Monthly Archives: janeiro 2022

Por: Agência Brasil

A Caixa Econômica Federal paga nesta segunda-feira (31) o Auxílio Brasil a beneficiários com Número de Inscrição Social (NIS) final 0. O valor mínimo do benefício é R$ 400. As datas seguirão o modelo do Bolsa Família, que pagava nos dez últimos dias úteis do mês.

Em janeiro, foram incluídas 3 milhões de famílias no programa, aumentando para 17,5 milhões o total atendido. Segundo o Ministério da Cidadania, foram gastos R$ 7,1 bilhões este mês com o Auxílio Brasil.
O beneficiário poderá consultar informações sobre datas de pagamento, valor do benefício e composição das parcelas em dois aplicativos: Auxílio Brasil, desenvolvido para o programa social, e o aplicativo Caixa Tem, usado para acompanhar as contas poupança digitais do banco.
Com o pagamento de hoje, a Caixa encerra os depósitos da parcela de janeiro do programa. A parcela de fevereiro será paga nos dez últimos dias úteis do mês.
Confira o calendário:

 

Auxílio Gás
O Auxílio Gás também é pago hoje – retroativamente – às famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), com NIS final 0. O benefício segue o calendário regular de pagamentos do Auxílio Brasil.
Com duração prevista de cinco anos, o programa beneficiará 5,5 milhões de famílias até o fim de 2026, com o pagamento de 50% do preço médio do botijão de 13 quilos a cada dois meses. Atualmente, a parcela equivale a R$ 52. Para este ano, o Auxílio Gás tem orçamento de R$ 1,9 bilhão.
Só pode fazer parte do programa quem está incluído no CadÚnico e tenha pelo menos um membro da família que receba o Benefício de Prestação Continuada (BPC).
A lei que criou o programa definiu que a mulher responsável pela família terá preferência, assim como mulheres vítimas de violência doméstica.
Benefícios básicos
O Auxílio Brasil tem três benefícios básicos e seis suplementares, que podem ser adicionados caso o beneficiário consiga emprego ou tenha um filho que se destaque em competições esportivas, científicas e acadêmicas.
Podem receber o benefício as famílias com renda per capita até R$ 100, consideradas em situação de extrema pobreza, e até R$ 200, em condição de pobreza.

Fantasiado de bebê, Dudu Nobre é eliminado no ‘The Masked Singer Brasil’

O cantor participou da competição fantasiado de bebê e deixou os jurados surpresos ao ser revelado no palco.

“Quero falar o seguinte: ‘Vou pedir o VAR'”, disse Dudu, que completou: “Primeira vez que a voz do povo não foi a voz de Deus”. (Foto: Reprodução/TV Globo)

 (UOL/FOLHAPRESS) – Dudu Nobre foi o segundo eliminado da segunda temporada do “The Masked Singer Brasil” (Globo), que estreou no domingo, 23 de janeiro, e já teve Gretchen eliminada. O cantor participou da competição fantasiado de bebê e deixou os jurados surpresos ao ser revelado no palco.

“Quero falar o seguinte: ‘Vou pedir o VAR'”, disse Dudu, que completou: “Primeira vez que a voz do povo não foi a voz de Deus”.

Roberta Miranda fez uma participação especial na bancada de jurados e deu palpites ao lado de Taís Araújo, Tatá Werneck, Rodrigo Lombardi e Eduardo Sterblitch. Priscilla Alcântara comandou os bastidores do programa.

As disputas do segundo programa da temporada foram: Pavão x Camaleão, Caranguejo x Dragão e um combate triplo de Bebê x Boto x Robô.

Fiuk é citado e Tatá brinca:

Roberta Miranda, que participou da bancada de jurados, citou o filho de Fábio Jr., como uma das apostas de mascarados. Tatá, que faz parte do juri fixo, brincou ao ouvir o nome de Fiuk.”Não fala esse nome não, querida. Meu Deus do céu. Acabei de fazer as pazes”, brincou a apresentadora.

Roberta Miranda seguiu insistindo que Fiuk seria um dos mascarados, e Tatá seguiu a brincadeira, avisando: “Não sei se ele toparia não”.

O Brasil registrou pela primeira vez, desde o início da pandemia, 1 milhão de casos de novo coronavírus na mesma semana.

De acordo com números do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), nas últimas 24 horas, o país registrou 179.816 infecções e 640 mortes decorrentes da doença.

Com isso, a quarta semana epidemiológica de 2022 (entre 23 e 19 de janeiro), teve 1.305.447 casos de Covid-19 registrados.

A semana anterior (16 a 22 de janeiro) teve 933.452. Com isso, houve um crescimento de 39,8% entre a semana anterior e a atual.

O número de óbitos decorrentes da doença também saltou, de 1.830 para 3.723, de uma semana para a outra – aumento de 103%.

A média móvel de casos, que leva em conta os últimos sete dias, atingiu o recorde de 186.492 pacientes infectados, enquanto a de mortes, também em alta, está em 532.

Pandemia foge do controle, de novo, no Amazonas

Estado bate recorde de casos e profissionais de saúde denunciam falta de condições para enfrentar a Covid-19

Imagem acima mostra pacientes recebendo atendimento dentro de uma unidade de saúde de Manaus, em 14 de janeiro de 2022 – Raphael Alves / Amazônia Real

O Amazonas volta à fase vermelha da transmissão do novo coronavírus, o que na prática significa descontrole da pandemia. Na quinta-feira (27), foi o estado brasileiro que apresentou a maior taxa de transmissão (Rt), de 2,04, segundo dados da plataforma Loft Science. Cada 100 infectados podem transmitir o vírus a outras 204 pessoas. A Rt para o Brasil é de 1,78, de acordo com o Imperial College de Londres, a mais alta desde julho de 2020. Já no terceiro ano da doença, e tendo enfrentado duas ondas avassaladoras, o governo estadual ainda peca no combate à pandemia. Profissionais de saúde denunciam que falta até Equipamentos Proteção Individuais (EPIs) nas unidades.

Nos últimos dias, a reportagem da Amazônia Real ouviu o relato de enfermeiros que atuam em três hospitais da capital amazonense: o Pronto Socorro (PS) João Lúcio, na Zona Leste, Instituto de Saúde da Criança do Amazonas (Icam) e do PS da Criança, na Zona Sul. Além da falta de EPIs adequados, os profissionais denunciam a carga excessiva de trabalho provocada pelo afastamento de inúmeros colegas afastados de suas funções por contraírem o novo coronavírus. A situação é grave.

“A direção do Icam suspendeu os testes para Covid-19, porque muitos estão positivando e já estão ficando sem funcionários lá. Olha a palhaçada! E querem que a gente trabalhe doente”, conta uma enfermeira do Icam, que pede o anonimato por medo de retaliações. A cada plantão de 12 horas, segundo ela, estão disponibilizadas três máscaras de proteção, as descartáveis e a de tripla camada com clipe nasal. “Máscara N95, só quando o funcionário está cuidando de pacientes já positivado com Covid. A questão é que a transmissão está sendo feita de funcionário para funcionário”, explica. Eles estão recebendo capotes, forro e propés, mas a proteção não é total. As viseiras só foram utilizadas na primeira onda da pandemia.

“Tivemos afastamento de pelo menos 60% de profissionais positivados para Covid-19, nas duas primeiras semanas de janeiro. Economia com EPIs é uma atitude burra”, atesta a profissional. Na segunda semana de janeiro, os profissionais começaram a aparecer com sintomas gripais, alguns provavelmente já com covid-19, e procuraram o setor de farmácia para pedir máscaras protetivas do tipo N95.  “A resposta foi exatamente essa: só para quem está cuidando de pacientes com Covid-19”, relata.

A consequência é o descontrole da pandemia, de novo. O Amazonas enfrenta a terceira onda causada pelo novo coronavírus. Com a chegada da variante ômicron, o Estado já superou o número de novos casos, chegando a 81.627, na quinta-feira (27). No ano passado, em todo o mês de janeiro – considerado o pior da pandemia até então – foram registrados 66.381 novos casos. Até o momento, 13.913 pessoas morreram de Covid-19 em todo o Amazonas. São 9.561 óbitos em Manaus e 4.352 no interior. 

De acordo com o último boletim da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS) do Amazonas, Manaus possui 581 pacientes de Covid-19 internados, sendo 447 em leitos clínicos, 120 em UTI e 13 em sala vermelha. Do total, 266 não foram vacinados e 154 têm esquema vacinal incompleto, o que corresponde a 74% das internações. Ou seja, as pessoas que se negam a completar a imunização são as que mais estão demandando agora os serviços de saúde.

Além do crescimento exponencial de transmissão do coronavírus no Amazonas, outros estados da região Norte estão com taxas RTs maiores que a média nacional, segundo a Loft Science: Amapá (1,95), Acre (1,66) e Rondônia (1,56). Os dados da Loft Science, plataforma desenvolvida pela empresa de comercialização de imóveis Loft, são atualizados diariamente pela equipe de data science da empresa e baseados em uma estimativa. A média nacional desta plataforma está em 1,49, portanto abaixo da apontada pelo Imperial College de Londres, a fonte mais confiável.

Máscaras N95 só na UTI


Profissional da saúde no atendimento para a Covid-19 dentro de uma unidade de saúde de Manaus, em 14 de janeiro de 2022 / Raphael Alves / Amazônia Real

No PS da Criança, a máscara N95, ideal para quem atua na linha de frente de enfrentamento, é fornecida apenas para os profissionais da UTI e da cozinha, como conta uma das enfermeiras que atua na unidade de saúde. Ela contraiu a Covid-19 pela primeira vez, nesta terceira onda.

“Quando eu pedi a máscara N95, me disseram que eu não tinha direito. Disseram, olha, quem trabalha na semi-intensiva, não tem direito, não. Essas máscaras são só para quem trabalha direto na UTI. Tu já pensou um negócio desse? Aí disseram que foi uma ordem da gerência”, revela. 

A enfermeira acredita que o alto número de profissionais afastados por Covid-19 poderia ser infinitamente menor se os protocolos fossem seguidos à risca. “Eles dão máscaras para a gente, mas não é a máscara adequada. A gente se sente desprotegido. Não tem N95 para todo mundo. O nosso trabalho na unidade semi-intensiva é bem puxado. Eu acho isso um absurdo”, protesta.

A enfermeira conta que sempre teve muito cuidado para não contrair a doença, e conta como foi no dia em que recebeu o diagnóstico positivo. “Quando eu recebi o resultado pensei que ia surtar. Tinha medo de sentir os sintomas ruins, falta de ar, mas o que senti foram os sintomas gripais. Foi muito diferente do quadro que tínhamos no ano passado, quando muita gente morreu. Mesmo assim fiquei preocupada, mas graças a Deus deu tudo certo”, conta a enfermeira que já sarou e até recebeu a dose de reforço da vacina contra o novo coronavírus.

No PS João Lúcio, no bairro São José, localizado na região mais pobre e populosa da capital amazonense, a situação se repete. “A única máscara aqui que tem disponível no meu setor é a cirúrgica”, conta a enfermeira que atua no PS da Zona Leste. Para ela, a falta do EPI já nem assusta tanto. “É óbvio que necessitamos dessas máscaras porque elas diminuem a probabilidade de contaminação, mas o medo é menor hoje em dia por conta da vacina. O número de casos graves da doença diminuiu muito”, pontua.

Para a enfermeira, a sobrecarga por conta do alto número de profissionais que precisam se afastar por conta da doença tem dificultado o combate à pandemia. “Tem setores aqui no João Lúcio que tem duas enfermeiras e três técnicos de enfermagem para dar conta de 22 a 25 pacientes. Tem muito funcionário de atestado. Acho que o dimensionamento do Estado não está correto. Soube com umas amigas que no HUGV há seis enfermeiras e dez técnicos para cada seis pacientes. Essa divisão não é satisfatória. A demanda do João Lúcio é muito grande e a equipe de saúde é pequena”, explica.

Problema é conhecido

Pacientes em enfermaria recebem atendimento para a Covid-19 dentro de uma unidade de saúde de Manaus, em 14 de janeiro de 2022 / Raphael Alves / Amazônia Real

Diretora do Sindicato dos Profissionais Enfermeiros Servidores Públicos no Estado do Amazonas (Sinproenf-AM), a enfermeira Hilda Rios confirma a situação denunciada pelas enfermeiras. “Todos os sindicatos estão cobrando (soluções) para o que está acontecendo. Então é uma situação geral mesmo. A sobrecarga de trabalho é porque tem muitos funcionários afastados”, conta.

O governo do Estado e a prefeitura de Manaus informaram, em reuniões com os sindicalistas, que estavam contratando profissionais. A presidente do Sindicato dos Trabalhadores Públicos da Área da Saúde do Amazonas (Sindsaúde), Cleidinir Francisca, faz um relato da situação dos hospitais da rede pública. “Falta de estrutura é geral, porque aumenta o número de atendimentos todas as vezes no início do ano, quando acontece essas ondas, e eu não vejo ainda uma preparação como deveria ser”, afirma.

Segundo ela, os representantes dos sindicatos ligados à área de saúde se reuniram diversas vezes com o poder público, mas os problemas se repetem. “Eles (profissionais de saúde) reclamam muito de falta de profissionais. É um déficit muito grande de recursos humanos, de insumo, de EPIs, de pessoas para lidar com uma onda, e essa aqui já é a terceira confirmada pela Fiocruz”, relata a sindicalista.

Uma portaria de 13 de janeiro suspendeu as férias programadas neste início de ano, por conta dos aumentos de internações causados pela variante ômicron. “Todas as vezes que acontece essa demanda, os profissionais de saúde são surpreendidos por essas portarias suspendendo as férias”, conta Cleidinir, que lembra que o Estado já assinou Termos de Ajustamento de Conduta (TAC), e que mesmo assim, a solução parece longe de ser resolvida.

Falta uniforme completo


Protesto dos funcionários do Samu na Prefeitura de Manaus em 25 de janeiro de 2021 / Juliana Pesqueira/Amazônia Real

No Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), vinculado à prefeitura de Manaus, a oferta de EPIs está em dia, como conta o socorrista Denison Vilar. Por lá, os problemas são outros. “Nós temos a questão dos uniformes. Nós estamos há mais de cinco anos sem receber o uniforme completo, que é bota, macacão, camisa, boné”, revela.

Denison conta que solicitou recentemente, capas de chuvas para os profissionais e que, até o momento, o pedido não foi atendido. “Uniforme, camisa e boné são coisas que fazem parte indiretamente do nosso EPIs do nosso contato com o paciente”, afirma.

O socorrista aponta ainda o déficit de profissionais como sendo um problema que reflete diretamente na prestação de serviço e na carga de trabalho para os trabalhadores. “Vai ser realizado um concurso público, agora, que a gente não consegue entender. Porque tem 20 e poucas vagas para condutor-socorrista e a gente vive numa cidade com mais de 2 milhões e 200 mil habitantes. A gente sabe que um efetivo de 25 condutores após dez anos de concurso público – o último foi em 2012 – não vai suprir a necessidade”, analisa Denison.

O que dizem as autoridades


Pessoas aguardam atendimento na recepção da UPA José Rodrigues, na Zona Norte de Manaus, em 14 de janeiro de 2022 / Raphael Alves / Amazônia Real

Por meio de nota, a Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) negou a falta de EPIs para os profissionais de saúde da rede estadual. De acordo com o governo, esse material está disponível e em estoque em todas as unidades. “O HPSC da Zona Sul esclarece que todos os profissionais da assistência estão recebendo a máscara modelo N95 e assinando o protocolo. Com relação à testagem rápida, o profissional que estiver sintomático e que está de plantão da unidade poderá ter a testagem realizada”.

A SES-AM lembra que uma nota técnica, assinada com a FVS do Amazonas, recomenda que o teste rápido seja feito “apenas em indivíduos sintomáticos”. E finaliza garantindo que a pasta já disponibilizou 1.300 profissionais para recompor o quadro daqueles que foram afastados por questões de saúde.

Já a Secretaria Municipal de Saúde de Manaus (Semsa), que é a gestora do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – Samu 192 Manaus, disse ser improcedente a informação de que os socorristas estão há mais de cinco anos sem receber o fardamento. A secretaria disse que um processo de aquisição de mais uniformes está em andamento.

No que diz respeito ao quantitativo de vagas no edital do concurso público em andamento, para suprir as vagas no Samu, a secretaria informa que a reposição de vagas é aberta “em razão de vacância, seja por óbito, exoneração ou quaisquer outros motivo”, e serve também para formação de cadastro de reserva.

Vítima é uma menina de 8 anos, que foi levada para hospital em Recife

 

Após um ataque de tubarão a uma menina de 8 anos, ocorrido ontem (28) na Praia do Sueste, no Parque Nacional Marinho, em Fernando de Noronha (PE), o local permanecerá fechado até que as investigações sobre o caso sejam encerradas.

 

De acordo com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) a jovem foi socorrida pela equipe do parque. O instituto se solidarizou com a menina e sua família e destacou que ataques de tubarão são raros no local, “havendo regramento quanto aos horários e locais permitidos para utilização da praia”.

Por meio de nota, o Comitê Estadual de Monitoramento de Incidentes com Tubarões (Cemit), órgão da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS), informou que se reunirá nos próximos dias para avaliar o caso. “Apenas após a análise de documentos será possível identificar a espécie do tubarão”, informou o órgão.

“A vítima, atingida na perna direita, é uma menina de 8 anos que estava na Baía de Sueste, praia que é parque marinho federal e é gerido pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Até então, as vítimas mais jovens registradas no estado tinham 14 anos. No entanto, a ocorrência desta sexta-feira apenas poderá ser incluída nas estatísticas oficiais após análise do Cemit”.

Segundo o órgão, haviam sido registrados até agora seis incidentes com tubarão em Fernando de Noronha, sem mortes, entre 2015 e 2020.

“O primeiro ocorreu em 21 de dezembro de 2015 na Baía de Sueste, mesma praia da ocorrência desta sexta-feira. A vítima era um banhista de 32 anos, do sexo masculino, que teve lesão no braço direito. As demais estavam nas Praias do Leão, de Conceição, do Bode e da Cacimba (dois casos). Das seis vítimas, todas eram adultas, sendo dois banhistas e quatro surfistas. Todos os casos aconteceram entre dezembro e março”.

A menina, que é de São Paulo e estaria com o pai no momento do ataque, foi atendida em um hospital no arquipélago e depois levada em uma aeronave de salvamento para Recife. Não há informações sobre o estado de saúde dela.

Saquarema

Em Saquarema, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro, um tubarão adulto foi avistado ontem (29) na Praia da Vila. Imagens que circularam pelas redes sociais mostram banhistas impressionados com a proximidade do animal, em águas rasas e bem próximo à faixa de areia.

A prefeitura fez uma postagem com um vídeo aéreo no Instagram:

PMPI_Saquarema

Agência Brasil

Acidente com ônibus que levava 50 pessoas mata criança de 7 anos

 (Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)

Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Um acidente com um ônibus de turismo que levava 50 pessoas matou uma criança de 7 anos e deixou 19 feridos em Minas Gerais. O veículo tombou na BR-251, perto de Montes Claros, no Norte mineiro, na noite de sábado (29). Os 48 passageiros, o motorista e o auxiliar saíram de Vitória da Conquista (BA) com destino ao estado de São Paulo.
“O motorista do ônibus da empresa Novo Horizonte afirmou que, ao fazer uma curva, perdeu o controle do veiculo que saiu da pista vindo a tombar”, afirmou o Corpo de Bombeiros, por nota.
Os militares afirmam que um óbito foi confirmado – o da criança de 7 anos – e 19 passageiros ficaram feridos. “Foram imobilizados e conduzidos ao recurso hospitalar das cidades de Francisco Sá e Montes Claros”, explicam os bombeiros.
“Após triagem, foram feitas as imobilizações das vítimas conforme prioridades, respectivamente (vermelha, amarela e verde) que foram conduzidas ao recurso hospitalar”, complementou o Corpo de Bombeiros, sem precisar quantos foram socorridos em estado grave.
A equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF) compareceu ao local e efetuou o controle do trânsito e demais diligências.
Mais de 300 mil trabalhadores ainda não sacaram o Abono Salarial 
São R$ 208,5 milhões nos cofres do Estadocarteira-de-trabalho-digital_mcamgo_abr

O Abono Salarial é um direito do trabalhador inscrito no PIS, que pode receber uma remuneração de até um salário mínimo, referente aos meses trabalhados no ano anterior. Esse dinheiro pode ser de grande ajuda. Mesmo assim, mais de 300 mil trabalhadores ainda não sacaram o abono a que têm direito referente ao ano de 2019. São R$ 208,5 milhões nos cofres do Estado ainda aguardando seus beneficiários.

 

Os 320.423 trabalhadores que não sacaram o abono, que já está disponível desde 2020, ainda podem fazê-lo. Eles podem solicitar o pagamento no próximo calendário vigente. Ou seja, podem sacar o valor atrasado do abono de 2019 junto com o abono de 2020, que começa a ser pago em 8 de fevereiro.

O calendário estipula as datas de pagamento pelo mês do aniversário, se for trabalhador da iniciativa privada, ou pelo número da inscrição, se for trabalhador do setor público.

De acordo com o Ministério do Trabalho e Previdência, 22,2 milhões de trabalhadores têm direito ao Abono Salarial referente ao ano base de 2019. Desses, 21,9 milhões fizeram o saque de sua quantia correspondente, totalizando R$ 17,2 bilhões já retirados. Segundo a pasta, 98,56% dos trabalhadores com direito ao saque já o fizeram.

Quem tem direito

Tem direito ao benefício o trabalhador inscrito no PIS/Pasep há, pelo menos, cinco anos, e que tenha trabalhado formalmente por, no mínimo, 30 dias no ano-base considerado para a apuração, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos. Também é necessário que os dados tenham sido informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

Os trabalhadores também podem checar se têm direito ao saque pelo site do governo federal ou da Carteira de Trabalho Digital. A central Alô Trabalhador, telefone 158, também está disponível para atendimento.

Valor

O valor do abono é proporcional ao período em que o empregado trabalhou com carteira assinada em 2020. Cada mês trabalhado equivale a um benefício de R$ 101, com períodos iguais ou superiores a 15 dias contados como mês cheio. Quem trabalhou 12 meses com carteira assinada receberá o salário mínimo cheio, que atualmente é de R$ 1.212.

Agência Brasil

Correio Braziliense

Foto: Ricardo Stuckert/Divulgação

O ex-presidente Lula (PT) comemorou o arquivamento do caso do triplex do Guarujá. Nesta sexta-feira (28), atendendo ao pedido do Ministério Público do Distrito Federal, a juíza Pollyana Alves, da 12ª Vara Federal Criminal, colocou um ponto final no processo.
Em entrevista à Rádio Liberal FM, de Belém (PA), o petista comentou o ocorrido logo no começo da conversa. “Quero começar com uma coisa boa, estou feliz, você tá vendo pela minha cara. Acabei de saber a notícia de que a 12ª Vara de Justiça Federal de Brasília anulou e arquivou o processo do triplex”, disse.
“O famoso triplex, a mentira contada pelos meus algozes, que vou evitar de citar o nome aqui, porque toda vez que eu cito ele fica aproveitando para tentar fazer disputa comigo. Mas as mentiras que foram contadas contra mim, no caso do triplex, ontem a Justiça Federal matou definitivamente esse processo. E eu sempre acreditei que a verdade viria à tona”, completou, se esquivando de citar o nome do ex-juiz Sérgio Moro.
Na decisão, a juíza Pollyana Alves reconheceu a prescrição para investigação dos crimes supostamente cometidos pelo ex-presidente pelo fato de ele ter mais de 70 anos. Nesses casos, a justiça determina que o prazo seja reduzido pela metade. “Ressalto, por oportuno, que a prescrição ora reconhecida decorre da anulação promovida pelo Supremo Tribunal Federal de todos os atos praticados pelo então juiz federal Sérgio Fernando Moro”, afirmou na decisão.
Mais tarde, na mesma entrevista, Lula voltou a falar sobre o processo e o que o arquivamento significa para ele e o Partido dos Trabalhadores. “Muita gente tinha previsto que o PT ia morrer, que o Lula ia morrer. Quem tem fé e consciência limpa vai vencer sempre. Estou numa posição de muita tranquilidade vendo a verdade aparecendo a cada dia. Quem era herói está virando bandido, e quem era bandido está virando herói”, disse.
Confira a íntegra da entrevista
O ex-juiz Sérgio Moro condenou Lula no processo do triplex do Guarujá na 1ª instância.
Os advogados de Lula, Cristiano Zanin Martins e Valeska Teixeira Martins, destacaram que o encerramento do caso serviu para mostrar que houve perseguição política. “O encerramento definitivo do caso do triplex pela Justiça reforça que ele serviu apenas para que alguns membros do Sistema de Justiça praticassem lawfare contra Lula, vale dizer, para que fizessem uso estratégico e perverso das leis para perseguir judicialmente o ex-presidente com objetivos políticos. Um caso sem nenhuma materialidade nem acusação concreta, e apenas com provas de inocência do ex-presidente”, alegaram.
Segundo a defesa, ainda, “o Supremo Tribunal Federal reconheceu a parcialidade do ex-juiz Sergio Moro nesse caso e em outros em que ele atuou contra Lula, tal como demonstramos desde a primeira defesa escrita apresentada. Como consequência, declarou a nulidade de todos os atos, reconhecendo o caráter ilegal e imprestável da atuação de Moro em relação ao ex-presidente”.

