Serguei Lavrov, rompeu o silêncio e disse em tom eufemístico que “outro estágio dessa operação está começando e estou certo de que será um momento especial” a uma TV da Índia.

Nesta manhã (madrugada no Brasil), o Ministério da Defesa da Rússia afirmou ter atingido 1.260 alvos militares, quatro vezes mais do que na segunda-feira, com mísseis e artilharia. Contudo, os ataques parecem concentrados nas porções leste e sul do país, regiões com grande controle russo.

A aviação tática, por sua vez, atacou 60 pontos, como lançadores de mísseis, e derrubou um caça MiG-29 ucraniano, segundo o relato, no Donbass. A área, que antes da guerra tinha cerca de 4 milhões de habitantes no lado pró-Rússia, é um dos motivos centrais do conflito para o governo de Vladimir Putin, ao lado da ideia de desmilitarizar a Ucrânia e impedi-la de aderir à Otan, a aliança militar ocidental.

Mais importante, ao fim da manhã (início do dia no Brasil), os russos tomaram Kreminna, cidade de 18 mil habitantes ao norte de Severodonetsk. “Kreminna está sob controle dos orcs [vilões monstruosos da saga ‘O Senhor dos Anéis’, como muitos ucranianos chamam os russos]”, disse o governador da província de Lugansk, Serhii Gaidai.

É a primeira vitória do tipo nessa ofensiva, e indica a tentativa de contornar a bem defendida linha de contato, a antiga fronteira nos oito anos de guerra civil entre rebeldes pró-Rússia e Kiev. Houve bombardeios em toda a região, particularmente Marinka, Slavianski e Kramatorsk. Kharkiv, ao norte, está sob intenso fogo, segundo seu prefeito.

Essas forças, no plano presumido de Moscou, devem se juntar a soldados vindos do sul. Lá, a queda de Mariupol, porto que foi transformado numa ruína após quase dois meses de cerco russo, é esperada para esta terça.

Foi o que anunciou o líder da república russa da Tchetchênia, Ramzan Kadirvov, aliado de Putin com forças na cidade. Moscou ofereceu um cessar-fogo aos defensores remanescentes, entocados em um complexo metalúrgico, e às Forças Armadas ucranianas como um todo, no que deverá ser ignorada.

Kiev pode ter suas tropas cercadas ou vê-las fugir, nas piores hipóteses. Mas também pode vencer, dado que estima-se que Moscou tenha em campo o dobro de atacantes (cerca de 80 mil homens) do que defensores: a teoria militar preconiza uma proporção de 3 para 1 para garantir uma vitória aos agressores.

Mas números e teoria são relativos, a depender da qualidade de treinamento e do equipamento em solo. Um assessor de Zelenski, Oleksii Arestovitch, disse que “a ofensiva vai falhar porque eles [os russos] não têm força suficiente”. Pode ser, mas essa foi a razão central do fracasso do ataque inicial de Moscou, dividido em muitas frentes sem concentração de poder de fogo -é de se especular se Putin cometeria o mesmo erro duas vezes. Arestovitch disse que os russos estão se movendo “cautelosamente”.

De sua parte, a Ucrânia prepara a resistência e recebeu reforço blindado da Polônia e peças de artilharia americanas, uma escalada no nível de ajuda até aqui. Na segunda, o Pentágono disse que há blindados, helicópteros e obuseiros já nas fronteiras do país, prontos para entrar em ação, como parte de um pacote de US$ 800 milhões em apoio anunciado há algumas semanas pelo presidente Joe Biden.

Kiev sinaliza estar viva também. Nesta madrugada, segundo o governo da região russa de Belgorodo, os ucranianos bombardearam com artilharia um vilarejo próximo à fronteira chamado Golovtchino. Trata-se do 12º incidente do tipo na guerra, e três pessoas ficaram feridas, diz o relato.

Para o ministro da Defesa russo, Serguei Choigu, “Washington e alguns países ocidentais querem prolongar a guerra” por motivos próprios. Foi sua primeira declaração em vários dias. Não há confirmação, mas boatos sugerem que ele perdeu boa parte de seu status pelo desempenho inicial das forças russas.

A expectativa de analisas é de uma ação diferente agora, já que o Donbass tem cidades menores e mais campo aberto para manobras. Teoricamente, uma vantagem para os russos, apesar da relativa posição numérica em campo.

