Monthly Archives: dezembro 2021

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta quinta-feira, em transmissão ao vivo em uma rede social, que o salário mínimo será de R$ 1.212 em 2022. A Medida Provisória (MP) confirmando o novo valor foi publicada na edição desta sexta-feira (31) do “Diário Oficial da União (DOU)”.

O valor de R$ 1.212 corresponde a uma correção da inflação pelo INPC e a recomposição de um valor residual referente a 2021, sem espaço para ganho real.

No fim de 2020, Bolsonaro fixou o salário mínimo no valor de R$ 1.100. A partir de 1º de janeiro de 2022, o valor passará a ser de R$ 1.212.

“A partir de 1º de janeiro, o novo valor do salário mínimo [será de] R$ 1.212”, afirmou o presidente durante live transmitida a partir de Santa Catarina, onde Bolsonaro está de férias.

Os R$ 1.212 foram fixados no Orçamento de 2022, aprovado pelo Congresso em 21 de dezembro, com base em uma previsão de 10,18% para o INPC. O anúncio de Bolsonaro, portanto, confirmou o valor aprovado pelo Legislativo.

De acordo com informações do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), o salário mínimo serve de referência para 50 milhões de pessoas no Brasil, das quais 24 milhões de beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Impacto nas contas públicas

Um reajuste maior no salário mínimo também faz com que o governo federal gaste mais. Isso porque os benefícios previdenciários não podem ser inferiores ao valor mínimo.

De acordo com cálculos do governo, a cada R$ 1 de aumento do salário mínimo cria-se uma despesa em 2021 de aproximadamente R$ 365 milhões.

Em novo recorde de casos diários, o mundo teve mais de 1,7 milhão de pessoas infectadas pelo coronavírus nas últimas 24 horas. As informações foram divulgadas pela plataforma Our World in Data, associada à Universidade de Oxford, e levam em consideração os casos de Covid-19 confirmados na última quarta-feira (29/12).

O antigo recorde de casos diários de Covid-19 foi registrado nesta mesma semana, quando na última segunda-feira (27/12), mais de 1,4 milhão de infecções foram registradas ao redor do globo. Além disso, em 28 de dezembro, outra marca expressiva foi alcançada com 1,3 milhão de pessoas diagnosticadas com o vírus.

De acordo com dados do Our World in Data, desde o início da pandemia, a marca de um milhão de casos diários de coronavírus somente foi atingida nesses últimos três dias.

Neste novo momento da pandemia, os Estados Unidos vem liderando o crescimento de casos – só na quarta-feira (29/12), 489.267 diagnósticos foram anotados, o que equivale a cerca de 37% do total. Em seguida, aparece o Reino Unido com 223.621 casos. Em terceiro, está a França, que registrou 208.099 pessoas infectadas com o vírus Sars-Cov-2 nas últimas 24 horas.

Ômicron

A variante Ômicron, identificada em novembro na África e já em circulação global, impulsiona o novo pico de casos. Apesar de ser menos letal que as outras versões do vírus, a Ômicron vem se espalhando de maneira muito rápida.

A chegada da mutação levou países como Alemanha, França, Reino Unido e Estados Unidos a anunciaram novas diretrizes para a circulação de pessoas.

Tsunami de casos

O Diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom, demonstrou preocupação em relação ao “tsunami de casos” que está acontecendo pelo mundo por conta da nova variante Ômicron. Segundo ele, este vírus continuará a evoluir e ameaçar nossos sistemas de saúde se não melhorarmos a resposta coletiva.

“No momento, Delta e Ômicron são ameaças gêmeas que estão levando os casos a números recordes, o que novamente está levando a picos de hospitalizações e mortes. Estou muito preocupado que a Ômicron sendo mais transmissível, circulando ao mesmo tempo que Delta, esteja levando a um tsunami de casos”, afirmou o diretor.

Em discurso realizado na quarta-feira (29/12), Adhanom ressaltou que enquanto a ciência mundial se entregava no combate contra a Covid-19, a política com frequência triunfou sobre a solidariedade: “Embora houvesse 1,8 milhão de mortes registradas em 2020, houve 3,5 milhões em 2021 e sabemos que o número real é muito maior”.

Tedros Adhanom indicou que a situação continuará a exercer uma pressão imensa sobre os trabalhadores de saúde, que estão exaustos. Além disso, os sistemas de saúde ficam à beira do colapso novamente.

“A pressão sobre os sistemas de saúde não se deve apenas aos novos pacientes do Covid-19 que precisam de hospitalização, mas também a um grande número de profissionais de saúde que também estão adoecendo”, explica.

Bebê dado como morto é salvo por agente funerário pouco antes do enterro

Um bebê prematuro, de cinco meses, foi dado como morto pelos médicos após nascer “de surpresa” em Ariquemes (RO). Porém, enquanto preparava a criança para o enterro, um agente funerário percebeu um suspiro e sinais de batimentos cardíacos no recém-nascido.

A mãe, uma jovem de 18 anos, não sabia que estava grávida. Na segunda-feira (27) ela procurou atendimento na rede pública de saúde duas vezes sentindo fortes dores, mas foi mandada para casa ainda sem saber da gravidez, segundo relato dos familiares.

As dores começaram a aumentar e ela acabou dando à luz o bebê prematuro em casa, sem ajuda médica.

Quando foi encaminhada ao hospital, a criança foi dada como “natimorta”, de acordo com a declaração de óbito assinada pelos médicos de plantão. A mãe estava no quinto mês de gestação e o pequeno nasceu pesando pouco mais de 1 quilo.

O agente funerário relatou que foi chamado na unidade de saúde por volta de 3h da manhã para recolher o corpo e levar até a funerária. Algumas horas depois, enquanto realizava os procedimentos de preparação para o enterro, percebeu que o bebê suspirou e que a criança apresentava batimentos cardíacos

Um bebê prematuro, de cinco meses, foi dado como morto pelos médicos após nascer “de surpresa” em Ariquemes (RO). Porém, enquanto preparava a criança para o enterro, um agente funerário percebeu um suspiro e sinais de batimentos cardíacos no recém-nascido.

A mãe, uma jovem de 18 anos, não sabia que estava grávida. Na segunda-feira (27) ela procurou atendimento na rede pública de saúde duas vezes sentindo fortes dores, mas foi mandada para casa ainda sem saber da gravidez, segundo relato dos familiares.

As dores começaram a aumentar e ela acabou dando à luz o bebê prematuro em casa, sem ajuda médica.

Quando foi encaminhada ao hospital, a criança foi dada como “natimorta”, de acordo com a declaração de óbito assinada pelos médicos de plantão. A mãe estava no quinto mês de gestação e o pequeno nasceu pesando pouco mais de 1 quilo.

O agente funerário relatou que foi chamado na unidade de saúde por volta de 3h da manhã para recolher o corpo e levar até a funerária. Algumas horas depois, enquanto realizava os procedimentos de preparação para o enterro, percebeu que o bebê suspirou e que a criança apresentava batimentos cardíacos

Bolsonaro, Lula, Moro, Doria e Ciro já têm candidatos a governador nos maiores estados brasileiros; veja os nomes

Lula (PT), Jair Bolsonaro (PL), Sergio Moro (Podemos), Ciro Gomes (PDT) e João Doria (PSDB) lideram as intenções de voto para a Presidência em 2022 segundo as pesquisas eleitorais. Foto: Agência O Globo

O Globo

Fundamentais para garantir espaço aos pré-candidatos à Presidência da República, os palanques dos maiores estados do país se transformaram em alvo de intensa disputa. A dez meses da eleição de 2022, fatores como desempenho nas pesquisas e estrutura partidária têm influenciado a formação das redes de apoio.

Juntos, São Paulo, Minas, Rio, Bahia e Rio Grande do Sul concentram 53,5% (78,4 milhões) do total de eleitores do país. São esses locais que os presidenciáveis devem priorizar nos próximos meses para construir a rede de sustentação que os permita chegar ao Palácio do Planalto.

O cientista político Vitor Marchetti, professor da Universidade Federal do ABC, diz que os dados históricos mostram que os palanques estaduais “pesam muito” no desempenho do candidato a presidente. A exceção foi a disputa de 2018, considerada um ponto fora da curva por causa do forte sentimento antipolítica que denominou aquela eleição.

— Os que têm mais sucesso e mais taxa de votos nas eleições presidenciais são os que conseguem estar em palanques estaduais. É fundamental para o desempenho, analisa.

À frente nas pesquisas, que lhe dão vitória no primeiro turno, Lula tem o cenário mais favorável na construção dos palanques. O problema do petista, nos próximos meses, será administrar os duelos entre os potenciais aliados que o querem como cabo eleitoral.

A definição das alianças do ex-presidente dependerá do avanço ou não das negociações para a formação de uma federação partidária com PSB, PCdoB, PV e PSOL. A união com o último partido é menos provável. Se for concretizada a federação, o grupo dos partidos que se unirem só poderá ter um candidato por estado.

Em São Paulo, o PT quer o ex-prefeito Fernando Haddad como candidato e o PSB, em conversas avançadas para apoiar Lula, exige que o ex-governador Márcio França encabece uma chapa com o apoio dos petistas. No Rio Grande do Sul, a situação é semelhante. Os petistas querem lançar o deputado estadual Edgar Pretto e o PSB, o ex-deputado federal Beto Albuquerque.

Nos outros estados do grupo que possuem mais eleitores a situação é mais tranquila. Na Bahia, o senador Jaques Wagner (PT) vai disputar o governo. No Rio, há encaminhamento para o PT apoiar Marcelo Freixo (PSB). Em Minas, os petistas se dividem em ter um candidato próprio ou compor uma aliança com o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD).

Em segundo lugar nas pesquisas, Jair Bolsonaro (PL) tenta garantir palanques nos cinco maiores estados apostando, principalmente, em seus ministros. Deve ter Onyx Lorenzoni no Rio Grande do Sul, João Roma na Bahia e Tarcísio Gomes de Freitas em São Paulo. No Rio, o candidato será o atual governador Cláudio Castro (PL). Em Minas, o presidente vai disputar o apoio do governador Romeu Zema (Novo) com Sergio Moro (Podemos), João Doria (PSDB) e Felipe d’Ávila (Novo).

Filiado a um partido com menor estrutura, Moro, por enquanto, enfrenta grande dificuldade para formar o seu palanque. O Podemos não tem nomes ainda para concorrer no Rio, Minas, Bahia e Rio Grande do Sul. Em São Paulo, há uma articulação para uma aliança com o deputado estadual Artur do Val (Patriota), conhecido como Mamãe Falei. Integrante do MBL, ele foi o quarto colocado na disputa pela prefeitura de São Paulo no ano passado. Caso consiga atrair o União Brasil para a sua aliança, o ex-juiz teria, em tese, o palanque de ACM Neto, pré-candidato ao governo da Bahia. Mas o ex-prefeito de Salvador tem resistência ao ex-juiz. Ele ainda conta com a possibilidade de receber o apoio de Zema  em Minas.

Apesar de o PSDB ter uma estrutura e tradição maiores, Doria também não tem encontrado facilidade para montar sua rede de apoios. Os tucanos programam ter Rodrigo Garcia, atual vice-governador, como candidato em São Paulo e Ranolfo Vieira Júnior, também atual vice, no Rio Grande do Sul. Na Bahia, o partido deve apoiar ACM Neto, que já teve embates públicos com Doria. Em Minas, os tucanos devem se aliar a Zema. No Rio, a tendência é apoiar o nome que for indicado pelo prefeito Eduardo Paes (PSD), provavelmente o atual presidente da OAB, Felipe Santa Cruz.

Ciro Gomes (PDT) é outro com dificuldades para formar os palanques. No Rio, deve ter o ex-prefeito de Niterói Rodrigo Neves (PDT). Em São Paulo, o partido discute ou o apoio a Guilherme Boulos (PSOL)  ou lançar uma candidatura própria, que pode ser da ex-reitora da USP Suely Vilela. Em Minas, há conversas com Kalil. Uma outra possibilidade é ter um nome próprio ainda indefinido. Na Bahia, é certa a coligação com ACM Neto, com possibilidade de indicar o vice da chapa ou o candidato ao Senado. No Rio Grande do Sul, o plano inicial era lançar o atual presidente do Grêmio, Romildo Bolzan, mas o desgaste provocado pelo rebaixamento do time no Campeonato Brasileiro colocou a ideia em suspenso. Há chance de o PDT apostar no ex-deputado Vieira Cunha (RS) ou se aliar a Beto Albuquerque (PSB), caso a parceira do PSB com o PT no estado não vingue.

— Na terceira via, tem candidaturas que são muito regionalizadas, como o Ciro e o Doria. E candidatos se lançando como uma baixíssima estrutura institucional, que é o caso do Moro, sem um partido enraizado, sem articulação nacional, avalia Marchetti.

Para o cientista político, o baixo desempenho nas pesquisas complica a costura de palanques e se essa dificuldade de composição nos estados também expõe a fragilidade das candidaturas.

— As duas coisas se reforçam.

Dia D de mobilização da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e Sarampo.

A Paraíba aprovou, na tarde de ontem (29), a vacinação contra covid-19 para crianças com idade entre 05 e 11 anos. A decisão foi aprovada por unanimidade na Reunião Extraordinária da Comissão Intergestora Bipartite (CIB), instância deliberativa do SUS, formada por gestores da Secretaria de Estado da Saúde e dos municípios (Conselho de Secretarias Municipais de Saúde – Cosems), com composição paritária.

 

O novo público será contemplado após a chegada das doses específicas para esta faixa etária, fabricadas pela Comirnaty, que correspondem a 1/3 da dosagem tradicional da vacina.

O secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, explica que essa é uma medida que visa garantir a saúde das crianças, sobretudo na iminência do aumento de casos provocados pela variante Ômicron. “Observando o histórico de outros países, damos conta de um grande número de casos moderados e graves ocasionados pela ômicron em indivíduos não vacinados ou com esquema incompleto. Isso nos traz um alerta de que é imperativo imunizar as crianças e protegê-las contra essa cepa”.

O secretário informa que não será necessária a apresentação de atestado médico para as crianças. “Serão exigidos apenas documentos oficiais com foto dos pais ou responsáveis e do menor. Lembrando que, como de costume, o critério de oferta destas doses será a ordem decrescente de faixa etária”, observou.

Sobre a segurança na aplicação das vacinas em crianças, Geraldo Medeiros comenta que há cerca de 7 milhões de crianças que já receberam os imunizantes em todo mundo, com pouquíssimos casos de eventos adversos. “Somente a vacina pode proteger as crianças e não vaciná-las pode suscitar uma grande tragédia”, alertou.

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) orienta que os municípios disponibilizem uma sala ou dia exclusivo para oferecer a vacinação a este público, com o objetivo de evitar a aplicação incorreta dos imunizantes, garantindo a segurança da população.

Faltam apenas dois dias para o sorteio da Mega da Virada, que oferece a maior bolada do ano e da história da loteria: um prêmio estimado em R$ 350 milhões. Para ganhar a premiação, alguns apostadores contam com a sorte, mas também procuram saber quais as dezenas foram mais sorteadas no concurso especial criado em 2009.

Neste período, foram realizados 12 sorteios da Mega da Virada. O número 10 foi o mais sorteado: quatro vezes, de acordo com divulgação  da Caixa à imprensa.

Em seguida, as dezenas mais sorteadas são 03, 05, 20 e 36. Todos esses números saíram três vezes nos concursos especiais das loterias Caixa.

Ao todo, 16 dezenas foram sorteadas duas vezes desde que a Mega da Virada começou a ser realizada. São elas: 02, 11, 17, 18, 33, 34, 35, 37, 38, 40, 41, 42, 51, 53, 56 e 58.

Outras 22 dezenas saíram uma vez na Mega da Virada, segundo o Valor Investe: 01, 04, 06, 12, 14, 16, 24, 25, 27, 29, 30, 31, 32, 43, 45, 46, 47, 49, 50, 52, 55, 57.

Há, ainda, 16 números que jamais foram sorteados no concurso especial. Tome nota: 07, 08, 09, 13, 15, 19, 21, 23, 26, 28, 39, 44, 48, 54, 59, 60.

As casas lotéricas e plataformas digitais da Caixa já estão recebendo apostas desde o dia 16 de novembro. A Caixa Econômica Federal fará o sorteio milionário no dia 31 de dezembro. O concurso será o de número 2.440 e até lá não haverá mais sorteios.

Por se tratar de um concurso especial, o prêmio não acumula. Caso não haja acerto para as seis dezenas, o valor será dividido entre os acertadores  de cinco dezenas. O valor prometido é maior do que o de 2020, quando a Caixa estimou o prêmio em R$ 300 milhões.

As apostas podem ser feitas nas casas lotéricas de todo o país, pelo aplicativo Loterias Caixa ou pela internet. O valor da aposta simples, com 6 números, é R$ 4,50. Vale lembrar que as apostas devem ser feitas com volante específico da Mega da Virada.

Estimativas feitas pela Caixa mostram que caso o sortudo leve a bolada sozinho, se aplicado o dinheiro na poupança, terá um rendimento de R$ 1,5 milhão mensais,  o total é dinheiro suficiente ainda para comprar 40 mansões de R$ 8,75 milhões, cada.

Bolões

Para aumentar as chances de ganhar, muitos jogadores optam por adquirir cotas dos bolões, já que concorrem com uma maior quantidade de jogos e de números em uma aposta, gastando menos.

Para realizar o bolão, basta formar um grupo, escolher os números da aposta, marcar a quantidade de cotas e registrar em qualquer uma das 13 mil lotéricas do país. Ao ser registrada no sistema, a aposta gera um recibo de cota para cada participante que, em caso de premiação, poderá resgatar o prêmio individualmente.

O apostador também pode adquirir cotas de bolões organizados pelas lotéricas. Para isso, é preciso solicitar ao atendente a quantidade de cotas que deseja e guardar o recibo para conferir a aposta no dia do sorteio. Nesse caso, poderá pagar uma tarifa de serviço adicional de até 35% do valor da cota, a critério da lotérica.

Na Mega-Sena, os bolões têm preço mínimo de R$ 10. Porém, cada cota não pode ser inferior a R$ 5. É possível realizar um bolão de no mínimo 2 e no máximo 100 cotas. É permitida a realização de no máximo 10 apostas por bolão. Nos casos de mais de uma aposta, todas elas deverão conter a mesma quantidade de números de prognósticos.

 

 

Bolsonaro recusa ajuda humanitária da Argentina às vítimas das chuvas na Bahia

CNN Brasil

O Ministério das Relações Exteriores negou autorização do envio de ajuda humanitária por parte do governo da Argentina às vítimas das enchentes na Bahia, segundo informou, em nota, o governo do estado.