Um empresário de 52 anos morreu na terça-feira (25), após ser baleado pela mulher, uma tenente dentista do Exército, de 41 anos. Bruno Piva Júnior estava internado em uma unidade de saúde há 50 dias.

O crime aconteceu na porta da residência do casal, na cidade de Praia Grande, no litoral de São Paulo, e na frente da filha do empresário, uma adolescente que é fruto de um relacionamento anterior da vítima.

O momento em que Bruno é baleado por Karina de Freitas Fogolin foi registrado por uma câmera de segurança instalada em uma residência vizinha.

Em depoimento, a tenente-dentista justificou que atirou contra o marido por sofrer agressões, além de ter tido seu dinheiro desviado por ele. Ela nunca registrou uma queixa contra o homem.

Imagens

 

 

Nas imagens gravadas momentos antes do crime, é possível ver que Bruno está ao lado do carro da família, na companhia da filha, quando, aparentemente, a mulher inicia uma discussão. Logo em seguida, ela se vira, engatilha a arma e entra na residência. Segundos depois, ela volta, mira em direção à vítima e faz os disparos.

O empresário cai no chão e se levanta com dificuldade. A filha dele entra em desespero. A mulher simula que a família sofreu uma tentativa de assalto, entra no carro, mas não dá partida no veículo.

Logo em seguida, policiais chegam no local. A princípio, a tenente-dentista tenta convencer os agentes que o disparo havia sido feito por um ladrão.

Vizinhos levaram o homem até uma unidade de saúde, onde ele recebeu atendimento médico. Lá, ele passou por cirurgia de emergência e permaneceu internado até a manhã de terça-feira (25), quando não resistiu.

Por: AFP

Foto: FACEBOOK PAGE OF THE IRAQI MINISTRY OF TRANSPORTATION / AFP

Bagdá, Iraque- Seis foguetes foram disparados nesta sexta-feira (28) contra o aeroporto de Bagdá, sem provocar vítimas, mas sim danos em um avião civil, informaram fontes das forças de segurança.
Os seis foguetes caíram no estacionamento e nas pistas. Um avião civil, que estava vazio, foi atingido e danificado.
Uma fonte confirmou que o ataque foi executado com seis drones contra as instalações civis do aeroporto.
O avião atingido é um Boeing 767 da companhia aérea aérea iraquiana que passava por reparos.
O ataque não foi reivindicado até o momento.
Nas últimas semanas os lançamentos de foguetes ou ataques com drones atingiram a denominada “Zona Verde”, onde fica a embaixada dos Estados Unidos.
Também tentaram atingir uma área diplomática dos Estados Unidos – instalada em uma parte do aeroporto – e as tropas da coalizão internacional presentes em bases iraquianas, que lutam contra os extremistas.
Os atos, que nunca são reivindicados, são atribuídos por Washington a facções pró-Irã no Iraque, que exigem a saída das tropas americanas do país como parte do combate contra os extremistas.

Dia Internacional da Proteção de Dados: especialista dá dicas para o uso seguro da internet

 Diario de Pernambuco

Dia da Internet Segura: saiba quais medidas adotar para proteger as  crianças no uso da rede - Certificado Digital Serasa

Criador: Traitov | Crédito: Getty Images/iStockphoto
Desde quando entrou em vigor em 2020, a Lei Geral de Proteção de Dados, promulgada pela Lei Federal nº 13.709/2018, vem trazendo uma nova ótica sobre a proteção dos dados pessoais e a responsabilidade sobre sua gestão por parte das empresas. Entre os impactos positivos da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), está a garantia de proteção aos direitos fundamentais de liberdade, privacidade e do livre desenvolvimento da personalidade dos cidadãos. 
Quando o assunto é consumidor (ou usuário), se faz necessário ter uma breve noção de alguns cuidados importantes para manter seus dados protegidos. Pensando nisso, no dia Internacional da Proteção de Dados, celebrado nesta sexta (28), a advogada e especialista em Direito Digital e parceira da HSBS, empresa do grupo Nagem, Júlia Medeiros, destaca e alerta para cinco pontos importantes a serem observados:
O primeiro e mais importante passo é o da informação e conscientização sobre os direitos no tratamento dos dados pessoais para exigir das organizações o cumprimento das disposições normativas da LGPD, bem como entender os locais em que é possível registrar uma reclamação em virtude de violação à privacidade;
O 2º passo é limitar a divulgação ou fornecimento de dados pessoais na internet, inclusive nas redes sociais, ou para empresas, aos casos estritamente necessários;
A 3ª dica é criar senhas fortes, que contenham a combinação de caracteres especiais, letras maiúsculas, minúsculas e números, evitando utilizar dados pessoais ou palavras comuns, bem como, se disponíveis, realizar a autenticação de duplo fator, principalmente em sistemas de armazenamento em nuvem e aplicativos de mensagens, a exemplo, do Instagram, WhatsApp, entre outros aplicativos;
Outro passo importante de proteção é a criação de backups dos dados armazenados, principalmente em nuvem (como o OneDrive), bem como ativação da criptografia nos discos e mídias externas, como pendrives;
Em quinto e último lugar, sempre desconfie de links recebidos com promoções, brindes e/ou boletos por meio de aplicativos de mensagens. Não clique em nenhum link de mensagem que ofereça serviços grátis, brindes e promoções recebidos por aplicativos de mensagens, a exemplo, o WhatsApp, mesmo que tenha vindo de um amigo ou parente, especialmente quando há na mensagem senso de urgência. E se clicar, não informe nenhum dado solicitado.

 Pelo segundo dia consecutivo, o Brasil bateu o recorde de casos de Covid. Nesta quinta-feira (27), foram registradas 228.972 infecções. Com isso, a média móvel de casos subiu para 170.572 por dia, 10º dia de recorde.

O país também registrou 662 mortes por Covid em 24 horas, o que faz com que a média móvel de óbitos chegue a 417.

Os registros do dia levaram a 625.169 vidas perdidas e 24.782.922 pessoas infectadas desde o início da pandemia. Os aumentos dos casos e mortes e das médias ocorrem em meio à expansão da variante ômicron no país.

Os dados do país, coletados até 20h, são fruto de colaboração entre Folha de S.Paulo, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são recolhidas pelo consórcio de veículos de imprensa diariamente com as Secretarias de Saúde estaduais.

Os dados da vacinação contra a Covid-19 estão afetados pelo ataque hacker ao sistema do Ministério da Saúde, ocorrido em dezembro, com diversos estados sem atualização. De toda forma, as informações foram ao menos parcialmente atualizadas em 17 estados e no Distrito Federal.

Na última semana, o consórcio de veículos de imprensa atualizou os números de população brasileira usados para calcular o percentual de pessoas vacinadas no país. Agora, os dados usados são a projeção do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) para 2022. Todos os números passam a ser calculados de acordo com esses valores, inclusive os do ano passado. Por isso, os percentuais de pessoas vacinadas podem apresentar alguma divergência em relação aos números publicados anteriormente.

O Brasil registrou 1.711.839 doses de vacinas contra Covid-19, nesta quinta. De acordo com dados das secretarias estaduais de Saúde, foram 383.017 primeiras doses, 378.047 segundas e 19.046 doses únicas. Também foram registradas 931.729 doses de reforço.

Ao todo, 164.090.251 pessoas receberam pelo menos a primeira dose de uma vacina contra a Covid no Brasil –144.206.197 delas já receberam a segunda dose do imunizante. Somadas as doses únicas da vacina da Janssen contra a Covid, já são 149.253.875 pessoas com as duas doses ou com uma dose da vacina da Janssen.

Assim, o país já tem 76,38% da população com a 1ª dose e 69,48% dos brasileiros com as duas doses ou com uma dose da vacina da Janssen. Considerando somente a população adulta, os valores são, respectivamente, de 101,43% e 92,26%.

Na segunda (24), o consórcio começou a fazer o registro das doses de vacinas aplicadas em crianças. A população de 5 a 11 anos parcialmente imunizada (com somente a primeira dose de vacina recebida) é de 4,78%.

Mesmo quem recebeu as duas doses ou uma dose da vacina da Janssen deve manter cuidados básicos, como uso de máscara e distanciamento social, afirmam especialistas.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorreu em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (PL), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.

A AGU (Advocacia-Geral da União) havia pedido ao ministro para que o presidente não fosse ouvido na investigação.

— O ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), intimou o presidente Jair Bolsonaro para que preste depoimento nesta sexta-feira (28) em inquérito que apura vazamento de investigação da Polícia Federal.

De acordo com o ministro, como Bolsonaro não indicou local, dia e horário dentro do prazo para ser ouvido pelos policiais, ele terá que comparecer na sede da PF no Distrito Federal para o interrogatório.

A AGU (Advocacia-Geral da União) havia pedido ao ministro para que o presidente não fosse ouvido na investigação.

Em sua argumentação, porém, o ministro nega a solicitação e afirma que “será o investigado quem escolherá o ‘direito de falar no momento adequado’ ou o ‘direito ao silêncio parcial ou total’; mas não é o investigado que decidirá prévia e genericamente pela possibilidade ou não da realização de atos procedimentais ou processuais durante a investigação criminal ou a instrução processual”.

Além de intimar o presidente por meio da AGU, que faz a defesa jurídica do governo, o ministro também determinou o levantamento do sigilo dos autos do inquérito. Após o depoimento, a PF deverá concluir a investigação.

No ano passado, a Polícia Federal instaurou esse inquérito para saber como vazou investigação sobre o ataque hacker ao Tribunal Superior Eleitoral utilizada pelo presidente Jair Bolsonaro para levantar a tese de fraude na eleição de 2018 em entrevista no dia 4 de agosto.

Além da responsabilidade pela divulgação dos documentos, a PF pretendia apurar como o deputado Filipe Barros, relator da PEC do voto impresso, soube da existência do caso sigiloso em andamento no órgão.

A apuração foi solicitada pelo TSE e sua abertura foi ordenada por Alexandre de Moraes. O ministro do STF entendeu que o caso tem relação com o inquérito das fake news e se manteve como relator do caso.

Bolsonaro acessou os dados sobre o ataque ao sistema do TSE porque Filipe Barros fez um pedido de acesso à investigação ao delegado Victor Feitosa Campo, da superintendência da PF no DF.

R$ 208 milhões do abono do PIS estão esquecidos; veja como sacar

 

As liberações na Caixa, para inscritos no PIS, serão feitas entre 8 de fevereiro e 31 de março.

 Um total de R$ 208 milhões em abonos salariais está esquecido e poderá ser sacado por 320 mil trabalhadores a partir do dia 8 de fevereiro. Segundo o Ministério do Trabalho e Previdência, esses brasileiros têm direito de receber o abono do PIS (Programa de Integração Social) e do Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público) referente ao ano de 2019, mas não fizeram o saque até o dia 30 de junho de 2021, quando encerrou o calendário de liberações.

Todos os anos sobra dinheiro de quem não retirou os valores do abono salarial no prazo: são trabalhadores que têm direito, mas não sabem que estão com os valores a receber parados na Caixa (no caso do PIS) e no Banco do Brasil (para o Pasep).

Os abonos salariais esquecidos poderão ser resgatados nas mesmas datas do novo calendário de pagamentos de 2022, que neste ano vai pagar o benefício referente ao período trabalhado em 2020. As liberações na Caixa, para inscritos no PIS, serão feitas entre 8 de fevereiro e 31 de março. O Banco do Brasil vai pagar o abono a servidores com direito ao Pasep entre 15 de fevereiro e 24 de março.

Como o saque será feito em 2022, os trabalhadores receberão de R$ 101 a R$ 1.212, conforme a quantidade de meses trabalhados.

Tem direito ao abono antigo do PIS quem exerceu atividade remunerada formal em 2019 por pelo menos 30 dias, consecutivos ou não, e recebeu remuneração média mensal de até dois salários mínimos. Em 2019, o salário mínimo era R$ 998 e o abono é pago para quem recebeu, em média, até R$ 1.996 naquele ano.

Também é necessário que o trabalhador esteja cadastrado no programa PIS/Pasep ou no Cnis há pelo menos cinco anos. Para quem deveria ter sacado em 2021 o valor referente ao trabalho realizado em 2019, o primeiro emprego deve ter começado até 2014. É exigido ainda que o empregador tenha contribuído para o PIS ou Pasep e tenha informado corretamente os dados do funcionário na Rais (Relação Anual de Informações Sociais) ou no eSocial.

Segundo o ministério, historicamente, a média de trabalhadores que não sacaram o abono se repete a cada ano. No último calendário de pagamentos, foram identificados 22,2 milhões de trabalhadores com direito ao benefício. Cerca de 98,5% sacaram seus valores, num total de R$ 17,2 bilhões.

Os valores ficam disponíveis por no máximo cinco anos, contados a partir da data de encerramento do calendário de pagamento anual, sem considerar eventuais prorrogações, informou o ministério.

VEJA EM QUE DIA PODE FAZER O SAQUE ATRASADO DO ABONO
– PIS PAGO NA CAIXA A TRABALHADOR COM CARTEIRA ASSINADA
Nascidos em – Recebem a partir de – Recebem até
Janeiro – 08/02/2022 – 29/12/2022
Fevereiro – 10/02/2022 – 29/12/2022
Março – 15/02/2022 – 29/12/2022
Abril – 17/02/2022 – 29/12/2022
Maio – 22/02/2022 – 29/12/2022
Junho – 24/02/2022 – 29/12/2022
Julho – 15/03/2022 – 29/12/2022
Agosto – 17/03/2022 – 29/12/2022
Setembro – 22/03/2022 – 29/12/2022
Outubro – 24/03/2022 – 29/12/2022
Novembro – 29/03/2022 – 29/12/2022
Dezembro – 31/03/2022 – 29/12/2022

– PASEP PAGO PELO BANCO DO BRASIL A SERVIDORES
Final da inscrição – Recebem a partir de – Recebem até
0 – 15/02/2022 – 29/12/2022
1 – 15/02/2022 – 29/12/2022
2 – 17/02/2022 – 29/12/2022
3 – 17/02/2022 – 29/12/2022
4 – 22/02/2022 – 29/12/2022
5 – 24/02/2022 – 29/12/2022
6 – 15/03/2022 – 29/12/2022
7 – 17/03/2022 – 29/12/2022
8 – 22/03/2022 – 29/12/2022
9 – 24/03/2022 – 29/12/2022

QUEM NÃO TEM DIREITO AO ABONO SALARIAL
– Empregado (a) doméstico (a);
– Trabalhadores rurais empregados por pessoa física;
– Trabalhadores urbanos empregados por pessoa física;
– Trabalhadores empregados por pessoa física equiparada a jurídica.

VALOR DO ABONO
Meses trabalhados no ano-base – Valor do abono
1 – R$ 101,00
2 – R$ 202,00
3 – R$ 303,00
4 – R$ 404,00
5 – R$ 505,00
6 – R$ 606,00
7 – R$ 707,00
8 – R$ 808,00
9 – R$ 909,00
10 – R$ 1.010,00
11 – R$ 1.111,00
12 – R$ 1.212,00

PM erradica plantação de maconha com mais de 2 mil pés no Sertão do Pajeú

O efetivo do 23° BPM, após levantamento da equipe do NIS I, obteve a informação de um plantio de maconha na zona rural de Iguaracy, no Sertão do Pajeú. 

Já nas proximidades do local as equipes se depararam com um indivíduo suspeito em uma motocicleta Honda, ao avistar o policiamento ele arremessou algo no chão e empreendeu fuga, tomando destino ignorado sendo verificado em seguida que o material jogado se tratava de uma porção de maconha pesando aproximadamente 216 gramas pronta para o consumo.

Durante uma varredura na localidade foi encontrado dentro da caatinga uma roça com cerca de 2.100 pés de maconha. 

Diante dos fatos, foi feita a erradicação da referida droga e o restante do material foi apresentado na DPC de Afogados da Ingazeira.

O Boletim Policial não informou a localidade em que foi feito a apreensão da droga.

Mesmo com a alta de casos da Covid-19 e da epidemia de gripe, as escolas públicas estaduais de Pernambuco vão manter as aulas presenciais, no início do ano letivo. É o que recomendou, nesta quarta-feira (26), a Secretaria Estadual de Educação, que adotará o protocolo usado em 2021. O estado disse, no entanto, que existe a possibilidade de realização de atividades pela internet.

Os estudantes da rede pública de Pernambuco voltam à salas de aula no dia 3 de fevereiro. Na rede particular, a retomada das atividades ocorre no dia 1º do mesmo mês.

Nesta quarta, três cidades anunciaram o adiamento da volta às aulas por causa da Covid-19 e da alta de gripe. São elas: Paulista e Ipojuca, no Grande Recife, e Carpina, na Mata Norte.

Por meio de nota, a Secretaria Estadual de Educação informou que as escolas deverão seguir os protocolos de biossegurança contra a Covid-19. No entanto, não haverá exigência de “passaporte vacinal” para receber os estudantes.

A secretaria explicou que a recomendação é realizar essencialmente atividades presenciais. Em casos de estudantes com doenças pré-existentes, por exemplo, os pais ou responsáveis podem solicitar o apoio da instituição para a adoção do sistema remoto.

“As unidades de ensino devem continuar atentas e vigilantes às medidas de proteção e prevenção com água e sabão para higienização das mãos, dispenser com álcool em gel 70% e uso obrigatório de máscara para todos no ambiente escolar”, afirma o governo.

Ainda na nota, o estado informou que as escolas deverão orientar os pais e responsáveis para que os estudantes que apresentarem sintomas gripais fiquem em casa e busquem orientação médica.

Em caso de teste positivo para Covid, é necessário que os responsáveis comuniquem à instituição de ensino. O estudante deve ficar em isolamento para evitar a proliferação do vírus.

Sobre o retorno dos estudantes e profissionais de educação que testaram positivo para Covid-19, serão adotadas as orientações do Comitê Estadual de Enfrentamento à Covid-19. O governo determina um prazo de dez dias de afastamento para casos sintomáticos e de sete dias para os assintomáticos.

Também de acordo com a secretaria, as instituições de ensino devem promover campanhas e ações de sensibilização com pais e responsáveis para a importância da vacinação.

Também devem ressaltar a importância das normas sanitárias e demais orientações do Comitê Estadual de Enfrentamento à Covid-19.

 

O país também registrou 606 mortes por Covid. Com isso, a média móvel de óbitos chegou a 369, aumento de 194%.

Os registros do dia levaram a 624.507 vidas perdidas e 24.553.950 pessoas infectadas desde o início da pandemia.

Os aumentos dos casos e mortes, e das médias ocorrem em meio à expansão da variante ômicron no país.

Os dados do país, coletados até 20h, são fruto de colaboração entre Folha de S.Paulo, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são recolhidas pelo consórcio de veículos de imprensa diariamente com as Secretarias de Saúde estaduais.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorreu em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (PL), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes

Morre aos 56 anos a cantora gospel e pastora Ludmila Ferber

O último post de Ludmila em seu Instagram foi na última segunda (24), quando ela citou um trecho de sua canção Buscar Tua Face é Preciso.

 

A pastora morreu nesta quarta-feira em decorrência de um câncer (Foto: Reprodução)

 

A cantora gospel e pastora Ludmila Ferber, de 56 anos de idade, que foi diagnosticada em 2018 com câncer, morreu na noite desta terça-feira (26). A informação foi confirmada por uma fonte à Quem.

Em 2018, ela mesma revelou o diagnóstico. “‘Em tempos de guerra, nunca pare de lutar’. Hoje estou entrando num momento único e surpreendente da minha vida: o tratamento de quimioterapia. Mas, ainda que o ritmo de viagens para ministrações diminua durante um tempo, meu ministério não parou. E nem vai parar”, começou Ludmila.

“Sou grata por todo o amor e apoio que tenho recebido desde o diagnóstico e creio que já estou no caminho do meu milagre. Essa é a hora de profetizar profundamente as canções que tem abençoado a tantos por todos esses anos. Por favor, intercedam por mim, e, acima de tudo, alegrem-se, porque a glória da segunda casa será maior do que a primeira”, completou ela.

O último post de Ludmila em seu Instagram foi na última segunda (24), quando ela citou um trecho de sua canção Buscar Tua Face é Preciso.

“‘Quando tudo parece estranho ao redor / Buscar tua face é preciso, Deus / Quando a gente não sabe o que está  ocorrendo / Buscar tua face é preciso, Deus / Quando a fúria dos ventos vem contra nós / E a vontade é sumir e calar a voz / É nessa hora que a gente precisa lutar / E jamais desistir / Justamente agora é o momento de se humilhar / E buscar a face de Deus’. Esse é um trecho da minha canção Buscar Tua Face é Preciso. Tenho certeza que essa música vai renovar as suas forças para continuar a jornada… mas lembre-se, busque a Face de Deus!! Dele vem o nosso fôlego de vida!!”, escreveu ela.

Ex-integrante do grupo Koinonya – com o qual gravou 8 discos – Ludmila partiu para a carreira solo em 1996, quando lançou seu primeiro álbum, Marcas. De lá pra cá, lançou mais 12 discos de estúdio, sendo o último Um Novo Começo, de 2020. Ela ainda tem nove álbuns ao vivo lançados e um disco dedicado a canções infantis, Meu Amigão do Peito.

Ludmila, que foi casada de 1987 a 2014 com José Antônio Lino, deixa as três filhas do ex-casal: Daniela Ferber Lino, Ana Lídia Ferber Lino e Vanessa Ferber Lino.

Mega-Sena pode pagar R$ 31 milhões nesta quinta-feira

Mega realiza sorteio nesta quinta-feira (Foto: Reprodução)

O concurso 2.448 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 31 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre às 20h desta quinta-feira (27) no Espaço Loterias Caixa, no terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo. A aposta mínima custa R$ 4,50 e pode ser realizada também pela internet até 19h.

Para apostar na Mega-Sena
As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília), em qualquer lotérica do país ou pela internet, no site da Caixa Econômica Federal – acessível por celular, computador ou outros dispositivos. É necessário fazer um cadastro, ser maior de idade (18 anos ou mais) e preencher o número do cartão de crédito.

Probabilidades
A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 4,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 22.522,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

Hélia Scheppa/Arquivo/SEI

 Diario de Pernambuco

Pernambuco recebeu, na madrugada desta quarta-feira (26), mais uma remessa de vacinas pediátricas da Pfizer para imunização contra a Covid-19 nas crianças de 5 a 11 anos. O voo comercial com 87 mil doses do imunizante aterrissou no Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes – Gilberto Freyre por volta de 1h da manhã. Do aeroporto, as vacinas seguiram para a sede do Programa Estadual de Imunização (PEI-PE), na Zona Norte da capital pernambucana, para checagem e divisão por município.

Como pactuado na Comissão Intergestores Bipartite (CIB) na última segunda-feira (24), os municípios pernambucanos podem ampliar a vacinação com a Pfizer pediátrica para todos os grupos etários permitidos para o imunizante. “Os gestores devem implementar estratégias para incentivar a vacinação do público infantil e acelerar a imunização das crianças, avançando por faixa etária de acordo com os seus estoques”, pontua a superintendente de Imunizações de Pernambuco, Ana Catarina de Melo.É importante reforçar que a vacina contra a Covid-19 em crianças de 5 a 11 anos exige um intervalo de 15 dias (antes ou depois) entre as demais do calendário de imunização do público infantil. Os municípios devem ficar atentos à recomendação e alertar os pais e responsáveis.

TOTAL
Desde o primeiro envio de vacinas para as crianças em Pernambuco, em 14 de janeiro deste ano, já foram entregues 207.000 doses de imunizantes para o público infantil, todas da vacina pediátrica da Pfizer.
Ao todo, desde o início da campanha de vacinação contra a Covid-19 no Estado, em 18 de janeiro de 2021, Pernambuco já recebeu 17.467.903 doses de vacinas contra a Covid-19. Além do montante destinado às crianças, foram 5.044.420 da Astrazeneca/Oxford/Fiocruz; 4.287.253 da Coronavac/Butantan; 7.623.720 da Pfizer/BioNTech; e 305.510 da Janssen.

