Monthly Archives: dezembro 2020

O nome da criança é uma homenagem de Sandrinho a a sua avó, a criança nasceu de parto cesáreo e mãe e filha passam bem.
Vem vinda Eulália, que com certeza se apressou em nascer para ver a posse do pai. Parabéns prefeito e Lélis (nossa querida enxadrista) pelo nascimento da filha e em hospital público.

O primeiro feriado nacional prolongado já acontece nesta sexta-feira, 1º de janeiro, dia da Confraternização Universal e celebração do ano novo.

Primeiro feriado prolongado será o do ano novo (Foto: Reprodução)

Em meio a uma pandemia e expectativa da chegada de vacinas, o ano de 2021 terá três feriados prolongados nacionais, sem considerar os feriados estaduais e municipais e festejos como carnaval e Corpus Christi, que são pontos facultativos – e não feriados – em diversas cidades. Feriados prolongados são os que caem às segundas ou sextas-feiras, podendo ser emendados com os fins de semana.

O primeiro feriado nacional prolongado já acontece nesta sexta-feira, 1º de janeiro, dia da Confraternização Universal e celebração do ano novo.

Já em fevereiro haverá o carnaval, que não é feriado em todo o Brasil. Apenas algumas cidades o adotam como feriado; outras o consideram ponto facultativo. Em 2021, a tradicional celebração carnavalesca é dúvida em muitos locais do país.

Em algumas cidades, como São Paulo, ele não será celebrado em fevereiro. Para evitar a formação de aglomerações em meio à pandemia do novo coronavírus, o prefeito Bruno Covas determinou que o carnaval terá nova data em 2021 e será celebrado em meados do ano.

Além do dia 1º de janeiro, também são considerados feriados nacionais, estabelecidos na lei federal 10.607/2002, os dias 21 de abril (Tiradentes), 1º de maio (Dia do Trabalho), 7 de setembro (Independência do Brasil), 2 de novembro (Finados), 15 de novembro (Proclamação da República) e 25 de dezembro (Natal). Dois destes feriados vão cair em fins de semana em 2021.

Na Câmara dos Deputados tramitam dois projetos de lei (PL) que, caso aprovados, podem trazer mudanças ao calendário de feriados. Um deles, o projeto de lei 1.222/20, do deputado Alexandre Frota (PSDB-SP), quer transformar o carnaval em feriado nacional.

O outro, o PL 5.129/20, do deputado Luiz Antonio Teixeira Jr (PP-RJ), pretende decretar ponto facultativo no dia 3 de julho (um sábado) e transformar em feriado nacional os dias 5 e 6 de julho de 2021. O objetivo, segundo o deputado, é estimular os setores ligados ao turismo, ajudando a gerar empregos.

Confira os feriados nacionais prolongados de 2021

O centro de pesquisas considera que essa mutação representa “uma séria ameaça à prevenção e ao controle da Covid-19 no país”.

Após a descoberta dessa variante do coronavírus, várias medidas de controle foram tomadas. (Foto: Reprodução)

A mutação altamente contagiosa do coronavírus detectada no Reino Unido foi identificada na China. O Centro para Controle e Prevenção de Doenças de Pequim informou nesta quinta-feira, 31, que uma estudante, que estava no Reino Unido e retornou a Xangai no dia 14 de dezembro foi contaminada pela nova cepa.

No mesmo dia, Pequim anunciou a suspensão de seus voos com a Grã-Bretanha. A jovem de 23 anos foi colocada em isolamento. O centro de pesquisas considera que essa mutação representa “uma séria ameaça à prevenção e ao controle da Covid-19 no país”.

Após a descoberta dessa variante do coronavírus, várias medidas de controle foram tomadas. Os contatos da estudante foram rastreados, incluindo os passageiros e tripulantes do avião em que ela viajou. “Os locais específicos pelos quais ela passou foram totalmente desinfetados”, asseguraram as autoridades chinesas.

A variante britânica do coronavírus já foi encontrada em vários países, como Canadá, Estados Unidos, Portugal, França, Itália, Jordânia, Coréia do Sul e Chile. De acordo com os especialistas, ela é 50% a 74% mais contagiosa do que outras existentes. Após o seu aparecimento, cerca de 50 países suspenderam a chegada de viajantes oriundos da Inglaterra nas últimas semanas.

Nesta quinta-feira, o governo chinês também aprovou “sob condições” a comercialização de uma primeira vacina contra o coronavírus: o imunizante desenvolvido pela Sinopharm em parceria com o Instituto de Produtos Biológicos de Pequim. Essa vacina demonstrou 79% de eficácia contra a Covid-19.

O vice-ministro da Saúde, Zeng Yixin, esclareceu que a autorização permitirá generalizar a vacinação em grupos de risco, principalmente idosos e pessoas com doenças crônicas, e que o próximo passo “será vacinar toda a população”, disse.   Segundo ele, uma vacinação “de 60% a 70%” dos 1,4 bilhão de chineses será necessária para garantir “a proteção de toda a população”. Yixin prometeu que a vacina será “fornecida gratuitamente a todos”.

Zeng ainda informou que milhões de vacinas já foram aplicadas em chineses em risco de saúde, desde 15 de dezembro, sem especificar quais vacinas foram usadas. De acordo com o Ministério da Saúde chinês, 5 milhões de pessoas já receberam diversas vacinas em desenvolvimento no país e apenas algumas reações alérgicas leves foram observadas. As autoridades consideram que agora o uso das vacinas pode ser generalizado.

Pequim, que erradicou em grande parte a epidemia em seu território, havia aplicado doses de vacinas em caráter de emergência desde o verão, principalmente para equipes médicas ou para estudantes e diplomatas que precisavam viajar para o exterior.

A China, país onde o coronavírus apareceu no final de 2019, busca estar na vanguarda global do desenvolvimento de vacinas contra a doença. À custa de enormes aportes financeiros do Estado, a China realiza atualmente 14 testes em humanos, incluindo cinco deles em fase final (fase 3) de testes, incluindo a vacina que acaba de ser aprovada.

O gigante asiático promete fazer das vacinas chinesas “um bem público global” oferecido a “um preço razoável” ou mesmo “oferecido”. O país já começou a entregar as doses a algumas nações como Indonésia e Emirados Árabes Unidos.

No entanto, a taxa de eficácia da vacina da Sinopharm é menor do que as alegadas por seus concorrentes Pfizer / BioNTech (95%) e Moderna (94,1%).

Nova variante do coronavírus, mais transmissível, é identificada no Brasil

A nova variante do Sars-CoV-2, potencialmente mais transmissível que a versão atual, detectada na Inglaterra e em diversos países da Europa e da Ásia, acaba de ser identificada no Brasil.

A informação foi divulgada nesta quinta (31) pela Dasa, líder brasileira em medicina diagnóstica, que fez a identificação. A empresa diz que já comunicou a descoberta ao Instituto Adolfo Lutz e à Vigilância Sanitária.
Segundo o ECDC (European Centre for Disease Prevention and Control), estima-se que nova linhagem tenha uma transmissibilidade até 70% superior ao que se tem como parâmetros atualmente. Mas não há indícios de que ela seja mais letal.
As agências de saúde, especialistas e autoridades científicas do Reino Unido afirmam, porém, que tal linhagem não deve afetar a eficácia das vacinas que foram desenvolvidas contra a Covid-19.
Segundo a Dasa, o estudo que levou à detecção da variante no Brasil começou logo após o Reino Unido ter anunciado a detecção da nova linhagem em 13 de dezembro último.
A variante se caracteriza por apresentar grande número de mutações, oito delas ocorrendo na proteína da espícula viral (spike).
Foram analisadas 400 amostras de RT-PCR de saliva, método que identifica três alvos distintos e não apenas o gene S, da proteína spike, e dentre elas, duas amostras apresentaram a linhagem B.1.1.7.
“A spike é a proteína que o vírus usa para se ligar à célula humana e, portanto, alterações nela podem tornar o vírus mais infeccioso. Os cientistas ingleses acreditam que seja essa a base de sua maior transmissibilidade”, explica o virologista da Dasa, José Eduardo Levi.
A confirmação da cepa em dois pacientes foi feita por meio de sequenciamento genético realizado em parceria com o Instituto de Medicina Tropical da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (IMT-FMUSP).
“O sequenciamento confirmou que a nova cepa do vírus chegou ao Brasil, como estamos observando em outros países. Dado seu alto poder de transmissão esse resultado reforça a importância da quarentena, e de manter o isolamento de 10 dias, especialmente para quem estiver vindo ou acabado de chegar da Europa”, diz Ester Sabino, pesquisadora do IMT-FMUSP.
Mutações em vírus são normais. Por isso, já eram esperadas alterações no RNA (material genético) do Sars-CoV-2. Hoje, no Reino Unido, a nova linhagem B.1.1.7 já representa mais de 50% dos novos casos diagnosticados, de acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde).
“A prevenção ainda é o método mais eficaz para barrar a propagação do vírus: lavar as mãos, intensificar o distanciamento físico, usar máscaras e deixar os ambientes sempre ventilados. Apesar das festas de fim de ano e das férias que se aproximam, é imperativo reforçar os cuidados”, diz o diretor médico da Dasa, Gustavo Campana.
Além do sequenciamento, a Dasa está com outra pesquisa em andamento em parceria com o Instituto de Medicina Tropical da USP. Trata-se do isolamento e cultivo dessa nova linhagem do vírus em meio de cultura, no laboratório, para gerar material que permita testar a eficiência dos testes de diagnósticos que só se baseiam em proteína S com esta variante.
“Alguns testes de imunologia e de sorologia que só identificam a proteína S podem apresentar resultados falso negativos nos diagnósticos dessa nova variante. Estamos antecipando a avaliação para definir os exames que sofram menos interferência em seu desempenho de diagnóstico, numa eventual expansão dessa variante no Brasil”, explica Campana. (Folha de Pernambuco)

 

 

Empresa da Dinamarca investe R$ 510 milhões na produção de energia eólica em PE

Foto: divulgação

Com foco em fortalecer e expandir sua atuação no Nordeste do Brasil, a dinamarquesa European Energy inicia, em fevereiro de 2021, a construção dos primeiros parques eólicos da empresa em Pernambuco.

As três unidades, instaladas nos municípios de Macaparana (Zona da Mata) e Poção (Agreste), vão receber investimentos de R$ 510 milhões, sendo R$ 358 milhões viabilizados pelo Banco do Nordeste (BNB).

“Este investimento reforça nosso compromisso com o Brasil, trazendo a longa experiência da European Energy com projetos eólicos e colaborando com o desenvolvimento destes municípios. Estamos otimistas com as oportunidades do setor elétrico em 2021 e com as parcerias que estamos desenvolvendo”, afirma Jens-Peter Zink, Vice-Presidente Executivo da empresa.

Em Pernambuco, o projeto, que está sendo desenvolvido em conjunto com a empresa pernambucana Eólica Tecnologia, integra o leilão A-6 de 2017.

Os municípios foram escolhidos principalmente pela disponibilidade de recurso natural. Um estudo assinado pela AWS Truepower constatou o atrativo potencial da localização dos parques.

“O estudo demonstra o potencial do interior do Estado, que no futuro podem vir a receber novos investimentos da European Energy ou de outras empresas interessadas em investir em energia renovável”, ressalta Jens-Peter Zink.

Com previsão para operação em outubro de 2022, os parques Ouro Branco I, Ouro Branco II e Quatro Ventos vão ter, juntos, capacidade para gerar um total de 94,5 MW, volume equivalente ao consumo de 65 mil famílias.

Essa energia gerada será adicionada e comercializada à rede de distribuição do mercado regulado de Pernambuco, aumentando a disponibilidade de energia limpa e sustentável.

Juntos, os parques vão somar 21 aerogeradores.

O Quatro Ventos terá capacidade de gerar 22,5 MW, e os demais, 36 MW cada um. Toda essa energia gerada vai contribuir para a redução de mais de 500 mil toneladas de emissões de gases de efeito estufa durante a sua operação e para o desenvolvimento dos municípios.

O projeto possui todas as licenças ambientais para o início das obras, que contarão com mão de obra prioritariamente local. Os projetos eólicos contam com o apoio do governo dinamarquês por meio do Investment Fund for Developing Countries (IFU), um fundo de investimento países em desenvolvimento que requer atendimento a diversos critérios internacionais de melhores práticas.

“Além de potencializar o mercado de trabalho, com contratação de profissionais e de empresas da região, a European Energy realizou levantamento de perfis sociais dos três municípios. Esses estudos vão nortear as políticas sociais que serão oferecidas aos moradores dos três lugares”, diz a empresa.

Bolsonaro anuncia aumento do salário mínimo para R$ 1.100 a partir do dia 1º

O presidente Jair Bolsonaro assinou medida provisória nesta quarta-feira (30) elevando o salário mínimo de R$ 1.045 para R$ 1.100.

Em mensagem, nas redes sociais, o presidente afirmou que o novo valor, que representa um aumento de 5,26%, terá vigência a partir da sexta-feira (1º).
“O valor de R$ 1.100,00 se refere ao salário mínimo nacional. O valor é aplicável a todos os trabalhadores, do setor público e privado, e também para as aposentadorias e pensões”, escreveu.
No dia 15, o Ministério da Economia havia projeto um salário mínimo para o próximo ano de R$ 1.088. Segundo relato feito à Folha, o presidente pediu ao ministro da Economia, Paulo Guedes, que o valor fosse arredondado para R$ 1.100.
Após análise da equipe técnica, o ministro concordou com o novo valor. Segundo um assessor palaciano, o aumento é uma tentativa do presidente de diminuir o impacto negativo com o fim do pagamento do auxílio emergencial, que não será estendido para o próximo ano.
O aumento para R$ 1.088 representaria uma elevação de R$ 14,4 bilhões nas despesas públicas do próximo ano, como aposentadorias e pensões.
Em agosto, a previsão do Ministério da Economia era que o piso salarial tivesse um aumento ainda menor, para R$ 1.067. A estimativa foi atualizada diante do aumento da inflação nos últimos meses. A previsão do governo para o PIB (Produto Interno Bruto) em 2021 é de uma alta de 3,2%.

Vírus é da mesma ‘família’ que surgiu no Reino Unido. Empresa que encontrou variante comunicou a descoberta ao Instituto Adolfo Lutz e à Vigilância Sanitária.

No Reino Unido, ela já representa mais de 50% dos novos casos diagnosticados, de acordo com a Organização Mundial da Saúde. (Foto: Reprodução/TV Globo)

O laboratório de diagnóstico Dasa informou nesta quinta-feira (31) que encontrou dois casos da nova variante do coronavírus em São Paulo. A empresa disse que essa é a mesma cepa que surgiu no Reino Unido e que comunicou a descoberta ao Instituto Adolfo Lutz e à Vigilância Sanitária.

A variante, chamada de B.1.1.7, já foi registrada em pelo menos outros 17 países. Ela tem mutações que afetam a maneira como o vírus se fixa nas células humanas e é 56% mais contagiosa. Não há evidências de que a variante provoque casos mais graves ou com maior índice de mortes, nem mesmo que seja resistente às vacinas.

No Reino Unido, ela já representa mais de 50% dos novos casos diagnosticados, de acordo com a Organização Mundial da Saúde.

O estudo do laboratório brasileiro que identificou essa versão do coronavírus foi iniciado em meados de dezembro, quando o Reino Unido publicou as primeiras informações científicas sobre a variante.

A empresa afirmou que foram analisadas 400 amostras de RT-PCR de saliva e que a confirmação da cepa foi feita por meio de sequenciamento genético, em parceria com o Instituto de Medicina Tropical da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (IMT-FMUSP). Dois pacientes tiveram a nova variante.

Preocupação com testes

O laboratório disse que está trabalhando com o Instituto de Medicina Tropical da USP para gerar material que permita testar a eficiência dos testes de diagnósticos do coronavírus.

A preocupação é que os testes atuais possam apresentar falsos negativos, quando uma pessoa está doente mas o exame não aponta a presença do vírus.

O efetivo do 23° BPM recebeu informações que Vitor Manoel Alves Pereira, conhecido por Vitinho, 18 anos, natural de São José do Egito,, o qual possui mandado de prisão em aberto pelo crime de roubo oriundo da comarca de Tabira –PE, bem como é suspeito de vários crimes na região do Pajeú, como roubos de motocicletas, homicídios e latrocínio, estaria homiziado na residência de um outa pessoa.

As Equipes do 23º BPM e da 20º DESEC/167ª Circunscrição diligenciaram no intuito de averiguar a veracidade do informe. Ao realizar o cerco na casa, o policiamento notou quando Vitinho se evadiu pulando os muros de residências diversas e tomando momentaneamente destino ignorado.
Durante as diligências, a equipe do Malhas da Lei do 23º BPM flagrou Vitinho nas margens da PE 320, próximo ao Conjunto Habitacional Junior Valadares com uma pistola (arma de fogo) em punho, dentro do automóvel de um outro envolvido, circunstância em que foi dada ordem de forma verbal e através de sirenes da viatura, só sendo possível a abordagem momentos depois.
No ato da abordagem, o outro envolvido logo desceu do automóvel e obedeceu ás ordens policiais, enquanto Vitinho, saiu do carro e tentou se evadir a pé para o matagal, parando logo em seguida e fingindo que iria obedecer as ordens do policiamento, mas, repentinamente, sacou uma arma de fogo, tipo pistola, marca Taurus, .40 calibre, capacidade 10+1, vindo a disparar contra a equipe policial, que não foi atingida por vontades alheias a Vitinho, momento em que o policiamento reagiu a injusta agressão de maneira proporcional e necessária, também, com arma de fogo, tendo atingido Vitinho na região do tórax, abdômen e braço, o qual logo largou a sua arma de fogo e caiu no chão.
A equipe policial que se encontrava no local acionou as demais guarnições de área, solicitou a presença do corpo de bombeiros para socorrer o mesmo, já que ele apresentava sinais vitais, todavia em virtude da clara necessidade de urgência no socorro, foi socorrido por uma viatura policial para o hospital municipal, mas após dar entrada no socorro, veio a óbito durante o atendimento médico hospitalar.
No imóvel, foi localizada e apreendida uma motocicleta Honda Bros, preta, de propriedade de Vitinho, a qual apresentava visíveis sinais de adulteração, sendo suspeita de clonagem e roubo/furto.
No interior do automóvel conduzido pelo outro envolvido, foi apreendido o aparelho celular de propriedade de Vitinho.
O outro envolvido afirmou ao policiamento ter sido rendido e sequestrado pelo homem que estava na casa com Vitinho, que de arma em punho o obrigou a dar fuga.
A ocorrência foi passada à disposição da Delegacia de Polícia de São José do Egito onde será instaurado um inquérito.
Levantamento foi divulgado hoje pela Arpen-Brasil

Miguel e Maria Eduarda foram os nomes masculino e feminino mais registrados nos cartórios do Brasil nos últimos dez anos, de acordo com levantamento divulgado hoje (29) pela Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil).

Entre 2010 e 2020, foram 321.644 bebês registrados com o nome Miguel, que também foi o preferido deste ano (27.371). Nessa mesma década, Maria Eduarda foi registrado 214.250 vezes. Em 2020, esse nome feminino composto ficou em nono (9.856).

Arthur (287.886), Davi (248.066) e Gabriel (223.899) vêm a seguir de Miguel como os nomes mais registrados da década, numa lista única de nomes masculinos e femininos. Depois vem Maria Eduarda e Alice (193.788).

As listas de nomes masculinos e femininos mais registrados na última década confirma uma preferência do brasileiro por nomes simples para seus filhos. Dos dez primeiros, há apenas dois nomes compostos: Maria Eduarda, em quinto, e Pedro Henrique, em oitavo.

Confira abaixo as listas dos nomes de bebês mais registrados no Brasil neste ano e na última década:

10 nomes mais frequentes entre 2010 e 2020

Miguel – 321.644
Arthur – 287.886
Davi – 248.066
Gabriel – 223.899
Maria Eduarda – 214.250
Alice – 193.788
Heitor – 154.237
Pedro Henrique – 154.232
Laura – 153.557
Sophia – 147.579

10 nomes masculinos mais frequentes entre 2010 e 2020

Miguel – 321.644
Arthur – 287.886
Davi – 248.066
Gabriel – 223.899
Heitor – 154.237
Pedro Henrique – 154.232
Bernardo – 143.046
Samuel – 140.695
Lucas – 140.683
Guilherme – 131.634

10 nomes femininos mais frequentes entre 2010 e 2020

Maria Eduarda – 214.250
Alice – 193.788
Laura – 153.557
Sophia – 147.579
Maria Clara – 140.043
Julia – 138.675
Helena – 132.342
Valentina – 125.813
Ana Clara – 121.920
Ana Julia – 110.123

10 nomes mais frequentes em 2020

Miguel – 27.371
Arthur – 26.459
Heitor – 23.322
Helena – 22.166
Alice – 20.118
Theo – 18.674
Davi – 18.623
Laura – 17.572
Gabriel – 17.096
Gael – 16.667

10 nomes masculinos mais frequentes em 2020

Miguel – 27.371
Arthur – 26.459
Heitor – 23.322
Theo – 18.674
Davi – 18.623
Gabriel – 17.096
Gael – 16.667
Bernardo – 16.558
Samuel – 14.069
João Miguel – 12.746

10 nomes femininos mais frequentes em 2020

Helena – 22.166
Alice – 20.118
Laura – 17.572
Valentina – 12.653
Heloisa – 12.077
Maria Clara – 10.121
Sophia – 10.044
Maria Julia – 10.023
Maria Eduarda – 9.856
Lorena – 9.414

Agência Brasil

Dólar é cotado a R$ 5,1878 nesta quarta-feira

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 6,35 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 6,6722.

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. (Foto: Reprodução)

O valor do dólar na manhã desta quarta-feira (30), está cotado no valor de R$ 5,1878. Já o valor do dólar para o turismo está sendo cotado a R$ 5,4145.

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 6,35 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 6,6722. 

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. O dólar é usado tanto em reservas internacionais como em livre circulação.

O Portal ClickPB apura de segunda à sexta-feira a cotação do dólar e euro.

Senado da Argentina aprova legalização do aborto no país

O texto aprovado hoje estabelece que as mulheres têm direito a interromper voluntariamente a gravidez até a 14ª semana de gestação. (Foto: Reprodução)

O Senado da Argentina aprovou, na madrugada desta quarta-feira (30), após 12 horas de debate, o projeto de lei de autoria do governo do presidente Alberto Fernández para legalizar o aborto no país. Foram 38 votos a favor da legalização, 29 contra e uma abstenção.

“É aprovado, vira lei e vai para o Executivo”, declarou a vice-presidente Cristina Kirchner, que preside o Senado.

O texto aprovado hoje estabelece que as mulheres têm direito a interromper voluntariamente a gravidez até a 14ª semana de gestação. Após este período, o aborto será permitido apenas em casos de risco de vida para a gestante ou quando a concepção é fruto de um estupro.

Pelo Twitter, Fernández comemorou a aprovação do projeto:

“O aborto seguro, legal e gratuito é lei. Hoje somos uma sociedade melhor, que amplia os direitos das mulheres e garante a saúde pública”, escreveu o presidente argentino na rede social.

O projeto de lei havia sido aprovado pela Câmara em 11 de dezembro, quando recebeu 131 votos favoráveis e 117 contrários dos deputados. Seis parlamentares se abstiveram.

‘O aborto sempre existiu na Argentina. Agora saiu do armário’, diz ativista de 91 anos
Segundo informações da agência AP, abortos clandestinos já causaram a morte de mais 3 mil mulheres no país desde 1983. Todos os anos, cerca de 38 mil mulheres são hospitalizadas por conta deste procedimento.

É a segunda vez em menos de três anos que o tema volta à pauta. O projeto, de autoria do governo Fernández, chegou ao Congresso semanas atrás, seguindo uma promessa do então candidato da oposição a Mauricio Macri.

Em 2018, ainda no governo Macri, uma proposta de legalizar o aborto na Argentina passou na Câmara, mas acabou rejeitada no Senado.

O projeto de lei
A lei atual previa a interrupção voluntária da gravidez só em caso de risco de vida para a mãe ou quando a concepção é fruto de um estupro.

Isso muda agora: o projeto aprovado nesta quarta autoriza a interrupção da gravidez até a 14ª semana de gestação. O procedimento deverá ser feito no prazo de até dez dias do pedido ao serviço de saúde.

O texto prevê que os médicos que são contra o aborto não são obrigados a executar o procedimento, mas os serviços de saúde precisam apontar um outro profissional que se disponha a fazê-lo. Se a paciente tiver menos de 16 anos, ela precisará de consentimento dos pais.

O que acontece com as grávidas com mais de 16 anos e menos de 18 foi tema de debate. Inicialmente, o texto dizia que elas mesmas poderiam pedir o procedimento. Depois de uma discussão, adicionou-se um parágrafo em que se diz que, nessa situação, se houver conflito de interesses com os pais, as pacientes receberão auxílio jurídico.