De acordo com o comunicado, o governo argentino se colocou disposto a enviar imediatamente ao sul da Bahia uma missão com profissionais especializados nas áreas de água, saneamento, logística e apoio psicossocial para as vítimas dos estragos que foram causados pelas fortes chuvas no estado.

O governo baiano afirmou que recebeu um documento do consulado argentino informando a decisão da União na noite desta quarta-feira (29). Na dispensa aos esforços do país vizinho, o governo brasileiro afirmou que a crise na Bahia está “sendo enfrentada com a mobilização interna de todos os recursos financeiros e de pessoal necessários”.

De acordo com o governo da Bahia, o Ministério das Relações Exteriores ainda informou que “na hipótese de agravamento da situação, requerendo-se necessidades suplementares de assistência, o Governo brasileiro poderá vir a aceitar a oferta argentina de apoio da Comissão dos Capacetes Brancos, cujos trabalhos são amplamente reconhecidos”.

Pelas redes sociais, o governador Rui Costa (PT) agradeceu a ajuda do governo argentino e pediu celeridade do governo federal para autorizar a missão estrangeira. O governador ainda expressou gratidão ao embaixador Daniel Scioli e à presidente da comissão nacional dos Capacetes Brancos, a embaixadora Sabina Frederic, assim como ao cônsul-geral da Argentina na Bahia, Pablo Virasoro.

O número de mortos em decorrência das enchentes que atingem diversas regiões da Bahia subiu para 24 de acordo com informações da Superintendência de Proteção e Defesa Civil do estado (Sudec). Diante da crise, 15 estados e o Distrito Federal anunciaram envio de ajuda para as cidades inundadas.

 

Zé Negão ” Gestão Sandrinho não entregou o que prometeu em campanha”

O ex-vereador Zé Negão, candidato a prefeito em 2020, fez duas críticas à gestão Sandrinho Palmeira, participando do Debate das Dez da Rádio Pajeú.

Acompanhado do vereador Edson Henrique, seu filho, ele disse que havia se comprometido em  não avaliar a gestão antes dos seis meses de governo e que agora se sentia a vontade para falar.

Zé criticou a gestão por questões como o trânsito, animais soltos nas ruas, o salário pago aos servidores, o tratamento aos servidores da educação. “Eles prometeram desde o governo um mega concurso” e não saiu do papel.

Disse ainda que a patrulha rural 24 horas foi outra promessa que não foi cumprida e criticou a situação nos bairros da cidade, ambos segundo ele abandonados. “A gente vê aí o povo falando na rádio. Sandrinho disse que ia fazer a gestão de fora pra dentro, zona rural e bairros. Cadê?”. Disse que o centro foi “maquiado” e os bairros, abandonados.

Zé Negão afirmou que os veículos cedidos a associações, fruto de parceria com a CODEVASF estão servindo para realizar ações que seriam de responsabilidade da Secretaria de Agricultura. Citou inclusive um exemplo em que a programação em uma estrada rural teria sido barrada por Rivelton Santos por questão política. “Não deixaram fazer o serviço na estrada e a população ficou revoltada”. Ele disse que a nota ao prefeito é menor que 4, a que ele aferiu em entrevista anterior.

Sobre 2022, Zé Negão disse ter conversado com Miguel Coelho e Raquel Lyra. Aposta que a oposição ganha as eleições em Pernambuco. Também que foi convidado pelo PODEMOS para ser candidato a Deputado Federal e que estaria avaliando.

O fim do ano se aproxima e com ele as comemorações e confraternizações. E depois de quase dois anos sem encontros e abraços, muitas pessoas se sentem mais seguras e menos tensas para se reunir com familiares e amigos, especialmente com o avanço do processo de vacinação. É importante lembrar, entretanto, que os cuidados e protocolos sanitários ainda precisam ser mantidos, respeitados e obedecidos, para que os resultados da vacinação sejam eficazes e seguros.

O diretor-geral da Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa/PB), Geraldo Menezes, destaca que o respeito aos protocolos sanitários de enfrentamento e prevenção à Covid-19 é imprescindível para que se consiga caminhar com eficiência no sentido de erradicar o coronavírus.

O alerta também é reforçado pelo gerente-técnico de Inspeção e Controle de Riscos em Serviços de Saúde da Agevisa/PB, Ado Brito, para quem é necessária a consciência social de que o vírus ainda circula livremente entre as pessoas, podendo infectá-las ao menor descuido.

“Não se acredita, ou pelo menos não se espera, que tenhamos os mesmos picos registrados no ano passado e no primeiro semestre deste ano. No entanto, se as pessoas não se cuidarem, poderá haver novas ondas de contaminação, ainda que menos letais que as anteriores, devido ao alcance da vacinação, mas com capacidade de matar pessoas, considerando que parte da população sofre de comorbidades que podem agravar os efeitos da Covid-19”, observa.

Ado Brito defende também que cuidados especiais sejam tomados em relação às crianças, especialmente da faixa etária ainda não vacinada (abaixo de doze anos), pois as mesmas podem contrair o coronavírus (embora com sintomas mais leves) e se tornar vetores de transmissão da Covid-19. Pondo em risco a vida dos adultos com os quais convivem.

Orientações importantes – Para que as pessoas possam se confraternizar nas festas de fim de ano sem se expor a riscos de contaminação pela Covid-19, a Agevisa/PB recomenda que as confraternizações se limitem às pessoas do convívio familiar e sejam realizadas em ambientes amplos, abertos e arejados, e que sejam respeitados os protocolos de higiene, especialmente no que se refere ao uso de álcool líquido ou em gel a 70% e ao uso correto das máscaras de proteção respiratória, que devem cobrir boca e nariz quando não se estiver consumindo alimentos ou bebidas.

“É importante ainda que, durante as refeições, se coloque os núcleos familiares em mesas distintas e separadas das demais, com distanciamento mínimo de um metro e meio entre elas. Outro fator importante está relacionado à limpeza e à desinfecção dos ambientes, que precisam ser intensas e frequentes. Nesses processos, deve-se utilizar produtos devidamente registrados na Anvisa e, portanto, com eficácia garantida”, explica o gerente de Inspeção e Controle de Riscos em Serviços de Saúde da Agevisa/PB.

Locais públicos – Quanto aos eventos realizados em locais públicos, Ado Brito observa que, “nesses casos, deve-se dar preferência a lugares com menor número de pessoas para evitar aglomerações, mantendo-se sempre o distanciamento mínimo de um metro entre pessoas recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), considerando que a transmissão da Covid-19 ocorre através do ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse; pelo contato pessoal próximo, como toque, abraço ou aperto de mão, e pelo contato com objetos ou superfícies contaminadas seguido do ato de levar a mão à boca, ao nariz ou aos olhos”.

“Segundo os protocolos sanitários de enfrentamento à Covid-19, não devem comparecer, de forma alguma, às reuniões de confraternização e aos demais eventos festivos: Pessoas que apresentem suspeita de Covid-19 ou que tenham tido sintomas da doença, mesmo que leves, há menos de 14 dias antes do encontro. A recomendação deve ser seguida mesmo que não tenha sido feito nenhum teste de diagnóstico; pessoas diagnosticadas com Covid-19 ou que tiveram contato com alguém com sintomas da doença há menos de 14 dias do encontro, e pessoas que não se vacinaram”.

Fotos do movimento do Calçadão / Fotos Charles de Moura

Por: Agência Brasil

O número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus desde o início da pandemia chegou a 22.254.706, segundo balanço divulgado pelo Ministério da Saúde hoje (28). Em 24 horas, autoridades de saúde registraram 8.430 diagnósticos da doença.

O total de mortes causadas pela Covid-19 chegou a 618.705. De ontem para hoje as secretarias estaduais e municipais de Saúde confirmaram mais 171 óbitos. Ainda há 2.824 mortes em investigação, mas esses dados ainda estão passíveis de atualização. Os dados de mortes em investigação ocorrem por haver casos em que o paciente morreu, mas a investigação da causa demanda exames posteriores.
Até esta quarta, 21.567.845 pessoas haviam se recuperado da doença.
Segundo o balanço fornecido pelas Secretarias Estaduais de Saúde, o estado com mais mortes por Covid-19 é São Paulo, com 155.127 registros. Em seguida, aparece o Rio de Janeiro (69.435), Minas Gerais (56.623), Paraná (40.881) e Rio Grande do Sul (36.427).
Os estados com menos óbitos pela doença são Acre (1.850), Amapá (2.019), Roraima (2.078), Tocantins (3.933) e Sergipe (6.056).
Já as unidades da federação com mais casos registrados são São Paulo (4,4 milhões), Minas Gerais (2,2 milhões) e Paraná (1,5 milhões). Os estados com menos casos são Acre (88,3 mil), Amapá (126,7 mil) e Roraima (128,7 mil).

Tragédia: Sobe para 21 o número de mortos por enchentes na Bahia

Por: Correio Braziliense

 (Foto: Clewton Dias / G4TV Drones / AFP )

Foto: Clewton Dias / G4TV Drones / AFP

O número de vítimas das enchentes no estado da Bahia subiu para 21, de acordo com dados divulgados nesta terça-feira (28), pela Superintendência de Proteção e Defesa Civil (Sudec). Além disso, foram contabilizados 34.163 desabrigados, enquanto os desalojados são 42.929. Vale lembrar que a diferença entre desabrigados e desalojados está na necessidade de abrigo público. Os desalojados perderam seus imóveis, mas conseguiram se realocar em outros locais.
A 21ª primeira vítima das chuvas é um jovem de 19 anos, que tentou atravessar uma enxurrada em Ilhéus, na noite da segunda-feira (27), e acabou se afogando. É o segundo óbito registrado na cidade.
O número de afetados pelas fortes chuvas subiu para 471.786 pessoas, mas o número de feridos se manteve estável, em 358. O número de cidades em estado de emergência também aumentou. Agora são 136 cidades nesta situação.
Fenômeno de chuvas
Além disso, a Bahia enfrenta o maior acumulado de chuvas para dezembro nos últimos 32 anos. De acordo com o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), Itamaraju (no sul da Bahia) foi o município onde mais choveu no Brasil, com 769,8mm de chuva, o que representa mais que o quíntuplo da sua climatologia de dezembro (148,0 mm).
Os dados indicaram que a climatologia da chuva entre setembro e dezembro em Itamaraju é de 499,7mm; em Ilhéus é de 434,4mm; e em Porto Seguro é de 507,7mm. Assim, nesse período, as chuvas nessas regiões estão acima da média.  

Em Pernambuco, dono de motel invade quarto e atira em cliente

Um homem de 31 anos foi baleado na noite desta terça-feira (28), dentro do quarto de um motel, na PE-218, no município de Bom Conselho, no Agreste de Pernambuco.

A vítima estava acompanhado de uma mulher, quando bateram em uma garrafa de bebida que acabou quebrando, ao ouvir o barulho o dono do motel abriu a janela de cobrança e perguntou o que estava acontecendo.

Ainda de acordo com o Portal Agreste Violento, enfurecido o elemento que estava armado com um revólver invadiu o quarto e atirou no cliente que foi alvejado de raspão.

O comerciante não quis receber o consumo e mandou o casal embora, a vítima foi socorrida para o hospital local e a Polícia Militar não conseguiu localizar e prender o dono do motel.

Morreu ontem às 8 da noite Ivonete Pires de Sá Maranhão. Dona Beta Pires tinha 89 e estava há alguns dias internada no Hospital Regional Emília Câmara com complicações em virtude da idade avançada.

Ela era mãe do blogueiro e amigo Júnior Finfa. Segundo informou o profissional, o corpo será velado na Praça Miguel de Campos Góes, a Praça de Alimentação, número 84, onde residia.

O sepultamento será às 4 da tarde no Cemitério São Judas Tadeu. No seu bloco, Júnior Finfa fez uma linda homenagem à sua mãe:

Ontem a vida me roubou, arrancou a melhor parte de mim, minha mãe, Dona Beta Pires. Quando cheguei ao Hospital Regional Emília Câmara, minha rainha tinha acabado de falecer. Os profissionais daquela unidade ainda estavam retirando seus aparelhos.

Sinceramente ainda não sei descrever meus sentimentos. Tive ontem um pressentimento quando vinha Recife e comentei com um amigo. Senti que estava chegando a hora de Deus chamar mamãe para ficar ao lado do meu pai Zezito Sá, da minha irmã Raquel, dos meus avós Aurélio e Hosana, das suas irmãs Tida e Dária, do seu irmão Tonho e todos nossos familiares e amigos. Este tipo de provação acontece em nossa vida para testar nossos limites. Precisamos tirar lições e nos fortalecer.

Quanta saudade. Lembro que quando estava iniciando esta jornada de blogueiro. Todos os dias ela com extremo carinho perguntava se eu queria um café. Ultimamente em nossos almoços a cada terça-feira,  descobri o que realmente tem valor. Quanto aprendizado, quanta afeto. 

Mamãe, minha saudade não vai acabar. Vou lembrar de tudo que passamos juntos. Meu amor pela senhora é imensurável.

Com este pensamento de Carlos Drummond de Andrade, deixo aqui meus agradecimentos a Sandra e Cida, que cuidaram de mamãe até sua partida, aos profissionais do Hospital Regional e todos que de uma forma ou de outra procuravam saber do estado de Dona Beta Pires:

Para Sempre

Por que Deus permite
que as mães vão-se embora?
Mãe não tem limite,
é tempo sem hora,
luz que não apaga
quando sopra o vento
e chuva desaba,
veludo escondido
na pele enrugada,
água pura, ar puro,
puro pensamento.
Morrer acontece
com o que é breve e passa
sem deixar vestígio.
Mãe, na sua graça,
é eternidade.
Por que Deus se lembra
– mistério profundo –
de tirá-la um dia?
Fosse eu Rei do Mundo,
baixava uma lei:
Mãe não morre nunca,
mãe ficará sempre
junto de seu filho
e ele, velho embora,
será pequenino
feito grão de milho.

Via Nill

 

O prefeito Alessandro Palmeira esteve nesta terça-feira, presente à inauguração de mais uma gigante do varejo que aposta em Afogados da Ingazeira. Depois das lojas Americanas e Magazine Luiza, chegou à vez das Casas Bahia inaugurar uma de suas lojas na cidade.

Ao lado da gerente regional das Casas Bahia, Talita Aversani, o prefeito felicitou os funcionários e destacou a pujança da cidade na atração, cada vez mais, de novos investimentos, gerando empregos e oportunidades para a população.

“Tudo isso é fruto de uma cidade acolhedora, de um povo trabalhador, de sucessivas gestões que prepararam a infraestrutura necessária para esse boom de investimentos que vivenciamos hoje”, afirmou o prefeito.

Alessandro Palmeira destacou ainda importantes investimentos no município, a exemplo da inauguração de uma nova unidade da Farmácia dos Municípios, da rede nacional de farmácias Pague Menos, e a perspectiva da chegada do Novo Atacarejo e de uma loja da rede Óticas Diniz.

“É Afogados sempre crescendo, seguindo em frente, gerando empregos e oportunidades para seus filhos e filhas”, finalizou Palmeira.

Foto: reprodução

A eleição para o Governo de Pernambuco em 2022 pode marcar uma reviravolta na política pernambucana. Enquanto o PSB não consegue definir quem será o seu candidato dentre cinco possíveis nomes, a oposição já colocou o bloco na rua e percorreu todo o estado com uma pré-campanha forte.

Dentre os pré-candidatos de oposição, o prefeito do Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira, tem a vantagem de presidir o partido do presidente Jair Bolsonaro em Pernambuco, o PL. Essa condição pode impulsionar seu nome no próximo ano, pois o presidente da República tem uma militância orgânica forte no estado e conta com uma grande parcela do eleitorado. Anderson também administra o segundo maior colégio eleitoral de Pernambuco, o que lhe garante uma grande força na Região Metropolitana do Recife.

Já o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (DEM), foi o pré-candidato de oposição que mais percorreu os municípios pernambucanos. Essa movimentação lhe trouxe uma grande vantagem, pois ele conseguiu garantir o apoio de 38 prefeitos em todo o estado. Miguel também é líder incontestável no Sertão, região em que, historicamente, a oposição tem dificuldade para receber votos. Além disso, o seu partido, o DEM, deve se fundir com o PSL para formar o União Brasil, que garantirá a Miguel um grande tempo de televisão e rádio além de recursos para a campanha.

A prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB), conquistou uma boa vantagem ao sair na frente nas primeiras pesquisas eleitorais. Isso se deve à forte liderança que Caruaru tem no Agreste de Pernambuco. Junto com Anderson, Raquel também percorreu as principais cidades do estado com o movimento Levanta Pernambuco, o que ampliou ainda mais o seu nome.

Os números já colocam a oposição em condição de favoritismo no próximo ano, mas o PSB ainda domina a máquina do estado. Para vencer, é preciso que o bloco oposicionista atue com uma forte sinergia, seja com uma ou com duas candidaturas, pois os socialistas farão de tudo para permanecer no poder.

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que nas últimas 96h não foram notificados casos novos para a COVID-19 em nosso município.

Hoje não temos novos casos em investigação e 93 pacientes apresentaram resultados negativos para a COVID-19.

Nesta segunda, 01 paciente apresentou alta por cura após avaliação clínica e/ou epidemiológica. O município atingiu a marca de 5.445 (98,51%) recuperadas para a covid-19. Atualmente, o município tem 08 casos ativos para a COVID – 19.

Afogados atingiu a marca de 27.669 pessoas testadas para a covid-19, o que representa 74,26% da nossa população.

Casos leves x SRAG/COVID – 19:
Leves: (5.354 casos), 96,86%;
Graves: (173 casos), 3,14%.

Semana Epidemiológica: Encerrou no último sábado a SE 51 com 05 casos para a COVID-19 e média móvel de 0,71 casos/dia. Nota-se uma redução de 50% comparando-se com o número de casos da semana anterior. Observando as 04 últimas SE:

SE 50 – 10 casos e MV 1,42;
SE 49 – 6 casos e MV 0,85;
SE 48 – 6 casos e MV 0,85;
SE 47 – 2 casos e MV 0,28.