Em Londres, o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, disse a membros de seu gabinete que a Ucrânia está numa situação “perigosa”. Ele afirmou que Putin está “enraivecido pelas derrotas [no norte do país], mas determinado a clamar algum tipo de vitória independentemente do custo humano”. (Via: Folhapress)

O coronel da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) Edilson Martins da Silva, 47 anos, flagrado em um motel de Taguatinga com um jovem de 21 anos, em 9 de abril, foi exonerado do cargo. Ele era diretor de Planejamento e Gestão de Contratos (DPGC), do Departamento de Saúde e Assistência ao Pessoal (DSAP), do Comando-Geral da PMDF.

 

A exoneração do militar foi publicada em edição extra do Diário Oficial do DF (DODF) desta terça-feira (19/4). Veja:

Segundo a PM, Edilson foi transferido do hospital particular onde estava, na Asa Norte, para uma clínica psiquiátrica. Até então, ele estava internado em uma unidade de terapia-intensiva (UTI). Conforme o Metrópoles revelou, o PM não permaneceu recolhido no Núcleo de Custódia da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) após ser autuado por estupro. Alegou mal-estar e foi encaminhado para a unidade de saúde.

O coronel responde pelo estupro em liberdade. Ele deve usar uma tornozeleira eletrônica por 90 dias. O jovem, que efetuou tiros dentro do motel para fugir da situação, também ganhou liberdade provisória sob a mesma condição.

O caso

Segundo o rapaz, o coronel o abordou na rua, e, desde que entrou no carro do PM, sentiu que algo estava errado. Em sua primeira entrevista em vídeo, cedida ao Metrópoles, o jovem falou que teme pela vida e pela segurança da família.

Ele lembrou que, após ser abordado pelo policial, precisou adotar medidas para tentar sobreviver à situação. Ameaçado com uma arma, o garoto narrou que foi coagido a comprar e consumir drogas, como cocaína, junto com o militar.

“Incialmente, ele ofereceu uma carona. Depois, passou a dizer que tinha sido agredido e que ia matar a pessoa que fez isso com ele. Logo em seguida, pegou a arma na casa dele, começou a ameaçar e passar a mão na minha virilha. Tentei fugir, pedi ajuda, mas ele estava completamente desequilibrado. Disse que era coronel da PM e que não ia deixar barato. Entendi que, para sobreviver, eu teria que cooperar. Fazer o que ele queria”, disse. (Via: Metrópoles)

 

Esposa de personal que agrediu ex-morador de rua recebe alta; Saiba detalhes

A esposa do personal trainer que agrediu o ex-morador de rua Givaldo Souza, de 48 anos, já recebeu alta do HUB (Hospital Universitário de Brasília). A mulher, de 33 anos, concluirá o tratamento em casa, mas continuará tendo consultas periódicas com psicólogos e psiquiatras.

De acordo com a advogada que representa o casal, a mulher está em fase de atenuação dos efeitos do surto psicótico. “Ela está bem. Está em adaptação aos medicamentos. Sente os efeitos colaterais, mas responde bem ao tratamento”, afirmou. Ainda segundo a defesa, ela está sob os cuidados do marido, o personal Eduardo Alves. “O casal ainda não voltou à vida normal. Isso ainda não é possível. O Eduardo está desempregado, sem contratos, somente com o Instagram ativado para conseguir vender atendimento online. Mas não tem conseguido”, ressaltou.

O caso

O personal trainer Eduardo Alves flagrou a esposa fazendo sexo com o ex-morador de rua Givaldo Alves dentro de um carro. O profissional espancou Givaldo por acreditar que a mulher estava sendo vítima de um estupro. A cena foi filmada por câmeras de segurança e o caso acabou ganhando grande repercussão.

A mulher teria se envolvido na situação após sofrer um surto psicótico, segundo o marido. Em seguida, ela foi internada. As informações são do R7.

Boeing 737-800 BCF (Foto: Imagem: Boeing)

A GOL Linhas Aéreas anunciou hoje a assinatura de um acordo histórico entre seu negócio de logística GOLLOG, que opera serviços de carga para 52 aeroportos e mais de 3.900 destinos no Brasil, e o Mercado Livre, que opera marketplaces para e-commerce e leilões online.