Chega a 7.564.209 de pessoas infectadas 192.716 óbitos

As informações são coletadas diretamente com as Secretarias de Saúde estaduais. (Foto: Reprodução)

O Brasil registrou 1.075 óbitos pelo novo coronavírus e 57.319 casos da doença nas últimas 24 horas. O país, assim, chega a 192.716 óbitos e a 7.564.209 de pessoas infectadas pelo novo coronavírus.Os números desta terça-feira (29) representam mais que o dobro do número de óbitos e casos divulgados no dia anterior. Números mais baixos aos feriados, domingos e segundas são comuns devido ao atraso de notificação das secretarias estaduais.O estado do Rio Grande do Sul registrou o mais alto número de novas mortes por Covid-19 em um dia: foram 144. O último recorde tinha sido apenas uma semana antes, no dia 22 de dezembro, quando o estado registrou 101 óbitos pelo novo coronavírus – o único registro acima de cem óbitos até então.O RS acumula até o momento 8.680 mortes por Covid-19 e 438.458 casos, sendo o quinto estado mais afetado pela pandemia, atrás somente de SP (1.440.229 casos), MG (529.653), BA (487.691) e SC (485.935).Os dados do país são fruto de colaboração inédita entre Folha de S.Paulo, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são coletadas diretamente com as Secretarias de Saúde estaduais.O jornal Folha de S.Paulo também divulga a chamada média móvel. O recurso estatístico busca dar uma visão melhor da evolução da doença, pois atenua números isolados que fujam do padrão. A média móvel é calculada somando o resultado dos últimos sete dias, dividindo por sete.De acordo com os dados coletados até as 20h desta terça-feira (29), a média de mortes nos últimos sete dias é de 633, um aumento de 2,5% em relação ao dia anterior. O estado atual da doença no país é acelerado, depois de um breve intervalo de estabilidade, com alta de mortes desde o final de novembro.A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorre em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.

Balanço divulgado pelo Ministério da Saúde nesta terça-feira (29) aponta 58.718 novos casos confirmados da Covid-19 nas últimas 24h, com 1.111 novas mortes.
Desde o início da epidemia, segundo dados do ministério, são 7.563.551 novos casos e 192.681 mortes pela doença. Há, ainda, 2.508 mortes ainda em investigação.

Jurista Adriana Rocha é anunciada para comandar Secretaria do Trabalho e Qualificação do Recife

 (Internet / Reprodução)

Publicado em: 29/12/2020 21:48

Dando prosseguimento aos anúncios de seu secretariado, o prefeito eleito do Recife João Campos (PSB) oficializou o nome da jurista Adriana Rocha para assumir, a partir de janeiro, a Secretaria do Trabalho e Qualificação do Recife. 

Por meio de redes sociais, o socialista reforçou que “Vamos estar sempre buscando formas de impulsionar a geração de emprego e renda, para nos ajudar a superar esse momento desafiador que foi agravado pela pandemia. E a Secretaria de Trabalho e Qualificação contará com instrumentos importantes para criarmos essas condições”. 

Formada em direito pela Univeridade Federal de Pernambuco, Adriana possui mestrado em Relações Sociais pela PUC-SP e é professora de direito constitucional na Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP). 

Campos (PSB) finalizou da seguinte maneira “Ela vai atuar para reforçar iniciativas já existentes e estruturar novas políticas com capacidade de ampliar fortemente a qualificação da mão de obra da nossa cidade e de endereçar cada vez mais recifenses ao mercado de trabalho”. 

 

Veja restrições em todas as praias do litoral de Pernambuco para o Ano Novo

O Governo de Pernambuco publicou, no dia 8 de dezembro, um decreto que proibia a realização de shows e festas de final de ano em espaços públicos ou privados, como condomínios, clubes, hotéis e estabelecimentos afins, com ou sem cobrança de ingresso, no intuito de evitar a disseminação do novo coronavírus. Com a aproximação do réveillon de 2021, diversas prefeituras endureceram as medidas e anunciaram como será feita a fiscalização nas praias do Estado. O litoral é um dos principais destinos para assistir à chegada de um novo ano. Confira, na lista abaixo, as ações divulgadas pelas gestões municipais para conter aglomerações nas orlas:

Recife

  • Praia do Pina
  • Praia de Brasília Teimosa
  • Praia de Boa Viagem

A Prefeitura do Recife proibiu a instalação de mesas, cadeiras, bancos, toldos, coolers ou qualquer outro objeto no dia 31 de dezembro ao longo de toda a praia de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, para a festa de virada do ano. O comércio na praia, seja dos quiosques, barracas ou ambulantes, poderá acontecer apenas até 17h da quinta-feira (31). Segundo a gestão, equipes vão fiscalizar, conscientizar a população e distribuir máscaras de proteção. No dia 1º de janeiro, eles poderão reabrir às 6h, desde que seguindo as normas sanitárias vigentes

Jornalista Eduardo Ramos Jordão é morto a pauladas em chácara de Abadia de Goiás

Ele também era artista plástico e cantor. Polícia Civil foi ao local onde aconteceu o crime para levantar mais informações sobre a morte.
Jornalista Eduardo Ramos Jordão foi encontrado morto aos 77 anos. (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

O jornalista Eduardo Ramos Jordão, de 77 anos, foi encontrado morto na noite de segunda-feira (28) na chácara dele em Abadia de Goiás, na Região Metropolitana de Goiânia. De acordo com a Polícia Civil, a vítima foi assassinada a pauladas e teve alguns objetos roubados.

O delegado Arthur Fleury informou que o caso já foi registrado. “Ainda estamos fazendo os levantamentos no local de crime, mas já é possível afirmar que houve um homicídio. A vítima foi morta a pauladas”, explicou.

O corpo de Eduardo foi encontrado próximo à cama dele, por um morador da região que estranhou o fato de o jornalista não atender as ligações.

“Não temos o laudo ainda do local de crime, mas a casa estava bem desorganizada. Foram levados alguns objetos dele, como o som e o carro. Agora, estamos ouvindo algumas pessoas que o conheciam para traçar nossa linha de investigação”, disse o delegado.

Além de jornalista, Eduardo era artista plástico, poeta e cantor. Ele foi o criador do Concurso de Poesia Falada, em Goiás. Suas telas já foram expostas na Câmara de Goiânia e na Assembleia Legislativa.

Durante a sessão na Câmara nesta terça-feira (29), o vereador Paulo Magalhães (PSD) lamentou a morte do amigo. “Ele venceu a ditadura, mas foi vítima da violência urbana”, disse.

O velório e sepultamento serão no Cemitério Jardim das Palmeiras, em Goiânia.

 

Administrador Murilo Cavalcanti é anunciado Secretário de Segurança Cidadã do Recife na gestão João Campos (PSB)

Dando continuidade às noemações de seu secretariado, o prefeito eleito do Recife, João Campos (PSB) anunciou outro nome na sua equipe. Na Secretaria de Segurança Cidadã do Recife, Campos (PSB) anunciou o administrador Murilo

Por meio de redes sociais, João destacou que ” Os municípios podem e devem ter um papel ativo na prevenção social do crime, com políticas próprias e integradas com outros entes, mas, sobretudo, alinhadas com a necessidade da promoção de cidadania, cultura de paz e não violência”.

“Sempre dialogando com outras estruturas da gestão, para avançar em conquistas como o Compaz, mas com o olhar em novas medidas, como a redefinição do papel da Guarda Municipal na segurança ostensiva e experiências ajudem a garantir mais segurança cidadã e inclusão social” , concluiu ao anunciar seu novo secretário. 

 

Afogados registra 21 novos casos de covid-19

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que nesta terça (29) foram registrados 21 casos para covid – 19 em nosso município. Desses, 16 já estavam em investigação.

São 10 pacientes do sexo feminino, com idades de 13, 14, 28, 32, 39, 41, 42, 42, 50 e 56 anos; e 11 pacientes do sexo masculino, com idades de 08, 13, 21, 24, 25, 30, 33, 45, 50, 51 e 60 anos. Entre as mulheres: 03 sem informação, 02 auxiliares de serviços gerais, 02 estudantes (rede pública), 01 profissional da saúde, 01 autônoma e 01 vendedora. Já entre os homens: 05 estudantes (03 rede privada e 02 pública), 02 professores (01 rede pública e 01 rede privada), 01 agricultor, 01 pedreiro, 01 empresário e 01 autônomo. 
Entram em investigação os casos de 22 homens, com idades entre 03 e 58 anos; e os casos de 26 mulheres, com idades entre 17 e 86 anos. 
Hoje, 71 pacientes apresentaram resultados negativos para a COVID – 19, e 102 pacientes apresentaram cura após avaliação clínica e epidemiológica. O município atingiu a marca de 1.955 pessoas (94,76%) recuperadas para covid-19. Atualmente, 85 casos estão ativos. 
Afogados atingiu a marca de 9.509 pessoas testadas para covid-19, o que representa 25,52 % da nossa população. 
Casos leves x SRAG/covid- 19: 
Leves (1993 casos), 96,60% Graves (70 casos), 3,40%.

Antônio Figueira é desligado do governo Paulo Câmara

Desligado do Governo, ontem, por meio de uma carta em caráter irrevogável ao governador Paulo Câmara, o agora ex-chefe da Assessoria Especial, médico Antônio Carlos Figueira, volta a se dedicar ao Imip – Instituto Materno e Infantil de Pernambuco. Há quem possa ter estranhado a sua saída depois de dez anos no poder, mas Figueira, na verdade, fez uma espécie de sacrifício para entrar na vida pública atendendo a uma convocação do ex-governador Eduardo Campos. Volta ao Imip para incrementar a faculdade por excelência da instituição.

Saída lamentada – Mesmo não sendo da área, médico por vocação e ofício, Figueira chegou a cuidar da área política do Governo, assumindo a Casa Civil. Abriu o gabinete para as lideranças do Interior com tamanha disposição que logo passaram a aduzir que ele seria candidato a senador, mas o tempo se encarregou de mostrar que sua passagem pelo Governo se traduziu apenas num grande aprendizado. Resta saber se o seu sucessor terá tamanha capilaridade. “Fará muita falta”, diz um interlocutor do governador que tem por Figueira enorme admiração. Por Magno Martins

O mototaxista, Adriano da Silva Macena, conhecido por Diogo Mototaxi, de 35 anos, faleceu na tarde desta terça-feira (29), No Hospital Regional Emília Câmara, em Afogados da Ingazeira.

Segundo informações, Diogo teve uma parada cardíaca, foi socorrido para a unidade hospitalar, foi reanimado, mas não resistiu, vindo a óbito por volta das 15h. 

Ele trabalhou durante muitos anos no ponto ao lado do Banco do Brasil, ultimamente estava com um ponto no bairro São Braz, onde residia. Diogo deixa esposa e dois filhos, uma menina de 9 anos  e um menino de 1 ano e um mês.

Prefeita eleita Nicinha Melo encontra Governador Paulo Câmara em Afogados da Ingazeira

Na tarde dessa terça-feira (29) a prefeita eleita de Tabira Nicinha Melo (MDB), esteve participando da comitiva que recepcionou o governador de Pernambuco Paulo Câmara (PSB).

“Na oportunidade, conversei com ele sobre nossa amada Tabira, a primeira conversa de várias que teremos ao longo de nosso mandato, sempre buscando melhorias para nossa terra”, afirmou Nicinha Melo em suas redes sociais.

Paulo Câmara descarta medidas restritivas mais duras para combater a Covid-19

O overnador Paulo Câmara descartou temporariamente medidas restritivas mais duras no Estado para combater a pandemia provocada pelo novo coronavírus.

Câmara destacou as medidas mais duras como o fechamento do comércio não essencial, logo no início da pandemia foi necessário, para dar tempo de estruturar a rede hospitalar no Estado.

“Temos tido essa preocupação desde o mês de março, quando o primeiro caso da Covid-19 chegou a Pernambuco, de buscar dar as respostas necessárias. Precisávamos naquele momento fazer toda uma política de isolamento, porque a ciência assim exigia e o mundo mostrou ser necessário as medidas que foram tomadas. Depois preparamos toda a nossa rede hospitalar para cuidar das pessoas que ficassem doentes. Isso foi feito com muita enfase, principalmente nos primeiros meses e montamos estruturas, principalmente de leitos de enfermaria e leitos de UTI em todas as regiões do estado de Pernambuco”, destacou Câmara.

O governador falou sobre o aumento de casos que volta a preocupar a todos no estado. “A partir dos meses de julho e agosto a situação melhorou um pouco, ou seja, o número de casos caíram, mas infelizmente temos visto agora, principalmente a partir do mês de novembro, um retorno. Não da mesma forma do início dessa pandemia, mas com números que ascendem preocupações adicionais”, frisou. 

Paulo Câmara destacou as ações que estão sendo tomadas a partir da percepção do aumento dos casos no Estado. Como a reabertura de quase 200 leitos de UTI durante este mês de dezembro. “Inclusive estamos abrindo aqui na próxima segunda-feira (4), em Afogados da Ingazeira, mais dez novos leitos de UTI no Hospital Regional Emília Câmara, fora os leitos que já foram abertos em Serra Talhada, no Hospital Governador Eduardo Campos e que novos serão abertos lá também pra gente cuidar melhor da população que ficar doente”, destacou.

Questionado se Pernambuco acompanha o Plano Nacional de Imunização (PNI), ou se segue agenda de imunização própria, Câmara enfatizou ser preciso que a vacina chegue de uma forma nacional.

“Não temos condições, nem logísticas, nem técnicas de comprar vacinas no varejo. Elas não existem, pelo contrário as vacinas não têm nem registro ainda, precisam ser registradas e estarem no Plano Nacional de Imunização (PNI). Isso nos conversamos com o próprio ministro da Saúde [Eduardo Pazuello]. Ele garantiu que todas as vacinas autorizadas pelo governo Federal serão distribuídas por todos os estados e municípios, e vão fazer isso com muita responsabilidade”, informou Câmara.

Voltando a falar sobre o Plano de Combate a Covid-19, o governador disse que o monitoramento continua. “Vamos avaliar, a cada semana fazemos uma avaliação maior e a cada dia acompanhamos os números. No mês de dezembro as medidas já foram tomadas e infelizmente tivemos que restringir as questões das festividades de Natal e réveillon em todo o Pernambuco. Não vamos ter carnaval também, que é uma festa que tem toda a sua tradição aqui no estado, isso já foi anunciado. E vamos ao longo do mês de janeiro verificar se precisar ter um tipo a mais de restrição”, informou.

Só 10% das notas de R$ 200 encomendadas pelo Banco Central estão em uso

 (Foto: ED ALVES/CB/D.A Press)

Criada sob o argumento de que poderia faltar dinheiro em espécie no país em meio à pandemia de covid-19, a cédula de R$ 200 ainda não foi vista por muitos brasileiros. É que pouco mais de 10% das notas encomendadas pelo Banco Central (BC) estão em circulação. O BC, que investiu R$ 142 milhões no projeto, por sua vez, garante que a distribuição das novas cédulas está correndo como o esperado.

O BC lançou a nota de R$ 200, estampada com o lobo-guará, no início de setembro. À época, a autoridade monetária explicou que a pandemia de covid-19 ampliou o entesouramento — o hábito de guardar dinheiro em espécie. E, ao mesmo tempo, aumentou a demanda por papel moeda por conta dos pagamentos do auxílio emergencial. O BC resolveu, então, produzir a cédula de R$ 200 para evitar que faltasse dinheiro em papel durante os pagamentos do benefício.

Como informado ao Supremo Tribunal Federal (STF), o BC investiu R$ 142 milhões para produzir 450 milhões de cédulas de R$ 200, o que representa R$ 90 bilhões. E a expectativa era de que boa parte dessas cédulas entraria em circulação ainda em 2020, mesmo que de forma gradual, devido ao auxílio emergencial e ao entesouramento. Hoje, no entanto, só 11% desse montante estão acessíveis à população: de acordo com os dados mais recentes do meio circulante nacional, havia 50,3 milhões de cédulas de R$ 200 em circulação no último dia 24, o que representa R$ 10 bilhões.

 

Um dos países europeus mais atingidos pela pandemia, principalmente na primeira onda, a Espanha registra até esta terça (29) mais de 50 mil mortes.

 O governo espanhol pretende registrar os nomes dos residentes que recusarem a vacina contra a Covid-19 e compartilhar a lista com outros países da União Europeia, afirmou o ministro da Saúde, Salvador Illa, em entrevista a uma TV do país.

Um dos países europeus mais atingidos pela pandemia, principalmente na primeira onda, a Espanha registra até esta terça (29) mais de 50 mil mortes, com a oitava maior taxa de óbitos por habitantes entre os principais países do mundo (107/100 mil, no acumulado da pandemia).

Na segunda onda, o índice vem caindo sistematicamente e fechou a semana passada em 55/100 mil, uma das mais baixas entre 50 países europeus. Mas, como em vários outros vizinhos do continente, a Espanha tem visto a adesão à vacina cair.

A mais recente pesquisa do Fórum Econômico Mundial-Ipsos sobre a confiança na vacina mostra que, em média, em 15 países, a intenção de vacinação caiu 4 pontos entre agosto e setembro. Na Espanha, a queda foi de 8 pontos: eram 72% os que diziam que se imunizariam quando a vacina estivesse disponível; passaram a 64%, à frente apenas da França (54%) entre os países pesquisados.

A porcentagem de pessoas que precisam ser vacinadas para que toda a população fique protegida (a chamada imunidade de rebanho) varia de acordo com a eficácia do imunizante, mas cientistas têm falado em um número em torno de 70%.

Como na maioria dos países europeus, a vacinação na Espanha não é obrigatória, mas, segundo o ministro da Saúde, “todos vemos que a melhor forma de derrotar o vírus é vacinar todos. Quanto mais, melhor”. Issa afirmou também que tomar o imunizante é “um ato de cidadania e solidariedade para com entes queridos”.

Nas próximas semanas, o país estará em sua primeira de três etapas da imunização, que inclui idosos, funcionários de asilos e profissionais de saúde. De janeiro a março, a Espanha espera vacinar cerca de 2,5 milhões de residentes, que serão convocadas pelo sistema público de saúde.

O comparecimento será acompanhado pelo governo, mas o registro das recusas, segundo o ministro, “não será um documento público e será feito com o maior respeito pela privacidade de dados”. “As pessoas que decidem não se vacinar, o que consideramos um erro, estão dentro de seus direitos”, disse ele.

Illa afirmou que o ministério tentará reduzir dúvidas e restrições em relação aos imunizantes, pois o governo considera que a vacinação é o melhor caminho para retomar as atividades. Até maio, o governo decretou toque de recolher das 23h às 6h.
A Espanha está usando a vacina produzida pela Pfizer-BioNTech, que recebeu aprovação emergencial da agência de vigilância da União Europeia (EMA). 

Preocupações com a pressa nos ensaios clínicos foi o motivo mais citado pelos espanhois que relutam em se vacinar, de acordo com a pesquisa do Fórum Mundial: 48% deles deram essa resposta.

A desconfiança em relação à aceleração dos testes também é uma das principais razões dos céticos na média dos 15 países, ao lado do medo de efeitos colaterais. Os dois motivos apareceram em 33% e 34% das respostas, respectivamente.

Globalmente, um em cada dez afirma ser contra as vacinas em geral, afirma que o risco de contrair Covid-19 é baixo e não acha que uma vacina será eficaz (taxa que chega a 15% na Alemanha). Cerca de um em cada quatro adultos (24%), em todos os 15 países, acha que a chance de obter Covid-19 é tão baixa que uma vacina não é necessária.

blogmarcosmontinely

Pesquisadores da Universidade de Harvard, nos EUA, constatam que gestantes diagnosticadas com covid-19 não transmitiram o Sars-CoV-2 para os fetos.

No estudo, os investigadores acompanharam 127 grávidas, todas no terceiro trimestre de gestação, que receberam atendimento em três hospitais da cidade de Boston, entre 2 de abril e 13 de junho. (Foto: Reprodução)

Apesar de a comunidade científica ter dedicado praticamente o ano inteiro a entender o novo coronavírus, essa enfermidade ainda não é bem compreendida por especialistas. Para ajudar na difícil tarefa de decifrar as características do Sars-CoV-2 e suas consequências, um grupo de pesquisadores americanos investiu no estudo sobre o impacto da covid-19 na gravidez. Em análises feitas com mais de 100 gestantes, cientistas da Universidade de Harvard observaram que as mulheres contaminadas não transmitiram o patógeno para o feto. Porém, também constataram que a transferência de anticorpos protetores, que é feita por meio da placenta, é menor do que era esperado.

As descobertas foram publicadas na última edição da revista especializada Jama e podem contribuir para o desenvolvimento de estratégias de vacinação mais eficazes para as gestantes. Autoridades de saúde de vários países têm encarado com reservas o uso de vacina nas grávidas. A Agência de Medicamentos Europeia (EMA), por exemplo, ao autorizar o imunizante do consórcio Pfizer/BioNTech, recomendou que deve haver uma avaliação caso a caso.

Os pesquisadores já desconfiavam que grávidas infectadas com novo coronavírus não o transmitem aos fetos, mas decidiram realizar investigações mais apuradas para entender melhor o comportamento do vírus no organismo delas. “Imaginávamos que o vírus Sars-CoV-2 não teria força o suficiente para chegar até a criança, principalmente devido à proteção da placenta. Porém, sabemos muito pouco sobre a resposta imune a esse patógeno nesse grupo de pacientes”, destacaram os cientistas no artigo.

No estudo, os investigadores acompanharam 127 grávidas, todas no terceiro trimestre de gestação, que receberam atendimento em três hospitais da cidade de Boston, entre 2 de abril e 13 de junho. Entre as 64 com teste positivo para a covid-19, os cientistas não encontraram vírus no sangue materno ou no cordão umbilical, apesar da detecção do patógeno no sistema respiratório das mulheres. Também não foram registrados sinais do agente infeccioso nas placentas.

“Suspeitamos que a transmissão para o feto é bloqueada devido à ausência de vírus no sangue das mães, mas, também, porque as principais moléculas usadas por esse agente infeccioso, para entrar nas células (receptor ACE2 e enzima TMPRSS2) ,não estão presentes na placenta”, destacou, em um comunicado à imprensa, Andrea Edlow, professora-assistente de Obstetrícia, Ginecologia e Biologia Reprodutiva na Universidade de Harvard, e principal autora do estudo.

Anticorpos

Na segunda parte da pesquisa, os cientistas focaram na transferência de anticorpos que agem contra o novo coronavírus das mães para os bebês. Eles se surpreenderam ao constatar números mais baixos do que seria considerado normal.

Os cientistas também compararam a quantidade de células de defesa do Sars-CoV-2 transferida aos fetos com as taxas de anticorpos da gripe (influenza), e coqueluche. “As células protetoras específicas para esses dois vírus, que foram herdadas pelos bebês, atingiram índices relativamente normais. Já as do novo coronavírus foram significativamente menores, além de terem se mostrado menos funcionais do que os anticorpos contra a gripe”, detalhou Edlow.

Os cientistas explicaram ainda que a transferência transplacentária de anticorpos para o feto é tipicamente mais alta no terceiro trimestre, o que surpreendeu ainda mais o grupo. Edlow revelou que essa redução pode ter ocorrido devido a alterações em ligações de carboidratos (glicosilação) presentes nos anticorpos do Sars-CoV-2, que não foram vistas nas células de proteção da influenza e da coqueluche.

“Essa alteração pode fazer com que essas moléculas fiquem ‘presas’ na circulação materna, em vez de serem transferidas pela placenta por meio de receptores de anticorpos placentários”, acrescentou a principal autora do estudo.

Imunização

Na avaliação de José Gomes Moura, médico ginecologista do Hospital Anchieta, em Brasília, os dados vistos no trabalho contribuem para um melhor entendimento do comportamento do novo coronavírus em gestantes, o que pode ajudar a lidar melhor com a enfermidade no futuro. “Estamos todos os dias antenados com essas novidades relacionadas à covid. A cada hora, temos mais uma contribuição importante, como as fornecidas por esse estudo. Essa pesquisa, agora, deixa bem claro que temos uma baixa transmissão de anticorpos durante o terceiro trimestre. Precisamos ficar atentos a isso, pois, até agora, achávamos que a proteção dos bebês a essa enfermidade era maior”, frisou.

Para Moura, os estudos devem prosseguir para, por exemplo, verificar os possíveis motivos dessa limitação. “A pesquisa fala dessas falhas nas ligações de carboidratos como uma possível causa, mas é necessário ter certeza quanto a isso. São dados importantes que precisam ser considerados em pesquisas futuras”, completou.

Os pesquisadores de Harvard estão certos de que os resultados da pesquisa poderão impactar no desenvolvimento de estratégias de vacinação. “Precisamos de imunizantes para gestantes que sejam capazes de trabalhar com esse padrão distinto de glicosilação. Será a medida ideal para gerar uma maior proteção aos recém-nascidos”, defendeu Andrea Edlow. “Nossas descobertas também levantam questões sobre o momento ideal de administração da vacina”, assinalou Edlow.

O ginecologista brasileiro concorda. Para Moura, os dados do estudo americano precisam ser levados em consideração para traçar campanhas de imunização de gestantes. “Com essas informações, temos argumentos que justificam ainda mais a necessidade de vacinar grávidas e também qual é o melhor momento. Possivelmente, durante o terceiro trimestre de gestação, o mesmo período em que os pesquisadores observaram essas alterações”, opinou. “Só com o tempo teremos respostas mais sólidas e seguras”, reconheceu.

Em meio à segunda onda da covid-19, a Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou, ontem, que os países devem se preparar para outras pandemias ainda piores. “É apenas um sinal de alarme”, alertou Michael Ryan, diretor de Emergências da agência internacional, durante a última coletiva de imprensa do ano sobre a pandemia do novo coronavírus, responsável por mais de 1,7 milhão de mortes em todo o mundo.

“Essa pandemia tem sido muito difícil. Circulou muito rapidamente e afetou todos os cantos do planeta, mas não necessariamente foi a pior”, advertiu Ryan. O diretor da OMS ressaltou que o novo coronavírus tem uma transmissibilidade muito alta, e pode ser letal, mas ressalvou que “seus níveis de mortalidade são relativamente baixos em comparação com outras doenças emergentes”.

O epidemiologista Bruce Aylward, também membro da agência de saúde das Nações Unidas, apoiou a tese ao afirmar que, apesar dos avanços científicos no combate à covid-19, como o desenvolvimento de vacinas em tempo recorde, a humanidade ainda está muito despreparada para a ameaça de futuras pandemias.