Por: AFP

This handout photo obtained on December 27, 2021 from Caltrans Distric 3, shows Highway 50/Lake Tahoe Boulevard, in Lake Tahoe, California, covered in snow. (Photo by various sources / AFP)

Uma forte tempestade atingiu o norte da Califórnia, que em 24 horas já acumulou quase um metro de neve na parte central da Serra Nevada, em seu dezembro com mais neve, segundo a série histórica da região.
A tempestade derrubou árvores e cabos de energia elétrica, deixando milhares de pessoas sem eletricidade, informou a companhia Pacific Gas & Electric.
“Há previsão de mais neve, chuva e ventos. As equipes restauraram o atendimento de quase 50 mil usuários desde a manhã de Natal e estão preparadas para responder a novos cortes”, afirmou a empresa.
A neve também bloqueou várias seções das estradas nesta região perto do lago Tahoe, um importante destino turístico.
“As equipes estão trabalhando sem parar para reabrir as estradas”, relatou Caltrans, a autoridade de transporte no estado da Califórnia.
A área acumula 492 centímetros de neve em dezembro, marca que supera o recorde para este mês (455 centímetros em 1970), informou o Laboratório de Neve da região central de Sierra Nevada da Universidade de Berkeley.
“Definitivamente, não esperamos um inverno úmido”, disse Andrew Schwartz, cientista do laboratório, à AFP. “Acontece que este ano acabamos com muito mais neve do que esperávamos, o que é uma surpresa agradável, é claro”, acrescentou.
A costa oeste dos Estados Unidos viveu anos de seca, deixando partes da Califórnia ressecadas e vulneráveis às chamas em temporadas de incêndios cada vez mais vorazes.
Schwartz explicou que, embora “pareça que o oeste dos Estados Unidos está recebendo um pouco de ajuda”, é muito cedo para dizer que a neve aliviará a seca.
Segundo Schwartz, mais 20 a 30 centímetros de neve são esperados nas próximas 24 horas. 
Os serviços meteorológicos preveem mais neve e chuva para a região, assim como para o estado de Oregon, ao norte da Califórnia.
Mais ao norte, em Seattle, a nevasca incessante forçou o cancelamento de quase 300 voos e atrasou outros 350 nas últimas horas, afetando milhares de passageiros no aeroporto Internacional de Seattle-Tacoma.
Enquanto a neve causa estragos na costa oeste, o calor bateu recordes no outro extremo do mapa. No sábado, os termômetro atingiram 34º C em Rio Grande Village, no Texas, registrando o Natal mais quente dos Estados Unidos.

Prazo para quitar o IPVA de 2020 encerra nesta sexta-feira

Está chegando o prazo final para circular com o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV) de 2020 dos automóveis com placas finalizadas em 9 e 0. De acordo com o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PE), a última data para o pagamento é nesta sexta-feira (31). O documento, que agora é digital, fica disponível após a quitação das taxas de licenciamento, que inclui o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), taxa dos bombeiros, do licenciamento e as multas vencidas, caso existam.

Devido às restrições causadas pela pandemia, foram prorrogados os prazos de validade do calendário anual de licenciamento 2020 dos veículos usados, conforme resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e portaria 2879/2021 do Detran-PE.

O prazo para circulação com o CRLV 2020 ficou da seguinte forma:

Com a quitação do licenciamento 2020, para acessar o CRLV-E só é preciso baixar o aplicativo Carteira Digital de Trânsito (CDT), na App Store e na Google Play, e adicionar o documento, que também pode ser compartilhado com outro usuário do veículo, que também tenha a CDT. O compartilhamento pode ser feito com até cinco pessoas ao mesmo tempo e o documento também pode ser impresso em papel A4, pelo próprio usuário. Pernambuco é o quinto estado a implantar a tecnologia do CRLV digital, que traz todas as informações do documento impresso e tem a mesma validade jurídica da versão em papel.

Multas  

Só pelo site do Detran-PE (www.detran.pe.gov.br) é possível gerar os boletos de multas vencidas já com os juros e correção. Desde janeiro de 2017, em cumprimento a Lei Federal 13.281, que alterou o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), os valores das multas vencidas são atualizados automaticamente, no site do Detran, com os devidos acréscimos de juros de mora, para pagamento nas datas escolhidas, com a facilidade de realizar a quitação nos aplicativos de qualquer instituição bancária.

Os correntistas do Banco do Brasil (BB), têm a possibilidade de saldar os débitos por meio do aplicativo ou dos correspondentes bancários do BB, sem a necessidade de entrar no site do Detran para acessar as guias de pagamento. O contribuinte pode quitar as taxas por meio dos terminais de autoatendimento, do aplicativo ou do site do banco.

Como o foco é o pagamento digital, não é possível efetuar nos caixas bancários, mas o procedimento é simples: basta acessar o sistema bancário, entrar no canal de pagamentos sem código de barras e o campo “taxas do Detran”, informando a placa do veículo e o CPF ou CNPJ do proprietário. A partir daí é possível verificar o histórico e pendências registradas no Detran e efetuar a quitação das taxas existentes atualizadas.

Os acréscimos são baseados na taxa referencial do Sistema Especial de Liquidação e de Custódia (Selic) para títulos federais acumulada mensalmente. Os cálculos ocorrem a partir do mês subsequente ao da consolidação até o mês anterior ao do pagamento, e de 1% relativamente ao mês em que o pagamento estiver sendo efetuado, como determina o artigo 284, inciso 4º da lei 13.281.

Lucinha Mota mostra imagem de freira conversando com o suposto assassino

Carlos Britto

Mais uma bomba se abateu sobre o Colégio Maria Auxiliadora, em Petrolina,  palco do bárbaro assassinato da menina Beatriz Angélica Mota.

O crime ocorreu  na noite de 10 de dezembro de 2015 e ainda não tem solução.

Mãe da menina, Lucinha Mota revelou na tarde de hoje (27), no município de Moreno (PE), mais um forte indício do provável assassino de sua filha.

Em mais uma live, Lucinha divulgou uma imagem na qual aparece uma religiosa do colégio, juntamente com outras duas pessoas e o homem que pode ter tirado a vida de Beatriz.

“Cadê essas pessoas? Elas já foram ouvidas, hein, Polícia Civil? Depois de receber essa imagem, eu entendi por que o colégio apagou”, declarou.

Lucinha está numa caminhada rumo ao Recife, em busca de justiça pelo crime cometido contra Beatriz. Ela saiu de Petrolina no último dia 5 de dezembro e chegou a Moreno, a 28 quilômetros da capital.

 

 

 

Desabrigados após chuvas na BA passam de 30 mil; estado registra 20 mortes e 470 mil afetados

 

Subiu para 470 mil o número de pessoas afetadas pelas fortes chuvas que atingiram o sudoeste, sul e extremo sul da Bahia. Em todo o estado, já são 31.405 desabrigados e 31.391 desalojados, de acordo com dados enviados pelas prefeituras e totalizados pela Superintendência de Proteção e Defesa Civil (Sudec). O total de municípios afetados chega a 116, sendo que 100 deles já decretaram situação de emergência.

Ainda segundo o governo do Estado, foram registrados 358 feridos. O total de pessoas afetadas é superior a 470 mil (471.009).

Nesta segunda-feira (27), o estado registrou a 19ª e 20ª morte por conta das chuvas. A 19ª vítima foi identificada como Felipe Duarte Garcia, de 21 anos. Ele estava sendo procurado desde o domingo (26), quando desapareceu com a enxurrada. O corpo dele foi encontrado às margens do Rio Cachoeira, na região que passa pelo bairro Urbis IV.

Segundo moradores, Felipe foi carregado pela correnteza, enquanto passava pela BR-415. O jovem era morador do bairro Jorge Amado. Ainda não há detalhes sobre o sepultamento dele.

A 20ª vítima é a Maria das Neves Souza dos Santos, de 33 anos. Ela era moradora da Vila da Paz, que é uma região ribeirinha entre a BR-415 e o Cachoeira, na saída de Itabuna para Ilhéus. Ela estava em casa, no banheiro, quando a estrutura desabou sobre ela na madrugada de domingo (26).

O presidente da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), José Patriota, falou desta segunda-feira (27), sobre algumas medidas que estão sendo tomadas diante das chuvas que estão ocorrendo e sobre eventos do próximo ano.

Com o avanço das chuvas no fim de semana, Patriota afirmou que esse clima traz esperança para água nas barragens, mas há a preocupação com áreas de risco. “Tivemos a presença de um quadro chuvoso em quase todo o estado, precisamos de chuva para encher nossos reservatórios, mas ao mesmo tempo ficamos apreensivos. Temos no Agreste um baixo balanço hídrico, como na barragem de Jucazinho, ficamos felizes com a chuva, mas preocupados com essas chuvas torrenciais, que nos lembra das enchentes em outros lugares, porém estamos esperançosos”, disse o presidente.

Sobre as festividades de fim de ano e o Carnaval 2022, o presidente acredita que os municípios chegaram e vão chegar em um consenso, em relação ao ano que vem. “Nós tivemos uma assembleia da Amupe, onde os prefeitos de Pernambuco disseram que não iriam promover festas de grande porte pelo município, em função da pandemia, mas atividades de eventos fechados passam por uma vigilância sanitária rigorosa. Em relação ao Carnaval, estamos naquela apreensão, alguns municípios já cancelaram o Carnaval e uma grande maioria está esperando uma posição do governo do Estado, que deve avaliar agora em janeiro, um quadro com os números indicadores e pode decidir fazer uma recomendação técnica para o governador, enfim tomar uma decisão. Essa decisão envolve a cadeia produtiva, pessoas que vivem desta atividade para poder se planejar minimamente. Tudo isso precisa ser avaliado com muito cuidado, e a nossa decisão é acelerar com a vacinação chamando a população, para facilitar o funcionamento das atividades produtivas”, disse Zé Patriota.

Após o feriado de Natal, quando as agências trabalharam em horário reduzido, os bancos retomam hoje (27) o horário normal de funcionamento, das 10h até 16h. Segundo a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), o último dia útil para atendimento ao público, com expediente normal para a realização de todas as operações bancárias solicitadas pelos clientes, será 30 de dezembro. No dia 31, as agências bancárias não vão abrir para atendimento.

A Febraban lembra que as agências bancárias não funcionam em feriados oficiais, sejam municipais, estaduais ou federais. Dessa forma, os bancos não funcionam nos dias de Natal e de ano-novo.

Nesses casos, a Febraban orienta a população a utilizar os meios eletrônicos de atendimento bancário, como mobile e internet banking, caixas eletrônicos, banco por telefone e correspondentes para fazer transações financeiras.

Além disso, os carnês e contas de consumo (como água, energia, telefone, etc.) vencidos no feriado poderão ser pagos sem acréscimo no dia útil seguinte. Normalmente, os tributos já estão com as datas ajustadas ao calendário de feriados, sejam federais, estaduais ou municipais.

Os clientes também podem agendar os pagamentos das contas de consumo ou pagá-las nos caixas automáticos. Já os boletos bancários de clientes cadastrados como sacados eletrônicos poderão ser agendados ou pagos por meio do Débito Direto Autorizado (DDA).

Agência Brasil

Desde o fim de novembro, moradores de cidades da regiões sul e extremo sul da Bahia são castigados pelas fortes tempestades. Também por causa das fortes chuvas, algumas barragens romperam e outras são monitoradas no estado.

O primeiro rompimento da barragem ocorreu, neste sábado (25), no distrito de Iguá, em Vitória da Conquista, no Sudoeste baiano, mas o córrego da barragem também atinge rios que chegam até Itambé. Segundo a prefeitura, apesar da seriedade do rompimento, não houve feridos nem foram registrados graves prejuízos nas redondezas.

A prefeitura de Itambé divulgou alerta na noite de sábado (25), por causa do rompimento de uma barragem com alto volume de água na região. O comunicado pediu que moradores da margem do rio Verruga fossem retirados com urgência. Em Jussiape, a cerca de 230 quilômetros, outra barragem se rompeu.

Uma série de vistorias técnicas foram feitas nos últimos dias para verificar o estado das barragens na região. De acordo com o coronel Jadson Almeida, assistente do comando-geral do Corpo de Bombeiros da Bahia, a corporação monitora cerca de 10 barragens do estado.

“Em alguns locais, não houve rompimento, mas a água da barragem transbordou. Então, retiramos famílias de suas residências de forma a protegê-las”, observou o comandante ao O Globo. E acrescentou: “A informação que temos é que é uma situação que não ocorre há 32 anos. Eu nunca vi isso na carreira, um volume tão grande de chuva atingindo tantas cidades ao mesmo tempo”.

Cenário

Até este domingo (26), a Defesa Civil registrou a morte de 18 pessoas, e 72 cidades estão em situação de emergência — 37 delas ficaram submersas — e mais de 480 mil foram afetadas pelas chuvas torrenciais de alguma forma. Além dos mortos, a Defesa Civil estadual estimava, à tarde, que havia 286 feridos, 16 mil desabrigados e 19.580 desalojados.

Por g1 BA

Forte chuva causa alagamentos e deixa quase 100 pessoas desabrigadas em Mutuípe — Foto: Laila Nery

A forte chuva que atinge a cidade de Mutuípe, no Vale do Jiquiriçá, deixou 99 pessoas desalojadas após as casas delas ficarem alagadas, segundo informações da prefeitura do município. Um vídeo mostra o momento em que uma barraca desaba e cai em um rio

Segundo informações da prefeitura de Mutuípe, a chuva começou na sexta-feira (24), por volta das16h, e estiou na madrugada deste domingo (26). O órgão estima que mais 50 procuraram abrigo em casas de parentes.

Forte chuva causa alagamentos e deixa quase 100 pessoas desabrigadas em Mutuípe, na BA

Os locais mais afetados pela chuva foram o bairro Cajazeiras e as ruas Maracás, Clementino Santos e Onório Oliveira.

Também foram registrados desabamentos de casas e deslizamentos de terra, além de alagamentos em estabelecimentos comerciais. A prefeitura ainda contabiliza os prejuízos causados.

Vídeo mostra queda de barraca em rio — Foto: Redes Sociais

Vídeo mostra queda de barraca em rio — Foto: Redes Sociais

Forte chuva causa alagamentos e deixa quase 100 pessoas desabrigadas em Mutuípe — Foto: Laila Nery

Forte chuva causa alagamentos e deixa quase 100 pessoas desabrigadas em Mutuípe — Foto: Laila Nery

Forte chuva causa alagamentos e deixa quase 100 pessoas desabrigadas em Mutuípe — Foto: Laila Nery

Forte chuva causa alagamentos e deixa quase 100 pessoas desabrigadas em Mutuípe — Foto: Laila Nery

Secretária do Ministério da Saúde diz que vacina contra Covid para crianças é segura

G1

Uma nota técnica assinada pela secretária extraordinária de enfrentamento à Covid-19, Rosana Leite de Melo, e enviada ao Supremo Tribunal Federal (STF), afirma que a vacina contra Covid para crianças de 5 a 11 anos é segura.

A posição da secretária subordinada ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, vai na contramão dos questionamentos do presidente Jair Bolsonaro (PL), que diz haver “desconfiança” e uma “interrogação enorme” em relação a supostos efeitos colaterais da aplicação de vacinas contra a Covid em crianças.

A secretária diz ainda que a análise técnica da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) é feita de “forma rigorosa e com toda a cautela necessária”.

“As vacinas [contra a] Covid-19 estão sendo monitoradas quanto à segurança com o programa de monitoramento de segurança mais abrangente e intenso da história do Brasil“, diz o documento.

Golpe dos nudes: criminosos criam até delegacia fake para exigir dinheiro de vítimas

O Fantástico, da TV Globo, mostrou na noite deste domingo, vídeos e áudios de criminosos que aplicam o golpe dos nudes. Eles fingem ser pais e mães de menores de idade. Inventaram até uma delegacia fake. Tudo para exigir dinheiro de homens que acreditavam ter trocado fotos sensuais com as supostas jovens.

Um homem troca mensagens apaixonadas e nudes com uma jovem que ele conheceu na internet. Até que um dia, ele recebe este vídeo: “Peguei o telefone da minha filha e vi essas porcaria aqui. O que tu está pensando, seu pedófilo, seu doente? Minha menina tem 13 anos. É só uma criança. Tu tá louco da cabeça?”.

A mulher ameaça: “Isso não vai ficar assim. Eu vou na delegacia, vou registrar uma ocorrência contra tu. Vou mandar o delegado te prender. Seu doente, seu pedófilo. Sem vergonha. Onde já se viu fazer uma coisa dessa”.

A mulher que aparece na reportagem não é mãe de ninguém. A tal filha, menor de idade, simplesmente não existe. O perfil na internet era falso.

Os criminosos agiam principalmente no Rio Grande do Sul. Depois do primeiro vídeo com as ameaças, eles também costumavam mandar mensagens de áudio, se passando por pais ou parentes da suposta menina.

Os golpistas mentem que a menor estaria traumatizada, precisando de psicólogo. A quadrilha exige dinheiro para o tratamento e para não levar o caso à polícia. Alguns homens dão o dinheiro já neste momento. Outros homens desconfiam, não caem na extorsão de imediato.

Para pressionar os homens que acreditavam ter trocado nudes com uma menor, os criminosos foram além: criaram o cenário de uma delegacia de mentira, com até dois falsos policiais de figurantes. Tudo para a atuação da golpista no papel de uma mãe desesperada.

A polícia diz que os vídeos produzidos pelos criminosos gaúchos vazaram na internet e foram usados por quadrilhas de outros estados.

 

Depois das Casas Bahia, Atacarejo e Óticas Diniz vão instalar em Afogados da Ingazeira

A unidade Afogados da Ingazeira das Casas Bahia será inaugurada na próxima terça-feira, dia 28, às 9 horas.

A informação foi confirmada pela gerência da rede e pela campanha institucional autorizada para ser veiculada na Rádio Pajeú.

A loja promoverá ofertas em muitos produtos em até 30 vezes sem juros no cartão da loja, ou com carnê. A Casas Bahia Afogados da Ingazeira fica na Avenida Manoel Borba, 62, centro, na antiga sede do C&V Supermercado.

Segundo John Wesley, Gerente da unidade, há muitas condições especiais de inauguração. A loja tem quase 800 metros quadrados, com salão de vendas de linha branca no térreo e o primeiro andar onde funciona a linha de móveis. “Também vamos trabalhar com a venda on line pelo aplicativo casas Bahia e pelo site www.casasbahia.com.br. Nas comparas pelo site e aplicativo, a sugestão é ouvir os consultores”.

Quem fez pré-cadastro terá desconto exclusivo por CPF. A loja está recebendo mercadorias desde a semana passada. A unidade Afogados tem 18 colaboradores com Gerente, Coordenador de atendimento, responsáveis por estoque, caixa, mais onze vendedores.

A chegada da unidade representa um momento de crescimento econômico da cidade polo da região.

Além das Casas Bahia, são aguardadas para a cidade a chegada das Óticas Diniz e Rede Atacarejo. A chegada dos investimentos tende a melhorar a posição da cidade no índice de geração de empregos. Nill

 

 

 

 

 

 

 

A noite de Natal em Afogados da Ingazeira teve uma programação especial dedicada às crianças.