O contrato entre as empresas tem duração de 10 anos, prevê uma frota dedicada de cargueiros composta por seis Boeing 737-800 BCF (aviões convertidos a cargueiros) e deve iniciar as operações durante o 2º semestre de 2022. Existe também a opção de adicionar outras seis aeronaves de carga até 2025.

O plano de frota da GOL é encerrar esse ano com 136 aeronaves, sendo 44 Boeing 737-MAX 8 e 92 Boeing 737-NG. A introdução das seis aeronaves de carga, sendo três neste ano e mais três até o terceiro trimestre de ano que vem, deverá proporcionar economias no processo de transformação da frota em aproximadamente R$25 milhões em 2022 e outros R$75 milhões em 2023.

Os aviões destinados à operação fazem parte da frota atual da GOL e passarão por um processo de conversão para cargueiros, sendo designados como 737-800 BCF (Boeing Converted Freighter), equipamentos inovadores em termos de carga e eficiência, com capacidade de 24 toneladas.

Finalizados, terão a cor e a logomarca do Mercado Livre. A GOL Aerotech, unidade de negócios da Companhia especializada em manutenção, reparos e revisões de aeronaves e componentes, a maior da América Latina, está em processo de certificação para executar integralmente as conversões das próximas aeronaves em seu centro de manutenção em Confins-MG.

Com as operações exclusivas para o Mercado Livre, a GOL espera gerar diretamente 100 novas vagas de trabalho e aproximadamente 90 posições indiretas.

O contrato da GOL com o Mercado Livre é parte do investimento da Companhia para atender as necessidades do crescente mercado brasileiro de e-commerce, que responde atualmente por mais de R$180 bilhões em receitas anuais, com gasto anual acima de R$12 bilhões em serviços logísticos.

Com isso, a GOLLOG planeja expandir sua gama de serviços e aumentar em 80% a sua capacidade disponível em toneladas durante 2023 para gerar receita incremental adicional de aproximadamente R$100 milhões em 2022, e mais de R$1,0 bilhão nos próximos cinco anos.

“Nossa operação de cargas inaugura um novo capítulo empolgante para a GOL e a GOLLOG, ao integrar nossas sinergias de empresa aérea de menor custo da região com as necessidades do Mercado Livre, a maior plataforma de e-commerce da América Latina. Essa parceria traz alto valor agregado e ajudará a democratizar os serviços logísticos para todos os brasileiros. A GOL agradece ao Mercado Livre por ter escolhido a GOLLOG como parceira e pela confiança na eficiência, no padrão de qualidade e na agilidade dos nossos serviços logísticos no Brasil”, disse Paulo Kakinoff, Diretor-Presidente da GOL.

“A expansão da frota é vital para avançarmos com a missão do Mercado Livre de democratizar o comércio eletrônico, o que é ainda mais importante em um país de dimensões continentais como o Brasil. Com essa parceria, ampliaremos o número de voos diretos de São Paulo para as Regiões Norte e Nordeste, reduzindo o tempo de entrega em até 80%. O prazo de entrega para Manaus será de apenas um dia, em comparação com os atuais nove dias, enquanto para destinos no Nordeste esse prazo diminuirá de quatro para um dia. Outras capitais, como Goiânia e Cuiabá, passarão a receber suas encomendas no dia seguinte,” disse Fernando Yunes, vice-presidente sênior do Mercado Livre no Brasil. “Estamos muito otimistas em relação ao nosso acordo com a GOL, e vemos isso como fundamental no fortalecimento de nossa rota de crescimento no e-commerce e na nossa estratégia de expansão regional.”

Nelma Kodama (Foto: Reprodução)

A doleira Nelma Kodama, primeira delatora da Lava Jato e que na época afirmou ter sido pressionada pelos procuradores a incriminar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, voltou a ser presa pela Polícia Federal nesta terça-feira (19). De acordo com o jornal O Globo, ela foi presa em um hotel de luxo em Portugal sob a acusação de integrar uma rede de tráfico internacional de drogas.

 

Os agentes envolvidos na operação que prendeu a doleira, batizada de Descobrimento, estão cumprindo uma série de mandados judiciais nos estados da Bahia, São Paulo, Mato Grosso, Rondônia, Pernambuco, além de Portugal.