“Estamos na segunda e terceira ondas do vírus e ainda não somos capazes de controlá-lo”, lamentou Aylward, ao lado de Ryan. “Embora estejamos mais bem organizados, os avanços ainda não são suficientes para a atual (pandemia) e menos ainda para as futuras”, acrescentou o especialista.

Enquanto isso, a vacinação para a covid-19 avança em vários países, embora enfrente problemas de logística em alguns deles, causados, sobretudo, pelas exigências de armazenamento das doses. A empresa americana Pfizer anunciou que entregaria, com um pequeno atraso, carregamentos de seu imunizante — desenvolvimento em parceria com a alemã BioNTech — para oito países europeus, previstos, inicialmente, para ontem.

A farmacêutica informou às autoridades europeias que as encomendas vão chegar hoje ao destino. “A Pfizer foi informada por sua fábrica em Puurs (Bélgica) sobre atrasos nos embarques para outros países, inclusive Espanha, devido a um problema com o processo de carregamento e embarque”, afirmou o Ministério da Saúde espanhol, em comunicado.

Madri anunciou que fará um cadastro com os dados das pessoas que se recusam a ser vacinadas contra a covid e que o compartilhará com outros países da União Europeia — as informações não serão divulgadas. “Não é um documento a ser tornado público e será feito com o maior respeito pela proteção de dados”, declarou, em uma entrevista à emissora de televisão La Sexta, Salvador Illa, ministro da Saúde do país europeu. Os espanhóis não serão obrigados a receber as doses contra o novo coronavírus.

Mais uma moto tomada de assalto em Afogados da Ingazeira

Na manhã desta terça-feira (29) mais uma motocicleta foi roubada na zona rural de Afogados da Ingazeira.

Desta vez uma moto uma Bros 160 cilindradas, placa QYA 9J97, foi tomada de assalto próximo ao lixão, na estrada que dar acesso a Ibitiranga.
A vítima um jovem trabalhador conhecido por Jerry Silva, filho de Genildo, proprietário de uma banca de carnes na feira livre.

Mariana Rios e Gusttavo Lima negam affair após colunista confirmar romance

Segundo a assessoria do cantor sertanejo, os dois não viajaram juntos para Angras dos Reis, no Rio de Janeiro.

Segundo informações da colunista, os dois chegaram na região da Costa Verde do Rio, no mesmo dia. (Foto: Reprodução)

 Tanto Mariana Rios, 35, quanto Gusttavo Lima, 31, negam a história de romance e envolvimento, confirmada pela colunista Fábia Oliveira, do jornal O Dia. Segundo a assessoria do cantor sertanejo, os dois não viajaram juntos para Angras dos Reis, no Rio de Janeiro.

Mas a coincidência do destino chamou a atenção de internautas, já que ambos estão solteiros. O sertanejo anunciou o fim do seu casamento com a modelo Andressa Suita, com quem tem dois filhos e estava junto desde 2012, e a atriz terminou seu noivado com o empresário Lucas Kalil em novembro deste ano.

Segundo informações da colunista, os dois chegaram na região da Costa Verde do Rio, no mesmo dia. Eles teriam se aproximado no último dia 12 de dezembro, durante os bastidores da live nº1 do Villa Mix. Na ocasião, também rolou piadas e cantadas de Gusttavo para Mariana.

A atriz também negou os boatos e tem usado as redes sociais para mostrar o lugar paradisíaco. Recentemente, através dos Stories, ela deu algumas atualizações da sua viagem. “Oi pessoal, tudo bem? Eu tô num hotel tão lindo, fui tão bem recebida. E está muito gostoso, tem chovido bastante aqui”, disse.

Em nota encaminhada pela sua assessoria de imprensa, Gusttavo Lima disse que o fim do casamento com Andressa Suita ocorreu após “um desgaste normal da relação”. 
“Informamos que não houve nenhuma briga ou traição e que qualquer informação que esteja circulando nesse sentido é inverídica.”

Mas ao contrário do que foi afirmado pelo músico, a influenciadora digital e modelo disse que foi pega de surpresa com o término. “A gente tinha acabado de chegar de uma viagem familiar, assim como postei aqui para vocês. Na madrugada de domingo para segunda [5] fui acordada e comunicada que não dava mais para a gente continuar como um casal. Sem qualquer queixa, sem nenhum motivo e sem abertura para eu poder salvar o nosso casamento”, disse em um vídeo.

Já quanto Mariana Rios, 2020 também foi um ano de dificuldades. Isso porque a atriz e cantora engravidou do seu primeiro filho, mas perdeu devido um aborto espontâneo. Ela também se casaria com Lucas Kalil, de quem está noiva desde novembro de 2018, mas por conta da pandemia do novo coronavírus, não pode realizar a cerimônia.

— O Brasil registrou 495 óbitos pelo novo coronavírus e 25.490 casos da doença nas últimas 24 horas. O país, assim, chega a 191.641 óbitos e a 7.506.890 de pessoas infectadas pelo novo coronavírus.

Com o novo aumento, o país se coloca cada vez mais próximo de passar as 200 mil mortes antes do início de 2021. Os números, no entanto, podem ser menores devido a atrasos de notificação das secretarias estaduais. Registros do tipo costumam acontecer em feriados, domingos e segundas.

Os dados do país são fruto de colaboração inédita entre Folha de S.Paulo, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são coletadas diretamente com as Secretarias de Saúde estaduais.

O jornal Folha de S.Paulo também divulga a chamada média móvel. O recurso estatístico busca dar uma visão melhor da evolução da doença, pois atenua números isolados que fujam do padrão. A média móvel é calculada somando o resultado dos últimos sete dias, dividindo por sete.

De acordo com os dados coletados até as 20h desta segunda-feira (28), a média de mortes nos últimos sete dias é de 617. O estado atual da doença no país é acelerado, depois de um breve intervalo de estabilidade, com alta de mortes desde o final de novembro.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorre em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.

Balanço divulgado pelo Ministério da Saúde nesta segunda-feira (28) aponta 20.548 novos casos de Covid-19 nas últimas 24h, com 431 novas mortes. Os dados do governo federal somam ainda 7.504.833 casos e 191.570 mortes desde fevereiro. Há ainda, 2.439 mortes em investigação.

O ciclo de pagamentos chega ao fim e até o momento não há qualquer nenhuma indicação de que haverá um novo auxílio em 2021.

De acordo com o Ministério da Cidadania, em 2021, só serão efetuados pagamentos resultantes de contestações administrativas e extrajudiciais e de decisões judiciais. (Foto: Reprodução)

A Caixa Econômica Federal (CEF) paga nesta terça-feira (29) a última parcela do Auxílio Emergencial a 3,2 milhões de pessoas – e, com isso, encerra o calendário de pagamentos do programa lançado em abril deste ano para apoiar trabalhadores autônomos e desempregados afetados pela pandemia, e que socorreu um total de 68 milhões de brasileiros.

O ciclo de pagamentos chega ao fim e até o momento não há qualquer nenhuma indicação de que haverá um novo auxílio em 2021 ou lançamento de um novo programa social ou substituto do Bolsa Família.

De acordo com o Ministério da Cidadania, em 2021, só serão efetuados pagamentos resultantes de contestações administrativas e extrajudiciais e de decisões judiciais.

Parlamentares seguem defendendo a prorrogação do auxílio por dois ou três meses em 2021, por meio da ampliação do estado de calamidade pública, mas o ministro da Economia, Paulo Guedes, tem reafirmado que o programa irá acabar no final de 2020.

Último lote de pagamentos

Recebem nesta terça os trabalhadores nascidos em dezembro, que não fazem parte do Bolsa Família: 3,2 milhões vão receber uma parcela do Auxílio Emergencial extensão, de R$ 300; enquanto outros cerca de 50,3 mil mil ainda vão receber parcela de R$ 600.

Para os trabalhadores do Bolsa Família, os pagamentos da última parcela do auxílio emergencial se encerraram em 23 de dezembro. A partir de janeiro, esse público volta a receber o bolsa.

VEJA QUEM RECEBE NESTA TERÇA:

Cerca de 50,3 mil trabalhadores do Cadastro Único e inscritos via site e app, nascidos em dezembro:

– aprovados que receberam 4 parcelas recebem a última parcela de R$ 600
– aprovados que receberam de 1 a 3 parcelas recebem parcelas de R$ 600 restantes até a 5ª

3,2 milhões de trabalhadores do Cadastro Único e inscritos via site e app, nascidos em dezembro:

– aprovados que já receberam todas as parcelas de R$ 600 (e qualquer número de parcelas de R$ 300) recebem a última parcela de R$ 300

A ajuda paga nesta terça será creditada em conta poupança social digital da Caixa, que poderá ser usada inicialmente para pagamento de contas e compras por meio do cartão virtual. Saques e transferências para quem receber o crédito nesta segunda serão liberados no dia 27 de janeiro.

Vale lembrar que, ao longo de janeiro, prossegue apenas o calendário de liberação de saques em dinheiro e transferências bancárias para os trabalhadores que até então só puderam movimentar a última parcela do auxílio através do aplicativo Caixa TEM. 

Pelas regras do programa, os valores não sacados das poupanças digitais abertas e não movimentadas no prazo de 270 dias retornarão para a União.

Números do programa
O Auxílio Emergencial socorreu 68 milhões de cidadãos diretamente, totalizando um gasto público sem precedentes de mais R$ 300 bilhões em pagamentos. Para dimensionar o impacto do programa, basta comparar com o Bolsa Família, que tem orçamento de cerca de R$ 35 bilhões ao ano.

O auxílio apoiou trabalhadores que se viram de uma hora para a outra sem renda e foi decisivo para oferecer algum alívio à população de menor renda e para evitar um tombo ainda maior da economia em 2020.

“O benefício sempre esteve presente em cerca de 40% das residências do país. Em julho, esse número chegou ao pico de 44,1% dos domicílios”, informou o Ministério da Cidadania.

Os beneficiados receberam ao menos 5 parcelas de no mínimo R$ 600. Em setembro, o governo decidiu prorrogar o auxílio até dezembro no valor de R$ 300, mas o governo redefiniu as regras e só 56% dos aprovados fora do Bolsa Família tiveram direito a receber mais 4 parcelas extras.

Segundo o Ministério da Cidadania, o balanço final só será divulgado após a finalização de todos os processos de contestação ainda em análise.

Em balanço feito pela Caixa até o dia 28 de dezembro, foram pagos R$ 291,8 bilhões a 67,9 milhões de beneficiários. Os números devem subir com os pagamentos desta terça.

Renda Cidadã e chance de novo auxílio
A equipe econômica tem reafirmado que o governo não pretende estender o Auxílio Emergencial para além de 2020, mas permanecem as pressões para uma prorrogação do programa ou algum tipo de benefício adicional para a parcela mais pobre da população brasileira.

No dia 23 de novembro, Guedes disse que, “do ponto de vista do governo”, não existe prorrogação do auxílio emergencial, mas admitiu a possibilidade na hipótese de um forte aumento no número de mortes por Covid-19.

Integrantes do governo têm defendido a criação de um novo programa social, que inicialmente foi batizado de Renda Brasil e agora tem sido chamado de Renda Cidadã. A principal dificuldade, porém, é encontrar uma fonte de receita para financiar o novo programa sem furar o teto de gastos (regra que não permite o crescimento das despesas acima da inflação do ano anterior).

Guedes tem reafirmado que o governo vai continuar com o Bolsa Família se não encontrar espaço fiscal para criar um novo programa social.

Nas contas do especialista em contas públicas da consultoria Tendências, Fábio Klein, uma ampliação do programa, com tíquete médio de R$ 300 e 17,5 milhões de famílias atendidas, representaria um gasto extra de R$ 32 bilhões no próximo ano.

Em entrevista ao jornal “Valor Econômico”, o líder governista e senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), afirmou que o governo só deverá avaliar um novo programa social ou a retomada do auxílio emergencial a partir de fevereiro do próximo ano, após o recesso parlamentar.

Afogados registra 13 novos casos para covid-19

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que nesta segunda (28) foram registrados 13 casos para covid – 19 em nosso município. Desses, 08 já estava em investigação.
São 09 pacientes do sexo feminino, com idades de 24, 25, 25, 40, 40, 43, 47, 81 e 89 anos, e 04 pacientes do sexo masculino, com idades de 30, 31, 45 e 73 anos. Entre as mulheres: 02 profissionais da saúde, 02 aposentadas, 02 autônomas, 01 cabeleireira , 01 sem informação e 01 dona de casa. Já entre os homens: 01 sem informação, 01 ajudante de pedreiro, 01 profissional da segurança e 01 aposentado. 
 
Entram em investigação os casos de 17 homens, com idades entre 16 e 68 anos, e de 19 mulheres, com idades entre 03 e 68 anos. 
Hoje, 80 pacientes apresentaram resultados negativos para a COVID – 19 e 41 pacientes apresentaram cura após avaliação clínica e epidemiológica. O município atingiu a marca de 1.853 pessoas (90,74 %) recuperadas para covid-19. Atualmente, 166 casos estão ativos. 
 
Afogados atingiu a marca de 9.399 pessoas testadas para covid-19, o que representa 25,22 % da nossa população. 
Casos leves x SRAG/covid- 19: 
Leves (1972 casos), 96,57% Graves (70 casos), 3,43%.
Semana epidemiológica: Encerrou-se no último sábado a Semana Epidemiológica (SE) 52, com um total de 87 casos e média móvel de 12,14 casos/dia. Analisando as 04 últimas semanas anteriores, nota-se: SE 51 (137 casos) e média móvel (19,57 casos/dia); SE 50 (136 casos) e média móvel (19,42); SE 49 (143 casos) e média móvel (20,42 casos/dia); SE 48 (64 casos) e média móvel (9,14 casos/dia).

Dólar é cotado a R$ 5,24 nesta terça-feira

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 6,40 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 6,7175.

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. (Foto: Reprodução)

O valor do dólar na manhã desta terça-feira (29), está cotado no valor de R$ 5,24. Já o valor do dólar para o turismo está sendo cotado a R$ 5,4795.

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 6,40 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 6,7175.  

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. O dólar é usado tanto em reservas internacionais como em livre circulação.

O Portal ClickPB apura de segunda à sexta-feira a cotação do dólar e euro.

Refinaria da Petrobras em Paulínia (SP). (Foto: Paulo Whitaker/Reuters)

A Petrobras informou nesta segunda-feira (28) que vai elevar em 4% o preço médio do diesel em suas refinarias e em 5% o da gasolina a partir de terça-feira (29), em meio a uma alta do petróleo nas últimas semanas e uma desvalorização do real frente ao dólar nas últimos dias.

A nova alta no preço dos combustíveis foi a segunda anunciada em duas semanas. Em 15 de dezembro, a estatal elevou o preço do diesel e da gasolina.

Com a alta de 4%, o preço médio do combustível mais vendido do Brasil passará a ser de R$ 2,02 por litro. No acumulado do ano, a redução do valor é de 13,2%, segundo informou a Petrobras.

Já o preço médio da gasolina da Petrobras para as distribuidoras será de R$ 1,84 por litro, acumulando no ano redução de 4,1%.

Apesar da alta das cotações dos combustíveis da Petrobras na terça-feira, especialistas apontam a permanência de uma defasagem ante a paridade de importação.

“Faz cerca de três semanas que a Petrobras trabalha com defasagem de mais de 10 centavos em relação ao mercado internacional e segue bem próxima a esse nível mesmo com o ajuste de hoje”, afirmou à Reuters o chefe da área de óleo e gás da consultoria INTL FCStone, Thadeu Silva.

“O ajuste atual foi menos da metade do necessário para termos paridade de importação”, acrescentou ele, comentando que tem havido atrasos nos repasses da alta do petróleo para os combustíveis da Petrobras.

O presidente da Associação Brasileira de Importadores de Combustíveis (Abicom), Sérgio Araújo, também ressaltou a defasagem nos preços ante ao mercado externo e frisou que “as importações por agentes privados continuam inviabilizadas”.

A Petrobras defende que seus preços seguem a chamada paridade de importação, impactada por fatores como as cotações internacionais do petróleo e o câmbio.

O repasse dos reajustes nas refinarias aos consumidores finais nos postos não é garantido, e depende de uma série de questões, como margem da distribuição e revenda, impostos e adição obrigatória de etanol anidro e biodiesel.

Segundo o levantamento, 72% dos entrevistados afirmam que a inflação vai aumentar. Em agosto deste ano, eram 67%.

 A expectativa de aumento da inflação atingiu em dezembro o maior patamar registrado no governo Jair Bolsonaro (sem partido) pelas pesquisas do Datafolha.

Segundo o levantamento, 72% dos entrevistados afirmam que a inflação vai aumentar.
Em agosto deste ano, eram 67%. Naquele mês, a inflação em 12 meses medida pelo IPCA estava em 2,44%. Em novembro, chegou a 4,31%.

Em dezembro do ano passado, pouco mais da metade dos entrevistados (52%) fazia essa avaliação, apesar da disparada nos preços naquele mês, principalmente, por causa do aumento no custo das carnes. Na pesquisa de abril do ano passado, eram 45% os que previam alta da inflação nos meses seguintes.

A parcela dos que esperam ver uma queda da inflação recuou de 17% em dezembro do ano passado para 11% em agosto deste ano e para 10% na pesquisa mais recente. Os demais entrevistados dizem que a inflação ficará como está.

O Datafolha ouviu 2.016 pessoas por telefone entre os dias 8 e 10 deste mês. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

A percepção dos brasileiros está em linha com as projeções de mercado para os índices de preços durante o primeiro semestre de 2021.

Também reflete um momento em que o custo de alimentos e insumos à produção está em alta, por causa de fatores como falta de produtos, aumento de exportações e repasse cambial.

A expectativa dos economistas consultados pelo Banco Central é que o IPCA, índice de preços ao consumidor que serve como meta de inflação, deva passar dos atuais 4,31% (registrados em novembro) em 12 meses para algo próximo de 6% até maio de 2021.

Depois, espera-se um recuo ao longo do segundo semestre do próximo ano, para 3,34%.

O Banco Central prevê inflação de 3,40% no final de 2021. O número está abaixo do centro da meta de 3,75%.

Outro indicador de inflação, o IGP-M, composto por preços no atacado, ao consumidor e da construção, está em patamar bem mais alto: subiu quase 25% nos últimos 12 meses.

Como mostrou reportagem do jornal Folha de S.Paulo os preços de insumos que servem de base para a cadeia produtiva brasileira registram a maior alta desde o início do Plano Real, de quase 70%, segundo dados do FGV Ibre (Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas) até outubro.

Alimentos acumulam alta no IPA (índice de preços no atacado da FGV) de 25%, sendo que metade desse aumento já bateu no IPC (índice de preços ao consumidor da FGV).
O arroz, produto cuja alta provocou até reação por parte do governo, subiu quase 120% no atacado e 62% no varejo, o que mostra o risco de continuidade desses repasses.

A concentração da inflação em alimentos também faz com que o índice de preços seja sentido de maneira diferente pela população.

Segundo o Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), para famílias com renda domiciliar mensal menor que R$ 1.650,50, a inflação acumulada em 12 meses está em 5,80%. Entre as famílias com ganho maior que R$ 16.509,66, o indicador está em 2,69%.

Para o Banco Central, o choque inflacionário atual é temporário, mas o índice de preços poderá subir mais em caso de uma falta de confiança na sustentabilidade da dívida pública que resulte em desvalorização adicional do real, com impacto nos preços. Nesse caso, o IPCA subiria 6,4% em 2021, acima do limite de 5,25%.

Também foi analisada a situação de prolongamento da pandemia, em que as pessoas ficariam mais tempo em distanciamento social, o que contribuiria para reduzir a inflação a 2,4%.

A recuperação da economia e seus impactos sobre as projeções de inflação para os próximos anos devem levar o BC a elevar os juros no próximo ano ou no seguinte, de acordo com as projeções de mercado.

 

A nova mutação, considerada mais transmissível do que outras que circulam atualmente, foi encontrada em três pessoas que entraram na Coreia do Sul vindas de Londres.


A Coreia do Sul tem um total de 57.680 casos de coronavírus, com 819 mortes desde o início da pandemia. (Foto: Reprodução)

As autoridades da Coreia do Sul prometem acelerar os esforços para lançar um programa público de vacinação contra o coronavírus, uma vez que o país detectou seus primeiros casos da nova variante do vírus, primeiramente detectada no Reino Unido.

A nova mutação, considerada mais transmissível do que outras que circulam atualmente, foi encontrada em três pessoas que entraram na Coreia do Sul vindas de Londres no dia 22 de dezembro, disse a Agência de Prevenção e Controle de Doenças da Coreia nesta segunda-feira (28).

A Coreia do Sul estenderá a proibição de voos vindos da Grã-Bretanha por mais uma semana, até dia 7 de janeiro, e exigirá que todos os passageiros que chegarem desse país ou da África do Sul – onde também há uma variante – façam testes antes do embarque, segundo as autoridades.

O país asiático registrou 808 novos casos de Covid até a meia-noite deste domingo (27), menos do que os recordes dos dias 24 e 25 de dezembro, quando teve 1.237 e 1.132 infecções, respectivamente.

As autoridades sul-coreanas alertaram que a queda pode ser devido a redução de testes realizados no fim de semana e no feriado de Natal. As medidas de distanciamento social estão valendo no país até o início de janeiro.

O governo da Coreia do Sul tem enfrentado muitas críticas sobre seus planos de aquisição e distribuição de vacinas, que preveem que as primeiras vacinações comecem apenas no primeiro trimestre de 2021, meses depois de países como os Estados Unidos e a União Europeia, que começou a imunizar a população em massa neste domingo.

Opiniões negativas sobre os planos de vacina foram uma das principais razões que levaram a taxa de desaprovação do presidente Moon Jae-in a um recorde histórico de quase 60%, segundo a pesquisa de opinião pública ‘Realmeter’.

Os reguladores da Coreia do Sul vão diminuir o tempo necessário para aprovar vacinas de 180 para 40 dias, segundo o Ministério de Alimentos e Segurança de Medicamentos. Um processo de aprovação adicional para a distribuição e venda de vacinas, que geralmente leva vários meses, será reduzido para cerca de 20 dias.

Em fevereiro, trabalhadores do sistema de saúde e idosos começarão a receber as doses da vacina, segundo Moon.

“Há preocupações de que nosso país não tenha assegurado vacinas suficientes ou que as vacinações sejam adiadas. Isso não é verdade”, disse Moon em uma reunião com seus principais assessores, de acordo com um comunicado. “Estamos nos esforçando para adiantar o cronograma de adoção das vacinas”, completou o presidente.

Os planos da Coréia do Sul preveem a compra de doses suficientes para vacinar 46 milhões de pessoas, ou mais de 85% de sua população.

As autoridades disseram esperar que a população sul-coreana alcance um nível de imunidade coletiva por meio das vacinas mais rápido do que em outros países.

A Coreia do Sul tem um total de 57.680 casos de coronavírus, com 819 mortes desde o início da pandemia.

Secretário diz que tem expectativa que aeronave apreendida com cocaína fique na Paraíba

Governo do Estado aguarda decisão da Justiça e espera que o avião permaneça, pois será utilizado em ações de combate ao crime organizado e distribuição de vacinas.

Aeronave foi interceptada pela polícia paraibana após investigação. Cinco pessoas estão presas. (Foto: Divulgação/Secom-PB)

A aeronave que foi apreendida com 752 quilos de cocaína no município de Catolé do Rocha, no Sertão da Paraíba no dia 09 de dezembro, está custódia do Governo do Estado após decisão da justiça. Há uma grande expectativa que, após o término das investigações, o avião fique na Paraíba para ser usado em ações de combate ao crime organizado, tráfico de drogas e também pela Secretaria de Estado da Saúde – na distribuição de vacinas, por exemplo. 

“Há um pleito do Governo do Estado nesse sentido, nos autos do processo na Justiça Federal. Nós estamos aguardando a decisão da judicial nesse sentido. Há uma grande expectativa, tendo em vista que a aeronave foi apreendida com a prática de crimes, com o tráfico de drogas e a lei é clara nesse sentido”, afirmou Jean Nunes, secretário de Estado da Segurança e Defesa Social.

Ainda de acordo com o secretário, que foi entrevistado desta segunda-feira (28), no programa Arapuan Verdade, da Rádio Arapuan FM, a aeronave irá servir a diversas ações do Governo do Estado. “Possa servir, aqui no estado, no combate ao crime organizado, no combate ao tráfico de drogas e armas e também apoiando a Secretaria de Saúde e todos aqueles envolvidos no combate ao covid-19, principalmente agora com iminência da chegada de vacinas a gente vai precisar ter uma estrutura de distribuição. então essa aeronave será muito bem-vinda”, reforçou como o ClickPB acompanhou. 

Afogados registra 10 novos casos para covid-19

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que neste domingo (27), foram registrados 10 casos para covid – 19 em nosso município. Todos já estavam em investigação.

São 07 pacientes do sexo feminino, com idades de 26, 28, 34, 39, 42, 53 e 62 anos, e 03 pacientes do sexo masculino, com idades de 05, 23 e 39 anos. Entre as mulheres: 04 agricultoras, 01 aposentada, 01 professora (rede pública) e 01 estudante (rede pública). Já entre os homens: 01 menor, 01 autônomo e 01 profissional de segurança. 
Hoje não temos novos casos em investigação e 14 pacientes apresentaram resultados negativos para COVID – 19. 
O município atingiu a marca de 1.812 pessoas (89,30 %) recuperadas para covid-19. Atualmente, 194 casos estão ativos. 
Afogados atingiu a marca de 9.279 pessoas testadas para covid-19, o que representa 24,90 % da nossa população.
Casos leves x SRAG/covid- 19: 
Leves (1959 casos), 96,55% Graves (70 casos), 3,45%.

Os pagamentos serão para trabalhadores nascidos em novembro, que não fazem parte do Bolsa Família.