O valor do Fundo Eleitoral previsto na Lei Orçamentária Anual de 2022 corresponde a sete vezes o que foi pago pelo governo federal em 2021 em ações orçamentárias para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A agência é um órgão central no combate à pandemia do novo coronavírus, e recebeu durante o exercício de 2021, R$ 663,5 milhões.

Sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro, o texto foi publicado na última segunda-feira (24) no Diário Oficial da União, e traz uma previsão de gasto com o Fundo Eleitoral neste ano na ordem de R$ 4,9 bilhões. O fundo é repassado pelo TSE às legendas, respeitando as regras de distribuição estabelecidas pela Lei nº 9.504/1997.

Segundo reportagem da CNN, o montante também supera em mais de seis vezes a ajuda disponibilizada emergencialmente pelo governo federal à Bahia desde o final de dezembro de 2021, para enfrentamento dos desastres provocados pela chuva no sul do estado. De 28 de dezembro de 2021 até esta segunda (24), foram disponibilizados cerca de R$ 780 milhões.

O levantamento feito pela emissora mostra ainda que a fatia do Orçamento de 2022 destinada ao Fundo Eleitoral representa mais do que o dobro do disponibilizado aos partidos no último ano com eleições majoritárias. Em 2018 o Tesouro Nacional disponibilizou ao TSE R$ 1,7 bilhão.

As informações da CNN foram obtidas com base nos dados disponibilizados pelo Portal da Transparência, do governo federal, e pelos atos de transferência de recursos publicados no Diário Oficial da União.

Na área da Educação, o valor destinado a financiar campanhas eleitorais é cerca de três vezes maior do que o R$ 1,6 bilhão pago pelo governo de janeiro a dezembro de 2021 em repasses para financiar o Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), destinado à manutenção e aquisição de materiais por escolas de todo o país.

O PDDE destina valores para a garantia do funcionamento e melhoria da infraestrutura física e pedagógica das escolas. É com essa verba que podem ser comprados os materiais, pequenos reparos e manutenção.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), que é uma autarquia vinculada ao Ministério da Educação, responsável pela aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e pela realização do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) também recebeu valores inferiores ao que foi destinado aos partidos políticos para 2021.

O levantamento da CNN ressalta ainda que a área de segurança pública, que foi uma bandeira de campanha do governo Bolsonaro, também teve repasses específicos que ficaram defasados em relação aos repasses aos partidos. O programa da Força Nacional de Segurança Pública recebeu R$ 90,7 milhões em 2021. Esse valor é cinquenta e quatro vezes menor que o do Fundo Eleitoral.

O fundo eleitoral também é quatorze vezes maior do que os investimentos na reestruturação e modernização dos hospitais universitários federais, que, em 2021, receberam R$ 339,2 milhões. Além disso, o Fundo Eleitoral também supera em doze vezes o que foi executado no Programa de Saneamento Básico em 2021, que teve um total de R$ 415 milhões.

 

O presidente Jair Bolsonaro (PL) foi chamado de “farsa” por uma estudante durante sua tradicional conversa com apoiadores no cercadinho do Palácio da Alvorada.

De acordo com o portal Metrópoles, a situação aconteceu na segunda-feira (24) e teve como protagonista Hadassa Gomes, de 19 anos.

Ela chamou a atenção do chefe do Planato ao mencionar o verso bíblico que tem os dizeres “conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”, tradicionalmente utilizado por Bolsonaro.

“Presidente, posso falar um verso bíblico para o senhor? É aquele verso que o senhor diz que gosta muito, e eu também – é um dos meus favoritos. ‘Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará’. E a verdade é Jesus, a verdade é justiça, a verdade é honestidade. E sabendo disso, dá para considerar que o senhor é uma farsa, presidente”, declarou a estudante.

Em reação, o presidente questionou: “você veio aqui falar isso?” e perguntou se a jovem havia ao ido ao cercadinho para indagá-lo por meio de um versículo bíblico.

“Sim, aquele que crê na bíblia também questiona. Presidente, mas o senhor não é o fortão? Vai fugir da pergunta, presidente?”, respondeu Hadassa ao ver Bolsonaro se afastar em direção a apoiadores.

O chefe do Planalto chega a dizer que a estudante certamente era filiada ao Partido dos Trabalhadores (PT). Hadassa retrucou afirmando que em nenhum momento citou a legenda política.

Ela ainda questiona a Bolsonaro se  “rachador deve ir para a prisão”. Na sequência, é possível ver que alguém interrompe a gravação.

 

 

Brasil tem quase 200 mil casos de Covid em 24 h, o terceiro maior número da pandemia

Ao todo, foram 24.334.072 pessoas infectadas pelo Sars-CoV-2 desde o início da pandemia

Com os dados atualizados, o país chegou a 623.901 vidas perdidas desde o início da pandemia. (Foto: Reprodução)

 

 O Brasil registrou 199.126 casos de Covid em 24 horas, nesta terça-feira (25), o terceiro maior número desde o início da pandemia. Os dois piores dias foram na última semana, na quarta (19), com 205.310, e no sábado (22), com 202.466.

A média móvel de casos, pelo 8º dia, bateu recorde. Agora, o país registra 159.789 pessoas infectadas por dia. Ao todo, foram 24.334.072 pessoas infectadas pelo Sars-CoV-2 desde o início da pandemia

O país também registrou, em 24 horas, 489 mortes. Pelo segundo dia consecutivo, a média móvel de mortes foi superior a 300 óbitos por dia, chegando ao patamar de 332. A última vez em que a média esteve assim foi em 31 de outubro de 2021, quando era de 311.

Com os dados atualizados, o país chegou a 623.901 vidas perdidas desde o início da pandemia.

Os dados do país, coletados até 20h, são fruto de colaboração entre Folha de S.Paulo, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são recolhidas pelo consórcio de veículos de imprensa diariamente com as Secretarias de Saúde estaduais.

Na última semana, o consórcio de veículos de imprensa atualizou os números de população brasileira usados para calcular o percentual de pessoas vacinadas no país.

Agora, os dados usados são a projeção do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) para 2022. Todos os números passam a ser calculados de acordo com esses valores, inclusive os do ano passado. Por isso, os percentuais de pessoas vacinadas podem apresentar alguma divergência em relação aos números publicados anteriormente.

Nesta segunda (24), foi a primeira vez que o consórcio faz o registro das doses de vacinas aplicadas em crianças.

O Brasil registrou 954.904 doses de vacinas contra Covid-19, nesta terça. De acordo com dados das secretarias estaduais de Saúde, foram 202.014 primeiras doses, 140.690 segundas, e 1.417 doses únicas. Também foram registradas 610.783 doses de reforço.

Ao todo, 163.389.955 pessoas receberam pelo menos a primeira dose de uma vacina contra a Covid no Brasil -143.531.699 delas já receberam a segunda dose do imunizante. Somadas as doses únicas da vacina da Janssen contra a Covid, já são 148.559.742 pessoas com as duas doses ou com uma dose da vacina da Janssen.

Assim, o país já tem 76,6% da população com a 1ª dose e 69,6% dos brasileiros com as duas doses ou com uma dose da vacina da Janssen. Considerando somente a população adulta, os valores são, respectivamente, de 101% e 91,83%.

A população de 5 a 11 anos parcialmente imunizada (com somente a primeira dose de vacina recebida) é de 2,80%.

Mesmo quem recebeu as duas doses ou uma dose da vacina da Janssen deve manter cuidados básicos, como uso de máscara e distanciamento social, afirmam especialistas.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorreu em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (PL), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.

Ninguém acerta as seis dezenas e Mega-Sena acumula em R$ 31 milhões

A quina teve 42 apostas ganhadoras; cada uma receberá R$ 48.167,42. A quadra teve 3.080 apostas ganhadoras; cada uma levará R$ 938,32.

Prêmio da Mega-Sena acumulou em R$ 31 milhões (Foto: Reprodução)

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.447 da Mega-Sena, sorteadas na noite desta terça (25) em São Paulo. O prêmio acumulou.

Veja as dezenas sorteadas: 13 – 19 – 29 – 42 – 49 – 52

A quina teve 42 apostas ganhadoras; cada uma receberá R$ 48.167,42. A quadra teve 3.080 apostas ganhadoras; cada uma levará R$ 938,32.

O próximo concurso será na quinta (27). O prêmio é estimado em R$ 31 milhões.

Para apostar na Mega-Sena

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília), em qualquer lotérica do país ou pela internet, no site da Caixa Econômica Federal – acessível por celular, computador ou outros dispositivos. É necessário fazer um cadastro, ser maior de idade (18 anos ou mais) e preencher o número do cartão de crédito.

Probabilidades
A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 4,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 22.522,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

 

O prefeito de Afogados da Ingazeira, Alessandro Palmeira, concede nesta quarta-feira (26), entrevista ao programa Bom dia Pernambuco, da Rede Globo Nordeste.

Na pauta, a decisão do município de só permitir o acesso às aulas presenciais de crianças vacinadas, no início do ano letivo 2022 na rede municipal de ensino. Será às 6h15.

Na noite desta terça-feira, o prefeito concedeu entrevista ao Jornal AB2, da TV Asa Branca, Afiliada Globo em Caruaru e tratou do mesmo tema.

Defensoria Pública da Paraíba divulga edital de concurso com 20 vagas e salários de até R$ 12,2 mil

Os interessados poderão se inscrever a partir do dia 31 de janeiro até 9 de março, exclusivamente pelo site. O valor da taxa de inscrição será de R$ 300.

 

Defensoria divulga edital de concurso público (Foto: Divulgação)

 

A Defensoria Pública da Paraíba divulgou o edital do concurso público com 20 vagas de emprego e salários de R$ 12.213,70. Os interessados poderão se inscrever a partir do dia 31 de janeiro até 9 de março, exclusivamente pelo site. O valor da taxa de inscrição será de R$ 300.

O concurso é dividido em 3 etapas: prova preliminar objetiva, que será realizada em 24 de abril; prova escrita específica I e II, realizadas em 26 de abril; e prova oral de arguição, que devem ser realizadas no período de 12 a 19 de dezembro de 2022.

A prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, será composta de 100 questões objetivas de múltipla escolha, com 5 alternativas. Serão 5 horas de duração.

Serão convocados para a segunda etapa somente os candidatos habilitados na primeira etapa.

Prouni Recife 2022 abre inscrições hoje

https://www.diariodepernambuco.com.br/static/app/noticia_127983242361/2022/01/25/884284/20220125184809751481o.jpg

Entre hoje e dia 31, os estudantes que realizaram o Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) em 2020 poderão se inscrever para a seleção do Programa Universidade para Todos (Prouni Recife). Neste primeiro semestre, as Instituições de Ensino Superior (IES) estão oferecendo 92 vagas para 29 cursos diferentes. O aluno que deseja participar do processo seletivo referente a 2022.1 deve efetuar a sua inscrição pelo site www.prouni.recife.pe.gov.br

Entre os requisitos, o estudante precisa comprovar renda familiar bruta (per capita) de até dois salários-mínimos e ser residente e domiciliado no Recife por, no mínimo, três anos (contados antes da data de inscrição no programa). Além desses critérios, o interessado também não pode ter diploma de nível superior e precisa ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou em instituição de ensino privada na condição de bolsista integral.

A secretária de Trabalho e Qualificação Profissional do Recife, Adriana Rocha, explica que o programa é mais uma ferramenta de democratização do acesso ao ensino superior. “Nosso compromisso é com a oportunidade de educação para todos, sobretudo aos estudantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica. E o Prouni Recife fornece qualificação para que eles possam encarar o mercado de trabalho em igualdade de condições com outros jovens de poder aquisitivo maior”, relata. Nessa perspectiva, o programa conta com mais de 1,1 mil pessoas bolsistas atualmente e tem o objetivo de reparar a desigualdade social e educacional, abrindo novos horizontes para esses jovens.

Os resultados dos estudantes pré-selecionados para a primeira convocação estarão disponíveis no dia 3 de Fevereiro, pelo mesmo endereço eletrônico. No caso do total de vagas por curso, turno e IES não ser preenchido na primeira divulgação dos resultados, após o período disponibilizado para matrículas serão realizadas novas convocações no prazo mínimo de até 72h.

Após queda do site, Banco Central suspende temporariamente o acesso a consulta de valores ‘esquecidos’ em bancos

O SVR gerou muita demanda de acessos Foto: AMANDA PEROBELLI / Reuters

O Globo

Depois de o site do Banco Central (BC) ficar fora do ar durante todo o dia, o órgão decidiu suspender temporariamente o acesso ao Sistema de Informações de Valores a Receber (SVR), que permite a consulta de possíveis valores ‘esquecidos’ em contas de banco.

Segundo o BC, o SVR teve uma demanda de acessos acima da esperada,  o que levou a decisão de suspender o funcionamento com o objetivo de estabilizar o sistema e as páginas do Banco Central, do Registrato e do site “Minha Vida Financeira”.

“Estamos trabalhando para que o funcionamento dos sites seja normalizado o mais breve possível e também para o retorno do SVR. Manteremos o público informado quanto a esses desenvolvimentos e pedimos desculpas pelo transtorno”, apontou o BC em nota.

O site já havia saído do ar na noite de segunda-feira, horas após o BC anunciar oficialmente que a ferramenta já estava funcionando.

Infraestrutura pode não ter suportado demanda

Rafael Umann, CEO da Azion, empresa que provê serviços de infraestrutura em tecnologia, ressalta que dois fatores podem ter feito o site sair do ar. O primeiro é a falta de infraestrutura para suportar o volume de acessos e o segundo seria uma questão na programação do sistema.

Umann explica que se for o primeiro caso, o problema poderia ser resolvido em poucas horas com o aumento de capacidade dos servidores. Já se o sistema precisar ser reescrito por programadores, poderia levar alguns dias para retornar.

Daniel Arruda, sócio da Ismac, plataforma de cibersegurança para empresas, também vê diferentes possibilidades:

— O site não suportou o excesso de demanda. Isso pode ter ocorrido em razão do número de servidores disponíveis para o site não ter dado conta do volume de tráfego ou pela falta de um sistema que permita abrir novos servidores e escalar os acessos em caso de aumento de demanda. Mesmo o link de conexão pode ter ficado aquém do necessário para esse tamanho de tráfego.

Ainda que o Banco Central possa não ter dimensionado a quantidade de servidores para suportar uma carga de acesso tão grande, destaca ele, o problema pode estar ligado ainda ao tipo de dado processado pelo site:

—  O BC lida com dados sensíveis. Então, a infraestrutura tem de ter segurança adequada, não pode utilizar servidores públicos. É um problema simples de solucionar, mas a solução tem de preservar a segurança dos dados e passar pela burocracia de um órgão ligado ao governo.

R$ 8 bi ‘esquecidos’

O sistema possibilita a consulta de possíveis valores ‘esquecidos’ em contas bancárias encerradas, parcelas de empréstimos ou recursos não procurados de grupos de consórcio, por exemplo.

Segundo o BC, um levantamento de junho de 2021 apontou que os clientes tinham cerca de R$ 8 bilhões a receber dos bancos.

Nesta primeira etapa da ferramenta, será possível resgatar em torno de R$ 3,9 bilhões. São recursos de contas-correntes e poupanças encerradas, cotas de capital e rateio de sobra de cooperativas de crédito, recursos de consórcios e tarifas, parcelas ou obrigações relativas a operações de crédito, como empréstimos e financiamentos cobrados indevidamente.

Nesse último caso, somente os recursos de instituições que assinaram um termo de compromisso com o Banco Central estarão disponíveis.

Os dados mostram também que a média móvel de novos casos bateu recorde pelo 7º dia seguido e chegou a 3,41 milhões de infectados por dia no planeta nos últimos sete dias.

Em meio à proliferação da variante ômicron do novo coronavírus, a média diária de mortes por Covid-19 no mundo atingiu o maior patamar em 4 meses, apontam dados do “Our World in Data”, projeto ligado à Universidade de Oxford.

Os dados mostram também que a média móvel de novos casos bateu recorde pelo 7º dia seguido e chegou a 3,41 milhões de infectados por dia no planeta nos últimos sete dias.

O mundo registrou na segunda-feira (24) uma média diária de 8.209 mortes, o maior patamar desde 24 de setembro de 2021 (quando a média móvel estava em 8.358 — e em trajetória de queda).

Os 10 países com as maiores médias de mortes por Covid-19 nos últimos 7 dias são:

Estados Unidos: 2.188 mortes
Rússia: 669
Índia: 529
Itália: 355
Brasil: 308
Reino Unido: 264
México: 262
França: 251
Polônia: 220
Colômbia: 192

Os 10 países com as maiores médias de novos casos confirmados nos últimos 7 dias são:

Estados Unidos: 731 mil
França: 361 mil
Índia: 311 mil
Itália: 173 mil
Brasil: 150 mil
Espanha: 122 mil
Alemanha: 115 mil
Argentina: 106 mil
Reino Unido: 92 mil
Israel: 90 mil

Os dados foram compilados nesta terça-feira (25) pelo “Our World in Data”.

Com a explosão no número de infectados e a alta no número de óbitos nas últimas semanas, o Brasil voltou a ser um dos países com mais casos e mortes por Covid-19 do mundo.

A média móvel de novos casos também bateu recorde pelo 7º dia seguido e passou de 150 mil — a maior já registrada —, segundo o consórcio de veículos de imprensa.

A média de mortes também está em trajetória de alta e voltou a ficar acima de 300, o maior patamar desde 31 de outubro.

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou a substituição da prisão preventiva do ex-deputado Roberto Jefferson pela prisão domiciliar, nesta segunda-feira (24). O ministro ordenou também que Jefferson terá que usar tornozeleira eletrônica.

Segundo a decisão, a prisão domiciliar terá que ser cumprida na casa de Jefferson em Comendador Levy Gasparian (RJ). Durante o período, o ex-parlamentar está proibido de manter qualquer comunicação exterior, inclusive participação nas redes sociais, visitas sem autorização judicial, conceder qualquer tipo de entrevista, salvo com autorização judicial, e de manter contatos com outros investigados no inquérito das milícias digitais.

A conversão da prisão preventiva em domiciliar foi um pedido da defesa de Roberto Jefferson, acolhido por Alexandre de Moraes.

Alexandre de Moraes destaca na decisão que Roberto Jefferson se recusou a tomar vacina contra a Covid-19 e contraiu a doença. “No atual momento, trata-se da hipótese incidente, pois, inclusive, o detento – que, segundo consta dos autos negou-se a receber a adequada vacinação – contraiu Covid-19”, afirmou.

Segundo o g1, Alexandre de Moraes rebateu o argumento dos advogados de que não haveria condições de tratamento médico no estabelecimento prisional. “Dessa maneira, não procede a alegação da defesa de insuficiência de condições de tratamento médico no estabelecimento penitenciário, tendo sido necessário, somente, a autorização para a realização de alguns exames externos”, afirmou.

“Nos termos do art. 318, II, do Código de Processo Penal, porém, poderá o juiz substituir a prisão preventiva pela domiciliar quando o agente for extremamente debilitado por motivo de doença grave, podendo a substituição ser efetuada sem prejuízo da aplicação concomitante das medidas alternativas”, prosseguiu.

O ex-deputado Roberto Jefferson está preso no Rio de Janeiro desde o dia 13 de agosto com base no inquérito que apura a atuação de uma milícia digital que atenta contra a democracia.

PM que deu tapa em rosto de mulher, na Bahia, é denunciado por agressão

 

O policial militar que deu um tapa no rosto de uma mulher, no bairro de Vila Valdete, em Porto Seguro, no sul da Bahia, foi denunciado por agressão pela vítima. O caso aconteceu na noite desábado (22) e foi registrado em delegacia na segunda-feira (24).

Além da mulher agredida, a irmã dela – que foi levada para a delegacia acusada de desacato – também registrou queixa. As duas passaram por exame de corpo de delito e serão ouvidas na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) nesta terça-feira (25).

Toda a situação foi filmada com um celular e é possível ouvir uma confusão. Após o policial chegar ao local e gritar com as pessoas, a mulher o chama e provoca: “Agora atira. Manda ver, vai na fé”. Em seguida, o PM se aproxima dela.

Assista:

O policial então aponta o dedo para a mulher e diz: “Eu meto o dedo na sua cara”. Em resposta, a mulher afasta a mão do policial, mas recebe um tapa no rosto. Em seguida, ela tenta reagir, mas as testemunhas evitam. Nenhum dos dois teve nome divulgado.

Depois da agressão, ela foi defendida por outras pessoas que estavam no local. A irmã da vítima a defendeu e foi levada para a delegacia. Segundo a PM, ela também danificou a viatura, mas as imagens não registraram a situação.

Segundo a Polícia Militar ao G1, a viatura foi ao bairro atender uma denúncia de perturbação do sossego público. Ao chegar na região, as mulheres que estavam com som alto teriam desacatado os policiais. A PM disse ainda que a agressão será investigada e os envolvidos serão ouvidos.

Ainda em nota, afirmou que não compactua com condutas violentas e arbitrárias praticadas por integrantes e que estas ações estão em total desacordo com os valores da corporação. Se, após a apuração, alguma transgressão ou crime for comprovado por parte de policiais militares, os envolvidos serão punidos.

A idosa Antônia Santa Cruz, com 116 anos e 217 dias, morreu no inicio da noite deste domingo (23), por volta das 18h20, no Distrito de Salgadália, município de Conceição do Coité, interior baiano.

A idosa é considerada a mais velha do Brasil, conforme Gerontology Research Group (GRG) — Grupo de Pesquisa em Gerontologia. De acordo com o site Calila Notícias, ela faleceu em casa por causas naturais. Teria reclamado de dores no corpo na noite de sábado (22).

Ela estava acamada há um mês, mas desconhecem que tenha morrido em consequência de qualquer enfermidade, atribuem as causas naturais pela idade.

Dona Antônia era a mais velha de uma família que tem mais uma irmã residente no Rio de Janeiro que está com 107 anos, e seu irmão caçula morreu há pouco mais de um ano depois que completou 100 anos.

Ano passado, a então mais velha do Brasil, a cearense Francisca Celsa dos Santos, considerada a terceira pessoa mais velha do mundo, na época, faleceu. O óbito aconteceu em Fortaleza, após ser acometida por uma pneumonia. Ela também tinha 116 anos.

Aeronave estava estacionada em aeroclube de Manaus

Um helicóptero do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) foi incendiado na madrugada de hoje (24), em Manaus (AM).

A aeronave estava estacionada no Aeroclube do Amazonas, localizado no bairro Flores, na capital do estado. Segundo a secretaria estadual de Segurança Pública, câmeras de segurança registraram o momento em que dois homens pularam o muro do estabelecimento e atearam fogo no helicóptero.

Quando os bombeiros chegaram ao local, as chamas já tinham se espalhado e destruído a parte dianteira da aeronave. Policias militares e civis também atenderam à ocorrência, mas como o Ibama é um órgão da União, as investigações ficarão a cargo da Polícia Federal (PF), que já recebeu as imagens captadas pelo sistema de vigilância.

Consultado, o Ibama ainda não se manifestou sobre o ataque. Até a publicação desta reportagem, nenhum suspeito tinha sido detido.

Agência Brasil

Mulher doa rim para namorado e homem acaba relacionamento após traí-la

Uma mulher nos Estados Unidos doou o rim esquerdo para o namorado, que desde os 17 anos precisava fazer diálise devido a uma doença renal crônica. O que Colleen Le, de 30 anos, não esperava é que o homem fosse trai-la meses após a cirurgia e terminar o relacionamento.

O relato, feito no TikTok, viralizou nas redes sociais. O nome e a idade do rapaz não foram divulgados.

Colleen fez um teste que comprovou que os órgãos eram compatíveis e se ofereceu para doar um de seus rins. “Decidi fazer o teste para ver se éramos compatíveis, porque não queria vê-lo morrer. Eu estava tão nervosa”, explicou.

Em um dos vídeos, ela afirmou que o ex lhe contou que seu rim funcionava apenas 5%. De imediato, os dois foram operados e se recuperaram bem. O transplante foi bem-sucedido.

Segundo o Metrópoles, cerca de sete meses após a operação, o homem disse que iria a uma despedida de solteiro em Las Vegas, com o grupo da igreja dele, em um fim de semana.