Os mandados de busca e apreensão e de prisão preventiva foram expedidos pela 2ª Vara Federal de Salvador e pela justiça portuguesa. A Justiça também decretou o sequestro de imóveis e bloqueios de valores em contas bancárias mantidas pelos investigados.

As investigações foram iniciadas em 2021, após uma inspeção em um jato registrado em nome de uma empresa portuguesa de táxi aéreo encontrar cerca de 595 kg de cocaína escondidos na fuselagem da aeronave.

Brasil 247

A Caixa Econômica Federal paga hoje (19) a parcela de abril do Auxílio Brasil aos beneficiários com Número de Inscrição Social (NIS) de final 3. O valor mínimo do benefício é R$ 400. As datas seguirão o modelo do Bolsa Família, que pagava nos dez últimos dias úteis do mês.

O beneficiário poderá consultar informações sobre datas de pagamento, valor do benefício e composição das parcelas em dois aplicativos: Auxílio Brasil, desenvolvido para o programa social, e Caixa Tem, usado para acompanhar as contas poupança digitais do banco.

Atualmente, 17,5 milhões de famílias são atendidas pelo programa. No início do ano, 3 milhões foram incluídas. 

Auxílio Gás
O Auxílio Gás também é pago hoje às famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), com NIS final 3. O benefício segue o calendário regular de pagamentos do Auxílio Brasil.

Com duração prevista de cinco anos, o programa beneficiará 5,5 milhões de famílias, até o fim de 2026, com o pagamento de 50% do preço médio do botijão de 13 quilos, conforme valor calculado pela Agência Nacional do Petróleo (ANP). Neste mês, o benefício corresponde a R$ 51.

Pago a cada dois meses, o Auxílio Gás tem orçamento de R$ 1,9 bilhão para este ano. Só pode fazer parte do programa quem está incluído no CadÚnico e tenha pelo menos um membro da família que receba o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

A lei que criou o programa definiu que a mulher responsável pela família terá preferência, assim como vítimas de violência doméstica.

Benefícios básicos
O Auxílio Brasil tem três benefícios básicos e seis suplementares, que podem ser adicionados caso o beneficiário consiga emprego ou tenha filho que se destaque em competições esportivas, científicas ou acadêmicas.

Podem receber o benefício as famílias com renda per capita até R$ 100, consideradas em situação de extrema pobreza, e até R$ 200, em condição de pobreza.

O Ministério da Economia incluiu 22 de abril (próxima sexta-feira) na lista de pontos facultativos para servidores federais. A decisão foi publicada no “Diário Oficial da União” desta terça-feira (19)

Com isso, 2022 passa a ter 9 feriados e 6 pontos facultativos para os servidores federais.

Passa também a ter um segundo feriado prolongado, que vai da próxima quinta-feira (21) – Dia de Tiradentes – até domingo (24 de abril). O único até aqui havia sido o da Páscoa, na semana passada (15 a 17 de abril).

Veja a lista abaixo

1º de janeiro, Confraternização Universal (feriado nacional);

28 de fevereiro, Carnaval (ponto facultativo);

1º de março, Carnaval (ponto facultativo);

2 de março, quarta-feira de cinzas (ponto facultativo até as 14 horas);

15 de abril, Paixão de Cristo (feriado nacional);

21 de abril, Tiradentes (feriado nacional);

22 de abril, Tiradentes (ponto facultativo);

1º de maio, Dia Mundial do Trabalho (feriado nacional);

16 de junho, Corpus Christi (ponto facultativo);

7 de setembro, Independência do Brasil (feriado nacional);

12 de outubro, Nossa Senhora Aparecida (feriado nacional);

28 de outubro, Dia do Servidor Público (ponto facultativo);

2 de novembro, Finados (feriado nacional);

15 de novembro, Proclamação da República (feriado nacional); e

25 de dezembro, Natal (feriado nacional).

A portaria que estabelece a lista de feriados proíbe antecipação ou adiamento do ponto facultativo.

Além dos feriados e pontos facultativos nacionais, os servidores também terão direito as feriados estaduais e municipais. Em relação a dias de guarda de credos e religiões, o servidor poderá compensá-los se tiver autorização do responsável pela unidade em que trabalha.