 

 

 

A Praça Mons. Alfredo de Arruda Câmara, com sua belíssima decoração e iluminação natalinas, recebeu turistas de muitos lugares do Brasil.

A companhia de Eventos Tindolelê, de Serra Talhada, fez uma belíssima apresentação, que contou com a presença toda especial do Papai Noel.

O destaque deste ano foi o presépio vivo, onde atores e atrizes afogadenses encenaram toda a magia e religiosidade da noite natalina. A ação foi coordenada pela Secretaria Municipal de Cultura e Esportes.

 

 

O recreador de hotel Anderson José da Silva, que trabalhava em Porto de Galinhas, Pernambuco, viu a vida mudar ao cantar com Wesley Safadão no último dia 11 de dezembro. O momento resultou em um contrato com a empresa do artista.

Andinho Playboyzinho, como Anderson é conhecido, sempre teve o sonho de ser cantor e viu parte dele se concretizar após um vídeo da apresentação com Safadão viralizar nas redes sociais

O recreador Anderson José da Silva, 23, pediu demissão do hotel em que trabalhava em Porto de Galinhas, na Grande Recife, após viralizar em um vídeo que cantava ao lado de Wesley Safadão.

Ele trabalhava no hotel em que o artista fazia um show e subiu ao palco para cantar junto com ele. A apresentação que ocorreu no dia 11 de dezembro circulou na internet e, posteriormente, Andinho Playboyzinho, como é conhecido, conseguiu dar destaque à sua música autoral “Meu Neném”.

O sucesso fez Playboyzinho ser contratado pela empresa de Safadão. A nova oportunidade fez o recreador, que também atuava com outros tipos de animação de festa, com imitação de artistas e locutor, pedir demissão e apostar na carreira como cantor.

“Eu vendia amendoim na praia, antes de entrar no hotel. E, quando eu vendia amendoim, eu parava para descansar e vinham essas ideias na minha cabeça. Eu andava com um bloquinho de notas, para anotar as coisas que eu vendia, e começava a escrever. Eu levei para Atlas, ele pegou o teclado, a gente começou a montar, pegou o caderno e passou a limpo”, disse Andinho.

AJUDA

A história de sucesso contou com uma importante ajuda. Inicialmente, o destino parecia não querer colaborar com Anderson.

No dia do show de Safadão no hotel, Andinho estava de folga. Mas ele contou com a gerente de entretenimento do hotel, que com a ajuda de outros funcionários, fez com que ele comparecesse ao trabalho no dia e no horário da apresentação do artista.

“Ele nem estava no dia, porque estava de folga, e o horário do show nem era o horário dele. E aí, a gente trouxe ele para o dia e o horário do show. No sábado, à noite, a gente colocou ele para ficar junto com os clientes, que já sabiam a música dele, porque aqui a gente tem karaokê, é um The Voice no hotel. Quando eu vi Andinho se encaminhando para o palco e os hóspedes já fazendo contato e tudo eu pensei ‘agora vai'”, declarou. As informações são do G1.

Já no palco, Safadão se empolgou com a voz do jovem e ainda brincou, chamando ele de “Andinho Safadinho”.

No Instagram, o cantor contou como foi o encontro com Andinho e relatou a surpresa ao ouvi-lo cantar.

“Ele subiu e disse ‘eu sou funcionário do hotel, acho que eu vou perder meu emprego’ e eu disse ‘não, cara’. Quando ele subiu, a galera vibrou com ele. Eu disse ‘cara, não tem como esse cara não estar fazendo um trabalho bem-feito’. E ele me surpreendeu, surpreendeu a todo o público, quando ele começou a cantar, cantou uma música dele e a galera já sabia. Foi um presente ter conhecido o Andinho, o Andinho Safadinho, o Andinho Playboyzinho, e a música do cara está viralizando”, disse.

Neste tempo ele já foi para Fortaleza gravar uma versão da sua canção “Meu Neném” com Safadão e agora faz parte da equipe de contratados da empresa que administra não só a carreira do forrozeiro, mas também de nomes como Luan Santana, Raça Negra e Aldair Playboy.

“Não dava para conciliar com tudo o que vem acontecendo na minha vida. […] É pra ser cantor, Andinho Playboyzinho. Não vai ter nome de banda nem ser compositor. Claro que eu vou utilizar minhas habilidades, mas [o contrato é para] ser Andinho Playboyzinho”, disse o jovem.

Acompanhe o Blog O Povo com a Notícia também nas redes sociais, através do Instagram e Facebook.

Blog: O Povo com a Notícia

Postado por Blog O Povo com

Uma pesquisa do PoderData realizada de 19 a 21 de dezembro aponta que 63% dos eleitores brasileiros desaprovam o governo de Jair Bolsonaro (PL), enquanto 30% aprovam e outros 7% não sabem como responder.

A taxa de reprovação teve alta de 7% em um mês. Já em comparação ao começo de dezembro, foram 3 pontos percentuais a mais.

Com o resultado, o governo Bolsonaro encerra 2021 com uma de suas maiores taxas de reprovação já resgistradas. O pico mais alto foi em agosto, com rejeição de 64%.

A rejeição ao governo foi observada nos panelaços ocorridos em todo o Brasil, na noite desta sexta-feira (24), durante discurso do presidente em televisão aberta.

A pesquisa foi realizada por meio de ligações para telefones celulares e fixos. Foram 3 mil entrevistas, feitas em 494 municípios, espalhados pelas 27 unidades da Federação.

Para chegar a 3 mil entrevistas que preencham proporcionalmente (conforme aparecem na sociedade) os grupos por sexo, idade, renda, escolaridade e localização geográfica, o PoderData faz dezenas de milhares de telefonemas. Ao final, a margem de erro é de 2 pontos percentuais.

Estratificação
A rejeição ao governo é maior entre as mulheres do que entre os homens. Ao todo, 67% desaprovam a gestão atual, enquanto a taxa é de 58% entre os eleitores masculinos

Já no recorte por idade, a faixa etária que mais rejeita o governo é de 25 a 44 anos (69%). O grupo de 60 anos ou mais tem a maior aprovação (38%).

No quesito escolaridade, 66% dos que cursaram ensino superior desaprovam o governo, enquanto 36% dos que estudaram até o ensino médio aprovam.

Por região, o Nordeste é a região do Brasil que registra a maior rejeição a Bolsonaro (76%) e o Sul a maior taxa de aprovação (37%).

Quanto ao trabalho pessoal do presidente, em dezembro, 57% disseram considerar Jair Bolsonaro “ruim” ou “péssimo”, enquanto 18% o avaliam como regular e 23% como “bom” ou “ótimo”.

 

Foto: Handout / VATICAN MEDIA / AFP

O papa Francisco pediu neste sábado (25) diálogo para contra-atacar a tendência de retração provocada pela pandemia de covid-19, que marca pelo segundo ano consecutivo o Natal de bilhões de pessoas. 
Em sua tradicional bênção ‘Urbi et Orbi’ do dia de Natal, o pontífice recordou aos fiéis reunidos na Praça de São Pedro que “nesta época de pandemia (…) a nossa capacidade de relacionamento social é colocada à prova, se reforça a tendência ao fechamento, de fazer tudo sozinhos, de parar de se esforçar para encontrar os outros e fazer coisas juntos”. 
“Também no âmbito internacional existe o risco de não querer dialogar, o risco de que a complexidade da crise induza a escolher atalhos, em vez dos caminhos mais lentos do diálogo”, acrescentou.
Na sexta-feira à noite, o papa, de 85 anos, celebrou a tradicional missa do Galo e pediu aos cristãos que “redescubram as pequenas coisas da vida”.
“O importante é estar seguro”
Nas Filipinas, além da covid, os fiéis lidavam com as consequências do tufão que atingiu o arquipélago do sudeste asiático na semana passada e deixou pelo menos 375 mortos, além de milhares de desabrigados.
Em uma igreja com um grande buraco no teto e com o chão e os bancos alagados, o padre Ricardo Virtudazo celebrou a missa de Natal para pessoas que só buscavam um teto, comida e um pouco de tranquilidade no Natal.
“O importante é que todos nós estamos seguros”, disse Joy Parera, de 31 anos, durante a missa ao lado do marido na igreja de San Isidro Labrador, no município de Alegria, no norte da ilha Mindanao.
Além dos desastres naturais, o aumento de casos de covid-19 complicaram os planos natalinos, de Sydney a Sevilla.
A nova variante do coronavírus provocou perturbações nas viagens: o site Flightaware.com informou que mais de 5.700 voos foram cancelados em todo o planeta, a maior parte nos Estados Unidos.
Aumento de casos e restrições
Embora tenha sido um pouco mais tranquilo que em 2020, o Natal foi afetado pelo aumento das infecções e a retomada de restrições em muitos países.
A China informou neste sábado de 140 novos casos de coronavírus, o maior número em quatro meses, a maioria na cidade de Xi’an, na província de Shaanxi (noroeste), onde 13 milhões de habitantes estão confinados desde quinta-feira. 
A França contabilizou um recorde de casos de covid-19 pelo terceiro dia consecutivo, superando pela primeira vez desde o início da pandemia a barreira das 100.000 novas infecções diárias.
O Reino Unido também já havia batido outro recorde na sexta-feira, com 122.000 novos casos, e Portugal informou neste sábado que a ômicron se tornou a cepa dominante do coronavírus no país.
A situação obrigou a multiplicação de restrições e a aplicação de novas medidas: a Holanda está em confinamento, enquanto Espanha e Grécia determinaram a obrigatoriedade do uso de máscara em espaços abertos.
Outros países baseiam suas estratégias de combate ao vírus na vacina: o Equador anunciou a vacinação obrigatória para a população a partir de 5 anos, enquanto a Índia anunciou neste sábado a imunização de jovens maiores de 15 anos a partir de 3 de janeiro, assim como de trabalhadores da saúde e pessoas de mais de 60 anos.
Papai Noel no Rio
A pandemia provocou 5,38 milhões de mortes no mundo desde o fim de 2019, segundo um balanço AFP com base nos dados oficiais. A Organização Mundial da Saúde (OMS) acredita que o número real pode ser duas ou três vezes superior.
Os fechamentos de fronteiras não afetaram, no entanto, as viagens do Papai Noel ao redor do mundo, que são monitoradas pelo Comando de Defesa Aeroespacial da América do Norte (NORAD, na sigla em inglês) há 63 anos.as horas e vai fazer isso durante a noite toda”.
No Rio de Janeiro, o ‘Bom Velinho’ aposentou o trenó e chegou de helicóptero para distribuir cestas básicas aos moradores da favela da Penha.

Santo Sepulcro, local mais sagrado para os cristãos, é cuidado há mais de 800 anos por famílias muçulmanas

Adeeb al-Husseini segura nas mãos a chave da Igreja do Santo Sepulcro, em Jerusalém Foto: Paola de Orte

Tensões e ressentimentos cortam o ar e interrompem todos os dias o cotidiano e as esquinas das ruas de Jerusalém, cidade sagrada para as três grandes religiões monoteístas: judaísmo, cristianismo e islamismo. Apesar da disputa por espaços e narrativas, um pátio de pedra no bairro cristão da cidade antiga abriga uma tradição de coexistência que sobrevive aos séculos. Na Igreja do Santo Sepulcro, duas famílias muçulmanas guardam a chave e a entrada do local mais sagrado para os cristãos há mais de 800 anos.

— Saladino veio em 1187 e pediu para que os líderes da igreja, pensando em preservá-la para o futuro, dessem as chaves nas mãos dos nobres da Mesquita de al-Aqsa, minha família, os al-Husseini, diz Adeeb Jawad Joudeh al-Husseini, segurando com as duas mãos a chave que diz ter 800 anos, um objeto comprido de 30 centímetros e 250 gramas de ferro, uma ponta em formato de triângulo, a outra, de quadrado.

Adeeb acorda todos os dias às 3h da madrugada e percorre o intrincado caminho de chão de pedra e portas de ferro fundido e metal desde a entrada das muralhas de Jerusalém para cumprir a tarefa confiada aos seus antepassados. Desde os 8, o palestino de 58 anos acompanhou o pai na tarefa, que passa de geração para geração.

O sultão Saladino, um dos mais célebres chefes militares do Islã, foi o curdo responsável por reconquistar Jerusalém dos cruzados, transferindo o poder da cidade das mãos dos cristãos para os muçulmanos no século XII.

— Os líderes da igreja aceitaram a ideia de Saladino e nos deram a chave. Desde então até agora, nós temos a custódia da entrada da Igreja do Santo Sepulcro.

‘Guardiãs neutras’

As famílias palestinas Joudeh al-Husseini e Nuseibeh contam que são as “guardiãs neutras” do templo desde o século XII. A primeira é responsável por guardar a chave, a segunda, por abrir as portas de madeira, que os cristãos dizem ser as originais do século IV. Ambas as tarefas ganham ares glamourosos quando visitantes “VIP” estão na cidade e querem conhecer o local. Já passaram por lá desde o Papa Francisco até Vladimir Putin, Emmanuel Macron, Joe Biden e Donald Trump.

— Quando Trump veio visitar a igreja, mostramos a chave para ele, e ele imediatamente a colocou no bolso, disse que ia ficar com ela como souvenir. Eu disse “não é souvenir não, preciso dela para abrir a igreja, me devolva!”, conta Wajeeh Nuseibeh, 70 anos.

Wajeeh diz que sua família era a protetora do profeta Maomé em Medina e foi a primeira muçulmana a chegar em Jerusalém no século VII, quando recebeu pela primeira vez a chave. Quando os cruzados tomaram a cidade, seus antepassados se refugiaram em Nablus e só voltaram a ter a custódia quando os muçulmanos retornaram com Saladino.

MC Boco é assassinado a tiros durante show em Ipojuca, no litoral sul

Por: Diario de Pernambuco

 (Reprodução/Instagram)

O cantor MC Boco do Borel, conhecido no meio musical brega funk, foi assassinado a tiros na madrugada deste domingo (26), em um bar no Ipojuca, no Litoral Sul pernambucano. De acordo com a Polícia Civil de Pernambuco (PCPE), a vítima Paulo Roberto Gonçalves Cavalcanti, de 34 anos, foi encontrada sem vida, com perfurações de arma de fogo, em um bar, na Avenida dos Pescadores, na cidade. Segundo relatos, o crime teria ocorrido enquanto a vítima fazia um show e se apresentava na localidade. As investigações foram iniciadas e seguem até o total esclarecimento do crime.
A esposa do cantor, Alynne Cristina, pediu por justiça em publicação nas redes sociais. “As pessoas não sabem de nada, absolutamente nada. Essas poucas palavras que foram ditas, acho que ficou claro. Meu marido foi assassinado friamente, por ser esse cara que ele sempre era. Sabia chegar e sair dos lugares, conhecia pessoas de A a Z. Se fulano tem guerra ciclano, o que Boco tinha haver com isso?”, lamentou Alynne.

Em nota, a polícia informou que registrou através da Equipe de Força Tarefa de Homicídios Metropolitana Sul, na madrugada de ontem (26), uma ocorrência de Homicídio – doloso (consumado). “A vítima, um homem de 34 anos, foi encontrada sem vida, com perfurações de arma de fogo, em um bar, na Avenida dos Pescadores, no município de Ipojuca. Segundo relatos, o crime teria ocorrido enquanto a vítima fazia um show e se apresentava na localidade”. As investigações foram iniciadas.

Carlos Filho sobre eliminação no The Voice: “processo foi pouco transparente”

O artista serra-talhadense Carlos Filho concedeu entrevista à TV FAROL no YouTube e ao site Farol de Notícias nesta véspera de Natal e revelou bastidores da sua polêmica eliminação do programa The Voice Brasil. Carlinhos disse que tentou argumentar e puxar a direção para o bom senso, após ter sido diagnosticado com sintomas de uma gripe comum.

O contrato com o programa previa eliminação por COVID-19 e não por gripe. “Eu recebi muitas mensagens de gente que trabalha com análise de contratos jurídicos, mostrando várias coisas que poderiam ter sido feitas, mas que ao mesmo tempo não ia mudar nada lá, a decisão da forma que me foi informada, já tinha sido tomada”, contou.

“Eu não sinto, não é algo que podemos provar que foi algo intencional, o processo foi pouco transparente e cheio de incoerências no decorrer do dia. Do ponto de vista jurídico eu conversei com um escritório de advocacia em Recife, há várias brechas e ao mesmo tempo eu fiz esse cálculo lá na hora, principalmente antes daquele vídeo, do que valei a pena ou não comprar briga e isso para mim era algo que não valia a pena. Eu não tenho como dizer coisas que não posso provar, existem processos que não foram transparentes, foram incoerente em relação a todas as outras etapas que a gente fez.”

: Myke Sena/Ministério da Saúde/ Correio Braziliense

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, informou, na noite desta quinta-feira (23/12), que o governo federal irá recomendar autorização da vacinação contra a Covid-19 de crianças de 5 a 11 anos de idade com a vacina da Pfizer desde que estas tenham prescrição médica para tomar o imunizante. A novidade veio no mesmo dia em que a pasta abriu uma consulta pública para avaliar a inclusão do grupo pediátrico na campanha de vacinação contra o novo coronavírus. 

“O documento que vai ao ar (na consulta pública) é um documento que recomenda o uso da vacina da Pfizer nessa versão aprovada pela Anvisa. A nossa recomendação é que essa vacina não seja aplicada de forma compulsória. Ou seja, depende da vontade dos pais. Os pais são livres para levar os seus filhos para receber essa vacina. E essa vacina estará vinculada a prescrição médica, e a recomendação obedece todas as orientações da Anvisa”, disse Queiroga. 
Segundo Queiroga, este é o documento que será colocado para consulta pública para que a sociedade civil possa opinar sobre a recomendação. Depois que a recomendação passar pela consulta e audiências públicas, o ministro diz que pode iniciar a campanha de vacinação da faixa etária “em curto prazo”. 
“Esperamos as contribuições da sociedade, mas de antemão deixar todos tranquilos que uma vez decidida pela aprovação dessa regra, que o grupo da Secovid trabalhou, nós já temos condições de começar essa vacinação dentro de uma prazo bastante curto”, disse, sem indicar quando prevê o início da aplicação deste grupo. 
Segundo o ministro, o tempo entre a aprovação final da vacinação das crianças, marcada para acontecer em 5 de janeiro, e o início da campanha “é tempo suficiente para que as salas de vacinação se preparem para a aplicação”.
Ao aprovar a vacina da Pfizer para crianças de 5 a 11 anos, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendou a necessidade da elaboração de material e treinamento para evitar erros na vacinação, já que a vacina da farmacêutica utilizada neste público pediátrico é diferente do imunizante já usado em adultos e adolescentes no país. 
Postura
A postura do ministro mais cedo, no entanto, era diferente. Ao conversar com os jornalistas, o ministro indicou, mais uma vez, não ter pressa para começar a vacinação deste grupo já que “os óbitos em crianças estão absolutamente dentro de um patamar que não implica em decisões emergenciais”. A fala foi duramente criticada por governadores e parlamentares.
Em entrevista a jornalistas de todo o mundo, Putin adverte Otan: “não implante sistemas de ataque perto da nossa casa” 

Putin_entrevista coletiva
Coletiva de fim de ano do presidente da Rússia, Putin (Foto: Sputnik / Ramil Sitdikov)

Na tradicional coletiva de imprensa de fim de ano, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, reiterou que ameaças à segurança nacional determinarão o curso da questão ucraniana. A ampliação da Otan para o leste europeu gera inquietação no Kremlin.