Colleen ficou estudando para as provas finais e ficou tranquila com a viagem porque o então namorado era um cristão devoto. No entanto, faltaram palavras quando o rapaz voltou para casa e confessou que a traiu.

“Muitas discussões depois… Eu finalmente o perdoei e lhe dei uma segunda chance.”, acrescentou. Contudo, três meses após a traição, foi o próprio homem que terminou o relacionamento, dizendo que, se eles fossem feitos um para o outro, “Deus os reuniria novamente no fim”.

Ele ainda teria acusado a mulher de realizar o transplante para “ficar bem” nas redes sociais. Depois disso, a bloqueou em todas as contas.

Os vídeos de Colleen alcançaram milhões de visualizações, com diversas críticas ao comportamento do ex-namorado.

“Eu me pergunto se ele entende a seriedade de doar um rim. Você literalmente sacrificou sua vida por alguém. Você é uma alma linda”, afirmou um seguidor.

“Não se preocupe, garota, ele literalmente não pode viver sem você e ele tem que lidar com isso pelo resto da vida”, avisou outro.

Olavo de Carvalho morre aos 74 anos nos Estados Unidos

De acordo com a nota divulgada pela família, o escritor morreu na noite de 24 de janeiro. A causa da morte não foi divulgada.

Olavo de Carvalho morreu nesta segunda-feira (Foto: Reprodução)

 

O escritor e influenciador Olavo de Carvalho morreu aos 74 anos. De acordo com a nota divulgada pela família, o escritor morreu na noite de 24 de janeiro. A causa da morte não foi divulgada.

Ainda segundo a nota, Olavo de Carvalho estava em um hospital de Richmond, no estado da Virgínia, nos Estados Unidos.

Nascido em Campinas, no interior de São Paulo, Olavo Luiz Pimentel de Carvalho se intitulava professor de filosofia e ficou conhecido por vídeos e livros que apoiam o conservadorismo político e que recusam o discurso politicamente correto.

Considerado um ex-guru do bolsonarismo, Olavo de Carvalho já foi elogiado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nas redes sociais, mas criticado por militares que integram seu governo.

Carvalho deixa a esposa, Roxane, oito filhos e 18 netos.

Problemas de saúde anteriores

Em 8 de julho de 2021, Olavo deu entrada no Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (InCor), em São Paulo, para fazer exames e uma avaliação cardiológica, segundo nota do hospital. Na época, o escritor já residia na cidade de Petersburg, no estado da Virgínia, nos Estados Unidos.

No período em que ficou internado, Carvalho teve crise de angina e foi submetido a tratamento para compensação cardíaca. Em 13 de julho, passou por uma cirurgia de emergência para revisão da operação da bexiga realizada em maio do mesmo ano nos Estados Unidos. Ele teve alta após dez dias e passou a fazer um acompanhamento em casa.

Em 9 de agosto, porém, voltou a ser hospitalizado no InCor, com quadro de insuficiência cardíaca e renal aguda e infecção sistêmica.

Ele era portador da Doença de Lyme, uma infecção transmitida por carrapato que causa irritações na pele e sintomas semelhantes ao da gripe. Carvalho também era cardiopata.

Praticamente dobrou o número de pessoas que foram parar nas ruas de São Paulo durante a pandemia de Covid-19. De acordo com a gestão do prefeito Ricardo Nunes (MDB), em 2021 havia 31.884 pessoas em situação de rua na capital, sendo que cerca de 8.927 afirmaram viver com ao menos um familiar. Em 2019, eram 4.868. As informações são da Folha de S. Paulo.

 

A população de rua na cidade aumentou 31% em relação ao censo de 2019, feito na pré-pandemia. Em relação a 2015, quando havia 15.905, o número dobrou.

Aumentou também a quantidade de pessoas que preferem permanecer nas ruas do que nos abrigos. Em 2019, 52% preferia as calçadas. Em 2021 o percentual é de 60%.

​”A crise econômica se agravou, o desemprego disparou, a inflação subiu e, nesse período, a política pública da prefeitura para essa população continuou a mesma. Os centros de acolhida não são pensados para as demandas de quem vive na rua”, diz o padre Julio Lancellotti, da Pastoral do Povo de Rua.

Brasil 247

Movimentação de pessoas no centro da cidade no primeiro dia de flexibilização do uso de máscaras ao ar livre no Estado do Rio de Janeiro.

Total de óbitos chegou a 296 no mesmo período

Em 24 horas, o Brasil registrou mais 135.080 casos de covid-19. Desde o início da pandemia, o país  tem 24.044.255 casos de covid-19 acumulados.

Ainda há 1.571.613 casos em acompanhamento, de pessoas que tiveram o quadro de covid-19 confirmado.

Os dados compilados pelas secretarias e pelo Ministério da Saúde apontam 623.097 mortes em decorrência de complicações da covid-19. Em 24 horas, foram confirmados 296 óbitos.

No total, foram 21.849.545 pessoas recuperadas, o que representa 90,9% dos casos.

Os dados estão no balanço divulgado neste domingo (23) pelo Ministério da Saúde. A atualização reúne informações sobre casos e mortes enviadas pelas secretarias estaduais de Saúde.

Estados

Segundo o balanço, o estado com maior número de mortes por covid-19 é São Paulo (156.493), seguido por Rio de Janeiro (69.677), Minas Gerais (56.962), Paraná (40.988) e Rio Grande do Sul (36.640).

Os estados com menos óbitos resultantes da pandemia de covid-19 são Acre (1.857), Amapá (2.036), Roraima (2.086), Tocantins (3.983) e Sergipe (6.074).

Boletim Epidemiológico

Edição: Claudia Felczak

(Agência Brasil).

 

Mais 15 milhões de doses pediátricas contra Covid chegam hoje ao Brasil

O terceiro lote da vacina pediátrica contra a Covid-19 da Pfizer, com 1,8 milhão de doses, chega ao Brasil nesta segunda-feira (24).

Com essa remessa, o total de imunizantes para crianças de 5 a 11 anos da farmacêutica no país já chega a 4,3 milhões, para a campanha de vacinação, de acordo com calendário dos municípios.

O desembarque da nova remessa, que chegaria no dia 27 mas foi antecipada, estava previsto para as 3h40 no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP). A distribuição das doses por estado e Distrito Federal, coordenada pelo Ministério da Saúde, segue o critério populacional (de acordo com a faixa etária).

O primeiro carregamento desembarcou no dia 13 e o segundo, dia 16 de janeiro, com um total de 2,4 milhões de doses pediátricas. A Pfizer prevê a chegada de outra remessa, em 27 de janeiro, com 1,8 milhão de doses de vacina, totalizando neste mês 4,3 milhões de unidades. A expectativa é que sejam entregues mais 7,2 milhões em fevereiro e 8,4 milhões em março, podendo chegar a 30 milhões no primeiro trimestre, segundo o Ministério da Saúde.

Após aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para crianças a partir de 6 anos na última quinta-feira (20), a vacina CoronaVac foi incluída pelo Ministério da Saúde na campanha de vacinação contra Covid-19 para a faixa etária de 6 a 17 anos.

Com a orientação de que não seja aplicado em imunocomprometidos, a ampliação do uso do imunizante passou a fazer parte na sexta-feira (21) do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNO).

Para esse público, a dose aprovada da vacina, produzida a partir de vírus inativado, é a mesma usada para adultos (600 SU em 0,5 ml), com um intervalo de 28 dias entre a primeira e a segunda aplicação. A CoronaVac é produzida no Brasil pelo Instituto Butantan.

No caso da vacina da Pfizer para as crianças, o esquema vacinal prevê duas doses com intervalo de oito semanas. O imunizante tem dosagem e composição diferentes das que são utilizadas para os maiores de 12 anos.

Moro prefere atacar o PT a debater reforma, dizem ex-secretários do Ministério da Justiça

Na sexta (21) Moro reagiu a um artigo publicado na Folha crítico às suas propostas de reforma do aparato judicial no Brasil, escrito por Bottini, Renault e outros cinco signatários.

“Quando chamado a debater seriamente a reforma do Judiciário, Moro faz o usual: deixa de lado os argumentos e prefere atacar o PT”, disseram em nota os advogados Pierpaolo Cruz Bottini e Sergio Renault, ex-titulares da secretaria. (Foto: Clilson Júnior/Arquivo)

 

Dois ex-secretários da Reforma do Judiciário durante o governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) rebateram crítica feita pelo ex-ministro Sergio Moro (Podemos) em um grupo de WhatsApp ao desempenho do Ministério da Justiça em governos do PT.

“Quando chamado a debater seriamente a reforma do Judiciário, Moro faz o usual: deixa de lado os argumentos e prefere atacar o PT”, disseram em nota os advogados Pierpaolo Cruz Bottini e Sergio Renault, ex-titulares da secretaria.

Na sexta (21) Moro reagiu a um artigo publicado na Folha crítico às suas propostas de reforma do aparato judicial no Brasil, escrito por Bottini, Renault e outros cinco signatários.

O ex-juiz escreveu em tom de ironia: “Bom foi o Ministério da Justiça durante o governo do PT. Corrupção se espalhou, assassinatos explodiram, crime organizado cresceu”.

Bahia diz que União anunciou ‘recursos velhos’ a cidades afetadas por chuva

Governo estadual alegou que recursos federais já eram de direito dos municípios.

Imagens aéreas dos estragos deixados pelas chuvas na Bahia (Foto: Reprodução)

O Governo da Bahia disse neste domingo (23) que o governo federal anunciou recursos já previstos como se fossem novos. Os valores, publicados no sábado, são direcionados a 155 cidades em situação de emergência causada pelas fortes chuvas que deixaram 27 mortos e 86 mil pessoas desalojadas ou desabrigadas.

“O que se vê na portaria nº 80 do Ministério da Saúde, publicada no Diário Oficial da União, é uma antecipação de recursos que já eram de direito dos municípios e se desconta ao longo do ano”, diz a nota do governo baiano.

A reportagem procurou o governo federal e o Ministério da Saúde, e aguarda posicionamento sobre o caso. Assim que houver resposta, essa nota será atualizada.

Segundo o governo da Bahia, o trecho da portaria no qual diz que “o gestor municipal de saúde poderá manifestar interesse pelos percentuais de dedução mensal de 30%, 30%, 20% e 20% ou 40%, 30%, 20% e 10% dos valores” se refere à antecipação dos recursos. O total previsto para adiantamento seria de R$ 104 milhões para 155 municípios baianos.

Ainda de acordo com a administração do Estado, a Bahia tem enfrentado problemas que incluem a “perda de equipamentos, insumos e até a destruição de Unidades Básicas de Saúde”, o que tem levado dificuldades aos serviços essenciais de saúde e risco no enfrentamento de doenças como leptospirose, dengue, Chikungunya, Influenza e Covid-19.

“É com surpresa e espanto que vemos essa atitude. São mais de 800 mil pessoas afetadas e os municípios encontram-se com estruturas arrasadas, sendo necessário recursos adicionais, não uma antecipação do que já era de direito das prefeituras”, afirma a secretária da Saúde da Bahia, Tereza Paim.

BB22: Naiara, Luciano e Natália estão no primeiro paredão da temporada

Por: Pedro Grigori – Correio Braziliense

 (Foto: Reprodução/Globo)

O primeiro paredão da 22ª edição do Big Brother Brasil está formado. Naiara Azevedo, Luciano Estevan e Natália Deodato estão na berlinda e um deles será eliminado na próxima terça-feira (25).
A formação de paredão deste domingo (24) começou com o líder da semana, o ator Douglas Silva, indicando a cantora Naiara Azevedo à berlinda. Como o indicado do líder vai direto ao paredão, Naiara não teve direito de participar da prova bate e volta.
Porém, Naiara recebeu o poder do contra-golpe, e puxou Luciano para o paredão.
Na votação no confessionário, os brothers tiveram que votar em dois participantes. Pedro Scooby, Jade Picon e Natália foram os mais votados, cada um com sete votos (veja Quem votou em quem no final da matéria). A decisão voltou para o líder, que deveria escolher dois nomes, entre os três, para ir ao paredão. Douglas escolheu salvar o amigo Pedro Scooby.
Jade, Luciano e Natália disputaram a prova bate e volta. Os participantes tinham que quebrar porquinhos até encontrar o correto. Jade saiu como vencedora e se livrou do paredão.
A última surpresa da noite ficou por conta de Naiara Azevedo, que pediu para o público votar para que Luciano e Natália ficassem.
A votação já está aberta no site do Gshow e a primeira eliminação do BBB22 ocorrerá na terça-feira.
Quem votou em quem
– Rodrigo vota em Pedro Scooby e Paulo André.
– Bárbara vota em Natália e Jessilane.
– Laís vota em Pedro Scooby e Paulo André.
– Arthur vota em Natália e Brunna Gonçalves.
– Brunna Gonçalves vota em Lucas e Natália.
– Eliezer vota em Pedro Scooby e Natália.
– Eslovênia vota em Jessilane e Natália.
– Jade Picon vota em Lucas e Vinicius.
– Jessilane vota em Pedro Scooby e Paulo André.
– Lina da Quebrada vota em Lucas e Jade Picon.
– Lucas vota em Brunna Gonçalves e Pedro Scooby.
– Luciano vota em Jade Picon e Natália.
– Maria vota em Jade Picon e Natália.
– Naiara Azevedo vota em Lucas e Jade Picon.
– Natália vota em Jade Picon e Pedro Scooby.
– Paulo André vota em Jessilane e Brunna Gonçalves.
– Pedro Scooby vota em Jessilane e Eliezer.
– Tiago Abravanel vota em Lucas e Jade Picon.
– Vinicius vota em Jade Picon e Pedro Scooby.

País recebe mais 1,8 milhão de doses contra Covid-19 para crianças

Com novo lote, total de doses da Pfizer para crianças chega a 4,3 milhões

O terceiro lote da vacina pediátrica contra a Covid-19 da Pfizer, com 1,8 milhão de doses, chega ao Brasil nesta segunda-feira (24). Com essa remessa, o total de imunizantes para crianças de 5 a 11 anos da farmacêutica no país já chega a 4,3 milhões, para a campanha de vacinação, de acordo com calendário dos municípios.

O desembarque da nova remessa, que chegaria no dia 27 mas foi antecipada, estava previsto para as 3h40 no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP). A distribuição das doses por estado e Distrito Federal, coordenada pelo Ministério da Saúde, segue o critério populacional (de acordo com a faixa etária).

O primeiro carregamento desembarcou no dia 13 e o segundo, dia 16 de janeiro, com um total de 2,4 milhões de doses pediátricas. A Pfizer prevê a chegada de outra remessa, em 27 de janeiro, com 1,8 milhão de doses de vacina, totalizando neste mês 4,3 milhões de unidades. A expectativa é que sejam entregues mais 7,2 milhões em fevereiro e 8,4 milhões em março, podendo chegar a 30 milhões no primeiro trimestre, segundo o Ministério da Saúde.

Após aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para crianças a partir de 6 anos na última quinta-feira (20), a vacina CoronaVac foi incluída pelo Ministério da Saúde na campanha de vacinação contra Covid-19 para a faixa etária de 6 a 17 anos.

Com a orientação de que não seja aplicado em imunocomprometidos, a ampliação do uso do imunizante passou a fazer parte na sexta-feira (21) do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNO).

Para esse público, a dose aprovada da vacina, produzida a partir de vírus inativado, é a mesma usada para adultos (600 SU em 0,5 ml), com um intervalo de 28 dias entre a primeira e a segunda aplicação. A CoronaVac é produzida no Brasil pelo Instituto Butantan.

No caso da vacina da Pfizer para as crianças, o esquema vacinal prevê duas doses com intervalo de oito semanas. O imunizante tem dosagem e composição diferentes das que são utilizadas para os maiores de 12 anos.

Alta no preço da energia faz 22% dos brasileiros atrasarem a conta para comprar comida 

energia_eletrica_interruptor_de_luz

A alta nos preços das tarifas de energia elétrica levou cerca de 22% dos brasileiros a trocarem o pagamento da fatura pela aquisição de alimentos básicos, como arroz e feijão, aponta uma pesquisa realizada pelo Ipec para o Instituto Clima e Sociedade (iCS).

 

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, o estudo mostrou que o aumento do preço da energia comprometeu, em média, 50% do orçamento de um quarto dos brasileiros de baixa renda, além de ter corroído ao menos 25% dos vencimentos de metade da população brasileira.

De acordo com a reportagem, os maiores cortes de despesas foram registrados nas regiões  Nordeste e no Centro-Oeste, onde um em cada quatro habitantes, 28% e 27%, respectivamente, atrasaram os boletos de pagamento para comprar comida. No geral, quatro entre dez brasileiros reduziram despesas deixando de comprar roupas, sapatos e eletrodomésticos para arcar com a luz, aponta o levantamento.

A alta da tarifa está atrelada à crise hídrica – 2021 foi o mais seco dos últimos 91 anos, e a contratação de termelétricas pelo Governo Federal, que produzem uma energia mais cara que a gerada por hidrelétricas. O custo desta geração chega a ser dez vezes maior que o preço de referência. Segundo o iCS, esta política energética resultou em uma  alta na tarifa duas vezes acima da inflação medida pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo).

Gretchen é a primeira desmascarada de The Masked Singer e choca a web

O programa de estreia teve como novidade Tata Werneck como nova jurada e Priscila Alcantara no comando do bate-papo com os mais votados.

A cantora fez a performance da música “Amor I Love You”, de Marisa Monte, fantasiada como rosa, neste domingo (23). (Foto: Reprodução/TV Globo)

 

 Gretchen foi a primeira desmascarada da segunda temporada de The Masked Singer Brasil (Globo). A cantora fez a performance da música “Amor I Love You”, de Marisa Monte, fantasiada como rosa, neste domingo (23). O programa de estreia teve como novidade Tata Werneck como nova jurada e Priscila Alcantara no comando do bate-papo com os mais votados.

“Eu amei ser eliminada primeiro, porque eu acho que foi uma descoberta para todo mundo”, falou a artista após tirar a fantasia. Entre os chutes dos jurados, nomes como Viih Tube, Zezé Motta, Deolane Bezerra e Narcisa foram citados. Gretchen participará do Encontro na segunda-feira (24).

Na primeira rodada, a dupla Lampião e Maria Bonita ganhou do Abacaxi. Já na segunda, a vaga foi disputada entre Borboleta e a Motoqueira, sendo o bichinho colorido o mais votado pelo público.

O programa também contou com um embate triplo entre a Ursa, a Rosa e a Coxinha. Na rodada, a Ursa saiu como campeã pela votação do público.

Depois das apresentações, a banca formada pelos jurados escolheu os três personagens que continuam na competição. Estreante, Tata Werneck, foi a porta-voz do grupo formado por Sorocaba, Taís Araújo, Rodrigo Lombardi e Eduardo Sterblitch. Eles salvaram a Abacaxi, a Coxinha e a Motoqueira, levando a rosa à berlinda.

O programa vai ar ar aos domingos, a partir das 15:45, na Globo.

Material escolar reaproveitado ajuda famílas a economizar nas compras 
Até livros didáticos podem ser reutilizados, ensinam especialistas

material_escolar_abr

Mais um ano letivo se aproxima, e os pais têm que dar a atenção aos filhos em férias e, ao mesmo tempo, cuidar da compra do material escolar. Em grande parte das escolas, a volta às  aulas está programada para fevereiro. Com estimativa de alta de até 30% nos preços do material escolar, uma das alternativas é reaproveitar os itens do ano anterior.

 

É o que pretende fazer a dona de casa Amanda Oliveira do Nascimento. Mãe de Ana Luísa, de 6 anos, que vai para a 1ª série do ensino fundamental em uma escola particular no Rio de Janeiro, Amanda diz que vai reaproveitar alguns itens, como lápis, borracha e apontador.
A dona de casa, que já comprou os demais itens da lista, constatou aumento de preços do material escolar. “Aumentaram justamente quando começou a campanha da volta às aulas. Por exemplo, um caderno brochura de 96 folhas, estava por R$ 7,90, no mesmo dia que coloquei no carrinho do aplicativo, aumentou para R$ 9,90 antes de eu conseguir finalizar a compra.”
A educadora financeira Lorelay Lopes diz que reutilizar o que está conservado é uma boa alternativa para economizar. “Guardando o material do ano anterior, a pessoa vai apenas repondo o necessário. Isso vale, por exemplo, para lápis de cor e canetinhas, priorize a marca. Assim, você pega aquela cor que desapareceu da sobra de anos anteriores. Borrachas de qualidade duram muito. O principal é conscientizar a criança de que, ao comprar algo apenas para ter uma coisa nova, gera-se lixo desnecessariamente. O resultado é economia e educação.”
Lorelay indica o comércio eletrônico para fazer a comparação de preços. “Quanto ao que precisa realmente ser comprado, a internet está aí para que possamos comparar preços. Com muitos sites oferecendo frete grátis, comprar tudo pela internet salva seu tempo e seu dinheiro.”

No entanto, o ambiente virtual também pode ser um influenciador para crianças desejarem materiais novos e diferentes, ressalta a educadora financeira. “A internet está cheia de vídeos com crianças expondo material escolar importado. Mas também tem muito conteúdo sobre como reaproveitar o material antigo. Fique de olho nas influências, no por quê as crianças acham tão importante ter tudo novo na volta às aulas. Conscientize, explique o impacto das compras”, recomenda Lorelay.
Já a analista financeira Rosana Archila Michelin, mãe de Diego, que vai para o 3° ano do ensino fundamental em uma escola pública de São Paulo, não precisa se preocupar com a compra de material escolar. É que o estado fornece kits de material escolar para os estudantes.
Mesmo assim, Rosana diz que reaproveitará material do ano passado porque a entrega dos kits é feita em meados de fevereiro, depois de iniciadas as aulas. “O kit vem com uma quantidade que dá para aproveitar nos outros anos. Então, aproveito os lápis de escrever, apontador, régua, borracha e cola branca”. Na rede pública, os livros também são fornecidos pelo estado.

Livros usados

A empresária Claudia de Oliveira Rocha, mãe de Julia, de 14 anos, que vai começar o 1º ano do ensino médio em uma escola particular de São Paulo, conta que a  única vez que conseguiu aproveitar livros usados foi quando a filha trocou de colégio, em meados de 2019. “Consegui os livros de uma aluna que tinha mudado para outra escola depois de ter comprado os livros. E ainda dois livros de história da arte que ela usou do 7º até o 9º ano.”

Segundo Claudia, no colégio anterior, existia a Ciranda de Livros, que são livros de literatura que os alunos leem ao longo do ano. “Estes eu conseguia emprestar ou pegar emprestado, às vezes, pois a própria escola não repetia. Então, os do Juan [filho mais velho], que já havia passado da 5ª série, por exemplo, às vezes, eu conseguia emprestar para uma amiga quando o filho dela chegava à 5ª série.”

Para a educadora financeira Lorelay, é importante essa rede de contatos para troca ou venda de livros usados. “Use e abuse dos grupos de pais e mães do WhatsApp. A troca entre os anos faz toda diferença nessa hora. Venda os seus livros nos grupos de alunos que ingressam no ano escolar anterior ao de seu filho e compre dos que estão um ano à frente. Sem vergonha de economizar e cuidar do planeta.”

No entanto, muitos livros didáticos das séries iniciais são interativos, ou seja, usam recursos didáticos como jogos de recortar, adesivos, desenhos para colorir e lacunas de preenchimento que inviabilizam a reutilização. O jeito é ficar de olhos nos descontos, como faz Amanda, do Rio de Janeiro. “Nunca comprei livros didáticos usados. Porque a escola oferece e dá desconto pagando tudo de uma vez e também porque é o primeiro ano do ensino fundamental.”

Erica Cardoso, gerente de Marketing e Comunicação da Estante Virtual, um sebo que vende livros usados pela internet, explica que 80% dos livros comprados no início do ano são seminovos e usados. “A procura de paradidáticos é para todos os anos do ensino fundamental ao ensino médio. Já os didáticos mais buscados são os a partir do 6º ano.”

No caso dos livros em que os estudantes escrevem, muitos são aceitos, mas os didáticos têm algumas particularidades, diz Erica. “Primeiro, é o fato de as edições terem tempo de validade, que varia de dois a quatro anos. Normalmente, as escolas pedem uma edição específica, a mais atual. Os livros didáticos no Brasil não são feitos para durar. Muitas coleções até quebram o conteúdo em um caderno principal e um de exercícios, o que permite a compra separada apenas da parte perecível, mas este não é um padrão universal.”