Ex- diretor da Rádio Arari-FM de Araripina
Foto: reprodução

O radialista Lourenço Santos de 54 anos, natural de Conceição do Piancó PB, residente em Ouricuri a vários anos, estava internado há cerca de 30 dias no hospital regional Fernando Bezerra Coelho.

De acordo com informações, Lourenço teve mais um agravamento na diabetes e um problema no fígado. O quadro dele seguia estável, em uma situação complicada e foi a óbito por volta das 18 horas dessa segunda-feira, 18 de abril.

Com 40 anos de experiência na área de comunicação, Lourenço Santo já passou por grandes veículos de comunicação em Petrolina, a exemplo da Rádio Grande Rio AM, em Araripina, gerenciou a Arari FM fundador do Jornal Perspectiva além de atuar e gerenciar emissoras de rádios na Paraíba, Ceará e ainda foi fundador de vários jornais na região do Araripe. Ele também atuou em muitas campanhas políticas, também atuou em Ouricuri, onde trabalhou na rádio Voluntários da Pátria.

O sepultamento do radialista está marcado para essa terça-feira, 19 de abril às 16 horas no cemitério Nossa Senhora dos Remédios em Ouricuri. (Por Emanoel Cordeiro)

 

Ascom

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira retomou nesta segunda-feira (18), o calendário de reuniões comunitárias, urbanas e rurais, para ouvir as demandas e sugestões da população para a construção do novo Plano Diretor.

A reunião aconteceu no salão paroquial da comunidade rural do São João Novo, e reunião também com representantes do São João Velho e de diversas comunidades rurais do entorno.

Na última semana, a Prefeitura reuniu, na Escola Domingos Teotônio, moradores dos bairros São Braz, Manoela Valadares, Campinhos, além dos residenciais Laura Ramos e Vila Pajeú. As principais sugestões foram nas áreas de saneamento, acessibilidade, pavimentação, saúde e educação.

“Esse é o momento de ouvir a população, seus anseios, suas necessidades, suas sugestões, para que possamos, de acordo com a orientação do prefeito Alessandro Palmeira, fazer um Plano Diretor que seja o mais participativo e democrático possível”, destacou o coordenador Fernando Moraes.

A programação continua nesta terça-feira (19), com reunião envolvendo as comunidades rurais de Jati, Alça de Peia, Nazaré, Dois Riachos, Várzea Comprida, Curralinho, Nova Brasília, Tamboril, Barra e Oitis, e acontecerá no salão comunitário do Jati, às 15h.

Na próxima quarta-feira (20), será a vez dos moradores do Centro da cidade e dos bairros São Sebastião e Costa, contribuírem com a construção do novo Plano Diretor,  na Escola Gizelda Simões, a partir das 18h30.

A média chegou, nesta segunda-feira (18), a 98 óbitos por dia, queda de 47% em relação ao dado de duas semanas atrás.

 Pela primeira vez desde o início de janeiro deste ano, o Brasil tem média móvel de mortes por Covid menor do que 100. A média chegou, nesta segunda-feira (18), a 98 óbitos por dia, queda de 47% em relação ao dado de duas semanas atrás.

O país registrou 65 mortes por Covid e 10.393 casos da doença, nesta segunda. Desde o início da pandemia, 662.076 vidas foram perdidas para a Covid e 30.258.475 pessoas foram infectadas pelo Sars-CoV-2.

Onze estados não registraram mortes por Covid.

Assim como a média de mortes, a de casos também está em queda (36%) e agora é de 14.253.

Os dados do país, coletados até 20h, são fruto de colaboração entre Folha de S.Paulo, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são recolhidas pelo consórcio de veículos de imprensa diariamente com as Secretarias de Saúde estaduais.

Em relação à vacinação, o Brasil registrou 1.406.109 doses de vacinas contra Covid-19 nesta segunda. De acordo com dados das secretarias estaduais de Saúde, foram 335.674 primeiras doses e 368.536 segundas doses. Também foram registradas 5.159 doses únicas e 696.740 doses de reforço.

O Rio Grande do Norte registrou 1 dose negativa de dose única.

Ao todo, 176.798.994 pessoas receberam pelo menos a primeira dose de uma vacina contra a Covid no Brasil –158.201.911 delas já receberam a segunda dose do imunizante. Somadas as doses únicas da vacina da Janssen contra a Covid, já são 162.950.559 pessoas com as duas doses ou com uma dose da vacina da Janssen.