A Caixa Econômica Federal (CEF) paga nesta segunda-feira (28) a última parcela do Auxílio Emergencial a 3,2 milhões de trabalhadores.

Os pagamentos serão para trabalhadores nascidos em novembro, que não fazem parte do Bolsa Família: 3,2 milhões vão receber uma parcela do Auxílio Emergencial extensão, de R$ 300; enquanto outros cerca de 50 mil ainda vão receber a parcela de R$ 600. O calendário para beneficiários deste grupo vai até esta terça-feira, 29 de dezembro.

Para os trabalhadores do Bolsa Família, os pagamentos da última parcela do auxílio emergencial se encerraram em 23 de dezembro. A partir de janeiro, esse público volta a receber o bolsa.

A ajuda paga nesta segunda será creditada em conta poupança social digital da Caixa, que poderá ser usada inicialmente para pagamento de contas e compras por meio do cartão virtual. Saques e transferências para quem receber o crédito nesta segunda serão liberados no dia 25 de janeiro.

VEJA QUEM RECEBE NESTA SEGUNDA:

Cerca de 50,3 mil trabalhadores do Cadastro Único e inscritos via site e app, nascidos em novembro:

– aprovados que receberam 4 parcelas recebem a última parcela de R$ 600
– aprovados que receberam de 1 a 3 parcelas recebem parcelas de R$ 600 restantes até a 5ª

3,2 milhões de trabalhadores do Cadastro Único e inscritos via site e app, nascidos em novembro:

– aprovados que já receberam todas as parcelas de R$ 600 (e qualquer número de parcelas de R$ 300) recebem a última parcela de R$ 300

Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do auxílio emergencial ou pelo site auxilio.caixa.gov.br.

Vice-presidente da República ficará em isolamento no Palácio do Jaburu. Resultado foi confirmado na tarde deste domingo, de acordo com nota divulgada.

O vice-presidente, Hamilton Mourão, durante cerimônia no Planalto. (Foto: Adriano Machado/Reuters)

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, 67 anos, testou positivo para Covid-19 neste domingo (27), segundo nota divulgada pela assessoria.

De acordo com a Vice-Presidência o resultado foi confirmado na tarde deste domingo. A nota foi divulgada pela assessoria à noite e não contém detalhes sobre o estado de saúde de Mourão. Ele ficará em isolamento no Palácio do Jaburu, residência oficial destinada ao vice-presidente.

Com o diagnóstico, Mourão passa a integrar uma extensa lista de políticos que contraíram o coronavírus.

Todos os chefes de Poderes já foram infectados e se recuperaram da doença. O presidente Jair Bolsonaro anunciou resultado positivo para a Covid-19 em julho.

Davi Alcolumbre (DEM-AP), presidente do Senado, contraiu a doença em março e, Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara, em setembro.

Também em setembro, Luiz Fux, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), foi diagnosticado com o coronavírus.

Nota

Veja nota divulgada pela assessoria do vice-presidente:

Na tarde de hoje, domingo, 27 de dezembro, foi confirmado o teste positivo para Covid-19 do vice-presidente da República, Hamilton Mourão, que permanecerá em isolamento na residência oficial do Jaburu.

 

 

Salgueiro perde nos pênaltis e dá adeus ao sonho de voltar a Série C

Foto: reprodução

Acabou o sonho do Salgueiro de continuar brigando para chegar à Série C do Campeonato brasileiro em 2021. Na disputa de pênaltis, o time sertanejo foi derrotado agora há pouco pelo Altos-PI no Estádio Felipão, em Ceará-Mirim, por 4×2. A partida valia uma vaga às quartas de final da Série D.

No tempo normal o jogo foi bastante disputado, e foi o Altos quem abriu o placar logo aos 7 minutos do primeiro tempo com o atacante Juninho Arcanjo. Mas o Carcará nem deixou os anfitriões comemorarem direito. Aos 9 Ciel cobra falta, o goleiro Marcelo faz um golpe de vista falho e fica tudo igual: 1×1.

As duas equipes se alternaram em boas chances perdidas no restante da partida, deixando o placar assim até o final. Nos pênaltis, Ciel – que havia empatado o jogo para o Carcará – desta vez parou no goleiro Marcelo. Já Hugo Freitas bateu a cobrança no travessão. Pelo Altos, apenas Juninho Arcanjo desperdiçou sua cobrança. A equipe piauiense fica aguardando agora seu adversário das quartas, enquanto o Salgueiro volta para casa e deve começar a se planejar para a próxima temporada.

 

 

https://img.r7.com/images/ae-inss-23082019103518641?dimensions=460x305

A virada do ano trará mudanças em regras de acesso a aposentadorias do INSS, obrigando trabalhadores que ainda não têm direito ao benefício a comprovarem mais tempo de contribuições previdenciárias ou a esperar mais tempo para pedir a renda.

As alterações ocorrem nas chamadas regras de transição, criadas pela reforma da Previdência de 2019 para evitar o aumento repentino das exigências de idade mínima e tempo de contribuição, principalmente para cidadãos que já estavam perto da aposentadoria quando a nova legislação passou a valer.

Para a maior parte dos trabalhadores da iniciativa privada, são duas as modificações mais importantes: a das regras progressivas de pontos e a das idades mínimas.

No sistema de pontos, os segurados do INSS podem se aposentar sem a necessidade de cumprir a idade mínima de 62 anos, para mulheres, e de 65 anos, para homens.

Para ter essa vantagem, porém, é necessário atingir o período de recolhimentos previdenciários exigidos na antiga aposentadoria por tempo de contribuição, de 30 anos, para mulheres, e de 35 anos, para homens. Além disso, é necessário que a soma da idade aos anos contribuídos resultem em uma pontuação obrigatória, que sobe a cada ano.

Em 2020, os pontos exigidos são 87, para mulheres, e 97, para homens. Em 2021, a pontuação subirá para 88 e 98 para, respectivamente, mulheres e homens. Essa progressão continuará a ser de um ponto por ano até chegar a 92 (mulher) e 100 (homem). Cada ponto equivale a um ano, seja de idade ou de contribuição.Continue lendo →

 

O MDB quer o domínio do Congresso de volta

.Foto: reprodução

O MDB velho de guerra quer voltar a dominar o Congresso Nacional. Desde a reabertura democrática que o partido descobriu que dominar Câmara e Senado é conter e dirigir o governo seja qual for o presidente da República. Foi assim que Ulysses Guimarães infernizou o governo Sarney e dirigiu atos importantes dentro e fora do Palácio do Planalto. Só Antônio Carlos Magalhães, então do PFL tirou o PMDB do comando do Senado e pronto, os Jucás, Barbalhos, Renans, Sarneys, Eunícios e Garibaldis deram as cartas nas relações políticas.

No Senado atual, foi um acidente. Renan Calheiros tentando pela quinta vez voltar à presidência, deixou escapar a eleição para o iniciante no grupo do cafezinho do Senado, o Davi Alcolumbre, uma espécie de vereador nacional, do Amapá, mas apoiado pelo então ministro influente, chefe da Casa Civil da Presidência, Onyx Lorenzoni. Apoiado pelo grupo contra Renan, Davi derrotou o gigante político, entrou para o comando e se instalou como camaleão. Agradou as raposas da política e só não foi reeleito porque o Supremo decidiu dizer não e ficar com a Constituição, mas esteve perto da reeleição inconstitucional. Foi assim que o DEM chegou de forma surpreendente ao comando do Senado.

Na Câmara, não foi tão difícil. Vindo de dois mandatos de presidente da Câmara, o deputado Rodrigo Maia construiu uma maioria com base em vários partidos, inclusive esquerda. O primeiro mandato foi tampão em substituição a Eduardo Cunha e os outros dois reeleições já permitidas. Foi uma organização por metas e inércia que é uma forte arma na política. O DEM saiu de partido pequeno, quase em extinção para ocupar cinco ministérios e as presidências da Câmara e Senado. A situação agora se inverte e o MDB, ex-PMDB, pode ocupar as presidências da Câmara e do Senado e voltar a ditar as normas políticas.

A estratégia do MDB é diferente do jeito político do DEM. Nada de gritarias, palavras de ordem e oposição dura, mas força política de bastidores. O Congresso é poder dominante na política e no momento está em baixa. A promessa de campanha do candidato Baleia Rossi é exatamente a retomada do poder. Não é o debate aberto e raso de oposição ou adesão ao governo, mas a discussão sobre dividir o poder. É doçura ou travessura, como se diz nas festas das bruxas. Pelo jeito do governo Bolsonaro, a opção pode ser travessuras. Neste caso o partido come pelas beiradas, sem os discursos estridentes nem críticas diretas ao presidente. Mas nunca se esqueça de que foi deste partido que partiram as articulações para impeachments de dois presidentes da República.

O deputado Arthur Lira é o candidato polarizado com o candidato Baleia Rossi, do grupo do presidente da Câmara. Líder da entidade chamada Centrão, Arthur Lira não é criança e nem calouro na política. A promessa é a mesma: uma nova terra onde jorra pão e mel, mas para o colegas parlamentares. Aí a linguagem é a mesma, troca, retorno do governo e a garantia de reeleição, a linguagem que vale ouro no Congresso. Seja Lira ou Baleia, na Câmara, ou MDB no Senado, o presidente Jair Bolsonaro vai enfrentar um novo ritmo de trabalho, menos estridente, mas profissional na política. É a volta dos métodos antigos. Os aposentados foram chamados para por ordem na casa. Sim, o DEM quer evitar a eleição de um representante do MDB no Senado, mas não será fácil.

Cartão de inscrição do Enem será entregue a partir de 5 de janeiro

 

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) afirma que vai disponibilizar, a partir de 5 de janeiro de 2021, o cartão de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020. O documento contém número de inscrição, data, hora e local do exame, entre outras informações. 

O cartão poderá ser acessado na página do participante no site do Inep. Por meio dele, também será informado se o inscrito contará com determinado atendimento especializado, assim como tratamento pelo nome social.

Mais de 5,7 milhões de pessoas se inscreveram para o Enem 2020, que foi adiado por conta da pandemia da Covid-19. Não é obrigatório levar o cartão de inscrição nos dias da prova, mas o Inep recomenda que os participantes estejam com o documento.

A versão impressa das provas do Enem 2020 ocorrerá nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021. A versão digital está prevista para 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2021.

Os números menores podem ser explicados por atrasos de notificação das secretarias estaduais relacionados ao Natal. Registros do tipo costumam acontecer em feriados, domingos e segundas.

De acordo com os dados coletados até as 20h, a média de mortes nos últimos sete dias é de 636, uma queda de 1% em relação a 14 dias atrás. (Foto: Pixabay/Imagem ilustrativa)

 O Brasil registrou 276 mortes pela Covid-19 e 16.995 casos da doença, neste sábado (26). Com isso, o país chegou 190.815 óbitos e 7.464.620 de pessoas infectadas pelo novo coronavírus.

Os números menores podem ser explicados por atrasos de notificação das secretarias estaduais relacionados ao Natal. Registros do tipo costumam acontecer em feriados, domingos e segundas.

Os dados do país são fruto de colaboração inédita entre Folha de S.Paulo, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são coletadas diretamente com as Secretarias de Saúde estaduais.

Além dos dados diários, a Folha de S.Paulo também mostra a chamada média móvel. O recurso estatístico busca dar uma visão melhor da evolução da doença, pois atenua números isolados que fujam do padrão. A média móvel é calculada somando o resultado dos últimos sete dias, dividindo por sete.

De acordo com os dados coletados até as 20h, a média de mortes nos últimos sete dias é de 636, uma queda de 1% em relação a 14 dias atrás. O cenário configura uma situação de estabilidade. Durnate a última semana, a situação era de crescimento.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorre em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.

Estadão Conteúdo

Cidades brasileiras que não estejam organizadas em blocos conseguirão acessar recursos da União ou de financiamentos de bancos federais para investir na exploração de serviços de abastecimento de água, coleta e tratamento de esgoto, limpeza urbana e reciclagem de lixo até 31 de março de 2022.

A regra de transição está no decreto publicado na última quinta-feira (24), pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) que regulamenta o apoio técnico e financeiro da União para os municípios se adaptarem ao novo marco legal do saneamento, em vigor desde julho.

Esses critérios devem destravar cerca de R$ 5 bilhões de recursos públicos que ficaram represados desde a sanção do marco. Isso porque o texto define que o governo ou bancos públicos federais só irão desembolsar dinheiro para as cidades que tenham aderido à prestação regionalizada – quando um grupo de municípios se organiza para contratar a mesma empresa que irá operar os serviços de água e esgoto, por exemplo.

A medida foi pensada para incentivar a formação dos blocos e unir o chamado “filé com osso”, o que possibilita que a iniciativa privada também preste serviços em cidades menos atrativas financeiramente.

No entanto, o governo entendeu que uma regra de transição era necessária porque a reunião dessas cidades não é feita do dia para a noite. O decreto precisaria prever, portanto, critérios tanto para o Executivo não deixar os municípios desassistidos enquanto os blocos são formados, como para destravar os recursos que ficaram suspensos em razão do novo marco legal.

O ministro Rogério Marinho, do Desenvolvimento Regional, comentou nesta semana que esse impasse envolveria recursos de R$ 4 bilhões a R$ 5 bilhões. Esses valores, no entanto, não são apenas do orçamento geral da União. Recursos financiados por bancos como Caixa Econômica e Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) também ficaram travados. Ou seja, o problema afetou não somente o repasse direto aos municípios, mas também o crédito de empresas privadas que já atuam em cidades brasileiras.

O decreto também prevê que a regionalização não será exigida para esse tipo de repasse ou financiamento quando o contrato de concessão ou parceria público-privada já estiver licitado ou submetido à consulta pública, ou ainda quando é objeto de estudos já contratados pelas instituições financeiras federais antes da publicação do decreto. Além disso, a regra da regionalização não valerá para os recursos alocados por emenda parlamentar na modalidade de transferência especial.

Consórcios públicos de municípios e gestões associadas
O ato regulamenta ainda o conceito de regionalização, para que consórcios públicos atuais de municípios e gestões associadas também possam ser enquadrados na lei, sob alguns critérios. Esses formatos só poderão ser reconhecidos como unidades regionais ou blocos de referência quando não abrangerem municípios integrantes de regiões metropolitanas e não prejudicarem a viabilidade econômico-financeira da universalização e da regionalização da parcela residual de cidades no Estado.

A ideia, como mostrou a reportagem, é vedar que apenas municípios de perfil economicamente viáveis (os “filés”) se unam e deixem de fora as cidades menos rentáveis financeiramente. De acordo com o decreto, a exigência de prestação regionalizada estará cumprida em caso de região metropolitana, aglomeração urbana ou microrregião; de unidade regional de saneamento básico; e de bloco de referência.

Entre as atividades que a União poderá dar assistência, condicionada à disponibilidade orçamentária, estão a definição das unidades regionais; elaboração ou atualização dos planos municipais ou regionais de saneamento; modelagem da prestação dos serviços; elaboração ou atualização das normas de regulação e fiscalização; elaboração de edital e leilão para concessão dos serviços ou para a venda do controle da estatal prestadora, entre outros.
Leia mais em: https://www.gazetadopovo.com.br/economia/decreto-novo-marco-legal-saneamento-5-bilhoes/
Copyright © 2020, Gazeta do Povo. Todos os direitos reservados.

Governo de Portugal avisa população por SMS que vacinação começa neste domingo

A primeira aplicação de vacina no país será feita no Porto, às 10h, no hospital São João. A imunização será dividida em três fases.

A previsão é que isto seja feito a partir de julho de 2021, com a possibilidade de durar até o primeiro trimestre de 2022. (Foto: Reprodução)

 O governo português enviou avisos para a população, por SMS, que a vacinação em geral começará a ser oferecida amanhã (28).
“COVID19: Vacinação começa amanhã. Vacina facultativa, mas recomendada e gratuita. Aguarde contacto do SNS”, diz a mensagem enviada neste sábado, citando o Serviço Nacional de Saúde.

A campanha será lançada oficialmente no domingo (27). A primeira aplicação de vacina no país será feita no Porto, às 10h de domingo (27), no hospital São João.

A imunização será dividida em três fases. Profissionais de saúde que atendem pacientes de Covid serão os primeiros, assim como idosos que vivem em asilos e maiores de 50 anos com doenças crônicas que são fatores de risco, como problemas pulmonares e cardíacos.

Na segunda fase, serão imunizadas pessoas com 65 anos ou mais, sem comorbidades. Em seguida, pessoas entre 50 e 64 anos, com doenças como câncer e diabetes.
Na terceira e última fase, a vacina será distribuída para a população em geral, incluindo imigrantes em situação irregular no país. 

A previsão é que isto seja feito a partir de julho de 2021, com a possibilidade de durar até o primeiro trimestre de 2022.

O país já assegurou o fornecimento de 22,8 milhões de doses, número suficiente para imunizar toda a população. Foram fechados acordos com seis farmacêuticas. O primeiro lote a ser aplicado será de doses feitas pela Pfizer/BioNTech.

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 48%.

A Paraíba registrou, neste sábado (26), 727 novos casos de Covid-19 e 12 óbitos confirmados desde a última atualização, todos deles ocorridos nas últimas 24h. Até o momento, 163.107 pessoas já contraíram a doença, 125.191 já se recuperaram e 3.604, infelizmente, faleceram. Até o momento, 525.803 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados. 

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 48%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 53%. Em Campina Grande estão ocupados 46% dos leitos de UTI adulto e no sertão 64% dos leitos de UTI para adultos.

Os casos confirmados estão distribuídos por todos os 223 municípios paraibanos. A diferença de casos de ontem para hoje é de 727, nos quais 10 municípios concentram 421 novos casos, o que corresponde a 57,9% dos casos registrados neste sábado. São eles: 

João Pessoa, com 111 novos casos, totalizando 40.718; Pombal, com 95 novos casos, totalizando 1.455; Campina Grande, com 62 novos casos, totalizando 15.246; Mamanguape, com 26 novos casos, totalizando 2.913; Sumé, com 26 novos casos, totalizando 1.051; Patos, com 25 novos casos, totalizando 6.872; Cabedelo, com 24 novos casos, totalizando 4.027; Catolé do Rocha, com 20 novos casos, totalizando 1.153; Água Branca, com 16 novos casos, totalizando 408 e Cajazeiras, com 16 novos casos, totalizando 3.410. 

* Dados oficiais preliminares (fonte: e-sus VE, Sivep Gripe e SIM) extraídos às 10h do dia 26/12, sujeitos a alteração por parte dos municípios.

Até hoje, 189 cidades registraram óbitos por Covid-19. Os 12 óbitos registrados neste sábado ocorreram em hospitais públicos nos dias 25 e 26 de dezembro. Os pacientes tinham idade entre 57 e 89 anos. Hipertensão foi a comorbidade mais frequente. 

Homem, 80 anos, residente em Bayeux. Cardiopata e portador de doença neurológica. Início dos sintomas em 15/12/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 26/12/2020. 

Homem, 89 anos, residente em Campina Grande. Obeso. Início dos sintomas em 30/11/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 26/12/2020. 

Homem, 64 anos, residente em Belém do Brejo do Cruz. Hipertenso e diabético. Início dos sintomas em 06/12/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 25/12/2020. 

Mulher, 57 anos, residente em Campina Grande. Obesa. Início dos sintomas 14/12/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 25/12/2020.

Mulher, 66 anos, residente em Campina Grande. Obesa e cardiopata. Início dos sintomas em 24/11/2020. Foi a óbito em Hospital público 25/12/2020. 

Homem, 80 anos, residente em Imaculada. Sem informação de comorbidade. Início dos sintomas 18/11/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 25/12/2020. 

Mulher, 58 anos, residente em João Pessoa. Portadora de Doença neurológica. Início dos sintomas 03/12/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 25/12/2020. 

Mulher, 64 anos, residente em Logradouro. Cardiopata. Início dos sintomas 07/12/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 25/12/2020. 

Homem, 69 anos, residente em Santa Teresinha. Hipertenso, diabético e portador de doença renal. Início dos sintomas 27/10/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 25/12/2020.

Homem, 80 anos, residente em São Bento. Hipertenso. Início dos sintomas 27/11/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 25/12/2020. 

Mulher, 72 anos, residente em Sapé. Hipertensa, diabética e obesa. Início dos sintomas 03/12/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 25/12/2020. 

Mulher, 85 anos, residente em Serra Redonda. Hipertensa e diabética. Início dos sintomas 11/11/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 25/12/2020. 

Os dados epidemiológicos com informações sobre todos os municípios e ocupação de leitos estão disponíveis em: www.paraiba.pb.gov.br/coronavi…

Juazeiro do Norte se despede do radialista e empresário Normando Sóracles

Foto: reprodução

Por Flávio Pinto

Familiares, amigos e admiradores do comunicador Normando Sóracles, 60 anos, se despediram do radialista que também era empresário do ramo de confecções e suplente de deputado federal. A despedida aconteceu em forma de cortejo fúnebre após o corpo de Normando chegar em Juazeiro do Norte por volta das 7h10min deste sábado (26).

Normando lutava há quase 30 dias contra a Convid-19, após sofrer uma queda e ser diagnosticado com coronavírus. Depois de uma semana internado em clínica particular em Juazeiro, teve o quadro clínico agravado, sendo transferido para Fortaleza, onde faleceu ontem (25), por voltada das 14h.

CORTEJO

Na manhã deste sábado, o caixão com corpo do comunicador foi colocado no carro fúnebre do Grupo Anjo da Guarda e percorreu ruas e avenidas de Juazeiro do Norte, saindo da Praça La Favorita até a Central de Velório Anjo da Guarda, onde após ato religioso, foi sepultado.

Normando deixa a esposa Adriana e os filhos Lívia e Daniel, além do legado de ter sido criador do primeiro site de notícias da região, no caso o Miseria.

“Sensação horrível”, afirmou Normando Sóracles em vídeo gravado antes de morrer de Covid-19; assista

Comunicador e ex-vereador de Juazeiro do Norte (CE) quis alertar para a gravidade da doença

Morreu na tarde desta sexta-feira (25) o radialista e ex-vereador de Juazeiro do Norte Normando Sóracles, aos 60 anos. Ele estava internado no Hospital São Camilo, em Fortaleza, após testar positivo para Covid-19, no início de dezembro. O quadro da doença se agravou na quinta-feira (24).

Ele deixa a mulher, Adriana Russo, e dois filhos, Daniel Damasceno e Lívia Romana. Familiares divulgaram uma nota lamentando a perda.

“É com imenso pesar que a família do radialista e empresário Normando Sóracles comunica aos amigos e a toda a população o seu falecimento. O óbito ocorreu na tarde desta sexta-feira, 25, na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital São Camilo, em Fortaleza, em consequência de complicações decorrentes de infecção por Covid-19. A família agradece a todos pelas mensagens, demonstração de carinho e orações, recebidas durante o período em que Normando lutou pela vida.”

Enquanto recebia cuidados no hospital, Normando gravou um vídeo pedindo que as pessoas se cuidem e evitem contrair a Covid-19.

“Quero fazer um apelo a todos que se cuidem. Covid não é brincadeira. Estou internado em uma das alas de isolamento em hospital da região. A sensação é muito ruim. Se cuidem por favor porque a sensação é horrível.” 

Normando Sóracles nasceu em Cajazeiras, na Paraíba, e era radicado em Juazeiro do Norte, no interior do Ceará. Ele trabalhou como radialista e fundou veículos de comunicação com notícias da região Cariri e do Ceará.

Ele exerceu também o cargo de vereador em Juazeiro do Norte, suplente de deputado federal e foi candidato a prefeito de Juazeiro do Norte.

Luto oficial na cidade

A Prefeitura Municipal de Juazeiro do Norte decreto luto oficial de três dias pela morte do radialista. Em nota oficial, o prefeito da cidade, Arnon Bezerra, lamentou o falecimento do “ativo comunicador”.

“Ao mesmo destaca a relevância do trabalho prestado a Juazeiro do Norte e toda a região do Cariri, na área empresarial, política e da comunicação”, destaca o prefeito.

Por Roberto Gonçalves.

De acordo com o estafe do músico, ele está bem e só teve febre no primeiro dia. Também informa que ele encontra-se isolado e recluso em sua casa na região de Goiânia.

 O cantor Amado Batista, 69, está com coronavírus. Ele recebeu diagnóstico positivo no último dia 21 de dezembro, dias depois de fazer um show para uma multidão em Baraúna (RN), com muita gente sem máscara na plateia.

De acordo com o estafe do músico, ele está bem e só teve febre no primeiro dia. Também informa que ele encontra-se isolado e recluso em sua casa na região de Goiânia.

Na última quinta-feira (24), ele procurou um hospital particular na mesma cidade para fazer exames de sangue e raio-x do tórax para acompanhamento médico.

O show que ele realizou aconteceu no dia 13 de dezembro e foi publicado pelo próprio artista em suas redes sociais. Na própria conta ele dizia que o show seria realizado com todos os protocolos de segurança, porém nas imagens é difícil ver distanciamento social e uso de máscaras.

Laudo da polícia do Rio de Janeiro aponta que ex-marido deu 16 facadas para matar juíza na véspera de Natal

O crime ocorreu na frente das três filhas do casal, com idades de 7 a 9 anos, à luz do dia, em uma das avenidas mais movimentadas da Barra da Tijuca, na zona oeste carioca.

Segundo a associação de magistrados do estado (Amaerj), Viviane era juíza havia 15 anos. Atualmente trabalhava na 24ª Vara Cível da Capital, mas já tinha atuado na 16ª Vara de Fazenda Pública. (Foto: Reprodução)

 A juíza Viviane Arronenzi, 45, sofreu 16 cortes e perfurações a faca ao ser morta pelo ex-marido, o engenheiro Paulo José Arronenzi, 52, na última quinta (24), véspera de Natal. Parte dos golpes foi desferida na cabeça, aponta o laudo de exame cadavérico do IML (Instituto Médico Legal) do Rio de Janeiro.