“Nossas ações vão depender não do processo de negociações, mas da manutenção incondicional da segurança da Rússia. Deixamos bem claro que a ampliação da Otan para leste é inaceitável. Os EUA estão com mísseis no limiar da nossa casa. Será que é uma demanda excessiva — não implantar sistemas de ataque perto da nossa casa?”, disse Putin.

Ele lembrou que nos anos 1990 foi garantido que a aliança de países ocidentais não se moveria em direção à Rússia, mas isso foi seguido por cinco ondas de ampliação. “Na Romênia, na Polônia, surgem sistemas de mísseis”, disse.

“Como se pode não entender isso? Disseram que haveria garantias iguais para todos, mas a segurança igual não surge”, questionou Putin.

Brasil 247

Casos de covid-19 na França atingem recorde e mortes aumentam 
País se aproxima de 100 mil novos casos de covid-19 por dia

Paris

A França teve o pior dia em termos de novos casos de covid-19 nesta quinta-feira (23), com mais de 91 mil novos registros. O número de mortes também cresceu, enquanto o país batalha contra uma quinta onda do vírus.

“Os dados de hoje não são bons”, disse o ministro da Saúde, Olivier Veran.

O ministro havia dito anteriormente que o número de casos chegaria perto de 88 mil na quinta-feira, mas o número oficial final do Ministério da Saúde mostrou 91.608.

Veran já havia mencionado nesta semana que a França chegaria em breve a 100 mil novos casos de covid-19 por dia.

Dados do Ministério da Saúde do país também mostraram que a França registrou 179 mortes por covid-19 nos hospitais nas últimas 24 horas, enquanto o número de pacientes de covid-19 em unidades de tratamento intensivo chegou a 3.208, subindo em 61, em relação ao dia anterior.

Acusado foi preso 

Um homicídio foi registrado em Carnaíba na madrugada desta quinta. Yuri Felix da Silva, 21 anos, foi morto na área de uma quadra na Praça da Academia da Cidade.

O acusado, cujo nome não foi divulgado, seria de Serra Talhada e o matou a golpes de faca após uma discussão. Ele foi preso hoje a tarde em operação da Polícia Civil.

O corpo foi encaminhado para o IML de Caruaru. Ainda não há informações sobre velório e sepultamento, as informações preliminares indicam que deverá ocorrer nesta sexta de manhã. Yuri morava em Carnaíba Velha e era criado por uma tia blog Nill

O tio de Beatriz Leite, de 22 anos, morta provavelmente após um infarto,  Jackson Miguel, falou ao repórter Marconi Pereira da Rádio Pajeú e negou negligência do Hospital Regional Emília Câmara no atendimento à jovem.

“Ela passou mal onde morava no Sobreira. Um pessoal da Academia tentou socorrê-la. Levaram ao Hospital e infelizmente chegou sem vida”.

Segundo o tio, o médico orientou levar o corpo ao IML para verificar a causa da morte para checar se há fator genético ou hereditário. “Ela tinha passado a 15 dias no Hospital mas alegando outras dores. Ontem chegou infelizmente sem vida”.

O corpo ao chegar será velado em Quixaba. O sepultamento está previsto para a manhã de sexta no Cemitério Jardim da Saudade, no cemitério da cidade.

Estudante do curso de Direito da FASP, Beatriz era de Quixaba, mas residia em Afogados da Ingazeira onde trabalhava. A FASP emitiu nota de pesar por seu falecimento.

Via: Nill Jr.

Pesquisa divulgada pelo site “Poder360” na noite de ontem mostra que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) segue na liderança da corrida eleitoral para a Presidência no ano que vem.

O petista aparece com 40% das intenções de voto, seguido pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), com 30%.

O ex-juiz Sergio Moro (Podemos) aparece na sequência, com 7%. Como a margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos, Moro está tecnicamente empatado com o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), com 4% cada.

A pesquisa foi realizada pelo PoderData, divisão de estudos do site de notícias, entre os dias 19 e 21 de dezembro, por meio de ligações para telefones celular e fixos. Foram 3.000 entrevistas em 494 municípios nas 27 unidades da Federação.

As agências bancárias abrem em horário especial na véspera do Natal. No dia 31, as instituições financeiras ficam fechadas, segundo informações da Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

 

A Febraban lembra que as agências bancárias não funcionam em feriados oficiais, sejam municipais, estaduais ou federais. Dessa forma, os bancos não funcionam nos dias de Natal e de ano-novo.

Portanto, o último dia útil do ano para atendimento ao público, com expediente normal para a realização de todas as operações bancárias, será 30 de dezembro (quinta-feira).

Véspera de Natal

Confira o horário de atendimento ao público no dia 24 de dezembro:

horario_de_atendimento_das_agencias_bancarias_na_vespera_do_natal

Canais de atendimento

A população poderá utilizar os meios eletrônicos de atendimento bancário, como mobile e internet banking, caixas eletrônicos, banco por telefone e correspondentes para fazer transações financeiras.

Os carnês e contas de consumo, como água, energia e telefone, vencidos no feriado poderão ser pagos sem acréscimo no dia útil seguinte. Normalmente, os tributos já estão com as datas ajustadas ao calendário de feriados, sejam federais, estaduais ou municipais.

Os clientes também podem agendar os pagamentos das contas de consumo ou pagá-las (as que têm código de barras) nos caixas automáticos. Já os boletos bancários de clientes cadastrados como sacados eletrônicos poderão ser agendados ou pagos por meio do DDA (Débito Direto Autorizado).

Agência Brasil

Cartórios são recomendados a não discriminarem o registro de filhos de pessoas LGBTQIA+

 (Camila Pifano/Especial DP)

Camila Pifano/Especial DP

Os cartórios do Recife receberam uma recomendação para não discriminar pessoas das comunidades LGBTQIA+ ao realizarem registro civil de crianças suas filhas. A recomendação foi publicada no Diário Oficial do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), nesta quinta-feira (23), e teve origem na 8º Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania da Capital – Proteção e Defesa dos Direitos Humanos. A recomendação deve-se a Inquérito Civil em tramitação na Promotoria, instaurado em razão de Notícia de Fato encaminhada através da Ouvidoria do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), dando conta de possíveis omissões e práticas discriminatórias no Cartório de Registro Civil das Pessoas Naturais da 13ª Zona Judiciária, localizado em Casa Amarela, que negavam ao direito de registro civil de criança filha de casal de lésbicas, que se dirigiu até lá. Atualmente, refere-se às comunidades LGBTQIA , as lésbicas, gays, bissexuais, transexuais, travestis, queer, intersexo e assexuais.

“Em caso de desrespeito, mesmo que parcial, ou do não cumprimento integral às diretrizes e determinações da Constituição Federal, da Lei n.º 6.015/73, do Código de Normas de Serviços Notariais do Estado de Pernambuco, do Provimento Corregedoria Nacional de Justiça n.º 52, de 14 de Março de 2016, do Conselho Nacional de Justiça e da Portaria n.º 116/2009 do Ministério da Saúde, as pessoas físicas e os órgãos responsáveis poderão ser responsabilizados civil e administrativamente, nos termos da lei, e na medida de suas ações”, advertiu o promotor de Justiça Maxwell Vignoli. 

O promotor de Justiça Maxwell Vignoli lembrou no texto da recomendação que a República Federativa do Brasil tem como fundamentos a Cidadania e a Dignidade da Pessoa Humana, a fim atingir os objetivos de construir uma sociedade livre, justa e solidária, visando a promoção do bem de todos, sem preconceitos de gênero, orientação sexual ou quaisquer outras formas de discriminação (Constituição da República: Art. 1º, incisos II e III; Art. 3º, incisos I e IV.). Assim como o Acórdão proferido pelo Supremo Tribunal Federal no julgamento conjunto da Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental n.º 132/RJ e da Ação Direta de Inconstitucionalidade n.º 4.277/DF, em que foi reconhecida a união pública, contínua e duradoura entre pessoas do mesmo sexo como família, com eficácia erga omnes e efeito vinculante a toda a Administração Pública e aos Órgãos do Poder Judiciário. 

“Todo nascimento que ocorrer em território nacional deverá ser dado a registro, o lugar em que tiver ocorrido ou de residência dos pais, conforme determinação expressa do Art. 50 da Lei n.º 6.015/73”, complementou o promotor de Justiça.

Segundo a recomendação, é necessário ainda que os cartórios mantenham estoque suficiente de formulários de Declaração de Nascido Vivo (DN), que são obtidos junto à Secretaria Municipal de Saúde, para fins de registro dos partos domiciliares, sejam eles realizados por parteiras tradicionais reconhecidas e vinculadas à Secretaria Municipal de Saúde ou por parteiras não vinculadas, bem como de outros nascimentos ocorridos fora de ambiente hospitalar. 

Termina hoje a segunda rodada de pagamentos do Auxílio Brasil. Os últimos contemplados com o valor médio de R$ 400 — válido a partir de dezembro graças à publicação da medida provisória 1.076 — são os beneficiários com Número de Inscrição (NIS) de final 0. O programa de transferência de renda começou a ser pago em 11 de novembro e substituiu o Bolsa Família, encerrado em outubro deste ano. De acordo com o Ministério da Cidadania, no primeiro mês de funcionamento do programa, foram mais de 14,5 milhões de famílias atendidas. O investimento foi superior a R$ 3,25 bilhões.
Embalado sob medida para o projeto de reeleição do presidente Jair Bolsonaro, o Auxílio Brasil, programa social com benefício mínimo de R$ 400 aos mais pobres, nasceu com a marca da incerteza e o risco de novas mudanças a partir de 2023, no primeiro ano do próximo governo. Entre o auxílio emergencial, concedido durante a pandemia da covid-19, e o Auxílio Brasil, o governo terá repassado aos mais pobres e informais R$ 453 bilhões no período de três anos (2020 a 2022) — sendo R$ 89 bilhões previstos para o ano que vem.
O esquema de pagamento segue o mesmo modelo do antigo Bolsa Família — que pagava os beneficiários nos 10 últimos dias úteis do mês. Devido ao feriado de fim de ano, os pagamentos vão até hoje, com a antecipação de uma semana em relação ao calendário regular.
Qualquer beneficiário pode consultar informações sobre as datas de pagamento, o valor do benefício e a composição das parcelas em dois aplicativos: Auxílio Brasil — desenvolvido para o programa social — e o aplicativo Caixa Tem, que é usado para acompanhar as contas poupança digitais do banco.
Apesar do tamanho da transferência de recursos à população mais pobre, que perdeu renda na pandemia e não consegue emprego, há uma incógnita sobre a capacidade de o novo programa reduzir a pobreza. Pesquisadores da área social apontam que o novo programa permanece com as mesmas lacunas estruturais: a falta de reajuste e possibilidade de as filas continuarem.
Ao optar por um piso de R$ 400 no ano eleitoral, o presidente pode ter criado uma nova categoria de excluídos: os invisíveis dos R$ 400. A continuidade desse benefício depois de 2022 também não está garantida, mesmo com a definição de que o programa será permanente na PEC dos Precatórios.
Segundo o presidente do Conselho de Economia do Distrito Federal, Cesar Bergo, o desenho do Auxílio Brasil é muito parecido com o do programa iniciado no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mas não é o suficiente para uma família suprir suas necessidades primárias. “O Auxílio Brasil ajudou as famílias que são beneficiárias. Porém está longe de atender as expectativas da família. O valor é bem pequeno e, se for considerar apenas a cesta básica, não é suficiente nem para isso. Sem contar nas outras necessidades primárias das famílias, como residência, educação e saúde, por exemplo”.
Bergo lembra que a inflação é um imposto social “muito perverso”, que atinge as camadas mais pobres da sociedade. “Essa família que recebe o Auxílio Brasil é a mais prejudicada pela inflação. Ela recebe o recurso, mas não tem como se proteger da inflação, e a cada mês que passa, esse recurso vale menos”, pontua.
“Obviamente, seria interessante que houvesse um valor que pudesse ser reajustado mensalmente pela inflação, mas nem isso houve por parte do governo. Assim, o valor vai se corroendo. Quanto maior a inflação, mais dano ela causa ao orçamento dessas famílias tão necessitadas. Infelizmente, a inflação chegou aos dois dígitos e torna o Auxilio Brasil ineficaz dentro do objetivo pelo qual ele foi traçado”, completa Bergo.
Diário PE
A morte da jovem Beatriz Leite, conhecida carinhosamente por Bia, 22 anos, comoveu Afogados da Ingazeira e Quixaba nesta última quarta (22).
Informações de familiares que circulam nas redes sociais indicam que a jovem foi ao Hospital Regional Emília Câmara se queixando de dor e desconforto no peito. O médico plantonista teria ignorado algo mais grave e a mandou pra casa. Horas depois, ela foi encontrada morta por familiares em sua residência no Bairro São Braz.

O corpo seguiu para o Instituto Médico Legal (IML) de Caruaru, onde passou por exames para identificar a causa da morte. Uma das suspeitas é de que ela tenha sido vítima de um infarto.

Bia é natural de Quixaba e residia e trabalhava em Afogados da Ingazeira .Ela era contadora e cursava Direito na (FASP), Faculdade de Afogados da Ingazeira, a notícia gerou uma comoção na população, Nas redes sociais, familiares, amigos e membros da comunidade escolar prestaram homenagens a jovem. Bia.

Nossos sentimentos

Agência Brasil

O risco de internação hospitalar para pacientes com a variante Ômicron da covid-19 é de 40 a 45% menor do que os pacientes com a variante Delta, de acordo com um estudo publicado pelo Imperial College de Londres nesta quarta-feira (22).
“De maneira geral, encontramos evidências de redução no risco de hospitalização com a Ômicron em relação às infecções com a Delta, pesando todos os casos no período do estudo”, afirmaram os pesquisadores, que analisou dados de casos confirmados por testes PCR na Inglaterra entre 1 e 14 de dezembro.
Os cientistas correm para responder perguntas sobre a virulência e gravidade da Ômicron para ajudar governos a responderem à variante, que se espalha rapidamente pelo mundo.
O estudo britânico segue um outro sul-africano divulgado nesta quarta-feira que descobriu que pessoas diagnosticadas com a Ômicron na África do Sul entre 1º de Outubro e 30 de novembro tinham 80% menos chances de serem internadas do que as diagnosticadas com outra variante no mesmo período.
Pesquisadores do Imperial College disseram que o risco de qualquer visita ao hospital com a Ômicron era entre 20 e 25% menor do que com a Delta.
Os cientistas acrescentam, no entanto, que as reduções em hospitalizações precisam ser consideradas levando-se em conta o maior risco de infecção com a Ômicron, devido à redução na proteção oferecida tanto pela vacinação quando pela infecção natural.

Um relatório completo da vacinação contra a COVID em Pernambuco, divulgado ontem (20) pela Secretaria Estadual de Saúde, aponta Afogados da Ingazeira como a cidade que mais aplicou, percentualmente, a dose de reforço.

Ao todo, já foram imunizados 12.886 pessoas em Afogados com a dose de reforço, o que representa 50,7% do público-alvo previsto, maior percentual dentre todos os municípios de Pernambuco.

“O sucesso da vacinação é consequência do engajamento da gestão, dos trabalhadores em saúde e da população em geral. Não podemos esquecer do empenho, dedicação e ação oportuna de todos os profissionais da imprensa. Sem eles, não conseguiríamos alcançar e nem conscientizar tanta gente sobre a importância da imunização”, destacou o Secretário de saúde de Afogados, Artur Amorim.

 

Cantor Maurílio segue intubado e mãe fala sobre saudade

Segundo comunicado, o artista está sedado e em hemodiálise contínua, já apresentando diurese.

O cantor Maurílio Ribeiro, da dupla Luiza e Maurílio. (Foto: Instagram/mauriliolem)

 O cantor sertanejo Maurílio, 28, que faz dupla com Luiza, segue em estado grave e intubado sob ventilação mecânica. Segundo comunicado, o artista está sedado e em hemodiálise contínua, já apresentando diurese.

A nota, compartilhada pela assessoria nesta quarta-feira (22), afirma que o cantor, diagnosticado com tromboembolismo pulmonar, está em acompanhamento com hematologia, neurologia e nefrologia. O músico está internado no Instituto Ortopédico de Goiânia (IOG), após ter sido transferido na segunda (20).

Nesta terça (21), a mãe do cantor, Odaisa Delmonte, compartilhou um registro ao lado no filho em seu perfil no Instagram e torceu por sua recuperação. “Saudades do seu sorriso e do seu abraço. Acorda, filho, estamos te esperando”, escreveu na legenda.

Nos Stories, Odaisa também pediu para que os internautas façam doação de sangue, de qualquer tipo sanguíneo, no Instituto Goiano de Oncologia e Hematologia, em Goiânia. “Vamos doar”, escreveu a mãe do artista.

O sertanejo foi internado na UTI do Hospital Jardim América, em Goiás, na última quarta (15) após ter passado mal durante a gravação de um DVD e sofrer três paradas cardíacas. Porém, foi transferido na última segunda.

“Nas últimas 24 horas, foi possível desligar as medicações para manutenção da pressão, significando maior estabilidade clínica. Maurílio segue intubado, respirando espontaneamente, apenas com apoio do ventilador mecânico. Ainda segue em hemodiálise, com boa resposta da função renal durante o período”, diz o comunicado.

O texto também afirma que a transferência foi realizada de forma segura.

Luana Ramos, mulher de Maurílio, contou que ele teve uma reação positiva à visita dela na manhã de domingo (19). O cantor chorou e teve espasmos depois de uma conversa que ela teve com ele ao pé do ouvido.

“Eu falei que hoje era um dia de vitória, né? Fui fazer a visita de hoje [domingo, 19] e comecei a conversar com ele, igual a gente faz todo dia. E, ele começou a chorar. Chorou, o batimento cardíaco dele aumentou”, disse.