Livros já usados ou com grifos e anotações podem ser vendidos na Estante Virtual. “Todos os seminovos e usados disponíveis no site têm descrições detalhadas dos vendedores sobre o estado de conservação e condições gerais”, explica Erica, que lamenta o fato de edições muito antigas e de publicações com muitos exercícios feitos não serem atrativas e perderem valor. “Já os paradidáticos, que são as leituras obrigatórias e/ou sugeridas pelas escolas, não sofrem tanto esse efeito.”

Erica ressalta que o cenário econômico tem impulsionado a procura por livros usados. “Estamos com aumento de visitas e de vendas de 40% em relação ao mês de dezembro, muito puxado pela busca de livros didáticos. A compra de livros seminovos e usados é uma realidade no atual cenário de inflação, com preços mais altos em tudo que é essencial. Então, vemos o sebo como uma oportunidade para os pais economizarem neste período em que a compra de material didático pesa no orçamento.”

Dicas para economizar

O educador financeiro Roberto de Souza Barbosa, da Escola de Pais XD, tem dicas para que os pais economizem na compra do material escolar e recomenda que estes ensinem educação financeira aos filhos:

– Faça uma lista do que é básico. “Algumas escolas já oferecem aos alunos, mas, se este não for o seu caso, faça a própria lista e lembre-se de colocar o que for realmente básico, porque na papelaria há muitas coisas que são uma tentação aos olhos dos pais e dos filhos.”

– Pesquise em pelo menos três sites na internet e veja os orçamentos. “Compare os preços das lojas, olhe em aplicativos, que sempre têm promoções e vendem a preços acessíveis, pois, às vezes, mesmo pagando o frete, os produtos ainda saem mais baratos.”

– Cuidado com as exigências dos pequenos. Todos os pais e mães já devem ter passado por isso: os filhos veem aqueles artigos coloridos, com desenhos, que custam o triplo ou quatro vezes mais que os outros. “Estamos vivendo uma época em que toda economia é bem-vinda, seja a curto ou longo prazo. E estamos em um período em que o IPTU e o IPVA vão começar a chegar. Portanto, tenham equilíbrio para agradar a criança, mas não se endividar com isso.”

– Compre em conjunto. “Junte-se a outros pais para comprar o material em conjunto, pois no atacado sai bem mais barato. Por exemplo, ao invés de comprar cinco lápis de escrever, compra-se uma caixa fechada e divide-se com os demais. Haverá uma quantidade maior e ainda sairá mais barato para todo mundo.”

– Compre à vista. “Eu sei que talvez este não seja um bom momento, porém, se puder, pense a respeito, pois à vista é possível conseguir um descontinho maior, que vai ajudar bastante.”

– Dê prioridade ao que for urgente. “Se sua condição na hora da compra estiver difícil, priorize o que for urgente e compre o restante no decorrer das aulas.”

Agência Brasil

Término entre empresários expõe escândalo na alta sociedade com acusação de estelionato e lavagem de dinheiro

O que era para ser o fim de uma relação amigável, se transformou em um verdadeiro escândalo. Depois de terem um relacionamento de cinco anos, os empresários Alvaro Garnero, que teve o filho envolvido em uma polêmcia com Ronaldo Fenômeno, e Cristiana Arcangeli agora se enfrentam em uma batalha judicial, que envolve muito dinheiro e acusação de crimes como estelionato e lavagem de dinheiro.

Segundo informações divulgadas pelo colunista Leo Dias, do site Metrópoles, dois anos após o fim do relacionamento, em 2017, Alvaro teria convencido Cristiana, que é CEO da Beauty’in e um dos principais nomes no ramo de cosméticos no Brasil, de fazer um alto investimento em criptomoedas, mais precisamente 300 mil dólares.

De acordo com a publicação, consta no processo que o combinado entre o ex-casal era que o retorno obtido com o montante seria investido em uma empresa chamada Híbridos. De titularidade de Hélio Caxias Ribeiro Filho e Thalia Alves Andrade Ribeiro, a empresa já estava sendo investigada por estelionato.

No entanto, parece que o investimento em criptomoedas nunca aconteceu. Isso porque Cristiana acusa o ex-namorado de ficar sem dar informações sobre o valor por meses e, depois disso, recebeu alguns depósitos que não chegaram a totalizar 100 mil dólares.

Acontece que, segundo o colunista, no computador utilizado por Hélio, da MPB PERNAMBUCO – pessoa jurídica operadora da Meu Pé de Bitcoin, consta uma lista de clientes da Híbridos e nessa lista não está o nome de Cristiana. Com isso, existe a suspeita de que Alvaro não tenha feito nenhum investimento com o dinheiro de Cristiana, e que, na verdade, ele fazia parte da Híbridos, que responde a dezenas de processos.

Com o processo correndo na Justiça de São Paulo, a vítima busca receber de volta o valor investido. Porém, caso o montante fosse convertido em criptomoedas, como prometido, a empresária teria atualmente quase trinta milhões de reais em mãos. Ou, mais precisamente, R$ 29.804.927,77.

 

Torcedor do Náutico entra no estádio com teste positivo da covid-19 e é preso

Na vitória do Náutico por 3 a 0 contra o Íbis, nesta tarde de sábado (22), pelo Campeonato Pernambucano, um torcedor alvirrubro conseguiu entrar no estádio dos Aflitos com um teste positivo para a covid-19 e ainda usou as redes sociais para debochar da situação. Após assistir à partida durante todo o primeiro tempo, o homem foi retirado e recebeu voz de prisão da Polícia Militar de Pernambuco (PMPE).

Em parceria com o Governo de Pernambuco, o Náutico realizou testes gratuitos para seus torcedores antes da partida. De acordo com o protocolo, apenas pessoas com o ciclo vacinal completo, além de teste negativo de covid-19 podem entrar nos estádios.

Durante a partida, o torcedor usou as redes sociais para publicar duas fotos: a primeira com a imagem do resultado positivo e a legenda “Balão kkk”, e outra de si próprio nas arquibancadas dos Aflitos, utilizando a legenda “Tropa da Covid”.

Após o ocorrido, o Náutico também utilizou suas redes sociais para lamentar o fato e informar que irá reforçar sua fiscalização nas próximas partidas do clube.

 Correio Braziliense

  (Foto: Reprodução/Instagram)

A jornalista e apresentadora Glória Maria está internada com complicações causadas pela covid-19 desde a última quarta-feira (19/1). A informação é da colunista Fábia Oliveira. A apresentadora do Globo Repórter está em um hospital localizado em Copacabana, no Rio de Janeiro.

Segundo a coluna, os médicos precisaram utilizar um dreno no pulmão da apresentadora. No momento, o quadro de saúde de Glória é estável. Ela recebeu as duas doses da vacina contra covid-19 no ano passado.
Luta contra o câncer
Glória Maria venceu recentemente uma grande batalha pela vida. Em novembro de 2019, após ter sofrido uma queda em casa, a jornalista descobriu um tumor no cérebro em estágio avançado. Ela precisou passar por uma cirurgia de emergência para remover o tumor, e durante a recuperação ainda foi diagnosticada com uma infecção pulmonar.
“Depois do tumor no cérebro, eu não vivo mais de sonhos. Eu vivo de realidade. Tenho muita coisa para realizar. Ganhei mais um ‘prazo de validade’. E estou aproveitando de todas as maneiras. Eu tinha 30% de chance de sobreviver, e 20% de viver sem sequela”, contou a jornalista em uma entrevista à Revista Garotas Estúpidas.

Mais de 240 mil contribuintes receberão crédito bancário no dia 31

Contribuintes que caíram na malha fina da Receita Federal nos últimos anos por inconsistências nas declarações do Imposto de Renda, mas que acertaram as pendências com o Leão, poderão consultar o lote residual de restituições a partir das 9h da próxima segunda-feira (24).

Mais de 240 mil contribuintes receberão o crédito bancário no dia 31 deste mês. O pagamento da restituição será feito diretamente na conta bancária informada na declaração de Imposto de Renda.

A soma dos valores restituídos é R$ 281.936.411,15. Desse total, R$ 96.664.742,30 referem-se a contribuintes que têm prioridade legal – idosos acima de 60 anos, pessoas com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave e cidadãos cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Foram contemplados ainda 197.438 contribuintes não prioritários que entregaram a declaração até o dia 16 de janeiro deste ano.

Para consultar o lote residual, o contribuinte deve acessar a página da Receita na internet, clicar em Meu Imposto de Renda e, em seguida, em Consultar a Restituição. Se identificar alguma pendência na declaração, pode retificá-la, corrigindo as informações erradas.

A Receita Federal disponibiliza, ainda, aplicativo para tablets e smartphones que permite consultar informações sobre liberação das restituições do IRPF e a situação cadastral de uma inscrição no CPF.

Se, por algum motivo, o crédito não for realizado, os valores ficarão disponíveis para resgate por até um ano no Banco do Brasil. Nesse caso, o contribuinte pode reagendar o crédito dos valores de forma simples e rápida pelo Portal BB, ou ligando para a Central de Relacionamento BB pelos telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos).

Caso o contribuinte não resgate a restituição no prazo de um ano, deverá solicitá-lo pelo Portal e-CAC, disponível no site da Receita Federal, acessando o menu “Declarações e Demonstrativos > Meu Imposto de Renda” e clicando em “Solicitar restituição não resgatada na rede bancária”.

Folha de Pernambuco

Naiara Azevedo revela no BBB 22 detalhes de encontro com Bolsonaro

Naiara Azevedo decidiu esclarecer uma das principais polêmicas em que se meteu nos últimos tempos. Um encontro dela com Jair Bolsonaro, em janeiro do ano passado, fez com que ela passasse a ser vista como apoiadora do presidente, principalmente depois da música que fez contra Lula, Dilma e o Partido dos Trabalhadores (PT).

Em uma conversa com Jessilane, na manhã deste sábado (22), a sertaneja, que chegou a ser alvo de ataques do irmão de Marília Mendonça, justificou o encontro. Segundo ela, o objetivo foi pedir apoio ao setor cultural no período mais crítico da pandemia. “As pessoas que dependem de mim, todo mundo me cobrando uma posição. A culpa não é minha. Eu fui [ao evento] em busca de apoio como cidadã e parte interessada.”.

Durante o bate-papo, a cantora -que está em problemas com a Justiça fora do reality – destacou que não foi um encontro de amizade e sim para buscar solução para sua categoria. “Não fui à reunião, não fui em churrasco, almoço para fazer nada com governante. Fui para ouvir e saber dos meus direitos. Eu como cidadã tenho direito de saber o que acontece e não julgar quem for, porque eu não tenho o direito de julgar ninguém. Você que é cidadão, tem que ir atrás do candidato”,finalizou Naiara.

Assista:

Acompanhe o Blog O Povo com a Notícia também nas redes sociais, através do Instagram e Facebook.

Prefeito de Salgueiro suspende shows e música ao vivo em bares e restaurantes

Foto: reprodução

Diante de um aumento exponencial de casos da Covid-19 no município em decorrência da variante Ômicron, mas felizmente sem o registro de mortes, o prefeito em exercício de Salgueiro, Edilton Carvalho, assinou um decreto nessa sexta-feira, 21, suspendendo eventos culturais, shows (com ou sem comercialização de ingressos), música ao vivo em bares e restaurantes e paredões ou similares.

As novas restrições para conter a disseminação desenfreada do coronavírus valem para ambientes abertos e fechados, inclusive clubes sociais, hotéis, restaurantes, bares, shopping, galerias comerciais, lanchonetes e mercados.

Seguem autorizados casamentos, formaturas e outros eventos sociais, com até 50 pessoas ou 50% da capacidade do espaço. Os participantes devem cumprir normas sanitárias relativas à higiene, distanciamento mínimo, uso de máscara e comprovante de vacinação.

Segundo o Blog do Alvinho Patriota, o decreto entra em vigor a partir da próxima segunda-feira, 24, e terá validade até o dia 28 de fevereiro, data em que começa o Carnaval.

Com 48 mortes, taxa de letalidade da Influenza H3N2 é cinco vezes maior que da Covid em Mato Grosso do Sul

Atualmente, apontado pela SES, a taxa de letalidade da Covid está em 2,5%, já a da H3N2 está em 15,5%.

Atualmente, apontado pela SES, a taxa de letalidade da Covid está em 2,5%, já a da H3N2 está em 15,5%. (Foto: Reprodução)

 

Nas últimas 24 horas foram incorporadas ao boletim epidemiológico da secretaria estadual de Saúde (SES) mais 3 óbitos por H3N2, tipo da Influenza A, em Mato Grosso do Sul. Conforme os dados, neste momento, a taxa de letalidade do vírus da gripe é cinco vezes maior do que a da Covid.

Atualmente, apontado pela SES, a taxa de letalidade da Covid está em 2,5%, já a da H3N2 está em 15,5%. Com os novos óbitos, o estado acumula 48 mortes em decorrência da infecção.

De acordo com a SES, as últimas vítimas fatais são:

Um homem, de 39 anos, que tinha doença cardiovascular crônica e diabetes melitius;
Um idoso, de 63 anos, que apresentava doenças cardiovascular crônica;
Uma mulher, de 86 anos, que não tinha nenhuma doença pré-existente.

Todos os óbitos foram analisados e confirmados pelo Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) de Mato Grosso do Sul e apontados como H3N2.

Dados

Influenza H3N2 – Em 24 horas, novos 7 casos de H3N2 foram registrados. Ao todo são 309 acometidos com a infecção, a média de casos é de 10,7 em relação aos últimos sete dias.

As médias móveis de morte, comparada aos últimos sete dias, da Covid e H3N2 são as mesma: 3,7.

Covid-19 – No último boletim epidemiológico, duas novas mortes por Covid foram constatadas. Também foram 1.916 novos casos conhecidos de coronavírus, em Mato Grosso do Sul.

A média móvel de novos casos conhecidos de Covid está em 1.200 casos. Ao todo, 399.835 pessoas foram contaminadas com a Covid-19 em Mato Grosso do Sul. São 9.780 óbitos ao todo em decorrência do vírus no estado.

Cuidados

As medidas de prevenção são as mesmas das recomendadas ao coronavírus:

Manter os ambientes bem ventilados;
Evitar aglomerações e ambientes fechados (procurar manter os ambientes ventilados);
Lavar frequentemente as mãos com água e sabão ou usar álcool em gel;
Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
Cobrir o nariz e boca ao espirrar ou tossir;
Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
Evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas de gripe;
Dotar hábitos saudáveis, como alimentação balanceada e ingestão de líquidos.

Primeiros óbitos por H3N2 em Mato Grosso do Sul

A primeira morte, em decorrência da doença, ocorreu no dia 21 de dezembro de 2021 em Campo Grande, sendo um jovem de 21 anos que deu entrada no CRS Nova Bahia no dia 20 de dezembro, foi transferido para o HRMS, mas não resistiu.

O segundo caso de morte causada por Influenza A H3N2 aconteceu em Corumbá, sendo a vítima uma idosa de 76 anos. A vítima deu entrada na Santa Casa de Corumbá no dia 20 de dezembro e acabou falecendo. A terceira morte aconteceu no dia 30 de dezembro e trata-se de uma mulher de 55 anos, moradora na cidade de Dourados.

A SES orienta a população que, quem não tomou sua vacina, procure uma unidade de saúde para se vacinar e siga as recomendações de biossegurança como o uso de máscara, higienização das mãos e evitar aglomerações.

Paulo Câmara diz que tendência é o PSB apoiar Lula

Foto: reprodução

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), figura importante nas negociações de seu partido com o PT, se disse “otimista” quanto à concretização da aliança em torno de Lula. Enquanto isso, em seu estado, petistas e socialistas precisam aprofundar o diálogo em busca de um candidato único. A situação não está definida, mas é menos tensa que nas últimas semanas.

“Estou muito otimista de que vamos construir essa aliança nacional – está tudo andando bem, não vejo foco de resistência, ao contrário. E vamos, no âmbito local, ter a capacidade de definir o que seja melhor para essa frente e para o Brasil”, disse Câmara à CNN Brasil nesta quinta-feira 20. “Vamos, com certeza, chegar a consensos dentro dos prazos estabelecidos”.

O pessebista voltou a declarar que a sigla “está à disposição” do ex-tucano Geraldo Alckmin desde dezembro, quando houve a formalização do convite para filiação. “Estamos aguardando o tempo dele, de maturação, de definição. Se ele tiver o interesse de ingressar no PSB, será muito bem-vindo e, se for o nome para compor a chapa com o presidente Lula, será o nome que o PSB vai apresentar”, disse.

Segundo Câmara, Lula e Alckmin, “com experiência e forma de agregar, podem conduzir bem o destino do Brasil no futuro, mas ainda estamos no campo das hipóteses”.

Covid-19: MPPB diz que escolas terão 30 dias para informar vacinação de crianças

Pais de não imunizados podem ser processados, diz nota técnica

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) editou, nesta quinta-feira (20), uma nota técnica com orientação aos promotores sobre como proceder em relação à fiscalização da obrigatoriedade da vacinação de crianças de 5 a 11 anos na Paraíba. A informação é do site do Suetoni Souto Maior.

O texto é assinado pelas coordenadoras dos Centros de Apoio às Promotorias da Saúde, Fabiana Lobo, e da Criança, Fábia Cristina Dantas, e segue a linha do que foi decidido pelo ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF).

O magistrado determinou que os Ministérios Públicos Estaduais fiscalizem e façam cumprir a obrigatoriedade da vacina.

A nota técnica expedida para as promotorias espalhadas pelo estado estabelece, entre outras coisas, que sejam instruídas ações cíveis e até criminais contra pais e responsáveis que não vacinem os filhos.

Diz ainda que as escolas não poderão impedir a matrícula das crianças de 5 a 11 anos, mas terão 30 dias a partir da disponibilização da vacina para conferir os cartões de imunização dos alunos e informar ao Ministério Público os casos de não imunizadas. A partir daí, de acordo com cada caso, os pais poderão ser acionados judicialmente.

A obrigatoriedade da vacina foi decidida pelo ministro Ricardo Lewandowski na análise de um recurso que tratava de pais que pleiteavam não vacinar os filhos por convicções filosóficas. O magistrado recorreu ao Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) para afirmar a obrigatoriedade da imunização. A decisão vai além do que foi decidido pelo Ministério da Saúde, que acatou à recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), mas não decretou a obrigatoriedade.

“Portanto, há recomendação da autoridade sanitária para vacinação das crianças, nos termos da previsão do art. 14, § 1º do ECA. De outro bordo, é importante destacar o dever legal que possuem os genitores, tutores e/ou responsáveis legais, assim como a responsabilização que pode derivar da inobservância da lei”, diz a nota técnica editada pelo Ministério Público.

A promotora Fabiana Lobo ressaltou que deverão ser observados pelo Ministério Público questões relativas à negligência e até, no caso mais grave, a exposição ao perigo. Daí podem sair ações cíveis e até criminais.

Tudo vai depender da interpretação do promotor que analisar o caso, com base na apuração dos fatos relatados. O texto deixa margem, inclusive, para incluir o grupo já imunizado, que inclui as pessoas com idades de 12 a 18 anos.

“A responsabilidade dos genitores, tutores e/ou responsáveis legais pelos filhos com até dezoito anos de idade merece grande atenção, visto que, nos casos em que as vacinações obrigatórias não são realizadas, foram esses que se omitiram”, diz outro trecho da nota técnica.

O documento já foi repassado para todas as promotorias do Estado. O procurador-geral do Ministério Público da Paraíba, Antônio Hortêncio, disse que o órgão vem acompanhando de perto a vacinação em todos os municípios e vai atender também a recomendação do ministro.

Com críticas a Lula, Bolsonaro e Moro, Ciro Gomes lança sua quarta candidatura à Presidência

Foto: reprodução

Em discurso de cerca de uma hora, pedetista chamou presidente da República de ‘verdadeiro boçal’ e subiu o tom contra o ex-juiz da Lava Jato: ‘Inimigo da República tentando subtrair a liberdade do povo’

Por Jovem Pan

No lançamento de sua quarta candidatura à Presidência da República, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) subiu o tom contra adversários políticos e afirmou que todos os presidentes tiveram “conchavo, fisiologia e corrupção” como premissas de seus governos. Em um discurso de aproximadamente uma hora, na tarde desta sexta-feira, 21, o pedetista mirou sua artilharia contra o presidente Jair Bolsonaro (PL), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o ex-juiz Sergio Moro (Podemos) e também afirmou que, se for eleito, dará fim ao instituto da reeleição. Segundo pesquisa Datafolha divulgada em dezembro, Gomes possui 7% das intenções de voto, numericamente atrás de Moro (9%), Bolsonaro (22%) e Lula (48%) – neste cenário, o petista venceria em primeiro turno.

“Será que seria exagero dizer que os presidentes, apesar de diferentes em muitas coisas, foram iguaizinhos em economia? E que o modelo econômico que copiaram uns dos outros nos trouxe a esse beco sem saída? Será que seria absurdo mostrar que, com as diferenças paenas de escalas e formatos, eles copiaram e repetiram os mesmos projetos e programas na áreas social, mudando apenas os seus nomes? Será que seria mentira afirmar que eles, sem exceção, impuseram um tipo de governança que tem o conchavo, a fisiologia e a corrupção como eixos? Acreditem: por mais trágico, não. Não é exagero. É pura realidade. Esse desmonte de repetição do mesmo modelo já vem de muito tempo. Collor escancarou a porteira. Fernando henrique preparou a mesa do banquete. E Lula, convenhamos, condimentou melhor os pratos. Depois de servir cerimoniosamente aos tubarões, Lula distribuiu, com compaixão de filantropo, a sobra para os mais pobres”, disse.

Em outro momento do discurso, Ciro definiu o presidente Jair Bolsonaro como um “verdadeiro boçal” e “louco farsante”, acrescentando que o ex-deputado federal chegou à Presidência “sem nenhum preparo”. “A formulazinha hipócrita da falsa paz e amor é a mais descarada forma de servidão e corrupção que já inventaram. Quem primeiro importou isso para o Brasil foi Fernando Henrique. Lula, depois, o imitou de forma ostensiva e desavergonhada. Seus sucessores foram tropeçando na mediocridade repetitiva e monótona, até que os erros acumulados e a manipulação grosseira levaram a maioria do povo brasileiro a votar enganados neste louco farsante que aí está”, seguiu. O pedetista também criticou a gestão de Bolsonaro no combate à pandemia do novo coronavírus e disse que o mandatário do país é um genocida.

O pré-candidato do PDT também atacou Sergio Moro, ex-ministro do governo Bolsonaro e pré-candidato do Podemos à Presidência. Para Ciro Gomes, o ex-juiz da Lava Jato é um “inimigo da República” que tenta “subtrair a liberdade do povo brasileiro”. “Ele [Moro] não cansa de transformar farsa em heroísmo. Agora quer se fantasia de candidato sem ter nenhum preparo para lutar. Estou denunciando com especial preocupação como tentei denunciar lá atrás sobre o Bolsonaro. Estou tentando advertir que há um inimigo da República, e não um adversário político, tentando subtrair a liberdade do povo brasileiro”, disse.

Lula defende aliança com Alckmin e mercado reage bem

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu ontem o ex-governador Geraldo Alckmin (sem partido) e disse que não teria “nenhum problema” em formar uma chapa presidencial com o ex-tucano na vice. A costura depende da filiação de Alckmin ao PSB ou a uma sigla que componha uma coalizão com o PT.

Lula concedeu entrevista coletiva ontem a jornalistas de blogs e sites ideologicamente alinhados à esquerda. “Às vezes, a gente pensa no que a pessoa foi e tem medo de pensar no que a pessoa vai ser. O ser humano é mutante, ele vai se transformando”, disse Lula, sugerindo que Alckmin mudou.

O nome do tucano tem forte resistência em parte do PT. No sábado, movimentos populares, centrais sindicais e integrantes de partidos de esquerda como Psol e PT farão uma manifestação em lembrança aos dez anos da desocupação do Pinheirinho, reintegração de posse realizada durante a gestão Alckmin, em São José dos Campos, que deve se transformar em um protesto contra o ex-governador.

Embora Lula não tenha feito nenhum aceno ao mercado financeiro em relação ao seu programa econômico, seus comentários, em combinação com uma recuperação parcial do apetite ao risco no exterior, influenciaram os mercados. A moeda americana foi negociada abaixo dos R$ 5,50 pela primeira vez em dois meses.

A queda de juros intensificou-se ao fim da manhã e ao longo da tarde e as taxas foram as mínimas do dia. O Ibovespa, que já operava em alta, renovou suas máximas intradiárias, passando a saltar 1,79% aos 108.571 pontos.

“Isso pode ser visto como um sinal moderado de Lula e, portanto, positivo para os ativos”, aponta um profissional do mercado. Durante as falas do ex-presidente, o dólar foi às mínimas do dia e chegou à casa de R$ 5,46.