As informações foram divulgadas pelo jornal “O Globo” e confirmadas pela Folha com pessoas ligadas à investigação. O crime ocorreu na frente das três filhas do casal, com idades de 7 a 9 anos, à luz do dia, em uma das avenidas mais movimentadas da Barra da Tijuca, na zona oeste carioca.

Segundo os peritos, Viviane morreu imediatamente após um corte na jugular, impossibilitando o socorro. Também há ferimentos na sua mão esquerda, o que indica que ela pode ter tentado se defender, e nas suas costas, mas pelo exame não é possível afirmar se ocorreram antes ou depois de ela cair.

O laudo ainda mostra que o corpo trazia equimoses (manchas rochas na pele) e escoriações nas costas e no ombro esquerdo, sugerindo que talvez ela tenha sido arrastada pela calçada. Viviane foi cremada na manhã deste sábado (26) após um breve velório no Cemitério da Penitência, no Caju, zona portuária do Rio.

A grande quantidade de golpes e as três facas encontradas no carro de Paulo José reforçam a hipótese dos investigadores de que o crime foi premeditado, apesar de a arma usada no crime ainda não ter sido achada. Ele ficou parado no local até a chegada de guardas municipais, quando foi preso em flagrante por feminicídio.

O engenheiro não ofereceu resistência ao ser preso. Ele foi encaminhado à Delegacia de Homicídios da Capital, no mesmo bairro, onde decidiu ficar em silêncio. Nesta sexta-feira (25), sua prisão foi convertida em preventiva e ele foi transferido para um presídio.

Um vídeo gravado por uma testemunha está sendo analisado pela polícia e mostra as filhas do casal gritando, em desespero, “por favor, para”. Viviane levava as crianças para passarem o Natal com o pai, que já havia sido enquadrado na Lei Maria da Penha após a juíza fazer um registro de lesão corporal e ameaça em setembro.

Ela chegou a ter escolta policial concedida pelo Tribunal de Justiça do RJ, mas posteriormente assinou um termo dispensando a proteção. Uma ex-namorada de Paulo José Arronenzi também já havia feito registro contra ele em 2007, porque estaria sendo importunada após o fim do relacionamento.

Segundo a associação de magistrados do estado (Amaerj), Viviane era juíza havia 15 anos. Atualmente trabalhava na 24ª Vara Cível da Capital, mas já tinha atuado na 16ª Vara de Fazenda Pública.

Diversos órgãos e personalidades emitiram nota lamentando o episódio, como o ministro Luiz Fux, presidente do STF (Supremo Tribunal Federal) e do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), a Amaerj, a AMB (Associação dos Magistrados do Brasil), o TJ-RJ, o Ministério Público estadual e a Defensoria Pública.

Prefeito eleito de Arcoverde anuncia secretários

Wellington José Pereira de Araújo

SEC. DE GOVERNO, PLANEJAMENTO E COMUNICAÇÃO
Celina Vidal Cavalcanti de Lima
SEC. FINANÇAS E ADMINISTRAÇÃO
Antônio Gibson Siqueira (Bibo Baiaca)
SEC. DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, TURISMO E EVENTOS
Kelsen Ferreira de Araújo
SEC. DE AGRICULTURA
Aildo Biserra da Silva
SEC. DE OBRAS E PROJETOS ESPECIAIS
Israel Rubis
SEC. DE SERVIÇOS PÚBLICOS
Patricia Cursino Padilha
SEC. ASSISTÊNCIA SOCIAL 
Antonio Rodrigues Mendes Souza
SEC. EDUCAÇÃO
Dr. Álvaro Neves
SEC.SAÚDE
Maria Juliana de Aguiar
SEC. CULTURA
Alexandre Lira
Presidente da AESA
Coronel Ferreira Junior
Presidente da ARCO TRANS
Jose Aldenio Costa Ferro
Controladoria do município

Afogados  neste último sábado apenas 1 casos de covid-19

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que neste sábado (26), foi registrado 01 caso para covid – 19 em nosso município. O mesmo já estava em investigação.

Trata-se de um paciente do sexo masculino, 25 anos, auxiliar de serviços gerais. 
Hoje não temos novos casos em investigação. 
O município atingiu a marca de 1.812 pessoas (89,74 %) recuperadas para covid-19. Atualmente, 184 casos estão ativos. 
Afogados atingiu a marca de 9.279 pessoas testadas para covid-19, o que representa 24,90 % da nossa população.
Casos leves x SRAG/covid- 19: 
Leves (1949 casos), 96,53% Graves (70 casos), 3,47%.

No Sertão do Pajeú tem 14.517 casos positivos, 13.421 recuperados e 242 óbitos

Por André Luis/Nill

Nesta sexta-feira (25), apenas sete, das dezessete cidades do Sertão do Pajeú, atualizaram o boletim epidemiológico com os casos de Covid-19 de cada município.

Afogados da Ingazeira (4), Tabira (2), São José do Egito (0), Carnaíba (0), Brejinho (0), Iguaracy (1) e Quixaba (0). Foram mais 7 casos nas últimas 24h, totalizando 14.517 casos da doença na região.  

Portanto, os números de casos confirmados no Pajeú ficam assim: Serra Talhada, 5.563; Afogados da Ingazeira, 2.018; Tabira 1.595, São José do Egito, 1.118; Carnaíba,  597; Santa Terezinha, 584 e Flores, 463 casos.

Triunfo, 459, Itapetim, 444; Brejinho, 295; Iguaracy, 263; Calumbi, 260; Tuparetama, 253; Solidão, 192; Quixaba, 170; Santa Cruz da Baixa Verde, 137 e Ingazeira, 106 casos confirmados.

Óbitos – A região não registrou novos óbitos nas últimas 24h e permanece com 242 óbitos por Covid-19. Todas as dezessete cidades da região registraram mortes. São elas: Serra Talhada (73); Afogados da Ingazeira (23); Flores (20); Tabira (17); São José do Egito (17); Carnaíba (17); Santa Terezinha (14); Triunfo (14); Tuparetama (12); Iguaracy (10); Itapetim (10); Quixaba (4); Brejinho (4); Calumbi (2); Santa Cruz da Baixa Verde (2); Solidão (2) e Ingazeira (1).

Recuperados – Nas últimas 24h, foram mais 31 pacientes recuperados da Covid-19 na região, que conta agora com 13.421. O que corresponde a 92,45% dos casos confirmados

São José do Egito completa 3 dias sem novos casos de covid-19

Nos últimos sete dias, 37 pacientes concluíram o tratamento e ficaram livres da doença, temos 1.063 curados em nosso município. Nessa semana, Nossas unidades de saúde realizaram 64 testes para detecção do vírus, 4.084 exames realizados desde o início da pandemia. Tivemos o surgimento de 42 novos casos da doença nessa semana.

Nas últimas 24hs, não tivemos a confirmação de nenhum caso de covid-19. Atualmente, 37 pessoas que testaram positivo pra covid-19 estão em isolamento domiciliar e 1 paciente está internado na UTI da UPA/COVID, todos sendo acompanhadas por nossa equipe multidisciplinar.

O evento ganhará transmissão ao vivo pelo canal Univision. O show será exibido diretamente da Times Square.

A cantora Anitta, 27, será uma das principais artistas que vão cantar no Réveillon de Nova York, nos Estados Unidos. O evento ganhará transmissão ao vivo pelo canal Univision.

O show será exibido diretamente da Times Square. Apresentado por Raúl de Molina e Alejandra Espinoza, em Nova York, e por Rafael Araneda e Angélica Vale, em Miami, o especial de três horas contará ainda com performances musicais de nomes como Pitbull, Gloria Gaynor e Andra Ray.

Pelas redes sociais, a artista celebrou. “Meu Réveillon será na Times Square, em Nova York. A gente não confirmou antes porque tinha muita burocracia para resolver, mas agora está tudo certo. Exames feitos, tudo maravilhoso. Vai ser diferente, óbvio, por conta da Covid. Só felicidade”, disse.

Os shows serão fechados ao público e contarão com todos os protocolos de segurança por causa da pandemia do novo coronavírus.

Dentre os demais nomes que vão se apresentar estão Greeicy, Mike Bahía, Cali y El Dandee, Camilo, Carmen DeLeon, Chesca, Joss Favela, Kany García, Matisse, Joey Montana e Natalia Jiménez.

O público poderá interagir e participar da festa utilizando as hashtags #AmorEnNavidad, #NuestraNavidad e #Feliz2021 no Facebook e no Instagram. O especial também estará disponível no app da Univision e no Univision NOW.

Atualmente, trabalhava na 24ª Vara Cível da Capital. Antes, na 16ª Vara de Fazenda Pública.

Segundo as entidades, Viviane Vieira do Amaral Arronenzi integrava a magistratura do Rio havia 15 anos. (Foto: Reprodução)

A juíza Viviane Vieira do Amaral Arronenzi, 45, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, foi assassinada na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio, na tarde desta quinta-feira (24), véspera de Natal.

Em nota, a Amaerj (Associação dos Magistrados do Estado do Rio de Janeiro) e a AMB (Associação dos Magistrados Brasileiros) disseram que, de acordo com a Polícia Civil, o autor do crime é o ex-marido da juíza, Paulo José Arronenzi, 52. Ele foi preso em flagrante.

Segundo as entidades, Viviane Vieira do Amaral Arronenzi integrava a magistratura do Rio havia 15 anos. Atualmente, trabalhava na 24ª Vara Cível da Capital. Antes, na 16ª Vara de Fazenda Pública.

Felipe Gonçalves, presidente da Amaerj, se colocou à disposição da família e repudiou o ocorrido.

“A doutora Viviane Amaral não será esquecida. Conversei esta noite com o secretário de Polícia Civil do Estado do Rio, delegado Alan Turnowski. Também falei com o delegado Pedro Casaes, que esteve no local do crime. Posso afiançar: esse crime não ficará impune. O que ocorreu nesta quinta-feira na Barra da Tijuca é absolutamente inaceitável”, afirmou.

A presidente da AMB, Renata Gil, transmitiu solidariedade aos familiares e amigos da juíza.

“O feminicídio é o retrato de uma sociedade marcada ainda pela violência de gênero. Precisamos combater este mal”, disse.

Em nota, o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro também lamentou profundamente a morte da juíza Viviane Vieira do Amaral Arronenzi.

Liderados pela ascensão meteórica de Elon Musk, mais de 60% dos bilionários do mundo ficaram mais ricos em 2020, em meio à pandemia.

Mais de 60% dos bilionários do mundo ficaram ainda mais ricos em 2020. (Foto: Getty Images)

Eles já eram bilionários e viram sua riqueza crescer ainda mais neste ano tão difícil para tanta gente.

O ano de 2020 chega ao fim com mais de 1,6 milhão de mortes devido à pandemia do novo coronavírus e uma crise econômica que levou ao fechamento de muitas empresas e à perda de milhões de empregos em todo o mundo.

Mas as pessoas mais ricas do planeta não se saíram tão mal.

Mais de 60% dos bilionários do mundo ficaram ainda mais ricos em 2020, e os cinco primeiros entre os que mais enriqueceram viram suas fortunas combinadas crescerem a US$ 310,5 bilhões (ou mais de R$ 1,6 trilhão).

Veja a seguir quem são eles.

1. Elon Musk, co-fundador e diretor-executivo da Tesla

Elon Musk — Foto: Joe Skipper/Reuters/Arquivo

Elon Musk, fundador da SpaceX e CEO da Tesla, acrescentou colossais US$140 bilhões (R$ 730 bilhões) ao seu patrimônio em 2020.

Com isso, ele atingiu um patrimônio líquido de US$ 167 bilhões (R$ 871 bilhões) na última segunda-feira, segundo dados da Bloomberg.

Isso foi o suficiente para Musk subir várias posições na lista de bilionários e ultrapassar Bill Gates para o segundo lugar (depois de Jeff Bezos) em novembro.

Além disso, de acordo com a revista Forbes, este é o maior lucro registrado em um único ano para um bilionário desde que a revista começou a rastrear as maiores fortunas do mundo.

Junto ao excepcional desempenho da Tesla no mercado com recordes de vendas de carros, a outra empresa de Musk, SpaceX, também prosperou ao se tornar a primeira empresa privada a lançar astronautas ao espaço.

2. Jeff Bezos, fundador e diretor-executivo da Amazon

Jeff Bezos — Foto: AFP

Jeff Bezos, que também é dono do jornal americano The Washington Post, começou 2020 como a pessoa mais rica do mundo e termina da mesma forma.

Ele somou mais de US$ 72 bilhões (R$ 375 bi) ao seu patrimônio líquido com o aumento extraordinário na receita da Amazon, fruto do aumento nas vendas online na pandemia.

O patrimônio líquido de Bezos ultrapassou a marca de US$ 200 bilhões há alguns meses (mais de R$ 1 trilhão), e hoje é avaliado em torno de US$ 187 bilhões (R$ 975 bi).

Em fevereiro, Bezos ofereceu US$ 10 bilhões (R$ 52 bi) para o combate às mudanças climáticas e em novembro doou cerca de US$ 800 milhões (R$ 4,17 bi) para organizações ambientais.

Sua ex-esposa Mackenzie Scott doou pelo menos US$ 5,8 bilhões (R$ 30 bilhões) para organizações sem fins lucrativos neste ano.

3. Zhong Shanshan, fundador da Nongfu Spring

Zhong Shanshan, criador e proprietário de uma empresa de água engarrafada chamada Nongfu Spring — Foto: Getty Images via BBC

O patrimônio líquido de Zhong Shanshan aumentou em US$ 62,6 bilhões (R$ 326 bi) e atualmente supera US$ 69 bilhões (R$ 360 bi), de acordo com a Bloomberg.

Zhong se tornou o homem mais rico da China em setembro, depois que sua empresa de água mineral, a Nongfu Spring, lançou uma oferta pública de venda (IPO) bem-sucedida que levantou mais de US$ 1,1 bilhão (R$ 5.2 bi).

A empresa que ele fundou em 1996 controla um quinto do mercado de água engarrafada no gigante asiático e vale cerca de US$ 70 bilhões (R$ 365 bi).

Zhong, de 66 anos, é dono de mais de 84% da empresa, com uma participação avaliada em cerca de US$ 60 bilhões (R$ 313 bi).

Isso o ajudou a superar outros bilionários como Pony Ma, da Tencent, e Jack Ma, o fundador do Alibaba, até se tornar nos últimos meses a pessoa mais rica da China.

Zhong também controla a fabricante de vacinas Beijing Wantai Biological Pharmacy, que abriu capital em abril.

A empresa está desenvolvendo uma vacina em spray nasal para covid-19 que estava em testes de fase 2 em novembro.

4. Bernard Arnault, propietário do grupo LVMH

Bernard Arnault, CEO do grupo LVMH — Foto: Reuters/Benoit Tessier

O francês Bernard Arnault é o homem mais rico de seu país e a revista Forbes o colocou em segundo lugar em sua lista de bilionários, embora o ranking da Bloomberg o coloque em quarto lugar.

Dono do grupo de artigos de luxo LVMH, Arnault fecha o ano com um patrimônio líquido de cerca de US$ 146,3 bilhões (R$ 763,25 bi).

Mesmo durante um ano difícil para seu conglomerado, a fortuna de Arnault cresceu mais de 30% em 2020.

Com a eclosão da pandemia, a LVMH abandonou temporariamente seu plano de comprar a Tiffany & Co.. Mas em outubro passado, o grupo chegou a um acordo para adquiri-la por cerca de US$ 15,8 bilhões (R$ 82,4 bi), cerca de US$ 400 milhões (R$ 2,1 bi) a menos que a oferta original.

As vendas de produtos de luxo continuam diminuindo, mas a LVMH surpreendeu investidores recentemente ao informar que as vendas de bolsas Louis Vuitton e Dior continuam fortes, especialmente em países como Coreia do Sul e China.

5. Dan Gilbert, presidente da Rocket Companies

Dan Gilbert é um dos dois proprietários de times mais ricos dos EUA, graças à sua importante participação no Cleveland Cavaliers, da NBA — Foto: Getty Images via BBC

Aos 58 anos, Gilbert é o proprietário do time da NBA Cleveland Cavaliers e co-fundador da empresa de hipotecas online Quicken Loans.

De acordo com dados da Bloomberg, seu patrimônio líquido aumentou US$ 28,1 bilhões em 2020 (R$ 146 bi) para um total de US$ 35,3 bilhões (R$ 184 bi), graças a um impulso da controladora da Quicken Loans, a Rocket Companies, que lançou uma oferta pública em agosto.

Gilbert tem cerca de 80% das Rocket Companies, uma participação avaliada em mais de US$ 31 bilhões (R$ 161 bi).

O notável aumento do patrimônio líquido de Gilbert em 2020, que aumentou seis vezes em um ano, é atribuído ao IPO da Quicken Loans.

Na tarde desta quinta-feira (24), véspera de Natal, ocorreu mais um homicídio em Serra Talhada. O fato ocorreu na Rua Sebastião Ferreira da Silva, próximo à Creche do IPSEP, por volta das 17h20.

Segundo as informações de testemunhas, a vítima estava ao volante de um veículo Polo, quando uma Caminhonete modelo S-10 chegou perto e um dos ocupantes disparou vários tiros contra a vítima.
A vítima, foi identificada como Sevas Nogueira, Policial Militar. Ele foi atingido na região do Peito e cabeça, com cerca de cinco (5) tiros de arma de fogo.
Os algozes tomaram destino ignorado. A polícia já está no local e realizou o isolamento. Ninguém foi preso até o momento.  (Nayn Neto)

Covid-19: Sertão do Pajeú confirma duas mortes na véspera de Natal

Afogados da Ingazeira e Carnaíba registraram novos óbitos nas últimas 24 horas.

Por André Luis/Nill

De acordo com os boletins epidemiológicos divulgados pelas secretarias de saúde dos municípios da região nesta quinta-feira (24), o Sertão do Pajeú totaliza 14.510 casos confirmados de Covid-19.

Portanto, os números de casos confirmados no Pajeú ficam assim: Serra Talhada continua liderando o número de casos na região e conta com 5.563, o município não divulgou boletim. Logo em seguida, com 2.014 casos confirmados está Afogados da Ingazeira, foram mais 47 nas últimas 24h, Tabira confirmou mais 6 e conta com 1.593, São José do Egito não registrou novos casos e conta com 1.118,  Carnaíba está com 597, o município registrou 11 casos, Santa Terezinha não divulgou boletim está com 584 e Flores não divulgou boletim e conta com 463 casos.

Triunfo confirmou 5 casos e está com 459, Itapetim não divulgou boletim e conta com 444, Brejinho registrou 1 caso está com 295, Iguaracy não registrou novos casos e está com 262, Calumbi não divulgou boletim e está com 260, Tuparetama não divulgou boletim e conta com 253, Solidão não divulgou boletim e conta com 192, Quixaba não registrou novos casos e conta com 170, Santa Cruz da Baixa Verde confirmou 5 novos casos e conta com 137 e Ingazeira não divulgou boletim e conta com 106 casos confirmados.

Mortes – Com mais um óbito em Afogados da Ingazeira e um em Carnaíba, a região tem no total, 242 óbitos por Covid-19. Todas as dezessete cidades da região registraram mortes. São elas: Serra Talhada tem 73, Afogados da Ingazeira tem 23, Flores tem 20, Tabira e São José do Egito e Carnaíba tem 17 óbitos cada, Santa Terezinha e Triunfo tem 14 óbitos cada, Tuparetama tem 12, Iguaracy e Itapetim tem 10 óbitos cada, Quixaba e Brejinho tem 4 óbitos cada, Calumbi, Santa Cruz da Baixa Verde e Solidão tem 2 cada e Ingazeira tem 1 óbito.

Detalhes dos óbitos

Afogados – Paciente do sexo feminino, 95 anos, aposentada, hipertensa e portadora de problemas pulmonares, faleceu no último dia 21/12, no Hospital Regional Emília Câmara. A Secretaria Municipal de Saúde recebeu a confirmação da SES, na quarta (23), após a liberação do boletim diário.

Recuperados – A região conta agora com 13.390 recuperados. O que corresponde a 92,28% dos casos confirmados.

Fim do Auxílio Emergencial acende alerta de gestores para crise financeira

  JC Oline.

Segundo o Datafolha, 36% das famílias que recebem o auxílio emergencial no Brasil não possuem outras fontes de renda. Em Pernambuco, conforme dados da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ), 3,5 milhões de pessoas recebem, hoje, o abono assistencial. 

Destas, 1,5 milhões também são beneficiárias do programa Bolsa Família, ou seja, seus núcleos familiares encontram-se em situação de pobreza (renda por pessoa entre R$ 89,01 a R$ 178,00) ou extrema pobreza (renda por pessoa de até R$ 89,00 por mês).

Com a descontinuação do Auxílio Emergencial, prevista para ocorrer já no início de 2021, R$ 2,5 bilhões deixarão de circular mensalmente no Estado, causando prejuízos à economia local e, principalmente, à vida de quem recebia o benefício. Governador e prefeitos, no entanto, não devem concordar em pagar essa fatura.

José Patriota (PSB), prefeito de Afogados da Ingazeira e presidente da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), diz que os gestores municipais aguardam tempos difíceis com o fim do benefício, sobretudo para cidades de menor porte, que não possuem grande arrecadação e dependem do comércio local. 

“O auxílio ajudou demais as prefeituras, principalmente as menores, durante esse ano. As pessoas tinham dinheiro para consumir e foi só por isso que muitas cidades não quebraram. Sem o benefício isso acaba, e a pressão em cima de quem está na ponta, os prefeitos, aumenta demais, porque as pessoas passam a demandar muito mais da administração municipal”, explicou Patriota.

O país vem em uma tendência de alta de mortes desde meados de novembro, com um breve intervalo de estabilidade.

As informações são coletadas diretamente com as Secretarias de Saúde estaduais. (Foto: Reprodução)

 O Brasil chegou a 190.032 pessoas mortas pela Covid-19, nesta quinta-feira (24), véspera de Natal. O país registrou 768 mortes pelo novo coronavírus e 57.753 casos da doença. Com isso, o total de pessoas infectadas pelo Sars-CoV-2 chegou a 7.424.430 desde o início da pandemia.

Os dados do país são fruto de colaboração inédita entre Folha de S.Paulo, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são coletadas diretamente com as Secretarias de Saúde estaduais.

Além dos dados diários, a Folha de S.Paulo também mostra a chamada média móvel. O recurso estatístico busca dar uma visão melhor da evolução da doença, pois atenua números isolados que fujam do padrão. A média móvel é calculada somando o resultado dos últimos sete dias, dividindo por sete.

De acordo com os dados coletados até as 20h, a média de mortes nos últimos sete dias é de 737, aumento de 15% em relação a 14 dias atrás. O cenário configura uma situação de equilíbrio. Até quarta-feira, a situação era de crescimento. É a maior média desde as primeiras semanas de setembro.

O país vem em uma tendência de alta de mortes desde meados de novembro, com um breve intervalo de estabilidade.

Quase todas as regiões continuam com aumento da média móvel de mortes em relação a 14 dias atrás. Somente o Nordeste tem situação estável (com 15% de aumento) e o Sul (com aumento de 14%). Na última semana, o Norte se apresentava estável, mas agora evoluiu para um estágio de crescimento da média móvel de mortes.

O Brasil tem uma taxa de 90,7 mortos por 100 mil habitantes. Os Estados Unidos, que têm o maior número absoluto de mortos (328.481), e o Reino Unido (69.731), ambos à frente do Brasil na pandemia (ou seja, começaram a sofrer com o problema antes), têm 100,5 e 104,9 mortos para cada 100 mil habitantes, respectivamente.

O Brasil havia ultrapassado a taxa da Itália de mortes por 100 mil habitantes (117,3), país com 70.900 óbitos pela doença. Contudo, com a segunda onda que assola a Europa, a Itália voltou a passar o Brasil.

O México, que ultrapassou o Reino Unido em número de mortos e já contabiliza 120.311 óbitos, tem 95,3 mortes para cada 100 mil habitantes.

Na América do Sul, chama a atenção também o número de mortos por 100 mil habitantes do Peru: 116,3. O país tem 37.218 óbitos pela Covid-19.

A Índia é o terceiro país, atrás apenas de EUA e Brasil, com maior número de mortes pela Covid-19, com 146.756 óbitos. Lá, devido ao tamanho da população, a taxa proporcional é de 10,8 óbitos por 100 mil habitantes.

Na Argentina, onde a pandemia desembarcou nove dias mais tarde que no Brasil e que seguiu uma quarentena rígida de início, o índice é de 95,1 mortes por 100 mil habitantes (42.314 óbitos).

Balanço divulgado pelo Ministério da Saúde nesta quinta-feira (24) registrou 58.428 novos casos de contaminação pelo novo coronavírus no Brasil e 762 mortes em decorrência da doença nas últimas 24 horas. Desde o início da pandemia, foram 189.982 óbitos acumulados e 7.423.945 casos confirmados no país.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorre em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.

As informações são coletadas diretamente com as Secretarias de Saúde estaduais.

De acordo com os dados coletados até as 20h, a média de mortes nos últimos sete dias é de 777, aumento de 21% em relação a 14 dias atrás. (Foto: Reprodução)

 O Brasil registrou 979 mortes pela Covid-19 e 46.657 casos da doença, nesta quarta-feira (23). Com isso, o país chegou a 189.264 óbitos e a 7.366.677 de pessoas infectadas pelo novo coronavírus desde o começo da pandemia no Brasil.

Os dados do país são fruto de colaboração inédita entre Folha de S.Paulo, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são coletadas diretamente com as Secretarias de Saúde estaduais.