“E ele começou a ter espasmos musculares, começou a tossir, até me assustei um pouco. O pessoal da UTI falou que isso era muito bom, que era sinal de que ele estava me escutando”, explicou Luana. Em boletim médico no domingo (19), o hospital informou que o cantor vinha apresentando melhora do seu quadro clínico.

FOLHAPRESS

 

 

Três feriados cairão nos fins de semana

O ano de 2022 terá apenas um feriado nacional prolongado, a Paixão de Cristo, dia 15 de abril, que tradicionalmente cai em uma sexta-feira, podendo ser emendado com o fim de semana. Isso sem considerar os feriados estaduais e municipais e festejos como o carnaval, que é ponto facultativo (algumas cidades adotam como feriado) e vai de segunda a quarta-feira, dias 28 de fevereiro, 1º e 2 de março.

 

A portaria do Ministério da Economia, que estabelece os dias de descanso no âmbito da administração pública federal, foi publicada hoje (22) no Diário Oficial da União. Os feriados estaduais e municipais também serão observados nas respectivas localidades, e os serviços considerados essenciais deverão ser preservados nesses dias.

Três feriados nacionais serão celebrados nos fins de semana, começando com 1º de janeiro, dia da Confraternização Universal e celebração do Ano-Novo, que será sábado. Dias 1º de maio (Dia Mundial do Trabalho) e 25 de dezembro (Natal) serão no domingo.

Além desses, também são considerados feriados nacionais os dias 21 de abril (Tiradentes), 7 de setembro (Independência do Brasil), 12 de outubro (Nossa Senhora Aparecida), 2 de novembro (Finados) e 15 de novembro (Proclamação da República). Na lista do Ministério da Economia também estão os pontos facultativos de 16 de junho (Corpus Christi) e 28 de outubro (Dia do Servidor Público).

agbr-feriados-pontos-facultativos-2022

Agência Brasil

Com 70% de aprovação, João Campos é o prefeito mais bem avaliado de Pernambuco

A edição desta quarta-feira da Folha de Pernambuco estampou em sua capa uma impressionante aprovação do prefeito do Recife, João Campos (PSB). A capital pernambucana é umas das cidades com população mais crítica no país e mesmo assim o socialista está conseguindo fechar um primeiro ano de gestão da melhor forma possível.

Isso coloca João Campos claramente como um player diferenciado nas eleições estaduais do ano que vem. Certamente, como o eleitor mais forte de Pernambuco, devido ao tamanho da população do Recife e sobretudo a força de sua influência em todo o estado.

Com um ativo assim, a Frente Popular larga ainda mais forte para pleito, mesmo sem ter definido até o momento o seu representante na sucessão do governador Paulo Câmara (PSB).

O cenário ainda ganha novos elementos que reforçam esse entendimento. Paulo Câmara conta com a possibilidade de investir cerca de R$ 5 bilhões no próximo ano, levando obras para todas as regiões de Pernambuco.

Sem contar o fato de a aliança do PSB que dará sustenção à tentativa de retorno do ex-presidente Lula (PT) ao Palácio do Planalto. Os socialistas estão cotados para indicar a você na chapa do petista, com o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin que está pra engrossar as fileiras do PSB.

Então, todo esse quadro tem grandes chances de ser catapultados com a presença de João Campos em cima do palanque, pedindo voto. Vamos acompanhar.

Chefe de gabinete de governador é presa suspeita de lavagem de dinheiro

Rosângela Gama, chefe de gabinete do governador do Acre, Gladson Camelli (PP) foi presa nesta quarta-feira (22) suspeita de participar de esquema de corrupção e lavagem de dinheiro.

Ela foi detida durante cumprimento da Operação Ptolomeu pela Polícia Federal, após ordem do Supremo Tribunal de Justiça (STJ). Agentes relatam que identificaram um acordo entre os servidores para tentar obstruir a investigação e destruir provas obtidas no início do processo.

“Por ordem ainda do STJ, policiais federais cumprem, na manhã de hoje, cinco mandados de busca e apreensão na cidade de Rio Branco/AC, em endereços relacionados aos envolvidos no embaraço às investigações”, diz a nota da PF.

A operação foi deflagrada no último dia 16 de dezembro e teve como alvo o próprio governador do Acre. Na ocasião, policiais cumpriram mandados de busca e apreensão na sua residência e em seu gabinete.

De acordo com uma nota da Polícia Federal, os membros da organização “atuavam no desvio de recursos públicos, bem como na realização de atos de ocultação da origem e destino dos valores subtraídos”.

O STJ também determinou o bloqueio de R$ 7 milhões nas contas dos investigados e a apreensão de veículos de luxo, segundo informações da CNN Brasil.

Senador tenta apoio para Moro e atrapalha união entre Cidadania e PSDB

A iniciativa põe em risco um plano de criar uma federação partidária com o PSDB, foco principal do presidente da legenda, Roberto Freire.

 

13.mai.2021 – O senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE). (Foto: Pedro França/Agência Senado)

 

 O senador Alessandro Vieira tenta o apoio do Cidadania, partido ao qual é filiado pelo Sergipe, para a candidatura à Presidência do ex-juiz Sergio Moro, do Podemos. A iniciativa põe em risco um plano de criar uma federação partidária com o PSDB, foco principal do presidente da legenda, Roberto Freire.

As federações partidárias, criadas por lei em setembro, permitem a união entre partidos políticos e devem durar pelo menos os quatro anos do mandato. Se alguma sigla deixar a essa espécie de coligação antes do prazo, sofre punições, tais como a proibição de utilização dos recursos do Fundo Partidário.

O prazo para obter o registro no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) é de seis meses antes das eleições, ou seja, em abril de 2022.

A articulação pela federação interessa aos tucanos. Por isso, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), pré-candidato à Presidência, se reuniu com o parlamentar no dia 15 no Senado, em uma conversa de última hora, para tentar conter a ameaça à medida.

O encontro contou com a presença do senador Izalci Lucas (PSDB-DF) e do coordenador político da campanha de Doria, Antônio Imbassahy.

A pressão de Vieira decorre de uma aliança regional do senador, já que, em julho, a ex-delegada Danielle Garcia se filiou ao Podemos.

Contra o impasse, membros do Cidadania já avaliam convencer Vieira a não disputar a Presidência e concorrer ao governo do Sergipe, o que o deixaria livre para fazer alianças no estado. Por outro lado, também diminuiriam o alcance das críticas ao novo acordo com os tucanos.

Em conversa com a reportagem, o senador Alessandro Vieira informou que possui “excelente relação pessoal com Moro e Renata Abreu (presidente nacional do Podemos)”, mas enfatizou que “não existe negociação” entre o Cidadania e o Podemos. “As composições estaduais não têm nenhuma vinculação com o cenário nacional”, afirmou.

Procurados, Imbassahy e Freire não responderam aos questionamentos da reportagem. Já a assessoria de Doria se limitou a afirmar que o encontro foi fechado.

Cientistas encontram fóssil de bebê dinossauro preservado

O fóssil foi encontrado em Ganzhou, no sul da China, e pertence a um dinossauro terópode sem dentadura, ou ovirraptossauro, que os cientistas chamaram de “bebê Yingliang”.

 

Cientistas anunciaram nesta terça-feira (21) a descoberta de um embrião de dinossauro perfeitamente preservado, que data ao menos de 66 milhões de anos atrás e que se preparava para sair do ovo.

O fóssil foi encontrado em Ganzhou, no sul da China, e pertence a um dinossauro terópode sem dentadura, ou ovirraptossauro, que os cientistas chamaram de “bebê Yingliang”.

“É um dos melhores embriões de dinossauro já encontrados”, disse à AFP a pesquisadora da Universidade de Birmingham Fion Waisum Ma, coautora da publicação na revista iScience.

Ma e seus colegas encontraram o embrião com a cabeça posicionada debaixo do corpo, os pés dos dois lados e as costas encurvadas, uma postura que não tinha sido observada antes em dinossauros, mas que é similar às das aves modernas.

Nas aves, este comportamento é controlado pelo sistema nervoso central e se chama “dobramento”. Os pintinhos que se preparam para sair do ovo põem a cabeça debaixo da asa direita para mantê-la estável enquanto quebram a casca com seus bicos.

Os embriões que não conseguem fazer esta posição têm mais chances de morrer por uma eclosão fracassada. “Isto indica que tal comportamento nas aves modernas primeiro evoluiu entre os dinossauros, seus ancestrais”, disse Ma.

Uma alternativa a este dobramento poderia ser similar ao que os crocodilos modernos fazem. Eles se posicionam como se estivessem sentados, com a cabeça inclinada na direção do peito, para eclodir.

Embrião do dinossauro ‘bebê Yingliang’, encontrado em Ganzhou, China (Lida Xing e da Universidade de Birmingham do embrião do dinossauro ‘bebê Yingliang’, encontrado em Ganzhou, China/Divulgação)

Décadas em um depósito

Os ovirraptorossauros, ou “lagartos ladrões de ovos”, eram dinossauros emplumados que viviam onde hoje fica a Ásia e a América do Norte, durante o período Cretáceo Superior.

Tinham vários tipos de bicos e dietas e seu tamanho variava entre o de um peru moderno e o do enorme Gigantoraptor, com oito metros de comprimento.

O “bebê Yingliang” tem 27 centímetros de comprimento da cabeça até a cauda e se encontra dentro de um ovo de 17 centímetros no Yingliang Stone Nature History Museum.

Os pesquisadores acreditam que a criatura tenha entre 66 e 72 milhões de anos e provavelmente pôde ser preservada quando o ovo ficou enterrado como consequência de uma enxurrada, protegendo-o dos animais carniceiros por tanto tempo.

embrião do dinossauro ‘bebê Yingliang’, encontrado em Ganzhou, China (Lida Xing e da Universidade de Birmingham do embrião do dinossauro ‘bebê Yingliang’, encontrado em Ganzhou, China/Divulgação)

Ela teria crescido até os dois ou três metros de comprimento se chegasse à idade adulta e provavelmente teria se alimentado de plantas.

O exemplar é um dos vários fósseis de ovos que ficaram esquecidos em um depósito por décadas.

A equipe de cientistas suspeitou que poderiam conter dinossauros não nascidos e raspou parte do ovo para encontrar o embrião dentro.

“Este embrião de dinossauro dentro deste ovo é um dos mais belos fósseis que já vi”, disse o professor Steve Brusatte, da Universidade de Edimburgo e membro da equipe de pesquisas, em um comunicado.

“Este pequeno dinossauro em seu estado pré-natal se assemelha muito a uma ave bebê encurvada em seu ovo, o que traz mais evidências de que muitas das características das aves de hoje evoluíram de seus ancestrais dinossauros”, prosseguiu.

Os cientistas esperam estudar o “bebê Yingliang” com mais detalhes através de avançadas técnicas de escaneamento para mapear todo o seu esqueleto, inclusive os ossos do crânio, porque parte do seu corpo ainda está coberto por rocha.

Pix bate recorde de transações diárias com o pagamento do 13º

Tela de celular com a logo do Pix

O número de transações realizadas via Pix em um dia bateu recorde na segunda-feira (20), último dia para o pagamento da 2ª parcela do 13º salário. Segundo Banco Central foram realizadas 51,9 milhões de transferências e pagamentos pela plataforma.

O recorde anterior foi de 50,3 milhões de transações, batido no dia 10 de dezembro.

O Pix fez um ano no dia 16 de novembro e já é um dos meios de pagamento mais usados pelos brasileiros. Até o fim do mês passado, a quantidade de chaves cadastradas já superava a marca de 360 milhões.

Também em novembro, foram realizadas mais de 1,2 bilhão de transações. O valor total das movimentações ficou em R$ 620 bilhões.

A adesão ao Pix superou as expectativas do BC, que lançou a plataforma com o intuito de aumentar a eficiência, reduzir os custos e ampliar o número de usuários do sistema financeiro.

O Pix permite transferir recursos em questão de segundos por meio do celular a qualquer hora do dia. O sistema é gratuito para pessoas físicas.

O BC limitou o valor das transferências em outubro por conta do aumento de sequestros e fraudes. As transferências foram limitadas a R$ 1 mil entre 20h e 6h. Também foram adotadas outras medidas de segurança para evitar vazamento de dados e oferecer mais segurança aos usuários, como o bloqueio preventivo pelos bancos de operações consideradas suspeitas.

No último dia 29, o BC lançou o Pix Saque e o Pix Troco. As ferramentas permitem que o consumidor saque dinheiro nas lojas do varejo por meio do Pix.

Secretaria de Saúde de Pernambuco abre seleção com 72 vagas e salários que chegam a R$ 2,4 mil

Google Street View

O Governo de Pernambuco abre, a partir da próxima terça-feira (28), as inscrições para uma seleção simplificada para a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE). O objetivo do certame é a contratação temporária de profissionais de nível superior para atuação no âmbito do programa Mãe Coruja Pernambucana. Ao todo, são oferecidas 72 vagas, com salários chegam a R$ 2,4 mil. Dentre as oportunidades, 5% é reservado a pessoas com deficiência.

  • Assistente Social;
  • Enfermeiro;
  • Fisioterapeuta;
  • Fonoaudiólogo;
  • Nutricionista;
  • Psicólogo; e
  • Terapeuta Ocupacional.

Esta é a segunda seleção aberta pela SES-PE em menos de um mês. A primeira previa 45 vagas para Apoiador Institucional.

Para se inscrever, os interessados devem acessar o site selecionases.saude.pe.gov.br, preencher o formulário de inscrição e, logo após, anexar os documentos solicitados como currículo, RG e CPF. Os documentos deverão estar em um único arquivo com o tamanho máximo de 5MB. Somente serão aceitos documentos em formato PDF. As inscrições seguem até o dia 11 de janeiro de 2022.

A seleção

A seleção será realizada em uma única etapa de caráter classificatório e eliminatório, por meio de avaliação curricular. Os contratos terão duração de 12 meses, ou seja, um ano, e podem ser prorrogados pelo mesmo período.

Além disso, de acordo com o edital, o processo de seleção inicialmente terá prazo de validade fixado em 24 meses, ou seja, dois anos, e pode ser prorrogada uma vez por igual tempo.

Resultados

O resultado preliminar será divulgado no dia 25 de janeiro de 2022. Os recursos serão recebidos até as 23h59 do dia 28 de janeiro de 2022. O resultado final será divulgado no dia 04 de fevereiro de 2022.

De acordo com o edital, o resultado final da seleção será divulgado no site da SES-PE, sendo de exclusiva responsabilidade do candidato acompanhar comunicados, convocações e o resultado final da seleção.

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, avalia que “um evento cancelado é melhor do que uma vida cancelada”.

De acordo com a BBC Internacional, a declaração foi dada na última segunda-feira (20), quando Adhanom comentava sobre o risco de disseminação da covid-19 durante as comemorações de fim de ano.

Ele também afirmou que “decisões difíceis” de cancelamento – ou adiamento – dos eventos de fim de ano precisam ser tomadas para proteger a saúde pública em meio ao avanço da variante ômicron, nova cepa do Sars-Cov-2, pelo mundo. 

A cidade do Rio de Janeiro confirmou nesta segunda o primeiro caso da ômicron. Na avaliação de Adhanom, as festividades vão provocar “um aumento de casos, sistemas de saúde sobrecarregados e mais mortes”.

“Todos nós estamos fartos desta pandemia. Todos nós queremos passar tempo com amigos e familiares. Todos nós queremos voltar ao normal. (…) É melhor cancelar [um evento] hoje e celebrar amanhã do que comemorar agora e sofrer mais tarde”, afirmou.

Na semana passada, a OMS já havia comunicado que a nova variante está se espalhando mais rápido do que a variante delta, além de infectar as pessoas já vacinadas – ou anteriormente infectadas pela covid-19.

O especialista em emergências da OMS, Mike Ryan informou que a pandemia poderia acabar no próximo ano se o mundo conseguir manter a transmissão do vírus “ao nível mínimo”.

A entidade tem defendido que neste momento seria mais importante garantir a imunização de pessoas vulneráveis ao redor do mundo, que ainda não receberam a primeira dose do imunizante em vez de fornecer doses de reforços a adultos sem comorbidades.

“Se quisermos acabar com a pandemia no próximo ano, devemos acabar com a desigualdade”, alertou Adhanom. O último boletim epidemiológico divulgado pelo Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab), no final da tarde da última segunda-feira (20), registrou mais seis óbitos por Covid-19.

Desde o início da pandemia, o Estado soma 27.438 mortes.

 O presidente Jair Bolsonaro (PL) sancionou o texto que prevê o repasse de até R$ 5,7 bilhões em recursos públicos para o fundo eleitoral em 2022. A medida foi publicada no Diário Oficial da União e passa a valer a partir desta terça (21). 

O valor do chamado fundão constava do texto da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias), que determina as metas e prioridades para os gastos do governo no ano que vem.

O trecho que abordava o fundão havia sido vetado anteriormente pelo presidente que pretendia limitar o repasse de recurso a R$ 2 bilhões. A promulgação do chefe do Executivo é resultado da derrubada do veto de Bolsonaro por deputados e senadores na última sexta-feira (17), em sessão do Congresso Nacional.

Na Câmara, foram 317 votos a favor da derrubada e 146 contra. No Senado, foram 53 votos pela derrubada e 21 pela manutenção do veto.

O valor final do fundo eleitoral ainda será definido na Lei Orçamentária Anual (PLN 19/2021), que está em discussão na Comissão Mista de Orçamento nesta terça e ainda precisa passar por decisão do Congresso. No relatório apresentado pelo deputado Hugo Leal (PSD-RJ) à CMO ontem, o valor previsto para o fundo é de R$ 5,1 bilhões.

Os senadores que defenderam a derrubada do veto ressaltaram que o dinheiro para as campanhas eleitorais ainda não está carimbado, e pode vir a ser menor do que o valor máximo autorizado.

Além do aumento do fundo eleitoral, o Congresso restaurou outros 11 dispositivos da Lei de Diretrizes Orçamentárias deste ano (Lei 14.194, de 2021) que haviam sido vetados. Um desses dispositivos é a autorização para reajuste do piso salarial dos agentes de saúde.

Outros trechos da LDO restabelecidos incluem as seguintes medidas:

  • despesas para projetos que não incluem plano de engenharia ou licença ambiental poderão ser empenhadas na forma de emendas do relator-geral, até que os respectivos documentos sejam finalizados;
  • a execução de emendas parlamentares deverá seguir a ordem de prioridade estabelecida pelos seus autores;
  • transferências voluntárias para municípios com menos de 50 mil habitantes não dependerão de adimplência do município;
  • o governo federal será obrigado a ter metodologia de acompanhamento das ações previstas no Orçamento Mulher e deverá divulgar a execução orçamentária dessas ações.