“Eu espero que o Alckmin esteja junto, sendo vice ou não, porque me parece que ele se decidiu por fazer oposição definitiva não apenas ao Bolsonaro, mas ao ‘dorismo’ aqui em São Paulo”, afirmou Lula, referindo-se à parcela do PSDB que apoia a candidatura presidencial do governador de São Paulo, João Doria.

A matéria completa está disponível no Valor Econômico.

Jogo: Santa Cruz x Afogados pelo Pernambucano é adiado

ARNALDO CARVALHO/ACERVO JC IMAGEM

O jogo entre Santa Cruz x Afogados, neste domingo, no Arruda, em partida válida pela primeira rodada do Pernambucano, foi adiado. A informação foi confirmada pelo presidente Evandro Carvalho, da Federação Pernambucana de Futebol (FPF).

“É uma questão mais complexa. Não foi só por causa da ausência do laudo de liberação do laudo da Polícia Militar. Vamos nos reunir na próxima semana, entender o problema e definir uma nova data. Infelizmente, o Santa Cruz demorou para avisar isso”, disse Evandro Carvalho.

O duelo entre Santa Cruz x Afogados marcaria o retorno dos tricolores ao Arruda. A última partida do time coral em casa aconteceu no dia 12 de março. Na ocasião, o Tricolor venceu por 3×0 o Botafogo-PB pela Copa do Nordeste.

Por causa do novo avanço da pandemia da covid-19 e do vírus da Influenza no território estadual, o Governo de Pernambuco tinha restringido ainda mais a capacidade de públicos nos estádios do Estado. O número máximo permitido foi de 3 mil pessoas ou 50%, o que for menor.

Com isso, o Afogados estreia no pernambucano no próximo domingo (30) contra o Vera Cruz, no Vianão.

Afogados: Moradores colocam fogo em pneus e reivindicam quebra-molas na PE-292, no Sítio Gangorra

Afogados: Moradores colocam fogo em pneus e reivindicam quebra-molas na PE-292, no Sítio Gangorra

Itamar

Na manhã desta sexta-feira,21, um grupo de moradores bloquearam a rodovia PE-292 por volta das 8h horas e atearam fogo em pneus e pedaços de madeira em ato de protesto na reivindicação de quebra-molas na via.

Segundo os moradores, essa é primeira vez que uma mobilização é realizada na intenção de solucionar o problema. Eles afirmam ainda que vários acidentes aconteceram no local e as autoridades não tomaram nenhuma providência, que é a colocação dos quebra-molas.

O trânsito ficou congestionado nos desvios feito por manifestantes. “Estamos protestando pelo que é nosso direito, esse local está servindo de pista para racha entre jovens, também muitos acidentes aconteceram aqui, então queremos apenas nosso direito, antes que aconteçam outras tragédias”, disse uma moradora.

Para um único dia, é o segundo maior número de casos já registrado, perdendo somente para a última quarta (19), quando foram documentadas 205.310 infecções.

O Brasil registrou 396 mortes e 168.820 casos de Covid nesta sexta-feira (21). Os dados levam ao quarto dia seguido de recorde na média de infecções, que agora é de 118.840 por dia, crescimento de 296% em relação ao dado de duas semanas atrás.

Para um único dia, é o segundo maior número de casos já registrado, perdendo somente para a última quarta (19), quando foram documentadas 205.310 infecções.

Em terceiro lugar, aparece o dia 20, com 168.060 casos, e em quarto o dia 18, com 132.254 pessoas infectadas.

Também há um crescimento de 114% nas mortes, que chegaram a 257 vidas perdidas por dia. A explosão de casos e o aumento de mortes acontece em meio à onda da variante ômicron no país.

O país chega assim a 622.647 óbitos e a 23.757.741 pessoas infectadas pelo Sars-CoV-2 desde o início da pandemia.

Os dados do país, coletados até 20h, são fruto de colaboração entre Folha, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são recolhidas pelo consórcio de veículos de imprensa diariamente com as Secretarias de Saúde estaduais.

Os dados da vacinação contra a Covid-19 estão afetados pelo ataque hacker ao sistema do Ministério da Saúde, ocorrido em dezembro, com diversos estados sem atualização. De toda forma, as informações foram ao menos parcialmente atualizadas em 14 estados e no Distrito Federal.

Nesta semana, o consórcio de veículos de imprensa atualizou os números de população brasileira usados para calcular o percentual de pessoas vacinadas no país. Agora, os dados usados são a projeção do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) para 2022. Todos os números passam a ser calculados de acordo com esses valores, inclusive os do ano passado. Por isso, os percentuais de pessoas vacinadas podem apresentar alguma divergência em relação aos números publicados anteriormente.

O Brasil registrou 822.195 doses de vacinas contra Covid-19, nesta sexta-feira. De acordo com dados das secretarias estaduais de Saúde, foram 131.051 primeiras doses, 157.456 segundas doses. Além disso, foram registradas 480 doses únicas e 533.208 doses de reforço.

Houve revisão de doses únicas aplicadas, e consequentemente números negativos, no Amazonas (-300) e no Ceará (-714).

Ao todo, 162.753.888 pessoas receberam pelo menos a primeira dose de uma vacina contra a Covid no Brasil –143.297.947 delas já receberam a segunda dose do imunizante. Somadas as doses únicas da vacina da Janssen contra a Covid, já são 148.322.143 pessoas com as duas doses ou com uma dose da vacina da Janssen.

Assim, o país já tem 75,76% da população com a 1ª dose e 69,04% dos brasileiros com as duas doses ou com uma dose da vacina da Janssen. Considerando somente a população adulta, os valores são, respectivamente, de 100,60% e 91,68%.

Mesmo quem recebeu as duas doses ou uma dose da vacina da Janssen deve manter cuidados básicos, como uso de máscara e distanciamento social, afirmam especialistas.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorreu em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.

Salgueiro começa a ser abastecida pelas águas do São Francisco

 

A cidade de Salgueiro, no Sertão de Pernambuco, passa a ser abastecida com as águas do rio São Francisco.

Em teste desde dezembro, iniciado em visita do governador Paulo Câmara durante agenda do Plano Retomada, a Adutora de Negreiros começou a operar nesta quinta-feira (20). 

Iniciada em maio de 2021, o Governo do Estado, através da Compesa, investiu R$ 8 milhões na obra de ampliação do Sistema de Abastecimento de Água de Salgueiro, beneficiando 70 mil pessoas. 

A obra é composta pela implantação de captação de água sobre flutuante no Reservatório de Negreiros, componente do Eixo Norte da Transposição do Rio São Francisco. 

Além desta captação, foram assentados seis quilômetros de adutora para interligar no Sistema Integrado do Sertão, levando uma vazão de água suficiente que irá melhorar significativamente a oferta para a cidade. 

Com o início da operação do novo Sistema será possível garantir mais segurança hídrica à cidade, aumentando a oferta de água em 40%, com vazão de 200l/s. 

“Após a fase de testes, foi possível levar água da Transposição até a Estação de Tratamento de Água de Salgueiro. Nossa expectativa é de que, a partir da próxima semana, quando o Sistema já estiver contínuo, seja possível reavaliar o calendário de abastecimento, conforme determinação do governador Paulo Câmara de ampliar a oferta de água para a população. Nós temos a previsão de conseguir retirar áreas da cidade do rodízio, passando a abastecê-las diariamente. Sem dúvidas, é uma grande notícia para os moradores da região”, explica a presidente da Compesa, Manuela Marinho.

Rio e São Paulo adiam desfile de carnaval para feriado de Tiradentes 
Decisão veio com o aumento de casos de covid-19

carnaval_rio

Os prefeitos do Rio de Janeiro, Eduardo Paes e de São Paulo, Ricardo Nunes, decidiram em reunião virtual nesta sexta-feira (21) adiar os desfiles das escolas de samba do carnaval nas duas cidades para o fim de semana do feriado de Tiradentes, em 21 de abril. A decisão foi uma orientação das secretarias de saúde das duas cidades e foi motivada pela explosão de casos da covid-19 causados pela variante Ômicron.

 

“A decisão foi tomada em respeito ao atual quadro da pandemia de covid-19 no Brasil e à necessidade de, neste momento, preservar vidas e somar forças para impulsionar a vacinação em todo o território nacional”, diz nota conjunta das prefeituras. A reunião contou com a presença dos prefeitos, dos secretários de Saúde e das ligas de escolas de samba das duas capitais.

No começo do mês, as capitais já haviam cancelado os blocos de rua por causa do aumento de casos de covid-19.

Escolas

Em nota divulgada após a decisão, a Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Liesa) diz que o adiamento era um dos cenários previstos. “Com a proximidade do evento, foi mais prudente adiar a festa, situação alinhada com as autoridades sanitárias estaduais e municipais”.

A Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo disse em nota que reafirma o compromisso com as autoridades no combate à pandemia. “Acatamos, com a segurança de quem acredita na ciência, a decisão que vai priorizar o coletivo”.

Agência Brasil

BBB22: Linn já confrontou Lula por apoio a pastores com discursos homofóbicos

Por: Correio Braziliense

 (Foto: Reprodução/YouTube)

Desigualdade social. Esse foi o tema de uma live realizada no canal do YouTube da ex-BBB Thelminha em setembro de 2021 e que vem causando burburinho após a entrada de Linn da Quebrada na 22ª edição do Big Brother Brasil. Com a visibilidade gerada pelo reality, os internautas estão investigando declarações passadas dos participantes e encontraram, nesse bate papo em que o ex-presidente Lula, o ex-BBB Gil do Vigor e o ativista Celso Athayde também participam, uma fala contundente de Linn da Quebrada em relação a certas atitudes de Lula.
Declaradamente apoiadora do político petista, a BBB22 não deixou barato quando, durante o programa exibido no YouTube, um internauta questionou Lula sobre uma foto com o deputado federal Isidório (Avante-BA), que já fez inúmeras declarações defendendo a “cura gay” e se autoproclamando “ex-gay”. “Não é contraditório ao discurso progressista de Lula?”, indagou o seguidor de Thelminha. No mesmo instante, Linn endossou a pergunta: “Ê Lula, não vai conseguir escapar, em”, disse a artista.
“Todos nós temos que aprender a seguinte lição de vida: você trata as pessoas sempre com o respeito e a educação que gostaria de ser tratado. Eu conversei com o pastor Isidório como um presidente de um partido político que faz parte da coligação do governador da Bahia e ele me foi apresentado. Eu não sei a história de divergência dele na questão de gênero, na questão de vida dele. Eu não sabia se ele havia sido homossexual ou não”, respondeu Lula.
O ex-governante disse ainda que a conversa que teve com o deputado na ocasião da foto foi em relação a um projeto social que Isidório desenvolve. “O que eu sei é que ele tem um trabalho muito rico, que trata de pessoas doentes e drogadas. Um programa muito respeitado pelo Governador Ruy Costa e pelo senador Jaques Wagner, que até me convidaram para visitar e ver que é um trabalho exemplar e que pode ser feito, com o apoio de lideranças religiosas, em diversos locais do país”, explicou.
“Se eu tiver oportunidade de conhecer melhor ele (Isidório) e pedir para ele ser uma pessoa mais aberta, mais compreensiva, é meu papel tentar fazer isso com todo mundo”, disse. Neste momento, Lula relembrou a vez que participou de um encontro LGBT durante o mandato como presidente da República, contrariando os protocolos. “Era impensável imaginar um presidente da República, no exercício do seu mandato, participar de um encontro com mais de 3 mil representantes LGBT”, argumentou.
Sem passar pano
Linn ouviu atentamente as explicações do ex-presidente sobre a foto, mas não endossou a atitude. “É preciso pensar o que significa os vínculos que se estabelecem quando o senhor faz essa foto com o Isidório e o que isso significa diante todas as ações que ele já estabeleceu perante a nossa comunidade”, rebateu a cantora trans. “Linn, se eu puder dar uma contribuição para que o pastor Isidório não tenha nenhum preconceito ou falta de respeito com vocês, eu vou fazer e se eu puder convencer vocês a não ter com ele eu vou fazer. Esse é o meu trabalho”, justificou Lula.
A partir da resposta do atual presidenciável, o debate esquentou. Linn da Quebrada explicou que não se trata somente das ressalvas que ele tem contra a população LGBTQIA+, muito menos do contrário. “Não se trata do nosso preconceito diante dele, se trata das ações que ele tem que prejudicam a nossa vida. Estamos falando de vida!”, exclamou. “E é muito mais que preconceito, a população trans é a mais afetada, são pessoas que morrem todos os dias”, completou Thelminha.
“As ações do pastor legitimam toda a violência diante dos nossos corpos, de toda violência e morte perante os nossos corpos. Se a gente se compromete a mudar esse design global da violência, a gente tem que mudar também a partir da gente”, sugeriu Linn. “Mas é por isso que nós precisamos fazer com ele aquilo que nós queremos que ele faça conosco. Ou seja, nós temos que discutir, temos que convencê-lo do equívoco. Eu fui candidato em 2002, eu deparei com um jornal me chamando de demônio, um milhão de cópias de jornal distribuída na semana da eleição. ‘Lula, o demo’”, relembrou o ex-presidente.
Interrompendo a retrospectiva de Lula, a cantora e atriz não admitiu a fala vitimista. “Agora imagina quantas travestis são chamadas de demônio e de coisas muito piores cotidianamente. Nós já não temos o direito à humanização, nós estamos lutando para termos o direito de sermos enxergadas enquanto humanos. Nós já somos os demônios e os monstros cotidianamente”, contou Linn.
“Mas você há de convir que a sociedade vinha ganhando impulsos muito grandes para que a gente possa compreender essa diversidade desse país. O que aconteceu é que a partir de 2018, aconteceu uma anomalia no país. A gente elegeu o ódio, a gente elegeu a ignorância, a gente elegeu a brutalidade, a gente elegeu um povo que prefere dar arma do que dar livro, que prefere falar em ódio do que falar em amor e que prefere falar em guerra do que em paz, é isso que nós estamos vivendo agora”, disse Lula em referência ao governo Bolsonaro, que, segundo ele, incentiva a violência contra grupos minoritários.
Para finalizar a discussão, Lula ressaltou que o preconceito no Brasil é uma questão cultural e “está impregnado na massa encefálica das pessoas”. Como solução para tal, Linn sugeriu que exista “uma interseccionalidade entre ciência, arte e política para que a gente entenda. É preciso que haja implementação de políticas públicas, é preciso que se fale sobre sexualidade de gênero nas escolas, é preciso que haja espaços que democratizam e levam a informação para tantas outras pessoas para que elas se deem a possibilidade de pensar diferente do que eles já pensam”, concluiu.

 

 

 

Banco Central informa vazamento de dados de 160 mil chaves do Pix em banco

CNN Brasil

O Banco Central informou nesta sexta-feira (21) que houve um vazamento de dados vinculados a 160.147 chaves do Pix que estavam sob responsabilidade do banco digital Acesso. A autarquia afirma que não foram vazados dados sensíveis, como senhas, saldos e histórico de movimentações.

Segundo o BC, o vazamento ocorreu “em razão de falhas pontuais em sistemas dessa instituição de pagamento”. Os dados que foram obtidos são de “natureza cadastral”, por isso não podem ser usados, sozinhos, para movimentações de recursos ou acesso a contas.

Em seu site, a Acesso afirma que possui 5 milhões de usuários.

O Banco Central afirma que as vítimas do vazamento serão notificadas exclusivamente por meio do aplicativo ou internet banking da instituição em que a chave está cadastrada.

“Nem o BC, nem as instituições participantes usarão quaisquer outros meios de comunicação aos usuários afetados, tais como aplicativos de mensagem, chamadas telefônicas, SMS ou e-mail”, alerta.

A autarquia disse, ainda, que está apurando o caso, e que aplicará medidas de sanções que estão previstas na regulação atual do Pix.

“Mesmo não sendo exigido pela legislação vigente, por conta do baixo impacto potencial para os usuários, o BC decidiu comunicar o evento à sociedade, à vista do compromisso com a transparência que rege sua atuação”, afirma.

O primeiro vazamento de dados cadastrais do Pix ocorreu em 30 de setembro de 2021, envolvendo o Banco do Estado de Sergipe (Banese). À época, o BC também afirmou que não foram vazados dados sensíveis.

Procurada pelo CNN Brasil Business, a Acesso informou que identificou “consultas indevidas” aos dados na plataforma da Acesso Soluções de Pagamento no Diretório de Identificadores de Contas Transacionais (DICT).

A empresa reforçou que nenhum dado sensível foi exposto, que as “informações são de natureza cadastral, apenas”. O contato com os usuários será feito pelas instituições em que as chaves estão cadastradas.

“Reforçamos que tomamos, de forma tempestiva, todas as providências necessárias para garantir a segurança das informações mantidas pela companhia e o nosso compromisso em manter o mercado e nossos parceiros informados”, afirmou.

 

Belém adia volta presencial às aulas na rede pública de ensino

Por: Agência Brasil

 (Foto: Reprodução/Pixabay)

Foto: Reprodução/Pixabay

A prefeitura de Belém adiou o retorno 100% presencial na rede pública de ensino da capital paraense. A decisão foi tomada nesta quinta-feira (20) pela Secretaria Municipal de Educação, após a identificação de casos de síndromes gripais entre trabalhadores da educação.
Gestores de escolas municipais receberam ofício da pasta detalhando como será o retorno.
As aulas serão retomadas na próxima segunda-feira (24), data que já estava prevista, mas apenas no formato remoto. A partir do dia 31, o retorno começa a ser presencial, de maneira gradual, com 50% dos estudantes dos anos finais do ensino fundamental (do 6º ano 9º ano), da 3ª e da 4ª totalidade da educação de jovens, adultos e idosos (Ejai) e do ensino médio (Fundação Escola Bosque).
Em 7 de fevereiro, começam as aulas presenciais para 100% dos estudantes dos anos finais do ensino fundamental (do 6º ao 9º anos), da 3ª e da 4ª totalidade da Ejai e do ensino médio; e para 50% dos estudantes dos anos iniciais do ensino fundamental (do 1º ao 5º anos) e da 1ª e da 2ª totalidade da Ejai.
No dia 14 de fevereiro, têm início as aulas presenciais para 100% dos estudantes dos anos iniciais do ensino fundamental (do 1º ao 5º anos) e da 1ª e da 2ª totalidade da Ejai; e para 50% dos estudantes da educação infantil. Por fim, no dia 21 de fevereiro, recomeçam as aulas presenciais para 100% dos estudantes da educação infantil.
Segundo a prefeitura, o calendário anunciado poderá sofrer alterações conforme as orientações dos órgãos de vigilância sanitária.
A expectativa da Secretaria de Educação é que, enquanto não retornam ao ensino presencial, as crianças de 5 a 11 anos matriculadas na rede pública da capital tenham tempo de se vacinar contra Covid-19.

Conforme já era esperado, a água do Rio São Francisco vem cada vez mais se expadindo pelas suas margens nas cidades de Juazeiro-BA e Petrolina-PE. Na Orla da cidade baiana – que acaba sendo mais atingida por ser, geograficamente, mais baixa que a pernambucana -, o cenário mudou bastante nos últimos dias.

A RedeGN vem acompanhando de perto a situação das comunidades ribeirinhas, postando, ao longo da semana, diversas matérias sobre a cheia do Rio São Francisco. Na tarde de hoje (21), a equipe fez mais um registro, dessa vez, na Orla II de Juazeiro.

 

Em diversos trechos da Orla da cidade, a ciclofaixa já aparece inundada pelas águas do Velho Chico. Em um trecho específico da Orla II, a equipe da RedeGN flagrou alguns banhistas aproveitando a área que ficou tomada pela água, para tomar banho. O local, que ficou mais convidativo ainda com o sol de mais de 30 graus nesta tarde, vem chamando a atenção de crianças e adultos, inclusive de famílias, que aproveitam o cenário, nada costumeiro, para apreciar e se divertir conjuntamente.

Porém, é preciso redobrar os cuidados. É recomendado manter-se longe do leito do rio, principalmente as crianças, visto que o mesmo está mais fundo e com a correnteza mais forte, e isso está diretamente associado à turbidez da água e a irregularidade do solo, o que oferece risco inerente aos banhistas, os expondo a condições de perigo.

Ainda de acordo com o Site GN, em caso de afogamento, a orientação do Corpo de Bombeiros é que ninguém tente realizar o salvamento sozinho. Inúmeras situações de pessoas que tentam salvar alguém que está se afogando e acabam se tornando outra vítima. O correto é que se disponibilize algum material flutuante para a pessoa que está em perigo, como uma boia, uma garrafa plástica, ou algo que a mantenha na superfície, e acione o mais rapidamente o Corpo de Bombeiros pelo telefone 193.

(Foto: Reprodução/YouTube)

O médico Drauzio Varella criticou duramente os negacionistas que se baseiam em teorias conspiratórias para não se vacinar contra a Covid-19.

Em entrevista concedida à Globo News, ele foi enfático: “A burrice é autoritária. São esses burros que não tomam vacina que vão parar nos hospitais, contaminar médicos, lotar unidades de saúde, e é a sociedade que paga pela burrice deles”.

De acordo com o diretor da Divisão Médica do Instituto de Infectologia Emílio Ribas,Ralcyon Teixeira, 80% dos internados no hospital, que é referência na capital paulista, não estavam vacinados contra a doença, ou não receberam a segunda dose.

Brasil 247

Uma pesquisa PoderData realizada entre os dias 16 a 18 de janeiro mostra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) liderando a corrida eleitoral ao Palácio do Planalto com 42% das intenções de votos no 1º turno. No segundo lugar está o presidente Jair Bolsonaro (PL), com 28%.

A porcentagem de todos os candidatos oscilaram dentro da margem de erro de dois pontos percentuais da pesquisa em relação ao último levantamento, realizado de 19 a 21 de dezembro de 2021. Na pesquisa do mês passado, Lula estava com 40% e Bolsonaro com 30%.

Este novo levantamento mostra que o petista entrou na zona do empate técnico em comparação ao somatório das intenções de voto dos demais candidatos. Lula pode se eleger no 1º turno se tiver a maioria dos votos válidos.

Já é a segunda vez a pesquisa PoderData registra um empate técnico entre Lula e a soma de todos os outros nomes testados. A 1ª foi em julho de 2021, quando o petista tinha 43% contra 44% de uma lista menor de adversários.

A pesquisa foi realizada por meio de ligações para telefones celulares e fixos. Foram 3.000 entrevistas em 511 cidades nas 27 unidades da Federação de 16 a 18 de janeiro de 2022. O registro no TSE é 02137/2022.

O terceiro colocado da pesquisa é o ex-ministro Sérgio Moro (Podemos), seguido de Ciro Gomes (PDT), Jão Doria (PSDB) e Janones (Avante).

De acordo com informações do site Poder 360, para chegar a 3.000 entrevistas que preencham proporcionalmente os grupos por sexo, idade, renda, escolaridade e localização geográfica, o PoderData faz dezenas de milhares de telefonemas. Muitas vezes, mais de 100 mil ligações até que sejam encontrados os entrevistados que representem de forma fiel o conjunto da população. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos. Saiba mais sobre a metodologia lendo este texto.

Entre os homens, Bolsonaro lidera com 41% contra 35% de Lula. Já entre as mulheres, o petista teria 48% contra 17% do atual presidente; venceria no 1º turno.

Quando o recorte é feito por faixa etária, Lula tem seu melhor desempenho na faixa de 25 a 44 anos (48%), enquanto Bolsonaro se sai melhor entre aqueles com 60 anos ou mais (33%).

No Nordeste, o ex-presidente tem melhor desempenho (57%) e o atual ocupante do Planalto, no Norte (46%). No Sul, Sergio Moro vai a 23% e empata tecnicamente com Lula e Bolsonaro (27% cada).

Com relação a renda, Lula tem 46% e ganharia no 1º turno no grupo dos desempregados ou que não têm renda fixa.

2º turno

A pesquisa PoderData também mostrou que Lula derrotaria Bolsonaro (54% X 32%), Moro (49% X 26%), Ciro (47% X 19%) e Doria (48% X 16%) em um eventual 2º turno. Jair Bolsonaro empata tecnicamente com Sergio Moro e Ciro Gomes em um confronto direto. Leia mais sobre os cenários de 2º turno neste post.(Via: Agência Brasil)

 

As inscrições para o processo seletivo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) termina nesta sexta-feira (21), às 16h. São oferecidas 3.879 vagas para os cargos de recenseador e agentes censitários municipal e supervisor.

A data já havia sido prorrogada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), responsável pela organização da seleção. Os salários variam de R$ 1.700 a R$ 2.100. 