Além dos dados diários, o jornal Folha de S.Paulo também mostra a chamada média móvel. O recurso estatístico busca dar uma visão melhor da evolução da doença, pois atenua números isolados que fujam do padrão. A média móvel é calculada somando o resultado dos últimos sete dias, dividindo por sete.

De acordo com os dados coletados até as 20h, a média de mortes nos últimos sete dias é de 777, aumento de 21% em relação a 14 dias atrás. É a maior média desde as primeiras semanas de setembro.

O país vem em uma tendência de alta de mortes desde meados de novembro, com um breve intervalo de estabilidade.

Quase todas as regiões continuam com aumento da média móvel de mortes em relação a 14 dias atrás. Somente o Nordeste tem situação estável (com 15% de aumento) e o Sul (com aumento de 14%). Na última semana, o Norte se apresentava estável, mas agora evoluiu para um estágio de crescimento da média móvel de mortes.

Já o balanço divulgado pelo Ministério da Saúde nesta quarta-feira (23) registrou 46.696 novos casos de contaminação pelo novo coronavírus no Brasil e 961 mortes em decorrência da doença nas últimas 24 horas. Desde o início da pandemia, foram 189.220 óbitos acumulados e 7.365.517 casos confirmados no país.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorre em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.

Total de desocupados cresce 70% em sete meses na Paraíba, revela levantamento do IBGE

Os dados apontam para um crescimento de 70% no total de desocupados, com uma elevação na taxa de desocupação no estado, que saltou de 9,8% para 15,9%, no período.

A quantidade de pessoas desocupadas na Paraíba passou de 141 mil, em maio, para 241 mil, em novembro (Foto: Reprodução)

A quantidade de pessoas desocupadas na Paraíba passou de 141 mil, em maio, para 241 mil, em novembro, de acordo com a PNAD COVID19, divulgada nesta quarta-feira (23). Os dados apontam para um crescimento de 70% no total de desocupados, com uma elevação na taxa de desocupação no estado, que saltou de 9,8% para 15,9%, no período.

Ao longo dos meses, de modo geral, o nível de ocupação registrou queda, passando de 40,2% para 39,3%. O índice é calculado com base no número de pessoas ocupadas em relação ao total das que estão em idade de trabalhar, ou seja, têm 15 anos ou mais de idade.

Em novembro, cerca de 377 mil pessoas, que não estavam trabalhando, não procuraram emprego por conta da pandemia ou por falta de oportunidade na localidade. No início do levantamento, em maio, esse número era de 485 mil e, no mês de outubro, havia sido de 437 mil. 

Já entre os ocupados, 28 mil estavam afastados do trabalho devido ao distanciamento social e outros 119 mil estavam atuando de forma remota, no mês pesquisado. Ambos os indicadores registraram queda frente ao início da pesquisa, quando eram de 329 mil e 150 mil, respectivamente.

Dos aproximadamente 1,2 milhão de domicílios paraibanos, em 671 mil alguém recebeu algum auxílio relacionado à pandemia em novembro. Esse número corresponde a 53,7% do total, percentual considerado estável em comparação ao identificado em maio (53,1%), mas que representa queda diante do mais alto observado até então, de 57,1%, em julho.

Dólar é cotado a R$ 5,2003 nesta manhã de quinta-feira

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 6,33 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 6,6507.

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. (Foto: Reprodução)

O valor do dólar na manhã desta quinta-feira (24), está cotado no valor de R$ 5,2003. Já o valor do dólar para o turismo está sendo cotado a R$ 5,4208.

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 6,33 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 6,6507. 

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. O dólar é usado tanto em reservas internacionais como em livre circulação.

O Portal ClickPB apura de segunda à sexta-feira a cotação do dólar e euro. 

Modelo de gestão: Petrolina é apontada pela Sudene como melhor administração das grandes cidades de PE

Foto: Jonas Santos

Em levantamento promovido pela Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), Petrolina é avaliada como a melhor gestão pública entre as cidades com mais de 100 mil habitantes em Pernambuco. A instituição divulgou, nesta terça (22), ranking com um índice para analisar aspectos de governança, administração e controle fiscal. No Nordeste, Petrolina ficou com a sexta posição entre os grandes municípios.

O Ranking Sudene IGM analisou 1990 cidades do Nordeste, Minas Gerais e Espírito Santo, que são regiões abrangidas pela Superintendência. Petrolina alcançou a nota 6,74, ficando à frente de sete capitais nordestinas e todas cidades pernambucanas com mais de 100 mil moradores. Nessa escala, no Nordeste, apenas Feira de Santana (7,22), Fortaleza (7,04), Crato (6,98), Salvador (6,87) e Juazeiro do Norte (6,78) tiveram desempenho melhor que a cidade às margens do São Francisco.

Para determinar as notas dos 1990 municípios, o índice da Sudene consolidou dados de desempenho em setores como saúde, educação, planejamento urbano e gestão fiscal. Petrolina, nos últimos meses, já havia obtido outros reconhecimentos relevantes como a lideranç a estadual no IDEB, o Selo Unicef e o prêmio Abrinq Prefeito Amigo da Criança. “Esse ranking da Sudene mostra de uma forma global que Petrolina se destaca com políticas públicas em vários temas. Nossa gestão ser apontada como referência em Pernambuco é motivo de orgulho e nos impulsiona a trabalhar para na próxima avaliação alcançarmos o topo do ranking em todo o Nordeste”, comemorou o prefeito Miguel Coelho ao receber os dados da Sudene.

 

Loja de importados arrombada e roubada em Afogados

Na noite desta terça-feira (22) por volta das 23h a loja de importados de Silvio Import, localizada no Boxe 1 no beco dos importados de Afogados da Ingazeira, foi roubada.

Segundo o blog Mais Pajeú  um jovem conhecido por realizar furtos na cidade arrombou o local e levou nove aparelhos de celulares e outros produtos.

Afogados registra 43 novos casos e 30 curas para covid-19

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que nesta quarta (23), foram registrados 43 casos para covid – 19 em nosso município. Desses, 32 já estavam em investigação.

São 27 pacientes do sexo feminino, com idades de 06, 13, 18, 21, 22, 23, 23, 23, 27, 29, 32, 34, 35, 40, 41, 43, 46, 46, 53, 57, 66, 68, 68, 73, 74, 84 e 95 anos; e 16 pacientes do sexo masculino, com idades de 17, 17, 21, 24, 31, 31, 38, 39, 40, 41, 42, 47, 47, 56, 89 e 90 anos. Entre as mulheres: 04 aposentadas, 02 donas de casa, 01 comerciante, 04 profissionais da saúde, 03 agricultoras, 01 menor, 01 autônoma, 01 secretária, 02 professoras (rede pública), 03 estudantes (02 rede pública e 01 privada), 01 cabeleireira, 01 atendente, 01 promotora de vendas, 01 garçonete e 01 auxiliar de serviços gerais. Já entre os homens: 01 representante, 01 operador de máquinas, 01 servidor público, 01 motorista, 02 aposentados, 01 sem informação, 01 assistente administrativo, 01 auxiliar de limpeza, 03 estudantes (02 rede pública e 01 privada), 01 porteiro, 01 agricultor, 01 vendedor e 01 serralheiro.
Hoje, 60 pacientes apresentaram resultados negativos para covid – 19 em nosso município.
Entram em investigação os casos de 24 mulheres com idades entre 14 e 66 anos; e 14 homens, com idades entre 16 e 80 anos.
Hoje, 30 pacientes apresentaram cura após avaliação clínica e epidemiológica. O município atingiu a marca de 1.779 pessoas (90,44 %) recuperadas para covid-19. Atualmente, 166 casos estão ativos.
Afogados atingiu a marca de 9.129 pessoas testadas para covid-19, o que representa 24,50 % da nossa população.
Casos leves x SRAG/covid- 19:
Leves (1898 casos), 96,49 % Graves (69 casos), 3,51%.

Tribunal de Justiça da Paraíba nega pedido do município de Campina Grande para abrir bares e restaurantes no Natal e Ano Novo

O pedido era para suspender o decreto do governador da Paraíba, João Azevêdo, que determinou que bares e restaurantes só poderão ficar abertos até às 15h nessas datas.

Município de Campina Grande quer abrir bares e restaurantes no Natal e Ano Novo (Foto: Reprodução)

O desembargador Luiz Sílvio Ramalho Júnior negou o pedido feito pelo Município de Campina Grande para abrir bares e restaurantes nas noites dos dias 24, 25 e 31 de dezembro, além de 1 de janeiro.

O pedido era para suspender o decreto do governador da Paraíba, João Azevêdo, que determinou que bares e restaurantes só poderão ficar abertos até às 15h nessas datas. A medida foi tomada para evitar aglomerações nas comemorações de fim de ano e, consequentemente, a disseminação da covid-19.

Na decisão, o desembargador começa explicando que não é cabível mandado de segurança contra lei em tese e segue argumentando que o Supremo Tribunal Federal reconheceu que a União, os Estados e os Municípios têm competência comum para ”cuidar da saúde”.

Dessa forma, o desembargador afirma que a Prefeitura de Campina Grande não precisa de um comando judiciário que lhe autorize a exercer ou deixar de exercer sua competência.

Comerciante morto a tiros em São José do Egito

Na tarde desta quarta-feira (23), por volta das 16h, um homicídio foi registrado em São José do Egito.

O crime aconteceu no próprio estabelecimento comercial da vítima, Tetê Motos, uma oficina de moto localizada no bairro Borja.
Segundo informações, o criminoso se passou por um cliente e estaria de capacete e máscara e atirou duas vezes contra Tetê que teria ido a óbito no local.

As informações são coletadas diretamente com as Secretarias de Saúde estaduais. (Foto: Reprodução)

— O Brasil registrou 963 mortes pela Covid-19 e 55.799 casos da doença, nesta terça-feira (22). Com isso, o país chegou a 188.285 óbitos e a 7.320.020 de pessoas infectadas pelo novo coronavírus desde o início da pandemia.

Os dados do país são fruto de colaboração inédita entre Folha de S.Paulo, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são coletadas diretamente com as Secretarias de Saúde estaduais.

Além dos dados diários, a Folha de S.Paulo também mostra a chamada média móvel. O recurso estatístico busca dar uma visão melhor da evolução da doença, pois atenua números isolados que fujam do padrão. A média móvel é calculada somando o resultado dos últimos sete dias, dividindo por sete.

De acordo com os dados coletados até as 20h, a média de mortes nos últimos sete dias é de 776, aumento de 26% em relação a 14 dias atrás. É a maior média desde as primeiras semanas de setembro.

O país vem em uma tendência de alta de mortes desde meados de novembro, com um breve intervalo de estabilidade.

Todas as regiões continuam com aumento da média móvel de mortes em relação a 14 dias atrás. Somente o Nordeste tem situação estável (com 15% de aumento). Na última semana, o Norte se apresentava estável, mas agora evoluiu para um estágio de crescimento da média móvel de mortes.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorre em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.

Governo da Paraíba paga abono natalino para 520 famílias até esta quarta-feira

O Programa de complementação de renda paga o valor de R$ 64 a cada família que vive em situação de vulnerabilidade social, nos 223 municípios.

Nos cinco primeiros dias de pagamento, mais de 40% dos beneficiários já haviam recebido o abono (Foto: Reprodução)

O Governo da Paraíba, através da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano (Sedh), prossegue, até esta quarta-feira (23), com o pagamento do Abono Natalino para cerca de 520 famílias paraibanas beneficiárias do Programa Bolsa Família. O Programa de complementação de renda paga o valor de R$ 64 a cada família que vive em situação de vulnerabilidade social, nos 223 municípios, totalizando mais de R$ 33 milhões de investimentos com recursos próprios do Estado. 

O calendário obedece à terminação do Número de Identificação Social (NIS). 

Nos cinco primeiros dias de pagamento, mais de 40% dos beneficiários já haviam recebido o abono através das 41 agências da Caixa Econômica Federal no Estado, e em mais de 559 casas lotéricas e correspondentes Caixa Aqui.

Os beneficiários devem comparecer a qualquer um desses canais de pagamento munidos de documento de identificação com foto e o Cartão do Bolsa Família, observando à terminação do Número de Identificação Social (NIS), conforme calendário divulgado pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano. 

O secretário do Desenvolvimento Humano, Tibério Limeira, chama atenção dos beneficiários para que não percam o prazo que é dia 23. “Aqueles que possuem cartão do NIS terminados entre 1 e 7, e que por algum motivo deixaram de receber no dia programado, ainda podem se dirigir aos postos de pagamentos da Caixa e receber essa renda extra”, lembrou. 

Tibério destacou, mais uma vez, o compromisso do governador João Azevedo de pagar o Abono Natalino. O valor do benefício foi dobrado passando de R$ 32 para R$ 64, o que foi cumprido desde o ano passado. Um programa que usa como critério para definir os beneficiários, a base de dados do Bolsa Família, mas é realizado com recursos próprios do Estado”, finalizou o secretário.  

Serviço: Em caso de dúvidas, os beneficiários podem entrar em contato através dos números: 3133-4062/4083,  9-8111-5182  ou  9-8861-2584.

 

Agências bancárias  fecham nos dias 25 e 31 de dezembro

Com a proximidade das festas de final de ano, as agências bancárias de todo País terão horários especiais para atendimento ao cliente. O horário vária de acordo com o horário de Brasília. 

Em Afogados da Ingazeira as agências vão atender no horário das 09h às 11hs na quinta-feira (24). O último dia útil do ano para atendimento ao público, com expediente normal para a realização de todas as operações bancárias, será 30 de dezembro. Já na quinta-feira (31), as instituições financeiras não abrem para atendimento ao público. 

É importante ressaltar que as agências bancárias não funcionam em feriados oficiais sejam eles municipais, estaduais ou federais. Dessa forma, os bancos não funcionarão nos dias de Natal (25) e Confraternização Universal (1º de janeiro). 

A população poderá utilizar os canais alternativos de atendimento bancário, como mobile e internet banking, caixas eletrônicos, banco por telefone e correspondentes para fazer transações financeira 

blogmarcosmontinelly

 

Covid-19: Paraíba passa de 160 mil casos com 3.563 mortes 

UTI_Covid-19_Hospital Metropolitano

A Paraíba registrou, nesta terça-feira (22), 972 novos casos de Covid-19 e 11 óbitos confirmados desde a última atualização, 6 deles ocorridos nas últimas 24h, de acordo com boletim da Secretaria de Estado da Saúde.  Até o momento, 160.611 pessoas já contraíram a doença, 124.217 já se recuperaram e 3.563 faleceram. 

Segundo a pasta, 518.416 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados até o momento.

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 51%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 56%. Em Campina Grande estão ocupados 54% dos leitos de UTI adulto e no sertão 60% dos leitos de UTI para adultos.

Os casos confirmados estão distribuídos por todos os 223 municípios paraibanos. A diferença de casos de ontem para hoje é de 972, nos quais 5 municípios concentram 429 novos casos, o que corresponde a 44,13% dos casos registrados nesta terça.

São eles:

João Pessoa, com 164 novos casos, totalizando 40.074; Patos, com 111 novos casos, totalizando 6.764; Sousa, com 90 novos casos, totalizando 3.504; Campina Grande, com 36 novos casos, totalizando 15.058; Santa Rita, com 28 novos casos, totalizando 4.030.

* Dados oficiais preliminares (fonte: e-sus VE, Sivep Gripe e SIM) extraídos às 10h do dia 22/12, sujeitos a alteração por parte dos municípios.

Até hoje, 189 cidades registraram óbitos por Covid-19. Os 11 óbitos registrados nesta terça ocorreram entre 02 de maio e 22 de dezembro, sendo 10 deles nas últimas 48h. Os pacientes tinham idade entre 43 e 98 anos. Diabetes foi a comorbidade mais frequente. Dos locais, três ocorreram em hospitais privados e os demais em hospitais públicos.

Homem, 81 anos, residente em Cajazeiras. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 04/12/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 22/12/2020.

Mulher, 95 anos, residente em João Pessoa. Portadora de doença neurológica. Início dos sintomas em 10/12/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 21/12/2020.

Homem, 80 anos, residente em João Pessoa. Diabético, cardiopata e portador de doença neurológica. Início dos sintomas em 17/12/2020. Foi a óbito em hospital privado no dia 21/12/2020.

Homem, 43 anos, residente em Mogeiro. Sem comorbidade. Início dos sintomas 30/11/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 21/12/2020.

Mulher, 78 anos, residente em Nova Olinda. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 06/05/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 21/12/2020.

Mulher, 98 anos, residente em Rio Tinto. Sem informação de comorbidade. Início dos sintomas 09/12/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 21/12/2020.

Mulher, 81 anos, residente em Itabaiana. Hipertensa, diabética e cardiopata. Início dos sintomas 28/11/2020. Foi a óbito em hospital privado no dia 20/12/2020.

Homem, 76 anos, residente em Itabaiana. Portador de doença renal e tabagista. Início dos sintomas 24/11/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 20/12/2020.

Mulher, 92 anos, residente em João Pessoa. Sem comorbidade. Início dos sintomas 02/12/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 20/12/2020.

Mulher, 47 anos, residente em Nova Floresta. Hipertensa e diabética. Início dos sintomas 12/11/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 20/12/2020.

Mulher, 44 anos, residente em Santa Rita. Diabética e cardiopata. Início dos sintomas 23/04/2020. Foi a óbito em hospital privado no dia 02/05/2020.

 

Presidente do STJ concede prisão domiciliar a Crivella e define uso de tornozeleira

Por G1

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Humberto Martins, concedeu nesta terça-feira (22) prisão domiciliar ao prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Republicanos). Com isso, Crivella deixará o presídio de Benfica e terá de usar tornozeleira eletrônica.

A decisão também:

  • determina que Crivella informe endereço fixo para o cumprimento da prisão;
  • proíbe Crivella de manter contato com terceiros, “salvo familiares próximos, profissionais da saúde e advogados devida e previamente constituídos”;
  • determina que o prefeito entregue telefones, computadores e tablets às autoridades;
  • proíbe Crivella de sair de casa sem autorização, e
  • proíbe que o político use telefones.

O prefeito foi preso no início da manhã desta terça-feira (22) em uma operação da Policia Civil e do Ministério Público local. Crivella foi encaminhado ao presídio no início da noite, após ter a prisão preventiva confirmada em uma audiência de custódia.

Mesmo voltando para casa, sob monitoramento eletrônico, Crivella seguirá afastado do cargo. O mandato do prefeito termina no próximo dia 31.

A decisão de Martins atende parcialmente ao pedido dos advogados de Crivella, que queriam a revogação da prisão do prefeito. Para o presidente do STJ, a prisão preventiva é adequada, mas deve ser cumprida em regime domiciliar.

No documento, Martins cita que Crivella tem 63 anos de idade, sendo considerado grupo de risco para a Covid-19.

Miguel Coelho anuncia reforma administrativa e nova equipe de governo

O prefeito reeleito de Petrolina, Miguel Coelho, decidiu promover mudanças na estrutura administrativa e no secretariado para o segundo governo. O político sertanejo enviou, nesta terça (22), à Câmara de Vereadores em caráter de urgência um projeto de lei para reforma da administração pública do município. Além disso, Miguel decidiu antecipar os novos nomes do primeiro escalão de sua equipe para 2021.

Na reforma, estão previstas poucas alterações robustas. Será criada a Secretaria de Agricultura, que antes era subordinada à pasta de Governo. O novo modelo traz ainda a junção das secretarias de Planejamento com Fazenda. Essas mudanças propiciadas pela reforma não irão acarretar qualquer aumento no orçamento municipal.

Já em relação ao secretariado, Miguel decidiu renovar parte da equipe. As pastas do Social, Economia, Educação, Procuradoria-Geral, Agricultura e Desenvolvimento Urbano terão novos líderes. Essas secretarias serão comandadas, respectivamente, por Glaucia Andrade, Flávio Guimarães, Plínio Amorim, Fernando Cavalcanti, vereador Gilberto Melo e Emício Junior. Além disso, o vereador Edilson Leite volta para a equipe de Miguel ocupando uma assessoria para atuar na área política e em ações voltadas à mobilidade. E Lucivane Lima passa a comandar a nova pasta de Fazenda e Planejamento.

Segundo o prefeito, as mudanças buscam manter o ritmo de trabalho intenso na gestão municipal e, ao mesmo tempo, inspirar novas idéias para o segundo mandato. “Antes de tudo, é preciso agradecer a todos que contribuíram conosco nesse primeiro governo. Se tivemos uma votação histórica da população de Petrolina, a maior do Nordeste, isso se deve muito ao empenho de cada um desses colaboradores. Aos que chegam, a mensagem foi muito clara: trabalho. Esse foi nosso compromisso nos primeiros quatro anos, e no segundo mandato a população vai nos exigir o dobro desse trabalho. O desafio é enorme, mas tenho convicção que escolhi a equipe certa para manter Petrolina como referência para todo o estado de Pernambuco”, afirmou Miguel.

Sobe para 48 o número de mortes por coronavírus em Araripina

O município de Araripina confirmou mais uma morte em decorrência da Covid-19. Agora o total de vítimas chega a 48. As informações foram confirmadas no boletim apresentado nessa segunda-feira (21) pela Secretaria Municipal de Saúde. Não foram repassadas informações sobre o paciente que veio a óbito.

Agora o número de diagnosticados com a doença está em 2.823, com 2.675 curas clínicas e 135 casos em investigação. Foram confirmados 37 novos casos de Covid-19 nas últimas 24h

No Sertão do Araripe já foram registradas 131 mortes decorrentes do novo coronavírus. Foram 48 em Araripina, 23 em Ipubi, 19 em Ouricuri, 18 em Trindade, 12 em Exu, 08 em Bodocó, 01 em Santa Filomena, 01 em Santa Cruz e 01 em Moreilândia.

 

Ex-namorado acusado de matar modelo estrangulada chega em João Pessoa após ser preso na Bahia

 corpo da modelo foi sepultado nesta última terça-feira​ (22). (Foto: Reprodução)

O ex-namorado acusado de matar a modelo Lorrayne Damares da Silva, 19 anos, chegou em João Pessoa, na manhã desta quarta-feira (23), após ser preso na Bahia, no último dia 19 de dezembro. Kennedy Ramon Alves Linhares, de 32 anos, será apresentado na Central de Polícia de João Pessoa às 11h30.

Segundo a Polícia Civil da Bahia, ele confessou que matou a modelo estrangulada durante uma briga. 

Homem invade casa em Afogados, estupra mulher e foge

O efetivo do 23ºBPM foi acionado pela Central de Operações para averiguar uma ocorrência de invasão a domicílio e estupro. O local não foi informado pela polícia.

Chegando ao local, a vítima informou que um homem invadiu sua residência a procura de dinheiro, depois a estuprou e evadiu-se do local.
A vítima foi socorrida ao Hospital Regional, onde foi atendida, medicada e assistida pela assistente social. O criminoso não foi localizado.
A ocorrência foi passada à delegacia, onde será instaurado um inquérito policial.

O treinador foi internado no dia 14 de dezembro, após testar positivo pela segunda vez para o novo coronavírus.

O técnico passou oito dias após ser internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. (Foto: Celso Pupo (Folhapress))

Oito dias após ser internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, diagnosticado com covid-19, o técnico Vanderlei Luxemburgo, de 68 anos, recebeu alta, nesta terça-feira. O treinador, que está sem clube depois de ser demitido do Palmeiras em outubro, gravou um vídeo nas redes sociais e agradeceu o tratamento recebido e o carinho de amigos e fãs.

“Estou indo para casa. Recebi alta, graças a Deus. Passei por essa, vencemos o vírus. Vara de marmelo. Enverga, mas não quebra”, disse Luxemburgo, ainda bastante rouco e com certa dificuldade para falar. “Obrigado pelo carinho, afeto e pela orações por mim”.

O treinador foi internado no dia 14, após testar positivo pela segunda vez para o novo coronavírus. Em julho, quando ainda comandava o Palmeiras, ele teve a doença na forma assintomática e se recuperou em casa. Desta vez, ele se queixou de mal estar, teve febre, revelou que sentiu dificuldade para respirar em alguns momentos e precisou receber atendimento médico. Na última sexta-feira, o técnico já havia dito que estava melhor e que deixaria o hospital logo.

Luxemburgo está sem clube desde que foi demitido do Palmeiras em outubro. O clube trouxe para a vaga dele o português Abel Ferreira, que também teve a covid-19 e se recuperou recentemente. Fora do futebol, o experiente treinador alterna a rotina entre São Paulo e Rio de Janeiro, além de cuidar de investimentos. Um dos empreendimentos que tem é uma emissora de TV no Tocantins.

Pernambuco registra 1.946 novos casos e 16 mortes por Covid-19

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou, nesta terça-feira (22), 1.946 casos da Covid-19. Entre os confirmados hoje, 50 são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 1.896 são leves. Agora, Pernambuco totaliza 210.081 casos confirmados da doença, sendo 29.019 graves e 181.062 leves.

Também foram confirmados 16 óbitos, ocorridos entre os dias 28 de novembro e essa segunda-feira (21). Com isso, o Estado totaliza 9.459 mortes pela Covid-19.

O produto falso custa R$ 50, com certificado e aplicação na hora. Se a pessoa quiser, o custo fica R$ 10 mais caro.

Falsa Vacina contra covid-19 estaria sendo comercializada por Camelôs de Madureira. (Foto: Redes Sociais)

Diante da pandemia da Covid-19, uma situação chamou atenção ao ser postada nas redes sociais neste domingo (20). Camelôs de Madureira, zona norte do Rio de Janeiro, estão vendendo uma vacina contra a Covid-19, conforme o portal Diário do Rio.

Diversos depoimentos sobre a suposta venda do produto circulam nas redes sociais e a falsa vacina vendida tem até foto que circula na web.

O produto falso custa R$ 50. Se a pessoa quiser, o custo fica R$ 10 mais caro.