Com a escalada da inflação no país, o relator-geral do Orçamento de 2022, Hugo Leal (PSD-RJ), aumentou de R$ 1.169 para R$ 1.210 a previsão para o salário mínimo no ano que vem. O relatório apresentado pelo deputado deverá ser votado nesta terça-feira (21) pela CMO (Comissão Mista de Orçamento) e depois pelo plenário do Congresso, em sessão conjunta da Câmara e do Senado. 

O valor representa um aumento de 10,04% em relação ao salário mínimo atual, de R$ 1.100. Se aprovado, o reajuste começará a valer em janeiro de 2022, com pagamento a partir de fevereiro. O índice é o maior em seis anos, mas sem aumento real (acima da inflação). Desde 2016, quando o reajuste do salário mínimo foi de 11,6%, a inflação vinha caindo, assim como o aumento do piso.

O reajuste do mínimo é realizado todos os anos com base no INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), inflação das famílias com renda de até cinco salários mínimos. Desde que o governo apresentou ao Congresso a proposta para a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) do ano que vem, a estimativa para a variação do INPC neste ano passou de um avanço de 6,20% para uma alta de 10,04%. 

A explicação para esse reajuste é o impacto da inflação de 2021, puxada, principalmente, pela evolução do preço dos combustíveis, dos alimentos e da energia elétrica. Apesar de maior, o valor deve representar o terceiro ano consecutivo em que o piso nacional não garantirá uma reposição do poder de compra à população mais carente.

“A aceleração inflacionária também impactou o INPC, índice utilizado para a correção do salário mínimo e dos valores dos benefícios previdenciários, acumulando alta em 12 meses encerrados em novembro de 9,36%”, disse Hugo Leal (PSD-RJ), relator-geral do Orçamento de 2022.

De acordo com Leal, o relatório adotou uma projeção de 10,18% para o INPC em 2021 por considerar que esse índice deverá se situar em nível próximo ao IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) esperado pelo mercado, de acordo com o Boletim Focus publicado pelo Banco Central em 6 de dezembro.

No entanto, o próprio parecer menciona que a projeção está defasada e cita uma previsão atualizada de 10,18% para o INPC. Caso esse valor prevaleça, o salário mínimo subiria para R$ 1.212 no próximo ano.

O relatório precisa ser aprovado pela CMO e depois pelo plenário do Congresso. A proposta tem que ser votada até esta quarta-feira (22), antes do início do recesso parlamentar. Mesmo sem aumento real (acima da inflação), o valor exato do salário mínimo só será conhecido em janeiro, após a divulgação do INPC consolidado de 2021 pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

A votação da peça orçamentária de 2022 na Comissão Mista de Orçamento do Congresso ocorreria nesta segunda-feira (20), mas foi adiada para hoje após discordâncias sobre o valor de R$ 5,1 bilhões para o fundo eleitoral, verbas para a área da educação e reajustes para profissionais da segurança e agentes comunitários de saúde.

Veja os últimos reajustes do salário mínimo

  • 2021 – R$ 1.100,00 (5,2%)
  • 2020 – R$ 1.045,00 (4,7%)
  • 2019 – R$ 998,00 (4,6%)
  • 2018 – R$ 954,00 (1,8%)
  • 2017 – R$ 937,00 (6,48%)
  • 2016 – R$ 880,00  (11,6%)
Participaram da coletiva de imprensa o secretário estadual de Saúde, André Longo, e o médico infectologista Demetrius Montenegro — 

Foto: (Foto: Pedro Alves/g1)

O governo de Pernambuco confirmou, nesta segunda-feira (20), a primeira morte de paciente com Influenza A H3N2, que tem provocado surtos de gripe em estados como Rio de Janeiro, São Paulo e Bahia. Até essa data, o estado passou a totalizar 43 casos da doença no estado, sendo 42 diagnosticados por exame laboratorial e um por critérios clínicos, dos quais oito são graves.

Com isso, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), foi detectada transmissão comunitária da H3N2 no estado. Isso significa que não é mais possível rastrear de onde veio o contágio, como ocorre em casos importados ou de transmissão local.

A informação foi divulgada pelo secretário estadual de Saúde, André Longo, durante coletiva de imprensa na sede da SES, no bairro Bongi, na Zona Oeste do Recife, na tarde desta segunda-feira (20). A vítima da doença é um morador da capital pernambucana.

“O paciente que morreu era um paciente renal crônico de 46 anos. Já há circulação comunitária da Influenza em Pernambuco. As evidências laboratoriais coincidem com os relatos das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e as unidades básicas, que apontaram um aumento no número de pacientes com sintomas gripais, muitos deles com resultado negativo para Covid”, afirmou Longo.

Uma variante do vírus H3N2, chamada de Darwin, foi identificada em circulação no Brasil. O secretário também afirmou que ainda não se sabe se os novos casos são da variante Darwin, já que as amostras positivas serão enviadas a um laboratório de referência para sequenciamento genético.

“Tudo indica que seja [a variante Darwin]. Não era de se esperar que não chegasse influenza em Pernambuco. Até estranhávamos o fato de estar circulando influenza em outros estados e aqui não”, afirmou André Longo.

Os 43 casos da Influenza A H3N2 registrados em Pernambuco foram detectados depois que pessoas com síndrome gripal fizeram testes da Covid-19 que deram negativos e, assim, foram testados para outros vírus.

De acordo com o chefe do setor de infectologia do Hospital Universitário Oswaldo Cruz, Demétrius Montenegro, apesar de serem doenças diferentes, as formas de prevenção da Influenza e da Covid-19 são as mesmas.

“Estamos num momento em que precisamos definir e destingir as duas doenças e de prevenção. A maior arma que temos e estamos observando que as pessoas estão abrindo mão dessa arma é a máscara”, afirmou Montenegro.

Brasil registra 67 mortos por Covid-19 em 24 horas

om isso, o país chegou a 617.905 vidas perdidas e a 22.213.696 pessoas infectadas pelo Sars-CoV-2 desde o início da pandemia.

 

Vinte e um apresentaram novos números sobre mortes e contaminados e 14 atualizaram os dados referentes à vacinação. (Foto: Reprodução)

 

 O Brasil registrou 67 mortes por Covid-19 e 2.568 casos da doença, nesta segunda-feira (20). Com isso, o país chegou a 617.905 vidas perdidas e a 22.213.696 pessoas infectadas pelo Sars-CoV-2 desde o início da pandemia.

Alguns estados permanecem com problemas de instabilidade de registros, devido ao ataque cibernético contra o sistema do Ministério da Saúde, que ocorreu na semana passada. Vinte e um apresentaram novos números sobre mortes e contaminados e 14 atualizaram os dados referentes à vacinação.

As médias móveis de mortes e casos permanecem em queda. A média de óbitos agora é de 132 por dia, queda de 30% em relação ao dado de duas semanas atrás. A média de infecções é de 3.497 por dia, queda de 61%.

A média de óbitos chegou ao 17º dia consecutivo abaixo de 200.

Os dados do país, coletados até 20h, são fruto de colaboração entre Folha, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são recolhidas pelo consórcio de veículos de imprensa diariamente com as Secretarias de Saúde estaduais.

Os dados da vacinação contra a Covid-19 estão entre os afetados, em diversos estados, pelo ataque à página do ministério. De toda forma, as informações foram ao menos parcialmente atualizadas em 14 unidades da federação.

O Brasil registrou 666.174 doses de vacinas contra Covid-19, nesta segunda-feira. De acordo com dados das secretarias estaduais de Saúde, foram 55.176 primeiras doses, 217.360 segundas doses. Além disso, foram registradas 1.257 doses únicas e 392.381 doses de reforço.

Ao todo, 160.498.120 pessoas receberam pelo menos a primeira dose de uma vacina contra a Covid no Brasil -137.030.338 delas já receberam a segunda dose do imunizante. Somadas as doses únicas da vacina da Janssen contra a Covid, já são 141.619.683 pessoas com as duas doses ou com uma dose da vacina da Janssen.

Assim, o país já tem 75,24% da população com a 1ª dose e 66,39% dos brasileiros com as duas doses ou com uma dose da vacina da Janssen. Considerando somente a população adulta, os valores são, respectivamente, de 99,02% e 87,37%.

Mesmo quem recebeu as duas doses ou uma dose da vacina da Janssen deve manter cuidados básicos, como uso de máscara e distanciamento social, afirmam especialistas.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorreu em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.

A Caixa Econômica Federal paga hoje (20) o Auxílio Brasil para beneficiários com Número de Inscrição Social (NIS) com final 7. O benefício é de, no mínimo, R$ 400 por família.
As datas de pagamento seguem o modelo do antigo Bolsa Família, que pagava os beneficiários nos dez últimos dias úteis do mês. Em dezembro, em função do feriado de Natal, os pagamentos vão até 23, com a antecipação em uma semana em relação ao calendário regular.
Veja a tabela:
NIS final 1        10 de dezembro
NIS final 2        13 de dezembro
NIS final 3        14 de dezembro
NIS final 4        15 de dezembro
NIS final 5        16 de dezembro
NIS final 6        17 de dezembro
NIS final 7        20 de dezembro
NIS final 8        21 de dezembro
NIS final 9        22 de dezembro
NIS final 0        23 de dezembro
O beneficiário pode consultar informações sobre as datas de pagamento, o valor do benefício e a composição das parcelas em dois aplicativos: Auxílio Brasil, desenvolvido para o programa social, e o aplicativo Caixa Tem, usado para acompanhar as contas poupança digitais do banco.
Podem receber o Auxílio Brasil as famílias com renda per capita de até R$ 100, consideradas em situação de extrema pobreza, e aquelas com renda per capita de até R$ 200, consideradas em condição de pobreza.

 

Acontece nesta segunda-feira (20), a partir das 9h, uma Audiência Pública para prestação de contas das ações e investimentos da Secretaria Municipal de Saúde no primeiro quadrimestre de 2021.

A apresentação dos dados será realizada pelo secretário Artur Amorim. A audiência será aberta à população e acontecerá no plenário da Câmara de Vereadores.

This gallery contains 1 photo.

Foto: Marcos Motinelly

A lista de nomes mais comuns registrados no país em 2021, divulgada pela Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen Brasil), mostrou que Miguel (com 28.301 registros), entre os homens, e Helena (com 21.890 registros), entre as mulheres, foram os mais escolhidos.
Este é o segundo ano consecutivo que tais nomes lideram o ranking. No entanto, a Arpen destaca que um novo rol de preferidos começou a se destacar entre os registros. É o caso de Gael, que até 2019 não estava na lista dos 50 nomes mais escolhidos e, em 2020, passou a ocupar a 10ª posição da lista. Em 2021, Gael já é o terceiro nome mais escolhido entre os meninos.
Outro exemplo que começou a se destacar na lista foi Theo, que estava na 36ª posição em 2019, em sexto no ano seguinte e agora está na sétima colocação. De acordo com a Arpen, novas tendências como Noah, Ravi, Isaac e Anthony começaram a aparecer na lista dos 50 mais comuns entre os meninos.
Entre as mulheres, a associação observou o aparecimento de nomes curtos e bíblicos na lista dos 50 mais comuns, com Eloa e Liz, pela primeira vez, ranqueados entre os nomes mais buscados.
Depois de Helena, o primeiro nome feminino do ranking é Alice, seguido de Laura, Maria Alice, Valentina e Heloísa.
Sophia, Maite e Antonella despontam como novidades do rankeamento.
Ao todo, foram 7.658 Cartórios de Registro Civil brasileiros, presentes nas 5.570 cidades do país, responsáveis por registrar os nascimentos dos quase 2,5 milhões de recém-nascidos neste ano.
10 nomes mais frequentes 
Miguel – 28.301
Arthur – 26.655
Gael – 23.973
Heitor – 22.368
Helena – 21.890
Alice – 20.381
Theo – 19.863
Laura – 18.448
Davi – 18.304
Gabriel – 17.159
10 nomes masculinos mais frequentes
Miguel – 28.301
Arthur – 26.655
Gael – 23.973
Heitor – 22.368
Theo – 19.853
Davi – 18.304
Gabriel – 17.159
Bernardo – 15.935
Samuel – 15.563
João Miguel -13.254
10 nomes femininos mais frequentes
Helena – 21.890
Alice – 20.381
Laura – 18.448
Maria Alice – 14.677
Valentina – 11.643
Heloísa – 11.355
Maria Clara -10.980
Maria Cecília – 10.850
Maria Julia – 10.235
Sophia – 10.163

Agência Brasil

PT aprova pré-candidatura de Humberto Costa ao governo de Pernambuco

Partidos da base governista votaram em peso para derrubar o veto ao aumento do valor do fundo

O PT aprovou o nome do senador Humberto Costa como pré-candidato do partido ao governo de Pernambuco nas eleições de 2022. Foram 35 votos favoráveis, 9 contrários e 5 abstenções no diretório estadual da sigla.

Em que pese à votação interna, é cedo para definições. Costa ainda discutirá os rumos da frente com o Partido Socialista Brasileiro (PSB) para o processo eleitoral do ano que vem.

Em publicação feita em seu perfil no Twitter, o senador petista reconhece a “precedência” do PSB para indicar o candidato da aliança ao governo do Estado.

“Meu nome está à disposição para o diálogo, para a composição, para a construção da unidade da frente popular. Vem para contribuir, jamais para dividir. Tenho plena compreensão da precedência que tem o PSB em encabeçar a chapa da Frente Popular”.

Para Costa, a definição em Pernambuco também está vinculada à discussão de uma aliança nacional “da qual o PSB é parceiro de 1ª hora“. PT e PSB negociam a possibilidade de formar uma federação partidária com Psol, PC do B e PV. “Nada está definitivamente posto“, disse o senador.

De imediato, a aprovação pelo PT pernambucano da pré-candidatura de Costa enfraquece a posição da deputada Marília Arraes (PT-PE). Ela disputou a prefeitura do Recife em 2020 e perdeu para João Campos (PSB).

Apesar de ser um importante líder do partido em Pernambuco, o filho do ex-governador e candidato do PSB à Presidência em 2014 Eduardo Campos não pode concorrer. Tem 28 anos, e a idade mínima para ser elegível ao cargo de governador é de 30 anos.

PT & PSB

A movimentação dos partidos em Pernambuco ocorre em um momento de crise do PSB no Estado por não ter pré-candidato natural à sucessão do atual governador, Paulo Câmara (PSB). A abertura desse vácuo favorece o PT.

Nome até então mais cotado para disputar o cargo, o ex-prefeito do Recife Geraldo Julio (PSB) desistiu de lançar candidatura.

Câmara é o condutor da aliança das siglas no Estado e tem diálogo aberto com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Na reta final de seu 2º mandato como governador, quer disputar uma vaga no Senado no ano que vem.

Em 2012, o próprio Geraldo Júlio venceu a eleição à prefeitura da capital, derrotando o então candidato petista Humberto Costa, que ficou em 3º lugar.

Agora, com o PSB carente de um sucessor natural ao governo do Estado, cada espaço político será milimetricamente disputado com o PT.

Costa defendeu a união nacional com o PSB em torno da candidatura de Lula à Presidência como o melhor caminho. A aliança não significa, contudo, que o PT entregará espaços “de graça” à sigla parceira.

Eis a íntegra da publicação de Humberto Costa:

 O Brasil registrou 137 mortes por Covid e 2.457 casos da doença, neste sábado (18). Com isso, o país chegou a 617.784 vidas perdidas e a 22.209.815 pessoas infectadas pelo Sars-CoV-2 desde o início da pandemia.

Alguns estados permanecem com problemas de instabilidade de registros, devido ao ataque cibernético contra o sistema do Ministério da Saúde, que ocorreu em 10 de dezembro.

Bahia, Goiás, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Roraima e Tocantins não atualizaram os dados de óbitos e mortes por conta da indisponibilidade do sistema.

As médias móveis de mortes e casos permanecem em queda. A média de óbitos agora é de 132 por dia, queda de 32% em relação ao dado de duas semanas atrás. A média de infecções é de 3.450 por dia, queda de 61%.

A média de óbitos completou 15 dias abaixo de 200.

Os dados do país, coletados até 20h, são fruto de colaboração entre Folha, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são recolhidas pelo consórcio de veículos de imprensa diariamente com as Secretarias de Saúde estaduais.

Os dados da vacinação contra a Covid-19 estão entre os mais afetados, em diversos estados, pelo ataque à página do ministério. De toda forma, as informações foram ao menos parcialmente atualizadas em 11 estados.

O Brasil registrou 77.355 doses de vacinas contra Covid-19, neste sábado. De acordo com dados das secretarias estaduais de Saúde, foram aplicadas 62.922 segundas doses, 129.139 doses de reforço e 2.305 doses únicas.

Ao todo, 160.438.050 pessoas receberam pelo menos a primeira dose de uma vacina contra a Covid no Brasil -136.798.085 delas já receberam a segunda dose do imunizante. Somadas as doses únicas da vacina da Janssen contra a Covid, já são 141.388.148 pessoas com as duas doses ou com uma dose da vacina da Janssen.

Assim, o país já tem 75,25% da população com a 1ª dose e 66,28% dos brasileiros com as duas doses ou com uma dose da vacina da Janssen. Considerando somente a população adulta, os valores são, respectivamente, de 99,03% e 87,05%.

Mesmo quem recebeu as duas doses ou uma dose da vacina da Janssen deve manter cuidados básicos, como uso de máscara e distanciamento social, afirmam especialistas.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorreu em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.

ITA suspende atividades e Anac determina que empresa preste assistência imediata aos passageiros

 (Creditos: Douglas Cavalcante/Divulgação Itapemirim)

Douglas Cavalcante/Divulgação Itapemirim

Após ser comunicado da suspensão da operação da companhia aérea do Grupo Itapemirim (ITA), a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) decretou que a empresa preste atendimento integral a todos os clientes que foram prejudicados. A companhia terá que notificar todos os passageiros de forma individual, sobre o cancelamento de voos, reacomodações e garantir reembolso das passagens aéreas comercializadas.

A empresa comunicou na tarde desta sexta-feira(17) que interrompeu “temporariamente” as atividades do grupo para uma “reestruturação interna”. Segundo a companhia, a decisão foi tomada por necessidade de ajustes operacionais. Em nota, a agência reguladora informou que foi comunicada sobre o assunto por volta das 18h. As medidas determinadas pela Anac estão previstas em resolução.

Após anunciar a decisão, a empresa informou que a suspensão começa na noite desta sexta-feira e que os clientes com viagens programadas para os próximos dias devem contatar a companhia por email: falecomaita@voeita.com.br.

Considerando isso, a agência reguladora orienta que os passageiros com voos previstos a partir deste sábado, contactem a empresa aérea antes de comparecer aos aeroportos. Além disso, a agência também aconselha que os clientes devem recorrer ao Consumidor.gov.br – plataforma para reclamações de consumidores e contato com empresas.