Da quantidade de vagas ofertadas para a Paraíba, 3.380 são para o cargo de recenseador. Conforme o edital, para essa função é exigido que o candidato tenha como escolaridade completa o Ensino Fundamental  No ato da inscrição é necessário escolher a área de trabalho e em qual cidade vai fazer a prova. A taxa de inscrição é de R$ 57,50. 

Já para o cargo de agente censitário estão disponíveis 499 vagas e é necessário ter ensino médio. A taxa de inscrição é de R$ 60,50. As inscrições ocorrem por meio do site da Fundação Getúlio Vargas (FGV) para os dois cargos. O último dia para pagamento das taxas de inscrições dos dois processos seletivos é 16 de fevereiro de 2022. Já a previsão é que a prova seja aplicada dia 10 de abril de 2022. 

Como apurado pelo ClickPB, o candidato deve ficar atento, pois após a prorrogação do prazo, em dezembro, a FGV também alterou o cronograma dos processos seletivos. Além da mudança na data de inscrição, também foram alteradas a data das provas e a divulgação dos resultados que agora estão previstos para 20 de maio de 2022. 

O jogador de futebol Robinho, condenado a nove anos de prisão por violência sexual de grupo pela Justiça italiana, não pode deixar o Brasil caso queira permanecer em liberdade. Ele corre o risco de ser preso assim que desembarcar em 195 países, já que seu nome entrou na lista da Interpol. 

Países como Estados Unidos, Argentina, Chile, Colômbia, China, Coreia do Sul, Austrália, Canadá, além de todos os 50 signatários da Convenção Europeia de Extradição e outros têm acordo de extradição com a Itália.
Atualmente, Robinho mora em Santos e também possui residência no Guarujá. O jogador vive da renda da fortuna que acumulou durante os 20 anos de carreira e não tem preocupações financeiras. Sem espaço para atuar em clubes, ele deve se aposentar.
Mesmo assim, a Itália já se movimenta para conseguir fazer com que Robinho cumpra a pena de reclusão. De acordo com a imprensa local, a Justiça italiana deve emitir ainda nesta semana um pedido formal ao Judiciário brasileiro para discutir uma eventual extradição de Robinho.
A Constituição, no entanto, veta extradição de brasileiros natos. Por isso, a saída da Itália seria pedir que Robinho cumpra pena no Brasil.

Caixa paga hoje Auxílio Brasil a cadastrados com NIS final 4

A Caixa paga nesta sexta-feira (21) o Auxílio Brasil para beneficiários com Número de Inscrição Social (NIS) final 4. O valor mínimo do benefício é de R$ 400. As datas seguirão o modelo do Bolsa Família, que pagava os beneficiários nos dez últimos dias úteis do mês.

Em janeiro, foram incluídas 3 milhões de famílias no programa, aumentando para 17,5 milhões o total atendido. Segundo o Ministério da Cidadania, serão gastos R$ 7,1 bilhões neste mês com o Auxílio Brasil.

O beneficiário poderá consultar informações sobre as datas de pagamento, o valor do benefício e a composição das parcelas em dois aplicativos: Auxílio Brasil, desenvolvido para o programa social, e o aplicativo Caixa Tem, usado para acompanhar as contas poupança digitais do banco.

Auxílio Gás

O Auxílio Gás também é pago hoje – retroativamente – às famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), com NIS final 4. O benefício segue o calendário regular de pagamentos do Auxílio Brasil.

Com duração prevista de cinco anos, o programa beneficiará 5,5 milhões de famílias até o fim de 2026, com o pagamento de 50% do preço médio do botijão de 13 quilos a cada dois meses. Atualmente, a parcela equivale a R$ 52. Para este ano, o Auxílio Gás tem orçamento de R$ 1,9 bilhão.

Só pode fazer parte do programa quem está incluído no CadÚnico e tenha pelo menos um membro da família que receba o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

A lei que criou o programa definiu que a mulher responsável pela família terá preferência, assim como mulheres vítimas de violência doméstica.

Benefícios básicos

O Auxílio Brasil tem três benefícios básicos e seis suplementares, que podem ser adicionados caso o beneficiário consiga um emprego ou tenha um filho que se destaque em competições esportivas ou em competições científicas e acadêmicas.

Podem receber o benefício as famílias com renda per capita de até R$ 100, consideradas em situação de extrema pobreza, e aquelas com renda per capita de até R$ 200, consideradas em condição de pobreza.

A Agência Brasil elaborou guia de perguntas e respostas sobre o Auxílio Brasil. Entre as dúvidas que o beneficiário pode tirar estão critérios para integrar o programa social, nove tipos diferentes de benefícios e o que aconteceu com o Bolsa Família e o auxílio emergencial, que vigoraram até outubro.

 

A Prefeitura de afogados da Ingazeira, em conjunto com o Ministério Público, Polícia Militar e CDL, irá promover nesta sexta-feira (21), uma reunião com os proprietários de bares, restaurantes e demais estabelecimentos do segmento de alimentação.

O objetivo da reunião é discutir o disciplinamento e as diretrizes sanitárias para o funcionamento dos estabelecimentos.

A reunião acontece no Cineteatro São José, às 09hs.

Elza Soares morreu no mesmo dia de Garrincha, quase 40 anos depois

‘Eu sonho muito com o Mané (Garrincha). O maior amor da minha vida foi ele’, disse Elza em entrevista a Bial em 2018. Craque do Botafogo também faleceu no dia 20 de janeiro, mas em 1983.

Em 2018, em entrevista ao programa Conversa Com Bial, Elza falou sobre a relação com o jogador. (Foto: Reprodução)

 

A morte da cantora Elza Soares nesta quinta-feira (20) acontece no mesmo dia da de Garrincha, com quem teve um relacionamento por 17 anos. O craque do Botafogo morreu também no dia 20 de janeiro, mas quase 40 anos antes: em 1983.

Em 2018, em entrevista ao programa Conversa Com Bial, Elza falou sobre a relação com o jogador.

“Eu sonho muito com o Mané. O maior amor da minha vida foi ele.”

Também no programa, ela disse que Garrincha prometeu a ela o título da Copa de 1962. Na época, Pelé era o craque do time, mas acabou se contundindo — e quem brilhou foi o “marido de Elza”, como ela mesma se referiu.

“Ele me prometeu e disse: ‘Olha criola, essa Copa eu vou dar pra você, vou fazer gol pra você (…) Eu nunca gostei de ser mulher de fulano. Eu sou eu. Não era preciso ser mulher do Garrincha pra ser a Elza Soares. O Garrincha era marido da Elza Soares.”

A informação da morte da cantora no Rio de Janeiro foi confirmada pela assessoria de imprensa de Elza.

“É com muita tristeza e pesar que informamos o falecimento da cantora e compositora Elza Soares, aos 91 anos, às 15 horas e 45 minutos em sua casa, no Rio de Janeiro, por causas naturais”, diz o comunicado enviado pela assessoria da cantora.

Elza Soares é considerada uma das maiores cantoras da música brasileira, com carreira no samba que começou nos anos 60.

Elza Gomes da Conceição começou cantando sambalanço com “Se Acaso Você Chegasse” em 1959, e se dedicou ao gênero nos anos 60.

Nos 34 discos lançados, ela se aproximou do samba, do jazz, da música eletrônica, do hip hop, do funk e diz que a mistura é proposital.

“Eu sempre quis fazer coisa diferente, não suporto rótulo, não sou refrigerante”, comparava Elza.

“Eu acompanho o tempo, eu não estou quadrada, não tem essa de ficar paradinha aqui não. O negócio é caminhar. Eu caminho sempre junto com o tempo.”

O último disco lançado foi “Planeta Fome” em 2019, e ela diz que não tem planos concretos para outro álbum neste ano. “Ainda não, mas vai surgir. Minha cabeça não para, cara”, afirma Elza.

A única certeza é que não iria parar de cantar: “Nem de brincadeira. Parar por quê? Por que parar? Não tem por que né?”.

A Caixa Econômica Federal paga, nesta quinta-feira (20), a terceira parcela do Auxílio Brasil às famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) com Número de Identificação Social (NIS) terminado em 3. Cada família receberá repasse mínimo de R$ 400.
A terceira parcela incluiu 3 milhões de famílias, aumentando para 17,5 milhões o total atendido. De acordo com o Ministério da Cidadania, o investimento total para os pagamentos supera R$ 7,1 bilhões
As parcelas mensais do Auxílio Brasil ficam disponíveis para saque durante 120 dias após a data indicada no calendário. 

A média móvel de casos também atingiu o recorde de toda a pandemia e agora é de 100.322 infecções por dia, valor 487% maior do que o dado de duas semanas atrás.

Além do crescimento de casos, as mortes também aumentaram. Nesta quarta, foram registrados 349 óbitos e a média móvel chegou a 215 vidas perdidas por dia, aumento de 114%, também em relação aos dados de duas semanas atrás.

O elevado valor de infecções se deve, em especial aos dados do Rio de Janeiro, que registrou sozinho 69.223 casos. O estado não apresentou explicações para o número.

Com os dados desta quarta, o país chegou a 621.927 vidas perdidas e a 23.420.861 pessoas infectadas pelo Sars-CoV-2 desde o início da pandemia.

Os dados do país, coletados até 20h, são fruto de colaboração entre Folha de S.Paulo, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são recolhidas pelo consórcio de veículos de imprensa diariamente com as Secretarias de Saúde estaduais.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorreu em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.

Ator francês Gaspard Ulliel, de ‘Cavaleiro da Lua’, morre aos 37 anos, após acidente de ski

Ator ficou conhecido pelos trabalhos em ‘Hannibal ‑ A origem do mal’ e ‘Saint Laurent’.

Ator francês Gaspard Ulliel. (Foto: Eric Gaillard / REUTERS)

 

O ator Gaspard Ulliel, conhecido pelos filmes “Hannibal ‑ A origem do mal” e “Saint Laurent”, morreu nesta quarta-feira, após um grave acidente de ski nos Alpes. As informações da AFP foram confirmadas pelo agente do artista.

O acidente aconteceu na terça-feira (18) na região de Savoie, na França. O ator de 37 anos chegou a ser hospitalizado em estado grave, mas não resistiu.

Ulliel estava no elenco da nova série da Marvel para o Disney+, “Cavaleiro da Lua”, com lançamento previsto para o próximo dia 30 de março. Com mais de 20 anos de carreira, ele mesclou trabalhos na Europa e em Hollywood.

Gaspard Ulliel no Rio, em 2014, na época do lançamento do filme “Saint Laurent”, ao lado do diretor Bertrand Bonello Foto: Marcos Ramos / Agência O Globo

Em 1997, aos 13 anos, faz sua estreia como ator na série francesa “Mission protection rapprochée”. Nos anos seguintes, faz pequenas participações em telefilmes, séries e curtas. A primeira grande oportunidade surge em 2001, com “O pacto dos lobos”, filme de ação francês que teve boa distribuição mundial, inclusive no Brasil. Três anos depois, em 2004, foi escolhido por Jean-Pierre Jeunet para formar o par romântico com Audrey Tautou no drama “Eterno amor”.

O primeiro desafio internacional veio em 2007, ao ser chamado para o papel principal de “Hannibal ‑ A origem do mal”, filme que conta a origem do personagem imortalizado por Anthony Hopkins nos cinemas.

Apesar dos trabalhos em Hollywood, o ator seguiu trabalhando em seu país de origem. Em 2014, assume a responsabilidade de interpretar o estilista Yves Saint Laurent em cinebiografia dirigida por Bertrand Bonello. Durante sua trajetória, trabalhou com realizadores como Xavier Dolan, André Téchiné e Gus Van Sant. Seu último trabalho de destaque antes de se envolver com a série da Marvel foi no drama “Sibyl”, de Justine Triet.

TSE estuda banir Telegram do Brasil para combater ‘fake news’ nas eleições

Corte não consegue localizar responsáveis pelo aplicativo, apesar de várias tentativas.

Símbolo do Telegram, principal concorrente do WhatsApp. (Foto: DADO RUVIC / REUTERS)

 

BRASÍLIA — O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) estuda entrar em ação para proibir o funcionamento no Brasil do aplicativo de mensagens Telegram, como parte das ações de combate às notícias falsas durante as eleições. Desde 2018, a Corte tenta notificar os responsáveis pela empresa, sem sucesso. Internamente, magistrados da Justiça Eleitoral consideram que o Congresso deveria agir para aperfeiçoar a legislação sobre o tema.

Diferentemente de seu concorrente, o WhatsApp, o Telegram permite grupos de até 200 mil pessoas, além de canais sem limite de usuários — em ambos os casos, terrenos férteis para a disseminação de conteúdos falsos. Ao optar pelo eventual banimento, o TSE pode determinar a remoção do programa das lojas de aplicativo, como Apple Store ou Google Store, fazendo com que as pessoas não consigam mais fazer o download do recurso. Numa medida mais drástica, poderia recorrer a um dispositivo de segurança de rede que autoriza ou bloqueia o tráfego, o que interromperia o funcionamento do aplicativo. A possibilidade é prevista no Marco Civil da Internet.

Reservadamente, interlocutores do TSE ouvidos pelo GLOBO afirmam que cabe ao Congresso aperfeiçoar a legislação de modo a coibir situações como essa. Ainda assim, no entanto, não está descartada a hipótese de que o aplicativo seja banido por ação do próprio TSE, que neste momento avalia os cenários possíveis.

Em nota encaminhada ao GLOBO, a presidência do TSE, que tem hoje à frente o ministro Luís Roberto Barroso, diz entender que “nenhum ator relevante no processo eleitoral de 2022 pode operar no Brasil sem representação jurídica adequada, responsável pelo cumprimento da legislação nacional e das decisões judiciais”. Segundo a Corte, na volta do recesso, o ministro irá discutir internamente com os ministros as providências possíveis.

“O TSE já celebrou parcerias com quase todas as principais plataformas tecnológicas e não é desejável que haja exceções. O ministro Barroso e seus sucessores, ministros Luiz Edson Fachin e Alexandre de Moraes, estão empenhados em promover eleições livres, limpas e seguras, e este deve ser um compromisso de todos os que participam do processo democrático brasileiro”, afirmou ainda a Corte. Fachin assume a presidência do TSE no próximo dia 28 de fevereiro e passará o comando para Moraes em agosto, quando passa a ser o responsável pelas eleições.

A tentativa mais recente de contato do TSE com o Telegram ocorreu em 16 de dezembro do ano passado, quando o tribunal encaminhou um ofício ao diretor executivo do aplicativo de mensagens, Pavel Durov, solicitando uma reunião para discutir possíveis formas de cooperação sobre o combate à disseminação de fake news. O e-mail jamais foi respondido.

Na carta, Barroso ressaltou que o Telegram é um aplicativo de mensagens de rápido crescimento no Brasil, estando presente em 53% de todos smartphones ativos disponíveis no país, e que “é por meio do Telegram que muitas teorias da conspiração e informações falsas sobre o sistema eleitoral estão sendo disseminadas sem qualquer controle”.

Já a tentativa de mandar o documento físico não se concretizou, pois ninguém foi localizado no suposto endereço da empresa, nos Emirados Árabes. Os registros dos Correios mostram que houve quatro tentativas de entrega, todas frustradas. Os motivos foram ‘empresa sem expediente’ e ‘carteiro não atendido’”.

Embora vista como possível por uma ala no comando do TSE, uma eventual saída pelo banimento não é unanimidade na Corte. De acordo com relatos feitos ao GLOBO, auxiliares responsáveis por questões técnicas no gabinete de ministros entendem que, como o Telegram não é provedor de internet, mas um aplicativo de mensagens, não caberia a exigência de domicílio jurídico nacional.

“Terra de ninguém”

Em novembro, o GLOBO mostrou que o TSE lançou mão de uma parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) com o intuito de desenvolver uma ferramenta para monitorar o Telegram. O mecanismo capaz de vigiar e explorar dados de grupos e canais públicos de cunho político, segundo interlocutores da Corte, ainda está em fase de teste.

O Telegram foi criado em 2013, na Rússia, pelos irmãos Nikolai e Pavel Durov, e conta hoje em dia mais de 500 milhões de usuários e forte presença em diversos países do mundo, como antigas repúblicas soviéticas.  Como o GLOBO mostrou, a plataforma abriga grupos que negociam venda de armas e distribuição de pornografia infantil e vídeos de tortura e execuções.

Atualmente, tornou-se um dos principais veículos de comunicação do presidente Jair Bolsonaro (PL), que conta com 1.023.927 inscritos em seu canal, criado em janeiro de 2021 após o banimento do ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump do Twitter. Na plataforma, Bolsonaro dissemina vídeos, pronunciamentos e andamento de propostas em todas as esferas do governo.

A título de comparação, o número de inscritos no canal de Lula (PT), que lidera as pesquisas de intenção de voto para o ano que vem, chega a 47.100. Ciro Gomes (PDT) conta com 19 mil usuários.

— A questão é que ter um espaço assim, com a potência e abrangência que tem, faz com que haja um perigo muito grande de escoar para essa aplicação tudo aquilo que poderia danificar a democracia brasileira e que seria barrado nos outros aplicativos ou plataformas que estão em conformidade com as regras — aponta o professor de Direito Eleitoral Digital da Universidade Mackenzie Diogo Rais.

Para ele, a dificuldade é que as instituições não conseguem penetrar no Telegram e, com isso, todos os outros aplicativos e plataformas, como WhatsApp ou YouTube, acabam se tornando vítimas desse mesmo processo. Rais afirma que o banimento é uma medida drástica, e pondera que, caso ocorra, pode abrir um precedente perigoso em termos de liberdade de expressão. Ainda assim, considera que esse possa ser um caminho a ser tomado.

— Basta vermos o que aconteceu com o aplicativo Parler, que vinha sendo usado por setores da extrema-direita pela falta de regulamentação. Nos Estados Unidos, houve uma série de decisões judiciais que exigiram a retirada do aplicativo das plataformas, de forma que novos usuários não mais conseguiram baixá-lo. É uma maneira de diminuir o impacto — explica o professor, que estuda os movimentos digitais nas eleições desde 2010.

Procuradora-geral de NY encontra evidências de fraudes em negócios de Trump

Por: Correio Braziliense

Um ano depois de abandonar Washington sem entregar pessoalmente a faixa presidencial a Joe Biden, o republicano Donald Trump se mantém nos holofotes por seus problemas com a Justiça. Ontem, a procuradora-geral de Nova York, Letitia James, anunciou ter encontrado indícios de que o clã Trump supervalorizou, de modo fraudulento, vários ativos com o intuito de obter ganhos financeiros. De acordo com um extenso documento judicial, Letitia concluiu que o magnata “tinha a máxima autoridade sobre uma série de condutas da Organização Trump, que envolviam declarações erradas às contrapartes, incluídas as instituições financeiras e o Serviço de Impostos Internos”.

“Nós descobrimos evidências significativas que sugerem que Donald J. Trump e a Organização Trump avaliaram, de forma falsa e fraudulenta, vários ativos, e deturparam esses valores para instituições financeiras”, declarou Letitia James, por meio de comunicado à imprensa. A procuradora-geral defendeu a importância de interrogar, sob juramento, Donald Trump e os filhos Donald Trump Jr. e Eric Trump sobre os negócios imobiliários da família.  
Mitchell Epner, ex-procurador-federal e advogado na firma Rottenberg Lipman Rich P.C. (em Nova  York), admitiu ao Correio que as acusações contra Trump são “gravíssimas”, no que diz respeito ao “uso de avaliações de ativos fraudulentas ou enganosas” para obter vantagens fiscais. “Com relação aos impostos, na condição de procuradora-geral de Nova York, Letitia James tem competência para ajuizar uma ação civil e recuperar quaisquer valores sonegados.”
De acordo com ele, a dificuldade em apresentar acusações criminais contra Trump seria demonstrar que o ex-presidente sabia do teor fraudulento das declarações de renda no momento em que foram feitas. “Isso exige uma prova de seu estado de espírito, algo difícil de obter. Uma das muitas defesas que ele poderia levantar é alegar que confiava nos contadores e advogados para assinar os documentos. Se um júri acreditar nessa tese, Trump não seria culpado de nenhum crime de fraude”, afirmou Epner. “Pode ser mais fácil apresentar acusações criminais contra as Organizações Trump, o que levaria apenas a multas e, potencialmente, à dissolução da corporação.”
Também ex-procurador federal, Roland Riopelle lembrou à reportagem que a investigação conduzida por Letitia James pode resultar apenas em responsabilidade civil e fiscal, além de multas e sanções. “Trump não pode ser preso com base nas conclusões. Se isso ocorrer aqui em Nova York, será em decorrência de outra investigação comandada pelo procurador distrital”, observou. 

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou, nesta quarta-feira (19), 2.215 casos da Covid-19. Entre os confirmados hoje, 17 (0,8%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 2.198 (99,2%) são leves. Agora, Pernambuco totaliza 659.358 casos confirmados da doença, sendo 55.598 graves e 603.760 leves.

ÓBITOS: Também estão sendo contabilizados oito óbitos, ocorridos entre os dias 19/03/2021 e 17/01/2022. Com isso, o Estado totaliza 20.566 mortes pela Covid-19. Os detalhes epidemiológicos serão repassados ao longo do dia pela Secretaria Estadual de Saúde.

Registrou 317 mortes, com média móvel de 185 óbitos diários. O Brasil chega, assim, a 621.578 vidas perdidas e a 23.215.551 pessoas infectadas desde o começo da pandemia.

 O Brasil registrou 132.254 casos de Covid, nesta terça-feira (18). Com isso, a média móvel chegou a 83.630 infecções por dia.

O país também registrou 317 mortes, com média móvel de 185 óbitos diários. O Brasil chega, assim, a 621.578 vidas perdidas e a 23.215.551 pessoas infectadas desde o começo da pandemia.

Os dados do país, coletados até 20h, são fruto de colaboração entre Folha, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são recolhidas pelo consórcio de veículos de imprensa diariamente com as Secretarias de Saúde estaduais.

Os dados do país, coletados até 20h, são fruto de colaboração entre Folha, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são recolhidas pelo consórcio de veículos de imprensa diariamente com as Secretarias de Saúde estaduais.

Os dados da vacinação contra a Covid-19 estão afetados pelo ataque hacker ao sistema do Ministério da Saúde, ocorrido em dezembro, com diversos estados sem atualização. De toda forma, as informações foram ao menos parcialmente atualizadas em 16 estados.

Os números de doses aplicadas registradas cresceram substancialmente devido, em especial, ao retorno da atualização de vários estados.

O Brasil registrou 899.014 doses de vacinas contra Covid-19, nesta terça-feira. De acordo com dados das secretarias estaduais de Saúde, foram 54.513 primeiras doses, 347.505 segundas doses. Além disso, foram registradas 3.079 doses únicas e 493.917 doses de reforço.

Ao todo, 162.265.199 pessoas receberam pelo menos a primeira dose de uma vacina contra a Covid no Brasil – 142.553.109 delas já receberam a segunda dose do imunizante. Somadas as doses únicas da vacina da Janssen contra a Covid, já são 147.658.806 pessoas com as duas doses ou com uma dose da vacina da Janssen.

Assim, o país já tem 75,53% da população com a 1ª dose e 68,73% dos brasileiros com as duas doses ou com uma dose da vacina da Janssen. Considerando somente a população adulta, os valores são, respectivamente, de 100,30% e 91,27%.

Mesmo quem recebeu as duas doses ou uma dose da vacina da Janssen deve manter cuidados básicos, como uso de máscara e distanciamento social, afirmam especialistas.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorreu em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.

CNC: Brasil encerrou 2021 com recorde de endividados 
As famílias recorreram mais ao crédito para sustentar o consumo

real_moeda

O nível de endividamento médio das famílias brasileiras em 2021 foi o maior em 11 anos, segundo a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), divulgada hoje (18) pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

De acordo com o levantamento, o último ano apresentou recorde do total de endividados, registrando uma média de 70,9% das famílias brasileiras, enquanto dezembro alcançou o patamar máximo histórico com 76,3% do total de famílias. Segundo a CNC, as famílias recorreram mais ao crédito para sustentar o consumo.

Na avaliação por faixa de renda, o endividamento médio das famílias com até 10 salários mínimos mensais aumentou 4,3 pontos percentuais (p.p), chegando 72,1% do total. Na faixa de renda superior, acima de 10 salários mínimos, o indicador aumentou ainda mais, 5,8 p.p., e fechou em 66%.

O presidente da CNC, José Roberto Tadros, avalia que, entre as famílias com rendimentos acima de 10 salários mínimos, a demanda represada, em especial pelo consumo de serviços, fez o endividamento aumentar ainda mais expressivamente, em especial no cartão de crédito.