Assim, o país já tem 82,30% da população com a 1ª dose e 75,85% dos brasileiros com as duas doses ou com uma dose da vacina da Janssen.

Até o momento, 83.784.343 pessoas já tomaram dose de reforço, o que representa 39% da população brasileira.

O consórcio reúne também o registro das doses de vacinas aplicadas em crianças. A população de 5 a 11 anos parcialmente imunizada (com somente a primeira dose de vacina recebida) é de 56,21%, totalizando 11.523.896. Na mesma faixa etária, 22,88% (4.690.164) recebeu a segunda dose ou a dose única.

Os dados da vacinação contra a Covid-19 foram afetados pelo ataque hacker ao sistema do Ministério da Saúde, ocorrido em dezembro, o que levou à falta de atualização em diversos estados por longos períodos de tempo. Neste domingo, as informações foram atualizadas em 25 estados e no Distrito Federal.

O consórcio de veículos de imprensa recentemente atualizou os números de população brasileira usados para calcular o percentual de pessoas vacinadas no país. Agora, os dados usados são a projeção do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) para 2022. Todos os números passam a ser calculados de acordo com esses valores, inclusive os do ano passado. Por isso, os percentuais de pessoas vacinadas podem apresentar alguma divergência em relação aos números publicados anteriormente.

Mesmo quem recebeu as duas doses ou uma dose da vacina da Janssen deve manter cuidados básicos, como uso de máscara e distanciamento social, afirmam especialistas.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorreu em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (PL), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.

Casa paroquial é o ponto mais visitado do sítio histórico de Igarassu

Tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) desde 1951, a Igreja Matriz dos Santos Cosme e Damião, considerada a mais antiga em funcionamento no Brasil, foi reaberta essa semana, depois de dois anos em obras de restauração. Construída a partir de 1535, a pedido do donatário da capitania hereditária de Pernambuco à época, Duarte Coelho, a igreja constitui o ponto mais visitado do sítio histórico de Igarassu, município situado na região metropolitana de Recife. A edificação tem estilo maneirista, que em arquitetura significa uma transição entre os estilos renascentista e barroco, e passa a abrigar, a partir de agora, um espaço expositivo em sua casa paroquial.

As obras tiveram o apoio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), por meio da Lei de Incentivo à Cultura. A instituição destinou R$ 4,2 milhões, em recursos não reembolsáveis, para o projeto. Além do restauro das edificações, os investimentos incluíram a implantação de sistemas de prevenção, detecção e combate a incêndio; recuperação de toda a rede elétrica; e adaptação de forma a ampliar a acessibilidade a portadores de necessidades especiais.

O diretor de Crédito Produtivo e Socioambiental do BNDES, Bruno Aranha, destacou que a cidade de Igarassu possui um rico patrimônio histórico, que narra parte relevante da formação territorial e econômica do país. “O projeto apoiado pelo BNDES devolve à sociedade um patrimônio restaurado e equipado para contar essa história. Com ações voltadas para educação patrimonial e desenvolvimento de um programa turístico do centro histórico, vamos contribuir para qualificar o turismo e dinamizar a economia na região”, disse o diretor.

Novo espaço

Instalado no primeiro andar da casa paroquial, o novo espaço expositivo e educativo conta a formação da capitania de Pernambuco, a história da própria Igreja dos Santos Cosme e Damião e da cidade de Igarassu. O público poderá conferir, em um mapa, os demais equipamentos culturais do município. No local, foi instalado um café, cuja receita será revertida para a manutenção da igreja e do próprio espaço expositivo. Os dois espaços passarão a receber visitas com guias especialmente treinados para essa finalidade e terão agendamento para escolas, faculdades e agências de turismo.

De acordo com informação da prefeitura de Igarassu, foram restaurados o altar-mor e parte da estrutura da igreja, anteriormente danificados. As peças do Museu de Arte Sacra, ligado à igreja, receberam medidas de conservação preventiva, devido ao seu elevado valor histórico, sobretudo por retratar diversos acontecimentos marcantes do passado, como as invasões holandesas no Brasil.

A obra foi planejada pelo Instituto de Desenvolvimento Humano (IDH).

Agência Brasil