Segundo o Sistema de Registro de Operações(Siros) da Anac a empresa tinha 514 voos programados entre a noite desta sexta e o dia 31 de dezembro e cada voo da companhia aérea tem capacidade para 162 passageiros.

Depois do anúncio de interrupção das atividades da empresa, a agência reguladora suspendeu a licença da companhia aérea do Grupo Itapemirim para operar voos. Em nota a agência comunicou: “A segurança das operações aéreas é prioridade da Agência. Devido à paralisação das operações da empresa, a Anac suspendeu o seu Certificado de Operador Aéreo (COA)”. O Certificado de Operador Aéreo é o documento que comprova que a empresa foi submetida aos processos de certificação da Anac e tem autorização para realizar as operações pretendidas.

Pernambuco confirma três primeiros casos de Influenza A H3N2

Mulher recebe vacina contra gripe em posto de saúde do Recife — Foto: Secretaria de Saúde do Recife/Divulgação

O governo de Pernambuco confirmou, neste sábado (18), os três primeiros casos de infecção pelo vírus Influenza A H3N2, que tem causado surtos de gripe em outros estados, como Rio de Janeiro, São Paulo e Bahia. Foram infectados um homem que teve contato com trabalhadores que estavam em São Paulo e apresentaram sintomas gripais e duas mulheres que convivem com ele.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES), o primeiro registro no estado foi de uma mulher de 48 anos. Ela relatou que o marido, de 48 anos, teve contato com trabalhadores vindos de São Paulo. Ambos moram no Recife.

O terceiro caso é da funcionária do casal, uma mulher de 38 anos que trabalha na capital e mora em Itambé, na Zona da Mata, e não foi vacinada contra gripe.

A SES também informou que os três infectados tiveram sintomas leves, como febre, tosse, dor de garganta e cabeça, fraqueza e dores nas articulações. Nenhum deles precisou de internação hospitalar.

Os casos são investigados pelos Centros de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde de Pernambuco (Cievs-PE) e do Recife. As ocorrências começaram a ser analisadas pelo Cievs após o contato da mulher de 48 anos.

O marido dela começou a apresentar sintomas no dia 7 de dezembro e realizou um exame em laboratório privado. O resultado, liberado no dia 10 de dezembro, foi positivo para Influenza A, de subtipo não definido, e negativo para Covid-19.

Fim de ‘Verdades Secretas 2’ conta com longa cena de sexo e desfecho alternativo

O fim da trama surpreendeu ao mostrar Giovanna declarando seu amor a Angel e também a tórrida cena de sexo entre as personagens que durou cerca de oito minutos.

O anúncio do desligamento de Camila Queiroz de “Verdades Secretas 2” foi feito em meados de novembro, por email, pela assessoria da Globo. (Foto: Reprodução)

 

 O desfecho repleto de cenas ardentes de “Verdades Secretas 2”, disponibilizado no Globoplay nesta sexta-feira (17) colocou a novela entre os assuntos mais comentados do Twitter. O fim da trama surpreendeu ao mostrar Giovanna declarando seu amor a Angel e também a tórrida cena de sexo entre as personagens que durou cerca de oito minutos.

Além dos momentos picantes, o pacote final de “Verdades Secretas 2” surpreendeu o público ao trazer dois finais para a trama. Ao contrário do que acontece em outros folhetins, no qual a emissora grava mais de um desfecho para os personagens principais, mas exibe apenas um, os assinantes tiveram acesso às duas possibilidades de término.

A primeira versão da novela que lançou Camila Queiroz, 28, ao estrelato da mesma forma que a segunda parte a levou a romper com a Globo com grande polêmica, mereceram menção no Instagram da atriz na tarde deste sábado (18). Com imagens da protagonista Angel nas duas tramas, Queiroz escreveu um texto de despedida àqueles que participaram direta e indiretamente das duas tramas.

“Juro, não sei bem que dizer. O sentimento que pulsa em mim é a gratidão”, iniciou a artista. “Agradeço de coração a todos os envolvidos nos dois projetos que se encerraram ontem, em especial o meu muito obrigada ao público que me acompanha nessa jornada desde 2015 e vive essa história intensamente junto comigo. Sempre foi pra vocês e por vocês. A noite de ontem foi histórica, vou me lembrar para sempre”, concluiu.

O marido de Queiroz, o ator Klebber Toledo, e também Rainer Cadete, que viveu Visky nas duas novelas e Marcella Rica estão entre os famosos que parabenizaram a atriz como protagonista dos folhetins. “Linda! Me emocionei demais com você”, escreveu Drica Moraes, que viveu Carolina, mãe de Angel na primeira parte da novela.

SAÍDA CONTURBADA

O anúncio do desligamento de Camila Queiroz de “Verdades Secretas 2” foi feito em meados de novembro, por email, pela assessoria da Globo. No comunicado, a emissora falou em exigências “inaceitáveis” da protagonista.

“Para assinar a extensão de contrato necessária à gravação das cenas finais da novela, Camila Queiroz quis determinar o desfecho da personagem Angel e exigiu um compromisso formal de que faria parte de uma eventual terceira temporada da obra, além de outras demandas contratuais inaceitáveis”, afirmou trecho da nota enviada à imprensa.

Horas depois, a atriz divulgou nota em que rebateu a Globo. Ela disse que o destino de sua personagem, Angel, mudou, contrariando promessas que ela teria recebido, e avalia que isso poderia ser uma punição da Globo por ela não ter renovado seu vínculo de longo prazo com a emissora no começo deste ano.

“A atriz entende que esses últimos acontecimentos deixam claro que a empresa tentou puni-la exclusivamente pelo fato de ter tomado a decisão unilateral de readequar o formato de seu contrato com TV Globo no passado, decisão essa que não partiu da empresa, como foi divulgado à época”, dizia nota publicada nas redes sociais.

Em janeiro deste ano, a atriz confirmou que não iria renovar seu contrato de longo prazo com a Globo. Em vez disso, passaria a trabalhar na emissora com contratos por obra, em que o artista fica vinculado apenas enquanto está no ar. Assim, teria liberdade para aceitar convites de concorrentes como a Netflix, onde apresentou o reality show Casamento às Cegas Brasil ao lado de Toledo, e gravou a série “De Volta aos 15” com Maisa Silva.

Várias pontas soltas ameaçam eleição de Bolsonaro em 2022

 (Foto: Isac Nóbrega/PR)

Foto: Isac Nóbrega/PR

O presidente Jair Bolsonaro deu um passo importante no projeto de reeleição ao ingressar no Partido Liberal (PL), uma sigla com ramificações pelo país, caixa forte e estrutura política adequada para o tamanho da disputa. Daqui em diante, o principal desafio do mandatário será demonstrar que merece a confiança do eleitor para exercer um novo mandato no Planalto. A caminhada, porém, não será nada fácil, com adversários competitivos, poucos resultados governamentais a mostrar e um quadro econômico e social cada vez mais deteriorado.
A pouco menos de um ano das eleições de outubro de 2022, o presidente amarga os piores índices de popularidade desde que tomou posse — entre 20% e 23%, dependendo do instituto que realiza a pesquisa, perdendo apoio entre grupos importantes, como evangélicos. Isso, ao mesmo tempo em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) segue como favorito na preferência do eleitorado, e o ex-juiz e ex-ministro da Justiça Sergio Moro (Podemos) tem sido visto como uma ameaça à ida de Bolsonaro ao segundo turno do pleito.
Para quem acompanha o atual cenário político, porém, ainda é muito cedo para dizer que o presidente chegará enfraquecido no pleito, já que contará com os palanques do PL nos estados, o apoio de outros partidos do centrão e, o mais importante, o controle da máquina pública. Mas, permanentemente, Bolsonaro vem deixando pontas soltas que podem prejudicá-lo na campanha.
Dificuldades
A mais recente foi a confissão que fez, em um evento na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), na última quarta-feira, de que interferiu na administração do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) para favorecer o empresário Luciano Hang, que o apóia — leia mais na página 6. Além disso, a inabilidade na articulação política dentro do Congresso tem tudo para trazer problemas a longo prazo.
Tal como a saída de Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) da liderança do governo no Senado. Postulante à vaga no Tribunal de Contas da União (TCU), foi abandonado pelo Palácio do Planalto com parcos sete votos — e viu o senador Antonio Anastasia (PSD-MG) levar a vaga, com 52 votos, em eficiente articulação feita pelo senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG), provável adversário de Bolsonaro nas urnas.
Na corrida eleitoral, o presidente tem um flanco aberto que, certamente, será explorado pelos rivais: a animosidade com o Supremo Tribunal Federal (STF). Também na semana passada, Bolsonaro voltou a colidir com os ministros da Corte — dessa vez, porém, não foi com seus alvos preferenciais, Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso. Classificou Edson Fachin como “trotskista e leninista” — aliás, correntes do antigo comunismo soviético que entraram em confronto — por ter votado pela atualização do novo marco temporal de demarcação de terras indígenas.
Se a nova crítica excitou a fiel base bolsonarista, a resposta institucional veio no mesmo diapasão. A menção a Fachin fez com que o ministro Luiz Fux, presidente do STF, mandasse um duro recado ao presidente, na última sexta-feira, no fechamento do ano para o Poder Judiciário. “Ao longo do último ano, esta Suprema Corte e o Poder Judiciário como um todo enfrentaram ameaças retóricas, que foram combatidas com a união e a coesão de seus ministros, e ameaças reais, enfrentadas com posições firmes e decisões corajosas desta Corte. Acima de tudo, o ano de 2021 demonstrou que o Supremo Tribunal Federal não consiste em ‘onze ilhas’, como alguns insistem em dizer”, destacou.
O analista político do portal Inteligência Política, Melillo Dinis, não acredita em uma vitória em primeiro turno de nenhum dos candidatos nas eleições presidenciais de 2022. “Mais que ‘eleitores’, teremos ‘rejeitores’, que pensarão mais em derrotar um candidato do que eleger o seu preferido. Vai depender também dos demais concorrentes, especialmente da trinca que forma hoje o núcleo das terceiras vias: (Sergio) Moro, Ciro (Gomes) e (João) Doria”, observa.
Legados
Danilo Morais dos Santos, professor da pós-graduação do Ibmec-DF, ressalta que uma candidatura presidencial custa caro e que Bolsonaro terá que achar outras fontes de custeio para sua candidatura, já que uma parcela significativa dos recursos partidários do PL serão destacados para as campanhas ao Legislativo. Além disso, para ele, a disputa de 2022 será entre legados, já que os dois candidatos favoritos já ocuparam ou ocupam a presidência.
“Lula e Bolsonaro se viram às voltas com escândalos de corrupção e esse tema tende a não ter a força que teve em 2018. De um lado, o governo Lula, com redução da pobreza e o aumento do bem-estar a reboque do crescimento econômico. De outro, o descalabro econômico, fiscal, sanitário e humano do atual governo. A eleição se resolve pelo eleitor mediano, que é pragmático: na disputa entre esses legados, a inclinação é francamente favorável a Lula”, salienta.

O Brasil tem 19 casos confirmados da variante ômicron, segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde nesta sexta-feira (17). São mais de 7 mil casos em todo planeta.

“Até o dia de ontem [quinta-feira, 16], nós temos no mundo 7.123 casos confirmados em cerca de 70 países. Embora tenhamos casos confirmados em todas as faixas etárias, a maior parte deles, quase 60%, é no intervalo etário de 20 a 39 anos”, disse Arnaldo Correia de Medeiros, secretário de Vigilância em Saúde.

“No nosso país, devido a nossa vigilância genômica estabelecida, nós já temos 19 casos confirmados em 4 unidades federais. Desses 19 casos, 11 são pessoas do sexo feminino e 8 sexo do masculino”.

Entre as pessoas infectadas pela variante no Brasil, segundo Medeiros, 16 tinham o esquema vacinal completo contra a Covid-19, duas tinham apenas 1 dose e uma não apresentou informações sobre o imunizante.

“Com relação às evidências dessa variante, quando a gente olha para o espectro de mutações, a grande maioria delas se encontra na região genômica que codifica a proteína S. Ela tem um grande número de mutações”, explicou o secretário.

Mutações na proteína Spike, ou S, responsável pela infecção das células humanas, já haviam sido detectadas também em outras variantes do coronavírus, como a delta. Porém, segundo Medeiros, “as mutações presentes na ômicron conferem ao vírus uma maior transmissibilidade”.

“Com relação à severidade da doença, ainda não há indícios muito claros, embora em alguns países onde ela já está com bastante circulação existam mais casos de internação, porque, obviamente, tem mais pacientes infectados”.

Expectativas para o país

O infectologista da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Júlio Croda, acredita que a ômicron será variante dominante no Brasil “em questão de semanas”.

“Aqui no Brasil vai ser questão de semanas assim que a gente tiver uma transmissão comunitária importante, como foi a delta no Rio de Janeiro”, disse o especialista em entrevista à GloboNews. “Não vai ser diferente para a ômicron.”

Croda afirmou que os estudos mais recentes apontam para que a ômicron seja mais transmissível que a variante delta e que também possui um “escape de resposta imune mais importante”. Ele ponderou, no entanto, que ainda é preciso avaliar o impacto nas hospitalizações e mortes.

“A gente sempre faz esse paralelo, a delta quando chegou no Brasil, por conta de uma cobertura vacinal elevada associada a uma transmissão recente importante da variante gama, o impacto em termos de hospitalização e óbitos foi menor”, lembrou o infectologista.

Ele afirma, no entanto, que ainda é difícil precisar como a cobertura vacinal no Brasil – 66,14% da população segundo o consórcio de veículos de imprensa – e a infecção prévia por outras variantes vai se comportar a partir do momento da introdução da ômicron.

“A gente ainda não sabe, mas a gente pode ter alguns sinais principalmente na Região Norte onde a transmissão da gama foi mais antiga, ainda em dezembro de 2020 e onde a cobertura vacinal não é elevada”, disse Croda.

“A gente tem que ficar muito atento nesse momento e entender que a vacina é nossa principal arma”, reforçou o especialista.

G1

Prefeita de Palmeirina, no Agreste pernambucano, abre mão de salário

https://www.diariodepernambuco.com.br/static/app/noticia_127983242361/2021/12/17/881283/20211217180043602830a.jpg

Diário de Pernambuco

A prefeita de Palmeirina, Thatianne Macêdo (Solidariedade), foi às redes sociais para divulgar o cumprimento de uma promessa feita durante a campanha: abrir mão do salário pago pela prefeitura. Empossada este ano, após impugnação da chapa eleita pelo MDB em 2020, Macêdo é delegada da Polícia Civil.

“Quando, na minha primeira campanha, eu disse que caso eleita eu fosse prefeita de Palmeirina, eu iria optar pelo meu salário de delegado. À época fizeram meme, fizeram chacota, tiraram onda com a cara da delegada, dizendo que isso era conversa, que isso era blá blá blá…”, comentou no vídeo publicado.

A gestora municipal ainda expôs uma cópia do Diário Oficial do Estado datada do dia 14 deste mês, onde consta a licença concedida para exercer o cargo e a opção pela remuneração proveniente do estado, e não do município.

Primeira mulher eleita para a prefeitura da cidade, Thatianne venceu a disputa com 57,7% dos votos, no pleito realizado em outubro deste ano. Na corrida eleitoral do ano passado, ela ficou na segunda colocação, atrás de Eudson Catão (MDB). Catão, no entanto, teve sua candidatura indeferida após ser condenado por improbidade administrativa. O emedebista recorreu da decisão e conseguiu uma liminar permitindo seu empossamento. Em fevereiro deste ano, o TRE derrubou a decisão e uma nova eleição foi organizada.

É o mesmo percentual do levantamento anterior, feito em setembro: 53% consideram o governo ruim ou péssimo e 22%, ótimo ou bom.

 

Levantamento do Instituto Datafolha divulgado nesta sexta-feira (17) pelo site do jornal “Folha de S.Paulo” informa que o presidente Jair Bolsonaro (PL) mantém o pior índice de avaliação de seu mandato. É o mesmo percentual do levantamento anterior, feito em setembro: 53% consideram o governo ruim ou péssimo e 22%, ótimo ou bom.

Veja os resultados da pesquisa:

Ótimo/bom: 22% (eram os mesmos 22% em setembro)

Regular: 24% (eram 24%)

Ruim/péssimo: 53% (eram 53%)

Não sabe: 1% (era 1%)

A pesquisa ouviu 3.666 pessoas com mais de 16 anos dos dias 13 a 16 de dezembro em 191 municípios brasileiros. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos.

Esse é o segundo levantamento da popularidade do presidente feito depois dos atos com pauta antidemocrática de 7 de setembro.

O governo Bolsonaro é mais bem avaliado por empresários (50%) e evangélicos (32%). Também aprovam, embora com índices menores, os que ganham até dois salários mínimos (17%), os desempregados (16%) e os que têm entre 16 e 24 anos (13%).

Os maiores índices de reprovação estão entre os homossexuais e bissexuais (75%), estudantes (73%), jovens de 16 a 24 anos (59%), moradores do Nordeste (58%), entre os que ganham até dois salários mínimos (51%), entre os que ganham mais de 10 salários mínimos (48%) e moradores da região Sul (44%).

Comparação com outros presidentes em períodos similares

Michel Temer, em junho de 2018: Ótimo/Bom: 3%; Regular: 14%; Ruim/Péssimo: 82%; Não sabe: 1%

Dilma Rousseff, em novembro de 2013: Ótimo/Bom: 41%; Regular: 40%; Ruim/Péssimo: 17%; Não sabe: 1%

Lula, em dezembro de 2005: Ótimo/Bom: 28%; Regular: 41%; Ruim/Péssimo: 29%; Não sabe: 1%

Fernando Henrique Cardoso, em dezembro de 1997: Ótimo/Bom: 37%; Regular: 40%; Ruim/Péssimo: 20%; Não sabe: 3%

Itamar Franco, em dezembro de 1994: Ótimo/Bom: 41%; Regular: 48%; Ruim/Péssimo: 8%; Não sabe: 4%

Fernando Collor, em setembro de 1992: Ótimo/Bom: 9%; Regular: 21%; Ruim/Péssimo: 68%; Não sabe: 2%

José Sarney, em março de 1988: Ótimo/Bom: 10%; Regular: 23%; Ruim/Péssimo: 65%; Não sabe: 2%

OUTRAS PESQUISAS DATAFOLHA

Lula tem 48% no 1º turno, contra 22% de Bolsonaro, 9% de Moro, 7% de Ciro e 4% de Doria

Lula tem 59% e Bolsonaro 30% no 2º turno de 2022