“O processo de imunização da população possibilitou a flexibilização da pandemia, refletindo no aumento da circulação de pessoas nas áreas comerciais ao longo do ano, o que respondeu à retomada do consumo, principalmente de serviços”, disse Tadros, em nota.

Na comparação com 2020, das cinco regiões do país, apenas o Centro-Oeste apresentou queda do índice, 0,3 ponto percentual. O Norte registrou estabilidade, e o Sudeste se destacou com aumento de 5,9 ponto percentual (p.p.), seguido pelo Sul (+5,5 p.p.) e o Nordeste (+4,5 p.p.). Porém, considerando o total de endividados, o Sul contou com o maior percentual, aproximando-se de 82%.

Inadimplência

Na direção oposta dos indicadores de endividamento, no último ano, os números de inadimplência apresentaram queda. De acordo com a pesquisa, o percentual médio de famílias com contas e/ou dívidas em atraso diminuiu 0,3 p.p. na comparação com 2020, chegando a 25,2%.

Após iniciar 2021 em patamar superior ao observado no fim do ano anterior, o percentual mensal de inadimplência teve redução até maio, mas passou a apresentar tendência de alta desde então, alcançando 26,2% em dezembro e ficando acima da média anual.

“O percentual de famílias que declararam não ter condições de pagar suas contas e/ou dívidas em atraso e que, portanto, devem permanecer inadimplentes também contou com uma redução na comparação com 2020, 0,6 p.p., totalizando 10,5% dos lares no país. Os números indicam que essa parcela de consumidores apresentou movimentos diferentes ao longo do ano. Enquanto, no primeiro semestre, o indicador de inadimplência recorrente oscilou entre baixa e alta, a partir de julho passou a registrar tendência de queda, encerrando o ano em 10% do total de famílias, abaixo da média anual”, afirmou a CNC.

Para a economista da CNC responsável pela pesquisa, Izis Ferreira, os números indicam que, ainda que em condições financeiras mais acirradas, os consumidores conseguiram quitar os compromissos financeiros e evitaram incremento da inadimplência até o fim do terceiro trimestre. Nos últimos três meses do ano, no entanto, o indicador de contas em atraso aumentou, já indicando tendência de alta para o início de 2022.

“Os consumidores seguirão enfrentando os mesmos desafios financeiros da segunda metade de 2021, principalmente inflação, juros elevados e mercado de trabalho formal ainda frágil. Soma-se a isso o vencimento de despesas típicas do primeiro trimestre, que deverá apertar ainda mais os orçamentos domésticos neste período”, disse Izis.

Agência Brasil

O detento Marcelo da Silva, apontado pela Polícia Civil de Pernambuco como o responsável pela morte da garota Beatriz Angélica Mota, escreveu uma carta dizendo que não cometeu o assassinato. Um de seus advogados apresentou o documento com exclusividade no programa Cidade Alerta PE, da TV Guararapes, na noite de hoje.

Beatriz Angélica, 7 anos, foi morta a facadas em 10 de dezembro de 2015 dentro do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, em Petrolina, no Sertão pernambucano. Desde então, o caso segue sem solução. Os pais da menina, Lúcia Mota e Sandro Romilton, pedem a federalização das investigações. (Clique aqui e assista).

 

 

Paulo Câmara admite que escolha do candidato a governador poderá não ser definida em janeiro

Diferente das declarações dadas recentemente por aliados do PSB a respeito da determinação do governador Paulo Câmara em cumprir o prazo, que ele mesmo estipulou publicamente, de escolher o nome do candidato à sucessão estadual até o fim de janeiro, o próprio chefe do Executivo já considera a possibilidade de ter mais tempo para discutir o assunto.

“As discussões vão acontecer ao longo do mês de janeiro e a gente espera que, ao longo dessas discussões, tenhamos condições de chegar a nomes adequados para as eleições de 2022. Agora é um processo de escuta, de muitas conversas e de muita serenidade. É um segmento de uma forma de governar que queremos manter em Pernambuco, então vamos utilizar o tempo possível e necessário”, afirmou o governador.

“A gente tem uma expectativa de resolução disso nas próximas semanas, mas vamos deixar as conversas fluírem mais e elas vão acontecer não apenas nessa semana, mas na próxima e, se necessário, nas próximas também”, concluiu o socialista.

A primeira rodada de reuniões com os partidos que integram a Frente Popular de Pernambuco já foi iniciada, mas ainda não foi conclusiva. Alguns fatores também contribuem para que o cronograma possa vir a atrasar. Paulo Câmara apresentou sintomas gripais na semana passada e precisou desmarcar todas as reuniões até que os testes para covid-19 dessem negativo.

Na segunda-feira (17), o socialista iria se reunir com o presidente estadual do MDB, o deputado federal Raul Henry, mas o encontro teve que ser adiado, pois o parlamentar está aguardando o resultado do teste de covid-19. O PDT, que também tem um papel importante nessa conjuntura, também não tem data definida para ir à mesa com o líder socialista, já que o presidente estadual do partido, o deputado Wolney Queiroz, testou positivo para a doença.

Dois nomes que também são fundamentais nesse processo de definição de quem será o candidato a governador encontram-se de férias. Os secretários da Casa Civil, José Neto, que retorna a partir do dia 24 de janeiro; e de Desenvolvimento Econômico, Geraldo Julio, que mesmo afirmando que não pretende ser o candidato, segue sendo apontado por membros do partido como única solução de consenso.

Entraves

O PSB já definiu que não abre mão da cabeça de chapa. Agora a questão gira em torno de um nome provoque unidade no partido, que hoje se encontra com alas de preferências distintas. A tese defendida amplamente, inclusive por Paulo Câmara, é que o candidato tenha perfil político.

Presidente do PSD, Gilberto Kassab é internado com Covid em São Paulo

Gilberto Kassab

Gilberto Kassab, presidente nacional do Partido Social Democrático (PSD), foi diagnosticado com Covid-19 e deu entrada, nesta terça-feira (18), no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, logo após o surgimento dos primeiros sintomas.

“Lá foi avaliado e [Kassab] passou o dia em observação, num quarto, para aguardar o resultado do exame e acompanhar a evolução dos sintomas”, informou a assessoria do ex-prefeito de São Paulo.

“O resultado saiu durante a noite. Kassab iniciou o tratamento, está bem disposto e cumprirá isolamento ao longo dos próximos dias no hospital”, completa o comunicado.

Kassab já concluiu o ciclo vacinal com as duas doses e o reforço da vacina contra o novo coronavírus.

 

Na Bahia, homem tenta escapar da PRF mas é preso com mais de meia tonelada de maconha

Um homem foi preso na noite desta segunda-feira (17), em Eunápolis, no sul da Bahia, após a Polícia Rodoviária Federal (PRF) encontrar 514kg de maconha na picape que ele dirigia, modelo Hilux SW4.

Durante uma fiscalização de rotina na rodovia próxima à entrada da cidade de Itagimirim, eles desconfiaram ao notarem que a traseira do veículo estava mais baixa do que deveria, indicando sobrepeso, e iniciaram a abordagem ao motorista.

O condutor tentou fugir e disparou com o carro em alta velocidade, mas foi alcançado no KM 692 da BR-101. Após a prisão, os policiais foram até o carro e encontraram os diversos tabletes de maconha que totalizaram mais de meia tonelada da planta.

Os agentes verificaram ainda que o veículo utilizado tinha placas clonadas de um carro roubado em Minas Gerais no ano passado.

Preso em flagrante, o homem foi levado junto com a droga e o carro recuperado para Delegacia de Polícia Judiciária local, onde serão adotadas as medidas cabíveis.

 

 

 

Sertão: Inscrições no concurso da prefeitura de Tavares, na PB, abrem nesta terça

Estão abertas a partir desta terça-feira (18) as inscrições no concurso da Prefeitura Municipal de Tavares. O certame oferece vagas para cargos nos níveis fundamental, médio/técnico e superior, com salários que variam de variam de R$ 1.210 a R$ 4 mil.

As inscrições poderão ser feitas das 10h desta terça até às 23h59 de 18 de fevereiro, exclusivamente pelo site da organizadora do certame, a Comissão Permanente de Concursos (CPCon) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB).

Ao todo, são 56 vagas, para cargos como professor, agente administrativo, assistente social, nutricionista, técnico em edificações, motorista, dentre outros.

Confira o edital completo

A prova escrita objetiva para todos os cargos será realizada em 24 de abril. Já a publicação do resultado final do concurso será em 15 de junho.

O valor da taxa de inscrição para os cargos de nível fundamental é de R$ 65, já para as vagas de nível médio/técnico é de R$ 85. Por fim, aqueles que se inscreverem para os cargos de nível superior deverão pagar uma taxa no valor de R$ 105. A homologação da inscrição do candidato ao concurso público estará condicionada ao pagamento da taxa de inscrição dentro do prazo estabelecido.

Agência Brasil

Segundo boletim do Ministério da Saúde divulgado hoje (17), o Brasil registrou 74.134 casos de Covid-19 em 24 horas. O número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus desde o início da pandemia chegou a 23.074.791.

Já o total de mortes causadas pela doença chegou a 621.166, com 121 óbitos entre ontem e hoje. Ainda há 3.031 mortes em investigação, mas esses dados ainda estão passíveis de atualização. Os dados de mortes em investigação ocorrem por haver casos em que o paciente morreu, mas a investigação da causa demanda exames e procedimentos posteriores.
Até o momento, segundo os dados oficiais, 21.704.050 pessoas haviam se recuperado da doença. O número equivale a 94,1% do total de infecções.
Estados
Segundo o balanço fornecido pelas Secretarias Estaduais de Saúde, o estado com mais mortes por Covid-19 é São Paulo, com 155.741 registros. Em seguida, aparece o Rio de Janeiro (69.586), Minas Gerais (56.832), Paraná (40.940) e Rio Grande do Sul (36.533).
Os estados com menos óbitos pela doença são Acre (1.854), Amapá (2.031), Roraima (2.078) e Tocantins (3.972).
As unidades da federação com mais casos registrados são: São Paulo (4,5 milhões), Minas Gerais (2,3 milhões) e Paraná (1,7 milhão). Os estados com menos casos são Acre (90,2 mil), Amapá (129,5 mil) e Roraima (133 mil).
Variante Ômicron
A pasta também informou que foram registrados 822 casos de pessoas infectadas pela variante Ômicron, com incidência confirmada em 17 unidades da Federação, com Pernambuco (145) e Rio de Janeiro (133) responsáveis pelo maior número de casos. Também foram registradas duas mortes, uma em Alagoas e outra em Goiás. Há 871 casos e duas mortes pela nova variante em investigação.

Foto: Ricardo Stuckert

 Correio Braziliense

A eventual aliança entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o ex-governador Geraldo Alckmin (sem partido) para a formação de uma chapa às eleições deste ano parece longe de ser apaziguada, tanto do lado petista quanto do lado do ex-tucano. No PT, a resistência à união ainda é considerável. A ex-presidente Dilma Rousseff, por exemplo, teria dito que o ex-gestor de São Paulo “será o Temer” de Lula, numa referência a Michel Temer, que se movimentou nos bastidores pelo impeachment da petista e assumiu o comando do país quando da destituição dela.

Outros integrantes da legenda, como Daniel Kenzo, líder do diretório petista no Butantã, Zona Oeste de São Paulo, afirmam que a imagem de Alckmin pode comprometer a campanha de Lula. “Absolutamente nada indica que entregar a vice a um golpista neoliberal seja necessário para ganhar as eleições”, enfatizou Kenzo, que abriu uma petição contra a formação da chapa.
Já o deputado Rui Falcão (PT-SP) — coordenador das campanhas de Lula, em 1994, e Dilma, em 2014 — disse que, se a chapa Lula-Alckmin for à frente, será uma “contradição” a tudo que o PT fez em sua história. Segundo Falcão, “Lula não precisa de muleta”. As declarações do parlamentar foram publicadas na edição de ontem da Folha de S. Paulo.
Por outro lado, há integrantes do partido que apoiam a aliança, ou pelo menos avalizarão o que Lula decidir. Os senadores Humberto Costa (PE) e Paulo Paim (RS) frisaram que divergências e debates em torno do tema são “naturais”. Paim sustentou não ter preferência sobre um nome para ser vice do ex-presidente e ressaltou a importância de alianças e coligações.
“Ninguém tem dúvida de que a liderança de Lula é muito forte. Ele ultrapassa, inclusive, a sigla do partido. Evidentemente, a opinião dele vai ser decisiva. Em momentos de dúvida na legenda, a posição dele sempre prevaleceu, e ele sempre acertou”, destacou. “Como um ser político que ele é, com liderança internacional, terá a visão global e saberá escolher seus quadros aliados fora do PT para reconstruirmos o país.”
Por sua vez, Humberto Costa argumentou que as negociações entre Lula e Alckmin ainda são preliminares, mas afirmou que, se a formação da chapa for oficializada, será um dos apoiadores.
“Isso ainda não foi apresentado formalmente ao PT. O que está acontecendo são opiniões acerca de algo que, pelo menos por enquanto, é apenas uma especulação e é natural as pessoas se manifestarem a favor ou contra”, minimizou. “Eu, particularmente, sou favorável a esse entendimento (entre Lula e Alckmin). No momento que isso for para discussão no diretório, votarei favoravelmente.”
O cientista político Valdir Pucci avaliou que a vontade de Lula será sacramentada e que as dificuldades levantadas pelo PT internamente fazem parte do jogo político. “Se a gente se lembrar de quando Lula escolheu o José Alencar para ser seu vice, houve contrariedade, à época, de membros do PT e da esquerda. Eles colocavam que a aliança ia contra os princípios do partido e contra os direitos do trabalhador. No final, se mostrou uma aliança acertada”, destacou. “Se Lula insistir nessa união, com certeza vai ser sacramentada.”
Reunião
Lula convocou reunião para hoje com os ex-ministros da Saúde dos governos petistas: Agenor Álvares, Alexandre Padilha, Arthur Chioro, Humberto Costa, José Gomes Temporão e Saraiva Felipe. Além deles, vão participar o ex-diretor da Anvisa Dirceu Barbano e a coordenadora do Setorial de Saúde do PT Eliane Cruz.
Os temas serão a nova onda da pandemia, a vacinação e os aprimoramentos para o Sistema Único de Saúde. Humberto Costa afirmou que a reunião pode resultar em diretrizes para o plano de governo de Lula.

Com a chegada das vacinas pediátricas da Pfizer, a Secretaria de Saúde de Afogados da Ingazeira inicia nesta terça-feira (18), a vacinação do público infantil, na faixa etária de 5 a 11 anos, começando pelo grupo que possui comorbidades: distúrbios neurológicos e do desenvolvimento (síndrome de down e autismo).

A vacinação se dará na Unidade Básica de Saúde de referência da criança. As crianças acamadas serão vacinadas no próprio domicílio.

Com a perspectiva da chegada de mais doses nesta terça, a Prefeitura irá informar quando a vacinação for sendo adiantada para as demais crianças, de acordo com as idades.

Oito em cada dez brasileiros (79%) apoiam a vacinação de crianças de 5 a 11 anos contra a covid-19. É o que aponta pesquisa Datafolha divulgada nesta segunda-feira (17/1) — percentual corresponde a 132,5 milhões de pessoas. Por outro lado, 17% dos entrevistados rejeitam a imunização infantil; 4% não opinaram.
A pesquisa ocorreu nos dias 12 e 13 de janeiro deste ano, ouvindo, por telefone, 2.023 pessoas acima dos 16 anos de idade em todos os estados brasileiros. A margem de erro, segundo o Datafolha, é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.
Entre os participantes da pesquisa, 83% eram mulheres e 75%, homens. No grupo feminino, 13% não concordam com a vacinação de crianças de 5 a 11 anos; no sexo masculino, 22% reprovam imunização.
Opinião entre os entrevistados por região:
  • Sudeste: 83% dos entrevistados são a favor da vacinação infantil e 14% são contrários;
  • Nordeste: 78% são a favor e 18%, contra;
  • Centro-Oeste/Norte (levantamento agrupou as regiões): 77% favoráveis e 20% contrários;
  • Sul: 72% a favor e 21%, contra.
Além disso, três em cada 10 entrevistados (29%) declararam ser responsáveis por crianças de 5 a 11 anos. Dentro desse grupo, 76% (36,9 milhões de responsáveis por brasileiros nessa faixa etária) afirmaram que pretendem levar as crianças para tomar a vacina contra o coronavírus. Na outra ponta, 8,4 milhões dos adultos disseram que não vão imunizar os filhos.

Segundo o colunista Igor Gadelha, lideranças do PSB afirmam que Márcio França pode até se fortalecer caso Alckmin se filie à sigla para ser vice de Lula

Agenda do Poder – Integrantes do PSB de Pernambuco já argumentam, nos bastidores, que uma das alternativas para viabilizar o acordo do partido com o PT no plano nacional seria os pessebistas aceitarem lançar o ex-governador Márcio França ao Senado, e não ao governo paulista, como o político deseja. As informaçoes são de Igor Gadelha no Metrópoles.

São Paulo é um dos principais imbróglios nas negociações com entre PT e PSB para uma aliança nacional entre as legendas. No estado, o PT tem dito publicamente que não pretende abrir mão da candidatura do ex-prefeito Fernando Haddad, primeiro colocado nas pesquisas ao Palácio dos Bandeirantes.

Além de São Paulo, há divergências entre os dois partidos em pelo menos outros quatro estados: Rio de Janeiro, Espírito Santo, Rio Grande do Sul e Pernambuco, onde o PT lançou recentemente a pré-candidatura do senador Humberto Costa (PT) ao governo do estado, com aval público de Lula.

Diante das divergências, a avaliação da ala pernambucana do PSB, uma das mais influentes dentro da sigla, é de que a legenda também precisará abrir mão de alguns dos estados em nome de concretizar a aliança nacional que visa eleger o ex-presidente petista ao Palácio do Planalto.

Nesse cenário, essas lideranças pessebistas argumentam que a legenda deve priorizar, na negociação, garantir o apoio do PT nos estados atualmente governados pelo PSB. Entre eles, estão justamente Pernambuco e Espírito Santo, onde o governador Renato Casagrande tentará a reeleição.

Para lideranças do PSB pernambucano, Márcio França pode até se fortalecer caso Geraldo Alckmin realmente se filie à sigla para ser vice de Lula por ela. Mas isso não será suficiente para convencer o PT a desistir de Haddad. A alternativa defendida, então, seria exigir a vaga ao Senado para França.

(Brasil 247).

Um jovem de 24 anos morreu após ser atingido por um avião agrícola pilotado pelo próprio pai, na cidade de Uchoa (SP), no sábado (15).

 

De acordo com a Polícia Militar, o pai perdeu o controle da aeronave na aterrissagem. O avião, então, girou e bateu uma das asas em um veículo estacionado ao lado da pista.

Mateus César Tosti, filho do piloto, mexia em insumos agrícolas quando foi atingido pela hélice do avião na cabeça e parte do braço.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e constatou a morte da vítima.

Técnicos do 4º Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa) foram ao local e a causa do acidente será investigada.

Mãe de cantor gospel orou antes de ser morta, mas jovem não perdoou: ‘Sai pra lá crente do Satanás’

A pastora Odete Rosalina da Costa, de 79 anos, antes de ser morta por um homem de 22 anos, orou para que o assassino não a agredisse com uma barra de ferro. O suspeito utilizou o objeto para golpear a vítima após invadir a igreja onde ela estava nas primeiras horas da manhã da última sexta-feira (14).

O crime aconteceu em Goiânia (GO) e a pastora morta era mãe do cantor gospel Delino Marçal, de 35 anos, ganhador do Grammy Latino Melhor Álbum de Música Cristã em Língua Portuguesa em 2019.

De acordo com informações do portal Metrópoles, o jovem invadiu a igreja, sem roupa e em aparente surto psicótico. Ao avistar o agressor, a pastora, que estava na companhia de um outro fiel, começou a orar em voz alta para afastá-lo.

Em resposta, o suspeito teria falado: “Sai pra lá crente do Satanás”. Ao mesmo tempo, o invasor tentou golpear o membro da igreja, mas a barra de ferro que ele segurava, retirada da porta que quebrou, passou de raspão no rosto do fiel.

Ainda de acordo com informações do Metrópoles, Odete e o irmão da igreja conseguiram deixar o templo. No entanto, Matheus acabou alcançando a pastora, que foi assassinada com pelo menos três golpes na cabeça.

O membro conseguiu fugir e chamou familiares da pastora que moravam próximo da igreja. Ao chegar no local, Odete ainda estava viva e tentou falar algo, mas morreu logo em seguida.

O jovem vai responder por homicídio qualificado por motivo fútil, além de lesão corporal e desacato contra os militares.

Por acordo com PT, PSB de Pernambuco fala em Márcio França no Senado

Na imagem colorida, um homem está posicionado no centro. Ele usa blusa azul, relógio preto e segura um microfone

Integrantes do PSB de Pernambuco já argumentam, nos bastidores, que uma das alternativas para viabilizar o acordo do partido com o PT no plano nacional seria os pessebistas aceitarem lançar o ex-governador Márcio França ao Senado, e não ao governo paulista, como o político deseja.

São Paulo é um dos principais imbróglios nas negociações com entre PT e PSB para uma aliança nacional entre as legendas. No estado, o PT tem dito publicamente que não pretende abrir mão da candidatura do ex-prefeito Fernando Haddad, primeiro colocado nas pesquisas ao Palácio dos Bandeirantes.

Além de São Paulo, há divergências entre os dois partidos em pelo menos outros quatro estados: Rio de Janeiro, Espírito Santo, Rio Grande do Sul e Pernambuco, onde o PT lançou recentemente a pré-candidatura do senador Humberto Costa (PT) ao governo do estado, com aval público de Lula.

Diante das divergências, a avaliação da ala pernambucana do PSB, uma das mais influentes dentro da sigla, é de que a legenda também precisará abrir mão de alguns dos estados em nome de concretizar a aliança nacional que visa eleger o ex-presidente petista ao Palácio do Planalto.

Nesse cenário, essas lideranças pessebistas argumentam que a legenda deve priorizar, na negociação, garantir o apoio do PT nos estados atualmente governados pelo PSB. Entre eles, estão justamente Pernambuco e Espírito Santo, onde o governador Renato Casagrande tentará a reeleição.

Para lideranças do PSB pernambucano, Márcio França pode até se fortalecer caso Geraldo Alckmin realmente se filie à sigla para ser vice de Lula por ela. Mas isso não será suficiente para convencer o PT a desistir de Haddad. A alternativa defendida, então, seria exigir a vaga ao Senado para França.

“Optou pela liberdade e hoje torna-se um líder mundial nesta área, enquanto vídeos bizarros da Austrália inundam a internet”, afirmou o deputado federal.

Djokovic chegou a treinar na Austrália enquanto impasse durava. (Foto: Kelly Defina / REUTERS)

 

 O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro (PL), elogiou o tenista sérvio Novak Djokovic, deportado neste domingo (16) da Austrália por tentar entrar no país sem estar vacinado contra a Covid-19.

“Se vencesse o Grand Slam de Melbourne, o sérvio Djokovic bateria Roger Federer e se tornaria o maior campeão de Grand Slam de todos os tempos. Optou pela liberdade e hoje torna-se um líder mundial nesta área, enquanto vídeos bizarros da Austrália inundam a internet”, afirmou o deputado federal.

A mensagem foi publicada nas páginas do político em diferentes redes sociais.

Eduardo Bolsonaro já se opôs à vacinação contra a Covid-19 em diversos momentos, numa posição que vai na contramão da recomendação de cientistas de todo o mundo.

Em um encontro virtual com atletas sérvios realizado em abril de 2020, Djokovic foi enfático ao se posicionar contra a exigência da vacina. “Pessoalmente, sou contra a vacinação e não quero que alguém me force a ser vacinado para viajar”, afirmou.

Djokovic viu a Justiça australiana rejeitar o recurso de sua defesa e manter a suspensão do visto de entrada no país. Após a audiência, o atual campeão do torneio foi deportado. Ele pegou um voo no aeroporto de Melbourne com destino a Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.

O tenista entrou na Austrália no dia 5 de janeiro sem se vacinar, apresentou uma isenção médica e alegou que testou positivo para Covid-19 em 16 de dezembro. Ao desembarcar no aeroporto, ele foi parado pela polícia alfandegária por não apresentar todos os documentos necessários para justificar a entrada no território australiano.

O atleta será substituído no Aberto da Austrália pelo italiano Salvatore Caruso, número 150 do mundo no ranking da ATP.