Segundo os usuários do Twitter e do Facebook que fizeram a denúncia, a mercadoria apresenta um “certificado de vacinação” e vem dentro de uma caixa semelhante às que são utilizadas em medicamentos.

A reportagem não encontrou nenhum ambulante comercializando o produto.

Segundo a desembargadora, o afastamento do prefeito foi determinado com base no Artigo 319, Inciso VI do Código de Processo Penal. (Foto: Tânia Rego/Agência Brasil)

A desembargadora Rosa Helena Penna Macedo Guita suspendeu nesta terça-feira (22) o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, do exercício da função. O mandato de Crivella terminaria no próximo dia 31.

Marcelo Crivella foi preso na manhã de hoje, no Rio de Janeiro. Ele disse que a prisão é uma “perseguição política”.

A decisão está no despacho em que a magistrada acatou denúncia do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) e decretou prisão preventiva de sete denunciados em um desdobramento da Operação Hades, que apura corrupção na prefeitura e tem como base a delação do doleiro Sergio Mizrahy. Também foram presos os empresários Rafael Alves, Christiano Stockler Campos e Adenor Gonçalves, o ex-tesoureiro da primeira campanha de Crivella, Mauro Macedo e o delegado aposentado Fernando Moraes. O ex-senador Eduardo Lopes,não foi encontrado no endereço no Rio, mas pode ser preso ainda nesta terça-feira.

Segundo a desembargadora, o afastamento do prefeito foi determinado com base no Artigo 319, Inciso VI do Código de Processo Penal.

Conforme o despacho, o esquema de corrupção apontado na Operação Hades, que teve hoje desdobramento com a prisão dos denunciados, intensificou-se na campanha de Crivella à prefeitura em 2016. Na ocasião, diz a magistrada, o empresário Rafael Alves pediu que Crivella providenciasse contas bancárias pelas quais pudesse receber quantias em espécie a serem utilizadas na campanha.

De acordo com Rosa Helena, depois de Marcelo Crivella ser eleito, Rafael Alves passou a ocupar uma sala na sede da Riotur, empresa municipal de turismo, mesmo sem exercer qualquer cargo público. O doleiro Sergio Mizrahy disse que esteve no local diversas vezes para entregar ao empresário dinheiro em espécie, oriundo de operações de troca de cheques resultantes da cobrança de taxa de serviço.

“Relatou ainda o colaborador Sérgio Mizrahy que Rafael Alves cobrava propina para autorizar o pagamento de faturas atrasadas a empresas credoras, destinando o percentual de 20%a 30% a Marcelo Alves, seu irmão, então presidente da Riotur, e outro percentual ao prefeito Marcelo Crivella”, destacou a magistrada.

Na denúncia, o Ministério Público ressalta que, embora Crivella não tenha sido reeleito, o que resulta na “perda de foro especial por prerrogativa de função e cessação da competência deste primeiro grupo de câmaras criminais para o julgamento da causa, as medidas cautelares requeridas, dada a sua natureza de urgência, devem ser imediatamente analisadas, sob pena de se ver frustrados a sua eficácia e os fins por elas colimados”.

De acordo com o MPRJ, as investigações começaram com a instauração do inquérito policial em decorrência do acordo de colaboração firmado com Sérgio Mizrahy, preso preventivamente no âmbito da Operação Câmbio, Desligo. Tal operação foi deflagrada pela força-tarefa da Lava Jato no Rio no dia 3 de maio de 2018, como desdobramento das operações Calicute e Eficiência, em que foram apuradas denúncias de crimes de corrupção, lavagem de dinheiro, cartel e fraudes em licitações pela organização criminosa liderada pelo ex-governador Sérgio Cabral.

O despacho mostra ainda que, apesar de não terem vínculo efetivo com a estrutura da prefeitura do Rio, os outros denunciados interferiam nas tomadas de decisão, dando mais rapidez aos pagamentos a empresas específicas e interferindo nos processos de licitação. A intenção era beneficiar os empresários que concordavam em pagar propina ao grupo, que seria “gerenciado” por Rafael Alves, considerado homem de confiança do prefeito. O empresário, por sua vez, contava com o doleiro Sérgio Mizrahy para branquear os valores recebidos.

No dia em que o doleiro foi preso, a Polícia Federal arrecadou, na casa dele, um cheque de R$ 70 mil reais da empresa Randy Assessoria, pertencente ao empresário denunciado e colaborador de delação João Alberto Felippo Barreto. Para embasar declarações de Mizrahy, o MPRJ juntou cópias de mensagens trocadas por WhatsApp entre integrantes do grupo. Nestas, é mencionada a cobrança de recebimento de determinada quantia em espécie a pedido do Zero Um, que seria o codinome de Crivella.

“Nos termos do acordo firmado com o colaborador Sérgio Mizrahy, ele comprometeu-se a restituir aos cofres públicos o valor de 11 milhões e 250 mil reais, o que nos dá a dimensão do vultoso montante de dinheiro por ele ‘lavado’”, destaca o despacho.

Substituto

Como o vice-prefeito Fernando Mac Dowell morreu em maio de 2018, o cargo de prefeito será ocupado pelo presidente da Câmara de Vereadores, Jorge Felippe, que, em nota, afirmou que a cidade não ficará sem comando nos últimos dias da atual gestão. Em sua primeira ação, Felippe marcou uma reunião para dar instruções à equipe municipal de modo que se mantenha a máquina pública “a pleno vapor”.

Ele afirmou que a equipe trabalhará “com afinco e dedicação” até o último dia e que já conversou com o prefeito eleito Eduardo Paes. “A transição vai continuar, e vamos fornecer todas as informações necessárias à nova equipe. O Rio de Janeiro tem prefeito”, afirmou.

Em seu perfil no Twitter, Paes diz que conversou com Jorge Felippe para que mobilizasse os dirigentes municipais a continuar conduzindo suas obrigações e atendendo a população. “Da mesma forma, manteremos o trabalho de transição que já vinha sendo tocado.”

Paes mandou ainda um recado aos profissionais da rede municipal de Saúde: “Passamos por uma pandemia – além das dificuldades já conhecidas – e a população precisa do nosso esforço. Contamos todos com a força e dedicação de vocês!”

O MPRJ informou que, em entrevista coletiva de imprensa, no início da tarde de hoje, promotores, procuradores de Justiça e integrantes da Polícia Civil prestarão informações sobre as investigações que levaram à prisão de Marcelo Crivella e de integrantes do grupo que atuava na prefeitura do Rio.

O corpo de Lorrayne foi encontrado no último domingo (20), em um matagal que fica debaixo da ponte da rodovia federal BR-230, no Distrito de Café do Vento, na Paraíba.​

O corpo da modelo Lorrayne Damares da Silva, 19 anos, será sepultado nesta terça-feira (22), em Campina Grande, na Paraíba. O corpo de Lorrayne foi encontrado no último domingo (20),  em um matagal que fica debaixo da ponte da rodovia federal BR-230, no Distrito de Café do Vento, na Paraíba.De acordo com informações obtidas pelo ClickPB, o corpo já estava em estado de decomposição e foi localizado pela Polícia Civil e Corpo de Bombeiros. 

Keneddy Ramon Alves Linhares, de 32 anos, ex-namorado da modelo, confessou que matou a jovem estrangulada, pois ele não aceitava o fim do relacionamento. Ele segue preso.

O crime tenha ocorrido em um imóvel de veraneio, no município de Lucena. O casal havia ido para lá após a chegada da modelo, que veio de Goiânia, onde residia, para João Pessoa. O suspeito será trazido para a Paraíba e ouvido novamente. 

A prisão foi realizada na praia de Camboinha, no município de Cabedelo, na Paraíba.

O suspeito foi conduzido para a Central de Polícia Civil da Paraíba, em João Pessoa (Foto: Walla Santos)

Uma operação das Polícias Civis da Paraíba e Sergipe prendeu na madrugada desta terça-feira (22), um homem suspeito de fraudar vendas de carros em vários estados. A prisão foi realizada na praia de Camboinha, no município de Cabedelo, na Paraíba.

Cerca de 50 pessoas foram alvos do suspeito nos estados da Bahia, Sergipe, Pernambuco e São Paulo. 

A delegada e defraudações e combate a pirataria em Aracaju, Lauana Guedes, informou que o homem de 52 anos, praticava as vendas fraudulentas desde 2009. O suspeito ganhava a confiança das vítimas e quando estava com o dinheiro do veículo, fugia para outro estado. 

Ainda de acordo com a delegada, o homem chegou a alugar uma loja de veículos. Logo em seguida conseguiu parceiros e com o dinheiro da venda dos veículos, fugiu e não repassou o montante para os sócios. 

O suspeito foi conduzido para a Central de Polícia Civil da Paraíba, em João Pessoa, e será encaminhado para o estado de Sergipe. Em seguida será levado para um presídio da região.

blogmarcosmontinelly

Greve de ônibus vai afetar 1,6 milhão de passageiros na Região Metropolitana do Recife

Ônibus

Cerca de 1,6 milhão de passageiros dos sistema de transporte público na Região Metropolitana do Recife (RMR), serão afetados a partir de hoje com a greve iniciada à 0h pelo Sindicato dos Rodoviários. O Urbana-PE, entidade que representa as empresas, garantiu ontem que 70% dos ônibus circularão nos horários de pico e 50% nos demais horários, conforme determinação do Grande Recife Consórcio de Transporte, órgão que administra o sistema. Já o Metrô do Recife vai ampliar a circulação de pico em uma hora, de manhã e à noite, para atender mais passageiros.

O presidente do Sindicato dos Rodoviários, Aldo Lima, descartou a possibilidade de acordo entre a categoria e os empresários antes da greve, mas disse que, com o movimento iniciado, está disposto a sentar com os patrões. Os trabalhadores exigem, como principal ponto, o fim do exercício da dupla função de motorista e cobrador pelo mesmo profissional. A reivindicação chegou a ser atendida por uma lei municipal aprovada no Recife e uma portaria do governo do estado, cuja edição levou à suspensão da última greve, em novembro. Mas a lei foi suspensa pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco suspendeu a vigência da lei, argumentando inconstitucionalidade, e a portaria foi revogada. Atualmente, cerca de 2,5 mil motoristas exercem também a função de cobrador.

A readmissão de cobradores demitidos, a realização de pagamentos retroativos a julho a dezembro e a estabilidade de emprego de seis meses também são bandeiras do movimento. A categoria alega que o acordo mediado no dia 23 de novembro, na 6ª Vara do Tribunal Regional, do Trabalho foi descumprido.

O Grande Recife exige 70% da frota das 5h às 9h e das 16h às 20h, o que equivale a 1.695 ônibus; e pelo menos 50% nos demais horários (1.211 ônibus). Apesar da exigência, o Sindicato dos Rodoviários já indicou que não será uma preocupação da categoria seguir um quantitativo mínimo da frota.

Os empresários recorreram à Justiça do Trabalho para garantir os 70% de circulação. Decisões do Tribunal Regional do Trabalho já proíbem os grevistas de bloquear a saída das garagens.

Veja imagens do maior alinhamento entre Júpiter e Saturno em séculos

Júpiter (abaixo) e Saturno (acima) são fotografados no céu

O encontro entre Júpiter e Saturno acontece regularmente a cada 19,6 anos e faz parte do grande carrossel dos planetas do Sistema Solar ao redor do nosso astro-rei.

No entanto, o que aconteceu nesta segunda-feira (21) foi à reunião mais próxima desde 1623 — e naquele ano, não foi possível avistá-los muito bem da Terra, pois estavam perto demais do Sol. 

Desta vez, quem estava em um local sem nuvens, na maior parte do planeta, conseguiu ver na linha do horizonte um grande ponto brilhante: a olho nu, os dois maiores planetas do nosso conjunto eram indistinguíveis.

Será possível observar Júpiter e Saturno juntos até dia 29 de dezembro, mas o ápice aconteceu na noite de ontem.

Se não conseguiu conferir, a próxima Conjunção (como é chamada essa reunião) em que os corpos celestes estarão tão alinhados será só em 2080.

Alinhamento entre Júpiter e Saturno

Prefeito Marcelo Crivella é preso em operação da polícia e do MP-RJ

A Polícia Civil e o Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) prenderam, na manhã desta terça-feira (22), o Prefeito do Rio, Marcelo Crivella (Republicanos), o empresário Rafael Alves e o delegado Fernando Moraes.

Também é alvo da operação o ex-senador Eduardo Lopes, que no entanto não foi encontrado em casa.

A ação é um desdobramento da Operação Hades, que investiga um suposto ‘QG da Propina’ na Prefeitura do Rio.

A investigação começou em 2018, tendo como base a delação do doleiro Sergio Mizrahy, que admitiu ser responsável pela lavagem de dinheiro para o que os investigadores chamam de organização criminosa que atuava dentro da prefeitura.

O chefe dessa organização, segundo o delator, seria o empresário Rafael Alves, que não tinha nenhum cargo na prefeitura, mas que dava expediente na Cidade das Artes, numa sala ao lado do irmão Marcelo Alves, que foi presidente da Riotur.

O Rafael Alves, chegou a fizer em algumas mensagens que ele fez o irmão presidente da Riotur, e que possuía a “caneta” e que dava as ordens na prefeitura do Rio, ele que nomeava, ele que escolhia as empresas que iriam fazer contratos com a prefeitura e dessa influência que surgiram a propina e extorsão de empresários que queriam fazer contratos com a prefeitura.

Os mandados são cumpridos pela Coordenadoria de Investigação de Agentes com Foro (CIAF) da Polícia Civil e do Geocrim, do MP-RJ. A decisão é da desembargadora Rosa Helena Penna Macedo Guita.

Itapetim: criança atingida por bala perdida passa por nova cirurgia no Recife. Quadro é estável

O garoto Yure Braga de Araújo, 9 anos, passou por nova cirurgia no Recife, no último domingo (20). É o que informaram familiares aoblog do Marcello Patriota.

A cirurgia demorou cerca de três horas. Segundo o pai, Yure está consciente e, por conta do procedimento padrão, está internado na UTI para se recuperar. O estado de saúde de  Yure agora é considerado estável e ele permanecerá em observação sem previsão de alta. 

Relembre o caso – Na última sexta-feira (18), durante uma troca de tiros entre três homens no distrito de São Vicente, em Itapetim, Yure foi atingido por uma bala perdida quando passava pelo local.

De acordo com informações, dois homens numa moto  armados teriam tentado assassinar um morador identificado até o momento como “Paca”. 

Na ação, trocaram tiros, Paca e os algozes. Erraram os alvos, mas  acabaram acertando a criança que ia passando no local. Não se sabe se os disparos partiram dos algozes e/ou do alvo deles.

Ele foi socorrido para o Hospital Regional Emília Câmara (HREC), em Afogados da Ingazeira, onde passou por cirurgia e logo após foi encaminhado em uma UTI Móvel pra o Hospital da Restauração no Recife, em estado grave.

Ajuda – A tia de Yure, Delis Araújo, está pedindo a mobilização para uma campanha financeira para custear a estadia de quem acompanha o garoto no Recife, visto que a família tem poucas condições. A ajuda é basicamente para a locomoção e alimentação do acompanhante de Yure na capital pernambucana.

Segue os dados bancários para quem puder ajudar: Banco: Caixa Econômica Federal – Agência: 1296 – Operação: 013 – Conta Poupança: 00018805-6 – Favorecida: Delis Roberta Lino Araújo.

Afogados registra mais 44 casos de Covid-19 e totaliza 1.876

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informou em seu boletim epidemiológico, que nesta  segunda-feira (21), foram registrados 44 casos para Covid-19 no município. Desses, 34 já estavam em investigação. 

São 29 pacientes do sexo  feminino, com idades entre 7 e 80 anos; e 15 pacientes do sexo masculino, com idades entre 1 mês e 60 anos. Entre as mulheres: nove agricultoras, cinco estudantes (rede pública), duas atendentes, duas sem informação, duas auxiliares administrativas, duas autônomas, uma aposentada, uma radialista, uma dona de casa, uma advogada, uma manicure e dois professoras (rede pública). 

Já entre os homens: um jornalista, um menor, quatro agricultores, três de profissão não informada, um operador de betoneira, um profissional de segurança, dois autônomos, um estudante (rede pública) e um técnico em refrigeração.

Hoje, 96 pacientes apresentaram resultados negativos para Covid-19 no município. 

Entram em investigação os casos de 36 mulheres, com idades entre 2 e 79 anos; e de 24 homens, com idades entre 5 meses e 73 anos. 

Nesta segunda-feira, 48 pacientes apresentaram cura após avaliação clínica e epidemiológica. O município atingiu a marca de 1.723 pessoas (91,84%) recuperadas para Covid-19. Atualmente, 131 casos estão ativos.

Afogados atingiu a marca de 8.897 pessoas testadas para Covid-19, o que representa 23,87% da nossa população.

Casos leves x SRAG/covid-19: Leves (1808 casos), 96,37 % Graves (68 casos), 3,63%.

Semana Epidemiológica: No último sábado se encerrou a SE 51 (56 casos) e média móvel (8 casos/dia). Analisando às últimas quatro semanas antes da 51, nota-se:  SE 47 (93 casos) e média móvel (13,28 casos / dia); 

SE 48 (63 casos) e média móvel (9 casos/dia); SE 49 (145 casos) e média móvel (20,71 casos/dia) e 

SE 50 (132 casos) e média móvel (18,75 casos/dia). Analisando o cenário observa-se uma tendência de crescimento no número de casos nas semanas analisadas. Dados sujeitos a alterações.via Nill

O presidente eleito dos EUA, Joe Biden, recebe 1ª dose de vacina contra a Covid-19 no Hospital ChristianaCare em Newark, no Delawere, nesta segunda (21). (Foto: Leah Millis/Reuters)

O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, de 78 anos, recebeu nesta segunda-feira (21) a primeira dose da vacina contra a Covid-19 desenvolvida pelas farmacêuticas Pfizer e BioNTech.

“Nós devemos muito aos profissionais da saúde, nós devemos muito a vocês”, disse Biden à enfermeira Tabe Masa, responsável pela injeção, após ser vacinado.

A aplicação em público é um esforço para incentivar a vacinação no país. O presidente Donald Trump, de 74 anos, que contraiu a Covid-19 em outubro, ainda não informou se tomará a vacina.

“Eu estou fazendo isso para mostrar que as pessoas têm que estar preparadas para se vacinar assim que for possível”, disse o democrata em um hospital de Newark, no estado de Delaware.

Na semana passada, o atual vice-presidente dos EUA e presidente do Senado norte-americano, Mike Pence, de 61 anos, recebeu a primeira dose da vacina contra a Covid-19.

A vice-presidente eleita, Kamala Harris, de 56 anos, anunciou que tomará a vacina logo depois do Natal.

A vacina da Pfizer foi a primeira a ser aprovada no país, ainda no início desta semana. Na segunda (14), hospitais começaram a vacinar profissionais da saúde, idosos e membros do grupo de risco.

Butantan diz que terceira e última fase de testes da CoronaVac foi concluída e resultado será enviado à Anvisa

Instituto ainda não apresentou publicamente os dados da última fase de testes da vacina contra Covid-19 desenvolvida em parceria com laboratório chinês.

O presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas (Foto: ANTONIO MOLINA/ZIMEL PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO)

O Instituto Butantan anunciou nesta segunda-feira (21) que foi concluída a terceira e última fase de testes clínicos da vacina CoronaVac, desenvolvida pelo instituto em parceria com o laboratório chinês Sinovac.

Pelas redes sociais, o Butantan também anunciou nesta segunda que “os resultados [da fase 3] serão encaminhados para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)”, e que, “em breve, a primeira vacina brasileira contra o Covid-19 estará pronta”.

No entanto, os resultados da fase 3, que visa a comprovar a eficácia da vacina como imunizante contra a Covid-19, ainda não foram divulgados publicamente. A previsão do instituto é divulgar os resultados da fase 3 de testes da CoronaVac nesta quarta-feira (23). A publicação dos resultados deveria ter ocorrido no dia 15 de dezembro, mas foi postergada para dia 23.

“O estudo clínico foi encerrado com mais de 13 mil participantes e os dados foram submetidos a análise que envolve a decisão final e apresentação dos dados pelo comitê internacional. Isso vai acontecer dia 23, a data está mantida”, disse Dimas Covas, diretor do Butantan, nesta segunda.

Segundo o governo, a fase 3 dos testes da CoronaVac no Brasil registra pelo menos 170 voluntários contaminados. O estudo conclusivo vai medir a taxa de eficácia do imunizante comparando quantos caos confirmados ocorreram nos voluntários que receberam placebo e quantos naqueles que tomaram a vacina. A taxa mínima de eficácia recomendada pela Anvisa é de 50%.

Na última quarta-feira (16), o governo federal incluiu a CoronaVac no plano nacional de vacinação. No entanto, o governo paulista diz que aguarda uma formalização da intenção de compra das doses pelo Ministério da Saúde.

Imagem com seringas e frasco para vacina contra a Covid-19 — Foto: André Melo Andrade/Immagini/Estadão Conteúdo

Compra de seringas

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta segunda-feira (21) a compra de mais 100 milhões de seringas e agulhas para aplicação da vacina CoronaVac. Doria também manteve a previsão de iniciar a vacinação contra o coronavírus no estado no dia 25 de janeiro.

“Estamos ampliando o estoque para termos certeza, convicção, de que nenhum insumo faltará para o sistema médico do estado de São Paulo para atender à população na vacinação, que começa, repito, no dia 25 de janeiro aqui no estado de São Paulo”, afirmou o governador durante coletiva de imprensa no início da tarde.

Na semana passada, quando foram iniciados os pregões, o governo afirmou que 50 milhões seriam reservadas para a vacinação contra a Covi-19 e as outras 50 milhões para outras vacinas do calendário regular. O G1 questionou a Secretária Estadual de Saúde e aguarda retorno.

Segundo a Secretaria Estadual da Saúde, nos primeiros pregões, abertos na última sexta (18), foram adquiridos 2 milhões dos insumos. No total, serão realizados 27 pregões para aquisição dos materiais. As empresas vencedoras poderão entregar os insumos até julho, conforme a definição de cada uma das licitações.

O governo do estado já possui 11 milhões de seringas e agulhas reservadas para o início da vacinação contra a Covid-19 em São Paulo.

Lotes da vacina

Na próxima quinta-feira (24), o governo de São Paulo receberá novos lotes da matéria-prima da CoronaVac.

“A matéria-prima para 5,5 milhões de doses chegará em mais um voo vindo da Sinovac, em Pequim, representando o maior lote de vacinas já desembarcado no Brasil e também no continente latino-americano”, disse Doria.

Atualmente, o governo de São Paulo já tem 3,1 milhões de doses armazenadas no Instituto Butantan.

Ainda de acordo com o governo paulista, outros dois carregamentos devem chegar até o final de dezembro, sendo 400 mil doses no próximo dia 28 e 1,6 milhão no dia 30.

“Com isso, São Paulo terá, ainda este ano, 10, 8 milhões de doses da vacina do Butantan, a vacina contra a Covid-19, em solo brasileiro”, afirmou Doria.

Mais três países são alvo de vetos a viagens para conter mutação do coronavírus

O Brasil, até o momento, não restringiu voos de nenhum dos países com casos da nova variação.

As medidas de restrição tomadas pelos países tem como objetivo exatamente dificultar a disseminação dessa variação que, por ser 70% mais infecciosa, acaba circulando com maior velocidade. (Foto: Reprodução)

 Além do Reino Unido, outros três países foram alvo de restrições de viagens nesta segunda (21), para tentar conter uma mutação do novo coronavírus, que tem maior poder de contágio.

Os bloqueios atingem passageiros que estiveram na África do Sul, Dinamarca e Holanda, e foram determinados por países como Alemanha, El Salvador, Israel, Sudão, Suécia, Suíça e Turquia.

As restrições variam entre os governos: a Suíça, por exemplo, vetou apenas voos vindos da África do Sul e do Reino Unido. Já a Arábia Saudita fechou as fronteiras por completo, a qualquer estrangeiro, por uma semana.

Itália e Austrália também identificaram pessoas com a nova mutação. As medidas de restrição tomadas pelos países tem como objetivo exatamente dificultar a disseminação dessa variação que, por ser 70% mais infecciosa, acaba circulando com maior velocidade. No entanto, ainda é preciso fazer estudos mais aprofundados para confirmar esse dado.

Esta nova linhagem, chamada de B117, foi encontrada em maior quantidade no Reino Unido. Isso levou o governo britânico, no sábado (19), a reforçar o lockdown, às vésperas do feriado de Natal, quando há uma grande quantidade de viagens.

Depois do anúncio do premiê Boris Johnson, dezenas de países passaram a restringir temporariamente a entrada de pessoas vindas do Reino Unido.

A lista somava mais de 30 nações no fim da manhã desta segunda (21) – na noite de domingo, eram apenas 13. Argentina, Alemanha, Arábia Saudita, Índia, Noruega e Rússia estão entre os países que anunciaram bloqueios.

O Brasil, até o momento, não restringiu voos de nenhum dos países com casos da nova variação.

Pesquisas iniciais apontam que a nova mutação tem maior habilidade para entrar nas células humanas, o que aumenta seu poder de contágio. Essa vantagem ocorre por alterações no chamado “spike”, a parte usada pelo vírus para forçar a entrada nas células.

Mutações em vírus são corriqueiras. Conforme o patógeno se reproduz, as novas versões possuem detalhes levemente diferentes das anteriores, embora a maior parte siga igual. Hoje há várias versões do coronavírus circulando.

Com o tempo, variações mais eficientes acabam se proliferando mais. Um dos pontos que preocupam o governo britânico é que o essa nova variedade já representa dois terços dos novos casos de infecção registrados em Londres.

As vacinas são projetadas para gerar defesas no corpo capazes de atingir o vírus de várias formas. Assim, pequenas mudanças tendem a não afetar a eficácia delas.

As imunizações só precisam ser refeitas em caso de grandes mutações, o que parece não ser o caso atual. Autoridades de saúde disseram neste domingo que as vacinas atuais contra o coronavírus devem dar conta de combater essa nova versão.

ENTENDA A MUTAÇÃO

O que é essa variação?
Uma versão do novo coronavírus que tem maior facilidade para entrar nas células, o que a torna mais contagiosa. O governo britânico disse que essa versão é 70% mais transmissível do que as anteriores, mas os estudos ainda são preliminares.

Como ela surgiu?
Os vírus se multiplicam dentro das células humanas, fazendo novas versões de si mesmos. Essas “cópias” costumam ser ligeiramente diferentes da versão que as originou. Assim, o surgimento de novas variações já era esperada pelos cientistas.

Essa versão é mais letal?
Segundo dados iniciais, não.

As vacinas darão proteção contra essa nova mutação?
Há quase certeza que sim. Uma mudança capaz de fazer o vírus resistir às vacinas deve levar anos para ocorrer.

Cidade do Agreste de Pernambuco suspende consumo de bebida alcoólica em bares e restaurantes

 

Mais de dois milhões de brasileiros têm traços de dependência da bebida alcoólica

Com o objetivo de conter a proliferação da Covid-19 em seu território, o município de Alagoinha, no Agreste pernambucano, publicou decreto suspendendo o consumo de bebidas alcoólicas em restaurantes, bares e similares. A medida entrou em vigor, na última sexta-feira (18). 

Além dos estabelecimentos citados, o uso de bebida também se encontra proibida em espaços públicos, com a não permissão também do uso de mesas e cadeiras, nos mesmos locais. 

Através do decreto, a Prefeitura de Alagoinha ainda determinou o fechamento do Estádio de Futebol da cidade e da Quadra Poliesportiva Municipal para prática de esportes coletivos por tempo indeterminado.

Eventos proibidos

Além das novas proibições, esta cidade do Agreste de Pernambuco reiterou o Decreto Estadual nº 49.891, que proíbe evento de qualquer natureza em clubes e similares. Eventos de celebração única como casamentos, formaturas e batizados ainda são permitidos.

 

Moto furtada no bairro São Francisco é recuperada pela polícia e suspeito conduzido para delegacia

Na noite do último sábado (19), uma motocicleta Honda Titan 2006, cor vermelha, com adesivo no tanque, foi furtada em frente ao bar Toca da Codorna, no bairro São Francisco, em Afogados da Ingazeira.

Na manhã desta segunda (21) a polícia de Afogados fez um ótimo trabalho e localizou a mesma em um matagal por trás da residência do suspeito J. F, 25 anos, na zona rural. O suspeito foi conduzido para delegacia.

Por André Luiz/Blog do Nill

Morreu na madrugada desta segunda-feira (21), Nívea Cléa Ramos Galindo, 42 anos. Ela estava internada no IMIP, aonde vinha se recuperando de complicações do diabetes, mas teve um episódio de embolia pulmonar com parada cardíaca, não resistiu e veio a óbito.

Nívea foi professora por toda a vida. Em 2019 foi eleita diretora da Escola Ana Melo. Era catequista da Paróquia Senhor Bom Jesus dos Remédios e teve a vida marcada pela retidão.

De personalidade forte, lutava pela educação de qualidade. Principalmente para as crianças mais pobres.

O corpo deve chegar a Afogados da Ingazeira na tarde de hoje e deverá ser velada no Cine Teatro São José. O sepultamento está marcado para as 17h, no Cemitério São Judas Tadeu.

A família pede que haja rigorosa obediência aos protocolos da Covid-19, para evitar aglomerações e o contágio.

Pesquisa Datafolha mostra que 74% dos brasileiros dizem que não pretendem se reunir com pessoas que não vivam na mesma casa durante as festas de final de ano.

Mesmo entre apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, notório negacionista da gravidade da doença, a maioria diz que não pretende se reunir com pessoas de fora: 69% dos que avaliam o governo como ótimo ou bom. (Foto: Pixabay/Imagem ilustrativa)

– Primos distantes reunidos na casa da avó no Natal recebendo beijos de uma tia mais amorosa? Casa na praia lotada para ver a queima de fogos do Réveillon e desejar feliz Ano-Novo aos amigos com um abraço bem apertado?

Nada disso deveria acontecer neste fim de ano em que enfrentamos uma pandemia que já deixou mais de 185 mil brasileiros mortos e que voltou a apresentar alta de novos casos, segundo especialistas.

Mas a própria população promete cumprir o recomendado. É o que aponta uma pesquisa Datafolha, que mostra que 74% dos brasileiros dizem que não pretendem se reunir com pessoas que não vivam na mesma casa durante as festas de final de ano.

Esse número é maior entre mulheres (78%), que costumam apresentar comportamento mais conservador em relação à pandemia, do que entre homens (70%). Idosos também são mais cuidadosos (78%) do que os mais jovens (70%).

Já os mais ricos e mais escolarizados são os que mais pretendem se encontrar com pessoas de fora do núcleo familiar: responderam assim 47% dos que ganham acima de 10 salários mínimos e 37% dos que têm ensino superior completo.

Mesmo entre apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, notório negacionista da gravidade da doença, a maioria diz que não pretende se reunir com pessoas de fora: 69% dos que avaliam o governo como ótimo ou bom.

A Fiocruz elaborou uma cartilha com orientações para as festas de fim de ano, que deixa claro de cara que “a forma mais segura de passar o Natal e o Réveillon é ficar em casa e celebrar apenas com as pessoas que moram com você”.

Se isso não for possível, a entidade dá algumas orientações para reduzir os riscos: usar máscaras sempre que não estiver comendo ou bebendo, evitar apertos de mão e abraços, dar preferência a locais abertos ou bem ventilados, não compartilhar objetos, levar uma máscara extra e sempre lavar as mãos.

Para quem for organizar recepções, uma opção é limitar o número de convidados de acordo com o espaço de modo a permitir que eles mantenham uma distância de dois metros uns dos outros, evitar música alta para que as pessoas não tenham que gritar ou falar alto (o que aumenta o número de partículas de saliva no ar) e ter sabão e papel toalha no banheiro, evitando o uso de toalhas de pano, entre outras coisas.

Além disso, a Fiocruz orienta a restringir o número de pessoas no ambiente onde a comida é preparada e manuseada, dar preferência a embalagens individuais de bebidas (latas ou garrafas) para que as pessoas possam se servir sozinhas e que uma única pessoa sirva a comida, a fim de evitar o compartilhamento de utensílios.

Mas, para quem está com sintomas relacionados à Covid ou teve sintomas há menos de 14 dias (mesmo que não tenha feito testes), ou quem teve contato com alguém que teve a doença nas últimas duas semanas, a regra é manter o isolamento domiciliar. “Não convide pessoas para sua casa, não faça visitas, nem frequente eventos”, diz a Fiocruz.

Também se deve evitar esses eventos quem faz parte ou mora com pessoas que fazem parte do grupo de risco da Covid-19.

Alguns locais tomaram medidas para evitar aglomerações no Natal. É o caso do Paraná, que tem enfrentado um aumento de casos e prorrogou até 28 de dezembro um toque de recolher noturno, com veto a venda de álcool durante a madrugada e proibição de aglomerações com mais de dez adultos.

As festas públicas de Réveillon foram canceladas na maior parte do país, e mesmo São Paulo, que faria uma festa virtual, com shows online, cancelou o evento.

Outros países também tomaram medidas semelhantes. Portugal impôs toque de recolher às 23h na noite do Réveillon. A Itália proibiu viagens entre 21 de dezembro e 6 de janeiro.

Aqui no Brasil, a pesquisa Datafolha aponta que 84% dos entrevistados não pretende viajar neste fim de ano, seja para visitar a família ou a lazer.

A pesquisa Datafolha foi feita entre 8 e 10 de dezembro com 2.016 brasileiros adultos em todas as regiões e estados do país, por telefone, com ligações para aparelhos celulares (usados por 90% da população). A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Explosão em prédio no centro de Lisboa deixa cinco feridos

Edifício na Avenida da Liberdade desabou parcialmente.

No local encontram-se mais de 80 integrantes de forças de segurança, bombeiros e técnicos municipais de engenharia civil. Moradores de edifícios próximos já foram retirados e identificados pelos serviços municipais. (Foto: reprodução)

Uma explosão, seguida de incêndio, em um prédio da Rua de Santa Marta, na Avenida da Liberdade, em Lisboa, deixou pelo menos cinco feridos. Quatro já tiveram alta hospitalar e um permanece internado em estado grave. O edifício desabou parcialmente.

O alerta foi dado no início deste domingo (20). Para o local foram enviados bombeiros e integrantes do Instituto Nacional de Emergência Médica (Inem) de Portugal. Os bombeiros fazem buscas, pois teme-se que possa haver mais vítimas debaixo dos escombros do prédio de quatro andares.

As primeiras imagens – de vídeo amador – captadas nas proximidades do local da explosão mostram uma coluna de fumaça.  O vereador Carlos Manuel Castro, da Proteção Civil da Câmara Municipal de Lisboa, disse que equipes procurar eventuais vítimas.

“A indicação que temos é que no edifício viviam nove pessoas. Dessas nove, há duas que já foram contactadas, não estavam no edifício. Em princípio, tudo indica que há cinco pessoas feridas, só nos falta confirmar se são pessoas do edifício ou pessoas que passavam por lá. Nesse sentido, temos aqui a suspeita de que faltam duas pessoas. Vamos avançar com a equipe de buscas do Regimento de Bombeiro, afirmou o vereador. Segundo ele, os primeiros dados indicam que houve uma explosão de gás.

Os cinco feridos foram transportados para o Hospital de São José. Um deles continua internado em estado grave com queimaduras e quatro já tiveram alta hospitalar.

Cães
O comandante dos Bombeiros de Lisboa, Tiago Lopes, confirmou a mobilização de equipes para a busca de eventuais vítimas sob os escombros. “Uma das paredes laterais do edifício não inspira muita confiança, está em risco de queda, o que faz com que os nossos bombeiros não possam fazer as buscas pelo interior”, explicou o comandante.

“Caso os cães não detectem qualquer vida, teremos que entrar com uma remoção [de escombros] de forma meticulosa para não criar mais danos aos edifícios adjacentes”, acrescentou, lembrando que é um trabalho que pode demorar horas. De acordo com Carlos Castro, as equipes enfrentam no momento dois problemas: a umidade e a fumaça.

O vereador informou que com a ajuda de um drone foi possível perceber que no interior do edifício há ainda material em combustão e, portanto, não é possível neste momento ter acesso ao interior. “O que vamos fazer agora, de forma minuciosa, é começar a retirar os escombros que se encontram na rua de forma a ter acesso ao prédio com maior segurança.  

No local encontram-se mais de 80 integrantes de forças de segurança, bombeiros e técnicos municipais de engenharia civil. Moradores de edifícios próximos já foram retirados e identificados pelos serviços municipais.

Veículo usado em tentativa de roubo a carro-forte em Ouricuri é incendiado na zona rural de Parnamirim

Um veículo da marca Citroen, cor verde escuro, usado numa tentativa de roubo a carro-forte em Ouricuri, foi incendiado no Sítio Ingazeira, zona rural de Parnamirim, na tarde dessa sexta-feira, 18. Testemunhas disseram que vários homens atearam fogo no automóvel e fugiram em um Corolla cor prata.

De acordo com o Blog do Alvinho Patriota, os policiais militares receberam denúncia do incêndio no carro, foram ao local, mas não conseguiram encontrar qualquer suspeito. O veículo ficou completamente destruído. A ocorrência foi encaminhada para a Delegacia de Polícia Civil de Parnamirim, que abriu inquérito para checar se os criminosos são da região.

 

Com o novo aumento, o país se coloca cada vez mais próximo de passar as 200 mil mortes antes do início de 2021.

 O Brasil registrou 678 óbitos pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas. O país, assim, chega a 186.365 óbitos e a 7.212.670 de pessoas infectadas pelo novo coronavírus desde o início da pandemia.

Com o novo aumento, o país se coloca cada vez mais próximo de passar as 200 mil mortes antes do início de 2021.

Os dados são fruto de colaboração inédita entre Folha, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são coletadas diretamente com as Secretarias de Saúde estaduais.

Além dos dados diários, a Folha também mostra a chamada média móvel. O recurso estatístico busca dar uma visão melhor da evolução da doença, pois atenua números isolados que fujam do padrão. A média móvel é calculada somando o resultado dos últimos sete dias, dividindo por sete.

De acordo com os dados coletados até as 20h, a média de mortes nos últimos sete dias é de 746, aumento de 31% em relação a 14 dias atrás. O país vem em uma tendência de alta de mortes já desde meados de novembro, com um breve intervalo de estabilidade.

Todas as regiões continuam com aumento da média móvel de mortes em relação a 14 dias atrás. Somente o Norte tem situação estável (com 13% de aumento).

Já o balanço divulgado pelo Ministério da Saúde neste sábado registrou 50.177 novos casos de contaminação pelo novo coronavírus no Brasil e 715 mortes em decorrência da doença nas últimas 24 horas. Desde o início da pandemia, foram 186.365 óbitos acumulados e 7.213.155 casos confirmados no país.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorre em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que neste sábado (19), foram registrados 39 casos para covid – 19 em nosso município. Desses, 38 já estavam em investigação.

São 24 pacientes do sexo feminino, com idades de 08, 08, 11, 17, 20, 20, 24, 25, 29, 30, 32, 35, 38, 39, 41, 42, 43, 52, 53, 53, 59, 60, 64 e 72 anos; e 15 pacientes do sexo masculino, com idades de 10, 20, 24, 24, 30, 34, 35, 36, 42, 45, 51, 51, 53, 67 e 73 anos. Entre as mulheres: 03 sem informação, 03 agricultoras, 03 do lar, 03 costureiras, 03 professoras (rede pública), 04 estudantes (03 rede pública e 1 rede privada), 01 atendente, 01 aposentada, 01 vendedora e 02 profissionais da saúde. Já entre os homens: 02 aposentados, 02 estudantes (rede pública), 02 autônomos, 01 pedreiro, 01 marceneiro, 01 técnico de telecomunicações, 01 encarregado de obras, 01 mototaxista, 01 agricultor, 01 serralheiro, 01 radialista e 01 auxiliar de serviços gerais.
Hoje, 48 pacientes apresentaram resultados negativos para covid – 19 em nosso município.
Hoje, 14 homens com idades entre 11 meses e 60 anos e 18 mulheres com idades entre 03 e 89 anos entram em investigação.
Neste sábado, 03 pacientes apresentaram cura após avaliação clínica e epidemiológica. O município atingiu a marca de 1.675 pessoas (93,41 %) recuperadas para covid-19. Atualmente, 96 casos estão ativos.
Afogados atingiu a marca de 8.768 pessoas testadas para covid-19, o que representa 23,53 % da nossa população testada.
Óbito: paciente do sexo feminino, 64 anos, estava internada na UTI do Hospital Eduardo Campos em Serra Talhada. Não tem relato de comorbidades. A mesma foi a óbito na data de 17/12/2020. Nossos sentimentos aos familiares e amigos.
Casos leves x SRAG/covid- 19:
Leves (1727 casos), 96,31 % Graves (66 casos), 3,69%.

Isolamento cai ao menor nível da pandemia apesar de aumento de casos, aponta Datafolha

Segundo o levantamento, o número chegou em dezembro ao menor nível desde abril, quando o instituto começou a fazer essa pergunta.

O isolamento é considerada a medida mais efetiva para frear o avanço da Covid-19, uma vez que o coronavírus é transmitido quando se entra em contato com secreções de outras pessoas contaminadas. (Foto: Pixabay/Imagem ilustrativa)

 Mesmo com a recente alta de contaminações e de mortes pela Covid-19 no Brasil, cada vez menos pessoas se dizem em isolamento, aponta pesquisa Datafolha. Segundo o levantamento, o número chegou em dezembro ao menor nível desde abril, quando o instituto começou a fazer essa pergunta.

Em dezembro, 7% dos entrevistados disseram que estão vivendo normalmente, sem mudar em nada sua rotina, e 54% afirmaram que estão tomando cuidado, mas saem de casa para trabalhar ou fazer outras atividades. Em 3 de abril, no começo da pandemia, esses números eram de 4% e 24%, respectivamente.

Já os que se disseram completamente isolados em dezembro foram 5% dos entrevistados. O recorde havia sido de 21% em 17 de abril. E os que dizem que só saem de casa quando é inevitável, hoje em 34%, haviam chegado a 54% no começo de abril.

Os níveis de isolamento aferidos pelo Datafolha começam a cair a partir de maio, mesmo antes de a pandemia atingir sua pior fase no Brasil.

Isso coincide com a abertura que estados e prefeituras promoveram, relaxando as medidas de contenção do vírus e autorizando a reabertura de comércios e serviços não essenciais, de modo que as pessoas tiveram que voltar a sair de casa para trabalhar presencialmente.

Em São Paulo, por exemplo, o governador João Doria (PSDB) autorizou a reabertura de shoppings no começo de junho, antes de o estado atingir a pior fase da doença (o que ocorreu em julho), e antes mesmo de outros locais como parques, onde a disseminação da doença é mais difícil por serem as atividades desenvolvidas neles ao ar livre.

A pesquisa Datafolha mostra que o isolamento varia muito conforme o gênero e a idade. Enquanto 50% das mulheres dizem que estão totalmente isoladas ou que só saem de casa quando é inevitável, essa proporção cai para 26% entre os homens.

Já entre pessoas com mais de 60 anos, esse número salta para 61%, ao passo que cai para 30% entre os que têm de 16 a 24 anos.

O isolamento é considerada a medida mais efetiva para frear o avanço da Covid-19, uma vez que o coronavírus é transmitido quando se entra em contato com secreções de outras pessoas contaminadas, como espirros ou mesmo como partículas de saliva comuns quando outras pessoas falam.

Junto do isolamento, outra maneira eficiente de conter a doença é o uso de máscaras, que servem justamente como uma barreira para essas gotículas de saliva.

O Datafolha mostra que a maior parte dos entrevistados diz que sempre sai de casa com máscara (88%). Outros 8% dizem que usam máscaras somente às vezes, e 2% disseram que usam máscaras raramente.

Em todo o país, governadores baixaram decretos em que obrigam o uso de máscaras em ambientes públicos. Em São Paulo, por exemplo, quem for pego sem máscara pode tomar multa de R$ 524,59.

A pesquisa Datafolha foi feita entre 8 e 10 de dezembro com 2.016 brasileiros adultos em todas as regiões e estados do país, por telefone, com ligações para aparelhos celulares (usados por 90% da população). A margem de erro é de dois pontos percentuais em ambas as direções.

Prefeitura de Afogados inaugura neste Domingo decoração e iluminação natalinas

A Prefeitura vai inaugurar, neste Domingo (20), a decoração e iluminação natalinas. Será em frente à catedral do Senhor Bom Jesus dos Remédios, logo após a missa. 
A decoração conta com presépio em tamanho real, letreiro com mensagem de natal, trenó, túnel iluminado, sete árvores de natal, e mais de quarenta mil lâmpadas distribuídas em 430 “piscas” luminosos. 

 

 

Iniciativa deve beneficiar 18 milhões de estudantes de baixa renda.

A Câmara dos Deputados aprovou nesta sexta-feira (18) proposta que oferece acesso gratuito à internet para alunos e professores de escolas públicas do ensino básico. O texto destina R$ 3,5 bilhões para estados e municípios aplicarem em ações para a garantia do acesso à internet, em decorrência da pandemia de covid-19. A matéria segue para análise do Senado.

Segundo a relatora, deputada Tabata Amaral, a iniciativa deve beneficiar 18 milhões de estudantes de baixa renda e 1,5 milhão de docentes durante a pandemia. O texto prevê destinação dos recursos em duas frentes, para garantir tanto internet gratuita quanto tablets.

O dispositivo assegura a oferta mensal de 20 gigabytes de acesso à internet para todos os professores do ensino fundamental e médio das redes estaduais e municipais e alunos da rede pública do ensino fundamental e médio regulares vinculados ao CadÚnico pelo prazo de 6 meses, tomando como referência o preço de R$ 0,62 por gigabyte. Também serão beneficiados os matriculados nas escolas das comunidades indígenas e quilombolas.

Além da internet, a proposta prevê a aquisição de tablets para todos os professores do ensino médio da rede pública vinculados ao CadÚnico, tomando como referência o preço de R$ 520,00 por equipamento.

“Passados mais de oito meses desde o fechamento das escolas, parte dos estudantes continua sem ter acesso às atividades escolares oferecidas de modo remoto pelos sistemas de ensino, ou não consegue desenvolvê-las a contento, em razão de não disporem, em seus domicílios, de internet de banda larga, requisito mínimo do acesso com qualidade para fins educacionais, ou de equipamentos para se conectarem à rede”, afirmou Tabata Amaral.

Segundo estimativa da relatora da proposta, a oferta de 20 gigabytes mensais pelo prazo de seis meses para os 18.361.818 alunos da rede pública dos ensinos fundamental e médio regulares que pertencem a famílias que fazem parte do CadÚnico terá o custo de R$ 1,6 bilhão.

De acordo com Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad Covid19), de outubro de 2020, o contingente de pessoas que frequentava a escola, mas não teve atividades naquele mês, foi de 6,1 milhões. A pesquisa também aponta diferenças discrepantes entre as regiões. No Norte, 29,3% das crianças, adolescentes e jovens que frequentavam a escola estavam sem acesso às atividades escolares, enquanto no Sul, Centro-Oeste e Sudeste os percentuais eram bem menores, 5,1%, 7,4% e 9,2%, respectivamente.

Recursos

Segundo o texto, a verba deverá ser repassada em parcela única até o dia 28 de fevereiro de 2021 conforme o número de professores e de matrículas desse público-alvo. De acordo com a relatora, a conectividade será fundamental para garantir um modelo híbrido de ensino para alunos e professores em grupos de risco em 2021.

Presidente do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro derruba liminar que proíbe turismo em Búzios

Em resposta a recurso da prefeitura de Búzios, o presidente do Tribunal de Justiça do Rio, Cláudio de Mello Tavares, determinou a reabertura do turismo na cidade.

Para a decisão, prevaleceu a tese da independência dos poderes e o impacto da medida para a economia do município. (Foto: Reprodução)

 A Justiça do Rio de Janeiro suspendeu nesta sexta-feira (18) liminar que proibia a entrada de turistas na cidade de Búzios, na Região dos Lagos, em decorrência do aumento de casos de Covid-19 no município.

Em resposta a recurso da prefeitura de Búzios, o presidente do Tribunal de Justiça do Rio, Cláudio de Mello Tavares, determinou a reabertura do turismo na cidade. Para a decisão, prevaleceu a tese da independência dos poderes e o impacto da medida para a economia do município.

“Configurados o manifesto interesse público e a grave lesão à ordem e à economia pública que a decisão judicial impugnada está a causar, defiro o pedido de suspensão [do lockdown]”, escreveu o desembargador Tavares na decisão.

Na quinta-feira (17), o juiz Raphael Baddini de Queiroz Campos, da 2ª Vara de Armação dos Búzios, havia suspendido as medidas de flexibilização no município carioca e restabelecido decreto de março, determinando o fechamento de praias, quadras poliesportivas, estabelecimentos comerciais, hotéis e pousadas.

Ele apontou que o balneário está em estágio de Bandeira Vermelha — Risco 3, com elevada chance de colapso da rede de saúde.

A restrição provocou uma série de protestos na cidade. Revoltados com a decisão, trabalhadores do setor de comércio e turismo de Búzios se manifestaram na quinta para a permanência de turistas no município em alta temporada.

Anualmente, Búzios recebe 250 mil pessoas para as festas do fim de ano. Devido à pandemia, a Prefeitura definiu que esse número fosse reduzido à metade. Esse limite de pessoas também se aplicará a hotéis, bares, restaurantes e templos religiosos.

De acordo com Flordelis, um dos seus filhos adotivos, Lucas dos Santos, mostrou a ela uma mensagem de texto que havia recebido por meio do celular da pastora. Na mensagem, havia um pedido para que ele matasse Anderson.

As declarações foram dadas durante seu interrogatório na audiência desta sexta-feira (18). (Foto: Reprodução)

A deputada federal Flordelis dos Santos admitiu que sabia da existência de um plano dentro de sua casa para matar seu marido, o pastor Anderson do Carmo. As declarações foram dadas durante seu interrogatório na audiência desta sexta-feira (18). As informações são do jornal Extra.

De acordo com Flordelis, um dos seus filhos adotivos, Lucas dos Santos, mostrou a ela uma mensagem de texto que havia recebido por meio do celular da pastora. Na mensagem, havia um pedido para que ele matasse Anderson. A parlamentar alegou que a mensagem foi enviada por Marzy, uma de suas filhas afetivas, e afirmou que todos na casa tinham acesso ao celular dela.

Flordelis alega também que informou o marido sobre o que havia ocorrido. No entanto, não soube dizer em que data isso ocorreu. “A primeira pessoa que mostrou essa mensagem ao meu marido foi eu. Pedi para ir a uma delegacia. Ele sentou comigo e falou que ele resolveria, pois não queria exposição com o nome dele”, disse a deputada na audiência.

Ainda conforme o depoimento de Flordelis, Anderson teria conversado com Marzy e eles esclareceram o ocorrido. A filha afetiva teria admitido ter ficado com raiva porque vinha sendo castigada por Anderson após acusações de que ela teria roubado parte do dinheiro da casa.

Lucas e Marzy estão presos

No ano passado, em depoimento na Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo, Marzy admitiu ter enviado a mensagem a Lucas, mas afirmou que a mãe tinha conhecimento de seu plano. Tanto Marzy como Lucas estão presos acusados de envolvimento na morte do pastor.